Page 1

Ano III - Edição 33 - Fevereiro/2014

VIDA

É hora de renovar: um cardápio detox para retomar as atividades com disposição e saúde CASA

Design verde – a arquitetura sustentável e sensacional de Flavia Machado ESTILO

Volta às aulas com tudo em dia, inclusive os sentimentos


Fotos Jeferson Soldi

Editorial Diante desse novo ano que se decortina temos mais uma vez a ocasião e a possibilidade para demonstrarmos o conceito de Vida, Casa e Estilo by Jornal Design | Serra. E você é nosso convidado de honra para apreciar, a cada mês, uma nova edição, pensada e produzida com um único objetivo: despertar sensações. Em nossa primeira edição de 2014, temos a satisfação de trabalhar com assuntos bastante requisitados depois de uma bela temporada de férias. Um cardápio detox muito bem elaborado por profissionais do segmento é uma das nossas contribuições para eliminar aquele sentimento de culpa que adquirimos nas festas de fim de ano, além de retomar e adequar a saúde do nosso corpo. Com amor, com design: o restaurante sustentável Le Manjue Organique, desenvolvido pela arquiteta Flavia Machado nos transporta ao além quando apresenta detalhes de seu trabalho que conceituamos como “Design Verde”. Contamos ainda com novidades sobre a maior feira do segmento mobiliário e acessórios de alta decoração da América Latina – ABIMAD, onde o Jornal Design se fará presente na 17ª edição da feira que acontece neste mês, em São Paulo. E para os papais que estão na expectativa para o ingresso dos pequenos na escola, ou para aqueles que ainda curtem as férias sem preocupações, preparem-se: a volta às aulas se aproxima e, pensando nisso, temos aqui algumas dicas valiosas para retomar os estudos com materiais, uniforme e pensamentos em dia.

Silvana Aibel Editora

Capa Modelos: Luigi Capovilla | Bruno G. Mazzarolo | Yasmin Signor | Manuela dos Santos Lunelli | Shih Tzu Sharapova Looks: Lilica & Tigor | Bento Gonçalves Cenário: Abitat | Bento Gonçalves Peças Design: Alle Design | Bento Gonçalves Foto: Jeferson Soldi | Bento Gonçalves

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Equipe: Camila Cervieri | Rosângela Masutti | Rose Minuzzo Grassi Jornalista Responsável: Marlove dos Santos | REG. 6668/28/57 Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Caxias do Sul | Farroupilha | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 | 2621 3134 www.jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

2 Jornal Design | Serra

vida


Vamos detoxificar? Fernanda Godoy Farto | Nutricionista

As festas de final de ano passaram e você não conseguiu se controlar na hora das refeições? Não tem problema, o importante agora é correr atrás do estrago. Se você já seguia uma dieta antes, apenas retome, em pouco tempo o seu peso voltará ao normal, caso contrário você pode seguir o cardápio detox abaixo elaborado para desintoxicar, regular o organismo e como consequência, emagrecer. Seguindo esse cardápio você não abre mão de jogar fora todo o trabalho do ano inteiro. Ele é baseado em frutas, verduras, carboidratos integrais, carnes brancas, sementes e muita água e restringe alimentos industrializados, ricos em sal, açúcar, gorduras ruins, álcool e excesso de glúten e lactose.

Dica - Não fazer a dieta por mais de 4 dias. - Abuse das frutas vermelhas - Morango, framboesa, amora, mirtilo, goji berry. São frutas pouco calóricas e ricas em flavonoides, antioxidantes que melhoram o processo de detoxificação. - Para os dias de calor, prepare um suco rosa ou um smothie.

vida

Foto Divulgação

Jornal Design | Serra 3


Cardápio detox para 4 dias Café da manhã Opção 1: iogurte natural + sementes, podendo ser: chia, quinoa, linhaça, + fruta; Opção 2: vitamina de fruta com leite desnatado + torrada de pão integral com cottage; Opção 3: chá verde + pão integral com requeijão light e geléia + fruta; Opção 4: leite fermentado + torrada de fibras com mel + fruta; Almoço Opção 1: folhas verdes com tomate cereja + quinoa temperada com azeite de oliva + omelete de claras com legumes picados, tomate, brócolis e cenoura crua ralada; Opção 2: alface com cenoura crua ralada + cogumelos temperado com ervas + arroz integral com lentilha + filé de peixe ao forno assado com tomate, cebola e pimentão; Opção 3:  mix de legumes cozidos + purê de batata + filé de peito de frango ao forno coberto com tomate fresco ou picado e manjericão ou alecrim; Opção 4: folhas verdes com palitinhos ou rodelas de pepino temperada a gosto + purê de abóbora com fatias de frango assado; Lanches da manhã e da tarde Opção 1:  iogurte natural desnatado com geléia do sabor de sua preferência + castanhas; Opção 2:  salada de frutas; Opção 3:  leite desnatado bem gelado batido com essência de baunilha e fruta; Opção 4: chá verde + biscoito integral;

Foto Divulgação

4 Jornal Design | Serra

Jantar Opção 1: folhas verdes com repolho roxo, pepino, peito de peru temperado com aceto balsâmico + miniquiche de legumes; Opção 2: folhas verdes (agrião, rúcula, alface, espinafre) e repolho roxo com ricota, frango desfiado, salsão, milho, cenoura crua ralada e temperada com azeite de oliva; Opção 3: pizza de massa integral com abobrinha, tomate e queijo minas; Opção 4: canja de galinha + gelatina; Esse cardápio é apenas sugestivo, para saber as quantidades você deve procurar um profissional Nutricionista para calcular suas necessidades calóricas diárias.

vida


Receita de gelatina sem corante, adoçante, açúcar e rica em fibras Ingredientes: 500ml de suco de fruta natural sem coar; 24g de pó para gelatina incolor sem sabor; Modo de preparo: Esprema 500ml de suco de fruta de sua preferência, separe 250ml e reserve; Junte o restante do suco com o pó da gelatina e leve ao microondas por 30 segundos em potência alta. Mexa para ajudar a dissolver; Retire do microondas e acrescente o restante do suco frio, misture bem e deixe na geladeira até que fique firme; Smoothie de frutas vermelhas Ingredientes: 5 amoras; 5 morangos; 5 framboesas; 1 copo de iogurte natural desnatado; 1 copo de gelo; Modo de preparo: Pulse o gelo no liquidificador até ficar bem picado, junte os outros ingredientes, bata todos eles novamente e coloque em taças, você pode enfeitar com uma cereja em cima. Suco rosa desintoxicante 1 beterraba pequena lavada e crua; 1 pote de iogurte natural; 1 copo de água gelada; Suco de uma laranja; 5 morangos grandes e vermelhos picados e lavados; 1 rodela fina de gengibre lavada; 2 folhas de hortelã​; Modo de Preparo: Bata todos os ingredientes no liquidificador colocando um por vez. Após isso, coe o liquido e, se desejar, adoce com adoçante ou uma colher de mel. Como consumir Cansou do suco verde? A tendência agora é o suco rosa, depois de tantos estudos com a beterraba, ela virou a queridinha para quem quer ter músculos fortes. O suco trabalha desintoxicando o organismo e desenvolvendo os músculos, por isso ele deve ser consumido uma hora antes do treino. É indicado 30 minutos antes do treino fazer um lanche (pré-treino), seja qual for a atividade a ser praticada, por isso antes desse lanche, consuma o suco. Como ele tem propriedades que contribuem para o desenvolvimento muscular, o suco rosa é perfeito para ser consumido antes das atividades físicas, preparando o corpo para trabalhar e ter um resultado super avançado. Ele oferece uma grande variedade de vitaminas, nutrientes e minerais que ajudam a hidratar o seu corpo de dentro para fora, além de acelerar o metabolismo, desenvolver os músculos, ajudar na digestão e ainda protege o seu organismo de todas as toxinas ameaçadoras.

vida

Fotos Divulgação

Jornal Design | Serra 5


Depilação a laser: As vantagens de um corpo lisinho Clínica Harmonizar

Vantagens da técnica que elimina os pêlos indesejados Eficácia na remoção dos pêlos É comum ouvir que a depilação a laser se trata de um método definitivo. Afinal, o que ocorre é que o folículo que foi destruído não cresce mais, mas pode aparecer um ou outro pêlo depois de algum tempo. Os disparos feitos pelo aparelho doem menos que a remoção feita com a cera quente e também não ocorrem pontos encravados como acontecem com a lâmina. Se acaso surgir algum incômodo durante o tratamento, a aplicação de gelo no local faz com que seja amenizado. Em poucas sessões, pêlos eliminados para sempre O número de sessões irá depender do tipo de pêlo, cor, ciclo, zona a tratar, mas em geral, o tratamento completo da depilação a laser envolve cerca de oito sessões, por área. Caso alguns pêlos reapareçam nas áreas tratadas, eles podem ser eliminados com sessões esporádicas. Pelo fato de ser um método simples, não exige muitos cuidados. Mas antes de iniciar o seu tratamento, siga algumas

6 Jornal Design | Serra

orientações: • Apesar de ser recomendada para todos os tipos de pele, pessoas com a pele mais escura devem passar pela avaliação, pois existe o risco de alteração da pigmentação. • Antes de se submeter às sessões a laser, não é indicado depilar a área com métodos que arranquem o fio pela raiz, como por exemplo, a pinça e a cera. • Entre uma sessão e outra, os pêlos podem ser raspados com lâmina e até mesmo com cremes depilatórios. Durante o tratamento, também é fundamental o uso de filtro solar para evitar manchas. • O região da sobrancelha é a única área do corpo que especialistas não recomendam esse método, por causa da proximidade com os olhos. Nessa área, ainda é necessário o uso de depilação com cera ou pinça. • O pêlo branco não pode ser removido através desse método. Como ele não possui melanina, não existe opção de absorver a luz e transformá-la em calor, que é esse o fenômeno necessário para a depilação. Depilação a laser A depilação a laser é um dos procedimentos mais procurados no mundo da estética. Homens e mulheres vêm em busca da comodidade de não ter que se preocupar mais com a existência dos pêlos em locais indesejados. A Harmonizar oferece os melhores e mais procurados métodos para a depilação a laser.

Foto Divulgação

Nos últimos anos, não são apenas as mulheres que buscam métodos de depilação definitivos, os homens também estão decidindo manter tórax e pernas lisinhos. A perna coberta de pêlos, antes sinal de masculinidade, começa a dar lugar ao desejo de uma pele lisa, que realça os músculos definidos. A tecnologia está acompanhando essa tendência cultural e, hoje, as dolorosas sessões de depilação com cera ou a velha lâmina de barbear podem ser substituídas pela depilação a laser. Essa técnica está se tornando mais interessante ainda, já que as sessões que antes exigiam um planejamento financeiro, estão sendo oferecidas a preços cada vez mais atraentes, o que aumenta muito o número de adeptos.

vida


Foto Divulgação

Quiropraxia na terceira idade Kely Ana Mattei | Quiropraxista Com o aumento na população de idosos obeserva-se a necessidade de prestar mais atenção no processo de envelhecimento e nas doenças e condições que aparecem naturalmente com o passar dos anos. Conforme a idade avança, mudanças vão acontecendo em diversos aspectos: o metabolismo desacelera, a postura modifica, hábitos precisam ser alterados e a saúde pede mais atenção. Entre as queixas mais comum dos idosos, estão as dores nas costas, articulações e músculos. Isso acontece porque, com o tempo, os ossos ficam menos densos, os músculos enfraquecem e as articulações perdem a flexibilidade. Algumas patologias também aparecem mais frequentemente, como a osteoporose, a artrose, os bicos de papagaio e os desgastes nos discos da coluna (discopatia degenerativa), entre outros.

vida

Além disso, os idosos são mais propensos a sofrer lesões músculo esqueléticas, muitas vezes devido à quedas. Nessa fase da vida, o tempo para recuperar danos ao corpo é maior e muitas vezes é necessário recorrer à cirurgias e medicamentos. Com o sistema digestivo também mais sensível por causa da idade, os efeitos colaterais dos remédios podem afetar ainda mais a saúde. A Quiropraxia vem sendo utilizada como grande aliada aos processos naturais de envelhecimento do corpo, pois corrige através de técnicas manuais, os desalinhamentos da coluna vertebral e articulações, além de remover as compressões nas raízes nervosas. O resultado será o alívio da dor, melhora da mobilidade e função dos movimentos articulares, aumento do equilíbrio, coordenação motora e prevenção quanto

aos processos degenerativos. Na prática, o paciente idoso sentirá diferenças positivas ao caminhar, carregar o netos no colo, realizar exercícios físicos e muitas outras atividades diárias. O processo do tratamento em idosos é, geralmente, diferente do aplicado em jovens e adultos. Em alguns casos, utilizam-se menos força e movimentos de menor amplitude para garantir o conforto e respeitar a tolerância. A quantidade de sessões depende de fatores como: idade, danos ocorridos, tempo de existência da dor ou da lesão e disposição do paciente para mudar seu estilo de vida. Para que o envelhecimento seja recheado com todos os ingredientes de saúde, não só o tratamento para as doenças deve ser realizado de maneira efetiva, mas também a prevenção, que é papel de todos.

Jornal Design | Serra 7


Fotos Divulgação

Paixão pela magrela Sinara Gnoatto - Profissional de Educação Física - CREF 003574 Criada por Leonardo Da Vinci por volta de 1493, o intuito era preencher uma necessidade do homem. Atualmente está integrada ao ser humano, tornando-se, inclusive, uma paixão. A história da bicicleta é cercada de mistérios e mitos. Em 1642 foi encontrado num pequeno condado ao sul do Reino Unido, na Inglaterra, um desenho em uma porta de vidro onde um anjo estava sentado em um cavalo marinho apoiado por duas rodas. Em 1761 um museu da Alemanha expôs sua mais nova invenção: a Bicicleta de Kassler, porém o modelo foi reclamado pelos franceses. Estes afirmavam que ela havia sido exportada da França e exposta na Alemanha. Até a atualidade a paternidade da bicicleta é cenário de discussões entre alemães e franceses. A partir de 1791 os registros começam a ficar mais precisos e surgiu o primeiro protótipo da bicicleta que hoje conhecemos. Ela já foi chamada de celerífero (1791), draisina (1817), velocípede rebaptisé (1840), dentre outros nomes. Hoje ela é conhecida como bike, magrela ou outro apelido íntimo carinhosamente concedido por seu proprietário. Aliás, proprietário é um termo muito frio. Existe um caso de amor profundo entre a bicicleta e seu fiel companheiro. História à parte, indiscutível é o fato dela ser totalmente livre de preconceito, servindo com eficiência homens, mulheres, crianças, idosos, todas as raças e religiões. Basta o ciclista estar com disposição para pedalar. Mas, caso de amor à parte, existe muito mais do que uma simples paixão por trás desse esporte. O corpo do ciclista deve estar em perfeito equilíbro, com uma estrutura forte e sólida. Deve trabalhar coordenado e em harmonia para estabilizar a bicicleta e empregar força máxima nos pedais. Ao subir na bicicleta ocorre a ativação do córtex cerebral. O cerebelo mantém a estabilidade e a direção da bicicleta com equilíbrio e coordenação. O coração, os pulmões e o sistema vascular suprem com o oxigênio necessário as mitocôndrias dos músculos que, por meio da contração muscular, realizam uma quantida-

8 Jornal Design | Serra

de enorme de trabalho. Esse trabalho produz calor, ou seja, há uma demanda energética e um gasto calórico considerável. A pele e a respiração ajudam a regular a temperatura. O sistema esquelético fornece a base muscular, e o sistema fisiológico precisa funcionar em harmonia para que haja eficiência na pedalada. A maioria dos grandes grupos musculares é envolvida durante os movimentos do ciclismo. No movimento de pedalar o glúteo produz muita força ao empurrar o pedal para baixo, e a coxa (quadríceps) gera considerável impulsão quando o pé ultrapassa o ponto mais alto da pedalada. A panturrilha também gera uma quantidade significativa de força durante o movimento de pedalar, e os músculos da perna também ajudam a estabilizar o tornozelo e o pé. Um dos maiores mitos é de que o ciclista deve se preocupar apenas com membros inferiores. De fato, pernas, quadril e glúteos produzem a maior força, mas há necessidade de abdômen, dorso, e a metade superior do corpo fortes para estabilizar a metade inferior. Devido a posição básica do ciclista (curvada para frente) é fundamental um dorso forte. Os músculos eretores da espinha, latíssimo do dorso e trapézio sustentam a coluna vertebral quando o tronco está inclinado para frente. Os músculos do abdômen proporcionam sustentação anterior e lateral do tronco, contrapondo-se aos do dorso. É necessário um perfeito equilíbrio muscular, pois se um grupo estiver mais enfraquecido que o outro irá gerar um stress desnecessário sobre a coluna vertebral. Os membros superiores também possuem papel importante no ciclismo. Eles entram em contato direto com a bicicleta para o controle e transferência de força, alternando-se entre contração e relaxamento. Os músculos bíceps braquial, tríceps braquial e do antebraço trabalham em harmonia para estabilizar o tronco por meio da articulação do ombro que está em constante pressão em decorrência da posição sobre a bicicleta. Os músculos do tórax sustentam e equilibram a

musculatura do dorso e dos ombros. O peito permite que o tronco incline para frente e movimente o guidão para os lados enquanto enfrenta uma subida. A empunhadura das mãos de um ciclista no guidão da bicicleta é semelhante a posição para flexão ou supino. Mesmo o ciclismo sendo um esporte que envolve todo o corpo, jamais deve ser deixado de lado os exercícios resistidos e de alongamento. Lembre-se que nenhuma parte do corpo é mais importante que a outra, e que o sucesso do esporte – profissional ou amador – também está na condição física. Como em qualquer esporte, o equilíbrio e a simetria são fundamentais para uma prática adequada e que diminua ao máximo o risco de lesões. Além de todos os benefícios ao corpo humano que foram citados, também é inegável o presente oferecido ao meio ambiente quando se utiliza a bicicleta como meio de transporte. Desta forma pode-se unir o exercício físico e o prazer de pedalar, com a preservação de um dos nossos mais preciosos recursos naturais, o ar. Não importa a modalidade escolhida: mountain bike, speed, down hill, contra-relógio, indoor, etc. O importante é deixar de lado a preguiça, o preconceito e se entregar de corpo e alma a magrela. Sua saúde (e o planeta) agradece! * Camada mais externa do cérebro, composto por substância cinzenta. ** Organelas celulares responsáveis pela produção de energia.

Fone: (54) 3055.4491 www.phantomacademia.com.br

vida


casa

Jornal Design | Serra 9


Fotos Caio Braga

Le Manjue Organique

Orgânico, essa é a palavra que pode definir tanto a comida do chef Renato Caleffi, quanto o design do restaurante Le Manjue Organique. Usando materiais naturais, o principal objetivo do projeto de reforma do restaurante, localizado na Vila Nova Conceição, em São Paulo, foi criar um espaço tão agradável quanto um jantar em um jardim. Com exclusividade para o Jornal Design, Flávia Machado, a arquiteta responsável, nos conta sobre o conceito, a tendência e a necessidade de um design mais sustentável, além de muita inspiração e charme através das fotos do projeto.

Jornal Design | Qual foi o conceito pensado para o projeto do Le Manjue Organique? Flávia Machado | O conceito do projeto foi o mesmo da gastronomia do local. Uma retomada às tradições brasileiras com materiais naturais em um ambiente que fosse acolhedor e idílico. JD | Como foi o processo para o ambiente estar em harmonia com a proposta do restaurante? FM | Através das cores amenas, plantas em todos os ambientes, revestimentos naturais, música e iluminação amarelada suave, assim foi criado um ambiente que estimula os sentidos e o bem estar dos usuários. JD | Quais foram suas inspirações para este projeto?

10 Jornal Design | Serra

FM | A inspiração surgiu de tradições, também através do conceito da comida do Renato Caleffi, que norteou as escolhas no projeto, dando preferência para coisas simples, boas, naturais e criativas.  A conexão com o passado foi feito com os móveis reutilizados, com  os ladrilhos hidráulicos e com as cores branco e azul da arquitetura colonial. JD | Houve uma preocupação com a sustentabilidade nesse projeto? FM | Sim. Os clientes me chamaram para fazer este projeto exatamente porque já sabiam que esta era minha especialidade e também por termos uma linha de pensamento bem parecida em relação à bem estar e meio ambiente. Os conceitos de sustentabilidade foram aplicados em todas as fases do projeto

e da obra. Os banheiros foram ampliados e ganharam nova circulação de ar natural. O resíduo da demolição foi reaproveitado na varanda (espaço predileto dos clientes), que foi ampliada e aberta para rua, agora os clientes entram por ela e o espaço tornou-se mais convidativo. A tinta utilizada é a base de terra. A cortiça tem o selo FSC. E para marcenaria foram utilizados: madeira Teca de reflorestamento certificada, placas de OSB, madeira de demolição, caixas de vinho do restaurante e pallets reutilizados. Na intenção de mostrar também a jovialidade do restaurante foi criada uma espécie de brincadeira em que os móveis antigos reutilizados tinham sua utilidade trocada. Então o escorredor de pratos virou um porta-livro, um móvel de radiola virou o trocador de bebês e

casa


Fotos Caio Braga

O charme e o diferencial do Le Manjue Organique, estão em deixar a natureza conquistar todo o espaço do pé-direito duplo e no uso de materiais naturais, criando assim uma sensação de aconchego, a mesma que sentimos quando experimentamos as receitas com ingredientes orgânicos e funcionais do chef Renato Callefi.

uma bicicleta Caloi agora é apoio para a pia do banheiro. JD | Como você vê essa preocupação com a sustentabilidade nos projetos atualmente? FM | Eventualmente percebo uma maior preocupação com sustentabilidade na mídia e no mercado. Porém, geralmente se fala apenas de revestimentos que têm o termo “eco” no nome. Porém a sustentabilidade tem também que ser aplicada no projeto de arquitetura, que pode ser feito visando condições de iluminação, ventilação e espaços que integrem as pessoas e lhe ofereçam bem estar. Também é importante pensar no processo de construção, em que os funcinários devem ser registrados e podem receber treinamentos técnicos. E o resíduo da obra deve ser reaproveitado ou separado para reciclagem. JD | Todo o Le Manjue Organique tem um ar de frescor, com muita energia e verde, saindo do comum dos restau-

rantes. Na sua visão, está acontecendo uma busca pela inovação ou ainda são muito previsíveis? FM | Acredito que a maioria é bem previsível. Poucos são os que se aventuram em inovar e se abrir a novas idéias. Mas acho que cada vez mais está ficando claro que para um local ser agradável ele não precisa ser repleto de materiais e objetos de luxo. JD | Existe algum arquiteto(a) brasileiro que lhe inspira? FM | Os arquitetos brasileiros que mais me inspiram são o João Filgueiras Lima, também conhecido por seu apelido, Lelé, a Lina Bo Bardi e o João Vilanova Artigas. Todos eles compartilham desta visão de uma arquitetura de baixo com custo, mas com qualidade de projeto, adaptada ao clima e à cultura do local.

Para mais informações, acesse: www.flaviamachado.com www.lemanjuebistro.com.br

Luminária

PONTUAL SMD

W W W . A R T E T I L I C A . C OM.BR

casa

Jornal Design | Serra 11


Fotos Divulgação

Dreamcatcher

Dragnet

Giro do Design Kenneth Cobonpue

Bloom

12 Jornal Design | Serra

Yoda

casa


Fotos Divulgação

Zaza

casa

Uma fusão perfeita entre design arrojado e o artesanato tradicional. Esse é o contraste que faz com que o trabalho do designer filipino Kenneth Cobonpue, prenda totalmente a nossa atenção. Inspirado na quase ausência de ângulos retos da natureza e com tramas totalmente inesperadas, seu trabalho é mundialmente reconhecido, recebendo inúmero prêmios de design, tendo em sua lista de compradores, personalidades ilustres, como rainha Rania da Jordânia e o casal Brad Pitt e Angelina Jolie. Os materiais usados por Kenneth são auto-sustentáveis, rápido e facilmente renováveis. Os mais usados são bambu, ratã e abacá. Além disso, existe o respeito que Kenneth dedica aos limites orgânicos de cada um deles - testados em seu ecossistema, resistem à tufões e enchentes. Atualmente o designer está investindo em produtos

de material biodegradável, como o Phoenix, primeiro carro do mundo feito de bambu. O veículo foi apresentado em uma mostra de design em Milão, na Itália, chamada Via Tortona. Construído em 10 dias, além do bambu, ele usou vime, aço e nylon. Com 3,89 metros de comprimento, é uma solução pequena e elegante para um grande problema: o lixo criado por carros antigos que sobrevivem ao seu propósito. “Este projeto tenta desvendar o futuro dos veículos verdes usando peles e tecidos de fibras orgânicas acoplado a materiais compostos e movidos pela tecnologia verde”, diz Cobonpue. Dos materiais descartáveis ainda usa produtos convencionais como o motor elétrico e os pneus. A ideia é apresentar uma alternativa que mesmo carregando produtos convencionais, possa ter a carroceria totalmente trocada em caso de desgaste.

Jornal Design | Serra 13


www.tumar.com.br | 54 3463 8533

Fotos Acervo Tumar

A Tumar Indústria de Móveis atua no mercado mobiliário desde 1992, e neste mês estará participando pela 6ª edição na maior Feira de Alta Decoração da América Latina, ABIMAD. Sempre atenta às tendências e inovações do mercado, cada coleção se torna especialmente única e, por isso, a marca é reconhecida pela capacidade de aliar beleza, conforto e design em cada lançamento.

Ambiente Tumar: Cadeira Bell | Base Crislei | Aparador Sky | Poltrona Guess

Ambiente Tumar: Cadeira Marie | Base Sky | Aparador Sky | Recamier Marlone

Francesca Namoradeira Degradê – Tumar Patente Requerida Uma sequência de tons contínuos causando uma transição de uma cor para outra. Esse é o efeito degradê, que é uma das maiores tendências da moda. Esse boom veio das passarelas para a decoração, e a Tumar aposta nesse estilo diferenciado. Para isto foi criado combinações de cores únicas com uma pitada de ousadia. Os tecidos foram desenvolvidos exclusivamente para a Tumar.

Poltrona Zoe - Tumar Poltrona com linhas retas e associada às costuras em forma de quadrados produzem um efeito de luz e sombra, proporcionando um volume ao produto. De conforto extremo, ideal para compor qualquer ambiente. 14 Jornal Design | Serra

Namoradeira Francesca, Poltrona Francesca Luxo e Puff, Mesinhas Trio Estampa Pied-de-Poule Produto Patenteado Da moda para a casa. Além de roupas, a clássica padronagem Pied-de-Poule começou a ascender na elipce da decoração, tradicionalmente em preto e branco. A Tumar traz em sua coleção de tecidos esta estampa, tornando a peça atemporal e símbolo de elegância. casa


Fotos Acervo Tumar

17ª Abimad | Visite nosso estande nº 261 Rua 100/200

Linha Sonhos - Tumar Sofisticação e requinte são sinônimos dessa linha. A Tumar lança na 17ª Abimad, a Linha Sonhos, composta por cabeceiras de cama, recamiers e puffs. Com modelos variados, desde captonê, costura eletrônica (matelassê), além de uma gama enorme de tecidos, como veludos, linhos, dentre outros. Traz como diferencial os módulos componíveis, que possibilita ao cliente personalizar seu ambiente.

Poltrona Pérola Azulejo Português - Tumar Patente Requerida Azulejo Português, um estilo com desenhos delicados e cheios de detalhes, quase sempre em tons branco e azul. Essa inspiração da moda é trazida para a alta decoração. Seguindo esta tendência, a Tumar traz em sua coleção estampas exclusivas, proporcionando personalidade ao produto.

Linha Mobileluce - Tumar Através desta linha, a Tumar proporciona uma experiência sensorial, onde conjugamos as características de translucidez e leveza do Slimstone, com a resistência do aço, o aconchego da madeira e a textura dos tecidos. Peças assinadas pela YE Industrial Design.

Aparador, mesa de canto e centro Citrino - Tumar Patente Requerida Peças inspiradas na arquitetura minimalista conjugando com o clássico pé palito dos anos 50, os produtos possuem caráter geométrico e limpeza formal.

casa

Mesas Laterais Coral e Mesa de Centro Âmbar - Tumar Patente Requerida Através de elementos da cultura brasileira traduzem as formas das mesas que permitem múltiplas composições. Quando conjugados, os produtos roubam a cena e caracterizam os ambientes.

Jornal Design | Serra 15


Solução completa O atendimento é focado na consultoria especializada, realizada por profissionais capacitados, proporcionando a individualização de cada projeto.

Fotos Divulgação

A Abitat é uma loja inovadora que oferece toda a comodidade e qualidade que o cliente merece. Surgiu à partir da preocupação de que uma loja de móveis deve ser algo muito além de um simples local que realiza projetos. Segundo o proprietário Anderson Pereira, “Queríamos disponibilizar aos clientes itens como design, arquitetura, decoração, serviços especializados e principalmente a diferenciação”. O atendimento é focado na consultoria especializada, realizada por profissionais capacitados, proporcionando a individualização de cada projeto. Ao procurar a loja para fazer os móveis sob medida, o cliente recebe a consultoria e levantamento de tudo o que irá

16 Jornal Design | Serra

precisar para compor seu ambiente. “Não oferecemos apenas o móvel personalizado e produtos relacionados ao universo da decoração. Para tudo ficar perfeito, antes dos móveis são necessários reparos, reformas, como a troca de piso, pintura, revestimentos em geral, projeto de gesso, luminotécnico e decoração. Ao fazer o projeto com a Abitat, o cliente não precisa se preocupar em procurar essa mão-de-obra, pois oferecemos a solução completa” enfatiza o proprietário Tiago Buffon. Conheça a ABITAT Rua Herny Hugo Dreher, 280, Planalto, Bento Gonçalves | (54) 3701.1216

casa


casa

Jornal Design | Serra 17


Aposte em 2014 como o ano da diferenciação

Feiras x Design Estratégico por Marta Manente | Designer

Foto Divulgação

Imagem StudioMarta Manente

por Juliana Desconsi | Designer

croqui do projeto do estande da empresa Esrobel Estofados para a ABIMAD Investimento com retorno garantido: nichos organizadores, desenvolvidos pela Intervento Design e fabricados pela Masutti Copat, conquistaram o Prêmio Design do Museu da Casa croqui do projeto do estande da empresa Estobel Estofados para a Brasileira em 2013

ABIMAD

Todo ano que inicia traz consigo o anseio de prospectar no mundo dos negócios, novas oportunidades de expansão e sucesso para as empresas. Todavia, para que esse desejo assuma contornos reais, é necessário criar um ambiente favorável ao sucesso, especialmente aquele ligado às práticas comerciais. As indústrias têm, a sua disposição, uma ferramenta praticamente infalível na conquista desse objetivo: investir no design de produto. A fórmula não é mágica, mas sim, resultado de um trabalho profissional que visa alinhar o que a marca oferece às reais necessidades do consumidor. Este contexto, que caracteriza o Design Thinking (um modelo de pensar o design sob a perspectiva do usuário, com foco na inovação que gera negócios) é frequentemente associado à promoção de bons resultados. Clientes da Intervento Design que focaram nessa aposta atestam a eficiência do método de trabalho do escritório – os cases de sucesso que ilustram o portfólio de criação dão conta dessa

18 Jornal Design | Serra

comprovação (acesse o site www.interventodesign.com.br para conhecer em detalhes cada case) Em comum, todos evidenciam a eficiência de se colocar o design como elemento diferenciador em um produto, e capaz de lhe agregar competitividade extra no mercado consumidor – seja ele focado no cliente final ou inserido em uma cadeia produtiva. A sugestão para quem espera obter resultados diferentes em 2014 é ousar no elemento inovação e permitir que o design de produtos exemplifique, de forma prática, os retornos favoráveis capaz de gerar para sua empresa. A proposta vale para qualquer segmento ou nicho de negócio – afinal, em um cenário cada vez mais competitivo, todos estão invariavelmente atrelados à necessidade de cativar a atenção do cliente para conquistar – e manter – sua preferência. Busque a consultoria de uma empresa especializada em soluções rentáveis, permita que o novo ganhe espaço em seu portfólio e prepare-se para colher os bons frutos desse investimento.

A partir de ações como exposições e feiras que as empresas se comunicam com o mercado e neste local propõem suas estratégias para o ano todo. Fazer um bom projeto do estande também engloba a fotografia que se almeja como meta e resultados. Assim, inicia o calendário de feiras para o setor moveleiro, e nesta programação estamos juntamente com nossos parceiros imbuídos para apresentar novidades e superar expectativas.Novos produtos, materiais de comunicação e projetos de estandes são alguns resultados que serão apresentados nos palcos dos principais eventos deste início de ano. Para a feira ABIMAD que acontece em São Paulo durante o mês de fevereiro, apresentaremos um projeto de estande contemporâneo com a Estobel Estofados em um estande de mais de 300m.2 Idealizado através de estratégias comerciais e de marketing, o projeto promete renovar conceitos e apresentar um novo estilo à empresa.

Já durante a Movelsul, no mês de março, assessoraremos empresas do pólo de Lagoa Vermelha associadas à entidade moveleira daquela região, SICOM (Sindicato das indústrias da Construção e do Mobiliário de Lagoa Vermelha). Com o propósito de valorizar a apresentação dos produtos, agregando valor aos estandes, marcas e principalmente transformando design em resultados efetivos às indústrias. Nosso principal desafio é levar nossos serviços de uma forma inusitada ao alcance de todos, porém sempre de forma estratégica, buscando alcançar as metas e resultados com nossos parceiros que acreditam que design industrial faz a diferença!

casa


casa

24,5x32,5 DESTAQUE.indd 6

Jornal Design | Serra 19 16/01/2014 16:41:08


Foto Divulgação

Hierarquia, ergonomia e funcionalidade no mobiliário corporativo por Daiane da Silva | Empresária Já passou o tempo em que o mobiliário corporativo era definido pela sua capacidade de ostentar posição social dentro da empresa. Ao longo dos anos, a estrutura rígida foi cedendo espaço para questões mais importante aos dias atuais, como o conforto e a flexibilidade para mudanças. Além disso, os móveis especializados foram incorporando características que permitissem atender as mais diversas realidades com estruturas e recursos mais inteligentes. No Brasil, por exemplo, onde o preço do m² é muito alto – ao contrário do que acontece nos Estados Unidos – estes móveis passaram a oferecer opções aglutinadas, capazes de atender as necessidades dos ambientes compactos e de acolher mais de uma pessoa, indo ao encontro da tendência de um estilo de

20 Jornal Design | Serra

trabalho mais dinâmico e colaborativo. Desta forma, o mobiliário corporativo passou a ser visualmente mais leve, seguindo a padronização do open office. Para acompanhar as mudanças ele teve que incorporar não só uma funcionalidade superior, mas também a evolução tecnológica que privilegia a comunicação e a flexibilidade dentro da empresa. Outro ponto fundamental é a ergonomia, que passou a ser cultivada como um dos principais fatores para determinar a escolha. Embora o fator hierárquico não seja hoje uma prioridade a ser maximizada é importante que, ainda sim, seja respeitado, justamente pela própria questão da comunicação e imagem interna da empresa. Uma mesa de diretoria, por exemplo, deve parecer de diretoria, necessitando ser diferencia-

da para causar o impacto adequado. Observando o tripé Ergonomia, Hierarquia e Funcionalidade é preciso ter bem claro quais são as suas necessidades, a fim de que a escolha seja objetiva e assertiva. O projeto corporativo deve ser completo e eficiente, por isso, a definição do mobiliário é de extrema importância. De modo geral, a tendência maior será sempre adequar o móvel à sua atividade, sem abrir mão da flexibilidade, indispensável às empresas contemporâneas que primam pela praticidade. Uma vez conhecido a importância dos aspectos determinantes para um ambiente adequado e motivador, conheça as sugestões que a Pórtico Ambientes Corporativos oferece através do site: www.porticomoveis. com.br

casa


casa

Jornal Design | Serra 21


valorizando o conhecimento, unindo profissionais

nossa obra Fotos Evandro Soares

bem-vindo 2014! Todo início de ano reforçamos nossos desejos, nossos sonhos e fortalecemos nossos ideais. Respiramos fundo diante dos novos desafios, buscando clareza e sabedoria para cada ação e decisão. E assim, nos sentimos prontos para viver o Ano Novo. A emoção do início é carregada de energia e é com essa energia que nós da Diretoria AEARV também já estamos prontos para o Ano Novo. Nosso estímulo é você, associado. Para o ano, algumas certezas já temos, uma delas é dar continuidade ao trabalho de fortalecimento e reconhecimento dos profissionais de Engenharia e Arquitetura. Já estamos nos reunindo, traçando o perfil desejado para o ano, sempre buscando melhorias e aperfeiçoamento. Nosso convite a você, hoje e sempre, é que seja um associado presente, envie suas sugestões, seus desejos para que possamos juntos buscar a excelência sempre almejada e que possamos juntos aplaudir com orgulho os projetos AEARV 2014. Esse é nosso desejo, um ano vibrante! Então, seja bem-vindo 2014! Um abraço Diretoria AEARV 2014

22 Jornal Design | Serra

nossa obra


tecnologiaexclusiva

TravessaMaranhรฃo,55.Humaitรก.BentoGonรงalves www.artelana.com.br.54-3055.2417 casa

Jornal Design | Serra 23


nossa obra

Fotos Evandro Soares

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

Eleições e festa de fim de ano Aconteceu no dia 13 de dezembro a eleição da nova diretoria e festa de fim de ano da AEARV - Associação de Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos. O encontro foi no Mamma Gemma Trattoria, e reuniu Engenheiros e Arquitetos, que também comemoraram as datas alusivas ao seu dia, 11 de dezembro - dia do Engenheiro e dia 15 - dia do Arquiteto e Urbanista.

24 Jornal Design | Serra

Fazem parte da diretoria eleita gestão 2014 Presidente: Eng. Civil Matheus Vanni Vice-Presidente: Eng. Civil Luis Filipe Pires Trevisan 1º Tesoureiro: Eng. Civil Ricardo Giacomello Cobalchini 2º Tesoureiro: Eng. Civil Vinicius Peruffo 1a Secretária: Arq. Urb. Fabiana de Carli Ruaro 2a Secretária: Arq. Urb. Juliana Pereira da Silvia 1º Suplente: Arq. Urb. Felipe Trucolo 2º Suplente: Arq. Urb. Roberson da Fré 3a Suplente: Arq. Urb. Letícia Zanesco Comissão de eventos: Eng. Bioq. Mateus Somensi Arq. Urb. Dayane Troost Gallina Eng. Civil Eduardo Brugalli Eng. Civil Daniele Artini Gujel Capellari

nossa obra


casa

Jornal Design | Serra 25


Fotos Guilherme Jordani

Refúgio de bem-estar na Serra Gaúcha Apartamento de 150m², projetado pelas arquitetas Juliana Pereira e Fabiana Ruaro, ganhou toques de cor e tons neutros em uma composição aconchegante Pinceladas de cor em pontos estratégicos formam uma composição charmosa e intimista neste apartamento de 150 m², localizado em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. As arquitetas Juliana Pereira e Fabiana Ruaro souberam explorar com excelência o pedido do cliente – um casal de meia idade com uma filha de 18 anos –, que queria ambientes bonitos, confortáveis, espaçosos e simples, mas sem intervenções civis. O local se tornou um verdadeiro refúgio de aconchego e bem-estar. Um dos destaques do apartamento são os puxadores assinados pela Obispa Design – um toque exclusivo, que imprime personalidade aos ambientes e valoriza os móveis escolhidos. Na cozinha, o puxador “Identifique-se” é um mimo especial. Com design funcional, ele possui um desenho no metal com referência gourmet, tornando o espaço muito mais criativo e divertido pelo toque de humor e simpatia que oferece em sua proposta lúdica. Para o banheiro, a opção foi pelo Snap, uma peça clássica e forte, que colaborou para enriquecer os detalhes do móvel em um cenário onde a sobriedade é a pedida. Um espaço para a família Para as arquitetas outro ponto forte do projeto é a sala de estar, considerada um espaço de convivência diferenciado. Ali, priorizou-se o uso de um sofá amplo

26 Jornal Design | Serra

e aconchegante, que pudesse acomodar toda a família. Por ser um espaço de longa permanência, o tecido utilizado é confortável e de cor escura para facilitar a manutenção. Os móveis executados pela Dell Anno Contemporânea, deixaram o visual do ambiente mais limpo e clean, atendendo às expectativas do cliente e das arquitetas.

Crédito das profissionais: Arquitetas: Fabiana Ruaro e Juliana Pereira Rua Atilio Pompermayer, 13, sala 01 – Botafogo | Bento Gonçalves/RS Contato:54 | 3454.3909 | fabiana@ateliearqui.com | juliana@ateliarqui.com | www.ateliearqui.com Principais fornecedores: Dell Anno - mobiliário Obispa Design - puxadores para móveis e portas Zilá Spasso da Arte – obras de arte Artista Plástica Rosa Maria – Santo Antônio e abajures Ana Scota – pufs do dormitório e banco amarelo da sala Emporio Arredo - mesa de jantar, mesa de centro, mesa lateral, aparador e buffet da sala em madeira de demolição KF Estofados – estofados e poltronas Center Luz – luminárias

casa


casa

Jornal Design | Serra 27


O que observar ao procurar uma escola de educação infantil para seu filho? Thaís Braido | Especialista em Educação Infantil

Ao entrar na escola tente se colocar no lugar do seu filho, pensar e observar: a estrutura é acolhedora? Meu filho vai gostar de ficar aqui durante, no mínimo, quatro horas? A escola me passou segurança? Consigo perceber só observando se as crianças são o mais importante nesta escola?

28 Jornal Design | Serra

com todos. Oferece oficinas relevantes à faixa etária das crianças. Os brinquedos disponibilizados estão em boa qualidade e são seguros. Oferece enfermeira para fazer a administração das medicações. A escola é limpa e tem cuidado, principalmente, nas trocas de fraldas e na alimentação das crianças. Além disso, existe a estimulação de lavar as mãos frequentemente. Têm boas referências de outros pais e da comunidade. A comunicação das famílias com a escola é fundamental, portanto a escola tem local adequado para receber os pais, tendo uma postura clara e aberta. Ao entrar na escola tente se colocar no lugar do seu filho, pensar e observar: a estrutura é acolhedora? Meu filho vai gostar de ficar aqui durante, no mínimo, 4 horas? A escola me passou segurança? Consigo perceber só observando se as crianças são o mais importante nessa escola? A proposta pedagógica das instituições de Educação Infantil deve ter como objetivo garantir à criança acesso a processos de apropriação, renovação e articulação de conhecimentos e aprendizagens de diferentes linguagens, assim como o direito à proteção, à saúde, à liberdade, à confiança, ao respeito, à dignidade, à brincadeira, à convivência e à interação com outras crianças. (BRASIL, P.18, 2010). Imagens Divulgação

A escola é bem estruturada, arejada, iluminada e os ambientes são organizados conforme a faixa etária atendida. A sala tem o número adequado (determinado na lei) de crianças, professoras e monitoras para atender a faixa etária da turma. A escola possui espaço para as crianças correrem, pularem, brincarem e terem contato com a natureza, enfatizando a importância desses espaços já que muitas famílias moram em apartamentos. Existem outras opções, além da sala de aula para as crianças brincarem em dias de chuva e frio. As turmas são divididas por faixa etária, pois até mesmo alguns meses de diferença mudam o interesse nas atividades e brincadeiras. As entradas e saídas da escola são seguras e o acesso das famílias e de visitas durante o período de aula é controlado. Obteve a aprovação dos órgãos competentes como o Conselho e a Secretaria Municipal de Educação, além disso, tem Alvará Sanitário e PPCI (Plano de Prevenção Contra Incêndio). A proposta pedagógica da escola é adequada ao que você quer para seu filho prezando pelo cuidado e pela educação, já que crianças dessa faixa etária precisam essencialmente dos dois aspectos. Existe um planejamento diário elaborado para que as crianças sejam estimuladas cognitivamente, aproveitando a plasticidade cerebral dos 0 aos 10 anos. A rotina é bem estruturada, incluindo atividades motoras, brincadeiras livres e direcionadas, tempo de descanso, refeições e atividades pedagógicas. As professoras e monitoras têm formação na área e gostam de trabalhar com crianças. A equipe da escola trabalha com satisfação e as crianças têm um relacionamento respeitoso e amigo

Referência: Brasil. Ministério da Educação. Secretaria de educação Básica. Diretrizes curriculares nacionais para a educação infantil / Secretaria de Educação Básica. – Brasília: MEC, SEB, 2010.

estilo


Jeito de Ser e a volta às aulas O retorno às aulas é sempre um momento especial. Para alguns é a hora de rever colegas, professores, contar as novidades, para outros é um marco, pois é o início da vida escolar. Mas uma coisa é certa, é sempre um evento que desperta expectativas, ansiedade e até um pouco de medo nas crianças e nos pais. Pensando nisto a equipe da clínica Jeito de Ser quer estar pertinho de vocês dando dicas para deixar este momento mais tranquilo e especial.

Jeito de Ser Adolescente! “Voltar às aulas é bom para encontrar os meus amigos, conhecer novos professores e começar o ano numa nova série.” Emanuelle Dal Mas,13 anos. Jeito de Ser Pais! “Estamos juntos organizando tudo que precisamos para que a chegada na escola seja especial. Local de voar alto, de crescer, conhecer!” Caroline Michalski, mãe de Alyssa, 8 anos e Gabriel, 3 anos.

Jeito de Ser dá dicas de lanches saudáveis para as crianças no retorno às aulas Segunda-feira 1 fatia de bolo de cenoura; 1 caixinha de água de coco; Fruta; Terça-feira 4 unidades de biscoito integral; Suco de laranja ; Fruta; Quarta-feira 3 col. de cereal matinal sem açúcar; 1 unidade de iogurte para beber; Fruta; Quinta-feira 4 unidades de biscoito de leite; Chá gelado ou quente; Fruta; Sexta-feira Sanduíche com queijo; Suco de uva; Fruta;

Nutricionista: Gabriele Luiza Caprara

PALAVRA DE ESPECIALISTA DA JEITO DE SER: FONOAUDIÓLOGA Érica Cimadon: ”Frequentar a escola favorece o desenvolvimento da fala e da linguagem, visto que é um ambiente rico em estímulos e proporciona o convívio e a interação com outras crianças. Lembre-se: criança que fala de forma adequada, terá mais facilidade para se alfabetizar!”

Imagens Divulgação

*As quantidades oferecidas dependem da idade da criança.

Jeito de Ser Criança! “Voltar às aulas é uma coisa boa, pois você reencontra colegas, conhece novos amigos, a professora e o melhor de tudo, você volta a se divertir e aprender com seus amigos. “ João Vítor Cimadon, 11 anos.

PALAVRA DE ESPECIALISTA DA JEITO DE SER: PSICOPEDAGOGA Letícia Casonatto: “A entrada na Educação Infantil e a passagem para o primeiro ano do ensino fundamental são vistas como novos cortes do cordão umbilical, a criança está aos poucos conquistando mais espaço e independência. Alguns passarão de forma tranquila, outros vão necessitar de um tempo maior de adaptação e uma boa dose de paciência. Mas não desistam na primeira dificuldade, cada criança tem o seu Jeito de Ser e de se adaptar as novas situações.”

PALAVRA DE ESPECIALISTA DA JEITO DE SER: PSICÓLOGA Janice Mezacasa Cavalini:” A adaptação da criança à escola deve ser feita com cuidado, para que a ansiedade não tome conta das crianças e dos pais. Pais ansiosos transmitem insegurança para os filhos. É importante que haja confiança na escola e nos educadores que irão acompanhar as crianças neste longo caminho.”

estilo

Jornal Design | Serra 29


A afetividade como fator de qualidade no desenvolvimento infantil

Porque Officina da Criança?

A Infância é um período em que a criança vive um processo de adaptação progressiva ao meio fisíco e social. Nesse momento , dá-se um rompimento da vida familiar para iniciar uma nova experiência. Dessa forma, para que a criança tenha um desenvolvimento saudável em todos os aspectos - cognitivo, biológico, cognitivo e sócio-afetivo - é necessário que ela se sinta segura e acolhida. O ambiente o qual a criança será submetida, seja ele qual for, deverá proporcionar relações interpessoais positivas e os educadores devem buscar uma abordagem integrada, enxergando a criança em sua totalidade. Esse ambiente fora o vínculo familiar o qual a criança será inserida possibilita interações diversas, ao mesmo tempo em que proporciona situações e experiências propícias para a contrução do indivíduo como pessoa. O ambiente pedagógico tem de ser, entre outros , um lugar de fascinação e inventividade. Motivar a criança para que o processo de aprendizagem e de socialização aconteça da forma mais prazerosa possível. É fundamental que cada criança seja vista e tratada como pessoa única, respeitada na sua singularidade, nas suas aptidões, e também em suas limitações. Isto significa garantir o direito ao colinho e ao carinho, bem como o respeito ao ritmo de cada criança. É igualmente importante propiciar às crianças momentos de privacidade, autonomia e criatividade.

Na Educação Infantil a troca de contato entre professor x criança não pode ser reduzida, mas para se desenvolver uma relação afetiva com a criança é preciso estabelecer um vinculo verdadeiro e profundo. Além disso, a medida que a criança se desenvolve cognitivamente suas necessidades afetivas tornam-se mais exigentes. Por conseguinte, manisfestar afeto incluir não apenas beijar, abraçar, mas também conhecer, ouvir, conversar, se interessar e se envolver, de fato, com a criança e ser sensível a seus sentimentos e às suas necessidades. Ao educador cabe apoiar emocionalmente as crianças, compreendendo-as , conhecendo-as. Enfim, observando e respeitando as particularidades de cada criança. O educador afetivo deve garantir, em sua sala de aula, um ambiente acolhedor e seguro. Cabe ao educador conscientizar-se das emoções e dos sentimentos, facilitando o desenvolvimento infantil em todos os aspectos. Ao educador cabe, ainda, o papel de construir um ambiente pedagógico voltado para um momento de convivência e de aprendizagem. Proporcionar uma atividade libertadora e afetiva com preparação, respeito, entrega, troca e amor independendo a idade da criança. Aos pais cabe escolher um ambiente tranquilo, higienizado, seguro, alegre e acolhedorer para a criança.

Fotos Arquivo Pessoal

por Paula Araujo | Psicopedagoga

“Escolher a escola para o filho é uma decisão um pouco complicada e de grande responsabilidade para os pais, pois ela vai muito além da instrução pedagógica, ajuda a construir valores morais. Escolhemos a Officina da Criança buscando aspectos como a segurança, o espaço, a disciplina, a infra-estrutura e principalmente a preparação dos professores. Acreditamos que o próprio aluno demonstrará se o convívio social está adequado aceitando de forma alegre a entrada na escola todos os dias. Quando a criança se diverte fica mais fácil de ela voltar. Percebemos que o Otávio gosta da Officina da Criança e estamos muito satisfeitos.” Tânia e Marcelo, pais de Otávio

“Escolhemos a Officina da Criança pelas excelentes referências de outros pais e pela estrutura apresentada. Mantemos a Sofia pois confiamos que ela terá o melhor cuidado possível fora de casa, com profissionais capacitados e aptos a auxiliá-la em seu desenvolvimento de forma compatível com a sua idade, sempre com um carinho por ela e seus colegas. Identificamos em todas as crianças que lá estudam, alegria por ter este convívio diário.” Fabricio e Silvia, pais de Sofia

30 Jornal Design | Serra

Foto Retratu’s Ateliê Fotográfico

Foto Cris Dal Cero Fotografia

“Nós escolhemos a Officina da Criança porque confiamos no profissionalismo e na seriedade que a escola passa para nós.” Christiane e João, pais de Thiago e Daniel

“Escolhemos a Officina da criança por ser uma extenção da nossa casa. Ambiente acolhedor com professoras carinhosas. Nossas filhas amam ir para a escolinha.” Camila e Eduardo, pais de Eduarda e Betina

“Escolhemos a Officina da Criança como primeira escola da nossa filha, pois gostamos da proposta pedagógica apresentada aonde as crianças aprendem brincando. É possível sentir a felicidade e alegria dela quando retorna pra casa contando algo que apreendeu junto aos seus colegas e professores.” Diego e Débora, pais de Manuela

estilo


Adaptação escolar Entra ano, sai ano e o assunto se repete: adaptação escolar - um grande desafio aos pais – que não se estende somente aos alunos novos e iniciantes da área escolar, mas para todas as crianças pertencentes à uma instituição escolar. O primeiro passo para uma eficaz adaptação escolar é a confiança depositada na escola do seu filho, assim como a própria segurança dos pais nessa etapa dolorosa para ambos. É normal o choro, a chantagem emocional, a birra ou um frustrante aceno e a frase: “Tchau, mamãe!”. Afinal, criamos filhos para o mundo e eles precisam se separar, interagir e se frustrar. Nada melhor que a escola.

estilo

a d s a Dic ga o l ó c i Ps ca i n ô M

Imagens Divulgação

Aos Iniciantes Mostre antecipadamente os materiais como uniforme, lancheira, copinho, dentre outros, para que ele já se sinta integrante da escola. Passe na frente da instituição e mostre para a criança que, em breve, ela irá estudar lá e que poderá ser bastante divertido. A confiança dos pais é determinante no sucesso da adaptação, pois sua insegurança é facilmente detectada pela criança que, por sua vez, sente-se desprotegida. A despedida é o momento mais difícil, muitas crianças choram e deixam os pais com o coração nas mãos. Procure ser carinhoso, mas firme, e se despeça sem rodeios. Depois da despedida, procure não voltar, mesmo que a criança esteja chorando. Cada nova despedida é um novo sofrimento. Por outro lado, a ausência de choro não significa que a criança já esteja adaptada. Ela pode vir a chorar depois de algumas semanas, quando as novidades do espaço acabarem. Se isso acontecer, proceda como no início da adaptação: despedidas curtas e afetuosas. As recaídas são comuns, especialmente depois de finais de semana, feriados, férias ou afastamentos prolongados. Procure ser assíduo, a melhor maneira de saber se seu filho está adaptado é conversar com a professora e confiar. Acredite: crianças mudam quando estão longe dos pais.

Aos Experientes Rotina e horários são fundamentais, retorne a eles já em fevereiro. Conversar é importante: não basta estabelecer horários para dormir, acordar e fazer outras atividades; é preciso motivar a garotada. Converse sobre o aprendizado que a criança vai ter ao longo do ano para que ela saiba que é uma coisa boa e não veja a escola como algo chato. Procure sempre estar presente nas apresentações, o pequeno irá sentir-se orgulhoso. Leve máquina, filmadora e tudo que você, como mãe e pai corujas, têm direito. Não se envergonhe disto, pelo contrário, faça questão de mostrar a seu filho que você está sempre presente.         Os pais devem participar do dia a dia da escola onde os filhos estudam, procurar conhecer o ambiente, conversar com a equipe pedagógica e ficar atento às orientações repassadas pelos professores. Participar de reuniões e encontros também é muito importante. As escolas realizam pelo menos uma reunião a cada dois meses.   Recados e avisos importantes sobre as crianças podem ser enviados aos pais por meio da agenda escolar. Eles devem ficar atentos e conferir com frequência o material das crianças. Acompanhar a agenda escolar é uma boa forma de fazer com que a criança perceba como é importante marcar e cumprir compromissos.   Também é fundamental para a criança que os pais ou responsáveis verifiquem suas tarefas escolares. Pedir para ver cadernos e livros estimula a criança a estudar e manter em ordem o material. Na hora da tarefa, os pais podem incentivar e orientar, mas não devem resolver as questões para os filhos.

Jornal Design | Serra 31


Fotos Arquivo Pessoal

Inglês na infância É na infância que estamos abertos ao aprendizado e às descobertas de um modo geral. O desenvolvimento linguístico em especial é muito acelerado até os seis anos de idade e, por isso, quando a criança é submetida ao aprendizado de um segundo idioma nesse período, este se torna sólido e duradouro. Nascemos com uma grande capacidade de identificar os sons, se não somos expostos à alguns deles nos primeiros anos de vida, a tendência é descartá-los. Normalmente, a criança não está consciente do fato de que está adquirindo a linguagem, mas está consciente de que a está utilizando para a comunicação. É por isso que, diferente do aprendizado de um adulto, não existem preocupações de acerto com relação às regras gramaticais ou inibições por medo da opinião alheia. Para que esse processo seja realmente eficiente, os profissionais que trabalham nessa área devem estar devidamente preparados para atender estas crianças, não basta o conhecimento linguístico, é essencial ao professor a preparação pedagógica. A base pedagógica deve ser alicerçada nas relações sociais entre aprendizes, pais e professor a fim de estimular o desenvolvimento humano. Recursos como pintura, música, computação, vídeos, jogos e sessões de teatro são essenciais nesse processo. Dessa forma, a língua inglesa é compreendida de maneira prazerosa, ampliando conquistas infantis, sem interferir no processo de aprendizagem da língua materna.

32 Jornal Design | Serra

an_kids_24,5x9,5cm.indd 1

31/01/14 estilo17:45


Fotos Joel Jordan

Nosso

Objeto Design Cadeira Bambino | Componenti Desenhada pelo renomado Zanini de Zanine para a Allê, marca do Grupo Componenti, nosso objeto design da capa desta edição é a Cadeira Bambino. Móvel infantil feito em metacrilato, cortado eletronicamente e em seguida termo moldado. Leve e muito resistente, a cadeira tem as linhas arredondadas para amenizar qualquer impacto junto às crianças. Uma alça no encosto permite fácil manuseio tanto por parte dos pais quanto por parte dos filhos. Produzida em diferentes cores como esmeralda, índigo, verde menta, preta, laranja e translúcida, oferece ainda a possibilidade de aplicação de estampa inserida no metacrilato. A cadeira Bambino surge como uma nova opção de móvel infantil no mercado brasileiro. Além disso, a marca tem em seu catálogo alguns outros mobiliários infantis que também esbanjam design e irreverência para os bambinos. Para conhecer mais, acesse: www.alledesign.com.br

estilo

Jornal Design | Serra 33


Fotos Silvia Perusso

Rua Treze de Maio, 977 | Sala 03 | Fone: 3055 2686 | Com estacionamento exclusivo para clientes

Giovana

Yasmin

Luigi

Lorenzo e Giovana

34 Jornal Design | Serra

J煤lia

Alex

Ant么nio

Lorenzo

Giulia e Ant么nio

Luigi

J煤lia Yasmin e Manuela

estilo


A cor do ano (e da capa)

Fotos Divulgação

Orquídea Radiante Já que o tema é volta às aulas, o Jornal Design também fez seu dever de casa. Pesquisamos as tendências para 2014, para poder começar o ano deixando você atualizado de tudo! E como a cor da capa sempre varia conforme o tema e a época, resolvemos lançar a primeira edição do ano com a cor que a Pantone elegeu para 2014, a Orquídea Radiante, uma cor expressiva, exótica e floral . Os estudos de cor da Pantone e a eleição da cor do ano é um misto de tendência do que se está a fazer no mundo do design, da pesquisa de materiais e do que os consumidores mais apreciam. Segundo a diretora executiva da Pantone, a cor Orquídea Radiante, é a cor da “inovação”. Por ser da família do roxo, é a cor que tem como propriedade falar para a criatividade e impulsionar a vontade de ser inovador. Então que venha 2014 com muitas inovação e criatividade!

estilo

Jornal Design | Serra 35


Foto Divulgação

Seja a sua própria musa por Gabriela Francio | Assessora de Moda Muitas das mulheres mais estilosas do mundo não eram lindas de morrer, mas se revelaram graças a autoconfiança. Elas nos fizeram pensar que eram bonitas porque elas próprias achavam isso. Não permitiram que outros as definissem: elas próprias se definiram. Hoje, revirando meus livros de moda, encontrei um texto precioso, escrito por Nina Garcia, famosa editora de moda da Marie Claire norte-americana, em seu livro “O livro negro do estilo”. Então resolvi, por uma edição, me retirar da posição de colunista de design de moda e simplesmente compartilhar com vocês estas palavras sinceras e profundas, que farão você começar o ano repensando o verdadeiro sentido de “ser bonita” e “ter estilo”. “Talvez eu olhe para uma mulher bonita quando ela se aproxima de mim, mas logo logo, volto para o meu prato, para a conversa que estou tendo ou para o cardápio de sobremesa. Sejamos francas: a beleza não é tão interessante assim (e com toda certeza, não é mais interessante do que o cardápio de sobremesas). Porém, quando uma mulher confiante chega a um lugar, aí sim, temos uma grande entrada. Eu a observarei se movendo com graça e auto controle. (...) Ela pode nem ser a mulher mais linda e deslumbrante que já vi, mas tem algo que a torna o centro das atenções. Confiança é algo cativante, revela poder e não se perde com o tempo – isso é infinitamente mais interessante que beleza. O primeiro e mais importante passo para ter estilo é projetar esse tipo de confiança, aquela que transmite às pes-

36 Jornal Design | Serra

soas que você se respeita, se ama e se veste para si mesma e para mais ninguém. Você é sua própria musa. Estilo se adquire ao aprender quem você é e quem quer ser neste mundo: não vem da vontade de querer ser outra pessoa, ou mais magra, ou mais baixa, ou mais alta, ou mais bonita. Muitas das mulheres mais estilosas do mundo não eram lindas de morrer, mas se revelaram graças a muita autoconfiança. Elas nos fizeram pensar que eram bonitas porque elas próprias achavam isso. Não permitiram que outros as definissem: elas próprias se definiram. Admiro profundamente as mulheres que se amam, mesmo quando não condizem com os padrões de beleza estabelecidos. Sou fascinada pelos “ícones imperfeitos”, por aquelas garotas que estão longe de ser as mais bonitas, mas são autoconfiantes e acreditam na própria beleza. Os demais acabam concordando. (...) Confiança não tem nada a ver com estética e tudo a ver com atitude. Nada cai melhor em uma mulher do que esse ar autoconfiante. Quando ela realmente o possui, torna-se deslumbrante, uma unanimidade. Confiança é aquilo capaz de, instantaneamente, aumentar a nota no quesito beleza. (...) A mulher confiante se ama por inteiro. (...) Quando você adquire confiança, o resto é fácil.”

estilo


Foto Divulgação

Estilo para autoestima por Ricardo Rambo | Personal Stylist A pessoa que segue tendências cegamente, sem olhar para si, sem entender o que lhe cai bem e o que é ideal para seu estilo de vida, vira uma caricatura de seu tempo, um fantoche. Uma vítima da moda. “Não copie uma pessoa ideal, copie você mesma” Clarice Lispector Com essa citação começo a minha primeira coluna de 2014. Estamos em um novo ano, com ele novos planos, novos focos. Sejam quais forem os seus, uma coisa deve estar no topo da lista: ser uma pessoa com mais estilo. Embora a moda como um todo tenha se globalizado, as escolhas são cada vez mais pessoais. Hoje a regra é: não há mais regra, o que de certa forma, cria um certo desamparo, por isso a importância de se ter um estilo. A demanda é grande, hoje a televisão não é mais a única fonte de inspiração para as pessoas mais inseguras em relação à própria aparência. Agora, com a internet, uma megaquantidade de informações invade nosso cotidiano a ponto de nos tornar criaturas propícias a imitar. Entratanto, o “copiar” cria uma desadaptação, um estranhamento em relação à própria personalidade, o que se reflete também no visual. A pessoa que segue tendências cegamente, sem

estilo

olhar para si, sem entender o que lhe cai bem e o que é ideal para seu estilo de vida, vira uma caricatura de seu tempo, um fantoche. Uma vítima da moda. Portanto, mais do que nunca, respeite sua essência, seja você mesma. É o jeito mais inteligente de construir seu estilo, sua maneira de viver e de se vestir, de se portar perante à vida. E você vai ver que ser uma pessoa com estilo é fundamental para a auto estima. Abro aqui uma lacuna. Quando falo de estilo, não me refiro somente na maneira de vestir. Os tempo mudaram e as antigas cortesias foram superadas, não há mais tempo, nem espaço para tanto excesso. Portanto o estilo no trato, esse é insuperável, é o que nos salva da barbárie. Mais educação, por favor! E para finalizar, digo que é preciso: encontre quem você é, resgate a pessoa que você deixou de ser ou descobra quem ainda, verdadeiramente, não conseguiu ser. Abraços e ótimo início de ano.

Jornal Design | Serra 37


O encanto das quatro estações Envolvente, encantadora, romântica, charmosa. São muitos os adjetivos capazes de definir Bento Gonçalves. O colorido acolhedor de seus vinhedos e a beleza incomparável de suas paisagens nos enchem os olhos com cenários marcados pelas quatro estações do ano. Mais do que um roteiro, Bento, como é carinhosamente chamada, oferece diversas opções e rotas turísticas dentro da própria cidade. Em Bento Gonçalves pode-se sentir o aroma das uvas e brindar no Vale dos Vinhedos, fazer turismo histórico rural por Caminhos de Pedra, conhecer a natureza exuberante e apaixonar-se pelo Vale do Rio das Antas, presenciar a religiosidade deixada pelos imigrantes, deliciar-se no roteiro das Cantinas Históricas, aventurar-se em trilhas e esportes ao lado da natureza e até mesmo voltar no tempo no passeio do trem Maria Fumaça. Tudo isso, é claro, associado à hospitalidade e a gastronomia inigualáveis, herdadas da colonização européia. Um lugar sedutor. Cinco belos roteiros turísticos cheios de sensibilidade e muita inspiração esperam os visitantes com novidades em qualquer época. Bem-vindo à Bento Gonçalves, onde tudo é sensação. Em quatro estações bem definidas, o turista pode desfrutar, durante todo o ano, de aromas, imagens e sabores que provavelmente irão marcar sua viagem com muitas possibilidades de conhecer coisas novas. A capital brasileira da uva e do vinho vem surpreendendo e já se mostra como o terceiro destino mais procurado pelos turistas que vão ao Rio Grande do Sul. Além do destaque para o lindo cenário que se forma na junção de construções modernas e a paisagem inalterada, a cidade se destaca, ainda, como polo gastronômico. O costume dos bento-gonçalvenses de comer muito é rapidamente incorporado pelos visitantes diante da insistência dos nativos para que se “prove só mais este”. O mergulho na história da colonização italiana é um diferencial que proporciona uma mistura de culturas e de costumes ao visitante. O povo da cidade ressalta sempre o grande orgulho que tem de seus antepassados e não se desprende dos hábitos que estão presentes no que serve à mesa, na maneira de lidar com a uva e até nas palavras, já que o dialeto italiano ainda é falado aqui. O passeio desperta todos os seus sentidos e deixa neles as melhores impressões. Saboreie, cheire, ouça Bento Gonçalves e se deixe tocar pelas cores e encantos tão peculiares que a cidade oferece. No final da viagem, cuidado com o excesso de bagagem porque as tentações são muitas para levar lembranças de tão bons momentos.

38 Jornal Design | Serra

Fascínios da Vindima A grande festa da colheita de Bento Gonçalves vai começar! A Vindima é, por tradição, um período de comemoração entre os homens do campo. Nessa época é possível vivenciar os costumes e práticas mais tradicionais da transcedental cultura do vinho. Venha explorar esse universo em uma oportunidade única de conhecer as belezas de uma região de história secular. As vinícolas Cainelli, Salton e Cristófoli, juntamente com a Giordani Agência de Viagens, convidam você a participar dessa imersão cultural.

Foto Divulgação

Programação 9h30min - Vinícola Cainelli Boas-vindas no museu familiar; Colheita das uvas; ‘Merendin’ nos parreiras: lanche típico italiano com pão, queijo, salame, polenta, torta tirolesa, geléias, vinhos e suco de uva; Retorno à vinícola a bordo do tuque-tuque; Pisa das uvas colhidas; 12h - Vinícola Salton Visita à vinícola; Cave de bordalesas; Cave subterrânea; Curso de degustação harmonizado.

14h30min - Vinícola Cristofoli Visita à propriedade; Visita à cantina; Degustação de vinho doce; Almoço típico italiano no Spazio Del Vino com vinho incluso; Saída programadas para os dias: 18 e 25 de janeiro; 1, 8, 15 e 22 de fevereiro; 1, 2 e 3 de março; Consulte disponibilidade em datas alterantivas Valor: R$ 280 por pessoa Inclui transporte para toda a programação com saída e retorno aos hotéis de Bento Gonçalves.

estilo


Foto s Silvana Aibel

José Carlos Pedó e José Carlos Pedó Júnior reuniram amigos, familiares e clientes para comemorar os 30 anos da Siena Representações. O evento aconteceu na Lovara Vinhos e Vinhas e contou com o lançamento de tecidos, exclusivos da Branyl, desenvolvidos pela designer Marta Manente, do Studio Marta Manente.

estilo

Jornal Design | Serra 39


Clericot Chef Janete Maria Canello Ingredientes: 3 fatias de abacaxi; 1 cacho de uva; 10 morangos; 1 laranja; 1 maçã; 2 kiwi; 1 garrafa de vinho branco; 50 ml de conhaque; 50 ml de contreau; 70 ml de soda; Gelo à gosto.

Foto Divulgação

Modo de preparo: - Descasque o abacaxi, a maçã e o kiwi; - Pique o abacaxi, o morango, a laranja, a maçã e o kiwi; - Coloque as frutas e o gelo em uma jarra; - Acrescente em seguida o conhaque, o cointreau, a soda e o vinho; - Se desejar, acrescente açúcar.

40 Jornal Design | Serra

estilo


A Loja Carmen Steffens completou um ano em Bento Gonçalves. Para comemorar, uma simpática reunião de amigos, familiares e clientes aconteceu na loja, com direito a DJ, cupcakes e lembranças personalizadas, além da recepção calorosa das proprietárias Suelem e Eliane Fabbris.

Foto Raquel Konrad/SERRANOSSA

Aniversário Carmen Steffens

A partir do dia 04 de fevereiro você pode conferir o preview dos lançamentos outorno | inverno 2014. Além de calçados e acessórios femininos, a marca ainda conta com a marca Raphael Steffens, calçados e acessórios masculinos, a CS Teen e Raphael Steffens Teen, uma linha super divertida e alinhada. E a CS Maison, com roupas femininas que compõe o look perfeito para qualquer ocasião.

estilo

Jornal Design | Serra 41


Foto Silvia Tonon

Social Posse da Diretoria do Sindmóveis 2014/2015

Alexandre Michelin e Simone Philippi

Michele Perin e Bruno Benini

João Fischer, Guilherme Pasin, Henrique Tecchio, Mário Gabardo e Gerônimo Goergen

Vanda Scarton, César Scarton, Clerines e Álvaro Sandrin

Marcos e Giane Carbone, Luciana Masiero e Janquiel Mesturini

Diego Panazzolo e Diogo Parisotto da Ascon Vinhedos

Fotos Thais Soligo

Catarina e Henrique José Bertolini

O presidente do Sindmóveis Henrique Tecchio, executivo da Móveis Bentec, é o mais jovem presidente da entidade até hoje. Completam a diretoria o vice-presidente, Alexandre Michelin (Bertolini); o diretor financeiro, José Antônio Mossmann (Italínea); a diretora de comunicação, Vanessa Machado (Cinex); o diretor internacional, Luiz César Girardi (Todeschini); o diretor de infraestrutura, Vinicius Benini (BRV); o diretor de serviços, Romeu Dalcin (Dalmobile) e a diretora do Prêmio Salão Design, Cristiane Silveira (Obispa).

Maristela Longhi, Cátia Scarton e Cândida Cervieri

42 Jornal Design | Serra

estilo


Alice e Onorino Tecchio, prestigiando a posse do filho, Henrique Tecchio, juntamente com a família

Marta, Enzo e Henrique Tecchio com o Prefeito Guilherme Pasin

Sérgio e Tere Dalla Costa

Eurico Benedetti e José Zortea

Denise Valduga e Lisandra Provensi

Richeli Bellé e Vinícius Benini

Edgar e Adriana Pelicioli

Gerônimo Goergen, Ivo Cansan e João Fischer

Ivani Didone, Denise Sopelsa Raimundi e Elena Susin

Nelto e Leda Scarton

Vera Santiago, Maria Helena Estrada, Tina de Azevedo Moura, Lui Lo-Pumo e Ana Cristina Scheneider

Fotos Thais Soligo

Foto Evandro Soares

Claudinei Wronski, Elise Tecchio, Miriam Tecchio e Marcos Piccoli

estilo

Jornal Design | Serra 43


O MAIOR POLO DE MÓVEIS E DE HOSPITALIDADE DO BRASIL. Mais que gerar empregos e movimentar a economia, a Movelsul se orgulha de ser realizada em Bento Gonçalves. Afinal, nossa região é um grande polo de empreendedorismo, talento e simpatia.

24 A 28 MARÇO | 2014

DAS 12H ÀS 20H

PARQUE DE EVENTOS DE BENTO GONÇALVES RS | BRASIL

REALIZAÇÃO:

www.movelsul.com.br

PATROCÍNIO:

Acompanhe a Movelsul www.facebook.com/movelsul.brasil

Jornal Design | Edição 33  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you