Page 1

Ano III - Edição 28 - Agosto/2013

Especial Casa Brasil


Fotos Ana Cris Photo

Capa Modelo: Camila Paludo Beleza: Iva Espaço da Beleza Ela veste: Jardim Brasil | Quorum | Vida Nua | Mais Íntimo | Loja Côco & Pimenta Produção: Ricardo Rambo Fotógrafa: Ana Cris Photo Cenário: Cinex | Bento Gonçalves Poltrona Sopro | Design de Alfio Lisi

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Equipe: Camila Cervieri | Rosângela Masutti Jornalista Responsável: Marlove dos Santos | REG. 6668/28/57 Abrangência: Bento Gonçalves | Caxias do Sul | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.


Nesta edição do Jornal Design, temos o prazer de dar as boas vindas à Casa Brasil, o grande evento de design e negócios que agrega produtos de alto padrão, exposições culturais e seminários internacionais. É o momento onde designers, fabricantes e lojistas se encontram e o resultado é, sem dúvida, a consolidação deste evento que é pioneiro no país, além de ser referência no setor moveleiro, acessórios, iluminação e utilidades domésticas na América Latina. Todo o nosso amor pelo design e a expectativa pela Casa Brasil se resume em uma edição pensada especialmente para os profissionais, empresários e apaixonados pelo design que permanecerão em nossa região durante esse período de feira. Que além de sucesso nos negócios, desejamos que eles possam conhecer o que a nossa gente oferece de melhor, que possam curtir todos os cantinhos da nossa cidade, provar nossa farta gastronomia, nossos vinhos e espumantes tão renomados, enfim, que levem para suas casas somente bons momentos e, claro, que sintam a necessidade de retornar à nossa querida Bento Gonçalves. Bons Negócios!

Silvana Aibel Editora

Foto Divulgação

Editorial


Fotos Cristiano da Cruz

Cânion e Pico Monte Negro

Ponte Rio das Antas

Aventuras pela Serra Gaúcha A Serra Gaúcha é uma região privilegiada pelas suas belezas naturais, mesmo os lugares que foram modificados pela ação do homem como hidrelétricas, ferrovias e os nossos belíssimos parreirais, apresentam cenários que só existem aqui. Nossa região é cercada por rios e montanhas que escondem lugares pouco conhecidos pelo resto do país, mas que são uma excelente opção para quem busca um passeio no estilo “aventura”. Nesse sentido, utilizamos a prática de caminhadas nesses locais como uma excelente opção para conhecê-los e explorá-los. O Grupo Indiada Buena Caminhadas surgiu com o objetivo de proporcionar para os participantes “um dia diferente”. Praticar um estilo de caminhada contemplativa com atividades que duram um ou mais dias, dependendo da programação, e fazendo geralmente percursos de cerca de 20 km nos quais são feitas caminhadas por trilhas, rios, cachoeiras, estradas de chão batido, ferrovias, cânions, campos e fazendas, às vezes acampando e outras vezes nos acomodando no conforto de uma pousada. Qualquer pessoa pode participar desde que tenha um condicionamento físico mínimo para suportar o esforço de cada trajeto. A faixa etária dos “índios”, como chamam carinhosamente os participantes, fica entre 20 e 60 anos. Em Bento Gonçalves, terra Natal da Indiada Buena, é possível fazer caminhadas por trilhas e estradas de chão batido com o incrível visual dos nossos vinhedos, vales e rios, entre eles, o Rio das Antes e sua Ponte em formato de arco que faz divisa com a cidade de Veranópolis. No interior de Bento Gonçalves é possível comtemplar as belezas da cultura e colonização italiana presentes em quase todos os locais. Para aqueles que procuram atividades ainda mais radicais, o grupo possui parceiros que oferecem rafting, rapel, pêndulo e tirolesa.

4 Jornal Design | Serra

Um dos mais belos trechos de ferrovia do país é a Ferrovia do Trigo que fica entre as Cidades de Guaporé e Muçum, passando pelas cidades de Dois Lajeados e Vespasiano Corrêa. Construído pelo 1º Batalhão Ferroviário do Exército Brasileiro, o trecho de cerca de 50 km é formado por dezenas de túneis e viadutos. É neste trecho que se encontra o famoso e grandioso Viaduto 11, com seus 143 metros de altura e 509 metros de comprimento. O viaduto foi inaugurado em 1978 e por muito tempo foi considerado o 2º mais alto do mundo e o 1º das Américas. Neste trecho também existem três Viadutos “vazados”(são assim referenciados porque neles, a ferrovia com seus dormentes e trilhos estão suspensos e fixados em estruturas metálicas deixando um pequeno vão entre os dormentes), o Mula Preta, o Pesseguinho e o Viaduto 13. Aparados da Serra é outra região belíssima que inicia desde São Francisco de Paula(RS), passando por Cambará do Sul e São José dos Ausentes, até Urubici(SC). A região é composta por formações de Campos, Rios, Cachoeiras e Cânions onde a cada passo que damos temos um visual deslumbrante de encher os olhos e os cartões de memórias das câmeras fotográficas. Dentre os locais mais famosos em Aparados da Serra estão o Cânion do Itaimbezinho e o Cânion da Fortaleza, ambos localizados em Cambará do Sul e o Cânion e Pico Monte Negro(ponto mais alto do RS com 1.403 metros) que ficam em São José dos Ausentes. Quem for pra Ausentes também não pode deixar de conhecer o belíssimo desnível dos rios e o cachoeirão dos Rodrigues. Assim é a Indiada Buena Caminhadas, promovendo atividades com segurança e integração entre as pessoas em meio à natureza e proporcionando conhecer os mais belos lugares da Serra Gaúcha. Para mais informações: www.indiadabuena.com.br

Vinhedos

Viaduto 13

Benefícios das trilhas ecológicas Dentre os benefícios que as trilhas ecológicas trazem para nossa saúde, podemos destacar: melhora a qualidade de vida, proporciona uma enorme sensação de bem estar, foge do sedentarismo e da monotonia, além de um contato mais íntimo com a natureza. A triha ecológica é uma atividade física que traz conhecimento e uma maior conscientização ambiental. Está esperando o quê para conhecer as belezas naturais da Serra Gaúcha e ainda ter uma grande sensação de bem estar?

vida


Fotos Dandy Marchetti

Cycle Chic Mezaki Nito Pedalar hoje não é mais sinônimo de esporte ou entretenimento. As cidades estão cada vez mais congestionadas, e pedalar se tornou uma atitude, um gesto de consciência. Nunca, as “magrelas” foram tão elegantes. Escolher a bicicleta como meio de transporte não exige que as pessoas abram mão do seu estilo de vestir-se ou que sejam obrigadas a usar aquelas roupas esportivas convencionais, utilizadas pelos atletas. Essa é a bandeira do “Cycle Chic”, uma tendência urbana que surgiu em Copenhaguen, em meados de 2006, quando o fotógrafo e cineasta Mikael Colville-Andersen criou um blog com algumas fotos de ciclistas estilosos da cidade. Colville diz que o movimento busca levar o ciclismo urbano ao que era antigamente. Segundo ele, “Desde o primeiro dia da existência de uma bicicleta, as pessoas usavam roupas normais para pedalar. A bicicleta era usada como uma ferramenta de transporte, apenas isso”. Por trás do apelo fashion, o fotógrafo criou o “Copenhagen Cycle Chic”, que é possível acompanhar pelo blog do fotógrafo: copenhaguencyclechic.com Em uma entrevista ao jornal britânico “The Guardian”, Andersen explicou que o objetivo do seu blog é que o ciclismo seja reconhecido como um meio

de transporte comum para as cidades. “Pessoas de vários países acreditam que o ciclismo é apenas um esporte ou um hobby e não percebem que pode ser também um transporte cotidiano. O que estou tentando dizer é que andar de bicicleta é, e sempre foi, uma atividade bastante simples. Tudo o que você precisa é de…uma bicicleta! Qualquer roupa que você usa como pedestre, também pode ser usada para pedalar. Se você quiser ir de bicicleta ao trabalho ou ao supermercado, em distâncias curtas, você não precisa de nada especial. Basta abrir seu armário”, conclui Andersen. A proposta do Cycle Chic em Bento Gonçalves é disseminar a cultura de bicicleta em nossa cidade. E assim trazer mais qualidade de vida, torná-la mais sustentável. Ruas alternativas e planas em alguns bairros podem ser usadas para um passeio no fim de semana com os amigos ou família. Em muitas cidades esse movimento já acontece, como Porto Alegre, São Paulo e Curitiba. Andar de bicicleta é também um excelente exercício, que além de ajudar a manter a forma, faz bem para corpo e mente. Então tire sua bicicleta da garagem e comece a olhar a cidade por outro ângulo. O movimento já começou aqui, que tal fazer parte dele também?

Agradecimentos Schenato Bicicletas, Bruno Neves, Clara Pasqualini, Dandy Marchetti, Renan Isoton, Juliana Zanon , Igor Zardo, Júnior Schenato e Cristiane Moro.

vida

/bgcyclechic

Jornal Design | Serra 5


Parque de Aventuras Gasper Além de contemplar as belezas da Serra Gaúcha, o Parque tem um belo espaço para curtir seu dia com a família ou amigos, além de muitas opções para levar lembranças da Serra Gaúcha cheias de adrenalina!

Fotos Divugação

O Parque de Aventuras é a novidade que a Gasper Montanhismo trás à Bento Gonçalves. A equipe trabalha na área do montanhismo desde 2005 e sentiu que Bento Gonçalves necessitava de um espaço onde os aventureiros pudessem usufruir de uma bela paisagem, mas que tivessem o conforto necessário. O Parque fica localizado na Linha Eulália Alta, na entrada do acesso norte, 6 km de asfalto e 800m de estrada de chão. No parque são oferecidas diversas atividades prontas: Rapel: descida de rapel na plataforma que está posicionada a 135 metros no paredão, onde desce 60 metros e pára em outra plataforma, que retorna ao ponto de partida(plataforma), escalando uma Via Ferrata(trilha de escadas montada na parede, onde nossos aventureiros podem desfrutar de uma escalada pelo paredão, com total segurança). Tirolesa: percurso de 750 metros de extensão, divididos em duas etapas, onde presos com equipamentos de segurança você vai deslizar com roldanas por dois cabos de aço, presos a 60

6 Jornal Design | Serra

metros de altura, passando ao lado do paredão. Paint Ball: batalha com armas que atiram balas de tinta, usando proteção no rosto, colete e macacão(opcional) em um campo de 100x60m, com diversos obstáculos. Parede de Escalada: parede de escalada artificial de 12 metros, com duas vias de subida, com vista para o paredão. Atividades empresariais: para grupos de empresas que buscam atividades vivenciais, temos nosso percurso de bússola, que inclui outras atividades, como falsa baiana, parede de escalada, dentre outras atividades que podem ser incluídas no desafio. O local conta com uma bela área verde, casa de apoio de 100m², banheiros, churrasqueiras, slack line a disposição de nossos aventureiros. Aberto todos os domingos, das 13 as 17 horas. Contato: 54 | 9109 4824 gasper@gaspermontanhismo.com.br www.gaspermontanhismo.com.br

vida


Fotos Divulgação

Por que um nutricionista?

RECEITA DA NUTRI A receita desta edição é um bolo com menor teor de carboidrato. Por isso, é uma ótima opção para quem busca um corpo em forma. Foco no verão!

Letícia Bettinelli | Nutricionista

Mesmo com a vida moderna e agitada que levamos, pode-se perceber uma grande preocupação das pessoas em se cuidar e em buscar uma saúde plena e um bem estar de corpo e mente. Existem muitas formas de promover a saúde e o primeiro passo é cuidar da alimentação. Já que alimentação é uma atitude diária, devemos fazê-lo de forma saudável. O profissional capacitado para orientar uma alimentação adequada é o nutricionista, que possui a habilidade de prescrever uma dieta levando em conta a rotina, as particularidades e as necessidades de cada pessoa. Ao contrário do que muitos pensam, existem vários motivos para buscar um nutricionista, além da perda de peso. : - Reeducação alimentar: como o próprio nome diz, aprender a comer novamente. Esta é a forma definitiva para ter uma vida equilibrada e uma manutenção de peso para a vida toda. - Tratando as intolerâncias: alimentação orientada para intolerâncias e alergias alimentares, sem que faltem nutrientes para o organismo. - Combater a obesidade: este problema está acima da estética, é uma causa de saúde. Com uma orientação adequada é possível reverter o quadro de obesidade, minimizando os riscos de problemas cardíacos, câncer, diabetes e muitas outras patologias. - Gestação: para mulheres que desejam ter uma gestação tranquila com a ingestão adequada de nutrientes e um ganho de peso adequado no período

vida

gestacional. Sem falar em um pós-parto e aleitamento materno bem orientados. - Estética: uma área muito bem explorada da nutrição é a estética. Com uma boa dieta, pode-se melhorar pele, cabelo, unhas, perda de gordura localizada, redução de celulite, entre muitas outras opções. - Nutrição esportiva: aperfeiçoar os resultados de exercícios com uma alimentação adequada e orientada. Pode-se focar em hipertrofia, tonificação e melhora de rendimento. - Bem-estar mental: usando os alimentos adequados, é possível controlar os sinais de depressão, ansiedade, cansaço, entre outros. - Menopausa: incluindo alguns alimentos na dieta é possível minimizar os sintomas desagradáveis desta fase, além de controle de peso e do ganho de gordura corporal. De uma forma geral, o nutricionista pode atuar como o orientador de uma nova forma de encarar a alimentação. Se pensar em uma nutrição personalizada, o acompanhamento se torna ainda mais prazeroso, pois esta linha de trabalho respeita a individualidade - cada pessoa tem suas próprias características e maneiras de agir em relação aos alimentos. Como especialista em Nutrição Clínica Personalizada, atuo no consultório junto à clínica Espaço Equiliibrium, na Rua Olavo Bilac, 633, bairro Cidade Alta. Conheça os benefícios da nutrição clínica personalizada e como ela pode melhorar a sua vida! Contato: 54 | 3453 6682 ou 9957 3238.

BOLO DE PROTEÍNA Ingredientes: - 3 medidas de whey protein; - 1 xícara de aveia; - 150ml de leite de soja; - 4 claras; - 5 colheres(sopa) nozes picadinhas; - 2 colheres(sopa) de óleo de coco; - 1 colher(sobremesa) de fermento; - Adoçante e essência de baunilha à vontade; Modo de preparo: - Bata as claras em neve e reserve; misture todos os outros ingredientes numa vasilha, mexa bem e por último acrescente a clara; asse em forno médio, em uma forma untada por 20 minutos.

Jornal Design | Serra 7


Quando o excesso de timidez atrapalha Foto Divulgação

Tuani Bertamoni | Psicóloga

Curso Alfabetização e Reabilitação dos Distúrbios da Leitura e Escrita Equipe Clínica Jeito de Ser A Clínica Jeito de Ser sempre busca inovar, com o objetivo de oferecer o melhor para seus pacientes e a sociedade como um todo. Pensando nisto, estamos promovendo um curso direcionado aos professores, psicopedagogos, pedagogos, fonoaudiólogos, psicólogos e demais envolvidos com a educação. No curso será abordado a Alfabetização e Reabilitação dos Distúrbios da Leitura e Escrita, baseado no método das Boquinhas. Este método Fonovisuarticulatório, utiliza-se além das estratégias fônicas(fonema/ som) e visuais(grafema/letra), as articulatórias(articulema/boquinhas). Seu desenvolvimento foi alicerçado na fonoaudiologia em parceria com a pedagogia, que o sustenta, sendo indicado para alfabetizar quaisquer crianças e reabilitar os distúrbios da leitura e da escrita. Este método foi criado pela fonoau-

8 Jornal Design | Serra

dióloga Renata Jardini e o curso será ministrado pela fonoaudióloga Cíntia Costamilan, que abordará alguns assuntos como: patologias da leitura e escrita, a dislexia e o TDAH, metodologias de alfabetização, análise de escritas, pressupostos teóricos do “Método das Boquinhas”, exercícios para o desenvolvimento da leitura e escrita, entre outros assuntos. O curso será realizado nos dias 23 e 24 de Agosto, das 18h30m as 22h30m na sexta-feira e no sábado das 8h as 12h e das 13h e 30 as 17h e 30. Para adquirir o cronograma completo do curso e maiores informações entre em contato pelo telefone: 54 | 3453-7688 ou pelo email: clinicajeitodeser@gmail.com Aproveitem os valores diferenciados do investimento para inscrições antecipadas e grupos de cinco pessoas.

É comum o adolescente mais tímido ou retraído socialmente não chamar atenção, justamente por afetar pouco as pessoas ao seu redor. Assim esse comportamento pode passar despercebido pelos pais e pessoas próximas, não tendo tanta ênfase dentro dos contextos vivenciais, solidificando essa característica da personalidade do indivíduo na vida adulta. Pessoas muito tímidas geralmente preferem manter-se isoladas, apresentando um padrão de conduta com carência ou déficit de relações interpessoais, além de evitarem ou se esquivarem de situações sociais. Ser habilidoso socialmente é um fator importante no desenvolvimento humano. Relacionamentos e inteirações sociais adequadas e satisfatórias são fundamentais para uma melhor qualidade de vida. Muitos adolescentes e/ ou adultos sofrem por apresentarem uma série de habilidades sociais deficitárias, não sabendo como se portar e agir, diante de diferentes situações como: apresentar um trabalho diante da classe da escola ou faculdade; fazer o pedido num restaurante; reivindicar um troco que recebeu errado, podendo ter assim seu desenvolvimento cognitivo prejudicado, além de ocasionar problemas afetivos e comportamentais.

As habilidades sociais envolvem desempenho social competente, sendo que este pode ser prejudicado pela ansiedade. Logo, o treinamento em habilidades sociais pode ser empregado não só com pacientes portadores de grandes déficits(como fobia social, transtorno bipolar, depressão, síndrome de asperger e etc.), mas também se faz muito útil para pessoas que desejam melhorar suas habilidades em funções de demandas pessoais ou profissionais, como quem trabalha com público no geral, por exemplo. Quanto maior o desenvolvimento profissional e pessoal de uma pessoa, mais ela precisará interagir com outras, necessitando assim de um melhor repertório social bem desenvolvido e de habilidades sociais como a assertividade, empatia, comunicação verbal e não verbal, e muitas outras, que podem ser trabalhadas, através da terapia cognitiva comportamental. As habilidades sociais estão presentes no comportamento cotidiano das pessoas, além de serem fortalecedores de reforços positivos sociais, tornam o convívio com outras pessoas mais agradável, auxiliam com que o individuo tenha respeito com o próximo e tenha mais facilidade para estabelecer amizades.

vida


Carla Parisotto | Quiropraxista

A hérnia de disco causa dores nas costas e é considerada a doença crônica mais comum entre os brasileiros, sendo que cerca de 5,4 milhões de pessoas sofrem de hérnia de disco no Brasil, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística(IBGE). O principal fator que causa a hérnia de disco e tem maior importância é a predisposição genética, envelhecimento, pouca atividade física, movimentos repetidos, carregar ou levantar muito peso também pode comprometer a integridade do sistema muscular que dá sustentação à coluna vertebral e favorece o aparecimento de hérnias. A hérnia de disco ocorre quando os discos intervertebrais(que são estruturas em forma de anel constituídos por tecido cartilaginoso e elástico, cuja função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra e amortecer o impacto) sofrem uma pressão excessiva e desgastam-se com o tempo. O problema é mais frequente nas regiões lombar e cervical, por serem áreas mais expostas ao movimento e que suportam mais carga. As maiores causas de hérnias de disco na coluna são: movimentos repetidos, excesso de peso, posturas inadequadas durante o dia ou até mesmo nas horas de lazer onde descuidamos da nossa coluna e acabamos forçando mais, causando impacto. Quedas ou acidentes de carro também podem, com o tempo, ocasionar graves problemas na coluna. Não importa se você é jovem, idoso, criança, homem ou mulher, todas as pessoas que sofrem com algum desconforto podem gerar desalinhamentos na coluna e principalmente se você já teve aquela sensação de tensão no corpo ou de “travar” sem saber a causa. Pode ser que a sua coluna já esteja sofrendo um “estresse” causando dores e como consequência desalinhamentos na coluna que, em longo prazo, podem desencadear uma hérnia de disco. A Quiropraxia atua na coluna vertebral melhorando a movimentação das vértebras, diminuindo o impacto

vida

Foto Divulgação

Hérnia de disco, quiropraxia e tratamento Flexion-Distraction

Não importa se você é jovem, idoso, criança, homem ou mulher, todas as pessoas que sofrem com algum desconforto podem gerar desalinhamentos na coluna e principalmente se você já teve aquela sensação de tensão no corpo ou de “travar” sem saber a causa. Pode ser que a sua coluna já esteja sofrendo um “estresse” causando dores e como consequência e desalinhamentos na coluna que, em longo prazo, podem desencadear uma hérnia de disco.

e melhorando a movimentação através do ajustamento/alinhamento da coluna. Existe um novo método dentro da Quiropraxia chamado de flexion-distraction. É uma técnica muito utilizada principalmente nos EUA através de uma maca diferenciada que faz a movimentação da coluna e tem uma abordagem excelente no tratamento de alívio de dores, pois atua fazendo a movimentação e distração da coluna vertebral, principalmente sobre os discos vertebrais, já que os mesmos sofrem desgastes e pressão quando temos uma hérnia de disco. Através da movimentação da maca pode-se conseguir um relaxamento e diminuição da tensão que ocorre sobre os discos e, como consequência, o realinhamento/ajustamento da coluna vertebral de uma forma mais suave e específica de tratar a coluna vertebral, pois essa técnica proporciona uma leve distração na coluna vertebral o que não ocorre no tratamento convencional, assim proporcionando uma melhora na circulação, diminuição da tensão muscular, alongamento da coluna e a diminuição dos sintomas. Essa técnica na Quiropraxia vem crescendo bastante no Brasil e facilitando o tratamento principalmente de doenças na coluna relacionadas aos desgastes de disco. Venha conhecer esse novo método. É uma técnica surpreendente e inovadora no tratamento da coluna vertebral através da Quiropraxia. Quem já experimentou a Quiropraxia, e sabe como é a sensação de alívio e bem estar após um ajuste quiroprático, vai se surpreender com esse novo método flexion-distraction, pois através da maca automatizada é possível movimentar a coluna de uma forma mais suave e também é uma excelente forma de tratar da sua coluna de forma mais confortável. Faça uma avaliação e conheça esse novo método, você vai se surpreender com os benefícios de ter uma coluna mais saudável e equilibrada.

Jornal Design | Serra 9


Foto Divulgação

Sendo o homem um ser social e que se satisfaz através do trabalho, é necessário saúde para realiza-lo. Deve haver um equilíbrio entre a falta e o excesso, de modo que o sistema orgânico do homem esteja em harmonia. Quando essa harmonia é rompida, podem aparecer diversas doenças físicas e psíquicas.

Tempos modernos Sinara Gnoatto - CREF nº 003574

A Revolução Industrial teve início na Europa, nos séculos XVIII e XIX, e sua principal característica foi a troca do trabalho artesanal pelas máquinas. Historiadores dividem-na em três etapas. A terceira e última desencadeou-se nos séculos XX e XXI tendo como particularidade o avanço tecnológico. O computador, o fax, a engenharia genética, o celular, dentre outras, seriam as inovações dessas épocas. O trabalho, por sua vez, também vem sofrendo consideráveis transformações resultantes da evolução tecnológica e histórica do homem. Ele é essencial à geração de recursos e ao progresso das sociedades. Através do trabalho, o homem tem possibilidade de satisfazer inúmeras necessidades, desde as fundamentais às mais sofisticadas. As inovações tecnológicas tem sido protagonista de frequentes transformações no modo de vida das pessoas e nas relações de trabalho. Elas vão refletir de forma significativa no modo de ser dos indivíduos e das sociedades, principalmente nos aspectos ligados ao processo saúde/doença. A atividade laboral moderna é mais sedentária e exige mais concentração mental. Ela é realizada sob mais pressão e, na maioria dos casos, requer menor consumo de energia física. Sendo o homem um ser social e que se satisfaz através do trabalho, é necessário saúde para realizá-lo. Deve haver um equilíbrio entre a falta e o excesso, de modo que o sistema orgânico do homem esteja em harmonia. Quando essa harmonia é rompida, podem aparecer diversas doenças físicas e psíquicas. Como resultado haverá um comprometimento na qualidade de vida do trabalhador, na qualidade do trabalho por ele desenvolvido e na produtividade da empresa. Uma das doenças decorrentes do trabalho é o DORT – Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho. Os DORT não é resultante de um efeito instantâneo de

10 Jornal Design | Serra

algum tipo de trabalho. São reflexos de um desenvolvimento gradual e recorrente de pequenos distúrbios, caracterizados por um conjunto de doenças de origem ocupacional. O DORT é decorrente de alterações nos nervos, músculos, articulações e demais estruturas anatômicas associadas ao movimento humano. Geralmente a região mais afetada pelo DORT são os membros superiores, porém, os distúrbios podem afetar também outras partes do corpo. O quadro clínico é variado, podendo apresentar dor, formigamento, dormência e fadiga. Se tratada no início, o DORT é reversível, porém, se não for dada a devida atenção o processo, torna-se irreversível, podendo levar à incapacidade do membro afetado. Uma forma eficiente de prevenção do DORT é a ginástica laboral. Ela consiste em uma ação educativa para a promoção de saúde e qualidade de vida do trabalhador. Empresários preocupados com o tema da qualidade afirmam que não bastam investimentos em tecnologia. Para que haja boa produtividade e qualidade de vida dos funcionários, as empresas devem investir também em recursos humanos, educação, qualificação e bem estar social dos seus colaboradores. A ginástica laboral, juntamente com a ergonomia, vem sendo uma alternativa eficiente para lidar com os altos índices de doenças ocupacionais e acidentes de trabalho, fatores que refletem na produtividade – abalando os níveis de competitividade das empresas – e na satisfação dos funcionários. Um ser humano para ter qualidade total em sua vida deve ter uma boa saúde física, mental e espiritual. A ginástica laboral busca conscientizar os praticantes sobre o valor da saúde e das responsabilidades que cada um tem sobre seu próprio desenvolvimento nos aspectos físico, mental, afetivo e social. Ela é uma ati-

vidade física orientada adaptada ao local de trabalho, que visa promover adaptações fisiológicas, físicas e psíquicas por meio dos exercícios. A ginástica laboral é democrática. Pode(e deve) ser praticada por todos dentro de uma organização, proporcionando benefícios tanto ao funcionário quanto à empresa. Nos funcionários ela melhora a auto-imagem, reduz dores, estresse e promove o alivio das tensões; melhora o relacionamento interpessoal; proporciona aumento na resistência da fadiga central e periférica; proporciona maior disposição e motivação para o trabalho, e melhora da saúde física, mental e espiritual. As empresas, por sua vez, tem como benefícios aumentar a produtividade; diminuir a incidência de doenças ocupacionais e gastos com despesas médicas; promover o marketing social; reduzir o índice de absenteísmo e rotatividade de funcionários; reduzir o número de erros e falhas, pois os funcionários ficam mais atentos e motivados. Existem vários tipos de ginástica laboral: preparatória, compensatória, unicista, relaxamento, corretiva e de manutenção. A escolha do tipo adequado deve ser feito de acordo com o objetivo da empresa e com o horário disponível para a execução. Porém, o mais importante, é ter um profissional capacitado, que possa oferecer o máximo de benefícios para o trabalhador e de resultados para a empresa.

Fone: (54) 3055.4491 www.phantomacademia.com.br

vida


Foto Ana Cris Photo

casa

Jornal Design | Serra 11


S

érgio Rodrigues

Fotos Divulgação

Poltrona Kilin | Sérgio Rodrigues

Poltrona Xibo | Fernando Mendes e Sérgio Rodrigues

12 Jornal Design | Serra

Design curvo, dinâmico e cheio de detalhes formais; cada detalhe impõe a forma. É assim que se pode definir um pouquinho do trabalho, que mais parece arte, do brasileiro Sérgio Rodrigues. Formado em arquitetura em 1951, viu a necessidade de criar um mobiliário diferenciado, que fosse a cara dos brasileiros e de suas casas, que mudavam muito, de acordo com a arquitetura da época. Então, a partir de um antigo sobrado na Zona Sul do Rio de Janeiro que o mestre passou a criar a mão livre seus incríveis móveis. No início de sua carreira, o mobiliário era fabricado em jacarandá, que alguns anos depois teve de ser substituído por eucalipto certificado. Hoje em dia, seus móveis antigos (os de jacarandá) não são encontrados no mercado, são considerados relíquias, um sofá “Mole” original já chegou a ser leiloado por mais de 40 mil dólares A agilidade e vontade de criar desse senhor que já passou dos 80 anos de idade impressiona todos que o conhecem. Sérgio não segue tendências, prefere deixa-las para arquitetos e decoradores. Sua obras são atemporais, prova maior é a premiada “Poltrona Mole”,

criada em 1957 e que até hoje é hit, uma das mais requisitadas peças do designer. O brasileiro ganhou destaque internacional quando um grupo de americanos se encantaram com a famosa poltrona “Diz” – toda feita em madeira e de um conforto indescritível – e a levaram para uma exposição em Nova York. Não deu outra! A “Diz” teve posição de destaque e parou em publicações do mundo todo. Atualmentem, Sérgio Rodrigues vem trabalhando em um novo projeto, juntamente com seu primo, Fernando Mendes. Os dois tem trabalhado em peças inéditas ou que só foram feitas poucos exemplares, geralmente só um. Sérgio possui um grande acervo de desenhos ou estudos de móveis que agora Fernando está revendo. Ao mesmo tempo em que o design das peças esbarra em diferentes gerações, o produto final respeita os respectivos espaços individuais e demonstra a afinidade e eventuais discordâncias que são frutos da aprendizagem de Fernando ao longo de sete anos (1993-2000) de trabalho dentro do escritório de Sérgio. Atualmente Fernando é o responsável pela execução artesanal das criações de Sérgio.


Fotos Divulgação

Poltrona Mole | Sérgio Rodrigues

Jornal Design | Como você enxerga o design hoje? Sérgio Rodrigues | O design está em fase de grande progresso, notadamente no Brasil. JD | Sendo um ícone do design brasileiro, você percebe que as necessidade do design mudaram comparado à época da Poltrona Mole? SR | Com a utilização de novos materiais e técnicas avançadas houve um grande impulso industrial, mas as necessidades continuam as mesmas. JD | Existe algum designer que esteja lhe surpreendendo atualmente? SR | Vários designers estão surgindo por um caminho certo e seria temerário citar um nome entre tantos. JD | Qual a importância de uma feira do porte da Casa Brasil para o design brasileiro e mundial? SR | Essa feira é de suma importância para os designers e demais profissionais que se ocupam dessa matéria no Brasil e no Mundo e para mim tem tanto valor quanto a feira de Milão.

JD | Quando você começou a criar, quem foram os ícones que lhe inspiraram? SR | Foram, sem dúvida, os designers Nórdicos, Italianos, alguns Americanos e os da Bauhaus.

quando é analisada minuciosamente e eventualmente aperfeiçoada antes de ser produzida definitivamente. Muitas vezes, como no caso da Xibô, esse processo dura vários anos.

JD | O que é design para você? SR | Design é criação com intenção utilitária e estética.

JD | Como é a sua parceria com o também designer, e primo, Fernando Mendes? SR | Considero o Fernando um maravilhoso colaborador, pois além de excelente designer é um profundo conhecedor de marcenaria.

JD | Este ano foi lancada a poltrona Xibô, versão masculina da Kilin, essa última, inspirada em sua mulher. Então a Xibô foi uma maneira de você se representar?Fale um pouco sobre ela e seu conceito. SR | A Xibô é uma poltrona mais formal e máscula que contrasta com a delicadeza da Kilin. Foi criada em 1980 e apresentada no MAM como protótipo, mas nunca foi comercializada porque não estava me satisfazendo plenamente e somente agora encontrei as soluções que a tornaram, a meu ver, pronta para ser lançada. JD | Como se dá o seu processo criativo? SR | O processo passa por diversas fases depois do primeiro croquis como: desenho construtivo e protótipo,

JD | Ao projetar a Poltrona Mole, você rompeu uma onda estética que estava acontecendo naquela época. Na sua opinião, atualmente, está se fazendo necessária alguma ruptura de estilo? SR | Rupturas são sempre bem vindas e surgem não por necessidade e sim por inspiração. Não deixe de conferir a mostra exclusiva dos trabalhos e designers Sérgio Rodrigues e Fernando Mendes. Dentre as peças expostas por Rodrigues, está a inédita poltrona Tetê

Jornal Design | Serra 13


F

ernando Mendes

Fotos Edu Camara e Araci Queiroz LT.9

Poltrona Santos Dumont | Fernando Mendes

Cadeira Rê | Fernando Mendes

14 Jornal Design | Serra

Admirador de Santos Dumont, o designer Fernando Mendes se firma como uma das 10 personalidades do Design Mobiliário Brasileiro. Carioca da gema, é formado em Belas Artes na Universidade Federal do Rio de Janeiro e também em Arquitetura pelas Faculdades Integradas Bennett. Madeira é o suficiente para Mendes delinear móveis brasileiros de altíssimo padrão. Sem pregos e apenas com encaixes, característica dos escandinavos, as peças viram objeto de desejo para qualquer ambiente. Apaixonado por aviões e pelo desenho deles, exibiu uma maquete da casa de Santos Dumont em Petrópolis e assumiu a função de criador das maquetes de casas pré-fabricadas de Sérgio Rodrigues. Um aprendizado que durou sete anos, entre 1993 e 2000. Com exclusividade para o Jornal Design, Fernando Mendes fala sobre suas inspirações, sua expierência com seu primo, Sérgio Rodrigues, e seus projetos para a Casa Brasil.

Jornal Design | O que inspira você? Fernando Mendes | Minha inspiração vem principalmente do “fazer marcenaria”, das possibilidades que a madeira oferece em termos de encaixes e de formas. Gosto muito do desenho à mão livre também. Minhas peças nascem da interação entre a  marcenaria, a geometria e o desenho livre.  

JD | Como foi a experiência de trabalhar ao lado de Sérgio Rodrigues? FM | Foi uma escola de valor inestimável. Durante sete anos convivi no dia a dia da criação e da produção do Sér-gio, como ele começa os projetos de arquitetura ou de mobiliário em pequenos rascunhos, o desenvolvimento das idéias, dos impasses, as explicações dos detalhes de arquitetura ou de design sempre acompanhadas de desenhos. Absorvi muito desse processo para começar a desenvolver meu trabalho. Mas para mim a maior lição que o Sérgio ensinou foi  a de cultivar o entusiasmo e o amor pelo trabalho. JD | Conte-nos sobre como você descobriu seu parentesco com Sérgio Rodrigues? FM | Assisti a uma palestra do Sérgio na faculdade de


Aparador Beatriz | Fernando Mendes

Cadeira Menna | Projeto Sérgio Rodrigues e fabricada pelo Atelier Fernando Mendes

JD | Como você vê o design brasileiro atual? FM | Crescente e criativo. Entrei para a faculdade de desenho industrial em 1985, fazem quase 30 anos que acompanho o que acontece no mundo do design. Há uns quinze ou  vinte  anos atrás os grandes nomes que deram início  à produção do mobiliário brasileiro nos anos 1950/1960, como Sérgio Rodrigues, Joaquim Tenreiro, Jorge Zalszupin, Michel Arnoult, entre muito outros, estavam esquecidos. Nos últimos dez anos vi um número significativo de novos designers aparecerem no mercado de mobiliário e hoje todos esses nomes, os veteranos e os contemporâneos,  atuando ou sendo reeditados.  JD | Quais os principais desafios de criar atualmente?

Fotos Edu Camara e Araci Queiroz LT.9

FM | Design será sempre o casamento entre uma idéia o os meios de torná-la realidade. Numa visão simplificada para resumir a história hoje vejo duas correntes principais no processo de fabricação, a fabricação em média ou em grande escala com uso de programas 3D na elaboração dos projetos e de maquinário de interface digital como as CNC’s para a sua fabricação. Na outra ponta processos que se  baseiam  na fabricação artesanal  resgatando  técnicas ancestrais, principalmente  da marcenaria. Nessa segunda corrente encontrei minha vontade de trabalhar e creio que a diversidade hoje viabiliza convivência entre o industrial e o artesanal. O desafio pragmático é equalizar os processos de fabricação aos valores de mercado e às necessidades de proteção ambiental. O desafio subjetivo é criar peças que emocionem ou que expressem algo novo  e acolhedor para o consumidor. A mágica é fazer tudo isso dar certo!

Belas Artes, cheguei em casa e contei para minha tia, muito impressionado com a beleza e com o inesperado do que eu tinha visto. Ela me disse que éramos primos. O parentesco é até próximo, somos primos de 3 grau, a avó de Sérgio é irmã do meu avô, o que quer dizer também que somos da mesma geração. Como vim morar no Rio com 18 anos, comecei a conviver com essa parte da família mais tarde.

JD | Quais os projetos que você está trabalhando atualmente? FM | Estou preparando dois protótipos, um do Sérgio Ro-drigues(Poltrona Tetê) e um meu(Poltrona Sapão) para serem lançados no Casa Brasil.

Jornal Design | Serra 15


aolo Ulian

Paolo Ulian nasceu em Massa - Carrara na Itália em 1961. Ele atendeu os cursos de pintura na Academy of Fine Arts em Carrara onde fez os cursos de pintura de Getulio Alviani e de Luciano Fabro. Depois entrou na I.S.I.A.(Instituto de Artes Industriais) de Flo-rença, onde obteve o diploma de desenho industrial em 1990. No final de 1990 começou a trabalhar com Enzo Mari. Permanece traba-lhando com Mari até 1992 e logo retorna para a Toscana para abrir seu estúdio junto com seu irmão Giuseppe. Desde 1994 participa de algumas exibições organizadas pelo espaço “Opos” em Milão e muitas outras na Itália e ao redor do mundo. Em 2000, participou do Salone Satellite, onde ganhou o primeiro prêmio no Report Design Award. Ulian também já colaborou para grandes empresas como Droog Design, Zani e Zani e Danese.

16 Jornal Design | Serra

Fotos Divulgação

P

Famoso por inovar e ousar, o designer italiano, Paolo Ulian, é presença confirmada na Casa Brasil deste ano.


Fotos Divulgação

Entre suas invenções, há o biscoito criado para a exposição “Pappilan” em Milão(2004) e que fez tanto sucesso, que dois anos depois foi comprado pela Ferrero(2006). Nada mais justo: o dedal é um biscoito que se encaixa perfeitamente nos dedos, justamente para comer com Nutella. Mas Ulian não trabalha só com comida. O chinelo “Who loves me follow me” é outra de suas criações inspiradoras. Você pisa e a frase fica marcadinha no chão. Além disso, o designer criou peças do mobiliário e iluminação!

Jornal Design | Serra 17


Mesa Natur

R

Régis Padilha, participante do Projeto Orchestra Brasil, finalista da última edição do Salão Design Movelsul 2012 e premiado na modalidade Estudante do Salão Design Casa Brasil 2011, vem ganhando destaque com sua primeira linha de peças próprias. Depois de 13 anos dedicados à indústria moveleira, Régis aposta agora na criação autoral. Sua mesa Natur, inspirada na típica planta brasileira Vitória Régia, foi um dos destaques na Mostra Geração Casa Brasil, durante a Bienal Brasileira de Design. JD | Ao criar a Mesa de Centro Immi, você foi vencedor do Salão Design 2011 e finalista em 2012 com as Mesas Natur. Quais os principais desafios em criar um novo produto atualmente? RP | Antes de criar, me posiciono perante ao cenário moveleiro com uma identidade, estilo e conceito. No momento quero dar uma contribuição ao design brasileiro com o conceito da Tradicional Marcenaria Brasileira. Crio e fabrico móveis que venham resgatar os valores do antigo móvel de madeira com design repaginado, novo e atual. Para isso não basta apenas ter a ideia. Temos a marcenaria de uma forma parecida com a tradicional, trabalhamos

18 Jornal Design | Serra

em cima de bancos de marceneiro e não em processo linear e industrializado. Mesmo assim produzimos em série. Os móveis são produzidos por mãos de profissionais marceneiros com suas vidas dedicadas à marcenaria, o que faz dar a imensa contribuição para a materialização deste conceito. JD | Qual a sua visão sobre Salão Design e Casa Brasil? RP | Eu me lembro de quando criaram a Casa Brasil. Quando visitei a primeira edição, percebi logo de cara que se tratava de um evento diferenciado no Brasil, e a impressão era de que se consolidasse como acredito ser o maior evento de Design no país. Visito e participo de outros eventos. Sem comparações. O Salão Design é um dos mais tradicionais no Brasil. Eu tenho uma história particular com o prêmio. Participações sem ser selecionado, em outros finalista e em 2011 premiado. JD | Como você enxerga o design do Rio Grande do Sul, comparado ao restante do País? RP | Produzimos muito design para o país. Muitos designers de fora do estado vêm prestar serviço às indústrias. E vice versa. O mercado está globalizado.

Fotos Divulgação

égis Padilha

JD | Que nomes do design brasileiro você admira e que servem de inspiração? Domingos Tótora, pela originalidade e sinceridade do seu design. Paulo Alves, que trabalha a madeira com muita sensibilidade. O Jader desenha muito bem e me parece que está extraindo seu design, auxiliado de um bom recurso industrial.

forma contribui na parceria com a loja Inusual. A característica do meu estilo é nada menos do que mais gosto de fazer. O meu trabalho é um dos maiores prazeres de minha vida, passei uma parte dela em busca desse idealismo e hoje me encontrei. Quando viajo ou pesquiso, quando leio um livro ou assisto documentários, num futuro próximo esses conteúdos contribuirão para minhas criações. O meu projeto tem essa conjugação de elementos. Preciso estar enriquecido de conceitos para explorá-los e traduzir num design que tenha atração. Gosto quando observam o projeto e buscam significados, lembranças ou alguma simbologia. A Inusual vem buscando atender bem seu público e, com valor agregado, oferecem produtos que primam pela originalidade. No momento estamos fortalecendo nossa parceria e acreditamos muito em bons resultados. Neste período da Casa Brasil estará em exposição na Villa Augusta uma boa parte da minha coleção.

JD | Tens como característica a exploração de cores e formas presentes na cultura brasileira. Comente a respeito de sua marca de produtos e de que

Esperamos vocês, de 13 a 16 de agosto, para conhecer o showroom Inusual, acesso pela loja Villa Augusta, em Bento Gonçalves.

Mas tem uns pontos bem negativos. Passo por diversas fábricas e há uma resistência espantosa em relação à inovação, isso em fábricas que detém muita tecnologia. É a velha história da cultura. Acho que faltam lojas ou galerias de design aqui no Rio Grande do Sul. Dá para contar nos dedos as que existem. A arquitetura e decoração de interiores são muito tradicionais. Os poderes públicos deveriam investir mais na estética arquitetônica, tudo que é e deve ser feito, é sempre construído às pressas porque a demanda é grande. Bem como devemos valorizar mais os prédios históricos.


Jornal Design | Serra 19


S

20 Jornal Design | Serra

Diante de um mercado efetivo e potencial, o design com soluções criativas têm sido visto pelas empresas e pelos consumidores como um dos principais elementos para o desenvolvimento de novos produtos e para o sucesso nos negócios. O design exerce influência direta na percepção de valor do produto e, por muitas vezes, prospecta e descobre novos mercados, segmentos e nichos. O design é elemento determinante do aumento da competitividade de novos produtos e das empresas. É preciso que as organizações se voltem ao investimento em design para não perderem boas ideias, oportunidades de mercado e de crescimento. O Salão Design é a vitrine do design. Ele tem por objetivo integrar a criatividade e a inovação tecnológica por meio do design e destacar a capacidade e o talento de profissionais, estudantes e indústria. O Salão Design mostra a capacidade e os potenciais que esta união entre design e indústria pode contribuir para um padrão de vida e para uma economia melhores. Não tenho dúvidas de que se a capacidade industrial for diretamente ligada à criatividade, nos tornaremos um grande potencial econômico-criativo. Cristiano Gallina Diretor Salão Design

Foto Divulgação

alão Design


S

indimóveis

Foto Divulgação

A Casa Brasil é uma feira de design contemporâneo e produtos de alto padrão, que combina geração de negócios à um forte apelo cultural, por meio de uma programação paralela relevante e construtiva. Para o Sindmóveis, o design é uma ferramenta de competitividade e de diferenciação no mercado. Como estratégia de desenvolvimento setorial, a Casa Brasil vem, desde 2007, amparando a indústria moveleira na permanente missão de agregar valor a seus produtos por meio da imagem, do serviço, da marca, dos investimentos em design. Nosso público alvo é composto por formadores de opinião, como jornalistas e acadêmicos, e especificadores com alto poder decisão, como lojistas, arquitetos, importadores, designers. Essas pessoas têm alta expectativa e desejam uma experiência completa. Por isso, além de colocá-las em contato com os lançamentos das principais marcas de mobiliário e decoração, também oferecemos mais de 10 projetos especiais, como seminários internacionais e mostras de produtos premiados. Cátia Scarton Presidente Sindmóveis

Jornal Design | Serra 21


C

22 Jornal Design | Serra

Jordano Zanesco Presidente do CIC Bento Gonçalves

A evolução do setor moveleiro é uma realidade em Bento Gonçalves. A nossa indústria é referência mundial e este reconhecimento é fruto de muito trabalho, alicerçado em investimentos tanto em parque fabril, quanto em produção e qualificação profissional. A veia do empreendedorismo faz parte de nosso DNA e coloca nossas empresas e profissionais no foco da cadeia mundial produtiva de móveis. A Casa Brasil é prova disso, uma feira que chegou para complementar outras já consolidadas, emprestando conhecimento em design e negócios a quem busca inovar. A convergência entre designers, fabricantes e lojistas coloca a Casa Brasil no patamar dos grandes eventos internacionais sendo referência única no setor nos seus mais diversos setores, motivo de orgulho não somente para Bento Gonçalves, mas a nível Brasil.

Foto Divulgação

ic


Jornal Design | Serra 23


M

24 Jornal Design | Serra

A Movergs acredita no papel pró-ativo de cada elo da cadeia produtiva de madeira e móveis em prol de mais competitividade para o segmento moveleiro. Entendemos que somente por meio da união do setor, e de seu comprometimento na busca constante por inovação, novas tecnologias e ferramentas capazes de agregar mais valor aos produtos desenvolvidos é que poderemos nos sobressair no mercado. O design surge, neste contexto, como grande oportunidade para as indústrias que almejam estar na vanguarda. É por meio desse diferencial que nossos produtos poderão ganhar mais destaque, visibilidade e, então, conquistar a preferência dos consumidores – e que nossos negócios terão sua continuidade e expansão garantidas. A Casa Brasil estimula as empresas e profissionais a buscarem, no mercado, um posicionamento que preze pela originalidade de suas criações, apresentando o que há de melhor na área do design. A cada edição, consolida-se como ponto de encontro para quem busca inspiração e tendências a fim de agregar diferenciação e inovação ao seu trabalho industrial. Sua proposta distinta, referenciada internacionalmente, coloca, mais uma vez, o pólo moveleiro de Bento Gonçalves no rol de protagonistas do segmento. São iniciativas como essa que nos permitem almejar um futuro cada vez mais promissor para todos Ivo Cansan Presidente da Movergs

Foto Divulgação

overgs


B

ento Gonçalves

Foto Gustavo Bottega

Guilherme Pasin Prefeito Municipal de Bento Gonçalves

A Casa Brasil chega, mais uma vez, impulsionando não só o segmento, mas também os outros setores, consolidando-se como uma ferramenta para divulgar também o potencial turístico de nosso município, a capacidade de organização e de bem receber de nossa gente, a profissionalização e a preparação do setor de serviços e, sobretudo, da imagem externa. Com o incremento do design, a indústria moveleira contribui para promover o móvel nacional no exterior, trazendo mais competitividade, mais qualidade, alta tecnologia e criatividade. São ações que garantem novos investimentos e que contribuem para o crescimento da cidade e da nossa população. Sucesso é o nosso desejo a todos que participam desta grande feira.

Jornal Design | Serra 25


Benvenutti Móveis e Decorações | Tapete Iraniano, Persa, estilo Patchwork

Fotos Divulgação

Benvenutti Móveis e Decorações | Estofado em couro natural envelhecido manualmente, em captonê, estilo Chesterfield

Benvenutti Móveis e Decorações | Vasos em cristal de Murano, feito à mão, pintura com pó de ouro 24K

Giro do Design Benvenutti Móveis e Decorações | Banco Colméia, desenvolvido por Design_Lattoog, produzido por Móveis Schuster

Poltrona P16 da PSG | O modelo clássico de poltrona ganhou ar moderno composto de madeira, espuma, metal e grande variedade de escolhas de cores. Produzida em couríssimo, o modelo é elegante e seu formato permite total conforto, adaptando-se tanto ao ambiente familiar quanto profissional.

26 Jornal Design | Serra

Benvenutti Móveis e Decorações | Cômoda em madeira de demolição, estilo francês


Jornal Design | Serra 27


Premiados Salão Design | Casa Brasil 2013 Produtos serão expostos durante a feira, de 13 a 16 de agosto, em Bento Gonçalves

Fotos Divulgação

Forma, função, materiais e tecnologia pautaram a etapa final do Salão Design Casa Brasil 2013, maior prêmio de design da América Latina. Em dois dias de análise detalhada dos 108 produtos concorrentes, a comissão julgadora chegou a 29 prêmios nas modalidades Estudante, Profissional e Indústria. Todos os produtos estarão expostos na Casa Brasil 2013, de 13 a 16 de agosto, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves(RS). O julgamento do Salão Design teve duas etapas. Na primeira, ocorrida em março, os jurados avaliaram 776 projetos gráficos de 15 países. Os selecionados enviaram seus produtos ou protótipos para a fase final do prêmio, realizada nos dias 8 e 9 de julho. O cli-

técnica dos prêmios Madeiras Alternativas e Ecodesign: a analista ambiental do Serviço Florestal Brasileiro Vera Rauber Coradin e a especialista em Logística Reversa Fabíola Pecce. O resgate de processos produtivos tradicionais e a presença de produtos com dispositivos inteligentes trouxeram à tona a discussão sobre tecnologias. Para a curadora da Casa Brasil e membro do júri, Maria Helena Estrada, o grande mérito do prêmio é estimular a execução de ideias viáveis para consumo em um país com baixo desenvolvimento tecnológico como o Brasil. O jurado Leonardo Lattavo complementa: “mais importante que a inovação tecnológica em si é o uso que está sendo dado a elas, evitando o desperdício, por

ma entre os jurados foi de consenso. “O Salão Design vem sendo promovido há 25 anos pelo Sindmóveis. É inestimável a contribuição desse prêmio para a criatividade, o empreendedorismo, a sustentabilidade e a inovação tecnológica por meio do design”, afirma o diretor do Salão Design, Cristiano Gallina. A comissão julgadora é formada por cinco renomados profissionais e representantes de entidades nacionais e internacionais: a jornalista Maria Helena Estrada; os professores Ivens Fontoura(PUC-PR) e Gabriel Simón Sol(Universidad Autónoma Metropolitana – México); o designer carioca Leonardo Lattavo e a arquiteta gaúcha Ilse Lang. Além dos jurados, duas consultoras foram convidadas para a avaliação

1

2

exemplo”, aponta. A produção em rede, onde a marca possui fornecedores especializados na fabricação de diferentes componentes do móvel, foi um dos aspectos defendidos pela comissão julgadora. Segundo Ivens Fontoura, as empresas que optam pela fabricação própria de todos os elementos do móvel estão perdendo competitividade diante do mercado global, que exige eficiência e preço. “Possuir a tecnologia adequada vale mais do que ter melhor tecnologia neste momento”, frisa o mexicano Gabriel Simón Sol. Com patrocínio de Impress, Berneck e Tramontina Design Collection, o prêmio Salão Design Casa Brasil 2013 distribuirá R$ 175 mil em prêmios.

3

4

5 6

9

10

7

11

8

12 13

Moresco Studio

1. Ambus, de Victor Vincenzo Scopacasa e Erica Sayuri Ide | 2. Criado ME, Design de André Diniz Ferri | 3. Línea Ansina, Design de Sebastián Cervetto Manciameli e Ana Vera Alaniz Roux | 4. Escrivaninha Poética, Design de Guilherme Sass | 5. Aram – Óculos, Design de Maycon Passos | 6. Luminária Cobra Grande, Design de Ronaldo Edson da Silva | 7. Arara Nômade, Design de Ricardo Freisleben Lacerda e André Pedrini | 8. Poltrona Sopro, Design de Alfio Lisi | 9. Balanço Bilanx, Design de Rodrigo Calixto, Alander Especie e Guilherme Sass | 10. Haiku, Design de Ernesto G. Torriano | 11. Prateleira Organizadora, Design de Juliana Desconsi e Fernanda Gava | 12. Luminária Pendente Eclipse II, Design de Harry Allen | 13. Porta De Armário Elements Horizon, Design de Emerson Borges

www.masutticopat.com.br 28 Jornal Design | Serra


Fotos Divulgação

14

15

17

16

18

22

19

23

24

20

21

25

26

14. Banco Charlotte, Design de Paulo Alves | 15. Spin – Banqueta, Design de Ulisses Andrade Noronha Neuenschwander Penha e Rodrigo Braga França | 16. Cadeira Buriti, Design de Daniela Ferro, Mariana Della Zuana, Fabiane da Silva e Lucas Lobato | 17. Conext, Design de Dari Beck, Guilherme Sol Duschenes, Gustavo Utrabo, Pedro Duschenes, Ronaldo Duschene | 18. Mesinhas / Banquetas Concretistas, Design de Mariana Betting Ferrarezi e Roberto Hercowitz | 19. Tapetes Classic E Fios Do Sol, Design de Teresa do Carmo de Carvalho Melo Martins, Nara Melo e Eryka Nepomuceno | 20. Mortero Higgs, Design de Ricardo Bohorquez | 21. Luminária Post, Design de Vinícius Lopes Leite e Gabriela Kuniyoshi | 22, Balizador Ignis, Design de Vinícius Lopes Leite e Gabriela Kuniyoshi | 23. Cabideiro Totem Tribal, Design de José Antonio Ramos Júnior, Marcelo Henrique Figueirêdo, João Manoel Santos, Jaana Pinheiro e João Victor Figueirêdo | 24. Cadeira Xis, Design de Roberta de Sá Faustini | 25. Sofá Deli, Design de Vinícius Lopes Leite e Gabriela Kuniyoshi | 26. Menção, Design de Clécio Zeithammer, Maurício Oppitz e Paulo Joel Telles

O ponto de partida para o design de seus produtos

Nosso negócio é desenvolver projetos de produtos customizados para indústrias, capazes de satisfazer às necessidades de design e desenvolvimento técnico, revelando produtos de sucesso. Contate-nos e saiba mais. Em breve, nossa marca vai mudar. Design e, punto.

54 3268.0189

Farroupilha | RS

www.dbdesignindustrial.com.br Jornal Design | Serra 29


Foto Studio Marta Manente

Preto

& Branco a tendência que nunca saiu de moda O preto sempre foi considerado uma cor neutra e básica, o branco charmoso e atemporal. Na década de 20, Chanel eternizou e tornou clássico o preto e branco e agora é tendência novamente tanto na moda quanto na decoração. Sejam em listras finas ou mais grossas, traços geométricos, florais, poás ou mesmo produções lisas em preto e branco, é uma combinação de luxo. As tendências consagraram as padronagens de Chanel, pied-de-poule e pied-de-coq como o destaque que evidencia o xadrez com quadrados separados lembrando pegadas de aves. Daí o significado do nome Francês. A combinação de preto e branco pode ser utilizada em qualquer mobiliário e usufruído em todos os ambientes da casa, - do móvel à decoração. Para uma harmonização da atmosfera que serão aplicados estas peças P&B, é importante escolher outras peças de madeira ou coloridos vivos para proporcionar maior sensação de acolhimento. A combinação Black e White transmite nos ambientes, igualmente nas roupas, a sensação de clareza e sofisticação. Além das ruas, podemos ver nas vitrines das lojas de decoração estofados, poltronas, mesas, cadeiras, armários e até paredes restritas à duas cores, denunciando que a alta costura influencia nas artes, as artes influenciam nas ruas e as ruas à alta costura. É um ciclo. Por tudo isso está decretado: aposte!

por Marta Manente | Designer

30 Jornal Design | Serra


Jornal Design | Serra 31


Pelo design e pelos bons negócios por Juliana Desconsi | Designer

Fotos Divulgação

O design tem se consolidado enquanto aliado das indústrias que buscam diferenciais competitivos para ampliar sua participação de mercado, conceito de marca e rentabilidade comercial. Prova mais contundente de que essa nova postura está instala de forma permanente no presente – e no futuro – das empresas é o surgimento e fortalecimento de uma feira, com representatividade continental, focada nessa premissa. A Casa Brasil vem, a cada edição, mostrando a associação inevitável entre o design e os bons negócios. Uma de suas contribuições mais valiosas para promover a mudança de cultura – de que investir em produtos com esse valor agregado é, sim, rentável – é o Salão Design. Muito mais do que apresentar propostas futuristas, sua realização mostra ao mercado como a inovação permite ambicionar metas e resultados comerciais ainda maiores para as empresas. Dentro dessa máxima, a Intervento tem a felicidade de comemorar com seus parceiros a conquista do reconhecimento pelo sucesso dessa aposta: a Prateleira Organizadora, desenvolvida pelo escritório para a Masutti Copat, foi

32 Jornal Design | Serra

uma das vencedoras do Salão Design Casa Brasil 2013, na modalidade Indústria, categoria Acessórios Domésticos. Ainda em 2013, Intervento e Masutti Copat foram contempladas pelo Prêmio Inovação, da FIMMA Brasil – como única vencedora na Categoria Profissional, modalidade Acessórios, com o produto Prateleira Porta Bolsa. Essas premiações assinalam a convicção de acreditar no diferencial da inovação em cada projeto, que tem norteado o trabalho da Intervento desde o início de suas atividades, três anos atrás. Conectado às renovações de processos e tecnologias do mercado, o escritório amplia as possibilidades para o futuro de seus clientes, apostando na transformação que o design provoca ao modificar a relação do usuário com os produtos projetados. Oferecendo soluções pensadas para crescer lado a lado com os parceiros, a Intervento cria alternativas, apontando caminhos e prospectando oportunidades para a prosperidade do negócio daqueles que confiam no poder das formas e como elas influenciam na obtenção de resultados.


Foto Vitor Hugo Dias Foto Pablo Guerra

Foto Marc Ellus

Biblioteca Decore torna projetos mais diferenciados e funcionais A Biblioteca Decore do Promob Arch disponibiliza mais de 2.900 itens de decoração para arquitetos e designers de interiores desenvolverem projetos diferenciados de ambientação virtual. Entre as novidades de 2013, estão lançamentos de eletrodomésticos das principais fabricantes do mercado, como a linha Dark Blue, da Tramontina, com padrões de vidros azuis para fogões, fornos e coifas. Uma ampla diversidade de modelos de acabamentos para móveis, revestimentos, pisos, luminárias também integra o rol de itens adicionais. A Biblioteca Mundo é outra novidade presente na Decore. O recurso está dividido em opções de decoração especialmente dedicadas às culturas do Brasil, do Oriente e da África. A Decore traz ainda adesivos de parede, novas poltronas e a atualização das bibliotecas temáticas Retrô e Rústica. O Promob Arch é o software para ambientação virtual que possui uma ótima aceitação dos arquitetos e designers de interiores, já que é um programa que permite a criação do ambiente em 3D, a renderização das imagens para apresentação aos clientes e também o detalhamento técnico, tudo em um único sistema. Isso agiliza o dia a dia dos profissionais e proporciona aos clientes maior entendimento e segurança diante dos espaços projetados. O sucesso dos projetos desenvolvidos pela designer de interiores Adriana Borgatti, de Belo Horizonte, é creditado pela profissional ao Promob Arch. Acostumada com outros softwares de ambientação, a designer percebeu a necessidade de aprimorar a qualidade dos ambientes que cria.

“Os softwares que utilizava anteriormente não proporcionavam um bom detalhamento do projeto, deixando o cliente com muitas dúvidas. A qualidade de detalhamento do Promob Arch, com a possibilidade de criar ambientes em 3D e simular a visitação ao ambiente, fez com que o índice de aprovação dos meus projetos chegasse perto dos 100%”, destaca Adriana Borgatti. Juliana Pippi, arquiteta ganhadora do prêmio Melhor Projeto Casa Cor SC 2013, também não dispensa o uso do software em seus projetos. “Faço todos os meus projetos no Promob Arch e treinei toda a minha equipe para usar o software”, conta ela. O Promob Arch possui um poderoso construtor de objetos em 3D onde o usuário pode criar partes do ambiente, módulos e acabamentos. Faz a documentação técnica do projeto imprimindo o layout com cotas e observações, importa arquivos 3D(OBJ e SKP) criados em programas de modelagem. É fácil de usar e não necessita de software CAD. Os softwares da linha Promob integram diversas áreas, desde a fabricação até a gestão das vendas, oferecendo um conjunto completo de soluções verticais que atendem necessidades de arquitetos, designers de interiores, indústrias, marcenarias e lojistas. Estão presentes nas principais grifes brasileiras de móveis modulados e planejados e são utilizados por mais de 12 mil profissionais, totalizando 63 mil licenças distribuídas em mais de 30 países. Visite o Espaço Promob na Casa Brasil 2013 Pavilhão A, rua 6

Jornal Design | Serra 33


Fotos Divulgação

Cores tom sobre tom

Círculo Cromático e seus mistérios

O leque de cores da Coral reproduz o círculo cromático

por Mauri Demarchi | Empresário

Cores contrastantes

Cores harmônicas

34 Jornal Design | Serra

O assunto desta edição, a Casa Brasil, por si só já nos inspira design. E design está em todos os lugares, na nossa casa, no nosso trabalho, no nosso veículo, nos detalhes e é claro, nas cores. As cores, assim como o design, nos inspiram, interferem em nossas vidas, tornam os ambientes mais aconchegantes, clássicos, modernos, ousados ou sofisticados. Quando se trata de decorar um espaço, logo se pensa no design e nas cores, pois cada um tem seu próprio estilo e tudo que queremos é deixar o espaço com a ‘nossa cara’. As cores refletem os gostos pessoais, estilos e os momentos de vida de cada um. Por isso que escolher a cor certa para cada ambiente é tão importante. Escolha seu estilo! Clássico: se você quer obter ambientes clássicos e elegantes, escolha a cor de sua preferência que combine com os tons mais claros ou mais escuros da mesma página do leque de cores. Moderno: se você prefere ambientes modernos, equilibrados e interessantes, escolha sua cor preferida e combine com cores vizinhas da paleta de cores. Ousado: se você gosta de ambientes ousados, sensuais e marcantes, trabalhe com cores contrastantes, que dão um sabor especial em qualquer ambiente. Sofisticado: se você deseja ambientes vibrantes, in-

tensos e sofisticados, escolha um tom forte da cor de sua preferência. Depois combine com tons neutros ou use tons mais claros ou mais escuros da mesma página da paleta de cores. Entendendo as cores As cores que normalmente encontramos no arco-íris são: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul, índigo e violeta. Estas cores foram organizadas num círculo de seis cores(excluindo o índigo) denominado “círculo cromático”. O leque de cores da coral reproduz este círculo cromático. Círculo cromático Cores tom sobre tom: são cores de uma mesma tonalidade que, em diferentes intensidades, formam as combinações tom sobre tom ou efeito degradê. Cores contrastantes: são cores opostas no círculo cromático. Cores harmônicas: são cores vizinhas no círculo cromático. A Akzo Nobel, detentora da marca Coral no Brasil elabora todo ano um material muito rico em Cores&Design, chama-se Colour Futures, tratasse de um catálogo de tendências que é elaborado todo ano, específico para profissionais do ramo, que fica disponível na Pró-Cor tintas.


Décor funcional Fotos Divulgação

Com visual arrojado, ampla variedade de tecidos e acabamentos, seus produtos possuem características de objetos de decoração e se incorporam ao ambiente complementando o gosto de quem decora. A PSG Indústria de Móveis Ltda, fundada em 16 de julho de 2002, sempre esteve voltada para o mercado mobiliário. Teve origem no trabalho e sonho de um grupo de pessoas focadas no segmento residencial de renda média e média alta. A empresa mantém-se em crescimento contínuo através da busca de novas tendências, e após 10 anos a empresa se encontra em um parque industrial próprio com mais de 3.000 m². Destes, 150m² estão organizados para que o público em geral possa visitar e conhecer melhor nossos produtos. Com uma ampla linha produzida de forma artesanal, a PSG possui produtos de alta qualidade e exclusividade atendendo, assim, um público exigente e de muito bom gosto. Atuando no comercio varejista e corporativo atinge

todo o país e se posiciona entre os grandes fabricantes de móveis decorativos de nosso estado. Chamados de móveis decorativos, pois grande parte dos produtos da PSG vai além de utilitários para salas de estar, jantar e escritório, além de transformar o ambiente em que são colocados. Com visual arrojado, ampla variedade de tecidos e acabamentos, seus produtos possuem características de objetos de decoração e se incorporam ao ambiente complementando o gosto de quem decora. Visite a PSG Móveis de segunda à sexta das 08 as 17h. Com horários especiais de 13 a 16 de agosto, aberto das 08 as 21h, sem fechar ao meio dia. Para conhecer mais acesse: www.psgmoveis.com.br www.facebook.com/PsgMoveis

Jornal Design | Serra 35


Projeto da Casa Brasil alia design à produção moveleira Foto Divulgação

“Um design para uma Indústria” terá três duplas de designers e empresas expositoras

Promover a integração entre o design e a cadeia produtiva, a partir de produtos inéditos, é a proposta do projeto “Um Designer para uma Indústria”, da Casa Brasil 2013. Iniciativa do Sindmóveis, o projeto chega à terceira edição neste ano e já conta com cinco duplas de designers brasileiros e empresas expositoras da feira: MacMóveis (MG) + Quadrante Design (MA); Punto Móbile (RS) + Flávia Pagotti Silva (SP); Neobox Mòveis (MG) + Olavo Machado Neto (MG). Com o intuito de qualificar e agregar valor à produção brasileira, designers

foram selecionados para criar peças exclusivas para as empresas. “Um Design para uma Indústria” propõe a geração de negócios por meio de produtos desenvolvidos especialmente para a feira. Nesta edição, os profissionais foram eleitos pelas indústrias participantes, possibilitando, assim, a escolha de um designer que se enquadre ao estilo de cada uma delas. Como forma de incentivar a inovação e mostrar que o design pode estar interligado à produção industrial em grande escala, as criações devem continuar no mercado após a realização do evento.

Virgula | Design de Flavia Pagotti para Punto Mobile

A feira terá mostra de matérias-primas sustentáveis Exposição reúne amostras de materiais nacionais com baixo impacto ambiental e alta contribuição social empresa inclui mais de 400 itens entre naturais, sintéticos e artificiais. A diretora da materioteca, Anne Mello, conta que o espaço está alinhado a conceitos de trabalho em rede, inovação contínua e desenvolvimento sustentável. Esse é um dos projetos paralelos que integram a programação da Casa Brasil. A presidente do Sindmóveis, Cátia Scarton, frisa que o objetivo da mostra é oferecer ao público da feira opções responsáveis para que os profissionais possam inovar em seus projetos, fomentando uma economia mais sustentável. Paralelamente à exposição de materiais, o Centro Brasileiro de Desenho Industrial (CBDI), em parceria com a MateriaBrasil, traz a mostra Experimenta, apresentando produtos fabricados a partir de matérias-primas disponíveis na materioteca.

Foto Divulgação

Design e negócios são os pilares da Casa Brasil, feira de móveis e decoração de alto padrão que se realiza de 13 a 16 de agosto, em Bento Gonçalves (RS). A programação cultural vai de seminários internacionais a uma exposição de materiais responsáveis voltados à indústria moveleira. O espaço “MateriaBrasil” reunirá 100 amostras de materiais inovadores que atendem, pelo menos parcialmente, a indicadores de sustentabilidade como água, ciclo, energia, gestão empresarial, humano-social e segurança. Materiais nacionais com baixo impacto ambiental e alta contribuição social fazem parte da coleção, que pertence à MateriaBrasil, um centro de referência em modelos de produção e consumo conscientes com sedes em São Paulo e no Rio de Janeiro. O acervo completo da

Mostra da MateriaBrasil realizada durante a Rio+20

UM MOVIMENTO DE DESIGN. O DESIGN EM MOVIMENTO. A Casa Brasil é muito mais que uma feira de design e negócios, única no 13A16 AGOSTO|2013 país. É um movimento que integra expositores, compradores, DAS 12H ÀS 20H

PARQUE DE EVENTOS DE BENTO GONÇALVES

comunidade, designers e projetos educativos para formar uma cultura de desenvolvimento e sustentabilidade a partir da cadeia moveleira.

RS | BRASIL REALIZAÇÃO

PATROCÍNIO

www.casabrasil.com.br 36 Jornal Design | Serra


casa

Jornal Design | Serra 37


Fotos Divulgação

Alemanha e o design por Cristiano Gallina | Designer Como pode um país inteiro ser destruído por uma guerra e, anos depois, ser uma das maiores potências mundiais? Esta é uma pergunta que sempre me fiz e, acredito, que muitos de vocês também fazem. Pioneira no desenvolvimento do design como uma ferramenta essencial à produção industrial, a Alemanha tem sido, ao longo dos últimos duzentos anos, uma das mais importantes referências sobre o tema em todo o mundo. Ela acreditou e ainda acredita que uma economia sólida, forte e competitiva se faz com conhecimento, criatividade e, principalmente, design. O design está presente em tudo, na medida em que cada coisa, cada objeto, tem uma forma particular. O design surgiu, durante o século XIX, como solução para otimizar a fabricação de utensílios para a casa,

38 Jornal Design | Serra

tais como mobiliário, louças e adornos, entre outros. É praticamente impossível não citar a Bauhaus, escola de design e arquitetura alemã mais influente dos anos 20 do século passado e que segue sendo referência primária quando o assunto é design de produto. A Bauhaus, que funciona até hoje na cidade de Weimar com status de universidade e que tem seu arquivo histórico em Berlim, foi um celeiro de idéias para artistas como Mies van der Rohe e Martin Gropius, que praticaram com enorme destreza e uma originalidade sem precedentes a capacidade de adequar a arte e suas variações às condições de produção da sociedade industrial. Mas o que torna o design alemão genuinamente “alemão”? Simplicidade e funcionalidade são termos-chave para a sua compreensão.

O design inicialmente desenvolvido na Alemanha tinha como meta reduzir o objeto às suas formas mais básicas, quase naturais. Pode-se afirmar que ele representou, num primeiro momento, a vanguarda das formas, paradoxalmente por sua simplicidade, e hoje em dia é mundialmente reconhecido como uma das grandes escolas da criação funcional e, ao mesmo tempo, estética. Não por acaso, os materiais mais usados no design e na arquitetura alemãs são o aço, o plástico e o vidro. A Bauhaus foi e é a partida para o moderno. A escola é sinônimo de uma força revolucionária de intelecto, talento e ação, que se focou em mobília e design industrial, em tudo aquilo que o design e a arquitetura poderiam tornar um prazer, mas que não o fazia usualmente.

casa


Foto Silvia Tonon

Thiago Trevisan, Sheila Santin e Diego Trevisan

Um novo olhar Fotos Divulgação

Criar experiências que inspiram, emocionam e revelam as principais novidades da arquitetura e decoração foi um dos principais objetivos da Casa Cor 2013. Com recorde de visitação, a 27ª edição da Casa Cor SP recebeu 197 mil visitantes. A mostra apresentou um novo e criativo olhar para a experiência de morar. Foram 77 ambientes incríveis criados pelos mais renomados profissionais da arqui-

tetura, design, decoração e paisagismo. A Loja Todeschini Bento Gonçalves, representada pelos lojistas Diego e Thiago Trevisan, sempre investindo na qualificação de seus colaboradores, estiveram presentes no evento com objetivo de aperfeiçoar o desempenho da equipe, qualificando cada vez mais o atendimento aos seus clientes, apresentando o melhor da arquitetura e design.

Tamille Baú, Nairana Baptista e Nelcira Marcolin

casa

Jornal Design | Serra 39


Fotos Divulgação

Qualidade e perfeição no acabamento As pedras são sempre um detalhe de sofisticação e valorização do seu imóvel. A Marmo&Graniti oferece uma linha completa em pedras de alta qualidade, durabilidade e resistência, mármores e granitos, nacionais e importados. A empresa possui acabamento e design perfeitos para quem aprecia o estilo moderno de construção, nas cozinhas, lavabos, halls, lareiras, revestimentos, dentre outros. Criou-se a possibilidade de produzir produtos requintados e elegantes, com o melhor acabamento do estado. “Especializada no trabalho com pedras naturais e industrializadas, a Marmo&Graniti explora os

40 Jornal Design | Serra

materiais em todas as suas possibilidades além de garimpar os mais interessantes lançamentos do mercado. “Há anos trabalho com a empresa por seu primoroso acabamento, seleção das pedras e atendimento excelente, ou seja, qualidade total no que fazem.”, avalia a arquiteta Pauline Fardo. O visual de sua casa ou empresa vai ficar com um toque de classe com os produtos e serviços da Marmo & Graniti. “Com uma equipe qualificada e capacitada, damos aos nossos clientes a segurança e confiança necessárias para que ele opte por nossa empresa”, finalizam os diretores da empresa Carolina Dias e Marcio Reginato

casa


Fotos Divulgação

Seu projeto: único Certamente folheando uma revista, admirando fotos da feira de Milão ou ainda em uma viagem, você já se apaixonou por algum ambiente que gostaria de ter em sua casa. Porém, ao levar essa ideia para uma loja de planejados, viu seu projeto ser modificado ou ficar muito limitado no que diz respeito às formas, cores, acabamentos e acessórios. Percebendo essa deficiência em Bento Gonçalves e região, foi que surgiu a Abitat. Uma loja conceito que oferece a possibilidade de adquirir ambientes completos e totalmente personalizados. Os projetos Abitat oferecidos levam muitas vantagens em relação aos modulados, e o principal é a execução de acordo com o desejo, necessidade, estilo de

casa

vida e espaço do cliente. As formas, cores e detalhes definidos pelo cliente ou seu arquiteto são totalmente respeitados. Dessa forma, os projetos realizados na loja são totalmente customizados, podendo o cliente ou arquiteto determinar todos os materiais a serem utilizados. Para isso a loja conta com inúmeras opções em padrões, como laminados decorativos, MDF, madeiras naturais e de demolição. Além de incontáveis opções de acabamentos, como vidros, puxadores, ferragens, acessórios. Tudo isso com garantia de qualidade, pois trabalha com as melhores marcas do mercado. Para a execução perfeita dos projetos, a loja conta com parcerias de arquitetos renomados da região e

designers de interiores. Além de uma equipe de profissionais capacitados, capazes de resolver qualquer contratempo e garantir a assistência do móvel. Mas o projeto não fica apenas limitado aos móveis. A loja oferece também projetos de iluminação, automação residencial e decoração. As opções são inúmeras, sendo possível escolher desde o piso, revestimento, papel de parede, até o último objeto de decoração. A Abitat oferece o que há de mais ousado e inovador em projetos e decoração de espaços personalizados. Crie, ouse, quebre conceitos! Visite: Rua Herny Hugo Dreher, 280, Planalto. 54 | 3701 1216 | www.abitat.com.br

Jornal Design | Serra 41


Fotos Divulgação

A importância do mobiliário adequado durante o trabalho por Daiane Basso | Fisioterapeuta O objetivo desta matéria é informar o leitor sobre a importância de se trabalhar em um ambiente que respeite as normas de ergonomia. A ergonomia pode ser definida como o trabalho inter-profissional que, baseado num conjunto de ciências e tecnologias, procura o ajuste mútuo entre o ser humano e seu ambiente de trabalho de forma confortável, produtiva e segura, basicamente procurando adaptar o trabalho às pessoas. Para que tenhamos uma postura correta em nosso trabalho, é necessário que adotemos cadeiras e mesas adequadas. A cadeira de trabalho ergonomicamente correta deve ser estofada e de preferência com tecido que permita a transpiração, a altura deve ser regulável e o assento deverá ter a borda anterior arredondada e largura de 48cm, com apoio de cinco pés, proporcionando maior estabilidade. Deve-se prestar muita atenção com os braços da cadeira, prefira as com braços reguláveis, assim você poderá encaixar o corpo mais próximo da sua mesa de trabalho, a altura certa de sua cadeira é aquela em que seus cotovelos estejam no mesmo nível do tampo da mesa, e caso seus pés fiquem suspensos, coloque um apoio para os mesmos, pois devemos manter um ângulo tronco-coxas de aproximadamente 100 graus, o espaço em baixo da mesa deve ser livre permitindo que a pessoa possa

42 Jornal Design | Serra

movimentar as pernas com frequência. A coluna deve estar totalmente apoiada ao encosto da cadeira, por isso sempre procure cadeiras com encosto ajustável e com formato que acompanhe as curvaturas da coluna assim não ocorrerão pontos de pressão. Tão importante quanto à cadeira ideal é a mesa que estaremos trabalhando, procure trabalhar com mesas que tenham uma altura de 75cm, largura de 75-90cm e comprimento mínimo de 120cm oferecendo espaço suficiente para movimentar o teclado, possibilitando assim, que você possa usar a superfície da mesa para escrita manual evitando que seja necessário inclinar sua coluna para os lados, e ainda em casos de leitura frequente use um suporte para documentos colocando o texto inclinado o mais próximo possível do monitor de vídeo, de forma que o deslocamento do seu pescoço seja pequeno. O monitor de vídeo deve estar bem na frente dos olhos, um pouco para baixo da projeção horizontal da linha dos olhos, caso você seja alto, eleve o monitor de vídeo através de um suporte colocado debaixo do monitor e a distância correta do vídeo aos olhos é de aproximadamente a distância de seu braço esticado. Uma vez conhecidos os aspectos corretos de uma boa cadeira e mesa para desenvolver seu trabalho, conheça as sugestões que a Pórtico Ambientes Corporativos oferece através do site: www.porticomoveis.com.br

casa


Foto Divulgação

FGVTN Brasil completa 60 anos Dedicação de toda a equipe foi essencial para a história da empresa A FGVTN Brasil completa, em 2013, 60 anos. Como qualquer história, com tantos anos de vivência, alguns capítulos foram marcados por momentos bons e outros nem tanto, como comenta o diretor comercial, Evandro Nogueira Bordim. “Muitas empresas, infelizmente, ficaram pelo caminho fazendo parte de uma estatística não muito agradável. A FGVTN também teve muitos momentos difíceis, mas felizmente superou à todos com muita garra, criatividade e perseverança de toda equipe”. Para a diretoria da empresa, muito do que foi conquistado se deve à dedicação e ao empenho de todos que participaram e continuam presentes na construção dessa trajetória. Além disso, a política transparente da FGVTN ajudou nos negócios e no relacionamento. “Nossos propósitos sempre foram de honestidade com nossos clientes, fornecedores e colaboradores, assim tivemos um caminho mais leve, onde os horizontes se desenharam cada vez mais promissores”, relata o diretor administrativo-financeiro, Antonio Gerson Fabrício. Para se manter tanto tempo no mercado, a empresa

casa

se reinventou ao longo dos anos, mas a diretoria acredita que o mais importante para o sucesso foi manter o foco no atendimento ao cliente, na relação aberta e franca com seus funcionários, fornecedores e representantes comerciais, na força da marca e na qualidade e variedade de produtos. “O fato da diretoria atual ter participado vários anos na gestão dos fundadores que administraram a empresa até final dos anos 90 e, depois, na transição para a FGV até os dias de hoje também foi positiva”, descreve Evandro ao falar dos pontos que foram fundamentais para a empresa. Uma história planejada em detalhes A história da FGVTN Brasil começou em 13 de agosto de 1953, mas foi só em 1976 que a empresa entrou no ramo moveleiro, produzindo corrediças metálicas. No final dos anos 90, depois de já estar consolidada no segmento, foi estabelecida uma parceria com a companhia italiana Formenti & Giovenzana. Produzindo componentes para móveis de alta qualidade, a empresa atende indústrias e revendas de todo

o País. Apesar das facilidades da importação, a FGVTN mantém uma base produtiva no Brasil. “Fabricamos produtos que carregam a bandeira nacional, mostrando toda nossa qualidade produtiva para o mercado e inspirando confiança em todos os envolvidos no processo”, explica o diretor industrial, Antonio Benedito de Oliveira. Comemorações As comemorações de aniversário foram iniciadas oficialmente na Feira Internacional de Máquinas, Matérias-Primas e Acessórios para a Indústria Moveleira – Fimma 2013 – e, ao longo do ano, outros eventos estão acontecendo. A ideia é compartilhar esse momento especial com as pessoas que fazem parte do dia a dia da FGVTN. “Queremos parabenizar à todos que participaram dessa história de sucesso”, revela Antonio Benedito. Para Fabrício, é muita felicidade poder comemorar “juntamente com toda nossa equipe essa trajetória de 60 anos, que acompanha nossa marca por todo o mercado”.

Jornal Design | Serra 43


Fotos Arquivo Pessoal

Projeto ideal por Aline Roberti e Joana Milan | Arquitetas Especializadas no design moveleiro e com uma experiência de 10 anos de mercado, uma empresa do sudeste do país, Dracena - SP, nos contratou para desenvolver um projeto de arquitetura comercial. O briefing do cliente se resumiu em três palavras: experiência, atendimento e qualidade. Após estudos, definimos o conceito no qual o projeto deixa em evidência as palavras citadas. Três caixas e uma placa de união, as caixas das extremidades remetem à experiência e qualidade; a caixa central é o atendimento que, unidos pela placa, mostram o que o cliente precisa para sua empresa. Um pequeno espelho d’água na entrada da loja deixa claro a preocupação da empresa em relação ao meio ambiente. Atendendo às expectativas do cliente, o projeto se torna então padrão no Brasil, todas as lojas construídas pela fábrica levam a mesma identidade, como volumetria e acabamentos.

44 Jornal Design | Serra

Sofisticação e modernidade são aplicadas no apartamento de uma cliente de 30 anos Madeiras de demolição foram compostas com laca alto brilho branco e a iluminação determina e marca a divisão dos ambientes. A cliente tinha a necessidade de ter um espaço fitness no apartamento, mas com a exigência de que os equipamentos de ginástica não interferisse no conceito do projeto. Criamos então um home office fitness, onde o ambiente de trabalho também se transforma em lazer. Revestimentos de porcelanato que imitam tijolos de demolição incrementam a parede da churrasqueira; o granito constelação torna o ambiente personalizado e atende todas as expectativas . Arquitetura, arquitetura de interiores, arquitetura comercial, projetos luminotécnicos e design torna o Studio completo no quesito projetos.

casa


Loja Servlar muda de endereço A Servlar que você conhece há mais de 20 anos mudou de endereço. Mais moderna, ampla e aconchegante, a nova loja oferece as melhores alternativas para seu conforto e bem estar. Além do lançamento de novos produtos, a nova loja conta com uma maior variedade no showroom, tudo para deixar sua casa no maior clima. Um dos serviços oferecidos pela Servlar é o Sistema de Aspiração Central. Eficiente e inovador, esse sistema remove toda a sujeira, poeira, fungos e ácaros de forma silenciosa e sem alterar a qualidade do ar no ambiente. A Servlar também oferece soluções completas em projetos especiais, venda, instalação, assistência técnica e garantia em produtos como ar condicionados, lareiras de alto rendimento, lareiras a pellet, caldeiras, piso aquecido, fogões a lenha, aquecedor de água a gás, aquecedor de água solar e acessórios para aquecimento, tais como: duchas, pressurizadores, kits para lareiras, estufas elétricas, entre outros.

Foto Divulgação

NOVO ENDEREÇO Rua Olavo Bilac, 290, Cidade Alta (próximo à Churrascaria Ipiranga) Bento Gonçalves- RS Fone (54) 2621.6060 contato@servlarbg.com.br

casa

Jornal Design | Serra 45


Experiências de uma arquiteta... Fotos Divulgação

A arquiteta e urbanista Dayane Gallina é paranaense de nascimento, mineira de coração e gaúcha pelo amor, que agora se consolida com a vinda do pequeno Fellipe! J  ornal Design | Conte-nos um pouco sobre sua profissão, porque escolheste a arquitetura? Dayane Gallina | A arquitetura possui uma complexidade que sempre me impressionou e me instigou por sua diversidade. Eu gosto muito desde a juventude de trabalhar com desafios, acredito que está na minha personalidade, essa busca constante de me aprofundar nos temas e criar, inovar, desvendar e surpreender. Poder desvendar os desejos de cada cliente para tornar seu sonho em realidade e transformar esses conceitos em algo mais do que o imaginável, me presenteia com uma satisfação incomparável e indescritível. Essa possibilidade de proporcionar o novo e o inesperado, sempre sobre um ângulo, um espaço, um meio diferente, faz com que esta profissão não possua limites, e é isto que verdadeiramente me atrai e me faz ser quem eu realmente sou.   JD | Como aconteceu o estágio na Alemanha?  Essa vivência te trouxe muitas oportunidades? DG | Bem, quando eu ainda cursava o terceiro ano da faculdade tive a oportunidade de fazer uma entrevista com o proprietário de um grande escritório de arquitetura na Alemanha. Nesta entrevista fui convidada a estagiar na empresa por seis meses, assim que me formasse, sendo ainda necessário como pré-requesitos o passaporte de dupla nacionalidade, que no meu caso é a Alemã, e o básico da língua alemã. E assim aconteceu, me mudei para a cidade de Stuttgart, no sul da Alemanha, para trabalhar no escritório Nixdorf-Consult Architektur em Gerlingen. No quarto mês de estágio fui contratada pela empresa, onde desempenhei o trabalho de arquiteta, junto à aproximadamente 35 outros arquitetos, por quatro anos e meio. Por se tratar de um escritório de grande porte e de renome internacional, tive a oportunidade de participar de projetos em vários locais do mundo, sendo praticamente todos de grande porte, como por exemplo o projeto de dois shoppings centers, sendo um em Ludwgsburg e outro em Wetzlar, o hospital do câncer de Dresden, clínica do pulmão em Davos na Suíça, condomínio para idosos, convento, além de um complexo turístico esportivo e econômico em Addis Abeba na África e entre outros.. JD | Quais são suas especializações? O que você mais

46 Jornal Design | Serra

gosta de fazer? DG | Tenho experiência em obras comerciais, corporativas, industriais e residenciais. Englobando o projeto arquitetônico, interiores, design de mobiliário e paisagismo. Além disto, tenho especializações feitas na alemanha na área de acústica e iluminação. E posso dizer que gosto muito de ser arquiteta e da mesma forma de trabalhar em todas estas áreas, além do prazer de sempre ter a chance de me aprofundar em novos temas e ampliar os meus conhecimentos. JD | O que te inspira em seus projetos? Quais foram os que você mais gostou de fazer? DG | A maior inspiração acredito que está na individualidade de cada projeto, nas particularidades exclusivas de cada um. Por mais que eu possua meu estilo próprio, cada projeto abre espaço para uma nova experiência. O essencial é saber mesclar meu conhecimento com o desejo de cada cliente, pois o mais importante é que o projeto atenda suas necessidades e que possua características que torne o espaço feito especialmente para que cada um, com seu estilo, encontre satisfação completa. Dentre os vários projetos que fiz, tenho uma paixão especial por cozinhas e espaços gourmets, que hoje possuem um espaço diferenciado dentro da cultura brasileira, onde as pessoas se reúnem e confraternizam, sendo em geral, cenário de momentos memoráveis, além dos prazeres culinários que nos proporcionam. Por tudo isso, sinto sempre uma contentação especial em projetar desde os primeiros quesitos arquitetônicos até os mínimos detalhes práticos e particulares do bom funcionamento de uma cozinha ou um espaço gourmet, buscando sempre encontrar o equilíbrio perfeito que lhe condiz. JD |  Sua paixão por cozinhas a deixa mais ousada? DG | Acredito que sim. O fato de eu possuir um interesse especial por culinária e diferentes etnias gatronômicas, demonstra um amplo leque de possibilidades, que nos levam a novas sensações e novos paladares, consequentemente novas experiências. O cuidado especial com cada ingrediente e cada combinação, e um tempero secreto resultam sempre em um toque surpreendente. Este é o mesmo sentimento que tenho em relação ao meu trabalho, a buscar constantemente um ingrediente secreto, surpreender a todos a todo momento.

casa


Fotos Divulgação

Ousadia

Elegância

Ressaltar

100% Brasileiro

Para vestir a casa Luísa Cobalchini Damasio | Empresária

Sustentabilidade

Design

Na hora de decorar um ambiente, pense no seu estilo. Mas, além do estilo do morador, é importante a decoração estar alinhada com as tendências do mundo. Um toque cheio de design no seu ambiente e pronto: seu ambiente estará lindo, esperando por elogios. Ousadia para integrar - A nova Cortina Parametre Luxaflex é um convite irresistível às formas. Exclusiva da Luxaflex® e única no Brasil, ela apresenta um olhar diferente sobre as maneiras de criar um novo ambiente. Permite a passagem da luz e garante uma separação elegante entre dois ambientes distintos.

parede Mica, da Orlean. A textura é feita com pó de Mica expandida e fica com um aspecto de pedras. O papel de parede pode fazer toda a diferença em um ambiente.

gando versatilidade e design ao projeto. Os toldos oferecem transparência, proteção solar, conforto térmico, escurecimento, privacidade e conforto visual. Uma excelente opção para o controle de luminosidade.

Elegância na janela - O design sofisticado das cortinas Pirouette Luxaflex permite controle da luminosidade, graças ao exclusivo sistema Invisi-lift, que permite o controle da quantidade de luz e a total privacidade quando fechada.

100% Brasileiro - Com diversos tamanhos e totalmente repaginados, os cobogós podem ser utilizados para substituir paredes, dividindo espaços e ainda contribuindo com a ventilação e a luz natural. Para destacar as formas e criar um efeito de luz e sombra, pode-se incluir no ambiente iluminação artificial direta nas peças.

Para ressaltar a parede - Para mudar seu ambiente em pouco tempo e sem sujeira, uma opção é o papel de

Área externa cheia de design - A aplicação dos toldos Luxaflex é feita no exterior do ambiente, sempre agre-

Na era da sustentabilidade - Os tecidos em poliéster das cortinas Green Screen Light Luxaflex® foram desenvolvidos com uma tecnologia de ponta que permite a redução 96% do uso de água em relação a fabricação dos tecidos em algodão. Para fabricar 1kg de tecido em algodão usa-se 2000 litros de água e para fabricar a mesma quantidade de tecido em poliéster usa-se 80 litros de água. Passe na Artelana e vista sua casa com estilo!

LANÇAMENTO

cortinasrolô,romanaepainel

tecidosdecorativos telassolares tecidosblackouts

TravessaMaranhão,55 (54)3055.2417.www.artelana.com.br casa

Jornal Design | Serra 47


valorizando o conhecimento, unindo profissionais

nossa obra

Lar, minilar Rafaela Gava Padovan | Arquiteta

48 Jornal Design | Serra

Foto Divulgação

Os microapartamentos, atual febre do mercado, fazem parte de um novo estilo de vida, e mostram que, sim, é possível morar bem em um espaço mínimo, e estão aí para provar que um lar pequeno, se bem decorado e planejado, pode abrigar tudo o que é necessário, além de poupar o trabalho de cuidar de um espaço grande demais. O aumento do número de habitantes vivendo sozinhos e a falta de espaços para construir nas metrópoles, provocaram um “boom” no surgimento de apartamentos com menos de 40m² em cidades como Vancouver, Londres e Nova York. Em Nova York, foi realizado pela prefeitura, um concurso para projetos de unidades de pouco mais de 30m², e o projeto vencedor , batizado de My Micro NY, com boas soluções de mobiliário, design moderno e otimização do espaço, apresenta uma vida confortável em módulos de 25 a 28m². No Brasil, esta tendência também começa a se espalhar. Em São Paulo, quase três mil espaços com menos de 35m² foram lançados no ano passado, segundo dados da emissora BBC Brasil. Mais do que uma resposta à questão de moradia, os microapartamentos são o reflexo de uma nova maneira de pensar, um estilo prático e minimalista de viver com o estritamente necessário, sem deixar de lado, é claro, o charme e o conforto, com a liberdade que acompanha a máxima “menos é mais”.

nossa obra


valorizando o conhecimento, unindo profissionais

Fotos Divulgação

nossa obra

nossa obra

Jornal Design | Serra 49


Fotos Jeferson Soldi

A Ideias & Conceitos recebeu amigos, clientes e parceiros para comemorar seus 10 anos fabricando móveis exclusivos. Em agradável recepção realizada na indústria, os sócios da empresa Edgar, Adriana e Edson Pelicioli cuidaram dos mínimos detalhes, como fazem brilhantemente em seus móveis, para que a noite fosse perfeita, comprometendo-se a continuar surpreendendo e encantando seus clientes!

50 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Janquiel Mesturini

A marca que veste os melhores homens

Uiliam Rocha e Wanice Machado da Silva, proprietários da Tevah Premium

Tevah Premium chega à Bento Gonçalves com opções de moda masculina esporte e social

Jordano Zanesco, presidente do CIC/BG, Uiliam Rocha, diretor da Tevah Premium e Neri Mazzochin, secretário de Desenvolvimento Econômico

José Carlos Zortéa, da ExpoBento; vereador Moisés Scussel e o empresário Marcos Bertinatto

estilo

Bento Gonçalves conta com uma nova opção em alto estilo no quesito roupas para homens. A maior rede de lojas de moda masculina do país tem agora uma filial na capital brasileira do vinho. Situada na parte central da cidade, a Tevah Premium abriu suas portas apresentando a linha social e esporte para uma clientela seleta e qualificada. A sofisticação da marca fica por conta da tecnologia europeia “sob medida por computador” que permite a confecção de trajes, paletós, camisas, calças, coletes e outros itens produzidos de forma exclusiva e alinhados especialmente para o cliente. Mesmo que confeccionados com qualidade impecável, os produtos da Tevah são bastante acessíveis, com trajes completos que partem de R$279. E, além disso, a empresa chega à Bento Gonçalves com promoção de inverno com descontos de até 40%. A linha social, além dos modelos sob medida, apresenta também trajes prontos. Já a coleção esporte conta com marcas importantes, além dos produtos da grife Tevah. A loja abriu em Bento Gonçalves sob o comando de três empresários com experiência no setor do vestuário: Uiliam Rocha, Wanice Machado e Gilvan Machado, que já atuam em duas unidades da Tevah em Santa Maria. A loja faz parte do grupo que já conta com mais de 40 empresas no Brasil, ultrapassando meio século de história.

Equipe da Tevah Premium Daniela Fiorentini, Luís Henrique Manzoni e Jéssica Aparecida Lima

Marcos Carbone, presidente da CDL/BG; Solange Rossetti, executiva da CDL/BG e o presidente da Câmara de Vereadores, Valdecir Rubbo

Jornal Design | Serra 51


Moda conceitual x Moda Comercial

Fotos Divulgação

por Gabriela Francio | Assessora de moda Se perguntarmos o que é moda, certamente teremos vários conceitos sobre o tema. O que leva a constatação que o campo da moda é composto por diversas faces e abrange diversos caminhos. Na hora de um designer expor suas criações na passarela, não é diferente: existe mais de um caminho a ser seguido. É neste cenário que surgem dois conceitos que costumam causar dúvida entre os interessados pelo mundo da moda: moda conceitual e moda comercial. Muitas vezes, ao folhear revistas de moda ou assistir desfiles na televisão, é possível se deparar com certas peças e looks visualmente estranhos, e imaginar: “Quem sairia na rua vestindo isso?”. Esta proposta apresentada pelo estilista, onde vale mais a construção de imagens e a roupa fica em “segundo plano”, é definida como moda conceitual. Mas o que é esse conceito? É uma forma de comunicação utilizada pelos criadores  para expressar  sua criatividade, suas ideias, sua identidade – ou identidade da marca -, propostas naquele determinado momento. Geralmente estes desfiles são apresentados ao público cercados de produções glamorosas: cenários grandiosos, luzes estratégicas, músicas de efeito, make-ups e cabelos que reforçam o conceito, transformando o simples fato de

52 Jornal Design | Serra

apresentar uma ideia, em um show simplesmente magnífico. Como exemplo de criadores que utilizam a moda conceitual como modo de expressão, podemos citar nomes internacionais como Alexander McQueen e John Galliano, e também nacionais, como Jun Nakao, que em junho de 2004 entrou pra história com um dos mais emocionantes desfiles conceituais já apresentados, onde roupas extremamente trabalhadas e feitas em papel vegetal foram destruídas em plena passarela, ao final do desfile – a proposta do estilista era questionar os valores da sociedade capitalista demonstrando o caráter absolutamente descartável da roupa. Já a moda comercial é a moda que está pronta para ser consumida, ou seja, que pode sair da passarela e ir diretamente para o guarda roupa do consumidor. Neste caso, as criações foram elaboradas com o intuito de vender a própria peça, a própria coleção, e não um conceito mágico proposto pelo criador. Percorrendo esses caminhos complexos da moda, é possível se deparar com processos interessantes, que podem inclusive transitar na contramão de suas regras tradicionais, e que acabam envolvendo os apaixonados por esse mundo e levando-os a uma nova análise do campo criativo da moda.

estilo


Moda + Design + Decoração Muito sabemos que moda, design e decoração estão ligados um ao outro, são íntimos. Nesta edição vou falar sobre essa “intimidade”, entre estes mundos. Assim como no mundo fashion, no design de interiores existe sempre um conceito a ser trabalhado, uma tendência a ser seguida. A moda e o design, têm algumas metodologias semelhantes. A moda é composta por diversos estilos que são resultados de influências que a atinge sob diferentes aspectos. O mesmo ocorre no design, através de uma peça, o designer passa suas idéias, seus sentimentos, suas percepções e olhares do mundo. As duas fazem parte de nossa personalidade e escolhemos o que vamos vestir ou vestir a nossa casa, de acordo com essas questões. Apesar da grande relação, há quem diga que uma não depende da outra. A moda por exemplo é passageira, daqui a seis meses, as cores mudam, as formas e o estilo também, porém, no design e na decoração permanece por um bom tempo, é atemporal. Apesar dessa diferença, estilistas do mundo inteiro arriscam criar e ousar na beleza da casa. Algumas tendências da passarela pulam direta-

estilo

Fotos Divulgação

por Ricardo Rambo | Consultor de Moda mente para a decoração. O que é luxo entre os fashionistas internacionais também é fonte de pesquisa e inspiração para decoradores. Por exemplo: o dourado e o cinza, quadriculados e imagens religiosas, são tendências nos ambientes fashionistas e decorativos. Outro forte exemplo, são as cores divulgadas pela Pantone, que influenciam diretamente na moda e na decoração. É um paralelo estreito, pois, apesar de estilos diferentes, são influenciadas pela mesma fonte. Deixo aqui algumas dicas, das quais devemos levar em consideração na hora de escolher o que vamos comprar para vestir ou pra nossa casa: - Invista em peças atemporais, clássicas; - Use a cor de acordo com sua personalidade; - Sempre valorize as características que mais gosta e deixe as outras em segundo plano; Com isso colocado em prática, fica mais fácil de organizar todas as coisas e assim, sua casa será uma extensão do seu vestir. As regras são as mesmas entre moda e decoração: sempre vale o bom senso. Alguns truques fazem a diferença, mas além de tudo, abusar da criatividade é sempre bem vindo!

Jornal Design | Serra 53


Emocione seu pai!

Fotos Divulgação

Cacau Show Shopping Bento(ao lad o da igreja Sto. Antônio) Contato: 54 | 3055.49 09

Don Juan Camisas para deixar seu pai sempre elegante Rua Saldanha Marinho, 575 | Centro Contato: 54 | 3452.6311

Sabor sem Limites Presentes deliciosos e elegantes para seu pai! General Gomes Carne iro, 83 | Sala 02 | Ce ntro Contato: 54 | 3453.79 96

Don Juan Camisas para deixar seu pai sempre elegante. Rua Saldanha Marinho 575 – Centro Contato: 3452 6311

54 Jornal Design | Serra

estilo


Fotos Divulgação

A arte de reinventar por Rodrigo Britzke | Personal Stylist Há poucos dias tivemos a melhor parte do inverno. Muito frio, boa comida, vinhos maravilhosos, noites aconchegantes em frente à lareira, sem contar os dias ensolarados, filmes, livros, passeios e muita inspiração. Época também de revisar tudo o que está por vir na primavera, rever desfiles, reler matérias e fazer a avaliação final do que vem por aí. Certa vez disse a inspiradora Gabrielle Chanel; “A moda não é algo presente apenas nas roupas. A moda está no céu, nas ruas. A moda tem a ver com idéias, a forma como vivemos o que está acontecendo.” São simples detalhes do nosso dia a dia que acabam influenciando conforme nossa necessidade. Já estamos há algum tempo tentando conscientizar

estilo

as pessoas quanto a melhor forma de vestir, viver, comer, beber, rezar e amar. Itens essenciais para qualquer relacionamento, com nós mesmos, com os outros e com o mundo que habitamos. Mais uma vez batendo em uma tecla já gasta, não podemos ser escravos da moda e suas tendências. Analisando o resultado final do meu laboratório, me deparo com peças impossíveis de vestir conforto e praticidade, modelagens absurdas e padronagens trágicas. Ainda são poucas as marcas que compartilho o mesmo gosto e pensamento. Formas simples e confortáveis, o clássico reenventado, estampas e tecidos reaproveitados.

Citando Gabrielle mais uma vez, numa frase que faço minhas palavras; “Sou contra uma moda que não dure, não consigo imaginar que se jogue uma roupa fora só porque é primavera.” Sim, muito do que foi usado no outono nós poderemos usar na primavera. Então, muita cautela na hora das compras de lançamento, antes, reavalie tudo o que você tem guardado em casa, analise quais são as peças que você poderá reaproveitar, e aquelas que terão de ser substituídas por novas. Na dúvida, experimente o trabalho de um profissional de moda de sua confiança, isso pode fazer toda a diferença na hora de reorganizar seu guarda roupas e te preparar para próxima estação.

Jornal Design | Serra 55


Meu roteiro de viagem Milão, por Rafael Zeni e Bex Intercâmbios

Fotos Arquivo Pessoal

Rafael Zeni, sócio proprietário da Mondo 3D Design, 22 anos, estudante de design pela Universidade de Caxias do Sul viajou, juntamente com um grupo de estudantes e designers para Milão, com o objetivo de expor suas criações na feira internacional, i Salonidi Milano! Milão é um centro comercial, financeiro e industrial da Europa. Localizada no norte da Itália, tem cerca de 4,5 milhões de habitantes e é considerada a capital da moda e do design. Justamente o design que nos levou até lá, depois do sucesso na primeira exposição em Helsinki, na Finlândia, o grupo foi convidado para o SaloneSatellite, local, dentro da feira de Milão, onde universidades e estúdios de design mostravam seus trabalhos. Na feira tive contato com pessoas de todo o mundo. Pude praticar o meu inglês com gente da Estônia, Alemanha, Japão, Canadá, entre outros. Arriscar um italiano com alguns e o espanhol com mexicanos e chilenos. Uma experiência realmente fascinante. Sobre a cidade de Milão, seus pontos turísticos são incríveis, O Duomo é imperdível. De arquitetura gótica é a segunda maior catedral da Europa e teve o início de sua construção em 1386 e término em 1809. O primeiro shopping do mundo ao lado do Duomo, com arquitetura de Giuseppe Mengoni, foi construída em 1865 e é um dos cartões postais da cidade. Para quem pretende estudar em Milão o Politecnicodi Milano é uma excelente opção para áreas de Arquitetura, Engenharia e Design, e o Instituto Europeu de Design para as áreas de Design, Comunicação Visual, Moda e Administração – Design. Na culinária, típica italiana, não pode-se deixar de provar as massas e risotos, também a típica pizza, um tanto quanto diferente da nossa. #ficaadica Existem algumas cidades muito perto de Milão que valem a pena conhecer, nessa viagem pude ir para Verona, Padova e Veneza. Verona e Padova são realmente cidades surpreendentes em beleza e gastronomia e Veneza poupa qualquer tipo de apresentação, é sensacional! INSTITUTO EUROPEU DE DESIGN com a BEX INTERCÂMBIOS Especialização 4 semanas: €2,600/ semestre: €6,600/ ano: €12,000 Bacharelado 3 anos: €11,070 ano Mestrado 1 ano: €17,300

56 Jornal Design | Serra

estilo


Foto Almir Dupont

Giordani e Serra Gaúcha: um case de sucesso

Foto Fabiano Mazzotti

Bento Gonçalves atrai cada vez mais a realização de eventos empresariais, congressos, workshops e feiras, onde milhares de pessoas visitam a cidade à trabalho e aproveitam a oportunidade para conhecer os roteiros turísticos e a enogastronomia. Atrativos turísticos ricos em cultura, diversão e compras garantem a diversão dos participantes e de seus acompanhantes. A Giordani Agência de Viagens conta com um setor destinado a elaborar a programação de passeios, bem como a organizar a logística de hospedagens, traslados e emissão de passagens aéreas. Com 20 anos de experiência no setor turístico e certificada pelas ISO 9.001, referente à qualidade dos

estilo

serviços prestados e 14.001, referente à gestão dos impactos ambientais, a Giordani Turismo acredita nas belezas de nossa terra sempre visando o aprimoramento de suas atividades e bem estar de seus clientes e colaboradores. A empresa oferece ainda programações especiais durante os passeios de Maria Fumaça, bem como no Parque Temático Epopéia Italiana, além de guiar seus clientes por caminhos mágicos que transformam um simples passeio em pura nostalgia. Devido toda sua hospitalidade e credibilidade, o Grupo Giordani Turismo torna-se referência na atividade turística na Região Uva e Vinho, na Serra Gaúcha.

Jornal Design | Serra 57


Fotos Divulgação

Sabores Apaixonantes O charme de um bistrô francês, a elegância e a comodidade de um ambiente contemporâneo. No Café Boutique Viverone, você pode saborear um cardápio diferenciado no almoço ou jantar. São saborosos cafés, sopas no pão, massas, fondue de queijo e chocolate, doces e salgados. Veja as notícias em seu tablet degustando um de nos-

58 Jornal Design | Serra

sos cafés ou simplesmente celebre a vida com uma boa música, uma taça de champagne, um bom vinho ou um suco de frutas. O Café Boutique fica anexo ao Hotel Viverone e funciona de segunda à sábado das 11h às 22:30 e aos domingos das 14 às 21h. Contato: 54 3449.1914

Único e Charmoso A Casa Vanni é o espaço ideal para saborear a culinária italiana em harmonia com as grandes e saborosas ideias da cheff Jerusa Vanni. Casa de madeira e porão em pedras regulares, construída em 1935, por Pietro Strapazzon, pertencente atualmente à família Vanni, que depois de sofrer a retirada do andar superior em 1975 retomou as características originais em 1996, quando foi totalmente restaurada pelo projeto

Caminhos de Pedra. O porão foi transformado em restaurante e tem como atrativo especial uma mesa com tampo de vidro montada sobre o poço que até hoje funciona. A paisagem encanta pela beleza natural e arquitetura típica. Perfeito no seu roteiro, eterno na sua lembrança. Contato: 54 | 3455.6383 www.casavanni.com.br

estilo


Trufa de Bergamota e Manjericão Inspirada nos elementos da natureza, podemos, através da gastronomia, valorizar a sazonalidade dos alimentos e transferir para os pratos o frescor dos ingredientes a cada estação do ano. Apesar de, no Brasil, as estações não serem muito bem definidas, existem épocas para determinadas frutas, como por exemplo a bergamota, que pode ser utilizada a casca e seu suco. A receita a seguir instiga os nossos cinco sentidos: O olhar, pelo visual delicado; O paladar, pelo sabor não muito doce; O olfato, com os aromas; A audição, pela representação de elementos da natureza, como “a época da chuva”; O tato, pela consistência no toque.

Ingredientes 500g de chocolate ao leite; 200g de chocolate 70% cacau; 150g de creme de leite; 50g de glucose; 10 folhinhas de manjericão fresco; 20g de casca de bergamota (higienizada e picadinha); 50ml de suco de bergamota coado; Chocolate branco em raspas;

Foto Silvia Perusso

Modo de fazer Em frigideira levemente untada com azeite de oliva, desidrate as folhas de manjericão até ficarem completamente secas e tostadas. Retire, espere esfriar, esfarele, reserve. Utilizando frigideira untada, previamente aquecida, doure levemente as cascas de bergamota até que seu óleo fique aparente. Reserve. Pique os chocolates ao leite e amargo, coloque em refratário e aqueça por um minuto no microondas, potência alta. Retire, mexa bem e, se necessário, retorne por mais 20/30 segundos ao micro. Mexa bem, acrescente a glucose, o creme de leite e misture bem. Acrescente o suco de bergamota, as cascas e o manjericão, formando massa cremosa e densa. Deixe sob refrigeração por 30 minutos, retire, modele bolinhas e passe nas raspas de chocolate. Receita Janete Maria Canello

estilo

Jornal Design | Serra 59


Foto Divulgação

Macarrão Buona Chiamata Ingredientes: 200g presunto Parma 300g de macarrão 1/2 cebola 1/2 maço de rúcula molho vermelho a gosto azeite de oliva a gosto Modo de Preparo: Corte a cebola em cubos pequenos, reserve; Corte o Parma em tiras, reserve; Corte a rúcula em pedaços grandes, reserve; Coloque a massa para cozinhar até ficar al dente; Enquanto isso frite a cebola e o Parma no azeite de oliva; Quando a massa estiver pronta, coloque-a no molho vermelho, acrescente a cebola com Parma e, por fim, adicione a rúcula.

Foto QPalato

Porção para duas pessoas.

60 Jornal Design | Serra

Bom Apetite! Mais uma das receitas bem sucedidas da Q Palato

estilo


O sabor da Serra Gaúcha tem o tempero do DiPaolo

Foto Julio Soares

Foto Julio Soares

Foto Leonid Streliaev

Presente em quatro cidades e prestes a inaugurar sua primeira casa em Porto Alegre, Casa DiPaolo é referência na culinária italiana.

Nos restaurantes Casa DiPaolo, o tradicional galeto ao primo canto ganha ares de prato nobre. A iguaria, assada na brasa de carvão, que a deixa crocante por fora e suculento por dentro, acumula prêmios e reconhecimentos nacionais há 20 anos, desde a fundação das casas. Entre os destaques, é eleito o Melhor Galeto do Brasil e destacado pela qualidade da cozinha pelo Guia Quatro Rodas, premiado entre os 100 Melhores Restaurantes do Brasil(Fispal) e escolhido por votação popular no Divina Cozinha Top. O que garante as homenagens é a qualidade que perpassa os produtos e o serviço dos restaurantes. “Temos um estilo próprio de saber servir e manter a mesa farta. Aqui, o cliente tem sempre os produtos quentes à mesa porque pede no momento em que desejar, escolhe o molho de sua preferência e tudo sem desperdício”, explica Paulo Geremia, sócio-fundador do DiPaolo. O sabor do galeto é acompanhado pelos típicos pratos da culinária italiana: massas com diferentes molhos, polenta, queijo à dorê, radicci com bacon, sopa de capeletti com pão colonial e salada de batata com maionese e diferentes cortes de carne – dependendo do restaurante. “Tudo com produção própria”, comenta Geremia. As casas também são pioneiras na instalação de

estilo

adegas climatizadas, com equipe preparada para orientar o cliente na melhor combinação entre vinho e alimento. Geremia destaca que a experiência preparou os restaurantes a atender diferentes públicos, como empresários, famílias e turistas, cada qual com ritmos e preferências próprias. Todo esse modelo desenvolvido será inaugurado em Porto Alegre ainda este ano, quando o DiPaolo abre as portas da sua primeira casa na Capital, próximo ao Aeroporto Salgado Filho. Canta Maria: 14 anos de alegria e sabor Pertencente ao Grupo DiPaolo, o Restaurante e Armazém Canta Maria chega a 2013 comemorando 14 anos de serviço ao público local e turístico. Decorado com estilo de cantina italiana, que valoriza o uso de pedras e madeiras, a casa localizada na entrada de Bento Gonçalves é fruto da experiência que se consolidava com a marca DiPaolo, que há cinco anos já servia em Garibaldi e em Caxias do Sul, no Shopping Iguatemi. A inovação ficou por conta do cardápio: além do tradicional galeto ao primo canto e acompanhamentos, o Canta Maria foi o primeiro do grupo a preparar diferentes tipos de grelhados e a atender grupos de turistas e de eventos. Para isso, dedicou boa parte do segundo andar da casa, que divide espaço com uma cantina com mais de 500 rótulos de vinhos e espumantes da

região a preço de vinícola, e formou profissionais até mesmo na Itália, que permitiu a criação de novos sabores. A casa serviu de modelo também para a criação do restaurante DiPaolo no bairro de Lourdes, em Caxias do Sul. Vinhos para todo o Brasil Hoje a loja de vinhos do Canta Maria conta com mais de 500 rótulos com preço de vinícola, mas com variedades da região e entrega em todo o Brasil. No site www.cantamaria.com.br também é possível encontrar azeite de oliva, balsâmico, massas, cosméticos a base de uva, entre outros produtos. Na internet, o Grupo DiPaolo também compartilha suas novidades pelo blog: www.casadipaolo.com.br/blog e no Facebook: www.facebook.com/casadipaolo Melhor Galeto do Brasil - Guia Quatro Rodas (de 2002 a 2012) Restaurateur do Ano - Guia Quatro Rodas Destaque da Cozinha – Guia Quatro Rodas Divina Cozinha Top – Voto popular

Jornal Design | Serra 61


Social

Diego Trevisan, Felipe Possamai e Thiago Trevizan comemorando a parceria em evento na Dema

Natalina Ferrari Zottis, vencedora da promoção Dia das Mães no Iva Espaço da Beleza, com os filhos Arildo Junior, Sandra e Saul Francisco

Edgar, Adriana e Edson Pelicioli, comemoram os 10 anos da Ideias&Conceitos com inovações

As arquitetas Fabiana Ruaro e Juliana Pereira, comemorando os 10 anos da Ideias e Conceitos, com Adriana Pelicioli

Cristiano Gallina prestigiando os 10 anos da Ideias e Conceitos com Adriana Pelicioli

A arquiteta Christina Hamoui ladeada por Sheila Bertolini e Roberto Ruaro, na Mostra Artefacto Haddock Lobo, em São Paulo

A arquiteta Karina Guidolin foi premiada pelo programa Talent Luxaflex Artelana, devido ao talento, criatividade e especificação dos produtos Luxaflex

Fotos Divulgação

Janete Lopes e Cíntia Pagot no chá realizado na Projetarium Estar e Jantar

A designer de produto da Intervento Design, Juliana Desconsi, no curso Weekend Criação de Negócios Inovadores em Porto Alegre

Adriana e Edgar Pelicioli com os filhos, Manoela e Felipe, comemorando o sucesso da Ideias&Conceitos

62 Jornal Design | Serra

estilo


Roberson Da Fré, Marcia Tomasini Cargnin, Daiane Tomkiel e Fabiana Ruaro em evento na loja Dema

Felipe Possamai, Marcia Tomasini Cargnin, Fabiano de Souza, Eliete Lazzarotto, Ideno Brandão, Daiane Tomkiel e Juliano Vaz completam a equipe Dema

André Possamai recepecionando seus clientes em jantar preparado pelo chef Rodrigo Werner Oliveira, na loja Criare, em Bento Gonçalves

Margit Fensterseifer, Paula Fracalossi e Lisiane Poletto conferindo os lançamentos na Dema

Neri Mazzochin, Eduardo Tramontina, Marcela Tramontina e Clemente Mieznikowski na Infinitty Bartzen

Eduardo Tramontina e Marcela Tramontina comemoram o novo endereço da Infinitty Bartzen

Equipe Bartzen, Angela Bucco, Eduardo Tramontina, Marcela Tramontina, Adriana Gedoz e Vinicius Morais

Fabiano Bartzen, Afonso Bartzen, Marcela Tramontina, Eduardo Tramontina e Miguel Rhoden na inauguração da loja Infinitty Bartzen

Angela Bucco, Paulo Roberto Zatt e Janete Zatt prestigiando o novo endereço da Infinitty Bartzen

Fotos Divulgação

Ana Pauline Mombach, Debora Meneguzzi, Daiane Trevisan, Eliete Lazzarotto, Franciele Piva e Fernanda Costi, em evento de lançamentos, na Dema

estilo

Equipe afinada de projetistas na Infinitty Bartzen, Angela Bucco, Vinicius Morais e Adriana Gedoz

Jornal Design | Serra 63


Edicao 28  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you