Page 1

Ano III - Edição 25 - Maio/2013

VIDA

Dicas de beleza para as mulheres mais especiais do mês, com Zânia Menezes CASA

Tendências Isaloni Especial Cozinhas, com Gustavo Calazans ESTILO

Casamentos que parecem contos de fadas


Fotos Anderson Pagani

Editorial Maio é um mês inspirador no mundo das mulheres que sonham em se casar, porque casar não só está na moda, como é muito moderno. A emoção de estar em um vestido de noiva é indescritível, ainda mais quando sabemos que “ele é o cara”, que não só te completa, mas soma muito ao seu lado. Aquele que faz você acreditar que ainda existe amor e através de suas atitudes, te faz viver um conto de fadas. Pois é, se eu acredito? Não só acredito, como vivo este momento e posso afirmar que é uma sensação maravilhosa. Bem, é hora de pensar em todos os milhares de detalhes que envolvem um casamento e, para ter sucesso nas suas escolhas, é sempre bom buscar opiniões de profissionais para a elaboração de um briefing. Este irá definir o conceito do evento e, então, é o momento de escolher os fornecedores, de preferência empresas com credibilidade e referência no mercado. Casamento é um momento de alegria com pessoas especiais, então não canse sua beleza pensando no que fará de tal grandiosidade. Pense que originalidade é mais importante, independente do local, estilo e horário do evento, o que vale é o toque dos noivos neste dia especial. Em clima romântico, preparamos a edição de maio com muito carinho e ela está repleta de belas histórias, dicas e sugestões organizacionais para que o seu casamento seja eternizado como um verdadeiro sonho! Boa leitura! Silvana Aibel Editora

Capa Modelos: Bruna Lago | Darwin Lima Vestido: Ycastellie Noivas Acessórios: Ycastellie Noivas | Mel de Assis Terno: Blue Flag Fashion For Men Produção: Iva Espaço de Beleza Cenário: Residência Vanja Hertcert Fotógrafo: Anderson Pagani

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Equipe: Dirce Heuser | Camila Cervieri | Rosângela Masutti | Ismael Viana Jornalista Responsável: Marlove dos Santos | REG. 6668/28/57 Abrangência: Bento Gonçalves | Caxias do Sul | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621 3134 contato@jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados. vida


Foto Divulgação

Dedicado à todas as mulheres que prezam por beleza e saúde Com exclusividade para o Jornal Design, a personal trainer da atriz Carolina Dieckman, Zânia Menezes, nos dá algumas dicas preociosas para todas as mulheres, inclusive para as homenageadas desse mês: as noivas e mamães!

JD | Para quem não gosta de musculação, o que é mais recomendado e eficaz para perder os quilinhos extras? ZM | Em primeiro lugar um bom controle da ingestão calórica assim como a qualidade dos alimentos. Em segundo lugar atividade aeróbica, até mesmo subir e descer escadas, dançar de forma intensa, caminhada e corrida. JD | Você é personal trainer da Carolina Dieckman. Ela é uma aluna adepta ao pilates, quais seus benefícios? ZM | A Carol gosta de exercícios mais lúdicos e muitos exercícios do Pilates passam por aí. Trabalham o corpo usando muitos movimentos da dança, muitos exercícios harmônicos, uso de bolas, bastante consciência corporal e muito equilíbrio para tornar o corpo “inteligente”. JD | Ela(Carolina Dieckman) já teve dois filhos, como foram as atividades durante e após a gestação?

vida

ZM | Muito trabalho para o core(paravertebrais, abdômen, assoalho pélvico e glúteos) + atividade aeróbica(transport e caminhada ou corrida). JD | Para ter um corpo em forma, o Pilates pode ser considerado eficaz? ZM | Ele auxilia mas não é o protagonista da história. Na maioria das vezes é um conjunto formado por boa alimentação, exercícios aeróbicos e um ou mais exercícios localizados; é aí que o Pilates entra. JD | Com o começo do inverno, quais as dicas para não ganhar quilinhos extras? ZM | Aumentar atividade física e evitar os alimentos mais calóricos e gordurosos, que costumam ser mais consumidos no inverno.

indicação. Outra atividade que se obtém bons resultados é a hidroginástica, mas antes de qualquer coisa é fundamental que obstetra libere e que seja orientada por um profissional em educação física. JD | E após o parto, quais as recomendações e cuidados para quem quer voltar à forma? ZM | Muito importante trabalho de reforço do abdômen e assoalho pélvico, assim como paravertebrais, MMII e MMSS para suportar essa nova fase com o bebê. Treino aeróbico para recondicionar o sistema cardio-respiratório, já podendo até mesmo aumentar a intensidade, voltar a correr caso já esteja acostumada, todas elas após liberação do médico.

JD | Qual o segredo para uma barriga sarada? ZM | Primeiro a genética, sem dúvida alguma, passando pela alimentação e aí sim os exercícios. JD | Para as gestantes, quais as atividades físicas recomendadas? ZM | Tudo depende de como era essa gestante antes de engravidar; com que frequência ela praticava atividade física, quais as atividades e a intensidade das mesmas. Manter uma atividade física aeróbica como natação, caminhada, transport ou bicicleta é muito bom, mas é importantíssimo controlar a frequência cardíaca, pois a do bebê já é bem alta, por isso se torna tão importante controlar com ajuda de um frequencímetro ou de um professor, de preferência os dois. O corpo da mulher sofre muitas mudanças, por isso um trabalho de fortalecimento direcionado para as regiões mais sobrecarregadas como paravertebrais(musculatura que envolve a coluna) e membros inferiores também tem

“Manter uma atividade fisica aeróbica durante a gestação como natação, caminhada, transport ou bicicleta é muito bom, mas é importantíssimo controlar a frequência cardíaca pois a do bebê ja é bem alta.”

Foto Ricardo Adami

JD | Para conquistar e manter um corpo bonito e saudável, o que é necessário? ZM | Milagres não existem e não acontecem, nada é mais importante do que alimentar-se corretamente e praticar atividade fisica com frequência. O American College e a Organização Mundial de Saúde preconizam que o indivíduo deve praticar pelo menos 150 minutos de atividade aeróbica(caminhada, corrida, transport, natação, entre outros) e além disso sugere-se que se faça um programa para exercícios de resistência muscular localizada objetivando manutenção ou ganho de massa muscular, para que as articulações se tornem mais protegidas e se tenha uma maior facilidade para atividades de vida diária, uma vez que a maioria exige um mínimo de força muscular.

Jornal Design | Serra 3


Corridas:

bem estar vicia! Foto Divulgação

A corrida costuma ser viciante, fisgando a pessoa pela estética, mas a mantém fiel devido aos inúmeros benefícios, que vão muito além de um corpo sarado. Ela melhora a capacidade respiratória, deixa o coração mais forte, melhora a auto-estima e o sono.

Cátia Scarton para Jornal Design Ela, empresária de sucesso. Ele, advogado respeitado. Ao fim do expediente, ambos anseiam por um único momento: vestir a camiseta, o calção, o tênis e partir para o fascinante mundo da corrida. Atualmente a prática se tornou unanimidade entre as pessoas que desejam um corpo saudável. Ela é de fácil acesso, podendo ser praticada em academias, praças ou ruas. A corrida costuma ser viciante, fisgando a pessoa pela estética, mas a mantém fiel devido aos inúmeros benefícios, que vão muito além de um corpo sarado. Ela melhora a capacidade respiratória, deixa o coração mais forte, melhora a auto-estima e o sono. Ao correr, o praticante libera um hormônio chamado endorfina, um “analgésico natural” que proporciona uma sensação de bem estar e de tranquilidade, controlando a reação do corpo à tensão. Prova disso é a sensação de prazer que os atletas experimentam após o treino. A endorfina também regula algumas funções do sistema nervoso autônomo, como as contrações da parede intestinal e o humor. A caminhada é a irmã caçula da corrida, ela é fundamental para quem deseja ser um corredor. O ideial é fazer uma avaliação médica e conversar com um professor de Educação Física, ele poderá ajudá-lo a iniciar nas corridas com segurança e conforto. Questioná-lo quanto à escolha do tênis também é importante, pois existem modelos adequados para cada pisada. Estes cuidados são fundamentais para preservar a integridade física do iniciante e aproveitar ao máximo os benefícios do esporte. Em entrevista, Cátia Scarton e Vanderlei Alves de Mesquita nos contam algumas particularidades da boa prática corporal.

Fone: (54) 3055.4491 www.academiaphantom.com.br

4 Jornal Design | Serra

JD | Como foi o início da sua vida esportiva? Foi algo que esteve presente desde sua infância ou você buscou depois? CS | Sou ativa desde a infância, comecei a frequentar academia na adolescência, foi quando iniciei a faculdade e o tempo para os esportes ficou limitado.

energias e ter muito mais disposição para as atividades diárias.

JD | Que esportes você pratica atualmente? CS | Corrida, musculação e jazz.

JD | Como é a sua alimentação? Você tem algum acompanhamento? CS | Procuro ter uma alimentação balanceada, mas não me privo das delícias gastronômicas. Tenho acompanhamento de uma nutricionista para garantir o equilíbrio entre a alimentação e o consumo energético.

JD | Como aconteceu sua paixão por rústicas? Qual é seu desempenho atualmente? CS | Começou por acaso. Eu corria há menos de um ano quando aconteceu uma rústica na cidade e fui incentivada a participar para ter uma nova experiência. Decidi uma semana antes da prova e, para minha surpresa, conquistei o segundo lugar. A partir daí, não parei mais de participar. A energia e competitividade das rústicas são uma motivação adicional para treinar. JD | Qual é o objetivo do seu treino na academia? CS | O treino tem objetivo de reforço muscular e alongamento. Iniciei o trabalho na academia quando tinha uma lesão do joelho que me impedia de correr. Com orientação e treino adequado, aumentando distância e ritmo gradativamente, nunca mais senti dores naquela lesão. Para correr basta um par de tênis e disposição, mas para ter qualidade no desempenho e continuidade na prática, é muito importante o trabalho muscular adequado.

JD | Quais as suas maiores conquistas na área esportiva? E quais são suas novas metas? CS | Participar da corrida de São Silvestre, em dezembro de 2012, foi uma conquista pessoal muito gratificante. Alcançar a distância de 15km(quando um ano antes a média era 5km), sentir a energia de 25 mil corredores, e principalmente perceber como o esporte influencia positivamente a vida das pessoas foi um grande privilégio. A meta para 2013 é participar de uma meia maratona(21km), pra qual já estamos treinando(meus amigos e eu) desde o início do ano.

JD | Como você percebe que a prática de esportes influencia em sua saúde e corpo? CS | Minha saúde é diretamente influenciada pelas atividades físicas que pratico. A imunidade adquirida com o treino afasta indisposições e os exames médicos demonstram bons resultados. O corpo fica resistente, a postura e a disposição melhoram sensivelmente. Além disso, para mim, o treino é uma forma de renovar as

JD | Como é o seu treinamento para as rústicas? Ao ar livre, na academia ou os dois? CS | O treino de corrida é especialmente ao ar livre e a musculação na academia. Quando o clima não permite treinos na rua, pratico corrida na academia também. JD | Quando você viaja, como mantém a sua rotina? CS | Os tênis estão sempre na mala. A corrida é um esporte democrático, que pode ser praticado em qualquer lugar e, por isso, não preciso me privar dos treinos quando estou fora da cidade.

Os benefícios para a saúde do corpo e da mente são importantes, mas para mim, as principais motivações são a superação de limites e a oportunidade de fortalecer e resgatar amizades a cada dia.

vida


Vanderlei Alves de Mesquita para Jornal Design JD | Como foi seu início de vida esportiva? Foi algo que esteve presente desde sua infância ou você buscou depois? VM | Sempre me envolvi com atividades esportivas, inclusive no tempo de escola, e posteriormente competindo em motovelocidade, sendo que na motovelocidade não se tinha essa ênfase na preparação física tudo era feito de forma amadora.

você sugere? VM | Primeiramente, porque é um esporte muito simples de todos os pontos de vista, requer pouco investimento(tênis basicamente), mas que comece aos poucos para entrar no ritmo sem problemas e que procure  um profissional de Educação Física para a orientação, evitando assim futuras lesões que podem desistimular a manutenção do esporte.

JD | Que esportes você pratica atualmente? VM | Dou mais atenção às corridas, mas pratico Jiu Jitsu, Muay Thai e musculação também.

JD | Você acredita que o treino na academia influencie no seu bom desempenho nas rústicas? VM | Na academia podemos traçar metas e, com o acompanhamento, melhorar sensivelmente nossa performance, evitando principalmente as lesões comuns de quem não tem acompanhamento e planejamento, sem contar o estímulo que recebemos.

JD | Como aconteceu sua paixão por rústicas? Qual o seu desempenho atualmente? VM | Comecei a treinar c  orridas pois  havia passado por um período em que tive  um problema grave  de saúde, e  por ter ficado muito tempo inerte, tive um ganho de peso substancial. Então, conversamos na Phantom e optamos por trabalhar com as corridas como forma de perder  peso e readquirir resistência física. Cabe ressaltar que os grandes incentivadores   da minha entrada nas competições foram: minha parceira de grupo de corrida, Catia Scarton e o professor da Phantom Academia, Maurici Jacobs. Quanto ao desempenho é muito satisfatório, concluo as provas com certa facilidade e obtenho classificações entre os primeiros 15 de minha categoria, o que é bom para um atleta que não é profissional.   Foto Divulgação

JD |Qual é o objetivo do seu treino na academia? VM | Me manter saúdavel e óbviamente estar bem condicionado fisicamente devido ao número de atividades que realizo. JD | Para aqueles que estão querendo começar a se inserir no mundo das corridas, quais as dicas que

vida

JD | Quais as suas maiores conquistas na área esportiva? E quais são suas novas metas? VM | Na verdade tenho alguns resultados de pódio, mas não é o que me move para o mundo esportivo. Específicamente nas corridas, minhas metas são sempre completar a próxima, apesar de termos o planejamento de até a metade de 2014 corrermos uma das maratonas do mundo como a de P   aris, Berlim,  Nova Iorque, ou seja, a  que conseguirmos encaixar no momento que a equipe estiver preparada para este desafio.  JD | Com o nosso inverno rigoroso, você continua correndo ao ar livre ou treina apenas na academia? VM | Continuo correndo ao ar livre e fazendo os reforços na academia, somente nos dias de chuva faço o treino de corrida na esteira dentro da academia. JD | Costuma fazer uso de suplementos alimentares? VM | Uso alguma coisa de carboidrato concentrado durante provas mais longas, mas no geral, cuidar da alimentação já é suficiente.

Jornal Design | Serra 5


Foto Divulgação

Dicas para aquecer seu inverno sem ganhar muito peso Com a chegada do inverno, nosso metabolismo trabalha em um ritmo mais acelerado, a fim de manter a temperatura corporal nos parâmetros da normalidade(36°C ou 37°C). Diante disso, sentimos mais fome e uma busca por alimentos que ofereçam maior saciedade como pães, gorduras, embutidos, etc. Apesar de a fome aumentar, nesse período, é bom não abusar. Especialistas apontam que os excessos podem provocar doenças como hipertensão, obesidade e também doenças cardiovasculares. É válido lembrar que a incidência de gripes e resfriados aumentam devido às baixas temperaturas. Portanto, seguem algumas orientações nutricionais para tornar agradável a estação mais fria do ano: - Não pule o café da manhã, ingerindo no mínimo dois grupos de alimentos como pães, cereais, frutas, leite ou derivados; - Faça pelo menos seis refeições diárias, com pequenos intervalos, ingerindo alimentos a cada três horas; - Chá de frutas e ervas como laranja, er-

6 Jornal Design | Serra

va-doce, hortelã, maçã e camomila são boas opções para aquecer e também para hidratar o corpo; - Use e abuse das sopas de legumes, estas podem ser à base de vegetais e legumes cozidos. As folhas como agrião, repolho e espinafre servem de base para os tipos mais leves. Utilize também ervas para dar o sabor final e outros legumes como moranga e cenoura para dar maior consistência; - As bebidas como vinho e chocolate quente também podem ser consumidas, mas com moderação. Para o chocolate quente, usar leite desnatado é uma forma de torná-lo mais saudável e menos calórico; - O fondue é uma ótima dica para o inverno; no preparo use queijos magros como cream cheese e mussarela light, acompanhado de frutas; Lembre- se que o inverno não pode ser mais uma desculpa para comermos exageradamente. Por isso, mantenha hábitos saudáveis, faça exercícios físicos diariamente e curta a estação na sua melhor forma.

Foto Divulgação

por Angélica Valenti do Nascimento | Nutricionista

Pilates por Bruna Tansini | Fisioterapeuta

O método Pilates, criado pelo alemão Joseph Pilates(1880-1967) combina arte e ciência. O método possui princípios básicos, que são: respiração, concentração, fluidez, controle, precisão e centralização. A prática regular dos exercícios estabiliza a coluna e a cintura pélvica em todas as atividades da vida diária, seja nas posições estáticas e dinâmicas, de baixo impacto ou atividades que exijam habilidades. É fundamental na prevenção de dores na coluna. São muitos os benefícios proporcionados pelo Pilates: aumento na força, maior controle muscular, melhora da capacidade respiratória e da circulação, maior flexibilidade, musculatura mais alongada, tonificada, mais consciência corporal, equilíbrio e coordenação, alí-

vio do estresse, da fadiga e de dores musculares. O Pilates é uma ótima atividade para aqueles que querem iniciar alguma atividade física, até os atletas de ponta como esportistas de diversas modalidades. Os exercícios podem ser direcionados tanto para pessoas que apresentam dores musculares e desvios posturais como pessoas que buscam manter ou até mesmo melhorar seu desempenho físico. Pode servir como uma atividade para condicionar o corpo de forma isolada ou associado a outras atividades. O método Pilates não é somente um conjunto de exercícios, mas sim uma disciplina de saber como mover-se. Se você está com dor, é justamente porque você não sabe como se movimentar.

vida


Maio é um mês especial para as mulheres – mês das mamães. Por isso, o assunto abordado será a alimentação da gestante e seu ganho de peso. É esperado para o período gestacional um aumento controlado de peso, já que a futura mamãe carregará em seu ventre uma criança que crescerá bastante, além de um maior volume de líquido corporal, crescimento das mamas e reserva de gordura para produção de leite materno. Ao contrário do que os mais antigos recomendavam, não é verdadeira a história de que a gestante tem que comer por dois, se isso acontecer, acarretará em um aumento de peso além do necessário e, o pior, um acúmulo de gordura extra que terá sua eliminação dificultada. O ganho excessivo de peso pode ser prejudicial, pois está relacionado com o aparecimento de diabetes gestacional e hipertensão arterial, fatores que aumentam as chances de prematuridade e outras complicações. Além do controle de ganho de peso na gestação é muito importante o estado nutricional pré-gestacional, ou seja, é mais tranquilo iniciar a gestação com um peso adequado, evitando maiores preocupações na gravidez. No período da gestação, a grávida tem um acréscimo de calorias para a sustentação adequada da gravidez, mas é um sutil aumento de calorias que devem ser distribuídas em pelo menos cinco refeições no dia com intervalos de tempo adequados entre as refeições. Alguns nutrientes são fundamentais e tem suas necessidades aumentadas no período, entre eles: - Ácido fólico: atua na formação do tubo neural, evitando má-formação fetal. Fontes: brócolis, espinafre, couve e

vida

vegetais verde-escuros em geral, feijão branco e legumes. - Cálcio: fundamental na formação óssea da criança, além de ajudar na manutenção da estrutura óssea da gestante. Fontes: leite, iogurte, queijos, couve, semente de girassol e de linhaça, gergelim, entre outros. - Vitamina D: favorece a absorção do cálcio pelo organismo. O sol é a melhor forma de produção de vitamina D(atenção ao protetor solar) e, na alimentação, encontramos este nutriente no leite, fígado, atum, salmão e sardinha. - Ferro: é responsável pela produção dos glóbulos vermelhos do sangue que são responsáveis pelo transporte de oxigênio pelo corpo além de previnir o desenvolvimento de anemia. Fontes: carnes vermelhas, miúdos, fígado, verduras verde-escuras, gema de ovo e frutas secas. - Vitamina C: auxilia na absorção do ferro dos vegetais. Fontes: frutas cítricas como laranja, limão, acerola, maracujá, kiwi, etc. - Fibras: as fibras estimulam o bom funcionamento intestinal e evitam retenção de líquidos. É encontrada em alimentos integrais(arroz, massa, pão, granola, linhaça e outros cereais), verduras e legumes crus e frutas com casca e bagaço. - Líquidos: fundamental para o bom funcionamento do organismo. Beber de dois a três litros, principalmente água, entre as refeições. Estas dicas básicas favorecerão uma gestação tranquila, porém, são informações gerais. Para uma orientação específica e personalizada, é necessário o acompanhamento de um profissional capacitado.

Tratamento quiroprático para mulheres grávidas

Foto Divulgação

por Letícia Bettinelli | Nutricionista

Foto Divulgação

Mamães de plantão

Kely Ana Mattei | Quiropraxista

Tratamento quiroprático para mulheres grávidas? Com certeza! Isso é uma das melhores coisas que podem ser feitas para as mamães e seus futuros filhos. É fato que existe um grupo de pessoas que precisa de cuidados quiropráticos mais seguidamente do que outros, e as gestantes constituem um deles. Benefícios da quiropraxia no pré-natal para gestante e seu bebê: - Redução das dores nas costas durante a gravidez; - Redução da pressão intra-uterina e posição invertida do bebê; - Redução do tempo de trabalho de parto; - Redução da dor no parto e da utilização de muitos remédios; - Redução do risco de lesões com o bebê; Durante a gravidez ocorre o aumento do abdômem e alteração do centro de gravidade, isso acaba aumentando a lordose lombar. Também é comum se observar aumento da curvatura cifótica, devido o aumento dos seios, e tudo

isso gera sobrecarga na coluna e articulações, resultando em dores e desconfortos. O quiropraxista examina a coluna vertebral procurando desalinhamentos que podem causar interferência no sistema nervoso e afetar o trabalho do organismo inteiro. Tudo isso é extremamente importante para a gestante que precisa ter seu organismo o mais saudável e forte possível para suportar todo o processo de gravidez e parto. Os cuidados quiropráticos irão ajudar a garantir um ótimo funcionamento do organismo, mantendo ele no melhor nível possível sem interferência na coluna vertebral e no sistema nervoso. Quiropraxia não só apenas ajuda a mãe durante a gestação mas também reduz o risco de injúrias no bebê. A pelve da mãe deve ser corrigida de possíveis desalinhamentos, pois a pelve alinhada na posição correta, facilita o nascimento, reduzindo assim o risco de sangramentos do cérebro, distorções do crânio no feto, e diminui a necessidade de vacum ou fórceps no parto.

Jornal Design | Serra 7


Fotos Cacรก Bratke

COZINHA:

8 Jornal Design | Serra

casa


a nova sala de visita

“A cozinha foi levada para dentro das salas, dos ambientes sociais de forma definitiva.”

Gustavo Calazans, arquiteto paulista que, antes mesmo de se formar em arquitetura, em 1998 já havia recebido menção honrosa no Museu da Casa Brasileira pelo desenho da cadeira x´s, o que marcou o início de uma promissora carreira focada na arquitetura de interiores. Com o passar do tempo, algumas parcerias surgiram e permitiram que o arquiteto mostrasse um jeito mais simples e democrático de viver. Leroy Merlin, Brastemp e Suvinil são algumas delas. Nestes trabalhos é possível mostrar conceitos inéditos, falar sobre sustentabilidade com estilo e também com brincadeiras que inspiram. Além disso, Gustavo se tornou consultor do Jornal Hoje, da Rede Globo, e lá escreve sobre arquitetura de interiores, fazendo matérias que levam informações preciosas ao público que nem sempre tem acesso à um arquiteto ou à um projeto. Seus projetos são marcados por sua preocupação com a ecosustentabilidade, organização espacial e muita criatividade. Com exclusividade para o Jornal Design, o arquiteto Gustavo Calazans, fala um pouco sobre sua preocupação com a ecosustentabilidade, e claro, sobre a evolução das cozinhas.

casa

Jornal Design | Serra 9


“A cozinha é o ambiente mais prático de uma casa - ali muitas funções são desempenhadas e quase todos interagem neste espaço. Ela deve ser prática, deve ter fluxos pensados” JD | Seus projetos tem muita preocupação em serem ecosustentáveis e com organização espacial. De onde veio essa influência? GC | Por um lado, acho que o olhar de arquiteto sobre interiores faz muita diferença neste aspecto da organização espacial. Tenho realmente a sensação de que uma casa é uma cidade: existem diversas funções que tem que ser coordenadas e a melhor organização delas resulta num melhor projeto. Por outro lado, o aspecto sustentável decorre da minha formação moral: venho de uma família muito responsável e preocupada com problemas sociais - meu avô era médico sanitarista. Acredito seriamente que uma vez que entendamos o problema da conta que não fecha entre a demanda capitalista consumista e os recursos naturais limitados e carecendo de cuidados, não há como não se sensibilizar com o assunto .

Fotos Cacá Bratke

JD | Na hora de projetar cozinhas, quais os critérios que você usa? GC | Em qualquer projeto a primeira coisa que pedimos aos clientes é que nos tragam imagens de ambientes que gostam e de outros que não gostam, além de nos dizer em reunião aquilo que acreditam gostar ou não. Isto por que com o passar dos anos fui percebendo que as pessoas tem muitos preconceitos e ideias fixas daquilo que gostam ou não gostam simplesmente por que viram um exemplo ruim de alguma coisa. Daí quando nós percebemos que se trata de um preconceito causado por uma má impressão, buscamos mostrar outra referências que libertem a pessoa desta regra. Do ponto de vista prático, é fundamental que exploremos todos os materiais possíveis para este ambiente, desde os pisos, revestimentos de parede, bancadas, armários, eletrodomésticos. O projeto vai combinar uma série de elementos e é importante que tenhamos em mente tudo o que é possível ser usado. Uma vez com o exercício acima feito, já conseguimos intuir para que direção andar no estilo da intervenção - se mais rústico, se mais clean, se mais high tech. Esta determinação vai nos ajudar a escolher alguns materiais. Sempre

10 Jornal Design | Serra

recomendo que comecemos pelo mais difícil - aquele que tem menos opções ou aquele que o cliente julgue mais importante. Por exemplo, se o cliente quer uma cozinha com ladrilho hidráulico e isto para ele é indiscutível, prefiro começar pela definição do ladrilho antes de avançar sobre acabamento de armários, bancadas e paredes, por exemplo. Combinar materiais é como um trabalho elaborado de costura, como se fosse um patchwork. Vamos agregando elementos e criando tensões, ou combinações mais harmômicas, de modo a conseguir um resultado belo mas com personalidade - as dissonâcias e irreverências sempre fazem os ambientes mais pessoais. Mas isto se refere aos aspectos estéticos. Falo abaixo sobre a questão funcional. A cozinha é o ambiente mais prático de uma casa - ali muitas funções são desempenhadas e quase todos interagem neste espaço. Ela deve ser prática, deve ter fluxos pensados - evitarmos colocar itens que requeiram a ação de pessoas muito próximos uns dos outros. J D | Quais as tendências que você percebe nos projetos de cozinhas? GC | A cozinha é um dos ambientes da casa que mais se transformaram nos últimos anos - transformação decorrente do novo estilo de vida que pouco a pouco vai se instalando. As empregadas domésticas são cada vez mais raras e a cozinha cada dia mais um território de uso de toda a família. Há uma tendência, quase uma moda, onde este ambiente ganhou o glamour no vácuo da alta da gastronomia como expressão quase artística. Todos querem cozinhar e receber seus amigos em cas,a ao redor do fogão - algo que há 20/30 anos atrás seria impensável. Por outro lado, estas mudanças trouxeram consigo mudanças formais: não há mais muito sentido em separar a cozinha do restante da casa, já que esta segregação é herança do nosso passado colonial que separava castas através deste isolamento. A cozinha não é mais a área de serviço da casa, mas quase que a nova sala de visita. A cozinha foi levada para dentro das salas, dos ambientes sociais de forma definitiva. Por outro lado a cozinha deve ficar cada dia mais fun-

casa


cional, pois somos nós quem vamos pilotar tudo por lá. JD | Suas cozinhas são muito coloridas e criativas, você acredita que este é o tempero para inspirar as pessoas a cozinhar e ficar mais tempo nela? GC | Nós tentamos imaginar a cozinha realmente como um ambiente da casa que é tão importante quanto a sala, o quarto, talvez seja esta a diferença que se possa notar nos nossos projetos. A cozinha de estar é esta novidade que tentamos implementar em nossos projetos. Os armários brancos foram banidos. Se fizermos uma cozinha toda branca ligada à sala, certamente vamos pensar que aquela cozinha já estava lá e que sim-

plesmente abrimos as paredes. Pensar a cozinha num novo paradigma me parece fundamental para ajudar a quebrar esta barreira do isolamento. Por que se o meu discurso é muito integrador, e se eu enxergo esta tendência como algo inevitável, sei que ainda há um grupo grande de pessoas que tem receio desta demolição das paredes entre o social e o serviço. Mas o que é primordial no projeto da cozinha contemporânea, pensando nas respostas acima, é que ela deixou de ser um espaço meramente funcional e que priorizava uma estética da higiene e da assepsia, para ser um ambiente onde a identidade do morador deve ser impressa, assim como nos demais ambientes. Ela não é mais apenas um espaço para que funções sejam desempenhadas, mas o espaço de expressão culinária do morador. Ser aconchegante e receptiva se tornou algo imperioso. E claro que todos ficamos mais confortáveis e inspirados em cozinhas mais bonitas e com a nossa cara!

Fotos Cacá Bratke

JD | Que materiais você percebe que estão migrando para as cozinhas que antes eram ignorados? GC | As cozinhas antes eram ambientes concebidos totalmente impermeabilizados, como se fossemos lavá-la - e ela era constantemente lavada, atualmente esta mentalidade mudou e nós não lavamos mais as cozinhas. Isto determina que nós não usemos mais tanto revestimento nas paredes das cozinhas, até por que a tecnologia das tintas se desenvolveu muito nos últimos anos e temos produtos super resistentes à água e que podem ser limpos com pano úmido sem que fiquem manchados. Daí usamos as paredes com pintura e somente revestimos a parede logo acima das bancadas da cozinha, onde a água espirra mais durante o uso. Então a tinta entra na cozinha, assim como vários materiais tidos como mais rústicos como os ladrilhos hidráulicos, as madeiras, o tijolo aparente, o concreto, e mesmo os revestimentos cerâmicos que imitam estes elementos. As novas tecnologias de resinas e tintas nos permitem esta pluralidadede acabamentos.

o software que acompanha as suas ideias Projete tudo o que você imaginou com o Promob Arch. Simulações em 3D, iluminação, decoração e até a documentação técnica. São milhares de recursos disponíveis para que o software acompanhe tudo aquilo que você criou para o projeto.

PromobBrasil

Promob Software Solutions | Soluções para projetos, fabricação, gestão fabril e gestão de loja. 54 3022 5800 | vendas@promob.com Consulte a unidade Promob mais próxima a você no promob.com

casa

Jornal Design | Serra 11


Fotos MCA Studio

Studio do Chef Descontração e personalidade são os traços do espaço criado pelo arquiteto Thoni Litsz na Mostra Casa Cor Rio. Com exclusividade para o Jornal Design, o arquiteto fala um pouco sobre o conceito do Studio do Chef.

12 Jornal Design | Serra

Na sua segunda apresentação na Mostra Casa Cor Rio o Arquiteto Thoni Litsz assina o Studio do Chef e homenageia dois dos mais renomados chefs, Fabio Batistella do Meza Bar e DoiZ, e Pedro de Artagão do Irajá Gastrô. No espaço predominam os tons de azul, cinza e pérola. Thoni criou o ambiente pensando em um jovem solteiro que tem a gastronomia como hobby. Ali, é possível receber os amigos em torno de boa comida, vinho e bate-papo. Totalmente voltada para uma cultura Européia, a nova cozinha passa a ser totalmente integrada com a sala de estar. O mobiliário se fundiu dando origem a um espaço

mais prático que atende bem a sala de TV, jantar e cozinha. O estar gourmet é como chamamos a todo espaço que conjuga a cozinha a uma sala de estar levando em conta o mobiliário que deixa de ser o tradicional e assume uma linguagem importante onde as partes feias da cozinha como o lavatório passam a ser escondidas por portas, básculas ou mesmo uma simples torre lateral . Praticamente reproduzi uma cozinha de um chef para seus experimentos culinários e praticamente como um estar gourmet, onde a mão de obra se junta ao dia a dia e a facilidade de receber com praticidade e elegância.

casa


casa


Fotos Divulgação

Cores para transformar sua cozinha por Mauri Demarchi | Empresário Atualmente, a cozinha não é apenas o espaço onde se preparam as refeições, na verdade ela se tornou uma área de convivência dentro de casa. Graças à integração de ambientes, a cozinha adquiriu maior visibilidade no design de interiores e passou a dialogar diretamente com os outros cômodos. Para ajudar a estimular o apetite, um toque de cor na cozinha sempre cai bem. Incorporar cor, textura e estilo nas paredes e móveis da cozinha cria uma atmosfera mais intimista e diferenciada para um ambiente que costuma ser básico e clean. Com um toque pessoal, pode-se dar a ela novos ares e sensações, transformando-a em um ambiente de estar com amigos e família. Um pouco de criatividade, uma mistura feliz de tonalidades e uma iluminação correta, pode resultar em um espaço incrível e aconchegante. Caso a sua cozinha seja bastante ampla e receba muita luz natural pode optar por cores mais arrojadas e escuras, por outro lado, se a sua cozinha tiver espaço reduzido e não receber muita luz natural aí deve optar por cores mais neutras e claras, ampliando o espaço. Definir a cor ideal para pintar a parede da cozinha é algo que causa muitas dúvidas nos moradores, afinal, existem muitas possibilidades para inovar o ambiente.

14 Jornal Design | Serra

Antes de definir as cores, vale a pena se informar sobre as tendências de decoração e escolher tons que reforcem o estilo escolhido. Os tons claros são ótimos aliados na concepção de espaços desafogados e sobre tudo luminosos. Para decorar uma cozinha com visual mais clean, é recomendado adotar a cor branca nas paredes. Esta aposta promete deixar o espaço com um visual simples e discreto, mas ajuda a criar sensações favoráveis. Uma cozinha toda branca é beneficiada com o efeito de amplitude, além de reforçar a ideia de limpeza. Para aqueles que estão acostumados com as tradicionais cozinhas em tons amadeirados e cor branca, que tal um pouco de colorido para alegrar e diferenciar esse espaço? A proposta de algum elemento colorido na cozinha sempre funciona muito bem por conferir personalidade ao espaço. Vermelhos – se a intenção é fazer com que a cozinha apresente um visual marcante e vibrante, esta cor é ideal. Pode optar por vermelhos mais “clarinhos” ou até cor de canela ficará menos pesado e dará um ar de cozinha acolhedora e caseira. Não é preciso pintar todas as paredes de vermelho; uma dica é pintar a “parede focal”, a parte da cozinha que você acha que merece destaque.

Laranjas - para criar um efeito estimulante na cozinha, este tom dará uma característica muito bem vinda no ambiente, por ser uma cor convidativa, que abre o apetite. Amarelos – os amarelos são cores alegres, vibrantes, é de fácil combinação com os eletrodomésticos e pode ser usado, quer seja, em cozinhas amplas ou em cozinhas de pequenas dimensões. Convém que opte por um amarelo mais claro que não perturbe a visão e que seja agradável.  Azuis - também bastante utilizado hoje em dia, é mais utilizado quando se pretende destacar a parede da cozinha do resto dos armários ou quando se pretende criar um jogo entre a cor dos móveis e a cor da parede. É a opção dos sóbrios que sabem sorrir. Estimula o respirar profundo e tem efeito calmante. Verdes  -  cor viva e refrescante, principalmente nas versões mais cítricas, é a escolha para ambientes em que o verão dura quase o ano inteiro. Valoriza cozinhas bem iluminadas pela luz solar e suaviza tons cinzas e brancos de móveis. Cinzas  - os tons cinzentos são mais indicados para cozinhas amplas e mais modernas. Combina na perfeição com cozinhas que tenham os eletrodomésticos em aço.

casa


Foto Divulgação

Dell Anno lança novas laccas na coleção 2013 Tecnologia Blum também é novidade na nova coleção da marca. Um dos destaques para cozinha é a elegante lacca Granada. De tonalidade fúcsia, como os cristais vulcânicos, traduz o efeito de profundidade que metais como ferro e cromo produzem em uma peça deste cristal lapidado. Para os clientes que querem algo mais marcante, a Dell Anno terá o vermelho vivo da tonalidade Carmim. Também fazem parte da nova cartela o Âmbar, com as características da resina fóssil encontrada em reservas no fundo do Mar Báltico, e o Álamo, que faz referência ao álamo negro, uma das madeiras mais utilizadas na fabricação de acessórios e joias artesanais. Alinhada à uma das tendências de moda, entre os lançamentos está a lacca de cor Citrino, de tonalidade dourada, que leva o nome das pedras extremamente raras e valiosas usadas pelos guerreiros romanos em suas armaduras como ornamento representativo da vitória e da vida eterna. O Jade, de tom verde-escuro,

casa

simboliza uma pedra ornamental de extrema dureza, utilizada em objetos de adorno, esculturas e joias. Por fim, o Cobalto, que remete ao pigmento azulado amplamente explorado no mundo da moda e joalheria. Uma das grandes novidades da coleção 2013 é a parceria da Dell Anno com a Blum, empresa austríaca referência mundial e com tecnologia de ponta no mercado de acessórios e complementos para o mobiliário. Toda a linha de gavetas e sistemas de abertura será fornecida pela marca. Para garantir alta tecnologia no dia a dia, a Linha Tandembox oferece sistema de corrediças ocultas para gavetas de madeira para um deslizamento suave e com alto conforto. Já a Linha Metabox é uma solução econômica e versátil para gavetas com lateral em aço e fechamentos totalmente amortecidos. Para armazenagem, a novidade é a Linha Orga-Line, que possui um sistema variável de divisões internas para gavetas.

Jornal Design | Serra 15


Escorredor 1/3 por Juliana Desconsi | Designer

Imagens Intervento Design

Uma tendência presente em muitas cidades pelo mundo a fora é a redução dos espaços residenciais. Contudo, o que é utilizado dentro das casas precisa ser reinventado constantemente. Para essa demanda apresenta-se o Escorredor 1/3 numa roupagem moderna, despojada e com foco na função. O escorredor é um projeto da Intervento Design para a Masutti Copat. A observação do cotidiano das pessoas revelou uma importante informação: ninguém se orgulha do seu escorredor a ponto de deixá-lo na cozinha em posição de destaque, ou seja, em cima da bancada da pia. Portanto ele é um mal necessário. É útil manter um escorredor de louças para auxiliar a secagem dos utensílios, mas normalmente os produtos são esteticamente ultrapassados, pouco úteis e pouco duráveis. O Escorredor 1/3 é totalmente desenvolvido em aço inox o que lhe garante maior durabilidade e a não contaminação por metais pesados em utensílios e alimentos na cozinha. O principal diferencial deste produto está na função. O escorredor pode ser usado para secar louças e depois dobrado, reduzindo seu tamanho e 1/3 do total. O que corresponde, quando aber-

16 Jornal Design | Serra

to, a 480mm x 152mm x 337mm e quando fechado a 250mm x 104mm x 337. Fechado equivale à proporção de uma pequena forma de bolo. Posteriormente ao uso ele pode ser guardado em uma gaveta, deixando o balcão da cozinha totalmente livre. A maioria dos escorredores pesquisados desfavorecia a secagem de alguns utensílios de cozinha que não se encaixavam perfeitamente. Meses de projeto e uma infinidade de artefatos testados garantiram ao Escorredor 1/3 a correta acomodação de um grande número de utensílios de cozinha. O desenho planificado do produto permite uma estética moderna e horizontal, em consonância com o estilo das cozinhas atuais. Mas a principal contribuição deste desenho está em não haver arestas que delimitem o tamanho das louças, o que garante a acomodação de grandes panelas em um escorredor pequeno. O Escorredor 1/3 foi projetado para um consumidor atento a novas propostas de projeto, que priorizam função, desempenho e qualidade a um preço acessível. Para saber mais acesse: www.interventodesign.com.br ou www.masutticopat.com.br.

casa


casa

Jornal Design | Serra 17


Fotos Divulgação

3form: cor, forma, luz e sustentabilidade por Luísa Damasio | Empresária

Os materiais e soluções 3form são painéis de ecorresina de diversas espessuras e cores, cuja transparência e o colorido permitem múltiplas aplicações. A maioria dos painéis translúcidos 3form são fabricados a partir da combinação de lâminas que encapsulam em seu interior diversos materiais orgânicos ou inorgânicos, e que, opcionalmente, podem agregar lâminas de cores para criar efeitos distintos, novos e únicos. A coleção Varia, por exemplo, é composta pela ecorresina patenteada, feita com pelo menos 40% de material reciclado pós-industrial e com processo de fabricação isento de solventes prejudiciais. Além de ambientalmente corretos, os 3forms apresentam possibilidades de design quase infinitas com o uso de camadas de tecidos e materiais orgânicos. A linha Wovin Wall é um sistema modular que por

seu desenho em curva e suas diferentes alturas forma efeitos delicados de luz e sombra. Para ambientes indoor, a natureza modular do Wovin Wall é o meio perfeito para projetar luzes e cores diversas e podem ser transportadas de um ambiente a outro. O 3form Wovin Wall está disponível em uma ampla variedade de acabamentos: desde pure color até alumínio anodizado e brilhante. O grande diferencial do 3form é a sua versatilidade. Com criatividade, pode-se criar os projetos mais variados, sempre brincando com a translucidez, as texturas e as cores dos materiais. A ampla gama de possibilidades das placas de ecorresina 3form desenvolvem ao máximo todas as potencialidades do design. Uma solução sofisticada para dar destaque aos mais diferentes projetos.

cortinas.persianas.toldos.papéisdeparede.tecidos.tapetes.sancas.pisos

TravessaMaranhão,55 (54)3055.2417.www.artelana.com.br 18 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Débora Zandonai

Personalidade e elegância em cada detalhe por Roberta Delazzeri | Arquiteta Área social projetada para um jovem casal em busca de conforto, sofisticação e modernidade. O projeto integrou de forma inteligente cozinha, estar e jantar com o objetivo de criar um espaço de viver e receber amigos. Ambientado com produtos da Benvenutti Móveis e Decorações, os espaços foram planejados simetricamente com todo o cuidado para tornar os momentos vividos ali ainda mais especiais. Embora esta área seja dividida em três espaços, se manteve a unidade estilo de decoração e cores.

Na sala de estar com TV, o clima de aconchego encontra forma nos móveis feitos sob medida, tapete de pele e poltrona de fibra natural. O toque jovial se dá pelo tecido na cor azul, empregado nas almofadas e em uma das laterais da janela. As peças decorativas foram fundamentais para dar personalidade e elegância aos ambientes. O resultado deste trabalho não poderia ser mais satisfatório: criatividade agregada às metas definidas pelos seus moradores, atendendo fielmente as expectativas. Espaço ambientado com produtos Benvenutti Móveis e Decorações, e projetados pelo Atelier Arquitetura Roberta Delazzeri

casa

Jornal Design | Serra 19


Salão Internacional do Móvel: cinza como primavera de Milão Comitiva do Sindmóveis acompanhou lançamentos e participou da mostra paralela Brazil S/A, reunindo produtos de 15 estúdios brasileiros de design mundo foi uma ação estratégica para o Projeto Orchestra Brasil. Aqui em Milão fizemos contatos com importantes especificadores, formadores de opinião e lojistas para futuras parcerias”, ressalta Ana Cristina. As tendências apresentadas em Milão influenciam o mercado de móveis de todo o mundo. Nessa edição da feira, notou-se a presença de elementos do design gráfico nos estandes das principais indústrias expositoras. Uma delas representou de forma moderna e bem humorada um palácio renascentista; outras valorizaram as estampas na composição de ambientes. A percepção da equipe do Sindmóveis é de uma forte ligação com as tendências da moda. “Em relação a cores, houve uma forte valorização do cinza, das cores vivas, candy e, em muitos casos, degradê”, aponta a arquiteta Ana Luisa Lo Pumo, integrante da curadoria

da Casa Brasil. O Salão Satélite, que revela jovens talentos do design, peças componíveis e iluminação de led foram exploradas ao máximo. “As ideias são muito inovadoras. Sabemos que, por se tratarem de estudantes e jovens designers, a execução dos projetos poderia ser difícil. Mas a realidade é que vimos produtos muito bem acabados”, revela a coordenadora do Salão Design, Manoela Pietta Lorenzi. O ISaloni é realizado anualmente e teve sua primeira edição em 1961. Nesse ano, o Brasil recebeu atenção especial. Grandes empresas do segmento anunciaram o lançamento de suas marcas no país, atestando o potencial do mercado brasileiro e as oportunidades para que a indústria nacional também amplie seu espaço no mercado mundial.

Fotos Divulgação

Milão é o centro do universo do design, seja de moda ou mobiliário. No ISaloni, o Salão Internacional do Móvel, as principais fabricantes do mundo revelaram tendências e trouxeram lançamentos para um público de quase 300 mil pessoas que visitou a Fiera Milano de 9 a 14 de abril. Além de visitar os diferentes espaços do evento, o Sindmóveis esteve presente na mostra Brazil S/A com a exposição de produtos assinados por designers participantes do Projeto Orchestra Brasil. Para Ana Cristina Schneider, consultora do Projeto Orchestra Brasil, a presença em Milão é decisiva para consolidar o design brasileiro no exterior. Ela destaca o esforço do projeto para posicionar o Brasil como fornecedor de design de móveis. “É um desafio a longo prazo, e estarmos na principal semana de design do

LEGENDAS 1. Milão, a capital mundial do design, recebeu um visitante ilustre neste ano: o mascote do Salão Design Casa Brasil 2013, maior prêmio da América Latina que, atualmente, está em fase de julgamento | 2. Móveis de 15 estúdios de design brasileiros participantes do Projeto Orchestra Brasil foram expostos da mostra Brazil S/A, que ocorreu paralelamente à Semana Internacional do Móvel | 3. A Bocci foi um dos destaques da Euroluce 2013, apresentando luminárias em vidro soprado | 4. As macrotendências vistas no Salão Internacional do Móvel de Milão foram sintetizadas pela Moooi, expositora do Fuori Saloni, em Savona: tons pastel, modulações e móveis repaginados | 5. A modulação e tons pastel também foram destaque no estande da Moroso | 6. A Edra trouxe para o ISaloni uma exposição de cadeiras dos Irmãos Campana | 7. Em uma das mostras do Fuori Saloni, em Tortona, a LG apresentou sua linha de móveis divertidos, a LG Housys | 8. Retilíneos e componíveis, as peças criadas por designers chilenos e apresentadas no Salão Satélite formam uma mesa de forma e tamanho totalmente personalizável.

20 Jornal Design | Serra

casa


Foto Silvia Tonon

A autorizada Todeschini de Bento Gonçalves comemora a distinção Ouro no Programa de Excelência, promovido pela fábrica, que tem como objetivos avaliar, orientar e motivar as lojas em busca de melhores resultados de vendas, incremento de participação de mercado, maior lucratividade e gerar maior satisfação ao consumidor. O instrumento de avaliação das lojas possibilita, mediante critérios de pontuação numérica, a elaboração de um diagnóstico sobre as condições estruturais da loja, bem como sua forma de atuação e os resultados por ele obtidos, ao mesmo tempo em que fornece, através de seus conceitos, as orientações para que sejam implementadas as correções detectadas como necessárias.

Um programa dinâmico, detalhado e enriquecido ano a ano, essencial como insumo para as lojas atuarem em busca de aprimoramento no nível de prestação de serviços oferecidos pela rede ao mercado. O evento reuniu todos os lojistas da rede, a nível nacional, em Bento Gonçalves, para enaltecer os empresários que se destacaram em todos os quesitos de avaliação, sendo eles: visual externo, ambientação interna, pessoas, relacionamento, vendas e pós-vendas. Os sócios-proprietários, Thiago e Diego Trevisan comentaram sobre o reconhecimento e a satisfação em receber este prêmio e atribuem o crescimento da loja ao atendimento personalizado, feito pessoalmente por eles, e comprometimento da equipe. “A receita do sucesso dá certo mesmo, pois já resultou em vários prêmios nos últimos anos”, afirmam os empresários.

Foto Silvia Perusso

Loja Todeschini de Bento Gonçalves é Ouro!

Mauro Tremarin representando a comprometida equipe da Loja

COLEÇÃO

DENTIDADE

I

A p a i x o n a n t e

casa 24,5X12.indd 2

c o m o

o

B r a s i l

Jornal Design | Serra 21 02/05/2013 14:12:22


Sole Aquecimento de casa nova!

Criação de produtos na era da informação

Foto Divulgação

por Cristiano Gallina | Designer

Com amplo espaço e muitas novidades, a Sole Aquecimento apresenta sua nova loja no bairro Progresso, em Bento Gonçalves. Para quem já conhecia a empresa, basta mudar o lado da rua. A loja está mais ampla, mais prática, mais confortável e oferece aos seus clientes a experimentação das lareiras de alto rendimento, além do “Espaço Gourmet Puro Chile” com destacados vinhos e azeites de oliva chilenos, entre outras diversas especiarias importadas. No mercado desde 2007, a Sole tem trabalhado com sistemas de aquecimento de água e ambientes, oferecendo uma ampla linha de produtos como aquecedores a gás, lareiras, calefação, piso aquecido, material hidráulico e sistemas de aquecimento solar. Em busca do que há de mais moderno e eficiente no mundo em termos

22 Jornal Design | Serra

de aquecimento, os técnicos da Sole também estiveram recentemente na Europa visitando feiras do setor. De lá trouxeram novidades em lareiras e acessórios, além de terem conhecido novas tecnologias na linha de coletores solares para água de consumo. Com a proximidade do inverno a empresa já recebeu novidades em lareiras da marca chilena Amesti e da italiana La Nordica de onde traz, além de lareiras a lenha e a pellet, fogões que unem a possibilidade de cozinhar com o calor de uma potente lareira. A Sole também estará presente na Expobento 2013, de 06 a 16 de junho, no Parque de Eventos de Bento Gonçalves, expondo todos seus produtos, alguns em funcionamento, com atendimento especial da equipe Sole Aquecimento.

Com o universo digital, nos últimos anos, nunca houve a disponibilização de tanta informação. Tal interface que favorece essa passagem de informações, estabelece uma prática situada entre realidade e ficção, entre o mau gosto e o bom gosto, entre o que é bom e o que é ruim, introduzindo o sujeito com suas percepções individuais em um espaço diverso. É nesse contexto denso de informações que podemos encontrar um problema básico que o Kitsch levanta para a crítica que é a relação do que se considera bom ou ruim. Alguns autores, entre eles Abraham Moles, entendem o Kitsch como uma atitude e um espírito geral de complacência e supressão do senso crítico, que pode se estender a áreas bem distintas desde a arte até o deisgn. É um produto da industrialização e da cultura de massa, sendo considerado típico da classe média com pretensões de ascensão social, mas nos círculos ilustrados emprega-se o termo frequentemente com intenção pejorativa e como reprovação moral. A estética típica da Bauhaus é um dos grandes adversários do kitsch - e com o encerramento do ciclo do “Kitsch

Histórico”, dando lugar ao “Neo-Kitsch”, quando ocorreu grande expansão nos varejos e consolidou-se a “estética das redes de supermercado”, onde primam o princípio da uniformidade e o da obsolescência acelerada dos bens de consumo, estimulada pela criação de necessidades artificiais e pela introdução de processos de extinção programada daqueles bens. Entra em cena um elemento lúdico, popularizam-se o plástico e os gadgets, e o discurso oficial prega “conforto e felicidade para todos”. O objetivo do Kitsch não é criar novas expectativas, nem desafiar o status quo, mas sim agradar ao maior número de pessoas possível satisfazendo as expectativas já existentes, explorando impulsos humanos básicos relativos à família, à raça, à nação, ao amor, à nostalgia, às crenças religiosas, às posições políticas, podendo tornar-se, mais do que uma preferência estética, uma forma de vida. Para Abraham Moles, o Kitsch é “a arte da felicidade”. Por isso, com a disseminação da informação quase que instântaneamente, cada vez mais há a tendência de encontrar-se produtos que colocam à prova os conceitos de estética e beleza.

casa


casa

Jornal Design | Serra 23


Fotos Divulgação

O mundo e a luz por Douglas Pastori | Coor.d Design Gráfico UCS Finalizamos a saga épica do grupo Nós! Gostaria de ouvir trombetas soarem e fogos de artifício rasgarem os céus pois foi, de fato, uma saga. Do começo de 2012, quando nos planejamos para irmos à Finlândia até o retorno de Milão, mais de um ano se passou, e em todos esses dias, na minha mente habitava o grupo Nós. Ao ver o grupo no aeroporto de Linate no dia 18 de abril, pude me sentir finalmente aliviado. É preciso agradecer à todos que confiaram no projeto, que investiram – de dinheiro à atenção e afetos – parte de suas existências. Aos pais-patrocinadores, às empresas que deram férias aos estudantes, aos amigos e às famílias que aguentaram os níveis acentuados de tensão. Com um olhar 360 graus percebe-se que são tantos os componentes e as forças que entraram em jogo que a lista de agradecimentos se torna infindável. É claro, é preciso agradecer especialmente à empresa SCA, parceira sagrada que viabilizou o projeto; à UCS que aceitou o convite da Cosmit; à Marva Griffin Wilshire - curadora do Salão Satélite - que simplesmente gostou e confiou em nós; à empresa 3D Mondo que se responsabilizou pela produção das imagens; e aos estudantes participantes, cuja força de persistência passou por todas as provas possíveis que um projeto como esse pode vir a ter. Posso dizer que algumas páginas, mesmo que íntimas, da nossa pequena história do design, foram tenazmente escritas, com pedra Slimstone e até um pouco de lágrimas. Quem se interessar pelo projeto, temos a página do grupo, Nós Design, no Facebook e nos contatar pelo email: gruponosbrasil@gmail.com

24 Jornal Design | Serra

Enfim, com a responsabilidade de expor na feira, é difícil aproveitá-la como um expectador normalmente o faz. No entanto, consegui ao menos ver a Euroluce e o Salone Ufficio. Para mim, o ponto alto do Salone Ufficio foi Jean Nouvel. Este arquiteto estelar francês expôs sua visão da vida no escritório do futuro – um espaço onde é preciso habitar e não somente trabalhar de modo alienado. No escritório nouveliano, é possível se divertir, concentrar, espairecer, relaxar, enfim, viver. Tudo, é claro, com sua sutileza e refinamento formal habitual expressa por materiais sensíveis sempre tecnológicos. Mas o que gosto mesmo são luminárias. Acho a possibilidade de criar luz algo incrível, espantoso até, só não tão espantoso quanto a própria escuridão. Romper com as sombras e revelar por imagem a face das coisas é, como diriam os medievais, miraculoso, divino, pois na verdade, como já apontara Descartes, o mundo é aquilo que a luz o permite ser – o mundo visível é um produto da luz. Que luz a Euroluce nos mostrou? Ou melhor, que mundo a luz do Euroluce nos mostrou? Não sou expert em pesquisa de tendências, nem pretensão de sê-lo tenho. Não tenho bola de cristal, nem sou futurólogo, logo, o que escrevo é aquilo que me comove, que em mim produz pensamentos, por vezes esparsos, e por outras, mais incisivos. Tirando o tédio das propostas em variante repetição de estande a estande, na Euroluce o que me comoveu, além do gigantismo espetacular dos estandes, não foram os enormes candelabros de cristal da tradição veneziana voltados para os novos ricos da ordem global

atual, nem as novas tecnologias, reduzidas quase que totalmente ao LED(que de novo não tem mais nada, a não ser o O LED, tristemente subutilizado pelas empresas de iluminação), mas sim a capacidade de criar poesia com objetos de luz. Nesse sentido, a empresa canadense Bocci roubou meu coração. Ela foi a única que não me irritou com um discurso de auto-referencialidade que as grandes empresas italianas abordaram, cultuando verdadeiros mitos de si em meio a montes de jornalistas pré-contratados a postos para adorá-las e fazer o público amá-las a posteriori. As luminárias canadenses eram poesia pura, metáforas luminosas, metonímias de cor e sombra. Dezenas de globos irregulares suspensos no ar ou cravados na parede, lenços de cristal caindo de cinco metros de altura. Pela luz, a Bocci encapsula a matéria no acontecimento triunfante da forma. Chegaram ao ponto de fazer verter cascatas de pendentes flutuando com ervas e cactáceas vivas em glóbulos de cristal opalescentes, transparentes, iridescentes, policromáticos. Li l’après-midi d’un faune de Mallarmé nessas luminárias. O fauno era eu em meio à essa floresta luminosa. Flos, Artemide, Foscarini? Que nada, fico com a Bocci(bocci.ca). Com ela meu coração está muito bem acompanhado. Agora, só sei de uma coisa, quero ir a Milão de novo em 2014, mas simplesmente como expectador, para assim poder gozar da feira o cômodo prazer de tão somente percorrer e vê-la.

casa


por Marinete de Carli | Eng. Química Geralmente, quando se fala em meio ambiente, ecologia ou sustentabilidade, pensamos naqueles elementos e seres que desde crianças aprendemos a identificar como sendo “a natureza”: o céu e o ar, a terra, os rios, lagoas e mares, as plantas, as árvores e os animais. Por diversas razões relacionadas ao modo como a humanidade foi aprendendo a pensar, tendemos a ver o homem e as relações sociais como algo apartado de seu ecossistema: a natureza, assim, é compreendida como o “externo”, tudo aquilo que nos circunda mas não está em nós. Desse modo, dividimos o mundo em duas esferas: a natureza e o homem, ou a natureza e a sociedade, ou a natureza e a cultura. Entretanto, uma visão mais profunda e complexa implica perceber que não se tratam de esferas separadas. Afinal, nós estamos na natureza e ela está em nós: somos parte de um mesmo inteiro. Quando pensamos em questões ambientais, logo nos vêm à mente temas como o efeito estufa ou as mudanças climáticas, a poluição atmosférica, a degradação das águas, o desmatamento das florestas, a extinção de espécies animais e outros problemas importantíssimos sobre os quais é necessário debater no sentido de criar soluções. Mas, quando incluímos o homem e a sociedade no nosso conceito de natureza, podemos pensar que existem outras questões relevantes que dizem respeito à sustentabilidade. Esta começa a ser, portanto, percebida de uma forma mais ampla. Na medida em que o homem passa a ser visto como ser inextrincavelmente

casa

ligado à natureza, os problemas sociais – como a fome, a miséria, a violência, a exclusão, os conflitos étnicos, a crise da educação – tornam-se também eles questões de sustentabilidade. Não basta ter ar puro e abundância de recursos naturais se a sociedade em que vivemos – ela própria parte do nosso ecossistema – vive em situação de insegurança e falta de cooperação. E, mais do que isso, para resolver todas aquelas grandes questões ambientais, faz-se necessário ter mais educação, justiça e solidariedade. Sem isso, certamente não conseguiremos evitar a poluição e a destruição dos recursos naturais do planeta. Uma esfera influencia a outra, reciprocamente, e, portanto, assim como preservar o meio ambiente demanda mudanças sociais e culturais, as transformações que operam em nível de sociedade têm impacto direto sobre todo ecossistema. Nessa perspectiva, até mesmo problemas que parecem menores, ou relacionados ao estético, referem-se à sustentabilidade. Não é por acaso que se fala em poluição sonora ou visual. Uma cidade excessivamente barulhenta ou repleta de anúncios atacam a harmonia de nossa convivência e a beleza do lugar pelo qual circulamos todos os dias. E isso também diz respeito à sustentabilidade. Nesse sentido, a ecologia se torna uma temática ampla, relativa a grandes e pequenas atitudes, e nunca restrita à atuação de grupos ambientalistas. Ser ambientalmente responsável não significa apenas separar o lixo e racionalizar o uso da água, mas inclui respeito ao próximo, ética e compromisso com tudo aquilo que é coletivo.

Foto Divulgação

O Meio Ambiente é mais do que pensamos

Iluminar qualquer ambiente com Led é uma tendência que vem crescendo muito. Na decoração se utiliza muito Led em ambientes cenográficos, desde o forro até o papel de parede. Já na arquitetura são muito usados em fachadas e vias públicas por sua economia. E no design são empregados em móveis com aplicação de fita de Led. Solicite sempre o auxílio de um profissional habilitado para determinar a localização, quantidade e tipo de luminárias e lâmpadas Led, de acordo com a ocupação e destinação do ambiente; pode ser obtida direta ou difusa, além de soluções únicas em iluminação indireta; Considere em sua aplicação a altura de instalação das luminárias para que se possa obter um nível de iluminação de forma contínua e homogênea na área de interesse; Observe a abertura do feixe luminoso, existem dispositivos mais focalizados, com feixe de até 60º e outros para iluminação mais difusa, com feixe entre 120 e 140º; Para luz branca existem as versões “branca fria”, levemente azulada, e “branca quente”, amarelada. A “branca fria” é a mais adequada para ambientes de trabalho, ao passo que a última permite soluções vantajosas em áreas internas, sobretudo em aplicações residenciais.

Fita Led flexível por Giovani Carlet | Luminotécnico

Verifique qual é o IRC(Índice de Recuperação de Cor) ao escolher um LED para luz branca. Quanto mais aproximado da unidade, mais fiel será a produção das cores; Os dispositivos de Led possibilitam soluções únicas em iluminação indireta, sobretudo em sancas, nichos, backlight de molduras e espelhos por proporcionarem resultados homogêneos sem zonas escuras; Os dispositivos Led são muito econômicos no consumo de energia elétrica e mediante o uso de drivers especiais permitem a variação total da intensidade luminosa, sem que haja alteração na cor da luz, incrementando o conforto ambiental e possibilitando um acréscimo ainda maior na economia de energia elétrica; Os Leds permitem a obtenção de iluminação focalizada sem causar descoloração, aquecimento e envelhecimento da peça; além disso, são apresentados em diversas cores em versões RGB(Red/ Green/ Blue) que, mediante controladores adequados, possibilitam a obtenção de milhões de cores diferentes; Utilize sempre Leds de procedência idônea, empregue drivers convenientes e observe a faixa de temperatura de operação, assim eles apresentarão longa vida útil, podendo atingir até 50 mil horas.

Jornal Design | Serra 25


Dema revendedora exclusiva Franke KSD Fotos Divulgação

“Na profissão de Arquiteta opto por adquirir produtos Franke, na Dema Revestimentos e Acabamentos, pela qualidade dos produtos e serviços que ambos me proporcionam, transmitindo segurança para desempenhar meu trabalho. A Dema se tornou uma revenda exclusiva Franke(KSD), que possui uma linha de produtos de alta qualidade, design arrojado, pensados para a economia do cliente, além do compromisso ambiental. Com isso, a loja possui um showroom completo, facilitando a escolha dos modelos que melhor se encaixam nos ambientes, além de aliar design, custos e condições para satisfazer as necessidades de cada cliente.” Vanessa Valduga, arquiteta.

UMA NOVA REFERÊNCIA DE DESIGN E TECNOLOGIA ESTÁ MAIS PERTO DE VOCÊ. Venha conhecer e descubra por que toda cozinha merece ser Franke.

Endereço: Av. Osvaldo Aranha, 1422 – Cidade Alta Telefone 54 3452 5511 Bento Gonçalves – RS dema@dema.com.br 26 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Marta Manente

Respirar os ares de Milão renova os pensamentos! por Marta Manente | Designer Uma semana intensa para vivenciar design, cultura e comportamento. Tudo inspira! Pois entender um pouquinho de uma cultura diferente e fazer um paralelo com caminhos das tendências que a feira propôs, é um exercício que nos traz certeza das informações que norteamos nossos clientes. Valorizar as origens e preservar a história através da arquitetura e design é uma das questões que nos abre os olhos para perceber o quanto ainda somos prematuros em construir e manter a nossa história, tanto nas ruas, quanto dentro das nossas casas. No Isaloni, este comportamento foi percebido pela retomadas dos móveis clássicos, que na sua maioria incorporavam ambientes minimalistas. Também em peças estilo Luiz XV, repaginadas com tecidos fun ou com pintura colorida despojada. Os estofados e poltronas foram percebidos pelo de-

casa

sign retrô, com o uso do capitonê e veludo. Nesta mesma tendência o uso de pés palito em cadeiras, poltronas e mesinhas foram explorados. Em diversos estandes percebemos o uso de telas e quadros em tons dourados, decorando os ambientes, traduzindo em glamour e aconchego aos ambientes contemporâneos. Como pano de fundo, papéis de parede com o mesmo tema, em forma de arabescos, medalhões ou contrastes rústicos, como tijolos, valorizavam móveis que são atemporais. Nas misturas de materiais, ficou bastante evidente o uso da lacca colorida com madeiras naturais e rústicas, fazendo contraponto com o contemporâneo. Os destaques deste ano foram para as cores azuis e verdes em todos os matizes. Nas cores candys, um novo tom de rosa.

Jornal Design | Serra 27


nossa obra

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

Valorize seu imóvel! Quando você pensar em investir em imóveis, seja edificação nova ou existente, contrate um profissional da área da engenharia e/ou arquitetura, pois você terá maior possibilidade de atingir o retorno financeiro desejado, no caso de venda ou locação, ou a satisfação, se destinado ao uso próprio. Especialmente, no caso de reformas, deve-se tomar vários cuidados, principalmente quando trata-se de prédios antigos, pois as pessoas, em geral, muitas vezes não têm acesso a informação sobre a legislação que protege estas edificações. Além da questão legal, as condições físicas devem ser minuciosamente examinadas por profissionais sob pena de causar acidentes ou comprometer a segurança, caso se faça alguma intervenção equivocada. Sendo assim, mesmo nas edificações que não estão sob proteção de leis de preservação, sempre devemos submetê-las ao estudo, através de diagnóstico

28 Jornal Design | Serra

profissional que nos garanta não estar correndo risco de causar um dano irreparável ao imóvel e em alguns casos, em edificações vizinhas. Contratando um profissional, ele terá condições de fornecer todas as ferramentas que lhe permita avaliar o custo benefício do seu investimento, permitindo retorno financeiro desejado. Aspectos como a zona em que estará inserido, o tráfego, a infraestrutura do local, os equipamentos urbanos do entorno, as tendências do mercado, o conhecimento de materiais e técnicas construtivas novos e até mesmo a reutilização de elementos de demolição e de baixo custo, juntos, lhe darão a direção certa e proposta de projeto mais adequado para seu investimento. Até mesmo uma simples definição de cor ou um elemento de fachada pode tornar seu imóvel mais valorizado para venda ou locação. Basta dá-lo a atenção merecida.

AEARV apresenta novo site Um happy hour reuniu Engenheiros e Arquitetos associados da AEARV | Associação de Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos, para o lançamento do novo site. O novo site foi elaborado para ser uma ferramenta para o associado, mais moderno e dinâmico, com textos de valorização profissional, sites úteis, agenda de eventos e cursos. No site também é possível encontrar o contato de todos os profissionais, arquitetos e engenheiros, associados. Confira www.AEARV.com.br, e conheça um pouco mais da associação que busca cada vez mais a valorização e reconhecimento dos profissionais.

Fotos Leila Pompermayer

por Renata Tosi | Arquiteta e Urbanista

nossa obra


nossa obra

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

26 de junho Arquiteta Elisabete França Formada em 1980 pela Universidade Federal do Paraná(UFPR), a curitibana Elisabete França é superintendente de Habitação Popular da Secretaria da Habitação da cidade de São Paulo. Isso quer dizer que ela é responsável pelos projetos de urbanização de favelas da capital paulista, um trabalho que rendeu várias publicações e uma exposição recém-montada no Museu da Casa Brasileira, em São Paulo.

02 de julho

Engenheiro Civil Paulo Helene

Fotos Leila Pompermayer

Professor Titular da Univesidade de São Paulo. Educador Pesquisador renomado e respeitado Consultor. Engenheiro Civil, EPUSP, Especialista em “Patologia de la Construcciones”. Instituto Eduardo Torroja em Madrid Espanha. Doutor em Engenharia e Pós Doutorada na Universidade da Califórnia em Berkeley, USA.

nossa obra

Jornal Design | Serra 29


30 Jornal Design | Serra

casa


www.masutticopat.com.br

casa

Jornal Design | Serra 31


Eu aceito... ...fazer um casamento de cores e sentimentos!

Foto Lu Guimarães

32 Jornal Design | Serra

Foto Luiza Villarroel

Foto Lu Guimarães

Um conto de fadas pós-moderno, colorido e pra lá de delicado. Foi num clima de sonho que a escritora e colunista de moda Cris Guerra se casou, em maio de 2012, com o diretor de criação Edmundo Bravo, em Belo Horizonte(MG), em uma cerimônia para 350 convidados.

Foto Lu Guimarães

estilo


Foto Luiza Villarroel

Foto Lu Guimarães

Foto Lu Guimarães

Foto Luiza Villarroel

Foto Lu Guimarães

Foto Lu Guimarães

estilo

Foto Lu Guimarães

Foto Vanessa Kohler

A bela e criativa decoração de Camilla & Odette Desgin de Eventos encantou pelos detalhes. Bolas coloridas e vidros de perfume receberam detalhes em filó, fitas de seda e rendas. Bancos com colagens de imagens de Marylin Monroe e Audrey Hepburn se misturavam a mesas com recortes de looks de Cris, publicados em seu site Hoje Vou Assim. Várias cadeiras antigas usadas no evento foram restauradas e customizadas com pompons e fitas, sendo a maioria delas doada por pessoas ligadas aos noivos. Corações combinados com porta-retratos contavam a história do casal e compunham uma atmosfera romântica e contagiante.

Jornal Design | Serra 33


Fotos Agência Uai

Bolos Rústicos Esses lindos bolos que são chamados de Bolo Rústico, Naked Cake ou Bolo Desconstruído, são obras da confeiteira mineira Ana Cristina Paiva. Com exclusividade para o Jornal Design, essa mineira fala um pouco sobre essa tendência que está cada vez mais presente nos casamentos. A tendência Segundo Ana Cristina Paiva, o Bolo Rústico em Minas Gerais já é tendência desde 2011,

34 Jornal Design | Serra

tendo sido um dos primeiros estados do país a adotar esses modelos(que são muito comuns nos EUA com o nome de Naked Cake). Lá o modelo se popularizou depois da divulgação das fotos do casamento  da atriz de cinema, Hillary Duff, em 2011. As vantagens É muito apetitoso e cheiroso, mostra parte dos recheios e  os convidados  sentem vontade de comer ao vê-lo. É um bolo com cara de

estilo


Foto Agência Uai

que não comeram ou não puderam ir ao casamento. Em relação à segurança alimentar é  o bolo ideal, pois não fica fora da geladeira por horas para ser confeitado.     Para o transporte é o mais seguro, pois os andares vão desmontados, são montados e decorados sobre a mesa. É   um modelo que se adapta a todos os tipos de casamento, em qualquer horário e em qualquer lugar.

Foto Ana Cristina Paiva

Foto Ana Cristina Paiva

feito em casa, com carinho, pela mãe ou avó, no conceito de “confort food”. Quem nunca sentiu, na infância,  aquele cheirinho especial de bolo assando que vinha da cozinha e aguçava o paladar?    É muito molhado e recheado, as clientes sempre comentam: “não sobrou nem um pedacinho”. Muitas encomendam mini-bolos quando voltam da lua-de-mel,  para provarem com calma ou presentearem amigos e parentes

Casarão Toniolo 1927

Casarão Toniolo - Espaço para eventos - Linha Eulália alta - Bento Gonçalves - RS Casarão Toniolo - Espaço para eventos

Rosângela Toniolo - 91184362 casaraotoniolo@hotmail.com estilo

Jornal Design | Serra 35


Casamento no estilo “vintage” por Marcia Di Domenico | Decoradora

36 Jornal Design | Serra

Fotos Débora Zandonai

O tema escolhido é uma verdadeira inspiração para a decoração de casamentos, um estilo que tem ganhado cada vez mais adeptos. A palavra vintage surgiu no século XVIII e significa “ano em que foi feito o vinho” O vintage é uma forma diferente de homenagear entes queridos nas festividades, trazendo objetos e pertences dessas pessoas. Assim o casamento em estilo vintage se torna ainda mais aconchegante e exclusivo. De pequenos souveniers até livros antigos que estão há décadas em posse da família, tudo vale no quesito originalidade. Com um pouco de criatividade bastam pequenos detalhes para transformar ambientes e engrandecer a decoração. Desde simples vidros até os mais trabalhados e refinados castiçais, tudo é aproveitável e tudo se transforma através do olhar atento e refinado de uma decoradora ou florista. As porcelanas, toalhas rendadas e guardanapos da vovó são peças charmosas e cheias de história para contar, trazem romantismo ao ambiente.

estilo


Fotos Felipe Abe

Eu aceito... ...fazer um casamento de conto de fadas! Alice no País das Maravilhas foi a inspiração do arquiteto Guilherme Torres para o projeto cenográfico deste casamento, realizado em Londrina, no Paraná. O tema ganhou um visual ao mesmo tempo romântico, feminino e muito moderno. Todo o salão foi forrado em tecido listrado em branco e preto, e o piso revestido de branco. As toalhas de mesa e toda a decoração foi planejada em branco para contrastar com os delicados arranjos florais em tons de rosa a lilás. Na pista de dança, painéis de led criaram desenhos, conferindo movimento e formando um belo contraste com os lustres de cristal gigantes, instalados no centro do salão. Uma festa clássica, mas com toques contemporâneos em todo o planejamento.

estilo

Jornal Design | Serra 37


A sua lista de noivas

Algumas dicas para você viver um grande amor! Fui pedida em casamento, e agora? Por onde começo? Comece com, pelo menos, 10 meses de antecedência. 10 meses antes: faça a escolha da data, local da cerimônia e festa, buffet, flores, fotos e DJ; Oito meses antes: a escolha do seu lar já deve estar definida e o vestido também, pois terão infinitas provas do look e visitas a sua nova casa; Seis meses antes: o enxoval, que de todas as escolhas será o que irá fazer parte da sua vida dia após dia; Quatro meses antes: os convites, uma pequena amostra do que será o seu casamento; Dois meses antes: lista de presentes, junto com o seu enxoval vão complementar e vestir a nova casa. Um mês antes: aquele friozinho na barriga, que com certeza merece muitos mimos e momentos relax!

Um enxoval sob medida Sugestão Porto dos Sonhos para um enxoval compacto começa com Cama Três jogos de lençol(um em uso, um descansando as fibras e outro lavando); Uma capa de duvet com fronhas; Quatro fronhas avulsas; Quatro capas para almofada; Duas capas para rolinho; Uma saia para colchão box; Quatro protetores de travesseiro; Dois travesseiros de pluma de ganso(dormir); Dois travesseiros de pluma sintética(adorno); Um recheio de pluma de ganso ou sintética; Um protetor de colchão; Um cobertor; Uma colcha Piquet; Mesa Uma toalha branca para ocasiões especiais compondo com guardanapos e porta guardanapos; Jogos americanos; Toalha estampada para dia a dia; Seis panos de copa; Avental com pegador de panela; Banho Três jogos de banho cinco peças; Duas toalhas de banho avulsas; Duas toalhas de rosto avulsas; Quatro pisos avulsos; Dois tapetes para banheiro; Quatro toalhas de lavabo; Um home spray e um sabonete líquido;

Foto Silvia Tonon

A Porto dos Sonhos está no mercado de cama, mesa e banho há 20 anos. Percorremos um longo e prazeroso caminho ao lado das noivas na escolha dos enxovais, sempre com muita qualidade e bom gosto. Queremos agora estar ao seu lado também nas escolhas que farão do seu dia a dia um lar aconchegante. A nossa lista é elaborada cuidadosamente por consultoras, que buscam um mix charmoso, prático, original e de longa durabilidade. Além de lista de noivas, alguns objetos charmosos como jarras, louças e vidros fazem parte das nossas opções. Não medimos esforços para trazer até você as mais charmosas coleções que vão deixar a sua casa adorável.

Enfim, pronta para o grande dia, let’s celebrate!

38 Jornal Design | Serra

estilo


Wedding Concept, um novo serviço para casamento por Patrícia Fior Postingher Buffon O wedding concept desenvolve um trabalho aprofundado e distinto com os noivos que pretendem fazer do seu casamento um evento memorável e proporcionar uma experiência única e inesquecível aos seus convidados. A Offwhite é a primeira e a única empresa especializada em wedding concept na serra gaúcha. Uma publicitária, especialista em design estratégico, cria o conceito do casamento através de metodologia específica para desenhar experiências, entrevistas em profundidade, coleta de dados e pesquisa bluesky, elaborando o DNA do evento. Esse conceito reúne informações sobre a cultura de casamento dos noivos, realizando um estudo detalhado do perfil dos convidados, da história do casal, paleta de cores, musicalidade, cortejo, estilo e criação de toda a identidade visual e papelaria. O conceito é entregue aos noivos em forma de dossiê impresso, constituindo a alma do casamento. Mas quais são as vantagens na con-

estilo

tratação de wedding concept? Um evento único e da importância do matrimônio deve ter uma linha estética harmônica e que represente a união destas duas pessoas, além de considerar os convidados peças fundamentais para a realização do evento. A otimização de custos e avaliação dos investimentos, conforme a relevância definida pelos noivos também permite que cerimonialistas, floristas, decoradores e todos os envolvidos com o evento possam trabalhar em sinergia, pois através das informações contidas no dossiê, suas escolhas serão assertivas e focadas no desejo dos noivos.

Conheça melhor este serviço em: weddingdesignexperience.blogspot.com.br facebook.com/offwhite.wde

Jornal Design | Serra 39


Fotos Eduardo Vanassi

As tendências na decoração de casamentos por Antique et Romantique A empresa de decorações de Florinanópolis - SC, Antique et Romantique, fala com exclusividade para o Jornal Design sobre as principais tendências da decoração de casamentos. Dicas para qualquer noiva anotar no seu caderninho e colocar em prática nesse dia tão especial! Estilos Já vem se consolidando há algum tempo no Brasil, mas em 2013 vem com tudo. O chamado vintage americano, ou provençal francês, ou shabby-chic, ou cottage inglês, tanto faz o nome, mas a marca registrada é a mistura de materiais, uso de peças inusitadas, como jarros, garrafas, latas, caixotes; nada muito novo, tudo com um certo aspecto de usado, meio surrado; coisas que façam parecer que o casamento não foi “comprado” em pacote e sim pensado nos mínimos detalhes, com muita personalização, deixando a festa aconchegante, com cara de casa da gente, e principalmente, com a cara dos noivos!

40 Jornal Design | Serra

Cores Rosa chá, salmão, verde-água, azul Tiffany, fendi; além de misturas inusitadas como roxo com amarelo, rosa com azul, verde com laranja, entre outros. Materiais Reciclados, reutilizados, como jarros, xícaras, garrafas de vinho e azeite, caixotes de feira, cada vez menos brilho, cristal e espelhos. Peças antigas estão em alta, principalmente se remetem à história da família, como a máquina de costura da avó ou a máquina de escrever do avô.

estilo


Foto Fabrício Sousa

Foto Fabrício Sousa

Foto Fabrício Sousa

O casamento, acima de tudo é um ato de amor e união.

O que deve-se considerar ao escolher a decoração do casamento: Na cidade - escolher um local que lhe agrade, que seja próximo da igreja, para evitar deslocamentos longos e, se possível, tenha a ver com a história dos noivos.

Variedades de flores e folhagens As clássicas como rosas, lírios e gérberas se mantém, porém com este estilo, os arranjos ficam menores e mais delicados e entram em cena as flores miudinhas como lavanda, estatice, tango, áster, fantasia(cáspia) e mosquitinho(gipsofila)

No campo e n a praia - pensar em t  rajes mais simples e leves para os noivos e informalmente passar a mesma informação para os convidados. Geralmente a informalidade da linguagem e do estilo do convite já passam este recado aos convidados de maneira subentendida. Além disso  pensar em toda infraestrutura que deverá ser montada para que o casamento aconteça, como tendas, mesas, cadeiras, banheiros químicos e geradores, geralmente vale mais a pena escolher um hotel ou restaurante na beira da praia que tenha já uma certa estrutura. Tem que considerar as mudanças climáticas e a questão da sazonalidade para não fazer um casamento em pleno verão, cheio de turistas figurantes.

Relação entre tendência e gosto Como já disse Chanel, a moda passa e o estilo fica. Não adianta passar por cima do seu estilo e deixar o casamento sem personalidade. Como também, não combina a noiva querer fazer um casamento estilo americano, cheio de mimos, que combina com um clube de campo, pousada ou hotel na praia, se na verdade vai fazer uma recepção pomposa no maior clube da cidade para quase 1000 pessoas. Neste caso, a decoração sofisticada tradicional é o mais indicado.

Foto Moniky Alves

Decoração de igrejas - tendência: Cada vez mais estamos entrando na onda do menos é mais, do minimalista, com arranjos pequenos, para não fica over, nem ofuscar a decoração da igreja, que em muitos casos já é bem farta. Também considerando que a cerimônia dura de 30 a 45 minutos, não vale a pena investir tanto numa decoração muito cara, deixe para investir na decoração da recepção que dura, em média, seis horas.

estilo

Finalmente... O casamento, acima de tudo é um ato de amor e união, então, seja um mini wedding para 30 pessoas ou uma recepção para 500 convidados, que seja bem planejado e que os noivos curtam esta etapa. Passar meses antes do grande dia se estressando e brigando foge ao propósito de qualquer celebração.

Jornal Design | Serra 41


E o noivo? por Rodrigo Britzke | Personal Stylist

T

Fotos Divulgação

ão importante quanto a noiva, ele deve estar bem vestido e elegante igualmente. Aquele papinho de que os olhares são todos da noiva, é desculpa de quem não tem conhecimento algum sobre o assunto. Um noivo bem vestido tem seu encanto e até a chegada da noiva, ele reina absoluto no altar. Hoje em dia, é super comum vermos a noiva linda e impecável com suas madrinhas, porém, peca-se muito nos trajes do noivo e padrinhos, realmente a boa assessoria de um profissional faz a diferença. Recentemente fui ao casamento de dois amigos muito queridos por mim, seus amigos e sua família. Tive o prazer de participar do momento lindo e mágico que foi o casamento da Ana e do Alex, e como disse, ambos brilharam e atraíram os olhares da noite, tudo muito bem planejado com a antecedência necessária. O vestido, o traje do noivo, os pais, madrinhas, padrinhos, cerimônia, festa, tudo! Se discute muito sobre a roupa certa do noivo, porém, vou ser sincero, antes disso a análise a ser feita envolve o local do casamento, horário, estilo, cultura e clima. Após essa base, se começa a pensar nos pilares, a noiva e o noivo. Para deixar bem claro, o famoso Fraque tem sua

originalidade Europeia, onde os casamentos costumam ser diurnos, tanto que por lá ele é mais conhecido como “Morning Dress”(traje matinal). Um traje que deve ser usado somente durante o dia, onde a festa não se estenda pela noite. Perfeito para ser usado em casamentos celebrados no campo, ao ar livre, e é claro, todos os padrinhos e os pais do noivo e da noiva devem estar vestindo o mesmo, caso contrário será apenas uma fantasia. Aqui no Brasil, temos culturalmente o costume de casamentos noturnos, e nesse caso, nada melhor do que um bom terno escuro com colete, de preferência preto, camisa branca de colarinho impecável com gravata prata ou branca. Cortes, modelos e modelagens mudam constantemente, o que se usou dois anos atrás pode não estar se usando mais, porém tudo tem que ser analisado de acordo com o tipo físico do noivo, nessa hora procure lojas que possam oferecer um profissional no assunto. Nunca se ouviu falar tanto em casamentos, possíveis e impossíveis, legais e ilegais, seja como for, o importante na hora de oficializar essa relação é o sentimento de amor, amizade, cumplicidade e respeito que possa unir qualquer casal. Dito isso, aos novos casais de 2013, sejam felizes!

verticecom.com.br

consultoria e produção de moda facebook: rbritzke | rjbritzke@gmail.com

42 Jornal Design | Serra

estilo


Youwear, Youare.

Rua Xingu 865, Telefone 3454.5359

estilo Blue Flag - 24,5x32,5cm.indd 1 AnĂşncio

Jornal Design | Serra 43 17/04/13 14:13


Casamentos: como se vestir por Gabriela Francio | Assessora de moda

O

tempo passa, as gerações se renovam, os costumes evoluem, os hábitos se simplificam, mas certas cerimônias tradicionais

Foto Divulgação

44 Jornal Design | Serra

permanecem. O casamento é uma delas. Porém nem todas as cerimônias são iguais, e as diferenças devem ser respeitadas principalmente no modo em que os convidados irão se vestir. Para cerimônias ao ar livre, por exemplo, as convidadas podem investir em tailleurs ou vestidos curtos, sem brilhos ou bordados. Nos pés, o recomendado são sapatos tipo Chanel ou scarpins. Já os homens estarão bem vestidos com calça jeans ou de sarja, acompanhada

de camisa, sapato e blazer. Quando o casamento ocorre na igreja, principalmente no período da noite, é permitido maior requinte. O comprimento das roupas deve ser combinado com o traje exigido no convite, lembrando que longos apenas devem ser usados por madrinhas, ou quando a exigência de traje é “passeio completo” ou “blacktie”. Vestidos acompanhados de estolas ou blazers são uma ótima opção, acompanhados de sapatos de salto alto e carteiras. Para os cavalheiros, o traje costume(calça + paletó), camisa social e gravata, é a melhor opção. Para cerimônias apenas no cartório, a simplicidade reina. Tanto para convidadas, quanto para madrinhas, o uso de

calças de sarja ou calças jeans acompanhadas de camisa, salto alto e blazer são adequados. Para os homens, o mesmo se aplica, porém acompanhados de um sapato ou sapatênis. Dicas: - Lembre-se que quanto mais tarde for o casamento, mais social é o traje; - Mulheres devem evitar a cor branca; - Em caso de dúvida, mulheres devem optar por um vestido clássico, sem muitos bordados ou cores chamativas, e os homens por calça de sarja, camisa e blazer; Assim, sempre estarão bem vestidos!

estilo


estilo

Jornal Design | Serra 45


Foto Divulgação

Lá vem a noiva! por Ricardo Rambo | Consultor de Moda

S

er a noiva mais linda da face da terra é o objetivo de toda mulher que vai se casar. Noivas são atemporais, mas não há como negar que as mulheres gostam de estar na moda até no dia do casamento. Nesta edição, aponto as principais tendências para noivas. Antes de mais nada, é preciso respeitar seu corpo e encontrar o caimento perfeito na escolha do vestido de noiva. A harmonia entre o decote e a saia é o primeiro passo para encontrar um vestido para chamar de seu. As tendências são muitas e quase tudo é permitido. Os modelos fluídos, em tule, ou com camadas per-

46 Jornal Design | Serra

feitamente estruturadas estão super em alta. Vestidos minimalistas, transparências e bordados, continuam em voga. Detalhes retorcidos nos vestidos de noiva, são tendências fortes e podem ser grandes aliados de quem procura cortes mais simples e pouco brilho. Os modelos clássicos com saias armadas e ricos bordados não saem de moda. Se você não curte vestidos de noiva tradicionais, a boa notícia é que as modelagens ajustadas, como o corte sereia, estão em alta. O tomara que caia também mantém seu lugar de destaque. A modelagem “A” aparece forte, valoriza praticamente qualquer tipo de corpo.

Mas a novidade, está nas cores. O nude é a aposta de muitos estilistas, assim como nuances de rosa, lilás e azul, presentes em detalhes ou cobrindo todo o vestido. Gosto do tom de pérola ou tons pastéis, para quem quer fujir do tradicional branco. Mas se você não curte as cores da temporada, então inspire-se na modelagem e no caimento deslumbrante e invista no eterno branco. Vale lembrar que você pode misturar os estilos e idealizar um modelo totalmente diferente, de acordo com a sua personalidade, o horário e local do casamento. O importante é você se sentir linda e poderosa.

estilo


Foto Zoldan

Store in store: um conceito de luxo A Rouparia Feminina surge para vestir mulheres contemporâneas, ativas, inteligentes e muito femininas, que gostam de mesclar o moderno e o clássico, o luxo e o básico.

A

Trabalhamos com as marcas que mais se destacam no cenário nacional e que ditam os rumos da moda no país. Borda Barroca, Cantão, Dudalina, Hering, Iódice, Lacoste, Nutria, Sacada, Tonâge, Pierre Cardin, Fasolo, Highstil, Democrata e Fideli são algumas marcas que você encontra na Rouparia. Peças de alto padrão, com caimento perfeito, elegância e muita sofisticação para todas as ocasiões. Para mais informações, acesse: www.rouparia masculina.com.br

Fotos Zoldan

Rouparia nasceu masculina, atendendo um público exigente, com estilo, bom gosto e que preza pelo bem estar. Nesta concepção, a loja passa a ter uma seção dedicada ao público feminino dentro do conceito store in store, ou seja, uma loja dentro da própria loja. A Rouparia Feminina surge para vestir mulheres contemporâneas, ativas, inteligentes e muito femininas, que gostam de mesclar o moderno e o clássico, o luxo e o básico.

estilo

Jornal Design | Serra 47


Almoço Harmonizado Dia das Mães Couvert Grissinis com caponata Harmonização: Prosecco Tributo Salada Salada Caprese(tomates confitados, mussarela de búfala, molho pesto) Harmonização: Brut Tributo 1º Prato Penne ao molho Trio de Cogumelos Harmonização: Reserva Chardonnay 2012 Prato Principal Filé ao molho de Cabernet Sauvignon, guarnecido com purê de brócolis e couve flor Harmonização: Cabernet Sauvignon Reserva da Família 2007

Fotos Divulgação

Sobremesa Tiramissu Harmonização: Reserva Moscatel

Para reservar antecipadas e maiores informações: (54) 2621.1111 ou (54) 8100.5774 | Email: varejo@marcoluigi.com.br

48 Jornal Design | Serra

estilo


Foto Retratu’s Ateliê Fotográfico

Dois anos de

Para comemorar o mês das mães e dois anos da Cotelê Boutique, Raquel Copat trouxe a estilista Greice Antes para mostrar suas inusitadas coleções. Durante todo o mês de maio, as roupas da estilista estarão expostas na loja com valores especiais para presentear sua mãe.

Fazer parte da melhor experiência da sua vida é uma honra para nós.

estilo

Rua Agnaldo da Silva Leal, 187 - Bairro Cidade Alta Fone: 54 3702.5842 - Bento Gonçalves, RS

Jornal Design | Serra 49


Foto Silvia Tonon

Nhoque umoitodois

Para o nhoque: 1 xícara e 1/4 moranga( assada ao forno) e bem escorrida; 1 xícara e 1/3 de farinha de trigo ; 1 xícara e 1/2 de parmesão; 1 col. de chá de sal; 1/2 col. de chá de noz-moscada; 1 ovo; Amasse a moranga e junte os demais ingredientes; divida a massa em partes e faça rolinhos; depois vá cortando do tamanho que quiser. Para o molho: a sugestão da foto é um molho cremoso de cogumelos shitake, paris e pleurotus. Mas para fazer em casa e simplificar pode ser feito um molho de manteiga e sálvia. Derreta 150g de manteiga; junte folhas de sálvia rasgadas com a mão; corrija o sal e moa pimenta na hora; para finalizar o prato polvilhe um bom queijo parmesão. Bom apetite! Pela tradição italiana, comer nhoque no dia 29 dá sorte, então aproveite e faça essa receita nos próximos dias 29! Chef Márcia Dalla Chiesa

50 Jornal Design | Serra

estilo


estilo

Jornal Design | Serra 51


Fotos Silvia Tonon

Uma noite especial, de boas energias e muitas cores para lançar seu novo empreendimento. Foi assim que a CASACELLO Construtora apresentou o Residencial UMOITODOIS, no útimo dia 29, na Sapore e Piacere. Artistas do Tholl recepcionaram os convidados com toda sua magia. A CASACELLO está no mercado há mais de 15 anos buscando inovação e acreditando na infinita paixão por bem viver.

Há 18 anos fazendo arte na pele

Sempre prezando pela higiene e com uma equipe especializada, a Rollins Tatoo atua em Bento Gonçalves há 10 anos em um ambiente que respira e transpira arte. Visite a Rollins Tatoo e transforme-se! Rua Planalto, 1156 Fone: 54 3451.5396 www.rollinstattoo.com.br

52 Jornal Design | Serra

estilo


O retrô e o moderno juntos em um ambiente único e inesquecível O Biroska Café e Bistrô é um lugar com conceito e estilo diferenciados, que une o melhor da gastronomia ao melhor do entretenimento. A casa apresenta uma mistura de decoração retrô com um ambiente moderno e ousado, onde você irá desfrutar de um local aconchegante, divertido e inesquecível. Com uma moderna estrutura de som e iluminação em led, certamente você irá viver muitos momentos de alegria e descontração. Uma parceria com o grupo Heineken e Coca-Cola mostram todo potencial desta nova opção de lazer e entretenimento para Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. Venha para o Biroska!

Wilian Coser com os representantes da Heineken: Frederico Knoll Aymone, Marcos Guasso e Leandro Minúsculi

estilo

O proprietário Wilian Coser com sua esposa Michele Goin

Jornal Design | Serra 53


Foto Wagner Meneguzzi

Gerente Comercial da Pomzan, Ademir Pagliarin recebendo equipe da Procad

Valéria Pompermayer e Ana Paula Braghini, arquitetas responsáveis pela loja de fábrica da Pomzan Móveis Planejados

Georgia e Giulia desfilando as joias da Carmen Guindani no Café Viveronne

A estilista Greice Antes com Raquel Postal Copat comemorando os dois anos da Cotelê Boutique

Márcio Arioli, Augusto e Eliane Giacomello Cobalchini conferindo as novidades da coleção

Anderson Pereira, Elise Di Bernardo, Rodrigo Britzke e Márcio Di Bernardo prestigiando o evento

Banda Ben’s Tones animou a noite, durante o evento da loja Blue Flag

Débora Zandonai, Rodrigo Britzke e Ronan Pasini comemorando o resultado do trabalho

Fotos Divulgação

Fábio e Deise , Dalila e Marcelo Ticiani da T&T Engenharia e Construção na entrega do Monte Belluno

Foto Wagner Meneguzzi

Social

Márcio Arioli com Frederico Mentz, da Spirito Santo, no lançamento de coleção da loja

A combinação perfeita entre bom gosto e sabores refinados para criar experiências inesquecíveis. 54 Jornal Design | Serra

estilo


Dr. Newton Busso foi recepcionado pela Dra. Angelá D’Avila e Dr. Gustavo Feijó Vieira , na comemoração de dois anos da Embrios Centro de Reprodução Humana

Ivana com sua mãe Ilda Nayr Paludo Casagranda, em clima de dia das mães

Rafael Audibert e Bia Valduga, comemorando os seis anos da Estética Bia

Zilá Nodari, Carolina Nodari e Thais dos Santos do Zilá Spasso da Arte no L`América Shopping

Sonia Dileta Belatto no evento da Casacello, animado pelo Grupo Tholl

Daniel Panizzi, Márcio Arioli, Daniel Geisse e Victória Geisse curtindo a noite agradável

Juarez Andreolla Piva, Evandro Soares, Paulinho Guillamelau nos embalos da banda Ben’s Tones

Rubem Righesso, Fabiane Alberton, Rodrigo Britzke, Ignácio Geisse e Giovana Alberton

Rodrigo Britzke, Beatriz Dreher Giovannini, André Giovannini, Ayrton Giovannini e Ricardo Dytz

Ricardo Rambo, Camila Arioli, Cris Romagna e Silvana Aibel, conferindo as tendências

Lissandro Ghelen, Jordana Valduga, Natalie Barro e Rodrigo Britzke, esbanjando simpatia e elegância

Foto Silvia Tonon

A artista plástica Márcia Marostega, Maria Inês Salvador e Mona Carvalho na Galeria Arte Quadros

verticecom.com.br

Rua Xingu, 865 . Bento Gonçalves (54) 3454.5359 . LojaBlueFlag estilo

Jornal Design | Serra 55


Edição 25  

Um jornal diferente.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you