Page 1

Ano II - Edição 22 - Fevereiro/2013

VIDA

Os cuidados para o verão continuam CASA

Sua casa em clima tropical ESTILO

É hora de arrumar a mochila...


O início do ano é sempre marcado pela volta às aulas, que representa um importante momento do trabalho pedagógico. É hora de arrumar a mochila, o estojo de lápis, o uniforme e conferir o lanche que vai entrar na lancheira das crianças. Para o corpo docente, é o instante de refletir sobre o que já foi feito, nas conquistas obtidas, avaliar o trabalho desenvolvido e construir novas estratégias para o novo ano letivo. Neste especial de volta às aulas, nos preocupamos em explanar assuntos em voga, porém com visão pedagógica, baseado em orientações de profissionais habilitados e preocupados com os interesses e necessidades das crianças, assuntos delicados que, por vezes, deixam os pais preocupados sobre como lidar com os limites de seus filhos. E, ainda em clima de férias, selecionamos dois ousados projetos de casa praia para alimentar seus planos futuros quando pensar em unir férias à luxo. Viagens, gastronomia e moda também estão em pauta nesta primeira edição do ano para inspirar você a querer sempre mais a cada recomeço. Boa leitura e um ótimo 2013! Silvana Aibel Silvia Perusso

Capa Os estudantes Louise Figueira, Fernanda Selli, Pedro Lunelli, Mel de Assis, Giulia Bettim e Manuela Lunelli já estão contando os dias para retornar à escola com todo o gás. Durante este editorial, eles nos dão uma prévia da alegria em rever os amigos, contar as novidades e aprender muito. Na ocasião, fotografados por Anderson Pagani, eles vestiram os descolados looks, usaram mochilas e demais acessórios super tendência Lilica & Tigor.

Expediente Realização: S&S Editora Ltda Coordenação: Silvia Perusso | Silvana Aibel Equipe: Dirce Heuser | Camila Cervieri | Rosângela Masutti Jornalista Responsável: Marlove dos Santos | REG. 6668/28/57 Abrangência: Bento Gonçalves | Carlos Barbosa | Garibaldi Circulação Dirigida: Vida | Casa | Estilo Contato: 54 2621 3134 | contato@jornaldesign.com.br O Jornal Design | Serra não se responsabiliza por artigos assinados.

Foto Anderson Pagani

Editorial


Hoje existem mais de 500 milhões de pessoas com perda auditiva no mundo. Para o ano de 2015 estima-se que esse número suba para 700 milhões. O tratamento adequado para portadores de perda auditiva é muito individual e vai depender de pessoa para pessoa e do problema específico de cada um. Os pacientes frequentemente referem: “ouço, mas não entendo o que me falam” ou “em local ruidoso não entendo o que as pessoas dizem” ou “entendo melhor o noticiário do que os filmes e as novelas” ou “entendo melhor as vozes masculinas do que as femininas”, ou ainda “tenho um barulho(zumbido) em meu ouvido que piora à noite”. É o médico otorrinolaringologista, que avaliará estas queixas, solicitará exames clínicos e audiológicos e irá determinar a hipótese diagnóstica e a conduta a ser seguida. Caso o diagnóstico da perda auditiva e a conduta seja para a indicação e adaptação de aparelhos auditivos, deve-se procurar uma fonoaudióloga especialista na área da audiologia. Neste momento, a fonoaudióloga utilizará critérios para selecionar a prótese mais adequada, que serão: o tipo e o grau da curva audiométrica, a discriminação vocal, o desconforto auditivo a sons fortes, o tipo de prótese de preferência do

indivíduo(retro-auriculares até micro-canais), dificuldades de comunicação e necessidade de adaptação mono ou binaural. Após essa análise, selecionamos os aparelhos mais indicados, regulamos os aparelhos através do computador e de programadores, onde podemos dispor de modernas tecnologias para aparelhos de múltiplos canais, redutores de ruído ambiental, uso de controle remoto para a troca de programas, tecnologia bluetooth para uso do telefone e televisão e geradores de sons para pacientes com zumbido. É sempre muito importante que o paciente realize a experiência domiciliar com os aparelhos auditivos, para determinarmos se está atendendo às suas necessidades auditivas nos diferentes ambientes que frequenta. O processo de adaptação envolve várias etapas e cuidados na seleção e indicação dos aparelhos auditivos. Mas, termos a oportunidade de devolvermos um pouco ou muito do universo sonoro com qualidade, melhorando a comunicação e auto-estima nos engrandece como profissionais e como seres humanos.

Viviane M. Scomazzon Fonoaudióloga

vida

Foto Divulgação

Foto Divulgação

O papel da fonoaudióloga na adaptação do aparelho auditivo

Cuidados com os pés no verão Com a chegada da estação mais quente do ano, os pés tendem a ficar inchados, ressecados e expostos às agressões externas, já que usamos sapatos mais abertos nesse período. Então vamos acabar com o descaso e cuidar dos pés como eles merecem? São eles que te carregam todos os dias. E são eles também que as vezes recebem menos cuidados. Para evitar pés ressecados no verão é obrigatório o uso de creme específico para essa área. Todos os dias, mas lembre-se de não passar o hidratante entre os dedos, isso acumula umidade e pode proliferar bactérias. E se a sua pele estiver muito seca, passe o hidratante e coloque meias para dormir. Elas mantem o creme por mais tempo. Calos! Ninguém gosta de ter calos. Mas, por favor não os corte de jeito nenhum, apenas procure um podólogo para tratá-los. Evite mal cheiro. Nessa época do ano é comum que os pés transpirem mais, devido ao calor. Para evitar aquele cheirinho desagradável uma boa dica é usar spray anticéptico, que ajuda a absorver a umidade dos pés. Prefira também usar sapatos abertos

para os pés poderem respirar. Se for usar calçados fechados, utilize meias de algodão que absorvem melhor o calor e não as repita, use uma por dia. Também não utilize o mesmo sapato dois dias seguidos e coloque-os no sol para eliminar fungos e bactérias. Por fim, após lavar os pés seque bem entre os dedos, para que os microorganismos não se proliferem. Cuidados ao Sol: Quando for deixar os pés expostos ao sol, a mesma regra vale para todas as regiões do corpo: não se esqueça de usar protetor solar. Além de evitar o ressecamento dos pés, o filtro solar protege dos raios UV e ainda previne contra câncer de pele. Então não dá para descuidar.

Karine Pessalli Podóloga

Jornal Design | Serra 3


Ano novo, mil planos e novas metas, época de renovar. Que tal começar por uma desintoxicação pós-festas? Mesmo com esforço para se manter na dieta, neste período de festas e férias cometemos alguns exageros alimentares que ocasionam inchaço, intestino desregulado, pele com espinhas e os temidos quilinhos extras. Para reverter a situação mantenha-se focado no estilo de vida saudável: fracionamento alimentar, hidratação e exercícios. Além disso, invista em alguns alimentos que ajudam a acelerar este processo como as frutas e os vegetais e reduza o consumo de alimentos fritos, refinados e farináceos, que são mais inflamatórios. Algumas dicas básicas para desintoxicar podem ser postas em práticas com alimentos que encontramos na fruteira de casa: Abacaxi e melancia: frutas diuréticas, que por essa característica diminuem a retenção de líquidos e que facilitam a digestão.

Laranja e maçã: por serem ricas em fibras, auxiliam no funcionamento intestinal. Lembre-se: não desperdiçar o bagaço da laranja, pois é ali que a fibra se concentra. Gengibre: alimento termogênico, ativa o metabolismo e auxilia a digestão. Usá-lo em sucos é uma das formas de consumo para desintoxicação. Couve: este vegetal aumenta a oxigenação dos tecidos, melhorando a distribuição de nutrientes benéficos pelo corpo e é um excelente antioxidante deixando a pele sempre jovem. Além disso, fortalece os ossos por ser rico em cálcio. Água de coco: tem entre suas funções, auxiliar na hidratação. É uma boa opção para acompanhar lanches e, além de ser uma bebida deliciosa, ajuda a reduzir a celulite. Ficam algumas idéias simples para incrementar sua dieta neste novo ano e, finalizo com uma frase de Abílio Diniz, que vale uma boa reflexão: “Cuide do seu corpo, pois você mora nele”.

Letícia Bettinelli

Nutrcionista Especialista em Nutrição Clínica Personalizada

4 Jornal Design | Serra

Foto Divulgação

Foto Divulgação

DESINTOXIQUE Pois o verão está só começando

Cuidando da coluna nas férias! Ainda em clima de férias, devemos ter alguns cuidados para evitar danos maiores à nossa coluna vertebral. É normal ouvirmos: “estas férias acabaram comigo”, “estou quebrado(a), não tem lugar onde não dói” ou então “fui descansar e agora estou todo(a) dolorido(a).” Isso acontece, normalmente, na época de férias pois relaxamos mais com a nossa postura, temos mais tempo para brincadeiras com as crianças, viagens, passeios, mais tempo no computador ou em frente à televisão e, muitas vezes, dormimos mais e de forma inadequada. Afinal, nas férias queremos fazer tudo o que não fazemos durante o ano. Por isso, quando for fazer mais atividades do que o habitual, procure fazer alguns alongamentos para não causar dores e tensões gerais no corpo após as atividades. Devemos cuidar como estamos dormindo e como está a nossa postura durante o dia, pois a coluna vertebral dá sustentação e flexibilidade ao nosso corpo. Para manter a coluna saudável, nada melhor do que descobrir como prevenir e tratar as dores nas costas. Hábitos incorretos, postura inadequada e a mudança de rotina são os

principais responsáveis pelos traumas e dores na coluna. Desconfortos inicialmente podem causar lesões imperceptíveis que só vamos nos dar conta do prejuízo disso muito tempo depois. A quiropraxia proporciona um relaxamento e alinhamento das articulações da coluna, prevenindo lesões futuras e como consequência sentimos o corpo mais flexível e relaxado. Atuando beneficamente em desconfortos causados pela má postura ou brincadeiras nas férias que deixaram o seu corpo “quebrado” ou “dolorido”. Portanto é muito importante prestar atenção no que fazer nas férias para relaxar, procurando descansar, sem se machucar. Maiores informações agende uma avaliação e conheça os benefícios que a quiropraxia pode proporcionar ao seu bem estar e melhor qualidade de vida.

Carla Parisotto Quiropraxista

vida


Foto Divulgação Foto Divulgação

Prepare seu corpo para o

verão

O verão está chegando e com ele a preocupação em aparecer na praia ou piscina quando os olhares começam a ficar mais atentos para a celulite, flacidez e gordurinhas que estão incomodando. Há pouco tempo, a busca pelo corpo perfeito era muito limitada à dietas, cremes com promessas duvidosas e aparelhos com eficácia limitada. Atualmente, pode-se encontrar clínicas equipadas com instrumentos de última geração e bons profissionais. Como explica a Dra. Andressa Pauletto, o programa de tratamento começa com uma avaliação, onde é analisada a expectativa e as necessidades de cada um. Após um exame físico e clínico, é estabelecido o grau de celulite, gordura localizada, flacidez e estrias, e só então orienta-se o paciente para o programa ideal. Os procedimentos realizados devem ser sempre associados, para um melhor resultado. Entre os mais conhecidos estão o Manthus, que é ultrassom com corrente estereodinâmica, utilizado tanto para gordura localizada, celulite, assim como em tratamentos pré e pós-operatórios. Atua na quebra das moléculas, transformando a adiposidade em partículas finas que serão drenadas pelos vasos linfáticos e eliminadas pela urina

vida

e suor, promovendo a diminuição de medidas e eliminação de toxinas. O Accent é um aparelho de radiofrequência que produz grande quantidade de calor na área tratada e com isso ocorre a aceleração da produção de colágeno, que dá firmeza e sustentação a pele e também reduz a gordura localizada. Outra alternativa é o Cellutec , aparelho de endermoterapia vibratória que promove a massagem à vácuo e melhora a circulação sanguínea e linfática(drenagem). É indicado para problemas circulatórios, celulite, flacidez e como modelador corporal. E por último, a Carboxiterapia Aquecida, técnica que utiliza CO2 medicinal e aplicado na epiderme, melhora a circulação e oxigenação cutânea e, consequentemente, o quadro da celulite, gordura localizada, flacidez e estrias. Lipossomas de Girassol: O Lipossomas de Girassol é um tipo de tratamento indicado para todas as pessoas que desejam perder a gordura corporal, mas não querem passar por uma cirurgia plástica. Lipossomas de Girassol é uma técnica também conhecida como intradermoterapia que atua no combate da gordura localizada se associada a substâncias lipolíticas. O tratamen-

to pode ser feito em qualquer época do ano e deve ser aplicada em regiões mais específicas do corpo, como na gordura localizada no abdômen, culotes, região supra-púbica, região próxima ao joelho e também no acúmulo de gordura entre os braços(axila). O processo corrige imperfeições que possam existir e quando associado a outras técnicas e tratamentos, como a drenagem linfática, a carboxiterapia, a endermologia e o ultrassom, os resultados são ainda melhores. É importante lembrar que além desses tratamentos, existem outros que podem ser indicados, cuja eficácia está diretamente ligada à orientação do médico e habilitação de quem executará as técnicas selecionadas. Todos esses tratamentos estão a disposição na Clínica Visualittè, que conta com profissionais altamente qualificados e aparelhos de última geração. Mais informações pelo telefone (54)3055-4405 ou pelo e-mail visualitte@visualitte.com.br.

Dra. Andressa F. Pauletto Médica Responsável Técnica CREMERS 30142

Jornal Design | Serra 5


Foto Divulgação

Caméllia Sinensis Original O verdadeiro sabor do bem-estar O Camellia Sinensis Original é um produto 100% puro, feito apenas da erva Camellia Sinensis cultivada na região de Shizuoka, no Japão. Nesse local a erva é cultivada nas montanhas mais altas, onde a temperatura é sempre fria, principalmente à noite. Por essa razão, a Camellia Sinensis não sofre ataque de fungos nem de insetos, o que permite cultivar uma erva totalmente natural, sem a necessidade de aplicação de agrotóxicos na plantação. A produção da Camellia Sinensis Original – moagem da erva e envase em sachês individuais – é feita no Japão e importada e distribuída com exclusividade pela Anew do Brasil. Benefícios da Caméllia Sinensis Original Caméllia Sinensis Original é o Chá Verde legítimo importado da região de Sizuoka no Japão, sem agrotóxicos pelo favorecimento do clima. O povo desta região apresenta o menor índice de câncer no país por consumir regularmente o chá tradicional há mais de 800 anos. Aproximadamente 1% dos chás verde existentes no mundo são orgânicos e legítimos. Para fins terapêuticos é importante consumir a folha moída e não na forma de infusão.

• Tem ação relaxante e excelente função antialérgica (rinites, sinusites, etc.); • O consumo regular pode reduzir de 20% a 80% a celulite instalada e previne seu retorno. Tem efeito antiobesidade e evita o acúmulo de gorduras; • Contém taninos que oferecem proteção antivirótica e anti-inflamatória; • As teofilinas contidas na Caméllia Sinensis aumenta a resistência das artérias venosas evitando varizes e varicosas. Coadjuvante na terapia das dores nos membros inferiores; • Os bioflavonóides presentes no chá evitam que os hormônios propiciadores de câncer se liguem às células normais, inibindo metástases de células cancerígenas; • Segundo pesquisas, este produto contém aproximadamente 80.000 unidades de SOD (Superóxido Dismutase) por grama, portanto é um poderoso antioxidante inibidor do processo de envelhecimento precoce e de diversas doenças de conotação crônica; • Não existe contra-indicação para pessoas de qualquer idade;

Dicas nutricionais para potencializar o bronzeado no verão * Procure ingerir diariamente alimentos com alto teor de betacaroteno(alimentos amarelo-alaranjados), como cenoura, beterraba, mamão, abóbora, manga, entre outros. Além de facilitar o bronzeado, o betacaroteno também ajuda a proteger a pele dos raios UVA, responsáveis pelo envelhecimento precoce e câncer de pele. Também pode ser manipulada uma fórmula específica para cada pessoa. Agende já sua avaliação na Anew Produtos Naturais. Raquel Valduga Milani Nutricionista CRN2 7559P

Travessa Silva Paes, 18, Sala 103 | Bairro Cidade Alta Fone: (54) 3452-2611 | Bento Gonçalves | RS falecom@vivacomsaude.org | www.vivacomsaude.org

6 Jornal Design | Serra

vida


C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

casa

Jornal Design | Serra 7


Fotos Leonardo Finotti

casa folha Mareines + Patalano é o estúdio de arquitetura e urbanismo responsável pela criação da Casa Folha. Eles estão sempre em busca de uma resposta orgânica e inovadora a cada novo desenho. Cada projeto é sempre encarado como um novo desafio, fugindo de fórmulas pré estabelecidas e da repetição das próprias soluções. “Acreditamos nas ideias de sustentabilidade, mas não apenas quando aplicadas através de medidas tecnológicas de redução de consumo, mas principalmente através da busca da ecoeficiência através da implantação e da forma.”

8 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Leonardo Finotti

Os arquitetos entendem que a casa de praia é como um meio de melhorar e tornar mais agradável a interação do homem com a natureza.

Este projeto buscou inspiração em arquiteturas brasileiras indígenas, fruto de climas quentes e úmidos como o local da casa, Angra dos Reis no Rio de Janeiro. A cobertura funciona como uma grande folha que protege do sol todos os cômodos da casa, assim como os espaços livres entre eles. Esses espaços livres representam a essência do projeto, e como não poderia deixar de ser, são os espaços mais interessantes e mais utilizados pelas pessoas que frequentam a casa. Têm, na maior parte, um pé direito muito alto e permite que o vento dominante de sudeste venha frontalmente do mar em direção e através da casa, provendo em todas as áreas da casa, abertas ou fechadas, ventilação e resfriamento passivo. Os arquitetos entendem que a casa de praia é como um meio de melhorar e tornar mais agradável a interação do homem com a natureza. Nunca separá-los totalmente. Não há corredores. Há muita transparência e integração entre dentro e fora, quase uma fusão entre

casa

eles. Neste aspecto é interessante realçar a passagem do paisagismo(Marita Adania) pelo térreo da casa, tanto pelo uso de vegetação quanto pela piscina que ao atravessar a casa se transforma em espelho d´água na varanda posterior. Sobre a estrutura, a cobertura foi feita em madeira laminada de eucalipto, já o telhado, devido à sua geometria complexa foi feita em pequenas peças de madeira(pinús). Todas as superfícies de acabamento da casa, exceção feita ao vidro e ao cobre patinado, são naturais: ardósia ferrugem em tiras, madeira natural, madeira de cruzeta de poste no piso do térreo e tramas de bambu. O uso destes materiais naturais, do vidro e do cobre patinado, que adquire um tom esverdeado e tem vida útil muito longa e a estética orgânica rica em detalhes como diferentes ritmos e texturas, provocou um fato interessante: a sensação de que a casa, nova em folha, parece estar ali desde sempre, em grande harmonia com a natureza exuberante de Angra. A sensação de pertencer ao lugar.

Jornal Design | Serra 9


10 Jornal Design | Serra

Fotos Leonardo Finotti

Ficha Técnica Projeto Arquitetônico: Ivo Mareines e Rafael Patalano Equipe: Paula Costa, Flavia Lima, Rafael Pretti Paisagismo: Marita Adania Construção: Laer Engenharia Iluminação: Aírton Pimenta Decoração: Ivo Mareines e Rafael Patalano Telhado em madeira laminada: Esmara Estruturas de Madeira

casa


casa

Jornal Design | Serra 11


Fotos Fran Parente

rogério perez Arquiteto Urbanista pela Faculdade Mackenzie, Rogério Perez destaca-se em projetos de alto padrão. Obras residenciais, comerciais, condomínios multi-familiares, empreendimentos imobiliários, além das mais variadas especificidades de serviços prestados, tanto no Brasil como no exterior. Uma das marcas registradas em seus projetos, além do bom gosto, são as casas na cor branca. Para Rogério, o branco valoriza a arquitetura, harmonizando perfeitamente com o paisagismo e a decoração. Suas obras também sempre buscam uma integração dos ambientes, cuidando sempre da iluminação, privacidade e conforto. As piscinas e suas pastilhas coloridas também são diferenciais deste arquiteto que enriquece nosso olhos e já nos deixa com saudades do verão. Com exclusividade para o Jornal Design, Rogério comenta sobre sua arquitetura e tendências para as casas de praia e casas mais abertas. Com direito a piscinas, bangalôs e pergolados!

12 Jornal Design | Serra

casa


JD | Como você definiria sua arquitetura? RP | Uma arquitetura que transita entre o clássico e o contemporâneo, mesclando o que há de melhor em cada uma.

Fotos Fran Parente

JD | Para você, a área externa da casa é tão importante quanto a área interna? RP | Sim, eu particularmente adoro trabalhar muito a área externa, a área de lazer, acho fundamental. Sempre procurando preservar a privacidade, conforto e aconchego. JD | Quais são as tendências quando se trata da área externa? RP | A integração dos ambientes externos e internos, o paisagismo. JD | Como saber qual o estilo de piscina que melhor combina com a casa? RP | Tudo depende do estilo da casa e tamanho da área de lazer para após, definir o estilo da piscina. JD | Aonde tem uma piscina e um bangalô é sempre bem vindo? E o pergolado? RP | Sim, havendo espaço, os bangalôs são sempre bem vindos. Além de serem mais confortáveis do que espreguiçadeiras, dão um charme maior para o espaço, assim como os pergolados.

casa

Jornal Design | Serra 13


Foto Divulgação

Verão pede cores

alegres vibrantes e

As cores fortes, as estampas divertidas, o clima alegre, ninguém pode negar que o verão inspira, e muito! É o momento ideal para dar uma renovada na casa, você pode fazer uma boa transformação investindo em cores que deixam o ambiente mais alegre e sofisticado.

A chegada de um novo ano ou uma nova estação costuma inspirar mudanças das mais variadas formas. Nada mais animador do que as tendências da estação mais quente do ano. As cores fortes, as estampas divertidas, o clima alegre, ninguém pode negar que o verão inspira, e muito! É o momento ideal para dar uma renovada na casa, você pode fazer uma boa transformação investindo em cores que deixam o ambiente mais alegre e sofisticado. Nem sempre é preciso fazer uma grande e cara reforma. Quem não dispõe de tempo, mas não abre mão de novidades, uma boa alternativa de decoração com resultados rápidos e surpreendentes é usar e abusar das cores nas paredes. Claro que o branco e o areia serão sempre bem-vindos para serem utilizados como a cor básica da casa, refletindo ainda mais a luz natural. Mas não tenha medo de ousar nas cores fortes. Assim como na moda, o verão pede cores vibrantes como laranja, azul, vermelho, amarelo, verde, pink e podem ser utilizadas em bloco para compor um look descolado na sua parede. Você pode alterar completamente o visual de sua casa pintando uma parede com essas opções de cores

14 Jornal Design | Serra

ou mudando alguns móveis e peças de decoração, para dar uma corzinha no ambiente. Claro que ambientes mais neutros, com predomínio do branco e o areia serão sempre bem-vindos para serem utilizados como a cor básica da casa, refletindo ainda mais a luz natural. Mas não tenha medo de ousar nas cores fortes. Para todos os casos uma dica universal: prefira a tinta fosca ou acetinada que não revela as imperfeições da parede (e cuide dela, porque cores escuras e foscas são difíceis de limpar). São tantas as opções de cores, texturas e revestimentos que fica difícil escolher quando se trata do nosso espaço. Mesmo com vários estudos sobre cores, a escolha é muito pessoal e algumas perguntas são fundamentais: - que tipo de uso terá o ambiente? - quanto tempo você fica no ambiente que pretende pintar? - quem são os usuários? - o ambiente é muito amplo, muito pequeno? - ambiente tranquilo ou mais agitado? Essas perguntas servem de base para escolha da cor

e tudo deve ser levado em consideração antes de começar o trabalho. Para não correr o risco de errar a combinação e não exagerar use as cores ideais para compor com as tonalidades mais vibrantes. Você pode consultar as paletas de cores, que vão te ajudar como se adequar a essa tendência, por exemplo, misturando cores quentes e frias, e outras combinações. Lembre-se que ainda virão os objetos decorativos como cadeiras, almofadas, quadros, etc. O que vale é saber misturar as cores certas para compor a combinação ideal para deixar sua casa na moda, sem erros e exageros.

Mauri Demarchi

Sócio-proprietário da Pró-Cor Tintas

casa


Fotos Divulgação

Formas que

desafiam a

compreensão

casa

Inovar também faz parte do “questionar-se” como as coisas são, explorando os paradigmas atuais e conduzindo um raciocínio desprendido de modelos mentais já pré-estabelecidos. Partindo desse pressuposto, a Intervento Design assina a nova coleção de misturadores da Altero. A premissa essencial de cada novo produto parte da visão e da leitura dos cenários da atualidade, compreendendo o comportamento do usuário, as tendências latentes e a observação por imersão no universo das pessoas, além de uma forte necessidade de quebrar paradigmas em como os produtos são construídos e usados. Neste contexto apresenta-se a linha Turn, uma coleção de misturadores moderna, dinâmica, com linhas provocantes que instigam a curiosidade do percurso da água em uma torneira. Com design inovador e irreverência das formas, a linha surpreende pela beleza e funcionalidade. As características dos modelos colocam em destaque um projeto desenvolvido para um público despojado, inusitado, de gosto apurado, exigente e antenado com as últimas tendências de mercado. O modelo mental da saída da água é superado no modelo T38. Ao primeiro contato com o produto parece que ele joga água contra si próprio, mas ao acioná-lo percebe-se que a água sai ao longo do tubo e não nas extremidades como normalmente se vê. Revelando-se

assim novas experiência de uso com o produto. Já o modelo T37 canaliza o movimento da água promovendo a condução de um laço ao invés de um jato. O resultado é a água caindo em diagonal e não em 90°. O efeito é inquietante, pois o volume de água nunca cai diretamente no ralo, formando assim caminhos pela cuba até chegar a ele. Os misturadores propõem-se a complementar a decoração de lavabos e banheiros, não passando despercebidos. Em versões de bica baixa e bica alta, em composição a acionadores(volantes) discretos, onde o destaque maior são as bicas, é praticamente impossível não notar uma forma inusitada e provocativa de levar água até as mãos. Turn explora as voltas, as curvas, a rotação e a mudança de ângulo e o movimento que a água faz quando cai, promovendo os principais elementos de identificação da linha. Dinamismo em um conjunto de formas que instigam a curiosidade e surpreendem, em consonância, com a configuração da silhueta da água.

Juliana Desconsi Designer

Jornal Design | Serra 15


Fotos Dilvugação

Tendências IMM Cologne 2013 Os coloridos apareceram pontuados em detalhes, ou internamente no mobiliário. Podemos confirmar que as cores amarelo, tangerina, vermelho e azul permanecem em todas as matizes. Neste ano irei fazer 10 anos que visito o Isaloni em Milão e para renovar as ideias enfrentei o frio de -8oC e muita neve para trazer novidades aos nossos clientes diretamente de IMM Cologne, na cidade de Colônia, na Alemanha. E o resultado foi muito além das nossas expectativas, pois o Alemão é especialista em soluções criativas para pequenos espaços e gerações de ideias inovadoras. Também foi muito importante ver que principalmente na Living Kitchen, muitos expositores que estavam na última Eurocucina, que mostraram de primeira mão as novidades para 2013. Marcas como Poliform, Varena, Flou, Kartel, Natuzzi, Leicht, Nobília, Nolte, COR, Dada, Lago, Paschen, Häcker, Nolte e muitas outras apresentaram um show de estande e produtos. Na Living e Kitchens o show ficou por conta de chefs de cozinha que faziam as receitas ao vivo transformando os estandes em um palco de lançamentos e usabilidade das cozinhas. Em móveis planejados foi perceptível que, no ano passado, as indústrias que lançaram cores intensas, neste ano apostaram em cores mais neutras e comerciais, como a tradicional Alemã Leicht. Os coloridos apareceram pontuados em detalhes, ou internamente no mobiliário. Podemos confirmar que as cores amarelo, tangerina, vermelho e azul permanecem em todas as matizes. E como novidades as cores rosa, berinjela e verde também em diversos tons, vistos também em vitrines das lojas como na Alemã Cor. Os coloridos intensos estavam mais presentes no mobiliário decorativo. Os padrões de madeirados na sua maioria rústicos em tons amendoados, como saw cut e concreto. Em móveis mais econômicos se percebe a continuidade do uso de BP linho para internos. Destacaram-se muitos móveis com as fitas de borda com padrões diferentes das chapas, proporcionando composições com con-

trates marcantes. Também foi percebido o uso da madeira natural em abundância inclusive em criações de acessórios, como puxadores e organizadores internos. Os puxadores metálicos apareceram limpos e neutros geralmente aplicados fazendo a marcação das formas do móvel. Planejados bem pensados, com funções bem definidas e contínuas para os ambientes integrados, deixando um pouco de lado o extremo minimalista frio e trazendo conforto e praticidade real ao usuário. Para todos os ambientes o uso do vidro incolor em pequenos detalhes é um dos artifícios de criatividade do Alemão. Também os vidros com estampas foram vistos em diversos expositores, como em portas de correr e em cozinhas como rodatampo para pias e fogões. O grande destaque que estava presente em diversos expositores foi a porta em vidro, estilo persiana que com sistema touth fazia a abertura e fechamento. Soluções para uso de mobiliário embaixo de escadas foi uma constante na IMM, desde portas de correr de alumínio, até escritórios e quartos. Os estofados, sempre confortáveis da forma ao revestimento. Uso intenso de veludos, linho, algodão e lã. Estampas com carimbos e lembranças do passado ou viagens é a grande novidade, tanto para tecidos quanto para temas de decoração de ambientes. Estampas da cidade de Paris e Londres são constantes, assim como na moda fashion. Novidades, como, sofás produzidos somente com espumas rígidas e tecidos, e que possuíam várias composições de montagens. O patchwork, capitonê, matelassê, costuras com pespontos marcados, tricô, crochê e outros hand mades estavam muito presentes na feira. Tradicional em toda a Europa, o uso de estofados com a estrutura em couro e no assento e encosto re-

vestido com tecidos para dar conforto. Assim visto também na Natuzzi, a qual lançou uma coleção de peças decorativas como mesinhas multifuncionais para compor o projeto de lojas exclusivas que este ano inicia no Brasil. As salas de jantar foram apresentadas com composições de cadeiras e bancos em diversos expositores. As cadeiras foram vistas estofadas na sua totalidade nas mais diversas fábricas. Em racks e home theaters as soluções para esconder a fiação e caixas de som são grandes destaques no design Alemão. Nos quartos de bebê, pequenos espaços são gerados soluções como em uso de portas de correr e giro no mesmo móvel. Utilização interna de roupeiros e cômodas e principalmente a formatação dos trocadores que podem ser retirados da bancada. Resumo que em Milão os estandes são, na sua maioria, glamorosos e com ambientes muito mais elaborados que os próprios móveis, que traz a característica minimalista, assim o aconchego é trazido pelo entorno. Na IMM, é perceptível a solução de pequenos espaços, criatividade e inovação no mobiliário, mesmo sendo econômicos. Ambientes temáticos, bem decorados, trazendo a realidade exposta na feira e show room de lojas visitadas e que faz um paralelo perfeito com o mercado brasileiro.

Marta Manente Designer

Aproveite o verão com conforto e praticidade. A exclusiva tecnologia Sweet Home integra equipamentos de áudio e vídeo, iluminação, ar-condicionado e persianas de um jeito simples e fácil de operar. Conheça a vida dos seus sonhos e tenha tudo na palma da sua mão.

>> Automação residencial e corporativa >> Exclusiva tecnologia wireless

>> Cinema em casa >> Soluções diferenciadas em áudio e vídeo

>> Centros administrativos e de convenções, auditórios, salas de reuniões, showrooms

Caxias do Sul - (54) 3021.4550 - Bento Gonçalves - (54) 3451.4550 16 Jornal Design | Serra

casa


Varandas: a natureza dentro da

Sentir o aroma das plantas, poder cultivá-las e apreciá-las são de grande importância para quem mora em centros urbanos. Ter uma varanda com um espaço verde fará você sentir-se próximo da natureza. A varanda merece uma decoração atraente. Afinal, ela representará a possibilidade de ter um pedacinho de céu e um pouco de verde dentro do seu apartamento ou da sua casa. Para isso, você deverá planejar o espaço, ou seja, escolher a decoração adequada, as plantas e a cortinas para proteção. Para poder desfrutar da luz e calor na sua varanda, necessitamos de um cuidado especial com a entrada de sol, pois os móveis e o piso, se expostos à luz direta, terão uma vida útil mais curta. Os toldos são a solução ideal, eles oferecem transparência, proteção solar, conforto térmico e privacidade. Se a intenção é proteger o local do sol, os toldos articulados, fixados por três pontos, são bem indicados. Já se o objetivo é também a proteção contra as intem-

Fotos Divulgação

sua casa “A varanda é a possibilidade de ter um pedacinho de céu” péries, recomendam-se os toldos verticais que minimizam o efeito dos ventos. Lembre-se, a lona do toldo deve ter filtro solar para que o sol não danifique suas plantas. Se você optar pelo fechamento total da sua varanda com vidro, você poderá adotar móveis que não são característicos de área externa. Porém, você tem que ter o cuidado de usar uma cortina que deixe seu ambiente termicamente confortável e que a luminosidade entre valorizando a beleza das suas plantas. Além disso, a cortina escolhida deve ter filtro solar para proteger o verde da sua varanda.

As plantas são uma poderosa fonte de energia. O primeiro passo para escolher as plantas da sua varanda é identificar a quantidade de luz que elas precisam receber. Algumas variedades naturalmente se adaptam melhor dentro de casa, como o Lírio da Paz, Palmeira Raphis e as folhagens em geral, que são ideais para ambientes internos. Na decoração, quanto mais elementos naturais na varanda, maior a sensação de bem-estar. Para acomodar as plantas, e realçá-las ainda mais, vale utilizar vasos em tons naturais. Como peça curinga, tenha mesa com tampo feito de madeira de demolição e base

ROLÔ, ROMANA E PAINEL TELA SOLAR

Luísa Damasio

Sócia-proprietária Artelana

Promoção válida até 26 de fevereiro de 2013.

CORTINAS

de ferro para servir de apoio para um café ou compor um canto bem aconchegante, ainda sob a luz do dia. Para complementar a decoração, pufes de chita e luminária rústicas podem dar um toque intimista ao ambiente.

Travessa Maranhão, 55 . (54) 3055.2417 . www.artelana.com.br casa

Jornal Design | Serra 17


nossa obra Fotos Wagner Meneguzzi

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

DIRETORIA AEARV – GESTÃO 2013 Presidente: Eng.Civil Ricardo Giacomello Cobalchini Vice-Presidente: Eng. Civil Luís Filipe Pires Trevisan 1ª Tesoureira: Eng. Civil Daniele Artini Gujel Capellari 2ª Tesoureira: Arq. Urb. Andréa Castellarin Jaconi 1ª Secretária: Arq. urb. Fabiana de Carli Ruaro 2ª Secretária: Arq. Urb. Juliana Pereira da Silva 1ª Suplente: Arq. Urb. Felipe José Trucolo 2ª Suplente: Arq. urb. Roberson da Fré 3ª Suplente: Arq. urb. Leticia Zanesco Comissão Evento: Arq. Urb. Fernanda Versetti Eng. Civil Eduardo Brugalli Eng. Civil Matheus Cenci Vanni Comissão Patrimônio Histórico: Arq.Urb. Luciano Cavallet Arq. Urb. Renata Tosi Arq. Urb. Fernando Oltramari

O abraço entre o presidente de 2012, Marcelo Ticiani e o atual presidente, Ricardo Cobalchini

18 Jornal Design | Serra

nossa obra


nossa obra

Fotos Wagner Meneguzzi

valorizando o conhecimento, unindo profissionais

A posse oficial da diretoria AEARV | Associação dos Engenheiros e Arquitetos da Região dos Vinhedos aconteceu em dezembro em evento de fim de ano da entidade, no espaço Carmenére Dall’Onder Grande Hotel. Na ocasião foi realizada a votação e posse, além da comemoração do dia do Engenheiro, Arquiteto e Urbanista. Um charmoso jantar, animado pela banda Sunset Riders integrou associados, fortalecendo a intenção da entidade de integração e reconhecimento dos profissionais. Em pronunciamento, o presidente 2012, Engenheiro Civil Marcelo Rodrigo Ticiani e o atual Presidente Engenheiro Civil Ricardo Cobalchini enfatizaram a proposta da AEARV de valorização e união de profissionais e a busca cada vez maior pelo conhecimento. A diretoria AEARV 2013 já iniciou suas atividades. Eventos como cursos e palestras estão nos planos da diretoria que já está mobilizada para realizar mais um ano com muito trabalho e sucesso.

nossa obra

Jornal Design | Serra 19


Agir Foto Dilvugação

para Chegamos em 2013 e, como todos sabem, a previsão apocalíptica dos maias não se cumpriu. Enquanto algumas pessoas levaram a sério a possibilidade de um cataclismo de proporções planetárias, capaz de exterminar a humanidade, a maioria desprezou ou fez piada com as expectativas de um suposto fim do mundo em 2012. Entretanto, se hoje estamos aparentemente seguros e nossas rotinas seguem seu curso normal, há quem diga que nas próximas décadas seremos obrigados a lidar com problemas tão sérios que têm potencial para levar a civilização ao colapso. E, dessa vez, não se tratam de previsões místicas e infundadas, mas de um prognóstico elaborado a partir de critérios científicos e rigorosos. Estou me referindo ao cenário traçado por Jorgen Randers, professor de estratégia climática na Escola de Negócios Norueguesa e um dos pesquisadores que produziram, em 1972, o relatório “Limites do Crescimento”, popularizando a expressão “desenvolvimento sustentável”. Conforme seu livro recente, intitulado 2052, ainda inédito no Brasil, mas já objeto de matérias na imprensa nacional, o mundo atingirá, na segunda metade desse século, um colapso climático, provocado pelo aumento da temperatura da Terra em mais de dois graus, em relação ao período pré-industrial. A causa será a crescente emissão de gás carbônico, resultante de um crescimento econômico sem preocupação com o meio ambiente. Segundo Randers, nos próximos 40 anos o consumo de energia no mundo deverá aumentar em 50%, e os recursos naturais estarão

mais caros ou simplesmente esgotados. Para o pesquisador, reverter essa tendência exige esforços bem superiores àqueles que hoje estão sendo feitos. Não basta apenas que as grandes empresas e organizações incorporem tecnologias e processos de produção visando reduzir os impactos, é preciso uma ação mais efetiva dos governos de todo mundo e uma política de desenvolvimento econômico pautada pela necessidade de preservar nosso meio ambiente. É fácil notar que a consciência em torno das questões ambientais têm crescido, e que elas ocupam lugar privilegiado na agenda pública. Também se percebe, por parte das grandes empresas, um esforço louvável no sentido de poluir menos, reciclar resíduos, economizar energia e tratar os recursos hídricos utilizados em seus processos de produção. O poder público e a sociedade também têm buscado implementar políticas e iniciativas sustentáveis. Falta, ainda, um arranjo mundial capaz de regular o crescimento de acordo com as demandas ambientais, bem como uma generalização das práticas de sustentabilidade em todas as sociedades. É preciso fazer muito mais, e rápido, para que a fatídica “profecia” de 2052 se torne tão fantasiosa quanto aquela de que tanto falamos no último ano.

Marinete de Carli

Diretora da Ambiental Assessoria Técnica em Resíduos Indústrias Ltda.

20 Jornal Design | Serra

Foto Divulgação

sobreviver

Design e Sustentabilidade

Muito se tem ouvido falar em sustentabilidade e consequentemente em design sustentável ou eco design. Para compreendermos a relação entre design e sustentabilidade faz-se necessário compreendermos a definição destas duas palavras. Design é o equacionamento simultâneo de fatores ergonômicos, perceptivos, antropológicos, econômicos e ecológicos, no projeto de elementos e estruturas físicas necessárias à vida, ao bem estar e/ou à cultura do homem(Redig, 1997). Por sua vez, para definir sustentabilidade, recorri ao dicionário(Houaiss, 2004) e lá encontrei: “manter o equilíbrio de(algo, alguém ou o próprio)”. Quando se comenta sobre design sustentável , tão logo, o principal fator que nos vem em mente é o fator relacionado ao ecológico. Sob a minha óptica, não consigo pensar em projeto de produto sem pensar num equilíbrio entre todos os fatores que circundam o desenvolvimento de um produto, inclusive o ecológico. Sabe-se que um produto ideal é aquele que consegue levar em consideração o equacionamento dos fatores da maneira mais equilibrada possível mas, o que na teoria parece ser fácil, na realidade é um grande desafio para um designer. Os esforços de um projeto devem ser direcionados para um produto ideal sendo que o resultado será um produto real. Pois bem, levando-se o assunto, ou seja, direcionando-se o pensamento para o lado do fator ecológico, o desig-

ner deve preocupar-se com o estudo da obtenção das matérias-primas, do aproveitamento dos materiais para a construção do produto, na montabilidade e desmontabilidade, na manutenção do produto durante o uso, com o ciclo de vida do produto e, sem sombra de dúvida, com as consequências do pós- uso, do seu descarte. Há de se pensar ainda, nos gastos energéticos para todas as atividades que envolvem o projeto e/ ou produto, nos resíduos, na cadeia de suprimentos e na logística e transporte. Com a demanda ocasionada pela lei 12.305, a preocupação com o design sustentável ganhará forças pois há de se ter uma futura necessidade das indústrias em atender esta lei, onde o gerador é responsável pelo produto e embalagem após o uso do consumidor e deverá criar sistema de logística reversa, independente da rede pública de coleta. Enfim, é importante salientar que para chegarmos e mantermos o equilíbrio, será necessária a educação e consciência dos designers e de todos os envolvidos, inclusive das indústrias e dos consumidores.

Cristiano Gallina

GallinaVisentini Designers

casa


Foto Divulgação

É Nós em Milão Um móvel capaz de envolver as pessoas, aproximar minorias, absolutamente simples, espartano, tanto na técnica de produção, quanto no transporte e na forma final.

casa obra nossa

Talvez seja muito cedo para divulgar, mas precisamos de apoio e patrocínio, então vou contar. Tenho uma ótima notícia para quem torce pelo design da serra gaúcha: o curso de Design da UCS foi convidado para participar no SaloneSatellite. Um convite histórico que poucas universidades no Brasil tiveram oportunidade e o privilégio de receber. Diga-se de passagem, nenhuma de Santa Catarina e do Rio Grande do Sul. Portanto, se tudo der certo, seremos a primeira escola de design gaúcha a comparecer no Salão Satélite da Feira de Milão. Espero que bons ventos nos levem a Milão no ano que vem. Um minuano forte e seco capaz de nos conduzir na travessia do Atlântico e do Mediterrâneo, transportando-nos na capital mundial do design. Mas essa história começou faz um tempinho. No começo desse ano, a professora doutora Vânia Schneider falou comigo, no retorno de sua viagem à Finlândia, e disse-me que o curso de design da Universidade Ciências Aplicadas de Turku gostaria de fazer um projeto em conjunto com a nossa universidade. Turku, para quem nunca ouviu falar, é a segunda cidade mais importante da Finlândia, localizada nas proximidades de Helsinki. Inconsequentemente, eu respondi que sim. Afinal, na minha concepção, está na hora de sairmos um pouco das muralhas da Serra Gaúcha e das margens do Rio Uruguai e nada melhor que ir até as beiras do pólo Norte, viajar milhares de quilômetros e conhecer uma nova realidade. Pois bem, a professora

Vânia colocou-me em contato com o professor de design Tarmo Karhu, e começamos a discutir algo em conjunto para expormos na feira Habitare de Helsinki. Muitos e-mails em inglês depois, estávamos nós, em setembro, sobrevoando o Mar do Norte, entre Estocolmo e São Petersburgo, em Helsinki, a capital mundial do design de 2012. Quem somos Nós? Um grupo de estudantes e um professor criado especialmente para essa missão internacional: Alexandre Faccenda, Bruna Piccoli, Cintia de Cástria, Clarissa Zanuz, Fernanda Gava, Giorgio Souza, Jefferson Eltz, Kelly Araldi, Leo Zorzi, Letícia Frare, Marcelo Andreola, Rafael Zeni e Douglas Pastori. O objetivo era levar um móvel para Helsinki segundo o tema “Design e Responsabilidade”. Mas como? E o que precisamente? Em reuniões semanais, estudamos um pouco de design escandinavo, óbvio, questionamos o que é essa responsabilidade, e delineamos um conceito: um móvel capaz de envolver as pessoas, aproximar minorias, absolutamente simples, espartano, tanto na técnica de produção, quanto no transporte e na forma final. Um produto capaz de ser produzido por qualquer artesão, montável em casa, que adorne uma bela paisagem, uma praia por exemplo, e que, ao fim, produza o prazer de uma conquista que satisfaz. Criamos uma linha de móveis para áreas externas com banquinho, chaise-longue e cadeira, no entanto, somente a cadeira pode ser produzida. Carregada praticamente no colo – Porto Alegre – Rio de Janeiro – Amsterdam – Hel-

sinki, montada antes de começar a feira, resplandecia ela sobre um suporte espelhado, na fachada do estande que, generosamente, o professor Tarmo nos concedera(seremos eternamente gratos). Passa pelo estande a curadora do Salão Satélite de Milão, conversa com nossos alunos e lança um fulminante: “Vocês poderiam levar um produto tão bom quanto este para a feira de Milão?” O Alexandre, prontamente, responde “sim, claro”. Ela nos entregou o cartão de visita, entrei em contato, ela reiterou o convite, pessoalmente inclusive(com reunião em Milão na sede da Cosmit), e cá estamos Nós em vias de uma nova missão internacional. Ainda estamos em fase de problematização e conceituação. Através dos objetos, ela quer ouvir a nossa história, sentir o nosso terroir, aquilo que nos singulariza em relação a todo o restante do mundo. Portanto, fica difícil apontar quem poderia especificamente nos ajudar nesse momento. No entanto, estamos abertos para falar com todos. Quem quiser curtir a página da cadeira no Facebook, ela está disponível com o nome Cadeira Nós(Nós Chair). Dos avós, chefes, clientes, colegas aos paitrocinadores, agradecemos a todos que, de algum modo, ajudam-nos a realizar este projeto.

Douglas Pastori

Coord. Design Gráfico UCS

Jornal Design | Serra 21


Fotos Silvia Tonon

Lilica e Tigor, mais alegre e moderna O novo projeto da loja Lilica e Tigor contempla um espaço moderno, alegre e flexível. O principal objetivo foi transformar a loja num local no qual a criança gostasse de frequentar, permitindo que as mamães fiquem mais à vontade para escolher as roupas dos filhos, tornando o momento da compra ainda mais tranquilo e prazeroso. No layout da loja foram utilizados tubos desmontáveis com a proposta de simular uma brincadeira e ao mesmo tempo permitir flexibilidade na exposição dos produtos. A separação entre artigos para meninas e meninos acontece de forma sutil através da diferenciação de cores e revestimentos de fundo. O formato dos móveis com acabamento arredondado foi concebido com o objetivo de facilitar a circulação das crianças e proporcionar leveza ao espaço. A aplicação da silhueta da Lilica e Tigor, em vários elementos da loja como cabides, paredes e mobiliário foi fundamental para personalizar o espaço além de reforçar a identidade visual da marca.

Roberta Delazzeri Arquiteta

22 Jornal Design | Serra

casa


Fotos Silvia Tonon

casa

Jornal Design | Serra 23


T

*Imagens meramente ilustrativas. Descontos válidos para peças etiquetadas de acordo com norma interna de equivalência por cores.

udo bem, 2013 já começou, mas o ano mesmo começa somente após o carnaval, as férias terminam e voltamos a estudar e trabalhar. Mas para quem não acompanhou as últimas notícias mundias, seja porque estavam em alguma ilha onde não funcionava 3G(isso aconteceu comigo), ou porque não quis saber de outra coisa além de sombra e água fresca(isso não aconteceu comigo), procurem no Google que vocês vão descobrir tudinho, risos. Falando sério agora, como é bom começar um ano novo, que seja psicologicamente, como me disseram, mas as coisas estão diferentes, pessoas, clima, pensamentos, opiniões, sentimentos, enfim. Voltemos para o agito, estudar e trabalhar.

24 Jornal Design | Serra

Agora é época das grandes liquidações nas lojas e sites de compras. Cuidado, não se deixe enganar na hora de comprar pelo impulso de um 50% Off. Preste bem atenção na hora da compra pra depois não se arrepender, compre apenas o necessário, pense em alguns looks para começar as aulas e ir trabalhar. Por exemplo: se você faz o trajeto, casa-trabalho-faculdade; Em ambientes formais, é mais difícil variar a composição, a não ser pela cor da camisa e gravata, então um terno novo cai bem, a dica é um terno de lã fria e com uma modelagem mais ajustada. Renove suas camisas e gravatas, observem bem se a camisa realmente é social através do colarinho(pra ser usada com gravata), e as gravatas por aqui ainda são modernas, as mais estreitas,

70% 50% OFF

OFF

Fotos Divulgação

“Não existe look neutro: você sempre estará transmitindo algo pelo modo de se vestir.”

por enquanto. Quem se liga em moda já viu que no inverno as tradicionais de oito centímetros estão voltando. Saindo do trabalho, leve de reserva outra camisa e um jeans bacana, você pode compor o look blazer-camisa-jeans-sapato e ficar mais a vontade para encarar a faculdade. Em ambientes mais despojados, se possível, vale investir numa calça esportiva de chino, camisa polo e um dokside. Leve de reserva uma camisa e um suéter de algodão, jaqueta ou blazer. Voltando às promoções, uma boa oportunidade de comprar camisetas, calças jeans e camisas casuais, você aproveita os descontos e já começa as atividades com algumas opções a mais de looks. Finalmente os homens, de um modo geral, estão aprendendo que se vestir bem é fundamental hoje em dia, em qualquer lugar e em qualquer ocasião. Pra isso já existem profissionais qualificados que podem cuidar do seu closet, caso precise, prestando uma consultoria que com certeza vai ser de grande ajuda. “Não existe look neutro: você sempre estará transmitindo algo pelo modo de se vestir.”, é o que sugere a especialista em marketing pessoal e etiqueta Lígia Marques.

Rodrigo Britzke Personal Stylist

LIQUIDA

VERÃO 2013

30% OFF

Relógios Solares Armações

especialista em visão www.facebook.com/viziaoptica CONSULTE REGULARMENTE O SEU OFTALMOLOGISTA.

BENTO GONÇALVES . GARIBALDI . CARLOS BARBOSA www.viziaoptica.com.br

estilo


Fotos Divulgação

O novo consumismo O foco está no equilíbrio entre o desejo e o consumo, o prazer e a sustentabilidade. Uma busca por mais qualidade, mais design e menos quantidade.

7891011 A

no Novo, esperanças renovadas, é hora de correr atrás dos objetivos. Sonhos e desejos de consumir aquilo que ficou faltando no ano que passou. E é sobre esse assunto que irei falar: o consumo. Ele tem muito a dizer e o que mostrar em uma sociedade. Quais são os itens chave do consumo em 2013? Neste ano, os consumidores devem priorizar refinamento, realidade e liberdade. Alguns irão procurar por mais tecnologia, outros se desligarão da tecnologia e priorizarão a ética, balancearão sonho e realidade, filosofarão mais e se engajarão em algum movimento. A maioria das marcas estão se preparando para o mundo digital, testando seus produtos, novas idéias e estilos de vida. A estética vintage vai migrar para uma estética contemporânea. Nós, consumidores, iremos enxergar o mundo de forma multifacetada. Smartphones ganham status de necessidade. Porém, os consumidores es-

* Válido para mercadorias selecionadas.

SALE

50

estilo

%

OFF

tarão refletindo mais antes de comprar por impulso. Isso mostra a busca por mais qualidade, mais design e menos quantidade. O mundo vai estar menos dividido entre oriente e ocidente e mais incluso no que diz respeito à culturas diferentes. Uma vida prazerosa será a meta da maioria das pessoas, e essa filosofia de vida muda também a forma como se encara o luxo e a diversão. Elementos de luxo tradicional estão mais acessíveis, os consumidores estão mais sofisticados. Os homens começam a arriscar mais nas produções, com looks mais despojados, tecidos diferentes, mais cores, mais moderno. A mulher estará menos vulgar, menos exposta, porém cada vez mais preocupada com a estética. O foco está no equilíbrio entre o desejo e o consumo, o prazer e a sustentabilidade. O colorido das culturas locais ganham destaques. E enquanto os homens adotam com mais rapidez novos aparelhos, as mulheres são as primeiras a aderir a no-

vidades na internet, principalmente na moda e às redes sociais. Portanto, em 2013 inicia um período onde veremos o impacto da cultura digital no design, a exuberância visual e a inspiração das formas e cores da natureza e os elementos do luxo, dos viajantes urbanos e das performances primitivas mais próximas de nós. Veremos todas essas influências na moda, na decoração, no estilo de vida. Chegamos em uma época em que ser ético e bom está se tornando mais importante do que ser rico. Bom inicio de ano para todos nós!

Ricardo Rambo

Consultor de Moda e Estilo

Liquidação de 50%OFF

Jornal Design | Serra 25


Foto Dilvugação

Características do corpo feminino: como se vestir corretamente Com algumas dicas para a hora de se vestir, é possível fazer com que nosso corpo destaque seus pontos mais fortes, e disfarce os indesejados, deixando-nos assim, muito mais satisfeitos e felizes com a nossa aparência.

D

e uns anos para cá, a mídia transformou a busca pelo corpo perfeito um dos maiores objetivos de vida da maioria das mulheres. O uso de ferramentas tecnológicas para a edição de fotos e vídeos vem sendo utilizado com tanto rigor, que toda celebridade parece perfeita. Mas nós, meros mortais, sabemos que a realidade não é assim. Cada pessoa possui um tipo físico com determinadas características, algumas boas e outras ruins. Com algumas dicas para a hora de se vestir, é possível fazer com que nosso corpo destaque seus pontos mais fortes e disfarce os indesejados, deixando-nos assim, muito mais satisfeitos e felizes com a nossa aparência. Se você tem busto pequeno, por exemplo, vale a pena investir em peças com estampa, babados e drapeados na linha do peito, e também em decotes em U ou arredondados. Mas se o seu objetivo é diminuir o tamanho do busto, abuse de sobreposições, decotes

26 Jornal Design | Serra

em V e cores escuras na parte superior do corpo. Para disfarçar bumbum grande, use calças escuras e sem bolsos traseiros. Vestidos evasês que não mostrem a silhueta e calças de tecidos fluídos, como crepe e microfibra também são válidos. Já, para aumentar o volume do bumbum, use peças que possam ser acinturadas com um cinto ou uma faixa, formando volume na região ao redor do quadril. Para amenizar a temida saliência na região abdominal, use sobreposições. Regata por baixo de uma camisa solta, twin set com o casaco abotoado apenas na cintura, blazer com recorte acinturado. Foque a atenção para a parte de cima do corpo, usando colares, lenços e encharpes. Quadril largo pode ser disfarçado usando tecidos sem volume e também com o uso de decotes em V com alças nos ombros, que sejam mais largas e que tirem a atenção da região do quadril. Neste caso, cores

escuras devem ser usadas na parte de baixo. Para aumentar a altura de suas pernas, use mangas curtas ou três quartos, marque sua cintura e evite saias e calças de cintura baixa. Abuse de looks monocromáticos, que graças à presença de uma só cor, aumentam a silhueta. Com as dicas acima, é possível aprender a se vestir corretamente, e transformar os detalhes que menos gostamos em nosso corpo, em características ao nosso favor. Viva!

Gabriela Francio Assessoria em moda

estilo


a r o É h de r a m u r r a a hila moc Primeiro ano, e agora?

O início do ano é sempre marcado pela volta às aulas, que representa um importante momento do trabalho pedagógico. É hora de arrumar a mochila, o estojo de lápis, o uniforme e conferir o lanche que vai entrar na lancheira das crianças. Neste especial de volta às aulas, nos preocupamos em explanar assuntos em voga, porém com visão pedagógica, baseado em orientações de profissionais habilitados e preocupados com os interesses e necessidades das crianças, assuntos delicados que, por vezes, deixam os pais preocupados sobre como lidar com os limites de seus filhos.

estilo

Embora minha especialidade não seja na área da saúde, me atrevi a escrever este artigo abordando sobre dois sintomas de um problema que anda acometendo adultos, na sua grande maioria, pais e mães com crianças com idade próxima dos seis anos. As diversas promessas que escolas fazem sobre métodos e materiais revolucionários para “melhorar” a alfabetização das crianças, a pressão da sociedade e da mídia em que divulga a ideia do quanto antes, melhor e, o tempo imediatista que atualmente vivemos agem como “vírus” que se abrigam em pais causando uma espécie de mau do primeiro ano. Para ajudar a detectar os sintomas deste mau, escrevo duas frases que geralmente circulam entre pais que se encontram nesta etapa. “Meu filho faz seis anos em junho, eu exijo que ele entre no primeiro ano agora” – a idade de corte para ingresso no Ensino Fundamental é 31 de março, nesta data, as crianças que tiverem completos seis anos poderão ingressar nesta nova etapa. Aquelas que aniver-

sariam a partir do primeiro dia de abril, deverão permanecer na Educação Infantil e lá viverem experiências ricas e diversificadas que, sem dúvida, qualificarão o ingresso no ano seguinte no primeiro ano do Ensino Fundamental. Exigir que seu filho entre “porque são só alguns dias, semanas ou meses” de diferença dos coleguinhas é como exigir que dirigisse ou ingresse no exército antes dos 18, que fizesse o debut antes dos 15, que nascesse antes do nono mês. “Quero saber quando meu filho irá ler e escrever” – qualquer uma destas faculdades – ler e escrever – são atividades que acontecem a partir de um longo processo de experiência com a leitura e com a escrita. E esse processo implica vivenciar outros modos de ler e de escrever, como a leitura imaginária e os rabiscos imitando a escrita. Desde 2006, a ampliação do Ensino Fundamental se deu em virtude de que, finalmente, reconheceu-se de que nem todas as crianças tem o mesmo tempo para a aquisição da leitura e da escrita e de que este processo é longo e muito

mais complexo, implica estar em relação com o mundo e poder significa-lo através das palavras. Se algum destes dois sintomas lhe é familiar, você pode estar sofrendo do mau do primeiro ano. O Antídoto para este mau é muito simples: deixe de lado a necessidade de dizer que seu filho “já sabe ler” e saia gritando aos quatro cantos que ele “ainda sabe brincar”. Assim como uma criança que fica sentada ou deitada num carrinho de bebê, suas experiências empobrecem, dificultando a conquista dos primeiros passos, o mesmo será com a criança que ficar sentada em uma classe escolar, pois, para ler e escrever, ela precisa estar com o seu corpo inteiro em interação com o mundo. A boa alfabetização será aquela em que a criança possa ter a oportunidade de surpreender-se pelo encantamento de conhecer outro modo de ler e comunicar suas ideias, e isso pode acontecer em meio a uma brincadeira. Paulo Sergio Fochi

Pedagogo, Mestre em Educação – UFRGS

Jornal Design | Serra 27


Atividades extacurriculares no universo infantil da criança, os pais podem incentivar determinadas modalidades, mas o importante é proporcionar uma em que a criança se adapte, se interesse e se identifique. Algumas dicas para a escolha da atividade extracurricular: - Crianças mais tímidas podem frequentar atividades em que necessitem se expor, como o teatro e a música. - Crianças mais agitadas necessitam gastar energias e carecem de esportes disciplinadores. Artes maciais e natação podem ajudá-las. - Esportes coletivos são ideais para a socialização das crianças, auxiliando também no entendimento de regras, cooperação, espirito de equipe, aprender a perder e ganhar. - As mais extrovertidas devem participar de atividades que explorem suas características . As atividades extracurriculares tem o objetivo de desenvolver habilidades que preparem para o futuro e também dar a oportunidade para que a as crianças e os adolescentes explorem seus interesses, aptidões e talentos específicos . O ideal é dosar de maneira harmônica para que não sobrecarregue os filhos de atividades nem o bolso dos pais de contas.

Foto Anderson Pagani

As férias escolares já estão terminando e chega a hora de reorganizar a rotina dos filhos. Muitos pais se perguntam : quais atividades extracurriculares priorizar? Como não sobrecarrega-los de atividades? É necessário preencher o tempo dos filhos com atividades que auxiliem no desenvolvimento integral, mantê-los ocupados é importante, inclusive para as crianças. O fato de ter obrigações resultará em disciplina, em capacidade de administrar tempo, em flexibilidade e em socialização. Mas é necessário ter cuidado com o excesso de atividades, pois não combina com o universo infantil. A prática pode resultar na perda de concentração e comprometer o aprendizado. Os pais devem ter a consciência que criança pequena deve ter tempo para brincar e que o adolescente necessita tempo para descansar. Para os pequenos de até 6 anos de idade uma atividade extra é suficiente. Paulatinamente, é possível incluir outras modalidades no currículo. Para quem passou dos 6, 7 anos, conciliar o aprendizado de um idioma com um esporte, pode ser interessante. Essa regra pode variar de criança para criança, pois algumas tem mais pique e vontade de realizar várias atividades. Na hora de escolher uma atividade, deve –se levar em conta o interesse

Letícia Casonatto Psicopedagoga

Foto Anderson Pagani

Hora do lanche, hora feliz!

28 Jornal Design | Serra

O fim das férias se aproxima e é chegada a hora de voltar a escola. A ansiedade que muitas vezes é criada pelas crianças para o primeiro dia de aula, também é desenvolvida pelos pais na hora de programar o lanche das crianças. E agora, o que fazer? Para um lanche ser considerado completo, o ideal é que ele seja constituído de carboidrato, proteína e lipídios. Essa combinação garante um equilíbrio da saciedade e o fornecimento de nutrientes para que a criança desenvolva todas suas atividades com fornecimento de energia gradual ao longo do período de aula. Oferecer um único alimento, como por exemplo, chocolate, gomas, brigadeiros, bolo, pode deixar a criança com fome em pouco tempo, além de ser pobre em nutrientes. Pequenas porções desses alimentos também podem compor o cardápio das crianças, desde que em quantidades adequadas e de maneira eventual, em forma de sobremesa ou nos finais de semana, assim a criança não gera ansiedade por não comer e diminui o nível de compulsão alimentar. Desta forma, relaciono abaixo, algumas opções práticas que podem ser

planejadas e oferecidas para a criança durante os lanches: • Biscoito integral de aveia e mel + uma unidade de água de coco(200ml); • Um iogurte com cereal; • Suco de soja + sanduiche de pão integral com uma geléia; • Uma fruta + um iogurte; Nesta época, também é muito importante, criar o hábito de ter sempre uma garrafinha de água para a criança beber, isso porque muitas vezes as crianças confundem sede com fome, e acabam comendo ao invés de beber água. O incentivo a uma alimentação saudável e equilibrada, começa ainda na infância. Proporcionar alimentos saudáveis durante os lanches, ajuda a fornecer os nutrientes essenciais para um crescimento adequado, contribui para educar seu filho a uma vida mais saudável e reduz os riscos da criança se tornar obesa na adolescência e vida adulta. Bons hábitos, começam na infância, e devem se estender por toda a vida. Alimente esta Ideia! Markelen Calza Nutricionista

estilo


O aprendizado com apenas um toque tecnológico dos seus pais. Segue algumas dicas de aplicativos indicados: Raciocínio Lógico: Lorax HD, Cut The Rope, Catapult King, Angry Birds, José!, Wheres my Water?, Bag It! Lite, River Test, Hambo Hd, Swipe Icons, Unblock me. Adolescentes: Shazam, Song Pop Free, Temple Run 2. Crianças: Galinha Pintadinha, Quero ser da Turma da Monica, Toca Hair Salon, Danoninho Ice, Scoops, Lego, My First Piano, Mr. PotatoHead, Doodle Buddy, AlphabetD, Lousa LITE, Fun English, Cute Cards, ClayJam.

Foto Anderson Pagani

O bom ou o mau uso das Tecnologias é uma tarefa que cabe muito mais aos pais essa responsabilidade do que aos filhos. O mau uso ocorre se a criança prefere utilizar a tecnologia por longas horas do seu dia e abre mão de um passeio com os pais ou amigos. Brincar é muito importante para o desenvolvimento infantil e precisa ser feito com coisas reais, afinal, as tarefas escolares e as  do seu cotidiano são reais. O bom uso ocorre quando utilizamos a tecnologia para trabalhar dificuldades e desenvolver raciocínio lógico. Podemos trabalhar alfabetização e até questões emocionais com jogos. Porém, seu uso não pode exceder de duas horas diárias. A criança menor de 10 anos pode brincar com a supervisão e o aparato

Mônica Vagliatti Psicóloga

Oficinas escolares

FotoDivulgação

A Espaço Equiliibrium irá oferecer novas propostas de oficinas às redes de ensino, visando desenvolver as habilidades cuja demanda demonstra ser mais frequente em consultórios particulares. Neste caso apresentaremos oficina de orientação aos pais, oficina de ansiedade, oficina de atenção concentrada e oficina de manejo das emoções. As oficinas serão desenvolvidas pela equipe da Espaço Equiliibrium que conta com profissionais da psicologia, psiquiatria, pediatria, fisioterapia, fonoaudiologia. Treinamento de pais: Este treinamento visa explorar novas ideias e técnicas para lidar com as crianças. Muitos pais gastam energia e não sabem como lidar quando a criança apresenta um

estilo

comportamento indesejado, para isso buscamos auxiliar aos pais, sobre como proceder diante de bons ou maus comportamentos. Oficina das Emoções: Desenvolver o conhecimento sobre as Emoções como: medo, alegria, tristeza e raiva através de brincadeiras lúdicas. Serão feitas atividades conforme a faixa etária, e momento do desenvolvimento das crianças em fase da Educação Infantil. Poderão ser adquiridas conforme o interesse da Instituição de Ensino, as Almofadas das Emoções que representam cada sentimento. Oficina da Atenção Concentrada: Esta oficina busca desenvolver habilidades de Atenção Concentrada em alunos de faixa etária de Ensino Funda-

mental e Ensino Médio. Serão utilizados jogos, gincanas e estratégias comportamentais que visam lidar com essa dificuldade comum a esta etapa do desenvolvimento. Oficina Lidando com a Ansiedade: Desenvolver o conhecimento sobre a Ansiedade e seu funcionamento, trabalhando a resiliência e seu manejo. Serão realizadas atividades conforme a faixa etária, e momento do desenvolvimento de crianças em fase da Educação Infantil. Também utilizaremos brincadeiras que desenvolvam o relaxamento, requisito fundamental para o controle e diminuição da ansiedade. Para maiores informações, entre em contato: 54 | 3543.6682

Jornal Design | Serra 29


Fotos Divulgação

Meu roteiro

de viagem Santiago do Chile e San Pedro de Atacama por Ronaldo Emer através da Bex Intercâmbios

O advogado Ronaldo Emer embarcou para uma viagem de estudos com destino a Santiago do Chile e San Pedro de Atacama, onde permeneceu durante 15 dias em janeiro deste ano, com objetivo principal de estudar espanhol e, claro, conhecer melhor a região. Santiago do Chile(lit. “São Tiago”, em português) é a capital e a maior cidade do Chile. Está localizada na Região Metropolitana de Santiago, no vale central chileno, ao lado da  Cordilheira dos Andes. É o maior e mais importante e desenvolvido  centro urbano,  financeiro, cultural  e  administrativo  do país. Chamada de Grande Santiago ou simplesmente S   antiago, é uma aglomeração que possui 26  comunas  de maneira íntegra e 11 comunas de forma parcial. A maior parte de Santiago está na província de mesmo nome, com alguns setores periféricos dentro das províncias de  Maipo,  Cordillera e Talagante. Quanto a gastronomia destacam-se os frutos do mar. No Mercado Central são grandes as opções de pratos. O restaurante Donde Augusto é um dos melhores para almoçar e experimentar as delícias dos mais variados pescados. O Pastel de Choclo(milho) é muito famoso e vale a pena provar. Na mesma linha é o Ceviche Mixto: peixe, camarões com palta(abacate) e um caldo de feijão. Para quem aprecia fazer compras é imperdível visitar o Parque Arauco e o Costanera, dois principais shoppings de Santiago, com variedades de produtos e com diversas marcas famosas. Também pela cidade existem várias feiras, onde se pode pesquisar preços e produtos típicos da região. Vale a pena conhecer também as duas principais cidades litorâneas: Valparaíso e Viña del Mar, que estão aproximadamente 140 km da capital Santiago. É muito fácil chegar até o litoral. De metrô você pode ir até a estação de ônibus e optar por umas das companhias lá existentes. A viagem dura cerca de 1h e 30 min. Em Valparaíso deve ser visitado o porto e os famosos “Cerros” e elevadores. Vinã del Mar é uma cidade ainda mais turística e destaca-se pelas praias e pelos restau-

30 Jornal Design | Serra

rantes e bares. Para quem gosta de aventuras e de apreciar as belezas de um lugar diferente é aconselhável conhecer o deserto do Atacama, localizado na região norte do C   hile. Com cerca de 1000km d   e extensão, é considerado o deserto mais alto e mais  árido  do mundo, pois  chove  muito pouco na região. San Pedro de Atacama é um lugar ímpar numa região inóspita como a Atacama, e é denominada de Oásis de San Pedro de Atacama. Localiza-se a 2.400 metros de altitude. No deserto, a altitude pode variar até 6000 metros, dependendo a região. Dica: Para conhecer o deserto é só procurar uma companhia de avião no centro da cidade de Santiago e optar por um vôo até Calama, aproximadamente 2 horas de viagem. Logo depois é fácil conseguir no aeroporto um transporte até San Pedro de Atacama, que leva cerca de 1h e 30 min. Lá é fácil conseguir um hotel e fazer os passeios com agências de turismo. Um passeio inesquecível. * Pacotes de Intercâmbio para Santiago de 4 semanas a partir de $1.705,00.

estilo


Imagens Divulgação

ANO NOVO casa nova

cara nova A partir de março a Actúa Idiomas – Crusos & Traduções, estará de casa e cara nova, com uma sede moderna, localizada em um ponto estratégico da cidade, com estacionamento, segurança, alimentação, infraestrutura ampla, salas interativas, climatizadas e ambiente acolhedor, além de preços especiais. Cursos de Inglês, Espanhol, Italiano, Alemão, Francês, Chinês, Português para brasileiros e estrangeiros. Cursos baby, crianças, adolescentes e adultos. Traduções e versões em diversos idiomas. Cursos baby a partir de três anos Não há dúvidas de que os pequenos tem maior facilidade para aprender uma nova língua. Porém, para que essa aprendizagem seja efetiva, é essencial que ela ocorra de forma natural, por meio de atividades lúdicas e interativas. Kids e teens O período da infância e adolescência é propício para aprender novas línguas. Invista no seu filho agora para que ele tenha mais oportunidades no mundo. O aprendizado de um idioma facilita o aprendizado de um próximo. Invista no seu filho! Ele precisa estudar idiomas (principalmente Inglês) o mais cedo possível para se beneficiar na vida pessoal e profissional e poder se comunicar com pessoas do mundo inteiro.

estilo

Adultos - Cursos regulares e intensivos(18 meses); - Cursos específicos: desenvolvidos sob medida para as pessoas em geral e empresas, de acordo com as necessidades e objetivos a serem alcançados; - Preparação para provas de proficiência: mestrado/ doutorado; - Preparação para o vestibular; - Preparação para viagens de estudo, turismo e negócios; - Preparação para TOEFL, TOEIC(teste de Inglês mais reconhecido no mundo!) e DELE; Profissionais - Inglês e outros idiomas para telefonia, para o profissional jurídico, para socialização, para logística e outros. Esteja preparado para as oportunidades com a Copa de 2014 e a Olímpiada de 2016. Cursos para profissionais da área de hotelaria e turismo. - Inglês para profissionais de hotéis; - Inglês para profissionais de restaurantes, bares e similares; - Inglês para motoristas profissionais; - Curso completo em 18 meses; - Ênfase em conversação; - Diversas opções de horários;

- Certificado; Desconto especial de 30% para grupos de colaboradores da mesma empresa nas matriculas realizadas até 18/02. Possibilidade de aulas também in company. Cursos também de Espanhol e Italiano. Traduções e versões em diversos idiomas. A Actúa Idiomas conta também com tradutores profissionais especializados em traduções e versões em diversos idiomas. Traduções simples, técnicas, consecutivas, juramentadas e simultâneas para eventos. ESTÁ CURIOSO PARA SABER AONDE SERÁ A NOSSA SEDE? VOCÊ AINDA NÃO CONHECE A ACTÚA IDIOMAS? Agende agora mesmo um horário para conhecer a Actúa e informe-se sobre todos os nossos diferenciais. Actúa Idiomas – Aproximando pessoas do mundo!

Caroline Carraro

Diretora e Coordenadora Cursos Actúa Idiomas

Jornal Design | Serra 31


FotoS Divulgação

Em cidade globalizada, falar um segundo idioma faz diferença, diz especialista A necessidade de falar inglês vem de todos os lados: no trabalho, entre os amigos, nas viagens, na hora de receber um turista ou dar uma informação. Com a proximidade dos grandes eventos esportivos, nunca foi tão indispensável dominar uma outra língua. Além de ampliar o leque cultural, compreender e se expressar bem em inglês é uma exigência do mercado. Se antes era um diferencial, agora é uma exigência. Sai na frente quem tem o domínio. A especialista em recrutamento e seleção Jacqueline Resch, sócia da Resch Recursos Humanos, afirma que é impensável hoje um profissional que não domine, ao  menos, o inglês. - Não dá para pensar que você vive num  mundo globalizado e não domina o inglês. A fim de atender essa necessidade o CNA oferece, além das opções de cursos regulares, dois cursos estruturados

de acordo com as necessidades dos profissionais já inseridos no mercado de trabalho: o CNA Fast e o CNA Hello. Direcionado para aqueles que precisam aprender ou aprimorar a língua inglesa no curto e médio prazo para ingressar ou melhorar a sua posição no mercado, o CNA Fast tem duração total de 15 meses e trabalha com situações cotidianas do ambiente profissional, como reuniões, encontros de negócios, apresentação de resultados. Já o CNA Hello tem duração de seis meses e é direcionado aos profissionais que trabalharão no turismo receptivo, nas áreas de transporte, hotelaria, gastronomia, comércio e serviços públicos durante a realização da Copa do Mundo e das Olimpíadas no país. As matrículas já estão abertas, entre em contato com o CNA pelo telefone 54 | 3452.1123 e informe-se sobre os mini-cursos gratuitos oferecidos pela escola para que você conheça e escolha a melhor opção.

A cada aula, um SUCESSO. A cada SUCESSO, uma comemoração

32 Jornal Design | Serra

estilo


FotoS Divulgação

Excelência comprovada e reconhecida Os restaurantes do grupo Di Paolo, que atuam no segmento de culinária italiana, são mundialmente reconhecidos por inúmeras premiações ao longo de seus 15 anos de história. Além do sabor incomparável de cada prato, é possível compreender sua excelência através do serviço oferecido pelos competentes profissionais que integram as equipes. O grupo possui um Manual de Conduta, elaborado especialmente para o treinamento de seus colaboradores, que visa orientar a conduta e os comportamentos necessários para uma alta performance. Explica que pertencer à equipe significa que a pessoa escolheu e foi escolhida para fazer parte de um projeto empresarial que valoriza a vida, as pessoas, o trabalho com eficiência e do primeiro ao último cliente, o mesmo padrão e a mesma qualidade. No decorrer de suas páginas, o manual instrui detalhadamente sobre os itens fundamentais às equipes como: acesso ao local de trabalho, uso de uniforme, horários, apresentação, higiene pessoal, cuidados com equipamentos, relacionamentos e atendimentos. Sendo assim, é notável a satisfação de cada cliente após saborear um dos pratos que o grupo oferece em seus menús, porque o objetivo é tornar o cliente satisfeito.

estilo

Restaurantes do Grupo Bento Gonçalves Junto ao Pórtico da Pipa 54 | 3453.1099 Av. Oswaldo Aranha, 801 54 | 3055.3600 Entre Bento e Garibaldi Castelo Benvenutti 54 | 3463.8505 Caxias do Sul Shopping Iguatemi 54 | 3214.9005

www.cantamaria.com.br

Lourdes 54 | 3533.6500 Iguatemi LifeStyle 54 | 3025.6035 Estação São Pelegrino 54 | 3029.2600 Gramado Centro 54| 3286.5080

www.casadipaolo.com.br

Jornal Design | Serra 33


Diretoria Bento Convention Bureau, em recente evento de posse.

Arq Juliana Jaconi, Arq. Roberson Da Fré, a diretora da Artelana Rejane Cobalchini e a Arq. Andréa Jaconi, em evento na Artelana

A arquiteta Margit A. Fensterseifer recebendo da diretora da Artelana o livro de tendências ‘Inspiração Brasil +B’

As arquitetas Adriana Peccin, Ana Maria Bellé e Fernanda Versetti com Rejane Cobalchini

Paulo Santos e Alexandre Baumgaertner

Fotos Divulgação

Gilberto Durante e Maria Alice Farina

Carlos Pegorini, Marlon Maioli, Helen Kaipper, Solange Calabria, Deivid Pozzebon, equipe do Grupo Tecnovidro, em recepção à imprensa regional

34 Jornal Design | Serra

Clari, Tassia e Fernando do Studio MM

Sarah Simoni, Carmem Simoni e Nathalia Simoni

estilo


Foto Wagner Meneguzzi

Foto Wagner Meneguzzi

Josiele Odia, Juliana Pereira da Silva, Leila Pompermayer, e Fabiana de Carli Ruaro

Foto Wagner Meneguzzi

Cristiane Puerari e Felipe José Trucolo na confraternização da AEARV

Mauri Demarchi e Cassiane Lopes

Marcando presença na inauguração da Maria Fumaça, na Estação Bangalô.

Foto Wagner Meneguzzi

Os sócios Maurílio e Leandro recepcionando celebridades como Neto Fagundes e Thiago Ferraz, na Estação Bangalô

Foto Wagner Meneguzzi

A designer de superfícies Renata Rubim com Aida Manfrói, em evento na loja SCA

Cassiane dos Santos Agostini e André Agostini

Melissa Bertoletti e João Gauer Junior

Juliana Supptitz, Antônio Natal de Barba, Marlon Gasperin e Juliana Fitarelli

Foto Wagner Meneguzzi

Iomara Troian, Cenira Mazzotti, Rosélia Japur, Roberson Da Fré e Silvana Copat

estilo

Suelem Fabbris, Camila e Katiane Crippa comemoram o sucesso da Carmen Steffens

Jornal Design | Serra 35


Laymark.com.br

design ‘n color ;-)

cooktop

PremiuM A Casavitra lança o Cooktop Premium, um fogão de mesa para quem aprecia a arte de cozinhar. São oito estampas exclusivas, seguindo um estilo mais clássico e sofisticado, com um design arrojado e a exclusiva tinta refletiva, que proporciona um incrível efeito espelhado.

ma corta-g te

ás

sis

Perfeito para quem tem mais espaço em seu ambiente gourmet,

Sistema criado para sua segurança, corta automaticamente a passagem do gás caso a chama apague.

tem uma área mais ampla do que o convencional. Traz, também, válvula de segurança com função “corta-gás”, que desativa o gás automaticamente caso a chama apague durante o uso, 100% segura.

Cooktop Premium Casavitra. Para você que valoriza o que é diferente, o que é design, o que tem seu estilo.

www.casavitra.com.br facebook.com/casavitrabrasil @casavitra

Edição 22  

Um jornal diferente.

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you