Page 1

Terça-feira

Ano XV w NATAL-RN,

19 DE JUNHO DE 2012 w Nº 4.368

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> MAIS 25 MIL ESTUDANTES SEM AULA NO ESTADO

Professores e técnicos do IFRN vão aderir à greve nesta quinta SERVIDORES

DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RN DECIDIRAM ENGROSSAR O MOVIMENTO NACIONAL POR REESTRUTURAÇÃO DE CARREIRA E MELHORIA DO ENSINO A maioria dos servidores do IFRN já tinha decidido pela greve desde o último dia 13, quando o indicativo foi aprovado nacionalmente. Mas foi durante este final de semana que o Sindicato Na-

Heracles Dantas

cional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica confirmou o início da paralisação de todos os 16 campi do IFRN: 21 de junho. CIDADE 6

> FICHA SUJA

Para Castro, liminar não dá elegibilidade a Carlos Eduardo POLÍTICA 3

> EMMANOEL PEREIRA

Advogado potiguar integrará Conselho Nacional de Justiça POLÍTICA 5 Estudantes lamentam a nova paralisação, mas afirmam que são solidários às reivindicações dos servidores do instituto federal

> “VIVENDO E APRENDENDO” José Aldenir

> 56 ANOS

Casa de Saúde inaugura leitos psiquiátricos e investe na humanização CIDADE 7

> CONTRA O ASA

No Nazarenão, América tenta se manter 100% na série B do Brasileirão ESPORTE 15

> NOVO VICE

Funcionários de shopping trocam de funções e aprovam experiência

Flávio Anselmo alega problema pessoal e deixa diretoria do ABC por alguns dias

CIDADE 7

ESPORTE 15

Na manhã de hoje, gerente de operações fez o trabalho do auxiliar de limpeza. Direção do shopping garante que programa traz resultados positivos

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Paulo Correia Rinaldo Barros Afranio Pires Lemos João Felipe da Trindade Sérgio Luiz Bezerra Trindade Claudio M. de Amorim Santos OPINIÃO - Página 2

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,03 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,11 R$ 2,03

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Alex Medeiros

Daniela Freire

Vicente Serejo

Página 3

Página 8

Página 11

Página 12

Página 13

w Garibaldi Filho continua suas andanças, mas evita a companhia de Rosalba Ciarlini. Euro x real Poupança Taxa Selic

R$ 2,58 0,50% 8,5%

w Governo do Estado convocou reunião com produtores de leite e já admite dar reajuste.

EMAIL REDAÇÃO:

w Na reta final da Eurocopa, o imponderável ameaça os grandes favoritos.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

w Dessa vez, o juiz Geraldo Mota sentencia em favor da Câmara Municipal de Natal.

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

w Publicidade de governo pode ser um grande investimento ou só um desperdício.

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 19 de junho de 2012

SÉRGIO LUIZ BEZERRA TRINDADE, professor do IF-RN (slbtrindade@yahoo.com.br)

Amancio

Terça-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

PT ou PFL? (I)

RINALDO BARROS, professor (rb@opiniaopolitica.com)

Anos de atuação como principal grupo de oposição a todos os governos desde a redemocratização, e quase sempre, em todos esses anos, abraçado à bandeira da ética na política, o Partido dos Trabalhadores chegou, de 2003 para cá, ao grau máximo no seu processo de pefelização (para quem não se lembra, o PFL nasceu de uma dissidência do PDS, quando parte desse partido que dava sustentação, nos anos 1980, ao governo nascido do movimento de 1964 fechou com a candidatura de Paulo Maluf à Presidência e alguns cardeais pedessistas apoiaram o peemedebista Tancredo Neves). O PDS, é bom lembrar, nasceu do corpo inteiro da ARENA (Aliança Renovadora Nacional), frente partidária formada pelos que ficaram ao lado do movimento que derrubou o presidente João Goulart e instaurou no país um regime de exceção que durou mais de duas décadas. O PT, nascido de uma aliança entre os grevistas do ABC paulista e uma parte da intelectualidade acadêmica, passou duas décadas fazendo ferrenha oposição a todos os governos dos anos 1980 até a eleição de Lula, em 2002. O lema anarquista (se há governo sou contra) praticamente incorporou-se à sigla partidária, levando a legenda que carregava a bandeira dos trabalhadores a uma pauta de desconstrução. Tornado governo, em 2003, após uma gloriosa campanha política no ano anterior, o PT teve de se despir das vestes oposicionistas e elaborar uma pauta minimamente exequível. Não possuindo os instrumentos que poderiam ajudálo a governar dentro da ordem legal sem se afastar das bandeiras éticas que carregou por mais de vinte anos, instrumentos dos quais preferiu manter-se afastado, o PT sucumbiu aos preceitos do PFL, hoje DEM. Usou da mesma tática e da mesma estratégia daqueles a

Macunaíma vive e corrompe

Artigo

quem a sociedade reputa como responsáveis pelo atraso do país. Apegou-se à boquinha e ao mercado de votos no Congresso. Loteou os partidos que davam sustentação política ao governo no Congresso Nacional, para lá enviando parcela considerável do rebotalho político partidário. E manteve em suas fileiras o que grande parte do país considerava como o último bastião da ética e da moralidade pública, até cuecas, meias e outras peças do vestuário serem chacoalhadas nos aeroportos e desnudarem a até então última fronteira da ética na política nacional (como se Maquiavel não tivesse posto um ponto final nessa discussão sobre qual ética move a política). O PT vive hoje um momento paradoxal. Nunca antes na história deste país conquistou tanto poder, açambarcando pela terceira vez a Presidência da República, com aumento crescente de sua bancada no Congresso Nacional, nos governos estaduais e nas prefeituras das maiores cidade do país. E isso quando o país prepara-se para testemunhar o julgamento, pelo Supremo Tribunal Federal, mais importante da nossa ainda curta história republicana. Julgamento no qual as acusações mais sérias recaem sobre alguns dos maiores expoentes do partido. Julgamento no qual, a se fiar pelo que tem saído na imprensa (engraçado é que a mídia é sempre golpista, para todos os espectros políticos-ideológicos, quando as notícias não são favoráveis e isenta quando as notícias lhes são alvissareiras), o ex-presidente Lula tentou interferir, constrangendo o ministro do STF Gilmar Mendes, em prol dos petistas arrolados no processo do mensalão. O processo do mensalão pôs o PT na berlinda. Como aprender com os erros cometidos? Quais os debates que nortearão a vida do partido? O que ele será na era pós-Lula?

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, sócio do INRG e do IHGRN (jfhipotenusa@gmail.com)

O patacho Três de Março no pontal do Amargoso Um dia vai chegar, aqui no Rio Grande do Norte, uma organização estrangeira para fazer uma exploração completa onde foi a Ilha de Manoel Gonçalves, um dos locais mais importantes da História potiguar. Por que o Governo do Estado, a UFRN, a Marinha Brasileira, a Petrobras, a Prefeitura de Macau, e as companhias salineiras não se juntam e fazem um projeto para investigar tudo sobre a Ilha que o oceano tragou? As informações sobre os habitantes da Ilha de Manoel Gonçalves e os primeiros povoadores de Macau não são muitas. Aqui, mesmo neste jornal, já trouxemos várias informações a partir de registros paroquiais. Entretanto, com a facilidade de acesso aos jornais mais antigos digitalizados pela Biblioteca Nacional, podemos trazer mais detalhes sobre os personagens que transitaram pelas duas Ilhas. No Diário Novo encontramos uma publicação que trata de um caso que ocorreu com o patacho Três de Março. O espaço aqui não comporta toda a matéria, mas os leitores podem ver todo o material no meu blog, incluindo os depoimentos. Vejamos, pois, parte da publicação. Os abaixo assinados, sabem por ser público, e alguns terem presenciado, que o patacho - Tres de Março - do qual é capitão Joaquim Manoel da Costa Pereira, fôra encalhado no pontal do Amargoso de propósito para o perderem, por ser aquele lugar impróprio para se encalhar navios para se raspar, tendo por isso tomado uma porção de água pelos altos, e também por o terem arrombado no costado confronte a câmara; e tanto prova ser de propósito, que o mesmo capitão deu ao carpinteiro Manoel de Sousa Monteiro, e ao Calafate Gorgonio Ferreira de Carvalho, por suborno, a quantia de cem mil réis, para assinarem o termo de vistoria, além dos seus ganhos pelo contado, assim mais dera o dito capitão ao capitão Manoel José Fernandes, cem patacões no valor de duzentos mil réis; para julgar as vistorias, protesto e mais papéis a seu favor, como subdelegado de polícia; porque dissera o mesmo Fernandes, que sem receber essa soma nada assinava; dito isso pelo sobredito capitão Pereira, a José Luiz Correia, e ao capitão Silvério Martins de Oliveira, e estes o referiram ao capitão Jacinto João da Ora, a Antonio Alves da Silva, a Ignácio Zacarias de Miranda, a Pedro Alves Ferreira, e que dera mais a Joaquim José de Souza, trinta e dois mil réis, para assinar os mencionados papéis como homem marítimo, além de outras peitas que tem havido que por ora não podem declarar suas quantias. O referido é verdade e juraremos se for preciso. Macáo do Assú, 24 de julho de 1847. Ignácio Zacarias de Miranda, Francisco Gabriel Domingues, Antonio Alves da Silva, Manoel de Miranda Netto, Pedro Alves Ferreira, Francisco José de Mello Guerra, Jacinto João da Ora, João Martins Ferreira. Estava reconhecido. Alguns desses personagens encon-

tramos nos registros da Igreja: o carpinteiro Manoel de Sousa Monteiro casou na Ilha de Manoel Gonçalves, com Anna Francisca Lessa, em 1829; o capitão Manoel José Fernandes, português, era casado com Anna Martins Ferreira, filha do também português capitão João Martins Ferreira, um dos primeiros povoadores de Macau; Francisca Idalina de Carvalho, filha do Calafate Gorgônio Ferreira de Carvalho e de Anna Joaquina Cordeira, casou com o assinante acima, Ignácio Zacharias de Miranda, filho do Capitão Jacinto João da Ora e Adriana Pereira dos Anjos; Anna Joaquina de Mello Guerra, filha de Francisco José de Mello Guerra e Maria Francisca de Miranda, casou com José Correia de Mello, filho de João Correia de Mello e Josefa Maria da Conceição; Pedro Alves Ferreira, suspeito que era filho do Capitão João Martins Ferreira e Josefa Clara Lessa; João Martins Ferreira, que aparece como assinante, não era o capitão de mesmo nome já citado, pois nessa data Dona Josefa Clara era viúva, mas pode ser um filho do dito capitão, cujo batismo não foi localizado; o capitão Silvério Martins de Oliveira era casado com Dona Joana Nepomucena, e viveu na Ilha de Manoel Gonçalves, tendo sido o primeiro Presidente da Mesa de Rendas de Macau; sobre o capitão Joaquim Manoel não foi encontrado qualquer referência; Manoel Moreira de Sousa, um filho de Joaquim José de Sousa e Josefa Moreira da Costa, casou em Macau, no ano de 1860, com Joana Serino da Silva, filha de Luis Soares da Costa Catolé e Francisca Maria de Seixas. Segue depoimento de um prático: José Antonio do Nascimento, prático 1º substituto da barra do Assú, etc. - Atesto que fui a bordo do patacho nacional Três de Março, por me fazer sinal para entrar, e chegando a bordo do mesmo houve o capitão Joaquim Manoel da Costa Pereira de me aceitar para o botar dentro da Barra, o que assim o fiz, e chegando dentro do rio, confronte o pontal do Amargoso, ali fundeei dito patacho a salvamento às 5 horas da tarde do dia 9 de julho, e na maré seguinte de madrugada do outro dia querendo vir com o navio para o ancoradouro, disseme o mesmo capitão que não vinha por ir encalhar o dito navio na praia para o raspar, e dizendo-lhe eu que aquele lugar aonde ele determinava encalhar o mesmo navio não era próprio, por estar muito perto da barreira do rio, e mesmo por empolar alguns mares, e como o mesmo capitão a nada que lhe disse atendeu, houve eu de saltar para terra, e ele o encalhou sempre aonde tinha determinado no dia 11 do corrente; e foi este o motivo, que teve o navio de se encher de água pelos altos, por ter o mesmo capitão dito, que ele tomava água pelos ditos altos, e que o fundo estava estanque, e isto afirmo por ser a verdade, e jurarei aos santos evangelhos, se preciso for. Povoação de Macáo, 16 de julho de 1847. A rogo de José Antonio do Nascimento, Pedro Álvares Ferreira. Estava reconhecido.

Artigo

CLAUDIO MANOEL DE AMORIM SANTOS, desembargador do TJRN (claudiomasantos@ig.com.br)

Crescer, incluir, preservar Este trinômio é o grande desafio do século XXI, não apenas para o poder público e gestores da inciativa privada, mas para toda a sociedade civil, notadamente dos países em dívida com grande parcela da população à margem da cidadania. Quando o capital fala em investimento mesmo agredindo o meio ambiente em nome de se manter empregos para os trabalhadores, muito embora seja questão importante – o pleno emprego –, já não basta em si mesma a colocação em que se justifica quase tudo, eis que um dos aspectos, a preservação, está fora, agredida em favor dos dois outros objetivos. Há de haver equilíbrio e razoabilidade na conjugação e efetivação do crescimento econômico, da inclusão social e da preservação do meio ambiente. Mas têm que andar lado a lado, confluentes na promoção do homem, buscando atingir a dignidade humana, ou a busca da felicidade pelo homem, vetor máximo e final da Constituição da República, nas palavras do ministro Celso de Mello, do STF. Em particular, quando se utiliza o mangue para a indústria de camarão, como ocorre bastante no RN, os empregos que gera trazem bem mais prejuízos, notadamente a longo prazo, do que os imediatos bens sociais de promoção humana, incluindo-se salário, previdência,

Artigo

assistência médica e outros benefícios indiretos. É possível ter a mesma indústria, com um pouco mais de investimentos, mais distante do mangue. Outro exemplo que se repete à exaustão na indústria da construção civil, diz respeito à crescente invasão de grandes edifícios na área urbana, sem a menor condição de pleno atendimento pela infraestrutura do local (serviços públicos), com agravamento dos já enormes problemas do trânsito, falta de água potável de boa qualidade, de saneamento, energia elétrica, controle do clima etc. Todos os agentes públicos, inclusive o Poder Judiciário, talvez até mais do que o Legislativo e o Executivo, têm grande responsabilidade para com esses novos tempos, até mesmo voltando a vista para o futuro mediato, em que preservar o meio ambiente significa uma poupança social inestimável, que vai certamente trazer inúmeros benefícios para as próximas gerações, além de permitir qualidade de vida saudável a todos. Os projetos de governo que começam a se desenhar na mídia para as próximas eleições municipais – setor com grande responsabilidade civil na efetivação desses objetivos – ainda são tímidos e dúbios, talvez até porque alguns atores, certamente desligados dessa realidade que se mostra inadiável e imprescindível, sejam grandes contribuintes nas

campanhas eleitorais, como é e sempre foi o setor da construção civil, que inevitavelmente vai cobrar do gestor municipal o retorno do "investimento". Não há projetos prioritários voltados para o futuro das nossas cidades, pelo menos aqui não se conhece, tais como, abertura de áreas livres para lazer em todos os bairros (aonde levar as crianças, afora shoppings?), estacionamentos subterrâneos, transporte público de qualidade, disciplina rígida no ordenamento urbano, preocupação com o clima (sempre asfalto na pavimentação?), densidade populacional etc etc Ao que tudo indica, parece não haver tanta preocupação para com o tema nas hostes do setor público brasileiro, em particular no nível municipal, eis que sequer pode-se tomar um sadio banho de mar nas praias urbanas de qualquer capital brasileira, os esgotos correm a céu aberto, o precário transporte público inexistente para a classe média - continua voltado para os maltratados pobres, o lixo abunda nas ruas esburacadas, a poluição sonora e visual agridem os sentidos violentamente, e - pasmem! -, todos se voltam e se justificam, pela inércia e omissão geral, lembrando o tema do célebre filme: "Assim Caminha a Humanidade", ou, como diz a máxima popular, que reflete bem o acomodado pensamento coletivo: "é assim mesmo"

PAULO CORREIA, jornalista (paulo.correia@r7.com)

Tramas Um dos assuntos mais importantes no Brasil atual e que deveria ser analisado por toda a população como forma de conhecer melhor a sua política, os seus personagens, e a parceria entre esse setor e empresas privadas passa quase que despercebido por todos: O escândalo da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) do Cachoeira. Ali se encontram todos os elementos mais impactantes de um grupo criminoso que opera em parceria plena com parlamentares federais, empresários da construção civil e policiais. Uma história que a cada dia fica mais complicada e ao mesmo tempo mais esclarecedora sobre a forma de trabalhar das máfias tupiniquins. Os mais recentes (amanhã surgirão outros) tópicos dessa trama são a não

Artigo

convocação, por parte dos integrantes da CPI, do empresário Fernando Cavendish, ex-presidente da construtora Delta, e Luiz Antônio Pagot, ex-superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit). O acerto para a não convocação dos dois partiu de integrantes das bancadas do PMDB e do PT. Cavendish e Pagot são peças fundamentais para se compreender esse balaio de gato que se transformou a CPI e as manobras, algumas descaradas, para se encobrir certas verdades. Manobras feitas por deputados e senadores que explicitamente estão na comissão para defender qualquer interesse, menos a verdade e o bem público. A não convocação de Fernando Cavendish e Luiz Pagot exibe a face de cer-

tos integrantes dessa CPI. Afinal, o primeiro teve a sua empresa declarada como inidônea pela Controladoria Geral da União e de possuir um ex-diretor ligado à Cachoeira. O segundo prometeu fazer revelações bombásticas sobre o esquema: empreiteiras-Cachoeira-políticos. Por que esse receio de convocar os dois senhores? Quais serão as revelações de Pagot? O Brasil e a sua população precisam dessas respostas. Ou será que ficaremos parecidos com o personagem de Tom Cruise no filme Questão de Honra, quando confronta o personagem de Jack Nicholson e esse lhe diz que ele não suporta a verdade. Ficaremos tão atordoados assim? Às vezes tenho a sensação que essa CPI será mais uma para o eterno forno dessa pizzaria chamada Brasil.

AFRANIO PIRES LEMOS, escritor (afrapil@yahoo.com.br)

Futebol – Logo mais haveria jogo. Corria o ano de 1946. O campo de futebol de Jardim ficava depois do Pereiro, além da curva da morte, chegando aos descampados e longe do BerraBode. A Tuma estava lá. Eu, Janduí, Djalma, Essinho, Zé Pelado, Newton, Nilton, Ademar e outros, ali pela casa de Benicio, cerca quase caindo, mato crescendo, pedras soltas, mares nunca dantes navegados. E o jogo. "Sporting" contra o "São José Sport". Num instante formou-se a platéia. Traves verificadas, chão pisado para retoques finais, matos fora que o jogo vai começar. Qual o quê! Cadê o juiz? – Quem aí tem coragem de ser juiz? – Bota o neto do doutor. Me colocaram como juiz, embora não houvesse tempo de verificar todas as exigências do afeto. Apito recebido, enrolação no dedo, braço direito estirado pro oeste e jogo começando. Ânimos já alterados. Antes dos quinze minutos, canelada de lascar o cano, na encanação da frente dos 13 contra os 11 contra. – Apita senhor juiz. – O que foi? – Falta, home. Não viu? – Bola alta. Vamos. Tira ele que ele

não sabe apitar. Me tiraram o apito. Encostei-me à cerca de Benicio, caindo aos pedaços. O jogo recomeçou entre apelações e dilemas de quem não sabia jogar macio e nem demonstrar, demonstrava. Ninguém havia verificado a jogada de Solon, o melhor ponta esquerda do Seridó, ali pela direita. Bola vai, bola vem, deu-se recauchutada na canela do outro juiz antes que ele mandasse parar o jogo, por falta absoluta de confiança. E reconvocaram o neto do doutor, pra ele acalmar os ânimos; soqui na volta rebuscada com lascas de pedra houve de dar drible pra direita e na driblada bateu-se na cerca que estava cai-não-cai. E caiu. Parou-se o jogo. Não se poderia jogar mais, pois botaram abaixo a cerca da casa de Benício, que era encostada num pau de boa cepa. E Benício não ficava sem cerca. Todos sabiam. Benício era desaforado e iria atrás de quem derrubara a cerca de sua casa, que não era essas coisas todas, mas era a única coisa de bonito que Benício tinha na frente de sua casa; e gostava dessas coisas todas. – Ele é desaforado e vai cobrar. Quem derrubou a cerca? – Não sei. Sei que quando convocaram o juiz pela segunda vez houve aquela comemoração e alguém bateu com o pé na ponta da salvaguarda do arco do triunfo. E a cerca, ó! Então sua

demolição tranquila até demais. Menos pra Benicio, que não gostou. – Mas, não pode. A casa estava cheia? – Não se sabe e nem era para ser sabido; o jogo continuava zero a zero. – Porque é sempre assim; e a CBF já providencia representante da FIFA, pra vir olhar a qualidade do gramado. – Que está a zero. – Mas bota pra jambrar. Recomeça o jogo A tarde ia não ia, havia calor, acelerava-se o jogo, que continuava nos passes sob medida, pernadas menos pesadas. – Vai que é tua Taffarel. Gentil aparecia. Feola abria os olhos na sua cadeira de palhinha na escuridão dos tempos e nunca se soube quem fora o melhor em campo e se o desconto foi dado pelo tempo, pois houve desconto, sim, mas não deram tempo. E a volta pra casa num imperativo maior de verdes campos no campo bom de Benicio, bem pra lá do Berra-Bode, ou adjacências. A POESIA SERVE, SIM RESOLUBLIDADE Não seria uma mulher volúvel acolchoada mas seria mesmo falando sério

Faz dias que ando assuntando sobre o significado de tudo isso que estamos vivendo. Cogito se não estaríamos vivendo "entre dois mundos: um definitivamente morto e outro que luta por vir à luz". Busquei nos mestres do século passado uma possível fonte para compreender esta charada. Fixei-me em Macunaíma. Segundo o próprio autor, Mário de Andrade, Macunaíma representa "a aceitação sem timidez nem vanglória da entidade nacional", concebida como o retrato cultural do povo brasileiro, índio branco, feiticeiro, mau caráter, preguiçoso, mentiroso, egoísta, gozador, capaz de rir de si próprio e de nunca perder uma piada. Terreno fértil para, frente à impunidade, florescer atos de corrupção, praticados com naturalidade, sem que sejam vinculados com a questão da ética ou com a moral vigente. Como se fossem coisas separadas. Pequenas corrupções cotidianas são consideradas "defesas", expressão muito usada por diversos segmentos da população. Um passo para aceitar a corrupção de todos os níveis. Macunaíma poderia ser a metáfora de uma crise, mas também pode ser tomado como um desafio a ser vencido. O povo brasileiro teria sido formado historicamente de forma a ser capaz de adaptar-se, no cotidiano, a inúmeras formas de estratégias de sobrevivência. Capacitou-se a conviver "espertamente" com situações adversas de exploração, violência, corrupção, miséria moral, discriminação, desemprego, analfabetismo, utilizando-se das armas ou mecanismos psicológicos os mais diversos. A arma mais utilizada é o humor. Mentir talvez seja a vice-campeã. Impontualidade e Hipocrisia disputam pau-a-pau. Relembro agora que aprendemos com Gilberto Freire que a família patriarcal determinou toda estrutura social e as relações com o poder público. Formou-se sociologicamente "uma invasão do público pelo privado, do Estado pela Família". Para complicar ainda mais, nossa cultura tem como traço definidor sua diversidade e ao mesmo tempo o sincretismo de várias manifestações antropológicas, principalmente negras, índias e portuguesas. Assume dimensão gigantesca o problema da mestiçagem do povo brasileiro. A mestiçagem é uma não-identidade. Somos todo mundo e não somos ninguém. Darcy Ribeiro, em seu ótimo O Povo Brasileiro, falou sobre o conceito de ninguémdade. Ou seja, os brasileiros somos brancos que não são brancos, negros que não são negros, índios que não são índios. Essa faceta adaptativa de nossa complexidade foi comprovada recentemente em pesquisa do Ibope, cujo resultado aponta na direção da aceitação generalizada do nepotismo, do patrimonialismo (invasão do público pelo privado) e da corrupção eleitoral. A pergunta "Você venderia o seu voto?" tem resposta imediata e sem pejo: "Depende do preço que você pagar". O Ibope tem pesquisa, não publicada, reveladora do grau dessa característica nacional: quase 75 por cento dos entrevistados admite que conviveria com a corrupção, se estivesse em cargo público. Na base do "todo mundo faz". Para terminar, a urbanização ocorrida em velocidade vertiginosa nos últimos quarenta anos expulsou milhões de trabalhadores rurais (caipiras) para os centros urbanos, lançando nas cidades muito mais gente do que as fábricas conseguiram ocupar. São milhões de pessoas cujo único compromisso é consigo mesmo, com sua sobrevivência. A vida famélica não lhes deu oportunidade de perceber que existem princípios éticos em nosso mundo, menos ainda que a civilização somente será construída a partir da cidadania. Resumo da ópera: provavelmente, "tudo continuará como dantes no quartel de Abrantes" durante um bom tempo. Até porque essas questões são estruturais, históricas, sistêmicas, e não serão resolvidas com a eleição de um "Salvador da Pátria" ou de um "Macunaíma". Oxalá, quem sabe, a cidadania venha à luz pela geração dos meus netos! O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056-570), por fax (0xx84 32215058) e por e-mail: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, endereço e telefone. O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Dessana Araújo Élida Mercês João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 3

André Castro: “Liminar não garante a elegibilidade de Carlos Eduardo” A DVOGADO

AFIRMA QUE LIMINAR É FRÁGIL E PODERÁ SER CASSADA A QUALQUER MOMENTO PELA Wellington Rocha

J USTIÇA Wellington Rocha

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O advogado André Castro (PSDB) disse que a liminar do juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública, Geraldo Mota, que suspendeu os efeitos do decreto legislativo nº1078 da Câmara Municipal, não garante a elegibilidade do pré-candidato do PDT a prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. "A liminar não garante a elegibilidade de Carlos Eduardo, somente a decisão final da Justiça", afirmou. Segundo André Castro, os adversários ou mesmo o Ministério Público Eleitoral devem impugnar o registro de candidatura de Carlos Eduardo ainda que a decisão da Câmara Municipal de Natal esteja suspensa, pois se trata de uma decisão liminar e provisória. "Digo isto, pois o parágrafo segundo do artigo 26-C da Lei Complementar n.º 64/90 (incluído pela Lei da Ficha Limpa) determina que se depois de suspensa, a inelegibilidade for restabelecida, o registro ou o diploma do candidato serão desconstituídos, por isso, a liminar não garante a elegibilidade de Carlos Eduardo, somente a decisão final da Justiça", afirmou, se referindo ao trecho da lei que diz que "mantida a condenação de que derivou a inelegibilidade ou revogada a suspensão liminar, serão desconstituídos o registro ou o diploma eventualmente concedidos ao recorrente". Carlos Eduardo obteve na justiça uma liminar suspendendo os efeitos do decreto que reprovou as

André Castro afirma que registro de candidatura ou eventual diploma pode ser cassado pela Justiça contas do exercício financeiro de 2008 da Prefeitura de Natal, último ano da administração do pedetista. Os vereadores consideraram ilegais os saques de R$ 22 milhões do fundo de previdência dos servidores, a operação de crédito (venda conta única) no valor de R$ 40 milhões e a implantação de mais de três benefícios para os servidores em prazo proibido pela Lei de Responsabilidade Fiscal e a legislação eleitoral. NOVAS ELEIÇÕES André Castro esclarece que na hipótese do diploma ser desconstituído com vitória de Carlos Eduardo no primeiro turno das eleições,

o que somente ocorre quando o candidato obtém mais da metade dos votos válidos, aplica-se o disposto no art. 224 do Código Eleitoral, sendo necessária a realização de novas eleições. O referido artigo diz que se a nulidade atingir a mais de metade dos votos do país nas eleições presidenciais, do Estado nas eleições federais e estaduais ou do município nas eleições municipais, serão julgadas prejudicadas as demais votações e o Tribunal marcará dia para nova eleição dentro do prazo de 20 a 40 dias. Neste caso, se a desconstituição do mandato ocorrer nos primeiros dois anos do mandato, os elei-

Carlos Eduardo conseguiu uma decisão favorável provisória do juiz Geraldo Mota, da Fazenda Pública

tores serão novamente chamados às urnas. Se, ao contrário, ocorrer na segunda metade do mandato, as eleições serão indiretas pela Câmara de Vereadores, segundo o parágrafo único do art. 52 da Lei Orgânica do Município de Natal, que repete o parágrafo primeiro do artigo 81 da Constituição Federal. O parágrafo referido diz que ocorrendo a vacância após cumprimento dois anos do mandato do Prefeito, a eleição para ambos os cargos é feita, trinta dias depois da última vaga, pela Câmara Municipal. Já o artigo parágrafo primeiro do artigo 81 da CF da Constituição dia mesma coisa: "Ocorrendo a vacância nos últimos dois anos do perío-

do presidencial, a eleição para ambos os cargos será feita trinta dias depois da última vaga, pelo Congresso Nacional, na forma da lei". André Castro explicou ainda que no caso da vitória ocorrer no segundo turno, e o diploma for desconstituído depois da posse, assume o segundo colocado nas eleições, mesmo que na segunda metade do mandato. Segundo o advogado, a discussão sobre a elegibilidade ou não de um candidato durante a campanha é bastante prejudicial ao candidato. HIPÓTESE Para o advogado Fábio Holanda, ex-juiz do Tribunal Regional

Eleitoral (TRE), não existe qualquer possibilidade de o vice assumir no lugar. "O vice só assume se o prefeito viesse a ganhar e falecer antes da posse". E no caso de a Justiça seja ágil e julgar antes da realização da eleição, em outubro, Fábio Holanda explica que a coligação teria dez dias para mudar o candidato, podendo ser do partido ou da coligação, com prioridade, porém, para o partido do candidato. "Tem que ser do mesmo partido, salvo se os partidos coligados deliberarem, com a autorização do partido, a indicação de outro nome da coligação. Se o PDT não liberar, será ele que indicará o substituto".

> SUCESSÃO NATALENSE

Coligações discutem nomes para vice das principais chapas As coligações eleitorais que disputarão a prefeitura de Natal estão na fase de fechamento das chapas que serão apresentadas nas convenções que acontecerão a partir do próximo final de semana. Até o momento, apenas um vice foi anunciado: Dário Barbosa, do PSTU, poderá ser o companheiro de chapa do pré-candidato do PSOL, Robério Paulino. Além dele, cinco pré-candidatos a prefeito de Natal ainda negociam seus companheiros de chapa. O pré-candidato do PDT, Carlos Eduardo Alves, terá como companheiro de chapa um indicado do PSB. Especulava-se que poderia ser a presidente estadual do partido, a ex-governadora Wilma de Faria, que também estudaria a possibilidade de liderar uma chapa de candidatos a vereador pela coligação. No entanto, informações de bastidores dão conta de que Wilma não será candidata nessas eleições, preferindo ficar livre para percorrer os municípios, pedindo votos para os candidatos da oposição no Rio Grande do Norte. Assim, permanece em segredo o nome do vice a ser indicado pelo PSB. Ontem, a governadora manteve mais um encontro político com pré-candidato do PDT, mas nada foi vazado. Car-

los Eduardo não esconde, porém, sua predileção pelo nome da vereadora Júlia Arruda (PDB). Entretanto, a vereadora não é considerada do grupo político de Wilma. Apesar disso, poderá ser a solução do PSB para Natal. Outro nome seria o do ex-deputado estadual Claudio Porpino. Na coligação do pré-candidato do PSDB, Rogério Marinho, o DEM, maior aliado, abriu mão de indicar o vice. Apesar de alguns nomes do DEM terem demonstrado interesse, o partido nunca exigiu a vaga de vice, que pode ser ocupada por alguém do PMN ou por algum nome indicado pelo partido. Rogério conta ainda com o apoio do PSL e mantém conversas com PSC e PTN. De acordo com o presidente nacional dom DEM, senador José Agripino, o partido delegou a indicação do vice ao próprio Rogério Marinho como uma maneira do tucano agregar mais apoios à sua candidatura. "Repetimos o que fizemos em 2008 com Micarla. Abrimos mão. Delegamos a escolha a Rogério Marinho para que ele possa agregar outros partidos a seu projeto", comentou o senador ontem. O pré-candidato do PMDB,

Heracles Dantas

José Aldenir

Arquivo

Rogério Marinho ainda não tem vice

Hermano está na mesma situação

Fernando Mineiro pode ter vice do PT

Hermano Morais, também negocia o seu vice. Ele teve frustrada a intenção de contar com o Padre Nunes (PR) como companheiro de chapa, a quem chegou a formular um convite. A Igreja, entretanto, vetou o nome do religioso, gerando um posicionamento que proíbe

a participação de padres nas eleições deste ano no RN. O caso virou notícia nacional. O vice de Hermano, porém, deverá sair do PR, partido presidido no Estado pelo deputado federal João Maia, com quem o PMDB mantém alianças estratégicas nas

eleições municipais deste ano. Entretanto, Hermano conversa com outras legendas e não estaria de todo descartada a indicação de uma vice pelo conjunto dos aliados. O PT apresenta a pré-candidatura do deputado estadual Fernando Mineiro isoladamente. No entan-

to, surgiu nos últimos dias a possibilidade de o PC do B integrar a chapa majoritária petista. Se assim acontecer, o partido do vereador George Câmara indicaria o vice de Mineiro. A ideia foi defendida ontem pelo ex-presidente do PT em Natal, vereador Fernando Lucena. Os petistas não aceitam aliança na proporcional e isso tem dificultado o acerto com o PC do B. A pré-candidata do PV à reeleição, prefeita Micarla de Sousa, negocia com aliados a indicação do vice. O presidente do diretório municipal do PTN, Sérgio Pinheiro, ficou de dar uma resposta esta semana à prefeita, para dizer se aceita ser vice dela numa coligação na majoritária. O PTN, porém, não deseja compor na proporcional com o PV, diante da força das candidaturas verdes a vereador - o partido de Micarla conta com dois vereadores, Edivan Martins e Aquino Neto. Caso o vice de Micarla não seja do PTN, a prefeita conversa ainda com o vereador Osório Jácome (PSC), que poderá ser seu companheiro de chapa. Micarla deverá anunciar sua candidatura nos próximos dias. A convenção do PV está agendada para o dia 30 de junho.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS DISTÂNCIA O ministro Garibaldi Filho continua sua rotina de visitar às bases nos finais de semana; seja para eventos políticos ou religiosos. Mas o pai de Waltinho está evitando a companhia da governadora Rosalba Ciarlini em suas andanças pelo interior. PALAVRA Garibaldi Filho está evitando 'pegar carona' no avião oficial, mesmo quando os dois, ele e Rosalba, vão para o mesmo local. O motivo não é o desgaste que a governadora vem sofrendo e até a possibilidade de vaias. É que o marido de Dona Denise não aguenta mais tanta promessa não cumprida. DESCRÉDITO A questão que mais tem incomo-

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / twitter: @tuliolemosrn

dado o senador e ministro Garibaldi Filho é que os pleitos feitos pelo pai de Waltinho à governadora, e não são pleitos pessoais, são recebidos da melhor maneira possível, mas as soluções prometidas nunca se concretizam. O Governo está muito ruim diante da opinião pública. Se Garibaldi se afastar, é queda certa. PESQUISA A direção da Start Pesquisa e Consultoria, informa que o contrato firmado com a Secopa não é para realizar pesquisa, mas projetos de acessibilidade. A empresa atua no mercado potiguar há cerca de 10 anos e tem um acervo técnico considerável não somente na área de pesquisa eleitoral e mercadológica, como tam-

bém em projetos e consultoria. NOMES O DEM tem a governadora do Estado, mas não dispõe hoje de um nome com densidade eleitoral e representatividade política para compor a chapa na condição de candidato a vice-prefeito do deputado Rogério Marinho. O partido de Agripino definha no maior colégio eleitoral do RN. EXIGÊNCIA De acordo com Sherloquinho, o publicitário Alexandre Macedo teria feito uma exigência para assumir o marketing da campanha de Carlos Eduardo: silêncio por parte do candidato; pelo menos por enquanto. Afinal, cada vez que o filho de Agnelo abre a boca, arranja um

problema para sua candidatura. A mordaça virtual exigida por Macedo está sendo cumprida por Carlos Eduardo. EDUCAÇÃO A coluna recebeu e-mail de Camila: "Caro jornalista Túlio Lemos, sou aluna da E. E. prof. Antônio Pinto de Medeiros, na Cidade Satélite, e venho informar que desde o início do ano letivo que estamos sem professor de matemática no turno vespertino. Apesar do esforço do Diretor da escola que tem enviado solicitação a Secretaria de Educação do Estado, mas até o momento não tomaram providências. Nossa escola é bem estruturada,você precisa vir conhecer, só falta o principal que é professor".

O TEMPO PASSA... Ontem, Lula dizia que Maluf era o maior ladrão da política brasileira; hoje, vai a sua casa pedir apoio político para seu candidato a prefeito de São Paulo. Com a história que tem, Lula poderia ter evitado esse encontro oportunista e desgastante. Segundo Sherloquinho, Maluf teria dito, com seu sotaque mafioso: "Lula, que bom que você veio; adorei seu sorriso natural; vamos nos dar muito bem no mesmo palanque". Lula diz: "Haddad, a culpa é sua. Se você tivesse crescido nas pesquisas, eu não precisava passar por isso. O que é que um político não faz por alguns minutos a mais na TV".


Natal, 19 de junho de 2012

4 O Jornal de HOJE

Política

Terça-feira

Fotos: Márlio Forte/Divulgação

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

À procura de um novo perfil Naturalmente, as pesquisas de intenção de voto retratam o momento em que os cidadãos respondem ao questionário apresentado pelos entrevistadores dos institutos. Não preveem o que vai ser definido nas urnas. Tem-se, porém, a fotografia dos que não têm chance de vitória, à parte o normalíssimo sobe e desce, parte substantiva das emoções do jogo político-eleitoral. t

t

t

A 100 dias do pleito para o governo municipal, analisados os índices das sondagens de opinião e ouvidas vozes regionais da experiência – altamente significativas –, monta-se o quadro dos candidatos com perfil de sucesso. Nas capitais, dentre os prefeitos recandidatos, há pelo menos um credenciado para festejar a vitória certa: Márcio Lacerda (PSB), de Belo Horizonte. Em degrau abaixo do mineiro, está o carioca Eduardo Paes (PMDB). Outro bem situado: Paulo Garcia (PT), de Goiânia. t

t

t

Da mesma forma dos favoritos à renovação do mandato, há governantes que, se consultarem as urnas, serão incluídos no bloco da decepção. Citem-se três, a começar pela prefeita de Natal, Micarla de Sousa, a única eleita sob a bandeira do PV e líder nacional de administração reprovada. Seguemna no percentual de alta rejeição: Amazonino Mendes (PDT), de Manaus; e João Castelo (PSDB), de São Luís. Outros estão na fila, mas com números negativos menores. t

t

t

Par de embates destaca-se pelo equilíbrio dos concorrentes. Um ocorre em João Pessoa, onde se defrontam o prefeito Luciano Agra (PSB) e José Maranhão (PMDB), ex-governador da Paraíba. O outro em Porto Alegre. Lá, José Fortunati (PDT), no poder, é desafiado pela deputada Manuela D’Ávila (PCdoB). t

t

t

Pós-escrito: é alta a inclinação do eleitorado para redesenhar o mapa político do país em outubro. A primeira oportunidade será no dia 8; dia 28, a segunda.

Voz da floresta Observação de Marina Silva (foto) numa de suas passagens pela Rio+20. Considera paradoxo o fato de o Brasil celebrar a redução da taxa de desmatamento, “ao mesmo tempo em que mina as bases da legislação a favor da preservação”. t t t Sem partido desde que se desligou do PV, sigla à qual se filiou ao deixar o PT, não tem ideia a respeito de seus próximos passos partidários. Nem mesmo sabe se voltará a concorrer a mandato popular. t t t Ministra do Meio Ambiente (2003 a 2008) e senadora de 1995 a 2011 pelo PT do Acre, a Mulher da Floresta concorreu ao Palácio do Planalto (2010) sob a bandeira do PV. Os quase 20 milhões de votos conquistados deram-lhe o terceiro lugar e foram determinantes para adiar a unção da petista Dilma Rousseff à Presidência da República.

LEITURA DINÂMICA w Depois de afirmar que a crise econômico-financeira “não é nossa”, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, prevê que o Brasil voltará a crescer no próximo ano. w Amanhã, quando começa a reunião da cúpula, Dilma Rousseff assume a presidência da Rio+20, conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável. w Marcada para segundafeira (25), no Conselho de Ética do Senado, a votação do relatório que pede a cassação do mandato de Demóstenes Torres. Ele era a principal referência goiana do DEM, até que foi identificado como o braço político do contraventor Carlinhos Cachoeira. w Hoje, o PSDB festeja os 91 anos de seu presidente de honra, Fernando Henrique Cardoso. w Henrique Meirelles volta às origens de agente do

mercado internacional. Desde ontem, é conselheiro sênior da Kohlberg Kravis Roberts & Co. Exdeputado pelo PSDB de Goiás, ele, antes de presidir o Banco Central sob o governo Lula da Silva, fora dirigente mundial do Bankboston. w O senador Humberto Costa (PT-PE) vai desistir do embate para a prefeitura do Recife. Batizado “candidato biônico”, está mal na própria (e dividida) legenda. w Informa o TCU: está paralizado o Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco. Mais, segundo a Corte de Contas: as obras de recuperação e o controle da erosão desperdiçam recursos públicos. w Para refletir: “Experiência não é o que aconteceu com você, mas o que você fez com o que lhe aconteceu” (Aldous Huxley, escritor inglês).

Lideranças de vários partidos politicos prestigiaram a convenção que oficializou a candidatura de Maurício Marques e Lucinha Thiago para a Prefeitura de Parnamirim

Maurício disputa reeleição com apoio de 15 partidos PREFEITO DESTACA RESPALDO POLÍTICO E PROMETE CONTINUIDADE DA GESTÃO JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O prefeito Maurício Marques repetirá esse ano o slogan "Vitória da Continuidade" que foi usado na última eleição quando o então candidato venceu o pleito de 2008 e substituiu Agnelo Alves no cargo de prefeito de Parnamirim. No último final de semana os nomes de Maurício Marques, do PDT, e Lucinha Thiago, do PSD, foram homologados como candidatos a prefeito e vice-prefeito, respectivamente, em convenção que contou com presença das principais lideranças políticas do Estado, entre elas, o vice-governador Robinson Faria, ex-governadora Wilma de Faria (PSB), deputada federal Fátima Bezerra (PT), deputado Agnelo Alves (PDT), ex-deputado Wober Júnior (PPS) e o pré-candidato a vereador Jacó Jácome, representando o PMN do deputado Antonio Jácome e o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves. A nova aliança de apoio a Maurício Marques reunirá 15 partidos e praticamente tornou-se uma coligação suprapartidária por contar com vários partidos de tendências ideológicas as mais diversas. O prefeito Maurício Marques disse que está satisfeito com a representatividade do seu palanque e a diversidade de lideranças que o apoiam. "Será a vitória da continuidade", resumiu o prefeito, candidato à reeleição no próximo dia 7 de outubro. A seguir, trechos de uma entrevista exclusiva concedida pelo prefeito Maurício Marques a ´JORNAL DE HOJE na manhã desta terça-feira: RESULTADO DA CONVENÇÃO A convenção consolidou uma coligação de 15 partidos políticos representando a maioria absoluta dos partidos legalizados em Parnamirim. O nome da coligação "Vitória da Continuidade" foi mantido e nela estarão importantes lideranças como Garibaldi Filho, Robinson Faria, Henrique Eduardo, Fátima Bezerra, Fábio Faria, Wilma de Faria, Agnelo Alves, Walter Alves, Antonio Jácome, Márcia Maia, Gustavo Carvalho, Fernando Mineiro e várias outras lideranças

Maurício Marques, do PDT e Lucinha Thiago, do PSD, formam a chapa governista que vai às ruas nos próximos dias municipais como o ex-prefeito Raimundo Marciano e o ex-deputado Wober Júnior. PERSPECTIVA DE REELEIÇÃO Com um palanque desses, com Deus e o povo vai dar 12 de novo". PRESENÇA DE AGNELO Agnelo Alves é o maior eleitor de Parnamirim, portanto, sua participação é fundamental para a vitória da continuidade. Ele já se fez presente na convenção e reafirmou que participará diariamente defendendo nossa reeleição. Somos gratos pela forma coerente como Agnelo nos apoia. PARTICIPAÇÃO DOS VEREADORES A Câmara de Vereadores de Parnamirim é nossa grande parceira. Oito dos 12 vereadores nos acompanham nessa caminhada à reeleição. AJUDA DA BANCADA FEDERAL A nossa administração que tem aprovação irrestrita do povo de Parnamirim recebe apoio muito forte do ministro Garibaldi Filho, deputada Fátima Bezerra e do deputado Henrique Eduardo. Com isso, podemos reiniciar obras importantes como o saneamento básico, Cine

Teatro e o maior programa habitacional com destaque para o apoio do presidente Lula e da presidenta Dilma Rousseff permitindo também a urbanização do Bairro Moita Verde com drenagem pavimentação, regularização fundiária e construção de um Centro Social para aquela comunidade. CAMPANHA ELEITORAL O nosso propósito é fazer uma campanha limpa, respeitando os adversários e divulgando nosso plano de governo para que a população possa nos proporcionar mais uma vez a oportunidade de continuar servindo a Parnamirim. SEGUNDO GOVERNO Fomos eleitos com o compromisso de continuar construindo ações de melhoria para a saúde, educação, infraestrutura, cultura, esporte, lazer, habitação e saneamento. Os primeiros 4 anos foram fundamentais para concluir as obras iniciadas por Agnelo, mas também executamos obras do nosso plano aprovado pelo povo em 2008. O plano de governo para o segundo mandato está em fase de conclusão, entretanto, posso assegurar que está prevista a conclusão e inauguração do saneamento básico para toda a cidade, pavimentação e drenagem abrangendo 100 por cento de Parnamirim. Além da construção

de novas escolas, unidades básicas de saúde, novas equipes do PSF, instalação de academias para terceira idade, novos investimentos na cultura, programa Minha Casa, Minha Vida, atendimento à criança e adolescente. PARCERIAS INSTITUCIONAIS Todas as obras construídas em Parnamirim que tem aprovação do povo, são realizadas com recursos municipais e com repasse do governo Dilma Rousseff, que continuou fortemente apoiando os pleitos de Parnamrim. CARÊNCIAS DO MUNICÍPIO Parnamirim cresce 6 mil habitantes a cada ano, por isso vamos aumentar os investimentos para a saúde, educação, assistência social e obras de mobilidade urbana de forma a acompanhar esse crescimento em progressão geométrica. Queremos que Parnamirim seja uma cidade amorável: para se morar e rentável para se investir. INICIO DA CAMPANHA Estou aguardando o prazo estabelecido pela legislação eleitoral para ir às ruas, vilas e bairros defender a vitória da continuidade acompanhado dessa plêiade de homens e mulheres que nos apoiam nessa grande caminhada.

> EVENTO INTERNACIONAL

Micarla participa da Cúpula dos Prefeitos da Rio+20 A prefeita de Natal, Micarla de Sousa, participa nesta terça-feira, 19, no Forte de Copacabana, da Cúpula dos Prefeitos da Rio+20. Após receber na segunda-feira o certificado de Boas Práticas por promover iniciativas públicas que priorizam o desenvolvimento sustentável e local das cidades, a prefeita se une a outros 35 representantes de municípios brasileiros para participar do evento. O vídeo da Prefeitura Municipal do Natal – Recicle Você Também – foi selecionado pela Frente Nacional dos Prefeitos, como uma das 36 Boas Práticas. Durante todo o dia, Micarla participará de mesas redondas de prefeitos, reuniões técnicas e exposições de Boas Práticas para o

Micarla de Sousa participa de evento em que se discute boas práticas de gestão desenvolvimento urbano. A estrutura da Cúpula foi construída pela Federação das Indústrias do Rio de

Janeiro (Fierj), Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e Fundação Roberto Mar-

inho, com o apoio da Prefeitura do Rio de Janeiro. A Cúpula dos Prefeitos contará com a presença de líderes globais como o prefeito de Nova York, Michael Bloomberg, presidente da C40 (Climate Leadership Group), rede internacional que reúne as 40 maiores cidades do mundo. Este evento será um chamado conjunto das cidades aos governos nacionais e organizações internacionais para que trabalhem em colaboração mais estreita com os municípios, visando à promoção de ações de sustentabilidade em nível local. À noite, a prefeita participará de um jantar com os representantes da C40, com a presença do prefeito de Nova York, Michael Bloomberg.


Política

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 5

Advogado Emmanoel Pereira é nomeado para o Conselho Nacional de Justiça P RESIDENTE D ILMA Acabou a celeuma e com "final feliz" para o Rio Grande do Norte. Na noite desta sexta-feira, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) confirmou a nomeação do advogado potiguar Emmanoel Campelo de Souza Pereira para a vaga deixada pelo conselheiro Marcelo Nobre no órgão. A nomeação foi assinada pela presidente da República, Dilma Rousseff. Com a nomeação e apenas 31 anos, Emmanoel Pereira agora é o conselheiro mais jovem a integrar o Conselho Nacional de Justiça. Filho do ministro Emmanoel Pereira, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), e irmão do professor e jurista Erick Pereira, o advogado foi indicado pela Câmara dos Deputados à vaga no CNJ e precisou enfrentar uma verdadeira batalha judicial além de algumas sabatinas - para chegar ao cargo. A última dessa batalha judicial, inclusive, foi vencida no início do mês, quando o CNJ decidiu rejeitar a abertura de processo disciplinar administrativo contra o ministro Emmanoel Pereira, do TST. A maioria dos conselheiros votou contra a proposta da ministra Eliana Calmon, para quem o processo deveria ser aberto por conta de indícios de que o ministro manteve em seu gabine-

ASSINOU NOMEAÇÃO DO ADVOGADO POTIGUAR ESCOLHIDO PELO

te, por sete meses, um servidor fantasma requisitado de forma irregular da Câmara dos Vereadores de Macaíba, na Grande Natal. A defesa do ministro, feita pelo seu filho, o advogado Erick Pereira, sustentou que a acusação já foi investigada por diversos órgãos e já houve processos judiciais julgados sobre os mesmos fatos, todos rejeitados ou arquivados. Erick Pereira afirmou, por exemplo, que o Tribunal de Contas da União analisou o caso e decidiu pelo arquivamento, por falta de provas contra o ministro - assim como a denúncia do Ministério Público Federal por improbidade administrativa foi arquivada em primeira instância, em 2008, e pelo Tribunal Regional Federal da 5ª Região, em 2009. Ainda de acordo com a defesa, o próprio ministro Gilson Dipp, corregedor nacional de Justiça que antecedeu a ministra Eliana Calmon no CNJ, mandou arquivar o caso. Para os oito conselheiros que rejeitaram a abertura do processo disciplinar, não havia fatos novos que não foram investigados em outras instâncias e setores que justificassem a abertura do processo pelo CNJ. Apesar de não citar o agora conselheiro do CNJ, o arquivamento do processo abriu caminho para

C ONGRESSO N ACIONAL Arquivo

Advogado Emmanoel Campelo Pereira, aos 31 anos, passa a integrar o temido por uns e desejado por muitos, CNJ que a nomeação de Emmanoel Campelo Pereira ocorresse de forma mais "tranqüila". "Avalio que isso tenha sido indiferente para minha nomeação, visto que uma coisa não tem nada a ver com a outra. O processo não foi contra mim, mas o que houve foi mesmo

uma retaliação, porque fui escolhido por unanimidade no Congresso e isso deixou muita gente insatisfeita. Afinal, é uma vaga muito disputada", afirmou o próprio Emmanoel Campelo Pereira. Se deixou pessoas insatisfeitas "lá fora", no Rio Grande do Norte

a nomeação do advogado acontece em um momento de dificuldade para o judiciário potiguar. Afinal, foi no Tribunal de Justiça do RN que se descobriu um esquema de desvio de dinheiro da Divisão dos Precatórios que chega a casa dos R$ 14 milhões. No CNJ, inclusive, há dois proces-

sos administrativos disciplinares que apuram a participação dos desembargadores e ex-presidentes do TJ, Rafael Godeiro e Osvaldo Cruz, no esquema. A posse de Emmanoel Campelo Pereira no cargo será feita pelo presidente do CNJ, ministro Ayres Britto, em data ainda a ser marcada. Pereira nasceu em 28 de janeiro de 1981, em Natal, e se formou em Direito em 2004, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Quatro anos mais tarde, terminou seu mestrado na Universidade Católica de Brasília, com a apresentação da dissertação: "Criminalidade organizada transnacional: Os limites entre os delitos de lavagem de dinheiro e receptação". Emmanoel Campelo Pereira também é reconhecido por advogar em tribunais superiores e por ter sido assessor parlamentar da Câmara entre 2008 e 2011. O novo conselheiro teve a indicação para o CNJ aprovada pela Câmara dos Deputados em dezembro do ano passado, por 360 votos a 11 e 11 abstenções. Em abril, ele teve seu nome também aprovado pelo Senado Federal, onde obteve 59 votos favoráveis e cinco contrários a sua indicação.

BATE PAPO COM EMMANOEL CAMPELO PEREIRA Advogado e integrante do Conselho Nacional de Justiça

“Houve retaliação. Minha escolha deixou muita gente insatisfeita” O Jornalde Hoje - Como o senhor recebeu a confirmação da nomeação no CNJ? Com muita alegria. Foi uma espera longa, devido a um problema de agenda mesmo da presidente Dilma, que já tinha segurado algumas nomeações. Mas já esperávamos que fosse ser feita esta semana mesmo. O CNJ

exerce um papel muito importante para o fortalecimento do judiciário brasileiro. O Jornalde Hoje - Se considera preparado para assumir um cargo tão importante para o judiciário brasileiro? Emmanoel Campelo Pereira - É uma honra estar no meio de pes-

soas tão qualificadas e preparadas. Acredito que estou preparado. Venho me preparando já há muito tempo. O Jornalde Hoje - Acredita que o arquivamento desse processo contra seu pai facilitou a nomeação? Emmanoel Campelo Pereira Foi indiferente. Uma coisa não

tem nada a ver com a outra. Primeiro porque não comigo o processo. Segundo, porque o que houve foi uma retaliação. Foi escolhido por unanimidade pelo Congresso e isso deixou muita gente insatisfeita. Não era algo novo. Já havia sido arquivado, foi desarquivado e arquivado novamente agora. Foi uma manobra.

O Jornalde Hoje - Algumas pessoas acham que o senhor é muito jovem (31 anos) para assumir o cargo. Como analisa essa crítica? Emmanoel Campelo Pereira - Eu vejo como uma crítica muito vazia. Se a pouca idade é um defeito, é um defeito que muitos gostariam de ter. Não há esse requisito legal no CNJ, não há um impedimento.

O Jornalde Hoje - A nomeação do senhor ajuda a melhorar a imagem do judiciário potiguar? Emmanoel Campelo Pereira Não acho que o judiciário potiguar está passando por problemas na imagem. O que aconteceu aqui poderia ter acontecido em qualquer outro tribunal.

> 12 NOMES DO RN

Lista com potiguares condenados no TCU será entregue ao TSE CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

A lista dos ordenadores de despesa que foram condenados em processos já em trânsito em julgado (não cabe mais recurso) no Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN), já foi enviada para a Justiça Eleitoral. Contudo, quem acredita já ter escapou da possibilidade de ficar inabilitado para as eleições de outubro porque não teve o nome colocado nessa relação, aí vai a notícia: nesta terça-feira, o Tribunal de Contas da União (TCU), encaminha uma nova listagem, contando também ordenadores de despesa potiguares condenados por irregularidades na prestação de contas. Mais "grave" que a lista do TCE, que caracterizou os ordenadores de

despesas presentes nela apenas como "condenados", a relação do TCU tem a classificação de "inabilitados para o serviço público", apesar de frisar que "Compete à Justiça Eleitoral declarar a inelegibilidade, ou não, de um responsável cujas contas tenham sido julgadas irregulares pelo TCU. O tribunal apenas encaminha a lista com a relação das pessoas físicas que se enquadram nos requisitos legalmente exigidos". Na listagem do TCU, estão 12 ordenadores de despesa do Rio Grande do Norte. Alguns deles são ex-prefeitos, como José Wilton Xavier, de São Bento do Trairi, e José Robenilson Fernandes, de Bento Fernandes - que ainda é procurado pelo Ministério Público do Rio Grande do Norte (MP/RN) para respon-

der a outros processos, inclusive, por improbidade administrativa. Segundo a programação divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), a listagem do TCU está prevista para ser entregue às 17h, à ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha, presidente do órgão. Benfamin Zumler, presidente do TCU, é o responsável pela entrega. De acordo com a Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997 - artigo 10, parágrafo 5º), cabe ao TCU apresentar à Justiça Eleitoral, até o dia 5 de julho do ano em que se realizarem as eleições, a relação dos responsáveis que tiveram suas contas relativas ao exercício de cargos ou funções públicas rejeitadas por irregularidade insanável e por decisão irrecorrível do órgão competente.

As eleições municipais serão realizadas em 7 de outubro deste ano. A lista será encaminhada aos juízes eleitorais, que são os responsáveis pela análise do registro dos candidatos a prefeito e vereador. De acordo com a Lei de Inelegibilidades (Lei Complementar nº 64/1990), são inelegíveis os que tiverem as contas rejeitadas por irregularidade insanável e que configure ato doloso de improbidade administrativa, e por decisão irrecorrível do órgão competente. Essas pessoas não podem se candidatar a cargo eletivo nas eleições que se realizarem nos oito anos seguintes, contados a partir da data da decisão. O interessado pode concorrer apenas se esta decisão tiver sido suspensa ou anulada pelo Poder Judiciário.

Arquivo

Robenilson Ferreira, ex-prefeito de Bento Fernandes, está na lista do TCU

Listagem do TCU tem gestores já conhecidos pelas irregularidades cometidas Se a presença na lista dos "inabilitados" do TCU pode ser considerado uma "novidade" para os eleitores, alguns nomes não são, necessariamente, surpresas. Afinal, foram amplamente divulgados na época da condenação e, como ficam inabilitados por oito anos, ainda continuam classificados dessa forma. Entre esses nomes, por exemplo, está o do ex-prefeito de Bento Fernandes, José Robenilson Ferreira, político que, conforme O Jornal de Hoje publicou já este ano, está sendo procurado pelo MP para ser intimado de processos que responde na Justiça. Além de ex-prefeito, por sinal, José Robenilson foi também presidente da Associação Nacional dos Gestores Públicos (Angesp) e presidente da Federação dos Municípios do RN (Femurn). A condenação foi resultado do convênio nº 748/2001 celebrado entre a Prefeitura e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), no valor de R$ 184.164,00, para a construção de 182 unidades sanitárias e instalação de 51 tanques de

lavar roupa, totalizando 233 melhorias. Entretanto, apenas 25 melhorias foram feitas e, mesmo assim, a verba foi repassada ao município em parcela única e os valores sacados, em sua grande maioria, pelo próprio exprefeito. A análise da movimentação da conta bancária específica comprova que a empresa Horebe Comércio e Serviços Ltda falsificou os recibos e as notas fiscais apresentados ao Tribunal de Contas da União (TCU), no processo de tomada de contas especial. Para agravar a situação, a relação de pagamentos efetuados, que foi juntada à prestação de contas apresentada por José Robenilson ao TCU, também revela conteúdo ideologicamente falso, atestando o pagamento por serviços supostamente prestados pela empresa Horebe. Os cheques que teriam sido destinados à empresa foram sacados, na verdade, pela própria prefeitura e outros particulares. Por causa desse envolvimento com a falha na prestação de contas da verba usada pela

Funasa, José Robenilson foi condenado no TCU e alvo de um processo na Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Ele também está na listagem do TCE encaminhada a Justiça Eleitoral do RN. A Funasa, por sinal, também é citada nessa listam, através do excoordenador do órgão, Amaurilo José Ferreira Teles. Ele foi condenado em 2009, em um caso semelhante: irregularidades em contratos, no valor de mais de R$ 4 milhões, firmados para perfurar e instalar poços tubulares. No TCU, foram confirmados superfaturamentos, dispensa indevida de licitação, aquisição de materiais e prestação de serviços desnecessários, e concessões de diárias em duplicidade para perfuração de poços em propriedades particulares. Voltando aos ex-prefeitos, se destaca também o de São Bento do Trairi, José Wilton Xavier, que foi condenado pelo TCU junto a ex-tesoureira do município, Luna Kaly Ramalho da Costa (esposa de José Wilton). A condenação, que tam-

bém resultou em denúncia feita pelo Ministério Público Federal, apontou desvio de verba pública, falsificação de documentos e peculato, que é a apropriação de bens ou rendas públicas. As irregularidades foram constatadas nos comprovantes de pagamento referentes ao Programa Alfabetização Solidária. A denúncia aponta fraude ocorrida na compra de merenda escolar, realizada com verba do Programa Alfabetização Solidária. O depoimento do suposto fornecedor da merenda deixa claro que ele não emitiu a nota fiscal apresentada pela Prefeitura, uma vez que a numeração indicada se refere a uma nota fiscal cancelada. Para o procurador da República Ronaldo Pinheiro de Queiroz, que assina a ação, "ficou comprovado que os acusados falsificaram a nota fiscal, forjando processo de pagamento para justificar gasto da prefeitura, com a finalidade de desviar os recursos". O ex-prefeito de Carnaúba dos Dantas, Pantaleão Estevam de Medeiros, também integra a lista do

TCU. Ele foi condenado a devolver, junto a sócia da empresa G. G Construções e Serviços Ltda, Gerlândia do Nascimento Dantas, R$ 349,6 mil aos cofres do Tesouro Nacional. O Tribunal julgou irregular a aplicação dos recursos federais repassados ao município por meio de convênio firmado com o Ministério da Integração Nacional (MIN). A verba era destinada a construção de três pontes. O TCU concluiu não haver nexo entre os valores de cheques emitidos e a relação de pagamentos apresentada. A empresa responsável pela obra, G. G Ltda., não apresentou um engenheiro responsável pela obra e teve a personalidade jurídica desconsiderada por não ter operado efetivamente no período da execução do objeto pactuado. De Lajes Pintadas, o ex-secretário Francisco Gomes Neto - da gestão Francisco Jucier Furtado - foi condenado, junto a Construtora São Francisco Ltda, ao pagamento de R$ 225,8 mil. O TCU detectou irregularidades na execução de convênio

firmado entre a prefeitura e o extinto Instituto Nacional de Desenvolvimento do Desporto (Indesp), para a construção de um ginásio poliesportivo no município. A São Francisco, contratada para a obra, era co-administrada pelo ex-secretário, o que fere o princípio da moralidade administrativa. Ele atestou a conclusão do ginásio, quando apenas 39,27% dos serviços estavam executados, de forma a facilitar a liberação integral dos recursos pactuados. A listagem do TCU tem também o nome dos seguintes potiguares: Jailton Soares da Silva, José Otávio Freire Diógenes, José Welson Xavier de Oliveira Silva, Antonio Carlos Martins Newman e Carlos Luiz Costa Soares. Além deles, estão condenados em trânsito em julgado o ex-presidente Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado do Rio Grande do Norte (OCB/RN), a pagar aos cofres do Tesouro Nacional, R$ 138,7 mil; e Leônidas Ferreira de Paula, ex-administrador do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural.


6 O Jornal de HOJE

Natal, 19 de junho de 2012

Cidade

Terça-feira

José Aldenir

Greve no IFRN começa na quinta-feira PARALISAÇÃO SEGUE MOVIMENTO NACIONAL E PREJUDICARÁ 25 MIL ESTUDANTES VINCULADOS ÀS 16 UNIDADES NO ESTADO FERNANDA SOUZA FERNANDASOUZAJH@GMAIL.COM

Após assembleia realizada no último sábado (16), no Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN), o Sindicato Nacional dos Servidores Federais da Educação Básica, Profissional e Tecnológica (Sinasefe-Natal) deliberou pela adesão do IFRN à greve federal da educação a partir do dia 21 de junho. A paralisação atingirá todos os campi de Natal e do interior, 16 ao todo, prejudicando 25 mil alunos. Atualmente são mais de 50 instituições de ensino superior em greve no País. "O Governo Federal continua protelando e o processo de negociação não evolui. Hoje mesmo foi cancelada a reunião do GT (Grupo de Trabalho) Carreira, porque foi alegada que não havia uma proposta concreta. Na greve do ano passado, o reajuste de 4% e incorporação da gratificação GEDBT foram prometidos.

Mas só agora, em vias de greve, que o Governo liberou, mas não contemplou os técnicos. Também outro golpe que recebemos foi a insalubridade, que antes era percentual e agora virou valor fixo, o que trouxe até redução salarial", afirmou Euriel Aguiar Moura, da direção do Sinasefe-Natal, que representa os técnicos e docentes do IFRN. Entre as principais reivindicações da Sinasefe estão à reestruturação das carreiras, política salarial que engloba reajuste de 22, 08%, implementação da data-base, recomposição das perdas anuais, melhoria das relações e condições de trabalho, modificações na MP 568/2012 quanto aos adicionais de periculosidade e/ou insalubridade e posição contrária à previdência complementar para os servidores públicos federais. De acordo com Euriel Aguiar, a categoria ainda quer evitar a precarização do ensino. "Temos medo que seja como as escolas estaduais. Se construiu muito, mas como ficou o

José Aldenir

Herácles Dantas

Guilherme Oliveira questiona greve. Júlio Alves enfatiza necessidade de reestruturação nível de qualidade? Há vários IFs que funcionam de forma precária. O

IFAL (Alagoas) funciona nas dependências de uma escola estadual, outro

não tem muro e é apenas cercado, e tem até IF construído ao lado de lixão". Disse. O professor de mecânica do IFRN, Júlio Alves Hermínio, contou que a grande maioria dos servidores já havia decidido pela greve desde o último dia 13, quando o indicativo já havia sido aprovado nacionalmente. "Lutamos principalmente pela reestruturação da carreira. Desde agosto, após o término da greve do ano passado, foi prometido que a reestruturação aconteceria até março, só que isso não foi cumprido". O estudante do curso de Edificações Guilherme de Oliveira Souza contou que é solidário às reivindicações dos técnicos e professores, mas acredita que a greve não seja necessária nos campi de Natal. "Sei que a situação dos campi do interior é complicada, são deficientes, e este é um dos motivos da greve. Só que sabemos também que o Governo cumpriu algumas exigências dos servidores

após a greve em 2011. Vamos ser bem prejudicados, porque já estamos com o calendário atrasado por causa da greve do ano passado. A maioria dos alunos é contra este movimento e na minha turma, de 12 professores até agora cinco não devem aderir à paralisação". De acordo com o Sinasefe Natal, o comando de greve e o sindicato definirão quem serão os servidores que cumprirão o quadro dos 30% emergenciais. Dentro do calendário de mobilização elaborado pelo comando de greve, o Sinasefe participará hoje às 18h30 de reunião com servidores, estudantes e pais de alunos no Campus Natal Central, para explicar os motivos da paralisação. Já no dia 22, às 15h será realizado um evento em frente ao Campus Natal Central para marcar o início da greve no IFRN, em parceria com o Sindicato Estadual dos Trabalhadores em Educação do Ensino Superior do Rio Grande do Norte (Sintest/RN). José Aldenir

> TST

Decisão judicial responsabiliza Governo do RN por dívida trabalhista do Meios O Tribunal Superior do Trabalho (TST) através de decisão proferida pela Ministra Maria de Assis Calsing e acompanhada unanimemente, negou provimento de Agravo de Instrumento do Estado do Rio Grande do Norte e reconheceu a obrigação do Governo do Estado com dívidas trabalhistas em relação a Damiana Maria da Silva, ex-funcionária da ONG MEIOS Movimento de Integração e Orientação Social. De acordo com o advogado José Luiz Vitor Neto, autor da ação, a decisão gera jurisprudência para

os demais casos de ex-funcionários da ONG que mantinha convênio com o Governo. "Esta ação conseguiu a responsabilização subsidiária do Governo do Estado . Agora o processo vai voltar para sua vara de origem e seguirá para precatório. A decisão do TST caracteriza a responsabilidade do Governo do Estado junto aos ex-funcionários do Meios. O principal é que vai gerar jurisprudência para os demais casos. A Justiça foi feita", disse o advogado que também defende outros ex-funcionários. Segundo o Acórdão, Processo

Nº AIRR-79800-75.2011.5.21.0004 é "irrelevante a alegação de que, por se tratar de celebração de convênio entre os Reclamados, e não de contrato de prestação de serviços, estaria afastada a responsabilidade subsidiária, porque, segundo a jurisprudência desta Corte, cabe a responsabilidade subsidiária quanto aos convênios celebrados pelos entes públicos". Ainda de acordo com a decisão, para que seja autorizada a responsabilidade subsidiária da Administração Pública pelo inadimplemento das obrigações trabalhistas por parte

da empresa contratada, conforme o disposto na Lei n.º 8.666/93, deve ser demonstrada a sua conduta omissiva no que se refere à fiscalização do cumprimento das obrigações relativas aos encargos trabalhistas. E este foi o entendimento do Supremo Tribunal Federal. Segundo o Procurador Geral do Estado Miguel Josino, o Governo está estudando a decisão. "Temos todo respeito pela decisão judicial e estamos analisando-a para tomar uma medida. Até o final da semana teremos um posicionamento".

Miguel Josino afirma que até o final da semana o Governo terá um posicionamento

> BALANÇO

Programação marca 20 anos de atuação do TRT no Estado O Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte completou 20 anos de instalação, no último sábado (16). Com a edição da Constituição Federal de 1988, que estabeleceu em seu texto a instalação de pelo menos um Tribunal do Trabalho todas as Unidades Federativas da União deveriam ter ao menos um Tribunal Regional do Trabalho, deu-se início ao processo de criação, instalação e funcionamento definitivo no Rio Grande do Norte, do TRT da 21ª Região. O atual presidente do TRT-RN, desembargador Ronaldo Medeiros de Souza, que deve ficar no cargo até janeiro de 2013, fez um balanço dos 20 anos de atuação do Tribunal no estado. "O TRT é de uma importância vital não apenas para o RN, mas como para o Brasil. A justiça do Trabalho está muito presente no cotidiano de todos, e ao longo dos anos, a saiu da posição de inércia e hoje está muito mais interativa, principalmente com trabalhos de conscientização, como de acidente de trabalho. Hoje a Justiça tem uma postura pró-ativa. Em termos estruturais, começamos em condições precárias e hoje temos uma sede própria com o projeto de construirmos dois novos prédios, um para processamento de dados e outro para escola judicial", destacou o desembargador Ronaldo Medeiros. O presidente do TRT-RN disse que a partir de agosto será implantado o Processo Judicial Eletrônico

(PJE) e que a instituição está preparada para receber esta mudança. "A implantação do PJE significa a quebra de paradigma, gera um choque na estrutura existente e precisamos cada vez mais de capacitar os servidores para esta nova fase no processo judicial e a Escola Judicial tem tido um papel fundamental neste processo no sentido de qualificação dos servidores do tribunal", destacou o presidente. A expectativa é que em 2013, mais de 10% de todos os processos já estejam virtualizados. O RN tem se destacado, nos últimos anos, no programa Justiça em Número, que analisa a atuação de cada tribunal. O TRT-RN tem se mostrado bastante ativo, ficando em 6º entre os 24 tribunais. "Em decorrência dos bons resultados que conseguimos e do volume de processos, conseguimos mais três vagas de desembargadores, que ainda não foi preenchida e mais cinco varas, das quais, três já foram criadas e duas estão em processo, mas esperamos que até o final do ano o TRT possa está funcionando na sua totalidade", afirmou o desembargador. O presidente do TRT-RN, desembargador Ronaldo Medeiros disse que o desafio para os próximos anos será menor, pois o poder judiciário tem trabalhado focado no planejamento estratégico. "Traçamos metas para cinco anos e sabemos o que temos que fazer e como fazer. Esta fórmula tem se mostra-

Herácles Dantas

Desembargador Ronaldo Medeiros ressalta planjejamento estratégico para atuação do eficiente. O desafio então seria dar continuidade e temos todas as condições para darmos continuidade de forma tranquila e pacifica. O futuro é muito promissor", afirma. Durante os dois anos que está a frente do Tribunal, o desembargador Ronaldo Medeiros conta que a marca da sua gestão foi a aproximação com os servidores e a busca pela qualificação profissional do corpo de funcionários do TRT-RN. "Sempre busquei no Tribunal me tornar acessível aos servidores, pois entendo que a administração está

para servir e não para ser servido, e essa relação gerou uma produção excelente, além de trazer resultados na agilidade de entrega no processo judicial e no empenho do corpo dos funcionários. Todo o resultado que conquistamos se deve ao empenho em valorizar o funcionário", garante o presidente. HISTÓRIA A história do Direito do Trabalho no Rio Grande do Norte começou com a criação da 1ª Junta de Conciliação e Julgamento de Natal,

em 1940. Inicialmente tudo estava sob a jurisdição de Pernambuco. A partir de 1983, com a instalação da 13ª Região, todos os procedimentos da Justiça do Trabalho no Rio Grande do Norte ficaram atrelados ao TRT da Paraíba. Após a promulgação da Constituição de 1988, que tornou obrigatória a instalação de pelo menos um Tribunal Regional do Trabalho em cada Estado da Federação, iniciou-se o processo de criação e funcionamento do TRT do Rio Grande do Norte. Três anos depois, em 25 de julho de 1991, o então presidente Fernando Collor sancionou a Lei nº 8.215 que criou o Tribunal Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte. A instalação definitiva do TRT da 21ª Região aconteceu no ano seguinte, em 16 de junho de 1992. Com a instalação do Tribunal, a Justiça do Trabalho potiguar ganhou novo impulso com a posse. A demanda de ações trabalhistas teve significativo aumento e a instalação do TRT trouxe novas perspectivas na solução das ações, garantindo agilidade e rapidez no andamento processual da Justiça do Trabalho em todo RN. Hoje a Justiça do Trabalho da 21ª Região é composta por um pleno formado por sete Desembargadores Federais do Trabalho, duas Turmas de Julgamento e mais 21 Varas do Trabalho instaladas, sendo dez na capital e mais onze no interior do estado: Assu, Caicó, Ceará-mirim, Currais Novos, Goianinha, Macau

(2), Mossoró (3) e Pau dos Ferros. PROGRAMAÇÃO Nesta segunda-feira (18) foi dado início as comemorações alusivas aos 20 anos do TRT no RN. "Geralmente o clímax é no último dia, mas acredito que ontem foi o ponto alto das comemorações, com o lançamento do portal da memória, comandado pela Escola da Justiça, além disso, tivemos o lançamento da revista judicial, da revista comemorativa dos 20 anos e do livro de crônica e poesia feito pelos servidores do TRT", destacou o desembargador presidente Ronaldo Medeiros de Souza. A programação comemorativa segue nesta terça-feira (19), com o lançamento do Selo Personalizado e obliteração do Carimbo Comemorativo aos 20 anos do TRT da 21ª Região, seguido de uma homenagem à servidora Liege Gomes Machado de Melo, ganhadora do Concurso para a escolha da imagem para o selo postal. Além disso, também será feito o descerramento da Placa Comemorativa aos 20 Anos do TRT-RN, a partir das 16h, no Espaço Cultural Juiz Bruno Pereira. Na quinta-feira (21) será a inauguração do Data -center Seguro - Ambiente Certificado. Na sextafeira (22), será o encerramento das comemorações com a Solenidade de Entrega das Insígnias da Ordem do Mérito Judiciário do Trabalho "Djalma Aranha Marinho" e do Mérito Profissional e Funcional "Miguel Seabra Fagundes".


Cidade

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 7

Hospital Severino Lopes inaugura leitos psiquiátricos e planeja atendimento aos usuários de drogas INDO DE ENCONTRO À REALIDADE NACIONAL, CASA DE SAÚDE INVESTE NA HUMANIZAÇÃO DA REDE DE SAÚDE MENTAL Fotos: Herácles Dantas

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Referência no atendimento e assistência a saúde mental, o Hospital Psiquiátrico Professor Severino Lopes realizou na manhã desta terça-feira (19) uma vasta programação em alusão aos 56 anos da instituição. O grupo de sanfoneiros mirins da Escola de Acordeom do Museu do Vaqueiro, de São José do Mipibu, fez a abertura das festividades. Em seguida, a representante da Associação Norte-rio-grandense de Psiquiatria, Regina Miranda proferiu uma palestra destacando o papel do Hospital no atendimento à saúde mental do Rio Grande do Norte. Por fim, o Hospital inaugurou um novo espaço da instituição, o setor de Enfermarias Masculinas. O Hospital foi fundado em 2 de junho de 1956, com a denominação original de Casa de Saúde de Natal, sendo pioneiro, no RN, no tratamento psiquiátrico especializado. Atualmente é uma instituição filantrópica, sem fins econômicos, mantida pela Sociedade Professor Heitor Carrilho, que vem dando continuidade ao trabalho desenvolvido pela Casa nestes 56 anos de existência. Evoluindo ao longo da história com os avanços dos tratamentos em psiquiatria, o Hospital se apresenta hoje como complexo de assistência em saúde mental, oferecendo internação em tempo integral, semi-internamento em hospital-dia, pronto socorro psiquiátrico e atendimento ambulatorial em psiquiatria. O diretor da unidade hospitalar, Cláudio Lopes, destaca os avanços da instituição nestes 56 anos de existência, que foi pioneira no atendimento a rede de saúde mental no Estado. Ele conta que mais de 28 mil pessoas já foram atendidas pelo Hospital. "Temos avançando na nossa proposta de sermos referência em saúde mental no RN conseguindo a cada dia dar mais um passo

Enfermaria masculina oferece dez novos leitos abertos na unidade que é referência no atendimento psiquiátrico no RN

Palestras e apresentações culturais estão na programação dos 56 anos da Casa

nesta direção. É vital a importância do Hospital para a saúde mental do RN, pois sem ele milhares de pessoas teriam ficado desassistidas e hoje não conheceríamos a real situação da saúde mental no RN", disse Cláudio Lopes. Com o tema "O Hospital Severino Lopes na rede de atenção à saúde mental: espaço estratégico para o atendimento a crise", a psiquiatra Regina Miranda, representante da Associação Norte-rio-grandense de Psiquiatria, proferiu uma palestra para um auditório formado por autoridades, funcionários, pacientes e estagiários. De acordo com a psiquiatra, o Hospital Severino Lopes tem um papel importante na inserção da rede de saúde mental. "No cenário estadual, o Hospital tem grande parcela de contribuição para a psiquiatria do RN. Ao longo

Nossa meta é a humanização cada vez maior no acolhimento do paciente em crise, priorizando sempre o serviço e o atendimento. Imagino que nos próximos anos, o hospital estará bem equipado", destacou Sandra Uchoa, psicóloga da instituição. O diretor do Hospital, Claudio Lopes, disse que a ideia é que, futuramente, o novo setor de enfermarias possa se transformar num setor destinado aos dependentes químicos, devido à deficiência no atendimento a pessoas dependentes químicos no estado. "Não existe no RN nenhum local que seja cientificamente aprovado, que trabalhe com tratamento de dependentes químicos e estamos pleiteando suprir esta demanda. Já entramos em contato com a Secretaria Municipal de Saúde para tentar a autorização do

dos anos, mesmo após a morte do fundador, os filhos tocaram o projeto e ano após ano, mesmo com dificuldades financeiras, vem trazendo melhorias físicas e estruturais e melhoria no atendimento à população", destaca. A representante da Associação Norte-rio-grandense de Psiquiatria conta que existe um segmento de profissionais que querem fechar os hospitais psiquiátricos. "Há a necessidade de uma rede horizontalizada. Não existem serviços substitutivos, e sim devemos aproveitar todos os serviços existentes, de forma que eles se complementem. Estão fechando vários leitos psiquiátricos pelo Brasil, mas esta não é a solução. O ideal seria implantar a reforma da rede de saúde mental, em que todos os serviços drenem um para o outro. Somos con-

>VIVENDO E APRENDENDO

Programa de troca de funções fortalece equipes

José Aldenir

O auxiliar de limpeza José Carlos da Cunha teve uma manhã totalmente diferente da sua rotina. Nesta terça-feira (18), ele desempenhou a função de superintendente do Natal Shopping. Na elegante sala de reuniões, acompanhou conversas com clientes, fez despachos administrativos, participou diretamente de decisões cruciais. Já o gerente de operações Roni Santos, ao invés de ficar no seu confortável escritório gerenciando, colocou luvas e pegou no pesado com esfregão, vassouras e carrinhos de limpeza: ele ficou com a incumbência de limpar banheiros, chão, espelhos, paredes, e tudo mais que faz um auxiliar de limpeza. O mesmo papel foi desempenhado pela gerente de recursos humanos, Marisa Rios. Roni, Carlos e Marisa participaram na manhã chuvosa desta terçafeira do programa Vivendo e Aprendendo, do Natal Shopping. Nele, uma vez por ano, durante duas horas pela manhã e pela tarde, todos os colaboradores trocam de funções. Por sorteio, alguns minutos antes do início do programa, eles ficam sabendo qual atividade assumirão durante o exercício, que já é realizado há três anos pelo shopping. A participação é voluntária, e a adesão é boa: 80% dos colaboradores da empresa toparam participar. Ao longo das duas horas do programa, o colaborador é acompanhado por um profissional da área, que irá mostrar quais são suas obrigações e ensiná-los a fazê-las. Foi assim que a gerente Marisa descobriu que limpar os banheiros de um shopping não é tão fácil quanto parece. "É muito difícil. Não sei como elas conseguem fazer isso com essas luvas e em tão pouco tempo", confessou. Para quem só conhecia o superintendente do shopping como um 'chefão', cujo trabalho ficava apenas na imaginação e distante da sua realidade, a sensação foi de surpresa e até certo alívio.

O auxiliar de limpeza José Carlos Cunha acompanhou a rotina do superintendente "O trabalho do superintendente tem que ser estratégico em muitas áreas, e contar com uma equipe muito integrada. De longe, a gente não imagina como é o trabalho do superintendente. A gente imagina só que ele é o chefão. Na prática, achei bem complicado. Envolve muita responsabilidade, tem que resolver muitas coisas ao mesmo tempo", avaliou José Carlos, que participou pela primeira vez do Programa. Ao mostrar as dificuldades e necessidades do cotidiano de cada área, o programa visa fomentar a troca de experiências, de conhecimento e principalmente trazer novas visões e ideias para cada atividade. No final, é feita uma reunião com todos os participantes, que expõem suas dificuldades e sugerem melhorias para o trabalho do colega. A pergunta é: funciona? A gerente de recursos humanos garante que sim. "Por meio do Vivendo e Aprendendo, já conseguimos várias mudanças positivas, como me-

lhorar a redação e facilitar a leitura de relatórios, rotinas de limpeza, o uso de luvas de proteção. Também fortalecemos a cultura de varejo, pois quem aprende uma nova função tem uma visão maior do negócio", aponta. Mais do que aprender uma nova atividade, os colaboradores conseguem sentir a importância do trabalho em equipe. "Cada um termina o programa com essa percepção, de quanto o seu trabalho é essencial para o sucesso da organização como um todo. Não é fácil, porque não faz parte do nosso diaa-dia. Mas no final das contas, o sentimento é comum", aponta o superintendente Rodrigo Vitali. Segundo ele, são apresentadas em média 30 sugestões a cada edição do programa Vivendo e Aprendendo, todas baseadas na missão e visão da companhia. "100% dos participantes têm ideias e sugestões. Algumas vezes, uma única sugestão já é suficiente para gerar um retorno enorme", revela Vitali.

tra o fechamento de leitos, pois seria um caos, já que a saúde básica não conseguiria atender a demanda", afirmou a psiquiatra, Regina Miranda. O setor de Enfermarias Masculinas é resultado de um trabalho desenvolvido pelo Hospital Severino Lopes, em prol da melhoria da estrutura ao atendimento a saúde mental. A enfermaria conta com mais dez novos leitos, divididos em cinco enfermarias, cada uma equipada com aparelhos de ar condicionado e frigobar, sala de atendimento e posto de enfermagem, além de um espaço de lazer, com sala de leitura e vídeo. "A meta é que aos poucos a instituição possa reformar toda a estrutura tornando-se referência na assistência. Os quartos estão bem equipados e pode proporcionar conforto aos pacientes e familiares.

Ministério da Saúde para sermos habilitados a atender a dependentes químicos", explica Claudio Lopes. Mesmo com avanços, o diretor da instituição reconhece que ainda há vários desafios. Um deles é a luta por uma remuneração justa. Hoje o Sistema Único de Saúde (SUS) paga R$ 43 por uma diária/paciente, mas estudo feito pela Fundação Getúlio Vargas (FGV), realizado em hospitais psiquiátricos em todo o País, mostra que o valor ideal para uma diária seria de R$ 160. "Hoje a remuneração paga é insuficiente para uma pessoa sobreviver. O Hospital também funciona com hotel, mas com todo o serviço de atendimento hospitalar, enquanto isso, hoje o SUS paga R$ 300 por diária para cada dependente químico internado", afirmou o diretor Claudio Lopes.

> POSTOS EM SUPERMERCADOS

Câmara aprecia projeto de lei na tarde de hoje Mais uma vez, a polêmica está Por sua vez, o parlamentar de do Norte, para os Bombeiros estabelecida na Câmara Municipal Enildo Alves (DEM), líder da ban- não há nenhum empecilho para a do Natal. A instalação de postos de cada do Executivo, afirma que a existência de postos nos supergasolina no interior de supermer- matéria não foi amplamente dis- mercados. cados, proibida por lei municipal cutida como deveria. "Cada coEntretanto, ele admite que a desde 1998, foi responsável por missão tem 15 dias, mas as co- redução de 300 para 100 metros reacender os ânimos dos vereado- missões não tiveram esse tempo. de distância entre postos de comres sobre o assunto na casa legis- A matéria deveria estar tramitan- bustíveis e locais com aglomeralativa municipal, que já havia der- do nas comissões e só ser votada ções de pessoas, prevista no prorubado o projeto em novembro de depois do recesso. Eu acho um jeto, é insegura para a população, 2011. As opiniões continuam bas- equívoco colocar em regime de e revela: a maior parte dos postos tante divergentes e os debates na urgência. O ideal é fazer audiên- natalenses fere essa exigência. tarde desta terça-feira (18) prome- cias públicas discutindo com fren"É inseguro para a poputem ser acalorados. tistas, supermercados, clientes, lação? É. Se reduzir a distânO atual autor do projeto que com todas as partes envolvidas no cia, vai piorar ainda mais este autoriza os supermercados a ins- sentido de buscar algo consen- risco. Mas a maioria dos postalarem postos próprios dentro sual", enfatiza. tos já faz isso. A lei municido seu estabelecimento, vereaPara Enildo, o projeto tem pal estabelece distanciamendor Fernando to para hospiLucena (PT), gatais, escolas e rante que ele igrejas. Hoje, será votado hoje a maioria dos Este projeto estimula a livre concorrência, a mesmo, em regipostos já não me de urgência. cumpre esta livre iniciativa, e é uma forma de conseguir Para isso, ele já determinabaixar os preços do combustível. conseguiu 16 asção", conta o FERNANDO LUCENA sinaturas (a votenente. VEREADOR tação em urgênA fiscalizacia precisa do ção dos Bomaval de 14 parlabeiros é com rementares). cunho eleitoreiro e reduz a segu- lação à proteção contra incêndio. "Vamos retomar este projeto rança da população. "A finalida- De acordo com Luís Monteiro, a porque existe o compromisso do de é puramente eleitoreira. Há Prefeitura é responsável pela fisMinistério Público, e é de interes- multinacionais interessadas na pro- calização quanto à distância. se da sociedade. Estimula a livre posta e na aprovação. E isso não "Do ponto de vista da seguconcorrência, a livre iniciativa, e irá baixar preço de gasolina. A de- rança, quanto mais distante estié uma forma de conseguir baixar terminação de não ter postos em ver de um estabelecimento, é meos preços do combustível. Hoje, há supermercados não cerceia a livre lhor. Mas esse distanciamento praticamente um cartel dos postos concorrência. A questão é a segu- que está querendo se colocar, não de gasolina. O preço aumenta nos rança da população", opina ele. comprometeria a segurança, na postos, mas não nas distribuidosituação de redução de 300 para ras", defende Lucena, afirmando CUMPRIDAS AS REGRAS, 100 metros. É uma redução conque o tema foi alvo de audiências NÃO HÁ EMPECILHO siderável, mas achamos melhor públicas em 2011. Acompanhando as discussões que seja feita uma experiência Caso seja aprovado com maio- e audiências sobre a temática desde prévia, para verificar se realmenria simples dos parlamentares pre- o ano passado, o tenente coronel te pode causar dano ou não. Em sentes em plenário (metade mais Luís Monteiro, chefe do serviço outros estados esse tipo comérum dos presentes), o projeto segui- técnico de engenharia do Corpo cio já existe há muito tempo, rá para sanção do Executivo. O de Bombeiros é direto: cumpridas como PE e SP. Mas nosso posipetista espera que o projeto não as exigências previstas nas mais de cionamento é que quanto maior seja vetado, entretanto, acredita 200 normas do Código de Prote- a distância, melhor", conclui o que a Câmara pode derrubar o ção Contra Incêndio e Controle chefe do serviço técnico de enveto, caso ele ocorra. de Pânico do Estado do Rio Gran- genharia dos Bombeiros.

‘ ’


8 O Jornal de HOJE

Economia

Natal, 19 de junho de 2012

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Isolamento do RN por causa da aftosa faz Bira Rocha repensar projeto da Lanila n Após uma batalha de mais de dez anos e de pesados investimentos com recursos próprios para implantar no Rio Grande do Norte (município de Ceará-Mirim) o maior e mais sofisticado projeto de criação intensiva de ovinos do Brasil, o empresário Bira Rocha está sendo obrigado a reduzir o tamanho do seu rebanho e a diminuir a oferta de cortes especiais de cordeiro precoce ao mercado, diante da proibição de vender o produto nas praças de Recife e Fortaleza. n Como o RN, juntamente com a Paraíba - por descaso dos governos estaduais estão condenados pela Secretaria de Defesa Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento a permanecer em "zona de risco desconhecido da febre aftosa" (enquanto todos os demais Estados nordestinos se preparam para receber o status de "área livre" da doença), passou a vigorar desde o dia 15 de maio último uma portaria ministerial proibindo que produtos potiguares e paraibanos de origem animal possam ser comercializados além fronteiras. n Com isso, a empresa de Bira Rocha - a Lanila Agropecuária - já passou a sofrer queda de faturamento e corre o risco de passar a atuar no vermelho, o que só poderá ser evitado se houver redução de despesas para equilibrar custos. n Entre as alternativas em vista estão a redução do rebanho (atualmente em torno de dez mil matrizes) e a dispensa de parte do quadro de pessoal, o que Bira alega que só fará em última instância. n Ano passado, para atender às exigências do mercado, a Lanila investiu quase R$ 1 milhão na instalação de uma processadora de carnes dentro da própria fazenda. Etna traz ofertas especiais para o NE n Com a chegada das festas juninas, a rede nacional de lojas Etna está trazendo para os consumidores nordestinos (Natal, Salvador e Fortaleza) a chance de renovar a decoração e a mobília de suas casas sem gastar muito. n Até o dia 1º. de julho, os clientes da rede nas três capitais encontrarão produtos em todas as categorias com descontos imperdíveis. Entre os produtos com preços promocionais estão o Jogo de Jantar Colors, o Sofá Dubai Chenille, o Rack Double (com uma porta e duas gavetas) e a Poltrona Wassily. n A Etna é uma das principais redes de "home store" do país, com sede em São Paulo (onde foi fundada em 2004) e 15 lojas nas principais capitais e grandes cidades brasileiras, além de uma loja virtual (www.etna.com.br), que atende todo o território nacional com mais de 7 mil itens em seu portfólio de produtos. Prazo de inscrição para o Prêmio RN de Economia n Termina dia 29 do corrente o prazo para as inscrições ao XII Prêmio RN de Economia, promovido pelo Conselho Regional de Economia da 19ª Região (Corecon/RN), em parceria com o Conselho Federal de Economia (Cofecon). n O concurso tem por objeti-

Governo do Estado convocou reunião com produtores de leite e já admite dar reajuste n Na manhã de hoje, na sede da Emater-RN (órgão do governo do Estado que administra o Programa do Leite), aconteceu reunião de agentes públicos com as lideranças do Sindicato dos Produtores de Leite, Carne e Derivados (Sinproleite/RN) para rediscutir a questão do reajuste do preço do produto ao dono de vacaria, congelado há mais de cinco anos em R$ 0,80 (apesar da governadora Rosalba Ciarlini haver anunciado elevação para R$ 0,83 há quase dois meses, sem que até hoje o aumento fosse pago). n Pelo que se informa nos bastidores, o governo agora está propondo ao Sindicato tabelar o litro do leite fornecido ao programa em R$ 0,93, preço que não é aceito pelos agropecuaristas. n O Sinproleite está apresentando à direção da Emater uma pauta com cinco reivindicações: n 1) a fixação de dois preços para o litro de leite: R$ 1,10 durante o período do verão; e R$ 1,00 durante o período das águas; n 2) a criação de um comitê misto (formado por representantes do governo, dos produtores de leite e das indústrias de laticínios) para discutir periodicamente os problema do Programa; n 3) a intervenção do governo do Estado junto à Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) para que seja regularizado o programa da venda subsidiada de milho nos armazéns do RN, acoplando-se a ele a venda de complementos proteicos (farelo de soja ou torta de algodão); n 4) redução de 20 por cento no volume de leite distribuído diariamente através do Programa do Leite, de modo a que sobrem recursos suficientes para cobrir os custos dos reajustes reivindicados; e n 5) proibição da introdução do leite em pó no Programa social do governo.

vo estimular a pesquisa científica, incentivando economistas recém-formados no Rio Grande do Norte a desenvolverem estudos para o conhecimento da realidade econômica estadual. n Os participantes poderão inscrever as monografias de graduação em Ciências Econômicas que tiverem sido aprovadas nos últimos 12 meses em instituições de ensino superior reconhecidas pelo Ministério da Educação e localizadas no Estado. n O autor da monografia que obtiver a primeira colocação receberá a premiação de R$ 1,8 mil (em espécie) e estará automaticamente inscrito no Prêmio Brasil de Economia. Os classificados em segundo e terceiro lugares também serão contemplados com prêmios em dinheiro. n O regulamento está disponível na internet (www.corecon-rn.org.br) e maiores informações podem ser obtidas pelo telefone (84) 3201-1005. Febrac lança pesquisa sobre setor de limpeza n O presidente do Sindicato das Empresas de Asseio e Conservação do RN (Seac/RN), Edmilson Pereira de Assis, participará amanhã, em Brasília, do lançamento da pesquisa "A Força do Setor", a ser realizada no país pela Federação Nacional das Empresas de Serviços e Limpeza Ambiental (Febrac).

n O objetivo da pesquisa será fornecerá aos sindicatos ligados à Febrac e às empresas afiliados dados sobre o segmento que possam ser utilizados como referência no relacionamento com governos, com o mercado e com os meios de comunicação em geral. n Por meio da pesquisa a Federação também pretende mostrar que o setor é uma referência na economia nacional e possui grande importância como contribuinte e empregador de mão de obra. Palestra técnica sobre o Aeroporto de São Gonçalo n O Clube de Engenharia do Rio Grande do Norte, dando sequência ao ciclo de palestras técnicas promovidas pela entidade, receberá esta noite (19:00 horas) em seu auditório o engenheiro Ibernon Martins Gomes, diretor-regional do Consórcio Inframérica, responsável pela construção e concessionário do futuro Aeroporto de São Gonçalo do Amarante. n O empresário falará sobre o projeto do Aeroporto, execução da obra e a questão dos acessos. n O terminal foi projetado para receber aviões de grande porte, como o Boeing 747-400 e as aeronaves da linha DC-10 e MD-11, assim como o Airbus A380, este capaz de transportar até 845 passageiros.

Terça-feira

Ainda sem comando, Idiarn corre para provar eficiência AUDITORIA DO MAPA CHEGA NA SEGUNDA QUINZENA DE JULHO Arquivo

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Noemado no Diário Oficial do Estado no último dia 23 de maio, no cargo de diretor-geral do Instituto de Defesa Animal do Rio Grande do Norte (Idiarn),o servidor de carreira do Ministério da Agricultura e Pesca, Evádio Pereira, ainda não foi cedido para o Governo do RN. Seu nome ainda continuava no cadastro de pessoal do Ministério do Planejamento, em Brasília. "É a burocracia normal", justificou ele, que por conta disso ainda atua com uma espécie de observador no Idiarn às vésperas de nova auditoria marcada pelo Ministério para qualquer data entre 15 a 30 de julho. A inspeção, esperada incialmente para meados de agosto, vai verificar o cumprimento, pelo Estado, de todas as etapas do cronograma sanitário do Plano Nacional de Erradicação da Febre Aftosa (PNEFA). O resultado determinará a mudança de status do RN com livre com vacinação da aftosa. Nas últimas semanas, virou rotina para Evádio Pereira - com mais de 30 anos de serviços prestados ao Mapa - consultar pela internet a cessão de seu nome para o Governo do Rio Grande do Norte, sem ônus para os cofres federais, já que seu salário será mensalmente ressarcido ao Ministério pelo Governo do Estado. "Quem vê essa situação de longe pode até achar que não há interesse do Ministério em me ceder, mas há sim", esclarece ele, que esperou 70 dias do convite do secretário Betinho Rosado, da Agricultura, para ver sua nomeação impressa nas páginas do Diário Oficial do Estado. Na época em que fez o convite, o secretário já exercitava otimismo ao propor uma nova auditoria do Ministério já para o final de maio. Hoje é possível entender porque isso seria humanamente impossível. Na visão de Betinho, depois de empossar Evádio e corrigir algumas falhas na estrutura dos 12 escritórios do Idiarn espalhados pelo Estado, como a falta de carros para o serviço e internet para comunicação, tudo estaria resolvido. Errado. Hoje, faltando menos de um mês para a chegada da equipe do Ministério, dois problemas tiram o sono

Evádio:“Quem vê de longe pode achar que não há interesse em me ceder” dos técnicos envolvidos nesse processo. O primeiro é a conclusão do recadastramento do rebanho, uma vez que existia muita duplicidade no levantamento que serviu de base para a revisão, e má vontade de produtores para repassar informações. O segundo problema - esse mais grave - é a falta de pessoal para o Idiarn por impossibilidade do Estado de fazer concurso público por limitações impostas pela Lei de Responsabilidade Fiscal. Sobre o primeiro problema, Evádio Pereira explica que o cadastramento é a espinha dorsal do trabalho, pois tudo deriva dele. Do cadastro depende um controle mais eficiente do trânsito animal, a formação de um banco de dados para sorologia e uma melhor indicação vacinal - ou seja, saber exatamente onde reforçar as ações de imunização. "Enfim, informação é tudo para a tomada de decisão", explica. O sistema estava desatualizado desde 2010 por falta de pagamento da empresa que fazia a manutenção. Quando começou o trabalho de atualização, apenas 40% das propriedades cadastradas apresentavam informações consistentes. Evádio está otimista que se conclua o trabalho de atualização até a chegada da auditoria do Ministério, uma equipe enxuta de três pessoas que vai fazer uma varredura no funcionamento do Idiarn, inclusive cruzando informaçõs sobre o funcionamento dos 12 escritórios que compõe a estrutura. Mesmo executando esse trabalho de forma amostral, qualquer de-

sorganização mais flagrante no serviço pode comprometer seriamente o Rio Grande do Norte, já que o controle da aftosa não depende da boa vontade de entes políticos, mas de protocolos internacionais causar trazer grandes prejuízos comerciais à carne brasileira. O outro cenário que preocupa Evádio Pereira, as deficiências flagrantes de pessoal do Idiarn, não tem solução à vista. Perante os técnicos do Ministério, isso pode ficar muito evidente a partir da constatação que um veterinário no interior do Estado pode ter sob sua responsabilidade mais de 20 municípios. "Mas confio que parcerias dentro da própria estrutura minorem esse problema", espera. Até o próximo dia 30, será conhecido o percentual do rebanho imunizado pela primeira etapa da campanha de aftosa. No último dia 15, encerrou o prazo para a comprovação dessa vacinação, mas a tabulação dos dados continuará nos próximos dias. Até o dia 30 passado, as declarações no sistema indicavam que 95,14% das vacinas contra aftosa disponíveis no mercado haviam sido vendidas. Depois desse prazo, por meio da "agulha oficial", quando os próprios técnicos do Idiarn realizam a vacinação, 130 mil doses doadas em parceria com a Federação da Agricultura foram integralmente aplicadas. "Estamos muito animados que conseguiremos uma vacinação recorde", disse esta manhã a diretora de Defesa Animal do Idiarn, Fabiana Lotierzo.

> SECA

Preocupação com semiárido divide as opiniões na Rio+20 Projeções feitas por pesquisadores do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), com base em tendências climáticas, apontam para uma acentuada "aridização" (aumento da aridez) no sertão brasileiro nas próximas décadas. Dados históricos indicam que o semiárido já perdeu quase 50% de sua cobertura vegetal, a caatinga, bioma que especialistas costumam descrever como o mais típico do Brasil. Além do desmatamento feito para abrir espaço para agricultura fa-

miliar ou para fornecer lenha à família, a devastação também ocorre para atender a setores como gesso e cerâmica, que usam a madeira em seus fornos. Hoje, no Rio de Janeiro, onde participa de painéis na Rio + 20, o presidente da Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte, José Álvares Vieira, disse que existe um movimento forte entre os participantes de se cobrar dos países que cobram do Brasil uma preservação ambiental que eles também criem reservas legais, já que só aqui

existe essa definição legal. “Existe um esforço de brasileiros para que se crie uma APP (Área de Proteção Permanente) global”, disse. Sobre a preservação da caatinga, apesar das previsões catastróficas, Vieira disse que esse bioma tem 50% de sua área preservada e que a trabalhos da Confederação de Agricultura e Pecuária (CNA) buscam qualificar “vitrines” no semiárido, sintetizando tecnologias possíveis de sobrevivência numa região historicamente marcada pela falta de chuvas.

CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

Crise financeira ameaça continuidade dos cursos gratuitos na Casa Talento RIFA DE UM TABLET NO VALOR DE DOIS REAIS VISA QUITAR FOLHA DE PAGAMENTO DE PESSOAL DE MAIO A captação de recursos representa um dos maiores desafios enfrentados pelas organizações não governamentais. Para superar este desafio, a Casa Talento está desenvolvendo estratégias para obtenção de recursos financeiros. Em razão disso, a entidade está promovendo uma rifa beneficente para quitar a folha de pagamento do mês de maio de cerca de 20 funcionários, orçada em aproximadamente R$ 15 mil. Sem apoio dos governos Municipal e Estadual e do empresariado local, a Casa Talento passa por dificuldades financeiras para se manter e o segundo semestre de atividades da instituição está ameaçado. Cerca de 300 crianças e adolescentes são beneficiados, anualmente com as atividades desenvolvidas na Casa Talento. "Hoje passamos por grande dificuldade financeira e decidimos fazer esta rifa como alternativa para pagar a folha de pagamento dos funcionários ainda do mês de maio. Estamos sem parcerias com o Governo do Estado, com o qual ainda não tivemos possibilidade de abertura nesta administração, e o convênio que tínhamos com a Prefeitura de Natal acabou em outubro do ano passado, não foi renovado e ainda estão nos devendo três meses de 2011. Além disso, lutamos para que o empresariado local compre a ideia de apoiar este projeto, que já está há 12 anos consolidado. A situação está tão complicada, que não temos recursos para garantir o segundo semestre de atividades e cerca de cem jovens podem ser prejudicados", disse Marcondi Lima. Dois reais. Este é o valor da rifa que a Casa Talento está fazendo de um Tablet Titan PC7003B (4G). E quem vender mais rifas receberá um Celular Huawei G6005 Preto Qwerty, Dual Chip com câmera VGA, MP3 Player, Rádio FM e Fone de Ouvido. O sorteio será pela Loteria Federal do dia 27 de junho. As rifas estão à venda com os nossos voluntários e na secretaria do Projeto. Os prêmios serão entregues no Recital de Alunos Solidário que será realizado no dia 28 de Junho, às 16h, no auditório do Centro de Referência de Educação Aluízio Alves (CEMURE). "Todos estão engajados e vestiram a camisa mesmo. Os pais, alunos e funcionários estão vendendo num ritmo bom. A entrada do recital será um kit de limpeza para ajudar na manutenção da Casa", disse Marcondi Lima, diretor da Casa Talento. A Associação Cultural Talento

Arquivo

O Jornal de HOJE 9

> PRAZO

Inscritos no Enem devem pagar taxa de inscrição até amanhã AMANDA CIEGLINSKI REPÓRTER DA AGÊNCIA BRASIL

Por ano, a Casa Talento atende 300 alunos com faixa etária entre 7 e 20 anos, em situação de vulnerabilidade social e pobreza expressa em trabalho e renda Suzuki, que mantém a Casa Talento, é uma organização não governamental sem fins lucrativos. O projeto nasceu em 2000, da iniciativa da empreendedora social, professora e violinista Márcia Pires. O principal objetivo da instituição é desenvolver projetos que envolvem apreciação artística e a oportunidade de aprendizado da música e lutheria para deficientes visuais, crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social, visando sempre à melhoria da qualidade de vida e autoestima dos participantes. O projeto nasceu do sonho de ensinar música através do empréstimo de instrumentos e o curso é totalmente gratuito, sem nenhum custo para os alunos. Marcondi Lima conta que a dificuldade financeira que a Casa Talento passa atualmente poderia ser resolvida se o empresariado local tivesse a sensibilidade de apoiar projetos sociais, através das leis de incentivo à cultura, parcerias ou cotas de patrocínios. "Infelizmente, hoje não há a cultura do empresariado em apoiar projetos culturais, eles tem que deixar de focar no funcionário e sim pensar como pode contribuir com a sociedade na qual está inserida", desabafou o diretor da Casa Talento, Marcondi Lima. "Fazer uma doação pontual não significa que a empresa esteja prati-

Wellington Rocha

Diretor da Casa, Marcondi Lima busca parcerias com o empresariado local cando responsabilidade social. Algumas empresas já nos ajudam por meio de parcerias, mas precisamos de empresas que cheguem com recursos", disse. Marcondi Lima, diretor da Casa Talento, explica que por ano são atendidos 300 beneficiários da faixa etária dos sete aos 20 anos, em situação de vulnerabilidade social e pobreza expressa em trabalho e renda, escolaridade dos pais, composição da família, condições de habitualidade, violência familiar, e presença de outros fatores de risco como: dependência química, doen-

ça crônica e incapacitante de um dos provedores. São oferecidos 12 cursos gratuitamente ao público mencionado, nas seguintes modalidades: violino, viola, violoncello, contrabaixo elétrico, bateria, teclado, violão, guitarra, flauta doce, estruturação musical e linguagem, musicalização infantil e lutheria. "Por ano atendemos a mais de 300 jovens e ao longo dos doze anos mais de seis mil jovens já passaram pelas atividades do projeto. E a pergunta que fica é onde estariam estes jovens se não tivessem conhecido esta nova realidade cul-

tural, profissional, de geração de emprego e renda, pois muitos dos jovens que passaram por aqui hoje estão dando aulas em vários lugares e multiplicando o conhecimento. A Casa Talento se tornou referência para que outros projetos aconteçam. Além disso, os jovens que passam pela Casa e vão para a UFRN se destacam. O nosso foco é a qualidade do resultado do projeto", destacou Marcondi Lima, diretor da Casa Talento. Atualmente a entidade é reconhecida como Utilidade Pública Municipal, é cadastrada no Conselho Municipal de Assistência Social e no Conselho Estadual e Municipal dos Direitos da Criança e do adolescente. Paralelo ao ensino da música funciona também na Casa Talento o curso de lutheria. O curso ensina a técnica de construção de instrumentos acústicos, possibilitando o exercício de confeccionar instrumentos musicais de corda, como violino, viola, violoncelo e contrabaixo acústico. Os jovens além de apreender a restaurar, reformar, adaptar, construir instrumentos musicais aprendem também a construir acessórios, como: cravelhas, queixeiras, botão, estandartes e outros por encomenda. Os instrumentos construídos pelos aprendizes são utilizados pelos próprios alunos do projeto Casa Talento.

Brasília - Os candidatos inscritos no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 têm até amanhã (20) para pagar a taxa de inscrição de R$ 35. De acordo com o Ministério da Educação, quase 4 milhões dos 6,4 milhões de inscritos estão isentos do pagamento. Fazem parte desse grupo os alunos que cursam o último ano do ensino médio em escola pública e os candidatos de baixa renda que tiveram a solicitação de carência aprovada. Os candidatos não isentos devem imprimir o boleto para o pagamento da taxa no próprio site do Enem e pagá-lo em qualquer agência do Banco do Brasil. Quem perder o prazo tem a inscrição cancelada. No ano passado, cerca de 6 milhões de estudantes se inscreveram no Enem, mas pouco mais de 5 milhões pagaram a taxa e se habilitaram para fazer a prova. O Enem será aplicado nos dias 3 e 4 de novembro. A divulgação do gabarito está prevista para 7 de novembro, e o resultado final deve ser divulgado em 28 de dezembro. A participação no exame também é pré-requisito para quem quer participar de programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Ciência sem Fronteiras. ENEM TEM MAIS DE 6,4 MILHÕES DE INSCRITOS O número de inscritos para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012 chegou a 6.497.466. Segundo balanço publicado no site do Ministério da Educação, foram registradas 275.769 inscrições a mais que a edição do ano passado. O processo foi encerrado às 23h59 da sextafeira, 15. Os estados que tiveram maior número de candidatos foram São Paulo (1.068.517), Minas Gerais (723.644), Rio de Janeiro (474.046), Bahia (458.101) e Rio Grande do Sul (394.641). De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep), a confirmação da inscrição só ocorre após o pagamento da taxa de R$ 35, que pode ser feito até 20 de junho. Alunos que estão cursando o terceiro ano do ensino médio em escola pública são isentos do pagamento. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 4 de novembro, a partir de 13h (horário de Brasília). No primeiro dia, os participantes terão quatro horas e meia para fazer as provas de ciências humanas e da natureza. No segundo, será a vez das provas de matemática e linguagens, além da redação, com um total de cinco horas e meia de duração. Desde 2009, o exame ganhou mais importância porque passou a ser usado por instituições públicas de ensino superior como critério de seleção em substituição aos vestibulares tradicionais. A participação no exame também é pré-requisito para quem quer participar de programas de financiamento e de acesso ao ensino superior, como o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies), o Programa Universidade para Todos (ProUni) e o Ciência sem Fronteiras..


10 O Jornal de HOJE

Natal, 19 de junho de 2012

Cidade

Terça-feira

Policiais civis param amanhã por 24 horas CATEGORIA COBRA DO GOVERNO CUMPRIMENTO DE ACORDOS E ESTUDA POSSIBILIDADE DE GREVE POR TEMPO INDETERMINADO ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Os policiais civis do Rio Grande do Norte fazem amanhã paralisação por 24 horas, em protesto contra a falta de atenção e diálogo do Governo do Estado com a categoria. Apenas os serviços essenciais, como lavratura de flagrantes e o expediente nas delegacias de plantão de Natal e regionais, funcionarão normalmente. Eles se reunirão em assembleia, a partir das 8 horas, no auditório do Sindicato dos Policiais Civis do Estado, para decidir se entram em greve por tempo indeterminado ou não. Segundo o presidente do Sinpol/RN, Djair Oliveira, a paralisação é uma resposta ao descumprimento dos acordos firmados no ano passado entre os policiais e a governadora Rosalba Ciarlini, como a retirada dos presos dos Centros de Detenção Provisória (CDP), por exemplo. Ele disse que, desde janeiro, o Sindicato já enviou cinco ofícios solicitando uma audiência com Rosalba, mas não receberam nenhuma resposta até hoje. "Manteremos os 30% dos serviços para não prejudicarmos a sociedade, mas precisamos que os nossos direitos sejam respeitados e atendidos pelo Governo do Estado, que, apesar de ter se comprometido em acordos a realizar algumas melhorias, ainda não fez nada. Já solicitamos audiência com a governadora, mas ela não nos atende, sequer responde os ofícios e não dá a mínima atenção para a segurança pública do Rio Grande do Norte, que está abandonada", explicou. Djair Oliveira disse ainda que

um dos acordos firmados em 2011 garantia a retirada dos presos dos CDPs, que são delegacias com a presença de agentes penitenciários para a guarda provisória dos detentos, mas na prática funcionam como mini-presídios. Além da falta de segurança, Djair listou as condições precárias de infraestrutura, de trabalho e de incômodo para quem precisa se reportar para esses espaços. "A situação é insustentável, principalmente no interior do Estado, que sofre ainda com a falta de efetivo policial para atender a demanda existente. Há casos de delegacias transformadas em CDP's e que os policias civis trabalham em uma salinha apertada, usada para atender as pessoas e realizar os procedimentos. Já registramos isso em cidade pequena e em Mossoró, inclusive. Ou seja, somos inquilinos da nossa própria casa", afirmou. DÉFICIT DE POLICIAIS CIVIS Os policiais eles discutirão ainda alguns pontos de reivindicação, como a nomeação dos novos policiais aprovados no concurso de 2009 e que já passaram pelo curso de formação. Segundo Djair Oliveira, mais de 400 delegados, escrivães e agentes estão aptos e aguardam convocação para assumir suas funções. "O Governo está divulgando uma interiorização da Polícia Civil, como se isso fosse aumentar o efetivo policial no Estado. Só que, na prática, o que está acontecendo é a substituição dos policiais que estão se aposentando ou morrendo. Ou seja, estão trocando seis por meia dúzia", ironiza. O presidente do Sinpol/RN re-

José Aldenir

velou que há um déficit de mais de 6,2 mil policiais civis em todo o Rio Grande do Norte. Vagas que, se fossem preenchidas, cobririam os 117 municípios potiguares que não possuem delegacia distrital. Ele afirmou que a Lei nº 417/2010 aponta a existência de 5.150 vagas em aberto, que já trariam uma melhora significativa no efetivo. "Hoje, temos menos de 1,5 mil policiais civis em atuação no Estado, quando o ideal é 7,7 mil, sendo seis mil agentes, 1,2 mil escrivães e 500 delegados para atender a demanda atual, que só faz aumentar a cada dia. Além dos prejuízos para a sociedade, temos também a sobrecarga do efetivo atual e a ausência da Polícia Civil em mais de dois terços do território potiguar", enfatizou Djair. REIVINDICAÇÕES Na pauta da assembleia de amanhã, os policiais civis irão discutir alguns direitos que, segundo Djair Oliveira, não estão sendo respeitados e atendidos pela governadora Rosalba Ciarlini. Entre eles, estão: a falta de infraestrututa física das delegacias; a nomeação dos policiais que já passaram por curso de formação do concurso de 2009; a continuidade do enquadramento e o corte dos anuênios da categoria. "Não estamos pedindo nada, apenas queremos a garantia e manutenção dos nossos direitos, como o vale-refeição que só é distribuído aos policiais da Capital; a manutenção dos anuênios de 1% ao ano sobre o salário e que o Governo quer cortar e a nomeação dos policiais que já estão aptos para atuar. Para garantir isso, vamos para o enfrentamento, já que a governadora não quer dialogar ou se-

Presidente do Sinpol, Djair Oliveira, disse que interiorização anunciada pelo Governo não passa de trocar “seis por meia dúzia” quer ouvir a categoria", afirmou o presidente do Sinpol/RN. Ele disse ainda que a categoria está revoltada com o descaso do Estado e que os policiais podem paralisar por tempo indetermina-

do amanhã, durante a assembleia. "Greve é muito desgastante para todos os envolvidos e principalmente a população, mas não podemos ficar parados diante da falta de atenção e compromisso com a Po-

lícia Civil. Precisamos de melhores condições de trabalho, de infraestrutura nas delegacias e da garantia de manutenção e melhorias dos nossos direitos", enfatizou Djair Oliveira.

> NO MOSSORÓ CIDADE JUNINA

> PORCINO SEGUNDO

Filho de empresário continua sequestrado Facebook de Porcino Segundo

A Polícia Civil continua afastada das negociações em torno do sequestro de Porcino da Costa Segundo, a pedido da família da vítima. O rapaz, de 19 anos, foi raptado por homens fortemente armados durante a madrugada de domingo, quando participava de uma vaquejada no município de Ceará-Mirim, litoral Norte do Estado. A família mantém a polícia e a imprensa longe do caso, pois teme que os bandidos façam algo contra a vida de Popó, como a vítima é conhecida. Conforme a Delegacia Porcino da Costa Segundo, a vítima Geral de Polícia Civil (Degepol), a família da vítima pediu quando foi abordado pelos seque o caso não fosse investigado questradores, por volta das 3 e que iria negociar diretamente horas. Armados, os homens obricom os bandidos a libertação de garam a vítima e um tratador de Popó. Ele é filho do empresário cavalos que estava próximo a enPorcino Júnior, que estava fora trarem em um veículo escuro. do país durante o sequestro e que O tratador foi liberado pouco retornou para Mossoró após ser depois, no município de Santa informado do caso. Maria. Ele revelou que, após De acordo com informações terem conseguido raptar o rapaz, da Polícia Militar, Porcino Se- os homens teriam comemorado gundo havia participado de uma o fato dizendo "Até que enfim, competição durante a vaquejada, conseguimos pegar você". na madrugada de domingo e esInformações sobre a vítima tava descansando em um cami- devem ser passadas pelo telefonhão junto com outras pessoas ne 181 ou 190.

Sistema de segurança passa por teste O Governo do Rio Grande do Norte, por meio da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), visando as ações que colocará em prática durante a Copa do Mundo de 2014, testou no Mossoró Cidade Junina o Centro de Comando e Controle (CCC), utilizando 27 câmeras, sendo 16 na área do evento e 11 em pontos estratégicos da cidade, formando o chamado “Cinturão de Segurança”. A redução de ocorrências atendidas pelo Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp) da quinta-feira (14) até o sábado (16), em relação ao mesmo período do evento de 2011, foi de 21,5%. O secretário da Segurança Pú-

blica e da Defesa Social, Aldair da Rocha, esteve em Mossoró acompanhando o trabalho dos policiais e elogiou o sistema: “O que aplicamos em Mossoró, durante essa importante festa popular, foi um projeto-piloto, um pequeno exemplo de como será uma de nossas ferramentas para a segurança na Copa do Mundo. O Governo do Estado não tem medido esforços para que esse tipo de equipamento também seja utilizado em maior número nas cidades. Natal já tem diversos pontos monitorados 24 horas por essas câmeras, algumas chamadas inteligentes, que rastreiam todos os veículos que passam por elas, indicando, por exemplo, de há queixa de roubo. Nosso trabalho é constante para melhorar

a segurança dos potiguares, tanto que um evento grande como esse de Mossoró, felizmente, não temos registro de incidentes violentos de grande porte e houve redução das ocorrências em comparação ao ano passado”. Aldair da Rocha lembrou ainda que, recentemente, foram divulgados dados da Subcoordenadoria de Estatística e Análise Criminal (Seac), implantada no Estado ano passado, apontando a redução de 45% na quantidade de homicídios em Mossoró, em relação a 2011. O comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, acompanhou a visita ao CCC e reforçou as palavras do secretário Aldair da Rocha: “O Governo tem investido

nas polícias, nós temos conversado com a tropa e determinado mais empenho, para que nossa sociedade possa continuar vivendo em paz”. Além das câmeras, foi também utilizado um sistema de georreferenciamento e análise criminal, interligado ao Centro Integrado de Operações da Segurança Pública (Ciosp), que ao registrar uma ocorrência, automaticamente identifica o local e a viatura mais próxima. Ao decorrer das chamadas, o sistema distribui o policiamento de acordo com os pontos com maiores ocorrências. O Centro de Comando e Controle será utilizado nos grandes eventos do Estado, até o Mundial de 2014. (Assessoria de Imprensa da Sesed)

> NO GOLANDIM

Acusados de traficar drogas são presos A Polícia Civil desarticulou uma quadrilha acusada de tráfico de drogas e vários homicídios na região de Golandim, no município de São Gonçalo do Amarante. Três pessoas foram presas e um adolescente de 16 anos apreendido na manhã de hoje durante a Operação "Gola". A expectativa é que outros bandidos sejam localizados e detidos pelos policiais, comandados pelo delegado Adson Kepler.

Com os acusados, foram encontrados um revolver calibre 38, munições e uma balança de precisão, possivelmente usada durante a comercialização das drogas. Além disso, os policiais localizaram ainda medicamentos inibidores de apetite sem registro na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e cuja origem está sendo investigada. Segundo o delegado Adson Ke-

pler, dois presos foram identificados como Claudenilson Roberto da Silva, 27 anos e Adeilson Rocha da Silva, 19 anos. Uma mulher, ainda não identificada, também foi presa junto com os homens e o adolescente, que é apontado como o autor de uma tentativa de homicídio contra uma pessoa no bairro de Golandim. A vítima, que foi socorrida ainda com vida, está em estado grave em um hospital da Re-

gião Metropolitana de Natal", explicou. O delegado afirmou que o bando já vinha sendo investigado há cerca de duas semanas pelos policiais da Delegacia de São Gonçalo do Amarante. A ação visava o cumprimento de vários mandados de busca e apreensão expedidos pela Justiça Potiguar. Os policiais continuam as diligências, em busca de outros integrantes da quadrilha.


Cidade

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

A Euro na reta final O todo poderoso presidente da UEFA, o francês Michel Platini, um dos maiores jogadores de todos os tempos, se adiantou no pitaco e declarou favoritas ao título as seleções da Alemanha e da Espanha, que só podem se encontrar agora numa final. Não é fácil prognosticar na Eurocopa, mesmo com os alemães tendo 100% de aproveitamento na primeira fase e os espanhóis mantendo a mesma proporção na posse de bola que nos acostumamos a ver desde a Copa da África, no estilo Barcelona. A partir de quinta-feira começa o mata-mata. É um jogo só com uma seleção avançando na competição e outra tomando o rumo de casa, por avião ou trem. E neste caso, há sempre o imponderável atravessando o caminho das tradicionais previsibilidades. Obviamente que o futebol alemão está para a Euro como o do Boca Juniors está para a Libertadores. O país é o único tricampeão da festa continental. E é evidente que a bola espanhola dificilmente mude de lado na disputa. Mas, nem sempre ganha o melhor. Fazia muitos anos, pelo menos na minha observação, que as grandes seleções da Europa não passavam pela primeira fase todas juntas. Até a Itália, que quase nem foi ao evento, já botou a bota nas quartas e agora quem quiser que tente frear o velho ímpeto campeão. A Inglaterra, desfalcada de Lampard e Rio Ferdinand, e sem Wayne Rooney nas duas primeiras partidas, demonstrou força e conjunto, apesar de menos futebol do que quando estreou na Copa de 2010. Confirmando a classificação hoje, será duríssima. Empolgada com uma invencibilidade de 23 jogos e reenergizada pelo talento de alguns jovens jogadores da chamada geração Benzema, a França convenceu até agora com um esquema rápido, toques longos e futebol leve. E quer ser tri também como a Alemanha. Com a desclassificação da Holanda e da Rússia, quem herda a condição de intrusa na festa dos grandes é Portugal, que tem na referência de Cristiano Ronaldo o estímulo que foi atropelado pelos gregos na Euro que realizou em casa, em 2004, de triste memória. A seleção lusa tem um sistema defensivo pode-

MALDDAD

O título acima é a nova nomenclatura na campanha eleitoral de São Paulo e que está bombando nas redes sociais desde ontem, quando Lula e Paulo Maluf se juntaram no apoio a Fernando Haddad. A junção de Maluf com Haddad tinha que dar nisso.

IRONIA

A história realmente se repete como farsa. O sacripanta Luiz Inácio foi buscar Luiza Erundina para ser vice de Haddad e depois correu para os braços de Maluf. A primeira foi expulsa do PT em 93 quando o segundo era o maior desafeto dos petistas.

CAMARADA MALUF

E o mau-caratismo na aliança petralha em Sampa não é apenas do PT, já que os companheiros receberam sinal verde dos parasitas do PCdoB para compor com Paulo Maluf. Os protocomunistas tinham no pagodeiro Netinho o seu candidato a prefeito. roso, com laterais versáteis que destroem e atacam, seu meio-campo sabe trabalhar bem a bola e seu ataque é de dar inveja nos demais, com a habilidade e agressividade do trio Nani, Helder Postiga e Ronaldo. Grécia e República Checa correrão por fora, no campo das zebras deste ano. Mas é exatamente na forma como ambas se classificaram, jogando menos que Rússia e Polônia, onde estão as possibilidades dos favoritos serem surpreendidos no mata-mata. Serão 90 minutos em que o conjunto dos acertos pode sucumbir ao erro solitário. É a velha e conhecida situação aonde o melhor nem sempre é o vencedor. Na luta das quatro linhas, um único chute ao gol pode se tornar mais essencial do que o domínio do jogo. A história ludopédica está repleta de resultados inusitados, de tragédias anunciadas, daquilo que Nelson Rodrigues chamava de "O Sobrenatural de Almeida". Os deuses do futebol, como não são caretas quanto os das religiões, gostam de aprontar traquinagens. O palpite de Michel Platini é o mesmo de milhares de comentaristas do mundo e representa uma obviedade tanto do campo de jogo quanto do campo das estatísticas. Mas, como futebol não é ciência exata e sim a arte do impossível, até milagres há. A Alemanha é o time mais forte e melhor estruturado, a Espanha é o que mais exerce o domínio da bola, a França tem o futebol mais alegre e solidário, a Inglaterra está bem composta e sólida, a Itália é sempre uma especialista na superação dos seus erros. As cinco seleções vivem uma ascendência e têm tudo para levantar a taça da Europa. Mas isso vai depender do detalhe do gol, não naquela concepção de Carlos Alberto Parreira e sim na comprovação de que bola na rede ainda é a essência maior do futebol. Todo cuidado é pouco com portugueses, gregos e checos. (AM)

FRESCURA

A boiolagem militante (não confundir com os homossexuais sérios) subiu nas tamancas por causa da expressão "opção sexual" usada pela presidente Dilma Rousseff num debate da Rio+20. As tropas GLS exigem que só se use o termo "orientação sexual".

de vereador, o que é uma perda para Natal. Não são mais candidatos a professora Eleika Bezerra e o empresário Haroldo Azevedo Filho.

POLÍTICA

Confirmado para o dia 4 de julho o lançamento do novo livro do jornalista João Batista Machado, "Política em atos e fatos", reunindo coletânea de artigos sobre política nacional e local. Paulo Tarcisio e Roberto Guedes apresentam e prefaciam a obra.

LUTO

Faleceu na noite do domingo, no Hospital do Coração, e foi sepultado ontem o Sr. João Freire, pai da jornalista Célia Freire, gerente de comunicação do Sebrae-RN e ex-editora da Tribuna do Norte. Os votos de pesar do colunista para a amiga Celinha.

GABRIELA

No livro de Jorge Amado, nas primeiras citações sobre a personagem-título o autor baiano faz entender que a moça da cor de canela é quase uma adolescente, ao estilo Lolita de Nabokov: "corpo de mulher jovem, feições de menina", diz o velho Jorge.

ISPIK INGLICH

Em concorrida solenidade em Mossoró, aonde mais de uma dezena de jatinhos particulares veio de São Paulo trazendo executivos e empresários, a governadora Rosalba Ciarlini arriscou no inglês para desejar boa sorte e soltou um "good like".

PAPO FURADO

Começou a temporada em que os candidatos que jamais gerenciaram um carrinho de sorvete saem por aí, nas ruas e na mídia, vomitando verborreia sobre administração pública. É bom o eleitor e o ouvinte não cair no conto do vigário e do partidário.

GABRIELA II

VICE

Na cidade de Macaíba, os dois principais candidatos vão definindo suas chapas. Enquanto Fernando Cunha (PMN) fechou com o médico Olímpio Maciel (PTB), a prefeita Marília Dias (PMDB) busca outro nome após a desistência de José Luiz.

CÂMARA

Dois bons nomes para compor a próxima legislatura da Câmara Municipal desistiram de disputar uma vaga

Quando Sônia Braga interpretou a personagem na TV, em 1975, tinha 25 anos e ainda feições e anatomia juvenis. Juliana Paes está perto de completar 34 anos e sua beleza balzaquiana está longe de representar fielmente o "sex appeal teen" da menina sertaneja imaginada por Jorge Amado na década de 1950, poucos anos após os americanos criarem o termo teenager para definir os jovens entre 14 e 18 anos. Isto é fato.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / joaoricardocorreia@yahoo.com.br

PORTAIS Uma parceria inédita entre os portais Mercado Aberto e Nominuto.com lançará no próximo mês a primeira publicação jornalística digital semanal do Rio Grande do Norte, voltada para tablets e smartphones. "A ideia é oferecer um jornal semanal, com notícias e análises, em uma plataforma nova e que deve atrair um público diferenciado", afirma o diretor do Portal Mercado Aberto, jornalista Luciano Kleiber. Boa sorte na empreitada. Quem gosta de informação de qualidade agradece. RESULTADO Moradores de Morro Branco comunicam, agradecidos, que após ter sido publicada aqui, sábado passado, a situação de descaso da praça Dom Marcolino, cheia de mato e lixo, a prefeitura de Natal, desde ontem, providenciou a limpeza. DELAÇÃO O estatuto da delação premiada, normatizado em sete leis, segundo a Agência Senado deverá ser unificado no futuro Código Penal com uma inovação: os juízes seriam obrigados a cumprir acordo feito com o acusado que decidir colaborar voluntariamente para o esclarecimento do crime.

Wellington Rocha

NA ESTRADA A Caravana Siga Bem 2012, patrocinada pela Petrobras e pela Petrobras Distribuidora, em parceria com a Man Latin America, chega amanhã ao Rio Grande do Norte. A ação, que vai percorrer 41 cidades em 18 estados brasileiros, entre abril e setembro de 2012, será em Parnamirim, na concessionária Via Diesel. Nos dias 21 e 22, será a vez de Assu receber a caravana, no Posto Florestal. O evento, que é anual, itinerante e de abrangência nacional, tem por objetivo principal o combate à violência contra as mulheres e à exploração sexual de crianças e adolescentes, disseminação de informações para a cidadania e segurança nas estradas, entre outros. AUTO-ESCOLA O presidente da Câmara Municipal de Parnamirim, Rosano Taveira, conseguiu que fosse sancionada a lei que cria a “Auto-Escola de Parnamirim”, para capacitar a população de baixa renda que precisa da carteira de habilitação. A novidade será administrada com convênios e parcerias e, no primeiro momento, funcionará na Secretaria de Trânsito e Transportes. SUSTENTÁVEL A Prefeitura do Natal recebeu, ontem à tarde, do presidente da Frente Nacional de Prefeitos (FNP) e prefeito de Vitória (ES), João Coser, o certificado de Boas Práticas, junto a outros 35 municípios brasileiros, por promover iniciativas públicas que priorizam o desenvolvimento sustentável e local das cidades. A entrega dos diplomas aconteceu no auditório do CNO, no Parque dos Atletas, no Rio de Janeiro, como parte da programação da maior Conferência das Nações Unidas sobre o desenvolvimento Sustentável, a Rio +20. NOCAUTE A Rede Globo é danada! A sensualidade de Juliana Paes, no papel de Gabriela, vai acabar de vez com aquela danação de silicone distribuída na mulherada da tal “A Fazenda”. DESATIVADO Algum ‘mistério da informática’ fez o Twitter do colunista não funcionar mais. Portanto, não partirá deste comunicador nenhuma informação que venha a ser postada a partir do @joaoricardorn. CONSTATAÇÃO A cretinice dos bandidos faz com que eles mintam descaradamente e acreditem que somos todos idiotas. Como diria Luiz Almir, ‘ah, ladrão!’.

De virar a cabeça Todos os bandidos não são iguais perante a lei.

VOTAÇÃO O que será que os pré-candidatos a prefeito de Natal acham do voto facultativo? E o que será que os eleitores pensam disso? Alguma empresa toparia encomendar uma pesquisa, para saber se a obrigatoriedade do voto agrada os eleitores?

Engarrafamentos na ZN Motoristas que trafegam pela zona Norte de Natal sofrem muito com os engarrafamentos. A construção da Ponte de Todos Newton Navarro não conseguiu evitar esse pesadelo diário. Nesta manhã, o repórter-fotográfico Wellington Rocha registrou mais uma fila de automóveis, na avenida Doutor João Medeiros Filho, um dos principais corredores da região.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 19 de junho de 2012

Cidade

Terça-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - danifreire.costa@yahoo.com.br w O MESMO Juiz da 3ª Vara da Fazenda Pública de Natal, Geraldo Mota sentenciou a favor da Câmara Municipal de Natal. >>> Calma, calma. Nada a ver com a decisão em relação ao ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que conseguiu com Mota uma liminar suspendendo os efeitos da sessão que desaprovou as contas 2008 do pedetista. >>> Dessa vez, o assunto em questão foi o concurso público para Procurador realizado pelo Legislativo: Geraldo Mota julgou improcedente ação em que um dos candidatos a uma das nove vagas disponíveis, que não conseguiu classificação, pedia para ser convocado. >>> A Câmara comemora... w DE OLHO NO TUCANO O deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) vem dando seguidos conselhos ao pré-candidato a prefeito do seu partido, o deputado estadual Hermano Morais. >>> Até aí, nenhuma novidade. >>> Só que numa das mais recentes sugestões dadas ao "seu" candidato, segundo assessores diretos do líder peemedebista, Henrique disse a Hermano que ele deveria "aprender a fazer política como Rogério Marinho". >>> Que, pasmem, também é pré-candidato a prefeito, só que pelo PSDB. w ONDE SE ESPELHAR O elogio de Henrique ao tucano seria em referência a organização e ao empenho do parlamentar, que desde o ano passado vem estudando os problemas de Natal para se capacitar para a campanha eleitoral que se aproxima. w CONSELHO SEGUIDO E, pelo que parece, Hermano resolveu seguir à risca os conselhos de Henrique. >>> Ele tem abordado, constantemente, temas que já foram discutidos por Rogério nesta sua pré-campanha. Entre outros assuntos, o peemedebista resolveu se pautar pela regularização fundiária, o saneamento básico e até pela qualidade da educação pública, tema para o qual Rogério tem se voltado desde que chegou a Câmara Federal. >>> "Pelo visto, nunca esteve tão na moda na política natalense o velho slogan do Chacrinha: 'Nada se cria, tudo se copia'", comentou um tucano de carteirinha, confirmando o sentimento da turma do PSDB. w MALUF É TIRO NO PÉ Pré-candidato a prefeito de Natal, o petista Fernando Mineiro parece que não gostou nada da aliança entre PT e Paulo Maluf no pleito de São Paulo, onde disputa a prefeitura pela legenda trabalhista o ex-ministro da Educação Fernando Haddad. >>> No Twitter, ao comentar sobre questionamento feito por um twitteiro sobre a união, Mineiro escreveu: "Eu não faria". w A BORBOLETA CONTRA OS CACIQUES A candidatura à reeleição da prefeita de Natal Micarla de Sousa continua tendo repercussão nacional. >>> Ainda ontem, o portal UOL, na seção UOL Eleições 2012, tratou dois obstáculos que a Borboleta enfrentará no pleito: a alta rejeição e... "os caciques locais". >>> Isso mesmo. A matéria faz referência, principalmente, ao fato de Carlos Eduardo Alves, principal adversário da única prefeita do PV no Brasil, fazer parte deste 'timeoligárquico', tendo o apoio de Wilma de Faria e sendo primo dos Alves Garibaldi e Henrique. >>> Fala, também, que especulações sobre a possibilidade de Micarla não concorrer ainda circulam, mas que o presidente de honra do PV no Rio Grande do Norte, Rivaldo Fernandes, confirmou que o anúncio oficial da candidatura da verde "é esperado para esta semana".

Joªo Neto

CanindØ Soares

Jota Oliveira recebendo no seu Arraiá Pra Lá de Dez o casal Alex Padang e Carol Joªo Neto

Habib Chalita curtiu a tarde de sábado no Feijão Society da blonde Liege Barbalho

Feliz da vida na convenção que homologou a candidatura à reeleição de Maurício Marques, em Parnamirim, a deputada Fátima Bezerra sacou um pandeiro e mostrou todo o seu talento musical...

Mulheresnofds

MÆrlio Forte

Desfile Cavalera no SPFW

Diógenes Cunha, Fauzi Chacra e Valmar Martins marcando presença no Arraiá Prá Lá de Dez

w METAS... Na reunião com alguns auxiliares e o novo secretário de Saúde do Estado, Isaú Gerino, ontem, a governadora Rosalba Ciarlini pediu empenho junto ao novo titular da equipe. >>> Mais: anunciou que vai investir, com urgência, R$ 11 milhões na compra de medicamentos e que quer construir e equipar, em seis meses, cerca de 30 UTIs. >>> A grande novidade, no entanto, foi a notícia de que irá centralizar todas as compras para a Saúde na secretaria de Administração do Estado. "E com o Ministério Público fiscalizando", acrescentou uma fonte do alto escalão Rosado. w DÍGITOS Ontem foi noticiado que o Tribunal de Justiça julgou o processo de dissolução parcial do Armazém Pará. >>> A sentença foi reformada, determinando que a empresa pague uma indenização aos sócios detentores de 30% do capital, representados pelo advogado Fernando Caldas Filho. w MEMÓRIA Fernando Caldas Filho é o mesmo que atuou na acirrada disputa societária da Usina, defen-

dendo interesses do ex-senador Geraldo Melo que, após decisão do Superior Tribunal de Justiça, recebeu uma indenização milionária do empresário cearense Manuel Dias Branco Neto.

w GIRO PELO TWITTER... ...do Juiz Raimundo Carlyle: "No RN alguns fazem campanha em defesa do respeito ao "limite prudencial" do Estado, exceto para gordas verbas publicitárias!";

w SEM ACORDO Na sessão ordinária do último dia 06 de junho, a Primeira Câmara do Tribunal de Contas do Estado manteve o parecer prévio desfavorável à aprovação das contas relativas ao exercício 2004 do ex-prefeito de São Gonçalo do Amarante, o hoje deputado estadual Poti Junior. >>> A relatora do processo foi a conselheira Maria Adélia Sales. >>> Agora, o parecer do TCE será submetido aos vereadores da Câmara Municipal de São Gonçalo.

...da jornalista política Cristiana Lôbo: "Mesmo sem falar

w RICARDO MOTTA EM BREJINHO O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta (PMN), foi a presença de peso na convenção do PMDB/DEM/PMN para homologação das candidaturas a prefeito e vice-prefeito de Brejinho, respectivamente, Marquinhos e Geraldinho. Os dois são candidatos do bloco de situação liderado pelo prefeito Joãozinho (PMDB).

abertamente, há petistas inconformados coma aliança com Maluf. É que hoje Maluf é procurado pela Interpol"; ...do chargista Túlio Ratto: "O deputado Henrique Alves confirmou presença na nossa Exposição de Caricaturas que acontece no

mês de julho em Mossoró". w DESTAQUE O restaurante badalado Neruda está lançando novo cardápio. Na verdade, um acréscimo ao já existente e amado pelos clientes.


Cidade

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 13

edadC i

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w ATENÇÃO Há um sentimento na OAB: a instituição deve indicar nomes comprometidos com a defesa dos princípios da categoria e não advogados públicos com apoio oficial que uma vez nomeados se distanciem da classe. w CRIVO Na visão desses setores, a OAB não pode continuar a servir como trampolim para a eleição de nomes vinculados a crivos que não sejam rigorosamente voltados para a valorização do exercício da advocacia. w VICE - I Só há uma hipótese da ex-governadora Wilma de Faria não ser candidata a vice de Carlos Eduardo: se até a convenção não encontrar um nome de peso e habilidade para manter um espaço do PSB na Prefeitura. w ALIÁS - II Até este momento são poucas as chances da vereadora Júlia Arruda ser indicada vice. Sua independência e simpatia são suas maiores adversárias dentro do wilmismo, mesmo sendo a melhor escolha para Carlos. w DÚVIDA - III Até agora o PSB não sabe avaliar se é bom ou ruim punir os vereadores que votaram contra as contas do ex-prefeito Carlos Eduardo ou se a punição acaba sendo mais uma rendição do wilmismo. Eis a dúvida. w CERTO - I A governadora Rosalba Ciarlini acertou quando liberou as gratificações para servidores das Centrais do Cidadão. Foi por cortá-las que o serviço perdeu totalmente sua qualidade desde o início do seu governo. w MAS - II O gesto deixa uma dúvida: ou a decisão fere o limite prudencial, e neste caso é crime de responsabilidade ou não é tão verdade assim que o limite não permite elevação de despesa com pessoal. É bom esclarecer.

Investimento ou despesa?

A

té dezembro para exemplificar com dois orçamentos anuais – um já todo realizado referente ao ano de 2011 e o outro em exercício, agora renovado através de processo legal e correspondente a 2012, o governo Rosalba Ciarlini fechará seus dois primeiros anos de gestão com uma despesa da ordem de três dezenas de milhões com publicidade. Despesa que poderia ter sido um valioso investimento na prestação de contas das ações, se até agora o governo não estivesse colhendo a gigantesca desaprovação de 75%. E não se afirma ser falso o conceito da publicidade como investimento. Pelo contrário: é legítimo e promissor nas maiores e mais organizadas economias civilizadas do mundo. E ninguém de bom senso pode ser capaz de imaginar uma sociedade livre sem publicidade, como não é possível negar importância à propaganda governamental. A questão, pois, não é conceitual, assim como não revoga o risco de sofrer deformações, como de resto qualquer outro instrumento destinado a refletir as avaliações subjetivas. A publicidade é um investimento que precisa passar honestidade para ser honestamente recebida. Informa para formar conceitos e só depois vender produtos. E o produto, antes de tudo, precisa existir e ser bom para encontrar seu público. Quando engana, mesmo em nome da boa intenção ou de artifícios engendrados, a publicidade potencializa desconfianças subliminares, fixando os conceitos negativos que aos se cristalizam. Todo o processo de acumulação é lento e consistente, até chegar à sua forma crônica.

Até agora, a julgar pelo valor orçamentário previsto - R$ 23 milhões para este ano - o governo não conseguiu sequer fixar na consciência coletiva o crédito da sua boa fé e da qual ninguém tem o direito de duvidar como intenção. Mas, na prática, e um ano depois daquela fase inicial, continua com uma retórica marcada pela intolerância. Inventou uma reconstrução revanchista como se fosse fácil torná-la verdadeira e ainda imaginou um avanço que não leva a cada, a não ser à constatação de que tudo piora a cada dia. Aliás, os traços fundamentais do governo deveriam ter sido fixados como marca identificadora nos primeiros momentos do seu diálogo formal com a sociedade para fixálos antes de qualquer outra coisa. Para evitar que o corte indiscriminado de gratificações e o veto aos direitos conquistados não caíssem no sentimento coletivo como gestos de punição. O governo corta, proíbe, nega e veta sem nada melhorar em troca. A saúde e segurança pioraram muito para 75% e o governo, um ano depois, ainda ataca o passado. Herdeiro dos seus próprios erros por não tê-los identificados na hora certa e não dosá-los na boa intensidade, se é que precisava, o governo joga pela janela milhões com uma publicidade que até agora nada rendeu, a não ser um estilo acintoso e sem força de credibilidade. Não soube transformar a herança que recebeu, boa ou má, em desafio, fazendo da luta um valor de grandeza de quem sabe avançar ao invés de ficar prisioneiro de um passado que já não interessa a ninguém cultivar. Nem como forma de vingança.

Musicomania CONRADO CARLOS - ccpsilva@gmail.com

Nostalgia em peso

ÍCONE DO HEAVY METAL BRASILEIRO NOS 80S E 90S, VIPER TOCARÁ EM NATAL COM FORMAÇÃO ORIGINAL NO PRÓXIMO DIA 06; DOIS PRIMEIROS DISCOS SERÃO EXECUTADOS NA ÍNTEGRA, DENTRO DE SHOW COM QUASE DUAS HORAS DE DURAÇÃO No final de semana passado, meu amigo Dennis liga com novidades. “Ei, Mitchell já ligou para você?”. Ele se referia a Mitchell Pedregal, publicitário e colega de longa data que faz a vez de portabandeira em solo potiguar do gênero musical mais subversivo e fidedigno para com os fãs: o Heavy Metal. Dos tempos de guitarrista do Hammeron, banda extrema dos anos 80s/90s, o cara virou promotor de alguns dos principais shows na cidade. A ligação aconteceu dois dias depois, com a notícia de que a formação original do Viper tocaria em Natal no próximo dia 06. De ime-

diato, rememorei meus treze, quatorze anos, quando os dois discos em que André Mattos, Pit e Yves Passarell e Felipe Machado sustentaram as diferenças e botaram a criatividade a serviço da boa música. Ainda no tempo em que satanismo ou fantasias medievais forjavam letras, posturas e toda uma estética, o Viper polarizava com o Sepultura a preferência no gosto dos headbangers nacionais – a dianteira ficou para os mineiros do Black/thrash/death metal. Com melodias marcantes, duetos de guitarra e flerte com a música clássica, os paulistanos lançaram dois álbuns icônicos: Soldiers of Sun-

rise (1987) e Theatre of Fate (1989). Mitchell, empolgado, soltou informações e deixou uma forte expectativa. A promessa é de que os dois discos sejam tocados na íntegra, além de quase uma hora adicional com covers e temas do Angra (banda que André Mattos formou após sair do Viper). Lembrei-me da pouca idade que tinha quando eles tocaram em Natal, em 1988, no Centro de Turismo, evento icônico na cena metaleira natalense. Agora, com a participação das locais Deadly Fate e Comando Etílico, e dos cearenses do Dark Side,

o cultura Clube, na Ribeira, receberá esse revival que promete fazer até o mais misantropo radical sair de casa. Goste ou não da sonoridade do Viper, o show nasceu histórico. Intitulada “To Live Again”, a turnê agitará o país no mês de julho – e Natal será a primeira parada nordestina. Bata a poeira da jaqueta cheia de patches, lamente o abandono das madeixas compridas e ponha a cerveja para gelar. Se tem algum metaleiro leitor desta coluna, supere hérnias de disco, joelhos enferrujados, deixe o filho com os pais, mas ganhe a rua para ver este momento único.

w NOME O padre João Medeiros Filho, da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, é o nome mais cotado para a vaga de D. José Freire na Academia Mossoroense de Letras. Uma escolha à altura do bispo de Mossoró. w MARCA A voz de Iris Lettieri, mesmo aos setenta anos, não vai calar nos aeroportos do Rio de Janeiro, onde hoje é uma marca consagrada. E principalmente no Galeão, onde se transformou na voz conhecida no mundo. w EFEITO Alguns setores do governo já admitem que o patrocínio de dezenas de blogs em Natal e no interior é bom para não tê-los pulverizando contra, mas não formam opinião. É o que revelam os 75% de desaprovação. w POLOS - I Não há como evitar uma intensa e a essa altura natural polarização dos candidatos Carlos Eduardo Alves e Rogério Marinho. Este pela estrutura de governo e a agressividade na abordagem dos temas natalenses. w AINDA - II Sobram, inevitavelmente, correndo na faixa de menor intensidade as candidaturas de Hermano Morais e Fernando Mineiro. No PMDB não há nitidez de governo ou oposição e no PT falta densidade eleitoral. w ESCÁRNIO - III O retrato risonho de Lula ao lado de Paulo Maluf ladeando o candidato Fernando Haddad revela outra vez todo o despudor do PT no seu carreirismo cego quando é pra conquistar o poder. É o escárnio da política. w HISTÓRIA Clementino Neto deu o ponto final no livro 'A Saga das Algas Marinhas do Litoral do RN'. A história do pioneirismo do seu pai, Paulo Silva, e dele mesmo na pesquisa e aproveitamento das algas. Sai este ano.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 19 de junho de 2012

Terça-feira

Movimento dos Navios

Direito Vivido

APRONIANO CÉSAR

O maior evento portuário da história do Porto de Natal ocorrerá nos dias 22 a 26 de outubro na Capitania das Artes

RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS) - ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

Jornada no campo Uma usina de açúcar, do Paraná, foi absolvida da condenação ao pagamento de horas extras, por considerar legítima a concessão a seus trabalhadores de dois intervalos de uma hora cada, para repouso e alimentação. A decisão é da Subseção 1 Especializada em Dissídios Individuais do Tribunal Superior do Trabalho. A Vara do Trabalho de Umuarama (Paraná) havia reconhecido o direito de um empregado que desempenhava funções de serviços gerais na empresa açucareira ao recebimento de um hora extra diária, por entender que a Lei 5.889, de 1973, permite a dedução de apenas um intervalo. No recurso levado ao Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região (Paraná) argumen-

tou, seu sucesso, que o artigo 5º do Estatuto do Trabalhador Rural autoriza a concessão do intervalo intrajornada conforme o uso e costume da região. Segundo a usina, é usual na localidade que os rurícolas desfrutem o intervalo de duas horas em dois momentos diferentes, sendo uma hora para almoço e o segundo, também de 60 minutos, para o café. O Recurso de Revista empresarial analisado pela 2ª Turma do TST não foi conhecido em razão de não se entender que houve violação ao dispositivo citado. Inconformada, a Usina apresentou Embargos à SDI1. O ministro Lélio Bentes Corrêa, relator dos embargos, decidiu de forma contrária. O relator afastou possibilidade de não conhecer do

recurso com base na Súmula 126, ao considerar presentes as informações factuais necessárias à conclusão de que houve violação do artigo 5º da Lei 5889, de 1973. Em seguida, esclareceu que o Decreto 73.626, de 1974, que regulamentou aquela lei, fixou intervalo de, no mínimo, uma hora, observada a cultura regional. Segundo o artigo 1º da CLT, a pausa será de no mínimo uma e no máximo duas horas, podendo ultrapassar o limite máximo se houver previsão em convenção coletiva. Por isso, o ministro considerou legal a forma utilizada pela usina, que, observando a tradição da região, permitia que o empregado interrompesse o trabalho para o almoço e mais tarde para o café.

Verdade real O avô tem o direito de promover Ação Anulatória de Registro Civil de netos, ainda mais se o filho - pai registral das crianças - já morreu. Foi o que entendeu, por unanimidade, a 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul, ao reformar decisão de primeiro grau, autorizando o regular prosseguimento da ação. A decisão do TJ-RS foi proferida em 10 de maio. O autor entrou com processo no Foro de Alvorada, município da Região Metropolitana de Porto Alegre, pedindo que fosse anulado o registro civil de dois meninos. Isso porque teve ciência de que seu filho Jean, que os registrou, não é o pai biológico deles. Jean morreu em março de 2008.Segundo informações do acórdão, Jean levava uma vida desregrada e foi induzido a erro quando registrou o nascimento de uma das crianças. O outro menor foi registrado apenas pela mãe. O autor explicou que os genitores não eram casados e que, na condição de avô registral, tem legitimidade ativa para pedir a anulação dos registros civis.A juíza Evelise Leite Pancaro da Silva julgou extinto o processo sem resolu-

ção de mérito e por manifestação de ilegitimidade da parte, com base, respectivamente, nas disposições dos artigos 267, inciso VI; e 295, inciso II, do Código de Processo Civil (CPC). Para ela, também o artigo 1.601 do Código Civil diz, claramente, que ''cabe ao marido o direito de contestar a paternidade dos filhos nascidos de sua mulher, sendo tal ação imprescritível''. Logo, o avô paterno não possui legitimidade para contestar a paternidade assumida em relação aos menores, pois esta ação é privativa do pai registral. No Tribunal de Justiça gaúcho, os desembargadores tiveram entendimento diferente e desconstituíram a sentença. Na visão do relator da Apelação interposta pelo autor, desembargador Ricardo Moreira Lins Pastl, mesmo que existam precedentes apoiando a posição da juíza, quem consta na certidão de nascimento como avô paterno possui legitimidade ativa para impugnar o registro, podendo questionar em juízo. Disse que, neste caso, incide o artigo 1.604 do Código Civil ("ninguém pode vindicar estado contrário ao que resulta do registro de nascimento, salvo provando-se erro

NATAL Navio Leblon Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Flevo Sound Future Marlin CMA-CGM Platon Marfret Guyane CMA-CGM Homere

Bandeira Brasil Brasil Brasil México Libéria Libéria United King França Inglaterra

Vallesina

Itália

Agência Seamaster W. Sons W. Sons W. Sons NML/JSF Petrobras CMA-CGM W. Sons CMA-CGM

Petrobras

Destino Guamaré(RN) --Guamaré(RN) Fortaleza(CE) Belém(PA) Vigo/ESP Vigo/ESP Vigo/ESP

Carga -Em Operação Em Operação ---Contêineres Contêineres Contêineres

Descarga Draga --Draga Trigo Combustível ----

No Porto

Salvador(BA)

Óleo cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Miss Timona Alexandria

Dia 19

Itália Grécia

Arrow 22/06 A. Marítima 22/06

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 16:36 2.1 22:15 0.5 04:47 2.2 10:45 0.3

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

Chegada No Porto No Porto No Porto 21/06 21/06 21/06 23/06 30/06 07/07

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN

20 ou falsidade de registro"), e não o artigo 1.601, mencionado pela juíza. O parecer da procuradora de Justiça com atuação na 8ª Câmara Cível, Heloísa Helena Zigliotto, norteou a decisão do relator. Segundo a procuradora, "o fundamento desta ressalva [parte final do artigo 1.604 do CC] calca-se, justamente, na busca da verdade real, implicando em uma relativização da presunção que emana do documento público". Pastl citou também trecho do livro do ex-desembargador Arnaldo Rizzardo, Direito de Família: "qualquer pessoa com legítimo interesse moral ou material para o reconhecimento pode promover a Ação Anulatória, inclusive o Ministério Público, por se tratar de tema ligado ao estado da pessoa, cujo interesse é de preceito público". Com a decisão do colegiado, o autor não só poderá dar sequência ao processo de anulação dos registros dos dois meninos como, provando não serem seus netos, eximirse do pagamento de pensão alimentar - objeto final da pretensão. Votaram com o relator os desembargadores Rui Portanova, presidente do colegiado, e Luiz Felipe Brasil Santos.

apronianocfs@hotmail.com

Paranaguá (PR) Santos (SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal Sal

Cheia

---

FASES DA LUA (04/06 - 08:12h)

Minguante

(11/06 - 07:41h)

Nova

(19/06 - 12:02h)

Crescente

(27/06 - 00:30h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 15

Fotos: Wellington Rocha

Depois de praticamente quinze dias afastado, se recuperando de lesão, o ala direito Norberto está de volta à equipe

Volante Fabinho está na relação entre os 20 convocados para o jogo de hoje, mas é dúvida para o confronto diante do Asa-AL

Nazarenão é a força pelo G4 AMÉRICA ENTRA EM CAMPO ÀS 21 HORAS DE HOJE, PARA ENFRENTAR O ASA NO ESTÁDIO NAZARENÃO PELA 7ª RODADA DA SÉRIE B. SERÃO DOIS JOGOS EM GOIANINHA, ONDE O APROVEITAMENTO DE 100% É TRUNFO ALVIRRUBRO PARA FICAR NO G4 Na última rodada da Série B o América conheceu a primeira derrota na competição. Porém, a boa campanha mantém o time no G4, na terceira colocação, com 13 pontos ganhos. Hoje, no estádio Nazarenão, em Goianinha, os alvirrubros começam a sequência de dois jogos em casa com um objetivo único, manter o aproveitamento de 100% conquistado nos três primeiros jogos que disputou este ano pela Série B. O primeiro obstáculo será o Asa-AL, no sábado é a vez do Guarani-SP. A derrota na última rodada não

vai mudar as pretensões alvirrubras. É o que garante o técnico Roberto Fernandes. "A derrota ela faz parte do futebol. Temos é que analisar o contexto. Se analisarmos os últimos cinco anos, todas as equipes que conseguiram acesso tiveram uma média entre 12 e 14 derrotas na competição. Claro que não iríamos imaginar que ficaríamos a Série B sem perder. Perdemos em um momento que tínhamos uma série de desfalques e para uma equipe que vai brigar forte na competição. Perder nunca é bom, mas diante do contexto, é

normal", explicou o treinador. O que Roberto Fernandes pensa mesmo é em ferramentas para manter o time no G4 da competição. "A Série B para times com o mesmo perfil do América é como uma auto-estrada. Você tem que olhar para frente sem se esquecer do retrovisor. Mirando a permanência no G4 a gente já começa em seis rodadas a abrir 10 pontos em relação a equipes que estão na zona. Eu ainda não posso abrir a boca para dizer que somos candidatos ao acesso, mas posso dizer que estamos em um bom cami-

nho", completou. Para a partida de hoje a noite o América terá o retorno de três jogadores essenciais no sistema de jogo adotado pelo treinador. O zagueiro Cléber e o ala esquerdo Wanderson retornam a equipe após cumprir suspensão por cartão amarelo, enquanto o ala direito Norberto, que estava afastado por lesão, também está escalado no time titular. Porém, as dúvidas na formação principal continuam, já que o técnico não confirmou os substitutos de Márcio Passos, suspenso por ter sido expulso na úl-

tima rodada, e do atacante Isac, que ficará de fora pelo terceiro cartão amarelo. "No lugar do Isac temos a possibilidade de Soares ou até do Pingo. Ainda temos a questão do Sérgio Júnior", despistou o treinador. Em relação a escalação do volante Fabinho a boa notícia é que o jogador está convocado para o jogo, porém, são 20 os atletas que compõem a relação e dois terão que ser cortados antes do confronto. O atleta voltará a passar por testes para saber a real condição de estar em campo.

CONVOCADOS Goleiros: Dida e Galatto Laterais: Norberto, Gustavo e Wanderson Zagueiros: Edson Rocha, Jorge Felipe e Cléber Volantes: Ewerton, Fabinho, Ricardo Baiano e Nata Meias: Juninho Silva, Júnior Xuxa, Raphael Augusto e Thiago Galhardo Atacantes: Soares, Lúcio, Pingo e Sérgio Júnior

> ABC 7ª RODADA - SÉRIE B 19/06 - 21h00

América-MG

x

Bragantino-SP

19/06 - 21h00

América-RN

x

ASA-AL

19/06 - 21h00

CRB-AL

x

São Caetano-SP

22/06 - 21h00

Paraná-PR

x

Joinville-SC

22/06 - 21h00

Guaratinguetá-SP

x

Avaí-SC

23/06 - 16h20

Criciúma-SC

x

Ipatinga-MG

23/06 - 16h20

Ceará-CE

x

Atlético-PR

23/06 - 16h20

Guarani-SP

x

ABC-RN

23/06 - 16h20

Goiás-GO

x

Vitória-BA

23/06 - 21h00

Boa Esporte-MG

x

Grêmio Barueri-SP

Mudança na diretoria de futebol

CLASSIFICAÇÃO - SÉRIE B 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Clube Criciúma-SC América-MG América-RN Vitória-BA Joinville-SC Avaí-SC São Caetano-SP ABC-RN Boa Esporte-MG Paraná-PR Goiás-GO Atlético-PR Bragantino-SP ASA-AL CRB-AL Guarani-SP Ceará-CE Ipatinga-MG Guaratinguetá-SP Grêmio Barueri-SP

PG 15 13 13 13 11 10 10 8 8 8 8 7 7 7 6 6 5 4 3 2

JG 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 6 5 6 6 6 6 6 5 6 6

VI 5 4 4 4 3 3 3 2 2 2 2 2 2 2 2 1 1 1 1 0

EM 0 1 1 1 2 1 1 2 2 2 2 1 1 1 0 3 2 1 0 2

DE 1 1 1 1 1 2 2 2 2 2 2 2 3 3 4 2 3 3 5 4

GP 15 11 14 11 7 8 7 10 9 9 7 8 10 6 7 7 10 4 6 4

GC 9 4 8 5 6 6 5 8 9 10 10 5 11 7 12 7 13 9 14 12

SG 6 7 6 6 1 2 2 2 0 -1 -3 3 -1 -1 -5 0 -3 -5 -8 -8

Flávio Anselmo deixa o clube por alguns dias para tratar de problemas pessoais

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro 100% EM CASA O América coloca em jogo mais uma vez o aproveitamento de 100% nos jogos realizados no Nazarenão. Três jogos, três vitórias e um retrospecto importante para usar em seu favor. Em campo hoje uma formação diferente, já que Márcio Passos (volante) e Isac (atacante) não estarão em campo. Oportunidade excelente para Soares buscar uma vaga no time principal. Apesar de Pingo ser um dos preferidos do treinador, acredito que dentro do esquema utilizado por Roberto Fernandes, Soares se adaptaria melhor. Pingo tem entrado fazendo outras funções, principalmente na composição de marcação pelo lado direito. Por falar em Soares, ele hoje foi destaque no Globo.com, no quadro "Achei", que fala sobre jogadores que conquistaram fama e depois "sumiram" do grande eixo. Na matéria ele chega a citar o "olho gordo" de alguns companheiros como uma das razões para a série de lesões que viveu na carreira. A Série B é novamente a oportunidade para Soares mostrar

futebol e o jogo de hoje pode ser um passo inicial. SEM MÁRCIO PASSOS Ainda pela Copa do Brasil deste ano, quando o América corria atrás do prejuízo diante do Horizonte-CE, o volante Márcio Passos foi expulso. Naquele momento o jogador estava longe de ser uma unanimidade na torcida e era uma das apostas de Roberto Fernandes, recém chegado, para a nova formação da equipe. O erro no lance bobo e que resultou na expulsão acarretou um prejuízo imenso ao América e naquele momento eu pensei que os dias de Márcio Passos no América estavam contados. Cheguei até a comentar com alguns companheiros que no retorno para Natal ele ficaria direto no aeroporto. Não ficou. E com isso Roberto Fernandes continuou apostando em Márcio Passos, que aos poucos se consolidou no setor e hoje é o dono absoluto da posição. Deu a volta por cima e hoje fará muita falta ao time.

FLÁVIO ANSELMO O vice-presidente de futebol do ABC, Flávio Anselmo, pediu licença ao cargo no clube para resolver problemas pessoais e de ordem médica. Fora de Natal por alguns dias, o dirigente foi substituído por Augusto Azevedo, outro alvinegro que conhece bem a estrutura do clube. Não vou ser advogado de defesa de ninguém, até porque todos que entram nesse ramo sabem muito bem o que se pode esperar de alguns torcedores mais fanáticos, mas apenas quem vive o dia-a-dia do clube e conhece as artimanhas e dificuldades do futebol e o quanto é complicado esse tipo de convívio. Faço sempre essa pergunta, em off, aos dirigentes: "por que se meter nisso?". A resposta é praticamente sempre igual, que pelo futebol e pelo time todo mundo faz loucuras. Ser dirigente do futebol potiguar não é fácil. Vale para todos os clubes. VÔLEI UFRN A Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) foi campeão

geral - masculino e no feminino - no I Campeonato Quadrangular de Vôlei, realizado neste final de semana, 15 a 17 de junho, no Ginásio de Esportes do Campus Universitário, em Natal. Com finais disputadas contra a Universidade Federal do Ceará (UFC), a UFRN levou a melhor, com 3 sets a 2, e deixou a UFC como vice nas duas categorias. O evento contou com a participação de outras três instituições: Universidade Federal da Paraíba (UFPB), Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) e Universidade Federal do Ceará (UFC). SOLDADOS DO FOGO Natal vive hoje uma febre de corridas de rua. Mas se tem uma que tem o meu respeito é a Corrida Soldados do Fogo, do Corpo de Bombeiros. Já são 18 edições e foi justamente numa delas que completei minha primeira prova, de 5km. Hoje eu fiz minha inscrição para o evento do dia 30 de junho. A Soldados do Fogo é uma das corridas de melhor estrutura. Vale a pena participar!

O comunicado oficial no site do ABC cita a mudança de comando, em caráter temporário, na vice-presidência de futebol do clube. Sai Flávio Anselmo, entra Augusto Azevedo. Com o titular precisando viajar para tratar de assuntos pessoais relativos à saúde, o novo vice-presidente de futebol já assumiu e explicou como deve proceder nos próximos dias. "Vale ressaltar que estou assumindo como interino. Estou em férias e não podia faltar com Rubens Guilherme e Flávio Anselmo neste pedido. Vim atender um chamado deles. Espero fazer uma interlocução forte entre a direção do clube e o futebol. Quero ajudar a manter essa motivação para fazer uma campanha maravilhosa", explicou Augusto Azevedo. Mas se assumiu a pasta com ela vem os problemas para resolver. Diante da campanha de altos e baixos nesse início de competição surgiu logo a pergunta sobre dispensas e contratações. "Antes de estar vice-presidente de futebol, eu sou torcedor e venho sempre ao estádio. Assim a gente sabe o que acontece no grupo e conhece as necessidades. Toda empresa nunca tem elenco fechado. Porém, é preciso nesse

instante que a gente olhe para dentro do nosso elenco. Não tem nenhuma contratação agora em andamento e falo em nome do presidente Rubens. Vamos apostar em uma política de valorização do que a gente tem e criar políticas de soluções em cima dos problemas que já existem", explicou. Se é para resolver problemas, surgiu mais um. Nas redes sociais foi divulgada uma foto do zagueiro Tiago Garça no São João de Campina Grande com uma lata de cerveja na mão. Pelo Twitter o ABC se pronunciou sobre o caso. "A diretoria alvinegra se reuniu com o zagueiro Tiago Garça, em virtude dos fatos ocorridos envolvendo o atleta nesta última semana e, mesmo ciente que o atleta estava em seu horário de folga, com a família, e que o ocorrido não afetou em sua participação nos trabalhos, já que o mesmo nunca faltou ou teve seu desempenho prejudicado em algum treino, advertiu o atleta e ouviu do mesmo a promessa que os fatos relatados não mais se repetirão." Em campo, o ABC se reapresentou na tarde de ontem e seguirá com os treinamentos durante a semana inteira e só retorna aos gramados no próximo sábado, em São Paulo, diante do Guarani-SP.

PisandonaBola AMÂNCIO

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 19 de junho de 2012

Esporte

Terça-feira

Fotos: Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Alberi, o amor-próprio

Atacante Borges (FOTO) pode retornar ao time titular do Santos nesta quarta-feira, formando ataque ao lado de Neymar; Elano deve perder espaço

DÚVIDAS NO ATAQUE CORINTHIANS E SANTOS TESTAM FORMAÇÕES EM BUSCA DE VAGA NA FINAL DA TAÇA LIBERTADORES. CONFRONTO DECISIVO SERÁ AMANHÃ

Corinthians e Santos se encontram nesta quarta-feira no jogo decisivo por uma vaga na final da Taça Libertadores da América. A vantagem Corintiana conquistada no primeiro jogo, quando venceu na Vila Belmiro por 1 a 0, fez o técnico santista, Muricy Ramalho testar novas opções na formação ofensiva. Com a expulsão de Emerson no primeiro jogo, quem também precisará mudar é o técnico Tite. As duas equipes fazem os últimos ajustes em busca da formação ideal. Muricy Ramalho testou uma formação mais ofensiva no treino desta segunda-feira. O técnico tro-

cou Elano por Borges, repetindo a formação do segundo tempo da partida de ida, na Vila Belmiro. Se mantiver essa mudança, Borges formará o ataque ao lado de Neymar, com Alan Kardec mais recuado, no meio-campo. Ele atuaria com Paulo Henrique Ganso, Arouca e Adriano. Desta forma, o Santos começaria jogando com o mesmo time que terminou o duelo de ida, na semana passada. Na ocasião, Borges entrou no lugar de Elano e melhorou o rendimento dos anfitriões. Autor do único gol do primeiro confronto com o Santos pela semifinal da Libertadores, o atacan-

te Emerson recebeu o cartão vermelho na Vila Belmiro e, portanto, está fora do jogo decisivo no Pacaembu. Desta forma, o técnico Tite colocará Willian entre os titulares nesta quarta-feira, medida aprovada pelo Sheik. "Eu acredito que é uma boa opção. Para o esquema do Tite e para a proposta do jogo, eu acho que o Willian se encaixa bem", declarou Emerson. Apesar das adversidades, o capitão santista Edu Dracena, que foi o último a levantar a taça da competição, lembra que o Peixe já passou por situações mais difíces nas últimas temporadas. "Nos últimos três anos, passamos por mo-

mentos de muita pressão. O segundo tempo contra o Santo André, em 2010, com oito jogadores em campo; as viradas sobre Atlético-MG e Grêmio, na Copa do Brasil; semifinais fora de casa contra o São Paulo, no Morumbi, em 2011 e 2012; e a Libertadores inteira, especialmente aquele jogo contra o Cerro Porteño, na primeira fase, sem três titulares, tendo que ganhar e no aniversário do clube. Tem grupo que encara situações como essa com preocupação. O nosso encara com mais vontade ainda de fazer história. É esse o nosso sentimento", disse o defensor.

> BOTAFOGO

Loco Abreu fala em tom de adeus O uruguaio Loco Abreu admitiu pela primeira vez que estuda a sua situação no Botafogo e vem analisando a possibilidade de mudar de ares. O atacante afirmou que tem "divergências táticas" com o técnico do Botafogo, Oswaldo de Oliveira. O atacante falou que se sente em condições de ser titular, o que não vai acontecer no Alvinegro, mas conversou com Oswaldo, que o deixou à vontade para decidir seu futuro. Loco, que marcou 12 gols desde a chegada de Oswaldo de Oliveira a General Severiano, no início do ano, pensa no assunto e ainda não tem uma decisão tomada. "Não dá para brigar com a tática. Lá atrás, no jogo com o Boavista, em São Januário, disse que o Botafogo precisava de um outro estilo de atacante para o esquema em que atuava. Fiquei com essa ideia na cabeça. Conversei com o Anderson Barros (gerente de futebol), quarta-feira, e disse a ele que não estava em condições de viajar, pois não me concentraria completamente. Não estaria no jogo e isso não seria certo com um clube como o Botafogo. Ele entendeu. Não fiquei de frescura porque fui para o banco. A decisão foi tomada antes", explicou o atacante. O uruguaio admitiu que clubes já o procuraram, mas não revelou quais. Segundo ele, ainda há o que ser analisado com sua família, amigos e os dirigentes do Botafogo

Loco Abreu sobre hipótese de sair do Botafogo: "Não fiquei de frescura porque fui para o banco. A decisão foi tomada antes" antes de tomar uma decisão. Jogar em um rival no Rio de Janeiro sequer foi cogitado. "Não posso falar sobre algo que não pensei. O que posso dizer é que tenho muito respeito pelo Oswaldo e entendo a sua decisão. Um dia vou ser treinador e terei minhas convicções táticas.

Os jogadores terão de se encaixar nelas", concluiu. O presidente do Botafogo, Mauricio Assumpção também esteve no evento e falou sobre o futuro de outros atletas do elenco, como Maicosuel, sondado por times italianos, Elkeson, que teria uma

proposta do Bologna-ITA, e Herrera, que estaria de saída rumo ao Emirates Club-EAU. "Desconheço qualquer proposta pelo Maicosuel. Pelo Elkeson recebemos, mas não vamos negociá-lo. Já o Herrera tem uma boa proposta e cabe a ele decidir se vai ou não", declarou.

> CORPO DE BOMBEIROS

Inscrições para corrida Soldados do Fogo terminam nesta quarta-feira Nesta quarta-feira (20) termina o prazo para inscrições online para a 18ª Corrida Soldados do Fogo, marcada para o dia 30 de junho. A prova contará com cerca de 1.200 corredores na comemoração pelo Dia Nacional dos Bombeiros. Os interessados devem garantir seu lugar através do site oficial da corrida: www.corridasoldadosdofogo.com.br. Os atletas poderão escolher

entre 5 Km e 10 Km. "Já estamos na contagem regressiva e providenciando os últimos detalhes. Em breve, divulgaremos um boletim com todas as informações e conclusões finais da prova para os corredores. Com certeza estamos buscando oferecer tudo de melhor para os atletas iniciantes e experientes", disse o Coronel Elizeu Lisboa Dantas, Comandante Geral do Corpo de Bombei-

ros.Durante todo o percurso, terão vários postos de hidratação com água à vontade para todos os corredores. Assim como no ano passado, o evento terá cronometragem eletrônica através de chip. Os corredores terão a disposição frutas, água, camisa em poliamida, distribuição de brindes e muito mais. "A Corrida Soldados do Fogo é para a nossa Corporação o even-

to mais importante do ano, pois além de comemorar o aniversário nacional dos Corpos de Bombeiros do Brasil, integra vários segmentos da sociedade com a instituição. Para nós, este é o momento perfeito para confraternizarmos os bombeiros do RN com a sociedade civil e destacar os parceiros que apóiam o esporte no Estado", concluiu o Coronel Elizeu Lisboa Dantas.

A chuva conspirava, a seleção brasileira de Telê Santana monopolizava as atenções na Copa do Mundo da Espanha, havia a roda de samba de João de Orestes, a Toca do Chicão e o Hotel Ducal com boas atrações noturnas para aquela noite de sábado, 19 de junho de 1982, em Natal. O cabaré de Maria Boa resistia, sem o velho glamour. Mas 6.917 fanáticos pagaram ingresso para assistir a um clássico entre ABC e América que nada decidia pela Taça Cidade do Natal, uma prévia do Campeonato Potiguar que expandia, de forma democrática, a participação de clubes do interior. Rara pluralidade na Ditadura. O ABC estreava o meia-atacante Marinho, depois Marinho Apolônio, ex-ídolo do grande rival, que fora contratado para tentar impor um freio na supremacia vermelha do tricampeão do Estado. Todas as atenções voltadas para Marinho, um craque, felino, apelidado de Pantera pelo narrador Marco Antônio Antunes, e poetizado, "o instinto nativo do gol" pelo meu pai, o comentarista Rubens Lemos. Entre os dois eu estava, fantasiado com a roupa do ABC, aos 12 anos incompletos, na cabine da Rádio Cabugi AM, quando pipocavam os foguetões das duas torcidas que se confrontavam sem violência. O América era favorito absoluto. Time entrosado e bem armado pelo técnico Laerte Dória, gaúcho que havia lançado Marinho Apolônio, um recém-chegado juvenil do Sport(PE), cinco anos antes para trucidar o próprio ABC. O América buscava o inédito tetracampeonato. No ABC, magro arqueado, o técnico Danilo Alvim, ele, o Príncipe, melhor volante da história do futebol brasileiro, um dos fracassados vice-campeões mundiais da tragédia do Maracanazzo, quando perdemos de 2x1, de virada, para o Uruguai de Ghiggia. Danilo Alvim voltava ao ABC como amuleto e esperança. Ele havia treinado o time do tetracampeonato de 1973, com Erivan, Sabará, o capitão Edson, Telino, Anchieta, Maranhão, Danilo Menezes, Libânio, Jorge Demolidor, Moraes, e a joia mais preciosa: Alberi. Na noite de 19 de junho de 1982, 30 anos atrás, fazia uma década que Alberi havia ganho a Bola de Prata da revista Placar como melhor atacante do Brasil. Alberi mergulhara em 1972 no esplendor das consagrações, na falsificação estampada na fama. Na estreia de Marinho Apolonio, Alberi estava em campo, aos 37 anos, elegante, altivo, sob olhares desconfiados da torcida e da imprensa. Já deveria estar aposentado, segundo a expertise e o fanatismo. Danilo Alvim enxergava em Alberi a pureza do vinho a definir o sabor de um jogo. >>> O ABC começou sem o medo que vinha sentindo há três anos do rival. Logo aos 9 minutos, Marinho, o Apolônio, driblou o zagueiro Lúcio Sabiá , chutou de curva e marcou 1x0. A bola entrou devagar no gol do antigo placar do Estádio Castelão(Machadão). O ABC renascia por milagre pelos pés de Marinho. Que tocava a bola, driblava, procurava o centroavante Neinha para as tabelas, estava simplesmente deslumbrante. Até ser chutado pelo zagueiro Lúcio e ser expulso com ele. O ABC apagou e a rotina seguiu. O centroavante Tulica, ex-Fluminense, empatou. Estabanado, o polivalente Arié, que estava de quarto-zagueiro, virou para o América fazendo um gol contra. No finalzinho do primeiro tempo, o pontadireita Curió encobriu com uma cabeçada o veterano goleiro Zé Luis, com passagens pelo Bahia, o Vasco e o próprio América. Final de primeiro tempo com 3x1 para o América e a forte perspectiva de uma goleada. Escondido, eu chorava no fundo do corredor das cabines. Ouvia a torcida do ABC vaiar Alberi. Ele havia sido escolhido culpado. "Velho, velho, velho, morto, morto, morto!" O coro da ingratidão que doía em mim. A chuva forte passou a toró. O Castelão(Machadão) ficou famoso pela drenagem do gramado. O jogo seguia. Lento. América tocando em ritmo de espera. O baixinho Norival, gaúcho, centralizava as jogadas no meio-campo. O ABC perdia outro combatente: O lateral Gelson trocava safanões com o ponta Severinho. Vermelho para ambos. Aos 35 minutos do segundo tempo, quando o ponta-direita Tinho foi derrubado dentro da área do América, quase não havia torcedor do ABC no estádio. Acho que apenas os solidários fantasmas apaixonados por Alberi desde os tempos de Juvenal Lamartine. O ponta Soares bateu o pênalti e diminuiu para 3x2. O América manteve a postura dominadora e a posse de bola. O ABC conseguiu retomar as ações quando restavam três minutos. Poucos metros depois do grande círculo, Alberi recebeu uma bola, dominou-a no peito do pé direito e mantendo-a assim, livrou-se do volante Baltazar. O que assisti a seguir foi a confirmação das miragens descritas pelos mais velhos: Alberi deu apenas um toque à frente e disparou um bólido. O goleiro do América chamava-se Caetano, de passagem nebulosa pelo ABC. O chute foi tão perfeito que Caetano manteve-se em posição de espera quando a bola já estava presa no ferro do ângulo esquerdo da trave da BR-101. ABC 3x3 América. O grito do silêncio envergonhado tomou conta do estádio. Menos uma testemunha. Berrei por longos minutos. Gritei, em transe, possesso e enlouquecido: Alberi, Alberi, Alberi! Um gol de gênio. De desabafo. De dor. Do amor. Do amor-próprio. TIMES Há 30 anos, na noite do gol antológico de Alberi, o ABC jogou com Zé Luís; Gelson, Pirulito, Arié e Escada; Jadir, Alberi e Marinho Apolônio; Tinho(Geraldo Tamba), Neinha(Dão) e Soares. O América: Caetano; Ivã Silva, Lúcio Sabiá, Dick e Vassil(Saraiva); Baltazar, Norival e Júnior(Gilson Lopes); Curió, Tulica e Severinho. PONTUAR Dos próximos quatro jogos do América, três serão no Nazarenão em Goianinha. O primeiro contra o ASA de Arapiraca. Fazendo nove pontos, o América garante seu lugar entre os quatro primeiros e segue firme na luta por uma vaga na Série A de 2013, caminho que conhece tão bem.

VOLTA O técnico Roberto Fernandes pode contar com duas peças decisivas para o América nas primeiras vitórias: os alas/meias Norberto e Wanderson. Com os dois, cresce o volume ofensivo do time que sufoca o adversário e não lhe dá fôlegado para respirar além da intermediária. ERIVELTON O menino Erivelton estava precisando de uma chance para mostrar que é mais titular que muito forasteiro trazido pelo ABC. Tomara que seja mantido no time contra o Guarani. O Bugre está na bacia das almas da Série B e o alvinegro ensaia sua redenção. MANO Quem vê a Eurocopa percebe: O Brasil não jogará no Maracanã em 2014.


Cultura

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

O Jornal de HOJE 17

CASA DA RIBEIRA LANÇA “CENA ABERTA NORDESTE” EM

SEU MAIS NOVO EDITAL O ESPAÇO CULTURAL AMPLIA

SUA ÁREA DE ATUAÇÃO PARA O DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

Os últimos editais públicos lançados na capital potiguar definitivamente não conseguiram olhar e enxergar a classe artística e suas necessidades, de forma que estimulasse de forma eficiente a produção e qualificação dos grupos artísticos da cidade. A esperança de boas iniciativas em prol da cultura no estado ficou depositada nas mãos dos espaços e grupos independentes. E, na manhã desta terça-feira, dia 19, o Espaço Cultural Casa da Ribeira lançou seu 10° Edital “Cena Aberta Nordeste” que beneficiará 51 grupos de artes cênicas, 30 do Rio Grande do Norte e 21 das outras capitais nordestinas. “É o 10° edital da Casa da Ribeira em 11 anos de existência. Só que desta vez não é por Lei de Incentivo. Será através do Prêmio da Funarte, onde proporcionou oferecer 51 ocupações, entre o período entre outubro de 2012 e abril de 2013, com ajuda de custo

NORDESTE

para cada espetáculo de R$ 600,00 e 100% da bilheteria, a isenção de pauta, toda assistência técnica (não apenas na hora da apresentação) e toda a divulgação e folheteria”, declara o diretor da Casa da Ribeira, o dramaturgo, diretor e ator Henrique Fontes. O “Cena Aberta” é um mote para um projeto para promover a ocupação da Casa da Ribeira. “Foi a forma que encontramos que fosse mais justa e talvez, mais equilibrada de se manter esse espaço funcionando. Com o objetivo de favorecer os artistas e principalmente os públicos”, conta Henrique. Ele lembra que “a Casa da Ribeira quando surgiu a nossa missão inicial era oferecer um espaço de qualidade no que diz respeito ao lado técnico, que fosse agradável e que proporcionasse temporadas, festivais, enfim, que proporcionasse uma convivência entre os artistas e seus públicos. Mas, a gente percebeu que estávamos na final de uma cadeia produtiva que tinha vários problemas. Então, na

DO

BRASIL

Casa da Ribeira percebemos essa lacuna e migramos para deixar de ser apenas um espaço cultural para ser também uma casa de educação e cultura. O nosso foco está na formação de públicos, colaborando para o desenvolvimento humano através dessa fruição do apreciar e sentir artes”. Neste caso, se o foco está no público. Os artistas entram como parceiros. Mas, é claro, que os editais que a Casa da Ribeira lança não tem a pretensão de fazer o papel que as Secretárias ou as Fundações de Cultura fazem ou deveriam fazer. Que é o de fomentar essa produção continua. Mas, as políticas públicas não evoluíram. “E, é uma pena que nesses 11 anos de convivência este cenário não tenha mudado. Pelo contrário piorou. Recentemente houve uma piora muito grande nesta cadeia produtiva. Não que se têm menos artistas hoje em dia. Mas, os meios para que esses artistas produzam e consigam executar seus trabalhos tem ficado cada vez mais difícil.

E principalmente, (eu digo sem ter medo de errar) que isso é devido ao equivoco que é o pensamento dos gestores públicos municipais e estaduais em relação do que é política para cultura. Eles não entendem que política pública para cultura tem que ser um fomento de base, de manutenção, de desenvolvimento e de continuidade de projetos dos artistas”, disse. E continua o desabafo, “eles (gestores) entendem política pública para cultura como evento. Enquanto eles continuarem pensando que política publica é fazer um evento e se gastar um mês inteiro de comemorações como é esse Agosto da Alegria (evento realizado pelo Governo do Estado e pela Secretária Extraordinária de Cultura / Fundação José Augusto) para ficar trazendo atrações daqui e de fora do Estado eles vão continuar massacrando a cultura do Rio Grande do Norte. Eles querem destinar não sei quanto mil reais para fazer um evento de um mês. Para que? Para se tampar o sol com a peneira. Para a gente fingir que nada está acontecendo? Para dizer que está tudo ótimo? Não está. Não tem nada bem. Não se tem nem um espaço para for-

mação de teatro. Por exemplo, se um jovem de 14 ou 15 anos quiser fazer algum curso de teatro não vai ter por aqui. Ele vai ter que esperar fazer e passar no vestibular para entrar no curso de Artes Cênicas, da UFRN. E, desse jeito o caminho continuará a ser mais difícil”. E, são vários os descasos das gestões públicas para com a cultura do RN, para citar alguns deles, pode começar pelo Centro Experimental de Teatro fechado desde 2010. A Escola Técnico de Teatro fechada no ano passado. O Teatro Sandoval Wandeley fechado desde 2009. E, os Teatro Lauro Monte Filho em Mossoró e o Teatro Adjunto Dias em Caicó fechados e este último encontrase com o teto caindo. “E, o Teatro Alberto Maranhão que está à míngua, onde recentemente lançaram um edital ridículo para ocupação nas terças-feiras por dois grupos de teatro. E, o prêmio é esse dividir o palco com outro grupo e oferecem o que tem lá no espaço fisico. Mas, a gente diz que está a míngua porque não tem fomento de teatro. Por exemplo, com a chegada do teatro do shopping, o TAM não foi sequer repensado. Para que pudesse ser estimulado

e mais apreciado. E, não caísse nessa decadência. Porque não abrir para os grupos daqui fazer um temporada de três meses e os grupos pensarem em ocupar por três meses. E, depois outro grupo ocupar por mais três meses. Isso aconteceu com TBC em São Paulo e deu super certo”, declara. Henrique Fontes ainda destaca que, “não tem como os espaços independentes sobreviverem sem caminhar junto com políticas publicas sérias em prol da cultura. Porque senão seremos eternamente ilhas. A solução é que os gestores públicos parem para ouvir quem realmente faz cultura. Ele não nos ouve. Parece até aquela musica do Roberto “Todos estão surdos (...)”. Porque é burrice. Porque se eles estão pensando que isso é estratégica política é burrice. É um verdadeiro tiro no pé. Centralizar tudo nas fundações para que? Para fazer eventos meia bomba. Ninguém está pedindo nada demais estamos querendo apenas que o poder publico parem e conversem com a gente. E, ver quais são as verdadeiras necessidades. É que eles pensam que a gente não pensa. Eles acham que a gente não entende nada disso”.

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com LANÇAMENTO LITERÁRIO Após 17 anos do seu lançamento será lançada em julho a segunda edição do livro “Do ventre da Cordilheira: uma carta para Yasmine”, escrito por Isolda Melo Lemos, que relata, de forma testemunhal, o período que viveu em exílio, no Chile, com seu marido Rubens Lemos (jornalista, preso político, exilado no Chile em 1970-72). Escrito originalmente para comemorar os 18 de sua filha, Yasmine Lemos, concebida durante sua estada no Chile, esta segunda edição vem acrescida de algumas fotos e cartas enviadas por Rubens Lemos na distância do exílio e comemora, por sua vez, os 70 anos de Isolda. Mais que o testemunho de uma época que envolveu toda uma geração cercada de extremismo, repressão, ações desesperadas e também utopias, o livro deve ser lido como uma história de amor, vivida por Isolda e Rubens Lemos. Esse é o pano de fundo para o novo Uma carta para Yasmine. Um livro que não deixa nenhum leitor indiferente e traz nas suas linhas um soluço, que se mantém preso na garganta até a última página. Talvez pela contundência devastadora, mesmo sem apontar diretamente o óbvio da escuridão daquela época (que soaria panfletário). Talvez por não esconder com tintas douradas (que poderia parecer fútil) a paixão vivida na crueza daqueles dias. Quem sabe por isso mesmo se mantenha tão bonito e forte.

com Dani Pacheco

REGISTRO A Escola de Comunicação e Artes da UnP, integrante da rede internacional de universidades Laureate, mais uma vez foi destaque na etapa regional do Intercom, o maior evento de comunicação do Nordeste, que reuniu pesquisadores e estudantes do Brasil. Durante o evento a Universidade Potiguar ganhou 10 prêmios, sendo cinco em Publicidade e Propaganda; quatro em Jornalismo e um em Cinema. Dessa forma, a Instituição se tornou a grande vencedora da programação. Os trabalhos apresentados incluem filmes, websites, cases publicitários de sucesso, jornais experimentais, divulgação de pesquisa, entre outros.

HOMENAGEM Amanhã, dia 20, os alunos da Escola Madre Fitzbach, mantida pela Associação de Orientação aos Deficientes - Adote recebem o artista Zé Barros, às 8h30. O contato dos alunos com o artista da terra potiguar, cantor e compositor, paraibano de origem, mas norte-rio-grandense de coração deve-se ao Arraia dos 30 anos da instituição. Esse ano e escola irá trabalhar “ A saudade de Luiz, majestade do sertão” , e que no repertório das apresentações terão algumas músicas de Zé Barros que com sua poesia e sensibilidade musical, resgatará a obra e a cultura do sertão nordestino. O são João acontece na quinta-feira (21), na Adote. SÓ PARA LEMBRAR... Zé Barros é filho adotivo da terra dos potiguares sempre apresentou um estilo eclético dentro do universo dos gêneros musicais nordestinos. O xote, xaxado e o baião nunca deixaram de fazer parte de sua vida e de seu gênero musical. Como todo sertanejo, é muito forte, e mais uma vez demonstrou sua força e determinação quando, na década de 80 perdeu sua visão, e sem perder a paixão pela música, adaptou a nova realidade e continuou a mostrar seu talento, sendo reconhecido em todo nordeste como um artista ímpar, autêntico, de estilo próprio e inconfundível. POESIA O corpo liberto, porta aberta, suave entrada, sala sem espera (quarto de esconder) . corpo em magia, pura alquimia, (mãos em liberdade). travo e paladar, Amar é o jantar. Por Yasmine Lemos

HOJE O cantor Isaque Galvão apresenta ao lado do grupo Nova Sensação clássicos do samba, a partir das 22h, no Taverna Pub (rua Dr. Manoel A. B. de Araújo, 500, Ponta Negra).

MÚSICA Nesta terça acontece a apresentação da Orquestra Potiguar de Clarinetas e dos instrumentistas Isaac Santos (fagote), Hudson Ribeiro (clarineta), Julião Adelino (clarineta) e Regiane Yamaguchi (piano), a paritr das 18h, no Solar Bela Vista (Av. Câmara Cascudo, nº 417, Cidade Alta). A entrada é gratuita.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 19 de junho de 2012

Terça-feira

Canal 1

BATE-REBATE

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery / flavioricco@gmail.com.br

Record promete surpresa na estreia de Fátima Bernardes

Divulgação

A Record está montando uma estratégia de defesa para minimizar o impacto que a estreia de Fátima Bernardes, com seu novo programa na Globo, fatalmente promete causar. Alguma surpresa deve acontecer no próprio “Hoje em Dia”, com o seu

w A TV Clube, afiliada da Record em Pernambuco há seis meses, deve iniciar a sua transmissão em HD no dia 27 de julho. w A data coincide com o início dos Jogos Olímpicos de Londres. w O SBT não tem data para produção e apresentação de “O Maior Brasileiro de Todos os Tempos”. wAinda não existe o suporte comercial que o programa necessita. w Na "Rio+20", parte da produção e captação de cada emissora, é enviado à EBC, responsável por gerar imagens para as TVs brasileiras e de outros países.

w A Globo, por exemplo, será responsável pela Plenária, onde os chefes de estado irão discutir as questões levantadas pela Rio+20. w Já a Rede TV! foi encarregada de ceder alguns dos seus profissionais. w Cerca de 100 pessoas participaram do fórum de segurança, promovido pela Record – Rio, na última quarta-feira (13). w Alguns repórteres como Diana Rocha e Sylvestre Serrano fizeram o curso do exército, como forma de preparo para coberturas jornalísticas de alto risco.

horário de apresentação mantido na faixa das 10h15 às 12h15. Várias ideias e possibilidades foram levantadas, mas a direção da emissora

w C´EST FINI Carlos Fernando, narrador do Bandsports, vai lançar o livro do atacante Coutinho, dia 2 próximo, na Saraiva do Shopping Eldorado. No dia seguinte, em Santos, no memorial do clube. O “Pânico”, domingo, na Bandeirantes registrou sua pior audiência desde a estreia na emissora em 1º de abril, quando marcou 11 pontos. Anteontem deu 7 pontos de média. Vale ressaltar que esse índice, para os padrões da Band, é bom. Mas essa derrubada preocupa. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

ainda não sabe ou decidiu qual delas irá vingar. Nada, no entanto, que envolva o Rodrigo Faro, como alguns setores da Record chegaram a especular nas últimas horas. No que diz respeito a ele, o que se pretende é mesmo um programa diário, com estreia após o encerramento da Olimpíada, para ser apresentado em todo começo de noite, depois do “Cidade Alerta” e antes do “Jornal da Record” e “Rebelde”. E é isso.

>> TV - TUDO w CHAVE DE OURO Faltam ainda dois episódios para a Globo concluir a exibição da série “As Brasileiras”. Nesta próxima quinta, depois de “Gabriela”, irá ao ar “A Doméstica”, com Dira Paes, Beth Faria e Dalton Vigh. E no dia 28, fechando os trabalhos, não por acaso foi escolhido “Maria, Maria do Brasil”, estrelado por Fernanda Montenegro e as participações de Paulo José e Pedro Paulo Rangel

realizaram testes e aguardam resposta da direção.

w CHANCES AMPLIADAS – 1 Os atores convocados pela Record para disputar papéis em “José do Egito”, estão fazendo testes, ou adequação, como a emissora prefere dizer, para dois, em alguns casos até três personagens. Isso aumenta as chances de cada um em participar da minissérie.

w OBSERVAÇÃO Ainda sobre Flamengo e Santos, o câmera da Band, atrás do gol, foi violentamente atingido por uma bolada. Nos dias atuais não se admite mais isso. A Globo, como outras tantas emissoras do mundo, utiliza gruas eletrônicas, que oferecem maior qualidade e segurança ao próprio profissional.

w CHANCES AMPLIADAS – 2 Ainda no que diz respeito a “José do Egito”, se tudo correr como se espera, até o final do mês o seu elenco já estará totalmente escolhido. Só nos últimos dias, Luciele di Camargo, mulher do comentarista Denílson, Joana Balaguer, Janaina Ávila e Andrea Avancini

w CHAMADA AO VIVO Durante a transmissão de Flamengo e Santos, na tarde de domingo, Luciano do Valle sem usar de nenhuma sutileza chamou o repórter Sandro Gama a responsabilidade: "O seu microfone está funcionando, Sandro? (...) Sim, porque só a Aline - a outra repórter no jogo, Aline Bordalo - falou até agora."

w TUDO É POSSÍVEL Ana Hickmann e o diretor Vildomar Batista desembarcaram domingo em Cumbica, depois de 10 dias de gravações na Inglaterra. Ainda no decorrer deste mês serão acelerados os trabalhos do reality “Casa da Ana”.

A SÓS Chamou a atenção domingo à noite, no restaurante “Le Vin”, dos Jardins, em São Paulo, a presença da atriz Alinne Moraes e acompanhada do cineasta Mauro Lima, só os dois, dividindo a mesma mesa. Já tem gente apostando numa coisa mais séria.

w OUTRA COISA Val Marchiori está contratada na Record. Os planos para o seu aproveitamento é que ainda não foram totalmente definidos. Pode ser no “Tudo é Possível”, com um quadro fixo, mas também pode não ser. w NOVO ENDEREÇO Ricardo Perez, do “Supernanny”, surpreendendo a todos, se desligou do SBT na manhã de ontem e já acertou seu ingresso na Bandeirantes.

A convite do alto comando da emissora, Perez, inicialmente, vai ocupar um “cargo estratégico”, e depois assumir a direção de um dos novos programas. w FESTIVAL José Roberto Maciel, vice-presidente, e Glen Valente, diretor comercial, estão representando o SBT no festival da publicidade em Cannes. Foram acompanhando o pessoal da Lew Lara, vencedora do recente concurso de propaganda promovido pela emissora.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Lua e Saturno sinalizam estabilidade emocional e senso realista em assuntos familiares. Seu faro está afinado pra invenções, e será fácil comunicar o que pensa, aproveite o dia pra apresentar suas ideias. No amor, renovação!

Leão 22/07 a 22/08 O período favorece ações e empenho pessoal, mas também muita devoção porque os frutos deste esforço todo ainda não são visíveis. Há gastos e preocupações com familiares a serem resolvidos primeiro. O amor anda oscilante.

Sagitário 21/11 a 21/12 Júpiter e Netuno estão em ângulo difícil, atrapalhando algumas parcerias com ilusões e expectativas erradas. Em casa, o clima nebuloso não ajuda.. Sol e Lua trazem luz e calor dos relacionamentos com amigos e amores, ainda bem!

Touro 21/04 a 20/05 Astral poderoso pra cuidar de assuntos materiais, fazer um negocio, conversar sobre, elaborar um acordo, planejar uma compra, acabar com uma dívida. No amor, quanto mais segurança no seu encanto você tiver, melhor será o encontro.

Virgem 23/08 a 22/09 Mantenha o pique, mostre seu poder de operacionalizar as ideias alheias, junte-se àqueles que sentem qual o caminho a seguir, mas não sabem como chegar lá. Isto, você ensinará. Júpiter traz novidades e prestigio, boa acolhida também.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Vênus e Plutão em ângulo difícil somam sexo com obsessão e intenções pouco claras. Dinheiro também é um assunto delicado, especialmente com empregados e subalternos. Você é chamado a se adaptar, aprimorar-se, aprender algo.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Aproveite estes últimos dias em que Sol e Lua estão no seu signo, liberando uma energia mais profunda e positiva. Bom pra saúde, pro amor e trabalho também. Você também está encerrando uma etapa. Nada de apegos por tanto.

Libra 23/09 a 22/10 Sol e Lua em Gêmeos são presenças positivas pra você hoje. Momento de plantio de projetos que extrapolem o cotidiano e a rotina. Visão e direcionamento claros. Leve adiante amizades com quem estiver olhando para os mesmos horizontes.

Aquário 21/01 a 19/02 Descontrole financeiro e erro ao fazer as contas com Netuno, e você quer se divertir, arriscar-se, jogar um pouco com a sor te, com a vida. Cuidado. Clima amoroso bom, mas não se iluda, tente ver quem ama como ele é realmente.

Câncer 21/06 a 21/07 Contato positivo entre Mercúrio e Mar te favorece empreitadas de trabalho, desde que leve em conta os mais tradicionalistas e não se deixe exasperar por burocracias. Talvez o sinta falta de apoio em casa. Algo por dizer no amor.

Escorpião 23/10 a 21/11 Você tem gasto seu dinamismo em empreitadas de grupo. As vezes seus interesses, como agora, ficam em segundo plano, tenha paciência, trabalhe o miúdo, negocie e exercite leveza e flexibilidade pra não perder ótimas oportunidades.

Peixes 20/02 a 20/03 Você pode mudar de planos agora - morar em outro país, cidade, estado, por exemplo - e não será loucura. Vá acalentando a ideia. Lembre-se o tempo todo que os mais próximos não estão compreendendo muito bem onde você quer chegar. Divulgação

CINEMA MADAGASCAR 3 - (Livre) MOVIECOM 1 - Hora:15:00 / 17:00 / 19:00 / 21:00 MOVIECOM 4 - Hora:14:00 / 16:00 / 18:00 / 20:00 / 22:00 MOVIECOM 6 - Hora:14:45 /19:30 CINEMARK 1 - Hora: 12:30 / 14:50 / 17:20 / 19:30 / 21:50 CINEMARK 6 - Hora:11:30 / 13:50 / 16:10 / 18:30 / 20:50 CINEMARK 7 - Hora:12:00 / 14:20 / 16:40

PARAÍSOS ARTIFICIAIS - (16 Anos) MOVIECOM 3 - Hora:18:40

HOMENS DE PRETO 3 - (10 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:14:30 / 16:50 / 19:15 / 21:35 CINEMARK 5 – Hora:14:30 / 21:10; Hora: 23:40 (Sáb) CINEMARK 7 – Hora:19:00 / 21:30

BRANCA DE NEVE E O CAÇADOR MOVIECOM 5 - Hora:16:10 / 18:50 / 21:30 CINEMARK 4 – Hora:12:15 / 15:00; Hora:23:10 (Sáb) CINEMARK 5 – Hora:11:40 / 17:10

PROMETHEUS 3D - (14 Anos) MOVIECOM 6 - Hora:15:40 / 16:50

OS VINGADORES - (12 Anos) MOVIECOM 3 - Hora:15:50 / 20:50

/ 18:20 / 21:35

HOMENS DE PRETO 3 - (10 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:14:30 / 16:50 / 19:15 / 21:35 CINEMARK 5 – Hora:14:30 / 21:10; Hora: 23:40 (Sáb) CINEMARK 7 – Hora:19:00 / 21:30

/ 21:00; Hora: 23:50 (Sáb)

CINEMARK 2 - Hora:12:20 / 18:10 CINEMARK 2 – Hora:15:10 CINEMARK 3 - Hora:13:20 / 16:20 / 19:20 / 22:10 OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

Cena do filme “Prometheus 3D”


Cidade

Terça-feira

Natal, 19 de junho de 2012

Sindicato promove mobilização contra as demissões de bancários ENTIDADE

APONTA FALHAS E DIZ QUE PROFISSIONAIS SOFREM ASSÉDIO

O Sindicato dos Bancários do Rio Grande do Norte promoveu, na manhã de ontem, em frente à agência do Banco Itaú, na avenida Rio Branco, Cidade Alta, uma mobilização contra a demissão de três funcionários da instituição bancária. Durante toda a manhã, os representantes do Sindicato se posicionaram na entrada do prédio e impediram a abertura ao público. Apenas os caixas eletrônicos estavam à disposição dos clientes. Segundo Eduardo Xavier, da direção do Sindicato dos Bancários do RN, desde a fusão com o Unibanco, em 2010, é crescente o caso de demissões na instituição bancária. "De março de 2011 a março de 2012 já foram 8 mil demissões no Brasil. Ao invés de contratar, estão demitindo e isso reflete diretamente no atendimento à população, que continua enfrentando longas filas. Estes três últimos funcionários demitidos tinham entre 25 e 28 anos de trabalho. A relação entre banqueiros, bancários e sociedade só traz benefícios para os banqueiros. Sofremos assédio moral, extrapolação de jornada de trabalho, o atendimento se torna precário e a sociedade sofre com as taxas de juros e tarifas altas. Não estão respeitando nem a Lei da Fila". Ainda de acordo com Eduardo Xavier, o Sindicato já está tomando as providências necessárias para o apoio aos demitidos. "Vamos realizar mobilizações, parar as agência e entrar com ação jurídica". Segundo o dirigente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB/RN), Moacir Soares, um dos demitidos, o funcionário Renilton Melo, é dirigente da CBT/RN e como tal, tem estabi-

Heracles Dantas

Clientes foram impedidos de entrar na agência da avenida Rio Branco, onde caixas eletrônicos permaneceram liberados lidade no cargo. Ele também entrou com uma ação trabalhista de equiparação salarial. "Estamos vivendo um momento de ameaça ao sindicalismo e judicialização de lutas. A luta por direitos não é ilegal". A bancária Anaíra Fernandes estava na mobilização em apoio aos colegas demitidos. "Fui demitida em abril do ano passado, seis meses após a fusão do Itaú com o Unibanco. Me disseram que eu não tinha mais o perfil para o cargo. Como tinha LER (Lesão por Esforço Repetitivo) entrei na justiça e fui reintegrada. Além das pressões do dia a dia, por causa da demissões acabamos acumulando funções. Aconselho aos colegas demitidos nunca desistirem da luta pelos seus direitos e nunca se intimidarem pelo assédio que sofrem". Já o bancário Osanildo Zaca-

rias de Lima, que tem limitações físicas, contou que também foi demitido do banco Itáu, mas conseguiu a reintegração. "Sofri assédio, diziam que eu não atendia ao esperado, mas trabalho dentro das minhas limitações. Queriam que eu fizesse o trabalho de três pessoas. Sou caixa e sei quando atendemos muito rápido, o atendimento não é tão bom". O empresário Alexsander Lopes chegou à agencia do Itaú no Centro e ficou surpreso com as portas fechadas. "Acho que isso não devia acontecer, até porque é particular. Está prejudicando a população que já convive com um atendimento péssimo. O meu gerente mesmo já foi mudado várias vezes. Vim fazer pagamentos e agora vou ser prejudicado". A reportagem tentou entrar me contato com a superintendência do

Itaú e coma direção comercial, que respondem pelas gerências no Brasil, mas não obteve retorno. Já a assessoria de imprensa, em São Paulo, também não forneceu nenhum posicionamento oficial até o fechamento desta edição. Através da assessoria de comunicação, a Procuradoria Regional do Trabalho da 21ª Região informou que quando o problema for comum no âmbito de trabalho, é possível fazer a denúncia e até entrar com uma ação coletiva. No caso das recentes demissões da agência Bradesco, na avenida Prudente de Morais, em Lagoa Nova, noticiada com exclusividade por este jornal, na semana passada, a Procuradoria Regional do Trabalho também comunicou que já recebeu a denúncia e a mesma sendo investigada pelo procurador Fábio Romero Aragão.

> A PARTIR DE SEGUNDA-FEIRA

Escola do Legislativo Miguel Arraes oferece curso de educação ambiental A escola do Legislativo Miguel Arraes, da Câmara Municipal de Natal, está com inscrições abertas para o curso de educação ambiental, que começa na próxima segunda-feira. Segundo a coordenadora Selma Medeiros, o curso é para funcionários da Casa e para a população em geral. Serão 30 vagas e até a manhã de ontem 20 pessoas já tinham se matriculado. Selma disse que este é um curso de extensão da UFRN, que será ministrado pela professora Marjorie Medeiros e oferecerá aos participantes os instrumentos necessários para que sejam capazes de exercer o papel de educador ambiental de maneira reflexiva e crítica, além de reconhecer o processo de construção da escola ambiental; identificar os fundamentos e princípios da educação ambiental no Brasil; construir atividades práticas de educação ambiental e estar consciente de seu papel de educador ambiental na

Heracles Dantas

Coordenadora Selma Medeiros: curso mais procurado é o de informática coletividade. Conforme Selma Medeiros, para quem não for funcionário da Câmara e queira fazer este curso precisa ter um de graduação, apre-

sentando a comprovação. A escola funciona no prédio da Câmara Municipal. O curso é gratuito, em cinco dias, começando na segunda-feira às 8h30, indo até o meio-

dia. Já na terça feira, os 30 alunos sairão num ônibus até a UFRN, para conhecer a técnica usada no espaço de educação ambiental e depois visitarão esgotos existentes em Natal. Uma verdadeira aula prática, segundo informou a coordenadora, dentro do previsto no programa que a parte de reflexão e avaliação do tema. Selma acrescentou que as pessoas que desejarem fazer este curso também tenham interesse na natureza, pois todo o conteúdo servirá para cada um ser mais agente em prol da defesa da mesma. Isto também faz parte do projeto Câmara Verde, conforme adiantou Selma. Este projeto consiste na colocação de lixos recicláveis em seus locais corretos. A coordenadora ainda adiantou que a escola oferece outros cursos e o mais procurado é o de informática. Quem desejar saber mais sobre estes cursos, basta acessar o site http://www.cmnat.rn.gov.br/ e clicar no link "escola do legislativo".

> REI DO BAIÃO

Centro Suvag homenageará o sanfoneiro Luiz Gonzaga em sua festa junina desta quarta-feira Música, dança e muita diversão. Esses são alguns dos elementos que irão compor a festa junina do Centro Suvag de Natal, que acontecerá amanhã, em parceria do Projeto Miscelânea Cultural/Unimed, no Sesi da avenida Capitão-mor Gouveia. O “I Arraiá Luiz Gonzaga” celebra os 100 anos de nascimento do Rei do Baião, Luiz Gonzaga. Nas coreografias e exposições do evento, que são apresentadas pelos próprios alunos, serão contempladas as inspirações que o “Velho Lua” levou para as suas canções durante toda a vida, sendo elas o Rio São Francisco, o sertão nordestino, a festa do vaqueiro e as lavadeiras. O arraiá é aberto a toda comu-

nidade, e dentro da programação estão previstas, ainda, atrações culturais, danças populares, artesanato, barraca de comidas típicas, barraca da pescaria, exposição de arte regional, entre outros. Para o Miscelânea Cultural, essa é uma oportunidade que traz a cultura e a linguagem do povo nordestino para dentro das instituições parceiras do projeto. O Suvag é uma das instituições parceiras do Miscelânea Cultural/Unimed, e desde do começo do ano recebe cursos de dança através da iniciativa, que enviou professores ao Centro como forma de estimulo aos alunos, e aos seus pais, a participarem de atividades dinâmicas e bem elaboradas. O objetivo do curso é buscar

mais interação e levar mais atividades de cunho corporal, que ajudam na comunicação, para os alunos, pais e até a comunidade em geral.

ditiva. Ele atua no diagnóstico, prevenção, reabilitação e ainda faz o acompanhamento dos adolescentes com diagnóstico de surdez no mercado de trabalho.

SOBRE O SUVAG A associação teve início em 1981 e surgiu após a luta de dois pais de crianças com problemas auditivos. Em 2000, o grupo conseguiu uma sede própria, espaçosa e bem equipada. A equipe de profissionais cresceu e hoje atende e acompanha 180 crianças e adolescentes com problemas auditivos, além de adultos. Conveniado ao Sistema Único de Saúde (SUS) o Suvag oferece, de forma gratuita, um trabalho de importância na área de saúde au-

PROJETO MISCELÂNEA CULTURAL O Projeto Miscelânea Cultural é realizado através da Lei Djalma Maranhão, com o patrocínio da Unimed e apoio cultural da Faculdade Maurício de Nassau. O Projeto tem como objetivo geral desenvolver o potencial artístico do educando, através de oficinas de música, dança, teatro e artesanato, despertando e fomentando nos mesmos, e suas famílias, o interesse e a valorização pela cultura e tradições populares.

O Jornal de HOJE 19

CASA PARA CLINICA, ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA OU EMPRESA PRESTADORA DE SERVIÇOS Aluga-se no bairro de Lagoa Nova, perto de tudo, a pouco mais de 100 metros da Av. Salgado Filho, em rua sem problema de estacionamento, uma casa com 500 m2 de área construída servindo para fins comerciais. R$ 4 mil. Tratar direto com o proprietário pelo tel. 9981-9395.


20 O Jornal de HOJE

Natal, 19 de junho de 2012

Cidade

Terça-feira

Érika Nesi erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Enquanto no hemisfério Sul estamos em pleno lançamento do verão de 2013, no hemisfério Norte já se sabe o que vai ser usado no próximo inverno, como é o caso da Prada.

Hermès põe fim a falsificações A marca francesa desmantelou, com a ajuda da polícia francesa, um bando de contravenção. A empresa revelou que vários trabalhadores da marca foram demitidos na sequência do inquérito, não tendo no entanto confirmado se algum deles estaria entre as 12 pessoas que foram detidas por fraude, na semana passada. t

t

t

t

t

t

t Hermès contra a falsificação

O penteado do momento: le coque

Desfile da Têca - por Helô Rocha - no SPFW

São João pra lá de fashion

Beleza exótica Cabelo bicolor, olhos pretos e sobrancelha ruiva fizeram a exótica beleza da Prada de inverno 2013, em Milão!!! As modelos subiram na passarela e aparecem na campanha com um look completamente diferente de tudo. t

t

t

t

t

Alexandre Mulatinho e Janaína

Jorginho Bezerra e Marília Ivanoide Maia e Yatcha

t

t

t

Em sua estreia na SPFW, a Têca foi buscar no clássico de Júlio Verne a inspiração para seu primeiro desfile na São Paulo Fashion Week. Sob o comando da estilista Helô Rocha, trouxe uma coleção para moças que têm asinhas nos pés e estão sempre prontas para viajar.

t

t

t

t

Julio Verne

De cantil a tira-colo ou de chapéu de palha, estão preparadas para um verão colorido, estampado e que evoca os símbolos já clássicos (ou seria clichés?) das voltas ao mundo: balões, quadrante náutico, compasso, cordas, mapa mundi.

t

Truque... A única exigência é que tenha o cabelo suficientemente comprido para poder criar uma espécie de rolo no topo da cabeça. Quanto mais ostentoso e acima, melhor.

t

Têca foi noticia no Estadão

O coque está de volta: das passarelas para o street style, este é um penteado peculiar, mas que cai bem em qualquer ocasião.Por mais complexo que pareça, é bastante simples. t

t

O programa vivendo e aprendendo mostra, na prática, as necessidades e dificuldades que estão presentes no dia-a-dia das diversas áreas, contribuindo para formar uma equipe mais homogênea, ágil e coesa, e tem por objetivo proporcionar a troca de experiências entre todas as áreas de modo a fortalecer os valores, missão e cultura da Ancar Ivanhoe. t

Le coque chic

t

t

Vivenciar todos os setores do shopping

t

A Prada Womens wear inovou mais uma vez e apresentou um modelo de óculos inusitado para o Milão Fashion Week. Para o Outono/Inverno 2013, a grife aposta como tendência os óculos de sol totalmente futuristas e super coloridos. Lembrando que depois que ela lançou o modelo "barroque" que ainda hoje é febre, que vem se estendendo desde a estação passada, pode ser que acontece o mesmo com o novo modelito da grife.

Colaboradores do Natal Shopping e de outros 21 shopping centers da Ancar Ivanhoe, terão uma terça-feira diferente. É que hoje,no dia 19 de junho, a fim de aprimorar a integração entre as equipes do shopping, será realizada com todos os colaboradores uma troca de funções no programa Vivendo e Aprendendo.

Um sorteio realizado minutos antes do início do programa indicará qual função cada colaborador irá assumir durante a atividade. O "novato" será auxiliado por um profissional da área durante todo o tempo do exercício. No final, o grupo se reúne novamente para trocar experiências.

t

Falando nisso...

t

Tudo através de sorteio

Cabelo superliso e bicolor, iluminador nas têmporas, olhos pretos esfumados até a margem da sobrancelha, lápis branco na linha d'água, esfumado roxo na linha dos cílios inferiores e sobrancelha ruiva, assim foi a beleza da Prada t

t

Troca de funções no Natal Shopping

t

Será que vai virar moda?

t

t

Uma edição de 50 mil pares da nova sandália será vendida no Brasil, Estados Unidos, Europa e em outros países. E para celebrar este momento tão importante para a marca, 100% da receita líquida da venda dos produtos será revertida ao projeto Selo Unicef, iniciativa do fundo voltada aos municípios brasileiros para a melhoria da qualidade de vida de crianças e adolescentes. O novo modelo estará disponível a partir de 18 de junho.

t

t

t

Edição limitada UNICEF

A Prada no inverno 2013

t

t

Para a comemoração, Havaianas lança um modelo especial que foi inspirado na virada da marca que aconteceu nos anos 90, quando as pessoas tiveram a ideia de virar a sola das Havaianas para cima, criando a sandália de uma cor só.

t

As geometrias são grande tendência para o inverno 2014, Miuccia Prada, toda poderosa dona da Prada, que serve como base para todas as outras, sendo ela, quem dita várias tendências, acaba de lançar sua campanha de inverno 2013.

t

Havaianas celebra 50 anos com uma sandália especial

Bem antes da chegada oficial do verão, as campanhas para o Inverno 2014 das principais marcas de Moda internacionais já começam a dar sinais de vida. O mercado fashion nacional, começa agora a fazer um amplo trabalho de pesquisa sobre o inverno 2014. t

t

A linha Makeup Skincare da Dermage ganha novos itens e fica ainda mais completa. Novo primer, agora com tecnologia HD, bronzer mineral, blush mate e ainda muitas novidades para os olhos, como delineador, duas máscaras, lapiseira para realçar as sobrancelhas, lápis Super Black e apontador.

Campanhas internacionais de inverno 2013

t

t

Dermage lança novidades de make up

Esta investigação já contava com um ano de trabalho por parte da polícia francesa e, para alívio da marca, foi finalmente terminada. Pensa-se que as bolsas foram fabricadas na França, mas vendidas numa rede de distribuição paralela na Europa, EUA. e Ásia. O Ministério Público de Paris estimou o valor das vendas desta rede em 18 milhões de euros. t

Se não tiver o volume necessário, existem sempre opções e utensílios que recriam o penteado e facilitam, ainda mais, todo o processo. Basta ter um aqueles rabos de cabelo (estilo mega hair) que de certo que sairá um coque perfeito. t

A investigação...

t

Volume...

Lucinha e Marcone Oliveira

Rubens Fonseca e Suzana

Até amanha!

flip 19/06/2012  

cidade, esporte, politica, economia, cultura

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you