Page 1

Terça-feira

Ano XV w NATAL-RN,

27 DE NOVEMBRO DE 2012 w Nº 4.500

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> SUCESSÃO ESTADUAL ENTRA EM PAUTA

Para Márcia Maia, desgaste de Rosalba faz de Wilma “candidata natural ao governo” DEPUTADA QUE PRESIDE O PSB EM NATAL DIZ QUE POPULAÇÃO “JÁ LEMBRA COM SAUDADE” DO GOVERNO DE WILMA DE FARIA, PRINCIPALMENTE DIANTE DA “CATASTRÓFICA ADMINISTRAÇÃO DO DEM”. E GARANTE QUE EX-GOVERNADORA ESTÁ À DISPOSIÇÃO POLÍTICA 5 Wellington Rocha

> ELEIÇÕES 2014

Fátima convida PMDB e PV para fortalecerem a oposição a Rosalba POLÍTICA 3

> NA SEDE DA SEMSUR

Tumulto e confusão no cadastramento dos ambulantes do Carnatal CIDADE 7

> NO DIÁRIO OFICIAL

Prefeito decreta Estado de Calamidade Pública na Saúde de Natal CIDADE 6

Centenas de ambulantes disputavam uma das duzentas licenças para comercializar durante a maior festa da cidade

> PUNIÇÕES?

> BOA NOTÍCIA PARA PRODUTORES RURAIS

Wellington Rocha

Súmula da confusão no clássico complica o ABC e o América ESPORTE 15

> TESE DE DOUTORADO

Pesquisador aborda mistérios da morte no meio escolar CULTURA 17

> FIM DA VIOLÊNCIA

RN fortalece a luta internacional pelos direitos da mulher Heracles Dantas

RN receberá 38 mil toneladas de milho até o final desta semana. Desembarque e ensacamento estão acontecendo nos três expedientes

Milho subsidiado chega aos armazéns da Conab no Estado ECONOMIA 8

Mais uma ação foi realizada esta manhã em Natal CIDADE 7

Marcos A. de Sá

Túlio Lemos

Página 8

Página 3

w Decisão do PT no caso do médico Cipriano Maia continuará rendendo discussão. INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,07 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,18 R$ 2,07

Página 13

Página 12

w Câmara Federal discute novas regras para relações entre os shopping centers e seus lojistas. Euro x real R$ 2,68 Poupança 0,5% / 0,41% Taxa Selic 7,25%

Vicente Serejo

Daniela Freire

w PPS de Wober Jr tem lugar assegurado na futura equipe de Carlos Eduardo.

EMAIL REDAÇÃO:

w O governo virou uma ilha e fez nascer dentro dela a semente forte da oposição.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Jahyr Navarro Armando Negreiros Afranio Pires Lemos João Felipe da Trindade Fernando R. C. de Oliveira Sérgio Luiz Bezerra Trindade OPINIÃO - Página 2

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 27 de novembro de 2012

SÉRGIO LUIZ BEZERRA TRINDADE, professor do IF-RN (slbtrindade@yahoo.com.br)

Amancio

Terça-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Tupiniquinismo (I)

AFRANIO PIRES LEMOS, escritor (afrapil@yahoo.com.br)

Sempre que, em sala de aula, fiz críticas à esquerda brasileira (nunca me ajoelhei para esquerdistas e direitistas), os meus alunos me perguntavam se eu não era do PT ou de alguma outra legenda esquerdista. Quando eu dizia que não era petista, nem pedetista... eles ficavam estupefatos, porque invariavelmente os professores de humanidades, segundo a gurizada, são ideologicamente comprometidos com o ideário canhoto. Quase sempre, ao longo dos anos, votei em candidatos de esquerda. Nunca, no entanto, filiei-me ou me vinculei ideologicamente aos partidos que exprimiam uma postura esquerdista. Prefiro a independência à militância. E como independente, falo mal ou bem de qualquer um dos dois lados, fugindo do maniqueísmo proposto pelo radicalismo político (como se o mundo e a natureza humana pudessem ser explicados por apenas dois polos). Não saberia dizer exatamente em qual momento me converti num descrente em ideologias políticas. Talvez carregue comigo isso pela convivência estreita que tive com meu pai, ele mesmo um emocional em política, que me instruía a ler de tudo, mas sempre em doses ponderadas, pois se assim não fosse haveria o risco de eu me submeter, acriticamente, a algum credo político. Os radicais – de direita ou de esquerda – não conseguem entender o mundo fora dos estreitos limites por eles traçados. Por isso, muitos amigos e colegas estranham minha postura de bater sem piedade nos dois lados. Os de esquerda, então, mais intolerantes, acham inexplicável minha postura de vira-casaca (como se em algum momento eu tivesse dito que com eles estava), ficam boquiabertos quando eu elogio o capitalismo liberal e declaro meu amor, quase paixão, pela democracia liberal. Quando elogio os Estados Unidos da América, parece que emito um juízo positivo sobre o satanás. Logo, um brande o argumento de que os Estados Unidos são imperialistas e massacram ou massacraram a América Latina, a África e a Ásia, sem, no entanto, demonstrar se em algum momento histórico os impérios foram bonzinhos. A grande depressão dos anos 1930 (como a anterior, da segunda metade do século XIX) foi responsável pela radicalização política em grande parte da Europa, devido ao aumento do desemprego na classe média. Estudiosos do marxismo,

Dr. Dalton - VI

Artigo

Hobsbawm é um exemplo, dizem que sociedades como a francesa, por exemplo, nunca se converteram ao capitalismo liberal do século XIX, adotando uma postura jacobina. No mundo subdesenvolvido, na ausência de classes sociais mais definidas (não há uma burguesia e uma classe operária inteiramente desenvolvidas), misticamente criaram o povo, termo tão vago que pode incluir qualquer um que não seja proletário ou da alta burguesia. Não sei o que sou, mas sinto-me pessoalmente atingido quando algum revolucionário de sovaco ataca a elite reacionária. Ponho, de forma constrangida, a carapuça, visto que ganho minha vida decentemente, tenho nível superior, pós-graduação, propriedades, logo posso pertencer a ela. Talvez até por isso (por ganhar a vida decentemente) eu seja simpático à modernização capitalista e crítico de qualquer modelo de repartição igualitária da riqueza, mesmo porque, e isso é empírico, nenhum regime socialista conseguiu trazer um nível de vida razoável para a maioria da população. Os esquerdistas podem dizer que, dependendo do referencial, nenhum sistema capitalista também produziu isso, visto que ele apenas demarca de forma exponencial riqueza e miséria, mas pelo menos o capitalismo conseguiu criar riqueza, ainda que a distribua não muito bem. Foi a modernização capitalista quem transformou a Europa ocidental, os Estados Unidos e o Canadá, o Japão e agora a China em símbolos do progresso. Já no século XIX, o profeta do socialismo, Karl Marx, mesmo crítico da brutalidade dos capitalistas, ficara fascinado pelo sistema que pretendia destruir. No início do século XX, Lênin e Trótski, dois dos mais admiráveis pensadores socialistas, afirmavam que o capitalismo era uma necessidade. Temporária, mas uma necessidade. Marx falava que a crise geral do capitalismo seria a responsável pela eclosão da revolução socialista. Quem tem um mínimo de contato com a literatura marxiana sabe que ele nunca pensou que a revolução seria possível na Rússia ou na América Latina. Foi o fracasso em difundir a revolução comunista pelos países ricos que gerou o modelo de revolução autárquica criada na União Soviética e que Stálin batizou como marxismo-leninismo, sistema que, se nunca gerou riqueza, soube espalhar igualitariamente a pobreza.

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, sócio do INRG e do IHGRN (jfhipotenusa@gmail.com)

As raposas da Câmara Antes de vir para cá, em 1612, como governador e capitão geral do Brasil, Gaspar de Sousa recebeu uma carta de Filipe, Rei da Espanha e Portugal com várias recomendações, entre as quais a de nº 10 que dizia: Sou informado que por a povoação da capitania do Rio Grande ir em crescimento e não haver nela modo de governo nem quem administrasse a justiça e haver disso alguma queixa, e os capitães estarem absolutos, nem haver escrivão com que se pudesse agravar e apelar deles para a Relação, nem se puderem remediar as coisas que faziam mal feitas, o governador Dom Diogo Menezes com parecer da Relação ordenou que houvesse ali um juiz, um vereador, um procurador do conselho e escrivão da câmara e um tabelião e assim um provedor da fazenda, que era cargo que os capitães serviam e em que havia inconvenientes para minha fazenda, os quais ofícios proveu sem ordenado dela e que lhe não é necessário havendo câmara formada, conselho e oficiais a quem se possa recorrer e que com isto se acode ao remédio do povo e dos soldados por os capitães lhe acudirem com seus soldos pelo miúdo vendendo-lhe suas mercadorias como querem e por preços excessivos e depois recolherem suas praças ficando os soldados sem remédio, que é a causa porque pedem que se lhe mandem fazer suas pagas a dinheiro; e porque convém ter mais particular notícia do que nisto há e se deve guardar a ordem que o dito governador deu ou alterar se em alguma forma, vos encomendo me aviseis de tudo com vosso parecer. A partir dessa data o absolutismo dos capitães-mores ficou menor e houve muitos embates entre eles e o Senado da Câmara. Mas o tempo foi passando e, atualmente, o poder legislativo e o executivo se unem para os benefícios de cada um. A troca de favores garante a famigerada governabilidade, e os mensalões ou similares se espalham pelo país. As negociações se dão tanto através dos presidentes dos poderes legislativos como através de cada membro desses poderes. Aqui em Natal, além de cargos comissionados distribuídos entre alguns vereadores da base de apoio, havia também a prática de entregar a Companhia de Serviços UrbanosURBANA, ao presidente da Câma-

ra de vereadores. Mas surgiu outra combinação mais nociva ao poder executivo: os convênios de cessão de servidores da Câmara para a Prefeitura. Por ele, vários servidores são "cedidos" à Prefeitura, e distribuídos por várias Secretárias Municipais com ônus para estas últimas. Essas cessões são muitas vezes fictícias, pois diversos servidores continuam trabalhando na Câmara ou não trabalhando em canto nenhum. Quem acessar o Portal da Transparência da Prefeitura vai poder constatar esse absurdo. Este mês a Prefeitura, finalmente, disponibilizou na internet a relação dos servidores com os seus salários e lotação. É lá que encontramos servidores da Câmara recebendo pela Prefeitura, enquanto centenas de servidores terceirizados ou fornecedores estão sem receber um vintém. Esse tipo de convênio penaliza a administração municipal e favorece financeiramente a Câmara. Com a sobra de recursos que advém do uso desse convênio, a Câmara pratica outras ações que beneficiam todos os vereadores. Hoje é fácil entender porque a Prefeita da cidade tinha índices altíssimos de desaprovação e, ao mesmo tempo, uma base aliada invejável. Ao invés de fiscalizar o poder executivo, como era e é para ser, os vereadores, beneficiados pelo poder executivo, foram partícipes do caos administrativo e financeiro que deixou a cidade abandonada em seus serviços mais essenciais. As eleições para presidência da Câmara estão começando. O vereador Lucena prometeu, pelo que se lê nos jornais desta cidade, que se eleito haverá uma Câmara independente, sem pedir cargos e favores ao novo Prefeito. Diz mais que conta com 19 votos. Não acredito, pois uma prática nociva, de muitos anos não se acaba de uma hora para outra. Além disso, a independência da Câmara não se dá tão somente pela presidência, ela se dá, também, através de cada vereador. Finalizo com um recado para o prefeito: o Senhor suspendeu as atividades de algumas Secretarias e exonerou vários cargos comissionados. Cortou também o pagamento dos servidores da Câmara "cedidos" para Prefeitura?

Artigo

ARMANDO NEGREIROS, médico (negreiros@digi.com.br)

Sentenças e sentenças Recebo do amigo advogado Glênio Andrade uma sentença proferida em 1833, com o seguinte título: "Como se tratava o estupro em 1833" e diz que a fonte é o Instituto Histórico de Alagoas. A reprodução facsimilar de jornal avisa: Trata-se de língua portuguesa arcaica "ipsis litteris ipsis verbis". PROVÍNCIA DE SERGIPE. "O adjunto de promotor público, representando contra o cabra Manoel Duda, porque no dia 11 do mês de Nossa Senhora Sant'ana quando a mulher do Xico Bento ia para a fonte, já perto dela o supracitado cabra de em uma moita de mato, sahiu dela de supetão e fez proposta a dita mulher, por quem queria para coisa que não se pode trazer a lume, e como ela se recuzasse, o dito cabra abrafolou-se dela, deitou-a no chão, deixando as encomendas della de fora e ao Deus dará. Elle não conseguiu matrimônio porque ella gritou e veio em amparo della Nocreto Correia e Norberto Barbosa, que prenderam o cujo em flagrante. Dizem as leises que duas testemunhas que assistam a qualquer naufrágio do sucesso faz prova." "CONSIDERO: QUE o cabra Manoel Duda agrediu a mulher de Xico Bento para conxambrar com ela e fazer xumbregâncias, coisas que só o marido della competia conxambrar, porque casados pelo regime da Santa Igreja Cathólica Romana;" "QUE o cabra Manoel Duda é um supli-

Artigo

cante deboxado que nunca soube respeitar as famílias de suas vizinhas, tanto que quiz fazer também conxambranas com a Quitéria e Clarinha, moças donzellas; QUE Manoel Duda é um sujeito perigoso e que não tiver uma cousa que atenue a perigança dele, amanhan está metendo medo até nos homens." "CONDENO: o cabra Manoel Duda, pelo malefício que fez a mulher do Xico Bento, a ser CAPADO, capadura que deverá ser feita a MACETE. A execução desta peça deverá ser feita na cadeia desta Villa." "Nomeio carrasco o carcereiro." "Cumpra-se e apregue-se editais nos lugares públicos." "Manoel Fernandes dos Santos - Juiz de Direito de Porto da Folha Sergipe 15 de outubro de 1833" Para encerrar reproduzo a solicitação de uma mulher para mudar o próprio nome e a sentença do Tribunal de Justiça de Brasília, fato que corre na Internet como verdadeiro. O pedido: "Esmeralda, 5 de março de 2002. Eu, Maria José Pau, gostaria de saber da possibilidade de se abolir o sobrenome Pau do meu nome, já que a presença do Pau tem me deixado embaraçada em várias situações. Desde já, antecipo agradecimento e peço deferimento. Maria José Pau." A resposta do Tribunal: "Cara senhora Pau, sobre sua solicitação de remoção do Pau, gostaríamos de lhe dizer que a nova legisla-

ção permite a retirada do seu Pau, mas o processo é complicado. Se o Pau tiver sido adquirido após o casamento, a retirada é mais fácil, pois, afinal de contas, ninguém é obrigado a usar o Pau do marido se não quiser. Se o Pau for de seu pai, se torna mais difícil, pois o Pau a que nos referimos é de família, e vem sendo usado por várias gerações. Se a senhora tiver irmãos ou irmãs, a retirada do Pau a tornaria diferente do resto da família. Cortar o Pau de seu pai pode ser algo que vá chateá-lo. Outro problema, porém, está no fato de seu nome conter apenas nomes próprios e poderá ficar esquisito caso não haja nada para colocar no lugar do Pau. Isso sem falar que, caso tenha sido adquirido com o casamento, as demais pessoas estranharão muito ao saber que a senhora não possui mais o Pau de seu marido. Uma opção viável seria a troca da ordem dos nomes. Se a senhora colocar o Pau atrás da Maria e na frente do José, o Pau pode ser escondido, porque a senhora poderia assinar o seu nome como Maria P. José. Nossa opinião é a de que esse preconceito contra este nome já acabou há muito tempo e que, já que a senhora já usou o Pau do seu marido por tanto tempo, não custa nada usálo um pouco mais. Eu mesmo possuo Pinto, sempre o usei, e muito poucas vezes o Pinto me causou embaraços. Atenciosamente, Geraldo Pinto Soares - Desembargador - Tribunal de Justiça - Brasília - DF."

JAHYR NAVARRO, médico (jahyrnavarro@gmail.com)

Lembrando o "Potengy amado" Eu, muito mais velho. Ele, muito muitas direções. Depois do choque resultanmais sujo! te desse encontro, fomos para casa com a ideia fixa de atravessá-lo a nado no dia seA fase pré-adolescente da vida de uma guinte, o que só foi possível, meses depois criatura, muitas vezes é marcada pela de- de bem estudá-lo em todas suas minúcias. sobediência ou pela curiosidade em conheVencida essa etapa, partimos para alucer tudo que se situa ao seu redor. Há, quem gar um pequeno bote de um homem conheextrapole esses anseios, aventurando-se a um cido como "seu Zezinho", que morava na mundo desconhecido, pelo simples fato de redondeza. Passamos então a explorar todo fugir da inércia de seu temperamento. Este, o percurso entre a Base Naval e o Cais Tanunca foi o meu caso. Contudo, uma das mi- vares de Lira. Muita imprudência para a nhas ansiedades - que foram muitas - con- nossa idade, "mas, não se pode esperar casistia em conhecer o Potengy na sua inti- beças experientes, sobre ombros jovens." midade. Sentir a majestade de sua opulênDepois, com a contagem normal do cia, traduzida pela força da correnteza de tempo, atingimos a fase adulta e com ela a suas águas, mergulhar nelas e sobre elas moda do remo que empolgava a juventude danavegar com as minhas ilusões que foram quela época. Aos dezoito anos, associei-me ao tão passageiras, como essa fase da vida. Centro Náutico Potengy e o meu irmão ao Assim, num belo dia de uma semana Sport Club de Natal, respeitando-se o direito que há muito se perdeu no tempo, segui com da individualidade e a preferência de cada meu irmão Jurinha - Jurandyr - e mais dois um. Eram os únicos clubes náuticos em atiamigos de nossa rua e fomos para esse en- vidade e apesar de vizinhos, mantinham uma contro tão desejado. Descemos pela estrada exacerbada animosidade entre si, herdada dos que fica ao lado da Casa do Estudante e pros- antigos remadores e muito bem alimentada seguimos até o final, já bem perto do rio, pela nova geração. No Centro Náutico, fiz para conhecê-lo nos seus mínimos detalhes. parte de uma guarnição de iole a quatro, com Confesso que tive medo de sua mansidão, colegas do colégio Atheneu para disputar a redaquela coisa parada, silenciosa, como se es- gata oficial do ano seguinte, mas não foi postivesse pronta para um ataque de surpresa. Fui sível, pela coincidência da data com o vestialertado desde criança a ter cuidado com todo bular de odontologia que faria em Recife. tipo de mansidão, como também de toda e Passaram-se alguns anos e mesmo goqualquer proteção exagerada. Fiquei então, ob- zando as férias aqui na cidade, só dediservando aquele panorama com velhas em- quei minhas atenções ao Potengy, depois barcações encalhadas, outras ancoradas, a da conclusão do curso. No novo enconcor de betume de sua lama que cobria sua mar- tro, verifiquei – para a minha satisfação – gem exalando seu odor característico, o mo- como ele continuava saudável, com suas vimento da maré, ora num sentido, ora nou- águas aparentemente limpas e a coloração tro e o vai-e-vem de pequenos barcos em verdejante das folhas de seus mangues,

Artigo

atestavam o tom de sua vitalidade. Esse "rio que passou em minha vida", foi palco de muitas competições náuticas, de muitas regatas, passeios de bote em suas margens para pescar camarão, apanhar ostras em seus mangues e pegar caranguejos em suas gamboas. Aguardar a saída dos botes para a Redinha e neles pegar carona para saltar no meio do rio e voltar nadando para ganhar um prêmio que nunca existiu. Pular de um pontilhão que ficava em frente ao salão de dança da parte de trás do famoso cabaré Wonder Bar, "fazendo fita" para as prostitutas que a tudo assistiam. Saltar de uma altura de cinco metros de uma draga ancorada em frente ao Sport Club, sem o calor dos aplausos daquela plateia feminina. São lembranças quietas de um passado que marcou a vida de uma geração. Hoje, tudo está diferente. O rio, na sua magnitude, continua o mesmo, mas as nossas vidas tomaram rumos distintos. Eu, muito mais velho. Ele, muito mais sujo. Na minha vida tive e tenho o direito de defender-me de toda e qualquer ofensa. Ele, indefeso, aprisionado em seu próprio leito, padece de todas as agressões que lhes são impostas. Não podendo rebelar-se, transformou-se num depósito dos restos de uma cidade sem consciência. Aquela mansidão, que dela tanto me afastei quando criança, guardava a pureza que nele existia. Hoje, essa mesma mansidão esconde a vergonha do seu destino. O destino de um rio próximo às civilizações, está bem perto do homem próximo às civilizações. Cada um escondendo na clandestinidade do tempo, as dores do mundo no silêncio das coisas perdidas.

FERNANDO ROBERTO C. DE OLIVEIRA, assinante/colaborador (fernandorco@hotmail.com)

Memórias do DKV (1) Na década de 60 surgiu no Brasil um automóvel que teve muito a ver com a minha adolescência. O DKV. Meu pai adquiriu 4 desses saudosos veículos que serviram à nossa família por mais de uma década. Como esquecer de alguém que me acompanhou dia e noite pelas desertas ruas da provinciana Natal, em muitas aventuras e desventuras, tudo começando por umas "voltinhas" no quarteirão do tranquilo bairro de Petrópolis, ainda com 13 anos de idade. Até a velha e querida bicicleta importada ficou esquecida num canto do quarto de despejo. Lembro-me como se fosse hoje da primeira "perua", como era chamada, parecida hoje, mal comparando, aos veículos utilitários modernos Era da cor azul celeste, um pouco desbotada, mas para mim a mais cintilante e mais bonita da cidade.

Nem me incomodava com aqueles rivais donos de outras marcas que diziam ter um barulho de máquina de fazer pipoca. O que valia era a sua "valentia", quando esquentava o motor, e saía "veloz", atendendo aos meus primeiros e fascinantes comandos. Para mim era motivo de regozijo a "obrigação" de deixar e apanhar as minhas irmãs mais novas, na Escola Doméstica a bordo da primeira "perua" DKV lá de casa, entrando por um largo portão, e saindo por outro, indo pelo que achava um estreito corredor sem fim, mas que na verdade, com o passar já achava muito curto, sem graça, e até largo. Afinal, já saía de Petrópolis, alçando voos mais longos ao pé do morro do Tirol, sem falar na resenha das alunas que ficava paquerando ao término das aulas na sombra do pátio. Mas, um dia, estando lépido e fagueiro numa fugida passeando pelas ruas da cidade,

tive que virar um veterano no volante. Quem foi daquela época se lembra da figura de "Ripuxo" o único agente de trânsito que fazia medo, exigindo a "carteira" de motorista dos que não tinham. "Ripuxo", acho, vinha do seu imenso bigode que cofiava para cima e para baixo, num tique nervoso esquisito. Como já conhecia também o único veículo que ele utilizava para seu intento, um jipe azul, um belo dia, olhando pelo retrovisor senti a sua presença ameaçadora e tentei fugir pelas ruas de Petrópolis em disparada. Não adiantou. A curva da Av. Nilo Peçanha para a Seridó não coube na perícia do fugitivo e subi o meio-fio. E por aí terminou a minha primeira fase de "motorista" escanchada naquele meiofio, que só recomeçou alguns longos dois anos após meu pai esquecer a aventura.

– E essa história do Afrapil? – Pois num é, cara! Começou por aí e lá se vai, lá se foi, acabouse. A gente ficava no Atheneu, assistindo aulas dos professores Clementino Câmara, Álvaro Navarro, Esmeraldo Siqueira, Alvamar Furtado, Monsenhor Mata, Professor Celestino, D. Lourdes Guilherme, Dr. Custódio, Waldemar de Oliveira, além de figuras como Tio Emidio, sêo André, sêo Luiz, sêo Macedo e sêo Sergio, o melhor de todos eles. – Pra você seria prova de liderança? – Não pensava nisso. Talvez até fosse pro Ivanildo Deus, que liderou passeata estudantil em 1942, tempo de guerra, Natal cheia de soldado americano, marines, aviadores, e ele à nossa frente, engraçado nas assertivas. Então pra mim aqueles surtos de revistinhas e desenhos, e para os que comigo conviveram, cada um cuidando de sua vida, seria prova de que nascera eu pro jornalismo; e iludia com história de advocacia. – Verdade? – Naquele tempo, já 1943-44 quando criei esse jornalzinho Afrapil, foi como semente que se desenvolvia num jornal que circulava pela nossa sala e alguns dos alpendres do Atheneu. Seriam as primeiras HQ feitas por aqui. Bem feitas ou mal feitas, eram feitas com vontade de chegar. – Com esforço? – Tou dizendo. Com esforço e suas consequências. Havia ali nossos heróis, como o Capitão Preto e Branco. Naquele tempo todo herói tinha que ser capitão. Só depois de muitos anos surgiu o Sargento Rock, que não foi longe, embora ainda haja resquício de histórias suas nas livrarias. Só o Recruta Zero avançou. – Lembro-me. – Pois é. Como a revistinha não dava pra quem queria, e era feiinha demais, criei a Afrapil Lemosada, que me dava mais condições de atrair leitores. Vocês vejam ai! Revistinha de adivinhações, cartas enigmáticas, curiosidades. E palavras cruzadas. Naquele tempo sem dois terços do que significam hoje. E deu mais certo. Não vêem como Dr. Dalton falou? Sensação! Tanto que, marcando bem a passagem, entre os colegas havia o Aurino Silva, que morava na Avenida Um. Ele entusiasmou-se com a Afrapil e inventou então a revista Auri, nome do principal herói, o AuriX, soldado da Polícia, que nas horas sufocantes, transformava-se no personagem principal da revista, e perseguia bandidos com um saco cheio de maças. – Maçãs? – Bom, ele foi o criador. E me lembro de que na perseguição, atirava maçã nos bandidos. E de moto. Ele teria uma Harley Davidson. Houve protestos. Como a gente, naqueles idos, não dispunha de tanta maçã, além de caras, sua jogada tinha o objetivo de atrair multidão, e segurar bandidos, pois ninguém jogaria maçã no mato, à toa, sem justificativa científica. – Atirando maçã no bandido? Numa moto? – Veja bem. Sinta a emoção do Aurino. A boa intenção dele, como idealista, patriota e coisa e tal. Havia de se fazer algo pra se pegar bandidos. Pelo menos essa era a intenção de Auri-X. Então o ato, caro - vá lá que fosse. Qué que tem? – Atirando maçã? – Qué que tem, cara? A gente tava na Guerra. A guerra nos trouxe a maçã. Antes ninguém do meu tope, - ora do meu tope! - sabia o gosto de maçã. E de repente, ai por uns l20 mil réis, você poderia comprar caixa delas no melhor mercado de Natal. E se dispunha a atirá-las contra bandidos em fuga. Certamente levado por estratégias. O povo correria atrás e, ao mesmo tempo, alertaria que ali tinha coisa. Havia bandido nas artes. – Com todo respeito, acho... – Não acha nada, cara. A história foi feita, existiu na revista Auri, minha concorrente, e o Auri-X. Eu não lhe disse nada, e até o elogiei. Embora depois, analisando friamente, e com pé atrás, lhe pedi visse o caso com mais cuidado... A POESIA SERVE, SIM INVOCADO Pela janela chega-me som de balalaica como se fosse russo o beco onde vivo O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056570), por fax (0xx84 3221-5058) e por email: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, endereço e telefone. O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 3

Fátima quer PMDB de Garibaldi e PV de Davim no bloco de oposição a Rosalba DEPUTADA DO PT QUER UNIR PARTIDOS DA BASE DE DILMA EM UM GRUPO DE OPOSIÇÃO AO DEM NO RN PARA 2014 ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Adeputada federal Fátima Bezerra (PT), uma das líderes da oposição no Rio Grande do Norte, defendeu nesta terça-feira a presença do PMDB e do PV no bloco de partidos que combatem a gestão da governadora Rosalba Ciarlini (DEM). Provável candidata ao Senado, a petista afirmou que o PMDB, que no plano federal participa da base de apoio à presidente Dilma Rousseff (PT), nunca deixou de ser um potencial aliado do PT no Rio Grande do Norte. "Acho que seria muito bom para o Rio Grande do Norte que em 2014, junto com a reeleição da presidenta Dilma, nós pudéssemos apresentar um projeto aliado para os governos federal e estadual", afirmou a parlamentar. O convite surge em meio às sinalizações de rompimento do PMDB em relação ao governo Rosalba Ciarlini. O ministro da Previdência, Garibaldi Filho, disse que o partido irá discutir, em fevereiro, se

permanece aliado ao governo democrata. Neste final de semana, ele revelou existir no Palácio do Planalto intenções voltadas para o alinhamento entre PT e PMDB nos estados para as eleições de 2014, quando Dilma deverá disputar a reeleição e quer ter palanques coesos nos Estados. No Rio Grande do Norte, o PMDB, parceiro central do PT, é aliado ao DEM, adversário no plano nacional. "Primeiro eu acho que o PMDB nunca deixou de ser um potencial aliado do PT, enquanto partido que no plano nacional é da base do governo Dilma. O que ocorreu aqui no estado é que a sua aliança com o DEM nos afastou e isso sempre foi claro tanto da nossa parte quanto da parte do PMDB", afirmou a deputada Fátima Bezerra, em entrevista ao Jornal de Hoje. "Agora, a partir do momento que o partido venha a romper com o DEM, nada impede que nos sentemos à mesa para discutir os projetos futuros e eu defendo que o PMDB, assim como o PV, agora

Wellington Rocha

Fátima: “Eu acho que o PMDB nunca deixou de ser um potencial aliado do PT, enquanto partido que é da base de Dilma” com a direção do senador Paulo Davim, venham sim a compor, junto com o PT, PC do B, PDT, PSB, PSD,

entre outros partidos da base, uma frente de oposição ao governo do DEM", declarou a parlamentar.

CHAPAS Instada a falar sobre a pretensão de disputar o Senado, Fátima

Bezerra foi cautelosa. "O PT ainda não iniciou o debate sobre 2014, daí entender que é muito cedo para se falar em formação de chapa". Apesar disso, a parlamentar lembrou que o bloco de partidos formado por PT, PSD, PDT, PSB e PC do B saiu fortalecido das últimas eleições, especialmente em colégios eleitorais importantes, como Natal e Parnamirim, onde a deputada teve atuação expressiva. "Mas essa é uma discussão que caberá ao conjunto dos partidos e a cada partido internamente. Além disso, podemos ter novidades nesse bloco", avisa, fazendo menção a um eventual racha na base de Rosalba. "E se o PMDB vier mesmo a romper com o DEM e passar a integrar uma frente de oposição? E se o PV também vier a se reposicionar com relação ao governo do DEM? Enfim, o PT, através das suas instâncias partidárias, vai realizar o debate, tendo em vista não só o projeto de reeleição da presidenta Dilma quanto o nosso crescimento no plano regional", analisou.

Deputada apoia a decisão de Cipriano aceitar cargo na Prefeitura Em relação ao PT, a deputada Fátima disse apoiar a decisão do médico e pró-reitor da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Cipriano Vasconcelos, de aceitar ser secretário de Saúde de Natal e permanecer no Partido dos Trabalhadores. A posição da parlamentar afronta a resolução do partido, que é pela não participação de petistas no governo Carlos Eduardo.

Instada a responder se apoia a posição de Cipriano, Fátima respondeu: "Sim, tanto que eu defendi que o PT revesse a decisão anterior e principalmente do convite feito a Cipriano que não é apenas um filiado do PT. Doutor Cipriano foi Diretor do Departamento de Apoio à Descentralização do Ministério da Saúde no primeiro governo Lula, pró-reitor de extensão da UFRN e é um dos maio-

res quadros em saúde pública e sanitarismo que o PT dispõe, reconhecido tanto a nível local quanto nacional", disse Fátima. "Cipriano é um profissional extremamente respeitado e capacitado para exercer o cargo para o qual foi convidado e entendo que o PT não pode se negar a dar essa contribuição à cidade". No último sábado, o PT ratificou a resolução da legenda que con-

dicionou o apoio a Carlos Eduardo no segundo turno da eleição em Natal a não participação da legenda numa eventual futura administração do pedetista. Durante a reunião da executiva municipal, Fátima defendeu a mudança do teor do documento. "Eu defendi que o PT acatasse a sugestão do Setorial de Saúde do PT e aceitasse rever a decisão, diante dos fatos novos, que foram o

telefonema do prefeito eleito Carlos Eduardo ao presidente do diretório municipal do PT, Carlos Araújo, expressando o convite formal ao PT para participar do governo e do convite feito ao Dr. Cipriano Maia de Vasconcelos", explicou. A deputada argumentou, ainda, que o PDT, partido de Carlos Eduardo, ao contrário do DEM, é um aliado histórico do projeto nacional do PT

e é o governo que a gestão da presidente Dilma Rousseff terá como parceira para recuperar Natal. "Entendo que resgatar o SUS e recuperar o sistema público de saúde em Natal são motivos mais que suficientes para que o PT aceite contribuir com a gestão e a população de Natal. Infelizmente, a maioria do diretório não pensa assim. Cabe a mim respeitar, embora discorde", finalizou a petista.

> DIVERGÊNCIAS INTERNAS

Vereador afirma que o PT está tomando atitudes “autoritárias” JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vereador eleito do PT, Hugo Manso, reportou-se sobre o imbróglio envolvendo o partido e o filiado Cipriano Vasconcelos que está sendo ameaçado de expulsão pelo presidente do Diretório Municipal de Natal, Carlos Araújo, em razão de ter decidido participar da futura administração Carlos Eduardo na condição de secretário de Saúde. Ele diz não concordar que o Partido dos Trabalhadores adote decisões autoritárias, como expulsão do filiado, por exemplo. "Temos que encontrar uma maneira de convivência sem precisar de atitudes autoritárias", disse Hugo Manso, reconhecendo existir uma resolução do partido proibindo a participação de integrantes do PT na administração de Carlos Eduardo. "Estão antecipando essa discussão desnecessariamente", disse ele.

No entendimento de Hugo Manso, o PT deveria sim, se reunir com o prefeito eleito de Natal para discutir os graves problemas da capital, independentemente de participar ou não, da sua administração. "A posição do diretório de Natal é ruim. Nada impede que integrantes do PT reúnam-se com o prefeito Carlos Eduardo para discutir a cidade e cada um dar sua contribuição independentemente de cargos, mas o partido não quer, o que não é correto", criticou o petista, opinando que o PT deveria ter um gesto de desprendimento como teve o vereador Fernando Lucena ao levar o prefeito Paulinho Freire para conversar com os garis visando o melhorar Natal. "O PT deveria também ter um gesto de grandeza sugerindo melhorias para a educação, saúde ou qualquer outro setor. Foi um gesto de grandeza que deveria ser seguido", ressalta o vereador eleito. O mesmo comportamento o ve-

reador eleito Hugo Manso diz que terá quando assumir o mandato na Câmara Municipal de Natal a partir de janeiro do próximo ano. "Pretendo contribuir com a cidade. Não serei do contra e procurarei criar facilidades para que o prefeito tire Natal dessa situação de dificuldades em que se encontra", disse Hugo Manso, lembrando que no momento é preciso a união de esforços de todos os políticos no sentido de ajudar o prefeito de Natal, Carlos Eduardo. “NÃO PODEMOS SER INTRANSIGENTES” "Num momento em que pedimos votos para eleger Fernando Lucena presidente da Câmara Municipal de Natal não podemos ser intransigentes". A frase foi pronunciada pelo vereador eleito, Hugo Manso, ao falar sobre o caso Cipriano Vasconcelos, integrante do PT que foi convidado para ser auxiliar do prefeito Carlos Eduardo, do PDT,

mas está sendo questionado pelo seu próprio partido, o PT. Ele lembra também que o seu partido perdeu a eleição, mas no segundo turno apoiou o candidato do PDT. "Votamos em Carlos Eduardo para melhorar a cidade, e o nosso partido não pode ficar ausente dessa discussão", ressalta. Questionado sobre o processo sucessório na Câmara Municipal de Natal, Hugo Manso diz o seguinte: "Tem um grupo importante de vereadores apoiando Fernando Lucena, do PT, mas ainda existem indefinições porque não sabemos quem vai tomar posse no caso dos mandatos de Raniere Barbosa e George Câmara que estão sendo questionados. No entanto, as articulações continuam", observa, lembrando que até o momento pronunciaram-se como postulantes, além de Fernando Lucena, a professora Amanda Gurgel e o vereador Adão Eridan. (JP)

José Aldenir

Vereador eleito Hugo Manso: “A posição do Diretório do PT de Natal é ruim”

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS DECISÃO Permanece a discussão a respeito da decisão do PT em não permitir que filiados façam parte da gestão de Carlos Eduardo. Afinal, não deixa de haver um certo paradoxo partidário, na medida em que o PT foi às ruas e pediu voto para o prefeito ser eleito e não aceita participar de sua gestão. PUNIÇÃO Porém, se o partido decide evitar comprometimento com a futura gestão, e tem seus motivos para isso, cabe ao filiado se submeter ao crivo partidário. Quem assim não procede, realmente deve ser punido. O caso do médico Cipriano Maia é simbólico: Se ele é fundador do PT e respeita o partido, sua postura de desafio e constrangimento ao PT é inadequada. O PT está certo em promover sua expulsão. O cargo não pode ser superior ao partido. EXEMPLO Claro que o PT não é exem-

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / twitter: @tuliolemosrn

plo de coerência em suas posições. Afinal, basta verificar dois casos concretos que veremos que há graves falhas de postura. Em Natal, o partido quer expulsar um médico que aceita ser secretário de Saúde; em São Paulo, o mesmo partido faz movimento em favor de um corrupto condenado pelo STF como José Dirceu, que deveria ser expulso da legenda. Porém, independente dos equívocos cometidos em um país continental, para se fazer respeitar pelo menos internamente como partido político, suas decisões precisam ser cumpridas. SILÊNCIO O senador José Agripino é seletivo a respeito de seus comentários. Sobre o caos no Governo Rosalba Ciarlini, nem um pio; a respeito das denúncias de Caixa 2 para eleger a Rosa para o Senado, silêncio sepulcral. A respeito da Operação Porto Seguro, que jogou na cadeia a ex-secretária de Lula, o pai de Felipe imediatamente deu sua opinião.

IGUAIS Na verdade, Agripino só faz o que os demais políticos fazem: silenciam quando o tema é indigesto e soltam o verbo quando o assunto é negativo para seus adversários. O PT não é diferente. Desceu a lenha em Joaquim Barbosa, que condenou Dirceu e companhia; quando o mesmo Barbosa condenar o povo do PSDB no Mensalão mineiro, vai virar ídolo. INVESTIGAÇÃO Aclasse política se mobiliza para aprovar a PEC 37, que tramita no Congresso e retira poderes de investigação criminal do Ministério Público. Como toda instituição, o MP é formado por pessoas e é passível de erros e excessos. Mas as falhas pontuais não justificam a exclusão dos promotores de Justiça no processo de investigação. Onde houver equívoco, que haja punição, mas o MP é imprescindível para o combate à corrupção no poder público. ELEIÇÃO Por falar em Ministério Públi-

co, o promotor de Justiça Rinaldo Reis Lima, que está em gozo de férias, aproveita a folga para conquistar o voto dos colegas para ser eleito procurador geral de Justiça, cargo ocupado com mérito por Manoel Onofre Neto. Rinaldo é experiente e um dos mais respeitados promotores do RN, pela seriedade com que sempre se conduziu no MP. Deverá ser eleito pela categoria, que só tem a ganhar com a vitória de Rinaldo. MULHERES As mulheres mossoroenses são mesmo corajosas. A cidade que é governada por uma mulher e teve como candidatas principais no pleito eleitoral as bravas Cláudia Regina e Larissa Rosado, as promotoras eleitorais Ana Ximenes e Karine Crispim mostram coragem ao denunciar outra "personalidade" do sexo feminino, a governadora Rosalba Ciarlini. MULHERES II Coragem e dedicação ao traba-

lho. Para quem não sabe, o pai de Karine Crispim sofreu dois infartos e, mesmo assim, a promotora não abandonou o processo eleitoral de Mossoró. Viajou para a Paraíba, de onde é natural, e logo voltará para continuar no caso. ROYALTIES O Rio de Janeiro, que vai perder com a redistribuição dos royalties do petróleo, fez ontem uma passeata com mais de 200 mil pessoas em protesto contra a mudança e pedindo o veto da presidente Dilma. O RN também vai ser prejudicado por ser um Estado produtor, mas a governadora Rosalba Ciarlini não deu uma palavra até hoje sobre o assunto. MUDANÇA O ex-deputado Carlos Augusto Rosado assumiu a Casa Civil do Governo da mulher Rosalba Ciarlini há cerca de 20 dias. Experiente e conhecedor da política e dos políticos, criou uma expectativa que a gestão, que está engessada, iria ganhar novo ritmo. O problema é

que a própria classe política já verificou que não houve mudança. Ou seja: O que não era bom, não melhorou; o que era ruim, pode ficar ainda pior. LANÇAMENTO O desembargador federal Edílson Pereira Nobre Júnior, membro do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, fará tarde de autógrafos na próxima quinta-feira, dia 29. Nobre lança o livro "Jurisdição Constitucional - Aspectos Controvertidos". O evento, a partir das 17h30, acontecerá no Átrio do edifício sede da Justiça Federal do Rio Grande do Norte, no bairro de Lagoa Nova, em Natal. GOVERNADOR De um político com vários mandatos populares no currículo: "Escute eu vou dizer: "Waltinho, esse menino de Garibaldi, vai ser governador do Rio Grande do Norte. Não sei se vai ser agora, em 2014 ou mais adiante, mas sei que ele vai ser governador. O menino é jeitoso e tem conteúdo".


Natal, 27 de novembro de 2012

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Um ajuste que conturba Atabalhoada no ajuste de normas regulatórias da economia, a administração federal confunde o empresariado. Na escala de valores, é dirigido a ele, pilar nobre do desenvolvimento, o projeto de mudanças. Ouvem-se, porém, ali e acolá, comentários reveladores de desconfiança do empreendedor sobre o resultado das providências de iniciativa da equipe econômica e avalizada pelo Palácio do Planalto. nnn O problema dos empresários consiste, sobretudo, na maneira de realização das reformas; não no fim. O interesse corporativo é de manter – e, veja só, reforçar se houver espaço – a máquina estatal. É na composição dessas conveniências que a presidente da República tropeça. Daí o porquê de o esperado sucesso transformarse em instabilidade. nnn Busca-se o corte nos custos de produção, para dar de volta ao Brasil o que ele teve e perdeu – competitividade industrial. Se os manufaturados não tivessem desequilibrado o pé de apoio, seria outra a classificação do país no ranking internacional do desenvolvimento. Somada ao alto rendimento da agropecuária e da produção mineral, a indústria manufatureira ajudaria a escancarar a porta que leva ao futuro. nnn Delfim Netto, mestre de uma geração e nome com registro natural na história econômico-financeira nacional, diz que “deveríamos estar disputando com os Estados Unidos, e não só a China como ocorre agora, o lugar de potência econômica número um”. nnn Hoje, está no sexto lugar.

Culpa no cartório Sobre o mais recente caso de corrupção na República acabrunhada. O Planalto preocupa-se com a possível convocação – provável, não – de Rosemary Noronha pelo Congresso. nnn Sob pressão, a ex-chefe de gabinete do escritório da Presidência da República em São Paulo “abre a guarda”, segundo um parlamentar do PSB que a conhece desde a época de Lula da Silva na chefia do governo. Foi o petista quem patrocinou a ascensão de Rosemary, antipatizada pelos funcionários da repartição e visitantes sem a marca de importante.

Política

Terça-feira

João Faustino autografa “Eu Perdoo” na próxima quinta-feira E X- DEPUTADO

RELATA MOMENTOS DE SUA VIDA QUE EXIGIRAM PERDÃO Ciro Marques

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O professor João Faustino Ferreira Neto autografa o livro "Eu Perdoo" na próxima quinta-feira a partir das 19 horas no Salão Paroquial da Igreja Santa Terezinha em Petrópolis. A obra literária trata de fatos e versões sobre a vida política brasileira e também aspectos pessoais que maltrataram o autor e exigiram, segundo o próprio, uma atitude de perdão. João Faustino descreve desde o assassinato do seu pai em 1951 quando Natal tinha apenas 150 mil habitantes, a fatos políticos que marcaram a vida do País, tais como, eleições diretas para presidente da República, anistia e redemocratização. "O livro também dedica espaço à eleição de 1986 quando não obtive sucesso eleitoral", observa o ex-deputado e ex-senador, que perdeu a eleição de governador do RN para Geraldo Melo. No livro "Eu Perdoo", o autor fala sobre a "Operação Sinal Fechado" que o envolveu. De acordo com Faustino, o livro fala sobre sua inocência nesse caso e segundo ele, "retrata também, a minha inocência e os desacertos cometidos pelas autoridades responsáveis por essa ação policial. Diz, por exemplo, após narrar momentos sofridos da minha vida que passados quase 2 anos entre investigação e indiciamento, nunca

Faustino: “O episódio que se abateu sobre mim não me fez refém de nada, nem da mágoa, nem da tristeza traiçoeira” me concederam a oportunidade de ser ouvido". E assinalou o autor do livro "Eu Perdoo" numa das suas citações: "O episódio mais recente que se abateu sobre mim e sobre minha família não me fez refém de nada, nem da tentação da mágoa, nem da tristeza traiçoeira, nem tampouco do ódio destruidor, areia movediça do solo da alma". APRESENTAÇÃO E PREFÁCIO "Eu Perdoo" tem apresentação

do senador Aloysio Nunes Ferreira, ex-ministro da Justiça e prefácio do professor Diógenes da Cunha Lima, presidente da Academia Norte-riograndense de Letras. Contém comentários de Alexandre Morais, constitucionalista brasileiro, e de Marcelo Nobre, ex-integrante do Conselho Nacional de Justiça. Foi editado pela RN Econômico. "O primeiro questionamento sobre a obra é o título Eu Perdoo, dentro de um contexto político e a resposta vem de imediato formulada pelo próprio

autor: "O livro retrata aspectos da minha vida que me maltrataram e que exigiram uma atitude de perdão, daí o título", esclarece o professor João Faustino Ferreira Neto. Por fim, ele esclarece que o livro tem um personagem que se chama João e que toda narrativa é em função dele. "No final, o personagem é identificado com o autor, todavia as pessoas que conhecem a vida do ex-deputado e ex-senador facilmente o identificarão no contexto da narrativa".

João Faustino admite retornar à vida pública, caso Agripino seja ministro Fundador do PSDB no Rio Grande do Norte, o professor João Faustino Ferreira Neto não descarta voltar à vida pública, já que atualmente é suplente do senador José Agripino. Ele diz admitir a possibilidade caso o senador do DEM seja convocado para assumir um ministério num possível governo do PSDB com a eleição do senador Aécio Neves para a presidência da República. João

Faustino é atualmente filiado ao PSDB e assumiu o Senado no lugar de Garibaldi Filho, quando o peemedebista licenciou-se por problemas de ordem pessoal. Foi deputado federal em 4 legislaturas e no Estado, João Faustino exerceu o cargo de secretário da educação no governo Tarcísio Maia. Questionado sobre o atual momento político estadual, João Faustino afirmou o seguinte: "O

Rio Grande do Norte precisa de renovação, já que é o único Estado onde continua predominando os grupos tradicionais que são representativos, contribuíram para o desenvolvimento do Estado, mas se cristalizaram nos cargos que ocupam. Entretanto, vejo de forma positiva o surgimento de novos quadros que ainda não caracterizaram a renovação que se deseja", disse o ex-deputado, acrescentan-

do: "Os sinais mais consistentes de renovação foram traduzidos por Micarla de Sousa e Rosalba Ciarlini. A primeira concluiu o mandato de forma lamentável e a segunda, ainda com poder de recuperação caracteriza-se nos quase 2 anos de governo numa mera expectativa". E concluiu: "torço para que a possibilidade de renovação não se apresente totalmente frustrada". (JP)

> FINALMENTE Onda para surfar Em São Paulo, amplia-se a aliança PT-PMDB. Iniciada no segundo turno da eleição para a prefeitura, a coligação adquire contornos de durabilidade. Pelo menos, para o próximo pleito. As duas legendas acertam a montagem da chapa para a sucessão no Palácio dos Bandeirantes, daqui a dois anos. O petismo indica o candidato a governador; um peemedebista fica com a vice. nnn Na capital, a advogada Luciana Temer (foto), filha de Michel, vice-presidente da República, vai integrar o secretariado do prefeito (eleito) Fernando Haddad. Possivelmente, fica com a pasta de Assistência Social. Sob o governo do tucano Geraldo Alckmin, foi secretária estadual da Juventude, Esporte e Lazer (2001 a 2002).

LEITURA DINÂMICA t No segundo semestre

de 2013, o Mensalão do PSDB entra na pauta do STF. O réu de maior evidência é o deputado Eduardo Azeredo. O tucano coleciona mandatos em Minas Gerais. Foi governador, senador e prefeito de Belo Horizonte. t Dalva Maria Carvalho Mendes, carioca, é a primeira brasileira a integrar o almirantado. Médica, ela está na Marinha desde 1981. t Quinta-feira, Teori Zavascki, catarinense do Faxinal dos Guedes, veste a toga de ministro do Supremo Tribunal Federal. É o terceiro indicado pela presidente Dilma Rousseff. Cármen Lúcia (Minas

Gerais) e Luiz Fux (Rio de Janeiro) completam o trio. t Boa aposta: a Selic, taxa referencial dos juros, deve ser mantida no percentual 7,25 ao ano. Hoje e amanhã, no Banco Central, reúne-se o Copom (Comitê de Política Monetária). t Cuide do seu filho antes que um traficante o adote. t É generalizada a constatação de dramaticidade na estimativa de perdas do Rio de Janeiro na redistribuição de royalties do petróleo. O governador Sérgio Cabral, filho, do PMDB, cultiva o esporte do exagero. t Para refletir: “Quero a delícia de poder sentir as coisas mais simples” (Manuel Bandeira, poeta brasileiro).

Governo do Estado do RN confirma que pagará duodécimo integral ao TJ e ao MP Demorou. Mais de um mês, inclusive. Mas parece que agora o Governo do Estado decidiu parar de discutir a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) e realizar o repasse integral do duodécimo ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN). Em nota oficial, o secretário de Comunicação, Alexandre Mulatinho, confirmou que o Poder Executivo repassará "conforme acordado com Tribunal de Justiça (TJ/RN) e Ministério Público (MPE)" os valores referentes ao duodécimo de novembro. No caso do TJ, especificamente, será cumprida integralmente a decisão liminar do

STF, assinada pelo ministro Ricardo Lewandowski. Ou seja, além de novembro, serão repassados os valores também de outubro e dezembro. O descumprimento da decisão do STF foi noticiado na semana passada pel'O Jornal de Hoje. Quase um mês após a primeira decisão liminar de Lewandowski, o Executivo ainda não tinha repassado integralmente os valores referentes a outubro. Dos R$ 57,4 milhões, haviam sido transferido apenas, aproximadamente, R$ 47 milhões, segundo o Portal da Transparência. Mesmo assim, o TJ preferia conti-

nuar as negociações para que fosse pago o restante a entrar novamente com pedidos de punições por descumprimento da decisão por parte do Governo do Estado. Segundo a Secom, na segundafeira, a Secretaria de Planejamento e das Finanças (Seplan) informou, por meio de ofício, ao TJ e MP a confirmação das transferências financeiras. Vale lembrar que além de outubro, novembro e dezembro, o TJ solicitou também ao STF que o Executivo repasse R$ 14.293.084,76 que não foram transferidos e são referentes ao mês de setembro, além de R$ 72.180.518,27 atrasados de

junho a agosto. Contudo, essa parte do pedido foi indeferida na decisão liminar de Ricardo Lewandowski e deve ser analisada, apenas, quando o mérito for julgado. Vale lembrar, também, que apesar de duas decisões liminares (a primeira datada do dia 25 de outubro), o Governo do Estado tinha continuado a justificar que o repasse integral era inviável devido a situação das contas da gestão. O mesmo argumento, inclusive, que foi desconstituído pelo ministro do STF quando proferiu a segunda decisão desfavorável ao Executivo, já em novembro.


Política

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 5

“Desgaste de Rosalba coloca Wilma como candidata natural ao governo” F ILHA

DA EX- GOVERNADORA LANÇA A MÃE CANDIDATA NOVAMENTE AO

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Presidente do Diretório do PSB em Natal, a deputada estadual Márcia Maia disse que a vice-prefeita eleita de Natal, Wilma de Faria (PSB), é um nome "natural" para disputar o governo do Estado, o Senado ou a Câmara dos Deputados em 2014, como representante da frente de partidos composta por PT, PSD, PDT e PC do B. "O nome da governadora é lembrado pela população para governo e Senado, sobretudo governo, o que é natural diante da péssima, da catastrófica administração estadual", afirmou Márcia Maia esta manhã ao ser abordada sobre o assunto. Segundo ela, é natural que a população se recorde com saudosismo do governo Wilma (2002 a 2010), o que seria potencializado com o desgaste da atual administração. "A avaliação da administração estadual (Rosalba) é a pior possível, mais de 70% da população reprova, e a população lembra com saudade da administração de Wilma, dos investimentos que foram feitos na infraestrutura, como a saúde funcionava, a assistência social e outras politicas públicas, que não eram perfeitas, mas que funcionam e nem de longe recebiam o tratamento do governo como agora, com desrespeito ao servidor, falta de diálogo e uma administração conservadora", avaliou a parlamentar.

"A população tem lembrado, mas Wilma não pode dizer que vai ser candidata a governadora, mas é um fato que não se pode deixar de enxergar. Com certeza ela vai estar à disposição, para o que for melhor para todos. E ela irá aceitar o desafio que for melhor enfrentar pelo RN, seja deputada federal, senadora ou governadora. O que não podemos é definir agora, porque o momento é de trabalhar, ajudar as cidades e depois discutir internamente e com os partidos aliados a definição em relação a 2014", completou. Márcia Maia também citou o vice-governador Robinson Faria (PSD) e a deputada federal Fátima Bezerra (PT) como bons nomes para compor chapa em 2014. "São nomes que respeito e que estiveram e estão conosco, no passado e no presente. No caso da deputada Fátima, é uma parlamentar respeitada. Assim como Robinson, que também esteve conosco, se afastou, depois se arrependeu, e voltou a ficar junto conosco na oposição. E o nome da governadora Wilma", lembrou. A presidente do diretório do PSB em Natal afirmou que a chapa da oposição será definida pela população, através das pesquisas de opinião pública. "Não posso dizer que Robinson será candidato a governador, que Fátima disputará o Senado, e que Wilma será deputada federal. Quem vai dizer a posição será a própria população que vai

E XECUTIVO

NA SUCESSÃO DE José Aldenir

Márcia Maia afirma que chapa da oposição deverá ser definida a partir de pesquisas eleitorais que serão feitas em 2014 se manifestar, os partidos, enfim, há muito diálogo pela frente. O nome da governadora é lembrado pela população para governo e Senado, sobretudo, governo, o que é natural diante da péssima, da catastrófica administração estadual", frisou Márcia Maia. "Para ir para oposição, PMDB e PR terão que romper com Rosalba e dialogar com PSB, PT e PDT" A deputada Márcia Maia avaliou ainda a possibilidade de rompimento entre o PMDB e o governo Rosalba Ciarlini. Segundo a par-

lamentar, por ora, não há possibilidade de o PMDB integrar o bloco de oposição, porque o partido é aliado ao DEM no RN. "A oposição tem sido feita não só por partidos, mas pela população que está insatisfeita com a administração que tem sido feita no Rio Grande do Norte por PMDB, DEM, PR e outros partidos. Por isso, por ora, não vejo possibilidade de aliança", afirmou a parlamentar. A presidente do PSB em Natal defendeu que os partidos de oposição, especialmente PSB, PT e

PDT, avaliam exaustivamente a conjuntura local, com vistas à formação do projeto de 2014. "Nós que somos oposição, PSB, PT, PDT, somos desde o inicio oposição, respeitando o tempo de a administração apresentar trabalho e cumprir as promessas de campanha feitas para a população. A gente deu esse tempo e infelizmente o DEM, que governa junto com o PMDB o estado do RN, não cumpriu nada que prometeu na campanha de 2010", avalia. Quanto ao PMDB integrar a

2014

oposição no RN, decreta Márcia Maia: "A não ser que PMDB mude a postura completamente, e haja muito diálogo, e possa se integrar ao projeto que PSB, PT e PDT defendem para o RN. No momento nós estamos em campos opostos", declarou. Apesar da avaliação, a deputada salientou que não está pensando inicialmente em 2014. "Porque a gente está com muitos problemas e desafios imensos que vamos enfrentar nas administrações dos aliados. Natal mesmo tem muitos problemas. Em cada recanto do RN, vamos centrar esforços para ajudar a administração". Segundo Márcia, o momento é de muito trabalho, e não de discutir política para 2014. "Vai chegar o momento, no final do próximo ano, quando vamos discutir com os partidos aliados a nossa posição, direcionamento e metas para 2014. O momento agora é outro. De início de trabalho e reconstrução de cidades". TRANSIÇÃO Márcia Maia abordou ainda a participação do PSB na gestão Carlos Eduardo Alves. Ela afirmou que por ora o partido está integrado aos resultados do trabalho de transição do governo municipal e que ainda não há definição em relação à participação da legenda na futura administração de Natal. O PSB indicou duas pessoas para a equipe: Alcina Holanda e Maria José Medeiros.

> PATRIMÔNIO PÚBLICO

MP quer que Justiça não permita que Governo do Estado venda estádio Juvenal Lamartine O Governo do Estado não vai mais construir um hospital público em Natal. Pelo menos, não se ainda estiver pensando em usar como fonte de recurso para a obra o estádio Juvenal Lamartine. O veto é do Ministério Público, que ajuizou uma ação civil pública contra o Estado visando o reconhecimento judicial do estádio, bem como o valor históricocultural para a cidade de Natal. O Inquérito Civil nº 02/2011 foi instaurado em outubro de 2011 pela Promotora de Justiça do meio ambiente, Rossana Sudário, a partir do desarquivamento do Procedimento Administrativo nº 43/2003, para apurar notícias de uma possível venda do Estádio Juvenal Lamartine. "Torna-se imperiosa a imediata intervenção do Poder Judiciário para preservar o direito da coletividade natalense ao acesso a sua memória e história locais", coloca a promotora na ação ajuizada. "Assim, o Mi-

nistério Público requer seja concedida liminar da tutela específica, proibindo-se 'initio litis' o requerido, após sua necessária oitiva, de vender o estádio Juvenal Lamartine". De acordo com o parecer emitido pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa do Meio Ambiente e dos Bens e Direitos de Valor Artístico, Estético, Histórico e Paisagístico (CAOPMA), o estádio foi o primeiro equipamento público voltado a proporcionar as condições adequadas para as práticas esportivas do Futebol e do Atletismo, além de eventos cívicos, tornando-se um dos marcos significativos da modernização da cidade. Além disso, foi formalmente incluído no Patrimônio Histórico Cultural, Arquitetônico e Esportivo na Cidade do Natal, pela Prefeitura de Natal. Essa medida, porém, que não diminuiu o desejo do Governo de negociar o estádio. O Jornal de Hoje,

inclusive, chegou a divulgar pouco depois o decreto da então prefeita Micarla de Sousa, que o "tombamento" do JL em nada mudava os planos da atual gestão de vendê-lo, até porque "era um bem do Estado, e não do Município". A previsão na época era que até o final do ano o equipamento fosse repassado à iniciativa privada. Previsão essa repassada ao JH pelo procurador-geral do Estado, Miguel Josino, e confirmada pela própria governadora Rosalba Ciarlini. "Ressalte-se ainda que o bem é tombado por lei municipal e só poderia ser vendido para outro ente público, sendo essa intenção já declarada uma agressão inusitada ao direito à memória e história da sociedade natalense, exigindo uma medida contundente do Poder Judiciário, última esperança de todos os injustiçados", apontou a promotora. A venda do JL, por sinal, na

visão do MP, resultaria em prejuízos que seriam "imensos, de difícil ou até mesmo impossível reparação, uma vez que o requerido pretende vender o estádio Juvenal Lamartine para a iniciativa privada, que certamente irá demolir esse importante patrimônio histórico de nossa cidade e realizar outras construções no local, impedindo as presentes e futuras gerações de terem acesso à memória de sua própria cidade". Por isso, a Promotora de Justiça do Meio Ambiente Rossana Sudário pediu na ação civil pública que seja declarada judicialmente a importância do Estádio Juvenal Lamartine como bem de valor histórico-cultural para a cidade de Natal, juntamente com a produção de todas as provas em direito admitidas, tais como documental, depoimento pessoal, sob pena de confissão, oitiva de testemunhas, realização de perícias e inspeções judiciais.

Juvenal Lamartine está localizado em uma área de grande valorização urbana

> TRE

George Câmara afirma que está confiante em decisão favorável no TRE O vereador George Câmara, do PC do B, segue confiante que o Pleno do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) vai reformar a decisão do Tribunal Regional Eleitoral e recolocá-lo na lista de eleitos para a Câmara Municipal de Natal no dia 7 de outubro. Isso, porque ontem a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) se pronunciou favoravelmente a va-

lidação dos votos da coligação União Por Natal II, que é integrada por George. O posicionamento que beneficia ele e o também vereador Raniere Barbosa (PRB) "Estou tranquilo porque a decisão dos TREs tem sido a mesma em todos os estados", afirmou George Câmara, em contato com O Jornal de Hoje. "Acredito que o Pleno

decidirá pela manutenção dos mandatos conquistados verdadeiramente nas urnas", acrescentou. É importante lembrar que a situação de George Câmara e Raniere Barbosa começou a se complicar ainda antes do dia da votação, quando o TRE reconheceu que, tendo a participação do PT do B sendo julgada irregular na coligação de Geor-

ge e Raniere, toda a "União por Natal II" deveria ser cancelada. Consequentemente, o registro de todos os candidatos também. No entanto, só depois da votação foi que a decisão foi reconhecida e os votos, anulados, mudando a lista de eleitos: retirando George e Raniere, e entrando Edivan Martins e Cláudio Porpino. George e Ranie-

re até recorreram ao TSE, mas inicialmente o órgão decidiu pela manutenção da decisão estadual, forçando um recurso dos vereadores ao pleno do Tribunal Superior. No entendimento da Procuradoria, o artigo 69 da Resolução 23.373/2011 do TSE (que se baseou o TRE para o cancelamento da coligação), não é aplicável neste

caso. O parecer destaca também que a decisão proferida pelo TRE/RN e mantida pelo TSE apenas determinou que o PT do B pertencia a outra coligação, não podendo fazer parte da União Por Natal II, sem que tenha havido pronunciamento de nenhum dos tribunais a respeito da suposta invalidade das candidaturas das demais legendas.

> MISTÉRIO NA CONTROLADORIA

Prefeitura de Natal vai investigar arrombamento e sumiço de documentos A denúncia feita por servidores da Controladoria-geral de Natal (Control) e repercutida n'O Jornal de Hoje, de que haviam desaparecidos, durante a invasão ao órgão, documentos que poderia dificultar, ainda mais a situação da prefeita afastada Micarla de Sousa, vai ser apurada pela Prefeitura de Natal. Na manhã de hoje, a Secretaria Municipal de Comunicação (SECOM), informou por meio de nota que a gestão municipal vai abrir sindi-

cância em virtude do arrombamento da sede da Control, ocorrida no último dia 23 de novembro. A Prefeitura de Natal designou os servidores Luciene Porto das Neves, como presidente, Rodrigo César Lira de Carvalho e Maria de Fátima de Araújo, para comporem a comissão de investigação instaurada para fazer levantamento de bens e documentos da Controladoria. "Após a invasão, seguida do furto de um notebook, a Controla-

doria chamou a Secretaria Municipal de Defesa Social (Semdes), que por sua vez acionou a Polícia Civil, e solicitou a realização de perícia técnica que possa contribuir para elucidar o fato. O trabalho de investigação e de perícia vai ajudar, inclusive, a comprovar se houve furto de documentos", acrescenta a nota. Conforme o JH apurou com servidores, no dia do arrombamento, em meio a televisões, computado-

res e laptops, o invasor teria se dedicado, quase que exclusivamente, a levar o processo da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtas), que diz respeito à Ativa. A Organização Não Governamental (ONG), que tem contratos para a realização de projetos sociais, está sendo gerida por uma interventora desde que foram denunciadas a existência de cargos fantasmas que faziam dela um “cabide de emprego” daqueles que

eram indicados por políticos do PV – partido da prefeita Micarla de Sousa. E não foi só isso. O laptop da chefe de gabinete, que tinha registrado ordens de pagamento e memorandos, também teria sido levado. Servidores constataram também que gavetas e armários com processos específicos foram arrombados. “Ficamos com certo receio porque havia denúncias de servidores por irregularidades con-

tra a Prefeitura e acreditamos que isso também tenha sido levado”, afirmou um servidor, de nome preservado, ressaltando que essas denúncias são baseadas em documentos e contratos analisados e que podem dificultar a situação de Micarla de Sousa, por estarem relacionados a investigação feita pelo MP nos contratos firmados pela gestão municipal e denunciados como irregulares na Operação Assepsia.


6 O Jornal de HOJE

Natal, 27 de novembro de 2012

Cidade

Terça-feira

Prefeitura de Natal decreta Estado de Calamidade Pública na Saúde DECRETO AUTORIZA CONTRATAÇÃO DIRETA DOS PROFISSIONAIS NECESSÁRIOS PARA CONTINUIDADE DOS SERVIÇOS DA UPA ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Para evitar os transtornos causados com a interrupção das atividades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pajuçara, o prefeito de Natal, Paulo Freire decretou Estado de Calamidade Pública na rede municipal de assistência à saúde. O decreto de número 9.845 foi publicado no Diário Oficial do Município (DOM) desta terça-feira (27) e estabelece o estado de calamidade por um prazo de 90 dias. A Prefeitura optou pelo decreto como forma de garantir a continuidade dos serviços prestados à população na UPA Pajuçara, pois no próximo dia 7 de dezembro termina a intervenção judicial na Associação Marca, empresa responsável pelo gerenciamento da unidade e o Município não dispõe de tempo hábil para contratar uma nova Organização Social para gerenciar a UPA.

De acordo com o texto publicado no DOM, a justificativa para o decreto de calamidade é que "a interrupção das atividades da referida Unidade de Pronto Atendimento agravará a sobrecarga das demais unidades de saúde da rede municipal e estadual, que prestam atendimento à população de Natal e municípios adjacentes". O decreto também demonstra a preocupação em relação a recursos humanos "considerando a necessidade imediata de contratação de profissionais de diversas especialidades para a continuidade do atendimento de urgência e emergência prestado pela Unidade de Pronto Atendimento Dr. Ruy Pereira dos Santos". Pelo decreto "ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a manutenção dos serviços públicos de saúde, desde que possam ser concluídas no prazo máxi-

mo de 180 dias consecutivos e ininterruptos". Bem como, "fica autorizada a contratação direta dos profissionais necessários à continuidade dos serviços públicos de saúde, mediante procedimento de Chamada Pública a cargo da Secretaria Municipal de Saúde". O decreto também considerou o que foi decidido na ação civil pública n° 0023766-04.2010.8.20.0001 e na suspensão de segurança n° 2012.015424-5, ambas em trâmite perante a Justiça Estadual; e a iminência do término da intervenção judicial determinada nos autos da ação cautelar n° 080370181.8.20.0001, responsável pelo gerenciamento da Unidade de Pronto Atendimento do Pajuçara. O contrato com a Organização Social Marca que vem gerindo a UPA do Pajuçara sob intervenção acaba no dia 7 dezembro, sendo que a nova OS a ser contratada também iria contar com os mesmos recursos repassados pelo con-

trato atual, cerca de R$ 1,9 milhão por mês. A terceirização da UPA de Pajuçara começou em junho de 2010, quando a Prefeitura firmou um contrato emergencial de R$ 5,9 com o Instituto Pernambucano de Assistência Social (Ipas), com dispensa de licitação. Depois da desistência do Ipas, o município contratou a Marca, com um contrato global de R$ 11,8 milhões. Irregularidades nos contratos das OS geram uma investigação por parte do Ministério Público, com a deflagração da chamada "Operação Assepsia", que levou à denúncia judicial dos diretores da Marca, do ex-secretário de Saúde, Thiago Trindade, do procurador municipal Alexandre Magno Alves de Souza entre outros e até o afastamento do cargo da prefeita Micarla de Sousa. A UPA Pajuçara está sob intervenção desde o fim de junho deste ano, função para a qual foi nomeado o advogado Marcondes Diógenes Paiva.

Wellington Rocha

Intervenção judicial na UPA do Pajuçara acaba no próximo dia 7 de dezembro

> SEM MATERNIDADES

"Não temos mais onde colocar gestantes", afirma o diretor técnico do Hospital Santa Catarina A situação no Centro Obstétrico do Hospital Dr. José Pedro Bezerra, conhecido como Hospital Santa Catarina, chegou ao limite. Nos últimos dias, em virtude da suspensão do atendimento nas maternidades do Município, em especial a Maternidade Leide Morais, o Centro Obstétrico do Santa Catarina dobrou o número de partos realizados, saltando de uma média diária de 12 partos, para, em dias de grande demanda, mais de 25 partos. Resultado: os leitos todos ocupados e as puérperas são obrigadas a permanecerem no Centro Cirúrgico ou nas salas de partos aguardando um leito de enfermaria. Hoje, em Natal, apenas o Hospital Santa Catarina e a Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) estão realizando partos. Na manhã desta terça-feira (27), todos os 51 leitos de enfermaria conjunta estão ocupados e 20 puérperas aguardavam por um leito. No Centro Cirúrgico, que não é exclusivo para obstetrícia e só tem capacidade para seis pacientes, hoje estava sendo ocupado por 13 pacientes, sendo que 12 da obstetrícia. Quatro macas estavam espalhadas pelo corredor do Centro Cirúrgico, sendo uma maca do Samu. O mais agravante é que as duas salas do Centro Cirúrgico estavam ocupadas e os casos de emergência que, porventura, chegassem, teriam que esperar a liberação das salas com a transferência dos pacientes. Damião Nobre, diretor técnico do Hospital Santa Catarina foi taxativo ao explicar a situação do Centro Obstétrico do Hospital. "Não temos mais nenhum local onde colocar mulher para realizar o parto. As pacientes que estão sendo operadas no Centro Cirúrgico, lá mesmo permanecem, pois o que podíamos improvisar de lugar, já fizemos", destacou o diretor. Duas salas de partos já foram improvisadas e hoje dão lugar a seis leitos de enfermaria pós-parto. A sala de cardiotocografia, um exame que é realizado em cerca de 30 minutos, está sendo ocupada por parturientes e puérperas. Segundo Damião Nobre, a demanda, nos últimos dias, aumentou uma média de 40%. A enfermeira do Centro Obstétrico, Conceição Lemos, conta que na madrugada do domingo para a segunda-feira a situação foi bem mais complicada, quando havia cerca de dez macas espalhadas pelos corredores e quando uma gestante chegou a dormir em um colchão no chão, pois não agüentava ficar na cadeira com dores. Até o meio-dia de ontem, havia 32 pacientes aguardando leitos de enfermarias, hoje eram 20. Resultado de um mutirão para dar alta

Fotos: José Aldenir

Pacientes pós-parto, acompanhadas dos bebês, estão sendo mantidas em corredores do Centro Cirúrgico, pois não há leitos

SUPERLOTAÇÃO NO HOSPITAL Damião Nobre disse que, apesar da suspensão do atendimento infantil no Pronto Socorro Sandra Celeste e um cartaz na unidade recomendando que os pacientes procurassem o Hospital Santa Catarina, ainda não está tendo sobrecarga no atendimento pediátrico no Hospital. "Temos dois pediatras que conseguem atender a demanda que hoje está até pequena", afirmou o diretor. A maioria do atendimento do Pronto Socorro, cerca de 90%, é de casos ambulatoriais, mas, segundo o diretor técnico do Hospital a partir do funcionamento do novo Pronto Socorro, remarcado para ser inaugurado no dia 28 de dezembro, através de um sistema de regulação do Ministério da Saúde, o Hospital passará a atender exclusivamente os casos de urgência e emergência e os de menor complexidade serão encaminhados as unidades básicas de saúde. O movimento no Pronto Socorro adulto estava tranqüilo, apesar de muitos pacientes espalhados pelos corredores. A recepção passou grande parte da manhã com um movimento fraco. Enquanto isso, alguns acompanhantes reclamaram e relataram as condições que os pacientes ficam internados. Há uma verdadeira "briga" por macas, e como a demanda é maior do que a oferta de macas, os pacientes que chegam são obrigados a esperar em cadeiras. Vanilson Silva da Costa, de 22 anos, procurou atendimento na

manhã desta terça-feira (27) no Hospital Santa Catarina para trocar a sonda urinária, porém ele sequer foi atendido. Ele relata que o Hospital, que já realizou o procedimento outras vezes, informou apenas que não podia fazer a troca da sonda e o encaminhou para o Hospital Walfredo Gurgel. "A situação é difícil, pois moro no loteamento Boa Esperança e fica muito difícil me deslocar até o Walfredo Gurgel em uma cadeira de roda. Essa troca devia ser feita nas unidades de saúde, mas nenhuma funciona", afirmou Vanilson, que desde a noite de ontem sofre com dores por não conseguir urinar. A vendedora Rose Teixeira estava indignada com o descaso que estão tendo a com a sua avó, Veriana Gomes, de 91 anos, que está internada há mais de 10 dias com problemas na vesícula. "Assim que ela chegou ela sofreu dois dias em cima de uma maca do Samu e só transferiram ela porque eu ameacei levá-la para casa. Hoje, ela está num leito, mas continua sofrendo, pois o colchão é fino e ela tem reclamado muito de dor nas costas. O cúmulo foi semana passada quando ela precisou fazer um exame no Walfredo Gurgel e o Hospital não tinha ambulância para fazer o transporte e tivemos que pagar R$ 250 e contratar uma ambulância particular. Isso é um absurdo. O complicado é que todo dia é um médico diferente, eles vem dão um medicamento para dor e só isso", afirmou Rose Teixeira.

Paralisação da Coopmed continua Puérperas também estão sendo mantidas em salas de parto, quando a permanência no local deveria ser de até duas horas médica às pacientes para liberar novos leitos. "O índice de estresse da equipe médica é muito alto, pois a demanda é muito alta e os profissionais não conseguem dar uma assistência ideal. O Santa Catarina era para receber pacientes de média e alta complexidade, mas estamos realizando muitos partos de baixa complexidade que poderiam ser feitos em outras unidades e quando recebemos uma paciente de alto risco não temos mais vagas para atendê-las, pois tudo está recaindo sobre o Santa Catarina e por isso estamos lotados e sobrecarregados", afirmou a enfermeira. A dona de casa Maria Crisélia, de 37 anos, que mora no município de Ceará-Mirim estava grávida de três meses do décimo filho.

Ela sofreu um aborto espontâneo na tarde desta segunda-feira e procurou o atendimento no Santa Catarina. Ela conta que chegou as 18h de ontem e só vieram realizar o procedimento, a curetagem, na manhã desta terça-feira. Durante esse período, a dona de casa ficou aguardando com dores e sangrando, em uma cadeira. "A pessoa já está mal e quando chega aqui ainda nessa situação", disse. A enfermeira disse que a dona de casa correu o risco de ter uma hemorragia ou uma intercorrência maior. Após o parto, segundo preconiza o Ministério da Saúde, a puérpera deve permanecer, no máximo até duas horas na sala de parto. Não é o que está acontecendo no Hospital Santa Catarina. A estudante Ingrid Bruna, de 16 anos,

realizou o parto às 4h da madrugada desta terça-feira e até as 10h da manhã ainda aguardava na sala de parto, sem perspectiva, a transferência para um leito de enfermaria. "É muito desconfortável, mas tenho que esperar", disse. Conceição Lemos disse que a equipe de enfermagem tem trabalhado no limite. A equipe é formada por uma enfermeira, duas auxiliares e duas técnicas de enfermagem para auxiliarem seis leitos pós-parto, uma sala de curetagem e três salas de parto. O diretor Damião Nobre disse que, ainda hoje, iria se reunir com a equipe médica do Centro Obstétrico para discutir alternativas para solucionar o problema. Uma alternativa seria improvisar leitos na clínica cirúrgica para as puérperas.

A expectativa era que os médicos da Cooperativa Médica (Coopmed) retomassem ao trabalho na manhã desta terça-feira e os serviços fossem restabelecidos, porém não foi o que aconteceu. A Prefeitura de Natal ainda não realizou o repasse referente ao pagamento dos serviços prestados pelos médicos, no valor de R$ 3,6 milhões, referente aos meses de setembro e outubro. De acordo com o presidente da Cooperativa, Fernando Pinto demonstrou uma nova preocupação, pois o contrato entre a Coopmed e a Prefeitura de Natal encerra-se no próximo domingo, dia 2 de dezembro. "E não vamos trabalhar sem contrato", afirmou. Para agravar ainda mais a situação, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu Natal) paralisou, 100%, o atendimento.

Sem médicos, não há atendimento através do telefone 192. A própria sede do Samu Natal está fechada. A Central de Regulação, que também funciona no prédio do Samu, está sem funcionar. O coordenador médico do Samu Natal, Ariano Oliveira, disse que já comunicou o fato ao Ministério Público, ao Conselho Regional de Medicina do RN (Cremern) e a Secretaria Municipal de Saúde. "Desde ontem à noite estamos esperando uma resposta da secretária para saber se o Samu Metropolitano assumiria o serviço. Não houve resposta e não há o que fazer", explicou. As ambulâncias estão paradas e quem liga para o 192 é comunicado de que não é possível realizar o atendimento. A suspensão do serviço, segundo o coordenador médico, é por tempo indeterminado.


Cidade

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 7

Cadastramento dos ambulantes para o Carnatal causa tumulto na sede da Semsur NÚMERO

DE LICENCIADOS DIMINUIU ESTE ANO E ESTÃO PREVISTAS MUDANÇAS NA COMERCIALIZAÇÃO DE PRODUTOS

VÍTOR AZEVEDO MCVITOR@GMAIL.COM

Tumulto e confusão pontuaram o cadastramento dos ambulantes que desejam comercializar no entorno do Carnatal 2012. Marcada para começar às 8h de hoje, na sede da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), a realização dos cadastros passou por atrasos devido a reclamações dos candidatos à licença, que alegavam irregularidades no critério de atendê-los por ordem de chegada. Este ano, o número de permissões a serem concedidas caiu para 200, número inversamente proporcional ao contingente de pessoas que buscam o licenciamento. O aumento da procura e a falta de organização de uma logística de ordem dos candidatos foram os causadores da confusão nos portões da secretaria. Hoje pela manhã, não havia mais fila organizada e a população acotovelava-se na tentativa de entrar. A comerciante Célia Trajano da Silva conta que chegou à secretaria às 23h de ontem e os vigilantes haviam organizado uma lista com os nomes dos interessados. "Deixei dois filhos sozinhos em casa para conseguir uma oportunidade de me cadastrar. Vim à

Semsur ontem à noite e eles me colocaram na posição 122 da lista. Eu soube que desde às 18h já havia gente na fila. É o primeiro ano que tento me cadastrar para vender cachorro-quente e sanduíche no Carnatal, mas não esperava que fosse tão difícil. Eles tem que respeitar a ordem de chegada", desabafa Célia. Para Iliane da Silva, candidata à licença, o critério de ordem de chegada representa uma falta de compreensão com a realidade dos trabalhadores. "Quem não pôde vir ontem saiu prejudicado e muita gente que veio, vendeu o lugar. Boa parte de quem está aqui tem filho pequeno pra sustentar, precisa da permissão para trabalhar e as dificuldades são grandes. O povo precisa dormir aqui fora, arriscando a vida por um lugar na fila", reclama. Dona Damiana dos Santos, de 65 anos, relata que desde a época em que o Carnatal acontecia no entorno da Praça Cívica que ela vende comidas e bebidas e garante o sustento no fim do ano. Caminhando com o auxílio de muletas, ela era amparada pela filha enquanto chorava copiosamente pela extrema dificuldade em conseguir um lugar para entrar. "Me derrubaram na frente do portão. Nesse tempo todo, esse foi o ano mais di-

Wellington Rocha

Número de permissões caiu para 200 e não atendeu a quantidade de interessados, que alegaram desorganização da Semsur fícil para eu conseguir me cadastrar", diz a idosa. Por volta das 9h, alguns ambulantes já conseguiam aos poucos

dar entrada no processo de cadastramento. A comerciante Ana Maria Souza, que era a oitava da lista, conta que entrou na Semsur

à base do empurrão. A guarda municipal chegou a ser acionada para prevenir qualquer dano à integridade do prédio e dos servidores.

MUDANÇAS NO CADASTRAMENTO Este ano, os ambulantes cadastrados precisam obrigatoriamente passar por um curso de higienização e manipulação de alimentos que será oferecido em parceria com a Coordenadoria de Vigilância Sanitária (Covisa), a ser realizado amanhã no Centro Municipal de Referência em Educação Aluísio Alves (Cemure). O diretor de Operações e Autorizações da Semsur, Antoniel Carneiro, explica que o número de permissões foi diminuído para dar mais espaço e comodidade aos cidadãos que desejam assistir ao Carnatal. "Algumas mudanças serão implantadas nessa edição do Carnatal e deverão servir de exemplo para os próximos mega eventos a serem realizados na cidade. Entre elas, adotamos a divisão de produtos a serem vendidos entre os semiprontos e os industrializados, loteando espaços específicos para os ambulantes que usam combustíveis para prepararem os alimentos, por questão de segurança e bem estar da população. A Lei Municipal 333/2011 também será seguida a risca coibindo a comercialização de bebidas em garrafas de vidro", explica o diretor, garantindo que a fiscalização será ostensiva.

> DIREITO DA MULHER

Mulheres participam de caminhada pelo fim da violência Para dar continuidade às comemorações do Dia Internacional de Combate à Violência contra a Mulher está sendo realizada em todo o mundo a campanha '16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher'. A campanha tem como objetivo de incentivar as mulheres a conhecerem e lutarem por seus direitos, defendendo sua dignidade e integridade moral e física. As mulheres norte-rio-grandenses também participam da campanha com bastante entusiasmo, e o Governo do Estado, juntamente com a Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejuc) e outros órgãos que trabalham com políticas voltadas ao público feminino, estão promovendo diversas atividades em Natal, ao longo desses dias da campanha. Hoje pela manhã, foi realizada a caminhada 'Viver Sem Violência é um Direito das Mulheres', organizada pela Coordenadoria de Políticas para as Mulheres (Cepam), órgão da Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (Sejuc). A atividade aconteceu no Parque das Dunas e

Heracles Dantas

Promovida pela Sejuc, caminhada foi realizada no Parque das Dunas e contou com a presença da governadora

contou com a participação de cerca de 70 mulheres. Antes do início da caminhada, as participantes tiveram instruções a respeito da campanha e sobre a Lei Maria da Penha. Para a coordenadora da Cepam, Carmosita Nóbrega, a caminhada é mais uma oportunidade de estimular as mulheres a viverem bem, sem violência. "Nosso objetivo com essa caminhada é mostrar para as mulheres que a violência conta a mulher não é normal e deve ser combatida dia após dia. Queremos mostrar pra elas quais são os seus direitos e o que precisam fazer para garanti-los. Além disso, nesse ambiente tão agradável, queremos mostrar para elas o quanto é bom viver bem, em todos os aspectos", disse Carmosita Nóbrega. Em diversos pontos do mundo, estão sendo realizadas entre os dias 25 de novembro à 10 de dezembro, dentro da campanha '16 Dias de Ativismo pelo Fim da Violência Contra a Mulher'. No Rio Grande do Norte, diversas atividades estão sendo realizadas todos os dias,

entre palestras, seminários, reuniões, passeatas e atividades esportivas, sempre com o objetivo de apresentar às mulheres potiguares que elas estão protegidas pela Lei e devem permanecer lutando contra a violência. De acordo com a governadora Rosalba Ciarlini, que esteve presente na caminhada, essa luta não deve ser apenas das mulheres, mas sim de toda a sociedade. "Todos nós temos que fazer a nossa parte e devemos convocar a todos, sejam mulheres ou homens, jovens, adultos ou crianças. Temos que estar unidos nessa luta. O Governo do Estado, junto com a Cepam está trabalhando empenhado nessa linha, lutando cada vez mais em defesa dos direitos das mulheres. Estamos organizando grupos, indo às comunidades, e também nas escolas, através de outros projetos como o 'RN Vida', ensinando às crianças que desde pequenos devem ter respeito pelas mulheres, para cresçam conscientes de que a violência é um crime", afirmou a governadora Rosalba Ciarlini.

> EDUCAÇÃO

Último dia de provas marca fim do vestibular da UFRN Milhares de estudantes do Estado enfrentaram hoje o último dia de provas do vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Para os candidatos a uma vaga na instituição, um alívio de ter cumprido com todas as provas após um longo ano de dedicação aos estudos. Para a Universidade, um momento histórico, já que hoje foi o último dia do processo seletivo tradicional, que deixará de existir nos próximos anos para dar vez ao Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) como novo meio de ingresso às escolas de ensino superior. Foram mais de 28 mil candidatos concorrendo a cerca de três mil vagas distribuídas pelos cursos de graduação presencial da UFRN. Durante os três dias de realização das provas, que iniciou no último domingo, a Comissão Permanente do Vestibular (Comperve) registrou um número total de 4.119 faltosos, dado que representa 14,39% da porcentagem total de inscritos. Mesmo com a mudança do modelo tradicional do vestibular nos próximos anos, a presidente da Comperve afirmou que a realização do processo seletivo deste ano ocorreu dentro da normalidade. "O número de ausentes e de eliminações está dentro da porcentagem padrão dos últimos anos. Não houve nenhum caso

extremo que merecesse uma atenção maior", disse Magda Pinheiro. Ao todo, apenas três concorrentes sofreram eliminação da prova, sendo dois por uso indevido de aparelho celular e um pelo uso de mp4. ADAPTAÇÃO Com o fim do vestibular vem também o fim do ano letivo para os estudantes do Ensino Médio e cursinhos de Natal. A ideia é que as coordenações pedagógicas das instituições comecem a projetar uma nova metodologia de ensino, estando em conformidade com o novo sistema de avaliação que os alunos irão se submeter a partir dos próximos anos. O sistema do Enem exige mais interdisciplinaridade e contextualização por parte do aluno, situação que requer mais atenção dos candidatos para a contextualização dos fatos e interdisciplinaridade. Para o professor de cursinho e pré-vestibular Jonas Filho, é imprescindível que as escolas passem a adotar um novo modelo de ensino. "Se as escolas prepararem o aluno para o Enem da mesma forma que preparam para o vestibular da UFRN, certamente haverá alguma perda significativa de conteúdo. Não sei mencionar o grau dessa perda, mas já que o Exame Nacional exige interdisciplinaridade, é ideal que haja uma mu-

dança de metodologia", disse. O professor leciona em uma instituição privada de Natal que conquistou o primeiro lugar do Enem dentre as escolas do Rio Grande do Norte, de acordo com o recente balanço divulgado pelo Ministério da Educação. Jonas explica que o resultado foi conseqüência dessa nova metodologia, que já vem sendo projetada na escola há cerca de dois anos. "Nós viemos trabalhando um tema a partir da abordagem de dois ou três professores de disciplinas diferentes. Procuramos relacionar os assuntos em comum, assim como é exigido nas questões do Enem. Um tema sobre radioatividade, por exemplo, pode ser visto sob a abordagem da física, da biologia e da química, por exemplo", explica Jonas. A mudança da metodologia requer uma atenção especial não só pelo novo sistema de aplicação das provas, mas também pela concorrência a nível nacional que os alunos passarão a ter. "Nós temos que equiparar o nível dos alunos, já que eles terão uma concorrência nacional. A nossa escola, que teve o melhor resultado do Exame em nível de Estado, tem a meta agora de ser a melhor do País. Faremos de tudo para alcançar isso, já que será o melhor para o nosso aluno", disse Jonas Filho.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 27 de novembro de 2012

Economia

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Câmara Federal discute novas regras para relações entre os shopping e seus lojistas n Começa a ser discutido esta tarde na Câmara dos Deputados, em audiência pública, o Projeto de Lei 7.137/2002, que propõe uma regulamentação específica para as relações contratuais entre os lojistas e os proprietários de shopping centers em todo o país. n Por não se tratar de uma forma de locação estritamente comercial, os contratos dos lojistas com as empresas controladoras de shoppings não são amparados pela Lei do Inquilinato. E também, por não se tratar de uma relação de consumo, ficam à margem do Código de Defesa Consumidor. n Em vista dessa realidade, os lojistas ficam desprotegidos e, em geral, acabam submetidos a contratos repletos de cláusulas leoninas, obrigados, por exemplo, ao pagamento de aluguéis em dobro nos meses de maior movimento de vendas, e a desembolsar valores adicionais ao aluguel de tempos em tempos, tudo isso reajustado com base no IGP (Índice Geral de Preços), ao invés do INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), o que implica em correções acima da inflação real. n E tudo isto sem falar no pagamento de um percentual sobre o faturamento bruto mensal de suas lojas e de cotas para o custeio de campanhas promocionais, entre outras obrigações. n No entendimento de entidades que defendem o equilíbrio nas relações dos lojistas com os proprietários de shoppings, a aprovação do Projeto de Lei 7.137/2002 pode vir a significar o fim da crise constante que afeta esse nicho de negócio, a qual leva - segundo pesquisa feita em âmbito nacional pelo instituto Vox Populi - metade das lojas instaladas em shopping centers a fechar suas portas nos primeiros cinco anos de atividade. n Foram convidados para a audiência pública em Brasília representantes dos lojistas e dos proprietários de shopping. n O assunto, por envolver relações profundamente conflituosas entre as duas partes, deverá repercutir na mídia pelos próximos dias. Números do Caged: comércio abriu mais de 500 vagas de emprego no RN em outubro n Dados que acabam de ser divulgados pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério do Trabalho, mostram que as empresas do comércio no Rio Grande do Norte criaram, no último mês de outubro, 514 novas oportunidades de emprego com carteira assinada. n Enquanto isso, as indústrias da construção civil e empresas da área de prestação de serviços mostraram saldo negativo no confronto entre admissões e demissão no período. Na construção civil foram admitidos 38.015 trabalhadores, enquanto as dispensas atingiram a marca de 38.349. No setor de serviços, as perdas de postos de trabalho atingiram 480 trabalhadores. Natal CVB divulga o RN em Barcelona nA fundação Natal Convention & Visitors Bureau (Natal CVB), representada pelo diretor George Costa, participa de hoje até sexta-feira, em Barcelona, da feira de turismo EIBTM - The Global Meetings & Events Exhibition. n A feira, que completa vinte e cinco anos, reúne 3 mil expositores e mais de 15 mil profissionais do segmento de convenções, congressos e eventos de negócios em geral, incluindo viagens. n Segundo informou George Costa antes de seguir para a Espanha, o Natal CVB já havia acertado 17 agendamentos de reuniões com representantes de

n Na estratificação dos números do Caged por municípios, dos 514 empregos abertos pelo comércio, mais de de 60 por cento (309 deles) foram abertos na cidade de Parnamirim, onde estão sendo inauguradas neste final de ano três grandes lojas de empresas supermercadistas (Supermercados Nordestão, Hipermercado Extra e Bom Preço), todas elas tendo realizado contratações de pessoal que está sendo treinado. Inauguração do Extra da Av. Maria Lacerda está confirmada para o dia 4 de dezembro n Após investir nos últimos três meses a soma de R$ 32 milhões na construção de mais uma loja na região metropolitana de Natal, o Grupo Pão de Açúcar inaugurará neste dia 4 de dezembro a unidade do hipermercado Extra na Avenida Maria Lacerda Montenegro, bairro de Nova Parnamirim. n Ocupando um terreno de dois hectares, com 4.404 metros quadrados de loja, além de áreas para abrigar seus estoques de mercadorias e escritório administrativo, o novo Extra disporá de quase 300 vagas de estacionamento rotativo. Serão gerados cerca de 300 empregos diretos e mais 200 indiretos (nas empresas fornecedoras e terceirizadas). n Serão colocados ao alcance do consumidor 60 mil itens nas seções de alimentos, eletrodomésticos, vestuário e bazar, com a nova loja funcionando todos os dias da semana, das 7 da manhã à meia-noite. Os impactos da era digital são tema de evento do Sescon/RN n O presidente do Sindicato das Empresas de Serviços Contábeis do Rio Grande do Norte (Sescon), João Antônio de Oliveira Matias, confirma estas quinta e sexta-feira, em Natal no Hotel Pestana - o 7º. Encontro das Empresas de Serviços Contábeis e das Empresas de Assessoramento, Perícias, Informações e Pesquisas do RN. n O evento, com doze horas de duração, que terá como tema central "O Impacto da Nova Era Digital nas Empresas de Serviços Contábeis", já conta com mais de 200 inscritos e do seu programa constarão seis palestras e a peça teatral "Economizar e Lucras, Basta Clicar!". n Segundo o presidente do Sescon, "a participação dos empresários, contadores e demais profissionais liberais da área, além dos estudantes, será de grande valia, pois eles terão a oportunidade de absorver novos conhecimentos, rever amigos e construir novas redes de relacionamento". n Inscrições ainda podem ser realizadas através do site 7encontro.com.br

empresas da Europa, Ásia e América do Sul que participam do EIBTM interessadas em contratar novos destinos para a realização de grandes eventos internacionais. n "A participação em feiras como essa serve para posicionar cada vez mais Natal como destino turístico não apenas de lazer, mas para mostrar a cidade para o mercado de eventos de negócios" - assinala George. Itamar Rocha passa a integrar o Consag/Fiesp n O empresário e engenheiro de pesca Itamar Rocha, presidente da Associação Brasileira dos Criadores de Camarão (ABCC), que desde 2008 inte-

gra, como convidado especial, o Departamento do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Deagro/Fiesp), passa agora a participar do Conselho Superior do Agronegócio (Consag), órgão consultivo da principal entidade da classe patronal do país, como representante da agroindústria pesqueira e aquícola. n Esta semana Itamar recebeu do presidente da Fiesp ofício comunicando-lhe que já está à sua disposição o crachá de membro do Consag, órgão do qual participam vários ex-ministros da Agricultura e os dirigentes das principais empresas e associações representativas do agronegócio brasileiro.

Terça-feira

Finalmente, milho da Conab chega ao RN APENAS ESTA SEMANA, DESEMBARCARAM 38 MIL TONELADAS Wellington Rocha

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Produtores rurais do RN podem respirar aliviados. Os cinco armazéns a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) do Estado amanheceram abarrotados de milho, totalizando até o final desta semana 38 mil toneladas das 93 mil prometidas pelo governo federal até março de 2013. Hoje, o armazém de Mossoró amanheceu com 660 toneladas e outras 65 toneladas desembarcarão já neste fim de semana. Em Natal, na unidade da Conab em Cidade Satélite, 380 toneladas já estão à disposição dos produtores e outras 593 toneladas a caminho, devendo desembarcar ainda esta semana. Também no armazém central da Conab, na avenida Jerônimo Câmara, em Natal, 88 toneladas chegaram ontem e outras 150 toneladas estão na estrada, cumprindo cinco dias de viagem desde a origem da carga, no Mato Grosso. Em Caicó, o armazém local amanheceu com 567 toneladas e outras 380 toneladas devem chegar a qualquer momento. Em Lajes, 113 toneladas acabam de ser desembarcadas e outras 220 toneladas devem chegar até sexta-feira. Aunidade de João Câmara amanheceu com 186 toneladas e são aguardadas mais 125 toneladas também para esta sexta-feira. Umarizal amanheceu com 215 toneladas, aguardando um reforço de mais 158 toneladas esta semana; e em Assu as 32 toneladas recebidas ontem devem contar com o reforço de outras 158 toneladas que estão a caminho. Segundo o superintende da Conab no Rio Grande do Norte, João Maria Lúcia, com esses carregamentos, os armazém de Currais Novos, Caicó e Lajes já foram atendidos com as cotas totais de milho subsidiado pelo governo. Os preços estão mantidos. Para o produtor que retirar até três tone-

Operários já estão trabalhando em ritmo acelerado para ensacar o produto ladas, o equivalente a 50 sacos de 60 quilos, o valor é de R$ 18,12 por saco. A partir de três toneladas e um quilo, até sete mil quilos, o valor é de R$ 21 a saca. E de sete toneladas e um quilo até 13.998 quilos, o valor é de R$ 24,60. O procedimento de retirada do milho também não mudou. O produtor que não puder ser atendido na hora por causa do número de pessoas na frente deve agendar um horário e será atendido até 48 horas depois, prometeu hoje o superintendente regional. Depois, é só pegar sua GRU (Guia de Recolhimento do Governo Federal) e pagar em qualquer agência do Banco do Brasil. Desde que as carretas de milho começaram a chegar, funcionários terceirizados pela superintendência da Conab trabalham até as 21 horas ensacando o milho que chega a granel. "Essa rotina deve entrar pelo fim de semana para que ninguém saia sem milho", garantiu José Maria Lúcio. Segundo o superintendente regional da Conab, de três mil produtores cadastrados em maio para retirar o milho, hoje há 15.500, número que sobe a razão de 100 em média

todos os dias. Essa quantidade tem registrado acréscimo diário nos seis armazéns na Conab em operação em Assu, Currais Novos, Mossoró, Caicó e nas duas unidades de Natal. Além disso, há mais três pontos de recebimento do milho em João Câmara, Umarizal e Lajes. Esta manhã, produtores ouvidos pelo JH disseram estar preocupados com o recesso de fim de ano na Conab marcado para o próximo dia 14 de dezembro. Mas, ouvido em seguida, o superintendente João Maria Lúcio adiantou que o recesso acontecerá só no dia 21 de dezembro, retornando as atividades em sete de janeiro. Mesmo assim, o presidente do Sindicato dos Produtores de Leite, Marcelo Passos, comentou hoje o recesso da Conab com uma pergunta irônica: "Você já viu recesso em guerra?" E acrescentou que a boa notícia da chegada do milho não diminui o atraso com que as carretas começaram a chegar. "É muito bom que esse milho esteja aqui, mas não podemos esquecer que a demora com que o governo federal reagiu foi incompatível com a grave situação trazida pela seca", completou.

> TURISMO

Catálogo mostra os encantos de Pium Pium sempre foi ponto de passagem para as praias do litoral Sul, onde muita gente estaciona seus carros na feirinha para se abastecer de frutas e legumes. Hoje, com um lançamento de um catálogo pelo Sebrae/RN, mostrando o que a comunidade tem a oferecer, a aposta é que, finalmente, se descubra todo o potencial turístico de um destino rico em opções de lazer e bem estar. A ideia do projeto "Caminhos do Pium", que faz parte das ações que o Sebrae local desenvolve para a Copa de 2014, nasceu em março passado, quando todo o potencial turístico do local começou a ser levantado e documentado. "Descobrimos ali nada menos do que 27 empresas e 37 atividades fora da proposta sol e mar de alto potencial, como oficinas de arte e passeis ecológico pelo rio Pium", lembra a gestora do pro-

jeto, Jupira Neves. O lançamento do “Caminhos do Pium” começou hoje junto as agências de turismo e imprensa, como forma de aumentar a visibilidade do destino, que ainda oferece um manancial expressivo dentro da culinária internacional. Além da feirinha de frutas, que é o cartão postal da região, a localidade reúne diversos ateliês de artesanato que utilizam variadas tipologias, como papel machê, bordados rústicos, rendas de bilros, papel reciclado e fibras de bambu, de cipó e de bananeira. No caso específico da gastronomia, Pium reúne restaurantes que são especializados nas gastronomias mediterrânea, francesa e japonesa, assim como hotéis e pousadas rústicas. O local também é propício a passeios de caiaque e de quadriciclo e trilhas ecológicas. Ainda segundo Jupira Nunes,

a proposta é ofertar uma opção diferenciada ao destino Rio Grande do Norte com atividades turísticas criativas com foco na produção associada local. "O projeto baseia-se na nova tendência que é o conceito de vivência e experiência: ver, gostar, provar e levar", diz . Para Jupira, Pium é uma excelente opção para quem busca sossego e paz, com alimentação diversificada e de qualidade, tendo ainda a disposição uma generosa faixa de areia dourada, com vento e algumas ondas. Um trecho do litoral bom o para o banho e para a prática de esportes. "É um lugar extremamente charmoso e agradável e é isso que queremos mostrar para o maior número de pessoas que já estão se programando no Brasil e no mundo para acompanhar os jogos da Copa do Mundo", comenta Jupira Nunes.

CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 9

Fotos: Wellington Rocha

Encantados pelo clima natalino e pela beleza das cores, crianças e adultos param para registrar os momentos em fotografias

Solidariedade é promovida pela campanha do Varela Santiago, que visa arrecadar R$ 45 mil para compra de incubadora

Shoppings investem em decoração natalina DESDE O INÍCIO DESTE MÊS, CLIMA NATALINO JÁ TOMA CONTA DE TODA A CIDADE E ENCANTA POPULAÇÃO NATALENSE GÉSSICA RIBEIRO GESSICAJORNALISTA.UFRN@GMAIL.COM

O Natal é uma das datas comemorativas mais importantes do ano, pois é um momento de festas e confraternizações, mas principalmente de relembrar o verdadeiro sentido da data. O dia 25 de dezembro influencia positivamente também os diversos setores da vida da sociedade sejam eles, religioso, emocional e material. As pessoas começam a programar os jantares, viagens para rever a família e listas de presentes para comprar e o espírito natalino toma conta de todos. As cidades também se preparam para as festas de Natal, com belíssimas decorações em avenidas, praças, prédios públicos e canteiros, que ficam coloridos e iluminados, trazendo à cidade uma luz diferente, encantando a todos que passam por elas. A data movimenta, ainda, o comércio que promove diversas promoções, que variam desde roupas até artigos decorativos. Neste período, varejistas esticam prazos e cortam taxas para fisgar o consumidor para as vendas de fim de ano. As lojas apostam no Natal como "pico de vendas" do ano. As encomendas de produtos para a comemoração estão entre 10% e 20% superiores às do ano passado, mas há casos de alguns produtos, como alimentos, enfeites e eletroeletrônicos, em que os volumes estão até 30% superiores aos de 2011. Além das facilidades no crédito para o consumidor, fatores como o pagamento do décimo terceiro salário, proporcionam o aumento nas vendas nesse período natalino. Para entrar no clima natalino, os estabelecimentos comerciais também investem na decoração de Natal para atrair os consumidores. Em Natal, os shoppings centers já apresentam decorações especiais, que atraem e encantam a todos, sejam crianças, jovens ou adultos. No Midway Mall, por exemplo, a decoração natalina deste ano é sobre o fundo do mar. Além da tradicional árvore de Natal, há também um navio de madeira, e um Papai Noel 'pirata'. O diferente tema associado ao Natal desperta a curiosidade dos visitantes. O pequeno Carlos Henrique, de 11 anos, ficou admirado com essa 'roupagem' dada ao Papai Noel na decoração do Midway e não queria mais sair de lá. "Gosto de tudo no Natal. Dos presentes, dos parentes que vem de longe pra ceia, das brincadeiras e dos enfeites. Todos os anos, venho pra o shopping ver a decora-

ção de Natal, que esse ano está muito linda. Nunca imaginei que existisse Papai Noel pirata, com navio e tudo mais. Está tudo muito lindo mesmo", disse Carlos Henrique. Já no Norte Shopping, a idéia este ano foi oferecer não apenas entretenimento, mas também, interação com educação. Além de uma bela árvore, em que a maioria da decoração se movimenta sozinha, e o tradicional trenzinho que leva as crianças para um passeio na Terra Encantada do Natal, há também a Biblioteca do Papai Noel. Nela estão disponíveis diversos livros e gibis para o entretenimento da garotada, além da presença do anfitrião Papai Noel, que as recebe com todo carinho e atenção. De acordo com Karla Botelho,

“É muito importante levar o espírito do Natal para as crianças, com uma pitada a mais de conhecimento e educação”

xão, esperança, fé e alegria. Para a estudante universitária Rebeca Cunha, o Natal aproxima as pessoas e é um momento que torna a vida e tudo que a envolve ainda mais bonito. "Natal representa família. É um momento de união onde todos se aproximam mais. Às vezes, na correria do dia a dia, esquecemos de contemplar a beleza que nos cerca. Mas é inevitável não contemplar a decoração de natal, espalhada por todo lugar, que nos remete a inocência da infância, e nos faz olhar tudo em volta com mais pureza", disse Rebeca. Para a dona de casa Luziana Miranda, o período natalino reflete o amor dentro dos corações de cada um. "Pra mim é uma data para distribuir amor a todos, familiares ou não, sem olhar para cor ou classe social. É tempo de perdoar. O Natal nos traz muita paz, muitas coisas boas e uma vontade muito grande de viver bem com todos, respeitando as diferenças, assim como Jesus Cristo fez durante sua vida, e nós como seus seguidores, devemos fazer o mesmo", afirmou Luziana.

gerente de marketing do Norte Shopping, o tema deste ano busca oferecer às crianças maiores conhecimentos reais, dentro do mundo encantado. "Tivemos uma experiência este ano com a implantação de uma 'Gibiteca', que atraiu um número expressivo de crianças interessadas na leitura. Com isso observamos que, para elas, a leitura também é uma ótima opção de lazer e diversão. Elas não querem apenas brincadeiras. Desde que lançamos a decoração de Natal deste ano, a Biblioteca do Papai Noel está atraindo muitas crianças que se pudessem, ficariam horas e horas ali dentro. O movimento já está bem intenso. É muito importante levar o espírito do Natal para as crianças, com uma pitada a mais de conhecimento e educação, que influenciam diretamente em suas vidas", disse Karla Botelho. O movimento nos shoppings é intenso e muitos que vão apenas para ver a decoração e tirar fotos com Papai Noel, acabam não resistindo às promoções e fazendo algumas comprinhas para presentear parentes e amigos. Mas apesar das tão esperadas trocas de presentes, e dos gastos e lucros das empresas, o espírito natalino desperta sentimentos que às vezes permanecem ocultos durante todo o ano, mas são aflorados nesta data especial: solidariedade, amor ao próximo, compai-

A HISTÓRIA DO NATAL Na antiguidade, o Natal era comemorado em várias datas diferentes, pois não e sabia com exatidão a data do nascimento de Jesus. Foi somente no século IV que o 25 de dezembro foi estabelecido como data oficial de comemoração. Na Roma Antiga, o 25 de dezembro era a data em que os romanos comemoravam o início do inverno, portanto, acredita-se que haja uma relação deste fato com a oficialização da comemoração do Natal. As primeiras comemorações de Natal costumavam durar até 12 dias, pois este foi o tempo que os três reis Magos levaram para chegar até a cidade de Belém e entregarem os presentes (ouro, mirra e incenso) ao menino Jesus. Com o passar dos anos, as comemorações típicas de cada país, muitos símbolos passaram a fazer parte das festividades, entre eles, a figura típica do Papai Noel. Além disso, em quase todos os países do mundo, as pessoas montam árvores de Natal para decorar casas e outros ambientes. Esta tradição foi trazida para o continente americano por alguns alemães, que vieram morar na América durante o período colonial. No Brasil, país de maioria cristã, as árvores de Natal estão presentes em diversos lugares, pois, além de decorar, simbolizam alegria, paz e esperança.

Wellington Rocha

Fundo do mar é o tema da decoração natalina do Midway Mall, que também remete ao Estado com o Forte dos Reis Magos Fotos: Cedidas

Tradicional trenzinho promove passeio das crianças pela Terra Encantada do Natal do Norte Shopping, na zona Norte

A novidade deste ano ficou por conta da Biblioteca do Papai Noel, em que estão disponíveis livros e gibis para a garotada


10 O Jornal de HOJE

Natal, 27 de novembro de 2012

Cidade

Terça-feira

Começam depoimentos sobre acidente na BR NO

SÁBADO PASSADO, TRÊS PESSOAS MORRERAM NA COLISÃO, QUE PROVOCOU ENGARRAFAMENTO QUILOMÉTRICO Canindé Soares/Cedida

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Testemunhas e sobreviventes do acidente que matou três pessoas e deixou outras três gravemente feridas no sábado passado, próximo ao rio Pitimbu, na BR-101, começaram a ser ouvidas hoje pelo delegado da Especializada em Acidentes de Veículos, Sérgio Leocádio Teixeira. O motorista acusado de provocar a batida, Wellington Hoperiano Gonçalves, continua preso no Centro de Detenção Provisória da zona Norte, na avenida Doutor João Medeiros Filho, no conjunto Santa Catarina. Segundo o delegado Sérgio Leocádio, apesar do teste do bafômetro ter apontado uma quantidade de álcool superior à permitida pela legislação de trânsito e, por isso, o acusado ter sido autuado em flagrante por crime doloso (quando há intenção de matar, o que no caso é sustentado pelo fato do motorista ter consciência de que poderia provocar um acidente com vítimas fatais), é provável que a Justiça analise o caso

Wellington Hoperiano, motorista acusado de provocar a tragédia, está preso e confessou ter ingerido bebida alcoólica como acidente de trânsito apenas. "Comecei a ouvir as testemunhas e pessoas que estavam no local no momento do acidente hoje e é possível que os depoimentos

aconteçam até a sexta-feira, já que ainda há vítimas hospitalizadas. Ainda não tenho data certa para ouvir o acusado de ter provocado o acidente, mas acredito que

vamos concluir o inquérito sobre este caso dentro do prazo, que são dez dias", afirmou o delegado. Os primeiros a serem ouvidos foram os familiares da auxiliar de

almoxarifado Herika Barroso de Paula, que morreu no local do acidente. Após prestarem depoimento, o marido e a mãe da jovem pediram justiça e a condenação por homicídio doloso do acusado de ter provocado a tragédia. Caso a Justiça decida pelo julgamento do caso como um acidente de trânsito comum, baseado no artigo 306 do Código Brasileiro de Trânsito (CTB), que fala sobre direção sob efeito de álcool, o acusado poderá ser condenado a uma pena que varia entre seis meses e três anos de detenção. "A punição para isso pode até ser revertida em prestação de serviços comunitários e/ou o pagamento de cestas básicas", explicou Leocádio. EMBRIAGADO O acidente aconteceu na divisa dos municípios de Natal e Parnamirim por volta das 18h30 quando o veículo Kia Sorento dirigido por Wellington Hoperiano Gonçalves, que trafegava no sentido Natal/Parnamirim, atravessou o canteiro central da BR-101 e bateu em dois veículos onde es-

tavam as vítimas, que vinham no sentido contrário. Na colisão, mais um carro e uma motocicleta foram atingidas. Três pessoas morreram no local: Maria Dionísio da Silva, 79 anos; Julião Francisco da Silva, 47 e Herika Barroso de Paula, 33. Outras três pessoas ficaram gravemente feridas e o motorista do Sorento sofreu escoriações leves. A idosa Maria Salete da Fonseca, 66 anos e dois irmãos que não tiveram os nomes divulgados foram levados por ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foram socorridas para o Hospital Walfredo Gurgel, no bairro do Tirol, em Natal. Wellington Hoperiano Gonçalves foi preso e autuado em flagrante após o teste de bafômetro ter apontado uma quantidade de álcool superior à prevista pelo CTB. Após ser inquirido pelos agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), por causa da presença de garrafas e latinhas de bebida alcoólica dentro do veículo que dirigia, ele acabou confessando que tinha bebido em um bar em Nova Parnamirim.

> NOVA CRUZ

Jovem é morto durante festa em via pública O que era para ser uma noite de festa e alegria virou tragédia, com uma pessoa assassinada com um tiro na cabeça e outra gravemente ferida, com um corte profundo nas costas, durante a madrugada de hoje, na cidade de Nova Cruz, no Agreste potiguar. Os crimes aconteceram durante as comemorações ao aniversário do prefeito eleito do município, Cid Arruda Câmara. Apenas uma pessoa foi presa pela Polícia Militar, logo após as confusões. Segundo o agente da Delegacia de Nova Cruz, Samarone Coelho, os dois crimes ocorreram por volta das 3h30 de hoje, simultaneamente, em dois pontos distintos da festa, que acontecia no Centro da cidade. Centenas de pessoas participavam do evento. "O que sabemos é que os dois crimes, tanto o assassinato como a tentativa de homicídio, aconteceram por desentendimentos bobos, que poderiam ter sido evitados, mas, infelizmente, ocorreram. A PM só conseguiu deter o acusado pela tentativa, que estava ferido com um corte provocado por um gargalo de garrafa", explicou Samarone. William de Oliveira, 18 anos, foi atingida por um único disparo

de arma de fogo na cabeça, feito por um desconhecido com quem o rapaz havia se desentendido durante a festa. Conforme o relato de testemunhas, o jovem estava se divertindo com amigos, quando deu início a uma desavença com um desconhecido, que sacou um revólver e disparou contra ele. "As pessoas disseram que tudo começou com um bate-boca, que ocorreu até o momento em que o acusado, que não foi identificado ainda, sacou uma arma que estava escondida embaixo da roupa e efetuou um disparo contra a cabeça do jovem. Ele não resistiu e morreu no local, antes que pudesse receber algum tipo de atendimento", explicou o soldado do 8º Batalhão da Polícia Militar, Cássio Roberto. O militar disse também que um adolescente de 17 anos de idade chegou a ser apreendido minutos depois do crime, mas foi liberado por falta de provas. "No momento da abordagem, ele não estava com a arma do crime. Continuamos as diligências em toda a região, enquanto a Polícia Civil colhe os depoimentos das testemunhas e nos repassem informações que possam ajudar a identificar e localizar o

Divulgação

Centenas de pessoas participavam do evento, no Centro da cidade, quando confusões resultaram em um morto e outro ferido responsável pelo homicídio", afirmou. O soldado disse que, após os dois crimes, as pessoas que estavam na festa começaram a ir embora, com medo que acontecessem outros problemas e outros crimes. "Esta-

vam todos alegres, se divertindo, quando houve o homicídio e o outro crime, que acabou com o clima de festa na cidade", disse. FACADA NAS COSTAS O outro crime que aconteceu

durante a festa em Nova Cruz foi uma tentativa de homicídio. O fato aconteceu no mesmo horário do primeiro caso e também começou por um desentendimento entre a vítima e o acusado, que foi preso e autuado em flagrante. Gravemente feri-

do com um corte profundo nas costas, a vítima foi socorrida para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, onde está internado em estado grave. Segundo o agente Samarone Coelho, o acusado confessou que agrediu Marcos Célio Gomes da Silva com um punhal porque este teria desferido um golpe nele com um pedaço de garrafa quebrada, minutos antes, durante uma discussão por causa de um pisão no pé. "Ele disse que, durante a festa, pisou no pé do Marcos Célio, que começou toda a confusão. Em determinado momento, ele foi ferido e decidiu revidar o fato, desferindo um golpe de punhal nas costas da vítima, que foi atingida em toda a extensão das costas, de cima para baixo. Depois, tentou fugir, mas foi detido e levado para a delegacia", explicou o agente da Polícia Civil. Jaimerson da Silva Tavares foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio e prestou depoimento na manhã de hoje. Ele disse que esta teria sido a primeira vez que encontrava a vítima e que só a agrediu porque foi atacado primeiro. No entanto, não disse o motivo de estar armado com um punhal na festa.

> VIOLÊNCIA

Mais cinco mortos em menos de 24 horas no Estado Além do homicídio ocorrido em uma festa em Nova Cruz, outras cinco pessoas foram assassinadas no Rio Grande do Norte, em menos de 24 horas. Desses, três homicídios aconteceram na Capital, nas zonas Norte e Oeste, em um intervalo de apenas oito horas. Os outros dois homens foram executados com dois tiros na cabeça, cada um, nos municípios de João Câmara e Alto do Rodrigues. Por volta das 5 horas de hoje, os moradores da rua São Matheus, no conjunto Gramoré, ficaram surpresos e assustados após encontrarem o

corpo de um homem identificado apenas pelo apelido de "Burrão", caído na calçada. Ele apresentava quatro marcas de disparos de arma de fogo na cabeça e não tinha nenhum documento de identidade com ele. A Polícia Militar foi acionada e fez o isolamento do local até a chegada dos peritos do Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN). Após tentar obter informações sobre o crime com os moradores da rua, os policiais do 4º Batalhão iniciaram as diligências para tentar identi-

ficar algum suspeito de ter cometido o crime, mas não obtiveram sucesso. Ninguém soube dizer se a vítima teria algum inimigo ou envolvimento com o tráfico de drogas no local. Vinte minutos antes, os policiais do 4º BPM já haviam sido chamados para atender outra ocorrência na zona Norte, desta vez no bairro Lagoa Azul. No local, moradores disseram aos militares que William Nascimento de Brito, de 33 anos, tinha sido assassinado a tiros por volta das 3h30 da madrugada, por homens desconhecidos,

que fugiram logo após a execução. As testemunhas informaram ainda que o homem teria envolvimento com o tráfico de drogas no loteamento Eldorado e que ele pode ter sido morto durante um acerto de contas, já que estaria devendo a traficantes locais. Familiares da vítima também compareceram ao ponto do crime e confirmaram o fato. E, ontem à noite, um homem foi executado com vários disparos de arma de fogo e sua companheira, atingida de raspão na perna, após homens não identificados terem invadido a

residência do casal, situada no bairro do Guarapes, na zona Oeste. Conforme informações do 9º BPM, o fato aconteceu por volta das 21h30 e os policiais ainda não conseguiram localizar nenhum suspeito do crime. Outros dois crimes aconteceram no interior do Estado, nos municípios de João Câmara e Alto do Rodrigues. No primeiro caso, um homem suspeito de ter cometido dois homicídios foi executado ontem com dois disparos de espingarda na cabeça. Fernando Ribeiro dos Santos tinha 34 anos e estava sentado na calçada em fren-

te à sua casa, quando foi atacado por um desconhecido, que fugiu em seguida. E, em João Câmara, um homem identificado como Manoel Messias Fernandes também foi morto com dois tiros na cabeça, no bairro da Boa Vista. Conforme informações da Polícia Militar local, a vítima estava caminhando por uma rua, quando foi abordada por um homem armado com um revólver calibre 38, que efetuou os disparos e fugiu correndo. Os militares continuam as diligências em busca do acusado.


Cidade

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

INTERINO - CONRADO CARLOS - ccpsilva@hotmail.com

6948

É a placa de um doblô do Governo do Estado, cujo motorista invadiu a contramão na mesma rua Paulo Lyra, em Candelária, que cito desde o começo do mês. A via que termina em frente ao Centro Administrativo vira uma anarquia durante o horário de maior fluxo pela manhã (entre 07h45 e 08h30).

LER PARA CRER

Um projeto da Vara Criminal de Joaçaba (SC) prevê quatro dias de redução da pena dos presos a cada livro lido. Sim, a ideia é que os condenados tenham contato com obras de Dostoiévski, Shakespeare, Charles Dickens, Camilo Castelo Branco na reeducação do imaginário.

LER PARA CRER - II

Com a literatura reproduzindo experiências humanas sobre a responsabilidade pessoal, percepção da imortalidade da alma, superação das situações difíceis pela busca de um sentido na vida. Além de estimular valores morais e religiosos tradicionais, como uma tentativa de melhorar progressivamente a personalidade.

LER PARA CRER - III

Leia antes de viajar Quem nunca viu fotografias da viagem de algum conhecido em que sua figura é destaque, em vez do destino ao fundo? Ao seguir nosso impulso de dominar a beleza, ele transforma a paisagem em mero anexo, um tópico, em vez da razão em si. Influenciado pela propaganda de um paraíso perdido sem ansiedades ou decepções, ele projeta seu ideal naquela cena, cujo protagonista abre um sorriso, abraça a mulher e banca uma realidade artificial. Poucas atividades revelam tanta subserviência à busca pela felicidade como viajar. Fora das limitações do trabalho e da batalha pela sobrevivência, desamarramos o torniquete das angústias e atuamos no palco dos sentimentos perfeitos - por isso, uma briga durante uma viagem tem peso dobrado. É como se o causador da desavença fosse um terrorista que recusa um armistício na pior das guerras. Para tentar entender o que nos leva a outros continentes, tanto para cidades modernas como para lugares inóspitos e quase desabitados, o filósofo pop Alain De Botton traça paralelos entre experiências de gênios, como Charles Baudelaire, J.K. Hyumans, Edward Hopper, Alexander Von Humboldt e Gustave Flaubert, e de pessoas comuns, aqui representadas pelo próprio autor, no livro "A Arte de Viajar". A sacada do suíço radicado na Inglaterra é a seguinte: assim como a arte, que procura entender a dor e a origem da beleza com a mistu-

ra de ingredientes estéticos, materiais e psicológicos, o ato de viajar traz em sua essência o entusiasmo e a ajuda para sermos mais conscientes de sentimentos experimentados com pressa e hesitação. De Botton vai até Barbados, Amsterdã, Madri, o Deserto do Sinai e Provence, na França, na companhia dos poetas, pintores, romancistas e polímatas supracitados. Enquanto reflete sobre o choque entre expectativa e realidade, produto de toda viagem, ele faz verdadeiras críticas de arte e perpassa a biografia dos artistas. Baudelaire, por exemplo, após três meses no mar, rumo à Índia, fez uma parada nas ilhas Maurício para fugir de uma tempestade, e dali resolve voltar à França natal; Hopper passou cinco anos vagando pelos Estados Unidos arcaico, o que gerou quadros de mulheres solitárias em lanchonetes e pousadas de beira de estrada; ou Flaubert e sua paixão pelo Cairo, onde permaneceu por nove meses e viu a miséria terceiro-mundista. O mesmo que De Botton viu em Barbados, ilhota caribenha até hoje com ares de apartheid britânico - brancos ricos têm hotéis cinco estrelas à disposição; negros nativos, subempregos e demais sintomas do atraso. Longe de ser um guia de viagem, "A Arte de Viajar" funciona como bagagem de mão para quem deseja enriquecer a mania turística em tempos de 'qualidade de vida' a qualquer preço.

Fantasiemos que o projeto fosse adaptado para políticos pegos com a mão na botija. Quais livros Micarla de Sousa, Carlos Eduardo Alves, Wilma de Faria e a penca de vereadores, assessores e agregados enquadrados nas operações Higia e Impacto deveriam ler?

PAPAI-ESTADO

O Governo Federal compra 45% da produção de livros no país, enquanto poucos lançamentos vendem mais que três mil exemplares. A música vai pelo mesmo caminho, com 'centros culturais' pipocando em cada esquina. Encaixados em leis de incentivo a cultura, brincam de gravar discos dos amigos com dinheiro público, sem a menor exigência ou preocupação artística, no esquema vem que tem.

SEGURE O TCHAN

Nada mais apropriado para o momento atual, com Mensalão, bang-bang na Paulicéia, Seleção em 13º no ranking da FIFA, prefeita acusada de tirar a sopa da boca de menino pobre, que o anúncio da volta do É o Tchan, em 2013, com a formação original. Beto Jamaica, Cumpa-

dre Washington, Carla Perez, Débora Brasil e Jacaré gravarão um DVD e excursionarão pelo país.

EXEMPLO

Os Rolling Stones (os Stones!) pagaram quase R$600 mil de multa por passarem 35min do horário estipulado para terminar o show de domingo passado, na O2 Arena, em Londres. Vinte mil fãs, cinco anos sem tocar, mas a lei do silêncio é cumprida no Reino Unido. Aqui, nêgo tasca Valesca Popuzuda no stereo até tarde da noite e ninguém diz nada. E o veraneio está chegando.

ANIVERSÁRIO DE NATAL

O Grupo Amigos do Reggae se mobiliza para realizar a comemoração do aniversário da cidade, fundada no dia 25 de dezembro de 1599. Para tanto, criou o Viva Natal, projeto que nasceu para contribuir na revitalização da cultura potiguar. O grupo, formado por artistas e músicos, organizou um cronograma de atividades a ser desenvolvidas nos dias 21 e 22 de dezembro na árvore de Natal, no bairro de Mirassol. Para as ideias funcionarem, eles necessitma de apoiadores e patrocinadores. O Viva Natal terá continuidade durante todo o ano de 2013 com edições mensais realizadas sempre no primeiro domingo de cada mês. Os interessados em participar do projeto podem entrar em contato com a assessoria de comunicação do grupo, através do número: 8866-5480.

PROIBIDO ELEFANTES

Depois de estrear com grande sucesso em Natal, no último mês de outubro, e fazer uma rápida temporada em João Pessoa, o espetáculo "Proibido Elefantes", da Companhia Gira Dança, está de volta para se apresentar nos dias 01 e 02 de dezembro, às 20h, na Casa da Ribeira. O espetáculo tem duração de 55 minutos e mostra como percebemos a "realidade", resultado do diálogo que estabelecemos com esta e fala do olhar como via de acesso. Direção e coreografia estão a cargo do bailarino potiguar Clébio Oliveira, vencedor do prêmio Höffnungträger, como "Coreógrafo Mais Promissor" na Alemanha, concedido pela "Tanz" no anuário 2012, revista de crítica especializada em dança mais importante da Europa.

MOÇAS DE VIDA FÁCIL A moda produz aberrações e deficiência visual grave em muita gente. Principalmente no universo feminino. A onda do visual "Moças de Vida Fácil", com coxas de legionário, shorts pequenos e salto alto tem bagunçado a cabeça de quem não foi agraciada pela genética. É cada bagulho se contorcendo na indumentária que sempre me pergunto "onde estão as amigas dessa sujeita que não malham?". Sem noção da própria pança ou dos cambitos delgados, optam por 'modelitos' de arrasar quarteirão, feito um monomotor pilotado por um barba da Al-Qaeda.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / @joaoricardo_rn

SERVIDORES O recadastramento referente aos dados cadastrais e local de lotação dos servidores da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) será reaberto por mais dois dias. Amanhã e quinta-feira, os servidores que ainda não fizeram o recadastramento, ou quiserem fazer possíveis correções nos seus cadastros, devem entrar no sistema de gestão de recursos humanos da Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, através do site www.searh.rn.gov.br. INTERAÇÃO Coronéis Marcondes e Marcos Rodrigues Pinheiro, irmãos e excomandantes da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, respectivamente, são leitores desta coluna, o que torna a responsabilidade do jornalista muito maior. Agradeço aos dois pela amizade e incentivo ao meu trabalho. CONSTATAÇÃO O tempo também é o cara.

PLANO DIRETOR 2 Foram apresentadas cerca de 40 emendas que serão votadas pelo plenário. O presidente da comissão, vereador Valério Felipe Santiago, disse que a expectativa é que o novo Plano Diretor seja aprovado até o final deste ano, quando então o texto final será encaminhado novamente ao Poder Executivo para sanção ou veto da proposta apresentada. PLANO DIRETOR 3 Valério Santiago ressaltou que o trabalho da Comissão Especial objetivou, com apoio de uma consultoria técnica, adequar algumas propostas do ante-projeto do plano, principalmente com relação ao bairro de Nova Parnamirim, área em franco crescimento no município, assim como a Mata de Emaús, a preservação dos rios e de vários outros bairros da cidade. “Buscamos sugerir uma legislação moderna que possa acompanhar o crescimento da cidade com sustentabilidade”, destacou Valério Santiago. O vereador também lembrou que a comissão procurou atuar “com liberdade e independência, com intuito de evitar interferências externas ao Poder Legislativo”. “Estamos empenhados, fazendo nosso papel como representantes de uma sociedade no sentido de que o novo Plano Diretor do Município seja um documento moderno para uma Parnamirim do futuro”. PASTORAL A coordenadora nacional da Pastoral da Criança, Irmã Vera Lúcia Altoé, visitará o Rio Grande do Norte, de 29 de novembro a 2 de dezembro. No dia 30, sexta-feira próxima, a partir das 14 horas, na Catedral Metropolitana, ela se encontrará com os líderes da Pastoral da Criança de todas as paróquias da Arquidiocese de Natal. O encontro terminará as 16 horas, com celebração eucarística presidida pelo arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha, concelebrada pelo assistente eclesiástico da Pastoral, padre Antônio Gomes da Silva. PARLAMENTAR Apesar de ter perdido a eleição para prefeito de Parnamirim por doze mil votos, o deputado estadual Gilson Moura não tem demonstrado decepção. E diz aos mais próximos que já está em campanha para a reeleição.

De virar a cabeça

CAMERATA 2 Na apresentação, o grupo composto por 34 pessoas, todos selecionados pelo próprio regente, monsenhor Pedro, fará um roteiro didático, oferecendo ao público informações a respeito da arquitetura sacra, além de uma comparação entre os traços existentes e a música sacra.

Wellington Rocha

PLANO DIRETOR O relatório da Comissão Especial integrada pelos vereadores Valério Felipe Santiago (presidente), Gildásio Figueiredo e Elienai Dantas Cartaxo (membros), com auxílio de uma consultora técnica, que analisou o ante-projeto do novo Plano Diretor do Município de Parnamirim, foi lido na sessão ordinária de ontem, da Câmara Municipal.

Vai ser ‘bonito’ABC e América brigando na Arena das Dunas.

CAMERATA Amanhã, a partir das 20 horas, a Arquidiocese de Natal receberá a apresentação da Camerata de Vozes do Rio Grande do Norte, da Secretaria Extraordinária de Cultura e Fundação José Augusto (Secultrn/FJA).

Eternamente ídolos Alberi e Marinho Chagas, dois dos eternos ídolos do ABC Futebol Clube, foram homenageados, sábado passado, no intervalo da partida com o América, no Frasqueirão. Esses dois craques são de um tempo onde o futebol imperava, as famílias iam aos estádios tranquilamente e saíam felizes com o espetáculo apresentado. Bons tempos...


12 O Jornal de HOJE

Natal, 27 de novembro de 2012

Cidade

Terça-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br Desaboya.com

w UMA PASTA PARA WOBER...

Integrante da chamada "tropa de elite" do prefeito Carlos Eduardo Alves, juntamente com o vice-governador Robinson Faria, o ex-deputado Wober Junior terá participação direta no primeiro escalão do governo municipal. >>> Fazendo o estilo 'discreto', Wober tem evitado falar sobre a participação do seu partido, o PPS, no futuro governo carlista. >>> Porém, fontes ligadas ao Gabinete de Transição confirmam a indicação de um nome do partido para uma secretaria que terá ligação direta com a Copa de 2014. >>> Sim, deverá ser a de Esportes.

Carla Cantídio e Kristine Shelmann na festa da Todeschini na Casa Cor RN

Bobflash

Lucianne Benfica e Thacyanne Flor no camarote Planeta Skol para curtir Skank e O Rappa

w APURANDO...

A Reitora Ângela Paiva está instalando na UFRN a chamada "Comissão da Verdade". >>> Com o objetivo de identificar todas as pessoas que tenham sido perseguidas naquela instituição por atos arbitrários praticados pela ditadura militar que governou o país de abril de 64 até a redemocratização alcançada com a constituição de 88.

Joáo Neto

Desaboya.com

w ...OS PERSEGUIDORES

A comissão já está composta. >>> E será presidida pelo jurista Carlos Gomes, tendo ainda como integrantes os professores Ívis Bezerra, Justina Iva e Almir de Carvalho Bueno, além de representantes dos sindicatos dos docentes, dos servidores técnico-administrativos e do Diretório Central dos Estudantes. >>> Sua instalação solene ocorrerá brevemente, em data a ser fixada.

w CONTRADIÇÃO

Em relação à disputa pela vaga de conselheiro do TCE... >>> ...a Assembleia Legislativa está longe do consenso desejado pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves. >>> A começar pelo próprio partido de Henrique, já que o PMDB terá dois candidatos à vaga: Nélter Queiroz e Poti Júnior, que será oficializado candidato pelo PR.

w PERSISTENTE

Já o deputado Fábio Dantas, do PHS, não quer nem ouvir falar em retirar o seu nome da disputa. Ele, aliás, foi o primeiro candidato ao cargo de conselheiro do TCE a lançar o nome, ainda na semana passada. >>> "Vou disputar. Não retiro meu nome, não", garantiu ele ontem à noite em entrevista à TV União.

w SAINDO NA FRENTE

A propósito, Fábio tem o apoio do Sindicato dos Servidores do Tribunal de Contas - SINDICONTAS-RN. >>> Outro detalhe é que, até agora, Fábio foi quem recebeu a maioria das declarações de apoio dos parlamentares: de Tomba Farias (PSB) e de Dibson Nasser (PSDB).

w APOIO AO ESPORTE A deputada estadual Gesane Marinho (PSD) apresentou, na quartafeira passada, na Assembleia Legislativa do RN, mais um projeto de lei com foco no esporte do Estado. >>> A Lei "Selo Amigo do Esporte" prevê a criação do selo para ser conferido às empresas privadas do Estado que investirem em projetos no âmbito desportivo. >>> O selo será concedido automaticamente e terá prazo de validade de um ano, renovável enquanto durarem as contribuições que devem ser, no mínimo, anuais.

Getúlio Sores e Feliz Júnior no samba promovido por Hilneth Correia com Neguinho da Beija-Flor

Na Posologie Igia Siminéa, Vilma Abreu e Rafa Rositto

MulheresnoFDS

w DICAS

A coluna recebeu email de um leitor muito bem informado sobre a futura equipe carlista na Prefeitura de Natal: >>> "Boa Tarde amiga, sou um leitor diário da sua coluna, a qual leio todas as tardes. Estou acompanhando o processo de transição do Prefeito Carlos Eduardo e um nome que já foi ventilado para a futura Secretaria de Habitação de Natal é o do funcionário da Caixa (Econômica Federal) Homero Grec, que, inclusive, fez parte da equipe que elaborou o plano de governo da campanha de Carlos na área de habitação. Ele é uma provável indicação do pai de CE (deputado Agnelo Alves). Mas a informação é de que tem um nome que corre por fora dos holofotes e da mídia, que anda bastante aqui na SEHARPE: do líder dos Sem Teto e militante dos movimentos populares Wellington Bernardo, do MLB, que teria a total simpatia tanto do Prefeito como da sua principal secretária e hoje coordenadora da equipe de transição Virginia Ferreira. Essa informação vem de um dos membros da equipe de transição". >>> É aguardar!

Desfile Plural no Minas Trend Preview Inverno 2013

GIRO PELO TWITTER ...do blogueiro Marcos Dantas: "Nélter não confirma retirada da candidatura ao TCE, mas defende agora que vaga seja através de concurso"; ...do senador José Agripino: "A Operação Porto Seguro é o mais novo escândalo do PT. Ainda bem que a Polícia Federal agiu e desmantelou"; ...do deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza: "A insegurança pública em Macaíba, município que alcança hoje uma população de quase 70 mil habitantes, nos últimos

w A FILHA A CASA TORNA Quem está em Natal é a cantora-celebridade potiguar Roberta Sá. >>> A bela veio a capital para, amanhã, marcar presença na Casa Cor Rio Grande do Norte. >>> Roberta será uma das homenageadas na primeira edição do evento no RN com um loft inspirado no estilo, na vida e na carreira da cantora que está fazendo sucesso no mundo a fora. >>> No ambiente criado pela arquiteta Samara Gosson, o loft foi movido pela suavidade e no estilo de música cantado por Roberta Sá. Em todos os ambientes do loft destacam-se obras de arte de artistas locais com alusão ao trabalho da cantora, além de fotografias e objetos pessoais da artista.

w INCENTIVO DA GURU E é hoje que a maior palestrante feminina do país, Nelma Penteado, considerada diva da sensualidade e guru da autoestima, realiza palestra intitulada "Cinquenta Tons de Sensualidade", no Hotel Pirâmide, a partir das 19h. >>> O evento exclusivo para o público feminino destina-se a mulheres que buscam sucesso na vida profissional e afetiva.

meses, vem se agravando".


Cidade

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w ATENÇÃO A governadora Rosalba Ciarlini é discreta, mas sabe que vai pagar dezembro e a segunda parcela do décimo-terceiro em dia. O governo vende um aperreio maior do que é. Para sair como um vencedor. w AVISO O governo marcha, de rota batida, para o terceiro ano de gestão sem cumprir seus compromissos de liberação das emendas dos deputados, todas aprovadas no orçamento. O gesto pode ter seus efeitos. w EXÍLIO Tem secretário que há meses e meses não sabe o que é sentir-se prestigiado como integrante de uma equipe de primeiro escalão. Sua secretaria é lisa, nada decide e hoje não tem sequer a quem se dirigir. w NATAL Eliana Lima, com suas reluzentes asas douradas de abelha, teve desempenho tão bom contracenando com Joyce Pascowitch, que acabou provocando gosto de inveja em alguns coleguinhas. É tão Natal! w JORNADA Amanhã, no salão da Academia NorteRio-Grandense de Letras, Espedito Moreira de Melo lança suas Memórias de uma Tríplice Jornada'. Primeiro volume da União Brasileira de escritores do RN. w IMPASSE - I O governo teme substituir Betinho Rosado na Agricultura se não for por nome de sua mais absoluta confiança. E se precisar abrir mão desse espaço antes retira da Emater o cobiçado Programa do Leite. w ALIÁS - II O Governo Iberê Ferreira nos seus curtos nove meses foi criticado por confinar na Emater o mando das tetas leiteiras. Modelo que o governo adversário mantém e pelo jeito até muito satisfeito da vida.

A oposição F

oi muito pouco o tempo que o governo Rosalba Ciarlini precisou para produzir a oposição em torno do seu território: menos de um ano. E com a requintada habilidade de reunir de uma forma crescente e nos três campos formadores: no público interno - o funcionalismo; na classe política; e na opinião pública. Não significa que o cenário formado não possa ser refeito nos próximos meses, mas a tarefa é de uma magnitude tão grande que sequer será concedido ao cenógrafo o direito de errar. Numa coisa o governo foi esmerado: em abandonar rápido o eficiente discurso que espalmou ao longo da campanha - alguém que chegava com a tradição de honestidade e eficiência para reunir os grandes contingentes insatisfeitos em todas as camadas - e se transformar num símbolo de força e intolerância, como se o governo bastasse a si mesmo. Cerrou portas e janelas, fechou olhos e ouvidos ao clamor das ruas e ilhou-se, convencido de que a caneta poderosa é a vara de condão da glória. Inacreditável não é constatar mais uma vez o vício do poder de gostar do coro dos contentes, mas lembrá-lo de ter sido capaz de não se deixar levar pelo canto mavioso e lutar com determinação orquestrando todas as vozes contrárias para derrubar o poder instalado nos dois palácios há cerca de vinte anos, três mandatos executivos municipais na capital e dois estaduais. Vitorioso, ergueu o braço forte, baixou o chicote do desprezo e a ninguém quis conquistar, nem mesmos aos que eram seus.

É preciso não ter ouvidos, Senhor Redator, para não ouvir o intenso ruído que vem de todos os cantos. Dos discretos murmúrios de uns aos gritos desabridos de outros, todos se sentem hoje abandonados. Não só os de fora, aqueles que votaram na esperança de uma vida melhor para todos, mas também os de dentro. Os que lutaram e ainda hoje carregam as marcas dessa luta, para não citar os que foram expulsos. Hoje todos se reúnem em torno da decepção e é lá que limpam suas armas. Na sua impressionante capacidade de abandonar aliados, não faz conta do valor das perdas. Nem mesmo das suas mais simbólicas conquistas, como o grupo do vice-governador Robinson Faria que soube atrair das hostes adversárias, naquela hora detentoras do poder. Não bastasse o forte efeito derrotista que produziu no sentimento coletivo, deixou de ir ao segundo turno, e com todo risco, com uma diferença de votos bem menor que o acervo eleitoral garantido pelo Agreste do então deputado. Menos de dois anos depois, o governo é mesmo a ilha inexpugnável que preferiu construir, mas parece cada vez mais cercado das águas da solidão. Nenhuma voz se ergue, a não ser as do ofício e as do dever, para defendê-lo. Depois de perder o povo na sua maioria, os servidores na sua quase totalidade, os colégios eleitorais de Natal e Parnamirim e de colidir contra o Judiciário e o Ministério Público, corre o risco de perder seu maior aliado, parte integrante de sua própria história - o PMDB.

TIRO De um petista consciente do erro que o PT comete ao expulsar o médico Cipriano Maia, um dos seus melhores quadros: 'Só agrada aos que querem ser dono da sigla no escambo das vantagens políticas'. CRÔNICAS A poetisa Rizolete Fernandes descansa por alguns dias a lira dos versos e lança dia 29, quinta-feira próxima, na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, 'Cotidianas'. O livro que reúne suas crônicas. w EXPO Também dia 29, às 19h, lá na Galeria Conviv'art do Centro de Convivência da UFRN a abertura da exposição A Praia, de Thaís Shmidt. Fica aberta ao público de 30 de novembro até 28 de dezembro. w GAFE As redes sociais estão caindo de pau em Danuza Leão, uma de suas musas. Tudo em razão desta sua frase assim: 'Ir a Nova Iorque já teve sua graça, mas, agora, até o porteiro do prédio também pode ir'. w ROCK O médico Djacir Dantas vai lançar um blog sobre rock, principalmente com os Beatles e os Rolling Stones: Portal no Ar. Depois de neurologia o rock é a segunda coisa em que ele é um grande doutor. w DEUS Do jornalista Carlos Orsi, na Folha, defendendo a ideia de retirada das cédulas brasileiras da frase 'Deus seja louvado' como propõe o Ministério Público: 'Estado ateu seria escrever 'Deus não existe'. w SERTÃO Depois de muito desejar, ganhei de Marcos Lopes um guarda-peito de vaqueiro, vivido e sofrido nas lidas do gado. Vai adornar a sala de Oswaldo Lamartine com suas marcas do sertão de nunca mais.

Evento sobre sensualidade Dívida entre Semob e Correios e autoestima promete deixa motoristas sem receberem elevar potencial feminino notificações de multas > TRÂNSITO

NELMA PENTEADO, CONSIDERADA A DIVA DA SENSUALIDADE E GURU DA AUTOAJUDA, MINISTRA PALESTRA HOJE EM NATAL Mulheres mais seguras de si podem alcançar a realização pessoal e profissional com mais facilidade. E um meio de se tornar segura é explorando o lado sensual da alma feminina, capaz de contribuir com o desenvolvimento de sua autoestima. Para se sentirem íntegras e completas, diversas mulheres, muitas vezes com desejos ocultos, recorrem a profissionais e livros de autoajuda, mas não sabem que a solução para qualquer problema está dentro de cada uma - só precisa ser mais explorado. É com essa abordagem que Nelma Penteado, considerada a diva da sensualidade e guru da autoajuda, vem à Natal apresentando a palestra intitulada "Cinquenta Tons de Sensualidade", um evento voltado para o público feminino, destinado à mulheres que buscam sucesso na vida profissional, afetiva e íntima, e que precisam acreditar mais no seu potencial enquanto pessoa. O evento será realizado nesta terça-feira (27), a partir das 19h, no Hotel Pirâmide. Nelma Penteado é formada em Marketing, com especialização neurolinguística, sendo considerada uma das palestrantes mais requisitadas do país. "Quase três milhões de pessoas já escutaram minhas palestras, sempre com o tom motivacional. Mas eu tenho um prazer especial em falar diretamente às mulheres. Sempre me questionei quanto ao papel da mulher na sociedade e de quanto é difícil dar conta de várias funções", disse. Com o intuito de buscar a forma mais primitiva e límpida da intensidade feminina, a palestrante, natural de São Paulo, percorre todo o país mostrando que toda mulher é capaz de dar conta de várias funções e ainda buscar a feli-

Divulgação

”Cinquenta Tons de Sensualidade” é o tema da palestra de Nelma Penteado cidade através de técnicas que só ela pode desenvolver. "Qualquer mulher pode ser sensual e sedutora e tirar proveito disso para se satisfazer em diversas atividades no seu cotidiano", garantiu. "A gente tem que entender que a sensualidade nada mais é do que estar de bem com a vida e com tudo que lhe cerca. Uma mulher sensual é uma mulher intensa. A profissional intensa consegue melhores resultados no trabalho; a mãe intensa consegue agregar maiores valores à família; a esposa que é intensa no relacionamento não deixa nunca a peteca cair. É essa mensagem que eu deixo por onde passo e falarei hoje às potiguares", afirmou. Bastante conhecida pelas ativi-

dades de motivação pessoal e em relacionamento afetivos, Nelma conta com uma carreira de mais de 20 anos ensinando artes sensuais. "Não é preciso que uma mulher passe por alguma situação negativa para se redescobrir e se deixar isenta de inibições. Mas eu, que não fui feliz no meu primeiro casamento, consigo passar essa ideia com mais facilidade", contou. A palestra promete empolgar e deixar as mulheres mais seguras, poderosas e inteligentes na carreira e no amor, visando mais felicidade na vida a dois. "Afinal, nenhuma mulher é completa hoje em dia se sua vida profissional e afetiva não estiver equilibrada", disse Nelma Penteado.

Informações de que a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) possui uma dívida com os Correios podem explicar o porquê de alguns motoristas em Natal estarem sem receber multas adquiridas no trânsito. De acordo com denúncias, nos últimos seis meses diversas pessoas ficaram sem receber o documento para pagar pela infração cometida. O secretário adjunto de Trânsito, Haroldo Maia, informou que todas as multas estão sendo registradas e lançadas normalmente no sistema, mas, por um desentendimento judicial com os Correios, as pessoas estão deixando de receber a notificação em suas casas. "A empresa não estava cumprido com o serviço de entrega de notificações em sua totalidade, por isso a secretaria passou a pagar somente o valor proporcional ao serviço prestado. Mas isso já está sendo resolvido por vias judiciais", disse. Segundo Haroldo, o fato de algumas multas não estarem chegando aos seus responsáveis diretos não impede que a pessoa fique livre da cobrança. "Uma coisa não leva a outra. Quando os motoristas receberem a notificação, terão que cumprir com o pagamento da multa dentro do prazo estabelecido", disse o secretário adjunto. O Jornal de Hoje entrou em contato com a assessoria dos Correios, que não soube informar o teor da dívida. O responsável pela informação não pôde atender a equipe do jornal para explicar o caso, um vez que não estava na empresa. Entretanto, o procurador geral do município, Francisco Wilkie, confirmou que a dívida existia, mas que já foi enviado um parecer à Semob solicitando a quitação do valor pendente. "Por causa do desentendimento em relação ao valor do serviço prestado, os Correios passou a cobrar uma multa a Semob. A Procu-

Wellington Rocha

Haroldo Maia afirma que problema foi causado por desentendimento judicial radoria foi contata pelo assessor jurídico da secretaria para saber quais procedimentos deveriam ser tomados, pois eles estavam inseguros", disse o procurador, explicando que a multa acrescida foi dada em função do não pagamento total dos serviços contratados. De acordo com Wilkie, a dívida da Semob girava em torno de R$ 240 mil. "Recomendamos o pagamento total da dívida, pois entendemos que sairia mais viável assumir o valor da multa do que correr o risco das consequências que seriam geradas pela paralisação total da execução dos serviços", afirmou. A situação levou aos Correios colocar a Prefeitura de Natal, atra-

vés da Secretaria de Mobilidade Urbana, no Cadastro dos Inadimplentes (Cadim), situação que inviabilizaria a liberação de recursos para obras de mobilidade na cidade. Segundo o secretário da Semob, Márcio Sá, o valor da dívida já foi passado para a Controladoria do Município, que deverá estar liberando o pagamento ainda hoje. "Várias situações contribuíram para a Prefeitura entrar no Cadastro dos Inadimplentes, uma delas foi essa dívida com os Correios. Não sei dizer se essa realidade ainda persiste. Se estiver dependendo da Semob, garantimos que sairá desse cadastro ainda hoje, quando o pagamento for efetuado", disse Márcio Sá.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 27 de novembro de 2012

Terça-feira

Direito Vivido

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS) - ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

Vazio legal O Superior Tribunal de Justiça autorizou uma mulher que vivia em união estável há mais de 30 anos a ter o sobrenome alterado com a inclusão do sobrenome do seu companheiro. Com mais de 60 anos, ela não queria se casar para permanecer sob o regime de comunhão parcial de bens, mas a legislação exige que, devido à idade do companheiro, também com mais de 60 anos, o casamento só pode ser feito com separação total. Ao analisar o caso, a relatora, ministra Nancy Andrighi fez uma analogia com o artigo 1.565, parágrafo 1º, do Código Civil, que diz: "Qualquer dos nubentes, querendo, poderá acrescer ao seu o sobrenome do outro." Em primeira instância, o juiz julgou improcedente o pedido, pelo fato de a mulher não ter apontado nenhum im-

pedimento legal para o casamento, que permitiria a adoção do sobrenome do companheiro, nos termos do artigo 57, parágrafo 2º, da Lei 6.075/1963. Ao recorrer, o Tribunal de Justiça do Goiás também negou a apelação. De acordo com a decisão, "o fato de pretenderem se casar no regime de comunhão parcial de bens e não poderem em função da idade do companheiro, que conta com mais de 60 anos de idade, prevalecendo, neste caso, a exigência legal do regime de casamento da separação de bens, não constitui impedimento matrimonial exigido pela Lei de Registros Públicos para a alteração do nome da requerente, uma vez que eles podem se casar". Ao decidir o caso, no entanto, a ministra Nancy Andrighi afirmou que a norma utiliza pelos tribunais para negar o pedido não serve

''dissimulada'', ''deslumbrada'', ''desequilibrada emocionalmente'' e ''dupla psicopata'' (referindo-se à exmulher e ao seu novo companheiro) –, dando motivo suficiente para gerar o abalo moral. ''O dano moral, no caso, se mostra in re ipsa, o qual se presume, conforme as mais elementares regras da experiência comum, prescindindo de prova quanto à ocorrência de prejuízo concreto, diante da ofensa à honra da vítima, com a remessa de variados e-mails, contendo expressões injuriosas'', definiu o desembargador, relator do caso. O acórdão foi proferido no dia 25 de outubro. Ainda cabe recurso. Conforme informações do processo, o imbróglio teve início logo após a separação judicial do casal, em 2008. O ex-marido, inconformado com o fato de a autora ter assumido outro relacionamento, passou a lhe enviar uma série de e-mails ofensivos a sua honra. Chamado a se defender perante à Justiça, o homem alegou ter sido prejudicado na separação. Afirmou que ficou com parcela ínfima de patrimônio, teve de arcar com praticamente todas as dívidas e ainda não ficou com a guarda dos filhos. E mais: sustentou que a ex não obedece ao ajustado quan-

Altos custos portuários e tributários, estão fazendo o Brasil perder cruzeiros marítimos para Argentina e Caribe. NATAL

para o caso. "Esse artigo de lei não se presta para balizar os pedidos de adoção de sobrenome dentro de uma união estável, situação completamente distinta daquela para qual foi destinada a referida norma", afirma. Como não há uma legislação específica sobre o caso, a ministra fez uma analogia com o Código Civil. Ela concluiu pela aplicação analógica do artigo 1.565, parágrafo 1º, do Código Civil, ao entender como possível o pleito de adoção do sobrenome do companheiro. A única ressalva foi que fosse feita prova documental da relação, por instrumento público, e que nela houvesse a anuência do companheiro que terá o nome adotado, pelas formalidades legais que envolvem a união estável. O voto da relatora foi seguido por unânimidade pela 3ª Turma do STJ.

Animus injuriandi A crítica, como produto da livre manifestação do pensamento, é garantida pela Constituição. Entretanto, quando esta se revela abusiva, injuriando a pessoa criticada, seu exercício acaba prejudicando outros direitos igualmente tutelados pela Constituição como a honra, a imagem e a dignidade. Com este fundamento, a 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sulmanteve sentença que condenou um homem a indenizar em R$ 6 mil sua ex-mulher, ofendida em diversos e-mails. O colegiado considerou irrelevante o fato de que terceiros não tiveram acesso ao conteúdo da correspondência eletrônica, fruto de conversas privadas mantidas pelo casal. Citando Nelson Hungria, o relator da Apelação, desembargador Paulo Roberto Lessa Franz, disse que a injúria - diversamente de calúnia e difamação - não exige que o conteúdo seja comunicado a terceiros. Basta que seja ouvido, lido ou percebido pelo sujeito passivo - no caso, a mulher. O relator afirmou ter ficado evidente que a autora da ação de indenização por danos morais foi criticada de modo excessivo. O ex-marido utilizou-se de expressões injuriosas – ''maquiavélica'',

to ao direito de visitas, criando diversos entraves para seu contato com os filhos. As manifestações críticas, enfim, se constituiriam numa ''resposta às atitudes desta com relação ao réu''. A juíza, do 1º Juizado da 6º Vara Cível de Caxias do Sul, considerou irrelevantes as condições pelas quais se deu a separação, bem como a equidade das cláusulas homologadas em juízo. O eventual descumprimento do pactuado, destacou, deveria ser suscitado junto à Vara de Família competente. O fim do relacionamento, por outro lado, não dá autoridade para o ex se imiscuir na vida privada da autora, mesmo sob o argumento de que iria ''proteger os filhos''. Para ela, ''trata-se de irresignação do réu quanto à vida afetiva da autora, sendo evidente a intenção de agredir e de ofender''. Pela leitura dos autos, inclusive com a citação de várias mensagens de e-mails, ficou claro para a juíza que a ex-mulher foi atacada na sua honra e dignidade pessoal, em clara afronta aos artigos 1º., inciso III, e 5º., inciso X, da Constituição. A conduta também violou o artigo 11 e seguintes do Código Civil, que tratam dos Direitos de Personalidade. O quantum indenizatório foi fixado em R$ 6 mil.

Navio Sea Otter Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Gemini ST Thais CMA-CGM Herodote CMA-CGM Platon Silver Cloud Azamara Quest Marfret Guyane

Bandeira Chipre Brasil Brasil Brasil Bélgica United King United King Bahamas Bahamas França

Amazon Guardian

Grécia

Agência Seamaster W. Sons W. Sons W. Sons Petrobras CMA-CGM CMA-CGM Superservice Superservice W. Sons

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto Ao Largo 01/12 08/12 08/12 12/12 15/12

Destino Carga Descarga Guamaré (RN) Reabastecimento --Em Operação --Em Operação --Em operação -São Sebastião(SP) -Combustível Algeciras/ESP Contêineres -Algeciras/ESP Contêineres -Recife(PE) -Turismo Recife(PE) -Turismo Algeciras/ESP Contêineres --

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

No Porto

Salvador(BA)

Óleo cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN TBN TBN

Dia 27 28

Panamá Itália

A. Marítima 30/11 A. Marítima 02/12

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 15:51 2.3 21:47 0.3 04:09 2.1 09:53 0.4

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

apronianocfs@hotmail.com

Santos(SP) Santos(SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal Sal

---

FASES DA LUA Minguante (06/11 - 21:36h) Nova

(13/11 - 19:08h)

Crescente

(20/11 - 11:31h)

Cheia

(28/11 - 11:46h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 15

A SÚMULA COMPLICOU

ÁRBITRO SUELSON DIÓGENES RELATA ATITUDES ANTIDESPORTIVAS NO CLÁSSICO E PUNIÇÃO FICA PERTO DE ABC E AMÉRICA As atitudes antidesportivas de ABC e América no clássico disputado no último sábado, pela 38ª rodada da Série B do Brasileirão, só poderiam se transformar em punição (seguindo o trâmite normal dos processos) se o árbitro do jogo, Suelson Diógenes, as relatasse em súmula. Pois é. Agora, não é preciso mais nada. O juiz potiguar contou sim todas as atitudes reprováveis de jogadores e torcedores e aumentou a possibilidade dos clubes serem punidos pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). A súmula do clássico está disponível no site oficial da CBF. São mais de duas folhas onde o árbitro Suelson Diógenes relata tudo o que, de ruim, aconteceu em campo, no banco de reserva e na arquibancada. Sobre a expulsão de Lúcio, inclusive, o árbitro confirmou que ela resultou no término antecipado da partida, Suelson expôs: “Por me agredir verbalmente com as seguintes palavras: 'Filho de r..., seu filho da p...'. Essa atitude, inclusive, segundo o árbitro, teria ocorrido quando Lúcio seria substituído com a atitude clara de provocar a própria expulsão, originando assim o encerramento da partida por deixar a sua equipe (América) com o número insuficiente de atletas. Informo que o atleta instantes antes, foi advertido por retardar

Fotos: Wellington Rocha

Na súmula, árbitro Suelson Diógenes relatou expulsão de jogadores e objetos arremessados em campo o reinício de jogo baixando os meiões e retirando a camisa ainda dentro do campo”. O fim antecipado do jogo também foi relatado: “Informo que aos 47 minutos do segundo tempo de jogo, tivemos que encerrar a partida, antes do seu término regulamentar porque a equipe do América, após as expulsões dos seus atletas, ficou reduzida ao número de atletas em campo inferior a sete atletas, contrariando a regra do jogo”. Dessa forma, ganha forma a possibilidade do empate conquistado

pelo América ser transformando em derrota para o ABC, baseado no regulamento da Série B, que pune com derrota o time que tiver mais de cinco jogadores expulsos. Além da perda dos pontos, o América também pode sofrer com a perda de jogadores, que podem ser suspensos por atitude antidespotiva. Sem contar com Lúcio, que teria sua suspensão sentida só na temporada 2013, visto que este ano já não há mais jogos oficiais, Michel Schmöller, expulso após o fim da confusão, é outro que pode pegar

Contou também que o técnico do América Roberto Fernandes foi expulso e se recusou a deixar o gramado um "gancho" considerável. O árbitro escreveu que ele foi expulso: “Por me agredir com as seguintes palavras: 'Você é um safado, ladrão, você não tem coragem de me expulsar, safado, pode me expulsar seu filho da p..., cafajeste'”. O zagueiro americano Cleber teria sido expulso por dar uma cabeçada em Vinicius, além de Ricardo Baiano e Isac, que receberam o segundo cartão amarelo por faltas violentas. Suelson Diógenes também não aliviou com o treinador Roberto Fernandes, que foi expulso pouco antes

do gol de empate do ABC, no início da segunda etapa. O árbitro colocou na súmula: “Excluí (…) por protestar de forma acintosa e gesticulando com as mãos que a arbitragem estava roubando. Após a exclusão, o Sr. José Roberto Fernandes Barros não queria sair do campo e ficou dando o dedo logo após eu virar as costas para reiniciar o jogo”. ABC Contudo, claro, não foi apenas o América que pode ser punido pelo STJD. Suélson Diógenes colocou

na súmula, também, que Vinicius foi o responsável pela origem do tumulto após agredir o goleiro Dida (depois do gol de empate abcedista); e Bileu, por atingir o zagueiro Edson Rocha com um chute, após iniciada a briga que também resultou na expulsão de Cleber e Michel. E não foi só. O árbitro Suelson Diógenes também registrou que a torcida do ABC arremessou uma sandália e uma latinha de refrigerante no gramado. Lembrou ainda lembrou da interrupção da partida e da invasão de integrantes de comissão técnica ao campo. “Informo que a partida ficou paralisada por 6 (seis) minutos após o segundo gol da equipe do ABC, em decorrência de um tumulto generalizado entre os atletas das equipes, inclusive com a entrada no campo de jogo das comissões técnicas, funcionários, seguranças, policiamento e atletas expulsos oriundos de dentro dos vestiários”. Na manhã de hoje, porém, a informação é que um torcedor teria assumido a responsabilidade por atirar os objetos no gramado e isso poderia “amenizar” a situação do ABC e o clube não perderia o mando de campo. A questão, porém, ainda será analisada pelo STJD

> ESTADUAL 2013

Times potiguares começam a montar elenco e apresentam jogadores O Campeonato Estadual 2013 já começou. Bom, pelo menos o planejamento para ele. Nesta semana, encerrada a Série B do Brasileirão, os times potiguares anunciaram parte dos elencos que vão para a disputa local. Entre eles, destaque para a equipe que está sendo montada pelo Alecrim, do treinador Maurílio Silva. A apresentação oficial do elenco foi feita na noite de ontem, em um salão de eventos da zona Sul de Natal. Foram 24 atletas apresentados pelo alviverde, sendo três goleiros, cinco zagueiros, dois laterias direitos, dois laterias esquerdos, quatro volantes, cinco meias e quatro atacantes compõem o novo time alviverde, formado em sua maioria por jovens jogadores, com idade média de 23 anos. Segundo o treinador, 18 desses jogadores já trabalharam com ele ou jogaram contra e, por isso, os indicou para o Alecrim. Além disso, ainda espera a chegada de mais quatro atletas para "fechar" o grupo para o Estadual. "Vamos trabalhar com no máximo 28 atletas, que dessa forma teremos duas ou três jogadores para cada posição. A maioria dos que estão aqui, eu já conheço de outros times que trabalhei ou enfrentei.

Divulgação

Temos bons jogadores, como os zagueiros Bruno Recife e Geílson, Juninho Cearense no mei de campo e Allan Rocha na frente, que vai trazer toda a experiência para somar com os mais jovens", analisou Maurílio Silva. Claro que nem só de jovens talentos vive o Alecrim. Ontem, o clube apresentou como um dos destaques o zagueiro Bruno Recife, que já teve passagens pelo Vasco, CRB e Vitória de Santo Antão-PE. "Alguns dos jogadores que estão aqui, já tive a oportunidade de trabalhar junto, então nosso entrosamento vai ser o melhor possível. É minha primeira vez que defendo um clube do Rio Grande do Norte e as minhas expectativas são as melhores possíveis", afirmou o defensor. Outro bastante "rodado" é o meia Juninho Cearense, de 31 anos, que já teve passagens pelo Marília, Fortaleza, Ceará e Bahia BARAÚNAS O Alecrim não foi o único time a apresentar os destaques para o próximo ano. O Baraúnas, que além do Estadual, vai disputar a Série C do Brasileirão em 2013, anunciou 11 reforços nesta segunda-feira, todos

SANTA CRUZ No Santa Cruz, a novidade ficou por parte do meia Madson, que disputou a Série C do Campeonato Brasileiro pelo Guarany de Sobral. No Campeonato Paraibano deste ano, o jogador marcou oito gols com a camisa do Paraíba. Esta será a sua primeira experiência no futebol do Rio Grande do Norte.

Técnico do Alecrim, Maurílio Silva, indicou boa parte dos jogadores contratados pelo time alviverde para o Estadual 2013 aprovados pelo treinador Filinto Holanda, que já se encontra em Mossoró para dar início ao trabalho. Destaque para o atacante Fabinho Cambalhota, que retorna ao clube após passagem pelo Boa Esporte, na Série

B do Campeonato Brasileiro. Outro atacante contratado pelo Baraúnas foi Danúbio, ex-Horizonte, além dos laterais Neilton, exAtlético de Sorocaba, Raul, ex-Horizonte, e Roberto Baiano, ex-Gua-

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro

Automóveis, futebol, convivência... É comum as pessoas falarem que o homem é o produto do meio em que convive. Logicamente não é uma regra. Porém, temos uma necessidade especial de nos encaixarmos a um determinado padrão de comportamento ou estilo ao meio que vivemos. No trabalho também é assim. Nos adaptamos a linguagem, comportamento e estilo do grupo no qual nos envolvemos. Estava lendo um artigo sobre Stuart Diamond, advogado formado em Harvard que escreveu o livro "Consiga o Que Você Quer", onde ele explica estratégias para lhe transformar em um bom negociador. Não li o livro ainda, apenas um artigo a respeito. Porém, ele cita que uma das grandes armadilhas é o "negociador" cair na onda de copiar o estilo do outro. O problema é transformar isso num estereótipo, ou até preconceito. O artigo que li foi escrito por Alessandra Porro. Meu irmão, George Negreiros, gerencia o setor de compras de uma construtora. Atende fornecedores do Brasil inteiro. A paciência é uma das características dele, porém, segundo ele próprio, para lhe tirar do sério basta imitar a forma que ele fala. Ele conta que várias vezes já viu o seu "contato" mudar a voz e o

Também renovaram e estarão no elenco para o Campeonato Potiguar 2013 o goleiro Érico, o zagueiro Nildo, o volante Johnson, o meia Pedrinho Mossoró e o atacante Adalgiso Pitbull. Estes renovaram suas ligações com o clube após a disputa da Série D.

jeito de falar para "nordestinizar" a convivência e criar um certo laço. Para ele, se fosse possível, a negociação parava por ali mesmo. Usando o termo mais regional possível, é como se estivessem "mangando" dele. Faz sentido e está diretamente ligado ao que diz Stuart Diamond. Ultimamente tenho viajado muito pelo Brasil em coberturas automobilísticas pelo Motores e Ação, programa de TV específico sobre automóveis no qual eu trabalho e que é transmitido em três Estados nordestinos (PE, PB e RN). Nessas viagens encontro jornalistas do Brasil inteiro, cada um com seu regionalismo tradicional. E não é somente o sotaque que muda de acordo com a região. Até o gosto por certas marcas variam. Um bom exemplo são as motocicletas. Os nordestinos praticamente não compram máquinas de velocidade e grandes cilindradas. Neste segmento investimos mais em motos com capacidade fora de estrada e quadris. As possibilidades que a natureza de cada região oferece é significativa no processo de escolha. Ainda sobre a adaptação que sofremos ao meio, tenho que afirmar que ainda estou me acostumando com o mundo automobilístico.

Pouco sabia sobre motores, potência, marcas e versões. Automóvel nunca foi alvo de minha predileção. Porém, é um universo fascinante. Os eventos são geralmente fantásticos, cercados de grande infra-estrutura, planejamento, estudos de mercado, branding, exposição de estilos e, principalmente, foco no produto, no serviço e no cliente. A convivência com os carros tem tido o poder de me fazer apaixonar por eles. Não pelo status, mas pela tecnologia e busca constante por avanços e melhor posicionamento no mercado. Nesse ponto tenho certo privilégio no trabalho que realizo. Sou jornalista esportivo e vivo diariamente cercado de futebol e automóveis. Paixões nacionais. A diferença é que no ramo de automóveis somos sempre bem tratados e no futebol, se o time perde, em vários momentos a culpa acaba sendo nossa. Eu tenho certa facilidade de me adaptar ao meio que convivo. Só não permito que as pessoas tentem me fazer mudar de acordo com as necessidades delas. No futebol, a amizade com dirigentes, jogadores e torcedores não interferem no meu posicionamento. Nos motores não me impressiono com uma bonita apresentação. Elas sempre tentam convencer. Prefiro o test drive. Talvez seja o mesmo no futebol. Geralmente nos impressionamos com contratações de medalhões. Depois, na hora do "test drive", é só decepção.

rani de Juazeiro; o volante Wilker, ex-Crato; e os zagueiros Júnior Alves, ex-Ferroviário, e Lau, ex-Petrolina-PE. Antigos nomes também continuam no grupo, como o zagueiro Pedrosa e o volante Everton.

POTIGUAR DE MOSSORÓ No Potiguar de Mossoró, foram três as contratações confirmadas: o zagueiro Anselmo, volante Emerson e meia Neto Maranhão. O trio se destacou pelo Corintians-RN em 2012 e foi indicado pelo técnico Gilberto Gaúcho, que vai comandar o Potiguar.

PisandonaBola AMÂNCIO

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 27 de novembro de 2012

Esporte

Terça-feira

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Fuleco, fuleira

Renan Barão (a direita) conquistou o título interino dos peso-galo do UFC ao vencer o americano Urijah Faber, em julho deste ano, em luta realizada, justamente, no Canadá

Renan Barão pode encarar canadense antes de luta pelo título oficial do UFC DECISÃO CONTRA DOMINICK CRUZ SEGUE INDEFINIDA COM LESÃO DO AMERICANO O potiguar campeão interino dos pesos galos do UFC, Renan Barão, pode ter um novo desafio pela frente antes de enfrentar o americano Dominick Cruz, campeão oficial da categoria do maior evento de MMA do mundo. A palavra é do treinador do atleta potiguar, André Pederneiras, líder da equipe Nova União, no Rio de Janeiro, onde trabalha com Barão quando vai para a cidade carioca. Em entrevista ao site MMAJunkie, André Pederneiras disse que a meta de Renan Barão é enfrentar Dominick Cruz, valendo o cinturão unificado do peso galo. Entretanto, como o campeão oficial ainda não tem data prevista

para retornar ao UFC, o treinador não vê problema em uma luta pelo título interino. Ele ainda aprovou o nome do canadense Michael McDonald, apontado como provável adversário. "Se eu pudesse escolher, preferiria que o Renan enfrentasse o Dominick. Mas eu não quero esperar muito tempo”, ressaltou André Pederneiras, que concordou com a indicação de Michael McDonald como adversário do brasileiro na defesa do cinturão interino. “Eu acho que o jogo dele é bom para o Renan”, frisou o treinador. Em Natal, treinando na Kimura Nova União, com o técnico Jair Lourenço, Renan Barão afir-

ma que ainda não tem notícias sobre a luta. "Lá eles ficam sabendo primeiro que a gente", explicou. Com o cinturão interino da organização, o potiguar passou a ser visto como um atleta com potencial para se transformar no campeão dos galos. Inclusive no Brasil, segundo o técnico. “Sempre que ele sai às ruas, as pessoas vão apertar a mão do Renan. Ele adora isso”, contou Pederneiras, satisfeito com o reconhecimento ao pupilo. Renan Barão conquistou o cinturão interino dos galos ao derrotar Urijah Faber, por decisão unânime dos juízes, na luta principal do UFC 149, em Calgary, no Canadá,

em julho passado. Foi a quarta vitória consecutiva do potiguar, invicto na organização. Ele foi o substituto de Dominick Cruz, que enfrentaria o ‘Califórnia Kid’no duelo dos treinadores do The Ultimate Fighter 15. Mas o campeão oficial da divisão se lesionou e ainda não tem data para retornar. Sem previsão para a volta de Dominick Cruz, o UFC pensa em acertar um duelo para Renan Barão, que defenderia o cinturão interino enquanto o campeão não retorna. Assim, o norte-americano Michael McDonald, 21 anos e invicto nas quatro lutas que disputou na organização, seria o eventual adversário do potiguar.

> SELEÇÃO BRASILEIRA

Andrés fala em tom de despedida da CBF e deixa a entender que Felipão substituirá Mano Menezes O ex-presidente do Corinthians, Andrés Sanchez, ainda é diretor da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), mas não deve permanecer por muito tempo no cargo. Nesta segunda-feira, ele admitiu que pensa em sair, falou em tom de despedida e deu a entender que Luiz Felipe Scolari será o escolhido para substituir Mano Menezes à frente da seleção brasileira. “Não pedi demissão e nem fui demitido. A tendência é essa [de sair], mas eu ainda vou ter uma reunião com o presidente Marin e não vou falar para vocês o que eu pretendo falar pra ele”, disse Andrés, em um primeiro momento. Mais tarde, ele mudou o tom e deixou a dúvida

de lado. “Eu sou conselheiro do Corinthians. Agora é um momento de reciclagem. Não sei o que eu vou fazer em 2013”, resumiu Andrés, que também não confirmou sua candidatura à presidência da CBF em 2014, quando possivelmente concorreria com Marco Polo del Nero, hoje vice de Marin e seu virtual sucessor. A rusga de Andrés, contratado por Ricardo Teixeira, com a atual direção não é nova, mas chegou ao ápice na semana passada, quando o ex-presidente do Corinthians foi voto vencido na discussão que culminou na saída de Mano Menezes. O cartola revelou que o treinador passou perto de cair há alguns meses e cri-

ticou o momento escolhido pela CBF para a mudança. “No começo ficou decidido que ele [Mano] iria para a frente, até a Copa das Confederações e quem sabe mais adiante. [A demissão] está em um momento muito errado. Não é uma crise, mas gera uma insegurança. Estamos a três, quatro dias do sorteio da Copa das Confederações e não temos treinador”, disse Andrés. O diretor pretende encontrar Marin ainda nesta segunda-feira, mas não conseguiu agendar uma reunião com o presidente e a conversa pode ser adiada para terça. Andrés ainda falou que o técnico Luiz Felipe Scolari está “apalavrado” para ser o novo treinador da

seleção, assumindo o lugar deixado por Mano Menezes. “Pelo que eu tenho visto e lido, parece que o Felipão está apalavrado. Eu li por aí, com jornalistas sérios, que eu confio, que ele está apalavrado”, disse Andrés, que ainda deu a entender que Mano Menezes foi demitido por questões políticas. Questionado sobre como é a sua relação com o presidente José Maria Marin, Andrés disse que não tem problemas com o chefe. "Minha relação com o Marin sempre foi respeitosa, sempre fui ouvido, mas a última palavra é dele", afirmou o dirigente. Quando questionado novamente, Andrés saiu pela tangente. "Você sabe? Nem eu."

Fuleco é uma gracinha. Nasceu, segundo a senhora sua mãe, em 2000, ano em que o Brasil perdeu no futebol das Olimpíadas para Camarões. Na morte súbita. A mãe dele chama-se Fifa, dama por demais idônea, várias vezes casada com homens probos, dominada por engravatados de integridade de monastério. Foi Dona Fifa quem adotou , por criação genial de algum marqueteiro, o nome de Fuleco, que é mistura de Futebol com Ecologia. Lindo igual a desenho de Walt Disney. Versão Rua 25 de Março, São Paulo. Fuleco será mascote da Copa e, segundo sua mãe, que costuma tratá-lo com zelo diferente do que confere ao esporte da qual é madrasta, comemora seus gols com a Dança do Tatu. Fuleco é um tatu-bola e faz sentido. Rasga os chãos do mundo inteiro comendo grama sem o jeito brasileiro de ilustrar o futebol. Fuleco, ainda de acordo com sua mama, que gosta de mamar mais que o filho, é fã de Ronaldo e Pelé, pela ordem, de Ronaldo, o Fat Fantástico primeiro que o maior de todos os craques do universo. Sábia Fifa. Fuleco é muito mauricinho para se assemelhar a escolados como Romário, Gerson, Garrincha e Nilton Santos. Fuleco tem aspectos de Bebeto, o chorão, aquele que ninava o filhão e falhava quando estava sem Romário na hora da decisão, como na Copa de 1998 e nas Olimpíadas de 1996. Fuleco, filhote da Fifa, disputou na internet com dois outros subprodutos do nada em criatividade. Ganhou com 48% dos votos e, se houvesse segundo turno, disputaria com Zuzeco, o segundo colocado, com 31% na escolha de 1,7 milhão de votantes. Amijubi ficou com 21%. Uma possível coligação 2014, Ruim de Bola e de Bom Gosto, aliança Zuzeco e Amijubi, derrotaria Fuleco. Mas o segundo turno na escolha de um mamulengo (ops, mascote), não foi incluído no pacote de presepadas para a Copa do Mundo daqui a menos de dois anos. Imagino um menino cheio de ginga de morro carioca pedindo para os pais comprarem no camelô um fulequinho para ele no Natal que se avizinha. Fuleco vira em breve codinome de cocaína no Complexo do Alemão. “Vai quantos Fulecos aí, irmão?”, pergunta o bandido. “Dois pacotes de fuleco branco está bom, parceiro”, responde o playboy, que depois de cheirar até delirar, vai fazer passeata contra violência policial. Fuleco vai ser boneco de carnaval no ano que vem. Ele e Galvaneco, de Galvão Bueno. Maneco, o próprio Mano Menezes. já dançou. Fulandro, nos bons tempos de craques, seria o ideal pois uniria futebol feito por malandro. Hoje o perfeito seria Fuleta. Futebol misturado a picareta. Contento-me com Fuleira: Futebol amancebado com asneira. >>> Fuleco está bem nascido e vai simbolizar o ritual brasileiro na Copa do Mundo. Falta escolher outro boneco: O técnico. O presidente Marin, Marineco, disse que trazer um técnico estrangeiro é muito difícil. E mais: Ganhamos cinco mundiais com excelentes treinadores. Marineco exagerou como no dia da medalhinha que tirou do menino campeão sub alguma coisa. Técnico no Brasil agora é importante que seja acima da média para tentar implantar o que não era preciso nas outras pelejas: Esquema de jogo. Falta matéria-prima. Craque. Pep Guardiola, a utopia, tentaria implantar o jeito brasileiro que ele copiou para transformar o Barcelona no melhor time do mundo, ainda que esteja sem Lionel Messi. Aquele toque, toque, toque, com Xavi, Fábregas e Iniesta ninguém imita em planeta algum e é bem parecido com Didi para Pelé, para Mané, para Didi, para Pelé, para Mané, nos anos dourados. Em 1958, Marin(Marineco) finge esquecer, Vicente Feola dormia e acordava aos acordes de Nilton Santos, Mané Garrincha, Didi e de um menino de 17 anos muito menos adulado do que o atual Neymar, de cabeleira de mascote tatu-bola. Quatro anos depois, Pelé machucado, o técnico Aymoré Moreira acertou ao escalar Amarildo em seu lugar. Porém, com ele ou sem ele, havia Garrincha a driblar, lançar e finalizar como uma pluma inalcançável flanando pelos Andes, embalado pelos sons musicais e sexuais da diva cantora Elza Soares. Zagallo em 1970 pegou a base pronta de João Saldanha e foi correto quando recuou Piazza para defesa e escalou Clodoaldo junto a Gerson. Jairzinho, Tostão, Pelé e Rivelino dispensavam preleções. Romário , no calor dos Estados Unidos em 1994, repetiu, no tetra, o furor de Garrincha. Felipão, no penta, contava com Rivaldo e Ronaldo, quando magro. Felipão, o Dunga Velho, parece que vai voltar . Para afundar o barco do mascote e pirata Fuleco, o futebol tatu-bola do Brasil.

ECUMÊNICO O relatório do árbitro Suélson Diógenes sobre o ABC x América tumultuado é ecumênico: Distribui corretivos para os dois lados e todos os envolvidos na briga. Por uma sandália jogada em campo por um irresponsável, o ABC pode perder o mando no Tribunal. É fato que arbitragem local não está sendo levada a sério pela boleirada, técnicos e afins em clássicos. ÓDIO Vai render a briga entre dirigentes de ABC e América. Temas recentes são exumados. O América, pelo seu presidente Alex Padang cobra, entre outros rounds, o que considera quebra de palavra do rival no aluguel do Frasqueirão. RESPOSTA O Frasqueirão tema o ABC aciona sempre lembrando declarações radicais do ex-presidente americano, Clóvis Tavares Emídio. De que jamais jogaria na Rota do Sol. Frases são linhas tênues. Pontos de equilíbrio.

Andrés Sanchez: Felipão está apalavrado com CBF

FEDERAL A invasão do vice-presidente da CBF pela Polícia Federal seria caso de renúncia num país mais ou menos civilizado. Mesmo que

o caso não tivesse a ver com futebol, a exposição em caso desse tipo impediria a permanência no cargo. Marco Polo, o Del Nero, teria que navegar noutros continentes. ALECRIM Que o Alecrim nunca mate seu torcedor de esperança. PERAÍ O Baraúnas fez uma ótima campanha na Série D, conseguiu acesso à Série C do ano que vem, mas parece caminhar no erro de contratar um caminhão de jogadores trazidos por um técnico desconhecido. Laudinino, Danubio e Virgulino fazem parte da leva(ou carregamento) para o Estadual. MP Não pode deixar que destruam o Juvenal Lamartine. JL O servidor público José Antônio Oliveira, manda, pelo e-mail do neto José Carlos, sua seleção do Estádio Juvenal Lamartine: Ribamar(ABC); Biró (ABC), Papagaio(América), Berilo de Castro(Alecrim/América) e Ney Andrade(ABC); Cileno(ABC) e Jorginho(ABC); Saquinho(América), Alberi(ABC), Evaldo Pancinha(América) e Cezimar(América).


Cultura

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

O Jornal de HOJE 17

MINISTÉRIO DA MORTE TESE DE DOUTORADO DO ARTICULISTA D’O JORNAL DE HOJE, JUAREZ CHAGAS, ABORDA TEMA INEVITÁVEL DA FINITUDE HUMANA E PROPÕE DEBATE EM FAMÍLIA E NAS INSTITUIÇÕES DE ENSINO; BIÓLOGO, PSICÓLOGO E ESCRITOR, ELE É PROFESSOR DO

DEPARTAMENTO

DE

MORFOLOGIA

CONRADO CARLOS CCPSILVA@HOTMAIL.COM

A tarde do dia 12 de junho de 2000 tinha apenas começado. Entre espreguiçadas póscochilo e afazeres da segunda parte do expediente, surge nos televisores de todo o país uma imagem que entraria para os anais da comunicação brasileira, tanto pelo impacto do explícito, como pelo agravante revelado nos pormenores. Um jovem negro, sem alguns dentes, com uma camiseta enrolada na cabeça e boné, apontava uma arma para várias pessoas, dentro de um ônibus no Rio de Janeiro. O cinema tratou de imortalizar a cena no imaginário nacional, com os premiados “Ônibus 174” e “Última Parada 174”, documentário e ficção cujo protagonista é Sandro Barbosa do Nascimento. O trágico final, com uma das vítimas e o sequestrador mortos, foi a ponta do iceberg de traumas enfrentados por Sandro na infância e adolescência que reverberaram por toda a sua vida: aos seis anos, viu a mãe ser esfaqueada no barraco onde moravam, em uma favela carioca. Aos quinze, foi um dos sobreviventes da Chacina da Candelária – assassinato de seis menores e dois sem-teto na porta da famosa igreja. Portanto, longe de aceitar o discurso fácil do “pobre excluído ou invisível social que apenas se revoltou contra o sistema”, ao entrar naquele ônibus, já com vinte e dois anos, ele mantinha um caso platônico com a morte. Mesmo sem querer. Na década seguinte, educadores, sociólogos, assistentes sociais e especialistas em segurança pública debateram o ocorrido à exaustão. Por impulso, a sociedade exigia, no mínimo, palavras, depoimentos explicativos sobre aquela tragédia. Como toda violência em território brasileiro é transformada em caso de polícia, os mecanismos psico-sócio-econômico-culturais que fabricam novos Sandros em escala industrial foram negligenciados. Assim, a noção da morte (natural ou forçada) ganha contornos inquietantes, seja para testemunhas oculares, seja para o distante telespectador. O maior medo da humanidade vira um bicho feio e aterrorizador, mesmo inevitável. Para além das catástrofes sociais, o biólogo, Mestre em Ciências Morfológicas, psi-

DA

UFRN

cólogo, escritor - publicou cinco livros e é articulista d’O Jornal de Hoje desde 2004e professor do Departamento de Morfologia da UFRN, Juarez Chagas, propõe a expansão do debate acerca da morte em sua Tese de Doutorado defendida e aprovada com distinção e louvor pela Universidade Aberta de Lisboa. Intitulada Representações da Morte nos Meios Escolar e Universitário Natalenses, ela é resultado de cinco anos de pesquisas com alunos do Ensino Médio e Superior nas redes pública e privada. Fundador do GESM (Grupo de Estudos Sobre a Morte), ele sugere uma maior discussão sobre a finitude humana e sua inevitabilidade em escolas, universidades e núcleos familiares. “É uma questão tão antiga quanto recente, pois ela continua sendo o maior tabu da humanidade. Sociedade que vive regida por tabus, mesmo que velados, é sociedade ignorante e tolhe a evolução de seu próprio caminho. A pesquisa de minha Tese mostra exatamente esse ponto dentre outros e, com o fator importante de ter sido elaborada em cima de uma pesquisa realizada em Natal e de certa forma, comparada com o pensamento europeu e americano, numa amostra do meio escolar secundário e universitário, tenho tomado a UFRN como universo para nossa amostra”. A ignorância aparece na forma com que são tratados idosos e doentes terminais. “[...] O moribundo hoje é entregue aos hospitais, e a morte às agências funerárias, distante da família. Já existe até “institutos para a morte”, em parte da Europa, portanto acredito que a questão da Morte ainda vai mudar no futuro”. Assepsia e distanciamento na hora do adeus. Repreensões para filhos que insistem em falar sobre a Morte ou confrontá-la com representações corpóreas e midiáticas (tatuagens, produtos culturais), estão na pauta da família padrão. Na contramão de norte-americanos e europeus, no Brasil, pouco se discute, mas é um dos lugares onde ela é onipresente. Somos líderes em assassinatos, óbitos no trânsito e estamos no G-4 nas principais patologias.

Por outro lado, também temos grande familiaridade com os paliativos. Depois dos americanos, ninguém consome mais drogas e cirurgias plásticas que nós outros. E contra eles, duelamos para ver quem tem o maior número de cristãos. A Morte é crucial no surgimento e manutenção das religiões. “[...] assim como também a Mitologia, para que ambas pudessem, através de suas representações, responder as questões que o homem não consegue dar a si próprio. Entretanto, é importante a consciência da diferença entre religião e fé, isso conta muito sobre a aceitabilidade da inevitabilidade da finitude humana. Como são muitas as crenças, dogmas e religiões, é natural que haja questionamentos, inclusive dentro de uma própria religião”, diz o católico apostólico romano, não praticante. Longe de um verdadeiro debate, esboços de congressos, seminários, palestras e pesquisas são traçados em instituições de ensino, ainda que sem resultados práticos. Trabalhos como a Tese do professor Juarez Chagas jogam luz em um assunto obscuro, quase um pecado para boa parte das pessoas. Durante a vida, pequenos sinais de que ela existe são emitidos para quem costuma esnobála – a recusa em largar os vícios, em manter uma assiduidade nas consultas médias, sustentar hábitos e uma alimentação saudável. “Quando tiver que morrer, é só enterrar”, diria um bem humorado. Admitir uma doença, iniciar um tratamento, mudar posturas seria o mesmo que abraçar a Morte. Pergunto se existe diferença entre tormentos psicológicos após uma catástrofe natural ou social. O que seria mais traumático: uma guerra ou um terremoto? “[...] eu diria que as guerras são catástrofes sociais e das mais destrutivas e desu-

manas possíveis, mesmo sendo causadas pelo homem que, na escala animal é o único que planeja e arquiteta matar seu semelhante para barganhar poder e domínio. Os outros animais matam para sobreviver e nesse sentido deixa uma lição para a humanidade. No que diz respeito às catástrofes naturais que, mesmo sendo muitas delas provocadas pela própria agressão humana, existem independentemente da ação do homem, pois são fenômenos da Natureza que estão sob ação dos elementos da Natureza ou de outros que incidem sobre ela, além das camadas estratosféricas, por exemplo. Em minha Tese, sugiro que esse tipo de morte seja visto como morte coletiva que, diferentemente da morte individual, na ótica social, causaria menos trauma se, por sua vez, for vista como um fenômeno da Natureza e que, acabaria funcionando como um fator de equilíbrio populacional”. A dualidade entre vida e morte é a grande questão humana. Casos como o do bandido Sandro chamam atenção por provocar emoções distintas e complementares, próximas da realidade dos curiosos como algo fascinante, simbólico, alegórico, misterioso, corajoso, afrontadas por uma espécie de autoridade do oculto. Quem tem contato cedo demais com a Morte não consegue fecharse diante dela. E quem ainda não a presenciou, sabe que essa hora chegará. Antecipação e direcionamento psicológico é o melhor remédio. “O conflito humano reside exatamente nesse ponto e é por isso que deveria ser melhor compreendido, para que a vida fosse mais valorizada e o homem vivesse em paz, primeiro consigo mesmo e, depois com o outro. Resta, a humanidade tentar compreender melhor sua própria finitude, para viver melhor.

Prof. Juarez com participantes da comissão julgadora, em Lisboa

Cultura HOJE com Dani Pacheco DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com - INTERINO - CONRADO CARLOS - ccpsilva@hotmail.com

PATRONOS ESCOLARES O Instituto Zulmirinha Veras e a União Brasileira dos Escritores anunciam o livro “Patronos Escolares – Dados biográficos dos patronos dos antigos grupos escolares do Rio Grande do Norte”, de autoria Manoel Jácome de Lima (in memorian) e George Veras (organizador). Será nesta terça-feira, às 19h, no Solar Bela Vista (Cidade Alta).

SOLIDARIEDADE PRAÇA DAS FLORES Cresce a expectativa para a 1º Feira de Artes e Antiguidades de Petrópolis. Com início agendado para o dia 01 de dezembro (sábado próximo), a organização anuncia uma abertura oficiosa na sexta-feira (30), com shows artísticos e movimentação pelos restaurantes da região. Uma prévia do que virá no dia seguinte que, entre 10h e 22h, oferecerá a oportunidade dos natalenses e turistas conhecerem parte da cultura da cidade, através de exposições de artistas locais e da Paraíba. O evento conta com o apoio do SEBRAE , SESC, Governo do Estado do RN, através da Secretaria de Turismo, Prefeitura Municipal do Natal, através da FUNCARTE e da Secretaria Municipal de Turismo.

A chegada do Papai Noel do Praia Shopping está marcada para o dia 1 de dezembro. Clientes do mall podem fazer doações para as crianças e adolescentes do Núcleo de Amparo ao Menor, mais conhecido como NAM. A instituição beneficente é referência no bairro de Felipe Camarão e apoia, cria, desenvolve e executa projetos na área de educação, esporte e cultura para melhoria da qualidade de vida e integração de crianças, adolescentes e jovens que passam por dificuldades financeiras. Mais informações: (84) 8808-1570 e (84)9451-4577

LITERATURA PARA CRIANÇAS O Espaço Infantil Primeiros Passos promoverá nesta sexta-feira, 27, às 19h30, uma Noite de Autógrafos para o lançamento do livro “Viva a Diferença!”, de autoria dos alunos da turma do 1º ano da escola. O livro contempla as histórias, sonhos, desejos e fantasias da turminha que está descobrindo o prazer da leitura e da escrita. Na ocasião, haverá uma apresentação de um musical relacionado ao tema trabalhado no livro, também realizado pelas crianças, e logo em seguida o momento dos autógrafos. O evento, que já está em seu sexto ano, será realizado no Espaço Esportivo do Colégio CEI, situado na Av. Prudente de Morais.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 27 de novembro de 2012

Terça-feira

Canal 1

BATE-REBATE

POR FLÁVIO RICCO Colaboração: José Carlos Nery - flavioricco@gmail.com.br

Ontem, em um comunicado que surpreendeu a todos, foi informada a saída de Carlos Geraldo de Oliveira da presidência da Rede Record - Rio de Janeiro. Estava no cargo há quase três anos, depois de exercer também funções de comando na Record News e na emissora de Brasília. Dizem, o que não é oficialmente confirmado por ninguém, que a sua saída se deve, entre outros motivos, à recusa de não demitir nenhum funcionário às vésperas do Natal, contrariando o desejo da alta cúpula de São Paulo - entenda-se Honorilton Gonçalves e Alexandre Raposo. A Record - Rio tem, hoje, uma das melhores situações entre todas as emissoras da rede. Ainda não há uma definição sobre quem irá ocupar este lugar a partir de agora. Segundo algumas fontes, existem grandes chances de este alguém ser Cláudio Rodrigues Silva, hoje diretor executivo da Record - MG.

Wayne Camargo - Rede TV!)

Record troca o seu comando no Rio e em Minas A Rede TV! estreia hoje, 11 da noite, o novo programa da Luciana Gimenez, "Luciana By Night". Ana Hickmann é a sua convidada.

C´EST FINI

w QUEBROU O GELO - 2 Procurado, Milton Neves confirmou a sua intenção de colocar um ponto final neste caso e em tudo que se relacione com isso. Palavras dele: "não quero nunca mais saber de ações na Justiça". w RESPOSTA NO PROGRAMA O silêncio às críticas do Carlos Alberto de Nóbrega quanto a participação de Andréa Nóbrega, a sua ex-mulher, no "Mulheres Ricas", da Band, tem toda uma razão de ser. Agora se sabe que ela irá responder no próprio programa. w INCÊNDIO - 1

Por conta do incêndio, que atingiu dois estúdios e um switcher, na quinta passa, a direção da RIC TV, afiliada da Record em Santa Catarina, decidiu deslocar a sua redação para o prédio da Record News, em Florianópolis. Ao todo, são cerca de 60 profissionais divididos em três turnos. Segundo o diretor de operações, Paulo Hueller, todo o estrago será coberto pelo seguro.

w CONCURSO A CNN irá anunciar, no dia de hoje, os vencedores do 8º Concurso Universitário de Jornalismo. As três melhores vídeorreportagens com o tema "Pessoas que fazem a diferença no Brasil" serão conhecidas, em um jantar, no Jardim Europa, São Paulo. O vencedor terá a oportunidade de conhecer as instalações do canal americano, em Atlanta.

w INCÊNDIO - 2 Além da Record - SP, emissoras concorrentes, como RBS, SBT - SC e a Band - SC, solidárias, colocaram os seus equipamentos e pessoal à disposição. A RIC, mesmo diante do ocorrido, continua operando normalmente.

w ESPECIAL DO CQC Porque a véspera do Natal cai numa segunda, excepcionalmente o especial de fim de ano do "CQC" será apresentado na quarta-feira, dia 26. Um programa diferente. Na base da ficção, com todo o seu elenco e alguns convidados.

w APOSTA ATV Cultura está trabalhando na formatação de um programa de game, que será uma das suas principais apostas para a temporada do ano que vem. Os apresentadores ainda não foram definidos, mas o lançamento deverá acontecer em março.

w DEPENDE DA BAND Está pronta, inteiramente gravada, a segunda temporada do "Conversa de Gente Grande", programa do Marcelo Tas com as crianças. A sua exibição agora está na dependência da Bandeirantes. Existem possibilidades de acontecer durante o pe-

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Realmente astral de hoje pede dose dupla de cautela! Proximidade do eclipse lunar sinaliza emoções fora de controle e situações criticas em primeiro plano. Você pode ajudar um amigo a mudar o jeito de enxergar tudo isso.

Leão 22/07 a 22/08 Na contingencia de um eclipse lunar tão próximo, que afetará relações de amizade e planos de futuro, já é possível perceber onde é que as mudanças precisarão ser feitas. Muito importante ser adaptável e mais flexível com seu amor.

Sagitário 21/11 a 21/12 Uma diferença de expectativa pode azedar de uma vez o relacionamento com alguém em que você vinha colocando energia. Tal é a energia astral que vem chegando, boa para romper com o passado e focalizar o novo e o presente.

Touro 21/04 a 20/05 Oscilações astrais abalam principalmente setor financeiro e material do taurino entre hoje e sábado. Melhor postura é evitar gastos impulsivos e cuidar bem do que é seu. Combata possessividade e variação de humor.

Virgem 23/08 a 22/09 O clima de expectativa que cerca estes dias dá o que pensar - mas também é bacana pra você ajustar o foco nas questões relacionadas a trabalho e profissão. Cuidado com o que vai dizer e expressar, preserve sua credibilidade.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Você não irá receber nenhum premio por bom comportamento se arrumar gavetas e armários alheios. Mas vai se sentir super bem. Um dia para consertos, reparos, ajustes. Tudo com jeitinho e muita imaginação!

Gêmeos 21/05 a 20/06 Sua saúde pode não estar das melhores nestes dias - é preciso descansar mais e tocar com leveza as discrepâncias entre você e seu parceiro. O ritmo de ambos está diferente mesmo. Você merece se cuidar melhor.

Libra 23/09 a 22/10 As vibrações poderosas de mudança que o cenário astral de hoje traz são ótimas para acer tar um assunto pendente com um amigo, rever sua relação com a fé e redimensionar algo. Seus sonhos podem ser tumultuados hoje.

Aquário 21/01 a 19/02 Receba bem um amigo em apuros - por mais que você não esteja com tempo ou disposição de ajudar, só seu agrado já vai liberar ondas positivas de bem-estar. Altivez sim, mas com generosidade. Amigos são como ouro.

Câncer 21/06 a 21/07 Além do seu entendimento há todo um mundo, que pode ser acessado com mais razão e menos emoção. Mas juto hoje - e amanhã também - o cenário astral não facilita nada pra você. Melhor esperar e confiar na vida.

Escorpião 23/10 a 21/11 O tema de hoje é finanças dinheiro emprestado, devido ou empatado em investimentos. Bom para ouvir a intuição, já que as palavras podem confundir mais ainda. Preserve sua saúde fugindo dos egoístas faladores.

Peixes 20/02 a 20/03 O eixo trabalho-vida doméstica está ativado nestes dias. Cabe usar a imaginação e se adaptar, mas tente explicar seus motivos. Se você for objetivo e imparcial, será entendido. Atenha-se as palavras ditas, e não as imaginadas.

CINEMARK 7 - 13h00/ 16h00 / 18h50 / 22h00 MOVIECOM 1: Hora: 15h30/ 18h20/ 21h20

- 17h20 - 19h25

CINEMA AMANHECER PARTE 2 12 Anos CINEMARK 1 - Hora: 12h10 / 14h50 / 17h30 / 20h10 - Legendado CINEMARK 2 - Hora: 11h00 (Sab e Dom); Hora: 13h40 / 16h20 / 19h00 / 21h40 - Dublado CINEMARK 3 - Hora: 13h10 / 15h50 / 18h30 / 21h10; CINEMARK 6 - Hora: 12h40 / 20h40; Hora: 15h20 / 18h00 - Leg. MOVIECOM 4: Hora: 13h50/ 16h20/ 18h50/ 21h20 - Dublado MOVIECOM 7: Hora: 14h20/ 16h50/ 19h20/ 21h50 - Legendado GONZAGA DE PAI PARA FILHO (NACIONAL) 12 Anos CINEMARK 4 Hora: 12h20 / 15h05 / 17h50 / 20h50

BEM AMADAS 16 Anos CINEMARK 5 - Hora: 21h30 (Ter e Qui) 007: OPERAÇÃO SKYFALL 16 Anos CINEMARK 5 - Hora: 21h30 (Exc Ter e Qui) / - Leg. MOVIECOM 3: Hora: 17h45/20h40 Legendado MOVIECOM 3: Hora: 14h50 - Dub. DIÁRIO DE UM BANANA 3 (DUB) Livre CINEMARK 5 - Hora: 12h50 - 15h00

ARGO 14 Anos MOVIECOM 2: Hora: 14h00- Leg. ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE (NACIONAL) 12 Anos MOVIECOM 5 - Hora: 15h05/ 19h25 POSSESSÃO (14 anos) MOVIECOM 5 - Hora: 17h20/ 21h40 Legendado SELVAGENS 18 anos MOVIECOM 5 - Hora: 16h25/ 21h30 Legendado

w As atrizes que interpretariam a Carminha e a Nina, inclusive, já estariam definidas. w Consultada, a princípio, a Globo nega tudo. w Odilon Wagner, hoje no elenco de "Salve Jorge", é o convidado do "A Máquina", hoje, às 22 horas, na Gazeta. w Uma câmera do SporTV, no sábado, jogo Corinthians e Santos, "antecipou" a chuva, que horas depois caiu em São Paulo. w Toda vez que era acionada, ao contrário de todas as outras, apresentava este d"efeito especial".

O espetáculo "Um sonho para dois" ficará em cartaz até o dia 22 de dezembro no teatro Villaret, em Lisboa. Ricardo Pereira, produtor da peça e protagonista, ao lado de Fernanda Souza, aproveitando a viagem, ainda irá gravar participação na novela "Dancin' Days", em exibição na TV portuguesa. Técnico da seleção do Iraque, Zico voltou ao Brasil para gravar os programas de dezembro, do "Zico na Área", para o canal Esporte Interativo. Neste próximo sábado, o seu convidado será Ricardo Gomes, o atual diretor técnico do Vasco. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

>> TV - TUDO w QUEBROU O GELO - 1 Está muito próximo do arquivo o processo trabalhista do Milton Neves contra a Jovem Pan, em uma ação de 2005. A iniciativa de procurar Antônio Augusto Amaral de Carvalho, o Tuta, partiu do próprio Milton, interessado em colocar uma pedra em cima de uma briga que vem desde a sua saída da emissora.

w A Record e a produtora Fremantle planejam levar para a festa de encerramento do "Ídolos", dia 13, em São Paulo, os vencedores das últimas edições. w Profissionais que fizeram parte da história do programa, como Rodrigo Faro, também serão convidados. w Esta é a última edição do "Ídolos", que, em 2013, dará lugar ao "Got Talent". w Informação da imprensa mexicana dá conta que a TV Azteca já estaria produzindo a sua versão de "Avenida Brasil".

ríodo de férias. w TRABALHOU RÁPIDO Denise Saraceni, que vai dirigir "Saramandaia", a próxima novela das 11, na Globo, praticamente fechou o elenco, composto de 34 personagens. Tudo apalavrado com os atores. Porém, como existem outras produções na frente, inclusive a do Walcyr Carrasco, a ordem é não divulgar nomes agora, para evitar constrangimentos. w NOVO DO DATENA Uma das novidades que a Bandeirantes irá anunciar na sua convenção, neste próximo fim de semana em São Paulo, é o lançamento de um novo programa com apresentação de José Luiz Datena. Considerando que o seu desempenho foi muito bom no "Quem fica em pé", agora ele irá comandar o "Quem quer ser milionário?", baseado no formato da Sony, "Who Wants To Be A Millionaire?".


Cidade

Terça-feira

Natal, 27 de novembro de 2012

José Aldenir

Unidade Básica de Saúde das Quintas promoveu, nesta segunda-feira, ações educativas para alertar sobre cuidados que devem ser tomados pelos homens

Novembro azul conscientiza sobre prevenção do câncer de próstata ESTE É O SEXTO TIPO DA DOENÇA MAIS COMUM E O DE MAIOR INCIDÊNCIAS NOS HOMENS, ATINGINDO, PRINCIPALMENTE, QUEM TEM MAIS DE 65 ANOS DE IDADE Após o sucesso da campanha Outubro Rosa, que chamou a atenção de mulheres em todo o mundo para a importância da prevenção do câncer de mama, é chegada a vez dos homens serem foco de ações educativas de prevenção ao câncer de próstata. Pela primeira vez, a Unidade Básica de Saúde (UBS) Quintas da Secretaria Municipal de Saúde de Natal participa da campanha Novembro Azul, promovendo ontem uma programação especial de atividades dedicadas à saúde masculina. O evento reuniu cerca de 30 homens do bairro para participarem de palestras, aferição da pressão arterial exames de medição de glicose (HGT), encaminhamento

de exames de próstata, colesterol e triglicérides, além de um café da manhã de confraternização e sorteio de prêmios. "Os homens deixam para vir ao posto apenas quando já apresentam sintomas ou estão em grau avançado de alguma enfermidade. O câncer de próstata, por exemplo, é uma doença em que a prevenção e o diagnóstico precoce é muito importante e para isso é preciso de acompanhamento médico com maior frequência, principalmente depois dos 40 anos de idade. Trazer os homens para a unidade de saúde e conscientizá-los sobre a importância de se fazer exames periódicos e tomar cuidados básicos com a saúde é o nosso maior obje-

tivo", comenta Márcia Regina, diretora da unidade. A iniciativa da UBS realizou ainda palestras sobre DSTs e a saúde sexual do homem, com o médico Amadeus Filho, e sobre alimentação saudável, proferida pela nutricionista Adna Coelho. Para o morador do bairro Cezion Carvalho, as ações são de grande valia para diminuir o descaso dos homens quando o assunto é a própria saúde. "É uma ligação direta do posto de saúde com a gente. Eu raramente venho à unidade de saúde e demoro para fazer exames, mas estou vendo que preciso me cuidar para garantir minha boa saúde e posso contar com a atenção dos funcionários daqui", conta Cezion,

que mesmo com 42 anos, nunca realizou o exame de próstata. O câncer de próstata é o sexto tipo mais comum no mundo e o de maior incidência nos homens. Cerca de três quartos dos casos no mundo ocorrem em homens com mais de 65 anos. Quando diagnosticado e tratado no início, tem os riscos de mortalidade reduzidos. No Brasil, é a quarta causa de morte por câncer e corresponde a 6% do total de óbitos por este grupo. O Novembro Azul é promovido durante todo este mês, com iniciativas em diversas cidades no Brasil e no mundo. O mês azul de conscientização foi escolhido porque dia 17 é o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata.

> CORREIÇÃO ORDINÁRIA

Procuradores da República prestarão pessoalmente atendimento ao público Com o objetivo de otimizar o serviço público e atender as principais necessidades dos servidores e da população, a curto e longo prazos, o Ministério Público Federal promoverá hoje e amanhã uma correição ordinária, onde representantes da Corregedoria Geral atenderão populares recebendo suas denúncias, críticas, elogios ou sugestões sobre o funcionamento do Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte. A comissão que atenderá aos cidadãos é formada pelo subprocurador-geral da República, Edilson Alves de França, e pelos procuradores regionais da República em Pernambuco, Fábio George Cruz da Nóbrega e Uairandyr Tenório de Oliveira. A correição ordinária acontece todos os anos e além de ouvir as pessoas, a comissão atende os servidores do MPF e avalia todo o contexto que envolve o serviço público, inspecionando gabinetes e processos, avaliando condições físicas e materiais e condições de trabalho em todos os setores das Procuradorias. De acordo com o subprocurador Edilson Alves de França, a correição serve para que o serviço público do MPF ande em conformidade com a lei. "As correições nos deixam atentos ao desenvolvimento de cada Procuradoria e das suas necessidades. Avaliamos de perto cada situação, e buscamos soluções para todas. Esse trabalho nos aproxima tanto do servidor, que nos expõe sua realidade profissional como também é uma forma de a população sentir que suas sugestões, denúncias, críticas e elogios, estão chegando a quem pode direcioná-las que é devido, sem grandes burocracias, pois estarão frente a frente com corregedores. Após a correição fazemos relatórios e estudamos a viabilização das mudanças necessárias a do que for relatado", disse. As correições ocorridas nos úl-

Arquivo

Edilson Alves de França: correições servem para alertar sobre desenvoovimento de cada Procuradoria e suas necessidades timos anos vêm trazendo resultados satisfatórios para o MPF, e segundo o subprocurador-geral da República Edilson Alves de França, a ação serve de modelo para outras instituições públicas do país. “A correição ordinária do Ministério Público Federal traz resultados muito positivos, pois buscamos e conseguimos de fato atender à maioria das solicitações. O MPF é muito correto no que faz, sempre com muita ética e verdade. Nosso trabalho vem sendo exemplo para outras instituições, que se passarem a trabalhar dessa forma, também obterão resultados muito positivos na prestação de serviços”, avalia Edilson França. Hoje, o atendimento acontecerá na Procuradoria da República, na avenida Deodoro da Fonseca, das 16 às 18 horas. Amanhã, os po-

pulares atendidos serão do Alto Oeste do Estado, pois a correição acontecerá na Procuradoria da República no Município de Mossoró, das 16 às 17 horas. O objetivo da correição ordinária é avaliar a regularidade do serviço, a eficiência e pontualidade

dos membros no exercício de suas funções e o cumprimento das obrigações legais, identificando dificuldades e necessidades, com objetivo de encaminhar sugestões aos órgãos superiores do MPF, no intuito de melhorar os serviços prestados à sociedade.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 27 de novembro de 2012

Terça-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

O lançamento... Maquiador top, Marcos Costa, que faz os melhores desfiles dos eventos de moda mais bombados, como o SPFW e Fashion Rio, é oficial da marca e nos deu literalmente uma aula com várias dicas de como se maquiar, de uma forma bem prática e fácil, mostrando que não é preciso de muitos apetrechos para fazer uma boa maquiagem.

A Donna Donna Liquida Começou ontem o mega bazar da Donna Donna. São todas as peças com descontos que chegam até a 70% off, nas marcas bombadas tais como: Thelure, Paula Raia, Daslu, Patricia Bonaldi,Cris Barros, Lolitta e muito mais, mas só o feminino entra, nada do masculino. Então fashionistas antenadas corram pra fazer a produção dos looks de ano novo e Natal com o precinho lá em baixo.

t t t

Dicas Foram tantas dicas fantásticas, que vocês leitores antenados vão amar. Tudo muito simples, mas com um efeito show, no melhor estilo transformação "mesmo". Estamos preparando um passo a passo para ser publicado na próxima quintafeira.

t t t

Roberta Sá conhece a Casa Cor Rio Grande do Norte No próximo dia 28 (quartafeira), às 16h, a cantora potiguar Roberta Sá visita a Casa Cor Rio Grande do Norte. Roberta é uma das homenageadas na primeira edição da Casa Cor no Estado, com um loft inspirado no estilo, na vida e na carreira da cantora que está fazendo sucesso no mundo afora. No ambiente criado pela arquiteta Samara Gosson, o loft foi movido pela suavidade e no estilo de música cantado por Roberta Sá.

t t t No lançamento do verão 2013 da Natura, o maquiador oficial da marca, Marcos Costa, escolheu entre os convidados do evento concorridíssimo uma "sortuda" para mostrar as novas tendências

No próximo dia 12, o colunista Toinho Silveira reúne 700 idosos em mais uma edição do Natal Feliz. A 10ª edição do projeto que promove uma verdadeira ceia de Natal para idosos assistidos por várias instituições do Estado será na Praça Augusto Leite, no bairro do Tirol.

t t t

Obras de arte de artistas locais com alusão ao trabalho da cantora Ambientes amplos e integrados, pensado para receber amigos. Em todos os ambientes do loft destacam-se obras de arte de artistas locais com alusão ao trabalho da cantora, além de fotografias e objetos pessoais da artista. t t t

t t t

A noite terá shows com artistas locais

As bases são importantíssimas para o sucesso de uma boa maquiagem

Cores novas dos batons para o verão

Daslu para Riachuelo Finalmente a parceria mais esperada de todos os tempos aconteceu, estamos nos referindo à Daslu, marca que traduz elegância e bom gosto com a Riachuelo, onde encontramos belas roupas com preço barato.

Homenagem à sua mãe

Famoso pó bronzeador

O Natal Feliz começou com uma festa em homenagem à sua mãe, conta Toinho Silveira. "Ela estava doente e eu reunia os meus amigos em uma grande festa para homenageá-la. Até que resolvi fazer essa festa na praça, que é perto da minha casa, e compartilhar esse momento com os idosos. Hoje esse é o meu Natal. A ceia é como se fosse a da minha casa. É aqui, nessa noite, que eu celebro o Natal".

Em todas as lojas a partir de hoje... Ontem, aconteceu na Casa Fasano só para convidados especiais, o tão esperado lançamento com direito a desfile mostrando estampas coloridas, fazendo um mix total entre elas, bem a cara do verão 2013. Além disso, uma outra linha mais séria também foi mostrada, tudo à base da "animal print", camisas e calças de cintura alta, dentre outras. Só indo conferir pra ver que lindas. Ah, mas vão logo, com certeza as peças vão voar das prateleiras. Detalhe importante: tudo a partir de hoje.

t t t

João Faustino lança livro, logo mais à noite

t t t

Natura lança sua maquiagem de verão Flávia Pípolo flagrada pela coluna fazendo comprinhas na My Shoes

A ex-prefeita de Macaíba Dias Queiroz, Marília, dá um tempo no Bem Você do Natal Shopping para cuidar da beleza

O ex-senador, João Faustino lançará um livro contando sua sobre sua vida, citando aí, vários fatos históricos e que marcaram a política do RN e do Brasil, tais como a ditadura. Imperdível! Será logo mais à noite, por volta das 19h, no salão paroquial ao lado da Igreja Santa Terezinha. t t t

Nathi & Ju convidam para aniversário do blog As blogueiras Nathália Faria e Juliana Flor Elali convidam para a festa de aniversário do blog Nathi& Ju, que será realizado na próxima quinta-feira (29), no Hotel Pirâmide. Estarão presentes ao evento, Sophia Alckmin, (filha do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin) e Cris Tamer, que comandam o blogbettys. Nós, confirmamos presença.

t t t

A anfitriã da tarde Nós fomos super bem recepcionados por toda equipe da Natura, que teve conosco toda atenção e cuidado durante o período em que estivemos em Salvador. No evento fomos recepcionados por Ana Addobbati, coordenadora de marketing institucional da Natura para o Norte/Nordeste, que é um amor de pessoa, e foi uma anfitriã perfeita para uma tarde perfeita.

Além da doação de cestas básicas a todos os idosos presentes, o evento oferecerá uma programação com shows de artistas locais e muitas surpresas. O evento conta com o apoio de políticos e patronesses como Anita Catalão Maia, Tereza Tinôco, Wilma de Faria, Júlia Arruda, Rosalba Ciarlini, Mirian de Sousa, Odete Guerra, Flávia Diniz, Sandra Elali, entre outras. t t t

t t t

Ontem a Natura lançou sua make de verão 2013, num evento pra lá de bacana em Salvador, mais especialmente falando no Solar Café, que é um espaço super agradável, com a imprensa especializada em moda. Foram convidados um representante de Natal, esta colunista do JH, de Recife que foi o jornalista Phelipe Rodrigues, Cristina Pioner, de Fortaleza, e outros de Salvador.

Natal Feliz reúne 700 idosos no próximo dia 12

Maninha Dias com a aniversariante do dia, Zélia Pinheiro

João Faustino lança livro hoje

Até amanhã!

Flip 27/11/2012  

cidade, esporte, politica, economia, opiniao

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you