Issuu on Google+

Quarta-feira

Ano XV w NATAL-RN,

25 DE JULHO DE 2012 w Nº 4.399

R$1,00 w jornaldehoje.com.br

> DOS R$ 23 MILHÕES POR DIA QUE O GOVERNO ARRECADA...

Secretário de Planejamento explica: “Só a folha de pessoal do Estado consome R$ 9 milhões/dia” SEGUNDO OBERY RODRIGUES, GASTO COM O FUNCIONALISMO É O PRINCIPAL MOTIVO DO APERTO NAS FINANÇAS DO RN. ELE RECONHECE QUE EXISTE AUMENTO DA RECEITA, MAS DEMONSTRA QUE DESPESAS CRESCEM MAIS QUE A ARRECADAÇÃO POLÍTICA 5

> MAIS UM CASO PARA INVESTIGAR

Fotos: José Aldenir

Esta manhã, uma comerciante sofreu sequestro-relâmpago em Parnamirim. Baleada, a vítima foi deixada em matagal e socorrida para o Walfredo Gurgel. Um dos integrantes da quadrilha que sequestrou Porcino Segundo ainda está hospitalizado

Sequestradores continuam agindo no RN e ignorando o trabalho da polícia CIDADE 10 José Aldenir

> DIÁRIO OFICIAL DA UNIÃO

Defesa Civil reconhece o estado de calamidade pública em Ponta Negra CIDADE 6

> DIA DO RODOVIÁRIO

Motoristas e cobradores fazem paralisação para denunciar insegurança CIDADE 6

Rodoviários seguiram em passeata até a DRT e solicitaram reunião com representantes da Segurança Pública. Passageiros não aprovaram protesto

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Daniela Freire

Vicente Serejo

Rubens Lemos F.

Página 3

Página 7

Página 12

Página 13

Página 16

w Desembargador revela fragilidade política da candidatura de Carlos Eduardo.

w Fluxo turístico de Natal apresenta queda de 17 por cento nos primeiros 7 meses de 2012.

w Deputados planejam vingança, pós-eleição municipal, contra o Governo Rosado.

w Pastor de almas pecadoras prometendo uma santa salvação nos últimos dias.

w Polícia é assim. De perto incomoda, de longe faz falta. Dai-me paciência.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Janguiê Diniz Flávio Rezende Juarez Chagas João da Mata Costa Paulo Pereira do Santos Carlos Alberto dos Santos Elísio Augusto de M. e Silva OPINIÃO - Página 2

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,03 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,10 R$ 2,03

Euro x real Poupança Taxa Selic

R$ 2,47 0,52% 8%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 25 de julho de 2012

JANGUIÊ DINIZ, mestre e doutor em Direito (janguie@sereducacional.com)

Amancio

Quarta-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Brasileiros endividados e a crise econômica Mais da metade das famílias brasileiras estão endividadas. Esta afirmação foi confirmada recentemente pela "Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras", realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP). Se levarmos em consideração os números totais, 62,5% de famílias brasileiras estão endividadas, o que representa um aumento de 6,39%. Reduzindo este campo de observação e considerando apenas os dados das capitais, 525 mil famílias contraíram dívidas entre 2010 e 2011, um aumento de 11,57%. A pior situação do país está em Curitiba. A capital Paranaense tem 526.704 de suas 583.453 famílias endividadas, um total de mais de 90%. Seguidos por Florianópolis que apresenta 119.271 de suas 134.271 famílias nesta situação, ou mais de 88%. Mesmo assim, tais dados não chegam a gerar preocupação, já que a região Sul possui renda mais elevada do que a média do país e assim, tem inúmeras instituições financeiras com crédito disponível. A região Nordeste se destacou positivamente. Aracajú foi a capital em que mais famílias quitaram suas dívidas. O número reduziu para 116.764 das 131.362 famílias se encontravam nessa situação em 2010. Na verdade, o que preocupa é a falta de capacidade para quitar as dívidas. Quase 37% dos brasileiros não têm condições de pagar seus débitos e o grande vilão desse endividamento continua sendo o cartão de

Artigo

crédito. Sem esquecer, é claro, dos cheques e dos empréstimos, que resultam em juros exorbitantes e que afetam diretamente a renda da população. A grande maioria dos brasileiros possui dívidas com compras de sapatos, roupas, carros, celulares, eletrodomésticos e produtos eletrônicos da moda, como tablets e computadores. Para os especialistas em economia, é aceitável ter um terço da renda comprometida com dívidas, porém, é preciso saber que ao comprometer a renda dessa forma, questões básicas acabam sendo esquecidas ou ficam para segundo plano, como o investimento em educação, por exemplo. Asaída de algumas famílias tem sido reduzir o consumo de serviços como internet, telefone fixo, celular e entretenimento, para garantir menos comprometimento da renda e aumentar a possibilidade de quitar as dívidas. Apesar de estarmos crescendo, economicamente falando, é preciso ter a consciência que o endividamento da população é prejudicial ao futuro do país. Resgatando a crise econômica dos Estados Unidos, faz-se necessário lembrar que o corte do crédito e o aumento dos juros se deu para impedir a onda de inadimplência gerada pelo super endividamento da população. Voltando ao caso do Brasil, caso a população continue a não conseguir quitar suas dívidas, os bancos serão obrigados a diminuir a oferta de crédito e aumentar os juros, freando assim o crescimento econômico e abrindo possibilidade para uma futura crise.

ELÍSIO AUGUSTO DE M. E SILVA, empresário, escritor e presidente da Fundação Amigos da Ribeira (elisio@mercomix.com.br)

1962 - Os seriados do Cinema Rex Durante 36 anos (1936-1972), o Cinema Rex divertiu gerações na Avenida Rio Branco. Ainda me recordo da praga dos "lacerdinhas", uns bichinhos minúsculos, pretinhos, que viviam nos pés de ficus benjaminas, e atacavam as pessoas provocando uma coceira medonha - e quando caíam nos olhos ardiam para valer! Em algumas épocas, viravam uma verdadeira praga! Como a maioria dos meninos de minha geração, eu não perdia as matinês do Cinema Rex aos domingos. Naqueles primeiros anos da década de 1960, os cinemas ainda eram o ponto alto de nossa programação do fim de semana. Na frente do prédio, o comércio de gibis e almanaques de Zorro, Capitão Marvel, Tarzan, Mandrake, Rin-Tin-Tin, Roy Rogers. Ali também existia a troca de figurinhas dos álbuns em moda, motivo suficiente para chegarmos bem cedo ao local. Mas, assim que a bilheteria iniciava a venda de ingressos, a portaria era aberta, todos procuravam entrar logo, para conseguir os melhores lugares. Nem achávamos incômodas as 1.700 cadeiras de madeira do Rex, que não eram acolchoadas como a do Cinema Rio Grande e, posteriormente, do Cine Nordeste. No hall de entrada da sala de projeções, do lado esquerdo, ficava localizada uma bomboniere, bem sortida para os padrões da época. Algumas de suas guloseimas: Chocolates Falchi, língua de gato, Leite-e-Mel, Sonho de Valsa, balas Dea, buzis, drops Dulcora, pirulitos Kibon e Zorro, caixinhas de passas, torrones, chicles... os preços eram bem mais caros que os vendidos nos tabuleiros do lado de fora do cinema. Normalmente, as sessões eram iniciadas com um documentário, o "Jornal da Semana", que mostrava os últimos acon-

Artigo

tecimentos nacionais - essa, com certeza, era a parte que menos interessava à garotada. Quando terminava esse momento, todos nós gritávamos "Graças a Deus", seguidos de assobios e gritarias. Logo em seguida, começava o seriado que acompanhávamos por meses a fio, sendo apresentado um pedacinho por semana, parando sempre nas cenas de maior suspense. Quando aparecia o artista principal de revólver Colt sempre à mão, que nunca errava o alvo, o cinema vinha quase abaixo com os gritos e batidas de pé. Normalmente, os filmes de cowboys americanos eram com John Wayne de mocinho, num bom cavalo valente como ele só, enfrentando centenas de índios americanos (sioux, cheyennes, comanches) nas planícies. Até hoje, não consigo entender como a munição de suas armas não precisava ser substituída – pois atirava sem parar até não sobrar um índio, com exceção dos que haviam fugido em disparada. O bangue-bangue, como chamávamos o western, era o nosso gênero preferido e vários artistas interpretaram cowboys defendendo as mocinhas, as diligências, os bancos, ou, simplesmente, brigando nos "saloons" com os malfeitores valentões. Vale salientar que nas cenas românticas o barulho diminuía e o silêncio se fazia notar na plateia. Mas também existiam outros gêneros de filmes que atraíam nossas atenções: Tarzan, Jim das selvas, Rin-TinTin, Sansão, Maciste. E, no gênero comédia, não podemos esquecer Jerry Lewis e Dean Martin. Anos depois surgiram os westerns italianos que também fizeram muito sucesso entre a garotada, como "Django", estrelado por Franco Nero. Mas eu, particularmente, preferia os faroestes americanos.

FLÁVIO REZENDE, escritor, jornalista e escritor (escritorflaviorezende@gmail.com)

Ser feliz com o coletivo Antigamente as pessoas ficavam felizes quando podiam estar no mercado, na feira, no meio do comércio. Era naquela área onde circulavam os rostos diferentes, com túnicas, roupas extravagantes e, onde, os nativos podiam ouvir histórias e estórias de terras e de pessoas nunca antes imaginadas. O lugar onde rola o comércio sempre foi o paraíso dos seres, o espaço para a troca, para o assassinato das curiosidades, o canto das descobertas, da realização dos amores, dai sua histórica magia, sua sedução que atravessa eras e eras, mudando o formato, mas nunca a essência. Hoje o mercado, a feira, estão organizados em torno de lojas no que chamamos de shoppings, lugares maravilhosos onde podemos assistir filmes, conversar, ver o tempo passar, adquirir bens e, de certa maneira, ter uma relativa segurança uma vez que fora destas áreas, o perigo é muito mais presente. Escrevo este artigo não só para louvar estes lugares mágicos, estes espaços fantásticos que embriagam nossos olhos com muitas cores e criatividades, buscando pescar nossas finanças, com apelos que rebuscam em nosso ser toda uma psicologia que começa na educação e se completa na publicidade. Estas mecas do consumo continuam atraindo multidões e isto causa chateação em algumas pessoas, sendo este o principal motivo deste presente escrito. Às vezes leio nas redes sociais algumas pessoas dizendo que o shopping está insuportável com tanta gente, alguns até revelando certos precon-

ceitos, dizendo que está cheio de jovens da zona Norte ou de adolescentes rebeldes. Quando leio essas coisas fico um pouco reflexivo, pois, tenho uma sensação oposta quando vejo as multidões de jovens nos shoppings. Gosto de apreciar eles sorrindo, conversando, as roupas diferentes das que uso, os cabelos radicalmente malucos, calçados variados e gestos abarcadores do mundo. Fico feliz em estar no meio deles, ouvindo um pouco de suas gírias, risadas, me sinto mais vivo mais humanizado, lembrando ainda as minhas revoluções no tempo em que encarnava a idade deles, passando a usar brinco, calças jeans desbotadas, cabelos Black Power e até tatuagem fiz, deixando papai e mamãe preocupados. A visão da multidão, principalmente de jovens, causa em meu ser então, aquela alegria de ver o coletivo feliz. Não me sinto incomodado, antes pelo contrário, vibro por ser testemunha de visão e de audição destes belos seres vivenciando de maneira extraordinária as suas experiências joviais, de terem oportunidade de estarem num lugar onde podemos encontrar de alimentos a roupas, de mesas e cadeiras para papear mais confortavelmente a salas de cinema. Que maravilha é fazer parte desta manada vulcanizada por sonhos e até contaminada por vícios atuais de cibernéticas relações com máquinas diversas. Sou feliz no meio desta multidão, vinda de qual zona seja. Ao me dissolver no meio deles sinto penetrar em min' alma já cinquentenária, a doce e gostosa vibração coletiva desses belos espécimes adolescentes.

CARLOS ALBERTO DOS SANTOS, professor visitante Sênior Instituto Mercosul de Estudos Avançados - UNILA (cas.ufrgs@gmail.com)

A memória volátil da nossa civilização Artigo

PAULO PEREIRA DO SANTOS, economista, professor aposentado da UFRN e sócio efetivo do IHGRN (paulopsantos@supercabo.com.br)

A economia brasileira e seus problemas... Na verdade, a começar pelo problema da indústria que está em queda há alguns trimestres. A economia tem um papel frustrante, levando as indústrias a estoques excessivos. E os custos da produção a crescerem. E a valorização do real diante do dólar. Isso levou ao caos para as leis trabalhistas e tributárias. O que produzir no Brasil o preço ficou mais caro. E como não bastasse, a recessão nos outros países provocou um excesso de oferta no mundo prejudicando o preço dos bens industrializados produzidos no exterior. Como resultado, houve o crescimento das importações, que ocuparam espaço das mercadorias brasileiras. E as reformas estruturais não foram criadas para reduzir o custo Brasil. O governo tem se interessado pelas medidas paliativas, visando remediar a perda da competitividade da indústria brasileira. Comprando dólares para fragilizar o real e reduzindo os investimentos internacionais a curto prazo. Promovendo as reduções de impostos do IPI de carros e eletrodomésticos. Tudo isso, para, também, impulsionar a valorização dos principais bens de exportações agrícolas e minerais. Sem dúvida, a balança comercial

Artigo

trouxe bilhões de dólares e favoreceu a expansão do crédito. Contudo, as antigas distorções econômicas voltaram a prejudicar o PIB. Em face da alta no custo em fatores como eletricidade, mão de obra e as indústrias que têm interessado a importar componentes e até produtos acabados, em vez de aumentar o segmento de investimentos nacionais. Como sempre, o governo fala investir, mas se esquece de uma política contínua de investimentos na nossa economia! As reformas não saem do papel. Confrontando a marcha de tartaruga do PIB, o governo devendo se dedicar a projetos que reduzam o emperramento contra os investimentos privados e libertem as forças do livre mercado e não aumentar suas intervenções na economia. Por exemplo, o peso do estado brasileiro poderia ser para cortar gastos públicos e fazer como já disse: as reformas que possam trazer custo do país com modelo compatível com o crescimento rápido e sustentável. Como vimos em década passada em que a produtividade ficou estagnada. Com exceção da agropecuária, cuja produtividade tem prosperado em ritmo médio superior a 4% ao ano. Graças as pesquisas da Embrapa, um caso exemplar do

governo que conseguiu incentivar o desenvolvimento, desse segmento. A verdade é que a agropecuária do Brasil pena com a logística deficiente, contudo, mesmo assim suporta e prospera. São muitos os problemas a ponto de existir a necessidade da ajuda do governo. Como explica a imprensa, porque, o custo para transportar o algodão produzido na Bahia até o porto de Santos é o dobro do que se cobra pelo frete marítimo de Santos até a China. É importante acrescentar que o modelo econômico do Brasil, nos últimos anos, vem perdendo força. Pelo fato de que o comportamento errôneo do estado brasileiro e dos mercados distorcidos da economia dos outros países, são causadores dessa situação anômala mundial! E os países da área do euro continuam fabricando problemas financeiros para o mundo. O governo de Dilma tem se esforçado para resolver os problemas maiores, mas a coisa é dificílima! Quanto à política internacional com os países da América do Sul e dos países das potências mundiais, a presidenta sabe fazer valer o Brasil como a sexta maior economia do planeta. Sem dúvida! Ela tem demonstrado sabedoria nessa área.

JUAREZ CHAGAS, professor do Centro de Biociências da UFRN (Juarez@cb.ufrn.br)

Transparência?! Assisti e li durante essa semana várias reportagens sobre "transparência", diga-se de passagem, um título recheado de malícia e "acomodação" (não por parte da imprensa, claro) pra "justificar", não sabemos ao certo a qual ou quais interesses, uma vez que essas reportagens sugerem aos mais ingênuos ou crédulos, uma ação meritória por parte de quem a defende. Senão vejamos, no assunto local "TJRN divulga lista com salários dos servidores" numa alusão de que o Judiciário cumpre lei que manda divulgar valores pagos aos servidores públicos e que, com isso, o Tribunal de Justiça do RN, passou a cumprir a resolução 151 do CNJ, que determina a divulgação dos valores pagos aos magistrados e servidores do Judiciário. A referida Lei permite inclusive a disponibilidade da lista completa através do Portal da Transparência, dentro do site do tribunal, que pode ser consultado. Interessante é que a própria presidência do TJRN, admite que esta divulgação pública traga "inconvenientes e riscos à segurança dos servidores, embora a lei deva ser cumprida". Ora, o cidadão comum teria, pelo menos, o direito de indagar ou comentar porque essa "transparência" traz inconvenientes e riscos para os servidores beneficiados do Estado! Na verdade, é claro, lógico, líquido e certo que, do ponto de vista social (não diria do ponto de vista de justiça, uma vez que é a própria justiça, através de manobras e permissividade muito bem utilizadas e defendidas pelos interessados mandantes do Poder) isso "incomoda" aos beneficiados

Artigo

que, por sua vez, absurdamente, lutam cada vez mais para manter esse "incômodo", uma vez que podem delegar em causa própria, sobre seus próprios salários. Notícias amplamente divulgadas nas redes sociais dão conta de que os desembargadores são os que mais recebem salários acima do teto constitucional. Portanto, dos 27 tribunais de justiça, 15 publicaram suas folhas de pagamentos, como se essa "transparência" fosse um consolo justificado ao povo, o que na verdade constitui-se numa afronta. Valores que chegam até R$ 100 mil e quanto ao restante, nos surpreenderiam mais ainda? Isso sem falar nos ministros do STF que se encontram acima do próprio teto. Tudo "dentro da Lei" argumentam os defensores, muitas vezes até com piadinhas sugerindo aos que abominam tal situação, vá estudar mais ou ter mais sorte! Antes que alguém imagine ou julgue erroneamente, quero realmente afirmar que acho justo que o Judiciário faça por merecer salários dignos e bem pagos, porém ao contrário, acho não apenas injusto como imoral, outros servidores públicos também, como certas categorias de professores (só pra citar esse exemplo), serem pagos com salários de fome! Na verdade, heróis são os que vivem do salário mínimo e têm que conviver subalternamente com os que vivem de salário máximo, uma disparidade social cruel. Onde está o senso de JUSTIÇA de nossa sociedade? Que sociedade é esta que elabora, cria, vota e aplica "leis" onde poucos "lancham" caviar regado a vinho,

brindam mega salários e todas as mordomias que "têm direito", dormem com a "consciência" tranquila, enquanto milhares e milhares de pessoas de baixa renda, ou sem nenhuma renda, acordam, se matam de trabalhar (os que têm emprego, claro) definham de fome, morrem nas filas de serviços públicos de saúde e só se sentem felizes quando estão embriagados e inebriados nos campos de futebol, nos finais de semana, para esquecerem todas as injustiças às quais são submetidos?! Isso sem comentar aqui os roubos, extorsões, subornos, vilipêndios, desvios de verbas públicas e todo tipo falcatruas, desonestidades e corrupções praticadas por quem bem deveria honesta e orgulhosamente representar o povo e a sociedade. Então, é claro que incomoda a tal "transparência", não apenas porque os privilegiados e beneficiados pelas "brechas da Lei" que lhes induzem ou permitem aumentar os próprios salários, muitos deles detêm esse poder e essa posição, na maioria conseguida através da política, porque essas milhares e milhares de pessoas, através de seus votos, os conduziram a isso, tornando-lhes capazes de fazer com que a legislação permita que valores considerados "gratificação eleitoral", possam se concretizar. Acho que a mitologia teria que reinventar Themis, a deusa grega guardiã dos juramentos dos homens e da lei e que seus olhos, fossem ambos vedados ou ambos abertos e, o mais importante, iguais para todos. Certamente, que seria mais fácil do que reinventar a honestidade dos homens! (http://juarez-chagas.blogspot.com/).

JOÃO DA MATA COSTA, professor do Depto de Física - UFRN (damata@dfte.ufrn.br)

Os buquinistas do Cais do Sena "Ler é beber e comer. O espírito livros pela sua encadernação e edição que não lê emagrece como um corpo ilustrada. No Sena comprei uma bela edique não come". Victor Hugo ção do Les Contes Drolatiques de Balzac editado pela Librarie Garnier Frères. Vejo Quando viajo a uma cidade tenho muitas edições do Romain Rolland, um como obrigação visitar os sebistas. Anti- belo escritor injustamente esquecido. gamente consultava as páginas amarelas Adoro sua biografia de Beethoven. Ao e hoje pesquiso na internet. Em Paris, os lado da Notre Dame é possível visitar a buquinistas do Cais do Sena são partes da nova Shakespeare and Company que funeterna vida cultural da cidade luz. Uns três ciona na Rue de la Bûcherie desde 1951. quilômetros de barracas margeando o rio Livraria que leva o nome da célebre lique banha a capital venerada por todos vraria criada pela visionária poetisa Sylvia os amantes das artes e cultura. Depois de Beach, em 1919. Livraria de ponto de passear com o Bateaux Mouche, passo encontro de grandes intelectuais e escrihoras inebriantes na Place du Centre. tores famosos. Foi a Shakespeare and Compro livros e gravuras de artistas lo- Company que editou depois de uma longa cais e uma bela reprodução do pintor es- saga, o Ulisses de James Joyce. panhol e ilustrador Ortiz Alfau. MaraviParis é uma cidade de grandes livralhosa a gravura com os buquinistas e a rias e casas - editoras, que fazem dessa Igreja de Notre Dame. Comprar livro é cidade uma eterna festa. A Larousse, a Hauma grande paixão que nem sempre está chette, a Flamarion, a Gallimard editaram associada com a leitura. Compro alguns livros que frequentam a biblioteca dos

grandes bibliófilos. Tenho como guia o Manuel Du Librarie do Brunet para as minhas investidas de um modesto comprador e amante dos livros. No quais de Seine podemos comprar também livros dos viajantes franceses; Saint- Hilaire, Levy e outros. Nos buquinistas também encontramos postais antigos, discos, medalhas, moedas antigas e armas brancas. Paris não seria uma festa sem os seus fabulosos buquinistas e cafés. Eles fazem parte de um patrimônio imaterial e eterno com o seu nobre comércio. Toda grande cidade precisa ter a sua feira permanente de livros. É nos sebos e pelos sebos que conhecemos a riqueza cultural de uma nação. Ir a Paris sem visitar os buquinistas do Sena é como ir à Roma e não conhecer a Capela Sistina. É inigualável a companhia de uma biblioteca. Quando lemos e amamos dilatamos a vida. Ler é uma forma de amar.

Para os historiadores do futuro essa civilização da virada do século 21 será reconhecida como a civilização que superou as anteriores na quantidade e na velocidade de produção tecnológica. Será também reconhecida como a criadora das tecnologias de informação e comunicação, seja lá o nome que isso terá no futuro. Mas, há um dado hoje conhecido que não sabemos se permanecerá nos futuros registros históricos. Ou seja, talvez as civilizações futuras nem tomarão conhecimento que nossa civilização produziu muito mais informações do que as anteriores. E se desconfiarem disso, é muito provável que não terão como comprovar, simplesmente porque uma quantidade incalculável de informações terá se perdido por causa da fragilidade dos atuais meios digitais. Ainda hoje podemos apreciar os pergaminhos do Mar Morto, escritos pelo menos um século antes da Era Cristã, mas em muitas repartições públicas, escolas, universidades e organismos similares já não podemos recuperar alguns documentos gerados a partir dos anos 1990, quando inicia a exagerada crença na durabilidade dos meios digitais. Desde então, incontáveis documentos produzidos ao redor do mundo jamais tiveram uma cópia impressa e jamais serão recuperados no futuro. Em meados dos anos 1980, as informações geradas em computadores pessoais eram gravadas em disquetes de 5,25 polegadas. Logo depois surgiram os de 3,5 polegadas, um pequeno avanço da época em termos de capacidade de armazenamento; cabia 1,44 megabites (MB). Hoje, qualquer fotografia de qualidade razoável supera esse valor! Para contornar essa limitação, foi lançado com grande estardalhaço o famigerado zip drive da Iomega, começando com 100 MB e terminando com 750 MB. Revelou-se um rotundo fracasso tecnológico, com vida comercial de curtíssima duração. A sequência você sabe, CD-ROM, DVD, pendrive, discos rígidos portáteis ou externos. No dizer de Umberto Eco e Jean-Claude Carrière ("Não contem com o fim do livro", Record em 2010), nada é mais efêmero do que esses suportes ditos duráveis. Tal efemeridade implica na extinção da memória e por via de consequência de uma parte importante da cultura contemporânea. É por essas e por outras que eles não acreditam no fim do livro impresso, nem na sua completa substituição pelo livro eletrônico. Em seu artigo na Carta Capital de 13/7/2012 (Inovar ou imitar, eis a questão), Thomaz Wood Jr. diz algo muito similar aos dois pensadores acima. Criatividade e inovação são ingredientes básicos do capitalismo, mas nos tempos modernos isso vem criando dificuldades para a arquivologia e no final das contas para a transmissão a longo prazo dos eventos culturais, no mais amplo sentido da expressão. Como diz Umberto Eco: A velocidade com que a tecnologia se renova impõe-nos um ritmo insustentável de reorganização de nossos hábitos mentais. A cada dois anos, seria preciso mudar de computador e de mídia de gravação de dados, uma vez que é precisamente dessa forma que são concebidos, para se tornarem obsoletos após curto prazo. É o status de fetiche em que se transformou a inovação tecnológica. Quer um exemplo doloroso? Veja o seu caso, se você usa computadores pessoais desde os anos 1980. Qual a proporção de arquivos gravados em um tipo de mídia, você salvou na mídia seguinte? Quanto por cento dos seus arquivos gravados em disquetes, encontra-se hoje em, digamos, discos rígidos externos? O que você pensa em fazer com os dados que você tem no seu disco rígido externo? Você conhece um modo rápido, fácil e economicamente viável de fazer isso?

O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056570), por fax (0xx84 3221-5058) e por email: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, endereço e telefone. O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Dessana Araújo Élida Mercês João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 3

Wilma:“Por que Rosalba arrecada tanto e os serviços públicos são tão ruins?” EX-GOVERNADORA QUESTIONA USO DOS RECURSOS OFICIAIS: “O QUE VEMOS É UM GOVERNO DESAPROVADO EM TODOS OS ITENS” Wellington Rocha

Ex-governadora Wilma de Faria também critica processo de terceirização implantado na administração da governadora Rosalba Ciarlini

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

A arrecadação própria do Estado alcança recordes sucessivos. O governo, contudo, não consegue transformar os valores arrecadados em melhorias dos serviços de saúde, de segurança e de educação. Esta é a avaliação da ex-governadora Wilma de Faria, presidente estadual do PSB. Pelos cálculos da pessebista, o RN terá, ao final de 2012, uma arrecadação própria de R$ 10 bilhões. "É, realmente, muito expressiva. Em determinados meses de 2012, como junho, houve aumento de mais de 20% da arrecadação", contabilizou. O Jornal de Hoje revelou ontem que o Governo Rosalba Ciarlini já arrecadou, nos 18 meses de gestão, mais de R$ 12 bilhões, o que corresponde a R$ 700 milhões por mês, ou mais de R$ 23 milhões diariamente nos cofres do Governo. Segundo Wilma, o Estado tem feito um trabalho no sentido de arrecadar mais, e, nesse esforço, aumentou alíquotas do ICMS em setores como medicamentos e alimentação, o que também ajudou a incrementar a receita própria. Apesar disso, segundo a ex-governado-

ra, surge uma grande contradição. "Afinal, por que o governo Rosalba arrecada tanto e os serviços públicos são tão ruins? "É contraditório. O que se reclama é da falta de recursos para manutenção, para a parte de custeio. O excesso de arrecadação poderia ser usado para isso. Mas o que vemos é um governo desaprovado em todos os itens. Mais de 90% na saúde, mais de 80% na educação, mais de 80% na segurança", apresenta Wilma de Faria, que conclui: "O problema do governo é problema de gestão". Direcionar o Estado para a terceirização da prestação dos serviços públicos, como se está vendo agora na saúde, com a contratação da empresa Marca para administrar o Hospital da Mulher, em Mossoró, é uma dessas ações do governo apontadas por Wilma para justificar um desses problemas de gestão. "Terceirização é cara. A administração de serviços de saúde, por empresas privadas, é cara. É um dos itens que aumentam as despesas na área e não estão resolvendo os problemas", avaliou. Segundo Wilma, o quadro, neste aspecto, que já está ruim, pode ainda piorar. Isso porque

há um projeto de lei, aprovado pela Assembleia Legislativa, que permite a terceirização para praticamente todas as áreas da administração. "Isso vai tornar mais caro o custeio do Estado", constata Wilma de Faria, dizendo que em seu governo (2003/2006 e 2007/2010), sua linha de atuação foi no sentido inverso. "Ao contrário. A gente encontrou um hospital terceirizado que era o Hospital Maria Alice Fernandes, que passou a ter gestão pública e funcionou muito bem. Era privado, e nós transformamos em gestão pública", recordou a exgovernadora. Wilma conclui afirmando que gostaria de conceder entrevistas elogiando a melhorias dos serviços. "A população, porém, é que não está vendo resultado no aumento da arrecadação e nos bons serviços prestados. A população está reprovando todos os serviços prestados", afirmou, enfatizando que a expectativa de todos, quando há notícias de melhoria da arrecadação e outros benefícios, como um aumento no preço do barril de petróleo, é de que o governo reverta em melhorias para a população. "A gente torce para que isso aconteça", finalizou.

Fernando Mineiro: “Governo Rosalba faz caixa” O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) disse que em termos de arrecadação própria, a gestão Rosalba Ciarlini foi a que teve melhor desempenho entre as precedentes. Em 18 meses de governo, a governadora do DEM teve entre suas mãos a soma de R$ 12 bilhões advindas da arrecadação própria do Estado. Segundo Mineiro, somente de excesso de arrecadação, recursos que foram incorporados ao Orçamento, o governo teve um incremento de R$ 260 milhões somente este ano. "Em termos de arrecadação própria é o governo que teve mais arrecadação própria. Isso só faz corroborar o que tenho dito. Existe uma arrecadação grande. Somente este ano, o governo Rosalba já mudou totalmente o orçamento, com mais de R$ 880 milhões remanejados através de suplementação. Além disso, temos uma arrecadação muito alta. O excesso é de mais de R$ 260 milhões que foram incorporados ao orçamento este ano", comentou. Matéria de O Jornal de Hoje, publicada ontem, mostra que o governo Rosalba Ciarlini teve uma receita de R$ 12 bilhões, o que representa uma média de R$ 700 milhões por mês - ou ainda R$ 23 milhões por dia. Segundo o petista, o mais grave é

José Aldenir

Wellington Rocha

Fernando Mineiro: “O excesso de arrecadação é dinheiro que não tem definição do seu uso”

Faria: “Cabe ao Governo reverter o crescimento da receita em benefícios, mas faltam projetos”

que esta receita não tem se traduzido em investimentos em setores essenciais, como saúde, educação, segurança e infraestrutura. "O governo devia dar prioridade a esses setores. Mas, o governo vem mantendo uma lógica de fazer caixa para usar da maneira que ele queira. O excesso de arrecadação é dinheiro que não tem definição do seu uso", apontou. Mineiro disse que somente

SEM PROJETOS

agora a administração começa a soltar recursos, em situações pontuais, como na crise do setor de saúde. "Está soltando algumas ações direcionadas. Decretou a calamidade na saúde, mas falta o conjunto das ações. Até agora, o governo não conseguiu efetivar nada. Os problemas continuam. Há crise de abastecimento nos hospitais, e o estado com excesso de arrecadação".

Para o vice-governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, a falta de investimentos em setores essenciais como saúde, educação e segurança pública reflete a falta de projetos e de planejamento do atual governo. O vice-governador elogiou o trabalho desenvolvido pelos servidores da Secretaria Estadual de Tributação, que têm feito um esforço no sen-

tido de melhorar a receita do Estado. "A Secretaria de Tributação tem feito o seu papel, que é arrecadar. Cabe ao gestor, que é o governo do Estado, reverter tamanho crescimento em benefício da população. Para mim faltam projetos e, principalmente, planejamento", afirmou o vice-governador. A deputada federal Fátima Bezerra (PT), uma das líderes da opo-

sição no Estado, também elogiou o bom trabalho do Fisco, mas aproveitou para repreender o governo por não atender aos pleitos das categorias do funcionalismo que não têm tido sucesso nas negociações com o governo para a implantação dos planos de cargos e salários. "O deputado Mineiro vem chamando a atenção de que arrecadação tem crescido e isso traduz o bom trabalho da categoria do fisco do RN, num esforço para melhorar a arrecadação do Estado. A arrecadação tem crescido e isso não justifica o não atendimento dos pleitos do funcionalismo", observou a parlamentar federal. Ainda segundo Fátima, enquanto o governo nega reajustes salariais, os servidores da UERN ficam 200 dias em greve. "Temos um quadro em que de um lado há um crescimento da receita, mas de outros os planos de cargos e salários ficam travados. Sem contar a falta de investimento em áreas como segurança, saúde e educação". Na visão da deputada, são contradições como estas que contribuem para que o governo do DEM continue mal avaliado em todas as pesquisas de opinião públicas "feitas no RN e Brasil afora", e resultam, no que é pior, numa "grande frustração do funcionalismo".

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS -

BILHÕES

Os números arrecadados até o momento pela governadora Rosalba Ciarlini não deixam de impressionar. Afinal, a Rosa já administrou mais de R$ 12 bilhões, uma cifra que não pode ser desprezada, embora todos saibam que boa parte da receita do governo é vinculada, sobrando pouco para investimentos.

DESCULPA

Quando os valores da receita bilionária são revelados, fica difícil justificar tanta inoperância do Governo diante de problemas básicos que não foram solucionados em 18 meses de gestão. Ou a Rosa está fazendo caixa para sua reeleição, ou caminha para um processo irreversível de micarlização.

CONTA

Esquisito o silêncio do Governo do RN em relação aos valores da renovação do contrato com o Banco do Brasil. O pior é que nenhum deputado ou oposicionista questionou. Afinal, o contrato extrapola a gestão da governadora Rosalba Ciarlini. Se o Estado não

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

ganhou, alguém lucrou com essa operação. O que é que ta havendo?

SEQUESTRO

A Polícia do RN agiu bem no episódio do seqüestro de Popó Porcino. Com inteligência e estratégia, conseguiu unir Civil e Militar sem prejudicar o andamento da investigação. É assim que se faz Polícia de resultado.

INELEGÍVEL

A opinião do Desembargador Vivaldo Pinheiro, a respeito do processo que envolve o ex-prefeito Carlos Eduardo, é um claro sinal de que a candidatura do filho de Agnelo é extremamente frágil no aspecto jurídico. O Desembargador deixou claro que a jurisprudência da mais alta corte de Justiça do país, o Supremo Tribunal Federal, é favorável ao julgamento das contas de gestores pelas Câmaras municipais. Ou seja: contraria justamente o que vem sendo sustentado pela defesa de Carlos Eduardo.

VISITA

A presidente do Tribunal de Jus-

tiça do RN, Desembargadora Judite Nunes, vai amanhã a Macau visitar a APAC, modelo vitorioso de sistema prisional digno e barato. No âmbito do judiciário, o sistema é coordenado pelo juiz Gustavo Marinho.

Marlío Forte

MOEDA

O Governo do Estado vem sendo usado como moeda eleitoral para a disputa em Mossoró. Um exemplo claro é o vereador Chico da Prefeitura, que estava insatisfeito com o tratamento recebido pelo grupo do DEM e insinuou que votaria em Larissa Rosado, da oposição.

MOEDA II

Para fazer Chico da Prefeitura sorrir novamente e anunciar apoio ao nome de Cláudia Regina, do DEM, a governadora Rosalba Ciarlini assinou a nomeação de Rafaela Azevedo, filha do vereador mossoroense, para uma diretoria do Detran. Tão logo saiu a nomeação, Chico posou pra foto ao lado de Cláudia Regina e anunciou o apoio. Mais claro, impossível.

DE MULHER PRA MULHER...

A governadora Rosalba Ciarlini encontra sua antecessora Wilma de Faria e as duas iniciam um papo de cobrança mútua. Segundo Sherloquinho, a Guerreira teria começado: "Rosalba, mulher, como é que tu recebe tanto dinheiro e não resolve nada? Ainda inventa de terceirizar a Saúde, gastando uma fortuna? Com o dinheiro que você recebeu dava pra construir 60 pontes da Redinha. Mulher, te cuida! Tais quase uma Micarla, visse?". A Rosa devolve: "Mas Wilma, parece que tu tá falando com o espelho. Esqueceu que foi você quem inventou a terceirização na Saúde, de onde surgiu a Operação Hígia? Tá com a memória fraca é? Dava até pra fazer mais de 60 pontes, desde que não fosse superfaturada. Mulher, eu posso até tá ruim, mas você foi muito pior do que eu; tanto é que foi derrotada para o Senado e terminou vice de Carlos Eduardo. Que fim de carreira triste hein?". Sherloquinho ficou impressionado como as duas falaram só a verdade.


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 25 de julho de 2012

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

O conselho da realidade Embora seja a sexta mais robusta economia mundial, o Brasil é carente em inovação. Há necessidade de rever - e sem a demora da ação de sua envelhecida burocracia - pontos da estratégia para o desenvolvimento. Assim recomendam analistas do exterior, com a aprovação de colegas nacionais e de empreendedores nativos classificados como agentes progressistas de ponta. t t t Ajuda, mas não soluciona o problema, a política posta em prática de um incentivo aqui e outro acolá para amenizar os efeitos internos da crise europeia. O que o empresariado nacional pretende é baratear o custo de seu produto para que possa negociá-lo, sem percalços, no mercado externo, e ampliar as vendas internamente. t t t Mas, a agregação de valor exige investimento em pesquisa. Nesse campo, a República Surrealista dos Trópicos tem classificação humilhante no ranking internacional. Ocupa o degrau 58 entre as 141 nações examinadas pela OMP (Organização Mundial de Propriedade Intelectual). Também é mediano o exame feito pela Insead, escola de negócios francesa, cujo Índice Global de Avaliação considera cerca de 50 critérios. Alguns deles: indicadores de educação (básica e superior), acesso ao crédito, ambiente político e regulatório. t t t Pós-escrito: Nas américas do Sul e Central, o país mais bem avaliado é o Chile. Ganha do Brasil por 19 pontos.

Foco nas urnas Surpresa na campanha eleitoral em Manaus. Levantamento realizado pela UP (Unidade de Pesquisa) para a rádio CBN da capital do Amazonas revela apertada vantagem do tucano Arthur Virgílio na corrida à prefeitura.

t t t O ex-líder do PSDB no Senado tem 20,6% das intenções de voto. No segundo lugar, com 18,1% de apoios, está o ex-prefeito Serafim Corrêa (PSB). A senadora Vanessa Grazziotin (PCdoB), apoiada pelo PT, foi citada por 17,1% dos cidadãos entrevistados. Na sequência decrescente: Henrique Oliveira (PR), 12,3%; Sabino Castelo Branco (PTB), 10,2%; Pauderney Avelino (DEM), 5,3%.

Fala um aliado

Miro Teixeira (foto) vai direto ao cerne da questão. O deputado pelo PDT do Rio de Janeiro nega-se "a abafar o óbvio". t t t Segue afirmação entre aspas de Miro, que foi ministro das Comunicações (2003-2004), no primeiro governo do PT: "O julgamento de José Dirceu, réu no Mensalão, é o julgamento de Lula. À época, como presidente da República, era chefe de Dirceu."

Quarta-feira

Vivaldo culpa Henrique Alves e o PMDB pelo fracasso de Rosalba DEPUTADO AFIRMA QUE HENRIQUE ALVES ESTÁ DISCRIMINANDO O GOVERNO DO RN Wellington Rocha

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O deputado Vivaldo Costa, do PR, afirmou na manhã de hoje que "o governo Rosalba Ciarlini está sendo discriminado pelo PMDB, que através do deputado Henrique Alves, líder nacional do partido, não estaria se esforçando para trazer recursos federais para o Rio Grande do Norte". Daí segundo ele, o principal motivo das dificuldades enfrentadas pela governadora nesses 18 meses de administração. "Rosalba já provou que sabe administrar, mas o governo dela está sendo de sofrimento", declarou o deputado de Caicó que faz parte da base aliada e é um dos grandes defensores do Governo na Assembleia Legislativa. O Parlamentar do Seridó completou: "Vamos rezar para abrandar os corações de Henrique Eduardo e Garibaldi Filho para que eles viabilizem recursos para o Rio Grande do Norte", disse o deputado. Mas, Vivaldo Costa também responsabiliza em parte a governadora Rosalba Ciarlini pelo fracasso do governo até agora, mesmo entendendo que de certa forma o problema esteja sendo corrigido. "É necessário que a governadora dilua o secretariado, que não pode ser formado apenas por pessoas amigas. Entretanto, vemos que essa mudança já está se processando quando ela entregou a educação a uma pessoa da Universidade Federal do Rio Grande do Norte e recentemente nomeou um delegado da Polícia Federal para a Sejuc, numa demonstração evidente que existe uma disposição da governadora em procurar pessoas competentes para melhorar a gestão pública", disse o deputado.

EXPULSÃO DO PARTIDO

Vivaldo Costa informou que está sendo expulso do PR pelo deputado João Maia e que em razão disso está pedindo na justiça a sua desfiliação do partido por justa causa. Quem também deixará o PR, segundo Vivaldo Costa é o prefeito de Caicó, Bibi Costa pelas mes-

Deputado Vivaldo Costa critica aliado do Governo: “Henrique não está se esforçando para trazer recursos federais para o Rio Grande do Norte”

mas razões. "Eu e Nildson estamos sendo expulsos do PR por João Maia. Ele próprio disse que eu saísse do PR", ressaltou o deputado, acrescentando que um dos motivos foi o fato dele (Vivaldo), ter votado em Rosalba Ciarlini e João Maia não ter aceitado, já que o líder do PR recomendou o voto para Iberê Ferreira. Perguntado se estaria decepcionado com João Maia, Vivaldo afirmou o seguinte: "Sou médium e sei do que as pessoas são capazes de fazer. O bem e o mal". "Sucessão de Caicó será polarizada entre o novo, Hugo Marinho; e o atraso, Roberto Germano" Ao comentar sobre o processo sucessório no município de Caicó, o deputado Vivaldo Costa, que deixará o PR por divergências com o líder do partido, deputado João Maia, disse na manhã desta quarta-feira que a disputa naquele município seridoense "será polarizada entre o novo, representado pelo advogado e administrador de empresas, Hugo Marinho, do PP, e o atraso, que tem como candidato o exprefeito Roberto Germano", que segundo o deputado já demonstrou sua incompetência quando foi prefeito de Caicó no período de 2001 a 2005, inclusive, tendo desistido de

t

Divulgação

LEITURA DINÂMICA

t

t

t

t

ximo ano. Dia 6 de agosto, o Congresso Nacional realiza sessão solene pelo centenário de nascimento do baiano Jorge Amado. Em 1945, o escritor elegera-se deputado federal em São Paulo, mas não concluiu o mandato porque era filiado ao Partido Comunista. Homenageado pela Juventude do PT, seção do Distrito Federal, Delúbio Soares, extesoureiro do PT réu no processo Mensalão, estava feliz da vida. O grupo, ao redor de 100 manifestantes, entoava: "Delúbio, guerreiro do povo brasileiro." Marcado para o próximo mês, mas data ainda incerta, o lançamento de Eleições no Brasil Do Império à República. O cientista político Jairo Nicolau assina o livro. Para refletir: "Aquilo que os homens de fato querem não é o conhecimento, mas a certeza" (Bertrand Russell, filósofo britânico nascido no País de Gales).

Hugo Marinho é o candidato do grupo liderado pelo deputado Vivaldo Costa na cidade de Caicó

t

> PUNIÇÃO

t

O vereador Nildson Dantas, expresidente da Câmara Municipal de Caicó, teve seu mandato cassado por decisão do TRE - Tribunal Regional Eleitoral sob o argumento de infidelidade partidária quando o parlamentar deixou o PR , do deputado João Maia para se filiar ao PSB da ex-governadora Wilma de Faria. Nildson Dantas entrou na política partidária através do deputado Vivaldo Costa que lhe ajudou se eleger vereador em três oportunidades e uma vez presidente do Poder Legislativo Municipal. Esse ano, Nildson Dantas, que

t

O MODERNO

Segundo Vivaldo Costa, nesta eleição o povo de Caicó terá oportunidade de eleger Hugo Marinho, segundo ele, um jovem qualificado que representa o moderno na po-

lítica caicoense. O parlamentar destaca: "a coligação que apoia Hugo Marinho é formada por 12 partidos, entre eles, o PT de Lula e da deputada Fátima Bezerra, o PSB de Wilma de Faria e Bibi Costa, o DEM de Rosalba Ciarlini e José Agripino e o PMN dos deputados Ricardo Motta e Antonio Jácome". Perguntado sobre qual será a estratégia para derrotar Roberto Germano, que se encontra à frente nas pesquisas de opinião pública, Vivaldo Costa afirmou: "é só mostrar o passado de Roberto Germano e dizer que Hugo Marinho é o moderno. Tanto é que o nosso candidato está sendo apoiado por uma grande coligação envolvendo vários partidos".

VICE

O candidato do PP a prefeito de Caicó tem como companheiro de chapa Gilberto do PT, um dos fundadores do Partido dos Trabalhadores no Estado, que segundo Vivaldo Costa "tem a cara de Lula e completa a chapa que representa a continuidade do trabalho realizado pelo atual prefeito Bibi Costa. "Faremos uma campanha com determinação, luta e coragem como sempre foi a nossa marca nas disputas eleitorais em Caicó", disse Vivaldo Costa. (JP)

Hugo Marinho: “Meu nome é consenso”

Divulgação

Assusete Magalhães vai vestir a toga de ministra do STJ (Superior Tribunal de Justiça). A desembargadora, mineira de Serro, é a sétima mulher a ingressar na Corte. Assume a vaga de Aldir Passarinho Júnior. Começa a ficar esquisita a situação financeira do país. Pela primeira vez em dez anos, cai o lucro dos bancos. Inadimplência e queda de juros reduziram os ganhos dos agiotas com registro legal. Walterpress: na edição de ontem, faltou o nome do coautor da obra Do futebol à medicina. Trata-se do médico Berilo de Castro, parceiro do arquiteto Moacyr Gomes no livro. Pela omissão, o birô da coluna pede desculpas. Identificada a mudança de comportamento político-parlamentar de Kátia Abreu, senadora-presidente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil. A representante de Tocantins é candidata à vaga que couber ao PSD na reforma ministerial do pró-

concorrer à reeleição para apoiar Bibi Costa. E completou: "Daí a decepção de Manoel Torres que criou a frase que ficou famosa em Caicó: "Germano nunca mais". Vivaldo Costa, que exerce liderança política em Caicó, onde foi prefeito e deputado estadual várias vezes, além de vice-governador e governador do Estado em substituição a José Agripino, faz críticas contundentes ao ex-prefeito e candidato do PMDB nas eleições deste ano, Roberto Germano. Diz, por exemplo que o ex-prefeito caracterizou-se como "um traidor". E cita alguns exemplos: "Roberto traiu todo mundo. Traiu o PMDB que o elegeu e ele foi para o lado de Bibi Costa. Traiu Álvaro Dias para ficar comigo. E traiu Garibaldi Filho para ficar com Wilma de Faria. Além disso, Roberto Germano fez uma administração medíocre, atrasando o funcionalismo e sem crédito no comércio de Caicó para comprar um carretel de linha", ressaltou o deputado.

TRE cassa mandato do vereador Nildson Dantas por infidelidade partidária foi também presidente do Hospital Regional de Caicó, Mãe Quininha, teve seu nome cotado para ser o candidato a prefeito de Caicó nas eleições deste ano, entretanto seu nome foi vetado pelo prefeito Bibi Costa e pelo deputado João Maia, presidente do seu partido, o PR, que não disponibilizou a legenda para Nildson Dantas disputar a Prefeitura de Caicó. No seu lugar foi indicado o advogado Hugo Marinho, do PP, que através de consenso será o candidato do grupo político liderado pelo deputado Vivaldo Costa e pelo prefeito Bibi Costa. (JP)

O candidato a prefeito de Caicó, Hugo Marinho, do PP, informou na manhã de hoje que sua candidatura surgiu como forma de unir o grupo político liderado pelo deputado Vivaldo Costa e pelo prefeito Bibi Costa através de uma coligação formada por 11 partidos políticos representando as mais expressivas lideranças do Estado. "Meu nome é resultado de um consenso", disse ele, acrescentando que eleito pretende mudar o perfil econômico de Caicó implementando a chamada economia solidária com apoio da prefeitura à atividades produtivas através de financiamentos e capacitação profissional. Outra iniciativa que consta do programa do candidato do PP é o combate as drogas através do apoio à prática esportiva. Hugo Marinho pretende também dar continuidade a obra administrativa iniciada pelo prefeito Bibi Costa, que segundo ele, vem realizando uma administração competente e comprometida com o desenvolvimento do município nos diversos setores de atividades. "A

administração de Bibi trouxe obras importantes como o complexo Ilha de Santana e recuperação do Mercado Público, por exemplo, além de ter promovido a valorização do funcionalismo público municipal", ressalta o candidato, dizendo que durante a campanha terá um discurso propositivo e sem ataques pessoais. "Vamos também dizer que fizemos uma aliança importante com a presença do PT e dos demais partidos que estão somando o fortalecimento da nossa chapa", disse Hugo Marinho.

PERFIL

Hugo Marinho, candidato a prefeito de Caicó pelo PP, é advogado e administrador de empresas. Tem experiência no setor social e esteve na África do Sul, Moçambique e Zimbabwe na condição de voluntário em ONGs de ajuda humanitária. Cinco tios seus foram prefeitos de Caicó. São eles: Milton Marinho, Ademar Costa, Ridalvo Costa, Vivaldo Costa e Vidalvo Costa, além do atual prefeito, Bibi Costa. (JP)


Política

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 5

Obery: Governo gasta R$ 9 milhões por dia só com folha de pagamento SECRETÁRIO EXPLICA QUE AUMENTO DAS DESPESAS, INCLUSIVE COM PESSOAL, DIFICULTA MELHORIA DAS FINANÇAS PÚBLICAS Heracles Dantas

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Muitas pessoas que viram a manchete d'O Jornal de Hoje de terça-feira, se perguntaram onde estão os R$ 23 milhões que o Governo do Estado arrecada, por dia, de receita. Nesta quarta-feira, o secretário de Estado de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues, respondeu: parte deste montante, está no bolso do servidor público estadual. Afinal, fazendo o mesmo comparativo, a gestão estadual gasta R$ 9 milhões, por dia, só com a folha de pessoal. Por isso, não é para menos que os gastos com pessoal são escolhidos pelo secretário como o principal motivo do aperto das finanças do Estado, mesmo com o crescimento da receita. O pior é que resolver a situação não é fácil. “Penso em como diminuir os gastos 25 horas por dia e ainda é difícil”, afirmou Obery Rodrigues. Gastando R$ 9 milhões por dia, o Governo do Estado paga quase R$ 270 milhões por mês só com folha de pessoal. E essa, claro, não é a única fonte de despesa da gestão. “Na verdade, se aumentamos a receita, crescemos também a despesa. Alias, proporcionalmente, a despesa cresceu mais que a nossa receita”, afirmou Obery, explicando o porquê de Rosalba já ter movimentado um total de R$ 12 bilhões em 18 meses, mas ainda afirmar que não tem dinheiro para grandes projetos e promoção de benefícios aos servidores. Para exemplificar essa situação, o secretário mostrou números referentes ao exercício de 2011, em comparativo com os de 2010, último ano da gestão Wilma de Faria/Iberê Ferreira (veja o Box). Com a folha de pessoal, por exemplo, o primeiro ano de administração Rosalba Ciarlini pagou R$ 2,9 bilhões (sem contar o pessoal do IDEMA, Detran, Jucern, IPEM, DEI e produtividade da saúde), enquanto a dupla do PSB teve um gasto anual de R$ 2,6 bilhões. Ou seja: só com isso, o Governo teve um aumento da despesa na casa de R$ 350 milhões. “Muitos dos planos de cargos, carreiras e salários concedidos em 2010, foram refletidos só no exercício de 2011. Isso porque como foram implantados no final do ano, tiveram reflexo sobre os meses de

como se ele fosse um aumento. Mas quando se analisa cuidadosamente as contas, se percebe que não é bem assim”, criticou o secretário. O Fundeb é formado por uma parte da receita do Governo do Estado e dos municípios. Tudo é colocado num “fundo” que será usado pela Educação Pública, estadual e municipal. “A questão aí é que o repasse desse fundo é baseado no número de alunos matriculados em cada rede e, como perdemos muitos alunos para escolas privadas ou municipais, esse repasse não cobriu, nem mesmo, o que saiu dos cofres estaduais”, explicou Obery. E os números apresentados pelo secretário confirmam isso. A dedução na receita feita pelo Fundeb em 2011 foi de R$ 993 milhões, enquanto o retorno do fundo para custeio da educação estadual foi de, apenas, R$ 631 milhões. Ou seja: com o Fundeb, na verdade, o Governo acabou “perdendo” mais de R$ 360 milhões.

FECOP

Secretário Obery Rodrigues revela pensar “25 horas por dia” em como diminuir os gastos públicos do Governo do Estado com pessoal e defende uma fiscalização forte neste sentido

Calculo simplificado das contas do Governo do Estado

Receita em 2011 Receita bruta - Deduções +Fundeb Receita líquida

6.488.249.701 2.103.193.978 631.330.642 5.016.386.365

Despesa em 2011 Pessoal Repasses (TJ, MPE, AL e TCE) Pagamento da dívida Contratual Colchão de liquidez PASEP

2.944.955.990 977.992.769 334.800.004 33.333.336 43.790.096

Total novembro, dezembro de 2010, mas foram sentidos nos 12 meses do ano seguinte”, explicou Obery Rodrigues. O secretário explicou ainda que, mesmo que não conceda nenhum aumento aos servidores, a folha salarial do funcionalismo tem uma estimativa de crescimento de 6% ao ano. “São conseqüências de le-

4.334.872.195 tras, promoções horizontais e outros encargos”, justificou. E, mesmo assim, em 2011 houve a implantação do piso nacional dos professores e, neste ano, a partir deste mês, o pagamento dos subsídios aos policiais e bombeiros militares da ativa. “Só isso vai resultar num aumento de R$ 11 milhões na folha mensal”, antecipou.

RECEITA BRUTA X LÍQUIDA

Além do aumento da despesa interferir, também, nas finanças do Estado, Obery Rodrigues fez questão de esclarecer que há uma diferença entre receita bruta e receita líquida, principalmente, no que diz respeito aos valores manuseados pela Secretária de Planejamento e Finanças, que são os valores do chamado “Tesouro Estadual”. Por isso, em 2011, o Governo do Estado teve uma receita superior aos R$ 7 bilhões, mas a Secretaria teve no seu “caixa” R$ 6,5 bilhões. O montante é R$ 863 milhões, ou 15%, superior ao de 2010. No entanto, dessa receita ainda são retiradas as deduções, como as transferências para os municípios e para o Fundo de Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb). Ao final da soma, o valor ficou em torno de R$ 5 bilhões, ainda superior ao de 2010, que foi de R$ 4,4 bilhões. Porém, houve aumento também dos gastos nesses dois períodos. Se em 2011 a despesa total foi de R$ 4,3 bilhões, no ano anterior foi de R$ 3,6 bilhões.

“Deduzido da receita líquida total do Tesouro somente essas despesas principais, o Poder Executivo dispôs em 2010 de R$ 722 milhões de recursos para financiar todas as demais despesas de custeio e investimento. Em 2011, essa disponibilidade caiu para R$ 681 milhões, ou seja, menos de R$ 41 milhões e, em termos percentuais, 5,7%”. Para fazer um comparativo semelhante ao feito na edição desta terça-feira, se tivesse os R$ 41 milhões que teve o último ano de Governo Wilma/Iberê, Rosalba Ciarlini não precisaria, por exemplo, decretar o estado de calamidade na Saúde Pública. Teria, inclusive, R$ 9 milhões a mais que os conseguidos emergencialmente pela atual governadora quando assinou o decreto – que foi R$ 32 milhões.

PREJUÍZO FUNDEB

Obery Rodrigues comentou, também, que os deputados de oposição, sem conhecimento, tem falado das contas da atual gestão estadual. “Tem gente que sobe ao plenário da Assembleia e fala os valores que o Governo teve e ainda diz: ‘Isso, sem contar o Fundeb’,

Além do Fundeb, Obery Rodrigues também fez questão de explicar o que muitos auditores fiscais chamam de ICMS mas, na verdade, é o FECOP. Para quem desconhece a sigla, ela significa Fundo Estadual de Combate a Pobreza, foi ampliado ao final da gestão Wilma e Iberê e passou a arrecadar mais, contudo, por ter uma destinação específica e sem repasse aos municípios, não pode ser visto da mesma forma que o ICMS. “Nós usamos o FECOP para custear parte do Programa do Leite, Restaurante Popular e programas de habitação”, esclareceu o secretário.

TESOURO ESTADUAL

O Tesouro Estadual é o que administra a Secretaria Estadual de Planejamento e Finanças. É formado pelos principais impostos estaduais, como o ICMS, IPVA, ITCD, IRRF e FECOP, além do Fundo de Participação dos Estados, IPI Exportação e Lei Candi, entre outros repasses da união. Nesse Tesouro não entra, por exemplo, os repasses do Serviço Único de Saúde, o SUS. Do Tesouro, também são deduzidas as transferências feitas aos Estados para os municípios, por participação no ICMS, IPVA, por exemplo.

Saúde: Gasto com pessoal impede investimentos Dentre os vários problemas causados pelos gastos com pessoal, quando se trata da Saúde Pública, as dificuldades parecem só aumentar. E isso quem diz não é o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues, são os números. Afinal, em 2011, a gestão Rosalba Ciarlini pagou só com a folha de servidores, mais de R$ 711 milhões. “Todas as vezes que vamos discutir com os Sindicatos esses valores, mas eles mudam o foco. Só fazem cobrar maior investimento. Mas é preciso um controle forte nesse sentido. Gastamos

muito com os servidores e ainda temos problemas de greve e de falta de pessoal. Isso não faz sentido”, afirmou Obery Rodrigues. Vale ressaltar, conforme o secretário apontou, que em 2011 o Governo do Estado investiu 17,32% do seu orçamento com Saúde. O percentual é superior aos pagos em outros estados. Contudo, não se reflete em maior investimento porque é maior, também, o que vai para o pagamento com pessoal. “Se investimos 17,32% na saúde, 13,52% foi para pagar pessoal e apenas 3,8% para aos investimentos (veja o quadro)”.

GASTO COM A SAÚDE ESTADOS

%

FOLHA SALARIAL

CE RN PE PI BA PB

17,45% 17,32% 15,73% 15,69% 13,44% 13,27%

636.873.137 (6,9%) 711.110.308 (13,5%) 896.396.000 (7,1%) 240.231.891 (6,7%) 1.177.040.332 (7,3%) 451.451.000 (8,3%)

O secretário Obery Rodrigues lembrou ainda que além dos valores gastos só com folha de pessoal, boa parte da quantia des-

CUSTEIO E INVESTIMENTO 962.267.745 (10,5%) 199.630.709 (3,8%) 1.071.266.000(8,56%) 319.657.126 (8,96%) 977.514.330 (6,1%) 270.772.000 (4,98%)

crita como "custeio e investimento" são referentes a pagamento de funcionários terceirizados e cooperativas médicas. "São cerca

de R$ 50 milhões por mês só com isso. Ou seja: o gasto com pessoal ainda é maior que o descrito no valor". Para justificar esse alto investimento com pessoal, Obery Rodrigues defende uma fiscalização firme no setor, inclusive com a implantação dos pontos eletrônicos nos hospitais e unidades médicas. “Temos que implantá-los e ficalizar o cumprimento das cargas horárias, porque temos que ver o que está errado. É o número de pessoal que é demais ou são os valores que estão muito altos? Temos que ver o que é para resolver e fazer o

investimento valer a pena”. Obery Rodrigues lembrou, ainda, a situação da educação, onde vários professores da rede pública de educação estavam cedidos a outros órgãos. "Tem deputado aí que reclama da situação da educação pública, que precisa de mais professores e tudo mais, mas assim que assumiu veio com uma lista com mais de 15 professores querendo que eles fossem colocados no seu gabinete. Ou seja: reclama da falta de professores, mas é um dos responsáveis por tirá-los da sala de aula", criticou Obery Rodrigues.

> JUSTIÇA

TJRN recebe livro dos 400 anos da Câmara A trajetória do Poder Legislativo natalense agora está acessível aos membros do Poder Judiciário. O presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Edivan Martins (PV), entregou na manhã desta quarta-feira (25) o livro dos 400 anos da instituição ao Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte. Em visita institucional a sede do TJ-RN, o presidente da CMN entregou a obra comemorativa a presidente da Corte potiguar, desembargadora Judite Nunes. Também receberam uma edição do livro os desembargadores os desembargadores Aderson Silvino, Virgilio Macedo, João Rebouças, Zeneide Bezerra, e os juizes convocados Tatiana Socoloski, Sula-

Fotos:Divulgação

Presidente da Câmara, Edivan Martins, e a desembargadora Judite Nunes, do Tribunal

Turma de desembargadores do Tribunal de Justiça com os exemplares do livro da Câmara

mita Pacheco, Fátima Soares, Assis Brasil e Arthur Cortez, como também o representante do

Edivan Martins ressaltou a importância do relacionamento entre os poderes legislativo e judiciário. "O

Ministério Público, promotor João Vicente. Durante a entrega, o vereador

TJ-RN tem sido parceiro da Câmara em diversas ações de cunho social. Nada mais justo que retribuir

essa parceria com a obra que conta a nossa história", disse. O livro – explicou o presidente da Câmara, foi realizado por pesquisadores da própria instituição e da UFRN, sob a coordenação editorial do jornalista João Ferreira, com pesquisa e texto de Paulo Jorge Dumaresq, Thaysa Cristina do Nascimento e Udymar Pessoa Dantas Cardoso. A desembargadora Judite Nunes destacou o valor histórico do livro dos 400 anos da Câmara. "Trata-se de um registro valioso e importante, que perpetua uma parte fundamental da história da cidade construída ao longo de quatro séculos", afirmou a presidente do TJ-RN.


6 O Jornal de HOJE

Natal, 25 de julho de 2012

Cidade

Quarta-feira José Aldnir

Na manhã de hoje, os passageiros foram obrigados a descer dos ônibus que paralisaram em frente à sede do Sintro

Após suspender serviço à população, motoristas e cobradores seguiram em caminhada até a Delegacia Regional do Trabalho

Dia do Rodoviário é comemorado com paralisação e protesto nas ruas de Natal SUSPENSÃO

DO SERVIÇO DE TRANSPORTE PÚBLICO POR QUASE DUAS HORAS GEROU INSATISFAÇÃO DOS USUÁRIOS

JULIANA MANZANO JULIANA.MANZANO@HOTMAIL.COM

Mais de 150 assaltos ocorridos em ônibus urbanos apenas na capital desde o início deste ano. Este dado é suficiente para justificar a afirmação do presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transporte Rodoviário (Sintro), Nastagnan Batista, ao dizer que a categoria não tem motivos para comemorar o Dia do Rodoviário, celebrado neste 25 de julho. Exigindo mais segurança e melhores condições de trabalho para a categoria, motoristas e cobradores de ônibus paralisaram as atividades, na manhã

de hoje, por quase duas horas. O protesto teve início com uma assembleia na sede do Sindicato e prosseguiu com a paralisação dos profissionais do transporte, seguida de caminhada até à Superintendência Regional do Trabalho (DRT). Na ocasião, os trabalhadores protocolaram um documento para que seja convocada uma reunião entre o Sintro, o Ministério Público Estadual e do Trabalho, Polícia Militar, Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) e Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob) para debater as causas e soluções para o problema da insegurança no

transporte rodoviário. O presidente do Sintro explica que esta não é uma paralisação por melhorias salariais e sim por melhores condições de trabalho. Por isso, além da questão da insegurança, outro fator abordado pelos trabalhadores é a manutenção de 60% dos cobradores no transporte público, reivindicação acordada e garantida pelo sindicato patronal durante negociação da última greve da categoria. "A tecnologia engoliu a mão de obra e, com isso, muitas capitais brasileiras como Curitiba e São Paulo praticamente extinguiram a profissão de cobrador. Não podemos deixar que isso acon-

teça em Natal e lutamos para que o acordo de manter 60% da categoria seja cumprido pelas empresas", explica Nastagnan Batista. Por dia, cerca de 400 mil usuários - segundo informações do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros de Natal (Seturn) - utilizam o transporte público na capital potiguar. E a paralisação revolta a muitos. A operadora de marketing Luciana Barbosa de Lima é uma das usuárias que criticam a forma de protesto encontrada pelo Sindicato. "Peguei o ônibus no Alecrim e tive que descer aqui porque os motoristas decidiram parar. Paguei pas-

sagem por este trecho? É um absurdo. Agora vou ter que andar daqui até o centro da cidade com uma menina nos braços", reclama a usuária. Já o aposentado Hélio da Silva Oliveira pegou o transporte no bairro de Cidade da Esperança para ir para o Hospital dos Pescadores, localizado no bairro das Rocas, mas teve que descer sem concluir o trajeto. "Estou doente e vou ter que ir até o hospital para me consultar a pé? Não há outra forma de protesto?", questiona o aposentado. Questionado sobre o prejuízo que a paralisação provoca aos usuários, Nastagnan Batista pediu

desculpas à sociedade, mas diz que esta é a única forma de protesto eficaz. "Ônibus são assaltados todos os dias nesta cidade e não podemos mais continuar com esta situação. Precisamos protestar contra esta insegurança e infelizmente esta é a única forma de chamar atenção das autoridades. Entendemos que a população sofre com a paralisação dos ônibus, mas se conseguirmos uma solução para os assaltos, os usuários também serão beneficiados. Afinal, o assalto não atinge só ao profissional do transporte público, mas também à própria população", conclui o presidente do Sintro.

> PONTA NEGRA

Governo Federal reconhece estado de calamidade Dois dias após a prefeita Micarla de Sousa entregar os relatórios produzidos pela Defesa Civil sobre a situação do calçadão de Ponta Negra em Brasília, uma portaria da Secretaria Nacional de Defesa Civil, publicada no Diário Oficial da União nesta quarta-feira (25) reconheceu o estado de calamidade pública em Ponta Negra, que foi decretado pelo Executivo municipal no dia 14 de julho. Na segunda-feira (23), a prefeita entregou, em Brasília, relatório elaborado pela Defesa Civil sobre a situação de Ponta Negra, que sofreu danos materiais, sociais e ambientais devido à erosão marítima. Com o relatório em mãos, solicitou a liberação de R$ 4 milhões para as obras. Agora, é esperar os trâmites burocráticos e aguardar a liberação dos recursos. A portaria assinada por Humberto Viana, secretário Nacional da Defesa Civil, entra em vigor a partir de hoje e permite que a Prefei-

tura acesse um fundo de recursos federais destinado às situações emergenciais e calamitosas, controlado pela Caixa Econômica Federal. Porém, ainda será necessária a análise sobre o projeto para que os recursos sejam repassados pelo Governo Federal ao Município. A prefeita Micarla de Sousa disse estar satisfeita com o reconhecimento, pelo Governo Federal, do estado de calamidade pública em Ponta Negra. "A nossa luta por recursos para a orla de Ponta Negra e outras praias urbanas, que nós iniciamos já em 2009, enfim obteve êxito, graças, principalmente à sensibilidade da presidenta Dilma que determinou a seus ministros que o pleito da Prefeitura do Natal fosse atendido ainda esta semana", disse a prefeita. De acordo com os dados constantes nos documento entregues pela prefeita ao Ministro da Integração, Fernando Bezerra, a área de calçadão afetada tem extensão total

Wellington Rocha

Paiva diz que próximo passo é a assinatura do convênio para liberação dos recursos de 2,3 quilômetros. Estima ainda que serão necessários recursos da

ordem de R$ 4.050.800,00 para obras de recuperação, dos quais R$

3.674.000,00 destinados à recuperação e reconstrução do calçadão e o restante para a recuperação dos trechos danificados das redes públicas de iluminação, esgotos e abastecimento d'água, além do replantio de arvores. O secretário Municipal de Segurança Pública e Defesa Social (Semdes) e coordenador da Defesa Civil de Natal, Carlos Paiva, disse que está otimista em relação à liberação de verbas e que mantém em contato com a Secretaria Nacional de Defesa Civil para saber quais os próximos passos que devem ser dados pelo município para agilizar a liberação dos recursos. Carlos Paiva explicou que o processo agora se encontra no Departamento de Análise e Gestão (DAG), da Secretaria Nacional da Defesa Civil, para verificar se há disponibilidade orçamentária, e havendo essa disponibilidade, o processo será encaminhado para o Departamento de Engenharia. "Dian-

te das conversas entre a prefeita Micarla e o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, entendemos que há orçamento". Segundo conversas que Carlos Paiva manteve na manhã de hoje com técnicos da Secretaria, hoje à tarde o processo deverá ser encaminhado para o Departamento de Engenharia, onde será feita a análise do plano de trabalho e os reajustes necessários. "Em seguida, o próximo passo é a assinatura do convênio para liberação dos recursos. Não tem uma previsão de quando isso vá acontecer, mas o processo está acontecendo de forma célere e acreditamos que o mais breve possível os recursos sejam liberados para em seguida darmos início ao trabalho de reconstrução do calçadão de Ponta Negra", afirmou Carlos Paiva. Ele disse que vai a Brasília ainda nesta semana para acompanhar a análise do processo para que a verba seja repassada.

> JMT CUMPRE ACORDO

Empresa paga salários atrasados de terceirizados da Saúde Depois de três meses de espera, os funcionários terceirizados da Secretária Estadual de Saúde (Sesap) contratados pela empresa JMT Serviços e Locação de Mão de Obra Ltda. receberam o pagamento relacionado aos salários, férias e vale alimentação, atrasados, referente aos meses de abril, maio e junho. O pagamento foi feito após o compromisso da empresa firmado em audiência ocorrida na segunda-feira (23), na sede do Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Norte. O diretor comercial da JMT, Jonas Alves da Silva disse que o pagamento foi realizado no mesmo dia da audiência e que foi possível, pois o Governo do Estado pagou 20% dos débitos antigos com a empresa. Com isso, a empresa quitou a dívida com os funcionários. O pagamento contemplou cerca de 400 funcionários que não receberam os salários no mês de abril, 500 funcionários que não haviam recebido

o mês de maio, e os 833 terceirizados que não receberam o mês de junho. No entanto, de acordo com Jonas Alves, o Governo do Estado ainda tem um débito de R$ 5 milhões com a JMT Service, e somado as faturas dos meses de maio e junho que se encontram em aberto, o débito atualizado gira em torno de R$ 7,5 milhões. "A atual gestão da Sesap foi quem nos ouviu e buscou soluções para resolver o problema. Vamos procurar o secretário Isaú Vilela para quitar o restante do débito do Governo com a empresa", afirmou Jonas Alves. Durante a audiência realizada na última segunda-feira, Jonas Alves, que representou a JMT Service, se comprometeu a nos apresentar os demonstrativos financeiros dos trabalhadores e, em caso de omissão, entregar novos contracheques aos trabalhadores no prazo de dez dias. "Trata-se de uma luta contra situações deploráveis de traba-

lho. É incabível que o trabalhador passe meses sem receber o sustento da família, e é preciso que a empresa cumpra sua parte e comprove que cumpriu", destaca o procurador do Trabalho José Diniz de Moraes, que presidiu a audiência. Para o procurador do Trabalho, "outra conquista importante foi a garantia da empresa em conceder aos trabalhadores uma estabilidade provisória de até três meses após as eleições de 2012, salvo justa causa ou extinção dos contratos, sem prejuízo de outras vantagens idênticas garantidas em lei ou convenção coletiva de trabalho," acrescenta o procurador. A audiência contou com a participação de cinco sindicatos e mais de 30 trabalhadores. Dentre os assuntos abordados, foram discutidos pontos referentes a cinco procedimentos preparatórios diferentes instaurados pelo MPT/RN, que investigam irregularidades trabalhistas relacionadas aos serviços prestados

à Sesap. Além do atraso no pagamento dos salários e vale alimentação, os sindicatos presentes (Sindsaúde, Sindlimp, Sintro/RN, Sipern e Sindhoteleiros/RN) destacaram outras irregularidades, tais como a ausência do pagamento de adicionais de insalubridade e noturno, a não concessão de folgas de acordo com a legislação trabalhista, a inobservância de pisos salariais e o atraso no pagamento de rescisões contratuais. Diante das reclamações, a empresa JMT concordou em conversar com os sindicatos reclamantes na sede da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. Além disso, disponibilizou-se a resolver as situações individuais pontuais que eventualmente existam. Ficou marcada nova audiência para o dia 29 de agosto, às 17h, na sede do Ministério Público do Trabalho, para que a JMT comprove o cumprimento das obrigações assumidas.

José Aldenir

Procurador José Diniz de Moraes afirma que situação dos trabalhaores é deplorável


Economia

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 7

Heráles Dantas

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Fluxo turístico de Natal apresenta queda de 17% nos primeiros 7 meses de 2012 n Pelos levantamentos realizados mês a mês pela fundação Natal Convention & Visitors Bureau (Natal CVB) e pelo capítulo potiguar da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih/RN), o fluxo turístico natalense está sofrendo, nos primeiros sete meses deste ano, uma redução da ordem de 17 por cento, na comparação com igual período de 2011 - que por sua vez já não havia sido um ano dos melhores para este setor estratégico da economia norte-rio-grandense. n Segundo o presidente da Natal CVB, George Costa, "na verdade 2012 está se caracterizando, para todo o mercado turístico das capitais nordestinas, como um momento crítico. Polos como Salvador, Recife e Fortaleza, que investem muito mais do Natal em divulgação dentro e fora do país, no máximo estão conseguindo manter estável a média de ocupação das suas redes hoteleiras. Nós, porém, registramos perdas e estamos atraindo um número menor de turistas, o que é preocupante." n A fundação Natal CVB, em parceria com outras entidades representativas do "trade" turístico do Rio Grande do Norte - em especial com a Coohotur (Cooperativa de Desenvolvimento da Atividade Hoteleira e Turística, que administra o Centro de Convenções de Natal) - tem atuado fortemente nos últimos anos na captação de grandes eventos de turismo de negócios para a capital do Estado, o que, de certa forma, vem assegurando um fluxo razoável de visitantes nos períodos de baixa estação. Microempreendedores e agricultores do RN recebem premiação do Banco do Nordeste n Nove potiguares são agraciados, no final da tarde de hoje, em solenidade no auditório do Praiamar Hotel, em Natal, com o 9º. Prêmio Banco do Nordeste de Microcrédito e o 1º. Prêmio Banco do Nordeste Agricultura Familiar. n Todos eles são microempreendedores urbanos ou agricultores familiares, com atuação nos municípios de Apodi, Caicó, Carnaúba dos Dantas, Dix-sept Rosado, Jardim do Seridó, Luís Gomes,

Emparn quer introduzir a vitivinicultura no RN n Técnicos da Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) estão voltando suas atenções para um projeto de introdução de cultivares de uva - com vistas à produção de vinhos finos - em algumas microrregiões do Estado que dispõem de condições climáticas e de solos favoráveis. n Estão sendo pesquisadas áreas agrícolas no entorno de Mossoró e da Serra de Martins, além do município de Monte das Gameleiras, no alto da Serra da Borborema. n Segundo Amilton Gurgel Guerra, pesquisador da Emparn, o objetivo do trabalho é identificar cultivares viníferas adaptáveis e com potencial para produção de vinhos de boa qualidade, inicialmente na região abrangi-

Martins, Natal e Serra do Mel, homenageados em razão do sucesso alcançado graças à eficiente utilização das linhas de crédito proporcionadas pelos programas "Crediamigo" e "Agroamigo", com os quais o BNB favorece os pequenos negócios. n A premiação se constitui numa forma de estímulo às iniciativas empreendedoras nos Estados atendidos pelo Banco do Nordeste. E para a escolha dos nove premiados foram levados em conta pelas comissões julgadoras aspectos como a geração de emprego e renda, investimentos na qualidade de vida da família, capacitação da mão de obra e preservação do meio ambiente. n Compuseram as comissões julgadoras representantes da Secretaria Estadual do Trabalho, Habitação e Assistência Social, Departamento de Economia da UFRN, Escola Agrícola de Jundiaí, Federação dos Trabalhadores na Agricultura do RN, Emater/RN, Senac/RN, Sebrae/RN e Secretaria do Trabalho e Assistência Social da Prefeitura de Natal. Finalmente, Governo do Estado autoriza os pagamentos do Programa do Leite com reajuste n Nota divulgada pela Secretaria Esyadual da Agricultura anuncia que, a partir de hoje, os agropecuaristas e as empresas de laticínios já podem solicitar os pagamentos complementares referentes ao reajuste (retroativo a 1º. de maio passado) do preço do litro do leite fornecido ao Programa Leite Potiguar, executado pelo Governo através da Emater-RN. n O litro do leite de vaca, pasteurizado e embalado, passou de R$ 1,32 para R$ 1,53, importância a ser dividida da seguinte forma: R$ 0,93 para o produtor e R$ 0,60 para o laticínio. Já o leite de cabra passou de R$ 1,82 para R$ 2,10 (R$ 1,50 para o produtor e R$ 0,60 para o laticínio). n Existe a expectativa de que nos próximos dias o Governo anunciará a concessão de novo aumento, já que os produtores continuam se queixando de que o recebimento de R$ 0,93 pelo litro do leite de vaca não está cobrindo os custos de produção no atual período de seca.

da pela Serra de Martins, que apresenta altitudes superiores a 700 metros e clima mais ameno. Disparam os preços dos insumos agropecuários n Em função da seca que castiga o semiárido nordestino e do aumento vertiginoso da procura pelos fazendeiros por meios de sobrevivência para seus rebanhos nesta hora de dificuldades, estão ficando absolutamente fora de controle os preços dos insumos agropecuários no Rio Grande do Norte. n Para que se tenha ideia do drama enfrentado pelos criadores, uma saca de soja que custava R$ 46,00 em julho do ano passado, agora está sendo comercializada por R$ 76,00. E a saca de milho, que custava em torno de R$ 35,00 até março passado, já não é encontrada por menos de R$ 45,00 nas lojas de ração. A torta de algodão, somente este ano, já subiu de R$29,00 para R$ R$ 53,00. n Segundo o presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do RN (Faern), José Vieira, "fora o aumento do preço das rações, também observamos ultimamente um aumento da ordem de 10 por cento na maioria dos medica-

mentos veterinários vendidos nas lojas agropecuárias de Natal." I Expo Norte será neste final de semana no Norte Shopping n A Praça de Eventos do Natal Norte Shopping, na Avenida João Medeiros, será palco durante três dias neste fim de semana (sexta, sábado e domingo) da I Expo Norte - Multifeira de Produtos e Serviços. n O certame atrairá dezenas de empresas dos segmentos automobilístico, imobiliário, segurança eletrônica, decoração, artigos para o lar, além de prestadores de serviços nas áreas de recepções, eventos e lazer; de educação e ensino profissionalizante; de assistência médica e odontológica; de sinalização gráfica; de artesanato, entre outros. n O objetivo da exposição é proporcionar ao público consumidor da zona Norte e cidades limítrofes da região metropolitana a oportunidade ter acesso a muitos segmentos de produtos e serviços em um único lugar. n Na sexta e no sábado a feira funcionará no período das 10:00 às 22:00 horas, enquanto no domingo o horário será reduzido (das 15:00 às 21:00 horas).

Workshop debate hoje o mercado imobiliário MELHORAR A QUALIDADE DA INFORMAÇÃO É UM DOS TEMAS MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Enquanto o momento é de entressafra no setor imobiliário, com uma diminuição no volume de lançamentos e uma maior entrega de unidades já concluídas, corretores e incorporadores usam os poucos momentos livres para repensar o mercado. De onde viemos, para onde iremos e o que querem e o que podem os consumidores neste momento da economia são dilemas para os quais eles buscaram resposta no primeiro workshop que o Sindicato da Habitação (Secovi-RN) realiza hoje no recém-inaugurado hotel Best Western Premier Majestic, em Ponta Negra. "Precisamos de um Norte para trabalhar e nada melhor que um debate sobre essas questões neste momento", resumiu o presidente estadual do Secovi, Jailson Dantas Lima. Tirando os encontros informais que todo mundo tem dentro e fora das rotinas de trabalho, é a primeira vez em muito tempo que o Secovi local reúne seus 30 associados para um almoço seguido de um workshop que se estenderá até às 19 horas. Além das razões mercadológicas e estratégicas que acompanham um evento dessa natureza, há também razões econômicas. Com vendas em ligeira queda pela grande oferta de lançamentos dos últimos anos, a necessidade de um monitoramento fino do mercado se tornou um ingrediente indispensável. E pesquisa não custa barato, especial-

mente quando é atualizada semestral ou anualmente e paga por apenas três ou quatro empresas. O workshop de hoje, no Best Werstern, foi fechado à imprensa e a observadores externos - uma forma prática de deixar todos à vontade para falar sem constrangimento. Entre os assuntos em pauta está a constituição de um fundo para a pesquisa contínua de indicadores de compra e venda, com estratificação por bairro. Ou seja, quem está comprando e em quais as áreas com maior potencial. Não é a primeira vez que uma entidade de peso no segmento empresarial natalense foca a questão

Precisamos de um Norte neste momento para trabalhar melhor. JAILSON DANTAS PRESIDENTE DO SECOVI/RN

sobre a importância da pesquisa para nortear suas decisões. Na construção civil, o Sinduscon-RN reacendeu essa discussão com a posse de Arnaldo Gaspar Júnior em julho do ano passado. Até agora, porém, ele não conseguiu implantar o IVV - Índice de Velocidade de Vendas para ajudar o segmento a planejar novos lançamentos. Já no varejo, a Fecomercio conseguiu por para funcionar há alguns anos o seu próprio instituto de pes-

quisa, fazendo sondagens setoriais muito úteis aos associados. "Tudo isso envolve uma questão cultural, daí a relevância do workshop de hoje", explicou o presidente do Secovi. Para Jailson Dantas Lima, a convergência de empresas em assuntos de mercado não tira delas o apetite para que continuem lutando pelo crescimento de seu espaço. "A concorrência é saudável, o que queremos é compartilhar informações mais confiáveis para o benefício de todos", acrescentou. O momento para um encontro de imobiliárias e incorporadoras não poderia ser melhor. Das seis companhias que representam o setor no Ibovespa, as cinco que apresentaram números preliminares até quartafeira da semana passada registraram queda nas vendas contratadas, enquanto apenas uma apurou alta nos lançamentos na comparação com igual trimestre em 2011, segundo o site Terra.A exceção foi justamente a incorporadora mineira MRV, que investe pesado no programa "Minha Casa, Minha Vida", inclusive em Natal. Para Jailson Dantas Lima, do Secovi-RN, apesar de todos os presságios que possam soar negativos neste momento, o mercado potiguar deve registrar um crescimento de 5% até o final deste ano em relação a 2011. "É preciso ter sempre em mente que continuamos com um déficit habitacional acentuado e a economia brasileira ainda tem muita lenha para queimar, apesar da crise europeia", lembrou.

> AGRONEGÓCIO

“Bolsa família mascara as reais dimensões da crise” A frase é do presidente da Associação Norte-rio-grandense dos Criadores, Júnior Teixeira, ao analisar as consequências da seca que atingiu o Rio Grande do Norte durante quase todo o primeiro semestre deste ano. Teixeira, que participou hoje de manhã da primeira reunião do agronegócio, na Secretaria de Agricultura, sobre alternativas para recuperar o rebanho bovino potiguar atingido pela estiagem, comentou que “antigamente, em toda a seca que nos atingia, era comum ver saques a armazéns no interior”. Segundo ele, hoje, graças ao Bolsa Família e a outros programas de transferência de renda do Governo Federal, esses sintomas “estão mascarados”. Para o presidente da Anorc, a crise que se abate em toda a bacia leiteira do Estado é um fato real, com perdas incalculáveis. “Foi esse sentimento que nos levou a propor um trabalho conjunto com o Governo do Estado para examinarmos da maneira mais serena

Heráles Dantas

Júnior Teixeira, presidente da Anorc: tom de conciliação com o Governo possível as saídas para o rebanho do Rio Grande do Norte”, acentuou Júnior Teixeira. Ao contrário de outras lideranças rurais do estado, Teixeira disse preferir muito mais neste momento o tom concilia-

tório, do entendimento. “Sabemos das dificuldades da governadora em relação à sua administração como um todo e estamos estabelecendo um nível bom de entendimento”, minimizou. (MH)


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de julho de 2012

Quarta-feira

Governo lança campanha de prevenção contra Hepatites RIO GRANDE DO NORTE ESTÁ NA LANTERNA NACIONAL EM RELAÇÃO AOS ÍNDICES DE IMUNIZAÇÃO, DEVIDO À DESCONTINUIDADE DAS DOSES PELOS USUÁRIOS Fotos: Wellington Rocha

FERNANDA SOUZA FERNANDASOUZAJH@GMAIL.COM

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), através do Programa Estadual DST/Aids e Hepatites Virais, promoveu na manhã desta quarta-feira, no auditório do CT Gás, em Lagoa Nova, o lançamento da campanha contra hepatites. O tema: "Hepatites. Você tem certeza que não tem? Vacinese, faça o teste. Previna-se", busca a conscientização da sociedade quanto à importância sobre os perigos da doença e como preveni-las. Durante o lançamento foram apresentados os dados epidemiológicos das hepatites do Estado, que segue na lanterna nacional em relação aos baixos índices de imunização. A Sesap reforçou que há uma boa procura pela vacinação contra as hepatites, mas como se trata de uma vacinação fracionada, em três etapas, a grande maioria não dá continuidade ao processo de imunização. No Rio Grande do Norte, de 2005 a 2011, foram confirmados 3.016 casos de hepatites virais. Somente no ano de 2011 o Estado notificou 170 casos de Hepatite A, 56 casos de Hepatite B e 79 casos de Hepatite C. Segundo a responsável técnica do Programa Estadual de Hepatites da Sesap, Deise Nóbrega, a campanha tem um caráter preventivo e é voltada para a intensificação da vacina contra a Hepatite B entre jovens até 29 anos e populações vulneráveis. "São cinco tipos de hepatite, mas as hepatites A, B e C são os que mais acometem a região. Esta é uma campanha de prevenção e as pessoas têm que se conscientizar que a Hepatite B é imunoprevenível e está disponível na rede, gratuitamente. Façam a testagem. O diagnóstico precoce diz muito sobre o tratamento. Previnam-se, porque o tratamento além de ser caro, mexe muito com o organismo", alertou.

Deise Nóbrega ressalta a importância de tomar as três doses. Para isso, Carlos Pinto destaca que seis mil escoteiros trabalharão como multiplicadores. Bartolomeu Aquino questiona atuação municipal Deise explicou que a vacinação contra a Hepatite B é feita em três etapas. Após a primeira dose, a segunda dose deve ser tomada após 30 dias e a terceira dose com seis meses a partir da primeira. Se não for completado o esquema de vacinação, a imunização contra a doença não acontece. A população também pode ter acesso a testes rápidos para a detecção das hepatites nos Centros de Testagem e Aconselhamento (CTA), Serviços de Atenção Especializada (SAE) e hospitais de referência (Walfredo Gurgel, Santa Catarina e Maternidade Januário Cicco). O Estado está abastecido com 200 mil doses de vacina, disponíveis em todos os postos de saúde. BOMBEIROS A campanha de prevenção vai contar com um forte apoio de seis

mil escoteiros do Rio Grande do Norte, que vão atuar sendo multiplicadores da ação. Carlos Pinto, presidente da Regional Escoteiros do RN, contou que através de um resgate histórico descobriu que no século 18, os escoteiro ajudaram na distribuição de quinina para o combate da gripe espanhola no Estado, atingindo mais de 15 mil pessoas. "Temos hoje um crescimento vertiginoso de escoteiros. Há seis anos éramos 1.300 no estado, agora somos seis mil. Neste sábado, Dia D de luta contra a Hepatites, aos invés de nos reunirmos como fazemos em todos os finais de semana, vamos divulgar a campanha nas praças, distritos, feiras e em várias comunidades. Desde 2009 existe um termo de cooperação entre o Governo e os Escoteiros e participamos de campanhas. A nossa expectativa é mobilizar 10 mil jovens, entre escoteiros e alunos de esco-

las públicas. A hepatite é uma doença silenciosa, cujos sintomas são confundidos até com gripe e pode levar até 10 anos para apresentar sintomas mais graves", destacou. O presidente da Associação dos Portadores de Hepatites do Rio Grande do Norte, Bartolomeu Aquino, apoiou a iniciativa do Governo, mas criticou a ausência de uma política do município. "O Governo Federal compra os medicamentos e pactua com o estado, mas a sorologia e vacinação cabe ao município. Mas estamos melhorando. Há dois anos, as pessoas tinha que ir ao Giselda Trigueiro em busca das aplicações, mas hoje temos mais de seis Pólos de Aplicações no Estado. Entretanto, há mais de 60 dias falta a filgastrina, que complementa o tratamento. Quando falta esse medicamento, um tratamento de semanas é perdido".

A cerimônia de lançamento da campanha também contou com a presença da Governadora do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini. "A hepatite é uma doença silenciosa e perigosa e temos que prevenir, orientar e convocar a população contra doença. Fui escoteira e sei da importância da participação deste grupo, do qual tive um grande aprendizado e tenho orgulho". Durante o lançamento da campanha, a Governadora informou que já estão assegurados os recursos para a ampliação do saneamento básico na ordem de R$ 1,2 bilhões, o que ajudará na prevenção da doença. TRANSMISSÃO A Hepatite é uma doença inflamatória do fígado que pode ser causada por vírus, reação ao álcool, drogas e medicamentos, ou ainda autoimune, quando o siste-

ma imunológico reconhece seus próprios tecidos como estranhos, atacando-os para destruí-los. Há vários tipos de hepatites, sendo os tipos A, B e C os mais comuns. Os postos de saúde e as Unidades Básicas de Saúde oferecem tratamento gratuito aos pacientes, mas é preciso seguir fielmente o tratamento e tomar a medicação prescrita pelo médico. A Hepatite A tem transmissão via fecal-oral, por meio de água e alimentos contaminados e acomete principalmente crianças abaixo dos 13 anos de idade. A Hepatite B pode ser transmitida por relação sexual e contato com sangue e fluídos corporais e atinge em especial a faixa etária entre os 20 e 49 anos. Já a Hepatite C possui maior prevalência em pessoas acima dos 50 anos de idade e a transmissão principal acontece por via parenteral, com contato direto com o sangue.

> UERN

Projeto de Lei será votado em sessão ordinária na sexta Wellington Rocha

Getúlio Rego ressalta que acordo entre líderes dispensou tramitação nas comissões

Após decisão tomada em reunião do colégio de Líderes, realizada na manhã desta quarta-feira, ficou definido que o projeto de lei que altera a remuneração dos servidores públicos - professores e técnico-administrativos - da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN) será votado pelos deputados estaduais nesta sexta-feira. A sessão ordinária realizada dentro do período extraordinário acontecerá em horário regimental, às 10h. Na ocasião, também será votado o projeto de lei que autoriza o Executivo Estadual a contratar parcelamento e reparcelamento de créditos devidos à União. Se aprovados, os projetos de lei serão enviados para sanção da governadora Rosalba Ciarlini. O consenso entre as lideranças dispensa a tramitação natural do processo de aprovação do projeto de lei que passaria por análise técnica das comissões, como a de Justiça e

de Fiscalização e Finanças. "Uma das matérias dá ao Estado a oportunidade de diminuir o desperdício com o pagamento de dívidas e alongar o perfil das mesmas. A outra altera a remuneração dos servidores da UERN. Então, são duas matérias importantes e que beneficiam o Estado", diz o líder da bancada governista, o deputado estadual Getúlio Rêgo. O projeto de lei referente à remuneração dos servidores da Universidade é resultante do acordo realizado entre o Governo do Estado e os representantes das categorias envolvidas que pôs fim a greve de 57 dias na UERN. A proposta apresentada e aceita quase à unanimidade pela categoria ofereceu um reajuste salarial - não vinculado à Lei de Responsabilidade Fiscal - de 8,5% em 2012, sendo 3,5% pago no próximo mês de julho e 5% pagos em setembro, 9% em 2013 e 10% em 2014.

Com a aprovação do projeto de lei, os servidores têm a garantia de que o acordo envolvendo o reajuste será cumprido. Segundo o presidente da Associação dos Docentes da UERN (Aduern), a folha de pagamento deste mês já foi, inclusive, autorizada com o reajuste da ordem de 3,5%, juntamente com uma folha suplementar que contempla o retroativo de junho. Segundo o presidente da AL, Ricardo Motta, a sessão foi convocada em caráter extraordinário em função do prazo limite para que o reajuste salarial aos professores da UERN seja implantado na próxima folha de pagamento e pela possibilidade de retirar o Governo do Cadastro Único de Convênios (Cauc) e do Cadastro de Informações dos Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin), dando condições de o Estado firmar parcerias e convênios com o Governo Federal.

A convocação foi feita pela governadora após encaminhar as mensagens governamentais nº. 042/GE e nº. 043/GE, na última segunda-feira, já que a AL encontra-se em recesso parlamentar. O PL que trata do reparcelamento de dívidas contraídas pelo Estado junto à União ao longo dos anos, além de autorizar a contratação de parcelamento e reparcelamento de créditos devidos à União, visa oferece recursos do Fundo de Participação dos Estados (FPE), como garantia do adimplemento das prestações referentes ao parcelamento citado anteriormente e, como medida necessária à implementação do disposto na futura Lei, determinar ao Poder Executivo a inserção nas Leis Orçamentárias Anuais, durante o prazo que vier a ser estabelecido para o parcelamento previsto, de dotações suficientes à amortização das respectivas prestações.

CMYK


Cidade

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 9

Fotos: Herácles Dantas

Atraso nas obras de mobilidade urbana preocupa moradores e comerciantes das áreas atingidas P REFEITURA

DE

N ATAL

ADMITIU QUE O LEGADO DA

NÃO SERÁ CONCLUÍDO ANTES DO INÍCIO DA

Arquivo

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1#YAHOO.COM.BR

Dias após o Ministério das Cidades divulgar que quatro cidadessedes da Copa do Mundo 2014, inclusive Natal, estão com as obras de mobilidade urbana atrasadas, a Prefeitura de Natal admitiu, pela primeira vez, que as obras de mobilidade urbana poderão ser excluídas da matriz de responsabilidade da Copa. Diante disso, os moradores e comerciantes das áreas afetadas pelas obras de mobilidade seguem ansiosos devido à indefinição se haverá ou não os projetos de mobilidade que irão desapropriar 429 imóveis. O atraso na entrega de projeto, as desapropriações de imóveis e a falta de licenciamentos e intervenção do Ministério Público agravaram ainda mais a situação da capital potiguar. Segundo o ministro Aguinaldo Ribeiro, 8% das obras previstas para serem concluídas até o início do evento estão atrasadas. Outras 36% estão em ritmo que requer atenção e 56% estão em ritmo adequado. Além de Natal, Cuiabá, Manaus e o Distrito Federal figuram na lista das cidades com obras em atraso e risco de não ficarem prontas em tempo hábil. O titular da SecopaNatal, Jean Valério, no entanto, garantiu que, apesar de as obras não ficarem prontas até a realização do Mundial, não há possibilidade de Natal perder os recursos e prevê o inicio das obras no Complexo da Urbana para o mês de agosto. "As obras só serão retiradas da matriz se não forem iniciadas, mas vamos começar pelo complexo da Urbana agora em agosto", garantiu. Enquanto isso, os moradores seguem ansiosos e preocupados quanto à situação das desapropriações. De acordo com a coordenadora da Associação Potiguar dos Atingidos pela Copa (APAC-RN),

C OPA

Titular da Secopa, Jean Valério, garante a execução do Complexo da Urbana

Empresário Luiz Alberto Valentim não autorizou a entrada dos técnicos da Semopi

Eloísa Arruda, os 16 imóveis que seriam desapropriados que fazem parte do 1º lote do 1º decreto ainda não foram contemplados com a indenização. "Hoje vivemos um clima de incerteza, o que sabemos é pela mídia e em relação às desapropriações não houve nenhuma mudança e mais nenhum contato com os moradores. Os 16 primeiros imóveis foram ajuizados, mas não houve pagamento de nenhuma indenização", afirmou Eloisa Arruda, que mora na Rua Compositor José Luiz, por trás da Urbana, e que tem seu imóvel no primeiro lote, mas que não foi pago. A coordenadora da APAC-RN voltou a criticar o projeto de mobilidade urbana apresentado pela Prefeitura de Natal, por entender que não se trata de uma solução definitiva pra o problema da mobilidade urbana de Natal. "Com esta informação de que Natal pode não concluir as obras, sabemos que não se perde o dinheiro, pois é um empréstimo. Saímos do PAC da Copa

diência pública promovida pela Semurb, mês passado, para apresentar os impactos ambientais do complexo da Urbana, onde foram apresentados alguns encaminhamentos não houve progresso. Ela conta que a Prefeitura ainda não se pronunciou a respeito da série de levantamentos e irregularidades acerca da obra que foram levantadas durante a audiência. Em relação às desapropriações, Nevinha defende que seja feita uma campanha chave por chave, sugerindo a troca de um imóvel por outro. "Dessa forma, as pessoas que serão desapropriadas saberão para onde vão e não receberão os valores irrisórios que foram oferecidos", disse. Luiz Alberto Valentim é gerente de um estabelecimento comercial localizado na Avenida Capitão Mor Gouveia, que segundo o projeto inicial deveria ser desapropriado. Ele conta que ainda aguarda a Prefeitura de Natal se pronunciar quanto às mudanças nos projetos de mobilidade. "Não acatamos esta posi-

para o PAC da Mobilidade. Ficaríamos muito felizes se essas obras não fossem feitas, pois R$ 300 milhões é muito dinheiro para um projeto que não atende o problema. Temos outras prioridades, pois os postos de saúde estão sucateados, por exemplo. A APAC vem lutando não apenas contra as desapropriações, mas também pela revisão do projeto", afirmou. Eloisa Arruda conta que o Relatório de Controle Ambiental (RCA), condicionante para a liberação da licença ambiental para o início das obras do Complexo da Urbana, foi apresentado com várias falhas, mas não teve nenhuma resposta da Prefeitura quanto ao ajuste do relatório. Ela conta que vai encaminhar ofícios para a Semurb, Semopi e Seharpe para saber como está o processo de desapropriações e a liberação da licença ambiental. "A falta de diálogo é a marca", disse. Maria das Neves Valentim, representante do Comitê Popular Copa 2014, disse que após a au-

ção e continuaremos com diversas ações", disse. O empresário conta que na semana passada, técnicos da Semopi estiveram em seu comércio para fazer as medições do terreno, no entanto, por orientação jurídica, Luiz Alberto não permitiu a entrada dos profissionais. "Sabemos que este projeto não atende às reais necessidades de mobilidade urbana de Natal. É muito investimento. Estão vendendo a imagem como se essa obra fosse resolver o problema da mobilidade urbana em Natal, quando o problema maior é a Bernardo Vieira, Prudente de Morais, Salgado Filho e Hermes da Fonseca, além do centro da cidade. É muita despesa para comprometer o Município com um empréstimo pelos próximos 20 anos. Temos alguns projetos alternativos, elaborados por professores da UFRN, com custos mais baixos, menor prazo de execução e com grande poder de resolutividade do problema, mas a Prefeitura prefere ignorar. Enquanto isso, se-

C OPA

guimos nesta indefinição sem saber o que será do futuro da Mor Gouveia", afirmou. O secretário Adjunto de Obras da Semopi, Caio Pascoal, afirmou que a Prefeitura de Natal vem trabalhando para cumprir as condicionantes visando conseguir a licença ambiental para dar início as obras de construção do Complexo da Urbana. Caio acredita que na primeira quinzena de agosto, a Semurb emitirá licença ambiental que permite o início das obras. De fato, em Natal, as obras sequer começaram. A Prefeitura pavimentou apenas algumas ruas que servirão de via alternativa no bairro das Quintas e iniciou o processo de desapropriação de imóveis no mesmo bairro. Faltando menos de dois anos para o início do evento esportivo, o prazo para começar as intervenções em ruas e avenidas da cidade é setembro deste ano. O prazo, anunciado pela Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) no início do mês, atende recomendação do Ministério das Cidades que estipula o mês de outubro para início das obras nas cidades-sedes do Mundial. Não é a primeira vez que Natal é citada pelo ministro Ribeiro como cidade-sede da Copa com obras atrasadas. No mês passado, em relatório entregue pelo ministro na Comissão de Turismo da Câmara dos Deputados, a capital potiguar figurava entres as cidades com projetos atrasados. Na ocasião, o ministro destacou que apenas uma obra de mobilidade (Pró-Transporte na zona Norte) havia saído do papel. Outras três estão paradas e não tiveram nem mesmo os contratos assinados. As obras de mobilidade em Natal, que são responsabilidade do Governo e da Prefeitura, estão orçadas em R$ 661,8 milhões. Desse total, R$ 361 milhões virão de financiamento.

> RECICLAGEM

Praia Shopping abre posto de coleta de lixo eletrônico Herácles Dantas

Danielle Leal diz que a coleta de lixo reciclável visa educar e preservar do futuro

Os números impressionam. No Brasil, a cada ano mais de dois milhões de toneladas de celulares são despejados no lixo comum e cem mil toneladas de computadores são descartadas. Em nível mundial, esse número é mais alarmante ainda, pois anualmente são produzidas mais de 40 milhões de toneladas de lixo eletrônico. Preocupado com a destinação correta do lixo eletrônico o Praia Shopping em parceria com a Claro, através do programa Claro Recicla, abriu um posto de coleta de lixo eletrônico para receber celulares, baterias e acessórios de celular. A gerente de Marketing do Praia Shopping, Danielle Leal conta que pode depositar o material obsoleto de qualquer operadora e fabricante na urna coletora, disponível em cerca de 2.000 pontos instalados em lojas próprias e agentes

autorizados da empresa. Não é necessário preencher formulários ou entrar em contato com os funcionários. Todo o material é separado, classificado e encaminhado para o processo de reciclagem, feito por recicladora certificada pelo IBAMA.A Claro está em conformidade com a Política Nacional de Resíduos Sólidos e o projeto atende 100% às resoluções do CONAMA - Conselho Nacional do Meio Ambiente. "O Praia Shopping já ia montar um posto de coleta e conhecemos o projeto da Claro e então decidimos entrar como parceira nesse projeto. A cada dia que passa aumenta a preocupação das empresas em criar mecanismos e formas de colaborar com a sociedade. E entendemos que essa coleta de lixo reciclável, além da importância sócio-ambiental, tem o papel de

educar como cuidar do futuro e o Praia Shopping já está fazendo a sua parte nesse processo", afirmou a gerente. Danielle conta que além das carcaças de celular antigo e baterias usadas, as pessoas podem depositar pilhas, carregadores e fones de ouvido que não servem mais. Comprometida com o desenvolvimento sustentável, a Claro lançou em março de 2008 o programa Claro Recicla. O objetivo da iniciativa é contribuir para a conscientização socioambiental da população sobre a importância de destinar corretamente o lixo eletrônico, em especial celular, baterias e acessórios fora de uso. Ao destinar seu celular ou bateria antiga e sem uso ao Claro Recicla,o usuário automaticamente está ajudando a combater a contaminação da água e do solo do Planeta, já que será dado tratamento

adequado aos materiais e elementos químicos destes objetos. Essa iniciativa é um exemplo de consciência e atitude a favor da preservação ambiental. Danielle conta também que hoje, 83% do celular é totalmente reaproveitável e retorna para a indústria para compor outro celular, ou como matéria prima para outro produto. A campanha de arrecadação de lixo eletrônico é permanente e até o final desta semana, o Praia Shopping estará sinalizado indicando os transeuntes que existe um posto de coleta no Shopping. "Além disso, estamos estudando a melhor forma de implantarmos a coleta seletiva no Shopping. Assim, é mais uma forma de contribuir para o meio ambiente. São pequenos atos que trazem grandes benefícios para o meio ambiente", afirmou a gerente de Marketing do Shopping.

CMYK


Natal, 25 de julho de 2012

10 O Jornal de HOJE

Cidade

Quarta-feira

Polícia caça outros sequestradores INVESTIGAÇÕES

CONTINUAM, PARA TENTAR LOCALIZAR MAIS INTEGRANTES DA GANGUE QUE ATACOU

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte continua as investigações em torno da quadrilha que sequestrou Porcino Segundo, o "Popó", resgatado ontem durante uma ação policial na praia de Pitangui, no município de Extremoz. A suspeita é que o grupo criminoso seja composto por dez pessoas. Quatro suspeitos foram presos em flagrante e um morreu durante o estouro do cativeiro, o que atraiu a atenção pelo grande número de policiais envolvidos e chefiados pela delegada Sheila Freitas. Um dos integrantes da quadrilha, que mantinha duas casas como cativeiro para despistar a polícia, continua internado em estado regular no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal. Ele foi atingido por um tiro na perna esquerda e atendido inicialmente

POPÓ PORCINO Assessoria de Imprensa da Sesed

no Hospital Santa Catarina, na zona Norte, de onde foi transferido ontem à noite para o Tirol. Anderson de Souza Nascimento passou por procedimento médico para retirada da bala e está sob custódia policial. Os outros detidos foram José Orlando Evangelista da Silva; Bruna de Pinho Landim e Paulo Victor Lopes Monteiro, que seria o líder da quadrilha que fez o sequestro. Ele é filho de um coronel da reserva da Polícia Militar do Estado do Ceará e ex-comandante da PM no município de Juazeiro do Norte. Ele é acusado ainda de ter contratado dois pistoleiros para executarem o vereador licenciado Amarílio Pequeno da Silva e o policial civil reformado José Alves Bezerra, em setembro passado, em Juazeiro do Norte. Todos os integrantes detidos são naturais do Ceará e já teriam participação em outros crimes no Fotos: Ass. de Imp. da Degepol

Secretário-adjunto da Segurança Pública e da Defesa Social, Silva Júnior, e a delegada Sheila Freitas participaram da operação que resgatou a vítima do sequestro

José Orlando, Bruna Landim e Paulo Victor foram presos ontem pela Deicor

Estado de origem, incluindo o sequestrador morto durante a ação policial. Ele foi identificado como José Erisvan, conhecido como "Cabeça", e ainda chegou a trocar tiros com os policiais durante o estouro do cativeiro, na avenida principal de Pitangui. O sequestro de Popó durou

37 dias e durante todo esse tempo, a família dele não se manifestou para a imprensa e pediu que a polícia se mantivesse longe do caso, com medo de que o jovem, sequestrado no município de Ceará-Mirim, fosse morto. Popó foi raptado na madrugada do dia 17 de junho, após partici-

par de uma vaquejada. Um tratador de cavalos também foi levado na ação, mas foi abandonado horas depois no município de Santa Maria. Após o desfecho do caso, os pais de Popó, Porcino Júnior e Monalisa Sales divulgaram uma carta, em que agradecem a todas

as manifestações de carinho e orações pela libertação de seu filho. "Queremos agradecer a tantas pessoas generosas e de espírito fraterno que, com o seu apoio, aliviaram a nossa dor, fortalecendo a esperança, sempre presente no meu coração de mãe", assinou Monalisa.

Movimentação foi intensa, a partir das 11h30 de ontem, na principal rua de Pitangui, onde estava o cativeiro final de “Popó” e era local que estava na mira dos policiais há mais de duas semanas, quando trabalho de levantamento de dados foi intensificado José Aldenir

> PARNAMIRIM E S.J. DE MIPIBU

Vítima de sequestro-relâmpago é baleada e deixada em canavial Uma comerciante sofreu um sequestro-relâmpago no Centro de Parnamirim e foi abandonada pelos bandidos, baleada, em um canavial no município de São José do Mipibu, na manhã de hoje. De acordo com informações do 3º Batalhão de Polícia Militar, a vítima foi abordada por homens armados e obrigada a seguir com eles durante vários minutos, até ser largada ferida com um disparo de arma de fogo em uma das pernas. A vítima, que até o final da manhã de hoje havia sido identificada apenas pelo prenome Tatiana, foi socorrida pelo helicóptero Potiguar 1 da Secretaria de Estado da

Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) para o Hospital Walfredo Gurgel, no bairro do Tirol, em Natal. Ela chegou à unidade hospitalar por volta das 11 horas e foi levada diretamente para o centro cirúrgico, para procedimento médico de urgência. Conforme a Polícia Militar, a vítima foi abordada quando trabalhava em seu estabelecimento comercial, em Parnamirim, e obrigada a seguir com eles por vários locais, dentro da cidade. Depois, a levaram para a área rural de São José do Mipibu, onde a abandonaram ferida com um tiro na perna. Após isso, os sequestradores fu-

giram em destino ignorado. Acionadas várias equipes do 3º Batalhão estão em diligências desde então, na tentativa de identificar e localizar os criminosos, que fugiram levando objetos pessoais da mulher. A chegada do helicóptero ao Walfredo Gurgel atraiu a atenção de curiosos e de pessoas que estavam na unidade hospitalar no momento do desembarque. Alguns pacientes e visitantes especulavam o motivo que teria levado o helicóptero da Polícia Militar a pousar no local. Até o fechamento desta edição, os criminosos ainda não haviam sido localizados. Já a vítima continuava na sala de cirurgia.

Aeronave levou a vítima de São José de Mipibu até o Hospital Walfredo Gurgel, onde recebeu o atendimento médico


Cidade

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

O proprietário do Ibope, Carlos Augusto Montenegro, fez circular ontem na sua empresa uma comunicação para os diretores e funcionários, esclarecendo e respondendo às acusações feitas pela TV Record, já consideradas pelo jornalista Lauro Jardim, de Veja, uma tática para a rede do bispo Edir Macedo justificar qualquer possível fiasco de audiência nas Olimpíadas, que seria tratado como represália de Montenegro. Abaixo, o documento que circulou internamente no Ibope:

COMUNICADO INTERNO Como muitos de vocês já devem ter visto, a Record divulgou neste domingo, no programa Domingo Espetacular, uma reportagem que mistura diversos assuntos relacionados aos negócios da família Montenegro. A respeito desse assunto, gostaria de tranquilizálos esclarecendo, em primeiro lugar, que o IBOPE não tem qualquer relação com a empresa GRV Solutions ou com sua gestão. As informações apresentadas na matéria tratam de assuntos distintos, que foram agrupados para parecer se tratar de uma denúncia, mas sem que haja qualquer fundamento na relação entre eles. A família Montenegro foi sócia da GRV durante 10 anos, sendo que cada irmão tinha uma participação acionária de 6,25% na empresa. Depois de uma parceria de muito sucesso, a empresa foi vendida para a Cetip, em uma transação que seguiu todos os padrões de transparência e governança exigidos pelo mercado, incluindo autorização prévia da Comissão de Valores Mobiliários (CVM). Os valores relacionados a essa venda foram pagos e recebidos no Brasil. Todas as insinuações de ilegalidade feitas na referida reportagem são descabidas e infundadas, inclusive no que tange à regularidade das empresas de membros da família Montenegro no exterior. Tanto a equipe jurídica do IBOPE quanto a equipe de comunicação estão acompanhando essa questão desde o início e analisando as medidas necessárias a serem tomadas. Até o momento, essa matéria teve baixa repercussão na imprensa e foi divulgada apenas por veículos pequenos, além da Record. Entendemos que qualquer posicionamento públi-

co do IBOPE incentivaria ainda mais a divulgação de matérias sobre o assunto, por isso optamos por responder pontualmente às perguntas que nos são feitas pela imprensa. A equipe de assessoria de imprensa do IBOPE já possui um posicionamento pronto, a ser enviado apenas aos jornalistas que nos questionarem. O IBOPE tem como seu maior patrimônio a credibilidade, conquistada graças ao trabalho de todos vocês junto a clientes, mercado e sociedade em geral. Todas as pesquisas realizadas em 70 anos seguem os critérios estatísticos, os códigos de ética da Abep e da Esomar, as normas estabelecidas pela Associação Brasileira de Agências de Publicidade e pelas redes de televisão, além das normas ISO 9001 e ISO 20.252. Esses procedimentos garantem, entre outros fatores, a confidencialidade dos dados de todas as pessoas entrevistadas. Por meio de nossas métricas, exercemos o papel de órgão regulador do mercado em todas as áreas onde atuamos. Nosso compromisso é com a veracidade da informação que divulgamos e, sendo assim, precisamos estar preparados para enfrentar críticas racionalmente e com bom-senso, pois elas fazem parte de nossa história. Portanto, peço a todos que evitem se posicionar publicamente sobre o assunto, para não instigarmos a propagação desta notícia na imprensa. Caso recebam algum questionamento de clientes, por favor, encaminhem para a equipe comercial. Já se receberem alguma demanda de imprensa, por favor, enviem para a equipe de comunicação. Agradeço a compreensão de todos. Carlos Augusto Montenegro. Presidente. (Ibope)

REJEIÇÃO

EFICIÊNCIA

BLOGS DE ALUGUEL

CONCORRÊNCIA

E Recife continua sendo a trincheira de resistência do PT à onda de repulsa popular aos seus candidatos nas capitais nordestinas. Também em Maceió, um alto índice de rejeição ao candidato a prefeito Paulão, que já ultrapassou a barreira dos 30%.

Um grande trabalho de inteligência das polícias Militar e Civil do RN na prisão dos sequestradores do jovem Popó Porcino. E também dos agentes federais inativos que agiram silenciosamente a pedido dos familiares do rapaz. Um "grand finale".

Os chamados blogueiros imundos patrocinados por empresas estatais para agredir opositores ao PT e PCdoB serão investigados pela Justiça e Polícia a partir de uma ação impetrada pelo diretório nacional do PSDB. Tais blogs também produzem fakes.

Enfim, a comissão julgadora da licitação publicitária do governo estadual respondeu aos recursos impetrados por quatro agências que questionaram o resultado do certame. Resta saber agora se alguma delas irá apelar à Justiça comum.

ABAFA

PARALISAÇÃO

Advogados do PT tentarão conseguir no STF uma liminar que proíba o uso das imagens do julgamento dos mensaleiros durante a campanha eleitoral. O desespero é para não complicar mais a campanha de Fernando Haddad em São Paulo, patinando nos 7%.

Em se confirmando a apelação nas barras dos tribunais, a concorrência publicitária do governo Rosalba Ciarlini poderá atrasar mais tempo ainda, comprometendo a própria estratégia de comunicação. Se for anulada, corre o risco de virar escândalo.

MALUQUICE

MENSALÃO

O maior esquema de corrupção já montado na República foi fundamental para o estabelecimento de um "case" na programação de rádio em Natal. O programa "Questão Política", na FM Tropical, foi sucesso desde a estreia cobrindo o caso.

Às vésperas da abertura das Olimpíadas, o jornalismo da TV Globo continua indiferente ao evento que ocupa a atenção do mundo. O Bom Dia Brasil de hoje foi buscar a velha história de "Tospericargerja", o esdrúxulo nome com sílabas dos craques de 1970.

SETE ANOS

HELENO

Naquele 2005, a quadrilha de Zé Dirceu, Genoíno e Delúbio, gerenciada pelo publicitário Marcos Valério, quase acaba com o governo Lula, que após as denúncias de Roberto Jefferson (PTB) chegou mesmo a pensar em renunciar se a coisa engrossasse.

Única capital do Nordeste em que o filme sobre o craque Heleno de Freitas, com Rodrigo Santoro, não foi exibido no circuito comercial, Natal só tem a opção da banca Sétima Arte, que já está vendendo a obra baseada no livro de Marcos Eduardo Neves.

A IRA DO MACCA Vamos ficar atentos ao show de Paul McCartney na abertura das Olimpíadas, só para ver se o ex-beatle quebrará o protocolo e se manifestará como fez ontem na imprensa britânica, chamando de idiotas aqueles que decidiram por não convocar David Beckham para a seleção inglesa. "Ele é um herói nacional e era a melhor opção para lutar pela medalha de ouro", disse o velho Macca, irado.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / joaoricardocorreia@yahoo.com.br

CELULARES 2 De acordo com a Agência Senado, sem esperar o fim do recesso, o senador Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) já encaminhou um requerimento de audiência à secretaria da Comissão de Meio Ambiente, Defesa do Consumidor e Fiscalização e Controle (CMA). O senador, que preside a comissão, quer a presença de representantes das três operadoras, da Anatel e também da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), ligada ao Ministério da Justiça. SEQUESTRO Os bastidores da operação que resgatou Popó Porcino emocionam. Os relatos dos policiais, que passaram dias e dias empenhados na missão, mostram o quanto é gratificante fazer o que se ama, mesmo que isso custe noites de sono, saudade da família e colocar a própria vida em risco. PISTA Todo cuidado é pouco na hora de divulgar informações sobre as condições financeiras ou importância de determinadas pessoas na sociedade. Os assaltantes e sequestradores também têm acesso a jornais, internet...

José Aldenir

EDUCAÇÃO A secretária de Estado da Educação, Betânia Ramalho, concede entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira, 26, para apresentar um balanço das ações da Secretaria de Educação e uma série de medidas para combater a falta de professores nas salas de aula. A coletiva está marcada para as 9 horas, no auditório da Governadoria, no Centro Administrativo. A convocação de aproximadamente 900 professores na segunda chamada do concurso será um dos pontos da pauta, com apresentação do detalhamento de convocação por pólo/municípios e divulgação de informações necessárias para que os nomeados assumam seus cargos. MATAGAL Trecho da BR 101, entre Parnamirim e Goianinha, está com suas margens tomadas pelo matagal. Lamentável a falta de conservação de um equipamento viário de tamanha importância. BENEFÍCIO O pagamento dos benefícios do Programa de Integração Social (PIS), relativos ao calendário 2012/2013, começou ontem. São 17,9 milhões de trabalhadores com direito ao abono salarial, no valor de R$ 622, e mais de 27 milhões de assalariados que poderão sacar os rendimentos, em valores menores que o abono. Os beneficiários que possuem conta na Caixa Econômica terão o valor depositado automaticamente, desde que a conta tenha o trabalhador como único titular. Segundo o Portal Brasil, as empresas conveniadas com o banco também creditarão o benefício diretamente na folha de pagamento de julho e agosto dos funcionários. De acordo com a Caixa, mais de 27 mil empresas estão cadastradas, o que significa que aproximadamente 2,9 milhões de empregados receberão o abono ou os rendimentos do PIS nos contracheques. EVANGELIZAÇÃO Hoje é dia de Direção Espiritual, na TV Canção Nova, a partir das 22 horas, apresentado pelo padre Fábio de Melo. CONSTATAÇÃO É só começar o período de eleição que começam a chegar informações sobre agendas dos candidatos. É uma correria danada. Tadinhos. Como tomam café, visitam feiras livres, participam de reuniões, caminham, fazem projetos, vão a velórios, batizados, apertão mãos, abraçam... Cansa só de pensar. É muito sacrifício para depois trabalharem por dias melhores para nós, não é, caro leitor? Mas em toda regra há exceções. Não podemos esquecer disso na hora de votar.

DeO helicóptero virar a cabeça do Governo, na atual gestão, só voa com seguro.

CELULARES A recente decisão da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) de impedir temporariamente as operadoras Tim, Claro e Oi de venderem e habilitarem novos chips e modems em diversos estados entrará na pauta de debates do Senado a partir de agosto. Pelo menos duas comissões já estão articulando audiências para avaliar a situação da telefonia móvel no país.

Igualzinha a você “Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça”. Sábias as palavras do versículo 7:24, do livro de João. João, aliás, é um nome especial: além de ser a alcunha do titular desta tão nobre coluna, tem estirpe bíblica. Reza o Wikipédia que João, na sua forma hebraica, quer dizer “Deus Mostrou Favor” ou “Deus Foi Clemente”. São inúmeros os trechos bíblicos que nos alertam: não teça pré-julgamentos sobre algo ou alguém sem antes conhecê-lo. O senso comum reitera: não julgue um livro pela capa. Contudo, sabemos que isso não é nada fácil cumprir. Pode não ser fácil, mas é possível! Nada é à toa. Não acredito em coincidências. Daí a minha felicidade em ter sido agraciada em cumprir a pauta onde foi feita a foto acima. Acredito, sinceramente, que todos os animais – sem exceção – devem ser respeitados. Independentemente da sua aparência, forma, cheiro. E essa foto traduz, em imagem, esse pensamento. Não julguemos a pequenina jibóia como capciosa, perigosa, peçonhenta, apenas por ser uma cobra. É um ser vivo como qualquer outro. Inclusive, como você. (Daniele Lisboa)


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de julho de 2012

Daniela Freire

Quarta-feira Cedida

I

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - danifreire.costa@yahoo.com.br w DO CONTRA Há deputado estadual com fome e sede de vingança. >>> A chateação em relação ao casal Rosado continua. E alguns parlamentares já estão se reunindo para definir ações contra o Governo democrata a partir de outubro, ou seja, pós-eleição municipal. >>> O último encontro ocorreu em uma churrascaria chique da cidade, com a presença de cinco deputados. wSALVOS PELO PRESIDENTE Por outro lado, o presidente da Assembleia, deputado Ricardo Motta, demonstra entrosamento com o Governo Rosado. >>> Tanto que convocou extraordinariamente a Assembleia Legislativa para apreciar os Projetos de Lei que "altera a remuneração de servidores públicos da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte" e "autoriza o Estado do Rio Grande do Norte, por intermédio do Poder Executivo, a contratar parcelamento e reparcelamento de créditos devidos à União". >>> Matérias que foram encaminhadas à Casa com as Mensagens Governamentais nºs 042/GE e o43/GE na última segunda-feira, dia 23 de julho. >>> A sessão foi marcada para ser realizada hoje, no horário regimental, "prolongando-se as sessões até a decisão final acerca das matérias em pauta ou o início do próximo período da Sessão Legislativa Ordinária". w PRESSÃO E cresce em Natal um movimento entre políticos para declarar o superintendente do Ibama no RN, Alvamar Costa de Queiroz, 'persona non grata'. >>> Acusam-no de tentar impedir o desenvolvimento do Estado por proibir construção de novos hotéis na Via Costeira e por conta de ações do Ibama na região do Seridó, onde está fechando os balneários e clubes que ficam às margens dos açudes em Caicó e no Seridó.

Bobflash

Festa de Flávia Diniz, André Lucorpe e Flávia Rodrigues no lançamento das novidades Absurda para Diniz Prime João Neto

w NOVOS... Candidato à presidência da OAB/RN, o advogado Aldo de Medeiros Filho, que também é vice-presidente da instituição, participa hoje, em Caicó, da implantação dos cursos telepresenciais da Escola Superior de Advocacia, que serão instalados na sede da representação local da entidade. >>> Na ocasião, Medeiros receberá também o apoio à sua candidatura do advogado Janduí Fernandes, conselheiro estadual da OAB/RN, e do juiz aposentado e advogado José Aranha. Patrícia Barizon e Augusto Bezerril posando para as lentes antes do lançamento do Verão Animale, que acontece amanhã, no Natal Shopping Bobflash

Casal Danuza e Juliano Porciúncula prestigiando a inauguração do Barraco Petrópolis

Médico Pedro Cavalcanti só sorrisos ao lado do agora blogueiro Bruno Giovanni

w INJUSTO Sobre a Via Costeira, Alvamar alega que não se pode construir em área de preservação permanente (APP) e que o Ibama obedece a uma Lei Federal. >>> Aliás, o local, que deveria ser de acesso a toda a população, já é praticamente uma praia privada dos hóspedes desses empreendimentos. Fora que o natalense praticamente não consegue mais ter acesso à paisagem proporcionada pela Via... >>> Outro detalhe: antes de pensar em construir mais ali, deve-se planejar a infraestrutura do local. É comum, por exemplo, sentir o odor dos esgotos que jorram dos hotéis direto no mar... >>> "O erro de Alvamar foi não ter atendido as exigências dos poderosos políticos-coronéis do RN", disse um observador atento...

w OPINIÃO A coluna recebeu email do vereador Enildo Alves, que comentou sobre a participação do coordenador do Samu Metropolitano Luiz Roberto Fonseca na questão envolvendo os leitos do HUOL para o atendimento do Estado. >>> "Caríssima Daniela, concordo com o conteúdo da sua nota sobre o Dr. Luiz Roberto Fonseca, coordenador do SAMU Metropolitano. É um profissional que tem suas qualidades, mas tem atitudes exibicionistas. E segundo os comentários feitos por você, ele extrapola as suas funções, pois caberia ao Secretário Estadual de Saúde, Esaú Gerino, coordenar e pactuar os 60 leitos do Hospital Universitário Onofre Lopes disponibilizando-os à SESAP-RN. O Dr. Luiz Roberto Fonseca deveria trabalhar no sentido de tornar o SAMU Metropolitano um

instrumento eficiente no atendimento à população da região metropolitana de Natal, pois ao contrário do SAMU de Natal, não tem dado resposta adequada. As críticas feitas pelo Dr. Luiz Roberto Fonseca sem a devida autoridade para fazê-las, tentam macular a área médica da UFRN, em particular o Hospital Universitário Onofre Lopes, que inegavelmente é o baluarte da saúde do nosso estado (média e alta complexidade). O HUOL presta inestimáveis serviços nos procedimentos de alta e média complexidade e nas especialidades médicas que as secretarias municipais de saúde e o próprio estado não oferecem. Quero enaltecer os esforços dos atuais dirigentes da UFRN (Reitora Ângela Maria Paiva Cruz) e a inquestionável dedicação e competência do diretor Ricardo Lagreca, que há muitos anos comanda o principal

complexo hospitalar e ambulatorial do Rio Grande do Norte. Há mais de 30 anos exerço minhas atividades médicas e de ensino no HUOL e sou testemunho vivo do papel relevante exercido pelo campus biomédico da nossa UFRN. Atenciosamente, Enildo Alves Médico e Professor da UFRN. Obs.: Afastado no momento para concorrer ao pleito eleitoral". >>> Outro detalhe é que Enildo já exerceu a função de secretário municipal de Saúde. w FESTA NO DETRAN Willy Saldanha, que há meses ocupava interinamente a direção geral do Detran RN, foi nomeado ontem pela governadora Rosalba Ciarlini. >>> O fato foi muito festejado pelos funcionários do órgão, que pleiteavam a continuidade de Willy no cargo.

w ...APOIOS Quem também recebe novos apoios na disputa pela presidência da OAB é o pré-candidato a presidente da instituição Sérgio Freire. >>> Os Assessores Jurídicos do Município anunciaram o voto nele. >>> Uma comissão, integrada pelos advogados Felipe Maciel, Tiago Carneiro, Clara Rolim e Erica Lima, reuniu-se com o pré-candidato e formalizou o apoio. >>> Sérgio Freire, que atualmente é conselheiro federal da Ordem, é o candidato apoiado pelo atual presidente da OAB, Paulo Eduardo Teixeira. >>> A eleição na Ordem deverá ocorrer em novembro, com data ainda a ser definida. w FASHION O lançamento do Inverno Animale, que acontece amanhã, no Natal Shopping, vai ter toques de luxo. >>> Aída Catel, coordenadora regional da grife, vem. Patricia Barizon, responsável pelo sistema Unique e que tem contas de marketing de fidelidade de grifes como Armani e Farm, também vem marcar presença no evento. >>> Outra novidade: recém-egressa da África (tema do verão Animale), Anninha Mello prepara 'teasar' do aniversário do salão Marianninha para apresentar na Animale. >>> O momento promete! w ESPALHANDO A advogada Lúcia Jales está percorrendo municípios importantes para lançar o livro "Neoprocessualismo - Reflexos Constitucionais". >>> Amanhã, das 11h às 13h, ela estará na feirinha de artesanato em Caicó. Em Mossoró, às 19h, na Livraria Saraiva (antiga Siciliano) do Mossoró West Shopping.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w DÍVIDA Cartomantes e quiromantes da política, com suas bolas de cristal, profetizam nas suas tendas dívidas acumuladas da gestão Micarla de Souza da ordem de R$ 200 milhões. Eis um dado para ser esclarecido.

w DOAÇÃO - I Ivoncísio Meira está na web divulgando a campanha para incentivar a doação de alimentos - leite em pó, farinha láctea, Sustagem, aveia e roupas em favor dos pacientes carentes da Liga contra o Câncer.

w AVISO Uma fonte isenta garantiu a esta coluna: dentro de trinta dias, no máximo, a luta em Mossoró terá um desfecho imprevisível. E basta que a candidata Cláudia Regina mantenha seu ritmo de crescimento.

w ENTREGA - I As doações poderão ser entregues na sede da Liga, na Av. Dix-sept Rosado, Quintas; no Hospital Luís Antônio, na Av. Mário Negócio; No Hospital Luís Soares e no Hospital Mãe Quininha, lá em Caicó.

w ELOGIO - I Para se ter idéia do elevado grau de risco e de acerto da Polícia no grave episódio do resgate do jovem empresário conhecido como Popó, basta imaginá-lo com um desfecho trágico. Teria sido desastroso.

w SENSO Prevaleceu o bom senso do governo ao respeitar a decisão da comissão de licitação da verba publicitária. É melhor assim. Governo não pode intervir na soberania de uma decisão técnica.

w REAÇÃO - II Um coronel da reserva fazia ontem uma previsão: a de que haverá uma forte reação das associações e entidades de inativos e pensionistas da PM se ficarem alijados de qualquer reajuste salarial. É a luta. w FLAGRA - III A matéria deste destemido JH, na edição de ontem, revelou que a arrecadação do governo se mostra compatível com o grau de dificuldade que alega para não manter bem os serviços básicos à população. w EFEITO - IV O governo corre o risco de reforçar em excesso sua imagem de cobrador de impostos sem transformar o mérito em benefício dos governados. Ou, se transforma, não presta contas. Daí os 81% de desgaste. w OU - V Tanto pior: o governo não faz e por isto não pode dizer o que seu eleitor precisa e quer ouvir. O futuro maior, cantado aos quatro ventos, vem depois das coisas urgentes como saúde, segurança e educação.

O que é a natureza V

eja Senhor Redator, o que é a natureza. Enquanto a cada dia vou tendo mais certeza de que a minha nova frustração é não ter sido pastor evangélico e dono de uma igreja, dessas que preparam as almas deste mundo para o mistério dos últimos dias, vejo que a prefeita Micarla de Souza não gostou nem um pouco do que noticiou a revista Época. Certo, inventou. Afinal não é verdade. Mas se fosse, que de mal teria, se hoje há tantas igrejas cuidando dos nossos pecados nesse mundo de meu Deus? Não discordo do cuidado das pessoas que exercem a vida pública contra as falsas notícias que nascem não se sabe de onde e ficam andando por ai. Confesso que até nesse sentido já fui muito mais radical. Hoje compreendo melhor a maldade humana. Mais jovem, reagia a tudo prontamente. Adorava provocar e ser provocado. Com o tempo, fui relevando tudo. A idade ensina a gente a pesar e sopesar as misérias e grandezas da carne humana como se a alma fosse morar separada, num lugar distante. Sim, voltando à vaca fria, hoje seria um pastor. Não seria santo, daquela santidade que de tão falsa chega a ser antipática. De uma santidade mediana, suportável como artifício. De preferência, com um leve toque de magia se por acaso faltasse um certo ar de misticismo. E pregaria na minha igreja as profecias dos últimos dias até por acreditar que o mundo anda perto de se acabar. Se não sucumbiu em sessenta e se resistiu a tantos cataclismos, desses tempos de hoje, tenho impressão, não vai passar.

Modéstia parte, Senhor Redator, não teria tanta dificuldade assim em subir ao púlpito, como os novos pregadores. E de braços abertos alertar as poucas almas que lá estivessem do perigo da soberba nesse mundo de danações. Principalmente do veneno que é a falsa bondade, aquela que esconde toda a vaidade do mundo. Faria orações fortes e poderosas para afugentar os falsos humildes que na calada da noite e nos lugares mais escondidos da alma colecionam troféus na avareza da incurável vaidade. Hoje vejo que foi bobagem minha, naqueles dias de juventude, discordar da força da expressão como ungüento, cataplasma e curativo para todas as feridas que a vida vai abrindo como chagas na carne da gente. Nem liguei. Dei tudo por visto e ouvido, e segui. Faltou acreditar na eloqüência da palavra, na força dos gestos, na magia do drama, na chama do riso que incendeia a comédia. E fiquei aqui a insistir na tolice de consertar o mundo ao invés de fazer do medo a boa moeda da gratidão. Ora, Senhor Redator, nunca imaginei descobrir que os padres fossem homens tão comuns e tão parecidos com os pecadores. Há quem veja nesta descoberta um pobre homem de pouca fé e de olhos caídos nas águas da blasfêmia. E, no entanto, aqui está um velho devoto de Nossa Senhora da Conceição que justamente por tê-la assim, como uma grande mãe, deixou de ser um pastor de almas com medo do pecado. Numa pequena igreja de subúrbio, anônimo e feliz, como se fosse um santo.

Prefácio CONRADO CARLOS - ccpsilva@gmail.com Peter Rothengatter

Quem ama, caduca Vencedor do Pulitzer de melhor ficção em 2003, Jeffrey Eugenides lança seu terceiro romance, “A Trama do Casamento”, que entre descobertas e vacilos juvenis faz uma releitura do período romântico de Jane Austen Cometi um dos maiores ‘erros literários’antes de abrir “ATrama do Casamento”, de Jeffrey Eugenides: li uma crítica em que ele é destruído por Sérgio Rodrigues, no blog Todo Prosa, da revista Veja. Feito marido cismado com protuberâncias no osso frontal craniano, eu sentia uma ligeira expectativa de que ia levar uma rasteira, a cada página virada. Ainda mais por saber que o livro foi indicado a melhor ficção no National Book Award 2012 - prêmio distribuído por uma assembleia de críticos que, dentre os trinta e seis romancistas vencedores de sua história, iniciada em 1976, constam John Updike, Philip Roth, Cormac McCarthy, W.G. Sebald, Ian McIan e Roberto Bolaño. Eugenides é autor do cultuado “As Virgens Suicidas” (1993), adaptado para o cinema por Sophia Copolla, a filha do homem, seis anos depois; e do multipremiado “Middlesex” (2002), ganhador do Pulitzer, o Oscar da literatura norte-americana, onde a surpreendente traje-

tória de um hermafrodita é contada com humor e sensibilidade. Ou seja, o cara leva em média dez anos para escrever uma nova história, o que reforça o mito em torno de sua persona, isolada em Princeton, Nova Jersey, e eleva a ansiedade entre os fãs. Ele é da mesma geração do deificado David Foster Wallace (1962-2008) e de um dos ficcionistas do momento, Jonathan Franzen (“As Correções” e “Liberdade”). Em “A Trama do Casamento”, seu terceiro romance, Eugenides dá voz a três jovens recém-formados, no começo da década de 1980, que enfrentam angustias amorosas e profissionais, em um período esgotado pela fantasia e decadência das décadas anteriores. Como sugere o título, o matrimônio está no centro da narrativa. Nos primeiros capítulos, somos apresentados à estudante de letras Madeleine Hanna, uma bonita e bem nascida menina de vinte e dois anos que é apaixonada por Jane Austen,

uma das homenagens do livro, Jacques Derrida e Roland Barthes – trechos de “Fragmentos de um Discurso Amoroso” servem de argamassa para interessantes diálogos. Preenchendo o drama de Madeleine, dois garotos disputam sua atenção: o comportado, religioso e bom moço Mitchell Grammaticus, e o brilhante, porém maníaco- depressivo, Leonard Bankhead – supostamente, alter egos do próprio autor e do ex-amigo e rival literário, Foster Wallace. Leonard ganha a disputa e casa com Madeleine. Entorpecido por doses cavalares de lítio, ele sofre com os efeitos da depressão e vê a inversão dos papéis na dinâmica conjugal – outrora belo, desportista e biólogo promissor, agora está fora de forma, impotente no sexo e estagnado no trabalho. Enquanto isso, Mitchell perambula pela Europa e pela Índia em busca de um rumo existencial. Nada de novo no front, dirão os exigentes. Concordo. E digo mais: ao concluí-lo, “A Trama do Casa-

mento” não ocupou meus devaneios subsequentes após a leitura de um bom livro. Mas o saldo é positivo, pois trata de questões soberanas para qualquer pessoa e tem fluxo narrativo de um Top 10 – o que garante o investimento na brochura e diversão por algumas horas.

A Trama do Casamento Autor: Jeffrey Eugenides Editora: Cia das Letras Preço médio: R$45,00

w VIDA Na edição da Alfa que está nas bancas as lições de Abílio Diniz, o milionário que chega aos setenta e cinco anos com a coragem de declarar que tem grandes planos para o futuro e de que é um homem muito feliz. w FADAS Além das frases cortantes de Nelson Rodrigues e do estilo seco de Graciliano Ramos, a nova edição da revista Metáfora mostra num ensaio a força das velhas fábulas para as novas narrativas do imaginário. w UMÊ É nome de um tipo de ameixa verde de origem asiática que embora conhecida desde a antiguidade, no Japão, um novo licor que ameaça conquistar o gosto brasileiro. É agora fabricado em Mogi das Cruzes. w SENSUAL É preciso deixar os olhos caídos na nudez da jogadora de vôlei Mari Paraíba, nas páginas de Playboy, fotografada também pelo natalense Renan Rego, para entender o título do ensaio: 'Levanta e corta!'.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de julho de 2012

Quarta-feira

Movimento dos Navios

Conscienciologia Ana Claudia Prado, voluntária do INTERCAMPI em Natal CONSCIENCIOLOGIA@INTERCAMPI.ORG Fone:

APRONIANO CÉSAR

Funcionários da Anvisa já afeta o movimento nos principais portos do país

3211-3126

NATAL

Reeducação Consciencial e Projeção Consciente A partir da segunda metade do século XX, o termo reeducação passou a ser interesse de várias linhas do conhecimento humano. A popularização desta ação tornou a reeducação consciencial acessível a qualquer pessoa interessada nas reciclagens dos seus valores, ou a chamada virada de mesa. A reeducação é um processo que implica na desconstrução ou reciclagem de conhecimentos, práticas ou técnicas ultrapassados. Por exemplo, na sociedade, observa-se a realização de várias companhas de reeducação com o objetivo de melhorar a qualidade de vida da pessoa. Embora sejam organizadas de forma segmentar, contribuem para a conscientização da necessidade de mudar, para melhor, o comportamento. Pela Conscienciologia, a reeducação consciencial é a ação ou processo de tornar a educar ou reeducar através de meios e métodos específicos, a fim de qualificar a consciência (ego, alma, personalidade, princípio inteligente) para a execução de sua programação existencial (missão de vida), assentada nos princípios da evolução consciencial. A crise existencial, relatada por muitas pessoas como a sensação de insatisfação consigo mesma, gerando desmotivação para as realizações pessoais, é, entre outros, um fator que desencadeia o interesse pelo processo de reeducação. Pela Autopesquisologia, especialidade da Conscienciologia que estuda a técnica de autopesquisa, o que a consciência precisa reeducar, reaprender ou fazer para criar novas sinapses é definido pela aplicação da autopesquisa conscienciológica. Esse modelo de pesquisa envolve, simultaneamente, o investigador, no caso, a consciência, e o objeto de pesquisa, no caso do exemplo citado acima, a crise existencial. Nesse contexto, a reeducação consciencial transcende a aborda-

gem simplista, com base no paradigma convencional, para uma abordagem mais ampla e integral, com base no paradigma consciencial, modelo de investigação da consciência multidimensional, multiexistencial. A autopesquisa segue um ciclo investigativo que vai desde o levantamento de dados dos incômodos pessoais até a elaboração de meios e estratégias de autossuperação ou autorreeducação. Esse método estimula o autodidatismo e a autonomia consciencial, requisitos para a reeducação programada. O autoesclarecimento é a base da reeducação consciencial que depende, a priori, de um posicionamento da própria consciência. Inicia-se pelas experimentações pessoais, favorecendo a deslavagem cerebral, desrepressão, profilaxia das imaturidades, conduzindo à autoevolução. A projeção consciente, também chamada de viagem astral, desdobramento, experiência extracorpórea, experiência-fora-do-corpo, é um fenômeno parapsíquico no qual ocorre a projeção da consciência para fora do corpo físico, permitindo sua atuação em outra dimensão. Este fenômeno é estudado pela Projeciologia e se constitui no meio mais eficaz de reeducação da consciência, em razão de possibilitar a autopesquisa de suas manifestações de modo abrangente e integral. A experiência projetiva, geralmente, promove de imediato uma reavaliação da forma de pensar, sentir e agir vivenciada no dia-a-dia. Funciona como um catalisador da reeducação. Ao sair do corpo, vivenciando a projeção da consciência com lucidez, durante o período do sono, a consciência percebe que continua pensando, sentindo e interagindo em outra dimensão. Esta experiência traz para quem a vivencia a convicção íntima da continuação da consciência após a morte e de sua atuação multidimensional.

apronianocfs@hotmail.com

O autoconhecimento obtido por intermédio da projeção consciente favorece a compreensão do processo evolutivo. Contudo, para efetivar a reeducação é necessária a reciclagem intraconsciencial (renovações íntimas) e a reestruturação dos pensenes (pensamento, sentimento e energia), com reflexos na mudança de valores e comportamentos. A aplicação do discernimento, da criticidade e a reflexão potencializam a reeducação programada, permitindo definir o que é prioritário a ser renovado no microuniverso da consciência no atual momento evolutivo. A Evoluciologia, especialidade da Conscienciologia que estuda a evolução da consciência de modo integral, considera que toda consciência evolui, não escapando, de forma alguma, desta condição. A busca pela renovação dos pensenes, fundamentada no princípio da descrença (autoexperimentação) envolve a articulação, com cosmoética (moral cósmica, além da moral humana), entre os atributos mentaissomáticos e as autovivências projetivas e, por consequência, otimizam o processo de evolução pessoal e grupal, na condição de exemplarista de consciência reeducadora. Você já pensou em ser uma consciência reeducadora, a partir do autoexemplo? Para mais informações sobre Conscienciologia, o INTERCAMPI - Associação Internacional dos Campi de Pesquisas da Conscienciologia promoverá a palestra gratuita com o tema Auto-organização e Renovação Pessoal. O evento, ministrado pela professora Rute Pinheiro, tem entrada franca e vagas limitadas. Data: 02 de agosto de 2012; Horário: 20:00; Local: Sala de Aula do INTERCAMPI - Av. Antônio Basílio, 3006 - Ed. Lagoa Center, 705 - Lagoa Nova, Natal/RN. Informações: 84-32113126; intercampi@intercampi.org; www.intercampi.org.

Navio H35-Amorim do Vale Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Flevo CMA-CGM Herodote Asia Spirit CMA-CGM Platon Marfret Guyane

Bandeira Brasil Brasil Brasil México United King Hong Kong United King França

Agência M. Brasil W. Sons W. Sons W. Sons CMA-CGM Superservice CMA-CGM W. Sons

Orient Scorpius

Singapura Petrobras

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto 28/07 30/07 04/08 11/08

Destino BN Natal --Guamaré(RN) Algeciras/ESP CHINA Algeciras/ESP Algeciras/ESP

Carga Hidrooceanográfico Em Operação Em Operação -Contêineres -Contêineres Contêineres

Descarga ---Draga -Min. de ferro ---

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN No Porto

Salvador(BA)

Óleo cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Saga Voyager Atlantic Falcon

Dia 25 26

Hong Kong A. Marítima No Porto Bahamas A. Marítima 30/07

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 14:34 0.5 21:04 2.0 03:00 0.6 09:36 2.0

Santos (SP) Santos (SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal Sal

Cheia

---

FASES DA LUA (03/07 - 15:52h)

Minguante

(10/07 - 22:48h)

Nova

(19/07 - 01:24h)

Crescente

(26/07 - 05:56h)

Laboratório Digital RICCARDO CARVALHO - riccardocarvalho.rn@gmail.com

Nokia vende celular com câmera de 41MP A Nokia acaba de lançar um smartphone que traz como destaque a câmera fotográfica com sensor de 41 megapixels. O Nokia 808 PureView é o primeiro celular no mundo com esta resolução fotográfica e foi apresentado no início deste ano. O aparelho possui a tecnologia PureView, desenvolvida em parceria com a Carl Zeiss, que cria um "oversampling" de pixels. Essa técnica permite condensar sete pixels em apenas um. Desta forma, o usuário pode optar por cortar uma imagem tirada em resolução cheia e mesmo assim a foto final manterá a qualidade. O Nokia 808 PureView também grava vídeo em full HD (1080p) com áudio estéreo, traz conectividade NFC e HSPA, 16GB de espaço interno (expansível até 48GB com cartão de memória), 512MB de RAM, tela touchscreen AMOLED de 4 polegadas (360 x 640 pixels) e roda o sistema Symbian Belle FP1. O aparelho está disponível a partir de hoje nas lojas física e online da Nokia pelo preço sugerido de R$ 1.999. Segundo a empresa, não há previsão para a venda do smartphone pelas operadoras.

Telefonia melhor A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deverá tornar públicos os compromiscompromissos de melhoria de qualidade que serão assumidos pelas operadoras de telefonia celular p ara que os usuários possam acompanhar acompanhar o cumprimento das medidas. Segundo o minis tro das Comunicações, Paulo Bernardo, os dados serão disponibilizados na internet. Co meçou a valer na segunda-feira a proibição de comercialização de linhas de telefonia ce lular e internet em 19 estados estados para para a operadora TIM, cinco estados estados para para a Oi e três para para a Claro. A liberação das vendas está condicionada à apresent ação de um plano de melho rias dos serviços.

Apple registra patente de controle por movimento O Escritório de Registro de Patentes dos Estados Unidos concedeu ontem à Apple uma patente para melhorar a interação de huma-

TV por assinatura As receitas obtidas pelo setor de TV por assinatura superaram os da TV aberta no Brasil - marca inédita no país. A conclusão, feita a partir de dados da Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA), teve como base o primeiro trimestre de 2012. Durante o período, o segmento atingiu um faturamento de 5,4 bilhões de reais no Brasil - com acréscimo de 38% em relação ao mesmo trimestre de 2011. Já a TV aberta faturou 4,2 bilhões de reais na mesma época.

nos com PCs usando sensores, telas sensíveis ao toque e luvas de realidade virtual. O Patently Apple,

Mountain Lion

primeiro a noticiar o registro, o descreveu como "uma patente louca e selvagem" com "a mais vasta variedade de dispositivos já vista". A patente faz menção à tecnologia 5D, jogos interativos (como Kinect), videoconferência e a capacidade de reconhecer assinaturas específicas, como um dedão ou palma para ativar um gadget específico.

A Apple disponibilizou hoje a última versão do sistema operacional para computadores Mac, chamada Mountain Lion. Usuários da Apple já podem atualizar a plataforma por US$ 20 na loja iTunes. O Mountain Lion foi apresentado ao público em fevereiro de 2012, quando o software foi disponibilizado aos desenvolvedores. A versão 10.8 do Mac OS X traz mais de 100 novos recursos para os computadores Macs.


Esporte

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 15

América perde e deixa G4 pela primeira vez EM

AMÉRICA NÃO SOUBE APROVEITAR AS OPORTUNIDADES E FOI DERROTADO PELO SANTA CATARINA. O GOL DO TIME COMANDADO POR LEANDRO CAMPOS FOI DE UM POTIGUAR, LIMA. O ALVIRRUBRO DEIXA O G4 PELA PRIMEIRA VEZ DEPOIS DE 12 RODADAS

JOGO EQUILIBRADO O

JOINVILLE

EM

O futebol foi equivalente. As oportunidades criadas também. Os números são bem parecidos. Porém, o que vale, é bola na rede. E nesse quesito o eficiente foi o Joinville, que venceu o América na noite de ontem e tirou o alvirrubro potiguar pela primeira vez das primeiras posições da Série B do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Roberto Fernandes cansou de desperdiçar boas chances de gol. O time de Leandro Campos fez o que seu comandante geralmente condiciona seus times a fazer. Defendeu com garra e quando chegou ao ataque foi eficiente. Com o resultado o América fica na quinta colocação, mas ainda pode cair mais um degrau, caso o São Caetano vença seu jogo no próximo final de semana. "Nos jogos fora de casa a gente tem que matar. A competição tem mostrado isso. No primeiro tempo criamos muito e não fizemos. O castigo veio à cavalo. No final do jogo criamos mais duas oportunidades claras. Temos que ser mais maduros e não dá para jogar fora de casa como jogamos em casa. Temos que parar de errar nos lances bobos", disse o técnico Roberto Fernandes após a partida. A reclamação do treinador faz sentido. O América desperdiçou uma série de oportunidades. Além disso, o desempenho longe de casa é bem diferente em relação aos pontos conquistados como mandante. Dos 23 pontos conquistados na competição, apenas quatro foram como visitante. Além disso, as quatro derrotas sofridas até agora foram também longe de Goianinha. No embate individual entre os treinadores, o técnico Leandro Campos enfim conseguiu superar o seu rival depois de quatro derrotas consecutivas quando ainda comandava o ABC. O acirramento de ânimos entre os dois treinadores ficou novamente claro nas palavras do técnico do Joinville-SC. Assim como aconteceu no campeonato estadual, Campos reclamou da mudança de numeração e escalação do América antes da partida. O América retorna para Natal e tem um bom tempo para se recuperar após a sequência de jogos. Nos últimos oito dias foram três confrontos, sendo dois fora de casa. O América só volta a campo na próxima terça-feira, 31 de julho, diante do Barueri, em Goianinha. Oportunidade para Roberto Fernandes colocar em

Fotos:Wellington Rocha

> ABC

Punição e rescisões Os zagueiros Cléber e Edson Rocha receberam o terceiro cartão amarelo. Ambos desfalcam o time na próxima rodada

RESULTADOS DA 13ª RODADA - SÉRIE B 24/07 - 21h00

Boa Esporte-MG

2x1

América-MG

24/07 - 21h00

ASA-AL

0x1

Goiás-GO

24/07 - 21h00

Joinville-SC

1x0

América-RN

CLASSIFICAÇÃO - SÉRIE B Clube

PG

JG VI EM DE GP GC SG

1

Criciúma-SC

29

12 9

2

1

30

19 11

O técnico Roberto Fernandes reclamou das chances desperdiçadas e diz que faltou maturidade à equipe

2

Vitória-BA

28

12 9

1

2

25

14 11

3

América-MG

26

13 8

2

3

22

14 8

4

Goiás-GO

25

13 7

4

2

22

18 4

campo dois reforços recém contratados. O zagueiro Rodrigão e o meia Netinho. Em compensação, Roberto Fernandes perderá sua zaga titular. Edson Rocha e Cléber receberam o terceiro cartão amarelo e cumprirão suspensão automática.

5

América-RN

23

13 7

2

4

22

16 6

6

São Caetano-SP

22

12 6

4

2

17

10 7

7

Joinville-SC

21

13 6

3

4

21

13 8

8

Paraná-PR

18

12 5

3

4

19

17 2

9

Atlético-PR

17

12 5

2

5

15

12 3

10

CRB-AL

17

12 5

2

5

19

21 -2

NOVO G4

11

Boa Esporte-MG

17

13 4

5

4

18

17 1

12

Ceará-CE

17

12 4

5

3

21

21 0

Os três jogos disputados ontem alteraram consideravelmente o G4 da Série B. Mesmo sem entrar em campo, Criciúma e Vitória seguem inabaláveis nas duas primeiras posições. O América Mineiro, terceiro colocado, foi derrotado pelo Boa Esporte por 2 a 1. O Goiás, novo quarto colocado, venceu o Asa de Arapiraca fora de casa e roubou a posição do alvirrubro potiguar.

13

Avaí-SC

14

12 4

2

6

12

15 -3

14

ABC-RN

13

12 3

4

5

17

18 -1

15

Guarani-SP

12

12 2

6

4

11

12 -1

16

Bragantino-SP

11

12 2

5

5

16

19 -3

17

ASA-AL

10

13 3

1

9

14

21 -7

18

Guaratinguetá-SP

9

12 2

3

7

11

20 -9

19

Grêmio Barueri-SP

6

12 1

3

8

8

24 -16

20

Ipatinga-MG

4

12 1

1

10 8

27 -19

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro

Qual a meta? O referencial? O América perdeu o jogo e pela primeira vez na Série B deixou o G4. O resultado de 1 a 0 em favor do Joinville deixa o alvirrubro em quinto lugar. Dependendo do resultado do São Caetano, no sábado, o América pode terminar a rodada em sexto. O problema não é sair do G4, nem muito menos perder uma partida fora de casa por 1 a 0 quando foram criadas diversas oportunidades. O problema é que há vários jogos o América não consegue repetir o bom rendimento que apresentou no início do campeonato. Variação extremamente normal de rendimento para um campeonato tão longo. Roberto Fernandes cobrou maturidade para jogar fora de casa. Ele fala isso porque a diferença nos números chega a ser absurda. Enquanto o América conquistou 19 pontos em casa, como visitante são apenas quatro. Todas as quatro derrotas aconteceram longe do Nazarenão. Problema que o treinador precisará resolver nos próximos confrontos. A gordura foi embora, porém, o referencial de brigar pelo G4 não pode desaparecer. Por isso que eu falo que muitas vezes o torcedor e os próprios dirigentes escorregam nos comparativos. Principalmente em relação as metas. O América não é um "ser" livre de críticas e quando o time perde, é normal que os questionamentos aconteçam. O problema é que ao falarmos qual-

quer coisa, a réplica vem sempre no seguinte sentido: "e o ABC?" Questiono: o referencial do América é o G4 ou o ABC? Que metas estão estabelecidas? Brigar pelo acesso ou ser melhor que o ABC? Já escrevi sobre isso e repito: a imprensa não entra em campo. Sempre que há uma derrota, jornalistas são atacados. Dizem que temos que apoiar. Hora, se a ânsia

do torcedor em procurar culpados na imprensa fosse a mesma para apoiar o clube, viveríamos tempos bem diferentes em diversos quesitos. O América tem problemas a resolver. Isso se quiser brigar pelo acesso. Se o referencial for a zona de rebaixamento, tudo está muito tranquilo e a gordura é ampla. Vence em casa, perde fora. Fica tudo bem.

PUNIDO O atacante Washington foi suspenso por cinco dias no ABC. Má conduta no local de trabalho. Pode acontecer com qualquer um, em qualquer empresa. Ele é funcionário e tem normas a seguir. O que não entendo é o que Washington fazia junto com o grupo. Como não entendo, pergunto: o ABC não pode determinar, como empregador, que a função de Washington será treinar com a equipe de base? Ou simplesmente, não treinar? É uma dúvida mesmo. Vou me informar. Tentei conversar hoje com o técnico Ademir Fonseca sobre o problema ocorrido com Washington, mas a assessoria do ABC me informou que o treinador não falará sobre Washington. Esse é um assunto exclusivo da diretoria.

NO GRAMADO Ontem escrevi a respeito da opção de Wanderson deixar a lateral para vestir a camisa 10. Para mim, uma atitude que mata dois setores. Ele é excelente lateral e péssimo meia. Não consegue jogar de costas para o gol. Tem que chegar de frente, em velocidade. Ponto positivo para o América: Netinho estreia na próxima rodada. Se derrotas servem como aprendizado o América tem muito o que explicar e ensinar a Isac e Max. Ambos perderam gols inacreditáveis, que poderiam mudar o rumo do jogo. Dida também precisa entender que não se espalma uma bola para frente da área. São erros pontuais, que interferem no coletivo. Uma derrota não é o fim do mundo, mas não dá para camuflar as falhas e querer que todos sejam unânimes em elogios sem fim.

A preparação do ABC para o confronto do próximo sábado no Frasqueirão segue em ritmo acelerado, porém, o destaque principal não é a formação tática, escalação ou as opções a disposição do técnico Ademir Fonseca. Ontem o clube comunicou a conclusão da negociação da rescisão de mais dois atletas. Depois do zagueiro Tiago Garça, é a vez do meia Everton Sena e do atacante Anderson Costa deixarem o time. Para completar, o atacante Washington foi punido por mau comportamento. O atacante discutiu com o técnico Ademir Fonseca em uma preleção e foi suspenso por cinco dias. Segundo o presidente do ABC, Rubens Guilherme, o clube tem feito todo esforço para chegar a um acordo com o jogador, porém as tentativas têm fracassado. Outras medidas serão tomadas para chegar a um consenso, mas o treinador alvinegro já garantiu que não

pretende sequer ter o atacante no grupo. Apesar dos problemas extra campo, o ABC tenta se organizar para enfrentar o Guaratinguetá no próximo sábado. As boas notícias ficam por conta dos retornos do lateral esquerdo Renatinho Potiguar e do zagueiro Alison. A expectativa é ainda de contar com o retorno de Elionar Bombinha, que se recupera de lesão. Um fato que tem chamado a atenção é o baixo aproveitamento dentro do Frasqueirão. A expectativa do grupo é de poder, enfim, premiar o torcedor. "Estamos conseguindo bons resultados fora de casa, mas precisamos melhorar o nosso desempenho em nossos domínios. Estamos devendo um bom resultado em casa e espero que possamos fazer isso no sábado", comentou o goleiro Andrey.

O atacante Anderson Costa rescindiu ontem seu contrato. Já Washington foi suspenso por cinco dias por desrespeitar o técnico Ademir Fonseca

PisandonaBola AMÂNCIO

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 25 de julho de 2012

Em busca da liderança DO CLÁSSICO CARIOCA DA RODADA PODE SAIR O NOVO LÍDER DO BRASILEIRÃO. SE SUPERAR O BOTAFOGO, HOJE ÀS 21H50, O VASCO CHEGARÁ AOS 29 PONTOS E TERMINARÁ A QUARTA-FEIRA NA LIDERANÇA PROVISÓRIA. Vasco e Botafogo fazem um clássico carioca, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro, nesta quarta-feira, às 20h30 (de Brasília), no Estádio Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ). A partida colocará frente a frente duas equipes com objetivos diferentes. O time cruz-maltino, embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Santos, é vicelíder, com 26 pontos, dois a menos que o Atlético-MG, que só entra em campo na quinta-feira, quando recebe o Santos. Desta forma, em caso de triunfo, os vascaínos passam a noite na liderança. Já os botafoguenses tentam se reerguer após a derrota de 1 a 0 para o Grêmio e, na oitava posição, com 17 pontos, pretende encostar na zona de classificação para a próxima Copa Libertadores da América. O confronto de hoje a noite reúne dois atletas extremamente rodados e com títulos de sobra na carreira. Somados, são 73 anos de experiência. Juninho Pernambucano, de 37, e Seedorf, de 36, deixaram suas cidades, rodaram o mundo em nome do futebol e se encontram no Engenhão. O ídolo cruz-maltino busca aumentar sua vasta coleção de títulos em São Januário, enquanto o craque holandês inicia sua trajetória no Alvinegro.

Fotos:Divulgação

Aos 37 anos, Juninho será o responsável por comandar o Vasco em busca da liderança da Série A

Aos 36 anos, Seedorf vai em busca da sua primeira vitória no Botafogo depois da estreia com derrota

O técnico Cristóvão Borges tem uma dúvida para a partida. Auremir sente a coxa direita e, por isso, ainda não foi confirmado. Felipe, que volta a ficar à disposição após se recuperar de dores no joelho direito, deve começar no banco. O restante deve ser a mesma equipe que venceu o Santos, no último sábado. O Vasco deve começar com a seguinte formação: Fernando Prass, Auremir (Max), Dedé, Douglas e William Matheus; Nilton, Wendel, Juninho e Carlos

Alberto; Eder Luis e Alecsandro. Apesar de demonstrar preocupação com a recuperação física de Seedorf nesse começo de campanha com o time, o técnico Oswaldo de Oliveira deve manter o holandês como titular no clássico com o Vasco. Com isso, entrará em campo com Jefferson, Lucas, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Márcio Azevedo; Lucas Zen, Renato, Andrezinho, Seedorf e Vítor Júnior; Elkeson.

Quarta-feira

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Dai-me paciência Dai-me paciência. Uma expressão típica dos senhores de idade de minha época de menino, irritados com as bagunças que fazíamos na rua. Dai-me paciência. Era o que eles diziam, quando botávamos gatos para brigar em suas varandas que acabavam de ser lavadas e enceradas, ou jogávamos urina em suas janelas. Dai-me paciência. Era o que ouvíamos, enquanto corríamos, depois da colagem de fita adesiva na campainha da casa alheia. Dai-me paciência. Peço a sei lá quem, depois de receber tantos e-mails bobos em minha caixa postal. É solução para tudo no mundo. Da impotência sexual à insolvência financeira. Não cheguei a nenhum dos dois cúmulos do fracasso, mas é chato ao menos abrir as correspondências eletrônicas professorais. Dai-me paciência com a hipocrisia. Ontem, durante o expediente, recebo outra carta virtual. É um texto sociológico propondo a extinção, pura e simples, por decreto, da Polícia Militar em todo o Brasil. O idiota que escreveu a asneira nem merece ser citado. É um desses teóricos que deveriam criar um marginal em seu quintal. Ou no hall. Dai-me paciência. O escriba que invoca Engels, entre outros gurus ultrapassados, acha que a PM deve acabar por sua violência extrema contra as classes menos favorecidas e que o país deve ser vigiado por uma polícia educativa e desarmada. Dai-me poder. Eu escalarei o obtuso de tenen-

te dessa tropa para subir o Morro da Chatuba, no Rio de Janeiro, onde traficantes mataram, somente no ano passado, nove policiais, um deles com 10 tiros de fuzil no rosto. Imagino a recepção que o revolucionário mereceria. O texto cheio de citações(duvide de todo texto cheio de citações), é provocado pela ação desastrada de policiais militares que mataram um publicitário de 39 anos em São Paulo. O rapaz furou uma blitz e os policiais confundiram um celular com uma arma, matando-o com vários tiros. Comoção nacional e justa. A polícia errou. Os PMs amadores estão atrás das grades. Nenhuma família perdoará um erro tático que custa uma vida. Comoção nacional. Ainda mais quando a vítima não morava numa favela nem num beco de encruzilhada de bairro pútrido. Família de classe média. Atrai mídia. Ainda ontem, passando a vista pelo noticiário de internet, que certamente o estúpido criador do e-mail não leu, dou de cara com a manchete do Jornal O Dia, do Rio de Janeiro. A PM Fabiana Aparecida de Souza, de 30 anos, havia sido assassinada durante a madrugada enquanto lanchava em seu plantão na Unidade de Polícia Pacificadora(UPP), do Complexo do Alemão. Fabiana estava comendo um sanduíche quando um bando de traficantes começou a disparar tiros de fuzil 7.62, arma tão letal que seu projétil atravessa 11 carros colados um no outro.

> SÉRIE A

Paulistas tentam recuperação A ressaca da Libertadores parece ter passado. O Corinthians busca agora pensar na disputa do Mundial, no próximo mês de dezembro e usa o Campeonato Brasileiro para isso. Invicto há quatro partidas o Timão terá pela frente o Cruzeiro, um adversário que poderá entrar no G-4 em caso de vitória. O duelo, válido pela 12ª rodada da competição, ocorrerá nesta quarta-feira, às 21h50, no Estádio do Pacaembu. Na atual edição, Corinthians e Cruzeiro vivem momentos distintos. Embalada, a Raposa, quinta colocada, com 20 pontos, está em busca de uma vaga no G-4. Já o Timão, campeão da Libertadores, demorou a engrenar no Brasileirão e aparece apenas na 12ª posição, com 12 pontos. Tite não poderá contar com Douglas, suspenso, mas por outro lado tem o retorno de Danilo. Além

disso, o treinador soube na última terça-feira que Paulinho e Chicão, poupados do treino de segundafeira, estão liberados. Assim, a provável escalação é: Cássio; Alessandro, Chicão, Paulo André e Fábio Santos; Ralf, Paulinho e Danilo; Jorge Henrique, Emerson Sheik e Romarinho. O provável time do Cruzeiro será: Fábio; Ceará, Léo, Rafael Donato e Diego Renan; Leandro Guerreiro, Willian Magrão, Tinga e Montillo; Wellington Paulista e Borges (Anselmo Ramon).

ATLÉTICO GOIANIENSE X SÃO PAULO Após derrotar o Figueirense na última rodada e se livrar do princípio de crise que se instaurava no Morumbi, o São Paulo voltará todas as suas atenções para um de seus principais objetivos no Campeona-

to Brasileiro: assegurar sua permanência no G-4 da competição. Para colar de vez no pelotão de frente da competição, a equipe paulista irá até Goiânia nesta quarta-feira, onde enfrentará o lanterna Atlético-GO, às 21h50 (de Brasília), no Serra Dourada. O técnico Ney Franco evitará qualquer mudança substancial no time titular e manterá a base que derrotou o Figueirense por 2 a 0, em Florianópolis. O treinador apostará novamente no esquema tático com três zagueiros para ampliar a força ofensiva de sua equipe com a chegada dos alas Douglas e Cortez. Sem contar com Luís Fabiano, lesionado, Ney Franco deve escalar o time com: Denis; Rhodolfo, Rafael Toloi e Edson Silva; Douglas, Denilson, Maicon, Jadson e Cortez; Ademilson e Willian José.

> LONDRES 2012

Seleção feminina estreia hoje A abertura oficial acontecerá apenas na sexta-feira, mas para o Brasil as Olimpíadas de Londres começam hoje e o futebol feminino dará o pontapé inicial. A equipe comandada por Jorge Barcellos, estreia hoje contra Camarões, com partida marcada para começar às 14h45, no Millennium Stadium, em Cardiff, no País de Gales. Amanhã é a vez da Seleção masculina abrir sua campanha na competição no mesmo estádio, às 15h45, contra o Egito. A Seleção feminina, que tem Marta como destaque, não contará com a meio-campista Elaine durante a Olimpíada. A atleta foi cortada na última segunda-feira devido a uma lesão na coxa e foi substituída por Danielli, que já se reuniu ao elenco em Cardiff. O time estreia recheado de traumas. Nas duas últimas edições dos Jogos Olímpicos, a seleção feminina bateu na trave. Em Atenas-2004, o time comandado por René Simões perdeu a decisão para os Estados Unidos por 2 a 1. Quatro anos mais tarde, em Pequim-2008, o contexto era diferente, mas o resulta-

Depois de perder o título de melhor jogadora do mundo, Marta acredita que o título olímpico lhe colocará novamente no auge

do final foi o mesmo. Marta levou o Brasil à decisão com atuações de dar inveja ao time masculino, que conquistou a medalha de bronze. A campanha impecável e recheada de goleadas deu à camisa 10 e companhia o status de favoritas contra as americanas na final. No entanto, novamente com um gol na prorrogação, o Brasil perdeu o título e a medalha de ouro para a equipe da musa Hope Solo.

A competição feminina de futebol dos Jogos de Londres terá 12 equipes divididas em três grupos. As duas melhores classificadas de cada chave avançam às quartas de final, assim como as duas melhores terceiras colocadas. A seleção brasileira está no Grupo E, ao lado de Camarões, Grã-Bretanha e Nova Zelândia. Ao contrário do masculino, a competição feminina não tem restrições quanto a idade das jogadoras.

>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>>> Uma bala perfurou o colete e atingiu o peito de Fabiana, que morreu dentro do carro da UPP antes de chegar ao hospital. Ela tinha um ano e quatro meses de polícia e a mensagem de apoio que recebeu no facebook e reproduzida pela imprensa foi da irmã, com quem morava. Ninguém fará passeata por ela. Dai-me paciência. Fabiana, a policial, virou estatística. O Bope, a tropa de elite da PM que admiro e daí sou chamado de "reacionário "com muito orgulho, subiu o morro e certamente caçará os assassinos da jovem soldado. Então, o idiota do e-mail pedirá novamente o fim da Polícia Militar por ter matado pobres cristãos que acabaram de sair do confessionário e foram injustamente acusados de um crime. É cinismo demais. Sou praticante de tiro espor-

tivo(registrado e certificado legalmente) e tenho amigos também atiradores da polícia. Saio com eles para tomar cervejas algumas vezes e sinto os olhos de censura de conhecidos de classe alta quando nos veem nos bares. Vez por outra, telefone toca, de madrugada, e um dos indignados pela amizade que tenho com policiais, especialmente os caveiras do Bope, berra, grita e pede o telefone de um deles, pois o seu carro foi roubado. Dá vontade de mandar o mauricinho ligar para o ladrão. O mosaico da vida é imperfeito. Há jornalista correto e indecente. Há médico solidário e boçal. Há sacerdote cristão e de cifrão. Há político correto e ruim. Há empresário lícito e desonesto. Há o bom, o mau e o feio do faroeste de Sérgio Leone em qualquer ramo da vida.

É cômodo falar mal da polícia. Entre polícia e bandido, sou polícia e não abro. Se o bandido estiver fardado, que a Justiça faça dele o que estiver na lei. Caso o missivista porta-voz de criminoso escutasse a família do jovem Popó Porcino , libertado na Praia de Pitangui, depois de 37 dias sequestrado, certamente não ouviria ofensas à polícia. Foi o trabalho bem feito, articulado e inteligente o responsável pela prisão dos sequestradores(um morreu na invasão policial), animais que mantiveram em cativeiro um adolescente. Menino que poderia ser, meu, seu e até filho do babaca autor do e-mail mais infame da história. Polícia é assim. De perto incomoda, de longe faz falta. Sobretudo à burguesia que gosta de um pozinho, uma maconha. Dai-me paciência.

AMÉRICA

Fora do G-4, ainda na margem de erro. Goiás ajudou ABC.

co Berilo Castro lança seu livro "Do Futebol à Medicina" no dia 9 de agosto, às 19 horas, no Iate Clube.

PIADAS

APOIO

blico de 37.311 pagantes no Castelão(Machadão), com arbitragem do controverso José Assis Aragão, também chamado de Aramengão.

O jornal The Guardian, um dos mais famosos da Inglaterra, escolheu Neymar para vítima de sua seção de humor. Todo dia é uma charge do moicano, apelidado pelos súditos da rainha de o "homem cai-cai". Neymar fosse um cara de brio, descontava em campo.

BERILO CASTRO

Volante do Alecrim campeão no Estádio Juvenal Lamartine, o médi-

Hoje, 18h30, no Auditório Ernani da Silveira, tem reunião da diretoria do ABC com torcedores, conselheiros e afins para motivar os jogadores. É decisivo o jogo de sábado contra o Guaratinguetá no Frasqueirão.

JOGÃO

Terceiro turno, dia 25 de julho de 1976, campeonato estadual, ABC 0x0 América, pú-

TIMES

ABC: Hélio Show; Fidélis, Pradera, Vágner e Vuca; Draílton, Danilo Menezes e Joel Maneca(Zé Carlos Olímpico); Noé Silva, Reinaldo e Noé Macunaíma. América: Otávio; Olímpio, Joel Santana, Odélio e Cosme; Zeca, Romualdo(Washington) e Alberi; Ronaldinho, Pedrada e Ivanildo Arara.

CMYK


Cultura

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 17

Fotos: Divulgação

KID ABELHA comemora 30 anos Banda inicia turnê pela capital potiguar e promete relembrar grandes hits que marcaram a sua trajetória de sucesso "Nessa turnê, celebramos nossa trajetória e a cumplicidade que criamos com as pessoas através das canções", diz Paula Toller que ao lado de George Israel e Bruno Fortunato comemoram trinta anos de Kid Abelha nesta quinta-feira, dia 26, no Teatro Riachuelo. Este será o primeiro show da turnê Kid Abelha 30 anos Multishow Ao Vivo e prometem relembrar os grandes hits da banda que desde os anos 80 conquistou milhares de fãs em Natal. "Foi um quebra-cabeça. Tivemos alguns critérios dominantes; Usar alguns arranjos originais de sucessos do começo da carreira que já não tocávamos mais há tempos", conta o músico e integrante da banda George Israel em entrevista para O JORNAL DE HOJE. No roteiro do show estão muitas músicas que há tempos o

trio não entoava, como "Todo meu ouro", "Em 92", "Garotos", "Dizer não é dizer sim" e "Amanhã é 23", entre outras jóias pop do início da carreira do grupo. Não poderão faltar no repertório, as mais recentes como "Nada sei", "Por que eu não desisto de você", e a célebre releitura de "Na rua, na chuva, na fazenda". Confira a entrevista com George Israel. O JORNAL DE HOJE - Por que a turnê Kid Abelha - 30 anos Multishow foi chamada inicialmente "Fábrica de Hits"? De onde surgiu esse termo? George Israel - Não soube disso...(risos). O termo é obvio, mas não teríamos essa cara de pau O JORNAL DE HOJE - Nesta

turnê, vocês comemoram 30 anos de carreira. Existe um momento que se tornou inesquecível para a banda? George Israel - É difícil destacar um só... A turnê do CD/DVD acústico, o show da nossa volta, em Tóquio, no ano de 2010, as apresentações no Rock in Rio 1 e 3 e a gravação no Rio de Janeiro desse DVD que lançaremos em agosto são alguns deles. E a primeira vez que ouvi uma musica nossa na rádio me lembro até onde eu estava, foi surreal. O JORNAL DE HOJE - Como escolher entre tantos sucessos para chegar ao repertório final? George Israel - Foi um quebra-cabeça. Tivemos alguns critérios dominantes; Usar alguns arranjos originais de su-

cessos do começo da carreira que já não tocávamos mais há tempos, como "Alice", "Fixação", "Seu Espião". Outro foi incluir musicas que mostram nossa parceria ao vivo com o público, já que é nosso primeiro DVD "elétrico". "Na rua na chuva na Fazenda", "Lagrimas e chuva", "Eu tive um sonho", "Nada sei", "Pintura intima" estão entre elas. Para completar a inclusão de uma musica inédita e algumas canções inesperadas que destacam letras e composições importantes para se conhecer melhor o Kid Abelha O JORNAL DE HOJE - A geração de bandas oitentistas, a exemplo do Paralamas, Ultrage a Rigor, Titãs, Engenheiros, entre outras, não grava canções inéditas há um tempo.

Pela experiência de vocês, depois de 30 anos, ainda há fôlego para criar mais ou uma trajetória de boas canções já basta? George Israel - Acho que o repertorio já bastaria, podemos montar vários shows diferentes com o que já fizemos mas é importante para nós, como banda autoral, continuar nos provocando e compondo.

O JORNAL DE HOJE - Vocês estão há alguns anos com o show de interpretações de clássicos dos anos 80. Vocês pensam ainda em criar um disco só de inéditas da banda? George Israel - Nosso ultimo CD e DVD "Pega vida" gravado em 2005, antes da nossa parada, só tinha musicas inéditas. O acústico entre suas 18 músicas, só tinha seis canções dos anos 80.

O JORNAL DE HOJE - O kid Abelha já passou um momento parado, em que vocês se afastaram e retornaram com a turnê "Glitter de principiante" ano passado. Como foi esse retorno? George Israel - Foi tudo que poderíamos esperar. Voltando sem CD, sem música na radio e encontrando todos os shows lotados.

O JORNAL DE HOJE - Como você encara essa nova geração do rock nacional? Quem você destacaria? George Israel - Em termos de rock, não há destaques de 8 anos para cá. Acho que os artistas que exploram sonoridades novas interessantes tenderam para um som mais experimental, mais MPB, com menos pegada. Está tudo mais lounge.

Cultura HOJE com Dani Pacheco

DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

FESTIVAL DE ARTES CÊNICAS O Festival das Artes Cênicas BNB que há seis anos acontece nos CCBNB's de Fortaleza, Cariri e Sousa, estreia uma edição especial celebrando os 60 anos de atuação do Banco do Nordeste em Natal. O evento acontecerá de 26 a 29 de julho no Barracão Clowns, Largo Dom Bosco e Casa da Ribeira,. Os espetáculos são: Engenharia Erótica (Grupo Parque de Teatro/CE); Romeu e Julieta: o Encontro de Shakespeare com a Cultura Popular (Grupo Garajal/CE); Esparrela (Teatro Bigorna/PB); Incelença (Cia. do Rosário/PB); As Levianas em Pocket Show (Cia. Animé/PE); O Ratinho Teobaldo (RN / foto); Seu Bomfim (Território Sirius/RN). A programação é gratuita e os ingressos serão distribuídos no local, uma hora antes do Início de cada sessão.

CIRCUITO CULTURAL RIBEIRA As inscrições para o Edital Circuito Cultural Ribeira se encerram hoje. A proposta para este ano é ampliar o projeto em número de espaços, público e atrações artísticas. Para isso, a produção contou com a totalidade dos recursos captados junto às empresas Vivo e Cosern via Lei Estadual Câmara Cascudo. Serão oito edições de regularidade mensal. A primeira acontece em 12 de agosto e prossegue até maio de 2013, sempre no segundo domingo de cada mês. A inscrição é toda feita online, no site www.circuitoculturalribeira.com.br. SÓ PARA LEMBRAR... O resultado do Edital Circuito Cultural Ribeira será divulgado no dia 30 de julho. Concorrem os segmentos Música, Artes Cênicas, Performance e Artes Visuais, em seus variados subgêneros. UM HOMEM DE MORAL "Um Homem de Moral" - A obra musical do compositor Paulo Vanzolini é o filme que será exibido nesta quarta na mostra temática unindo o cinema e a música brasileira realizada pelo Cineclube Natal. A sessão começa às 19h, no Nalva Café Salão, na Ribeira. A entrada custa R$2.

TALENTO POTIGUAR Quase dois anos após a sua estreia, finalmente o espetáculo Sua Incelença, Ricardo III chega a pauliceia! Nesta quarta (25), às 20h30, o espetáculo faz a abertura da temporada na Praça

VIDEOARTE O artista paraibano Tony Neto traz para a Galeria de Arte do campus Cidade Alta sua vídeoinstalação Antálgico. Trata-se de uma vídeoarte feita a partir de relatos pessoais, além de exposição de textos escritos pelo próprio artista, e ficará na galeria entre os dias 01 e 31 de agosto, de segunda a sexta-feira das 9h às 21h. A abertura será no dia 01 às 19h e a exposição é aberta ao público, com curadoria de Carlos Café.

do SESC Belenzinho. O espetáculo segue em temporada até o dia 16 de agosto, às terças, quartas e quintas. A entrada é gratuita.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 25 de julho de 2012

Quarta-feira

Canal 1

BATE-REBATE Marcelo Tas, devido a compromissos em Londres na próxima semana, não apresentará o programa “CQC” na Band. w Zezé di Camargo e Luciano gravam nesta quarta-feira participação especial em “Cheias de Charme” na Globo. A cena irá ao ar dia 3 de agosto. w "Dancin' Days", da SIC, voltou a vencer "Louco Amor", da TVI, em três das cinco oportunidades da semana passada, entre 16 e 20 de julho. A disputa está pau-a-pau. w Além disso, a novela, que é cow

Rede TV! faz dr. Rey abandonar antigo público e se dá mal

Divulgação Fox

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery /flavioricco@gmail.com.br / http://twitter.com/flavioricco

Televisão está longe de ser uma ciência exata, mas é sempre importante usar de certa lógica na montagem da sua grade ou mesmo na produção dos diversos programas. Hoje, também, as pesquisas são de grande valia para saber o que o público deseja encontrar no seu televisor. Todo aquele que utiliza alguns cuidados e procedimen-

produzida por SIC, Globo e SP Televisão, voltou ao topo da lista de atrações mais assistidas da TV portuguesa. w Hoje tem a estreia da seleção feminina de futebol na Olimpíada. Jogo contra Camarões. w O “CQC”, da Band, chegou ao programa de nº 190. O 200 será especial. w Apesar de ter aparecido recentemente no “Pânico”, na Band, Carlinhos Silva não está negociando uma volta com a equipe do programa.

tos, raramente erra. Isso é tudo que a Rede TV! não faz. O dr. Robert Rey, por exemplo, apareceu e ficou

C´EST FINI

conhecido pelo “Dr. Hollywood”, porque sempre falou diretamente com as mulheres, mostrando o antes e o depois das cirurgias plásticas, além de outros métodos de embelezamento. Quando cismaram de oferecer um novo programa a ele, simplesmente inverteram o

NOVA TEMPORADA

eixo. Ao invés de usar como ponto de partida o público que ele já tinha, fizeram exatamente o contrário. O “Sexo a 3”, com as suas “reyzetes”, tentou apelar ou capturar os maridos delas. Uma coisa beirando o mais baixo nível. Não poderia dar certo, como de fato não deu.

O programa “Show de Bebê” voltará ao ar no dia 1º de agosto, às 20h15, no canal Bem Simples, da Fox. A apresentação é da atriz Joana Limaverde.

A Fox marcou para o dia 16 agosto às 22h30, no canal Nat Geo, a estreia do “Ciência em Casa”, com a mesma equipe do “Ciência em Show”. Apresentado pelos cientistas Wilson Namen, Gerson Santos e Daniel Ângelo, o programa mostrará com bom humor, inventividade, segurança e técnica, experiências com elementos da vida cotidiana que escondem “segredos” que só a física aplicada pode revelar. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

>> TV - TUDO LUCIANA NA PLAYBOY A revista “Playboy” está interessada em fazer um trabalho com a apresentadora Luciana Gimenez. O convite, no entanto, é para uma longa entrevista. Não tem nada a ver com ensaio fotográfico. w

w AO MESMO TEMPO Walcyr Carrasco pretende entregar ainda em setembro os últimos capítulos de “Gabriela”, que ficará no ar até o dia 26 de outubro. Curiosamente, revela o autor, ele também já está escrevendo capítulos da próxima, que marcará sua estreia no horário das 21 horas, em 2013.

TIRO CURTO Ao contrário de outros atores, que optaram por contratos longos, entre quatro e cinco anos, Thais Pacholek fechou com a Record apenas para a substituta de “Máscaras”, que estreia em outubro. Depois de tantos anos de SBT, ela não quer mais ficar muito tempo presa à uma mesma emissora. w

w MAIS UM Celso Portiolli também gravou participação especial em "Carrossel". Na cena as crianças, que integram a banda da novela, participam de um programa de televisão, coman-

dado por ele. A gravação foi feita no último domingo e deve entrar no capítulo 100. AGORA O RIO De olho na Copa do Mundo, em 2014, e Olimpíada, em 2016, as emissoras de TV, de uma maneira geral, estão se equipando no Rio de Janeiro. Desde os pequenos detalhes até câmeras, ilhas de edição, reformas nas redações e aquisição de helicópteros. Só o SBT, por enquanto, é uma exceção entre elas.

w

CORAÇÃO DE MÃE Hoje, chama a atenção nos corredores da Bandeirantes em São Paulo a grande circulação de profissionais que há pouco tempo estavam na Rede TV!. Em seus mais diferentes setores.

w

SEGREDOS Foi gravada na segunda-feira, cena de “Avenida Brasil” em que Tufão (Murilo Benício) descobre que Carminha (Adriana Esteves) tem uma pequena fortuna guardada no banco. O ex-jogador passa a desconfiar cada vez mais da mulher. Mas, o autor João Emanuel Carneiro ainda guarda a sete chaves o capítulo em que o ex-jogador ficará sabendo que Carminha e Max (Marcelo Novaes) são amantes.

w

w DEBAIXO D’ÁGUA Uma das protagonistas da próxima novela da Record, Juliana Silveira, que volta da Turquia amanhã, 26, já sabe que sua personagem participará de muitas cenas submarinas. Juliana tem alguma experiência com mergulho, mas, como está há muito tempo sem praticar, vai retomar as aulas. w RAPIDINHA Nem chega a uma participação especial, mas Ellen Roche vai aparecer, sim, na nova “Malhação”, que estreia dia 13 de agosto na Globo. Na cena, a sua personagem vai notar que está sendo seguida por alguém, Mocotó, André Marques. Dá um “oi oi oi” pra ele, seguido de um abraço, e papo encerrado. Coisa rápida. w PROGRAMADAS TARDES O novo programa diário da Record para o período vespertino, com lançamento em setembro, vai apostar no tripé Jornalismo, Moda e Entretenimento. Vildomar Batista, do “Tudo é Possível”, ficará responsável pela direção-geral. Britto Junior e Ana Hickmann estão confirmados na apresentação e aguarda-se a definição de um terceiro nome, que poderá ser Marco Camargo.

ESTRELA MEXICANA TEM “MOMENTO” CARMINHA A visita da mexicana Dulce Maria, ex-“RBD”, no Recnov, Rio, para participação especial nas gravações de “Rebelde”, de ontem até sábado, levou a Record a tomar algumas medidas de segurança para controlar o acesso às dependências do seu complexo de estúdios. Na entrada principal da empresa, Portão 1, foram colocadas grades de proteção. Também se providenciou o fechamento de um dos portões que dá acesso aos pedestres. E não parou por aí. Durante esses dias todos os funcionários não poderão se separar dos seus crachás, para serem prontamente identificados pela segurança, igualmente reforçada. A Globo nem chegou a tudo isso nas gravações secretas da Carminha, Adriana Esteves, nos capítulos de “Avenida Brasil” dos últimos dias. É de se imaginar o que acontecerá quando a Record resolver convidar a Madonna, por exemplo!

w

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Ainda não feche um negocio peça tempo para avaliar. Respeitar os limites que seu parceiro impõe na relação pode ser estressante, mas não haverá jeito; hoje você tem de acatar a realidade dos termos que o outro lhe imporá. Sem dramas!

Leão 22/07 a 22/08 Sem fazer força você vai atrair a atenção e o apoio de alguém prestigiado e em boa posição. Porem, não se fie demais em promessas alheias. Nem você prometa muito a ninguém. Conflitos com empregados e saúde frágil.

Sagitário 21/11 a 21/12 Três astros em Libra armam ótimo aspecto com Vênus, como um sinal de acordo mutuo entre você e alguém querido, sobre responsabilidades comuns. Uma época termina. Você está apto a escolher quais os grupos e associações deve participar.

Touro 21/04 a 20/05 Uma pequena viagem é aconselhada para ver o panorama pessoal de longe. Tecnicos e seus manuais são a prova definitiva para sua paciência! Com Mercúrio retroagindo, a comunicação perde eficiência. Cuidado com gastos imprudentes.

Virgem 23/08 a 22/09 Cenário astral ótimo pra você organizar suas finanças, contando com o que é possível. Realismo em matéria de dinheiro é a melhor pedida agora. Dissemine entre amigos sua necessidade de ganhar mais e espere convites.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Sobrou um monte de responsabilidades pra você resolver sozinho! Voe tem de dar um show de eficiência e organização, sem perder o sorriso. Tem de ser diplomático também, com clientes e parceiros. Combata estresse com massagens.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Aproveite estes dois dias super favoráveis para pedir um merecido aumento ao seu chefe, ou uma oportunidade melhor pra mostrar seu talento. Batalhe por uma promoção e abra seu espaço. São opor tunidades raras mesmo.

Libra 23/09 a 22/10 Lua, Mar te e Saturno juntos em seu signo deprimem o organismo e abatem o moral. Respeite seus limites físicos. Espante pensamentos derrotistas, seja disciplinado nisso. Evite confrontos e desafios. Não se exponha a críticas.

Aquário 21/01 a 19/02 Tanta experiência de vida levou você a se descobrir um descrente, alguém que perdeu um norte importante. Um ambiente frio nas amizades e no amor pode imprimir certa timidez. Ainda existem algumas forças boas que o mantem de pé.

Câncer 21/06 a 21/07 Lua e Saturno andam pertinho um do outro, sinal de acanhamento afetivo, dúvidas gerais sobre competência e relevância. Para você é momento certo de acabar com encargos chatos em casa. Você tem de assumir o controle aí.

Escorpião 23/10 a 21/11 Hoje os amores perdidos podem pesar no seu espaço de memória, mas também podem servir de desculpa pra você criar arte, literatura, poesia. Especialmente dos filtros do corpo. Tendência a isolamento com autorrecriminações.

Peixes 20/02 a 20/03 Aridez criativa e falta de imaginação dispersam as boas iniciativas em conjunto. A falta de recursos é uma realidade. Outra realidade é que você se vê nas mãos dos outros, dependendo da boa vontade deles e isso é revoltante.

Divulgação

CINEMA VALENTE - (LIVRE) MOVIECOM 1 - HORA: 14:00 / 16:15 / 18:30 / 20:45 MOVIECOM 6 - HORA:16:50 / 19:05 CINEMARK 2 - HORA:11:10 / 13:40 / 16:00 / 18:20 / 20:50; HORA: 23:10 (SÁB) CINEMARK 3 - HORA:12:00 / 14:20 / 17:15 / 19:40 / 21:55

Cena do filme “O Espetacular Homem-Aranha”

O ESPETACULAR HOMEM-ARANHA - (10 ANOS) MOVIECOM 2 - HORA:18:45 / 21:30 MOVIECOM 6 - HORA:14:00 /21:20 MOVIECOM 7 - HORA:14:50 / 17:40 / 20:30 CINEMARK 5 - HORA:15:10 / 18:30 / 21:30; HORA: 00:00 (SÁB) CINEMARK 7 - HORA:11:00 / 14:00 / 17:20

/ 20:30; HORA:23:30 (SÁB) MADAGASCAR 3 - (LIVRE) MOVIECOM 2 - HORA:14:45 / 16:45

E AÍ, COMEU? - (14 ANOS) MOVIECOM 5 - HORA:13:40 / 22:00 CINEMARK 1 - HORA:12:40 / 15:00 / 17:30 / 20:00 / 22:15

CHERNOBYL - (16 ANOS) MOVIECOM 3 - HORA:15:00 / 17:05 / 19:10 / 21:15

BATMAN: O CAVALEIRO DAS TREVAS RESSURGE - (12 ANOS) CINEMARK 2 - HORA:23:55 (QUI)

A ERA DO GELO 4 - (LIVRE) MOVIECOM 4 - HORA:13:15 / 15:20 / 17:25 / 19:30 / 21:35 MOVIECOM 5 - HORA:15:45 / 17:50 / 19:55 CINEMARK 4 - HORA:14:30 / 17:10 CINEMARK 6 - HORA:11:20 / 13:50 / 16:20 / 19:00

PROMETHEUS 3D - (14 ANOS) CINEMARK 6 - HORA:21:20

OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 25 de julho de 2012

O Jornal de HOJE 19

Gastrenterite atinge mais crianças e idosos SINTOMAS: DOENTES TÊM NÁUSEA, VÔMITO E DIARREIA E SÃO CONSTANTES AS QUEIXAS NOS CONSULTÓRIOS MÉDICOS Heracles Dantas

DANIELE LISBOA REPÓRTER

Certamente, se você mora em Natal, conhece ou soube de alguém que adoeceu nas últimas semanas. Os sintomas são praticamente os mesmos em todas as pessoas: em quase 100% dos casos, os doentes sentem náusea, vômito e diarreia, o que pode caracterizar uma gastrenterite. Nos hospitais com pronto socorro e em consultórios médicos, a reclamação é a mesma. A maioria das pessoas (60%) que têm buscado os serviços médicos apresenta sintomas de gastrenterite, um nível que pode ser considerado alto e atípico, quando comparado ao mês de junho. Os mais suscetíveis à doença são as crianças - principalmente abaixo de quatro anos - , idosos (acima de 65) e indivíduos que tenham outras doenças. O infectologista Luís Alberto Marinho é enfático: pelos enfermos serem provenientes de locais diferentes - de todas as quatro regiões da cidade - é provável que a raiz do problema seja comum entre todos: contaminação da água consumida em Natal, que é apenas 30% saneada. "Os outros 70% não saneados podem ter contaminado todo o resto. Cabe à Caern mostrar que todos os pontos geográficos de Natal, nos últimos 20 dias, não estão contaminados. Natal continua sendo um ambiente propício para o desenvolvimento de doenças. Para diminuir as doenças transmitidas pelos dejetos humanos, é preciso saneamento adequado em mais de 90% da cidade", pondera Luís Alberto. Ele sugere que assim que sinta algum dos sintomas, o enfermo deve se encaminhar a um posto de saúde ou pronto socorro. Procurada pela reportagem d’O O JORNAL DE HOJE, a diretora de Departamento de Vigilância em Saúde da Secretaria Municipal de Saúde, Cristiana Souto, afirmou que a pasta havia recebido a informação por intermédio da imprensa na manhã de ontem e que um levantamento foi iniciado imediatamente. "Estamos levantando as notificações dos médicos para avaliar se há um surto. Mas se a informação não chega para a gente, não temos como saber se é ou não", afirma, acrescentado que no que tange à contaminação por coliformes, a água monitorada está tranquila. "Pelos nossos testes bacterioló-

Luís Alberto Marinho: para diminuir as doenças transmitidas pelos dejetos humanos, é preciso saneamento adequado em mais de 90% da cidade

DICAS PARA PREVENIR A GASTRENTERITE Lavar sempre as mãos Preparar alimentos com água fervida Tomar cuidado com tudo que consome Só consumir água fervida COMO IDENTIFICAR UMA GASTRENTERITE Início súbito Principal manifestação: diarreia (aumento do número de evacuações - mais de quatro vezes por dia, e fezes pastosas ou líquidas) Náusea ou vômitos

gicos, feitos toda semana , não achamos nada. Caso seja identificado o surto, vamos fazer atividades educativas com a população sobre higiene, cuidados com alimentos, lavagem das mãos antes e depois de ir ao banheiro. Cuidados báscios que as pessoas infelizmente ainda deixam de fazer", aponta a diretora.

CAERN DIZ QUE ÁGUA NÃO ESTÁ CONTAMINADA

Por intermédio da sua assessoria de imprensa, a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) informou que não identificou qualquer irregularidade em nenhum dos seus reservatórios e tranqüiliza a população quanto ao uso da água. "Antes de chegar às torneiras do

consumidor, a água distribuída pela Caern passa por um rigoroso processo de tratamento. Para garantir a qualidade do produto, a Companhia realiza análises diárias, que incluem avaliação de parâmetros como cor, turbidez, pH e coliformes com amostras coletadas em diferentes pontos da cidade. Todas as análises atestam a qualidade do produto e asseguram que a água distribuída pela Caern está dentro dos padrões de potabilidade", reitera a nota. A recomendação da Caern é de que a população redobre seus cuidados principalmente antes de beber a água. "É necessário acondicionar o produto em recipientes limpos e apropriados. Outra medida fundamental para garantir a qualidade é fazer a limpeza e desinfecção da caixa d'água a cada seis meses", sugere.

> NO AUDITÓRIO DO VARELA SANTIAGO

Reunião avalia implantação da Rede Cegonha no Rio Grande do Norte A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap), por meio da Subcoordenadoria de Ações de Saúde (Suas), iniciou começou, no auditório do Hospital Infantil Varela Santiago, a Oficina de Avaliação da Rede Cegonha no Estado. O encontro segue até amanhã quinta-feira, reunindo representantes dos Grupos Condutores das regiões que aderiram à Rede Cegonha, que foram as Unidades Regionais de Saúde Pública Metropolitana, II, VI e VIII e setores da saúde estadual ligados diretamente à atuação da Rede Cegonha, que é uma estratégia do Ministério da Saúde, operacionalizada pelo SUS, fundamentada nos princípios da humanização e assistência, que tem como principais objetivos um novo modelo de atenção à gestante e ao parto, ao nascimento e à saúde da mãe e da criança, bem como a redução da mortalidade materna e neonatal. De acordo com Andréa Michelle Dias, responsável técnica da Saúde da Mulher da Sesap, a implantação da Rede Cegonha já tem seus planos de ações desenhados em quatro regiões de saúde e agora entra na sua fase de contratualização, que é a efetiva implantação da parte prática. "É tudo muito novo para o Estado e temos que implementar as ações de acordo com a nossa realidade. Sabemos que há déficit de leitos nas maternidades, porque os leitos da capital estão lotados, e isso é porque os municípios não dão resolutividade Já saiu a portaria para que os municípios recebam incentivos financeiros e os primeiros resultados já estão

Wellington Rocha

Explanações giram em torno, também, do fortalecimento da rede de atenção básica da saúde

aparecendo. Mas é importante que a usuária fique bem informado e busque seus direitos" Entre os resultados citados estão a oferta maior de contraceptivos na rede, como o Diu e distribuição de kits para gestante e parteiras. Para os municípios com mais de 100.00 habitantes, a Rede Cegonha incentiva a construção de Casas de Parto Normal, mas que sejam próximos as maternidade. "Não temos prazos definidos, mas as ações têm metas para 2013 e 2014. Agora a hora é tirar do papel e fazer acontecer".

PROBLEMAS

Karla Simone Maia, apoiadora local do Ministério da Saúde

para a Saúde da Criança em Natal e no Rio Grande do Norte, reforçou que a Rede Cegonha é um complemento à saúde da criança, mas algumas dificuldades, como a falta de carros para os Bancos de Leite têm que serem resolvidas rapidamente. "Uma das maiores dificuldades no Estado é que estamos sem carro para fazer a coleta domiciliar e desta forma as crianças prematuras são prejudicadas. Em Natal, só há um carro para coleta, que atende aos Hospitais Santa Catarina, da Polícia Militar e Maternidade Januário Cicco. Mossoró deveria fazer a coleta, mas não faz. O Banco de Leite de Caicó sofreu uma reforma por causa de pro-

blemas na infraestrutura, mas vai ser reativado". Karla Maia reforçou que o bom funcionamento da Rede Cegonha passa pelo fortalecimento da atenção básica. "A Rede cegonha vem potencializar as ações já desenvolvidas e é super importante para fortalecer a Estratégia de Saúde da Família, com o acompanhamento desde o pré-natal, passando pelo nascimento e pela vida da criança até dois anos. Para isso, os hospitais devem estar estruturados e os leitos das policlínicas qualificados. Também iremos estimular o parto normal e garantir a presença de um acompanhante, que é lei". Já a coordenadora do Aleitamento Materno da Sesap, Evanuzia Dantas, explicou que existem 26 hospitais Amigos da Criança em todo o Estado, que apóiam, promovem e protegem o aleitamento materno. O diretor do Hospital Varela Santiago, Paulo Xavier, que faz parte da Rede Cegonha, disponibilizando 10 leitos de UTI Neonatal, está confiante no andamento do Programa. "Vejo força e mais oxigênio na equipe que está à frente e acredito que virão grandes benefícios para o estado". A apoiadora temática da Rede Cegonha do Ministério da Saúde, Rita Viana, disse que o Governo Federal está apostando no Rio Grande do Norte. "Estamos apostando muito no compromisso do Estado em mudar. Os municípios das quatro regiões de saúde sugestionaram bastante e construíram o plano, que foi quase 100% aprovado pelo Ministério da Saúde".


20 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 25 de julho de 2012

Quarta-feira

Érika Nesi erikamnesi@hotmail.com

A homenageada hoje é Olindina Cortez dos Santos Lima - ícone cultural em educação do ensino médio norte-riograndense, foi diretora do Atheneu Norte-rio-grandense, fez parte da primeira turma da Escola Normal de Natal,exer ceu com dedicação a missão de Secretária de Educação do município de Natal. Foi inspetora do Ensino Médio do Estado, cuidando minuciosamente das escolas e dos professores sendo considerada a grande mestra do Ensino Médio. A Professora Olindina nasceu, em 18 de abril de 1919, filha de Luiz Antonio Ferreira Souto dos Santos Lima, Fundador do Hospital do câncer Dr. Luiz Antonio e de Ecila Cortez; mãe de Eduardo Gomes da Costa; sogra de Gilian Varela Gomes da Costa e avó de Valéria e Franklim (filhos do primeiro casamento de Eduardo) , além de Eduardo Filho e Rafael (filhos do segundo casamento de Eduardo; deixou dois bisnetos, Daniel e Lucas. "Olindina minha mãe: - Professora Olindina, uma senhora pequena, de aparência frágil, mas era um gigante em todos os sentidos. Mulher de temperamento forte, enérgica, íntegra, correta, determinada, aliado a um grande coração, principalmente quando se tratava dos necessitados. Tudo que sou foi ensinado por ela, principalmente com seu exemplo, jamais transgredir, nunca faltar a ética, ser compreensivo, nunca ter medo, nem levar desaforo para casa e ser um cidadão no mais amplo sentido da palavra. Agradeço mamãe, você jamais será esquecida. Você foi pra mim, a minha mãe, o meu pai e o meu Anjo da Guarda! (Eduardoseu filho) "Dona Olindina, se fosse falar todos os predicados dessa grande dama e educadora, teria que escrever um livro, mas ela foi para mim, meus filhos e meu marido, um exemplo de educação, respeito, caráter, dignidade principalmente nos ensinamentos do verdadeiro sentido da palavra - amor. Ela deixou um marco na educação do Rio Grande do Norte. Baixinha, "braba", de uma inteligencia ímpar! Tinha um coração enorme, amigas de suas amigas; admiradora incansável de seu filho Eduardo. Adorava viajar, grande apreciadora de bons vinhos... Celebramos os seus 80 anos em grande estilo em Veneza, Itália. Era uma grande amiga, que nos deixou muitas saudades e que com certeza continuará, de onde estiver, a emanar luz e sabedoria para todos que tivemos o privilégio de sua companhia.

ETERNAS SAUDADES. NORA, GIILIAN".

Ícone Fashion Olindina Cortez dos Santos Lima

SUA

"Olindina, minha querida irmã, está viva, presente em memória. Vejo seu perfil de mulher inteligente, determinada, líder, dotada de profundo senso ético e conduta ilibada. Brilhante educadora, descende de uma linhagem de professores, nosso pai, sua mãe e avós. Substituiu nosso saudoso pai assumindo a Cadeira de História Natural no Ateneu. Aseguir, por mérito pedagógico, alcançou a direção daquela conceituada instituição de ensino. De Olindina, recebi afeto, carinho e amor, no tempo de criança, na adultez após o falecimento dos meus pais na década de sessenta. Seu exemplo norteia-me ao tomar as decisões ante aos obstáculos que o destino nos impõe. O Supremo Arquiteto do Universo colocou este ser iluminado em minha vida do qual guardo uma imensurável gratidão". ( Luiz Rodolpho Penna Lima). "D. Olindina, minha avó, voinha como eu a chamava. Pequena na estatura, porém gigante na coragem, integridade e bondade. Mulher forte e segura, sempre pronta a ultrapassar os obstáculos que a vida lhe oferecia. No lado profissional era muito dedicada, responsável e não media esforços para realizar seu trabalho. Como avó era muito atenciosa, amorosa e de grande generosidade. Interessada na educação dos netos, queria que adquiríssemos conhecimentos e também boas maneiras. Era aquela avó que mima os netos e, ainda por cima , cozinhava muito bem. Só de lembrar das delícias que ela fazia, fico com água na boca. Pessoa digna, honesta e batalhadora, muito me ensinou com suas atitudes e postura. Tenho grande orgulho em tê-la como avó e amiga". (Valéria Seabra G. da Costa - neta ). "Olindina, falar sobre a professora Olindina além de fácil é um prazer. Grande figura humana dedicou a vida à causa da Educação no

Rio Grande do Norte, especialmente ao Ensino Médio. Foi a grande Diretora do Atheneu Norte-rio-grandense, acompanhava com carinho a causa que abraçou. Fez parte da primeira turma da Escola Normal de Natal. Tendo se destacado pela sua capacidade de luta em todas as Comissões que participou como a de Educação e a do Desporto e várias outras. Exerceu com dedicação a missão de Secretária de Educação do município de Natal. Foi inspetora do Ensino Médio do Estado, cuidando minuciosamente das escolas e dos professores. Considerada a grande mestra do Ensino Médio. É não só uma obrigação, como também um dever do Estado prestar uma homenagem a Professora Olindina, por tudo que ela fez e representou para a Educação do Rio Grande do Norte. Era minha grande amiga, deixounos uma grande saudade."(Zilda Lopes do Rêgo). Olindina Cortez dos Santos Lima: a fine fleur de um legado moral e profissiona, à exceção da sua pequena estatura, tudo nessa jovem mulher se mostrou grandioso, inspirou poder e nada pareceu escapar-lhe o controle. Esbanjou determinação, segurança pessoal, autoestima. A prematura perda da mãe

parece ter sido amenizada com a total dedicação, cuidados, atenção, amor que recebera principalmente de seu pai, e de alguns familiares e agregados que se tornaram mais próximos. Desconhecia medo, covardia, temor, fraqueza. Certa vez, numa viagem que fizera a Nova Friburgo, no Rio de Janeiro, para realizar um curso de atualização pedagógica, ao observar que um dos motores da aeronave havia deixado de funcionar, olhou para baixo e pensou: - "Deixa eu ver onde vou cair". Dona Olindina possuía uma voz extremamente pausada, ligeiramente professoral, quase melódica, na medida precisa, sem excessos. Falava relativamente baixo. Parecendo primar por ser entendida e não suscitar dúvidas sobre o que argumentava, pronunciava cada palavra com absoluta clareza fonética. Provavelmente pertencia ao seleto grupo de pessoas que dispensa ansiedade, insegurança ao se lançar diante do novo, do desconhecido ou ao enfrentar missões desafiadoras. O seu pai, o Dr. Luiz Antonio Ferreira Souto dos Santos Lima lhe pediu ajuda para aliviar uma de suas responsabilidades, dizendo. "Você vai ensinar no Atheneu, vai me auxiliar". Absolutamente surpreendida, Dona Olindina tentou ponde-

rar: - "Pelo amor de Deus, você não está vendo uma coisa dessa... eu não tenho condições... eu não posso ensinar no Atheneu... eu tenho um Curso Pedagógico... quem tem Curso Pedagógico não é para ensinar no Atheneu, que é o Curso Secundário." Ao que o pai replicou: - "Você tem minha biblioteca (...)". Meses depois estava Dona Olindina de caderneta na mão, concentrada, disposta a enfrentar aqueles "meninos tão danados". Foi assim a iniciação profissional de Dona Olindina após sua nomeação em comissão, em 16 de julho de 1940, aos 21 anos de idade, como auxiliar da Cadeira de História Natural, no velho Atheneu. Dona Olindina também ensinou Economia Doméstica, na Sessão Feminina do Atheneu que havia sido criada no prédio da Fundação José Augusto. Coincidentemente, o mesmo endereço que abrigara a escola pública, Grupo Escolar Antonio de Souza, onde a mesma realizara o seu Curso Primário. Como quase tudo na vida dessa mulher parece ter sido acompanhado de um forte sentido, com entusiasmo, reforçou essa coincidência com outra: - "Era a mesma rua, Jundiaí, onde abrigava a enorme e bela casa do meu avô materno, Joaquim

Soares Raposo da Câmara, cuja entrada era ornada com duas fileiras de palmeiras imperiais." Nesse momento, aponta para a mesma espécie de planta que passou a cultivar onde estava residindo. Certamente para melhor remeter-lhe aquele velhos tempos que provavelmente lhe traziam boas recordações. Ainda sobre sua trajetória profissional naquele tradicional templo de ensino, a filha do Dr. Luiz Antonio também contabilizou a função que exercera de Vice-Diretora. Contudo, ressaltou bem o posto máximo em seguida por ela galgado, lembrando que naquela época "não se admitia mulher na Direção Geral". Mesmo assim, essa cobiçada e disputada Direção esteve sob o controle de Dona Olindina nos anos 60, 61 e 62. - "Eu chegava no Atheneu às 7, saía às 11, entrava à 1, saía às 5, entrava às 6 e meia para as 7h, saía as 10, 10 e meia, sozinha, a pé, até a minha casa." (...) "O Atheneu nunca teve uma pessoa que fizesse o que fiz. (...) Deixei o Atheneu no ponto em que eu quisesse continuar." Dentre muitos episódios rememoráveis, lembrou que somente uma vez fora desafiada em sua vida profissional, mas, que, ao final, deixara o aluno em seu devido lugar. Não

apelava para movimentos fortuitos, fazedores de cena. Quase não gesticulava. Seguindo esse ritual, prodigalizou discursos, privilégio de poucos: simples, diretos, lógicos, objetivos, moldados apenas de palavras necessárias. Não desperdiçava sua voz. Deixou a impressão de nunca haver necessitado aumentar o tom para angariar autoridade, crédito, confiabilidade. Houve, todavia, uma passagem bastante simbólica, evidenciando sua performance quando nas funções de mando. Envolveu a figura do então Governador Aluízio Alves, em uma de suas idas ao Atheneu. Com uma boa pitada de empáfia, Dona Olindina relembrou que travou com ele um curto diálogo, ressaltando: ela postada lá de cima, no último degrau da escada que dava para o 1º andar e ele, o Governador, no piso térreo. Compreender esse episódio exige que se acrescente aos perfis das individualidades, aqui em destaque, o ambiente político que envolveu o nosso Estado no finalzinho da década de 50 e nos primeiros anos dos 60. O Atheneu dessa época, mais do que em outras, virara uma verdadeira trincheira política. Verdadeira arena de disputa de poderes, medição de forças, egos inflados. Terreno onde se tinha uma síntese dos acontecimentos políticos e sociais da cidade. Havia o fenômeno político conhecido como "dinartismo" e "aluizismo". - "Dinarte foi para mim como um segundo pai." Eis aí uma evidência de passionalidade de Dona Olindina: toda a oposição, ao "aluizismo". Seria o caso de se dizer: "Tal pai, tal filha?" Sim, porque o Professor/Doutor, em 1932, fizera oposição ferrenha ao Governador-Interventor, o que lhe valeu a suspensão temporária de seu contrato de trabalho no Atheneu. Sem temer represálias, o insurgido declarara-se constitucionalista. Preferira correr o risco de perseguição do que não expressar seu descontentamento com os rumos da política. Assim, fiel à pedagogia "luizantonana", admiradora inconteste do legado moral do pai, Dona Olindina teve como meta diária, incansável, manter a ordem e a disciplina no Atheneu. Às novatas, na hora da matrícula, já ia avisando: - "Aqui, aluna anda de farda completa". Essa postura sempre rigorosa, vigilante, foi uma constante em suas relações profissionais. A cidade se orgulhava de possuir o Atheneu que, na administração de Dona Olindina, cresceu em prestígio. "Os Secretários (de Educação) tinham verdadeira loucura para assistirem as festas do Atheneu. Achavam ótimo aquelas meninas todas bem sentadas, uniformizadas. Todos os professores presentes, ali (...), quando entrava uma autoridade elas se levantavam, batiam palmas e só se sentavam quando aquelas autoridades também se sentavam." (...) "Quando havia qualquer coisa na cidade, desfiles, o Atheneu ganhava todos". Dona Olindina soube cultivar a imagem de uma mulher austera, firme, temida. Parece que tinha plena consciência dessa sua capacidade de enfrentamento. Relembrou, com satisfação do dever cumprido, das ocasiões em que ia buscar alunas fardadas namorando em cinema ou nas imediações da praia. Escoltava-as e aplicava-lhes suspensão. Tudo em nome do respeito à farda, da moralidade e dos bons costumes. Ao aposentar-se, Dona Olindina não estava mais no Atheneu, mas num importante setor da Secretaria de Educação, a despeito de sua condição de adversária política. Ainda assim, "foram lá saber se eu queria voltar para o Atheneu com todos os direitos..." Com 76 anos de idade, em 15 de fevereiro de 1996, recolhida no sossego de sua acolhedora granja, nos arredores de Natal, vivendo em companhia de seu único filho e nora, desfrutando plenamente do seu status de avó, Dona Olindina concordou em me fornecer os depoimentos aqui transcritos como ilustração. A cada momento, senti vivas suas emoções de um passado para ela tão recente. Aenergia no falar, o olhar atento procurando o interlocutor, assim era a vivacidade de Dona Olindina, também presente nos intensos sentimentos que por ventura deixou escapar. Ao final, fiquei com a sensação de que tudo que relatara tinha uma homenagem certa: à memória do seu pai. Cada episódio relembrado e festejado parecia querer prestar-lhe um tributo. (Eva Cristini Arruda - amiga)


FLIP 25/07/2012