Issuu on Google+

Terça-feira

Ano XVI w

NATAL-RN, 24 DE DEZEMBRO DE 2013 w Nº 4.821

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> MARCADA PARA 2 DE FEVEREIRO...

AOS LEITORES E COLABORADORES

Wilma e Henrique articulam aliança na eleição de Mossoró

O NATAL, pela grandiosidade de seu simbolismo, é amor, fraternidade, reflexão e esperança num futuro promissor. Que todos os leitores e colaboradores d’O JORNAL DE HOJE, no sagrado convívio de seus familiares e demais entes queridos, festejem esse dia com muita paz, saúde, bênçãos e alegrias emanadas por Jesus. FELIZ NATAL!

PRESIDENTE ESTADUAL DO PSB CONFIRMA CONVERSAS COM O PMDB EM TORNO DA CANDIDATURA DA DEPUTADA ESTADUAL LARISSA ROSADO PARA OCUPAR CARGO DA PREFEITA CASSADA CLÁUDIA REGINA POLÍTICA 5 Heracles Dantas

> PORTO DE NATAL

Sem rebocador, navio não pode descarregar 14 mil ton de trigo

* Em razão do feriado, o JH não circulará amanhã. Voltaremos na quinta-feira.

Túlio Lemos

ECONOMIA 7

Página 3

> ÚLTIMA HORA...

w Confira os presentes que os políticos do Rio Grande do Norte vão pedir ao ‘Papai Noel’.

Comércio está lotado, mas o natal será de ‘lembrancinhas’

Marcos A. de Sá Página 7

CIDADE 6

w Vendas promocionais pósnatalinas animam os lojistas do Natal Shopping.

> ZONA NORTE

Uma mulher e dois homens são executados dentro de táxi CIDADE 10

Danilo Sá Página 11

No final da manhã de hoje, movimento era intenso no maior shopping center de Natal. Chocolates, perfumes e roupas estão entre as principais escolhas José Aldenir

w Nunca existiu manifestação mais sem sentido do que a dos "Pinta" ao Midway Mall.

Vicente Serejo Página 13

w Um trem, um menino e um sótão antigo, lá onde dormem os brinquedos da infância. ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE Armando Negreiros João Felipe da Trindade Carlos Alberto Josuá Costa Tomislav R. Femenick Cid Montenegro Afranio Pires Lemos

OPINIÃO - Página 2 Presidente Dilma Rousseff deverá visitar o estádio até o dia 20 de janeiro. Primeiro jogo acontecerá no dia 26. CIDADE 8

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,36 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,45 R$ 2,36

Euro x real R$ 3,22 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 10%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

ARMANDO NEGREIROS, médico e presidente da Academia de Medicina do RN (armandoanegreiros@hotmail.com)

De brinde O brinde é o momento de uma celebração em que os convidados levantam e entrechocam as taças para manifestar bons desejos. A seguir é costume beber champanhe, espumante, sidra ou o vinho contido na taça. O termo procede da frase alemã ich bring dir's (ofereço-te), que se costumava pronunciar ao brindar. Em italiano é bríndisi, em francês é brinde. Pensa-se que o ato de brindar se originou no século IV a.C., mas se realizava por uma razão bem distinta da atual. Na antiga Roma, para se assassinar alguém, era usual que se envenenassem as bebidas. Por esse motivo, os anfitriões, como símbolo de confiança, chocavam fortemente as taças com as dos convidados, o que fazia com que os líquidos se misturassem, passando de uma taça para outra. Desse modo ficava claro que não havia nenhum tipo de envenenamento, pois os que faziam o brinde bebiam o mesmo. Outra teoria afirma que na Roma antiga se dizia que do vinho se desfrutam todos os sentidos (visão, olfato, paladar e tato), menos o ouvido. Com o chocar das taças esse sentido também participava do gozo da bebida. O ato de brindar se divide em três partes. O brinde verbal, o acordo e o trago simbólico. Na parte verbal uma pessoa indica uma razão para o brinde. Todos os presentes ratificam o dito levantando suas taças ao ar. Tal ato frequentemente se acompanha de sonoros gritos ou murmúrios de aprovação, se repetindo as palavras do brinde ("saúde!"), ou confirmando o sentimento com termos como "pelos noivos!" ou similar, ao qual segue o choque dos copos e taças entre as demais pessoas ao alcance. O trago é uma forma de confirmar o desejo e não importa se é um pequeno trago ou um grande gole. Em geral se considera de mau agou-

Artigo

Opinião

Natal, 24 de dezembro de 2013

Artigo

CARLOS ALBERTO JOSUÁ COSTA, engenheiro civil, consultor e economiário aposentado (josuacosta@uol.com.br)

AFRANIO PIRES LEMOS, escritor (afrapil@yahoo.com.br)

A arte de fechar retornos ro brindar com água. Na Armada dos Estados Unidos se diz que quem brinda com água terá a sepultura na água. O vinho é a bebida de eleição para se brindar. É uma bebida tão respeitada que um dos principais milagres de Jesus foi transformar água em vinho, nas bodas de Caná, na Galiléia; tão versátil que dá origem ao champanha, espumantes, tintos, brancos, rosados e conhaques; tão brava que tem resistido a toda espécie de enólogos... Consta que o grego Aristófanes disse: "Rápido! Tragam-me vinho para que eu umedeça a minha mente e diga algo inteligente". A máxima enófila "in vino veritas" (no vinho a verdade), ilustra esta crença e a de que, ao beber do cálice de outra pessoa, descobrimos seus segredos, a verdade. Os franceses dizem "santé" ou "salut"; os espanhóis "salud"; os italianos "salute"; o universal "tin-tin", ou "chin-chin", para os chineses "chin" significa "felicidade", e "chinchin", "muita felicidade"; em japonês diz-se "kampai", que quer dizer "copo vazio". Alemães dizem "prosit" se a ocasião for informal, e "zum wohl" se for a sério. Para os holandeses, um "proost" fará o serviço. Os russos dizem "na zdorov", ou "felicidade", semelhantes aos poloneses e búlgaros que gastam menos letras para dizer "na zdrve". Entre os árabes se diz "fi sihitaek". Em ídiche se diz "l´chayim!", "à vida". Em grego, pode-se dizer "steniyasas" (à saúde), enquanto em indiano brinda-se "aapki sehat". O mais curioso, contudo, vem dos nórdicos da Suécia, Dinamarca e Noruega. Ao brindar, dizem "skäl", que significa, simplesmente, "caveira". A origem vem do costume viking de beber cerveja nos crânios de seus inimigos, esvaziados e limpos como se fossem canecas.

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, membro do IHGRN e do INRG (jfhipotenusa@gmail.com)

Balthazar Soares, da Fazenda Curralinho, e a Baronesa de Serra Branca Nos estudos genealógicos de Manoel Américo de Carvalho Pita, sobre as famílias de Santana do Matos, Balthazar Soares aparece como genro do fundador de Angicos, tenente Antonio Lopes Viegas, e como sogro de Luiz da Rocha Pita, nada confirmado até agora. Encontro informações sobre um Balthazar Soares que não sei se é o mesmo. Pelo livro de óbitos de Santana do Matos, o cadáver de Balthazar Soares, branco, foi sepultado aos onze de dezembro de mil oitocentos e vinte e cinco, na Matriz de Santa Ana do Mattos, falecido com a idade de oitenta e quatro anos de idade, casado que era com Isabel Maria de Figueredo; e o da sua esposa, por sua vez, foi sepultado aos vinte de janeiro de mil oitocentos e vinte e seis, na mesma matriz, falecida com setenta e oito anos de idade. Pelos registros acima, Balthazar deve ter nascido por volta de 1741, e D. Isabel por volta de 1748. Além desses registros, encontramos, também, assentamentos de praça de dois filhos de Balthazar, no Assú. Em tais registros não aparece a mãe dos assentados. João Baptista Xavier, filho do capitão Balthazar Soares, natural da Freguesia do Assú, idade de 32 anos, cabelos castanhos, olhos pretos, altura 5p e 2pm, praça na 4ª Companhia em 10 de setembro de 1779, e por despacho do ilustríssimo Sr. Governador, de 26 de junho de 1806, e cumpra-se do Vedor Geral, passou para esta companhia, casado, vive de criar de gado. Antonio da Silva Barbosa, filho de Balthazar Soares, natural, e morador nesta Ribeira do Assú, branco, solteiro, de estatura baixa, dentes grandes, olhos pequenos, e azuis, nariz grande, sem barba, de idade de dezesseis anos, assenta praça em revista de vinte e sete de Julho de 1789. Encontramos mais uma referência ao capitão Balthazar em um "Diário Oficial da União" de 1906, de onde extraímos trechos que o capitão Absalão Fernandes da Silva Bacilon, juiz distrital em exercício da Vila de Santana do Mattos, da comarca do Assú, escreveu: Faço saber aos que o presente edital, com o prazo de 90 dias virem, que, por parte de D. Belisária Wanderley de Carvalho e Silva, baronesa de Serra Branca, me foi dirigida a petição do teor seguinte: Cidadão juiz distrital, em exercício, da Vila de Santana do Matos. A baronesa de Serra Branca, D. Belisária Wanderley de Carvalho e Silva, viúva e ora residente na cidade do Assú, sede desta comarca, diz, por seu procurador e advogado, abaixo assinado: que é senhora e possuidora de uma data ou lote de terras na serra de Santana, deste distrito, e na parte a que ora dão os nomes de Pelado e Lagoinha; que a extensão superficial da área desta terra, conforme a respectiva concessão, é de uma légua de largura sobre três de comprimento, pegando de um olho de água que ali se acha em um riacho, denominado Caiçarinha, que deságua para parte do Assú; que a dita terra estende-se na chapada daquela serra, e tem sido cultivada e possuída, delimitando-se, ao norte, pelas sinuosidades desta mesma serra e quebra das águas, como vulgarmente se diz, ficando neste lado a antiga fazenda Curralinho de Balthazar Soares; limita-se, no sul, com terras da fazenda do riacho da

Artigo

Terça-feira

Areia, que foi do capitão-mor Cypriano Lopes Galvão, ao poente, com terras que foram do capitão Felix Gomes Pequeno, e ao nascente com terras da ribeira do Putegy, onde atualmente está o sítio Bodó e outros, que tendo a suplicante por si e seus antecessores uma posse de longíssimo tempo, se não imemorial, pela povoação e cultura constantes das ditas terras, há menos de um ano, os confrontantes Joaquim Bezerra, viúvo e morador em S. Bento, Antonio Florêncio, morador em Cipós de Leite, João Lopes de Araújo Galvão, morador em Areia ou Furna da Onça e as mulheres destes, cujos nomes a suplicante ignora, bem como Miguel Rodrigues e sua mulher D. Francisca, Antonio Hermógenes e sua mulher D. Constância, e o cidadão Cícero Rodrigues, moradores no lugar Catunda e todos no vizinho distrito de Currais Novos, têm feitos roçados e picadas nos matos dos terrenos sempre possuídos e cultivados pela suplicante e seus antecessores, sob o pretexto de uma linha novamente tirada entre este município e aquele de Currais Novos ter apanhado pequena parte dos mesmos terrenos. Continuando, mais adiante, a baronesa justifica: A referida terra foi pedida em 1764 por D. Adriana de Hollanda Vasconcellos, e não tendo voltado de Portugal esse pedido com a confirmação, o tenente-coronel Francisco de Souza e Oliveira, em 1804, requereu e lhe foi concedida a mencionada terra por data da sesmaria, com três léguas de cumprimento e uma de largura, tendo o ponto de partida e limites acima descritos; em 1822 o capitão Felix Gomes Pequeno que já havia comprado a mesma terra ao dito donatário, requereu a certidão daquela data pra realizar a sua propriedade. Adquirindo esta mesma terra o capitão Felix Gomes Pequeno, pela forma por que ficou dito, em 1810 a vendeu ao capitão Antonio da Silva de Carvalho, e esta venda foi ratificada pelos herdeiros do mesmo capitão Felix Gomes, por escritura pública passada em 22 de julho de 1858, com tudo se vê do documento. Por morte dos sogros da suplicante, o mesmo capitão Antonio da Silva de Carvalho e sua mulher, D. Maria da Silva Veloso, passou essa terra aos seus herdeiros, um dos quais era o falecido marido da suplicante, Felipe Nery de Carvalho e Silva, barão de Serra Branca, e este comprando as partes dos demais, ficou possuindo toda aquela terra. Falecendo o barão de Serra Branca, sem herdeiros necessários, a suplicante sucedeu-lhe no todo da herança dos bens por ele deixado, não só por sua meação como por ter sido instituída, em testamento, sua herdeira universal, e por isso hoje lhe pertence exclusivamente a terra de que se trata e cuja demarcação ora se requer. Em "Velhos Inventários do Seridó", Olavo de Medeiros Filho, tratando do inventário de D. Adriana de Holanda e Vasconcelos, que foi casada com Cipriano Lopes Galvão, Felix Gomes Pequeno e Antonio da Silva e Souza, cita, também, como confrontante da Data de Terra, na Serra de Santa Ana, o capitão Balthazar Soares da Silva, do sítio denominado Curralinho. Quem sabe mais alguma coisa sobre Balthazar Soares?

Encontrei-me com um amigo que há muito não tinha a graça de sua presença. "Por onde andavas?" Procurei uma resposta convincente e baseandome no caótico trânsito pelas ruas de nossa cidade, disse: - É que fecharam os retornos e agora só seguimos em frente e em sentido contrário. Não temos como encontrar uns aos outros. Fiquei pensativo: Que tipo de retorno realmente quis me referir? É sabido que se você vem pela Av. Rui Barbosa, entra na Av. Nascimento de Castro, e deseja ir para a Av. Romualdo Galvão, sentido Arena das Dunas, é necessário atravessar grandes corredores: Av. Salgado Filho (1), Prudente de Morais (2), Rua São José (3), fazer o retorno (oba, um retorno) próximo a Jaguarari, cruzar novamente a São José (4), outra vez a Prudente de Morais (5) e finalmente 'pegar' a Av. Romualdo Galvão (o destino). Posso fazer uma alça, entrando na Prudente de Morais, dobrar à direita na Av. Antonio Basilio, à direita novamente na Romualdo Galvão, e seguir até onde quero chegar. Mas a discussão não é essa. É planejamento, estudo, vontade política, governantes empreendedores, projetos executivos, prazos certos e execução com qualidade. Mas, o mês de maio/2014 está bem ali. Já prestou atenção que todas as obras, em andamento ou nem iniciadas, estão prometidas para o mês das noivas e das mães? Tenho que acreditar! Afinal a Cidade da Criança, o Mercado das Rocas, o prolongamento da Av. Omar O'Grady, o Viaduto do Baldo, o Parque da Cidade, o Presépio de Natal, as obras do PróTransporte na Zona Norte, estão aí para comprovar que estou errado. Voltemos aos retornos!

Artigo

Fico imaginando o esforço dos técnicos para dar mobilidade a uma cidade sem novas avenidas. Falta estrutura de trabalho, de pessoal, de incentivo ao sucesso, de remuneração justa, enfim, resta a abnegação destes profissionais. Natal precisa de obras estruturantes e desafiadoras, com visão no futuro e não só de olho no imediato fluxo de veículos e transeuntes. É preciso fechar retornos? Possivelmente sim! Se você sabe de um retorno que foi aberto para pelo menos dez fechados, me diga logo, antes que eu seja tão crítico. Falar é fácil! Observar, fazer medições, simulações, percorrer trajetos, sugere também que é possível criar opções de novos retornos com "baias" longas (para cerca de cinco ou mais veículos utilitários), necessárias para organizar a fila de carros que pretende utilizar tais retornos. Tente e obterá sucesso! Vamos dar uma pausa nesse desabafo para concentrar energia nos "retornos" da vida. Quantos caminhos, na busca de sonhos planejados ou não, tivemos de retornar a algum ponto para avaliação e redirecionamento de rumo? Quanta estrada percorreu o homem e ao observar que não chegaria a lugar nenhum, retornou para checar a "carta náutica"? Observe a resposta de um jovem, quando indagado sobre o que será no futuro. Perceba depois quantos retornaram para redefinir seus sonhos. Talvez até mais de um retorno. Escalar uma montanha é um exemplo perfeito. O alpinista, mesmo perto do cume, muitas vezes retorna para retomada, com confiança, do atingimento do ápice de sua meta. Todos nós estamos em frequentes retornos. Retornos nos amores, nos tra-

balhos, nos relacionamentos, nas amizades, nos esportes, nas divergências, nos negócios, nas preferências, nas vocações, nas crenças, nas venturas e desventuras, nos convívios, nos estudos, enfim, no nosso próprio destino. Não só retornos iniciais, mas também aqueles experimentados e que exigiram de nós a reexperiência. Mas nem tudo na vida se consegue pegar o retorno. Uma palavra mal proferida, humilhações sofridas, traições as mais diversas, as indiferenças, um amor vivido como se não tivesse valido a pena, atitudes desprezíveis com o próximo e tantos outros que produzem dores, para esses a vida não oferece retorno. A arte de fechar retornos exige também arte para abri-los. A escritora Bia Tannure, cita com muita propriedade: "A cada instante a vida exige escolhas. Melhor seria, se possível fosse, pensar nas respostas que estás disposto a enfrentar antes de eleger qual caminho tomar, pois depois de preferido só te restará o retorno acatar". Não se atrase procurando retorno no "passado", ele está definitivamente fechado. Mas, para esse que foi fechado, tem vários abertos permanentemente: os do amor, do cuidado com a pessoa amada, do respeito aos pais, da educação dos filhos, da doação pelos mais necessitados, da coragem de seguir, da vontade de aprender, e tantos outros retornos necessários no caminho para Deus. Ame agora, para não ficar procurando no futuro, retorno de volta ao presente, por que esse retorno é "passado" e como tal não tem mais acesso. Crie em você mesmo uma mobilidade de atitudes e ações para fluir melhor no trânsito da vida.

TOMISLAV R. FEMENICK, membro da diretoria do Instituto Histórico e Geográfico do RN (tomislav@femenick.com.br)

A Coluna Preste no Rio Grande do Norte - III No início de 1926, quando da passagem de integrantes da Coluna Prestes no Rio Grande do Norte, a cidade e o porto de Areia Branca tinham importância vital para a economia do Estado. Muito mais do que é hoje. Eram ligados a Mossoró pela Estrada de Ferro Mossoró-Porto Franco, cujos trilhos serviam de rota para as exportações e importações do oeste potiguar, da região jaguaribana cearense e, ainda, do alto sertão paraibano. Segundo Paulo Pereira dos Santos em seu livro "Evolução econômica do Rio Grande do Norte: século XVI ao XXI", por um longo período que vai das décadas de 70/80 do século XIX até as três primeiras do século XX, toda a atividade empresarial da região oeste do Estado, em especial dos estabelecimentos industriais e comerciais localizados em Mossoró, se refletia na intensa movimentação do porto de Areia Branca. De 1893 a 1895, cento e cinquenta e seis embarcações atracaram naquele porto, enchendo seus porões com mercadorias exportadas por firmas mossoroenses. Em 1911, cento e treze navios nacionais e outros 153 estrangeiros levaram produtos negociados por empresários de Mossoró, sendo 33 noruegueses, 30 ingleses, 50 alemães, 17 dinamarqueses, 10 suecos, seis holandeses, quatro portugueses, um americano, um francês e um russo. O porto de Areia Branca movimentava anualmente entre 200 e 250 mil toneladas de cargas, enquanto o porto de Natal movimentava cerca de 40 mil e os de Fortaleza e Cabede-

Artigo

lo, 90 mil cada um deles. Era o sétimo maior porto do Brasil, em movimentação de tonelagem de cargas e contribuía com 58% das receitas portuárias do Estado, enquanto que Natal contribuía com 40%, e Macau apenas com 2%. Além de porto cargueiro, Areia Branca era também ponto de escala de navios de passageiros (os chamados paquetes) e navios mistos - carga e passageiros da Companhia Nacional de Navegação Costeira, da Companhia de Navegação Lloyd Brasileiro e de outras empresas marítimas. Naquele começo de ano, a notícia que circulava na cidade era de que um batalhão de Exército estava vindo de Fortaleza pelo navio Paconé (embarcação de origem alemã, confiscada pelo governo brasileiro durante a Primeira Grande Guerra e então agregado à frota do Lloyd) e de lá deveria seguir para Mossoró e para o alto oeste, com a missão de defender as localidades ameaçadas de ataques pelos integrantes de um pelotão avançado da Coluna Prestes, o mesmo que já havia atacado cidades do interior do Ceará. Envolta nesse clima, a cidade recebia uma multidão que era despejada das embarcações que faziam a ligação entre Porto Franco e Areia Branca. Eram as pessoas vindas de Mossoró - principalmente, mulheres, crianças e velhos -, fugidas de um possível ataque da Coluna Prestes. Como as hospedarias já estavam cheias pelos passageiros que esperavam a chagada do Paconé e que iriam embarcar para Recife, Maceió, Salvador,

Rio de Janeiro e Santos, os mossoroenses foram abrigados em casas de parentes, amigos e até de desconhecidos. Em uma localidade relativamente calma, essa situação inusitada de agitação gerou uma serie de hipóteses e especulações, envolvendo a cidade e o porto. Umas eram simples boatos. O mais difundido dizia que entre os defensores das cidades atacadas haveria um herói areia-branquense, José de Samuel, isso quando nem ataques ainda tinha havido no Rio Grande do Norte e o impávido Zé de Samuel estava placidamente trabalhando em uma máquina de beneficiar arroz, em uma fazenda localizada em Apodi. Outro propagava que o popular "Geleia, muito conhecido nos círculos de jogatina", servia de indicador de caminho para os revoltosos. Todavia as autoridades estudavam seriamente um sistema de defesa para o porto, tendo em vista a possibilidade de que os militares rebelados, com a habilidade de estrategistas que possuíam, optassem por um caminho alternativo e, evitando atacar Mossoró, atacassem Areia Branca, o seu porto de abastecimento. Seria uma maneira de garantir o reaprovisionamento das tropas e, ao mesmo tempo, um grande tento que, certamente, teria repercussão nacional como uma derrota das forças legalistas. Afora a invasão da multidão de mossoroenses que foram se abrigar na cidade, nada mais aconteceu em Areia Branca. No Rio Grande do Norte as lutas da Coluna Preste se limitaram a São Miguel e Luiz Gomes.

CID MONTENEGRO, empresário (flabcid@uol.com.br)

Reginaldo Rossi As melhores coisas são de improviso. Em 1999 eu fui a Recife visitar meus queridos tios Nenel e Ovídio Montenegro. Almoçando na Spettus encontro o amigo deputado federal Bruno Rodrigues (PSDB/PE). Ele me convida para um churrasco no dia seguinte, um sábado, em Limoeiro na fazenda Pedra Verde de outro amigo em comum senador Sérgio Guerra. Eu declinei pois ia voltar à tarde para Natal e ele liga para Sérgio que reforça o convite. Resultado: Fiquei. Fomos logo cedo. Quem chega lá? O Rei do Brega Reginaldo Rossi. Animado, contador de piadas, bom humor, desprovido de vaidade. Ele até voltou com a gente, tinha uma vaga no Xingu do amigo Paes Mendonça que nos levou. Fomos para Boa Viagem e o Old Par acompanhou o grupo todo a toda hora (risos). Eu estive com o amigo Ênio Sá e ele Rossi me retorna uma ligação pois nosso hotel era vizinho ao apartamento dele. Ênio não quis ir, na volta trouxe um CD autografado e uma foto com ele em meu celular que recebia um grupo de amigos do Rio. Depois uns amigos meus empresário estavam no hotel Rifóles em um congresso e me pediram para indicar um cantor para fazer um show de en-

cerramento. Eu indiquei Rossi e ele fez um grande show privado lá. Depois eu o levei para o Bar do Conacan na Candelária do amigo Netão que me pediu. Só que eu falei para Rossi que ele não ia cantar, pois no Conacan ele ia de lazer e abraçar uns fãs dele e meus amigos. Solicitei à turma para não pedir para ele cantar afinal cantar é o trabalho dele. Combinado. Só que ao chegar lá quando ele viu que tinham umas 50 pessoas e que o receberam com muito carinho ele pediu para o tecladista dó menor e foi logo dizendo no microfone do seu jeito e do seu marketing: Vocês querem ouvir um "corno"? E de Recife? E foi logo cantando "Garçom" e mais 5 músicas. Depois sorteou um CD e foi embora, pois ainda ia para Patos na Paraíba. Lá estavam os bancários, Eduardo Henrique, Haroldo Pessoa e Jorge Luiz. Funcionários do Ibama, Homero Medeiros, Eduardo Bezerra e Jean. Empresários Roseno Pena e Jessé Theodoro. Funcionário da Saúde Flávio Rebouças, promotor Claudinho Emerenciano, Abrahão Barreto Jr. entre tantos. A cortina fechou o show acabou mas Rossi só trouxe alegria, momentos de harmonia para todo um povo que lhe queria bem. Parabéns Recife pelo filho

ilustre que você deu ao Brasil. Ps. O presidente Vargas disse em 1954. "Quando criei a Petrobrás, mal essa começou a funcionar e as aves de rapina já lutavam contra até o desespero, mesmo sabendo elas que um possível naufrágio do meu governo os primeiros a sofrer seriam os trabalhadores do Brasil." Se engana quem diz que o Flamengo tem a maior torcida do mundo, tem a segunda pois a primeira é a "anti" flamenguista. E mal meu amigo Michelzinho Assef começou a defender o Flamengo no STJD as aves de rapina já torciam contra até o desespero. (risos). Então termino dizendo que se o ex-ministro Rogério Magri inventou a palavra "Imexível" eu digo que o Flamengo é "incaível". (risos). Em 1982 Zico e a seleção encantaram o mundo e não foram campeões. Meu amigo jornalista de O Globo, Fernando Calazans com muita propriedade disse: "Se Zico não ganhou a Copa, azar da Copa". Então eu digo que se um dia o Flamengo for rebaixado e deixar a série A, azar da série A. Flamengo é Flamengo. Um Flaliz Fla natal para todos, ah desculpem, Muita saúde. Um feliz Natal para o jornalista Canuto redator dessa página e para todos nossos leitores. (risos). Até a próxima.

Decisão – Boa-tarde, senhores. Desculpe o atraso, hoje. Culpe-se o latifúndio em que vai a capital, atualmente num verdadeiro caldeirão de obras. Vejam ai. Temos ruas sendo partidas, árvores sendo cortadas, calçadas sendo alavancadas, ladeiras só subindo. É o progresso confesso que chega, assustando a população. – É melhor assim! A gente sofre, mas nós goza! – Sim, por esse lado. No entanto, o povo se viu tão esquecido nesses últimos tempos, que sempre reclama. Veja a reconstrução da praia de Ponta Negra. Enroscamento, enrolamento, queima de gordura. Sabe-se que a marcha foi iniciada e em breve avançará. – Difícil, meu velho. Mui difícil, pois agora é o Ceará, quem avança, assim como foi Pernambuco. Ou Alagoas. Todo mundo tem um jeito a dar nos pedidos; chegam as verbas mas, o resultado não sai. Ou atrasa. Perde-se, pois fundo de gaveta não é lugar para se guardar nada de progresso, nada de deslumbre, nada de afoiteza. Todo governante deveria ser afoito. – Isso se sabe, cara. O mais importante, pra mim, seria ter um projeto. Ter projeto que pra nascer, fosse discutido, debatido, justificado. Não seria assim apenas amontoado de acusações como "o anterior me tirou a casca de todas as frutas." – Sei como é. Veja bem. Eu tinha certo encaixe que esses nossos governantes fossem algo assim, como construtores universais. – Aí é bobagem. Soqui ninguém vai construir universo de nada. Bastaria - e prestem atenção - deveria ser assim: o candidato foi eleito, depois de campanha ousada e etc. e tal. Então fazer o quê, logo no amanhecer do segundo dia? – Viver o primeiro. – Olha aí. Falo sério e até aceitaria esse erro crasso. Não fora a idéia de dizer que já se começa errado. Por exemplo: esperaria que o candidato ai - ou Robinson, ou Walter, ou Henrique, ou Garibaldi - fizesse contrato com o povo. E saber o que ele já sabia. Como estava o Estado e como seria que ele, o eleito, tentaria enfrentar o desmantelo. – O que era? – Primeiro: fazer levantamentos. O que há com escolas, com hospitais, maternidades, com estradas. Ouviu? Estradas. E nas escolas, ver como ia cada uma, das muitas, e outras dos municípios. E ir ao Ministério da Educação, solicitar verba confiante. Assinar documento de que iria começar, e que no final do ano iria prestar conta do que fizera com o dinheiro, pra melhor vida dos meninos. Depois com as maternidades, os hospitais. Como estavam. Soquê já se sabe ser penúria o que rola por ai. Então não rolaria mais. Viu? Vamos lutar. Virá verba pra isso, mas tudo tem que ser comprovado, tem que surgir e funcionar. Mas funcionar mesmo. – Depois? – Depois as pequenas grandes coisas. O riacho seco, a falta d'água. Olhe ai a falta d'água. Não existem máquinas que hoje sustentam fornecimento de água no Oriente Médio? Façamos o mesmo. Ah! A água é salobra? Tem como dessalinizar. Como fazer. Tem que ter cano, esgoto, canal, suspiro. Não se pode é morrer de sede e, menos, ir embora dali, que ali é seu lugar. Lógico, com promessa de, mais ou menos, se viver. E com esperança de quando crescer ser um prefeito melhor do que foram os seus anteriores. – Qués ser candidato? – Meu avô foi durante onze mandatos. No tempo, um período seriam dois anos. E de dois em dois anos, fiscalizado e atencioso, fez o que poderia ser feito. Melhorou. – Só fez coisa boa? – Bom. Eu mesmo não recebi reclamação posterior. E como ele foi reeleito onze vezes, sintam seu prestigio. No começo do século passado, como as coisas andavam devagar e só iam com o empenho do responsável; o Intendente. Que deve ser dinâmico. Ainda hoje se fala dele como marcante genro do Coronel Felinto Elísio e presidente da Mesa que promulgou a Emancipação de Parelhas, do próprio Jardim. Foi vereador, também. Mas isso são outras conversas. Queremos ver onde o gato dorme hoje. Se acomodado, se com medo de chuva ou com medo de raposa. Ele tem medo, que se pela de raposa. E café, farinha, feijão? – Boa pergunta. O cuidado com a roça, o pequeno lavrador, esse ai seria questão pessoal da autoridade. Ele mesmo, além dos seus designados. Cada um vendo e analisando como ia o tempo, se a plantação ia boa. E apanhar, ensacar, botar o resto no silo, e ver o tempo... Olhar as nuvens. Fazer nova plantação, reparar o consumo e a vendagem. – Fábrica de rede? Tinha? – Já tem demais. Mas, por que não? Rede, colchão, cobertor... A POESIA SERVE, SIM DE ESTIMAÇÃO Minha Nossa Senhora da Apresentação rogai por nós que vamos aqui puxando cachorrinha ainda

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITORA DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 3

Rosalba Ciarlini não fala do Caixa 2 do DEM: “Não é o momento de falar disso” GOVERNADORA

DO

Parece que já virou rotina: assunto polêmico, escândalo eleitoral e silêncio da governadora Rosalba Ciarlini, do DEM. Afinal, assim como fez quando condenada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e afastada do cargo por usar a máquina pública estadual, Rosalba decidiu que não vai comentar a polêmica matéria publicada pela revista IstoÉ nesta semana, relatando o caixa 2 que a beneficiou na campanha eleitoral de 2006 e, ainda, as suspeitas de favorecimento por parte do Governo à empresa que tinha o senador José Agripino, presidente nacional do DEM, como sócio. "Não é o momento de falar essas coisas, porque hoje é o dia de celebrar o nascimento do Menino Jesus e contemplar a Arena das Dunas", afirmou a governadora Rosalba Ciarlini durante a entrevista coletiva concedida no novo estádio de futebol que receberá os jogos da Copa do Mundo de 2014. A atitude de "não falar de coisas ruins" e utilizar o local como "justificativa" foi a mesma tomada por Rosalba depois de conseguir

ESTADO

SE NEGA A COMENTAR DENÚNCIA DO

um mandado de segurança que a garantiu no cargo mesmo com a condenação no TRE. "Vamos falar agora dos jogos e do esporte? Os jovens estão esperando para receber as homenagens", disse a governadora quando questionada se a decisão do Tribunal havia mudado alguma coisa no futuro político dela. O evento de Atleta Ouro onde Rosalba fez tão declaração era a "reaparição" dela depois de três dias de reclusão na residência oficial do Governo, motivada pela condenação no TRE. "Nós vamos continuar trabalhando. O que passou, passou. Daqui para frente, sempre mais trabalho pelo nosso Estado e desejando a todos um Feliz Natal e um ano novo de muitas realizações", acrescentou a governadora, naquela oportunidade, após ser perguntada pela repórter Carolina Souza. A condenação ali foi motivada pelo uso da máquina pública estadual, mais precisamente o avião oficial do Governo do Estado, na campanha da candidata apoiada por ela, Cláudia Regina (DEM).

Rosalba, por ter perdido o prazo do recurso, ficou inelegível por oito anos e, por entendimento do Tribunal Regional Eleitoral, foi afastada do cargo e passou três dias sem agenda oficial, apenas despachando de casa. A polêmica desta semana é outra. Faz referência não a campanha de outros, mas sim da própria Rosalba Ciarlini, quando ela foi candidata ao Senado Federal em 2006. Os áudios descritos pela revista IstoÉ, por sinal, são os mesmos que O Jornal de Hoje publicou no início do ano e que a governadora, também, se recusou a comentar, deixando tal trabalho para os advogados. Nesses áudios, por sinal, é possível ouvir o marido de Rosalba, Carlos Augusto Rosado, conversando com o contador Galbi Saldanha e discutindo o que parece ser estratégias para a regularização de dinheiro por meio de Caixa 2. Por isso, agora, o MPF decidiu desarquivar o inquérito e continuar as investigações que podem render um novo processo contra a governadora. (CM)

MPF

DE CAIXA

2

NA CAMPANHA DELA EM

2006 José Aldenir

Rosalba Ciarlini tem utilizado como estratégia não comentar as polêmicas que o Governo dela tem se envolvido recentemente

Arquivo

José Agripino também silencia sobre acusação de tráfico de influência da revista IstoÉ

José Agripino teria utilizado a influência dele no Governo para pagar EIT, segundo IstoÉ

O senador José Agripino Maia, presidente nacional e estadual do DEM, silenciou sobre a acusação, feita pela revista Isto É, de que ele teria feito tráfico de influência em favor da Empresa Industrial Técnica (EIT), conforme reportagem veiculada na semana passada. Através de declarações concedidas a setores da imprensa ligados ao agripinismo e ao rosalbismo, o democrata não falou sobre desdobramentos ligados à governadora Rosalba Ciarlini. A IstoÉ trouxe matéria ligando o fato de a EIT ter negócios com o governo Rosalba ao fato de Agripino ter sido sócio da empresa até recentemente. Para completar, a

revista cita que a EIT realiza obras importantes para o governo Rosalba, como o Contorno de Mossoró, e que em 2013 já abocanhou mais de R$ 150 milhões em contratos com o governo do DEM no RN. O fato de José Agripino ter recebido R$ 550 mil em doações da EIT na campanha eleitoral de 2010, quando ele concorreu ao Senado, também foi lembrado pela revista. Sobre a reabertura do caso que dá conta de Caixa 2 na campanha de 2006, que elegeu a exprefeita de Mossoró, Rosalba Ciarlini, ao cargo de senadora da República, José Agripino atribuiu aos adversários do DEM, o que seria uma reação à atuação do

parlamentar nacionalmente no caso do Mensalão. Agripino disse que, além do caso ser requentado, ele possui um recibo que legaliza a doação que ele fez durante a campanha. "É uma tentativa clara de desviar atenção com acusações frágeis que não se sustentam. Tenho o recibo de uma doação legal feita pelo então PFL - que nem DEM era ainda - ao candidato a deputado estadual Salatiel de Souza. Matéria requentada fruto do efeito Mensalão", declarou. Além de reabrir o caso do Caixa 2 do DEM potiguar, a revista IstoÉ também informa que a Polícia Federal estaria investigando o

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com

O pedido dos políticos do RN a Papai Noel

senador José Agripino, juntamente com a própria governadora Rosalba Ciarlini. A participação de Agripino, do DEM, e da governadora Rosalba Ciarlini, em suposta parceria com o empresário Edvaldo Fagundes, na campanha de Mossoró, também foi citado pela revista. Fagundes é acusado de sonegar mais de R$ 400 milhões através das suas empresas. Parte dos recursos serviria para abastecer as campanhas eleitorais do DEM no Rio Grande do Norte. Segundo o Ministério Público, cerca de R$ 2 milhões teriam sido utilizados pelo empresário na campanha de Claudia Regina. (AV)


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 24 de dezembro de 2013

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br JOAQUIM PINHEIRO - jtpinheirojh@gmail.com - (INTERINO)

Empreendimento do século Parece que os pessimistas e derrotistas convenceramse da importância do Arena das Dunas para a cidade de Natal, já que não se ouve mais vozes agourentas e contrárias ao empreendimento e refratárias ao progresso. Certamente será um importante equipamento multiuso que permitirá a realização das mais diversas atividades sociais, culturais e esportivas, atendendo ao natalense e projetando a capital e o Rio Grande do Norte em vários paises do mundo devido os jogos da Copa. O Arena das Dunas, que será administrado pela iniciativa privada durante 17 anos vai gerar empregos e renda para centenas de natalenses. É um estádio moderno com 39 camarotes, 2 telões digitais, 2 vestiários, área de aquecimento, centro de imprensa, sala de conferência, controle de segurança com sistema de monitoramento de vídeo, sistema de sonorização e bilhetagem. O Arena das Dunas terá também 25 concessões de alimentos e bebidas, arena para shows, 22 mil metros quadrados de área externa para realização de eventos, espaço vip, escritórios, áreas comerciais, centro de mídia e TV, sala conferência/auditório para 250 pessoas, 18 entradas com controle de acesso e vários banheiros. É portanto, o empreendimento do século para Natal. Cedida

Deputado estadual

O empresário Sérgio Alves, recentemente filiado ao PC do B deverá ser candidato a deputado estadual em 2014. Ele está visitando o interior do Estado e firmando apoios. em vários municípios, a exemplo de Rafael Godeiro onde esteve com o prefeito Abel Filho e representou o senador Garibaldi Filho no recebimento do título de cidadania naquele município. O PC do B fará coligação com o PHS, PTdoB e outras siglas partidárias. Sérgio Alves tem chances reais de conquistar uma vaga na Assembleia Legislativa.

Vice-presidência

Fala-se em Brasília que o deputado federal Henrique Eduardo Alves poderá substituir Michel Temer na condição de candidato a vice-presidente da República na chapa com Dilma Rousseff. Michel Temer seria candidato a senador e consequetemente candidato a presidente do Senado e do Congresso Nacional nas eleições de 2014.

(

PERGUNTAR NÃO PAGA IMPOSTO CURIOSIDADE APENAS

)

O Lago Azul no município de Nísia Floresta despeja milhões de metros cúbicos de água por dia no mar. Por que os governos não constroem um sistema de aproveitamento para que a água seja usada através da Adutora Monsenhor Expedito?

LEITURA DINÂMICA t O senador Garibaldi Filho admite, mesmo em tom de brincadeira, que está em ritmo de campanha para o governo do Estado. O senador peemedebista tem cumprido uma extensa programação de visitas ao interior do Rio Grande do Norte e inegavelmente é a alternativa do PMDB, a exemplo do próprio deputado Henrique Eduardo, atual presidente da Câmara Federal. Os dois negam, mas são potenciais candidatos ao governo do Rio Grande do Norte em 2014. O candidato será um ou outro. t O deputado José Adécio do DEM, está bem cotado para renovar o seu mandato nas eleições de 2014. Considerado um político coerente e fiel às suas bases eleitorais Adécio exerce a atividade respeitando os espaços e os direitos dos outros. Tem tido vitórias e insucessos eleitorais, mas sempre mantendo a tranquilidade e o respeito aos seus pares. A recíproca as vezes não é verdadeira. t Populares de Alto do Rodrigues entraram com representação na justiça (MP) denunciando o prefeito Abelardo Rodrigues (PMDB) por supostas irregularidades, entre elas a prática de nepotismo. São denunciantes: Jersuamy Jerson de Melo, Cristina dos Santos Nogueira, Evanice Maria dos Santos, Zélia Tavares dos Santos, Maria Gorete Pereira de Melo, José Irinaldo da Cunha, Jucerlane da Silva, Honório e Francisca Edite dos Santos. t O Juiz Cícero Martins de Macedo Filho concedeu liminar (parcialmente) para suspender a eventual adjudicação ou contratação decorren-

te do pregão presencial número 15018/2013 (CPL-SMEPMN). A impretante, que se sente prejudicada é a firma Solução Serviços e Comércio e Construção LTDA. t DEM, PROS, PMDB e PR deverão se unir na chapa proporcional em 2014. É um chapão para salvar a reeleição de candidatos que estão em situação de dificuldade. t A Igreja Pentecostal Jesus Está Voltando comemora aniversário de criação. Quem informa é o pastor José Silvestre, que faz incursões na política partidária e poderá ser candidato em 2014. t Representantes de movimentos sociais realizam almoço vegetariano na próxima quintafeira em frente à CEASA. Será um protesto pela derrubada de árvores na Avenida Mor Gouveia. Na oportunidade serão discutidas possíveis alternativas para evitar a devastação. t Agradeço e retribuo mensagens de final de ano do Potiguar Notícias, Petrobras, sociólogo Rinaldo Barros, exprefeito Eider Medeiros, procurador Adalberto Targino, professor Joca, vice-governador Robinson Faria, vice-prefeita Wilma de Faria, vereadores Felipe Alves, Júlia Arruda e Júlio Protásio, deputados Kelps Lima, George Soares, Gustavo Fernandes, Gesane Marinho, Valério Mesquita, José Adécio, Getúlio Rêgo, Ezequiel Ferreira e Nelter Queiroz e o geólogo Otacílio Oziel. t Para refletir: "O sociólogo não fez a reforma política e o operário não fez a reforma trabalhista". (Marina Silva, précandidata à vice-presidência da República).

Terça-feira

LOA é aprovada em primeira votação, mas emendas ainda serão debatidas PARLAMENTARES Foi mais rápido do que muitos pensavam, mas mesmo assim, a discussão ainda está longe de terminar. Isso porque, na manhã de segunda-feira, os vereadores aprovaram, em primeira discussão, a Lei Orçamentária Anual (LOA) de Natal, contudo, agora, é que vão começar a, realmente, debater a matéria, discutindo e votando as várias emendas propostas pelos parlamentares. A previsão é que a votação dure até o final da semana. Para saber disso é só ver como foi aprovado o Plano Plurianual (PPA). A matéria tinha sido aprovada em primeira discussão em novembro e somente na semana passada as emendas foram apresentadas e debatidas. Foram três dias de sessões plenárias para discussões exaustivas sobre as propostas até que, finalmente, o PPA foi aprovado na quinta-feira. No caso da LOA, a matéria já "começou" a ser discutida na aprovação da Lei de Diretrizes Orçamentárias, ocorrida ainda no primeiro semestre do ano. A LDO dá origem à Lei Orçamentária Anual, desenvolvida a partir do que tiver sido acordado nessa matéria como, por exemplo, o percentual de verba dirigida para educação e saúde.

DEVERÃO APROVAR ORÇAMENTO ATÉ O FINAL DA SEMANA Divulgação

LOA foi aprovada em primeira votação sem muito debate na Câmara. Emendas, porém, deverão exigir horas de discussão Na manhã desta segunda-feira, a secretária-adjunta de Planejamento, Fazenda e Tecnologia da Informação (Sempla), Adamires França, apresentou no plenário resumo

do Projeto de Lei enviado à CMN. De acordo com o projeto da LOA 2014 do total de R$ 1,3 bilhão, 322 milhões serão investidos em educação, o que corresponde a 30% das

receitas municipais, além de 236 milhões para saúde, 22% do orçamento. Para despesas e encargos sociais, a Prefeitura destinará 398 milhões.

> MACAU

Ex-prefeito condenado é nomeado para cargo comissionado na Prefeitura Depois que a Lei da Ficha Limpa foi aprovada no Congresso Nacional, impedindo que agentes políticos com condenações na Justiça assumissem cargos eletivos, vários estados e municípios copiaram a medida como forma de "moralizar" a gestão. Isso não chegou a Macau. Afinal, lá, o poder Executivo Municipal nomeou o exprefeito da cidade, Flávio Vieira Veras para o gabinete do atual prefeito, Kerginaldo Pinto, aliado político dele. O salário de Flávio Veras é de R$ 4,5 mil por mês. A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Município de Macau. Flávio Veras foi nomeado em agosto, com outros 30 novos servidores. Essa foi uma das primeiras "grandes" nomeações do Município que, no primeiro semestre, enfrentou uma crise financeira que exigiu a exoneração de todos os cargos comissionados, causando uma verdadeira crise de relacionamento com os vereadores aliados - e que haviam nomeado parte dos comissionados da Prefeitura. De qualquer forma, além de significar, aparentemente, o fim da crise financeira atravessada pelo Município, representa também a

Divulgação

Flávio Veras foi envolvido em esquema de desvio por meio da contratação de bandas reaproximação da relação entre Flávio Veras e Kerginaldo Pinto. Lado

> VISITA AO JORNAL DE HOJE José Aldenir

Ex-ministro da Integração Nacional e ex-senador da República, o empresário Fernando Bezerra (PMDB) visitou na manhã desta terça-feira 24 o Diretor-Editor de O Jornal de Hoje, jornalista Marcos Aurélio de Sá. Na oportunidade, Fernando e Marcos conversaram sobre as dificuldades administrativas do Estado, analisaram os entraves ao desenvolvimento econômico e observaram a necessidade de reformas administrativas. Fernando revelou que ainda está estudando a possibilidade de aceitar o convite do PMDB para disputar o governo. Ele foi chamado pelos líderes do PMDB, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, para representar o partido nas eleições do ano que vem.

a lado na eleição de 2012, quando o então prefeito Flávio Veras lan-

çou e apoiou o nome de Kerginaldo para prefeito, os dois estavam distantes desde a Operação Máscara Negra, que cumpriu mandados de busca e apreensão na casa do exprefeito e levou à prisão a cúpula da administração da cidade vizinha, Guamaré. O motivo da operação seriam irregularidades cometidas durante a gestão de Flávio Veras e do exprefeito de Guamaré na contratação de bandas e equipamentos para shows de emancipação política e Carnaval. A investigação, até o momento, não resultou em denúncia apresentada de maneira formal à Justiça. Contudo, nem precisava disso para que Flávio Veras fosse considerado um "ficha suja". Afinal, antes da prefeita de Mossoró, Cláudia Regina (DEM), que sofreu 15 condenações na Justiça Eleitoral, o ex-prefeito de Macau era considerado o gestor mais condenado por desrespeitar a legislação eleitoral. Sofreu cinco condenações por compra de votos e conduta vedada. Uma delas, inclusive, resultou até no pedido de prisão de Flávio Veras. O processo, já transitado em julgado, no entanto, ainda não foi cumprido.


Política

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 5

Wilma de Faria confirma possibilidade da aliança PMDB e PSB em Mossoró EX-GOVERNADORA DO RN CONFIRMA REUNIÃO COM HENRIQUE ALVES, DO PMDB, PARA DISCUTIR ELEIÇÃO SUPLEMENTAR Arquivo

Wilma de Faria: “Impossível não conversar política. Como é que dois presidentes de partidos e não falam de política?”

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

A presidente estadual do PSB, Wilma Maria de Faria, afirma que PSB e PMDB podem se aliar na disputa pela Prefeitura de Mossoró, que vai ocorrer em eleição suplementar, no dia 2 de fevereiro. A vice-prefeita de Natal, em entrevista ao Jornal de Hoje, confirma que conversas estão acontecendo. Uma dessas conversas houve em nível de liderança estadual. Recentemente, ela, como presidente do PSB, e o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, como presidente do PMDB, dialogaram sobre o assunto. Segundo Wilma de Faria, estão ocorrendo conversas. As possibilidades apontam para uma aliança em torno de uma candidatura da deputada estadual Larissa Rosado (PSB) à Prefeitura de Mossoró. A própria deputada do PSB estaria dialogando com interlocutores do PMDB. "Conversas existem, mas, se vão ser concretizadas, só o tempo dirá", diz Wilma. No último domingo, a ex-governadora recebeu em seu apartamento, na Avenida Getúlio Vargas, o depu-

tado Henrique Eduardo Alves. "Impossível não conversar política. Como é que dois presidentes de partidos, um presidente da Câmara, o outro exgovernadora, ex-prefeita, se encontram e não falam de política? Impossível não falar sobre política", disse Wilma, pré-candidata ao Senado da República em provável aliança com o PMDB nas eleições de 2014. No cardápio da conversa, se-

“Conversas existem, mas, se vão ser concretizadas, só o tempo dirá”

gundo ela, dificuldades do RN, problemas do estado, "e tudo mais". "E falou-se também sobre Mossoró, que vai ter nova eleição", revela Wilma, acrescentando: "Não quero falar de coisas ruins. É um dia de boas perspectivas. Eu, pelo menos, desejo a todos um Feliz Natal, independe de gostar ou não", diz. A ex-governadora não quer falar sobre a condenação do advogado Lauro Maia, seu filho, por formação

de quadrilha, corrupção passiva e tráfico de influência. Na semana passada, ele pegou mais de 16 anos de prisão, mas irá recorrer da sentença do juiz 2ª Vara Federal, Mario Jambo de Azevedo. Lauro tem ainda três instâncias judiciais para provar sua inocência. MOSSORÓ Em função da publicação da condenação do seu filho, Wilma deu uma pausa nas andanças pelo Estado, como vinha fazendo, o que havia lhe conferido, até então, boas perspectivas eleitorais para 2014. No entanto, as conversas políticas e articulações não foram suspensas. O foco do momento é a eleição suplementar de Mossoró. Isso porque a eleição de Mossoró poderá definir o quadro eleitoral de 2014. "Está havendo já conversas. Larissa mesmo já conversou com o pessoal do PMDB. Conversas existem, mas se vai ser concretizada, só o tempo dirá. Pelo menos com a programação até hoje, perspectivas é que tenhamos convenções até dia 5. A não ser que haja mudanças e o TSE defina alguma coisa, se não tiver, vai ter".

TRE mantém eleição suplementar PC do B lança nome para dia do vestibular da UERN de Gutemberg Dias Pouco adiantou o pedido formal feito pelo reitor da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), Pedro Fernandes, para que a eleição suplementar de Mossoró fosse adiada porque foi marcada, justamente, para o dia do vestibular da instituições, no dia 2 de fevereiro. Nesta segunda-feira (2), os juízes do Tribunal Regional Eleitoral do RN negaram provimento a um pedido para que as eleições de Mossoró fossem adiadas. Dessa forma, o pleito suplementar continuará para o dia 2 de fevereiro, com a campanha eleitoral já começando no dia 11. Isso é, claro, se o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) não conceder as três liminares que falta para que Cláudia Regina, prefeita afastada, consiga voltar ao cargo até o julgamento do mérito da decisão. Ela não conseguindo, o DEM já tem um "plano b" para Mossoró. Ou seja, já tem um nome para substituir Cláudia Regina na disputa eleitoral suplementar da cidade: a secretaria estadual de Infraestrutura, a engenheira Kátia Pinto. A ordenadora de despesa, inclusive, já teria recebido o "aval" da governadora Rosalba Ciarlini para participar da dispu-

Arquivo

Secretaria de Infraestrutura, Katia Pinto, deve ser o nome do DEM na eleição suplementar, substituindo Cláudia Regina ta e, como se trata de uma eleição suplementar, não precisaria de um prazo de descompatibilização. Caicoense que se incorporou

com desenvoltura a Mossoró, Kátia Pinto teve uma destacada atuação técnica da Prefeitura de Mossoró durante as gestões Rosalba Ciarlini

e Fafá Rosado. Quando Rosalba foi para o Governo, ela foi junto e é uma das poucas secretárias que está desde o início do Governo do DEM.

para prefeito O DEM, ao que parece, não é o único partido a ter definido seu candidato próprio para a eleição suplementar de Mossoró. O Partido Comunista do Brasil (PC do B) decidiu indicar o nome de Gutemberg Dias para o pleito. Segundo o próprio partido, o Diretório Estadual entendeu que, diante do cenário político construído em Mossoró nos últimos 20 anos, período em que serviços essenciais como segurança, educação e saúde têm índices deficientes de satisfação popular, o momento pede uma nova visão, contrária a esse mesmo grupo político que governa a cidade de forma conservadora e administrativamente desastrosa nas duas décadas recentes. "Meu nome já vem sendo lembrado por algumas pessoas no âmbito do município, em relação à eleição suplementar. Com base nisso e em outros critérios, a direção municipal do PC do B tomou essa decisão por entender que, na atualidade, o partido precisa dar uma resposta positiva a essa instabilidade política em que vivemos, apresentando um nome que possa discutir a cidade e seus problemas",

explicou Gutemberg, sobre a decisão de ser lançado como candidato. Aos 39 anos, Gutemberg Dias disputará um cargo na Prefeitura de Mossoró pela segunda vez, desde que iniciou a sua carreira política. No pleito de 2008 ele representou a sigla do PC do B, compondo como vice a chapa que era encabeçada por Renato Fernandes (PR). Em 2010, concorreu a uma cadeira na Assembleia Legislativa, atendendo a um pedido do partido. Já na eleição suplementar agendada para o dia 2 de fevereiro de 2014, o pecebista é o principal nome da legenda, desta vez tentando a chefia da Prefeitura de Mossoró. Gutemberg Dias é geógrafo e técnico em geologia, com mestrado em Ciências Ambientais. Ele está filiado ao PC do B desde 2003, apesar de ter iniciado suas contribuições junto ao partido na década de 1980. Atualmente, Gutemberg ocupa o cargo de membro eleito da Comissão Política do Comitê Estadual e presidente do Comitê Municipal de Mossoró do Partido Comunista do Brasil. Arquivo

> ELEIÇÕES 2014

Robinson esquece “traição” de Wilma em 2010 e abre espaço para aliança com PSB A relação entre o vice-governador Robinson Faria (PSD) e a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) está, novamente, próxima. Pelo menos, é o que acredita Robinson. Em entrevista concedida na semana passada, o vice-governador afirmou que não vê problema em firmar uma aliança com a ex-gestora estadual e atual vice-prefeita de Natal para 2014, mesmo após ter sido "traído" por ela em 2010, quando esperava ser candidato ao Governo do Estado e acabou tendo que buscar uma aliança com Rosalba Ciarlini (DEM), que o tornou vice da chapa. "Wilma e eu conversamos e resolvemos todas essas questões", garantiu Robinson Faria, em entrevis-

ta ao portalnoar.com. Segundo ele, nesse encontro, ocorrido já no segundo semestre, tanto o próprio Robinson, quanto a ex-governadora Wilma pediram desculpas e deixaram "abertas" as possibilidades de uma aliança. Uma chapa com o nome de Robinson para o Governo e o de Wilma para o Senado é cogitada por muitos, mesmo com a recente aproximação da atual vice-prefeita do PMDB, que também deverá ter candidato próprio ao Governo. Apesar de não usar a palavra "traição", Robinson Faria contou toda a relação que teve com Wilma em 2006, quando recusou o convite de Garibaldi Alves Filho para ser vice com a promessa da governado-

ra de ser candidato dela em 2010, e nesse ano, quando foi preterido pela pessebista, que lançou o nome do vice Iberê Ferreira para a disputa pelo Governo. "Meu plano A para 2014 é ser candidatar ao Governo do Estado. O plano B, ser candidatar ao Governo. E o C é ser candidato a governador", afirmou Robinson sobre o que pretenderá fazer no próximo ano. "Eles estão me subestimando, mas estou confiante no meu objetivo", acrescentou o vice-governador, ressaltando que tem que conviver com essa "falta de confiança" desde o início da carreira política, mas que mesmo assim jamais deixou de crescer eleição após eleição.

Robinson Faria e Wilma de Faria foram aliados nas eleições passadas, mas ficaram de lados opostos no pleito de 2010


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 de dezembro de 2013

Terça-feira

Consumidores elegem ‘lembrancinha’ como forma de presentear no Natal NATALENSES

AINDA DEIXAM COMPRAS PARA A ÚLTIMA HORA E MOVIMENTAM SHOPPINGS DA CAPITAL POTIGUAR Fotos: Heracles Dantas

FERNANDA SOUZA FERNANDASOUZAJH@GMAIL.COM

E mais uma vez, os potiguares deixaram para a última hora as tradicionais compras de presentes para o Natal e para o fim de ano. No final da manhã deste 24 de dezembro, dia de celebração do Natal, o movimento era intenso no maior shopping da cidade. O segurança pessoal Carlos Fernando estava acompanhado da esposa para as compras, mas disse que o Natal deste ano será o de lembrancinhas. "Vim hoje por causa da falta de tempo. Comprei chocolates e uns perfumes, mas a grande prioridade é o pagamento de dívidas, de contas mais pesadas, e no meu caso, paguei prestações de habitação. Hoje a gente sobrevive". Já Mariana Soares havia adiantado algumas compras de fim de ano, mas levou os dois filhos para escolher sapatos e sandálias para o Natal. "Estava esperando meu marido chegar de viagem para comprarmos juntos. Apesar deste ano já ter comprado alguns presentinhos, normalmente deixo para o fim. Hoje vai ser só para a minha família". O funcionário público Luis Antônio também deixou para hoje a compra do presente da esposa. "Comprei uma blusa para ela e realmente por causa da correria deixei para o dia de Natal. Mas o que im-

Na manhã de hoje, o movimento nas lojas era intenso e o Papai Noel ainda recebia os ‘pedidos’ das crianças, que faziam fila para falar com o bom velhinho porta é que vou presentear". Jussara Lira apontou o horário estendido que os shoppings oferecem nesta época para fazer as compras de fim de ano. "Como hoje as lojas funcionam até mais tarde, vim com a minha família. Comprei lembrancinhas mesmo, e apenas um presente mais elaborado porque juntou o Natal com um aniversário". A empresária Fernanda da Gama Bezerra confirma a tendência da compra de lembrancinhas. Proprietária de uma loja de chocolates, ela explica que houve um

crescimento na procura pelos doces desde a última sexta-feira (20). "É muito comum as comprinhas de última hora, mas esse ano foi mais marcante. Estamos com um bom movimento, mas infelizmente a projeção é de um faturamento 17% menor do que no ano passado. Em 2012, no início de dezembro já havia uma boa procura, mas este ano as vendas só aqueceram nesta reta final". O gerente de uma tradicional rede de calçados também confirma a queda nas vendas em relação ao

mesmo período do ano passado. "As vendas alavancaram nos últimos dias e pode ser que até o fim do dia melhore, mas não foi um dezembro como o ano passado. Acho que o consumidor está se segurando para pagar as contas e acabam deixando os presentes em segundo plano. PAPAI NOEL Promoções, decoração especial e a presença do Papai Noel recebendo pedidos de crianças são algumas das apostas dos shoppings

para atrair mais clientes e alavancar as vendas. No Midway Mall, o ator Hilton Lopo dá vida a um dos maiores símbolos do Natal e figura cativa no imaginário infantil. Ele explica que ao longo dos anos continua a forte entre as crianças a crença no bom velhinho. "A grande maioria ainda acredita sim. É uma lenda e dentro deste meu trabalho, pesquiso bastante e faço em cima do São Nicolau. É importante destacar que as crianças vão bem mais além da figura do Papai Noel. Eles perguntam sobre o meu caja-

do, a barba, afinal, é um personagem rico, e o que mais me dedico". A empresária Renata Dantas levou o filho de dois anos para conhecer e tirar foto com o Papai Noel. "Fiz questão de trazer o meu filho para mostrar a magia do personagem, do verdadeiro espírito do Natal, em meio a um mundo de tanto consumismo. Mas acho que para uma cidade que é chamada de Natal, começa muito tarde a montagem da decoração. Em Gramado, no começo de novembro a cidade já está pronta".

> CONFRATERNIZAÇÃO

Encomendas de ceias natalinas movimentam padarias Heracles Dantas

Além da reflexão religiosa, decoração colorida, Papai Noel ou da troca de presentes, as festas de final de ano também são marcadas pelo quesito gastronômico, tendo em vista a fartura à mesa. As famílias se reúnem em confraternização e se preparam para enfrentar a maratona tradicional da ceia natalina. Aquelas pessoas que não querem passar a véspera do Natal preocupadas com a sujeira na cozinha, ou em agradar todos os paladares, buscam uma alternativa bastante atrativa: encomendar a ceia. Contratar esse serviço tem se tornado um hábito nos últimos anos e os pontos comerciais se especializaram em oferecer um cardápio de pratos e sabores que podem ser levados para casa. Basta procurar um supermercado, padaria, restaurante

Segundo Mariza Silva, apenas para esta noite foram feitas mais de 300 encomendas

> SEM FESTA

ou buffet que ofereça a ceia, caprichar na escolha dos pratos e garantir o delicioso jantar da família na véspera do Natal. Um dos estabelecimentos que oferecem esse tipo de serviço é a Gosto de Pão, padaria tradicional em Natal. Mariza Silva, gerente responsável pela administração de uma das unidades da rede, disse que neste ano muitas encomendas movimentaram os trabalhos na loja. "Desde o dia 1º de dezembro que nós abrimos o período de encomendas para o Natal. Até ontem, se alguém nos procurasse, ainda estaríamos recebendo encomenda. Tanto é que ficamos trabalhando até às 2h da madrugada de hoje para atender todos os pedidos. Hoje é apenas o dia de entrega. Quem estiver procurando algo em cima da hora, preci-

sará contar com a sorte", disse Mariza Silva. A gerente explica que as padarias se planejam de acordo com o número de encomendas. "Os assados nós realmente só fazemos sob pedidos, mas outros pratos típicos da ceia natalina, como rabanadas, tortas doces e salgadas, e outras sobremesas, nós fazemos uma quantidade a mais devido à demanda da procura. Na maioria dos casos, quem vem a uma padaria na véspera do Natal está buscando apenas um complemento para a ceia", explicou. Só nessa loja administrada por Mariza foram mais de 300 encomendas para hoje. Para a ceia natalina, a maior procura está sendo pelo peru decorado e recheado, o pernil, chester, bacalhau, rabanada, pratos de frios e salgados. "As pessoas procuram por

toda a parte tradicional que requer uma ceia natalina", disse Mariza. A bioquímica Isis Oliveira foi uma das pessoas que tentou a sorte de última hora. "Na verdade, boa parte da minha ceia já está pronta. Mas estava faltando salgados e pães de queijo para complemento. Já passei por algumas padarias e realmente não está fácil de encontrar muita coisa", disse. O técnico de informática Ozires Júnior deixou para comprar quase tudo hoje. "Eu sempre me programo direitinho, mas neste ano passamos por uns problemas de família que me impossibilitaram de me organizar melhor. Realmente não é fácil encontrar tudo em cima da hora, pois a maioria dos pratos é de encomenda. Agora só o próximo ano", observou.

> NATAL E ANO NOVO

Pacientes passarão Natal no Festas de Fim de Ano modificam corredor do Walfredo Gurgel funcionamento do comércio Heracles Dantas

A noite desta terça-feira (24), véspera de Natal, é o momento onde as pessoas se reúnem para confraternizar e celebrar o nascimento do menino Jesus. Há pessoas, no entanto, que não poderão ter uma noite de festa durante o Natal. Algumas delas, estão internadas no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em macas localizadas nos corredores, sem perspectiva de alta médica e sem motivação para comemorar o Natal. É o caso de Paulo Roberto da Cunha, de 48 anos. Ele mora no município de Afonso Bezerra e está internado no Hospital Walfredo Gurgel desde a última terça-feira (17). Ele está com uma úlcera vascular e não tem previsão de alta médica. Hoje, ele estava internado em uma maca no corredor. "Não tem coisa pior do que isso. Chiqueiro de porco é mais limpo do que isso aqui. Somos obrigados a suportar isso porque não temos outro lugar para ir, mas não é fácil estar aqui", destacou. Em relação ao Natal, Paulo Roberto disse que a família deverá visitá-lo durante o horário de visita e levarão, pelo menos, um panetone para ele passar a noite. "Nunca pen-

Paulo César, 64: “Não tenho visitas” sei em passar a noite de Natal aqui internado. Não é bom, e esta noite ainda ficarei sem acompanhante. É muito triste, pois além da dor física, tem o sofrimento emocional. Se pudesse pedir algo neste Natal queria minha saúde para poder estar ao lado dos meus familiares", desabafou Paulo Roberto. A situação de Paulo César dos Santos, de 64 anos, é ainda mais complicada. Ele é natural do Rio de

Janeiro e mora, há quatro anos, na praia de Pirangi, em Parnamirim. Ele mora só aqui em Natal e não conhece ninguém. Na noite da última sexta-feira (20), ele teve uma crise de varizes no esôfago e foi internado às pressas. "Não tenho visita, nem acompanhantes. Estou aqui sozinho, pois toda a minha família mora no Rio de Janeiro. Estou me sentindo muito mal, pois é muito triste passar o Natal sozinho e ainda mais no hospital. Me sinto mal e a auto-estima fica lá em baixo", disse. A dona de casa Maria de Lourdes também passará a noite de Natal no hospital. Ela não está internada, mas acompanhará o esposo Aldo José, que no último domingo (22), sofreu um acidente de carro e quebrou a bacia. Ele precisa fazer uma cirurgia ortopédica o mais rápido possível, mas ainda não há previsão de quando ele será transferido. "É muito triste, pois ficaremos longe das pessoas que amamos, nossos filhos e amigos. Natal significa ficar perto das pessoas que amamos e este ano não temos nenhum motivo para comemorar o Natal, apenas para ficar triste, mas também pelo menos ele está vivo", afirmou Maria de Lourdes, esposa de Aldo José.

Nesta época do ano, quando a sociedade e setores do comércio se voltam para os festejos de Natal e Ano Novo, a maioria dos estabelecimentos que oferecem serviços ao público muda o horário de funcionamento. Na capital potiguar, o comércio de rua natalense fechará as portas durante o feriado do dia 25 de dezembro e 01 de janeiro, bem como os bancos, shoppings, supermercados e repartições públicas. O comércio de rua em Natal já está funcionando em horários diferenciados dos demais dias do ano. Segundo informações da Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL), nos centros comerciais da Cidade Alta e do Alecrim as lojas estenderam seu funcionamento ao público até ontem, mas hoje, 24 de dezembro, véspera de Natal, o horário é reduzido das 8h às 18h e no dia 25 de dezembro todas as lojas fecham as portas. O mesmo funcionamento se repetirá para a véspera do Ano Novo e primeiro dia do ano. Todos os supermercados da cidade funcionam até às 21h de hoje e também fecham no dia de Natal. Os principais shoppings de Natal funcionam em horário especial. O Natal Shopping ficará aberto até às

19h e amanhã as lojas e quiosques estarão fechados, enquanto que para a praça de alimentação, a abertura será facultativa. O cinema funcionará com programação normal. O Midway Mall também funcionará hoje até às 19h e amanhã estará funcionando apenas as lojas da praça de alimentação, das 11h às 22h. O Cinemark também funcionará normalmente. O Natal Norte Shopping ficará aberto nesta terçafeira até ás 19h e amanhã tudo será fechado. Os bancos reduzirão o horário de atendimento ao público em todo o País nesta terça-feira e fecharão no Dia de Natal. De acordo com a Fenaban (Federação Brasileira de Bancos), neste dia 24 de dezembro os bancos podem estabelecer horários especiais, desde que garantam ao público um atendimento mínimo de duas horas. No feriado, os clientes podem utilizar os canais alternativos de atendimento para realizar operações bancárias, como caixas eletrônicos, Internet Banking, Mobile Banking, banco por telefone. As contas de consumo (água, luz, telefone e TV por assinatura, por exemplo) e os carnês que vence-

rem nestas datas poderão ser pagas no próximo dia útil (26 de dezembro), sem a incidência de multa. OUTROS SERVIÇOS As repartições públicas da Prefeitura de Natal decretaram ponto facultativo a partir das 14h no dia 24. Já as do governo Estadual decretaram ponto facultativo nos dias 23 e 24 de dezembro. No que diz respeito ao transporte público, nesta terça-feira os trens operam no seu horário normal e ônibus funcionam 24h. Já no feriado natalino os ônibus funcionam até a meia-noite com aplicação da tarifa social de R$ 1,10, e os trens urbanos não funcionam. A Secretaria Municipal de Serviços Urbanos informou que a Feira livre do Carrasco, que seria realizada no dia 25, foi antecipada para hoje. A antecipação da feira foi acordada com os feirantes e proprietários de bancas, através da portaria nº 070, publicada no Diário Oficial do Município no dia 11 de Novembro. Já a feira do Bairro Aliança, localizado na zona Norte funcionará normalmente, mesmo no feriado do Natal, no horário das 5h às 13h.


Economia

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 7

Divulgação

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

Vendas promocionais pós-natalinas animam os lojistas do Natal Shopping n Embora sabendo que a melhor data de vendas do comércio varejista em todo o país é o ciclo pré-natalino, período do ano em que maioria dos consumidores percorre as lojas em busca do presente a ser dado às pessoas queridas, ainda assim os lojistas que integram o mix do Natal Shopping Center se articulam no sentido de tentar estender por mais alguns dias o bom movimento em seus estabelecimentos, após o 25 de dezembro. n Segundo o presidente da Associação de Lojistas do Natal Shopping, Gustavo de Oliveira, a ideia do grupo é lançar uma campanha de descontos nos dias que se seguem ao natal, pelo menos até a véspera do ano novo, época em que um número enorme de pessoas recorre às lojas para fazer a troca de mercadorias recebidas de presente. n Os comerciantes mais animados com o projeto são os que atuam em segmentos relacionados com moda feminina e masculina, calçados, materiais esportivos e equipamentos eletrônicos. n Para Gustavo de Oliveira, "a troca dos presentes é uma oportunidade que o lojista tem para receber o cliente de novo na loja e isso acaba resultando em novas compras, especialmente se houver o estímulo da concessão de descontos". n E conclui o presidente da Associação de Lojistas afirmando que no Natal Shopping, além do novo complexo de 170 lojas, o cliente ainda tem à disposição opções de entretenimento, como o recém inaugurado conjunto de salas de cinema. Natura aproveita o período do natal para incentivar o empreendedorismo nA Natura, empresa líder no Brasil na área de Exportações pesqueiras do RN caíram em 2013 n Pelos dados recém divulgados pelo Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, as exportações de pescado do Rio Grande do Norte sofreram redução em 2013, na comparação com os números alcançados em 2012. n A perda maior aconteceu nas vendas de peixes. Enquanto no ano passado o Estado exportou 13,5 milhões de dólares (2,5 mil toneladas) de atum para outros países, este ano as vendas ficarão abaixo de US$ 9 milhões (pouco mais de 1,3 mil toneladas). n No caso da lagosta, aconteceu um pequeno acréscimo nas exportações: elas cresceram de 111,3 mil quilos em 2012 para 135,9 mil quilos este ano, gerando negócios pouco superiores a US$ 4,3 milhões. Para que se tenha ideia do baixo volume exportado pelas empresas de pesca do RN, o vizinho Ceará direcionou para o estrangeiro mais de US# 30 milhões em lagostas. n A boa notícia no setor de pescado é que nossos produtores de camarão em cativeiro voltaram em 2013 a vender parte de sua safra no mercado externo: 1,8 mil toneladas ex-

produção e comercialização de cosméticos e produtos de higiene e beleza, tem praticado nos últimos anos a política de aproveitar o período natalino para criar oportunidades de crescimento para quem trabalha como consultor no setor de vendas diretas. n Até 2013, pesquisa realizada pela ABEVD (Associação Brasileira de Empresas de Venda Direta), já contabiliza no Brasil mais consultores atuando nesse segmento do que a população do Uruguai. No corrente ano o volume de negócios no setor movimentou R$ 18,4 bilhões, montante 5,9 por cento superior ao registrado em 2012. n A consultora natalense Eliete de Sousa Pereira, que escolheu trabalhar com Vendas Direta dos produtos Natura há mais de seis anos, é um desses empreendedores que usam criatividade para ter sucesso e ganhar novos clientes, investindo em cestas personalizadas e decoradas para o natal, que são entregues na casa do cliente. Para atender todos os pedidos, ela prepara o estoque com produtos de muita saída e itens que os clientes gostam para presentear nesta época. n "Neste período tenho o dobro de vendas em relação aos outros meses. Mas não é só isso: quando faço algo diferente e ofereço vantagens, além de fidelizar meus clientes, consigo ser indicada para outras pessoas, que passam a me eleger como consultora para o ano todo", explica a consultora. n Fundada em 1969, a Natura adota como modelo de negócios a venda direta e alcançará este ano uma receita líquida superior a R$ 6,3 bilhões. A companhia conta com cerca de 1,5 milhão de consultoras e quase 7 mil empregados, que atuam nas operações do Brasil, Argentina, Chile, México, Peru, Colômbia e França.

portadas renderam à balança comercial potiguar soma pouco superior a US$ 2 milhões de dólares. Correios e PF fecham acordo para combater assaltos às agências n Os Correios e o Departamento de Polícia Federal assinaram acordo de cooperação técnica para a implantação de ações integradas visando a prevenção e a repressão de roubos a carteiros e assaltos às agências postais em todo Brasil, com o objetivo de proteger os funcionários e a clientela da estatal. n O acordo irá permitir a ampliação, a nível nacional, das ações que foram adotadas com sucesso no último ano pelos dois órgãos na região metropolitana de São Paulo. As iniciativas resultaram na redução de 36 por cento no número de roubos a carteiros e na prisão de diversas quadrilhas especializadas. n O acordo ainda prevê o desenvolvimento de projetos de interesse comum, voltados para a área de logística, recursos humanos, inteligência e tecnologia da informação, entre outras. As ações serão implantadas por meio de protocolos de

execução específicos. Além disso, os Correios estão investindo cerca de R$ 240 milhões, no biênio 2013/2014, em recursos de segurança (contratação de serviço de escolta armada e vigilantes, uso de rastreadores para veículos e para encomendas e aquisição de sistemas de alarme para agências, entre outros). Qualitek comemora cinco anos de atuação n A empresa Qualitek Tecnologia, presente no RN, comemora, este mês, cinco anos de atuação no mercado nacional de Tecnologia da Informação e soluções para a internet. n Fundada em 2008 pelo empresário Rodrigo Jorge, a Qualitek vem se destacando no mercado pelo compromisso com o cliente e pela qualidade apresentada nos projetos executados. n Com mais de 500 clientes atendidos em 21 estados do Brasil, a empresa tem se consolidado no segmento de segurança da informação no Nordeste enquanto se expande para as demais regiões. n Atualmente, a empresa possui escritórios nas cidades de Natal, Recife, São Paulo, Manaus e Brasília.

Porto de Natal sofre com falta de estrutura NAVIO COM TRIGO DOS EUA ESPERA DIAS PARA DESCARREGAR Arquivo

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJHORNALISTA@GMAIL.COM

O navio Takeshio, de bandeira panamenha, espera desde sábado passado (21) para desembarcar um carregamento de 14 mil toneladas de trigo no porto de Natal por causa de um problema recorrente: a falta de um segundo rebocador, necessário para ajudar embarcações mais antigas, que não disponham de sistema de propulsão lateral, tenham 10 metros de calado e estejam acima de 190 metros de cumprimento. Não é a primeira vez este ano que isso acontece, mas é a primeira que um rebocador vem de tão longe para prestar esse serviço de Itaqui, em São Luiz do Maranhão. Este ano já vieram rebocadores de Fortaleza e de Cabedelo, na região metropolitana de João Pessoa, no trabalho de ajudar navios a atracarem num dos três berços do terminal. Toda vez que isso acontece, o custo para o armador é de US$ 35 mil por dia, informaram ao JH fontes ligadas ao porto. A expectativa é que se o Takeshio não entrar na tarde de hoje, o faça ainda nesta quarta-feira de Natal. É mais uma das muitas consequências da desativação do píer das Dunas, que garantia a presença de pelo menos quatro navios todos os meses no porto, trazendo combustíveis para a antiga área de tanques da Petrobras, em Santos Reis, desativada desde o fim de 2012 e desmontada em setembro último. De uma tacada só, sem a operação, Natal ficou sem uma base de abastecimento - fundamental para qualquer estrutura portuária - e sem o apoio de dois rebocadores. Hoje, o presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte, Pedro Terceiro, reconheceu a gravidade do problema. Ele informou que as negociações com a Wilson Sons para manter dois rebocadores envolvem "custos excessivos para a Codern" e que em janeiro ele pretende levar essa questão ao Ministério dos Portos para

Pedro Terceiro Melo: Falta de estrutura do Porto de Natal preocupa a Codern ver o que é possível fazer. "É um problema que nos preocupa muito", acrescentou. Da mesma forma, preocupa o presidente da Codern a falta de uma base de combustíveis extinta com a desativação dos tanques de Santos Reis. Sobre isso, Terceiro disse que pretende solicitar à Petrobras um serviço constante de balsas trazendo combustíveis, já que o problema afeta especialmente quem vive da atividade pesqueira - empresas e pescadores. Antigamente, o porto se beneficiava de dois rebocadores por causa do contrato nacional que a Petrobras mantém com a Wilson Sons. Quando acabou a atividade no píer, os rebocadores da empresa foram embora. Como os navios da CMA/CGM, que fazem as exportações de frutas, entre outros carregamentos menores, prescindem desse serviço, não há demanda que justifique manter dois rebocadores. Com uma ponte de modesta envergadura, que liquidou qualquer possibilidade de Natal receber grandes embarcações; com um terminal pesqueiro com obras paralisadas há mais de dois anos e um terminal de passageiros que começará a operar no improviso, 2014

sinaliza muitos problemas pela frente. A estrutura atual do porto de Natal pode receber três navios simultaneamente ao longo dos 500 metros de cais, divididos em três berços. A construção do quarto berço foi considerada fundamental para ampliar essa atividade. O problema é que os recursos federais não estão vindo e o projeto da construção do quarto berço continua paralisado. Mas há outros problemas. Com a construção do terminal de passageiros já deveria ter iniciado as obras de mudanças dos acessos ao porto, colocando em lados opostos a movimentação de passageiros e a de carga. Ao longo deste ano, várias reuniões com o a presença da prefeitura e do Patrimônio Histórico da União debateram essa questão e ficou-se de se trabalhar no projeto dessas mudanças. Até agora, nada. Dias atrás, a governadora Rosalba Ciarlini confirmou que um navio mexicano, com três mil torcedores, que atracaria na cidade em junho, não poderia entrar no porto por ter 66,8 metros de altura, quase 12 a mais que o vão da Ponte Newton Navarro.

> PRIMEIRO TRIMESTRE

Previsão é de chuvas para 2014 Depois de um fim de ano seco e muito quente, todas as previsões dos especialistas indicam chuvas para o primeiro trimestre de 2014. Embora a previsão não seja conclusiva devido às informações referentes aos oceanos ainda estarem em plena evolução, essa é uma boa notícia saída da II Reunião de Análise e Previsão Climática para a o Norte do Nordeste do Brasil, coordenada pela AESA - Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba. Nesse evento estiveram presentes representantes dos centros estaduais de meteorologia do Nordeste, CPTEC/INPE, UFCG, Defesa Civil Estadual e instituições afins. Num primeiro momento, os estados apresentaram as condições pluviométricas referentes ao ano de 2013, destacando os baixos índices de chuva ocorrida nos estados, culminando com escassa agricultura e alta deficiência no armazenamento de água nos principais reservatórios na região semiárida,

que atualmente apresenta um armazenamento em torno de 25% a 30% da capacidade máxima. Em seguida, foram apresentados os parâmetros atmosféricos que influenciam diretamente na ocorrência de chuvas na região, com destaque à condição de temperatura das águas superficiais dos oceanos Atlântico e Pacífico. Essa variável, mesmo apresentado uma configuração com anomalias positivas no Atlântico Norte e negativas no Atlântico Sul, a evolução em relação aos meses anteriores se mostrou favorável, mostrando que o Atlântico Norte está esfriando, enquanto que o Atlântico sul apresentou um leve aquecimento. No oceano Pacífico, as águas continuaram apresentando anomalias negativas, em torno de -0,5ºC. Outra variável que mereceu destaque pelos especialistas foi a condição do vento alísio de sudeste, tanto para o mês de novembro/2013, como para a primeira quinzena de dezem-

bro/2013. Essa variável tem apresentado valores abaixo do normal, o que significa uma condição favorável para o deslocamento da Zona de Convergência Intertropical (ZCIT), principal sistema meteorológico causador de chuvas na região no período de fevereiro a maio, para posições mais ao sul em relação à linha do Equador. Ainda sobre a Zona de Convergência Intertropical, o seu posicionamento durante novembro de 2013, esteve sempre abaixo da sua posição normal para a época, isso quer dizer, mais próximo da região Nordeste, mostrando uma evolução favorável no seu deslocamento em relação à próxima quadra chuvosa. Assim, com a análise dos parâmetros climáticos globais referentes ao mês de novembro de 2013, existe uma tendência de que as chuvas para os próximos três meses (janeiro, fevereiro e março de 2014) fiquem próximas da normalidade.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de dezembro de 2013

Cidade

Terça-feira

Arena das Dunas estará pronta e iluminada dia 31 de dezembro VISITA DE DILMA ROUSSEFF É ESPERADA ATÉ O PRÓXIMO DIA 20. JÁ OS PRIMEIROS JOGOS ACONTECEM EM 26 DE JANEIRO Fotos: José Aldenir

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

No próximo dia 31, cumprindo o prazo determinado pela FIFA, o consórcio responsável pela construção da Arena das Dunas ascenderá todas as luzes do estádio, em testes de iluminação e som, simbolizando a conclusão da obra. Na manhã desta terça-feira (24), a governadora Rosalba Ciarlini visitou as instalações da Arena das Dunas e anunciou os primeiros eventos que serão realizados no estádio que será palco de quatro jogos durante o mundial de futebol da FIFA em 2014. Até o dia 20 de janeiro, a presidenta Dilma Rousseff deverá vir a Natal para visitar a Arena, quando será realizada uma cerimônia oficial de lançamento. No dia 23 de janeiro, será realizada uma grande festa de confraternização entre os trabalhadores da obra e no dia 26 de janeiro a Arena das Dunas receberá os primeiros jogos: ABC e Alecrim, pelo Campeonato Estadual, e América e Confiança (SE), pelo Campeonato do Nordeste. A governadora Rosalba Ciarlini relembrou que o início da obra de construção da Arena das Dunas foi repleto de críticas e pensamentos negativos de que a obra não ficaria pronta a tempo. "Quando assumimos, tivemos que modificar e adequar todo o projeto, pois a forma com estava proposto era inexeqüível e teria o custo bem superior aos R$ 400 milhões que foram inves-

Governadora Rosalba Ciarlini visitou o estádio na manhã de hoje e concedeu coletiva para falar sobre os primeiros eventos do Arena. A obra, a ser concluída até a próxima terça-feira, está na fase final de instalação e limpeza fina tidos. Hoje estamos comprovando que estávamos certos. Cumprimos a nossa palavra e a Arena das Dunas estará pronta dentro do prazo, dia 31 de dezembro. Hoje, teremos uma Arena multiuso, com um espaço externo que propiciará a realização de diversos eventos em nossa cidade", destacou a governadora. O presidente do consórcio, Charles Maia, garantiu que, se não houver nenhum contratempo, a obra será entregue concluída no dia 31 de dezembro. Atualmente, a obra está na fase final de instalação e limpeza fina, onde há cerca de 200 trabalhadores apenas nesse

serviço. "Essa é a última fase da obra. A fase de acabamento fino e fase de testes. Até dia 31, tudo ficará pronto", afirmou Charles Maia. Em relação à cobertura, Charles explicou que é feita em três fases. A primeira já foi concluída. A segunda, e mais demorada, é a colocação dos tubos, que está sendo concluída e que garante a última cobertura, com telha bidirecional. "Nosso planejamento é que até o dia 31 toda a cobertura seja concluída, apesar de alguns trechos precisarem ficar abertos para ajustes nas instalações". Rosalba Ciarlini considera que

a Copa do Mundo trará inúmeros dividendos para o Rio Grande do Norte. Estimativa da FIFA aponta que o turista deverá gastar em Natal, durante o período do mundial, cinco vezes mais que em outros períodos. "Isso é recurso circulando na nossa cidade, gerando emprego e renda para o natalense e o potiguar. Além disso, a construção da Arena está empregando 2.300 pessoas, que são recursos que também ficam no Rio Grande do Norte, em função dessa grande obra", afirmou a governadora. "Sem a Arena das Dunas não tinha Copa. Se não tivéssemos tido

a coragem de enfrentar opiniões contrárias e fazer a PPP para garantir a construção do estádio, estaríamos com o sentimento de que havíamos perdido algo muito importante. Com a Copa, foi possível viabilizar muita coisa para o Rio Grande do Norte, como o aeroporto de São Gonçalo do Amarante e a estação de passageiros do porto", destacou a governadora Rosalba Ciarlini. A governadora disse que o fato de Natal também ter sido escolhido como uma das cidades-sede propiciou a liberação de recursos para obras importantes, como o saneamento de Natal, através do progra-

ma Sanear RN. Nos bairros de Quintas, Planalto, Felipe Camarão e Guarapes já foi dada a ordem de serviço, bem como em Capim Macio, Ponta Negra e Pirangi. Cotovelo e Pium estão em fase de conclusão. Na primeira quinzena de janeiro, serão licitadas as obras de saneamento referentes a zona Norte de Natal, restante dos bairros da zona Sul e Oeste. Durante a coletiva, a governadora também anunciou a ampliação do Centro de Convenções, que passará a ter capacidade para sete mil pessoas. O Centro de Convenções será palco do FIFA Fan Fest.

CMYK


Cultura

Terça-feira

Reprodução do quadro Automar, de Edward Hopper

SOBRE O AMOR PERFEITO Novela “Três Anos”, de Anton Tchekhov, tem no casal Aleksei e Iúlia o exemplo de uma relação claustrofóbica; ambos gritam em silêncio: É possível ser feliz sem amar o outro? CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

Quem é casado ou amancebado deveria ler Três Anos, de Anton

Tchekhov. E também quem pensa em casar ou separar nos próximos meses. A história do feioso Aleksei Láptiev, filho de um próspero comerciante moscovita, e da bela pro-

vinciana Iúlia Serguéievna pode ajudar a brecar precipitações ou definir o futuro de uma relação, se a literatura integrar suas prioridades. Aquele pensa em ter uma esposa

jovem e bonita para reconfigurar sua imagem e postura acanhada apesar da grana familiar. Esta, sonha em deixar a vida entediante do interior e virar uma dama na capital mesmo fútil e burrinha. Lançada em duas edições da revista político-literária Russkaia Misl, em 1895, a novela tem como ponto de partida a seguinte pergunta: É possível ser feliz sem amar o outro? A narrativa tem quatro núcleos. O primeiro começa durante uma estadia de seis meses de Aleksei na cidade onde mora sua irmã Nina, agonizante com um câncer que logo a vencerá. Iúlia, filha de um médico quebrado, é amiga de Nina e por ali conhece o futuro marido. O segundo, tem o patriarca Láptiev e o irmão mais velho de Aleksei, Fiódor. Ambos tocam um armazém e aguardam chateados pela decisão do mais novo de vir ajudá-los na labuta. Enquanto isso, Iúlia se empolga com a amizade de parentes e amigos do esposo, homens de sua idade (Kich, Iártsiev e Kotchevoi), ao desembarcar em Moscou. Por fim, existe uma mulher, Polina Nikoláievna Rassúdina, sem atributos físicos, porém culta e trabalhadora, antiga amante de protagonista, que está magoada por ter sido abandonada. A exposição das personagens já prenuncia a trama, não é? Pois, bem. O que você encontrará na novela de Tchekhov, um dos mestres da literatura russa (talvez a que mais se assemelhe à realidade dos grotões brasileiros, e por isso fundamental), é um sem número de conflitos amorosos e familiares, vários com grande chance de enquadrar o leitor pela verossimilhança com seu cotidiano conju-

Natal, 24 de dezembro de 2013

gal. Assim que Iúlia aceita o pedido de casamento, mesmo sem amar Aleksei, abre-se um leque de meias verdades e questionamentos sobre a impossibilidade do amor eterno e da consequente atmosfera opressiva que surge com o passar dos anos. A cena emblemática acontece na sala, com os dois lendo em silêncio durante horas, sem qualquer interlocução. Aleksei olha para a mulher e pensa: "[...] casar-se apaixonado ou sem amor, não é tudo igual?". O ciúme, os agrados, a tolerância com caprichos tinham dado vez a uma resignação necessária para o bom funcionamento do matrimônio. Tchekhov ambienta o drama na Rússia da segunda metade do século XIX, época de transição para a antiga nobreza, enfraquecida com o fim da servidão e o surgimento dos comerciantes. Todos os ambientes são claustrofóbicos, desoladores, como em uma relação intoxicada, e amplificam o grito silencioso de Aleksei e Iúlia, nesta que deveria ser uma das partes de um grande romance em união com o conto Minha Vida, um dos mais populares do autor que é mestre em profundidade concisa.

O Jornal de HOJE 9

TRÊS ANOS Autor: Anton Tchekhov Editora 34 Preço médio: R$ 38

CURTAS ccpsilva@hotmail.com

Jamaica Christmas

Hoje na Pizzaria e Batataria Curva do Vento, um dos points gastronômicos e musicais da galera alternativa (o termo é batido, mas não achei outro melhor), tem o Natal dos regueiros. A festa acontece há cinco anos e tem no cardápio sonoro de 2013 o Marrom, de Pipa, os natalenses do Du Souto (RN) e o californiano Colby Lee Houston. O local fica na rua Dr. Manoel A. Bezerra de Araújo, a antiga rua do Salsa, e tem como inspiração a Pizzaria Massa da Ilha, de Fernando de Noronha, onde um dos sócios da casa potiguar também marca presença. Começa às 23 horas e custa apenas R$20,00.

Concurso

Você tem uma casa, loja, restaurante, hotel, pousada ou gerencia um condomínio comercial ou residencial e acredita que a decoração da fachada deste ano ficou interessante para atrair clientes ou simplesmente agradar os passantes? Pois saiba que a Secretaria de Turismo da capital, em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL), está com um concurso bacana para eleger a mais bonita decoração natalina de 2013. As inscrições podem ser feitas até a próxima quinta-feira (26) no site www.cdlnatal.com.br. Os primeiros lugares receberão prêmio de R$ 5 mil e troféus.

Lemmy

Dia 24 de dezembro não é só a véspera do Natal. Para uma legião de devotos cabeludos, a data registra os 68 anos de Lemmy Kilmister, baixista e cantor líder de uma das bandas mais emblemáticas do rock pesado, o Motörhead. Das estrelas do gênero, só ele supera Keith Richards na bagaceira etílica e alucinógena. É outro que ninguém sabe como ainda está vivo. O ex-roadie de Jimi Hendrix, pai de uma menina que teve com uma groupie que perdeu a virgindade com John Lennon, diz que 'só' transou com mil mulheres e que toma Jack Daniels com Coca-Cola até hoje. Documentários diversos retrataram sua vida. Para alegrar seu Natal, escute o quarteto de discos clássicos, "Motörhead", "Overkill", "Bomber" e "Aces Of Spades". Lá no blog (conradocarlos.jornaldehoje.com.br) tem todos eles. CMYK


10 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de dezembro de 2013

Cidade

Terça-feira

Trio é executado dentro de táxi na zona Norte MÃE,

FILHO E AMIGO FORAM ASSASSINADOS NA MADRUGADA DESTA VÉSPERA DE

NATAL

NO

LOTEAMENTO ALIANÇA

Portal BO

Adolescente de 17 anos é executado na zona Oeste

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Uma mulher e dois homens foram executados dentro de um táxi durante a madrugada de hoje no loteamento Aliança, na zona Norte de Natal. As vítimas, identificadas como Maria das Graças Santos Filho, José Luênio dos Santos Silva e Hugueson Fonseca da Costa foram surpreendidos por dois homens em uma motocicleta, quando passavam pela Travessa São Paulo. No momento do crime, além das três vítimas, estavam dentro do veículo ainda o taxista e uma segunda mulher, que não foram atacados pelos assassinos. Segundo o oficial de operações do 4º Batalhão da Polícia Militar, tenente Júlio César, o triplo homicídio pode ter sido motivado por uma possível vingança, pois Hugueson e José Luênio, que era filho de Maria das Graças, teriam sido detidos no passado por envolvimento com crimes na região. Entretanto, ainda não se sabe o motivo dos bandidos não terem atirado em todos os ocupantes do carro. Conforme o relato das testemunhas, que não quiseram se identifi-

José Luênio e a mãe, Maria das Graças, foram assassinados com vários tiros car, os bandidos encostaram-se no táxi e efetuaram diversos disparos de arma de fogo somente contra os passageiros do banco de trás. Sem possibilidade de defesa ou fuga, eles não resistiram e morreram ainda dentro do carro. Assustado com o ataque aos passageiros, o taxista ainda tentou fugir dos criminosos aumentando a velocidade do carro, mas ao estacionar algumas ruas mais à frente, percebeu que os três já estavam sem vida. O tenente informou ainda que a mulher que estava sentada

no banco da frente do táxi seria mãe de Hugueson.

O crime, que aconteceu por volta de 1h da madrugada de hoje, foi comunicado à Polícia Militar, que ainda realizou diligências em toda a região, sem sucesso. Os corpos das três vítimas foram encaminhados para a sede do Instituto Técnico Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN), no bairro da Ribeira, na zona Leste de Natal. A polícia trabalha com a hipótese de vingança.

Outro crime chocou os moradores da Capital, desta vez no bairro do Bom Pastor, zona Leste. Um adolescente de 17 anos foi assassinado com três tiros quando conversava com amigos na frente de casa. Ele ainda tentou fugir dos assassinos, que estavam em uma motocicleta escura, mas não resistiu. Conforme o oficial de operações do 9º Batalhão da Polícia Militar, tenente Styvensn Valentim, Leonardo Maciel da Silva foi abordado pelos assassinos e baleado três vezes, na cabeça e ombro. Assustado com o ataque, o rapaz ainda tentou correr, mas gravemente ferido, não resistiu e morreu. Inconformados, os familiares do jovem disseram não entender o motivo do homicídio, pois o adolescente não teria nenhum tipo de envolvimento com a criminalidade local. O corpo de Leonardo tam-

Portal BO

Leonardo Maciel da Silvafoi morto com três tiros. Familiares ficaram inconformados bém foi removido para a sede do Itep, na Ribeira, e deve ser libera-

do ainda hoje para velório e sepultamento.

> OCUPAÇÃO IRREGULAR Fotos: José Aldenir

Área onde funcionavam cigarreiras dará lugar a novo ponto turístico A área em frente ao Hospital Universitário Onofre Lopes, na Avenida Getúlio Vargas, em Petrópolis, que antes abrigava cigarreiras, está sendo preparada para ser um novo ponto turístico de Natal. De acordo com Raniere Barbosa, titular da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), o projeto contempla a construção de um mirante, obra que ainda não tem previsão de início. Em março de 2012, a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), atendendo a um pedido do Ministério Público Estadual, iniciou a retirada das cigarreiras. No local existiam quatro estabelecimentos comerciais e edificações. De acordo com a Semurb, as cigarreiras foram montadas irregularmente e sem autorização, sob uma encosta, em área pública e considerada de risco. A área ocupada faz parte da Zona Especial de Interesse Turístico 3 (ZET-3), que abrange toda a encosta da Avenida Getúlio Vargas e adjacências. Após a demolição das cigarreiras, os entulhos permaneceram no local até este mês de dezembro, servindo de abrigo para marginais que usavam a área como ponto de drogas. Na manhã desta

Não há mais nenhum resquício das cigarreiras irregulares que ocupavam a encosta próxima ao Hospital Onofre Lopes

Francisco Jones tentar entrar em acordo para manter a venda de alimentos

terça-feira (24), uma equipe contratada pela Prefeitura estava realizando o trabalho de retirada de entulhos e construção de um novo muro de arrimo. Segundo o mestre de obras José Roberto, a previsão é de que esta primeira etapa tenha a duração de 15 dias. "O trator tirou as metralhas e já vamos iniciar o muro. A proposta é que depois seja feita a calçada e recuperada a varanda que existia antes

que no ano passado chegou a ter uma reunião com o diretor geral do Huol, Ricardo Lagreca, para solicitar um entendimento entre todas as partes. "Conversei com ele sobre a possibilidade de colocar as kombis mais próximas, de uma maneira organizada, seguindo regras e horários e com o aval da Semsur. Tivemos esta primeira reunião e ficamos de ver uma segunda, com a participação da

das cigarreiras", disse. Tomaz Neto, secretário municipal de Obras Públicas e Infraestrutura, explicou como está sendo feita a obra. "Atendendo a uma determinação do Ministério Público estamos demolindo a ocupação irregular da encosta e iremos em outra etapa fazer a composição do passeio, da calçada, do parapeito e regularização do talude". O vendedor de lanches Francis-

co Jones, possui uma Kombi nas proximidades do Huol e conta que a retirada das cigarreiras afetou diretamente a vida da sua família. "Eu não vendia lanche, mas minha mãe foi uma das primeiras na área e teve que sair. Não acho justa a retirada e a maneira que foi feita, até porque ninguém foi indenizado. Até hoje ela está com o psicológico abalado". Francisco também explicou

Semsur, mas ainda não aconteceu. Sabemos que doutor Ricardo Lagreca é bem consciente sobre a importância que tem essa venda de lanches, porque os acompanhantes dos pacientes precisam se alimentar e estamos aqui ao lado. Desejamos entrar num entendimento, algo que seja melhor para todos. Acho que poderia ter sido feito na área uns quiosques padronizados".

> ROTINA DA INSEGURANÇA

Agentes impedem fuga em Mossoró, mas homicida escapa Agentes penitenciários da Cadeia Pública de Mossoró conseguiram impedir que 89 detentos da unidade fugissem através de um túnel com cerca de dez metros de extensão, construído em uma cela no pavilhão três, na madrugada de hoje. Apenas um detento, acusado de duas mortes e quatro tentativas de homicídios, escapou e está sendo procurado em toda a região pela Polícia Militar. Conforme informações da direção da Cadeia Pública, o túnel foi construído dentro de uma das celas do pavilhão que recebe presos que ainda estão aguardando pelo julgamento e terminava logo após o muro externo da unidade. Pelo menos 17 detentos foram responsabilizados pelo buraco, que possuía cerca de dez metros de extensão e 2,5 metros de profundidade. Por causa disso, eles foram transferidos para o setor de isolamento, onde devem ficar até o fim da sindicância interna aberta pela direção da unidade para investigar o fato. Já os demais detentos tiveram que ser mantidos nas outras quatro celas

Fotos: O Câmera

Dezessete presos foram responsabilizados pelo buraco aberto para a fuga

Esta foi a segunda vez no ano que presos da Cadeia de Mossoró tentaram escapar

do pavilhão, por falta de lugar apropriado para mantê-los. A desconfiança dos agentes penitenciários começou ainda ontem à noite, quando eles perceberam uma agitação entre os detentos que estavam confinados no pavilhão três. Apesar disso, eles preferiram monitorar os presos, observando o comportamento deles para tentar detec-

grades de duas celas que estavam serradas. Eles já se preparavam para fugir quando foram flagrados. Apesar da ação rápida dos agentes penitenciários da Cadeia Pública de Mossoró, um preso ainda conseguiu fugir pelo túnel. Ildenismar Lopes de Araújo, de 22 anos, é acusado de ter assassinado uma criança de apenas oito anos em 2011 e

tar alguma situação anormal. Já durante a madrugada, por volta das 4h, os policiais que estavam nas guaritas da unidade voltaram a perceber uma nova movimentação entre os presos e comunicaram o fato aos agentes penitenciários, que ao verificarem o que estava acontecendo, descobriram o túnel dentro da cela de número três e as

outra pessoa em 2008. Ele também é responsabilizado pelas tentativas de homicídio ocorrido contra outras três pessoas, incluindo um sargento da Polícia Militar no município de Luiz Gomes. Em setembro passado, ele foi condenado a 19 anos de prisão em regime fechado e desde então, estava recolhido na Cadeia Pública de Mossoró.

SEGUNDA TENTATIVA DE FUGA DO ANO Atentativa de fuga registrada durante a madrugada de hoje na unidade prisional é a segunda ocorrida este ano, conforme a direção. A outra aconteceu no mês de junho passado, quando 65 detentos tentaram escapar também através de um túnel, mas foram impedidos após terem sido flagrados pelos agentes através do sistema de monitoramento eletrônico. Na ocasião, eles já tinham serrado as grades de três celas do pavilhão um e do portão que dá acesso a uma área em ampliação, por onde eles planejavam escapar com o auxílio de uma corda improvisada feita com lençóis, a chamada "Tereza", que eles usariam para pular o muro externo da unidade, em direção à rua. No momento da tentativa, havia sete policiais militares e cinco agentes penitenciários de plantão, que, para impedir que os detentos conseguissem alcançar a área externa da unidade, os agentes efetuaram vários disparos de arma de fogo para cima, o que fez com que eles retornassem para as celas.


Cidade

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

MENSALÃO

Lula, cadê dona Rose? Por Ucho Haddad Até agora nada - Doze meses se passaram do escândalo de corrupção protagonizado por Rosemary Noronha, que se apresentava aos interlocutores como namorado do lobista e alcaguete Lula, mas até agora a presidente da República não deu qualquer satisfação ao povo brasileiro, mais uma vez espoliado em seus direitos e recursos para financiar um esquema criminoso com a chancela do Partido dos Trabalhadores. Tão logo a Operação Porto Seguro apontou na direção de Rosemary Noronha, a Marquesa de Garanhuns, Lula e Dilma passaram a agir nos bastidores para que detalhes do imbróglio não ultrapassassem as fronteiras da Polícia Federal. Gravações telefônicas que mostravam Rose Noronha e alguns interlocutores combinando negócios escusos foram deixadas de lado, sem que a PF pudesse investir contra os criminosos. Policiais que participaram da Operação Porto Seguro revelaram que é explosivo o conteúdo dos telefonemas e dos e-mails trocados entre os integrantes da quadrilha que vendia a peso de ouro pareceres de órgãos do governo federal. Muitas dessas conversas trazem detalhes do envolvimento de gente graúda do governo e do próprio PT, que agia nas coxias do poder para garantir a execução de negócios ilegais. Desde que o caso veio à tona, Lula passou a evitar a imprensa, o que acontece até hoje, pois é sabido que Rosemary Noronha agia deliberadamente sabendo que contava com o respaldo incondicional do exinformante da ditadura militar. Responsável maior pelo período mais corrupto da história do País, Lula sabe o que fez e consegue avaliar as consequências de eventual vazamento de detalhes do caso. Sem qualquer condição financeira para custear advogados de primeira linha, Rosemary Noronha tem a seu dispor uma equipe de criminalistas de fazer inveja aos mais ricos e famosos meliantes do planeta. Os honorários dessa equipe de advogados estão sendo "custeados" por alguém que gravita na órbita do PT e goza da

FERNANDO

O site lançado por Zé Dirceu, em parceria com seus cúmplices, Genoíno e Delúbio, que reune textos descriminalizando o mensalão e tratando tudo como um jeitinho de caixa 2, foi anunciado há quase um mês pelo deputado Fernando Mineiro, lá no Portal No Ar.

O deputado Henrique Alves repetiu na blogosfera de Mossoró o que já havia confidenciado em rodas de Natal: o nome do PMDB ao governo em 2014 é Fernando Bezerra. Só não repetiu que a preferência para o Senado é Wilma de Faria (PSB).

FIM DA TUPI

O prefeito Carlos Eduardo (PDT) continua disposto a resgatar o carnaval de rua de Natal, como já havia demonstrado anteriormente. Assim que entrar janeiro, se reúne com executivos da Ambev para tentar um amplo patrocínio para os dias de folia.

CARNAVAL

O empresário Paulo Abreu, amigo de Zé Dirceu e dono do hotel Saint Peter, perdeu na Justiça o direito de uso do nome Tupi em suas rádios. O título permanece em definitivo como direito do grupo Diários Associados, fundado por Assis Chateaubriand.

DOBRADINHA

TELEVISÕES

confiança dos "companheiros", porque a ordem dentro do partido é evitar a todo custo que o "doutor honoris causa" vá pelos ares. Um governo que abafa escândalo dessa natureza não merece credibilidade e muito menos tem moral para qualquer tipo de ação contra eventuais transgressores. Fosse o Brasil um país minimamente sério e com autoridades responsáveis, Dilma Rousseff já teria sido despejada do Palácio do Planalto, uma vez que sua conivência com o caso configura prevaricação. Um processo de impeachment de Dilma só não prospera porque o governo do PT substituiu o esquema do Mensalão pelo loteamento da Esplanada dos Ministérios, o que em termos de assalto aos cofres públicos é igual ou maior do que surrupio que emoldurou o esquema de compra de parlamentares por meio de mesadas. Depois de passar uma temporada sob a diuturna proteção de um empresário que transita com excesso de facilidade na cúpula petista, conhecido como "Eduardão", Rosemary Noronha voltou a circular entre amigos, mesmo que com certa reserva. Fora isso, a Marquesa de Garanhuns já não esconde que retomou a vida no confortável apartamento em que mora no bairro da Bela Vista, região central da cidade de São Paulo. O mais interessante nessa epopeia do crime é que mesmo a Polícia Federal tendo em mãos uma considerável quantidade de provas, Rose insiste em afirmar que nada fez de errado. Isso é possível porque, assim como reinventou a classe média brasileira, o PT criou uma nova enciclopédia do crime. E essas gatunagens inerentes à corrupção são consideradas desvios comportamentais leves no partido político que age como quadrilha. (UH, www.ucho.info)

Amigos dos tempos de infância e adolescência, Carlos Eduardo e Robinson Faria constumam frequentar juntos o almoço do restaurante Nemesios, na Rodrigues Alves. Já são vizinhos de apartamentos e também de casas de verão, na Praia de Cotovelo.

Paulo Abreu vem lutando faz tempo, com uma ajudinha do governo petista, pelo resgate do nome Excelsior, a histórica TV que dividiu a era dos festivais com a Record e foi fechada em 1970 por pressão do regime militar. Ele comprou também a TVA da Abril.

FHC UNIVERSAL

DIÁRIO E POTI

Chegando na aldeia o livro "Fernando Henrique Cardoso - O Improvável Presidente do Brasil", escrito em parceria com o jornalista americano Brian Winter e com prefácio de Bill Clinton. Indicado por The Economist, Financial Times e Washington Post.

O grupo Diários Associados em Pernambuco não vendeu a Rádio Poti, como se ventilou por aqui, mas apenas arrendou a administração. E ainda não está definido que o grupo deixará morrer os títulos Diário de Natal e O Poti. Ainda é possível uma retomada.

CLONAGEM

MARINA VICE

A banda One Direction, fenômeno de popularidade entre os teens, está sendo acusada de plágio pela banda Def Leppard, que fez sucesso nos anos 80. O alvo é o hit "Midnight Memories" do novo álbum, que seria cópia da canção "Pour Some Sugar On Me".

Acertado para ser anunciado perto das convenções, em junho de 2014, o nome de Marina Silva como vice de Eduardo Campos na corrida presidencial deverá ser lançado já em janeiro. Pesquisas indicam um salto quando ambos são colocados juntos.

Noite feliz

O caso é tratado na literatura histórica como um milagre de Natal e ocorreu em 24 de dezembro de 1944, narrado no livro "Histórias Assombrosas da Segunda Guerra Mundial", do historiador espanhol Jesús Hernández. Foi no bosque de Hürtgen, na Bélgica, durante a Batalha das Ardenas, iniciada dez dias antes quando as tropas de Hitler invadiram o território belga. Numa casa de família camponesa, seis soldados (quatro nazistas e dois americanos) depuseram as armas para dividir uma ceia natalina.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

Miséria exposta

Heracles Dantas

MOTOSSERRA

Após muita insistência deste JH e depois da repercussão nos demais órgãos de imprensa do RN, a Prefeitura suspendeu o corte de árvores nas regiões que estão em obras da cidade. Centenas delas já foram arrancadas pelo pé. Agora prometem um estudo técnico sobre a retirada dos galhos e o replantio. Antes tarde do que nunca.

FALTA DO QUE FAZER

Dezenas de famílias estão espa- com o passar dos anos. lhadas pela cidade, na busca por um Nos casos em questão, o probleNatal melhor. São seres humanos na ma é ainda mais grave porque com esperança de que o espírito vindo essas famílias estão muitas crianças, com as festas de final de ano aflore, todas em situação de risco, que mais uma vez, a caridade das pessoas devem ser protegidas pelo poder púe que, como em anos passados, a blico. Mas, como fazer isso se, além população faça doações em massa de não ter um abrigo, também não para amenizar um pouco o sofrimen- existem escolas em boa qualidade, to dessas pessoas, tão carentes de não há como ensinar um ofício a quase tudo. esses pais de famíMuitas dessas famílias e, muito menos, lias vieram do interior encontrar um emEnquanto o país ou de bairros da perifeprego para eles? acreditar em um ria aqui de Natal mesmo. Como a Prefeifalso avanço social, tura sempre costuUma realidade lamentáa miséria apenas ma fazer é mais fácil vel e que expõe, aos crescerá olhos da sociedade, o lavar as mãos e deiquanto estamos longe de xar o tempo passar, atingirmos um nível para que essas pesaceitável de desenvolvimento. soas voltem as suas vidinhas condeSão fatos como esse que denun- nadas ao subdesenvolvimento. Enciam a falha de programas sociais ou quanto o país continuar acreditando das propagandas midiáticas de todos em um falso avanço social, não haos governos. Para essas pessoas, fal- verá fim da miséria, mas apenas a tam saúde, emprego e, principalmen- proliferação de dependentes da boa te, educação. Sem isso, elas jamais vontade dos nossos governantes e, conseguirão sair do patamar de po- também, da parte da população mais breza onde estão inseridas; não ha- abastada. Imagine se o Brasil não verá bolsa família que dê jeito. A estivesse entre as maiores econocena se repetirá e poderá até piorar mias do mundo.

Nunca antes na história deste país, parafraseando o ex-presidente Lula da Silva, existiu manifestação mais sem sentido do que a dos “Pintas” natalenses. Ora, o Midway em mais de 10 anos jamais barrou nenhum deles, mas, quem entra para criar confusão dentro do estabelecimento, como estavam acontecendo nos últimos meses, devem sim ser impedidos de entrar. O shopping é um local privado e suas regras precisam ser cumpridas.

NEGÓCIOS

Até agora a direção da TV Ponta Negra ainda não se pronunciou oficialmente, mas desde o final da tarde de ontem são cada vez mais fortes as notícias sobre a decisão da família do ex-senador Carlos Alberto de Sousa de vender o controle administrativo da emissora. Um grupo cearense teria adquirido o controle majoritário do veículo. Apenas a ex-prefeita Micarla de Sousa teria sido contra o negócio. As posições das irmãs Priscila e Rosy e da mãe Miriam acabaram prevalecendo.

ESTREIA

E já que o assunto é comunicação, é grande a expectativa para o início dos trabalhos da TV Esporte Interativo Nordeste. A nova emissora, com profissionais potiguares, também transmitirá os jogos do nosso campeonato estadual para todo o país. Ponto positivo para o esporte do RN.

Gira Mundo Divulgação

Quando a gente pensa que chegou ao fundo do poço em matéria de insegurança, sempre surge algo pior. No Maranhã, presos estão estuprando mulheres e irmãs de outros detentos durante as visitas íntimas. Caso contrários, os mesmos acabam mortos dentro da prisão. O fato desumano e macabro foi constatado pelo Conselho Nacional de Justiça, que está cobrando uma ação por parte da governadora Roseana Sarney, para resolver a situação.

Megafone Arquivo

“Vem o Senhor. Aguardemo-Lo de coração aberto!”

PAPA FRANCISCO SUAS PRIMEIRAS PALAVRAS DESTA VÉSPERA DE NATAL PELO SEU PERFIL OFICIAL NO TWITTER

DE OLHO NA CABELEIRA

Nada mais irônico do que assistir ao discurso do presidente do Senado, Renan Calheiros, exibido ontem em rede nacional, justamente às vésperas do Natal e em meio a toda a polêmica envolvendo o seu voo no avião da FAB rumo ao implante capilar. O parlamentar enalteceu os projetos aprovados no Congresso e, sorridente, disse que a classe política atendeu as reivindicações populares de 2013.

MOVIMENTAÇÃO

Jornalistas e turistas de várias partes do mundo já começam a entrar em contato com hotéis e pousadas em Natal, na busca por uma vaga para passar alguns meses em 2014, durante a Copa do Mundo. Por enquanto, ainda há espaços, mas já se começa a sentir a dificuldade na procura por reservas. Previsão é mesmo que o ano novo seja de superlotação na cidade.

ENTÃO É NATAL

Este colunista, envaidecido, não poderia deixar passar a oportunidade de agradecer as dezenas de mensagens natalinas recebidas nos últimos dias. Foram tantas que é impossível citar todos neste pequeno canto de página. Para não esquecer ninguém, prefiro dizer apenas muito obrigado e desejar tudo em mais uma noite iluminada.

FELICIDADES

Aproveitando, aos fiéis leitores da coluna e também aos que acompanham este jornalista em suas aventuras pela internet por meio do ampliandoanoticia.com.br ou na TV, no programa Pensando Bem, gostaria de desejar uma Natal recheado de muita paz, saúde e felicidades, cercado por familiares e sinceros amigos. Que este momento seja, mais uma vez, de reflexão, para os tantos problemas enfrentados no ano. Feliz Natal!


12 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de dezembro de 2013

Cidade

Terça-feira Márlio Forte

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br INTERINA - Taciana Chiquetti - tacychiquetti@hotmail.com

w CONSULTA IMPORTANTE

Elpídio Jr

Bob Flash

PARA 2014 O site www.politicos.org.br, que mostra o ranking dos senadores, deputados federais e estaduais e vereadores, foi atualizado. >>> Já é possível conferir nomes da atual legislatura para checar itens importantes, como presença em sessões, qualidade legislativa, privilégios, processos judiciais e até "mentirômetro". >>> A maioria dos potiguares está próximo da lanterna nos rankings.

w PRESTAÇÃO DE CONTAS O deputado Fernando Mineiro (PT) publicou cartilha com o resumo das ações parlamentares do ano. >>> O material é ilustrado com fotos de Natal nos anos 50, feitas pelo fotógrafo húngaro Tibor Jablonski.

Secretário chefe do Gabinete Civil da Prefeitura Sávio Hackradt e esposa Dodora Guedes contemplam a árvore de Mirassol, no Natal em Natal

GIRO PELO TWITTER Nicole Vaz, distribuindo simpatia e conferindo, de perto, a inauguração da nova balada de Natal, a Pink Elephant

w TESTE DE POPULARIDADE

Depois de alguns anos, o salão nobre do Palácio Felipe Camarão será reaberto, nesta sexta-feira (27), às 10h30, para a população. >>> O prefeito Carlos Eduardo (PDT) estará lá para receber os tradicionais cumprimentos de final de ano. >>> Após a impopularidade da última gestão, abrir a Prefeitura para receber os votos havia ficado inviável.

Vereador-mascote Jacó Jácome (PMN) comemora a "missão cumprida": zerou a pauta de 2013 na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), uma das mais importantes da Câmara de Natal

...do advogado Heriberto Bezerra: "O hábito de falar com Deus muda o nosso jeito de falar com as pessoas". ...do fotógrafo Canindé Soares: "18h20 e a árvore de Mirassol continua apagada. Alguém sabe o motivo?"

w REDES DE HOSPITALIDADE

Em recente reunião entre o prefeito Carlos Eduardo (PDT) e o diretor-geral do Comitê Organizador Local da Copa do Mundo, Ricardo Trade, no Rio de Janeiro, o gestor foi informado que a capital do RN será uma das cinco sedes do Mundial a dispor de uma Rede de Hospitalidade. >>> Montada para melhorar a infraestrutura de receptivo para os turistas estrangeiros. >>> Natal foi contemplada porque receberá seleções que atraem grandes números de torcedores. >>> As Redes de Hospitalidade serão bancadas pela própria Fifa.

...do vereador do PT Hugo Manso: "Estou fazendo brincadeira no Twitter, escolhendo melhores ações, pessoas, eventos e situações do ano. Vou postar até 31-12. Quero opiniões".

...do publicitário Tertuliano Pinheiro: "Para reflexão: 'O sucesso tem muitos pais, mas o fracasso é órfão - John Kennedy'"

Papai Noel e sua equipe no Bosque das Mangueiras, durante programação especial do "Natal do Bosque - Florescendo Lazer e Cultura"

A advogada Priscila Fonseca e a consultora empresarial Suely Matos reuniram colaboradores de seus escritórios na confraternização de fim de ano, no Iate Clube

...do Sindicato das Agências de Propaganda do RN: "Propaganda também é informação. Elas também divulgam, emitem, esclarecem, expõem e transmitem".

w CEIA FÁCIL

A rede de padarias Gosto de Pão aposta, mais uma vez, em facilitar a vida no corre-corre de fim de ano. >>> São várias as opções de kits para a ceia de natal para quem deixou para a "última hora". >>> Tradicional por oferecer estes serviços, nesta época, a rede vem sendo apontada, em diversas pesquisas de mercado, como a mais lembrada e procurada pelo público.

w VÉSPERA ANIMADA

O Pepper's Hall preparou uma programação especial com quatro dias de baladas, incluindo esta terça-feira (24). >>> Hoje, haverá samba house da banda SamVibe, os sucessos de Edu Santafé, que fará um tributo a Jorge e Mateus, o projeto Sax In The House e DJ Gunner.

w PAPA POP

O Papa Francisco foi eleito "personalidade mundial do ano" pelos diretores, subdiretores e editores dos 11 jornais que integram o Grupo de Diários América (GDA). >>> Ele é o primeiro Papa latino-americano a conseguir o reconhecimento. >>> O argentino Jorge Mario Bergoglio também foi o mais votado como personalidade do continente.

w MEUS DESEJOS

PARA VOCÊS Natal é alegria. Por isso, desejo sorrisos e mais sorrisos - em qualquer situação, por maiores que sejam os desafios. Que o bom humor nos sustente. >>> Acho que fé e bom humor andam lado a lado. Quem sorri se abre para vida. Que possamos ousar ser feliz. Somente assim, teremos sempre mais a agradecer do que a pedir... Que 2014 seja o ano que a gente sempre quis. >>> Agradeço a todos os votos de "feliz natal" que recebi. Obrigada, gente! CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w MISSA O arcebispo Dom Jaime Vieira Rocha será o celebrante hoje, às 19h, da Missa de Natal no anfiteatro do Campus. E também da missa de ano novo, no dia 31 de dezembro. É uma tradição da Universidade.

w PERGUNTA - I Como é que o prefeito Carlos Eduardo Alves recebe a dívida de R$ 400 milhões, proporcionalmente mais que os R$ 800 milhões da governadora Rosalba Ciarlini, paga o 13º e ainda antecipa dezembro? w DAS - II Duas uma: ou governo vive desde o início uma crise absoluta vítima de uma má gestão sem limites, ou é pior: esconde a grana como desconfia o MP só para realizar as várias obras que imagina eleitoreiras.

w CINISMO O senador Renan Calheiros usa um jatinho da FAB para ir a Recife fazer implante de cabelo quando o Brasil está careca de saber que ele é um reincidente garantido pelo cinismo da sua própria impunidade. w ATENÇÃO - I Enólogos desta aldeia de Poty: como os senhores sabem, todos os anos a revista Wine Spectator publica os cem melhores vinhos do ano. Em 2013 apenas um rosé entrou na relação top: Rose Miraval. w O... - II Que muitos não sabem é o bom Rose Miraval, safra 2012, é produzido pela família Perrin, proprietária do Chatô Beaucastel, a casa de verão de Brad Pit e Angelina Jolie que fica na bela região da Provence. w DETALHE - III Como os enólogos da família Pit são bem menos vaidosos do que os enólogos natalenses, a caixa com seis garrafas sai do Chatô de Beaucastel por 105 euros. O estoque, é claro, acabou em algumas horas. w AZUIS Para Cleto Barreto, onde estiver entre goles de velhos conhaques: da fumaça dos bons puros as volutas azuis incensam a vida e sabem afastar o demônio da tristeza que às vezes pulam os muros da alma. w VOTOS O cronista agradece a todos pelos votos de um Natal feliz e deseja, a cada um, uma noite de paz com a mesma felicidade daqueles anos. De quando a mesa reunia a todos na alegre e doce comunhão cristã.

P

O trem

assei a infância, Senhor Redator, na magia que me foi dado viver, esperando um trem. Não era muito, afinal ele andava veloz e alegre no chão da casa de outros meninos parecidos comigo. Um trem que tivesse uma locomotiva com sua chaminé no alto, alguns vagões, e que corresse sobre os trilhos. Principalmente que tivesse uma estação e uma ponte, ainda que precisasse fazê-lo passar sobre o brilho falso de um rio de caco de espelho, que um menino não precisa da realidade para inventar seu mundo. Um trem que fosse verde ou vermelho, não importa, mas verdadeiro. E com uma locomotiva puxando aqueles vagões todos de carga e passageiros, subindo e descendo serras. Um trem que mesmo girando sempre num pequeno círculo, fizesse viagens. Partisse, como os trens de verdade. E fosse por caminhos, e levasse os sonhos do menino de um dia ir conhecer outras terras. Um trem de lata, como se fosse feito de ferro, com a dignidade das coisas eternas, mas sem perder o grande encanto mágico. Passaram-se os anos. O trem nunca veio para as viagens reais ou irreais no chão da infância. Mas, na tarde de um dia que passou faz muito tempo, entrei na bela Estação Termini, de Roma. Era a primeira viagem, a da descoberta do mundo, que Rejane já conhecia e por isso sabia ensinar os seus caminhos. Chegamos cedo e fiquei ali, num banco, olhando o trem de verdade que dentro de mais uns minutos nos levaria de volta a Paris. Vagões de janelas enfileiradas e guardas de uniforme e quepe.

O embarque foi calmo. Sentamos numa cabine ao lado de uma senhora francesa, simpática para nossa surpresa. Fumava e tomava pequenos goles de café que levava na garrafa térmica, o que faria de vez em quando ao longo da viagem. Fiquei na janela do lado estação. Era um trem noturno, mas aquele início de noite, na Itália, era tão claro que caía nos olhos como uma tarde. De repente, o trinado forte do sino nas mãos do guarda e o grito anunciando numa pronúncia bem francesa: 'A Parrí!' 'A Parrí!'. Era minha primeira viagem de trem e voltava a Paris depois de alguns dias em Lisboa, aonde chegamos de avião. O trem começou a andar. No atrito veloz dos vagões sobre os trilhos parecia soltar notas musicais. Foi como se acordasse uma velha canção adormecida, agora a encher os ouvidos. Era o meu trem, aquele da infância que nunca chegou. E, quando chegasse a Paris, ainda ganharia mais um dia de presente um último dia em Paris. De lá, e tão tristemente feliz, o vôo da Air France para Recife. Naquela hora, Senhor Redator, enquanto o trem corria e cantava vencendo a noite nos campos frios da Itália, todas as lembranças flutuaram no mar da alma, primevo e talássico. O menino, sem trair a felicidade do adulto, de repente fugiu e num vôo mágico foi visitar o sótão do seu pequeno sobrado azul para guardar o trem no tesouro perdido da infância, ao lado do velocípede que ficou dormindo. Um trem cheio de saudade que chegava, depois de anos e anos, carregado de um tempo imenso de vida...

w TANTO - III É verdade que apesar de toda crise política - ameaça de perda de mandato e inelegibilidade - mantem a licitação no valor de R$ 25 milhões para marketing do governo que acha ainda não ser bem conhecido. w EFEITO - IV Ninguém pode ser contra que o governo use verba oficial e preste conta do que realizou, desde que não faça da publicidade o culto à personalidade. Esse tempo e esse método passaram. Hoje são repudiados. w ALIÁS - V Foi nesse sentido que a lei do deputado Kelps Lima acabou bem recebida pelos diversos segmentos da sociedade e aprovada pela Assembléia Legislativa. Governar não é mais ser um artista do populismo. w VINHO Aníbal Barbalho! Ô Anibal Barbalho! Onde anda você? Quando vem espantar a mesmice dessas tardes de verão para o vinho calmo e a conversa mansa, dessas que chamam a noite sem medo e sem pressa? w AZUIS Para Cleto Barreto, onde estiver entre goles de velhos conhaques: da fumaça dos bons puros as volutas azuis incensam a vida e afastam o demônio da tristeza que em certos dias tenta pular os muros da alma.

CMYK


14 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de dezembro de 2013

Direito Vivido

Cidade

Terça-feira

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Aproveite amanhã para fazer uma reflexão.

RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS)

FELIZ NATAL!!!

ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

NATAL

Erro essencial Mesmo que o reconhecimento de paternidade tenha sido feito de forma livre e consciente, por acreditar que o filho seja legítimo, a negativa verificada em exame de DNA tem o dom de desconstituí-lo. Afinal, quem o registrou incorreu em erro essencial, que viciou a sua vontade. O entendimento levou a 8ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul a derrubar Apelação de uma mulher, inconformada porque o pedido de alimentos fora indeferido na primeira instância, uma vez que o juízo reconheceu que o réu não era o pai da criança. Com a procedência da Ação Negatória de Paternidade, proposta pelo ex-companheiro e pai registral do menino, hoje com sete anos, o juízo extinguiu a obrigação de prestação de alimentos. Conforme os autos, o pai da criança, provavelmente, tenha sido o homem que se relacionou com ela durante um dos períodos em que o excasal esteve afastado, embora não vivesse sob o mesmo teto no curto espaço de seis meses em que durou o relacionamento.

O relator do caso na corte, desembargador Ricardo Moreira Lins Pastl, a exemplo do juízo de origem, afirmou, no acórdão, que ficou provado que o autor incorreu em erro essencial quando fez o reconhecimento de paternidade. É que o exame de DNA o excluiu da paternidade, embora a mãe sempre afirmasse o contrário. Para o desembargador-relator, é pouco relevante que o pai registral tenha assumido a posição jurídica de pai do menino, agindo como tal, já que, ante a prova de existência de consentimento viciado, não se pode sustentar perpetuamente uma relação que se afirmou de forma defeituosa. ''Ao cabo, a manifestação da genitora perante a Assistência Social espelha o sentimento de alívio que lhe acometeu com o desvendamento da verdade sobre a filiação, e, certamente, isso fará com que ela busque regularizar a paternidade de seu filho, que, como é consabido, tem o direito personalíssimo de saber a sua origem ancestral'', encerrou o magistrado. A decisão foi lavrada em acórdão no dia 12 de dezembro.

Salário Nos casos em que há desconto no salário, mesmo que irrisório, para custear o fornecimento do auxílio alimentação, o benefício perde a natureza salarial, afastando a sua integração ao salário para fins de reflexos em outras verbas trabalhistas. Esse foi o entendimento aplicado pela 5ª Turma do Tribunal Superior do Trabalho, seguindo voto do ministro Guilherme Caputo Bastos, para negar o pedido de uma trabalhadora que pretendia incorporar ao seu salário os tíquetes alimentação recebidos no decorrer de seu contrato de trabalho. Na ação, a mulher pede o reconhecimento da natureza salarial da parcela, com fundamento no artigo 458 da CLT, e a sua repercussão no aviso prévio, nas férias, nos décimos terceiros salários, no repouso semanal remunerado e no FGTS, referentes aos

Navio Kinsai Maru no 58 Kinei Maru no 108 Lagoa Paranaense Rebras Jaú Alem Mar II Takeshio Oriente Queen II Delphin Marfret Marajó Oriente Queen II Marfret Guyane

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto Ao Largo 25/12 27/12 28/12 31/12 04/01

Destino Alto mar Alto mar -São Luis(MA) F. de Noronha(PE) Cabedelo(PB) Fortaleza(CE) Recife(PE) Algecira/ESP Fortaleza(CE) Algecira/ESP

Carga Pescado Pescado Rebocador Rebocador Geral Trigo Turismo Turismo Contêineres Turismo Contêineres

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Elka Bene Jenni

Libéria Panamá

Ao Largo Salvador(BA) Ao Largo Salvador(BA)

Óleo cru Óleo cru

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

TÁBUA DE MARÉS Dia Hora Altura (M) 24 14:28 0.8 21:00 1.9 25 03:09 0.7 09:43 1.8

quatro anos em que trabalhou na empresa. O Tribunal Regional do Trabalho da 6ª Região (PE) indeferiu o pedido pois a empregada custeava parte do auxílio, o que afastava a natureza remuneratória da parcela. Insatisfeita, a trabalhadora recorreu ao TST que manteve o entendimento. De acordo com Caputo Bastos, o artigo 468 da CLT diz que as parcelas in natura fornecidas por força do contrato de trabalho ou por liberalidade do empregador, de forma habitual ou gratuita, tem natureza salarial. "Todavia, quando há desconto no salário do empregado, ainda que irrisório, para custear o fornecimento da parcela, como ocorreu in casu, ela perde sua natureza salarial, o que afasta a sua integração para fins de repercussão em outras verbas trabalhistas", explicou.

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

Bandeira Japão Japão Brasil Brasil Brasil Panamá Grécia Bahamas França Grécia França

FASES DA LUA Nova (02/12 - 21:22h) Crescente (09/12 - 12:12h) Cheia (17/12 - 06:28h) Minguante (25/12 - 10:48h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 24 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 15

Divulgação

Passe Livre

JADSON ANDRÉ é Top Mundial

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br Divulgação

Natal, então

Potiguar é uma das revelações do surfe nacional

ASP OFICIALIZA O RETORNO DO SURFISTA NATALENSE À ELITE DO SURFE MUNDIAL Agora é oficial: o surfista potiguar Jadson André está de volta ao WCT. O resultado foi divulgado no início da semana pela Association of Surfing Professionals (ASP), após o atleta se consagrar campeão da etapa Prime do Circuito Mundial (WQS) em Carcavelos, Portugal, em outubro deste ano, com uma performance incrível e um tubo que lhe renderam uma nota 10. Com o anúncio, o brasileiro está de volta ao TOP 34

do surfe mundial, lista de atletas que vão disputar o World Tour 2014. Com 18.320 pontos na competição, o jovem é uma das revelações do surfe nacional dos últimos anos. Neste ano somou conquistas e viveu um período de superação. "2012 foi um ano superdifícil. Sofri várias lesões e em nenhum momento tive a oportunidade de surfar o meu melhor. Então procurei aprender mais com os

meus erros e sempre buscar o lado positivo das situações, mesmo nos piores momentos. Foquei muito neste ano de 2013 porque sabia, e ainda sei do meu potencial. Dediquei todo meu tempo para dar a volta por cima e provar que pertenço ao WCT. Esse foi o ano que mais trabalhei para alcançar meu objetivo. Graças a Deus deu tudo certo", disse Jadson. O natalense Jadson tem hoje 23 anos e aprendeu a surfar em

Ponta Negra. Patrocinado pela Oakley desde 2003, o atleta surfa desde os sete anos e já conquistou importantes títulos. Foi campeão mundial Júnior, duas vezes vicecampeão mundial Pró Júnior, campeão do WQS 6 prime em Durban 2009, terceiro colocado no Circuito Mundial WQS e campeão do WCT Brasil 2010, em Imbituba, Santa Catarina, contra o mito americano Kelly Slater, dez vezes campeão do circuito mundial.

> VÔLEI

FNV anuncia os vencedores do ano O Rio Grande do Norte já tem o seu Rei e sua Rainha do Vôlei de Praia 2013. Os vencedores são Romolo, no masculino, e Twendy, no feminino. Os títulos foram conquistados no torneio realizado no final de semana, na Praia do Y (17º GAC). O evento esportivo foi organizado pela Federação Norte-rio-grandense de Voleibol - FNV como a participação dos

melhores atletas do ranking estadual. Enquanto Romolo veio das categorias de base e somente entrou na competição com o Wild Card concedido pela organização, Twendy, atleta veterana, ganhou o seu segundo título consecutivo, pois já tinha vencido o mesmo torneio no ano passado. Além do título de Rei e Rainha da praia os vencedores receberam um meda-

lhão comemorativo, uma bola Mikasa VLS300 no valor de R$ 400,00 e mais R$ 200,00 em dinheiro. AABB As equipes da AABB foram as grandes campeãs do Campeonato Estadual de Voleibol de quadra. O clube ficou com o titulo tanto no masculino quanto no fe-

minino. O torneio reuniu as equipes de melhor desempenho do Campeonato Metropolitano e do Super Interiorano e ainda contou com a presença do atleta da seleção brasileira Lipe Rodrigues, que apesar de jogar vôlei de praia reforçou a equipe da AABB.As equipes de Caíco e Ouro Branco ficaram com o vice no masculino e feminino respectivamente.

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

Torcedor também tira férias O início de temporada nunca foi fácil para os clubes do Rio Grande do Norte, principalmente para ABC e América que jogam o ano inteiro e veem duplicar os gastos quando chega dezembro, período de pagamento do 13º salário, férias e rescisões contratuais. Como se não bastasse, os clubes ainda precisam iniciar as contratações de 2014, tirando dinheiro de onde não tem. A única saída para oxigenar as finanças é recorrer ao velho adiantamento da CBF, mas R$ 600 mil evaporam como água diante de tanta conta para pagar e pra piorar dizem que a CBF só está liberando "trezentinho". Mas isso nunca foi novidade por aqui e os torcedores já estão acostumados e vacinados. Todo ano é a mesma situação e a expectativa maior acaba sempre ficando para a disputa da Série B. A serenidade e compreensão passiva do torcedor pode ser verificada na caixa de entrada de e-mails, desde que terminou o Campeonato Brasileiro está uma tranquilidade. Nada de opiniões, protestos e ofensas a dirigentes e jogadores. E vai ser assim pelos próximos dois meses, pois o torcedor também tira férias. Cobrança mesmo só em meados de janeiro, quando a bola começa a rolar. Boas férias aos torcedores alvirrubros e alvinegros e um Feliz Natal.

AMIGO DE TEIXEIRA O Barcelona levou ontem à Justiça espanhola os dois contratos que assinou com Neymar, datados de 2011 e 2013. Um membro da oposição ao presidente Sandro Rosell acusa o mandatário de desviar 40 dos 57 milhões de euros envolvidos na negociação pelo jogador. Jordi Cases levou o caso à Justiça espanhola, que irá analisar os documentos para sabe se haverá necessidade de abrir um processo contra Rosell, também envolvido em negócios com Ricardo Teixeira, ex-presidente da CBF e seu amigo pessoal. E O CAMISA 10? A procura pela camisa 10 americano está difícil. Vários nomes já foram sondados, entre eles Van-

der, do Vitória, e Magno Cruz, do Bragantino. Mas o América acaba esbarrando no alto salário. Está complicado, um meia regular não se encontra no mercado por menos de R$ 30 mil mensais. Tá complicado. FALTA DE INCENTIVO As jogadoras da seleção feminina de handebol desembarcaram no Brasil festejando o título mundial conquistado na Sérvia, mas não deixaram de mostrar preocupação com o futuro do esporte. Como sempre, o esporte amador no Brasil esbarra na falta de incentivo à prática da modalidade e apoio financeiro. Mas quem sabe, o ministro Aldo Rebelo passe a investir mais no handebol de quadra e areia. Divulgação

PASSARELA

A notícia sobre a prisão de Passarella pegou muita gente de surpresa. O ex-zagueiro da Seleção Argentina e ex-técnico do Corinthians, sempre passou a impressão de homem sério e trabalhador, e de repente, é acusado de envolvimento em um esquema de tráfico de ingressos do River Plate, quando era presidente do clube.

NOGUEIRÃO

Uma boa notícia. O palco das equipes de Mossoró para os jogos do Campeonato Estadual está passando por uma reforma. A empresa de construção do presidente do Potiguar de Mossoró, Jorge do Rosário, está recuperando o estádio Nogueirão. O dirigente e a Liga Desportiva Mossoroense cansaram de esperar pela ajuda da prefeitura e governadora.

JOSÉ ROCHA

Fez aniversário ontem tocando o sonho concreto do Estádio Arena do Dragão, a casa própria dos rubros. O Presidente do Conselho Deliberativo do América faz parte da história dos maiores dirigentes do futebol potiguar.

CARTOLAS E CARTOLAS

Ao analisar as peripécias do inglês que assumiu o Alecrim para sumir e transformar o clube num reino de súditos, é preciso evocar não apenas Zé Rocha, mas cartolas que são referências pelo trabalho e o amor sanguíneo aos seus clubes.

NO AMÉRICA

Ninguém mais do que Jussier Santos é a imagem da boa articulação, elegância e competência para vencer. Dilermando Machado e Henrique Gaspar foram vitoriosos. Nenhum deles esqueceu ou usou o clube pelos seus interesses próprios.

NO ABC

ATAQUE FORTE

O time de Marconi Barreto segue vencendo os amistosos preparatórios para a disputa do Estadual. No último teste, o Globo venceu o bom time do América Sub-20 por 4 a 1. Romarinho, Zé Maria, Ramon e Didi Potiguar foram os autores dos gols. Nos três amistosos de pré-temporada, já foram 25 gols marcados, média de oito gols por partida.

As festas de fim de ano estão escondidas no menino teimoso resistindo dentro de mim. O menino tornado maduro mais cedo que os prognósticos razoáveis, porque a vida é como ela é. O ilhéu das lembranças inocentes do passado e arredio às confraternizações. Recolhome ao silêncio quando chega dezembro e votos renovados de um tempo melhor são desmentidos pela crueza do tempo real. Nunca terei o direito de contestar a euforia dos outros na expectativa da troca de gentilezas secretas, nas reconciliações temporárias e na bondade passageira igual ao trenó que nem sei se cheguei a esperar pela janela escura do quarto. Não, melancolia está longe de mim, tanto quanto a Dinamarca. Estou entregue de verdade a um cansaço impaciente pela repetição de tudo nos brindes , nas frases e nas atitudes posteriores sempre iguais. Falta aos publicitários internacionais um formato original para o período em que ninguém é malvado. >>>>>> A agressão gratuita em rede social contra a honra de alguém de ponto de vista diferente? Besteira, é Natal. O golpe traiçoeiro no amigo de confiança para tomar-lhe o emprego? Apaga, é Natal. O esporro público no garçom que demorou a trazer a cerveja? Frescura, é Natal. A comemoração campeoníssima pela desgraça do adversário? Que nada, é Natal. O grito no ascensorista que deixou a empregada doméstica usar o elevador social? Manera, é Natal. Nasci, vivo e morrerei prático. Desprezo teorias, ensinamentos, consolações e olho de relance para a espera de milagres. Prefiro colher meus próprios frutos, do que houver plantado, buscando o firmamento das minhas ideias, a franqueza como mantra, a dissimulação como inimiga a ser morta da forma que ela nunca mata: de frente, combate testa com testa, cada qual com seu trabuco, sem tocaias ou armadilhas covardes. >>>>>> Resta-me na ceia que dispenso, recordar meus amigos de infância. De minhas traquinagens. Estão vivos quase todos, seguiram seus caminhos, é pecado sem desculpa não reuni-los, revê-los, abraçá-los, retemperar histórias e episódios da mais sadia e perdoável canalhice juvenil: os truques nas brigas contra as ruas adjacentes, o voyeurismo noturno nas árvores do posto de gasolina direto ao banheiro das domésticas, nossas inspirações sacras na descoberta do prazer ingênuo. O ritmo do Natal é pendular, sobe e desce. Sobe para o frisson do consumo. Desce na parada para pensar. No jeito contemplativo de figuras que me aparecem imóveis e silenciosas, em aspecto blazé no rosto. Nada me dizem. Não há nada a falar ou a fazer. Elas, as figuras pálidas, me surgem com olhar de absoluta indiferença, inertes, sem mover um músculo sequer. É a galeria exclusiva dos meus mortos que reabro sempre, seja ou não o Menino Deus o pretexto para tentar resgatá-la. Nela está a chave de minha inquietação solitária no maior grupo onde possa estar. É a tranca da saudade. O menino vai desaparecendo como o barquinho plástico nas ondas da praia de Pirangi do Norte, ainda caiçara, casas de pescadores, sem luz elétrica, um deserto enorme vencido pelo calor humano e a alegria do largo alpendre. Fica o homem observando preparativos, no tédio maior que o de tombadilho de navio distante do cais. injuriado de tanto ouvir Simone cantando "Então é Natal", como se houvesse acabado de descobrir a roda. De uma bicicleta Caloi tão cobiçada somemos os anos derradeiros. Que sejam todos felizes na graça por chegar do espírito natalino que seria perfeito durante 365 dias por ano. Muito mais do que uma noite de luzes, cordões, arrependimentos, abraços fraternos e ursos, contrições e ilusões embriagadas. Molhar os pés no mar, chutar conchas e enlaçar os sargaços. A alma, de suas sombras e sobras, quem sabe, aquecerá o coração.

Surpresa O volante Fernando, do Porto, pode ser uma das surpresas da próxima convocação de Luiz Felipe Scolari, para o amistoso contra a África do Sul, em 5 de março. De acordo com a emissora portuguesa RTP, o treinador da seleção brasileira esteve no Estádio dos Dragões, na última sexta-feira, para acompanhar o jogador na partida contra o Olhanense. O Porto venceu por 4 a 0.

Aluizio Bezerra, Zeca Passos, Bira Rocha, Agnelo Alves, Leonardo Arruda Câmara, Judas Tadeu, Edson Teixeira, Rui Barbosa, José Prudêncio Sobrinho e Ernâni Alves da Silveira fazem parte de uma escola iniciada pelo desapego material e o intensa paixão de um casal eternizado: Vicente e Maria Lamas Farache.

NO ALECRIM

Clóvis Motta, Bastos Santana, Orlandinho Caldas, Demerval de Sá, Marcos Vinicius, Edmar Viana, todo o pessoal da FERA, significam a dedicação verdadeira ao Alecrim, puro e simples como o bairro que deveria ser sua cidadela.

ESPECULAÇÕES

Até a reapresentação dos clubes, o ritmo de noticiário será lento, gradual e seguro, como a distenção política anunciada e descumprida pelo ex-presidente Ernesto Geisel nos finalmentes da Ditadura Militar. O salseiro agita depois das festas de fim de ano.

HUMBERTO

Surge um novo nome para revelação de treinador no Nordeste. É o ex-lateral, zagueiro e volante do ABC Humberto, bicampeão potiguar em 1999 e 2000 e também com breve passagem pelo América. Humberto assumiu o Central de Caruaru em crise e conseguiu um empate e uma vitória.

MORONI

Antes de Humberto, o treinador era o rodadíssimo Paulo Moroni, que passou por todos os clubes daqui. Moroni não deu certo e saiu queimado como retranqueiro, segundo a imprensa pernambucana. O campeonato estadual de lá começou com os times interioranos lutando pela vaga às finais, onde entram Santa Cruz, Sport e Náutico.

KAKÁ

Felipão interrompeu sua viagem de férias para a Europa apenas para ver Kaká no San Siro, no clássico Milan x Internazionale. Kaká fez uma partida lamentável, como vem sendo o seu desempenho há pelo menos cinco anos. Felipão deve chamar Robinho para a Copa do Mundo, um mágico, que não terá feito nada em 2006 e 2010, quando novo, e ainda seria premiado na caduquice malandra de fim de carreira.


16 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de dezembro de 2013

Terรงa-feira

CMYK


24122013