Page 1

Sábado e Domingo

Ano XVI w

NATAL-RN, 24 E 25 DE MAIO DE 2014 w Nº 4.942

R$ 2,00 w jornaldehoje.com.br Wellington Rocha

> JOSÉ DIAS:

‘Henrique só soube agora da crise na Saúde? Onde é que ele estava morando?’ DEPUTADO ESTADUAL AFIRMA QUE ATUAL PRESIDENTE DA CÂMARA PARTICIPOU DOS ÚLTIMOS TRÊS GOVERNOS E NÃO DEVERIA DESCONHECER OS PROBLEMAS DA SAÚDE POLÍTICA 3 Heracles Dantas

Rua Café Filho está pronta para os torcedores. Moradores gastaram R$ 760,00

> COPA EM NATAL

Moradores das Rocas se unem e decoram as ruas para o mundial CIDADE 8

> NO CENTRO ADMINISTRATIVO

Policiais decidem ficar acampados e votarão greve na segunda-feira

NOVO PAINEL DA COPA JÁ ESTÁ INSTALADO Com fotografias de Canindé Soares, layout proposto pelo design gráfico Erinaldo Santos foi aprovado por natalenses após polêmica nas redes sociais. CIDADE 8

CIDADE 10

Marcos A. de Sá

José Aldenir

> SAÚDE

Ação em Natal visa combater a obesidade e o sedentarismo

Vicente Serejo

SYLVIA SÁ INTERINA

Página 7

w Henrique anuncia R$ 25 milhões para adutora emergencial em Currais Novos.

A manhã deste sábado foi de saúde e lazer no Parque das Dunas. O evento faz parte do projeto ‘Obesidade Hoje’desenvolvido pelo gastroenterologista Carlos Alexandre Fonseca. "O sedentarismo é o nosso principal problema. Emagrecer não é difícil, mas é preciso dedicação e persistência para manter uma rotina saudável", explica o médico.

Página 13

w Dos Idos de março ao livro de Juremir, de como grandes jornalistas apoiaram o golpe.

Hemetério Gurgel Página 13

w Sobremesas no Tia Simone. w Caffé di Maria com almoço e jantar. w Rosalba é candidata.

CIDADE 6

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE Dalton Mello de Andrade Diógenes da Cunha Lima Cid Montenegro Públio José Marco Emerenciano Jurandyr Navarro Elviro Rebouças OPINIÃO - Página 2

Wellington Rocha

> EM LAS VEGAS

Renan Barão defende hoje o cinturão do peso-galo UFC ESPORTE 16

> EM NATAL

Criadores de canários estão na expectativa da exposição CIDADE 8

33a Exposição de Canários de Cor e Porte será realizada de 27 a 31 de maio no Conacan, em Candelária INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,22 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,29 R$ 2,22

Euro x real R$ 3,03 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 11%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

DALTON MELLO DE ANDRADE, professor universitário - aposentado (dandrade@ufrnet.br)

Artigo

Conhecimentos supérfluos Você já parou para pensar como os conhecimentos aparentemente supérfluos são importantes? Pra que diabo você saber que 2 + 2 são 4, se qualquer maquininha vagabunda de dez mil reis lhe dá essa resposta em segundos? Diga, concorde comigo, não é muito mais importante você saber que Winston Churchill só tomava champanhe da marca Pol Roger? E que o whisky preferido dele era John Walker Red? Que bebia do acordar ao dormir e que, nem por isso, deixou de ser quem foi? Especialmente desconfiando que muitos poucos sabem disso? Pois é. Estava lendo exatamente sobre a vida de Churchill, num livro fantástico de letrinha miúda e cerca de 1200 páginas, que se chama "The Last Lion", de William Manchester e Paul Reid, cobrindo apenas sua vida de quando foi nomeado Primeiro Ministro, em 10 de maio de 1940, até sua morte, em 1965, aos noventa anos, quando me dei conta da importância desses conhecimentos, para muitos, supérfluos, mas, para mim, originais e indispensáveis. Como é bom você escutar um concerto, digamos, de Mozart, e saber que ele foi um perdulário, que adorava um vinho e uma farra, e mesmo assim foi dos mais sublimes compositores, com uma música que atravessou séculos? Ou a Nona de Beethoven, e saber que a escreveu e regeu já depois de surdo? Ou Wagner, com a sua antipatia e anti-semitismo, mas de uma mente sublime e composições irrepreensíveis? Como é gostoso você se lembrar das estórias de Zé Areias, de sua presença de espírito indomável, e de suas respostas aos que dele pretendiam zombar? Quando, por exemplo, respondeu a um sujeito que queria gozá-lo, ao dizer que a barbearia dele tinha cheiro de

Artigo

merda – deixe eu raspar seu bigode que esse cheiro desaparece? Ou da outra resposta a um camarada a quem ofereceu a rifa de uma sela, e o cara disse: Zé, pra que diabo quero uma sela, se não sou cavalo? E teve a resposta em cima da bucha: pra burro também serve! Nada, convenhamos, como um conhecimento supérfluo. Depois de tantos anos de vida, estou convencido que tudo o que li, muita coisa aparentemente sem nenhuma utilidade imediata, foi importante. A teoria de Einstein, a tal da teoria da relatividade, difícil paca de entender, e que já li algumas vezes, só aparentemente pescando alguma coisa, me levou a ler sobre a sua vida, por demais interessante. Franklin, com aquela estória da pipa lançada na chuva para captar um raio, mas que foi um baluarte da democracia e da independência dos EUA? Ou do astrônomo Hubble, com as suas teorias, que deu o nome ao telescópio famoso no espaço, que para um simples mortal não tem a menor importância? Ou das peripécias para levar um homem à Lua, de cuja viagem muitos ainda duvidam? Ou do nosso Augusto Severo, o homem do dirigível, e que foi um pioneiro nesse mister? Tudo isso me deixa entusiasmado e me leva à novas descobertas. Dizem que a curiosidade excessiva mata. Pelo contrário, eu acho que, quanto mais curioso, mais você encontra razões para viver. Esse é o meu caso. Todo dia, adoro buscar novidades, ler livros e assuntos diferentes, deixar a mesmice de lado e partir para novos caminhos – sem sair de casa, lugar ideal para todas essas andanças. E, claro, quando não tenho resposta, procuro no Google. E, se não encontrar, vou procurar no Alecrim.

DIÓGENES DA CUNHA LIMA, advogado, escritor e presidente da Academia Norte-rio-grandense de Letras (diogenes@dcl.adv.br)

O livro de Crinaura É uma história íntima, livro feito de tempo, diálogo com o passado, tem cheiro de guardado, pequeno grande livro. Li de um fôlego porque impossível parar de sorver sabores de encantamento. O seu destino é ser sublinhado nas passagens mais expressivas. E ser revisitado, com o carinho que traz a presença de tempos idos. A autora, antiga aluna do Colégio Imaculada Conceição, é assistente social e jubilada professora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte. Tive o privilégio de conhecê-la como colega de Ioga e perceber, no espaço Corpo e Mente, que é uma pessoa de sensibilidade e fortes tiradas de inteligência. Ela e Jessé Dantas Cavalcanti legaram ao Estado quatro filhos admiráveis e admirados (João Helder, Ana Célia, Carito e Mário Ivo). São conhecidos e reconhecidos por seu talento, retidão, amizade, respeito merecido. E também poesia. Vila Soledade é reconstrução diária e mágica de um lugar em que tudo de bom acontece, lá até existem roseiras disputando concurso de beleza. Nele, Crinaura se renova, vira flor de lembranças e imaginação. E vai tirando como de uma cartola mágica objetos que quase só existem em literatura:

Artigo

porta-chapéus, objetos de ágata, sisudo e nobre fogão inglês, cadeiras de espaldar, étagèrs. É uma casa que prova que a infância é infinita. A memória tem muita força. A memorialística também. São acrescidas de beleza e emoção quando encontram o tempo buscado. A reflexão do espelho do que se passou, a visão proustiana da vida. Marcel Proust (1871-1922), com absoluta suavidade do dizer, revolucionou o mundo literário das memórias. No Brasil, Pedro Nava, proustiano incansável, que começou a escrever na maturidade, tem nobres parceiros. A viagem no tempo, reinvenção da memória pode, em Natal, como é o caso, tornar a vida feliz. Saindo da Vila da Soledade, o livro encontra singulares personagens como Maria Bola de Ouro, que rasgou a "flor da virtude". A donzela apaixonou-se por um moço louro. Tristemente, ele era casado e o Senhor dos Guarapes não consentiu. Maria fugiu galopando com o seu príncipe bonito em um cavalo alazão pelas estradas sem fim da imaginação. Quem tiver sensibilidade e jubilismo, se não tiver este livro, vai ficar sem saber o que está perdendo.

Sábado e Domingo

Artigo

PÚBLIO JOSÉ, jornalista (publiojose@gmail.com)

Ordinária ou inocente? Um pacote de comerciais de televisão de um site de venda de produtos usados, utilizando vários bordões de cunho popularesco e agressivo, vem conquistando a atenção de telespectadores de todo o Brasil. O conteúdo produzido pela agência de propaganda que criou a série de filmetes já gerou, pelo inusitado, até uma interessante matéria analítica nas páginas da revista Veja. Realmente não é fácil criar uma série de comerciais de televisão de viés jocoso, debochado, agressivo – até ofensivo, como vem sendo empregado na propaganda em referência. Até porque o tom insultuoso é direcionado ao consumidor, ao cliente em potencial do site, ou seja, pessoas que têm um objeto usado qualquer, passível de venda, ainda indecisas em se desfazer do tal objeto. Um ator, escondido do pescoço para baixo, falando um texto curto, porém agressivo, dá voz à mercadoria em efeito produzido em perfeita sincronização. Para modificar a constrangedora situação, o ator/objeto/usado é expelido de cena, tendo antes cumprido o seu papel: despertar no proprietário do objeto usado o desejo de se desvencilhar dele o mais rápido possível – para tanto se valendo, é claro, dos préstimos do anunciante. São vários os comer-

Artigo

ciais já produzidos, cada um deles apresentando um texto diferente. O que tem feito o Brasil se esbaldar é o que mostra o ator/objeto/usado chamando uma aturdida senhora de "ordinária" e "inocente". Diz ele, lá pras tantas: "ordinária, sabe de nada, inocente!" No Brasil inteiro não se fala de outra coisa. De norte a sul, de leste a oeste, do Oiapoque ao Chuí, tal fraseado é repetido à exaustão nos mais diferentes ambientes, nas ocasiões mais diversas e por pessoas de nível social de A a Z. Por quê? O que motiva o Brasil inteiro a celebrar um conteúdo depreciativo, quando o normal seria censurá-lo e enviá-lo pras cucuias? Será pela simples irreverência da situação? Ou o brasileiro pratica uma certa cafajestice inerente ao seu caráter? Teríamos, por aí, o tal "espírito macunaímico", de que falam os estudiosos? O "inocente", por seu turno, significaria indolência, omissão, alheamento? Macunaíma, célebre personagem de Mário de Andrade, caracterizado como um "herói sem nenhum caráter" retrataria também a índole "inocente" (omissa) como elemento da falta de caráter do povo brasileiro? Afinal, a inocência em referência é falta de caráter? Independente dessas análises de cunho sociológico, o fato é

que o caráter dos comerciais tem tudo a ver com o espírito debochado, cínico, desavergonhado de Macunaíma. Valendo-se, então, do paralelismo entre a celebração ao comercial e outras questões nacionais, pode-se inferir perfeitamente o motivo pelo qual o brasileiro adota certos comportamentos. Exemplos? Votar em macacos, rinocerontes, hipopótamos... E, por extensão, em Malufs, Sarneys, Tiriricas – e assemelhados. Alguém pode achar tal raciocínio exagerado, desproposital. Nelson Rodrigues não fez por menos ao retratar a sociedade brasileira na peça cujo título diz tudo: "Bonitinha, mas ordinária". Ora, em um país cujos valores e princípios são espezinhados e amarfanhados a tal ponto que ninguém enxerga neles início e fim; em um país cujas principais lideranças políticas se enredam cada vez mais em atos de corrupção e outras práticas condenáveis; em um país cuja onda de violência vem atingindo níveis maiores do que em países em guerra civil; em um país cujas promessas de governo nunca devem ser levadas a sério; em um país... Ufa! Em um país assim, é natural soar engraçado o conteúdo que agride, que insulta. Mas, acalmemo-nos todos, ordinários e inocentes (ou não)! A Copa vem aí!

MARCO EMERENCIANO, advogado (marco@ferreiraemerenciano.adv.br)

Nomes e sobrenomes É bem possível que tenha herdado do meu avô José o interesse sobre a genealogia. Com ele conversava sem sentir o tempo passar sobre este tema. Falava sobre famílias e suas origens. Gostava de história e geografia. A respeito do 'velho mundo' comentava episódios marcantes, como as duas grandes guerras. Citava nomes e sobrenomes de todos e muito se referia a Portugal e à velha Espanha. Por isso mesmo pensei em trazer no texto de hoje algumas linhas, ainda que tímidas, sobre os nomes e sobrenomes das pessoas ou o antroponímico da família com o qual se distingue às pessoas. É certo que tanto em Portugal como no Brasil consigna-se primeiro o sobrenome materno e depois o paterno. Em outros países é comum herdar somente o sobrenome paterno. No âmbito hispânico, diga-se de passagem, a regra inicial é invertida. Consolidou-se ali que o nome de uma pessoa seja composto de um próprio, ou mais de um, seguido do sobrenome ('apellido' em castelhano) paterno e o sobrenome materno. A evolução natural do tempo, entretanto, trouxe mudanças na legislação para permitir mudar a ordem dos sobrenomes. Na maioria das linguas indo-europeias, o prenome precede o sobrenome na forma de designar as pessoas. Em algumas culturas e idiomas centro européias e asiáticas o sobrenome pre-

Artigo

cede o prenome na ordem do nome completo. Como meu avô José Ildefonso Emerenciano muito se referia à Espanha, procurei informação na Real Academia Espanhola, instituição secular com sede em Madri, pertinho do Museu do Prado. A Real Academia define a onomástica, numa de suas acepções, como a 'ciência que trata da catalogação dos nomes próprios'. Define, também, o 'sobrenome' numa primeira acepção, como o sinal de uma família com a qual se distinguem as pessoas. Devo dizer que a fixação dos sobrenomes começa sua difusão com o uso da documentação notarial a partir da Idade Média. Os escrivães medievais começaram com o costume de fazer constar, junto ao nome de batismo dos interessados, o nome de seu 'apellido' (sobrenome), profissão, procedência, e alguns mais. Inicialmente só eram documentados os casos de ocupantes de cargo eclesiástico ou de personagens da alta sociedade. Depois o uso de documentos se estendeu ao resto da população, o que reforça o fato de que, adicionado ao nome de batismo, acabará por converter-se no que hoje é sobrenome hereditário. É provável que o uso do sobrenome tenha começado a avançar a partir dos séculos XI ou XII quando o constante empobrecimento da onomástica influenciou o uso de um segundo nome. Na Idade Média,

assim como hoje, os nomes de batismo respondiam à necessidade de imitar os nomes das classes dominantes, de personagens famosos ou de santos muito venerados. Avançando um pouco no tempo e como informação, a legislação espanhola atual limita a dois o número de nomes simples no registo e o inscrito tem de ter como primeiro e segundo sobrenome os que tenham como primeiros seus respectivos progenitores no ordem que decidam os pais, sendo o mais habitual que se opte pelo primeiro sobrenome do pai e depois o da mãe, procedimento secularmente respeitado na Espanha. Esta possibilidade de eleger a ordem dos sobrenomes foi legislada em 1999. Assim é possível eleger o ordem dos sobrenomes no momento de registrar a uma pessoa ao nascer, condicionando o resto de inscrições de filhos dos mesmos pais, e adicionar ou tirar o prefixo 'de'. Depois da maior idade será o próprio interessado quem poderá solicitar a mudança de ordem. Vi, ainda, que os sobrenomes podem ser classificados como patronímicos, toponímicos, procedentes de profissões, cargos ou títulos, ou oriundos de apelidos e, ainda, de origem desconhecida, apenas por citar alguns. Mas sobre essa variação de perfil complexo, deixo para continuar outro dia, pelo espaço disponível e para não cansar o leitor.

JURANDYR NAVARRO, do Conselho Estadual de Cultura

CID MONTENEGRO, empresario e desportista (flabcid@uol.com.br)

Mário Tavares

FIFA A Fedération de Internationale de Football Association FIFA organiza o maior evento esportivo do planeta no planeta do futebol desde 1930. Em todos os países, a importância, o destaque, o brilho iluminam todos os cinco continentes. Eu concordo com o senador Geraldo Melo quando ele reagiu pelo abuso da organização chegando ao ponto de quem é incomodado ter que ir atrás dos seus legítimos direitos de cidadão e protegido pela carta magna do país que é o de ir e vir. Um absurdo que inclusive podia ter sido evitado. Mas também vamos olhar o outro lado. Se em todas as Copas o Brasil para literalmente. Milhões nas ruas, bares, restaurantes e casa de amigos para ver a seleção e milhares de brasileiros viajam até o outro lado do mundo como no Japão/Coreia em 2002. Como agora não fazer a festa na nossa casa? O meu amigo engenheiro Cláudio Bezerra ao retornar da África do Sul em 2010 me disse que todo desportista antes de morrer deveria ir a uma Copa do mundo. Agora quem não pode ir, a Copa veio até o Brasil. Claro que a saúde, educação e segurança estão acima de tudo, lógico e principalmente saúde. Respeito todas as opiniões. Na teoria o dinheiro gasto podia fazer e deveria ser gasto nas necessidades da população. Mas na prática se não viesse a Copa seriam feito benfeitorias na saúde? R: Não. Estados que não vão sediar a Copa estão construindo o que lá? Então ruim com

Copa, pior sem Copa. Vamos avante no país do futebol, assim como o Flamengo já é (risos), o Brasil será hexa também. Nosso povo ama esse esporte. PS. Certa vez almoçando no Antiquárius / Leblon com Dr. João Havelange, avô do meu amigo Ricardinho Teixeira. Também os vascaínos: Sérgio Cabral pai e Serginho Neto, Dr. Olavo Monteiro de Carvalho, Arthuzinho Sendas eu defendi a tese do senador Geraldo Melo e critiquei os abusos da FIFA. Mas ouvi do mestre Havelange que inclusive pelo celular cumprimentou os abecedistas Leonardo Arruda, Augusto Azevedo pois o nome do Mais Querido foi citado lá . Pois bem ele falou "Montenegro, a festa é da FIFA, vai quem quer e quem pode". Então amigos eu digo que também não vamos jogar tudo nas costas da Copa. O bueiro entupiu , fora Copa. O carro enguiçou, fora Copa, a noiva não foi ao casamento, fora Copa. PS. II. Ontem aqui em São Paulo através de Luciano Serra e André Sanches ex-presidente do Corinthias participei de um programa de rádio na Globo/SP e vi que nossa Natal está em alta com a participação do ouvinte nas redes sociais. O nome do Frasqueirão foi citado e Natal entra para a história. PS. III: A matemática do Dr. Geraldo Alckmin : Médico + Governador = Estadista. PS IV. Quem reclamar do transito de Natal venha passar apenas um dia em São Paulo. Até a próxima.

Nascido em Natal onde iniciou os primeiros passos no estudo da Música, continuando-o no Recife e ultimando-o na então Capital brasileira. Impulsionado pelo ardor febril da aristocrática profissão, conseguiu diplomar-se pela tradicional Escola Nacional de Música. A partir daí, aperfeiçoando continuamente o entendimento musical, percorreu, durante sua existência, trilha luminosa de triunfos os mais animadores, sentindo, finalmente, o êxtase da glória na arte da melodia e da sonoridade musical. Num período de um decênio 1950-60 - atuou, com rara desenvoltura, na Orquestra Sinfônica Brasileira. Teve a oportunidade de exercer a docência no Conservatório Pró-arte, em Niterói e na escola Villa-Lobos. Mário Tavares é considerado o maior intérprete do insigne compositor Villa-Lobos. Prémios inúmeros recebeu o emérito músico natalense, em concursos nacionais. Foi Regente titular da Orquestra Sinfônica do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, assinala Leide Câmara. Representou o Brasil no V Seminário Internacional de Música de Câmera de Zechron Yaac. Recebeu a Medalha "Gabriela Mistral", no Chile, sendo premiado, também, em Porto Rico, Bogotá, Romênia e Bulgária pelos seus méritos invul-

gares como Maestro de nível internacional. Todas essas nacionalidades, por intermédio de dirigentes políticos e embaixadores, reconheceram o valor do grande Regente brasileiro, ou-torgando-lhe honras as mais distintas. "Exaltação a Natal", poema sinfônico-coral é de sua autoria, com letra de Fagundes de Menezes. A sua apresentação pública deu-se, em nossa Capital, por ocasião das festividades do Quarto Centenário, tendo sido interpretado pela Orquestra Sinfônica do Rio Grande do Norte, no Teatro "Alberto Maranhão" e na Catedral pela Orquestra do Coral Canto do Povo, sob a Regência de Mário Tavares. A Música, a arte da sonoridade, enlevou a alma sensível do ilustre Maestro. Para quem estuda e vive a Música deve experimentar o seu sabor todo especial. Carlos Beauquier, na sua "Fisiologia da Música", tece o seguinte comentário sobre as maravilhosas combinações de ondas e vibrações, comparando às outras artes, nos termos: "Tais combinações de sons e de movimentos equivalem aproximadamente o que é para a vista a arte pura da decoração, da ornamentação; os caprichosos arabescos, os florões, os desenhos, os estofos, de tapeçaria, etc. Há, na Música, ideias

filosóficas de sentimentos, de imitação, de propósito literário, quanto no estampado de um rico tecido de damasco ou de brocardo, ou nas pinturas decorativas das velhas catedrais... Estes desenhos, que o decorador tira da imaginação, feitos com linhas e cores, o músico os compõe com os sons. Desenha com o ritmo e pinta com a harmonia. Uma sinfonia não passa, pois, de um vasto painel decorativo, cujas linhas estão em movimento, um quadro que se descobre sucessivamente... A impressão geral da música sobre o ouvido é a mesma do caleidoscópio sobre a vista" Em relação ao sentimento humano, todas as artes que tocam a vida afetiva dão a mesma sensação de prazer. Todas elas exaltam os sentidos. O poeta, o pintor, o músico se comovem com um verso, uma tela, uma melodia... Mário Tavares experimentou, na alma, a emoção e o perfume embriagador desta arte que envolve uma auréola de Beleza. O ilustre filho do Rio Grande do Norte foi Membro da Academia Nacional de Música. A operosa e brilhante atividade artística do grande Regente conquistou o aplauso dos seus conterrâneos. E a memória cultural guardará, com desvelo, o nome de Mário Tavares, orgulho da nossa arte divina.

ELVIRO REBOUÇAS, economista e empresário cifrao@uol.com.br)

ONU preocupada com o crescimento o Brasil Agora é a ONU - Organização das Nações Unidas - criada em 24 de outubro de 1945, logo após a segunda grande guerra mundial, e o Brasil sendo representado pelo notável gaúcho Osvaldo Euclides de Sousa Aranha, que diminuiu a projeção do PIB brasileiro para 1,7% em 2014, enquanto a média mundial deve ser de 2,8%. O Brasil não vai conseguir acompanhar nem mesmo o crescimento médio da economia mundial em 2014 e 2015, e a expansão do PIB terá um desempenho mais fraco até mesmo que os países ricos que ainda sentem o peso da crise. Dados divulgados nesta última quarta-feira, 21 de maio, pela ONU revelam que o crescimento do PIB nacional no ano será de apenas 1,7%. No início do ano, a projeção da entidade apontava para um crescimento de 3%. A ONU também alertou que a expansão da economia mundial será menor do que se imaginava e esse freio ocorre justamente por conta do mau desempenho dos mercados emergentes. No que se refere ao Brasil, a revisão para baixo é a segunda maior feita pela ONU sobre um país e só a Rússia, de Vladimir Putin, em pleno conflito com a Ucrânia, vive uma situação mais dramática que o Brasil. Casos como Venezuela, Argentina e Síria já estavam demarcados pela Entidade que analisa, trimestralmente, a economia de 193 países, mais ainda o Vaticano e a Palestina, tendo uma visão ampla e atualizada dos cinco continentes do nosso planeta. Com a redução, a entidade agora projeta que o Brasil vai praticamente crescer no mesmo ritmo da Europa, um continente que pena para sair da crise. A expansão do PIB nacional ainda ficará abaixo da média mundial de crescimento, de 2,8% no ano. Mesmo os países ricos, que ainda enfrentam sérias dificuldades por conta da crise de 2008, já vão crescer mais que o Brasil no ano. Nos EUA, a taxa prevista de expansão é de 2,5%. A economia brasileira continua a expandir a uma taxa muito moderada de 1,7% em 2014, com perspectivas magras de demanda de investimentos e pressão cada vez maior para consolidação fiscal, alertou a ONU, que destaca as "crescentes dificuldades" das grandes economias sul-americanas. Os últimos dados oficiais do governo apontam que a economia brasileira de fato perdeu fôlego ao longo dos três primeiros meses deste ano. O trimestre registrou uma expansão de apenas 0,3% do PIB. Em março, o Índice de Atividade Econômica do BC até mesmo recuou em 0,11%. Para 2015, a ONU agora prevê ainda um crescimento baixo no Brasil, de apenas 2,5%. O índice é bem inferior à média mundial, de 3,2% e bem abaixo dos 4,2% projetados inicialmente pela entidade para a economia brasileira. Em 2013, o Brasil registrou uma expansão de sua economia de 2,3%, acima da média mundial de 2,2%. O impacto do freio no Brasil será sentido em toda a América do Sul, com uma taxa de expansão de apenas 2,1%. "A Argentina deve sentir uma marcada desaceleração", alertou a ONU. Para entidade, a Venezuela deve entrar em recessão. Longe da realidade brasileira, o México se aproveitará da recuperação dos EUA e crescerá 3,2% em 2014. Revisão. Se na revisão para 2014 o Brasil perdeu 1,3 pontos percentuais e outros 1,7 pontos para 2015, a ONU também aponta que a economia mundial também perdeu fôlego. Em média, o crescimento do planeta será 0.2 pontos porcentual abaixo do que estava sendo previsto em janeiro. Os principais responsáveis, porém, são os emergentes. Esse grupo crescerá 0,4 pontos percentuais abaixo do que se imaginava em janeiro. A taxa deve ficar em 4,7% de expansão para 2014 e 5,1% para 2015. A China terá uma expansão de 7,3%, contra uma projeção inicial de 7,5%. Na Índia, a taxa será de 5%, 0,3 abaixo da projeção da ONU feita em janeiro. Segundo a ONU, a taxa é 2 pontos percentuais inferior ao que os emergentes cresciam nos últimos anos. A única situação mais grave que a do Brasil é registrada na Rússia, país que passou a ser alvo de sanções comerciais por sua atitude na Ucrânia e que viu uma fuga de capitais. A economia russa deve crescer apenas 1% em 2014, contra uma perspectiva inicial de quase 3%. Para a ONU, os emergentes ainda sofrem diante das turbulências nos mercados financeiros e não se descarta que haja um impacto ainda maior se países ricos começarem a elevar suas taxas de juros. Segundo a entidade, a fuga de capitais registrada em 2013 e início de 2014 "trouxe de volta para a memória a crise dos emergentes dos anos 90". Ricos. Já para o mundo desenvolvido, a ONU destaca que 2014 será o primeiro ano depois da crise de 2008 que todos os países registrarão um período de expansão. Nos países ricos, a revisão da projeção aponta para um crescimento acima do esperado, com um aumento de 0,1 pontos percentuais. Para 2014, o crescimento será de 2%, contra apenas 1,1% em 2013. Mas a ONU deixa claro que, depois de cinco anos de crise, essas taxas ainda são insuficientes para recuperar a produção perdida e começar a criar postos de trabalho. O déficit de empregos chega a 63 milhões de postos de trabalho e reverter essa realidade pode levar décadas. Outra fragilidade é a situação ainda que vive o euro, além de dívidas "insustentáveis". Portanto, caro leitor, como diz o Chico Buarque, em sua composição "Meu caro Amigo", Mas o que eu quero é lhe dizer que a coisa aqui tá preta.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITOR DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Sábado e Domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 3

Dias: Henrique é governo há 18 anos e só agora percebeu a crise na saúde DEPUTADO DIZ QUE PRESIDENTE DA CÂMARA PARTICIPOU DAS ÚLTIMAS TRÊS GESTÕES, MAS DESCONHECE PROBLEMAS CRÔNICOS Wellington Rocha

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Atual presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB) participou dos últimos três governos do Rio Grande do Norte, sendo eles, Garibaldi Filho (PMDB), Wilma de Faria (PSB) e Rosalba Ciarlini (DEM), mesmo assim, desconhece os problemas da saúde no Estado. Esta é a opinião do deputado estadual José Dias (PSD). "Henrique participou dos governos de Garibaldi, de dona Wilma, do governo de Rosalba. Só passou ausente do governo Rosalba no primeiro ano. Portanto, mais de 18 anos, e somente agora ele veio descobrir que há problemas nos hospitais regionais, problemas seriíssimos, falência dos hospitais regionais", afirmou o deputado. As críticas do parlamentar se devem à reunião de Henrique com o secretário estadual de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, nesta sexta, para discutir "solução para a crise do hospital" Regional de João Câmara. Na oportunidade, segundo publicou hoje a Tribuna do Norte, Henrique teria declarado: "Quero saber os motivos que levam a essa situ-

José Aldenir

José Dias criticou discurso de Henrique em evento realizado em João Câmara...

... Porque pré-candidato criticou os problemas no hospital regional da cidade

ação vergonhosa num hospital tão importante como esse". Para José Dias, a declaração de Henrique, há 44 anos como deputado do Rio Grande do Norte, é estarrecedora. Ele questiona onde o deputado estava morando, já que não sabe que os problemas dos hos-

que, mesmo estando há um ano e meio à frente da Câmara dos Deputados, somente agora tenha atentado para a resolução de um problema que atinge a população. "O que é mais importante é que o problema não é só do Hospital Regional de João Câmara, são todos. O

pitais do estado são crônicos e agudos. "É de ficar estarrecido. Henrique só soube agora? Onde é que ele estava morando?", questionou Dias, que é tio-afim do atual presidente da Câmara. O maior problema, entretanto, segundo o deputado José Dias, é

problema é generalizado. E o que é mais triste: o homem que tem capacidade de resolver tudo, porque agora ele vai resolver, só agora que vai resolver". Na reunião desta sexta, o presidente da Câmara "discutiu uma solução para a crise do Hospital Re-

gional de João Câmara" com o auxiliar de saúde da governadora Rosalba Ciarlini, Luiz Roberto Fonseca, o deputado estadual Gustavo Fernandes, o prefeito de João Câmara, Ariosvaldo Targino, além de secretários municipais. Na oportunidade, os gestores do Estado e do município "fecharam um acordo para administração compartilhada dos serviços prestados pelo hospital". QUEM MANDA Segundo o deputado José Dias, o fato de Henrique, somente agora, se mobilizar em favor da saúde pública estadual denota duas possibilidades: Que não tinha interesse antes ou está cometendo abuso de poder político e econômico. "Porque ele é candidato", disse, citando a fotografia do jornal em que a matéria foi publicada. "A fotografia é real. Quem manda no governo Rosalba não é Carlos Augusto, é ele", disse, numa referência ao secretário do Gabinete Civil e marido da governadora. "Afinal, o secretario para resolver o problema não está reunido com Carlos e Rosalba, mas com Henrique. Se for ver a fotografia o secretario está dando satisfação a ele".

“Rosalba mente. Dinheiro do Hospital de Traumas é para a Copa” O deputado José Dias abordou ainda a modificação feita pelo governo na planilha de custos dos recursos do Proinvest. Dos cerca de R$ 630 milhões previstos no aporte obtido pelo governo por meio de financiamento ao Banco do Brasil no início da gestão Rosalba, cerca de R$ 220 milhões são para investimentos e estavam parados. Destes, R$ 50 milhões destinamse às obras iniciais de construção do Hospital de Traumas. No entanto, diante da impossibilidade de começar a obra na atual gestão, o governo decidiu remanejar os valores para outros gastos. A suspei-

ta de José Dias é que os recursos estejam sendo retirados da saúde para ser destinados aos compromissos assumidos pelo governo Rosalba junto à Fifa, na forma de obras temporárias, avaliadas em R$ 43 milhões. Do total remanejado, segundo o deputado, R$ 59,4 milhões foram direcionados pelo governo a duas rubricas, sem especificar quanto para cada. No texto da mensagem, está inscrito que os R$ 59,4 milhões serão destinados “para investimentos para melhoria das estruturas físicas e do funcionamento dos órgãos vinculados à Secretaria

de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), inclusive para as ações previstas no Plano de Trabalho do ‘Programa Brasil Mais Seguro’, e, ainda, investimentos em estruturas previstas na Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo FIFA 2014”. Pelo texto da mensagem, assinada pela governadora Rosalba Ciarlini, não fica especificado quanto será para Segurança e quanto para a Matriz da Copa. Entretanto, segundo o deputado José Dias, é muita coincidência que esse remanejamento, nessa monta, se dê num momento em que o gov-

erno se vê às voltas para cumprir com compromissos assumidos junto à Fifa, no sentido de realizar “obras temporárias” para a Copa, no valor de R$ 43 milhões. Nesta semana, o Ministério Público do Rio Grande do Norte acionou a Justiça para tentar evitar que o governo gaste com as ditas “obras temporárias”, por entender não haver interesse público envolvido. “Para a segurança já existia no plano de aplicação anterior R$ 10 milhões e aumentou agora para R$ 59,4 milhões. Incluíram mais duas ações do Brasil Mais Seguro, e obras da matriz de

responsabilidade da Copa do Mundo da Fifa 2014. Não diz o valor (quanto para cada), sendo que este valor está na ação que o MP já ajuizou contra a realização dessas obras temporárias”, alerta José Dias. Questionado, o governo Rosalba informou por meio da assessoria de imprensa, que os valores corretos do remanejamento equivalem a R$ 50 milhões, dos quais, R$ 40 seriam destinados integralmente para a Segurança, enquanto que, apenas R$ 10 milhões, seriam destinados à Copa – não especificou se seriam para as “obras

temporárias”. “Acontece que não está dito lá”, rebate José Dias. “É (recurso) para a obra dessa matriz de R$ 43 milhões”, afirmou. “Se botar na lei que é para isso. Mas não está dito para que é. Existe uma ação do MP que é esse valor. O que o governo está dizendo é mentira. Se o governo quiser provar que não é mentira, mande o detalhamento para a Assembleia. Pode ser por meio de deputado da base. Trazendo o detalhamento, esclarece. Claro que não concordo tirar um centavo da saúde para destinar à Copa. Agora, querem tirar R$ 43 milhões”, denuncia.

Fernando Mineiro: “Hospital foi mais um factoide de Rosalba” O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) criticou a retirada de recursos para a construção do Hospital de Traumas. Ele afirmou que, a exemplo de outras promessas de campanha da atual governadora, Rosalba Ciarlini (DEM), o hospital não passou de mais um factoide da gestão do DEM no Rio Grande do Norte. “Como o de Hospital de Trauma tinha R$ 50 milhões previstos, e não se viabilizou – e esse hospital, do meu ponto de vista, era mais um factoide do governo Rosalba –, estão remanejando para o Brasil Mais Seguro”, afirmou Mineiro. Ele explica que o governo Ros-

alba está buscando modificar um anexo do Proinvest, através de projeto de lei da Assembleia. A proposta do governo ganhou o aval da Comissão de Constituição e Justiça na semana passada, apenas sob o protesto do deputado estadual Agnelo Alves, que cobrou clareza dos deputados na apreciação da matéria, informando se é contra ou a favor da proposta do governo. A matéria será votada ainda em plenário. Se for aprovada, resultará em modificações expressivas no teor do projeto. Além de retirar R$ 50 milhões do Hospital de Traumas, faz outras alterações, envolvendo verbas

destinas ao Campus da UERN e também aos planos de investimentos em obras rodoviárias. “Pedi, através de requerimento protocolado no dia 16 desse mês, informações sobre o que se tinha, mas o secretário informou que não tinha conhecimento do requerimento”, disse Mineiro. Para ele, o governo precisa prestar contas dos recursos do Proinvest, detalhando a aplicação da verba. “Se o governo mandou modificar o plano de aplicação dos recursos é porque tem dinheiro parado. E só dois anos e meio depois é que está pedindo para remanejar”.

José Aldenir

Mineiro revela desconfiança: “Se o governo mandou modificar o plano de aplicação dos recursos é porque tem dinheiro parado”

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com DECISÃO A reunião entre a governadora Rosalba Ciarlini e o senador José Agripino não foi conclusiva. Decisões foram marcadas para junho; forma de protelar o conflito inevitável. Porém, no encontro, a governadora constatou o que já suspeitava: seu líder e amigo há 40 anos está decidido a não lhe ceder a legenda para tentar a reeleição. PROBLEMAS Rosalba não tem amparo político, pois sua forma de administrar afastou os partidos que sustentavam sua gestão; tem problemas de ordem jurídica, pois é frágil e instável sua permanência no cargo e sua inelegibilidade continua; por fim, a Rosa não tem respaldo popular para tentar conquistar um novo mandato. Esses três fatores são impedi-

tivos para viabilizar uma nova candidatura. DIVISÃO O senador José Agripino dispõe desses três componentes incontestáveis para tentar justificar a inviabilidade de Rosalba. Porém, a Rosa conta com o emocional para transpor esses obstáculos. O governador de fato, Carlos Augusto Rosado, quer vencer a batalha da comunicação e rotular a posição de Agripino como um ato de traição a quem sempre lhe foi fiel. O que não deixa de ser uma verdade. DESCOBERTA O deputado José Dias ironiza as 'soluções' encontradas pelo deputado Henrique Alves para tudo no RN. Segundo o marido de Diúda, o irmão de Aluizinho está na políti-

ca há mais de 40 anos, participa e apóia os governos do Estado desde a época de Geraldo Melo, passando por Garibaldi, Wilma e Rosalba, mas somente agora 'descobriu' crise na saúde pública e problemas de falta de água no interior. Faz sentido. RECLAMAÇÃO O ministro Garibaldi Filho, naquele tradicional estilo 'manhoso', ligou para o tio Agnelo Alves e reclamou da entrevista do pai de Carlos Eduardo ao JH, onde externou insatisfação a respeito dos rumos da aliança do acordão com o PDT. O pai de Waltinho: "Agnelo, aquele pessoal do PDT querendo ajudar Sávio, eu até entendo, mas você...". Os Alves marcaram para conversar neste final de semana.

CHAPA A chapa majoritária que está sendo articulada no sistema governista seria formada por Rosalba Ciarlini (governadora), Leonardo Rêgo (v ice-governador) e Ney Lopes (senador). Na edição desta última sexta-feira foi publicado equivocadamente o nome de Leonardo Nogueira em vez de Leonardo Rêgo. ÁGUA Descaramento absurdo da classe política do RN. Os mesmos comandam o Estado e são responsáveis pela crise de falta dágua há vários anos. Mesmo assim, alguns caras de pau ainda ficam aparentemente indignados com a situação e até prometem resolver o problema. Como se a população acreditasse nesse tipo de coisa.


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Foi, é e deve ficar assim A ganância é um fundamento do mercado financeiro, aqui e lá fora. Mas, no Brasil, ultrapassa a linha do razoável até para os de exigência menor. Já não bastasse o elevado preço das operações - do empréstimo pessoal ao parcelamento da fatura dos cartões de crédito -, o segmento de maior lucro no país utiliza outras formas de ampliar os ganhos bilionários. nnn Uma delas é cortar despesas. E nada mais fácil, para os agiotas registrados no Banco Central e com interlocutores na Praça dos Três Poderes, do que diminuir os custos da mão de obra. Como acaba de ocorrer, com o fechamento de quase três mil vagas. nnn E o governo Dilma Rousseff nada faz contra a selvagem lei do mercado. Segue o catecismo das presidências dos marechais e generais (na ditadura) e dos civis (na Nova República). Puderam mudar, mas lhes faltou coragem política, os senhores José Sarney, Fernando Collor, Itamar Franco, Fernando Henrique Cardoso e Lula da Silva. nnn Os bancos, como é notório, são, ao lado das empreiteiras, os maiores financiadores de campanhas eleitorais. Eles e elas têm bancadas próprias no Congresso e 'zelosos' agentes na cúpula do Estado brasileiro. nnn A República Surrealista dos Trópicos é uma festa continua, para os poderosos e seus intermediários com acesso direto aos gabinetes de decisão. Divulgação

PLACAR DE VOTOS Pano aberto no palco da campanha no Distrito Federal. Intenção de voto para governador, segundo o instituto O&P e na sequência da classificação: José Roberto Arruda (foto), do PR, 23,9%; o recandidato Agnelo Queiroz (PT), 16,2%; Rodrigo Rollemberg (PSB), 9,9%; outros, 2,8%. nnn Ranking de candidatos ao Senado, conforme média de três empresas de pesquisa, também na ordem de cotação: José Antônio Reguffe (PDT), 22%; Geraldo Magela (PT), 15%; Gim Argello (PTB), 6%, e outros, 2%. nnn O tucano Aécio Neves lidera para presidente da República, seguido da petista Dilma Rousseff e do socialista Eduardo Campos. nnn 'Pós-escrito': Arruda governou o DF (janeiro de 2007 a março de 2010). Foi cassado por corrupção passiva e formação de quadrilha como réu no Mensalão do DEM (ex-PFL, sua sigla de origem).

LEITURA DINÂMICA t Líder do PSDB na Câmara dos Deputados, Antonio Imbassahy (BA), com base em pesquisa, informa que há "alto interesse" da sociedade sobre a CPMI da Petrobras. "Ainda bem, porque o governo vai tentar encobrir ou justificar malfeitos na empresa estatal", complementa. t A tarifa de energia elétrica será majorada dia 17 de julho. Portanto, quatro dias após a final da Copa do Mundo. t Terça-feira, no Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente da República, Michel Temer patrocina jantar de Dilma Rousseff com candidatos a governador sob a bandeira do PMDB. t Financiamentos do BNDES ao grupo JBS, controlador da marca Friboi, e ao porto Mariel, em Cuba, vão ser examinados na Comissão de Controle e Fiscalização da Câmara. t Dia 18 de julho, início das férias do meio de ano do Congresso Nacional. Em agosto, quando forem encerradas, inicia-se o recesso branco.

t Se a eleição fosse agora, Henrique Eduardo Alves seria eleito governador e Wilma de Faria ganharia o mandato de senadora que lhe escapou em 2010. Alves apoia a reeleição de Dilma Rousseff. Wilma é a estrela do palanque de Eduardo Campos no Rio Grande do Norte. t Lula da Silva acompanha Dilma Rousseff a Belo Horizonte, próxima sexta-feira. O par de ases do PT participa do lançamento da candidatura de Fernando Pimentel a governador de Minas Gerais t Cálculo de grão-duques do PMDB divergentes da aliança com o Palácio do Planalto. Dos 72 deputados da sigla, 30 preferem apoiar Aécio Neves; e 15 optam escolhem Eduardo Campos. t Neste fim de semana, faça, sobretudo, o que lhe agrada. Segunda-feira, você fica na companhia de Joaquim Pinheiro. Até terça. t Para refletir: "Estou condenado a ser livre" (JeanPaul Sartre, escritor e filósofo francês).

Sábado e Domingo

Advogado critica restrições da Legislação Eleitoral V LADEMIR C APISTRANO

DEFENDE MAIS LIBERDADE PARA OS CANDIDATOS Wellington Rocha

Especialista em direito eleitoral, o advogado potiguar Vlademir Capistrano defende a liberdade dos candidatos nas eleições de outubro de expor a qualquer tempo suas opiniões independentemente da legislação que impede manifestações nos meses que antecedem ao pleito. O advogado levantou essa questão com argumento na mesma linha defendida pelo ministro Dias Tófoli no sentido de que é preciso o eleitor conhecer profundamente as ideias dos candidatos, e segundo ele, nada melhor para isso do que libertá-los das limitações impostas pela lei eleitoral. A tese central que sustenta o ponto de vista de Capistrano é de que democracias só se consolidam com exposição, debates, plena liberdade de expressão ampla sem que seja restringida por amarras legais ou proibições comuns nos regimes de exceção. "O País passou 20 anos vivendo na época em que não havia eleições para presidente da República e quando retoma o debate democrático não há como colocar isso dentro de cercadinho de três meses", afirmou o ministro em entrevista coletiva. Para o advogado Vlademir Capistrano, restrições na comunicação dos políticos só interessam a aqueles que já têm espaços obrigatórios na propaganda de televisão.

"As palavras de Dias Tóffoli repercutiram positivamente", disse Capistrano. Na ocasião o ministro declarou também que "se só puder haver atuação de partidos e candidatos nesses três meses de eleição, isso só beneficia a reeleição, porque aquele que está no Poder tem visibilidade natural pelo exercício do Poder que os próprios meios de comunicação divulgam os atos do governo". Vlademir Capistrano concluiu afirmando: "a democracia é exercício de liberdade num processo permanente de aperfeiçoamento de limites legais". EDUARDO CAMPOS Por falar em propaganda eleitoral antecipada, o Partido dos Trabalhadores (PT) ajuizou nesta sextafeira uma representação no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) contra o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos, do PSB, por suposta publicidade fora de tempo no jornal Folha de Pernambuco. O PT pede a aplicação de multa entre R$ 5 mil a R$ 25 mil, de acordo com o parágrafo 3° do artigo 36 da Lei das Eleições (Lei n° 9.504/1997). No caso do veículo de comunicação, de acordo com o PSDB, “a sanção seria pedagógica para o fim de sinalizar aos demais, os limites da legislação eleitoral”.

Vlademir elogia presidente do TSE: “As palavras dele repercutiram positivamente”


Política

Sábado e Domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 5

Agripino acerta apoio ao PMDB e racha o DEM, mas anúncio só será em junho NO

DIA

2,

SIGLA VAI SE REUNIR OFICIALMENTE PARA DEBATER ELEIÇÕES E DEVE CONFIRMAR EXCLUSÃO DE

O Democratas está rachado no Rio Grande do Norte. De um lado, o grupo de Rosalba Ciarlini, única governadora do partido na atualidade e que ainda sonha com a reeleição. Do outro, o senador José Agripino, presidente nacional da sigla, que quer facilitar a reeleição do filho (o deputado federal Felipe Maia) e dos outros parlamentares estaduais, apoiando o PMDB de Henrique Eduardo Alves. A situação parece ser tão grave que nem após a reunião do Diretório Estadual do DEM, marcada para o dia 2 de junho, conseguirá remediar o conflito interno, uma vez que, dificilmente, o lado vencido se dedicará integralmente à disputa. Isso porque se, por exemplo, Agripino conseguir convencer Rosalba de que a tentativa de reeleição não é o melhor caminho, dada a condição de inelegibilidade e o alto índice de rejeição do nome dela, dificilmente a governadora participará da campanha de outro candidato - principalmente, da campanha de Henrique. Alias, deverá não. Henrique é o escolhido, segundo se comenta nos bastidores da política local. O pré-candidato peemedebista ao Governo, inclusive,

já havia até confidenciado que Agripino prometeu que estará ao lado dele no pleito de 2014, para conseguir uma coligação mais ampla na proporcional e reeleger, pelo menos, seus atuais deputados. Além dos bastidores, é bem verdade, esse desejo de ficar ao lado de Henrique ficou claro no evento realizado em João Câmara na última quinta-feira, quando Agripino esteve junto ao pré-candidato do PMDB e também da exgovernadora Rosalba Ciarlini (précandidata ao Senado). E, além disso, ainda discursou repetindo o que tem falado Henrique, pregando a união no Estado. "O Rio Grande do Norte é um estado pequeno, cheio de problemas e precisa contar com a união das forças dos homens e das mulheres que, realmente, tem força para trazer de Brasília a solução para os nossos problemas", disse Agripino, durante a inauguração do Centro de Abastecimento Municipal Luiz Antônio Vieira da Câmara, o novo mercado público da cidade. A promessa do apoio a Henrique teria sido acompanhada, também, da promessa de comunicação à Rosalba Ciarlini do desejo de

Arquivo

Rosalba e Agripino têm objetivos diferentes nas eleições de outubro: ela defende candidatura própria e ele quer apoio ao PMDB se aliar ao PMDB. O encontro informando isso teria ocorrido na manhã desta sexta-feira (aniversário de Agripino), na casa do senador. Lá, a governadora foi informada que o partido quer focar na reeleição dos parlamentares e não arriscar pensando apenas na reelei-

ção da governadora - uma vez que, sozinho, o DEM dificilmente conseguiria coeficiente eleitoral para reeleger seus parlamentares. Confirmando o desejo do DEM de ficar ao lado do PMDB, Rosalba não deverá participar da eleição e, claro, não subirá no palan-

que de Henrique. Até porque, os peemedebistas, desde que romperam com o governo, têm feito duras críticas a gestão estadual dela (e não ao Democratas), por isso, além de inviabilizar o discurso henriquista de "mudança", a presença da governadora no palanque tam-

ROSALBA

bém atrairia a rejeição que ela já enfrenta atualmente. Do lado de Agripino, além de Felipe Maia, estão também os deputados estaduais Getúlio Rêgo, José Adécio e Leonardo Nogueira. Consequentemente, com Rosalba, está o marido dela e atual secretário-chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, o ex-deputado federal Ney Lopes e o atual deputado federal e cunhado da governadora, Betinho Rosado (que é do PP, mas integrava até bem pouco tempo os quadros democratas). E se com a opinião de Agripino prevalecendo, Rosalba estaria fora, se confirmando a vontade da governadora, é bem provável que Agripino abra mão da disputa e participe mais da disputa nacional, viajando junto ao pré-candidato à Presidência da República, Aécio Neves, do PSDB. Essa, inclusive, foi a estratégia que ele usou no pleito suplementar de Mossoró, quando, contrariado, teve que apoiar oficialmente a candidatura da ex-prefeita Cláudia Regina, mas sequer pisou na Capital do Oeste durante o pleito (nem para a convenção ele foi).

> SUCESSÃO PRESIDENCIAL

Eduardo Campos avisa: “Vamos limpar Brasília da corrupção e do descaso” Arquivo

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O presidenciável do PSB, Eduardo Campos reconhece que houve avanços nos governos petistas, mas constata que atualmente o Brasil parou de melhorar e foi iniciado um processo de piora e deterioração nos diversos setores de atividades da Nação, segundo ele, notadamente na economia com altas de juros e endividamento do povo brasileiro. Eduardo Campos, que visitou Natal na última quinta-feira. Ele concedeu entrevista exclusiva a ´O JORNAL DE HOJE na fazenda de Iberê Ferreira, na cidade de Santa Cruz, onde esteve participando das festividades religiosas alusivas à Santa Rita de Cássia, padroeira local. O exgovernador de Pernambuco, neto do mito da zona canavieira, Miguel Arraes, fez críticas contundentes a Dilma Rousseff pela prática política adotada por ela baseada, segundo Eduardo Campos, baseada no fisiologismo e nas companhias consideradas por ele, indesejáveis, a exemplo de Sarney, Maluf e Collor. Eduardo Campos criticou também a extorsiva carga tributária brasileira e a injusta distribuição dos recursos federais para os municípios. E exemplifica: "o povo brasileiro cansou e os prefeitos não suportam mais. No tempo de Fernando Henrique, 16 por cento dos recursos ficavam com os municípios; agora, de cada 100 reais, apenas 11 chegam aos municípios, por isso, o povo está disposto a

fazer mudança porque não suporta mais. O Brasil tem jeito, mas precisa tomar uma atitude. Chegou a hora de mostrar ao povo o que é a verdade no Brasil. Dizer que o Bolsa Família vai se acabar é terrorismo", disse Eduardo Campos, garantindo que vai ampliar o benefício com escolas e creches para os filhos das famílias beneficiadas. Em seguida, ele questionou: "Me digam uma obra iniciada e concluída pelo atual governo?” Segue a entrevista do précandidato do PSB à presidência da República falando sobre vários assuntos, inclusive a aliança política do PSB com o PMDB no Rio Grande do Norte. Sobre a sucessão presidencial, Eduardo Campos diz acreditar que Dilma Rousseff ficará de fora do segundo turno. E concluiu: "Vamos limpar Brasília da corrupção e do descaso. Segue a entrevista: O JORNAL DE HOJE - Como o senhor recebe o apoio do seu partido, o PSB, com o PMDB no Rio Grande do Norte? EDUARDO CAMPOS - O partido, nacionalmente tinha o desejo de ter a candidatura de Wilma ao Governo do Estado, mas entendeu que não tinha as circunstâncias necessárias. Entendeu também que havia uma crise e a necessidade de uma composição política para tirar o Estado dessa situação. O debate não foi unânime, mas respeitamos a decisão. JH - Esse é um fato isolado ou ve-

de Marina, sua vice, a Aécio Neves? EC - Ela fez uma análise baseada em dados. JH - O senador Randolfe Rodrigues, pré-candidato a presidência pelo Psol disse que Dilma, Aécio e Eduardo representam a continuidade. O que o senhor tem a dizer sobre isso? EC - O povo sabe que nossa candidatura representa a mudança. A questão é que sabemos fazer como fizemos em Pernambuco. Vamos melhorar a segurança, a saúde, a educação e preservar o Bolsa Família, tanto é que fui reeleito com a maior quantidade de votos que um governador foi reeleito no Brasil. Quem me conhece me vê trabalhando e vota em mim. Quem não me conhece, vai conhecer. rifica-se em outros Estados? EC - É um fato definido por cada Estado. Tem lugar que contamos com o apoio do PMDB, como Pernambuco, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Isso passou por uma dinâmica da direção nacional. JH - Como o senhor analisa as pesquisas desfavoráveis até agora? EC - Acho que as pesquisas são favoráveis. Temos 25 por cento da população que nos conhece e 14 por cento de apoio. Quando a gente tiver 50 por cento poderemos ter 28 e quando tivermos 75 por cento de conhecimento, poderemos ter 32 por cento nas

pesquisas. É uma questão das pessoas conhecerem que eu e Marina estamos juntos e que temos ideais para tirar o Brasil do caminho errado e colocá-lo no caminho certo.

agenda de trabalho que vai mudar o País para melhor. Vamos botar na oposição os corruptos, os paternalistas e as velhas raposas que há tantos anos usam e abusam do Brasil.

JH - É possível um segundo turno? EC - Há um ano dizia-se que a eleição seria num turno só. Depois das manifestações as pessoas que entendem de pesquisa já diziam que está indefinido quem vai para o segundo turno. Hoje não tem ninguém certo para o segundo turno. Acho que Dilma ficará de fora do segundo turno. Tenho condições de unir o Brasil em torno de uma

JH - É possível uma composição com Aécio Neves? EC - Segundo turno a gente trata no segundo turno. Se eu respondo dizendo que vou receber o apoio de um candidato que está concorrendo comigo no primeiro turno estou de certa forma faltando com respeito a esse candidato. JH - Como o senhor vê as críticas

JH - Setores do PT estão chamando o senhor de traidor por ter sido aliado do atual governo e agora ser contra... EC - Vi declarações de Lula dizendo entender a legitimidade da nossa candidatura. Não podemos é trair o povo brasileiro. Somos uma alternativa para melhorar o Brasil. JH - O senhor vai participar do palanque majoritário no Estado, tendo PSB e PMDB como aliados? EC - O PSB está numa aliança local. Quando eu estiver aqui estarei na campanha nacional acompanhando os companheiros. Vamos limpar Brasília da corrupção e do descaso.

> AOS 92 ANOS

Ex-piloto oficial do Governo recebe homenagem da Assembleia AAssembleia Legislativa, numa sessão especial realizada na manhã desta sexta-feira (23), entregou a Graco Magalhães Alves o título honorífico de Cidadão Norte RioGrandense. Aviador militar e civil, o comandante Graco, mineiro de São Lourenço, vive em Natal há quase 70 anos, aqui chegando tenente da FAB, no final de 1945. De autoria do deputado Hermano Morais (PMDB) o requeri-

mento visa prestar uma justa homenagem ao senhor Graco Magalhães Alves que foi piloto oficial do Governo do Estado do Rio Grande do Norte nas gestões de Ubaldo Bezerra (interventor), José Varela, Dix-sept Rosado, Sylvio Pedroza, Dinarte Mariz, Aluízio Alves, Monsenhor Walfredo Gurgel, Cortez Pereira, Tarcísio Maia, Lavoisier Maia, José Agripino Maia e Geraldo Melo.

A gentileza, marcante característica do comandante, foi destacada pelo propositor da homenagem. "Um cavalheiro, um verdadeiro gentleman, no mais puro sentido da palavra", disse Hermano Morais. O presidente da ALRN, deputado Ricardo Motta (PROS), destacou o histórico profissional do piloto. "O comandante Graco Magalhães Alves, senhor das nuvens, horizontes e das amizades, é testemunha da história.

Destaco o homem e o piloto, o precursor de um tempo distante e romântico, um profissional absolutamente impecável". "Graças a ALRN sou tão riograndense quanto vocês", comemorou o novo potiguar, que recebeu o título no dia que comemora 92 anos de idade. "Me sinto inteiramente a vontade aqui no Plenário que leva o nome do amigo Clóvis Motta. O RN passou a ser o

meu chão, aqui fiz muitos amigos. Agnelo Alves é meu amigo desde a quarta década do século passado. E esse momento me traz lembranças que me tocam e me fazem pensar que fiz algo de útil nesse tempo que estou vivo", recorda. O homenageado emocionou e surpreendeu os presentes com um discurso delicado e ao mesmo tempo enérgico. "Meu motor atingiu o teto máximo de serviço. Daqui

não sobe mais. Eu tenho que me acostumar agora com um vôo calmo e tranquilo, e esperando até que o controlador supremo de todos os vôos, o Deus todo poderoso, me ordene para iniciar a descida para o pouso final. Descerei tranquilo, com o trem de pouso baixado e travado, mas agora eu digo, com toda sinceridade, que eu espero que eu sé veja a cabeceira dessa pista daqui a muito tempo".


6 O Jornal de HOJE

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

> OBESITY DAY

Natal tem dia dedicado ao combate à obesidade e sedentarismo ALESSANDRA BERNARDO ALESSABSL@GMAIL.COM

Com 16,6% da população sofrendo de obesidade mórbida, de acordo com dados da pesquisa Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel) 2013, Natal teve neste sábado (24) uma manhã inteira dedicada à saúde e lazer, com atividades físicas e ações de combate ao sedentarismo, no Parque das Dunas. O evento, denominado Obesity Day, faz parte do projeto Obesidade Hoje, desenvolvido pelo gastroenterologista Carlos Alexandre Fonseca e equipe, e contou com a participação de dezenas de pessoas. Carlos Alexandre explicou que metade da população brasileira está acima do peso e que, apesar do percentual de obesos em Natal estar diminuindo, passou de 21,2% em 2012 para 16,6% no ano passado, a obesidade ainda é um problema de saúde pública grave na cidade. Isso porque, segundo ele, a maioria dos moradores da capital convive com o sedentarismo, que é um dos principais causadores da obesidade e doenças relacionadas a ela, como hipertensão arterial, por exemplo. "O sedentarismo é o nosso principal problema, apesar de termos áreas agradáveis como essa (Parque das Dunas) para a prática de atividades físicas. Por isso, o trabalho que desenvolvemos visa melhorar a qualidade de vida das pessoas através da mudança dos hábitos. Emagrecer não é difícil, mas é preciso dedicação e persistência para manter uma rotina saudável, como uma alimentação equilibrada e a prática de exercícios", afirmou. Além das atividades físicas, como aeróbica e dança, foram oferecidos também a realização de exames de aferição de pressão arterial e teste de glicemia, por uma equipe de estudantes de Enfermagem da Universidade Potiguar (Unp). E, além dos adultos, as crianças e idosos também tiveram espaços próprios de cuidados, com atividades específicas para cada grupo. OBESIDADE PROVOCA OUTRAS DOENÇAS Segundo a psicóloga Lyssa Dantas, a obesidade é um problema de saúde pública e todas as ações desenvolvidas no Obesity Day foram discutidas de forma integrada com várias especialidades médicas. "É uma doença multifatorial grave e que pode levar o doente a óbito. E ninguém é obeso por escolha, por isso, precisamos de uma equipe que possa fazer um trabalho interdisciplinar para criar a consciência da necessidade de um novo estilo de vida, saudável", afirmou. Parte dos participantes do Obesity Day eram pessoas que sofriam de obesidade mórbida e que se submeteram a cirurgia bariátrica para redução de estômago, como a jornalista Kennya Amorim. Após quebrar o pé duas vezes e permanecer meses imobilizada, engordou quase 30 quilos, o que acarretou em uma série de problemas de saúde, como resistência à insulina e esmagamento de duas vértebras na coluna. "O excesso de peso começou a prejudicar a minha saúde e depois dos problemas que desenvolvi, o médico me encaminhou para a bariátrica. É um processo muito difícil, tem que ter muita disciplina e força de vontade, porque o obeso que faz a cirurgia muda o corpo, mas a cabeça continua de obeso, então, se não tiver disciplina, não adianta nada", explicou Kennya. José Aldenir

Evento contou com atividades físicas

Cidade

Sábado e Domingo


Economia

Sábado e Domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 7

Heracles Dantas

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

SYLVIA SÁ - INTERINA Henrique anuncia R$ 25 milhões para adutora emergencial em Currais Novos n O deputado federal Henrique Alves anunciou nesta sexta-feira que o Ministério da Integração Nacional vai liberar R$ 25 milhões para a construção de adutora que deverá suprir os problemas de abastecimento de água em Currais Novos. n A novidade foi transmitida durante o Primeiro Seminário Água e Sustentabilidade, realizado na Câmara dos Dirigentes Lojistas do município. n Durante a mesa de debates, após as explicações técnicas sobre as alternativas viáveis para o problema, Henrique Alves informou aos presentes que havia acabado de telefonar para o ministro Francisco José Coelho Teixeira e conversar sobre o assunto. Na ocasião, segundo o presidente da Câmara dos Deputados, o ministro assegurou a liberação dos recursos. n Henrique prometeu entregar o projeto que está sendo concluído pelo Dnocs até quinta-feira próxima. n O projeto em questão trata-se de uma adutora de engate rápido, uma solução emergencial que consiste em puxar um ramal da adutora Serra de Santana, irrigada pela barragem Armando Ribeiro Gonçalves, para levar água até Currais Novos e Acari, principalmente. n O projeto de engenharia já está concluído, faltando apenas a planilha orçamentária e o plano de trabalho. O Dnocs garante entregá-los até o prazo que ficou acertado. n Além da alternativa emergencial, outro projeto maior está sendo elaborado para solucionar definitivamente o problema. É um sistema adutor mais complexo que depende da construção da Prefeitura anuncia que pagará a 1ª parcela do 13º no dia 11 de junho n O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, anunciou nesta sexta-feira-feira o pagamento da primeira parcela do 13º salário do funcionalismo público municipal para o próximo dia 11 de junho. n Serão beneficiados com o pagamento da primeira parcela do 13º, que corresponde a 40% do salário, todos os 21.497 servidores da administração municipal (ativos, inativos e pensionistas). n O pagamento representa uma injeção de R$ 21,250 milhões na economia natalense. Conab contrata frete para remoção de 21 mil toneladas de milho n A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) contratou frete para remoção de 21,07 mil toneladas de milho dos estoques públicos da estatal para municípios atingidos pela seca na região da Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste (Sudene). n Este volume representa 52% do total de milho que a Companhia pretendia enviar, cerca de 40 mil toneladas. n O Rio Grande do Norte está entre os estados que receberão os carregamentos de milho, sendo 1900t para Currais Novos e 2000t para Natal. n As primeiras cargas serão enviadas a partir de 9 de junho e se-

barragem de Oiticica, cujas obras devem durar ao menos quatros anos. n O anúncio empolgou os participantes do debate, que não esperavam uma resposta tão rápida em relação ao principal problema de Currais Novos. Construtora Moura Dubeux participa do 10º Feirão Caixa da Casa Própria n A Moura Dubeux marca presença no 10º Feirão Caixa da Casa Própria, que acontece neste final de semana no estacionamento do Natal Shopping. n Os clientes que forem ao estande da construtora terão a oportunidade de conhecer todos os detalhes dos empreendimentos da Moura Dubeux, com o atendimento especializado de corretores aptos a prestarem uma consultoria adequada para cada perfil. n Durante o período, os interessados nos imóveis da Moura Dubeux vão ter descontos especiais e condições diferenciadas de pagamento nos empreendimentos Bossa Nova, Parque Cidade Jardim, Mirante Lagoa Nova, Maria Bernadete, Aurea Guedes e Natal Brisa. n De acordo com Fernando Amorim, diretor da Moura Dubeux no Rio Grande do Norte, o evento é uma excelente oportunidade para bons negócios. "A Moura Dubeux está trazendo ao Feirão da Caixa um leque diversificado de imóveis, nos melhores bairros de Natal, com opções na planta, em construção ou prontos para morar. Todos já considerados sucesso de vendas devido à qualidade do produto oferecido ao mercado, preço e facilidades de financiamento".

guem até o fim do mês, de acordo com o prazo estabelecido para a operação especial (30 de junho). n Alguns municípios do RN estão entre os lotes que não tiveram interessados em realizar a remoção, sendo Açú/1500t, Caicó/1740t, João Câmara/1000t, Mossoró/1500t, Natal/1500t e Umarizal/622t. n A ação faz parte da operação especial do Programa de Vendas em Balcão, iniciada em 2012 para auxiliar as microindústrias e criadores que usam o grão na ração animal. Senac oferece 633 bolsas de estudos gratuitas no RN n O Sistema Fecomércio RN, por meio do Senac, abriu processo seletivo para 633 bolsas de estudos voltadas à população de baixa renda, através do Programa Senac de Gratuidade. nAs inscrições serão iniciadas na próxima terça-feira e poderão ser realizadas até 02 de junho, exclusivamente por meio do site www.rn.senac.br/psg. n Os cursos serão realizados em Natal, Mossoró, Parnamirim, Macaíba, Caicó e Assú. A seleção contempla capacitações que terão início no mês de julho. n Os interessados em se candidatar a uma das vagas devem possuir renda familiar mensal de até dois salários por pessoa e atender aos requisitos do curso pelo qual optou. n Ao todo, são oferecidas 17 op-

ções de cursos, em 37 turmas, com vagas nos horários da manhã, tarde e noite. n Os candidatos com as melhores classificações serão convocados para a efetivação da matrícula, através de publicação de listas no site do PSG (www.rn.senac.br/psg), até o preenchimento de todas as vagas. Spa das Sobrancelhas prepara reinauguração de espaço no Tirol n A franquia Spa das Sobrancelhas, comandada pelas empresárias Laura Assunção e Thayse Assunção, reinaugurará em breve a unidade da Rua Mossoró, no bairro do Tirol. n A loja é a primeira do Brasil a ser denominada Diamante, com estrutura, equipe e serviços de alto padrão. n Além desta unidade, o Spa das Sobrancelhas também está localizado no Harmony Center, em Petrópolis, e mais duas serão inauguradas na capital potiguar até o fim do ano, sendo uma delas no Portugal Center, em Lagoa Nova, com previsão para junho. n O Spa das Sobrancelhas é um centro especializado em embelezamento do olhar de mulheres e homens. Por meio da técnica de visagismo - palavra vem do francês e significa face - é realizado o estudo das proporções e adequações do rosto ao perfil de cada pessoa, buscando o equilíbrio entre a personalidade e a imagem externa.

Justiça decide pela demolição de comércio na Roberto Freire

DISPUTA DURA ANOS E LOJISTAS SOFRERAM OUTRA DERROTA MARCELO HOLLANDA REPÓRTER

A 3ª Câmara Cível do TJRN, à unanimidade, seguindo o voto do relator, desembargador João Rebouças, negou esta semana provimento à uma Apelação feita por comerciantes instalados no bairro de Ponta Negra na tentativa de evitar a Prefeitura Municipal de Natal de demolir as construções tidas como irregulares naquela área. São pequenos comércios como bares e locadoras de automóvel, que nunca conseguiram tirar um alvará nos últimos 17 anos por estarem instalados em área “não edificandi”. Hoje, os empregados de alguns dos estabelecimentos que serão demolidos demonstraram resignação ou desinformação. Um casal que há 15 anos cuida de um ponto de venda de cocos, refrigerantes e cerveja, sabia que corria há anos um processo na Justiça. Já os funcionários de uma das locadoras disseram que a decisão irá interromper um negócio próspero, que chega a realizar mais de 80 locações diárias na alta temporada por um valor que pode atingir R$ 120,00 por veículo/dia. Tanto na ação de primeira instância como no recurso movido perante o Tribunal de Justiça, os co-

merciantes almejavam que a Prefeitura fosse impedida de realizar modificações administrativas ao direito de propriedade, como a retirada arbitrária de placas e luminosos, bem como a demolição de quaisquer equipamentos ou construções existentes nos espaços ocupados que estão encravados nos limites de área tida como proibida para qualquer edificação. Com isso, os comerciantes devem cumprir o determinado na sentença proferida em 2010 pelo então juiz Virgílio Fernandes de Macêdo Júnior (hoje desembargador), na Ação Civil Pública nº 0011.076-16.2005.8.20.0001, em tramitação na 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal, que condenou os comerciantes a demolirem as construções ilegais realizadas na margem da Avenida Engenheiro Roberto Freire. Os autores disseram nos autos que são comerciantes, regular e longamente estabelecidos no bairro de Ponta Negra, cujos estabelecimentos estão instalados há anos na área tida como non aedificandi pela Prefeitura de Natal. Afirmaram que encontram-se sob ameaça de grave lesão e perda de bens materiais e até de seus negócios, em virtude de pressão feita

pelo Ministério Público, que estaria determinando que derrubassem, imediatamente as placas e construções lá encontradas, sem processo preliminar de regularização e reajustamento das eventuais irregularidades. Argumentaram que a área em apreço não é pública, o que autoriza sua exploração segundo a livre iniciativa, observados os limites constitucionais e legais, o que vem sendo tolhido por sucessivos atos arbitrários praticados pelo ente público. Ao promover a análise do caso, o relator ressaltou que o Município dispõe do poder de polícia administrativo, sendo-lhe permitido coibir abusos e exigir o cumprimento da legislação por meio da imposição de atos omissivos ou comissivos aos proprietários e possuidores de imóveis. O desembargador João Rebouças explicou que, nesse contexto, basta a constatação da clandestinidade da obra - por meio do auto de infração -, bem como da ocorrência de ilícito administrativo, para o seu imediato embargo pela municipalidade, com a posterior ordem de demolição, sob pena, inclusive, de infração ao princípio da legalidade.

> INAUGURAÇÃO Welingtron Rocha

Túnel será liberado neste domingo e motoristas poderão voltar a Romualdo A Prefeitura de Natal vai inaugurar o primeiro túnel do Complexo Viário de Natal, no entorno da Arena das Dunas, amanhã por volta das 10h. O prefeito Carlos Eduardo Alves e seus auxiliares estarão presentes. Até o final da manhã deste sábado, a sinalização horizontal nas pistas ainda não havia sido feita. Mas, o secretário adjunto de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (Semob), Walter Pedro da Silva, garante que o tráfego estará liberado amanhã. "Agora a saída dele vai ser só pela Norton Chaves. Se quiser, as pessoas podem seguir pelo campus [UFRN] ou fazer o retorno e ir para a Salgado Filho", explicou. Por volta de dez de julho, os motoristas ganharam a possibilidade de seguir pelo viaduto da BR - 101 em frente à Arena das Dunas. Conforme o secretário adjunto, a velocidade média dos veículos de passeio vai aumentar neste trecho. "A velocidade era em torno de 13 a 18 quilômetros por hora. No mínimo vai dobrar. Pode ser que chegue a 35 quilômetros entre 6h30 da manhã e 21h", informou Walter Pedro. Na madrugada, essa média naturalmente aumenta. Veículos de porte maior e de transporte público (os alternativos que passam pelo trecho) têm uma média de velocidade mais reduzida. O secretário falou também que agentes da Semob estarão presentes no local para não haver excessos por parte dos motoristas, inclusive "porque aquela curva é muito acentuada", completou o secretá-

rio. Antes da construção do túnel, o semáforo fazia o controle da velocidade na curva para entrar à esquerda na avenida Lima e Silva. A Semob estudará a possibilidade de fiscalização eletrônica neste ponto depois de liberado o tráfego. Faltando menos de 24 horas para a inauguração, os trabalhadores do consórcio de construtoras responsáveis (Queiroz Galvão e Ferreira Guedes) realizam os retoques finais nas muretas de contenção. As paredes internas foram pintadas de amarelo. Embora a sinalização do asfalto ainda não tivesse ocorrendo, máquinas para este serviço estavam estacionadas em ruas próximas. O túnel começa antes do encontro da Romualdo Galvão com a Lima e Silva. Nas laterais dele ainda na Romualdo Galvão, haverá fluxo e contrafluxo de veículos. Nessas faixas marginais, o asfalto ainda estava sem sinalização horizontal. SISTEMA BINÁRIO A experiência realizada nas avenidas Miguel Castro e Amintas Barros vai continuar mesmo depois das obras. Hoje elas se completam como fluxo e contrafluxo para ligar as pessoas que trafegam da zona Oeste para a zona Sul. Conforme Walter Pedro, outras avenidas vão funcionar no sistema binário. O objetivo para este ano é implantar o modelo nas seguintes duplas de avenidas paralelas: Antonio Basílio e Nascimento de Castro; São José e Jaguarari; Caicó e Coronel Estavam.


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

Sábado e Domingo

Confecção de bandeira gigante para a Copa mobiliza comunidade nas Rocas B A N D E I RA

DO

B RAS I L

CAROLINA SOUZA REPÓRTER

A Rua Café Filho, no bairro das Rocas, zona Leste de Natal, virou um ponto atrativo da cidade graças à decoração que os moradores da região fizeram para a Copa do Mundo. Além de tornar a rua mais bonita e deixar os moradores em clima de festa, a decoração também tem um tom de 'protesto': mostrar que a população, unida, também pode contribuir com a decoração da cidade. A Prefeitura de Natal recebeu muitas críticas da população nas últimas semanas por causa da falta de criatividade - ou de vontade - para deixar Natal no clima do mundial. O fato de a capital potiguar ser uma das cidades-sede da Copa exige do poder público mais qualidade nas decorações, uma vez que a cidade irá receber turistas e jogadores de diversas nacionalidades. Na rua em questão, a dimensão da arte em formato da bandeira do Brasil foi feita, exclusivamente, pelas mãos de moradores e artesãos do

COM

80

M E T R O S D E E XT E N S Ã O F O I P R O D U Z I DA P E LO S P R Ó P R I O S M O RA D O R E S

bairro das Rocas. Em pouco mais de um mês, e com R$ 760,00 - arrecadados pelos moradores e através do apoio do secretário municipal de Serviços Urbanos, Raniere Babosa - pedaços de tecido deram a cara da seleção brasileira. "Em todas as Copas nós nos reunimos para decorar a rua. Neste ano a decoração tem um gosto especial, não é?! A Copa será aqui", disse Dalvacir Rocha da Silva, uma das voluntárias na ação. "Um grupo de moradores se reuniu e desde o mês passado se dedicou a essa bandeira. As mulheres pregaram as fitas de TNT e os homens, que são mais fortes, penduraram a bandeira", explicou. A bandeira, com 80 metros de extensão, é apreciada por quem passa na rua, motivo de orgulho para Simaldo Ribeiro, um dos artesãos responsáveis pela idealização da bandeira. Apesar de não ser artesão profissionalmente, o talento, segundo ele, aflora de quatro em quatro anos. "Sou artesão nas Copas do Mundo", brincou. "Foi muito trabalhoso, mais é bo-

Fotos: Wellington Rocha

Decoração especial já é tradição na Rua Café Filho. Simaldo (direita), um dos artesãos responsáveis pela bandeira, ressalta que o trabalho contribui para a beleza da cidade nito e gratificante ver o resultado. Foi a forma que encontramos para comemorar e mostrar que podemos contribuir com a beleza da cidade", disse. Segundo os próprios moradores, a Rua Café Filho ainda receberá ou-

tras intervenções artísticas até a próxima semana. Além da bandeira de tecido aplicada entre os postes, o asfalto receberá pintura da bandeira e outros tipos de ícones que simbolizam a Copa, como o mascote Fule-

co. Ao todo, a decoração da rua sairá por, aproximadamente, R$ 1.600,00. "Não tenho dúvida que o Brasil será campeão da Copa do Mundo. Nosso apoio já está sendo representado aqui", disse Simaldo. Neste sá-

bado a comunidade realizará uma grande festa para comemorar a inauguração da bandeira, com direito a pagode e muita animação. "Vamos iniciar a festa. O Brasil será campeão", afirmou Dalvaci.

> CARTÃO POSTAL

Novo painel da Copa do Mundo dá show de bom gosto Faltando pouco para começar a partida, saiu o painel óbvio e entrou o belo. Na entrada da cidade, a profusão de bolas deu lugar a um layout criativo, com imagens de cartão postal das belezas de Natal, tendo ao centro um goleiro em meio a uma espalmada espetacular. A nova versão terminou de ser instalada na noite desta última sextafeira (23) e reuniu, por um desses felizes acidentes da vida, dois talentos de suas profissões: o design gráfico Erinaldo Santos e o fotógrafo Canindé Soares. Mas como essa história da vitória do bom senso estético aconteceu é um caso à parte. E mostrou a força das redes sociais na vida da comunidade. Com o painel antigo já montado começaram as críticas de internautas. Em caso, acompanhando tudo pela internet, Erinaldo Santos resol-

veu propor uma alternativa. Demorou apenas um a hora e meia para criar o novo layout, que ele preencheu com as oito imagens de Natal, tendo a Arena das Dunas como a principal. O secretário municipal de Serviços Urbanos, Ranieri Barbosa, atento à polêmica, não demorou em localizar a sugestão de Erinaldo. Nesse meio tempo, passando pelo Alecrim, o fotógrafo Canindé Soares, ligou para Ranieri para avisar sobre um painel que estava mal fixado quando recebeu a proposta de ceder material para preencher a arte. Estado completo o serviço pelo qual ambos serão gratificados pela empresa responsável pela decoração da cidade com temas da Copa do Mundo no Brasil. Canindé Soares tem mais de 30 anos de profissão, é um dos baluartes da fotografia em Natal, com

respeitável acervo de fotos da cidade que lhe renderá o quarto livro de imagens a ser publicado nos próximos dias, de preferência antes do início do evento. Erinaldo Santos, designer publicitário há 20 anos, tem portfólio de criações como fornecedor de agências de propaganda. Em comum entre os dois, o fato de serem free lancers, num mercado restrito e fechado. Mesmo conhecido na profissão como uma espécie de anjo da guarda dos colegas, cedendo fotos ou os disponibilizando em seu site e de estar preparando um livro de imagens exclusivamente sobre Natal sede da Copa, Canindé - pela falta de vínculo direto com veículo - não conseguiu ser credenciado para cobrir o mundial. "Nesse ponto eu até entendo a Fifa", diz Canindé, um dos únicos

casos de autor a vender dois mil exemplares de um livro antes do seu lançamento. Só de contribuintes particulares a conta do fotógrafo fica coalhada de depósitos de admiradores. Já Erinaldo Santos, que fez a arte do novo painel, se diz orgulhoso pelo movimento espontâneo de pessoas pelas redes sociais sugerindo o seu trabalho para suceder o painel anterior. "Só isso já me fez ganhar o dia", diz o designer. Pena que a qualidade não faz parte da quantidade e o resto da decoração, agregando novos elementos a partir da semana que vem com o envelopamento do viaduto da BR 101 - que não ficará pronto para o evento - não faz parte do pacote criativo by Erinaldo Santos/ Canindé Soares. Que fique a lição para uma próxima Copa, daqui, quem sabe, 50 anos.

Heracles Dantas

O fotógrafo Canindé Soares e o designer Erinaldo Santos foram os responsáveis pelo painel, que reúne oito imagens de cartões postais de Natal

>ÚLTIMOS PREPARATIVOS

Criadores de canários belga promovem exposição em Natal Encantadoras aves, divididas em mais de 600 tipos em todo o mundo, os canários belgas podem ser um grande exemplo de animal doméstico. Para os criadores com foco em reprodução, podem representar algo mais significativo. Pequenos, fáceis de manejo e ótimos reprodutores, as diversas espécies existentes também podem servir como terapia. Segundo os especialistas da ornitologia (ramo da biologia que se dedica ao estudo das aves), além do 'amor contagiante', eles também podem ser sinônimos de lucro. Reginaldo Lins, professor aposentado de Educação Física, conta que leva em média três horas diárias para cuidar das 200 aves em seu criadouro - tempo referente aos cuidados com a alimentação de cada ave e limpeza do ambiente por elas ocupado. Criador reconhecido no ramo, ele é um dos associados da União Norte-Rio Grandense de Ornitologia (UNO) mais bem valorizados na criação de Canário Vermelho Intenso e Canário Nevado. Esses dois tipos de canários, bem como diversos outros tipos com cores e portes diferentes, serão atração da 33ª Exposição de Canários de Cor e Porte que acontecerá em Natal entre os dias 27 a 31 de maio no Conacan, em Candelária. A exposição, que será aberta ao público a partir

de quinta-feira (29) também será uma oportunidade das aves participarem de um concurso que qualifica seu tipo e criador. "Para nós, que amamos as aves, é uma ótima oportunidade de valorizar os nossos animais. As aves que participam, se forem bem classificadas pelos avaliadores em suas respectivas categorias, ganham valorização no preço de venda", disse Reginaldo. Os canários do seu criadouro, segundo ele, são vendidos normalmente por R$ 250,00 a R$ 300,00. Se forem bem classificados na exposição, o valor de mercado dos canários pode chegar a R$ 1.000,00 mil. "Quanto mais cara for a ave, mais aspectos raros ela apresenta. E esses aspectos raros são resultados dos cuidados que cada criador adota. Os Canários Vermelho Intenso, por exemplo, para chegarem a essa cor forte, precisam de uma ração específica que ajudam a manter a tonalidade", explica. Uma grande vantagem dos canários belgas é que eles podem ter livre acesso a qualquer ambiente da cidade ou áreas rurais e em qualquer lugar do Brasil. Gustavo Miranda, vice-presidente da UNO e um dos organizadores da exposição em Natal, explica que o trânsito dessas aves é autorizado por todos órgãos competentes. Wellington Rocha

Reginaldo Lins é um dos associados da União Norte-Rio Grandense de Ornitologia CMYK


Cultura

Sábado e Domingo

Negócio de aconchego Nando Cordel se apresenta hoje à noite no Teatro Riachuelo para mostrar seu repertório de clássicos da MPB; interprete e compositor, ele figura em discos de Chico Buarque, Ivete Sangalo, Maria Betânia e até Xuxa CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

Hoje à noite, às 21horas, tem Nando Cordel no Teatro Riachuelo. O pernambucano de Ipojuca trará o repertório que o consagrou como um dos principais nomes da MPB. Gravado por Chico Buarque, Maria Betânia, Luiz Gonzaga, Fábio Junior e até por Xuxa, e autor de temas de novelas

de grande sucesso comercial (caso de Tieta, Roque Santeiro e Perda Sobre Pedra), ele apresenta uma espécie de coletânea de seus 28 álbuns, em mais de 30 anos de carreira, em 90 minutos de animação. Xote, forró, salsa e reggae entram na proposta de fazer uma ponte entre o Nordeste e o Caribe, duas regiões com muita semelhança étnica e cultural. “De volta para meu aconchego”, parceria com Dominguinhos (19412013) o lançou para todo o Brasil. Mas “Isso Aqui Tá Bom Demais” (reprise da dupla com sanfoneiro), “Você endoideceu meu cora-

ção”, “É de dar água na boca”, “Gostoso demais” e uma lista quase interminável de faixas conhecidas do grande público jogaram Nando na agenda dos eventos mais concorridos, sobretudo entre nordestinos, e abriu caminho para frequentar discos de artistas campeões de vendas – como Ivete Sangalo e Leandro e Leonardo. Aos 60 anos de idade, o filho de poeta e repentista estendeu suas composições à Europa e Américas Latina e do Norte. Foi com um pacote de 12 CDs que ele chegou a belgas, suíços, espanhóis, alemães, franceses, colombianos, peruanos, canadenses e americanos. As musicas instrumentais do projeto estão fora do show de hoje à noite, mas valem como registro do alcance de sua arte forjada no caldeirão nordestino – nos últimos anos, ele também assumiu a faceta de palestrante, ao abordar histórias sobre paz, educação, motivação, de forma interativa com muita música. Com ingressos entre R$ 100,00 e R$ 120,00 (com direito a meia entrada para estudantes, idosos, deficientes e jovens carentes entre 15 e 29 anos), é daqueles momentos em que o “[...] meu coração, coitado, fica logo acelerado, fica doido de prazer”. (C.C).

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

CURTAS PALCO GIRATÓRIO 2014 O último espetáculo do festival de teatro que rodou várias cidades do Estado é a peça cearense “Uma flor de dama”. Com sessões nos dias 30 de maio em Natal e 01 de junho em Santa Cruz, a narrativa de uma noite na vida de um travesti é encenada pelo grupo As Travestidas, que apostou em mostrar desde o momento em que a personagem entra no camarim e se prepara para fazer um show, até ir às ruas prostituir-se. No fim da noite, sentada em um bar tomando a quente e derradeira cerveja, fala sobre a vida, escolhas, amores e ódio, sentimentos que dominam a vida de seres deslocados na sociedade. Questões como HIV, política e preconceito saltam da boca da dama noturna. A entrada custa 1 kg de alimento. PEÇA Terceiro sábado da peça “Do

Amor”, no Teatro de Cultura Popular (anexo a Fundação José Augusto, Rua Jundiaí, Tirol). A comédia “nada romântica” escrita pela jovem atriz Alice Carvalho tem foco em uma mulher conhecida como Linda, infeliz manceba vidrada em cerimônias de matrimônio, após inúmeras tentativas de casamento. Começa às 20h, com ingressos ao preço de R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia). Informações: (84) 3232-5321. NIGHT FEVER Já tradicional para quem gosta de dançar nas noites de sábado, a festa Saturday Night Fever, no Taverna Pub, tem a orquestra A Discoteca com clássicos de Bee Gees, Hearth, Wind & Fire, Santa Esmeralda, Gloria Gaynor e ‘los machos’ do Village Voice. A banda Rota 101 também compõe a programação, com hits do pop/rock

O Jornal de HOJE 9

ccpsilva@hotmail.com nacional. Tudo começa às 23h, logo ali no castelo medieval na antiga rua do Salsa. Dúvidas no (84) 3236 3696. TEIA DA DIVERSIDADE Hoje encerra o evento do Governo Federal que diz valorizar a cultura de raiz brasileira. Durante a semana, a ministra Marta Suplicy esteve em Natal para inaugurar a sede da Incubadora RN Criativo, centro de apoio e desenvolvimento para produtores e empreendedores culturais. Fóruns, oficinas, seminários, exibições de filmes e exposições ocupam salas e auditórios da IFRN Cidade Alta e da Universidade Federal durante boa parte deste sábado (24). A programação completa do último dia do evento está em www.culturadigital.br/teiadadiversidade/programacao.

CMYK


10 O Jornal de HOJE

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

Cidade

Sábado e Domingo

Heracles Dantas

DIEGO HERVANI REPÓRTER

Em assembleia realizada na manhã deste sábado (24), os Praças da Polícia Militar e Bombeiros Militares decidiram manter acampamento no local até a próxima segunda-feira (26), quando uma nova reunião definirá o rumo da categoria, que cogita paralisar as atividades na terça-feira (27). “A partir de hoje faremos acampamento aqui na Governadoria. Infelizmente o Governo deixou a situação chegar até onde está. Nos prometeram um monte de coisas, mas até agora tudo só ficou na base da promessa. Agora vamos esperar a assembleia dos Oficiais, que acontecerá neste domingo (25). Na segunda-feira pela manhã iremos decidir o que fazer. Mas com a falta de resposta do Governo, a paralisação das atividades é eminente”, afirmou Eliabe Marques, presidente da Associação de dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros do RN (ASSPMBM-RN). Eliabe disse que espera que a atitude faça com que o Governo perceba que a categoria não está contente com a maneira com a qual as reivindicações da categoria estão sendo tratadas. “Fizemos uma paralisação no último dia 22 de abril e só então o Governo passou a nos receber. Eles atenderam as nossas reivindicações de forma parcial. Mas não é isso que queremos. O Governo ficou tanto tempo sem melhorar as nossas condições de trabalho que agora a pauta cresceu”. De acordo com Roberto Campos, presidente da Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar do RN, a reunião com o secretário de segurança do Estado, o general Eliéser Girão, que aconteceu nesta sexta-feira (23), foi frustrante. “Nós conversamos com ele, mas ele não nos apresentou nada. Questionamos se pelo menos a pauta principal, que é a reposição dos subsídios que há cerca de dois anos não é feita, teria avançado. Mas ele disse que não. Então saímos da reunião realmente chateados. Pois há mais de um mês que nos foi prometido que as reivindicações seriam analisadas, mas até agora nada”. A relação entre associações e Eliéser Girão não tem sido das melhores. Desde que assumiu em março, constantemente o general tem sido chamado de “ditador” e tem tido sua maneira de gerir a

Policiais decidem montar novo acampamento na Governadoria ASSEMBLEIA FOI REALIZADA NESTE SÁBADO POR PMS E BOMBEIROS NO CENTRO ADMINISTRATIVO Sesed questionada pelas próprias associações. “Minha gestão pública é com meu CPF e com o CPF dos comandantes, delegado geral. Minha gestão tem que ser com eles. Os sindicatos, associações, eu recebo, converso, mas exijo ser respeitado. Tem sindicato que não está me respeitando. Quem não me respeita, eu não converso. Se eles estão desacostumados, só ficam desrespeitando as pessoas, ao invés de irem trabalhar, eu prefiro manter distância”, afirmou Eliéser em contato recente com o Jornal de Hoje.

Ele também argumentou que precisa de tempo para conseguir atender toda a demanda da categoria. “As pessoas precisam entender que isso não é feito de uma hora para outra. Como falei, todos os dias eu estou me reunindo, discutindo para tentar encontrar a melhor solução. Mas tenho que fazer isso com responsabilidade. Tenho me reunido com o Tribunal de Contas, pois essa questão de promoção de praças, nomeação de comissões, tem que ser tudo muito bem tratado para não prejudicar ninguém.

Estamos fazendo uma gestão com responsabilidade”. Apesar de em outras oportunidades ter criticado a maneira como Eliéser Girão estava negociando com a categoria, Roberto Campos afirmou que desta vez ele conseguiu “convencer”. “Ele foi muito sincero nas declarações. Falou que estava tentando, mas que não pode resolver tudo sozinho, que depende de uma equipe de Governo e que não tinha conseguido reunir essa equipe. Ele disse que as diárias operacionais seriam aumenta-

das, de R$ 50 para R$ 80, mas que estava esperando a resposta do Tribunal de Contas. Mas foi o que falamos para ele, queremos soluções mais concretas”. Dentre a pauta de reivindicações, a categoria está cobrando o enquadramento dos níveis remuneratórios, revisão das Diárias Operacionais, revisão do Estatuto da Polícia Militar, assistência psíquica aos servidores, pagamento das promoções em atraso, revogação do Decreto 20663/2008, que altera as normas para o limite quanti-

tativo das promoções dos oficiais e a causa prioritária que é a reposição do subsídio de 56,7% que há cerca de dois anos não vem sendo cumprida pelo Governo. Em entrevista recente, o general Eliéser Girão afirmou que caso os policiais e bombeiro realmente realizem a paralisação, ele irá entrar na Justiça para que a greve chegue ao fim. O secretário acrescentou ainda que não descarta nem mesmo convocar o Exércio para fazer a segurança das ruas de Natal caso a mobilização dos PMs se concretize.

Heracles Dantas

> MERECIMENTO?

Dia do Detento: 584 presos do RN têm direito até a auxílio-reclusão

Estado possui 584 detentos recebendo o auxílio-reclusão, pagos regularmente por meio do INSS para os beneficiados

Poucas pessoas sabem, mas neste sábado (24) é comemorado o Dia do Detento. E outra informação ainda mais desconhecida, é que estas pessoas presas têm direito até mesmo a auxílio-reclusão, uma espécie de “salário” pago para a família dos detentos, desde que essa pessoa estivesse contribuindo com a Previdência Social antes de ir para atrás das grades. O assunto tem sido sempre um motivo de polêmica nas redes sociais. O juiz Henrique Baltazar, titular da Vara de Execuções Penais e presidente do Colégio Permanente de Execução Penal da Justiça Estadual do RN (COPEP/RN), resumiu como funciona o benefício. "O auxílio-reclusão é um benefício da Previdência Social. Só recebe quem paga o INSS. É como o seguro-desemprego, auxílio-maternidade. A quantia a ser paga depende do valor que o detento contribuía com a Providência Social", destacou. A diferença é que, nos casos citados pelo magistrado, o desempregado perdeu o emprego e a mãe teve o filho. Nada relaciona-

do a criminalidade. Para o policial militar Jorge Luiz, o fato de pessoas receberem dinheiro depois de cometerem crimes é um absurdo. "Eu sou completamente contra essa situação. É um absurdo. Quem tem que receber dinheiro são as pessoas de bem, que fazem o bem. Pessoas que querem seguir pelo mundo de criminalidade precisam pagar por isso e não receber ajuda. Esse auxílio reclusão é quase um prêmio para quem comete algum crime", reclamou. Já a dona de casa Maria Aparecida sugeriu que esse dinheiro fosse investido em outras pessoas. "Eu não sabia que existia esse auxílio para detentos. É mais um absurdo que esse país está fazendo. Tem tanta gente do bem que passa por necessidades e que precisam de dinheiro. Mas ao invés disso estão gastando com bandido. Se a família vai ficar desamparada, o único responsável é quem foi preso". Ao contrário dos populares, Henrique Baltazar se mostrou a favor do benefício. "Se a pessoa é um trabalhador, sustenta a família dele com

aquele salário, e por qualquer motivo é preso, a família dele vai receber o benefício. Caso contrário a família vai ter que passar fome? Então vejo como uma coisa normal. Um direito como de qualquer outro trabalhador. Se o detento estava desempregado antes de ser preso, ele não tem direito de receber esse benefício", destacou. Baltazar também afirmou que existe um entendimento errado quanto ao pagamento do auxílio-reclusão. "As pessoas discutem muito que o detento recebe o benefício e a vítima do crime que ele cometeu não recebe. Então que criem uma Lei que faça com que a vítima também receba e não tirem o benefício do detento. Como eu disse, quem recebe o benefício é a família do detento e não o detento". Não existe carência (tempo mínimo de contribuição) para que a família do detento possa receber o benefício, porém é necessário que o trabalhador esteja contribuindo para a Previdência Social. Durante a duração da pena (em regime fechado

ou semi-aberto), os dependentes do preso recebem o auxílio-reclusão, desde que apresentem a cada trimestre, atestado emitido por autoridade competente comprovando que o segurado permanece preso. O valor do benefício é dividido entre todos os dependentes legais dos segurados, não aumentando de acordo com a quantidade de filhos que a pessoa tem. Atualmente são pagos no Rio Grande do Norte 584 auxílios-reclusão, sendo 322 no âmbito da Gerência do INSS/Natal e 262 nos municípios integrantes da Gerência do INSS/Mossoró. Afamília do segurado preso pode perder o direito de receber o benefício quando o mesmo foge, é libertado ou obtém progressão de sua pena para o regime aberto. O auxílio-reclusão deixa de ser pago, também, quando os dependentes do detento completam 21 anos, e se emancipam, exceto para os que ficam inválidos antes da maior idade ou morrem. No caso de óbito do segurado, o auxílio é convertido em pensão por morte para os dependentes.


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

GOVERNO TÉCNICO

Deputado petista Luiz Moura: um dia reunido com membros do PCC; no outro, com Alexandre Padilha, o homem das amizades complicadas

O pré-candidato do PSD ao governo, Robinson Faria, cantou uma pedra no tabuleiro eleitoral que na maioria das vezes não se faz numa campanha. Prometeu um governo com mais técnicos e menos políticos, sabendo que com isso espanta o segundo caso.

EXPERIÊNCIA

A ideia de Robinson já foi posta em prática no RN, após o candidato vencer a eleição mas sem prometer antes, e com isso gerou um dos melhores governos do estado. Na primeira gestão de José Agripino, a partir de 1983, os técnicos dominaram seu grupo.

Por Reinaldo Azevedo Então… Como diz aquela música, "amigo é coisa pra se guardar/ debaixo de sete chaves…" E Alexandre Padilha, exministro da Saúde e précandidato do PT ao governo de São Paulo, é homem de muitos amigos. Um deles é o deputado estadual Luiz Moura. Quem é mesmo Luiz Moura? É aquele senhor que foi flagrado pela polícia numa reunião que tinha o objetivo de combinar novos ataques a ônibus na cidade de São Paulo. E quem estava presente ao encontro? Justamente… o deputado! Havia nada menos de que 13 membros do PCC no local. Um assaltante de banco então foragido, que integrava a turma, tem condenações que somam SETENTA ANOS. O encontro acontecia da sede Transcooper, uma cooperativa de vans da qual o deputado é presidente de honra. Ele também é integrante da diretoria da Confetrans - Confederação Nacional das Cooperativas de Transporte - e da Fecotrans, que é a federação. Moura é um ex-presidiário condenado a 12 anos de cadeia por assaltos à mão armada. Não cumpriu a pena porque fugiu. Permaneceu 10 anos foragido e surgiu reabilitado, obtendo perdão judicial. No período em que permaneceu clandestino, juntou um patrimônio de R$ 5 milhões na área de transporte e postos de gasolina. Um empreendedor nato! Padilha foi à festa de aniversário de Moura, que serviu ainda como uma espécie de pré-lançamento de sua candidatura ao governo do Estado. Acho superba-

CORAGEM

O VICE DE AÉCIO

Para FHC, o perfil é este: "Primeiro, precisamos de um vice que seja solidário. Segundo, que não tire voto. Terceiro, se puder, que agregue voto". Sendo assim, há três opções: o apresentador Luciano Huck, a juiza Ellen Gracie e Joaquim Barbosa.

LISBOA LOTADA

De ontem para hoje, cerca de 70 mil espanhóis entraram na capital portuguesa por via terrestre, em carros próprios, ônibus e trens. Não há lugar para estacionamento nem vagas em hotéis. É a grande festa da final da Champions League, hoje às 15h45.

Com muitos quilômetros rodados nas estradas da política, Robinson está sendo corajoso em oferecer uma gestão técnica antes mesmo do processo eleitoral. Sabe que perde políticos com isso, mas abre um caminho de confiança na sociedade angustiada.

NOSSOS OLHEIROS

ALIANÇA

RONALDO

No dia do seu aniversário, ontem, o senador José Agripino foi destaque na imprensa por um fato político e não festivo. Um fato nem tão inédito assim, pois muita gente já sabia que o DEM caminharia para apoiar a candidatura a governador de Henrique Alves.

CONVENÇÃO

Em se confirmando oficialmente o apoio de Agripino à chapa do PMDB e PSB, restará mesmo a Rosalba Ciarlini medir forças com o agripinismo na convenção de junho que define os rumos eleito-

cana esse trânsito todo do deputado petista, né? Num dia, ele está numa reunião com membros do PCC; no outro, com o candidato do PT ao governo do Estado, ex-ministro da Saúde e um dos principais nomes do partido. Convenham: as circunstâncias, não eu, acabam aproximando duas siglas: PT e PCC - este segundo se assume oficialmente como o partido do crime. As fotos estão na página do Facebook do fotógrafo do evento. Ele informa que, entre os petistas ilustres, estava o vereador Jair Tatto, irmão do deputado federal licenciado Jilmar Tatto, hoje secretário de Transportes da cidade de São Paulo. A família Tatto é ligada a isso que chamam "transporte alternativo" - cooperativas de vans e de ônibus. Um dos principais aliados dos Tatto é justamente Luiz Moura, que vem a ser o cara que estava na tal reunião com membros do PCC, onde se planejavam ataques a ônibus. Não obstante, na terça, Jilmar preferiu atribuir à PM parte do caos que tomou conta de São Paulo. E isso tudo é apenas… fato! (RA, no site da Veja)

rais da legenda. Pelo que se sabe, o senador tem o controle.

Vários potiguares se deslocaram até Lisboa para assistir o jogão Real Madrid x Atletico Madrid, entre eles os amigos e leitores da coluna, desembargador Claudio Santos e os empresários Sergio Cirne e Sergio Azevedo. Todos levaram alguns familiares. Até ontem, o ex-jogador Ronaldo Nazário fazia parte do staff dos organizadores da Copa que gozavam da simpatia dos militantes do PT. Foi só dizer que os problemas e atrasos não são culpa da FIFA, mas do governo federal e estaduais, está sendo zoado.

VISITA

Depois de um périplo pela Europa, curtindo férias, o jornalista Dácio Nitrini, diretor de jornalismo da TV Gazeta, desembarcou em Natal para encerrar o passeio e retornar a São Paulo. Aproveita para visitar os familiares da esposa potiguar, Tânia Vidal.

A MAIS DESEJADA A badalada revista Maxim realizou uma eleição entre seus milhares de leitores para escolher a beldade mais sensual do planeta, colocando na disputa mais de 100 candidatas. A modelo sul-africana Candice Swanepoel, a nova "Angel" da Victoria Secret, ganhou a votação e agora lidera o Hot 100 List de 2014 da publicação. Meu voto ela tem só pelos olhos, nem precisa avaliar o resto.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

Pedras no caminho

NATAL HISTÓRICA Divulgação

Simplesmente emocionante a matéria do jornalista potiguar Alan Severiano, exibida nesta sexta-feira (23) no Jornal Nacional. A reportagem mostrou a “coincidência histórica”, segundo William Bonner, de Natal receber o primeiro jogo dos Estados Unidos na Copa do Mundo, já que a capital potiguar foi invadida pelos americanos durante a II Guerra Mundial.

LEMBRANÇAS

Esta semana a governadora Rosalba Ciarlini conseguiu o que, para seus aliados, foi a primeira grande vitória jurídica das muitas ainda necessárias pela frente. A gestora foi excluída de um dos processos onde era considerada inelegível pela Justiça, devido a sua participação no processo eleitoral de Mossoró em 2012. Mas, este não, nem de longe, o maior problema da Rosa. Afastada do senador José Agripino, a democrata só voltou a conversar com seu líder esta semana, exatamente no dia do aniversário do parlamentar. O encontro serviu para ambos colocarem seus planos. Ou seja, Rosalba finalmente disse que deseja ser candidata a reeleição, contra tudo e contra todos. Agripino, porém, praticamente repetiu que é preciso levar em consideração as alianças proporcionais. O medo democrata é claro. A legenda teme não conseguir manter nenhum dos seus mandatos de deputado estadual e a vaga de Felipe Maia na Câmara. Afinal de

contas, para reconquistar estes espaços, será fundamental montar uma aliança forte, com partidos capazes de reunir votos suficientes e servir como a conhecida "esteira" para os candidatos mais fortes. Isolado politicamente, hoje só resta ao DEM firmar parceria com o PP, do deputado federal Betinho Rosado. O que é bastante insuficiente para as pretensões democratas. A união demo-pepista, em uma análise rápida, talvez garanta apenas a recondução de Felipe Maia, que se beneficiará dos votos do mossoroense. Para deputado estadual, será uma disputa interna suicida. Em contrapartida, se o DEM optar pelo apoio a pré-candidatura de Henrique Alves, entra no jogo em condições bastante tranquilas e mal terá com o que se preocupar no pleito futuro. São os caminhos recheados de pedras. E o tempo para ultrapassar esses obstáculos está cada vez menor. É chegada a hora da decisão. Ou a Rosa desiste em nome da sobrevivência do DEM no RN, ou vai para o tudo ou nada.

Na matéria da Severiano, destaque para a opinião de natalenses que acompanharam aquele período histórico. O jornalista ainda conseguiu identificar o fotógrafo americano que esteve no RN para registrar o período a pedido das forças armadas dos EUA. Várias fotos da Natal do passado foram exibidas. Como se vê, falta saber explorar a história da nossa cidade para atrair ainda mais turistas.

FICOU NO PAPEL

Em tempo: uma das obras fundamentais para atingir o objetivo, de atrair mais turistas a partir da importância histórica da capital potiguar, ficou mesmo no papel. O Museu da Rampa, que marcaria para sempre o local onde os expresidentes americano, Franklin Roosevelt, e brasileiro, Getúlio Vargas, se encontraram, ainda é apenas um sonho. E foi uma das promessas da governadora para ser inaugurado antes da Copa.

ACERTO

Com o novo painel de enfeite para a Copa já instalado ao lado do viaduto de Ponta Negra, é hora de parabenizar, mais uma vez, o secretário Raniere Barbosa pela decisão corajosa de voltar atrás e refazer o trabalho. A nova imagem é impressionante e causa impacto positivo assim que é vista pelos motoristas. Agora sim, ficou bonito.

Gira Mundo Divulgação

Ainda este ano o governo federal deverá lançar o edital para licitação das obras de um ramal que levará as águas vindas da transposição do rio São Francisco para as barragens de Pau dos Ferros e Santa Cruz. A informação foi transmitida pelo ministro da Integração Nacional, Francisco José Coelho Teixeira, à bancada federal do RN e ao ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, durante audiência realizada em Brasília. Desde o ano de 2007 até agora o governo federal liberou em torno de R$ 750 milhões para serem aplicados em obras de infraestrutura hídrica. O dinheiro foi aplicado em obras como a barragem Oiticica e a Adutora do Alto Oeste, em fase de conclusão.

Megafone Divulgação

“É essa burocracia toda, uma confusão, um disse me disse, são os atrasos. É uma pena. Eu me sinto envergonhado, porque é o meu país, que eu amo, e a gente não podia estar passando essa imagem”

RONALDO NAZÁRIO EX-JOGADOR E MEMBRO DO COMITÊ ORGANIZADOR DA COPA DO MUNDO

DESATENÇÃO

Este colunista teve dificuldades em acreditar quando foi informado, mas está confirmado. Algumas das bandeiras da Itália, colocadas principalmente nas passarelas da BR-101, estão, simplesmente, ao contrário. A ordem correta são as cores verde, branca e vermelha, enfileiradas na vertical. Se correrem, ainda dá tempo de corrigir antes dos primeiros turistas chegarem ao nosso Estado.

Neste sábado (24) é comemorado o Dia de Nossa Senhora Auxiliadora. Mais uma vez, os exalunos do colégio que leva o nome da santa em Natal se reencontrarão na tradicional missa em homenagem a Maria Auxiliadora. Dessa vez, o evento será a partir das 15 horas, na própria escola. Este exaluno, orgulhosamente, agradece por mais um ano abençoado.

ESPAÇO DO LEITOR

O leitor Adão Galdino da Silva é quem manda o e-mail. “Em greve há quatro dias, funcionários do Ipern recebem a informação de que o presidente em exercício do órgão, Geraldo Laurentino da Silva Júnior, pede a chefia do setor de atendimento, que enfrente, na porta do instituto, os grevistas. Propõe que o trabalho de convencimento à aposentados e pensionistas, feito pelos servidores em greve para que não entre às dependências do prédio e sejam atendidos por estagiários, na sua maioria, seja inviabilizado. É incabível esse comportamento. O cidadão a quem nos referimos é um funcionário de carreira do instituto, conhece e reconhece que a solicitação dos servidores é justa. Porém, o ‘ranço’ autoritário do governo Rosalba Ciarlini atinge às mentes que permite esse tipo de retrocesso”. Com a palavra, o presidente do Ipern.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

Sábado e Domingo Bobflash

GIRO PELO TWITTER ...do presidenciável do PSB Eduardo Campos: "No atual momento, nenhuma pesquisa reflete cenários eleitorais, mas, sim, o conhecimento de cada candidato e o sentimento da população";

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br Cedida

w NOVIDADE NO TURISMO

Ex-secretário de Comunicação do Governo Rosalba, o jornalista Alexandre Mulatinho está assumindo a presidência da Emprotur - Empresa Potiguar de Promoção Turística. >>> Ele entra no lugar de Sandro Pacheco. >>> O ato será publicado no Diário Oficial nos próximos dias...

Habib Chalita e Miss Dany na inauguração do salão M.Hair Alex Gurgel

Durante almoço oferecido em sua fazenda a Eduardo Campos, Iberê Ferreira analisou a sucessão de 2014 com os amigos Wober Junior e Gustavo Carvalho... Boflash

Aniversariante deste sábado, jornalista Bosco Afonso, comemora ao lado de sua musa Edinete Pereira Afonso, amigos e familiares. Cedida

w CENÁRIO ANALISADO

Neste fim de semana, o Teatro Alberto Maranhão recebe "A História dos Amantes". O espetáculo, que tem patrocínio local da Construtora Hazbun, é uma comédia que aborda de forma descontraída e irreverente a visão do homem sobre os relacionamentos, com texto e direção de Marcelo Serrado. >>> O elenco conta com Anderson Di Rizzo, Hugo Bonemere e Daniel Rocha. As apresentações acontecem hoje, às 21h, e no dia 25 às 19h. Mulheresnofds

w RESULTADO

w VERMELHOU

E quem também festejou aniversário ontem foi a deputada Fátima Bezerra. >>> A candidata a senadora recebeu como convidado vip o vice-governador Robinson Faria, no Clube da Petrobras, em Nova Parnamirim. >>> Que ficou devidamente todo decorado em vermelho petista.

A franquia Spa das Sobrancelhas, comandada pelas empresárias Laura Assunção e Thayse Assunção, reinaugurará em breve a unidade da Rua Mossoró, no bairro do Tirol, em Natal, sendo a primeira do Brasil a ser denominada Diamante, com estrutura, equipe e serviços de alto padrão. >>> Além desta unidade, o Spa das Sobrancelhas também está localizado no Harmony Center, em Petrópolis. >>> E mais duas serão inauguradas na capital potiguar até o fim do ano, sendo uma delas no Portugal Center, no bairro de Lagoa Nova, com previsão para junho.

w DICA

Como antecipou a coluna na última quinta-feira, o aniversário do senador José Agripino em Natal, ontem, foi marcado por uma conversa com o casal-Rosado Rosalba e Carlos Augusto. >>> O encontro, presenciado por outros demos como os deputados José Adécio e Getúlio Rêgo, ocorreu no apartamento do presidente nacional do DEM. >>> Em pauta: candidatura ou não à reeleição de Rosalba.

Oficialmente, ficaram de definir no próximo dia 2 de junho, durante reunião da executiva do partido. >>> Extra oficialmente, a conversa não teria sido tão boa para a Rosa... >>> É aguardar.

...do blogueiro Marcos Dantas: "Durante reunião em Currais Novos, Henrique anuncia 25 milhões para adutora emergencial".

w MAIS UMA

w TRANCANDO A PAUTA

Na Câmara Municipal de Natal... >>> ...o clima não pode ser considerado dos melhores entre alguns vereadores. >>> A turma governista reclama há tempos que a oposição ao prefeito Carlos Eduardo na Casa gera tumulto deliberadamente, pois se inscreve para debater "até emenda consensual". >>> O que faz com que projetos de interesse do prefeito se arrastem por muitos dias...

...da revista Veja: "Dilma estará presente em três jogos da Copa do Mundo";

Inauguração da nova Nacional Volkswagen: Rodrigo Cândido, Lourdinha Nascimento e Alberto Nascimento

w FALANDO NA

SENADORÁVEL... Na tarde desta quinta-feira (22), durante a realização do V Seminário Interestadual sobre o Sistema de Garantia de Direitos Humanos de Crianças e Adolescentes, que reuniu conselheiros de todo o Brasil, em Nova Cruz, a deputada federal Fátima Bezerra (PT) foi agraciada com uma placa dos conselheiros tutelares "pelos incansáveis esforços empreendidos na equipagem dos Conselhos Tutelares do RN".

O deputado estadual Tomba Farias mostrou a sua força de líder político do Trairi, reunindo, junto com a ex-governadora Wilma de Farias, parte expressiva das lideranças da política do RN em torno do presidenciável Eduardo Campos...

>>> "O nosso mandato tem apresentado emendas ao OGU, garantindo assim a equipagem de todos os conselhos tutelares em funcionamento no RN. Dessa forma seremos o primeiro estado do país a ter 100% dos conselhos equipados com um kit até 2015", garantiu Fátima na ocasião.

w ESTRATÉGIA Durante o Seminário sobre Água promovido ontem pela CDL em Currais Novos...

>>> ...comentava-se que a deputada Gesane Marinho nem pensa em desistir de ser candidata à reeleição como vem sendo dito nos bastidores da Assembleia Legislativa... Quem escutou as conversas garante que tudo não passa de estratégia do grupo da peesedista. >>> "Isso é porque Gesane quer atrair as bases do Agreste que estão indo apenas para (o deputado do PSD) José Dias", disse a fonte.

Desfile Andrea Moura para Espaço Qu4tro

Cantinho do Zé Povo BOB MOTTA - bobmottapoeta.com.br - bobmottapoeta@gmail.com - Telefone: 9965-6080 I Migué, meu subríin querido, seu tíi afin num lhe inlude. Já dizia Mãe Miana, na sua linguage rude; chega mudava de tom: Meu fíi, quem quizé sê bom, qui môrra ô intonce, se mude. II Mais eu sempre achei você, um cabra cumo num há. Meu leitô dais fulêrage, viciado in me iscutá. Inxêiguei tua bondade, sem precisá, na verdade, tu morrê nem se mudá. III Mais, porém, chegô a hora, subríin, ôvinte e leitô, de tu ir cuiê uis fruito,

MIGUEL JOSINO - MEU SUBRÍIN AFÍIN... qui nessa vida, prantô. O acidente num tem curpa; síiviu só cumo discurpa, prá tu chegá ao Criadô. IV Amostrá ao Pai Maió, ais tuas boas ação, o bem qui aqui, tu fizesse, in favô duis teus irmão. Uis teus gesto de caríin, cum uis bem piquininíin, aos quá tu istendêsse ais mão. V Amostrá o bem qui tu fêiz, ao teu povo, ao teu Estado,

dando conta do trabáio, qui a tu, foi cunfiado. Migué, eu juro a você, qui ninguém vai preenchê, teu lugá qui ficô vago. VI O pranto hoje derramado, p'rú todos nóis qui te amô, é de agradicimento, a Jesus, Nosso Sinhô. Por tu; digo in verso e prosa, essa áima maraviósa, qui entre nóis, Êle butô. VII Grato, meu subríin afin,

p'rú cada aperto de mão, p'rú me chamá Tio Bob, fazendo eu, chêi de emoção; chorá c'á sua risada, derramando in minha estrada, o pranto do coração. VIII O ingraçado é qui nóis, ao vivo, pôco se via. Sábo cêdo se incontremo, foi festa, papo, alegria. Mais nem de longe, atinei, sábo, quando lhe abracei, qui alí, nóis se dispidia. IX

Meu fíi, fôsse e éis do bem; tua índole é tão boa, qui de sete irmão in Cristo, o agradicimento ecôa. Tu deu vida a êsses irmão; e o teu lindo coração, bate hoje, in ôta pessoa. X Na ispritualidade, adispôi da cirurgia, eu sei qui tu inda dróme, na vida qui ora, inicia. Qui Deus lhe incubra de luz, na paiz do Sinhô Jesus, e c'áis benção de Maria.

XI Tais levando na bagage, a tua simpricidade, todo o bem qui tu fizesse, e uis teus gesto de humirdade. O crachá de bom sujeito, a sodade e o respeito, de tôda a sociedade. XII É assim qui tu éis guardado, derna daqui dêsse prano, cumo um preciôso inzempro, p'rá tôdo e quaiqué fulano. Lhe abraça in seu verso bruto, seu tíi; Poeta Matuto, Cum Nome de Americano... Vai in paiz e inté! Tio Bob. NATAL-RN - 20.MAI.2014


Cidade

Sábado e domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w AVISO Em 2013, pelo IBGE, população de Natal alcançou 850 mil habitantes. Se até 2016, ano das eleições municipais, chegar a um milhão, o plenário da Câmara Municipal passará de 29 para 31 vereadores.

w ACORDO - I Até o Tribunal de Contas fez um acordo com redução de valores para pagar atrasados da gratificação chamada 'paletó' a conselheiros aposentados, quando pagou aos da ativa na íntegra e de uma só vez. w DESIGUAL - II Como direito, o 'paletó' tem gerado efeitos incompreensivelmente desiguais como ocorre no caso de procuradores aposentados que estão sem receber. O TC acaba não dando um bom exemplo de contas.

w CRISE A reação de Agnelo Alves mostrou que o PDT pode ser o grande prejudicado no acordão do PMDB. É devastador, embora bem dissimulado, o avanço do PSB e PR nas bases garantidas a Agnelo Alves. w TEMOR A presença do DEM, adversário do Planalto e onde já está o PSDB, é considerado por algumas fontes o erro mais danoso para caracterizar o acordão, mas há o compromisso antigo e formal de Henrique. w AGENDA Ficou para este fim de semana a conversa do PMDB com o PSB numa mesa que vai tentar contornar a crise da traição velada contra o partido do prefeito Carlos Eduardo Alves. Uma conversa definitiva. w HISTÓRIA - I O advogado e escritor Carlos Gomes conta a história de vida do seu irmão, o arquiteto Moacir Gomes da Costa. De quando pegou o Ita no cais da Tavares de Lira e só retornou a Natal já como arquiteto. w DETALHES - II Autor de vários projetos, poucos sabem que na sua juventude, no Rio, ele foi lutador de teleket, aluno do matemático Malba Tahan, vizinho de Ataulfo Alves e conheceu bem o poeta Joaquim Cardozo. w ARENA - III O livro também conta a história do Machadão, demolido, da Arena das Dunas com os dois inquéritos, hoje arquivados, e mais alguns bons detalhes que a opinião pública talvez não tenha tomado ciência. w DATAS Em junho, há 90 anos, falecia Manoel Dantas; há 130 anos nascia Pereira Simões, engenheiro das obras do porto de Natal; e ainda há 130 anos nascia professor Celestino Pimentel, diretor do Atheneu.

Ontem, em maio de 1964

N

Hoje, em maio de 2014

Os idos traídos

unca, Senhor Redator, um velho brocardo - o da pressa como inimiga da perfeição - caiu tão bem naquela hora em que alguns dos maiores nomes do jornalismo brasileiro, soprados pelos ventos da euforia e da servidão voluntária, resolveram reunir em livro seus ensaios sobre o Golpe Militar de 64. Mal sabiam que, mais alguns meses depois daquele março, o que parecia uma vitória cívica sobre o perigo comunista se transformaria numa ditadura a prender, torturar e arrebentar até eles mesmos. Quem tem na sua estante um exemplar do livro 'Os idos de março e a queda em abril', edição José Álvaro, Rio, impresso em maio de 1964, há exatos cinquenta anos - aqui está um deles - sabe facilmente entender o fato de ser raridade neste meio século depois. E compreender as circunstâncias, mas sem ser possível esconder um triste espanto diante dos textos de Alberto Dines, Antônio Callado, Carlos Castelo Branco, Cláudio Melo e Souza e Wilson Figueiredo, cantando loas ao golpe de 64. Para medir e pesar, ainda que se desconte o excesso de rigor, é bom caminhar nas 153 páginas do livro de Juremir Machado da Silva, doutor em sociologia pela Sorbonne, lançado agora - '1964, golpe midiático-civilmilitar'. O estampido provocado por sua análise, cinquenta anos depois de tudo, e diante de mortos ainda desaparecidos, mexeu com a paz de alguns dos seus autores, alguns vivos e atuantes, a ponto de provocar uma reação inquieta de Alberto Dines, ícone do jornalismo brasileiro.

Hemeterio Gurgel - Dicas -

MELISSA MAFRA -

TIRAR GORDURA DA COMIDA 01- Coloque uma folha de couve em cima da sopa de carne gorda, para tirar o excesso de gordura do caldo. 02- Você retira o excesso de gordura de um alimento com facilidade, colocando sobre a superfície uma folha de papel absorvente ou algumas fatias de pão fresco. 03- Para tirar o excesso de gordura de sopas e

ensopados, embrulhe pedras de gelo num pedaço de gaze ou de toalha de papel e passe levemente na superfície da sopa. 04- Coloque uma laranja inteira e não descascada na feijoada junto com as carnes, a gordura ficará toda dentro da laranja, basta cortá-la para ter a confirmação. 05- A laranja não modifica o gosto da feijoada que fica super light!

Fast Food Tia Simone Tortas Finas - fica na Rua Morais Navarros, 2052, Lagoa Nova, Natal-RN, tel 84-9982-8590 / 84- 4141-7900, próximo ao Sebrae. A patisserie ou doceira é a mais famosa do RN. É professora por amor, mas sua paixão e dote é para gastronomia de sobremesas tão carentes aqui no nosso Estado. MENU Professora e patisserie Simone Carvalho há mais de 17 anos que se dedica a criar e elaborar tortas maravilhosas. Basta dizer que a grande maioria dos bons restaurantes e hotéis de Natal são seus clientes, isso sem falar que não se faz um evento de batisado, aniversário, casamento ou recepções, sem que Tia Simone não esteja presente com suas deliciosas sobremesas. Entre as quais cito:Tortas: Alemã, Alemã de Café, Brigadeiro, Mousse de Maracujá, Romeu e Julieta, Trufada de Uvas, Dominó, Prestige e bote mais uma infinidade de receitas. COMO FAZER O PEDIDO Prudentemente vocês devem fazer suas encomendas com um mínimo de 24h, ou indo pessoalmente no endereço acima ou telefone pelo carinhoso nome que seus alunos lhe batisaram de Tia Simone. Bem, sou cliente. Adoro e recomendo. NOVO CHEF E SOMMELIER Paulo Galindo, o mago do entretenimento e restaurateur, reforça a equipe da Churrascaria Fogo & Chama. Contratou o chef Josemar Alves, o Dunga. Ele é especialista em frutos do mar e massas, tendo chefiado vários restaurantes em Recife. Na área de alimentos e bebidas trouxe o Sommelier Johnny Lima, diplomado pela Wine Spirit Trust Education, de Londres. Não restam dúvidas que ambos reforçam e darão maior eficiência a Fogo & Chama. Boa pedida. Jogo de mestre mesmo. Foto: Paulo e sua bela e elegantérrima esposa Claudia

O 9º Brasil Sabor, que se realiza esse ano, continua com grandes sucessos nos restaurantes que aderiram, conforme relação que noticiamos a semana passada. Tem agora dois eventos:Cozinha Show e Corrida de Garçons. Os evento são promovidos pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes- Abrasel, e acontece em todo o Brasil OS EVENTOS: UM SHOW. VALE A PEDIDA! São dois eventos paralelos a partir da próxima semana:A Cozinha Show será de 29 de maio a 1 de junho, de quinta a domingo, amanhã, no Shopping Cidade Jardim. Chefs, participantes do Festival, apresentarão seus talentos e o SESI Cozinha Brasil fará oficinas de gastronomia, nos seguintes horários: das 11h às 12h e das 13h às 20h, de quinta a sábado; e das 15h às 20h, no domingo. A Corrida dos Garçons ocorrerá no estacionamento frontal do Shopping, no sábado, 31, das 9h30 às 10h30. CASA DI MARIA: NOVO PROPRIETÁRIO O gostosíssimo ambiente que proporciona aos frequentadores a Cafeteria Casa di Maria Caffé, Avenida Afonso Pena, 507, tel. 3201-4950, passou a ser da empresária Edilene Oliveira, que é a franqueada da Casa de Pão de Queijo, que fica ao lado do Atheneu. Ela tem competência, conhece do ramo e já está repaginando tudo. O serviço do Di Maria já melhorou 100%. A senhora Edilene informa que dentro de poucos dias, passará a oferecer além de patisserie, almoço e jantar, seguindo uma linha do maior gabarito em um menu internacionalmente gourmet. Já começou a abrir de segunda á sabado, a partir das 9h até as 21h. Sucesso. Recomendo EXPOSIÇÃO NA TRATORIA CASA DI PAOLO Trattoria A Casa di Paolo, Rua Mipibu, 523, Natal/RN Fone: (84) 2010-5512 / 9488-3188, do casal restaurateur italiano Paolo Passariello e a esposa Sonália Suani Vieira, oferece a mais requintada gastronomia italiana de Natal. Inclusive faz derivações de receitas tradicionais do país da Bota, ao gosto do cliente. Inova fazendo uma exposição fotográfica do fotógrafo João Maria Alves sobre as raízes da imigração italiana no Brasil. Belas fotos. O diferencial da Trattoria é que todos os pratos são elaborados na hora pelo próprio Paolo. O restaurante está disponível para jantares de negócios, um ambiente confortável e menu personalizado.

Juremir não perdoa. Foi aos arquivos de jornais, retomou os dois mais raivosos editoriais do Correio da Manhã - Basta! e Fora! - reconheceu que depois o grande jornal carioca percebeu o erro que cometera quando viu que os generais não respeitariam as liberdades democráticas, mas expõe os textos com toda crueza diante da História. Mostra o papel do governo norte-americano financiando o golpe com instituições misteriosas garantidas por eles, cofre que pagou a derrubada de João Goulart. 'Os idos de março e a queda em abril' é um livro de quatrocentas páginas que reúne ensaios de Alberto Dines, Antônio Callado, Araujo Neto, Carlos Castelo Branco, Cláudio Mello e Souza, Eurilo Duarte, Pedro Gomes e Wilson Figueiredo. Tem um prefácio consagrador - acredite, leitor - de Otto Lara Resende para um livro que defende e justifica o Golpe de 64 e confere autenticidade por ter nascido num jornal, 'no lugar adequado' - e repete - 'na redação de um jornal', o Jornal do Brasil. No seu ensaio, amparado por uma bibliografia testemunhal e histórica, Juremir Machado leva ao leitor não a acusação contra os apressados ensaístas daqueles 'Idos de Março e a queda em abril', mas não deixa de dissecá-los com o requinte de um bisturi afiado que expõe o desenho dos seus rostos ao sol da História. E mesmo ressalvando o arrependimento de alguns, a prisão de outros, a decepção de outros mais. Naquela hora a imprensa legitimou o golpe e do grande erro não pode fugir.

w SOLIDÃO José Maria Mayrink reuniu em livro as grandes reportagens que escreveu no início dos anos oitenta sobre a solidão nas ruas de São Paulo. A megalópole onde cerca de 300 mil pessoas vivem sozinhas. w CARTILHA Publicado no Brasil 'As idéias Conservadoras explicadas a revolucionários e reacionários', ensaio de João Pereira Coutinho, o colunista da Folha. São oito capítulos escritos com erudição e simplicidade. w LUTA Saiu, numa edição de bolso pela L&PM, as 'Memórias do Esquecimento', de Flávio Tavares, prêmio Jabuti em 2000 e considerado magistral por José Saramago, além de consagrado por Ernesto Sábato. w SEXO Já nas bancas a edição especial da Super Interessante sobre 'sexo, química, psicologia e sacanagem'. Um dossiê ousado que revela: a paixão tem o efeito de cocaína, mas o amor é de apenas um Rivotril. w ATENÇÃO Deu na Super Interessante sobre sexo: prefira os franzinos, pois são mais leais e generosos na relação amorosa. E tenha medo dos atléticos. Muito medo. Eles são muito menos saudáveis do que se pensa. w GRAÇA A edição de maio de Playboy sugere um tour gastronômico em Paris e revela a nudez de Amanda, a BBB que além de portentosa da cabeça aos pés não temeu mostrar ao mundo toda a sua graça. Ruiva.

www.saboresaber.com(breve) RECEITA: -ESPAGUETE CHILLI AO MOLHO ROSÉ INGREDIENTES: 12 fatias de pão de fôrma sem casca - 10 folhas de rúcula - 10 fatias de presunto parma - 2 colheres (sopa) maionese - 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado- 01-peito de frango-1 colher (sopa) de manjericão picada - sal a gosto. MODO DE PREPARO: Misture a rúcula, o peito de frango, molho de maio-

nese, queijo parmesão e a salsinha. Acerte o sal. Reserve. Coloque 2 fatias de pão de fôrma lado a lado, deixando entre elas um espaço de 2cm. Passe um rolo de massa até que fique uma tira fina. Sobre cada tira espalhe o recheio e enrole bem apertado. Repita até acabar. Enrole em filme plástico, leve à geladeira para ficar firme. Pincele uma camada de molho de maionese e polvilhe com amêndoas laminadas. CHEF: SANYLLE FARAJ

Conversa de Restaurante

-TRIBUNAL ELEITORAL ABSOLVE ROSALBA -BRONCA GRANDE NAS PROPORCIONAIS DA OPOSIÇÃO -A GOVERNADORA É CANDIDATA A SUCESSÃO ESTADUAL ROSALBA ABSOLVIDA PELO TRE-RN Restaurante Agaricus - O TRE-RN em decisão de quinta-feira, 22, absolveu a governadora Rosalba do processo de cassação que julgava a ex-prefeita de Mossoró. Agora a governadora tem só 1 Processo no TSE e que se trata da perfuração de 1 Poço na campanha da prefeita de Mossoró. Nesse processo ela já teve liminar concedida suspendendo a decisão do TRE-RN. Falta julgar o mérito. A acusação é tão ridícula que já se prevê a sua absolvição fácil. Como fácil foi a LIMINAR. Interessante, comentou a pessoa, os pseudo cientistas políticos e jornalistas políticos ficaram caladinhos, não noticiaram nadicas. Isso é que é isenção!!!!!! ÁLVARO DESISTE POR FALTA DE VOTOS Brilhante restaurante Caicó. O médico Álvaro Dias PMDB - quinta-feira, 22, comunicou aos seus correligionários os vereadores Odair Alves, Lobão Filho e Zé Maria, que não mais seria candidato a deputado estadual nas eleições deste ano. Contudo será o coordenador da campanha a governador do deputado Henrique naquela região. SUCESSÃO ESTADUAL - A OPOSIÇÃO Restaurante Abade, Via Costeira - Falou ainda que há muita confusão no amontoado de legendas que apoiam o deputado Henrique, no que concerne a chapa federal. Hoje tem 10 candidatos para as 8 vagas e todos estão exigindo a divisão dos votos dos colégios de Henrique e Garibaldi. Ora, Garibaldi está trabalhando para Waltinho, seu filho, ser o deputado federal mais votado do Estado. Como então vai dividir os colégios com concorrentes? EIS O CASO DO PDT E citou o caso do PDT de Carlos Eduardo e seu pai Agnelo. Ora eles se dizem donos dos 1º e 3º maiores colegios eleitorais do Estado. Contudo querem eleger 01 deputado federal e, no mínimo uns 3 estaduais, e Agnelo o mais votado do Estado. Só que, por exemplo, o colégio eleitoral de Parnamirim, cujo prefeito é do PDT comandado por Agnelo, está apoiando Agnelo para estadual e Waltinho, PMDB, para deputado federal. Muito simples: é só Agnelo e Carlos Eduardo pegarem esses colégios - Parnamirim e Natal - alocarem para os seus candidatos a federal e estadual. Não precisam favores de ninguém.

MAS... NÃO É SÓ ISSO. As outras legendas - são quase 20 - querem espaço e divisão de votos tantos para seus candidatos a federal como estadual. Bronca grande para Henrique resolver. Vamos ver como fica. Agora o quadro político já começa a se definir. ROSALBA SERÁ CANDIDATA A REELEIÇÃO Restaurante Trio - Um cidadão afirmava: a governadora Rosalba já se decidiu a disputar a sua reeleição. Ventos que passaram pela Governadoria me trouxeram cochichos afirmando peremptoriamente: Rosalba vai topar a parada, seja com quem for, e irá para rua defender o seu Governo, e as grandes obras que está realizando em todos os recantos do RN. E mais, resultantes do fruto do seu tino administrativo público e honesto. Tem cerca de 2 bilhões para conveniar com as Prefeituras do interior, como já está fazendo. E tudo sem roubalheiras. São obras em todos os municípios: saneamento, água, hospitais, estradas, escolas, Postos de Saúde, um mundo todo de realizações. E vai mostrar isso ao povão. Não deixaram até hoje, até proibindo de fazer propaganda de suas realizações, mas nas eleições ninguém lhe impedirá. MODIFICA TODO O QUADRO POLÍTICO Decididamente, disse o cidadão, este fato modifica todo o quadro político estadual. Agora teremos 3 candidatos ao Governo: Rosalba, Henrique e Robinson. DEPUTADO FEDERAL, ESTADUALE SENADOR Só que ela pretende que o DEM lance também candidato ao Senado. E garante que em aliança junto com o PP e outras legendas que já estão em negociações, chegará a eleger 2 deputados federais. É só somar os votos que Felipe Maia teve nas últimas eleições com os votos de Betinho Rosado. Um se elege pelo quosciente e outro pela sobra. Já na chapa estadual tem como um passeio, com as coligações que estão arquitetadas, garante as eleições dos 3 deputados do DEM e mais 1 ou 2 dos coligados. Como candidato ao Senado tem o ex-deputado federal Ney Lopes que tem discurso facinho para derrotar tanto Wilma como Fátima que são dois blefes. Ney sempre cresce e muito em campanha, concluiu. E concordaram!

Mas... quando me virei ...NÃO VI NINGUÉM.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

Sábado e Domingo

Projetos de saúde expandem atendimento até residências e presídios em Parnamirim INICIATIVAS

CRIADAS NA

SECRETARIA

DE

SAÚDE

DO MUNICÍPIO ESTÃO SENDO RECONHECIDAS NACIONALMENTE Fotos: José Aldenir

MARCELO LIMA REPÓRTER

Simplicidade e inovação. Aparentemente essas duas palavras não têm sinergia. Mas essa dupla de vocábulos define muito bem dois projetos na Saúde Pública realizados em Parnamirim e reconhecidos nacionalmente na Mostra Brasil Aqui Tem SUS. A fisioterapeuta Mariana Melo é a autora do projeto que vai ser exposto na roda de conversas da Mostra no próximo mês, no Espírito Santo. A profissional de saúde criou um DVD em que mostra alguns movimentos para que pessoas em reabilitação motora repitam, auxiliadas por seu cuidador, após intensa orientação do fisioterapeuta. "Esse projeto tem o intuito de melhorar a qualidade de vida do paciente portador de lesão medular, onde o tratamento foi feito no seu domicílio", explicou. O DVD na verdade é só uma etapa do projeto. A ideia dela foi aplicada durante o atendimento de um dos Núcleos de Apoio à Saúde da Família (Nasf) de Parnamirim. O primeiro a experimentar o tratamento desenvolvido por Mariana foi Gilson Felipe da Silva. Em 20 de fevereiro de 2010, Gilson mergulhou numa piscina sem conhecer a profundidade. "Quando bati com os peitos, lesionou um pouco a medula. Da queda, eu sai e ainda fui para a rede. Da rede, fui pra um beliche. Na hora que fui lá pra cima, deu vontade de ir para o sanitário. Quando cheguei ao sanitário para urinar, fui caindo sem movimento nenhum mesmo. Era só a cabeça e nem muito", rememorou o momento. Com 38 anos, ele perdeu a mais básica autonomia corporal. Mas depois que começou a reabilitação feita dentro de sua própria casa, sua situação começou a mudar. "Logo quando aconteceu esse acidente, eu não mexia nada. Comia pelas mãos da minha família. Agora com esse trabalho, eu já tive uma evolução muito grande. Como com minhas mãos, peguei força nos braços, aconteceu muitas coisas boas na minha vida graças a Deus. Minha recuperação é um pouco lenta. Eu estava um pouco desgostoso, mas graças a deus me peguei com Deus. Minha evolução a cada dia já é uma vitória", comentou. O diagnóstico de Gilson mostrou que sua lesão tinha ocorrido nas vértebras C4 e C5. Em caso de lesões completas até a C7, como a dele, a recuperação de qualquer movimento voluntário do pescoço para baixo é improvável. "O médico disse que eu só ia mexer com a cabeça, mas o médico dos médicos disse

Gilson Felipe da Silva perdeu os movimentos do corpo, mas começou a ter sua vida de volta após o início de um tratamento inovador

‘não, não é assim não'", falou Gilson, com a voz revestida de fé. Além de comer sem a necessidade de um adaptador e escovar os próprios dentes, ele também readquiriu rigidez no tronco, consegue conduzir a própria cadeira de rodas e já começa a ficar de pé. "Antes ele só apertava a mão, hoje ele já quer dar um abraço", contou a fisioterapeuta Mariana, com a alegria de

quem contribuiu para a independência de outra pessoa. CRIATIVIDADE, VONTADE E SONHOS Tanto o paciente como o cuidador e a fisioterapeuta usaram da criatividade para alcançar o sucesso neste projeto. "Após o tratamento de seis meses, o cuidador do paciente foi orientado por mim. Gra-

vei um DVD e deixei com o cuidador e ele deu continuidade e expansão desse tratamento. E assim surtiu grandes resultados", relatou a fisioterapeuta do Nasf. O tratamento de Gilson, coordenado por Mariana, começou em 2011. No início, eram duas visitas à casa do paciente por semana. Depois que ele e o cuidador ganharam mais autonomia, as visitas da pro-

fissional passaram a ser uma vez por mês para o monitoramento da evolução. Gilson também tentou fazer fisioterapia oferecida por uma instituição de ensino superior, mas não deu certo principalmente em razão do deslocamento. A constante mudança do responsável pela fisioterapia do paciente também contribui para o desinteresse dele

nas sessões. Num pilar da casa de Gilson, há desenhos de exercícios, exemplificando o passo a passo com setas que ensinam os movimentos. Com a evolução física, novas ideias foram surgindo da cabeça de Gilson e Geniere Carolino dos Santos, o cuidador. "Como ele teve a melhoria diante de tudo que foi feito com o DVD, ele sentiu a necessidade de se exercitar cada vez mais. Então, ele foi vendo as capacidades e, apesar dos limites, ele criou, juntamente com o cuidador, meios de fazer esse ganho de força através de objetos encontrados na própria residência. Ele fazia exercício para bíceps, para tríceps. Ele foi além do que a gente podia imaginar", explicou Mariana Melo. Desse modo, Geniere e Gilson desenvolveram pesos feitos a partir de frascos usados de esparadrapo preenchidos internamente com cimento. Esses pesos são encaixados num cabo de vassoura que serve como barra. Assim, Gilson consegue fazer exercícios para os músculos dos ombros e bíceps. A dupla também bolou pesos feitos com garrafinhas de refrigerante cheias de areia. Elas fazem as vezes de halteres. "Isso tudo fora o que a gente pensa e não tem recurso para fazer", completou Geniere dos Santos. As séries de exercícios, quantidade de repetições e a correta execução ficaram por conta da orientação da fisioterapeuta. Mariana também os orientou a realizar o descanso dos grupos musculares por 48 horas. "Vale salientar que teve algumas restrições de movimentos que eram feitos apenas com profissionais de fisioterapia", disse a autora do projeto. Depois dessa jornada experimental de sucesso com Gilson, a palavra que define Mariana Melo é satisfação. "A minha satisfação é muito grande e principalmente vendo a satisfação familiar. Quando você faz algo com amor, você vê resultados", declarou. Agora ela deseja que o seu trabalho se difunda com a divulgação na Mostra Brasil Aqui Tem SUS. "O intuito é expandir para os municípios, incentivar outros profissionais também a aplicar esse tipo de inovação. Não necessariamente ao portador de lesão medular, mas podem ser portadores de outras patologias", acentuou. O maior sonho de Gilson agora é complementar o tratamento no Hospital Sarah Kubitschek, referência nacional em reabilitação motora, localizado na capital federal. "Ele pensa em ir pro Sarah Kubitschek como uma criança quer ir pra Disney", brinca Geniere Santos.

Presídio ganha espaço de repouso para doentes Não foi desde o início que Gilson Felipe dos Santos esteve determinado na sua recuperação. A coordenadora de Estratégia de Saúde da Família de Parnamirim, Mariah Nascimento, acompanhou todas as dificuldades e os avanços. Segundo ela, o paciente teve uma depressão severa em função da sua imobilidade, mas conseguiu superar inclusive com o auxílio de um psicólogo do Núcleo de Apoio à Saúde da Família (Nasf). Cada um desses núcleos conta com psicólogo, educador físico, assistente social, nutricionista, terapeuta ocupacional e fisioterapeuta. De acordo com a coordenadora, são 33 profissionais em cinco núcleos. Para cada nove equipes de saúde, há um Nasf. Há também a realização de ações de educação em saúde junto a grupos de idosos, escolas e outras instituições do gênero. O Nasf é um programa do governo federal ao qual o município de Parnamirim fez adesão em 2008. Um dos seus princípios é o projeto singular terapêutico no qual cada paciente deve receber um tratamento individualizado. Nenhuma fórmula padronizada serve para o atendimento dos núcleos. Dessa experiência, Mariah Nascimento conclui que é possível um serviço de saúde pública de qualidade. "O SUS é possível, entra na casa das pessoas e é para todos", sentenciou.

José Aldenir

NO COMBATE A TUBERCULOSE O tratamento da tuberculose dura cerca de seis meses. Para pessoas com Aids, esse período se estende por um ano. Mas dentro de uma penitenciária os problemas com essa doença respiratória se agravam por dois motivos: o confinamento em ambiente fechado e a impossibilidade do livre acompanhamento do paciente. Entretanto, essa situação não ocorre mais no Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) desde o ano passado. A unidade prisional ganhou

uma área de repouso para os pacientes com tuberculose por intermédio do projeto do enfermeiro Paulo Henrique Cardoso, integrante da equipe de saúde prisional da Saúde da Família. "Quando a gente chegou lá, não era incomum devolverem o tratamento que jogaram no lixo, os medicamentos", revelou Mariah Nascimento. O desinteresse das pessoas privadas de liberdade era completo. Também não havia quem monitorasse a continuidade das doses do remédio contra a tuberculose.

Mariana Melo, fisioterapeuta, e Mariah Nascimento, coordenadora do projeto, comemoram os primeiros resultados da iniciativa O fato de doentes dividirem o mesmo espaço com as demais pessoas privadas de liberdade piorava o quadro da saúde coletiva no presídio. "Tuberculose é uma doença de proporção grave quando tem confinamento. Você imagina uma pessoa que transmite só no respirar, dentro de uma cela, onde estão 20, 25 pessoas obrigados a ficar o dia todo juntos sem sair para canto nenhum", destacou Mariah Nascimento, coor-

denadora da Estratégia de Saúde da Família de Parnamirim. Foi dessa situação que Paulo Cardoso idealizou o espaço de repouso onde os pacientes tuberculosos em tratamento fiquem longe dos outros por um período de 30 dias. De acordo com a coordenadora, depois dos primeiros 15 dias de tratamento, o corpo do paciente não transmite mais a doença. "Para segurança deixava mais 15, esse apenado ficava 30 dias dentro desse espaço onde ele tomava a medicação correta e aí não transmitia para os outros", disse. A área de repouso foi construída de forma que a falta de circulação do ar não prejudicasse o tratamento. No espaço, o banho de sol é mais constante. Por outro lado, o tratamento agora não tem interrupções. "Implantamos o tratamento supervisionado, onde o próprio preso que fica lá dentro vai entregar a medicação e o outro toma", disse a coordenadora, falando dos apenados com bom comportamento e que trabalham em troca da redução da pena. Dos 34 pacientes atendidos no ano passado, 24 tiveram alta em decorrência da cura. "Índice muito bom para quem jogava medicação no lixo quando a gente chegou nesse cenário", analisou. Outros quatro foram transferidos para outra unidade prisional. Mais quatro foram para o sistema semiaberto. Somente dois tiveram o retorno da doença.

Todos os anos vários trabalhos de cada Estado são selecionados pelos Conselhos Estaduais de Secretarias Municipais de Saúde para participar da Mostra Brasil Aqui Tem SUS. Os primeiros lugares de cada Estado sempre participam da roda de conversa. Foi o que aconteceu com o projeto do enfermeiro Paulo Henrique Cardoso (com o nome "Sim, é possível fazer mais. PEP aqui tem SUS") no ano passado e este ano com o da fisioterapeuta Mariana Melo ("Nasf - Fator determinante com fisioterapia domiciliar ao portador de lesão medular. Projeto terapêutico singular e inovador"). Ambos com a coautoria da coordenadora Mariah Nascimento. E ainda existe previsão de muito mais projetos inovadores do tipo. Há 15 dias, uma unidade móvel leva uma equipe de Saúde da Família para dentro dos condomínios do Minha Casa, Minha Vida. Visto que Parnamirim foi a cidade potiguar com o maior número de residências do programa habitacional, agora precisa que a assistência médica básica chegue também para essas pessoas. Mariah Nascimento revelou também que no próximo semestre terá uma equipe especializada para atender a comunidade quilombola Moita Verde. Além disso, no Outubro Rosa as mulheres terão a disposição uma unidade móvel de mamografia.


Esporte

Sábado e Domingo

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 15

José Aldenir

Alvirrubro vai pegar o Vila Nova-GO, último colocado com um ponto ganho. Jogo está marcado para às 16h20 deste sábado.

RECUPERAR OS PONTOS PERDIDOS AMÉRICA ENFRENTA O LANTERNA DO

CAMPEONATO BRASILEIRO DA SÉRIE B

O América encara nesta sábado (24) o Vila Nova-GO, lanterna do Campeonato Brasileiro da Série B, às 16h20, no estádio Serra Dourada, em Goiânia. Diante de um adversário que ainda não venceu na competição e passa por uma crise interna, o alvirrubro tentará tirar proveito da situação e recuperar os pontos perdidos para o Ceará, quando perdeu por 1 a 0, em plena Arena das Dunas, pela última ro-

dada da Segundona. Apesar da fragilidade do adversário, o técnico Oliveira Canindé tem um sério problema para o jogo no Serra Dourada. O craque do time, o meia Arthur Maia, foi vetado pelo Departamento Médico e só voltará aos gramados depois da Copa do Mundo. Por conta disso, Canindé poderá promover a estreia de Jéferson, que foi relacionado para o confronto. Com

passagens pelo Vasco da Gama e Bahia, o meia disputa a posição com Daniel Costa, outra opção alvirrubra para a criação das jogadas. Oliveira também não contará com Isac, vetado pelo DM, além de Edson Rocha e Márcio Passos. Na lateral-esquerda, o recém-contratado Paulo Henrique também viajou com o grupo e poderá ser utilizado, caso o treinador opte por mais marcação no segundo tempo.

FICHA TÉCNICA VILA NOVA: Cléber Alves; Arthur, Júlio César, Gabriel e Christiano; Daniel Tijolo, Nenê Bonilha, Netinho e Marcelo Toscano; Gustavinho e Evandro Paulista. Técnico: Waldemar Lemos.

Quem voltou a figurar na relação é o atacante Alfredo, no lugar de Isac. O técnico do Vila Nova, Waldemar Lemos, fará três mudanças no time titular. Lesionado, o volante Daniel Tijolo será substituído por Jéfferson. O meia Almir, que ainda não agradou o treinador, deixará o time para o retorno de Radamés e no ataque, Dimba fará a estreia no lugar de Evandro Paulista.

ABC TENTA VOLTAR AO G-4 Quinto colocado na tabela de classificação, com dez pontos, três vitórias e uma derrota, o ABC terá neste sábado (24) a chance de voltar a figurar entre os quatro primeiro colocados da Série B, o famos G-4. Como vai

RÁPIDA CURRAIS NOVOS RECEBE ETAPA DO CAMPEONATO ESTADUAL DE JUDÔ A Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte (FJERN) promove neste final de semana a Copa Currais Novos, e também etapa do Campeonato Estadual por equipes. De acordo com o presidente da FJERN, Tibério Maribondo, a expectativa é de um grande público no Ginásio Agenorzão. Na semana passada, os judocas da seleção potiguar Sub-21 participaram do Campeonato Brasileiro Sub 21, em Campo Grande, no Mato Grosso do SUL, e o melhor resultado foi de Clara Luana (5ª colocada no feminino). "Não levamos muita sorte nos sorteios das chaves, os nossos representantes enfrentaram nas primeiras lutas atletas da seleção brasileira e não conseguiram avançar na disputa", explicou Tibério.

jogar em "casa", em Santa Cruz, onde está invicto, o time comandado pelo técnico Zé Teodoro entra em campo como favorito no jogo diante do Icasa, às 21h, no estádio Iberezão. Apesar da distância e o horário, sete ôni-

bus de torcedores já estão confirmados para a partida. O principal jogador do ABC, o artilheiro Dênis Marques, segue como principal dúvida do time alvinegro. Com dores musculares, o atacante pediu pra

jogar e a definição ocorrerá antes da partida. Caso fique de fora, o técnico Zé Teodoro tem como opções Lúcio Flávio e João Henrique. Quem está confirmado no ataque é Beto, no lugar de Gilmar, lesionado.

Outro que vai para o jogo é meia Rogerinho, depois de uma semana fazendo um treinamento à parte de recuperação física, o jogador foi confirmado no treino de ontem ao lado de Xuxa no meio-campo.

AMÉRICA: Fernando Henrique; Marcelinho, Cléber, Roberto Dias e Wanderson; Dudu, Jean Cléber, Fabinho e Daniel Costa ou Jéferson; Rodrigo Pimpão e Max. Técnico: Oliveira Canindé. Árbitro: Edmar Campos-AM Local: estádio Serra Dourada, Goiânia/GO Horário: 16h20

7ª RODADA - SÉRIE B Boa Esporte 2 x 0 Avaí Bragantino 3 x 0 Oeste Santa Cruz 1 x 1 América-MG Ceará 3 x 2 Ponte Preta 24/05 Sampaio Corrêa x Luverdense Vila Nova-GO x América-RN Portuguesa x Atlético-GO Joinville x Vasco Paraná x Náutico ABC x Icasa-CE


16 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 24 e 25 de maio de 2014

PRONTO

Sábado e Domingo

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br Fotos: Divulgação

PARA O SHOW RENAN BARÃO DEFENDE HOJE O CINTURÃO DO PESO GALO DO UFC Depois de pouco mais de três meses desde a última defesa de cinturão, o campeão peso galo do UFC, Renan Barão, volta ao octógono mais famoso do mundo na noite deste sábado (24), para a luta principal do UFC 173, realizado em Las Vegas, nos Estados Unidos. O adversário da vez é o americano TJ Dillashaw, que vem de dois nocautes nas últimas lutas e é companheiro de treino de Urijah Faber, última "vítima" de Barão. Com 35 lutas de invencibilidade, sendo sete delas pelo UFC, Renan Barão pode ser considerado, em caso de nova vitória, um dos dois melhores lutadores do mundo, passando o campeão peso José Aldo. Nesta semana, o chefão da organização, Dana White, revelou que para ele, Barão é o segundo melhor do mundo. "Sou um grande fã de Renan Barão e sem dúvidas é o número dois do ranking peso por peso. Depois da última atuação de Jones, ele se mostrou ótimo e passou por todos os grandes nomes dos meio-pesados. Antes disso eu diria que Barão era o número 1 peso por peso, mas ele é sem dúvida alguma, o número dois do mundo", afirmou Dana. O elogio do chefão serviu de um estimulo para o campeão peso galo. "Estou bem focado para essa luta. O camp foi muito bom, pude evoluir bastante fisicamente e tecnicamente, mas também foi duro, por ficar longe da minha família e dos meus amigos. Agora, posso dizer que estou pronto para dar mais um show. Aluta não será fácil. Dillashaw é um lutador duro, que chegou aqui por méritos próprios, mas espero que possa fazer uma grande apresentação. Quero nocautear ou fi-

Divulgação

Melhores e piores

Luta do atleta potiguar será contra o americano TJ Dillashaw, em Las Vegas nalizar", afirmou o natalense das Rocas, Renan Barão. ADVERSÁRIO VEM DE DUAS VITÓRIAS O adversário desta noite, TJ Dillashaw é um wrestler e vem de duas vitórias por nocaute, sobre Issei Tamura e o também brasileiro Hugo Wolverine. Por sinal, para esse estilo de luta, Renan Barão vai poder por em prática toda a sua técnica na luta agarrada. No UFC, o potiguar tem média na defesa de queda de 95.65%. "Não me lembro de já ter sido derrubado", afirmou o potiguar. O brasileiro Francisco Massaranduba também estará no card do evento. Baraõ passou fácil pelo momento que considera o mais difícil no período pré-luta: a pesagem. "Conseguir bater o peso nunca é fácil, desci de 72 quilos para 61 quilos, mas graças a Deus deu tudo certo mais uma vez", afirmou o potiguar. Campeão linear desde o início do ano, Renan já defendeu o cinturão da categoria uma vez, em fevereiro, e nocauteou Urijah Faber.

A seleção brasileira nasceu em 1914. Pelas estatísticas oficiais - e nada é mais patético do que um arquivista de futebol sem talento para escrever -, o centenário combina com a Copa do Mundo. Estreamos perdendo da Argentina por 3x0 no campo do Gimnasia y Esgrima em Buenos Aires. Uma enquete do Portal Uol, escalou a melhor seleção de todos os tempos. Definida por leitores cibernéticos. Velha Guarda dos anos Zizinho não mexe em geringonça. Eleição de computador sempre acaba em controvérsia nuclear. O time com maior número de votos foi: Gylmar; Carlos Alberto Torres, Mauro Ramos de Oliveira, Aldair e Nilton Santos; Falcão, Didi e Pelé; Garrincha, Ronaldo e Romário. Técnico: Telê Santana. O reserva: Taffarel, Djalma Santos, Luís Pereira, Domingos da Guia e Júnior; Zito, Clodoaldo, Gérson e Zico; Tostão e Rivelino. Técnico: Zagallo. Aldair foi um senhor zagueiro, mas a briga pode começar por aí. Bellini, o primeiro capitão campeão, Oscar, impecável nas Copas de 1978 e 1982 e o sofisticado e preterido Djalma Dias, falecido pai do cracão Djalminha. Quase esqueço Júlio César, fabulosa muralha negra da Copa de 1986. Intransponível na batalha campal, perdeu o pênalti que não poderia, contra os franceses. Gérson certamente não gostou

da reserva. Nunca aceitou banco. O papagaio vai protestar se for entrevistado. Ganhava na genialidade e no grito. O conformado Ademir da Guia, solista da Academia do Palmeiras, sempre aceitou resignado perder a vaga para Gérson. Há 10 anos, o camisa 8 lançador do tricampeonato de 1970 rompeu com Edson Arantes do Nascimento, corpo de Pelé, quando ficou fora da lista dos 100 maiores do século lida pelo companheiro de time. Gérson berrava na televisão: "Vai te catar, ô Pelé, eu ficar fora para Nakata e Higashi (do Japão), é brincadeira hein? Tá de sacanagem, quero mais papo contigo não". Sem a menor sutileza, o filme Pelé Eterno excluiu a cena do segundo gol contra a Itália, petardo de Gérson. O gol que abriu o clarão da vitória. Gérson até aceitaria jogar de volante, saindo Falcão do time. Didi seria o meia e Pelé o ponta de lança. Domingo, vou ouvir o Canhotinha de Ouro no rádio na certeza de que virão torpedos contra os internautas. >>>>>> Djalma Santos foi o maior lateral-direito do Brasil. Do mundo. Do século passado. Carlos Alberto Torres, seu sucessor, era tão bom que jogava em quase todas na defesa. Só não arriscou o gol e a lateral-esquerda. Mas e Leandro? Leandro, no mínimo, ocuparia o lugar de Aldair numa zaga assim: Djalma Santos,

Leandro, Carlos Alberto e Nilton Santos. Todo mundo craque. Cafu ficou de fora, o que é um considerável alívio. A internet é dos jovens e a qualquer hora, tiram Rivelino do time para botar esse magrinho do Chelsea, Oscar, um Dirceuzinho em fotoshop. Ou escalam Paulinho, apontado como espetacular e reserva no seu time inglês, ocupando o lugar de um Zito. Aliás, ou é Zito ou é Clodoaldo. Com tantos craques no passado, é absurdo jogar com dois volantes. Há homens de meio-campo sobrando. De um Dirceu Lopes aos mais novos, tipo Rivaldo de 1998 e 2002. E Sócrates, Sócrates não entra? Três caras, publicitários, encarregados de ganhar dinheiro pela criatividade e a inteligência acima do padrão deixaram de votar em Pelé. Se descobrir os nomes , faço uma carta aberta pedindo que sejam demitidos por incompetência. No mínimo, o crioulo sublime saiu para Kaká, Ronaldinho Gaúcho e Robinho na cabeça de vento dos obtusos de calças mostrando o umbigo. A crueldade com a geração de 1950 é pavorosa. O gol de Ghighia assassinou esperanças e a reputação de nomes gloriosos da bola nacional. >>>>>> Qualquer escrete atemporal que se dê a respeito é obrigado a escalar ou lembrar Zizinho, Mestre Ziza, o maior de todos antes de Pelé, sumidade driblando, lançando e fazendo gol. Completo. O volante Danilo Alvim, que morreu com expressão extenuado

pelo Maracanazzo, era chamado de Príncipe. Um violino andante de canelas delgadas, dribles humilhantes nos adversários que tinham de marcá-lo. Sim. Danilo Alvim era volante que não corria atrás, os outros o perseguiam. O meio-campo de 1950 era um manjar, um pudim celestial: Danilo Alvim, Jair Rosa Pinto (e não da Rosa Pinto) e Zizinho. Jair, outro injustiçado. Nem é necessário cobrar a uma simples menção a Ademir Marques de Menezes, Ademir Queixada, goleador prejudicado pelo vice-campeonato mundial e ainda pela ausência de imagens de suas arrancadas e seus gols. Barbosa, o condenado, foi um dos maiores goleiros da história. Nem falhou no gol uruguaio, tomou uma atitude em milésimos de segundo. Barbosa pagou a vida inteira. A memória bem poderia resgatá-lo e juntá-lo a Gylmar e a Taffarel no trio dos maiores de todos os tempos. Vou escrever sobre os piores do centenário. O espaço aqui é pequeno, mas a quantidade lotaria três ou quatro Maracanãs dos tempos em que cabiam 170 mil pessoas a cada clássico. PS. Os meus onze do centenário: Taffarel, Djalma Santos, Leandro, Carlos Alberto e Nilton Santos; Gérson, Didi, Pelé e Zico; Garrincha e Romário. Os reservas: Barbosa; Marinho Chagas (tinha de caber ele e Júnior), Mauro Ramos de Oliveira, Djalma Dias e Júnior; Falcão, Zizinho, Sócrates e Rivelino; Tostão e Ademir Menezes.

24052014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you