Issuu on Google+

Segunda-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

Túlio Lemos

24 DE FEVEREIRO DE 2014 w Nº 4.871

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> ‘CONTE ATÉ 10 NAS ESCOLAS’

Página 3

w A classe política do RN não é nenhum modelo de coerência. Pelo contrário.

Marcos A. de Sá Página 7

w Leia em 'Hoje na Economia' artigo de Marcus Guedes sobre "Insanidade tributária".

Vicente Serejo Página 13

w Desde que o mundo é mundo que ninguém dissimula diabo e dinheiro, amor e loucura.

Rubens Lemos F.

CAMPANHA SE PROPÕE A REDUZIR A VIOLÊNCIA ENTRE OS JOVENS NO RN MINISTÉRIO PÚBLICO MOSTRA PREOCUPAÇÃO COM O ALTO ÍNDICE DE AGRESSÕES E HOMICÍDIOS ENTRE JOVENS DE 15 A 24 ANOS. CARTILHA SERÁ TRABALHADA COM ALUNOS DO ENSINO MÉDIO Os números do ‘Mapa da Violência 2013 - Homicídios e Juventude no Brasil’ são assustadores. Entre as cem cidades mais violentas do país, inclusive, três estão no RN: Natal, Mossoró e São Gonçalo do Amarante. E diante dessa realidade, o Ministério Pú-

Heracles Dantas

blico do Rio Grande do Norte lançou na manhã desta segunda-feira a campanha ‘Conte até 10 nas Escolas’. Ações com o apoio de professores, alunos e pais, visando fortalecer a cultura da paz e do respeito entre os cidadãos, já estão acontecendo em outros estados. CIDADE 8

> SEGURANÇA PÚBLICA NO RN

Defesa Civil vê risco de desabamento e interdita Delegacia da Redinha CIDADE 10

Página 15

w E é Arhur, como um certo Antunes de Coimbra, glória da camisa 10. ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE

> ALIANÇA COMPLICADA

Deputados do PMDB rejeitam nome de Wilma para o Governo do Estado

Ana Luíza Rabelo Spencer

POLÍTICA 3

Roberto Cardoso Ailton Salviano José Aldenir

Alcimar de Almeida Silva

> TOMBAMENTO?

Lúcia Almira Medeiros Chacon

Arquiteto da Semurb condena estrutura do Hotel dos Reis Magos

Anísio Marinho Neto

OPINIÃO - Página 2

ECONOMIA 7

> FESTA NAS RUAS

Prefeitura gasta mais de R$ 2,5 mi para resgatar o carnaval de Natal CIDADE 6

> IPANGUAÇU

TRE pode confirmar cassação de prefeito por compra de votos Programação do Carnaval Multicultural, com 180 atrações, foi lançada hoje. Rei Momo receberá a chave de Natal na 5afeira

POLÍTICA 5 José Aldenir

> ESTADUAL

América vence o 1o clássico-rei no Arena das Dunas e volta a sonhar Com gols de Adriano Pardal, Arthur Maia e Rafinha, o América venceu ontem o primeiro clássicorei no estádio construído para os jogos da Copa do Mundo em Natal. O ABC ainda marcou dois gols, mas ficou numa situação complicada na tabela de classificação. Já o América está em quarto lugar com seis pontos e um jogo a menos que os líderes. ESPORTE 14

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,33 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,42 R$ 2,33

Euro x real R$ 3,20 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 10,5%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

SIGA-NOS NO TWITTER:

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Artigo

ALCIMAR DE ALMEIDA SILVA, advogado, economista, consultor fiscal e tributário (aasconsultoria@bol.com.br)

Tributação de doações aos mensaleiros Como as multas aplicadas no processo do mensalão têm caráter punitivo, sendo penas impostas cumulativamente com as privativas de liberdade, o seu cumprimento não pode passar das pessoas dos condenados, como dispõem o art. 5º, inciso XLV da Constituição Federal. Embora, em conformidade com o mesmo dispositivo, a obrigação de reparar o dano e a decretação do perdimento de bens - se ocorridas - possam ser, nos termos da lei, estendidas aos sucessores e contra estes executadas, até o limite do valor do patrimônio transferido, conforme dispõe o art. 5º, inciso XLV da Constituição Federal. Daí porque as doações financeiras de terceiras pessoas físicas e jurídicas aos condenados para ocorrerem com o cumprimento das respectivas penas são questionáveis. Pois se os condenados faltarem com o cumprimento da pena de multas, cabe a inscrição em Dívida Ativa da União e sua execução, com amparo na Lei nº 6.830, de 22 de setembro de 1980 e, subsidiariamente, no Código de Processo Civil, cabendo ao devedor (no caso o condenado), oferecer penhora em dinheiro; título da dívida pública ou título de crédito com cotação em bolsa; pedras e metais preciosos; imóveis; navios e aeronaves; veículos; móveis ou semoventes; direitos e ações. Mas abstraindo as implicações de ordem penal, aquelas doações financeiras estão passíveis de obrigações tributárias, por se constituem em fato gerador do ITCD - Imposto sobre causa mortis e doação, de quaisquer bens ou direitos, de competência dos Estados e do Distrito Federal. Neste caso, o sujeito ativo é o Estado ou o Distrito Federal, onde tiver domicílio o doador, sendo este o contribuinte, observadas as respectivas legislações. As doações financeiras também se constituem em fato gerador do IRPF - Imposto de renda pessoa física, de competência da União, sendo contribuinte o donatário porque têm as doações o caráter de "proventos de qualquer na-

Artigo

Opinião

Natal, 24 de fevereiro de 2014

tureza". Embora poucos atentem para que este imposto não apenas inclui em sua denominação aquele caráter, o seu fato gerador é a aquisição da disponibilidade econômica ou jurídica de renda, entendido como o produto do capital, do trabalho ou da combinação de ambos; e de proventos de qualquer natureza, entendidos como os acréscimos patrimoniais não compreendidos como renda. Assim como sua incidência independe da denominação da receita ou do rendimento, da localização, condição jurídica ou nacionalidade da fonte, da origem e da forma de percepção. Sem desprezar que igualmente independe a capacidade tributária passiva de qualquer tributo de achar-se a pessoa natural sujeita a medidas que importem privação ou limitação do exercício de atividades ou da administração direta de seus bens ou negócios. Quanto às obrigações tributárias acessórias, devem os doadores registrar as doações em cartório, assim como efetuar o lançamento perante a Fazenda Pública Estadual ou Distrital, da mesma forma que os donatários devem consigná-las na Declaração Anual do Imposto de Renda, com a identificação dos doadores e valores. Dessa forma, ainda que possam persistir os questionamentos de natureza penal, pelo menos quanto ao aspecto tributário tanto doadores como donatários estarão dando cumprimento às obrigações a que estão sujeitos e assim permitindo que a Fazenda Pública dos Estados e do Distrito Federal, quando ao ITCD - Imposto sobre transmissão causa mortis e doação; e a Fazenda Pública da União, quanto ao IRPF - Imposto de renda pessoa física tenham satisfeitos os direitos que lhes assistem como sujeitos ativos em conseqüência das doações financeiras e dos conseqüentes recebimentos por parte dos condenados. E a população brasileira será contemplada com este gesto significativo de respeito e cumprimento às obrigações tributárias.

ROBERTO CARDOSO, cientista social e sócio efetivo do IHGRN (rcardoso277@yahoo.com.br)

Qualidade e Gestão na Copa (3) O Brasil receberá lições e ensinamentos dos novos consumidores, quando estes exigirem e defenderem os seus direitos garantidos por acordos internacionais entre seus países de origem e o Brasil, acordos de organizações internacionais com respeito mútuo, acordos múltiplos e recíprocos. Exemplos quando aqui exibirem seus direitos e deveres de cidadania, de um mundo mais antigo, mais respeitado, mais civilizado e mais organizado, o mundo consagrado. Estão investidos de conhecimentos de inclusão, de governança urbana e colaborativa, por estarem acostumados e capacitados a reflexões e discussões sobre as cidades e as regiões metropolitanas que vivem, trabalham e habitam. Situações com equidades de gênero e inclusão social, questões sociais relativas à segurança publica e outros temas transversais. Capacitados a discutir o meio ambiente e a qualidade de vida, cobrando uma maior eficácia do poder público. Outros países, um mundo de onde sempre partiram as ideias, os povoamentos e os norteamentos. O Brasil sempre foi norteado, sempre olhou para o norte do planeta, na bussola e no papel, a ponto de esquecer que existe um norte interno sempre abandonado. O turista estrangeiro deixará um legado, uma ferramenta de gestão para o usuário e consumidor local: aprender a escolher aquilo e quem melhor oferta uma qualidade, a partir dos parâmetros criados por cada um, cada povo, cada cultura. Qualidade não se trata de levar vantagem em tudo. Uma ferramenta de gestão é um passo a passo que objetiva uma qualidade controlada por aquele que implanta e controla. Mas também é construída por vivencia e conhecimento, é o controle e a exigência do que é considerado melhor:

The quality, the must and the best. Grupos de imigrantes e turistas invadirão o país exigindo qualidade em cada estabelecimento, e cada um deles devera se adaptar e se adequar a novas necessidades de novos consumidores, a lição da inovação tanto apregoada. O espírito de criação e inovação entrou como um rolo compressor e colocou a Copa do Mundo como prioridade sobre as necessidades básicas do povo. As cidades sedes correm contra o tempo para fazer adaptações e modificações. O país conhecido como amante do futebol acolheu de braços abertos a ideia de sediar uma Copa, que alem de divertimento e alegria poderia trazer benefícios sociais como: hospitais, segurança e melhores facilidades de deslocamento em transportes públicos e coletivos nos grandes centros urbanos. A Copa se aproxima e a população percebe que toda infraestrutura necessária e prometida ainda não foi concretizada. Prefeituras e prefeitos esbanjam otimismo a partir de seus gabinetes ao afirmar que obras estarão prontas a tempo da Copa. Esbanjam otimismo, mas não dão exemplo usando o espaço público e o mobiliário urbano. O desafio de terminar tudo a tempo, de receber turistas e torcedores causam agora maiores transtornos. Onde se trabalha pela mobilidade urbana acontece uma imobilização urbana. Situações caóticas de transito, atrapalhando até mesmo o deslocamento de carros que deveriam ter transito livre, um livre acesso pelas ruas e avenidas, com veículos de socorro e assistência como bombeiros, ambulâncias e viaturas policiais no cumprimento de seu dever. Um engessamento acontece nas cidades e vítimas são prejudicadas pela impossibilidade do socorro chegar ao local do sinistro.

Segunda-feira

Artigo

AILTON SALVIANO, geólogo/jornalista (ailtonsalviano@uol.com.br)

Quem vê cara ... Dois antigos adágios populares, apesar do seu uso constante há muitos anos, se contradizem: "Que vê cara, não vê coração" e "O rosto é o espelho d'alma". Indireta e coincidentemente, ambos dizem respeito a expressões faciais que podem revelar sentimentos humanos. Qual deles está correto? Vários estudiosos deste tema, desde o século 19, tentam associar as nossas emoções com as expressões do rosto. O resultado comum em todas as pesquisas é que nossa face expressa sempre os nossos sentimentos. Um dos precursores do estudo da relação entre sentimentos humanos e expressão facial foi o naturalista inglês Charles Darwin (18091882). Este autor sugeriu que as emoções humanas podiam ser biologicamente determinadas. No ano de 1872, publicou The Expression of the Emotions in Man and Animals (Em tradução literal, A Expressão das Emoções no Homem e Animais). Modernamente, o psicólogo americano Paul Ekman cataloga e estuda há meio século, o resultado da ação de 43 músculos do nosso rosto e que chama de microexpressões faciais. Nosso rosto é capaz de realizar mais de 10 mil expres-

Artigo

sões das quais 3 mil dizem respeito a emoções. Segundo Ekman, que percorreu vários países (inclusive o Brasil) nas suas pesquisas, as expressões do rosto podem revelar alegria, medo, nojo, raiva, surpresa e tristeza. A comunicação não verbal usando manifestações do rosto e gestos corporais tem origem ainda com nossos mais antigos ancestrais. Isto muito antes dos humanos terem aprendido a falar. Nos tempos atuais, está comprovado que independe da cultura de cada povo. A reação facial ao medo ou a tristeza tem características faciais comuns tanto no homem moderno que vive nas grandes metrópoles quanto no homem tribal das florestas da Nova Guiné ou da Amazônia. O estudo mais recente nesta área vem da Universidade de Glasgow, Escócia. Três pesquisadores desta instituição - Rachael E. Jack, Oliver G.B. Garrod, Philippe G. Schyns - publicaram no periódico Current Biology (edição de janeiro/2014) um paper sobre a dinâmica das expressões faciais que envolvem tempo e hierarquia de sinais. Esta nova pesquisa apresenta algumas diferenças dos conceitos clássicos de Ekman aceitos pela Psico-

logia desde meados do século 20. Estes novos estudiosos sugerem apenas quatro emoções básicas demonstradas pelos músculos faciais: felicidade, tristeza, medo e raiva. Foram suprimidos surpresa que se confunde com o medo e nojo que equivale à raiva. O estudo foi desenvolvido graças a um método criado pela Universidade de Glasgow com o uso de câmeras especiais em que os rostos eram filmados em três dimensões. Os pesquisadores também acreditam que os povos orientais têm reações faciais distintas dos povos ocidentais. Este será o foco da próxima pesquisa. Portanto, quando alguém, leigo nessa área, chama seu interlocutor de cara de pau, cara lisa, cara fechada, cara deslavada ou cara de poucos amigos querendo associar as expressões do rosto com alguma ação, existe sim um fundamento científico que justifica essa atitude. Independente do número de emoções que pode exprimir, o rosto sempre reflete o que sentimos interiormente. Quanto às pessoas que procuram esconder suas verdadeiras emoções e tentam exprimir o que não sentem, a pesquisa do Dr. Ekman dá dicas para identificar pelo rosto, os mentirosos.

ANA LUÍZA RABELO SPENCER, advogada - (rabelospencer@ymail.com)

A Copa e caos Todos os dias, os trabalhadores comuns da grande Natal, aqueles que têm horários a cumprir, que batem ponto, veem o desespero cara a cara. São milhares de automóveis, ônibus, motocicletas, taxis e até bicicletas, seguindo em fluxo lento e infinito. Todos com pressa, todos lutando entre si para cumprir seus horários. A imensa quantidade de pessoas que, literalmente, 'sofrem' no trânsito atual é ignorada pelos poderes públicos. Não existem mais "horários de pico" e a todo momento nos vemos arrodeados de automóveis cuja pressa é tão justificada quanto a nossa própria. A tensão gerada pela espera, pelo atraso, pelo perigo, nos deixa ansiosos e temerosos por nossa segurança e pela dos outros. E a Copa está chegando... Quando o caos se instala é definitivo e não existem providências eficazes vindas dos nossos administradores para solucionar o

Artigo

problema. Será que eles não usam as vias das nossas cidades ou não cumprem quaisquer tipos de horários? Como esperam que façamos, nós, que somos a base do funcionamento de cada cidade, se sequer conseguimos nos locomover? As alternativas ventiladas para o evento mundial ainda estão atrasadas. Durante o próprio evento o trânsito tornar-se-á impraticável, mas e após passados os arroubos futebolísticos, o que faremos? É necessária a existência de um plano de contingência e sua consequente colocação em prática para que possamos nos locomover com agilidade e segurança. Urgente! A cada eleição colocamos em prática a nossa esperança, mas as decepções são frequentes. Infelizmente, estamos à mercê dos administradores e, caso não sejam tomadas providências eficazes, ficaremos relegados ao caótico e irregular movimento de fluxo ine-

xorável que transformou as nossas vias. Estamos vivendo um momento de inércia, onde, apesar de muitas obras em andamento, nada está sendo realizado de fato. Quando uma obra é terminada (depois de "muita luta") ela já é obsoleta e não atende às necessidades dos contribuintes, menos ainda dos turistas, pois Natal, e o Rio Grande do Norte de modo geral, são destinos turísticos. Assim, como não evoluímos no trânsito, não melhoramos em segurança, em educação, em oportunidades ou mesmo em honestidade. Precisamos abrir os olhos para o que está e o que não está acontecendo ao nosso redor. Por isso, faço um humilde apelo aos responsáveis, pois sem trabalho não há progresso e sem progresso ficaremos estagnados (tanto na cidade quanto nas ruas), sem conseguir ir para frente. Todos parados esperando um sinal verde que nunca sai do vermelho.

LÚCIA ALMIRA DE MEDEIROS CHACON, professora da UFRN aposentada (lucialmira@supercabo.com.br)

O menor delinquente O brasileiro, ante o rumo que tomou grande parte dos nossos jovens no País, está ficando cansado, irritado e desiludido com o desfecho que se presencia em relação ao tratamento que está sendo dado ao menor delinquente, ou menor infrator. O que se vê, todo dia, através da imprensa televisada, é a presença, direta ou indireta, de menores em todo tipo de crime: de furto, tráfico, roubo, sequestro e até de homicídios. Assim, o ouvinte, associado a tudo isto, não aguenta mais a impunidade do menor infrator. O governo proíbe que o menor trabalhe, mas não consegue proibir que o mesmo roube, mate, use drogas, etc... A escola, por sua vez, não ensina o que deve ensinar, são as ruas que vão dar a lição mais amarga. Maioridade de 18 anos passou a ser um estímulo à vagabundagem. No Brasil, os menores delinquentes estão cientes da sua impunidade, tanto é que estão cometendo crimes brutais. Será que um menor não sabe que quando aponta uma arma de fogo e dispara um tiro em uma pessoa pode matá-la? Se ele rouba um carro, qual o objetivo? De brincar de dirigir? Está na hora de parar de ficar com pena destes delinquentes precoces. É claro que a situação atual é insustentável. Parece exponencial o envolvimento de menores em crimes bárbaros, hediondos. Ora, a

impunidade de pequenos delitos e brandas penas impostas incentivam crimes maiores. A simples redução da maioridade talvez não seja o suficiente para promover a mudança que o País está precisando. Apesar de ter a maioridade penal igual à do Brasil, um grupo de países da Europa e das Américas possui em suas leis possibilidades de punições mais severas para adolescentes que cometem infrações graves. Nesses países o menor assassino ou estuprador é tratado como criminoso comum. O cerne da questão é a "gravidade do crime", podendo, o menor infrator, pegar até prisão perpétua. A solução não é fácil e não vamos aqui entrar na defesa apenas da redução da idade penal no Brasil - há ótimos argumentos dos dois lados. Já o agravamento das penas, por si só, não mudaria muito o quadro, até mesmo pela falta de infraestrutura prisional. Não dá para acreditar que este assunto seja considerado sério pelas autoridades competentes, quando sabem que não existe guarida para o menor infrator, o qual será devolvido a rua, após a comprovação do seu crime. A falta de espaço físico para o menor delinquente reparar o seu crime é a maior aberração já vista em qualquer sistema prisional. O importante também, talvez seja, entre outras ações paralelas, mudar drasticamente nosso sistema

carcerário, no sentido de utilizarmos essa mão de obra abundante e potencial. Sim, colocar o infrator para trabalhar, para produzir. A ociosidade no cumprimento de uma pena aperfeiçoa bandidos. Poderia ser um trabalho obrigatório, com remuneração simbólica em face dos custos prisionais do apenado no sistema penitenciário brasileiro. O governo da presidente Dilma Rousseff é contra a redução da maioridade penal e este assunto foi julgado esta semana, na Comissão de Constituição e Justiça do Senado (CCJ), que rejeitou Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que reduz para 16 anos a maioridade penal em casos de crimes hediondos, tráfico de drogas, tortura e terrorismo. O autor da PEC disse que houve "incompreensão" dos colegas sobre o alcance da proposta, alegando que não estava propondo redução pura e simples da maioridade, somente em casos excepcionais, quando o adolescente cometa crime hediondo. Concluindo o assunto, entendemos que, também no caso do menor, é a certeza da impunidade que leva os infratores a dar risadas no momento da prisão e a voltar a cometer crimes quando retornam as ruas. Se o Brasil quiser realmente combater a impunidade, deixará de produzir leis que beneficiem os criminosos e tomará medidas punitivas, exemplificativas e educativas no combate a criminalidade.

ANÍSIO MARINHO NETO, 1º procurador de Justiça, professor e membro da ALEJURN, IHGRN e UBE (anisiomarinho@unp.br).

Autonomia do Colégio de Procuradores Na ordem jurídica brasileira vigorante vamos encontrar o surgimento pós Constituição Federal de 1988, principalmente na Legislação Federal, de diversos institutos jurídicos que cada dia mais estão sendo aplicados em larga escala pelos operadores do Direito, em benefício da sociedade como um todo. São novos institutos advindos do direito alienígena, seja de matriz penal ou civil e que já são utilizados há bastante tempo nos ordenamentos jurídicos estrangeiros, com bastante eficiência. Agora destaco o instituto da Remissão encartado nos artigos 126 a 128 da Lei nº 8.069/90 - Estatuto da Criança e do Adolescente, que tem sua origem no Direito Italiano, e não implica o reconhecimento ou comprovação da responsabilidade (dispensa prova ou indícios de autoria e materialidade do ato infracional - crime ou contravenção prevista no ordenamento jurídico brasileiro imputável aos maiores de 18 anos de idade) e pode incluir, eventualmente, a aplicação de qualquer das medias previstas no Estatuto da Criança e do Adolescente, exceto a colocação em regime de semiliberdade e a internação. O mencionado instituto autoriza a aplicação de advertência, obrigação de reparar o dano, prestação de serviços á comunidade, liberdade assistida, (art. 112, Estatuto da Criança e do Adolescente) ou de medidas de proteção (artigos 112, inciso VI e 101, incisos I a VI, Estatuto da Criança e do Adolescente). É importante salientar que o representante do Ministério Público aplica a medida, porém é a autoridade judiciária que, após homologar a remissão, determina o seu cumprimento, conforme o art. 181, parágrafo primeiro, do Estatuto da Criança e do Adolescente, que dispõe "homologado o arquivamento ou a remissão, a autoridade judiciária determinará, conforme o caso, o cumprimento da medida". Assim, por exemplo, no caso em que o representante do Ministério Público tenha concedido à remissão e aplicado medida de advertência, caberá ao Juiz proceder á admoestação verbal ao adolescente. Ela pode ser revista judicialmente, a qualquer tempo, mediante pedido do adolescente, de seu responsável ou do representante do Ministério Público (art. 128, Estatuto da Criança e do Adolescente). Em ambos os casos (arquivamento ou remissão), havendo discordância do Juiz, aplicar-se-á o parágrafo segundo, do art. 181, Estatuto da Criança e do Adolescente, "Discordando, a autoridade judiciária fará remessa dos autos ao Procurador-Geral de Justiça, mediante despacho fundamentado, e este oferecerá representação, designará outro membro do Ministério Público para apresentá-la, ou ratificará o arquivamento ou a remissão, e só então estará à autoridade judiciária obrigada a homologar". O dispositivo citado é em tudo semelhante a norma inserida pelo artigo 28, do Código de Processo Penal (ambos têm, inclusive, redação quase idêntica), o que não significa que aqui também tenha o Juiz o papel de fiscal do princípio da obrigatoriedade da ação. Na verdade, o artigo 181, parágrafo segundo, do Estatuto da Criança e do Adolescente, prevê uma espécie de controle externo (pelo Juiz) da atividade do representante do Ministério Público, ou um sistema de "pesos e contrapesos": à grande margem de discricionariedade no ato do representante do Ministério Público conceder a remissão ou promover o arquivamento, corresponde à possibilidade de a autoridade judiciária provocar a revisão, pelo Procurador-Geral de Justiça, daquele ato que importou na desistência de processar o adolescente. Se, porém, o representante do Ministério Público entender não ser o caso de promover o arquivamento ou conceder a remissão, oferecerá representação contra o adolescente á autoridade judiciária, propondo assim a instauração de ação sócio educativa, na qual será deduzida a pretensão do Estado no sentido de que o ao adolescente seja aplicada a medida sócio educativa mais adequada em razão de sua personalidade, sua conduta e grau de vivência infracional. Ou seja, a representação vem a ser a petição inicial da ação sócio educativa, que será sempre pública, pois, em todos os casos, é interesse do Estado a aplicação de medida sócio educativa ao adolescente autor de infração. Assim, ainda que se trate de ato infracional que corresponda a crime previsto no Código Penal como de ação privada, somente se pode falar em ação sócio educativa pública, visto a predominância do interesse público no deslinde da questão. Ou seja, ainda que presente totalmente o interesse privado, é da alçada exclusiva do representante do Ministério Público a atribuição para desencadear as providências necessárias ao deslinde da questão em seara judicial.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Fábio Pacheco EDITORA DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Segunda-feira

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 3

Deputados do PMDB não admitem apoiar Wilma de Faria para o Governo do Estado COTADA PARA SER COMPANHEIRA DE CHAPA DE UM CANDIDATO DO PMDB, WILMA É DESCARTADA PARA GOVERNADORA José Aldenir

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Em que pese sinalização do PSB para possível candidatura ao governo do Estado, deputados estaduais do PMDB, provável aliado do PSB, não admitem apoiar eventual candidatura da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, a governadora do Rio Grande do Norte. "Defendo e tenho convicção de que o PMDB terá um candidato próprio ao governo do Estado. Lamento que não esteja definido o nome. Nem por isso, portanto, cogito a possibilidade de apoiar qualquer outra candidatura, respeitando a legitimidade de todas elas", afirma o deputado estadual Hermano Morais (PMDB). Diante da indefinição do PMDB, maior legenda do Estado, quanto a que candidato lançar nas eleições deste ano a governador do Estado, o nome de Wilma vem crescendo como possível postulante ao cargo. Na semana passada, a presidente do PSB, deputada estadual Márcia Maia, disse que o PSB não descarta a candidatura de Wilma a governadora, o que só será definido no final de abril. "Mesmo tendo o maior respeito pela ex-governadora e vice-prefeita de Natal, ou qualquer outro nome colocado ou especulado, eu estaria sendo incoerente se admitisse apoiar candidato de outro partido, porque, desde o começo, defendo candidatura própria", continua Hermano Morais. "Então não

Divulgação

Hermano Morais não admite discutir possibilidade do PMDB apoiar Wilma

Wilma de Faria deixou em dúvida seu projeto, mas já recebe vetos do PMDB

vejo nenhum motivo para estar especulando nesse sentido. Poderíamos até estar juntos (PSB e PMDB), mas, com um candidato do PMDB ao governo", completou. As palavras do peemedebista confirmam a tese, predominante nos meios políticos, de que Wilma é boa para apoiar o PMDB, mas não para receber o apoio do parti-

tico eleitoral no estado, onde tem o maior número de prefeitos, vice-prefeitos e vereadores. Além disso, há uma expectativa quanto a essa candidatura do PMDB. Não só dos que estão no partido, mas, também, da parte de outros simpatizantes da sociedade, no sentido de que o PMDB se apresente para julgamento popular", afirmou.

do do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, e do ministro da Previdência, Garibaldi Filho. Segundo Hermano Morais, o PMDB vive um bom momento na política do Rio Grande do Norte, e, portanto, seria uma incoerência admitir a desistência do projeto de candidatura própria ao governo. "O PMDB tem respaldo polí-

ACEITAÇÃO O deputado estadual Gustavo Fernandes (PMDB) disse que tem mantido encontros casuais com a presidente do PSB, Wilma de Faria, e que, em nenhum momento, a vice-prefeita de Natal admitiu ser candidata ao governo. "O que se diz é suposição. Eu mesmo já conversei com ela várias vezes, e ela não disse que vai ser candi-

data a governadora. Acho que se ela está em diálogo com o PMDB e avançando, o PSB sabe quem vai ser o candidato do PMDB, e o PMDB sabe quem vai ter como candidato. Se vai ter união, um vai ter que aceitar o nome do outro", afirmou. Indagado se admite o PMDB apoiar eventual candidatura de Wilma ao governo do Estado, Gustavo foi incisivo: "Não", e afirmou: "O PMDB já vem de uma postura, desde o ano passado, de dizer que vai ter candidatura própria. Eu acho que vai até o fim com isso". Na avaliação do parlamentar, "é público e notório que o PMDB quer o apoio da governadora Wilma para compor uma chapa, e que ela venha compor para o Senado". Ele diz: "Em nenhum momento o PMDB falou com ela, ou com a nossa base, no sentido de que o PMDB iria ter candidato ao Senado, por exemplo. Em nenhum momento o PMDB postulou isso. Até agora a gente só vem falando em relação ao governo. Então, nós iremos com candidatura ao governo até o fim", destacou. No PSB, a candidatura de Wilma está definida como projeto maior nas eleições deste ano. A ex-governadora afirma, entretanto, que só anunciará o projeto dela em abril. Ela tanto poderá ser candidata ao Senado, numa aliança com o PMDB, quanto ao governo. Já o PMDB definiu que terá candidato ao governo, mas está indefinido quanto ao nome do candidato.

Nome de Fernando Bezerra volta a ser cogitado para o Governo De férias na Europa, o ex-senador Fernando Bezerra voltou a ser cogitado como o nome do PMDB na disputar pelo governo em 2014. No PMDB, quatro possíveis candidatos são citados como prováveis postulantes ao governo, sendo eles o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, o deputado estadual Walter Alves, mas, principalmente, o exsenador Fernando Bezerra e o deputado federal Henrique Eduardo Alves. Para o deputado peemedebista Hermano Morais, o "nome do momento" no PMDB, entretanto, é o do ex-senador Fernando Bezerra. "O nome colocado, no momento, é o do ex-ministro Fernando Bezerra, que está refletindo a proposta do partido. Temos que aguardar, já que ele estaria viajando esses dias", disse Hermano. Outros nomes são cogitados desde o início do processo, pelo próprio parlamentar, como o deputado Henrique, o ministro Garibaldi, ou o deputado estadual Walter Alves. "Enquanto não for definido o nome, nem tiver a resposta de Fernando Bezerra, qualquer

um desses nomes poderá ser". Já Gustavo Fernandes afirma que eventual exoneração do ministro da Previdência, Garibaldi Filho, para ficar apto a concorrer nas eleições deste ano, "vai ser uma decisão pessoal do ministro Garibaldi, que vai poder responder". E completou: "O ministro Garibaldi não tem dito que seria candidato. A gente hoje trabalha com os nomes evidentes de Fernando Bezerra ou Henrique, que são os mais lembrados pela base. A base hoje não está nem tão cobrando o ministro Garibaldi. Mas, se, de repente, ele achar que o PSB possa não compor com a gente e lance candidatura, quem sabe ele crie gosto e tome também uma decisão. Vai ser uma decisão dele", afirmou. Gustavo Fernandes concorda que o nome do momento no PMDB para disputar o cargo é o do empresário Fernando Bezerra. "Henrique ainda trabalha o nome do ex-senador Fernando Bezerra. E, até segunda avaliação, acho que este é o nome que deverá ser trabalhado", disse. "Agora, se Henrique criar gosto e de-

Heracles Dantas

José Aldenir

Gustavo Fernandes afirma que “o nome trabalhado é o de Fernando Bezerra”

Fernando foi convidado para ser o candidato do PMDB mas não deu resposta

cidir ser candidato, acho que será um bom nome. Mas o nome trabalhado é Fernando Bezerra".

Hermano Morais conclui afirmando que a hora é de aguardar pela definição. "Está dentro do prazo.

Acredito que até o final de março estaremos com candidatura definida para poder conversar com outros

partidos com mais elementos para que o candidato escolhido possa tomar a frente", disse Hermano.

ótima bandeira: União da classe política em torno do resgate e desenvolvimento do RN. Quem poderia ser contra a união de políticos em defesa do RN? Ninguém. O problema é que essa união não existe em torno dos interesses do RN, mas dos interesses e da sobrevivência de alguns políticos. A leitura que o eleitor faz é justamente essa. Por isso, não aceita mais essa enganação.

colou. E todos sabem disso.

tanto o MP quanto a Justiça Eleitoral, constataram uma série de provas incontestáveis de abuso de poder econômico, que tentou fraudar o resultado do pleito.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS COERÊNCIA A classe política do RN não é nenhum modelo de coerência. Pelo contrário. Todos já foram adversários e aliados, de acordo com a conveniência momentânea. Porém, quando a coerência não existe de forma mais explícita, entra em cena a afinidade. É aí que a incoerência fica ainda mais forte; diante da ausência de afinidade, os políticos forçam alianças que são repelidas pelo eleitorado, por causa das recentes feridas abertas por discursos agressivos contra que querem ser trocados por elogios graciosos e falsos. ACORDÃO O caso do Acordão é simbólico. Abstraindo os acordos mais antigos, como a paz pública, em 1978,

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

fiquemos apenas com casos mais recentes: em 2006, os Maias sepultaram as divergências e se uniram aos Alves. José Agripino e Garibaldi Filho foram às ruas pedir votos juntos. Garibaldi, o imbatível, governador de férias, foi derrotado por Wilma de Faria. O Acordão entre as duas maiores lideranças do RN caiu por terra e foi rejeitado pelos eleitores. ACORDÃO II Em 2008, Fátima Bezerra atropelou as prévias do PT local, sepultou candidaturas próprias de partidos aliados e formou o maior palanque da história recente de Natal, que passou a contar com o prefeito (Carlos Eduardo), a governadora (Wilma de Faria), o presidente da República (Lula) e mais uma série

de outras lideranças e partidos políticos. Um rodízio de ministros de Estado ilustrou o palanque. Resultado: Micarla de Sousa, praticamente sozinha, ganhou a eleição ainda no primeiro turno. CANDIDATURAS O eleitorado do RN e de Natal, não repeliu as candidaturas de Garibaldi Filho e Fátima Bezerra; ambos bem avaliados pela população e quase sem rejeição ou desgaste. O povo não aceitou a forma como a aliança foi feita e derrotou o agrupamento de interesses não explicados de forma convincente. NOVIDADE O novo Acordão de 2014 une adversários recentes e até incompatíveis. O discurso falacioso é uma

EXPLICAÇÃO A questão do Acordão é que a união entre o PMDB de Henrique com o PSB de Wilma, está precisando de explicação. Quando um acordo político precisa de justificativa ou explicação, é porque carece de conteúdo e de verdade. O teatro da união em defesa do RN não

PALANQUE Um dos inúmeros inconvenientes do palanque do Acordão não é somente juntar políticos que apóiam diferentes candidatos a presidente da República. Como justificar a presença do senador José Agripino, presidente do partido de Rosalba, que disse que Wilma quebrou o Estado, pedindo votos para a mesma Wilma que derrotou há quase quatro anos? CASSAÇÃO Amanhã, o Tribunal Regional Eleitoral poderá definir a cassação e o afastamento do prefeito de Ipanguaçu, Leonardo da Silva Oliveira. O prefeito foi cassado em primeira instância por compra de votos e

CASSAÇÃO II O processo de cassação do prefeito de Ipanguaçu, será relatado pelo desembargador e ex-presidente do TRE, João Batista Rebouças, que deverá acatar o parecer do Ministério Público Eleitoral e determinar o afastamento do prefeito, sua inelegibilidade e a realização de uma nova eleição. As provas mostram algo inadmissível, como material de construção e até cirurgias usadas como moeda eleitoral. A fraude ficou evidenciada e a cassação é medida justa e exemplar.


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br JOAQUIM PINHEIRO - jtpinheirojh@gmail.com - (INTERINO)

Cautela e discernimento As postulações são legítimas, mas em política não deve haver açodamento, radicalismo nem posições definidas antes do tempo. A deputada Fátima Bezerra e o vice-governador Robinson Faria sabem disso. Fátima é o maior exemplo de luta e esforço pessoal para chegar onde chegou na política do Rio Grande do Norte, portanto, é preciso cautela para definição do seu projeto político nas eleições deste ano. Um erro de avaliação pode ser fatal e comprometer sua vida pública e a petista ficar sem mandato a partir de 2015, deixando para trás tudo que construiu até agora. O mesmo raciocínio vale para o vice-governador Robinson Faria, que a exemplo de Fátima Bezerra, vive uma grande indefinição. Robinson tem uma vida pública pautada no sucesso. Foi deputado estadual em várias legislaturas, presidente da Assembleia Legislativa e vice-governador do Estado. Atualmente, preside um importante partido, comandado nacionalmente pelo ex-prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, tendo portanto, uma boa expectativa de futuro. Pós-escrito: os dois - Fátima e Robinson - é natural que pretendam novas conquistas. Para isso estão tentando se juntar num projeto complicado, principalmente pela diferença de estrutura com relação ao provável adversário, o PMDB. Ambos sabem também, que para enfrentar uma eleição majoritária é preciso estrutura de campanha, que segundo especialistas, representa 80% em qualquer eleição. Daí, ser necessária muita cautela e discernimento para que futuros políticos não sejam comprometidos. Divulgação

Possível candidata

A secretária Shirley Targino deverá ser candidata à deputada estadual ou federal nas eleições deste ano. Para isso, ela terá que deixar a Sethas até 5 de abril. Shirley substituiu o então secretário Luiz Eduardo Carneiro Costa e atualmente realiza um bom trabalho à frente da pasta que cuida do social no governo Rosalba Ciarlini. Recentemente a secretária empossou o novo presidente da Fundac, Edilberto de Almeida. A secretária apresentou um projeto de inclusão socioprodutiva de catadores de materiais reutilizáveis e recicláveis para o Rio Grande do Norte. O projeto, segundo Shirley Targino, vai promover a inclusão de 2.600 catadores e os recursos estão garantidos. A primeira etapa inicia em março.

DESVIO DE FUNÇÃO Só pode ser uma estratégia do juiz José Dantas para chamar atenção das autoridades, já que o problema não é de brincadeira. O juiz sugeriu que por falta de vagas, delinquentes fossem colocados no Arena das Dunas. José Dantas é um dos melhores magistrados do Rio Grande do Norte.

CANDIDATO A GOVERNADOR A revista Veja desta semana publicou o que esse interino vem dizendo. O deputado Henrique Eduardo, presidente da Câmara Federal e do PMDB, articula sua candidatura ao Governo do Estado há muito tempo. Só não enxerga quem não quer. A informação está na coluna Radar.

FORA DA LISTA O nome do deputado Kelps Lima ainda não consta na relação do TRE como presidente do Solidariedade. O registro é de Anderson Lopes da Silva. Ao contrário de Paulo Pereira, o Paulinho da Força, atual presidente nacional da legenda, considerado "ativo" pela Justiça Eleitoral.

(

PERGUNTAR NÃO PAGA IMPOSTO CURIOSIDADE APENAS Quando é que os verdadeiros torcedores terão tranquilidade nos estádios de futebol?

LEITURA DINÂMICA t A governadora Rosalba Ciarlini encaminhou três projetos de lei à Assembleia Legislativa beneficiando professores da rede estadual de ensino. Reajuste salarial de 8,32 por cento retroativo a 1º de janeiro, reordenamento das escolas em 5 níveis e progressão da classe de vencimentos a todos os professores. t A vereadora Júlia Arruda (PSB) está sendo estimulada pela presidenta da legenda, Wilma de Faria, a disputar mandato de deputada federal. Acredita que a vereadora poderá surpreender com uma votação expressiva, começando por Natal. t Está sendo criada na Câmara Municipal de Natal, a Frente Parlamentar da Juventude. O vereador Jacó Jácome, do PMN, o mais jovem do parlamento municipal com apenas 22 anos, é um dos incentivadores. t O advogado Fábio Hollanda assegura que não será candidato a cargo eletivo nas eleições deste ano. Diz que está bem no desempenho das suas atividades de ad-

vogado. Fábio é um dos advogados mais requisitados, principalmente para assuntos eleitorais. t O ex-prefeito Targino Pereira está transferindo seu domicílio eleitoral de Tacima, na Paraíba, para Nova Cruz, região Agreste do Rio Grande do Norte. Targino foi prefeito nos dois municípios e pretende participar ativamente do pleito deste ano. t Dirigentes do PDT cometem no mínimo uma ingratidão quando abandonam o histórico do partido, Afranio Amorim, amigo pessoal das maiores lideranças do partido, Leonel Brizola, Darci Ribeiro, Gerson Peres e Cristovam Buarque. t O vereador Chagas Catarino caiu na folia. No final de semana participou de prévias carnavalescas nos bairros de DixSept Rosado e Nova Natal. Recebeu até convite para ser Rei Momo. t Para refletir: "O sucesso é um professor perverso. Ele seduz as pessoas inteligentes e as faz pensar que jamais vão cair". (Bill Gates)

)

Segunda-feira

Hugo não considera irreversível candidatura de Fátima ao Senado VEREADOR DO PT DIZ QUE POSTULAÇÃO DA DEPUTADA ESTÁ BASEADA EM TRÊS PRINCÍPIOS: PESQUISA, RECOMENDAÇÃO DA EXECUTIVA NACIONAL E DESEJO PRÓPRIO José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vereador Hugo Manso, do PT, não considera irreversível a candidatura da deputada Fátima Bezerra ao Senado, entretanto, diz que a sua postulação tem como base três fatores considerados por ele como importantes e fundamentais. O primeiro, segundo o vereador petista, é resultado de pesquisas científicas atestando que existe um sentimento popular e uma energia positiva do povo do Rio Grande do Norte desejando vê-la no Senado, o segundo é a determinação da Executiva Nacional do PT no sentido de que seja feito um trabalho forte nessas eleições para ampliar a bancada do Partido dos Trabalhadores que atualmente não chega a 100 parlamentares. "A terceira motivação é o desejo da própria deputada Fátima Bezerra que está determinada em disputar o mandato de senadora", disse Hugo Manso, lembrando que o Senado é composto na sua maioria por conservadores e esse perfil precisa mudar. Ainda analisando a disputa majoritária para as eleições de outubro, o vereador Hugo Manso diz existir indefinições em todos os partidos, não só com relação aos nomes que disputarão o Governo do Estado, como também para o próprio Senado. "Não se sabe quem realmente será candidato a governador, nem tampouco os nomes que concorrerão ao Senado. No momento é só in-

Manso afirma que o PT vai trabalhar pela candidatura de Fátima Bezerra ao Senado e mantém conversas com base de Dilma definição. A própria Wilma de Faria não sabe se será candidata à governadora ou à Senadora", disse ele, acrescentando que o próprio PMDB não tem candidatura definida. Hugo Manso, lembra que lideranças do PMDB em conversas anteriores com o PT afirmaram que o candidato do partido seria Fernando Bezerra numa aliança com o PSB, tendo Wilma de Faria na condição de candidata à senadora. "Isso foi

dito por Garibaldi Filho, mas tudo indica que Fernando Bezerra não será mais candidato", ressalta. Mesmo diante de todas essas indefinições, Hugo Manso diz que o PT tem uma candidatura posta para o Senado que é a deputada Fátima Bezerra, mas continua aberto à conversações, prioritariamente com partidos da base aliada da presidenta Dilma Rousseff. Questionado se estaria programado um en-

contro entre os deputados Henrique Eduardo, do PMDB e Fátima Bezerra, do PT, objetivando discutir a formação da chapa majoritária com o peemedebista informando a decisão do partido em fazer uma aliança com a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, o vereador Hogo Manso afirmou que esses encontros da deputada Fátima Bezerra com o presidente da Câmara Federal acontecem semanalmente.

> LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Ministro acolhe recurso e suspende indenização de editora a Joaquim Roriz O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal, deu provimento a recurso interposto pela Editora Abril S.A. contra decisão que a condenou a indenizar o exgovernador do DF e ex-senador Joaquim Domingos Roriz. A decisão monocrática se deu no exame do Recurso Extraordinário com Agravo (ARE) 722744, e teve como consequência a improcedência de ação de reparação civil por danos morais ajuizada por Roriz contra a editora e o jornalista Diego Escosteguy, devido a matéria jornalística veiculada na revista Veja em dezembro de 2009. A reportagem associava Roriz - que na época não exercia cargo político, após ter renunciado, em 2007, a mandato no Senado Federal - aos crimes investigados na Operação Caixa de Pandora, da Polícia Federal, supostamente praticados durante o governo de seu sucessor, José Roberto Arruda. O pedido de reparação por dano moral foi acolhido pelo juízo da 14ª Vara Cível de Brasília (DF), que fixou a indenização em R$ 100 mil. Em seguida, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT), ao julgar recurso, mante-

Divulgação

“Nada mais nocivo do que pretensão do Estado regular a liberdade de expressão” ve a condenação da editora e do jornalista, mas reduziu o valor da indenização para R$ 10 mil. Ao recorrer ao STF, a Abril sustentou que o TJDFT, ao manter a condenação, teria transgredido os preceitos dos artigos 5º, incisos IV,

IX e XIV, e 220, caput e parágrafo 2º, da Constituição da República, que tratam da liberdade de manifestação e de expressão e do direito ao acesso à informação. Ao decidir o caso, o ministro Celso de Mello lembrou que tem destacado, em diversos precedentes, os postulados da Declaração de Chapultepec, de 1994, adotada pela Conferência Hemisférica sobre

liberdade de expressão, no sentido de que a imprensa livre é condição fundamental para a solução de conflitos sociais, a promoção do bemestar e a proteção da liberdade. "Nada mais nocivo, nada mais perigoso do que a pretensão do Estado de regular a liberdade de expressão (ou de ilegitimamente interferir em seu exercício), pois o pensamento há de ser livre, permanentemente livre, essencialmente livre", afirmou. Para o ministro, o exercício concreto, pelos profissionais da imprensa, da liberdade de expressão assegura ao jornalista o direito de manifestar crítica, "ainda que desfavorável e em tom contundente, contra quaisquer pessoas ou autoridades". O interesse social que legitima o direito à crítica, segundo Celso de Mello, "sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade". Assim, a publicação de matéria jornalística que divulgue "observações em caráter mordaz ou irônico" ou opiniões em tom de crítica "severa, dura ou, até, impiedosa", especialmente em relação a figuras públicas, investidas, ou não, de autoridade governamental, não caracteriza hipótese de reparação civil.


Política

Segunda-feira

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Divulgação

Procurador Eleitoral Ronaldo Pinheiro de Queiroz quer afastamento do prefeito, inelegibilidade e nova eleição em Ipanguaçu

O Jornal de HOJE 5

Heracles Dantas

Desembargador João Batista Rebouças é o relator do processo que pede a cassação do prefeito de Ipanguaçu por fraude

MP pede ao TRE que casse o prefeito de Ipanguaçu por compra de votos JUSTIÇA DE PRIMEIRA INSTÂNCIA JÁ CASSOU PREFEITO QUE TROCOU CIRURGIA E MATERIAL DE CONSTRUÇÃO POR VOTOS No dia 10 de outubro de 2013, a juíza eleitoral Aline Daniele Belém Cordeiro Lucas condenou o prefeito de Ipanguaçu, Leonardo da Silva Oliveira, à perda do mandato e ainda à inelegibilidade por oito anos. O prefeito recorreu, manteve-se no cargo. Esta semana, o recurso dele será julgado pelo Pleno do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). Há um parecer do Ministério Público a favor da sua cassação e o relator do processo na Corte Eleitoral é o desembargador João Batista Rebouças. Além do prefeito, foram cassados na primeira instância o viceprefeito, Josimar da Silva Lopes, e a vereadora Maria Luzineide Cavalcante. O prefeito também recebeu a pena de multa, no valor de R$ 20 mil. O grupo foi acusado de distribuir material de construção que ocorreu de forma disseminada, como ficou provado na instrução

processual. Os três foram acusados de captação ilícita de sufrágio. Na instrução processual foi constatado que o prefeito ofereceu a depoentes "pedaço de chão e mais dois milheiros de tijolos, em troca de seus votos para prefeito e para Luzineide, candidata ao cargo de vereador". Uma depoente, de nome Raquel Andrade de Miranda, afirmou ter recebido a oferta de R$ 400 para que a depoente e seu esposo votassem no prefeito e na candidata a vereadora. Thiago Lemos e Doralice de Fátima Silva, casados, afirmaram terem sido abordados pelo prefeito, que teria oferecido promessa em troca de voto consistente numa cirurgia de hérnia. Ana dos Santos disse, também em depoimento, perante o prefeito, a vereadora, revelou que estava precisando de R$ 600 durante

Divulgação

Prefeito Leonardo Oliveira é acusado por vários eleitores de ter usado poder econômico

> SOB SUSPEITA

a campanha eleitoral, perante o prefeito, "para quitar contas da energia em atraso". Como se passaram vários dias e as contas não foram pagas, a eleitoral recebeu um bilhete com despacho para a chefe de Gabinete da Prefeitura providenciar o pagamento. Também constam dos autos várias fotografias de várias localidades de Ipanguaçu, onde aparecem casas com bandeiras vermelhas, tendo em frente ou próxima a elas, matérias de construção de várias naturezas, como tijolos, areia, cimento etc., que provavelmente foram distribuídos pelo candidato Leonardo em troca de votos. PARECER Para o recurso a ser julgado amanhã no TRE, consta um parecer do Ministério Público Eleitoral. O parecer do Ministério Público é assinado pelo procurador regional

eleitoral, Ronaldo Pinheiro de Queiroz. Nele, a Procuradoria Regional Eleitoral se manifesta contra o recurso do prefeito. Se levar em consideração o parecer do MP, os juízes da corte eleitoral não deverão manter o prefeito no cargo, afastando o chefe do Executivo e determinando nova eleição no município. Segundo o procurador, "as provas carreadas para os autos demonstram abuso de poder econômico e a captação ilícita de sufrágio levada a efeito pelos recorrentes, mediante o oferecimento e entrega de benesses em troca de voto". Para ele, "os candidatos foram os protagonistas dos ilícitos", onde, "pessoalmente, abordavam os eleitores e sem qualquer embaraço ou constrangimento os indagavam do que eles estavam precisando para em contrapartida votar em favor de suas candidaturas".

> SUCESSÃO 2014

TCE decidirá sobre licitação Deputado defende união para da Urbana após o Carnaval formar chapa e enfrentar crise O relator da representação que contesta a licitação da Urbana (Companhia de Serviços Urbanos de Natal) no Tribunal de Contas do Estado (TCE), Claudio Emerenciano, vai apresentar o voto na primeira semana de março, após o Carnaval. O prazo se deve a ele estar em substituição legal ao conselheiro Carlos Thompson, que está em férias até o dia 28 de fevereiro, o que o impede de apresentar o voto. Emerenciano disse ao Jornal de Hoje que está estudando o parecer opinativo do Ministério Público Junto ao TCE, que defendeu o cancelamento da licitação ao analisar a representação do Sindicato das Empresas de veículos e bens móveis do Rio Grande do Norte (Sinloc). O sindicato pede a suspensão de processo licitatório, na modalidade Concorrência n° 001/2013, deflagrado pela Urbana para execução de serviços de limpeza urbana do Município de Natal/RN. Ao analisar a representação, da qual constam vários questionamentos, a procuradora do MPTCE, Luciana Ribeiro Campos, proferiu parecer favorável ao pleito do sindicato, que é pelo cancelamento do atual processo licitatório e realização de um novo certame. O ponto mais incisivo no parecer do MPTCE é quanto à obrigatoriedade de publicação do instrumento convocatório que contenha alterações substanciais. Segundo Luciana, houve "nítida afronta" da Urbana em relação ao que havia determinado o TCE. "Este Tribunal reconheceu que foram promovidas alterações substanciais no Edital e que por isso deveria ser ele republicado. Os órgãos deste Tribunal passaram a acompanhar o cumprimento do Acórdão 448/2013 - TC. Na Informação 300/2013 - DAI, datada de 19 de dezembro de 2013, comunicam ao Conselheiro Relator que o Edital não foi republicado, em nítida afronta ao que determinou o Tribunal".

Wellington Rocha

Auditor Cláudio Emerenciano prepara voto sobre pedido de republicação do edital A procuradora opina ainda pela aplicação de multa no valor de até R$ 10 mil no caso de não atendimento, no prazo fixado, de diligência ou outra determinação do Tribunal, de que dependa a instrução do processo, nos termos do art. 107, inc. II, alínea "e" da Lei Complementar 464/2012 pelo descumprimento de decisão proferida pelo Tribunal de Contas que determinava a republicação do Edital. "Eu não posso me pronunciar sob pena de gerar novidade sobre mérito. Pela lei orgânica do TCE, como eu assumi cargo de conselheiro no lugar do conselheiro Carlos Thompson, que está em férias, a lei me proíbe de relatar processos meus como relator. Só posso levar o relatório com meu voto depois que o conselheiro voltar, dia 28 de fevereiro", explicou Emerenciano. O conselheiro, que é auditor do TCE e substitui na vacância dos titulares do Pleno, disse ainda que vai examinar o parecer da procuradora, antes de proferir seu voto. Ele disse

que também há recursos e agravos dentro do processo, os quais demandam também tempo de análise. "Eu vou examinar, estudar, porque, dentro do processo, não é somente o original, há recursos e agravos, tudo num processo só. Vou me pronunciar a partir de tudo isso", explicou. Orçada inicialmente em quase R$ 370 milhões, a licitação foi suspensa em agosto do ano passado pelo TCE, que identificou sobrepreço de aproximadamente R$ 11 milhões em alguns lotes do edital. Após a correção dos valores e justificativas em dezesseis itens do documento original, a Urbana republicou o edital. Com isso, o valor da licitação ficou em R$ 341.724.069, na modalidade menor preço. Com isso, a licitação que estava orçada em R$ 369.401.938,20 para um prazo de 60 meses consecutivos, teve uma economia de R$ 27.677.869,00. O processo licitatório, no entanto, continua suspenso porque o TCE espera o julgamento da representação do Sinloc, que questiona diversos itens do edital.

José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O deputado Tomba Faria, do PSB, entende ter chegado o momento dos principais líderes políticos do Rio Grande do Norte sentar a uma mesa de negociação para formalizar uma chapa de união com vistas ao pleito deste ano, principalmente entre o PMDB do deputado Henrique Eduardo e do senador Garibaldi Filho, PT da deputada Fátima Bezerra e PSB, partido liderado no Estado pela prefeita de Natal, Wilma de Faria. "O momento é de preocupação, daí a necessidade de um entendimento entre todas as lideranças", disse o deputado de Santa Cruz, não concebendo isso como "acordão". "O termo correto é união de toda a classe política em benefício do Estado, já que o momento é de preocupação porque a situação do Rio Grande do Norte não é boa", alerta o deputado. Tomba Faria diz que diante da atual realidade, não é interessante uma disputa acirrada nas eleições deste ano, mas uma chapa que agregue o maior número possível de partidos e que o futuro governante estabeleça um choque de gestão para tornar o Estado governável. "Se isso não ocorrer, teremos um governador a mais e esse quadro será repetido daqui a 4 anos", prevê o deputado do PSB. Sobre a decisão do PT, que de certa forma estaria radicalizando e insistindo na disputa para o Senado, através da deputada Fátima Bezerra, dificultando um entendimento com a vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria, líder do PSB no Estado e com o próprio PMDB, o deputado Tomba Faria diz não entender, já que segundo ele, essa aliança está acontecendo em vá-

Deputado estadual Tomba Farias quer “entendimento entre lideranças” rios outros Estados da Federação. "Por que aqui não pode? Questiona o deputado, afirmando ter ouvido em diversas oportunidades que a prioridade é Dilma Rousseff, mas no Rio Grande do Norte não está vendo isso acontecer. AFASTAMENTO DO PMDB O deputado Tomba Faria, entende também, que o PMDB deverá se afastar do governo Dilma Rousseff nos próximos dias, comprometendo assim as alianças entre os dois partidos nos diversos Estados da Federação. "O PMDB considera-se excluído na escolha ministerial, segundo informações de Brasília", observa o deputado, acreditando num possível isolamento da presidenta Dilma Rousseff, comprometendo assim, sua reeleição. "É o desgaste dos 10 anos de Poder", avalia, acreditando que o partido deverá buscar outra alternativa entre Eduardo Campos, do PSB ou Aécio Neves, do PSDB.

HOSPITAL DE TRAUMA O deputado Tomba Faria usou a tribuna da Assembleia Legislativa na sessão desta ultima quinta-feira para solicitar que os deputados priorizem a votação para construção do Hospital de Trauma, cujo projeto encontra-se na Casa, sem prazo para ser votado. "Essa Casa deve dar um importante passo para que o projeto do hospital saia do papel e torne-se realidade", disse ele, citando como benefício o aumento da capacidade de resposta que a Região Metropolitana de Natal tem para a patologia de trauma. O deputado Tomba Faria concluiu esclarecendo que o Hospital de Trauma de Natal ser especializado em trauma, ortopedia adulta e infantil, ortopedia, neurologia, clínica e neurocirurgia intervencionista e doenças cardiovasculares. Contará com 282 leitos, uma unidade de atendimento emergencial que contempla 54 postos de atendimento.


6 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Cidade

Segunda-feira

Secretaria responsabiliza Governo do Estado pela falta de médicos no Hospital de São José de Mipibu MUNICÍPIO QUER ASSINAR TERMO DE COOPERAÇÃO TÉCNICA COM A SESAP PARA CONTRATAR MÉDICOS TEMPORÁRIOS Desde a última quinta-feira (20), o Pronto Socorro Adulto do Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros, localizado no município de São José de Mipibu, está fechado, por interdição ética do exercício profissional dos médicos. A Secretaria Municipal de Saúde de São José de Mipibu esclareceu que o hospital é da competência "única e exclusiva do Governo do Estado e da Secretaria Estadual de Saúde Pública". Enquanto a Sesap e a SMS de São José do Mipibu passam a responsabilidade de uma para a outra, a população permanece desassistida e quem precisa de atendimento de urgência e emergência tem que se deslocar para o Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, ou para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. No entendimento da Secretaria Municipal de Saúde, cabe a Prefeitura de São José de Mipibu exercer parceria visando à melhoria daquela unidade, como fora exercido na gestão do ex-governador Garibaldi Filho e de Wilma de Faria, quando fora estabelecido uma cogestão entre os entes

governamentais, ou seja, existia legalmente um compromisso. O secretário Alexandre Dantas lembra que ao assumir a Secretaria de Saúde encontrou, por parte do Governo do Estado, um processo avançado de esvaziamento do Hospital Regional, "de tal forma, que as decisões são tomadas de forma arbitrária e abruptamente, sem qualquer discussão ou mesmo diálogo com a sociedade". "É importante ressaltar que as cidades circunvizinhas como Nísia Floresta, Senador Georgino Avelino e outras cidades que não possuem unidade hospitalar usam os serviços de Pronto Atendimento desta cidade, sem partilhar qualquer recurso para a Saúde de nosso município, exceto Goianinha, que executa o serviço e recebe do Ministério da Saúde R$ 90 mil por mês, enquanto que São José de Mipibu gasta mais de R$ 1,080 milhão por ano com aquela unidade", afirmou o secretário de Saúde. Alexandre Dantas ressalta que o Município não foge a responsabilidade de cooperar e, segundo ele, externou por diversas vezes a possibilidade de celebrar referida parceria, sendo que, até a deflagra-

José Aldenir

ção da intervenção ética promovida pelo Conselho Regional de Medicina, a Sesap sequer enviara a minuta de parceria, "tampouco efetivou as reformas necessárias para a melhoria da qualidade do atendimento". O secretário conta que foi elaborada uma minuta de Cooperação Técnica entre os entes governamentais, sendo entregue a Sesap na última sexta-feira (21). "Esperamos que seja analisado com a máxima brevidade, para que após a assinatura do termo, procedermos o Processo Seletivo para contratar médicos temporários e a partir da solução encontrada vamos sentar com os outros municípios para estabelecermos responsabilidades, deveres e direitos de todos", afirmou.

Pronto Socorro Adulto está interditado desde a última quinta-feira (20), quando o Conselho Regional de Medicina determinou que setor só seria reaberto quando escala de plantão dos profissionais estivesse garantida

> EM NATAL

Com investimentos de mais de R$ 2,5 milhões, Prefeitura lança o Carnaval Depois de ter anunciado as principais atrações da festa, a Prefeitura do Natal e a Fundação Cultural Capital das Artes lançaram oficialmente, nesta segunda-feira (24), no Salão Nobre do Palácio Felipe Camarão, a programação completa do Carnaval Multicultural da capital potiguar, que contará com aproximadamente 180 atrações e um investimento superior a R$ 2,5 milhões. Começando já a partir da quinta-feira (27), quando o prefeito Carlos Eduardo entregará a chave da cidade para o Rei Momo e a rainha do Carnaval de Natal, além do show da Spok Frevo Orquestra, que animará o Baile de Máscaras no Largo do Atheneu, o evento deste ano é, de acordo com a Prefeitura, o pontapé inicial para tornar Natal uma referência nacional. "Tanto a Prefeitura quanto a Funcarte fizeram um esforço muito grande para organizar esse Carnaval. Eu cresci participando dos carnavais aqui de Natal e não conseguia admitir que ele estivesse acabando. Pode ter certeza que os próximos anos os investimentos estarão ainda maiores", destacou Carlos Eduardo. Com mais de 180 atrações entre blocos de rua, escolas de samba, tribos de índio, bandas e cantores, a valorização dos artistas locais foi uma das principais preocupações dos organizadores. "Claro que trouxemos atrações nacionais para

José Aldenir

Com programação multicultural, Município quer 'segurar' os natalenses na cidade e resgatar o espírito carnavalesco da capital atrair ainda mais pessoas para o nosso carnaval, mas demos um espaço muito grande para os artistas locais. Durante todos os dias nós teremos atrações do Rio Grande do Norte em todos os cantos da cidade. Dos mais de R$ 2,5 milhões que a Prefeitura está investindo, R$ 800 mil estão indo direto para o desfile das escolas de samba", afirmou Dácio Galvão, presidente da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), que ainda lembrou que a Ambev patrocinará a festa com mais de R$ 1 milhão. A programação completa, que contará com artistas nacionais como Mart'nália, Originais do Samba, Moraes Moreira, Alceu Va-

lença e Elba Ramalho, está disponível no site da Prefeitura do Natal. SEMOB DIVULGA EFETIVO PARA O CARNAVAL Aproveitando o evento de lançamento do Carnaval Multicultural 2014, a Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (Semob) também divulgou informações de como o órgão atuará durante os sete dias de festa. Um total de 250 agentes, 12 viaturas e 27 batedores estarão fazendo rondas pelos cinco polos onde acontecerão os shows (Centro Histórico, Ponta Negra, Redinha, Ribeira e Rocas). Além disso, o itinerário dos ônibus (que circularão normalmente e

farão 19 viagens durante a madrugada), também será modificado. De acordo com o secretário adjunto da Semob, Clodoaldo Cabral, slides com todas as modificações estarão disponíveis no site da Prefeitura. Cabral também fez questão de alertar para as vantagens de se usar os transportes públicos durante o carnaval. "Nós vamos ter vários pontos de estacionamento para carros, mas é preferencial que as pessoas deixem os carros em casa e utilizem transportes públicos, já que eles irão funcionar normalmente. Também podem utilizar os táxis. Mas se ainda assim a população preferir utilizar o carro, que não beba".

> SEM RECUPERAÇÃO

Pintura de canteiro destruído na Avenida Rui Barbosa irrita moradores e pedestres Wellington Rocha

Partes do meio-fio que estão tombadas foram pintadas e deixadas no local

Moradores, pedestres e motoristas que transitam pela Avenida Rui Barbosa, no bairro de Lagoa Nova, na zona Sul de Natal, estão revoltados com o que chamam de descaso com os logradouros públicos de alguns pontos da cidade. Ao longo da Avenida, apesar da pintura recente do meio-fio dos canteiros, vários estão destruídos e os restos que se encontram tombados também foram pintados e ainda jogados nos canteiros. O professor de história Ariel Yvson é um dos que lamentam a situação, mas não se demonstra surpreso com o cenário que presencia. "Não acho isso uma novidade. Desvio de verba pública e descaso na administração é uma realidade do país. Acredito que também falta fiscalização, mas não há interesse da Prefeitura porque a verdade é que não existe

compromisso com a população", desabafou. Já o policial Silva Júnior acredita que a responsabilidade cabe ao responsável pela execução do serviço. "Não sei se foi a Prefeitura ou uma empresa prestadora de serviço, mas o que se vê é falta de qualificação dos profissionais que fizeram. De qualquer forma, não há nenhuma fiscalização para que o serviço saia como se deve e não fique assim como está", disse. Segundo Glauber Nóbrega, diretor de Operações da Urbana, responsável pela limpeza de canteiros e pintura dos meios fios, o trabalho realizado na Avenida Rui Barbosa, que incluiu a pintura tanto dos meiosfios em bom estado de conservação como dos pedaços da estrutura tombada, foi para a manutenção da se-

gurança dos que circulam na área. "Além do acabamento estético, a pintura sinaliza a área e preserva a segurança de pedestres e motoristas. Por isso, foi necessário pintar o meiofio e também a parte danificada, por uma questão de segurança", enfatizou. Já a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur) e a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), responsáveis pela recuperação dos logradouros públicos da cidade, informaram que desde o ano passado o trabalho está parado porque não há um contrato vigente para a execução do serviço. Ainda de acordo com informações da Semsur, não há como ser feita uma recuperação de imediato, mas já se encontra em trânsito na Semopi uma licitação para tal fim.


Economia

Segunda-feira

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 7

Heracles Dantas

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

Insanidade tributária MARCUS GUEDES ECONOMISTA E PROFESSOR UNIVERSITÁRIO Estudos preliminares apontam que a carga tributária do Brasil, em 2013, atingiu a marca recordista dos 36,42 por cento (em 1986, primeiro ano do governo Sarney, ela era de apenas 22,39%). Cambiando pelo dólar de 31.12.2013 (US$ 1.00 = R$ 2,358), nós teremos fechado o PIB/2013 em US$ 2,049 trilhões, com uma carga tributária equivalente a US$ 746,222 bilhões. Um número superlativo em termos de carga tributária! Somos os campeões da tributação dentre os BRICS (Rússia, 23,00%; China, 20,00%; Índia, 13,00%; e África do Sul, agora integrada ao grupo, com 18,00%). Se contarmos com o Brasil, a média da tributação no bloco fica em 22,08%. Se subtrairmos o Brasil do ranking, a média cai para 18,50%. Na América Latina, só perdemos para a Argentina, ora vivendo uma forte crise econômica (que fechou com uma carga tributária de 37,30%, um pouco superior à nossa, de 36,42%). O Uruguai, que tem o terceiro maior nível de tributação, fechou com 26,30%; o México, com 19,60%, mesmo percentual da Colômbia. Na moribunda Venezuela, a carga chega a meros 13,70%; e, na Guatemala, temos a menor carga tributária, equivalente a 12,30%. Talvez, o mais doloroso nesse confronto de números é constatar que somente 18 economias mundiais têm um Produto Interno Bruto (PIB) maior do que o montante de tributos que os brasileiros pagaram em 2013. O valor dos tributos que recolhemos só é menor do que o PIB (pela ordem) de Estados Unidos, China, Japão, Alemanha, França, Brasil, Inglaterra, Itália, Rússia, Índia, Canadá, Austrália, Espanha, México, Coréia do Sul, Indonésia, Turquia e Holanda. As demais economias do mundo não produzem, individualmente, volume de riquezas suficiente para pagar os impostos brasileiros. Isso mesmo! Para que se tenha uma ideia do peso dessa insanidade tributária, a nossa carga de impostos é "Natal Music" será primeiro grande show da praça de eventos da Arena das Dunas n Os cantores Ivete Sangalo e Bell Marques, mais a banda Wesley Safadão e Garota Safada, serão as atrações da primeira edição do "Natal Music" no dia 4 de abril, o mega show musical anual que as empresas promotoras de eventos Viva Promoções (de Natal) e Luan Promoções (de Recife), em parceria com a Destaque e a 96 FM, passarão a realizar a partir de 2014, sempre no mês de abril, na praça de eventos da Arena das Dunas. n Localizada na parte externa do estádio da Copa do Mundo, a praça é um espaço para eventos 100 por cento pavimentado, com 22 mil metros quadrados, o que permite acomodar com folga um público acima de 50 mil pessoas.

superior ao PIB de países como a Arábia Saudita (grande produtora de petróleo), Suíça, Suécia, Noruega, Áustria... Nós pagamos duas vezes mais tributos do que o PIB de países como a Colômbia, Emirados Árabes Unidos, Dinamarca, Chile, Singapura, Hong Kong, Egito e Grécia. Produzimos três vezes mais impostos do que riquezas em países como a Finlândia, Israel, Portugal, Irlanda e Peru. Para chegar ao patamar do que pagamos de tributos, Vietnã, Iraque e Hungria terão de fazer crescer as suas riquezas em mais de cinco vezes. Ah, não vamos infernizar a vida do presidente José (Pepe) Mujica, do Uruguai: para ter em seu país a produção de riquezas compatível com o nosso insano poder de tributar, ele terá de fazer crescer o PIB de sua economia quinze vezes mais do que os US$ 49,7 bilhões alcançados em 2013. A fictícia Belíndia (nação com impostos da Bélgica e prestação de serviços da Índia que se assemelharia ao Brasil), criação primorosa do economista Edmar Bacha, avançou para pior: em 2013, a carga tributária brasileira equivaleu a uma vez e meia o PIB da Bélgica (cotado pelo FMI, para 2013, em US$ 476,8 bilhões). Na verdade, pagamos muito para receber serviços públicos ainda piores, típicos de Bangladesh, Etiópia, Uganda ou Afeganistão. Desde 1988 (advento da Constituição Cidadã) foram publicadas 4,7 milhões de normas legais voltadas ao ordenamento jurídico do País, nas três esferas de governo (federal, estadual e municipal). Dessas, 309.147 se referem à legislação tributária. Isso significa a emissão de 31 normas tributárias/dia ou 1,29 norma/hora! Ou seja, vivemos num ambiente de insanidade legal que obriga o contribuinte brasileiro a trabalhar mais de quatro meses por ano somente para pagar tributos, sem merecer justa contrapartida de um Estado que segue escandalosamente perdulário e submetido a uma gestão de botequim. Diante disso, parece que "Basta!" soa cada vez mais como boa palavra de ordem.

n Segundo o empresário Jarbas Filho, diretor da Viva Promoções, o local será inaugurado em grade estilo, já que a baiana Ivete Sangalo lançará em Natal o seu recém gravado DVD (que reúne o melhor do seu repertório) e o cantor Bell Marques fará aqui uma apresentação marcando o início de sua carreira solo. n Uma superestrutura está sendo planejada para o "Natal Music", que contará com um grande palco, praça de alimentação, bares estrategicamente posicionados para evitar filas, além de dois espaços vips (camarotes) com acessos exclusivos. n Para o segundo semestre, em data a ser ainda confirmada, Jarbas Filho promete trazer a Natal para um show no interior da Arena das Dunas o cantor Roberto Carlos. CTGás-ER oferece cursos de Segurança do Trabalho, Energia Eólica e Mecânica n O Centro de Tecnologias do Gás e Energias Renováveis (CTGás-ER), vinculado ao Senai/RN, está oferecendo uma variedade de cursos à distância nas áreas de geração de energia, mecânica e gestão, muitos deles gratuitos e outros mediante pagamento de pequenas taxas. n Prometendo a mesma eficiên-

cia que tem sido alcançada nos cursos que se utilizam da metodologia tradicional (presencial), o CTGás-ER agora quer chegar mais longe, criando condições para que os futuros alunos possam administrar melhor o seu tempo disponível para aprender e se especializar. n A unidade de Educação à Distância (EAD) do órgão planeja oferecer 18 cursos, seis dos quais na área de Energia Eólica, todos com inscrição abertas até o fechamento das turmas, que contarão sempre com 30 alunos. * Será exigido dos candidatos que tenham concluído ou estejam matriculados no segundo ano do Ensino Médio. Os cursos técnicos serão destinados a quem deseja aprender uma profissão, entrar no mercado de trabalho ou buscar uma melhor colocação na empresa em que trabalha. * A carga horária de vários desses cursos será de 1.200 horas, com 20% das aulas presenciais e 80% à distância. Nos encontros presenciais, as aulas serão nas sextas-feiras à noite (das 18:00 às 22:00 horas) e aos sábados e domingos (das 8:00 às 18:00 horas. * Para maiores informações os interessados devem recorrer ao site do CTGás-RN (WWW.ctgas.com.br/).

Arquiteto da Semurb condena estrutura do Hotel Reis Magos EUDES GALVÃO AFIRMA QUE IMÓVEL ESTÁ COMPROMETIDO MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

O mais antigo arquiteto dos quadros da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo de Natal (Semurb), Eudes Galvão, disse hoje que a estrutura do Hotel dos Reis Magos, na Praia do Meio, objeto de um pedido de tombamento provisório da Fundação José Augusto, está com a sua estrutura totalmente comprometida. Ou seja, sem qualquer possibilidade de reforma. Segundo Galvão, isso não é novidade, já que ele mesmo realizou uma vistoria na estrutura no hotel ainda durante a última gestão do prefeito Carlos Eduardo, quando era examinada a possibilidade de uma reforma que preservasse a fachada do prédio. “Mesmo na ocasião, dadas as condições precárias da construção sem qualquer manutenção por muitos anos, chegou-se a conclusão que o prédio não tinha jeito”, afirmou. Depois da decisão em primeiro grau do juiz Airton Primeiro, da 1ª Vara da Fazenda Pública, rejeitando a ação movida pelo Ministério Público para impedir a demolição, e da decisão no mesmo sentido dada em segundo grau pelo desembargador Ibanez Monteiro, a informação oferecida agora pelo arquiteto da Semurb, Eudes Galvão, deixa o Reis Magos cada dia mais perto da implosão. O prédio, construído em 1965, comprado pelo Grupo de Hotéis Pernambuco, estava arrendado e abandonado há 18 anos, sem que seus arrendatários pagassem suas obrigações nem com os donos e nem com a prefeitura. Enquanto

esteve jogado às traças, nenhum grupo ambientalista se movimentou para que o hotel recebesse a devida atenção. Depois de tentar acordos internacionais para injetar dinheiro no imóvel sem resultado, no ano passado o grupo pernambucano apareceu com a idéia de demolir o hotel e construir na área uma grande praça e um centro comercial. Foi quando entrou em cena o Instituto dos Amigos do Patrimônio Histórico e Artístico Cultural e da Cidadania (IAPHACC), tentando a todo custo impedir a demolição do imóvel. Nessa missão, o próprio Eudes Galvão está entre os profissionais escalados para dar um parecer a respeito. Em janeiro do ano passado, ao assumir a prefeitura, Carlos Eduardo deu declarações que não toleraria os “escombros” do hotel dos Reis Magos, numa tentativa de pressionar os proprietários a tomar uma posição a respeito. Por enquanto, o assunto era indiferente aos ambientalistas de plantão. Eles só começaram a se interessar pelo assunto quando a idéia da demolição voltou a ganhar corpo. O empresário José Pedroza Filho, herdeiro do imóvel, cirurgião plástico de renome em Recife, apareceu com uma idéia que a princípio não corria qualquer risco de rejeição. Demolir o hotel e abrir uma grande praça para a circulação pública, onde seria implantado um projeto modular de um centro comercial horizontal. O tempo e as mudanças do Plano Diretor de Natal determinariam as futuras expansões do projeto. “Era um plano perfeito, pois entraria na cidade pedindo licença,

respeitando a população no entorno e a beneficiando com uma área de compra e lazer”, declarou na ocasião o secretário de Turismo, Fernando Bezerril. O problema é que o fundador da rede de Hotéis Pernambuco, José Pedroza, aos 88 anos, não queria nem mais ouvir em hotel dos Reis Magos. Afinal, durante mais de uma década, esse nome para ele foi associado a prejuízo e dor de cabeça. No começo do ano, numa operação ousada, o secretário de Turismo, Fernando Bezerril, acompanhado de um grupo de técnicos da prefeitura, conseguiu que o velho empresário – conhecido pela robustez dos negócios e por não dever dinheiro a ninguém – voltasse atrás e aderisse à idéia do filho. “Foi um alívio para nós saber que uma área daquelas, abandonada há tantos anos, finalmente teria um destino produtivo e bom para a população da Praia do Meio”, comemorou Bezerril. Hoje, apesar de confiança, ele admite que o impasse com os ambientalistas não foi nada bom para a cidade. “Não é todo o empresário que aguenta ser maltratado quando a única coisa que deseja é investir seu dinheiro na cidade”, comentou hoje. Finalmente, na semana passada, foi a vez do presidente do Sindicado da Indústria da Construção Covil (Sinduscon-RN), Arnaldo Gaspar Júnior, chamar de “absurda” a tentativa de impedir a demolição do hotel dos Reis Magos. “Todo mundo sabe que o prédio não tem valor histórico nenhum, especialmente nas condições em que se encontra”, afirmou.

> PLANTIO Heracles Dantas

Secretário Obery Rodrigues examina as condições para firmar acordo com empresas de sementes no RN

Estado corre para liberar sementes para o plantio Com a certeza de uma média pluviométrica de 450 milímetros para a chamada quadra chuvosa potiguar, só agora o Governo do Estado resolveu negociar seu débito do ano passado com a Santana Sementes, responsável por grande parte dos cultivares produzidos para o bancos para os bancos de sementes espalhados pelo RN. Hoje, o assunto foi parar no ga-

binete do secretário Obery Rodrigues, do Planejamento, que examina em que condições será feito o acordo com a empresas de sementes – se a vista ou em suaves prestações, já que o governo não tenha dinheiro para quase nada. São 342 toneladas de grãos de milho, feijão e sogo forrageiro, que podem atender cerca de 36 mil agricultores cadastrados. As sementes

aguardam apenas autorização do órgão para começarem a ser distribuídas. A secretaria estava esperando a previsão da Emparn para poder liberar a distribuição. Mas agora que já se sabe da existência de um inverso médio para o Estado, o Estado não tem mais desculpa e agora precisa correr para obter as sementes.


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Segunda-feira

Ministério Público lança campanha ‘Conta até 10 nas Escolas’

Heracles Dantas

MOSSORÓ, NATAL E SÃO GONÇALO DO AMARANTE ESTÃO ENTRE AS CEM CIDADES MAIS VIOLENTAS DO BRASIL ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

O relatório 'Mapa da Violência 2013 - Homicídios e Juventude no Brasil' aponta que o Rio Grande do Norte ocupa o 10º lugar entre os estados da Federação com maior índice de violência e homicídio entre jovens de 15 a 24 anos. Os municípios potiguares Mossoró, Natal e São Gonçalo do Amarante aparecem entre as cem cidades mais violentas do país. Diante dessa realidade, o Ministério Público do Rio Grande do Norte lançou na manhã desta segunda-feira (24) a campanha 'Conte até 10 nas Escolas'. O seminário de lançamento foi realizado na Procuradoria-Geral de Justiça e contou com a presença da promotora de Justiça, Tamar Oliveira Luz Dias, do Ministério Público da Bahia, membro auxiliar do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP). O seminário foi uma iniciativa do Centro de Apoio Operacional às Promotorias de Justiça de Defesa da Cidadania (CAOP-CID) em parceria com o Centro de Estudos e Aperfeiçoamento Funcional (Ceaf), com o objetivo de lançar a campanha no RN. A 'Campanha Conte até 10 nas Escolas' já foi lançada nacionalmente e, mais do que um slogan, foi concebida como ação da Estratégia Nacional de Justiça e Segurança Pública (ENASP), ganhando espaços sociais em todo o País. O Ministério Público Estadual imprimiu e irá repassar para a Secretaria Estadual de Educação para distribuição com as escolas a cartilha da Campanha, voltada para o Ensino Médio, com o objetivo de cultivar a paz nas escolas e disseminar a ideia de que 'Valente mesmo é aquele que não briga'. "A ideia é chamar a atenção para dados nacionais em relação à violência de uma forma geral. Há índices muito elevados de homicídios na

faixa etária de 15 a 24 anos e queremos, a partir desses dados, tentar fazer uma ação focada dentro das escolas do Ensino Médio para chamar a atenção desse público jovem que tem sido muito vitimado e tentar transformar essa realidade. Estamos instrumentando as escolas para trabalhar com paz", destacou a representante do CNMP, Tamar Luz. A promotora Tamar Luz explica que o material didático a ser trabalhado com os professores do Ensino Médio divide-se em quatro grandes temas: Vida e morte. Valorização da vida; Direito e deveres dos adolescentes. O ato infracional, o homicídio e o Tribunal de Júri; Violência nas escolas e bullying; e Enfrentamento da violência nas escolas. Propostas para uma cultura de paz e de respeito aos direitos humanos. "São roteiros de aula, bem detalhado e claros, que o professor é estimulado a utilizar em sala de aula", afirmou. Apróxima etapa da campanha no Rio Grande do Norte será a realização do curso de Diálogos e mediação de conflitos: práticas restaurativas nas escolas, ministrada por um promotor de Justiça de São Paulo. Este curso só será ministrado nos 16 estados da Federação que concentrar os cem municípios mais violentos, do qual o RN está inserido. O Procurador-Geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis, explicou que o Ministério Público não atua, simplesmente, repressivamente, mas também tem uma atuação preventiva, com ênfase para a educação, ou seja, trabalhar para que o ilícito não aconteça. "Nessa faixa etária, percebemos que os jovens são muito intolerantes, reagem muito rapidamente e, na maioria das vezes, com violência, o que tem causado tragédias. A escola, nesse contexto, é o melhor ambiente para disseminarmos a cultura da paz, da tolerância, do perdão e de ver que não se deve desgraçar a vida por causa de uma banalida-

de. O Conte até 10 vai fazer com que as pessoas reflitam um pouco antes de agir instintivamente", afirmou o procurador. A secretária estadual de Educação, Betania Ramalho, ressaltou que a Campanha Conte até 10 tem um foco preciso em temas de violência por impulso. "Precisamos ter uma ação muito mais profissionalizada de conhecimento para que possamos enfrentar uma das mais graves crises desse país, que é a crise de valores, que influência muito nas questões mais sensíveis de uma formação humana. A escola é uma das mais afetadas com essa crise. Enten-

Seminário de lançamento foi realizado esta manhã com o objetivo de cultivar a paz nas escolas públicas e privadas do RN demos que é o conjunto de ações articuladas que são necessárias para

discutirmos estratégias para minimizar essa crise perversa que perpas-

sa todas as esferas da sociedade brasileira", destacou a secretária.

> DURANTE A COPA

Seminário definirá Comitê Local de Proteção de Crianças e Adolescentes Os agentes envolvidos na defesa e proteção dos direitos da criança e dos adolescentes estão participando até amanhã (25), no auditório do Ministério Público do Trabalho, localizado no bairro de Lagoa Nova, zona sul de Natal, de um seminário voltado para o planejamento estratégico de proteção ao público infanto-juvenil durante grandes eventos, em especial, a Copa do Mundo. A proposta é que seja promovido um debate com todos os atores envolvidos sobre o assunto e seja formado um Comitê Local, seguindo a orientação da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República, que institui a criação das Agendas de Convergência para proteção da infância nas 12 cidades sedes da Copa. De acordo com Maria José de Medeiros, secretária adjunta da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas), desde o ano passado, Natal vem desenvolvendo uma agenda de convergência de proteção às crianças e adolescentes em situação de risco social. "Vamos utilizar a experiência do trabalho de alguns agentes na Copa das Confederações e junto com Carlos Simões, o coordenador do Comitê Local de Proteção de Crianças e Adolescentes na Copa de 2014, em Porto Alegre, vamos elaborar um planejamento estratégico. A Semtas já tem um planejamento para a o Fifa Fan Fest, com plantões integrados, centro de convivência temporários para adolescentes em situação de risco e es-

paço de identificação e proteção à criança e ao adolescente, que é uma exigência da Fifa. A Semtas já experiência em eventos como o Carnatal, mas a Copa é um grande evento e vai ser um teste importante,", pontuou. A promotora de Justiça Gerliana Araújo Rocha, coordenadora do Centro de Apoio às Promotorias da Infância e da Juventude, explicou que o Ministério Público funcionará como um articulador das entidades e fiscalizador das ações definidas para cada ente dentro do planejamento estratégico. "O grande diferencial para o sucesso deste trabalho é a integração e comprometimento dos envolvidos. Temos várias dificuldades a serem enfrentadas, como a falta de verba específica, mas temos força de trabalho. Estivemos recentemente em Brasília nos reunindo com os representantes de comitês e acreditamos que a Copa vai trazer como ponto positivo uma grande articulação da rede de proteção da infância e adolescência". Para Carlos Fernando Simões Filho, coordenador do Comitê Local de Proteção de Crianças e Adolescentes na Copa de 2014, em Porto Alegre, e convidado para intermediar o evento, é necessário a integração do governo e sociedade civil, por meio do compartilhamento das responsabilidades. "Hoje vamos expor nossas ideias, as dificuldades e após fazer este levantamento vamos eleger metas e definir o papel de cada um com prazos para serem cumpridos até 11 de junho". Wellington Rocha

Proposta definida hoje é que seja promovido debate com todos os atores envolvidos CMYK


Segunda-feira

Cultura

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 9

Pense Positivo

RELAXE DURANTE O CARNAVAL, ESTÁ TUDO BEM PARA 41% DAS PESSOAS;

IGNORE O TRÂNSITO E OS HOMICÍDIOS CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

A distância do lugar mais profundo nos oceanos, a Fossa Mariana, no Pacífico, à montanha mais alta, o Everest, é de apenas 20 quilômetros – trajeto entre Natal e a praia de Cotovelo. É nessa faixa compacta que tudo acontece para nós, seres humanos. Como poucos homens conseguem, livremente, sem oxigênio complementar, descer a uma profundidade oceânica maior que 70 metros, e apenas andinos e tibetanos topam morar acima dos quatro mil metros de altitude, somos amassados feito latas de alumínio reciclável. Para piorar, descontados o Ártico, a Antártida, os desertos e as florestas, sobram meros 4% da superfície terrestre para sete bilhões de pessoas. E adotamos um padrão urbanístico-cultural que apresenta sinais de inviabilidade, no curtíssimo tempo histórico em que foi testado. As cidades foram desmatadas para cederem espaço ao concreto e aos automóveis. Estes, aliás, a máquina mais mortífera da humanidade, desde a virada do começo do século XX – exceto pelo comunismo, né, companheiro? No Brasil, o cenário é desolador. Pense nas capitais que você conhece. Qual delas é arborizada, limpa, segura, de fácil locomoção? Nenhuma - nossa ‘urbe modelo’, Curitiba, tem uma taxa de homicídios de América Central, com 55,9 mortes para cada 100 mil habitantes. Uma imoralidade vergonhosa. O pensamento é o seguinte: “Planta é atraso, carro e moto pra todo mundo, parcelado bem direitinho, e bala na cabeça dos bandidos, que o resto Deus resolve!”. Quem tem dinheiro se isola em um forte apache vertical ou horizontal. “Quanto mais alto, mais perto de Deus”; “Enquanto aqui embaixo vivemos no Inferno, seu herege”. Já os lascados, se amontoam em ruas, em favelas, loteamentos e assentamentos, verdadeiros gulags tropicais, ignorados pelo Estado. Só são Pedro e a editoria de polícia para nos lembrar de que eles existem, ao desvelarem tragédias cotidianas pra todos os gostos. Nesse ambiente fértil é que surgem as piores patologias humanas, que logo, logo atingem os ‘civilizados’. Nada disso é novidade. A coisa foi apodrecendo aos poucos, com a anuência de todos. Até que o PT chegou ao poder em 2003 com a

promessa de revolução. E fracassou profundamente. Menos por incompetência para brecar os problemas, mais por aprofundá-los. Pois, para alimentar o pobre, e sem saber como fazer isso, optou pelo assistencialismo barato. BolsaPra-Que-Te-Quero! Conseguiu piorar a vida da maioria – ou não somos um país de classe média, como é bem dito na propaganda oficial? Sobram denúncias e reportagens sobre casos e mais casos em que o Bolsa Família, sem a contrapartida sanitária e educacional, passa longe da plena efetividade. No campo, tem gente que recusa trabalho por pura soberba empregatícia de quem ganha um troquinho de Papai-Estado. "Besta é tu!". Assim como são inúmeros os apontamentos de que nossa economia não está nada bem – alta do dólar, balança comercial negativa, previsões sempre abaixo do esperado para o PIB, fracos investimentos em infraestrutura, etc. Deixamos de ser o queridinho do mercado faz tempo, sem o carisma de Lula e a grana estrangeira que correu solta por uns bons anos – Eles comemoram, mas vejo os 41% (nem a metade) de opiniões “boas” ou “ótimas” sobre o governo Dilma como um péssimo sintoma. Digamos que sua chefe dissesse o mesmo. “Fulano, 41% dos clientes estão satisfeitos com seu trabalho”. Ou sua mulher: “Meu amor, você me satisfaz em 41% das coisas”. Quem sabe a filha: “Pai, você é 41% legal”. Seria carreira para o Rivotril ou não? A questão vai além: se for verdade que somos um país de classe média, como a presidente está à frente nas pesquisas? A indignação é generalizada. Números manipulados? Falta de um opositor confiável? Ou ainda somos miseráveis em essência? Estoura o escândalo dos médicos cubanos, situação altamente suspeita, e o que o Governo diz? Que vai negociar para aumentar o valor pago aos profissionais de U$400 para U$1mil, mesmo que o restante, cerca de U$2,3 mil, tenha destino desconhecido. E por aí vai... Mas isso é balela para encher página de jornal, não é? O que importa é que sexta-feira que vem começa o furdunço. Vamos todos tomar cachaça, ouvir música ruim e crescer as dívidas e o bucho, por que a vida nunca esteve tão boa. Só os pessimistas não enxergam.

CURTAS

ccpsilva@hotmail.com

BLOG Lá em conradocarlos.jornaldehoje.com.br tem dois vídeos do pianista espanhol Abe Radábe, galego de Santiago de Compostela que tem feito barulho no jazz europeu. Filhos e irmão de escritores, ele acumula prêmios desde 2001, ano em que lançou seu primeiro álbum, “Babel de Sons”. Aos 36 anos, Abe é formado pela Berklee College of Music, em Boston, EUA, onde virou mestre no instrumento. “A música é um dos canais mais poderosos de comunicação”, afirma o autor de “9 contra 4” e “Like Sonny”, temas imperdíveis nesta segunda que antecede o Carnaval. SEGUNDAS INTENÇÕES No Taverna Pub, quem estiver desacompanhado terá preferência, na noite de hoje (24). No esquema da antiga noite dos solteiros da extinta Liverpool, frequentadores trocarão torpedos com mensagens galanteadoras, enquanto a música come solta em um dos espaços mais legais de Natal. A banda 3 Passos tocará sucessos do pop/rock nacional e internacional e sequência, Bosco Moraes & Escola Malandros do Samba farão a festa com sambas-enredos. Tudo a partir das 20 horas. PASSO À FRENTE A maior rede potiguar de fast-food, o Pittsburg, sai na frente e lança nos próximos dias uma tecnologia que vai disponibilizar para seus clientes em todas as lojas da rede a opção de tradução do cardápio inteligente via QR Code. Com a nova ferramenta, o cliente poderá optar pela tradução dos cardápios em dois idiomas (inglês e espanhol) e ainda acessar a versão em português. Além disso, a loja da Prudente de Morais contará com tablets de atendimento para quem não tiver o equipamento adequado para leitura do QR Code. CMYK


10 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Cidade

Segunda-feira

DELEGACIA DA REDINHA É INTERDITADA Sinpol/Divulgação

PRÉDIO

ONDE

FUNCIONA A

DP

ESTÁ COM VÁRIOS PROBLEMAS DE ESTRUTURA E PODE DESABAR

tadas, apesar do diretor da unidade já ter solicitado a remoção dos veículos. Esta reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Delegacia Geral de Polícia Civil, a Degepol, no final da manhã de hoje. Mas, o órgão informou ainda não ter sido notificado de qualquer decisão tomada pela Defesa Civil, e que não se pronunciaria até receber uma informação considerada oficial sobre o fato.

DÉBORAH FERNANDES REPÓRTER

Teto da Delegacia de Polícia da Redinha estaria comprometido. Agentes que trabalham no local temem um desabamento a qualquer momento. Unidade também tem falhas de segurança. Apenas um portão de madeira protege o local da via pública Wellington Rocha

A 13ª Delegacia de Polícia de Natal, localizada na Redinha, foi interditada pela Defesa Civil na manhã de hoje. A unidade está com parte do teto comprometido e sob risco de desabamento. A situação é a mesma há meses, oferecendo risco aos policiais civis e escrivães lotados na unidade. O Sindicato dos Policiais Civis do RN (Sinpol), solicitou visita da equipe da Defesa Civil, após várias denúncias contra a estrutura aos órgãos fiscalizadores, e “inúmeros” ofícios solicitando providências do Estado, sem qualquer providência ser tomada pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed). “Nós já havíamos solicitado inúmeros ofícios pedindo a senhora governadora uma providência, sem resposta. Isso é o retrato do descaso do governo com a segurança pública do Rio Grande do Norte”, afirmou Djair Oliveira, presidente do Sinpol. A equipe do O Jornal de Hoje

esteve na delegacia no final do mês passado, e comprovou a situação precária em que o prédio se encontrava. Esta falta de estrutura também foi noticiada em rede nacional pela equipe de reportagem do SBT Brasil, telejornal exibido pela emissora SBT, na mesma época. Durante a reportagem, o JH re-

latou as condições estruturais da delegacia. Logo na entrada do 15º Distrito Policial, o portão de madeira mostra a insegurança que os profissionais daquela unidade vivenciam. A responsável pela limpeza da unidade chegou a confessar que dificilmente conseguia varrer o chão, que ficava coberto pelo

teto comprometido. A laje poderia cair a qualquer momento. Além disso, os móveis estavam deteriorados, enquanto o computador da sala de investigações não funcionava. Ainda foram encontrados coletes vencidos e falta de armas para os agentes. Quatro carros e duas motos apreendidas estavam encos-

> ROTINA DE EXECUÇÕES

Mais 12 mortos em final de semana violento no Estado Portal BO

O Rio Grande do Norte registrou mais um fim de semana violento. Segundo o Instituto Técnico Científico do Estado (Itep), foram contabilizados 12 homicídios durante o fim de semana (sábado e domingo) e as primeiras horas de hoje. Os crimes aconteceram em sua maioria na capital e região metropolitana, além disso, foram registrados também na região Oeste do estado. Os dois últimos foram contabilizados hoje pela madrugada em Natal, mas ainda não identificados pelo Itep. Na noite de ontem, um jovem foi morto a tiros no bairro DixSept Rosado, na zona Oeste de Natal. Mikael Ely Neves Cardoso, de 22 anos foi atingido por quatro disparos de revólver calibre 38. A Polícia Militar acredita que o crime foi motivado por acerto de contas pelo envolvimento da vítima com o tráfico de drogas na região. Segundo populares, o executor seria um rapaz com quem Mikael teria uma rixa.

Mikael Ely Neves Cardoso, de 22 anos, foi atingido por quatro disparos em via pública no bairro de Dix-Sept Rosado Durante a madrugada do mesmo dia outros crimes foram registra-

dos. Na avenida Moema Tinoco, no conjunto Pajuçara, Raul Brito

Lino, de 29 anos, foi assassinado a tiros em frente a uma resi-

dência. Já na Avenida Maranguape, no Panatis, a vítima foi uma adolescente de 13 anos identificada como Tamara Souza de Oliveira. A Polícia não soube informar o que teria motivado, ou como aconteceu o crime. Em Ceará-Mirim, um adolescente foi morto a tiros na porta de casa enquanto tomava conta de três irmãos mais novos, inclusive um bebê de cinco meses, na madrugada de ontem. Bruno Henrique, de 15 anos, ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. Os suspeitos fugiram em um carro. Também no município, no sábado, o auxiliar de serviços gerais, Daniel França de Souza, de 18 anos foi morto por volta das 22h dentro de um bar. Os suspeitos estavam em uma moto, quando um deles desceu e entrou no estabelecimento, atirando contra a vítima. Após o crime os suspeitos fugiram sem identificação. Na região Oeste do Estado, Jálison Luiz Pereira, 26 anos, foi morto a tiros, no assentamento

Pedrinhas, município de Areia Branca. No mesmo dia, Pedro Manoel da Silva, 29 anos, também foi assassinado a tiros, desta vez em Arapuá, na zona rural do município de Ipanguaçu, na região do Vale do Açú. Ainda no sábado, em São Gonçalo do Amarante, região metropolitana de Natal, Valmir de Freitas Rocha, de 41 anos, foi abordado por dois homens em uma moto e assassinado a tiros. Em São José de Mipibu, João Tomaz da Silva Neto, 31 anos, foi morto na comunidade de Sítio Laranjeiras dos Cosmes. Segundo a PM, o homem caminhava por volta das 21h do sábado (22), quando foi surpreendido por dois homens que se aproximaram em uma motocicleta. João Tomaz foi atingido por vários tiros e morreu na hora. Na madrugada do domingo, moradores do sítio Caieiras encontraram o corpo de um homem, com várias perfurações de faca, estirado em uma estrada carroçável da comunidade. Wellington Rocha

> TROPA DE ELITE

Polícia Militar realiza seleção para compor o efetivo da Força Nacional A Polícia Militar do Estado do Rio Grande do Norte selecionará amanhã, 20 PMs, para comporem o efetivo do órgão na Força Nacional de Segurança Pública (FNSP). Serão realizados exames médicos, de aptidão física, análise de comportamento do militar na corporação, além de investigação social. Os militares ficarão à disposição da Força Nacional, por um ano. As vagas são destinadas a PM's que ainda não fazem parte do contingente da PMRN na

Força Nacional. Os selecionados irão participar da Instrução de Nivelamento de Conhecimento (INC) e ficarão à disposição daquele órgão pelo período de um ano, podendo ser prorrogado por mais 30 dias. Para o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Francisco Araújo, os PMs que forem selecionados terão a oportunidade de especialização e contato diferenciado do que o vivenciado aqui em Natal, além disso, há uma con-

tra partida do Governo Federal em enviar materiais para o estado. "Quando nós enviamos efetivos para a Força Nacional, em contrapartida recebemos viaturas, coletes balísticos e pistolas", afirmou o comandante. O Processo Seletivo destina uma vaga para o posto de Capitão, duas para Tenente, quatro para Subtenentes e Sargentos e 13 para Cabos e Soldados, os quais deverão passar por avaliação de saúde e física, além de in-

vestigação social. Para se inscreverem os candidatos deverão preencher alguns requisitos como possuir bom comportamento, não ter sido responsabilizado ou condenado por infração administrativa grave ou condenação penal nos últimos cinco anos, além de outros requisitos. As inscrições deverão ser realizadas na Diretoria de Pessoal, localizada no Quartel do Comando Geral, nos dias 25 e 26 de fevereiro, das 8h às 12h.

Comandante da PM, coronel Francisco Araújo enfatiza importância da seleção


Cidade

Segunda-feira

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

COPA 14 O instituto Datafolha revelou ontem que 48% dos brasileiros não aprovam a realização da Copa do Mundo no país. Em recente pesquisa de outro instituto, DMA, para a CNT, o índice de rejeição às arenas milionárias chegou a 80% dos entrevistados.

O amor ainda pulsa O pulso ainda pulsa. Diz a canção dos Titãs narrando um quadro de multi-infecção de um corpo humano que resiste em morrer. Há quem veja semelhante situação no âmbito social e cultural do planeta, um corpo doente pela insensatez da vil humanidade. A crise moral que assola o mundo, envolto em conflitos sociais e sofrendo uma inversão de valores como jamais vista, lembra um moribundo se agarrando à vida no pouco de ar que lhe chega aos brônquios. Um sopro de vida detectado no pulso que ainda pulsa. A literatura religiosa é rica em passagens sobre crises morais que põem em risco a continuidade dos homens, como na emblemática discussão no livro Gênesis, entre o profeta Abraão e seu deus que ameaça destruir as cidades de Sodoma e Gomorra. É considerada a mais ousada interlocução entre um mortal e o divino, apesar de haver outros episódios em que o deus hebreu discute com Moisés, com Jeremias e com Habacuque. O diálogo com Abraão lembra os dias atuais, se estivéssemos ameaçados. Os crimes e o pecado generalizado nas duas cidades geraram a ira santa do dono do mundo, que de imediato avisou ao patriarca sua decisão de destruí-las. Segue-se uma conversa em que Abraão indaga se os homens justos morrerão por causa dos ímpios. "E se houver 50 justos na cidade? Matar o justo com o ímpio, tratando o justo e o ímpio da mesma maneira. Não agirá com justiça o juiz de toda a Terra?". E vem a complacência: "Se eu encontrar 50 justos pouparei a cidade inteira por amor a eles". A narrativa bíblica cai bem para os dias atuais, onde fica cada vez mais difícil encontrar pessoas de grandes gestos, de boa índole. Os bons estão sumindo, alguns perdendo a inocência, outros enclausurados de medo num mundo cada vez mais violento. E se houvesse um ser superior, uma raça extraterrestre que decidisse destruir a Terra por causa de tanta iniquidade? Quem seriam os representantes daqueles poucos justos supostamente existentes nas cidades que Abraão soube defender com sabedoria? Pois eu achei dois casos exemplares de que a vida humana ainda vale a pena ser vivida e perpetuada. Duas lindas histórias de gente da vida real, que expressaram de forma natural um grande amor pela vida de outra pessoa, duas grandes condutas pessoais. A primeira foi publicada hoje no diário americano Miami Herald, contando o caso de Pamela Ruseo, 37 anos, residente em Miami. Ela transportava o pequeno sobrinho de 5 meses para uma consulta médica, quando percebeu que sua respiração havia parado. Parou o carro no meio da estrada e tentou lembrar de um curso de pequeno socorros feito na escola gina-

PROTESTOS Já quanto aos protestos planejados para o período da Copa, a maioria do povo é contra, confirmando o histórico perfil ordeiro dos brasileiros. Apenas 32% aprovam as manifestações, enquanto 63% discordam. O Datafolha aferiu também por regiões.

sial. Pegou a criança, já pálida e imóvel, e iniciou uma reanimação respiratória no tipo "boca a boca". A imagem foi captada por um fotógrafo que passava. Foi ele quem tratou de chamar uma ambulância, enquanto registrava o ato da tia do bebê, que conseguiu reanimá-lo e entregá-lo com vida aos paramédicos. A outra história foi publicada semana passada no diário New York Daily News. Um romance real. Ed e Floreen se conheceram quando ela participava de uma festa, em 1952, a primeira desde que perdera o marido com quem estava casada há somente seis meses. Aquele contato, além de quebrar o luto da moça, foi um clássico caso de amor à primeira vida. O acidente que vitimou o marido de Floreen a deixou sem movimentos nas pernas. O jovem Ed foi pedila em casamento e ouviu um não do futuro sogro: "de jeito nenhum, ela vai precisar de alguém para cuidar dela para o resto da vida". O rapaz enamorado disse que jamais iria deixá-la, nem mesmo quando estivesse morrendo: "eu prometo cuidar dela para sempre e se eu tiver que levá-la comigo quando morrer, o farei". E 62 anos depois daquele diálogo, Ed cumpriu a palavra. Aos 82 anos, Floreen foi internada com insuficiência cardíaca no United Methodist Medical Center, em Batavia, Nova York. Com 83, Ed sofreu uma grave lesão na perna que infeccionou e atingiu órgãos vitais. Os médicos deram-lhe poucos dias de vida. Ao saber que a mulher também estava doente, pediu aos familiares para colocá-lo ao lado dela. Durante todos os dias, Ed e Floreen ficavam de mãos dadas, um leito ao lado do outro. Os dois morreram com 36 horas de intervalo e foram enterrados juntos. Creio que algum satélite, ou o telescópio Hubble, devem ter captado a reação de seres espaciais desistindo de um ataque para exterminar um planeta infeccionado de maldades. O amor de Ed, Floreen e Pamela ainda tem como nos curar a todos. (AM)

PROTESTOS II A região Sul é a que registrou maior percentual de apoio às manifestações programadas para junho e julho, com 60% de aprovação; já o Nordeste é a que menos aprova, apenas 46%. No Sudeste, onde ocorrem mais tumultos, a aprovação chega a 55%. DESFEITA Eu já reclamei aqui uma homenagem do PSB ao militante e filiado Rubens Lemos, que escolheu a legenda como sua última trincheira. E François Silvestre agora registra o total esquecimento do PT, que teve em Rubão seu primeiro nome ao governo, em 1982. Um longa metragem vai contar a história da amizade entre o mítico ator James Dean e o fotógrafo da revista Life, Dennis Stock. O vampiresco Robert Pattinson ABRIL As costuras políticas continuarão pelas bordas do fará o papel do astro de Juventude Transviada e Dane tecido partidário, mas só terão o definitivo alinhavo na DeHaan (de Poder Sem Limites) será o repórter. A primeira semana de abril, quando as agulhas de Gari- direção ficará sob a batuta de Anton Corbijn e terá a baldi Filho (PMDB) e Wilma de Faria (PSB) fechaparticipação de Ben Kingsley e Alessandra rem o ponto do grande cerzido. Mastronardi. Estreia em 2015.

JAMES E DENNIS

ENSAIO Já por duas vezes, foi ensaiada a propagação de supostas pesquisas apontando recuperação da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) na preferência popular. Em ambas as vezes, na página de blogues cujos autores são diletos amigos de José Agripino. VISITA Fiel torcedor do ABC, o vice-governador Robinson Faria (PSD) não viu a derrota para o América. Tirou o domingo para visitar Dona Angelita, uma senhora de 80 anos, no distrito Corte, em Pedro Velho, cujo sonho era conhecê-lo. Vota nele desde 1986. SOGRÃO "Velho é o seu noivo!". Disparou o apresentador Silvio Santos, ontem em seu programa, em resposta a uma crise de ciúmes da filha, Patrícia Abravanel, que citou sua idade (83) como empecilho para seus assédios verbais à colega de bancada, Helen Ganzarolli.

TRÂNSITO Um caos em pleno domingo no cruzamento da avenida Prudente de Morais com a rua Militão Chaves, em Candelária, quando todos os semáforos do local ficaram sem funcionar das 9h da manhã até o início da noite. Não se viu um só "amarelinho". TRÂNSITO II Agora que o governo do estado conseguiu oficializar a licitação publicitária e destinar uma verba específica para o Detran, bem que poderia lançar uma campanha em parceria com a STTU para educar os motoristas de Natal, culpados em 60% dos problemas. TRÂNSITO III Os constantes congestionamentos em Natal não podem ser depositados apenas na conta do poder público. Os motoristas contribuem muito para o caos, conduzindo lentamente na pista esquerda, formando filas duplas nos retornos e nas portas das escolas.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

Imposições

A política potiguar sempre teve dessas coisas. O mais forte, naturalmente, acaba colocando sua vontade sobre a dos demais, e mesmo assim é aceito, pelo simples fato de ser mais poderoso que os demais. Os exemplos são muitos, tanto no passado histórico das grandes campanhas, como nos últimos anos. Em 2006, o PMDB abriu mão do apoio de Geraldo Melo e do seu PSDB, para apoiar a eleição de Rosalba Ciarlini para o Senado, numa dobradinha com Garibaldi candidato ao governo. O então tucano foi para a disputa sozinho e, como esperado, acabou perdendo para sempre o seu mandato no Congresso Nacional. Dois anos depois, veio o exemplo mais claro de imposição até hoje registrado no cenário eleitoral do Rio Grande do Norte. Já fora da disputa, Fátima Bezerra foi alçada para concorrer a Prefeitura de Natal sob a batuta do PMDB, PT e PSB, no famoso acórdão de poderosos que acabou deixando até o presidente Lula derrotado. Já em 2010, fortalecido pela condição de governador em exercício durante a campanha, Iberê Ferreira de Souza se impôs como candidato

CALÇADÃO

Divulgação

do PSB, afastando Robinson Faria de sua base aliada e o jogando nos braços da oposição, comandada habilmente por uma Rosalba que parecia imbatível nas urnas. Agora, no pleito que se aproxima, de novo a união PMBD, PT e PSB está no debate central. Mas, dessa vez, parece que os três querem impor seus desejos. Os peemedebistas terão candidato a governador, e não aceitam nomes de outras legendas, embora os seus próprios não aceitem participar do jogo. Os petistas, apesar do acúmulo de derrotas majoritárias no RN, não abrem mão de Fátima Bezerra na corrida pelo Senado e, para isso, são capazes até mesmo de dividir o palanque de Dilma Rousseff no Estado. Enquanto o PSB, mais uma vez, aposta em Wilma para retomar o protagonismo eleitoral de antigamente. No final, no tabuleiro das imposições políticas, o mais curioso é a dependência dos eleitores para isso tudo conseguir qualquer validação. Nessas horas, a história mostra que não adianta bater na mesa ou gritar mais alto, é o silêncio das urnas que definirá o vencedor. Isso quando a população não sair derrotada.

“SAI DAÍ ZÉ”

A Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura decidiu prorrogar, por mais 60 dias, os prazos de vigência e execução dos serviços de recuperação da orla marítima, compreendendo serviços de reconstrução de muro de arrimo, recuperação de calçadas, parapeitos e bancos, no trecho entre a praia do Forte e a de Areia Preta. Agora, a empresa F Dois Engenharia Ltda tem até 19 de março para concluir o serviço, segundo o Diário Oficial.

O mais famoso delator do Brasil, diz estar “angustiado” à espera do seu mandado de prisão, que deve chegar as suas mãos a qualquer momento. Hoje pela manhã, o ex-deputado Roberto Jefferson, responsável por denunciar todo o esquema do maior escândalo de corrupção do país, o mensalão, conversou com alguns jornalistas e disse que “faria tudo de novo” se tivesse a chance mais uma vez.

SEM DESCANSO

Se ainda havia dúvidas sobre a ditadura venezuelana, não há mais. Depois de expulsar jornalistas internacionais do país, agora o governo do presidente Nicolás Maduro decidiu bloquear o acesso da população as redes sociais, mecanismo utilizado para organizar os protestos nas ruas do país. Mas, Dilma Rousseff e o Mercosul mantêm o apoio ao ditador. E agora?

A Prefeitura de Natal decidiu suspender as folgas dos servidores da Guarda Municipal durante o período carnavalesco, entre 1º e 4 de março. A medida foi publicada hoje no Diário Oficial do Município e leva em consideração o dever da entidade a favor da segurança pública e de não possuir pelotão de reposição.

VERGONHA

Gira Mundo Divulgação

O Estadão de hoje destaca. A padaria Panetteria, em São Paulo, lançou no começo do mês um desafio para clientes. Quem comesse a coxinha de 1 kg em menos de dez minutos não pagaria a conta de R$ 32,90. O resultado da ação, que vai até o final de fevereiro, está sendo positivo. Tanto que o produto permanecerá no portfólio da empresa. Até agora 800 pessoas participaram do desafio e 122 ganharam. No total, a loja já vendeu mais de 1.500 coxinhas de um quilo e quase dobrou a venda de coxinhas de tamanho tradicional.

Megafone Divulgação

“Sou botafoguense, estou acostumado a sofrer”

ROBERTO JEFFERSON EX-DEPUTADO FEDERAL, DELATOR DO MENSALÃO, À ESPERA DO MANDADO DE PRISÃO EMITIDO PELO STF

RECONHECIMENTO

A governadora Rosalba Ciarlini merece todos os méritos por começar a tirar do papel a instalação da ZPE de Macaíba, tão discutida e por tanto tempo quanto a construção do Aeroporto de São Gonçalo. Mas, por outro lado, o governo da democrata ainda peca pela falta de respostas em setores básicos, como a questão da insegurança nossa de cada dia.

CADÊ A TORCIDA???

Lamentável o público para assistir ao jogo mais tradicional do futebol potiguar. Pouco mais de 11 mil pessoas compareceram ao Arena das Dunas para acompanhar o bom jogo entre ABC e América. Assim, todo o anel superior do estádio ficou vazio. Não se sabe ainda os motivos da debandada, se o pífio futebol, o medo de confrontos entre as torcidas ou o preço dos ingressos padrão Fifa.

PEDRA NO CAMINHO

Começou a contagem regressiva para a Justiça do Trabalho considerar ilegal o programa Mais Médicos. Ora, é praticamente impossível um jurista considerar correto um projeto que paga R$ 10 mil a um trabalhador e menos de 10% disso a outro. Mais um problema que, se não for bem gerenciado, pode acabar prejudicando de forma decisiva o programa, considerado uma das principais bandeiras de Dilma Rousseff para buscar a reeleição este ano.

SOCORRO

Cerca de 140 profissionais do SAMU 192 RN estarão de prontidão durante todo o carnaval até a quinta-feira, dia 05, em todas as bases de todas as regiões do Estado, dentre técnicos de enfermagem, enfermeiros, médicos, motoristas, operadores de rádio, operadores de frota e telefonistas.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Segunda-feira www.joaonetofotos.com

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - Interina: Taciana Chiquetti - e-mail: tacychiquetti@hotmail.com Cláudio Abdon

w LACUNA QUE SE ARRASTA O turismo do RN começa 2014 ano de Copa do Mundo e, por conseqüência, de divulgação internacional - precisando rever conceitos. Desde o início de janeiro, a Secretaria Estadual de Turismo não possui um titular e vai "quebrando o galho" com o interino George Lima. >>>

Roberto e Rebeca Gurgel: presenças sempre alegres nos eventos do verão potiguar

A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) não tem sinalizado previsão para solucionar essa lacuna...

Divulgação

>>> ...justamente na pasta que representa uma das principais atividades econômicas do Estado.

Secretário da Semsur Raniere Barbosa curtindo o 8° Baile de Carnaval do Mercado de Petrópolis, com a musa Karla Veruska, ao lado de Dalila

w AINDA NO PAPEL

Novo presidente da Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), José Edilberto de Almeida, que foi empossado, na semana passada, em cerimônia na Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas)

Sarah Wollermann

No âmbito legislativo, a Lei Estadual do Turismo, de autoria do deputado Gustavo Fernandes (PMDB), apresentada no ano passado, ainda tramita na Assembleia Legislativa do RN. >>>

José Newton, proprietário da sanduicheria Gourmet Burguer, e Welder Albuquerque, chef, que assina as delícias do cardápio. A casa terá franquia em Mossoró, a partir de março

E deve ir à plenário, neste primeiro semestre, assim que passar pelas comissões da Casa. >>> Que ainda estão em fase de formação.

Divulgação

w INSPIRAÇÃO DE SUCESSO A legislação inspirada do Sul do país deve colaborar para despertar o RN para esta temática. >>> De passagem a Natal, na última semana, Marta Rossi, idealizadora do Festival de Gramado, apresentou seu case de sucesso aos empresários que integram o Natal Convention Bureau. >>> O exemplo deixou ainda mais evidente como o turismo potiguar está longe de uma condição satisfatória.

w COMUNIDADE ENGAJADA Depois de presenciar uma mudança na sorte de Gramado como destino turístico, Marta conta que o que se vê na cidade, atualmente, é a comunidade engajada com a principal atividade econômica local. >>> "Quando a Prefeitura não faz a coleta de lixo, os próprios cidadãos denunciam à imprensa. Gramado é uma das poucas cidades brasileiras em que os motoristas dão a passagem para pedestres. A comunidade tem que querer a atividade turística para que dê certo", frisou.

w CARONA Ainda repercute a mensagem anual da governadora Rosalba, na Assembleia Legislativa do RN. >>> Críticos da Rosa dizem que os "estrategistas" do seu governo "pegam carona" nas obras do governo federal e, até mesmo, da Prefeitura de Natal para propagandear como se fossem suas. >>> "A visão do governo segue mesmo em descompasso com a realidade. E com a percepção dos potiguares...", opinam os anti-rosalbistas.

Deputada Gesane Marinho (PSD) e o prefeito de Serrinha, Fabiano de Sousa, com sua esposa Joilma: visita aos municípios do Agreste, neste fim de semana

w LIVRE EXPRESSÃO

O presidente da Confederação Nacional de Pescadores (CNPA), Abraão Lincoln, junto com uma comitiva de entidades representativas dos trabalhadores se reuniu, na semana passada, com o presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves (PMDB), o deputado federal Paulo Pereira (SDD) e o presidente da Força Sindical, Miguel Torres, com objetivo de garantir o direito a livre expressão do trabalhador brasileiro.

públicas do esporte em Natal, no próximo dia 20 de abril. >>> É o que garante o secretário da Sejel/Secopa, Luiz Eduardo Machado.

w CONFIANÇA EM BAIXA

O Índice de Confiança do Consumidor (ICC), medido pela Fundação Getulio Vargas (FGV), caiu 1,7% de janeiro para fevereiro deste ano.

>>> O grupo foi fazer pressão, no Congresso Nacional, contra a aprovação do projeto de lei que tipifica o crime de terrorismo e vem sendo chamado de "lei antimanifestação".

w CIDADES DA COPA

A cidade de Natal é a 10ª cidadesede da Copa do Mundo a receber o projeto "Cidades da Copa". >>> O objetivo do projeto é debater e entregar, à Prefeitura de Natal, um plano que irá nortear as políticas

>>> Essa é a terceira queda consecutiva. >>> Entre os fatores que levaram à queda está um menor grau de satisfação dos consumidores em relação à situação econômica do Brasil. >>> O otimismo em relação ao futuro, medido pelo subíndice de Expectativas, caiu 1%.

GIRO PELO TWITTER ...do jornalista Gilberto Ribeiro: “Existem pessoas que precisam andar com o passo de outra. Precisam de uma liderança para seguir. É nesta hora que pode surgir um líder falso”. ...do psicanalista Flávio Gikovate: “Quando alguém decide ser mais firme, terá que enfrentar o medo de não ser tão bem aceito pelas pessoas íntimas e corre o risco de fracassar”.

...do ex-deputado Laíre Rosado: “Venezuela cassa credenciais de sete jornalistas da CNN”. ...da colunista social Soraya Vieira: “Cachoeira do Pinga em Portalegre: vale a pena conhecer”. ...do tucano Rogério Marinho: “Contabilidade criativa, apagão e inflação, insegurança e logística deficiente, solução do Mantega: aumento da carga tributária...”

CMYK


Cidade

Segunda-feira

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w SABE - I O prefeito Carlos Eduardo Alves sabe sim. De tudo. E soube em Brasília. Que o candidato é Henrique Alves a governo e Wilma de Faria disputará o Senado. E João Maia uma opção para vice-governador.

w NOTA Dos quatro diáconos a coluna recebeu carta invocando o direito de resposta - debaixo das vestes solenes há sempre um punhal? - e informando que as suas Dalmáticas custaram, ao todo, R$ 2.851.20 e não R$ 3.200,00 cada uma, como noticiou esta coluna na edição do dia 20. Ainda bem. Prevaleceu o bom senso na Igreja de Francisco, o Papa que comove o mundo com a sua humildade. Eis a carta:

w BLOCO - II Sabe também que um bloco de dez pequenos partidos vai declarar apoio à candidatura Henrique Alves, o que pode significar de três a quatro minutos de tevê, o que esvazia duramente a chapa de oposição. w MINISTRO - III Que o senador Garibaldi Filho deixa o Ministério da Previdência não para ser candidato contra Wilma, mas para ser ministro da integração nacional, uma pasta com o elevado poder executivo em todo país. w MAIS - IV O deputado Walter Alves será candidato a federal na vaga de Henrique Alves com amplas e inegáveis chances de ser eleito com grande votação em todas as regiões do Estado como herdeiro de Henrique. w CHANCE - V O deputado Henrique Alves, cuidadoso, vai oferecer espaço ao PT propondo sua presença na aliança proporcional, mas sem veto ao PSB, DEM e PSDB. Quem soma tempo de tevê subtrai do adversário. w SUPLENTE - VI O engenheiro e empresário Flávio Azevedo, do PMDB, pode ser o primeiro suplente de Wilma. Chega não só como um amigo de confiança, mas com forte chancela de prestígio do senador Garibaldi Filho. w SAÍDA - VII O PSD do vice Robinson Faria pode resistir como candidato de oposição ou fazer também aliança com o PMDB na chapa proporcional. Livra a bancada do isolamento e seria candidato a deputado federal.

O

OS NORMAIS

lhe Senhor Redator, se há uma coisa sem graça nesse mundo de Deus, são as pessoas muito normais. Não diria que são insuportáveis para não parecer blasfemo e herege, mas desconfio que eles não servem nem como maridos. Como amantes, então, nem pensar. Há neles qualquer coisa de muito monótono porque em geral são homens sem sensualidade. E as neuroses, sejamos sinceros, completam a condição humana com aquela parte indispensável, ali onde ardem os grandes mistérios do desejo. Não critico o homem provedor, preocupado em manter a dispensa. Não é uma tarefa gloriosa, convenhamos. Mas pior seria não poder abastecê-la. Refiro-me ao homem absolutamente reto, daquela retidão inabalável. O homem-pérola imagina que sendo perfeito é insubstituível e que a sua alma estará sempre resguardada de todos os perigos do amor. Pobre engano. Julgam-se livres da prática do pecado e nem notam que é deles o velho perigo de serem passados pra trás nos jogos dissimulados da sedução. Lembro um ensaio sobre o amor de Luiz Lobo na revista Status, naquela fase dos anos setenta. Na abertura, em página dupla, uma mulher belíssima dormindo entre lençóis de cetim ilustrando um título genial, posto assim: 'Não acorde sua mulher. Ela pode estar sonhando com o homem que sempre desejou'. Ora, a leveza do grande redator que é Luiz Lobo, além de um velho fauno de olhos muito afoitos, sugeria o mais terrível dos medos masculinos - que suas mulheres sonhem com outros homens.

Não significa dizer que os sonhos, de tão íntimos, precisem ser confessados no desejo absoluto da sinceridade. Acho até que o amor pede moderação nessas afoitezas muito naturais e quando escravo do enlevo. Depois, Senhor Redator, na arte de amar, aquela de Ovídio, a lisonja também é um inimigo de muita artimanha. O elogio, às vezes, é uma máscara. E o desejo, mesmo que nunca passe dos olhos nos seus jogos ardentes, ainda assim vale à pena jogar o jogo de não jogar da grande arte da sedução. Há um velho saber de Espanha, Senhor Redator, que avisa há séculos, nas ruas e nas palavras das suas velhíssimas novelas, que ainda sobrevivem na península Ibérica: 'Dinheiro e amor, Diabo e loucura, mal se dissimulam'. Não seria hoje, em nome da vida moderna, que a carne, tão fraca, será diferente. Naqueles tempos, diziam os céticos, acreditando que os venenos de Deus são os remédios do Diabo, que o demônio não prolongava a vida, mas algumas vezes sabia fazê-la mais viva e ardente. É verdade, o diabo não dissimula. Um dia entrou na sala da direção comercial do Diário de Natal um anão, gerente de um circo mexicano que estava em Natal. Depois de discutirmos longamente locais e preços de anúncios, disse, para desanuviar a conversa já tensa: mais barato só se o senhor mandar de presente as bailarinas. Grave, sobrancelhas crispadas, rebateu num português mexicanizado, e firme: 'O senhor não conhece aquelas mujeres para desejá-las. Elas son feas, velhas e abussadas'.

Reforma do camelódromo do Alecrim só deve começar no segundo semestre

Estimado senhor jornalista, Vicente Serejo, Saudações! O motivo do nosso contato é sobre uma nota que foi publicada na coluna do Jornal de Hoje, intitulada Cena Urbana, de sua autoria, no dia 20 de fevereiro do corrente ano. Dizia a nota: "Que esses novos Diáconos mandaram confeccionar em Campina Grande suas Dalmáticas e cada uma delas vai custar R$ 3.200,00. E onde fica a Igreja de Francisco, despojada de tudo, feita de pastores?". Embasados no direito de resposta da lei de imprensa Seguem alguns esclarecimentos: 1°) As Dalmáticas que nós encomendamos foram confeccionadas pela Congregação das Religiosas Pia Discípulas do Divino Mestre que é responsável pela loja de Paramentos litúrgicos "Apostolado Litúrgico" com sede em Recife - PE. 2°) Foram confeccionadas seis dalmáticas: quatro utilizadas no dia de ontem e outras duas que foram adquiridas por um religioso e por um seminarista estagiário que se interessaram no preço oferecido pela loja. 3°) O valor total pago por estas seis dalmáticas foi de R$ 2.851,20 o que equivale a R$ 475,20 por cada uma (o senhor pode verificar estes dados no cupom fiscal que enviamos em Anexo). 4°) Como fiéis seguidores da Igreja Católica, que tem como guia espiritual o Papa Francisco, optamos por um modelo simples e digno de paramento. Portanto, vimos através deste e-mail, solicitar a vossa senhoria a gentileza de publicar em sua conceituada coluna jornalística uma retratação afim de que possa ser reposta a verdade dos fatos. Colocamo-nos à disposição para qualquer outro esclarecimento. Atenciosamente, a) Diáconos Alan Franco Lago de Deus, Francisco Erivaldo Barbosa, Idelbrando Medeiros Basílio e João Batista Nunes Filho.

Fotos: José Aldenir

PREFEITURA DO NATAL LANÇARÁ EDITAL PARA CONVOCAR EMPRESAS INTERESSADAS DIEGO HERVANI DIEGOHERVANI@GMAIL.COM

A reforma do camelódromo do Alecrim, desejo antigo dos comerciantes da região e que foi anunciada em 2013 através de uma parceria com uma empresa privada, finalmente deve sair do papel ainda este ano. No final de abril, a Prefeitura pretende lançar um Edital de Promoção para atrair empresas interessadas em utilizar o local. "Várias empresas se mostraram interessadas em utilizar o local, que é uma região com um fluxo intenso de pessoas e uma ótima área para o merchandising. Temos empresas do ramo das bebidas e telefonia interessadas. Então vamos lançar o Edital de Promoção e a Prefeitura vai escolher a melhor proposta para Natal. A empresa vencedora terá o direito de explorar o espaço por cinco anos", afirmou Raniere Barbosa, titular da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), que explicou os motivos para que a parceria com a Claro, primeira interessada no projeto de reforma, não desse certo. "Em 2013, a Claro mostrou interesse no espaço e nos procurou com um projeto para a reforma do camelódromo do Alecrim. A burocracia no Brasil é uma coisa complicada. A Prefeitura não tem recur-

sos para fazer a reforma e a empresa tinha interesse, mas nós não tínhamos um instrumento legal para fazer a parceria. Demoramos um pouco para encontrar esse instrumento, que é o Edital de Promoção, pois a Prefeitura não tem como escolher uma parceira. Isso tem que ser feito por meio de edital. Com isso, a Claro não nos procurou mais", explicou Raniere. Hoje, a reforma do camelódromo está alçada em R$ 500 mil.

nheiro para fazer algum ajuste, os outros associados falam 'Mas a Prefeitura não vai fazer?'. Aí fica complicado. Como já fizeram tantas promessas e não cumpriram, vamos fa-

zendo a nossa parte. Quero até pintar o espaço antes da Copa do Mundo, para ficar um local mais agradável, pois atualmente está bem desgastado".

COMERCIANTES ESPERAM Enquanto a reforma no camelódromo não acontece, os comerciantes que trabalham no local fazem de tudo para mantê-lo funcionando da melhor forma para que as vendas continuem satisfatórias. Eles mesmos tentam arrecadar dinheiro para fazer pequenas reformas. "Nós sempre tentamos encontrar uma forma de fazer alguns ajustes aqui. Infelizmente a Prefeitura prometeu e ainda não cumpriu o que falou. Como nós dependemos desse espaço para ganhar o nosso dinheiro, sempre fazemos uma arrecadação entre nós mesmos", afirmou o presidente da Associação dos Comerciantes do Camelódromo do Alecrim, Djalma Sabino. De acordo com ele, cada promessa da Prefeitura dificulta ainda mais o processo de conseguir apoio dos demais associados. "Muitas vezes, quando vamos pedir o di-

Melhorias são feitas pelos próprios comerciantes para tornar local “mais agradável” CMYK


14 O Jornal de HOJE

Esporte

Segunda-feira

AMÉRICA

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Divulgação

Adriano Pardal, Artur Maia e Rafinha marcaram os gols da vitória americana

segue vivo no Estadual ALVIRRUBRO

VENCE

Com gols de Adriano Pardal, Arthur Maia e Rafinha, o América venceu ontem o primeiro clássico-rei da história da Arena das Dunas pelo placar de 3 a 2. Sueliton e Lucio Flávio descontaram para o ABC que ficou numa situação complicada na tabela de classificação. Já o alvirrubro, aumentou para onze jogos a invencibilidade no clássico e voltou a

ABC

POR

3

A

sonhar com o título do primeiro turno. Em quarto lugar com seis pontos e um jogo a menos, o time de Leandro Sena pode chegar a 15 pontos, necessitando apenas que Globo ou Alecrim percam um ponto nos dois últimos compromissos. O próximo jogoo do América pelo Campeonato Estadual será no domingo, dia 2, justamente

2

NO PRIMEIRO CLÁSSICO DA

contra o Alecrim. O confronto direto vai ser no Ninho do Periquito, em São Gonçalo do Amarante. Mas antes, a equipe alvirrubra jogará na quinta-feira (27), pela Copa do Nordeste. O duelo será contra o CRB-AL, pelo jogo da volta das quartas de final da competição. A partida será realizada na Arena das Dunas e iniciará às 20h. Somente a vitória por três gols de

ARENA

diferença interessa ao América. Sobre a vitória no clássico-rei, o técnico Leandro Sena elogiou a apresentação de Artur Maia e disse que irá torcer para o Globo perder pontos. "A confiança que os jogadores me deram foi importante, eles entenderam que era o momento da recuperação. O Arthur Maia já na partida contra o Globo muito bem e hoje ele foi muito

Alvinegro vai buscar reforços Após a derrota no clássico, o vice-presidente administrativo e financeiro do ABC, Rogério Marinho, disse que o clube irá buscar por novos reforços para qualificar o elenco. De acordo com Marinho o time precisa urgentemente de um substituto para Edson e um lateral-esquerdo. "Hoje ficou comprovado que

ainda não temos um substituto à altura de Edson, precisamos de um volante moderno que saia para o jogo e ajude no ataque. Também precisamos corrigir o problema da lateral-esquerda e já iniciamos os contatos", disse o dirigente que pretende anunciar as contratações antes do término do primeiro turno.

Em sexto lugar, com quatro pontos, o ABC possui chances remotas de ficar com o título da fase. Mesmo com um jogo a menos, o alvinegro só poderá chegar a 13 pontos, passando a depender da combinação de resultados de Alecrim, Globo, América, Coríntians e Baraúnas.

Globo e Alecrim seguem na liderança No jogo que marcava o duelo de líderes do Campeonato Potiguar, Alecrim e Globo acabaram empatando por 1 a 1, no Ninho do Periquito. Com o resultado, as duas equipes chegaram aos dez pontos e continuam nas primeiras posições da competição, no critério de desempate, o Globo é o líder com um saldo de sete gols contra

três do Alecrim. O primeiro gol da partida foi marcado aos 27 minutos do segundo tempo, pelo Verdão. O atacante Quirino recebeu de frente pro gol e, da entrada da área, chutou forte para abrir o placar. Aos 39 minutos, o atacante Ricardo Lopes empatou a partida em um lance parecido com o gol do Alecrim. Ele recebeu e de fora da

área bateu colocado no canto de baixo da meta, sem chances para o goleiro Danilo. Na próxima rodada, o Alecrim encara o América novamente no Ninho do Periquito. O jogo será na no domingo (02), às 17h. O Globo volta a atuar diante do ABC, na quinta-feira (06), às 20h30, na Arena das Dunas.

importante. A gente tem que fazer nossa parte e torcer por um tropeço do Globo já que a gente não enfrenta mais eles, temos que vencer as partidas que nos restam, sabendo que é dificil mas vamos trabalhar", disse o comandante alvirrubro.

PRÓXIMA RODADA 26/02 Baraúnas x ABC 27/02 Potiguar x Santa Cruz 02/03 Alecrim x América

CLASSIFICAÇÃO – 1º TURNO CLUBE Globo Alecrim Corintians América Baraúnas ABC Potiguar Santa Cruz

P 10 10 8 6 5 4 4 2

J 5 5 5 4 4 4 4 5

V 3 3 2 2 1 1 1 0

E 1 1 2 0 2 1 1 2

D 1 1 1 2 1 2 2 3

GP 12 7 7 7 4 5 2 3

GC 5 4 5 7 6 6 5 9

SG 7 3 2 0 -2 -1 -3 -6

% 66.67 66.67 53.33 50.00 41.67 33.33 33.33 13.33

Clássico mossoroense não teve gols No primeiro Potiba do ano, os dois times ficaram no empate sem gols, deixando os clubes em uma situação difícil na Copa Rio Grande do Norte. O primeiro tempo foi muito disputado com pouquíssimas chances de gol para as duas equipes. Pelo lado do Potiguar

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

Placar inquestionável

E VOLTA A SONHAR COM TÍTULO

Divulgaççao

O América foi absoluto no clássico-rei e começou ganhando o jogo quando Roberto Fernandes optou por deixar o seu melhor jogador no banco de reservas. Mesmo fora da forma física ideal, Lúcio Curió ainda é mais útil que qualquer outro atacante alvinegro. Sem força ofensiva, o ABC foi facilmente envolvido pelo entrosamento alvirrubro que teve vários destaques em campo. Entre ele Artur Maia. O meia que já havia se credenciado a assumir a camisa 10 no jogo contra o Globo, confirmou a previsão. Ele comandou as ações do meio-campo e fez muito bem a ligação com o ataque. Marcou o seu gol em cobrança de falta, e ainda deu o passe para Pardal e Rafinha marcarem. Joga muito este Artur Maia. A outra grande surpresa foi o volante Tiago Dutra no lugar de Raí. A mudança que o torcedor aguardava era por Bruno na lateral-esquerda, mas Dutra surpreendeu, marcou, apoiou e não comprometeu. Para completar a apresentação de gala, Dida fechou o gol. O goleiro começou um tanto inseguro, mas na medida que o tempo foi passando, FERNANDO NESI cresceu em campo, fazendo defesas importantes. Que me perdoem os alvinegros, Parabéns ao ex-presidente do América, Fernando Nesi, que ontem mas o placar foi inquestionável e poderia ter sido mais elástico, caso não fosse o completou 73 anos. Nesi se destacou nos últimos anos como o diretor desperdício de gols nos contra-ataques. Até Val perdeu um gol feito. do Departamento de Esporte Amador, servindo ao clube como um verdadeiro abnegado. Seu nome já faz parte da história alvirrubra. RISCOS AVALIADOS A Portuguesa vai entrar na Justiça Comum nesta semana contra o reRECUPERAÇÃO RELÂMPAGO baixamento no Campeonato Brasileiro. É o que afirma o presidente do O chefão do UFC, Dana White, mostrou sua surpresa com a Conselho Deliberativo do clube, Marco Antônio Teixeira Duarte. A ação recuperação da lesão do lutador brasileiro Anderson Silva. Ele até passou a cogitar um retorno antecipado do Spider ao octógono deve acontecer antes do carnaval. Segundo o dirigente, todos os riscos ainda neste ano. Ele conseguiu nesse período o que muita gente foram avaliados. Será? não consegue em vários anos de UFC.

não houve uma grande oportunidade de marcar, enquanto que o principal lance de perigo do Baraúnas foi em um contra ataque puxado por Kattê, que encontrou Kaká, mas o atacante tricolor chutou à esquerda do gol de Ramon desperdiçando a grande oportunidade

de gol nos quarenta e cinco minutos iniciais. Já na etapa final, o Baraúnas teve um volume de jogo maior do que o adversário, mas não conseguiu resultar este domínio em gol. No outro jogo, Santa Cruz e Coríntians ficaram no empate em 1 a 1.

CHANCES MATEMÁTICAS Com dez pontos cada, Globo e Alecrim seguem como fortes candidatos ao título do primeiro turno. As duas equipes ainda possuem dois jogos para disputar e podem chegar no máximo a 16 pontos. O Coríntians de Caicó tem oito e só pode chegar a 14 pontos. Já o América, com seis pontos, tem um jogo a menos e pode somar 15. Mas como tem um confronto direto contra o Alecrim, ainda assim terá que torcer por um deslize do Globo. Já o ABC precisa tem quatro pontos e além de vencer todos os três confrontos restantes, terá que torcer por deslizes do Globo, Alecrim, Coríntians e América. FAN FEST Por livre e espontânea pressão, Natal realizará o FiFA Fan Fest nos dias 12 de junho e 13 de julho. Esta semana, a Fifa mandou um recado por meio de seu diretor de Marketing, Thierry Weill, de que as cidades sede dos jogos da Copa que não realizarem a festa serão acionadas judicialmente. A prefeitura de Natal estima agora realizar a festa com apenas R$ 3 milhões, mesmo depois de estimar os custos em R$ 8 milhões. OUTROS CLÁSSICOS Henrique, dois gols, e Bolatti um, marcam os gols da vitória do Botafogo por 3 a 0, que assumiu o 6º lugar do Carioca. O Tricolor é vice-líder, com 22 pontos, três a menos que o Flamengo que venceu o Resende por 3 a 0 e assumiu a liderança isolada, com 25 pontos. No clássico paulista Sansão, os dois times se destacaram pele excesso de vontade e não conseguiram abrir o placar. Já o Palmeiras não está mais invicto em 2014, perdeu pela primeira vez no ano, com um 3 a 1 fora de casa contra a equipe de Ribeirão Preto. PROBLEMÃO O time do América terá um desafio muito pior na próxima quinta-feira. Terá que vencer o CRB por três gols de diferença para chegar às semifinais da Copa do Nordeste. Pra complicar, não contará com Adalberto, Val e Márcio Passos, todos suspensos, além de Artur Maia, que já disputou a competição pelo Vitória. Os advogados alvirrubros vão tentar um efeito suspensivo para pelo menos Márcio Passos jogar.


Segunda-feira

Esporte

Natal, 24 de fevereiro de 2014

O Jornal de HOJE 15

Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br José Aldenir

Simplicidade vencedora Felipão promove o último amistoso antes da convocação final para a Copa

Técnico FELIPÃO anuncia complemento da convocação C ONVOCADOS SÃO PARA O AMISTOSO CONTRA A

Á FRICA DO S UL , NO DIA 5 DE MARÇO O técnico Luiz Felipe Scolari convocou nesta segunda-feira os jogadores que atuam no Brasil para o amistoso do dia 5 de março, contra a África do Sul. Os atacantes Fred e Jô, e o goleiro Jefferson são os nomes que completam a lista para o duelo. A convocação complementou a que havia sido realizada por Felipão no último dia 11, na qual apenas atletas que atuam no exterior foram chamados. - É mais uma oportunidade para reunir o grupo, a última antes da convocação final da Copa do Mundo. Será um teste importante, com uma seleção africana, que recentemente venceu a Espanha, e um bom momento para conversar com os jogadores e a comissão técnica sobre o planejamento para a competição - explicou Felipão. Ao todo, foram convocados 19 jogadores para o amistoso. No dia 5 de março, Brasil e África do Sul se enfrentam no Estádio Soccer City, em Joanesburgo, às 19 horas (14 horas de Brasília). A delegação da seleção viajará para Johanesburgo, na África do Sul, no dia 1º de março. A convocação para a Copa do Mundo será divulgada somente em 7 de maio, quando o Brasil iniciará sua preparação para a competição. Confira a lista completa: Goleiro Julio Cesar - Queens P. Ranger Jefferson - Botafogo Zagueiros David Luiz - Chelsea Dante - Bayern de Munique Thiago Silva - PSG Laterais Daniel Alves - Barcelona Marcelo - Real Madrid Rafinha - Bayern de Munique Meio-campo Luiz Gustavo - Wolfsburg Paulinho - Tottenham Hotspur Fernandinho - Manchester City Meia-atacante/ atacante Ramires - Chelsea Oscar - Chelsea Hulk - Zenit Bernard - Shakhtar Donetsk Willian - Chelsea Neymar - Barcelona Fred - Fluminense Jô - Atlético Mineiro

Os líderes aliados tinham duas opções brilhantes e temerárias para chefiar suas tropas na Segunda Guerra Mundial. O inglês Montgomery, estrategista cerebral e o norte-americano Patton, um tático tão perfeito quanto desastrado ao abrir a boca. Monty e Patton travavam um duelo de egos suficiente para estragar todos os planos contra os nazistas. Winston Churchill, o premier, e Franklin Roosevelt escolheram um simplório e eficiente: Dwight David "Ike" Eisenhower, escolhido Comandante Supremo, silencioso e eficiente, saiu varrendo Hitler e humilhou seu chefe de guerra, Rommel, retomando o controle da Europa e libertando a Civilização da tirania sociopata dos inimigos. Seu estilo acabou levando-o à cadeira principal da Casa Branca por dois mandatos. Ike consagrou a simplicidade. Fazendo o lógico sem invencionices, o América matou o ABC no primeiro clássico da Arena das Dunas. Foi mais time o jogo inteiro e poderia ter imposto uma goleada constrangedora ao atordoado rival. O ABC perdeu-se em bobagens fora de campo e o técnico Roberto Fernandes abusou de errar. O América venceu ao ocupar o meio-campo, como fazem as tropas obstinadas. Tomou a área sob a regência afinada do seu camisa 10, Arthur Maia, o melhor do jogo. Fabinho fez uma partida monstra, quase Fabinho de dois anos atrás. Arthur Maia, iniciais de Arthur Moreira, o Lima dos pianos homogêneos, desfilou criatividade, a velha e insuperável diferença do futebol. Construiu com um passe medido, gramado impecavelmente grato pela sutileza, o primeiro gol, marcado pelo atacante Adriano Pardal. Arthur, o Maia, fez ele mesmo o segundo, cobrando uma falta despretensiosa. Todos os que conversaram comigo após a partida dizem que não, mas o goleiro Bruno Fuso falhou. Certo que a bola foi desviada, de cabeça, por um jogador alvinegro, mas estava ainda assim ao alcance de sua mão. O América consumou o jogo e fez cantar seu torcedor em êxtase escarlate de paixão, com finalização de Rafinha, aproveitando, livre, uma falha do zagueiro Suéliton, o qual marcou um golaço, empatando por poucos minutos a partida. O América venceu sem atrasar a entrada do time em campo nem esconder escalação, tampouco tratar mal a repórter do canal Esporte Interativo, jornalista Dessana Araújo, que perguntou e recebeu de resposta, silêncio de hostilidade, se alguém seria substituído no segundo tempo. E foi. Linneker entrou para nada e saiu, episódio que marcará sua carreira. Lúcio Curió, quando deixou a gaiola dos reservas, era tarde. Faça o simples, ensinavam nossos antigos professores. O besteirol e o laboratório de factóides no ABC estão enchendo o saco de um tibetano paciente. O técnico Roberto Fernandes é competente o suficiente para não precisar desses truques malsucedidos. É certo que falta-lhe um time, Michel Smoller, Rayro e o próprio Linneker, nunca deveriam ter vestido a camisa do ABC. Arthur Maia tem estatura de soldadinho de chumbo e mostrou, ontem futebol generalesco. É canhoto digno das grandes gerações. E é Arhur, como um certo Antunes de Coimbra, glória da camisa 10. MOTIVAÇÃO CONTRA O CRB A vitória no clássico embala o América para o confronto decisivo contra o CRB, decisão de uma vaga para a semifinal da Copa do Nordeste. O América leva o jogo aos pênaltis se ganhar de 2x0 e igualar o placar de Maceió. Se fizer 3x0, passa direto. Se for 3x1, o CRB estará classificado. Gol fora de casa vale dois, a exemplo da Copa do Brasil. HENRIQUE E GARIBALDI Torcedor do América, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves levou a melhor sobre o primo, ministro e senador Garibaldi Filho, alvinegro desde os tempos de Juvenal Lamartine. Os dois estavam na Arena das Dunas. Henrique com toda pinta de candidato a governador já que Garibaldi é capaz de abrir mão de um amigo, se vier com a sugestão do seu nome. ABC E A COPA NE O ABC está com o primeiro turno praticamente perdido, em mais uma falha do planejamento cantado e decantado. O ABC precisa entender a importância de estar presente na Copa do Nordeste do próximo ano. A ausência em 2014 é uma das motivações para o desempenho de baixo nível até agora.

treme quando vê chegar a Tropa de Choque, tão indispensável em futebol quanto uma bola. COMPARAÇÃO Foi o Governo Lavoisier Maia (1979/83) que tinha como slogan "É comparando que o povo entende", criado pela agência Dumbo. Muito bom. Ontem, pouco mais 11 mil pessoas compareceram ao Arena das Dunas para o primeiro clássico jogado ali. Público festejado por setores da imprensa muito mais próximos ao deslumbramento que propriamente da isenção. DIFERENÇA GRANDE Em 1976, num 22 de fevereiro, ABC e América botaram 42.526 pessoas no Castelão (Machadão) num jogo semifinal da Taça Cidade do Natal, que nada valia além de um troféu. O campeonato para valer viria depois. PÚBLICO E POPULAÇÃO Depois e por certo período, a Taça Cidade do Natal passou a representar o primeiro turno. A cidade beirava os 300 mil habitantes. O ABC venceu com gol de Zé Carlos Olímpico. Tinha um time capaz de enfiar cinco ou seis, brincando, no atual.

MARGINAIS NA BERNARDO VIEIRA Marginais fantasiados de torcedores voltaram a se engalfinhar antes de ABC x América. O ringue foi a Avenida Bernardo Vieira onde os bandos se encontraram, gerando terror aos moradores próximos e aos motoristas. A polícia chegou e desceu o bastão, como é merecido para esse tipo de corja.

ESCALAÇÕES ABC: Hélio Show; Fidélis, Pradera, Vágner e Vuca; Drailton, Danilo Menezes (Joel Maneca) e Zé Carlos Henrique; Noé Silva, Zé Carlos Olímpico e Noé Macunaíma (Raimundinho). Técnico: João Avelino. América: Sombra; Ivã Silva (Cosme), Queiróz, Alberto e Olímpio; Zeca, Garcia (Paúra) e Alberi; Pedrada, Hélcio Jacaré e Ivanildo Arara. Técnico: Sebastião Leônidas.

SEM SOLUÇÃO O mais revoltante é que não há solução visível para a guerra dessa gente. Se o confronto causasse problemas apenas para eles, menos mal. Que se destruíssem, não fariam a menor falta. O ruim é que os cidadãos e cidadãs de bem pagam pela covardia de quem

ALECRIM E GLOBO Dois líderes improváveis nas previsões gerais. Estão fazendo um bom papel. O Globo, então, nem se fala. Surgiu sem barulho e está comendo pelas beiradas, como a gente fazia com papas de aveia preparadas por nossas vovós.


16 O Jornal de HOJE

Natal, 24 de fevereiro de 2014

Segunda-feira

CMYK


24022014