Page 1

José Aldenir

> CONTAGEM REGRESSIVA

Natalenses enfrentam fila para ver a taça da Copa do Mundo José Aldenir

Torcedores chegaram logo cedo ao Norte Shopping, onde a taça ficará em exposição até às 21 horas de hoje e deverá atrair cerca de 15 mil pessoas. O pentacampeão Rivaldo passou a manhã recepcionando os visitantes. CIDADE 8

Quinta-feira

Ano XVI w NATAL-RN, 22 DE MAIO DE 2014 w Nº 4.940 Wellington Rocha

R$ 2,00 w jornaldehoje.com.br

Campos diz que Dilma faz ‘terrorismo’ e que apoio a Henrique não é consenso PRÉ-CANDIDATO DO PSB RECLAMA QUE A PRESIDENTE DILMA USA O BOLSA FAMÍLIA CONTRA SEUS ADVERSÁRIOS E REVELA DIFICULDADES PARA FECHAR ALIANÇA NO RN POLÍTICA 3

> DINHEIRO DE EMPRÉSTIMO

> CASO DE POLÍCIA

> SAÚDE PÚBLICA

Rosalba quer tirar R$ 50 milhões de novo hospital para a Copa e a Segurança

Tenente acusado de matar lutador foge no dia que teve a prisão decretada

Centro de Controle de Zoonoses está sem carrocinha para recolher os animais

POLÍTICA 5

CIDADE 10

CIDADE 10 Wellington Rocha

> OBRAS DE MOBILIDADE

Comerciantes no entorno da Arena das Dunas estão “no vermelho” Desde que as obras de mobilidade urbana para a Copa do Mundo foram iniciadas -- com a promessa de conclusão em maio -- os comerciantes da área relatam prejuízos e alguns já até fecharam as portas. “Desde que tudo começou, os clientes desapareceram”, conta funcionária de farmácia. “Pacientes não conseguem chegar”, diz atendente de uma clinica. “O lucro virou poeira com essas obras”, revela dono de lanchonete. A falta de informação também revolta a vizinhança, que ainda não tem certeza se as obras vão ajudar ou inviabilizar o comércio. ECONOMIA 7

Marcos A. de Sá

Danilo Sá

Daniela Freire

Vicente Serejo

Página 7

Página 11

Página 12

Página 13

w Rio Grande do Norte perde para o Ceará a Feira Nacional do Camarão. INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,21 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,29 R$ 2,21

w Crise no sistema de transporte público é uma ironia do destino à frase de Lula. Euro x real R$ 3,02 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 11%

w Henrique Alves recepciona Eduardo Campos e fala sobre pesquisa e campanha

E-MAIL REDAÇÃO:

w Cenário político parece mostrar sinais de exaustão com velhos atores ocupando a cena.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

ESCREVEM ARTIGOS Valério Mesquita Romualdo Galvão Junior Valério Marinho Lauro Bezerra Lenilson Carvalho José de Anchieta Cavalcanti Gutenberg Costa

OPINIÃO - Página 2

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

VALÉRIO MESQUITA, escritor e presidente do Instituto Histórico e Geográfico de RN (mesquita.valerio@gmail.com)

Lições de vida e de vadiagem 01) Desde os velhos tempos, os hábitos e costumes criaram apelidos para os nativos de cada município. Angicos era a terra de "pelos na língua". Taipú, terra do papagaio; Macaíba, terra do "Pisa na Fulô", além de Ceará-Mirim, Mossoró, etc.. Iniciava-se o ano político em Ceará-Mirim e João Malaquias, não era filho nato, mas, contava trinta anos de moradia na cidade. Malaquias entrou na política se candidatando a vereador. Os filhos da terra, logo criaram barreiras. Malaquias respondia com humor: "Esses sujeitos de antena tipo ET, pode votar no outro. Só quero votos das pessoas de bem! Me chamam de fofoqueiro. Isso eu não sou! Eu não invento. Apenas divulgo os fatos". E não é que Malaquias foi eleito, apesar da ironia subliminar. 02) Esse caso pode não ser único, porem é real e por isso merece publicação. Gerson de Oliveira, modesto funcionário da prefeitura de São Gonçalo do Amarante, obedecia religiosamente seu horário funcional. Nunca faltou um só dia. Usando uma política em voga até hoje, o então prefeito passou a "importar" secretários. Valendo-se do sistema de "enxugamento" o novo secretário de Administração, eliminou da folha de pagamento vários "servidores fantasmas". O bom Gerson entrou no rol. Orientaram o rapaz a procurar o poderoso chefe. Numa cadeira giratória e dando pouca atenção ao caso, o secretário explicou: "Estou com dois meses aqui. Chego às oito horas da manhã e saio às treze. Não vejo o senhor por aqui!". O nosso barnabé, inteligente, aumentou o tom da voz: "Eu estou aqui há oito anos. Meu expediente é de 12 às 18 horas. Também nunca vi o senhor entrar nem sair". O tal secretário usava o esquema do paletó. Depois dessa verdade explicita, encaminharam Gerson ao

Artigo

Opinião

Natal, 22 de maio de 2014

Artigo

VALÉRIO MARINHO, advogado e presidente do PSDB-RN

GUTENBERG COSTA, presidente da Comissão Norte Rio Grandense de Folclore (gutenbergcosta@bol.com.br)

Protestos ordenados

guichê da tesouraria. Falou a verdade, virou manchete. 03) A notícia havia se espalhado como uma bomba pela região. O ex-prefeito de Canguaretama fora condenado pelo TCE a devolver quatros milhões e meio de reais aos cofres públicos. O folclórico Pedro da Rebeca, "missionário popular de Pedro Velho", comentou: "Colhendo todos os caranguejos de Canguaretama, Goianinha e região adjacente, Edmilson ainda não vai juntar esse dinheiro... É bom lembrar que não vale pescar muçum pois esse bicho é mais escorregadio do que dinheiro público...". 04) Chico de Doca, irreverente por natureza, vivia criando situações, as mais engraçadas, lá em Janduís. Os amigos de patuscadas encucaram que Chico seria o futuro vereador. A coisa deu certo. Eleito, Chico de Doca filosofava: "Agora a porqueira tá feita. Eu sendo "otoridade municipá", imaginem vocês". Nesse período, baixou a cidade um circo mixuruca, apelidado "pinico sem tampa", quer dizer, sem cobertura. Uma curiosidade, era que o mágico, também usava o manjado expediente de botar cartas, ler a mão, etc., além de ser explicito pederasta. O polivalente artista, gamou na estampa de Chico. Certo dia, o mágico cantou: "Vá lá na minha tenda. Quero lê a sua mão. É cortesia". Chico foi. Depois de muito apalpo, o mágico diagnosticou: "Você tem um encosto ruim no corpo. Precisa vir aqui mais vezes para eu retirar". Nosso edil, assustou-se. "Não. Nada disso! Deixe disso! Você não vai me aguentar. Quando nasci minha mãe não me aguentou no parto. Até a minha mulher voltou pra casa dos pais, ora essa. Eu quero é ver a mágica dele!". O circo "pinico sem tampa" foi baixar noutro terreiro, por falta de cobertura.

ROMUALDO GALVÃO JUNIOR, bacharel em Direito (romualdogj@yahoo.com.br)

O porquê de não torcer pela Seleção Brasileira Em primeiro lugar quero deixar bem claro que sou amante do futebol, aliás, sou fã incondicional dos esportes. Mas isso, por si só, não é motivo suficiente para fecharmos os olhos para a atual situação que vem passando o Brasil. E o que isso tem a ver com o sucesso da Seleção Brasileira na copa de 2014? Tem tudo a ver sim. Acredito que muitos já ouviram falar da "Política do Pão e Circo", que foi uma estratégia utilizada pelo Império Romano para encobrir as altas taxas de impostos, o desemprego em consequência da escravidão e os demais problemas sociais que se avolumavam em Roma. Receoso de que pudesse acontecer alguma revolta por parte da população carente, o imperador criou a política do pão e circo, que consistia em ofertar gratuitamente alimentação e diversão aos romanos. Todos os dias gladiadores lutavam nos estádios/arenas, local onde eram distribuídos alimentos (migalhas de pão e trigo). Com essa política a população carente acabava esquecendo os problemas diários, diminuindo assim as chances de revolta. O Brasil passa atualmente por situação semelhante ao que acontecia na época do Império Romano, e nas devidas proporções adota a "Política do Pão e Circo", através de ações assistencialistas e do evento da Copa do Mundo, com o objetivo de alienar a população brasileira em relação aos problemas que atingem a nação. Como sede da Copa do Mundo há mais de seis anos, o Brasil extrapolou a previsão de gastos dos 12 estádios do torneio. Os cálculos para a construção e adequação dos estádios saltaram de R$ 2,2 bilhões para R$ 8,0 bilhões, ou seja, um aumento de 263%, que poderá subir muito mais. Para se ter uma ideia do derrame do dinheiro público, o investimento no Estádio Beira-Rio em Porto Alegre, saltou de R$ 60 milhões para 330 milhões. Em São Paulo, a mudança do Morumbi para a Arena Corinthians resultou num aumento de R$ 180 milhões para R$ 820 milhões, ou seja, um acréscimo de 355%. As obras do Estádio Maracanã pularam de R$ 600 milhões estipulados inicialmente, para R$ 1,05 bilhão, totalizando um acréscimo de 75%. O Estádio Mané Garrincha, em Brasília, passou de R$ 600 milhões para R$ 1,4 bilhão, resultando num aumento de 130%. Toda essa festa com o dinheiro público, originário dos nossos bolsos, é devidamente justificada pelos governantes, como legado que a copa deixará para as cidades sedes, legado este que não justifica tamanho investimento no referido evento esportivo. Em quanto

Artigo

Quinta-feira

isso, o Sistema de Saúde Brasileiro, com os hospitais públicos sucateados e corredores lotados de macas, ficou em último lugar no Ranking Internacional entre os sistemas de saúde do mundo inteiro. Nessa pesquisa levou-se em consideração nações com população maiores que 5 milhões e com PIB superior a 5.000 dólares. O Brasil ficou na última posição atrás de países como Romênia, Peru e República Dominicana. A Educação Brasileira, com suas escolas públicas totalmente desestruturadas e professores mal remunerados, coloca o Brasil na penúltima posição no Ranking Internacional, atrás de países como Colômbia, Tailândia e México, onde foram avaliados 39 países. Em relação à Segurança Pública, o Brasil é apontado como o 18º país mais violento do mundo e possui 16 cidades no grupo das 50 mais violentas do mundo, onde Natal insere-se nesta lista com 57,62 homicídios por 100 mil/habitantes. Atrelado a esses dados, temos uma total desestrutura no sistema de segurança pública, onde presídios assemelham-se a verdadeiras masmorras medievais, delegacias desmoronando, sistema socioeducativo falido e um governo paralelo comandado por facções criminosas que a cada dia ganha força e desafia o poder do Estado. Importante ressaltar, que o Brasil se mantém na 85ª posição no Ranking do Índice de Desenvolvimento Humano IDH/2013, atrás de países como Venezuela(71ª), Chile(40ª) e Uruguai(51ª). Este índice foi concebido pela Organização das Nações Unidas-ONU, e tem como objetivo avaliar a qualidade de vida e o desenvolvimento econômico de uma população, com base em três eixos: Educação, Saúde e Renda. O Brasil encontra-se em 46º, lugar no ranking mundial no Índice de Progresso Social-IPS, entre 132 países, ficando atrás de países como Argentina, Chile, Uruguai e Panamá. Este índice mede a qualidade de vida dos cidadãos, levando em conta a saúde, moradia, segurança pessoal, acesso à informação e à educação, saneamento básico, sustentabilidade e tolerância a diferenças. Apesar de o Brasil encontrar-se na 6ª posição como potência econômica mundial, está no topo do Ranking de países com a maior Taxa de Juros Reais do mundo. E aí eu pergunto: porque torcer pela vitória da seleção brasileira, quando vivenciamos uma crise em nosso país e estamos às vésperas de uma eleição que decidirá o rumo de toda a nação? A cortina precisa cair e a população brasileira precisa acordar para que não se continue vivenciando a "política do pão e circo".

A vinda da Copa é inexorável. A cidade aos poucos se prepara. Não se sabe se estará ou não pronta. Porém o evento ocorrerá. Para Natal virão pessoas das mais diversas nacionalidades e os olhos do mundo estarão voltados sobre nós. O que causa espanto não é o ineditismo de uma copa do mundo de futebol com a realização de jogos em nossa cidade, mas a preocupação de que poderão ocorrer protestos. O assunto tem mais relevância do que a Copa. A observação decorre de reunião recentemente realizada, na qual várias entidades ameaçaram protestar. A livre manifestação é direito constitucional, porém, nos limites da lei. Ninguém pode queixar-se quando os protestos são motivados pelas péssimas políticas públicas relacionadas à educação, saúde, segurança, mobilidade urbana, infraestrutura e salários condignos dos trabalhadores e servidores públicos além de outros pontos que foram relegados em detrimento de construção de estádios padrão FIFA. Contu-

Artigo

do, tais deficiências não podem servir de pretexto para atos que não observem as regras legais vigentes. Entende-se que as organizações sindicais, associações, movimentos sociais, estudantes, servidores públicos, enfim, todos os segmentos sociais que se julgam injustiçados pela condução do modelo político brasileiro possuem legitimidade para protestar nas ruas de nossa capital. Não se pode, porém, é admitirem-se excessos do aparelho de segurança pública em repressão a protestos pacíficos. Repele-se sim o protesto que vandaliza com transportes públicos incendiados, estabelecimentos comerciais saqueados, agências bancárias roubadas, vias interditadas impedindo o direito de ir e vir do cidadão inclusive quando ambulâncias que transportam doentes graves não chegam aos hospitais com risco de óbito aos doentes transportados. Porque as pessoas que se dizem líderes para convocar não o são para o diálogo com as autoridades encarregadas do sistema de segurança? Con-

voca-se para a ciranda e as máscaras que cobrem os rostos dos vândalos, enquanto não se provocar o diálogo, encobrem, também, o rosto daqueles que não querem o protesto pelo fim da falência das políticas públicas falidas mas, tão somente o caos e a desmoralização e até o processo de vitimização com pessoas inocentes e algumas enganadas. Como então evitar-se uma possível desgraça nos protestos que resultem em vítimas e danos ao patrimônio público e privado sem responsabilização? Hoje muito se fala na teoria do domínio do fato. A instituição que defende a sociedade é o Ministério Público. Depois dessa convocação para protestos não seria a vez do MP convocar os líderes de reuniões para convocação em protestos para uma definição de responsabilidades? Quem sabe se tal providencia resultaria no direito de protestar como principado constitucional, mas o risco de vandalismo e suas consequências praticamente seriam minimizados.

LAURO BEZERRA, professor da UFRN

Reflexões para o RN viável O RN é um estado paquiderme. Não apenas pela forma de elefante, mas pelo peso de tanta gente que procura usufruir das tetas dos poderes constituídos. Partimos da premissa de não apontar culpados no passado, nem no presente, além da ressalva de que quem nada deve, nada tem a temer. Nem a governantes e nem a governados. Servidor público cumpridor dos seus deveres, sem acumulação ilícita de cargos, sem gratificações irregulares, nem nepotismo cruzado, direto ou indireto. Ainda mais, sem vantagem ilegal de periculosidade ou insalubridade ou outras "mumunhas", certamente pode ter sua consciência tranquila. Assim o servidor correto deve ser bem aproveitado e prestigiado. Entretanto, aos que ferem a lei, após apuração isenta, sensata e correta, estes sim, serão legalmente contidos

Artigo

e punidos, conforme cada caso comprovado. Empresários devem dormir tranquilos, quando recusam o superfaturamento em contratos; não distribuem propinas e pagam corretamente os tributos, respeitando as leis vigentes. O poder executivo deve cumprir o seu dever. Estudar e propor medidas saneadoras para a apreciação e a votação pelo poder legislativo. Os deputados devem atender ao bom-senso das propostas governamentais, procurando tornar ágil e eficaz a máquina estatal. O poder judiciário aplicando e interpretando as leis importantes e indispensáveis à tarefa de tornar o Rio Grande do Norte viável, como unidade federativa brasileira. Incluo aqui a justiça federal, a justiça do trabalho e o tribunal de contas, além do egrégio tribunal de justiça do Estado.

O RN é de todos nós, assim não deve e nem pode estar a serviço de uma minoria privilegiada. O Estado não existe para servir apenas ao seu funcionalismo que deve ser tratado com a atenção que merece. Vale lembrar que toda população do RN precisa do poder público e dos seus servidores. Espírito público e disponibilidade para servir são fundamentais e imprescindíveis neste momento difícil para a recuperação do RN. É preciso a ajuda de cada norte-rio-grandense, cada um cumprindo sua missão. É oportuno lembrar a conclamação de Kennedy no discurso de posse como presidente dos Estados Unidos: "Não questionem o que o país pode fazer por vocês, mas o que vocês podem fazer pelos Estados unidos". Vale, também, em relação ao nosso Rio Grande do Norte.

LENILSON CARVALHO, cirurgião-dentista, professor e escritor (lenilsoncarvalho@hotmail.com)

Dia de Santa Luzia Quando a sorte ri, toda a natureza em um prato, seis pedrinhas de sal, e ri também, e o coração ri como expô-las ao sereno; as pedrinhas serão tudo o mais. Machado de Assis dispostas em uma ordem: a 1ª representa janeiro, a 2ª fevereiro, a 3ª A saliva é líquido transparente e março, a 4ª abril, e assim por diante. insípido segregado pelas glândulas Ao amanhecer o dia 13, antes do sol, salivares maiores (parótida, subman- vai se examinar o estado das pedrinhas dibular e sublingual) e menores (si- de sal, que devem ter passado a noite tuadas nos lábios, bochechas, palato expostas ao relento; aquelas que estie língua). verem umedecidas indicam inverno, Tem duas funções: física e quími- mais ou menos intenso, segundo o esca. A primeira corresponde à proprie- tado de umidade da pedrinha, no mês dade de umedecer e lubrificar os ali- que representa. Se houver alguma dermentos; a segunda representa a ação retida, indica invernão, inundações, das suas enzimas na fase inicial da di- no mês correspondente... Se as pedrigestão. nhas apresentarem-se secas, enxutas, O Mestre Luís da Câmara Cascu- conte com a seca". do em seu livro Superstição no BraEssa tradição nos chegou de Porsil afirma "Acho muito interessante tugal e é conhecida por todo o país. pela originalidade, e por ninguém Ao elaborar este artigo presto a hosaber em que se baseia, a experiência menagem maior à minha mãe também de Santa Luzia a que o sertanejo liga chamada Luzia, nascida a 13 de demuita atenção. Todos a conhecemos: zembro de 1918 – Canguaretama consiste em colocar na noite de 12 de (RN), que subiu ao céu no dia 15 de dezembro, véspera de Santa Luzia, outubro de 1998. Nem foi há tanto

Artigo

tempo que não ouço o eco de suas carinhosas e sábias palavras e o rumor dos seus passos. Teve um papel importante na educação e instrução dos seus filhos. Sempre via o lado belo da natureza humana. Recordo o poema "Para sempre" - autor Carlos Drummond de Andrade. Por que Deus permite Que as mães vão-se embora? Mãe não tem limite, É tempo sem hora, Luz que não apaga Quando sopra o vento E a chuva desaba, Veludo escondido Na pele enrugada, Água pura, ar puro, Puro pensamento. Lembro-me de um pensamento cujo autor não me recordo - "Deus não podia estar em todas as partes ao mesmo tempo, e por isso criou as mães".

JOSÉ DE ANCHIETA CAVALCANTI, advogado e membro da regional Natal da Seicho-No-Ie (joselito@supercabo.com.br

Educação Seicho-No-Ie para jovens - IV (Demos bondade e amor aos outros) Conta-se que, na antiguidade, existia um príncipe que vivia muito amargurado e infeliz apesar de possuir todas as condições para desfrutar de plena felicidade. Seu pai, o rei, resolveu então estabelecer um prêmio de elevada soma de dinheiro a quem conseguisse formular qualquer coisa a fim de que a fim de que seu filho se tornasse feliz. Ao término de alguns dias surgiu um mago que entregou ao príncipe uma folha de papel em branco,afirmando que ali se encontrava estabelecido o verdadeiro segredo da felicidade.Quando o príncipe desejou ler o papel e o levou para perto da lareira,as labaredas o fizeram ler na folha do papel em branco o seguinte:"Fazer o bem a alguém,pelo menos uma vez por dia". Observamos que nessa afirmação se encontra oculto o verdadeiro segredo do sucesso e da felicidade.Ainda que vivamos,constantemente,envolvidos pelo conforto não conseguiremos nos tornar felizes se não partilharmos um pouco para a felicidade dos demais.Sejam quais forem nossos empreendimentos não conseguiremos obter verdadeiro êxito se não tivermos a preocupação de prestar serviços que tragam reais benefícios aos outros.Tudo neste mundo obedece,real-

mente,a lei mental que diz:"Aquele que dá receberá". É preciso que passemos a dar mais importância ao ato generoso da doação,pois,não temos somente o que pedimos às forças cósmicas mas principalmente o que damos.Podemos tudo dar,não apenas dinheiro ou outros bens materiais mas sobretudo amor,dedicação,generosidade,solidariedade e caridade,pois, só apoiado nessas forças positivas poderemos fazer algo de útil para os outros.Somente ao darmos esses sentimentos aos outros poderemos realmente ser felizes.O mesmo poderá ser dito com relação `à alegria;só quando a exteriorizarmos e compartilharmos com os demais poderemos sentir a agradável sensação de felicidade. Um grupo de jovens perguntado por um filósofo qual seria a coisa mais desejada do mundo em consenso respondeu: "bons sentimentos". Na realidade a resposta foi bastante inteligente, porém, de nossa parte é preciso que os manifestemos as outras pessoas, pois, se os deixarmos retidos dentro de nós não poderemos tornar felizes nem a nós próprios e nem aos demais. O excelente "Livro dos Jovens" nos diz: "Quando exteriorizamos ao máximo a nossa bondade e tra-

balhamos de verdade para o bem esta de nossos semelhantes,constatamos, admirados, o quanto a nossa própria vida se enche de alegria,como vibramos de satisfação,e como aumenta nossa capacidade.Então conscientizamo-nos do fato de que nós jamais sofremos desgastes,por mais que demos de nós aos outros e empenhemos nossas forças para o bem-estar alheio,e compreendemos, que, pelo contrário, "quanto mais damos, mais aumenta nossa força". Compreendemos que tudo,sejam as nossas forças,a nossa inspiração,as nossas fortunas, etc, retorna multiplicado quando usamos em benefício do nosso próximo. Se existem neste mundo que vivem mesquinhamente, sem alcançar uma vida verdadeiramente frutífera, é porque não estão dando suficiente amor e bondade a seus semelhantes nem usando a sua capacidade e seu conhecimento para o benefício deles. Conscientizemo-nos de que podemos tornar a nossa vida tão próspera quanto quisermos,contanto que demos mais amor e bondade,e usemos mais de nossa capacidade e sabedoria para o bem de nossos semelhantes". Demos, portanto, mais bondade e amor aos outros e seremos, assim, mais felizes em comum.

O puxasaquismo na boca do povo Na cultura do povo ele é conhecido como chaleira, xeleléu, bajulador, estende tapete, prepara a cama, serviçal pra tudo. Não existe raça pior de gente nesse mundo para o povo. O puxa saco é irmão legitimo do delator. Pobre não tem puxa saco e rico nenhum dele escapa... Na boca do povo ele não é bem elogiado... Todo puxa-saco de político é como gato, se acomoda fácil a um novo dono, desde que tratado bem com um cargo comissionado. Caindo peixe ou carne debaixo da mesa do poder, o tal puxa-saco logo engorda e roça agradecido o rabo na perna do governante, que antes nem bem conhecia ou havia votado. Alguns se expõem ao ridículo de providenciar duas bandeiras ou dois adesivos, para serem usados em caso de vitória de um dos mais fortes a chegada ao poder. Todo puxa-saco fica em cima do muro esperando pular para os braços do vencedor e é feito tapioca - vira de lado instantaneamente conforme um possível convite a ocupar um disputado e sonhado birô. Adora ser chamado de chefe e andar em carro oficial. Organiza divinamente aniversário ou casamento, seja de seus superiores ou agregados. Riem de piadas velhas contada nos gabinetes e até choram ao tomarem conhecimento da morte do papagaio ou cachorro de quem lhes indicou para o tal cargo que ocupam. Nenhum matemático ou físico calcula a fortaleza de um puxa-saco de plantão sedento de um cargo no poder. Tem gente que assume cargo comissionado há mais de 30 anos aqui no RN. Para o puxa saco não existe partido político... Agrada a Deus e o diabo ao mesmo tempo! Alguns sobreviveram à ditadura e ultrapassaram os tempos das bandeiras verde e vermelha do aluizismo/dinartismo. Pode ter servido os Maias, como pode agradar hoje ao PT. Vergonha não existe em seu dicionário! Topa tudo por todos os meios. Será que o apóstolo Pedro não teria puxado o saco de Cristo, ao cortar a orelha daquele soldado? Das duas uma, ou são muitíssimos competentes ou muitíssimos subservientes. Esse tipo de puxa-saco é tal qual peixe fora dágua. Sem o cargo morrem, por falta de ar (ar-condicionado e motorista particular). Tem poderes que até o sobrenatural duvida. Ou seja, são muitos mais fortes do que até mesmo o poder transitório do RN. Estes grudam no poder que nem cola super bonde. Estrategicamente se organizam, sem ter sindicatos. Bajulam a Deus e ao diabo ao mesmo tempo. A sua religião, o seu time de futebol e o seu partido politico são o do chefe! O assunto 'bajulação' já rendeu até livro de autoria do escritor Nestor de Holanda, com titulo - O Puxa-saquismo ao alcance de todos - Cartilha da Puxação sem Mestre, 205 paginas, editora Letras e artes, RJ. Segundo o citado autor, Puxa-saquismo vem do latim - 'adulatio'. Esta maldita arte também é chamada de chaleirismo ou puxação de saco. O tipo puxa-saco é também agraciado com as denominações populares de 'adulador', 'bajulador' ou 'louvaminheiro'. Seu santo protetor é Santo Onofre, devido o mesmo ser retratado puxando um saco. Dizem que todo político adora ter por perto um puxa-saco. Aquele que carrega a sua bolsa, atende ao seu celular e outras coisinhas mais... Tem puxa-saco que até perdeu ou deixou amigavelmente a sua mulher para o patrão ou chefe. O que mais importa para um puxa-saco é aumento de salário e graduação - mulher é o de menos... Entre os nossos Índios não havia essa praga, mas sabe-se que o puxa-saquismo foi historicamente trazido nas Caravelas de Pedro Álvares Cabral. O Rei foi logo adulado nas cartas de Pero Vaz de Caminha. E haja bajuladores ao senhor seu Rei. A nossa história é recheada de históricos aduladores, segundo o literato Nestor de Holanda. O 'Chalaça' bajulava Dom Pedro I, O Conde 'd'Eu' chalerava o sogro Dom Pedro II. 'Amaral Peixoto' puxava o saco de seu sogro Getúlio Vargas, embora o bajulador oficial fosse 'Gregório Fortunato'. 'Felinto Müller' e 'Golbery do Couto e Silva' eram chaleiras de militares e presidentes da ditadura. Collor tinha 'seu' 'PC Farias'. Carlos Lacerda teve em vida vários bajuladores, o mais conhecido foi o 'Raul Brunini'. A voz do povo diz que o puxa-saco é quem grita quando o chefe leva uma topada. Fulano é tão baba-ovo que se atirar nos testículos de seu chefe é capaz de acertar em sua boca. O puxa-saco é o último a acreditar na derrota eleitoral de seu chefe político. Ele sempre procura trazer novas fofocas que agradem ao seu chefe. É oferecido para tudo, desde preparar churrasco em dia de domingo a levar os filhinhos de seu chefe à escola. Esse tipo lambe - botas está sempre por perto a elogiar tudo que é feito pelo chefe. O lema do puxa-saquismo é esse: 'Manda quem pode, obedece quem tem juízo'. Tem genro que chama sogro de 'paizão' e logo consegue um bom emprego com o sogro. Alguns depois de efetivados, tratam logo de deixar a filha querida do besta do sogro. É o chamado 'conto' do genro puxa-saco. Diz o povo que só os loucos e as crianças não puxam - sacos. Quase todo mundo puxou o saco de alguém pelo menos alguma vez na vida. E a boca do povo afirma que o diabo aceita todo tipo de gente no inferno, menos dois: o delator e o puxa-saco! Sendo assim os folcloristas, aconselham a quem não é puxa saco a procurar outro lugar alternativo, pois o céu está cheio deles...

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALDEHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITOR DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 3

Eduardo Campos acusa Dilma de terrorismo e atitude criminosa em rádio, TV e internet SEGUNDO CANDIDATO A PRESIDENTE DA REPÚBLICA, PETISTA ESTÁ ESPALHANDO BOATOS SOBRE FIM DO BOLSA FAMÍLIA Wellington Rocha

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

O que a presidente da República, Dilma Rousseff (PT), tem feito nos seus pronunciamentos na rádio, na televisão e nas redes sociais, é terrorismo com a população. Uma atitude que pode ser até considerada um crime, por espalhar pânico social com a possibilidade de fim do Bolsa Família caso algum partido que não seja o PT vença as eleições presidenciais de outubro próximo. Bom, pelo menos foi essa a visão que o pré-candidato a presidente da República, Eduardo Campos (PSB), afirmou em entrevista coletiva concedida na manhã de hoje, em Natal. A visita do ex-governador de Pernambuco a capital potiguar faz parte de uma série de encontros que o presidenciável está tendo com o objetivo de montar o projeto de governo dele que será levado aos elei-

tores no meio do ano. Além disso, claro, Campos quer também se tornar mais conhecido da população, participando de eventos públicos e mobilizações sociais. No Rio Grande do Norte, por exemplo, pretendia ir ao Hospital Varela Santiago (teve que ser cancelado devido ao tempo) e, depois, a Santa Cruz, para a procissão da padroeira da cidade, Santa Rita. "Essa visita tem sido muito interessante porque, primeiro, as pessoas ficam surpresa porque estamos parando para ouvir. Elas querem ser ouvidas e estão cansadas das decisões que são tomadas de cima para baixo", afirmou Eduardo Campos durante a coletiva de imprensa, concedida no hotel Ocean Palace, ao lado dos colegas de PSB Wilma de Faria, Sandra Rosado e Iberê Ferreira. Evidentemente, ouvir a população não é a única ação que Eduardo Campos está fazendo no Rio

Grande do Norte. Ele também aproveitou a coletiva para fazer duras críticas a atual gestão do Governo Federal e, principalmente, a presidente Dilma Rousseff. "A gente está vencendo duas batalhas importantes (nessa pré-campanha). A primeira é contra o terrorismo, que a presidenta tem feito nos rádios, nas redes sociais, na televisão, inoculando o medo entre os mais pobres como se alguém fosse tirar o Bolsa Família de 40 milhões de famílias", afirmou Eduardo Campos. "Isso é uma vergonha. Chega a ser uma atitude criminosa, porque leva o pânico para muitas famílias que tem no programa a única renda certa de todo mês", acrescentou o presidenciável, ressaltando que se trata de uma mentira e, como toda mentira, tem perna curta e, por isso, está sendo desmentida. Nenhum dos adversários de Dilma (ele ou Aécio Neves, do PSDB), quer acabar com

o programa. A outra dificuldade que o PT tem imposto aos adversários eleitoralmente é, segundo Campos, com relação aos jovens. "Querem que os jovens fiquem indignados e protestem, mas que não participem e não votem", acrescentou ele, atribuindo ao Governo Federal a mobilização em torno da insatisfação eleitoral e o voto nulo. Contudo, assim como a outra, essa também tem sido uma atitude frustrada petista. "A gente percebe indo para as universidades, em conversa com a juventude, que a indignação está virando o desejo de participar e todas as vezes que ela participou, nós fomos campeões", garantiu ele. Eduardo Campos afirma: "Querem que jovens fiquem indignados e protestem, mas que não participem e não votem"

Apoio ao PMDB não é consenso dentro do PSB Wellington Rocha

Além de falar sobre o contexto nacional, Eduardo Campos também comentou a situação local, da aliança entre PMDB e PSB no Rio Grande do Norte. Segundo ele, que é presidente nacional pessebista, realmente, a decisão do Diretório Estadual do partido de apoiar a précandidatura peemedebista de Henrique Eduardo Alves não foi consenso na sigla. Contudo, acabou sendo firmada "democraticamente". "As circunstâncias de cada estado são vividas por cada estado. Não vamos imaginar que as decisões tomadas aqui foram consensuais. Haviam posições críticas contra esta aliança e não era só de Marina, era de outros dirigentes, e na vida democrática você convive com a divergência. É muito ruim quando você não respeita a divergência. Do mesmo jeito que a gente respeita a decisão daqueles que compreenderam a decisão local, a gente respeita também aqueles que continuam críticos as posições que o PMDB tem assumido no Brasil. A gente tem que conviver com essa situação", afirmou Eduardo Campos.

Eduardo Campos, como se comenta, queria que Wilma fosse candidata ao Governo do Estado e não ao Senado Federal Marina Silva, citada pelo presidente nacional do PSB, é filiada ao partido dele, mas comanda a "Rede", sigla que ela tentou criar e não conseguiu no ano passado.

Um texto assinado, justamente, pela "Rede" fazia uma série de críticas a essa parceria, porque Henrique representava justamente tudo o que deveria ser elimina-

do na política brasileira, como o fisiologismo. Por sinal, Eduardo Campos fez em outras respostas concedidas na entrevista coletiva de hoje várias

críticas ao tal fisiologismo que o Governo e o PMDB tem agido na atual gestão. Segundo ele, inclusive, a proposta do partido que se pudesse levar uma proposta que "acumulasse os ganhos, cuidar e preservar as conquistas, e voltar a melhorar. Que a gente pudesse ter um palanque que se comprometesse a melhorar a política no Brasil, tirar aquelas raposas que estão em Brasília, roubando os sonhos do Brasil e colocar sangue novo, com energia boa, para tocar o Brasil de um novo jeito, invés de dividir o Brasil como fica essa divisão de PSDB, PT, PSDB, PT, há 20 anos. Um dizendo que o outro não fez nada, quando não é verdade. Os dois fizeram. Um fez mais do que o outro por circunstâncias próprias. Precisamos viver um momento para que o Brasil se uma para que, a partir do que eles fizeram, fazer diferente do que eles fizeram", afirmou ele. Em outro comentário claramente falando da ação do PMDB, que ele criticou antes, Eduardo Campos disse que rompeu com o Governo Federal, mas continuou ajudando

o País e não o ameaçando com a troca de apoio e votações por cargos ou espaços no Governo. "O PSB fez o movimento que não é comum na política brasileira. Geralmente, os partidos estão querendo ser do governo, e nós saímos do governo, no meio do governo. Deixamos a presidenta não foi na oposição, nem na rua, deixamos no Palácio do Planalto. Desejamos sorte a ela. Nossa bancada no Senado e na Câmara tem votado nas coisas certas, e muitas medidas que ela precisa, não tem o apoio da base aliada atrapalhando o Brasil, mas tem tido a nossa solidariedade", acrescentou o pessebista. Em diversas votações no Congresso, é possível ver o PMDB ameaçar derrotas do Governo porque Dilma não atende o pedido dos líderes peemedebistas. "O que vejo é o Governo repetir os mesmos erros, cercado das mesmas forças que estiveram com Fernando Henrique no segundo governo. É a mesma turma", afirmou ele, em outra clara referência, uma vez que PMDB apoiou a gestão PSDB e, agora, está ao lado do PT.

Campos nega traição a Dilma: “Permanecer no erro é estupidez” Eduardo Campos, por sinal, falou mais sobre a decisão do partido de romper com o Governo Federal e lançar candidato próprio para a Presidência da República. "Nós podemos até errar, é humano. Agora, permanecer no erro é estupidez. Poderia ser até mais confortável para o PSB permanecer no Governo Federal, ele querendo que a gente tivesse mais ministérios, compuses-

se chapa majoritária, esperasse para a candidatura para presidente da República em 2018, e nós entendemos que o Brasil não pode esperar por isso", afirmou Campos. Segundo o presidenciável do PSB, "como milhões de brasileiros, acreditamos na presidente Dilma e demos a ela a oportunidade de fazer e ela não aproveitou a oportunidade que nos demos. Alias, nos nor-

destinos, é que somos responsáveis pela vitória da presidenta, porque ela ganhou por 10 milhões de votos e esses 10 milhões ela tirou aqui do Nordeste". "Se fizermos um exame de consciência, vai ver que o Nordeste não teve nesse tempo de quase quatro anos a atenção que já teve em outros governos. A gente não sentiu a presença do governo concluindo

obras ainda anunciadas na gestão do presidente Lula, como a transposição do São Francisco, a interiorização das universidades, porque foram parando. O trato com o pacto federativo", acrescentou o presidenciável. Campos trouxe também um dado que aponta que Dilma fez mais ou menos assim: "quando o presidente Fernando Henrique deixou o

governo, de R$ 100 que União, estado e municípios arrecadavam, R$ 16 iam para os municípios; quando Lula deixou, R$ 14,5 ficavam com os municípios; em três anos da presidente Dilma, esse valor ficou R$ 11. E nós vimos municípios fecharem creche, demitir professores, pararem obras, não poder dar assistência que gostariam de ter dado durante a estiagem".

"Se você sente que as coisas estão na areia movediça, você dá um passo para trás e espera a acomodação dos fatos. É assim que agem as forças econômicas no mundo inteiro e a gente percebe que essa crise de confiança, no Brasil, ela está afundando o presente", acrescentou Eduardo Campos, dizendo que o País, hoje, tem um crescimento econômico "débil".

guida, afastou-se dos aliados e aliouse aos adversários. O resultado todo mundo já sabe.

a trajetória de decadência de Micarla e Rosalba: Henrique Alves. Ele articulou o acordão em favor de Fátima Bezerra contra Micarla; depois, sugou as últimas forças da Borboleta no Governo municipal indicando secretários e a abandonou no final.

de um ano depois, já está apoiando sua gestão e compartilhando o mesmo palanque.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS -

tuliolemosjh@gmail.com / @tuliolemosrn

ALIANÇA O que uma aliança política não faz. Vários políticos que estão pedindo votos contra Eduardo Campos, foram hoje beijar sua mão e até tirar fotos ao seu lado. Tudo em nome da democracia, que muda de nome de acordo com as conveniências.

chave de roda de seus líderes políticos. Estão até desconhecendo que foi o MARCCO que produziu a documentação para amparar juridicamente o pedido. O fato de ter sido assinado por pessoas físicas, não invalida a origem do documento, feito e apoiado pelas instituições que integram o MARCCO.

PRESIDENTE Diante da avalanche de 'notícias' a respeito das ações do presidente da Câmara, deputado Henrique Alves, de que 'Henrique resolveu isso, Henrique resolveu aquilo, Henrique viabilizou aquilo outro...', um gaiato soltou: "Não seria melhor a gente votar em Henrique para presidente da República? Esse é o homem que resolve tudo".

HOSPITAL A governadora Rosalba Ciarlini havia prometido que a construção do Hospital de Trauma em Natal, seria a marca de sua gestão na capital. Chegou até a visitar o terreno onde seria construído o hospital. Nada foi feito. A única coisa concreta do Governo foi modificada ontem, por obra do próprio Governo.

MUDANÇA Facilmente perceptível a mudança de alguns deputados que eram favoráveis ao impeachment, após a

HOSPITAL II O secretário de Finanças do Governo, Obery Rodrigues, foi escalado pela governadora para ir a Assembleia justificar a retirada dos R$ 59

milhões para a construção do Hospital de Trauma, dinheiro previsto em um empréstimo já aprovado na Assembleia. A Rosa tirou o dinheiro do hospital para a segurança. ARTICULAÇÃO Por falar em Rosalba Ciarlini, seu Governo perdeu um grande articulador e gerenciador de crises. O procurador Miguel Josino cumpriu missões de negociar com servidores e outros poderes, quando já não havia mais o que fazer, pois havia sido feito tudo errado. Mesmo assim, obteve exito na maioria das missões. MALDIÇÃO Quem observa e acompanha eleições e posses em Natal e no Governo do Estado, afirma que a maldição do afastamento feriu de morte duas gestões: Micarla e Rosalba. A Borboleta ganhou em primeiro turno com poucos aliados; logo em se-

MALDIÇÃO II A governadora Rosalba Ciarlini também seguiu o mesmo roteiro de Micarla. A Rosa ganhou em primeiro turno com poucos aliados. Após a posse, expulsou aliados e uniu-se a adversários. O resultado tem sido semelhante ao de Micarla. MALDIÇÃO III O prefeito Carlos Eduardo ganhou a eleição contra quase todos, incluindo sua própria família. Depois da posse, afastou-se dos aliados e hoje está unido aos adversários. Se o final do filho de Agnelo será igual a Micarla e Rosalba, só o tempo dirá. PERSONAGEM Um personagem acompanhou

PERSONAGEM II Henrique quase briga com o primo-irmão Garibaldi para trabalhar contra Rosalba. Um ano depois da posse, já estava ao lado da Rosa indicando e sugando sua gestão. Um ano antes do fim, ele abandonou Rosalba com discurso que quer salvar o RN, cuja gestão ele mesmo participou. PERSONAGEM III Com Carlos Eduardo não foi diferente. Henrique gastou quase R$ 10 milhões do PMDB para derrotar Carlos Eduardo; tentou tornálo inelegível; não conseguiu. Menos

VAMPIRO A conclusão que se chega é que Henrique é o verdadeiro "Vampiro Governista". Ele tira todo o sangue da gestão, consegue afastar quem ajudou a eleger o governante e suga as forças até deixá-lo inviabilizado politicamente. Com Micarla e Rosalba foi exatamente isso que ocorreu. Com Carlos Eduardo, ainda há tempo do filho de Agnelo buscar um banco de sangue. Ou virar um Zumbi político. DESISTÊNCIA Frase do auditor e gozador permanente Galileu Torres, sobre a desistência de candidatura do ex-deputado Álvaro Dias, : "A matéria prima em eleição é voto. Álvaro Dias desiste de candidatura por absoluta falta de matéria prima".


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 22 de maio de 2014

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Fatos & bastidores > Antes da filiação ao PT, que lhe abriu o caminho para o Palácio do Planalto, Dilma Rousseff estagiou no PTB e, na sequência, militou no PDT. > Reação do deputado Ônix Lorenzoni (DEM-RS) à libertação do preso Paulo Roberto Costa, ex-diretor da Petrobras, determinada por Teori Zavascki, do Supremo Tribunal Federal: “O ministro simplesmente libera, única e exclusivamente, um dos baluartes do esquema de corrupção protagonizado pelo PT e seus comparsas.” > Declaração do senador Fernando Collor (PTB-AL): “Faço parte do coro que entoa Fica, Dilma.” > Lula da Silva confessou a dois empresários paulistas o receio de problemas complicados durante a Copa do Mundo. O temor maior do ex-chefe do governo refere-se à segurança. Não é à toa a preocupação dele. Os órgãos federais de inteligência preveem dificuldades, mas não avaliam os desdobramentos das manifestações de rua, disse o senhor Silva aos interlocutores. > Economia em ritmo lento derruba a oferta de empregos formais. Mês passado, registrou-se a maior queda desde 1999. Foi de 46%, conforme o Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados). > Ministro das Cidades na segunda metade da administração Rousseff, o deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) olha, simpático, para os candidatos Aécio Neves e Eduardo Campos. Há conversas – inconclusivas, porém – com agentes do mineiro e do pernambucano. Lembrete: o governador da Paraíba, Ricardo Coutinho, em campanha para reeleger-se, é do PSB. Campos é o líder nacional da sigla.

TRIO EM CONFLITO

O PR e três preferências para chefiar o governo federal. Dilma Rousseff é a opção do presidente nacional do partido, senador Alfredo Nacional (AM). Quem coordena o bloco que tem Aécio Neves como opção é o líder da legenda na Câmara, Bernardo Santana (MG). Anthony Garotinho (RJ), deputado em campanha para voltar ao Palácio Guanabara, sede do poder fluminense, tende a dividir o seu palanque com Eduardo Campos. nnn Garotinho divide com o senador Marcelo Crivella (PRB) o primeiro lugar na disputa pela governadoria. Divulgação

ESTÁ EM OUTRA Falha pressão da cúpula nacional do PMDB. Presidente em exercício, o senador Valdir Raupp (RR) procurou o deputado Raul Henry (foto) para cobrar-lhe integração à aliança de apoio à chapa Dilma Rousseff-Michel Temer. O peemedebista pernambucano respondeu: “Defendo que o partido adote outro projeto. Minha posição sempre foi absolutamente clara.” Raupp retorquiu: “Esperava de você correção ao partido.” Henry fechou o diálogo: “Sou correto com o Brasil.” nnn Parceiro do senador Jarbas Vasconcelos, Raul Henry está no palanque presidencial de Eduardo Campos (PSB).

LEITURA DINÂMICA t Falta a convenção nacional homologar, mas está definido o apoio do PTB à reeleição da presidente da República. t Hoje, rede nacional de propaganda do DEM. No rádio, das 20h às 20h10; na tevê, 20h30 às 20h40. t Se for cumprida a pauta acertada com os líderes de partidos, a Câmara vota quarta-feira (28) o Plano Nacional de Educação. t Terça-feira (27), em Brasília, lançamento do livro ‘Gabinete de crises’. Autoria conjunta de José Alberto da Cunha Couto e José Antônio de Macedo Soares. t “O PT do Ceará tem candidato ao Senado; e eu

sou o escolhido. Não há, portanto, o que discutir”. As palavras foram ditas e repetidas ontem, na Câmara e adjacências, pelo deputado José Guimarães. t Wilma de Faria (PSB) e Fátima Bezerra (PT), duas personagens flamejantes da política potiguar, estão de volta a palanques oponentes. Separa-as, agora, a disputa para o Senado. Elas fazem o melhor discurso da pré-campanha. t Para refletir: “É melhor ser alegre que ser triste. Alegria é a melhor coisa que existe. É assim como a luz no coração” (Vinicius de Moraes, compositor e poeta brasileiro).

Quinta-feira

Amanda Gurgel: “Aqui estão os escórias e os corruptos” VEREADORA DO PSTU ENFRENTA MANIFESTANTES CONTRÁRIOS PELA PRIMEIRA VEZ PORTANDO CARTAZES OFENSIVOS CONTRA ATUAÇÃO DELA EM PLENÁRIO José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

Um grupo de integrantes de cargos comissionados rebelou-se contra uma emenda de autoria da vereadora Amanda Gurgel, do PSTU, na sessão desta última quarta-feira à noite na Câmara Municipal de Natal. Por pouco não houve agressões pessoais e foi preciso a intervenção da guarda privada para acalmar os manifestantes compostos por representantes de cargos comissionados e servidores efetivos que também se digladiavam portando cartazes com dizeres ofensivos à vereadora do PSTU, que ocupou a tribuna da Casa para responder aos insultos com veemência. Um dos cartazes dizia que antes, Amanda reclamava dos altos salários de deputados e agora, quando passou a ganhar 15 mil reais por mês parou com as críticas. "Aqui estão os escórias e corruptos. Vocês não vão me intimidar e eu vou continuar falando. De um lado está a tentativa de moralização e do outro a manutenção da corrupção e dos privilégios", disse a vereadora visivelmente irritada. O vereador Aroldo Alves, do PSDB, afirmou que existem atualmente "criadores de dificuldades e problemas" na Câmara Municipal de Natal, referindo-se aos vereadores de esquerda, Amanda Gurgel, Sandro Pimentel e Marcos Antonio. Em seguida pediu respeito à vereadora, considerada sua desafeta desde o início da atual legislatura. Marcos Antonio e Sandro Pi-

Amanda Gurgel foi criticada por cargos comissionados por ter votado contra o aumento deles: “Vocês não vão me calar” mentel solidarizam-se com a vereadora do PSTU, afirmando que o cartaz contra Amanda Gurgel "é leviano". Marcos Antonio enalteceu a emenda da vereadora do PSTU dizendo ser "moralizadora" e que corrige distorções. "Nesse plenário tem muito é pau mandado do prefeito", disse Marco Antonio, referindo a vereadores da base aliada do prefeito de Natal. A emenda da vereadora Amanda Gurgel que causou toda a polêmica na sessão de ontem à noite diz o seguinte: "a gestão na administração pública municipal é exerci-

da pelos agentes públicos ocupantes de cargos em comissão de chefia no nível estratégico, ou servidores beneficiários de função gratificada, sendo os níveis táticos e operacional exclusivamente ocupados por servidores efetivos, cuja forma de provimento e valor de retribuição são disciplinados pela presente lei". A emenda não foi aprovada. PALAVRA DE CONCILIAÇÃO Durante o tumulto foi preciso a intervenção do líder do prefeito na Câmara Municipal de Natal, ve-

reador Júlio Protásio, do PSB, que imediatamente suspendeu a sessão e dirigiu-se para as galerias da Casa para dialogar com os manifestantes e encerrar o tumulto que poderia ter resultados desagradáveis. Essa não é a primeira vez que acontece tumulto no plenário da Câmara Municipal e no entorno da sedo do Poder Legislativo. Geralmente quando ocorrem votações polêmicas instala-se um clima de tensão e medo, com manifestantes agredindo vereadores e provocando depredação dos patrimônios, público e privado.

CMN aprova reajuste para diretores de unidades de saúde Os vereadores da Câmara Municipal de Natal votaram nesta quarta-feira (21) outros blocos de emendas relativas a Reforma Administrativa da Prefeitura da capital potiguar. Foram aprovadas pautas referentes a remuneração dos diretores de unidades de saúde e criação de cargos e estruturas em diversas pastas. A primeira emenda que recebeu votos favoráveis foi a nº 45 que trata do reajuste salarial dos diretores e administradores de unidade especializada de saúde, bem como de diretores de unidade básica de

saúde. A matéria foi de autoria dos vereadores Dickson Nasser Junior (PSDB), Júlio Protásio (PSB) e Sandro Pimentel (PSOL. Com a aprovação do texto, os valores aumentaram em 60%. “É o reconhecimento desses profissionais importantes que conduzem as unidades”, defendeu Dickson Nasser Junior. Com a emenda, os diretores de unidade básica e administradores das unidades especializadas passarão de R$ 1 mil para R$ 1.600, já o de diretor de unidade especializada, de R$1.500 para R$2.400.

Em seguida foi aprovada a emenda 32 que altera o organograma e lotação da secretaria municipal de Educação, modificando o número de cargos para atender a demanda interna da pasta, com 58 cargos comissionados. Na defesa das matérias da Prefeitura, o líder da bancada governista, o vereador Júlio Protásio (PSB) conseguiu passar as emendas referentes a criação do departamento de assistência farmacêutica, diagnóstico e incorporação de novas tecnologias; a criação o cargo de assessor de controle interno na secreta-

ria de Administração e criação de cargos para a elaboração de projetos especiais para o Executivo. “Esses cargos visam contribuir para a melhoria do município. Por exemplo, teremos técnicos para os projetos especiais da Prefeitura, sem precisar contratar pessoas de fora ou perder projetos importantes, como já aconteceu em outras administrações”, defendeu Júlio Protásio. Nesta quinta-feira (22) os vereadores darão continuidade a votação das emendas restantes, a partir das 15h30.

> NO RÁDIO E NA TV

Programa nacional do Democratas critica inoperância do governo do PT Heracles Dantas

O programa partidário do Democratas, que irá ao ar em rede nacional de rádio e televisão nesta quinta-feira (22), às 20h, faz duras críticas ao governo do PT e aponta a inflação, juros elevados, baixo índice de investimento e economia estagnada como os principais problemas que travam o crescimento do país. O programa lembra que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, em 2013, foi o segundo pior da América Latina. "O Brasil se tornou um país caro. Caro para quem quer investir aqui e para os brasileiros que sabem que a feira da semana que vem será mais cara da que se faz hoje", diz o presidente do DEM, senador José Agripino (RN). O parlamentar comenta ainda a perda da credibilidade do Executivo e sua incapacidade de atrair investimentos. "O governo, com baixa credibilidade, está perdendo grandes oportunidades para fazer o Brasil voltar a crescer. Por isso, há um

clima de desconfiança dos mercados e um desânimo na sociedade". O partido também ressalta o prejuízo bilionário do país com a compra da refinaria de Pasadena (EUA), os indícios de corrupção na Petrobrás, as obras inacabadas e as promessas não cumpridas pela presidente Dilma Rousseff, além de críticas ao caos da saúde pública e a crise na Eletrobrás "por uma gestão incompetente e irresponsável". Como proposta para combater a estagnação econômica do Brasil, o Democratas defende a redução da máquina pública, mais privatizações e concessões e o aumento da taxa de investimento para 25% do PIB. O partido também sugere menos impostos e burocracia, mais apoio ao agronegócio e incentivo aos jovens empreendedores. Participaram do programa nacional do Democratas os deputados federais Mendonça Filho (PE), Ronaldo Caiado (GO) e Onyx Lo-

José Agripino faz uma série de críticas ao Governo Federal, comandado pelo PT renzoni (RS), além do pré-candidato ao governo da Bahia, Paulo

Souto, e do ex-prefeito do Rio de Janeiro César Maia.


Política

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 5

Rosalba Ciarlini retira R$ 50 milhões da construção de Hospital para usar na Copa UNIDADE MÉDICA QUE SERIA RESPONSÁVEL POR “DESAFOGAR” O WALFREDO FOI TROCADA POR INVESTIMENTO EM SEGURANÇA

Principal proposta eleitoral da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) para o setor de saúde, o Hospital de Traumas de Natal está sendo sepultado na Assembleia Legislativa a pedido do próprio governo. Cerca de R$ 50 milhões que estavam assegurados no orçamento estadual, advindos de um empréstimo tomado ao Banco do Brasil ainda em 2013, foram remanejados para a área "investimentos em estruturas previstas na Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo FIFA 2014" e também o setor de Segurança Pública. O montante coincide com a verba exigida pela FIFA para as chamadas obras temporárias da Copa, alvo de ação do Ministério Público. A nova planilha, remanejando os recursos, foi aprovada na reunião de ontem da Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, mas ainda irá a plenário. Os recursos em questão são do Programa de Apoio ao Investimento dos Estados e do Distrito Federal (PROINVESTE), através de operação de crédito junto ao Banco do Brasil. "Ocorre que, atualmente, o Estado do Rio Grande do Norte necessita realizar investimentos em áreas não contempladas no texto original da referida Lei Estadual, o que demanda realização da alteração legislativa ora pretendida", afirma o governo, na justificativa assinada pela governadora enviada ao presidente da Assembleia. Dos R$ 50 milhões, segundo o governo R$ 40 milhões são para "investimentos de melhoria das estruturas físicas e do funcionamento dos órgãos vinculados à Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (SESED), inclusive para as

José Aldenir

Heracles Dantas

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Rosalba Ciarlini usou Hospital de Trauma com uma das promessas de seu governo, contudo, projeto foi novamente adiado. Obery afirmou que parte também será gasto com a Copa, mas não sabe com o que exatamente ações previstas no Plano de Trabalho do 'Programa Brasil Mais Seguro'. Os R$ 10 milhões restantes seriam para investimentos em estruturas previstas na Matriz de Responsabilidade da Copa do Mundo FIFA 2014". REPERCUSSÃO O tema repercutiu em plenário na sessão desta quarta-feira. O deputado estadual Agnelo Alves (PDT), Membro da CCJ, foi contra a proposta. "Se tirasse de algum lugar que não prejudique. Mas tirar da construção de um hospital? Por mais que explique que

botou verba só para fazer de conta, não justifica para tirar. Tem tantas outras verbas. Poderia tirar R$ 10 milhões de uma, R$ 20 milhões de outra. Mas tirar logo do hospital?", questionou o parlamentar, que também é crítico quanto à imposição do governo para que os deputados aprovem a matéria com agilidade. Em pronunciamento na comissão e, em seguida, no plenário, Agnelo fez advertências: "Me dá impaciência verificar que o governo, para fazer a proposta, leva não sei quanto tempo e aí faz a proposta, e quer que os deputados apoiem

no mesmo dia. Chegou de manhã, apoiem à tarde", disse, lembrando que a rejeição de 75% do governo Rosalba poderá contaminar a Assembleia, se a população descobrir que os deputados apoiam o governo. Neste sentido, o pedetista chegou a pedir votação nominal do projeto, com os deputados se identificando e justificando o voto contra ou a favor. O parlamentar também avalia como negativo o fato de que os deputados que se identificam como de oposição, na prática, votarem como governo. "A governadora manda a matéria para cá e quem diz que é

da oposição não vota na oposição. Por exemplo, o PMDB não se levanta para protestar, para examinar a matéria, ou até para justificar o voto, o PROS nem se fala". Agnelo disse ainda que, do jeito que vai, chegará a hora que a rejeição de Rosalba vai cair sobre a Assembleia também. "Tudo que Rosalba faz, tem aprovação aqui dentro. É esperta e bota os senhores para se solidarizarem. Mas diz-se que se está liberando emendas. Eu não liberei emenda nenhuma, apresentei. Tire das emendas, (mas não do Hospital). A Assembleia diga que abre mão das emendas", opinou.

GOVERNO Através da Assessoria de Imprensa, o governo do Estado informou que o valor que foi autorizado para remanejamento foi R$ 50 milhões. Desses, R$ 40 milhões serão para investimentos em segurança, como aquisição de viaturas, armamentos, coletes, entre outras, e parte dos recursos também seria utilizado para ações da Matriz de Responsabilidade da Copa. O secretário de Finanças, Obery Rodrigues, no entanto, não soube precisar onde os recursos da matriz da Copa seriam empregados. Arquivo

> RELAÇÃO CONTURBADA

Agnelo confirma insatisfação: “Que vai sobrar para o PDT?” Não deve ser fácil administrar tantos grupos e lideranças políticas num palanque só. Afinal, são muitos - e grandes - interesses envolvidos. Por isso, não deve estar sendo mole para o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB). Responsável pela costura de um amplo palanque - alguns apelidam de "acordão", outros, de "chapão" - com quase 20 legendas - em apoio a sua candidatura e a do deputado federal João Maia (PR) a governador e a vice, respectivamente, assim como à candidatura da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB), ao Senado, o presidente do PMDB potiguar andaria as voltas para debelar insatisfações que começam a surgir entre os partidos pré-coligados. A mais visível insatisfação, até agora, nasceu da legenda do prefei-

to de Natal, Carlos Eduardo Alves, o PDT. Insatisfeitos com o que consideram falta de reciprocidade na divisão das bases eleitorais, lideranças da legenda, especialmente às ligadas à fundação do partido, querem rediscutir o apoio da sigla à chapa majoritária composta por Henrique, João e Wilma. A reclamação acontece porque os pedetistas, na negociação com a chapa majoritária, abriram mão de indicar o candidato a vice-governador, ao Senado e à suplência de senador. Tudo para que o PMDB apoiasse, em troca, o projeto do PDT, que é a eleição de um deputado federal, conjuntamente com a reeleição e/ou ampliação da bancada do partido na Assembleia Legislativa. Equilibrar os espaços, diante da importância de cada grupo, é a espinhosa missão de Henrique. Co-

nhecido como exímio articulador, alguns ainda não entendem por que ele abriu espaço generoso para o PR. Além de indicar João Maia para vice, os republicanos conseguiram emplacar a candidatura da irmã dele, Zenaide Maia, para deputada federal. "Quer dizer, João Maia entra como vice-governador e quem votar em Henrique estará votando nele. O deputado federal é a irmã dele. O deputado estadual é a mulher. Para senador, a mesma coisa. Wilma também indica os dois suplentes. O que vai sobrar para o PDT na chapa majoritária? É uma pergunta. Alguém tem que responder", questiona o deputado Agnelo Alves (PDT). Pai do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, Agnelo defende que os pedetistas tradicionais sejam ouvidos nas suas insatisfações. Entre os que assumiram pu-

blicamente a insatisfação, estão o presidente do PDT em Natal, Kleber Fernandes, e o secretário-geral do partido, Jonny Costa, ambos com histórico no partido anterior à chegada de Carlos e Agnelo. "Quando nós chegamos ao PDT, já existia. Estamos ouvindo os que estão insatisfeitos para chegar a um a conclusão. Nenhum dos que estão insatisfeitos chegou agora. Todos já têm assento no partido, antes de Agnelo e Carlos. Ah, mas dizem, 'o PDT não tem voto'. Tem. Tanto que ganhou a eleição para prefeito de Natal e de Parnamirim. Então temos que ouvir aqueles que estão descontentes e estão se manifestando", defendeu Agnelo. O ex-prefeito de Parnamirim disse, por fim, que, nos próximos dias, uma reunião com membros da legenda acontecerá para discutir a

Agnelo Alves, pai de Carlos Eduardo, faz coro com pedetistas ao falar da aliança questão com os militantes e dirigentes pedetistas. "Não tive contato com eles ainda. Carlos Eduardo estava viajando. É provável que haja um encontro em breve", disse, concluindo com um alerta à classe política

para estas eleições: "É bom que fique claro para todos que são candidatos: Hoje o partido mais forte do que todos os que estão legalizados é o partido dos que se manifestam", declarou.

José Aldenir

> ATUAÇÃO NA ASSEMBLEIA

Hermano Morais pede ao DER recuperação de estradas no RN Hermano cobrou recuperação da sinalização em trecho entre Natal e São Gonçalo

O deputado estadual Hermano Morais (PMDB) requer ao Departamento de Estradas e Rodagens (DER) a recuperação e sinalização da Rodovia RN 160, no trecho que liga Natal ao Município de São Gonçalo do Amarante. O referido trecho da RN - 160

é de suma importância como via de integração entre Natal e São Gonçalo do Amarante. Trata-se de uma distância de aproximadamente 10 km de extensão. O trecho em comento encontra-se com parte da malha asfáltica danificada, falta de sinalização, e em alguns pontos

avariados, a velocidade é reduzida a quase 10 Km/h, ou até mesmo, são feitas manobras bruscas, ocasionando acidentes. Vale salientar que, tal estrada serve para o escoamento da produção local, além do transporte de mercadorias e da população, fato-

res fundamentais para geração de riquezas em vários distritos e comunidades, que ainda carecem de muitos incentivos. A realização da recuperação desta rodovia certamente contribuirá para beneficiar a população da região.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 22 de maio de 2014

Quinta-feira

Envelopamento de viaduto da BR 101 começa na próxima semana TRABALHO NO ENTORNO DO ARENA ESTÁ CONCENTRADO NO TÚNEL DA ROMUALDO GALVÃO PARA CUMPRIMENTO DE PRAZO Fotos: José Aldenir

MARCELO LIMA REPÓRTER

A única parte do Complexo Viário de Natal (entorno da Arena das Dunas) que não será liberado para o tráfego antes do início da Copa do Mundo é o viaduto da BR 101. Para amenizar a imagem de que Natal deixou as obras para a última hora, a Prefeitura vai colocar imagens de pontos turísticos da cidade nos tapumes que isolarão o viaduto. Segundo o secretário de Infraestrutura e Obras Públicas de Natal, Tomaz Neto, o equipamento urbanístico estará com o concreto em fase de secagem (cura). Isso quer dizer que não haverá obras sobre ele, mas também não receberá tráfego de veículos. O processo de secagem leva em média 28 dias. "Vai ser concretado, escorado e isolado para as pessoas não subirem nele", informou. A previsão do chefe da pasta de Infraesturura e Obras Públicas é que essa fase final comece na próxima segunda-feira (26) e seja encerrada com o envelopamento até sexta-feira (30). "Será envelopado com propaganda da nossa cidade, de pontos turísticos. O serviço vai ser feito pela construtora mesmo", disse. Segundo Tomaz Neto, a modalidade do contrato permite que se faça essa exigência, uma vez que é questão de segurança. Ainda segundo o secretário, o viaduto da BR 101 começará a ser desmoldado (escoras retiradas) por volta de 30 de junho. "Depois

Mor Gouveia e Raimundo Chaves, que passaram sob a Prudente de Morais, terão o tráfego liberado apenas um dia antes do primeiro jogo da Copa do Mundo em Natal, no dia 12 de junho. Sobre a possibilidade de chuvas, fenômeno comum nessa época do ano no Nordeste, o secretário até evita o assunto. "Pelo amor de Deus nem fale em chuva que eu estou de bem com São Pedro. Minha reza está muito forte", disse.

Equipamento só dever ser liberado para o tráfego em 10 de julho vamos fazer o acabamento e sinalização e deve ser liberado para tráfego em 10 de julho", acrescentou. PRIMEIRA INAUGURAÇÃO O secretário também reafirmou o prazo de entrega de todos os elementos do Complexo Viário de Natal. O primeiro deles vai ser o túnel da Avenida Romualdo Galvão com a Avenida Lima e Silva.

A inauguração oficial está programada para 10 horas da manhã do próximo domingo (25). "Não vou correr o risco que o governo do Estado correu com a liberação da Prudente [prolongamento da Avenida Omar O'Grady]. Vai ter sinalização, iluminação por uma questão de segurança", comparou Tomaz Neto. Nesses últimos momentos antes do prazo, o esfor-

ço está concentrado nessa primeira parte da obra. FINALIZADOS, MAS NÃO LIBERADOS O fim da parte pesada das obras permanece mantido para o dia 31 de maio. Mas a liberação para o tráfego só vai ocorrer depois da sinalização e acabamento de cada elemento do Complexo Viário de

Natal já durante o mês de junho. No dia 8 de junho está programada a liberação para o tráfego do viaduto estaiado da Prudente de Morais, túnel da Lima e Silva, túnel da Jerônimo Câmara e a passarela da Avenida Prudente de Morais. No dia 10 de junho, a passarela da Rua Morais Navarro também deverá estar pronta para uso. Os túneis das Avenidas Capitão-

> COMBATE À EXPLORAÇÃO SEXUAL

Será envelopado com propaganda da nossa cidade, de pontos turísticos. O serviço vai ser feito pela construtora mesmo" TOMAZ NETO TITULAR DA SEMOPI

Selo Copa Legal é entregue a parceiros do turismo A Frente Parlamentar Estadual da Criança e Adolescente realizou nesta quinta-feira (22), pela manhã, sessão solene para a entrega do Selo Copa Legal aos parceiros do trade turístico que assumiram o compromisso de combater à exploração sexual de crianças e adolescentes antes, durante e depois da Copa. O evento aconteceu no plenário Clóvis Motta, na Assembleia Legislativa do RN, e também fez alusão ao Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, celebrado no último dia 18 de maio. A ação reúne proprietários e representantes de bares, restaurantes, hotéis, agências de viagem e empreendimentos ligados ao turismo que assinaram nos últimos meses uma carta-compromisso com diretrizes para minimizar os impactos negativos, como a exploração sexual de crianças e adolescentes, durante o Mundial de Futebol a ser

realizado no país em 2014. Para o presidente do Sindicato de Bares e Restaurantes, Max Fonseca, que também é presidente executivo do Natal Convention Bureau, a exploração sexual de crianças era um problema grave na capital até cinco anos atrás, mas graças a ações compartilhadas de empresários com autoridades "pode-se dizer que já controlado". Fonseca, no entanto alerta, para a necessidade de uma renovação constante dessa vigilância para que esse tipo de exploração não retorne e "os 80 associados da Abrasel na Grande Natal constituem um ponto de apoio essencial para essa prevenção". A iniciativa Copa Legal conta com 26 parceiros que, junto a Frente e a Assembleia Legislativa, lutam para evitar que os números da Copa da África do Sul, em 2010, oportunidade em que houve um aumento de 40% no número de pessoas que sofreram exploração sexual.

Wellington Rocha

Max Fonseca, presidente da Abrasel, é um dos parceiros do projeto

O Selo foi conferido aos estabelecimentos que cumpriram as metas propostas pelo documento que contém orientações sobre como combater a exploração sexual. Entre elas estão à disponibilização de material educativo contra exploração sexual, exposição do Disque 100 em local visível no estabelecimento, cardápios e livretos, uma cópia do Estatuto da Criança e Adolescente para consulta, dentre outros. Todo material tem sido disponibilizado pela Frente e Assembleia Legislativa. No último dia 18, Dia Nacional de Luta contra o Abuso e Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, em parceria com a Prefeitura do Natal, foi realizada uma ação especial na praia de Ponta Negra junto a um grupo formado por conselheiros tutelares, promotores e simpatizantes à causa, que saiu em caminhada pela orla abordando banhistas, comerciantes e turistas distribuindo material educa-

tivo e oferecendo orientações sobre como proceder em casos de exploração sexual. A Federação Norte-Riograndense de Futebol (FNF) e o América Futebol Clube também aderiram ao projeto e, respectivamente na final do Campeonato Estadual e no Clássico-Rei do futebol potiguar, o Selo Copa Legal esteve presente com a distribuição de material e uma faixa que circulou no campo na abertura e no intervalo das partidas. Outra atividade desenvolvida através do Selo Copa Legal em parceria com o Ibepis (Instituto Brasileiro de Estudos, Pesquisas e Formação para a Inovação Social) é o curso gratuito de capacitação para os profissionais da rede de proteção da capital. As aulas serão ministradas nos dias 22, 23, 29 e 30 de maio e, ao final, terão a certificação do IBEPIS, ILP e Frente Parlamentar/Selo Copa Legal.

> PRAIA DO FORTE

Fifa Fan Fest começa a receber as primeiras instalações Wellington Rocha

Expectativa é que a montagem esteja completamente pronta até o dia 28 de maio

As primeiras instalações do espaço onde acontecerá o Fifa Fan Fest em Natal, na Praia do Forte, começam a tomar corpo. Na manhã desta quinta-feira (22), operários trabalhavam na aplicação de tendas e da cerca que delimita o espaço capaz de comportar até 20 mil pessoas nos dias de jogos da Copa do Mundo. A previsão é de que a montagem do local esteja completamente pronto até o dia 28 de maio. O Fan Fest acontecerá entre os dias 12 de junho a 13 de julho, das 10h às 22h. Mesmo sendo um evento gratuito e aberto a todas as pessoas interessadas, os visitantes que forem acompanhar as exibições de jogos e as 60 atrações entre elas Olodum, Araketu, Margareth Menezes, Marina Elali e Dorgival Dantas - não poderão entrar com bebida alcoólica, determinação da FIFA. De acordo com as normas es-

tabelecidas para a realização do evento, os vendedores ambulantes não poderão atuar em um raio de 600 metros da entrada do local. Para atender a todo o público que estará presente nos dias do evento, a organização da Fan Fest terá 15 espaços para vendas de bebidas e comidas, incluindo também uma praça de alimentação. Segundo a planta fornecida pela Secretaria Municipal de Planejamento, Fazenda e Tecnologia da Informação (Sempla), a área cercada do Fan Fest é de 28.850,00 m². Se contar com o espaço isolado para segurança dos visitantes, entre a Ponte Newton Navarro e o viaduto Presidente Café Filho, a área fica em torno de 34 mil m². O processo de montagem e realização do Fifa Fan Fest custou à Prefeitura Municipal de Natal cerca de R$ 6 milhões. Para receber visitantes locais,

nacionais e também do exterior, o evento em Natal terá cerca de 180 seguranças privados, enquanto que a Polícia Militar, com apoio do Corpo de Bombeiros, dará o apoio no lado de fora da Fan Fest. Ainda de acordo com a regulamentação do evento, todos os visitantes terão de passar por um detector de metais para ter acesso à estrutura. Câmeras de vigilância também serão instaladas no local. Na planta, também estão previstas áreas de estacionamentos para o público em geral (no perímetro externo) e para a equipe de organização do evento. Linhas de ônibus serão intensificadas até a Praia do Forte durante todo o período da Copa do Mundo. A Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob) ficará responsável pela organização de trânsito, estacionamentos e entorno da Fan Fest.

FORTE SUCUMBE AO ABANDONO Um dos maiores ícones que representam a capital potiguar em imagens publicitárias ou cartões postais, o Forte dos Reis Magos não recebe a atenção equivalente a sua importância. Durante o período em que Natal receberá a maior concentração turística já vista em curto tempo, a Copa do Mundo, o Forte corre risco de ser completamente esquecido por não ter recebido nenhum investimento ou atrativo. Próximo à área de realização do Fifa Fan Fest, que está recebendo investimento por parte do poder público para a realização de shows, a Fortaleza dos Reis Magos - como costuma ser chamado - foi escanteada, mesmo sendo um dos maiores pontos de visitação dos turistas. Em alta estação, é registrada uma média de 1.500 visitações por dia.


Economia

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 7

Fotos: Wellington Rocha

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

A caminho do Supersimples para todos GLAUCO PINHEIRO DA CRUZ CONSULTOR EMPRESARIAL E DIRETOR DO GRUPO CANDINHO ASSESSORIA CONTÁBIL (WWW.CANDINHO.COM.BR

Foi aprovada na última semana, na Câmara dos Deputados, o texto base do projeto de Lei que altera o regime de tributação das micro e pequenas empresas e universaliza o acesso do setor de serviços ao Simples Nacional. Após a aprovação final do projeto e a sanção presidencial, o critério para poder se enquadrar no Supersimples deixará de ser a categoria profissional ou a natureza da atividade do empreendimento e passará a ser o faturamento da atividade exercida - mantendo o limite anual de R$ 3,6 milhões. A inclusão dessas profissões é um grande avanço em direção à garantia de isonomia entre os profissionais de serviço, ampliando o acesso a um índice de cobrança único baseado no faturamento, independentemente do ramo de atuação do negócio. Com o novo projeto, 140 atividades econômicas ingressarão no Simples, o que representa cerca de 450 mil novas empresas. Ficaram de fora apenas as de refrigerantes, bebidas alcoólicas, armas e tabaco. A partir de 2015, os novos optantes do regime, entre eles médicos, jornalistas, advogados, publicitários, veterinários, psicólogos, fisioterapeutas, nutricionistas e corretores, entre outros profissionais, deverão ser incluídos em uma tabela de recolhimento separada, calculada sobre o lucro presumido. Apesar de ser mais uma conquista rumo à desburocratização, a nova tributação proposta será elevada, com alíquotas que variam de 16,93 a 22,45 por cento do faturamento mensal, enquanto que a taxa para as micro e pequenas empresas do comércio enquadradas atualmente é de 4 a 12 por cento. Esperamos que em breve seja feita uma readequação dessa tabela para que a carga não seja tão alta e permita, de fato, que todos os pequenos empresários tenham mais facilidade para manter seus negócios regularizados no Brasil. O Projeto de Lei pretende, ainda, reduzir o tempo de abertura e fechamento das empresas, criar salas do empreendedor nas prefeituras e alterar o modo de cobrança do ICMS ao prever o fim da substituição tributária para micro e pequenas empresas. Hoje, cobra-se impostos ao longo da cadeia comercial, tributando os produtos adquiridos pelos empresários antes mesmo de eles saRN perde para o Ceará a Fenacam'14 (Feira Nacional do Camarão) n Este ano, pela primeira vez desde 2003, a Feira Nacional do Camarão (Fenacam) deixará de ser realizada em Natal, passando a acontecer no Centro de Eventos do Ceará, em Fortaleza, no período de 10 a 13 de novembro, atraindo toda a cadeia produtiva da aquicultura do país, além de técnicos e cientistas com atuação nessa área em toda a América Latina, e ainda fabricantes e distribuidores de máquinas, implementos, rações, produtos veterinários, etc.. n Segundo o presidente da ABCC (Associação Brasileira dos Criadores de Camarão), engenheiro de pesca Itamar Rocha, simultaneamente à Fenacam'14 serão promovidos o XI Simpósio Internacional de Carcinicultura, o VIII Simpósio Internacional de Aqüicultura, a XI Feira Internacional de

berem se os venderão. Essa prática eleva a alíquota do Imposto no fim do processo. Outra alteração é a proposta de aumentar em 20 por cento o limite do teto para enquadramento nessa categoria de tributação, passando dos atuais R$ 3,6 milhões para R$ 4,32 milhões, o que não foi aprovado desta vez. Mais de 8,7 milhões de empresas já aderiram ao Supersimples, desde sua criação, em 2007. Nestes sete anos, um dos grandes desafios foi estender esse regime diferenciado de tributação, menos burocrático e com impostos reduzidos, a outras categorias de empreendedores, para facilitar a entrada e permanência deles no mercado formal. Até então, apenas profissionais como mecânicos, doceiros, cabeleireiros, manicures, vendedores de roupas e cosméticos e fotógrafos podiam se inscrever. De resto, continua igual. Podem recolher impostos pelo sistema simplificado de tributação - e pagar mensalmente os oito tributos (IRPJ, IPI, CSLL, COFINS, PIS, INSS, ICMS e ISS) mediante documento único de arrecadação - os empreendedores individuais com renda de até R$ 60 mil por ano, as microempresas com receita bruta anual de até R$ 360 mil e as pequenas empresas que faturam até R$ 3,6 milhões. É também permitido contabilizar o que se exporta separadamente, o que garante que uma empresa de pequeno porte fature até R$ 7,2 milhões por ano e permaneça no regime, desde que metade disso tenha sido faturado com exportações. Com tantas vantagens, só faltava mesmo estendê-lo ao maior número possível de empresários, de qualquer ramo de atuação. Assim, além de ter direito a emitir nota fiscal, acessar crédito mais barato e deixar seu negócio totalmente legalizado, esses profissionais ainda têm auxílio-doença ou reclusão, aposentadoria por idade ou por invalidez, licença maternidade e pensão por morte. As pequenas empresas são grandes geradoras de renda, riqueza e oportunidades de trabalho no país, já tendo sido reconhecidas como base da nossa economia; então nada mais justo do que investir mais e mais no seu fortalecimento. Com essa mudança, o governo mais uma vez dá provas de que aposta no potencial empreendedor dos brasileiros. Em contrapartida, o país deve notar uma redução dos empreendimentos informais e o aumento cada vez maior dos empregos nos pequenos negócios. É vantagem para todo mundo.

Serviços e Produtos para Aquicultura e o XI Festival Gastronômico de Frutos do Mar. n O que justifica a saída da Fenacam no Rio Grande do Norte é, basicamente, o fato de que em nosso território a atividade carcinícola se acha permanentemente submetida à perseguição dos órgãos ambientais e sem merecer incentivos do poder público, enquanto que no vizinho Ceará os produtores de camarão e aquicultores em geral encontram condições favoráveis para a expansão dos seus negócios, a ponto de já terem arrancado dos potiguares a liderança nacional em produção e produtividade do camarão e caminharem agora, a passos largos, para liderar o ranking da tilápia. n O tema central da Fenacam'14 será "Aumentar a Produção para Atender a Demanda Interna, sem Perder de Vista o Promissor Mercado Internacional". A expectativa é

que o evento gere negócios da ordem de R$ 100 milhões. TripAdvisor emite seu Certificado de Excelência para o hotel Serhs Natal n O TripAdvisor, reconhecido como o maior site de viagens do mundo (com 260 milhões de visitas por mês), expediu para o Serhs Natal Grand Hotel, localizado na Via Costeira, seu Certificado de Excelência, uma espécie de reconhecimento internacional do alto nível de atendimento, com base em pontuação obtida em pesquisas de satisfação realizadas constantemente junto aos viajantes. n A diretora de Vendas do grupo Serhs, Adriana Ferreira, comemora a conquista junto com sua equipe de colaboradores, pois sabe que o Certificado de Excelência do TripAdvisor garante ao hotel enormes vantagens na disputa de hóspedes com outros estabelecimentos da categoria Cinco Estrelas.

Em alguns estabelecimentos, é praticamente impossível a entrada dos clientes. Comerciantes acumulam prejuízos e não garantem permanência no futuro

Lojas do entorno da Arena esperam por dias melhores COMERCIANTES AMARGAM PREJUÍZOS DESDE INÍCIO DAS OBRAS MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

O viaduto estaiado que está sendo construído no entorno do Arena das Dunas pode até contribuir no futuro para desafogar o trânsito na região, mas devastou o comércio nos arredores. Da clínica ortopédica às lojinhas do pequeno centro comercial, o movimento e o faturamento sofreram reduções drásticas. Na proporção de 10 caiu entre cinco a sete pontos. E o maior problema agora é saber se compensará manter pontos comerciais ao lado de uma obra de acessibilidade que privilegiará mais os carros do que as pessoas. Depois de publicar em sua edição de ontem o drama vivido por uma grande empresa – a Nacional Veículos, concessionária Volkswagen – que viu suas vendas desabarem 70% - O JORNAL DE HOJE percorreu na manhã desta quintafeira os demais estabelecimentos do entorno, conversou com os funcionários e o que encontrou foram expressões abatidas e conformadas. Desde que as obras começaram em outubro do ano passado com a promessa de não durarem mais de quatro ou cinco meses, aos poucos foi se vendo o desenrolar de um projeto bem mais complexo, repleto de problemas de engenharia que, desde o princípio, são mal comunicados ao público. “Aqui ninguém sabe de nada, as coisas vão acontecendo sem que se prepare para o que vem”, diz a funcionária da farmácia que pede para não ter seu nome e do estabelecimento publicados. “Desde que tudo começou os clientes desapareceram, mas a empresa preferiu por remanejar a demitir pessoal”, explica. É o que acontece também na clínica ortopédica. Por lá, se reduziu um de seus três turnos, que recebiam no passado uma média de 50 pessoas por período e hoje esse número não passa das 20, quando muito. “É muita dificuldade para entrar cadeirantes e para estacionar um carro com um paciente com problemas de locomoção”, diz a atendente. Um dos pontos que também sofreu foi a oficina de funilaria e lavarápido que imediatamente perdeu quase todos os clientes da segunda atividade. A razão disso está a poucos metros de distância, na pequena nesga de asfalto onde os carros estão permitidos trafegar, mas onde

Famosa por atrair muitos consumidores, hamburgueria sofre com a redução nas vendas devido as obras na vizinhança a lama da construção prosperou. “Não dá nem pra sair com o carro limpo daqui para lama respingar em tudo”, diz o funcionário. No posto de gasolina, de quatro caminhões tanque por semana para realizar o abastecimento de combustíveis, apenas um permanece, quando há necessidade. Dos nove frentistas que davam expediente por período (quatro de manhã, três de tarde e dois noite) hoje há apenas cinco: dois de manhã, dois de tarde e um a noite. Mesmo negócios consagrados, como o Pittisburg, que mantém uma franquia com 11 lojas em Natal, viu a franquia da matriz, que fica na Prudente de Moraes, bem na saída do túnel que está sendo construído, viu o lucro de sua loja matriz ir pelo ralo nos últimos meses. “O cliente de impulso, aquele que passa pela loja e resolve entrar, esse desapareceu”, admite o dono da franquia, Kléber Carvalho. Ele agora diz esperar o término das obras para decidir de irá ou não se manter no mesmo ponto, onde também funciona a administração e suprimentos num prédio contíguo. Uma das salvações da marca local foi ter uma delivery forte de onde vem 50% de seu faturamento. A outra foi a própria marca ter virado uma franquia, que vai muito bem. “Do contrário, as consequências seriam muito piores”, diz Kleber. Mesmo assim, o empresário está literalmente pagando para ver. “Tenho 170 funcionários cujas famílias dependem de mim. E pelo menos na loja matriz nosso lucro que é de 15%, pagando todas as despesas fixas e variáveis, virou poeira com essas obras”, acrescenta. No fim do mês passado, o secretário municipal de Obras Públi-

cas e Infraestrutura de Natal, Tomaz Neto, assegurou que boa parte das obras de mobilidade no entorno da Arena das Dunas estará pronta até o início da Copa do Mundo, dia 12 de junho. Só ficarão para depois o viaduto da BR 101, as calçadas das principais avenidas que levam até o estádio do mundial e o projeto paisagístico do entorno. O prazo para a liberação do trânsito nos demais equipamentos urbanísticos da região (viaduto estaiado da Avenida Prudente de Morais, duas passarelas pré-moldadas e seis túneis) é 30 de maio. E mesmo depois da entrega, a Prefeitura ainda terá esse período para fazer pintura, limpeza dos espaços e retoques necessários, porque Natal sediará o primeiro jogo da Copa no dia 13, com o jogo México x Camarões. Durante os jogos, porém, as coisas ficarão piores, pois ninguém poderá acessar o estádio de carro, uma vez que em eventos da Fifa o trânsito de veículos é paralisado num raio de 2 quilômetros da Arena. Questionado sobre o atraso do viaduto da BR-101, Tomaz Neto não poupou ninguém. “Foi culpa do Dnit, do DER e da Prefeitura”, classificou. Segundo ele, o atraso ocorreu em função da discussão do projeto entre os órgãos das três esferas de governo. Hoje, os funcionários dos estabelecimentos comerciais localizados no entorno do estádio – os poucos que têm automóveis - queriam saber onde poderão deixar seus veículos para trabalhar, já que para eles será em parte um dia normal de expediente. Quem não tem carro já se acostumou a andar pelo menos de três a quatro quarteirões para entrar no serviço do ponto em que desceram do ônibus mais próximo.

Pontos comerciais próximos a Arena, antes bastante frequentados, estão quase todos fechados à espera de novos negócios


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 22 de maio de 2014

Quinta-feira

Natalenses fazem fila para ver a Taça da Copa do Mundo OBJETO MAIS COBIÇADO PELAS SELEÇÕES ESTARÁ EM SHOPPING DA ZN ATÉ 21H José Aldenir

DIEGO HERVANI REPÓRTER

O Tour da Taça da Copa do Mundo da Fifa chegou a Natal nesta quinta-feira (22). O objeto mais cobiçado pelas seleções mundiais ficará em exposição até às 21h de hoje, no Norte Shopping, Zona Norte de Natal. Porém, desde antes das 8h os natalenses já faziam fila no estacionamento do shopping. Mesmo com horário marcado para fazer a visitação, já que quando o público adquiria os ingressos a hora que iria até o local tinha que ser informado no site da patrocinadora do evento, as pessoas foram cedo ao shopping. O primeiro a chegar foi o servente de pedreiro Arinunes de Lira, 44 anos, que desde às 7h30 (o evento estava marcado para começar às 9h) estava na fila para ter a oportunidade de chegar perto da taça. "Eu sou um apaixonado por futebol e para mim poder tirar foto com a taça é uma emoção muito grande. Vale todo esse esforço de ficar na fila com todo esse sol na cabeça", afirmou sem perder o bom humor mesmo com o intenso calor que estava fazendo na capital potiguar. Além de poder registrar o momento com a taça, Arinunes se sentiu recompensado por ter participado da construção da Arena das Dunas, em Natal e também ter sido

Primeiros torcedores começaram a chegar ao Norte Shopping ainda no início da manhã, ansiosos para conhecer a Taça da Copa do Mundo jogador profissional. "Eu joguei algumas competições aqui em Natal por times menores. Também fui colaborador na Arena das Dunas. Então para mim é especial. É como se o meu trabalho estivesse completo com esse momento", frisou. Já o vigilante Luiz Eduardo levou a esposa e os três filhos para o evento. Ele conta que se não conseguisse o ingresso, iria ficar em uma situação "complicada" com a família. "Olha, desde que foi divulgado o dia que a taça viria para Natal que meus filhos ficaram no meu pé para conseguir os ingressos. Tive que correr atrás. Eles ficavam me pressionando

todos os dias. Ainda bem que conseguimos. Além do prazer de poder tirar a foto com a taça, já que todos gostamos de futebol, eu estou aliviado. Não quero nem pensar o que iria acontecer se eu não tivesse conseguido os ingressos", afirmou o vigilante em um tom de brincadeira, e visivelmente satisfeito. Depois de Natal, a Taça da Copa do Mundo ainda irá passar por Recife, Fortaleza, Brasília e São Paulo para então completar o Tour por todas as capitais do Brasil. Segundo a organização do evento, cerca de 15 mil pessoas são esperadas em Natal até às 21h desta quinta-feira.

Além da Taça da Copa do Mundo, o ex-jogador Rivaldo, melhor jogador do mundo em 1999 e pentacampeão mundial em 2002 com a seleção brasileira, também esteve no Norte Shopping para atender a imprensa e alguns fãs. "Para mim é uma emoção muito grande poder participar de um evento como esse. Quando eu chego perto da Taça todas as lembranças daquela conquista (em 2002) começam a surgir na minha cabeça. Foi um momento muito importante na minha vida profissional. Aemoção só se iguala com a de quando eu tive a oportunidade de jogar profissionalmente com o meu filho".

Brasil favorito, mas com ressalvas José Aldenir

Pentacampeão em 2002, Rivaldo cumprimentou fãs durante exposição da taça

Fugindo de perguntas polêmicas como sobre os protestos que estão acontecendo no Brasil contra a Copa do Mundo, Rivaldo falou sobre as possibilidades do Brasil conquistar o Mundial este ano. Apesar de considerar a seleção favorita, ele lembrou que outros campeões podem causar problemas. "Se pensarmos de como a seleção estava há duas temporadas, que ninguém acreditava nela, houve uma evolução muito grande. O Brasil tem jogado bem e é a favorita para a Copa. Mas também não podemos nos esquecer das seleções que já ganharam a Copa

(Argentina, Uruguai, Alemanha, Itália, França, Inglaterra e Espanha) e que irão jogar no Brasil". O pentacampeão também disse que Neymar pode fazer a diferença para o Brasil. "Eu joguei com a 10 em duas Copas do Mundo e fiz um bom trabalho (foi vice em 98 e campeão em 2002). Hoje essa camisa está com o Neymar, que vai jogar mais no ataque. Ele sabe jogar futebol, tem um talento muito grande e tenho certeza que pode fazer um grande trabalho aqui no Brasil. Além disso, também temos o fator casa. A torcida vai apoiar muito".

CURIOSIDADES DA TAÇA n A Taça da FIFA viaja a bordo de um jato executivo especialmente decorado e mobiliado para transportar o objeto n Ao ser concluído, no dia 1º de junho, em São Paulo, o Tour da Taça por Coca-Cola terá visitado 90 países. n O Tour da Taça da Copa do Mundo da FIFA 2014 visitou todos os países campeões da Copa do Mundo. n Pela primeira vez na história do Mundial, a Taça viaja por todas as capitais de um país-sede. n A Taça original da FIFA da atualidade mede 36,8 centímetros, pesa 6,175 quilos e é feita de ouro maciço 18 quilates, com base de malaquita, pedra semipreciosa. Somente campeões mundiais e chefes de Estado podem tocar a Taça n A Taça original é erguida pelo país campeão, que recebe uma réplica folheada a ouro. n A atual Taça foi erguida pela primeira vez na Copa da Alemanha, em 1974 e tem, até o momento, o nome de seis campeões gravados em sua base: Brasil (1994 e 2002), Alemanha (1974 e 1990), Argentina (1978 e 1986), Itália (1982 e 2006), França (1998) e Espanha (2010). n A Taça tem espaço para a inscrição de países campeões até a Copa de 2038. Considerando que a Copa do Mundo ocorre a cada quatro anos, são mais sete campeões, incluindo o deste ano.

José Aldenir

> DESPERDÍCIO

Enfeites para a Copa são alvos de vandalismo e estão caindo em Natal As peças de decoração alusivas à Copa do Mundo estão caindo com o vento. Presentes nas principais avenidas de Natal, os elementos já atingiram dois carros e ganharam repercussão em mídias sociais. Mas não é só isso. Os artigos também se tornaram alvo de quem não quer ver o mundial da Fifa acontecer na cidade. Sob responsabilidade da empresa Serv Light, o serviço de instalação das peças custou R$ 1,6 milhão. O primeiro caso foi relatado nesta semana na BR 101 no sentido NatalParnamirim por Wesley Tiago. O mastro de um banner da Copa atingiu a parte frontal de seu celta vermelho. "Despencou de um dos postes e veio em minha direção, atingindo assim meu veículo. Por pouco não atravessa o vidro e causa um desastre maior", escreveu o motorista por meio de seu perfil em uma mídia social. Outro caso aconteceu também nesta semana na avenida Engenheiro Roberto Freire. De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), a empresa foi notificada, alugou um carro para a vítima do primeiro acidente e pagou o conserto. Ainda segundo a assessoria, o fato ocorreu porque as presilhas da decoração não suportaram o vento. A decoração para a Copa do Mundo estará em todos os grandes corredores da cidade: Felizardo Moura, João Medeiros Filho, Via Costeira, Tomaz Landim, Ponte Newton Navarro, Café Filho, Roberto Freire, BR 101, Hermes da Fonseca, Rio Branco e Coronel Estavam. Nos locais que a decoração já foi instalada, é possível perceber que as peças se soltam facilmente. Exem-

plo disso são as bandeiras colocadas no centro da cidade e bairro do Alecrim. Em outras regiões da cidade, os banners são rasgados pela ação deliberada de pessoas. Na avenida Engenheiro Roberto Freire, as bolas luminosas foram pichadas com a frase "Não Copa". De acordo com a assessoria de imprensa da Semsur, esse é outro problema que a empresa responsável tem que lidar contratualmente.

PAINEL Um novo painel será erguido nas proximidades do viaduto de Ponta Negra. O primeiro foi retirado pela Semsur em decorrência das críticas da população à peça por falta de arrojo criativo. O desenho do painel possuía bolas de futebol coloridas sem profundidade, perspectiva ou outro efeito que as valorizasse. De acordo com a assessoria de

Nas passarelas da cidade, as bandeiras utilizadas para enfeitar Natal já sofrem com atos de vandalismo. Muitas estão rasgadas

imprensa da secretaria, o novo painel será erguido de hoje para amanhã. O projeto artístico é de Erinaldo Santos com a utilização de fotos de cartões portais de Natal de Canindé Soares. A Praça da Árvore também irá receber a Exposição Arteluz com obras dos artistas plásticos Andruchak e Dorian Gray com motivos relacionados à copa do mundo, ao Rio Grande do Norte e ao folclore local.

CMYK


Cultura

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 9

Heracles Dantas

CURTAS ccpsilva@hotmail.com Fotos: Divulgação

BRASIL CRIATIVO Hoje, às 15h, será inaugurada a sede da Rede de Incubadoras Brasil Criativo, projeto do Governo Federal, em parceria com o Estado. Em uma solenidade no Centro de Documentação Cultural Eloy de Souza (Solar João Galvão), na av. Câmara Cascudo, 431, Cidade Alta, com presença da Ministra da Cultura, Marta Suplicy, será confirmado o investimento de R$ 1,5 milhão para incentivar as expressões locais. NATAL EM CENA A versão 2014 do edital para os espetáculo natalinos foi publicado ontem no Diário Oficial do Município. Em relação à primeira edição, montada no ano passado, o valor dobrou (de R$ 500 mil para R$ 1 milhão). Assim como as temáticas, agora com quatro abordagens: personagens da cidade, natalenses como um povo, histórias e costumes dos bairros. As inscrições vão até o dia 04 de julho, na sede da Funcarte.

Arte e psicologia para vulneráveis ONG Acolher realiza evento inaugural no próximo sábado (24) para servir de ferramenta no combate a violência que transforma Natal e Parnamirim em incubadoras da dor CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

Com 200 mil habitantes, Parnamirim é um típico município metropolitano forjado na última década em todo o país. Fincado na tríade aumento de renda, bagunça e violência urbana, para muitos ela é uma cidade-dormitório, com bairros de classe média na fronteira com a capital. Dentre as principais aglomerações humanas do Rio Grande do Norte, tem se destacado no noticiário policial com assassinatos que a cada recontagem reforça a pergunta: Como estancar essa carnificina? Sem cruzar os braços e fechar os olhos para o caos social, o psicólogo Carlos Henrique Souza Cruz fundou, em fevereiro passado, a ONG Acolher – Semeando Vidas, Gerando Possibilidades para ser mais um instrumento na engrenagem transformadora de uma realidade tão obscura. No próximo sábado (24), das 08h às 16h, na sede em Emaús, a inauguração oficial será realizada durante o Dia de Acolher, reunião de atividades em que as artes e a psicologia atuarão

juntas em benefício de crianças e adolescentes vulneráveis – pequenos natalenses também serão envolvidos. Profissionais de várias áreas participarão de forma voluntária de oficinais para cerca de 100 crianças, do acolhimento psicológico (30) e de orientação jurídica. “Não adianta nada reclamar e não fazer nada por eles. As crianças ficam a mercê da violência, sem chance de inserção no mercado de trabalho quando viram adultos”, diz o carioca radicado em Natal há 14 anos. Conhecedor da realidade política local, ele aponta desentendimento entre gestores como uma das causas para a falta de estrutura psicossocial e educacional disponível para seres que ainda iniciam na vida. “O povo é meio como uma criança também, que não amadurece e não consegue perceber o que está acontecendo. Ele é facilmente ludibriado pelos políticos. Basta olhar, são sempre os mesmos”. Uma das ideias do Dia de Acolher é restabelecer vínculos afetivos e familiares, pois “sem a participação da família não faz sentido”.

Pintura, modelagem, dança, contação de histórias, encenação de uma peça teatral (Quem Brinca e Canta, Seus Monstros Espanta, do Grupo Psicomigos), além de uma participação especial do artista plástico Gilvan Lira, em que pintará e leiloará quadros, compõem a programação do evento. Esforço conjunto que aglutinou apoios que empresas da cidade. Enquanto prefeituras, Estado e União gastam com publicidade grandiloquente e ufanista, ações denotam serviços públicos destoantes, sobretudo nestes dias que antecedem a Copa do Mundo. “Sinceramente, fico muito decepcionado, envergonhado com tudo isso. O povo também tem culpa por coloca-los lá. Eles [os políticos] são o reflexo da sociedade. O que precisamos é mudar nossa mentalidade. Em outra eleição, vi gente dizendo que a família toda ia votar em certo candidato por que estava ganhando sacos de cimento. É o voto como mercadoria”. Carlos Henrique mantém a crítica sobre o evento esportivo que sacou bilhões dos cofres públicos para construir novos viadutos e es-

tádios de futebol. “Eu vou boicotar a Copa. Vou viajar, sair de Natal. Mesmo se ficasse aqui, eu não iria. Acho que todo cidadão deveria fazer o mesmo”. Para o psicólogo, uma das razões para a carência material e afetiva em que vivem cidadãos com menos de 18 anos gira em torno de um velho problema brasileiro. “Eles ficam na dependência da questão política. Projetos começam e, do nada, param de funcionar por falta de continuidade em parcerias. Já vi isso acontecer no Creas [Centro de Referência Especializado de Assistência Social]”. Por ordem de chegada, serão distribuídas 30 senhas para o acolhimento e orientação jurídica feita por três advogados e seis psicólogos. Cada oficina terá 15 vagas. “As próprias crianças se tornam violentas, com a falta de suporte. Viram desconfiadas, querem fazer o teste delas antes. Vejo que muitas delas vão para as escolas ou centros apenas comer a merenda. Não temos a ilusão de que vamos mudar isso. Mas a ONG quer tentar entender o que elas sentem e esperam do futuro”.

Carlos Henrique (primeiro agachado, da esq. para a dir) reuniu uma equipe de juristas, psicólogos e artistas para criar ONG que pretende ajudar na mudança social

ZUZA Chega às livrarias na próxima segunda-feira (26) o novo livro de um dos principais críticos musicais do país. “Música com Z” reúne 140 textos do também jornalista, pesquisador, apresentador de rádio, produtor e ex-contrabaixista Zuza Homem de Mello. São textos escritos ao longo da carreira, com foco no jazz, na música popular brasileira e na norte-americana. É da Editora 34. COUNTRY & WHITE PARTY A Pink Elephant anuncia para hoje (22), a partir das 22h, a festa PinkCountry, com Luan Carvalho e Thiago Teixeira, com ingresso a R$35,00. Já na sexta-feira, uma das festas mais badaladas da cidade terá a dupla alemã Kyau & Albert, segundo a organização, “a maior atração internacional que uma boate já trouxe pra Natal”. E ainda tem Sax In The House, DJ Felipe Diniz e DJ T.I.B. Os ingressos já estão no 3º lote, porR$ 80,00. Só entra quem usar roupa branca pelo menos na parte de cima. SR. & SRA. SMILE Amanhã (23) tem humor cearense no Teatro Alberto Maranhão. A partir das 20h, o espetáculo Sr. & Sra. Smile traz a dupla de comediantes Lailtinho e Amadeu Maya na contação de histórias sobre temas cotidianos. Com duração de 70 minutos e recomendado para maiores de 14 anos, o show custa R$60,00 (inteira). Vendas antecipadas na bilheteria do teatro (3222 3669) ou La Femme Lingerie, do Midway Malla (3646 3292).

JOBIM BOSSA & JAZZ Na sexta-feira, o palco do Jobim Bossa & Jazz recebe, a partir das 21h30, Paolo Fiore, acompanhado de Sami Tarik e Gabriel Tomala, para um show com sucessos da música internacional. Já no sábado (24), as atrações serão os músicos Dudu Galvão (voz) e o alemão Oswin Lohss (piano) com o show 'Soul Brasil', também a partir das 21h30. As reservas de mesa podem ser feitas pelo (84) 3202.4200. QUINTA DO JAZZ O restaurante La Brasserie de La Mer, em Ponta Negra, lança nesta quinta-feira (22) seu novo projeto musical "Quinta do Jazz", com os músicos Dudu Galvão (voz) e o pianista alemão Oswin. A noite de música e gastronomia acontecerá todas as semanas, a partir das 19h, com um repertório de clássicos de Frank Sinatra, Billie Holliday, Ray Charlese e intérpretes atuais como Norah Jones e Amy Winehouse. ANORMAL Fabio Porchat chega ao Teatro Riachuelo nesta quinta-feira (22), às 21h, com a comédia Fora do Normal. Observações bem humoradas sobre situações cotidianas, com temas como telemarketing, avião e tecnologia em banheiros, servem de matéria prima para um dos humoristas mais badalados do momento. Ingressos entre R$ 70,00 e R$ 120,00. Mais informações: (84) 4008 3700 ou www.teatroriachuelo.com.br.


1 0 O Jornal de HOJE

Natal, 22 de maio de 2014

Cidade

Quinta-feira

Acusado de matar lutador sai da prisão antes da hora e é procurado pela Polícia IRANILDO FÊLIX DEVERIA PERMANECER PRESO ATÉ A MADRUGADA DE AMANHÃ, MAS FOI SOLTO HOJE DO QUARTEL DA PM Por um inacreditável erro de cálculo da Polícia Militar, o tenente Iranildo Fêlix, principal suspeito da morte do lutador de MMA Luiz de França, de 25 anos, ocorrida no dia 10 de fevereiro quando o mesmo estava saindo da academia onde era professor, foi solto na madrugada desta quinta-feira (22) do quartel do Comando Geral da PM. Mas, na verdade, o prazo da prisão temporária se expiraria apenas na madrugada desta sextafeira (23). "O que aconteceu foi uma interpretação errada do prazo da prisão temporária. Ele teve uma primeira prisão de 30 dias. Depois de mais 30. Fizemos o cálculo e acreditávamos que ele deveria ser solto nesta quinta. Porém, a Polícia Civil entrou em contato conosco e disse que esse prazo se encerraria apenas na sexta-feira", afirmou o coronel Francisco Araújo, comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. Ainda segundo Araújo, depois do contato da Polícia Civil, diligências do setor de inteligência da PM foram deslocadas para a casa do Iranildo, que fica no bairro de Candelária, Zona Sul de Natal. "Quando as viaturas chegaram na casa do Iranildo, ele estava saindo de casa. Os policiais informaram que ele deveria voltar para a prisão, pois o prazo só acabava na sextafeira. Ele se negou, disse que só voltaria com um mandado de prisão e fugiu em um carro tipo Clio de cor prata. Os policiais ainda seguiram ele, mas até agora não conseguiram capturá-lo", explicou. Ao saber da liberação de Iranildo, a Polícia Civil divulgou uma nota na qual disse que o tenente agora é considerado foragido. "O tenente da Polícia Militar Iranildo Félix de Sousa, solto nesta quintafeira (22), já está sendo procurado novamente pela Polícia Civil. Ele teve hoje a prisão temporária con-

Fotos: Divulgação

Lutador Luiz de França foi assassinado quando deixava a academia onde era professor. Tenente da PM, Iranildo Fêlix, agora foragido, sempre foi apontado como principal suspeito por homicídio

vertida para prisão preventiva. Neste momento, equipes da Divisão Especial de Investigação e de Combate ao Crime Organizado (Deicor) estão em diligências para prender o tenente, principal suspeito de matar o professor de musculação e lutador de MMA Luiz de França Trindade, de 25 anos, crime ocorrido no último mês de fevereiro. Vale salientar que o tenente Iranildo Felix não poderia ser solto no dia de hoje, pois sua prisão temporária só expiraria à meia noite desta quinta. Além disso, já havia sido decretada a sua prisão preventiva. Iranildo Félix foi visto em fuga num veículo Clio de cor prata. Quem tiver informações sobre o paradeiro do acusado ligar para o telefone (84) 3232-2810". "Até agora esse mandado de prisão ainda não chegou na PM, mas a Polícia Civil disse que irá en-

viar até o início da tarde. Ainda assim, como a prisão preventiva dele ainda não acabou, ele é considerado foragido e estamos fazendo diligências para encontrá-lo". Até o fechamento desta edição o tenente ainda não tinha sido capturado. Além do mandado contra o tenente, a juíza Gabriella Edvanda Marques Félix de Oliveira, da 3ª Vara Criminal, também converteu a prisão temporária em preventiva contra o soldado da PM Moisés Gonçalo do Nascimento, de 41 anos, que é suspeito de ter ajudado Iranildo pilotando a motocicleta que foi usada na fuga após o assassinato de Luiz de França. O soldado é lotado na Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam) e, assim como Iranildo, também nega envolvimento no crime.

Suspeitos por crime tinham lista com nomes de dois delegados para matar No último dia seis de maio, os delegados Danielle Filgueira e Silvio Fernando, que são os responsáveis pelas investigações do assassinato de Luiz de França, afirmaram ter sido ameaçados por Iranildo Fêlix e Moisés Gonçalo. "O Moisés tinha fotos minha na celular dele, que ficava passando para o Iranildo. Outros policiais vieram me avisar para tomar cuidado, falando que eu estava correndo perigo, que o Moisés não era profissional, que ele estava se sentindo perseguido por mim. O caso foi passado para o Ministério Público,

que determinou que realmente estava acontecendo uma ameaça velada contra a minha pessoa. Outro policial também foi ameaçado por ele", frisou Danielle, que é lotada na Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) "O meu nome estava em uma lista encontrada na casa do Iranildo quando ele foi preso no início de abril. O meu nome era o sexto da lista para ser assassinado", contou o delegado Silvio Fernando, titular da 11ª DP. Nesse mesmo dia Danielle afirmou que, apesar do inquérito não

ter sido entregue, as investigações estavam finalizadas e os dois realmente foram os responsáveis pela morte de Luiz de França. "O Iranildo foi onde o Moisés trabalhava, na Rocam, e lá conversou com ele sobre a situação. Na segunda pela manhã, o Moisés foi pegar o Iranildo em casa e os dois passaram no 3º Batalhão da Polícia Militar, que fica cerca de uns 200 metros da academia onde a vítima trabalhava. De lá eles foram executar o Luiz de França. O Iranildo desceu da moto e começou a atirar contra a vítima, que morreu na hora".

> SUCATEAMENTO

Zoonoses está sem carrocinha para recolher animais Com suas atividades limitadas pela estrutura física precária e falta constante de materiais, o Centro de Controle de Zoonoses de Natal (CCZ), na zona Norte, atende uma média mensal de cem casos de cachorros e gatos suspeitos de estarem contaminados por leishmaniose visceral e raiva. O órgão, que está atualmente sem carrocinha para recolhimento de animais com suspeita das doenças na cidade, realiza ainda o controle das áreas endêmicas da Capital e a vacinação de cães e gatos. Segundo o chefe do CCZ, Alessandre de Medeiros, os animais suspeitos de contaminação passam por exame de sangue e ficam em observação por um período de dez dias, quando os agentes de saúde fazem controle de possíveis sintomas de uma das duas doenças. Caso o resultado seja positivo, o animal é encaminhado para eutanásia, mas, se for negativo, retorna para sua casa ou é posto para adoção. No entanto, ele revelou que atualmente o órgão enfrenta um grave problema relacionado às eutanásias: a quantidade insuficiente de anestésicos usados para esse fim. "Por causa disso, fomos obrigados a suspender o recolhimento domiciliar de animais, que é feito somen-

Fotos: Heracles Dantas

Pessoas atacadas por animais contaminados devem ser monitoradas

Veículo quebrado aguarda manutenção no Centro de Zoonoses. Alessandre Medeiros diz que licitação está em andamento te quando a situação é realmente de urgência, ou seja, quando o bichinho ataca alguém. Mas só podemos eutanasiá-lo se o resultado do exame for positivo", explicou. Outra dificuldade enfrentada pelo órgão é a falta de veículos específicos para o recolhimento dos animais de rua, já que uma delas foi apreendida por irregularidades documentais e a segunda está en-

costada no pátio do CCZ, quebrada. Uma funcionária do local, que não se identificou, confirmou o fato e disse que, por isso, o serviço também foi suspenso temporariamente. "Estamos na expectativa de adquirir duas novas carrocinhas. O processo licitatório para a compra dos veículos já foi iniciado e estamos aguardando apenas os trâmites

da licitação. Enquanto isso, os operadores devem passar por um treinamento de humanização para a abordagem e recolhimento dos cães e gatos alvos das ações. Essas situações são bastante estressantes tanto para o animal como para o servidor, por isso, estes serão treinados para passar o máximo de tranquilidade em uma captura", afirmou Alessandre.

Na manhã desta quinta-feira (22), apenas um cachorro e uma gata com quatro filhotes, ambos com suspeita de raiva, estavam recolhidos no CCZ. Eles chegaram ao órgão levados por pessoas que foram atacadas por eles. "Essa é uma das três formas de entradas de animais no centro. As demais são feitas após os donos dos bichos solicitarem a visita de um agente nosso ou os animais recolhidos em áreas endêmicas, com a zona Norte e Oeste de Natal", explicou o chefe do órgão. A recomendação do CCZ é que todos os animais que tenham atacado uma pessoa devem ser levados para o órgão municipal, para que seja feita a coleta do sangue do cão ou do gato, para identificação de uma das duas doenças. Mas, a observação se estende também para a vítima do ata-

que, principalmente se houver suspeita de raiva. Isso porque, conforme Alessandre, o último caso de raiva humana ocorreu há cerca de três décadas. "Raiva em animais do município é raro também, por causa das campanhas de vacinação que são realizadas todos os anos, já raiva em humanos não é registrada há quase 30 anos em Natal. Por isso, apenas um caso já é o suficiente para que seja declarada epidemia. E, quando uma pessoa é atacada por um animal suspeito, ela deve passar por tratamento no Hospital Giselda Trigueiro, que faz o acompanhamento dela, junto com o CCZ. O mesmo procedimento é adotado para pessoas atacadas por animais suspeitos de leishmaniose, doença transmitida por mosquito", explicou Alessandre de Medeiros.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 1 1

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

Um tapinha não dói Definitivamente, este é o país da piada pronta. Para aprovar uma lei que considera crime hediondo a exploração sexual infantil, a Câmara Federal transformou em símbolo a apresentadora de TV Xuxa Meneghel, a senhora de 51 anos que se eternizou menina. Nada mais ilustrativo para a hipocrisia de um país cuja cultura de massa populariza entre as crianças o erotismo chulo dos bailes funk, sem falar nas dancinhas baianas com garrafas, do que quem fez cena de bolinação no cinema com um menino de 12 anos. Em 1982, Xuxa chegou às telas no filme "Amor Estranho Amor", de Walter Hugo Khouri, após conquistar fama como pantera de boate, um dançarina sensual ainda no frescor dos 20 anos e que logo atrairia o desejo de Pelé, a celebridade maior do país. Ela contracena com o então ator mirim Marcelo Ribeiro, que na primeira cena é tentado a alisar o peito direito da lourinha. Noutra tomada, em que o pequeno personagem Hugo dorme, a garota de programa Tamara deita seu corpo nu sobre ele. O filme, que se tornou cult muito mais pela epopeia jurídica criada por Xuxa ao longo dos anos, quando já era a insuspeita "rainha dos baixinhos" da TV Globo, está disponível para download no YouTube. Ela não cansa de tentar apagar este passado. Há alguns anos, quando o peso da meia-idade começou a aparecer na fisionomia, Xuxa deu uma entrevista no Fantástico - na verdade uma produção teatral nos moldes da emissora - contando detalhes da sua adolescência com um ar de vítima inocente. Revelou assédios dos amigos do seu pai, que se sentiam seduzidos por suas precoces curvas num corpo ainda na puberdade. Parte do país chorou com ela naquela inserção televisiva. E ela continuou sua via-crúcis para impedir a projeção

TUDO IGUAL Às vésperas da Copa, o Ibope deu uma de mãezona. Na nova pesquisa, os três principais candidatos à Presidência da República cresceram em seus índices eleitorais. Depois do evento da FIFA, com todos oficializados em convenção, começa o jogo para valer. PT MENSALEIRO Destaque hoje na coluna Painel, da Folha. A assessoria técnica do TSE rejeitou as contas do PT na campanha eleitoral de 2008 por causa de um repasse suspeito de R$ 320 mil para a conta bancária de uma filha de Marcos Valério, o operador do mensalão. QUADRILHA Agora é oficial. A Polícia Federal constatou um forte esquema de lavagem de dinheiro na compra da refinaria de Pasadena, nos EUA, e na obra da refinaria de Abreu e Lima, em Pernambuco. Tudo sob a visão do preso Paulo Roberto Costa, o amigo de Lula.

do antigo filme. Evidente que aquela experiência cinematográfica não fez de Xuxa uma exploradora da infância, pelo menos no aspecto da libido. Mas, há uma dose de hipocrisia em torná-la referência num momento em que é promulgada uma lei contra o abuso sexual infantil. Mais hipócrita ainda é a totalidade das pessoas presentes à comissão parlamentar que discutiu o assunto demonizar um deputado evangélico e contemporizar com o ato dramatúrgico da jovem Xuxa, por mais que a cena pedófila não tenha sido real. Outro fato que merece maior reflexão é o que dá nome à lei, a "palmada". Será mesmo que um tapinha paterno num moleque indolente compromete sua formação social? O Estado tem mais autoridade sobre a criação de uma criança do que a célula mater? O que vai acontecer é que a milenar palmadinha vai continuar existindo nas classes sociais com mais acesso cultural, mas deverá gerar nas periferias do lumpesinato, urbano e rural, uma onda alcaguete entre vizinhos, ao menor chororô de uma criança. Voltando à Xuxa, umas ilustrações: diante de Lewis Carrol, a Inglaterra combateu o abuso infantil; na presença de Nabokov, a Rússia criminalizou a exploração de menores; sob o olhar de Michael Jackson, os EUA condenaram a pedofilia. Precisa desenhar? (AM)

MACONHA O senador Aécio Neves declarou que experimentou uns baseados quando era um garoto de 18 anos, e que não recomenda a ninguém fazer o mesmo. Deveria ser exemplo para políticos menores que escondem o passado e morrem de medo de falar no assunto. COISAS DO PIG O Partido da Imprensa Governista usou o episódio da ida do jornalista Otávio Cabral para a campanha de Aécio como escapismo para o fato do novo porta-voz de Dilma ser o colega Thomas Traumann, ex-integrante da revista Veja e da Folha de S. Paulo.

OS MANTOS SAGRADOS Saiu o ranking dos times de futebol que mais vendem camisas na América Latina, publicado pelo site "Futbol & Finanzas". Os quatro primeiros colocados são os brasileiros Flamengo, São Paulo, Corinthians e Palmeiras, com médias muito abaixo de clubes medianos da Europa. O quinto colocado é o Colo Colo, do Chile, seguido por River Plate (Argentina), Inter (BR), Boca Juniors (Arg), Vasco e Fluminense (BR).são oito chegadas e oito mortes na praia.

TRADUTOR O PMDB e o PDT locais precisam encontrar um profissional que domine os dois distintos idiomas eleitorais. O entendimento está ficando cada vez mais difícil quando o assunto é a campanha de outubro, principalmente quando se fala da chapa proporcional. CANDIDATA Atenta às duas compreensões jurídicas sobre sua situação político-eleitoral, onde uma diz que está apta a ser candidata e outra garante que caiu na lei da ficha limpa, a governadora Rosalba Ciarlini não tem outra opção a não ser confirmar a candidatura. VIOLÊNCIA Já são 25% os cancelamentos de reservas de hotéis e

de viagens aéreas por turistas estrangeiros que viriam ao Brasil em junho. O motivo é o medo da insegurança nas ruas, do caos nos estádios e aeroportos, dos protestos que repercutem por toda a Europa. PROTESTOS Na edição de hoje, o diário de Madrid, El País, voltou a destacar problemas no Brasil às vésperas da Copa. Mostrou os recentes protestos e greves, colocando como alvo das manifestações os gastos na Copa e as trapalhadas e deslizes do governo Dilma. MAIS UM O melhor jogador do campeonato inglês na atual temporada, o uruguaio Luis Saurez, é mais um craque ameaçado de não vir à Copa por contusão. Ele encarou hoje uma cirurgia no joelho que requer um mínimo de 15 ou 20 dias de recuperação.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

“Vai de jumento”

PAIXÃO NACIONAL Divulgação

Não poderia ter sido mais im- de bicicleta, de jumento. próprio, por uma grande ironia do Sem opção, praticamente todos destino, o momento da mais recen- os paulistanos - quanta "babaquite fala desastrada do ex-presidente ce" - tiveram mesmo que procurar Luiz Inácio Lula da Silva. Na sema- os metrôs. E o melhor sistema de na passada, durante um encontro de transporte para qualquer cidade meblogueiros sintonizados com a es- diana virou um inferno. Os trens querda e o governo do normalmente superPT, em São Paulo, Lula lotados, viraram uma realizou uma palestra e São Paulo se transfor- verdadeira lata de saiu-se com uma frase mou em um caos jamais sardinha. Milhares histórica para minimide pessoas perderam zar o péssimo sistema visto antes na história praticamente o dia de transporte brasilei- deste país. Milhares de todo na busca por ro. "Vai a pé, vai descal- pessoas ficaram a pé, tentar chegar ao traço, vai de bicicleta, vai de bicicleta, de jumento. balho e, pior, no dede jumento, vai de qualsespero da volta para quer coisa. A gente está casa, em meio as preocupado? Ah não, porque agora ruas escuras e ao perigo diário que tem de ter metrô até dentro do está- a população é submetida, com uma dio. Que babaquice que é essa?" violência crescente. Pois é, por uma incrível coinApós dois dias de uma cidade cidência, poucos dias após a opinião sem lei, os motoristas aceitaram voldo ex-presidente, a principal cida- tar ao trabalho, após promessas de de do país, administrada por um entendimentos entre a Prefeitura e as prefeito aliado e eleito, principal- empresas do transporte público. Se mente, pelo apoio recebido por nada for feito, os protestos voltarão Lula, virou de pernas para o ar com a ocorrer em breve. E tudo isso no a paralisação dos motoristas de ôni- ano em que o país definirá, novabus. São Paulo, nos últimos dois mente, o rumo dos seus próximos dias, se transformou em um caos ja- quatro anos. Pelo jeito, a população mais visto antes na história deste precisará definir como andará no fupaís, como diria o próprio petista. turo, se vai ser a pé, descalço, de biMilhares de pessoas ficaram a pé, cicleta, de jumento... Ou de metrô.

Era quilométrica desde o início da manhã a fila para passar alguns minutos ao lado da taça da Copa do Mundo, em exposição durante todo o dia de hoje no Norte Shopping, na zona Norte. Igualmente impressionante também foi a quantidade de seguranças no evento. Apenas uma primeira impressão do que acontecerá nos jogos da Copa do Mundo no próximo mês.

EM PAUTA

Finalmente o tema segurança pública começa a entrar no debate dos presidenciáveis. Ontem, em entrevista concedida ao portal Uol, o pré-candidato do PSDB a presidente, senador Aécio Neves, disse que reduzirá de 39 para 21 a quantidade de ministérios e que acrescentará a pasta da Justiça os dizeres “e Segurança Social”. A ideia é combater a violência em todo o país. Já não era sem tempo.

INVESTIGAÇÃO

O governo do Estado conseguiu identificar o IP do computador de onde tem partido as mais recentes notícias negativas publicadas na imprensa nacional e até internacional sobre Natal e o Rio Grande do Norte. E a identidade do cidadão parece não ter agradado a muitos, já que o mesmo tem posado de ferrenho defensor potiguar e apaixonado pela cidade, mesmo sendo de fora.

REENCONTRO

Ontem a bancada federal potiguar, ao lado da governadora Rosalba Ciarlini, se reuniu para cobrar do governo federal a inclusão da barragem de Apodi no PAC 3. Tirando a parte que o projeto entrará em uma lista de obras que sucederão o PAC 2, ainda mal iniciado, não deixa de chamar a atenção o fato da bancada ter novamente se encontrado, o que não ocorria há meses.

Gira Mundo Divulgação

A maioria dos 1.800 trabalhadores que costuram a bola da Copa, a Brazuca, recebem o salário mínimo no Paquistão, que foi recentemente reajustado para 10.000 rúpias mensais, o equivalente a cerca de R$ 220. O custo médio do aluguel de um apartamento de um quarto no centro da cidade é estimado em 17.500 rúpias (R$ 390). No Brasil, a Brazuca é encontrada nas lojas por até R$ 400. Em tempo: é no Paquistão, no subcontinente indiano, que está 70% da produção da bola oficial do Mundial fabricada pela multinacional alemã Adidas.

Megafone Welington Rocha

“Na teoria do copo meio cheio ou meio vazio, é muito importante que não prevaleça a visão do copo meio vazio. É importante que se veja todas as conquistas porque elas serão a base do próximo crescimento”

DILMA ROUSSEFF CRITICANDO O PESSIMISMO COM RELAÇÃO A POLÍTICA ECONÔMICA DO BRASIL

SÉTIMA ARTE

PAÍS DOS IMPOSTOS

Os apaixonados pela série XMen lotaram os cinemas do país na noite desta quarta-feira (21) para acompanhar o pré-lançamento do mais novo filme dos mutantes superpoderosos, “Dias de Um Futuro Esquecido”. Em Natal, a fila era grande no Cinemark. E a previsão era que a sessão terminasse apenas por volta das 3 horas da madrugada de hoje.

A adesão dos postos de combustíveis ao “Dia sem imposto” foi bastante tímida. Apenas três deles estarão participando do movimento, previsto para ser realizado amanhã. Os motoristas poderão abastecer com o preço reduzido cerca de 50%, que é o valor descontado pelas empresas para pagamento apenas de impostos. Esse é o Brasil.

FUTEBOL NA TELONA

DEBATE

Por falar em cinema, será neste sábado (24) a grande final da Liga dos Campeões da UEFA, transmitida ao vivo de Lisboa, às 15h15, pelo Cinépolis do Natal Shopping. Os torcedores assistirão à partida Real Madrid x Atlético de Madrid num telão em HD e vão se sentir como se estivessem nas arquibancadas do Estádio da Luz. Os ingressos custam R$ 50,00 a inteira e R$ 25,00 a meia entrada.

As sessões na Câmara Municipal de Natal estão cada vez mais tensas. Não há um dia sem que o plenário não enfrente um longo debate entre os oposicionistas, representados pelos parlamentares de esquerda, e a base governista. Esta semana, as discussões precisaram ser interrompidas após muito bate-boca entre cargos comissionados e efetivos. Isso é um avanço?


1 2 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 22 de maio de 2014

Quinta-feira Canindé Soares

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br Bobflash

w CAMPOS X HENRIQUE

Como a coluna noticiou ontem, com exclusividade, o deputado e candidato ao Governo Henrique Alves esteve hoje cedo no aeroporto Augusto Severo para recepcionar, ao lado da senadorável e líder pessebista no RN Wilma de Faria, o presidente nacional do PSB e candidato à Presidência da República Eduardo Campos. >>> Mesmo votando em Dilma para presidente, Henrique foi fazer a "mise en scène" para tentar o aval da legenda socialista à chapa com Wilma. Claro que esse cenário não agrada a Campos... >>> Que, ainda assim, recebeu o peemedebista potiguar com sorrisos. >>> Papos sobre "pesquisa" e "crescimento da campanha"... >>> Em tempo: a chegada do presidenciável atrasou em uma hora.

Marino Eugênio Almeida com a sua Elizabeth na inauguração da concessionária Sta Motors Mercedes-Benz em Natal Cedida

w FEITOS

w POUCO TEMPO

Mas a conversa entre Eduardo Campos e Henrique não se estendeu, pois o potiguar não conseguiu acompanhar o resto da caravana do PSB, que ainda participou de uma coletiva no hotel Ocean e entrevista na TV Ponta Negra. >>> No hotel, presença do deputado estadual George Soares (PR), único não peessebista presente na ocasião. >>> Na TV Ponta Negra, ternos e gravatas para receber o candidato a presidente. >>> Que teve que cancelar uma visita ao hospital Varela Santiago (por conta do atraso na chegada).

w INTRUSO

E quem vai marcar presença hoje à tarde na festa da padroeira de Santa Cruz, além de Eduardo Campos, é o vice-governador Robinson Faria. >>> Candidato a governador com Fátima Bezerra na chapa, vai fazer frente ao grupo de Wilma de Faria na festa de Santa Rita, em território extremamente socialista.

w MARTA EM NATAL

Aliás, Robinson participou hoje pela manhã de evento 'petista', que contou com a presença da ministra Marta Suplicy (Cultura). >>> Marta acompanhou encontro da Teia Nacional da Diversidade 2014 ao lado da deputada-senadorável Fátima Bezerra.

w RECONHECIMENTO... O presidente da Codern, Pedro Terceiro de Melo, está que é só satisfação. >>> Motivo: ele recebeu um ofício da Secretaria de Portos (SEP), órgão máximo do sistema portuário brasileiro, vinculado à Presidência da República, parabenizando a sua gestão e a empresa pelas metas que foram alcançadas em 100% no primeiro trimestre de 2014.

Domenique Sá conferindo o lançamento da revista Mais Estilo

Registro exclusivo do papo animado, hoje pela manhã, entre Eduardo Campos e Henrique Alves ainda no saguão de desembarque do aeroporto Augusto Severo. A conversa 'rolou' sob olhares de atentos líderes do PSB local: Wilma de Faria, Sandra e Larissa Rosado e Iberê Ferreira de Souza. O ex-deputado Wober Júnior também estava por lá, de olho...

w MADRINHA

Canindé Soares

Durante o encontro, quem recebeu muitos elogios foi Fátima Bezerra, pelo seu empenho pela educação. >>> Tanto é que a Reitora da UFRN, Ângela Paiva, chamou a parlamentar de "a madrinha das universidades".

w IDEAL De acordo ainda com o presidente da Codern, a avaliação é contínua e a intenção é que a companhia que administra os portos de Natal e de Areia Branca continue perseguindo as metas posteriores, que já estão estabelecidas pela SEP.

w SEGUINDO O ROTEIRO...

Vai ao ar hoje à noite o programa partidário do Democratas. >>> E a coluna recebeu antecipadamente o material a ser divulgado mais tarde em rede nacional, em rádio e TV. Viu que o tom é duro contra o governo do PT, como era de se esperar. >>> Apontou a inflação, juros elevados, baixo índice de investimento e economia estagnada como os principais problemas que travam o crescimento do país, lembrando que o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil, em 2013, foi o segundo pior da América Latina.

w CRÍTICAS Presidente nacional da legenda democrata, o senador José Agripino, é quem abre e fecha o programa. Ele comenta que "estamos ficando para trás" economicamente e que "o país acaba de ser rebaixado na avaliação de risco das agências internacionais". >>> Ainda segundo diz Agripino no programa do DEM, 70% da população "quer mudança". >>> Participaram do programa nacional do Democratas os deputados federais Mendonça Filho (PE), Ronaldo Caiado (GO) e Onyx Lorenzoni (RS), além do pré-candidato ao governo da Bahia, Paulo Souto, e do ex-prefeito do Rio de Janeiro César Maia.

Entre as metas alcançadas pela Codern, a SEP destacou a licitação para a construção do berço IV e as defensas da ponte Newton Navarro. >>> Também elogiou a gestão contratual de arrendamentos, a condução da Comissão Local da Conaportos e a elaboração do Plano Diretor de Tecnologia da Informação (PD-TI), instrumento que visa atender às necessidades tecnológicas e de informação da Codern. "O fato de termos atingido 100% das metas é gratificante, especialmente quando sabemos que outras docas não conseguiram. Toda a equipe da Codern se envolveu e isso é importante, porque nos credencia perante a Secretaria de Portos", afirmou Pedro Terceiro de Melo.

Lilian e Dalva Gosson na Marcato Natal

w NIVER E CASÓRIO

Por falar em Agripino, amanhã ele comemora idade nova na capital potiguar. >>> Embarcou hoje fim da manhã de Brasília. >>> Detalhe é que amanhã ele também será padrinho de casamento de um filho do amigo e deputado estadual

José Adécio (missa na Igreja Bom Jesus e recepção no Boulevard). >>> Ao lado dos também padrinhos Carlos Augusto Rosado e Rosalba Ciarlini... >>> Humm... pode ser que uma conversa entre o casal e o líder demo aconteça ainda no fim de semana...

w VISITA

Nesta quinta-feira, o governadorável do Psol Robério Paulino receberá na UFRN a economista e professora Tânia Bacelar, da Universidade Federal de Pernambuco, contemporânea de Celso Furtado na Sudene. >>> Ela vem participar de uma banca de defesa de dissertação sobre a Indústria do RN, suas origens, pontos fortes, fragilidades e ameaças. >>> E Robério é o presidente dessa banca, como orientador da aluna que a defenderá.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 1 3

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w MISTÉRIO Ninguém entendeu a declaração do deputado Felipe Maia cobrando a decisão da governadora Rosalba Ciarlini nas eleições deste ano. Afinal de contas, não se sabe se o DEM é o seu partido ou o seu algoz. w RETRATO - I Começa a cair nos olhos dos observadores mais isentos uma crise de gestão no sistema municipal de saúde. Um fracasso tão grande quanto foi no mandato anterior do hoje prefeito Carlos Eduardo Alves. w MAIS - II Na véspera de fechar o segundo ano de administração, a saúde municipal não consegue acompanhar o mesmo ritmo de eficiência das outras áreas. E falta tudo na rede de postos. Dos médicos aos remédios. w ALIÁS - III Por falar em fracasso, além de pompa e circunstância, nada mais tem sido demonstrado na área jurídica da Prefeitura de Natal. O caso do lixo revela em traços e cores uma Prefeitura órfã de assessoramento. w AGENDA- I Vai engordando, pouco a pouco, a agenda de problemas do candidato Henrique Alves com a guerra de deputados estaduais e federais na busca de bases eleitorais. No interior o chapão anda em pé de guerra. w DE - II Um lado, o deputado Walter Alves com seu poder de fogo; do outro, a ambição do vice João Maia na busca de eleger a irmã; o PSB engolindo bases aliadas, além das tramas de um tucanato sem fronteiras. w PIOR - III Todos negam e tudo acaba na conta de Henrique Alves, candidato a governador, a começar da crise relações com o primo e prefeito Carlos Eduardo Alves descumpridos com o próprio pai, Agnelo Alves.

w AVISO O prefeito de Parnamirim, Maurício Marques, esperou o segundo mandato para botar as unhas de fora e mostrar que tem aliado e não tutor. O que pode ser o sinal de que terá um candidato próprio em 2016.

Sinais da exaustão? A

té o próprio marketing, sempre criativo, parece já não conseguir mais esconder os sinais de exaustão na formulação de um discurso que possa ser recebido como novo. É que as estrelas da nossa Hollywood política são tão as mesmas, e há tanto tempo, que não há conceito capaz de vesti-las com o bom talhe da modernidade. Tudo soa falso. Com o gosto forte daquele déjà-vu que os franceses usam quando querem expressar algo démodé, cansado, caído no desuso, com o fastio das coisas sem gosto. O que pode erguer no sentimento popular a ideia de mudança, se ainda ilustram o novo aqueles mesmos rostos que ocupam a cena política há cinquenta anos - filhos uns, primos outros, afilhados outros mais? Quem governou até ontem, ao lado de um governo que hoje precisa ser condenado, impondo a mesma pedra no jogo da mudança? Ou quem, derrotada em nome da reconstrução e do avanço, punida nas urnas, agora é valorosa companheira, uma aliada dos duros adversários de ontem? O que é a união entre personagens tão diferentes? De histórias tão contraditórias, de passados tão distantes? O amor ao Rio Grande do Norte e a seu povo como querem fazer acreditar? Ou estariam unidos pelo interesse comum de manutenção do poder, ainda que tenham vergonha de mostrar as suas costas marcadas pelas chicotadas de uns contra os outros? Ou este é o papel das legiões caudatárias, o destino miserável de quem troca de símbolo e de honra de acordo com o poder de cada novo rei posto?

Tudo é mudança. Sim. Como? Com eles mesmos, há quarenta anos? Ou com outros, há mais de trinta? Ou com quem já foi crucificado em nome da justiça dos homens? Ou mudaremos com os filhos sob o patrocínio dos pais? Ou dos primos? Ou dos irmãos e irmãs na doçura familiar do sangue? Ou serão os queixosos, derrotados e abandonados de ontem, aqueles que irão nos salvar? Ou o socialismo manco com seu rastro de desmandos escandalosos, a iluminar caminho nosso para um novo tempo? Nem o disfarce de uma frente política nos foi dado como pano de boca. Os desiguais se unem e prometem mudança sem que se pareçam. Ora, se se parecessem, seriam adversários nos métodos e nas práticas. São? Nesse socialismo de araque, com esse liberalismo de faz de conta, nessa democracia que decide na mesa da sala de jantar o destino de um povo que por conta da omissão de todos eles hoje não tem em quem se refugiar na insegurança? A quem lançar seu grito de medo? O futuro de sua miséria? Mudança, união, renovação. Todas as palavras de ordem falecem diante de compromissos que não podem ser escritos sem signatários para garanti-los. Todos, aliados ontem ou adversários hoje, são responsáveis pelo passado que construíram como govenadores, senadores, deputados, vereadores, muitos deles ao longo de décadas. Onde lavarão as mãos e as bocas para que as palavras e os gestos cheguem à sociedade limpos de todas as velhas nódoas? Pode ser tarde. Muito tarde. Tarde demais...

w REAÇÃO - I Os aliados mais próximos da deputada Gesane Marinho admitem sem panos mornos: a não aliança do PSD com o PT, na estadual, só beneficia Robinson e Fábio, pai e filho, mas liquida no plano estadual. w ALIÁS - II Há no PSD gente que afirma um grande risco do PSD sair das urnas sem eleger um deputado estadual. Sem bases bem consolidadas a eleição majoritária, em decorrência, só se for nascida de um fenômeno. w REAÇÃO - I A pressa em transferir os vôos nacionais e internacionais dia 30 próximo pode ser um gol contra nessa copa das improvisações. O sacrifício imposto aos usuários vai gerar uma reação de grandes desgastes. w EXEMPLO - II Sem a conclusão das obras de acesso viadutos e rodovias - a viagem daqui pra lá ou de lá pra cá vai exigir de uma hora a uma hora e meia. Ou seja: a vítima tem de sair de cada três antes da decolagem. w MISSA Amanhã, no salão de eventos Juvenal Lamartine, no Aero Clube, será celebrada a missa de sétimo dia da morte de Pery Lamartine. Piloto e um dos historiadores da aviação civil no Rio Grande do Norte. w ENQUANTO... Isto a OAB local e nacional esbanjam a fratura dos seus cofres e da coragem de suas metas sem razão ou prioridade: vai com o time todo disputar um jogo de futebol em Budapeste. A OAB não é a mesma.

Umbandistas alegam desconhecimento e ofensas em sentença judicial JUIZ FEDERAL

VOLTA ATRÁS E RECONHECE CULTOS AFROS COMO RELIGIÕES

Após inúmeras discussões em redes sociais e na mídia nacional, o juiz da 17ª Vara Federal do Rio de Janeiro, Eugênio Rosa de Araújo, reconsiderou sua sentença em que afirmava que o Candomblé e a Umbanda não eram religiões e nesta semana admitiu seu erro, em uma reformulação do documento judicial. No entanto, para umbandistas e candomblecistas do Rio Grande do Norte, o magistrado foi movido por desconhecimento da história e dos detalhes e características das duas religiões de origem africana. "Ele afirmou que ambas não eram religiões porque não tinham um livro-base, com a bíblia ou o alcorão, por exemplo, e que também não possuíam hierarquia, o que demonstra desconhecimento e desinformação dele, como um jurista federal. Recebemos essa sentença como uma ofensa e discutimos muito isso com os fiéis das duas religiões em terreiros, casas de umbandas e pais de santos no Estado. Não será um parecer jurídico que vai mudar a nossa fé", afirmou Ma-

José Aldenir

Macilei Maciel: “Não será um parecer jurídico que vai mudar nossa fé” cilei Maciel, presidente da Federação de Umbanda e Candomblé do Rio Grande do Norte. Maciel explicou que, apesar de ambas não possuírem um livrobase, apresentam hierarquia sim e até o próprio Governo Federal as re-

conhecem como religiões, através da Secretaria da Igualdade Racial (Sepir). E que, tanto o Candomblé como a Umbanda podem ser consideradas integrantes do patrimônio histórico nacional, por suas tradições, vestimentas, alimentos e

outros itens característicos. "Não é um parecer jurídico que vai mudar a nossa visão das duas religiões, que pregam também a caridade entre todos para um mundo melhor. Todos nós temos o livre arbítrio para professarmos a nossa fé e aqui no Estado, além destas, temos também uma terceira vertente, que é a Ciência da Jurema Sagrada, que vem dos índios, muito antes do descobrimento do Brasil, tão antiga quanto a africanidade", explicou o presidente da Federação. DISCUSSÃO TEVE INÍCIO COM VÍDEOS DA INTERNET Em sua nova sentença, o juiz Eugênio Rosa de Araújo declarou que devido ao forte apoio dado pela mídia e sociedade civil, é inquestionável a crença no culto das duas religiões. No entanto, ele mantém a decisão de indeferir a liminar do Ministério Público Federal (MPF) que pedia a retirada dos vídeos postados em site da internet e que contém ofensas ao Candomblé e à Umbanda, desde o início deste ano.

> BALANÇO

Defensoria Pública do Rio Grande do Norte registra cerca de 66 mil atendimentos em 2013 Apesar de contar com apenas 40 defensores públicos, a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) apresenta números que chamam a atenção. Somente em 2013, foram realizados (dentro de todas as suas áreas de atuação) um total de 65.561 novos procedimentos, o que representa aproximadamente 5.465 novos atendimentos a cada mês ou quase 2 mil pessoas atendidas por defensor em atuação somente no ano passado. Segundo os dados do Relatório de Atividades da Defensoria Pública de 2013, que reúne todos os aten-

dimentos realizados nos diversos núcleos da DPE/RN, o maior volume de procedimentos ficou concentrado nas áreas Cível e Criminal, com 38.304 e 23.389 respectivamente. Entre os núcleos especializados, os com maior quantitativo foram os de Execução Penal, com 2.295 atendimentos e o de Justiça Comunitária, que realizou 2.011 procedimentos. Para a Defensora Pública-Geral do Estado, Jeanne Karenina Santiago Bezerra, a realização de tantos atendimentos só é possível graças ao empenho de todos os defensores e servidores da instituição. “Mesmo

com uma quantidade insuficiente de pessoal, a dedicação de cada um ao trabalho desempenhado na Defensoria faz com que a gente consiga que o resultado seja positivo, não só pela quantidade, mas principalmente pela qualidade”, destacou. No Rio Grande do Norte, a carreira de Defensor Público foi criada em 05 de julho de 2001, pela Lei Complementar de n. 197, mas só foi efetivamente instituída e regulamentada em 2003, quase 18 anos após a promulgação da Constituição Federal de 1988. Em 2006 foi realizado o concurso que resultou

na nomeação dos atuais defensores públicos estaduais. Hoje, a DPE/RN tem oito núcleos de atuação, localizados nas Cidades de Natal, Parnamirim, CearáMirim, Nova Cruz, Mossoró, Assu, Caicó, Nísia Floresta e Pau dos Ferros. Do total de 40 defensores, 36 encontram-se em efetivo exercício, dois estão ocupando os cargos de Defensor Público-Geral e Corregedor e outros dois estão afastados por licença médica. A expectativa é que seja realizado um novo certame ainda em 2014.

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Os Cruzeiros para Copa do Mundo em Natal ainda não estão confirmados segundo, os agentes marítimos NATAL Navio Lagoa Paranaense CMA-CGM Platon Recanto Mar III Alem Mar II G29-Garcia D’Avila F40-Niterói F45-União CMA-CGM Homere Prinsendam Seven Seas Mariner Gemini

Bandeira Brasil Inglaterra Brasil Brasil Brasil Brasil Brasil Inglaterra Holanda I. Marshall Bahamas

Chegada Destino Carga/Des. No Porto -Rebocador 24/05 Algeciras/ESP Contêineres 25/05 F. de Noronha(PE) Geral 25/05 F. de Noronha(PE) Geral 26/05 Rio de Janeiro(RJ) Operação 28/05 Rio de Janeiro (RJ) Tropicalex 28/05 Rio de Janeiro (RJ) Tropicalex 31/05 Algeciras/ESP Contêiner 12/06 Fortaleza(CE) Turismo 12/06 Fortaleza(CE) Turismo 15/06 Fortaleza(CE) Turismo

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Hambisa Elka Belo

I. Marshall No Porto Grécia Ao Largo

Suape (PE) Salvador(BA)

Óleo cru Óleo cru

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

TÁBUA DE MARÉS Dia Hora Altura (M) 22 17:24 0.5 23:56 2.0 23 05:54 0.6 12:19 2.1

FASES DA LUA Crescente (07/05 - 00:15h) Cheia (14/05 - 16:16h) Minguante (21/05 - 09:59h) Nova (28/05 - 15:40h)


1 4 O Jornal de HOJE

Natal, 22 de maio de 2014

Quinta-feira


Esporte

Quinta-feira

Natal, 22 de maio de 2014

O Jornal de HOJE 1 5

Divulgação

URV é bicampeão da Taça Cidade do Natal

Equipe ter minou a competição de for ma invicta

TIME DE FUTSAL DE SÃO GONÇALO DERROTOU O EXPANSIVO POR 4 A 0, ONTEM NO NÉLIO DIAS O URV (de São Gonçalo) conquistou o bicampeonato da Taça Cidade do Natal de Futsal. Ontem à noite, a equipe da Grande Natal derrotou o Expansivo (de Natal) por 4 a 0 e repetiu a conquista que tinha conseguido em 2013. O time do URV fez valer o favoritismo desde o início da partida. Sem deixar o adversário respirar, a equipe abriu 3 a 0 ainda no primeiro tempo com gols de Laio, Biro-Biro e Wellington. Na etapa final a equipe tirou o pé e tomou alguns sustos, mas ainda assim conseguiu fazer mais um, dessa vez com Preto, para fechar o placar em 4 a 0.

Os são-gonçalenses terminaram a competição com uma campanha invicta. Foram cinco jogos com quatro vitórias e um empate. O time balançou as redes dos adversários 14 vezes e sofreu apenas quatro gols. O artilheiro do URV foi Laio, com quatro gols. A decisão da Taça teve um fato curioso. As equipes finalistas são treinadas pelo experiente Roberto Pereira, que deixou Kedson Gomes tomando conta do Expansivo e comandou apenas o URV na competição. "Eu já era campeão antes mesmo do jogo começar. Fico feliz que os times tenham conseguido

chegar até a decisão. Isso significa que o trabalho que estou fazendo está trazendo bons resultados", destacou. Além do fato de serem comandadas pelo mesmo treinador, URV e Expansivo proporcionaram o confronto de duas gerações diferentes de atletas de futsal. Pelo lado do Expansivo, o jogador mais velho era Paulo Alves, que tinha apenas 21 anos, mesma idade do mais jovem do URV, Wellington. "Eu resolvi colocar os garotos para disputar essa competição exatamente para eles ganharem um pouco mais de experiência, pois

> AMADOR

são garotos que têm um futuro muito grande pela frente", afirmou Roberto Pereira. Na final dessa quarta, ninguém em quadra tinha mais experiência que Almir, do URV. São 42 anos de idade dos quais 22 deles dedicados também ao futsal. Ele não escondeu a satisfação por mais uma conquista e disse que vai buscar ainda mais. "Sempre é bom conquistar títulos, ainda mais quando eu consigo fazer isso com toda a idade que eu tenho. Não quero parar agora. Quero jogar mais uns dois anos pelo menos para continuar em busca de títulos".

Equipe é mantida pela comunidade Atualmente, quando se fala em time de futsal no Rio Grande do Norte, o primeiro nome que vem na mente da maioria daqueles que acompanham o esporte é o do URV. Em todas as competições a equipe está sempre disputando o título. Segundo Roberto Pereira, o segredo para o sucesso é a união de toda a comunidade. "O URV é um time que não tem um grande apoio financeiro. Nos mantemos mais na questão da amizade mesmo. O URV é um time que é mantido por um grupo de amigos

e por isso que vem dando certo, pois todos querem o bem do time". Com o domínio no território norterio-grandense, agora Roberto acredita que chegou o momento do URV buscar títulos em outras regiões. "Primeiro queremos conseguir conquistas regionais, depois vamos em buscar das nacionais. Mas para isso precisamos de investimento, de apoio. Conseguimos manter o clube para jogos aqui do RN, mas para fora precisamos de mais apoio, pois talentos nós temos para irmos bem lá fora".

> NATAÇÃO

Campeonato estadual de karatê Atleta potiguar derruba recorde esportivo começa no sábado permanecente por 18 anos A Fekaen (Federação de Karatê Amigos da Escola Norte-riograndense) realiza no próximo final de semana a primeira fase do Campeonato Estadual de Karatê Esportivo. O evento contará com a participação de 42 equipes entre alunos de escolas da rede pública e atletas do interior do Esta-

do. Cerca de mil atletas devem participar da competição que será realizada nos dias 24 e 25, no Ginásio da Faculdade Maurício de Nassau, em Capim Macio. Na manhã do sábado será realizada uma homenagem ao atleta de 19 anos Gabriel Sizilio – Campeão Brasileiro, Norte/Nordeste e Es-

tadual – que faleceu no dia 17 após cair de um parapeito na praia da Pipa, litoral do Sul do Rio Grande do Norte, sua cidade natal. Os pais de Gabriel Sizilio vão receber o certificado de faixa preta da Federação Brasileira e pela Confederação Panamericana de Karatê.

A nadadora Joeline Nascimento bateu o recorde potiguar da prova dos 200m medley. A marca, que já durava 18 anos, foi batida durante a disputa do Troféu José Guará, a II fase do Campeonato Estadual de Natação. Nas disputas, que tiveram como palco o Parque Aquático do Sesi Clube, Joeline ainda conquistou seis medalhas de ouro e bateu também o recorde nos 200m livre. Resultados como estes vem alçando Joeline à condição de uma das melhores atletas do Rio Grande do

Norte nos últimos três anos. A nadadora é oito vezes campeã estadual. No ano passado, Nascimento recebeu, entre outros títulos, o de atleta ouro dos Jogos Escolares do RN. Este ano, além das medalhas do torneio do último final de semana, a nadadora já conquistou o 1º lugar no torneio Nordeste, categoria absoluto, em Recife (PE), quatro Ouros no circuito FAN, conseguindo o melhor índice técnico geral da competição e duas pratas no Torneio Norte-Nordeste.

JOÃO PAULO

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

Divulgação

DONA DE TUDO

O sonho da torcida alvinegra, de ver João Paulo jogando ao lado de Dênis Marques, começa a virar realidade. É que está programado para este sábado a chegada do filho ilustre. João Paulo foi liberado pelo seu atual clube, Ichean United, da Coreia do Sul, para fazer tratamento médico em Natal. Como seu retorno para a Ásia está previsto somente para dezembro, existe a possibilidade, depois da recuperação, de jogar no ABC.

BUDAPESTE

A Seleção de Futebol da OAB/RN já se encontra em Budapeste, na Hungria, para a disputa do XVII Campeonato Mundial de Futebol para Advogados. Os jogos começam amanhã e vão até o dia 1º de junho. Atualmente, a equipe Master é tricampeã pelo Campeonato Brasileiro de Futebol para Advogados, título conquistado em novembro de 2013, em Aracaju (SE).

Se contar ninguém acredita. Insatisfeita com a organização da Copa, dos direitos de imagem e comercialização da marca e produtos dos patrocinadores, a Fifa agora também quer o direito de expressões. Amparada pela Lei da Copa, os senhores Blatter e Valcke mandaram registrar no INPI (Instituto Nacional da Propriedade Intelectual) os termos Pagode e Natal 2014. O estilo musical genuinamente brasileiro foi requisitado por intitular a fonte tipográfica da marca da Copa, enquanto que Natal entrou na lista de pedidos devido a nossa capital ser uma das 12 cidades-sede do Mundial. O pior é que não estou brincando. São quase 200 nomes apropriados e todos com aprovação do governo federal. E que ninguém se atreva em utilizar Brasil 2014, pois até a expressão mais popular pertence aos donos de tudo. Essa foi demais.

INGRESSOS

Os ingressos para partida ABC x Icasa, no próximo sábado (24), às 21h, no estádio Iberezão, já podem ser adquiridos pelo torcedor. O setor de arquibancada custará R$ 30,00 (inteira) e R$ 15,00 (meia). Os pontos de venda são: Setor de administração do ABC (Complexo Vicente Farache), ABC Store, SterBom (Midway), OrtoBom (Natal Shopping), Livraria Câmara Cascudo (Centro) e bilheteria do Iberezão.

IVAN, O TERRÍVEL

DUELO DE POTIGUARES O meia potiguar Rodriguinho voltou a marcar pelo Grêmio. Depois de dar a vitória contra o Fluminense, ontem ele marcou o gol de empate na vitória por 2 a 1 contra o Botafogo. Outro ex-abecedista fazendo sucesso no futebol e quem diria no Sul do país, onde os técnicos não costumam ter muita paciência com jogadores mais jovens. Por coincidência, do outro lado estava Wallyson, outro potiguar e ex-alvinegro. Só faltou o seu gol.

TÁ SOBRANDO LATERAL Com a chegada de Paulo Henrique (foto), o treinador Oliveira Canindé passa a ter cinco jogadores para a mesma posição. Além de PH, o grupo tem Wanderson, Alex Barros, Arthur Henrique e Tiago Cristian. De acordo com a diretoria americana a característica do novo reforço é mais de marcação e por isso a contratação.

O Aeroclube do Rio Grande do Norte está reativando a Escolinha de Futebol a partir de 1º de junho. E o responsável pelo comando será o ex-jogador Ivan Ricardo, "O Terrivel". As aulas serão realizadas de segunda a sábado. Mais informações pelo telefone 3211-1480. No próximo sábado (24), às 8h,haverá um jogo entre as equipes masters de ABC e América. Já estão confirmadas as presenças de Alberi, Danilo Menezes, Moura e Souza. A entrada do jogo é um quilo de alimento não perecível, a ser doado para a Casa do Bem.


1 6 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 22 de maio de 2014

Quinta-feira

Divulgação

Passe Livre

Ricardo Goulart fez um dos gols do Cruzeiro na vitória por 2 a 0 sobre o Sport

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Calabar e a Copa

CRUZEIRO E GRÊMIO DIVIDEM LIDERANÇA MINEIROS E GAÚCHOS VENCERAM NA RODADA DE ONTEM E SUBIRAM NA TABELA

O

Campeonato Brasileiro ganhou um novo líder. Na rodada de ontem, o Cruzeiro venceu o Sport por 2 a 0, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, e acabou favorecido pelo empate do Internacional com o Coritiba, em 1 a 1. Com os três pontos conquistados, o time mineiro passou a somar 13 pontos, ultrapassando o colorado que caiu para a quarta po-

sição com 12 pontos. A vice-liderança também mudou de dono. Com a vitória sobre o Botafogo por 2 a 1 o Grêmio assumiu o segundo lugar com a mesma pontuação, mas saldo de gols inferior a Raposa. Mesmo jogando diante de sua torcida, o Cruzeiro teve dificuldades para vencer os pernambucanos. depois de um primeiro tempo apertado, os gols da vitória cruzeiren-

se só foram sair na etapa final. Aos cinco minutos, Dagoberto cobrou falta e, ao tentar cabecear, Ricardo Goulart acertou o joelho na bola e abriu o placar para o Cruzeiro. O gol não intimidou os visitantes e o técnico do Sport, Eduardo Baptista, manteve o time no ataque. O jogo aberto facilitou os avanços do time mineiro e, aos 31 minutos, William fez valer sua entra-

> HERMANO

CLASSIFICAÇÃO

Palmeiras contrata técnico argentino O Palmeiras apresentou ontem o seu novo técnico. Trata-se do argentino Ricardo Gareca. Ele firmou compromisso com o clube até junho de 2015 e terá a sua primeira experiência no futebol brasileiro. Gareca, de 56 anos, substitui Gilson Kleina, que deixou o Palmeiras após a eliminação na Copa do Brasil para o Sampaio Corrêa. Gareca se aposentou como

da na partida e fez um cruzamento preciso que Marcelo Moreno aproveitou com precisão para fazer o segundo e fechar o placar. O próximo jogo do Cruzeiro será contra o Internacional, dia 25, na Serra Gaúcha. Já o Sport vai pegar o Corinthians na Arena Pernambuco. A rodada de ontem ainda teve a goleada do Fluminense sobre o São Paulo por 5 a 2.

jogador em 1995 e no ano seguinte assumiu o Talleres e já conquistou o título da Série B do Campeonato Argentino e, em 1999, foi campeão da Conmebol. Depois teve passagens por Independiente, Colón, Quilmes, Argentinos Juniors, América de Cali e Santa Fé (ambos da Colômbia) e Universitário, onde foi campeão peruano em 2008.

? 1º 2º 3º 4º 5º 6º 7º 8º 9º 10º 11º 12º 13º 14º 15º 16º 17º 18º 19º 20º

Clube Cruzeiro-MG Grêmio-RS Fluminense-RJ Internacional-RS Goiás-GO Palmeiras-SP São Paulo-SP Corinthians-SP Bahia-BA Atlético-MG Sport-PE Criciúma-SC Santos-SP Atlético-PR Vitória-BA Flamengo-RJ Botafogo-RJ Coritiba-PR Figueirense-SC Chapecoense-SC

PG 13 13 12 12 10 9 9 9 8 7 7 7 6 6 5 5 4 4 3 2

J 6 6 6 6 5 5 6 6 5 5 5 6 5 6 5 6 6 6 5 6

V 4 4 4 3 3 3 2 2 2 2 2 2 1 1 1 1 1 0 1 0

E 1 1 0 3 1 0 3 3 2 1 1 1 3 3 2 2 1 4 0 2

D 1 1 2 0 1 2 1 1 1 2 2 3 1 2 2 3 4 2 4 4

GP 12 7 12 8 4 7 11 5 6 5 5 3 4 8 5 5 9 5 1 3

GC 8 4 5 5 2 6 9 3 4 5 6 9 3 9 6 9 10 7 8 7

SG 4 3 7 3 2 1 2 2 2 0 -1 -6 1 -1 -1 -4 -1 -2 -7 -4

A% 72,2 72,2 66,7 66,7 66,7 60,0 50,0 50,0 53,3 46,7 46,7 38,9 40,0 33,3 33,3 27,8 22,2 22,2 20,0 11,1

Mães, mulheres e filhos aguardam em nervosa comunhão. A expectativa é de imagens tristes, insuficientes para apagar a ansiedade pelo reencontro. É julho de 2014 e eles, seus homens, estarão livres. Corta. Depois da longa espera marcada pelo sofrimento das filas de prisão inconcebível, arbitrária, política ou provocada por esbirro ditatorial , persistentes choram e abraçam, beijam e cantam. Tentam animar dezenas de farrapos sujos, magros e desencantados que deixam seculares calabouços da Fortaleza dos Reis Magos, repetindo, em pesadelo surreal, o sofrimento dos nativos encarcerados pelos invasores holandeses. Corta outra vez. Um roteirista maluco poderia transformar as normas impostas pela Fifa para colonizar Natal na Copa do Mundo em breve analogia cinematográfica com a tomada holandesa. Em lugar dos resistentes de 1633, estariam pobres comerciantes, ambulantes que ousassem expor em seus botecos e carros de lanche alguma menção à Copa do Mundo sem a chancela dos inquilinos. Aqueles que seriam sumariamente punidos caso exibissem panfletos sobre promoções dos seus supermercados ou insistissem em transmitir jogos em telões patrocinados por poderosos concorrentes: O Churrasquinho de Gato de Comadre Chaguinha ou a Meladinha do Canindé. As proibições impostas a Natal e mais 11 cidades pela madrasta do futebol são argumentadas pelos seus prepostos como força da lei que deve ser respeitada. Há leis justas e injustas. Morais e imorais. Cito centenas em páginas de coluna. A Lei do Desarmamento é lei. Para o cidadão que não deve à Justiça. É inútil para o bandido que assalta, estupra, mata e segue impune pela falência do aparelhamento da segurança e dos salários da polícia. Durante a Ditadura, famigerados Atos Institucionais humilharam a democracia, fecharam o Congresso Nacional, cassaram mandatos conferidos pelo povo, dissiparam direitos civis, amordaçaram o Judiciário e camuflaram as torturas e mortes de brasileiros que combateram o autoritarismo apenas por pensar diferente e lutar contra. Os AI e tantos eram as leis de quem implantou e preservou 21 anos de arbítrio. A soberania de um povo é a sua identidade, sua autoestima, sua valentia brandida. Há poucos dias, o ex-governador e ex-vice-presidente do Senado, Geraldo Melo, desabafou em rede social no desabafo de brilhantismo esgrimista. Teria, ele como tantos outros, que pedir permissão para entrar em sua própria casa, situada bem perto da Arena das Dunas, preenchendo um abominável cadastro determinado pela interventora do Brasil, a Fifa, famosa não exatamente pela bola rolada nos campos, mas pelos escândalos bilionários denunciados em livros e amplas reportagens no mundo inteiro. >>>>>> Entre as punições acintosas, previstas segundo a Lei Geral da Copa, em vigor por causa de quatro partidas viabilizadas graças à destruição e comprometimento do patrimônio público, estão: multas simples, cancelamento de licença (de comércio que colocar marca não patrocinadora do evento), apreensão de materiais, veículos e equipamentos publicitários, remoção dos meios de anúncio e respectivas estruturas. Quer dizer, experimente resistir para ver o que acontece com você: a Fifa pode invadir, recolher, destruir, remover, apreender, cancelar, todos verbos destrutivos, antipáticos, arrogantes, na conjugação e na ação. Assim, nas barbas que não são dos holandeses comandados pelo tenente-coronel Byma, chefe invasor da Fortaleza dos Reis Magos. Vamos nos recolher às nossas celas, que são nossas casas e apartamentos e tratar de cumprir todas as normas que acentuam muito bem o que é ser dominador e serviçal, autoritário e passivo, vencedor e rendido. Os serviços públicos certamente estarão um luxo para atender aos milhares de estrangeiros aqui gastando seus dólares. Funcionarão como réplicas do famoso Albert Einstein, em Natal, os hospitais deploráveis para os habitantes de sempre. Não haverá um assalto sequer. Um morto tombado de bala. Garanto que a seleção norte-americana estará protegida. Por suas tropas e seus agentes secretos já mandando na parte esportiva da Universidade Federal. Estou louco para ver os Seals, a tropa que liquidou Bin Laden e os seus helicópteros Black Hawk. Os gringos torcedores, afinal, vêm para fazer a festa da mão de obra especializada em tudo, especialmente em atividades teoricamente não permitidas, mas aceitáveis se os clientes são estrangeiros, feito os mortos da literatura de Newton Navarro, se vivo, corado de vergonha. Exploração sexual infantil, óbvio, é miragem dos pessimistas. Tenha cuidado e obedeça. A Fifa trabalha com um batalhão de advogados prontos para processar a nós, mequetrefes atrevidos e chateados em vão porque a cidade será Camelot, o reino, logo depois de Itália versus Uruguai. É chamado de marketing de emboscada o argumento para a armadilha asfixiante. A Fifa dispõe de advogados, voluntários que não devem ter doado sangue sequer uma vez na vida e, mais ainda, dos clones de Domingos Calabar, o mameluco covarde e rendido aos holandeses. Calabar, traidor patenteado, ganhou nem tão discretos semelhantes, indignados contra quem ousa reclamar da mandatária do país do respeito e da identidade alugados.

PÚBLICO E PRIVADO Enquanto sedes particulares da Copa do Mundo aparecem com o menor custo, os estádios geridos por empreiteiras ou por governos têm os maiores gastos. Nas mãos de um consórcio formado pela Odebrecht e pela OAS, a Fonte Nova é o caso mais absurdo com despesas que mordem 69% das receitas em jogos do Bahia e Vitória. Está no Uol.

tadual, o camisa 10 do América, Arthur Maia, convive com iras consideráveis. Críticas ao sumiço do futebol vistoso. Há exageros, gente que fala ou escreve com a razão do fígado. É fato, porém, que a bola de Arthur Maia desapareceu e (ainda) não voltou.

DEFESA Inseguro nas mudanças, o técnico Oliveira Canindé parece não DIFERENÇAS enxergar as falhas da defesa do Em seguida, informa a pesquisa, América. O goleiro Fernando Henestádios como Maracanã (47%), Cas- rique, a cada jogo, faz o torcedor telão (57%) e Mané Garrincha (53%). suspirar pela volta de Andrey. Os dois primeiros também são administrados por concessionárias com SEQUÊNCIA liderança de empreiteiras – a OdeDois jogos e o ABC tem rara brecht, no caso da praça carioca. Já chance de disparar com mais seis a arena brasiliense é responsabilida- pontos. Desde que esteja com o de do governo do Distrito Federal. time inteiro. Ganhar do Icasa e do Oeste no Iberezão é obrigatório ARTHUR MAIA NA BERLINDA dever de casa que apresenta fatuUnânime no Campeonato Es- ra na reta final.

22052014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you