Issuu on Google+

Canindé Santos

Sábado e Domingo Marcos A. de Sá SYLVIA SÁ (INTERINA)

Página 7

w PetroBrasil gera oportunidades para empreendedores do setor de petróleo e energia.

Alex Medeiros Página 11

w Henrique Alves entrou na alça de mira da grande mídia e quiçá do PT.

Daniela Freire Página 12

w Obery não se sente responsável por caos nas contas do Governo Rosado...

Vicente Serejo

Ano XVI w

NATAL-RN, 20 E 21 DE JULHO DE 2013 w Nº 4.693

R$1,00 w jornaldehoje.com.br

> APESAR DA “FRUSTRAÇÃO FINANCEIRA”

Folha de servidores aumenta 38% na gestão de Rosalba, que garante não atrasar pagamento GOVERNO REVELA QUE GASTOS COM FUNCIONALISMO PASSARAM DE R$ 213 MILHÕES PARA R$ 295 MILHÕES POR MÊS. ROSALBA ADMITE CRISE FINANCEIRA, MAS DESCARTA CALOTE POLÍTICA 3 José Aldenir

> GUERRA CIVIL

Manifestantes do #RevoltadoBusão perdem o apoio dos natalenses A ideologia pacífica do movimento dos estudantes, que reivindica melhorias em serviços públicos essenciais, já não está mais atraindo a população. Atos de vandalismo de um pequeno grupo estão deixando a cidade amedrontada e forçando ação da polícia. CIDADE 9 No protesto desta sexta-feira, grupo volta a tentar ocupar a Câmara Municipal de Natal e afronta policiais

Página 13

Wellington Rocha

> R$ 100 MIL

w Papai, o que é plebiscito? Perguntava Manduca ao senhor Rodrigues. Ainda lembra?

Dinheiro roubado de assessor de Henrique era para João Maia

Hemetério Gurgel

POLÍTICA 4

Página 20

> VIOLÊNCIA

Mulher é assassinada em loja na principal avenida do Planalto

w Govero diz que não haverá atraso do pagamento de servidores. w Vinhos de famosos.

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE

CIDADE 10

Jurandyr Navarro

> IGREJA CATÓLICA

Cid Montenegro

Potiguares se preparam para a Jornada Mundial da Juventude no Rio

Dalton Melo de Andrade Públio José Marco Almeida Emerenciano Elviro Rebouças OPINIÃO - Página 2

Na Comunidade de Uruaçu, jovens de 90 paróquias encerraram a Semana Missionária

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,24 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,29 R$ 2,24

Euro x real R$ 2,95 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 8%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

CIDADE 6

ACESSE SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Amancio

JURANDYR NAVARRO, do Conselho Estadual de Cultura

Sábado e Domingo

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

ELVIRO REBOUÇAS, economista e empresário (cifrao@uol.com.br)

Oriano de Almeida Notável pianista, de fama mundial, Oriano de Almeida nasceu em Belém do Pará, chegando a Natal aos sete anos de idade, permanecendo nesta terra abençoada durante longos anos. Orianne, prenome civil e Oriano, nome artístico, ainda em plena adolescência, ultimado o Curso de Humanidades, no velho Atheneu, em 1938, viaja ao Rio de Janeiro com o intuito de estudar Medicina; desistindo, seduzido pelo encanto da música. Antes, tivera Waldemar de Almeida, como seu preceptor de piano, em Natal, seu primeiro e grande mestre, como declarou certa vez. Depois, na Cidade Maravilhosa foi atraído pela virtuosidade de Magdalena Tagliaferro, como instrutora. Constata-se, assim, ter ele prescindido de outros docentes na difícil e penosa carreira artística. É que Oriano pode situar-se naquele plano supernal dos que recebem a dádiva divina toda especial da genialidade. Para elevar-se a outro nível intelectual, não usou degraus: a águia altaneira, não caminha, ela alça vôo para atingir o azul sidéreo. O ano de 1949, aos 28 anos de idade, na mocidade plena, é o ano consagrador da carreira meteórica do exímio pianista potiguar. Em concurso promovido pela Legação da Polônia, no Rio de Janeiro, é concedido o melhor Prêmio a Oriano de Almeida pelo primeiro lugar conquistado, com viagem de ida e volta a Varsóvia, inclusive estada, durante o IV Concurso Pianístico "Chopin". O segundo coube à pianista Cármen Vitis de Adnete e o terceiro, à pianista Glória Maria da Fonseca Costa. Oriano é classificado em primeiro lugar, no Brasil. Transcorre o calendário. Em setembro foi realizado em Varsóvia o Grande Concurso Internacional "Chopin", com o potiguar Oriano de Almeida como um dos finalistas. A edição do Jornal do Brasil de 15 de outubro do citado ano, publica: "Anova geração de pianistas nacionais está magnificamente representada em Varsóvia, pois Oriano de Almeida e Cármen Vitis Adnete foram admitidos às finalistas do IV Concurso Internacional Chopin, em Varsóvia. Oríano já se apresentou nesta última etapa do certame, no qual tomam parte 18 pianistas dos países: Brasil, Polônia, União Soviética, Hungria e México. Na penúltima etapa participaram 40 pianistas de 13 países". (FC) No final do Concurso, Oriano recebeu Prêmio de Honra por ter sido considerado um dos maiores pianistas mundiais, verdadeiro intérprete do imortal Frederic Chopin. Imortalizado, portanto, um brasileiro na História mundial da Música - Oriano de Almeida, o genial pianista. Posteriormente a esse concurso, ele, aureolado de artística glória, empreendeu longa temporada por várias nacionalidades europeias, estendendo-se aos Estados Unidos e países outros da América do Sul. Por ocasião dos cinquenta anos da morte de Chopin, Oriano gravou cerca de duzentas músicas do genial compositor polaco. A presença de Oriano, na época, em São Paulo, no teatro Municipal, atraiu multidões para vê-lo e ouvi-lo ao piano. Em 1972, volta à Polônia e visita Zelazowa-Wola, cidade-berço do compositor famoso, apresentandose no Parque Lazienki. Ao longo da sua carreira artística compôs mais de uma centena de peças musicais.

São seus livros de leitura agradável: "Magdalena, Dona Magdalena"; "A Música Através dos Tempos"; "um Pianista fala de música"; "Paris nos Tempos de Debussy", dentre outros inéditos. Além de interpretar Chopin, o fez, também, em relação a Debussy, Ravel, Bach, Mozart, Beethoven, Vivaldi, Mendelssohn, Vila Lobos... segundo músicos da época. Somente no Brasil realizou mais de duzentas exibições. Oriano tinha implantada n'alma a miraculosa inspiração, brotada e impulsionada pelo espírito altivo. É como aduziu Pascal no seu trabalho, "Paixões do Amor": "Numa alma grande, tudo é grande" O genial austríaco, Mozart, elucida a musa da sua inspiração (dele, Mozart): "Os pensamentos me acodem a mente com a particularidade de não precisar esforçar-me em harmonizar as notas nem pensar no resultado que darão; ouço no meu espírito a frase completa e o único cuidado é colocar no pentagrama o que acabo de acudir ao ouvido da minha alma". O encanto musical sempre envolveu o espírito sensível, o sensível espírito do Oriano de Almeida, dominando o seu entendimento e emocionando o seu coração. Noutras palavras, exclamou Baudelaire: "Amúsica, às vezes, se apossa de mim, tal o mar". A música é uma linguagem. Disse Haydn a Mozart: "A língua que falo é compreendida no mundo inteiro". Ela transmite sentimento. De sua Missae Solemnis, assim se expressou Beethoven: "Vinda do coração, que ela chegue ao coração". O livro "História da Música Ocidental" (Massin, 1997, p.587), traz uma Carta de Napoleão Bonaparte dirigida aos Inspetores do Conservatório de Munique, nos termos: "De todas as belas-artes, a Música é a que mais influência tem sobre as paixões e aquela que mais deve ser incentivada pelo legislador. Uma peça de música moral, composta por mão de mestre, toca infalivelmente o sentimento e tem mais influência que um bom tratado de moral que convence a razão sem influir em nossos costumes". Exerce, sem duvida, a Música influência em muitas atividades humanas. Os Hinos levantam o moral patriótico. Quem não se deleita com a música sacra? Não adormece a criança, embalada com a melodia amorosa do compasso do coração materno? Influencia também a música em despertar o estado narcótico de vassalagem de um povo, postergado em seus direitos, irrompendo na exaltação das lutas revolucionárias; tal o brado de Voltaire, pertencente ao Cancioneiro da Revolução Francesa, musicado por Grossec, por ocasião do traslado das cinzas do autor de "Candide", para o Panthéon, em 11 de Julho de 1791: "Povo, desperta, rompe teus grilhões / Eleva-te à tua antiga grandeza / Povo, desperta, rompe teus grilhões /A liberdade te chama". Oriano de Almeida conheceu mais do que ninguém os enlevos da mais comovente das Artes. Ele jamais deixou de ouvir a sua voz, vinda do Infinito. É ele o seu genuíno representante vivo da Potiguarânia. Para Oriano de Almeida, artista divinal, a nossa reverência respeitosa por ter tão bem representado o Brasil na mundial música clássica. Tornou-se, assim, pelo mérito, uma individualidade notável da nobre arte internacional.

Carta

Sua benção, Papa Francisco!

Artigo

Mercosul Mais uma reunião do Mercosul. Pompa e circunstância. Muita conversa e pouco resultado. Lembram-me meus tempos de Organização dos Estados Americanos (OEA). Quarenta anos passados. Horas e mais horas de discussões, nenhum resultado prático, prolixidade esfuziante, tempo perdido. Senso comum - ódio aos Estados Unidos, gerado por pura inveja. Nada mudou. Um amigo chileno, com quem dividia minhas frustrações, comentou numa dessas intermináveis reuniões, aí pelas três da manhã: "Mira, el gringo no habla, bebe su cafezito, fuma sus puros y paga la cuenta". É que, naquela época, os americanos pagavam 62% das despesas da OEA. Depois, baixou para 49%. Hoje, não sei. Deve continuar do mesmo jeito. Do Mercosul, aparentemente, não pagam nada. Mas são sempre lembrados. O Mercosul foi uma das coisas positivas, talvez a única, deixada pelo governo Sarney. Encontra-se hoje totalmente desvirtuado. Essa última reunião foi a comprovação final. Em vez de fórum econômico, como se pensou e deveria ser, virou fórum político. Da pior qualidade. Quando deixei a UFRN, passei alguns anos prestando consultoria empresarial. Terminei trabalhando em uma dessas empresas, tempo integral, na área de comércio exterior. Nessa condição, tive oportunidade de bem vi-

Artigo

Exmar Tavares, Jussier Santos, Leonardo Arruda para ilustrar a mesa. Galván gente muito boa, educado, tomador de chope e curtidor de samba. Hoje vamos a tradicional pagode dos sábados na casa de Júnior outro gênio da bola com canja de Xande Pilares (Revelação) Alexandre Pires, Anderson (Molejo) e Diogo Nogueira grandes flamenguistas que eu quero bem. Em 2007 eu levei o rei Pelé a Natal e o presidente Judas Tadeu lhe deu uma camisa do ABC para foto histórica. Quem sabe Frasqueira se um belo dia Dom Diego Armando Maradona não pode aterrissar no Frasqueirão? No tablete de Cantarelle eu mostrei a todos fotos de Natal, do Ocean Palace e site do ABC, ele vai ganhar em breve uma camisa e achou interessante quando expliquei que o A do Mais Querido é de Argentina no tratado da época com Brasil e Chile. Você leitor deve estar pensando: "Chegou ao fim e o nome do Papa que é argentino e que intitula sequer foi citado! Explico: Aqui o mercado paralelo dos trabalhadores pais de famílias dignos denominados camelô já venderam mais de cem mil camisas em diversos idiomas (a cidade está lotada) com a frase: O Rio é o Papa e o Francisco é Flamengo. E não é que vestiram sua santidade na foto com o manto rubronegro! CID MONTENEGRO EMPRESÁRIO E DESPORTISTA (FLABCID@UOL.COM.BR)

venciar o lado positivo do Mercosul. Antes, numa viagem à Buenos Aires, vi a influência que esse acordo poderia trazer aos nossos países. Senti, em conversa com argentinos, quão benéfico seria, especialmente no relacionamento político. Vivíamos aos trancos e barrancos. Hoje, somos estimados hermanos, com apenas o futebol nos mantendo separados. Escutei de um motorista: "Mira, hoy somos hermanos, pero no me hables de futebol". A intenção do Mercosul era das melhores. Aproximar nossos países e, com o tempo, trazer os demais para a formação de um mercado realmente comum, onde a troca de mercadorias fosse livre e sem burocracia. No começo, até que funcionou. Hoje, não mais. O que se vê é o governo argentino, cuja má qualidade é evidente (e o efeito Orloff nos ameaça), fechando suas portas ao Brasil. Acomunidade, que se iniciou buscando o desenvolvimento econômico de seus membros, por razões puramente ideológicas (burras, diga-se de passagem), descambou para a política desenfreada e relegou a economia ao segundo plano. Durante todos esses anos, o comércio, que chegou a atingir níveis razoáveis, vem diminuindo. Como parceiros novos, adquiriu dois pesos leves e cada dia mais encalacrados, Bolívia e Venezuela. O Chile, que

andou nos namorando, perdeu o estímulo e partiu para campos mais férteis. Juntou-se à Colômbia, Peru e México e criou a Aliança do Pacífico. Intensificam seus contatos com mercados ricos. O Mercosul continua ínfimo, e até hoje apenas fez acordos com a Palestina, Egito e Israel. Cada vez mais se distancia da Europa e dos Estados Unidos. Acompanha a inteligência do nosso novo Itamaraty, que abre embaixadas em lugares sem importância, seja política, seja econômica. Lugares dos quais nunca ouvimos falar. Ilhotas no Pacífico, ditaduras violentas na África, e por aí vai. Mercados ricos e produtivos, nem pensar. Esta última reunião comprovou o caminho do fim. Nenhuma posição ou decisão econômica de peso. Gastaram todo o tempo com discussões imaturas. Protestar contra uma sabida e permanente espionagem americana (todos se espionam o tempo todo), como se fosse grande novidade. Reintroduzir o Paraguai, suspenso numa das mais esdrúxulas decisões já tomadas pelo grupo. O presidente do Paraguai já respondeu. Só volta quando as leis que regem o bloco forem cumpridas. (Lembrou-me Groucho Marx: não entro num clube que me aceita como sócio). O Paraguai faria melhor não voltando e se associando ao Chile e seus parceiros. Teria mais futuro. Pobre Mercosul.

PÚBLIO JOSÉ, jornalista (publiojose@gmail.com)

Cuidado!!! Nata azedando! Quando o leite ferve, o resultado da elevação da temperatura impulsiona para cima a parte mais gorda, mais substanciosa do leite – conhecida como nata. Segundo os estudiosos, é a separação do melhor que o leite tem para oferecer. De tão rica, de tão encorpada de nutrientes, a nata se desdobra numa infinidade de benefícios para quem a consome, além de maravilhar gregos e troianos com os inúmeros produtos a serem extraídos de sua diversidade. Antigamente, a nata era um dos principais elementos na mesa dos nossos antepassados. Isso em razão da atividade braçal que desenvolviam. Hoje, com a atividade física restrita a algumas horas semanais na academia (muitos nem a isso se submetem), a nata entrou em rota de colisão com os manuais da moda, da estética, circunstância que vem tornando-a um indesejado membro da mesa contemporânea, algo a se evitar com unhas e dentes. Entretanto, independente dessas questões, a nata representa o mais nobre da rica composição do leite, a seleção dos melhores elementos que dão estrutura à sua constituição. Com o tempo, o termo passou a designar o melhor de um contexto, a nomeação dos melhores componentes de um universo que se

O RIO É O PAPA Sr. Editor: O futebol é a nossa referência no mundo e o Maracanã é um dos símbolos do Brasil. Ontem aqui no Rio estava com ídolos de ontem e amigos de hoje ex-jogadores do Flamengo e chegaram a jogar na seleção: Andrade, Adílio, Tita (encontrei casualmente com Agnelo Alves Filho e Marechal Porpa) quando chega Rondinelli com um argentino de nome Luis, logo fiquei sabendo que se tratava do zagueiro campeão do mundo de 1978 Galván, copa que Rondi foi reserva de Oscar. Ele adora o Brasil e falei na excelente recepção que tive em Bueno Aires do meu querido Ubaldo Fillol ex-goleiro da seleção portenha na referida copa. Narrei que ele me levou na casa do capitão deles em aniversário da esposa na Recoleta (Maradona não foi porque estava no mundo árabe) e lá vi um poster gigante dele com Maradona segurando a taça e escrito próprio punho: "Adoraba Diego, ruego a Dios larga vida para un dia decirle a mis nietos que lo viste jugar". Daniel Passarella. Traduzindo: "Adorado Diego rogo a Deus vida longa para um dia dizer a meus netos que lhe vi jogar". Disse que reencontrei Mancuso ex-atleta rubronegro e um dos maiores amigos de Maradona. Muitas conversas de bastidores que só quem jogou e estava lá pode contar. Faltaram os natalenses profundos conhecedores de futebol: Ricardo Bezerra, José Dias, Arimatea Fernandes,

DALTON MELO DE ANDRADE, professor universitário aposentado (dandrade@ufrnet.br)

Artigo

quer determinar. Daí que hoje se fala da nata dos músicos, dos médicos, dos cientistas, dos artistas, dos... Enfim, do melhor que se quer designar em um extrato social específico. Nesse contexto, seria natural que tivéssemos a nata das lideranças, a nata dos políticos, a nata dos homens públicos. Porém, sejamos sinceros: podemos designar como nata a liderança que hoje ocupa espaços públicos no Brasil? Voltemos à nata – a do leite. Pois esta, com toda excelência de sua composição, se não for bem cuidada, bem conservada, estraga, azeda, vencida por bactérias, fungos, vírus e germes de toda ordem. Alguma semelhança com o ambiente político do qual fazemos parte? Os saudosistas, com alguma razão, afirmam que não se faz mais lideranças como as de antigamente. E apregoam os nomes de Bonifácio, Mauá, Rio Banco, Prudente, Getúlio, Prestes, Juscelino, Aranha... Segundo os tais, que lideranças! Desonestidade nelas não havia; corrução nem pensar; tibieza, frouxidão de caráter também estavam fora do agir de então. Firmes, honestas, patriotas, assim eram nossas lideranças. Ou, por outra, assim eram os que compunham a nata de nossas instituições. Hoje, o verme da corrução, a bactéria da desones-

tidade, o germe da insensibilidade, da insensatez, do desatino são os elementos que, preferencialmente, entram no perfil do que se convencionou chamar de líder. Costumes em frangalhos; hábitos em decomposição; escândalos infecciosos, tecido azedo pelo quadro patogênico que se estabeleceu. Os entendidos em nata dizem que para salvá-la das impurezas tem solução. Lavá-la na água é uma. Outros, de mais rigor no diagnóstico, recomendam levá-la ao fogo. Agravante: após o fogo ela perde a qualidade de nata e, entre outros produtos, vira manteiga. Já no tocante às lideranças, a receita da água e do fogo deve ser bem analisada. Submeter, por exemplo, o político corruto à lavagem em água não é recomendável. Pois, dela, o gajo sai mais refrescado, mais asseado, porém com o interior sujo do mesmo jeito. Já o fogo deve se levar em conta. O fogo do voto, bem entendido. Esse sim, o remédio eficaz para a parte infectada do tecido. O fogo do voto depura, promove mudanças... Além de poder ser utilizado vezes sem conta. Com ele não se faz manteiga. Mas as instituições melhoram bastante. E, afinal, o que fazer se da nata das nossas lideranças não se consegue manteiga? Ah, quanta nata azeda...

MARCO DE ALMEIDA EMERENCIANO, advogado (malmeme@yahoo.com.br)

O Sport Club de Recife no Bernabeu Não sou grande aficionado por futebol, reconheço. Acompanho as principais notícias, vejo os gols na televisão e, diante de um clássico, me preparo para assistir com amigos. Gosto mesmo é da festa. Ir aos estádios, em minha opinião, é cada vez mais perigoso, pela insegurança generalizada que vivemos. Na família, tem uma certa tradição. Meu avô Aderson Eloy era muito ligado ao 'Treze' de Campina Grande. Quando deixou a Usina Ilha Bela, no Ceará-Mirim, passou a residir no Rio de Janeiro a convite de amigos. Foi executivo do Clube de Regatas Flamengo e, por isso, tivemos até carteira de sócio, eu e meus primos. Frequentávamos a sede social da Gávea e assistimos muitos clássicos no velho Maracanã com minha avó Deda. Essa sim, era torcedora fanática do Flamengo e ABC. Dia desses conversava com o amigo Gustavo Eugênio de Carvalho Bezerra, 'Buca'. Quero registrar que firmamos uma bela amizade e concluímos na turma de 1987 o curso de Direito da UFRN. Buca é homem de gestos simples e amigo dos amigos. De cultura vastíssima, conhece aspectos históricos do velho mundo como ninguém. Cultiva, em minha opinião, duas paixões: a família e o Sport Clube de Recife. Heitor Eduardo, seu filho recém aprovado no exame da OAB, e Luis Gustavo, o jovem caçula, também têm as mesmas caracterís-

ticas. Mirtes, sua esposa, acompanha de longe. Outro dia falávamos sobre a Espanha quando me disse que o Sport havia feito uma partida amistosa contra o Real Madri e que me mandaria material. Dito e feito: recebo um envelope com uma vasta pesquisa sobre a memorável partida e me propus, com sua autorização, a escrever algumas linhas. Buca relatou com muito entusiasmo e evento e pude comprovar folheando os recortes que me mandou. Não seria muito dizer que no ano de 1947 o Santiago Bernabeu foi inaugurado. A partida precursora foi contra o 'Belenense', de Portugal. O estádio se chamava 'Nuevo Chamartin', contando naquele então com mais de setenta mil lugares, sendo a grande maioria na 'geral'. Dez anos mais tarde a 'cancha' ganharia um sistema moderno de refletores. E veja, caro leitor, que foi justamente na partida inaugural que o Sport Clube Recife, o 'Leão da Ilha do Retiro', estreou naquele gramado durante sua primeira excursão europeia, em maio de 1957. O jogo foi duro, mas prevaleceu a hegemonia dos donos da casa, tendo o Real vencido por cinco a três. Não pretendo fazer apologia ao Sport de Recife, mas registrar além dessa partida histórica, outro fato de comprovado alcance social. Foi navegando pelas páginas do diário espanhol 'El Pais', do ultimo 02/6/2013, que li uma matéria, bem escrita, sob o título 'a pu-

blicidade que movimenta as pessoas'. O texto informa que a campanha publicitária 'Fãs Imortais', criada pela agência do Sport Clube de Recife, inovou no que diz respeito à doação de órgãos. O torcedor do Sport recebe uma carteira de doador que, na prática, vem salvando a vida de muita gente, não necessariamente torcedores do clube. Para que se tenha uma ideia, em pouco tempo de campanha foram mais de cinquenta mil doadores inscritos. Além da expressividade social do trabalho, esta ação solidária foi reconhecida ao receber o prêmio 'Sol de platino', a maior comenda do 28º Festival Ibero americano de Publicidade da Bilbao, na Espanha. Mas voltando ao jogo, o curioso e histórico é que foi a primeira partida realizada durante a noite no Estádio Santiago Bernabeu, diante de setenta mil espectadores, naquele 18 de maio de 1957. Seria a primeira experiência internacional do clube. Posteriormente, ainda em países de língua hispânica, disputaria duas Copas Libertadores da América: uma em 1988 e outra em 2009. Nessa ocasião, jogando em Santiago contra o 'Colo Colo' e vencendo-o por 2x1, levou ao Chile cerca de 1.200 torcedores, o maior número de estrangeiros em uma partida de futebol naquele país andino. Veja que naquela época já brilhava a estrela do 'Sport', equipe fundada no Recife em 1905 por Guilherme Aquino Fonseca, o time do coração de 'Buca'.

O argentino Jorge Mario Bergoglio, o nosso Papa Francisco, herdeiro de São Pedro no trono, nasceu em Buenos Aires, aos 17 de dezembro de 1936, é o 266º. Papa da Igreja Católica e atual chefe de estado do Vaticano, sucedendo o Papa Bento XVI, que abdicou ao papado em 28 de fevereiro de 2013, líder de mais de um bilhão de católicos no planeta. Homem simples, de hábitos comuns aos sábios, e que sai da Itália, pela primeira vez após o conclave que o escolheu, para visitar o país mais católico do planeta Terra, o Brasil, por ocasião da Jornada Mundial da Juventude, no Rio de Janeiro, a partir do dia 22 de julho. Melhor ocasião não haveria para recebermos a sua benção. O povo brasileiro está nas ruas clamando por reformas sociais, por melhor padrão ético e moral dos políticos, reclamando, e com elevada razão, por melhores condições de vida, no que diz respeito principalmente à saúde, educação e segurança públicas, que, constitucionalmente, são deveres do Estado, mas que infelizmente estão sendo, há décadas, negadas ao cidadão, notadamente aos mais necessitados. Tendo o Brasil dimensões geográficas continentais, as mazelas dessa incúria são uma chaga aberta permanentemente, de Mossoró e Natal, até o Rio de Janeiro, Brasília ou São Paulo, as três maiores cidades do País, para não falar dos pequenos rincões aonde, como na música de Chico Buarque, o tempo vai passando, e os governos postergando o seu papel. O povo cansou, e depois das Diretas Já, em 1984, e no impeachment de Fernando Collor, em 1992, voltou às ruas de novo, com o seu brado retumbante e dever cívico de dizer BASTA. Milhões estão em casa, intrinsecamente solidários aos que explicitam nas praças o clamor nacional. Obviamente há baderneiros de ocasião que infiltrados num momento grave da cidadania, merecem o repúdio de todos nós pelo dano causado aos patrimônios público e privado. Mas os movimentos de legítima revolta explodem, de forma diversa, da Amazônia ao Chui, com o governo federal até agora atônito, procura de forma atabalhoada uma resposta aos anseios da sociedade brasileira. A Jornada Mundial da Juventude é um evento religioso criado pelo notável e santo Papa João Paulo II em 1984, que consiste na reunião de milhões de pessoas católicas, sobretudo jovens. O evento é celebrado a cada dois ou três anos, numa cidade escolhida para celebrar a grande jornada em que participam pessoas do mundo inteiro. Nos anos intermédios, as Jornadas são vividas localmente, no Domingo de Ramos, pelas dioceses ao redor do mundo. Para cada Jornada, o Papa sugere um tema. Francisco é o primeiro papa nascido no continente americano, o primeiro pontífice não europeu em mais de 1.200 anos e também o primeiro jesuíta da história. Tornou-se arcebispo de Buenos Aires em 28 de fevereiro de 1998 e cardeal-presbítero em 21 de fevereiro de 2001, foi eleito papa em 13 de março de 2013. O Papa Francisco é conhecido por um estilo pessoal despojado e frugal de viver. Durante seus anos como cardeal em Buenos Aires, vivia num pequeno e austero quarto atrás da Catedral Metropolitana e usava normalmente apenas transporte público, como metrô e ônibus, para se locomover, além de cozinhar a própria comida, sendo um desportista atuante, destacado, torcedor do San Lorenzo de Almagro e adepto do peronismo, quando em sua juventude. Eleito Papa, seu crucifixo sobre a batina branca quando apareceu ao povo na sacada do Vaticano era de aço e não de ouro, como de costume com Papas anteriores. Francisco recusou o manto vermelho decorado com peles usado por Bento XVI com a alegação de que "o carnaval acabou". Também recusou usar os múleos, continuando a fazer uso de sapatos totalmente pretos. Mostrando desde o início do papado um novo estilo, Francisco recusou a limusine blindada papal para comparecer a um primeiro encontro, na residência de Santa Marta, no dia seguinte de sua eleição, preferindo um veículo comum, e espantou a todos ao pagar pessoalmente a conta do hotel onde se hospedou para o conclave, hotel este pertencente à própria Igreja Católica. Dias depois de eleito, surpreendeu o telefonista de uma ordem jesuíta em Roma, ao ligar pessoalmente querendo falar com um padre amigo e anunciando-se ao atendente – nunca outro Papa fez ligações telefônicas diretamente, sempre feitas por assessores ou por seu secretário – ouvindo de volta: "Você é o novo Papa? Ah sim, e eu sou Napoleão!" Na semana seguinte em que foi eleito, ele ligou direto do Vaticano para a banca da Praça de Maio, em Buenos Aires, onde comprava os seus jornais e revistas quando vivia na cidade, para cumprimentar o jornaleiro, seu amigo de muitos anos, e avisar que dificilmente voltariam a se ver. Nesta ocasião, ao ter sua chamada novamente confundida com um trote, foi chamado de "idiota". É o visitante ilustre que, circunflexos, recebemos, implorando: "Abençoe-nos Papa Francisco".

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Bruno Araujo EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Sábado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 3

Governo do RN admite dificuldades, mas garante que não vai atrasar pagamento ROSALBA CIARLINI LAMENTA QUEDA DE RECEITA E NEGA MORATÓRIA E CALOTE NO FUNCIONALISMO PÚBLICO ESTADUAL Heracles Dantas

ALEX VIANA E CIRO MARQUES REPÓRTERES DE POLÍTICA

O governo Rosalba Ciarlini (DEM) afirmou que não irá atrasar os salários dos cerca de 100 mil servidores do Estado, referentes ao mês de julho, conforme noticiado nesta sexta-feira por O Jornal de Hoje. Em nota, porém, o governo admitiu as dificuldades impostas pela frustração de receitas, especialmente de transferências federais como o Fundo de Participação dos Estados (FPE). O governo afirmou, ainda, que "a arrecadação do ICMS apresenta o mesmo comportamento". Uma reunião do governo com os representantes dos poderes Legislativo e Judiciário, além de órgãos auxiliares, como Tribunal de Contas e Ministério Público, estava agendada para a tarde dessa sexta-feira, mas foi desmarcada por causa dos protestos. "Não é verdade que tenha ocorrido reunião, na tarde desta sexta-feira, entre secretários de Estado e representantes dos três Poderes, do Tribunal de Contas e do Ministério Público Estadual", afirmou o governo. Segundo fontes do próprio governo, porém, a reunião foi reaprazada para segunda-feira. "Diante do noticiário das mídias impressa e sociais, a Secretaria de Comunicação esclarece que não é verdade que o governo do Estado vá atrasar o pagamento dos salários do funcionalismo neste mês de julho, apesar das dificuldades impostas pela queda das transferências federais, principalmente por conta da redução dos repasses do Fundo de Participação dos Estados (FPE)", afirma o texto da nota, distribuída à imprensa nesta sexta. Segundo a administração estadual, as dificuldades se devem à frustração de receitas, que somente este ano já ultrapassou os R$ 200 milhões. "Somente no primeiro semestre deste ano, a frustração financeira foi de R$ 219 milhões", afirma o governo. Ainda segundo o governo do Estado, a frustração de receitas próprias tem sido outro

Rosalba Ciarlini: “Não é verdade que o Governo do Estado vá atrasar o pagamento dos salários”

José Aldenir

Desembargador Aderson Silvino, presidente do Tribunal de Justiça, vai participar de reunião com Governo

Wellington Rocha

Deputado Ricardo Motta, presidente da Assembleia Legislativa, também vai conversar com a governadora complicador. A arrecadação do Imposto Sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) "apresenta o mesmo comportamento" de frustração, afirma a nota. MORATÓRIA As dificuldades financeiras fazem parte do discurso do governo há bastante tempo. Na nota, o governo do Estado também afirma que vem, "há muito tempo", falan-

do da frustração de receita, "situação que atinge a todos os Estados e Municípios brasileiros", diz. O governo também nega, ainda no comunicado, que vá decretar moratória (suspensão do pagamento da dívida e de ações na justiça). "Não é verdade que o governo vá decretar moratória, como foi noticiado pelas mídias impressa e sociais", afirma. Nesta sexta, O Jornal de Hoje

José Aldenir

Rinaldo Reis, procurador geral de Justiça vai representar o Ministério Pública na reunião de segunda

revelou o tamanho do problema financeiro do Estado, causado, justamente, pela frustração de receitas como FPE, que vem registrando quedas sucessivas e é a maior fonte de receita advinda de transferências obrigatórias da União para os estados. O problema gera reflexo em todas as áreas da administração, com carência de recursos e dificuldade financeira para pagamento do básico. Diante desse quadro,

a intenção do governo é não repassar integralmente o duodécimo (repasse mensal) para o Tribunal de Justiça, Assembleia Legislativa, Tribunal de Contas e Ministério Público. Com a economia, o governo fecharia a folha de julho. A dificuldade do governo do Estado para pagar o funcionalismo já foi revelada em junho, quando o governo não dispunha de recursos para antecipar os 40% do décimo

terceiro salário e teve de fazer um esforço, retirando de outras dotações para realizar o pagamento. Ainda segundo fontes, o governo também avalia a possibilidade de escalonar o pagamento dos servidores públicos, de forma a esperar pelas parcelas do FPE, que são depositadas nos dias 10, 20 e 30 de cada mês. A folha salarial do estado é R$ 310 milhões, entre ativos, pensionistas e obrigações patronais.

Secretário afirma que folha de pagamento aumentou mais de R$ 80 milhões com Rosalba Independentemente do fato de ter ou não dinheiro para pagar a folha salarial de julho, o fato é que o governo do Estado está realmente preocupado com o crescimento das despesas com salários. Tanto que a gestão Rosalba Ciarlini estuda, a partir de agosto, ampliar a utilização do software que permitiria um trabalho de "revisão e auditoria" constantes, dando informações atualizadas sobre os vencimentos dos servidores e a possibilidade de conferir se as quantias pagas são ou não corretas. A informação foi dada pelo secretário estadual de Administração

e Recursos Humanos, Alber Nóbrega. Ele explica que recentemente um grupo de técnicos da pasta foi a São Paulo e se reuniu com a empresa responsável pelo software. Com ela, conseguiram mais informações sobre a possibilidade de utilização da tecnologia, para que a ferramenta também pudesse ser feita no Rio Grande do Norte. "Temos aqui na Secretaria alguns dos melhores técnicos do Estado, que são capacitados e poderiam, com essa ferramenta, fazer esse trabalho de auditoria constante na folha do Estado", explicou Alber Nóbrega. Segundo o secretário, sempre

houve preocupação com a folha salarial, contudo, a cada mês que passa, com o crescimento das despesas, é necessário um controle maior, que seria possibilitado, justamente, com o domínio dessa tecnologia. "Nós poderemos constatar qualquer evolução ou incremento na folha, sabendo exatamente porque foi feito e se é regular ou não", acrescentou ele, sem saber, exatamente se quando essa prática passará a ser feita (de auditorias constantes), haverá economia real de recursos financeiros. Apesar de não ter a informação de que o Estado não tinha recursos suficientes para pagar a

folha salarial de julho, o secretário de Administração confirmou que já havia uma previsão de redução das receitas, inclusive, Fundo de Participação dos Estados (FPE) e ICMS. "Atualmente temos uma folha salarial de R$ 295 milhões líquida (sem contar os valores dos compromissos patronais), o que dá um crescimento de 38% desde o início da gestão Rosalba Ciarlini, quando a folha mensal era de R$ 213 milhões. Esse percentual é muito maior do que qualquer inflação. As categorias tiveram ganhos reais", analisou Alber Nóbrega.

Canindé Santos

Secretário Alber Nóbrega diz que folha subiu de R$ 213 milhões para R$ 295 milhões

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com DESMENTIDO O Governo do Estado, como era de se esperar, desmentiu que não tenha dinheiro para quitar a folha de pagamento do funcionalismo referente ao mês de julho. Além de incompetente, a atual gestão mantém a tradição de todo Governo, que é mentir. Aliás, a mentira faz parte de qualquer Governo; é uma atribuição inerente ao cargo. Não existe Governo sem mentira. REUNIÃO O Governo sabe que é verdade o que foi publicado neste JH, que não dispõe, no momento, de recursos para pagar a folha, mas prefere encenar uma realidade que não existe. Inclusive, desmente a reunião que deveria ter ocorrido na sexta, que na verdade foi desmarcada por causa dos protestos e remarcada para segunda-feira.

TEATRO O Governo entrar em colapso financeiro é um fato. Mas parece que a governadora pretende envolver os demais representantes de poderes e instituições para tentar evitar o caos, que é o atraso no pagamento dos salários. Hoje, Rosalba não tem o dinheiro da folha e ela sabe disso e até já externou isso; amanhã pode ser encontrada uma solução para evitar o pior. EMPRÉSTIMO Sherloquinho afirma que, caso a governadora realmente não encontre uma solução para pagar a folha, é só pedir um empréstimo ao Banco TJ. Afinal, na gestão passada, Iberê pediu dinheiro emprestado ao Tribunal de Justiça do Estado para sair do sufoco.

RECEITA Em sua nota oficial, o Governo afirma: "A frustração financeira foi de R$ 219 milhões. A arrecadação do ICMS apresenta o mesmo comportamento". Ou seja: Rosalba diz que está havendo queda de receita ou frustração no caso do ICMS. Os números divulgados pelo Sindicato dos Auditores Fiscais mostram receita crescente. O que é que tá havendo? APARTAMENTO O deputado federal Henrique Alves disse na imprensa nacional que os R$ 100 mil roubados de seu assessor, serviriam para pagar uma parcela do apartamento que comprou para a ex-mulher. O dinheiro seria para João Maia, dono do apartamento, que confirmou a história de Henrique.

ESPÉCIE Curioso é o fato de João Maia, que já trabalhou no mercado financeiro e é sócio de banco, querer receber o dinheiro em espécie, ao invés de ordem bancária ou transferência. Como o dinheiro foi levado em uma mala, Sherloquinho soltou essa: "O platinado agora é João da Mala". VALOR O apartamento que Henrique diz que comprou de João Maia por R$ 1 milhão, deve valer pelo menos o dobro, segundo gente que conhece o ramo imobiliário de grandes imóveis. João da Mala fez 'um menos' pra seu amigo Henrique. Isso é que é um amigão. ATENÇÃO Servidores mais atentos aos passos do Governo Rosalba, afirmam

que a Rosa quer desviar a atenção para o fato de que não implantar os planos de cargos e salários dos servidores. LIXO Quem teve a curiosidade de ler com atenção a licitação da Urbana, garante que o valor estabelecido pela empresa, de R$ 6 milhões por mês, vai produzir uma gordura de pelo menos R$ 2 milhões por mês, o que fará a alegria de muita gente graúda. 200 DIAS O prefeito Carlos Eduardo pode realmente comemorar seus 200 dias de gestão em relação ao conjunto. reconquistou respeitabilidade para a administração, regularizou a coleta do lixo, organizou o funcionamento da máquina administrativa e elaborou uma série de projetos para cidade.

NEGATIVO A pasta da Saúde pública pode ser considerada a pior dos seis primeiros meses de gestão Carlos Eduardo. Muita conversa e pouca ação no serviço básico. Aliás, o próprio prefeito reconheceu as falhas na Saúde e vai decretar calamidade no setor. OFICIAL Notícia oficial do Governo Rosalba Ciarlini: "O Governo do RN e o Ministério Público Estadual venceram Ação Civil Pública ajuizada contra o estado de Pernambuco solicitando a devolução da Locomotiva Catita para o Rio Grande do Norte". Ou seja: A Catita voltou. No Governo da Rosa a catita pode ter muito o que fazer. Ninguém sabe se a concorrência será grande.


4 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Walter Gomes DE BRASÍLIA

walgom@uol.com.br

Um ensaio sobre o óbvio Henrique Eduardo Alves não é apenas saco de pancadas – por culpa dele, sublinhe-se. Atua também como candidato a doutrinador. Assim age quando pressionado pelos interesses de seu grupo partidário. A experiência dele substitui o conhecimento técnico e, em alguns momentos, controla a ansiedade. Diz ele sobre a administração pública: “Não há uma boa gestão sem uma boa política. E a boa politica antecede uma boa gestão.” n n n Com o ensinamento, o presidente da Câmara orienta a aliadas (?) que falham nas duas áreas. Por isso, “causam embaraços” ao PMDB, legenda do deputado decano e conselheiro ad hoc. Nomes: Dilma Rousseff (PT), presidente da República, e Rosalba Ciarlini (DEM), governadora do Rio Grande do Norte. n n n A petista e a democrata são prováveis candidatas ao segundo mandato. Tropeçam, entretanto, nos índices de desempenho, mostram levantamentos de opinião do Datafolha e do Ibope. n n n Mantido esse cenário desbotado, a reeleição das senhoras Rousseff e Ciarlini depende em parte do posicionamento do manhoso e volúvel peemedebismo. Rosalba bem mais que Dilma. A Presidente tem duas fontes de sustentação eleitoral: o PT e o lulismo. A governadora, além da influência dos peemedebistas no interior, depende da reversão dos percentuais de rejeição. Certo mesmo no seu palanque só o senador José Agripino, um astro com perda de lu-

A gota d’água

Contencioso no PT, maior bancada na Câmara dos Deputados. Quase metade da representação veta a escolha de Candido Vaccarezza para coordenar o anteprojeto da reforma política. Estão contra o representante paulista 40 dos 89 titulares, de acordo com o balanço fechado às 18h30 de ontem. Quinta-feira, 25 formavam o bloco dos contrariados. O preferido é o gaúcho Henrique Fontana. n n n A discórdia está na pauta da reunião de hoje do Diretório Nacional do Partido dos Trabalhadores.

No primeiro mês de 2014, o governador de Pernambuco fala ao Brasil. O pronunciamento de Eduardo Campos (foto) está programado para o congresso do PSB. Será no Recife, como desejam correligionários do Nordeste, ou em Brasília, conforme propõe o marketing do líder nacional do socialismo nativo. n n n Hoje, Campos é pré-candidato. Até janeiro, decidirá se desafia Dilma Rousseff, presidente em campanha para reeleger-se. Se houver ampliação de empecilhos para compor a base de apoio – pretende fincar pilares de sustentação em pelo menos 10 estados, grandes e médios –, cumpre até o final o segundo mandato no Palácio do Campo das Princesas, sede do Executivo pernambucano. n n n Vice, Campos não será. Antes, admitia compor a chapa da senhora Rousseff. A realidade de agora derruba a hipótese.

LEITURA DINÂMICA nalto. O ainda tucano está em movimento contínuo na rota São Paulo-Brasília-São Paulo. Nesta semana, reuniu-se duas vezes com o seu amigo e presidente nacional do PPS, deputado Roberto Freire, pernambucano da bancada paulista. t O presidente da China, Xi Jinping, vem ao Brasil em março do próximo ano. Participa, em Fortaleza, da reunião de cúpula do Brics – bloco de economias emergentes. Formam-no, além de Brasil e China, Rússia, Índia e África do Sul. t Bom fim de semana e até terça-feira. Segunda, você fica na companhia do eclético jornalista Joaquim Pinheiro. t Para refletir: “Toda aventura vem com algum perigo; e o perigo excita” (Juliano Cazarré, ator brasileiro).

Sábado e Domingo

Luiz Eduardo Carneiro: “O PMDB decide a vida política do Estado” Heracles Dantas

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

Luiz Eduardo Carneiro Costa, único secretário do governo Rosalba Ciarlini, indicação pessoal do senador/ministro Garibaldi Filho, contabiliza resultados positivos à frente da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social. Nessa entrevista, concedida em seu gabinete no Centro Administrativo, Luiz Eduardo mostra-se otimista com relação aos programas sociais que estão sendo desenvolvidos em beneficio da sociedade. Ele destaca, por exemplo, o programa de cisternas (considerado referência nacional) e de qualificação profissional que neste mês formará 7 mil jovens. Ex-secretário Estadual de Educação e ex-chefe do Gabinete Civil do então governo Garibaldi Filho, Luiz Eduardo fala também nesta entrevista sobre a possibilidade de recuperação do governo e da governadora Rosalba Ciarlini e da importância do PMDB no contexto da política estadual. Segue a entrevista: O JORNAL DE HOJE - O governo Rosalba Ciarlini está chegando ao terceiro ano com muitas dificuldades em todos os setores. A Sethas tem conseguido resultados positivos nesse período? LUIZ EDUARDO - Tenho certeza que apesar das dificuldades os resultados são absolutamente positivos, tanto na manutenção de programas já existentes que decidimos fortalecê-los e adotar um tipo de gestão de recursos, custos e maiores resultados, como programas inovadores sem intenção de inventar. JH - Quais os programas de destaque pelo alcance social que possui? LE - Temos programas novos de cisternas que é atualmente uma referência nacional. Concluímos 2.544 unidades que estão em pleno funcionamento. Vamos construir mais 566 novas cisternas e estamos com convênio assinado para construção para 7 unidades, inclusive, para as chamadas cisternas produtivas. É bom registrar que fizemos negociação com o Ministério do Desenvolvimento Social com

Fase de assédios

t Ricardo Berzoini (PT-SP) surge como “solução razoável” – conceito de um interlocutor palaciano – para substituir Ideli Salvatti (PT-SC) na coordenação política. Sob o governo Lula da Silva, Berzoini foi ministro da Previdência Social e do Trabalho. t Cresce, até demais, o otimismo no Palácio do Planalto. Lá, entoa-se, uníssono: a hora da virada chegou. O som será ampliado entre agosto e setembro. t Fica em R$ 10 bilhões o corte de custeio a ser anunciado, segunda-feira, pelos ministros Miriam Belchior (Planejamento) e Guido Mantega (Fazenda). O contingenciamento previsto variava até a faixa de R$ 15 bilhões. t São poucas, poucas mesmo, as lideranças políticas que excluem José Serra da corrida ao Palácio do Pla-

Política

contrapartida de apenas 300 mil reais. Outro projeto importante é o de Economia Solidária desenvolvido em todas as regiões do Rio Grande do Norte. O objetivo é apoiar e estimular ações desenvolvidas por cooperativas, núcleos de produção e organizações da sociedade no sentido de produzir empregos e socializar a renda. Vamos concluir em julho o processo de qualificação de 7 mil jovens. Com adesão dos 167 municípios do Estado, implementamos o Pronatec Social, que está oferecendo 49 mil vagas no setor de qualificação profissional. JH - O governo Dilma Rousseff tem sido um bom parceiro? LE - Os ministérios que têm mais relação com as políticas sociais são o MDS - Ministério do Desenvolvimento Social e MT Ministério do Trabalho. Até agora os dois têm sido bons parceiros. Espero que essa parceria seja intensificada e aprimorada. JH - Quais as perspectivas para 2014? LE - Sou ocupante de um cargo de confiança. Evidentemente temos que pensar no governo, mas sobretudo no Estado. O governo é temporal, o Estado é atemporal. Por isso, pensando no futuro temos que estabelecer

estratégias de gestão que consolidem e deem sustentabilidade ao Sistema Único de Assistência Social no Rio Grande do Norte, compatibilizando com outras políticas como a de qualificação e emprego, sem esquecer do artesanato e outras atividades produtivas empregadoras do Estado. Destaco, por exemplo, o programa Restaurante Popular que oferece 20 mil refeições por dia e que está bem melhor e será mantido. Pretendemos também continuar incentivando o artesanato, assegurando direitos como aposentadoria e empréstimos bancários a juros subsidiados e isenção de impostos. JH - Diante do bom desempenho de secretarias como a Sethas e alguns outros órgãos do governo, existe possibilidade de recuperação política da governadora Rosalba Ciarlini? LE - A gestão pública é diferente da privada, mas as diferenças não são grandes. Eike Batista tinha um patrimônio de 35 bilhões de dólares e de repente ficou com apenas 3 bilhões. Na gestão pública as coisas são até mais fáceis. É por isso que acredito numa recuperação do governo e da governadora. É somente desenvolver ações que atenda aos anseios do povo na

saúde, segurança e educação, sem esquecer outros setores como o social, por exemplo, que termina sendo a grande vítima quando falham a saúde, a educação e o Desenvolvimento Econômico. É direcionar os investimentos para setores prioritários, principalmente a partir de agora com a chegada de recursos do Banco Mundial na ordem de 400 milhões de dólares. A fluidez desses recursos será muito importante, respeitando, evidentemente, a legalidade, mas diminuindo a burocracia que trava o processo administrativo. JH - No contexto político, é importante o apoio do PMDB ao governo Rosalba Ciarlini? LE - Estou na secretaria, mais na condição de técnico do que político, mas apoiado por um partido. Evidentemente, não existem dúvidas que o PMDB decide a vida política do Estado. Creio que tanto a governadora, que tem feito um esforço grande para superar as dificuldades, a exemplo de Garibaldi Filho, que foi um grande defensor da eleição da governadora, quanto o deputado Henrique Eduardo, que apoiou posteriormente, estão interessados num avanço político, econômico e social do Estado. Mas, para isso, é necessário que haja confiança, não só política, mas de propósito de todos na busca de melhores resultados para o Rio Grande do Norte. O que é péssimo é ficar lendo registros na imprensa de setores do governo ou do PMDB, afirmando que estão insatisfeitos. Isso é desconfortável. JH - Tem segmento do PMDB defendendo candidatura própria para o Governo do Estado, e isso inviabiliza o apoio à reeleição da governadora Rosalba Ciarlini. LE - Como secretário indicado por um segmento forte do PMDB só tenho que aguardar as decisões partidárias. O que posso dizer é que até agora estou satisfeito e nunca fui contrariado pela governadora nem pelo partido. Nem a governadora nem o meu partido me cobraram nada fora da normalidade.

> DESTINO DO DINHEIRO DA MALA

Henrique diz que R$ 100 mil roubados de assessor era para pagar a João Maia O destino dos R$ 100 mil roubados de um assessor do presidente da Câmara dos Deputados, o deputado federal potiguar Henrique Eduardo Alves (PMDB), no último dia 13 de junho, era o deputado federal, também potiguar, João Maia, presidente do PR no Estado. A informação foi revelada neste sábado pelo jornal Folha de S. Paulo. Segundo o jornal, o dinheiro em espécie roubado seria usado para saldar parte da compra de um apartamento, no valor de R$ 1 milhão, no edifício Aldebaran, na praia de Areia Preta, em Natal. O jornal também revela que a Polícia Civil do Distrito Federal, que investiga o roubo da mala, "blindou" o inquérito, não permitindo que o jornal tivesse acesso aos detalhes da investigação. "O inquérito instaurado na Polícia Civil de Brasília corre em segredo. Passado mais de um mês do roubo, o boletim de ocorrência e os depoimentos não podem ser consultados na Delegacia de Repressão de Roubos e Furtos da Polícia Civil do Distrito Federal". Segundo a Folha apurou na delegacia, não é normal haver sigilo em casos de roubo, a não ser que haja pedido feito por alguma autoridade. "O delegado do caso, Fernando César Costa, recebeu ordens expressas para não falar sobre o caso. Ele está em férias e, nas palavras de um integrante da polícia, 'colocou o caso debaixo do braço'"'. ENTREVISTA Em entrevista à própria Folha

Wellington Rocha

Henrique comprou a João Maia apartamento no Aldebaran, na praia de Areia Preta, por R$ 1 milhão e pagou R$ 500 mil à vista de S. Paulo nesta semana, Henrique admitiu que o dinheiro roubado de Wellington Ferreira da Costa em 13 de junho, em Brasília, era seu, proveniente de um empréstimo do Banco do Brasil. Ele afirmou que o dinheiro seria usado para compromissos pessoais e não quis entrar em detalhes sobre a destinação (seria "invasão de privacidade"). "O dinheiro fora sacado dois dias antes (do assalto) no Banco do Brasil, onde Alves contraiu empréstimo para amortizar a compra de um apartamento na avenida Beira-Mar, em Natal, adquirido do também deputado João Maia (PR-RN)", afirma o jornal. À Folha de S. Paulo, o deputado João Maia confirmou a venda do

imóvel, no ano passado. Segundo ele, Henrique lhe deu R$ 500 mil à vista e ficou de pagar outros R$ 500 mil em parcelas. Os R$ 100 mil extraviados seriam a primeira dessas amortizações. "A venda está, inclusive, registrada no meu Imposto de Renda, com os valores e tudo. Ele havia combinado de me pagar, mas houve esse problema'", afirmou João Maia à Folha. O imóvel é ocupado pela ex-mulher de Henrique, Priscila Gimenez, que não quis se manifestar sobre o assunto. A Folha enviou uma série de perguntas por escrito à assessoria de imprensa da presidência da Câmara sobre a destinação do empréstimo e a compra do apartamento em

Natal do deputado João Maia. A assessoria da presidência respondeu, por e-mail, que "a ocorrência está sob investigação da Polícia Civil do Distrito Federal". "Todas as informações foram prestadas às autoridades competentes. O presidente da Câmara dos Deputados aguarda a conclusão dos trabalhos da polícia", diz o texto da nota. O deputado João Maia confirmou a venda do apartamento a Henrique, por R$ 1 milhão. Disse ter recebido a metade deste valor, e que o restante seria parcelado. "Eu só quero receber'', afirmou. A ex-mulher de Henrique Alves, Priscila Gimenez, que mora no apartamento comprado, não respondeu aos pedidos de entrevista da Folha.

CMYK


Sรกbado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 5

CMYK


6 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Cidade

Sábado e Domingo

Jovens potiguares rumo à Jornada Mundial da Juventude SEMANA MISSIONÁRIA SERVIU COMO PREPARAÇÃO PARA EVENTO CATÓLICO QUE ACONTECERÁ NO RJ COM A PRESENÇA DO PAPA Fotos: Wellington Rocha

Na manhã deste sábado (20), jovens fiéis se reuniram na Comunidade de Uruaçu, no município de São Gonçalo do Amarante, para o encerramento da Semana Missionária, que mobilizou boa parte das mais de 90 paróquias que compõem a Arquidiocese de Natal. A Semana Missionária funcionou como um preparatório para a Jornada Mundial da Juventude (JMJ), que acontece de 23 a 28 de julho, no Rio de Janeiro, com a presença de diversas autoridades da Igreja Católica, dentre elas, o Papa Francisco. O atraso de mais de uma hora no início do evento de encerramento não foi suficiente para abalar a animação dos participantes, que aproveitaram o tempo livre para fazer orações, cantar, colocar o papo em dia e tirar fotos, muitas fotos. Francisco de Assis, de 26 anos, faz parte da Paróquia de Nossa Senhora do Livramento, do município de Poço Branco. Ele percorreu 59 km para participar do encerramento da Semana Missionária. A paróquia que integra realizou visitas de casa em casa levando orações. Segundo ele, essa ação foi bastante proveitosa. "A gente percebe a carência do povo em vivenciar a fé. Gente que passa por momentos de completa angústia e necessita de um amparo", relembra o jovem. No entanto, Francisco não vai participar da Jornada Mundial da Juventude. Sua comunidade se mobilizou, mas não conseguiu arrecadar recursos para a viagem ao Rio. "Os pacotes estavam muito caros", lamentou. Sorte diferente teve a estudante Priscila Macena, 19 anos, que veio na caravana da Paróquia de Santana e São Joaquim, de São José de Mipibu. Ela e outros 19 membros da igreja embarcam na próxima quarta-feira (24) para o Rio de Janeiro. Para conseguir juntar o dinheiro para a viagem, os jovens venderam rifas, trufas e água. Para ela, o esforço valeu a

Semana Missionária foi encerrada neste sábado, na Comunidade de Uruaçu, com a participação de quase dois mil jovens pena. "Não vejo a hora de chegar ao Rio e viver esse momento. Meu sonho é chegar pelo menos perto do Papa Francisco", entusiasmouse. Às dez horas da manhã, a organização do evento subiu ao palco e pediu aos jovens que se acomodassem nos bancos. Ia começar a cerimônia de encerramento, com um momento de oração. A programação seguiu durante todo o dia. Às 15h, o Arcebispo de Natal Dom Jaime Vieira Rocha celebrou missa em comemoração ao êxito da Semana Missionária e para abençoar os jovens que nos próximos dias embarcam para o Rio de Janeiro. O responsável por fechar o evento foi o cantor potiguar Isaque Galvão. De acordo com um dos organizadores da cerimônia, estava prevista a participação de cerca de duas mil pessoas no evento. Por isso foi montado um esquema de segurança com ambulância à disposição, para o caso de algum imprevisto. O espaço contou com local reservado para confissão in-

Priscila: “Meu sonho é ver o Papa” dividual e tendas temáticas onde foram debatidos assuntos como caridade, catecismo jovem e o combate à violência e às drogas.

> OBRAS DA COPA

Prefeitura inicia restauração de abrigos nas paradas de ônibus

A liberação de pouco mais de R$ 25,2 milhões para reforma e padronização de 50,4km de calçadas e a restauração dos abrigos nas paradas de ônibus, após o prefeito Carlos Eduardo ter assinado, no último dia 12, a ordem de serviço das obras de mobilidade urbana da Copa do Mundo, começa a dar resultados na capital potiguar, ainda que timidamente. Na manhã deste sábado (20), equipes da Prefeitura já faziam reparos estruturais próximos ao antigo terminal rodoviário da Ribeira - hoje Museu de Cultura Popular Djalma Maranhão - na zona leste da capital. Estavam sendo trocadas as lâmpadas dos postes, as calçadas começavam a ser niveladas e a estrutura antiga dos abrigos nas paradas - totalmente comprometida, por sinal - ia sendo, aos poucos, desmontada. Enquanto a obra não é concluída, a população continua sofrendo com as condições precárias apresentadas. Para a idosa Maria das Neves, que, exposta ao sol, aguardava o ônibus há mais de uma hora, essa situação é inaceitável. "Isso é um descaso muito grande com o natalense, uma falta de ver-

gonha na cara. Graças a Deus essas obras estão sendo feitas, pelo menos a gente vê alguma coisa acontecendo. Tenho esperança que a cidade vá se ajeitando os poucos", comenta. Já para Marcelo Oliveira, que aguardava a condução com a filha de dois anos no braço, ver o sistema de transporte coletivo funcionar em sua plenitude seria um sonho. "É a parada que não tem abrigo, são os ônibus velhos, que quebram, demoram demais a passar. Está tudo funcionando da pior maneira possível, o serviço prestado é de péssima qualidade. Não bastassem todos os defeitos, a frota, que já é deficitária, ainda é reduzida, nos fins de semana. Estou há meia hora esperando no sol, com minha filha no braço, exposto a toda sorte de riscos. É esse o fardo que a população de Natal tem que aguentar", desabafa. "Essas obras que estão sendo feitas não trazem benefício algum, apenas consertam os desastres da administração passada. Veja bem, não estou tirando a importância do que tem sido feito, mas essas adequações não são mais que a obrigação de qualquer administrador pú-

blico. A situação estava tão crítica que até mesmo a mínima realização de serviços extremamente básicos, como a coleta do lixo, acaba dando a essa administração uma imagem de eficiência muito grande, quando, na verdade, só se tem retomado práticas vitais ao funcionamento do município que estavam criminosamente abandonadas até o fim do ano passado", pondera Oliveira.

MUSEU DE CULTURAPOPULAR Outro ponto que chama a atenção é o estado em que se encontra o prédio onde funciona o Museu Djalma Maranhão. O espaço, inaugurado em 22 de agosto de 2008, ou seja, há menos de cinco anos, já apresenta a estrutura completamente danificada, suja e tomada por moradores de rua. O que deveria ter funcionado como uma revitalização do bairro mais tradicional da capital potiguar, se apresenta, hoje, como um tiro que saiu pela culatra. Resta à população de Natal esperar que os tais "40 anos em quatro" prometidos para a cultura pelo prefeito Carlos Eduardo tragam soluções reais para os problemas e sejam mais que uma paráfrase vazia de Juscelino Kubitschek. José Aldenir

Estrutura comprometida dos antigos abrigos de ônibus, na Cidade Alta, começou a ser desmontada neste sábado

A Semana Missionária foi realizada nas dioceses de todo o Brasil. Segundo o coordenador do setor de juventude da Arquidiocese de Natal, Padre Inácio Lopes, a Semana foi uma prévia do que acontecerá no Rio de Janeiro, na próxima semana. De acordo com ele, a JMJ conseguiu um grande feito: resgatou jovens afastados da Igreja a partir do envolvimento com a preparação do evento. A expectativa é de cerca de mil jovens da arquidiocese viagem ao Rio de Janeiro para participar do momento católico. "O principal objetivo da Jornada Mundial da Juventude é promover a evangelização dos jovens, fazendo com que eles exercitem a fé e também a cidadania", destacou o padre. Sobre a possibilidade de protestos durante a visita do Papa, padre Inácio se mostra tranqüilo. "O evento não prejudica a sociedade, pelo contrário, faz refletir. Se em todo caso acontecerem manifestações, que sejam pacíficas e que não tirem o brilho do evento", torce.

VISTORIA EM IGREJAS Na manhã da última sexta-feira (19), o Arcebispo de Natal, Dom Jaime Vieira Rocha, publicou decreto ordenando que os padres providenciem vistoria nas dependências físicas dos imóveis das paróquias, como igrejas e centros pastorais. A decisão foi motivada por um incidente ocorrido há duas semanas em uma igreja da zona Norte. O teto da instituição cedeu pouco depois do término de uma

celebração. Felizmente, ninguém se feriu. Na região, outras 13 igrejas foram interditadas. Além da vistoria dos prédios, Dom Jaime determinou que as igrejas prossigam na execução de medidas de combate a incêndios para obter o "habite-se", atestado de segurança emitido pelo Corpo de Bombeiros. O arcebispo estabeleceu o prazo de 60 dias para que sejam cumpridas as determinações contidas no decreto.


Economia

Sábado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 7

Divulgação

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

SYLVIA SÁ - sylviasa@jornaldehoje.com.br - (INTERINA) PetroBrasil gera oportunidades para empreendedores do petróleo e energia n As oportunidades e o potencial de negócios no setor de petróleo vão estar no centro das discussões e dos debates da PetroBrasil - evento promovido pelo Sebrae-RN e Petrobras, que acontecerá nos dias 24, 25 e 26 de julho, em Mossoró. n A questão será tema de mesa redonda que abrirá o evento, na próxima quarta-feira. n Na ocasião, serão abordadas as perspectivas de investimento industrial no Rio Grande do Norte, os investimentos previstos pela Petrobras nas áreas de produção e exploração de óleo e gás natural, assim como no refino do petróleo, além das ações das companhias independentes. n A previsão é que o superintendente da Organização Nacional da Indústria do Petróleo (Onip), Paulo Buarque, participe da abertura, falando do panorama geral do setor no país. nA PetroBrasil, que tem como tema 'Oportunidades de Negócios Sustentáveis na Cadeia de Petróleo, Gás e Energia', contará com a participação de representantes do segmento de diversos países da América Latina. n Os empreendedores poderão participar de conferências, com temáticas relativas ao setor de P&G, energia e naval, e abordagens de assuntos transversais como inovação, competitividade e tecnologia, com discussões em torno de alternativas voltadas para a sustentabilidade. Rodada de Negócios aproximará empresas do setor de petróleo/energia n Entre os destaques do PetroBrasil, está a Rodada de Negócios. Trinta e oito empresas do setor de exploração e produção de petróleo, gás e energia, que atuam em diversas regiões do Brasil, vão participar da rodada, que ocorrerá das 8 horas às 12 horas da sexta-feira, no Escritório Regional do Oeste. n Segundo o gestor do Projeto da Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia do Sebrae-RN, Editon Cavalcante, além de gerar oportunidades de negócios, um dos principais diferenciais da rodada é promover o contato direto de micro e pequenas empresas prestadoras de serviço com representantes de grandes multinacionais do setor. n "É por meio da Rodada de Negócios que as prestadoras de serviço terão mais oportunidades de vender seus produtos para grandes empresas que antes não tinham acesso. Para as grandes empresas, é importante porque elas aumentam o cadastro de novos fornecedores", explica. n Do total de empresas participantes da Rodada de Técnicos da Semarh participam de curso sobre segurança de barragens n Técnicos da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) participaram esta semana, em Brasília, de um Workshop sobre o Sistema Nacional de Informações de Segurança de Barragens (SNISB) e Classificação de Barragens. n O evento teve como objetivo principal discutir a metodologia de classificação das barragens, tanto em termos de potencialidades de risco quanto às consequências causadas à população do seu entorno. n As discussões foram pautadas de acordo com a Política Nacional de Segurança de Barragens prevista na lei 12.334/2010. n De acordo com Joana Medeiros, coordenadora de Gestão de Recursos Hídricos da Semarh, essas ações são importantes pois visam minimizar os riscos de acidentes, já que o RN possui barragens com consideráveis altura e extensão, dentre outros aspectos. "Temos um grupo de açudes relativamente grande, onde será necessário aplicar a metodologia discutida" falou Joana. n O curso foi oferecido pela Agência Nacional de Águas

Negócios, oito são âncoras (Central Resources, CNN, EBS, Petrobras, Perbras, Potigás, Elfe e UTC), responsáveis por absorver os produtos e serviços oferecidos pelas micro e pequenas empresas ofertantes. n Serão oferecidos mais de cem produtos e serviços relacionados às áreas de exploração de petróleo e gás, automação industrial, fornecimento de produtos e materiais, atividades transversais, além de inspeção e ensaios não destrutivos, e montagem industrial. ASA e Petrobras inauguram tecnologias de convivência com o Semiárido no RN nAArticulação Semiárido Brasileiro (ASA) e a Petrobras vão inaugurar na próxima terça-feira, dia 23, às 8 horas, na comunidade Serra Vermelha, em Areia Branca, no Rio Grande do Norte, três tecnologias sociais de captação de água da chuva para a produção de alimentos. n São elas: uma cisterna-calçadão para a família Gomes; uma cisterna-enxurrada na propriedade dos Costa; e um barreiro-trincheira para a Ferreira. n Estas famílias fazem parte de um total de 20 mil que serão atendidas com as mesmas tecnologias e mais a barragem subterrânea, que acumula água no subsolo e mantém por mais tempo a terra úmida e adequada para plantações. nA ação trará água para produção de alimentos para cerca de 100 mil pessoas, em 210 municípios do Semiárido brasileiro - de Minas Gerais ao Piauí, passando por todos os estados nordestinos. n A iniciativa faz parte do contrato de patrocínio firmado entre a Articulação e a Petrobras, que irá investir, em um ano, quase R$ 200 milhões. nAlém da construção dos equipamentos físicos, que favorecem a captação e armazenamento de água, essa iniciativa prevê também ações que fortalecem o estoque de sementes crioulas, uma cultura das famílias agricultoras, e a multiplicação e plantio de mudas de plantas nativas da região. n Também estão previstos cursos de gestão de água para produção de alimentos para famílias e de pedreiros para agricultores que aprendem a construir cisternas. n E a cerimônia da próxima terça-feira terá a presença de representantes da ASA, da presidente da Petrobras, Graça Foster, e do secretário de Segurança Alimentar do Ministério do Desenvolvimento Social, Arnoldo de Campos. n A expectativa é de que cerca de 1.200 agricultores do Rio Grande do Norte, Paraíba e Ceará participem do evento, que terá também uma Feira de Saberes e Sabores com produtos da agricultura familiar.

(ANA), em parceria com o Banco Mundial e instituições federais e estaduais que fiscalizam e monitoram reservatórios hídricos. nAs atividades foram conduzidas por consultores especializados do Banco Mundial em parceria com a COBA/LNEC, empresa de Portugal especializada na área. Novo espaço Samsung já está funcionando na Miranda do Midway Mall n A solenidade de inauguração do primeiro espaço da Samsung em Natal, localizado dentro da loja Miranda Computação do Midway Mall, aconteceu nesta sexta-feira. n A proposta do espaço é apresentar as últimas inovações e lançamentos da marca de forma diferente, com um instrutor exclusivo Samsung oferecendo todo o suporte que o consumidor necessitar para conhecer e manusear os produtos, tirar dúvidas e até configurar o aparelho. n Segundo o diretor administrativo da Miranda, Afrânio Miranda, o novo espaço é inovador porque propõe uma mudança no conceito de vender tecnologia. n No espaço, o consumidor poderá receber dicas e a ajuda necessária para sair da loja com o que precisa e até com o smart-

phone totalmente configurado. Banco do Nordeste poderá contar com mais recursos do FNE n O ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, afirmou que o Banco do Nordeste pode contar com o Governo Federal para disponibilizar mais recursos do FNE, caso a instituição identifique a existência de demanda reprimida. n Ele esteve na abertura do XIX Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento e XVIII Encontro Regional de Economia, nesta sexta-feira, em Fortaleza. n Na oportunidade, o presidente Ary Joel Lanzarin fez um balanço das aplicações no âmbito do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE) no 1º semestre, que superaram R$ 6,2 bilhões, um incremento de 62,6% em relação ao mesmo período do ano passado. n "Estamos trabalhando para construir um plano de ação em benefício das pessoas que estão no semiárido. Temos que ser colaboradores, cooperativos e indutores do desenvolvimento, com a tarefa de transformar o Nordeste num oásis perene", disse Lanzarin.

Pesquisa na internet revela que 10% dos cinéfilos buscam as salas todos dos dias. O sucesso delas é garantido

Natal terá 11 novas salas de cinema até dezembro PROJETOS FAZEM PARTE DA EXPANSÃO DE DOIS SHOPPINGS MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Até o final deste ano Natal ganhará o reforço de 11 novas salas de cinema do grupo mexicano Cinépolis - a quarta maior rede de cinemas do mundo e a maior da América Latina. Elas serão inauguradas dentro dos planos de expansão do Natal Shopping e do Norte Shopping e fazem parte de um investimento R$ 500 milhões da empresa no Brasil. Com 3 mil salas em 11 países, a Cinépolis foi fundada em 1971 e já opera nos Estados Unidos, Colômbia, Costa Rica, Guatemala, Índia, México, Panamá, Peru e El Salvador. O grupo está no Brasil desde 2010 e se instalou inicialmente em Ribeirão Preto, no Shopping Santa Úrsula. As obras das salas no Norte Shopping, com oferta de 1.500 assentos a um custo de R$ 50 milhões, estão ligeiramente mais adiantadas que as do Natal Shopping, mas ambas devem ser entregues ao público até dezembro. Uma pesquisa realizada pelo painel online Conecta, divulgada pelo jornal Brasil Econômico de São Paulo, revela que 85% dos internautas brasileiros frequentam shoppings centers, dos quais 10% vão diariamente. Segundo a mesma pesquisa, o Nordeste concentra a maior quantidade de frequentadores assíduos:

17% dos internautas nordestinos declaram ir a shoppings diariamente, enquanto as demais regiões a proporção fica entre 5% e 9%. A gerente de Marketing do Norte Shopping, Karla Botelho, acredita que a chegada das seis novas salas aumentará substancialmente o fluxo de visitas que hoje é de 700 mil por mês. "O crescimento do fluxo tem sido constante e acreditamos que o fato dos centros comerciais agregarem opções de lazer faz com que esse número se expanda ainda mais", diz. Durante todo o primeiro semestre, o grupo Partage - que já comprou e assumirá em agosto o comando do West Plaza, em Mossoró -, trabalhou em mudanças administrativas do Norte Shopping. "Agora, no segundo semestre, os consumidores começarão a perceber, na prática, alterações mais visíveis na operação, com substituição de mobiliário e uma nova decoração das áreas comuns", afirma Karla Botelho. A Partage, braço que administra os investimentos imobiliários da família Baptista, uma das sócias do Laboratório Aché, adquiriu em janeiro deste ano 70% de participação do shopping de propriedade do ex-senador Fernando Bezerra. "Sozinhos não conseguiríamos realizar a expansão que o Norte Shopping merece para atender o nosso grande foco de consumo que

está na classe C, justamente a faixa que mais cresce economicamente no Brasil", afirmou na época o senador, presidente de honra do Grupo Ecocil. Fernando Bezerra prefere usar a palavra "sociedade" à expressão "venda", pois continuará no conselho de administração do shopping com 30% de participação societária, mas quem manda é o Grupo Partage, que imprimirá a sua marca no negócio. A Partage, aliás, está quase sempre no noticiário econômico, a frente de empreendimentos no mercado imobiliário e como sócio e desenvolvedor em shoppings centers, um segmento que vem atraindo cada vez mais atenção de investidores de peso nos últimos anos. Fundada em 1997, a Partage era conhecida por só investir em edifícios comerciais de alto padrão, conhecidos no mercado como "triple A". No começo deste ano, a empresa já era dona de uma área bruta locável (ABL) de 220 mil metros quadrados de escritórios alugados só na cidade de São Paulo. Isso a colocou literalmente entre as maiores empresas do país no segmento de imóveis comerciais. Embora seja um negócio pujante, os indicadores na indústria de shoppings revelam a existência de um filão maior ainda, com espaço de sobra para novos empreendimentos.

> POLÊMICA SE ARRASTA

Justiça deverá retomar ação de Hotel da BRA, pede MPF O Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte, em nome das demais partes no processo, apresentou à 5ª Vara da Justiça Federal um pedido para que a ação civil pública movida pelo MPF contra a Nathwf Empreendimentos S/A volte a tramitar normalmente. O pedido acontece depois de oito reuniões entre as partes (MPF, União, Ibama, Município de Natal e Nathwf Empreendimentos S/A), que contaram com a presença ainda da Procuradoria-Geral do Estado, do Idema e da SPU, sem que fosse possível chegar a um acordo a respeito da construção do hotel da empresa na Via Costeira. Na última reunião, em 16 de julho, a empresa informou não possuir interesse na realização do acordo, declarando não abrir mão de mais qualquer área a ser construída prevista no projeto. A petição, assinada pelo procurador da República Fábio Nesi Venzon, esclarece à Justiça Federal que já havia concordância da empresa em eliminar o 8º pavimento da ala norte e deixar de construir três pavimentos da ala sul. O procurador informou que a concordância não foi considerada suficiente, pois ainda permitiria que a empresa edificasse a recepção na área central e um quinto pavimento na ala sul acima do nível da pista, criando novos obstáculos à paisagem. "Os únicos pontos discordantes que estão impedindo que se feche o acordo são a não edificação de um quinto pavimento na ala sul e a colocação da recepção abaixo do nível da pista", explicou o procu-

Wellington Rocha

Novos capítulos prometem dar emoção a um enredo que se arrasta por anos rador. Ainda segundo ele, nada impede que o juiz Federal responsável pelo processo tente alcançar a conciliação entre as partes em audiência judicial, considerando que os pontos de discordância agora estão mais restritos. Além de pedir o prosseguimento da ação, o MPF/RN também protocolou pedido para que a Companhia de Processamento de Dados do Rio Grande do Norte (Datanorte) passe a figurar como ré da ação. Isso porque, no entendimento do MPF, a Datarnorte, como proprietária do imóvel, também deve arcar com os resultados de uma eventual reparação do dano ambiental. A ação judicial para ter a posse da área foi movida pela própria Datanorte em 2011. O processo que envolve a construção do Nathwf Empreendimentos S/A iniciou-se em dezembro de 2005, quando o MPF/RN ingressou

com uma ação civil pública pedindo a paralisação da obra e a destruição dos pavimentos construídos de forma irregular. A construção do hotel NATHWF, na Via Costeira, foi embargada pela Semurb, mas a obra continuou por força de uma liminar judicial. Na época, a Procuradoria da República ingressou com uma ação civil pública, exigindo a paralisação da obra. Em 2007, a Procuradoria enviou uma petição à Justiça Federal, exigindo a demolição do pavimento irregular. A Justiça determinou a demolição, porém, a empresa, que havia paralisado as obras em 2006, recorreu da decisão. Em 2008, o Tribunal Regional Federal da 5ª Região (TRF-5) concedeu liminar autorizando a retomada da construção, mas a Procuradoria-Geral do Município se opôs, afirmando que a decisão suspendia a demolição dos pavimentos, mas não o embargo.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Cidade

Sábado e Domingo

Fotos: Canindé Santos

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

A manhã deste sábado (20) foi de alegria e felicidade para a família do pequeno Carlos André, de seis meses, ou Carlinhos, como é chamado por todos. Depois de passar por inúmeras dificuldades, em virtude de problemas cardíacos, o bebê, que durante mais de três meses recebeu o apoio da Associação Amigos do Coração da Criança (Amico), teve que voltar para a sua residência no município de Santa Maria, distante cerca de 70 quilômetros de Natal. A Prefeitura de Santa Maria se comprometeu em, até o final do ano, entregar uma casa à família e, enquanto isso, alugar uma casa para que a família de Carlos André pudesse morar, já que eles moravam em condições subumanas. O problema da casa já tinha se resolvido, mas faltavam os móveis. Foi quando entrou em cena a solidariedade dos voluntários que fazem a Amico, que em menos de 15 dias conseguiram arrecadar móveis e eletrodomésticos para equipar a família de Carlos André. A entrega foi feita na manhã deste sábado. Bastante emocionada, a dona de casa Roseane Cândida de Souza mal tinha palavras para expressar a felicidade em estar, segundo ela, realizando o sonho de sua vida. "Só tenho a agradecer a Deus por tudo e por ter colocado essas pessoas que são como anjos na minha vida, em especial doutor Madson. Hoje é o dia

Carlos André: Uma história de vida, superação e solidariedade FAMÍLIA RECEBEU DOAÇÃO DE ELETRODOMÉSTICOS E MÓVEIS PARA EQUIPAR NOVA CASA mais feliz da minha vida. Hoje moro num lugar muito melhor, graças a Deus. Antes eu morava em cima de um esgoto", afirmou. Aos poucos, a nova residência de Roseane começou a ganhar forma com os móveis doados, em sua maioria, novos. Foram móveis, eletrodomésticos, material de limpeza e higiene pessoal e alimentos. Roseane é mãe de Carlos André, de seis meses, e de mais cinco filhos, com idades que variam de quatro a 16 anos. Roseane relembra os momentos difíceis que passou ao lado de Carlinhos. Ele nasceu com uma cardiopatia congênita complexa e ficou mais de três meses internado em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI) no Hospital Maria Alice Fernandes. Em abril, ele fez uma cirurgia no coração e colocou um marcapasso. Ela conta que não pode trabalhar, pois o pequeno Carlinhos requer dedicação exclusiva. Nos últimos seis meses, Roseane morou aqui em Natal com o filho. Em Santa Maria, o filho mais velho, de 16 anos, tomava conta dos quatro irmãos, já que o pai também trabalha em Natal.

Cozinha da antiga casa em que a família morava era no quintal e tinha odor de esgoto

"Passei três meses morando no Hospital Maria Alice Fernandes e hoje, quando vejo o meu filho sorridente, brincando me sinto muito feliz, pois os meus filhos são a maior alegria da minha vida e não poderia perder nenhum deles. Mas hoje minhas lágrimas são de alegria e agradecimento", destacou a mãe, Roseane Cândida. O presidente da Amico, o anestesiologista Madson Vidal, explica que Carlos André nasceu com uma cardiopatia congênita e teve dificuldade de fazer o diagnóstico no tempo certo para se tratar. "A cardiopatia dele era uma doença para ter sido diagnosticada logo após o nascimento, tratado e operado já nas primeiras horas de vida. Mas ele nasceu no interior, não deve ter tido um prénatal correto, nasceu em uma maternidade sem muitas condições e os profissionais sem conhecimento não deram o diagnóstico e o encaminharam para casa". Já em casa, conta o médico, depois de um mês, quando o bebê estava muito mal, com crises, é que ele foi encaminhado para o Hospital Maria Alice Fernandes. "Quando

chegou ao Maria Alice teve toda uma via crucis para fazer o diagnóstico e o tratamento para poder ser operado. Essa foi a primeira grande dificuldade dele e da maioria das crianças que nascem com cardiopatia", afirmou. A história de Carlinhos se repete em várias crianças do interior do Estado, inclusive de Natal, conta o anestesiologista Madson Vidal. "Observamos que hoje as mulheres têm seus partos no chão, não tem berçário, não tem leitos de UTI e quando nasce com um defeito mais grave é que as dificuldades e problemas aumentam". Segundo Madson, o Brasil só trata 30% dessas crianças com cardiopatia congênita. "A cada dez Carlinhos que é nascido, três sobrevive e sete morrem, antes de completar um ano de vida. Semana passada, dois bebês morreram no Hospital Santa Catarina, de cardiopatia congênita complexa e não pode ser tratado. O maior desafio é ter o diagnóstico e tratamento no tempo certo", alerta Madson Vidal. A segunda etapa e desafio na vida do pequeno Carlos André, conta o médico Madson Vidal, era

Sem camas, ‘quarto’ era forrado por panos para que crianças não dormissem no chão

a condição social da família que era muito grave. Ele conta que a assistente social foi conhecer de perto a realidade da família e verificou a situação de precariedade. "Esse é a quarta família que fazemos isso, em função da condição. Tentamos ajudar e dar uma melhorada da qualidade de vida dessas pessoas. Não queremos substituir o Estado, mas se podemos ajudar um pouco e melhorar não é nenhum pecado. Que essas pessoas sirvam de exemplo para questionar as condições de cidadania, pois não é porque elas são pobres que devem morar em condições de miséria, sem condições mínimas de sobrevivência. Formamos uma rede e em menos de 15 dias conseguimos de tudo. Agora eles vão ter condições de dignidade, cidadania e respeito, pois além de ter uma doença grave, que o Estado não tratou, Carlinhos tem uma história de muito sofrimento, dificuldade e de muita solidariedade", destacou o anestesiologista. NOVA CASA Hoje, temporariamente, a casa de número 82 da rua dos Inconfi-

dentes, centro de Santa Maria é o novo endereço da dona de casa Roseane Cândida de Souza, mãe de Carlos André. A casa tem dois quartos, uma sala, cozinha, banheiro e um amplo quintal. A casa ainda é pequena para as oito pessoas que passaram a morar nela, mas bem melhor que a residência anterior. Até o final do ano, a família deve morar nessa casa, quando deve se mudar para a nova e definitiva residência que será construída pela Prefeitura. Hoje, Roseane mora em um palácio, como ela mesma define. Antes, a dona de casa morava com o esposo e os seis filhos em uma casa que contava apenas com uma sala e um quarto. O banheiro era fora da casa e a cozinha funcionava no quintal, em cima de um esgoto a céu aberto. A situação era de miséria total. No único quarto da casa, como não havia móveis, roupas velhas e usadas eram espalhadas pelo chão, que servia de colchão para as crianças dormirem. O único móvel da casa, um sofá velho, servia de cama para o filho mais velho, de 16 anos. A casa não dispunha de água encanada e os vizinhos que doavam baldes de água para consumo e higiene pessoal. As paredes da casa eram erguidas em meio a troncos de árvores e o teto, cheio de telhas quebradas, ameaçava a cair a qualquer momento. Somado a essas condições subumanas, todo o ambiente da casa fedia a esgoto.

Entrega de móveis e eletrodomésticos doados foi feita na manhã deste sábado

CMYK


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 9

PAZ QUE AMEDRONTA: REVOLTA DO BUSÃO DEIXA POPULAÇÃO ACUADA A ideologia pacífica do movimento Revolta do Busão já não está fazendo tanto efeito na população, não sendo mais capaz de levá-la às ruas para reivindicações dos direitos do cidadão. Isso porque um pequeno grupo, por menor que seja, está conseguindo manchar o caráter dos protestos por um país melhor, através de atos compreendidos por todo tipo de baderna e bandidagem. Na última sexta-feira (19), Natal viveu mais um dia de guerra, assim como aconteceu em diversas outras cidades do país. Com cerca de 500 pessoas nas ruas, o movimento, que começou de maneira ordeira no início da tarde, terminou em cenas de depredações de espaços comerciais, públicos e até religiosos. O movimento não respeita mais a sociedade que quer melhorias nos serviços públicos, ordem e respeito dos governantes. É esse o posicionamento de Carlinda Maria Melo, consultora de vendas e gerente interina de uma loja de imóveis e decorações de Natal, que foi alvo de vandalismo de alguns manifestantes. Segundo ela, a "confiança no protesto deixou de existir". "Estava em casa quando me ligaram para dizer que a loja estava sendo apedrejada. Quando cheguei, a Polícia Militar já estava no local, evitando que danos maiores pudessem acontecer. Alguns móveis já estavam na rua para serem queimados", declarou. A profissional de vendas disse que o proprietário da loja não chegou a proteger o espaço neste e nos últimos protestos por acreditar na viabilidade das manifestações. "Nós confiávamos nos protestantes. Mas não dá mais para ser assim. Ontem tinha um número bem menor de pessoas, mas que causou um prejuízo grande. Agora o jeito será nos proteger da forma que der, pois quem paga o preço somos nós", disse Carlinda, afirmando que o prejuízo pelos danos na loja, que teve boa parte da vidraçaria apedrejada, será de aproximadamente R$ 20 mil. A concentração dos jovens começou por volta das 16h, ao lado do Shopping Via Direta, às margens da BR-101. O movimento começou de forma pacífica, mas foi terminando ao longo do trajeto com confrontos entre policiais militares, tropa de choque e manifestantes, nas proximidades da Câmara Municipal de Natal. O objetivo do grupo era ocupar a Casa Legislativa, assim como fizeram alguns representantes do movimento na quinta-feira passada (18). Boa parte do movimento foi acompanhado pelo helicóptero

Fotos: José Aldenir

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Léo Carioca

ATOS DE VANDALISMO NOS ÚLTIMOS PROTESTOS AFASTAM NATALENSES DA LUTA POR MELHORIAS NOS SERVIÇOS PÚBLICOS

De forma ordeira, protesto foi iniciado por cerca de 500 manifestantes

Igreja também foi pichada e teve vidraças quebradas da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed). Ao longo do percurso, os policiais militares precisaram soltar bombas de efeito moral para reprimir atos de vandalismo. Adolescentes foram vistos pichando muros com palavras de ordem e jogando pedras contra lojas, tapumes e placas de sinalização. Na avenida Rio Branco, os bancos Santander e Bradesco amanheceram com as portas de vidro estraçalhadas. O prédio da Central do Cidadão no Centro da cidade também foi alvo de vandalismo.

Na Câmara Municipal de Natal, os manifestantes foram recebidos com tiros de arma de borracha, bombas de efeito moral e gás lacrimogêneo. No local, pessoas saíram machucadas, carros apedrejados e posto de combustível invadido. Um homem da Guarda Municipal que trabalha na Câmara, identificado como Getúlio Dantas, com 40 anos e problemas cardíacos, foi levado ao hospital em risco de pré-infarto. O presidente da Casa Legislativa, vereador Albert Dickson, confirmou à reportagem que o guarda passa bem. O comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte

(PMRN), coronel Francisco Canindé Araújo Silva, classificou a atuação dos policiais militares como necessária, alegando que "eles agiram nos momentos em que houve necessidade". "Fizeram um bom trabalho e aquilo que já era esperado. Tudo que foi feito pela nossa força policial aconteceu por necessidade e não extrapolamos em nenhum momento". O trabalho dos policiais militares durou até as primeiras horas da madrugada deste sábado. Três pessoas foram levadas presas por atos de vandalismo e um adolescente apreendido por ato infracional.

Câmara irá reequipar Guarda Municipal e adaptar acesso ao local Os constantes atos da Revolta do Busão, que colocam sempre a Câmara Municipal de Natal como foco para as reivindicações, levou à Mesa Diretora da Casa a pensar em novas estratégias de segurança no local. Segundo Albert Dickson, ainda falta uma semana para os vereadores voltarem do recesso legislativo, tempo que servirá para a Câmara passar

por algumas adaptações. "A Câmara permanecerá fechada durante toda a próxima semana. Em reunião com os parlamentares, nós decidimos que precisamos melhorar a forma de acesso à Casa, para garantir mais segurança aos vereadores, assessores e servidores em geral. A partir de agora, só poderá entrar na Câmara Municipal quem

for devidamente identificado, através de credenciamento, foto e impressões digitais", afirmou. Segundo ele, a medida evitará que pessoas entrem "aleatoriamente" e Casa não perca o controle. "A sociedade civilizada tem que observar que esses movimentos estão deixando a população acuada. Isso precisa ser mudado. Não podemos viver

nesse estado de sítio". Além disso, a Guarda Municipal da Câmara será reequipada e possivelmente renovada, através de concurso público. "Esses manifestantes têm em mente que a Câmara é o alvo mais frágil e nós precisamos mudar essa visão. Iremos reequipar e renovar a nossa Guarda para evitar mais desgastes", declarou Albert Dickson.

OAB/RN quer identificação e responsabilização pelos atos O posicionamento da Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Rio Grande do Norte - sobre os últimos acontecimentos vem sendo questionado pela "pluralidade" nos julgamentos, que em um primeiro momento questionou e recriminou o uso da força policial nos protestos e, em uma outra ocasião, repudiou os atos de vandalis-

Bombas de efeito moral, balas de borracha e gás lacrimogêneo foram usados para conter ação de vândalos

mo adotados pelos manifestantes. Para o presidente da Ordem, Sérgio Freire, a OAB prega que pode haver manifestações e reivindicações, de modo que haja "identificação e responsabilização daqueles que estão promovendo atos de vandalismo e ameaça à democracia". De acordo com ele, os dois posicionamentos do órgão foram

dados em momentos "totalmente distintos". "As duas notas de repúdio provém de situações diferentes. O nosso posicionamento de quinta-feira (18) se deu diante da ação exagerada por parte da polícia contra pessoas que faziam reivindicações de rosto limpo, fundamentadas e com aceitação do legislativo municipal. A forma na

qual essas pessoas foram abordadas, nós da OAB somos contra", disse. "Entretanto, se esse mesmo grupo de pessoas estivesse cometendo ato de vandalismo naquele momento, como aconteceu ontem, nós também seríamos contrários. É importante que as pessoas possam distinguir as duas situações", afirmou Sérgio Freire.

Vidraças de bancos, clínicas, lojas e carros também foram estilhaçadas


10 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Cidade

Sábado e Domingo

Fotos: José Aldenir

Crime atraiu a atenção de dezenas de pessoas que passavam pela Avenida Monte Rei, no bairro do Planalto. Segundo a Polícia, vítima estava fazendo compras em uma loja de roupas quando os bandidos entraram no estabelecimento

Dupla invade loja no Planalto e executa cliente VÍTIMA

ESTARIA FAZENDO COMPRAS QUANDO BANDIDOS CHEGARAM AO LOCAL.

Uma mulher identificada como Elineide Ferreira de Souza, de 25 anos, foi assassinada na manhã desta sábado (20), no bairro Planalto, zona Oeste de Natal. A vítima estava fazendo compras em uma loja de roupas, na Avenida Monte Rei, uma das mais movimentadas da região, quando dois suspeitos em uma moto CB300 chegaram ao local, e trancaram Elineide e a vendedora no banheiro. Depois seguiram até o caixa

roubando R$ 80,00 e deixando o restante do dinheiro do estabelecimento. Após isso, foram até as reféns e disparam três vezes apenas contra a vítima, que veio a óbito no lugar. De acordo com o tenente Isac Paiva, do 9º Batalhão de Polícia Militar, responsável pelo policiamento na zona Oeste, os suspeitos estavam com uma camisa azul e outro com uma vermelha. A dupla chegou a ser reconhecida por uma viatura que es-

tava fazendo diligências pelo local, entretanto, fugiram em direção ao bairro de Felipe Camarão. Os policiais continuam com as buscas na área, a fim de capturar os suspeitos do assassinato. O tenente da Polícia Militar, suspeita de execução devido à forma como o crime aconteceu. No local não foram encontradas balas, levando a crer que a arma usada tenha sido um revólver.

HOMEM É ASSASSINADO EM MOSSORÓ Um homem foi assassinado na tarde desta sexta-feira (19), no bairro Santo Antônio, em Mossoró. Os assassinos fugiram em um veículo Fiat Uno. Avítima identificada como Francisco Batista de Lima, 22 anos, foi executada na região conhecida como Baixinha, nas proximidades da residência da vítima. O crime aconteceu por volta

POLÍCIA

AINDA PROCURA SUSPEITOS

das 17h30, no cruzamento das ruas Rodrigues Alves com Higino Francisco Dantas, nas proximidades do Portal do Saber. Francisco Batista, que residia na rua Francico Pascoal, foi alvejado por vários disparos de armas de fogo. De acordo com informações de populares, o crime foi cometido por três elementos que passaram no Uno, e abordaram a vítima. Segundo informações prelimi-

nares, Francisco trabalhava como vidraceiro, e não tinha registro de ocorrência na polícia. Por esse motivo, existe a suspeita de que o crime tenha sido cometido por engano. O corpo de um homem identificado como Damião Matias da Silva, 28 anos, foi encontrado ontem nas proximidades da Lagoa da Cutia, distrito de Zumbi, na cidade de Rio do Fogo. A vítima tinha ferimentos, feitos por disparos de armas de fogo.

> MORTE NA BERNARDO VIEIRA

Falhas de sinalização podem ter causado acidente com trem Heracles Dantas

A investigação do acidente envolvendo o ônibus da linha 10/29, da empresa Reunidas, e um trem, que aconteceu no último dia 10, na Avenida Bernardo Vieira, e que vitimou fatalmente o estudante Francisco Davi, 14 anos, está chegando à sua fase final. De acordo com o delegado Sérgio Leocádio, da Delegacia Especializada em Acidentes de Veículos, ele espera ouvir os últimos depoimentos restantes na próxima semana. Após colher informações com o motorista, o cobrador, os dois maquinistas, o operador da cancela, algumas testemunhas oculares e mais 20 vítimas que estavam no veículo, ele finalizará com os depoimentos do restante dos passageiros do ônibus, os representantes da CBTU, e da prefeitura, os peritos do ITEP, além da família da vítima fatal. De acordo com o delegado, as investigações no local, nos dias que

se seguiram ao acidente, foram de extrema importância para elucidar o caso. Por meio delas constataram outros pontos importantes, que podem ter colaborado com o acidente. Por esse motivo, os depoimentos de pessoas ligadas à CBTU, e à Prefeitura devem constatar a responsabilidade sobre a sinalização. "A competência (da sinalização) é da CBTU, a princípio. Mas existem convênios com prefeituras" disse. A importância da clareza destes pontos se refere ao fato de que com a eficiência destes mecanismos de alerta, o acidente do dia 10 poderia ser evitado. "Teve o acidente? Teve. Vamos seguir uma linha em busca de um culpado direto, mas vamos observar os fatores secundários", concluiu. De acordo com Leocádio, a colisão poderia ser evitada com uma sinalização adequada, da mesma forma como também poderia ser pior sem ela. "Se pega no meio (do

do estava em Recife, onde analisava as sinalizações das passagens de níveis daquela cidade. "Estamos procurando somar o maior número de informações para ter o melhor resultado possível na investigação". O motorista do ônibus Erivan Aureliano, 50 anos, chegou a ser chamado para prestar depoimento pela segunda vez. Mas segundo o Leocádio, a outra convocação se deu para validar algumas informações obtidas nos outros depoimentos, visto que o condutor do veículo foi o primeiro a depor. De acordo com o delegado, ele não cometeu contradição em relação ao primeiro testemunho.

Delegado Sérgio Leocádio espera encerrar depoimentos na próxima semana ônibus), este acidente seria um dos maiores de nosso estado" constatou.

Enquanto concedia entrevista à equipe do Jornal de Hoje, o delega-

MOTORISTA ALEGA INOCÊNCIA Ao prestar novo depoimento na última quarta-feira (17), o motorista do ônibus Erivan Gomes Aureliano, 50 anos, que fazia a linha 10/29, da empresa Reunidas, alegou

inocência informando que "não viu o trem, nem ouviu o sinal sonoro". No relato, o condutor contou que abriu "para a esquerda e ultrapassei um ônibus e olhei o semáforo de pedestres e do cruzamento. Desenvolvi velocidade para passar e segui em frente, quando de repente houve a coincidência, a surpresa de me confrontar com o trem, aí me assustei com o encontro do trem e acelerei abrindo para a direita na tentativa de evitar o acidente". Ele também disse trabalhar na empresa há 13 anos, e durante esse período, passou por diversos treinamentos. Ele negou a informação de que os passageiros tivessem gritado com a aproximação do trem, mas confirmou estar ouvindo música durante o acidente, num aparelho de som portátil. "Ele passa de seis a oito vezes por dia no local e afirma que em alguns momentos o trem buzina, em outros não", destacou o delegado.

> ASSASSINADA NAS FÉRIAS

Esposo de fisiculturista morta em Natal continua foragido A investigação do assassinato da fisiculturista paulista Fabiana Caggiano Paes, 36 anos, que estava de férias em Natal em janeiro quando foi morta, já está finalizada. O acusado pelo crime foi apontado pela justiça. Porém Alexandre Furtado Paes, marido da vítima, continua foragido. A Justiça do Rio Grande do Norte determinou a prisão preven-

tiva do viúvo. Os policiais de Osasco-SP ainda estão à procura do acusado. "Assim que for pego será lavado direto para a cadeia, pois ele está foragido", concluiu Frak Albuquerque, delegado da Policia Civil do RN que ficou responsável pela investigação. Fabiana morreu no dia 2 de janeiro deste ano. A família estava de férias em Natal, quando no dia

28 de dezembro, o SAMU recebeu um chamado para atender a uma vítima em um hotel na cidade. A fisiculturista chegou a ser socorrida, porém faleceu cinco dias depois. De acordo com o laudo do ITEP, o óbito se deu por asfixia mecânica. De acordo com Frank Albuquerque, o pedido de prisão preventiva foi feito devido aos fatos

que se sucederam ao crime. "O viúvo mentiu muito em depoimento e tentou ocultar provas produzindo outras. Sem contar que recentemente a mãe e a irmã da vítima vêm recebendo ameaças e pessoas estranhas ao redor da casa delas", disse. Alexandre Furtado foi acusado por homicídio doloso, quando há intenção de matar. Segundo o delegado, o mari-

do também perguntou se o corpo de Fabiana poderia ser liberado antes de passar pelos exames do ITEP, que apontam a causa da morte. "Como só estavam os dois no quarto quando ela sofreu esse suposto ataque cardíaco, ele será indiciado", concluiu o Frank sobre Alexandre. Pelo relato do acusado à polícia, Fabiana teria desmaiado quan-

do tomava banho. Ainda disse ter encontrado o corpo da mulher no chão e a água quente do chuveiro jorrando. No depoimento, o marido destacou ainda que para poder sair do banheiro com o corpo da mulher quebrou o vidro do box. A investigação policial comprovou que a mulher não estaria no chuveiro e que o local foi danificado após o crime.


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 11

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

A REVOLTA JÁ ERA

Surge, enfim, o nome da mudança Por Guilherme Fiuza A revolta das ruas produziu um milagre. Não as votações espasmódicas do Congresso Nacional, nem a revogação de aumentos das tarifas de ônibus. Esses foram atos oportunistas, que logo sumirão na poeira da história, embora tenham sido celebrados como vitórias revolucionárias. O milagre também não foi a reação do governo Dilma Rousseff, que propôs ao país um plebiscito para reformar a política. Outros governantes já usaram alegorias para embaçar o debate. Como a alegoria de Dilma é especialmente fajuta, não será comentada neste espaço. O milagre da onda de passeatas foi a reabilitação dele – o filho do Brasil, o homem e o mito, Luiz Inácio Lula da Silva. A opinião pública brasileira é um show. A pesquisa Datafolha que registrou queda na avaliação do governo Dilma quase à metade revelou que, hoje, a eleição presidencial iria para o segundo turno. A não ser que Lula entrasse no páreo. Aí ele seria eleito em primeiro turno. O povo, revoltado com tudo isso que aí está, puniu Dilma nas pesquisas porque quer mudança. E sua opção de mudança é Lula. Viva o povo brasileiro! A pesquisa revelou mais. Quem teria, hoje, o melhor preparo, entre os candidatos, para resolver os problemas econômicos do Brasil? Em primeiro lugar, disparado: Lula. É um resultado impressionante. A maioria do eleitorado deve estar escondendo alguma informação bombástica. Devem ter algum segredo, guardado a sete chaves, sobre o novo Lula. Diferentemente do velho, esse aí não deve ter nada a ver com Dilma, Guido Mantega, Gilberto Carvalho, José Dirceu, enfim, a turma que estourou as contas nacionais para bancar o populismo perdulário. Não, nada disso. O novo Lula – esse que a voz do povo descobriu e não quer nos contar – é um administrador moderno, implacável com o fisiologismo. Um Lula que jamais daria agências reguladoras de presente a Rosemary Noronha, para ela brincar de polícia e ladrão com os companheiros (é bem verdade que a polícia só chegou ao final da brincadeira). Esse Lula, que hoje seria eleito para desenguiçar a economia brasileira, sabe que po-

litizar e vampirizar uma Anac compromete o serviço da aviação. O povo foi às ruas por melhores serviços de transportes, e o novo Lula não faria como o velho Lula – aquele que transformou as agências do setor num anexo do PT e seus comparsas. Jamais. O povo brasileiro é muito sagaz. Descobriu o que nem um sociólogo visionário descobriria: o sujeito que pariu Dilma, montou seu modelo de administração e dá pitaco nele até hoje fará tudo completamente diferente, se for eleito presidente em 2014. Quem poderia supor uma guinada dessas? Só mesmo um povo sacudido pela revolta das ruas faria essa descoberta genial. O grande nome da oposição a Dilma é Lula. É ele quem saberá levar as finanças nacionais para onde Dilma, segundo a pesquisa, não soube levar. O eleitor brasileiro é, desde já, candidato ao Prêmio Nobel de Economia por essa descoberta impressionante. Como se sabe, Lula manteve a política econômica de Fernando Henrique – até porque seu partido não tinha política de governo, não tinha projetos administrativos (continua não tendo), não tinha nada. Para manter a militância acesa, o ex-operário assumiu a Presidência criticando o Banco Central. Auxiliado pelo vice José Alencar, inaugurou o primeiro governo de oposição da história. (Longe dos holofotes, pedia pelo amor de Deus para o BC continuar fazendo o que estava fazendo, já que ele não entendia bulhufas daquilo.) A conjuntura internacional foi uma mãe para o filho do Brasil, e ele torrou o dinheiro do contribuinte na maior festa de cargos e propaganda já vista neste país. Lançou então a sucessora, que fez campanha dizendo que o PT acabara com a inflação. O único erro de cálculo dos companheiros foi esquecer que a desonestidade intelectual tem pernas curtas. E a conta do charuto do oprimido chegou: eis a inflação de volta. (Ao negar esse fato, Mantega foi convidado pelo companheiro Gilberto Carvalho a dar um passeio na feira.) Mas vem aí o novo Lula, ungido pela sabedoria das massas, para salvar a economia brasileira. Qual será seu segredo? Será a substituição de Guido Mantega por Marcos Valério? Pode ser. Até porque o país não suporta mais amadorismo. (GF, na Época)

manifestações na BR 101. Foi até ironizado no Twitter por quem deveria apoiá-lo, como um deputado e um procurador.

Pela terceira vez seguida uma manifestação convocada em nome da "revolta do busão" foi um fracasso de público, assim como ocorreu no último dia 11 e na quinta-feira, na invasão da Câmara Municipal. O raquítico movimento não tem representatividade.

LADRÕES

O que a cambada de militantes parasitas fez nas lojas e nos automóveis particulares é típico de bandidos comuns. Não há mais teor ideológico na revolta, apenas instinto marginal e uma suspeita de orquestração com partidos e até vendedores de tapumes.

BADERNEIROS

Setores da imprensa e as autoridades policiais e judiciárias não identificam se não quiser os delinquentes envolvidos na onda de vandalismo e assaltos. Desde o começo da passeata, o grosso da horda era de militantes do PSOL, PSTU, PCdoB e do PT.

É GRAVE

Foi o jornalista Aluisio Lacerda, do Portal No Ar, quem levantou a lebre para que as autoridades possam caçar os envolvidos. Ele pede uma investigação, pois apareceram muito rapidamente vendedores de tapumes oferecendo "segurança" ao comércio.

TRISTE OAB

Só há duas classificações para a nova nota que a OAB-RN soltou após a delinquência generalizada na manifestação de ontem: ou é cínica ou é cômica. O texto se desvia de condenar os vândalos sempre remetendo ao prejulgamento dos guardas da CMN.

MALA DA DISCÓRDIA

A Folha de S. Paulo desse sábado revelou que os R$ 100 mil roubados de um assessor do deputado Henrique Alves eram destinados a pagar prestação de um apartamento em Areia Preta, comprado ao colega João Maia para a ex-mulher Priscila Gimenez.

IRONIAS

O pior de tudo isso é que as pressões políticas e midiáticas acabaram enfraquecendo a decisão do juiz Magnus Delgado que quis proibir

FAB TOUR

Os ministros do PT, Alexandre Padilha (Saúde), Fernando Pimentel (Desenvolvimento) e Eduardo Cardozo (Justiça) são os campeões no uso dos aviões da FAB. No ranking da farra aérea, eles acumulam, respectivamente, 110, 101 e 91 viagens "oficiais".

PT VS PMDB

Por maior que seja a irritação de Dilma Rousseff com Henrique Alves, como registrou Lauro Jardim na Veja, a presidente não vai escapar da decisão do PMDB de reduzir ministérios. Uma PEC será apresentada na volta do recesso, por Eduardo Cunha.

MORTE

O portal UOL ERROL. O guarda legislativo que INFARTOL durante a invasão da Câmara Municipal pelos vândalos não MORREL, como noticiado ontem.

ECONOMIA

O jornalista Jean Valério retomou a publicação da sua revista "Negócios", suspensa durante o período em que ele assumiu função pública na Prefeitura do Natal. As edições de junho e de julho já chegaram para os cerca de dois mil empresários e comerciantes.

O livro de Geovani Um craque dos gramados com um craque das letras numa dobradinha literária. O exjogador do Vasco e seleção brasileira, Geovani da Silva (na foto, atualmente e no auge do talento), terá sua biografia escrita pelo jornalista natalense Rubens Lemos Filho, seu fã incondicional. Ao receber o convite de uma editora e mais a sugestão de biógrafos da mídia esportiva do Sudeste, o "O Pequeno Príncipe de São Januário" foi taxativo e escolheu o amigo de Natal.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br

ERA UMA VEZ A ORDEM

FALHA POLICIAL

José Aldenir

As cenas de destruição deixadas pelas ruas da cidade após mais uma noite de protestos são revoltantes para qualquer cidadão de bem. O movimento, que se dizia pacífico, transformou parte da cidade em um verdadeiro caos. E, para isso, bastaram apenas as 500 pessoas que resolveram aderir a manifestação cada vez menor. Lojas foram arrombadas e saqueadas, bancos apedrejados, carros tiveram seus vidros quebrados. São muitos os relatos de vandalismo, que, na verdade, mais se assemelham a ação de bandidos. Intimidados pela repercussão negativa que teve a atuação da guarda municipal ao retirar os manifestantes da Câmara na quinta-feira, a Polícia Militar teve dificuldade para evitar excessos e permitiu abusos do lado que não poderia haver. Ao final de mais uma manifestação lamentável, o saldo foi negativo para a cidade. Natal amanheceu mais amedrontada e menos democrática. Pior, viu uma das únicas instituições que ainda guarda respeito da sociedade, ser duramente criticada nas redes sociais. O cidadão que paga seus impostos corretamente, que protesta em paz e que passa o dia trabalhando, não gostou de ver a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) repetir no RN o erro cometido no Rio de Janeiro. Ao perceber que a polícia legislativa passou do ponto ao reprimir a ação dos manifestantes na Câmara Municipal, a entidade rapidamente repudiou o fato e cobrou explicações e punições. Ontem, ao perceber que o vandalismo havia tomado conta do protesto, cedeu as pressões e criticou a violência. Agora, mais uma vez, Natal terá que juntar os cacos e se reerguer do prejuízo incalculável causado por alguns marginais infiltrados em um movimento que tinha tudo para ser mais um exemplo de democracia. Mas, ao final, fica apenas o resultado injusto de uma cidade sitiada por um grupo que confunde o verdadeiro significado de protestar.

SEM REPRESENTATIVIDADE

Em um protesto com apenas 500 pessoas, numa cidade que possui quase 1 milhão de habitantes, como ficam os argumentos de que o movimento representa toda a sociedade? Pior, como fica aqueles que dizem ser os baderneiros a menor parte do grupo? Qual a menor parte de 500? O movimento já não tem mais o respeito da população e, vandalismos como os desta sexta-feira só diminuem a força dos protestos, lamentavelmente.

A Polícia Militar pecou por não agir mais rápido e de forma mais eficaz no protesto. Ao chegar próximo à Câmara, o movimento já havia deixado um longo rastro de destruição pela cidade, sendo raros os manifestantes que realmente estavam em paz. Está provado que protestos como esse, em sua maioria, acabarão em violência.

SEM PRESOS

Outra falha da PM foi o pouco número de detidos. No movimento de ontem, onde dezenas de manifestantes(?) estavam com rosto coberto, era fácil identificar os que tinham o objetivo de destruir a cidade. A sensação de impunidade é que gera o aumento da violência, em todos os níveis. Agora, cabe aos órgãos de segurança apresentar resultados e prender os criminosos que depredaram patrimônios públicos e privados durante a noite vergonhosa pela qual Natal passou.

ORDEM???

A OAB-RN atraiu para a instituição a “revolta” dos cidadãos de bem que não gostaram nenhum pouco da baderna causada pelo protesto de ontem. Agora, como se não bastasse os Direitos Humanos com a fama de proteger os bandidos que espalham vítimas por todo o país, a Ordem começa a ostentar a perigosa faixa de defensora dos desordeiros. Incoerência maior, impossível.

PRÓXIMO ATO

Megafone Wellington Rocha

“Eu só quero receber”

DEPUTADO FEDERAL JOÃO MAIA EM ENTREVISTA A FOLHA DE SP COBRANDO O PAGAMENTO DO APARTAMENTO QUE VENDEU A

Em tempo, o movimento Revolta do Busão já havia definido desde o início da semana que na próxima segunda-feira (22), a partir das 9 horas, tem novo ato do grupo na Câmara Municipal. Que pelo menos dessa vez seja um movimento realmente pacífico e que os manifestantes consigam reivindicar melhorias para a sociedade, como é o objetivo maior. Chega de violência.

Gira Mundo Divulgação

Em meio a onda de protestos e da violência causada nas manifestações pelo país, um efetivo de 5 mil homens das Forças Armadas e das Polícias Civil, Militar e Federal vai reforçar a segurança durante a visita do Papa Francisco ao Brasil. O chefe da Igreja Católica chega no Rio de Janeiro na próxima segunda-feira (22), para participar da Jornada Mundial de Juventude. Depois vai a cidade de Aparecida, em São Paulo, na quarta-feira (24), para celebrar missa no Santuário de Nossa Senhora Aparecida. A segurança contará ainda com homens das Polícias Rodoviárias Estadual e Federal e do Corpo de Bombeiros, além de 154 seguranças patrimoniais e representantes da Guarda suíça..

HENRIQUE ALVES

ME DÁ UM DINHEIRO AÍ

INSATISFAÇÃO

A Folha de SP que circula neste sábado (20) revela a história dos R$ 100 mil roubados de um assessor do deputado Henrique Eduardo Alves (PMDB), em Brasília. Segundo a reportagem, o parlamentar teria feito um empréstimo no banco para quitar a parcela do pagamento de um imóvel comprado junto ao também deputado potiguar João Maia (PR). O imóvel seria para a ex-mulher de Henrique.

Por falar em Henrique, o jornalista Lauro Jardim publica em sua coluna no portal da revista Veja que a presidente Dilma Rousseff não engoliu bem a sugestão do parlamentar em reduzir o número de Ministérios. A insatisfação aumentou com a divulgação pela imprensa de que o potiguar pagou jantar para a bancada do PMDB com dinheiro da Câmara. A crise é grande entre os dois.

QUESTIONAMENTOS

Os garotos do Sub-20 do Alecrim têm chance de fazer história na noite deste sábado (20), às 20h30. O Verdão pode até perder por 2 a 0 para o América na final do primeiro turno do Campeonato Estadual da categoria que, ainda assim, será campeão da etapa. O título garante o Alecrim na próxima Copa SP de Juniores, em janeiro, considerada a principal competição amadora do país. É a chance do Verdão voltar às grandes disputas, e com a força da juventude.

A história revelada pelo jornal pode até ser verdadeira, mas é recheada de estranhezas. Afinal de contas, porque Henrique teria feito um empréstimo e sacado toda a quantia? Era preciso entregar o pagamento da parcela em dinheiro vivo a João Maia? E se a história era tão simplória assim, o que motivou a total discrição em torno do fato, mantido sob sigilo por mais de um mês? Dúvidas que continuam sem respostas.

VERDÃO HISTÓRICO


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Sábado e Domingo

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br João Neto

w CORPO FORA Em meio ao clima de desespero que tomou conta do Governo Rosado, devido à falta de verba para pagamento da folha estadual, o secretário de Planejamento Obery Rodrigues comentou com os mais próximo que não se sente responsável pela situação caótica. >>> Motivo: Obery garante que avisou algumas vezes à governadora Rosalba Ciarlini sobre o que estava por vir... >>> Em tempo: o governo Rosa tenta desmentir o momento de 'liseu', mas à coluna uma fonte do alto escalão, ao ser questionado sobre a veracidade da notícia, afirmou: "É verdade!". >>> Para bom entendedor...

Bobflash

GIRO PELO TWITTER ...da jornalista Cristiana Lôbo: "PT convidou, esperou, mas Dilma não confirmou presença na reunião do Diretório Nacional neste sábado. Petistas não estão gostando da ausência"; ...do senador Cristovam Buarque: "Ainda não vi uma faixa dizendo: 'filhos dos trabalhadores na mesma escola dos filhos dos políticos e dos patrões'"; ...da deputada Fátima Bezerra: "Gostaria de registrar a capacidade de luta e ousadia dos jovens que de forma pacifica ocuparam a CMN, ontem, conquistando vitórias importantes em prol do da melhoria do transporte público".

Wenerk Carvalho com João Saccaro na inauguração da Saccaro DeSaboya.com

w QUEM ENTENDEU? Chamou atenção no tumulto na Câmara Municipal de Natal, na última quinta-feira (18), a presença de um idoso com uma camiseta do "passe livre"... >>> Afinal, pessoas da terceira idade já têm direito à gratuidade nos transportes.

Marcela Nogueira prestigiando evento no Espaço Quatro

Mulheresnofds João Neto

w PERIGO! Além disso, uma mulher grávida participou das manifestações mais agressivas, sem poupar sua condição. "Uma tentativa de aumentar o apelo e exagerar as reações", considerou uma fonte que circula na Casa.

w IMAGEM QUE VALE POR MIL PALAVRAS Por outro lado, imagens gravadas no momento em que a polícia legislativa jogava spray de pimenta nos jovens comprovaram o exagero dos seguranças. >>> Os manifestantes não esboçavam reação alguma de que iriam praticar violência, estavam abaixados no chão abraçados... enquanto os policiais atacavam!

w É PRECISO MAIS RAPIDEZ NO ATENDIMENTO Entrevistado pelo Jornal Verdade, na Sim TV, essa semana, o vereador George Câmara (PCdoB) fez uma avaliação dos 200 primeiros dias de gestão do prefeito Carlos Eduardo Alves. >>> Em sua análise, uma exigência: mais agilidade por parte dos secretários municipais. "Mas sem esquecer que o rombo da capital é maior do que se imaginava", disse o vereador, que participou do processo de transição entre a administração Micarla e a atual.

César Revoredo e Larissa Cardoso em almoço para arquitetos

w CONTRA George Câmara também falou sobre a licitação do transporte público. >>> E se colocou contra o sistema de passe livre. >>> Segundo o parlamentar, "o passe livre, no atual modelo, é um

Raquel Louvain saboreando espumante na inauguração da Saccaro

retrocesso", pois "tira do pobre para dar ao rico".

w TEM QUE TIRAR DE

Fashion Rio Verão 2014 TNG

OUTRO BOLSO... O vereador alega que todo o custo do Passe Livre deveria ser pago com verba do orçamento da Prefeitura de Natal e não pelo próprio sistema. "Da forma como está, quem acaba pagando essa conta é o usuário", disse ele.

w PRESENTE Centenas de servidores ativos, inativos e pensionistas foram notificados nesta quarta-feira pelo Governo do Estado para se pronunciarem em processo administrativo instaurado para apurar o recebimento de salários acima do limite previsto na Constituição Federal. >>> Na lista, com mais de 700 nomes, algumas 'surpresas' entre auditores fiscais ativos, aposentados e delegados de polícia, além dos dois ex-secretários estaduais de Tributação do Estado, José Airton da Silva e José Jacaúna de Assunção...

w ESCLARECIDO? A coluna recebeu ontem à noite email com nota do deputado João Maia comentando sobre o conteúdo do depoimento prestado à polícia do Distrito Federal pelo secretário parlamentar do deputado Henrique Alves, Wellington Ferreira, sobre o destino dos R$ 100 mil que lhe foram roubados no último dia 13 de junho, no Setor de Clubes Sul, em Brasília. O assessor afirmou que R$ 90 mil dessa quantia seriam destinados ao deputado federal João Maia (PR-RN). >>> "Comprei sem acabamento um apartamento da Delphi Engenharia no Condomínio Aldebaran, em Natal, conforme declarado no meu Imposto de Renda, que está disponível para quem quiser consultá-lo. A ideia original era concluir o acabamento e residir no imóvel, que não foi aprovado pela minha família. Vendi o apartamento, conforme declarado no meu Imposto de Renda, a Priscila Gi-

menez, com a interveniência de Henrique Alves. O valor da transação foi de R$ 1 milhão, sendo pago R$ 500 mil e o restante a ser quitado no ano de 2013. Tudo às claras, conforme declarado no Imposto de Renda. Minha relação com a compradora ou com Henrique, da mais completa confiança, não me permite discutir de que forma o restante do pagamento pelo imóvel será concluído".

w OPÇÃO

Evandro Santo, o humorista Christian Pior do Pânico na Band, vai apresentar seu novo stand up comedy no Teatro Riachuelo neste domingo, dia 21 de julho às 20h. >>> "Eu Mexxxmo!" já rodou várias cidades e capitais com sucesso de público e crítica. Assinada pelo próprio Evandro, a apresentação reúne diversos momentos cômicos e situações engraçadas do dia a dia.

Cantinho do Zé Povo BOB MOTTA - bobmottapoeta.com.br - bobmottapoeta@gmail.com - Telefone: 9965-6080

O TURISTA ALUMÃO Ponde inté paricê disparate, uma coluna qui trata ixcrusivamente da curtura populá nordestina do Brazí, tê cumo Tito de uma dais suas históra, O TURISTA ALUMÃO... Mais, porém, todavia, cuntudo e intretanto; êsse causo tá milimètricamente ligado à curtura populá do Nordeste brasilêro. O nordestino do mato, nascido e criado "sem rádio e sem nutiça dais terra civilizada", já é criativo na sua própria subrivivênça, mode ais dificurdade adivinda da sêca, quando fecha sua casinha de táipa, pega duas ô treis cabra (quando tem...), uma o ôta galinha, dêxa na casa duis pai e se dana prá cidade grande; o peste se torna munto mais

criativo ainda... E quando pende p'rú lado dos "causos" aí é qui se dana tudo; "dá a mulexta duis cachorro"!... É um verdadêro PHD dais coisa ligada à sabedoria populá, e da sua mente prá lá de prodigiosa, saem "causos e estórias" como essa que hoje o Cantinho do Zé Povo, feliz da vida; reedita aos seus queridos (as) leitores; os que já a conhecem e aqueles que inda não tiveram oportunidade de lê essa verdadeira relíquia, publicada nesse mesmo espaço, em 08 jan de 2005, por esse amigo de vocês. Um alemão de cujo nome de batismo eu nunca soube se quer pronunciar, na época, frequentador do Bar das Mangueiras, dos meus queridos e

inesquecíveis amigos Dona Vera e Adriano; e hoje, freqüentador da mêrma mêsa duis "pêia mole" na Cigarreira do Dantas, na Esquina da Rua São José com Nascimento de Castro, se não me falha a memória; a quem, para não me cumpricá ao chamá seu nome, chamo simprirmente de ALUMÃO e a quem homenageio hoje na ficção, após morar uma porrada de tempo nêsse nosso Brazí sufrido, mais precisamente no Nordeste Brasilêro, ao vortá prá Alumanha, quando inda não existia IBAMA e ainda era péimitida a saída de animais silvestre do Brazí, conseguiu levá legalmente, um TUCANO, o qual passou a ser o centro das atenções dos ami-

gos que lá lhe visitavam. Um dos seus amigos, vindo passar umas férias no Brasil, pediu-lhe instruções de como deveria proceder para levar quando voltasse, um belo exemplar daquela espécia para sua casa. O Alumão, o orientou dizendo o que deveria ser feito, quais os órgãos governamentais que deveria procurar para liberação do animal, com informações de onde o pássaro iria viver, condições ambientais, trato, etc. Tudo certo, o compatriota partiu satisfeito para sua temporada na Terra Brazílis, onde desfrutou do vanêrão gaáucho, do samba carioca da gema, da moda de viola no centro sul, do forró pé de serra no nordeste; enfim; de todas

as manifestações culturais do nosso povo. E nesse prá lá e prá cá qui nem trepada; o peste do turista perdeu o papé cum ais infóimação qui Alumão tinha lhe dado... Isqueceu inté o nome do bicho! Disavisadamente, inucente de pai e mãe, o danado do turista invento de inventá de pidí infóimação lá in João Pessoa-PB, onde jurgava ser o lugá onde tinha o passaríin qui êle tanto quiria. E lá, onde o sol nasce mais cedo, no Ponto Cem Réis, em meio àquêle buiburíin de gente, no seu portuguêis má falado amisturando cum ais cumpricação de sua linguage, tento cumeçá a Tuma ais infóimação: - Eu querer comprrá uma pássaro bunita, preta, cum alguns penas amarelas nas laterais dos asas... E ninguém sabia de jeito e qualidade, qui danado de "passo" aquê-

le cabra alto, galêgo, cum ais buchêcha rosada, paricida cum uis cunhão de um tôro reprudutô holandêis; e cum a fala arrastada, quiria levá prá sua terra... Até que, o indivído, apelando para a mímica, torno a falá afastando uma mão da ôta, dando idéia de "tamãe": - É um pássaro linda, preto, brilhosa, cum os penas dos asas amarelas e com um "bica dêsse tamanho" (Falou afastando uma mão da ôta uns cinqüenta cintímo...). Nisso, um danado d'um ingraxate, inxirido tôdo, atrevessado qui nem cú de calango, doidíin mode se metê no assunto, falô sem dêxá de passá a franela no sapato qui tava lustrando: - Ah! Meu fíi; eu já vi foi tudo! O qui êsse peste qué, num é "passo" de jeito ninhum! O qui êle tá querendo mêrmo; "se num fô um jumento, eu me dane"!...


Cidade

Sábado e domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br A cena passa-se em 1890. -Papai, o que plebiscito? Quem já viveu mais de cinquenta anos e frequentou aquela escola risonha e franca, A família está toda reunida na teve ter guardado em algum lugar da memória, quando não da própria alma, essa pergunta do menino Manduca, sala de jantar. personagem da história de Aluízio Azevedo. Quem sabe ainda ouve a voz de dona Bernardina reclamando do silêncio O senhor Rodrigues palita os do senhor Rodrigues diante da curiosidade do garoto. Um pequeno conto que faz parte das velhas leituras escolares, dentes, repimpado numa cadeira de como a Crestomatia, de Ragadásio Taborda. Uma palavra de origem grega que segundo Houaiss quer dizer balanço. Acabou de comer como reunião de estudos das coisas úteis. um abade. Dona Bernardina, sua esposa, está muito entretida a limpar a gaiola de um canário belga. Os pequenos são dois, um menino e uma menina. Ela distrai-se a olhar para o canário. Ele, encostado à mesa, os pés cruzados, lê com muita atenção uma das nossas folhas diárias. ALUIZIO AZEVEDO Silêncio. E o senhor Rodrigues, exaspeDe repente, o menino levanta a radíssimo, nervoso, deixa a sala de cabeça e pergunta: jantar e vai para o seu quarto, batendo violentamente a - Papai, que é plebiscito? porta. O senhor Rodrigues fecha os olhos imediatamente No quarto havia o que ele mais precisava naquela para fingir que dorme. ocasião: algumas gotas de água de flor de laranja e um O pequeno insiste: dicionário... - Papai? A menina toma a palavra: Pausa: - Coitado de papai! Zangou-se logo depois do jan- Papai? tar! Dizem que é tão perigoso! Dona Bernardina intervém: - Não fosse tolo - observa dona Bernardina - e con- Ó seu Rodrigues, Manduca está lhe chamando. fessasse francamente que não sabia o que é plebiscito! Não durma depois do jantar, que lhe faz mal. - Pois sim - acode Manduca, muito pesaroso por ter O senhor Rodrigues não tem remédio senão abrir os sido o causador involuntário de toda aquela discussão olhos. - pois sim, mamãe; chame papai e façam as pazes. - Que é? Que desejam vocês? - Sim! Sim! Façam as pazes! - diz a menina em - Eu queria que papai me dissesse o que é plebiscitom meigo e suplicante. - Que tolice! Duas pessoas que to. se estimam tanto zangaram-se por causa do plebiscito! - Ora essa, rapaz! Então tu vais fazer doze anos e Dona Bernardina dá um beijo na filha, e vai bater não sabes ainda o que é plebiscito? à porta do quarto: - Se soubesse, não perguntava. - Seu Rodrigues, venha sentar-se; não vale a pena O senhor Rodrigues volta-se para dona Bernardina, zangar-se por tão pouco. que continua muito ocupada com a gaiola: - Proletário - acudiu o senhor Rodrigues - é o cidadão pobre que vive O negociante esperava a deixa. A porta abre-se imediatamente. Ele - Ó senhora, o pequeno não sabe o que é plebiscito! entra, atravessa a casa, e vai sentar-se na cadeira de balanço. do trabalho mal remunerado. - Não admira que ele não saiba, porque eu também não sei. - É boa! - brada o senhor Rodrigues depois de largo silêncio - É muito - Sim, agora sabe porque foi ao dicionário; mas dou-lhe um doce, - Que me diz?! Pois a senhora não sabe o que é plebiscito? boa! Eu! Eu ignorar a significação da palavra plebiscito! Eu!... A muse me disser o que é plebiscito sem se arredar dessa cadeira! - Nem eu, nem você; aqui em casa ninguém sabe o que é plebisci- Que gostinho tem a senhora em tornar-me ridículo na presença des- lher e os filhos aproximam-se dele. to. O homem continua num tom profundamente dogmático: tas crianças! - Ninguém, alto lá! Creio que tenho dado provas de não ser nenhum - Plebiscito... - Oh! Ridículo é você mesmo quem se faz. Seria tão simples dizer: ignorante! E olha para todos os lados a ver se há ali mais alguém que possa - Não sei, Manduca, não sei o que é plebiscito; vai buscar o dicionário, - A sua cara não me engana. Você é muito prosa. Vamos: se sabe, meu filho. aproveitar a lição. diga o que é plebiscito! Então? A gente está esperando! Diga!... - Plebiscito é uma lei decretada pelo povo romano, estabelecido em O senhor Rodrigues ergue-se de um ímpeto e brada: - A senhora o que quer é enfezar-me! comícios. - Mas se eu sei! - Mas, homem de Deus, para que você não há de confessar que não - Ah! - suspiram todos, aliviados. - Pois se sabe, diga! sabe? Não é nenhuma vergonha ignorar qualquer palavra. Já outro dia - Uma lei romana, percebem? E querem introduzi-la no Brasil! É - Não digo para me não humilhar diante de meus filhos! Não dou o foi a mesma coisa quando Manduca lhe perguntou o que era proletário. braço a torcer! Quero conservar a força moral que devo ter nesta casa! mais um estrangeirismo!... Você falou, falou, falou, e o menino ficou sem saber! Vá para o diabo!

O PLEBISCITO

Homenagem: artista plástico transforma muro em painel de arte urbana no Dia do Amigo O BRA

FOI ESCOLHIDA ATRAVÉS DE VOTAÇÃO NAS REDES SOCIAIS Divulgação

Um painel de arte desenvolvido pelo artista plástico Gustavo Rocha, paulista radicado em Natal há 14 anos, está sendo pintado em um muro na Avenida Roberto Freire, espaço encontrado pela construtora Hazbun para fazer uma homenagem a Natal no Dia do Amigo. A ideia é representar através da arte o relacionamento de confiança, segurança e companheirismo que giro em torno da amizade. A obra de intervenção urbana do artista foi escolhida através das redes sociais, espaço em que a população pôde interagir para um propósito que visa presentear a capital potiguar. Três propostas foram apresentadas para votação dos internautas. A intenção da construtora é incentivar a intervenção da arte urbana, concedendo espaços próprios em vários locais da cidade para diversos tipos de artes, incluindo, além das artes plásticas, trabalhos com grafite. "Todas as expressões de arte que a gente consegue colocar em paredes ou em qualquer lugar público, além de uma forma de expressão, é um modo de passar e despertar algum sentimento", disse Gustavo. Quem passar na Avenida Roberto Freire, próximo ao empreendimento Riviera de Ponta Negra, poderá ver a construção da imagem escolhida pela população. "Nós queremos inspirar as pessoas em seu dia a dia, refletido sobre a vida e até inspirando as pessoas", explicou o artista plástico, que também é publicitário e designer. Para a gerente de marketing da construtora, Carly Hazbun, a intenção é dar vida a um espaço e chamar a atenção da população para a temática comemorada nesta data. "Desta forma, acreditamos estar de alguma maneira alegrando a vista de quem passar na Roberto Freire através dessa intervenção artística que exprime algo essencial na vida de todos: a amizade", disse. "Eu fiz três exemplos que representasse aquilo que seria um

Iniciativa pretende difundir a arte urbana em Natal. Mural está sendo pintado na Avenida Engenheiro Roberto Freire José Aldenir

amigo. Uma das propostas era a representação da diversão e da alegria, através de um menino brincando com um peixe; um desenho

retratando o amor, com um menino abraçado a um pássaro; e o terceiro desenho, que venceu na votação do público, que é o signifi-

cado da proteção. Nesse, há o entendimento de um menino acolhido em um ninho", apresentou Gustavo Rocha.


Natal, 20 e 21 de julho de 2013

14 O Jornal de HOJE

Cidade

Sábado e Domingo

FEIRA DO ALECRIM COMEMORA

93 ANOS NESTE SÁBADO UMA DAS MANIFESTAÇÕES SOCIOCULTURAIS MAIS ANTIGAS DA CIDADE SOBREVIVE EM MEIO À MODERNIDADE E AO DESCASO DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

Mais do que um simples ponto de compra e venda, a Feira do Alecrim desde que surgiu no dia 20 de julho de 1920 teve um importante papel sociocultural para a sociedade natalense. Era ali um ponto de encontro entre vizinhos, era possível descobrir as notícias mais recente, como também, apreciar as manifestações da cultura popular com seus versos, cordéis e cantorias. “A Feira do Alecrim já foi o maior evento Sociocultural do Rio Grande do Norte. No passado não se tinha supermercados e os clubes de entretenimento e lazer eram de privilégio de poucos”, conta Lenilton Lima, integrante do Ponto de Cultura Boi Vivo. Mesmo com pouco incentivo das gestões atuais diante da sua importância. Durante essa longa

caminhada a feira sofreu muitas transformações, mas, firmemente resiste e continua cumprindo seu papel na vida dos nataleses. O último grande projeto anunciado para essa ferramenta da cultura e história da cidade foi em 2007 quando se teve início o processo de revitalização da feira. “E, uma eleição depois o processo parece ter estacionado naquele primeiro momento. As tendas sempre foram velhas não resistem o peso da água da chuva e os banheiros públicos sem condições de uso”, conta Lima. Naquela mesma época, ao iniciar a troca das barracas pelas tendas. O segmento cultural da cidade iniciou uma campanha para que fosse incluído arte e a cultura dentro do projeto de revitalização. Nos anos de 2008 e 2009 sempre nos meses de junho e julho os artistas que fazem parte da República das Artes comemoraram

o aniversário da Feira do Alecrim através do projeto “Arte no Grito” por iniciativa própria, sem nenhum apoio da prefeitura. “Aliás, o que recebemos da gestão municipal passada foram ameaças dos fiscais e até a proibição dos palhaços argentinos que estavam se apresentando na Feira da Rocas. Na época, protestamos na Feira do Alecrim e criemos o “Movimento Ninguém Micala”. Mas, diante das perseguições aos grupos as apresentações foram se esvaziando até paramos com as apresentações gratuitas para turistas, clientes e feirantes”, conta o artista. Turistas? Isso mesmo, turistas. A Feira do Alecrim é um dos pontos onde os que vem visitar nossa cidade gosta de ir. Mesmo tentando maquiar, levando-os por ruas ‘ajeitadas’ até as belas praias. Hoje com o poder do acesso rápido as informações é fácil,

muito fácil, descobrir curiosidades e lugares que realmente retratam a história e a cultura do lugar. Como retrata a potiguar Karina V. que disse, “Morei um tempo no exterior, onde fiz muitas amizades. De tempos em tempos recebo a visita dos amigos, como também dos amigos deles, levo as praias, apresento a nossa deliciosa culinária, mas não demora muito para eles me questionarem, sobre o mercado da cidade ou mesmo sobre a Feira do Alecrim. Eu mesmo não vou nunca até a feira para comprar até porque tenho um supermercado ao lado da minha casa. Mas, não demoro em ir passear por lá, descubro muita coisa diferente, resgato as histórias contadas por minha mãe e avó, vejo a alegria do povo simples, entre outros. E, quer saber, os estrangeiros adoram”. Para não deixar passar mais um ano sem comemorar a data.

Nesse ano, os artistas da República das Artes, através do Ponto de Cultura Boi Vivo, Pastoril Dona Joaquina fizeram um forró Pé de Serra na Feira do Picado, na ocasião estiveram presente o ator, musico e diretor João Maria Pinheiro do Grupo de Teatro Artes e Traquinagens e o Palhaço Luciano Cebolinha. Afinal, a feira sempre foi palco dos artistas e a revitalização das feiras de Natal, não estarão completas sem um espaço para nossa arte e cultura. “Mas, neste sábado temos a intenção de juntar os amigos artistas, grupos e todos aqueles que gostem de arte e de feira para comemorar os 93 anos de existência da Feira do Alecrim”, avisa. Nos dois anos em que aconteceu o projeto “Arte do Grito” a Feira do Alecrim foi palco para vários grupos culturais e artistas, entre eles, “Artes e Traquina-

UM POUCO DE HISTÓRIA A Feira do Alecrim foi organizada no dia 20 Julho de 1920 pelo paraibano José Francisco dos Santos acompanhado de três amigos. Apenas algum tempo depois a prefeitura moveu a feira para o sábado, e a partir do ano de 1930 passou a cobrar impostos dos feirantes que ali comercializavam. Em 12 de junho de 1958 foi colocada uma placa de bronze no atual número 1297 da Avenida Coronel Estevam, atestando a realização da feira.

ações com sua alegria e fé. Uma dessas pessoas vestidas pela obra da Guerreira Mineira foi, é e para

sempre será Valéria Oliveira, não é tendência de apenas uma estação. Ela já é um clássico.

gens”, “Forro Pé de Serra e Brega”, “Grupo Estallo de Teatro”, “Grupo Parachoque de Teatro”, “Boquinha de Mel”, “Shicó do Mamulengo”, “Pau e Lata”, “Pastoril Dona Joaquina”, “Grupo Quiromania”, “Forro Pé de Serra do Mestre Gaspar”, “Boi Calemba do Mestre Elpídio” e “Damião Rabequeiro”.

> CRÍTICA

ALTA-COSTURA MUSICAL SILVIO SANTIAGO ESPECIAL PARA O JH

As passarelas são palco para estilistas apresentarem as tendências da moda. São palco para escolas de samba desfilarem seus enredos. Palco para mulheres exibirem suas belezas. Porém, a cantora Valéria Oliveira transformou o palco do Teatro Riachuelo na noite da última quinta-feira, 18, numa passarela para encantar a plateia lotada da casa de espetáculos do shopping Midway Mall com belos e clássicos sambas imortalizados por Clara Nunes, sua homenageada no oitavo álbum de sua carreira, “Em Águas Claras”, que estava lançando. Sob um deslumbrante vestido branco com detalhes em azul, a artista desfilou peças do repertório de Clara Nunes que não soaram vintage; talvez, no máximo, retrô. Músicas eternizadas na voz da Sabiá Mineira há mais de 30 anos que, na sua voz e interpretação, ganharam

versões absolutamente modernas, contemporâneas. Releituras que com aqueles inovadores e sofisticados arranjos revestiram-se com uma roupagem totalmente nova – contudo, sem perder as referências. No palco estava uma Valéria Oliveira muito mais solta do que o habitual. A todo o momento demonstrava, com carinho, a cumplicidade que existe entre ela e os músicos. Podia-se perceber a mais absoluta harmonia entre eles – parece ser uma premissa todos terem a mesma serenidade dela para comporem o conjunto. E isso foi capitado pelo público, que respondia cantando e aplaudindo efusivamente ao final – às vezes no início – de casa música. Além disso, foi perceptível observar que também é primordial serem extremamente talentosos. Desde o baixista, violonista, trompetista e diretor musical do espetáculo Jubileu Filho ao trio de backing vocal, formado por Ângela Castro, Tiquinha Rodrigues e

Alexandre Piter – que é um espetáculo à parte, sambando o tempo todo como um passista na avenida –, passando pelo carismático Del do Pandeiro (pandeiro e vocal), Kelliney Silva (percussão e vocal), Aluízio Pisão (percussão), Cacá Veloso (violão), Alexandre Moreira (violão e bandolim), Raphael Almeida (cavaquinho e bandolim) e Rogério Pitomba (bateria). Além desses, o espetáculo também contou com a participação luxuosa do maestro Rildo Hora, produtor do disco, tocando harmônica e cativando o público, e do tecladista e contrabaixista Willames Costa, que tocou o instrumento de corda com arco na intimista “Basta Um Dia”, de Chico Buarque, seguida pela igualmente dilacerante “À Flor da Pele”, de Clara Nunes, Maurício Tapajós e Paulo César Pinheiro, num dos momentos mais emocionantes da noite. E com tantos estetas reunidos, a plateia se vestiu de felicidade.

Dançou e cantou em uníssono clássicos como “Canto de Areia”, “Mineira”, “Canto das Três Raças”, “Minha Missão”, “Você Passa Eu Acho Graça”, “O Mar Serenou”, “Tristeza Pé no Chão”, “Portela na Avenida”, dentre outras, cuja seleção foi aberta com “Casinha Pequenina”, numa clara referência à casa onde a filha de Ogum com Iansã nasceu e morou durante a infância e juventude, na cidade mineira de Caetanópolis, e que serve de cenário para a capa do CD. A obra fonográfica, viabilizada pelo patrocínio da Cosern através da lei estadual Câmara Cascudo de incentivo à cultura, também traz imagens das matrizes de tecidos expostos no Museu Têxtil Décio Mascarenhas, da Fábrica do Cedro, onde Clara Nunes trabalhou na adolescência. Tecidos que, modelados, vestiram muita gente durante algumas estações. Ao contrário de Clara Nunes, que com sua música vestirá ainda muitas ger-

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco

E, O VENTO LEVOU Lá se foi mais um sopro de esperança para a classe artística no que diz respeito à gestão estadual da cultura. Mais um grande e competente nome não aguentou e pediu pra sair! Dessa vez foi o escritor, jornalista e crítico de arte Franklin Jorge que pediu demissão do cargo de diretor da Pinacoteca do Estado, função assumida a convite da secretária extraordinária de Cultura, Isaura Rosado, dia 4 de janeiro deste ano. Como sempre de forma direta, Franklin Jorge fez seu pedido de exoneração sem maiores explicações e escrito de próprio punho. Aliás, essa atitude já era esperada por todos. Na realidade, não houve nenhuma surpresa para quem acompanha a atual gestão. Ele (como muitos) já era um crítico da atual gestão. Sempre era possível ler seus desabafos que ia desde pedidos de ajuda de voluntários para limpar os jardins da Pinacoteca, para elaborar um descritivo das obras do acervo, de internet de alta velocidade, entre outros, até para conseguir apoio de alguma empresa que pudesse cuidar de dois banheiros que estavam com problemas há muitos dias e pelo fato dele não ter conseguido apoio para consertar os vazamentos, ele tentou conseguir através da sua rede de contato. Num desabafos, ele disse: “A Pinacoteca é do povo, não de um pequeno grupo que mama e suga a nossa cultura há muitos anos. Vamos apoia-la. Não vamos permitir que a Pinacoteca se transforme em um outro Forte dos Reis Magos.” SÓ PARA LEMBRAR... Outro desabafo que chamou atenção foi escrito por Franklin Jorge, no Dia do Artista Plástico, que com seu jeito inteligente, rápidos e irônico, disse após visitar o IFRN Cidade Alta, onde foi promovido um evento municipal, “Eis uma bem sucedida gestão cultural, antenada com a contemporaneidade e afinada com a realidade local. Um trabalho sério, como pretendíamos fazer na Pinacoteca do Estado, valorizando talentos autênticos e contribuindo para a formação de público para as artes visuais. Um modelo a ser seguido por outros gestores que queiram acertar o alvo – ou seja, o público que não suporta mais engodos midiáticos nem gestores sem noção”. E, no mais, caro leitor, VIVA A CULTURA POTIGUAR!!!

REGISTRO O escritor e jornalista mineiro Newton Vieira esteve na capital potiguar o motivo da sua vinda foi o de assistir o show da cantora potiguar Valéria Oliveira. FESTIVAL REGGAE POTIGUAR Neste sábado, dia 20, a partir das 23h, o Centro Cultural DoSol será palco do Festival Reggae Potiguar que vai reunir alguns dos principais nomes do reggae local, entre eles: Faces Negra, Raízes de Concreto, Satta Massagana, Roots Band, Reggae Lion e Marlon Onassis.

AMANHÃ Mais um domingo (21) de muita alegria, emoção e gargalhadas com os palhaços da Tropa Trupe no espetáculo “Tic Tac – A televisão encantada”, a partir das 16h30, no Solar Bela Vista. A entrada é gratuita. EXPOSIÇÃO "Cena Brasileira", exposição do potiguar Francisco Eduardo, fica em cartaz no Bardallo's Comida & Arte até o dia 3 de agosto, de terça a sexta, das 16h até meia-noite. O artista plástico nasceu em Santa Cruz, município do RN, e ainda pequeno começou a se interessar por artes. Francisco Eduardo trabalha profissionalmente desde 1998 e tem em seu currículo várias exposições, duas delas no exterior - uma em Amsterdâ (Holanda) e outra em Madrid (Espanha).


Esporte

Sábado e Domingo

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

O Jornal de HOJE 15

COPA ECOHOUSE SURGE COM PROPOSTA INÉDITA NO FUTEBOL DO RN

COM 16 CLUBES, ENTRE ELES ABC, AMÉRICA, ALECRIM, FLUMINENSE-RJ, VITÓRIA-BA, COMPETIÇÃO LARGA COM PROPOSTA OUSADA DE ENTRAR NO CALENDÁRIO NACIONAL DO FUTEBOL. DISPUTA COMEÇA NESTE DOMINGO, NO NINHO DO PERIQUITO A partir deste domingo, paralela à disputa das divisões do Campeonato Brasileiro, a cidade de São Gonçalo promete respirar futebol. Com 16 clubes, a 1ª Copa Ecohouse promete movimentar os domingos com rodadas duplas e apresentações musicais até novembro, quando acontecerá a grande final e será definida a equipe ganhadora do prêmio de R$ 50 mil. A competição que, na última semana, ganhou os reforços de Fluminense-RJ e Vitória-BA, atuais campeões brasileiros de profissionais e sub-20, é uma novidade e surge com uma proposta ousada para entrar não apenas no calendário potiguar, mas também no nacional. A disputa foi dividida em quatro grupos, as equipes se enfrentam em jogos únicos na primeira fase. Os dois primeiros colocados de cada chave passam para os playoffs, que seguem até a decisão, também em partidas únicas. Neste domingo, acontece a primeira rodada. Às 15h30, o Auto Esporte-PB enfrenta o CSP-PB. Ao final do jogo, às 17h30, será iniciada a solenidade de lançamento da 1ª Copa Ecohouse. A partida principal entre Alecrim-RN x SportPE está marcada para as 18 horas, enquanto o show da banda Grafith começa às 20h. Todas as partidas serão realizadas aos domingos, sempre com rodadas duplas, no Ninho do Periquito, em São Gonçalo do Amarante, por R$ 20. Ao final da competição, será pago um prêmio de R$ 50 mil ao campeão. Em meio à expectativa para o início da competição, o executivo da Ecohouse Group, Anthony Armstrong-Emery, conversou com a reportagem do JORNAL DE HOJE. Apesar do sotaque inglês ainda permear a fala depois várias visitas ao Brasil, o atual presidente do Alecrim deixou uma mensagem clara sobre os objetivos da Copa Ecohouse, dentre eles, manter o Alviverde em atividade após os insucessos do Estadual. Mais do que isso, o dirigente explicou a origem da competição e a metamorfose pela qual passou, o interesse do Flamengo em estar na disputa para o ano que vem, as razões da escolha pelo Rio Grande do Norte para sediar o torneio e, especialmente, a importância que a disputa poderá ter no futuro de clubes e atletas do futebol potiguar. Confira a entrevista do executivo da Ecohouse Group, Anthony Armstrong-Emery, ao JORNAL

vestimento no Alecrim e no Rio Grande do Norte? Minha esposa é daqui. A cidade dela é Natal. Tem essa afinidade familiar. O Nordeste do país, Natal em particular, é o ponto mais perto da Europa, tem essa magnífica Via Costeira, temos tudo para dar certo e ser uma das cidades turísticas do país com alguns ajustes e retoques, investimentos na infraestrutura. Estamos aí para ser uma das mais lindas e belas cidades do Nordeste. Além disso, as oportunidades são muito boas, está em crescimento. Sul passou por esse boom e o Nordeste está passando por isso agora.

DE HOJE: JORNAL DE HOJE - De onde surgiu ideia de realizar uma competição fora do calendário oficial? A ideia da Copa surgiu pela falta de calendário para o Alecrim. Todo mundo sabe que a gente teve campeonato estadual em que não conseguiu pegar vaga nem da Copa do Brasil, nem da Série D. E para continuar com esse projeto que eu tinha que era a profissionalização do Alecrim, não poderia desmanchar o time depois do estadual, mas sem calendário é bem difícil. Eu tinha jogadores de dois anos, três anos de contrato e que foram estendidos. Pensei: vou fazer o que com eles? Daí surgiu a ideia da Copa. Fazer um calendário para o time profissional poder treinar, disputar. Mas a competição ganhou contornos muito maiores do que foi projetado inicialmente. Como qualquer projeto, ele é passível de mudanças. Ela surgiu de uma coisa e converteu em algo bem diferente. Temos a participação do Fluminense, Vitória, Náutico, Sport-PE, Ferroviário-CE, Ceará, ABC, América, Alecrim, Potiguar, Baraúnas. Então eu digo que criamos uma Copa que é até melhor que a Copa do Nordeste. Espero que para o ano que vem, se a gente tiver sucesso, estaremos recriando uma competição parecida com a Copa São Paulo. Vai ter a Copa São Paulo e a Copa Ecohouse, então eu gostaria de pensar que a gente poderia oficializar esse campeonato para o ano que vem. JH - Surpreendeu essa transformação? As pessoas me conhecem. Em qualquer projeto que eu faço, sou muito ousado, sou muito agressivo com as coisas. Com investimento realizado, esperávamos que a coisa ficasse maior, mas bem, foi sim uma boa surpresa, não foi calculado. Vejo a repercussão na mídia, o marketing. É uma coisa que se esperava, mas não tanto. JH - E a escolha das equipes, como se deu? É um campeonato privado. A gente estava pensando em fazer uma Copa competitiva, com times para fazer a primeira edição e que fossem conceitu-

ados. Não tem muitos times que tem condições de participar com reservas ou com bases, fora do calendário, porque não tem recursos financeiros e justamente por isso perdemos alguns. Perdemos o Campinense, o Mossoró, o Fluminense daqui do RN, porque não tinham recursos para competir. Então a escolha foi essa. Todos os clubes que a gente escolheu estão na primeira divisão dos Estaduais, são times conceituados, com histórias, com torcidas, tradição. Disputam ao menos uma Divisão do Brasileiro, seja A, B, C ou D. Apenas um que não foi campeão que é o Palmeira de Goianinha, mas tem todo um trabalho social que vem realizando, com investimentos nas bases. É isso que queremos fomentar: o futebol do Nordeste, do Rio Grande do Norte em particular. JH - Expectativa para a competição e a aceitação por clubes e torcedores? Aceitação já está aprovado. No bairro de São Gonçalo, Zona Norte, em Natal em si. Não somente aqui, nos estados vizinhos. Fluminense aceitou, tá

vindo para cá. O Flamengo ligou para mim e ficaram meio bravos porque eu não convidei. Estamos estabelecendo a fundação para o ano que vem e francamente, acho que vai ser muito competitivo. Não pela premiação de R$ 50 mil, simplesmente porque os próprios atletas que vão participar da Copa não querem perder. Todos querem se mostrar, todo clube quer fazer negócio, então acho que vai ser bem competitivo. Espero que não muito, espero que o Alecrim tenha chances aí dentro, até agora não tivemos chance de mostrar o que podemos em campo depois do Estadual, somente na Taça. Enfim, acho que a competição como um todo vai ser um sucesso total. JH - Entrar no calendário nacional da CBF é, de fato, um objetivo? Gostaria até de pensar que poderemos conseguir isso para o ano que vem. A Copa São Paulo é para fazer negoócio? A Copa Ecohouse também é para fazer negócio. Rodar jogar, testar, revelar talentos, colocar profissionais que não estão jogando, criar um lugar. Na Copa Ecohouse, vamos ter a presença de olheiros

Bruno Araújo culdades, o mínimo poderá acontecer para evitar rebaixamentos e participações pífias nessas competições. Todos precisam estar preparados para fazer o clube funcionar, dentro e fora de campo, por mais difícil que possa parecer. O futebol do Rio Grande do Norte, hoje, é o pior da Série B. Em termos de estrutura, contudo, não deixar a desejar a pelo menos 50% dos adversários que disputam a competição. Então por que as equipe não conseguem sequer disputar a Segundona em pé de igualdade com metade destes desafiantes? Quanto mais rápido esta pergunta puder ser respondida pelos clubes, mais cedo será possível uma reação. Se não vier, a pena será um rebaixamento antecipado e um passo atrás no cenário nacional em um dos anos, possivelmente, mais rentáveis para o futebol nacional em razão da Copa do Mundo. FIM DO PRESTÍGIO O pernambucano Roberto Fernandes já provou ser um grande técnico. Além de bom estrategista, o treinador ainda sabe lidar bem com as situações dentro de campo, pressão e administrar a equipe diante de uma sequência negativa. Agora, no entanto, o técnico parece ter perdido a

mão da equipe que sofreu oito gols nos últimos dois jogos e já chega a um total de 20 tentos sofridos em apenas nove rodadas, média superior a dois por jogo. Ainda que o argumento do comandante dos desfalques importantes seja válido, não é justificativa para uma equipe tão desequilibrada em campo como tem sido visto. Ao menos para a torcida que, em sua maioria, já não oferece o mesmo prestígio de antes ao treinador. DEFESA INEXPRESSIVA A dupla de zaga do América, com Edvânio e Cléber, provou ser uma formação mais do que ineficiente. Lenta e sem poder de reação, apenas assistiu ao time do Paraná jogar sem encontrar os atacantes que se movimentavam em velocidade a partir de uma troca de passes rápidas. Mas a dupla de defesa não é a única culpada pela goleada sofrida para os tricolores do Sul. Todo o sistema defensivo americano pecou com sucessivos passes errados e falhas de marcação que ofereceram contraataques ao Paraná que poderia ter goleado por um placar ainda maior. SEM GUARDA-CHUVA O perfil oficial do ABC (@abcfc), no Twitter, informou que

JH - Então, além de um grande campeonato, a Copa é um grande negócio? É um grande negócio. Estou absolutamente seguro disso. Tenho certeza de que vou fazer algum tipo de negócio durante esta Copa. Estou em contato direto com Vitória, Fluminense, Náutico, Sport, Santa Cruz, eu tenho jogadores para serem revelados e eles também. Estou seguro que vou pegar jogadores de outro time, pegar emprestado. Eles de mim. Estamos fortalecendo tudo. Temos uma ponte, uma vitrine. JH - Por que promover esse in-

JH - Também há uma ação social desenvolvida pela organização do evento que envolvem os clubes participantes. Como vai funcionar? Estamos fazendo uma campanha, onde todo time que participa da Copa vai adotar uma escola de São Gonçalo. Essa escola, no final do Campeonato, dependendo do que a gente consiga, cada escola tem necessidades que muitas vezes não conseguem e as prefeituras simplesmente não conseguem porque não tem. Então campeonato vai ajudar. Precisa de computadores? Pronto. Essa escola o Fluminense vai ajudar com computadores. Acho muito bom para compartilhar a alegria do futebol e ajudar ao próximo.

PisandonaBola AMÂNCIO

BRUNO ARAÚJO - TWITTER: @brunoaraujo7 EMAIL: wesckley@yahoo.com.br SUPERAÇÃO A metáfora comum ao início de uma Série B aponta para uma corrida de longa duração, uma maratona, para ser mais preciso. Resistência, persistência e a capacidade de administrar os percalços ao longo do caminho, neste caso, são condições indispensáveis para se obter o mínimo de êxito diante de 38 rodadas numa competição difícil e recheada de surpresas. Jogadores machucados, demora em regularizações ou recuperação do condicionamento físico e dificuldades financeiras para os clubes do Rio Grande do Norte são problemas comuns, rotineiros e que não pode ser tratados como episódios inesperados no futebol, especialmente diante de um campeonato longo como a Segunda Divisão. Vale lembrar que pelo calendário nacional, todas as situações tendem a ocorrer justamente nesta competição, já que é disputada depois de pelo menos outras duas ou três competições, como foi o caso este ano, do Campeonato Estadual, Copa do Nordeste e Copa do Brasil. A superação, neste caso, precisa partir não apenas do treinador. Jogadores, comissão técnica e diretoria precisam trabalhar como um enorme motor, de engrenagens em sincronia, para assegurar que apesar das difi-

dos times do Sul, da Série A do Brasileiro, Alemanha, Inglaterra e da Itália. Sou dono do AC Monza, terei meus olheiros, mas também terão olheiros do Milan, pessoas que estão vindo para cá para acompanhar a Copa Ecohouse. A grande maioria dos times que estão participando estão mandando os times B, reservas, mistos de profissionais, todos times competitivos, oportunidade para ver em ação times que não estão competindo, para os próprios jogadores se mostrarem em campo.

JH - Aliar esporte e cultura é uma proposta diferente para a competição. Porque essa escolha? As pessoas me disseram, não faça isso, não vai ter lucro. Gente, não faço isso para ter lucro, faço para preencher meu calendário. Um por interesse próprio para fazer marketing, mas lado filantrópico. Estamos fazendo coisa do bem, ajudando a fomentar o futebol, juntamente com a Federação Norteriograndense de Futebol (FNF). Tem sido fantástico contar com o apoio deles. A Copa tem que ser um espetáculo. Um dia de alegria para todo mundo. Juntei as três coisas importantes para todo mundo se divertir: futebol, cerveja e forró. Com esses três ingredientes e a segurança, teremos famílias, crianças. Rodada dupla em campo e forró depois para o povo desfrutar.

o procedimento realizado na quartafeira, na ocasião da partida diante do Goiás, pela Copa do Brasil, no qual a entrada de guarda-chuvas foi vetada no Estádio Frasqueirão, será mantido para o duelo desta noite. O argumento do clube é baseado numa determinação da polícia e no cumprimento do Art.13-A do Estatuto do Torcedor, segundo informou. A medida visa à proteção dos torcedores. Ou seja, para ir ao estádio, o torcedor terá que enfrentar até chuva para ver o Alvinegro em campo. CINEFOOT O Cinefoot Tour Copa das Confederações contabilizou um público total de 12.462 espectadores. Esta edição especial do festival percorreu as seis cidades-sede da Copa das Confederações apresentando uma programação de filmes de futebol composta por 70 sessões, com 218 exibições em 20 dias. Esta foi a primeira vez que o Cinefoot realizou uma turnê pelo país, oferecendo aos espectadores de Brasília, Fortaleza, Recife, Belo Horizonte, Salvador e Rio de Janeiro, a oportunidade de apreciar uma programação especial de filmes de futebol com entrada franca. A expectativa agora é pela presença nas doze cidades-sede da Copa do Mundo em 2014, inclusive Natal.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Esporte

Sábado e Domingo

José Aldenir

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Meu bar temático

Diogo Barcelos e Edson querem repetir atuação da última partida contra o Joinville para conquistar a primeira vitória na Série B

ABC CONTRA O JEJUM ALVINEGRO AINDA NÃO SABE O QUE É VENCER O TIME CATARINENSE EM PARTIDAS OFICIAIS. SE CONSEGUIR, QUEBRARÁ TAMBÉM DO JEJUM DE VITÓRIAS NA SEGUNDONA O ABC é a única equipe que ainda não venceu nesta Série B do Campeonato Brasileiro depois de oito rodadas disputadas. E mesmo com um adversário difícil pela frente neste sábado, às 21 horas, no Estádio Frasqueirão, o Alvinegro sonha em finalmente deixar os dois pontos, aumentar a pontuação e começar a pensar em deixar a lanterna da competição nacional. Para tanto, o time terá que superar a consistente equipe do Joinville, quarta colocada e na briga direta pelo acesso para a elite do futebol brasileiro. A expectativa do torcedor Alvinegro aumentou após o duelo da última quarta-feira contra o Goiás, no qual empatou por 1 a 1. Apesar da desclassificação da Copa do Brasil com o resultado e os erros na defesa, comuns nos últimos jogos, o time da capital potiguar mostrou um rendimento melhor do

que em partidas anteriores e despertou entre os torcedores a esperança de ver sua equipe viver dias melhores na Segundona. Para aproveitar o crescimento do volume de jogo, o técnico Waldemar Lemos apostou no treinamento de véspera para a partida, essencialmente, de finalizações. Contra os goianos, a equipe chegou a ter ao menos três oportunidades claras de gol, mas esbarrou na falta de pontaria de seus atacantes. E mesmo que o resultado não tenha sido o esperado no último compromisso, o treinador promete manter a mesma equipe que enfrentou o time do Goiás na quartafeira. Waldemar Lemos relacionou 18 atletas para o confronto, com a única mudança, na saída de Giovanni do grupo de relacionados para a entrada de Pingo. Como de costume, Waldemar não poderá contar com o goleiro

Lopes, o lateral Alexandre, o volante Mateus e o atacante Rodrigo Silva, que seguem intensificando os treinos para recuperar o condicionamento físico. O zagueiro Gladstone, o lateral Raulen e o volante Leandro Santos, entregues ao Departamento Médico, também estão fora da partida. Para o treinador, a projeção alvinegra para escapar da zona de rebaixamento precisa ser jogo a jogo e, de preferência, começando com uma vitória neste sábado contra o Joinville. "A gente precisa trabalhar cada jogo porque não adianta projetar pontuação que não tem nada combinado com ninguém. O que, de fato, nós precisamos, é conseguir pontuar com vitória dentro de casa e pontuar fora de casa", afirmou. A missão do ABC será difícil pelo fato de o Joinville vir a campo com força quase máxima. O único

desfalque será o lateral direito Eduardo, suspenso, que dará vaga ao antigo titular, Carlos Alberto, que está recuperado de lesão e ganhou a confiança da comissão técnica e da torcida pelas boas atuações nos últimos jogos. O recém-contratado Dênis Neves também foi relacionado para a partida, e ficará no banco como opção. Vice-artilheiro do JEC na Série B, com cinco gols marcados, o atacante Ronaldo reconhece a dificuldade pela sequência de jogos fora de casa (na próxima rodada, os catarinenses visitam o Icasa), mas acredita na força da equipe. "Teremos dois jogos complicados fora de casa, mas das três partidas que já disputamos como visitantes, conseguimos somar seis pontos. Se o grupo mantiver a média conquistada até aqui, as chances de conquistar o acesso aumentam", declarou Ronaldo.

> SÉRIE B

Após goleada, técnico Roberto Fernandes vê dificuldade em reação Apesar da goleada por 4 a 0 para o Paraná, na qual o América fez defensivamente uma das suas piores partidas nesta Série B, o técnico Roberto Fernandes preferiu manter o tom ameno para falar da derrota e fez uma projeção para a equipe escapar da zona de descenso da Segundona ainda no primeiro turno da competição. No entanto, ele afirmou que em curto prazo, dificilmente o torcedor americano verá uma mudança substancial na equipe. "Hoje é dia de falar pouco, todo mundo muito chateado com o resultado. Se você quer colher algo diferente, precisa fazer algo diferente. Continuamos fazendo a mesma coisa, em cada setor do campo, o principal jogador tem ficado de fora. Tivemos menos força ofensiva, mais gente no departamento médico, estou

ajustando, colocando minha cara para bater, mas tem coisas que não dá para ir contra. A curto prazo é difícil", afirmou o treinador. Segundo ele, dentre as principais dificuldades enfrentadas pela equipe, os desfalques por problemas físicos e médicos são as situações que tem atrapalhado mais o América durante a caminhada da Série B do Campeonato Brasileiro. "Temos em cada setor do campo, pelo menos um a dois titulares fora. Cascata, Edson Rocha, estão de fora há dois, três jogos. Pimpão estava dois meses parado, Vinícius Pacheco, o Vandinho, o Almir que ainda não pôde entrar em campo. Tem que fazer análise fria e o momento é esse. Mas ainda no meio de uma atribulação, não podemos esmorecer", destaca o treinador.

Roberto Fernandes explica que, qualquer equipe, que venha a perder parte dos seus titulares sofre com a queda de rendimento e cita exemplos de Corinthians e Atlético-MG, considerados por ele os dois principais times do país na atualidade, como suscetíveis à situação caso percam seus principais jogadores. "Não tenho a menor dúvida, se pegar a melhor equipe do Brasil, o Atlético-MG, Corinthians, tira quatro ou cinco jogadores, é óbvio que equipe terá uma queda. Tem que entender e saber que por mais que busque o trabalho, mas não podemos controlar o tempo. As coisas acontecem quando tem que acontecer, é um processo. Não é o América. Qualquer equipe que atravesse esse momento, vai encontrar dificuldade no aspecto de competição", avaliou

Roberto Fernandes que pretende utiliza os nove jogdos que ainda tem pela frente para deixar a zona de rebaixamento e, a partir do segundo turno, aspirar por uma situação melhor na parte de cima da tabela. "Agora temos que usar esse primeiro turno para sair da zona de rebaixamento e na virada da competição ver como vai estar o grupo", concluiu. Estacionado na 19ª colocação com apenas seis pontos conquistados, o América volta a campo para tentar a segunda vitória na competição longe de seus domínios em uma semana, quando vai a Goiânia para enfrentar o Atlético-GO pela 10ª rodada da Série B. Em seguida, a equipe terá dois jogos consecutivos em casa contra adversários diretos na luta contra o rebaixamento: Boa Esporte-MG e ASA-AL. Wellington Rocha

Treinador lamentou desfalques na equipe e prevê partidas que restam do primeiro turno para sair do Z4

Claro, a ideia é copiada do filme Boleiros, história deliciosa contada pelo cineasta e amante do futebol Ugo Giorgetti. Ex-jogadores sem grana nem afeto midiático reunidos num bar contando histórias. É uma delícia de filme. Tenho logo dois. Um de margem de segurança em caso de perda ou extravio. O filme trata o futebol com o seu sentimento mais perfeito: Ternura. É o lateral-direito da seleção brasileira de antanho reclamando porque vende persianas e não apura nada. É o ídolo do Corinthians dos anos 1950 prisioneiro das tardes do Pacaembu e debilitado física e emocionalmente. É o ex-técnico que sonha sempre quando jogava bola. É o nordestino, inspirado em Mazinho, ex-Vasco e Palmeiras, que sofre ao chegar num clube grande e sofrer com a falta de caráter do principal ídolo, um tremendo sem caráter. São histórias que reúnem humor e nostalgia. Adriano Studart, fabuloso ator que nem sabia, havia morrido em 2012, interpreta o personagem baseado no ídolo do São Paulo Roberto Dias. Toma conta de uma escolinha de futebol para meninos ricos e, de repente, lhe aparece um marginal mirim talentosíssimo, um Rivelino driblando só com a canhota. O fim dessa parte não é bom. Boleiros tem a continuação , mais fraca que a primeira. Lima Duarte, de técnico, salva. Mas Ugo Giorgetti, um apaixonado por prélios, consegue aquilo que todo viciado sonha: Ter um baú onde reúna ídolos para conversar sobre aquele jogo, o golaço, aquele pênalti não marcado, o lance roubado aos 45 minutos do segundo tempo. A produção é de baixo custo, criativa e o talento fala alto. No último filme, Sócrates se integra à turma dos veteranos cervejeiros. São Paulo tem vários bares temáticos de futebol. Nunca fui a nenhum. Nem quero. Não conheço ninguém para conversar, para bater papo. Se eu inventasse de conhecer algum, todo mundo já estaria enturmado, feliz, em discussões quentes e invejáveis. Ridículo o velho ídolo sentado em suas reminiscências bem sossegado, tomando seu drinque e eu que não sou do tipo de dizer: "Oi Vladimir, como você jogava muita bola na lateral-esquerda, me dá um autógrafo."Pronto. Ele assinaria o papel e eu ficaria zanzando olhando fotos. Capital tivesse, excluo o cínico se , faria o meu bar temático. Sem freguesia normal. Só entraria convidado. Seria um bar sem ninguém pagar cerveja ou tira-gosto. Exclusivo para lembranças, reencontros, tira-teimas de bêbados, muita música boa, violões, vinis, um telão para jogos antigos. É um sonho que me permito sonhar aos 42 anos. Quem não sonha, não vive. Na parede do térreo, da chegada, fotos gigantes de Alberi, Danilo Menezes, Hélcio Jacaré, Scala, Jorginho, Tidão, Paulo Isidro, Wallace Costa, Cezimar Borges, Moura, Ivanildo Arara, Dedé de Dora. >>> Noutro compartimento, Marinho Apolônio, Silva, Zezinho Pelé, Sérgio Alves, Os Reinaldos, Marinho Chagas, Geovani, Adílio, Zico, Zizinho, Danilo Alvim, Roberto Dinamite, Sócrates, Falcão, Messi, Cruijff, Garrincha, Julinho, Canhoteiro, Best, Curió. Num terceiro espaço: Piaba, Hélio Show, Jangada, Djalma Dias Pai, Djalma Dias Júnior, Gerson, Véscio, Vasconcelos, Didi, Tostão, Ademir da Guia, Jácio Salomão. Moraes, Erivã, Valério, Souza, Geraldo do ABC, Nicácio, Alciney, Odilon, Noé Macunaíma, Alexandre Mineiro, Sérgio Poti, Cláudio Oliveira, Maranhão, Ivan Silva, Baltasar, Sérgio China, Pedrinho, Valdomiro, Esquerdinha, Bagadão, Didi Duarte. Os boleiros seriam os donos. Os bons boleiros. Os craques. De verdade. Já pensaram um papo entre Danilo Menezes do ABC e Moura do América ? Quanta classe. Convidaria Humberto Ramos para ele contar como foi o Campeonato de 1975, que ele arrebentou pelo América. Chamaria Edson para dialogar com ele. Edson Capitão, eterno ídolo do ABC do tetracampeonato. Não faria comercial do bar e nele ninguém conversaria sobre direita, esquerda, PEC, governo, Dilma, doença, corrupção, adultério, magistério, sinistério, passeatas, ministério. Quem entrasse na chatice dogmática, seria expulso por um orangotango de segurança. Aos pontapés. Suaves como os de Piaba em Pancinha, no Juvenal Lamartine. Só papo de boleiro. E de música. Uma foto do meu pai ilustraria a galeria. Dele e de João Saldanha. Bem no centro. João Mendes da Rocha Filho, o Rochinha, do velho Café Nice, cuidaria do repertório. Na gerência e na administração dos craques, ninguém mais do que o impecável Ribamar Cavalcante. Seria o meu bar temático. De futebol. Levaria Marcelo Navarro. Para ele passar uma tarde inteira falando sobre Flamengo e América. Se quisesse, cantaria. Marcelo Navarro de camisa rubro-negra ou americana. Ele escolheria. Levaria João Batista Machado, o Machadinho, junto com François Silvestre, para debater com Marcelo. Os dois são vascaínos e sabem decorado o time de 1958. Quem quisesse beberia vinho. Quem preferisse, tomaria cachaça, François iria de cerveja, comigo. Geraldo Batista, o professor de Acari, ficaria de árbitro . Com a camisa vascaína. Sobre o Botafogo, Alex Medeiros discutiria com Afonsinho a década mágica de 1960, com Gerson, Jairzinho, Rogério, Roberto Miranda e Paulo César Caju. Sem discussões ideológicas abomináveis , Edmo Sinedino participaria. O bar seria apenas de futebol. Levaria meus livros, meus discos, meus filmes, meus álbuns de figurinhas, times de futebol de botão de resina. Albimar Moraes desvelando a cada noitada um tesouro de Revistas do Esporte e de Gazetas Esportivas. Albimar cuidaria do acervo histórico. Mesa cativa para os professores Eimar e Luiz Alberto Marinho, vascaíno e tricolor e Sérgio Trindade, cruzmaltino irrevogável e meu companheiro de adolescência e quimeras. Galileu Torres fecharia o quarteto, condestável ex-diretor do Corintians de Caicó e fã de Silva de Ouro. Eis o meu desejo. Um bar onde todos beberão suas saudades, libertarão suas alegrias, debaterão suas verdades supremas. O desejo é impossível. Então me ponho a beber e a sonhar. No meu bar temático de futebol. O bar onde a entrada seleta seria o passaporte da amizade e do bom gosto pela eternidade do futebol.


Cidade

Sábado e Domingo

Érika Nesi erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Moda & Atitude

t t t

Violência atinge a Yolla Village Elle Rejane

Tahisa Dantas e Belle Azevedo

t t t

Procons e Fifa reunidos para discutir direito do consumidor na Copa Os Procon RN e Procon Municipal, representados por Araken Farias e Kleber Fernandes respectivamente, juntamente com os Órgãos de Proteção e Defesa do Consumidor do Brasil, participam de uma reunião, realizada na última quinta-feira (17), no Ministério do Esporte, com a Fifa e entidades de defesa do consumidor para tratar de responsabilidades e ações de proteção às relações de consumo na Copa de 2014.

O comercio é o que mais sofre Atitude Empreendedora: Hicham Chacra e Arturo Arruda Câmara estarão no programa Moda & Atitude neste domingo na Sim TV, a partir das 12h15

Amigas de dança: Leila Lima, Yonna Guerra e Raquel

Encontro em Brasília

Aniversariante do dia, Gabriella Nesi ganhou festa surpresa, organizada por Amanda Rosado

Boteco da Gigante - a querida Vanessa Dantas comemora idade nova neste sábado (20). Na foto com os filhos

Correção de falhas

t t t

Diagnóstico precoce em Natal O Projeto Diagnóstico Precoce da Casa Durval Paiva é um dos 10 selecionados para financiamento pelo Instituto Ronald McDonald em 2013 e promoverá a capacitação de 472 profissionais da Estratégia Saúde da Família, para que possam identificar os principais sinais e sintomas do câncer em crianças e adolescentes.

No final, o comércio é o que mais está sendo atingido com essas manifestações, pois as pessoas se trancam em casa com medo do que pode acontecer caso elas saiam nas ruas. A cidade fica triste, parada, ruas vazias... cabe às autoridades tomar uma providencia. É preciso manifestar a indignação de outra forma e cobrar dos dirigentes do país sem que pessoas de bem sejam violentadas, tanto em seus negócios, quanto em sua integridade física.

t t t

t t t

Na ocasião foi realizada uma avaliação da Copa das Confederações para corrigir eventuais falhas, para que não voltem a ocorrer em 2014 e nas Olimpíadas de 2016.

Será que esses grupos sérios que organizam tais manifestações não veem que estão afastando as pessoas sérias, que podiam estar militando na rua por causa desses atos de vandalismo? Nesta última sexta-feira (19), a loja Yolla Village foi atingida, assim como aconteceu no Rio de Janeiro, onde saquearam uma franquia inteira se não fosse a chegada rápida da polícia. Isso é um absurdo!

t t t

t t t

Durante o encontro em Brasília foi discutida a fiscalização nos aeroportos, hotéis, bares e restaurantes, além da oferta e comercialização de ingressos, pacotes de viagem, qualidade dos serviços oferecidos nos estádios, valores e oferta de hospedagens, assentos marcados para torcedores e fila preferencial para idosos, pessoas com deficiência e gestantes. Cogita-se a possibilidade de destinar percentual mínimo de assentos preferenciais nos estádios de futebol durante os eventos esportivos.

Manifestação ou baderna? Baderneiros vestidos de manifestantes ocuparam mais uma vez as ruas de Natal. Pena que um movimento legítimo como esse, venha tomando um outro caminho e afastando com isso, os verdadeiros cidadãos que querem mudança no Brasil, sem que para isso precise usar a violência como bandeira.

Dia do Amigo Hoje é comemorado "O Dia do Amigo”. Pessoas de todo o Brasil, ocupam as redes sociais com mensagens de fraternidade, solidariedade e principalmente amizade. Foi nesse dia também que nasceram Gabriella Nesi, nossa filha, e a querida Vanessa Dantas que com festa receberá em sua residência em Ponta Negra, sem esquecer daquele que não está mais aqui, e que assim como elas são sinônimos perfeitos para a palavra AMIZADE: Edwaldo Batista da Silva.

O Jornal de HOJE 17

Enquanto o herdeiro não chega, Rochelle Cabral mimando a filha Michelle

Henrique Fonseca e Teresa Guerda

OAB/RN repudia atos de violência ocorridos na última manifestação A Ordem dos Advogados do Brasil - Seccional do Rio Grande do Norte (OAB/RN), por intermédio de sua Diretoria, vem a público externar absoluto repúdio aos atos de violência praticados no transcorrer da manifestação realizada hoje em Natal. Ao recriminar a arbitrariedade estatal, ocorrida ontem na Câmara Municipal de Natal, contra manifestantes que estavam, pacificamente, reivindicando o amplo debate sobre transporte público e mobilidade urbana, a OAB/RN reafirma seu compromisso com a defesa intransigente da ordem democrática. Nesse contexto, a OAB/RN, ao advogar o exercício do direito constitucional de liberdade de expressão e de imprensa, rechaça os atos e as condutas que violem a integridade do ser humano e do patrimônio público e privado. Até amanhã!

CMYK


18 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Cultura

Sábado e Domingo

Canal 1

BATE-REBATE

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery flavioricco@gmail.com.br

Luis Mello terá um terceiro papel em “Amor à Vida” Pelo que se tem notícia, Luis Mello será – a partir de agora - triplamente exigido nas gravações de “Amor à Vida”, do Walcyr Carrasco, na Globo. Além dos Atílio e Gentil, com características absolutamente distintas um do outro, nos próximos capítulos ele passará a desenvolver uma terceira personalidade, fazendo crescer ainda mais o emaranhado que já existe em torno do seu personagem. Percebe-se, no entanto, que por trás de tudo existe uma forte aposta no talento de um ator, que aos poucos se colocou como peça-chave para o desenvolvimento da novela. E que até aqui ele respondeu de forma bem positiva ao que lhe foi solicitado. No futebol, o craque, aquele que sabe jogar, sempre faz a bola passar por ele. É, mais ou menos, o que acontece no caso em questão.

>> TV - TUDO w CHEGANDO AGORA “Amor à Vida” está com as suas ações mais centradas, deixando tudo acontecer em torno do núcleo hospitalar, mas ainda assim e mesmo não tendo um elenco tão numeroso, como “Salve Jorge” que passou de 100, só agora, para alguns deles, a novela vai de fato começar. É o caso do Juliano Cazarré e dos que o cercam. w CURIOSO É QUE... “Amor à Vida” vai seguindo o seu caminho e o que se verifica, aqui do lado de fora, é que não é dos mais animadores o quadro psiquiátrico da maioria. São todos meio amalucados. Boa parte, com toda certeza, não passaria num exame mais rigoroso. Ou, na melhor das hipóteses, ficaria para a segunda chamada.

Divulgação

Na espera

w SÉRIA CANDIDATA “My name is”, da Fremantle, comprado pelo SBT, terá nesses próximos dias o seu apresentador escolhido. É um programa com covers. Mas que poderá muito bem ser uma apresentadora. Por enquanto, Patrícia Abravanel aparece como a mais indicada. w PEGANDO O JEITO Além do seu trabalho normal, como ator da novela, Daniel Dantas tem acompanhado, na medida do possível, todas as gravações de “Sangue Bom”. A novela, no seu caso, está funcionando também como estágio para as funções de diretor que ele pretende investir. w PARABÉNS A VOCÊ O dia certo é na segunda-feira agora, 22, mas a festa de aniversário da Daniela Albuquerque está marcada para a noite deste sába-

do, na sua confortável residência com Amilcare Dallevo, em Alphaville. Alguns funcionários da Rede TV!, durante boa parte desta semana, foram deslocados para os trabalhos de preparação. w ROTEIRO DE GRAVAÇÕES Depois das externas realizadas no Nepal e no Chile, a equipe de “Joia Rara”, substituta de “Flor do Caribe”, na Globo, se prepara para acelerar o passo por aqui. Os trabalhos, em estúdio, terão início dia 5 de agosto e em cidade cenográfica, dia 14. Até lá, só externas no Rio. A estreia já foi confirmada para 23 de setembro. w PERDENDO ESPAÇO O SBT e especialmente o seu dono, Silvio Santos, parecem que perderam o encanto pela presença dos palhaços Bozo e da dupla Patati & Patatá, no comando de

Leão 22/07 a 22/08 Ótimo sábado pra investir em sua aparência, arriscando até uma comprinha mais vultuosa que vai deixar você mais lindo do que nunca! Clima astral perfeito pra fazer um passeio diferente com seu amor também. Amizades novas prosperam e trazem boas surpresas.

Sagitário 21/11 a 21/12 Um sábado três estrelas pra você, sagitariano! Tudo caminha bem, e seus desejos acabam atraindo a sorte. Amores e amizades são o ponto alto do dia. Porem, vale a dica de não se exceder em gastos, alimentos ou bebidas a noite. Aí, prefira a moderação e o recolhimento.

Touro 21/04 a 20/05 Reserva o período diurno para atividades fora de casa jardinagem, um passeio entre plantas e muito mato farão super bem a você! Vale também pesquisar preços e buscar algo lindo e que fará toda a diferença em sua casa. A noite pede mais mansidão, boa pra interiorizar-se.

Virgem 23/08 a 22/09 A delicia deste sábado será reunir os seus queridos bem perto, de preferência num local pertinho da natureza onde todos possam se sentir bem a vontade! Cercado de gente querida, você se sentirá mais leve. Alegria e bom humor! De noite, evite excessos de todo tipo.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Lua em Capricórnio a partir da tarde pede recolhimento e cuidados consigo mesmo. Cabe uma tarde num SPA, se não for possível crie o seu próprio espaço protegido. Cuidados com a pele, aparência e saúde são essenciais neste final de semana. Observe mais a si mesmo.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Clima afetivo e caloroso na maior parte do dia, geminiano! Vale reunir os amigos no cube, chamar aquele pessoal que há muito não ve e colocar as novidades em dia. Além disso, Lua e Netuno favorecem, de noite, um clima de intimidade bem vinda com seu amor.

Libra 23/09 a 22/10 Você pode ser convidado por um amigo pra fazer uma viagem, que será encantadora! Um ótimo papo com alguém super querido irá revelar perspectivas ótimas. Boa disposição pra cuidar da saúde e do futuro.. Vida social animada e divertida até o cair da tarde.

Aquário 21/01 a 19/02 Encantamentos puxam você para além do seu isolamento, de suas ideias e projetos intrincados. Lua e Vênus enviam ótimas vibrações amorosas e amigáveis até o inicio da tarde, o melhor momento do sábado pra estar com quem ama também. Depois, vale repousar mais.

Câncer 21/06 a 21/07 Com suas anteninhas totalmente voltadas na direção de seus queridos, está alta a sua disposição para encontros sérios que reforcem laços de compromisso com quem realmente interessa. Seu encanto natural é seu maior trunfo no amor. Talentoso e alegre, saberá agradar.

Escorpião 23/10 a 21/11 Embora o astral esteja positivo para as suas finanças, é importante que mantenha o controle. Mesmo assim, pode ser irresistível gastar um pouco mais num item estratégico para sua imagem social. Generoso com os amigos, vale observar como eles recebem seus mimos.

Peixes 20/02 a 20/03 Anime-se, pisciano! Uma solução a caminho para um entrave na rotina pode ser a boa noticia de hoje, bom acordo com empregados e subalternos até o inicio da tarde. Deixe para de noite o encontro com seus amigos de longa data, quando irão compartilhar planos em comum.

CINEMARK 7 - Hora:22:35 (NÃO será exibida Quinta-feira)

O HOMEM DE AÇO - (Livre) MOVIECOM 6 – Hora:16:10 / 21:20 MOVIECOM 7 – Hora:14:30 / 17:25 / 20:20 CINEMARK 2 - Hora:15:40 / 21:50 CINEMARK 2 - Hora:12:30 / 18:50

CINEMA

MINHA MÃE É UMA PEÇA - (12 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:15:15 / 19:35 TRUQUE DE MESTRE - (12 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:17:10 / 21:30 CINEMARK 5 - Hora:17;20 CINEMARK 6 - Hora:20:50 UNIVERSIDADE MONSTROS - (Livre) MOVIECOM 3 - Hora:14:00 / 18:50 CINEMARK 3 - Hora:11:00 GUERRA MUNDIAL Z - (14 Anos) MOVIECOM 3 - Hora:16:20 / 21:10

O SBT, consultado, disse que ainda não tem uma posição sobre a transmissão da “Missa do Envio”, dia 28, no Rio, que marca o encerramento da Jornada Mundial da Juventude. Já a Bandeirantes, informa que irá participar da transmissão ao vivo, a exemplo de outras redes. E mais: a Band anuncia também que cerca de 200 profissionais estarão envolvidos na cobertura da visita do Papa ao Brasil. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Ao contrário do que circula nos bastidores, Mario Frias não tem o menor desejo de rescindir com a Rede TV!, onde tem contrato até 2015. No momento, está no aguardo de um possível novo programa. (Mario Frias, a mulher, Juliana, e a filha Laura, em Fernando de Noronha)

Áries 21/03 a 20/04 Pela manhã um lindo aspecto entre Lua e Vênus favorece a vida social, o encontro com os amigos e também o romantismo. Que tal dar uma escapada da rotina e desbravar mundos mais amplos? O cinema e as artes podem ser o seu passaporte! Calor humano, boa disposição.

TURBO - (Livre) MOVIECOM 1 – Hora:14:10 / 19:10

rina Ruy Barbosa... “e seus belos cabelos”.... w ... Algo que até foi visto como novo empurrão de ombro no Walcyr Carrasco. w O programa “Altas Horas”, da Globo, neste sábado, será todo da Família Camargo – Zezé, Luciano, Wanessa... w Também neste sábado, o “Esporte Fantástico”, da Record, vem com uma matéria especial sobre o atual momento de Eder Jofre... w ... O primeiro brasileiro campeão mundial de boxe, como se sabe, segue internado em um hospital de São Paulo, com suspeita de Mal de Alzheimer.

C´EST FINI

HORÓSCOPO

O CAVALEIRO SOLITÁRIO - (14 Anos) MOVIECOM 1 – Hora: 16:15 / 21:15 CINEMARK 3 - Hora:13:20 / 16:20 / 19:20 / 22:20

w “Mundos opostos” será o tema de “A Liga”, terça que vem, na Bandeirantes... w ... O programa vai focar num pastor evangélico que se diz ex-gay e numa drag queen. w Rogério Gomes, o Papinha, será mesmo o diretor-geral da próxima novela de Aguinaldo Silva na Globo, com estreia em agosto de 2014... w Por enquanto, para o elenco, apenas Lilia Cabral e Flávia Alessandra estão reservadas, mas com muita gente já se candidatando por fora. wAliás, o autor também teria adiantado que pretende contar com Ma-

MEU MALVADO FAVORITO 2 - (Livre) MOVIECOM 4 - Hora:14:40 / 16:50 / 19:05 / 21:20 CINEMARK 5 - Hora:12:40 / 15:00 / 20:00 CINEMARK 7 – Hora:11:20 / 13:40 / 15:50 / 18:10 / 20:25 O CONCURSO - (12 Anos) MOVIECOM 5 - Hora:15:30 / 17:35 / 19:40 / 21:45 CINEMARK 1 - Hora:13:00 / 15:10 / 17:10 / 19:30 / 21:40; Hora:23:50 (Sáb) TURBO - (Livre) MOVIECOM 6 – Hora:14:00 / 19:00 CINEMARK 6 - Hora:11:30 / 14:00 / 16:10 / 18:30

MINHA MÃE É UMA PEÇA - (12 Anos) CINEMARK 4 - Hora:12:20 / 14:40 / 16:50 / 19:00 / 21:10; Hora: 23:30 (Sáb) WOLVERINE: IMORTAL - (14 Anos) CINEMARK 6 - Hora:00:01(Qui) CINEMARK 7 - Hora:00:01 (Qui) OBS: A programação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

programas. O espaço de todos, que já foi encurtado, será diminuído ainda mais. w SÓ DE LONGE Gugu Liberato continua fora do país, agora acompanhando os seus filhos, que disputam um campeonato de futebol em Orlando. O curioso é que, por aqui, em todas as emissoras, existem bolsas de apostas sobre o seu futuro. A maioria, na prévia, continua botando fé no retorno para o SBT. w DISCURSO INTERNO A Band demitiu cerca de 10 funcionários dos departamentos de jornalismo e esportes nesta última semana. Internamente, alguns diretores tentam tranquilizar os demais, com o discurso que “não se trata de um choque de gestão como a nossa concorrente (a Record), e sim de uma reestruturação”. Assim seja.


Cidade

Sábado e Domingo

O Jornal de HOJE 19

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Cobrador faz denúncia: ‘Empresas nos obrigam a pagar por assaltos’ RODRIGO ALVES FOI DEMITIDO DA REUNIDAS POR SE NEGAR A COBRIR PREJUÍZO O cobrador Rodrigo Alves, funcionário da empresa de ônibus Reunidas Transportes Urbanos Ltda., exercia normalmente sua função na linha 26 (Soledade/Ponta Negra) na noite da última segunda-feira (15), quando, por volta das 21h30, nas imediações da ponte de Igapó, zona Norte da capital, dois criminosos adentraram o veículo e anunciaram o assalto. Até aí, nada de novo no perigoso cotidiano de Natal, a cidade que teve o maior aumento nos índices de violência do Brasil. O problema é que a empresa tentou obrigar Alves a ressarcir o prejuízo causado pela ação dos bandidos. Como se negou a cumprir a exigência, o funcionário foi prontamente demitido. Seguindo procedimento padrão da empresa, após o assalto, os funcionários - cobrador e motorista se deslocaram até a delegacia de plantão da zona Norte, na estrada da Redinha, para fazer o boletim de ocorrência, seguindo na sequência até a garagem da empresa para fazer a prestação de contas do dia. O cobrador foi, então, notificado que deveria comparecer na terçafeira (16) pela manhã ao escritório central da empresa. Lá, foi questionado se tinha condições de voltar ao trabalho ainda naquele dia, ao que respondeu negativamente. Foi nesse momento que recebeu pela primeira vez a intimação de funcionários, que o perguntaram se já sabia como ia pagar o prejuízo do assalto.

Canindé Soares

Motoristas e cobradores de ônibus convivem com a violência diária diante da quantidade de assaltos realizados em Natal O que se seguiu foi uma série de ordens desencontradas. "Me mandaram para a Santa Maria (tanto a Reunidas como a Santa Maria pertencem à mesma pessoa, Agnelo Cândido), na Cidade Satélite, onde fica toda a parte burocrática das duas empresas; depois disseram que tinha de resolver com a Reunidas mesmo, na zona Norte. “Ficaram me empurrando para lá e para cá até que chegou a informação de que o próprio dono da empresa, junto ao diretor geral,

Edilson Silva, haviam determinado que eu deveria pagar a quantia levada pelos criminosos, que foi de R$ 147,00. Foi oferecida a opção até de parcelar esse valor, mas neguei imediatamente, não acho justo que eu sofra um dano e ainda tenha de pagar por isso”, desabafa Alves. "Quando bati o pé e me neguei a cobrir o prejuízo, o funcionário que me repassou as informações ainda perguntou se não dava certo se fosse em três vezes, mas continuei com meu posicionamento. Foi

quando ele disse que eu teria de assinar o aviso prévio", finaliza. A reportagem procurou o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) e a diretoria da Reunidas Transportes Urbanos Ltda., mas ambos afirmaram que não se pronunciariam sobre o caso. O Sindicato dos Profissionais de Transporte do Rio Grande do Norte (Sintro) também foi acionado, mas o presidente da organização, Nastagnan Batista, está de férias.

> AJUDA AO PRÓXIMO Herácles Dantas

Movimento dos Navios Natividade Passos, coordenadora do Grupo de Apoio à Criança com Câncer: “Entidade precisa das doações para funcionar”

Campanha “Faça um novo amigo” é lançada em busca de recursos para entidade Neste sábado (20) é comemorado o Dia do Amigo. Para marcar a data, o Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC/RN) está promovendo, através de sua fanpage no facebook (facebook.com/gacc.rn), a campanha "Faça um novo amigo". A iniciativa tem como objetivo arrecadar fundos para possibilitar a continuidade no funcionamento da instituição. A coordenadora de desenvolvimento institucional do GACC, Natividade Passos, conta que a entidade filantrópica precisa dessas doações para continuar funcionando. "Houve uma grande mobilização popular para que conseguíssemos nossa sede própria, o que foi um marco na história do Grupo, mas a manutenção dessa estrutura envolve muitos gastos. Somos totalmente dependentes das doações, seja dos produtos propriamente ditos ou em dinheiro. Nossa estrutura é muito grande, são 270 crianças em atendimento, 53 funcionários, contas de água, luz, telefone, despesas com transporte de pacientes, exames, medicamentos. Os nossos gastos chegam a 100 mil reais por mês, mas está praticamente impos-

sível conseguirmos honrar todos os compromissos por conta da falta de verba", lamenta a coordenadora. Com o intuito de chamar a atenção da população nas redes sociais, foram feitos banners ilustrativos onde consta, além do perfil das crianças atendidas pelo GACC, uma espécie de prestação de contas, detalhando precisamente as quantidades de alimentos, remédios e material de higiene que o Grupo precisa mensalmente para ter condições de amparar as crianças atendidas pela ONG na atualidade. Entre os dados divulgados, a entidade destaca que, fora toda a parte de medicações, são necessários todos os meses, por exemplo, 430kg de arroz, 428kg de feijão, 260kg de açúcar, 225 pacotes de macarrão, 240 de cereal, 215 de aveia em flocos e 325 litros de leite, além de fraldas, lenços umedecidos, sabonete, creme dental e produtos de limpeza. Os interessados em ajudar podem fazer o depósito de qualquer quantia na conta nº 20.608-3, Agência 3293-X do Banco do Brasil. O telefone para informações é o 4006-6800.

A ORIGEM Comemora-se no dia 20 de Julho, o Dia Internacional da Amizade ou do Amigo, numa iniciativa do argentino Enrique Ernesto Febbraro dentista, professor e músico - que levou décadas para alcançar o seu objetivo. A história conta que logo depois de terminada a II Guerra Mundial, em 1945, o ativista tentou estabelecer com a Organização das Nações Unidas (ONU) a criação de um dia dedicado à amizade. Segundo histórias contadas, esse dentista, entusiasmado com a corrida espacial que estava a todo vapor na década de 60, decidiu prestar uma homenagem a toda a humanidade pelos seus esforços em estabelecer vínculos para além do planeta. Durante um ano, Febbraro teria divulgado o lema "Meu amigo é meu mestre, meu discípulo é meu companheiro". Algum tempo depois, com a chegada do homem à Lua, em 20 de Julho de 1969, ele escolheu esta data para fazer uma festa dedicada à amizade. A história diz ainda que a comemoração tornou-se oficial em Buenos Aires, capital da Argentina, em 1979, e, com o tempo, acabou sendo adotada em outras partes do mundo.

APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Protesto virou moda e o ex-presidente Lula é a favor. Tá na hora de todos os sindicatos portuários reivindicarem carga e trabalho no Porto de Natal NATAL Navio Marfret Guyane P121-Apa Lagoa Paranaense Scorpius Cornélius I BKM 104 Clipper Lis Fritz Reuter Silver Cloud Louis Aura

Bandeira França Brasil Brasil Brasil Panamá Chipre Bahamas Libéria Bahamas Malta

Aliakmon

Grécia

Agência W. Sons Ag. M. Brasil W. Sons W. Sons W. Sons W. Sons NML/JSF W. Sons Superservice BCR

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto 22/07 27/07 04/12 05/12

Destino Algeciras/ESP Rio de Janeiro(RJ) --Guamaré(RN) Guamaré(RN) Rio Haina/RDO Algeciras/ESP Recife(PE) F. de Noronha(PE)

Carga Descarga Contêineres -Patrulha Oceânica -Em Operação -Em operação --Draga -Rebocador -Trigo Contêineres --Turismo -Turismo

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

No Porto

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN K Jasper Panamá Herman Choening Libéria

Dia 20 21

Arrow Arrow

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 14:43 2.2 20:28 0.3 03:00 2.4 09:00 0.1

No Porto Ao Largo

Lagos/NIG Santos(SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal Sal

Nova

---

FASES DA LUA (08/07 - 04:14h)

Crescente

(16/07 - 00:18h)

Cheia

(22/07 - 15:15h)

Minguante

(29/07 - 14:43h)


20 O Jornal de HOJE

Natal, 20 e 21 de julho de 2013

Gastronomia

Sábado e Domingo

-RECEITA DA CHEF SAYLLE FARAJ-

-DICAS DE MELISSA MAFRA-

BISCOITO DE CANELA

CREME DE LEITE

INGREDIENTES: 3 ovos 300 g de açúcar 1 colher de sopa de canela em pó 1 colher de chá de bicarbonato de sódio 3 colheres de sopa de azeite 1 colher de sopa de manteiga - 500g - de farinha de trigo

manteiga; logo que fervam, incorporam-se à massa, juntando também a farinha. Faça a forma conforme o gosto. Leve ao forno a cozerem em tabuleiro, polvilhado com farinha.

CREME DE LEITE 1. Para conservar por alguns dias o creme de leite, depois de aberto, despeje o conteúdo da lata num vidro com tampa de plástico, limpo e enxuto, e coloque na geladeira. NÃO DEIXAR TALHAR 2. Para evitar que o creme de leite talhe ao ser colocado num molho quente, não deixe que ele ferva.

MODO DE PREPARO Misturam-se numa tigela o açúcar, os ovos inteiros, a canela e o bicarbonato. Mistura-se tudo de modo que os ingredientes fiquem bem incorporados. Põem-se a ferver numa frigideira, o azeite e a

- FAST FOOD- VINHO COM RÓTULOS DE GENTE IMPORTANTE - O MENU DO PAPA NA VISITA AO BRASIL - CACHAÇA GOURMET VINHOS DE GENTE FAMOSA Brad Pitt e Angelina Jolie O quente nos restaurantes e recepções top de SP é servir vinho de rótulo de gente famosa. Exemplo:o mais badalado é o de Brad Pitt e Angelina Jolie, vinho MIRAVEL CÔTES DE PROVENCE 2012, uvas Syrah,Grenache, Cinssaut e Rolle. Distribuído no Brasil por World Wine. Ronaldo Fenômeno

Hito 2009 Cepa 21, Espanha, Ribeiro del Duero. Bodega Emilio Moro.Uva:Trempanillo Duero.No Brasil distribue, a Épice. Galvão Bueno

Vinho Bueno Paralel 31, Brasil,Campanha, RS. Uvas,Cabernet Sauvignon, merlot e petit verdot. Distribuidora Miolo. CARDÁPIO DO PAPA NO RIO

Todo o Cardápio do Papa Francisco no Rio, Jornada Mundial da Juventude, 23 a 28 de Julho agora, será elaborada pela Irmã Terezinha Fernandes, Ordem das Dominicanas, há 25 anos Irmã Superiora da residência Oficial da Arquidiocese do Rio, Palácio do Sumaré. Todavia, a Arquidiocese

chama este casarão em estilo clássico construído nos anos 1950, de residência Assunção. Irmã Terezinha preparou a recepção ao Papa João Paulo II, em 1997, e, sete anos antes, ao Cardeal Joseph Ratzinger, depois Papa Bento XVI. É elogiada não só pela administração que exerce mas ainda como Chef de Cuisine. Foto:Sumaré Menu Em um dos dias: Churrasco à Brasileira com Purê de Milho; Sobremesas sempre, por exigência de S. Santidade, Mamão Papaya, Manga e Pão de Queijo. Normal: Almoço: Feijão-preto, Arroz solto, farrofa e Bife a Rolê. Jantar, sempre Sopa de Legumes.Vinho: Salton Talento 2007. Foto:Irmã Terezinha

CACHAÇA GOURMET Começou o Cachaça Gourmet desde o dia 18/07, quinta-feira e vai até o dia 03/08, 1º sábado de Agosto no Páteo na antiga CBTU no bairro da Ribeira, Natal, RN. Bares e Restaurantes Participantes Participam 20 Restaurantes: BAR DO SUVACO I E II,Rua Extremoz, 48 – Nova Parnamirim;BATATA BRASIL,Rua Alexandrino de Alencar, 859 – BARRO VERMELHO – NATAL/RN;BODE SERTANEJO CHURRASCARIA,Av. Piloto Pereira Tim, 314 – BR 101 – Parque de Exposição – Parnamirim; BOTEQUIM TÁ NA HORA,Rua Francisco Gurgel, 47 – Ponta Negra – Natal/RN; BUTECO,Av. Bel Cabral, 6 – Nova Parnamirim;CAI PEDAÇO,Rua Gentil Ferreira, 2 – Parnamirim/RN;CASA DO MATUTO,Av. Presidente Café Filho, 700 – Praia do Meio – Natal/RN;CHURRASCO E SABOR,Rua dos Paianazes, 1375, Loja 2104 – Alecrim – Natal/RN;COMPLEXO CAPIBA,Rua Nísia Floresta, Ribeira – Parnamirim/RN;MANGO,Rua Erivan França, 901 – Ponta Negra – Natal/RN;MATRACAS PIZZARIA,Rua Alexander Fleming, 1874 – Ponta Negra – Natal/RN;MESTRE DOS MARES,Av. Erivan França, 5 – Ponta Negra – Natal/RN;NOSSO BAR ESPETOS DA BÚZIOS,Av. Praia dos Búzios, 9135 – Ponta Negra – Natal/RN ;PAI DEGUA,BarreirasRua Potengi, 745 – Petrópolis – Natal/RN; PITÉU;SÓ MAIS UMA, Av. Roberto Freire, 8750 – Ponta Negra – Natal/RN,Rua Jaguarari, 5085 – Lagoa Nova – Natal/RN;VIRGULINUS CAFÉ E GOURMET E VISUAL PRAIA HOTEL, Rua Jaguarari, 5085 – Lagoa Nova – Natal/RN. Concurso de Coquéteis 2013- Vencedores 1º Lugar – Matheus Naranjo, com o Drink – Cachaça Fest, Com a Cachaça Ponto Alto; 2º lugar – Felipe com o Drink – Caip Hot Com a cachaça – Velho Alambique; 3º lugar – Vera Melo, com o Drink ,Caju Bucco Com a cachaça Casa Bucco. Vencedores de Pratos Especiais 1° Lugar – Melhor Apresentação:– Mercadinho do Chalé ;Prato: Porqueta ao pé da serra. Cachaça: Chapada das Geraes; 1° Lugar – Criatividade e Originalidade: Krug Bier Choperia,Prato: Maçã de Peito ao molho de Cachaça Cherrý,Cachaça: Cherry; 1° Lugar – Sabor e Harmonização: Bar Amarelim Prato: Coxinha Cobiçada,Cachaça: Cobiçada Ouro; 1° Lugar – Opinião do Público: Maria Fumaça Prato: Costelinha Maria Fumaça ao molho de Alho e Cachaça,Cachaça: Barreiras; Classificação Geral 1° Lugar – Opinião do Público: Maria Fumaça Prato: Costelinha Maria Fumaça ao molho de Alho e Cachaça, Cachaça: Barreiras; 2° Lugar – Opinião do Público: Jardim de Minas Prato: Rabada Envergonhada,Cachaça: Velha Aroeira; 3° Lugar – Opinião do Público: Aqui tudo é bom Prato: Costelinha Aqui tudo é bom,Cachaça: Dose Clássica. Encerramento - sábado 03 de Agosto Encerramento dia 03/08, sabado, no Pátio da antiga CBTU na Ribeira, Natal,RN. Serão 18h de shows, excelente comida e ótimas cachaças. Quem desejar comprar o passaporte antes basta acessar online www.sympla.com.br/festivalcachacagourmet .

CREME AZEDO 3. Se você precisar de creme de leite azedo para alguma receita, coloque duas colheres de chá de suco de limão em cada xícara de creme de leite fresco. Ou então, em lugar do limão, você pode usar meia colher de sopa de vinagre para a mesma medida de creme de leite. SUBSTITUIR O CREME DE LEITE 4. Você poderá substituir o creme de leite por requeijão cremoso (de copo) para fazer o seu strogonoff. Assim, o prato ficará mais gostoso e não tão doce. COMO RENDER MAIS 5. Se você misturar o creme de leite com duas claras batidas em neve e uma pitada de sal, ele renderá muito mais.

- CONVERSA DE RESTAURANTE - GOVERNO DO ESTADO NÃO ATRASARÁ O PAGAMENTO DO FUNCIONALISMO - HENRIQUE PROPOE A DIMINUIÇÃO DO NÚMERO DE MINISTROS - AS PESQUISAS E PERDOA 29 BILHÕES A AFRICANOS GOVERNO PAGARÁ EM DIAA FOLHA Bistrô Dolce Vita - Sexta à noite fui me deliciarneste bistrô, quando os conhecidos blogueiros e twitteiros e Colunas que fazem o coro contra Rosalba, ainda abalados com o crescimento do Gov. Rosalba em pesquisas internas, e mais ainda a dinheirama que vai receber já já,quase um Bilhão de reais para obras que revolucionarão o RN, soltavam a boataria que o Gov. não pagaria nos dias 30 e 31 de Julho - O Calendário- o Func. Est...Foto:Atranquilidade de OBERY. A maldade e a saudade das tetas fartas É incrivel a maldade dessa gente. Mas... é tambem a saudade das mamadas nas tetas do Tesouro, dos roubos e da corrupção que estavam acostumados no Gov. passado. O pessoal que estava numa mesa junto a minha, um falava ao telefone e disse depois para o Grupo, TUDO É MENTIRADESCABIDA DA OPOSIÇÃO QUE O GOV. ROSANÃO TEM DINHEIRO PARAPAGAR AFOLHADO MÊS. Foto: Pintura germânica das tetas da vaca Audumla -Deuses Nórdicos. Um fato que ainda ouvi daquele grupo: um Governo, como é o caso de Rosa, que tem um Secretario de Planejamento e Finanças do Gabarito do Dr.Albery Rodrigues, não passa nem porlonge NÃO PAGAR Á FOLHA DOS FUNCIONARIOS. É uma piada de mesmo. Ele é campeão e sabe exatamente seguir a diretriz governamental. Show! Contactei para confirmar a notícia que estava ouvindo Como me chamou a atenção, de imediato, fiz também alguns contatos junto ao Gov. Todos gargalhavam com mais esta barrigada dessa gente. O dinheirinho está prontinho e não precisa ninguém nem duvidar. Pode ir na sua conta e sacar no dia, como tem sido desde o começo do Gov. que é sério e sem corrupção. Lógico que fiquei feliz e transmito aqui para tranquilizar todos. DILMA SE ESBORRACHA -Muqueca Capixaba - Dilma despenca de ladeira a baixo em popularidade. Aqueda do Gov. Em maio tinha 76,.5; em Junho foi para 54,2 . Agora, Julho, caiu mais ainda: está com 31,3%. Seu tutor LULA escafedeu-se. Foi a maior queda em pesquisa já acontecida no Brasil em uma liderança presidencial. Governo Fraco PMBD Forte Não há mais respeito ao Gov. Dilma dos seus partidos coligados. Ela tentou colocar no colo do Congresso os protestos das manifestações populares em todo o País. Foi derrotão!O Congresso não concordou com o tal de Plesbicito e está estudando uma reforma política dentro do que quer. O Pres. da Câmara Dep. Henrique apoiado pelo Vice Temer e a lideraça de seu PMDB, na Câmara e no Senado, já declararam ao povo Brasileiro que Dilma deveria reduzir os 39 Ministérios pra apenas 20. E acentuando: que o PMDB não estava interessado em Ministérios(?) para seus integrantes. Ela poderia fazero novo ministério da maneira que quisesse. Para o PMDB que é conhecido como um partido fisiologico é a mais patente comprovação de que Dilma está fraquíssima e sem grandes perspectivas de se recuperar até as eleições. O CUSTO LULA É ALTO PARA O NOSSO PAÍS Eis o Custo Lula no Gov. Dilma: Dilma já perdoou quase $ 900 milhões de dólares a 12 países africanos. Todos eles visitados por Lula em avião particular de grandes empresários fazendo lobby e conseguindo obras para eles. Agradecimento de Lula a Dilma-Foto. LULA é só fazendo negócios De graça é que Lula não anda passeando pela África.

Entre os beneficiados estão os africanos: Congo-Brazzaville, que tem a maior dívida com o Brasil – cerca de US$ 350 milhões, Tanzânia US$ 237 milhões, Zâmbia $113 milhões e mais Senegal, Costa do Marfim, República Democrática do Congo, Gabão, República da Guiné, Mauritânia, São Tomé , Príncipe, Sudão ,Guiné Bissau Angola e Moçambique. De Lula a Dilma o Brasil já emprestou e perdoou aos países africanos mais de 26 bilhões. Coincidentemente os países que tiveram suas dívidas perdoadas foram os visitados por Lulinha e em aviões das empresas Vale e Odebrecht. Todas com obras alí. Enquanto isso o Nordeste se lasca numa seca e necas de recursos, só promessas. Daí Dilma ter sido vaiada na reunião com 400 prefeitos brasileiros. Brincadeirinha Aí disseram: é brincadeirinha de Dilma.Todos nós sabemos que a maioria dos municípios aqui não tê m nem dinheiro para pg a gasolina de um ônibus para as crianças irem à Escola, como irão contratar e pagar os Operadores dessas máquinas, o combustível, a manutenção? E fizeram uma assertiva, escrevam: em menos de 6 meses, ocorrerão dezenas de inquéritos do MPFpara apuraronde andam essas máquinas. Lógico que ficarão sucateadas e venderão as peças no varejo. Aguardemos, não vai demorar muito.Será mais um escândalo do PT no Brasil. Foi muitíssimo dinheiro para as indústrias que fabricam essas máquinas. E quem levou por fora? Foto: Motoniveladora. UM GOV. SÉRIO É ASSIM - PGE DÁ SEU SHOW Bar Tudo em Clima de Botequim - - O dinâmico Secr. de Saude, médico Luiz Roberto, há aproximadamente dois meses em audiência judicial, na presença da Juíza Fed. Gisele, e depois perante o Cons. Reg. de Med., fez questão de elogiar à Procuradoria Geral do Estado Jurisconsulto Miguel Josino,que sempre seguindo a orientação da Gov. Rosalba com toda a carência da PGE reduziu em mais de 50% os gastos com as ações de saúde, dados do setor financeiro de sua Secr. , e que, ele já divulgara em reunião com todos os Sec. de Saúde do Nordeste. Onde elogiaram o Prog. para Saúde do Gov.do RN. Os Dados impressionantes do Gov. Rosa E para mostrarque a linha de honestidade acima de tudo e trabalho muito exigido pelo Gov. do Est., estava dando frutos. Vejam: estados parecidos com o nosso, como a Paraíba, estão gastando o dobrodo que gasta o RN com a judicialização da saúde. O Ceará gasta três vezes mais. O Conselho Nacional de Secretário de Saúde - CONASS, pediu que na próxima reunião o RN expusesse este programa do Gov. Rosalba sobre resolução extrajudicial dos conflitos, que vem alcançando tanto sucesso. Um dos Pilares do êxito Foi o bem sucedido programa de migração da Justiça Est. para a Fed., o que baixou as condenações contra o Gov. do RN e aumentou contra a União. E haja aplausos. Observação da Coluna Coincidiu essa notícia que ouvimos com uma bem elaborada carta que recebemos de Adriana Torquato, que faz uma detalhada narração do sucesso da PGE e conclui dizendo: “Este é o lado bom da notícia. O lado ruim é que em nenhum momento houve a mínima divulgação de uma notícia tão importante para o fortalecimento da PGE. Pelo contrário, as notícias que li ultimamente na imprensa elegem as ações de saúde como a vilã do orçamento! Será? Vejam que não refletem a verdade dos fatos.” Agradecemos a Adriana a missiva. Mandamos cópias para a Governadora, Sec. de Saude e o Proc. Chefe da PGE. Foto: Proc. Adriana.

AÍ EU ME VIREI E TODOS TINHAM DESAPARECIDO

CMYK


20072013