Issuu on Google+

Ano XVI w NATAL-RN,

Sábado e Domingo

19 E 20 DE JANEIRO DE 2013 w Nº 4.544

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> NO DIÁRIO OFICIAL DO MUNICÍPIO DESTE SÁBADO

Carlos Eduardo sanciona lei que eleva o seu salário de R$ 14 mil para R$ 20 mil A

PARTIR DE 1 DE JULHO DESTE ANO, O PREFEITO E SUA VICE WILMA DE FARIA RECEBERÃO AUMENTO DE 40%. OS VEREADORES TAMBÉM TERÃO VENCIMENTOS REAJUSTADOS, MAS EM “APENAS” 13% E SOMENTE EM JANEIRO DE 2015 O

POLÍTICA 3 José Aldenir

> CÂMARA FEDERAL

Bancada potiguar custou R$ 5 milhões em 2012; Paulo Wagner foi o que mais gastou POLÍTICA 5

> OPERAÇÃO VERÃO

Natalenses e turistas estão aprovando ações educativas da campanha Praia Segura CIDADE 6

> PONTA NEGRA

Ambulantes reconhecem a guerra de preços na praia e reclamam de concorrência CIDADE 8

Governadora Rosalba, na manhã deste sábado, participou do trabalho realizado pelos bombeiros em parceria com órgãos públicos e voluntários Wellington Rocha

> DINAMITE NO INTERIOR DO RN

Bando explode agência do BB de São Paulo do Potengi PM ACREDITA QUE CERCA DE 20 BANDIDOS PARTICIPARAM DA AÇÃO CIDADE 10

Invadido na madrugada deste sábado, o Banco do Brasil ficou completamente destruído. Apenas dois PMs estavam na cidade

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

DANILO SÁ INTERINO

SYLVIA SÁ INTERINA

Página 3

Página 7

w Prefeito Carlos Eduardo Alves dá superpoderes a secretária Virgínia Ferreira.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Adalberto Targino Janguiê Diniz Lúcia Almira de Medeiros Chacon Marco de Almeida Emerenciano Jurandyr Navarro

OPINIÃO - Página 2

w Agricultores atingidos pela seca podemprorrogar dívida em até cinco anos.

> SAÚDE EM CRISE

> NOVA FASE

Sinmed incentiva os pacientes que foram prejudicados a processar Governo

Investidor afirma que o Alecrim não precisa de caridade e buscará títulos

O Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte oferece assessoria jurídica gratuita e procura organizações que prestam assistência à população nas questões de caráter social. CIDADE 9

Com novo investidor, aprimorando infraestrutura e pensando em conquistas, o Verdão inicia o Campeonato Potiguar disposto a devolver o orgulho aos seus torcedores. ESPORTE 15

Alex Medeiros

Vicente Serejo

Hemetério Gurgel

Página 11

Página 13

Página 20

w Lula (PT) e Demóstenes (DEM) decidem domingo troféu de campeão da corrupção.

w John dos Passos e o poeta bêbado e lúcido em noite de luar nas margens do Potengi.

w Juramento de Hipócrates ou de Hipocrisia? w Henrique está tirando de letra o fogo-amigo.


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

ADALBERTO TARGINO O autor é Procurador do Estado e membro da Academia de Letras Jurídicas do RN.

Amancio

Sábado e Domingo

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

JURANDYR NAVARRO Procurador do Estado, aposentado, e Presidente do Instituto Histórico e Geográfico do RN

Meros Intelectuais Grosso modo, intelectual é o indivíduo que vive da atividade Intelectivo-cognitiva ou a ela se dedica. Pode ser a pessoa dada ao estudo literário ou científico independentemente da intensidade ou profundidade a ele despendido. Intelectualismo é definido pela maioria dos léxicos como sendo “a predominância num sistema ou num tipo de cultura, dos elementos racionais, isto é, da inteligência e da razão”. Nesse diapasão e linha de abrangência, o crítico literário (mesmo sem produção própria), o artista plástico, o hermeneuta ou intérprete das leis (ai, inclusos os operadores do Direito no nível de jurisconsulto, Magistrado, representante do Ministério Público, Professor de Direito, etc), o historiador, geógrafo, filósofo, sociólogo, antropólogo ou pesquisador em geral, podem – e devem – ser inseridos no elenco dos intelectuais, isto é, dos que se dedicam aos elementos racionais, ao cultivo da inteligência e do entendimento literário ou científico. Desse modo, o intelectual é aquele que vive do ou para o intelecto. Intelectual, em princípio, não significa gênio da literatura, cientista renomado, escritor famoso. Latu sensu, o modesto cantador de viola, que vive do seu improviso poético; o compositor de músicas eruditas ou populares; o cronista, o teólogo de qualquer credo; o filósofo diplomado ou autodidata; o poeta clássico, modernista ou de qualquer escola. Todos, indistintamente, dedicam-se à intelectualidade, ao intelecto ou às faculdades intelectuais. Ademais, a aferição do intelectual e de sua obra independe do aplauso ou vaia de uma elite dominante momentaneamente. Inúmeros escritores, poetas, pintores, tiveram a sua produção intelectual rejeitada e recebida com zombaria ou total indiferença, durante anos seguidos, e somente depois de transcorrido muito tempo de sua morte é que foram reconhecidos e ovacionados. Afinal, nenhum trabalho intelectual é tão esplendoroso que não con-

Artigo

tenha falhas, equívocos ou erros. E, por conseguinte, objeto de críticas, às vezes ferozes. A perfeição é dom divino e a unanimidade, segundo Nelson Rodrigues, é um ato de burrice. A versatilidade na busca do saber é tão valiosa quanto a produção do conhecimento. Segundo os gregos antigos da Escola Socrática, o verdadeiro saber está mais nas perguntas bem formuladas do que nas respostas memorizadas. Nessa cordilheira, indago: quem foi o maior filósofo da terra? Sem dúvida, Sócrates. Aliás, um simples soldado aposentado e proprietário de terras, com uma vida pessoal desestruturada, que jamais escreveu nada e nunca pertenceu a nenhuma escola ou academia, exceto a dele. Esse autodidata, avesso à gramática e à escrita, fora o mestre-mor da filosofia grega. No seu nível intelectual e com formação idêntica (sem aprendizado acadêmico e sem livro escrito) foi o grande Pitágoras. Jesus, o saber supremo e a oratória inigualável, tido como Deus-Homem por mais de um bilhão de seres humanos e respeitado por todos os seres viventes como sábio, filósofo, e, portanto, intelectual, nunca escreveu uma linha ou concluiu curso de qualquer natureza, diferentemente dos seus opositores fariseus, sacerdotes, escribas e doutores da lei. Assim, da informalidade, da simplicidade e da ausência de estrangeirismos, afetações e preciosidades, surge a verdadeira criatividade intelectual. Se um intelectual insiste em comunicar-se num jargão que não pode ser compreendido, exceto por “doutos e letrados”, então o leitor tem o direito de concluir que o intelectual está disfarçando sua ignorância ou revelando seu desprezo. De igual modo, revela-se pedantismo elitista ou blefe a exigir uma formulação alternativa e fundamentada. Mesmo porque todos os leitores são igualmente importantes, não somente por princípio político, mas, essencialmente, por princípio epistêmico.

JANGUIÊ DINIZ Mestre e Doutor em Direito – Fundador e Acionista Majoritário do Grupo Ser Educacional – janguie@sereducacional.com

260 milhões de celulares e muitos problemas Telefone celular é uma necessidade para quase todo mundo nos dias atuais. Em contrapartida, ter uma ou mais linhas de celular pode ser uma fonte de problemas. O Brasil encerrou 2012 com mais de 260 milhões de linhas de celular ativas. Desse total, 210 milhões são de celulares pré-pagos, 50 milhões pós-pagos e os usuários de internet 3G totalizam 62,5 milhões, segundo dados divulgados pela Anatel. A maior parte das linhas continua concentrada em São Paulo são 63.313.527 ou 151 linhas para cada 100 habitantes, bem acima da média nacional que ficou em 132 linhas a cada 100 habitantes. A Bahia lidera o número de linhas no Nordeste com mais de 17 milhões de linhas ativas, porém a maior média por cada 100 habitantes da região é do Rio Grande do Norte, com 133 linhas. Pernambuco tem quase 12 milhões de linhas ativas e uma média de 130 a cada 100 habitantes. Por outro lado, a telefonia fixa se mantém estabilizada em cerca de 40 milhões de linhas, principalmente pelo elevado preço da assinatura básica e pela falta de competitividade entre as empresas para este segmento da telefonia. Apesar de números tão altos, o serviço de telefonia móvel no Brasil é um problema. Em 2012, a telefonia celular liderou as reclamações nos Procons do País,

atingindo 9,17% do total das queixas. Foram mais de 2 milhões de protestos e a falta de cobertura é a principal delas. Seguida por cobranças indevidas, dificuldades de acesso à internet, etc. Ainda no ano passado, na tentativa de amenizar os problemas e forçar as operadoras a melhorarem o serviço prestado aos consumidores, a Anatel proibiu, por um curto período, que algumas operadoras do País comercializassem novas linhas. Durante a proibição, os usuários perceberam um pouco de melhora nos sinais. Mas, apenas isso. Após a retomada das vendas, os problemas voltaram. Há alternativas para a crise instalada nas telecomunicações do Brasil? Sim, há muitas. Mas nenhuma com eficiência suficiente para mudar, a curto prazo, o cenário de descrédito que o setor encara atualmente. Pegando novamente o gancho da Copa do Mundo, vale questionar como seremos capazes de oferecer o serviço 4G, se a realidade da cobertura oferecida pelas operadoras ainda não beneficia a transmissão de dados em alta velocidade? Nosso papel como cidadãos é o de exigir que a Anatal e as operadoras do País tragam soluções, não só para os problemas ligados à tecnologia compatível, mas também para a melhoria do atendimento e da qualidade dos serviços prestados.

O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056-570), por fax (0xx84 3221-5058) e por e-mail: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, endereço e telefone. O JORNAL DE HOaJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

Waldemar de Almeida

Artigo

LÚCIA ALMIRA DE MEDEIROS CHACON professora da UFRN aposentada (lucialmira@supercabo.com.br)

Um admirável mundo novo Acredito que as grandes realizações surgiram após a persistência de transformar em realidade sonhos aparentemente utópicos. Talvez seja ao que me proponho aqui: apresentar a ideia da primeira sementinha a ser plantada, para que outras surjam e sigam com o mesmo objetivo. Neste fim de ano fiz uma análise bem criteriosa sobre as mensagens de FELIZ ANO NOVO que recebi e as que vi, na Internet. É interessante o percentual atribuído aos diversos tipos de desejo. Em síntese, eles se resumem em 4 ou 5, vejamos: 1.Votos de Saúde, Paz, Amor e Realizações (a maioria); 2.Votos de Saúde, Paz e Dinheiro (estabilidade financeira); 3.Votos de Saúde e Felicidade, incluindo os mais íntimos desejos de cada um; 4.Votos de Saúde e Paz, enfatizando que com essas duas bênçãos o resto se consegue e 5.Votos de MUITA SAÚDE, única condição ou atributo que não depende da nossa vontade, portanto, com ela, o resto é administrável. Bem, está evidenciado que Saúde e Paz é o que a população mais deseja, entendendo Paz como algo que proporcione segurança, qualidade de vida, tranquilidade e harmonia; mas o certo é que a Saúde está presente em 100% das mensagens recebidas e por nós enviadas. Ela, portanto, merece uma atenção toda especial em relação às demais, no entendimento de que se com saúde nem tudo se consegue, avaliemos o que acontecerá àqueles desprovidos de saúde, provavelmente nada consigam. Talvez, em face do que se vê

Artigo

no dia a dia nos veículos de comunicação nacionais e locais, este seja o momento ideal para que se inicie uma corrente positiva de ideias sobre como minimizar o problema de calamidade pública na atenção à saúde, que vem sendo adotada. O sonho que será relatado, a seguir, irá parecer utópico à maioria dos leitores, mas é justamente no aparentemente impossível que se deve investir, objetivando proporcionar mudança nos malefícios da realidade atual. "Sonhei (acordada) que estava em um País onde havia sido decretada prioridade 1 em investimentos na área de Saúde. Foram inúmeras as medidas adotadas, com esse objetivo, como investimento na estrutura física e de recursos humanos qualificados em Hospitais públicos, convocação imediata de concursados e abertura de concursos para especialidades indispensáveis ao atendimento ambulatorial e hospitalar de qualidade, aquisição dos equipamentos necessários ao acervo da atenção à saúde etc.. Dentre elas uma me surpreendeu, a adoção de uma prática médica à disposição de qualquer cidadão que demonstrasse interesse: internação de três dias a uma semana, por ano, em hospital para se submeter a uma série de consultas e exames, prioritariamente preventivos. Neste período a pessoa se submeteria, sob. a coordenação de uma equipe multidisciplinar, ao atendimento médico de Cardiologia, Pneumologia, Hematologia, Infectologia, Gastroenterologia, Oncologia, Neurologia, Reumatologia, Endocrinologia, Urologia e Ginecologia (para mulheres). Cada profissional após a consulta médica solicitaria, se

necessário, exames complementares para o seu diagnóstico, utilizando, para tal, também os exames já solicitados pelos especialistas que lhe antecederam. Ao concluir a bateria de consultas e exames, o Coordenador da equipe, geralmente profissional generalista, como Clínico Geral, Pediatra ou Geriatra, de conformidade com a faixa etária do internado, resumiria, em conjunto com os demais participantes, a situação de saúde do paciente e, se necessário, o encaminharia para outros especialistas, antes do mesmo receber alta com o resultado do check-up. O mais interessante, porém, é que o custo desse "pacote" seria simbólico em relação a qualquer outra internação hospitalar com tal amplitude de atendimento. Isto só era possível por se tratar de atendimento parcialmente subsidiado pelo Governo". Ao ler, pela primeira vez, o resumo deste sonho, o leitor deverá estar imaginando ser inviável sua transformação em realidade. Lógico que ele precisa ser aperfeiçoado, mas a implantação da ideia minimizaria bastante os problemas de saúde da nossa população. Talvez, inicialmente, pudesse ser adotado para população com mais de 50 anos, onde a incidência dos graves problemas na área é superior a 70% em relação às demais faixas etárias. Gradativamente, porém, e na medida do possível, poderia ser estendido a outros casos especiais. Assim passaríamos a viver um novo tempo (em relação aos problemas de saúde que, sem quase nenhuma resolutividade, assolam a população), ao qual poderíamos denominar como "Um admirável mundo novo".

MARCO DE ALMEIDA EMERENCIANO Advogado (malmeme@yahoo.com.br)

Entre as colinas de Lyon Faz poucas semanas, escrevi um texto sobre a importância da comunicação entre o mediterrâneo e o atlântico. Naquela ocasião, fiz referência à cidade francesa de Carcassonne, justamente por estar às margens do rio ródano e pela conexão com o famoso canal do 'midi', ligando o mar e o oceano. Este canal hoje em dia possui diversas utilizações: uma dela é como rota gastronômica em barcos utilizados unicamente para esse fim com a culinária da região. Deixei, naquela ocasião, a perspectiva de falar sobre outra importante cidade da frança que durante anos foi elo entre o sul e o norte europeu. A meio caminho entre o mar e a montanha, entre a europa do norte e do sul, Lyon, na região do RódanoAlpes, é dominada por duas colinas 'Fourvière e Croix-Rousse' separadas pelo rio 'saona'. Foi fundada em cima de uma colina ainda antes de Cristo como colônia romana. Quero aqui registrar duas pequenas estadias naquela cidade hoje considerada metrópole. Era um começo de outono e as folhas douradas já decoravam praças e jardins. Íamos com destino à terra de Goethe, no rastro dos seus pensamentos. Um passeio com toques acadêmicos. De lá partimos para visitar Heidelberg, sede da mais antiga universidade da Alemanha, olhando para o rio Neckar. Mas, voltando ao assunto do texto, as rotas terrestres para chegar até Lyon são belíssimas. Partindo da es-

panha, por exemplo, cruza-se os pirineus entre nuvens, lieramente, e toma-se a direção de Montpelier, seguindo pelo interior da 'provence', passando por cidades históricas como Avingnon, entre muitas outras. Não quero, aqui, dar um toque eminentemente turístico, mas acrescentar alguns dados de caráter históricos. Distante de ser ofuscada por Paris, deve-se registrar que Lyon é uma das cidades mais bonitas da frança, além de ser a terceira mais povoada, depois de Paris e Marselle. É, também, a segunda maior em área, como também a segunda no âmbito universitário. O passeio por suas ruas convida a percorrer tanto por sua beleza singular como pelo seu conteúdo histórico. É possível observar o quanto eclética é sua arquitetura, apesar da evolução natural do tempo. No 'bairro histórico' (vieux Lyon), ou como os espanhóis costumam dizer 'no casco antiguo', é onde melhor é possível apreciar o legado de Lyon. Graças a sua situação geográfica, a história da cidade foi marcada pelo comercio e pelos intercâmbios desde a época romana. É curioso saber que durante a idade media a cidade muito se desenvolveu em função de sua atividade comercial. Foi nesta época que se construíram as famosas 'traboules', redes intermináveis de passagens secretas, insólitas e invisíveis entre duas ruas. Em todas as cidades européias as 'oficinas de turismo' oferecem um ex-

celente serviço. Fui buscar alguns dados históricos de interesse para trazer ao leitor. Durante o renascimento, por exemplo, Lyon se afirmou como metrópole militar, econômica e intelectual. O desenvolvimento econômico registrado naquela época propiciou a instalação de banqueiros italianos, de comerciantes de tecidos e mercadorias estrangeiros. Ali foram construídos edifícios monumentais. A imprensa desenvolveu-se e, em 1476, foi editado em Lyon o primeiro livro em língua francesa. A partir do século XVI, a seda converte-a na primeira cidade industrial da frança. Em 1988 seu centro histórico é declarado Patrimônio Mundial pela Unesco, reconhecendo assim dois mil anos ininterruptos de história e de arquitetura. Foi sitiada durante mais de dois meses em 1793, na Revolução Francesa, pelos exércitos revolucionários antes de render-se. Teve grande parte de seus edifícios destruídos, mas uma década depois, o próprio Napoleão ordenou a reconstrução de todos eles. No período da Segunda Guerra mundial serviu de centro para as forças de ocupação alemãs e também um bastão da resistência. Antiga capital da Gália, Lyon desempenha desde a época romana um importante papel no desenvolvimento político, cultural e econômico no contexto europeu. Onde hoje em dia o antigo e o novo convivem de forma harmoniosa. Onde a beleza do lugar é proporcional à sua história.

O Maestro que empolgou Natal com seus concertos não foi um gênio como pia-nista, tal os virtuoses internacionais da divina arte. Todavia, a sua vocação aflorou na sua infância, causando admiração a sua fina sensibilidade artística. Veríssimo de Melo grafou, num dos seus escritos, ter ele, aos dez anos de idade, interpretado uma Sonata de Beethoven, no palco do então Teatro "Carlos Gomes", desta Capital. O genitor, Cussy, aproveitou e estimulou a doce inspiração, incentivando e facul-tando-lhe esmerada educação teórica e instrumental. Estudou, então, Waldemar de Almeida, nos grandes centros mundiais da época: Rio de Janeiro, Alemanha e França. Os seus estudos na Europa se prolongaram por longos seis anos.Foi ele quem introduziu, no Rio Grande do Norte, o magistério dotado de metodologia na arte divina. Ele, o primeiro dirigente do Instituto de Música do Estado, criado na Interventoria federal Bertino Dutra. Registro do jornal "A República", periódico desta Capital, cuja coleção se constitui num dos melhores acervos culturais do nosso Estado, em data de 26 de setembro de 1933, expõe ter sido da autoria do Dr. Anphilóquio Câmara, quando de sua investidura na Presidência da Associação dos Professores e ocupando a Diretoria do Departamento de Educação, o Ato de 1º de Março de 1932, que instituiu o primeiro Orfeon escolar do Rio Grande do Norte. Foi, assim, esta Portaria, o ato oficial precursor da Musica e Canto, nas Escolas potiguares. Tive o grato ensejo de ter sido aluno de Waldemar de Almeida no Orfeon (Coro), do Marista. Nos ensaios, durante a semana, o grande Maestro deixava-se trair pelo arrebatamento temperamental. Não raro, advertia, aos brados, os percalços dos seus discípulos, infantes ainda. Não tolerava cantor desentoado. Assim mesmo, recebeu sempre o aplauso geral pela sua conduta de professor exemplar. Chamava atenção, aos inocentes olhos curiosos, os detalhes da cena: o balanço da sua papada, e a vasta cabeleira, que acompanhavam o ritmo de seus gestos, ora cadenciados, ora rápidos e enérgicos, na condução da ondulação sonora da sublime música sacra. Apessoa do Maestro exercia, para o alunado, uma espécie de atração magnética, para a qual todos os olhares se fixavam. E ele, envolvido no transe do encantamento da arte divina, poderia até se transportar ao azul sidéreo, onde a deusa Urânia marca o compasso da dança das estrelas. Aos domingos, todos em veste de gala - o fardão branco, decorado de botões e platinas dourados - entoavam o canto orfeônico, na Missa solene. Uma vez, o Maestro trouxe uma bela flautista, que encheu os olhos deslumbrados da meninada. Ía fazer o Solo, antecedente ao Canto: - a Cadenza. Foi um sucesso. Depois de doar-se à Música natalense mais de metade dos anos da sua fecunda e proveitosa existência, resolveu o grande Maestro, residir no Recife, onde continuou na sua amada vocação. Lá, com o prestígio do seu nome, destacou-se dentre seus colegas de profissão. E foi eleito o primeiro Presidente da Ordem dos Músicos do Estado de Pernambuco. Fui seu contemporâneo da Faculdade de Direito do Recife, onde ele se diplomou em Ciências Jurídicas e Sociais, aos cinquenta anos de idade. Dedicou uma vida inteira aos estudos: das belas Artes e depois do Direito. Pertenceu aos quadros da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, como Sócio Fundador, desde 1936, na Cadeira nº 18, cujo Patrono é Augusto Severo de Albuquerque Maranhão. Nasceu em Macau, por acaso ou por desígnio celeste. A senhora, sua mãe, pres-tes a dar luz, em viagem, pernoitou na linda terra salineira, aos 24 de Agosto de 1904, quando nasceu o menino Waldemar. Faleceu na Paulicéia em 26 de Maio de 1975.Diante do exposto, impõe-se uma conclusão espontânea: o maestro Waldemar de Almeida é um nome dos mais expressivos da evolução da Música do Rio Grande do Norte. (Republicado por incorreções)

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 3

Carlos Eduardo sanciona aumento salarial para ele e Wilma em 40% VEREADORES TAMBÉM RECEBERAM AUMENTO, MAS EFEITOS FINANCEIROS DO LEGISLATIVO SÓ SERÃO SENTIDOS EM 2015 CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

O prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, do PDT, sancionou e publicou na edição deste sábado do Diário Oficial do Município (DOM) a Lei número 6.374, que trata do aumento do salário do prefeito, vice-prefeito e vereadores da Câmara Municipal de Natal. Com a assinatura, Carlos Eduardo reajusta o próprio vencimento e o da sua vice, Wilma de Faria, em 40%. Ele receberá R$ 20 mil por mês e ela, R$ 16 mil mensais. Segundo o artigo 5° da Lei, os efeitos financeiros, ou seja, o aumento real para Carlos Eduardo e Wilma serão sentidos a partir de 1° de julho de 2013. O dos vereadores também foi reajustado, mas em "apenas" 13%. Além disso, o aumento só será repassado à Câmara Municipal em janeiro de 2015 - depois de aprovado o aumento salarial dos deputados federais.

O aumento dos salários de prefeito, vice e vereadores foi aprovado pela Câmara Municipal de Natal em meio a polêmicas discussões e protestos dos estudantes. Inicialmente, na primeira votação na Casa Legislativa, o subsídio mensal de Carlos Eduardo passaria a ser de R$ 25 mil; o de Wilma, de R$ 20 mil; e o dos vereadores, de R$ 18 mil. Contudo, a notícia do aumento repercutiu de forma negativa, gerou protestos no dia da diplomação dos vereadores e eles acabaram reduzindo o reajuste: o teto do aumento seria de R$ 20 mil para Carlos Eduardo; de R$ 16 mil para Wilma e R$ 17 mil para os vereadores. O único a votar contra tanto na primeira, quanto na segunda votação, por sinal, foi o vereador George Câmara, do PC do B, da base aliada do prefeito Carlos Eduardo. Mesmo com a redução, entretanto, o aumento ainda foi de mais 40% com relação aos dois cargos do executivo, visto que o prefeito,

atualmente, recebe R$ 14 mil mensais, e o vice, R$ 11,2 mil. Ao sancionar a Lei, Carlos Eduardo ressaltou ainda que "o subsídio mensal dos Secretários Municipais, do Procurador Geral do Município, do Controlador Geral do Município e dos Presidentes da Administração Indireta é fixado em parcela única no valor de R$ 12.000,00". Segundo a Lei sancionada, aos Secretários Municipais, ao Procurador Geral do Município, Procurador Geral da Câmara Municipal, ao Controlador Geral do Município e aos Presidentes da Administração Indireta, quando pertencentes ao Quadro de Pessoal permanente do Município de Natal ou de outro Ente Federativo, fica resguardado o direito de opção pelo percebimento da sua remuneração de servidor efetivo, acrescida da gratificação de representação no percentual de 60% (sessenta por cento), sem prejuízo dos demais direitos e vantagens anteriormente adquiridas.

Divulgação

Vice-prefeita Wilma de Faria vai receber R$ 16 mil e o prefeito Carlos Eduardo Alves R$ 20 mil por mês de salário

Sandro: “É uma vergonha, um cinismo, um Prefeitura estabelece deboche e agressão a população de Natal” novas normas para dívidas acumuladas

Quando a Lei que tratou do aumento dos membros do Executivo e do Legislativo foi votada - nas duas últimas sessões da Câmara Municipal do ano - os membros da chamada "esquerda", Amanda Gurgel (PSTU), Sandro Pimentel e Marcos, ambos do PSOL, não estavam presentes, por isso, somente George Câmara votou contra. O trio, porém, se mostrou contrário o aumento e, especificamente, Amanda e Sandro chegaram a fazer campanha contra o reajuste salarial. Por isso, não era para menos que, agora, a revolta com a decisão do prefeito fosse demonstrada. "Acho uma vergonha, um cinismo, um deboche, uma agressão a população de Natal a sanção desse aumento. Enquanto vemos a situação da saúde pública, as escolas sem condição de reabrir, os professores terceirizados sem salário e sem décimo terceiro, o prefeito vai e sanciona esse aumento, é um absurdo", avaliou Sandro Pimentel. Desde segunda-feira, por sinal, o vereador tem trabalho "em meio período" colhendo assinaturas da população para emplacar um pro-

Arquivo

Sandro Pimentel (PSOL) recolhe assinaturas da população para diminuir salários jeto de lei pedindo a diminuição dos salários. A intenção é ter entre 15 e 20 mil assinaturas para reforçar o projeto. "Em uma semana, já temos cerca de duas mil assinaturas e estamos estudando a possibilidade de fazer esse abaixo assinado ser também virtual", revelou o vereador do PSOL. Amanda Gurgel, por sua vez, sempre que possível se manifesta contrária o aumento. Ela, inclusive, defende a redução do salário dos vereadores, por já considerá-lo muito

alto. A vereadora até afirmou que tentará apresentar um projeto que não apenas reverta o aumento para R$ 17 mil, como tambem reduza os atuais R$ 15 mil. Amanda Gurgel, por sinal, revelou que do salário do vereador, ela pretende ficar com apenas R$ 2,8 mil, aproximadamente, que é o valor que recebia por dois contracheques que tinha como professora. O restante será repassado para o seu partido político, o PSTU. Por outro lado, Carlos Eduardo

lembrou ao sancionar a Lei do reajuste que o "vereador poderá renunciar no todo ou em parte o subsídio a que faz jus, desde que o faça de forma expressa, revertendo-se o valor abdicado em favor da Administração Pública, ou, ainda, de Entidades Beneficentes, Filantrópicas ou de Assistência Social, estas últimas mediante indicação do Parlamentar renunciante". Vale ressaltar que uma lei nacional escalona os salários dos parlamentares: os vereadores devem ganhar até 75% dos deputados estaduais, e os deputados estaduais, até 75% dos deputados federais. Dessa forma, o reajuste proposto pelos vereadores entra em vigor quando os atuais deputados federais votarem o reajuste da próxima bancada federal, ou seja, no fim de 2014, para efeito em fevereiro de 2015. Entretanto, enquanto o salário dos vereadores depende do valor do que recebe o deputado federal, com a regra de escalonamento, o aumento do subsídio do prefeito dependia, apenas, da aprovação do próprio gestor.

Além do aumento do próprio salário, de Wilma e dos vereadore, o prefeito Carlos Eduardo Alves publicou neste sábado, no Diário Oficial do Município (DOM), um decreto com novas normas para o tratamento das dívidas acumuladas pela Prefeitura do Natal até 2012, classificadas como restos a pagar. Com isso, será revogado o decreto assinado no último dia 28 de dezembro pelo então prefeito Ney Lopes Júnior, do DEM, e que cancelou aproximadamente R$ 123 milhões, referentes a dívidas do município empenhadas (quando os valores são reservados no orçamento) e as liquidadas (quando a prestação de serviço é realizada faltando somente o pagamento). Esta foi uma das principais resoluções anunciadas pelo prefeito Carlos Eduardo durante a reunião com todo o seu Secretariado. A reunião foi realizada na tarde desta sexta-feira (18), no auditório da Secretaria Municipal de Administração e Gestão Estratégica (Segelm). O encontro foi promovido para

que os secretários pudessem informar ao prefeito sobre os primeiros diagnósticos sobre suas ações e apresentar os projetos que serão desenvolvidos a partir de agora. Carlos Eduardo abriu a reunião pedindo aos seus auxiliares integração e empenho na resolução dos problemas da cidade. Apesar do quadro de adversidade encontrado neste início de gestão em todos os setores do Município, o prefeito recomendou aos secretários que evitassem desperdiçar esforços em lamentos, e que os concentrassem na solução dos problemas. “Vamos olhar para a frente”, pregou ele. Carlos Eduardo também solicitou aos membros da sua equipe que busquem parcerias com outras instituições públicas e privadas para otimizar os resultados almejados. E antecipou que pretende repetir nesta gestão a prática adotada em suas administrações anteriores, de reunir-se com frequência com os secretários para fazer avaliações periódicas das ações e do desempenho da administração.

Túlio Lemos DANILO SÁ - INTERINO SUPERSECRETÁRIA I O Diário Oficial do Município de hoje não traz apenas a sanção do aumento salarial dado pelo prefeito a si próprio, aos auxiliares e aos vereadores. A edição vem recheada de funções delegadas por Carlos Eduardo a Secretaria Municipal de Planejamento, de Virgínia Ferreira. Hoje, todos os gastos de Natal precisam passar por sua autorização e vigilância. "É a supersecretária", diz um auxiliar da Prefeitura no livre circulação no Palácio Felipe Camarão. SUPERSECRETÁRIA II Para quem não lembra, Virgínia Ferreira era a preferida de Carlos Eduardo para disputar sua sucessão em 2008, quando ainda era filiada ao PT. Na época, em consenso com os demais aliados, se preferiu optar pelo nome da deputada federal Fátima Bezerra. RIQUEZA Até ontem, o prefeito dizia não saber se aceitaria o aumento salarial que foi aprovado para seu cargo pela Câmara Municipal. Mas, hoje, Carlos Eduardo publicou a sanção do projeto. Conforme a decisão, o gestor vai ganhar R$ 20 mil a partir de julho deste ano. A não ser que, até lá, decida anular a própria sanção. Será que os problemas financeiros de Natal já estão resolvidos??? PRA NÃO DIZER QUE... Depois da notícia que o gover-

jornalistadanilo@hotmail.com

no do estado pretende gastar R$ 222 com arranjos e buquês de flores em 2013, e que a Paraíba disponibilizou mais de R$ 1 milhão para compras do mesmo gênero, surge a notícia que o governo federal vai "investir" R$ 245,8 mil com os produtos neste ano. NÃO FALEI DAS FLORES A empresa contratada pelo Ministério das Relações Exteriores foi a Internacional Comércio de Flores e Plantas. Além de arranjos no estilo jardineira, o contrato inclui arranjos em vaso de mesa comum e vertical, buquês, palmeiras, bromélias e antúrios. O governo federal prevê utilizar ainda 20 coroas de flores, com mais de dois metros de altura cada. COMUNICAÇÃO O empresário Haroldo Azevedo Filho vai capitanear o mais novo programa da Rádio Cidade, 94 FM. A partir da próxima segunda-feira, estreia na grade da emissora o "Cidadania", com o foto na informação, divulgação e análise de notícias. O programa será diário, com inserções durante a programação da 94, com matérias, entrevistas e bastidores. COMUNICAÇÃO II Animado com o novo projeto, Haroldo Azevedo Filho diz que o programa também vai destacar

saúde, economia e gestão pública, sempre voltado para levar a melhor informação a sociedade. Haroldinho foi candidato a vice-prefeito na chapa encabeçada pelo então deputado federal Rogério Marinho (PSDB), indicado pelo Democratas. O interino envia o desejo de boa sorte e sucesso no novo desafio. LEITOR I O servidor público estadual Antonio Guimarães dos Santos entra em contato com este interino para questionar os novos prefeitos do RN que assumiram reclamando do "caos" administrativo em suas cidades, mas que estão se preparando para realizar festas carnavalescas. "Um prefeito que preza com os seus conterrâneos e a 'coisa pública', ele jamais vai investir em carnaval que é uma festa passageira, enganadora e que só serve para mostrar o lado alegre e passageiro dos incautos participantes (foliões)", diz. LEITOR II Ainda de acordo com Antonio, "o próprio presidente da FEMURN, deveria reunir todos os gestores municipais que assumiram e que encontraram o caos nesses órgãos para não gastarem dinheiro que, dizem, não terem nos cofres municipais, inclusive, o próprio TCE e o MPE já estão alertando os gestores municipais. Fica aqui o meu repúdio para aqueles gestores municipais que

'gostam' de enganar seus munícipes com festas passageiras que não trazem benefícios nenhum para os mesmos". IMÓVEL O principal programa do governo federal relacionado à mobilidade urbana, um dos gargalos do país para a realização da Copa do Mundo de 2014, praticamente não evoluiu em 2012. A rubrica "Mobilidade Urbana e Trânsito", do Ministério das Cidades, desembolsou apenas R$ 271 milhões, incluídos os restos a pagar, menos de 10% do total de R$ 2,8 bilhões autorizados para o ano passado no Orçamento Geral da União. Em Natal, as obras ainda não saíram do papel. AÇÃO A Corregedoria Geral da Justiça alcançou a marca de mais de 43 mil processos fiscalizados no biênio 2011/2012. Com esse número, o desembargador Cláudio Santos encerrou sua gestão frente a Corregedoria com o maior número de inspeções e correições já realizadas na história do órgão. No total, foram 113 unidades jurisdicionais fiscalizadas, além do acompanhamento de mais de 400 correições realizadas pelos próprios magistrados. PIBINHO A economia da China cresceu 7,8% em 2012. Apesar de o per-

"Tem muito padre acusado de pedofilia, nem por isso eu deixo de ser católico." (DEPUTADO FEDERAL PAULO MALUF, MINIMIZANDO AS DENÚNCIAS CONTRA HENRIQUE E EXPLICANDO SEU VOTO NO PARLAMENTAR DO RN EM ENTREVISTA A FOLHA DE SP)

centual ser elevado, as autoridades chinesas informaram que houve uma desaceleração. Foi o pior índice desde 1999, quando ficou em 9,3% - depois subiu para 10,4%. Os dados foram divulgados ontem pelo Escritório Nacional de Estatísticas da China. Enquanto isso, o Brasil do Bolsa Família se contenta com seu crescimento de menos de 1%. Pequena diferença. CAMPANHA Parece que a presidente Dilma Rousseff (PT) resolveu antecipar sua campanha a reeleição. A petista visitou ontem o estado do Piauí com a estratégia de recuperar o prestígio do PT no Nordeste, que aos poucos vai sendo dominado pelo PSB de Eduardo Campos. Está prevista para este semestre a visita presidencial a Pernambuco,

Ceará, Alagoas, Paraíba e ao nosso Rio Grande do Norte. COBRANÇA Depois do Tribunal de Justiça, o próximo órgão que pode devolver os policiais militares para o governo do Estado deve ser a vice-governadoria. A governadora estuda diminuir o número de servidores à disposição da pasta para aumentar o efetivo policial nas ruas. A ideia é que a medida seja ampliada para todos os setores da administração pública. É ver para crer. POSITIVO Os servidores da Fundação José Augusto preparam um movimento para agradecer a governadora Rosalba Ciarlini e ao desembargador Saraiva Sobrinho pelo aumento salarial de 70%. O ato deve ser realizado no próximo dia 1º de fevereiro.


4 O Jornal de HOJE

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Uma conveniente revisão Acuada pela popularidade da presidente da República, a oposição busca a forma de se contrapor ao poder instalado há uma década, quando Lula da Silva chegou ao Palácio do Planalto. Como tergiversa, o tucanato, maior e mais estruturado rival da aliança liderada pelo petismo, observa, à distância, a antecipação da campanha sucessória de 2014. n n n Dilma Rousseff iniciou, no sertão nordestino, o seu projeto de reeleição; e o fez com um discurso revisionista. Oradora de parcos recursos, ela confunde mais do que explica. Mas, ontem, no interior do Piauí, aderiu à cautela. Trocou as previsões inspiradas no otimismo de fantasia da equipe econômica, para se aproximar da realidade do país. Antes de sua chegada a São Julião, município a 350 quilômetros da capital, um vexame. Ocorrera pane na distribuição de energia elétrica no estado. Enquanto aguardavam a hora de ouvir a primeira mulher que governa o país, dois violeiros entoavam, na calçada de um bar, versos que rimavam “pibão” com “apagão”. n n n Se os aumentativos irritaram puxa-sacos da comitiva, a senhora Rousseff sorriu ao ser informada do que acontecia a alguns metros de onde falaria à nação, diante de jornalistas. Como disse uma repórter de São Paulo no texto enviado ao seu jornal, “a presidente fez do limão uma limonada”. Fantasiada de vaqueira – chapéu e gibão de couro, presentes do governador Wilson Martins (PSB) –, a presidente reduziu, na devida metragem do cenário desenhado pelos números, a euforia do que dissera no fim do ano passado. Repetiu a confiança no hoje e no amanhã, mas cortou adjetivos ao qualificar o crescimento prometido. Conteve assim o nível de expectativa criada na oração a Papai Noel. n n n O birô da coluna sublinha, pela importância da mudança do que fora pronunciado há menos de um mês. Ficou assim: “Este vai ser o ano em que nós vamos plantar ainda mais do que vamos colher.”

FAZ A DIFERENÇA Joaquim Barbosa está com ares de astro pop. O seu rosto é modelo de máscara – com recorde de venda – para o carnaval. O bloco “Lima é tio meu”, da Lapa, bairro boêmio cariosa, homenageia-o no desfile. O compositor Jorge Curuca escreveu assim o samba-tema: “Data vênia, embromação; quero 171 engaiolado; vendo o sol nascer quadrado; devolvendo o mensalão.” n n n Admirado no Brasil e elogiado no exterior, o ministro-presidente da Suprema Corte é a Personalidade de 2012, prêmio concedido pelo jornal O Globo. Divulgação

POSIÇÃO DE AGORA Um disse que disse com jeito de solução real. Trata-se do ordenamento da liderança governista nas duas casas do Congresso Nacional. n n n O PT mantém o controle na Câmara, mas muda o titular. O gaúcho Henrique Fontana (foto) deve ser o sucessor do paulista Arlindo Chinaglia. Fontana é relator da proposta de reforma política em trâmite no Parlamento. n n n No Senado, Eduardo Braga (PMDB-AM) continua no cargo, conforme uma conversa, antes de ontem, da presidente Dilma Rousseff (PT) com o seu vice, Michel Temer (PMDB).

LEITURA DINÂMICA t O novo prefeito de Sal-

vador é referência nacional do DEM. Antonio Carlos Magalhães, neto, incorpora a ambição do avô, que mandou décadas na Bahia. Não herdou dele, porém, o carisma e o pragmatismo. t Falta confirmação do Palácio do Planalto, mas no Itamaraty é tida como certa a transferência do embaixador Mauro Vieira de Washington para Paris. t Decisão no PT: os próximos diretórios e comissões executivas da sigla serão divididos, meio a meio, entre mulheres e homens.

t Embora não esteja bem na avaliação dos eleitores de Goiás, o governador Marconi Perillo (PSDB) é candidato à reeleição. t Arlindo Chinaglia (PTSP) jura de mãos postas que vota no peemedebista potiguar Henrique Eduardo Alves para presidente da Câmara. Chinaglia (ainda) é líder do governo na Casa que presidiu durante dois anos e pretendia voltar ao trono. t Para refletir: “As convicções são inimigas mais perigosas da verdade do que as mentiras” (Friedrich Nietzsche, filósofo alemão).

Política

Sábado e Domingo

Adão Eridan cobra aproximação de prefeito Carlos Eduardo com vereadores para reconstruir Natal VEREADOR DO PR RECONHECE MELHORIA DA CIDADE COM NOVA ADMINISTRAÇÃO José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vereador Adão Eridan, do PR, disse na manhã deste sábado que a Câmara Municipal de Natal está disposta a ajudar Carlos Eduardo na tarefa de reconstruir Natal, mas observa que o prefeito precisa estabelecer imediatamente um entendimento com os vereadores, de preferência pessoalmente em vez de usar intermediários para discutir os graves problemas da cidade. Ele ressalta que o prefeito de Natal precisa de uma bancada no legislativo de no mínimo 20 vereadores para aprovar com tranquilidade os projetos que serão encaminhados ao legislativo municipal e que tem urgência para aprovação devido o estado de calamidade pública que vive a cidade. "Carlos Eduardo, que começou bem no quesito administrativo, precisa se reunir com os vereadores, pessoal ou coletivamente, principalmente os considerados de comunidades, que conhecem de perto os problemas da capital e podem ajudá-lo na reconstrução de Natal", ressaltou o vereador do PR. Adão Eridan diz constatar que já no primeiro mês da atual administração municipal verifica-se melhoria na malha viária e na coleta de lixo nas principais ruas e avenidas de Natal, entretanto, segundo ele, é necessário que o trabalho seja inten-

Um dos principais oposicionistas da gestão Micarla de Sousa, Adão Eridan elogia primeiro mês de Carlos Eduardo Alves sificado e chegue aos bairros mais afastados da capital. "Esse é um trabalho que demanda tempo e deve ter a colaboração de todos, inclusive da população que precisa se conscientizar de que não deve jogar lixo nas ruas", disse o vereador, que na legislatura passada foi um dos mais críticos adversários da então prefeita Micarla de Sousa. Adão Eridan foi um dos que defenderam a cas-

sação de Micarla de Sousa através de um processo de impeachment. PROJETO DO PR O vereador Adão Eridan, que tem atuação político/comunitária em vários bairros da capital, principalmente Felipe Camarão, afirma que o PR será aliado incondicional do PMDB nas eleições estaduais de 2014. De acordo com o

vereador, o partido atualmente presidido pelo deputado João Maia poderá, inclusive, compor uma chapa majoritária na disputa do próximo ano. "O PR é um partido forte e representativo em todo o Estado. Na última eleição elegeu 18 prefeitos, vários vice-prefeitos e dezenas de vereadores em todo o Rio Grande do Norte", informa o vereador Adão Eridan. Divulgação

> COBRANÇA

Vereador questiona destinação de dinheiro de professores em Caicó Vereador eleito pelo PDT de Caicó, José Rangel disse esperar que o prefeito Roberto Germano cumpra os compromissos de campanha e realize uma administração transparente que tenha como princípio o diálogo com representantes dos diversos segmentos da sociedade. "Se Roberto Germano cumprir a palavra colocando em prática o disse na campanha a oposição de Caicó apoia o prefeito no que for possível para o bem do povo de Caicó", disse o vereador eleito pela primeira vez com mais de 800 votos, acrescentando que o bom gestor tem que planejar a cidade com olhar voltado para o futuro 20 anos à frente para construir uma cidade progressista. Segundo ele, o então prefeito Bibi Costa, a quem Roberto Germano substituiu, tinha medo de confiar nas pessoas, a não ser ele próprio, e isso prejudicou a sua administração. José Rangel está provocando o atual prefeito Roberto Germano a apresentar dados sobre e o porquê dos professores municipais não terem sido pagos no mês de dezembro, mesmo o dinheiro tendo sido repassado para a prefeitura. Ele se mostra favorável a decisão da justiça proibindo gastos com o carnaval num ano de crise em razão da seca. O vereador alerta também sobre a possibilidade do Estado ter novamente um período sem chuvas, o que para ele seria uma verdadeira catástrofe. "Apoiamos a decisão de proibir bandas de forrá, mas somos favoráveis que exista uma parceria com a iniciativa privada para que a tradição seja mantida e tenha o carnaval de rua", ressalta. Concluindo, o vereador José Rangel avalia que o atual prefeito Roberto Germano, do PMDB, não

pode repetir a administração Bibi Costa, do PR, que ele considera ter sido ruim, principalmente pela falta de diálogo. "Foi um governo que tinha fobia de centralizador. Uma administração que deixou muito a desejar", concluiu o vereador do PDT de Caicó. (JP)

José Rangel: “Se Germano cumprir a palavra, apoio o prefeito no que for possível”


Política

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 5

Bancada potiguar na Câmara Federal custou mais de R$ 5 milhões em 2012 ENTRE

SALÁRIOS E VERBA DE APOIO, PARLAMENTARES POTIGUARES RECEBERAM MAIS DE MEIO MILHÃO CADA UM ABr

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Um deputado federal recebe, de salário, exatamente R$ 26.723,13, assim como senadores, os ministros do Supremo Tribunal Federal, presidente e vice-presidente da República e ministros de Estado. Contudo, nem de perto esse é o valor máximo que muitos deles têm a disposição todos os meses. O exemplo está nos parlamentares potiguares que integram a Casa Legislativa. Nos 12 meses do ano passado, praticamente todos dobraram seus rendimentos por meio da verba indenizatória, conhecida também como cota de apoio a atividade parlamentar. Para se ter uma ideia, cada um dos oito deputados federais potiguares consumiu mais de meio milhão no ano passado entre salários e essa tal “cota”. Somado, o gasto público só da bancada do RN superou os R$ 5,3 milhões. Isso porque somando os 12 meses de salários, os deputados federais custariam, cada um, R$ 347 mil por ano. Contudo, com as verbas indenizatórias, todos os da bancada potiguar ficaram acima dos R$ 640 mil anuais. Felipe Maia, do DEM, por exemplo, foi o que menos gastou de cota de apoio e ainda terminou 2012 representando R$ 643 mil de “despesa” para os cofres públicos. Por sinal, o democrata foi uma economia para a Câmara Federal se comparado a outro parlamentar da bancada potiguar: Paulo Wagner, do PV. Isso porque o deputado “verde” foi o que mais gastou da verba indenizatória em 2012. Chegou a R$

Bancada federal se reúne com governadora Rosalba em Brasília. Cada deputado recebe R$ 347 mil de salários por ano 710,5 mil, quase R$ 60 mil a mais que o deputado Felipe Maia. E vale ressaltar que nem todas as despesas com relação a cota parlamentar de dezembro foram computadas até o momento. Além disso, apesar de ter considerado já os valores pagos com relação ao 13º salário dos deputados, este somatório de R$ 5,3 milhões nem os valores atribuídos a Felipe Maia ou a Paulo Wagner - não computou o 14º salário, que foi pago em dezembro e é proporcional ao comparecimento dos parlamentares em sessões deliberativas, aquelas onde são realizadas votações. Segundo a assessoria da Câmara dos Deputa-

dos, os parlamentares que compareceram a até 75% das sessões recebem o valor total bruto do salário extra, que é de R$ 26.723,13. Não se considerou, ainda, o 15º, que será feito aos parlamentares junto com o salário de fevereiro. O pagamento, neste caso, é feito de forma integral a todos os parlamentares, no valor bruto de R$ 26.723,13. De qualquer forma, com os valores já computados, é possível fazer algumas comparações. Por exemplo: em setembro do ano passado, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte abriu concurso para o cargo de professor com salários de, até, R$ 7,627. Isso quer dizer que,

por ano, cada um custaria R$ 99.151 aos cofres públicos - considerando apenas os 13 salários pagos anualmente. Dessa forma, pode-se dizer que só a verba consumida pelos deputados da bancada potiguar na Câmara poderia custear os vencimentos anuais de 55 professores universitários. Só Paulo Wagner representou o mesmo que sete educadores do ensino superior. Em outro cálculo possível, nesse período de seca no Rio Grande do Norte, poderia também ser dito que o valor consumido pela bancada federal poderia ser usado para a construção de mais de 2,341 mil cisternas de concreto (que custam R$ 2,2

mil cada), que são uma das principais ferramentas contra os prejuízos causados pela estiagem. Só o valor que Fábio Faria, do PSD, gastou com cota de apoio, poderiam ser construídas 158 cisternas. SALÁRIOS É importante esclarecer que o subsídio leva em conta a presença do parlamentar às sessões deliberativas do Plenário, considerando o registro em todas as votações. As ausências não são descontadas caso o parlamentar se encontre em missão oficial no país ou no exterior e nos casos de doença comprovada por atestado de junta médica oficial, licença-maternidade, licença-paternidade e acidente (Atos da Mesa 67/1997 e 23/1999). As faltas dos deputados nas sessões deliberativas podem ser descontadas do salário. O desconto é de cerca de R$ 800 por sessão, variando de acordo com o número de sessões deliberativas no mês. O limite

máximo é de R$ 16.701,96 - o equivalente a 62,5% do salário do parlamentar. O cálculo do desconto é regulado pelo Ato Conjunto de 30 de janeiro de 2003. O deputado perderá o mandato se faltar a 1/3 das sessões ordinárias (Constituição, art. 55, III). O parlamentar recebe nos meses de fevereiro e dezembro ajuda de custo equivalente ao valor da remuneração. A ajuda de custo destinase à compensação de despesas com transporte e outras necessárias para comparecer à sessão legislativa. O pagamento da ajuda de custo também considera o número de dias em que o parlamentar exerceu o mandato. Em fevereiro, é observada a proporcionalidade dos dias de efetivo exercício do mandato nos 30 dias subsequentes à primeira assunção (Ato da Mesa 34/2009). Para receber a ajuda de custo relativa a dezembro, os deputados também precisam ter exercido no mínimo dois terços do mandato.

QUANTO CADA DEPUTADO GASTOU DEPUTADO FEDERAL DO RN VALOR PAULO WAGNER FÁBIO FARIA SANDRA ROSADO JOÃO MAIA HENRIQUE EDUARDO ALVES FÁTIMA BEZERRA FELIPE MAIA ROGERIO MARINHO BETINHO ROSADO

TOTAL RECEBIDO (ENTRE SALÁRIO E COTA INDENIZATÓRIA) R$ 710.572,52 R$ 695.968,03 R$ 690.047,66 R$ 688.366,00 R$ 679.689,95 R$ 666.405,84 R$ 643.787,71 R$ 563.549,82* R$ 78.375,67**

*Considerando apenas 10 meses de salários recebidos e mais a cota indenizatória **Considerando apenas dois meses de salário e mais dois meses de cota

CONFIRA OS “INVESTIMENTOS” DE CADA DEPUTADO FEDERAL POTIGUAR Fotos: Arquivo

PAULO WAGNER, PV Paulo Wagner, somando os R$ 347.400 que ele recebeu em salários somando os 13 meses aos R$ 363.171,83 que ele consumiu da cota indenizatória, gastou ao todo R$ 710.572,52. Como o deputado federal do PV também participou de 81 sessões deliberativas das 91 realizadas em 2012, pode-se dizer que Paulo Wagner custou R$ 8,4 mil para cada sessão que trabalhou no ano passado. Por sinal, como justificou todas as suas ausências, ele não teve nenhuma falta descontada do salário. Paulo Wagner chegou a gastar no quesito "fornecimento de alimentação do parlamentar" quase R$ 15,2 mil em 2012. Foram gastos em restaurantes famosos de Natal, como o Abade, o Camarões, o Sal e Brasa, e de Brasília. O mês de julho se destacou como o que Paulo Wagner mais "comeu fora". Foram mais de 40 refeições relacionadas na lista de gastos disponibilizadas pelo site da Câmara Federal. Em algumas, do restaurante Lago Azul, a conta de mais de R$ 200. Contudo, esse não foi o único quesito que Paulo Wagner gastou consideravelmente. O deputado do PV também demonstra ser alguém muito preocupado com sua imagem. Tanto é que gastou quase R$ 120 mil só com divulgação parlamentar. É Paulo Wagner também que detém os contratos de valor mais alto entre a bancada potiguar com empresas de publicidade. Em janeiro, pagou R$ 7 mil a Executiva Propaganda. Em fevereiro, o valor subiu para R$ 15 mil, dividido para duas agências, a Executiva e a Aquatro Comunicação e eventos. Esta empresa ainda mais R$ 8 mil mensais até maio. A partir de junho, Mauriceia Cavalcante de Oliveira foi a responsável pela divulgação de Paulo Wagner, no entanto, o valor foi reajustado para R$ 10 mil entre julho e novembro. Em setembro e outubro, por sinal, Mauricéia Cavalcante de Oliveira teve a ajuda de Fátima Cristina Bathke, que recebeu R$ 7 mil pelo serviço. Ou seja: somando só esses dois meses, o deputado gastou R$ 34 mil em divulgação. E não foi só com divulgação e fornecimento de alimentação que o deputado do PV gastou. Ele pagou também valores que podem ser considerados altos para locação de veículos automotores. Foram mais de 90 mil em 2012 para o PontoCar.Br, o que dá em torno de algo R$ 8,3

mil por mês, mas chegou a custar R$ 13,4 mil em agosto.

FABIO FARIA, PSD Neste ano, os gastos do colega Paulo Wagner acabaram fazendo Fábio Faria ficar em segundo na lista dos maiores gastadores da Câmara Federal considerando apenas os deputados potiguares. Contudo, isso não quer dizer que o parlamentar do PSD fez economia em relação a 2011, quando foi o "mais gastador" tendo consumido uma verba indenizatória de R$ 336 mil. Nada disso. Fábio Faria gastou mais. Cerca de R$ 15 mil a mais (R$ 348). Somando os valores do salário, Fábio Faria gastou exatos R$ 695,9 mil durante o ano. E não é que ele tenha gastado em algum mês, neste ano, um valor muito acima que nos demais. Não houve um pico tão acentuado de gastos. O que faz o parlamentar gastar muito é que ele mantém uma média mensal elevada, que se aproxima dos R$ 30 mil. E, vale lembrar, que o mês de dezembro ainda não foi integralmente computado os gastos dos parlamentares. Fábio Faria, até o momento, por exemplo, gastou apenas R$ 6,6 mil no último mês de 2012. Nos gastos mensais do deputado do PSD, que é cotado para ser o primeiro secretário da Câmara Federal caso Henrique Eduardo Alves, do PMDB, seja mesmo eleito o presidente, se destacam principalmente os valores pagos por passagens aéreas. Só nos meses de fevereiro, maio e julho, foram R$ 45 mil gastos com deslocamento aereo.

SANDRA ROSADO, PSB Sandra Rosado, do PSB, passaria despercebida na listagem de principais utilizadores da cota de apoio a atividade parlamentar se não fosse três meses em especial: maio, junho e julho. Isso porque com exceção desse período, os gastos de Sandra foram baixos, próximos até aos

R$ 20 mil mensais. Porém, em maio, a deputada gastou R$ 46 mil; em junho, R$ 41 mil; e em julho, R$ 50 mil. Assim como Fábio Faria, os gastos de Sandra foram, principalmente, com "emissão de bilhete aereo". Foram R$ 18 mil em maio, R$ 13 mil em junho e, surpreendentes, R$ 50 mil em julho, um recorde considerando todos os membros da bancada potiguar. Vale lembrar que julho foi o mês que, em Mossoró, Sandra Rosado acompanhou o lançamento da candidatura da filha, a deputada estadual Larissa Rosado, também do PSB; a Prefeitura da cidade. Foram 12 passagens de Natal-Brasília e Brasília-Natal só nesse mês, além de outras nove para destinos diferentes, como São Paulo, Recife e Fortaleza. Se poderia ser uma das mais econômicas mantendo as linhas dos outros meses, com esses três, Sandra Rosado ficou entre as mais gastadoras. Foi um total de R$ 342,6 mil, ou seja, R$ 6 mil apenas a menos que Fábio Faria.

JOÃO MAIA, PR O presidente do PR no Rio Grande do Norte foi também o 4º deputado federal potiguar a mais usar a cota de apoio a atividade parlamentar. Foram R$ 340,9 mil gastos, com o pico de gastos registrados nos meses de abril, maio e junho - R$ 40,5 mil, R$ 38,6 mil e R$ 39,8 mil, respectivamente. Por sinal, apesar de não ser candidato, João Maia investiu bastante em divulgação da atividade parlamentar este ano. Do total gasto da verba indenizatória, foram mais de R$ 100 mil gastos só com publicidade. O que representa uma média superior a R$ 8 mil mensais.

HENRIQUE EDUARDO ALVES, PMDB Líder do PMDB na Câmara, Henrique Eduardo Alves gastou mais em 2012 do que em 2011, contudo, os gastos foram

praticamentes os mesmos: viagens aereas e transporte em Brasília. Os, exatos, R$ 8,3 mil que o deputado gastou por mês com aluguel de veículos, inclusive, foi a primeira denúncia de sequência de supostas irregularidades que o jornal Folha de São Paulo divulgou sobre o parlamentar. Isso porque a Executiva (que depois virou Global, segundo o jornal paulista), pertencia a um laranja e teria realmente ligação com um assessor de Henrique. Independemente dessas denúncias e suspeitas, o fato é que Henrique gastou só de verba indenizatória R$ 332,2 mil, ficando em quinto lugar na lista dos parlamentares potiguares. Somando com os salários recebidos,o único peemedebista na bancada potiguar recebeu R$ 679,6 mil. Tudo isso, para estar presente em apenas 59, das 91 sessões deliberativas realizadas em 2012. Ou seja: Henrique teve uma frequência de, apenas, 64,8% (35,2% de ausência). Somando as faltas, foram 32 durante o ano, sendo 27 ausências justificadas e cinco não justificadas. Se fosse um estudante, dificilmente Henrique passaria por média, afinal, o número de faltas permitidas é de, no máximo, 15%.

FÁTIMA BEZERRA, PT A petista Fátia Bezerra foi uma das mais econômicas na Câmara Federal, contudo, teve um dos maiores gastos mensais em março, quando chegou a utilizar R$ 48,3 mil da cota de apoio à atividade parlamentar - no mês seguinte, foram R$ 45,5 mil, mas nos seguintes, os valores reduziram para quase R$ 25 mil mensais. Contudo, Fátima é mais uma que seria "reprovada por falta", considerando o mesmo limite de 15%. Afinal, a deputada petista teve 15 ausências (nenhum não justificada) e ficou fora de 16,5% das sessões deliberativas realizadas ao longo do ano. Claro que em muitos casos, assim como Henrique Eduardo Alves, a falta foi devido ao atendimento a obrigação político-partidária.

FELIPE MAIA, DEM Considerado o parlamentar do ano pela revista Veja, Felipe Maia, do DEM, é o membro da bancada potiguar - que passou os 12 meses na Câmara - que menos gastou da sua cota indenizatória de apoio. Foram apenas R$ 296,3 mil, com uma média anual que ficou na casa dos R$ 24 mil.

ROGÉRIO MARINHO, PSDB Candidato a prefeito em Natal em 2012, Rogério Marinho usou a cota indenizatória de apoio a atividade parlamentar de forma mediana. Não foi o que mais gastou, mas também não foi o mais econômico. Foram R$ 296 mil gastos de cota de apoio. Por sinal, no segundo semestre do ano, os gastos foram reduzindo de maneira considerável, contudo, não se encerraram em novembro, quando deixou a Câmara Federal com o retorno do titular do cargo, o ex-secretário do governo estadual de Rosalba Ciarlini, Betinho Rosado. Em novembro, Rogério ainda consumiu quase R$ 10 mil da cota indenizatória e em dezembro, outros R$ 267. De qualquer forma, uma vez candidato a um cargo majoritário em 2012 significa dizer que Rogério Marinho gastou mais que os colegas potiguares com divulgação? Nada disso. Ele foi mais econômico, por exemplo, que Paulo Wagner. Foram cerca de R$ 38 mil gastos durante o ano. Alias, apenas no primeiro semestre. Tão logo saiu candidato (em julho), não há registros de gastos com divulgação feitos pelo parlamentar com recursos da Câmara. Com pesquisa e consultoria, por outro lado, Rogério Marinho gastou bastante. Foram mais de R$ 78,7 mil durante o ano. Destaque para a Ideias Assessoria, Pesquisa e Projetos, que consumiu boa parte desses recursos. Para se ter uma "ideia" do montante, só em setembro, Rogério autorizou o pagamento de R$ 17,6 mil a empresa - de Brasília. Alias, só a Ideias não. Vale ressaltar também os R$ 3 mil pagos a Rogério Marinho pelo trabalho de consultoria da agência de publicidade ArtC, que meses depois foi contratada por ele para fazer o marketing e a publicidade de sua campanha eleitoral em Natal.


6 O Jornal de HOJE

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Cidade

Sábado e Domingo

Ministério Público aciona Prefeitura e Caern sobre poluição nas praias REQUERIMENTO ENCAMINHADO À JUSTIÇA REVELA POUCAS AÇÕES PARA EVITAR DESPEJO DE DEJETOS NAS PRAIAS DE NATAL Um requerimento encaminhado pelo Ministério Público à Justiça solicitou uma audiência com representantes da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) e da Prefeitura de Natal para tratar da poluição das praias. Tema antigo, negligenciado por diversas gestões que ocuparam cargos nos órgãos competentes. De acordo com o procurador da República, José Soares, uma lentidão inquietante tem caracterizado a solução para o problema de esgotos lançados na praia, bem como o pleno funcionamento do esgotamento sanitário no trecho entre a praia do Forte até Areia Preta, e da ligação de águas pluviais de Mãe Luiza para a rede de esgoto - o que é proibido pelas regras brasileiras. "A Caern ainda não recebeu a notificação. Não fomos comunicados oficialmente. Por isso, não podemos emitir uma resposta sobre estes problemas", afirmou à reportagem o assessor de comunicação do órgão, Paulo Freire. No mesmo documento que aponta omissão quanto a uma sentença de 2011, revela uma ligeira melhora no cuidado com a poluição das praias. "A Caern tem tomado algumas providências que melhorou a situação de Mãe Luiza, como quando substituímos o conjunto motor-bomba". De acordo com um relatório elaborado pelo perito da UFRN, Manoel Lucas Filho, desde 2008 o trecho entre as praias do Forte e Areia Preta recebe emissões diárias de esgotos e só após pressão popular e da imprensa, a Caern instalou um reservatório improvisado para acomodar excessos de dejetos. A população apelidou-o de 'Penicão', como uma ode à falta de zelo e a noção de cidadania para com os menos favorecidos. A grande demanda de esgoto for��ou a retirada do paliativo, sem que um plano B ou mesmo a interdição da praia de Areia Preta fosse efetivada - ao contrário do que determina a resolução 274 do Conselho Nacional

Wellington Rocha

‘ ’

Segundo relatório elaborado por perito da UFRN, desde 2008 o trecho entre as praias do Forte e Areia Preta recebe emissões diárias de esgotos. Solução para o problema vem sendo adiada pelos órgãos responsáveis de Meio Ambiente (Conama). Para o diretor geral do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), Gustavo Szilagyi, o MP desconhece as competências de cada órgão, ao citar o instituto que dirige como um dos responsáveis pela degradação das praias através de dejetos despejados. "Vamos informar o que o Idema tem feito e como funciona o monitoramento que fazemos. Cada órgão tem sua competência". Ele comemora o boletim que confirma a balneabilidade em todas as

> AÇÕES EDUCATIVAS

“Vou sentar com o pessoal da área ambiental, para saber quais praias estão com maiores dificuldades. O que posso garantir é que faremos uma fiscalização maior em parceria com o Idema” MARCELO TOSCANO SECRETÁRIO DE MEIO AMBIENTE E URBANISMO

praias da capital, emitido pelo próprio Idema na última sexta-feira exceto o trecho da ponte nova do rio Pium, na Grande Natal.

Com ações educativas e de conscientização à população, bombeiros e voluntários realizaram blitz educativa na Via Costeira

Com doze fiscais e seis veículos para fazer o acompanhamento ambiental do Estado, a falta de estrutura é uma constante. "Não escon-

do de ninguém a falta de pessoal, que tem se avolumado. Para garantir uma boa fiscalização e monitoramento, nós precisávamos de, pelo menos, 30 fiscais e 20 veículos", diz Gustavo. Com áreas longínquas e problemáticas, casos da mineração no Seridó e no Alto Oeste, o Idema deixa de cumprir com seu papel de controle ambiental. "Com minérios lavrados indevidamente e sem licenciamento, o Estado deixa de arrecadar impostos". Ainda em processo de instalação na Secretaria de Meio Ambien-

te e Urbanismo (Semurb), Marcelo Toscano sabe que terá trabalho pela frente. Foram quatro anos de poucas ações concretas em sua pasta, o que culminou na convocação do MP. "Isso é ruim para todo mundo. É péssimo para a cidade e para o Estado. Nós vamos acionar nossa assessoria jurídica, assim que recebermos esse requerimento. Vou sentar com o pessoal da área ambiental, para saber quais praias estão com maiores dificuldades. O que posso garantir é que faremos uma fiscalização maior em parceria com o Idema".

Fotos: José Aldenir

Turistas que foram abordados durante ação receberam folhetos informativos com dicas de saúde, segurança e trânsito

Campanha Praia Segura já atingiu 21 mil pessoas Dando sequência à Campanha Praia Segura, que está sendo realizada no litoral do Estado, o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte, em parceria com outros órgãos públicos e voluntários, realizou na manhã de hoje mais ações educativas e de conscientização à população sobre os cuidados a serem tomados durante os momentos de diversão. Com equipes organizadas e distribuídas em diversos pontos do litoral, os participantes da campanha entregam aos turistas folhetos informativos com dicas de saúde, segurança e trânsito e distribuem pulseiras de identificação para crianças, a fim de evitar que estas se percam de seus responsáveis. Para comemorar o sucesso das ações e os números bastante positivos, a governadora Rosalba Ciarlini visitou hoje pela manhã, vários postos da Campanha Praia Segura, na Via Costeira, Pirangi e

Pium, conhecendo de perto as ações que estão sendo desenvolvidas e prestigiando o trabalho voluntário, que para ela, reflete solidariedade da população norte riograndense. "Estamos muito entusiasmados em saber que tantas pessoas estão aqui, doando um pouco do seu dia para dar noções de educação e prevenção, para que tenhamos um verão realmente seguro e poder dizer que o Rio Grande do Norte defende a vida", afirmou a governadora. De acordo com o engenheiro Fernando Mota, que aproveitou o sábado para curtir a praia com a família, a Campanha Praia Segura é muito importante para que todos possam aproveitar o verão sem grandes problemas. "É uma iniciativa muito válida, pois eles direcionaram a conscientização para todos os sentidos, trânsito, saúde e, principalmente, crianças. Assim, as pessoas vão poder se divertir

sem esquecer os demais cuidados que se devem tomar para evitar maiores transtornos nesse momento", disse Fernando. A Campanha Praia Segura é uma ação integrada à Operação Verão, desenvolvida pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) e coordenada pelo Corpo de Bombeiros, mas a cada ano que passa o número de parceiros aumenta, possibilitando maior alcance e eficiência nas ações. De acordo com o tenente Christiano Couceiro, a participação de mais parceiros e voluntários é percebida através dos bons resultados apresentados na Campanha. "Estamos conseguindo alcançar e conscientizar muito mais pessoas. Até agora não tivemos nenhuma ocorrência de afogamento e acredito que isso se dava a eficiência das ações desenvolvidas com maior divulgação. Além disso, a

receptividade da população está muito boa e o amor e interesse desses voluntários está fazendo toda diferença", disse Christiano Couceiro. Este ano trabalham na Campanha Praia Segura, além do Corpo de Bombeiros, a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), a Defesa Civil Estadual, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar, Policia Civil, Escoteiros do RN, Grupos Pré Militares, a Cruz Vermelha, SAMU, Idema, Caern, Departamento de Missões da Assembleia de Deus e grupos voluntários, somando um efetivo de 450 pessoas integradas nessas ações. A Campanha Praia Segura, iniciou no dia 5 de janeiro e até hoje, cerca de 21 mil pessoas foram orientadas, 3.091 veículos foram abordados, 10.744 folhetos foram distribuídos e 5.926 crianças receberam as pulseiras de identificação.

Governadora participou das ações realizadas pela Campanha na manhã deste sábado


Economia

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 7

Fotos:Maurício Calvacante

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

SYLVIA SÁ - interina Agricultores atingidos pela seca podem prorrogar dívida em até cinco anos n Produtores rurais que tiveram prejuízos em decorrência da seca podem renegociar suas dívidas junto ao Banco do Nordeste. n Por meio das Resoluções CMN nº 4.082 e 4.083, os agricultores que custearam a safra 2011/2012 poderão prorrogar suas dívidas em até cinco parcelas anuais, sem encargos de inadimplência, vencendo-se a primeira um ano após a formalização. Para esses produtores, o prazo para formalizar a renegociação vai até 31 de março. n A medida beneficia produtores de todos os portes. A expectativa é que sejam contemplados mais de 650 mil clientes em toda a área de atuação do Banco - região Nordeste e norte de Minas Gerais e Espírito Santo -, sendo 49 mil somente no Rio Grande do Norte. n Para regularizar sua situação, o produtor rural precisa comprovar perdas superiores a 30% da renda oriunda da exploração de seu empreendimento, mediante laudo emitido por funcionário do Banco, prestadores de assessoria empresarial ou técnicos conveniados. n Financiamentos referentes a safras anteriores a de 2011/2012, por sua vez, terão o reembolso prorrogado em um ano após a data da última parcela. n No caso dos investimentos com recursos do BNDES/Finame, as parcelas em atraso serão incorporadas ao saldo devedor e redistribuídas nas parcelas a vencer. Neste caso, o cliente também pode optar pela prorrogação em até um ano da dívida, considerando a data da última parcela a vencer. A formalização para as safras anteriores a 2011/12 deve ser feita até o dia 28 de fevereiro. n Para enquadramento, as operações deveriam estar adimplentes na data de 31/12/11 e o produtor ter seu empreendimento localizado em municípios da área de atuação da SUDENE - região Nordeste e Norte dos Estados de Minas Gerais e Espírito Santo, com situação de emergência ou estado de calamidade pública decretado após 1º de dezembro de 2011, reconhecido pelo Governo Federal.

Consumidor mais velho contrata seguro e o mais novo serviços de telefonia n Estudo inédito da Serasa Experian aponta as diferenças de consumo de crédito e serviços entre as gerações no Brasil. n Enquanto os consumidores mais velhos optam pela contratação de seguros, principalmente de carros, os mais novos, com afinidade maior com a tecnologia, buscam adquirir serviços de telefonia. n O levantamento considerou cerca de um milhão de consultas realizadas pelas empresas de todo o país na Serasa Experian no primeiro semestre de 2012. n Os consumidores foram divididos em quatro grupos no estudo: os Veteranos, nascidos até 1945; os Baby Boomers, de 1946 a 1965; a geração X, de 1966 a 1977, e a geração Y, a partir de 1978. n No total de demanda de crédito e contratação de serviços, a geração Y corresponde a 38,7%; a X a 28,6%; os Baby Boomers a 27,5% e Veteranos a 5,2%. n Na análise por segmento (bancos e financeiras, varejo e

Presidente da Codern em ação para garantir o bom funcionamento do Terminal de Passageiros n O presidente da Companhia Docas do RN, Pedro Terceiro de Melo, durante reunião com representantes da Polícia Federal, Receita Federal, Anvisa, Ministério da Agricultura e Capitania dos Portos, esta semana, apresentou o projeto do Terminal Marítimo de Passageiros e as ações que serão necessárias por parte de cada órgão para garantir o bom funcionamento do novo terminal do Porto de Natal. n Após a apresentação do projeto e exibição da maquete eletrônica do Terminal de Passageiros, os representantes dos órgãos foram ao local da construção e se mostraram satisfeitos com o andamento da obra - que está dentro dos prazos preestabelecidos no cronograma. n "O objetivo da reunião foi planejarmos a implantação do Terminal Marítimo de Passageiros, haja vista que todas essas entidades que estiveram reunidas são necessárias para o funcionamento do terminal", declarou Pedro Terceiro. n O presidente da Codern também se reuniu com o prefeito Carlos Eduardo Alves, para tratar assuntos relacionados aos acessos ao Terminal Marítimo, à realocação da comunidade do Maruin e os tradicionais clubes de remo do bairro da Ribeira. n Segundo Pedro Terceiro, Carlos Eduardo se mostrou pronto a agir de forma efetiva para que os problemas venham a ser resolvidos. n "Percebemos a receptividade do prefeito no sentido de que possa solucionar questões que estão vinculadas ao acesso do terminal, ao Porto de Natal no geral. Ele deu a garantia que tem boa vontade de resolver e já marcou uma reunião para tratarmos com os secretários. Isso já é uma grande garantia", afirmou Terceiro. nA próxima reunião está agendada para quarta-feira, na Codern, e será entre a diretoria da companhia e os secretários municipais de Obras Públicas e Infraestrutura, Meio Ambiente, Serviços Urbanos, Habitação e Turismo.

serviços, telefonia, seguradoras, serviços básicos), a demanda por crédito em instituições financeiras está em primeiro lugar em todas as gerações. n Na comparação entre as gerações Veteranos e Baby Boomers, a diferença de hábitos de consumo é bem distinta. n Para os Veteranos, as seguradoras ocupam o segundo lugar, com 21,2% de suas contratações de serviços, sendo 95% para automóveis. Esta geração valoriza a segurança e a proteção do patrimônio. Os Veteranos nasceram em uma época de conflitos mundiais e de instabilidade política no Brasil. Cresceram em um período em que o crédito era reduzido e se restringia a poucos financiamentos de imóveis. Eles também são os que consomem mais serviços básicos (8,4%), considerando que passam muito tempo em casa. n Já para os Baby Boomers, a telefonia está em segundo lugar, mas é seu principal serviço contratado, diante da dependência pela telefonia móvel e acesso à internet. Esta geração é de um período de redefinição dos valores tradicionais, composta por indivíduos que passaram por um reposicionamento político mundial (a Guerra Fria) e, no Brasil, experimentaram escassa oferta de crédito em sua chegada à vida adulta. Hoje, apreciam o estilo de vida, fazem planejamento de longo prazo, e entre suas preocupações de consumo estão formar ativos para aposentadoria, tais como imóveis e carros, além de ter um

bom plano de saúde. Como muitos desta geração ainda trabalham, as demandas dos Baby Boomers junto ao varejo e serviços representam 20,5% do total e estão mais próximas das verificadas nas gerações X (21,1%) e Y (21,7%) do que nos Veteranos (19,5%). n A geração X, que viveu crises econômicas e hiperinflação nos anos 80 e experimentou, já adulta, a introdução de tecnologias no seu dia a dia, apresenta seu segundo maior volumes de busca por crédito em varejo e serviços (21,1%). Em terceiro lugar estão os serviços de telefonia (18,5%), por conta da TV por assinatura, planos de telefonia móvel e de internet. É um grupo que conta com uma amplitude maior de consumo (hipoteca da casa, carro, férias, por exemplo), e geralmente não paga seus gastos à vista. Por esse motivo, também busca crédito em bancos e financeiras (32,2%). n No caso da geração Y, a telefonia é o destaque de consumo, com 22% de suas demandas por crédito e serviços no período analisado pela Serasa Experian. Nada mais lógico para a primeira geração que cresceu com computador em casa e ao lado das novas tecnologias, como os smartphones, e que vive na era das redes sociais. São jovens brasileiros que chegaram à idade de consumo com a economia estabilizada e com o crédito em expansão. Eles buscam facilidade de pagamento, não são apegados a marcas e muitas vezes guiam suas escolhas de consumo pelas mídias sociais.

Franceses conversaram com o diretor da Codern, Hanah Safie, na manhã deste sábado, antes da visitar obras do terminal

Investidores franceses de olho no projeto da Marina de Natal ELES PASSARAM O DIA EM NATAL E VISITARAM AS OBRAS DO TERMINAL DE PASSAGEIROS E O ESTUÁRIO DO POTENGI MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNSLISTA@GMAIL.COM

Uma comitiva de empresários franceses, que viaja pelo Nordeste para prospectar potenciais investimentos turísticos, passa este sábado na capital do RN. Eles vieram conhecer o futuro Terminal Marítimo do Porto de Natal, cuja entrega está prevista para setembro deste ano, e o estuário do Rio Potengi, onde há projetos futuros de construção de uma Marina assim que a Zona de Proteção Ambiental sete for regulamentada. Na comitiva estão Ricardo Moesch e Max Miller, da Mecc Solutions, e Sérgio Azaretto, Jean Marie Barbero, Didier Tosello e Philippe Pico, da New Co Marine. O projeto da Marina fica a 500 metros da Fortaleza dos Reis Magos e a 50 metros da Ponte Newton Navarro. Neste sábado, o secretário municipal de Turismo, Fernando Bezerril, disse que já existem dois grupos empresariais do Sudeste, um espanhol e agora os franceses interessados em participar da licitação internacional para construção da Marina, com a regulamentação da ZPA7. Bezerril afirmou que se o projeto não tivesse sido bombardeado no fim da administração anterior do prefeito Carlos Eduardo, reeleito agora, a Marina já poderia ser uma realidade para a Copa de 2014. Ele acrescentou que existem inúmeras solicitações de pequenas embarcações para atracar aqui por ocasião dos jogos do mundial de futebol em Natal e o assunto já está sendo examinado junto à Capitania dos Portos. "Já há um encaminhamento para colocarmos boias na área lindeira da ZPA7 para receber esses barcos particulares de grande autonomia, inclusive com possibilidade de usar a praia ao lado do forte para o desembarque dos turistas em pequenas lanchas, sem realizar qualquer construção, apenas uma escada desmontável", explicou. Segundo Bezerril, o setor náutico gera receita de US$ 500 milhões por ano no Brasil. Mais de 70% das atividades estão concentradas na região Sudeste, principalmente em São Paulo e no Rio de Janeiro. Os dados constam da exposição do presidente da Editora Grupo 1, Ernani Paciornik, que represen-

Fernando Bezerril, secretário de Turismo de Natal: foco no potencial da Marina ta a "Revista Náutica", no 1º Fórum de Desenvolvimento do Turismo Náutico, promovido pelo Ministério do Turismo no Rio de Janeiro. Trata-se de um negócio de R$ 2,9 bilhões, mas cujo 75% dos eventos realizados no Brasil estão concentrados em São Paulo. "Nossa ideia é primeiro criar o interesse e depois sair juntando as pontas, mostrando a grande viabilidade de Natal passar a contar com a renda de um tipo de visitante que gasta mais de quatro vezes o que deixa um turista normal por dia no destino", lembrou. O secretário aproveitou para lembrar alguns números correntes sobre o assunto: o Brasil tem 1,5 mil estaleiros registrados, 700 marinas e 650 mil embarcações de lazer, incluindo infláveis e barcos de alumínio. E cada mil embarcações existentes geram cinco mil empregos diretos e 2,4 mil indiretos. Sobre a localização geográfica de Natal para o Brasil e para a America, repetiu os argumentos que motivaram a construção do aeroporto internacional de São Gonçalo do Amarante, considerado por ele a obra mais importante de todos os tempos para a economia do turismo potiguar. "Somos a porta de entrada para quem vem da Europa e nossa localização geográfica é útil como ponto de parada para os navegadores de recreio em suas viagens continentais", afirmou o secretário. Bezerril lembrou, ainda, que um dos principais pontos fortes da ati-

vidade das marinas está relacionado com o combate à tradicional sazonalidade da nossa atividade turística. "Como acontece com o golfe, as marinas têm uma importante atividade durante toda a baixa estação e isso é essencial para a viabilização de inúmeras atividades econômicas e turísticas". Outro fator importante é que as marinas atraem visitantes de países que normalmente não optam pelo produto turístico tradicional (sol e praia). Entre eles, estão Argentina, Japão, França e Itália, para ficar só nesses exemplos. Do ponto de vista das cadeias produtivas, segundo o secretário, as marinhas estimular o surgimento de atividades de venda de barcos, aluguéis de embarcações, passeios turísticos, pesca desportiva e turística, limpeza e manutenção de embarcações, estaleiros navais, incremento na ocupação da hotelaria e outras atividades comerciais como bares, restaurantes, passeios, alugueis de carro, compara e venda de imóveis, clubes náuticos, postos médicos, construção civil, comercio de equipamento náutico, piscinas e outras áreas de lazer, entre outras fontes de emprego e renda. Uma preocupação atual do secretário e da atual administração que encontrou a cidade em situação falimentar será convencer áreas da comunidade tradicionalmente refratárias ao projeto de que é possível realizá-la da maneira mais sustentável difícil, com alto retorno econômico para todo o Estado.

> IMÓVEIS

Construtora foca na zona Norte A falta de áreas para construção em Natal elegeu o outro lado do rio Potengi como a bola da vez em investimentos. A Zona Norte possui quase 440 mil habitantes, uma expansão comercial e econômica que faz cada dia mais seus habitantes consumirem tudo o que precisam na própria região. Assim, empresas nacionais e locais, que antes investiam apenas nas regiões consideradas mais nobres, são cada vez mais comuns nessa área da cidade.

Esse próspero comércio é sustentado pela classe "C", segundo aponta uma pesquisa de mercado realizada pelo Norte Shopping. Segundo a pesquisa, 53,2% do consumo é patrocinado pela classe "C"; 15,4% é oriundo da classe "B" e 0,7 vem da classe "A". Todo esse potencial, chamou a atenção da construtora mineira MRV Engenharia, para a Zona Norte, que vive atualmente uma explosão demográfica e econô-

mica, e é o melhor local para o novo lançamento da construtora: o Parque Nova Aurora, um empreendimento de 456 unidades habitacionais, em condomínio fechado, próximo ao Norte Shopping. Todas as unidades podem ser adquiridas por clientes que tenham renda familiar, a partir de R$ 1.600,00. Hoje, há um bom estoque dessas ofertas já prontas em áreas localizadas em Parnamirim e na Cidade Satélite.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Cidade

Sábado e Domingo

Turistas reclamam do abuso dos preços nas praias EM PONTA NEGRA, OS PREÇOS DE PRODUTOS COMO ÁGUA DE COCO CHEGAM A OSCILAR 100% DE UMA BARRACA PARA OUTRA Fotos: Herácles Dantas

CONRADO CARLOS CCPSILVA@HOTMAIL.COM

Natal é a capital brasileira cujo percentual da indústria turística sobre o Produto Interno Bruto é o maior do país (4,4%), número acima da média nacional (3,6%). Por isso, com a chegada do período de férias, auge do verão, comerciantes que atuam nas praias urbanas ficam esperançosos quanto a elevação de lucros. Manter preços e qualidade dos serviços compatíveis com os apresentados durante o restante do ano, entretanto, tem sido uma das pedras no sapato para quem gosta de tomar uma cerveja e comer ginga com tapioca diante do Oceano Atlântico. Em Ponta Negra, a guerra de preços começa ainda na avenida Engenheiro Roberto Freire. Visíveis para quem trafega no logradouro, camionetes abastecidas com cocos verdes adotam a metade do preço cobrado nas barracas à beiramar. De um quiosque localizado nas imediações da entrada no conjunto, surge a quantia de R$ 1,50 por um fruto. O proprietário Carlos Cleber de Oliveira explica o processo. "Eles [vendedores da praia] compram da gente. Aqui nos temos carro para livrarmos o frete e os tiradores de coco, coisas que eles não têm. Nossa estrutura facilita na hora de determinar o preço". Carlos Cleber reclama do verão vigente. Para ele, "tá pior que baixa estação. O normal, numa época dessas, era eu vender uns 1,2 mil cocos por dia. Agora não chega a 400". A menos de 1 km dali, no quiosque João Muniz, na avenida Erivan França, dois turistas conversam com o proprietário. Sem intenção de falar à reportagem, ele brinca ao pedir dinheiro para tecer palavras acerca da diferença de valores cobrados pelo mesmo produto. "Aqui é R$ 3 porque eu não tenho como pegar o coco da fonte.

Na avenida Roberto Freire é possível encontrar coco por R$ 1,50 em local mais ‘estruturado’. Já na praia, pode custar até R$ 3. Maria José diz que concorrência desleal é causada por comerciantes que vêm de outras praias Já pago de um atravessador". No lado oposto da recusa de fornecer respostas, Almir Edson Rodrigues, há 21 anos em Ponta Negra, fala da crise do coco. "Está faltando. Antes era fácil e bem mais barato, mas agora eu pago R$ 1,50, para vender a R$ 2,50". Sem chuvas no interior, a safra diminuiu e sufocou quem precisa abastecer o freezer todos os dias. A seu lado, Vanessa da Silva, de 22 anos de idade, vende óculos expostos em uma tela de arame. É seu primeiro verão nas areias de Ponta Negra - ainda que familiares trabalhem na praia. Com preços que variam entre R$ 10 e R$ 20, ela tem sentido os efeitos da falta de divulgação do destino Natal e da situação precária pela qual passa a orla urbana. "Eu vinha com meu irmão todo ano. Tinha muito mais gente do que hoje. Tô aqui desde cedo e não vendi nada. E olhe que baixamos

o preço. Num dia bom, vendo perto um lugar tão bonito". Com as mãos de dez pares". Crise econômica no ocupadas por duas latinhas de cerlugar mais procurado por turistas vejas, que custaram R$2,50 cada, que, mesmo com o calçadão des- o custo da cidade é aceitável, setruído, ruas esburacadas e cheias de gundo a enfermeira. "Até que não lixo, transformam Natal em um está caro aqui na praia. Alto é o dos recantos nacionais de maior preço nos restaurantes lá em cima interesse para ha[na pista]". bitantes de outras Perto do Morro do regiões. Careca, Maria José Caso da pauPaula da Silva e José listana Daniele do Coco dividem pou“Ano passado, comprei cos metros quadrados Marques. Em sua de R$ 0,70. Agora tá de para posicionar dois segunda viagem ao Nordeste, ela R$ 1,20.Não tem como carrinhos de comida. demonstra encanEla vende ginga com não repassar esse tamento com a tapioca, espetinhos de aumento para o cliente” carne, frango e camapaisagem natural

e acredita na melhoria da limpeza, em relação ao verão passado. "Dá para notar que está mais limpo este ano. Em 2012, tinha uma sujeirada que não dava para acreditar. Falei até para amigos sobre a falta de cuidado com

rão, além de bebidas diversas. Ele é um nativo de 48 anos que esqueceu a idade exata de sua primeira incursão na praia. "Eu vendo a água mais pura do Morro", diz um alegre João. "O inverno foi fraco, por isso a produção de côco

também. Ano passado, comprei de R$ 0,70. Agora tá de R$ 1,20 e ainda assim, tem pouco. Não tem como não repassar esse aumento para o cliente". Já dona Maria José, moradora da Vila de Ponta Negra, onde divide uma casa de três quartos com marido e três filhos, o absurdo surge na concorrência, para ela, desleal empreendida por ambulantes oriundos de outras praias. "O povo vem da praia do Meio para vender mais barato aqui. Só que lá o cliente tem outro padrão, né? Então todo mundo aqui fica na bronca e os turistas desconfiam e perguntam por que com eles é mais barato". Sem noção da desavença entre pequenos comerciantes que ocupam as areias como base militares em tempos de guerra, o paulistano Paulo Ceraso, administrador de empresas que conheceu a Cidade do Sol em 1993 e voltou 20 anos

depois com o filho adolescente e a esposa. Animado com os passeios que fará à Pipa e ao Litoral Norte, ele fala em paraíso tropical, em segurança maior que a megalópole onde vive e na hospitalidade do natalense. "Natal está muito diferente, grande, estruturada. Tomei um susto quando cheguei. Mais ainda quando acordei hoje cedo e vim para a praia. Isso aqui não tinha nada. Mas, confesso, que não me pareceu tão limpa como tinha ouvido de amigos que vieram várias vezes aqui. E quanto os preços, notei uma diferença. Vindo do hotel que estou [na Via Costeira], comprei uma água de coco pela metade do preço que estou pagando aqui na praia. Sei que o cenário bonito da praia eleva o preço, mas não deixa de ser abuso", destaca o paulistano que promete voltar no ano que vem. "Quero ver se estará tudo melhor, como andei ouvindo por aí".

CMYK


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 9

Pacientes prejudicados com caos da saúde serão orientados pelo Sinmed a processar o Estado CATEGORIA ESTÁ EM GREVE HÁ OITO MESES E GOVERNO DECIDIU ENCERRAR NEGOCIAÇÃO E CORTAR PONTO DOS GREVISTAS Fotos: José Aldenir

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

A relação entre o Governo do Estado e a categoria médica não é dos melhores, há muitos meses, e tende a piorar ainda mais. Depois de mais de oito meses de greve dos médicos e o Governo anunciar o fim da mesa de negociação com a categoria e o corte do ponto dos médicos grevistas, através de uma nota, o Sindicato dos Médicos do Rio Grande do Norte (Sinmed-RN) vai orientar os pacientes prejudicados com o caos da saúde pública a entrarem com processos, inclusive por danos morais, contra o Governo do Estado. Na próxima segunda-feira (21), representantes do Sindicato se reunirão com organizações que prestam assistência à população em relação às questões de caráter social, que devem atuar em conjunto com a assessoria jurídica do Sinmed, com auxílio gratuito aos pacientes prejudicados. "É mais uma porta para forçar o Governo do Estado a resolver o problema da saúde pública do Estado", ressaltou o presidente do Sindicato dos Médicos, Geraldo Ferreira. Na última terça-feira (15), o Governo emitiu nota oficial propondo reajuste salarial de 12% para categoria e ameaçando cortar o ponto na ausência dos profissionais nas unidades hospitalares. Apesar da ameaça, o presidente do Sinmed/RN, Geraldo Ferreira, disse que em assembleia realizada no mesmo dia, os médicos decidiram por manter a greve, que teve início no dia 29 de abril de 2012. "Vamos manter, não vamos retroceder a uma ameaça de um governo autoritário. A estratégia agora é encaminhar os pacientes prejudicados com o caos vivenciado na saúde pública para a justiça. Vamos orientar os pacientes a processar o Estado, inclusive por danos morais", disse Geraldo Ferreira. De acordo com a nota enviada pelo Governo do Estado, as medidas são justificadas "diante da impossibilidade de chegar a um entendimento com o Sindicato dos Médicos e tendo em consideração os interesses do usuário do sistema público de saúde e dos profissio-

Sindicato dos Médicos exige solução para problemas como pacientes expostos em corredores, como no Walfredo Gurgel, e falta de leitos nas UTIs e enfermarias nais médicos comprometidos com o trabalho de servir à população. O projeto de lei que será enviado à Assembleia Legislativa traz uma solução compatível com a realidade financeira do Estado, neste momento. Paralelamente, o Governo vem tomando medidas destinadas a melhorar a gestão pública da saúde, dentre as quais se incluem a exigência de cumprimento das escalas médicas e a adoção do ponto eletrônico", diz a nota. Segundo Geraldo Ferreira, o Governo ainda não atentou para a principal reivindicação da categoria. "Nossa luta não é somente e nem principalmente por questão salarial, é por condições de trabalho e, ao que parece, o governo não sabe ou não quer saber disso. Lutamos por dignidade no trabalho, os 12% a categoria sempre aceitou, mas não só isso. A greve continua porque as ou-

Geraldo alega que luta não é por reajuste salarial, mas por condições de trabalho

tras questões não foram contempladas. Vamos tentar continuar com a mesa de negociação e continuaremos fazendo as denúncias públicas e judiciais diante do descaso que se encontra a saúde pública do Estado", lembrou o presidente do Sindicato dos Médicos do RN. Geraldo explica que a busca do diálogo é para a formação de umacomissão paritária, que deveria apresentar soluções viáveis para saúde pública e para a carreira médica num prazo de 120 dias. "Nós buscamos a implantação da carreira médica, condições de trabalho para o profissional, dignidade para o paciente. Hoje tudo isso falta. Queremos soluções viáveis para o problema da falta de leitos nas UTI's e enfermarias, os pacientes não podem ficar expostos nos corredores. Mas infelizmente o Governo não quer negociar e, por isso, a greve continua.

Acreditamos que todas as frentes de luta são válidas e que, apesar de o Governo anunciar o fim das negociações, o diálogo não foi completamente encerrado, pois sempre tem que haver o diálogo entre o patrão e o funcionário", diz Geraldo. A reportagem d'O Jornal de Hoje tentou entrar em contato com o secretário de Saúde Pública do RN, Isaú Gerino Vivela, mas ele não atendeu as ligações. DENÚNCIA Geraldo Ferreira, que além de presidente do Sinmed também exerce o cargo na Federação Nacional dos Médicos (Fenam), confirmou que a Federação irá denunciar o Governo do Estado na Corte Interamericana de Justiça, na Costa Rica, no próximo dia 4 de fevereiro. Na ocasião, também serão denunciados os governos dos estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso, Espírito Santo e Pará. O presidente da Fenam explica que a denúncia a Corte Interamericana de Justiça, da qual faz parte a Corte Interamericana dos Direitos Humanos, só pode ser feita após esgotarem todas as instâncias judiciais nacionais. Geraldo reconhece que o Ministério Público e a Justiça brasileira tem atuado no combate ao descaso dos governos em relação a saúde pública, mas que, por exemplo, no Rio Grande do Norte, há ações que tramitam há mais de dez anos, em relação ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, e seguem sem solução. "As ações que existem não estão conseguindo resolver o problema do sucateamento da saúde pública e como no âmbito da justiça nacional não estamos conseguindo dar resolutividade aos problemas emergenciais vamos recorrer a Corte Interamericana de Justiça. É um encaminhamento possível e importante, não só para sensibilizar, mas também para responsabilizar o gestor caso o problema não seja solucionado. Reconhecemos que não é um privilégio negativo do RN, sabemos que a crise é nacional, mas não podemos nos omitir de denunciar os gestores pelo descaso", destacou o presidente da Fenam, Geraldo Ferreira.

> ANESTESIOLOGISTAS

Presidente da Cooperativa considera que decisão significa "dissolução" da Coopanest A Justiça Federal do Rio Grande do Norte determinou que a Cooperativa dos Anestesiologistas do Rio Grande do Norte (Coopanest) só poderá congregar 20% dos médicos anestesiologistas em cada município e no estado do Rio Grande do Norte como um todo. De acordo com a decisão, a Cooperativa, que hoje tem 180 cooperados, só poderia atuar com 36 anestesiologistas, o que, segundo o presidente da entidade, Frederich Marcks Abreu de Góes, significa a dissolução da cooperativa. A sentença foi do Juiz Federal Janilson Bezerra de Siqueira, titular da 4ª Vara Federal. O magistrado analisou que é inaceitável a Coopanest manter 76% dos anestesiologistas do Estado cooperados e ainda, a partir disso, fazer negociações unilaterais. A Cooperativa discorda da sentença e na próxima segunda-feira (21) irá recorrer da decisão judicial. "É inaceitável a alegação de que, por ser baixa a remuneração dos serviços fixados pela tabela do SUS, bem como os valores pagos pelos planos de saúde, se possa justificar a conduta de cooperativa com mais de 76% dos médicos anestesiologistas do Estado do RN para impor preços e condições de contratação, com ameaças de paralisação, e mesmo efetivas paralisações de seus serviços, em prejuízo a livre concorrência e, especialmente, dos cidadãos potiguares que necessitam dos procedimentos anestésicos para a realização de exames e de cirurgias, muitas das quais de extrema urgência e essenciais a

saúde e a vida da população", destacou o juiz Federal Janilson Bezerra na sentença. O presidente da Cooperativa, Frederich Marcks Abreu de Góes, afirmou que a decisão do juiz foi equivocada. "Exercemos uma função social no Rio Grande do Norte e acredito que o juiz agiu equivocadamente", colocou. O anestesiologista conta que recebeu a sentença com preocupação. "Primeiro, recebemos com preocupação por não concordar e segundo, pela importância que a Cooperativa tem tanto para a saúde pública estadual, como para a saúde complementar. Vamos recorrer da decisão e estamos confiantes, mas tudo vai depender da Justiça", disse. Frederich Marcks conta que hoje a Cooperativa conta com 180 anestesiologistas, e destes, aproximadamente, 60% são funcionários públicos. Ele conta que, diante da deficiência de profissionais no quadro de funcionários do Município e Estado, a Cooperativa é acionada para prestar serviço à população. Hoje a Cooperativa tem dois contratos com os entes públicos. Com o Governo do Estado são para os plantões no Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, no Maria Alice Fernandes e alguns plantões no Walfredo Gurgel. Com o município de Natal, o contrato é referente às cirurgias eletivas do SUS. O magistrado determinou ainda que a Cooperativa pague uma multa de R$ 53.205. Na sentença, o juiz observou que ficou patente o crime cometido pela insti-

José Aldenir

Decisão diz que Cooperativa deveria ter 36 dos 180 cooperados. Deoclécio Marques é um dos que mais depende da Coopanest tuição diante da agonia de pacientes. "Mostrou-se patente o menoscabo, pela Cooperativa demandada, a agonia e sofrimento de vários pacientes que, na dependência do procedimento anestésico para a realização da cirurgia, ficaram à mercê da boa vontade dos profissionais e do retorno dos mesmos ao serviço para verem satisfeito um direito básico e essencial, como a saúde. Tal conduta dos médicos cooperados afrontou de forma violenta o principio da dignidade da pessoa humana, refletindo a sensação de desprestigio da sociedade pelo serviço publico prestado,

restando configurado, por conseqüência, o dano moral coletivo", destacou o juiz Janilson Bezerra. Na ação também figuraram como rés a União e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte. A determinação judicial é que esses dois entes estão obrigados a adotarem providências, no prazo de 90 dias, a contar do trânsito em julgado da sentença, para abertura de processo para criação dos cargos de anestesiologistas, destinados aos hospitais do complexo universitário da UFRN. O concurso público deverá ser aberto após 90 dias da publicação da criação dos cargos.

Na sentença judicial, o Juiz Federal Janilson Bezerra observou que a forma como vem ocorrendo a terceirização por parte dos hospitais é preocupante em face do possível cometimento de infrações a ordem econômica. "As contratações de cooperativas de trabalho pela Administração Publica são impróprias quando configuram locação de mão-de-obra disfarçada, sem integração de verdadeira unidade produtiva", avaliou. O Juiz Federal Janilson Bezerra lembrou que a análise quanto à legalidade das cooperativas médicas e o desenvolvimento de suas

atividades também não são assuntos novos no âmbito do Direito Econômico e Concorrencial. "O problema surge quando, a pretexto de representação das respectivas categorias, as associações, cooperativas ou qualquer entidade representativa se utilizam de instrumentos que a legislação antitruste considera impróprios a atividade econômica", analisou o magistrado. Segundo ele, na medida em que congrega grande parte dos médicos do mercado relevante de serviços de anestesiologia no estado do Rio Grande do Norte, a Cooperativa detém claramente o poder de influenciar as condutas dos seus cooperados, dos demais profissionais anestesiologistas, dos planos de saúde e, mesmo, das instituições medicas vinculadas ao Poder Publico, "todos impotentes diante das ameaças de paralisação dos serviços, nos quais em jogo a vida das pessoas". Segundo informações da própria cooperativa, nos autos do processo, dos 160 médicos anestesiologistas do Estado do Rio Grande do Norte, 122 são cooperados da entidade ré, o que representa 76,25% do total. "Embora não mais subsistente a cláusula de unimilitância no Estatuto, conforme mencionado pela Coopanest em sua defesa, o fato e que o poder de pressão sobre os cooperados e sobre a comunidade, e, mais, sobre o próprio Poder Publico (SUS, UFRN e Município de Natal), persistiu materialmente, como demonstra a prova dos autos", escreveu o Juiz Federal na sentença.


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Sábado e Domingo

Fotos: Wellington Rocha

Estilhaços de vidro, forro de PVC e ferragens foram projetados por explosão

Ataque aconteceu perto da Praça do Profeta das Águas, Monsenhor Expedito

Explosão destruiu setor de autoatendimento e também o interior do prédio

Quadrilha explode agência do Banco do Brasil de São Paulo do Potengi durante a madrugada ESTA

É A PRIMEIRA EXPLOSÃO REGISTRADA NO

RN ESTE

ANO.

PM ACREDITA

QUE PELO MENOS

20

TENHAM PARTICIPADO

O prédio da agência ficou completamente destruído com o impacto da explosão, que assustou os moradores da cidade. Dezenas de curiosos acompanharam o trabalho da PM e dos peritos do Itep, que só chegaram ao local no final da manhã ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Uma quadrilha fortemente armada explodiu a agência do Banco do Brasil do município de São Paulo do Potengi, na madrugada deste sábado (19). A Polícia Militar acredita que cerca de 20 homens tenham participado da ação, que destruiu completamente o estabelecimento, situado no Centro da cidade. Segundo o comandante da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, este é o primeiro ataque a agência bancária feito com o uso de explosivos este ano no Estado. A Polícia Militar continua as diligências em busca dos criminosos, mas, até o final da manhã de hoje, ainda não havia identificado nenhum deles. A ação aconteceu por volta das 3h30 de hoje, quando aproximadamente 12 bandidos cercaram a praça onde a agência fica localizada e renderam as pessoas que estavam no local, conversando. Outros criminosos ficaram nas entradas da cidade, para impedir a aproximação da Polícia. Eles estavam armados com fuzis e pistolas e cercaram

também o prédio do Pelotão Destacado da PM, situada duas ruas atrás do banco. Segundo o comandante do Pelotão Destacado de São Paulo do Potengi, tenente Diego Souza, os criminosos renderam cerca de 20 rapazes que estavam na praça e obrigaram um deles a arrombar, com um pé de cabra, a porta de vidro da entrada da agência. Durante a ação, a vítima acabou sendo atingida por estilhaços nos braços e sofreu um corte na mão esquerda. Após arrombarem o local, eles instalaram os explosivos e fugiram em vários veículos, levando todo o dinheiro que estava dentro dos caixas eletrônicos. Ainda durante a ação criminosa, os bandidos que estavam na entrada da cidade efetuaram dezenas de disparos para o alto, para assustar a população. "Eles estavam muito bem armados, com armamento de grosso calibre e planejaram a ação com cautela, já que tiveram a preocupação de cercar toda a cidade, para impedir a chegada de reforço policial à cidade. Eles se dividiram em cerca de três veículos grandes, mas acreditamos que tenham sido mais, até pela quantidade de bandidos

que participaram da ação", explicou o tenente. Na hora do ataque, apenas dois policiais militares estavam de plantão em São Paulo do Potengi. Eles relataram que haviam acabado de fazer um patrulhamento de rotina na área e tinham retornado para o Pelotão para descansar até a próxima fiscalização, quando ouviram os disparos e, minutos depois, a explosão. "Não tinha mais de 15 minutos que havíamos retornado ao posto, quando ouvimos os tiros. Eles cercaram a rua do prédio do Pelotão, para impedir que saíssemos daqui com vida. Na mesma hora, ligamos para as cidades vizinhas pedindo reforço para ajudar na captura dos criminosos, mas eles conseguiram fugir a tempo. Ainda fizemos alguns disparos, para ver se eles desistiam, mas não teve jeito", afirmou o cabo Jânio Calixto. O delegado regional Otacílio Medeiros esteve logo cedo ao local da explosão e conversou com o gerente da agência bancária. Ele afirmou que a instituição irá ceder as imagens captadas pelo sistema de monitoramento eletrônico para a Polícia, para auxiliar na identifica-

ção dos envolvidos no crime. O barulho dos disparos e da explosão atraiu a atenção dos moradores de São Paulo do Potengi, que ainda nesta manhã relatavam o susto que haviam passado durante a madrugada de hoje. "Acho que eles estavam em toda a cidade, porque era muito tiro. Sei que fizeram refém e até obrigaram um deles a ajudar no crime. Foi uma noite de terror", disse a dona de casa Mariana Gomes. O comandante do Policiamento do Interior, coronel Reinaldo de Lima, acredita que a quadrilha tenha usado uma quantidade muito grande de explosivos, pois, além dos caixas, todo o interior da agência ficou destruído. Para ele, a segurança das agências bancárias no interior deve ser reforçada à noite e nos finais de semana. "A agência conta com vigilância eletrônica e alarme, mas é preciso investir mais em segurança feita por homens, que podem relatar as ocorrências à Polícia no momento do ataque. Somente o sistema de monitoramento não inibe a ação dos bandidos, já que não sabemos quando eles irão agir", afirmou o coronel.

Delegado Otacílio solicitou imagens do circuito interno para investigação


Cidade

Sábado e Domingo

O Jornal de HOJE 11

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

TROFÉU CORRUPÇÃO

O príncipe volante PARA ALUISIO LACERDA, FRANÇOIS SILVESTRE E RUBENS LEMOS

Numa trajetória enviesada em relação aos padrões históricos no âmbito das monarquias, minha aldeia um dia assistiu, cheia de encantamentos, a um velho príncipe comandar um reino em que a coroa e o cetro já estavam devidamente entregues a um jovem rei. Após reinar por quinze anos como o melhor "centerhalf" que o Brasil viu em seus campos, Danilo Alvim chegou em Natal, terra dos Reis Magos, para tocar o time do ABC FC, onde Alberí fora coroado pelos súditos e com uma Bola de Prata em 1972. Foi ele, Danilo, xará do uruguaio Menezes, que era também uma espécie de conselheiro do craquerei (inseparáveis na troca de passes), quem chefiou a equipe, em 1973, naquela que foi a maior excursão que um clube brasileiro já fez por três continentes. Pena que a cidade não soube colher para a sua própria história um pedaço do legado do cara que foi ungido o príncipe do futebol brasileiro alguns anos antes de se iniciar o reinado perpétuo de Pelé. A presença de Danilo Alvim em Natal merecia mais glamour. Minha geração e as posteriores testemunharam grandes momentos de superação de alguns craques. Vimos Tostão lutar contra a quase cegueira, Zico vencer o raquitismo, Reinaldo correr com os joelhos em frangalhos e Ronaldo retornar algumas vezes. Mas, nada, nada mesmo, em se tratando do mundo da bola, foi tão trágico e ao mesmo tempo tão alentador do que o roteiro real da vida de Danilo Faria Alvim, um gênio do meio campo que provocou na função de volante uma revolução no futebol do Brasil. Pouco tempo após sair do juvenil, com 19 anos, magro e esticado como um espanador da Lua, mas já respeitado no mundo dos titulares, Danilo se viu literalmente cortado da prática esportiva. Um automóvel fraturou suas duas pernas em trinta e nove lugares. Para a equipe médica que o atendeu na fatídica tarde de 1941, seria humanamente impossível voltar a jogar bola, sendo mesmo pouco provável recuperar os movimentos normais. O gesso e a incipiente fisioterapia duraram dezoito intermináveis meses. Mas Danilo era mais que um craque, era um predestinado, que além do talento monstruoso tinha determinação e perseverança. Não havia sido à toa que meses antes do acidente, o técnico Flávio Costa o havia chamado para completar a seleção carioca. Juvenil do América, o rapaz arrebentou nos

treinos e logo já estava entre os titulares do selecionado do Rio de Janeiro para o Campeonato Brasileiro. Durante os treinos, cabia a Danilo marcar um amigo, meia-direita do Flamengo, num duelo que faria história. O nome do colega era Zizinho, que com ele dividiu a cena carioca ao meio com embates entre América e Flamengo - e depois Vasco e Flamengo - levando as arquibancadas à loucura. Também juntos eles sofreram na tragédia do "Maracanazo", na Copa de 1950. Obviamente que a fotografia mais trágica daquela hecatombe é o segundo gol uruguaio, de Ghiggia; mas as imagens mais tristes são de Zizinho, amparado pelo goleiro rival, Máspoli, e de Danilo, em choro inconsolável carregado pelo locutor Jaime Moreira. A trajetória mágica do futebol de Danilo Alvim, o príncipe que regia orquestras como o Vasco campeão sul-americano de 1948 e tetra carioca em 1947, 1949, 1950 e 1952, ou como a própria seleção brasileira daqueles anos, merecia o título mundial perdido. Pouquíssimos volantes até hoje jogaram com a sua sabedoria, categoria e precisão técnica. Ele antecipou-se em décadas ao estilo dos meias armadores que marcam os atacantes inimigos e ao mesmo tempo compõem um trio de ataque na busca do gol. O esplendor do seu jogo foi no América, no biênio 1944 e 1945, e no Vasco, entre 1946 e 1954, quando tornou-se ídolo dos torcedores de todas as camisas e que admiravam o espetáculo das suas jogadas, principalmente durante os duelos imortais com Zizinho. A história de uma rivalidade em campo e sólida amizade fora de jogo começou muito cedo e registrou um episódio singular. Seu pai, Alcídio (conta João Máximo no livro Gigantes do Futebol Brasileiro, editora Lidador, 1965), era fã do garoto do Flamengo. Um dia ambos trocaram pernadas no gramado e foram expulsos, tendo ainda Danilo que se explicar em casa quando o pai quis saber o porquê da briga. "eu e o Ziza só nos estranhamos", disse, e ouvindo na bucha, "saiba que filho meu não estranha o Ziza". Quando regeu o ABC de Alberi, Danilo Alvim deixou na minha lembrança de garoto a impressão de que Natal viveu com ele a magia de um quarto mago seguindo estrelas por sobre nossas dunas. Por um instante a cidade foi presépio de um velho príncipe. (AM)

AGENDA

Entre Davos e o Nordeste, Dilma optou pelo segundo destino para construir uma agenda positiva. Pelo menos por aqui não haverá provocações quanto às críticas que seu governo vem recebendo da BBC, Financial Times, The Economist e Le Monde.

E O RIO, HEIN?

Mortes provocadas por chuvas, centenas de desabrigados, verbas para enchentes desviadas no córrego da corrupção, professores com salários atrasados. Como se vê, nos governos de Sergio Cabral e Eduardo Paes o Rio de Janeiro continua indo...

GALINHADA

O Ministério Público e a Polícia Federal não devem nem podem se deixar levar pela imagem do fracasso no jantar que a juventude petralha de Brasília promoveu em favor dos mensaleiros. Como tudo no PT é caixa 2, deve ter havido muita grana por fora.

A PONTE

Nem bem estreou direito, o novo filme de Quentin Tarantino, "Django Livre", gerou debates nas redes sociais no Brasil. Até aqui, as críticas positivas superam as negativas. Os pistoleiros da esquerda jeca não têm do que reclamar, pois afinal o polêmico cineasta parece ter inserido as cotas raciais no contexto dos brancos filmes de faroeste.

SECRETÁRIO

"A candidatura oficial do partido é do Fábio Faria". Aspas do deputado federal Guilherme Campos (SP), líder do PSD na Câmara, em contraposição aos interesses de outros dois colegas da legenda que querem a vaga de secretário na nova mesa diretora.

ARENGUEIRO

Impressiona a postura do cientista Miguel Nicolelis diante da opinião do potiguar Gustavo Rocha e do paulista Herton Escobar. Tudo de positivo que ocorre com ele, faz questão de registrar no Twitter em forma de birra, como vingança contra ambos.

PROJETOS

Durante a semana, quando um projeto do seu grupo científico foi publicado na Nature, Nicolelis preferiu publicar provocações vaidosas do que tratar com a importância que o assunto merece. Apesar da grande imprensa nacional ter ignorado totalmente o fato.

PIRATARIA

Já está provocando bate-bocas e até troca de sopapos a venda de DVDs genéricos em cópias de

má qualidade via internet ou capturadas por celulares nas salas de cinema. O poder público só irar tomar providências quando alguém ferir outro alguém.

ROUBO

As empresas de telefonia celular estão roubando descaradamente o povo brasileiro, sem que o governo federal demonstre um apoio mais rígido aos órgãos de defesa do consumidor, hoje afogados em milhares de queixas contra TIM, Oi, Vivo e Claro.

FUTEBOL

Gerou boa resenha virtual, ontem, no Facebook, a pergunta que lancei aos amigos seguidores: Pra que serve mesmo ser campeão carioca, paulista, pernambucano, baiano, gaúcho, mineiro, piauiense, alagoano, paranaense, goiano, cearense ou potiguar, hein?

Movimento dos Navios

Obras em túnel iniciam, mas população está desacreditada As obras de recuperação e manutenção do túnel de de Neópolis, um dos principais retornos para Natal, na BR-101, que há anos encontra-se com a estrutura bastante danificada, começaram na manhã de hoje, quando uma equipe da empresa CSN Ltda, contratada pelo Departamento Nacional de InfraEstrutura de Transportes do Rio Grande do Norte (DNIT/RN), iniciou a limpeza da área e a recuperação do meio-fio. Mas apesar de o DNIT/RN ter anunciado a interdição do túnel durante as obras, orientando os motoristas a utilizarem o retorno da avenida Maria Lacerda em seus deslocamentos, o tráfego funcionou normalmente pelo acesso durante toda manhã, e os motoristas que buscavam o acesso mais rápido aos bairros de Pirangi e Nova Parnamirim, não precisaram alterar seus itinerários. O túnel de Neópolis, não passa por manutenção há anos, e por isso em sua estrutura há danos bastante evidentes, como ferragens descobertas e enferrujadas, e vigas extremamente danificadas. Além dos problemas estruturais, a via de acesso também tem buracos na pista e falta de iluminação, e apesar do início das obras, a população não acredita na solução de todos os problemas. O representante comercial Isaque Farias, utiliza o túnel diariamente, mas para ele, as obras previstas e iniciadas não irão trazer soluções definitivas. "Nos últimos anos o fluxo de veículos passando pelo túnel aumento muito, com mais pessoas vindo morar nessa região, devido às várias construções que temos por aqui. Infelizmente, as autoridades competente não atentaram para essa mudança. Acho que essas obras de restaura-

BANG BANG

Até agora, silêncio glacial dos petistas de Natal com a confirmação do desvio de milhões de reais das obras da ponte Newton Navarro, promovido por gente do PSB durante o governo Wilma de Faria que foi apoiado pelo PT de Fátima e Mineiro.

> NEÓPOLIS

José Aldenir

Fotos:divulgação

Será conhecido nesse domingo o vencedor da segunda edição do troféu Algemas de Ouro, destinado ao político considerado o maior corrupto do ano. Mais de 23 mil votos definirão o dito cujo de 2012, entre Luiz Inácio, Demóstenes Torres e Eduardo Azeredo.

APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

O cancelamento do navio de turismo causa um grande prejuízo ao artesanato, taxistas. ag. de receptivo e o porto NATAL Navio Bandeira CMA-CGM Platon United King Erick Explorer Bahamas Lagoa Carioca Brasil Lagoa Paranaense Brasil Gemini Brasil Ocean Stalwart Vanuato Marfret Guyane França CMA-CGM Homere Inglaterra CMA-CGM Aristote U. Kingdom

Agência CMA-CGM Seamaster W. Sons W. Sons W. Sons Seamaster W. Sons CMA-CGM CMA-CGM

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto Ao Largo 26/01 02/02 09/02

Destino Algeciras/ESP Guamaré(RN) ---Guamaré(RN) Algeciras/ESP Algeciras/ESP Algeciras/ESP

Carga Contêineres Pesquisa Em Operação Em Operação Em operação Pesquisa Contêineres Contêineres Contêineres

Descarga ----------

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Arie

Bahamas

Petrobras

No Porto

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Marlera

Dia 19 20

Na manhã de hoje, o túnel estava liberado e trafégo fluiu normalmente ção e manutenção à essa altura são paliativas, a solução seria enlarguecer o túnel ou criar um viaduto. Essa obra não vai ser suficiente, o problema deve ser resolvido desde sua origem, ou seja, em toda sua estrutura, pois o caso é serio e precisa de uma atenção especial, alguém precisa fazer alguma coisa", disse Isaque Farias. As obras de recuperação serão realizadas nos finais de semana, nos dias 19 e 20/1, 26 e 27/1; 2 e 3/2 e 9 e 10/2, e contemplarão a manutenção do pavimento, a limpeza do túnel e de áreas adjacentes,

conservação da Faixa de Domínio, sinalização, a realização da operação "tapa buracos" no local, e principalmente, a remoção da viga danificada em virtude de danos sofridos no choque envolvendo um caminhão. Durantes as obras mais complexas, está prevista a interdição do túnel, das 6h às 18h, e o prazo para conclusão da execução é de 30 dias. A reportagem d´O Jornal de Hoje tentou obter mais informações junto ao DNIT/RN mas não obteve retorno em suas ligações.

Panamá

A. Marítima No Porto

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 16:28 0.8 22:51 1.7 04:58 0.8 11:32 1.8

Exportação

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal

--

FASES DA LUA Minguante (05/01 - 00:58h) Nova

(11/01 - 16:44h)

Crescente

(18/01 - 20:45h)

Cheia

(27/01 - 01:38h)


Esporte

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 15

Fotos: Divulgação

Sábado e Domingo

“O Alecrim não precisa de caridade” COM NOVO INVESTIDOR, APRIMORANDO SUA INFRA-ESTRUTURA E PENSANDO EM CONQUISTAS, O ALECRIM INICIA O CAMPEONATO POTIGUAR TENTANDO REVIVER O PASSADO. DESDE 1986 O VERDÃO NÃO COMEMORA TÍTULO IMPORTANTE Não foram poucas as oportunidades que o Alecrim citou a possibilidade de se ausentar das competições estaduais. A falta de infra-estrutura, processos trabalhistas do passado e a escassez de

títulos eram empecilhos importantes e que a cada ano só dificultava mais a possibilidade de montar bons times. A torcida se afastou, foi perdendo força, e se no passado chegava a dividir com o

América um espaço de mesmas proporções no Machadão, hoje se contenta em receber na estreia do Campeonato Potiguar o menor público da primeira rodada, com apenas 199 pagantes.

Reestruturar o Alecrim em busca de títulos. É com esse pensamento que o clube desde o ano passado iniciou um processo de reconstrução coordenado por Anthony Armstrong, investidor que

vê no clube a possibilidade de fomentar negócios, reconquistar o torcedor e fazer novamente o Verdão dar orgulho à sua torcida. O Jornal de Hoje conversou com o novo presidente, que falou a respei-

to da estrutura atual, do pensamento para o futuro, de como pretende recuperar os mais de 1,5 milhão já investidos no Alecrim e, principalmente, afirma: "não precisamos mais de caridade."

Bate Bola com ANTHONY ARMSTRONG PRESIDENTE DO ALECRIM

Jornal de Hoje: como você avalia esse primeiro momento do Alecrim, da preparação até a estreia? Anthony Armstrong: Assumi a presidência do Alecrim e ele realmente existia no papel. E aí? Acabou! Não tinha jogadores, elenco, categorias de base. É um trabalho que encaremos com muita seriedade e fomos pensando nas peças necessárias para a profissionalização. Acredito que nesse momento estamos em uma fase de conhecimento, mas que já temos muito o que apresentar. Construímos uma infraestrutura inicial importante e aos poucos vamos aumentar. Comissão técnica, comissão médica. Temos fisioterapeutas, nutricionistas e tudo que é necessário. Vamos cuidar desses meninos. A saúde física e intelectual dos atletas tem que estar preservada. Começamos bem. JH: Você não é brasileiro. É um empresário do ramo da construção civil. Como fazer para montar um time de futebol, ramo tão diferente do que você está ligado diretamente? AA: Eu tenho experiência de futebol. Mas eu estou no Brasil, sou inglês e o mundo de futebol é difícil. Fiz escolhas técnicas. Eu contei também com o Miguel Castro, que é supervisor técnico do futebol feminino da seleção brasileira. Ele veio me ajudar a organizar algumas tarefas. A primeira necessidade foi escutar o Maurílio e saber quem ele poderia nos indicar para montar esse elenco e fazer um time forte. Ele recomendou e conseguimos viabilizar grande parte. Acredito que 60%. Os outros foram se complementando de acordo com reu-

niões com nossa coordenação. Um deles é o Robertinho, que foi uma decisão técnica discutida comigo e Maurílio. Vimos alguns jogos e sabemos que ele tem talento. Já surpreendeu nas duas primeiras rodadas. Temos alguns jogadores bem experientes, mas não temos um elenco velho, é balanceado e se complementa. O técnico do América até já citou sobre a nossa organização tática. Esses meninos se entendem e vão funcionar como uma unidade. JH: E como você chegou até Maurílio? AA:Para contratar um técnico eu tive que conversar olho no olho. Cheguei a pagar vários voos para conversar com nomes que nos interessava. Não queria contratar alguém simplesmente por currículo. Vários nome importantes vieram, que venceram, com manias, entre outras coisas. O único que olhou no meu olho e disse que queria ganhar foi o Maurílio, que foi vencedor como jogador e agora tem a oportunidade de mostrar que como treinador também pode fazer uma grande carreira. O time que ele treinou o ano passado estava prestes a ser rebaixado e ele conseguiu pegar um time no meio do campeonato e finalizar com 17 jogos invictos, salvando do rebaixamento. Ele veio com a comissão técnica dele. Preparador físico, de goleiros, supervisor. É um trabalho que a gente confia muito. JH: Qual a principal base desse Alecrim de hoje? AA: A Família. A gente tem trabalhado para que os jogadores

se sintam em casa. É bom a gente ver que eles estão bem. Vencer não é simplesmente dinheiro. Emocionalmente é necessário estar bem, é preciso estar em paz. Como eles se relacionam entre si é um fator fundamental. JH: A infra-estrutura sempre foi o calo do Alecrim nos últimos anos. O clube sequer tinha onde treinar e saia de porta em porta em busca de um campo profissional. Chegou a treinar em locais que sequer tinham medidas oficiais. Foi esse o principal desafio? AA: No futebol moderno tudo depende de logística e infra-estrutura. Não temos infra-estrutura nenhuma e não estou falando em nada novo. No Alecrim sempre se esperava a caridade dos outros. Eu assumindo a presidência trouxe também a independência financeira. Não estou pedindo nada a ninguém e a gente não está mais com as mãos na frente. Queremos o que todo time internacional ou local quer, a ajuda na nossa torcida. Quero empresários que queiram investir em marketing e mídia e não

fazer caridade. O Alecrim hoje não precisa de caridade. Imaginem os fatos. Ceará Mirim, longe. Goianinha, longe. O ABC tem o Frasqueirão, mas é do ABC. Então eu decidi ter a nossa própria casa e escolhi São Gonçalo. O Ninho do Periquito custará ao torcedor 6 reais de ônibus para chegar até lá. Eu preciso de um local que nos renda dinheiro. Só não jogamos ainda lá porque resolvemos poupar um pouco a grama, já que tínhamos dois jogos fora em sequência dava pra jogar a primeira em outro estádio. JH: Você tem investido no Alecrim. Como pretende ter retorno? AA: Eu tenho dois chapéus. Um de empresário e um de dirigente de futebol. Carrego duas responsabilidades. Ao meu investimento e ao clube. O Alecrim passou por tudo que passou por falta de profissionalismo do passado. Tenho três anos para estruturar a área profissional e construir uma base sólida para o futuro. Como qualquer empresa que investe em esporte quere-

mos retorno. É no mundo inteiro assim. Até o Barcelona, que historicamente nunca teve patrocinador agora vai ter. Patrocínio é a base do esporte profissional. Meu retorno vem de onde? Se você perguntar nas ruas quem é a empresa EcoHouse todo mundo responde: "não é a empresa do presidente Alecrim?" Então já funcionou. Como eu posso medir o quanto vale isso? Nós somos uma empresa de construção civil, uma das maiores do Estado. Hoje temos mais de mil funcionários em nossos quadros. Todo público de futebol é público alvo para as casa que construo, que estão no programa Minha Casa, Minha vida. A empresa EcoHouse, por exemplo, adquiriu a concessão de um campo de futebol, mas ele também não será só um campo de futebol. Também iremos programar outros eventos. Tem muitos aspectos que podem gerar retorno. Por isso não vendi a camisa do Alecrim, que nesse momento estampa a nossa marca. Tenho mais de um milhão e meio de reais investidos no Alecrim e temos mais para investir. JH: GERALMENTE OS EMPRESÁRIOS PENSAM MUITO EM CATEGORIAS DE BASE E O ALECRIM AINDA NÃO FEZ ISSO. VOCÊ VAI INVESTIR NISSO? AA: Com o Ninho do Periquito vem também dois terrenos vizinho, um deles será o estacionamento para mais de mil veículos. O outro será um campo de treinamento profissional com enfermaria, piscinas, alojamento, escritórios admi-

nistrativos e claro um campo de futebol profissional, além de um micro campo para treinamento de goleiros. Em abril, após o campeonato estadual, começaremos as obras. Nesse momento não quero tirar os olhos do futebol profissional. Com isso as categorias de base começarão a funcionar. Apresentaremos ao Conselho do Alecrim e depois iniciaremos o projeto. O Alecrim já revelou jogadores e depois acabou não recebendo nada. Eu quero fazer esse dinheiro aparecer. Qual o produto de um time de futebol? É o atleta. Não é picolé! É como uma construtora que vende casas. Então temos que tratar bem o nosso produto e construí-lo aos poucos. JH: É o primeiro ano da gestão, da reestruturação. Não é cedo demais para pensar em títulos? AA: Sempre tem que pensar grande na vida. Temos que lembrar que todas as grande figuras do mundo saíram do pensamento impossível e construíram seu legado. Temos que pensar além. Mesmo sendo o primeiro ano. Claro, como qualquer coisa, futebol não é ciência exata. Posso dizer que temos todas as ferramentas necessárias para fazer uma grande competição. Agora é seguir melhorando a cada passo. Temos adversários respeitados, mesmo sem ter nessa primeira fase a presença de ABC e América. Santa Cruz, Baraúnas, Corintians de Caicó já foi um rival muito difícil. Não existe um time que eu possa simplesmente esquecer. Respeito meus concorrentes, mas sabemos do nosso trabalho.

Gabriel Negreiros

PisandonaBola

GABRIEL NEGREIROS - GABRIELNEGREIROS@GMAIL.COM - TWITTER: @GABRIELNEGREIRO

AMÂNCIO

COPA DO NORDESTE Com transmissão da Globo Nordeste e Esporte Interativo, bons atrativos financeiros e até a possibilidade de uma vaga na Copa Sul-Americana, a Copa do Nordeste dessa vez parece realmente renascer aos olhos dos clubes nordestinos. Tanto que praticamente todas as equipes deixam as competições estaduais de lado para se dedicar ao torneio. Em um novo formato, a Copa do Nordeste pode ser fundamental para os times da região para as próximas temporadas. Há anos se comenta que essa será a grande redenção das equipes. O fato é que já começou a girar a roda e os próprios jogadores na hora de definir o futuro já consideram a disputa uma boa vitrine. ABC E AMÉRICA NO NORDESTÃO Principalmente por ser uma competição do primeiro semestre, onde os clubes geralmente estão se reformulando, vejo com boas possibilidades as participações de ABC e América. Diferente do Campeonato Brasileiro, onde são disputadas 38 rodadas, a Copa do Nordeste é um tiro curto e com mata-mata, que abre possibilidade a todos. O América parece ser um time mais próximo de estar no embalo, mas o

ABC construiu um grupo que parece ser bem mais forte do que era esperado. VEXAME SUB-20 O Brasil foi eliminado do Sul-Americano sub-20 e está fora até do mundial da categoria. A queda aconteceu ainda na primeira fase, onde o time tropeçou no Equador, Uruguai, Peru e venceu apenas a Venezuela, por um magro 1 a 0. Copio o jornalista Dassler Marques, do Terra. "Emerson Ávila foi confuso desde as estratégias, de início por uma equipe muito ofensiva, até o final, com volantes de pouca técnica. Foi, acima de tudo, incapaz de resolver os maiores problemas (...) O grande risco para o Brasil, a partir de agora, é riscar todos os jogadores desse vexame para o longo prazo. Mais precisamente, os Jogos Olímpicos de 2016, em que a base será formada pelas gerações /93, /94 e /95, e eventualmente alguns nascidos em 1996. Há de se separar o joio do trigo, há de se avaliar quem realmente fracassou e quem foi vítima do fracasso anunciado. Um processo que não atingirá os maiores responsáveis, mas em um espaço onde o senso de justiça nunca prevaleceu."

CAMPEONATO POTIGUAR Neste final de semana acontece a terceira rodada e acredito que mais uma vez o Baraúnas conseguirá seguir em frente na sua trajetória inicial vitoriosa. É o maior favorito da rodada. Santa Cruz e Alecrim devem afunilar essa disputa junto ao time mossoroense. Espero melhores públicos de acordo com o andamento da competição. TEM POTIGUAR UFC SÃO PAULO O UFC volta a São Paulo neste sábado, após quase 15 anos de ausência e depois de muitas negociações e idas e vindas entre a prefeitura da cidade e os organizadores. Apartir das 20h30, 11 lutas recolocarão a capital paulista no mapa do maior evento de MMAdo mundo. Ronny Markes é o potiguar da disputa. Ele lutará contra um rival de peso, Andrew Craig. A vida de Ronny nessa categoria não é fácil, afinal o campeão é Anderson Silva. Mas Ronny é jovem e ainda tem muito a crescer no esporte. A luta de hoje, caso vença, o colocará um degrau mais alto na categoria, que busca ainda um adversário que possa fazer frente a Anderson Silva. Vale lembrar que a luta principal do card de hoje, Vitor Belfort e Michael Bisping também é da mesma categoria. Quem vencer pode enfrentar Anderson.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Sábado e Domingo

Fotos: Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Baile funesto

SEM PESO NO

RETORNO AO OCTÓGONO T ÉCNICO

DE

R ONNY M ARKES , JAIR LOURENÇO,

ACREDITA QUE TEMPO

SEM LUTAR NÃO VAI SER PROBLEMA PARA MOTIVADO O potiguar Ronny Markes não luta pelo UFC desde fevereiro de 2012, contudo, isso não vai ser problema no retorno dele ao octógono do maior evento de MMA do mundo, marcado para este sábado, no UFC São Paulo, contra o americano Andrew Craig. Essa é a avaliação do mestre Jair Lourenço, líder da Kimura Nova União e que está na capital paulista para acompanha a reta final da preparação de Ronny. "O tempo sem lutar as vezes pode pesar, mas acredito que não vai ser o caso porque Ronny Markes está muito confiante para essa luta. Ele é um lutador muito forte, que está totalmente concentrado para esse evento. Acredito que vai ser uma grande apresentação para o público que assistir ao UFC São Paulo", avaliou Jair Lourenço. Natural da vila de Ponta Negra, em Natal, onde mora até hoje, Ronny Markes está no Rio de Janeiro desde outubro, para se preparar para essa luta na Nova União. Contudo, esse não foi a única cidade onde o potiguar se preparou para essa luta. Além das capitais norte-rio-grandense e da carioca, Ronny treinou também em São Paulo, onde participou do camp de Júnior Cigano e aproveitou para treinar boxe com o, agora, excampeão dos pesos pesados do UFC,

R ONNY M ARKES Ronny Markes garantiu que a invencibilidade do adversário (que tem duas lutas e duas vitórias), não assusta. Até mesmo porque o próprio Ronny também tem duas lutas e duas vitórias no maior evento de MMA do mundo. "Ele é um cara invicto e que gosta de lutar em pé e no chão. Acredito que vai ser uma boa luta, porque vou pra dentro o tempo todo, procurando sempre começar e terminar atacando", completa. UFC SÃO PAULO 19 DE JANEIRO DE 2013, EM SÃO PAULO (SP)

Ronny Markes começou a treinar pesando quase 106 quilos e perdeu 22 para chegar à medida da categoria especialista nesse estilo de luta. "Esse trabalho de preparação foi muito importante, foi muito completa. Estou melhor em todos os sentidos. Melhorei muito meu jiu jitsu, meu muay thai e meu boxe e estou confiante tanto na luta em pé, quanto no chão. Minha parte física também melhorou bastante com o trabalho feito pelo preparador Thiago Macedo", afirma Ronny Markes, que começou a se preparar para esse retorno ao octógono há bastante tempo, ainda em Natal, treinando na Kimura Nova União.

Sobre a expectativa de voltar ao octógono e lutar pela primeira vez no Brasil estando no maior evento de MMA do mundo, o UFC, Ronny Markes afirma que é a realização de um sonho e todo o esforço será recompensado com uma vitória diante da "torcida maravilhosa". "Prometo que vou dar tudo que tiver dentro de mim para vencer mais essa batalha para o nosso país. Tenho muita fé em Deus e no meu treinamento. Vai dar tudo certo!", encerra. Com relação a Andrew Craig,

CARD PRINCIPAL Vitor Belfort x Michael Bisping Daniel Sarafian x CB Dollaway Gabriel Napão x Ben Rothwell Thiago Tavares x Khabib Nurmagomedov CARD PRELIMINAR Godofredo Pepey x Miltinho Vieira Ronny Markes x Andrew Craig Diego Nunes x Nik Lentz Edson Barboza x Lucas "Mineiro" Martins Iuri Marajó x Pedro Nobre Ildemar Marajó x Wagner Caldeirão C.J. Keith x Francisco Massaranduba

> SUL-AMERICANO SUB-20

“Sensação de vergonha” Atual tricampeão do Sul-Americano sub-20, o Brasil encerrou a sua participação na competição, disputada na Argentina, de forma melancólica. Nesta sexta-feira, no Estádio Bicentenário, em San Juan, o time foi derrotado por 2 a 0 pelo Peru e acabou eliminado do torneio, ficando fora também do Mundial da categoria, que será disputado na Turquia, em junho. Os gols da vitória peruana foram marcados por Reyna, em posição duvidosa, e Flores. O Brasil se despede como a anfitriã Argentina, com campanhas pífias na competição. As duas maiores forças da América do Sul estão fora do Mundial da categoria. Em 18 edições do Mundial, o Brasil não disputou o torneio apenas uma vez, em 1979. Além disso, a seleção brasileira é a atual campeã do mundo

e tricampeã sul-americana. "Qualquer coisa que se fale após uma eliminação com essa seria apenas uma justificativa para as partidas ruins que fizemos. Não fizemos sequer um bom jogo. Nem mesmo quando vencemos a Venezuela. É vergonhoso. É muito triste voltar ao Brasil com a sensação de vergonha. O futebol brasileiro não ficava de fora de Mundiais há muito tempo", disse o técnico Emerson Ávila. Com a derrota, o Brasil acabou a primeira fase do torneio na penúltima colocação do Grupo B, com apenas quatro pontos. Uruguai, Equador e Peru avançaram para o hexagonal final. Na outra chave, os classificados foram Chile, Paraguai e Colômbia. A última fase do SulAmericano sub-20 começará a ser disputada no domingo.

TOMANDO FORMA Aos poucos, a rotina do fanático vai tomando forma. Copa do Nordeste, Campeonatos importantes como os do Rio de Janeiro e São Paulo começando. E, sem nenhuma conotação pessoal, a constatação: O Estadual do Rio Grande do Norte , até agora, não entusiasma um monge tibetano.

A eliminação precoce também custou ao Brasil ficar de fora do mundial da categoria, que será disputado na Turquia

> COPA DO NORDESTE

América e ABC estreiam neste final de semana Se em anos anteriores o Campeonato Potiguar abria o ano esportivo para ABC e América e era a única oportunidade de receita e títulos, 2013 começa com um cenário bem diferente para as duas equipes. Os clubes começam a disputar neste final de semana a Copa do Nordeste, competição que reunirá os principais clubes da região e que poderá levar o campeão à

Copa Sul-Americana. O ABC joga na tarde deste sábado, às 16h em Fortaleza, contra o Ceará. A estreia do América acontece no domingo, no Nazarenão, em Goianinha, às 17h. O time comandado por Givanildo Oliveira seguiu para Fortaleza na tarde de sexta-feira. O ABC deste ano está reformulado e mesmo com poucas possibili-

O negro Jesse Owens é um dos heróis da história mundial. Infelizmente, lembrado de quatro em quatro anos, quando são disputadas Olimpíadas. Foi ele quem humilhou a truculência nazista nos Jogos de 1936, ganhando quatro medalhas inacreditáveis: Owens, nascido no Alabama(EUA), levou ouro nos 100 e nos 200 metros rasos, no revezamento dos 400 metros e no salto em altura. Owens enfrentou a multidão e a maldade ostensiva comandada por Adolph Hitler, dois anos antes de ser iniciada a barbárie da Segunda Guerra Mundial e calou o Estádio Olímpico de Berlim, reduzindo a uma linguiça vencida o ego do ditador tresloucado. A vitória de Jesse Owens, depois ativista pela igualdade racial, desmontou o circo armado pelos de suástica, que tentavam provar, na marra antes da pólvora, a superioridade ariana. Na propaganda enganosa de Goebbels, o marqueteiro Panzer. Tomaram uma trolha. Owens, místico e mítico, desprezou as reações furiosas e impotentes de Hitler e suas serpentes. Reagiu à falta de solidariedade do seu presidente Franklin Roosevelt, que sequer lhe endereçou os parabéns num simples telegrama. Era a inconsciente segregação americana falando surdo. Jesse Owens botou o seu rosto magro em todas as conquistas das Olimpíadas de 1936. A Alemanha, impondo sua força pelo medo hitlerista, foi a primeira com 89 medalhas, mas nenhuma conseguiu tirar do seu Fuhrer o ódio histérico pela derrota para um negro. Alguns historiadores mais afoitos insistem que a performance de Jesse Owens demarcou a retórica e a prática do mundo em relação ao racismo. É possível. Afirmam também que foi Owen quem instigou a Segunda Guerra como forma de revanche. Essa é mais fantasiosa. O fato é que Hitler e suas víboras, varridas do mundo pelos Aliados numa surra devastadora e decisiva para a sobrevivência da Civilização, sofreram demais pela vitória estoica de Jesse Owens e só em imaginar Hitler - que carbonizou milhões - sofrendo, é uma razão para olhar o sol nascer. Jesse Owens, em 1936, não precisou de cartazes ou badernas para denunciar a separação de pessoas pela cor. Sua carta aberta foram suas vitórias que o tornaram o símbolo maior do atletismo. O importante é que o planeta não ficou indiferente. >>> Olhando a fotografia de Jesse Owens, que morreu aos 67 anos em 1980, reverenciado pelos principais ídolos do esporte, imagino a falta de cerimônia de quem está arrumando alegorias e abadás para o carnaval no interior do Rio Grande do Norte. Longe de comparar qualquer folião a Hitler, seria maldade. Incrível é alguém saracotear sabendo que a alguns quilômetros de sua casa existe um quadro de filme de pavor, sede, fome e morte, carcaças de animais expostas à beira de estradas com o sertanejo liquidado pela falta de medidas de combate aos efeitos da seca. Brincar todo mundo pode, dane-se Severino com seu filho cheio de vermes na barriga tomando água barrenta numa caneca imunda. Severino que se exploda. O importante é o trio elétrico tocar na procissão da dança funesta. O axé baiano explodir estridente onde nem a sanfona de Luiz Gonzaga se escuta mais, por desalento, desencanto. Que se vire Severino, que está no Oeste, na Região Central, no Seridó, imundo sem tomar banho há semanas. Falta-lhe e à sua família, uma gota da água que compramos em dúzias de garrafas nos supermercados. A água amarelada de Severino(quando aparece) é de pote, açude, cisterna. A nossa é mineral. Há uma recomendação do Ministério Público aos novos prefeitos dos municípios em flagelo para que não gastem com carnaval. Ora, mas se é o profano o segredo do voto sagrado? Os promotores deveriam provocar a Justiça a simplesmente impedir, em razão da calamidade pública, qualquer gasto oficial com fanfarra. Severino nem está aí para carnaval. Sai na madrugada buscando um poço velho que, em milagre divino, jorre por obra de oração. Volta com um preá morto para dividir com os sete filhos, em escadinha. Severino que se dane pois será carnaval e a máscara ,feita de carne, de pele, sem pinturas ou adereços. É o baile da perversidade. Pelo Nordeste inteiro, não apenas no Rio Grande do Norte. Mais ou menos como promover um baile com pagodeiros trinta minutos depois do enterro do corpo do pai. Ou da mãe. E daí Severino? Quem mandou nascer errado, no brejo e nas caatingas esturricadas? Severino, seu pacato, macho era Jesse Owen. Por muito pouco, não fez Hitler, o coreógrafo da desgraça, dançar, em 1936, o jazz da humilhação. Som de New Orleans, lugar em que negros afinavam a igualdade sem sacar armas de fogo.

dades de investimento conseguiu colocar no papel um time que pode surpreender. Uma base foi mantida desde o ano passado e algumas caras bem conhecidas do torcedor não estão mais no elenco. Mas é a oportunidade que Givanildo Oliveira conseguiu para construir seu próprio time desde a pré-temporada. O América, comandado por

Roberto Fernandes, manteve jogadores importantes e encontrou no rival ABC alguns jogadores que podem ser fundamentais nas próximas competições, casos de Cascata e Renatinho Potiguar. Para estreia, a grande novidade é o meia Fabinho, que já tinha as malas prontas para jogar na China e que por enquanto segue no time até que seu futuro seja definido.

ALECRIM A derrota do Alecrim deve ser tomada como uma boa lição. O time parecia envolvido numa nuvem de fantasia pela chegada do novo presidente e dos reforços. O Assu tratou de botar realismo no caldo. Menos propaganda, mais futebol. JUSTIÇA Vamos ser justos: No caso de Júnior Xuxa e Leandrão, o ABC não teve qualquer culpa. O clube em nenhum momento anunciou que estava fechado com os jogadores. Eles se precipitaram, foram às redes sociais e atrapalharam o negócio. FABINHO Bom que ficasse. A emocionar o jogo contra o ABC. O

único interessante no Poti. INÉDITO Há 54 anos, o Vasco conquistava o inédito supersupercampeonato carioca ao empatar com o Flamengo por 1x1 no Maracanã, arbitragem de Eunápio "Larápio"de Queiróz. Foi um feito do Vasco, então um time de futebol, que enfrentou dois triangulares com o Mengo e o Botafogo de Garrincha. DETALHES O Maracanã recebeu 104 mil pessoas numa noite de sábado. Roberto Pinto abriu o placar para o Vasco e Babá, empatou para o Flamengo. O Vasco de Miguel(potiguar de Macaíba); Paulinho e Bellini; Écio, Orlando e Coronel; GRAÇANDU Em Graçandu, uma veranista passou duas horas de terror sob a mira de revólveres e ameaças de bandidos. Ela e a sua família. Roubaram e deram uma paulada na cabeça da mulher, só por sadismo. Graçandu reclama a saída do Tenente Isaac Leão, que comandava a segurança com punho de ferro.


Cultura

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

14 O Jornal de HOJE

Sábado e Domingo

Fotos: Divulgação

SUCESSO EM TODO O PAÍS FAZ SHOW HOJE EM PIRANGI AVIÕES

DO

FORRÓ, DORGIVAL DANTAS

Uma das atrações mais esperadas deste verão faz show em Pirangi neste sábado, dia 19. A banda Aviões do forró que em 2012, completou 10 anos de carreira, é considerada uma das melhores do Brasil e já conquistou no Rio Grande do Norte milhares de fãs, chamados carinhosamente por aviãozeiros. Os sucessos "Barangadam" e o tema de Suellen da Avenida Brasil, "Correndo atrás de mim", entre outros consagrados da banda não faltarão no repertório. Com muita animação e músicas dançantes, Solange e Xand prometem não deixar ninguém parado neste sábado, na Arena Circo da Folia, em Pirangi. A festa que começa a partir das 20h, conta ainda com shows de Dorgival Dantas e Forró Pegado.

Para se ter uma ideia da popularidade desses artistas que se apresentam hoje à noite, Xand vocalista da Banda Aviões do Forró é o cantor de forró que tem mais repercussão ou influência no twitter. E, o terceiro é a outra grande atração da noite, o potiguar Dorgival Dantas. A banda Aviões do Forró é conduzida pela baiana Solange Almeida e o potiguar José Alexandre, o Xand Avião. E, desde o princípio a banda teve como característica marcante a inovação. A começar pelo estilo diferenciado em produzir o forró que aos poucos foi ganhando espaço não apenas na maioria dos estados do nordeste. Somado a isso, o segredo para atrair o público esteve presente na harmonia da banda

E

FORRÓ PEGADO

assim como na alegria e irreverência dos vocalistas, Sol e Xand Avião tornaram do Aviões do Forró uma realidade. Formada em 2002 pela produtora A3 Entretenimento, Aviões se transformou em uma das bandas mais populares do país com hits como “Chupa que é de Uva” e “Se Não Valorizar Vai Me Perder”, versão de Umbrella, de Rihanna. Outra grande atração da noite é o cantor e compositor de Olho D’Água dos Borges, município do interior do Rio Grande do Norte, Dorgival Dantas criador de várias composições de sucesso, estourou nacionalmente com o hit “Você não vale nada”, da personagem “Norminha”, com a atriz Dirá Paes, na novela global “Caminho das Índias”, em 2009, gravada pela banda

COMANDAM A ANIMAÇÃO NA

cearense “Calcinha Preta”. O grande sonho do cantor e compositor era conquistar o Brasil e ser conhecido como cantor, já que suas composições já faziam sucessos com cantores com Alexandre Pires, Cesar Menotti e Fabiano e com as bandas Mastruz com Leite e Calcinha Preta. Ano passado, o mestre das sanfonas, escolheu o RN para gravar o 1º DVD de sua carreira, a gravação aconteceu na Arena Circo da Folia em Pirangi do Norte. “Gravar esse DVD em solo potiguar me enche de orgulho, assim como também me enche de orgulho hoje eu ser um cidadão cearense. Nasci em Olho D'Água do Borges, no RN, lugar que levo no coração e termino tendo um amor imenso por ambas as terras. Então, fazer

ARENA CIRCO

esse registro na Arena Circo da Folia me dá uma estrutura excelente e visibilidade que nós precisamos para levar um trabalho que vem dando certo no Nordeste para todo o Brasil”, declara Dorgival Dantas. E, a banda paraibana Forró Pegado é, sem dúvida, hoje um dos expoentes da nova geração do forró que traz em sua identidade, justamente essa característica: Cantar músicas que alegram o coração e fazem remexer o esqueleto. Há quase cinco anos apostando no forró mais suingado o grupo vem se firmando a cada dia como uma das bandas mais solicitadas do Brasil quando o assunto é forró. Ao contrário do que alguns podem pensar, o mérito alcançado veio diante de um

DA

FOLIA

número crescente de público que se formou ao longo desses mais de quatro anos. Partindo da capital da Paraíba, o Pegado nasceu sem pretensões de concorrência, mas em pouco tempo e de cidade em cidade, agradou os forrozeiros que há tempos sentiam falta de um som tão contagiante como o do Forró Pegado. E este é, sem dúvida, um quesito considerado como diferencial do grupo. O Circo da Folia de Pirangi, na praia de Pirangi, a 15 km de Natal, agora batizado de arena, foi reformado e ampliado, proporcionando mais conforto para a galera que há 26 anos curti os shows de verão programados pela Destaque Promoções para agitar o veraneio de natalenses e turistas.

Cultura HOJE com Dani Pacheco DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

PROGRAME-SE Resgatar e preservar uma das mais antigas e populares festas do País não são tarefas fáceis. Mas é isso o que pretende o Movimento Antigos Carnavais, um projeto ousado e perseverante que visa, principalmente, valorizar a cultura popular carnavalesca do Rio Grande do Norte, em especial a de Natal, levando o público a conhecer diversos aspectos do verdadeiro e velho carnaval de rua. Em 2013, chega à sua decima segunda edição. Este ano, a folia acontece na sexta-feira, dia 01 de fevereiro, sexta-feira, com o terceiro Baile de Fantasias e Mascaras no Clube de Engenharia (Av. Rodrigues Alves, 1004, Petropolis).

REGISTRO O ator Walmor Chagas foi encontrado morto, nesta sexta-feira (18), em sua chácara, em Guaratinguetá, cidade localizada no Vale do Paraíba, interior de São Paulo (SP). Ele estava com 82 anos. O corpo do ator foi achado caído no chão por um funcionário da chácara, onde funcionava o Hotel 7 Nascentes, de propriedade de Chagas. Nascido em Alegrete, no Rio Grande do Sul, em 28 de agosto de 1930, Walmor Chagas estrelou diversas novelas de sucesso ao longo de sua carreira televisiva, entre elas Locomotiva, na pele do personagem Fábio, Coração Alado, como Alberto Karany, e Salsa e Merengue, dando vida a Guilherme Amarante. Mas foi no teatro que o ator começou e no palco que se consagrou como um dos grandes atores da dramaturgia brasileira. Estreou no final dos anos 1940 e neles esteve até o final da década de 1990, mais de 50 anos depois. Também atuou em diversos filmes, entre eles Xica da Silva (1976), como o Comendador João Fernandes, Asa Branca: Um Sonho Brasileiro (1980), além de adaptações para livros de Machado de Assis, casos de Um Homem Célebre (1976) e Memórias Póstumas (2001).

EM MURIÚ E, neste sábado na praia de Muriú, as bandas Forró da Pegacão, Chicabana, Forró Estourado e Forró Bom de Verdade animam o verão a partir das 22h, no Arena Muriú. Informações: 3274 4867 / 9108 9200.

EM TOUROS Neste sábado, dia 19, sobem ao palco do Verão em Touros/2013 as atrações Pedro Henrique e Banda, Assum Preto e Banda Inala. O evento gratuito realizado pela Prefeitura Municipal segue até o dia 3 de fevereiro com diversos shows de atrações regionais e torneios na praia. SAMBA O grupo Roda de Bambas interpreta grandes clássicos do samba, hoje, às 22, no Buraco da Catita (Rua Câmara Cascudo, 95, Ribeira). Informações: 2010 9185 / 9602 9331. FIART A 18ª Feira Internacional de Artesanato acontece até o dia 27 com variada programação cultural, sempre das 16h às 22h. Neste sábado tem música eletrônica, arte circense, quadrilha Arraiá do Candeeiro, dança de salão com Academia Evidance, grupo de balé infantil da Casa do Balet (Parnamirim – RN), grupo musical Casa Talento e, encerra com show de Carlinhos Zens e Banda Anos 60. E, no domingo quem for a Fiart vai curtir música eletrônica, arte circense, quadrilha Arraiá do Pneu Furado, Grupo de Dança Enigma, Grupo Cultural Zambêracatu da UFRN, Orquestra de Violinos de Goianinha, banda de música de São Gonçalo do Amarante e, termina com show de Thiago Oázys e Nonato Negão & Cia.

HOJE Os DJ´s Danina Fromer (foto), Eris Rangel, Toskano, Aby, Rodolfo Bravat (SP) e Thiago Fasano (CE) comandam as pick-ups, a partir das 22h, no Coreto Musique (Av. Prudente de Morais, 3443, Lagoa Nova). Informações: 3620 5262.


Esporte

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 15

Fotos: Divulgação

Sábado e Domingo

“O Alecrim não precisa de caridade” COM NOVO INVESTIDOR, APRIMORANDO SUA INFRA-ESTRUTURA E PENSANDO EM CONQUISTAS, O ALECRIM INICIA O CAMPEONATO POTIGUAR TENTANDO REVIVER O PASSADO. DESDE 1986 O VERDÃO NÃO COMEMORA TÍTULO IMPORTANTE Não foram poucas as oportunidades que o Alecrim citou a possibilidade de se ausentar das competições estaduais. A falta de infra-estrutura, processos trabalhistas do passado e a escassez de

títulos eram empecilhos importantes e que a cada ano só dificultava mais a possibilidade de montar bons times. A torcida se afastou, foi perdendo força, e se no passado chegava a dividir com o

América um espaço de mesmas proporções no Machadão, hoje se contenta em receber na estreia do Campeonato Potiguar o menor público da primeira rodada, com apenas 199 pagantes.

Reestruturar o Alecrim em busca de títulos. É com esse pensamento que o clube desde o ano passado iniciou um processo de reconstrução coordenado por Anthony Armstrong, investidor que

vê no clube a possibilidade de fomentar negócios, reconquistar o torcedor e fazer novamente o Verdão dar orgulho à sua torcida. O Jornal de Hoje conversou com o novo presidente, que falou a respei-

to da estrutura atual, do pensamento para o futuro, de como pretende recuperar os mais de 1,5 milhão já investidos no Alecrim e, principalmente, afirma: "não precisamos mais de caridade."

Bate Bola com ANTHONY ARMSTRONG PRESIDENTE DO ALECRIM

Jornal de Hoje: como você avalia esse primeiro momento do Alecrim, da preparação até a estreia? Anthony Armstrong: Assumi a presidência do Alecrim e ele realmente existia no papel. E aí? Acabou! Não tinha jogadores, elenco, categorias de base. É um trabalho que encaremos com muita seriedade e fomos pensando nas peças necessárias para a profissionalização. Acredito que nesse momento estamos em uma fase de conhecimento, mas que já temos muito o que apresentar. Construímos uma infraestrutura inicial importante e aos poucos vamos aumentar. Comissão técnica, comissão médica. Temos fisioterapeutas, nutricionistas e tudo que é necessário. Vamos cuidar desses meninos. A saúde física e intelectual dos atletas tem que estar preservada. Começamos bem. JH: Você não é brasileiro. É um empresário do ramo da construção civil. Como fazer para montar um time de futebol, ramo tão diferente do que você está ligado diretamente? AA: Eu tenho experiência de futebol. Mas eu estou no Brasil, sou inglês e o mundo de futebol é difícil. Fiz escolhas técnicas. Eu contei também com o Miguel Castro, que é supervisor técnico do futebol feminino da seleção brasileira. Ele veio me ajudar a organizar algumas tarefas. A primeira necessidade foi escutar o Maurílio e saber quem ele poderia nos indicar para montar esse elenco e fazer um time forte. Ele recomendou e conseguimos viabilizar grande parte. Acredito que 60%. Os outros foram se complementando de acordo com reu-

niões com nossa coordenação. Um deles é o Robertinho, que foi uma decisão técnica discutida comigo e Maurílio. Vimos alguns jogos e sabemos que ele tem talento. Já surpreendeu nas duas primeiras rodadas. Temos alguns jogadores bem experientes, mas não temos um elenco velho, é balanceado e se complementa. O técnico do América até já citou sobre a nossa organização tática. Esses meninos se entendem e vão funcionar como uma unidade. JH: E como você chegou até Maurílio? AA:Para contratar um técnico eu tive que conversar olho no olho. Cheguei a pagar vários voos para conversar com nomes que nos interessava. Não queria contratar alguém simplesmente por currículo. Vários nome importantes vieram, que venceram, com manias, entre outras coisas. O único que olhou no meu olho e disse que queria ganhar foi o Maurílio, que foi vencedor como jogador e agora tem a oportunidade de mostrar que como treinador também pode fazer uma grande carreira. O time que ele treinou o ano passado estava prestes a ser rebaixado e ele conseguiu pegar um time no meio do campeonato e finalizar com 17 jogos invictos, salvando do rebaixamento. Ele veio com a comissão técnica dele. Preparador físico, de goleiros, supervisor. É um trabalho que a gente confia muito. JH: Qual a principal base desse Alecrim de hoje? AA: A Família. A gente tem trabalhado para que os jogadores

se sintam em casa. É bom a gente ver que eles estão bem. Vencer não é simplesmente dinheiro. Emocionalmente é necessário estar bem, é preciso estar em paz. Como eles se relacionam entre si é um fator fundamental. JH: A infra-estrutura sempre foi o calo do Alecrim nos últimos anos. O clube sequer tinha onde treinar e saia de porta em porta em busca de um campo profissional. Chegou a treinar em locais que sequer tinham medidas oficiais. Foi esse o principal desafio? AA: No futebol moderno tudo depende de logística e infra-estrutura. Não temos infra-estrutura nenhuma e não estou falando em nada novo. No Alecrim sempre se esperava a caridade dos outros. Eu assumindo a presidência trouxe também a independência financeira. Não estou pedindo nada a ninguém e a gente não está mais com as mãos na frente. Queremos o que todo time internacional ou local quer, a ajuda na nossa torcida. Quero empresários que queiram investir em marketing e mídia e não

fazer caridade. O Alecrim hoje não precisa de caridade. Imaginem os fatos. Ceará Mirim, longe. Goianinha, longe. O ABC tem o Frasqueirão, mas é do ABC. Então eu decidi ter a nossa própria casa e escolhi São Gonçalo. O Ninho do Periquito custará ao torcedor 6 reais de ônibus para chegar até lá. Eu preciso de um local que nos renda dinheiro. Só não jogamos ainda lá porque resolvemos poupar um pouco a grama, já que tínhamos dois jogos fora em sequência dava pra jogar a primeira em outro estádio. JH: Você tem investido no Alecrim. Como pretende ter retorno? AA: Eu tenho dois chapéus. Um de empresário e um de dirigente de futebol. Carrego duas responsabilidades. Ao meu investimento e ao clube. O Alecrim passou por tudo que passou por falta de profissionalismo do passado. Tenho três anos para estruturar a área profissional e construir uma base sólida para o futuro. Como qualquer empresa que investe em esporte quere-

mos retorno. É no mundo inteiro assim. Até o Barcelona, que historicamente nunca teve patrocinador agora vai ter. Patrocínio é a base do esporte profissional. Meu retorno vem de onde? Se você perguntar nas ruas quem é a empresa EcoHouse todo mundo responde: "não é a empresa do presidente Alecrim?" Então já funcionou. Como eu posso medir o quanto vale isso? Nós somos uma empresa de construção civil, uma das maiores do Estado. Hoje temos mais de mil funcionários em nossos quadros. Todo público de futebol é público alvo para as casa que construo, que estão no programa Minha Casa, Minha vida. A empresa EcoHouse, por exemplo, adquiriu a concessão de um campo de futebol, mas ele também não será só um campo de futebol. Também iremos programar outros eventos. Tem muitos aspectos que podem gerar retorno. Por isso não vendi a camisa do Alecrim, que nesse momento estampa a nossa marca. Tenho mais de um milhão e meio de reais investidos no Alecrim e temos mais para investir. JH: GERALMENTE OS EMPRESÁRIOS PENSAM MUITO EM CATEGORIAS DE BASE E O ALECRIM AINDA NÃO FEZ ISSO. VOCÊ VAI INVESTIR NISSO? AA: Com o Ninho do Periquito vem também dois terrenos vizinho, um deles será o estacionamento para mais de mil veículos. O outro será um campo de treinamento profissional com enfermaria, piscinas, alojamento, escritórios admi-

nistrativos e claro um campo de futebol profissional, além de um micro campo para treinamento de goleiros. Em abril, após o campeonato estadual, começaremos as obras. Nesse momento não quero tirar os olhos do futebol profissional. Com isso as categorias de base começarão a funcionar. Apresentaremos ao Conselho do Alecrim e depois iniciaremos o projeto. O Alecrim já revelou jogadores e depois acabou não recebendo nada. Eu quero fazer esse dinheiro aparecer. Qual o produto de um time de futebol? É o atleta. Não é picolé! É como uma construtora que vende casas. Então temos que tratar bem o nosso produto e construí-lo aos poucos. JH: É o primeiro ano da gestão, da reestruturação. Não é cedo demais para pensar em títulos? AA: Sempre tem que pensar grande na vida. Temos que lembrar que todas as grande figuras do mundo saíram do pensamento impossível e construíram seu legado. Temos que pensar além. Mesmo sendo o primeiro ano. Claro, como qualquer coisa, futebol não é ciência exata. Posso dizer que temos todas as ferramentas necessárias para fazer uma grande competição. Agora é seguir melhorando a cada passo. Temos adversários respeitados, mesmo sem ter nessa primeira fase a presença de ABC e América. Santa Cruz, Baraúnas, Corintians de Caicó já foi um rival muito difícil. Não existe um time que eu possa simplesmente esquecer. Respeito meus concorrentes, mas sabemos do nosso trabalho.

Gabriel Negreiros

PisandonaBola

GABRIEL NEGREIROS - GABRIELNEGREIROS@GMAIL.COM - TWITTER: @GABRIELNEGREIRO

AMÂNCIO

COPA DO NORDESTE Com transmissão da Globo Nordeste e Esporte Interativo, bons atrativos financeiros e até a possibilidade de uma vaga na Copa Sul-Americana, a Copa do Nordeste dessa vez parece realmente renascer aos olhos dos clubes nordestinos. Tanto que praticamente todas as equipes deixam as competições estaduais de lado para se dedicar ao torneio. Em um novo formato, a Copa do Nordeste pode ser fundamental para os times da região para as próximas temporadas. Há anos se comenta que essa será a grande redenção das equipes. O fato é que já começou a girar a roda e os próprios jogadores na hora de definir o futuro já consideram a disputa uma boa vitrine. ABC E AMÉRICA NO NORDESTÃO Principalmente por ser uma competição do primeiro semestre, onde os clubes geralmente estão se reformulando, vejo com boas possibilidades as participações de ABC e América. Diferente do Campeonato Brasileiro, onde são disputadas 38 rodadas, a Copa do Nordeste é um tiro curto e com mata-mata, que abre possibilidade a todos. O América parece ser um time mais próximo de estar no embalo, mas o

ABC construiu um grupo que parece ser bem mais forte do que era esperado. VEXAME SUB-20 O Brasil foi eliminado do Sul-Americano sub-20 e está fora até do mundial da categoria. A queda aconteceu ainda na primeira fase, onde o time tropeçou no Equador, Uruguai, Peru e venceu apenas a Venezuela, por um magro 1 a 0. Copio o jornalista Dassler Marques, do Terra. "Emerson Ávila foi confuso desde as estratégias, de início por uma equipe muito ofensiva, até o final, com volantes de pouca técnica. Foi, acima de tudo, incapaz de resolver os maiores problemas (...) O grande risco para o Brasil, a partir de agora, é riscar todos os jogadores desse vexame para o longo prazo. Mais precisamente, os Jogos Olímpicos de 2016, em que a base será formada pelas gerações /93, /94 e /95, e eventualmente alguns nascidos em 1996. Há de se separar o joio do trigo, há de se avaliar quem realmente fracassou e quem foi vítima do fracasso anunciado. Um processo que não atingirá os maiores responsáveis, mas em um espaço onde o senso de justiça nunca prevaleceu."

CAMPEONATO POTIGUAR Neste final de semana acontece a terceira rodada e acredito que mais uma vez o Baraúnas conseguirá seguir em frente na sua trajetória inicial vitoriosa. É o maior favorito da rodada. Santa Cruz e Alecrim devem afunilar essa disputa junto ao time mossoroense. Espero melhores públicos de acordo com o andamento da competição. TEM POTIGUAR UFC SÃO PAULO O UFC volta a São Paulo neste sábado, após quase 15 anos de ausência e depois de muitas negociações e idas e vindas entre a prefeitura da cidade e os organizadores. Apartir das 20h30, 11 lutas recolocarão a capital paulista no mapa do maior evento de MMAdo mundo. Ronny Markes é o potiguar da disputa. Ele lutará contra um rival de peso, Andrew Craig. A vida de Ronny nessa categoria não é fácil, afinal o campeão é Anderson Silva. Mas Ronny é jovem e ainda tem muito a crescer no esporte. A luta de hoje, caso vença, o colocará um degrau mais alto na categoria, que busca ainda um adversário que possa fazer frente a Anderson Silva. Vale lembrar que a luta principal do card de hoje, Vitor Belfort e Michael Bisping também é da mesma categoria. Quem vencer pode enfrentar Anderson.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Sábado e Domingo

Fotos: Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Baile funesto

SEM PESO NO

RETORNO AO OCTÓGONO T ÉCNICO

DE

R ONNY M ARKES , JAIR LOURENÇO,

ACREDITA QUE TEMPO

SEM LUTAR NÃO VAI SER PROBLEMA PARA MOTIVADO O potiguar Ronny Markes não luta pelo UFC desde fevereiro de 2012, contudo, isso não vai ser problema no retorno dele ao octógono do maior evento de MMA do mundo, marcado para este sábado, no UFC São Paulo, contra o americano Andrew Craig. Essa é a avaliação do mestre Jair Lourenço, líder da Kimura Nova União e que está na capital paulista para acompanha a reta final da preparação de Ronny. "O tempo sem lutar as vezes pode pesar, mas acredito que não vai ser o caso porque Ronny Markes está muito confiante para essa luta. Ele é um lutador muito forte, que está totalmente concentrado para esse evento. Acredito que vai ser uma grande apresentação para o público que assistir ao UFC São Paulo", avaliou Jair Lourenço. Natural da vila de Ponta Negra, em Natal, onde mora até hoje, Ronny Markes está no Rio de Janeiro desde outubro, para se preparar para essa luta na Nova União. Contudo, esse não foi a única cidade onde o potiguar se preparou para essa luta. Além das capitais norte-rio-grandense e da carioca, Ronny treinou também em São Paulo, onde participou do camp de Júnior Cigano e aproveitou para treinar boxe com o, agora, excampeão dos pesos pesados do UFC,

R ONNY M ARKES Ronny Markes garantiu que a invencibilidade do adversário (que tem duas lutas e duas vitórias), não assusta. Até mesmo porque o próprio Ronny também tem duas lutas e duas vitórias no maior evento de MMA do mundo. "Ele é um cara invicto e que gosta de lutar em pé e no chão. Acredito que vai ser uma boa luta, porque vou pra dentro o tempo todo, procurando sempre começar e terminar atacando", completa. UFC SÃO PAULO 19 DE JANEIRO DE 2013, EM SÃO PAULO (SP)

Ronny Markes começou a treinar pesando quase 106 quilos e perdeu 22 para chegar à medida da categoria especialista nesse estilo de luta. "Esse trabalho de preparação foi muito importante, foi muito completa. Estou melhor em todos os sentidos. Melhorei muito meu jiu jitsu, meu muay thai e meu boxe e estou confiante tanto na luta em pé, quanto no chão. Minha parte física também melhorou bastante com o trabalho feito pelo preparador Thiago Macedo", afirma Ronny Markes, que começou a se preparar para esse retorno ao octógono há bastante tempo, ainda em Natal, treinando na Kimura Nova União.

Sobre a expectativa de voltar ao octógono e lutar pela primeira vez no Brasil estando no maior evento de MMA do mundo, o UFC, Ronny Markes afirma que é a realização de um sonho e todo o esforço será recompensado com uma vitória diante da "torcida maravilhosa". "Prometo que vou dar tudo que tiver dentro de mim para vencer mais essa batalha para o nosso país. Tenho muita fé em Deus e no meu treinamento. Vai dar tudo certo!", encerra. Com relação a Andrew Craig,

CARD PRINCIPAL Vitor Belfort x Michael Bisping Daniel Sarafian x CB Dollaway Gabriel Napão x Ben Rothwell Thiago Tavares x Khabib Nurmagomedov CARD PRELIMINAR Godofredo Pepey x Miltinho Vieira Ronny Markes x Andrew Craig Diego Nunes x Nik Lentz Edson Barboza x Lucas "Mineiro" Martins Iuri Marajó x Pedro Nobre Ildemar Marajó x Wagner Caldeirão C.J. Keith x Francisco Massaranduba

> SUL-AMERICANO SUB-20

“Sensação de vergonha” Atual tricampeão do Sul-Americano sub-20, o Brasil encerrou a sua participação na competição, disputada na Argentina, de forma melancólica. Nesta sexta-feira, no Estádio Bicentenário, em San Juan, o time foi derrotado por 2 a 0 pelo Peru e acabou eliminado do torneio, ficando fora também do Mundial da categoria, que será disputado na Turquia, em junho. Os gols da vitória peruana foram marcados por Reyna, em posição duvidosa, e Flores. O Brasil se despede como a anfitriã Argentina, com campanhas pífias na competição. As duas maiores forças da América do Sul estão fora do Mundial da categoria. Em 18 edições do Mundial, o Brasil não disputou o torneio apenas uma vez, em 1979. Além disso, a seleção brasileira é a atual campeã do mundo

e tricampeã sul-americana. "Qualquer coisa que se fale após uma eliminação com essa seria apenas uma justificativa para as partidas ruins que fizemos. Não fizemos sequer um bom jogo. Nem mesmo quando vencemos a Venezuela. É vergonhoso. É muito triste voltar ao Brasil com a sensação de vergonha. O futebol brasileiro não ficava de fora de Mundiais há muito tempo", disse o técnico Emerson Ávila. Com a derrota, o Brasil acabou a primeira fase do torneio na penúltima colocação do Grupo B, com apenas quatro pontos. Uruguai, Equador e Peru avançaram para o hexagonal final. Na outra chave, os classificados foram Chile, Paraguai e Colômbia. A última fase do SulAmericano sub-20 começará a ser disputada no domingo.

TOMANDO FORMA Aos poucos, a rotina do fanático vai tomando forma. Copa do Nordeste, Campeonatos importantes como os do Rio de Janeiro e São Paulo começando. E, sem nenhuma conotação pessoal, a constatação: O Estadual do Rio Grande do Norte , até agora, não entusiasma um monge tibetano.

A eliminação precoce também custou ao Brasil ficar de fora do mundial da categoria, que será disputado na Turquia

> COPA DO NORDESTE

América e ABC estreiam neste final de semana Se em anos anteriores o Campeonato Potiguar abria o ano esportivo para ABC e América e era a única oportunidade de receita e títulos, 2013 começa com um cenário bem diferente para as duas equipes. Os clubes começam a disputar neste final de semana a Copa do Nordeste, competição que reunirá os principais clubes da região e que poderá levar o campeão à

Copa Sul-Americana. O ABC joga na tarde deste sábado, às 16h em Fortaleza, contra o Ceará. A estreia do América acontece no domingo, no Nazarenão, em Goianinha, às 17h. O time comandado por Givanildo Oliveira seguiu para Fortaleza na tarde de sexta-feira. O ABC deste ano está reformulado e mesmo com poucas possibili-

O negro Jesse Owens é um dos heróis da história mundial. Infelizmente, lembrado de quatro em quatro anos, quando são disputadas Olimpíadas. Foi ele quem humilhou a truculência nazista nos Jogos de 1936, ganhando quatro medalhas inacreditáveis: Owens, nascido no Alabama(EUA), levou ouro nos 100 e nos 200 metros rasos, no revezamento dos 400 metros e no salto em altura. Owens enfrentou a multidão e a maldade ostensiva comandada por Adolph Hitler, dois anos antes de ser iniciada a barbárie da Segunda Guerra Mundial e calou o Estádio Olímpico de Berlim, reduzindo a uma linguiça vencida o ego do ditador tresloucado. A vitória de Jesse Owens, depois ativista pela igualdade racial, desmontou o circo armado pelos de suástica, que tentavam provar, na marra antes da pólvora, a superioridade ariana. Na propaganda enganosa de Goebbels, o marqueteiro Panzer. Tomaram uma trolha. Owens, místico e mítico, desprezou as reações furiosas e impotentes de Hitler e suas serpentes. Reagiu à falta de solidariedade do seu presidente Franklin Roosevelt, que sequer lhe endereçou os parabéns num simples telegrama. Era a inconsciente segregação americana falando surdo. Jesse Owens botou o seu rosto magro em todas as conquistas das Olimpíadas de 1936. A Alemanha, impondo sua força pelo medo hitlerista, foi a primeira com 89 medalhas, mas nenhuma conseguiu tirar do seu Fuhrer o ódio histérico pela derrota para um negro. Alguns historiadores mais afoitos insistem que a performance de Jesse Owens demarcou a retórica e a prática do mundo em relação ao racismo. É possível. Afirmam também que foi Owen quem instigou a Segunda Guerra como forma de revanche. Essa é mais fantasiosa. O fato é que Hitler e suas víboras, varridas do mundo pelos Aliados numa surra devastadora e decisiva para a sobrevivência da Civilização, sofreram demais pela vitória estoica de Jesse Owens e só em imaginar Hitler - que carbonizou milhões - sofrendo, é uma razão para olhar o sol nascer. Jesse Owens, em 1936, não precisou de cartazes ou badernas para denunciar a separação de pessoas pela cor. Sua carta aberta foram suas vitórias que o tornaram o símbolo maior do atletismo. O importante é que o planeta não ficou indiferente. >>> Olhando a fotografia de Jesse Owens, que morreu aos 67 anos em 1980, reverenciado pelos principais ídolos do esporte, imagino a falta de cerimônia de quem está arrumando alegorias e abadás para o carnaval no interior do Rio Grande do Norte. Longe de comparar qualquer folião a Hitler, seria maldade. Incrível é alguém saracotear sabendo que a alguns quilômetros de sua casa existe um quadro de filme de pavor, sede, fome e morte, carcaças de animais expostas à beira de estradas com o sertanejo liquidado pela falta de medidas de combate aos efeitos da seca. Brincar todo mundo pode, dane-se Severino com seu filho cheio de vermes na barriga tomando água barrenta numa caneca imunda. Severino que se exploda. O importante é o trio elétrico tocar na procissão da dança funesta. O axé baiano explodir estridente onde nem a sanfona de Luiz Gonzaga se escuta mais, por desalento, desencanto. Que se vire Severino, que está no Oeste, na Região Central, no Seridó, imundo sem tomar banho há semanas. Falta-lhe e à sua família, uma gota da água que compramos em dúzias de garrafas nos supermercados. A água amarelada de Severino(quando aparece) é de pote, açude, cisterna. A nossa é mineral. Há uma recomendação do Ministério Público aos novos prefeitos dos municípios em flagelo para que não gastem com carnaval. Ora, mas se é o profano o segredo do voto sagrado? Os promotores deveriam provocar a Justiça a simplesmente impedir, em razão da calamidade pública, qualquer gasto oficial com fanfarra. Severino nem está aí para carnaval. Sai na madrugada buscando um poço velho que, em milagre divino, jorre por obra de oração. Volta com um preá morto para dividir com os sete filhos, em escadinha. Severino que se dane pois será carnaval e a máscara ,feita de carne, de pele, sem pinturas ou adereços. É o baile da perversidade. Pelo Nordeste inteiro, não apenas no Rio Grande do Norte. Mais ou menos como promover um baile com pagodeiros trinta minutos depois do enterro do corpo do pai. Ou da mãe. E daí Severino? Quem mandou nascer errado, no brejo e nas caatingas esturricadas? Severino, seu pacato, macho era Jesse Owen. Por muito pouco, não fez Hitler, o coreógrafo da desgraça, dançar, em 1936, o jazz da humilhação. Som de New Orleans, lugar em que negros afinavam a igualdade sem sacar armas de fogo.

dades de investimento conseguiu colocar no papel um time que pode surpreender. Uma base foi mantida desde o ano passado e algumas caras bem conhecidas do torcedor não estão mais no elenco. Mas é a oportunidade que Givanildo Oliveira conseguiu para construir seu próprio time desde a pré-temporada. O América, comandado por

Roberto Fernandes, manteve jogadores importantes e encontrou no rival ABC alguns jogadores que podem ser fundamentais nas próximas competições, casos de Cascata e Renatinho Potiguar. Para estreia, a grande novidade é o meia Fabinho, que já tinha as malas prontas para jogar na China e que por enquanto segue no time até que seu futuro seja definido.

ALECRIM A derrota do Alecrim deve ser tomada como uma boa lição. O time parecia envolvido numa nuvem de fantasia pela chegada do novo presidente e dos reforços. O Assu tratou de botar realismo no caldo. Menos propaganda, mais futebol. JUSTIÇA Vamos ser justos: No caso de Júnior Xuxa e Leandrão, o ABC não teve qualquer culpa. O clube em nenhum momento anunciou que estava fechado com os jogadores. Eles se precipitaram, foram às redes sociais e atrapalharam o negócio. FABINHO Bom que ficasse. A emocionar o jogo contra o ABC. O

único interessante no Poti. INÉDITO Há 54 anos, o Vasco conquistava o inédito supersupercampeonato carioca ao empatar com o Flamengo por 1x1 no Maracanã, arbitragem de Eunápio "Larápio"de Queiróz. Foi um feito do Vasco, então um time de futebol, que enfrentou dois triangulares com o Mengo e o Botafogo de Garrincha. DETALHES O Maracanã recebeu 104 mil pessoas numa noite de sábado. Roberto Pinto abriu o placar para o Vasco e Babá, empatou para o Flamengo. O Vasco de Miguel(potiguar de Macaíba); Paulinho e Bellini; Écio, Orlando e Coronel; GRAÇANDU Em Graçandu, uma veranista passou duas horas de terror sob a mira de revólveres e ameaças de bandidos. Ela e a sua família. Roubaram e deram uma paulada na cabeça da mulher, só por sadismo. Graçandu reclama a saída do Tenente Isaac Leão, que comandava a segurança com punho de ferro.


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

O Jornal de HOJE 17

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Fotos:Divulgação

Ah, quer saber... Dermage lança sua primeira coleção de esmaltes, a Nail Color Collection

Com mais de 20 anos de mercado, a Dermage lança sua primeira coleção de esmaltes, com sete cores que prometem agradar a todas. De tons clássicos aos vibrantes, a fórmula da Nail Color Collection tem como diferencial a ausência de agentes alergênicos e a presença do exclusivo complexo fortalecedor Pantenol + Queratina, que aumenta a hidratação e melhora a flexibilidade das unhas.

t

t

Haroldo Ribeiro Dantas e Bebeta recebem em seus alpendres em Pirangi

Walmar Martins/ Tázia recebem em noite de festão em condomínio de luxo

t

Festa do jet

Outra festa que bombou foi a do Condomínio Terraços de Pirangi, pois todos que estão veraneando por lá convidaram os amigos e resultou numa festa show e com gente animada e bonita.

São sete cores de esmaltes hipoalergênicos que cuidam e embelezam as unhas

Os esmaltes Dermage têm secagem rápida, além de alta cobertura e brilho intenso. Eles são livres de Tolueno, DBP e Formaldeídos, causadores de alergias. Seu exclusivo complexo fortalecedor Pantenol + Queratina conta com ativos sofisticados, que melhoram o aspecto e a saúde das unhas. O D-Pantenol aumenta a hidratação, enquanto a Queratina deixa as unhas mais fortes.

t

t

t Haroldo Ribeiro Dantas, Fernando Nesi e Jucivaldo Felix

Felipe Alves/Malu Nelson, Paulo Roberto Alves/Sibele

t

Os esmaltes da Nail Color Collection vêm nas cores:

Sunny Day (vermelho aberto) Sunrise (vermelho clássico) Sunset (vinho) Summer Blue (azul) Bikini (laranja) Summer Love (rosa) Sand (branquinho clássico)

t

t

Andréa Schutz, Elle Rejane e Marcela Galiza

Fred Queiroz, Keyson Lima e Diogo Almeida

t

t

Quatro coleções de mesa e peças decorativas

Depois da visita do diretor criativo da marca, Sasha Walckhoff à fábrica da Vista Alegre em Ílhavo, Aveiro, o encanto pelas louças artesanais impulsionou esta parceria. Em conjunto criaram quatro coleções de mesa e peças decorativas que já se encontram disponíveis nas lojas da Lacroix.

t

t

t

t

t

Fernando Tavares,Rogerio Santos, Elcio Miranda

Flavinho Milfon e Flávinho Mousinho

Nova edição da Revista Glam

George Azevedo nos fala em primeira mão como virá a revista Glam que será lançada na festa de Oliveira. Apostas da temporada, cobertura de vários eventos bacanas e principalmente os famosos editoriais de moda.

t

Quem primeiro tocou foi a CPI do forró, que trouxe vários sucessos do ritmos e fez com que os convidados dançassem agarradinhos. Logo depois a banda Dubê, que também trouxe em seu repertório músicas atuais e bem conhecidas.

t

Moda & Atitude, o programa

O programa que leva o nome desta coluna, traz no domingo ao meio dia, uma matéria com o colunista Jota Oliveira e o produtor da revista GLAM George Azevedo, que falam tudo sobre a festa que promete agitar a próxima sexta-feira, 25/01 em Pirangi do Norte, mais precisamente no Espaço Ecomax.

Uma nova parceria surge no mercado entre a Vista Alegre Atlantis e a marca francesa Christian Lacroix, afim de internacionalizar a porcelana nacional.

t

t

Animação...

t

Vista Alegre Atlantis x Christian Lacroix

t

A linda Gabi Alves

Ângela e Wober Jr

t

t

Thiago Corrêa

A atração principal será mesmo o DJ e cantor Thiago Corrêa que fez sucesso no aniversário de Jota Oliveira e retorna a cidade na festa de verão, com uma trilha especialmente focada no público que gosta de dançar, mas não são adeptos do “bate estaca”.

t

t

t

Cobertura

Mais uma vez o programa Moda & Atitude estará presente cobrindo o evento e filmando os melhores looks da noite e trazendo várias entrevistas interessantes.

t

t

t

Alicia Keys usou look de Oskar Metsavaht

Alicia Keys roubou a cena e brilhou de vermelho sexy, com barriguinha sarada de fora, ao cantar seu novo hit, Girl on Fire, no BET Honors 2013, esta semana em Washington, Estados Unidos. A cantora incendiou a plateia e sua chama é de origem brasileira: ela usou um look do estilista Oskar Metsavaht, da última coleção Osklen in California.Em novembro, a cantora usou um modelito preto da mesma coleção para uma performance em Nova York. Bom fim de semana!

Boa pedida

Em nível nacional, a peças estarão disponíveis nas lojas da Vista Alegre Atlantis em fevereiro, e os preços variam entre os 20 e os 5000 euros, dependendo da peça - pratos, peças decorativas, edições especiais, entre outros.

t

t

t

Resenha em Pirangi

Nem parecia que ontem era sextafeira, pois os veranistas do litoral sul, muitos deles, esqueceram do trabalho e aproveitaram o verão, lotando o Bar do Suvaco e vários alpendres. Um deles foi o do casal amigo Haroldo Ribeiro Dantas/ Bebeta Montenegro que reuniram amigos, mais especificamente do basquete, esporte querido do anfitriãO. Passaram por lá vários destaques do esporte, entre eles: o ex- presidente da Federação Norte Riograndense, Fernando Nesi, pai desta colunista, o atual Jucivaldo Felix, dentre outros jogadores e amantes do jogo.

t

t

t

Festão no Jambalaia

Ontem a noite foi movimentada em Pirangi. Várias festas faziam a alegria dos veranistas e mais uma vez o Espaço Ecomax ficou lotado para a festa que reuniu vários grupos de samba da cidade. Aiás, é bom que se diga, que cada vez mais o espaço está virando cativo de diversos públicos das mais variadas idades, tendo em vista o show de Nando Reis, que foi lotado. A casa se consolida a cada evento que acontece.

t

t

t

Estratégia bem feita

O publico já adotou o local e prestigia sempre todos os eventos que lá acontecem, resultado de uma ótima estratégia de marketing e da união de vários produtores da cidade. Perfeito! CMYK


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Canal 1

BATE-REBATE w O ator Daniel Andrade também está confirmado no elenco de “Chiquititas”. w É a sua volta ao SBT depois de seis trabalhos seguidos na Record. w A TV Leste, de Governador Valadares - MG, afiliada da Record, foi até agora a mais procurada pelos interessados no “Got Talent Brasil”. w A audição, antes prevista para um dia, aconteceu em dois por causa do número de participantes. w A diretora Denise Saraceni vai promover alguns lançamentos em

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery

Divulgação

flavioricco@gmail.com.br

Globo vai de futebol contra estreia da Record Alguém pode ser levado imaginar que tanto fez como tanto faz, pra Record, a volta do São Paulo à Taça Libertadores da América. Que em nada irá interferir na sua vida. Esta é o tipo da coisa que parece assim, mas não é. Pois bem, a estreia do time paulista contra o Bolívar, da Bolívia, será no dia 23, quarta-feira agora, no estádio do Morumbi, e o jogo decisivo entre as duas equipes, uma semana depois, em La Paz. As duas partidas às 22 horas e a última delas, no dia 30, coincidindo com o lançamento de “José do Egito”, um dos maiores investimentos da emissora na sua teledramaturgia. A minissérie da Record, com exibição a partir das 21h30, vai pegar a rebarba de “Salve Jorge”, o “BBB” inteiro e a bola rolando da Globo. Evidente que isto poderá causar sérios prejuízos na sua audiência. É uma judiação.

PRIMEIRO TRABALHO

w CARNAVAL Lizzi Benites acertou com a Bandeirantes e vai participar da cobertura do carnaval, em João Pessoa e São Paulo. A modelo, ex-panicat, não teve o seu contrato renovado pela Record, e também é uma das cotadas para voltar ao “Pânico” nesta temporada. w TIME FORTE O novo “Saia Justa”, sob o comando de Astrid Fontenelle, já está com todas as suas participantes definidas, casos da Barbara Gancia, Maria Ribeiro e Mônica Martelli. Melhor assim. Homens, às vezes, só servem pra atrapalhar. O programa, com elas, será exibido a partir de março, sempre às quartas-feiras, 21h30, com direção do mestre Nilton Travesso. w COMO É QUE É Em alguns casos ou situações da vida, é até bastante comum dizer

que alguém tem “santo forte”, quando o vento está batendo a seu favor. No caso da Record, respeitandose e mantendo-se fiel as origens da casa, o correto é dizer que fulano ou fulana de tal tem “pastor forte”. Aliás, nesses dias de agora, existe um caso bem típico desses na teledramaturgia. w ANTIGOS TEMPOS - 1 A Espn voltou atrás na decisão de tirar do ar os comentaristas mais velhos. Todos, acima de 50, com as exceções de praxe, por um determinado período ficaram afastados do vídeo. Quando muito podiam comentar jogos, mas sem aparecer. Tal ordem, de uma total imbecilidade, felizmente deixou de existir. Figuras como Zé Boquinha e Gerd Wenzel estão aparecendo novamente. Pena que o Silvio Lancellotti saiu antes disso. w ANTIGOS TEMPOS – 2 A atitude da Espn, infelizmente, não é um caso isolado nesse mundo da televisão. Alguns imbecis, que não são poucos, entendem que a capacidade de qualquer profissional deve ser medida pelo número do seu RG. Se for muito antigo, não serve mais.

Carla Cecato aparece amanhã, pela primeira vez, no “Domingo Espetacular” da Record. O programa irá apresentar uma matéria especial sobre obesidade infantil. Além de todo “off”, ela também gravou a “cabeça” no Pacaembu, inclusive com certa produção.

w ENDURO Depois do Rally Dakar 2013, o canal Fox Sports, a partir deste domingo passa a dar cobertura para o Rally Piocerá. A repórter Karine Alves foi designada para acompanhar todo o circuito. Depois de todo “agá” inicial, a largada pra valer será na terçafeira, 22, em Teresina. w SURFISTINHA NA PAUTA Na Fox, continuam os entendimentos para transformar em série a história da Bruna Surfistinha, para depois apresentar no canal FX. É importante colocar ainda, que a intenção é fazer um trabalho novo, com outro elenco e nenhuma relação com o filme, que teve Deborah Secco como protagonista.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Terá maior liberdade para agir a sua maneira, sentirá mais harmonia entre razão e emoção. Sol e Marte caminham e Aquário, cresce a vontade de se envolver em projetos humanitários e expandir sua rede de contatos.

Leão 22/07 a 22/08 A vida social, as parcerias e sociedades ganham evidência. Poderá conhecer pessoas interessantes, que lhe trarão facilidades. Com Sol e Mercúrio em Aquário, poderá se sentir estimulado a participar de programas humanitários.

Sagitário 21/11 a 21/12 O foco das energias se volta para os projetos sociais, os trabalhos em equipe e as amizades. Sua mente está aguçada, aprender será mais simples. Atividades que envolvem escrita, palestras, vendas ou marketing estão beneficiadas.

Touro 21/04 a 20/05 O Sol ingressa em Aquário e ativa os assuntos relativos ao trabalho e profissão. Seu espírito empreendedor se acende, para que avançar em sua carreira e conquistar oportunidades. Bom período também para mudanças.

Virgem 23/08 a 22/09 Com o ingresso do Sol e de Mercúrio em Aquário, é importante renovar a vida. Inventar, mudar, ousar. Faça algo diferente do habitual, arrisque-se! A saúde ganha destaque e pede atenção, aproveite as novas energias para promover mudanças em seus hábitos.

Capricórnio 22/12 a 21/01 O cenário profissional está iluminado, por isso espere boas mudanças. Com Vênus em seu signo, invista em sua aparência. Charme e simpatia serão ingredientes importantes na hora de angariar colaboradores.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Sol e Mercúrio ingressam juntos em Aquário. Estará cheio de disposição para levar adiante compromissos e tarefas. Aproveite o clima de alto-astral para interagir e se comunicar, qualquer coisa que possa tornar a vida menos repetitiva está beneficiado.

Libra 23/09 a 22/10 Sua criatividade é ativada, a criança que existe dentro de você quer se soltar. Exercite seu talento social, poderá conhecer pessoas importantes que lhe abrirão portas. Aceite convites de última hora e mude de planos, se for necessário. Esteja de coração aberto para as novidades e disposto a ousar.

Aquário 21/01 a 19/02 Agora sim, o Sol brilha em seu signo! A cada dia que passa você se sente mais estimulado, esperançoso, cheio de energia e pronto para iniciar novos projetos. Mercúrio também segue junto com o Sol e a sua capacidade para comunicar ideias está em alta.

Câncer 21/06 a 21/07 A Lua se combina com saturno e Plutão para favorecer reparos de todos os tipos. A partir de hoje, se estiver procurando investidores para seus projetos ou estiver envolvido em questões relacionadas a impostos, imóveis ou seguros, terá resultados favoráveis.

Escorpião 23/10 a 21/11 Bom período para mudanças, modificações e remanejamentos estão em pauta. Poderá comprar (ou planejar a aquisição) de novos itens para o seu lar. Promova melhorias, será como se você tivesse mudado de ambiente.

Peixes 20/02 a 20/03 A partir de hoje e até a data de seu aniversário, estará mais voltado para o progresso interior. Procure elevar os sentimentos para purificar a alma. Hábitos negativos na rotina e na saúde pedem transformações.

UMA FAMÍLIA EM APUROS (Livre) MOVIECOM 2 - Hora:16:45 / 19:00

JOÃO E MARIA - CAÇADORES DE BRUXAS - (14 Anos)

JACK REACHER- O ÚLTIMO TIRO - (14 Anos) MOVIECOM 3 - Hora: 16:30 / 21:25

O ÚLTIMO DESAFIO - (14 Anos)

CINEMA DE PERNAS PRO AR 2 - (12 Anos) MOVIECOM 1 – Hora:13:20 / 15:30 / 17:40 / 19:50 / 22:00 MOVIECOM 3 – Hora:14:15 / 19:10 DETONA RALPH - (Livre) MOVIECOM 2 – Hora:14:30 MOVIECOM 6 - Hora:14:20 / 16:40 / 19:00 / 21:20; Hora: 14:20 / 16:40 / 19:00 (Sáb) AS AVENTURAS DE PI - (10 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:21:15

DJANGO LIVRE - (16 Anos) MOVIECOM 4 - Hora: 14:35 / 17:50 / 21:05 A VIAGEM - (16 Anos) MOVIECOM 5 – Hora: 14:00 / 17:25 / 20:50

“Saramandaia”. Isso é certo. w E entre essas caras novas, ela quer um bom ator para o papel de Lua Viana, um prefeito, par romântico de Zélia, Leandra Leal. w Lua, vale lembrar, foi o personagem que marcou a estreia de Antonio Fagundes na Globo, em 1976. w “Fazenda de Verão”, da Record, termina mesmo no dia 30. Não foi uma boa experiência. w A coincidência de exibição com o “Big Brother” deixou os seus resultados, que já eram ruins, muito piores.

C´EST FINI A Globo prepara uma edição especial do programa “Mais Você” em comemoração ao aniversário de São Paulo, que completa 459 anos no próximo dia 25. Na ocasião, Ana Maria Braga comandará o “MV” ao vivo, direto do Anhangabaú, recebendo vários convidados e atrações musicais, como Thiaguinho, MC Naldo e grupos de street dance. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

>> TV - TUDO w AMIGOS DE FÉ A Bandeirantes e Valdemiro Santiago renovaram contrato de cessão de horários. O religioso continuará ocupando as madrugadas da emissora, das 4 às 7, diariamente.

Sábado e Domingo

MOVIECOM 6 - Hora: 21:20 (Sáb)

MOVIECOM 7 - Hora: 14:40 / 17:00 / 19:20 / 21:40

OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

w MUDOU A Record decidiu que irá exibir dia 17 de março, às 23 horas, portanto no dia seguinte à realização do evento, o programa especial do “Rio Verão Festival”, com apresentação de Rodrigo Faro. Participações de Michel Teló, Grupo Revelação, Chiclete com Banana e Capital Inicial, entre outros. w ORDEM DE ENTRADA Ficou assim a ordem, no quesito direção-geral, das próximas minisséries da Record. “Moisés e Os 10 Mandamentos” será comandada por Edson Spinello; “Milagres de Jesus”, por João Camargo, e “A vida de Jesus”, por Alexandre Avancini. Avancini, que tem a novela do Carlos Lombardi como próximo compromisso.


Cidade

Sábado e Domingo

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Wellington Rocha

Programa Agentes de Leitura desenvolve atividades em comunidades carentes do RN I NICIATIVA

BENEFICIARÁ MAIS DE

15

MIL FAMÍLIAS EM

41

MUNICÍPIOS Divulgação

Através de um convênio assinado ainda em 2009, o Governo do Estado e a Fundação José Augusto dão procedimento à viabilidade do Programa Agentes de Leitura, projetado pelo Ministério da Cultura. Cerca de 550 agentes selecionados através de edital estão concluindo a etapa de formação profissional, estando aptos para trabalhar com famílias carentes do estado. O objetivo do programa é levar às famílias, preferencialmente cadastradas no Bolsa Família, atividades de estímulo à leitura. Segundo Anna Paula Souto, coordenadora de projetos da Fundação José Augusto (FJA), foram destinados cerca de R$ 700 mil para aquisição de livros que serão distribuídos entre os agentes. Desse dinheiro, R$ 200 mil devem ser destinados à compra de obras de autores potiguares. "Esse projeto visar levar às famílias residentes em comunidades carentes diversas atividades de estímulo à leitura e ações culturais, visando a integração entre os membros da família e da comunidade através de um estímulo cultural", disse. O Programa Agentes de Leitura vai levar livro e promoção cultural a mais de 15 mil famílias em 41 municípios do Rio Grande do Norte. Para isso, os agentes treinados terão cerca de cem livros cada para promover leitura, saraus e outras atividades ligadas ao estímulo à leitura. De acordo com Anna Paula, cada agente ficará responsável pelo desenvolvimento da

Cerca de 550 agentes estão na última etapa de fomação profissional para despertar nas famílias o estímulo à leitura ação com 30 famílias. "Foram selecionados jovens entre 18 e 29 anos, que não estejam trabalhando. Damos prioridade a pessoas que também vêm do Programa Bolsa Família. Cada agente receberá uma bolsa de R$ 350,00, além de uma bicicleta - que servirá para deslocamento entre as residências -, uniforme e o kit com os livros", explicou a coordenadora de projetos da FJA. Foram selecionadas obras de renomados autores potiguares, a exemplo de Luis da Câmara Cascudo, Aucides Sales, Carlos Fialho e João Ba-

tista Campos Farias, que fomentarão o conhecimento dos envolvidos no projeto a respeito das raízes culturais. Obras com "Uns contos de Natal" e "Notas e documentos para a história de Mossoró", de Carlos Fialho e Luis da Câmara Cascudo, respectivamente, foram uns dos livros mais solicitados, totalizando 300 exemplares de cada. Outros autores lembrados foram Newton Navarro, Nei Leandro de Castro, Marize Castro, Monalisa Silvério e Iaperi Araújo. A última etapa do curso de formação dos Agentes de Leitura ocorrerá em Mossoró, entre os dias 21 e

25 de janeiro, com oficinas de capacitação ministradas por professores especialistas na área de educação, Literatura, Contação de História, Língua Portuguesa, Docência do Ensino Médio, além das palestras com alguns autores potiguares que tiveram seus títulos adquiridos através do projeto. Já no começo de março os alunos formados devem receber as bicicletas e os kits com livros, que foram catalogados na Biblioteca Pública Câmara Cascudo, e irão auxiliá-los na missão de atrair as famílias para o universo da leitura.

> ENSINO

IFRN terá mestrado em Física Na disputa com outras 73 instituições de ensino superior do país, o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do RN (IFRN) levou a melhor na disputa para ser um polo regional de mestrado profissional em física. Dentre as 22 propostas aprovadas pela Sociedade Brasileira de Física (SBF), a do Campus Natal-Central (CNAT) foi a vencedora. Em uma espécie de final, predominou o caráter individual sobre o correlato amazonense que agregou laboratórios e professores na apresentação de um projeto mais robusto. "Ficamos muito felizes com o resultado. Agora vamos para o processo de aprovação do projeto pedagógico por nosso comitê e conselhos deliberativos", comemora José de Ribamar Silva, pró-reitor de ensino do IFRN, ao fazer referência ao Comitê Técnico-Científico (CTC), Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Consepex) e o Conselho Superior (Consup). A meta do curso de mestrado é formar duas turmas com 15 novos professores de física para amenizar o déficit na rede pública dos ensinos fundamental e médio. As aulas estão previstas para o segundo semestre de 2013, período em que o mestrado acadêmico em educação profissional também será aberto. "Nosso diferencial para os

Divulgação

José Ribamar(esq):“Agora vamos para o processo de aprovação do projeto pedagógico por nosso comitê e conselhos deliberativos” outros institutos que concorreram é que, além de bons laboratórios, temos oito professores de física e dois de educação do próprio IFRN", alega Ribamar. Com dez anos de experiência em licenciatura de física, a chegada do mestrado anima o corpo docente. Para o professor Edemerson Solano Batista de Morais, é um primeiro passo para a qualificação da área, que terá bolsas para os mestran-

dos, bem como para suprir parte da carência da rede pública em docentes de física. "Infelizmente, não temos acesso aos números, da secretaria de educação do Estado quanto a essa necessidade, mas posso garantir que é grande". De acordo com o Ministério da Educação, em todo o país, o vazio a ser preenchido é de 100 mil físicos. Uma dos principais entraves é a defasagem de conhecimento de

quem já está no mercado. Edemerson fala que a maioria dos professores do RN conhecem a física estudada até a metade do século 20 e desconhecem toda a produção das últimas seis décadas. "Também por isso o mestrado veio em boa hora para atualizarmos o conteúdo oferecido para os alunos". O curso será montado no próprio IFRN, que terá a responsabilidade de emitir os diplomas.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Gastronomia

Natal, 19 e 20 de janeiro de 2013

Hemetério Gurgel INGREDIENTES: 01 kg de coxinha da asa - Sal a gosto - 4 dentes de alho amassado Suco de um Limão - 1 copo americano vinagre -1L de leite - 1 colher de sobremesa de pimenta do reino - Páprica picante a gosto 2 a 3 colheres (chá) - 1 colher de sopa cheia de Creme de cebola (pó) - 2 colheres de colorau - Farinha de trigo para empanar - 4 colheres(sopa) de molho de pimenta - 3 colheres(sopa) de manteiga - Óleo para fritar .

sorvente e reserve - Derreta a manteiga e misture o molho de pimenta - Acrescente as coxinhas fritas e misture bem.

SANYLLE FARAJ

DICA DA CHEF Para que o molho de pimenta com a manteiga fixe bem nas coxinhas, coloque dentro de um saquinho (tipo ziploc) e "sacuda" bem, ou até mesmo dentro de uma panela e tampe-a e balance a panela para todos os lados. O molho tem que fixar bem para ficar gostoso.

MODO DE PREPARO: Marinar por 2 horas as coxinhas apenas com o vinagre e leite; - Dispensar o líquido da marinada; - temperar as coxinhas com o limão, alho e sal À parte peneire a farinha, misture a páprica, pimenta do reino, colorau, pó da cebola - Empane cada coxinha e frite-as no óleo quente.Escorra no papel ab-

-NOVA GERAÇÃO NA GASTRONOMIA - FACEBURG E CUORE DI PANNA - 18ª FEIRA INTERNACIONAL DE ARTESANATO: UM SHOW! - CORDEIRO POTIGUAR SÓ COM CARNE DA SOINGA SANDUÍCHES COM GOSTO DE JUVENTUDE A NOVA GERAÇÃO Nestes meus 11 anos de Crônicas de Gastronomia, jamais tive uma satisfação tão agradável como quando andentrei no FACEBURG, onde são próprietários e criadores todo o arco desta casa de alimentação, os jovens formandos em Gastronomia pela UNP, MARIANAANDRADE e WANDERLEY. Ali estava diante de mim a nova geração que passou a assumir a liderança da cousine potiguar.

FUNCIONAMENTO O Rest. Cordeiro Potiguar funciona de terça à sábado das 11h30h às 23h. Domingo: das 11h30 as 17h. MENU Bebidas: refrigerantes em geral, sucos de frutas da estação em jarra e em copos, aperitivos diversos, cervejas e bebidas destiladas. Os Pratos:Filé de Cordeiro na Chapa p/2 pessoas;Picabnha de Cordeiro, também para 2 p;Cozido de Cordeiro, Carré de Cordeiro, Contra Filé de Cordeiro; Pernil de Cordeiro.Pode complementar com guarnições de Baião de Cordeiro, Arroz de Cordeiro,Farrofa de Cuscuz c/ovos.. Para esperar o Prato tem uma grande quan-

O QUE FAZ UM ARROZ DIFERENTE Diferencia-se o arroz em função dos tratamentos a que é submetido após a colheita e há uma enorme gama de nomes.

NEGRO É plantado na China há mais de 4000 anos. Era exclusivo do imperador. Tem elevado teor de ferro e antioxidantes

O MAIS VENDIDO NO BRASIL E MUNDO OCIDENTAL O arroz mais vendido é o branco sem casca, é rico em carboidrato. E o mais fácil no preparo.

PARBOILIZADO É o arroz cujos grãos são tratados em água fervente, o que faz com que os nutrientes da casca passem para a parte interna do grão. Não há nenhum aditivo químico. Há mudança de cor e gosto e muita Vitamina B.

MARIANA ROCHA

ARROZ JAPONÊS Ha milênios é o usado na culinária japonesa. Seus grãos unidos e a grande quantidade de amido, facilita comer com os palitinhos dos japas.Seus grãos são curtos, curvados e um pouco transparentes. VERMELHO O arroz vermelho é exclusivamente cultivado nos Estados :Maranhão e Paraíba, top da culinária. Tem muito mais ferro, zinco e fibras do que o arroz branco JASMINE E BASMATI É o arroz aromático. Seus grãos são longos. Possuem os nutricionais do arroz polido. Seu preparo é apenas preparar com água e sal.

ARBÓREO O nome significa arroz pequeno. É o eleito para risotos. O maior cultivador é a Itália. Como tem uma casca grossa e um grão mais resistente, este arroz re-

- JURAMENTO DE HIPÓCRATES OU DE HIPOCRISIA ? - HENRIQUE ESTÁ TIRANDO DE LETRA O FOGO AMIGO JOGOU FORA A ÉTICA MÉDICA Pão & Companhia, R. Mipibu - Era cedo. Gosto muito do Café da Manhã dali. Foi não foi estou ali me deliciando. Mas.... desta feita fiquei surpreso pois havia um grupo de Jaleco, de branco com sapatos,calça e camisa brancas. Lógico que só poderia ser da area Biomédica. Fiquei numa mesa perto, pois notei que os ânimos estavam alterados e não se incomodava em falar alto. Anotei tudinho. A ÉTICA MÉDICA Este era o assunto. Estavam revoltados. Diziam: como é que pode um médico que é Presidente do Conselho Regional de Medicina rasgou tudo que é de mais sagrado que é a ÉTICA MÉDICA e jogou no lixo o Juramento de Hipócrates que fizera? É isso mesmo disse outro. O médico Jeancarlo Cavalcanti está pensando que é o Reizinho da Cocada Preta, desde que foi eleito para presidir o nosso Conselho. Daí partir para declarações descabidas contra a entidade que ele ganha o pão! E o pior ocorreu agora. Estrapolou tudo o que é sensato como profissional e deu uma lição de desconhecimento de procedimentos médicos. Foto:Google-médico Jeancarlo

MENU O Menu está um dez.Tem sanduíches com nomes diferentes, mas com um sabor muito bom: Face Home,Face Italy, Face Mariachi, Face Kids e mais uma variedade satisfatória. Tem também Sanduíches Frios, como Peru Cream Cheese; Entradas e Peticos:Bacontini, Sweetine etc... Não faltam as Saladas:como a Verde, Ceviche de Peru. E,não se esqueçam das gostosas sobremesas:Milk-Shake e Sorvete de Nutella...Endereço:Fica na Av. Afonso Pena, Petropolis,vindo do Tirol,logo depois do Caffé di Maria.Tel.3223 2874, que atende também como Delivery. Funciona a partir das 17h, diariamente. É imperdivel!Foto de Mariana e Wanderley e de seu restaurante.

A LOCALIZAÇÃO E OS RESTAURATEURS -DO RAMO O Rest. Cordeiro Potiguar fica situado a R. Manoel Machado, 355, bairro de Petrópolis, tendo como referência:é a rua ao lado do Hosp.Médico Ciruúrgico e fica perto do Bar do Shop, esquina com o Largo do Ateneu, um ponto gastronoômico já relevante de Natal. Tel. 3221 3552. São propietários:Carlos Alberto (que é de Fortaleza) e Genilde da Silva (Potiguar de Mossoró). Carlos Roberto e Genilde antes tiveram um restaurante de sucesso na Capital do Oeste, que era o Trapiche, só que a especialidade era a Cozinha Internacional. Estão em Natal desde novembro de 2011, com o Cordeiro que é sucesso.

siste ao cozimento prolongado. Por ter muito amido não vira papa, tornando- se cremoso.

- CONVERSA DE RESTAURANTE -

SURGE A NOVA COZINHA POTIGUAR Os restaurateurs: o Jovem Wandeley está fazendo mestrado em comidas brasileiras, e Mariana já fez mestrado em administração alimentar, segurança alimentar e patisserie.Os dois são noivos e já casados na ideia de criar receitas para as pessoas que gostarem da modernidade, assumindo, por sua geração, a responsabilidade da nova cuisine potiguar. Lembro que é uma geração que nasceu nas escolas de gastronomia de Natal, surgidas após a incrementação que demos a este setor em nosso Estado. Falo sem modeéstia.É a verdade!São profissionais de mesmo. Seus sanduiches são únicos, assim como a decoração ambiental e a ideia do nome. Tudo eles criaram.

O CORDEIRO QUE É UM SHOW DE SABOR É um novo e inovador restaurante. O Codeiro Potiguar tem como especialidade pratos especiais do Cordeiro da Raça Soinga. Criação aqui mesmo do Estado. É uma raça qualificada por cruzamentos com a Raça TriCross. Isso proporcionou uma carne macia que agrega bem os temperos com um perfeito marmoreiro, e o melhor, baixíssimos índices de Colesterol e Gordura.

TIPOS DE ARROZ Presente em todas as casas dos brasileiros, o arroz é uma planta da família das gramíneas, ótima fonte de carboidrato e é um dos cereais mais cultivados do mundo.

O INTEGRAL Este arroz mantém a casca e não é polido ou refinado.Tem uma aparência mais escura e uma consistência mais firme.Qualidades nutricionais: manganês, selênio e vitaminas B e alto teor de fibras.

- FAST - FOOD -

GRANDE! SÓ CARNEIRO E SEM OSSOS

hemeterio@uol.com.br DICAS DE GASTRONOMIA

RECEITA DA CHEF CHICKEN WINGS Tempo de preparo 30 min Rendimento 6 porções

Sábado e Domingo

O FATO DO RELATO MAIOR E relatou: o Dr.JEANCARLO foi operar no Hosp. W. Gurgel. Um caso de emergência, pois é um hospital de pronto socorro. Premeditadamente levou uma câmara e filmou, sem o consentimento do operado, as suas entranhas abertas, alegando que não poderia fechar porque o Hosp. não tinha um fio de aço exigido para o caso.E ai cometeu uma insensatez, procurou a imprensa para a divulgação do vídeo, que ele parou o procedimento cirúrgico, para gravar e escandalizar a nossa classe e se desmoralizar como cirurgião.

tidade de Petiscos como Liguiça de Cordeiro, Banana a Milanesa, Picanha de Cordeiro. Tem um bom atendimento e as instalações têm um estilo rústico fino e agradável, A cutelaria é razoavel para o tipo de restaurante. Não é um local de luxo, mas típico e que se come bem. FEIRA INTERNACIONAL - 18ª FIART -NATAL A Gov. Rosalba inaugurou ontem, 18.01.2013, sexta, no Centro de Conveções, Via Costeira, Natal-RN, a 18º FIART - Feira Internacional de Artesanato - considerada uma das maiores do mundo.

PROGRAMAÇÃO E ATRATIVOS - ARTESANATOS Teremos festival de danças folclóricas, mostras de rituais indígenas da Tribu Xingu e shows variados. É um dos mais notáveis eventos do Nordeste. Teremos o rico artesanato regional, nacional e internacional com imagens em madeira e cerâmica, prata, bijuterias em madeira, bombons artesanais, telas, móveis etc. E comidas de sua região e de seu País. Os índios Xingu exporão seu artesanato e gastronomia.Grandiosidade -A Fiart conta com 385 estandes numa área de 7.500 m². Estão participando artesãos de 13 países. A expectativa é que o evento movimente em torno de R$ 7 milhões.

CUORE DI PANNA GELATO ITALIANO Os jovens Anny e seu irmão José Dias. Ambos moraram e apreendersam a elaborar sorvetes na Italia durante 5 anos. Acabam de abrir na Roberto Freire,9028.P.Negra, Tel. 33013332,sua sorveteria com 62 receitas diferentes, 20 por dia. Horários de domingo a domingo das 13h as 23h Voltaremos com maiores detalhes.

O PROCEDIMENTO Quando entramos numa sala de cirugia para efetuar um procedimento médico já especificado, todo o material se encontra alí numa bandeja fechada,esterilizada, para evitar qualquer contaminação. O Médico Jeancarlo adentrou num procedimento cirúrgico será que sem saber se todo o material que iria necessitar estaria todo alí? Se assim procedeu mostrou um despreparo e, pior, total irresponsabilidade. Agora se preparou, levou um equipamento para fazer um vídeo, tudo com profunda má fé, visando só e unicamente criar um escândalo, tornar-se o Herói do Sertão, com um o ato irresponsável entregar o vídeo a imprensa.Só que nós sabemos que o fio de aço, já há algum tempo foi substituido por outro material mais resistente e estava ali a sua disposição.Ele pode vender sua falsa ideia aos leigos, não a nós! Pois queria era atingir onde ganha o pão. CONSEQUÊNCIAS Primeiro ele ficou desmoralizado como cirurgião, mostrando ao RN que não se atualizou,não acompanhou a evolução das cirurgias, desconhecendo até o material mais novo, isto é, já usado há algum tempo nos hospitais. Desmascarando a farsa que engendrou de fio de aço insubstituível. Segundo ouvimos falar, há advogados que estão procurando a família do operado pelo Dr. Jeancarlos e que ele filmou e usou a imagem entregando o vídeo a TV, sem autorização do doente ou seus familiares, num total desrespeito à pessoa humana. Será uma ação de danos morais e quem vai responder é ele, ele que é o Presidente da Ordem dos Meédicos do RN. Que vergonha! Que o Juiz que for julgá-lo lhe aplique uma multa bem a altura do ato ignóbil praticado. Sim, disseram na mesa, o cirugião Jeancarlos deu um tiro no pé. PORQUE ISSO? Simples.Alguns médico mantem uma greve há 8 meses, mas recebendo os seus salariozinhos todos os meses, pressionando o governo para que lhes dê um aumento de 13% e mais uma série de gratificações, teto salarial etc...Para justificar, esculhambam com o serviço hospitalar do Estado. Mas... não pedem demissão. Tão fácil! Se não tem condições de trabalhar, vão procurar outro serviço.Mas...não, a visão é o vil metal, não são os doentes, não são as condições hospitalares. Sim as trinta moedas da traição ao Juramento que fez para exercer o Sacerdócio da Medicina. Graças a Deus se trata de uma minoria do pior que existe em nossa profissão tão nobre. Embora respingue um pouco na gente. Mas... vamos aguardar as próximas eleições dos Conselheiros, para ver se eles aprovam esse descalabro a que estão levando a nós medico potiguares Aplausos a Governadora.E la e o Sec. de Saúde devem mesmo suspender os salários desses sanguessugas. Num instante a tal greve vai desaparecer.O negócio deles é dinheiro no bolso. Tentam amedrontar o Governo com esses descalabros pofissionais.Ouvi tudo, estou contando sem aumentar um tostão. E o papo continuou....pois a raiva era o símbolo da revolta contra a FALTA DE ÉTICA. O MINISTÉRIO PÚBLICO DEVERIA APURAR Taí um caso de exploração da imagem de um pobre cidadão, exposto na TV, pela filmagem de um médico, sem autorização, que usou para atingir seus objetivos ilegais e antiéticos. DIREITOS HUMANOS! A GRAVIDADE Como jornalista achamos um caso tão inacreditável que decidimos contar todos os detalhes. Reverencio a classe médica. Lógico, são os bons médico que representam a maioria. É uma classe tão venerada para os cidadãos potiguares, que custo acreditar nisso que ouvimos.

QUQUANDO EU ME VIREI, NAO VI MAIS NINGUÉM!

HENRIQUE 40 ANOS DE PARLAMENTO NUNCA FOI PROCESSADO Casa di Maria Caffé - O assunto não era polêmico. Ao contrário.O Grupo da mesa proxima a nossa comentava a Candidatura do Dep. Fed. Henrique Alves, atual líder do PMDB, a Pres. da Camara Federal. Argumentavam que a campanha que faziam contra ele na imprensa nacional e em alguns Blogs recalcados aqui de Natal, não era justa, pois ele tem 10 mandatos de deputado federal,40 anos de vida pública e nunca foi alvo de nenhuma denuncia por parte da Justiça. Denúncia sem comprovação sempre - Acusações sem comprovações sempre ocorreram. Prinicipalmente quando ele é citado para ocupar algum cargo importante na República. Não custa muito lembrar a sua candidatura a Vice-Presidente recentemente, e o bombardeio que foi feito em cima de sua pessoal.Mas...o imporrtante é que ele é forte e não se deixa abater. O Caso, carro-chefe das denuncias - Todo o parlamento brasileiro, cerca de 600 senadores e deputados-federais, tem direito a apresentar EMENDAS ao Orçamento da República, sempre beneficiando os municípios que são votados. No caso específico o Dep. Henrique fez suas emendas. Lógico que as prefeituras beneficiadas correm atrás para liberar o dinheiro.Entaõ fazem licitações e realizam as obras que as verbas foram destinadas. Pelo amor de Deus, disse uma Senhora, o que Diabo tem a ver o Deputado se o Prefeito aplicou mau. Não fez concorrência. Pior.Você tem um funcionário, este funcionaário tem algumas cotas numa empresa de construção. Esta empresa ganha a concorrência. Se tem irregularidade a culpa é do Prefeito, é da Empresa. Jamais, de boa fé, se pode acusar o qualquer Dep. principalmente sem provas. Eu,disse um senhor, li que o Sen. Garibaldi tinha também umas emendas e que a tal firma tinha ganho a concorrência.E daí? Qual o seu pecado? Assim vamos condenar todos os Senadores e Deputados que tiveram emendas liberadas? Agora este negócio de fogo-amigo é jogo de interesse.Tanto é que Henrique foi a Tribuna e respondeu a todos os jornais que estavam lhe acusando. E desafiou quem quer que seja que provasse que houve desvio de sua conduta nos 40 anos de Parlamento Brasileiro. Foi aplaudidíssimo. Vai ser eleito com uma maioria esmagadora para Presidente da Câmara. Para o RN é um presente do Céu. Termos um Ministro e o Pres. da Câmara, é o caminho para se conseguir muitos recursos para o nosso pobre Estado. E concluiram. Façamos como os cearenses.Vamos nos unir para a eleição de Henrique.Depois se ele não trouxer nada para o Estado,simplemente não votaremos mais nele.Assim é sensato.


FLIP 19/01/2013