Page 1

Quarta-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

13 DE NOVEMBRO DE 2013 w Nº 4.788

R$ 1,00

w jornaldehoje.com.br

> COMIDA VIRA LIXO

ESCOLA DE PARNAMIRIM DESPERDIÇA QUASE UMA TONELADA DE ALIMENTOS A ESCOLA MUNICIPAL MARIA DO CÉU FERNANDES PASSOU QUATRO MESES EM GREVE MAS CONTINUOU RECEBENDO AS REFEIÇÕES DOS 780 ALUNOS. ALIMENTOS, AINDA NO PRAZO DE VALIDADE, ACABARAM INFESTADOS POR GORGULHO A Secretaria de Educação de Parnamirim abriu sindicância para investigar a perda de mais de 900 quilos de alimentos, que foram recolhidos no dia 30 de outubro na Escola Municipal Maria do Céu Fernandes, no bairro de Santos Reis. A secretária Vandilma

Cedidas

de Oliveira garante que se trata de um fato isolado e alega que a direção da escola deveria ter comunicado que as aulas estavam suspensas. Mas ela também não nega que houve negligência por parte da gestão municipal. CIDADE 6

> ASSEMBLEIA

> DEPARTAMENTO DE ARTES DA UFRN...

Grupo ocupa o prédio para pedir liberdade de expressão

Nélter pede CPI para investigar ‘esquema de corrupção no governo’ POLÍTICA 3

Wellington Rocha

> POLÊMICA

Advogado de Rosalba Ciarlini nega perda de prazo e inelegibilidade POLÍTICA 5

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE João da Mata Costa Priscila Gomes Franco Berilo de Castro Elísio Augusto Medeiros e Silva Janguiê Diniz Rinaldo Barros

OPINIÃO - Página 2 Manifestantes, que estão no prédio desde quinta-feira, alegam que espaço de convivência criado por eles foi "devastado e saqueado" pelo Deart. CIDADE 8

> IMÓVEIS

> SAMBA

> SÉRIE B

Caixa Econômica quadruplica os financiamentos no RN em 2013

Música no Ar terá o encontro Leci Brandão e Quarteto Linha

América e ABC não vencem e se complicam na reta final

ECONOMIA 7

CULTURA 9

ESPORTE 15

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Alex Medeiros

Vicente Serejo

Rubens Lemos F.

Página 3

Página 7

Página 11

Página 13

Página 16

w A grande dúvida que poderá w Para o Sebrae/RN, fim de mudar radicalmente o cenário ano eleva o otimismo dos pequenos empreendedores. político potiguar atual.

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,32 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,39 R$ 2,32

Euro x real R$ 3,12 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 9,5%

w Fernando Haddad destampou um esgoto e subiu o mau cheiro do próprio PT.

E-MAIL REDAÇÃO:

w A nudez de Normal Bengell e a pobre história dos últimos dias do seu triste fim.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

w Vasco e Fluminense estão a ponto de voltar para a Série B, uma humilhação.

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Natal, 13 de novembro de 2013

JOÃO DA MATA COSTA, Prof. Depto de Física - UFRN (damata@dfte.ufrn.br)

FLIN do improviso e show "grátis" de Caetano Muito bom que tenha sido retomado o encontro de escritores em Natal. O FLIN deste ano achei tudo muito improvisado. Mesas, composições e temas. O melhor ficou com a parte musical no final de cada dia. No dia 05 estava previsto um encontro de violeiros às 18 h, no mesmo local onde acontece a FLIN. Quando cheguei não havia nem cadeiras pra sentar. Cheguei na hora e esperei ate às 19h quando soube que só ia começar às 20h. Não vi todas as mesas, mas ouvi bons comentários da mesa Cícero Marina. O moçambicano vindo do outro lado do Atlântico para participar de uma mesa de humor, disse que era poeta. Tudo a ver com essa "Feira". Cheguei às 14h para uma mesa sobre gastronomia. Dormi e esperei quando foi começar mais depois das 15h. Nada com nada em interação. Uma das componentes passou o tempo todo elogiando o outro componente da mesa que também disse não saber nada de gastronomia. O elogiado disse um poema de Drummond. De contribuição fiquei sabendo que no RN não tem mais Queijo. E que a cerveja é responsável por quase tudo na história da humanidade. Quase 100% da plateia era formada de estudantes fardados de escolas que não estavam nem aí com aquela conversa sem pé nem cabeça. Bom mesmo foi assistir o ensaio de Zé Wisnik Vânia Bastos e Gereba. O que promete ser uma boa noite pois de música e de Vinicius todos nós temos um pouco. Os painéis grandes que enfeitavam

Artigo

a feira eram em homenagem a Luís Veríssimo que não estava na feira. Deve ser por que ele esteve hospitalizado. Quanto mais jornalistas convidados menos críticas. Ao lado quiosques vazios de uma "Feira de livros". Respeitável público. A feira de livros não aconteceu. Não houve coordenação que permitisse a participação de outros sebistas prontos para entrarem em ação. Infelizmente não houve a participação do Sebo Lisboa (Lisboa) com 20 anos, Balalaika (Ramos) com 22 anos e o Cata Livros (Jácio e Vera) com 40 anos de tradição e/ou outros. Depois de tanto auê um show "grátis" de Caetano em Natal, o que vi foi um show burocrático e frio numa noite de novembro em Natal. Uma banda fraca. De grátis não tem nada porque pagamos vivendo numa cidade sem a menor infraestrutura. Para chegar ao local uma mega maratona. O bom desses shows ao vivo e em pé é que a gente pode conversar com os amigos e ficar perambulando e bebendo. Não vi sustança nesse show encerrando um fraco encontro de literatura, onde o que teve de melhor foram as apresentações musicais. E como o cotidiano é reinventado em Natal. Como o tempo muda! Ontem um jornalista que criticava com todas as letras a Capitania das Artes e seu presidente, hoje, participa do banquete mesa e das coxias. Melhor os bares em volta em uma Ribeira decadente e carente. O grande Teatro Alberto Maranhão ao lado esquecido e pouco utilizado para o bem da cidade. E assim se foi mais uma auê que não deixou saudades.

PRISCILA GOMES FRANCO, especialista em Direito e Processo do Trabalho (priscilagfranco@hotmail.com)

Direito Ambiental Brasileiro à luz dos Direitos Humanos (1) A globalização é um fenômeno capitalista que começou na fase dos descobrimentos e que se desenvolveu a partir da Revolução Industrial. Contudo, seu conteúdo passou despercebido por muito tempo, e hoje muito economistas analisam a globalização como resultado do pós segunda guerra mundial, com o surgimento da Revolução Técnico Cientifico Informacional, onde o mundo ficou marcado por influencias diretas das junções de todas as ciências. O efeito da globalização atingiu todos os setores, e se por um lado a globalização foi benéfica, e foi sinônimo de lucratividade, por outro, ela desencadeou problemas na nossa ordem econômica, trazidos pelos altos índices de desempregos estruturais e conjunturais, de forma que atinge hoje grande parcela da sociedade, logo, se permite o entendimento que os efeitos da globalização se encontram palpáveis nos transtornos na nossa economia, nas fragilidades das relações de trabalho, na vulnerabilidade da ordem jurídica, mas, sobretudo, da violação dos direitos humanos. Os Direitos Humanos ou os direitos fundamentais formam o centro mais valioso dos direitos e se relacionam à vida, à liberdade, à propriedade, à segurança e à igualdade, com todos os seus desdobramentos como é o caso do direito ambiental. A expressão "direitos humanos" é utilizada pela Filosofia do Direito e ainda pelo Direito Internacional Público e Privado. Já os "direitos fundamentais" seriam os direitos humanos positivados em um sistema constitucional, analisados sob o enfoque do direito interno, ou seja, são os contidos na nossa Carta Magna. Os Direitos Humanos de primeira dimensão Inauguram os movimentos constitucionalistas fruto dos ideários iluministas do século XVIII. Os direitos defendidos nessa geração cuidam da proteção das liberdades públicas, civis e direitos políticos. Nesta fase, o Estado teria um dever de prestação negativa, isto é, um dever de nada fazer, a não ser respeitar as liberdades do homem. Seriam exemplos desses direitos: a vida, a liberdade de locomoção, a liberdade de opinião, a liberdade de expressão, à propriedade, à manifestação, à expressão, ao voto, ao devido processo legal. Já os Direitos Humanos de segunda dimensão sob a inspiração principal do Tratado de Versalhes, de 1919, pelo qual se definiram as condições de paz entre os Aliados e a Alemanha e a criação da OIT (Organização Internacional do Trabalho) traz a proteção aos di-

reitos sociais, econômicos e culturais, onde do Estado não mais se exige uma abstenção, mas, ao contrário, impõe-se a sua intervenção. Nessa diapasão, seriam exemplos clássicos desses direitos: o direito à saúde, ao trabalho, à assistência social, à educação e o direito dos trabalhadores e a ordem social de um modo geral. Por fim, os Direitos Humanos de terceira dimensão é marcada pelo espírito de fraternidade ou solidariedade entre os povos. Com o Pós Guerra, a terceira geração representa a evolução dos direitos fundamentais para alcançar e proteger aqueles direitos decorrentes de uma sociedade já modernamente organizada, que se encontra envolvida em relações de diversas naturezas, especialmente aquelas relativas à industrialização e densa urbanização. Nesse contexto, são exemplos desses direitos: direito ao desenvolvimento, o direito à paz, o direito à comunicação, o direito à autodeterminação entre os povos e o direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado. Com a busca desenfreada pelo lucro, e numa sociedade cada vez mais globalizada, vivemos um processo de "financeirização" da economia, que não propicia de nenhuma forma melhoria na qualidade de vida dos povos, e ao contrario, cria obstáculo a liberdade de escolha e a ampliação dos direitos universais. Quando se fala nesses obstáculos associamos no primeiro momento aos caos mais próximos de nós, que normalmente esta relacionado com a economia, mas, nos esquecemos, dos direitos humanos de terceira geração, que muitos insistem em enxergá-los como segundo plano, e quando na verdade, estes deveriam ser pensados com muita cautela, pois na ausência deles, a própria sociedade globalizada seria afetada, já que é deles que se retiram toda matéria-prima que move a lucratividade desse planeta. Acreditem, falar em ausência de lucro preocupa bem mais as pessoas, do que na ausência da própria vida, e o pior, na extinção da própria espécie. O Brasil sempre foi um país preocupado com as questões ambientais, o que não quer dizer, que estamos longe de problemas. O poder legislativo tem se esforçado para elaborar leis rígidas que possam através delas manter equilibrado o ambiente, mas, conscientizar as pessoas, e principalmente conter os efeitos do capitalismo tem sido uma tarefa muito difícil, e isso, não é somente um problema nacional, vai muito além das fronteiras brasileiras.

Opinião Artigo

Quarta-feira

Artigo

BERILO DE CASTRO, médico (berilodecastro@hotmail.com.br)

Causos do futebol potiguar (III)

RINALDO BARROS, professor rb@opiniaopolitica.com

Tempos idos e bem vividos da minha década de ouro, anos de 1960. Participante e envolvido em uma belíssima fase do futebol potiguar. Acompanhei e fiz parte atuante dessa história. Vejamos algumas passagens hilárias: 01 – Jácio, excelente lateral esquerdo, ex-Alecrim, Globo e Campinense/PB, já em final de carreira estava fazendo uma fezinha no Ferroviário FC, o Ferrim de Joãozinho Paiva, seu presidente. Em determinado momento de aperto financeiro do clube, de cofres vazios, sem ganhar de ninguém, último colocado no campeonato; Jácio é chamado para rescindir o seu contrato. Conversa vai, conversa vem, muita vaselina, muito lero-lero, muita enrolação, e nada de pagamento rescisório. Depois de prestar muita atenção, calmamente sentado e em total silêncio, aponta com o dedo polegar direito para o seu joelho esquerdo e fala mansamente: "Vou colocar o Ferrim aqui". Espantado, curioso e sem entender nada, Joãozinho pergunta: "Onde mesmo, meu craque"? "Na "junta", meu grande presidente! 02 – Taça Brasil, década de 1960, o Alecrim FC, representante do futebol do RN, em jogo contra o Campinense/PB, considerada na época como uma das

A caminho da burrice

Artigo

melhores equipes do Nordeste. Em Campina Grande, ficamos hospedados/concentrados em uma pequena pousada de propriedade do ex-atleta do Campinense, o excelente quarto-zagueiro Gonzaga. Lá pras tantas, um nosso companheiro de zaga revela com muita preocupação e sutileza: "Doutor, a esposa de Gonzaga está muito mal". Pergunto: Qual é o problema companheiro? Doutor, foi uma cirurgia muito complicada devido a um parto Severiano. 03 – No início dos anos 1970, no América, não mais como jogador, mas como médico, o comportamento é outro, evidentemente que sim. Muda tudo. Recordo, era um jogo difícil. Na verdade, ninguém quer perder. O massagista é quem mais torce e mais "trabalha". Momentos antes do jogo, sou procurado por ele: "Doutor, os meninos estão pedindo vitaminas". "Vitaminas"? "Sim, doutor, pra reforçar mais os músculos, dar mais disposição pra correr". Faço que não entendo e respondo: "A farmácia não despacha essas vitaminas milagrosas", e não atendo o pedido. Final da conversa: pouca disposição em campo e um resultado sombrio sem as vitaminas "milagrosas". 04 – Campeonato da cidade, final da década de 1960. O Fer-

roviário contrata o famoso e polêmico treinador, Pedrinho Quarenta. Em um jogo amistoso de apresentação, no Estádio João Câmara, nas Rocas, o treinador é apresentado e fica no banco assistindo o embate e observando o elenco. Jogo encerrado, o Ferrim perde a partida e, evidentemente não faz uma boa apresentação. Era uma tarde de chuva fina, mas molhadeira. Surge então o diálogo esperado do treinador contratado e o presidente Joãozinho Paiva: "O que foi que achou Pedrinho"? "Precisamos urgentemente de um bom zagueiro central, dois laterais agressivos, que cheguem a linha de fundo e cruzem muito bem, um excelente meio de campo para armar bem as jogadas e dois ponteiros rápidos e dribladores". Ouvindo todos esses pedidos, o roupeiro, que arrumava o material encharcado e pesado para conduzi-lo nas costas até o ponto de partida para a sede do clube, falou: "Presidente, não esqueça também nessa relação de contratar um jumento "dobrado" pra levar a porra desse material, que pesa mais do que chumbo e está acabando com a minha coluna". Joãozinho, com a tranquilidade de um bom maquinista, abriu um largo sorriso e prometeu a inusitada contratação.

ELÍSIO AUGUSTO DE MEDEIROS E SILVA, empresário, escritor e membro da AEILIJ (elisio@mercomix.com.br)

"Veramente bellissima" A Ribeira viveu sua época de ouro em meados do século passado. Naqueles tempos, o bairro expressava a vida política, social e cultural de nossa Capital. Ali se desenvolveu um dos períodos mais prósperos de nossa cidade. Durante a II Guerra Mundial foi palco de grandes eventos, retratados por nossos cronistas e historiadores. O local ainda guarda reminiscências desse período áureo com identidade própria e incontestável. Ainda hoje, a Ribeira desenvolve intensa atividade cultural durante todo o ano - Teatro Alberto Maranhão, Casa da Ribeira, Capitania das Artes... Ali, tradição, arte, história e cultura encontraram o refúgio ideal. Por outro lado, a natureza também foi generosa com o bairro, que tem o Rio Potengi a banharlhe em toda extensão. Do alto das ladeiras que a circundam dá para ter uma vista maravilhosa – os casarões, as praças, o rio, a nova ponte. Não deixe de visitar a casa onde nasceu o filho mais ilustre do bairro, Câmara Cascudo. A Ribeira Antiga forma belo contraste com os modernos arranha-céus que, aos poucos, estão

Artigo

chegando pela Avenida Cordeiro de Farias. Suas ruas e becos sinuosos convergem em direção às suas avenidas principais - Tavares de Lira, Duque de Caxias... que regem a vida diária da Cidade Baixa. O bairro é pequeno e acolhedor - foi concebido para se andar a pé. E cada paisagem singular é um convite para um "clique" na sua máquina fotográfica. Alguns imóveis de interesse histórico foram restaurados, outros estão em processo de reconstrução. Infelizmente, vários locais se encontram abandonados, em ruínas. Com a promessa de medidas de incentivo por parte da Prefeitura Municipal, talvez, isso se reverta em alguns investimentos que se fazem necessários. Ver a Ribeira nas primeiras horas da manhã, presenciar o belo espetáculo que o sol dá ao nascer, perambular pelas ruas que margeiam o rio tem um gostinho diferente. O bairro também tem uma luz especial ao entardecer, não há luscofusco mais bonito em toda Natal. Na Ribeira você descobre os encantos de uma região tão presente na cidade. O silêncio conduz a introspecção - e recordações! O próprio formato dos logra-

douros nos dá diversos tons do passado, em ruelas perdidas aqui e ali. Cada uma com sua própria identidade singular. O local é propício para obter belas fotografias a qualquer hora do dia ou da noite. De repente, você pode entrar numa ruazinha de paralelepípedos e descobrir que em uma das casas nasceu o poeta Ferreira Itajubá em outro prédio funcionou o antigo Palácio do Governo, convertido no Wonder Bar durante o período da II Guerra Mundial. Ali, em meio a prédios de épocas diferentes, a luz incendeia sobre os antigos trilhos do trem. Chegue até o largo de paralelepípedos e casinhas de fachadas coloridas e observe a construção de moderno terminal de passageiros marítimos, ao lado do cais do Porto. Com certeza, essa obra trará mais encanto ao lugar. Com o propósito de queimar calorias, visite os antiquários da Rua Dr. Barata, dirija-se até a bela Igreja do Bom Jesus (Praça José da Penha), conheça o Teatro Alberto Maranhão (Praça Augusto Severo) e o cais Tavares de Lira... Garanto que você não esquecerá o passeio. Como escutei um turista italiano exclamar: "Veramente bellissima".

JANGUIÊ DINIZ, mestre e doutor em Direito (janguie@sereducacional.com)

Um raio X do ensino superior no Brasil Para iniciar, cumpre perquerir: é possível comparar instituições públicas de ensino superior com instituições particulares? A pergunta parece simples, mas para respondê-la é preciso avaliar inúmeros aspectos e perspectivas relacionadas. O setor de ensino superior no Brasil passou por grandes mudanças desde o início dos anos 1990 até os primeiros anos do século XXI, mais especificamente com a Lei de Diretrizes e Bases de 1996. Foi nesse período que as instituições de ensino superior privadas começaram a ganhar força pelo país. Vale destacar que o crescimento desse setor é que garante a formação de profissionais com qualificações que atendem as demandas dos setores produtivos. Engana-se quem pensa que o aumento das matrículas nas instituições privadas se deu somente pela baixa quantidade de vagas nas instituições públicas. É cada vez mais notório que a sociedade tem se conscientizado da importância da educação como diferencial de mercado e que, através das escolas particulares, é possível adquirir uma formação tão enriquecida, universalizada e focada nas práti-

cas de mercado, quanto à oferecida nas instituições públicas. Ademais, o aumento do número de concluintes no ensino médio aliado a uma maior disponibilidade de financiamento estudantil e bolsas de estudo, incentivada por programas como o Financiamento Estudantil (FIES), criado em 1999, e o Programa Universidade para Todos (ProUni), do Governo Federal, criado em 2004, contribuíram para o aumento da demanda das instituições privadas. Destacando as diferenças entre as IES públicas e privadas, podemos caracterizar a principal delas como a relevância na área de pesquisa das universidades estaduais e federais. Além disso, poderíamos citar o percentual de professores mestres e doutores nas IES públicas em comparação com as IES privadas - as primeiras apresentam mais de 40% dos docentes com doutorado, contra 12% das privadas. No entanto, o perfil das instituições privadas tem mudado bastante, buscando e prezando, cada vez mais, pela contratação de mestres e doutores para ingressar no quadro de colaboradores. O grande diferencial das IES privadas está na capacidade de ofe-

recer cursos de longa e curta duração, com agilidade para efetuar mudanças curriculares que podem satisfazer demandas diferenciadas, principalmente quando pensamos na formação de profissionais que precisam estar preparados para atender um mercado que se mostra, cada dia, mais competitivo, dinâmico e inovador. Hoje são, aproximadamente, 6,7 milhões de alunos matriculados, destes, quase cinco milhões estão em instituições privadas. Esses números mostram a importância do ensino superior privado. Embora os melhores alunos, aqueles que estudaram nas melhores escolas, principalmente as particulares, encontrem-se nas instituições públicas, hoje, a maioria da instituições privadas tem como foco principal ministrar ensino de qualidade no afã de qualificar o povo brasileiro, pois, nação desenvolvida é aquela com povo educado e qualificado, e como as instituições públicas não dispõe de vagas suficientes para qualificar toda a demanda apenas cerca de 25% do total das matrículas estão nas IES públicas - daí a importância das IES privadas como importantes atores de desenvolvimento nacional.

Eu desejei muito escrever, hoje, um texto para transmitir otimismo e esperança. Lamentavelmente, os fatos não permitem concretizar o meu desejo sincero. Vejam a declaração a seguir. "Fica a critério de cada escola ensinar, ou não, um pouco de literatura; e adotar o livro didático que bem entender". Essa afirmação poderia ser do (ainda) atual ministro da Educação. Ou seja, pra empurrar o patropi de vez na direção da ignorância, o governo (MEC) admitiu que não tem qualquer responsabilidade quanto ao conteúdo dos livros didáticos adotados pelas escolas. Ou seja, o PT governo está se lixando para o que estão ensinando, ou não, às nossas crianças. Acrescento duas péssimas notícias: 1. Há cerca de cinco anos, a imprensa registrou o fechamento em Berlim do único instituto existente na Europa continental (tirante Portugal) que se destinava a difundir a cultura brasileira. 2. Desde 2010 que o departamento de espanhol e português da Universidade de Cambridge aprovou o encerramento da Licenciatura em Português. Por sua vez, aqui no patropi, a Lei de Diretrizes e Bases (LDB) é bastante vaga sobre o ensino de literatura. Estabelece que a língua portuguesa seja considerada "como instrumento de comunicação, acesso ao conhecimento e acesso à cidadania" (art. 36, par. 1º). Ou seja, nada impede que os textos literários desapareçam do ensino. Um baita desatino! Como conseqüência desse descaso, o nosso idioma vem sofrendo com algumas agressões cada vez mais consolidadas. A conversa de hoje gira em torno do uso de uma expressão muito usada ultimamente, por muita gente boa, bem formada e até mesmo bem informada. Falo do famoso "a nível de". É irritante ouvir pessoas formadoras de opinião insistindo numa forma equivocada de falar e escrever, sem qualquer justificativa plausível. Vejamos. A expressão corriqueira "a nível de" é usada em qualquer situação, como se fora adequada. A meu ver, não deve ser utilizada em hipótese alguma, a não ser que se posponha à preposição "a" o artigo "o", apresentando o significado de "à mesma altura". Por exemplo: "Gosto de estar ao nível do mar"; "Ele quer colocar-se ao nível dos diretores". Qualquer outro significado que se queira dar a ela ("a nível de") estará errado. Considerando-se a norma culta, deve-se substituí-la por "em termos de", "em relação a", "em se tratando de" ou "quanto a". Há gramáticos que também admitem a substituição por "em nível de". Em minha modesta opinião, porém, considero inadequado esse uso também. A mesma opinião têm os professores João Bosco Medeiros e Adilson Gobbes em seu livro "Dicionário de Erros Correntes da Língua Portuguesa", publicado pela Editora Atlas. Já o professor Luiz Antonio Sacconi, em seu livro "Não Erre Mais", publicado pela Atual Editora, apresenta a expressão "em nível de" certa apenas no sentido de "no mesmo nível"; Por exemplo: "A reunião será em nível de diretoria", ou seja, apenas pessoas que estiverem no mesmo nível participarão da reunião. O certo seria dizer, por exemplo, "Em relação aos nossos investimentos, conseguimos bons resultados", e não erradamente "a nível de nossos investimentos..." O certo seria dizer "Quanto à qualidade dos discos, julgo o de Gilberto Gil melhor que o deles", e não "A nível de qualidade..." Mas, existem manias ainda piores. Está igualmente insuportável a utilização exagerada da forma nominal dos verbos no gerúndio, como se fora uma forma elegante de falar, geralmente, por pessoas tidas como "atualizadas", treinadas para comunicação ou atendimento ao público. Arrisco afirmar que o gerúndio deve ser usado apenas para transmitir a idéia de processo, de algo em andamento, em curso no presente. Não deve ser usado para o futuro, nunca para algo que ainda vai acontecer. Estas práticas equivocadas, além de assassinar o idioma, nos coloca na contramão do desenvolvimento sustentável, cujos desafios são outros: precisamos de ciência, tecnologia e inovação (CTI), as quais são temáticas atuais e essenciais para o aumento da competitividade, para o desenvolvimento produtivo. Fico por aqui, com minha teimosia inabalável, na minha luta vã contra a burrice.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITORA DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quarta-feira

Arquivo

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 3

Deputado pede abertura de CPI para investigar “esquema de corrupção no Governo Rosalba” ASSEMBLEIA PODE SER MAIS UMA A APURAR O ATRASO SALARIAL DO EXECUTIVO Wellington Rocha

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Segundo Nelter Queiroz, Rosalba Ciarlini não conhece números do próprio Governo

Quando a ex-governadora Wilma de Faria (PSB) reclama do atual Governo, a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) responde dizendo que na gestão atual, pelo menos, não tem escandalos de corrupção como na de Wilma teve. Porém, segundo o deputado estadual Nélter Queiroz (PMDB) já é possível constatar uma série de indícios de esquema de corrupção. Por isso, o parlamentar está pedindo a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), para investigar, dentre outras coisas, o atraso no pagamento dos servidores do Executivo estadual. Se for instaurada a CPI, a Assembleia vai ser mais uma instituição a investigar o caso do atraso de pagamento. Antes dela, Ministério Público do RN e Tribunal de Contas do Estado (TCE) já confirmaram que estão analisando a legalidade da "reprogramação" financeira, que é como o Governo está chamando a medida. Isso porque há informações de que o Estado tinha dinheiro em caixa mas, mesmo assim, atrasou o pagamento como forma de convencer o Supremo Tri-

Governadora Rosalba Ciarlini atrasou salário e isso é investigado por MP e TCE bunal Federal (STF) de que havia uma crise grave no Estado. Além disso, há informação também de que o Executivo não respeitou uma série de exigências que são feitas antes de resultar no atraso salarial como, por exemplo, a

redução de até 20% dos contratos de fornecimento e/ou a demissão de comissionados e a redução de cargos do Governo. Porém, esse não é o único motivo para a instauração da CPI. Segundo Nelter Queiroz, em seu dis-

curso feito no plenário da Assembleia, o mandato dele tem “graves informações de esquema de corrupção no Governo de Rosalba Ciarlini, que está apurando para em breve tornar público”. BARRAGEM Ainda em seu pronunciamento, Nelter fez críticas à governadora pelo fato de ter ido visitar a Barragem de Oiticica, que está sendo construída no município de Jucurutu, sem ter convidado o atual prefeito George Queiroz, nem o exprefeito Júnior Queiroz, nem muito menos ele próprio, que é filho da terra. “Rosalba faltou com respeito ao prefeito e a mim, e foi ingrata com o ex-prefeito Júnior Queiroz, seu amigo e aliado de primeira hora. O povo de Jucurutu merece respeito”, disse. O parlamentar ainda rebateu a informação publicada no twitter da Chefe do Executivo Estadual, dando conta de que o município de Jucurutu já teria recebido R$ 750 mil em ISS, e na verdade foi repassado aproximadamente R$ 229 mil reais. “A governadora não tem noção dos números de sua administração. Ela está dizendo uma coisa que não é verdadeira”, criticou.

“Desgaste” não influenciará em análise de impeachment A denúncia de crime de responsabilidade praticado pela governadora Rosalba Ciarlini, feita pelo Sindicato dos Servidores da Saúde (Sindsaúde), deverá ser analisada pelo plenário da Assembleia Legislativa. Agora, se ela vai dar ou não origem a abertura do processo de impeachment, só o conteúdo dela é que vai dizer. Afinal, segundo o relator da denúncia na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), o deputado estadual Hermano Morais, do PMDB, mesmo sendo uma casa eminentemente política, a Assembleia Legislativa terá isenção suficiente para analisar de forma imparcial o caso. "Acredito que a análise do caso não será movida por interesse, mesmo havendo esse desgaste político do Governo do Estado", afirmou o deputado Hermano Morais, em contato com O Jornal de Hoje. Segundo o deputado, o que foi apresentado à Assembleia foi uma denúncia de oito pessoas que se baseou na Lei 1079, de 1950, que trata do crime de responsabilidade. O parlamentar acrescentou que a denúncia, dentre outras coisas, se baseia principalmente em impro-

Wellington Rocha

TRÂMITE DA DENÚNCIA

Hermano Morais analisa a denúncia feita pelo Sindsaúde

bidade administrativa, pelo fato do Governo não estar cumprindo com os compromissos financeiros e suas funções no atendimento à população, como a saúde, educação e segurança pública. "É algo inusitado", comentou Hermano Morais,

sem querer, no entanto, antecipar seu parecer sobre a matéria, preferindo apenas narrar qual será o trâmite dela. "Amatéria chegou ontem (terçafeira) a Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e fiquei com a relato-

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com

INELEGÍVEL A grande dúvida que pode mudar radicalmente o cenário político potiguar atual e com sérias conseqüências para 2014 é como a Justiça Eleitoral vai decidir no caso da inelegibilidade da governadora Rosalba Ciarlini. Provado e comprovado que a defesa não recorreu e a sentença transitou em julgado, será que o TRE confirma sua inelegibilidade e procede seu afastamento ou a Rosa confia em seus defensores na Corte? FOLCLORE A eleição para escolha dos dirigentes do PT no RN revelou a força que o partido ainda tem na militância e que os seguidores de Lula e Dilma formam o único partido que realmente pratica a democracia interna. Porém, a lambança em torno do resultado final do pleito entrou para o folclore político. PRISÃO Sherloquinho diz que o ex-ministro José Dirceu, ameaçado de ser preso a qualquer momento por decisão do Supremo, marcou uma au-

diência com o ex-prefeito de Macau, Flávio Veras, que já foi condenado a perder o mandato e nunca perdeu; condenado a prisão e nunca cumpriu e coleciona vitórias em liminar em todas as instâncias. Dirceu quer uma orientação de Veras de como se livrar da prisão do Mensalão. GREVE Decisões administrativas da Urbana, consideradas negativas para os servidores, poderão desencadear uma greve geral de garis na próxima semana. COPA O advogado e ex-diretor do Tribunal de Contas da União no RN, Marcos Valério de Araújo, enviou sugestão à CBF no sentido de que a seleção brasileira pudesse realizar um amistoso em cada estádio que vai sediar os jogos da Copa 2014, como a Arena das Dunas, em Natal. VANTAGENS Marcos Valério enumerou várias vantagens para o evento: "Grande renda em todos os jogos; mobilização da torcida, desde já, em apoio

à seleção e ao evento; justificação dos elevados gastos tidos com os estádios e criticados por muitos; sentimento de nacionalidade, ante o fato de cada cidade se sentir prestigiada, vez que a maioria jamais viu um jogo da seleção; possibilidade de a seleção já ir treinando em nossas condições de clima, relevo, altitude, já que muitos jogadores jogam no exterior e precisam se readaptar às nossas condições e valorização dos equipamentos esportivos e das obras feitas em cada cidade sede". RESPOSTA As sugestões do advogado natalense Marcos Valério foram ouvidas e respondidas por Roberto Sardinha, da Diretoria de Competições e Ouvidor Geral das Competições Nacionais da CBF: "Prezado Marcos. Agradecemos sua mensagem e o cumprimentamos pelo interesse nos assuntos pertinentes à Seleção Brasileira. Não obstante a agenda da nossa Seleção esteja comprometida com partidas previamente acertadas, estamos copiando seu e-mail para conhecimento da Diretoria de Seleções".

ria dela. Devo apresentar um parecer sobre o caso dentro de 15 dias e levar ao presidente da Casa (Ricardo Motta), que deverá levá-lo para plenário, onde precisará de uma maioria absoluta para ser aprovado", narrou Hermano Morais. (CM)

O pedido de impeachment terá a seguinte tramitação dentro da Assembleia Legislativa, baseado pela Lei 1.079/50, Constituição Federal e Regimento Interno. Veja o passo a passo do processo: 1 - Leitura em plenário do pedido protocolado na Assembleia Legislativa e remessa à CCJ 2 - CCJ analisa a admissibilidade formal, verificando se há legitimidade dos proponentes e se atendem aos requisitos legais, se os fatos citados constituem objeto de investigação no âmbito do Legislativo e se as partes citadas são passíveis de serem responsabilizadas. 3 - Processo segue para o plenário para deliberação final sobre a admissibilidade ou não do pedido. 4 - Não sendo acatado, o processo de impeachment é arquivado. Caso seja admitida a denúncia pelo plenário, a Mesa Diretora emite ato para que seja criada uma comissão especial formada por cinco deputados estaduais eleitos. Paralelamente, cópia do processo é remetida ao Tribunal de Justiça do Estado. O TJRN sorteia cinco desembargadores. 5 - É instalado o Tribunal Especial, presidido pelo presidente do TJRN, e formado pelos cinco deputados e cinco desembargadores. Este tribunal vai analisar o mérito da denúncia. 6 - O processo de impedimento independe do afastamento do gestor. Esse afastamento, caso seja necessário, se dará por votação do Tribunal Especial e aprovação de dois terços de seus membros.


Política

Natal, 13 de novembro de 2013

4 O Jornal de HOJE

Quarta-feira

Divulgação

Divulgação

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Os votos da definição Chega à fase conclusiva a Ação Penal 470 – o Mensalão, apelido que até os togados da Suprema Corte repetem. Nesta fase do julgamento pelo pleno do STF, é decisiva a posição de dois ministros, ambos indicados pela presidente Dilma Rousseff. nnn São eles, pela ordem de posse: Teori Zavascki, com passagem no STJ (Superior Tribunal de Justiça, aonde chegou à época do governo Lula da Silva) e Luís Roberto Barroso, talentoso profissional da advocacia. nnn Zavascki, catarinense do Faxinal dos Guedes, é especialista em Direito Processual Civil; Barroso, fluminense de Vassouras, em Direito Cnstitucional. Divulgação

De líder nas pesquisas a denunciado por improbidade administrativa. Mais: o Ministério Público pede o bloqueio de bens do político processado, para garantir o eventual ressarcimento de recursos, caso seja ele condenado na ação. nnn Assim está a situação de Fernando Pimentel (foto), ainda sem concorrente definido (*) no embate para governador de Minas Gerais sob a bandeira do PT. O caso remonta à época em que Pimentel era prefeito de Belo Horizonte. Hoje, o mineiro é titular da pasta do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior. nnn (*) Há 11 anos no poder estadual - quase oito com Aécio Neves e, na sequência, Antonio Anastasia -, o PSDB inclina-se a lançar Pimenta da Veiga ao Palácio da Liberdade. Ele foi deputado federal, governou a capital mineira e chefiou o Ministério das Comunicações na presidência Fernando Henrique Cardoso.

MUDANÇA DE ROTA Projeta-se na China o "comunismo capitalista" (?). A economia do país, em processo de evolução desde o ostracismo dos herdeiros de Mao Tsé Tung, anuncia ao mundo a estratégia para aumentar o potencial empreendedor nacional. nnn Trata-se do protagonismo do mercado. Conforme a orientação do Partido Comunista da China que determina o caminho a percorrer, a iniciativa privada é imprescindível para enfrentar os desafios de agora e do amanhã. Um deles: a disputa de clientes no exterior. nnn E os comunistas brasileiros persistem na defesa da hegemonia do Estado no controle dos meios de produção.

DÚVIDA SEM FIM Restos mortais de João Goulart (*) chegam a Brasília, amanhã. À cerimônia de recepção, presidida por Dilma Rousseff, foram convidados os ex-chefes de governo do Brasil. Confirmaram presença: José Sarney, Fernando Collor e Lula da Silva. Fernando Henrique Cardoso, em tratamento de diverticulite na capital paulista, pediu desculpas pela ausência. nnn (*) Jango, como era chamado o governante brasileiro deposto pelo golpe militar de 1964, morreu no exílio argentino. Há suspeitas de que foi vítima de envenenamento encomendado. Peritos da Polícia Federal e especialistas internacionais trabalharão para identificar a causa mortis do ex-presidente da República.

LEITURA DINÂMICA em Doha, capital de Qatar, no Golfo Pérsico. O senador-ministro da Previdência dá palestra no encerramento do III Fórum Mundial de Seguridade Social. O IV, em 2016, será realizado no Brasil. t O presidente (reeleito) do PT, Rui Falcão, ligadíssimo a Lula da Silva, deve ser o coordenador da campanha pró-reeleição de Dilma Rousseff. t Blindagem a Ideli Salvatti organizada pelo Palácio do Planalto. O governo pretende evitar - e é possível que consiga - a convocação da ministra das Relações Institucionais (coordenação política) pelo Parlamento. Candidata ao Se-

Defesa foi feita na Câmara dos Deputados, na presença de vários prefeitos do RN

Fábio Faria afirma que aumento de recursos do FPM poderá resolver crise dos municípios REPASSE DO FPM CAIU DE 1,4% DO PIB EM 2008 PARA 1,24% NO ANO PASSADO

Na corda bamba

t Garibaldi Alves, filho, está

Fábio Faria defendeu novo cálculo para o Fundo de Participação dos Municípios

nado, a petista usou helicóptero de serviço público em viagens eleitorais no interior de Santa Catarina. t A presidente da Academia Brasileira de Letras, Ana Maria Machado, vai participar da audiência pública cuja pauta é a publicação de biografias. Data: a combinar. Local: Supremo Tribunal Federal. t Roseana Sarney (PMDB) renuncia à governadoria do Maranhão, em março do próximo ano, para tentar (com chance) o retorno ao Senado. t Para refletir: "Estou ficando velho; e a vida assim é uma contínua decadência" (Getúlio Vargas, político brasileiro).

O deputado Fábio Faria (PSDRN) fez apelo no Plenário Ulysses Guimarães, na tarde desta terçafeira (12), durante a Comissão Geral "SOS Municípios", para que os parlamentares aprovem a Proposta de Emenda à Constituição (PEC 39/13), que aumenta os recursos do Fundo de Participação dos Municípios (FPM). Autor do requerimento da comissão geral, Fábio Faria (PSD/RN), disse que a aprovação da PEC poderá resolver a grave crise enfrentada pelos gestores municipais. A reunião, coordenada pelo presidente da Casa, Henrique Eduardo Alves (PMDB/RN), durou quase três horas e contou com a presença de centenas de prefeitos de todo o Brasil, sendo mais de 70 gestores do Rio Grande do Norte, além do vicegovernador Robinson Faria (PSD)

e da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB). "Os municípios brasileiros estão prestes a decretar falência por falta de condições financeiras para sustentar toda a sobrecarga de responsabilidades que lhes são transferidos. As desonerações fiscais já geram uma perda de quase R$ 7 bilhões de FPM; é preciso que seja feito um ajuste nos repasses dos programas federais, como a Merenda Escolar e o Programa Saúde da Família, que estão defasados; os planos de cargos e carreira oneram o custo das prefeituras com encargos sociais", relacionou Fábio Faria. Segundo vice-presidente da Câmara dos Deputados, Faria relatou ainda que o repasse do FPM caiu de 1,40% do PIB (Produto Interno Bruto) em 2008 para 1,24% em

2012, enquanto a arrecadação do governo federal aumentou de 22,6% do PIB para 24,1%, o que ele considera contraditório. "Defendemos os programas sociais, os planos de cargos e salários, mas defendemos também que seja oferecida uma compensação financeira aos municípios, que já não têm como sustentar os serviços básicos, pagar a folha de pagamento, tampouco realizar investimentos em infraestrutura urbana", completou. O presidente da Confederação Nacional dos Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, e o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte (Femurn), Benes Leocádio, falaram em nome dos prefeitos, relataram todas as dificuldades enfrentadas pelos gestores em todas as regiões do país. "Esta

comissão 'SOS Municípios' na Câmara dos Deputados traz para o âmbito nacional o que era um movimento regionalizado, a crise que enfrentamos e que sozinhos não temos condições de superar", disse Benes Leocádio destacando a ação do deputado Fábio Faria, autor da proposta da reunião. Atualmente, o governo federal repassa 23,5% do que arrecada com Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e Imposto de Renda, excetuando-se os incentivos fiscais e as restituições. A PEC 39/2013, que tramita no Senado Federal, propõe que esse percentual passe a ser de 25,5%, o que representaria um incremento de R$ 6,2 bilhões ao ano. Presente à Comissão Geral, o senador Aécio Neves (PSDB) também defendeu a aprovação da matéria.

> EM REGIME DE URGÊNCIA

Câmara aprova unificação da carreira dos agentes e fiscais de transporte Elpídio Júnior

A Câmara Municipal de Natal aprovou nesta terça-feira o projeto de lei nº 169/2013 do Executivo Municipal, que unifica a carreira dos agentes de trânsito e fiscais de transportes da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (SEMOB). O projeto, aprovado em regime de urgência, sem emendas, promove mudanças nas carreiras de agentes de transito, fiscais de transporte urbanos e fiscais de transportes coletivos, passado a denominar-se "Carreira dos Agentes de Mobilidade", constituída por 18 níveis, cada nível com dois padrões representados pelas letras A e B. A medida possibilita o crescimento profissional de forma horizontal e vertical. “Sou funcionário da antiga STTU, sou funcionário desta categoria e estou muito satisfeito com essa votação. Agradeço a todos os vereadores que contribuíram para a formação do agente de mobilidade”, declarou o vereador Aroldo Alves (PSDB). PROJETO De acordo com o projeto a carreira dos agentes de mobilidade passa a ser constituída por 18 (Dezoito) níveis, cada Nível com 02 (Dois) Padrões representados pelas

letras A e B. A adoção de carreira, possibilita o crescimento profissional de forma horizontal e vertical, fundamentado na busca de maiores níveis de qualificação profissional, trazendo consigo transparência das práticas de remuneração, com valoração do vencimento nos diversos níveis e padrões da estrutura da carreira. Na justificativa da mensagem, o prefeito reconhece que essa medida vai privilegiar a qualificação profissional por critérios que proporcionem igualdade de oportunidades profissionais, valorizando os servidores que buscam um constante aprimoramento profissional com aplicabilidade no cotidiano de administração do sistema de trânsito e transportes. Dentre as principais competências dos futuros agentes de mobilidade destacam-se: Atuar rotineira e sistematicamente na fiscalização, orientação e controle do trânsito, com o objetivo de proporcionar a livre circulação de bens, pessoas e veículos; Observar rotineiramente as condições operacionais e físicas das vias do Município do Natal, especialmente quanto ao aspecto da segurança, trafegabilidade e fluidez das mesmas; Aplicar autuações de infrações de trânsito, no âmbito de

Servidores da Semob/STTU acompanharam a votação feita na Câmara Municipal sua circunscrição e competência e XIV. Orientar os permissionários, concessionários, autorizatários ou

operadores do Sistema de Transporte Público de Passageiros, visando o melhor funcionamento deste.


Política

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 5

José Aldenir

Advogado de Rosalba nega perda de prazo e inelegibilidade THIAGO CORTEZ

AFIRMA QUE INTERPRETAÇÃO DE PROCURADOR FOI INDEVIDA

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O advogado Thiago Cortez, do escritório de Ezequias Pegado Cortez, que defende a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) na seara eleitoral, disse que o parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE) é apenas uma opinião dentro do processo, e afirmou que a defesa da governadora não perdeu o prazo para recurso, recorrendo dentro do prazo. Neste caso, ele nega que Rosalba esteja inelegível, classificando a interpretação do procurador regional eleitoral, Paulo Sérgio Rocha, de "indevida". "Até a publicação da sentença nós, eu, Felipe e Ezequias, não éramos advogados da governadora nesse caso. Ela tinha assinado procuração para outros advogados. Com a publicação da sentença, nós

recorremos dentro do prazo e juntamos nova procuração. Não há perda de prazo, não há intempestividade, e, mesmo que queiram dizer isso, um único recurso de qualquer dos réus, aproveitaria a todos os outros, e isso se chama efeito extensivo dos recursos", argumentou Thiago Cortez, ao ser abordado na manhã de hoje sobre o parecer da Procuradoria Regional Eleitoral, exarado ontem nos autos da ação que trata da cassação dos mandatos da prefeita de Mossoró, Claudia Regina (DEM), e do seu vice, Wellington Dias (PMDB). Nele, Rosalba é acusada de usar o avião do Estado para participar da campanha de Claudia Regina no ano passado. Ao afirmar que não houve perda de prazo e que a governadora continua no pleno gozo dos seus direitos políticos, Thiago chamou disse

que irá apresentar em juízo um memorial, para o que ele está aguardando uma certidão no Tribunal Regional Eleitoral, atestando que não ele não era advogado de Rosalba e que recorreu dentro do prazo após a publicação da decisão. Segundo ele, a decisão foi publicada numa sexta-feira, dia 4, e o recurso foi dado entrada na segunda-feira, dia 7, dentro do prazo cabível. Ainda sobre a inelegibilidade apontada pelo procurador Paulo Sérgio Rocha, Thiago Cortez declara que na própria sentença de primeira instância, consta que só podem ser inelegíveis Claudia e o vice. "Neste caso, porque Rosalba não foi condenada à cassação do registro, a inelegibilidade para esse tipo de caso só incide em quem for condenado à cassação do registro. A interpretação dada pelo MP é extensiva e indevida. Não sendo esta

a posição maciça e pacífica adotada pelo Tribunal Superior Eleitoral", afirmou. Ao enfatizar que a inelegibilidade não pode ser interpretada extensivamente, sendo esta uma lição básica de Direito Eleitoral, Thiago declara a expectativa de que primeiro a sentença será totalmente reformada, "porque não houve ilícito da governadora, nem da prefeita, nem do vice-prefeito". E, segundo, "se caso a sentença não for reformada, e se entenda que o fato for ilícito, a defesa da governadora entende que a pena máxima a ser aplicada, no caso, seria a de multa, jamais a de cassação de registro, ou inelegibilidade, vez que é absolutamente desarrazoada e desproporcional". Ele concluiu afirmando: "Respeito opinião do procurador regional, mas saliento que não passa de opinião".

Advogado Thiago Cortez garante: “Não há perda de prazo, não há intempestividade”

Procurador reafirma inelegibilidade da governadora A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) está inelegível por oito anos, de acordo com o procurador regional eleitoral do Rio Grande do Norte, Paulo Sérgio Rocha. Conforme o que ele explica, ao retirar o processo da governadora do cartório - processo esse que acusa a chefe do Executivo Estadual de abuso de poder político e econômico durante a campanha da prefeita de Mossoró, Cláudia Regina - a advogada da governadora dispunha de um prazo para apresentar o recurso do processo, mas esse limite não foi cumprido. O recurso só veio a ser apresentado após o prazo determinado e já por outro profissional da advocacia, o que para a Procuradoria Regional Eleitoral não é tido como válido e com isso o processo transita em julgado, ou seja, não se pode discutir mais o processo. "Por conta disso foi que a Procuradoria se manifestou, pelo fato de o recurso ser intempestivo e por conta disso o processo pra ela transita em julgado, já que ela recorreu fora do prazo. E transitando em julgado ela se torna inelegível, porque concorreu para uma conduta veda-

da", explicou o procurador, durante entrevista esta manhã ao "Jornal da Cidade" (94 FM). Ainda segundo ele, mesmo diante do parecer apresentado pelo Ministério Público Eleitoral, a governadora permanece no cargo de chefe do Executivo, já que não foi decretada nenhuma cassação contra ela. Mas se o parecer for acatado, ela ficará inelegível por até oito anos contados a partir das eleições de 2012, ou seja, até 2020. Sendo assim, caso a governadora tente registrar candidatura nesses próximos oito anos, haverá esse impedimento na Justiça Eleitoral. No parecer do Ministério Público consta o uso da aeronave do governo do Estado pela governadora durante a campanha eleitoral da prefeita de Mossoró, o que teria beneficiado a prefeita vencedora do pleito e causado um desequilíbrio na disputa. "O que existiu foi um evidente abuso no uso na aeronave, que é um transporte aéreo caro e o uso no período eleitoral ficou extremamente exagerado em relação a outros períodos", afirmou Rocha. Segundo o procurador, os com-

Wellington Rocha

Paulo Sérgio Rocha afirma que o projeto transitou em julgado e, dessa forma, a governadora Rosalba Ciarlini está inelegível promissos da governadora em Mossoró eram estabelecidos de maneira "artificial", não com fins profissionais. "Apenas para justificar o transporte da governadora para Mossoró. Na verdade, não para

compromissos profissionais do cargo, mas sim, na prática, para que ela participasse de eventos políticos, e por conta disso a manifestação da Procuradoria foi para que tenha existido mesmo a conduta vedada",

> INDEFINIÇÃO MESMO APÓS CONTAGEM

Vereador diz que resolução do PT garante eleição de Eraldo Paiva O vereador de São Gonçalo do Amarante, Eraldo Paiva, foi reeleito para a Presidência Estadual do PT. Quem afirma é o vereador de Natal Fernando Lucena. Segundo ele a presidência foi garantida a Eraldo por uma diferença de 20 votos em relação ao candidato Olavo Ataíde. Ele revelou que na noite desta terçafeira 12 o Diretório Nacional do PT emitiu uma resolução decidindo que as urnas que não tivessem atas de votação e de apuração não deveriam ser abertas nem contados os votos. Com isso, a partir da contagem dos votos válidos, Eraldo Paiva se reelegeu presidente do PT. "Havia um acordo para que se contassem as urnas que tivessem qualquer problema, mas essa de-

cisão revogou isso. Hoje pela manhã a gente já tinha um resultado, com essa diferença de 20 votos, porque as urnas que tinham atas foram contadas, e mais ainda, não só o diretório anulou os votos como também destitui o diretório ou a comissão Provisória de onde teve qualquer suspeita de fraude ou ilegalidade", explica o vereador. Os problemas relativos a suspeita de ilegalidade no Processo de Eleições Diretas do PT foram identificados em seis municípios e já comprovados em cinco deles. Em tais municípios todos os votos das urnas em que foram identificados os problemas foram anulados. Mesmo assim, com a resolução do Diretório Nacional do PT e a consequente an-

ulação de algumas urnas, o vereador Lucena acredita que o grupo liderado candidato Olavo Ataíde irá recorrer da decisão. Apesar de o processo eleitoral ter dividido o partido em dois grupos, um do deputado estadual Fernando Mineiro, que apoiou o candidato vencedor, Eraldo Paiva, e outro da deputada Fátima Bezerra, que sustentou a candidatura de Olavo Ataíde, Lucena não acredita que essa divisão seja irreconciliável no PT. "Não existe isso, O PT é um partido democrático. O que o PT tem que fazer agora é olhar para o seu umbigo e ver que não interessa para ninguém a divisão do PT. O inimigo nosso não está dentro do PT, está fora, e vamos trabalhar

pela unidade do partido". COMPOSIÇÃO Em relação ao acordo do PT com o PMDB a nível local, o parlamentar continua se posicionando de modo contrário e alega que o partido possui quadros suficientemente fortes para a disputa da campanha eleitoral de 2014 sem necessariamente precisar fazer acordo com as "oligarquias" do Estado. "Nós não podemos simplesmente cruzar os braços e deixar que os partidos conservadores e as oligarquias venham dizer como é que o PT tenha que se comportar e tenha que votar. O PT é partido do presidente Lula e da presidente Dilma, não é qualquer coisa. Portanto nós temos que ser tratados como tal".

Wellington Rocha

Divulgação

Fernando Lucena apontou fraude na eleição do PT e questiona vitória de Olavo

Eraldo Paiva, candidato de Mineiro e Lucena, é o atual presidente do PT no RN

declarou o procurador. PROCURADOR CRÊ EM NOVAS ELEIÇÕES PARA PREFEITURA DE MOSSORÓ No que diz respeito à prefeita

de Mossoró, Cláudia Regina, que já foi cassada oito vezes, afastada do cargo em dois períodos e contra quem existem 63 fatos apontados que violam a legalidade do processo eleitoral de 2012, o procurador afirma que em todos os seis processos analisados ele pôde constatar um desequilíbrio nas eleições, "de maneira tal que se pode sim verificar não só a compra de votos, mas também o abuso de poder político e econômico". Ao ser questionado acerca da possibilidade de novas eleições para a Prefeitura de Mossoró, Paulo Sérgio Rocha respondeu positivamente. "Acredito que sim", disse, acrescentando que o presidente do TRE, desembargador Amílcar Maia, está comprometido com a finalidade de levar logo a julgamento esses processos de Mossoró. "Afinal de contas já foram oito cassações em primeiro grau e nenhum recurso chegou a ser concluído ainda no TRE. Então esse momento está chegando e, não tenho como afirmar com exatidão, mas acredito que até o final do ano pelo menos boa parte desses recursos já terá sido julgada".

MAURÍCIO GURGEL AFIRMA:

“Carlos Eduardo será responsável se acontecer uma tragédia no Ducal” A suspeita que o prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, levantou sobre a contratação do Novotel Ladeira do Sol para ocupar as secretarias municipais de Saúde (SMS) e Educação (SME), agora é levantada contra ela pela contratação do Ducal para sediar as duas pastas. Tanto é assim que o vereador do PHS, Maurício Gurgel, presidente da Comissão de Finanças, Orçamento e Fiscalização vai pedir ao prefeito esclarecimentos sobre o que o motivou para fechar com o imóvel que não tem licenças, nem aval do Corpo de Bombeiros para funcionar. "É tudo muito estranho, pois o prefeito utilizou aquele prédio durante a campanha de 2012, para fazer reuniões de partido", ressaltou o parlamentar, deixando no ar a possibilidade de favorecimento na escolha o que incorreria em improbidade administrativa por parte de Carlos Eduardo. Maurício Gurgel também fez questão de acrescentar que a opção do Ducal transforma o prefeito responsável por qualquer "tragédia" que possa acontecer no imóvel. "Há uma dificuldade muito grande em caso de incêndio. Os servidores vão estar em risco, assim como as pessoas que frequentam as secretarias. Qualquer tragédia que acontecer lá, o prefeito vai ser o responsável", acrescentou o vereador, relembrando até o caso que aconteceu com uma criança na gestão passada de Carlos Eduardo, que morreu no desabamento do teto de uma escola municipal. O vereador do PHS também alertou que mais do que uma "escolha" do prefeito, o prédio do Ducal, realmente, já se encontra em tramite de

contratação por parte do Executivo. Maurício, usando a tribuna da Câmara, apresentou uma circular da Secretária Municipal de Saúde (SMS) antecipando aos servidores a mudança para a nova sede. "O caso nem foi fechado e já estão avisando?", questionou Maurício. Vale lembrar que a própria Câmara Municipal foi onde o prefeito Carlos Eduardo Alves, em setembro, anunciou que seria feito o retorno da SME e SMS ao Ducal. "Baseado no interesse público, no interesse da sociedade, conseguimos deixar o Novotel dentro de um mês e estamos retornando a onde funcionou o hotel Ducal e onde funcionou muito bem as secretarias (municipais) de Educação e Saúde, finalmente, até que enfim, depois de um desastre de quatro anos, por um preço distante do que cobrava o Novotel", afirmou Carlos Eduardo, que evidentemente não cumpriu a promessa, uma vez que novembro já chegou e as duas pastas continuam na Praia do Meio. É importante ressaltar, também, que ao criticar o Novotel e elogiar o Ducal, o prefeito Carlos Eduardo acaba repetindo as atitudes de sua antecessora, Micarla de Sousa. Agestora optou por tirar as duas pastas do Ducal e levar para o Novotel, pagando um aluguel de mais de R$ 100 mil. Amudança deu origem a uma série de questionamentos judiciais, uma vez que Micarla tinha utilizado o Novotel em reuniões políticas durante a campanha e a mudança seria um favorecimento claro. Além disso, um eventual retorno ao Ducal custaria, ainda, uma elevação das despesas do Município com aluguel: de R$ 135 mil para R$ 150 mil mensais.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 13 de novembro de 2013

Cedida

Quarta-feira

Escola pública de Parnamirim desperdiça quase uma tonelada de alimentos não-perecíveis MUNICÍPIO

DIZ QUE ABRIU SINDICÂNCIA PARA AVERIGUAR DESPERDÍCIO

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Enquanto milhares de pessoas sofrem todos os dias para conseguir um prato de comida, a Escola Municipal Maria do Céu Fernandes, no bairro de Santos Reis, em Parnamirim, conseguiu desperdiçar mais de 900 kg de alimentos não-perecíveis. A informação foi repassada a O JORNAL DE HOJE pela vicediretora da escola, Olganeyr Xavier de Mesquita. De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, os alimentos foram recolhidos no dia 30 de outubro e, após laudo da Vigilância Sanitária de Parnamirim, foram encaminhados para estação de transbordo de Ceará-Mirim, sob responsabilidade da Braseco/SA. Procurada pela equipe de reportagem deste vespertino, a secretária titular da pasta de Educação em Parnamirim, Vandilma Maria de Oliveira, explicou que a situação se deu em função da greve dos professores da rede municipal, que paralisaram as aulas no período compreendido entre 3 de junho a 7 de outubro. Durante esses quatro meses, a direção da escola continuou recebendo a merenda como se as atividades na unidade estivessem funcionando normalmente. "A Escola Maria do Céu foi a única escola do município que fez greve em sua totalidade e, nesse período, a merenda continuou sendo entregue normalmente, acumulou no depósito e ocasionou em gorgulhos devido ao acondicionamento em ambiente quente e fechado. Porém, eu considero o que aconteceu como um fato isolado", afirmou. Vandilma foi questionada sobre o por-

quê de a escola continuar recebendo a merenda se as aulas não estavam acontecendo e, consequentemente, não haveria alunos para consumir os alimentos. "Isso é o que nós também queremos saber. Eu não posso dizer o que aconteceu para a escola ter continuado a receber os alimentos. Mas certamente houve uma negligência por parte da gestão, não posso negar. Porém não vejo esse fato com tanto impacto, já que as demais escolas não passaram por esse problema", disse. Ainda segundo a secretária, a Educação abriu um processo de sindicância para apurar as responsabilidades da escola. "Estamos aguardando apenas a publicação da portaria. De qualquer forma, a diretora da escola não poderá responder por isso sozinha, uma vez que a situação envolve muitas pessoas", avaliou Vandilma. Até o dia da recolhida dos alimentos estragados, a Escola Municipal Maria do Céu Fernandes estava sob a direção de Maria da Conceição, que foi afastada da unidade por quinze dias, segundo Vandilma, por estar "emocionalmente abalada". A vice-diretora, Olganeyr Xavier, também acusa a diretora por ter errado ao receber a merenda em período de greve. "Alertamos isso diversas vezes, pois a despensa da nossa escola já tinha apresentado problemas com gorgulho. E era óbvio que eles acabariam se ploriferando. O erro dela [Maria da Conceição] foi em não ter avisado à Secretaria de Educação que não era necessária a mesma quantidade da merenda", destacou. Entre os mais de 900 kg de alimentos desperdiçados, conforme explicou Olganeyr Xavier, estavam inclusos macarrão, arroz, vitamilho, farinha de trigo, maizena e feijão, Wellington Rocha

Mais de 900 kg de alimentos estavam impróprios para o consumo. Quantidade desperdiçada seria suficiente para alimentar os 780 estudantes da escola durante o período de quatro a seis meses

em menor quantidade. "Todos eles foram entregues com a validade em dia. Eram produtos novos, bons de usar. Mas o clima abafado em que eles ficaram foi favorável ao desperdício", conta a vice-diretora. Atualmente, cerca de 780 alunos estudam na Escola Municipal Maria do Céu. A quantidade de alimentos desperdiçados daria para alimentar esses estudantes em período de quatro a seis meses, conforme análise de Olganeyr. Apesar da situação apresentada, a secretária de Educação garante que o problema foi resolvido. "Todas as nutricionistas da Secretaria estão avaliando as condições dos alimentos nas escolas e os coordenadores dessas unidades também estão atentos. É importante ressaltar que nenhum alimento da Maria do Céu se estragou por desuso, já que a validade estava em dia, mas sim pelo acondicionamento. Porém, ficaremos mais atentos para que isso não volte a acontecer", afirmou Vandilma Maria de Oliveira. DESPERDÍCIO TAMBÉM PODE TER ACONTECIDO EM OUTRAS ESCOLAS O mesmo desperdício de alimentos citado na Escola Maria do Céu também foi encontrado em outras escolas de Parnamirim, porém em menor quantidade. A denúncia foi apresentada pelo vereador Gildásio Figueiredo. Segundo ele, também houve relato de alimentos impróprios para consumo nas escolas municipais Carlos Alberto e Nestor Lima, ambas no bairro Passagem de Areia; e na Escola Municipal Luiz Maranhão, em Monte Castelo. "Acho que essa situação comprova um total descontrole da Secretaria de Educação, no quer diz respeito à distribuição e recebimento da merenda escolar. É preciso saber de que forma esse sistema funciona. Se a secretaria não tiver controle da entrada e saída de alimentos nas escolas, se não tiver como manipular isso, o problema pode voltar a acontecer", destacou o parlamentar. Ainda segundo Gildásio Figueiredo, há denúncias de que diversas escolas possuem grande quantidade de produtos como óleos e temperos, por exemplo, sem serem utilizados devidamente. "A merenda pode não ter sido estragada em todas as escolas, mas sei que o que aconteceu na Escola Maria do Céu não é um fato isolado. As unidades de ensino precisam ter melhor controle desses alimentos e estarem sempre atestando sua qualidade", avaliou.

> PARCERIA COM A CLARO

Reforma do Camelódromo do Alecrim fica para 2014 ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

O Camelódromo, localizado no coração do Alecrim, foi construído há mais de 20 anos, nunca passou por uma reforma geral, apenas paliativa, e hoje sofre com problemas estruturais como, por exemplo, a cobertura, que é de ferro, está enferrujada e apresenta infiltrações; o piso desgastado; banheiros impróprios para uso; ventiladores quebrados; problemas nas instalações elétricas e hidráulicas, dentre outros. No último mês de junho, a Prefeitura de Natal anunciou que, através de uma parceria com a empresa de telecomunicação Claro, o Camelódromo passaria por um trabalho de restauração e revitalização. Quase seis meses depois, o projeto ainda não saiu do papel e os problemas persistem. De acordo com a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), responsável pela manutenção do local, a partir da próxima semana serão retomadas as discussões com a empresa, de modo a sanar as pendências burocráticas. A reforma, no entanto, só deverá ser iniciada no próximo ano. De acordo com o diretor do Departamento de Feiras e Mercados da Semsur, Jonas Mendes, a parceria está em fase final de elaboração do projeto de concessão. Segundo ele, esse tempo foi necessário, para que a empresa resolvesse algumas pendências burocráticas, já que para que a parceria possa ser concetrizada é necessária a assinatura de um convênio entre a empresa e a Semsur. "Na próxima semana vou entrar em contato com os diretores da Claro para concluirmos as negociações e para que a empresa

nos apresente o plano de ação para o Camelódromo, pois querem a garantia da utilização do espaço. De posse desse plano, o departamento jurídico da Semsur construirá o contrato que será assinado logo em seguida", afirmou Jonas Mendes. A reforma do Camelódromo está orçada em aproximadamente R$ 500 mil. Enquanto isso, os problemas permanecem. Os banheiros públicos do Camelódromo são inadequados para o uso. Faltam papel higiênico, sacos de lixo e o piso sujo e escorregadio pode causar um acidente a qualquer momento. A sujeira e o odor espantam os usuários do local. Além disso, acessar as lojas da parte interna do estabelecimento não é uma tarefa fácil. Acessibilidade não existe dentro do Camelódromo. Não existem rampas de acesso aos cadeirantes e as entradas laterais não têm mais de 50 centímetros de largura. O camelódromo não dispõe de um a estru-

José Aldenir

Camelódromo foi construído há 20 anos e apresenta aspecto de abandono

tura de ventilação interna adaptada às necessidades do estabelecimento, os extintores de incêndio são quase inexistentes e não há uma rota de fuga em caso de in-

cêndios. O presidente da Associação do Shopping de Pequenos Negócios do Alecrim (Shoppene), o comerciante Djalma Sabino, reconhece

os inúmeros problemas estruturais pelo que passa o Camelódromo e considera que a inadimplência dos associados dificulta a manutenção da estrutura. Ele conta que a estru-

tura metálica está danificada, 14 telhas precisam ser substituídas e as bicas precisam ser trocadas, além de alguns ventiladores que estão quebrados. "A associação não tem recursos para fazer esta reforma. O que podemos fazer são consertos pontuais, dentro do possível, mas a falta de conscientização de quem utiliza os serviços é um grande empecilho para as coisas darem certo. Procuramos fazer o melhor para o comerciante, bem como para o consumidor, mas não depende só de mim, pois cada um tem que fazer a sua parte. Esperamos por essa reforma desde 2010 e até agora só promessas", disse Djalma. Hoje o Camelódromo conta com 416 boxes. Djalma conta que há dois meses, engenheiros da Secretaria estiveram no local para avaliar a estrutura do Camelódromo. "Depois disso, não apareceu mais ninguém aqui. Foi a única e última visita que eles fizeram nos últimos meses". José Aldenir


Economia

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 7

Heracles Dantas

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Para o Sebrae/RN, fim de ano eleva o otimismo de pequenos empreendedores n O "Índice de Confiança dos Pequenos Negócios" (ICPN), resultante de pesquisas periódicas que o Sebrae Nacional realiza em todo o país, atingiu no Rio Grande do Norte 125 pontos - cinco pontos acima da média nacional - com 81 por cento dos empresários consultados se declarando otimistas quanto às expectativas de faturamento no último trimestre de 2013, embora a maioria deles não demonstre disposição para contratar mais empregados no período. n Aplicada em outubro passado, proximidades da chegada do ciclo natalino, a pesquisa certamente recebeu influência direta do otimismo com que o empresariado potiguar sempre encara os derradeiros meses do ano. n Segundo observa o superintendente do Sebrae/RN, economiza Zeca Melo, o indicador reflete o sentimento dos proprietários de micro e pequenas empresas com faturamento anual até R$ 3,6 milhões, o que representa aproximadamente 95 por cento dos negócios do Estado. No Nordeste, otimismo potiguar foi o quarto maior, perdendo apenas para o externado pelos empreendedores de Pernambuco (129), Alagoas (126) e Maranhão (126). n O ICNP é medido mensalmente pelo Sebrae Nacional, em parceria com a Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), sendo divulgado com base em informações apuradas no mês anterior. O indicador varia em uma escala que vai de 0 a 200. Acima de 100, o índice revela tendência de expansão das atividades empresariais, enquanto abaixo desse valor direciona para possível retração. O objetivo da pesquisa é medir o impacto da conjuntura econômica nos pequenos negócios. Planc celebra 26 anos de presença no mercado da construção civil no NE n A construtora paraibana Planc Engenharia e InAfastado servidor do Ibama em Mossoró envolvido em fraudes n O ex-chefe do escritório do Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) em Mossoró, Francisco Linduarte Lopes, acusado pelo Ministério Público Federal de contribuir com esquema fraudulento montado pela própria filha dentro do órgão ambiental, foi afastado do cargo pelo período de 180 dias. n A decisão da Justiça Federal, em caráter liminar, foi tomada dentro da Ação Civil Pública ajuizada pelo procurador da República Tiago Misael de Jesus Martins contra o servidor e sua filha (Francisca Dilcicléa Lopes de Souza) por ato de improbidade administrativa. n De acordo com a ação do MPF, um esquema que beneficiava empresas com inclusão de informações ambientais falsas no Cadastro Técnico Federal (CTF), descoberto pela "Operação Malha Verde" em 2012, incluía três panificadoras situa-

corporação, que consolidou sua marca no mercado do Rio Grande do Norte nos últimos 20 anos pelo alto padrão de qualidade dos seus empreendimentos imobiliários nas cidades de Natal e Mossoró, celebrará no dia 23 próximo o seu vigésimo sexto aniversário de fundação. n Dirigida pelos empresários Clóvis Cavalcanti, Marcos Antônio e Constantino Júnior, a empresa possui expressivo portfólio de obras em quase todos os estados da região Nordeste, com destaque para as cidades de João Pessoa, Campina Grande, São Luís, Caruaru e Juazeiro. n Atualmente, a Planc dá andamento a mais de uma dezena de empreendimentos, em sua maioria edifícios residenciais de alto padrão, vários deles no bairro de Lagoa Nova, em Natal. Vem aí a 21ª. edição da revista anual "Empresas & Mercados" n Os jornalistas e empresários Osni Damásio e Rilder Medeiros, diretores da Oficina da Notícia, anunciam para a próxima terça-feira (dia 19), no Iate Clube de Natal, o lançamento da 21ª. edição da revista "Empresas & Mercado". n A publicação, que se caracteriza como um anuário da economia potiguar, trará reportagens sobre os principais líderes empresariais do Estado e sobre as organizações públicas e privadas que atuam em favor do nosso desenvolvimento. n Segundo Osni Damásio, assuntos como "inovação tecnológica", "oportunidades que serão abertas com a Copa do Mundo", "mercado imobiliário", "sustentabilidade", "perspectivas de negócios para 2014", "mercado de franquias", "redes sociais", "marketing de vendas", "sucessão familiar", "agronegócio" e "turismo profissional" integram o conteúdo editorial da Revista. n A publicação também vai mostrar os melhores "cases" do mercado corporativo potiguar nos mais diversos setores.

das na cidade de Pau dos Ferros e contava com o auxílio de Francisco Linduarte, então na chefia do escritório regional do Ibama, com sede em Mossoró. n Segundo a peça acusatória, a filha do servidor do Ibama, mais conhecida como "Cléa", utilizava a influência do pai, bem como a estrutura do órgão por ele chefiado, para prestar serviços de assessoria em matéria ambiental a empresas privadas, em alguns casos de forma ilícita. n O juiz federal Hallison Rêgo Bezerra concedeu a liminar afastando Francisco Linduarte por entender que os autos do processo evidenciam "indícios de prática de ato ímprobo pelos demandados". n Dentre tais indícios estão os depoimentos dos empresários autuados na "Operação Malha Verde", que apontaram Francisca Dilcicléa como responsável pela inserção dos dados ambientais falsos de suas empresas no CTF. n A decisão justifica o afastamento considerando que, pelo fato de o servidor já ter exercido função de chefia, "patente é a possibilidade de influência do réu no ânimo das testemunhas que vierem a depor no processo, mormente ao se considerar que das oito testemunhas arroladas pelo Parquet Federal, cinco são servidores lotados na autarquia ambiental". n O processo, de número 0000265-77.2013.4.05.8404, tramita na 12ª. Vara Federal,

em Pau dos Ferros. Milho da Conab chegará ao RN neste fim de mês ou no início de dezembro n Depois de deixar milhares de pequenos e médios criadores do Rio Grande do Norte completamente desabastecidos de milho dos estoques reguladores do Governo Federal nos últimos dois meses, a Superintendência Regional da Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) finalmente divulga a informação de que neste final de novembro - ou no máximo nos primeiros dias de dezembro - começarão a ser desembarcadas em Natal e nos diversos armazéns da empresa pelo interior mais 10,4 mil toneladas do produto. n O milho, para ser comercializado a preço subsidiado (entre R$ 18,00 e R$ 21,00 a saca de 60 quilos), segundo as regras da operação especial de combate à seca do Programa de Vendas em Balcão, tão logo chegue ao Estado estará disponível nas Unidades Armazenadoras da Conab de Mossoró, Currais Novos, Caicó, Assu, Natal e Umarizal, bem como nos polos de João Câmara e Lajes. n Os produtores rurais inscritos no Programa Vendas em Balcão deverão atualizar seus cadastros até o dia 15 de dezembro, apresentando comprovante de posse da terra onde cria seus animais e uma declaração atualizada do Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do RN (Idiarn).

Evento reuniu dezenas de corretores de imóveis e contou com presença de Ivonaldo Henrique, gerente regional da Caixa

Caixa quadruplica seus financiamentos em 2013 ESTIMATIVA

DA INSTITUIÇÃO É BATER OS

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Só a Caixa Econômica Federal financiará até dezembro deste no R$ 2 bilhões em créditos imobiliários, disse nesta quinta-feira o gerente regional do banco para a construção civil no estado, Ivonaldo Henrique de Souza. Esse volume de negócios é quatro vezes maior que a do ano passado, quando foram contratadas 1.800 unidades habitacionais apenas dentro do programa "Minha Casa, Minha Vida". Segundo Ivonaldo Henrique, que participou pela manhã de um evento promovido pela construtora Constel voltado exclusivamente para corretores da cidade, o Minha Casa responde por 60% dos financiamentos imobiliários da Caixa e exibe hoje uma proporcionalidade de oferta dentro das faixas de zero a três salários, de três a seis e de seis a 10 salários-mínimos de renda. A proporcionalidade na quantidade de imóveis por faixa de renda do interessado a que Ivonaldo se refere não significa volume de recursos, já que a mais baixa (até três salários) envolve um número maior de imóveis, porém com valor menor na comparação com as outras. As famílias com renda mensal bruta de até R$ 1.600,00 estão na faixa um; as com renda de até R$ 3.275,00 estão na faixa dois e as acima de R$ 3.275,00 até R$ 5 mil na faixa três. Nos dois últimos anos, quando o volume de lançamentos imobiliários despencou por causa do excesso de ofertas no setor, o programa habitacional do governo federal, com os seus subsídios à produção, impediu que muitas construtoras pequenas quebrassem e deu fôlego para que as grandes uti-

lizassem mais a sua força de trabalho, mantendo canteiros de obras ativos. Hoje, abaixo do teto de R$ 170 mil de valor por unidade entregue, os recursos da Caixa vêm do FGTS - Fundo de Garantia por Tempo de Serviço. Acima disso, o dinheiro é oriundo do SFH - Sistema Financeiro de Habitação, que recentemente aumentou seu teto de financiamento no RN de R$ 500 mil para R$ 650 mil. Em estados maiores, essa cobertura foi para R$ 750 mil, com a intenção do governo federal de aquecer o mercado. Falando para um pequeno batalhão de corretores, que lotou um salão de recepções, no Tirol, Ivonaldo Henrique aconselhou até como os profissionais de compra e venda de imóveis devem lidar com o argumento de clientes sobre a pequena diferente das taxas cobradas pela Caixa (7,53%) em relação à concorrência (8%). "Dilua o que essa diferença pode representar ao final de 30 anos de financiamento e quando ele (o cliente) perceber que perderá o valor de um carro ele mudará rapidinho de idéia", sugeriu. O encontro promovido pela Constel, uma das construtoras locais que mais vem fazendo lançamentos imobiliários nos últimos meses, transparece a idéia de que as empresas responsáveis pela produção de imóveis novos e administração de seus avulsos pisaram no acelerador para baixar seus estoques. No caso da Constel, a empresa foi a última a assinar com a Caixa um financiamento de R$ 160 milhões para a produção de um grande empreendimento residencial da Avenida Mor Gouveia com três torres. Foi o último maior con-

R$ 2

BILHÕES

trato com o Banco de que se tem notícia. Hoje, o diretor- presidente da construtora, Francisco Ramos, que também é diretor de mercado imobiliário do Sinduscon/RN, voltou a atribuir a queda dos lançamentos em 2012 à forma agressiva com que incorporados "de fora" ingressaram no mercado sem um maior planejamento, "tudo para fazer números que agradacem aos acionistas", já que algumas têm ações na Bolsa de Valores. Essa oferta de imóveis além do poder de absorção do mercado teria causado um aumento no estoque, o que foi compensado pelo mercado com um festival de promoções. "Mas isso será resolvido rapidamente assim que as obras de mobilidade forem entregues", avisou. Segundo a pesquisa trimestral divulgada ontem pelo Sinduscon/RN, em agosto último houve um acréscimo de 7,74% nas ofertas de imóveis em Natal e região metropolitana em relação a julho e um acréscimo de 3% em setembro na relação com agosto. Já na oferta de imóveis comerciais, registrou um crescimento em agosto de 8,2% sobre julho e manteve esse patamar inalterado em setembro. Nessa primeira pesquisa, no último trimestre, observa-se que quase 85% da oferta de imóveis do Estado se concentram em Natal e Parnamirim e que na capital o bairro que exibiu o maior número de ofertas foi Lagoa Nova (12.4%), seguido de Neópolis (8,75%), Capim Macio (7,25%) e Ponta Negra (5,85%). As maiores vendas ocorreram basicamente em Natal e Macaíba e todas as unidades comercializadas na capital foram apartamentos e em Macaíba lotes de terrenos.

> INVESTIMENTOS

Governo do RN na expectativa por leilão de energia renovável Um total de 429 projetos foi habilitado pela Empresa de Pesquisa Energética (EPE), vinculada ao Ministério de Minas e Energia, para o leilão de energia A-3, que o governo federal promoverá na segundafeira (18), com o objetivo de garantir o abastecimento do mercado consumidor nacional em 2016. A capacidade instalada alcança 10.460 megawatts (MW). A fonte de geração eólica (dos ventos) responde por 381 empreendimentos, totalizando 9.191 MW, dos quais 105 projetos estão localizados na Bahia e 110 no Rio Grande do Sul. O restante está distribuído no Ceará (51), no Maranhão (seis), em Pernambuco (dez), no Piauí (26), no Rio Grande do Norte (71) e em Santa Catarina (dois). Já o programa eólico do RN prevê investimentos da ordem de R$ 12 bilhões para a construção de 91 parques até 2016, sendo que atualmente 78 estão em execução. A previsão é de que 85 entrem em operação entre 2013 e 2014. A configuração predominante é de parques com 30 MW de potência cada. "Considerando o investimento por MW na

casa de R$ 3,5 milhões, o investimento em cada unidade com este perfil é de R$ 105 milhões. Aassessoria de imprensa da Empresa de Pesquisa de Energia informs que o preço máximo do leilão será de R$ 126 por megawatts-hora (MWh), para todas as fontes participantes. O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, lembra que este é o primeiro leilão que conta com a participação exclusiva de fontes renováveis, além de marcar a estréia da fonte solar nos pregões de comercialização de energia efetuados pelo governo a cada ano. Segundo ele, embora a energia solar ainda não seja competitiva com as demais fontes, em termos de custo, sobretudo a eólica, "os projetos inscritos permitem que a EPE planeje a entrada da energia solar na matriz energética brasileira". Trinta e uma centrais de geração fotovoltaica foram habilitadas para o leilão, somando capacidade de 813 MW. A fonte de geração eólica (dos ventos) responde por 381 empreendimentos, totalizando 9.191 MW, dos quais 105 projetos estão locali-

zados na Bahia e 110 no Rio Grande do Sul. O restante está distribuído no Ceará (51), no Maranhão (seis), em Pernambuco (dez), no Piauí (26), no Rio Grande do Norte (71) e em Santa Catarina (dois). Aassessoria de imprensa da EPE informou que o preço máximo do leilão será de R$ 126 por megawattshora (MWh), para todas as fontes participantes. O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, destacou que este é o primeiro leilão que conta com a participação exclusiva de fontes renováveis, além de marcar a estreia da fonte solar nos pregões de comercialização de energia efetuados pelo governo a cada ano. Segundo Tolmasquim, embora a energia solar ainda não seja competitiva com as demais fontes, em termos de custo, sobretudo a eólica, "os projetos inscritos permitem que a EPE planeje a entrada da energia solar na matriz energética brasileira". Trinta e uma centrais de geração fotovoltaica foram habilitadas para o leilão, somando capacidade de 813 MW.


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 13 de novembro de 2013

Quarta-feira

Estudantes do Departamento de Artes da UFRN fazem ocupação por liberdade de expressão DESDE O ÚLTIMO DIA 7, OS ALUNOS ESTÃO DORMINDO NO PRÉDIO, EM MEIO A PICHAÇÕES E “ESTRUTURA” MONTADA POR ELES Fotos: Wellington Rocha

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Um grupo formado por estudantes do Departamento de Artes (Deart) da Universidade federal do Rio Grande do Norte (UFRN) estão ocupados nas dependências do Departamento desde a última quintafeira (7) em manifestação que reivindica direitos à liberdade de expressão. Os estudantes - os quais a maioria se enquadram nos cursos de Teatro, Dança, Design e Artes Visuais acusam a chefia do Deart de ter devastado e saqueado o espaço de convivência criado por eles. O local, nas proximidades do prédio, era um lugar reservado para diversas ações e composições artísticas, aparatos de trabalho, espaços de debate, anotações e rabiscos de expressão cultural. De acordo com os jovens, esse local foi considerando sem serventia, e criminalizado pelas autoridades, como sempre fazem diante das ações que provocam questionamentos sobre a liberdade de expressão. "Um teatro onde não se pode atuar; uma sala de dança onde não se pode dançar; uma galeria onde não se pode expor quadros; um Departamento de Artes que não aceita manifestação artística". Esse é o atual panorama encontrado pelos estudantes, segundo informam algumas jovens que estavam registrando as últimas ações do grupo na manhã de hoje. No blog do oKupaGardeN, desenvolvido pelos membros da manifestação, o grupo cobra esclarecimento e retratação da Universidade em relação aos problemas apresentados - principalmente sobre o que culminou a ocupação. "Nos 07 dias de novembro corrente, turno vespertino, ocorreu no entorno do Deart uma intervenção artística, envolvendo artistas e estudantes ligados a esta Instituição de Ensino Superior, assim como integrantes da comunidade externa. Na ocasião, diversos tons de expressão e protesto foram se delineando, com uma postura aberta e explícita que tinha, para a maioria dos interven-

tores, o propósito de expor descontentamentos, evocar sua liberdade de expressão e, principalmente, demarcar sua identidade artística num ambiente que, embora acadêmico, não pode abandonar o ethos que a todos une: a arte", destaca os estudantes através de carta nomeada à reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva. Interpretando tal episódio como um atentado à ordem e ao patrimônio, os estudantes relatam que diligenciou-se a retirada do espaço de convívio construído e cuidado pelos alunos do Departamento de Arte designado "garden" - fato que eclodiu na referida ocupação. Até então, sem posicionamento da reitoria, os jovens permanecem dormindo no prédio, em meio a pichações e estrutura de "conforto" montada por eles. Diante da crescente repercussão do ato, diversas pessoas acabaram se unindo ao movimento, mesmo sem compartilharem da mesma causa acadêmica e/ou artística. "Tomamos como pauta primeira de nossa causa o reconhecimento da identidade dos cursos e dos alunos ligados ao Departamento de Artes da UFRN. Isso porque a arte nunca admitirá sua redução a um conjunto de conteúdos programáticos, pois será sempre mais genuína na atitude e no desenvolvi-

Estudantes reivindicam direito à liberdade de expressão e ocupam Departamento como forma de chamar atenção e cobrar solução. Carta com 12 pontos de reivindicações foi entregue à Reitoria da UFRN e ao chefe do Deart.

mento de talentos do que nas tentativas de abstrações teóricas, não obstante sua também reconhecida importância", relata o documento. A mesma carta direcionada a reitora Ângela Paiva também é remetida ao diretor do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), Herculano Ricardo Campos, e ao chefe do Departamento de Artes, Marcos Alberto Andruchak. Na carta os manifestantes fazem 12 reivindicações. Em agosto deste ano, estudantes que também participam do da manifestação do Deart ocuparam banheiros do Setor de Aulas II do Campus, em Natal.

> SANEAMENTO BÁSICO

Seminário orienta gestores a elaborar Plano Municipal Em 2007, a Lei 11.445 tornou obrigatória a elaboração, por parte dos municípios, do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). Este plano deveria ser feito de acordo com estimativa do Ministério das Cidades e da Associação Brasileira de Agências de Regulação (Abar). Três anos já haviam se passado da instauração da lei, quando foi publicado o Decreto 7.217, o qual determinava que, a partir de janeiro de 2014, os municípios sem este plano não teriam acesso a verbas da União e nem a financiamentos de instituições financeiras da administração pública federal, destinados ao saneamento básico. Mais três anos se passaram, estamos a dois meses de janeiro de 2014, e muitos municípios ainda não concluíram seus planos. Muitos sequer vão conseguir concluir até o dia 31 de dezembro deste ano, data máxima para apresentação deste plano, de modo a evitar recusa de recursos. No Rio Grande do Norte, nenhum dos 167 municípios concluiu o Plano. A responsabilidade de criar este plano é dos municípios, mas a Superintendência Estadual da Fundação Nacional de Saúde (Suest/Funasa) tem auxiliado nas etapas de desenvolvimento do PMSB. Durante dois dias, ontem e hoje, gestores e técnicos da Região Agreste e Grande Natal participaram do Seminário Regionalizado sobre o Plano Municipal de Saneamento Básico, promovido pela Superintendência. O evento tem o objetivo de prestar esclarecimentos aos municípios sobre a elaboração dos planos e fomentar ações sustentáveis de saúde pública e saneamento ambiental integrada ao Sistema Único de Saúde (SUS). Este está sendo o terceiro en-

contro, que já passou pelos municípios de Pau dos Ferros, com os municípios do Alto Oeste, Caicó, com os do Seridó, e em dezembro será a vez do município de Assu, com os municípios do Vale do Açu e Mossoró. Até o momento, os municípios de Ipueira, Assu, Arez e Espírito Santo são os que estão mais avançados. Foram convidados 66 municípios a participar do Seminário nesses dois dias, no entanto, apenas 35 enviaram representantes. O assessor de planejamento da Funasa, Sebastião Pereira de Araújo, explicou que o plano deve ser desenvolvido com base em quatro parâmetros: água, esgoto, resíduos sólidos e drenagem, que devem funcionar de forma integrada para dar a verdadeira ideia de planejar saneamento dentro de todo o município, envolvendo zona rural e urbana. A Superintendência está trabalhando junto a 26 municípios potiguares está trabalhando de modo a garantir o fornecimento de informações e disponibilizar uma equipe treinada para apoiar as prefeituras, sem ônus, na elaboração do plano. "Nosso objetivo é sensibilizar os gestores e técnicos quanto à necessidade de efetivamente iniciar as construções dos planos municipais de saneamento. A exemplo de todo o país, a construção dos planos no Estado está deficitária em função de vários fatores, entre eles a própria limitação técnica, as dificuldades orçamentárias. Cada município tem suas peculiaridades e cada um elabora seu plano, pensando nelas de modo que ele faça com que lixo (resíduo sólido), água, esgoto, drenagem funcione de forma integrada, pensada no todo", destacou o represente da Superintendência regional da Funasa no RN, Sebastião Pereira. CMYK


Cultura

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 9

CURTAS Wellington Rocha

Fotos: Divulgação

Medalha para Anna Maria No começo da noite desta quarta-feira, às 18h, no Ludovicus – Instituto Câmara Cascudo, a Comissão Nacional de Folclore, presidida pela primeira vez em seus 66 anos por um potiguar, o escritor, historiador, folclorista e colaborador de O Jornal de Hoje, Severino Vicente, prestará homenagem à Dr. Anna Maria Cascudo Barreto em reconhecimento a seus serviços prestados à preservação, promoção, pesquisa e defesa do folclore e das manifestações culturais populares do Brasil.

SAMBA NO AR SEGUNDA

MÚSICA NO AR TERÁ UM GRANDE ENCONTRO ENTRE POTIGUARES DO QUARTETO LINHA E A CARIOCA LECI BRANDÃO EDIÇÃO DE

O Teatro Riachuelo terá um grande encontro musical na noite de amanhã (14), às 20h, com a 2ª edição do Música NO AR – Unindo Talentos. Com entrada gratuita, a programação prevê o show do Quarteto Linha, com participação especial da carioca Leci Brandão, e a abertura com Macaxeira Jazz, que fará uma homenagem ao músico João Juvanklin. Na ocasião, o Quarteto Linha lança seu primeiro trabalho autoral, intitulado “O Meu Samba é Assim”, com composições próprias e de parceiros locais. O disco será a base do show que ainda vai revisitar clássicos do gênero, como Nelson Cavaquinho, Cartola,

2013

DO PROJETO

Noel Rosa, Paulinho da Viola, Chico Buarque de Holanda, João Bosco – sem deixar de oferecer uma pitada de regionalismo nordestino. O grupo é fruto da união e do sonho comum de quatro amigos em promover na capital potiguar um movimento de redescoberta do samba, a exemplo do que se vê hoje no bairro carioca da Lapa. Na esteira da boa aceitação do trabalho autoral, o grupo participou este ano dos programas globais Encontro com Fátima Bernardes e Som Brasil, além da exposição do disco no quadro Vitrine do Faustão. O Quarteto Linha é composto por Ayrton Neto (voz e per-

cussão), Alex Amorim (voz e percussão), Stenio Medeiros (voz e violão) e João Henrique (voz e cavaquinho). Amigos que fazem do samba o ponto de encontro da alegria, da amizade, do entrosamento e da celebração à boa música. Para o músico João Pedro de Almeida, a união de grupos locais com nomes consagrados em âmbito nacional, como o de Leci Brandão, aumenta a responsabilidade e abre uma série de oportunidades para artistas potiguares. “Numa dessas, vai que Leci convida alguém para tocar no Rio. Vejo esse Música no Ar com bons olhos. Aliás, bons não, ótimos. De graça, o pú-

blico pode ver o que temos de melhor no samba local e ainda passar uma noite se divertindo num local bonito e confortável. Lançado em 2011 para valorizar a música e artista potiguar, bem como possibilitar produtivos encontros com artistas de renome nacional, o projeto reserva uma cota de 150 ingressos sociais para jovens de escolas públicas e integrantes de projetos sociais. Os demais ingressos, conforme Plano de Distribuição aprovado pela comissão da Lei Djalma Maranhão, serão distribuídos entre a Prefeitura do Natal, patrocinadores, apoiadores, proponente, imprensa, produção, escolas e ONGs.

RÉVEILLON O Réveillon Euforia confirma suas atrações: a bateria da Mangueira, com Ivo Meirelles; Deixe de Brincadeira, Banda Pura, Mesa Doze, Tá no Dom e os DJ´s Biel Carvalho e Guga Holanda. A festa no Centro de Convenções irá reunir dois dos melhores réveillons da cidade, o Terreno e o White4friends. As atrações para a noite já estão confirmadas: Os passaportes já estão à venda com comissários no valor promocional de lançamento. Serão 8 mil m2 de estrutura com 3 ambientes, 2 palcos, pavilhão climatizado, deck com vista para o mar, decoração temática, espaço make up/hair e estacionamento privativo. O Buffet será Premium com ilhas temáticas e a participação de marcas conhecidas na cidade, como Piazzale, Nikai, Gourmet Burguer e Hora do Pão com ceia e café da manhã. Para beber, o público terá cerveja Premium, refrigerante, água e gelo, e será liberada a entrada de bebidas quentes (whisky, vodca e champagne). Mais informações no www.reveilloneuforia.com.br. VEGANOS & VEGETARIANOS O restaurante Magias da Terra, na Ecovilla Pau Brasil, em Pium, avisa que continua a programação de novembro para os cursos de alimentação vegetariana e vegana. Próximo domingo (17), será a vez da cozinha francesa, enquanto nos dias 23 e 24 será montado em um bufê nutritivo e a sequência com a cozinha espanhola. As reservas antecipadas limitam o evento para 12 pessoas. Ficou interessado? Então liga para o Pedro ou para a Larissa nos telefones 3237 0093 / 9952 4676. LOLLAPALOOZA BRASIL Assim como as versões chilena e argentina, o megafestival que acontecerá nos dias 05 e 06 de abril no autódromo de Interlagos, em São Paulo, divulgou suas atrações. Muse, Arcade Fire, Nine Inch Nails e Soudgarden são os headliners, mas a lista também inclui, entre as mais de 40 bandas, New Order, Pixies, Phoenix e Julian Casablancas (The Strokes). CURSOS O Sesc informa que encerram amanhã (14) as inscrições para os cursos gratuitos de dezembro do Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG), iniciativa do Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc. Serão 98 vagas e seis turmas para Natal. As inscrições podem ser feitas das 8h às 17h no Sesc Centro, na Rua Coronel Bezerra, nº 33, Cidade Alta, Natal. No ato da inscrição, é preciso levar cópias e originais do RG ou certidão de nascimento, CPF, comprovante de residência e de escolaridade e, caso necessário, documento que comprove deficiência física ou mental. Também deverá ser entregue a autodeclaração de renda familiar, que não pode ultrapassar três salários mínimos, e o questionário socioeconômico. O edital com todas as informações está disponível no site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br.

Conrado Carlos ccpsilva@hotmail.com

Tempo ruim para Saramago Ora, pois, e não é que mais uma vez me deparei com aquela escrita bonita e intrincada de José Saramago? Um dos escritores estrangeiros mais queridos no Brasil, ainda que sua ligação com o comunismo tenha reduzido a admiração por sua persona, o português teve dois livros do começo da carreira relançados recentemente: “Levantado do Chão” e “Memorial do Convento”, terceiro e quarto trabalhos que prenunciaram uma rara sequência de sucessos na literatura das últimas décadas. Li o primeiro e rascunho minhas impressões nos próximos três parágrafos. Existe algo de “Cem anos de solidão”, de Garcia Márquez, em “Levantado do Chão” (1980). É a história da família Mau-Tempo que, a cada geração, se reinventa como sobreviventes de um país desigual, cujo formato socioeconômico esbarra em latifúndios definidos ao longo dos séculos – a narrativa percorre que quase oito décadas. Do final do século XIX até os anos 1970, quando

Portugal viveu a Revolução dos Cravos e exterminou os resquícios da ditadura Salazar, donos de terras abriam vagas de subempregos a cada colheita. E os Mau-Tempo, como todos os fariseus em volta, são assediados por socialistas, donos do discurso da igualdade. Eles enfrentam conflitos com capatazes, espertalhões e colegas de labuta, veem suas filhas casarem e filhos envolvidos em disputas com ares de tragédia, tudo em um cenário desolador de fome e falta de perspectivas – explorados por latifundiários, camponeses observam com resignação a promessa da república de que as coisas entrarão nos eixos, como fazem no Brasil há cerca de dez anos. Ainda que seja um Saramago, “Levantado do Chão” passa longe do melhor que ele publicou (para mim, “O ano da morte de Ricardo Reis”, “O Evangelho Segundo Jesus Cristo” e “Ensaio Sobre a Cegueira”). Algumas passagens são arrasta-

das, cansativas até, mesmo que no meio daquilo tudo surjam frases bem sacadas e reflexões sobre o Portugal arcaico. Mas o germe da prosa peculiar do português está ali, adubando o terreno para o que estava por vir.

Levantado do Chão Autor: José Saramago Editora: Cia das Letras Preço: R$49,00 R$34,50 (e-book)

CMYK


10 O Jornal de HOJE

Natal, 13 de novembro de 2013

Cidade

Quarta-feira

Divulgação

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Mais quatro pessoas foram executadas ontem no Rio Grande do Norte. O número de crimes, semelhante aos dos últimos quatro dias, tem aumentado o medo da população em relação à onda de violência que assola o Estado. Somente na Região Metropolitana de Natal, foram três casos registrados nos municípios de Natal, São José do Mipibu e Macaíba, que já contabiliza 87 homicídios no ano. Na Capital, um homem com problemas mentais foi executado na frente da residência de sua avó, no bairro de Felipe Camarão, zona Oeste da cidade. Ediniz da Silva Martins, de 27 anos, estava conversando com a ex-mulher quando foi atacado a tiros por homens armados que se aproximaram dos dois e atiraram três vezes contra a vítima, que morreu no local. Conforme o oficial de operações do 9º Batalhão da Polícia Militar, Ediniz morava no bairro do Planalto, mas estava visitando a avó quando foi atacado e morto. Os parentes relataram que, além dos problemas mentais que possuía desde a infância, ele ainda seria usuário de drogas, o que pode ter motivado a sua execução. Nenhum suspeito foi preso ainda. De acordo com informações da Polícia Militar, a última vítima em Macaíba foi o desempregado Ibson Fabiano Pereira de Moura, de 27 anos, executado a tiros no meio da rua, durante o dia. Ele pilotava uma motocicleta Traxx vermelha, quando foi surpreendido por disparos efetuados por dois homens que o abordaram de armas em punho. Sem chance de defesa, ele foi baleado e morreu no local. Testemunhas comunicaram o caso à polícia e informaram que a vítima teria envolvimento com o tráfico, mas não reconheceram os assassinos, que fugiram tranquilamente em uma motocicleta. Os peritos do Instituto Técnico Científico (Itep) estiveram no local e removeram o corpo para Natal. E em São José do Mipibu, a vítima foi identificada como George Batista da Silva, de 19 anos. Ele foi morto com vários tiros, após conversar por alguns minutos com os seus assassinos na frente da residência da família, na Rua José

Ediniz da Silva Martins, de 27 anos, tinha problemas mentais e era usuário de droga

HOMEM COM PROBLEMAS MENTAIS É EXECUTADO NA PORTA DE CASA SEQUÊNCIA DE ASSASSINATOS CONTINUA NO RN E MAIS QUATRO PESSOAS SÃO MORTAS EM UM DIA André Dantas. Conforme testemunhas, dois desconhecidos chegaram ao local e chamaram por George, que parecia conhecê-los. Após a fuga dos dois assassinos, que estavam em uma motocicleta, as pessoas que presenciaram o crime chamaram o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), para socorrer a vítima, mas ao chegar ao local a equipe médica constatou que George já estava morto. A suspeita é que o crime tenha sido motivado por acerto de contas.

Assaltante conhecido como “Fera” é encontrado morto em Areia Branca Conhecido pelo apelido de "Fera", um homem de 22 anos acusado de envolvimento em vários assaltos e roubos na região de Areia Branca foi encontrado morto em um terreno baldio na praia de Up-

anema. O cadáver de Oziel Antony Costa Figuieredo apresentava diversas marcas de disparos de arma de fogo e, para a Polícia Militar, ele pode ter sido executado em um possível acerto de contas.

Conforme informações da PM, ele era conhecido na região por suas ações criminosas e também com o tráfico de drogas, por isso, não é descartada a hipótese de vingança para o crime. Segundo o coman-

dante do policiamento local, capitão Jailson Andrelino, "Fera" tinha sido flagrado na semana passada com uma motocicleta que ele havia roubado dias antes, mas conseguiu fugir do cerco policial.

> NAS RODOVIAS

> VÍTIMA ERA EX-NAMORADA

PRF inicia operação de segurança para feriadão da Proclamação da República

Acusado de matar jovem se apresenta à Polícia

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizará, entre a zero hora de amanhã e a meia-noite de domingo, a operação Proclamação da República nas sete rodovias federais existentes no Estado. Durante o período, serão realizadas fiscalizações, barreiras policiais, aplicação de testes de bafômetros e orientações aos motoristas que trafegarem pelas BRs, para evitar ocorrências de acidentes e infrações de trânsito. No mesmo período do ano passado, foram registrados 54 acidentes, com 28 pessoas feridas e seis mortas. Segundo o chefe do Núcleo de Comunicação Social (Nucom) da PRF, inspetor Roberto Cabral, as ações serão realizadas nos oito pontos de fiscalizações espalhados pelo Estado, com ênfase especial na BR101 norte e sul; BR-226, que liga Natal aos municípios do Seridó; BR-304, entre a Capital e Mossoró e a BR-406, entre Ceará-Mirim e Macau. Esses trechos são os que apresentam maior tráfego de veículos e, por isso, os que registram os maiores números de acidentes.

Divulgação

Fiscalização será realizada nas sete rodovias federais existentes no Estado "Além disso, tirando a 101 Sul, que é duplicada, o restante é rodovia de pista simples, o que requer atenção e respeito à sinalização redobradas dos motoristas e motociclistas que trafegam por elas. Um dos principais problemas que enfrentamos é com relação às ultrapassagens indevidas, que respondem pela maioria dos acidentes com feridos graves e mortos, mas que são constantes pela falta de respeito dos condutores",

explicou Cabral. O uso do cinto de segurança pelos ocupantes dos veículos também será um dos pontos de maior rigor durante as fiscalizações, já que a maioria das pessoas insistem em não usar o equipamento de segurança no banco de trás. Segundo o inspetor Cabral, além das penalidades administrativas, que são cinco pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 127,69 para o motorista, os ocupantes ainda cor-

rem risco real de morte em casos de acidentes. "O cinto existe para preservar a integridade física dos ocupantes, por isso, tem que ser usado seja por quem está na frente ou quem está sentado atrás. Ele minimiza os traumas em casos de acidentes, principalmente colisões frontais, traseiras e saídas de pista, além de evitar que as pessoas que estejam soltas morram ou contribuam para a morte de quem está na frente, mesmo que usando o cinto, já que estas são esmagadas pelas que estão soltas atrás", explicou. O uso indevido do acostamento, que prevê as mesmas penalidades que o não uso do cinto de segurança, também será fiscalizado, assim como as ultrapassagens indevidas, o excesso de velocidade, a falta de atenção, a condução de motocicletas e ciclomotores fora das normas de segurança e outras infrações de trânsito. Os números de telefones 3215-1555 e 191 são os canais de comunicação imediata com a PRF durante as 24 horas do dia.

O acusado de ter assassinado a estudante Júlia Mariana Torres de Oliveira com quatro tiros, no último domingo, se apresentou ontem à Polícia Civil, em Apodi, Oeste potiguar. Ex-namorado da vítima, Francisco Marcílio de Lima, foi acompanhado por um advogado de defesa e alegou que só falaria em juízo. Ele teria executado a jovem, de 17 anos, porque ela não queria reatar o relacionamento entre os dois. Como já havia passado o tempo do flagrante, ele acabou sendo liberado e deve responder pelo crime de homicídio doloso em liberdade. Francisco Marcílio estava foragido desde o dia do crime, quando foi apontado por testemunhas como o assassino da adolescente, que terminou o namoro com ele por causa do seu suposto envolvimento com o tráfico de drogas e temperamento. Conforme o comandante do policiamento de Apodi, capitão Inácio Brilhante, o acusado teria ficado inconformado com o fato de Júlia Mariana ter rompido o namoro e se negado a voltar com ele, por isso, resolveu assassiná-la. Na noite do último domingo, a vítima estava con-

versando com amigas na frente da residência da família quando foi atacada a tiros por um homem que estava em uma motocicleta. Atingida por quatro disparos, ela ainda foi socorrida com vida, mas não resistiu e morreu antes de dar entrada no hospital local. "O acusado foi reconhecido pelas pessoas que estavam no local do crime e, com essas informações, saímos em diligências em busca de notícias e pistas sobre o paradeiro do acusado, que teria saído da cidade", explicou o capitão. Na delegacia, o advogado de defesa de Francisco Marcílio disse que seu cliente ainda não tinha tido sua prisão preventiva decretada e, como ele se apresentou espontaneamente, responderia em liberdade às acusações. O delegado de Apodi, Renato Oliveira, já ouviu quatro pessoas e todas confirmaram que Júlia Mariana estava sendo ameaçada de morte pelo acusado, com quem namorou por dez meses. Ele confirmou que a execução foi motivada por questões passionais e que acontece por vingança, já que ela não quis reatar com o acusado.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

NEGÓCIO DA CHINA

O Capitalismo vai superando a última grande barreira ainda existente após conquistar a Rússia de Lênin. O único sistema econômico que permite chances de fortuna aos indivíduos se instalou de vez na China de Mao Tse Tung. A esquerdopatia tupi pira.

JANGO LIVRE

Os restos mortais do ex-presidente João Goulart foram transformados no dia de hoje em pedaços de um caleidoscópio de brilhantes mentiras, produzidas pela famigerada "comissão da meia verdade", o braço revanchista dos derrotados de 1964.

A LUZ DO POSTE

Mensalão, par te 3 Editorial da FOLHA DE S. PAULO Abre-se no Supremo Tribunal Federal o terceiro capítulo do julgamento do mensalão. A partir de hoje, 13 dos 25 condenados poderão começar a cumprir suas penas. São os casos de Henrique Pizzolato, exdiretor de Marketing do Banco do Brasil, e Vinícius Samarane, ex-vice-presidente do Banco Rural, condenados à prisão. Além deles, oito réus foram sentenciados ao regime semiaberto, podendo deixar a cadeia durante o dia – entre os quais estão Roberto Jefferson e os deputados federais Valdemar Costa Neto (PR-SP) e Pedro Henry (PP-MT)–, e três cumprirão penas alternativas. Embora seus advogados tenham apresentado recursos, é difícil crer que esses réus de fato apostem em uma reviravolta nas próximas sessões. Estão em análise, por enquanto, os embargos de declaração, um tipo de peça processual cujo objetivo é solicitar esclarecimentos acerca de determinados trechos da sentença. Por sua natureza, raramente provocam o reexame da condenação. Foi assim, aliás, em agosto deste ano, quando o STF julgou os primeiros recursos desse gênero. Exceto por um detalhe ou outro, as sentenças foram mantidas. É seguro supor que o resultado se repetirá agora que estarão em debate os segundos – e, espera-se, últimos – embargos de declaração. Os ministros sabem que, no fundo, os advogados tentam adiar penas a esta altura re-

conhecidas como inevitáveis. Só os 12 condenados com direito aos embargos infringentes – cujas condenações foram decididas com ao menos quatro votos absolutórios – mantêm efetivamente vivas as esperanças. Se não restam dúvidas quanto a esse ponto, o mesmo não se pode dizer em relação a um dos efeitos da condenação – a saber, a perda de mandato parlamentar. A polêmica parecia encerrada. Embora a Câmara, com base no artigo 55 da Constituição, tivesse defendido sua prerrogativa de cassar deputados condenados criminalmente, o Supremo entendeu, em dezembro do ano passado, que a perda do mandato seria imediata para os réus do mensalão. Pode-se discordar dessa interpretação constitucional – como faz esta Folha e como fez o próprio STF ao julgar neste ano, com sua nova composição, o caso de Natan Donadon (ex-PMDB-RO). Não tem cabimento, é claro, passar da divergência ao descumprimento da decisão do Supremo. É isso o que defende, contudo, um assessor do presidente da Câmara. Questionado sobre o despautério, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) a princípio se mostrou sinuoso: "A Casa vai cumprir a interpretação constitucional", afirmou. Espera-se que o deputado não esteja disposto a agravar o atrito entre os dois Poderes. A Câmara, de resto, após o vexame de preservar o cargo de Donadon, não tem capital moral para torrar nessa inglória disputa com o Supremo. (FSP)

Antonio Donato foi quem acendeu em Luiz Inácio a energia para carregar a candidatura de Fernando Haddad em 2012. Foi também quem iluminou o túnel administrativo para o prefeito eleito. Virou seu braço direito e entrou na "máfia dos fiscais" de São Paulo.

REVESTRÉS

Fernando Haddad foi com muita sede ao pote na hora de acusar e lançar culpados pelo propinoduto na sua prefeitura, como sempre faz o PT (antes do mensalão, apontava o dedo para todo o Brasil). O esquema criminoso estava o tempo todo no seu colo.

COMPARAÇÃO

PIRATARIA

Nos intervalos no plenário da Assembléia Legislativa, as conversas rolam descontraídas entre parlamentares e jornalistas. Um repórter quis saber de Vivaldo Costa a diferença entre Wilma de Faria e Dinarte Mariz: "Ela é ele sem coração", respondeu o papa.

Um cidadão esmurrou um vendedor de DVD pirata numa esquina da Cidade Jardim. A sandice não teria ocorrido se as autoridades coibissem as cópias fajutas de filmes feitas por celulares dentro das salas de cinema. Urge a intolerância com pequenos delitos.

EMPREENDIMENTOS

LIVRO

O secretário de Desenvolvimento, deputado Rogério Marinho (PSDB), há tempos se esforça por trazer indústrias e serviços para a região de Macaíba, melhor área para expansão. As costuras com o prefeito Fernando Cunha geram boas perspectivas.

O jornalista Milton Neves deverá lançar seu livro em Natal no começo de 2014. A biografia "Milton Neves - Mais Polêmico Que Nunca", escrita por André Rosemberg, foi lançada segunda-feira, no Centro de Convenções do Shopping Frei Caneca, SP.

CAOS

Um dos maiores admiradores de Marinho Chagas e que recentemente mobilizou amigos para ajudar o craque da Copa 74, Milton Neves passou mensagem hoje cedo me pedindo para mantê-lo informado do quadro de saúde do ex-jogador.

O colapso no trânsito de Natal é assunto obrigatório em todos os ambientes da cidade, até nas salas de audiência do Poder Judiciário. Outro dia, o tema envolveu as duas partes de uma ação, os seus advogados e até o magistrado que conduzia a reunião.

CONGESTIONAMENTO

De nada adiantou a Prefeitura asfaltar e sinalizar a rua Militão Chaves, na Candelária, para desviar o trânsito interrompido pelas obras de mobilidade urbana. Não há um só guarda para impedir o estacionamento de automóveis nos dois lados da pista.

MARINHO

CANTILENA

Estão ficando ridículas as desculpas de torcedores ilustres do ABC quando o time perde um jogo. Se perde em casa, foi roubo da arbitragem sudestina; se perde fora foi uma derrota injusta por ter jogado melhor que o adversário. Inventa outra lamúria, gente!

+ Gustavo Rosa + O cantor e compositor Ronnie Von abriu ontem o programa "Todo Seu", na TV Gazeta, falando com voz trêmula e derramando lágrimas. Homenageou o artista plástico Gustavo Rosa, que foi sepultado hoje, e que foi um dos seus maiores amigos. Quase sem parentes (apenas um irmão) Rosa tinha em Ronnie um porto seguro, passava natal e reveillon com a família do apresentador. Nos desenhos de Pelé e Neymar, a paixão do artista pelo futebol e pelo Santos FC.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

CORRUPÇÃO COM LIMITES

Hélio Schwartsman Colunista da Folha de S. Paulo "Um mesmo profissional se torna desonesto de uma hora para outra?", perguntou-se o ex-prefeito Gilberto Kassab ao comentar o esquema de fraudes no ISS. É uma questão interessante. Como as pessoas se tornam corruptas? Não é difícil perceber quais são os incentivos ao logro. No caso em tela, eles se medem na escala das dezenas de milhões de reais. Mas isso não significa que seres humanos não tenham nenhuma defesa contra o vírus da corrupção. Pelo menos duas forças atuam para manter-nos afastados desse gênero de delito. A primeira, externa, é o temor de ser apanhado e sofrer as sanções legais e sociais correspondentes. No Brasil, infelizmente, a eficácia dos órgãos de controle e da Justiça é tão baixa que, num cálculo estritamente racional, muitas vezes vale a pena roubar. A dificuldade então passa a ser explicar por que a corrupção não é ainda mais generalizada. Entra aqui a segunda força,

FRAQUEZA

Divulgação

que é a autoimagem das pessoas. Sendo interna, ela tem a vantagem de dispensar fiscais e investigadores. O problema é que, como cada qual é juiz de si mesmo, a indulgência corre solta. O psicólogo Dan Ariely submeteu estudantes a uma série de experimentos em que tinham a oportunidade de burlar regras com diferentes probabilidades de ser pegos e com diversos tamanhos de recompensa envolvidos e concluiu que todo mundo trapaceia --mas com limites. Para o pesquisador, a desonestidade é o resultado de uma contínua negociação entre o desejo por vantagens materiais e a necessidade que todo indivíduo tem de cultivar uma autoimagem ao menos aceitável. O cérebro resolve o problema impondo um teto aos desvios. Na população estudada por Ariely, as consciências dos estudantes toleravam bem uma burla de até 15%. É uma baliza para a qual ainda conseguiam providenciar uma racionalização que, se não justificava o roubo, pelo menos o fazia parecer menos grave.

NO VALOR

A simples possibilidade do impeachment da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) ser votado no plenário da Assembleia Legislativa, demonstra a total fragilidade em que se encontra a gestora potiguar. A situação fica pior ainda se levarmos em consideração que o projeto foi apresentado por representantes de um sindicato, que nem deveria ter esta função.

Por falar na Rosa, o governo do RN esteve em destaque no jornal Valor Econômico veiculado ontem. A publicação noticiou os investimentos realizados em todo o Nordeste. Por aqui, ênfase dada aos gastos com mobilidade urbana e saneamento básico, alguns dos pilares do RN Sustentável. Na mesma edição, matéria sobre energia eólica também destacou o RN.

RISCO

SAÚDE PÚBLICA

Apesar de ser improvável o afastamento de Rosalba, já que não há nenhum fato que comprove a existência de improbidade no governo até agora, a atitude da Assembleia Legislativa de levar o projeto a votação é uma demonstração de força dos deputados e, ao mesmo tempo, uma clara ameaça a forma como a Rosa conduz o Estado. Os parlamentares estão mostrando que não aprovam as medidas da democrata.

O projeto de lei de autoria do vereador Felipe Alves (PMDB) que pretende desburocratizar a realização do exame de mamografia no Sistema Municipal de Saúde, garantindo-o, especialmente para as mulheres acima de 40 anos, sem a necessidade de anterior prescrição médica foi aprovado por unanimidade na sessão ordinária de ontem na Câmara. A boa iniciativa do parlamentar tem como objetivo aumentar a prevenção da doença.

Gira Mundo

Megafone Divulgação

“A oposição tudo bem que não quer que o PT cresça. Agora, não dá para um petista fazer esse tipo de afirmação (de que há acordão)”

OLAVO ATAÍDE AINDA SEM SABER SE É O PRESIDENTE DO PT, EM

RESPOSTA AOS CORRELIGIONÁRIOS QUE SÃO CONTRA ACORDO PARA PMDB APOIAR FÁTIMA AO SENADO

MENSALEIROS

Expectativa do dia gira em torno da possibilidade do Supremo Tribunal Federal (STF) ordenar a prisão imediata dos condenados pelo mensalão, conforme solicitado pela Procuradoria Geral da República. Isso se não aparecerem novos embargos infringentes para salvar a turma do ex-ministro José Dirceu.

Divulgação

Pelo visto, a decisão do Flamengo em aumentar, de forma substancial, o valor dos ingressos para a final da Copa do Brasil ainda deve render bastante. E não vai ser na questão financeira, mas, sim, judicial. O Ministério Público do Rio de Janeiro e o Procon-RJ não gostaram do preço cobrado pelo clube para a partida contra o Atlético-PR, no próximo dia 27. Os torcedores que quiserem assistir a final do torneio precisarão pagar entre R$ 250,00 e R$ 800,00, um aumento que varia de 150% a 500%. Um absurdo. Em pensar que o próprio Flamengo vive exaltando a força da sua torcida.

PROJETO FEDERAL

O programa do governo federal Mais Médicos tem tudo para se tornar um dos mais incoerentes do país. Explica-se. O projeto acumula uma série de elogios e conquistas inegáveis. Há relatos de cidadãos idolatrando os profissionais que chegaram nas suas cidades, antes abandonadas pelo sistema de saúde. Mas, existem também casos de desistência dos especialistas, poucos dias depois do início do trabalho. A previsível falta de estrutura e de investimento assustaram muitos dos que apostaram no projeto.

VERÃO CARO

Incrível. Muitos comerciantes informais já estão se preparando para aumentar o preço da água de coco em Natal. E não é apenas por causa da aproximação com o verão. A notícia é que o produto tem sido cada vez mais procurado nos estabelecimentos da cidade e que a demanda não tem sido suficiente. Será que também é efeito da inflação?

NEGÓCIOS

Na manhã de hoje, estudantes da Universidade Potiguar (UNP), de Mossoró, visitaram o setor fabril da Porcellanati Revestimentos Cerâmicos. A visita teve como objetivo unir teoria e prática quanto ao processo produtivo cerâmico. Ao todo 50 graduandos dos cursos de Engenharia Civil, Engenharia de Produção e Arquitetura, entre o 5º e 6º período da UNP, acompanharam e analisaram todo o processo de fabricação, produtos finais e logística, desenvolvidos pela Porcellanati.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 13 de novembro de 2013

Cidade

Daniela Freire

I

Quarta-feira

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br - INTERINA: Taciana Chiquetti (tacychiquetti@hotmail.com)

w Fratura exposta

O processo de eleição do diretório estadual do PT expôs, ainda mais, as divergências entre os principais expoentes do partido no RN: a deputada federal Fátima Bezerra e o estadual Fernando Mineiro. >>> A militância petista chegou a “trocar farpas” nas redes sociais. Um deles criticou, por exemplo, o fato de o partido, em Natal, não poder fazer parte da administração do PDT, do prefeito Carlos Eduardo. >>> Outro ponto questionado, no ambiente virtual, foi o fato de São Gonçalo do Amarante ser base do prefeito Jaime Calado, que é do PR e aliado do DEM. >>> Olavo Ataíde, apoiado por Fátima, acabou levando a melhor e é o novo presidente estadual do partido. Ele derrotou, por nove votos, Eraldo, candidato a reeleição e apoiado por Mineiro. >>> Detalhe: na noite de domingo, o grupo do deputado estadual comemorou a eleição de Eraldo, mesmo antes do final da apuração, que foi nesta terçafeira.

Elias Medeiros

O novo livro do fotógrafo-unanimidade de Natal, Canindé Soares, já é sucesso antes mesmo de ser publicado. Empreendedor, ele promoveu a venda antecipada e, em um mês, já vendeu mais de mil livros. Este é querido!

João Gilberto

Deputado Hermano Moraes (PMDB) foi o indicado da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), da AL-RN, para ser o relator do pedido de impeachment contra a governadora Rosalba. Ele terá 15 dias para apresentar seu parecer.

joãonetofotos.com

w Na boca do povo

Para surpresa da vice-prefeita Wilma de Faria (PSB), durante agenda de audiências, em Brasília, eis que o embaixador de Portugal, Francisco Ribeiro, contou que esteve na capital potiguar, neste fim de semana, e só ouviu falar em seu nome. >>> Ele relatou ter ouvido de empresários, engenheiros e formadores de opinião "que o povo está rejeitando o governo atual e que se a professora Wilma concorrer ao governo, ganhará". >>> Mesmo com um sorriso de satisfação, ela continuou afirmando que só tem olhos para o legislativo.

Os jornalistas Juliana Celli e Anderson Almeida comemoram o 1º ano do programa Sucesso SA, veiculado na TV Tropical e Rede TV RN. Novos quadros estão previstos para manter os níveis de audiência elevados joãonetofotos.com

w Aviso virtual

Presidente da Câmara Federal, Henrique Alves anunciou pelo Twitter que, nesta quarta-feira (13), o ministro da Integração Nacional deve autorizar as obras de duas adutoras no RN.

w Chuva de balas

A violência em Mossoró foi lembrada, não somente nas redes sociais, mas também na Assembleia Legislativa do RN, nesta semana. A deputada Larissa Rosado (PSB) voltou a criticar os altos índices no Estado, especialmente em seu reduto eleitoral. >>> Ela mencionou o assassinato de uma criança de apenas dois anos, atingida por uma bala de escopeta. >>> A sugestão dada foi que o RN se inspire em iniciativas que vem dando certo em outros estados, como Pernambuco, que criou o programa Pacto pela Vida. >>> O resultado foi que, em quatro anos, o índice de assassinatos em Recife caiu de 25,8% para 35,4%.

w Consumidores conscientes

O Procon estadual, liderado pelo ex-vereador Ney Lopes Jr, iniciou, nesta terça-feira (13), uma campanha educativa para os consumidores do RN. >>> Assinadas pela Dois A Publicidade, as cartilhas, com o conteúdo do Código de Defesa do Consumidor para crianças, jovens e adultos, estão sendo disponibilizadas à sociedade. São esclarecimentos sobre os direitos e deveres dos cidadãos na hora da compra.

Marília e Jorge Bezerra sorrindo para a vida Programação para o feriado O Pepper’s Hall preparou uma programação especial para o fim de semana prolongado. Nesta quinta-feira (14), a casa recebe as bandas “Pegada Estilizada” e “Circuito Musical”. >>> Na sexta-feira (15), é a vez do “Tributo a Luiz Gonzaga”, com sucessos de Segundo Sanfoneiro, Airton Sousa e Brilhantes do Forró. >>> E, no sábado (16) a festa Pepper´s Duo Night reunirá Iggor Dantas, Cristiano Frois, Caddu Rodrigues e Pedro Luccas.

w Tempo de solidariedade

A Biblioteca do UNI-RN realiza, até o próximo dia 12 de dezembro, uma campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis para o Lar Creche Bom Jesus, localizado em Pium. >>> No ano passado, a campanha conseguiu meia tonelada de gêneros alimentícios e a expectativa, em 2013, é chegar aos 400 kg. Em sua 12ª edição, a Biblioteca Solidária contabiliza, no total, mais de 900 kg de alimentos doados para instituições, como Juvino Barreto e Casa do Bem.

w Novos membros

Mais dois novos filiados passaram a integrar a Aliança de Advocacia Empresarial, nesta semana: os escritórios Nóbrega Farias Advogados Associados, de João Pessoa (PB) e Cerizze Donadel – Advocacia Empresarial, de Uberlândia (MG). >>> A instituição passa a contar agora com 29 escritórios aliados na maioria dos estados brasileiros e também na América do Sul. >>> O escritório Fonseca & Advogados Associados, da advogada Priscila Fonseca, é o único representante do RN na associação.

Mirela Santos e Anilson Carlos sem disfarçar o vício pelos inseparáveis smartphones

GIRO PELO TWITTER ..do jornalista Gustavo Negreiros: "Pelo jeito, a turma alinhada com o Planalto e Dirceu "venceu" a disputa estadual pelo controle do PT. De fato o PT é partido ao meio!" ...do presidente da Câmara Henrique Alves: "Criticas que apontam criação de pautas-bomba na Câmara são injustas e irresponsáveis". ...do advogado e administrador Francisco Dantas: "Chuva de balas: do sonho e encanto nos palcos à triste e cruel realidade vivida pelo povo de Mossoró. 160 mortes violentas em 2013". ... do ex-deputado federal Laire Rosado: "Instituto Gallup mostra Congresso Americano com apenas 9% de aprovação". ...do vereador Felipe Alves: "Feliz com a aprovação unânime na CMN do meu projeto que facilita o acesso ao exame de mama em Natal. Foco no combate ao câncer de mama!"


Cidade

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w MÉRITO Flávio Azevedo, da construção civil, recebe dia 26 próximo o Mérito Nacional da Indústria, a mais alta condecoração da Confederação Nacional da Indústria. A solenidade será realizada em Brasília.

LA BENGELL

w GERAL A pesquisa da Federação do Comércio mostra que a inflação voltou tão forte que agora aumentou o custo de vida em todas as classes sociais. Entre 5,5% e 5,6% para todas as classes sociais do Brasil.

w ACLAMAÇÃO - I De Mossoró, via e-mail: o padre e escritor João Medeiros Filho foi aclamado imortal da Academia Mossoroense de Letras - Amol, e toma posse dia 12 como o sucessor do Mons. Américo Simonetti.

w REAÇÃO - I A Comissão Organizadora da Festa de Santa Luzia composta de leigos fiéis ao monsenhor Américo rejeitou o padre Flávio Melo, pároco de Assu, para preparar as solenidades da Festa de Santa Luzia. w PELO... - II Menos em Mossoró, onde os leigos não se deixam contaminar pelo modelo de politicagem dos que negam o trabalho dos antecessores que de boa fé e em nome do rebanho fizeram um bom trabalho. w JÁ - III Para a pregação da Festa de N. S. da Apresentação, padroeira de Natal, a comissão de organização preferiu não convidar um grande pregador de fora. Nem um nome tradicional da cidade. Estranho. w LEITURA Saiu o ranking dos autores que mais vendem no Brasil, todos de autoajuda: Zíbia Gasparetto com 16 milhões de exemplares lidera o mercado. Só depois vem Vera Lúcia Marinzeck com 3,5 milhões. w MAIS O terceiro lugar em vendas é Marcelo Cezar que escreve recebendo o espírito de Marco Aurélio e autor de 'O amor é para os fortes'. Na quarta posição Robson Pinheiro também um escritor espírita.

w AMIGOS - II Américo e João foram grandes amigos e por isso a posse será dia 12 de dezembro, aniversário do monsenhor Simonetti que foi uma das presenças mais marcantes da Igreja no país de Santa Luzia.

Olhe, Senhor Redator, se um dia perguntassem a mim quem primeiro desvirginou os olhos do menino-quase homem, responderia: foi Norma Bengell nua, correndo naquela praia deserta, no filme Os Cafajestes. A cena saltou da tela do Rio Grande numa tarde de domingo e ficou até hoje nos olhos. É como se me sentisse traído por Jece Valadão, tanto que nunca perdoei. Nunca tive ciúme de Alain Delon, com quem - dizem - ela viveu uma paixão meteórica ao brilhar na Itália com sua grande beleza. Sua vida de 78 anos, entre luzes e sombras, acabou nas trevas da velhice, doente e pobre. Prisioneira de uma cadeira de rodas num apartamento de Copacabana, vendendo seus objetos de algum valor para comprar remédio e comida. As últimas fotos mostram um rosto dilacerado pela dor da pobreza. O câncer de pulmão foi fatal, mas doía menos do que a vergonha de pedir aos amigos que pagassem seu plano de saúde, o mais duro papel que a triste pobreza a fez representar. Contam que na hora de gravar as cenas da praia, naquele ousadíssimo nu frontal, que é como chamam os diretores de cinema, Rui Guerra teria avisado que se a sequência não ficasse boa, com uma naturalidade absoluta, seria cortada de Os Cafajestes. Tudo pronto, Rui grita: 'ação! Norma, num gesto rápido e preciso, arranca a própria blusa e sai correndo na praia protegendo os seios. Foi a mais bela e ousada cena do cinema brasileiro em 1962, sob os protestos da TFP nas ruas do Rio.

Foram tão tristes os últimos dias do seu fim que Ney Latorraca, um dos amigos mais generosos, disse em entrevista no velório, ao lado de Luís Carlos Barreto, Silvio Tendler, Roberto Faria e Carla Camurati: 'Mataram um ídolo em vida'. Uma Diva com 54 filmes e uma história de sucessos dentro e fora do Brasil. Caída na desgraça de uma prestação de contas do filme 'O Guarani', bens bloqueados e obrigada a devolver R$ 4 milhões que não tinha, como se fosse ladra. Doente, sem sair, recebeu a visita de um juiz e um promotor em casa. Eles encontraram uma mulher sem nada, com um plano de saúde no valor de R$ 1.516,00 que todos os meses era pago por Milton Nascimento, seu amigo, e contas hospitalares sempre quitadas por Carlos Manga. Quando já não tinha esperança, dois dias antes de sua morte, chegou um ofício do banco reconhecendo que ela não era a titular da conta bancária, nem a movimentara, mas sua sócia. Era tarde. Como num filme. Quando vendeu a casa na Gávea comprou um pequeno apartamento em Copacabana. Temia ser despejada. Pedia aos poucos amigos que não a deixassem ser abandonada no Retiro dos Artistas. Falida, lhe negaram tudo. Até a aposentadoria pelo INSS. A despesa do velório - R$ 9 mil reais - por iniciativa de sua cuidadora nos últimos cinco anos, acabou paga pela Prefeitura do Rio. Mas, confessou, nem a dor de viver assim tão tristemente a faria renegar sua arte. Faria tudo outra vez.

Mestra da FGV ministra palestra nos dez anos do Conexão Felipe Camarão PROGRAMAÇÃO

COMEMORATIVA PROSSEGUE ATÉ ESTA QUINTA- FEIRA

(14)

Fotos: José Aldenir

Uma aula sobre Cultura, Tecnologia e Contemporaneidade. Assim foi a apresentação de Eliane Costa, Mestra em Bens Culturais e Projetos Sociais pela Fundação Getúlio Vargas (FGV-RJ), que esteve na manhã desta quarta-feira (13) na sede do Conexão Felipe Camarão, participando do Ciclo de Cultural Digital, evento promovido pela Cosern e Governo do Estado, através da Lei Câmara Cascudo, e a Petrobras. Para comemorar os dez anos de atuação, o Conexão Felipe Camarão, projeto sociocultural e educativo desenvolvido na comunidade de Felipe Camarão, está realizando, até amanhã (14), uma série de atividades como: apresentações de grupos de capoeira, oficinas e palestra sobre Cultura Digital, Roda de Prosa com o tema escolhido para este ano, além do cortejo de tradição e as apresentações culturais no encerramento. A palestra de hoje faz parte da programação do Conexão Brasil 2013 e reuniu professores das escolas públicas da comunidade representantes de entidades de educação, além de pessoas interessadas pelo assunto. O que é a arte? A resposta fez parte da apresentação de Eliane Costa, que fez questão de apresentar vários exemplos do que vem acontecendo no Brasil. Um dos exemplos foi o trabalho de Vik Muniz, o artista plástico brasileiro radicado em Nova York, que faz experimentos com novas mídias e materiais. Vick ficou mais conhecido depois do trabalho que fez junto com pessoas que trabalharam em lixões e através de sucatas monta as obras de arte. Outro assunto abordado pela mestra Eliane Costa foi a Cibercultura, as novas possibilidades de produção cultural, trabalho colaborativo, acesso ao conhecimento, através das transformações tecnológicas. Para Eliane Costa a transformação que passa a comunicação e a cultura digital é muito rápida. "Agora temos a disposição de muitos para muitos, qualquer pessoa que

w ATENÇÃO Fontes episcopais admitem que o próximo a ser exonerado da equipe da Arquidiocese de Natal será o professor Washington Carlos de Lima, o atual secretário da 'Faculdade de Teologia Heitor Sales'.

sabe trabalhar com um computador pode se expressar. A diferença é que a comunicação passou de muitos para muitos. Não só a opinião de

do Conexão Felipe Camarão, Vera Santana, considera que as ações desenvolvidas pelo projeto proporcionaram, ao longo dos dez anos de

“Felipe Camarão é um dos berços de patrimônio imaterial, com tanta riqueza cultural e se integra à cidade como possível, transformadora e cidadã” VERA SANTANA IDEALIZADORA E COORDENADORA DO PROJETO

um veículo, mas várias pessoas podem se expressar para muita gente". Eliana também chamou a atenção para hiperconexão, onde hoje quem tem um celular com localizador está sendo rastreado. "Isso pode ser usado para o bem e para o mal, como tudo na vida", garante. A idealizadora e coordenadora

atuação, mudanças na vida das crianças, jovens e adolescentes. "Além disso, o projeto proporcionou o reconhecimento dos patrimônios materiais que habitam Felipe Camarão, como o Auto do Boi de Reis, do Mestre Manoel Marinheiro, o João Redondo, de Chico Daniel, e o mestre Cícero Rabe-

queiro. Sempre buscamos o diálogo e compartilhamento para que o reconhecimento da cultura fosse pelos jovens apropriados e a partir dessa apropriação, os jovens se conhecessem e contassem a sua história", ressaltou. Para Vera Santana, as ações desenvolvidas pelo Conexão Felipe Camarão são educacionais, onde a cultura é fundamental para que os integrantes do projeto se reconheçam. "O bairro de Felipe Camarão é um dos berços de patrimônio imaterial, com tanta riqueza cultural e se integra a cidade como possível, transformadora e cidadã. Dez anos significa que construímos, juntos, os alicerces, mas precisamos avançar bastante. Toda a nossa programação foi pensada no sentido de celebração do projeto, como marco de educação e cultura em Felipe Camarão", destacou a coordenadora. O desafio para os próximos anos, segundo Vera Santana, é fazer com que a comunidade se integre e compartilhe das ações desenvolvidas pelo Conexão Felipe Camarão.

w DIÁRIO - I O Instituto Moreira Salles anuncia uma nova edição do Diário da Tarde, um dos mais belos livros de Paulo Mendes Campos, esgotado há uns trinta anos, lançado que foi pela Civilização Brasileira. w TABLOIDE - II A edição do IMS será em formato tabloide, como uma coluna de jornal, respeitando a forma como Paulo Mendes Campos concebeu. Com cada seção, dentro da coluna, com seus títulos permanentes. w PASSEIO Dia 15, da República, diante do pendão nacional a drapejar, vai haver um grande passeio ciclístico partindo da Rua Abel de Menezes Lira, Tirol, até o Pitimbu. Concentração às 19h30 e saída às 20h. w POESIA Do belo 'Soneto Imaginário para o Verão', de Jarbas Martins, a lembrar Lêdo Ivo de quando é abril e o mar se ausenta: 'Agora, que é novembro e me descubro, / desfaço-me das vestes de outubro'.


14 O Jornal de HOJE

Natal, 13 de novembro de 2013

Cidade

Quarta-feira

Construtora Moura Dubeux celebra 30 anos com lançamentos no valor de R$ 1,3 bilhão em 2014 ESTE

ANO A EXPECTATIVA DA EMPRESA É SUPERAR A MARCA DE

R$ 1

BILHÃO NA SUA RECEITA OPERACIONAL BRUTA Fotos: Divulgação

A Moura Dubeux, que completa este ano 30 anos de fundação, vai fortalecer, ainda mais sua presença no Nordeste em 2014, com o lançamento de um Valor Geral de Vendas (VGV) de R$ 1,3 bilhão e o início das operações em João Pessoa, na Paraíba. Com isso, a empresa se consolida como uma das mais importantes construtoras e incorporadoras do Nordeste, onde já está presente em cinco estados Pernambuco, Bahia, Alagoas, Rio Grande do Norte e Ceará. Esse VGV estará distribuído da seguinte forma: R$ 1 bilhão para empreendimentos residenciais, R$ 150 milhões para Empresariais e R$ 150 milhões para os produtos da linha Beach Class. Para a direção da construtora, as perspectivas para o próximo ano no mercado imobiliário são as mais animadoras possíveis. "Com a perspectiva de melhora da economia, o brasileiro se volta a cada dia mais para a concretização do sonho da casa própria, além de voltar a investir em imóveis como um ativo financeiro", disse Gustavo Dubeux, diretor da Moura Dubeux. Ele ressalta que a empresa em 2013 vai atingir a marca de R$ 1,1 bilhão na receita operacional bruta. "Esse resultado vai significar um crescimento de 16% em relação à receita operacional bruta de 2012, que foi de R$ 950 milhões". A curva de crescimento da receita operacional bruta da MD é de 70% nos últimos quatro anos. Passou de R$ 648 milhões, em 2010, para mais de R$ 1 bilhão em 2013. E é apostando na retomada do crescimento sustentado da economia brasileira que a empresa vai continuar investindo no Nordeste. Além disso, e dentro da filosofia

minho certo com relação aos empreendimentos que lançamos no mercado, mas não podemos esquecer que esse sucesso se deve a uma relação de confiança que temos com os clientes". Nos últimos 30 anos, a Moura Dubeux se consolidou como uma das maiores empregadoras da região, com cerca de seis mil colaboradores trabalhando em cinco estados. Até o momento, já foram entregues 138 empreendimentos, isso representa quase dois milhões de metros quadrados de desenvolvimento imobiliário. Ao todo, nesses 30 anos, são 8.576 unidades habitacionais entregues no Nordeste.

Apenas em 2013, a Moura Dubeux concluiu a construção de 15 edifícios no Nordeste, sendo três no Rio Grande do Norte de trabalho que sempre marcou a construtora, desde o início da sua criação, a empresa vai ampliar e focar investimentos no cliente e não só em obras. "Crescemos muito nesses últimos 30 anos, mas nunca esquecemos que isso se deve a qualidade dos nossos produtos e a preocupação que temos em superar as expectativas dos nossos clientes", afirma Gustavo Dubeux. Pensando nisso, a MD lança no dia 09 de novembro uma campanha institucional onde se propõe a "Ir além. Sempre". Esse conceito reflete a preocupação da empresa com o seu cliente. A campanha é apenas uma das ações que a MD realiza este ano para estar sempre à frente na expectativa dos clientes. A in-

corporadora criou uma nova diretoria de relacionamento com o seu consumidor, desenvolve políticas internas de atendimento (CRM e

com o seu cliente, como uma fanpage na internet e um aplicativo móbile para celular. De acordo com Marcos Du-

“Com a perspectiva de melhoria da economia, o brasileiro se volta cada dia mais à concretização do sonho da casa própria” GUSTAVO DUBEUX DIRETOR DA MOURA DUBEUX

reestruturação do portal do cliente/MDNET) e investe na criação de ferramentas de contato direto

beux, diretor da MD, a expansão da empresa, registrada nas últimas décadas, "mostra que estamos no ca-

RESULTADOS 2013 A Moura Dubeux bateu um recorde no mercado imobiliário do Nordeste este ano com a entrega de 15 edifícios, o que dá uma média de quase 1,25 empreendimentos por mês em 2013. Desse total, dois foram de classe econômica (linha Vivex) e o restante de médio e alto padrão. "Nunca nenhuma construtora da região conseguiu atingir um nível de investimentos dessa proporção em apenas um ano. Isso é o resultado da união de três fatores: produto de qualidade, credibilidade no mercado e construção de empreendimentos nos bairros certos", explica Marcos Dubeux. Dos 15 empreendimentos, nove são em Pernambuco, um no Ceará, três no Rio Grande do Norte, um em Alagoas e um na Bahia. A construção desses edifícios totalizou a entrega de 2.280 novas unidades habitacionais no mercado nordestino. Os empreendimentos acrescentaram mais 211 mil metros quadrados de área construída à região. "O alto número de empreendimentos demonstra a força da Moura Dubeux. O nosso Índice de Velocidade de Vendas (IVV) é superior ao do mercado", ressalta Gustavo

Dubeux. A incorporadora está, atualmente, com 52 canteiros de obras em andamentos, sendo 25 em Pernambuco, 11 no Rio Grande do Norte, 10 no Ceará, cinco na Bahia e um em Alagoas. Isso representa um total de 78 edifícios em obras. HISTÓRICO A Moura Dubeux completa, este ano, três décadas de uma atuação destacada no mercado imobiliário. Os irmãos Aluísio, Gustavo e Marcos Dubeux acreditaram no desenvolvimento e no crescimento econômico da região e extrapolaram as fronteiras de Pernambuco, sede da empresa, para os mercados de Ceará, Bahia, Rio Grande Norte, Alagoas, e em 2014, para a Paraíba. O foco da expansão da empresa sempre foi o mercado imobiliário do Nordeste, a qual apresenta as melhores oportunidades do Brasil. "Quando resolvemos apostar na região, 30 anos atrás, sabíamos que cresceria muito e se tornaria um celeiro de oportunidades para quem trabalha com qualidade", afirma Gustavo Dubeux. A consolidação do processo de expansão da incorporadora se deu, também, pelo lançamento de novas marcas no mercado: Vivex e a Beach Class. A primeira é uma marca voltada para o segmento econômico, com foco nos empreendimentos na linha Minha Casa, Minha Vida, enquanto que a segunda trabalha no desenvolvimento de produtos voltados para o mercado hoteleiro e de flats. A marca Beach Class foi lançada em 1999 e o primeiro empreendimento entregue em 2003. Além desses, a MD lançou uma serie de linhas específicas dentro do seu portfólio de produtos para atender os diversos segmentos do mercado como o Evolution (home resort) e os Trade Centers (empresariais).


Esporte

Quarta-feira

Natal, 13 de novembro de 2013

O Jornal de HOJE 15 José Aldenir

ABC E AMÉRICA SE COMPLICAM RESULTADOS DA 35º RODADA OBRIGAM

EQUIPES A VENCER FORA PARA ESCAPAR DO Z-4 Precisando vencer para selar sua permanência na Série B, o América não passou de um empate contra o xará mineiro, ontem à noite, no Nazarenão. Diante de um adversário que luta por uma vaga na zona de acesso à Série A, o alvirrubro esteve por duas vezes na frente do placar, entretanto, acabou cedendo o empate de 2 a 2. Ocupando a 14ª colocação com 42 pontos e sem nenhum jogo em casa, o time de Leandro Sena ficou na obrigação de vencer um dos três últimos jogos na casa do adversário para escapar do rebaixamento. Os jogos restantes são contra o Avaí, São Caetano e Oeste. A situação do ABC é bem mais complicada. A equipe de Roberto Fernandes perdeu para o Figueirense e viu o Atlético-GO e o Paysandu encostarem na tabela. Em 16º lugar, o que separa o alvine-

gro do time goiano em 18º é um ponto, enquanto que para o Papão da Curuzu, em 17º, a vantagem é de apenas uma vitória, pois ambas as equipes somam 39 pontos. Agora, o Mais Querido está na obrigação de vencer o ASA na próxima sexta-feira e depois ganhar do Avaí ou América-MG fora de casa. Para o jogo contra o ASA, o técnico Roberto Fernandes contará com os retornos de Gilmar e Giovanni Augusto que foram poupados pelo Departamento Médico. Júnior Timbó, também vetado, ainda é dúvida. O meia será avaliado hoje e como sua contusão é mais grave, tudo indica que poderá ficar de fora do último jogo no Frasqueirão. Pelo lado do América, a grande novidade será o retorno do goleiro Andrey e do volante Márcio Passos.

> ESTADUAL 2014

FEDERAÇÃO CONFIRMA INÍCIO DO ESTADUAL PARA 12 DE JANEIRO A PRESENTAÇÃO

DA NOVA FÓRMULA DO CAMPEONATO DE

A Federação Norte-riograndense de Futebol apresentou hoje a nova fórmula do Campeonato Estadual 2014. Para se adequar ao calendário da Copa do Mundo, a competição será mais curta (12/01 a 13/04) e a FNF decidiu dividir os oito clubes que vão participar da fase classificatória em duas chaves: capital e interior. O grupo da capital contará com ABC, Alecrim, Globo e Palmeira, enquanto o grupo do interior será composto por Baraúnas, ASSU, Coríntians e Santa Cruz. Esses clubes vão se enfrentar em jogos de ida e volta dentro da mesma chave, os dois primeiros colocados disputarão a final e vão definir quem ficará com a primeira vaga da Copa do Brasil de 2015. Os três primeiros colocados dos grupos da capital e do interior estarão classificados para a fase final da competição, onde irão se juntar a América e Potiguar vindos da disputa da Copa do Nordeste. O segundo turno será dividido em duas fases: Copa RN e Taça Cidade do Natal. Na primeira, os clubes joga-

rão todos contra todos e aquele que somar o maior número de pontos é campeão. Os pontos serão zerados para Copa Cidade do Natal, que será disputada no mesmo sistema da Copa RN. Os campeões da Copa RN e da Cidade do Natal decidem o título e estarão automaticamente classificados para Copa do Nordeste e Copa do Brasil. De acordo com o presidente da FNF, José Vanildo, as mudanças foram necessárias por conta da Copa do Mundo. "A divisão das equipes em grupos é para encurtar a disputa e respeitar a realização da Copa, pois precisamos respeitar as exigências da CBF que estabeleceu uma data limite para o encerramento de todos os estaduais”, acrescentou o dirigente maior do futebol potiguar. Quanto aos patrocinadores, o departamento de marketing da FNF renovou o patrocínio master com a Chevrolet, porém a premiação ainda não foi definida. As ações de marketing da musa do campeonato, a visita do mascote às escola e o projeto Tom Maior seguirão normalmente em 2014.

2014

ACONTECEU NESTA MANHA NA SEDE DA

FNF José Aldenir

Presidente José vanildo precisou dividir competição em grupos

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

Ausências fatais No dia em que ABC e América mais precisaram de seus destaques, eles não estavam em campo. E quem estava, pipocou legal. Gilmar, Giovanni Agusto e Júnior Timbó fizeram muita falta em Florianópolis. Sem a sua espinha dorsal, o time de Roberto Fernandes não cria e não ataca. O ABC foi um arremedo de equipe, Pingo, Maurinho e Testoni não jogaram absolutamente nada. Sem qualquer tipo de ameaça ao seu gol, o Figueirense jogou tranquilo e venceu ao natural. Pelo menos a derrota serviu para uma constatação importante, deu pra ver que Somália não é e nunca será homem de armação. Não sei quem inventou essa nova função, pois nunca vi o volante atuando na criação. Já no América, o empate com sabor de derrota passou pelas mãos de Sílvio. Quem poderia imaginar que Andrey faria tanta falta no duelo contra o xará mineiro. Totalmente inseguro, Sílvio falhou nos dois gols sofridos e justamante quando o time atravessava o melhor momento na partida. Foram dois baldes de água fria num jogo decisivo. Os dois pontos perdidos farão muita falta nesta reta final. Serão três jogos fora de casa e a permanência na Série B dependerá apenas de uma vitória contra o Avaí, São Caetano ou Oeste.

RESULTADOS INESPERADOS Ninguém esperava, até o mais otimista dos torcedores, que o Atlético-GO bateria o Sport e o Paysandu vencesse o campeão virtual Palmeiras. Goianos e paraenses vinham padecendo na tabela de classificação, mas bastaram dois resultados positivos para deixar a torcida americana e abecedista em pânico. Uma vitória a mais separa o ABC da zona de rebaixamento e o jogo contra o ASA virou decisão.

TABU PREOCUPA O que mais preocupa o torcedor alvinegro é o tabu de nunca ter vencido o ASA. Por conta disso, o departamento jurídico do clube trabalha em silêncio para adiar a punição da primeira partida da perda do mando de campo para o ano que vem. Neste caso, o confronto contra o Avaí seria no Frasqueirão. Essa mudança também se faz necessária, pois mesmo que vença o ASA, o ABC ainda precisará de mais uma vitória para selar sua permanência na Série B. PUNIDO Os tumultos envolvendo torcedores de América e Ceará durante a partida entre as duas equipes pela Série B, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, renderam uma nova punição ao time potiguar na competição. A equipe foi punida na noite desta terça-feira, em julgamento no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) com a perda de dois mandos de campo e uma multa de R$ 10 mil. Já o Ceará, visitante, perdeu um mando de campo e pagará R$ 5 mil de multa.

TORNEIO DA ACERN A quarta rodada do torneio da ACERN terá três jogos no dia 17, próximo domingo. Os jogos serão entre Agreste AM x Parnarádio; AVIP x Sindicato dos Árbitros e CBN/Tropical x Inter TV Cabugi. O local ainda não definido. SEMIFINAIS Acontece hoje à noite no campo da Aspofern as semifinais do Campeonato de Futebol Society da Polícia Federal. O primeiro jogo marcado para às 19h15 será entre Tribunal de Justiça x Polícia Militar, enquanto que às 21h, CAERN e Receita Federal decidem a segunda vaga. A competição é patrocinada pela Constel e Caio Fernandes.

MEGA-SENA Conseguir um ingresso para a Copa do Mundo é mais ou menos concorrer a Mega-Sena. Primeiro você se inscreve para concorrer e depois vai para o sorteio de 200 mil ingressos entre quatro milhões de torcedores. Se já está difícil arranjar um bilhete, imagina como será para conseguir um voo e uma diária em hotel.

TREINADORES De acordo com o Data Trindade, seis clubes já definiram o treinador para 2014. O Globo fechou com Higor César; o Palmeira com o experiente Carlos Gutemberg; o Potiguar de Mossoró terá o rodado Arnaldo Lira (foto); o ASSU irá apostar em Neto Matias; o Coríntians no carioca Luiz Paulo Barbosa, enquanto o Baraúnas anunciou Edson Leivinha.

ELEIÇÃO MOVIMENTADA A eleição presidencial do América promete ser a mais movimentada dos últimos anos. Depois de Alex Padang lançar Eliel Tavares como seu candidato, outros nomes apareceram, entre eles Marco Meira Pires, Gustavo Carvalho e agora Willimam Oliveira. Dos quatro candidatos, quem tem mais chance de assumir o clube é Gustavo.


16 O Jornal de HOJE

Esporte

Natal, 13 de novembro de 2013

Passe Livre

Destaque do time, Borges quer comemorar título em Salvador

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br Divulgação

CONFIRMAR

Vasco e Fluminense

O TÍTULO CRUZEIRO

PODE COMEMORAR O

TRICAMPEONATO HOJE EM O Cruzeiro busca hoje a confirmação matemática do título brasileiro. Terra do carnaval, Salvador pode ser palco da festa oficial da Raposa, já que o jogo será diante do Vitória, às 21h50 (de Brasília), no estádio Barradão. Uma vitória sobre o time baiano dará o tricampeonato ao Cruzeiro. No entanto, a equipe celeste pode confirmar a conquista mesmo se for derrotada pelo Vitória, desde que o Atlético-PR não vença o Criciúma, em Santa Catarina. Se o Furacão não vencer, o clube celeste será campeão. O elenco mineiro foi recebido com festa em Salvador. Um dos mais festejados na boa terra foi o artilheiro baiano Borges. Os cruzeirenses de Salvador fizeram, inclusive, uma faixa para recepcionar o conterrâneo, com os dizeres “É campeão, meu rei. Sorria, é tri na Bahia”. Os jogadores prometem foco apenas no título. “Na verdade, há toda essa expectativa de con-

SALVADOR

quistar definitivamente o título, mas temos a consciência de que não será fácil. A gente respeita a equipe do Vitória. Vivemos um bom momento e esperamos fazer uma grande partida e conquistar o tricampeonato”, observou o volante Henrique, que substituirá Nilton, poupado, nesta quarta-feira. Enquanto o Cruzeiro busca confirmar o título, o Vitória tenta atingir o G4. Há seis jogos sem derrotas, a equipe comandada por Ney Franco inicia a rodada na sexta colocação, a dois pontos do Botafogo, o quarto colocado. O treinador não confirmou oficialmente a equipe que começa jogando, mas o mais provável é que a única mudança em relação ao time que goleou a Ponte Preta por 3 a 0, domingo, em Campinas, seja a volta do lateral-esquerdo Juan, liberado de suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Escudero foi poupado do treino, mas não deverá ser problema.

SÃO PAULO E FLAMENGO AINDA

SONHAM COM LIBERTADORES Apesar das chances serem remotas, São Paulo e Flamengo duelam hoje pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro acreditando que ainda podem chegar entre os quatro primeiros colocado até o final da competição e garantir uma vaga para a Copa Libertadores da América. O vencedor desta noite manterá o sonho vivo, já o que sair derrotado ainda não correrá risco de rebaixamento, mas não deverá fugir muito do meio da tabela. O

embate está marcado para às 21h50 (de Brasília), no Estádio Novelli Júnior, em Itu. O São Paulo perdeu o direito de atuar no Estádio do Morumbi, devido a punição imposta pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por conta de uma confusão generalizada entre os torcedores e policiais militares, durante o clássico contra o arquirrival Corinthians. A grande novidade no time paulista será a entrada de Luis Fabiano no lugar

de Aloisio, o atacanter será poupado para se recuperar de uma mialgia no músculo adutor da coxa esquerda. Flamengo terá força máxima. Essa é uma das primeiras vezes que o técnico Jayme de Almeida tem a oportunidade de escalar o time que considera o ideal, já que não tem ninguém suspenso. O único desfalque certo é o goleiro Felipe, mas este não deve mais atuar no Brasileirão, por conta de uma contusão.

34ª RODADA 19h30 Grêmio x Vasco da Gama Goiás x Ponte Preta 21h Criciúma x Atlético Botafogo x Portuguesa 21h50 São Paulo x Flamengo Vitória x Cruzeiro Coritiba x Corinthian

> SELEÇÃO

Brasil treina nos EUA para amistoso A Seleção Brasileira treinou pela primeira vez em território norte-americano visando o amistoso contra Honduras, no próximo sábado. Por motivos distintos, Robinho e Thiago Silva foram os desfalques na atividade de ontem, realizada no complexo da Universidade Internacional da Flórida (FIU). De volta após dois anos, o atacante do Milan teve problemas para tirar o visto e se apresenta apenas no final desta noite. Já o zagueiro do PSG vem de lesão na coxa esquerda e foi poupado do treino. A tendência é que Felipão o utilize apenas contra o Chile, na próxima terça. Enquanto isso, o lateral direito Maicon apenas correu em torno do gramado e não participou do treino tático promovido pelo treinador. Ao longo de meia hora, os jogadores foram divididos em três equipes e realizaram atividade de dois toques em campo reduzido. Depois, o jogador da Roma ganhou a companhia de Hulk, Hernanes e Paulinho, jogadores que atuaram no domingo. Já Neymar e Daniel Alves, que também entraram em campo no final de semana, realizaram alongamento.

Quarta-feira

Na escala popular e midiática, o clássico Vasco x Fluminense é o terceiro ou o quarto em importância oficial na história do futebol carioca. O grande, o maior é aquele que junta multidões, Vasco x Flamengo, dos tempos do Maracanã da geral, dos crioulos desdentados, dos duelos de craques em todos os setores do campo. A genialidade de Nelson Rodrigues e a sua capacidade de materializar o fantasmagórico impuseram o Fla x Flu como o maior. Até pela sonoridade. Vasco x Flamengo sempre foi mais emocionante, basta observar a biografia ou a estatística das decisões. A guerra é tensa desde os tempos do Expresso da Vitória cruzmaltino, com Ademir Queixada e Jair, passando pelo tricampeonato do Flamengo (1953/54/56) com Dequinha, Rubens e Pavão, o SuperSuper vascaíno de Bellini, Roberto Pinto, Almir, Pinga e François Silvestre moleque torcedor, futuro poeta e escritor, nas serras potiguares de Martins. >>>>>> Vasco x Flamengo perdeu em força pela má fase vascaína na década de 1960 e retomou sua energia nos anos 1970, nascimento de Zico no Flamengo, Roberto Dinamite no Vasco, no tempo seguinte, de Geovani e Romário de faixa cruzada do Almirante e Bebeto e Renato Gaúcho no rubro-negro e até o ano 2000, último do Vasco na condição de time grande. Fluminense e Vasco também construíram uma história emocional. O tricolor da aristocracia e o Vasco dos negros e operários. O Fluminense que impediu a primeira tentativa de tricampeonato do adversário ao tomar-lhe seu astro Ademir Menezes por apenas um ano. Ademir voltou ao Vasco para continuar suas glórias. O Vasco perdia decisões para o Fluminense tanto quanto Lula tentava a Presidência da República e perdia até 2002. Nas minhas memórias, Rivelino era, ao mesmo tempo, herói e assassino. Admirava sua quase perfeição. Seus dribles que humilhavam o marcador sem intenção, mas pelo instinto desorientador. >>>>>> Todo menino, por mais que esconda, quando amadurecido pelo tempo, reconhece que sonhava com o ídolo inimigo vestindo sua camisa. Queria, no Vasco, Rivelino e Zico formando um quadrado com Zé Mário e Zanata no meio-campo. O Fluminense venceu em 1976. Voltou a decidir contra o Vasco em 1980, formando um dos seus característicos timinhos de jogadores baratos misturados a juvenis promissores e a veteranos querendo recomeçar. Morava no Recife. No pequeno apartamento da Rua dos Navegantes, Boa Viagem, assisti, aflito e sem forças, ao lado do meu pai, ele sem desistir, os jovens Edevaldo, Edinho, Mário Marques com a camisa 10, Gilberto, Zezé na ponta-esquerda e um estupendo e malandro Cláudio Adão conquistando o título diante de um Vasco experiente. O Vasco de Mazarópi, Orlando Lelé, Marco Antônio, Carlos Alberto Pintinho, Paulo César Caju, Guina, Roberto Dinamite e Wilsinho, tremeu diante da patota tricolor. Mazarópi, goleiro eficiente e discreto, falhou no gol de falta de Edinho. >>>>>> Vasco e Fluminense voltaram a se enfrentar em 1984 e até hoje dói a injustiça. Edu, irmão de Zico, montara um time baseado em baixinhos habilidosos, ao seu estilo, arrasador e ofensivo, leve, ofensivo, sem medo. Eram anões em torno de Roberto Dinamite, o Branco de Neve. Pires, Geovani, Arthurzinho, Mauricinho, o ex-tricolor Mário fizeram campanha irretocável. O Fluminense, tricampeão carioca, sinônimo de força e pragmatismo. Talento, em Delei, estilista meia-armador. No ataque, a dupla Washington e Assis, o paraguaio Romerito circulando pelo campo inteiro. Uma defesa intransponível, com Ricardo Pinto, Aldo, Duílio, Ricardo Gomes e Branco. É triste quando a retranca vence a alegria. Foi assim no Brasileirão de 1984, quando Parreira, bem a seus modos medrosos, "amarrou" o Vasco. >>>>>> O Vasco daria o troco em 1988. Ganhou um turno, de virada. Injetou personalidade e vergonha na própria cara. A roda da fortuna girou pros rumos de São Januário. O Vasco chegou ao bicampeonato usando o Flu de trampolim para matar o Flamengo. Depois, o Vasco foi tricampeão carioca e, em 1994, com dois gols do tosco e desengonçado Jardel, conquistou sua primeira vitória sobre o Fluminense em finalíssima. Venceu outra vez em 2003, com direito a show do meia Léo Lima, passe de letra para gol do cabeça oca Souza, talento de artilheiro desperdiçado para a própria idiotice. Vasco e Fluminense, que chegaram a levar mais de 130 mil pessoas, por 100 ou 300 vezes ao Maracanã que morreu para dar lugar a uma casa de shows, estão a ponto de voltar para a Série B por onde passaram em corredor polonês de humilhação. O Fluminense não tem comando. Quem decide até sobre o liquidificador da concentração é o patrocinador. O Vasco, que não existe, na palidez de um Roberto Dinamite obscuro e passivo cartola, caricatura de ídolo, responsável pelo fracaso progressivo de uma instituição amada Norte e Sul, Norte e Sul desse Brasil. A Série B seria justa. Tanto para o Fluminense quanto para o Vasco. Que do passado, nem as camisas respeitaram. RODADA DE TERROR ABC e América se irmanaram em seus fracassos na última rodada. O ABC desfigurado, apático e sem apetite ofensivo algum contra o Figueirense, atraiu a derrota. O América, no Nazarenão, começou no ritmo de uma Ferrari e terminou cedendo o empate como um velho Fusca com motor avariado. RODADAS AGONIZANTES O América vai buscar pontos fora de casa. Não volta mais a Goianinha. Tem três pontos longe da Zona de Rebaixamento. É pescar mais dois ou três. É arriscar com Régis e Cascata juntos. Quando se tem dois habilidosos, não se abre mão.

Enquanto isso, o restante do grupo trabalhou finalizações e cruzamentos. O Brasil enfrenta Honduras às 22h30 (de Brasília) deste sábado,

no Sun Life Stadium, em Miami. Na próxima terça-feira, a Seleção fecha o ano contra o Chile, em Toronto, no Canadá.

Felipão prepara equipe para jogo contra Honduras

ASA O jogo contra o ASA será difícil, mas o ABC tem a chance de ouro de acabar com o mais injustificável tabu de seus 98 anos de fundação. Com todo respeito aos

alagoanos, o ABC tem tradição e não pode tremer diante deles. ARBITRAGEM Mesmo perdendo nas suas limitações, o ABC abra do olho. Paysandu e Atlético (GO), estão bem vivos. HÁ 39 ANOS Clássico pela fase final do Campeonato Potiguar de 1974. América 1x0 ABC, gol de pênalti de Mário Braga. Público de 20.676 pagantes no Estádio Castelão (Machadão). TIMES América: Otávio; Ivã Silva, Scala, Mário Braga e Cosme (Sousa); Djalma, Garcia e Washington; Jangada, Hélcio Jacaré (Bagadão) e Reinaldo. ABC: Floriano; Sabará; Edson, Robertão e Roberto; Danilo Menezes, Zé Roberto e Alberi; Libânio, Jorge Demolidor e Soares (Morais).

13112013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you