Issuu on Google+

Quinta-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

12 DE DEZEMBRO DE 2013 w Nº 4.811

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

Reprodução

> ATRASO DO TRE BENEFICIA DEFESA

MANDATO DE ROSALBA CIARLINI ESTÁ NAS MÃOS DA MINISTRA LAURITA VAZ ADVOGADOS

DA GOVERNADORA ENTRARAM COM PEDIDO DE LIMINAR EM

ANTES MESMO DA PUBLICAÇÃO DO ACÓRDÃO DO

BRASÍLIA

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL POLÍTICA 3

Heracles Dantas

> APÓS CONDENAÇÃO NO TRE

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE

OAB colocará em pauta o impeachment de Rosalba

Valério Mesquita José de Anchieta Cavalcanti Berilo de Castro

POLÍTICA 5

Janguiê Diniz Raimundo Nonato Nunes Flávio Rezende

> REVISÃO BIOMÉTRICA

OPINIÃO - Página 2

Eleitores têm até sábado para recadastrar dados Movimento é intenso no Fórum Eleitoral de Natal, com filas dobrando quarteirões na manhã de hoje. E quem perder o prazo terá o título cancelado, mas ainda

poderá regularizar a situação até o dia 5 de maio de 2014. De acordo com o TRE, mais de 80% dos eleitores natalenses já cumpriram a obrigação. CIDADE 6 José Aldenir

> “SEM SEGURANÇA”

PMs do interior também param as viaturas sem condições de uso Movimento iniciado semana passada em Natal e Parnamirim já atinge as cidades de Mossoró, Caicó e Currais Novos. CIDADE 10

> TEMPORADA 2014

América perde a briga pela permanência do meia Régis Destaque da Série B deste ano não renovou com o time potiguar. Destino deve ser o InterRS, Flamengo ou Cruzeiro. ESPORTE 15

Túlio Lemos

Preocupação foi relatada ao MPE ontem. Pescadores não querem que rochas sejam instaladas na área onde embarcações ficam guardadas. CIDADE 8

Marcos A. de Sá

Danilo Sá

Daniela Freire

Vicente Serejo

TACIANA CHIQUETTI - INTERINA

Página 3

w Sherloquinho afirma que mi- w Superintendente do Banco nistra que decidirá futuro da Ro- do Brasil, Sérgio Luiz de sa é muito amiga de Agripino. Oliveira, é cidadão potiguar.

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,35 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,43 R$ 2,35

Euro x real R$ 3,23 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 10%

Página 11

Página 7

E-MAIL REDAÇÃO:

Página 12

w Corrida contra o tempo: Ro- w Vereadora convoca opinião salba e Robinson duelam nos pública para refletir sobre Mebastidores à espera de acórdão. sa Diretora da CMN.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

Página 13

w O preço de governar sem oposição num estilo coronelista que vem desde a sua posse.

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

VALÉRIO MESQUITA, escritor (mesquita.valerio@gmail.com)

Humor esperto 01) Em Angicos, a padaria do velho Jorge abastecia, além da cidade, vilas e povoados dos arredores. A boa qualidade dos produtos justificava a procura. O panificador era exigente para com seus funcionários, porém o que o fazia conhecido era a marca de ser "pão duro". Não ia nem ao balcão. Certa vez, um rapaz procurou emprego e trazia boas referências. "Seu Jorge", disse o moço , "em se tratando de massa, eu faço tudo". O experiente proprietário doutrinou: "Meu teste aqui é o seguinte: enquanto você estiver trabalhando vai ter que assobiar uma música que eu gosto muito. Chamase "Tico-tico no fubá"". Segundo as más línguas, o velho exigia isso, para que o operário não comesse uma bolacha, sequer. Pode? 02) Um curandeiro famoso da grande Natal, montando seu consultório, reservou um dia da semana para consultas gratuitas seguidas de curas para males diversos. Num dia quente de verão, atendia muita gente buscando cura e, entre a multidão estava alguém com um problema chamado lábio leporino. Ao seu lado, postava-se um rapaz, apoiado numa muleta, cuja perna esquerda era mais curta que a direita. O "pai de santo", no meio de uma grande movimentação, chamou os dois e prelecionou: "Vocês querem ficar curados? Passem para o outro lado dessa cortina". Os pacientes obedeceram. Depois de muito blá, blá, blá, o "paim" gritou: "Aleijado! Você acredita em mim?". "Sim senhor!", respondeu. "Jogue por cima da cortina as malditas muletas!". As muletas foram arremessadas e uma grande salva de palmas ecoou no recinto. "Fanho", gritou o mestre para o seu auxiliar. "Mostre que ele está curado! Fale alguma coisa...". O fanho

Artigo

Opinião

Natal, 12 de dezembro de 2013

Artigo

BERILO DE CASTRO, médico (berilodecastro@hotmail.com.br)

O mutirão cirúrgico

gritou: "O aleijado lascou-se no chão!!" 03) De Boa Saúde chega-me notícia de dona Alzineide que montou um bar do tipo "Pega bêbado". O comércio ia de vento em popa, apesar do estoque limitado. Quando as poucas garrafas de cachaça secavam, a proprietária colocava à disposição dos clientes, a famosa "perua". A perua era um composto de duas porções d'água e uma de álcool. Certa vez, um cliente tomou um gole a mais e ensaiou uma sessão de vômitos. Dona Alzineide orientava: "Meta o dedo na goela, Joca! Bota pra fora!". Joca respondia com dificuldade: "Não. Esfregue minhas costas! Eu paguei pra "chamada" ficar aqui dentro". 04) O "barbeiro", causador da doença de chagas, já foi notícia na imprensa tal qual hoje é o mosquito da dengue. Os guardas da então endemia rural ou os homens de combate a malária, recebiam até um pró-labore pela maior captura do inseto. Na cidade de Mossoró, a figura folclórica de Sátiro Ferreira observava o vai-e-vem dos guardas. Sátiro foi até ao carro dos agentes e pontuou: "Eu sei de uma casa que têm barbeiros. Ainda ontem eu vi dois lá". Os guardas se apressaram. "Vamos lá meu amigo", falou um deles, todo equipado para a batalha domiciliar. Sátiro entrou no jeep do DNRU e seguiram rumo ao centro. À cerca de três quilômetros de distância chegaram perto do mercado e Sátiro Ferreira ordenou: "Pare aí". Ao descer do veículo o velho orientou: "Olhem, vocês dobrem na próxima esquina e, tá lá uma casa azul. Os barbeiros são: Zé Lucas e Chico Pires". Na verdade o esperto Sátiro queria era uma boa carona até o centro. Os funcionários da saúde ficaram p. da vida.

JOSÉ DE ANCHIETA CAVALCANTI, advogado e membro da regional Natal da Seicho-No-Ie (joselito@supercabo.com.br)

Educação prática da Seicho-No-Ie orienta atitude mental dos estudantes durante exame vestibular O momento de alguém submeter-se a um exame de ordem intelectual, com o objetivo de alcançar vagas em cursos de nível superior é, realmente, de muita importância para todos os candidatos que assim procedem, exigindo de cada um uma preparação psicológica devidamente adequada para esse momento. Nos casos dos alunos não conseguirem manifestar sua verdadeira capacidade no momento da prova, é porque na verdade ficam tensos e não se lembram, muitas vezes, nem das matérias das quais possuem bom conhecimento, ficando às vezes atrapalhados cometendo erros injustificáveis. Daí, a necessidade premente de desenvolverem em suas mentes o mais importante que é a tranquilidade mental. Todos possuem plena consciência disso e é por essa razão que pais e mestres estão sempre a aconselhar: "Tenham calma e façam uma excelente prova". Mas será que essa afirmação de encorajamento funciona na realidade? Se os próprios pais estiverem com a fisionomia triste,quando do momento do encorajamento, os filhos observando as expressões dos pais, ficarão ainda mais tensos. Como fazer então para se tornarem calmos na hora da prova, podendo assim mostrar o máximo de suas capacidades? Afirma a Seicho-No-Ie, baseada em princípios de mentalismo positivo que o processo mais fácil a ser aplicado é o da chamada "Filosofia da Gratidão". Realmente, em nossa vida corriqueira, quase que desconhecemos a importância da gratidão nos vários atos praticados nos relacionamentos humanos. A Seicho-No-Ie chega a afirmar categoricamente não haver nada mais poderoso do que a força da gratidão. O professor Keiyo Kanuma em sua obra "Educação do Filho de Deus" nos sugere um método realmente valioso para ser aplicado no momento da realização das provas cujo teor é o seguinte "O importante é fazer uma meditação de cerca

Artigo

Quinta-feira

de três a quatro minutos, logo após receber a folha de questões e antes de começar a resolvê-las, fechar os olhos e respirar profundamente por alguns instantes. Ao normalizar a respiração, a mente se acalmará como que por encanto." Cita ainda a Seicho-No-Ie os métodos de Karl Menninger e o método do dr.Hans Selye que se relaciona com o estresse. O método de Menininger sugere que seja feita a seguinte afirmação: "Ó âmago do meu cérebro que rege a minha memória, desperte plenamente e cumpra de modo perfeito a sua função. Manifeste o seu poder e ative a memória. (...) Agradeço-lhe por ativar plenamente as suas funções e manifestar toda sua capacidade. Muito obrigado, muito obrigado". E nos diz ainda o professor Kanuma "Em seguida, agradeça aos professores da escola para a qual estão prestando o vestibular: "Professores que elaboraram a prova, professores que vão corrigir a prova e professores que estão nos inspecionando, muito obrigado. Agradecemos-lhes por estarem trabalhando tanto para que possamos ingressar nesta escola. Muito obrigado. Agradeça também à sala em que está fazendo a prova, à carteira, a cadeira, às folhas de papel, ao lápis, enfim, a tudo que se encontra à sua volta. Talvez você pense que perderá bastante tempo fazendo isso, mas, agindo assim não ficará tenso, todas as suas faculdades mentais funcionarão de modo pleno e conseguirá manifestar toda a sua capacidade. Quem colocar em prática esse método, sem duvidar, com certeza receberá muitos benefícios." Aí estão expostos métodos que, de acordo com a "Filosofia que Gera Milagres"da Seicho-N o-Ie, poderão através do" Muito obrigado" que traduz o sentimento de gratidão à todas as coisas, despertar em suas mentes as boas condições psicológicas que poderão levá-los a obter excelentes resultados nos exames vestibulares através do harmônico sentimento de gratidão.

Século XXI. Ano de 2014, mês de junho, Copa do Mundo de Futebol, o maior evento esportivo do planeta. Natal, cidade premiada como sede. Aproveitando o acontecimento de repercussão mundial, o pesquisador e neurocientista Miguel Nicolelis, mostrará ao mundo o resultado de um estudo que pretende integrar o cérebro humano com a máquina (neuroprótese), com o objetivo de reabilitar pacientes que sofrem de paralisia corporal. Em outras palavras: fazer o paciente paraplégico se locomover, deixar para sempre a dependência da sua cadeira de rodas. Faltando menos de um ano para a abertura dos eventos e, na contramão do progresso científico das ciências médicas, somos apresentados e envolvidos pelos gestores da rede pública de saúde do Estado, a uma operação "inovadora, inteligente e revolucionária"( para eles),- o Mutirão Cirúrgico. O que vem a ser realmente essa "grande e revolucionária descoberta"? É muito simples de explicar: deixa-se acumular um número mágico e inexplicável de pacientes, em sofrimento crescente, aguardando o chamado para serem submetidos a cirurgias. Situação somente vista em países de quinto mundo( e olhe lá!). Os escolhidos e "sorteados" são os doentes portadores de uropatias obstrutivas ( os prostáticos), os de cataratas e os ortopédicos( os fraturados), que ficam aguardando pacientemente o momento de serem atendidos pelo" salvador da pátria " : o mutirão cirúrgico. Todos ficam a mercê de uma longa e perversa espera, sujeitos a complicações severas, que com certeza virão. Os mais sacrificados (a maioria) são

Artigo

aqueles portadores de fraturas, que necessitam de intervenções cirúrgicas imediatas. São pacientes de "risco"e em grande número necessitam de internação hospitalar. Assim sendo, são colocados em condições de penúria, em corredores dos hospitais, sem uma assistência especializada efetiva e humana, não sabendo sequer o dia em que serão submetidos às cirurgias. Diante desse quadro triste e desumano, desperta e acende a ideia nos gestores da rede pública de saúde do Estado para o mutirão cirúrgico. As filas são grandes, muitos desistem. Outros, quando chegam a sua vez, já não reúnem mais condições clínicas de saúde para suportarem o ato cirúrgico. Refletindo e levantando algumas questões médicas, pergunta-se: quais seriam as consequências diretas e mediatas da longa e maldita espera? E o que fazer para evitá-las? Aqueles com problemas visuais (catarata e glaucoma) chegam a atingir limites irreversíveis, com perda total da visão; aqueles portadores de problemas prostáticos podem chegar à perda total das funções renais, terminando em terapia renal substitutivo (TRS): hemodiálise e/ou transplante. Já os pacientes ortopédicos, a maioria com fraturas, são obrigados a ficarem imobilizados,retidos em leitos hospitalares, às vezes em macas duras, distribuídos em corredores (quando muito!); no Hospital Deoclécio Marques, em Parnamirim, os pacientes se amontoam; aguardam e dormem em desconfortáveis cadeiras e no chão forrado com papelões, sem receber medicação, nem visita médica, correndo sérios riscos de adquirirem seqüelas importantes e até mesmo de amputações des-

FLÁVIO REZENDE, escritor, jornalista e ativista social em Natal/RN (escritorflaviorezende@gmail.com)

necessárias pela longa espera. Do ponto de vista social e humano, percebe-se claramente a irracionalidade da operação declarada. Infelizmente, assim sendo, todos esses pacientes passam a ser fortes candidatos à incurabilidade, sendo transferidos para os estágios finais de suas doenças, multiplicando de forma galopante e geométrica os gastos com a saúde do Estado e da União, com um financiamento altíssimo para mantê-los vivos, porém inativos para o resto da vida. O segundo questionamento: o que fazer então para evitar tão arcaica e perversa conduta? A resposta é muito simples: usar o bom senso, trabalhar uma gestão voltada para o racional e humano; priorizar a medicina preventiva (boa e barata); agir de forma rápida e eficiente nos casos de acidentados com fraturas, com marcação em tempo hábil para as cirurgias; valorizar a assistência ambulatorial aos pacientes prostáticos, com marcação de cirurgias eletivas (pré-marcadas/agendadas). Aos portadores de problemas visuais, dar atenção especial para o glaucoma, que tratado de forma simples, regular e contínua com a aplicação de colírios, jamais levará à perda total da visão; no entanto, são remédios doados pelo poder público, que não podem de forma alguma sofrer descontinuidade. Quanto à catarata, a questão é muito mais simples hoje em dia, graças ao avanço de novas e modernas técnicas cirúrgicas e ao emprego de lentes superavançadas. Fazer é uma questão de querer. É só querer e fazer e, para isso, tem que existir a vontade de fazer. Vamos acreditar e fazer o melhor! Que seja assim por toda a vida...

JANGUIÊ DINIZ, mestre e doutor em Direito (janguie@sereducacional.com)

Economia e educação Duas entrevistas recentes publicadas no jornal Folha de São Paulo despertaram a minha atenção. Josué Gomes da Silva, filho do ex-presidente José de Alencar e presidente da Coteminas, frisou, em entrevista no dia 25/11/2013, que faltam ao governo Dilma Rousseff previsibilidade e transparência na economia. Nilson Teixeira, economistachefe do banco Credit Suisse, em 01/12/2013, afirmou que investimento em educação precisa ser prioridade. Concordo com as referidas afirmações dos autores destacados. A presidente Dilma Rousseff optou, no início do seu governo, por desenvolver o capitalismo de Estado. Com isto, todas as ações voltadas para o desenvolvimento econômico, inclusive no âmbito da infraestrutura, precisaram, necessariamente, passar pelo crivo de variados ministérios. Tal decisão acarretou desconfiança dos empresários, já que a liberdade de agir, sob a observação do estado, é característica da atividade empresarial. Mas, o governo Dilma escolheu a ação e não apenas a observação. Além disto, desde o início do governo Dilma, críticas ao desempenho do Banco Central foram feitas por empresá-

Artigo

rios, economistas e jornalistas especializados em economia. As críticas versavam sobre a independência do Banco Central para tomar atitudes que tivessem como objetivo a busca pelo desempenho econômico pujante do país. A desconfiança, que sempre existiu por parte do setor produtivo, foi quanto à falta de transparência na relação entre governo e presidência do Banco Central. A ausência da transparência possibilitava desconfiança no que concerne ao futuro da economia brasileira. A atividade empresarial requer riscos. Entretanto, eles podem estar atrelados a níveis de previsibilidade. Neste sentido, empresários desejam saber claramente se a opção do governo é o controle da inflação, a parceria público-privada na execução de obras públicas e qual será o nível dos gastos públicos num estágio de reduzido crescimento econômico. Quando os governos sinalizam quais são os seus objetivos, empresários descobrem por qual caminho trilhar. Reconheço, que desde o início do segundo semestre, a presidenta Dilma Rousseff dá sinais claros e positivos ao setor produtivo brasileiro. Ela fez a opção de con-

trolar a inflação. A prova disto é de que não mais existem cerimonias para o aumento de juros, caso seja necessário. As concessões de estradas e aeroportos para a iniciativa privada têm apresentado sucesso, inclusive, trazendo lucro para a União, como foi o caso da concessão do aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Portanto, parece-me que o Brasil viverá uma nova etapa em 2014. Por outro lado, não devemos esquecer dos investimentos em educação. O Pronatec foi criado. O Bolsa Família ampliado. Ambos representam incentivos para a qualificação dos brasileiros. Entretanto, o Brasil precisa de mais. É necessário pensar a formação de uma concertacion entre prefeitos, governadores e presidente da República para que, juntos com a iniciativa privada, o Brasil conquiste melhores índices educacionais em relação a outros países. Debater a economia é necessário. Mas, antes deste debate ou atrelado a ele, observo que devemos discutir a educação. Pois sem profissionais qualificados, o desempenho da economia brasileira não será inclusivo. Será apenas para alguns.

RAIMUNDO NONATO NUNES, professor universitário e sindicalizado/ADURN-SN

Pegaram o rato? Roedores, como bem diz o nome, são umas espécies de animais, cuja característica é abordar o alimento ou um objeto qualquer, provocando na superfície do material, mesmo em se tratando de uma estrutura resistente, causa-lhes lacerações. Esse procedimento, não é rápido, passam dias, em que, dependendo da estrutura a desgastar, o tempo será menor ou maior. De forma que, dado a maneira de como ele ataca a peça, denominam-se redores. O roedor mais conhecido por nós é o rato doméstico, possivelmente é o primeiro animal de quem ouvimos falar, através de nossas mães, citados, ainda nas canções de ninar. Esse animal, dependendo da forma como ele é abordado no texto, pode tornar-se personagem contraditório, ora elogiado, ora contestado, escorraçado, ora enaltecido. No jogo de futebol, por exemplo: quando o jogador, durante o jogo, toma a bola do antagonista, aquele que efetuou a recuperação da bola, é conhecido como rato, nesse caso, recebe elogios do treinador e dos companheiros. Entretanto, quando furtivamente viola os pertences de alguma pessoa, recebe também, o nome de rato, mas, neste caso, com sentimento de repulsa. O rato é um animal sagaz, esperto, furtivo, desconfiado, enquanto adulto, só encontrando par, ou melhor, um animal que se aproxime de sua matreirice, o felino doméstico, "o gato", ou então, uma eficiente ratoeira, ou mesmo, um violento veneno. Sendo uma criatura de tamanha capacidade de enganar, consegue sobreviver nas mais diferentes condições de adversidades. Na política brasileira, eis que emerge, no seio sindical, um fenômeno militante chamado, Luiz Inácio Judas da Silva. Esse político, astutamente, não sendo possuidor de formação instrutiva formal, quer dizer: não tendo frequentado a escola, nem se quer, em nível de Ginásio e Científico, ganhando assim, resistência ao seu nome para eleger-se presidente da República. Dado a este estigma,buscou legitimidade junto a categoria docente que, generosa-

mente, o acolheu dando-lhe credibilidade perante a sociedade, combatendo o preconceito a ele impetrado, levando em consideração que, o conhecimento conseguido informalmente não pode ser desprezado, pois, a experiência vivenciada gera também, conhecimento. O tempo passa, e esse metalúrgico, por ter participado de manifestações contra o autoritarismo da ditadura, mesmo atropelando o vernáculo, mas, por ser falante e gozar de nossa simpatia conquistou nossa liderança. Pairava contra ele a pecha de oposição consentida, ardil pensado pelo Gal. Golberi do Couto e Silva. Essa desconfiança ficou mais evidente, quando da doença e morte de sua genitora, dado as concessões que angariava, pois, lhe foi permitido visitar sua mãe no leito de morte, gentileza concedida pelo Del. Romeu Tuma, fato que causou perplexidade aos demais, vez que, tais favores não eram estendidos aos outros prisioneiros. Na eleição em que disputou com Collor, teve o mérito de afastar a possiblidade de Brizola ir para o segundo turno, como a ditadura não desejava essa mudança que, segundo eles seria radical, caso Brizola se elegesse. Tornase um ícone da oposição, ao ponto de suplantar as exigências aos dotes acadêmicos solicitados pelos eleitores "mais qualificados", passou a ser a opção da esquerda para disputar a eleição presidencial. Em sendo taxado de analfabeto, esse político, nos fez passar por muitas dificuldades, quando tentávamos convencer os eleitores da importância e pertinência de sua eleição ao posto de Presidente da República. Sofreu várias derrotas, ao todo, três. Desapontado com esses revezes, resolve partir para o tudo ou nada, para se eleger, celebra um acordo espúrio com seus antigos detratores, quando afirmava no passado: no meu palanque corrupto não sobe, entretanto, quando assumiu o poder, no seu palanque os corruptos eram os seus grandes frequentadores, plena contradição. Assim, alcança seu intento, elege-se, e sendo empossado, vira as cos-

tas para os seus correligionários e se afaga nos braços dos seus ferozes algozes, se indispõe com Frei Beto, Brizola, Luiza Erundina, Pedro Simon, Paulo Pain, pelo fato da sua perseguição implacável aos aposentados e professores universitários. Em contra partida, aliou-se a Wellington Salgado, representante das escolas e Universidades Particulares, José Sarney, Paulo Salin Maluf e Fernando Collor de Mello. Como se não bastasse, foi protagonista em várias ações criminosas, sendo que, por gozar de muita popularidade, os atores coadjuvantes, tentando tirar proveito do prestígio do "ordenador de delitos", resolveram calar a boca, pensando que o falcatrueiro iria conseguir dobrar a justiça, para amenizar suas penas. Felizmente, tal fato não ocorreu, Marcos Valério, que era apenas o carregador de dinheiro, portanto não tinha poder de mando, perdeu a família, bens, prestígio, amigos, o sossego e a liberdade, ao ser condenado a uma pena gigantesca. Nesse momento, resolveu revoltar-se contra tamanha injustiça a ele cometida, percebendo que o pau iria quebrar, somente, nas suas costas, e o "chefe da quadrilha", sairia ileso. Aí, o bicho pegou, e ele buscou o artificio da delação premiada, esclarecendo minuciosamente os caminhos pensados e percorridos pelos criminosos. Ora, se você avaliar a gravidade do crime e sua origem, não se pode conceber a ausência de Luiz Inácio Calabar Lula da Silva, desse processo delituoso, vez que, ele era o ator principal da trama, não como pensador e sim como mandante. O véu caiu, as acusações a ele feitas, são incontestáveis, resta agora, uma investigação minuciosa nos bens do Lulinha, seu filho, no marido de Luriane, seu genro e dele próprio. Sem ser agraciado com um premio lotérico, nem encontrar uma botija, ninguém enriquece do dia para a noite. E cadeia neles, porque, afinal, essa habitação não pode continuar sendo privilégio dos negros e filhos do povo.

Uma alegria relativa toma conta do meu ser Para meu amado pai Fernando Rezende Sou aquele tipo de pessoa que se reclamar de algo na vida, pode afirmar seguramente que estou fazendo isso de "bucho" cheio, como se diz no popular. Com uma constelação de amigos, familiares próximos, esposa e filhos presentes, tenho caminhado pela vida colecionando sorrisos e catalogando amizades, podendo escrever sem medo de errar, que se existe felicidade, venho tendo o êxtase de ser parente dela, diante de tantos momentos mágicos e de experiências benfazejas nesta existência material que passo na presente encarnação. Apesar de estar tendo o gostoso prazer de sentir muitas satisfações interiores e de poder gozar das preciosidades que a vida oferta em generosos momentos desde o meu nascimento, ultimamente, um vácuo assume lugar vez por outra e, a alegria passa por relativização, principalmente quando gostaria de potencializá-la, ao querer compartilhá-la com um dos seres mais importantes: meu amado pai. Ele despediu- se da vestimenta corpórea há pouco tempo e, desde então, todas as maravilhosas notícias que gostaria de dizer-lhe quase sempre em primeira mão, experimentam a desagradável sensação de sua não audição, me deixando um pouco triste, pois, ao dar uma importante entrevista, passar numa seleção de mestrado ou receber uma importância financeira que pudesse realizar algum projeto material, teria nele a interlocução agradável, a partilha saudável, a divisão do prazer adequada. Meu pai era muito mais que um simples pai, era amigo, era conselheiro, era psicólogo, ouvinte e, vibrava com cada conquista, com cada passo que fui dando como escritor, jornalista e ativista social. Meu amado pai Fernando Rezende era um porto seguro, uma segurança, uma verdadeira bem aventurança para meu ser. Não sou dado à depressão, só tristezas ligeiras, que vem e passam, mas elas estão dizendo sim às vezes, principalmente nos fins de tarde, quando invariavelmente ligava para dizer algo de bom ou que o amava. Sempre começava com uma brincadeira, fazia imitações, ele sorria de lá e eu de cá, juntos confessávamos coisas e, não era incomum terminar um dizendo que era igual ao outro. Não sei se agora digo se somos ou que fomos parecidos em doenças, casamentos, gostos, passagens pessoais na vida, enfim, papai gostava de repetir que éramos uma cópia fiel um do outro e eu feliz, aceitava a sina de bom grado, pois sempre o amei profundamente e o admirei apaixonadamente. Continuo tendo muitas coisas para lhe dizer meu querido pai. O tenho feito no silêncio. Apesar de ter crenças espíritas, sou meio fraco nestas certezas e, nas minhas dúvidas existenciais, não sei ao certo se o senhor me ouve de fato. Na dúvida continuarei compartilhando minhas vitórias e pedindo auxílio nas minhas vacilações. Na dúvida continuarei revelando meu amor por ti papai e, torcendo para que não se apresses em voltar, pois quero um dia lhe abraçar ai, nas nuvens, neste lugar que dizem ser bom, neste paraíso que dizem existir, pois pelo que aqui fizeste, sei que numa boa morada deves estar. Ilumina meus passos querido pai, para que possa ter crédito suficiente para em teus braços me afundar quando um dia por ai chegar. Inspira minhas decisões amantíssimo PAI, para que meus débitos terrenos não me afastem de sua área divina, torcendo eu para que trilhando a estrada dos seus ensinamentos, possa pavimentar a rota de estar em sua presença, quando a hora adequada chegar. Pretendo levar na bagagem uma tonelada de bondades, quilos e quilos de boas ações, para que no abrir das malas em sua doce presença, possas presenciar o quanto fui fiel ao que me ensinou e, na comunhão do pai e do filho, o espírito santo possa reinar, absoluto, nos amalgamando em divina e maravilhosa unidade de amor filial. Papai passe um cotonetezinho angelical em seu ouvido e ouça que seu apaixonado filho está repetindo diariamente feito mantra, te amo, te amo, te amo...

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITORA DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 3

Defesa de Rosalba chega em Brasília antes da publicação do TRE em Natal ATRASO NO ACÓRDÃO BENEFICIOU DEFESA E MINISTRA LAURITA VAZ DECIDIRÁ FUTURO DA GOVERNADORA ROSALBA CIARLINI Fotos: Divulgação

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) determinou que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) tem que ser afastada imediatamente do cargo por ser ficha suja e estar "inelegível" e que o vice-governador, Robinson Faria (PSD), precisa ser empossado automaticamente no cargo pela Assembleia Legislativa. No entanto, dois dias depois da decisão, nada mudou na chefia do Poder Executivo. Consequência do atraso da Corte eleitoral em publicar o acórdão da sentença. E se o atraso prejudicou o cumprimento da decisão e, para Robinson, representa um dia a menos no comando do Rio Grande do Norte, para a defesa da governadora a lentidão no cumprimento é só positividade. Afinal, permitiu que o advogado da governadora, Felipe Cortez, estudasse bem o caso, elaborasse uma peça recursal baseado numa decisão "inesperada" e viajasse para Brasília, para recorrer ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Além disso, deu tempo também para a governadora contratar mais um defensor, o ex-ministro do TSE Fernando Neves, que em 2004 participou da criação da lei da Ficha Limpa. Junto a ele, Felipe Cortez e o irmão, o também advogado Thiago Cortez ingressaram com um mandado de segurança com o objetivo de evitar o cumprimento da decisão, ou seja, o afastamento de Rosalba e a posse de Robinson Faria. O mandado de segurança foi protocolado no final da manhã e distribuído para a ministra Laurita Vaz.

Laurita Vaz pode julgar mandado de segurança antes da publicação do acórdão, suspendendo a decisão De qualquer forma, já representa uma "mudança de planos" da defesa, baseada justamente nessa demora na publicação do acórdão. Afinal, na manhã de quarta-feira, acreditando que a decisão seria publicada na edição desta quinta, Felipe Cortez afirmava que só depois da publicação iria ingressar com o recurso na máxima corte eleitoral. O argumento do mandado de segurança é que a decisão foi "teratológica", ou seja, foi uma decisão "absurda, que contraria a lógica, o bom senso e a até mesmo - em cer-

tos casos - a moralidade". A análise, porém, contraria aquilo que afirmou na edição desta quarta-feira o doutor em Direito Eleitoral, Erick Pereira. Segundo ele, a determinação do afastamento é possível com a Lei da Ficha Limpa e, além disso, atende um clamor social que é o fato de não se admitir mais "fichas sujas" no poder. "Quanto a esse tema da 'ficha suja', do agente político ser afastado independente de ter participado do pleito, eu já tinha dado entrevista ao Jornal de Hoje afirmando que

era uma hipótese possível e que os tribunais iam começar a fazer essa interpretação. Nós tivemos dois tribunais no país que já mantiveram essa interpretação e, agora, o tribunal do RN", relembrou Pereira. CUMPRIMENTO PREJUDICADO E se a demora beneficiou a defesa, que pôde fazer tudo isso sem necessitar da publicação do acórdão, o cumprimento da decisão em si fica totalmente comprometida. Afinal, segundo o Tribunal Regio-

nal Eleitoral, só após a publicação do acórdão é que o presidente da Corte, o desembargador Amilcar Maia poderá enviar ofício para a Assembleia Legislativa do RN comunicando o afastamento e determinando que o Legislativo dê posse ao vice-governador. Consequentemente, o Estado ficou durante toda a quarta-feira e, provavelmente, deve permanecer assim também durante o dia de hoje, sem governador "de fato". Afinal, apesar de Rosalba ainda ter o "direito" de assinar como chefe do Exe-

cutivo, desmarcou todos os compromissos oficiais que tinha e, apenas, despachou de "casa", ou melhor, da residência oficial do Governo, em Natal. Dessa forma, continua sem cumprimento o que decidiu, por 5 votos a 1, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) sobre o destino da governadora, baseado no trânsito em julgado da sentença (por perda de prazo recursal) e, consequentemente, no afastamento da gestora por consequencia da condição de inelegibilidade dela.

Amizade entre Amilcar Maia e Rosalba atrasa acórdão Há um bom motivo para o Tribunal Regional Eleitoral não ter publicado, até o fechamento desta edição do JH, o acórdão da decisão que afastou a governadora Rosalba Ciarlini: a amizade entre ela e o presidente da Corte, o desembargador Amilcar Maia. Pelo menos, foi isso que publicou o jornalista Lauro Jardim, da Radar On-line de Veja, na tarde desta quarta-feira. "O TRE do Rio Grande do Norte decidiu ontem cassar o mandato da governadora Rosalba Ciarlini, uma aficionada por voar no avião oficial do estado. E notificou a Assembleia Legislativa a empossar imediatamente o vice-governador Robinson Faria. Beleza", introduziu o colunista, para depois afirmar: "Mas como o presidente do TRE, Amilcar Maia, amigão de

Rosalba, deu um jeito de não publicar a decisão no Diário Oficial, a governadora voadora continua no cargo como se nada tivesse acontecido". A expressão "voadora" faz referência ao motivo da condenação sofrida por Rosalba Ciarlini: a utilização do avião oficial do Estado para viajar por diversas vezes para Mossoró com o objetivo, apenas, de participar da campanha da candidata apoiada por ela na cidade, a prefeita também afastada Cláudia Regina. A proximidade de Rosalba Ciarlini e Amilcar Maia, realmente, é considerável. Tanto que a governadora participou da posse do magistrado, desembargador do Tribunal de Justiça, na presidência do TRE já este ano. A "amizade" também

teria sido comprovada pelo fato de ainda não haver registro de nenhum voto de Amilcar Maia em desfavor a Rosalba Ciarlini. No julgamento que decretou a inelegibilidade e o afastamento dela, inclusive, Amilcar, como presidente, não votou. EXPLICAÇÃO Diante da repercussão da "demora" do Tribunal em publicar o acórdão, a assessoria de comunicação da Corte já se pronunciou. Explicou que a matéria já está pronta, contudo, como os votos dos juízes foram apresentados de maneira oral e não escrita, precisaram ser digitados e, depois, corrigidos e aprovados pelos respectivos magistrados. E como a sessão de terçafeira, que determinou o afastamento, foi muito extensa, o trabalho

Divulgação

Amilcar Maia, presidente do TRE é citado pela revista Veja como “amigão” de Rosalba Ciarlini

não pode ser concluído no mesmo dia, para ser publicado na edição de quarta do Diário de Justiça Eletrônico - TRE/RN. Na noite de quarta-feira, a expectativa era que esse trabalho fosse concluído, mas isso também não

aconteceu. A edição de quinta-feira foi disponibilizada às 19h de quarta no site do Tribunal, mas sem a publicação do acórdão. Consequentemente, segundo a assessoria de comunicação do TRE, mesmo o acórdão já estando pron-

to, sem a publicação dele no Diário de Justiça, não começaram a contar os prazos recursais, assim como também não pode, o presidente da Corte, enviar ofício para o presidente da Assembleia, informando da decisão. (CM)

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com SOLIDARIEDADE O deputado estadual Kelps Lima, disse ontem no Jornal Verdade, da RedeTV RN, que os políticos que prestaram solidariedade a governadora Rosalba Ciarlini, deveriam prestar solidariedade ao povo do RN. Está certíssimo. AMIGÃO O jornalista da revista Veja, Lauro Jardim, falou sobre o não cumprimento da decisão do TRE: "O TRE do Rio Grande do Norte decidiu ontem cassar o mandato da governadora Rosalba Ciarlini, uma aficionada por voar no avião oficial do estado. E notificou a Assembleia Legislativa a empossar imediatamente o vice-governador Robinson Faria. Beleza. Mas como o presidente do TRE, Amilcar Maia, amigão de Rosalba, deu um jeito de não publicar a decisão no Diário Oficial, a governadora voadora continua no cargo como se nada tivesse acontecido". LENTIDÃO O TRE tratou o afastamento de

Rosalba com peso bem diferente do que trata os prefeitos do interior. Com os pequenos, a comunicação é feita imediatamente e o substituto toma posse quase no mesmo instante da votação. Com Rosalba, a presidência do TRE não comunicou o fato à Assembleia e passou 48 horas para publicar um acórdão. ESTRATÉGIA Não deve ser verdade que é deliberada a lentidão do TRE para não executar o que foi decidido por maioria absoluta de seus integrantes. Uma fonte governista gargalhava hoje dizendo: "Já ta tudo certo; o acórdão só vai ser publicado quando a liminar de Brasília tiver sido resolvida". Se for verdade, é muito feio para o Tribunal do RN. PEQUENO O presidente do TRE, Amílcar Maia, responde diretamente pela suspeita de participação de uma engenharia que evite o cumprimento da decisão. O TRE já foi

O PÉ QUENTE DE JAJÁ

chamado de 'sarampo', que só atingia os pequenos; agora, fica microscópico para atender a interesses políticos. O fato é que a defesa de Rosalba entrou com recurso no TSE, em Brasília antes do TRE do RN publicar o acórdão. Amilcar fez bem certinho sua parte; merece agradecimentos de Rosalba por isso.

AMIZADE Sherloquinho afirma que a ministra Laurita Vaz, que vai decidir o futuro da Rosa é muito amiga do senador José Agripino. Nesse caso, a liminar em favor de Rosalba torna-se mais fácil de ser obtida.

do contratado pela governadora Rosalba Ciarlini para tentar manter seu mandato, cobra cerca de R$ 2 milhões para uma causa como esta. Afinal, está em jogo um mandato de governador de Estado, por isso o preço é mais elevado. Resta saber de onde virá o dinheiro.

VALOR Segundo Sherloquinho, o advoga-

IMPEACHMENT Ganha corpo a tese do impeach-

ment da governadora Rosalba Ciarlini. Afinal, há um fato determinado com condenação em segunda instância e trânsito em julgado, sem necessidade de investigação. Será que a Assembleia vai abdicar de suas prerrogativas? Será que os deputados vão silenciar em ano pré-eleitoral para ficar ao lado de uma governadora condenada por improbidade, ficha suja?


Política

Natal, 12 de dezembro de 2013

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Um olhar sobre Minas (Belo Horizonte) – Líder da oposição no estado, o PT lança candidatura de consenso ao Palácio das Mangabeiras. Fernando Pimentel apresentou-se e consolidou-se como representante do partido na disputa contra o PSDB. O tucanato está há quase 12 anos no poder regional. Ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Pimentel - queridíssimo de Dilma Rousseff, mas nem tanto de Lula da Silva – foi prefeito de Belo Horizonte. nnn No PSDB, dos cinco pretendentes a governador, permanecem dois na batalha interna. Identificação: 1. Pimenta da Veiga, talvez o mais próximo de Aécio Neves, senhor da decisão. Ex-prefeito da capital e cinco mandatos de deputado Federal, Veiga comandou o Ministério das Comunicações (gestão Fernando Henrique Cardoso) e presidiu a executiva nacional do PSDB. 2. Dirigente da seção mineira da social-democracia, Marcus Pestana, postulante de aparente fôlego, tem apoios consideráveis na base partidária. Começou como vereador em Juiz de Fora, passou pela Assembleia Legislativa e, agora, está na Câmara Federal. Sua experiência no Executivo: secretário de Estado da Saúde. nnn O PMDB, terceiro maior partido das Gerais, tenta projeto majoritário próprio. Clésio Andrade, senador-presidente da Confederação Nacional do Transporte, articula seu nome em confuso cenário de divisão. O comando regional do peemedebismo tende, entretanto, a aceitar a vicegovernança na chapa de Fernando Pimentel. nnn Pós-escrito: No estado, cresce a probabilidade do palanque duplo PSDB-PSB para a campanha presidencial. Aécio Neves e Eduardo Campos conversam em clima favorável ao entendimento. Convidado a concorrer à sucessão do reeleito Antonio Anastasia (PSDB), o socialista Márcio Lacerda, no segundo mandato na prefeitura belo-horizontina, foi peremptório ao responder "não". Veja só: Lacerda é do partido de Campos e aliado de Neves. (WG). Divulgação

Quinta-feira

Vereadores criticam decisão do TJ sobre licitação dos transportes SEGUNDO FERNANDO LUCENA, O Pleno do Tribunal de Justiça concedeu a medida cautelar postulada na Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADIN), pelo procurador geral de Justiça, Rinaldo Reis, para suspender a eficácia do art. 21, XIII, da Lei Orgânica do Município de Natal, ratificando a liminar já deferida pelo desembargador relator Amaury Moura Sobrinho, e descartando a necessidade do edital de licitação dos transportes ser aprovada pela Câmara Municipal de Natal (CMN). A decisão, no entanto, não deixou os vereadores satisfeitos. "É uma falta de respeito do Tribunal de Justiça e do Ministério Público à Câmara Municipal de Natal", afirmou o vereador Fernando Lucena, do PT. Diante da reclamação, por sinal, o líder do prefeito na Casa, o vereador Júlio Protásio, afirmou que a Prefeitura iria sim enviar o projeto da Lei dos Transportes para a Câmara. "Houve um erro de interpretação. Não será necessária a chancela, mas o projeto será enviado", explicou Júlio Protásio. O artigo 21 da LOM dispõe sobre a exigência de aprovação pelo Poder Legislativo, de ato de concessão ou permissão de serviço público, inclusive de transporte coletivo e de cemitério particular. Tal fato, no entender do procurador-geral de justiça, exorbita as atribuições de competência exclusiva do chefe do Poder Executivo, o que caracteriza violação à harmonia e independência entre os poderes garantidos pelas Constituições Estadual e Federal. Rinaldo Reis sustentou, no caso, a existência do perigo da demora,

FOI UM DESRESPEITO DO

TRIBUNAL

E DO

MP Arquivo

Fernando Lucena reclamou da decisão do Tribunal de Justiça: “TJ e MP desrespeitaram à Câmara com essa decisão” haja vista que tem se tornado cada vez mais difícil a deflagração do certame licitatório do sistema urbano de transporte público do Município, privando o cidadão da prestação de um serviço público de qualidade, sendo obstáculo, inclusive, para o devido cumprimento de sentença condenatória proferida em face do Município nesse sentido. Tal sentença determina que o Município de Natal promova a devida licitação quando se verificar o termo do prazo de prorrogação das permissões de transporte coletivos concedidas a fim de regularizar, em definitivo, os contratos de transporte coletivo municipal.

A Câmara Municipal do Natal rechaçou a inconstitucionalidade alegada, com base na sua função de fiscalizar e controlar qualquer ato do Poder Executivo, inerente ao sistema de freios e contrapesos, ressaltando, ainda, a ausência dos requisitos para concessão da liminar postulada. Pediu pela improcedência da ação. O relator, desembargador Amaury Moura, esclareceu que o pedido cautelar foi analisado e deferido anteriormente, tendo em vista a iminência de envio do projeto de licitação das concessões de transporte público pelo prefeito de Natal à Câmara Municipal, o que demonstra a sua urgência.

Ou seja, ele observou que já foi elaborado o projeto de Lei nº 95/2013 e encaminhado à Câmara de Vereadores do Município de Natal, submetendo ao crivo do Legislativo Municipal o ato de concessão do transporte coletivo urbano. "Assim sendo, por ser inerente à função administrativa, exercida pelo Poder Executivo, em sua função típica, não se pode conceder que o ato de concessão venha a ser revisto pelo Poder Legislativo, que o aprove através de lei, porquanto caberia apenas ao Poder Judiciário a sua análise quanto à legalidade lato sensu", decidiu o desembargador Amaury Moura.

> DA FECAM E FEMURN

Câmara Municipais ganham Diário Oficial

HUMOR DO PODER Relacionamento Executivo-Legislativo. Dilma Rousseff troca de interlocutor preferencial no Parlamento. É notória a mudança de parceiro da chefe do governo. nnn Renan Calheiros (foto), senador-presidente do Congresso Nacional, reduziu o amplo espaço outrora ocupado por Henrique Eduardo Alves, deputado-presidente da Câmara. É UM ESCÂNDALO Contabilidade extraoficial mostra o exagero de custos. Entre a eleição de 2002 e a de 2012, os gastos com as campanhas passaram de R$ 800 milhões para R$ 5 bilhões. nnn São despesas que ultrapassam o teto do aceitável.

LEITURA DINÂMICA t Nesta noite, o senador José Agripino, presidente nacional do DEM, será o astro do programa de seu partido em rede nacional de tevê (20h30 às 20h40). t Domingo, Dias Toffoli, próximo presidente do TSE, representa a Corte como observador do turno final da eleição para presidente do Chile. t Biógrafos potiguares exageram no benquerer às pessoas retratadas. Omitem o que possa contrariar parentes e amigos dos biografados. t Mais uma do governo da República Surrealista dos Trópicos. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, afirma que a obrigatoriedade de itens de segurança nos carros "impacta a inflação". Temeroso do risco eleitoral

no ABC Paulista, palco de montadoras que ameaçam demitir operários, o Palácio do Planalto adia a exigência para 2016. t Encerra-se terça-feira (17) o prazo para votação do Orçamento da União. t Segunda que vem, no Recife, o PPS anuncia o apoio a Eduardo Campos (PSB), desafiante da senhora Rousseff na corrida ao Planalto. t O vice-presidente da República, Michel Temer, é, a cada missão cumprida, mais cúmplice da presidente Dilma Rousseff no trabalho para embaraçar as articulações paulistas de Aécio Neves. t Para refletir: "Profetizar o futuro não é difícil, mas é perigoso" (Ozias Thon, escritor ucraniano).

O presidente em exercício da FECAM/RN (Federação das Câmaras do Rio Grande do Norte), vereador Albert Dickson, e o presidente da FEMURN - Federação dos Municípios do RN, Benes Leocádio, assinam, na próxima segunda-feira (16), às 10 horas, na Câmara Municipal de Natal, convênio que, na prática, oficializa a criação do Diá-

rio Oficial das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte. A partir da assinatura do convênio, as Câmaras Municipais poderão utilizar, gratuitamente, todos os dias, o sistema do Diário Oficial que é administrado pela FEMURN e foi cedido, sem ônus, para a FECAM/RN. A utilização do Diário é obrigatória para dar transparência

e oficializar atos das Câmaras Municipais. O projeto somente foi possível graças ao gesto do presidente da FEMURN, Benes Leocádio.

"Queremos agradecer a parceria do presidente da FEMURN, Benes Leocádio, que possibilitou a realização deste convênio", destacou Albert.


Política

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 5

OAB analisa possibilidade de pedir o Impeachment de Rosalba Ciarlini SEGUNDO PRESIDENTE DA OAB, A PARTIR DO MOMENTO QUE INELEGIBILIDADE FOR CONCRETIZADA, SE TEM A IMPROBIDADE Fotos: Arquivo

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Sérgio Freire, reúne na tarde desta quinta-feira os membros da seccional da entidade no Rio Grande do Norte, para discutir a pauta da OAB. Diante da importância da condenação da governadora Rosalba Ciarlini (DEM) na sessão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) da terça-feira passada, por intempestividade de recurso no processo em que ela foi acusada de abuso do avião do Estado nas eleições municipais, a Ordem definirá hoje a data de uma nova reunião, na próxima semana, para discutir eventuais manifestações da entidade quanto à condenação, inclusive pedido de afastamento da governadora. Segundo o presidente da Ordem Sérgio Freire, caberá ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) se manifestar acerca da aplicação ou não da tese que prosperou no TRE, que aplicou a Lei da Ficha Limpa tão logo Rosalba foi considerada inelegível. "A inelegibilidade da governadora, pelo conhecimento que temos, já está concretizada, tendo em vista a intempestividade do recurso. Com essa decretação da inelegibilidade, vai depender agora do que o TSE definir, se dará extensão ou não. Por exemplo, se ela conseguir liminar para voltar à administração saber se essa vai se estender à inelegibilidade ou não", disse. Segundo Freire, o TRE se utilizou do argumento da Lei da Ficha Limpa para, diante da inelegibilidade declarada, cassar o diploma da governadora e afastá-la do cargo, além de mandar a Assembleia empossar o vice-governador Robinson Faria (PSD). "É uma tese nova, que dará muito debate ainda, mas é uma tese fundamentada. Se ela vai prevalecer ou não, aí vai caber ou não discussão no TSE".

está enquadrada na lei da ficha limpa". Segundo Sérgio Freire, não se pode considerar ainda que houve trânsito em julgado, porque judicialmente ainda está sendo discutido. "A defesa não diz que o prazo de recursos deveria ser diferenciado porque existiam dois advogados, tinha um escritório e os advogados não eram os mesmos?". De acordo com o dirigente da OAB, se ao recurso ao TSE for

dado efeito suspensivo, portanto, a questão da improbidade se achará suspensa. Caso não seja dado, se caracterizará improbidade administrativa. "Por isso não se entrou no mérito, de se chegou a se praticar ou não o crime de improbidade. Já se deu de imediato a intempestividade, tornando a governadora inelegível, com voto de emergência que considerou a Ficha Limpa, por ter direitos políticos cassados".

MARCCO: “Existe improbidade Além de afastada do cargo, governadora Rosalba Ciarlini pode sofrer com processo de impeachment proposto por OAB CONSEQUÊNCIAS Segundo o presidente da OAB, a partir do momento que o ato de inelegibilidade for concretizado, se tem crime de improbidade. "Então vejo que, diante desse aspecto, medidas deverão ser tomadas em razão dessa improbidade", afirma. "Improbidade leva a crime de corrupção. Acho que outros desdobramentos deverão ser adotados". Entre os desdobramentos, Sérgio Freire aponta pedido de afastamento pela concretização da improbidade. "O fórum seria o Tribunal de Justiça e o adequado seria o Ministério Público, o que, lógico, não descarta que a própria Assembleia, administrativamente, instale o processo", observa. O presidente da Ordem considera, ainda, que a OAB também poderá ser chamada à discussão. "Pode ser também que OAB, diante do quadro, se manifeste", diz. "Eu terei reunião na próxima semana para discutir o assunto com a Comissão de Direito Eleitoral e

Sérgio Freire estuda possibilidade de entrar com denúncia contra governadora com a Comissão de Direito Constitucional. Vamos discutir esse assunto. Se cabe, e se, realmente, a OAB ingressa". Sérgio explica, entretanto, que ainda cabe recurso da decisão do TRE, tanto que os advogados da

governadora estão em Brasília, para tentar reverter inelegibilidade e consequentemente a condenação e o afastamento da governadora. "Se o recurso for aceito com efeito suspensivo, haverá dúvida se cometeu crime. Para inelegibilidade, ela

administrativa, desvio ético e corrupção” O coordenador do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO) no Rio Grande do Norte, Carlos José, disse que a entidade já discutiu a condenação da governadora pelo TRE e está produzindo um documento, a ser encaminhado ao Ministério Público, com o pedido de responsabilização de Rosalba Ciarlini por improbidade administrativa. "Existe improbidade administrativa patente, bem patente. Há um desvio de conduta. Está caracterizado desvio de conduta. Essa questão técnico-jurídica, para o MARCCO, é o um entendimento que é o menor. Claro que tem que obedecer aos trâmites legais, tem que acompanhar tudo que a atividade processual permite. Mas a gente entende que uma ação de improbidade administrativa é cabível. E se alguém não tiver dado

entrada, o próprio Ministério Público deve ter ingressado com esse tipo de ação, se não, o MARCCO vai pedir que o Ministério Público ingresse com a ação, porque está caracterizado improbidade administrativa", diz Carlos José. Segundo o coordenador do MARCCO no Rio Grande do Norte, caberá ao procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis Lima, tomar uma posição em relação à matéria. "O MARCCO vai oficiar ao procurador geral de Justiça, Dr. Rinaldo, que é quem tem competência, no sentido de ingressar com essa ação, se é que ela já não existe. O MARCCO vai acompanhar porque, se tratando de ato de corrupção, o que ficou bem claro pelo próprio processo do TRE, então o Marco vai fazer isso sim, estamos preparando uma peça para solicitar ao procurador", declarou.

Getúlio Rego defende Rosalba e afirma que deputados vão esperar por “milagre” no RN se ela deixar o cargo O problema do Rio Grande do Norte não é Rosalba Ciarlini (DEM). Pelo menos, não para o deputado, líder do governo do Estado na Assembleia, Getúlio Rêgo (DEM). Nesta quarta-feira, no dia seguinte a decisão do Tribunal Regional Eleitoral determinando o afastamento da governadora, Rêgo usou o microfone da Casa Legislativa para responder aos parlamentares oposicionistas e defender a, ainda, chefe do Executivo Estadual. "Ela é uma mulher que já foi prefeita três vezes e senadora, mas não esperava receber o estado em frangalhos como estava. A equipe está lá há três anos se esforçando. Mas se ela sair, vamos estar aqui na tribuna esperando o milagre se operar no Rio Grande do Norte", afirmou o parlamentar governista. O principal alvo dos "contraataques" de Getúlio Rêgo foi o deputado oposicionista Fernando Mineiro, do PT. "Esse é um momento singular na história do Rio Grande do Norte. Nunca antes o Estado viu isso. A prefeita da segunda maior cidade do estado e a gover-

Fotos: Arquivo

Fernando Mineiro cobrou dos deputados um posicionamento sobre Rosalba...

... Então, ouviu de Getúlio Rêgo, líder do Governo, a defesa de Rosalba Ciarlini

nadora cassadas ao mesmo tempo, pela mesma razão: o uso da máquina pública. O que nos dá a dimensão do buraco, do caos e falta de rumo que o estado foi levado dian-

Getúlio Rêgo rebateu usando o partido político de Mineiro, o PT, como "ponto fraco". Questionou ao petista por que ele não se manifestava sobre os correligioná-

te da atual gestão. Terminamos 2013 numa crise sem precedentes. O Estado paralisado por falta de ação política e administrativa", afirmou Mineiro.

rios dele que foram cassados ou a prisão do ex-presidente da sigla, José Genoíno, um dos condenados no processo de Mensalão. Em outro momento, inclusive,

o petista apresentou números que demonstram que o Governo do Estado já remanejou R$ 1,5 bilhão do orçamento este ano e, por isso, requereu ao Tribunal de Contas do Estado (TCE) uma manifestação sobre o assunto. "O governo já ultrapassou os 5% em R$ 98 milhões, o que significa dizer que isso é ilegal. Além de fazer mal feito, fez ilegalmente", destacou Mineiro, ressaltando que "o orçamento que foi executado é outro completamente diferente do que foi aprovado aqui". De Getúlio Rêgo, Mineiro ouviu a manifestação: "(Vossa Excelência está) se aproveitando de um momento de dificuldade que a governadora passa, para ampliar a crise". "Não podemos fazer de conta que nada está acontecendo no RN. Provocarei, cobrarei um posicionamento formal da AL no devido momento, quando terminar as tramitações e os recursos", acrescentou Mineiro, cobrando um posicionamento formal da Assembleia Legislativa sobre a decisão de inelegibilidade e improbidade administrativa de Rosalba Ciarlini. (CM)

“Vivemos grave crise nunca vista na história do RN” A decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) que afastou a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) foi alvo de análise da deputada estadual Márcia Maia, presidente do diretório municipal do PSB. Em entrevista ao Jornal da Cidade, da FM 94, a deputada disse que a decisão "pegou todos de surpresa", mas deve ser respeitada,

pois foi uma decisão de maioria na corte. "É claro que não esperávamos o afastamento da governadora Rosalba Ciarlini, mas foi uma decisão do Tribunal Regional Eleitoral, da maioria daqueles que votaram, e nós temos que respeitar essa decisão, afinal de contas eles analisaram com profundidade a situação",

avaliou a deputada, que assegura sua opinião afirmando que a governadora utilizou recursos públicos para fins eleitorais durante a campanha para a prefeitura de Mossoró, em que Rosalba Ciarlini apoiou a então candidata do DEM à prefeitura da cidade, Cláudia Regina. "Esse crime foi cometido, isso foi avaliado e o TRE não ia tomar uma

decisão se não tivesse embasamento", declarou Márcia Maia. A deputada pessebista disse que o governo Rosalba é omisso em oferecer serviços e políticas públicas que vão ao encontro das necessidades dos cidadãos. "Há três anos que o cidadão não tem acesso aos serviços ofertados pelo governo do Estado, como segurança,

saúde, educação, assistência social, políticas públicas da agricultura, da cultura, do turismo, enfim, em todas as áreas o governo não tem feito a sua parte e a população tem pagado um preço muito alto". Na visão da deputada, "a situação de grave crise em que se encontra o Estado" impressiona mais, no momento, do que a decisão do

Tribunal Regional Eleitoral que afastou a governadora do cargo. "O que me chama mais atenção não é apenas essa situação de afastamento da governadora; o que chama mais atenção a mim é a situação de grave crise que nós estamos vivenciando no Estado, uma crise nunca antes vista na história do RN", ressalta.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 12 de dezembro de 2013

Quinta-feira

Fotos: Heracles Dantas

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

A revisão biométrica do eleitorado de Natal será realizada até este sábado (14). Os retardatários terão até às 18h para comparecer ao Fórum Eleitoral de Natal, localizado na avenida Rui Barbosa, no Tirol. O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte (TRE/RN) alerta aos eleitores que os atendimentos com horários previamente marcados não estão mais disponíveis. O objetivo do Tribunal é dedicar totalmente sua estrutura para as pessoas que não agendaram o atendimento e estão pretendendo a revisão de última hora. A renovação do título com o novo cadastramento biométrico é obrigatória para quem vota em Natal. Portanto, quem não morar mais na cidade deve transferir sua inscrição para o local onde vive atualmente. Para os eleitores que se alistarão pela primeira vez e para aqueles que transferirão seu título para Natal, o prazo não termina agora, mas sim em 7 de maio de 2014. Esse é o prazo estabelecido pela legislação para que o cadastro eleitoral seja fechado antes das Eleições. Quem foi hoje cedo ao Fórum Eleitoral teve que enfrentar uma fila, no mínimo, ingrata. Por volta das 9h, a quantidade de retardatários se estendia até o prédio da Unidade Central de Agentes Terapêuticos (Unicat), dois quarteirões após a sede do Fórum. Embaixo do sol forte, as pessoas confirmaram o que todo mundo já sabe: o brasileiro gosta de deixar tudo para última hora. Felipe Fernandes, 18, era uma das centenas de pessoas que estavam na fila nesta quinta-feira. Ao lado da mãe, que já havia antecipado a sua revisão biométrica, ele confessa que houve "falta de interesse". "Tive preguiça, não vou mentir. A verdade é que eu vou precisar do título para me alistar no Exército. Se não fosse isso, talvez passasse batido", disse. O dançarino Rodrigo Pereira, 26, alegou que o que lhe atrapalhou foi o fato de estar morando fora da cidade. "São tantos shows que faço com a banda de forró que acabei ficando sem tempo. Quando me liguei que estava nos últimos dias, tive que vir correndo", disse, ele que

ÚLTIMA CHAMADA: CADASTRAMENTO BIOMÉTRICO ENCERRA NESTE SÁBADO MAIS DE 80% DOS ELEITORES EM NATAL JÁ CUMPRIRAM COM A OBRIGAÇÃO COM A JUSTIÇA ELEITORAL

Na manhã de hoje, fila se estendia por dois quarteirões após o TRE atualmente está residindo em Caraúbas/RN. O prejuízo para os eleitores que não comparecerem para revisar seus dados decorre do cancelamento automático do título - que ocorrerá no

encerramento do prazo da revisão. Sem o título, a pessoa estará impedida de tirar passaporte, participar de concursos públicos, pedir empréstimos em bancos oficiais e matricular-se em instituição de Ensino Su-

perior. Segundo Rogério Torres, gerente de atendimento no Fórum, as pessoas que tiverem o título cancelado terão até o dia 5 de maio para se regularizar com a Justiça Eleitoral.

"Caso contrário, permanecerá com os direitos cancelados e impedido de exercer o direito de voto nas próximas eleições", explicou. "Infelizmente, se nós não estabelecermos um prazo para essas ativida-

des, ninguém comparece. Até ontem, mais de 430 mil eleitores já compareceram para cadastrar as digitais, foto e assinatura digital, superando nossa expectativa", disse Rogério. A profissional de vendas Pollyana Caoma, 21, sabia que o TRE iniciou a revisão eleitoral no mês de julho. Mesmo assim, também resolveu encarar a obrigação de última hora. "Vi no jornal que era até sábado e tive que vir. Não estava me lembrando. A fila realmente está muito grande, mas até que está fluindo rápido. O porteiro João Maria, 41, classificou essa característica do brasileiro como "desleixo". "A gente trabalha demais e acaba esquecendo, mas na verdade isso é um desleixo nosso. Não dá para negar que o brasileiro deixa tudo para última hora. O jeito é encarar a fila, o sol quente e esperar até ser atendido", disse.

Wellington Rocha

> NOVA PARALISAÇÃO?

Donos de alternativos promovem ato contra "criminalização dos movimentos sociais"

Nivaldo Andrade: “Nossa única arma é boca e as ruas. Não iremos calar”

A decisão do Ministério Público Estadual em cobrar medidas mais severas para punir atos públicos que atrapalhem a mobilidade urbana da cidade não agradou o Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Alternativo (Sitoparn). Na tarde de hoje, por volta das 15h30, a categoria promete realizar uma nova mobilização, convocando entidades sindicais, juventude e movimentos populares para comparecerem ao auditório do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do RN (Sinpol), na avenida

Rio Branco, em Cidade Alta. Segundo membros do Sitoparn, a mobilização será contra a "criminalização dos movimentos sociais", uma vez que eles alegam estar sendo perseguidos pelo Ministério Público. "Não podemos aceitar essa criminalização que o MP quer fazer com a nossa categoria e com os movimentos sociais, em benefício apenas dos empresários. Hoje eles estão nos perseguindo, mas amanhã certamente poderá ser outro grupo. Nossa única arma é boca e as ruas. Não iremos calar", disse

Nivaldo Andrade, presidente do Sitoparn. A categoria argumenta que, ao invés de fiscalizar a execução das leis que garantam um serviço público de transporte eficiente e de qualidade, o órgão passou a recomendar ao poder público "a repressão aos movimentos populares". O Ministério Público abriu Inquérito Civil e Criminal para analisar o caos instalado na cidade na última quarta-feira (4), durante protesto dos permissionários. A categoria foi responsável pela paralisação do

trânsito em quatro vias de grande fluxo em Natal, o que provocou grande congestionamento. Em reunião entre permissionários e Prefeitura no dia do último protesto, ficou acertado um novo encontro para a tarde de ontem para dialogar e agilizar a implantação da bilhetagem única - uma das motivações do protesto -, mas a reunião foi cancelada pelo Executivo. A reportagem questionou sobre como está sendo pensado o ato público de hoje, mas o presidente do Sitoparn alegou que ainda não foi

acertado nada. "Não estamos trabalhando com a possibilidade de interditar ruas. Na verdade, ainda não discutimos nenhuma ação. O que queremos é chamar a atenção do MPE sobre essa 'perseguição'", destacou Nivaldo Pereira. O comandante da Polícia Militar no RN, coronel Francisco Canindé Araújo, informou que a polícia estará atenta à manifestação, de modo a garantir um ato ordeiro e pacífico, sem impedimento do fluxo nas vias públicas.

> CAMPANHA

Grupo mobiliza redes sociais para estimular a doação de sangue José Aldenir

A iniciativa é nobre. Um grupo de jovens utiliza a força das redes sociais para realizar um gesto de solidariedade e de grande valor social: estimular a doação de sangue em todo Rio Grande do Norte. Segundo Auklley Cabral, coordenador do grupo Doe Sangue RN, a ideia surgiu a partir do movimento, nos mesmos moldes, existente na Paraíba. "Entrei em contato com o Doe Sangue PB e decidimos trazer a proposta para o RN, lançando o nosso movimento em 2012. Já o Doe Sangue Brasil é uma campanha que já está na sua terceira edição. Sempre temos como foco épocas festivas como o São João, Carnaval, e com a chegada das festas de fim de ano e as férias, o número de doadores de sangue cai, mas aumenta a necessidade de transfusão", explicou. Para isso, os voluntários do Doe Sangue RN promovem uma atualização diária dos seus espaços nas redes sociais - Site, Face-

Segundo Auklley, no período de Natal necessidade de transfusão aumenta book e Twitter - divulgando pedidos de doações e informações sobre a importância da doação de sangue, além de notícias e dicas sobre o ato de doar sangue. "A recepti-

vidade do público é muito boa. Com o lançamento desta última campanha, no dia 1º de dezembro, o nosso número de seguidores subiu de 1,9 mil para 2,1 mil. A maior parte dos interessados é formada por jovens, mas tem casos como o de uma senhora de 70 anos que viu o nosso trabalho e gostou muito. Costumo dizer que mesmo que não haja o ato concreto de doação de sangue, também é voluntário quem realiza a simples atitude de curtir nossa página, comentar ou compartilhar informações", frisou Auklley. O jovem também explica que apesar do grupo ter surgido em Natal, boa parte dos voluntários é do interior do Estado, que também é um dos focos de atuação do movimento, principalmente nas cidades que possuem hemocentros como Caicó, Currais Novos, Pau dos Ferros e Mossoró. Auklley ainda relatou que um dos próximos projetos é promover

uma campanha de conscientização voltada para a Copa do Mundo 2014, que será realizada em Natal. "Em janeiro vamos nos reunir com este intuito, já que durante a Copa a cidade vai estar cheia de turistas e certamente aumentará a necessidade de um bom estoque de sangue. Segundo dados do Ministério da Saúde, apenas 2% da população é doadora de sangue frequente, quando o ideal para um país como o Brasil seria o índice de 5%. Apesar do avanço da medicina, não criaram um substituto para o sangue". A campanha Doe Sangue Brasil adotou os próximos dias 13 e 14, como o dia 'D' da doação. Durante estes dois dias, a coordenação do grupo pede que a população se mobilize e procure os hemocentros mais próximos para doarem sangue. Quem desejar mais informações sobre o Doe Sangue RN e as ações desenvolvidas pelo grupo pode entrar em contato através do site: www.doesanguern.com.br.


Economia

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 7

Divulgação

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

A parafernália burocrática a que o setor produtivo da sociedade brasileira tem de se submeter para cumprir a legislação tributária, acompanhada das alíquotas excessivas e da enorme variedade de impostos a pagar em diferentes datas do mês e do ano, funcionam como alguns dos principais gargalos a atravancar o esforço desenvolvimentista em nosso país. Em vista disso, a coluna resolveu abrir o seu espaço no dia de hoje para a publicação do artigo abaixo, redigido em boa hora por uma autoridade nesses temas.

Uma estratégia tributária para o desenvolvimento ANTONINHO MARMO TREVISAN PRESIDENTE DA TREVISAN ESCOLA DE NEGÓCIOS E MEMBRO DO CONSELHO SUPERIOR DO MOVIMENTO BRASIL COMPETITIVO (MBC)

A convite do Núcleo de Estudos Fiscais da Fundação Getúlio Vargas de São Paulo e do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), participei como debatedor, em 28 de outubro, do Colóquio Internacional "Tributação e Desenvolvimento na América Latina". As discussões tiveram como base o primoroso estudo intitulado "Não basta arrecadar: A tributação como instrumento do desenvolvimento". Produzido pelo BID, o trabalho escancara uma realidade que precisa ser mudada no Brasil e em todo o Continente. É necessário quebrar o antigo paradigma dos impostos como fontes de dinheiro para pagar as contas dos governos. Tal avanço significa promover a sua transformação em instrumento estratégico para a viabilização das metas do desenvolvimento. Conforme observa o relatório, a América Latina e o Caribe deram grandes passos, nos últimos anos, no sentido de aumentar a arrecadação. Entretanto, são inadiáveis reformas fiscais e tributárias para reduzir a desigualdade de renda, marca persistente nos países da região, conter a evasão, estimular a produtividade, fortalecer os investimentos públicos e preservar os recursos naturais. Num olhar mais focado na realidade brasileira, é inevitável atribuir parcela expressiva do engessamento da economia ao nosso anacrônico sistema tributário, com cerca de 60 impostos e taxas, cobrados por três instâncias governamentais (União, estados e municípios), muito oneroso para a sociedade e os meios de produção, burocrático e contumaz gerador de pendengas judiciais. É notável que, apesar dele, tivéssemos sucesso, nos últimos dez anos, no aumento de renda de contingente populacional expressivo e no resgate social de 22 milhões de pessoas que viviam abaixo da linha da miséria, hoje incluídas nos benefícios do consumo. Mais heroico ainda é o fato de termos enfrentado relativamente bem, na comparação com a granSingraf expõe evolução da qualidade das gráficas do RN na Feira da Indústria n O Sindicato das Indústrias Gráficas do Rio Grande do Norte (Singraf/RN) está presente na I Feira Potiguar da Indústria, promovida pela Fiern, que foi aberta ontem no Centro de Convenções de Natal. n Com um estande de 18 metros quadrados, a entidade de classe apresenta ao público visitante o trabalho das empresas gráficas filiadas, as quais nos últimos

de maioria das nações, a grave crise econômica mundial, ainda não totalmente debelada, pagando aos cofres públicos mais de 36 por cento do PIB nacional. Contudo, chegamos ao limite de nossa criativa e sempre surpreendente brasilidade, uma virtude capaz de mover montanhas e produzir chuvas no deserto. É chegado o momento de mudar a realidade do sistema tributário brasileiro, promovendo a sua reforma. A tarefa deve incluir os princípios relativos aos impostos contidos na Constituição, que, aos 25 anos desde sua promulgação em 5 de outubro de 1988, encontram-se em descompasso com a realidade do Século XXI, uma era de competitividade exacerbada. Conforme recomenda o trabalho realizado pelo BID, não basta arrecadar, pois a tributação deve ser um efetivo instrumento de progresso e de investimentos economicamente viáveis, ecologicamente corretos e socialmente justos. Essa é uma lição de casa essencial para o Brasil, que precisa ser feita acima de quaisquer interesses político-partidários, a começar por uma nova distribuição do bolo tributário de modo mais condizente com as reais atribuições da União, estados e municípios no atendimento à saúde, educação, segurança, moradia, saneamento básico, infraestrutura e custeio da administração. Tal equação não pode seguir desequilibrada e o setor público deve arrecadar exatamente o que precisa para cumprir os seus deveres perante a população. Nem um centavo a mais, nem a menos. Chegando-se à conclusão de que é impossível reduzir a atual carga tributária, que a receita dos impostos, então, seja aplicada de modo mais eficaz quanto aos anseios de estímulo ao empreendedorismo, criação de empregos, distribuição de renda e multiplicação de empresas. Também é necessário simplificar a arrecadação e desburocratizá-la. Com a adoção dessas medidas, reduziríamos a evasão e atenderíamos com mais eficácia ao pressuposto da tributação como ferramenta estratégica de desenvolvimento.

anos, apesar das dificuldades do mercado, não param de investir na qualidade dos serviços oferecidos. n Ontem à noite o presidente do Singraf/RN, Vinicius Costa Lima, recebeu no estande a visita do presidente da Federação das Indústrias, Amaro Sales, acompanhado do vice-governador Robinson Faria. n Entre as gráficas que expõem sua produção na I Feira Potiguar da Indústria estão a RN/Econômico, Top Gráfica, Lucgraf, Unigráfica, Metropolitano Gráfica e Relf Embalagens. Superintendente do Banco do Brasil recebe diploma de Cidadão Norte-rio-grandense n Por proposição do deputado estadual Raimundo Fernandes, a Assembleia Legislativa realizou na manhã de hoje sessão solene para homenagear com o título de Cidadão Honorário do Rio Grande do Norte o superintendente regional do Banco do Brasil, Sér-

gio Luiz Oliveira. Faern promove seminário e outorga medalhas do Mérito Rural Senador Moacyr Duarte n O presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Rio Grande do Norte (Faern), José Álvares Vieira, está distribuindo convites para o seminário "Senar 20 Anos - Plantando Conhecimento e Colhendo Futuro para o Campo", que acontecerá em Natal na próxima segunda-feira, contando com palestra do ex-ministro da Previdência, Roberto Brant, que abordará o tema "Conjuntura Econômica e Política - Análise dos Cenários Prováveis para o Futuro Próximo". n O evento acontecerá no Espaço Guinza, a partir das 19:30 horas, seguido da entrega de medalhas do "Mérito Rural Senador Moacyr Duarte" a personalidades que têm prestado serviços à agricultura e à pecuária potiguar.

Fernando Pinto, diretor da Nelso Willians Advogados Associados no RN, explica planos de crescimento do grupo no Estado

Escritório de advocacia vai investir em demandas no RN PLANO DO GRUPO É PATROCINAR PROCESSOS JUDICIAIS NO ESTADO MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Considerado um dos maiores escritórios de advocacia do país a Nelson Willians Advogados Associados - pretende aportar em Natal, já a partir de janeiro, boa parte de um investimento de aproximadamente R$ 60 milhões previstos para os próximos cinco anos, patrocinando demandas para o segmento empresarial e entidades patronais pelo país. E o foco dessa atuação do escritório, que já patrocina para 32 entidades patronais e grandes empresas no Rio Grande do Norte, é a queda em fase final no Superior Tribunal de Justiça, com efeito repetitivo, da contribuição previdenciária patronal sobre alguns valores pagos pelas empresas aos funcionários afastados há 15 dias por motivos de doença e acidente, sobre 1/3 de férias e sobre o aviso prévio indenizado. Hoje, o sócio diretor da Nelson Willians & Advogados Associados no Rio Grande do Norte, Fernando Pinto, lembrou que essas contribuições indevidas representam até 17% do que o empresário desembolsa mensalmente com a

parte patronal da contribuição previdenciária recolhida sobre a folha de pagamento. "A economia do empregador com o fim dessas verbas indevidas, que são cobradas em virtude de ilegal distorção no sistema de arrecadação do INSS, representa uma diminuição muito considerável nos custos com a folha de pagamento", afirmou. Com o final da discussão sobre a incidência de 20% de contribuição previdenciária sobre cinco verbas trabalhistas no STJ todos os votos já foram proferidos, mas o resultado não foi proclamado. O julgamento foi realizado por meio de recurso repetitivo. Ou seja, uma vez concluído, todos os eventos que vierem depois estarão afetadas à decisão. Segundo Fernando Pinto, muitas empresas já têm decisões que as desobrigam do recolhimento sobre o terço de férias, auxílio-doença e aviso-prévio indenizado. "Estamos prontos para ampliar consideravelmente esse leque no RN, onde já atendemos uma carteira das principais empresas, federações e associações", salientou. Manter a negativa de tributação sobre o terço de férias era a

maior preocupação dos contribuintes. "Trata-se de uma distorção no sistema de arrecadação do INSS que, apesar de já detectada, continua a ser feita, onerando as empresas, explicou o diretor da Nelson Willians no RN. Com 42 escritórios e 1.400 advogados em todo o país, a banca fundada por Nelson Willians chegou faz cinco anos em Natal e já tem hoje 70 advogados vinculados diretamente à empresa. Até o fim do ano que vem, o escritório quer inaugurar uma nova sede dentro de uma política agressiva de expansão no mercado local. Segundo o advogado Fernando Pinto, a presença da banca iniciada há 18 anos, tem planos para dobrar o número de escritórios para 80 nos próximos anos em todo o país. Em janeiro de 2014, aveirão o segundo escritório do estado em Mossoró e em fevereiro em Campina Grande, na Paraíba. "O fundamento dessa expansão no número de escritórios em novas cidades, entre outros fatores, é diminuir o custo de locomoção no custo dos clientes e suprir deficiência no atendimento de matérias tributárias, que é um fator de excelência do escritório", afirmou.

> CUMPRIMENTO DA META 12

TRT do RN está entre tribunais que implantaram Processo Eletrônico Arquivo

Mais de 2/3 dos 24 tribunais trabalhistas já cumpriram a Meta 12 de 2013, que prevê a implantação do Processo Judicial Eletrônico (PJe) em pelo menos 40% das Varas de cada tribunal. Entre eles está o TRT 21 do Rio Grande do Norte. A informação faz parte do último relatório da Coordenação Nacional do PJe-JT, sobre o cumprimento da Meta 12 de 2013, gerado hoje (12/11). Os Tribunais Regionais do Trabalho (TRT's) da 19ª (AL), 20ª Região (SE), 23ª (MT) são os que têm o maior índice de adesão ao PJe-JT: todas as varas do estado já estão integradas ao sistema de informática desenvolvido pelo CNJ em parceria com os tribunais, voltado para a automação do Judiciário. Também já cumpriram a meta os TRTs da 1ª Região (RJ), 2ª Região (SP), 4ª Região (RS), 5ª Região (BA), 6ª Região (PE), 7ª Região (CE), 8ª Região (PA e AP),9ª Região (PR), 10ª Região (DF e TO), 11ª Região (AM e RR), 14ª Região (RO e AC), 16ª Região (MA), 18ª Região (GO), 21ª Região (RN), 22ª Região (PI) e 24ª Região (MS). Entre os tribunais que ainda não atingiram a meta estão os TRTs da 3ª (MG), 12ª (SC), 13ª (PB), 15ª (Campinas-SP), 17ª (ES), mas de acordo com o cronograma de implantação previsto pela Coordenação Nacional do PJe-JT, até

TRT do Rio Grande do Norte já implantou o Processo Judicial Eletrônico dezembro de 2013 todos os Tribunais Regionais do Trabalho cumprirão a meta 12 do CNJ. O melhor índice de cumprimento entre os que ainda não bateram a meta é do TRT da 12 Região (SC), com 77,59% da meta cumprida. Em segundo lugar, aparece o TRT da 3ª Região (MG), seguido e do TRT da 15ª Região (Campinas-SP). A Meta 12 de 2013 foi estabelecida pelos presidentes dos tribunais de todo o País durante o VI Encontro Nacional do Judiciário, realizado em novembro de 2012. Nos próximos dias 18 e 19 de novembro será realizado, em Belém (PA), o VII Encontro Nacional do Poder Judiciário, com o

apoio do Tribunal de Justiça do Estado do Pará, quando serão estabelecidas as metas do Poder Judiciário para 2014 e aprovados os macrodesafios para o período de 2015 a 2020.Os De acordo com o Relatório Justiça em Números 2013, 13% dos processos que ingressaram na Justiça do Trabalho em 2012 foram em formato eletrônico. No TRT18 (GO), no TRT13 (PB) e no TRT9 (PR) o índice de processos eletrônicos entre os que ingressaram em 2012 supera 80%. Também se destacam, segundo o relatório, o TRT12 (SC) e o TRT20 (SE), com índices acima de 24% de processos eletrônicos ajuizados.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de dezembro de 2013

Cidade

Quinta-feira

Fotos: José Aldenir

Prefeitura pretende instalar as pedras do enrocamento na área em que os pescadores utilizam para atracar os barcos

Obras de enrocamento ameaçam atividade pesqueira em Ponta Negra R EVOLTADOS

E INSATISFEITOS COM AS OBRAS DE PROTEÇÃO COSTEIRA , PESCADORES PROMETEM RESISTÊNCIA

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

As obras de enrocamento aderente podem ocasionar o desaparecimento dos pescadores que há anos atuam na praia de Ponta Negra. Segundo os pescadores, se a Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi) instalar as pedras do enrocamento, como pretende, na área que utilizam para atracar os barcos, a pescaria no local, que é uma atividade tradicional, ficará inviabilizada. Os pescadores estão revoltados e prometem resistir caso a Prefeitura de Natal insista em estender o enrocamento até a área onde as embarcações ficam guardadas. O Ministério Público do Rio Grande do Norte cobra que o Município tome providências, de modo a garantir o pleno funcionamento da atividade pesqueira na praia de Ponta Negra. Ontem à noite, o Ministério Público, por intermédio da 45ª Promotoria de Justiça de Defesa do Meio Ambiente, realizou uma audiência pública, no Centro Pastoral da Vila de Ponta Negra, para tratar dos problemas da orla da praia. O objetivo da audiência foi conhecer o detalhamento do projeto de urbanização previsto para a área, uma vez que houve alteração do projeto inicial apresentado pela Prefeitura para os comerciantes locais, além de debater a situação dos pescadores. A Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura informou como pretende ordenar o espaço, já que o projeto não contemplou locais para organização da atividade de locadores de equipamentos de praia. Outro problema considerado grave pela Promotoria do Meio Ambiente, e que será abordado, diz respeito à atividade dos pescadores do local. A Prefeitura de Natal chegou a propor a realização de rampas de acesso para permitir o "estacionamento" dos barcos na parte de cima do enrocamento (próxima à calçada). Segundo o Ministério Público Estadual (MPE), uma vistoria realizada nesta quarta-feira (11), inclusive com registro da chegada das embarcações provenientes do alto mar na área de praia, mostrou que o peso das embarcações dificulta a guarda no local, caso o enrocamento seja executado naquela área como pretende o poder público. Uma embarcação, como as que são utilizadas pelos pescadores locais, costuma ser retirada do mar com ajuda de seis a oito pessoas e a subida de uma rampa, até a calçada, poderá inviabilizar a atividade de pesca na Praia de Ponta Negra. O pescador Luciano Leandro da Silva, 64 anos, trabalha na praia de Ponta Negra desde criança. Da praia, ele criou e ainda cria filhos e netos. Revoltado, Luciano teme o fim da pesca com a obra do enrocamento e acredita que se acabar a pesca na praia de Ponta Negra aumentará o índice de marginalidade. O pescador considera que não há necessidade de a obra de proteção costeira se estender até o local dos barcos, pois a maré alta

não chega com intensidade nessa área. "Toda praia do mundo tem pescador e agora o prefeito quer acabar com os pescadores da praia de Ponta Negra. Disseram que iam fazer uma rampa, mas é mentira. E se fizesse seria impossível subir com um barco por essa rampa. Hoje, são mais de 50 embarcações, cada uma com três pescadores e o prefeito que tirar o pão da boca de, pelo menos, 150 pescadores. Não temos para onde ir. A Barreira do Inferno não autoriza colocarmos a jangada por lá e se não ficarmos aqui não temos para onde ir. Se o prefeito fizer isso vai acabar com o maior cartão postal de Natal, que é a praia de Ponta Negra", destacou o pescador Luciano Leandro, que vai ao mar quase todos os dias. O pescador Manoel Pereira da Silva, de 29 anos, trabalha na praia de Ponta Negra há cinco anos e de lá tira o único sustento para a família, a esposa e dois filhos. Ele conta que está apreensivo pela possibilidade de perder o trabalho, sem falar no prejuízo que terá com todo o investimento que foi feito nas

jangadas. "Não sabemos nem se essas obras vão terminar, mas estão querendo acabar com o nosso ganha pão", disse o pescador Manoel Pereira. ENROCAMENTO Cerca de dois quilômetros de extensão da avenida Erivan França, em Ponta Negra, recebem o enrocamento, aterramento e recuperação da drenagem e esgotamento sanitário. A obra executada é necessária devido aos desmoronamentos em diversos trechos do calçadão da Praia de Ponta Negra. No entanto, o serviço é provisório. Uma empresa será contratada para estudo sobre possível engodamento da praia, para que fique uma distância de 35 metros em maré alta entre o calçadão e o mar. O engenheiro Luis Augusto de Góis, sócio da Construtora Camillo Collier, responsável pelas obras de enrocamento na praia de Ponta Negra, explicou que a obra de enrocamento aderente está com o prazo limitado ao repasse de uma verba do Ministério da Integração Nacional, haja vista que foi necessária adequação do projeto.

"Hoje estamos a mercê desse repasse para concluir a obra. Quando este repasse for feito, num prazo máximo de 20 a 30 dias concluiremos o serviço. Hoje, além da população, a maior penalizada é a empresa. Pegamos essa obra no mês de abril, nos comprometemos em entregar em cinco meses e já estamos entrando no oitavo mês. Estou, há dois meses, mantendo uma equipe, estrutura física, equipamentos e com todos os resultados comprometidos por falta de repasse", afirmou. A finalização da obra de enrocamento, colocação de pedras para evitar o avanço do mar sobre o calçadão, depende agora de liberação de recursos do Ministério da Integração Nacional. É aproximadamente R$ 1 milhão, referentes à contrapartida do Governo Federal. O dinheiro também servirá para a construção de acessos à faixa de areia da praia. O projeto prevê dez escadas e seis rampas. A obra foi iniciada em abril e pelo cronograma inicial as obras deveriam ser entregues em outubro deste ano, mas não foi o que aconteceu. As obras seguem lentamente.

Luciano criou filhos e netos a partir da atividade da pesca e não vê necessidade da obra

CMYK


Cultura

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 9 Arquivo Diário de Natal

Quinta-feira

ANDARILHO DAS ETERNAS MELODIAS

Fachada do Royal Cinema na rua Ulisses Caldas com Vigário Bartolomeu, próximo a prefeitura de Natal; a pedido do proprietário, Tonheca compôs valsa para ser executada nos intervalos das películas

LANÇAMENTO DE CD DE TONHECA DANTAS E CONCERTO DA

FILARMÔNICA DE CARNAÚBA DOS DANTAS DÁ SEQUÊNCIA À SEMANA DE HOMENAGENS AO MÚSICO POTIGUAR

CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

A semana de homenagens ao músico potiguar Tonheca Dantas terá sequência amanhã (13), com o lançamento do CD Tonheca Dantas - O Andarilho das Eternas Melodias, na Escola Doméstica, às 18h30. Na ocasião, a Filarmônica 11 de Dezembro, da cidade de Carnaúba dos Dantas (RN), sob regência do maestro Márcio Dantas de Medeiros, executará números do Maestro dos Sertões, cuja valsa Royal Cinema completou 100 anos neste mês (composta a pedido do dono do cinema de mesmo nome). O evento é promovido pelo Centro Universitário do Rio Grande do Norte (UNI-RN), instituição educacional que também custeia o projeto Compositores Potiguares. A entrada é gratuita. Como biógrafo de Tonheca e um dos envolvidos na organização do evento da sexta-feira, o escritor Cláudio Galvão ressalta o valor das festividades para o resgate da memória de um artista desconhecido para

a grande maioria da população do Estado. "A genialidade nata, o dom que ele tinha para se empenhar nesse determinado tipo de trabalho [compor músicas eruditas em pleno Sertão, no começo do século passado] é impressionante. Tonheca teve uma instrução musical básica, dada pelos irmãos mais velhos e nunca fez um curso formal. Era um autodidata",

diz o autor. Claúdio calcula em uma década o tempo gasto para concluir seu livro A Desfolhar Saudades: uma Biografia de Tonheca Dantas, lançado em 1998. À época, empolgado com a história do filho de Carnaúba dos Dantas, ele procurou prefeituras para vender o livro e proferir palestras em escolas para explicar

quem é o homem que compôs uma valsa difundida pela BBC de Londres e a Rádio Berlim durante a Segunda Guerra Mundial. "Na Berlim, por exemplo, tinha um programa de dez minutos em português, em que eles tocavam música brasileira. Existem testemunhas que afirmam que ouviram Royal Cinema, executada por algum instrumentista no estúdio. São pessoas sem nenhum interesse na divulgação desse tipo de informação". No contato com prefeitos, surgiu a decepção. "Eu procurei a prefeitura de Acari, que é vizinha a Carnaúbas, terra de Tonheca. Ofereci o livro para ser distribuídos nas escolas, onde eu ia fazer palestras sobre o tema. Ficaram de dar resposta, que não veio até hoje [isso foi no final dos anos 1990]". Como nem tudo desmancha no ar no RN, alguns entes públicos mudaram a postura quanto ao incentivo à cultura. "Hoje tanto Acari, como Carnaúba dos Dantas aderiram ao projeto". Com dez livros sobre musica potiguar no currículo, Cláudio Galvão avisa que

o CD Tonheca Dantas - O Andarilho das Eternas Melodias, uma compilação de valsas, dobrados, polcas e maxixe, custará R$20,00 para o público comum. A capa é ilustrada pelo artista plástico Dorian Gray e toda a renda será revertida para o Hospital Infantil Varela Santiago, referência no tratamento de crianças com câncer. "Do ponto de vista social, esse trabalho de divulgar a obra de Tonheca deveria ser abraçada pelo poder público. Crianças e adolescentes poderiam largar ou nunca entrar no vício do crack, por exemplo, se tivessem educação musical com qualidade", conclui Cláudio.

SERVIÇO: EVENTO: lançamento do CD "Tonheca Dantas - o Andarilho das Eternas Melodias" HORÁRIO: 18h30 LOCAL: Escola Doméstica de Natal

CURTAS BÍBLIA NAZISTA Caso inverso de liberdade de expressão, a Baviera, segundo Estado mais populoso da Alemanha e o maior em extensão, tem um problema para liberar a publicação de um livro. Não um livro qualquer, mas Mein Kampf, de Adolf Hitler. Dono dos direitos autorais sobre o pensamento do ditador alemão desde que um juiz os retirou do partido nazista, o ministério de finanças bávaro empreende uma verdadeira cruzada para evitar novas impressões.

BLOG Em meu blog no site de O Jornal de Hoje (www.jornaldehoje.com.br) tem um breve comentário sobre um dos discos emblemáticos na história do flamenco, música que mistura cultura árabe, cigana e judaica na tierra madre do surrealismo. La Leyenda del tiempo, do andaluz Camarón de la Isla, ou simplesmente Camarón, é considerado o Sgt. Peppers do gênero, por sua mistura com jazz e rock progressivo. Lá você encontra o link com o álbum completo e o documentário Tiempo de Leyenda, ambos lançados em uma caixa de luxo comemorativa dos 35º de aniversário da obra-prima do cantor.

BÍBLIA NAZISTA - II É que no dia 31 de dezembro de 2015, Mein Kampf (Minha luta, em português) entrará em domínio público, o que permitirá a qualquer rodar cópias do manifesto lunático. Em 2012, o Instituto de História Contemporânea de Munique conseguiu autorização para imprimi-lo em uma edição comentada, dentro de uma política para evitar que a obra caísse nas mãos de algum grupo neonazista. O governo alemão conseguiu apoio de quase toda Europa e América do Norte. BÍBLIA NAZISTA - III Menos de Inglaterra, onde se vende três mil exemplares por ano, e Estados Unidos, o maior mercado edi-

torial. Escrito em 1924, durante uma estadia na prisão, o livro vendeu mais de dez milhões de cópias só na Alemanha, a partir de sua chegada ao poder, nove anos depois. Era presente de casamento, de crianças ou qualquer data comemorativa. Toda residência tinha que possuir na estante as páginas encadernadas com a base ideológica antissemita e racista do Führer. VINHOS NO VERÃO No próximo sábado (14), a Vinhedos, em sua loja da Prudente de Morais, apresentará sugestões de vinhos para as festas de fim de ano e para o verão. O evento é aberto ao público e será realizado das 11h às 14h. Durante a Mostra, doze edições variadas de espumantes, vinhos brancos e vinhos tintos estarão disponíveis em prova aberta. Famosos vinhos como o Kriter Rose Brut, produzido na França, e o Colomé Torrontés, fabricado na Argentina, poderão ser degustados pelos convidados. Para a ocasião, a Vinhedos também prepara um saboroso Buffet Vinhedos com pratos harmonizados com os vinhos sugeridos durante o evento. PRÉ-NATAL No próximo dia 20, a Pepper´s Hall realiza mais um "Pré-Natal da

Cidade", festa com oito horas de música e cujo primeiro lote de ingressos já está à venda na loja Rutra do Natal Shopping. A casa trará quatro grandes atrações para animar o público. A principal será a do DJ norteamericano Spin Easy, conhecido por suas performances bem-humoradas diante dos pick-ups e um set list baseado no hip hop e na black music. A programação terá ainda o pagode da banda Daquele Jeito, os sucessos de Luan Carvalho e a animação do DJ Jovick. Mais informações: (84) 32362886 ou www.peppershall.com.br. FESTA EM PARNAMIRIM A Prefeitura de Parnamirim preparou uma série de eventos para comemorar as festas natalinas e o aniversário de 55 anos da cidade. A partir de sexta-feira (13), a programação, que dura um mês, apresenta grandes espetáculos culturais, como o "Nas Asas da História", ações sociais como o "Natal das Crianças de Parnamirim" e inauguração de obras. As festividades se encerram com o Reveillon no dia 31, na Praia de Pirangi. Durante o evento também ocorrerá o Tributo ao Vinil, que vai contar com um toca discos, onde as pessoas levarão seus discos em vinil para ouvir e comercializar com outros colecionadores.

NATAL EM CENA Começa hoje (12), o Natal em Cena e os shows do Auto do Natal 2013. Até o próximo dia 21, a capital potiguar viverá o clima natalino com uma série de atrações. Nesta quinta-feira, a partir das 20h, dois espetáculos teatrais com abordagens distintas: uma enfocando a história da nossa cidade e a outra o caráter religioso do Natal. Eles se chamam "Natal: o Milagre da Fé" e "Encruzilhada do Mundo". A programação acontece nos dias 12, 13 e 14 e 19, 20 e 21 de dezembro. A realização é da Prefeitura do Natal por intermédio da Fundação Cultural Capitania das Artes. Outra novidade é que o evento ocorre tanto na Zona Sul (Árvore de Mirassol) quanto na Zona Norte (Ginásio Nélio Dias). A parte cênica do evento inclui ainda o espetáculo de dança "Entre Gestos", do Ballet Municipal Roosevelt Pimenta que será montado nos dias 12 e 13 de dezembro. Além da programação teatral, o Natal em Cena conta ainda com uma programação musical, com shows de artistas nacionais como Roberta Sá, Elba Ramalho, Fagner e Zeca Baleiro, além de atrações locais, como a banda Catita Choro e Gafieira, Jerimum Jazz, Bossa Jazz Street Band, Sexteto Potiguar, Antônio de Pádua e O r q u e s t r a Sinfônica. Detalhes da programação você encontra no site www. natal e m n a tal2013.com.br.


10 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de dezembro de 2013

Cidade

Quinta-feira

Fotos: Cedidas

Roda de viatura se desprendeu do veículo durante policiamento pelas ruas da cidade, denuncia PMs

PMs aumentam denúncias de viaturas sem condições de uso e movimento atinge interior RELATOS

DE EQUIPAMENTOS DANIFICADOS SÃO CADA VEZ MAIORES NO

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

O movimento "Segurança com Segurança", iniciado há uma semana pelas entidades representativas dos praças da Polícia Militar do Rio Grande do Norte em Natal e Parnamirim, está se espalhando pelos municípios do Estado e já é realizado também em Mossoró, Caicó e Currais Novos. Ontem, militares que faziam policiamento ostensivo na zona Norte foram surpreendidos pelo desprendimento da roda dianteira de uma viatura da Força Tática do 4º Batalhão. "Felizmente, como o veículo estava passando devagar em policiamento, foi só o susto. Mas, se os quatro policiais estivessem em uma perseguição, em alta velocidade, teria acontecido uma tragé-

dia. Isso é só uma amostra de como estão as viaturas da Polícia Militar hoje. Há veículos novos sim, mas também há muitos velhos ou com irregularidades que podem colocar a vida dos policiais e da própria população em risco, sem contar que estão em desacordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB)", explicou o presidente da Associação dos Subtenentes e Sargentos Policiais Militares e Bombeiros do Estado (ASSPMBM/RN), Eliabe Marques. Em Mossoró, os policiais também enfrentam problemas graves, como veículos com pneus carecas ou buchudos (provocados pelas constantes acelerações e frenagens), sem estepes, extintor, placas, faróis, documentação atrasada e outras situações, conforme o presidente da Associação dos Praças Militares de Mossoró e Re-

gião Oeste (Apram), Tony Nascimento. Ele disse ainda que desde terça-feira passada, apenas três viaturas estão circulando. "A adesão foi completa nos dois batalhões do município e há muitos policiais fazendo o patrulhamento a pé, por falta de viaturas em ordem. Para se ter uma ideia, todas as motocicletas da Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam) estão paradas, assim como a do Grupo Tático Operacional (GTO) e da Força Tática. Mas, como não estamos em greve, continuamos fazendo nosso trabalho, de uma forma ou de outra, para não prejudicar ainda mais a população que precisa de proteção", explicou Tony. Ele disse que os comandantes dos dois batalhões entenderam e compreenderam a posição e as reivindicações dos praças e não os

RN

obrigaram a sair em policiamento nos veículos reclamados pela tropa. Além disso, ele afirmou também que há cidades sem viaturas e com apenas um policial para patrulhar todo o município, a pé, como é o caso de Felipe Guerra e Severiano Melo. "Só para dizer que tem polícia. Sem condições totais", disse Tony. No caso ocorrido ontem na zona Norte, no conjunto Cidade Praia, a roda dianteira da caminhonete da Força Tática do 4º BPM se soltou do veículo, fazendo com que a viatura tombasse em frente à Igreja de São José Operário. "Vejam o estado das viaturas em que o governo quer que os policiais militares arrisquem suas vidas e atendam à população", desabafou um militar, que não quis se identificar por temer represálias.

Policiais de Caicó e Currais Novos também se mobilizam Além de Natal e Parnamirim, onde começou o movimento "Segurança com Segurança" na última quinta-feira, e Mossoró, que entrou na terça-feira passada, os municípios de Caicó e Currais Novos, no Seridó, também atenderam ao chamado das entidades representativas dos praças e aderiram à ação. Em ambas, a situação das viaturas é a mesma encontrada nas demais cidades. Conforme a Associação dos Praças da Polícia e Bombeiros Militares do Seridó (APBMS), em Caicó, pelo menos cinco viaturas de Rádio Patrulha, Trânsito e da Cipam apresentam alguma irregularidade denunciada e, por isso, estão paradas em frente às suas unidades mi-

litares. Com isso, os militares estão fazendo o policiamento a pé. Além de problemas com pneus e de ordem mecânica ou elétrica, há ainda a questão documental dos veículos, já que, conforme a APBMS, a maioria das viaturas apresenta algum tipo de pendência com o Departamento Estadual de Trânsito (Detran). "Estamos dentro da lei, mas, infelizmente, enfrentamos sérios problemas com os equipamentos de trabalho, causados pela falta de atenção e cuidados do Governo do Estado com a Polícia Militar, que é uma corporação honrada e também sofrida. Apesar disso, estamos nas ruas protegendo a população da forma que podemos", afirmou Eliabe Marques.

Fotos: O Câmara

> SISTEMA INSEGURO

Agentes frustram mais uma fuga em massa de penitenciária de Mossoró

Detentos já tinham aberto dois buracos para facilitar fuga da Penitenciária

A ação rápida dos agentes penitenciários conseguiu evitar uma fuga em massa de, aproximadamente, 60 detentos da Penitenciária Agrícola Penal Mario Negócio, em Mossoró, ontem à noite. Eles já tinham aberto dois buracos nos tetos de duas celas, entre o pavilhão número três e o setor de isolamento e estavam cavando um terceiro furo no chão do último cômodo, que dava acesso à área externa da unidade. Segundo o diretor da unidade, major Humberto Pimenta, hoje foi aberta uma sindicância interna para investigar a responsabilidade dos presos que estavam na cela cinco do pavilhão três e o caso também já foi comunicado à Vara das Execuções Penais de Mossoró. Os detentos que estiverem envolvidos na tentativa de fuga e construção dos buracos e do túnel serão punidos. Até agora, nenhum deles assumiu a autoria do caso. Ele explicou que a ação foi percebida ontem à noite, quando os agentes penitenciários desconfiaram do comportamento de alguns deten-

tos e resolveram investigar o fato. Quando eles vistoriavam as celas, descobriram os furos nos tetos, ligando as duas celas e, pelo menos, 15 apenados já dentro do espaço entre os cômodos, na laje do pavilhão. Para a direção da Mário Negócio, o objetivo dos detentos era aproveitar a noite para saírem de uma cela para outra, passando por cima do forro da laje e, uma vez dentro

da cela de isolamento, fugirem através do túnel que estava quase pronto. Se tivessem conseguido o intento, cerca de 60 presos teriam fugido da unidade. Depois de serem descobertos pelos agentes penitenciários, todos foram encaminhados para uma cela do pavilhão, onde ficaram confinados para contagem dos presos e a vistoria nas celas onde tinham sido

construídos os buracos nos tetos e a verificação da extensão do túnel. Conforme a direção, eles trabalhavam nas escavações sempre durante a noite e madrugada, para não levantar suspeita entre os plantonistas. Esta á é a terceira tentativa de fuga registrada na unidade em menos de três meses, as outras foram registradas nos meses de setembro e outubro, quando 75 presos tentaram escapar da unidade. Conforme o major Pimenta, este é o quinto túnel encontrado dentro da unidade prisional este ano. No dia oito de julho passado, os agentes penitenciários conseguiram evitar a continuidade das escavações de um túnel que ligava as celas de um dos pavilhões à área externa do complexo penal. Já o primeiro foi descoberto no dia 11 de maio e tinha quatro metros de extensão e um de profundidade. A abertura ligava a área do pavilhão três até o solário, onde os presos passam parte do dia em banho de sol. A última fuga registrada na unidade aconteceu em novembro de 2012.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 11

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

RN NO LIMBO

Retrato de família O talento, a criatividade, o virtuosismo não são hereditários. Pelo menos assim o dizem os estudiosos das artes e da alma humanas. Mas, creio piamente, a tese não encaixa quando se trata dos três casamentos da musa dos anos 60, a britânica Jane Birkin. Digo estimulado no triste episódio da morte da sua filha Kate Barry, ontem em Paris, quando caiu do quarto andar do apartamento em que vivia sozinha, aos 46 anos. Escrevo folheando uma edição da Paris Match dos anos 90 que comprei à margem do Sena. Adquiri a revista pelo exclusivo motivo de uma reportagem com a eterna Jane e seus filhos, todos com espaço conquistado nas artes que abraçaram. Kate virou fotógrafa de referência, Charlotte Gainsbourg cantora e Lou Doillon é cantora, modelo e atriz. Antes de explodir seu sex appeal no planeta cantando a canção que o poeta Serge Gainsbourg gravara para ser interpretada por Brigitte Bardot, a inglesinha Jane Birkin era casada com John Barry, o cantor colecionador de Oscar pelos hits de James Bond. Com ele, teve a primogênita Kate em abril de 1967, um ano após exibir seus predicados ortopédicos no clássico Blow-Up, do diretor italiano Michelangelo Antonioni. No ano seguinte, quando Paris pegou fogo, trocou de barricada amorosa e ficou com Serge. Com o novo amor, que seria eterno mesmo após a separação em 1980, se inseriu de vez no contexto artístico e político de 1968, onde a paixão de ambos misturou-se às bandeiras da liberdade e da subversão dos valores. O sexo livre ao som de "Je t'aime... moi non plus". Charlotte tem a força plástica da mãe, nasceu sob a influência astral daquela história de amor fervente, tornando-se uma das vozes mais sensuais da Europa e com uma presença cênica de inebriar plateias. Ouçam com ela "Just Like A Woman", obra de Bob Dylan. Não deve haver mais que cinco mulheres que tenham sido tão fotografadas em ambiente familiar quanto Jane Birkin, principalmente com as filhas nos braços. Tanta exposição, tantas imagens, foram deter-

minantes para a escolha da profissão da primeira cria. Quando deixou o pai da adolescente Charlotte, Jane casou com o terceiro amor, o cineasta Jacques Doillon, o cara que descobriu a atriz Juliette Binoche. E com ele teve a terceira menina, Lou, que herdou em tanta aventura materna três dons artísticos. A mídia nunca deixou de exibir as lulus de Birkin, quando seus fotógrafos a caçavam na cena urbana de Londres e Paris. Em 2012, Kate Barry disse ao jornal Liberation: "Quando criança, eu era muito fotografada, deve ter deixado boa impressão". Através das páginas da revista Vogue francesa e do jornal The Sunday Times, Kate construiu uma carreira vitoriosa, mesmo convivendo com angústias que tentava minorar à base de ansiolíticos da moda. No seu apartamento, foram encontradas várias marcas. Suas fotos de gente famosa são obras de arte e de culto para os fãs de atrizes, cantoras e modelos. A cabeça da italiana Monica Belucci num girassol de seda branca, entre bancos de uma igreja, é dela. A da irmã Charlotte com cigarro nos lençóis, também. A popular foto da própria mãe, toda de negro numa cadeira velha de madeira, num local de piso avariado e com o olhar ao céu, é dos seus primeiros anos em contato com a arte de Carlo Di Palma, o fotógrafo que clicou Jane Birkin no filme Blow-Up de 1966. É de Kate Barry as duas imagens da diva Chaterine Deneuve, já uma senhora, na cama debaixo de cobertas de vison e depois com os pés nus numa mesinha redonda, o riso de deusa em paz com o mundo. A luz de cinema noir parece ser uma marca de Kate. Lindas são as fotos da diretora Sofia Coppola e da cantora Carla Bruni, esta última como Jane Birkin transformada em musa de um país estrangeiro. A filha de Francis em camisola e lençóis brancos, a mulher de Sarkozy abraçada ao braço de um violão. O salto para a morte numa calçada de Paris onde o legado artístico da mãe se estabeleceu é uma grande e irreparável perda para a talentosa família, e deixa de luto o mundo das artes. Que Jane, Charlotte e Lou saibam cantar a dor da triste saudade. (AM)

CLARICE E A TROPICÁLIA

O acórdão do afastamento da governadora Rosalba Ciarlini não saiu no Diário Oficial de hoje, nem foi encaminhado à Assembleia Legislativa (pelo menos até eu concluir a coluna, às 10h). Sem ele, nem o vice assume nem o TSE julga recurso da afastada.

"Finalmente, ainda mais longe mas muitíssimo mais perto, Rodrigo Velloso me fez, no final dos anos 50, uma assinatura da revista Senhor, e assim tomei contato com os textos de Clarice Lispector". Caetano Veloso em sua página do Facebook.

JURISPRUDÊNCIA

O cantor Zeca Pagodinho acaba de gravar na Cidade das Artes, Rio de Janeiro, para o projeto "Sambabook" que reúne o melhor de um artista homenageado. E convidou alguns bambas: Gilberto Gil, Jorge Benjor, Emicida e a potiguar Roberta Sá.

O ato do Tribunal Regional Eleitoral do RN, aplicando literalmente contra Rosalba o que reza a Lei da Ficha Limpa, poderá gerar o caldo de cultura para que muitos outros políticos percam cargos públicos por condenação em julgamento de um colegiado.

LETARGIA PALACIANA

Em entrevista ontem à rádio 98 FM, o deputado estadual Getulio Rego (DEM), líder do governo Rosalba na Assembleia, reconheceu a dificuldade nas relações com os poderes e funcionalismo. E disse que pediu a Carlos Augusto para "reagir a essa letargia".

CASA DE FAMÍLIA

Assim como aqui no RN e em todo canto, o Tribunal de Contas do Ceará vai receber mais um parente de político entre seus conselheiros, a ex-senadora Patrícia Saboia que foi casada com Ciro Gomes. O governador Cid, irmão dele, é quem vai indicar.

IPTU

A Justiça vetou o aumento exorbitante do imposto na cidade de São Paulo, mas o prefeito Fernando Haddad (PT) vai recorrer para poder enfiar a faca no contribuinte. Aí cabe a pergunta: quem está defendendo a sociedade, o alcaide ou a magistratura?

NATAL NO PAGODE

TIROU O DEDO

O fraco e decadente Celtic, da Escócia, serviu de boi de piranha para o Barcelona esconder a crise de bola e para Neymar deslanchar após 130 dias de casa. Nos 6 x1 (com 3 do brasileiro) apenas no quarto gol apareceu o estilo "tiki-taka" do time.

INAUGURAÇÃO

A Arena das Dunas inaugurará dia 12 de janeiro com um duelo ABC e América, recebendo 32 mil torcedores. Como os dois rivais reúnem em torno de 16 a 18 mil almas, o restante virá da curiosidade natural das pessoas, como no Castelão em 1972.

FUTEBOL GRINGO

O inglês David Beckham e o americano Lebron James, um craque dos gramados e outro das quadras, se juntaram no projeto de criar um time de futebol e erguer um estádio na cidade de Miami, EUA. Par ascender logo à primeira divisão da Major League Soccer.

A bela desaparecida A jovem da foto é Priscila Brenda Martins, da cidade de Catalão, em Goiás, onde cursa o 8º ano. Seus familiares e amigos pedem ajuda para encontrá-la. Ela sumiu desde terça-feira. Na sua página do Facebook, as últimas postagens diziam assim: "Pouca coisa é necessária para transformar inteiramente uma vida: amor no coração e sorriso nos lábios", "Nada é impossível para um coração cheio de vontade", "A saudade tá me machucando". Torçamos para estar aí o motivo do sumiço, deveras temporário.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

MANDELA E COLLOR

EXPECTATIVA

Divulgação

Não é comum o Tribunal Regional Eleitoral demorar tanto para divulgar um acórdão com a decisão de seus juízes. Mas também não é motivo para se exagerar e levantar suspeitas em torno dos magistrados. O documento terá que sair. E será, possivelmente, hoje a noite. Aí sim a correria será grande tanto na defesa de Rosalba como entre os aliados de Robinson Faria.

OLHO NO RELÓGIO

Rogério Gentile Artigo publicado na Folha de S. Paulo (12/12/2013) Dilma aproveitou os funerais de Mandela, onde enalteceu a "superioridade moral e ética" do líder sul-africano, para reabilitar internacionalmente Fernando Collor, levando-o em sua comitiva ao lado de Lula, FHC e Sarney. Se a intenção era louvar aquele que chamou de "personalidade maior" do século 20, Dilma acabou homenageando uma vergonha nacional. Collor é o sujeito que foi expulso do Palácio do Planalto sob gritos de "ladrão". Primeiro presidente eleito por voto direto após a ditadura, sofreu impeachment em 1992, depois que seu irmão revelou um amplo esquema de corrupção no governo e uma CPI constatou que ele obteve "vantagens econômicas indevidas". À época, Lula, que ainda demonstrava se importar com esse tipo de coisa, disse que Collor apresentava sintomas de alguma debilidade no cérebro. "Em vez de construir um governo, construiu uma quadrilha. A ganância, a vontade

de roubar e a vontade de praticar corrupção fez com que Collor jogasse o sonho de milhões de brasileiros por terra." Quase 15 anos depois, Lula, quem diria, iniciou o resgate de Collor, convidando-o para voltar ao Palácio do Planalto, num encontro que emocionou o ex-presidente pela forma carinhosa com que o petista o recebeu. Sob pretexto de mostrar que as posições do Estado brasileiro estão acima das divergências políticas, Dilma manteve o processo de reinserção de Collor, chamando-o para a instalação da Comissão da Verdade, para ato em memória de Jango e, agora, para a homenagem a Mandela. Collor, no entanto, não é um caso de divergência política (até porque hoje ele integra a base de Dilma no Senado). É um caso de divergência moral com a sociedade brasileira, que se vestiu de preto para expulsálo do governo. Colocá-lo no patamar de Lula, de FHC e de Sarney é o mesmo que tentar passar uma borracha na história, devolvendo-lhe a estatura e a respeitabilidade que ele perdeu com o impeachment.

A defesa da governadora correrá contra o tempo para conseguir uma liminar, junto ao TSE, suspendendo a saída de Rosalba Ciarlini do cargo. Já o grupo de Robinson, tentará agilizar para o mais rápido possível sua posse junto a Assembleia Legislativa. Neste ponto, o vice-governador leva vantagem, já que mantém proximidade com vários deputados estaduais, e muitos deles fazem oposição ao Governo.

QUASE GOVERNADOR

Enquanto aguarda a publicação do acórdão, Robinson Faria vai sendo alvo não apenas de cumprimentos políticos, mas também por parte de cidadãos. Ontem, o vice-governador virou alvo das atenções quando passeava pelo Midway Mall. Depois, também passou no teste da popularidade no Centro de Convenções, durante a abertura da I Feira Potiguar da Indústria. É a luta.

TRANSPARÊNCIA

O presidente em exercício da FECAM/RN – Federação das Câmaras do Rio Grande do Norte, vereador Albert Dickson, e o presidente da FEMURN – Federação dos Municípios do RN, Benes Leocádio, assinam, na próxima segunda-feira (16), às 10 horas, na Câmara Municipal de Natal, convênio que, na prática, oficializa a criação do Diário Oficial das Câmaras Municipais do Rio Grande do Norte.

Gira Mundo Divulgação

A Embraer recebeu encomendas da American Airlines envolvendo 60 jatos E175, em pedidos avaliados em US$ 2,5 bilhões. Os pedidos serão incluídos na carteira de encomendas da fabricante brasileira no quarto trimestre de 2013. Aencomenda também inclui opção de compra para até mais 90 aviões do mesmo modelo, podendo levar o valor total do acordo a mais de US$ 6 bilhões. A American Airlines também fez encomendas para a canadense Bombardier que envolvem 30 aviões CRJ900, com opção para até mais 40 unidades.

Megafone Arquivo

“Cassação de Rosalba nos dá dimensão do buraco, do caos e da falta de rumo do Estado”

FERNANDO MINEIRO EM DISCURSO NA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA

REENCONTRO

Os ex-alunos do Instituto Maria Auxiliadora, concluintes da turma de 2003, se reunirão neste sábado (14) para celebrar os 10 anos de formatura. Uma tarde com direito a muita história para relembrar. Interessados em participar do evento devem telefonar para Victor “Djibi” no 9636-9986. Este colunista, saudoso dos tempos de escola, também estará presente.

CONFRATERNIZAÇÃO

AAcademia Kimura está realizando na noite de hoje a confraternização de alunos e professores com uma missa na igreja do Conjunto Mirassol. Na ocasião, a turma estará arrecadando alimentos, brinquedos e roupas para fazer doações para comunidades carentes no Natal. Quem quiser ajudar, basta deixar o material a partir das às 19 horas na igreja. Iniciativa mais do que louvável neste fim de ano.

CONTA ZERADA

Incrível o caos financeira em que se encontra o Estado. Deixando de lado a história da cassação de Rosalba, como explicar o fato de que Prefeituras como a de Natal, Parnamirim e São Gonçalo conseguiram cumprir normalmente seu cronograma de pagamento do funcionalismo e o Governo não? Afinal de contas, a queda na receita também não havia atingido os municípios? É a crise.

NO PLANALTO

O presidente nacional do PSDB, o senador Aécio Neves, disse que uma de suas principais bandeiras durante a campanha eleitoral de 2014 será a questão da ética na política. O presidenciável baterá bastante no apoio dado pelo PT aos mensaleiros. E foi além: cobrou que os membros do PSDB envolvidos com corrupção também sejam condenados a prisão.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de dezembro de 2013

Cidade

Daniela Freire

I

Quinta-feira Divulgação

Os irmãos Glauber e Glênia Gentil, responsáveis pelas franquias d'O Boticário em Natal e São Luís do Maranhão conquistaram o 3º lugar do 'Best Franchisee of the World 2003' pela ação inovadora nas centrais de vendas diretas da marca nas duas capitais. A premiação aconteceu sábado, no Palazzo Borghese, em Florença, na Itália.

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - TACIANA CHIQUETTI - tacychiquetti@hotmail.com (Interina)

w DE OLHO NA

Elias Medeiros

OPINIÃO PÚBLICA A eleição da Mesa Diretora da Câmara de Natal voltou às discussões. >>> A vereadora Eleika Bezerra (PSDC) foi à tribuna denunciar que estaria havendo uma articulação para a votação, ainda neste ano. >>> Momento em que as atenções ficam dispersas em meio às comemorações. >>> Mesmo se tratando de um assunto interno da Casa, Eleika quis chamar a opinião pública para refletir sobre o assunto. >>> Afinal, a Câmara é gerida com dinheiro público.

Assecom-AL

w

w CLIMA DE

INSTABILIDADE O clima no RN é de indefinições políticas e, principalmente, de insegurança administrativa. >>> Os deputados repercutiram o afastamento de Rosalba Ciarlini (DEM) e defendê-la não foi tarefa nada fácil. >>> Nem para o experiente Getúlio Rego (DEM), líder do governo na Assembleia Legislativa. >>> Ele disse que se a Rosa tiver o mandato suspenso, “deixará o cargo de cabeça erguida”. >>> “Ela não esperava receber o Estado em frangalhos como estava. A equipe está lá, há três anos, se esforçando. Mas se ela sair, vamos estar aqui na tribuna esperando o milagre se operar no RN”, avaliou. >>> O saldo, até agora, politicamente (ainda que a decisão judicial não se consolide) é de Rosalba fragilizada e Robinson Faria (PSD) com seu passe valorizado.

Apresentadora Anne Marjorie comemorando dois anos de seu programa Vida Boa na Rede TV RN Divulgação

Tomba Farias (PSB) comemora, na Assembleia Legislativa, sua luta pela manutenção das gratificações dos servidores dos hospitais regionais municipalizados Bobflash

Deputado Ricardo Motta (PROS) e coordenador do Assembleia Cultural, Pádua Martins, na comemoração dos dez anos de atividades do projeto

GIRO PELO TWITTER Versátil News

...do jornalista Ricardo Rosado: “Todo mundo, todo dia, falava em acordão. Agora, no acórdão,

Versátil News

FRASES DE EFEITO E os vereadores Fernando Lucena (PT), Marcos do PSOL, Luis Almir (PV), Júlio Protásio e Bispo Francisco de Assis (PSB) entraram no debate, com muitas frases de efeito, porém sem refutar a denúncia. >>> “Não há mais condições para eleição neste ano. Tem peixe fedendo embaixo deste angu. Como vamos analisar as propostas?”, questionou o PTista. >>> “A sociedade reprova isso. Precisamos melhorar esta Casa, mais suja impossível”, disparou Marcos. >>> Júlio (tido como um dos mais cotados para candidato a presidente) argumentou que outras Casas Legislativas, como a Assembleia do RN, já realizaram o mesmo processo - sem traumas - e que uma eleição, até o final de 2014, está dentro da lei. >>> “Temos outros temas relevantes a serem discutidos aqui, como o PPA, por exemplo”, lembrou Protásio. >>> Eleika aproveitou e deixou a reflexão: “Nem tudo que é legal é moral”.

ninguém fala”. ...da escritora Zíbia Gasparetto: “A violência é fruto da ignorância e do orgulho. São ilusões que a vida vai destruir”. ...do publicitário Jener Tinoco:

Toinho Silveira e Sandra Elali na festa de Natal promovida pelo colunista, que reuniu pessoas especiais da sociedade natalense, no espaço Neuma Leão Buffet

w PAUTA ZERO

Deputado Hermano Morais (PMDB) prestou contas sobre a atuação da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Assembleia Legislativa. >>> 167 projetos de leis foram analisados em mais de 30 encontros, além das reuniões administrativas. >>> A idéia era da pauta zero. De acordo com Hermano, 97% das matérias encaminhadas à CCJ foram deliberadas.

w RN DE LEITORES

O Rio Grande do Norte passou a ter, nesta se-

Lyri Peixoto e Aline Andrade, juntinhos, curtindo a noite natalense no Baviera

mana, o Plano Estadual do Livro e Leitura (PELL/RN). >>> O documento estabelece metas e estratégias para o desenvolvimento de programas e ações na área do livro, da literatura e das bibliotecas no Estado.

w TOP 10

A decoração de Luciano Almeida vem dando sorte às uniões mais glamurosas da capital: 10 entre 10 festas e cerimônias foram assinadas por ele. >>> O casamento de Ana Augusta de Paula, por

exemplo, entrou para a lista dos casamentos que mais bombaram no ano.

w PAPEL DE BODEGA

O poeta Jessier Quirino volta ao Teatro Riachuelo, nesta sexta-feira e sábado (13 e 14) para lançar seu novo livro Papel de Bodega, com a formação musical do espetáculo Vizinhos de Grito. >>> Vizinho de Grito deu origem ao 1º DVD de sua carreira, que também será lançado com um pouco de toda obra do autor. >>> Quem promove é a Construtora Hazbun.

“Twitter é a melhor empresa de tecnologia para se trabalhar em 2014”. ...do ex-vereador de Parnamirim Fernando Fernandes: “A chapa pra ganhar a eleição: Fernando Bezerra governador e Agnelo Alves vice”. ...do jornalista Gilberto Ribeiro: “Uma característica deste pessoal que se pega nas redes sociais para atacar ou proteger seus respectivos partidos é o mau humor. Faz parte?”


Cidade

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w GUERRA - I A grande batalha judicial não será em torno do mandato da governadora Rosalba Ciarlini, mas de sua inelegibilidade, se esta interessar ao seu próprio partido para se livrar de sua candidatura à reeleição. w SUJA - II Mesmo inelegível por ter ficha suja pela prática de abuso de poder econômico, como concordaram os juízes, seu mandato não foi beneficiado pelo crime eleitoral e por isso deverá ser garantido pelo TSE. w EFEITO - III Inelegível, Rosalba não poderá ser candidata a prefeita de Mossoró, depois do governo. O candidato da família será o deputado Betinho Rosado pelo PP, seu partido. O DEM em Mossoró pode desaparecer. w ESTILO Os assessores do plano de saúde HapVida, cônscios dos seus deveres, avisam, através de um release feérico: nas festas de fim de ano se deve fugir das fartas gorduras e das sobremesas. Certo. Pra onde? w REZEMOS O ministro Marcelo Crivella que vinha a Natal para fazer o milagre da multiplicação dos alevinos com todo seu aparato cívico-religioso adiou a visita a Natal, mas sem uma nova data. Rezemos ao Senhor. w ATENÇÃO Patrícia Abravanel, a filha de Silvio Santos, aquela que está na coluna de Mônica Bergamo ao lado do deputado Fábio Faria no casamento da irmã Silvia, vem sentir o verão em Natal. Vai ser um sucesso. w CACHIMBO O PT continua com a boca torta do cachimbo sindicalista: anuncia desagravo aos presos do Mensalão como se a decisão do Supremo Tribunal Federal fosse fruto de um grupo de oposição. Uma aberração.

O caso Rosalba E

screvo ainda sem saber qual a decisão do Tribunal Superior Eleitoral ao julgar a liminar que será impetrada pela defesa da governadora Rosalba Ciarlini. É melhor. Assim, posso olhar a questão nas causas mais remotas, antes mesmo de sua posse no Palácio Potengi. É bem mais seguro mergulhar o olho no caldo de cultura formado pela tradição dos hábitos e costumes, do que procurar explicação nos fatos mais recentes. O passado depura e guarda tudo sem contaminação de emoções passageiras. O estilo Rosalba, para circunscrever em quem ocupa o cargo, fundou-se no coronelismo tardio que ainda sobrevive com certa pujança nas zonas mais afastadas dos grandes centros urbanos e onde o velho bipartidarismo dos tempos da ditadura militar fixou o modelo do contra versus. O maniqueísmo serviu para separar a sociedade ao meio, pondo de um lado os amigos e do outro os inimigos, a quem são destinados os rigores da lei. No centro, o poder, sempre avassalador e absoluto, a decidir a vida. Foi esse caldo de cultura que a ex-prefeita de Mossoró trouxe na bagagem quando veio assumir o poder estadual, convencida de que bastaria ampliar seu método, de 01 para 167 municípios, e a sociedade se ajustaria aos crivos de um governo forte. O primeiro sinal veio no rastro do coronelismo jurídico que em seis meses posicionou o governo a negar diálogo com todas as categorias profissionais sindicalizadas, sem sequer recebê-las, apontando a luta jurídica como único caminho e saída a todos.

A Justiça é o fórum da sociedade democrática, mas o gesto feria conquistas garantidas e tirava da área política, a partir dali, cada nova vitória. Não seriam do governo eleito, mas da Justiça, cada nova conquista. Seu corpus jurídico, entre o pedantismo do poder e a inabilidade política, dilacerou - para não dizer degradou - o tecido das relações sociais e coletivas numa sociedade que vivia um primeiro processo de politização e sepultava a cada dia o legalismo que é a legalidade enlouquecida. Como se não bastasse, governou até hoje sem oposição, com uma bancada do PSB - partido da ex-governadora Wilma de Faria - incapaz de erguer com eficácia o discurso crítico. E passou a exercer uma racionalização diante de cada obstáculo, culpando as elites natalenses aqui; sua comunicação ali e sua bancada acolá. Em três anos, superou a barreira dos 80% de desgaste, em todas as faixas etárias, graus de instrução e níveis econômicos, e parece governar hoje diante de brutal indiferença popular. A concepção autoritária dessa geração nascida sob o crivo da ditadura forjou no sentimento dos novos políticos a tendência de acreditar no velho jargão de que o governo pode tudo. Esqueceu o papel dos outros aparelhos de Estado, hoje com os olhos e ouvidos em absoluta sintonia com a sociedade esta sim o grande tribunal - o Judiciário, Legislativo e Ministério Público. Nem notou que o Supremo Tribunal Federal condenou e prendeu os réus do Mensalão, mas foi a Nação que os julgou nas ruas...

Extinção de Secretaria da Mulher revolta movimentos feministas MEDIDA FAZ PARTE DO PROJETO DE REFORMA ADMINISTRATIVA DA PREFEITURA Dentro do projeto de reforma administrativa da Prefeitura do Natal, enviado à Câmara Municipal nesta quinta-feira (12), está prevista a extinção da Secretaria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres (Semul). A criação da Secretaria foi uma proposição do mandato da então vereadora Sargento Regina, no ano de 2009, e foi implantada em 2010. O modelo trazido é o mesmo implantado em Londrina, no Paraná, que é considerado um exemplo para todo o país. Na ocasião, Sargento Regina viajou com Gorete Gomes, do Grupo Afirmativo de Mulheres Independentes (GAMI), e constataram que o trabalho realizado junto às mulheres em situação de risco social é o acolhimento, capacitação e inserção no mercado de trabalho. "Apresentamos o projeto para os movimentos de mulheres, que sempre foram nossas grandes parceiras. E conseguimos a aprovação por causa da pressão destes movimentos", explicou. A ex-vereadora lamentou a atual proposta do Executivo Municipal. "Fiquei perplexa com esta atitude e espero que não seja concretizada. Tem que ser feito um trabalho de mobilização dos movimentos das mulheres para que isto não aconteça. É preciso destacar que a Câmara que fiscaliza tem efeitos positivos e que a não é responsável pode pagar caro. Se a Câmara concordar vai retroagir no processo", disse. Outra preocupação de Sargento Regina é a realidade enfrentada pelas mulheres que precisam do apoio do poder público e não tem uma assistência eficaz. "Temos um índice alto de mulheres espancadas em Natal, que quase dobrou, e a Delegacia da Mulher não funciona no final de semana. Imagine agora que não vai ter a secretaria

José Aldenir

para lutar por ações que garantam esta assistência? Transformar uma secretaria em coordenadoria é ir na contramão do que acontece no país", afirmou. Sargento Regina também explica que a Semul poderia funcionar de uma forma autônoma. "Essa secretaria não precisa do orçamento da Prefeitura para funcionar, porque pode ter o funcionamento através do vínculo da Secretaria Nacional de Políticas e orçamento próprio. O que deve ser questionado é onde está o recurso que foi garantido para esse ano de 2013. A Semul ainda está ativa no papel, mas não atua." Tereza Freire, coordenadora da Marcha Mundial das Mulheres no Rio Grande do Norte, também lamentou a proposta de extinção da

Tereza Freire considera a postura do Município como um retrocesso Secretaria. "Somos contrárias a esta postura da Prefeitura e consideramos um retrocesso. Já temos uma secretaria nacional com várias políticas de qualificação profissional das mulheres, geração de emprego e renda e ações que promovem a autonomia das mulheres. Sendo assim, devemos acompanhar e não retroceder. A Prefeitura deveria era investir mais recursos para que o município tivesse mais projetos e a estrutura da Semul fosse fortalecida. É necessária a autonomia financeira da Secretaria e investimentos em equipe e equipamentos, mas sempre a partir da discussão com o mo-

vimento das mulheres", disse. A líder feminista ainda reforçou que na Conferência Municipal das Mulheres, em 2011, foi amplamente discutida e aprovada uma plataforma com programas de políticas públicas voltadas para as mulheres. O documento envolve temas que vão desde a Segurança Pública - como a necessidade de melhor iluminação de vias públicas, para que as mulheres fiquem menos expostas à violência - a programas de geração de emprego e renda. "Hoje as mulheres são chefes de família e ainda ganham salários diferenciados, menores do que os homens. Também é preciso uma política voltada para a superação da fragmentação das mulheres na sociedade, creches e escolas integrais para as mulheres poderem lutar pelo seu trabalho e outras políticas de ação afirmativa", pontuou. Através de nota, a Secretaria Municipal de Administração e Gestão Estratégica de Natal (Segelm) rebateu os argumentos de que a extinção da Semul trará prejuízo para a população feminina de Natal. De acordo com a nota, as atribuições da Secretaria serão absorvidas pela secretaria municipal de Trabalho e Assistência Social, com a criação da Coordenadoria da Mulher. O projeto de reforma administrativa da Prefeitura do Natal também engloba a extinção das estruturas das secretarias municipais de Relações Institucionais e Governanças Solidária (Serig) e da Empresa de Segurança Alimentar e Nutricional (Alimentar). A reforma ainda vai transformar a Ouvidoria Municipal em uma secretaria adjunta vinculada à Controladoria Geral do Município. A adoção dessas medidas acarretará na extinção de 212 cargos, e segundo a Prefeitura significará uma economia anual de R$ 9,5 milhões.

w GRAVE Há os que nem, os sem coração, aqueles que sequer temem os castigos de Deus, mas uma verdade não pode ser escondida: é muito grave o quadro da saúde e da violência e já tem os sinais do descontrole. w MANUAL - I Vem ai o manual da Associação Americana do Coração com as melhores indicações, dicas e posições para pessoas cardíacas. O sexo é saudável para quem sofre do coração, mas há de ser com moderação. w CUIDADO - II Entre outros cuidados, o manual dos ianques, recomenda a boa prática do sexo 'em lugares familiares e com o parceiro usual para causar menos estresse'. A ansiedade de bom desempenho, pois, é um perigo. w AVISO Conselho do poeta Ferreira Gullar, velha raposa que sobreviveu entre sectários de todas as ideologias e tonalidades: 'Quanto mais radical for o militante, mas dificilmente admitirá que o seu sonho acabou'. w FONTES Uma pesquisa feita junto a trezentos jornalistas brasileiros distribuídos em vários estados mostrou que o press release é a sua maior fonte de informação. Ou seja: o jornalista brasileiro gosta de fonte oficial. w NUS A editora 'Três Estrelas' reuniu com o título de 'Todos os reis estão nus' uma seleção de crônicas do psicanalista Contardo Calligaris, hoje um dos mais cultos e refinados cronistas da Folha de S. Paulo. w POESIA Ana Cristina Cesar em 'Poética', prefácio de Armando Freitas Filho e posfácio Viviana Bosi: 'Imagino como seria tem amar: / desisto da idéia numa proverbial volúpia / e recomeço a escrever poemas'.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 12 de dezembro de 2013

Quinta-feira

José Aldenir

Secretário dá novo prazo e UPA na zona Oeste deve funcionar este mês UNIDADE

DA

CIDADE

Três anos se passaram e a população de Natal, em especial da zona Oeste da cidade, ainda espera pela abertura e funcionamento da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Cidade da Esperança. A prefeitura de Natal ainda não conseguiu solucionar os problemas burocráticos, tais como a demora na aquisição dos equipamentos necessários para o funcionamento da Unidade, bem como a dificuldade de completar as escalas médicas, haja vista que o processo seletivo realizado pela Secretaria Municipal de Saúde não foi suficiente para preencher a demanda. No entanto, mesmo assim, a Secretaria Municipal de Saúde decidiu abrir, sem fazer inauguração oficial, a UPA de Cidade da Esperança na próxima semana. A UPA de Cidade da Esperança é classificada como porte III, maior que a de Pajuçara que é porte II. Quando estiver em funcionamento, a unidade da zona Oeste, que funcionará nos serviços de urgência e emergência, terá capacidade de atender até 450 pacientes por dia (Pajuçara atende uma média de 300) e poderá ter até 20 leitos. A ordem de serviço para início das obras de construção da UPA de Cidade da Esperança foi assinada em agosto de 2010, pela então prefeita Micarla de Sousa, mas o local ainda não está pronto para receber os pacientes. Internamente, a UPA está pronta. Para o pleno funcionamento contará com 179 profissionais, sendo 57 médicos (28 clínicos gerais, 10 ortopedistas e 19 pediatras), 10 técnicos de laboratório, 73 técnicos de enfermagem e mais outros 39 profissionais entre assistente social, enfermeiro, farmacêu-

DA

ESPERANÇA

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

ESTÁ FECHADA HÁ CERCA DE TRÊS ANOS

tico, bioquímico e nutricionista. No processo seletivo realizado pela Secretaria a quatro meses, apenas 39 médicos se inscreveram, mas nem todos seriam destinados para a abertura da unidade. A maior dificuldade, segundo o secretário Cipriano Maia, é completar a escala médica, que deve ser formada pelos profissionais da Cooperativa Médica do Rio Grande do Norte (Coopmed-RN). Hoje, praticamente todo o corpo clínico da UPA de Pajuçara é formada por membros da Cooperativa. "Estamos concluindo a renovação do contrato com a Cooperativa e após isso, que deve acontecer nos próximos dias, deveremos definir a questão das escalas médicas que possibilitarão a abertura da UPA de Cidade da Esperança", afirmou o secretário.

Wellington Rocha

Cirpiano Maia, secretário municipal de saúde, diz que UPA será entregue a população após firmar contrato com a Cooperativa dos Médicos do Estado, este ano Cipriano Maia explicou que além da dificuldade de contratação dos profissionais médicos, a demora na aquisição dos equipamentos, bem como o processo de digitalização dos raios-X e informatização, obrigou a Secretaria a adiar a abertura da UPA de Cidade da Esperança. "A lógica burocrática do serviço público tem travado os processos, e estamos enfrentando um conjunto de fatores problemáticos para ser resolvidos antes da abertura. Infelizmente, o serviço público é passível dessas coisas", afirmou. No dia 24 de outubro, a Secretaria Municipal de Saúde prorrogou o estado de calamidade na Saúde Pública de Natal por mais 90 dias, sob a justificativa de que

não houve tempo suficiente para a implementação das medidas previstas no decreto anterior, de 30 de julho deste ano. No fim de julho, a calamidade foi decretada com o objetivo de acelerar a captação e aplicação de recursos públicos para recuperação de pelo menos 37 unidades básicas de saúde que se encontram em situação precária, o que havia levado a Maternidade Leide Morais e das unidades de Soledade I e Bela Vista, em Igapó, a fecharem. Durante o decreto, a Prefeitura disse que somente alguns pontos do planejamento foram cumpridos, como o início das reformas de unidades e a compra de medicamentos. Contudo, há a necessidade de outras medidas, como a contratação de pessoal. A Prefeitura chegou a realizar um processo seletivo simplificado para preencher funções na área de saúde, contemplando ainda a UPA da Cidade da Esperança. No entanto, não houve médicos suficientes para preencher as vagas. Com essas dificuldades, a Secretaria Municipal de Saúde decidiu pela prorrogação do estado de calamidade com o objetivo de buscar o preenchimento dos postos de trabalho para abrir a UPA. A UPA de Cidade da Esperança deverá receber 57 médicos, sendo 28 clínicos gerais, 10 ortopedistas e 19 pediatras. Com investimentos de R$ 4 milhões, a unidade é do tipo III e terá um maior número de serviços em relação a UPA de Pajuçara (tipo II). Além dos procedimentos previstos, a UPA de Esperança poderá realizar até 13.500 procedimentos médicos mensais de urgência.

apronianocfs@hotmail.com

Terminais portuários localizados em Portos públicos e privados tem até o fim do ano para adquirir Scanners de Raio-x NATAL Navio Bandeira Alem Mar Brasil Kinsai Maru no 58 Japão Kinei Maru no 108 Japão Lagoa Paranaense Brasil CMA-CGM Homere Inglaterra Oriente Queen II Grécia Takeshio Panamá Oriente Queen II Grécia CMA-CGM Aristote Inglaterra Delphin Bahamas

Chegada Destino Carga No Porto F. de Noronha(PE) Geral No Porto Alto mar Pescado No Porto Alto mar Pescado No Porto --14/12 Algeciras/ESP Contêiner 15/12 F. de Noronha(PE) Turismo 20/12 Cabedelo/PB Trigo 20/12 F. de Noronha(PE) Turismo 21/12 Algeciras/ESP Contêiner 27/12 Recife(PE) Turismo

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Almi Star

Libéria

No Porto Salvador (BA)

Óleo Cru

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Conti Capislazuli

Monróvia

No Porto

Lagos/NIG

Sal

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 13:08 2.0 19:08 0.6 13 01:32 2.0 07:30 0.6 Dia 12

FASES DA LUA Nova (02/12 - 21:22h) Crescente (09/12 - 12:12h) Cheia (17/12 - 06:28h) Minguante (25/12 - 10:48h)


Esporte

Quinta-feira

Natal, 12 de dezembro de 2013

O Jornal de HOJE 15

José Aldenir

Meia foi determinante na reação do time na Série B

AMÉRICA perde briga por RÉGIS JOGADOR ESTÁ SENDO PRETENDIDO PELO FLAMENGO, CRUZEIRO E INTER (RS) O sonho alvirrubro de manter o meia Régis para a próxima temporada ficou praticamente impossível depois que três grandes clubes brasileiros entraram na briga por sua contratação. De acordo com o gerente de futebol do América, Carlos Moura Dourado, o clube até vinha tentando a permanência do camisa 10 junto à diretoria do São Paulo, agremiação detentora dos direitos federativos do

jogador, mas com o interesse do Internacional, Cruzeiro e até do Flamengo, a negociação ficou inviável. "Régis valorizou muito depois que veio para o América, a Série B é uma grande vitrine, e a prova disso são as propostas de vários clubes por ele, e fica praticamente impossível você lutar com a força econômica do Inter, do Cruzeiro e do Flamengo, clubes de

Série A e que estão brigando por sua contratação", explicou Moura. De acordo com o dirigente, o América já começou a procurar por outros nomes, mas que por medida de segurança, só revelará a identidade do atleta depois do contrato assinado. "A concorrência no mercado do futebol é muito grande e antecipar um nome pode acabar prejudicando a negociação em todos os

sentidos, como alguém sair na frente e contratá-lo ou preço do salário dobrar, pois as vezes o jogador está até esquecido, mas quando o seu nome é ventilado, uma série de propostas começa a aparecer, inflacionando o negócio", explica o experiente gerente de futebol. Por enquanto, a única contratação confirmada nesta semana é a do atacante Rafinha, que vem sob empréstimo do São Paulo.

> ABC

Rodrigo Silva pede alto salário A permanência de Rodrigo Silva no ABC ainda está longe de acontecer. Segundo o gerente de futebol Ferdinando Teixeira, a pedida salarial do atacante é muito alta e dificilmente o clube conseguirá segurá-lo. "Tá muito compli-

cado segurar Rodrigo Silva, o salário dele é muito alto e no momento o ABC não tem condições de permanecer com ele. Mas as negociações continuam, fizemos uma contraproposta e estamos aguardando pela resposta", disse

Ferdinando. Até o momento, quatro jogadores da atual temporada confirmaram renovação. São eles Gilmar, Somália, Júnior Timbó e Daniel Paulista. O técnico Roberto Fernandes retorna hoje do Rio de Janeiro, onde foi participar do

Footecon e pode voltar com novidades sobre reforços. É que o treinador alvinegro aproveitou a viagem para conversar com jogadores que se encaixem no perfil financeiro do ABC para os primeiros quatro meses de 2014.

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

"Porta de STJD" Desde que passei a cobrir o Campeonato Brasileiro, na década de 90, que o advogado Osvaldo Sestário presta serviços jurídicos aos clubes junto à CBF. Ele costuma prestar serviços aos times das Séries D, C e B, que não possuem recursos para enviar seus próprios representantes ao STJD. Dizem até que a CBF oferece aos filiados os benefícios do advogado, com os honorários todos pagos pela entidade. Uma espécie de monopólio, afastando os militantes do Direito das redondezas do luxuoso prédio na Barra da Tijuca. E durante esses anos todos, Sestário se tornou o que chamamos de "Porta de STJD" uma alusão aos advogados de "Porta de Cadeia". ABC e América são clientes antigos, assim como dezenas de agremiações brasileiras. Um negócio rentável, e que segundo cronistas do eixo Rio-São Paulo, rende milhões. Agora, depois de muitos anos, o monopólio de Sestário pode ruir. Se for confirmado o rebaixamento da Portuguesa por conta de seu erro, é bem provável que a rica carteira de clientes diminua consideravelmente, pois o investimento que se faz no futebol é muito alto para ser rebaixado por conta de uma falha de comunicação.

COLETIVA É hoje a coletiva do diretor executivo do Comitê Organizador Local (COL) da Copa do Mundo, Ricardo Trade. Finalmente, vamos saber porque Natal ficou de fora da lista dos 83 Centros de Treinamento para a Copa e porque as delegações estrangeiras estão cobrando melhorias nos campos de treinamento do ABC e UFRN, se só ficarão em Natal por no máximo dois dias. A entrevista será no Sal e Brasa, às 16h. DE SAÍDA O meia Erick Flores, autor de um dos gols mais importantes da história do ABC, na vitória por 1 a 0 sobre o Avaí e que salvou o clube do rebaixamento não aceitou renovar contrato. O jogador deu preferência pela proposta do São Bernardo e vai disputar o Campeonato Paulista de 2014. Erick irá se juntar a

Elionar Bombinha, que também fechou com o clube paulista. GRANDE REFORÇO Mais importante que Erick Flores somente Somália. Foi ele quem acreditou no lance que resultou no gol do meia. Somália é uma espécie de coringa, joga em quase todas as posições, um jogador importante no esquema de Roberto Fernandes. Sem falar na raça e o respeito que tem pela camisa alvinegra. COM PEDIGRE Régis não deve continuar no América, em compensação o clube conseguiu trazer uma outra cria do São Paulo. O atacante Rafinha já vem com pedigre de primeira linha. É mais um dos tantos atletas formados pelo Tricolor paulista. Uma grande contratação. Divulgação

MELHORES DO ANO

Os nadadores paralímpicos Daniel Dias e Susana Schnarndorf foram os escolhidos por voto popular como os que mais se destacaram nesta temporada. As duas estrelas das piscinas superaram em número de votos Alan Fonteles e Terezinha Guilhermina, os escolhidos pelo público em 2012.

DECEPÇÃO

A equipe da Ponte Preta decepcionou os brasileiros na final da Copa Sul-Americana. Os torcedores que a Macaca conquistou neste fim de campeonato, ficaram sem entender como o time de Jorginho entregou o título para o Lanús de maneira tão fácil, pois simplesmente não jogou. Festa dos botafoguenses que ganharam a vaga para a Libertadores.

FUTURO OLÍMPICO

Uma luz no fim do túnel para os atletas de esporte amador do Rio Grande do Norte. As unidades do Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), maior projeto de legado de infraestrutura esportiva dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paraolímpicos de 2016 e que compõe o PAC 2, anunciadas pelo Ministério do Esportes para Natal e Parnamirim, irão revolucionar a prática esportiva no estado. Talento nós temos de sobra, o que falta é apoio e estrutura para os atletas desenvolverem o máximo de suas capacidades.

ACESSIBILIDADE A equipe de ortopedia da Orto Rio promove neste final de semana mais uma do Ortorio na Praia, projeto que facilita e promove o acesso à praia e aos esportes. Com o auxílio de rampa de acesso a areia e cadeiras anfíbias, os deficientes físicos podem tomar banho de mar assistido, surfar, andar de caiaque, praticar vôlei sentado, jogar futebol, frescobol e peteca. O evento será no próximo domingo, dia 15, a partir das 9h, em frente ao Morro do Careca.


16 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de dezembro de 2013

Esporte

Quinta-feira

Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br Divulgação

Alexandre Mineiro, o zagueiro

Cariocas apostam no "tapetão" para escapar da Série B

Futuro do Brasileirão nas mãos do STJD TRIBUNAL JULGARÁ OS RECURSOS DO FLUMINENSE E VASCO NO DIA 16 O destino do Campeonato Brasileiro de 2014 será decidido na próxima segunda-feira no STJD. Flamengo e Portuguesa serão julgados pelas escalações irregulares de André Santos e Héverton nas partidas contra Cruzeiro e Grêmio. Interessado diretamente no assunto, o Fluminense aguarda a decisão. Cabe lembrar que o Vasco também tenta ganhar os pontos do jogo contra o Atlético Paranaense para se salvar e se ganhar pode em-

purrar o Flamengo para a degola. Em meio ao cenário de incerteza, a tendência mais clara mostra que a Lusa deve perder quatro pontos, três mais um conquistado no jogo em questão, e livrar o Fluminense da degola de acordo com o artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD). O Flamengo também deve ser penalizado com perda de pontos por ter escalado André Santos de forma irregular. Pra complicar ainda mais,

o presidente do Vasco, Roberto Dinamite, disse que o clube lutará até o final contra o rebaixamento. "Mais do que nunca, o Vasco está tomando as decisões, e buscando, através do seu corpo jurídico, defender a instituição, que está acima de qualquer um de nós, e é dentro disso que nós vamos lutar até o final, pois entendemos que fomos prejudicados no jogo na Arena Joinville", disse o dirigente. Temendo o pior, a diretoria da

Portuguesa prometeu uma virada de mesa no próximo Brasileiro. O time paulista ameaça entrar na Justiça comum. A Portuguesa encerrou o Campeonato Brasileiro na 12ª colocação, com 48 pontos. Se o STJD punir o clube, o time do Canindé perderá quatro pontos, (três pela infração e um conquistado no campo) ficando assim com 44. Já o Fluminense terminou o torneio com 46 pontos, no 17º lugar.

> REFORÇO

Santos contrata Oswaldo Oliveira e aguarda por Damião

Divulgação

Oliveira será o técnico do Santos em 2014. O acerto foi definido ontem, em São Paulo. O treinador, que dirigiu o Botafogo nas duas últimas temporadas, reuniu-se com o presidente em exercício Odílio Rodrigues e acertou as bases de contrato. A diretoria queria um treinador experiente para comandar a equipe na próxima temporada, apesar da campanha regular do time no Campeonato Brasileiro. Com Claudinei, o Santos foi o melhor time paulista na competição. Quando dirigiu o Corinthians, Oswaldo conquistou o Mundial de Clubes de 2000. O próximo passo do clube santista é fechar a contratação do atacante Leandro Damião, do InterRS. Caso os investidores confirmem o acordo apalavrado para colocar Damião no Santos, o atacante chegará ao time da Vila Belmiro com um dos maiores salários do elenco, cerca de R$ 400 mil. A cúpula alvinegra não vê problema em pagar o ordenado ao centroavante, pois "enxugou" a folha salarial no final deste ano. A diretoria santista ainda planeja desembolsar mais R$ 900 mil mensais de salário com mais dois re-

forços - provavelmente Diego, do Wolfsburg, da Alemanha, e Vargas, que pertence ao Napoli, da Itália, e foi emprestado ao Grêmio nesta temporada. Com Damião, Vargas e Diego, o Santos gastaria cerca de R$

1,3 milhão mensalmente de salário. O valor é inferior ao que o clube desembolsava para pagar os ordenados dos atletas que foram dispensados no final deste ano, pouco mais de R$ 1,5 milhão por mês.

Treinador comandou o Botafogo no Brasileirão e estava no alvinegro carioca há dois anos tendo sido campeão estadual

> COPA 2014

Espanha escolhe o Centro de Treinamento do Caju, em Curitiba Atuais campeões da Copa do Mundo, os espanhóis ficarão no CT do Caju, em Curitiba, durante a Copa 2014. A confirmação foi feita hoje pelo porta-voz da Federação Espanhola de Futebol. A Espanha está no grupo B da competição, ao lado de Holanda, Chile e Austrália e poderá ser adversário do Brasil logo

nas oitavas-de-final. Já existia grande possibilidade da Espanha ficar em Curitiba, a conversa vem desde outubro, quando membros da delegação, inclusive o técnico campeão mundial em 2010, Vicente del Bosque, visitaram o local. Depois do sorteio da última semana, que definiu os grupos e locais de jogos

de cada uma das seleções, a maioria das equipes já estão decidindo onde irão ficar durante o torneio. A Espanha irá estrear contra a Holanda em Salvador, depois jogará contra o Chile no Rio de Janeiro e, por fim, estará em Curitiba para a partida contra a Austrália. A dificuldade de jogar

nas altas temperaturas do nordeste durante a Copa das Confederações foi o principal motivo da escolha pelo sul do país para a preparação. Vale lembrar que a seleção brasileira se preparou no CT do Caju para as Copas do Mundo de 2002 e 2010, antes de viajar para o país sede.

A perpetuação do fugaz aproxima o cinema do futebol. Há filmes inesquecíveis e partidas memoráveis pelo clímax da cena e o brilho do personagem. É Robert de Niro, furioso, colérico, Al Capone desnudado pelo sorriso de relance do Eliot Ness impassível e vitorioso incorporado por Kevin Costner em Os Intocáveis. É Al Pacino atirando em De Niro no final angustiante de Fogo Contra Fogo. É Clodoaldo driblando italianos em cintura de bambolê até o quarto gol do Brasil no passe medido de Pelé ao chute estrondoso de Carlos Alberto Torres fechando a epopeia do tricampeonato mundial no México. É Garrincha nos três minutos demolidores contra os soviéticos em 1958, driblando e redriblando. É Maradona partindo do meio-campo e demolindo até a frota do Lorde Nelson no segundo gol contra a Inglaterra na Copa de 1986. Ninguém esquece. Um bom filme é clássico como de estatueta é uma peleja eletrizante. O artista da bola é o melhor ator, o protagonista. A bola é a película cortejada dentro e fora do estúdio. Filmes duram em média 120 minutos, meia hora a mais que uma partida e conseguem, quando bem feitos, permanecer na memória por vidas inteiras. E reprises, também. >>>>>> Há quem faça cara feia aos jogadores que passam pouco tempo em clubes e são considerados eternos. Alguns bairristas torcem o nariz para o melhor quarto-zagueiro da história do ABC, Alexandre Mineiro, que meus olhos tiveram o privilégio de contemplar na relva arrancada do saudoso Castelão. Competência não tem certidão de nascimento. Alexandre Mineiro disputou um campeonato estadual e jogou por centenas que passaram décadas usando a camisa do clube sem um milímetro de sua grandeza imperial. Somente dois homens foram capazes de colocá-lo na reserva em toda carreira, o que poderia encerrar o assunto logo aqui, neste parágrafo. O primeiro foi Luizinho, do Atlético Mineiro, onde Alexandre foi revelado. Luizinho, titular da reverenciada seleção brasileira sinfônica e trágica de 1982. O segundo e último foi Edinho, no Fluminense. Edinho foi o quarto-zagueiro e um dos melhores jogadores do Brasil na Copa do Mundo de 1986, no México, perdendo apenas para o desempenho exuberante de Careca, o atacante que os fãs de Ronaldo Fenômeno deveriam conhecer em vídeos antigos antes de querer compará-lo a Romário. Pela ordem, Ronaldo está em quinto lugar entre os atacantes, atrás de Romário, Tostão, Reinaldo e Careca. Alexandre Mineiro só perdeu para Luizinho e Edinho e foi tão bom que, no Fluminense no interminável 1982, manteve-se titular jogando de lateral-esquerdo no time que chegou às quartas-de-final do Campeonato Brasileiro, eliminado pelo Grêmio de Leão, De Leon e Paulo Isidoro , vice-campeão perdendo para o Flamengo de Zico. >>>>>> O ABC de 30 anos atrás foi o último ABC acima de todas as médias convencionais. Um timaço. Comparável ou até superior ao de 1973, apontado como maior da história. Marcou 114 gols num campeonato, recorde até hoje. Sua dupla de ataque, Marinho Apolônio e Silva, parecia um só corpo negro e bailarino de tão hábil e feiticeiro. Habilidoso, driblador e tecelão nas tabelinhas que enlouqueciam a torcida. Abastecidos pelo cérebro glacial interpretado pela canhota sertaneja do meia-armador Dedé de Dora, sucessor do uruguaio Danilo Menezes, do time de 73. O time abusava na agressividade. Ganhava os choques contra América e Alecrim por três, quatro e até cinco gols de diferença. A defesa falhava em seu miolo, bem cimentado no tijolo do eficiente central Joel. Faltava o líder, o homem que assumisse o comando referencial das batalhas. Alexandre Mineiro chegou como o General Patton, rebelde e magistral estrategista e comandante de campo na Segunda Guerra Mundial, para quem "a morte em combate traduzia a fraqueza de um canalha sem forças para lutar". Patton era tão radical que mandava os médicos de campanha usarem capacete com estetoscópio. Virou filme, com George L. Scott ganhando prêmio de melhor ator e - sarcástico como Patton - faltando à cerimônia de entrega. Com Alexandre Mineiro em campo, o ABC ganhou, de fato, a figura que os medíocres treinadores brasileiros queriam impor à base de teorias consistentes como batatas fritas. A figura do líbero prático sem status. Alexandre Mineiro jogava um pouco à frente da defesa, próximo ao volante Nicácio e costumava brindar o centroavante Silva com lançamentos longos de sua área até o ataque. Ganhava dos atacantes na elegância e na antecipação. Seu desarme dissimulava a sutileza de um chanceler e a saída de bola se assemelhava a abertura de uma regência ao ar livre. Foi, sim, o definitivo quarto zagueiro do ABC. Sem diminuir ninguém. Aumentativo era seu futebol. Justamente eleito, formando, com Edson Capitão, dupla de sonho cinematográfico, dois lordes. Edson, não pude contemplar. O futebol e a figura governamental de Alexandre Mineiro em campo serão temas de conversas deliciosas com o último projeto indispensável de minha vida: um neto homem pra conversar sobre futebol.

SOMÁLIA

Somália desmentiu os prognósticos pessimistas. Quase a unanimidade lhe foi hostil na recepção ao ABC. Unanimidade plena comovida com suas lágrimas sinceras no jogo que garantiu a permanência do clube na Série B. A renovação de Somália fez justiça a um homem que clamava por uma chance.

EX-ÍDOLOS

Enquanto Somália volta, dois antigos ídolos se vão para longe. O meia Cascata acertou contrato com o Boavista de Saquerema (RJ) e estreia dia 18 0u 19 no Campeonato Carioca enfrentando o Vasco (RJ). Boavista favorito. Em São Januário. Leandrão foi anunciado como reforço do Remo (PA).

ENTRE O ANÚNCIO E A CERTEZA Anunciar o atacante Lean-

drão, que andava pelo futebol de Israel, nunca é o suficiente. Leandrão é daqueles cuja certeza chama-se miragem. Fez com o Fortaleza a mesma coisa ano passado e com o ABC. Convém ao Remo esperar sua chegada e a assinatura de contrato. Tratado como artilheiro. Que sem dúvidas foi e terá de provar que ainda é.

GUSTAVO

A partir de hoje, Gustavo Carvalho assume as coordenadas do América após o mandato de Alex Padang. O América pretende utilizar a continuidade como forma de maturar as conquistas.

RUI CHAPÉU

De amanhã a domingo no América, Torneio Norte-Nordeste de Sinuca com a presença de Rui Chapéu, sucesso nos tempos de Luciano do Valle na Bandeirantes.


12122013