Page 1

José Aldenir

Quarta-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

12 DE MARÇO DE 2014 w Nº 4.882

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br Heracles Dantas

> INDEFINIÇÃO PERTO DO FIM

Chapa Henrique, Wilma e João Maia será anunciada pelo PMDB, afirma Nélter PARA O DEPUTADO, SEU PARTIDO JÁ DEFINIU (FALTA APENAS A HOMOLOGAÇÃO) QUE HENRIQUE DISPUTARÁ GOVERNO, COM JOÃO MAIA VICE E WILMA PARA O SENADO POLÍTICA 3

> APÓS REPERCUSSÃO NACIONAL

Presos em delegacia de Macau são transferidos para cinco municípios CIDADE 10

Eufrates - Cervejas Especiais abre com variedade impressionante de rótulos

> EM PETRÓPOLIS

Uma loja especial para os amantes de cerveja no RN CULTURA 9

> COPA DO NORDESTE

América e Ceará começam a decidir vaga para a final ESPORTE 15 Wellington Rocha

Túlio Lemos Página 3

w João Maia busca alternativa para manter a vaga de deputado federal nas mãos do PR.

Marcos A. de Sá Página 7

w Período chuvoso se consolida em quase todas as regiões do Rio Grande do Norte.

Vicente Serejo Página 13

w Justiça como obra coletiva para resguardar sociedade da impunidade e do arbítrio.

> CAMPANHA EMERGENCIAL

Só 3% das crianças de Natal foram vacinadas contra o Sarampo A campanha emergencial contra o Sarampo será encerrada na próxima sexta-feira, dia 14, e pais ou responsáveis

por crianças de seis meses de idade a menores de 5 anos devem procurar as unidades básicas de saúde.

> SEM RESPOSTA DA PREFEITURA

Professores da rede municipal também poderão iniciar greve De acordo com a categoria, a secretária Justina Iva ainda não sinalizou cumprimento das reivindicações da cam-

panha educacional e salarial de 2014 - que foram apresentadas à Secretaria de Educação de Natal em fevereiro último.

CIDADE 14 INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,36 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,50 R$ 2,36

Euro x real R$ 3,29 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 10,5%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE Teônio Vieira Juarez Chagas Gileno Guanabara Elísio Augusto Medeiros Silva Berilo de Castro Cid Montenegro

CIDADE 6

OPINIÃO - Página 2

SIGA-NOS NO TWITTER:

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

@jornaldehoje

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 12 de março de 2014

TEÔNIO VIEIRA, empresário e colaborador (teonio.vieira@hotmail.com)

Artigo

Quarta-feira

Artigo

GILENO GUANABARA, advogado (gilenoguanabara@gmail.com)

Essa realidade assusta...

José Bonifácio e a Independência

CID MONTENEGRO, empresário (flabcid@uol.com.br)

Aquele que observar com olhar crítico o que está ocorrendo no dia a dia dos brasileiros e avaliar as consequências dos acontecimentos, ficará angustiado diante da falta de atitudes para resolver os problemas que nos afligem. Mas, os políticos, com raríssimas exceções, só esbanjam competência no assalto aos cofres públicos, exemplo disso, é à subserviência ao governo em troca de ministérios e estatais, num vale tudo em que a ética cede lugar à esperteza, o conchavo, a corrupção, o suborno, incitado à prática criminosa de fabricar dossiês para desqualificar e prejudicar até membros do mesmo partido; enquanto a ala mais radical da esquerda incentiva à desordem, o controle da imprensa e a aplicação da censura. A ineficiência encontra-se em tudo o que torna a nossa vida mais complicada e produtos brasileiros de menos qualidade e mais caros: o abandono dos serviços públicos; a inércia no combate a corrupção; a falta de manutenção da ordem; o vandalismo dos black blocs, arruaceiros mascarados, criminosos violentos que desconhecem limites, assustam e matam brasileiros desarmados, amantes do trabalho e da ordem, como o cinegrafista Santiago Andrade da TV Bandeirantes, morto com um disparo de rojão na cabeça quando trabalhava na cobertura de protesto no Rio de Janeiro. O descaso no combate a violência de militantes baderneiros do MST, que incendeiam propriedades legais, depredam e invadem repartições; grupos financiados com dinheiro público através de ONGs e outros artifícios, com o apoio de políticos sem escrúpulos com interesses escusos; além de artistas e intelectuais da esquerda do luxo, que lutam para aparecer usando o dinheiro do contribuinte; enquanto a ignorância do povo é manipulada pela falácia de uma mídia promocional e uma imprensa de comportamento precavido para não ferir interesses.

A explosão revolucionária da França chegou ao Brasil, no momento em que o ouro se exauriu. O "quinto" devido, impossível de saciar Portugal, era de 100 arrobas/ano. Em 1789 rebentaria a revolução das Minas. O movimento de Xavier, o "Tira-dentes", delineou o espírito nacional. A chegada da corte portuguesa no Brasil - milhares de servos, conselheiros, desembargadores, marquesas, comendadores, padres e Carlota Joaquina - correspondeu ao expansionismo inglês, abrindo-se os portos às nações amigas e a conseqüente liberdade de produção, criação da imprensa, dos tribunais, banco e escolas superiores. A influência inglesa no governo da corte valiase de dois áulicos: Linhares e Gauveias. Abarrotara-se a alfândega de mercadorias inglesas para até 10 anos. De uma gente trabalhadora que habitava as cidades, se antepôs uma horda de famélicos que antes devorara Portugal. Agora, tinha-se o caráter da corte dirigida por um príncipe indolente que governara em nome de sua mãe louca, tendo ao lado uma princesa debochada e pródiga, com quem não mantinha vida conjugal regular e de um filho estouvado e premeditado. À corrupção e a venalidade, tudo se somou à subserviência aos interesses ingleses. Eram contra isso as revoltas da Bahia e de Pernambuco. Há de se estranhar o fato de São Paulo e Minas não se terem filiado às revoltas do Norte. Eis o significado político da presença hábil de José Bonifácio, o Patriarca, o chefe do partido e o caráter que incorporou à independência, diferentemente dos revoltosos da Bahia e de Pernambuco: explorar a ambição de D. Pedro, tal a temerária nobreza de seu caráter; devolver D. João VI a Portugal, tal a pressão da Corte contaminada pelo movimento de restauração de 1820. Vamos reconhecer a prodigalidade intelectual do Brasil do século XVIII. Citamse diversos brasileiros, ao tempo da presença singular de José Bonifácio de Andrade. Nascido em Santos, em 1765, José Bonifácio, aos 15 anos chegou a Lisboa. Já aos 25 anos foi estudar na França. Época da revolução. Estudou as ciências de então e observou como as sociedades se rebelam, vencem e qual o papel dos chefes destemidos. Estudou com mestres na Alemanha, visitou Wegner, o geólogo de Freyberg, Conheceu as minas do Tirol, da Estíria. Na Itália, visitou Pávia, onde tomou lições. Aprendeu

Natal na mídia

Artigo

A falta de infraestrutura moderna no campo, nos portos, aeroportos, rodovias e ferrovias; obras não fiscalizadas, superfaturadas, inacabadas, mal feitas; a elevada carga tributária próxima de 40%; a demagogia de querer reduzir a jornada de trabalho de 44 para 40 horas semanais; a nossa Petrobras, a maior empresa brasileira, vem atrasando pagamentos a fornecedores e acumulando débitos, perdeu 40 bilhões de reais do seu valor de mercado, importou 40 bilhões de dólares em petróleo e derivados em 2013, frustrou a tão propalada autossuficiência e contribuiu para o crescimento insignificante do Brasil, apenas 2,3 % no ano passado, abaixo da média dos países da America Latina. São evidências de que o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) só funciona bem em Cuba e países da África. Esses fatores produzem resultados negativos, expõe incompetência administrativa e expressa a má qualidade dos eleitores, na maioria sem instrução e inconsciente dos efeitos danosos do voto vendido como se fosse mercadoria. A verdadeira política social se faz quando o governo se mobiliza para ajudar a quem mais precisa de serviços eficientes, de educação, saúde, segurança, transporte e o que mais se fizer necessário para os brasileiros viverem com decência. Seguramente, não é com o vergonhoso assistencialismo do Bolsa Família; com clara intenção de escravizar os menos favorecidos que se alcança o bem estar social. O país não mudará enquanto não mudarmos o foco da ideologia que prevalece atrasando o progresso. Os salários continuam sendo corroídos pela inflação e não se sabe até quando o brasileiro suportará ser tratado como idiota! Essa realidade assusta! Só para advertir: Para ser livre na maneira de proclamar o que penso, recuso ideologias, religiões e dogmas. Faço da liberdade de expressão o bem maior de uma cidadania aberta.

JUAREZ CHAGAS, professor do Centro de Biociências da UFRN (Juarez@cb.ufrn.br)

Os Grantees da SCBEU Quando o livro "Nos Bons Tempos da SCBEU-Viagem nas Memórias dos Anos Dourados de Natal" foi lançado em 2011, o público mais jovem criou uma expectativa em torno do mesmo, muito mais por seu subtítulo do que propriamente pelo contexto Sociedade Cultural Brasil-Estados Unidos, a mais importante Escola de Inglês que Natal já possuiu em todos os tempos, mesmo já tendo completado 40 anos de sua extinção, o que significa dizer que, apenas pessoas acima dos quarenta anos de idade, lembrar-se-iam desta renomada Instituição a qual se confundiu com a sociedade natalense, por igual período. Dentre seus capítulos, há um que trata dos Grantees da SCBEU, os quais eram espécies de "Diretores Culturais", enviados diretamente para Natal, pelo governo americano, para dirigir a Escola durante dois anos, após os quais eram substituídos por seus pares. A propósito, aqui cabe uma explicação semântica, inclusive para muitos que têm fluência em Inglês, mas que desconhecem o sentido da palavra "grantee", embora saibam o que "grant", significa. Grant s. Concessão, doação, outorga, auxílio...v. conceder, permitir, outorgar. The Merriam-Webster Dictionary pocketbook, (um dos melhores que já vi até hoje), descreve a palavra da seguinte forma: grantee n(s) one to whom a grant is made (alguém para quem uma doação é concedida) e aí, cabe outro reparo, pois o auxílio era concedido à SCBEU e não ao próprio Grantee. Semântica à parte, vale observar que, na época dos Grantees da SCBEU que foi entre 1957 a 1970, estes representantes do governo americano em nossa capital, eram tidos por muitos como espiões, agentes da CIA e coisas do tipo, pois se acreditava que estavam aqui para espionar, enquanto vestiam a camisa de diretor cultural. Foram eles, na ordem cronológica Wayne Taylor (1957/1959), Robert Linquist (1959/1951), Frank Walton (1961/1963), William Cozort (1964/1966), William Houseman (1966/1968) e Douglas Rose (1969/1970), tendo todos desempenhado suas funções e feito amizades e laços afetivos da melhor forma possível, exceto um que, dito por muitos, era arredio, desconfiado, mal humorado e de poucas relações amistosas pessoas, que foi William Cozort, um veterano de guerra e de pouca conversa. Interessante lembra que temos registro fotográfico e dados pessoais de todos os Grantees com os quais conviveram a diretoria e professores mais antigos da SCBEU, menos deste em particular, o qual não gostava de ser fotografado e nem se permitir ao convívio pessoal com facilidade. Sobre ele pesam algumas contestações pessoais, dentre as quais, tinha o hábito de listar os alunos inadimplentes, entrar em sala de aula subitamente, ler o nome do devedor e mandar se retirar, dizendo que o mesmo só aparecesse quando passasse primeiro na tesouraria da escola. Por vezes, desaparecia o devedor e ele também, por um bom tempo. Sobre os demais Grantees só existem boas e afetivas lembranças, Dr. Dalton Melo, Dr. Solon Galvão Filho e outros que privaram de suas amizades e convívios, que confirmem saudosamente. Há uma passagem especial sobre Cozort que merece registro, para quem ainda

não tem conhecimento a respeito. Certo dia seu Chico, o zelador e vigia da SCBEU que normalmente dormia num grande sofá que tinha no salão, o qual tinha todo o ambiente formal, porém suave, da representação dos EUA e Brasil. Quadros, Avisos, pequenos posters, folders, etc e as duas bandeiras ladeadas, uma de cada país. Um dia, numa noite de frio, ao se deitar numa poltrona na sala, como de costume, seu Chico resolve se enrolar com a bandeira americana que, cuidadosamente tirou do pequeno mastro, para se agasalhar na mesma. Só que, além da idade já um pouco avançada, ele cansado dormiu um pouco além da conta e, já perto das 8:00 A.M., quando as aulas começavam, ele ainda roncava enrolado na bandeira americana, como se estivesse sonhando com o mundo da fantasia, no meio da madrugada. Mr. Cozort, ao chegar cedo da manhã, encontra a cena que não esperava. E o diálogo foi mais ou menos assim: - What the hell are you doing just wrapped in our flag, old man? (Que diabos o Sr tá fazendo enrolado na nossa bandeira, seu velho…?). Seu Chico que gaguejava e piscava os olhos umas 30 vezes antes de falar… deu um pulo, olhou para os lados, se deparou com o chefe, pigarreou e, mesmo sem entender Inglês, compreendeu pelos gestos e admiração do homem que ele questionava sobre o ato e respondeu. – Tava muito frio, seu Cozort... – E por que o Sr não se enrola no seu própria bandeira? Continua esbravejando, dessa vez com seu sotaque "carregado". – Porque a americana é mais "furnida"... – O quê!!!!!???? o nosso bandeira é mais fudida?! – É mais quentinha. Disse entre gaguejos e piscadas de olhos, mas querendo tirar um sarro no chefe mau humorado, com quem já tinha tido alguns desentendimentos. – Ora! Ora! I can´t believe it!!(Ora, ora, não acredito!!) E retirou-se reclamando sem que seu Chico entendesse coisa alguma, exceto os gestos. Depois, Mr. Cozort foi reclamar o ocorrido ao Protásio Melo, que caiu em gargalhadas, depois de explicar o que significava "furnida". Cozort, por outro lado, não entendendo o deleite de Protásio, o questionou de pronto. – What are you laughing at, Protásio? Are you kidding me? (Por que você tá rindo, Protásio? Você tá me gozando?) – Of course not, Cozort. You gotta understand that the old man is a rough man and he did not do it for bad. He just… (Claro que não, Cozort. Você deve entender que o velho é um homem rude e não fez por mal. Ele apenas...) – He just got wrapped in our flag! That´s what he just did! (Ele só se enrolou em nossa bandeira! Só foi isso que ele fez!). Protásio apenas ria até que o homem patrioticamente fleumático e indignado se acalmava aos pouco, resolvendo dar uma sugestão preventiva. – If I were You Protásio, I´d get your flag "furnida", from now on…(Se eu fosse fosse, Protásio, conseguiria uma bandeira "furnida" pra vocês, daqui pra frente...).

Artigo

com Bergmann em Upsala e com Abilgaard em Compenhaque. Dados os estudos e as descobertas, José Bonifácio tivera o mérito de ser reconhecido "mestre da ciência". De volta a Portugal, feito "desembargador", atribuíram-lhe "todas as coisas", dentre elas o de ensinar em Coimbra. No entanto, Portugal não estava nem aí para a mineralogia. Passada a crise da guerra com os franceses, Portugal postava-se à inutilidade da Regência de Beresford. A pobreza, a vileza e a corrupção decidiram a volta de José Bonifácio. Cauteloso quanto ao ideário da revolução, José Bonifácio possuía todos os ingredientes para sua participação no processo de Independência vivido no Brasil. Não era certamente um Bolívar. Era um estadista conservador. A eclosão da revolução de 1820, em Portugal, e a reclamada volta de D. João VI, acelerou, para os lados de cá, os ideais de Independência. Deu-se a correspondente criação dos partidos. A presença do príncipe Pedro, co-resultado da fragilidade de D. João VI nos fatos, prova a passividade e ambição que o movia, à falta de inteligência ao seu redor. De Portugal, o gênio da mãe que pariu dois filhos gênios díspares: um, institivo pelo poder, reacionário e ultramontino da Austria de Metternich. O outro, liberal, da maçonaria, da Inglaterra de Canning. O primeiro, dos sanguessugas do antigo regime. O segundo, a par da sorte renovada pelos sopros da modernidade da Europa. Como se avesso ao tio/irmão, D. Miguel, e ao pai, D. João VI, D. Pedro tivera cumplicidade com os republicanos de 1817, em Pernambuco, e era possuído da idéia de voltar a Portugal para assumir a revolução de lá. Idéia bem aceita pelos que não digeriam à autonomia do Brasil a residência do Rei no Rio, açodados pela possibilidade de volta à condição colonial. De reconhecida incompatibilidade com D. João VI, em razão do gênio herdado da mãe, Carlota, assim era D. Pedro de Orleans e Bragança. Mais para ambicionista e menos para revolucionário, D. Pedro postou-se ao lado dos rebeldes no Brasil, em que pesem os seus instintos absolutistas para com as idéias liberais. Da inutilidade da estada, D. João VI terminara de regresso a Portugal, movido sempre pela indolência e pelo medo das revoluções que cortavam cabeças dos reis, na Europa. Para os sátrapas da coroa,

o regresso era o louvaminho da derrota da colônia, a quem continuariam a explorar. Havia, por fim, o partido separatista de São Paulo e Minas, contrário aos portugueses, ungindo-se pela Constituição de 1815. Diante do embate, instado à frente da guarnição do Rio, D. João VI deixou o seu filho príncipe regente. No ano de 1822, com o fim do período de Regência, diante do intuito das Cortes de restaurar a Colônia, ou D. Pedro retornaria à Europa, ou optaria em ficar no Brasil. A presença de José Bonifácio revelou o momento não de um Reino Unido, mas de um Estado independente de Portugal. De um lado, o partido dos Andrades, defensores do equilibro dos poderes (Bentham), do governo parlamentar, quase radical, que insuflara a D. Pedro não regressar a Portugal. A proclamação do "Fico" comprometeu o príncipe Regente. A sua decisão fez as tropas portuguesas rebelarem-se, em apoio ao plano de restauração colonial. De outro lado, os jacobinos da Bahia e Pernambuco, contrários a D. Pedro, que somaram a favor o posicionamento geral dos partidos brasileiros. D. Pedro expulsou as tropas portuguesas. Tratava-se de salvar a colônia das Cortes, que instigavam o seu pai e do intuito da re-colonização. Encarnou assim o ideário de Independência em proveito da sua dinastia. Mas esqueceram de indagar a José Bonifácio acerca das questões postas. No arrufo de arrogância, temerário, despótico por temperamento e formação, faltava a D. Pedro o tempero do estadista. Tornara-se vítima da armadilha posta de escolher entre Portugal e o Brasil. Declarado "Defensor Perpétuo" em maio de 1822, proclamou guerra a Portugal. Convocou a Assembléia Constituinte. Bradou de São Paulo o grito de separação. Com a sua opção pelo Brasil, D. Pedro, a par da gratidão da nação recém-proclamada, dissolveu assembléias, subjugou os Andrades, submeteu os revoltosos, aliciou os áulicos. Vadio nas peripécias amorosas, em pouco tempo foi-se o louvor de haver proclamado a Independência. Produto de uma dinastia européia, D. Pedro não era brasileiro. Aprendeu pouco do gênio nativista: "Abdiquei a Coroa e saio do império, sejam felizes na sua pátria", disse ao se despedir. Ressalvou "na sua". Não disse "na nossa pátria". Desdenhou o significado que o povo que lhe reconhecia. Restou a figura de José Bonifácio, o "patriarca da Independência".

ELÍSIO AUGUSTO DE MEDEIROS E SILVA, empresário, escritor e membro da AEILIJ elisio@mercomix.com.br)

1900 - A Chegada do Bonde Paulista Em 7 de maio de 1900, Tibério que se encontrava em viagem de negócios na capital paulista teve oportunidade de assistir a inauguração da primeira linha de bondes elétricos na cidade. A novidade chegara a São Paulo por iniciativa dos canadenses Alexander Mackenzie e Frederick Pearson, que se associaram a uma empresa nova-iorquina e fundaram a São Paulo Tramway, Light & Power Company – a famosa Light. No dia da estreia do elétrico, Tibério foi na companhia de amigos até o centro da cidade. Posicionaram-se na ladeira de São Tomé, esquina da Rua Líbero Badaró, e por lá ficaram esperando ansiosos, com os olhos fixos no Largo de São Bento, de onde viria a novidade tão aguardada. No local havia muita gente, uns tinham chegado muito cedo. De repente, uma grande agitação tomou conta da multidão. Lá vinha o bonde! O veículo amarelo e grande

Artigo

ocupava os trilhos de ferro do centro da rua. Vinha sendo conduzido por um homem de farda azul e boné, o motorneiro, que tinha ao seu lado um fiscal. Na parte superior do veículo, uma espécie de lança de ferro que ligava ao fio esticado no alto. Uma campainha forte e insistente tilintava, fazendo o povo que tomava a rua abrir espaço para lhe dar passagem. Descia a rua devagar, de farol aceso. Mais gente chegava ao local - todos queriam ver a novidade. Algumas pessoas de olhos arregalados se afastavam para um ponto seguro. – Lá vem... lá vem! Exclamavam alguns. O veículo chegou ao ponto que Tibério estava. O bonde estava apinhado de pessoas – uns sentados, outros mais afoitos pendurados nos estribos laterais. Uma senhora idosa, que estava próxima a Tibério, comentou em voz alta: "Que

povo corajoso... andar num "troço" desses!". O bonde passou em frente a eles, soberbo, chiando sobre os trilhos luzidios que brilhavam. Mais a frente, um pequeno tumulto e corre-corre. O que teria havido? Um acidente? Tibério e os amigos se dirigem até o local. De longe já avistam o elétrico parado. Não se mexia. As pessoas embarcadas, aos poucos, vão saindo do seu interior. Uma pessoa tira uma trave quebrada dos trilhos. As pessoas embarcam novamente e o veículo reiniciou sua marcha. Devagar, ainda mais devagar. Aos poucos, a multidão foi se dispersando e os comentários sobre o ocorrido tomaram diversas interpretações. Nas ruas, os acendedores de lampião passavam com suas varas nos ombros, acendendo os acetilenos dos postes de iluminação pública. Em breve, a iluminação elétrica os destituiria dessa função antiga.

BERILO DE CASTRO, médico (berilodecastro@hotmail.com.br)

Mundos diferentes e desiguais Nesses últimos cinquenta anos, a medicina tem evoluído muito. As pesquisas científicas cresceram de forma surpreendente, estimuladas por programas dos governos, sejam nas universidades públicas ou privadas, com intercâmbios do mais alto valor científico e cultural com o mundo todo. Em todas as áreas da saúde, têm-se observado progressos e melhorias imensuráveis. Os desafios são muitos e os avanços são encorajadores: descobertas e mais descobertas têm sido feitas: novos testes sorológicos de laboratórios para diagnóstico precoce de doenças infectocontagiosas, como a AIDS e hepatite C; estudos avançadíssimos em genética humana, com préidentificação, rastreamento de elementos genéticos precursores de câncer de mama; avanços e mais avanços nos estudos com células troncos, na tentativa de formação e de substituição de novos tecidos e órgãos vitais do organismo. Na neurociência, o trabalho liderado pelo neurocientista, o brasileiro Miguel Nicolelis, na Universidade Yale, nos Estados Unidos, em sua pesquisa conhecida como "interface cérebro-máquina", usando um exoesqueleto em um paraplégico para fazê-lo andar. Na medicina preventiva, a descoberta de novas vacinas, contribuindo para a prevenção de doenças respiratórias (como a gripe) e a imunização contra parasitas, a exemplo da esquistossomose mansônica, a hepatite B, e o HPV (vírus do papiloma humano), causador do câncer de colo de útero, etc. A Cancerologia (Oncologia) vem se constituindo em uma das áreas de maiores avanços, com a descoberta de drogas (quimioterapia) com alto poder de destruição de células cancerosas, sem no entanto comprometer as células sadias. Os modernos

aceleradores lineares, cada dia mais precisos e poderosos na emissão de radiações restritas somente às áreas realmente comprometidas; mais recentemente a Imunoterapia (estimulação do sistema imunológico) .Com isso, estamos alcançando índice de regressão impressionante de tumores malignos, evitando o avanço e a disseminação para outros órgãos (as metástases), o que vem contribuindo de forma inegável à elevação da sobrevida da população enferma, antes condenada inexoravelmente ao êxito letal em um curto espaço de tempo. No campo do diagnóstico feito por imagem, o surgimento de modernos aparelhos de RX, ultrassom, os cintilógrafos, tomógrafos, aparelhos de ressonância nuclear magnética e a PET-CT (tomografia por emissão de pósitrons), que muito têm contribuído para a realização de diagnósticos precoces, precisos e minuciosos. Na área cirúrgica, grandes avanços têm sido verificados: os vitoriosos transplantes de órgãos; estudos recentes têm sido feitos na Suécia, na tentativa do transplante de útero; cirurgias cardíacas (revascularização miocárdica),implantes de stents biocompatíveis, substituição de válvulas cardíacas, marcapassos, coração artificial, próteses arteriais (em cirurgias de aneurismas), cirurgias corretoras cardiovasculares intrauterinas, cirurgias de fístulas artériovenosas, cirurgias por videolaparoscopia e as cirurgias robóticas. Na ortopedia, a fabricação e a utilização das próteses (biocompatíveis) de fibra de carbono e de titânio substituindo com perfeição e funcionalidade as grandes articulações (joelho e articulação coxofemoral) desgastadas, comprometidas por acidentes ou doenças; e as perfeitas e funcionais próteses de membros superiores e inferiores.

Deixando de lado a realidade dos fatos e entrando no campo dos sonhos (sonhar é bom e ainda é de graça !), fica a pergunta: quando é que nossos humildes pacientes, segurados do Sistema Único de Saúde (SUS) irão usufruir desses avanços magníficos e benéficos, se não dispomos ainda de um simples, digno e modesto atendimento hospitalar? Não é nosso, o malfadado privilégio. É o Brasil todo que sofre dessa mazela e dessa maldade irracional e desumana: pacientes esperando noventa dias para uma simples consulta; filas e mais filas de acidentados aguardando uma cirurgia ortopédica; gestantes parindo nos corredores das casas de parto em cadeiras e/ou no chão; traumatizados (fraturados) amontoados em corredores de hospitais dormindo no chão coberto com papelões; unidades de urgências e emergências infantis fechadas; farmácias de hospitais desabastecidas; irregularidade na entrega de medicamentos de uso permanente para doenças crônicas; a espera de sessenta a noventa dias para realização de um exame de imagem: ultrassom, tomografia (quando chegam a marcar !), e por aí vai, a indiferença é grande, contínua e desumana. Ficamos todos a imaginar, com certeza e tristeza que todos esses extraordinários avanços e melhorias que a medicina vem alcançando nesses últimos cinquenta anos não chegarão a esses pacientes necessitados, ficando restritos somente àqueles (poucos) que realmente possuem condições financeiras próprias para bancá-los, e a uma minoria privilegiada que, usando as prerrogativas do poder público em seus cargos, venha a usá-las de forma benéfica e graciosa. Mundos diferentes, desiguais e desumanos.

Em uma cidade que tem Jussier Santos, Fernando Bezerril e Antônio Roberto Rocha no turismo. Jener Tinoco, Alexandre Macedo e João Maria em marketing ... Quem sou eu para falar nesses assuntos? Mas todo leitor metido a escritor acha que sabe de tudo (risos). Ontem estive na exposição "Brasil um país, um mundo" que está em Natal nos divulgando para o planeta. Vale a pena. Um museu ambulante e muitas histórias vividas e contadas do Brasil nessa galáxia da bola. Abracei José Macia ou melhor, Pepe, o "canhão" da Vila bicampeão mundial pelo Santos e Seleção a quem o ciceroneie aqui em 2011 a pedido do rei Pelé. No meu tempo de Colégio Salesiano e Colégio da Conceição existiam três redes: Da trave, de pescar e a da soneca depois do almoço. Hoje tem redes sociais, é o louvável avanço tecnológico. Então potiguares vamos aproveitar e divulgar nosso estado. Os que são contra a Copa e eu respeito, eu peço: Em vez de twitarem "Fora" Copa, escrevam 'Visitem Natal'. Em vez de postarem imagens demagógicas contra a Copa, divulguem fotos do Frasqueirão, da Arena das Dunas, do Forte, de Ponta Negra, dos nossos hoteis, de Genipabú, da Pipa de Eliana Lima ... Comentem sobre nossa culinária e não esqueçam da ginga com tapioca na Redinha de Hélio Rocha e o grande Eunélio. Creio que seja por aí. Se nós não fizermos nosso turismo e nosso marketing quem irá fazer? Os cearenses? Os pernambucanos? Agradeço a leitura de Dona Gisélia da Rocas que me manda e-mail e esclareço. As vezes dou detalhes óbvios porque esse JH é lido além divisas do RN e além fronteiras do nosso país. Muitos nem conhecem Natal, entende? Mande meu abraço ao excelente pagodeiro do seu bairro o nosso querido Debinha. "Felizes os que têm dentro de si uma porção chamada gratidão e a ingratidão é a ferida da alma". Mesmo sendo página virada ... Registro. Eles me ofertaram seus escritórios e eu quero agradecer publicamente aos meus queridos amigos cariocas Michel Assef e o filho Michelzinho (advogados do C.R. Flamengo) e ao Dr. Clóvis Sahione (advogado do governador Sérgio Cabral). Ao mineiro Dr. Décio Freire (advogado do senador Aécio Neves). Aos advogados o paulista Antonio Pedro Fleury e ao baiano Luis Carlos Magalhães. Muito obrigado pela solidariedade e a oferta da defesa jurídica. Porém já estou nas limpas e competentes mãos do profissional tão brilhante quanto os senhores, o renomado advogado potiguar Dr. Cleto Barreto auxiliado pelo Dr. Rodrigo Barreto e o Dr. Bruno Montenegro Ribeiro Dantas. Aproveito também aos citados para agradecer a leitura dos artigos e sempre transmito aos demais jornalistas desse vespertino os elogios lançados por vocês sobre o JH. Ps. (Calma Drª Gipse Montenegro, já tem advogados demais e vá cuidar do mais novo abecedista que você colocou no mundo, risos). Ps. Meu sobrinho promotor André Mauro. Realmente minha irmã Madalena não está corujando como avó não... seu filhinho está lindo mesmo. Ps II. Amigo Carlos Alberto Torres, a ligação de apoio e apreço que recebi de New York da sua majestade o rei Pelé foi coisa sua. Você nega, todavia sei que foi. (risos). Ainda arrisco suas palavras para ele: "Edinho, liga para o Montenegro que ele passou um constrangimento lá em Natal". Foi ou não foi? Confesse. (risos).Olha só Carlinhos, estive em aniversário do querido amigo de mais de vinte anos Joãozinho garçom da Bella Napolli e chegando lá em sua residência em Soledade II na Zona Norte me deparo com um quadro dele com você. E olhe que ele já foi fotografado com grandes personas, mas ... capitão é capitão. Ps III: Dr. Aldair Rocha. O senhor que é um homem íntegro, honrado, de conduta ilibada e de alta performance na Polícia Federal. Parabéns aos relevantes serviços prestados ao RN, nenhum ser humano é capaz de fazer milagres. Parabéns dileto amigo. Não sei o seu destino, nem se vai se aposentar, mas seja qual for que Deus lhe ilumine e proteja a toda sua família. Ps. IV: Frase do amigo desportista Cláudio Bezerra que esteve na Copa da África do Sul em 2010. "Todo ser humano antes de morrer, tem que viver, presenciar uma Copa do mundo, é fantástica." Então eu digo: "Na pátria do futebol, nem todos os brasileiros podem ir às copas e essa copa veio para todos os brasileiros. Ps V: "Agora sim, o povo está feliz. Mengão campeão, voa Urubu, voa "... Até a próxima.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Fábio Pacheco EDITORA DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 3

Para Nélter, chapa Henrique, Wilma e João Maia falta apenas ser homologada DEPUTADO AFIRMA QUE NOME DE HENRIQUE ALVES AINDA NÃO FOI OFICIALIZADO POR CAUSA DE PROBLEMAS COM O PT Para o deputado estadual Nélter Queiroz, do PMDB, a sigla já definiu: o candidato ao Governo do Estado que o partido apresentará será mesmo o presidente da Câmara Federal, Henrique Eduardo Alves. E, segundo Nélter, com uma chapa composta por Henrique e mais a vice-prefeita Wilma de Faria, do PSB, candidata ao Senado, e o deputado federal João Maia, do PR, lançado como vicegovernador, vai ser muito difícil alguém suplantá-la nas eleições deste ano. Para Nélter, o vice-governador Robinson Faria, do PSD, précandidato ao Governo, e a deputada federal Fátima Bezerra, do PT, possivelmente candidata ao Senado, não teria força contra a chapa encabeçada por Henrique e Wilma devido à trajetória, aos "serviços prestados" e, consequentemente, ao capital político dos dois. "Acredito que será um somatório de fatores convergentes para construção de um projeto para o Estado", disse o deputado, dizendo acreditar na composição político/eleitoral que no seu entendimento está faltando apenas a homologação dos nomes nas respectivas convenções. De acordo com Nelter Queiroz, o anúncio da chapa que terá um do PMDB como candidato a governador - "certamente Henri-

Wellington Rocha

Heracles Dantas

Henrique deverá ser candidato ao Governo do RN

João Maia, deputado federal, o nome para o vice

Wellington Rocha

JOAQUIM PINHEIRO E CIRO MARQUES REPÓRTERES DE POLÍTICA

Nélter afirmou que falta apenas a homologação que", como antecipou o deputado em contato com O Jornal de HOje - deverá ser anunciada no início de abril, já que de acordo com o parlamentar seridoense, a questão nacional, entre PMDB e PT, está atrasando o anúncio da chapa. "Será uma aliança forte e o PMDB é favorito", avaliou Nélter que, também, comentou a possibilidade dele mesmo ser o nome lançado pelo partido para substituir Henrique Alves na Câmara Federal. "Conto atualmente com o apoio de 18 prefeitos e inúmeros vereadores. Se for convocado pelo meu partido, enfrentarei o desafio, entretanto, no momento existem apenas especulações sobre esse Divulgação

Dilma teria amenizado situação de conflito com PMDB e dito que sigla “só dá alegria”

assunto", ressaltou. FERNANDO BEZERRA Apesar de lançar, agora, o candidato Henrique Alves para o Governo do Estado, Nélter já teve "outras opções" para a disputa. Há, precisamente, dois meses, por exemplo, o deputado defendeu o nome do empresário Fernando Bezerra. "Fernando Bezerra é um nome que está posto para a discussão com outros partidos e com a sociedade, sem nenhum tipo de pressão. Eu apoio o nome dele, mas acho que essa discussão passa pelo povo do RN e também pelos demais partidos. A gente tem que fazer uma grande frente em prol

do Rio Grande do Norte, porque a situação do Estado não está fácil", afirmou Nélter Queiroz, acrescentando que "Fernando Bezerra tem um perfil importante para o RN que é o perfil de gestor. O povo está cansado de candidato simpático, popular, carismático. Precisa de um gestor que consiga resolver os problemas". E um ano antes, o próprio Nélter já tinha anunciado uma previsão bem diferente. "Acho que 'finda' Garibaldi sendo candidato a governador do Estado. Eu acho que a chapa, na minha opinião, está praticamente formada, com Garibaldi e Fátima Bezerra. Acho que Garibaldi está jogando bem,

Arquivo

E Wilma seria a opção da chapa para o Senado

dizendo que não é candidato, para a presidente da República, Dilma Rousseff, chama-lo, convidá-lo na época oportuna, através do PT, e lançar essa chapa", afirmou Nélter, em entrevista ao Jornal Verdade, da SimTV!, em abril de 2013. HISTÓRICO FAMILIAR Nelter Queiroz, que é filho do ex-deputado Nelson Queiroz, e a exemplo do pai, foi prefeito de Jucurutu e encontra-se no exercício do seu sexto mandato na Assembleia Legislativa, é um dos parlamentares mais polêmicos pelas posições que assume e ideias que defende, tanto como deputado de oposição quanto de gover-

no. Costuma dizer que não tem líder político nem obedece orientação política de ninguém. E que só tem satisfação a dar ao povo do Seridó, particularmente Jucurutu onde a sua família atua há mais de 40 anos. Já foram prefeitos do município, além dele próprio, o pai, Nelson Queiroz e o irmão, Júnior Queiroz. Atualmente, exerce o cargo, seu filho, George Queiroz, após uma disputa acirrada com o então prefeito, Júnior Queiroz, que tinha como sucessor preferido o sobrinho Júlio Queiroz, convidado por Nelter para se filiar ao PMDB e ser o candidato, mas foi preterido no pleito de 2012.

Henrique assume problemas com PT e descarta isolar líder Para o deputado Nélter Queiroz, a chapa com Henrique Alves, Wilma e João Maia só não foi anunciada, ainda, porque a aliança nacional entre PMDB e PT passa por problemas. E, realmente, parece que a confusão não é considerável. Tanto que, na tarde desta terça-feira, Henrique, como presidente da Câmara Federal, confirmou que a aliança passa por "problemas" e descartou isolar o líder do partido na Casa Legislativa, negando o pedido feito, supostamente, pela presidente da República, Dilma Rousseff, do PT. "(A aliança entre PT e PMDB) É só alegria, mas é lógico que, em um governo deste tamanho, com

dois partidos tão grandes, haja problemas entre os partidos, mas a relação com ela [Dilma] é boa", ressaltou Henrique, repercutindo a declaração feita por Dilma horas antes, de que a aliança com o PMDB "só dava alegria". Depois, inclusive, o presidente da Câmara conduziu a sessão plenária que aprovou a criação de uma comissão externa para investigar a Petrobras. Os peemedebistas votaram favorável, o que representou uma derrota significativa para o Governo Federal. Por isso, Henrique também teve que comentar a atuação do líder do PMDB na Câmara, o deputado Eduardo Cunha, que teria deixa-

do, mais uma vez, a presidente insatisfeita (na reunião entre as cúpulas dos dois partidos, ela já teria pedido o isolamento dele). "Isso [isolar Cunha] não passa passa na cabeça do PMDB', afirmou. Na semana passada, Cunha chegou a dizer que o PMDB deveria repensar seu apoio ao PT. O líder do PT na Câmara, Vicentinho (SP) respondeu dizendo que o PMDB não poderia ter "duas caras" e que deveria definir se é governo ou oposição. "Nenhum partido da base do governo pode ter duas caras. Não se pode ser oposição e situação ao mesmo tempo", disse Vicentinho. Mesmo com as declarações da

presidenta Dilma, do vice-presidente Michel Temer e do presidente da Câmara, o clima entre as duas legendas continua tenso. O PMDB divulgou hoje nota de apoio a Eduardo Cunha, na qual critica as ações do PT. "A harmonia e a coesão da nossa bancada, ao mesmo tempo que incomodam outras forças políticas que flertam com um projeto hegemônico de poder, têm tributado ao nosso líder Eduardo Cunha ataques e agressões que extrapolam o patamar da civilidade em quaisquer relações", acrescenta a nota. O texto diz ainda que os ataques a seu líder "são ataques ao PMDB".

DECISÃO O deputado José Dias, em entrevista ontem na 96 FM, disse que a aliança entre Robinson Faria e Fátima Bezerra só não ocorreu de forma definitiva por causa da própria Fátima. Segundo ele, todo o PT quer fechar a chapa e ir para a rua; a irmã de Tetê pisa no freio. O que é que tá havendo?

durante a abertura da Copa do Mundo. O temor de vaia foi maior que a perspectiva de uso político do evento. Evitar que um político faça discurso é como mandar o jogador de futebol começar o jogo sem bola.

Entre os políticos e os alienígenas existe também um ponto comum: ainda não se sabe quem eles de fato representam. Os brasileiros continuam esquecidos e entregues a sua própria sorte".

MOBILIDADE Definitivamente, o caos se instalou no trânsito de Natal e confirmou o gigantismo da incompetência da secretaria de Mobilidade Urbana. Todo mundo sabe que os transtornos são inevitáveis. Porém, poderiam ser amenizados se a tal secretaria fizesse algo. É a imobilidade oficial.

ALIENÍGENAS II Teônio conclui: "O PMDB poderia mudar o rumo deste país, mas não muda, não assume o papel que lhe cabe no contesto político-governamental e permanece servindo aos interesses do continuísmo que agride a democracia. Por falar em democracia, a Comissão de Justiças do Senado, cuja maioria é do PT, deveria ter agido em consonância com a vontade da maioria do povo, nove em cada dez brasileiros são favoráveis à redução da maioridade penal para 16 anos; ao contrário, arquivaram o projeto. Assim, a criminalidade descontrolada e impune continuará, uma vez que dificilmente atingirá os superprotegidos, que se dizem nossos representantes".

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS FEDERAL Caso aceite compor a chapa do PMDB como candidato a vice-governador, João Maia busca alternativa para manter a vaga de deputado federal nas mãos do PR. O nome do prefeito de São Gonçalo, Jaime Calado, é favorito para substituir o irmão de Agaciel. A solução também agrada ao PMDB. Afinal, com a renúncia de Calado em São Gonçalo, assume a Prefeitura o vice-prefeito do PMDB, Poti Neto. LARANJA O ex-senador Fernando Bezerra recebeu convite do PMDB para ser candidato a governador. Disse que iria pensar. Viajou para a Europa, pensou e voltou. Ainda permanece em silêncio. Nesse período em que Bezerra esteve pensando, o PMDB de Henrique Alves fez consultas públicas a prefeito e praticamente rifou a candidatura do empresário sem ao menos dar a chance ao pai de Sílvio desistir ou aceitar o convite.

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

LARANJA II Quando a coluna alertou que Fernando Bezerra faria o papel de laranja do PMDB, o próprio ficou aborrecido e achou que estava sendo 'desmoralizado'. A desmoralização não partiu da coluna, que respeita muito o ex-senador e sua história; ele foi e continua sendo desmoralizado publicamente pela humilhação que o PMDB o submete. Tudo ocorre diante de seu cúmplice silêncio. CHAPA O prefeito de Taipu, Ariosvaldo Bandeira Júnior, o Louvado, já definiu sua chapa para o pleito de outubro: Governador: Robinson Faria; Senado: Fátima Bezerra; deputado federal: Fábio Faria; deputado estadual: Walter Alves. DISCURSO O discurso do ex-secretário Aldair da Rocha é verdadeiro. O Governo Rosalba Ciarlini não priorizou a Segurança Pública e deixou o setor passar por problemas básicos por

falta de pagamento. Isso é fato e é do conhecimento de todos. Mas a questão é cronológica. SECRETARIA O problema é que Aldair da Rocha engoliu esse discurso durante todo o tempo em que esteve apegado a cadeira de secretário. Após a demissão, o delegado resolveu vomitar suas verdades. O que ele disse é verdadeiro; o problema é que o apego ao cargo o impediu de ser verdadeiro durante todo o tempo. Agora, o discurso soa falso e vingativo. CHANTAGEM Até quando está em dificuldade política o Governo Dilma Rousseff é beneficiado pela repercussão. Diante da chantagem explícita e do teatro feito pelo líder do PMDB, Eduardo Cunha, a presidência da República detectou que o embate público de Dilma com o PMDbista é positivo para a o Governo. A imagem do PMDB não é das melhores para a população.

VÍSCERAS O deputado José Dias disse ainda que as fragilidades dos candidatos serão exploradas durante a campanha deste ano. Segundo o marido de Diúda, 'as vísceras' serão expostas no pleito. Ou seja: quem tem passado negativo, prepare o lombo. VAIAS O Governo Dilma Rousseff é paradoxal. É bem avaliado pela população, a presidente está à frente de seus adversários em todas as pesquisas, mas teme encontro com o povo. A última comprovação disso é o fato de ter suspendido discursos

ALIENÍGENAS O leitor Teônio Vieira manda e-mail: "Caro Túlio, apesar de não acreditar na existência de alienígenas, com efeito de crítica, comparo os políticos brasileiros a esses extras terrestres, que só entram em evidência periodicamente, sendo que os políticos mais regulares aparecem nos períodos de eleição.


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 12 de março de 2014

Quarta-feira

José Aldenir

José Aldenir

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Na mesa, prato salgado Observação de quem é apontado como "profundo conhecedor" da personagem Dilma Rousseff. Homem público de vários mandatos no Legislativo e cargos no Executivo, ele descortina "estratégia de risco do marketing da reeleição". Refere-se ao desentendimento da presidente da República com o PMDB, "partido de potencial no Parlamento e em grandes cidades". nnn Ela colore a "imagem de austeridade" junto a eleitores de menor poder analítico. Entretanto, "pouco acresce" aos cidadãos informados das concessões a outros partidos, sobretudo ao PT. Estigmatizar o peemedebismo com o ferro e brasa do fisiologismo não é novidade. "Nenhuma legenda está livre do carimbo", diz. Por isso, aconselha-a a "negociar republicanamente, em vez de radicalizar, porque será ela a somar perdas", sublinha o ledor da alma presidencial, senador oficialmente tido como da base palaciana. nnn Pós-escrito: ontem, na Câmara, a chefe do governo contabilizou a primeira derrota político-parlamentar no período pós-campanha para isolar o líder do PMDB, Eduardo Cunha, grão-mestre do 'Blocão'. Divulgação

Eudiane Macedo é da bancada do prefeito, mas teve seu projeto sobre caixas vetado

Júlio Protásio, líder do prefeito, não repreendeu aqueles que eram contrários ao veto

Vereadores derrubam veto do prefeito Carlos Eduardo MATÉRIA DO EXECUTIVO NÃO TEVE APOIO DE 21 DOS 29 PARLAMENTARES. ATÉ

FACES DA MEDALHA Líder do PROS na Câmara fala, mas a realidade contradita. O alagoano Givaldo Carimbão (foto) diz que o governador Cid Gomes (CE) é um bom quadro da sigla, "mas não a comanda". Pronuncia-se assim para explicar o incentivo à articulação do colega e correligionário Miro Teixeira, pretendente ao Executivo fluminense. Incentivado por Marina Silva, sua possível vice, Eduardo Campos, 'dono' do PSB, ofereceu parceria a Teixeira. Se aceita, o candidato socialista ao Planalto abre espaço no Rio de Janeiro, onde 12 milhões de pessoas estão aptas ao voto. nnn Acontece que o ministro interino Francisco José Teixeira vai ser confirmado na pasta da Integração Nacional, sem interferência da executiva nacional do PROS. Ele é patrocinado por Cid, filiado ao Partido Republicano da Ordem Social após desligar-se do PSB e do projeto presidencial de Eduardo Campos. Gomes alinha-se à recandidatura da senhora Rousseff.

INTEGRANTES DA BASE ALIADA DO PREFEITO CONSIDERARAM CONSTITUCIONAL PROJETO DE

EUDIANE MACEDO E CRITICARAM A POSTURA DA PROCURADORIA

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

Vereadores de Natal, inclusive integrantes da base aliada, uniramse na sessão desta última terçafeira para votar contra o veto do prefeito Carlos Eduardo a um projeto de autoria da vereadora Eudiane Macedo, do SDD, que dispõe sobre a obrigatoriedade de preenchimento de no mínimo 80 por cento dos caixas disponíveis nas instituições de vendas de gêneros alimentícios (supermercados e congêneres). Segundo o projeto, apesar de possuírem número de caixas suficiente, não o disponibilizam na sua totalidade para atender bem ao consumidor, causando

assim, mal estar devido longas filas que se formam na hora da compra nesses estabelecimentos. A alegação do veto por parte do prefeito foi "inconstitucionalidade do projeto", contestada pela autora do projeto. A vereadora Eudiane Macedo, que pertence ao partido Solidariedade, integra a bancada do prefeito Carlos Eduardo e é considerada fiel aliada do prefeito de Natal, contesta a justificativa do executivo para vetar o seu projeto afirmando que antes de elaborar o projeto teve o cuidado de examinar a legalidade da matéria junto a sua assessoria jurídica. "Eu tinha a consciência da legalidade do projeto porque ele atende os direitos do con-

sumidor e não do trabalhador, portanto, absolutamente constitucional", esclarece a vereadora, que foi uma das surpresas da última eleição ao eleger-se pelo PHS com 2.078 votos numa coligação que contou também com o PTN - Partido Trabalhista Nacional. Na votação que rejeitou o veto do prefeito, votaram 21 dos 29 vereadores que integram a Câmara Municipal de Natal. "O prefeito e o Ministério Público não respeitam a Câmara Municipal de Natal e estão querendo tirar as nossas atribuições. Só falta agora o Rei Momo interferir nos trabalhos legislativos", ironizou o vereador Marcos Antonio, do Psol, enquanto Sandro Pimentel, tam-

bém do Psol, que também votou contra o veto do prefeito de Natal, considerou o projeto de Eudiane Macedo "importante para levar comodidade aos usuários de supermercados". REFORMAADMINISTRATIVA Os vereadores participam de sessão ordinária no final da tarde desta quarta-feira para dar início ao processo de leitura, discussão e votação da Reforma Administrativa que entre outros assuntos está o polêmico pedido de extinção da secretaria Municipal de Mulher, que certamente não será aprovado pelos vereadores, inclusive integrantes da base aliada, que já se pronunciaram contrários.

COISAS DO PASSADO Dúvida melhor não ter. Nessa época de crises - econômica, política e social -, as vivandeiras rondam os quarteis bem mais do que se imagina. nnn Os fardados, porém, não se envolvem. Cumprem, tão somente, suas obrigações constitucionais. Intervenção militar, nunca mais. nnn A última ocorreu há quase 50 anos. A insurreição, que culminou com a deposição do presidente João Goulart, mostrouse por inteira no dia 31 de março de 1964.

> ELEITO NA ELEIÇÃO SUPLEMENTAR

Prefeito de Serra do Mel é cassado por dificultar votação Divulgação

LEITURA DINÂMICA t No Rio de Janeiro, Ellen Gracie resiste ao convite do PSDB para concorrer a mandato eletivo. O tucanato quer a ex-presidente da Suprema Corte na campanha. Candidaturas à disposição dela: governadora, senadora ou deputada. t Surpresa: a indústria brasileira cresceu 2,9%, em janeiro. Nem o otimista ministro da Fazenda, Guido Mantega, esperava o índice. t Em Santa Catarina, as sondagens de opinião apontavam Angela Amin como favorita ao Senado. Mas, o PP, ao qual a exprefeita de Florianópolis é filiada, preferiu Joares Ponticelli. O PT anuncia o lançamento de Cláudio Vignatti. Resultado imprevisível, embora Ponticelli seja apoiado pelo governador Raimundo Colombo (PSD). t O senador-ministro da Pesca, Marcelo Crivella (PRB), volta ao alto do ranking na corrida ao governo do Rio de Janeiro. t Domingos Sávio (PSDBMG), como líder da minoria na Câmara, tem uma

acusação a fazer. Palavras dele: "A presidente Dilma, que tanto critica a privatização, assinou decreto para abrir 30% do capital do Banco do Brasil a investidores estrangeiros." t Amanhã, o PPL entra em rede nacional de rádio (20h às 20h05) e televisão (20h30 às 20h35). O Partido Pátria Livre não tem representação na Câmara nem no Senado. t Três apenas dos 11 ministros do Supremo Tribunal Federal não foram indicados por Lula da Silva e Dilma Rousseff. Celso de Mello, decano da Corte, ganhou a toga no governo José Sarney; Marco Aurélio Mello, na administração Fernando Collor; e Gilmar Mendes, na presidência Fernando Henrique Cardoso. t Bernardo Santana (MG) é o sucessor de Anthony Garotinho (RJ) na liderança do PR na Câmara Federal. t Para refletir: "A solidão é a mãe da sabedoria" (Laurence Sterne, escritor irlandês).

A juíza eleitoral Ana Clarisse Arruda Pereira (aquela mesma que foi responsável por algumas das cassações sofridas pela prefeita de Mossoró, Cláudia Regina), cassou nesta semana o prefeito Fábio Bezerra de Oliveira, e a vice-prefeita Erivaneide Zacarias da Costa Sobral, da Serra do Mel. A condenação é consequência do fato dos dois terem impedido a circulação do transporte de eleitores no dia 7 abril de 2013, ocasião que aconteceu a eleição suplementar do município, e por colocar luzes verdes nas praças e paradas de ônibus, remetendo a cores de seus partidos. Como já havia ocorrido em algumas das decisões da juíza em Mossoró, esta nova sentença não afasta de imediato os gestores, até porque o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) tem entendido que apenas uma decisão da segunda instância é capaz disso. Segundo a decisão, o fato de impedimento do transporte foi constatado pessoalmente pela promotora de justiça Ana Ximenes, que reforçou a tese de que o então prefeito interino e candidato a prefeito Fábio Bezerra havia determinado ao secretário Municipal de Transportes, Joab João de Moura que não liberasse ou emperrasse o transporte credenciado de circular. CORES Além da dupla de gestores de Serra do Mel, outro prefeito também terá que responder por cores que remetem ao seu partido: Luis

Franco Ribeiro, chefe do Executivo de Santo Antônio. Ele terá 40 dias para pintar, às suas expensas, "todos os bens públicos móveis ou imóveis que estejam tingidos com a cor que faça referência a sua campanha e partido político (verde), cuja modificação ocorreu após a assunção de seu mandato, aplicando-lhes cores que não proporcionem identificação com a sua pessoa ou com a sua agremiação partidária". É o que diz a Recomendação nº 0002/2014/PmJSA expedida pelo Ministério Público Estadual, por meio da Promotora de Justiça Substituta Tatianne Sabrine de Lima Barbosa Brito. O prefeito terá de apresentar, nos autos do inquérito civil que foi instaurado, prova material do cumprimento da recomendação ministerial. No inquérito civil o Ministério Público anexou fotografias que comprovam que o prefeito, após assumir o cargo, pintou diversos prédios, monumentos e equipamentos públicos com as cores do partido pelo qual se elegeu no pleito de 2012. Segundo a promotora, "o desatendimento desta recomendação detém a finalidade de caracterizar o dolo, para fins de configuração de ato de improbidade administrativa por violação ao princípio da impessoalidade, de forma que a persistência de situação vedada constituirá robusto substrato para o ajuizamento de ação civil pública a fim de se apurar a prática de tal ato".

Juíza Ana Clarisse é a mesma que condenou a prefeita de Mossoró, Cláudia Regina


Política

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 5

Aldair da Rocha: “PTB nunca esteve à disposição de Rosalba” Heracles Dantas

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O ex-secretário de Segurança do Rio Grande do Norte Aldair Rocha, presidente do PTB no Estado, disse que a gestão Rosalba Ciarlini (DEM) trata o setor de segurança pública como terceira ou quarta prioridade - atrás de setores como cultura e turismo. Em entrevista na manhã de hoje ao "RN em Debate" (segunda a sexta, 12h15, TV União), o dirigente partidário avisou, ainda, que o PTB está livre para compor com quem quiser com vistas à sucessão estadual deste ano. "O PTB nunca esteve à disposição da governadora Rosalba", afirmou, completando, em seguida, sobre 2014: "Nós não temos nenhuma amarra, nenhuma ligação com o governo. Me sinto livre, já comuniquei o fato ao nosso presidente nacional e estamos decidindo nosso futuro". Confira a entrevista: Jornal de Hoje - A que se deveu a troca de comando na Segurança? Aldair Rocha - Em outubro passado, em 2013, nós nos filiamos ao Partido Trabalhista Brasileiro e logo em seguida assumimos a direção do partido aqui no Estado do Rio Grande do Norte. A partir dali se vislumbrou a possibilidade de uma candidatura e a legislação eleitoral ela prevê que no início de abril o gestor público tem que se desincompatibilizar para poder ser candidato. Havendo essa possibilidade de ser candidato eu entendi que deveria ser substituído para não cometer o erro de ultrapassar a determinação legal. Conversando com a governadora, desde janeiro ela já tinha essa pretensão, fiquei aguardando então quem seria o meu substituto. No sábado passado ela confirmou que já tinha o nome do substituto e apresentou essa pessoa na segunda-feira, no dia 10, em uma reunião que nós tivemos sobre segurança da Copa do Mundo, com a presença do ministro da Justiça no Centro de Convenções. JH - O governo está passando a ideia de que trocou secretário porque o setor não estava funcionando a contento. Que diz? AR - Às vezes, o gestor maior não dá prioridade a uma determinada área e depois o mais fácil é responsabilizar o gestor menor, aquele que está saindo. Na verdade, o governo do Estado, durante todo esse tempo, e apesar da Constituição Federal determinar que a segurança pública é responsabilidade de todos, o governo federal tem feito realmente a sua parte, tem colaborado. Agora, o governo do Estado simplesmente imagina que se pagando um salário, e às vezes um salário nem tão adequado, você resolve o problema da segurança. Nós, nesse

período todo, conseguimos pistolas de São Paulo, foram 5 mil pistolas para a Polícia Militar. O pagamento do salário, o custeio, têm falhado. Nós temos dificuldades em manutenção das viaturas, de diárias operacionais, os prédios das delegacias, o próprio ITEP totalmente deteriorado, a nossa estrutura do Estado praticamente não nos ajudou durante esses três anos, apesar de insistentemente termos perturbado a Drª Kátia, apesar da boa vontade dela ela também sente um amargo total. Então as dificuldades persistiram e nós terminamos o nosso prazo de três anos, a verdade é essa, com os projetos todos prontos, aprovados, e agora eu vou torcer para que o próximo secretário, torço por isso e quero que o Rio Grande do Norte receba uma segurança que ele necessita, o que é bom para todos nós como cidadão, como moradores da cidade. Espero e vou estar junto com ele colaborando para que a gente possa executar alguma parte até à Copa do Mundo e depois, no segundo semestre, avançarmos mais e podermos realmente concluir todos esses projetos. JH - Então, nesses três anos, em que pese o morticínio que ocorre no Estado, Rosalba não priorizou a segurança como deveria? AR - Infelizmente você constata isso pela distribuição dos recursos. A gente avalia a prioridade a partir da distribuição dos recursos. Num momento em que você prioriza, em alguns momentos, é claro, a cultura, o turismo... Nós, por exemplo, não tivemos dinheiro para fazer qualquer tipo de viagem para mandar nossos policiais. Hoje, para fazer cursos, não temos nem recursos para mandar, e você encontra, por exemplo, pessoas do

“JH - Rosalba tenta repassar esponsabilidade para o governo federal? AR - Isso parece que é o que tem se tentado fazer, jogar toda a responsabilidade para o governo federal.

“Nós não temos hoje nenhuma amarra, nenhuma ligação com o governo. Eu me sinto livre, já comuniquei o fato ao nosso presidente nacional

””

turismo viajando para México, Estados Unidos, Alemanha. Então, os recursos existem, agora a prioridade é dada pelo gestor maior. Se você prioriza turismo, cultura e outras situações, a segurança está realmente em terceiro ou quarto plano. Essa é uma realidade.

JH - A não assumir a responsabilidade sobre o setor de Segurança, Rosalba tenta repassar essa responsabilidade para o governo federal? AR - Isso parece que é o que tem se tentado fazer, jogar toda a responsabilidade para o governo federal. O governo federal realmente tem a sua parcela, inclusive orçamentariamente. O governo federal deveria ter por obrigação ajudar os estados, porque se você for verificar o Rio Grande do Norte não tem recursos para a Segurança e deveríamos ter uma Constituição determinando - como para saúde e para educação - um orçamento próprio para a segurança. Não temos hoje um ministério para Segurança Pública, mas temos para saúde e para educação, não

temos um orçamento impositivo, ou seja, que imponha à União, aos estados e aos municípios um valor a ser aplicado na segurança. Então sempre a segurança em nosso país vai ser relegada a terceiro ou quarto plano.

JH - O presidente nacional do PTB, Benito Gama, teria repassando presidência do PTB a Rosalba e Carlos Augusto. Mesmo com o senhor fora do governo, o partido estará à disposição da governadora? AR - O PTB ele nunca esteve à disposição da governadora Rosalba. Quando eu me filiei ao partido, ele já estava fazendo parte do governo, eu somente dei continuidade àquilo que já existia. Mas, diante do quadro que se apresenta hoje, inclusive na dificuldade de indicar um substituo da pasta, a governadora não aceitou a indicação, ela indicou o general Girão que, eu quero frisar que é uma pessoa competente, tem um currículo fantástico, mas não foi uma indicação do partido. Então nós estamos discutindo internamente a situ-

ação do partido hoje, porque realmente nós não temos hoje nenhuma amarra, nenhuma ligação com o governo. Eu me sinto livre, já comuniquei o fato ao nosso presidente nacional e estamos então decidindo o nosso futuro. JH - Você tem autonomia para decidir futuro do PTB no RN? AR - Recebi de Benito, desde o início, eu disse para ele: Eu só vou ficar no partido se eu tiver uma autonomia para discutir os assuntos no Estado. É lógico que levamos ao debate, conversamos com a presidência nacional, porque ele é o mandatário maior. Mas, de qualquer forma, a palavra final deverá sair do partido aqui no Estado, e não é uma decisão pessoal minha, será uma decisão debatida com todos do partido. JH - Então poderá apoiar outros candidatos, Henrique, Robinson, mesmo Rosalba sendo candidata à reeleição? AR - O partido, como eu disse, está livre para poder conversar com todos os líderes partidários. JH - Qual o balanço do seu trabalho à frente da Segurança? AR - O crescimento da violência no Brasil todo é uma escala ascendente, nós tivemos aqui muitas dificuldades. Nós assumimos uma secretaria com dívidas e com dificuldades do próprio Estado na gestão financeira, de forma que tivemos poucos recursos. Do Tesouro do Estado foi muito pouco, nós sobrevivemos basicamente com recursos federais. Alguns projetos, na maioria deles, estão em andamento, mas aguardando um reforço do governo federal. Ontem em uma coletiva eu fiz questão de apresentar esses projetos, um número de 15 ou 16

projetos muito importantes para o Rio Grande do Norte, os quais eu vou repassar para o novo secretário. E um detalhe: todos os projetos que foram idealizados por nossa equipe, eles foram aprovados em diversos convênios, inclusive dentro do projeto do Banco Mundial. Então, todos esses projetos já estão encaminhados, convênio aprovado, publicado no Diário Oficial da União e outros com a licitação já em andamento do Banco Mundial. Fora isso, nós temos todos os projetos também da Copa do Mundo. Então na verdade são três grandes programas: o Programa Brasil Mais Seguro, que está todo ele aprovado, faltando somente o repasse dos recursos; os projetos do Banco Mundial também todos aprovados e também a Copa do Mundo, com todas as licitações prontas. E agora o governo federal, nessa última reunião, nos disse que eles vão pontuar e verificar aquilo que nós não tivemos condição de atender nós receberemos o apoio do governo federal. E hoje, também, a Prefeitura do Natal, que também faz parte desse contexto, através da Secretaria de Defesa Social, Dr. Osair e também a Guarda Municipal irão colaborar nesse esquema todo da Copa do Mundo. JH - Como está sendo a transição na pasta? AR - Eu vou estar junto com o general independente de qualquer coisa. Ele foi a pessoa indicada pela governadora, ele está sentado na cadeira de secretário de Segurança Pública. Eu me preocupo muito, porque todos os projetos que estão hoje na mesa desse secretário foram produzidos por uma equipe que estava comigo. Então, independente de qualquer coisa eu estarei junto com ele. É uma pessoa, como eu disse, que já foi secretário de Segurança Pública, acho que secretário de Justiça em Roraima, tem um currículo fantástico, uma pessoa que tem muito contato principalmente com as forças armadas, por se tratar de um general, muito respeitado pelas polícias, principalmente a Polícia Militar, e, além disso, eu quero colaborar; o espírito de colaboração existe e vai continuar. JH - A sua equipe permanece na secretaria? AR - Hoje nós vamos ter uma reunião e a decisão vai ser de cada um deles. Eu peço a eles que reflitam e aqueles que desejem continuar apoiando esse secretário que está assumindo eu também apoio a presença; e aqueles que quiserem retornar às suas atividades normais, também, logicamente eu não posso impedir. Heracles Dantas

> REFORÇANDO A CRITICA

Walter afirma que Governo Rosalba é “verdadeiro desastre administrativo” O agora, ex-secretário estadual de Segurança Pública, Aldair da Rocha, não é o único a fazer críticas a atual gestão estadual, da governadora Rosalba Ciarlini, do DEM. O deputado estadual Walter Alves, líder do PMDB na Assembleia Legislativa e filho do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, também criticou a administração estadual na manhã de hoje. Segundo o parlamentar, o governo Rosalba é um verdadeiro desastre. "O atual governo é um verdadeiro desastre administrativo. O Rio Grande do Norte sofre em todas as áreas. As empresas estão saindo

do Rio Grande do Norte por falta de competitividade, a segurança, a saúde e a educação estão enfrentando graves problemas. Não se investe em desenvolvimento e quem sofre as conseqüências é a população do Rio Grande do Norte", afirmou Walter Alves. É claro que a declaração do líder peemedebista não foi por acaso. Walter destacou que o Rio Grande do Norte tem mais arrecadação do que o Estado da Paraíba, mesmo com uma população menor. Especificou também que no RN são arrecadados aproximadamente R$ 12 milhões com uma

população estimada de 3,3 milhões de habitantes, enquanto na Paraíba são arrecadados cerca de R$ 10,7 milhões para 3,9 milhões de habitantes. Mesmo assim, o RN sofre com uma crise financeira sem precedentes, que tem afastado empresas e as levado, justamente, para o território paraibano. "Lá há mais investimentos que aqui. As empresas estão migrando para lá e para outros estados próximos", acrescentou. Segundo Walter Alves, inclusive, "o próprio ex-secretário afirmou que não houve investimentos

na área da segurança nos últimos três anos. Ele foi enfático ao dizer que o investimento foi 'zero'". APOIO É importante lembrar que foi declarações do deputado Walter Alves que deram origem ao rompimento entre PMDB e DEM. O parlamentar é filho de Garibaldi, um dos principais apoiadores de Rosalba na campanha de 2010. Mesmo assim, no segundo semestre do ano passado, afirmou que a parceria não era vantajosa mais para os peemedebistas, uma vez que o Governo se isolava na gestão.

Walter Alves fez um alerta na AL sobre a fuga de empresas do RN para a Paraíba


Natal, 12 de março de 2014

Cidade

Quarta-feira

Wellington Rocha

6 O Jornal de HOJE

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

O Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, através do desembargador Expedito Ferreira, deferiu uma liminar determinando que o Governo não realize os descontos das faltas aos serviços pelos professores da rede pública estadual, em virtude da participação em movimento grevista. A decisão veio em resposta a uma ação impetrada pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte-RN), que vem protestando contra o ato considerado ilegal perante a lei. Na decisão, o desembargador ainda determina que seja efetuado imediatamente o pagamento, em folha suplementar, dos valores descontados dos salários dos servidores grevistas, "de modo a corrigir a ilegalidade praticada, frente a não decretação de ilegalidade até a presente data". Expedito Ferreira concede um prazo de cinco dias, partindo da data desta quarta-feira (12), para que a Secretaria faça o pagamento dos valores descontados. "Defiro o pedido de liminar requestada determinando que a autoridade coatora se abstenha de

DESEMBARGADOR PROÍBE CORTE NO SALÁRIO DOS PROFESSORES EM GREVE DECISÃO DETERMINA QUE VALORES DESCONTADOS DOS GREVISTAS SEJAM PAGOS EM ATÉ CINCO DIAS efetuar os descontos das faltas ao serviço em virtude da participação dos professores e funcionários no movimento grevista em curso, (...) bem como efetue, em cinco dias, o pagamento em folha suplementar dos valores descontados dos salários dos grevistas, de modo a corrigir a ilegalidade praticada, sob pena de multa diária no valor de R$ 1.000,00 (um mil reais) a ser suportada pessoalmente pela Secretária da Educação e da Cultura do Estado do Rio Grande do Norte", destaca. A reportagem d'O Jornal de Hoje tentou escutar a secretária Betânia Ramalho sobre o teor da decisão, mas não conseguiu contato. O procurador-geral do Estado, Miguel Josino, também foi procurado, mas não retornou às ligações. Apesar da ordem, a decisão ainda poderá ser contestada pelo Governo do Estado.

"Isso é a prova que, mais uma vez, a Justiça está do nosso lado. Betânia e Rosalba Ciarlini terão que cumprir com a lei. Mais do que nunca nós estamos fortalecidos nessa greve", afirmou a coordenadora-geral do Sinte, Fátima Cardoso. Na tarde desta quarta-feira, a categoria dos professores voltará a se reunir em assembleia para avaliar o rumo da greve. PROJETOS APROVADOS Três projetos de lei complementar relativos à educação foram aprovados na tarde de ontem (11) na Assembleia Legislativa. Os projetos foram votados em regime de urgência e aprovados por unanimidade pelos parlamentares, diminuindo assim a pauta de negociação apresentada pelo sindicato ao deflagrar a greve dos professores. O primeiro projeto votado concede progressão a servidores públi-

cos da Secretaria de Educação e Cultura (Seec) que ocupam cargos efetivo de professor e de especialista de Educação, sem necessidade de avaliação de desempenho. A segunda matéria aprovada estabelece novos critérios para a classificação das escolas da rede estadual, fixando a quantidade de funções gratificadas para os cargos de diretor e de vice-diretor. As escolas passarão a ser agrupadas em cinco níveis, de acordo com o número de alunos matriculados. O último projeto votado irá reajustar os vencimentos básicos dos cargos de professor e de especialista em 8,32%. O projeto contempla servidores efetivos que atuam em atividades de docência ou de suporte pedagógico à docência, compreendendo as funções de direção, administração, planejamento, inspeção, supervisão, orientação e coordenação.

José Aldenir

Em caso de descumprimento, Expedito Ferreira remete multa diária de R$ 1 mil à Seec

> EM NATAL

Professores da rede municipal avaliam nova greve O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte/RN) reuniu os professores da rede municipal de Natal na manhã desta quarta-feira (12) para avaliar e reforçar o pleito da campanha educacional e salarial de 2014 - proposta apresentada à Secretaria Municipal de Educação no mês de fevereiro. De acordo com a categoria, a secretária Justina Iva ainda não sinalizou cumprimento do pleito, situação que poderá culminar em novo período de greve para professores e alunos de rede. "Nós oferecemos a Secretaria de Educação um prazo de 60 dias para que eles pudessem avaliar nossa campanha e, caso necessário, apresentar uma contraproposta. Até o momento não tivemos nada definido. Nem mesmo interesse em dialogar. Acreditamos que ainda não é momento de avaliar um indicativo de greve, mas isso não significa que teremos uma nova paralisação", destacou Fátima Cardoso, coordenadora geral do Sinte. A campanha educacional e sa-

larial dos professores do município destaca a necessidade de implantação imediata de 1/3 da hora atividade, intervalo para educadores infantis e reorganização do horário de trabalho desses educadores. Durante a assembleia, parte dos professores chegaram a questionar o prazo concedido ao governo municipal. "Acho que erramos ao conceder tanto tempo para apreciação da nossa proposta. Lei não se negocia, se cumpre. Tudo que está sendo pleiteado é de nosso direito perante a lei. Acho que não deveríamos esperar mais tempo nenhum e votar o indicativo de greve ainda hoje", disse Maria Dalva, professora da rede. Apesar da proposta da educadora, a categoria deverá voltar a se reunir no dia 20 de março para retomar o assunto da greve. Para Fátima Cardoso, a definição de "não abrir mão da proposta" está muito clara para a secretaria Justina Iva. "O mais importante é sabermos que a conquista virá pela força de luta que temos. Não exis-

Wellington Rocha

Categoria realizou assembleia esta manhã para reforçar campanha salarial e avaliar necessidade de greve na rede municipal de Natal te medo, nem cansaço. Nenhum ato de violência ou ataque à nossa organização que possa surgir nesse caminho nos fará desistir", disse. A professora Luciana Lima, que trabalha na Escola Municipal Zuleide Fernandes, disse que Justina Iva

chegou a propor a categoria um "elemento perigoso". "Ela sugeriu aumentar a nossa carga horária, temporariamente, em quatro horas a mais de trabalho. Nesse caso, ela disse que faria o pagamento dessas quatro horas. Mas nós rejeitamos

porque precisamos que a secretaria cumpra com nosso direito ao 1/3 de hora atividade e não aumente a carga horária. Há muitos professores que estão dando 20 aulas semanais, quando deveriam dar apenas 13", destacou.

PARALISAÇÃO NACIONAL Após o Ministério da Educação anunciar que o piso salarial dos professores será elevado em 8,32% neste ano, para R$ 1.697,37, a Confederação Nacional dos Trabalhadores na Educação (CNTE) decidiu convocar três dias de paralisação da categoria, de 17 a 19 de março. A CNTE acusa o governo de maquiar os números que servem de base para o cálculo do reajuste. Aentidade lembra que o índice do aumento já era conhecido desde 17 de dezembro do ano passado, quando o governo publicou portaria do MEC e do Ministério da Fazendo, redefinindo a base de cálculo do reajuste. "Iremos participar dessa paralisação, de modo a reforçar nossa pauta. Já vimos pela imprensa que a Secretaria de Educação decidiu cortar o ponto dos professores durante esses três dias. Se isso acontecer, oriento os professores a não repor as aulas perdidas em protesto a esse ato ilegal", afirmou Fátima Cardoso.

> BUSCA POR AVANÇOS

Audiência pública discute políticas voltadas para a mulher A discussão de políticas públicas para as mulheres foi o tema da audiência pública realizada na manhã desta quarta-feira (12) na Câmara Municipal de Natal. De acordo com o propositor da audiência, o vereador Hugo Manso, apesar da aprovação de leis que garantam os direitos das mulheres, há a necessidade de mais avanços. "As políticas voltadas para a população feminina remontam há muito tempo, mas de uns dez anos para cá, há um caráter mais institucional com a criação de um ministério mais específico. Há avanços na legislação, como a Lei Maria da Penha, obrigatoriedade de pagamento da pensão alimentícia, mas precisamos de medidas mais fortes, como no caso do combate aos casos de violência doméstica e discriminação no ambiente de traba-

lho, pois sabemos que ainda há vários casos de mulheres que exercem a mesma função de um homem e ganham menos. Estamos para abrir este debate", disse. Segundo a vereadora Eleika Bezerra, presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Natal, é necessário que haja mudanças mais profundas na educação de base. "Antigamente quando havia reunião entre pais e mestres, eu fazia questão de dizer que era de mães e mestres, porque eram elas que iam. É necessária uma mudança tanto na cultura como também na educação. Acredito que o respeito é a condição mais importante da convivência humana e nós mulheres temos que ser mais respeitadas. Estamos avançando nas relações profissionais, pessoais, mas ainda temos uma carga muita pesa-

José Aldenir

Manutenção da Secretaria da Mulher foi um dos temas debatidos na Câmara da porque assumimos outras atribuições, além das domésticas, e não dividimos a responsabilidades". Para a líder comunitária Lady Di, a efetivação de boas políticas públicas para as mulheres ainda estão longe de sair do papel. "As

mulheres não têm muito o que comemorar porque na realidade as políticas públicas para elas não existem. Hoje, mulheres de 30 anos já são consideradas velhas para o mercado de trabalho. Também conheço várias mães que trabalham mas

não tem como deixar seus filhos em CMEIs [Centros Municipais de Educação Infantil] porque as vagas são preenchidas por filhos de mulheres que não trabalham. Defendo que a mãe que trabalha deveria ter a prioridade". De acordo com Teresa Freire, representante da Marcha Mundial de Mulheres e do Fórum Estadual de Mulheres, ainda é muito frequente na sociedade a reprodução de preconceitos contra o sexo feminino. "A mulher é vista como frágil, o trabalho doméstico é exclusivo para elas e desta forma, elas exercem uma jornada tripla de trabalho", disse. Quanto ao compromisso assumido pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, para a manutenção da Secretaria Municipal de Políticas Públicas (Semul), que deverá ser transformada em uma se-

cretaria especial, vinculada diretamente ao gabinete da Prefeitura, a militante feminista acredita que a decisão foi uma vitória do Movimento das Mulheres. "Corremos atrás, recolhemos assinaturas, entregamos um manifesto e a extinção da Semul seria um retrocesso. A Semul é um compromisso com a mulher e as mudanças que a sociedade exige, como mais creches para as mães trabalhadoras, programas de qualificação profissional e políticas de enfrentamento à violência e voltadas para a saúde da mulher e também de adolescentes grávidas e que não têm acolhimento. Queremos uma construção coletiva destas políticas e vamos promover seminários e ainda solicitamos reuniões mensais com o Prefeito para o acompanhamento do trabalho".


Economia

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 7

Heracles Dantas

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Período chuvoso se consolida em quase todas as regiões do Rio Grande do Norte n As previsões otimistas da Gerência de Meteorologia da Emparn (Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte) começam finalmente a se confirmar, para alívio dos produtores rurais castigados por dois anos seguidos de seca. n Neste início de março a estação chuvosa está se consolidando nas diversas regiões do Estado, com maior intensidade nos municípios das mesorregiões Oeste e Central Potiguar, e em volumes já animadores nas terras do Agreste e do Litoral Leste. n Os últimos boletins pluviométricos divulgados pela Emparn vêm registrando dia a dia a ocorrência de chuvas abundantes não apenas em pontos isolados do território estadual, mas se espalhando por regiões inteiras, e que se prolongam por horas, contribuindo assim para o reabastecimento de açudes e barragens e já ocasionando enchentes nos rios secos do nosso semiárido. n Durante o dia de ontem e até o início da manhã de hoje foram anotadas chuvas em mais da metade dos 197 postos de medição pluviométrica que a empresa estatal monitora no RN, com destaque para os de municípios como Luís Gomes (82 milímetros), Frutuoso Gomes (80), José da Penha (75) e Tenente Ananias (70), todos no Alto Oeste; Parelhas (55), no Seridó; Jundiá (32), no Agreste; e São José de Mipibu (30), na grande Natal. n Em vários pontos do território o acumulado de chuvas já ultrapassa os 200 milímetros, o que assegura condições plenamente favoráveis ao início do plantio das culturas de sequeiro. n Entretanto, ainda há motivo para preocupações diante da baixa pluviosidade em áreas como o Trairi (municípios de Santa Cruz, Tangará e adjacentes) e em parte da chamada região do Mato GranTurismo potiguar será divulgado em Portugal n O Rio Grande do Norte, através da Emprotur (Empresa de Promoções Turísticas) e de um grupo de hoteleiros e operadores locais, participa de hoje até domingo, em Portugal, da vigésima sexta edição da Bolsa de Turismo de Lisboa (BTL/2014), uma feira internacional que se inclui entre as mais importantes do calendário de eventos do segmento na Europa. n Segundo o empresário Sandro Pacheco, presidente da Emprotur, "a presença potiguar na BTL é particularmente importante por causa das três ligações semanais que o Estado tem junto à companhia aérea portuguesa TAP, com conexão em Lisboa para diversos países europeus. n E ainda adianta Sandro: "Em julho, logo após a Copa, já acordamos com a TAP a criação de uma quarta frequência semanal, partindo de Natal até Lisboa". n Semana passada, a comitiva do "trade" turístico potiguar que hoje se acha em Lisboa esteve na Alemanha, participando de uma feira (a ITB) em Berlim, a convite da Embratur e do Itamaraty, que ali montaram um grande estande para apresentar ao mercado europeu e à mídia especializada as 12 cidades-sedes da

de (Jandaíra, Pedra Preta, Jardim de Angicos...). 5o Grito da Pesca e da Aquicultura trará ao RN 3 ministros e outras lideranças nacionais n A convite do presidente da CNPA (Confederação Nacional de Pescadores e Aquicultores), o potiguar Abraão Lincoln Teixeira da Cruz, três ministros de Estado virão ao Rio Grande do Norte no próximo dia 22 para participar do 5º. Grito da Pesca e da Aquicultura, mobilização que ocorrerá na Praia de Barra de Cunhaú, município de Canguaretama, que abriga uma das maiores colônias de pesca do Nordeste. n Considerado o maior evento reivindicatório dos trabalhadores do setor pesqueiro do país, a série dos "gritos" chega finalmente ao RN e reunirá milhares de profissionais das nossas colônias de pescadores, além de trabalhadores do setor atuantes nos Estados vizinhos. n Os ministros convidados para o evento são Marcelo Crivella (da Pesca), Manoel Dias (do Trabalho e Emprego) e Garibaldi Filho (da Previdência). Mas, além deles, alguns políticos de notoriedade nacional também confirmam presença, tais como o senador Benedito Lira, presidente da Comissão de Agricultura do Senado. n Abraão Lincoln ressalta que o evento na Praia de Barra de Cunhaú será um marco para o segmento trabalhista pesqueiro, pois celebrará importantes conquistas obtidas no governo da presidente Dilma Rousseff e servirá para o anúncio de novas lutas da CNPA em benefício das comunidades de pescadores de todo o país. n Até sexta-feira, o presidente da Confederação se reunirá com todos os dirigentes das federações estaduais de pescadores e aquicultores, visando acertar com eles a vinda ao RN do maior número possível de delegações.

Copa do Mundo de 2014. n Promoção semelhante à de Berlim será realizada em Tóquio nas próximas semanas, para a qual a Emprotur e o pessoal do "trade" potiguar já estão convidados, já que Natal também receberá a seleção do Japão e deverá atrair muitos turistas japoneses. Prefeitura de Monte Alegre reduz ISS de empresas que ocupem seu Distrito Industrial n O prefeito Severino Rodrigues, que nesta sexta-feira inaugurará o Distrito Industrial do Município de Monte Alegre, anuncia que serão assegurados às empresas que se instalarem no local incentivos fiscais oferecidos pela Prefeitura, sob a forma de redução da carga do ISS (Imposto Sobre Serviços) que poderão chegar a até 75 por cento, com base no número de empregos que cada uma vier a gerar. n Quanto maior o número de empregos a serem proporcionados à população monte-alegrense pelas empresas, maior será o percentual do desconto do tributo municipal, variando de 20 a 75 por cento. n Diz o prefeito que, além disso, as empresas que optarem por se instalar no Distrito Industrial de Monte Alegre terão outras vantagens, tais como taxas de juros mais baixas nos bancos oficiais ao buscarem financiamentos, já que o município se situa no semiárido, ao contrário de outros que integram a região metropolitana, como Parnamirim, Macaíba e São Gonçalo. Prazo para entrega da RAIS 2013 termina dia 21 n O prazo para os empregadores (pessoas físicas ou jurídicas)

entreguem ao Ministério do Trabalho e Emprego a Relação Anual de Informações Sociais do ano-base 2013 - RAIS 2013 - está quase chegando ao fim. n O período da declaração, que começou no dia 20 de janeiro, terminará na sexta-feira da próxima semana, dia 21. As informações devem ser transmitidas mediante o uso obrigatório de certificado digital (e-CNPJ ou e-CPF) para todos os estabelecimentos que possuírem 11 ou mais vínculos empregatícios, incluindo órgãos da Administração Pública. n Instituída pelo Decreto 76.900, a RAIS tem por objetivo fornecer ao Governo Federal dados para a elaboração de estatísticas do trabalho, informações referentes à atividade trabalhista no país e a disponibilização de informações do mercado de trabalho às entidades governamentais. Os dados coletados são utilizados, por exemplo, para controle dos registros do FGTS e identificação do trabalhador com direito ao abono salarial PIS/PASEP, entre outras possibilidades. n A declaração da RAIS é obrigatória para empregadores urbanos e rurais; autônomos ou profissionais liberais que tenham mantido empregados no anobase; órgãos e entidades da administração direta, autárquica e fundacional dos governos federal, estadual, do Distrito Federal e municipal; filiais, agências, sucursais, representações ou quaisquer outras formas de entidades vinculadas à pessoa jurídica domiciliada no exterior; conselhos profissionais, criados por lei, com atribuições de fiscalização do exercício profissional, e entidades paraestatais; condomínios e sociedades civis; e cartórios extrajudiciais e consórcios de empresas.

Natal é a 14 capital do país com cesta básica mais cara a

DADOS

SÃO RELATIVOS AO LEVANTAMENTO DE FEVEREIRO

Em fevereiro, Natal foi a 14ªcapital do país com os preços mais caros no conjunto de gêneros alimentícios pesquisados pelo DIEESE, que realiza mensalmente a Pesquisa Nacional da Cesta Básica. Ela passou a custar R$ 270,07. No ano, porém, a cesta apresentou queda de 1,20% e a variação nos últimos doze meses é de -4,66%. Dos doze produtos pesquisados sete tiveram aumento: manteiga (3,30%), óleo (1,83%), banana (1,71%), arroz (1,32%), tomate (1,22%), farinha de mandioca (0,76%) e o pão (0,29%). Quatro apresentaram queda: feijão (5,97%), leite (-2,50%), café (0,79%) e carne (-0,16%). O açúcar permaneceu estável. Em fevereiro, o custo da cesta básica em Natal comprometeu 40,55% do salário mínimo líquido – após o desconto equivalente à Previdência Social. Ligeiramente superior ao exigido no mês de janeiro, quando correspondeu a 40,36%. Em fevereiro de 2013 a parcela do salário mínimo líquido gasto com os gêneros alimentícios comprometia 45,42%. Considerando uma família de quatro pessoas (dois adultos e duas crianças, sendo que estas crianças consomem o equivalente a um adulto), o custo da cesta básica, para o sustento dessa mesma família durante o mês de fevereiro, conforme calculado pelo DIEESE, foi de R$ 810,21 contra R$ 809,85 no mês de janeiro de 2014. O custo do mês de fevereiro de 2013 era aproximadamente 1,25 vezes o salário bruto de R$ 678,00. Com base no valor apurado para a cesta e levando em conside-

ração a determinação constitucional que estabelece que o salário mínimo deveria suprir as despesas de um trabalhador e sua família com alimentação, moradia, saúde, educação, vestuário, higiene, transporte, lazer e previdência, o DIEESE estima mensalmente que o salário mínimo necessário deveria ser R$ 2.778,63, ou seja, 3,83 vezes o mínimo em vigor, de R$ 724,00. Em janeiro, o mínimo necessário era inferior, somando 2.748,22, equivalente a 3,79 vezes o piso vigente. Em fevereiro de 2013, o valor necessário para atender às despesas de uma família foi de 2.743,69, o que representava 4,04 vezes o mínimo de então (R$ 678,00). COMPORTAMENTO DOS PREÇOS O preço do leite diminuiu em 16 localidades, sendo que os maiores recuos aconteceram em Recife (-7,01%), Curitiba (-5,17%), Brasília (-4,75%) e Belém (4,35%). Houve aumento de preços em duas cidades apenas: Aracaju (0,50%) e Campo Grande (0,44%). Apesar da menor produção do leite devido à seca, houve diminuição do preço do bem, já que o volume de estoque nos laticínios e cooperativas é alto. Isso reduziu o ritmo de compra de matéria prima por parte das empresas. Em 12 meses, houve aumento em todas as capitais, com variações entre 2,53% em Manaus a 18,34% em Aracaju. O preço do feijão diminuiu em 15 capitais no mês de fevereiro. As maiores quedas ocorreram em Recife (-9,95%), Fortaleza (7,45%), Natal (-5,97%), João Pes-

soa (-5,69%), Salvador (-5,49%) e São Paulo (-5,07%). Os aumentos aconteceram em Manaus (5,56%), Aracaju (4,20%) e Belém (2,34%). Na comparação anual, os preços decresceram em 11 capitais, com as variações mais expressivas em Fortaleza (-37,35%), Goiânia (35,74%), São Paulo (-35,51%) e João Pessoa (-35,32%). As maiores altas acumuladas foram registradas em Florianópolis (27,72%), Rio de Janeiro (17,04%) e Porto Alegre (17,01%). Grandes estoques de feijão, reunidos desde dezembro, seguram o preço ao consumidor. Porém, há previsão de aumento do valor do grão, diante do calor excessivo e da desvalorização do real, uma vez que parte do feijão consumido internamente vem de fora do país. O açúcar também mostrou, em fevereiro, redução no valor em 15 cidades e estabilidade em Natal. As maiores quedas aconteceram em Brasília (-5,98%), Salvador (3,83%), São Paulo (-3,78%), Vitória (-3,16%) e Rio de Janeiro (3,11%). Somente em Aracaju (4,84%) e Curitiba (2,89%) houve elevação. Apesar do aumento nos preços internacionais do açúcar, a redução dos valores no varejo se deve aos altos estoques existentes e à necessidade de as usinas flexibilizarem os valores para venda de açúcar. Em 12 meses, o valor do bem aumentou apenas em Manaus (7,10%), nas demais capitais houve recuo, com destaque para a variação de Brasília (-16,90%), São Paulo (-16,82%) e Florianópolis (-16,67%). No mês de fevereiro, os preços do arroz subiram em 12 cidades.

> ESTRATÉGIA

Município oferece incentivo em seu Distrito Industrial A Prefeitura de Monte Alegre está inovando no Distrito Industrial da cidade, que será implantado na próxima sexta-feira (14). As empresas que se instalarem no local receberão incentivos fiscais com redução da carga de ISS (Imposto Sobre Serviço) para a área de serviço. Quanto maior o número de empregos maior o percentual de desconto. Esse será um grande diferencial porque o modelo até então adotado pelas prefeituras potiguares era de reduzir a carga tributária em até 60%, mas a inovação de Monte Alegre garantirá aos empresários o ISS com até 75% de redução. Além disso, as empresas que aderirem ao Distrito Industrial montealegrense terão vantagens no momento em que forem buscar financiamentos no mercado local. Como a cidade faz parte do semi-árido, os empréstimos são realizados com uma taxa de juros mais baixa, do que as praticadas no mercado. Outro diferencial é o descon-

Heracles Dantas

Monte Alegre inaugura na sexta-feira o novo Distrito Industrial do Estado to de 70% no pagamento do ICMS estabelecido pelo PROADI. Enquanto distritos industriais de Macaíba e Parnamirim oferecem redução de 60% Monte Alegre irá oferecer um percentual maior por está mais distante da

capital. O acesso ao Distrito Industrial está garantido, já que no dia da inauguração, a governadora Rosalba Ciarlini assinará a ordem de serviço para a obra de construção dos acessos.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de março de 2014

Cidade

Quarta-feira

CHUVAS E OBRAS DE MOBILIDADE COMPLICAM TRÂNSITO NAS PRINCIPAIS VIAS DE NATAL

Fotos: José Aldenir

Na rua Dr. José Gonçalves, em Lagoa Nova, alagamento impediu o tráfego de veículos e o funcionamento de comércios. Alguns carros ficaram submersos

ALÉM

DOS PONTOS RECORRENTES

DE ALAGAMENTO, NA

JAGUARARI,

EM

AVENIDA LAGOA NOVA,

COMÉRCIOS FORAM INUNDADOS FERNANDA SOUZA FERNANDASOUZAJH@GMAIL.COM

Como se não bastasse os transtornos causados no trânsito de Natal por causa das obras de mobilidade, com a chegada do período chuvoso, motoristas, motociclistas e pedestres enfrentaram um novo cenário de caos no deslocamento pelas principais avenidas e ruas da capital. A chuva forte que caiu no início da manhã desta quarta-feira (12), com uma duração média de 40 minutos, foi suficiente para causar as já conhecidas inundações em pontos críticos e recorrentes como a Avenida Senador Salgado Filho, na altura do Portugal Center; BR101, no entorno da Arena das Dunas, cruzamento da Rua Mossoró com a Avenida Afonso Pena e na Avenida Hermes da Fonseca com a Rua Ângelo Varela, nas proximidades da AABB. Na Avenida Rui Barbosa, o trânsito ficou tão complicado que carros cruzaram o canteiro central para fugir do alagamento na altura da Rua Nascimento de Castro. Quem tentava fugir da Rui Barbosa acabava caindo na Avenida Salgado Filho, que também já apresentava pontos de alagamentos, obrigando "amarelinhos" da Secretaria de Mobilidade a pedir que os motoristas desviassem justamente para a Avenida Rui Barbosa, onde o caos já estava instalado. Também foi registrada pane em alguns semáforos e agentes de trânsito se concentraram nos pontos mais críticos para fazer o controle do tráfego. Segundo o coordenador da Defesa Civil de Natal, Jeoás Santos, além dos pontos de alagamento recorrente e os transtornos nas vias, a única ocorrência mais grave que chegou à Secretaria foi o princípio de inundação de residência e lojas na Avenida Capitão Mor Gouveia, onde se formou uma grande lagoa e na Avenida Jaguarari, já na área próxima à Rua Jerônimo Câmara. "Recebemos esta ocorrência entre 8h30 e 9h e deslocamos duas viaturas. Entramos em contato com a empresa responsável pela drenagem e com a Semopi, Semob e estamos auxiliando no escoamento da água". Maria Auxiliadora, proprietária de um restaurante na Avenida Jaguarari perdeu diversos equipamentos eletrodomésticos e eletroeletrônicos, usados no estabelecimento, como freezer e geladeiras. "A água subiu quase um metro e perdi tudo. E agora, quem vai pagar o meu prejuízo? Será que vai ser o pessoal da Copa, da Prefeitura, do Governo?", questionou. CAOS Na Rua Doutor José Gonçalves, em Lagoa Nova, o clima era de revolta entre moradores e comerciantes. Sandro Menezes conta que o alagamento na rua existe há mais de 20 anos e nunca houve uma solução definitiva. "Há cinco anos subiu 1,20 metro de água na minha casa e perdemos tudo. Fizemos uma barreira, mas os transtornos continuam, como o mau cheiro, risco de doenças e não temos nem o direito de sairmos das nossas casas. Pago um IPTU de R$ 1,1 mil e me sinto constrangido. Hoje, talvez o meu comércio não abra. Até construir uma garagem para o meu carro não posso e

“Há cinco anos subiu 1,20 metro de água na minha casa e perdemos tudo. [...] Hoje, talvez o meu comércio não abra” SANDRO MENEZES COMERCIANTE

ainda bem que o eu vizinho me permite estacionar no terreno dele", diz o comerciante. Já o motorista João Rocha lamentou o que chama de falta de planejamento dos gestores públicos. "Quase todos os dias tenho que desviar minha rota, por causa de congestionamentos e isso atrapalha muito a minha rotina. Hoje vim comprar um material e a rua está assim, intransitável". O empresário Antônio Duarte, que possui uma distribuidora de ar condicionado automotivo, já contabiliza diversos prejuízos. "Estas obras de mobilidade já estão atrapalhando o acesso à empresa e com estes alagamentos causados pelas chuvas, os clientes não têm condições de vir aqui. Às vezes vemos algumas obras na rua e quando vêm as chuvas é que constatamos que nada foi resolvido quanto à questão do alagamento. Me sinto desrespeitado, prejudicado e com sentimento de abandono". Já o motoboy Dagmar Flávio explica que a atenção tem que ser redobrada no período chuvoso. "Tem locais que sabemos que tem buracos cobertos pelas chuvas, mas para um condutor de moto menos experiente os riscos de acidentes são bem maiores. Outra preocupação é que com o aumento da quantidade de carros e motos, andamos lado a lado, qualquer desatenção pode causar um acidente e no período de chuvas tudo fica mais complicado". PREVISÃO Segundo as previsões meteorológicas, chuvas rápidas e fortes como a ocorrida na manhã de hoje vão ter continuidade no litoral e no Alto Oeste até a próxima sextafeira (14), com possibilidade de perdurarem até o domingo. "Estas chuvas rápidas e fortes são normais para o mês de março. O que não seria normal é que elas continuassem por um período maior. Segundo dados do Instituto Nacional de Meteorologia, esta chuva pela manhã registrou, em menos de uma hora, 14 milímetros. Para um volume em menos de uma hora é considerada uma chuva forte, mas se chovesse 24 horas, seria pouco. Mas esta chuva é normal, dentro da quadra chuvosa", disse Alexandre Santos, meteorologista da Secretaria Estadual de Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh). Ainda de acordo com o especialista, as chuvas previstas para os próximos dias serão mais intensas durante o período da manhã e no final da tarde. CMYK


Cultura

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 9

Heracles Dantas

CURTAS

ccpsilva@hotmail.com Fotos: Divulgação

PARA FERMENTAR O MERCADO Eufrates - Cervejas Especiais abre em Petrópolis com uma variedade impressionante de rótulos da bebida predileta do brasileiro CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

Inaugurada na última sexta-feira (07), a Eufrates - Cervejas Especiais é o Jardim do Éden para os amantes da bebida inventada por mesopotâmios, seis séculos antes de Cristo. Localizada na avenida Campos Sales 500, próxima ao restaurante Âncora Caipira, a loja abriu com mais de 100 rótulos diferentes, de algumas das principais marcas do mundo. Clássicos como a belga Deus e a escocesa Brewdog Punk IPA estampam gôndolas, cujos preços registram uma faixa entre R$10,00 e R$200,00. Na tarde de ontem, estive com o proprietário Diego Salem, cervejeiro que exala sua paixão nos primeiros segundos de conversa, para saber um pouco mais do estabelecimento pioneiro em Natal, voltado para consumidores que entendem o conceito de 'beba melhor'. Da simpatia do ambiente à variedade de produtos, a Eufrates impressiona. Nascida da paixão de seu

dono, que é categórico ao afirmar que a loja "É de um amante da cerveja", ela acumula, em sua primeira semana de funcionamento, elogios de clientes de outros Estados, muito por ser focada em raridades. "Sou comerciante, gosto de negociar, ligar para um e para outro, trabalhar. Aqui em Natal existe muito amante de cerveja, que agora tem um espaço para ele, feito por um apaixonado. Não tem um dia que eu não leia nada sobre cerveja", confessa o publicitário, também dono de uma revendedora de celulares. Curioso é que até 2004, Diego era quase um abstêmio - apesar de dificilmente ultrapassar cinco garrafinhas. "Eu tinha 22, 23 anos, quando comecei a beber. Mas não entendia como as pessoas tomavam sempre a mesma cerveja, se existe uma infinidade delas". Até que o paulista de 36 anos, natural de Ribeirão Preto, porém 'naturalizado' natalense desde o primeiro ano de vida, virou um beer hunter (caçador de cerveja). "Não tenho minha cerveja predileta. Quero sempre provar

uma nova, e descobrir uma novidade não tem coisa melhor". Para tanto, cursos, leituras e viagens ao exterior o credenciaram como um dos especialistas no assunto, por estas bandas. Até que surgiu a oportunidade de montar um quiosque no supermercado Nordestão. Durante um ano e dois meses, foi ali que ensaiou o fomento de uma cultura cervejeira na capital potiguar. "Ali eu vi que existem dois tipos de clientes: os que eram carentes por um lugar como o Eufrates e os que não sabem que existe essa quantidade toda de opções". Diego sabe que as cervejas super-Premium, gourmet, ou como você queira chamar, tem um vasto território para percorrer. O Brasil é o quarto maior mercado de cervejas do mundo em volume, e as especiais representam entre 2% e 5%. Na última década, as pessoas provaram o melhor do que é feito em países com grande tradição na bebida, casos de Alemanha, Holanda, Bélgica e Estados Unidos. A comparação com as 'populares' foi inevitável - viram

que, para ultrapassar alguns decibéis do aceitável, bastava tomar quatro ou cinco garrafinhas de uma mais encorpada, em vez das dez, doze corriqueiras. "A Eufrates não é um bar, não tem garçom, mas quem quiser tomar uma cerveja, pode vir. Temos um mesão típico das tavernas e duas mesas lá fora". Aberta todos os dias a partir das 10 horas (segundas, terças e quartas-feiras fecha às 21 horas; quintas, sextas e sábados, às 22 horas; e aos domingos, às 13 horas), a casa receberá mais 50 rótulos nos próximos quinze dias. "Trabalhamos com algumas metas. Uma é ter 300 rótulos até agosto. Outra, é fechar 2014 com 400", garante Diego, que pretende vender as boas nacionais, ainda ausentes em seu estoque. "São caras" - como em vários segmentos da economia, dificuldades tributárias, produtivas e de distribuição encarecem o produto brasileiro, mesmo que, hoje, seja reconhecido no exterior como um polo produtor de cerveja qualificada.

Cultura cervejeira Faz três anos que, no Rio Grande do Norte, existe uma seção da Associação de Cervejeiros Artesanais (Acerva) com quase 40 filiados. Gente que aprendeu a misturar água, lúpulo, malte, cevada, levedura, centeio, trigo e aveia na medida certa, a ponto de criar uma bebida saborosa. Isso mostra que existe uma turma interessada nessa cultura que, em países europeus e norte-americanos, permeia um fragmento significativo da população - como interpretar a cultura belga ou tcheca sem entender a relação que eles possuem com a cerveja?

E no Brasil, onde a ideia de beber uma 'loira gelada' é sinônimo de quantidade, de encharcar a corrente sanguínea por um dia inteiro, com consequências nem sempre agradáveis para o estômago e para a moral, o mercado dominado por marcas tradicionais, que patrocinam carnavais e dominam bares e restaurantes, tem como ceder espaço para pessoas que trocam vinte reais em uma garrafa de vinho por uma de cerveja feita com o mesmo cuidado e teor alcoólico semelhante. Como a La Trappe Jubilaris

(750 ml), que custa R$79,90 na Eufrates e vem de uma tradição ligada a um mosteiro trapista holandês - trapistas são monges que vivem em silêncio quase absoluto, em vilarejos afastados dos grandes centros, com forte ligação com a agricultura. "Não existe a melhor cerveja do mundo, mas, sim o gosto individual, se você prefere uma mais amarga, ou mais suave, com aromas de café, torrada. E depende do momento. Algumas eu não bebo de dia, mas à noite me dou muito bem", alerta Diego.

CHOCOFEST 2014 A Flytour Natal está com um pacote especial para quem quer curtir em família a Chocofest, o festival de chocolate que acontece no período de Páscoa em Gramado, com desfiles temáticos, degustação e comercialização de chocolates, oficinas culinárias para crianças e adultos e ampla programação. Com saídas programadas para os dias 17 e 18 de abril, o pacote inclui parte aérea e terrestre, hospedagem, traslados, além de tour de compras (Gramado e Canela), Tour alemão e Tour Cultural. Ruas e avenidas da cidade gaúcha são dominadas pelo Universo dos Coelhos. Destaque para as 'Pérgolas Musicais e Interativas', com palcos para apresentações musicais e teatrais. Outra atração é a 'Parada da Páscoa', desfile que mostra como crianças e adultos podem contribuir com a sustentabilidade do planeta. O evento conta também com um desfile de moda em chocolate, exposição e leilão de ovos de Páscoa e, por fim, um espetáculo, chamado 'O Universo Verde na Terra dos Coelhos'. CURSOS GRATUITOS As inscrições para os cursos gratuitos (nas áreas de culinária e de trabalhos manuais) de abril do Programa de Comprometimento e Gratuidade (PCG) já estão abertas. Até sexta-feira (14/03), os interessados podem se candidatar as 165 vagas em cursos oferecidos pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, nas cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Nova Cruz. O edital com todas as informações está disponível no site do Sesc RN, o www.sescrn.com.br. LICORES Os destaques de março da Magazzino Vinhos & Cozinha merecem uma reprogramada no orçamento. Eleita a melhor carta de vinhos da cidade pela Veja Natal, a loja aposta nos licores, como o Gin The London Nº1 (foto), produzido de cereais da mais alta qualidade e extratos de 13 plantas, na cor azul céu. Portugueses e italianos também foram listados, como o Toschi Nocello (R$145,00). Fica na rua Potengi 576, Petrópolis. Mais informações: (84) 3212-1477.

NOEL E COLE PORTER Na próxima sexta-feira (14), o Jobim recebe o show "De Noel a Cole Porter", com o brasileiríssimo Camilo Lemos e a nova-iorquina Haley Peltz, a partir das 21h30. Já no sábado (15), no mesmo horário, quem sobe ao palco da casa é Ricardo e Clara Menezes com o show "De Pai para Filha", uma viagem pelo mundo da bossa, do samba e da MPB. Fica ali na R. Seridó, 736, na praça das Flores, em Petrópolis.

DICIONÁRIO DOS SABORES A dica de livro sobre gastronomia é Dicionario dos Sabores (Casa da Palavra; R$69,90), da inglesa Niki Segnit. Formada em Marketing, com especialização em alimentos e bebidas, e trabalhos com marcas famosas de confeitos, lanches, alimentos para bebês, condimentos, laticínios, licores e refrigerantes, ela reuniu neste livro-referência para quem gosta de cozinhar, conhecimentos científicos e culturais, para empreender uma viagem pelo essencial da gastronomia. A autora organiza 99 ingredientes essenciais da cozinha, sugerindo desde as combinações clássicas, como salsa e cebolinha, às mais inusitadas. Como e por que um sabor combina com o outro é seu mote. Os ingredientes são agrupados por características de sabor semelhantes, como Terrosos (cogumelo, berinjela, cominho, beterraba, batata, aipo), Condimentos (manjericão, canela, cravo, noz-moscada), Carnes (porco, cordeiro, carne bovina, frango) etc., totalizando 1.000 verbetes. Ela alerta que seu maior interesse é estimular a criatividade, longe de ares doutrinários.


10 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de março de 2014

Cidade

Quarta-feira

Após repercussão nacional, presos amarrados em Macau são transferidos DENÚNCIA DO SINPOL SURTE EFEITO E CRIMINOSOS SERÃO DISTRIBUÍDOS PARA DETENÇÕES EM CINCO MUNICÍPIOS DO RN Wellington Rocha

Divulgação

DIEGO HERVANI DIEGOHERVANI@GMAIL.COM

Depois de toda a repercussão da situação dos presos na Delegacia da Polícia Civil em Macau, denunciada pelo Sindicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol-RN), a Coordenadoria de Administração Penitenciária do RN (Coape) confirmou que autorizou a transferência desses presos para cinco municípios do Estado. “Desde ontem (terça), às 16h30, que nós autorizamos fazer o recolhimento desses presos. Disponibilizamos vagas em Natal, Mossoró, Parnamirim, Caraúbas e Caicó. Os policiais só não tiraram os presos de lá ontem por escolha deles”, destacou o major Castelo Branco, coordenador da Coape. Nesta terça (11) o Sinpol denunciou que 17 presos, entre eles três mulheres, uma delas grávida e outra amamentando, estavam amarrados com cordas nos corredores da Delegacia de Polícia Civil de Macau, na região salineira do Estado. Segundo policiais da DP, algumas dessas pessoas já estavam passando por essa situação desde o início do carnaval (1 de março). O caso ganhou repercussão nacional, sendo inclusive uma das principais matérias veiculadas no Jornal Nacional de ontem. Segundo o major Castelo Branco, o que aconteceu foi uma falha de comunicação entre os policiais e a administração penitenciária. “Os policiais só vieram nos comunicar da relação completa dos

Imagem com presos amarrados uns aos outros na Delegacia de Polícia de Macau foi notícia nos principais veículos do país. Major Castelo Branco, da Coape, diz que a transferência já foi autorizada presos na tarde de ontem (terçafeira) por volta das 13h30. E logo depois nós autorizamos o recebimento deles em outros municípios. Se essa relação tivesse nos sido enviada desde a chegada dos presos, isso não teria acontecido”, explicou o major, que ainda deixou claro que o número de presos que precisavam de remanejamento era de 12. “Dos 17 nomes que nós recebemos, 5 já estavam no sistema para serem remanejados. Não sei o motivo deles ainda terem ficado em Macau”. PORTARIA REVOGADA Poucos dias depois de o Sin-

dicato dos Policiais Civis do Rio Grande do Norte (Sinpol-RN) ter afirmado que entraria com um mandado de segurança contra a Portaria 001/2014, que determinava que as DPs fossem as responsáveis pela custódia dos presos durantes os plantões e fins de semana, a Secretaria da Justiça e da Cidadania do RN (Sejuc), juntamente com a Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), além de o Ministério Público, decidiram revogar a portaria nesta quarta-feira (12). De acordo com o titular da Sejuc, a decisão não foi tomada por pressão, mas sim pelo fato de

> DESPERDÍCIO

a portaria não ter alcançado o resultado desejado. “Essa portaria começou a ser discutida desde o ano passado com a Sesed, Delegacia Geral de Polícia, Ministério Público e Poder Judiciário. Chegamos a conclusão que com os termos que foram apresentados na portaria, poderíamos otimizar as regras de recebimento de presos no sistema penitenciário. Porém, como percebemos que a situação não tinha melhorado, decidimos revogar essa portaria. Agora estamos abertos para conversar para encontrar uma melhor solução para o problema”, explicou. Para o Sinpol, a revogação da

portaria foi uma vitória contra o que eles chamaram de “retrocesso e ilegal”. “Delegacia não é presídio. Judicialmente os Policiais Civis estavam desobrigados a receber presos nas DPs. Impor que os policiais fizessem a custódia dos presos era um retrocesso e também ilegal. Se a Sejuc não tem condições de fazer com que o sistema penitenciário receba esses presos, que busque melhorá-lo e não jogar a responsabilidade para a Polícia Civil. Para nós isso (revogação) foi uma vitória”, frisou Djair Oliveira, presidente do Sinpol. Segundo o major Castelo Branco, coordenador da Coape,

> MAIS UM Divulgação

Equipamentos do Itep de mais de R$ 1 milhão estão parados Apesar da necessidade cada vez maior de melhorar o sistema de segurança pública do Rio Grande do Norte, o Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) de Mossoró está com equipamentos no valor de R$ 1 milhão parados por falta de profissionais capacitados para manuseá-los. Um equipamento de raio X, comprado no valor de R$ 700 mil e outro, para exame de balística, no

valor de R$ 300 mil, ainda não foram utilizados desde que foram comprados, em 2012. A denúncia foi feita pelo deputado estadual Kelps Lima, que ainda destacou que não existe sequer uma sala adequada para a utilização dos equipamentos. "No ITEP de Mossoró eu fiquei chocado com esta situação. O Governo comprou dois equipamentos no valor total de R$ 1 milhão,

cuja finalidade é descobrir projéteis de arma de fogo dentro dos cadáveres, para ajudar nas perícias de soluções de crimes, mas não pensou onde ia acomodar os equipamentos, nem treinou os peritos para usálos. O resultado é que as máquinas estão paradas desde 2012, o Governo nunca construiu o prédio novo para acomodar o Raio X e ele está parado em dependências do Corpo de Bombeiros", destacou.

> SUSPEITO DE ARROMBAMENTO É AGREDIDO PELA POPULAÇÃO José Aldenir

Na noite dessa terça-feira (11), por volta das 20h30, no conjunto habitacional Bosque das Colinas, em São José do Mipibu, um homem suspeito de arrombar uma casa foi detido por funcionários

o sistema penitenciário do Rio Grande do Norte, que conta com pouco mais de 4 mil vagas, tem um déficit de 2,5 mil e a revogação da portaria vai trazer ainda mais problemas. “A portaria era simplesmente para que as DPS ficassem com os presos nos plantões e fins de semana. O que fazíamos era buscar vagas nas penitenciárias para receber esses presos. Muitas vezes as vagas surgiam com determinação de juízes para soltar esses presos. O que agora vai acontecer é que todos os presos serão destinados para os presídios e não vai ter vaga, o que vai criar outro problema”.

de uma empresa de segurança e foi espancado e amarrado por populares que presenciaram a cena. O homem é servente de pedreiro e estava trabalhando em uma obra. Ele estava dormindo em uma casa em

frente a que ele arrombou. O suspeito entrou por uma janela que ele mesmo quebrou e teria dito que só fez o arrombamento para ir dormir nessa casa, já que não estava conseguindo dormir.

Caixas eletrônicos ficaram totalmente destruídos

Bandidos explodem banco e deixam cidade do RN sitiada Os moradores de Alto do Rodrigues, município do Rio Grande do Norte que fica distante 200 quilômetros de Natal, passaram por momentos de terror durante a madrugada desta quarta-feira (12). Um grupo de aproximadamente 15 homens fortemente armados invadiu a cidade por volta de 1h45 com o objetivo de explodir a agência do Banco do Brasil e levar o dinheiro dos caixas eletrônicos. De acordo com o Subtenente Cezar, comandante do destacamento da Polícia Militar da Cidade, o grupo invadiu a agência utilizando explosivos. "Além disso, eles estavam armados com escopetas calibre 12, com pistolas 9mm e revolveres 38", destacou. Depois de entrarem no banco, os bandidos explodiram dois dos cinco caixas do estabelecimen-

to e levaram uma quantia ainda não revelada. "Para azar deles, os caixas que eles explodiram eram os que estavam com menos dinheiro", disse o Subtenente. O teto da agência, além da porta principal foram danificados pela explosão. Durante toda a ação, que durou aproximadamente 20 minutos, membros do grupo ficaram vigiando a entrada da cidade e outra parte ficou em frente à delegacia do município, sempre se comunicando através de rádios. Acuados, os dois PMs de plantão nada puderam fazer. "Se eles (os PMs) tivessem saído da delegacia, teríamos uma situação ainda pior, já que eles não teriam condições de impedir da ação dos bandidos", afirmou Cezar. Não satisfeitos com o roubo, os suspeitos ainda saíram pelas ruas de

Alto do Rodrigues atirando em residências e também no carro do gerente da agência do Banco do Brasil do município. "Acreditamos que eles conheciam bem o local e sabiam que era o gerente, pois o carro do gerente estava estacionado em frente a uma casa, que nem era a casa do gerente. Acreditamos que eles atiraram para colocar medo nas pessoas para que a PM de outra região não fosse acionada", explicou o Subtenente Cezar. Após todo o vandalismo, os suspeitos fugiram em duas caminhonetes Amarok e um Gol, todos de cor branca, em direção à BR 306, que liga a cidade à Macau. Após serem informados do ocorrido, policiais de Macau fizeram diligências pela região, mas não encontraram os suspeitos.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

Maduro mata o 22º manifestante e Dilma diz a 367ª besteira Por Reinaldo Azevedo A delinquência política fez mais um morto na Venezuela, o 22º desde o início dos protestos, e serviu para que a presidente Dilma Rousseff, lá no Chile - onde estava para a posse de Michele Bachelet - dissesse mais uma besteira, a 367ª, sobre política externa. É tudo de estarrecer. Segundo relato do jornal El Universal, Daniel Tinoco, um estudante de 24 anos, estava num grupo de jovens que se organizava para participar de uma manifestação em San Cristobal. Chegou, então, um grupo de motoqueiros armados atirando. Ele levou um tiro no peito, foi hospitalizado e morreu. Outros dois estão feridos. Esses motoqueiros integram as milícias bolivarianas, que recebem armas do próprio governo. No aniversário de um ano da morte de Chávez, o ditador Nicolás Maduro as convocou a enfrentar nas ruas os manifestantes, repetindo uma frase de Chávez: "candelita que se prenda, candelita que se apaga". Ou: chama que se acende, chama que se apaga. Ou por outra: é pra matar quem ousar protestar. O Brasil votou contra o envio de observadores da OEA à Venezuela. A situação do país deve ser debatida nesta quarta por chanceleres da Unasul, aquela estrovenga inventada por Chávez e Lula para, em tese, mediar os conflitos na América do Sul. Como se nota, tenta-se minimizar o tamanho do problema. Um governo incita milícias armadas a sair matando os que protestam, e os chanceleres é que vão se reunir. Os chefes de estado farão de conta que nada de grave acontece… Já dá para adivinhar o que vai acontecer num grupo que reúne representantes da Argentina, da própria Venezuela, do Brasil, do Uruguai, do Peru, da Bolívia - todos sob a gestão de partidos de esquerda.

A partir de hoje, o Chile também está na rede dos companheiros. Vale dizer: Maduro continuará matando - enquanto, ao menos, não for pendurado pelos pés em praça pública, como aconteceu com Mussolini. O governo da Venezuela matou o 22º, e Dilma disse a 367ª besteira a respeito da política externa do Brasil. Indagada sobre a situação da Venezuela, saiu-se com o seguinte disparate: "Vocês vejam que no caso do presidente Lugo [Fernando Lugo, do Paraguai, que sofreu impeachment em 2012] houve um momento de estresse, hoje perfeitamente superado com a perfeita inclusão do novo presidente, eleito democraticamente, Horacio Cartes". Eu poderia achar que é má-fé, mas uma presidente que diz em Bruxelas que Manaus é a capital da Amazônia e que a natureza planta árvores pode apenas estar dando testemunho de uma brutal ignorância. É a hipótese virtuosa. Fernando Lugo foi deposto pelo Congresso paraguaio, segundo as regras da Constituição do país. Não houve a menor ilegalidade. Não houve rompimento da ordem. O governo Dilma, sim, é que teve uma atitude indecente, suspendendo, com o apoio da Argentina, o país do Mercosul e aproveitando justamente para abrigar a Venezuela, do governo já então assassino de Chávez - e que continua a matar o povo por intermédio de Maduro. A decisão foi politicamente criminosa, além de ilegal. Ao suspender o Paraguai e admitir a entrada da Venezuela no Mercosul, Dilma e Cristina Kirchner rasgaram o Tratado de Ushuaia, que exige que os países membros do Mercosul sejam democracias. Dilma fez precisamente o contrário: expulsou uma democracia e abrigou uma ditadura. Dilma poderia, ao menos, fazer o favor de ficar calada. (RA, no site da Veja)

NOVO ESCÂNDALO

TERRORISMO

COPA DOS BILHÕES

TERRORISMO II

Duas semanas após Dilma conseguir com Michel Temer e Henrique Alves evitar a ida de uma comissão parlamentar à Holanda para investigar o propinoduto na Petrobras, a bancada rebelde do PMDB comandou a aprovação da investigação do escândalo.

A Veja teve acesso a documentos da área de segurança do governo federal, das Forças Armadas e da Abin, a agência de inteligência. Se todos os grupos citados agirem e os externos realmente vierem ao Brasil, teremos um quadro difícil de administrar.

Conversa para uma boiada inteira dormir a do TCU sobre as ações para "economizar meio bilhão de reais" nos gastos da Copa. Ora, o que são R$ 500 milhões num evento que já torrou mais de R$ 25 bilhões dos cofres públicos. A Copa é uma roubada.

Ontem, um oficial da reserva com estreita amizade com oficiais da ativa me avisou que as Forças Armadas já têm indícios de que muitos assaltos a bancos e lotéricas pelo interior do Brasil são planejados e praticados por grupos radicais de esquerda.

CONSTRANGIMENTO

GUERRA DE TWEETS

A audiência feita no Senado para discutir o esgoto financeiro da Copa foi considerada um constrangimento pelo senador Álvaro Dias, que presidia a reunião e resolveu ler mensagens do público, todas espinafrando os responsáveis pela Copa da insensatez.

Mais uma vez as tropas petistas nas redes sociais mobilizaram seus "androides" e "fakes" (perfis falsos) para levantar uma hashtag no Twitter. E perderam feio de novo. A palavra-chave #VaiTerMarcoCivil foi esmagada pela #TodosContraMarcoCivil.

VOLTA LULA

BEST-SELLER

A turma do Planalto e as tropas de Rui Falcão estão evitando que o assunto chegue à grande mídia, mas causou mal-estar a entrevista de Gilberto Carvalho no programa Hora do Voto, da TV Gazeta, defendendo a candidatura de Lula no lugar de Dilma.

O livro do delegado Romeu Tuma Jr., escrito pelo jornalista Claudio Tognolli, "Assassinatos de Reputação - Um Crime de Estado", atingiu esta semana a marca de 100 mil exemplares vendidos, um fenômeno editorial para os parâmetros brasileiros.

VIOLÊNCIA

BIOGRAFIA

A reportagem especial da revista Veja que está nas bancas, sobre os grupos que farão atos contra a Copa durante o evento da FIFA, é para deixar estarrecido qualquer um. É de meter medo e nos fazer pensar mesmo em ficar em casa no período dos jogos.

O jornalista Conrado Carlos, do caderno cultural aqui do JH, resolveu escrever um livro contando a trajetória artística do cantor natalense Leno Azevedo, um dos nomes mais proeminentes do período da Jovem Guarda e que fez fama com a dupla Leno & Lilian.

SUMIÇO GENERALIZADO

O mundo inteiro, estarrecido, procura entender o desaparecimento do avião da Malaysia Airlines, do petralha Henrique Pizzolato, dos gols de Neymar no Barcelona, dos lucros da Petrobras, do candidato a cantor Sam Alves, do humor na TV aberta, da primavera árabe, da audiência do Faustão, das licitações na Copa, dos rolezinhos nos shoppings, do papel higiênico na Venezuela, das paradas gays na Rússia, do público nos campeonatos estaduais do Brasil, dos votos de Dilma na Câmara Federal, do sinal da TIM, da Oi, da Claro, da Vivo e do futebol do ABC FC.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

Prejuízo

PISTA MOLHADA

Não tem jeito. Uma chuva um pouco mais forte e Natal se transforma em um caos muito pior do que nos dias de total congestionamento. Simplesmente foi impossível de se transitar em algumas ruas durante a manhã de hoje. Alagamentos voltaram a ser registrados em pontos já tradicionais da capital potiguar e, mais uma vez, quase nenhum “amarelinho” apareceu para ajudar aos motoristas impacientes.

REAÇÃO

iOs dados mostrados pela imprensa nacional sobre a Petrobras são, de certa forma, assustadores. A principal empresa brasileira, que durante anos foi motivo de orgulho para o governo do país, está enfrentado uma de suas maiores crises financeiras da história. E, pelo visto, sem causar muita preocupação aos seus responsáveis. O que causa um espanto ainda maior. Segundo O Estado de São Paulo, a estatal tem atualmente uma dívida de quase R$ 300 bilhões, acumulada principalmente nos últimos seis anos. Ainda de acordo com o veículo de circulação nacional, o número mostra o momento delicado por qual passa a empresa. Isso tudo em meio a mais um momento decisivo para o Brasil, quando serão realizadas novas eleições presidenciais. De certa forma, guardadas as devidas proporções, a mesma situação vivenciada pela Petrobras se repete em relação aos investimentos em energia renovável. Há meses diversos parques eólicos estão concluí-

dos, mas parados, à espera das linhas de transmissão, obras de responsabilidade do Ministério das Minas e Energia. Enquanto isso, estão recebendo recursos do poder público, já que o serviço está sendo prestado. São apenas dois exemplos de prejuízos bilionários causados ao povo brasileiro, graças a uma política econômica marcada pela falta de planejamento, de responsabilidade com o dinheiro do povo brasileiro, que poderia estar sendo beneficiado com investimentos em setores básicos condenados eternamente ao péssimo funcionamento. É momento da sociedade abrir os olhos para tamanho descalabro com o uso do dinheiro público. Sob pena do Brasil ser para sempre apenas o velho país do futuro, sem jamais atingir o tão sonhado primeiro mundo. Apesar da mídia oficial garantir a quase extinção da miséria no país. Mas não é isso o que é visto todos os dias nas ruas das mais variadas cidades. Por enquanto, só há mesmo prejuízos. Em todos os sentidos.

Assim como acontece em várias partes do país, em Natal também se proliferam casos de quase linchamento envolvendo bandidos que acabam dominados por suas vítimas. Também são vários os casos onde o criminosos é amarrado a postes ou algo parecido. É a revolta da população com a total falta de impunidade do poder público para tanta violência.

CAOS

Por falar em segurança, de certa forma, foi até sensata a entrevista coletiva concedida pelo, agora, exsecretário da pasta Aldair da Rocha. Para a imprensa, o ex-auxiliar da governadora admitiu deixar o cargo um pouco “frustrado” por não conseguir implementar seus projetos. O ex-titular só viajou na análise mesmo do seu trabalho, ao enfatizar os “avanços” dos últimos anos no setor. Aonde?

REGULARIZAÇÃO

A Câmara Municipal aprovou em primeira discussão projeto que facilita a regularização de obras em propriedades sem escritura pública. Por articulação do líder do prefeito Júlio Protásio, e do presidente da Casa, Albert Dickson, a Semurb deverá aceitar o contrato de compra e venda, por exemplo, como documento para liberar construções.

Gira Mundo Divulgação

A Fifa reabriu hoje a venda de ingressos para a Copa do Mundo de 2014. Mas, desde as primeiras horas, o congestionamento virtual tornava praticamente impossível para qualquer cidadão adiquirir sua entrada para as partidas. E, para os que tiveram essa sorte, era praticamente uma loteria conseguir encontrar vagas nos jogos disponíveis do mundial. Em Natal, só havia ingressos para Japão e Grécia, por exemplo, e apenas em uma área intermediária. É a Copa das Copas, como disse a presidente Dilma, e dos lucros.

Megafone Divulgação

“Desde a Fortaleza dos Reis Magos até à Ponte Velha de Igapó foi ele quem fez” FERNANDO LUCENA VEREADOR DO PT, IRONIZANDO AS AÇÕES DO DEPUTADO HENRIQUE EDUARDO ALVES

CRISE

CHAPAS

O governo Dilma Rousseff deu ontem mais uma demonstração de sua falta de habilidade política. Enfrentar um líder de bancada, mesmo que exista a suspeita de que o mesmo não detém o apoio de seus liderados, é dar chance para a derrota. Ontem a Câmara praticamente humilhou o governo ao decidir investigar a suspeita de pagamento de propina na Petrobras.

Para fechar o assunto PMDB, o deputado federal Henrique Eduardo Alves, ao que parece, não tentará mais remover o PT da ideia de ter Fátima Bezerra como candidata ao Senado. A chapa do peemedebista como candidato a governador e Wilma de Faria na disputa para senadora estaria fechada e disposta a enfrentar a união dos petistas com Robinson Faria. É a luta.

DISPUTA

LAMENTÁVEL

Em tempo: o enfrentamento citado na nota anterior foi entre o governo e o líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha. Para piorar a situação do PT, todos os peemedebistas decidiram se unir ao seu representante e declararam independência da administração federal nas votações da Casa a partir de agora. Nada como a proximidade de uma eleição, não é mesmo?

A greve da educação no RN já ultrapassa 40 dias e, até agora, não há sinal de término. Já nos aproximamos do quarto mês de 2014 e, até agora, não ocorreu nenhuma aula para os alunos que estão com seus professores de braços cruzados. Problema que atinge diretamente a qualidade do ensino e o futuro dos estudantes, e que o governo e os profissionais, pelo visto não estão muito empenhados em resolver.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 12 de março de 2014

Daniela Freire

I

Quarta-feira

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br - INTERINA: Taciana Chiquetti (tacychiquetti@hotmail.com)

w ÉTICA NA CÂMARA

Vivian Galvão

Marlio Forte

GIRO PELO TWITTER

A Comissão de Ética da Câmara de Natal, constituída pelos vereadores Bertone Marinho (PMDB), Chagas Catarino (PROS) e Bispo Francisco de Assis (PSB), retoma os trabalhos, nesta quinta-feira (13), às 9 horas. >>> De acordo com o presidente da Comissão, o vereador peemedebista, a maioria dos processos, deverá estar concluídos em até a metade do ano, obedecendo aos prazos legais. >>> Ao todo, sete processos tramitam nessa Comissão da Casa, que vem sendo uma das mais movimentadas nesta nova legislatura.

...do fotógrafo Canindé Soares: “Meu respeito aos que curtem o BBB... mas só ligarei na Globo novamente quando este programa terminar”.

...do jornalista Alex Medeiros:

w

DERRUBADA Ainda na Câmara.... >>> Os vereadores derrubaram, nesta terçafeira (11), por unanimidade, o veto do prefeito Carlos Eduardo (PDT) ao projeto de lei da vereadora Eudiane Macedo (SDD). >>> A matéria obriga os supermercados de Natal a disponibilizarem 80% dos caixas existentes em cada instituição para atender os clientes, durante todo o expediente.

Governadora Rosalba Ciarlini confere o autógrafo do campeão mundial Cafu na exposição 'Brasil: um país, um mundo', que prossegue até o dia 4 de abril, na UNP

Emoção à flor da pele da vereadora-mãe Eudiane Macedo, homenageada, pelo Dia da Mulher, na Assembleia Legislativa do RN. Seu primeiro filho, Tárcio Filho, vem ao mundo no próximo dia 20

figurinhas com história da seleção brasileira, é um fra-

Divulgação Cinthia Braga

casso nas bancas”.

...do deputado federal Jean Wyllys: “Vivemos em um país onde a igualdade entre gêneros

w ENCONTRO CASUAL

está entre as piores no mundo.

O restaurante Agaricus, em Petrópolis, foi o “point” dos políticos, nesta terçafeira (11), na hora do almoço. >>> Robinson Faria (PSD), Walter Alves (PMDB), Rafael Motta (PROS) e o prefeito de Jardim de Piranhas Antonio Macaco estiveram por lá. >>> Quem presenciou o encontro casual, entre o vice-governador e o filho do líder peemedebista Garibaldi Filho, disse que fatalmente renderia uma conversa entre eles.

Mas nós somos a resistência!”

...do jornalista Mallyk Nagib: “É, não deu! Tenho que sair de casa e nada de ingressos da Copa. Fica pra outra vida

Jornalista cineasta Mary Land Brito, na Câmara de Natal, recebendo a medalha "Júlia Alves Barbosa" do vereador Dickson Júnior, por sua contribuição com o desenvolvimento do cinema no RN

As fashionistas Sanzya Costa e Bia Fernandes no lançamento inverno da Toli, em Recife

w MÉRITO “NÍSIA FLORESTA”

Ainda dentro das homenagens às mulheres, o prefeito Carlos Eduardo (PDT) entregará, nesta quinta-feira (13), às 16h, no Palácio Felipe Camarão, a Medalha de Honra ao Mérito “Nísia Floresta”. >>> Um reconhecimento às mulheres que tiveram papel importante na luta pelos direitos femininos na capital potiguar. >>> O evento vai homenagear seis mulheres que se destacaram na cidade na luta pelos direitos femininos: Cristina Santos (coordenadora do Fórum de Mulheres do RN), Maria do Socorro da Silva (IFRN), Fátima Soares de Lima (juíza substituta da Vara de Violência Doméstica e Familiar de Natal)... >>> Além de Udymar Cardoso (Grupo Autônomo de Mulheres/RN), Rosângela de Melo (movimento comunitário do bairro das Quintas) e Larissa Gentile (vice-presidente do Sindicato da Construção Civil do RN).

“A 90 dias da Copa, álbum de

então”.

Marcelo Barroso

w

DESEJO O deputado estadual Nelter Queiroz (PMDB), em entrevista à imprensa de Caicó, no início desta semana, manifestou seu desejo de se candidatar a deputado federal pelo seu partido. >>> “Se o deputado Henrique for o candidato a governador do PMDB e João Maia for seu vice, coloco meu nome à disposição do partido”.

w

NOVA COLEÇÃO Pela terceira vez consecutiva, Grazi Massafera é representante da Moda do Extra, na nova coleção Outono/ Inverno 2014, que já está nas unidades do Extra de Ponta Negra, Midway e Maria Lacerda.

>>> A atriz estreou, no último dia 5, um novo filme, para a rede, na TV aberta e fechada. >>> Além do comercial, Grazi é a capa da revista de moda do Extra, distribuída gratuitamente em todas as lojas do hipermercado.

w

SABOR & TOM Gonzaguinha é o artista lembrado, nesta quarta-feira, às 19h, pelo projeto Sabor & Tom, que embala o happy hour, na praça de alimentação do Natal Shopping. >>> O artista Andrews Willian interpreta as músicas do cantor e compositor que, em seu breve

período de vida, deixou um grande legado para a Música Popular Brasileira.

w

VOLUNTÁRIOS UNIDOS O Grupo de Apoio à Criança com Câncer realiza, neste sábado (15), das 7 às 17h, o IV Encontro de Voluntários, na sede da Associação dos Magistrados do RN, em Macaíba. >>> Estão programadas palestras, apresentações culturais, dinâmicas e sorteios. >>> Durante o encontro, as pessoas que prestam seus serviços de forma voluntária ao GACC, assistirão à peça “Voluntário: Seu nome é amor!”, protagonizada por Zeca Santos e Cláudia Magalhães.

Desembargadora Zeneide Bezerra foi a homenageada do vereador Júnior Grafith, na sessão solene do Dia Internacional da Mulher, na Câmara de Natal


Cidade

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w CENA - I É uma cena dantesca dezessete presos, entre homens e mulheres, amarrados com cordas nos corredores da delegacia de Macau. O general que assume a segurança parece que tem sua agenda bastante apertada. w PIOR - II E diante de uma secretaria de segurança que ostenta uma 'cidadania' na composição do seu âmbito de ação no Estado. A falta de reação do governo, antes de revelar descaso, demonstra uma frieza ostensiva. w ALIÁS - III Se a cena não fosse um acinte à condição humana não teria tanto espaço nas maiores redes de tevê do país. Nada parece horrorizar o governo. Seu silêncio frio é capaz de desafiar até a ira santa dos deuses. w ACREDITE O Rio Grande do Norte corre o risco de perder R$ 3,5 milhões de reais para a instalação da Divisão de Homicídios se não depositar a contrapartida. Desse jeito até um general poderá fracassar na sua missão. w MENINO O deputado Fábio Faria e sua namorada, Patrícia Abravanel, destaque no portal Terra com confirmação da gravidez do casal. O oitavo neto de Sílvio Santos é menino e nascerá em S. Paulo, onde mora a mãe. w PARA - I Quem quer saber da participação dos Estados Unidos no golpe militar de 64: é o tema de capa da edição nas bancas da SuperInteressante. Os arquivos secretos norteamericanos já não mais nenhuma dúvida. w PRONTO - II O presidente John Kennedy gravou 260 horas de conversas em seu gabinete com militares brasileiros sobre a queda do presidente João Goulart. O embaixador Lincoln Gordon cuspindo ódio dos comunistas.

Da justiça coletiva O

s chamados operadores do direito e, se não for muito, o povo em geral, deveriam tomar como tarefa desses dias de cinza a leitura do artigo do presidente do Tribunal de Justiça do Estado de S. Paulo, desembargador José Renato Nalini, na defesa de uma tese que se não é moderna para os doutos senhores do reinado de Themis, é nova, novíssima, para nós outros, os leigos comuns. Para ele, a Justiça deveria ser obra coletiva e, como tal, ser exercida por uns e cobrada por outros, todos em nome da sociedade. Dito assim, ao correr de palavras leigas, parece um entusiasmo raso, sem a substância que os filósofos do Direito chamariam de percuciência por ausência de agudeza. E seria, não fossem as idéias de um desembargador. Para Nalini, nos seus 68 anos de idade, e mais da metade deles como juiz, duas leituras, entre tantas, podem ser feitas diante dos 93 milhões de processos que hoje tramitam nos fóruns das diversas instâncias da justiça brasileira, muito maior do que sua capacidade de análise e julgamento. Aprimeira delas - mostra o magistrado paulistano - é a 'explosão de litigiosidade', e seria algo de bom se visto como a grande confiança da sociedade brasileira na sua Justiça, a ponto de buscá-la com intensidade. Para ele, antes de quaisquer atropelos que possam causar ao curso dos trâmites normais, é a revelação de 'que o povo descobriu o Judiciário e a ele acorreu com sofreguidão'. Numa outra visão, não pode ser saudável 'uma sociedade tão beligerante', como se o país fosse um imenso litígio judicial.

Na verdade, os extremos são perigosos, demonstra Nalini. Dos 93 milhões de processos que hoje ocupam as gavetas e armários do Poder Judiciário no Brasil, da comarca mais humilde ao Supremo Tribunal Federal, 60%, ou seja, 55 milhões são de litígios movidos pelo Estado com seus interesses na cobrança das dívidas ativas do país, estados e municípios. Além de 'outros campeões de litigância', como os sacrificados fornecedores de serviços essenciais que não recebem pelos serviços que prestam. Uma frase do desembargador José Renato Nalini resume o cerne de suas idéias e é por si só uma tese de grande percepção do Direito como saber filosófico: 'Fazer justiça não significa, inevitavelmente, ingressar em juízo'. E se a assertiva permite interpretações leigas, afinal fazemos parte da sociedade e com dura tributação mantém os três poderes, entre eles o Judiciário, não é demais afirmar que o Estado é injusto, desumano, fere os direitos individuas e coletivos e descumpre os seus deveres constitucionais. É bom encontrar um magistrado na defesa da reconciliação e da mediação como instrumentos de arbitragem. Mas o Estado é sempre mais forte, aparelhado e relega, em nome da despesa, as Defensorias Públicas que sequer recebem o apoio do próprio Poder Judiciário. Como se a defesa dos deserdados da riqueza nacional - presos, sem voz e repudiados pela própria sociedade - não fizessem parte dos deveres do Estado. Daí a tese do magistrado paulistano ao defender que a Justiça deveria ser uma obra coletiva.

Divisão de Farmácia do HWG recebe consultoria do Conselho Federal USO RACIONAL DE MEDICAMENTOS É UMA DAS SUGESTÕES PARA MELHORIAS DO SETOR Um novo olhar sobre as rotinas da Divisão de Farmácia do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG). Foi com esta proposta que a consultora do Conselho Federal de Farmácia (CFF), Heloísa Barreto, apresentou nesta terçafeira (11), no auditório do hospital, um diagnóstico elaborado a partir de uma visita técnica, realizada durante a última segunda-feira (10). A consultora pôde conhecer de perto todas as atividades e instalações físicas de um dos maiores e mais importantes setores do Walfredo Gurgel. Dentre as sugestões para melhorias das atividades do setor, a consultora apontou o uso racional de medicamentos, definição de critérios para empréstimos, criação de metodologias para registros de possíveis inconformidades, definição

de critérios para empréstimos, identificação do endereçamento das prateleiras, entre outras medidas. O farmacêutico e chefe da Divisão de Farmácia, Damião Gomes,

das pelo setor. "Uma visão externa é mais isenta e bota o dedo na ferida com mais facilidade", diz. Heloísa Barreto afirma que todas as sugestões contidas no diag-

‘ ’ “De imediato vamos retomar o registro das intervenções farmacêuticas, porque há muitas situações que diariamente resolvemos e que não são registradas” DAMIÃO GOMES DIVISÃO DE FARMÁCIA

FARMACÊUTICO E CHEFE DA

revela que a visita aconteceu a partir de uma solicitação do setor ao presidente do CFF. O farmacêutico conta que a ideia da visita técnica era obter a impressão de alguém de fora do hospital, uma visão externa das rotinas vivencia-

nóstico já foram experimentadas em outras unidades de saúde ao redor do país. "Como trabalho na área há alguns anos e também sou vice-diretora da Sociedade Brasileira de Farmácia Hospitalar, já agregamos algum conhecimento

nessa área. Então, procuro compartilhar experiências, trazer um novo olhar, do que já funcionou e do que não funcionou, queimando etapas e alcançando melhores resultados", finalizou. Sobre o tempo necessário para aplicar as sugestões feitas pela consultora, Damião diz que o diagnóstico é muito amplo, mas que contempla ações que já podem ser adotadas. Outras, porém, somente a médio e longo prazo. "De imediato vamos retomar o registro das intervenções farmacêuticas, porque há muitas situações que diariamente resolvemos e que não são registradas. Outras sugestões, como um controle de estoque informatizado, não depende de nós. Essa medida requer, portanto, um prazo maior para acontecer, pois depende da intervenção do hospital". Divulgação

w TÁTICA - I Fátima Bezerra e Robinson Faria querem ouvir de Wilma e Carlos Eduardo as razões de cada um deles para tê-los como adversários e aliados dos fortes pra derrotar quem primeiro apoiou a luta para prefeito. w PARA - II Os representantes do PT e PDT não há dúvida de que os dois 'henricaram' e já acertado há mais de um mês. Mas a idéia é ouvir o rompimento de viva voz e as razões. Até para que expliquem a seus eleitores. w PERDA Um acidente doméstico trágico tirou a vida de Gianni Garbellini, marido da modelo e escritora Tamara Baroni, pais de Ciro, Sarah e Marco. Família deixou a Itália há 30 anos e escolheu viver em Parnamirim. w POESIA - I No dia da poesia, na Capitania das Artes, presença de Eucanaã Ferraz. Na Pinacoteca (Palácio Potengi), as poetisas Clara Góes e Leila Míccolis. E tudo, num e noutro lugar, numa homenagem a Moacy Cirne. w ALIÁS - II Pra ser justo, pois eram amigos e contemporâneos das mesmas jornadas poéticas, faltou a homenagem a Dailor Varela, também desaparecido em 2012. Seu livro 'Jaula Aberta' merecia uma nova e bela edição. w BB A cada dia parece mais deficiente serviço do Banco do Brasil nos seus caixas eletrônicos, como na loja do Nordestão da Prudente de Morais. Há dias passados estavam os três caixas fechados a seus clientes. w HOUAISS A quem interessar os sentidos das palavras: 'Polissemia é a multiplicidade de sentidos de uma palavra ou locução. Exemplo: prato: 'vasilha', 'comida', 'iguaria'. A leitura está na consciência de cada leitor.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 12 de março de 2014

RN tem um dos menores índices de vacinação de sarampo do país APENAS 7,53% DAS CRIANÇAS DA REGIÃO METROPOLITANA FORAM IMUNIZADAS Heracles Dantas

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Francisca Santos alerta: a Copa do Mundo pode contribuir para o aumento do sarampo no Brasil e enfatiza importância da vacinação nas crianças Cedida

A dois dias do término da campanha emergencial contra o Sarampo, o índice de crianças, de seis meses de idade a menores de cinco anos, vacinadas na Região Metropolitana de Natal ainda é bem abaixo do recomendado pelo Programa Nacional de Imunização do Ministério da Saúde. A estimativa é que 84.634 crianças dos municípios de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante, Extremoz, Ceará Mirim e Macaíba sejam vacinadas, no entanto, até a manhã desta quarta-feira (12) apenas 7,53% das crianças haviam sido vacinadas, quando o índice mínimo aceitável é de 95%. Em Natal, a situação é mais crítica, pois apenas 3,10% das 50.685 crianças, o que corresponde a 1.572 crianças, foram vacinadas. A campanha emergencial contra o Sarampo encerra na próxima sextafeira, dia 14, e pais e responsáveis por crianças na faixa etária indicada devem procurar as unidades básicas de saúde até sexta-feira, a fim de vacinarem seus filhos com a vacina tríplice viral, que protege contra três doenças: sarampo, rubéola e caxumba. O Programa Estadual de Imunização, vinculado à Subcoordenadoria de Vigilância Epidemiológica (Suvige) alerta à população sobre a importância da vacinação, tendo em vista o surto da doença que vem ocorrendo nos estados de Pernambuco e Ceará desde o ano passado. Desde 2000 que não é notificado nenhum caso da doença no Rio Grande do Norte, no entanto, este ano já foram notificados casos da doença em três estados brasileiros: São Paulo (1 caso), Pernambuco (7) e Ceará (92). De acordo com Francisca Santos, Coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Sesap, "todas as regiões metropolitanas dos estados do Nordeste estão realizando a campanha que iniciou no dia 24 de fevereiro e se estende até esta sexta-feira". Todos os pais e responsáveis devem levar as crianças, juntamente com sua caderneta de vacinação, mesmo que tenham sido vacinadas anteriormente.

"Precisamos alertar que o RN está com pouco mais de 7% da cobertura estimada, sendo que a meta é de 95%. Diante disso, nesta quarta-feira, os municípios mais populosos, que integram a Região Metropolitana de Natal, e priorizados pelo Ministério da Saúde estão realizando um 'Dia D' de mobilização. As pessoas precisam entender que

a vacina é para a vida toda. Todos os postos estão abertos e as vacinas estão sempre à disposição da população", disse Francisca Santos. Atualmente, o Rio Grande do Norte é um dos últimos colocados em número de crianças imunizadas, ficando a frente apenas do Sergipe, que ainda não começou a campanha em função de uma greve dos servi-

dores municipais. Os municípios de Natal, Parnamirim, São Gonçalo do Amarante e Extremoz, além de Ceará-Mirim e Macaíba, que formam a quarta maior aglomeração urbana da Região Nordeste do Brasil, estão sendo priorizados nesta ação. Na nota técnica, a Suvige afirma que o Rio Grande do Norte não apresenta casos confirmados de sarampo desde o ano 2000, mas há o risco de reintrodução do vírus, devido ao grande fluxo de viajantes oriundos de países onde o sarampo ainda tem caráter endêmico e/ou de pessoas oriundas dos estados de Pernambuco e Ceará que estão com situação de surto da doença. A coordenadora Francisca Santos conta que a Secretaria Estadual de Saúde Pública tentou junto ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) tentou incluir o município de Mossoró e região na campanha emergencial, em função da proximidade com o Ceará, mas não obteve êxito. "Solicitamos a inclusão de Mossoró na campanha por entendermos a importância em função da posição geográfica, mas o PNI só iniciará uma campanha caso seja notificado algum caso da doença na região", afirmou a coordenadora. Desde 2000, o Brasil tem a certificação internacional de erradicação do Sarampo, mas pode perdê-la caso não consiga solucionar esse surto que está acontecendo nos estados de Pernambuco e Ceará. A coordenadora Francisca Santos teme que a Copa do Mundo seja um facilitador para o aumento do número de casos. Ela conta que os novos casos detectados no Brasil são do tipo D8, que é considerado importado. "Os estudos já apontam que os casos da doença surgiram depois de eventos de grande massa. Esses casos do Ceará surgiram depois da Copa das Confederações no ano passado. Esse ano tivemos o carnaval e daqui a poucos meses a Copa do Mundo, onde o trânsito de pessoas de outros países, que a doença ainda não é erradicada, é grande o que aumenta o risco e a nossa necessidade de ficarmos mais atentos", afirmou Francisca Santos, coordenadora do Programa Estadual de Imunização da Sesap.

> PRAZO

Convocados em concurso tem até dia 20 para se apresentarem Os 168 candidatos classificados em concurso público (Edital nº 001/2010-SEARH/SESAP) do Quadro Geral de Pessoal do Estado para a Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), e nomeados no último dia 19 de fevereiro no Diário Oficial do Estado (D.O.E), tem até o dia 20 de março para se apresentarem na Coordenadoria de Recursos Humanos (CRH) da Sesap. De acordo com o Grupo Auxiliar de Direitos e Vantagens (GADV) da Sesap, até a manhã desta quarta-feira (12), dos 168 convocados, um total de 79 já ha-

‘ ’ viam comparecido à Secretaria. Ao todo foram nomeados 81 médicos (50 clínicos gerais, 20 gineco-obs-

Os profissionais irão atuar na região Metropolitana, Alto Oeste, Agreste e Mato Grande. Após a no-

Os profissionais vão atuar na região metropolitana, Alto Oeste, Agreste e Mato Grande. Candidatos devem se apresentar na Coordenadora de Recursos Humanos da Sesap.

tetras, 6 pediatras, 2 nefrologistas e 3 tomografistas), 12 farmacêuticos/bioquímicos, 19 enfermeiros e 56 técnicos de enfermagem.

meação, os convocados tem um prazo de 30 dias para tomar posse e mais 30 dias para entrar em exercício. Os candidatos classificados

devem se apresentar na Coordenadoria de Recursos Humanos (CRH), situada no 9° andar do edifício sede da Sesap, na Av. Marechal Deodoro da Fonseca, 730 - Centro, Natal, no horário das 8h às 12h e das 13h às 17h, de segunda a sexta-feira. A relação de exames e documentos necessários se encontra disponível no site da Sesap: www.saude.rn.gov.br, clicando na Aba “Serviços” e depois em “Concursos”. Os telefones para entrar em contato com a Coordenação de Recursos Humanos são: (84) 3232-2679 ou (84) 3232-2666.

Quarta-feira


Esporte

Wellington Rocha

Quarta-feira

Natal, 12 de março de 2014

O Jornal de HOJE 15

Zagueiro Adalberto pegou apenas um jogo de suspensão no STJD e está confirmado para o duelo de hoje na Arena Castelão, em Fortaleza

A PRIMEIRA BATALHA

AMÉRICA E CEARÁ FAZEM PRIMEIRO JOGO DA SEMIFINAL DA COPA DO NORDESTE. JOGO TERÁ TRANSMISSÃO DA GLOBO O América faz hoje o primeiro jogo da semifinal da Copa do Nordeste contra o Ceará, às 22h, na Arena Castelão, em Fortaleza, com direito a transmissão ao vivo pela Rede Globo de Televisão. Para a primeira batalha pela vaga à final, o técnico Leandro Sena contará praticamente com o elenco completo. A exceção de Artur Maia que já disputou o Nordestão pelo Vitória da Bahia, o time terá até Adalberto, que ontem foi julgado pelo STJD e pegou apenas uma partida de suspensão.

Sem poder contar com o meia Arthur Maia, Sena contará com os retornos de Rubinho, que recuperou-se de uma lesão no joelho, do volante Dener, além do atacante Alfredo, ambos liberados pelo departamento médico alvirrubro. O comandante alvirrubro ainda terá à disposição o zagueiro Cléber e o lateral esquerdo Rai, que foram poupados no jogo contra o Coríntians de Caicó pela última rodada do primeiro turno do Campeonato Potiguar. Recheado de reforços, o técnico americano está confiante para a

primeira partdida da semifinal. "Vamos para este com o que temos de melhor. Nosso time vem sofrendo com desfalques, principalmente no setor ofensivo, já que não podemos contar com Max, Isac, além do goleiro Andrey, todos contundidos. Mas mesmo com todos esses problemas, nosso time vai forte para encarar o Ceará e vamos buscar essa vaga na decisão da Copa do Nordeste”, afirmou Leandro Sena que manterá o esquema com três zagueiros. Resta saber se atuará com dois atacantes ou apenas

com Adriano Pardal na frente. CEARÁ O técnico do Ceará, Soares, montou o time no 4-3-3, com Magno Alves, Assisinho e Tadeu no ataque. Bill cumpre suspensão pelo terceiro amarelo. Contundido, Leandro Brasília ficou de fora. O meio-campo foi escalado com João Marcos, Ricardinho e Souza. Rogerinho foi testado no lugar do último. Otimista após o bom público no ClássicoRei, no último domingo, o presidente do clube, Evandro Leitão, cha-

mou: "Será uma decisão e precisamos novamente do apoio dos torcedores. Peço que lotem o Castelão". SPORT X SANTA Além de Ceará x América, a fase semifinal da Copa do Nordeste tem nesta quarta-feira o clássico envolvendo as equipes do Sport x Santa Cruz, na Ilha do Retiro. Os dois jogos estão marcados para as 22 horas. A partida em Recife será comandada pelo árbitro pernambucano Gilberto Rodrigues Castro Júnior.

FICHA TÉCNICA Ceará: Luís Carlos; Samuel Xavier, Sandro, Anderson e Hélder Santos; João Marcos, Rogerinho, Ricardinho e Souza; Magno Alves e Tadeu. Técnico: Sérgio Soares. América: Dida; Cléber, Edson Rocha e Adalberto; Wálber, Márcio Passos, Tiago Dutra, Fabinho, Rubinho e Raí; Adriano Pardal.Técnico: Leandro Sena. Local: estádio Arena Castelão Horário: 22h Árbitro: Cláudio F. Lima e Silva (SE)

> COPA DO BRASIL

ABC TENTA AFASTAR A CRISE CONTRA A DESPORTIVA-ES Depois de uma fraca campanha no primeiro turno do Campeonato Estadual, o ABC tentará afastar a crise contra a Desportiva-ES, na estreia da Copa do Brasil, hoje à noite, às 20h30, no estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica, no interior do Espírito Santo. O técnico Roberto Fernandes vai contar com a presença do novo reforço para o meio-campo, o garoto Octávio, cria do Botafogo do Rio de Janeiro. Como o time capixaba também não passa por uma boa fase e a primeira partida será disputada fora de casa, o Alvinegro pode eliminar o jogo da volta em Natal: basta vencer por dois ou mais gols de diferença que elimi-

na o segundo jogo. Mas Roberto Fernandes tem problemas para escalar a equipe. O volante Somália e o atacante Gilmar, dois dos principais nomes do elenco alvinegro, foram vetados pelo departamento médico e não viajaram com a delegação. Com isso, Guto deve ser o lateral-esquerdo, função que Somália estava desempenhando, enquanto Lúcio Curió e Lúcio Flávio devem formar a dupla de ataque. No meiocampo, a grande novidade será a estreia do garoto Octávio. O reforço que acabou de chegar do Botafogo-RJ, foi regularizado às pressas e integrado ao grupo principal. O técnico abecedista está

José Aldenir

tão confiante com a contratação que chegou a dizer que o "ABC é Octávio e mais dez". O restante do meio-campo alvinegro deve ser formado com Daniel Paulista, Daniel Amora e Michel Schmoller. A Desportiva-ES vem de quatro derrotas seguida no campeonato capixaba e ocupa apenas a sétima colocação. REFORÇOS Após anunciar as contratações dos meias Robertinho e Octávio, o ABC confirmou a chegada de mais três jogadores para a sequência da temporada 2014. Os alas Renato e Luciano Amaral, além do volante Marcelo Rosa, são os novos reforços do Alvinegro.

FICHA TÉCNICA Desportiva: Felipe; Renatinho, David, Diego Martins e Tatá; Mayko Jhordan, Thiago, Tabata e Bombom; Vitinho e Hércules. Técnico: Eleomar Pereira ABC: Bruno Fuso; Patrick, Samuel, Suéliton e Guto; Daniel Paulista, Daniel Amora, Michel Schmoller e Octávio; Lúcio Curió e Lúcio Flávio. Técnico: Roberto Fernandes.

Técnico Roberto Fernandes vai contar com o reforço do meia Octávio

LUÍS FELIPE O presidente americano Gustavo Carvalho anunciou a contratação do zagueiro Luís Felipe, que estava atuando pelo Bangu/RJ. O jogador se apresenta nesta quarta-feira ao CT Abílio Medeiros para a realização de exames e assinatura de contrato. O zagueiro também atuou pelo Cerâmica-RS e Independente de Limeira-SP.

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

Quantidade x qualidade Depois de quase 30 contratações para o Campeonato Estadual e 14 dispensas, o torcedor alvinegro mais uma vez demonstra preocupação com o grande número de jogadores que começa a chegar no Complexo Esportivo Vicente Farache. Não adianta anunciar um pacote de reforços se esses atletas não tiverem qualidade. Seria melhor trazer dois para serem titulares e resolver o problema do time, do que seis e nenhum ser aproveitado. Espera-se desta vez que pelo menos a contratação do meia Octávio seja acertada. O técnico Roberto Fernandes já depositou total confiança no jogador e entregou a camisa 10 para o jogador que fará sua estreia contra a Desportiva, hoje, pela Copa do Brasil. Também foi anunciado o retorno de Renato, jogador de qualidade, mas que alternou bons e maus momentos em 2013. Quanto a Robertinho, Luciano Amaral e Marcelo Rosa, vamos aguardar, assim como os outros que estão para chegar. DE OLHO NA ZEBRA Estão dizendo que o ABC baterá num cachorro morto só porque a Desportiva vem de quatro derrotas seguidas nas últimas rodadas do campeonato do Espírito Santo e dispensou metade do time. Mas Copa do Brasil é uma competição em que a zebra costuma correr solta, alvinegros e alvirrubros já fomos eliminados por equipes bem inferiores e o segredo é encarar cada jogo como uma decisão.

Local: estádio Engenheiro Araripe, em Cariacica-ES Horário: 20h30 Árbitro: Manoel N. Lopo

Divulgação

CONGESTIONADO A Fifa abriu hoje uma nova fase de vendas de ingressos para a Copa do Mundo 2014, só que é praticamente impossível conseguir acessar o site. O congestionamento começou às 8h e os 160 mil ingressos disponibilizados devem mesmo é parar na mão dos cambistas, conforme denuncia do jornalista escocês Andrew Jennings. Em seu segundo livro “O jogo mais sujo ainda”, Andrew trata sobre o assunto. DE SAÍDA? O retorno de Rodrigo Pimpão pode ter uma explicação. É que o Avaí-SC teria feito uma proposta irrecusável a Adriano Pardal para a disputa da Série B. A diretoria alvirrubra não pode perder essa briga, pois Pardal atravessa uma grande fase, é disparado um dos melhores atacantes do país no momento e um dos mais difíceis de ser marcado. Pode perguntar para qualquer zagueiro.

FUTSAL 2014 As equipes interessadas em participar do Campeonato Norte-rio-grandense de Futsal (Sub-13, Sub-15 e Sub-17) e da Taça Cidade do Natal (adultos) ganharam mais tempo para se inscreverem. A Federação Norte-rio-grandense de Futsal (FNFS) prorrogou o prazo de inscrição para até o próximo dia 21 (sextafeira), às 11h30. O motivo foi a solicitação do Ultimate Fighting Championship (UFC) para utilizar todo o espaço do ginásio Nélio Dias desde esta terça até 23 de março, quando a organização irá realizar um evento de MMA no local. PRECAVIDO OU RETRANCADO? A resenha entre os torcedores alvirrubros é saber se Leandro Sena adotará uma retranca total contra o Ceará, com apenas Adriano Pardal no ataque, ou esquema mais precavido, com Rafinha ajudando no meio-campo e apoiando.

NORDESTE X FLAMENGO Pela primeira vez na história do futebol potiguar, teremos um jogo decisivo sendo transmitido pela Rede Globo de Televisão em horário nobre. Ao invés de Flamengo x Bolívar pela Taça Libertadores, teremos Ceará x América. Isso sim que eu chamo de uma grande conquista para o futebol do Nordeste e Rio Grande do Norte. Parabéns a todos que lutaram por esse dia, especialmente a Eduardo Rocha e José Vanildo. RETROSPECTO Em 43 encontros, foram 17 vitórias do Ceará, 12 vitórias do América e 14 empates. No último jogo entre eles, os visitantes de hoje levaram a melhor. Pela Série B de 2013, bateram o Alvinegro por 1 a 0, em Natal.


16 O Jornal de HOJE

Natal, 12 de março de 2014

Esporte

Quarta-feira

Fotos: Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br Divulgação

Histórico é Pepe

Alexandro Pato faz sua estreia com a camisa do São Paulo

COPA DO BRASIL LARGA

HOJE COM 13 JOGOS MAIOR COMPETIÇÃO DO PAÍS TERÁ OITO CLUBES ESTREANTES A edição da Copa do Brasil de 2014 começa hoje com a realização de 13 jogos. A maior competição do país terá oito estreantes neste ano: Paragominas (PA), Barbalha (CE), Lagarto (SE), Goianésia (GO), Tombense (MG), Duque de Caxias (RJ), São Luiz (RS) e Lajeadense (RS). Bahia de Feira, que passará a ser chamado de Esporte Clube Feira de Santa, e Corinthians de Alagoas, agora conhecido por Santa Rita, já disputaram a competição. Assim como a edição do ano passado, a competição terá como grande atração a presença dos re-

presentes brasileiros na Copa Libertadores a partir das oitavas de final: Atlético-MG, Flamengo, Cruzeiro, Grêmio, Atlético-PR e Botafogo. A expectativa da primeira rodada é pela estreia de Alexandre Pato no São Paulo contra o CSA, no estádio Rei Pelé. O técnico Muricy Ramalho teve uma longa conversa com o estreante e com Osvaldo e só vai definir o titular momentos antes da partida. O provável Tricolor para o jogo tem Rogério Ceni, Douglas, Rodrigo Caio, Antonio Carlos e Alvaro Pereira; Wellington, Maicon e Ganso; Pabon, Luis Fabiano e Pato

ou Osvaldo. O duelo no Rei Pelé acontece às 22h. Outro time grande que joga hoje é o Palmeiras. O alviverde enfrenta o Vilhena, em Rondônia, com a missão de vencer por, ao menos, dois gols de diferença para já eliminar o jogo de volta e, garantindo-se na segunda fase, acabar com um incômodo tabu. O último mata-mata em que o clube se classificou foi em agosto de 2012, quando, ainda sob o comando de Luiz Felipe Scolari, passou pelo Botafogo na Copa Sulamericana. Desde então, já com Gilson Kleina, a equipe caiu na fase seguinte do torneio.

JOGOS DE HOJE Vilhena-RO x Palmeiras Tombense-MG x Treze-PB Juazeiro-BA x Tupi-MG Sergipe x Náutico São Luiz-RS x Nacional-AM

Interporto-TO x Sampaio Corrêa-MA Goinésia-GO x Grêmio Barueri-SP Flamengo-PI x Atlético-GO Desportiva-ES x ABC Rondonópolis-MT x CRB Náutico-RR x Ponte Preta Remo x Internacional CSA x São Paulo

>LIBERTADORES

FLAMENGO RECEBE O BOLÍVAR NO MARACANÃ O Flamengo vai enfrentar o Bolívar, nesta quarta-feira, a partir das 22h, no Maracanã, com a missão de manter os 100% de aproveitamento dentro de casa. O rubro-negro tem a obrigação de vencer as três partidas no Maracanã pelo grupo 7 e encaminhar a classificação para a próxima fase do torneio. O fato de deixar para decidir a vaga em confrontos como visitante não agrada o técnico Jayme Almeida. "Esperamos a torcida em peso, pois nos deixa com a certeza de um bom jogo, com luta, vontade e equilíbrio. Vamos atuar ao lado da torcida. Precisamos do resultado e uma vitória será um passo importante para a classificação, já que

nossa meta é vencer todos os jogos em casa para não depender de resultados fora", afirmou o técnico Jayme de Almeida. Léo Moura e André Santos, ambos com dores musculares na coxa esquerda, foram vetados pelos médicos e desfalcam o time. Moura sofreu o problema durante o clássico de domingo contra o Botafogo. Apesar do exame não ter apontado lesão, ele foi vetado pelos médicos. Já André sentiu dores no treino de segunda-feira e também não tem condições de enfrentar o time boliviano. Com a ausência dos dois titulares, o técnico Jayme de Almeida deve escalar os reservas imediatos: Léo, na direita, e João Paulo, na esquerda.

Equipe não contará com o lateral Léo Moura

> COPA DO MUNDO

INGRESSOS PARA JOGOS DO BRASIL

ESGOTAM-SE EM UMA HORA A abertura do novo período de vendas dos ingressos para a Copa do Mundo no Brasil foi o mais disputado entre os internautas até o momento. Esgostaram-se em pouco mais de uma hora os ingressos regulares para jogos da seleção brasileira na primeia fase da Copa do Mundo de 2014, além de todas as entradas para partidas do torneio em São Paulo. O lote de bilhetes foi posto à venda às 8h

desta quarta-feira, na abertura da penúltima etapa de comercialização dos ingressos do Mundial. Torcedores que tentaram obter seus ingressos nesta manhã enfrentaram filas virtuais e problemas no site da Fifa (www.fifa.com/ingressos) Por volta das 9h30, uma hora e meia após a reabertura das vendas, só era possível encontrar bilhetes para torcedores com mobi-

lidade reduzida ainda eram comercializados. Todas entradas para as partidas que serão realizadas no Itaquerão, em São Paulo, também já haviam acabado neste horário (regulares e especiais). A falta de ingressos frustrou torcedores, que se manifestaram na internet. Dos jogos na Arena das Dunas, em Natal, só era possível encontrar bilhetes para as partidas menos concorridas como

Japão e Grécia e mesmo assim só os valores mais caros, R$ 270,00. De acordo com o site da Fifa foram cerca de 345 mil ingressos colocados à venda. Esse número é maior que os 160 mil originalmente anunciados devido a devoluções de bilhetes por parte dos patrocinadores e do programa de hospitalidade, além de ingressos que não foram pagos na fase anterior.

O maior artilheiro da vida do Santos Futebol Clube chamase Pepe. Fez 405 gols. Certo, Pelé, pela contagem oficial dos arquivistas, marcou 1.091 vezes com a camisa do alvinegro praiano. Mas Pelé não conta, Pelé não vale, Pelé compunha a perfeição extraterrena. Pelé foi único e inimitável. Pepe jogava de ponta-esquerda e seu chute chegava a 122 quilômetros por hora. Bem mais forte que o do lateral Roberto Carlos, alegria da Jovem Guarda. Goleiros do interior de São Paulo cansaram de escolher o canto esquerdo quando Pepe cobrava pênaltis, menos por intuição. Apelavam ao instinto de sobrevivência. Sabiam que Pepe soltava a bomba com efeito no lado direito. Quem chegava a tocar a mão na bola, saía machucado e nem impedia o gol. A cinemateca mostra vários lances quase cômicos das patadas pepeanas. Poucos sobrenomes recaem com tamanha perfeição sobre um homem quanto o de Pepe, Senhor José Macia, aos 79 anos feitos no último dia 25 de fevereiro. Irreverente, piadista, bom escritor, é um personagem adorável do futebol brasileiro e conquistou duas Copas do Mundo na reserva. E de Zagallo, que não jogava um terço dele. Em 1958, o técnico Vicente Feola optou por deixar Pepe de fora e lançar o esquema com três homens no meio-campo. Zagallo voltava para cobrir os avanços de Nilton Santos e combater na intermediária, liberando o talento de Pelé aos 17 anos. Pepe assistiu Bellini levantar a taça sem tocar na bola uma vez sequer. Quatro anos depois, a vez era dele, de Pepe. Aimoré Moreira, o treinador, sempre foi mais liberal do que o irmão, Zezé, e gostava de futebol bonito, bailarino, para a frente e montou seu time com base em duas máquinas de jogar bola. Fixou base no Santos, que assombraria o mundo em outubro daquele ano humilhando o Benfica de Eusébio e sapecando-lhe 5x2 na final do Mundial de Clubes, e no Botafogo de Nilton Santos, Didi e a criança de formas tortas, Mané Garrincha. O ataque titular estava pronto e escalado: Garrincha, Coutinho, Pelé e Pepe. Coutinho foi inscrito com a camisa 9 e Pepe com a 11. No meio-campo, Zito e Didi. Era o amarelo pátrio ocupando a prática alvinegra de dois times inesquecíveis. Faltando 18 dias para a estreia contra o México, marcada para 30 de maio de 1962 no Estádio Sausalito, no Chile, o Brasil jogava seu penúltimo amistoso preparativo contra os vikings do País de Gales, conhecidos pela brutalidade de não distinguir o couro da pelota do tecido da canela de qualquer adversário. >>>>>> O Maracanã recebia 83.733 torcedores e vaiava Pelé, considerado pela mídia radical e burra, da qual não faziam parte João Saldanha, Armando Nogueira, Nelson Rodrigues e Oldemário Touguinhó, o padrinho da titularidade de Coutinho e Pepe. Garrincha abriu 1x0 e Coutinho não comemorou o segundo gol, que fez aos 30 minutos de partida. O País de Gales diminuiu e Pelé, esplêndido, driblou dois beques e encobriu o goleiro Kelsey, também sua vítima na meia-lua sensacional das quartas de 1958. Pepe arrisca um drible no lateral e recebe uma pancada forte. Torção no joelho esquerdo. Estava fora do time titular. O homem que alegrava a concentração com suas piadas e a paz de espírito intocável, teve uma crise de choro no vestiário. O destino lhe pregava a segunda peça. Pepe foi ao Chile e fez companhia a Pelé e Coutinho nas cadeiras, ambos também contundidos. As substituições só seriam permitidas na Copa do Mundo de 1970. Zagallo, sortudo e aplicado, cumpriu as ordens de Aimoré e ajudou correndo atrás de marcadores e impondo sua indiscutível disciplina tática. Pepe engoliu em seco o sabor de vencer sem lutar as duas Copas. Devolveu em cruzamentos e passes medidos nas duas partidas contra o Benfica, ainda em 1962 e enxurrou a alma de alegria no bicampeonato. O Santos, em 1963, perdeu Pelé para o segundo jogo contra o Milan no Maracanã. Os italianos abriram 2x0. Comemoraram como se dançassem tarantellas diante de uma multidão em silêncio de fúria. Gramado encharcado, Pepe virou o jogo com dois disparos granadeiros que rasgaram a zaga milanesa como as bombas que explodiram a Ilha de Navarone no célebre filme sobre a Segunda Guerra e a luta no Mar Egeu. O Santos fez 4x2 e ganhou a terceira de 1x0, gol de Dalmo, batendo pênalti. Pepe era bicampeão mundial ou tetra, contados os dois canecos em 1958 e 1962. José Macia, o Pepe, quem sabe o maior ponta-esquerda do Brasil, visitou Natal num evento sobre futebol e deram-lhe tratamento de segunda classe diante de Cafu e Márcio Santos, modernos campeões. Cafu em 1994 e 2002 e Márcio Santos em 94, perdendo pênalti na decisão. O jornalismo precisa entender que é nefasto ao pisotear a história. E dos três, Pepe é biografia, referência e glória do futebol nacional. O AMÉRICA EM FORTALEZA Segurar os primeiros minutos do Ceará, que virá fazendo blitz e tentar fazer um gol, que vale dois pela Copa do Nordeste. Não importa jogar fechadinho fora de casa e sair na boa. O negócio para o América é chegar para o segundo jogo em condições reais de se classificar para a final porque o Ceará não é moleza como foi o CRB. ABC NO ESPÍRITO SANTO A Desportiva Ferroviária não pode ser considerada um adversário sobrenatural pelo ABC. Está mal no Campeonato Capixaba e seu reforço foi o atacante Alex Pedrozo, que atuou no rebaixado Assu na primeira fase potiguar. OCTÁVIO COM MORAL O técnico Roberto Fernandes

confia no meia Octávio para impor talento ao time do ABC. Octávio vem do Botafogo com fama de bom jogador e de nome para o futuro do time carioca. O ABC precisa de algum toque de bola, diferente do chutão padronizado para os atacantes. DIFERENÇA BRUTAL A média de público da Copa do Nordeste é de 6.092 torcedores por partida, maior do que todos os estaduais. A média do Campeonato Potiguar é de 1.475 testemunhas a cada jogo. Não adianta comparar competência e falência. JABÁ Um diretor do Bahia soltou a lista dos comunicadores beneficiados com "jabá", grana dada pelo clube. Deve ser exceção.

12032014