Page 1

Terça-feira

Ano XVI w

NATAL-RN, 7 DE MAIO DE 2013 w Nº 4.631

R$ 1,00 jornaldehoje.com.br

> HABEAS CORPUS PARA CARLA UBARANA E GEORGE LEAL

ivo qu Ar

Justiça manda soltar réus confessos do desvio dos precatórios do TJRN CASAL

ACUSADO DE COMANDAR O ESQUEMA QUE DESVIOU MAIS DE

PÚBLICOS DEVERÁ SER SOLTO AINDA HOJE.

ADVOGADO

ALEGOU Heracles Dantas

R$ 14

MILHÕES DOS COFRES

“CONSTRANGIMENTO

NA PRISÃO”

A condenação em primeira instância pelo desvio milionário de recursos públicos e a confissão do casal de que gastou quase todo o dinheiro em viagens à Europa, não foram suficientes para manter os autores do crime na cadeia. Nesta terça-feira, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça concedeu Habeas Corpus em favor da ex-chefe do Setor de Precatórios do TJRN e do seu marido. POLÍTICA 5

> ESPECIAL MÃES

Medicina Reprodutiva torna sonho possível

> MENORES INFRATORES

CIDADE 9

Para a Justiça e o MP colapso do sistema sócioeducativo é culpa do Governo CIDADE 10

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Horácio Paiva João Felipe da Trindade Armando Negreiros João Medeiros Filho Lúcia A. de Medeiros Chacon Sérgio Luiz Bezerra Trindade

OPINIÃO - Página 2

> ENCONTRO COM WILMA

> ENFRENTAMENTO À SECA

Henrique afirma que “diálogo é Rosalba declara que deixará sempre aberto em favor do RN” o Estado “melhor preparado” DEPUTADO GARANTE QUE SÓ DISCUTIRÁ “2014 EM 2014”

NO TWITTER,

GOVERNADORA DIVULGA AÇÕES E OBRAS

POLÍTICA 3

POLÍTICA 5 Heracles Dantas

Walter Gomes Página 4

w Apoiado pelo presidente da Câmara, potiguar disputa com gaúcho vaga no STJ.

Marcos A. de Sá Página 7

w Missão do RN busca nos EUA oportunidades de negócios no setor energético.

Daniela Freire Página 12

w Desembargadores do TJ e juristas indignados com dossiê contra Glauber Rêgo.

Heracles Dantas

> COPA DO BRASIL

ABC poderá ter até cinco desfalques para enfrentar o Sport-PE

Vicente Serejo Página 13

w Acreditem: Morro Branco, desde 1731, é um bairro que não exista no mapa da cidade.

ESPORTE 15

> SEGURANÇA DO PACIENTE

Rubens Lemos F.

Medidas para evitar acidentes e erros são discutidas no HWG

Página 16

w Ex-jogadores em atividade estão voltando ao Brasil à base de dois falsos pretextos.

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,00 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,07 R$ 2,00

Fiocruz revela que a cada dez pacientes pelo menos um sofre com eventos adversos

Euro x real R$ 2,62 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 7,50%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

CIDADE 6

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 7 de maio de 2013

HORÁCIO PAIVA, poeta (horacio_oliveira@uol.com.br)

Amancio

Terça-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Carpe Diem Há pouco, no blog "O Baú de Macau", do talentoso amigo e escritor Cláudio Guerra, falávamos de Constantinos Kaváfis, um clássico grego dos tempos atuais. Agora, trazemos, de Roma (ou dos montes Sabinos?), Quintus Horatius Flaccus, ou simplesmente Horácio, clássico latino da antiguidade. Agrada-nos essa alternância paralelística entre novos e antigos. Enquanto a poesia de nosso contemporâneo Kaváfis - embora singular, original (não se filiou a qualquer escola ou modismo) - não traz inovações formais, Horácio, além de grande mestre na expressão verbal e em sua precisão (muitos de seus versos se tornaram verdadeiros provérbios), foi um inovador em sua época. Ele mesmo o diz, no memorável poema "Aere Perennius": "Sim, hão de celebrar-me por ter sido o primeiro a usar o metro eólio na poesia itálica." Sobre ele escreveu o poeta e tradutor Péricles Eugênio da Silva Ramos: "Horácio é poeta de notável acabamento formal e de uma felicidade de expressão que tornou proverbiais muitas de suas frases. Sua influência tem sido poderosamente ampla na poesia ocidental, de um de cujos assentos bem altos ele continua inarredado; dos líricos de Roma, é talvez o único de nível realmente helênico." Com efeito, o "nível helênico" advém de sua própria formação, da esmerada educação que recebeu em dois avançados centros da civilização antiga: Roma e Atenas. Dos gregos herdou, também, o seu perfil filosófico, notadamente epicurista, sem faltar-lhe, entretanto, sobretudo em escritos de cunho político ou patriótico, fundamentação estóica. E é certo que a sua influência até hoje é constatada na literatura ocidental. Tomemos como exemplo notável, transcorridos dois mil anos, o nosso Fernando Pessoa, das odes horacianas de Ricardo Reis (um de seus famosos heterônimos). Filho de um liberto, certamente agregado à tradicional gens Horácia que dera a Roma, no passado, alguns de seus ilustres heróis: Horácio Cocles, que defendeu, sozinho, uma ponte romana assediada pelo exército inimigo, e os três célebres irmãos Horácios que representaram Roma, com vitória, na disputa contra Alba Longa – nasceu o poeta Horácio em Venúsia, no ano de 65 a.C., e faleceu em Roma, no ano 8, também antes de Cristo, faltando-lhe poucos dias para completar 57 anos. Viveu o fim da República e o começo do Império. Era republicano e pela República lutou (como tribuno militar e comandante de uma legião romana) e foi derrotado ao lado de Brutus, em Filipos, Grécia (42 a.C.). Anistiado, tempos depois, retornou a Roma, reconciliando-

Artigo

SÉRGIO LUIZ BEZERRA TRINDADE, professor do IFRN (slbtrindade@yahoo.com.br)

se com o então imperador Otávio Augusto, através dos amigos comuns Vergílio e Mecenas. Mas a partir daí preferiu, à agitação de Roma, a vida do campo, recolhendo-se à sua propriedade rural (que lhe presenteara Mecenas) nos montes Sabinos, onde escreveu grande parte de sua magnífica obra poética, "um monumento mais duradouro do que o bronze", no dizer de um de seus versos do "Aere Perennius". Lembrar o notável poeta remetenos à releitura de seus poemas, sobretudo daqueles que maior efeito estético operaram em nosso espírito, ao longo dos anos. Vejamos este, do Livro I, de suas "Carmina", atualíssimo, notadamente pela expressão repetida através destes dois últimos séculos, "Carpe diem", na tradução livre que fizemos (embora insuperável o latim, sobretudo pela concisão): ODE 11 Não indagues, ó Leucónoe, ímpio é saber qual fim reservarão, a mim ou a ti, os Deuses, nem te prendas à numeralogia babilônia. Melhor tudo suportares, quer te dê Júpiter muitos invernos ou apenas este último que agora se desfaz nos penhascos do mar Tirreno. Sê sábia, o vinho decanta e ajusta a longa esperança à vida breve. Enquanto conversamos, foge invejoso o tempo: colhe o dia de hoje, crendo o mínimo possível no amanhã. Esses dois últimos versos – onde se vê a expressão "carpem diem" (colhe ou aproveita o dia) – são ainda muito citados, mesmo na mídia atual e até em propagandas de produtos comerciais. Mas atenção para o seu correto entendimento que nos traz a leitura do conjunto da obra de Horácio. Horácio situava a regra do bem viver no meio termo encontrado no conjunto das oportunidades apresentadas. A felicidade estaria no equilíbrio (no viver "medíocre", palavra tomada em sua acepção original, isto é, no viver com moderação) e não no prazer instantâneo, aproveitado sem consideração a qualquer consequência ou custo moral. Neste caso, era um adepto das teorias do grego Epicuro e não um hedonista. Interessante: numa comparação distante, e de índole religiosa, mas não despropositada, lembra-nos Buda, que ensinava a sabedoria encontrar-se no caminho do meio. E nos perguntamos que influência teria acaso exercido o cristianismo sobre Horácio, falecido pouco antes do nascimento de Jesus Cristo, se vivido em período posterior ao seu advento? "Carpe diem" é uma expressão aberta e sugere diversos caminhos, além da fórmula horaciana. Um deles é o do simples prazer. Outro, o da iluminação, ou da salvação.

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, membro do IHGRN e do INRG (jfhipotenusa@gmail.com)

Francisco Xavier de Sousa, lá do Sertão Central Cabugi (II) Francisco das Chagas Sousa, mais conhecido por Chico Sousa, foi um grande fazendeiro de Afonso Bezerra. Admirado por muitos moradores dessa cidade, há quem defenda a substituição do nome do escritor Afonso Bezerra, que antes já foi Carapebas, pelo dele. Os sites, que tratam de sua vida, ressaltam que teve mais de 50 fazendas e, além disso, possuía dois aviões para pulverização das plantações. Entretanto, não encontrei, até agora, nenhum trabalho maior sobre esse grande fazendeiro. Quando estive na Secretaria de Administração da Prefeitura Municipal de Natal, pedi ajuda a uma das bisnetas de Chico Sousa, que trabalhava lá, a fim de descobrir a ascendência dele. Hoje vamos escrever, principalmente, sobre o elo que vai até ao velho Francisco Xavier de Sousa e sua esposa Josefa Francisca da Costa. Pelos dados que tinha, Chico Sousa era neto de Bibiano Xavier de Sousa e Antonia Eulália de Sousa. Bibiano nasceu aos 2 de dezembro de 1866, filho de João Inocêncio Xavier de Sousa e Maria Martins Ferreira da Costa, tendo como padrinhos Felippe Brasiliano da Costa e Josefa Francisca Xavier da Costa. Esse Felippe Brasiliano era irmão de Maria Martins, portanto tio de Bibiano. Vejamos o batismo de João Inocêncio. João, filho legitimo de Francisco Xavier de Sousa, e de sua mulher Josefa Francisca da Costa, moradores nesta Freguesia de Santa Ana do Matos, nasceu aos quatro de janeiro de mil oitocentos e trinta e seis, e foi batizado, solenemente, com os santos óleos aos nove de fevereiro do dito ano, na capela de São José de Angicos, filial a esta matriz, pelo padre Manoel Antonio dos Santos Pereira Leitão; foram padrinhos Vicente Ferreira Barbosa, viúvo, e Anna Francisca Xavier, casada. João Inocêncio Xavier de Sousa, casou em 7 de Janeiro de 1859, no sítio Carapebas, com Maria Martins Ferreira, filha de João Evangelista da Costa e Anna Ferreira de Morais, tendo como testemunhas José Mariano Xavier de Sousa (irmão do nubente) e Antonio Valério da Costa Bezerra (casado com Leoní-

dia Francisca Xavier, irmã do nubente). Leonídia, quando casou, em 1851, no Sítio Curral dos Padres, com Antonio Valério, houve dispensa de 2º e 3º graus de consanguinidade, denunciando forte parentesco entre eles. Os pais de Antonio Valério eram Vicente Ferreira Barbosa e Francisca Xavier da Costa. Observe que Vicente Ferreira foi padrinho de João Inocêncio. Os pais de Maria Martins, João Evangelista da Costa e Anna Ferreira de Moraes eram filhos respectivamente de Antonio Barbosa da Costa e sua mulher Claudiana Francisca Bezerra, e Antonio Ferreira de Moraes e sua esposa Antonia Theresa. Dona Maria Martins faleceu jovem, com 32 anos de idade De João Inocêncio e Maria Martins Ferreira, encontramos registros de outros filhos: Francisco, nascido aos 30 de novembro de 1859, e batizado no sítio Carapebas, aos 25 de dezembro do mesmo ano, tendo como padrinhos Francisco Xavier de Sousa, e Anna Ferreira de Morais, casados; José, nascido aos 19 de março de 1861, e batizado, no sítio Santa Luzia, aos 25 de agosto de 1861, tendo como padrinhos João Evangelista da Costa e Josefa Francisca da Costa, ambos casados; Vitalino, nascido aos 28 de abril de 1862, teve como padrinhos Antonio Evangelista da Rocha Bezerra e sua esposa Leocádia Francisca Xavier Bezerra; Adriano, nascido ao 1 de março de 1864, teve como padrinhos Vicente Verdeixa, viúvo, e Júlia de Maria Ferreira da Costa; Miguel nascido aos 22 de fevereiro de 1870, teve como padrinhos Francisco Xavier de Jesus Maria e Maria Joaquina da Costa; Theodorico, nascido em 1 de julho de 1874, e batizado aos 26 de dezembro do mesmo ano, teve como padrinhos Onofre José Soares, por seu procurador Francisco Xavier de Sousa, e Maria Francisca Xavier Bezerra. No próximo artigo vamos tratar dos outros irmãos de Vicente Verdeixa e João Inocêncio, filhos de Francisco Xavier de Sousa e Josefa Francisca da Costa. Visite o blog http://putegi.blogspot.com e veja outros artigos genealógicos.

Da conivência à inépcia (I)

Artigo

ARMANDO NEGREIROS, médico (armandoanegreiros@hotmail.com)

Carlos Afonso - um amigo que parte cedo e inesperadamente Esta segunda-feira, 06 de maio de 2013, foi de profunda tristeza para os amigos de Carlos Francisco Alves Afonso. Um pouco antes das oito horas da manhã passo na UTI da Casa de Saúde São Lucas para visitá-lo. Converso com o doutor Miguel que me informa que tinha acabado de colocar um tubo endotraqueal. O prognóstico incerto, pois sequer havia diagnóstico etiológico de uma pneumonia bilateral. Ao final da tarde uma notícia muito ruim, uma parada cardíaca. Duas horas depois outra parada que não reverteu. Morreu meu querido e dileto amigo Carlos Chico Alves Afonsinho, como eu gostava de chamá-lo. Comecei pelo final para não fazer suspense. Conheci Carlos Afonso, Carlinhos, logo que cheguei em Natal em 1977, portanto há 36 anos. Éramos plantonistas da Maternidade Escola Januário Cicco - MEJC, sob o comando do grande Professor Coronel Leide Morais, pai do atual diretor da MEJC Kleber Morais, uma das maiores figuras humanas que conheci até hoje. Estava chegando do Curso de Medicina e Residência Médica no Rio de Janeiro. Logo fizemos uma sólida amiza-

Artigo

de, tendo como elemento agregador Maciel Matias, que havia conhecido no Instituto Nacional de Câncer, onde fizemos pós-graduação. Os três somos compadres. Carlinhos, padrinho de Danielli, eu, padrinho de Andressa, ambas filhas de Maciel. Nesses anos todos, muita água – sensu latu – correu. Imaginem a dor que estamos sentindo com essa partida precoce, aos 66 anos de idade! Falemos do grande amigo, cujo desaparecimento ainda não conseguimos aceitar. Apreciador da boa música, logo que comprou uma casa na Cidade Jardim, inaugurou uma boate com luz negra. Era fumante e bebedor de rum. Pouco tempo depois construiu uma piscina. Adquiriu um terreno em Barra de Maxaranguape juntamente com Maciel. Fizemos muitas investidas por esse litoral norte. O senso de humor nunca faltou. Brincadeiras, às vezes com nuances de veracidade para quem não nos conhecia. Dois filhos, Carla e Guilherme, filhos de Rosa Dalva. Sou pai de uma Carla e tenho um neto Guilherme. Ele chamava a minha, como eu chamava a dele em retaliação, de falsa Carla. Muita amizade, muita convivên-

cia, muito trabalho, muito divertimento, muitos amigos. Carlinhos era cativante. Como médico, com especialização em ginecologia e obstetrícia, havia um diferencial: habilidade cirúrgica. Quando deixou obstetrícia, dedicou-se à cirurgia oncológica e tornou-se um cirurgião geral. Operava, não só a parte ginecológica, mas toda e qualquer urgência que surgisse, além de resolver qualquer intercorrência, qualquer imprevisto. Amigo, bem-humorado, solidário. Gostava de viajar, de passear, de curtir os amigos e era um papo agradabilíssimo. Com Ariane, sua última companheira, tinha uma empatia e uma amizade fantástica. Os mesmos gostos, os mesmos amigos, as mesmas praias, o mesmo trabalho, os mesmos bares e restaurantes. Afalta para todos nós é imensa, mas para Ariane é maior ainda. Para a família, todos muito unidos, nem falar. Manoel Afonso, o patriarca português já falecido, os irmãos, Manoel, Emanoel, Lucinha, filhos, netos... é uma tristeza só! Velho Afonsinho, todos nós choramos com a sua partida... precoce, muito precoce e desnecessária... Você já está fazendo falta.

JOÃO MEDEIROS FILHO, padre e membro a Academia Norte-Riograndense de Letras (pe.medeiros@hotmail.com)

O mês de maio e o cristianismo Desde a Antiguidade, ou seja, bem antes do nascimento de Jesus Cristo, o mês de maio era ligado a um personagem feminino. Seu nome deriva de uma homenagem a Maia, deusa da mitologia greco-romana. Esta, segundo os estudiosos, era a mais jovem das sete Plêiades, filhas do gigante Atlas com Afrodite. Mãe de Hermes, o mensageiro dos deuses, Maia era a deusa do renascimento e, portanto, associada à primavera, que, no hemisfério norte, atinge o seu esplendor no mês de maio. Mas, antes de existir um mês chamado maio, no calendário organizado por Rômulo, quando da fundação da cidade de Roma (753 A.C), já havia uma ligação dessa época do ano com um arquétipo feminino. Vejamos: a constelação que mais se destaca nas noites de maio é justamente a de Virgem, com sua brilhante estrela Spica. Esta constelação foi assim denominada, em alusão às atividades de jardinagem, tarefa de responsabilidade das mulheres. Assim, durante o mês de maio, o céu passou a ser associa-

Artigo

do à figura feminina. Vale salientar ainda, que a constelação de Virgem já foi conhecida como Anna, a deusa do céu e esposa do deus sumério Anu. É bom lembrar, também, que outrora esteve associada a Deméter, deusa romana da Agricultura e a Eva, esposa de Adão, a mãe dos viventes, segundo o relato do Livro do Gênesis. Com o advento do cristianismo e sua mensagem, uma nova e grandiosa figura feminina destacou-se: Maria, a Virgem Santíssima. E assim, a veneração a Nossa Senhora veio preencher uma lacuna existente no catolicismo, religião esta, até então, exclusivamente patriarcal. De acordo com a tradição católica, o fato de Maria Santíssima ser filha de Ana, ou Anna – que já era ligada à constelação de Virgem – contribuiu ainda mais para que se promovesse tal associação. Cabe ressaltar igualmente que, segundo a teologia católica, Maria é chamada de nova Eva, o que veio reforçar esta analogia. Convém lembrar também que, segun-

do alguns pesquisadores, o calendário romano reformado por Júlio César em 45 A.C. (modificado posteriormente pelo Papa Gregório XIII, daí o nome de calendário gregoriano), dedicava o quinto mês do ano ao deus Apolo (irmão gêmeo de Ártemis), o qual recebeu de Hipérion o sol, a lua e a aurora. A lenda conta ainda que Apolo matou uma grande serpente, chamada Píton, que atemorizava o povo. A iconografia católica representa a Virgem Maria (Nossa Senhora da Conceição) pisando a cabeça da serpente. E como Maria Santíssima é venerada pelos católicos como a Rainha dos Céus, seu manto é representado pela cor azul do firmamento, simbolizando o céu. Nessa interpretação, Maria, Mãe de Jesus, é a Rainha dos Céus, daí Ave, Regina Coelorum (Salve, Ó Rainha dos céus), uma das antífonas rezadas ou cantadas, durante o ano litúrgico, como conclusão das Completas na Liturgia das Horas. Na Ladainha de Nossa Senhora (também chamada Ladainha Lauretana) há uma invocação, denominando-a Porta do Céu (Ianua Coeli).

LÚCIA ALMIRA DE MEDEIROS CHACON, professora da UFRN aposentada (lucialmira@supercabo.com.br)

Dia das Mães Nas proximidades do Dia das Mães veio a vontade de prestar uma homenagem à mulher mãe através de algumas reflexões que deverão ser feitas sobre este fenômeno da maternidade, que transforma qualquer mulher, independente da raça, cor, religião, situação econômica e social, entre outras características, em uma criatura dedicada e devotada ao bem-estar e felicidade de seus filhos. Nada na vida pode ser visto de forma radical, portanto, algumas exceções poderão existir, mas, sem medo de errar, a mãe aqui enfocada representa, talvez, 95% ou mais das mães na nossa realidade. O ser humano tem, em sua mãe: a) Um porto seguro onde poderá descarregar todas as suas lamúrias; b) Uma amiga sincera, leal e compreensiva, para trocar ideias sobre assuntos que estão lhe perturbando; c) Alguém que, para lhe ajudar, é capaz de esquecer qualquer problema que esteja vivenciando, relegando-o a segundo plano; d) Uma fiel companheira na alegria e na tristeza, na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, incapaz de abandoná-lo mesmo nos casos em que seja por ele abandonada; e) Um referencial de dedicação, amor e solidariedade, em todos os sentidos. Sempre disponível sem, necessariamente, estar

todo o tempo fisicamente presente. Qualquer que seja a idade do filho, nos braços de sua mãe se transfigura, lembrando-se dos momentos em que foi criança, que foi puro. O essencial, porém, é saber que as mães estarão sempre ali, especialmente durante a idade em que tentamos, paradoxalmente, nos separar de sua influência. As mães deste mundo merecem o maior respeito pois a prosperidade de cada família, cada sociedade ou nação, até mesmo do mundo inteiro, em última instância, descansa sobre seus ombros. Amamos as nossas mães quase sem o saber e só nos damos conta da profundidade das raízes desse amor após a sua partida. Implicitamente isto se explica, pois ela é a única pessoa, na vida de todo ser humano, que convive com ele antes mesmo dele vir ao mundo, oferecendo, no seu ventre, as condições e o ambiente necessários, e indispensáveis, para o seu nascimento. A minha mãe foi chamada para a casa do Pai há mais de 10 anos e, no mínimo uma vez por dia, paro o que estou fazendo e fecho os olhos na certeza de revê-la: é um momento muito lindo quando ao contemplar o seu semblante sorridente, como sempre ela se apresentava, sinto uma dorzinha aguda no peito, acompanhada de uma saudadezinha gritando no meu ouvido a falta que ela me faz.

Em contrapartida, a mãe não nasceu para assistir a viagem, para a eternidade, de um filho e quando isto acontece sua dor é maior do que qualquer dor física, impossibilitando-a, por muito tempo, de voltar a viver, no sentido lato da palavra. O objetivo deste artigo era tão somente de homenagear as mães dos nossos leitores, mas, estou consciente que isto é muito pouco para o que elas realmente merecem, portanto vou acrescentar o meu apelo: Àquele, ou aquela, que ainda tem a sua mãezinha na terra, trate-a com muito carinho e lembre-se que seus braços sempre se abrirão quando precisarem de um abraço, seu coração sabe compreender quando precisarem de uma amiga e seus olhos sensíveis se endurecerão quando precisarem de uma lição. O amor de mãe é o combustível que capacita o ser humano a ser um adulto respeitável. Enfim, àqueles que, infelizmente, como eu, já se despediram, nesta vida, de suas mães, lembrem-se, com saudades, de quem nunca os esqueceu, e sempre os amou incondicionalmente. Afinal, a todos quero convocar para comemorar bastante o dia a elas dedicado, que neste ano será no dia 12/05, porque o Dia das Mães é o dia da bondade, maior que todo o mal da humanidade, purificado no amor fecundo.

Em todas as eleições em que Lula foi candidato à presidente votei nele. Em 1989, no primeiro turno cravei Roberto Freire, então candidato pelo PCB. Arrependi-me. Deveria ter votado em Mário Covas (PSDB), pois vendo em retrospectiva confio em que o candidato tucano poderia ter antecipado a estabilidade econômica e financeira que nasceu no governo Itamar Franco, vice-presidente na chapa de Fernando Collor de Mello (PRN) e que assumiu a Presidência após o impedimento do titular, metido até a medula em falcatruas perpetradas pelo seu tesoureiro de campanha, Paulo César Farias. No segundo turno, Lula contra Collor, optei pelo petista. Nas duas eleições (1994 e 1998) seguintes marquei Lula. Em ambas o candidato petista foi derrotado, no primeiro turno, pelo tucano Fernando Henrique Cardoso, responsável pelo plano de estabilização econômico-financeiro popularmente conhecido como Real, que pôs fim ao suplício de quase duas décadas de inflação desenfreada. A primeira eleição presidencial do novo século, em 2002, marcou a chegada do Partido dos Trabalhadores (PT) à Presidência da República, depois que Lula venceu o candidato do PSDB, José Serra, no segundo turno. Lembro-me que fui comemorar a vitória na Cidade Alta, no encontro das avenidas Princesa Isabel e Apodi. Achava, como quase todos os meus amigos e amigas, que chegáramos à primeira magistratura da República para varrer os maus costumes. Mesmo não sendo um ingênuo e sabendo que os maus costumes não são varridos do dia para a noite, mesmo sabendo que não se governa um país como o Brasil ("O Brasil não é para amadores") de forma voluntariosa, mesmo sabendo que alianças políticas e administrativas teriam de ser engendradas, imaginei que estávamos chegando ao fim da linha de uma era perniciosa. Pois bem, menos de dois anos depois do início do governo, a nova gestão começou a ser engolida pela falsa moralidade, com pequenas mazelas aparecendo e o jeitinho pontificando na forma de governar. A máxima dos coronéis ("Aos amigos tudo; aos inimigos a lei) de antanho mostrava sua faceta dentro do governo do partido político que nasceu e cresceu prometendo extirpá-la. O leviatã da falsa moralidade foi maior do que a moralidade que apontava a salvação do Brasil, a ponto de engolir a principal figura do PT, o ex-metalúrgico, ex-sindicalista, ex-constituinte, exdeputado federal e então presidente da República (hoje ex-presidente) Luís Inácio Lula da Silva. O escândalo do mensalão quase abrevia o mandato de Lula, salvo, entre outras coisas, pela lerdeza e falta esperteza da oposição, que preferiu esperar para ver o presidente sangrar a liderar um processo de impeachment no Congresso Nacional. Mas, se não expulsou Lula do Planalto, o mensalão varreu como um furacão próceres petistas da cena política-eleitoral. José Dirceu, João Paulo, José Genoíno vagam como almas penadas nos corredores de Brasília. E, ainda, arrancou o discurso moral das mãos do PT. Lula mostrou arrojo, manha e força para sair da sinuca política em que estava e atropelou, e, 2006, no segundo turno, o candidato tucano Geraldo Alckmin, permanecendo mais quatro anos no Palácio do Planalto e de lá saindo com elevadíssimos índices de popularidade. A reeleição de Lula foi uma jogada de mestre, não resta dúvida. Mas hoje sabemos que o ex-presidente foi alvejado pelos estilhaços do escândalo do mensalão. Da sinuca em que está, Lula só tem duas saídas, e nenhuma delas faz bem à biografia dele: ou o presidente sabia de tudo o que sua turma fazia e, portanto, foi, na pior das hipóteses, conivente, e na melhor, omisso; ou não sabia de nada e foi inepto. A situação é tão constrangedora que os defensores do ex-presidente preferem apostar na segunda hipótese. Melhor um inepto a um corrupto. Sim, porque se se provar que Lula foi conivente ou omisso ele terá de arcar com as consequências de seus atos, ou seja, pode ir para a cadeia e, aí, implode de vez todo o discurso moral que o PT ainda teima em sustentar. A permanência de Lula na Presidência da República esteve umbilicalmente ligada ao alheamento dele acerca das traficâncias do governo dentro do Congresso Nacional. Isso lhe garantiu a Presidência da República por mais quatro anos. Mas o custo para a sua biografia será eterno. Mas isso fica para a próxima semana.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Bruno Araujo EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 3

Deputado do PMDB considera viável aliança entre Henrique Alves e Wilma HERMANO MORAIS Defensor de candidatura própria do PMDB, o deputado estadual Hermano Morais (PMDB) avalia o encontro do presidente do PMDB, Henrique Alves, com a presidente do PSB, Wilma de Faria, como uma iniciativa que faz parte do processo democrático. PMDB e PSB no Rio Grande do Norte são opostos no campos político. Enquanto o PMDB é aliado da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), o PSB faz oposição ao governo estadual. Em contato com o Jornal de Hoje, Hermano não descartou a possibilidade de aliança futura entre PMDB e PSB, partidos que fazem parte da base de sustentação política da presidente da República, Dilma Roussseff. Entretanto, ele salienta que ainda está cedo e que é preciso esperar as definições da disputa presidencial. "Não considero nenhuma possibilidade inviável. Nós temos ainda um processo elementar de discussão das eleições presidenciais, que vão nortear as alianças". Segundo Hermano Morais, o PMDB tem hoje um projeto definido de aliança nacional em torno da reeleição da presidente Dilma Rousseff. "Temos o nosso vice-presidente Michel Temer na chapa que deverá ser confirmado candidato à reeleição. Já o PSB discute a possibilidade,

DEFENDE UMA CANDIDATURA PRÓPRIA DO PARTIDO AO legítima, de lançar candidatura própria do atual governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Bem como outros partidos, de forma que as conversas preliminares possam existir, a boa relação política, com toda a civilidade, mas colocando de forma clara as pretensões de cada partido", avaliou. Enfatizando que o momento é de discutir os problemas do Estado, e não as eleições, Hermano salienta que a discussão sobre 2014 é natural, haja vista que temos eleições a cada dois anos. "No ambito do RN, acredito que PMDB poderá construir uma grande aliança e apresentar candidatura própria. Temos vários nomes que podem ser apresentados e fazer boas alianças políticas para, em 2014, conquistar uma grande vitória, retornando ao comando administrativo desse Estado", afirmou. Ainda segundo Hermano Morais, o PMDB quando teve a oportunidade de governar o Rio Grande do Norte, o fez bem e promoveu o desenvolvimento. "Essa conversa por iniciativa da ex-governadora Wilma ao procurar o presidente do nosso partido, Henrique Eduardo Alves, faz parte do processo democrático. Enquanto tivermos esse modelo de eleições a cada dois anos, é natural se discutir política,

GOVERNO

DO

ESTADO José Aldenir

Hermano: “Acredito que PMDB poderá construir uma grande aliança e apresentar candidatura própria. Temos vários nomes” e por conta disso já se fala em 2014, mesmo com tantos problemas no Estado". A conversa entre dois dirigentes partidários, ainda segundo a avali-

ação de Hermano Morais, faz parte também de um momento onde se analisa as perspectivas para 2014. "O PMDB é um partido que está muito bem representado no Rio Grande

do Norte, desde a Câmara Federal, presidida pelo próprio Henrique, senadores Garibaldi Alves e Garibaldi Filho, hoje no Ministério da Previdência, além bancada de deputa-

NO PRÓXIMO ANO dos na Assembleia, vereadores, prefeitos e vice-prefeitos no RN". Defensor da candiatura própria do PMDB, que na sua visão representaria os anseios dos militantes e simpatizantes da legenda, Hermano salienta que as conversas preliminares visando a sucessão de 2014, como a ocorrida entre Wilma e Henrique, são importantes, uma vez que as decisões só ocorrerão no próximo ano. "É importante que o partido discuta e amadureça a proposta de lançar candidato, que não é apenas minha". Sobre os nomes, com as recentes negativas de Henrique e Garibaldi, Hermano diz que Walter Alves, atual líder do PMDB na Assembleia Legislativa, é uma boa opção. Contudo, ele defende o nome de Garibaldi e não descarta totalmente que Henrique venha a ser o representante da legenda na disputa pelo governo ano que vem. "Considero todos os nomes, inclusive o do ministro, o do deputado Henrique e o do colega Walter. Mas, a definição do nome será no tempo certo. As declarações atuais representam um momento que antecede processo de escolha de candidaturas de cada partido. Não tenho dúvida que o PMDB se definirá por candidatura própria", afirmou Hermano Morais.

Henrique sobre Wilma: “Cada dia com sua agonia. Ou, com sua alegria. Agora, 2013, é unir o RN” José Aldenir

José Aldenir

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O presidente da Câmara dos Deputados, deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB, afirmou na manhã desta terça-feira que, em relação à ex-governador e atual viceprefeita de Natal, Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, mantém posição política divergente, mas o diálogo político, em favor do estado, está sempre aberto. "No RN temos posições políticas diferentes, conhecidas. Mas, nossas responsabilidades e experiência aconselham um diálogo sempre aberto em favor do nosso estado. Nesse rumo sempre conversaremos. Independente de qualquer outros palanque eleitoral. Temos uma longa vida pública que o RN conhece. Um respeito, pois, que se impõe reciprocamente. 2014 no RN só em 2014", afirmou Henrique esta manhã, ao ser abordado sobre o encontro que manteve no último sábado com a ex-governadora. Em entrevista ao Jornal de Hoje, publicada na edição desta segunda, Wilma de Faria disse que não havia qualquer impedimento de o PSB, partido que preside no Estado, abrir diálogo com o

Henrique Alves evita antecipar processo eleitoral do próximo ano: " 2014 no RN só em 2014”... PMDB, comandado por Henrique. "Conversa foi muito cordial e respeitosa. A nossa experiência política recomendaria que assim fosse. E foi", avalia Henrique, ao ser abordado sobre o encontro. Henrique disse que o foco da conversa com Wilma foi Natal e Rio Grande do Norte. "O nosso foco principal, a nortear a conversa, foi Natal e o RN. Natural, pois a ex-prefeita e ex-governadora tem também suas preocupações funda-

mentais com nosso Estado. Muitos desafios, e bom momento político que vive. A hora, como já disse, e concordamos, é o RN. Unir a todos nessa direção". Instado a falar sobre a possibilidade de aliança entre PMDB e ?PSB em 2014, o presidente da Câmara dos Deputados frisou que, nacionalmente, os partidos fazem parte da base política da presidente Dilma Rousseff. Contudo, o PSB analisa possibilidade de lançar o

... Enquanto isso, Wilma de Faria já está reunindo o PSB, mas sem antecipar qual cargo disputará

governador de Pernambuco, Eduardo Campos, presidente nacional do partido, candidato a presidente da República, rachando a base de Dilma. Para Henrique, é possível "tentarmos manter juntos PMDB e PSB". Ele disse: "Somos aliados nacionais. PSB e PMDB elegeram Lula e Dilma, daí também expressarmos nossos objetivos nessa luta incansável da presidente Dilma em avançar na construção do país que

todos queremos. Tentarmos manter juntos PMDB e PSB". Destacando a necessidade de união da classe política do Estado em favor do Rio Grande do Norte, o parlamentar insistiu na tese de se haver discussão sobre a sucessão de 2014, apenas em 2014. "2014 somente em 2014. Cada dia com sua agonia. Ou, com sua alegria. Agora, 2013, é unir o RN". Tanto Wilma de Faria quanto Henrique Alves são postos como

pré-candidatos a governador nas eleições do ano que vem. Henrique tem dito que não é, nem será candidato. Já Wilma declara que seu projeto é se candidatar a deputada federal. O desgaste do governo Rosalba Ciarlini (DEM) acende o interesse pelo cargo em todas as correntes políticas do Estado. No caso do PMDB, a legenda mantém aliança com o DEM. Já no PSB, o partido dialoga com legendas como PT, PSD, PC do B e PSD.

cial a respeito de um integrante da lista sêxtupla. Emitiu uma nota que mais parece um discurso em defesa do candidato de Rosalba a desembargador. Uma nota cheia de ameaças, incompatível com a história da própria Ordem.

de divulgação precipitada nos diversos meios de mídias". Qual foi o escárnio cometido? Por quem? De que forma? Para beneficiar quem?

o cargo. Assinou o ofício e assumiu a responsabilidade pelo que informou.

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com

PARTIDO A ex-governadora Wilma de Faria, assim como os demais dirigentes partidários, nunca respeitou posicionamento do partido, mas diz que o partido é que vai decidir seu futuro político. Balela. Quando o PSB queria Rogério Marinho para prefeito de Natal, Wilma usou o rolo compressor governista e atropelou a candidatura do filho de Valério para apoiar Fátima Bezerra. PASSADO O PMDB também fez o mesmo. Hermano Morais foi considerado o candidato irreversível somente por uma semana. Depois, foi atropelado para Henrique anunciar apoio a Fátima. O PT também não foi diferente. Havia inscrição de candidaturas e os nomes já estavam postos. Fátima veio de cima para baixo, atropelou as decisões internas e foi 'ungida' candidata do partido.

DECISÃO Portanto, as decisões partidárias são tomadas apenas para referendar o que os proprietários de partido desejam. Caso Wilma queira ser candidata a governador, não será uma ou outra voz isolada que vai lhe tirar esse direito; o mesmo vale para Robinson Faria no PSD, Henrique no PMDB e Rosalba no DEM. O resto é jogo de cena. RECLAMAÇÃO O vice-governador Robinson Faria andou reclamando que Wilma visitou Henrique: "Oposição tem que dialogar com a oposição". Será que o pai de Fábio reclamou com o espelho? Afinal, faz pouco mais de uma semana que Robinson almoçou com Garibaldi e jantou com Henrique em Brasília. Quer dizer que ele pode e ela não? COERENTE A vereadora Júlia Arruda reve-

la diferencial em relação a alguns colegas dessa e de outras legislaturas. Não vai mudar de opinião e voto pelo fato de ter mudado da oposição para a situação. É digno de registro. Afinal, sempre que há 'chave de roda' de Governo, parlamentares mudam imediatamente. A filha de Leonardo vai manter posição e não vai ceder às pressões. PERSEGUIÇÃO Produtores que entraram em contato com a coluna, afirmam que o Banco do Nordeste, mesmo suspendendo algumas execuções, ainda mantém o nome de produtores no SCP e Serasa, prejudicando quem busca crédito no momento de dificuldades. Será essa a ajuda do Governo ao homem do campo? POSIÇÃO A OAB 'decidiu' se manifestar em relação ao fato de um advogado ter feito uma comunicação ofi-

HONRA A nota da OAB fala em "combater efusivamente ataques contra a honra de quaisquer dos candidatos ou que visem tumultuar o processo de escolha, bem como fazer registrar que serão adotadas as medidas cabíveis". Em nenhum momento a nota explicita qual foi o ataque cometido contra a honra. ESCÁRNIO Outrora defensora da liberdade de expressão, a OAB confunde a todos quando se posiciona contra a mídia: "Causa espécie o escárnio midiático que vise atingir um ou outro candidato por meio

ATENTADO A nota emocional da OAB termina com um tom ameaçador: "Que quem atente contra a violação do Estado Democrático de Direito e das prerrogativas dos advogados, desrespeitando qualquer candidato será tomada as medidas judiciais e/ou administrativas a espécie". REALIDADE Saindo do emocional que tomou conta da nota da OAB, é preciso reforçar o que está havendo: Um advogado, legitimado pela liberdade de expressão, informou, pela via oficial, que um candidato a desembargador não preencheria os requisitos básicos para exercer

VERDADE Em nenhum momento, nem a OAB ou qualquer outra entidade ou mesmo advogado, questionou o que foi dito oficialmente. Pelo contrário: O próprio advogado Glauber Rêgo confessou que realmente não havia passado nos concursos. Portanto, o que foi comunicado oficialmente é um fato verdadeiro. Não passar em concurso demonstra realmente ausência de conhecimento técnico. Mas comunicar que alguém não passou em concurso jamais pode ser confundido com atentado à "violação do Estado Democrático de Direito" ou qualquer ofensa à honra. É a primeira vez que alguém tenta ocupar um cargo público e é blindado por uma instituição que deveria questionar cada detalhe de sua vida.


Política

Natal, 7 de maio de 2013

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

O imbróglio à vista Analistas e economistas de perfis da esquerda à direita, mas unidos na objetividade, apontam uma “alta dificuldade” para a República Surrealista dos Trópicos fechar as contas externas deste ano de solavancos financeiro-econômicos. Devido ao desempenho frustrante da balança comercial, além dos gastos perdulários do turista brasileiro, os investimentos diretos serão insuficientes para o país alcançar o equilíbrio. t t t Parte considerável das duas bases parlamentares – a governista e a oposicionista – subscreve o diagnóstico que desmente “o exagerado e permanente otimismo” do ministro da Fazenda, Guido Mantega. São deputados e senadores equidistantes da mesquinharia de querelas político-partidárias. t t t Nesse cenário, há chance real de o governo recorrer a capitais especulativos para o fechamento das contas de 2013, véspera do ano em que a senhora Rousseff vai tentar a renovação do mandato presidencial. A previsão é de empresários e políticos com acesso às estratégias debatidas pela equipe econômica. A fórmula é perigosa, porque esse dinheiro é de baixa qualidade. O especulador pode retirar os recursos tão logo haja sinal de deterioração do quadro. t t t É uma situação bem diferente daquele que investe na montagem de indústria. Ninguém vende fábrica com a rapidez que a necessidade pede. É o caso de se livrar da aplicação transformada em estorvo e, na sequência, pesadelo.

Dedo no gatilho José Serra amplia o volume do microfone de críticas. O tucano paulista fala como candidato, mas não revela o mandato a ser pleiteado. Dois atos do tiroteio de palavras: Primeiro, o alvo interno: os parlamentares do PSDB que votam a favor da unificação do ICMS “por preconceito regionalista”. Segundo, o externo: a presidente da República, sua carrasca no pleito de 2010. t t t Tem a palavra: “O Brasil patina porque o governo tem servido, sobretudo, ao projeto de poder do PT e à reeleição da Dilma.”

Reta de chegada Novo ministro para o Superior Tribunal de Justiça. Para a vaga do cearense César Asfor Rocha, dois nomes chegam ao fim da corrida de obstáculos com possibilidade análoga. t t t São o gaúcho Mauro Renner e o potiguar Francisco Xavier Pinheiro, filho (foto). Renner é apoiado pelo governador Tarso Genro (PTRS); Francisco Xavier, pelo presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN).

Terça-feira

Lucena acredita que prefeito vai sancionar Lei dos Postos PETISTA

FOI QUEM LEVOU A PROJETO À VOTAÇÃO NA

CÂMARA MUNICIPAL José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vereador Fernando Lucena, do PT, autor do projeto que permitirá a venda de combustíveis em supermercados, recentemente aprovado pela Câmara Municipal de Natal e que se encontra para análise na Procuradoria Geral do Município, afirmou na manhã de hoje não ter dúvidas que o prefeito Carlos Eduardo sancionará o projeto, já que tem um grande alcance social e é um desejo da população natalense. "É uma quebra de cartel, já que haverá competitividade e regulação de preços", ressalta o petista. Fernando Lucena esclarece que o prefeito tem 15 dias para sancionar ou vetar, prazo que termina no próximo dia 23, entretanto, diz não acreditar em veto, já que o próprio Carlos Eduardo afirmou através da imprensa que sancionará o projeto. "O prefeito está interpretando o sentimento popular", disse Fernando Lucena, para em seguida criticar a posição da vereadora Amanda Gurgel, do PSTU. "A vereadora Amanda Gurgel está no mundo da lua. Quan-

Lucena comemorou aprovação do projeto: "É uma quebra de cartel, já que haverá competitividade e regulação de preços" do ela descer para a terra verá que o projeto é bom e ajuda os trabalhadores que usam veículos como instrumento de trabalho", observa o petista, dizendo que a vereadora do PSTU absteve-se na hora da

votação alegando que o projeto não beneficiaria os trabalhadores. Concluindo, o vereador Fernando Lucena, autor do projeto que permitirá a venda de combustíveis em supermercados, destaca a fa-

cilidade que o cliente terá no momento em que for fazer suas compras. "As pessoas compram e abastecem os carros", diz o vereador, entendendo que não haverá prejuízos para ninguém.

> POLÍTICA E RELIGIÃO

Vereadores evangélicos reúnem-se para discutir valores éticos e cristãos O I Forum de Vereadores Evangélicos do Rio Grande do Norte será realizado amanhã no Hotel Arituba a partir do meio dia com a participação de mais de 100 evangélicos detentores de mandato eletivo representando vários municípios do Estado. "O objetivo é mostrar ao Rio Grande do Norte que temos políticos evangélicos contribuindo com a sociedade na formação de políticas públicas que preservem os valores éticos e cristãos na defesa da família brasileira", disse o vereador evangélico, Jacó Jácome, do PMN, além formar uma organização, uma frente de união e fortalecimento, para que possam agir e tomar medidas uniformes sobre os mais variados assuntos da sociedade, tendo como principal fundamento os princípios bíblicos. Segundo o parlamentar, "o evento será eminentemente suprapartidário, que visa também, unificar o discurso contra a relativização da vida", esclarece Jacó Jácome, lembrando que o segmento Evangélico representa atualmente 25 por cento da população

José Aldenir

Jacó Jacome: “Objetivo é mostrar ao Estado que temos políticos evangélicos” brasileira, formado por profissionais liberais como médicos, juristas, atletas, artistas e trabalhadores de uma forma geral. "O propósito é reunirmos periodicamente para discutir os problemas do cotidiano e contribuir com a sociedade das di-

versas maneiras e no nosso caso através do parlamento", disse o vereador Jacó Jácome, que é filho do deputado Antonio Jácome, também evangélico. Jacó Jácome esclarece que o partido ao qual é filiado, o PMN,

conta com mais de 20 vereadores representantes de vários municípios do Estado e de várias denominações, entretanto, ressalta que o encontro de amanhã não terá conotação política e que os assuntos discutidos serão técnicos, como o combate às drogas, por exemplo. "Os crimes atualmente estão sendo provocados na sua maioria pela desestruturação de famílias vítimas das drogas e isso tem que ser combatido com determinação", observa o vereador Jacó Jácome. TEMAS Durante o encontro dos vereadores evangélicos amanhã no Hotel Arituba, o deputado Antonio Jácome falará sobre "A Presença do Evangélico na Política" e a tenente-coronel Margarida Brandão, abordará o tema "Prevenção às Drogas". O evento será organizado pelos vereadores Jacó Jácome (Natal), Edmilson Gomes (São Gonçalo do Amarante), deputado Antonio Jácome, presidente da Frente Parlamentar Evangélica do Rio Grande do Norte

> MACAU

LEITURA DINÂMICA t Educafro, ONG propa-

gandista de cotas sociais e raciais, aplaude, em nota oficial, a declaração do ministro-presidente do Supremo, Joaquim Barbosa: “A Justiça no Brasil é mais rigorosa com pobres e negros.” t Na eleição do próximo ano, o PDT espera o crescimento da bancada do PDT na Câmara. Imagina a ampliação de 27 para 50 cadeiras. t Só a intervenção no diretório de Pernambuco evitar o apoio do PMDB local a uma candidatura da oposição ao Palácio do Planalto. Se mantiver a candidatura, o governador Eduardo Campos (PSB) tem a preferência. Na hipótese de ele desistir, o senador mineiro Aécio Neves (PSDB) ganhará a unção. t Vai ser em outubro o lançamento brasileiro do livro “O herói discreto”, assinado pelo peruano Mario Vargas Llosa. t Mais barulho na Câmara dos Deputados. Na pauta de amanhã da Co-

missão de Direitos Humanos e Minorias, dois projetos que dividem o colegiado. Um autoriza a “cura gay”; o outro criminaliza a heterofobia. t Incentive seu filho a ler. Quem lê sabe mais. t O PT canta o ministro socialista (?) Fernando Bezerra Coelho (Integração Nacional) para trocar de legenda e disputar o Executivo de Pernambuco. O PSB dá o troco: oferece ao senador petista Lindbergh Farias a legenda para que ele concorra ao governo do Rio de Janeiro. t Álvaro Dias está absoluto na campanha para reeleger-se ao Senado. Líder do PSDB na Casa até fevereiro deste ano, ele contabiliza quase 64% das intenções de voto dos paranaenses. A pesquisa foi realizada pelo Instituto Paraná. t Para refletir: “Quando defendemos os nossos amigos, justificamos a nossa amizade” (Mariano José Pereira da Fonseca – o Marquês de Maricá –, escritor e político brasileiro).

Concluintes de cursos na área de alimentos recebem certificados Uma noite de degustação marcou ontem (06), em Macau, a entrega de certificados de conclusão de cursos de reaproveitamento alimentar. Os pratos foram preparados pelos próprios alunos. O secretário de Estado do Trabalho e da Assistência Social, Luiz Eduardo Carneiro Costa, prestigiou a solenidade. Os cursos foram ministrados pela Fundação Afonso Lemos em parceria com a Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (Sethas). “Tivemos muitas dificuldades para iniciarmos estes cursos, mas graças a esta parceria (com a Sethas) e aos nossos voluntários, vencemos todas as dificuldades”, disse a secretária executiva da Fundação, Elizabeth Lemos. O secretário Luiz Eduardo destacou que cursos de qualificação têm sido uma das políticas da Sethas, com a perspectiva de emancipação do cidadão. “Temos hoje muitos cursos de qualificação, ofertados através do Projovem e do Pronatec Social, e certamente Macau está dentro dessa nossa política de incentivos à geração de emprego e renda”, enfatizou Luiz Eduardo.

Divulgação

Secretário Luiz Eduardo entregou certificado a concluinte na cidade de Macau Os cursos ministrados têm por técnica o aproveitamento integral dos alimentos (polpa, cascas, folhas, talos e ramas) e todo o seu potencial nutritivo, proporcionando à população mais saúde e menos gastos financeiros. Além do que, se constitui para muitos como uma atividade que promove a geração de renda. É o caso de Soraia Tomaz Câmara, da turma de tortas doces e

salgadas, que já está recebendo encomendas. “Eu já trabalhava só com encomendas de docinhos. Agora, depois deste curso, posso aumentar meus ganhos”, estima. Flaviano Souza de Melo era o único homem na turma de cozinha prática, mas está de olho no crescente mercado de alimentos. “Hoje, todo mundo faz refeições fora de casa”, avalia. O interesse por fazer o curso

vem do fato de que há muito tempo a família atua nessa área. “Minha família trabalha em restaurantes há muito tempo, então, aproveitei a oportunidade para fazer este curso, que é grátis e talvez por isso as pessoas não deem a devida importância, para aprimorar os meus conhecimentos”, disse o rapaz. A Fundação Afonso Lemos existe há 20 anos e é presidida pelo exprefeito de Macau, Afonso Lemos, que estendeu a atuação da entidade para além dos limites do Município, alcançando, hoje, toda a região salineira. “São 20 anos de muita luta”, orgulha-se. A solenidade, realizada na Loja Maçônica 27 de Dezembro, no centro de Macau, contou com a presença do secretário adjunto da Sethas, Walter Correia de Aquino Neto, e da Secretária Municipal de Assistência Social, de Macau, Luciana Alves, e de todos os 120 alunos participantes dos cinco cursos ministrados: cozinha prática, tortas doces e salgadas, variedades em massas, reaproveitamento de alimentos e beneficiamento de pescado (este último, exclusivamente, para a comunidade praieira de Diogo Lopes.


Política

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 5

Condenada por desviar R$14 milhões, Carla Ubarana é solta pelo Tribunal EX-CHEFE DO SETOR DE PRECATÓRIOS DO TJ CONSEGUE HABEAS CORPUS E VAI RECORRER DA SENTENÇA EM LIBERDADE CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

A condenação em primeira instância pelo desvio de, pelo menos, R$ 14 milhões dos cofres públicos do setor de precatórios do Tribunal de Justiça do RN e a confissão de que gastou quase todo esse valor com despesa fúteis, como diárias em hoteis de luxo da Europa, não será suficiente para manter o casal Carla Ubarana (ex-chefe do setor de Precatórios) e George Leal na cadeia. Nesta terça-feira, a Câmara Criminal do Tribunal de Justiça concedeu o Habeas Corpus em favor deles, dando direito a responder o crime em liberdade. E vale lembrar que foi justamente a “imagem” do Tribunal de Justiça, que agora concedeu a liberdade ao casal, que o juiz Armando Ponte quis preservar quando condenou Carla a mais de 10 anos de prisão em regime fechado e ainda determinou que ela continuasse detida mesmo que recorresse da condenação. A intenção com isso seria combater o sentimento de im-

punidade que seria, segundo o magistrado, crescente na sociedade. “Se faz necessária a custódia preventiva de Carla Ubarana para acautelar a credibilidade do Poder Judiciário perante o meio social, uma vez que o delito cometido pela ré foi, de fato, de extrema gravidade e de macroscópica repercussão social, ademais de praticado dentro do próprio Tribunal de Justiça deste estado, ocasionando milionário prejuízo aos cofres públicos”, apontou o magistrado em sua sentença. George Leal foi condenado a seis anos, mas em regime semi-aberto. Até o fechamento desta edição, Carla Ubarana, que cumpre pena na ala feminina do Complexo Penal João Chaves (aquele que foi considerado um dos piores do Brasil pelo Conselho Nacional de Justiça, o CNJ), ainda não tinha ganho a liberdade após a decisão do TJ. É necessário aguardar a publicação da decisão para então comunicar à vara de Execuções Penais. “Conseguimos o Habeas Corpus e agora será expedido o alvará de soltura, acredito que tanto Carla

Wellington Rocha

Casal Carla Ubarana e George Leal foram presos em março, após decisão do juiz Armando Ponte, da 7ª Vara Criminal como George serão soltos ainda hoje e dormirão em casa”, afirmou o advogado do casal, Marcus Leal (irmão de George), que sustentou a necessidade do Habeas Corpus por causa do constrangimento ilegal que Carla

Ubarana estava sofrendo na prisão. Esse “constrangimento” poderia ser fruto do “choque de realidade” que Carla Ubarana sofreu quando voltou a prisão, condenada, no dia 26 de março. Ela, que tinha

passado noites em alguns dos hoteis mais luxuosos de Paris, dormiu no chão, em um colchonete emprestado pela unidade prisional, ao lado de outras 29 detentas, a maioria acusada de tráfico de drogas.

O juiz convocado Gustavo Marinho foi o relator do julgamento, em substituição a desembargadora Zeneide Bezerra, que alegou suspeição. O magistrado votou favorável ao deferimento do Habeas Corpus e foi acompanhado pelo desembargador presidente da Câmara Criminal Virgílio Macedo, enquanto o desembargador Ibanez Monteiro votou contrário. O Ministério Público do RN, que afirmou que vai recorrer da decisão para diminuir a pena de Carla Ubarana, porque não teria sido respeitada a delação premiada, foi contrário a expedição do Habeas Corpus. SARAIVA SOBRINHO Enquanto isso, também nesta terça-feira, outro desembargador do TJ, Saraiva Sobrinho, vai ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), em Brasília, prestar depoimento ao ministro Sidnei Agostinho Beneti pela denúncia de envolvimento com réus da Operação Sinal Fechado. O advogado do desembargador, Paulo Lopo Saraiva adiantou que pedirá o arquivamento do caso.

> COMEMORAÇÃO NO TWITTER

Rosalba Ciarlini afirma ter acertado ao distribuir sementes aos agricultures antes da chuva no RN Parecia uma decisão de contexto: distribuir sementes para produtores em pleno período de seca e com previsões nada animadoras (de agravamento do quadro). Agora, algumas chuvas depois, a governadora do Estado, Rosalba Ciarlini, do DEM, comemorou a medida. Segundo ela, a decisão foi "acertada" e o agricultor já pode começar a plantar. "Em fevereiro deste ano, quando a previsão era de agravamento da seca, estávamos num dilema: valia à pena investir dinheiro na compra de sementes? Decidimos que era melhor estarmos prontos para o plantio, no caso da chuva improvável resolver cair. Compramos 3,8 milhões em sementes", afirmou Rosalba, por meio de seu perfil oficial no Twitter no último domingo (foi quase uma hora de discurso online, com mais de 40 tuítes seguidos). Segundo a governadora, as sementes compradas pelo Governo do RN começaram a ser distribuídas no dia 19 de fevereiro. "Foram distribuídas 466 toneladas de sementes. Milho, feijão e sorgo, distribuídos para 1.188 bancos de semente, em 146 municípios do RN. São cerca de 42.300 agricultores beneficiados. É claro que o Gover-

Wellington Rocha

Rosalba Ciarlini anunciou também obras de combate a seca: “Vou deixar esse Estado melhor que quando assumi” no não faz mais que a sua obrigação, mas não posso deixar de me alegrar com a decisão acertada", afirmou. Rosalba acrescentou que, quando chove, "se o agricultor não tiver a semente à mão, pra plantar, ele perde a oportunidade. Nossos agricultores agora já estão plantando! Nossa aposta se mostrou prudente

e acertada. Cada um dos 3,8 milhões investidos valeu a pena, porque isso significa a subsistência do agricultor. A seca surpreendeu os meteorologistas no ano passado, assim como a chuva contradisse os prognósticos de prolongamento da estiagem". Porém, Rosalba Ciarlini confirmou que, no atual momento, o Es-

tado ainda depende do incontrolável, uma vez que o Rio Grande do Norte ainda não tem estrutura suficiente para lidar com a estiagem. "Nesse terreno, ficamos nas mãos da Providência Divina", afirmou, acrescentando que "preparar-nos para lidar com a chuva e com a estiagem é obrigação de quem é gestor com a compra das 466 tonela-

das de sementes que agora estão sendo plantadas para pequenos agricultores, nos preparamos para tirar proveito da chuva". ADUTORAS Por isso, inclusive, Rosalba usou o Twitter para falar também das obras de enfrentamento à seca. "Várias obras de adutoras já estavam em curso antes de começar a seca. Temos 700 km de adutoras em implantação, em todo o RN. E não é porque choveu que vamos descansar. Já disse e repito. Vou deixar esse Estado melhor preparado para lidar com a estiagem do que quando assumi", prometeu. Segundo ela, a atual gestão retomou "obras de adutoras que estavam paradas e que se tivessem cumprido seu cronograma, teriam evitado muito sofrimento no último ano. Aliás, fiquei muito feliz com o reconhecimento do ministro Fernando Bezerra do meu esforço para conseguir os recursos para barragens". Rosalba anunciou, também, que a presidente Dilma Rousseff, do PT, deve confirmar em breve a autorização para construção das barragens de Poço de Varas, Pedra Branca e Bujari. "Conquista do RN. Aproveito para lembrar o empenho do presidente da Câmara

Federal, Henrique Alves (PMDB), que tem sido grande parceiro do Governo do RN nessa busca por recursos. Já conseguimos Oiticica, um sonho da década de 1950. Aí também o apoio de Henrique foi fundamental. E de toda a nossa bancada", analisou. Rosalba Ciarlini afirmou também que "começamos a colher os frutos da união de esforços e do compromisso com o RN. E eu quero mais. O ministro Fernando Bezerra terá de ser paciente. Já comecei a encampar a luta pelas barragens do Alívio, de São Vicente e de Sussuarana. E até o final do Governo concluiremos a implantação de pelo menos 17 mil cisternas, 3 mil barragens subterrâneas, instalação de 1.100 poços". Segundo a governadora, a barragem de Umarizeiro, em Umarizal, já está em licitação. "Vamos concluir em breve a Adutora do Alto Oeste, além de outras obras em curso. Só no Alto Oeste entregamos 1.308 cisternas. Isso foi agora, dia 23 de abril, se não me engano. O melhor é que como estavam prontas, já estão trazendo um benefício efetivo. São 1.308 famílias q têm sua água garantida, mesmo se parar de chover", acrescentou.

> REAÇÃO

OAB/RN sai em defesa aos candidatos do Quinto: “Tomará medidas cabíveis a quem desrespeitá-los” A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RN) decidiu entrar no "jogo" e, nesta segunda-feira, emitiu uma nota contra o que classificou como "os ataques contra a honra dos candidatos a desembargador pelo Quinto Constitucional". Segundo o presidente da Instituição, Sérgio Freire, que assinou a nota, qualquer ataque contra os advogados será respondido com as "medidas cabíveis". A ação é uma consequência do ofício em forma de "dossiê" questionando o "notório saber jurídico" do candidato Glauber Rêgo, escolhido como novo desembargador do Tribunal de Justiça do RN antes do processo ser anulado no Conselho Nacional de Justiça por irregularidades na votação (CNJ). Segundo a OAB, a instituição vai "combater efusivamente ataques contra a honra de quaisquer dos candidatos ou que visem tumultuar o processo de escolha, bem como fazer registrar que serão adotadas as medidas cabíveis não só em relação à

instituição, mas também àqueles associados que por ventura estejam concorrendo ao pleito". Além disso, Sérgio Freire ressaltou que "ao escolher a sua lista sêxtupla foi pautada no mais verdadeiro espírito democrático, pois, realizou a eleição direta para escolha, baseada na vontade direta dos advogados, sem qualquer compadrio, creditando haver a escolha feita pelos advogados potiguares, pelos currículos, pela experiência profissional de cada candidato, pelo desenvolvimento do seu trabalho, por imaginar que os seis nomes escolhidos são capazes de representar bem a classe advocatícia no Tribunal de Justiça, certamente os advogados eleitores avaliaram o conjunto de suas experiências, a contribuição que cada um deixou à classe e à sociedade através de sua militância, além da idoneidade moral e de sua desenvoltura quer seja na Academia ou no desenrolar da sua vida profissional".

José Aldenir

Freire: OAB vai combater efusivamente ataques contra honra dos candidatos” Vale lembrar que com tais declarações, a OAB acaba não ficando favorável, apenas, ao próprio Glauber Rêgo, defendendo o "saber jurídico" dele, mas também dos demais candidatos do Quinto, que acabaram sendo acusados de envolvimento com o advogado Erasmo Machado, autor do ofício contra Glau-

ber. Afinal, tão logo O Jornal de Hoje publicou a matéria sobre o "dossiê" na edição do final de semana, foram várias as manifestações nas redes sociais de pessoas - alguns até comunicadores - não só em defesa do advogado escolhido por Rosalba, como também em ataque aos adversários dele - sem citar nomes.

"Causa espécie o escárnio midiático que vise atingir um ou outro candidato por meio de divulgação precipitada nos diversos meios de mídias, no afã de prejudicar ou beneficiar terceiros, destoando assim do espírito democrático que foi tomado quando da escolha dos interessados a participar da eleição do Quinto Constitucional", colocou a nota, acrescentando que "é muito importante ressaltar que a exortação pública de qualquer candidato compromete a normalidade no processo de escolha, prejudicando, de toda sorte a coletividade e as instituições ora envolvidas". "Cada advogado potiguar analisou não apenas o currículo apresentado por cada candidato, mas também o termo de compromisso deste com a moralidade administrativa, além das respostas obtidas em sabatina pública, conduzida pelo Conselho Seccional realizada antes da eleição de escolha, razão pela qual repudia a OAB qualquer tentativa de-

sabonadora contra a fórmula de escolha ou a honra dos candidatos escolhidos, pois todos foram escolhidos de forma legítima dentre os profissionais que se submeteram ao crivo dos advogados potiguares", apontou a nota. Por fim, a OAB também faz questão de deixar claro que "quem atente contra a violação do Estado Democrático de Direito e das prerrogativas dos advogados, desrespeitando qualquer candidato" a Ordem vai tomar "as medidas judiciais e/ou administrativas a espécie, em especial àquelas que ataquem à ética e a moralidade da advocacia, em uma tentativa de subversão da ordem jurídica, pois o que deve prevalecer como forma de escolha são os requisitos estabelecidos na Carta Magna, e não a admoestação construída em um interesse pessoal ou com viés de informações parciais ou levianas que retiram a essência do princípio da igualdade, estatuído pelos cânones constitucionais".


6 O Jornal de HOJE

Natal, 7 de maio de 2013

Cidade

Terça-feira

Walfredo Gurgel discute implantação do Núcleo de Segurança do Paciente TEMA

FOI ESCOLHIDO PARA SER DEBATIDO DURANTE A

3ª SEMANA

DE

ENFERMAGEM

DA UNIDADE HOSPITALAR Fotos: Herácles Dantas

De acordo com dados da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), no Brasil, a cada dez pacientes assistidos em unidades de saúde, pelo menos um sofre com eventos adversos, como queda, administração incorreta de medicamentos, infecções, mal uso de equipamentos, dentre outros. A pesquisa mostra ainda que dos 7,6% de erros cometidos durante a assistência ao paciente, mais de 50% deste percentual seria evitável. Diante dessa situação, o Ministério da Saúde instituiu o Programa Nacional de Segurança do Paciente (PNSP), em 1º de abril deste ano. Esta semana, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), através do Núcleo de Educação Permanente (NEP), está realizando a 3ª Semana de Enfermagem. Na ocasião, os profissionais de saúde estão discutindo a implantação do Núcleo de Segurança do Paciente no Hospital. A programação da Semana de Enfermagem começou nesta segunda-feira (6) e a professora do curso de enfermagem da Universidade do Rio Grande do Norte, Francis Tourinho, falou sobre os dez passos para a Segurança do Paciente. A professora disse que a segurança do paciente depende de fatores como a prevenção de eventos adversos e das boas práticas à atenção a saúde. "O cuidado em saúde é um sistema complexo. Estas medidas da segurança do paciente visam equilibrar e normatizar o atendimento em forma horizontal e padronizada em todo o mundo", destacou. Sobre as falhas na assistência hospitalar, a enfermeira esclarece que o erro é sistêmico. "Não se deve trabalhar com o 'quem é o culpado', mas com 'o que pode ser melhorado'. Não devemos trabalhar com punição e sim com educação", esclarece a professora. A diretora de enfermagem do Hospital Walfredo Gurgel, Mara Andréia Arruda de Almeida, conta que

Serviço de Controle de Infecção Hospitalar, Rosângela Morais, explanará sobre 'Higiene de Mãos - O que há de novo'. Encerrando as comemorações, na quarta-feira, às 9h, a enfermeira do HMWG, Débora Gurgel, tratará do 'Trabalho em Equipe Para a Segurança do Paciente. Um Relato de Experiência na UTI Bernadete'. À tarde, a partir das 16h, a técnica do setor de Práticas Integrativas em Saúde da Secretaria Estadual da Saúde Pública (Sesap), Guerta Rosane Alves, falará sobre Integração no Trabalho. A 3ª Semana de Enfermagem é alusiva ao dia do Enfermeiro, comemorado no dia 12 de maio, e do Técnico de Enfermagem, no dia 20 de maio.

Um em cada dez pacientes assistidos em unidades de saúde sofre com eventos como queda e infecções.. Para Mara, portaria do MS oficializa o que já é feito no HWG a Semana foi pensada para discutir a Segurança do Paciente dentro da realidade do Hospital Walfredo Gurgel. "O Ministério da Saúde preconiza que temos que ter implantado em nosso hospital, um Núcleo de Segurança ao Paciente, para realmente haver uma segurança ao paciente durante o período de internação. Antes da portaria, nós já tínhamos esse cuidado com relação à queda de pacientes, a lavagem das mãos, a infecção, mas a portaria vem oficializar que o hospital realmente tenha isso implantado, com outras portarias internas, criando o núcleo no Walfredo, formado por uma equipe multidisciplinar que lida com o paciente", explicou a enfermeira. Dos dez passos, seis farão parte da Resolução da Diretoria da Colegiada (RDC) da Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa): a segurança na prescrição, a identificação correta do paciente, a cirurgia segura, a higiene de mãos, a prevenção de úlceras de pressão e a prevenção de quedas. Atualmente, o Hospital Monse-

nhor Walfredo Gurgel conta com cerca de 600 profissionais de enfermagem, mas a diretora de enfermagem afirma que há um déficit considerável de profissionais. Em janeiro, Mara Arruda fez um levantamento e havia a necessidade de 56 enfermeiros e 201 técnicos de enfermagem. Após isso, chegaram 16 enfermeiros e 73 técnicos. "Melhorou um pouco, mas ainda não é o ideal. A nossa demanda é muito grande. Apesar de todos os desafios, o profissional tem que amar o que faz porque estamos lidando com a vida humana. Apesar de todas as deficiências e carências, o profissional tem que ter o compromisso e a ética profissional. Tentamos fazer o melhor, sempre. É melhor improvisar, do que não fazer. Isso não é correto, o ideal é que tivéssemos as condições ideais de trabalho. Mas quem está aqui, está porque realmente gosta", destacou a diretora de enfermagem que trabalha há mais de 25 anos no Walfredo Gurgel. Na porta de entrada da Unidade de Terapia Intensiva (UTI)

Maria Bernadete um cartaz faz um alerta: "Higienize suas mãos. A segurança do paciente está em nossas mãos!". A UTI Bernadete desenvolve um trabalho de segurança do paciente desde dezembro de 2010. A fisioterapeuta Selena Guerra relembra a situação da UTI anos atrás, quando a unidade ainda não era cadastrada como Unidade de Terapia Intensiva, embora recebesse pacientes que necessitavam de ventilação mecânica. "Recebíamos pacientes graves, críticos, com perfil de UTI, mas não tínhamos estrutura para receber esses pacientes, nem profissionais capacitados. As dificuldades eram muitas, eram pacientes crônicos que passavam quase 100 dias na UTI e isso não pode acontecer, pois precisamos de rotatividade. Diante disso, começamos buscar meios para melhorar a situação, através dos próprios funcionários da Unidade, tanto para os usuários como para os funcionários, principalmente em relação à resolutividade", destacou. Selena Guerra conta que há

quase três anos, a Unidade se preocupa com a Segurança do Paciente, de modo que o paciente possa se hospitalizar sem medo de retornar para casa. "Esse processo visa a qualificação do trabalho. Estamos tentando incutir uma segurança do trabalho, como os profissionais trabalham na unidade, como reagimos as situações adversas e como podemos qualificar melhor a nossa prática laboral", destacou a profissional. Ela conta que a metodologia usada é roda de conversa na própria unidade, com todos os profissionais envolvidos no setor. Uma hora por semana, os profissionais discutem sobre temas inerentes a prática na UTI. "É importante que todos participem dessa construção. Hoje já conseguimos perceber as melhorias e estamos tentando qualificar cada vez mais os profissionais e percebemos que o estímulo dos profissionais tem sido grande, pois eles conseguem perceber a resolutividade", afirmou. Hoje à tarde, a coordenadora do

SEGURANÇA DO PACIENTE A segurança do paciente é um conjunto de ações que se complementam, incluindo medidas de controle sanitário e regulamentação interna. As normas estabelecidas para a segurança do paciente são importantes para avaliar e prevenir a possível ocorrência de situações que afetem sua segurança, minimizando danos e evitando riscos futuros. Em 2004, a Organização Mundial de Saúde (OMS) criou a Aliança Mundial Para Segurança do Paciente, da qual o Brasil faz parte. O principal propósito dessa união é instituir medidas que aumentem a segurança do paciente e a qualidade dos serviços de saúde, fomentado pelo comprometimento político dos Estados signatários. Com base nestas diretrizes, o Conselho Regional de Enfermagem (Coren) de São Paulo elaborou, em 2010, uma cartilha contendo os 10 Passos Para a Segurança do Paciente. Gradativamente, desde que o MS instituiu a Portaria 529, em abril deste ano, o material vem sendo adotado pelos serviços de saúde ao redor do país, como um instrumento de gestão e de qualificação profissional para elevar o padrão assistencial.

> COMÉRCIO

Movimentação para o Dia das Mães ainda é fraca Além de ser uma justa homenagem a uma das personagens mais importantes na vida de cada pessoa, o Dia das Mães, celebrado sempre no segundo domingo do mês de maio, representa também uma significativa data para o comércio. De acordo com o Instituto de Pesquisa e Desenvolvimento do Comércio (IPDC), ligado à Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte (Fecomércio/RN), o natalense deve gastar, em média, R$ 132 com presente. Entretanto, consumidores e comerciantes ainda não demonstram boas expectativas para compra e venda. A listagem das possibilidades de presentes é bem diversificada, mas os eletrodomésticos, móveis, vestuário e produtos de perfumaria e cosméticos estão entre os mais procurados. O problema, se-

gundo os próprios consumidores, é o dinheiro que está curto. "Já andei por várias lojas, pesquisando e comparando os preços dos diversos produtos. Não é que esteja tudo muito caro, o dinheiro é que está curto. Infelizmente não dá para escolher demais", afirma a jovem Lizieux Teodósio. Sandra Silva, cozinheira, disse que o orçamento está curto e não sabe ainda o que comprará para presentear sua mãe. "Não sei o que posso comprar com uma média de R$ 50, mas não posso passar disso", conta. Com um comércio de redes há mais de 20 anos no centro do Alecrim, Adilson Batista disse que as vendas neste ano iniciaram muito fracas. "Tenho redes que variam de R$ 20 a R$ 280 reais. São preços que cabem no bolso de qualquer consumidor, mas infelizmente esse segmento não é de muito interesse da população.

Fotos: José Aldenir

Procura dos consumidores por presentes ainda é pequena, mas o gerente Márcio Alexandre espera aumentar vendas em 25% Apesar de ser um ótimo presente para se ter em casa, as pessoas re-

correm para outros produtos, como eletrodomésticos", afirmou o co-

merciante. "Há épocas em que eu vendo mais e melhor".

De fato, o segmento de eletrodoméstico é um dos que mais fatura nesse período, uma vez que a imagem da mãe está relacionada ao lar. De acordo com a pesquisa do IPDC, o setor está na segunda opção de compras dos natalenses. Gerente de uma loja de eletros, Márcio Alexandre comemora. "A nossa rede investiu pesado nas ações de marketing de divulgação e promocional, e já estamos colhendo os frutos. Com os preços bastante atrativos, esperamos aumentar as vendas em 25% com relação ao faturamento do ano passado", afirmou. O Dia das Mães está entre as três melhores datas de vendas para o comércio ao longo do ano. No ano passado, especificamente no Rio Grande do Norte, a data foi responsável pelo aumento de 6,9% nas vendas. Em 2011, o incremento bateu na casa dos 11,1%.

> REAJUSTE

Rodoviários devem aprovar negociação com Seturn ainda hoje A categoria dos motoristas e cobradores de ônibus, representada pelo Sindicato dos Profissionais de Transporte do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), deverá aprovar em assembleia ainda nesta terça-feira (7) a pauta de negociação de reajuste salarial e de valealimentação, acertada ontem em reunião realizada com o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano (Seturn) e o TRT. A nova proposta especifica um reajuste no piso salarial de 7,5% e reajuste e unificação do valor de vale-alimentação em 12%. A negociação ainda estipula gratificação para os trabalhadores que acumulam a dupla função de motorista/cobrador: 2,5% nos seis primeiros meses, passando para 3% a partir do sétimo mês, perante contrato de um ano de trabalho. Mesmo agradando a maioria dos trabalhadores, parte dos profissionais da

José Aldenir

Assembleia da categoria seria realizada pela manhã, mas foi remarcada para esta tarde categoria manifestou extrema insatisfação em reunião realizada na manhã de hoje no sindicato, oportunidade em que seria realizada a assembleia da categoria. Em função de uma audiência pré-agendada

com o Ministério Público, a assembleia foi remarcada para às 16h. "A audiência com o MP estava agendada para discutir uma ação civil pública relacionada à dupla função do motorista. Como se trata

de um tema importante, tenho que no mínimo dar uma justificativa à promotora, apresentando a proposta acertada na presença do desembargador do Tribunal Regional do Trabalho e que será avaliada pela categoria. Suspendemos a assembleia que iria acontecer de manhã, mas retomaremos à tarde", disse Nastagnan Batista, presidente do Sintro. Após o pronunciamento do presidente do Sintro aos trabalhadores, o clima ficou pesado na sede do sindicato. Entre ameaças, palavrões e agressões, pessoas, representantes do sindicato que fazem oposição à direção relataram irregularidades. "Existe uma lei que determina o fim da dupla função e que deveria estar sendo cumprida há muito tempo. O órgão fiscalizador, que é a Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), se omite em fiscalizar. O Sintro, que é o re-

presentante da categoria, deveria cobrar a fiscalização. Nós pagamos para ser representados, mas eles não fazem nada pela categoria. Em diversas assembléias que já foram feitas, o presidente só fala na dupla função", disse Josenildo de Oliveira, motorista contratado pela empresa Reunidas. Para Josenildo, a categoria tem oportunidade de enfrentar os empresários e "colocá-los contra a parede". "Basta que nós recusemos a dupla função. É muito pouco o que eles pagam. Negociação é uma troca e acho que está na hora da gente ganhar algo", disse. Segundo o sindicalista opositor, os empresários entraram com um mandado de segurança para suspender as multas da Semob. "A própria Procuradoria Geral do Município (PGM) entrou com uma liminar para derrubar a ação. A lei do fim da dupla função não é

facultativa. Ela existe, mas a realidade do nosso sistema é outra. Somos administrados com a 'mão de ferro' dos empresários. Quando a gente tenta questionar algumas coisas, eles nos botam de castigo. Ficamos parados sem poder dirigir. Eu já cheguei a passar dois meses parado", relatou. Contrariando Josenildo, Francisco Amadeu, que também é motorista, disse que o problema apontado pelo companheiro de trabalho é uma situação isolada. "Se o empresário está pagando o funcionário, ele pode deixá-lo parada por um tempo, desde que não mude ele de função. O que ele quer é que essa proposta negociada não seja aprovada, mas a verdade é que ele não é ninguém. Só quer tumultuar", disse. "Não acreditamos que a categoria venha a optar por greve. 99% dos trabalhadores deverão aprovar a negociação", afirmou.


Economia

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 7

José Aldenir

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Missão empresarial do RN busca nos EUA oportunidades de negócios no setor energético n Com apoio do Sebrae/RN, um grupo de 18 micro e pequenos empresários potiguares vinculados à cadeia produtiva do petróleo, gás natural e energias renováveis iniciou ontem uma viagem aos Estados Unidos com objetivo de conhecer o modelo de exploração e produção de hidrocarbonetos do Texas e fazer contatos com grandes corporações petrolíferas que também atuam no Brasil, com vistas ao fomento de futuros negócios. n No roteiro da caravana está a participação, na cidade de Houston, até esta quinta-feira, do evento OTC/2013 (Offshore Technology Conference), considerado a maior exposição/feira mundial de máquinas, equipamentos e tecnologias para exploração de campos petrolíferos em alto mar. n As empresas do RN cujos dirigentes e executivos integram a missão incentivada pelo Sebrae são a Engepetrol, Geopetro, Classiguia, Editel, Conel Engenharia, Metalúrgica Açolar, RB Oil&Gas, Servindu e Seta Consultoria. n Além de desejosos de prospectar novos negócios, os empresários locais viajaram dispostos a conhecer e absorver as novas tecnologias mostradas na OTC/2013, evento que atrairá cerca de 80 mil visitantes de mais de uma centena de países e contará com 2,5 mil empresas expositoras. n De acordo com o gestor do projeto "Cadeia Produtiva do Petróleo, Gás e Energia", do Sebrae/RN, Edilton de Oliveira Cavalcanti, a missão também fará visitas a universidades e instituições texanas que preparam recursos humanos para a área de energia e manterá encontros de negócios agendados pela Organização Nacional da Indústria do Petróleo. n O Consulado Americano em Recife, em contato com os organizadores da OTC/2013, conseguiu inscrever gratuitamente os empresários do RN no evento que acontece em Houston. Adiada para amanhã a reunião semanal da Anorc com presença de diretor do BNB n Em virtude da impossibilidade da presença hoje no Estado do diretor Financeiro e de Mercado de Capitais do Banco do Nordeste, Fernando Passos, foi adiada para amanhã, às 20:00 horas, Elevado teto do faturamento bruto das empresas optantes por regime do lucro presumido n A partir de janeiro de 2014 o teto do faturamento bruto anual para opção e continuidade das empresas no regime de tributação com base no Lucro Presumido passará de R$ 48 milhões para R$ 72 milhões, conforme estabelece a Medida Provisória nº 612/2013, em vigor desde o mês passado. n Esse regime tributário calcula os impostos sobre um percentual fixo do faturamento, o que o torna vantajoso para as empresas que apresentam Lucro Real em percentual superior ao estabelecido pelo governo para empresas que optarem pela tributação no Lucro Presumido. n Segundo a gerente da empresa de serviços contábeis natalense Rui Cadete Consultores, Gislene Brito, essa mudança proporcionará o enquadramento de um número maior de contribuintes pessoa jurídica no regime do lucro presumido. n "A ampliação desse limite

no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, a reunião semanal da Anorc (Associação Norterio-grandense de Criadores). n No encontro, o diretor do BNB, juntamente com o superintendente estadual e os gerentes que atuam no crédito agrícola, debaterão com os agropecuaristas questões como a renegociação e prorrogação do vencimento das dívidas dos produtores rurais e concessão de novos empréstimos para que seja possível a salvação do que resta do rebanho bovino potiguar. n Para viabilizar a vinda do diretor Fernando Passos a Natal a Diretoria da Anorc precisou recorrer ao presidente da Câmara Federal, deputado Henrique Alves, que num longo telefonema lhe externou a preocupação com a crise no setor agropecuário do Rio Grande do Norte e lhe fez ver a importância da atuação do BNB no sentido de encontrar saídas para facilitar o acesso ao crédito pelos pequenos e médios produtores do Estado. n Todos os agropecuaristas com problemas junto ao Banco do Nordeste estão convidados a participar da reunião de amanhã, independentemente de serem associados da Anorc. Cooperativa da Construção Civil do RN promoverá seminário para construtores n A Cooperativa da Construção Civil do Rio Grande do Norte (Coopercon/RN) promoverá dia 16 do corrente, em Natal, um seminário sobre a importância do cooperativismo para as empresas de engenharia, focado no modelo de negócio compras conjuntas em bloco - realizado a partir do surgimento no país das primeiras cooperativas da construção. n O I Seminário de Cooperativismo Coopercon/RN acontecerá no auditório da Federação das Indústrias (Fiern) e será aberto não apenas às empresas que já são cooperadas, mas também para as construtoras e fornecedores de produtos, insumos e serviços que buscam conhecer e se integrar ao modelo. n O evento marcará, ainda, a comemoração dos dez anos de atuação da Coopercon no Rio Grande do Norte. Estão confirmadas as presenças de palestrantes de renome nacional, além dos presidentes das principais cooperativas da construção civil do país.

já foi objeto de várias emendas parlamentares apresentadas por ocasião da votação de outras Medidas Provisórias, mas o Poder Executivo sempre as vetava. Agora, porém, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, já afirmou que não haverá veto e a medida será mesmo convertida em Lei", informa Gislene. Sebrae/RN e MCTI lançam em Natal o programa Startup Brasil n O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) deverá investir R$ 40 milhões durante os próximos três anos para desenvolver, em todo o país, startups do segmento de softwares e tecnologia da informação através do programa Startup Brasil. n Na fase inicial do programa serão selecionadas 100 empresas que disponham de projetos capazes de ser incluídos num processo de aceleração. Cada startup receberá apoio de até R$ 200 mil, a título de subvenção econômica.

n O programa será lançado oficialmente em Natal nesta sextafeira, às 19:00 horas, no Arituba Park Hotel, pelo COO (chief operating officer) do Startup Brasil/MCT, Felipe Matos, que na ocasião detalhará os critérios para os empresários locais que desejarem se inscrever no projeto. n Felipe Matos é um dos principais nomes da atualidade quando o assunto é Startup, tanto no Brasil quanto no cenário internacional. Empreendedor serial, investidor, mentor, facilitador, entusiasta da tecnologia da informação e da cultura startup, ele, além de apresentar o programa a quem comparecer ao auditório do hotel Arituba, responderá a perguntas e tirará dúvida dos empreendedores interessados. n A iniciativa do Sebrae/RN de apressar a vinda de Felipe Matos a Natal visa, antes de tudo, incentivar os negócios digitais no Rio Grande do Norte e inserir nossos empreendedores no movimento mundial de startups.

Consórcio Inframérica confirmou para o do mês de abril de 2014 o início das atividades do novo aeroporto em São Gonçalo

Ação Popular questiona os investimentos no aeroporto ATÉ AGORA SÓ 30% DA ÁREA DO TERMINAL FOI RESOLVIDA Divulgação

MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

A má aplicação do dinheiro público no Brasil, que compromete as finanças públicas e produz obras de utilidade duvidosa, levou um dos advogados que defendem os direitos dos expropriados das terras onde está sendo construído o aeroporto de São Gonçalo do Amarante a dar suporte a uma Ação Civil Pública movida pelo sociólogo Paulo Sérgio Oliveira de Araújo e divulgada em primeira mão na semana passada pelo JH. Até o momento, apenas 30% do total das terras desapropriadas para a instalação do terminal tiveram as desapropriações pagas a preços considerados ridiculamente baixos. A Ação Popular poderia ter sido movida também pelo Estado ou Ministério Público Estadual, mas acabou sendo deflagrada por um cidadão comum. Nesta terça-feira, o advogado Igor Santos Steinbach, um dos autores da peça de 40 páginas, não negou que a ação tutela as violações e os direitos dos desapropriados, mas graças aos conhecimentos acumulados pela defesa dos desapropriados se prestaram - segundo ele - "para proteger o patrimônio de atos do poder público". O advogado negou que a Ação Popular faça parte de uma estratégia de seus clientes e afirmou ter "ampliado o resultado de pesquisas feitas ao longo de dois meses para abraçar os interesses da coletividade. AAção Pública desfavorece diretamente a Infraero, o consórcio Inframérica (vencedor da licitação para a construção e administração do terminal pelos próximos 28 anos) e o BNDES (de onde escorre o dinheiro público que financia o projeto). E atribui ao Consórcio responsabilidade direta no pagamento das desapropriações, citando documentação oficial. Segundo Igor Steinbach, depois de receber uma proposta de R$ 0,09 pelo metro quadrado pelas terras, alegando que não seria a valorização futura ligada ao terminal a justificativa para subir o preço da desapropriação, não restou outra opção aos expropriados do que manter o litígio nas áreas sobre as quais não houve acordo. O advogado disse, ainda, que os 10 milhões de metros quadrados devidos pelo Governo Federal pela desapropriação das terras do aeroporto, cujo metro quadrado de R$ 20,00 avaliado pelos proprietários foi completamente ignorado, resultariam

Igor Steinbach, é um dos autores da Ação Popular contra obra do aeroporto num desembolso de R$ 200 milhões - bem mais do que os R$ 120 milhões pagos de ágil pelo consórcio Inframérica para vencer a licitação para a construção e exploração do novo terminal por 28 anos. A Ação Popular construída no escritório de Steinbach alega que ao longo dos anos o projeto do aeroporto de São Gonçalo do Amarante sofreu tantas alterações e foi maculado de tantos "vícios" que o empreendimento acabou se transformando numa "réplica empobrecida do já insuficiente aeroporto Augusto Severo". Ouvido pelo JH no dia seguinte ao ingresso da ação na 4ª Vara da Justiça Federal, na semana passada, o sociólogo Paulo Sérgio Oliveira de Araújo disse que caso semelhante acontece em outras obras como o estádio Arena das Dunas, projetadas inicialmente para abrigar uns poucos jogos da Copa, mas que poderá custar até R$ 1 bilhão aos cofres públicos. "Não sei não se não entro contra essa barbaridade também", afirmou. No caso do Aeroporto de São Gonçalo, município onde o número de alvarás para novas construções saltou de 50 ao ano para mais de 5 mil desde 2008, o impetrante alega que o empreendimento "está muito longe de ser o terminal que se espera dele". No entender do advogado Igor Steinbach, o novo aeroporto trouxe "flagrantes prejuízos para a Nação (erário, cumprimento da lei), para o Estado (obrigação de despesas e in-

vestimentos), para o Município de São Gonçalo (ecologia, palperização de proprietários municipais), e o Município de Parnamirim (desvalorização do seu aeroporto). Para ele, "durante o decorrer de todos esses anos, a obra ainda não atingiu o seu objetivo, bem como a Justiça ainda não julgou todas as indenizações, não possuindo o Estado sequer uma terça parte do título de domínio das áreas, conforme se denota pelo Relatório produzido pela ANAC". Já para o sociólogo Paulo Sérgio Oliveira, a Ação Pública é uma forma de protesto contra a maneira com que os interesses políticos no estado privilegiam obras sem se importar com a questão da infraestrutura que deve acompanhar todas as obras importantes ao desenvolvimento econômico. "É o caso gritante dos acessos ao aeroporto, que prometem ser um arremedo de obra perto do que deveria estar sendo preparada", desabafa. "Durante anos o que temos recebido são promessas cercadas de meias verdades ou inverdades, onde a única coisa que procede é o gasto com dinheiro público", afirma. Depois dessa ação, o sociólogo pensa seriamente em questionar a construção da Arena das Dunas, cujas obras de mobilidade produzidas, até agora, resumem-se a um pequeno contorno de acesso construído para impedir que os automóveis entrassem direto na Avenida Romuldo Galvão. "Essa foi a grande obra de mobilidade feita até agora!", reclama.

> SERVIÇO

Marcar consulta pela WEB já será possível em Natal Os empresários pernambucanos Guilherme Villarim e Marcelo Kater Filho se uniram à empresária potiguar Juliane Villarim para lançar em Natal uma ferramenta nova na área de saúde: o site Dr.naRede. Por meio dessa ferramenrte de Internet os pacientes poderão marcar consultas em qualquer hora do dia ou da noite sem custo,

acessando o www.drnarede.com.br. Ali o usuário efetua um cadastro, escolhe seu convênio, a especialidade médica, o médico e marca a consulta. Para confirmar o agendamento, ele recebe um SMS em seu celular e pode responder, de forma gratuita, confirmando ou não a presença. Entre as opções oferecidas no site, o usuário encontra um guia

médico completo, com profissionais de diversas especialidades e convênios, espalhados em várias localidades. Alguns deles irão disponibilizar suas agendas no site, facilitando ainda mais a vida dos pacientes. São médicos, dentistas, fisioterapeutas, fonoaudiólogos, esteticistas, entre outros profissionais.


Cidade

Natal, 7 de maio de 2013

Wellington Rocha

8 O Jornal de HOJE

Terça-feira

Sessão popular discute PAC das Cidades Históricas LISTA

DE PRÉDIOS E LOGRADOUROS INSCRITOS INCLUI

A RECUPERAÇÃO FÍSICA OU REURBANIZAÇÃO DE RUAS, TRAVESSAS E BECOS DA CONRADO CARLOS CCPSILVA@HOTMAIL.COM

Com 16 projetos apresentados para avaliação do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) das Cidades Históricas, via Prefeitura e Governo do Estado, Natal aguarda a escolha dos prédios e ruas contempladas com a ação intergovernamental que promete valorizar o acervo histórico-arquitetônico de 44 municípios brasileiros. Um dos critérios para entrar na lista era ter algum trecho da área urbana tombada pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o que aconteceu na capital potiguar em julho de 2010, com o Centro Histórico (Cidade Alta e Ribeira) reconhecido como Patrimônio Cultural Nacional. Mas apenas uma pequena parcela da população e do poder público tinha conhecimento da medida. Diante da falta de discussão acerca dos benefícios e obrigações para com um tombamento, o vereador Hugo Manso (PT) convocou uma sessão popular com representantes de órgãos e entidades culturais situadas nos dois bairros supracitados - realizada no auditório do Sesc Centro, na manhã desta terçafeira (7). Na mesa principal, técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb), das fundações José Augusto e Capita-

nia das Artes (Funcarte), o diretor da Casa da Ribeira, Edison Silva, e do próprio Iphan. Condutor das exposições, o vereador Hugo Manso fala em princípio de debate, ainda que a Copa do Mundo, causa maior para a criação do PAC das Cidades Históricas, esteja a pouco mais de um ano de seu início. "Esse tombamento é algo muito importante que pouca gente ficou sabendo. Eu mesmo, como vereador, não sabia. Precisamos discutir sobre quais mudanças arquitetônicas são permitidas em um local que tem hotel, armazéns, galpões, igrejas, além da Prefeitura. Como vamos concorrer ao dinheiro do PAC sem ter feito o dever de casa com nosso tombamento que vigora há quatro anos?". A lista de prédios e logradouros inscritos no PAC das Cidades Históricas inclui a recuperação física ou projeto de reurbanização das ruas Chile, Esplanada e XV de Novembro; das travessas Argentina, México, Venezuela Alexandre Garcia; dos becos da Lama e da Quarentena; outra proposta é embutir toda a fiação do Canto do Mangue até o Teatro Alberto Maranhão, num projeto chamado de Corredor de Requalificação do Espaço Público este o maior atrativo das intervenções. "Os órgãos não dialogam entre si. E isso prejudica a economia da cidade, pois não dá para pensar que o cara vem da Europa só para tomar

CIDADE ALTA Wellington Rocha

Para discutir benefícios e obrigações de um tombamento, sessão popular realizada hoje contou com órgãos e entidades culturais banho de sol e cerveja na praia. É diferente quando você coloca uma música de qualidade em um café, num bairro histórico. Isso para quem tem mais de 60 anos e alto nível educacional, é mais atrativo", diz Hugo Manso. Ao todo, R$ 1,3 bilhão será distribuído pelas 44 cidades (financiado pela Caixa Econômica Federal por um período de 25 anos, com cinco de carência). Para a historiadora e técnica do setor de planejamento da Secretaria de Estado do Turismo (Setur), Blaudine de Medeiros Jar, a possibilidade de uma 'maquiagem' ser feita na região para ludibriar turistas estrangeiros du-

rante o evento esportivo é real. "Há três anos, encampamos um projeto de roteirização da Costa Branca, no Litoral Norte, e, como ele vinha até a Grande Natal, o Corredor Cultural entrou também. Identificamos o que poderia ser feito para melhorar acessos e atrair serviços. Trouxemos técnicos no assunto, mas isso foi abandonado de lá para cá. Agora, com o projeto parado, teremos que refazer tudo. Se o PAC não fizer com que as pessoas se apropriem do espaço, teremos prédios novos e vazios, que logo, logo serão pichados e degradados". Blaudine destaca Mossoró como exemplo de sucesso de ocupação

de uma área através de um projeto urbanístico-cultural. "O mossoroense frequenta o corredor cultural deles. A mesma coisa em Recife, que seria nosso modelo maior. O que eles fizeram com o Recife Antigo pode ser feito aqui, em uma menor proporção, claro. As pessoas precisam entender que tem turista, e esse é mais qualificado, tem um nível sociocultural diferenciado, que quer ver rio rachado e saber da história de Natal". Mais que reforma e restauração do espaço físico, a ideia é valorizar o patrimônio histórico com conteúdo montado nas centenas de prédios e galpões que existem

E

RIBEIRA

na Ribeira. Com 15 anos de atividades no bairro, a Casa da Ribeira serve de emblema para essa proposta. Instituição que promove diversos eventos culturais que redesenharam uma parte da cidade, ela é dirigida por Edison Silva, arquiteto carioca, residente em São Paulo, que vem a Natal uma vez por mês. "A falta de diálogo é impressionante. Soube que querem transformar o largo do Teatro Alberto Maranhão em um estacionamento e ninguém foi ouvido? Como pode isso? Para uma mudança de verdade é preciso que todos os setores envolvidos tenham noção do que significa um centro histórico. A Ribeira, que tem índices de criminalidade mais baixo que Petrópolis, precisa ser desmistificada. História precisa ser entendida não como casa velha, mas como nosso patrimônio, como um organismo vivo na cidade. Não adianta tombar e deixar tudo quebrado, sujo, cheio de lixo, sem ter estratégias integradas para atrair visitantes, como fez Barcelona, em 1992 [durante os Jogos Olímpicos]. Ela costuma ser citada como exemplo para justificar o legado deixado que essas grandes competições. Só que lá o projeto começou a ser elaborado em 1978. Essa educação integrada é que vai trazer essas referências históricas para nossa realidade".

Wellington Rocha

CHEIRO DE ESGOTO NO AR Quem circula pelo comércio do Alecrim, além de enfrentar o fluxo de pessoas e o sol quente da cidade, tem que compartilhar do cheiro do esgoto que escorre no canteiro da avenida Mário Negócio. Comerciantes que possuem pontos na proximidade da Praça Gentil Ferreira acabam perdendo clientes, que não têm coragem nem de passar pela calçada. "E olhe que estamos em uma das melhores datas do ano para vendas. Mas desse jeito, os clientes ficam espantados e passam a procurar outras lojas. Quem vai resolver esse problema?", indaga Dona Nazaré da Silva, 83 anos. Proprietária de uma loja de tecidos há 50 anos, Nazaré reivindica uma solução rápida. "A fossa começou a escorrer ontem. Vamos ver até quando isso vai permanecer", disse. José Aldenir

Debate discutiu soluções para regularizar propriedades da capital. Meta da Prefeitura é legalizar mais de mil imóveis este ano

> IMÓVEIS SEM ESCRITURA

Informalidade fundiária é discutida em audiência pública Uma audiência pública discutiu, na manhã desta terça-feira (7), no Plenário Érico Hackradt, na Câmara Municipal de Natal, políticas para a regularização fundiária no município. Proposta pelo vereador Felipe Alves (PMDB), a preocupação decorre da falta de escritura pública para cerca de 70% dos imóveis da capital. O alto índice é alimentado por barreiras, como a burocracia e a falta de informação da população. Com representantes de órgãos, como o Tribunal de Justiça (TJ/RN), a Associação dos Notários do Estado e a Secretaria Municipal de Habitação Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (Seharpe), além de vereadores e administradores de instituições de ensino, o debate visou apresentar soluções para quem deseja obter um documento que legalize a propriedade. É uma problemática gravíssima em Natal. Queremos, aqui, promover a cooperação entre setores do poder público, oferecer uma oportunidade para expormos e resolvermos os problemas para quem quer tirar uma escritura. São taxas, do-

cumentos que uma pessoa mais humilde sente dificuldades de tirar", diz o vereador Felipe Alves. A insegurança de um dono de casa sem escritura pública é amplificado com a freqüente perda de recursos que o município sofre, ao deixar de apresentar a documentação necessária para intervenções federais. O professor de direito da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Diogo Pignataro, coordena um projeto instalado no bairro das Quintas que regularizou "entre 30 e 40 imóveis, com custo zero para seus proprietários". "Firmamos um convênio com a Prefeitura, que determinou a comunidade para direcionarmos nossas ações. Temos três professores e 15 alunos para ajuizar ações que garantam a escritura para quem não tem. Nossa estrutura é pequena, mas temos o apoio do Poder Judiciário, o que garante uma série de isenções, como taxas, certidões. Priorizamos quem não tem condição de pagar um advogado. Mas precisamos expandir isso. Precisamos de apoio técnico nos croquis, nas plan-

tas. Não temos como ajuizar ações sem isso. O Crea [Conselho Regional de Engenharia e Agronomia] e os cartórios poderão nos ajudar. Mas a Seharpe é quem conhece a cidade como a palma da mão", diz o professor Diogo. O titular da Seharpe, Homero Grec Cruz Sá, sabe das dificuldades para mudar um cenário armado há décadas. Advogado e engenheiro eletricista, ele trabalhou três décadas na Caixa Econômica Federal e viu a cidade perder verbas federais por falta de escrituras de imóveis. Para evitar novos contratempos, a presença da Secretaria será estendida. Ele garante que em 2013 serão mais de mil imóveis legalizados. "Queremos ampliar essa meta. Temos uma séria dificuldade na elaboração de croquis. Por isso, contamos com o apoio do curso de arquitetura de alguma universidade para darmos conta de um volume muito grande de ações. Em todo processo de urbanização moderno a regularização é inseparável. Muito tempo foi perdido, mas não me sinto no direito de dizer o porquê". CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 9

Medicina Reprodutiva mostra que é possível realizar o sonho de ser mãe APESAR DO ALTO CUSTO DO TRATAMENTO, PROGRAMA ACESSO OFERECE DESCONTOS EM HONORÁRIOS MÉDICOS E MEDICAMENTOS tratamentos simples não dão resultados, a paciente pode precisar das técnicas de reprodução assistida, que são as técnicas mais complexas", destacou a ginecologista. O próprio ginecologista consegue fazer essa triagem e muitas mulheres conseguem engravidar com o próprio especialista, sem a necessidade de procurar um centro avançado para obter a gestação. "O encaminhamento acontece quando ROBERTO CAMPELLO o ginecologista já fez a parte básiROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR ca e fez até onde entendia que poderia ter sucesso e, muitas vezes, reSem dúvida, um dos momentos ferencia para um Centro para utimais importantes e decisivos na lizarmos de exames mais avançavida de uma mulher é a gestação. dos, de técnicas mais sofisticadas A chegada do mês de maio, em virpara obtermos os resultados", destude da comemoração do Dia das tacou. Mães, celebrado no próximo doA ginecologista Adriana Leão mingo (11), potencializa ainda mais Barbalho Sant´Anna conta que exiso sonho e o desejo de ser mãe nas te os tratamentos de baixa e alta mulheres. Se no passado, as mucomplexidade. Os de baixa comlheres se casavam e logo em seguiplexidade são o coito programado da tinham vários filhos, hoje a reae a inseminação. Os tratamentos de lidade é diferente. Muitas optam alta complexidade mais utilizados pela estabilidade financeira e prosão a fertilização in vitro, que defissional antes de planejar uma grapende do laboratório tanto a fertividez. No entanto, nem todas as lização, quando a inseminação. mulheres conseguem realizar o "Tudo depende do diagnóstico. sonho de ser mãe sem uma "ajuda Quem vai nortear qual o tratamenprofissional", como as técnicas de to adequado é o diagnóstico. Quanreprodução assistida. do o tratamento de baixa compleNo Brasil, o número de casais xidade falha, normalmente partique procuram clínicas especializa- Especialistas em Reprodução Humana contam que em torno de 15% dos casais em idade reprodutiva encontram alguma dificuldade para engravidar pelo método tradicional mos para o de alta complexidade", das em Reprodução Assistida vem explica a Adriana Barbalho. Divulgação aumentando consideravelmente nos Adriana Barbalho alerta que últimos anos. E diante do crescen30% do fator de infertilidade é exte número de casos de infertilidaclusivamente masculino. "Mas na de, o papel do especialista em remaioria dos casos, em 50% a muprodução humana é fundamental lher está envolvida, e nos outros para o sucesso do casal. Reprodu50% o homem também está envolção Assistida é um conjunto de técvido, porque existem fatores comnicas, utilizadas por profissionais binados", explicou. Mychelle Garespecializados, que tem como princia conta que ainda existe uma recipal objetivo tentar viabilizar a sistência masculina ao tratamento. gestação em casais com dificulda"Existe uma cultura de o homem des para engravidar. dizer para a mulher procurar o giEspecialistas afirmam que cerca necologista, que muitas vezes é a de 80% dos casais demoram até um porta de entrada da investigação. ano para concretizar a gravidez. 'Faça tudo e se não der nada eu faço Isso significa que, se as suas teno meu exame'. Isso está mudando, tativas começaram há pouco tempo, pois com o retardo da maternidade é melhor conter a ansiedade. Porém, por parte de algumas famílias, por se essas tentativas já excederam um conta da questão profissional, exisano (para casais cuja mulher tenha te uma necessidade mais urgente menos que 30 anos) ou seis meses de resolver a gravidez quando aqueOs tratamentos de baixa complexidade são (naqueles cuja mulher tenha mais le desejo chega", destacou. de 30 anos), a avaliação de um esO tratamento, de acordo com o coito programado e a inseminação. pecialista pode abreviar o diagnósas especialistas, varia de casal para O tratamento de alta complexidade mais tico e reduzir a "via crucis" que gecasal. "Existe o percentual de sucesralmente os casais costumam enso de cada tratamento e muitas utilizado é a fertilização in vitro (foto). frentar. vezes a necessidade de repeti-lo. As ginecologistas Mychelle Então, quando o casal falha na priGarcia Torres, Kyvia Bezerra Mota e A ginecologista Mychelle Garcia explica que em torno de 15% dos meira tentativa e consegue no mês seguinte fazer uma nova tentativa, Adriana Leão Barbalho Sant´Anna são especialistas em Reprodução casais em idade reprodutiva vão encontrar alguma dificuldade para en- com certeza no seguinte, nós vamos ter uma resposta mais rápida", exHumana e fazem parte da equipe do Centro de Reprodução Assistida gravidar. "Os motivos são inerentes a cada caso. Existem motivos fe- plicou a ginecologista Mychelle Garcia. Ela conta que dois meses após da Clínica da Mulher, pioneiro em reprodução assistida em Natal. Se- mininos e masculinos e casais que os dois podem ter alguma justifica- uma consulta, se todos os exames necessários forem feitos de forma segundo as profissionais, é necessário desmistificar os paradigmas que en- tiva para essa infertilidade, o que consideramos uma tentativa de ges- quencial, é possível fechar um diagnóstico e iniciar um tratamento. "O volvem a infertilidade, acabar com o preconceito e unir forças, uma vez tação, pelo menos um ano, com relações frequentes, sem obter o suces- tratamento acontece sempre durante um período menstrual". que avaliar cada caso de forma personalizada é a receita mais indicada so da gravidez", afirmou. A especialista conta ainda que existem as caupara alcançar o objetivo do casal. CUSTO O atual estilo de vida da maioria da população e a postergação da O avanço da tecnologia que permite a mulher, que por alguma dimaternidade ou paternidade têm levado alguns casais a necessitar de técficuldade não consegue engravidar, realizar o sonho de ser mãe, atranicas avançadas no âmbito da reprodução para conseguir o seu tão devés de técnicas avançadas de reprodução assistida, tem seu custo. A “Existem motivos femininos e masculinos e casais sejado bebê. Múltiplos parceiros sexuais, estresse, uso indiscriminado ginecologista Mychelle Garcia não considera caro o tratamento, se de medicamentos, maus hábitos alimentares, obesidade, exposição a comparado com uma cirurgia de videolaparoscopia, para diagnosticar em que os dois podem ter alguma justificativa para produtos tóxicos, tabagismo, álcool e a privação de sono, associados à a endometriose. escassa prática de exercícios físicos são alguns dos fatores que frequen"A questão é que os planos de saúde não cobrem esse tipo de traessa infertilidade, o que consideramos uma tentatitemente contribuem para a queda da fertilidade. Com o avançar da tamento, que muitas vezes não pode ser resolutivo, pode precisar de va de gestação, pelo menos um ano, com relações idade, o organismo fica progressivamente mais exposto aos efeitos denovas tentativas. A grande diferença é que sai do bolso. É um trataletérios destas situações, assim como às infecções do trato genital. mento extremamente sofisticado, muito especializado. É necessário frequentes, sem obter o sucesso da gravidez” Além dessas orientações no estilo de vida, a medicina reprodutiva equipamento atualizado, com revisões periódicas. O custo de manudispõe de várias ferramentas capazes de tornar possível o sonho de ter tenção de um laboratório deste nível é altíssimo, pois temos um conMYCHELLE GARCIA filhos. Preservar a fertilidade também significa guardar os gametas controle de qualidade muito grande. O custo, no final das contas, é relaESPECIALISTA EM REPRODUÇÃO ASSISTIDA gelados (óvulos e espermatozoides) para uso futuro. Considerando que tivo, pois é um procedimento muito sofisticado. Cabe no bolso, a para idade da mulher é um fator fundamental na obtenção do resultado do tir do momento em que a pessoa se programa. Hoje, todos os tratamentratamento, é possível que mulheres com idade ao redor dos 35 anos e sas específicas dentro de cada diagnóstico. Em relação às mulheres, tos são atingíveis, até para classes menos favorecidas", destacou. que ainda não tenham desejo em gestar, congelem seus óvulos para uso são os distúrbios na ovulação, os problemas nas Trompas (aderências Mychelle Garcia conta que uma inseminação artificial é mais baposterior. É possível também preservar os gametas femininos e mascu- ou endometriose), e do ponto de vista masculino, são as alterações na rata que uma cirurgia plástica de pálpebras. "Mas a cirurgia de pálpelinos quando um câncer é diagnosticado e o seu tratamento pode por produção dos espermatozóides, em quantidade ou qualidade. bra te garante que você faz a cirurgia e corrige, pode até não ficar em risco a fertilidade. São enormes os avanços no congelamento de ga"Após o diagnóstico, sempre tem um caminho a seguir. Às vezes, como você imaginava, mas aquilo vai ser executado e em uma insemetas e de tecido ovariano principalmente após o advento da técnica por um caminho simples, com tratamento com medicamentos ou pro- minação não. Dentro de um tratamento de inseminação, eu tenho, no da vitrificação, já sendo rotina há mais de quatro anos no Centro de Re- cedimento cirúrgico, mas às vezes esse tratamento não tem resultado. máximo, no melhor dos casos, 20% de sucesso. E essa é a grande quesprodução Assistida da Clínica da Mulher. E, ou quando de cara o problema é um caso mais grave, ou quando os tão", afirmou. José Aldenir

Programa Acesso facilita tratamento de casais sem condições financeiras O Programa Acesso existe para auxiliar casais com dificuldades na concepção. É um dos serviços oferecidos à comunidade pelo ProBEM - Programa de Bem Estar para Pacientes Crônicos - e conta com o apoio de clínicas, deliveries e da Merck Serono. No Rio Grande do Norte, o Centro de Saúde Reprodutiva da Clínica da Mulher é o único estabelecimento credenciado a participar

do programa. Desde 2006, o Programa Acesso já deu a oportunidade a milhares de famílias de realizar o sonho de ter um filho, oferecendo descontos em medicamentos e em honorários médicos para o tratamento de fertilidade. Podem fazer parte do Programa apenas casais sem condições financeiras para arcar com todas as despesas do tratamento.

Para participar do Programa Acesso, a paciente deve procurar um médico, ou uma clínica habilitada no Programa para saber se o casal está apto ao tratamento. Se aprovado, de acordo com os critérios de inclusão do Programa Acesso, o casal recebe uma chave de compra que permite o acesso aos medicamentos com desconto nos locais associados ao programa. Cada clínica participante pode

oferecer, segundo seus critérios, descontos nos honorários médicos. A ginecologista Mychelle Garcia lembra que o objetivo do Programa Acesso é facilitar o tratamento de reprodução assistida para casais sem condições financeiras para arcar com todas as despesas. O programa diminui tanto com a medicação, quanto com o valor pago pela clínica.

CONTINUA NA PÁGINA 13

‘ ’


10 O Jornal de HOJE

Natal, 7 de maio de 2013

Cidade

Terça-feira

Sistema socioeducativo do RN para e Ministério Público vai fiscalizar unidades PREFEITURA DECIDE SUSPENDER REPASSE DE RECURSOS, E ADOLESCENTES PRESOS EM NATAL NÃO TERÃO MAIS PUNIÇÕES Heracles Dantas

nenhuma palavra ou ação. Realmente, o sistema está em colapso por omissão e inoperância do Governo", desabafou o promotor.

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

"Estamos de mãos atadas. O sistema socioeducativo do Rio Grande do Norte parou definitivamente por inoperância do Estado e do município de Natal, que não implementaram as medidas necessárias para o atendimento aos adolescentes em conflito com a lei, por falta de prioridade", desabafou o juiz da 1ª Vara da Infância e da Juventude da Capital, José Dantas, em entrevista coletiva concedida na manhã de hoje, para falar sobre a situação do sistema atual, que parou por completo. Segundo o magistrado, na última sexta-feira, a Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social paralisou os atendimentos oferecidos aos adolescentes que cumprem medidas socioeducativas em meio aberto por falta de recursos para o pagamento dos vales-transportes, usados para deslocamento dos atendidos. "Chegamos ao limite. Além do colapso no sistema estadual, com a interdição de todas as unidades de internação do Estado, por falta de investimentos e de prioridade pelo Governo do Estado, agora estamos de mãos atadas também com o sistema em meio aberto, que compreende os jovens em cumprimento de liberdade assistida e de prestação de serviços à comunidade, que é de responsabilidade dos

Juízes e promotores que atuam na área da Infância e da Juventude cobram ações do governo do Estado para o setor municípios. Infelizmente, há um descaso do executivo estadual e municipal com relação ao tema", explicou. José Dantas disse que, por causa disso, tanto o Estado como o município são alvos de várias ações do Ministério Público (MPRN), mas que apesar disso, nenhum deles se movimentou até hoje para tentar diminuir o tamanho do problema existente. "Isso é inaceitável, porque desde 2010 que o Estado está em problemas e nada foi feito para ten-

tar resolver ou minimizar o problema. Só fala em falta de verbas, mas há também o fato de que este setor não tem prioridade para o Governo, como outras áreas", afirmou. Segundo o promotor Marcus Aurélio Barros, recentemente, foi assinado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) entre o Ministério Público e a Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), para uma série de providências para o melhoramento da situação do sistema socioeducativo

do RN, contudo, nada foi feito até hoje, quando termina o prazo. Por causa disso, ontem, o MPRN decidiu reunir todos os promotores da Infância e da Juventude para que eles façam o acompanhamento e a investigação sobre o cumprimento do TAC nas unidades existentes no RN. "Vamos acompanhar se as propostas estão sendo cumpridas. Este é o nosso último recurso. Há um TAC na mesa da governadora, com a indicação dos investimentos necessários e até agora,

INTERFERÊNCIA DO PMDB Para o juiz José Dantas, a Fundac enfrenta uma grave crise de autoridade, falta de recursos e interferência política do PMDB, partido que tomou o controle de todas as nomeações e exonerações da entidade. A falta de prioridade do Governo em relação à fundação e suas atividades também é um agravante importante para a situação de falência do sistema socioeducativo potiguar. "São fatos inaceitáveis e por isso também decidimos convocar essa coletiva, porque estamos no limite de tudo, não estamos aqui brincando, nós lidamos com vidas e o que temos é um caos, um colapso total. Já não agüentamos mais e estamos dividindo nossa indignação para a sociedade também", enfatizou. Ele explicou que entre os problemas encontrados pelos promotores nas vistorias, está a existência de mil servidores à disposição e cerca de 270 cargos comissionados na Fundac, para atenderem apenas 70 adolescentes que cumprem medida socioeducativa no Estado. "A questão das nomeações passam pelas mãos de um deputado do PMDB, que indica e exonera quem quer. Por causa disso, vamos marcar uma

audiência pública com essa pessoa, para que ele nos explique algumas questões, porque sabemos que tudo o que ocorre lá dentro, passa por ele antes ou depois", afirmou. CRIMES DE ADOLESCENTES Para o juiz da Infância e da Juventude, Homero Lechner, apesar do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) trazer todas as sanções referentes a cada tipo de ato infracional, a aplicação das penas aos jovens em conflito com a lei é prejudicada por causa da inoperância do Estado em melhorar as condições das unidades socioeducativas. "A culpa dos crimes praticados por adolescentes não é do ECA, como se diz, mas sim do Governo do Estado e dos municípios, que têm a obrigação de implementar as ações e sanções punitivas de acordo com a gravidade dos atos e não o fazem, prejudicando a atuação dos juízes e promotores da área. E é por isso que vemos o aumento da criminalidade entre os adolescentes", afirmou. A mesma posição é adotada pela promotora de Natal, Mariana Rebello, que critica a falta de interesse do Governo em resolver ou minimizar os problemas enfrentados pelo sistema há vários anos. "Tudo o que está acontecendo hoje é fruto da falta de prioridade, de investimentos, de interesse, de compromisso do Estado e quem sofre é a população", disse. Wellington Rocha

> MAIS UMA FUGA

Detento consegue escapar do Complexo João Chaves por buraco em teto de cela Um detento do Complexo Penal João Chaves, na zona Norte de Natal, conseguiu fugir usando uma corda improvisada durante a madrugada de hoje. Outros oito presos, que também participaram da elaboração do plano, foram flagrados e impedidos pelos agentes penitenciários e policiais militares lotados na unidade, que perceberam a movimentação suspeita no local e efetuaram vários disparos para dispersá-los. Segundo o diretor do Comple-

xo Penal, Rondinelli Santos, os apenados estavam detidos na cela 1 do setor de regime semiaberto e teriam usado peças metálicas e pontiagudas de ventiladores para abrirem um buraco no teto do cômodo e ter acesso à área externa da unidade, por onde pularia o muro de contenção de dez metros de altura. "Quando perceberam o que estava acontecendo, os agentes passaram a atirar para o alto e, assim, fizeram com que os presos retornas-

sem para o interior da cela, abortando a fuga em massa. Só um deles conseguiu fugir, mas os policiais militares há estão nas ruas, através dele", disse Rondinelli. Ele explicou que, por causa da superlotação da unidade, que em março passado acomodava 1072 presos quando a sua capacidade nominal é de apenas 250, alguns presos do regime fechado estão custodiados no setor do semiaberto. E que Ivaldo Manso Maciel Júnior, que cumpria pena por furto e con-

seguiu fugir hoje, estava lá. O diretor do João Chaves afirmou ainda que após a fuga, todos os presos que estavam na cela 1 foram retirados e redistribuídos temporariamente para outros cômodos, para que sejam concluídos os reparos necessários no local por onde os presos escavaram, usando espetos feitos com o eixo de ventiladores. "Eles usam essa peça como broca para os detentos cavarem túneis e abrirem buracos em paredes e tetos", disse.

Local foi vistoriado há pouco tempo pelo mutirão do Conselho Nacional de Justiça

> PARA A CADEIA

Suspeito de participar de assalto à lotérica é apreendido Um adolescente foi apreendido em Monte Alegre, na Região Metropolitana de Natal, acusado de ter participado do assalto à casa lotérica do município de Lagoa Salgada, ontem. Outros quatro homens, que estavam com o jovem no momento da abordagem policial, conseguiram fugir do cerco policial após se embrenharem no matagal e trocar tiros com os policiais. De acordo com informações da Polícia Militar, cinco homens armados com espingardas calibre 12 invadiram o estabelecimento e anunciaram o assalto, renderam os clientes e funcionários que estavam no local e exigiram que eles entregassem todo o dinheiro que tinham,

além de telefones celulares e outros objetos de valor. Em seguida, os criminosos fugiram em um veículo Fox de cor prata. Após isso, as vítimas comunicaram o assalto aos policiais militares da cidade, que saíram em diligências à procura da quadrilha. Já no final da tarde de ontem, eles conseguiram localizar o veículo usado pelos bandidos na ação criminosa na área rural de Monte Alegre e, quando se preparavam para abordar o grupo, foram recebidos com disparos de arma de fogo. Durante o confronto, os bandidos abandonaram o veículo e correram para dentro de uma grande área de mata, onde conseguiram se

dispersar. Apesar disso, os policiais militares conseguiram apreender o adolescente e o veículo usado pela quadrilha para o assalto à lotérica de Lagoa Salgada. Com ele, foram recuperados os telefones celulares das vítimas. As buscas pelos outros integrantes continuam. Já no município de Parnamirim, três ladrões foram presos ontem, após invadirem e assaltarem uma residência no bairro de Emaús, e promoverem momentos de pânico entre os moradores, que conseguiram alertar a Polícia Militar com o auxílio de um vizinho. No momento em que o trio deixava o imóvel, houve troca de tiros com os oficiais e dois criminosos

foram feridos a bala. Eles conseguiram fugir correndo, mas foram detidos logo depois. Os feridos foram encaminhados para o Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, onde ficou sob custódia policial e o terceiro, foi levado para a 1ª Delegacia de Parnamirim, no bairro de Nova Parnamirim, onde foi autuado em flagrante. Os objetos roubados da casa por Luiz Fernandes Martins Campelo, Jeferson da Silva Garcia e Fábio Oliveira de Brito foram recuperados e devolvidos às vítimas, que registraram boletim de ocorrência sobre roubo. Um revólver calibre 38, que estava em poder dos ladrões, foi apreendido.

SUSPEITO MORRE Um foragido da Penitenciária Agrícola Mário Negócio morreu após trocar tiros com policias militares em Tibau, no Oeste potiguar, ontem à noite. Ele é um dos suspeitos de ter participado do arrombamento do caixa eletrônico do Banco do Brasil da Central do Cidadão em Mossoró, na madrugada de domingo passado e também de ter escapado do cerco policial em Lages, realizado pelos agentes da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), no sábado. Segundo o comandante do 12º Batalhão da PM, major Correia Lima, os oficiais estavam em dili-

gências procurando os bandidos que efetuaram o arrombamento em Mossoró, quando receberam a informação de que integrantes da quadrilha estavam escondidos em um imóvel na cidade de Tibau. Quando eles chegaram ao local indicado, foram recebidos a balas pelos quatro homens que estavam no local, dando início ao confronto. Na troca de tiros, Adriano Carlos Gomes da Silva, de 21 anos, foi atingido e os outros três homens conseguiram fugir, abandonando o parceiro ferido, que ainda chegou a ser socorrido para o Hospital Regional Tarcísio Maia, em Mossoró, mas não resistiu e morreu. As diligências continuam na região.


Cidade

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

O boxeador aristocrático Já fez meio século que a alta sociedade paulistana, principalmente jovens das tradicionais famílias quatrocentonas, passaram a frequentar os ringues das lutas de boxe amador que ocorriam em São Paulo promovidas pelo jornal Gazeta Esportiva Ilustrada. Enquanto pugilistas profissionais como Éder Jofre atraíam multidões e as atenções da imprensa num todo, os chamados "filhinhos de papai" e dondocas do high society se aboletavam em desconfortáveis cadeiras para torcer por um jovem e rico lutador. Entre 1962 e 1964, quando uma parte dos estudantes foi levada pelo tsunami da beatlemania e da Jovem Guarda e outra parte se enfiou nos movimentos estudantis, um garoto de 20 anos decidiu ser pugilista, apesar de uma fortuna familiar para herdar. Cursando na época uma faculdade de administração de empresa, o menino de sangue aristocrático, descendente direto de um conde, trocou o paletó fino por calção e luvas e foi buscar a sorte no seu sonho de repetir no tablado o sucesso do ícone Éder Jofre. Na primeira luta, mesmo com a presença de gente do seu meio, percebeu que não seria fácil conquistar popularidade com aquele sobrenome que indicava ser ele um cidadão especial, um paulistano com as regalias e bens materiais inalcançáveis à maioria. Os gritos de "derruba logo esse filhinho da mamãe" foram mais audíveis, para o lutador, do que os aplausos e assobios da juventude de elite que foi lhe fazer mimos. Nem a presença de colunistas sociais interessados em bajular foi tão significativa. Sua presença nos ringues também mexeu com a imprensa paulista da época, que além de enviar seus especialistas em frescura para os combates amadores deu destaque ao rapaz em suas editorias de esporte. Em abril de 1962, ele aparecia onde reinava Pelé. A própria Gazeta Esportiva Ilustrada deu duas páginas para sua estreia, o Estadão divulgou o neto do conde aplicando diretos de direita e ganchos de esquerda, e a popular Revista do Esporte fez diversas matérias com ele durante o período em que lutou. A origem familiar e o estilo educado e sereno logo impuseram um apelido no ambiente do boxe: "o pu-

gilista do bem". Treinado por um técnico respeitado, Lúcio Inácio da Cruz, o garoto assimilou fácil os ensinamentos e se adaptou ao rito dos combates. Na primeira luta oficial, em 10 de março de 1962, venceu por nocaute no segundo assalto um adversário chamado Jorge Santos, mesmo tendo sofrido um "knockdown" no primeiro round. Em 7 de abril, a luta com Getulio Veloso virou uma grande polêmica. Lutador mais experiente que ele, Veloso pertencia a então famosa Academia Wilson Russo, na Rua da Consolação, e que formou alguns pugilistas que foram aos Jogos Pan-Americanos de 1963. O jovem milionário venceu por pontos e saiu inteiro da luta. Nas duas fotos que ilustram esse artigo, vê-se o juiz levantando seu braço e um golpe de esquerda que o rapaz acertou no estômago de Getulio Veloso. Só que dias depois, a Federação Paulista de Pugilismo anulou o resultado e transferiu a vitória para o outro. Fez meio século que um jovem e bem comportado aristocrata paulistano tentou ser um esgrimista com os punhos, mas desistiu pouco tempo depois ao se ver dividido entre o esporte e os estudos universitários. O tempo passou e ele se tornou um cara respeitado. Mais de duas décadas depois daquela aventura eu votei nele para prefeito de São Paulo, mas ficou fora do segundo turno que foi disputado por Jânio Quadros e Fernando Henrique Cardoso, tendo o primeiro saído vitorioso após ataques sujos ao outro. Meu candidato tinha como slogan "Experimente Suplicy" e seu jingle publicitário rimava "é diferente de tudo que está aí". Após aquela derrota, Eduardo Matarazzo Suplicy acumulou vitórias com a mesma simplicidade dos tempos do boxe amador. O antigo técnico Lúcio Inácio foi substituído por um outro líder de mesmo sobrenome, e em que pese a dita figura chefiar um partido repleto de crimes e deslizes morais, Eduardo Suplicy pode usar o velho apelido dos tempos de boxe, mudando a categoria. Hoje, aos 72 anos, o senhor grisalho que quando garoto foi chamado de "o pugilista do bem" é um "senador do bem", apesar das péssimas companhias que lutam ao seu lado no desavergonhado ringue partidário do PT. (AM)

GOLPE

Agentes policiais estão alertando pelas redes sociais para um novo golpe das quadrilhas de sequestros. Colocam uma criança como isca, nas ruas à noite, se dizendo perdida e pedindo para ser levada em casa. O desavisado é levado direto aos bandidos.

CAÇA

A divulgação da imagem do estuprador no ônibus do Rio já provocou uma caça que decerto vai terminar com o extermínio do inseto. Sabendo que a sociedade está irada, caçadores darão cabo do criminoso e parecerá que foi um contribuinte qualquer.

ILUSÃO

Nem o governo Dilma, muito menos os governos estaduais, vão conseguir convencer a sociedade de que a violência diminuirá com o programa "Brasil Mais Seguro", que o PT e o DEM acabam de assinar parceria no RN, sob as bênçãos da base aliada.

RETÓRICA

A deputada Fátima Bezerra (PT) subiu na tribuna da Câmara Federal ontem para enaltecer a chegada do "Brasil Mais Seguro" no RN, com esperanças de combater o crime em Natal e na Grande Natal. Será que a deputada pensa enganar até a si mesma?

TRÂNSITO

Só de JH, a coluna já vai para 15 anos. E desde o tempo em que circulou por 11 anos no Diário de Natal, bato numa mesma tecla: a necessidade de uma campanha educativa para os motoristas, responsáveis diretos por 70% dos problemas em nosso trânsito.

O PROGRESSO AVANÇA

Meu comentário de hoje cedo no blog do Portal no Ar foi sobre a vanguarda do atraso que não arreda o pé da visão obtusa de combater o progresso em nome de romantismos e radicalismos ideológicos. Leiam lá sobre as obras em São Gonçalo e Ponta Negra.

OBRAS E COPA

Não consigo juntar as obras do aeroporto e da avenida Roberto Freire com a Copa do Mundo. Ambas são necessárias e independem do tal legado da FIFA/CBF, que aliás nem existirá após os jogos. Portanto, sou contra a Copa e a favor das obras.

PROIBIDO

O empresário Sérgio Cirne, que chegou domingo da China, descobriu que além do portal da revista Veja, o colunista aqui também não é acessado no país dos mandarins. Todos os blogues do Portal do Ar foram acessados, mas o meu aparecia "forbidden".

CORAÇÃO DE ESTUDANTE

Estou honrado e orgulhoso com o fato de que alguns estudantes da Universidade de Santa Maria, no Rio Grande do Sul, guardaram minha crônica "Kiss, o beijo da morte", publicada aqui no dia posterior à tragédia que matou 241 universitários na boate.

COUNTRY ROCK

Mais um evento reunindo grande público em Natal, mas praticamente ignorado pela mídia. Sábado houve mais uma edição do "Hillbilly Street Rockers - Rockabilly no Posto", a bordo da loja "5Quentona". O evento tem organização de Dastaev Gomes.

Melhor do continente Nem Boca Juniors de Carlos Bianchi, nem São Paulo de Telê, nem Santos de Pelé, nem River Plate de Francêscoli. O maior time de futebol da América do Sul, de acordo com o ranking oficial da Federação Internacional de História e Estatística (chancelada pela FIFA) é o Peñarol do Uruguai e dos craques Mazurkiewicz, Alberto Spencer, Pedro Rocha, Pablo Forlán e Abaddie, ícones dos anos 1960. Veja os 20 mais do ranking no meu blog www.alexmedeiros.com.br.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br

A DEFINIÇÃO DO DISCURSO

Wellington Rocha

Demorou muito. Talvez um tempo perdido precioso demais. Mas, finalmente, parece que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) encontrou um discurso para proferir publicamente em relação ao governo federal e a presidente Dilma Rousseff (PT). Única representante do DEM a governar um estado, a potiguar sofreu para manter o jogo ambíguo nos últimos dois anos, se aproximando do Palácio do Planalto em nível nacional, mas ainda como fiel parceira do senador José Agripino (DEM), no RN. Logo ele, implacável crítico da gestão petista. Repentinamente, Rosalba percebeu no desastre causado pela seca na região Nordeste o discurso prefeito para usar e, de certa forma, desgastar o trabalho da petista. Afinal de contas, o governo federal não fez lá muita coisa para melhorar a situação do homem do campo, que assistiu a morte de milhares de cabeças de gado de forma impotente. A saída para a governadora foi cobrar da gestão do PT os recursos prometidos, que até agora ainda não chegaram ao RN. Situação que põe por terra a propaganda de um governo Republicano, tão divulgado pelos dilmistas. Pior, expõe a falta de preparo do país para enfrentar um problema secular, justo quando o partido em questão celebra 10 anos de poder consecutivos no Brasil. Pela reação dos adversários, o discurso da Rosa, cobrando ações prometidas pelo governo federal que não saíram do papel, parece ter surpreendido e atingido em cheio o objetivo. As respostas foram poucas e, se comparado as críticas feitas a democrata nos últimos meses, bastante leves. A partir de agora, Rosalba tem na manga um discurso para enfrentar os meses preparativos de 2014. Resta saber se a base governista potiguar saberá se utilizar da artimanha, ou se vai preferir continuar na bajulação federal, o que já ficou demonstrado ser ineficaz.

INÉRCIA FEDERAL

Por falar na demora para a chegada da ajuda federal ao RN na questão da seca, a governadora pode também incluir neste discurso a falta de ação da presidente Dilma Rousseff (PT) para ajudar os estados do país a enfrentar a violência. Mas, pelo visto, a Rosa vai preferir engolir o engodo que é este “Brasil Mais Seguro”, projeto que não expõe grandes objetivos e que não atende aos anseios da população, entregue a criminalidade por todas as regiões. A sociedade quer mais é policiamento nas ruas e bandido na cadeia.

NAS ENTRELINHAS

As recentes declarações de integrantes do PSB potiguar estão revelando o jogo definido pelo partido. Enquanto a vice-prefeita Wilma de Faria nega sua candidatura ao governo em 2014, enfatizando que prefere disputar mandato de deputada federal, os demais membros ressaltam a importância da “Guerreira” e sua liderança na oposição. É o velho jogo de cena, que aos poucos prepara o projeto wilmista de retornar ao poder.

MUDANÇA DE POSTURA

Por falar em Wilma, a ex-governadora já mudou o tom do discurso que mantinha. Ontem, neste JH, a vice quase admitiu uma disputa pelo governo. “Tenho dito que minha opção pessoal seria pelo legislativo, mas estou aberta a discutir outras possibiliddes. Todos que somos democráticos só podemos tomar uma decisão com o apoio da agremiação. Coloco-me a disposição nesse sentido”. O jogo está começando.

OBSTÁCULOS

Para a ex-governadora Wilma de Faria, no entanto, o maior problema não deverá nem mesmo ser superar a tentativa de reeleição de Rosalba Ciarlini, tão desgastada administrativamente. Mas, sim, passar incólume por mais uma campanha diante dos escândalos, ainda não explicados, da sua administração. Aliás, há quem diga que em breve a Justiça Federal deve anunciar sua decisão sobre a Operação Higia. É o velho telhado de vidro.

POVO FALA

O leitor Marcos Costa é mais um a enviar mensagem para esta coluna, comprovando a ineficácia da nova gestão em resolver os problemas que foram prometidos para desaparecer em apenas 200 dias. "Caro Danilo Sá, como leitor da sua coluna no JH, gostaria que você, se possível, registrasse a buraqueira da Avenida Alexandrino de Alencar, uma das principais da cidade".

Gira Mundo Divulgação

A notícia é um dos destaques do portal UOL nesta terça-feira (07). O site realizou uma pesquisa com 105 atletas de grandes clubes do país, mostrando que a maioria dos jogadores do futebol brasileiro dizem existir homossexuais atuando nos gramados brasileiros. No balanço final, 56% dos entrevistados dizem que existem gays em grandes equipes. Por sua vez, 27% afirmam não ter conhecimento de homossexuais no futebol. Outros 11% não quiseram entrar no debate. Neste quesito, o futebol potiguar foi pioneiro. Há cerca de 2 anos o goleiro Messi (FOTO), que jogou o estadual pelo Corintians de Caicó, assumiu ser homossexual. Na época, o fato ganhou destaque nos principais veículos de comunicação do país.

Megafone José Aldenir

“O prefeito que não consegue tirar lixo e tapar buracos, merece ir para o paredão” SANDRO PIMENTEL VEREADOR DO PSOL, ACREDITANDO QUE CARLOS EDUARDO JÁ DEVERIA TER FEITO MAIS DO QUE

REGULARIZAR A LIMPEZA E RECUPERAR VIAS

MOSTRANDO SERVIÇO I

A Prefeitura de Parnamirim, por meio da sua assessoria de imprensa, entrou em contato com este colunista para explicar o motivo do quase “abandono” da Avenida Maria Lacerda Montenegro, uma das principais do bairro de Nova Parnamirim. Avia é uma estrada estadual e de responsabilidade do DER, que, pelo visto, não faz a recuperação do local há muito tempo.

MOSTRANDO SERVIÇO II

Coincidentemente ou não, a Prefeitura de Parnamirim também anunciou hoje que vai recuperar não apenas a Maria Lacerda como a Avenida Ayrton Senna, que tem boa parte de seu trajeto dentro do município. Com isso, um processo deve ser iniciado para que o governo do Estado devolva os recursos gastos com a obra, que não deveria ter sido feita pela Prefeitura. O motivo, segundo nota divulgada, é que o problema nas vias estavam causando estragos para a população. Perfeito.

BOA DISCUSSÃO

O VII Encontro de Anatomia do Centro Universitário do Rio Grande do Norte debaterá 'Reprodução Assistida - A Nova Emancipação Feminina', em palestra a ser ministrada pela professora da Instituição Kaline Dantas. O evento será realizado no período de 10 a 11 de maio, no hotel Parque da Costeira. Com o tema 'Anatomia e os avanços da Ciência', o Encontro de Anatomia do UNI-RN é considerado um dos principais do gênero. A palestra começa às 19h.

NA EXPECTATIVA

O vereador Sandro Pimentel (PSOL) foi o entrevistado de ontem do programa Pensando Bem, na TV Câmara. Destaque para a análise do parlamentar sobre a atuação do prefeito Carlos Eduardo Alves. Sandro disse que a atuação do gestor não atingiu ainda a expectativa da população e cobrou mais resultados. Sobre o governo Rosalba, disse esperar a democrata mostrar algum trabalho.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 7 de maio de 2013

Terça-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - danifreire.costa@yahoo.com.br Mulheresnofds

w CURIOSO Um paciente foi submetido a procedimento cirúrgico no hospital Onofre Lopes na semana que passou. E qual não foi a surpresa, no dia seguinte! >>> A polícia da Paraíba chegou ao hospital querendo retirar o paciente de qualquer maneira, alegando tratar-se do chefe do PCC no Nordeste, com várias mortes de policiais nas costas. w JÁ CHEGARA LÁ COM NOME FALSO Com a confusão armada pelos paraibanos, a questão só foi resolvida com a intervenção da reitora da UFRN, Ângela Paiva, e da governadora Rosalba. >>> O bandido, com a alta médica, foi entregue à polícia.

Vereadora Júlia Arruda desfilando a beleza na inauguração da Bobstore Natal Shopping

Eduardo Boaventura

Happy day: Tacyana comemorando os 15 anos com os pais Tatiana e Werneck e com o irmão Werneck Filho no Olimpo Thiago Cavalcanti

Bobflash

w OUTRA COISA Curitiba, capital do Paraná, já respira Copa do Mundo 2014. Quem passa pelo aeroporto e rodoviária do local já recebe até mesmo a tabela de jogos do Mundial de Futebol. >>> Observando o folder, nada de Natal entre as cidades que sediarão as partidas na fase de grupos. >>> Apenas Brasília, RJ, Fortaleza, Recife, Salvador e Belo Horizonte. w OPINIÃO Os comentários feitos fora da capital potiguar são de que Natal é a mais atrasada das sedes em relação às obras para o evento.

Geisa Oliveira, chef Francisco Gasteasoro e sua esposa Irina, especialista em enogastronomia, nos preparativos para a reabertura, hoje, do restaurante “Ó Paí, Ó” Michele Souza e Thayanne Flor na “Gallo Folia” da família Gallindo

w O QUE É BOM PODE COPIAR Os secretários de Turismo do RN e de Natal deveriam dar uma voltinha lá pelas bandas do Sul do País para verem como funciona um turismo organizado e uma orla estruturada, com chuveiros, comércio ordenado, limpeza da praia, estacionamento rotativo e opções de lazer para os turistas. >>> Há quem diga que Natal ganha em beleza, mas perde feio em estrutura. w EMBATE POSSÍVEL Vereadora em Natal pelo PSB, Júlia Arruda poderá ter que enfrentar alguns desacordos com posições do prefeito Carlos Eduardo Alves, de quem é aliada politicamente, na Câmara Municipal. >>> Em ao menos duas questões, Júlia se coloca de um lado que pode não ser o proposto pelo chefe do Executivo: aprovação da Lei dos Postos pela Casa e manutenção da Secretaria da Mulher na reforma administrativa.

w DECISÃO TOMADA Sobre a primeira questão, o prefeito aguarda posicionamento da Procuradoria Geral do Município para sancionar ou vetar. Mesmo que haja o veto, Júlia já avisou que irá manter a posição favorável e contra a de Carlos Eduardo. "Votei favorável e agora espero que o prefeito possa sancionar. Se ele não votar, manterei minha posição", disse ela, ontem, em entrevista ao Jornal Verdade, na Sim TV. w NESSE CASO, TAMBÉM Em relação ao fim da Secretaria da Mulher, que poderá ser proposta pelo prefeito na reforma administrativa, a pessebista avisa que também ficará contra o prefeito caso a posição dele seja pelo fim da pasta. >>> "Não é porque faço da bancada do prefeito que vou contra os meus princípios. É só questão de coerência", afirmou. w FORTE CANDIDATA Sobre eleição 2014... >>> ...Julia Arruda confirma que o nome da presidente do PSB no RN, a vice-prefeita Wilma de Faria, "se configura como uma forte candidata de oposição", embora ela ressalte que o assunto ainda está sendo discutido internamente pelo partido. Ou seja, nada de prego batido e ponta virada. >>>

w REPÚDIO DA OAB Repercute e muito nos meios jurídicos a nota oficial emitida pela OAB/RN. >>> A "campanha orquestrada" - na opinião de muitos juristas da Terrinha - contra o candidato ao Quinto Constitucional Glauber Rêgo foi repudiada pelo presidente da instituição, Sérgio Freire. >>> "Causa espécie o escárnio midiático que vise atingir um ou outro candidato por meio de divulgação precipitada nos diversos meios de mídias, no afã de prejudicar ou beneficiar terceiros, destoando assim do espírito democrático que foi tomado quando da escolha dos interessados a participar da eleição do quinto constitucional, além do que a fórmula de escolha havia sido publicada (tornada pública) pelos meios oficiais, sem qualquer tipo de impugnação ou fatos que pudessem impedir a participação de qualquer um dos interessados", disse o presidente da OAB/RN, em um dos trechos da imensa nota. w TODO MUNDO QUER SABER Mas se até o Procurador Geral do Estado, Miguel Josino, protestou nas redes sociais contra o "jogo-sujo" que diminui o advogado Glauber Rego, dizendo que todos já sabem de onde parte as "informações plantadas", por que será que ninguém declara em público o responsável que estaria "por trás"?

w TUMULTO GRANDE Fato é que a opinião geral é de que nunca antes na história das disputas de desembargador pelo Quinto Constitucional foram tão polêmicas no Rio Grande do Norte. >>> Capítulos e mais capítulos ainda devem render até a próxima semana, quando há expectativa de que o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, enfim, decida novamente sobre os nomes para a lista tríplice. w EM BUSCA DE PROFESSORES Seguindo orientação do Ministério Publico Estadual, o prefeito Hélio Fonseca vai fazer concurso público em Guamaré. Para não haver paralisação na Educação local, o prefeito fará o processo de seleção simplificada. >>> Hélio já nomeou através de Decrete Lei os membros da comissão.

>>> A Lei que cria o concurso será encaminhada para os conselhos de Educação e do Fundeb e, após trâmite, será encaminhado para a Câmara Municipal para ser votado em caráter de emergência. Depois de votado, começará o processo licitatório. w GIRO PELO TWITTER... ...do blogueiro Marcos Dantas: "Na companhia de Antônio Jácome, Henrique Alves visita templo central da Assembléia de Deus"; ...do senador democrata José Agripino: "Ao Legislativo não cabe dar palavra final nenhuma às ações do Judiciário porque isso fere gravemente a harmonia entre os Poderes"; ...do juiz Federal Marco Bruno Miranda: "Está mais do que na hora de se estruturar a Defensoria Pública do RN. Benefício inequívoco à população mais carente".


Cidade

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 13

edadC i

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w ALERTA - I Vai pouco adiantar a paralisação de advertência dos defensores públicos. O governo tem demonstrado desprezo pela instituição desde a posse, quando negou o salário e perdeu no Tribunal de Justiça: 8 a 1. w ESTILO - II Atuante só na defesa de réus pobres, a Defensoria não pode denunciar o governo, como os promotores. Nem julgá-lo, como os magistrados. O governo Rosalba Ciarlini é forte contra os fracos. Muito forte. w DÚVIDA - I A quem o procurador Miguel Josino se refere quando acusa de campanha 'baixa, réptil e nojenta' no seu twiter? A quem interessa queimar o advogado Glauber Rego e a desmoralização da lista da OAB? w ALIÁS - II Embora cercada de silêncio o conflito surdo vem sendo acompanhado não só pelo gabinete de alguns desembargadores, mas também pela Casa Civil. A governadora vem sendo mantida informada de tudo. w VAGALUME O wilmismo tem um sonho tão grande quanto aquele que realizou ao derrotar Garibaldi Filho nas urnas populares: disputar o governo com a governadora Rosalba Ciarlini. De vez em quando o sonho acende. w FEIO Os pichadores não poupam nem as igrejas. Eles picharam as portas da Igreja do Bom Jesus das Dores, na Ribeira. E picham sem critério, sem cores e sem firmas, sem beleza e sem ideias. Só sujando tudo.

M

Um lugar que não existe?

oro nas fraldas desses morros, Senhor Redator, desde 1980, há 33 anos. No começo era vizinho de umas poucas casas de frente e de lado, no correr da rua, perto da lagoa do Jacaré que nos seus dias de tédio tomava sol só com os olhos do lado de fora. Bem do lado, e para ser preciso nessa geografia íntima, os conjuntos Amazonas, o mais antigo, e Potiguar, que veio depois. Naqueles anos, esses tabuleiros tinham mangabeiras e um ar antigo, ainda bucólico, que a urbanização foi devorando. A avenida já se chamava Brigadeiro Gomes Ribeiro, que nunca soube quem foi, e os meninos caçavam passarinho e armavam alçapão à sombra das sucupiras que se cobriam de roxo nas floradas de dezembro. Um lugar tão longe que minha mãe veio visitar as netas e achou o fim do mundo. Todos os caminhos, a partir da Alexandrino de Alencar, eram de areia, com poucos postes iluminando as ruas. Mas era calmo viver aqui com dias e noites amoitados num silêncio de árvore que não acabava nunca. Pois bem, Senhor Redator. Nesses anos todos, o lugar teve nome por ser topônimo nascido de uso corrente, como manda a tradição, e se chama Morro Branco. Com raízes no Morro Branco que Câmara Cascudo descreve na Acta Diurna, março de 1959, em A República, quando era rapaz moço, e do seu Principado olhava pros lados do Sul, perto do Buraco da Velha, anunciador do inverno na Natal do início do século, quando o filho do coronel Cascudo passeava a cavalo pela Mata de Petrópolis. Na verdade, ele mesmo conta, vem de registros velhíssimos, mais de duas vezes centenários, do tempo do sargento-mor Belchior Pontes, cabo da Fortaleza da Barra do Rio Grande, quando usou do prestígio da patente para requerer terras 'na paragem a que chamam Lagoa Seca'. Naquele mesmo ano de 1731, Teodósia da Encarnação, 'moça solteira, não tendo terra em que pudesse morar e plantar e fazer a roça', também requereu um pedaço citando o lugar Morro Branco, atestando existência secular.

Morro Branco é território de lendas, como informa o próprio Cascudo entre as suas 'Histórias que o Tempo Leva', livro de 1924, edição Monteiro Lobado, São Paulo, e a sua fama na literatura oral pode ser lida nos seus Contos Tradicionais do Brasil. João Monteiro, empregado do seu pai, o coronel Cascudo, era contador de estórias. Dizia, cheio de horror, ter encontrado os três veados da lenda de Morro Branco numa caminhada silenciosa descendo as encostas do Morro Branco e rasgando a noite. Foi lugar de malassombro, Senhor Redator, vozes celebrantes e latomias misteriosas na solidão das sombras imitando fantasmas, mas sem vítimas que os olhos pudessem atestar. Fez medo aos velhos caminhantes de quase três séculos passados. Agora, nos anos setenta, eram comuns as transmissões de rádio dos locutores esportivos, direto de Morro Branco, da concentração do ABC, nos grandes jogos, e até hoje existe o Centro Social criado pela Arquidiocese, bem ali na esquina com a Xavier da Silveira. Depois de tudo, dessa história tão antiga - mais de trinta anos de vida neste lugar, indo e vindo, vivendo seus dias e suas noites - descubro que Morro Branco simplesmente não existe. Vive na boca do seu povo, é verdade. Mantido pela tradição de quase três séculos, mas não existe de fato. Sequer merece reconhecimento no zoneamento da cidade. Todo esse pedaço, entre Tirol e Nova Descoberta, creia Senhor Redator, não existe. É abstração toponímica que teima em existir na oralidade popular. Como se faz para fazer nascer um lugar que já existe há mais duzentos, quase trezentos anos, com histórias e estórias, lendas e malassombros? A quem se apela, o que se deve dizer e escrever, apresentar e atestar? Se um vereador - temos 29, não é? - um dia desses deixasse por alguns minutos os seus elevados afazeres, e visitasse Morro Branco? Ainda sairia daqui duvidando de sua existência? Acreditaria nos seus morros e nas suas ruas? Ou Morro Branco é mesmo um lugar que não existe?

w NUVENS Domingo, Dia das Mães, o flautista Carlos Zens completa trinta anos de carreira e faz a festa lançando seu novo CD - 'Carlos Zens no choro potiguar'. A partir das 13h no restaurante Últimas Nuvens Azuis. w MEMÓRIA Benedito Vasconcelos grava no Programa Memória Viva, da TVU, amanhã, quarta. Na sexta-feira, às 19h30, toma posse na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras, saudado pelo médico Ernani Rosado. w MIMO - I O pesquisador Willian Pinheiro, aluno do mestrado de História da UFRN, comprou num antiquário do Canadá, via Internet, título de obrigação ao portador de um empréstimo no governo Alberto Maranhão. w RARO - II Emitido pelo governo canadense, em francês e sobre campo azul, o título é no valor de 500 francos do Canadá e corresponde às garantias de um empréstimo feito pelo Governo Alberto Maranhão em 1910. w PRESENÇA Em Natal, dias 10 e 11, sexta e sábado, a grande figura de Frei Beto. Vem para falar durante a Semana Social que este ano vai debater a participação no 'Processo de Democratização do Estado Brasileiro'. w ONDE No auditório do Sesc da Cidade Alta com a presença do arcebispo D. Jaime Vieira, bispo de Mossoró, D. Mariano Manzana e ainda do administrador diocesano da Diocese de Caicó, padre Ivanoff Pereira.

CONTINUAÇÃO DA PÁGINA 9

“Ser mãe é a coisa mais bela da vida” José Aldenir

Às vezes a mulher quer

muito, mas o homem tem receio de fazer certos exames, que são

incômodos. O casal tem

que querer muito, mas no fim vale a pena.

O conselho que dou é Após nove anos tentando engravidar, Elaine e Dailson decidiram optar pela reprodução assistida. Cinco meses depois, ela engravidou das gêmeas Ana Letícia e Ana Cecília mento sofrido e longo, mas que vale a pena e faria tudo de novo se fosse preciso", destacou. Os nove meses de gestação, conta Elaine Cristina, foi tranquilo. "Foi uma maravilha. Graças a Deus não tive nenhum problema", afirmou Elaine. Ela revela que só tinha medo nos dias de ultrassonografia, temendo que os bebês não estivessem se desenvolvendo normalmente. "Sobre a fertilização não tive nenhum medo, pois tínhamos a certeza de que se tivesse de ser, daria certo, que era um negócio garantido. Pedimos uma e Deus mandou duas, foi uma benção dobrada", destacou. Agora, Elaine Cristina, aos 34 anos, não pensa em ter mais filhos. "O nosso objetivo será de cuidar delas duas". As gêmeas nasceram um dia antes de o casal completar doze anos de casados, dia 17 de novembro de 2012. "Mais um presente na nossa vida".

Pais de Ana Cecília e Ana Letícia, Elaine Cristina e Dailson Nunes contam que a rotina do casal mudou completamente após a chegada das gêmeas. "Mudou tudo na nossa vida, e para melhor. Desejávamos muito. Elas eram bastante esperadas por todos da família. Ser mãe é maravilhoso. Não imaginei que fosse tão bom", destacou. Ela relembra que, todos os anos no período do dia das mães, ficava na expectativa de engravidar. Ano passado, Ana Cecília e Ana Letícia já estavam na barriga e este será o primeiro dia das mães ao lado das gêmeas. "Ser mãe é a coisa mais bela da vida. É grandioso, que com palavras não conseguimos explicar, mas é um amor incondicional. O maior amor que existe", ressaltou. Elaine Cristina lembra que o marido é fundamental durante o processo de reprodução assistida, haja vista que, em alguns casos, o

tratamento é conjunto. "Ás vezes a mulher quer muito, mas o homem tem receio de fazer certos exames, que são incômodos. O casal tem que querer muito, mas no fim vale a pena. O conselho que dou é que procurem, façam tratamento e se tiverem condições façam porque vale a pena. Hoje temos duas bênçãos, que são os nossos dois troféus", afirmou a mãe. O marido de Elaine, Dailson Nunes conta que fez questão de estar sempre ao lado da esposa durante o tratamento. "É fundamental o marido estar do lado e se fazer presente. Eu sentia a dor e o sofrimento, mas não mostrava para ela. Sempre motivava ela, mesmo que quando ela saísse eu chorasse de tristeza, mas na frente dela tinha que dar maior força, porque a pessoa sozinha não faz não". O pai conta que foi o maior presente que poderia ganhar na vida.

"Eu nunca mais esqueço o meu aniversário de 36 anos. Foi o mais perfeito de todos, quando recebi o maior presente", disse. Dailson Nunes fez questão de acompanhar o parto. "Eu comecei a chorar quando elas estavam saindo da barriga. Foi a maior emoção da minha vida". Hoje, Ana Cecília e Ana Letícia têm cinco meses de idade. "Esses cinco meses têm sido maravilhosos. No início foi meio corrido, até ajustar o horário delas, pois quem define tudo são elas, mas estamos encaixando. Não tem nada que diga que não valeu a pena. Acordar de madrugada é tranquilo. Eu levanto sorrindo. Quando fazemos com amor, não tem trabalho nenhum. É benção dobrada, o amor é dobrado, o sorriso é dobrado", destacou. O casal revela o esquema para cuidar das gêmeas de madrugada. A primeira que acordar é de responsabilidade da mãe. A segunda, é do pai.

O casal Elaine Cristina Carvalho e Dailson Nunes de Carvalho já tinha 11 anos de casado e ela tinha dificuldades para engravidar. No início do casamento, durante dois anos, Elaine evitou a gravidez. Em seguida, foram nove anos de tentativas. Depois de inúmeras tentativas pelo meio tradicional e sempre sem sucesso, o casal decidiu procurar um especialista em reprodução assistida. "Juntamos um dinheiro que acreditávamos que dava para fazer o tratamento e, em seguida, procuramos a clínica". Cinco meses. Esse foi o tempo entre a primeira consulta com a ginecologista Mychelle Garcia e a implantação dos embriões. Ela conta que iniciou o tratamento sabendo que as chances de sucesso com a fertilização seriam de 40%. "Me indicaram um psicólogo, da própria clínica, para fazer esse acompanhamento, pois às vezes, acontece de não dar certo na primeira vez, mas graças a Deus deu", conta Elaine Cristina. Ela relembra o momento da notícia da gravidez, na mesma data de aniversário do esposo Dailson, dia 3 de abril de 2012. "Quando eu sou soube foi a maior felicidade do mundo, pois era o maior desejo do meu coração, do meu esposo, em sermos pais. A médica até sugeriu fazer em outro dia, para não estragar o aniversário, mas tínhamos a certeza de que daria positivo. De início não sabíamos que os dois embriões que foram colocados deram certo e que eu estava grávida de gêmeas", afirmou a mãe. O casal conta que apesar das dificuldades, valeu a pena o sacrifício e que faria tudo de novo, se necessário. Eles contam que o tratamento ainda tem um custo elevado, mas que eles se programaram bem para poder fazê-lo. Além disso, eles também foram beneficiados com o Programa Acesso. "No final das contas gastamos cerca de R$ 12 mil e se não tivéssemos o benefício do programa teríamos gasto muito mais. Para se ter ideia, uma das muitas injeções que tive que tomar era R$ 1,4 mil, mas com o desconto do programa saiu por R$ 612. É trata-

que procurem, façam

tratamento e, se tiverem

condições, façam porque vale a pena. Hoje temos duas bênçãos, que são os nossos dois troféus


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 7 de maio de 2013

Terça-feira

edadC i

Direito Vivido RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS) - ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

Interesse público A reportagem que publica conteúdo verdadeiro, sem caráter difamatório, não dá direito a indenização nem a pedido de resposta. O entendimento é do juiz Paulo Jorge Scartezzini Guimarães, da 4ª Vara Cível de São Paulo, que julgou improcedente pedido de indenização do candidato derrotado à Prefeitura de São Paulo, contra uma revista. O candidato processou a revista e uma repórter com a alegação de que reportagem do dia 29 de setembro do ano passado, que o apontou como o candidato a prefeito com mais processos na Justiça Paulista, tinha caráter difamatório. "Visto que a matéria não traz qualquer inverdade, não possui caráter difamatório à honra do autor, bem como está aparada pelo direito de informação jornalística, possível à veiculação da notícia da forma como foi feita, não cabendo à publicação de outra matéria a respeito dos fatos ou qualquer indenização", afirmou o juiz em sentença do dia 30 de abril.

Segundo o juiz, a reportagem não continha nenhuma inverdade. "Era ele sim, nos termos da reportagem e comparando com os outros candidatos quem mais possuía demandas judiciais no TJ-SP, seja figurando como réu, ou até mesmo como autor", afirmou o juiz. O candidato derrotado pediu na Justiça que a revista fosse condenada a lhe pagar dez salários mínimos por danos morais e que o site ainda veiculasse reportagem afirmando que ele não é o candidato com mais ações judiciais em São Paulo. Guimarães considerou descabido o alegado cunho difamatório ou a intenção de caluniá-lo. "Não houve pela reportagem imputação ao autor de fato definido como crime e assim não há calúnia." O juiz ressaltou ainda que a reportagem teve o cuidado de destacar os processos arquivados ou suspensos, bem como a sua queda para o quarto lugar na lista de candidatos com mais processos em tramitação no Supremo Tribunal Federal e

no Superior Tribunal de Justiça. "Ainda que tenha o autor se sentido ofendido na sua honra, o informe era inevitável para passar uma informação aos eleitores e que, por ser de interesse público, se insere dentro do direito de informação jornalística", disse. Este é o segundo processo movido pelo candidato contra a revista por causa da reportagem. Em outubro do ano passado a Justiça Eleitoral negou ao então candidato pedido de reposta. Na sentença, a juíza Carla Themis Lagrotta Germano afirmou que o mecanismo de resposta serve para que o candidato se defenda de ofensas ou acusações caluniosas, difamatórias, injuriosas ou inverídicas, "o que não se constata no caso concreto". Quanto à veracidade dos fatos da reportagem, a juíza afirmou que o texto "apenas retrata de forma fiel" informações colhidas no site do Tribunal de Justiça de São Paulo e que a a notícia "menciona expressamente que os processos citados abarcam aqueles que estão arquivados e suspensos".

no fato de que eles se retiraram da sociedade em data posterior à admissão do autor da ação. Em 2010, a dívida trabalhista totalizava pouco mais de R$ 8 mil. Com os nomes protestados, os ex-sócios apresentaram exceção de pré-executividade, que foi rejeitada pelo juízo. Alegavam que tomaram conhecimento dos fatos somente nas compras de final de ano, quando descobriram que seus nomes estavam negativados por conta da dívida trabalhista. Em seguida, impetraram o mandado de segurança, pedindo a ilegitimidade da inclusão de seus nomes na execução e da negativação dos seus nomes na praça. No entanto, o Tribunal Regional proveu parcialmente a medida de segurança apenas para cancelar o protesto lavrado, não admitindo o cabimento da segurança para a questão do redirecionamento da execução contra eles. No exame do recurso dos ex-só-

APRONIANO CÉSAR

Museu do Porto de Natal vai participar da Semana Nacional de Museus a partir da próxima segunda-feira NATAL Navio D’Manoela Lagoa Paranaense Sea Otter Ocean Stalwart BBC Balboa Condock V F40-Niterói F8-Bosígio Marfret Marajó CMA-CGM Platon

Bandeira Panamá Brasil Chipre Vanuato A. Barbuda A. Barbuda Brasil Brasil França United King

Dan Igor

Malásia

Agência Bourbon W. Sons Seamaster Seamaster Viamar NML/JSF M. Brasil M. Brasil W. Sons CMA-CGM

cios na SDI-2, buscando o acolhimento integral de suas pretensões, o relator, ministro Hugo Carlos Scheuermann, concordou com a decisão regional. "No cenário dos autos, não se pode cogitar de direito líquido e certo quando o suposto terceiro ainda discute sua (i)legitimidade e (ir)responsabilização na dívida trabalhista, demandando aferição e/ou produção de provas junto ao Juízo competente", observou. O ministro acrescentou que a decisão desfavorável era recorrível por meio da exceção de pré-executividade, já utilizada, e embargos à execução (artigo 884 da CLT), cuja decisão é passível de revisão pelo agravo de petição, recurso próprio da fase de execução (artigo 897, alínea "a", da CLT). Concluiu assim que não era caso de mandado de segurança, nos termos do artigo 5º, inciso II, da lei 12.016/09, da OJ 92 da SDI-2 e da súmula 267 do STF.

Petrobras

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto Ao Largo 10/05 10/05 11/05 25/05

Destino Guamaré(RN) -Guamaré (RN) Guamaré(RN) Santos(SP) Las Palmas/ESP Rio de Janeiro (RJ) Rio de Janeiro (RJ) Algecira/ESP Algeciras/ESP

Carga Operações Em Operação Em Operação Pesquisa -Operações Op. Tropicalex Op. Tropicalex Contêineres Contêineres

Descarga ----Peças ------

Ao Largo

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN TBN TBN

Dia 07 08

Brasil Brasil

Arrow 10/05 A. Marítima 12/05

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 15:02 2.2 20:53 0.4 03:24 2.2 09:11 0.3

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

apronianocfs@hotmail.com

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN

Ex-sócios A SDI-2 do TST negou provimento a recurso ordinário em mandado de segurança de dois ex-sócios de uma empresa, que foram condenados ao pagamento das verbas trabalhistas de um empregado que ajuizou a reclamação dois anos após o afastamento deles da empresa. Eles recorreram ao TST contra decisão do TRT da 2ª região, que impugnou apenas a inscrição de seus nomes em livro de protesto em tabelionato, mas manteve a execução. Os ex-sócios se retiraram da sociedade em novembro de 2004. O empregado foi contratado pela empresa em 2003 e demitido em 2005. Em 2007, ele ajuizou a ação alegando não ter recebido as verbas rescisórias. A execução tramitava contra a empresa, mas, diante de sua revelia e absoluto silêncio, o juízo determinou seu redirecionamento contra os sócios, inicialmente contra o sócio atual e, sem sucesso, contra os ex-sócios, com base

Movimento dos Navios

Santos(SP) Santos(SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal Sal

FASES DA LUA Minguante (02/05 - 08:14h) Nova (09/05 - 21:28h) Crescente (18/05 - 01:34h) Cheia (25/05 - 01:25h) Minguante (31/05 - 15:58h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 15

AMÉRICA DEVE CHEGAR A OITO

‘REFORÇOS’ PARA DISPUTA DA SÉRIE B M EIA B RUNINHO, LATERAL - ESQUERDO P EDRO H ENRIQUE , E BINHO SÃO AS APOSTAS DA DIRETORIA AMERICANA PARA Faltando 18 dias para a estreia na Série B do Campeonato Brasileiro contra o Figueirense-SC, no Estádio Orlando Scarpelli, o América começa a engrenar a formação de um grupo maior para a disputa da competição nacional que vai até novembro. Com o anúncio da contratação do meia Bruninho e do lateral-esquerdo Pedro Henrique, os rubros devem alcançar a marca de oito jogadores que deverão se unir ao atual grupo que disputa as finais do segundo turno do Campeonato Estadual sob o comando de Roberto Fernandes. ais dois devem chegar nesta terça-feira à tarde para iniciar os trabalhos com o restante do elenco e o técnico Roberto Fernandes. Após serem submetidos a exames clínicos e aprovados, o atacante Ebinho ( ex-Corintians de Caicó) e o meia Bruninho (ex-Feirense-CE). O lateral-direito Arnaldo chegou no último sábado à equipe e desde então já treina com o elenco no CT Alvirrubro. Outro que negocia com a diretoria rubra e pode ser anunciado a qualquer momento é o atacante Sthanner. O jogador defendeu o JiParaná nos dois confrontos contra o América pela Copa do Brasil e despertou o interesse dos dirigentes pela pouca idade - tem apenas 22 anos - e o baixo salário no time rondoniense. "É um jogador que procuramos sim, estamos negociando e não tem nada fechado. Vimos ele atuar contra nós, apresentou bom futebol e pelo custobenefício, é uma aposta que vale a pena ser feita", afirmou o presidente do América, Alex Padang. Dos reforços anunciados, o lateral Pedro Henrique, que vestiu as cores do Capivariano/SP, na Série A2 do Campeonato Paulista, foi um dos últimos a se apresentar ao grupo e garante vir para o Alvirrubro com disposição para procurar seu espaço no novo clube que disputará a Série B. "Esta é uma oportunidade ímpar na minha carreira. Sei que, aqui, tem bons jogadores pra lateral esquerda, mas eu vim pra somar, pra disputar espaço na posição e estou bem confiante. O América é um clube grande e a gente tem tudo pra fazer um bom campeonato na Série B", afirma o lateral. Pedro Henrique destacou a ofensividade como uma das suas principais características em campo. "Sou um jogador de apoio, com bastante velocidade e habilidade. Meu estilo de jogo é esse: pra cima,

LATERAL - DIREITO A DISPUTA DA

Arquivo Pessoal

Atacante do Ji-Paraná é mais uma aposta em negociação para defender o time comandado por Roberto Fernandes sem medo. É buscar a linha de fundo e conseguir dar o passe final, pro pessoal fazer os gols que a gente precisa pra vencer", comenta. Antes dos novos contratados chegarem, o zagueiro Thiago, o volante Judson e os atacantes Daivison e Rivaldo, que haviam sido emprestados ao Corintians de Caicó para a disputa do Estadual, já haviam sido reintegrados ao elenco rubro. Do Remo-PA, entre o zagueiro Zé Antônio, lateral Válber e o volante Nata, apenas o primeiro deve retornar para a disputa da Série B do Brasileiro, enquanto os outros dois devem ser emprestados novamente. No entanto, ainda não há definição sobre a data de retorno de Zé Antônio ao clube potiguar. BARRETÃO INDEFINIDO A tão esperada estreia do América no estádio Barretão, em Ceará-Mirim, prevista a próxima quinta-feira contra o Atlético-PR, pela segunda fase da Copa do Brasil

pode não acontecer. Até o final da manhã desta terça-feira, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) ainda não havia realizado em seu site oficial a alteração de mando de campo da equipe alvirrubra do estádio Nazarenão para a praça esportiva da região Metropolitana da capital. Além disso, o prazo de 72 horas que antecedem a realização da partida para a mudança de horário e local teriam que ser descartados pela entidade para que o jogo pudesse ser realizado. Segundo o empresário Marconi Barreto, responsável pela construção do estádio, a Polícia Militar realizava a vistoria no estádio no momento em que a reportagem do JORNAL DE HOJE conversava com ele. Ainda nesta terça-feira o laudo elaborado pela PM deve ser enviado a CBF com a resposta prevista para ocorrer apenas na quarta-feira, véspera da partida contra os paranaenses. Na segunda-feira, a Federação

Norte-Riograndense de Futebol (FNF) já haviam encaminhado os laudos do Corpo de Bombeiros, Vigilância Sanitária e CREA para tentar adiantar o processo e garantir que a praça fosse liberada o mais cedo possível. Apesar do atraso no envio da documentação, Barreto se mostrou tranquilo e não acredita que o estádio deixe de ser liberado para o duelo válido pela Copa do Brasil. "Acho que não teremos problema. Hoje tem laudo pronto e encaminharemos para a CBF e acredito que já na quarta-feira teremos a resposta. Estou muito tranquilo. A turma se afoba muito, está tudo pronto no estádio, as catracas colocadas e vamos fazer a estreia do América e do Barretão na quinta-feira", assegurou. Na tarde desta terça-feira o América deverá fazer o primeiro treino no Estádio Barretão para conhecer o gramado e o novo campo de jogo. Na quarta, a equipe fará a última movimentação antes do con-

Bruno Araújo melho ao brasileiro do Manchester United por uma suposta falta violenta em seu compatriota. Enquanto a discussão corria solta, é possível ver o zagueiro rindo enquanto está caído no gramado. Há chance, inclusive, do atleta dos Blues ser punido pela Liga Inglesa devido à forma desrespeitosa como encenou e caçoou do árbitro, dos rivais e do próprio torcedor que foi a campo para assistir a um jogo de futebol e não a uma cena mau encenada de teatro barato. É verdade que o futebol é um misto de arte e esporte, mas o excesso de simulações começa a se tornar cada vez mais cansativa e contraproducente, enquanto treinadores, auxiliares e jogadores lutam por uma evolução técnica e tática do esporte. Amante do futebol, o Chico Anysio encarnou o personagem Alberto Roberto em várias oportunidades e mandava o bordão: "Eu sou Alberto Roberto, um ídalo, um símbolo sessual." Nada engraçado e pouco simpático, David Luiz nada mais é do que um péssimo exemplo. MAU PERDEDOR O ABC buscou no final da tarde de segunda-feira no Tribunal

de Justiça Desportiva um documento atestando que o Potiguar não cumpriu a determinação do Tribunal sobre a punição imposta ao técnico Celso Teixeira, beneficiado pela transgressão disciplinar. A alegação do alvinegro é que o Potiguar não efetuou o pagamento da multa devida e infringiu o artigo 223 do CBJD por deixar de cumprir uma decisão da Justiça Desportiva. A pena vai desde de suspensão por 90 a 360 dias e, em caso de reincidência, eliminação da competição. Aos olhos do mau perdedor, por ter ficado de fora das finais, o clube entende que o rival deve ser punido. No entanto, a pena deve atingir apenas o treinador, caso não seja efetuado o pagamento. INDUSTRIÁRIOS DO ESPORTE Os Jogos do SESI foram abertos no último domingo pelo presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte, Amaro Sales de Araújo. Ao todo, 1.883 atletas de 46 indústrias disputarão troféus e medalhas em 26 modalidades. A competição vai de maio a setembro e as melhores equipes e atletas participarão da etapa nacional dos jogos 2014.

Edmo Nathan/Divulgação

Lateral Pedro Henrique, do Feirense-CE, é um dos reforços já confirmados pelo América para a Série B fronto contra o Atlético-PR. Apesar de ter treinado, o meia Netinho ainda não teve seu retorno à equipe titular confirmado. Fora do treino do início de semana, o também meia Cascata foi poupado, mas não deve ser problema para encarar o Furacão, na quinta-feira, às 19h30. ATLÉTICO-PR O elenco principal do Atlético Paranaense treinou pela manhã no CT do Caju nesta terça-feira e embarcou com destino a Natal, fica concentrado. A equipe deve realizar um trabalho recreativo, no CT do ABC, na quarta-feira, antes do duelo contra o Alvirrubro da capital potiguar. O camisa 10 do Furacão, o meia Elias dá a receita para chegar à vitória. "Temos que respeitar todas as equipes. Mas estamos em clube grande e temos que impor nosso jogo. É isso que a gente procura fazer. Sem bola, jogar como time pequeno. Com a bola, como time grande - afirmou para a

rádio oficial do clube. Se vencer por dois ou mais gols de diferença, o Atlético-PR elimina o jogo de volta e avança para a terceira fase. Caso contrário, os times duelam no dia 22 de maio, uma quarta-feira, no Ecoestádio Janguito Malucelli. Quem passar de fase joga contra Paysandu ou Naviraiense. Em 2012, os times fizeram dois confrontos. Os atleticanos venceram por 2 a 0 no Estádio Nazarenão, e eles ficaram no 1 a 1 no Janguito. O meia também comentou sobre a sequência invicta do Mecão - que não perde há 18 jogos. "No ano passado, foram dois jogos difíceis na Série B. Este ano, não vai ser diferente. Naquela ocasião, no ano passado, eles também estavam há alguns jogos sem perder. Mas fomos lá e vencemos. Temos que tentar fazer o mesmo, mas não vai ser fácil. Vamos ter que correr bastante para superar a equipe deles completou Elias à rádio oficial.

PisandonaBola AMÂNCIO

BRUNO ARAÚJO - TWITTER: @brunoaraujo7 EMAIL: wesckley@yahoo.com.br FRAMBOESA DE OURO O Framboesa de Ouro é um prêmio cinematográfico, paródia do Óscar, que premia só os piores filmes produzidos ao longo de um ano. No futebol, o canal SporTV lançou o Prêmio Alberto Roberto, famoso personagem de Chico Anysio conhecido por ser canastrão, com o objetivo de eleger o melhor 'ator' entre os jogadores. Candidatíssimo aos dois prêmios, o zagueiro David Luiz, do Chelsea, protagonizou cenas tragicômicas na partida contra o Manchester United. Confira a cena neste link (http://migre.me/eqHuy) No final de semana, o defensor provocou a expulsão do também brasileiro Rafael durante o clássico disputado pelo Campeonato Inglês ao fingir ter sofrido uma entrada dura. A atitude do jogador brasileiro, que foi flagrado rindo enquanto estava caído no gramado após a 'agressão', foi duramente criticada não apenas por Alex Ferguson, técnico dos Red Devils, mas por toda a imprensa inglesa e no mundo inteiro. Bom jogador, quando resolve se preocupar com a bola que tem nos pés, David Luiz enganou o árbitro, que mostrou o cartão ver-

A RNALDO E O ATACANTE S EGUNDA D IVISÃO DO B RASILEIRO

FIASCO OLÍMPICO Uma reportagem do Correio Braziliense revela que "dos 193 contemplados com Bolsa Atleta estudantil do Ministério do Esporte nenhum chegou aos Jogos Olímpicos, e um terço nem pertence mais a qualquer federação". Criada há sete anos, a Bolsa é mais um importante incentivo, mas que precisa de uma sistemática melhor de distribuição e um contexto de estímulo à prática esportiva para fazer sentido e render frutos. Não adiantar oferecer o apoio a um atleta sem ter a certeza de que ele prática, de fato, o esporte e como, de fato, ele gasta o incentivo financeiro oferecido. ADVOGADOS DA BOLA Os advogados Klevelando Santos e Cleinton Nunes participarão da equipe de futebol da OAB/RN para participar da "3ª Taça Ibérica de Futebol para Juristas", a ser realizada no período de 06 a 10 de junho de 2013, em Portugal. A 3ª Taça Ibérica de Futebol para Juristas contará com a presença de equipes de Portugal, Espanha, Marrocos, Romênia, Itália e do Brasil. A OAB/RN é a única seccional brasileira inscrita na competição.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 7 de maio de 2013

Esporte

Terça-feira

JOGO DE IMPROVISO

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

PAULO PORTO DEVERÁ IMPROVISAR ZAGUEIROS NAS DUAS LATERAIS E AINDA NÃO CONFIRMOU A PRESENÇA DO MEIA JUNIOR XUXA NA EQUIPE TITULAR. NO ATAQUE, CENTROAVANTE JUNIOR DEVE TER NOVA CHANCE ENTRE OS TITULARES A vida não anda das mais fáceis para o técnico Paulo Porto que disputará nesta quarta-feira, às 22 horas, no Estádio Frasqueirão, a primeira partida contra o Sport-PE pela segunda fase da Copa do Brasil. O treinador abecedista poderá ter até cinco desfalques para o confronto e deverá ter que antecipar a participação de jovens revelados pelas categorias de base na equipe profissional para conseguir montar a equipe que entrará em campo nesta quarta-feira pelo torneio nacional. Desfalques já confirmados são os laterais Renato e Thiaguinho. A dupla está emprestada pelo clube pernambucano ao potiguar e não poderá ser utilizada. A diretoria abecedista ainda tentou interceder junto aos Leão, mas não obteve sucesso. Assim, Porto terá que improvisar pelos lados do campo. No único coletivo realizado pelo treinador antes da partida, o comandante alvinegro testou os garotos o volante Simão e o zagueiro Mael, improvisados no setor. O mais provável é que o segundo, por já ter atuado na equipe profissional em mais oportunidades, assuma a função pelo lado direito. Pelo lado esquerdo, Alexandre e Edson foram vetados. O zagueiro Lino deverá ser mantido na alaesquerda. Fora do treinamento, mas provável titular é o meia Junior Xuxa. O jogador foi poupado do coletivo devido a dores no joelho e apenas uma nova avaliação do departamento médico deve confirmar a presença do jogador no time

Wellington Rocha

Psicólogo paga

Meia Junior Xuxa foi poupado do último coletivo, mas deve estar em campo contra o Sport-PE pela Copa do Brasil titular. Diogo Barcellos voltou a substituir o jogador nos treinos e, caso o camisa 10 fique de fora, deve ser o titular para o jogo diante dos pernambucanos. Mas nem só de más notícias vive o Alvinegro. O volante Bileu e o atacante Rodrigo Silva, que estavam em tratamento no departamento médico, treinaram normalmente nos times titular e reserva, respectivamente, situação que deve ser mantida para o jogo. A equipedo técnico Paulo Porto para o jogo deverá trazer a seguinte escalação: Lopes, Mael (Simão), Leandro Cardoso, Vinícius e Lino; Bileu, Leandro Santos, Diogo Barcellos e Jean

Carioca; Vanderlei e Júnior. Confirmado entre os titulares, o volante Leandro afirma que o grupo vai forte para o jogo contra os pernambucanos. "O nosso grupo está bastante focado nesse jogo contra o Sport. Temos consciência que é um jogo muito difícil, mas sabemos da força da nossa equipe, principalmente, quando jogamos no nosso estádio. Espero que a torcida compareça e nos incentive em busca de um bom resultado, para que possamos ir para o jogo de volta mais tranqüilos", destacou. INGRESSOS Os ingressos para a partida

entre ABC e Sport-PE estão sendo comercializados desde a última segunda-feira na bilheteria do Frasqueirão, com vendas de ingressos de estudante, idoso, inteira e visitante. O torcedor contará ainda com mais cinco pontos de venda de ingressos inteira: Sterbom Midway, Sterbom Nordestão/Santa Catarina, Livraria Câmara Cascudo (Centro e Parnamirim) e na Padaria Estrela Dalva. Os ingressos para o setor de arquibancadas custam R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia) e para as cadeiras, R$ 70,00 (inteira) e R$ 35,00 (meia). Estudantes e idosos pagam meia entrada.

> SELEÇÃO

PRESIDENTE DA CBF GARANTE FELIPÃO NA COPA DO MUNDO Na reunião realizada na Federação Paulista que definiu datas e locais da decisão do Campeonato Estadual, o presidente da CBF, José Maria Marin, garantiu a permanência do técnico da Seleção Brasileira, Luiz Felipe Scolari, independente do resultado da equipe na disputa da Copa das Confederaçoes e evitou falar sobre as pressões que tem sofrido para deixar o cargo da entidade maior do futebol nacional. Minha principal competição agora é com a Copa das Confederações e com a Copa do Mundo. É claro que queremos ganhar essa Copa das Confederações, até porque não estamos participando das eliminatórias. Mas, se não conseguirmos, nada vai alterar o trabalho do Felipe Scolari e de toda a comissão técnica. O trabalho continua, estamos em um bom caminho", afirmou. Diante da insistência em temas políticos, Marin falou brevemente sobre as eleições na CBF, que acontecerão em abril de 2014, com posse do novo mandatário em 2015. Mas, sem o menor apreço por ele - cuja ligação com a ditadura militar tem sido frequentemente exposta -, a presidente Dilma Rousseff não gostaria de esperar tanto. "Discutirei

Divulgação

José Maria Marin, presidente da CBF, defendeu Felipão mesmo após eventual 'insucesso' nas Confederações eleições no tempo oportuno, tudo tem seu tempo. Estou à disposição para falarmos sobre as prioridades do momento: Copa das Confederações e, depois, Copa do Mundo. Sobre eleição, não quero tecer comentário", repetiu, antes de encerrar o assunto com uma autodefinição interessante. "Sou um democrata. A disputa

é democrática, e todo cidadão que tiver sua justa pretensão de se candidatar pode fazer isso. É legítimo, considero perfeitamente normal, sou um democrata. Mas minha preocupação agora é ver o que ocorre com a Seleção, o belo trabalho do técnico Gallo na base. Sobre isso, estou à disposição. Não tenho tempo para intrigas", concluiu.

Antes que fosse feita a próxima pergunta, Marco Polo Del Nero - provável candidato da situação a suceder Marin -, pediu que só se falasse sobre Campeonato Paulista. Até houve uma nova tentativa de questionamento ao presidente da CBF, vetada pelo presidente da FPF. Ao fim do evento, Marin saiu apressadamente.

> FUTEBOL

FIFA PROPÕE PUNIÇÕES MAIS DURAS PARA COMBATER RACISMO Times podem ser expulsos das competições ou mesmo rebaixados se os seus jogadores, membros da comissão técnica e da diretoria ou torcedores forem considerados culpados de racismo ou discriminação, de acordo com propostas rigorosas apresentadas pela Fifa. A força-tarefa antirracismo da entidade também deseja que uma pessoa seja destacada nos estádios com a função específica de identificar atos de discriminação, e pediu para os países e clubes de todo o mundo oferecerem um "plano de ação concreto"

para combater o problema e implementar sanções "de forma harmonizada". "Nós temos uma responsabilidade especial na forma como podemos impactar no futebol e na sociedade", disse o vice-presidente da Fifa Jeffrey Webb, chefe da forçatarefa que se reuniu pela primeira vez nesta segunda-feira em Zurique. Para a força-tarefa, a presença dos observadores pode facilitar "a disponibilidade de evidências, que nem sempre são fáceis de obter, para as comissões disciplinares tomarem

decisões". As propostas foram incluídas em um projeto que será apresentado no Congresso da Fifa, em Maurício, no final do mês. Boateng e os também jogadores Jozy Altidore e Serey Die estão na força-tarefa. Boateng e Altidore não participaram da reunião desta segunda por causa de compromissos em seus clubes. O presidente da Fifa, Joseph Blatter, criou a força-tarefa após o meia Kevin-Prince Boateng, do Milan, abandonar o campo com seus

companheiros durante um amistoso contra o Pro Patria, da quarta divisão italiana, após ser alvo de racismo de torcedores. Outros casos recentes envolveram jogadores renomados, como John Terry, do Chelsea, e Luis Suárez, do Liverpool, punidos pelo comportamento. O grupo propôs níveis diferentes de punições, desde multas e jogos realizados com portões fechados, até punições mais radicais, como retirada de pontos ou rebaixamento em caso de reincidência ou delitos mais graves.

Ex-jogadores em atividade estão voltando ao Brasil à base de dois falsos pretextos. O primeiro, ligado à média do caráter da maioria, é pela tentação financeira. O segundo, o patriotismo de oportunidade, a Copa do Mundo do próximo ano. Assim retornou uma penca. De avião, quando deveria ter chegado à masmorra de navio, como sofriam os pobres escravos africanos. De Ronaldo Fenômeno a Adriano Imperador. De Ronaldinho Gaúcho a Felipe, vice-campeão carioca pelo Fluminense, de Lúcio, zagueiro do São Paulo, ao mimadinho Alexandre Pato. O centroavante Luís Fabiano, o Fabuloso, do marketing de carro de som sofisticado de TV aberta, também retornou. Para o São Paulo. Lá chegou bem moço, quando eu não tinha 30 anos(vou fazer 43), direto da Ponte Preta de Campinas. Um atacante de força e razoável técnica. Os bons centroavantes foram parando e Luís Fabiano sobrando entre os obtusos. Foi embora, fez uma Copa do Mundo em 2010 fazendo linha de passe com o braço num dos gols que marcou e provocou orgasmos nos narradores que comandam a seita. Fundamentalismo que se estende às redes sociais infestadas de meninos malcriados e de adultos que continuam nerds. Luis Fabiano, naquele time com Grafite na sua reserva, foi o mais ou menos num balaio de péssimos. O São Paulo repatriou Luis Fabiano. Cá pra nós, com raras exceções, boleiro não sabe muito o conceito puro de pátria. Definição de vínculos afetivos, culturais, e históricos. Raiz. O primeiro registro histórico da palavra "Pátria" tem a ver com o conceito de país, do italiano paese, por sua vez originário do latim pagus, aldeia, donde também vem pagão. Jogador de futebol, em maioria mais absoluta que em ditadura de republiqueta, sabe decorado o significado e o resultado de se ter muito dinheiro. Luis Fabiano voltou e, na seca de jogador, mais amena que a estiagem sertaneja sem piedade oficial, foi uma desgraça com a camisa 9 da seleção. >>> No São Paulo , é pior. A regalia apodrece a convivência. Luis Fabiano, em decadência, fama de Caetano Veloso e vocal de cantor de churrascaria, deitou-se a pensar que mandava mais que Cícero Pompeu de Toledo, histórico aristocrata a dar o nome ao Estádio do Morumbi. Tome massagens, tratamentos, relaxamentos, para deixá-lo como os grandes artilheiros tricolores da história. Um Pedro Rocha, um Toninho Guerreiro, um Careca, um Raí. Um Muller, que foi ótimo em campo e é um Luis Fabiano amanhã. O São Paulo padeceu e até pode ser bairrismo. Ainda em processo de cura de contusão, o potiguar Wallyson teria sido mais útil. Ocorre que é Wallyson, de Natal, como um dia houve Souza, de Itajá, genial meia-esquerda do Corinthians e do próprio São Paulo, muito melhor do que Neto e tão bom quanto Pita, sem afago da imprensa tão solícita a quem é simpático. De sorriso e coisitas mais. O São Paulo, eliminado da decisão do Paulista, trata de juntar caquinhos e preparar o futuro no Campeonato Brasileiro. É um time velho e cansado. De Rogério Ceni, Lúcio, Ganso, que deve ter levado 35 bofetadas da PM para chorar no berçário, de tão preguiçoso e dele, Luis Fabiano, Enganando. Tudo no gerúndio e na sua pobreza destrutiva da colagem de palavras. O São Paulo, como todo bobo ou marido traído, encontrou o culpado: O psicólogo. Foi ele, segundo a cartolagem, quem não cuidou com zelo da cabecinha de Luís Fabiano e está encarregado de deixálo em forma no Brasileirão para que possa reviver seus grandes dias que são momentos tão corriqueiros que não valem ser lembrados em cervejadas acompanhadas de comidas de panela de sertanejo. Pobre psicólogo. Um Doutor João Carvalhaes ao contrário. Sabe que não tem o que corrigir. O Doutor Carvalhaes era o psicólogo da seleção brasileira de 1958 e reprovou Garrincha. Mané seria cortado. Desenhou um pinguim e botou o nome: Zózimo, quarto-zagueiro reserva de Orlando, do Vasco. Carvalhaes era contra Garrincha. Deu-lhe nota 3. Mário Trigo, dentista, que não entendia nada de massa cinzenta , mas de qualidade humana e de futebol, procurou Nilton Santos. Seguraram Garrincha e quase o Doutor Carvalhaes volta da Suécia, dispensado. Foi em Garrincha o abraço dele, na volta olímpica em 1958. “Vai abraçar o Zózimo, Doutor,” respondeu Garrincha. “ É dele que o senhor gosta.” Riu e saiu aos pulos com Carvalhaes e Nilton Santos. Mané era gênio e não tinha nada de inocente, como pregam os historiadores de lorota. Mané sempre foi uma criança. Luis Fabiano não tem nada de besta. O psicólogo sabe. O São Paulo também. Queria ver o laudo desse azarado Carvalhaes imposto. INGRESSOS O ABC finalmente desperta para o jogo contra o Sport amanhã, Copa do Brasil e os ingressos estão sendo vendidos no Frasqueirão e em mais cinco pontos: Sterbom Midway,Sterbom Nordestão/Santa Catarina, Livraria Câmara Cascudo(Centro e Parnamirim) e Padaria estrela Dalva nas Rocas. PREÇOS Para a arquibancada, o preço é de R$ 40 reais. Para as cadeiras, 70 reais. Idosos e estudantes pagam metade mediante comprovação com identidade e carteira estudantil. O ABC precisa refrescar o caixa até a estreia na Série B e a chance é nesta quarta-feira. DESFALQUES Por força de contrato, nem Renato nem Thiaguinho jogam contra o Sport. Engraçado: O time libera os jogadores porque não estão servindo, mas não deixam que eles mostrem futebol contra ele, com medo do veneno do escorpião. O ABC fez assim contra o Santa Cruz pelo Estadual com Alvinho, Elivelton e Felipe.

AMÉRICA O América vai precisar furar a retranca do Potiguar em Mossoró com muita paciência. POTIGUAR É preconceito achar que o Potiguar só pode ser campeão se o América entregar o título. Injustiça demais. O Potiguar, se for campeão, é por merecimento. O América, se for bi, também. REFORÇOS Os primeiros reforços do América não indicam tanta ousadia para o começo da Série B. São ilustres desconhecidos e apostas como aquelas que chegaram para a Série C e deram certo. Ou nomes como Daniel e Fabinho, também sem pompa, mas com futebol sobrando. INCOERÊNCIA É melhor se chegar a um acordo. Se o radical diz que o time do ABC é bom, não deve pedir oito reforços "no mínimo", para a Série B.


Cultura

Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 17

ATOR POTIGUAR COMEMORA

10 ANOS DE CARREIRA DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

“Olha só, cada realização parte em se doar o máximo em tudo que se faz. Vai de perceber o brilho no olho de quem assiste, ao reconhecimento. Falo reconhecimento do trabalho, sabe? Não de fama, a fama não me ilude. Fazer um trabalho (seja numa publicidade na TV, como tive recentes experiências, ou em espetáculo teatral) e ser tratado como um profissional, pra mim já é uma realização profissional. No momento, por exemplo, recebi como presente o texto do novo meu espetáculo, o “Borderline”. As realizações são inúmeras”, conta o ator José Neto Barbosa em entrevista para O JORNAL DE HOJE sobre seus 10 anos de carreira. José Neto Barbosa, 21 anos, faz parte do elenco do espetáculo "O Velório da Marquesa Di Fátimo'' que volta ao palco do Teatro Alberto Maranhão, neste sábado, dia 11, às 20h30. Uma comédia que emociona, que faz uma reflexão sobre um cotidiano tão pouco abordado, o universo dos travestis e que já conquistou o público potiguar, ele interpreta a travesti "Brenda Bubu''. Para comemorar sua primeira década dedicada a arte, o jovem talento vai estrear em julho seu primeiro espetáculo monólogo sobre loucura e desejo intitulado de Borderline, de autoria do diretor Júnior Dalberto. Confira o bate-papo. Vale à pena! O JORNAL DE HOJE - Como surgiu o interesse de se tornar um ator? José Neto Barbosa - Passei minha infância em Santo Antônio Salto da Onça, no Agreste do RN, venho de lá e sempre ficava maravilhado em ver as apresentações juninas, uma cultura tão forte de lá. Era assistindo que eu sentia que também tinha que viver arte. Aí, quando tinha 9 anos minha irmã mais velha era modelo, e por eu sempre acompanhar surgiu o convite de desfilar num concurso. Eu adorei a ex-

Fotos: Divulgação

periência de estar “em cena”. Até que um dia na escola, onde já fazia encenações nas atividades, soube de um curso de atuação televisiva e teatral. Fiz o curso e, desde então, não mais parei de fazer oficinas de interpretação. Foi uma paixão que ia crescendo a cada espetáculo convidado e também produzido no grupo teatral escolar que eu integrava. Ainda duvidoso em ser ator por profissão, mesmo já participando de peças profissionais, foi em um auto natalino aqui da cidade (dirigido por João Junior e Diana Fontes) que Titina Medeiros assistiu um ensaio, me puxou no cantinho do palco e me fez jurar que eu jamais iria deixar de fazer teatro na minha vida. Até hoje tenho um carinho mais que especial por ela e as inesquecíveis palavras que eu ouvi ainda pequeno. Sem escolhas, vi que o palco é o meu lugar, onde me sinto bem, onde sou completamente feliz.

O JORNAL DE HOJE - Pretende seguir a trilha da comédia? José Neto Barbosa - Adoro a comédia e admiro os grandes atores que tão bem a dominam. Não me acho um comediante, mas como ator é sempre um desafio encarar. Um ator deve transitar em todos os gêneros. E esse desafio eu vivo no momento, com a comédia “O Velório da Marquesa Di Fátimo” e a tragédia “Borderline” que estrearei em breve. O JORNAL DE HOJE - Como está sendo a experiência de participar do espetáculo "O Velório da Marquesa Di Fátimo''? José Neto Barbosa - Desde que fui convidado para o trabalho, está sendo mais que maravilhoso, me divirto demais! No “Velório” é quase impossível não rir na

O JORNAL DE HOJE - Este ano você comemora 10 anos de carreira. Conte pra gente quais foram as suas maiores realizações profissionais? José Neto Barbosa - Olha só, cada realização parte em se doar o máximo em tudo que se faz. Vai de perceber o brilho no olho de quem assiste, ao reconhecimento. Falo reconhecimento do trabalho, sabe? Não de fama, a fama não me ilude. Fazer um trabalho (seja numa publicidade na TV, como tive recentes experiências, ou em espetáculo teatral) e ser tratado como um profissional, pra mim já é uma realização profissional. No momento, por exemplo, recebi como presente o texto do novo meu espetáculo, o “Borderline”. As realizações são inúmeras. cena, os atores se divertem e o público muito mais. Mais gratificante é a resposta positiva dos que assistem. Só em 2012, foram 15 apresentações, 3 cidades e mais de 6.000 espectadores. O intercâmbio com os parceiros de palco também é enriquecedor. Sendo o mais

novo da turma, aprendo a cada camarim e passei a os admirar antes de tudo. O JORNAL DE HOJE - E, de interpretar uma drag queen no palco? José Neto Barbosa - É

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco

COLÓQUIO INTERNACIONAL A partir desta terça até o dia 10 de maio, Natal será palco do II Colóquio Internacional Mudanças Estruturais no Jornalismo (Mejor 2013), cuja temática é Estatutos, carreiras e normas. As programações acontecerão na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e as inscrições estão abertas até hoje pelo site www.mejor.com.br. A ideia central do Colóquio é dar sequência aos questionamentos iniciados no Mejor 2011, realizado em Brasília, a respeito das mudanças estruturais no jornalismo e das análises suscitadas a partir delas. Sendo assim, os debates serão divididos em três vertentes: mudanças no estatuto do jornalista, mudanças nas carreiras jornalísticas e identidade profissional e normas. Haverá palestras, mesas redondas e apresentações de trabalhos de participantes do Brasil, Espanha, Bélgica, Portugal, Estados Unidos e Canadá. REGISTRO Pipoca, projetor, som, uma tela grande e um bom filme, esse foram os ingredientes que marcaram mais uma edição do projeto “Cinema Itinerante” que foi retomado pela Prefeitura de São Gonçalo para percorrer as comunidades do município levando entretenimento de qualidade e diversão para as famílias. A ação foi realizada no último sábado (4) na comunidade de Uruaçu e reuniu um grande número de pessoas, a maioria crianças e adolescentes curiosos na exibição do filme.

instigante. Aprender a andar no salto alto, passar mais de 2 horas na maquiagem, dominar a peruca. Estar sempre na pesquisa do que é ser um ser travesti. Não digo que sou a Brenda Bubu, falo sempre “somos”, pois devo a vida da personagem ao maquiador Thiago Pingo e ao dramaturgo Junior Dalberto, de alguma forma eles estão comigo em cena.

E, POR FALAR... Além da suas atividades nos grupos de trabalho, o Mejor 2013 , contará com lançamentos dos livros: Na quinta-feira (9), às 18h, títulos como O direito à informação jornalística, da Veruska Góis; Repórter no volante: O papel dos motoristas de jornal na produção da notícia, de Sylvia Debossan Moretzsohn e Ensinar comunicação: experiencias pedagógicas no ensino de jornalismo e publicidade (Samuel Lima e Jacques Mick).

O JORNAL DE HOJE - E, as decepções? José Neto Barbosa - Não gosto muito de falar de decepções, embora elas me impulsionem a continuar, me ensinam de alguma maneira. Nem tudo na vida são flores, né? Mas tem

coisas que precisam ser ditas: Decepção é olhar o Centro de Formação e Pesquisa Teatral fechado, que João Marcelino dirigia com tanta maestria, lá sendo o lugar onde também me formei duas vezes, sabendo lá ser um espaço de transformações de vidas. Decepção é ainda ver a nossa incansável luta por melhores condições pra se fazer cultura aqui no estado e sobreviver. Acho humilhante inclusive, embora mais que necessário e urgente. Já está mais do que na hora dos que nos representam abrir os olhos de uma vez e ver que precisamos de políticas culturais eficazes. Mas a esperança não nos abandona, também existem pessoas bem intencionadas.

O JORNAL DE HOJE - Em julho, você estreia o monólogo "Borderline". Fale um pouco sobre esse seu novo projeto? José Neto Barbosa - “Borderline” é um sonho, é um momento de compartilhar e viajar a cada frase do conto de Junior Dalberto, que tanto admiro e sou grato (ele tem um potencial artístico gigantesco). Ele também assina a direção desse nosso primeiro monólogo. O Espetáculo aborda a loucura, a razão e o desejo, entre outras questões do íntimo humano. “Borderline” é um desnudar de alma, retrata artisticamente e poeticamente um ser com o transtorno de personalidade limítrofe. É uma tragédia contemporânea cheia de surpresas. Sou suspeito em falar, mas é um projeto que muito promete. Estaremos todas as sextasfeiras de julho no Teatro de Cultura Popular.

MOSAICO Maio é mês das mães e, pensando nisso, a Associação de Orientação aos Deficientes – ADOTE- fará uma exposição, na Assembleia Legislativa de 13 a 17 de maio, de peças do Projeto Fragmentos. São quadros de mosaicos, jarros, espelhos, figuras sacras, entre outras peças feitas pelas mães dos usuários da Associação. Quem passar por lá não pode deixar de conferir o belo trabalho desenvolvido pelas artesãs. HOJE Para quem gosta de samba, chorinho e pagode a dica de hoje é a apresentação do grupo Via Samba, às 22h, no Taverna Pub (Rua Dr Manoel Augusto Bezerra de Araújo, 500, Ponta Negra). LIVRO Quase três anos depois do lançamento de Ágape, maior fenômeno editorial brasileiro, que teve seus direitos vendidos para mais de 30 países e adaptação para o público infantil, chega às livrarias Kairós, o novo livro de Padre Marcelo Rossi, com tiragem inicial recorde de 500 mil exemplares. Os leitores que se emocionaram ao conhecer o amor incondicional, o Amor Ágape, irão renovar a sua fé com Kairós, que conta com prefácio do Padre Fábio de Melo. No livro, Padre Marcelo parte da palavra grega kairos, que significa “momento certo”, para falar sobre o tempo de Deus em oposição ao khronos, o tempo cronológico, o tempo dos homens. O autor selecionou passagens da Bíblia com personagens como Abraão, Moisés, José do Egito, Isaías, Maria, Jó e Zaqueu, que passaram por situações de incompreensão, sofrimento e provação e, mesmo assim, souberam esperar pelo tempo de Deus, pelo seu kairos. Todos eles tiveram as suas vidas transformadas no momento que Deus julgou oportuno. Após cada trecho bíblico citado, reflexões e comentários do Padre Marcelo convidam o leitor a refletir sobre suas próprias angústias e a fortalecer a sua fé. O livro também destaca a importância da oração e apresenta no final de cada capítulo uma prece especial para ajudar os leitores a permanecerem perseverantes na fé e confiantes no poder de Deus. Kairós traz ainda uma bênção do Padre Marcelo dedicada exclusivamente aos leitores.


18 O Jornal de HOJE

Natal, 7 de maio de 2013

Cultura

Terça-feira

Luma Costa e Mart'nália / créditosJoão Miguel Júnior

Canal 1

BATE-REBATE w Nicole Bahls, meio que entrando e saindo calada na sua volta ao “Pânico”, também está passando batida nos merchandisings do programa. w Até agora, pelo menos, ela não apareceu em nenhum. w A Globo também tem interesse numa revisão nas formas de disputa dos campeonatos regionais. w Do jeito que é, inevitavelmente, sempre ocorrem problemas. w Rio e Rio Grande do Sul, por exemplo, já têm os seus campeões definidos e não terão futebol nos dois próximos domingos. w O jeito, para as duas praças, será colocar o jogo de São Paulo,

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery - flavioricco@gmail.com.br

Igrejas promovem espetáculos deprimentes na TV Neste último domingo, pela Rede 21, uma emissora totalmente alugada, aconteceu mais um daqueles espetáculos do Valdemiro Santiago, da igreja Mundial. Do alto do seu palanque, ele comandava o “show”, com a ajuda de seus colaboradores: - Apóstolo, a paralítica voltou a andar – gritava um pastor. E, no momento seguinte, várias cadeiras de rodas eram erguidas. No meio da multidão, um outro “milagre” – “não enxergava há seis meses, agora tô enxergando perfeitamente” – agradecia um homem. Não faltaram, e nem poderiam faltar, como sempre acontece, casos como cura de câncer, coração, surdez e por aí afora. Ah, também tinha o de um ex-traficante que virou um empresário bem-sucedido. - É forte! Glória a Deus! – exclamava o apóstolo, do alto de um palco, enquanto enxugava o suor e jogava a toalha para o público presente. Um roteiro do horror, instalado numa emissora aberta e num país que o sistema de saúde apresenta as deficiências conhecidas. Só faltou mesmo uma melhor direção ou preparação dos “atores convidados”. Alguns derraparam feio. Como se observa, as nossas concessões de TV continuam oferecendo todo tipo de “entretenimento”. Até esse.

C´EST FINI Olha só que situação. Um autor de novelas da Record, nesta altura já um exautor, foi surpreendido em meio ao seu trabalho na semana passada. Escrevendo “Dona Xepa”, com Gustavo Reiz, ele foi avisado que deveria parar por ali. Foi mandado embora. Nem mesmo colaboradores na ativa estão sendo poupados do rapa. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

>> TV - TUDO w DESPREPARO Luciano do Valle é indiscutivelmente um dos maiores narradores esportivos. Agora, não se entende a insistência de quem quer que seja em colocá-lo na Indy. Até VT ele acabou narrando pela segunda vez. Além de um descompleto desconhecimento das regras. Definitivamente a Indy não é a praia dele.

w OPINIÃO Sobre o assunto “demissões na Record”, alguém, muito ligado à TV, tem um comentário a respeito:“a Record paga agora pelos erros do passado e erros ainda do presente. Manter gente acostumada com oração para fazer TV é o mesmo erro de botar gente que faz TV para fazer oração. São pontos-de-vista antagônicos, insociáveis e conflitantes”.

w PERGUNTA DE BOBO Só para efeito de comparação, a página do Multishow, um canal pago, acaba de atingir a marca de 8 milhões de fãs no Facebook. É muito mais que a GNT – 2,1 mi, SBT – 1,3 mi, Globo 1,2 mi, Record - 996 mil e MTV – 846 mil juntos. Qual será o segredo de tanto sucesso?

w DETALHE A recuperação da Record deve começar pelo respeito ao público e aos seus anunciantes. Como exemplo do mal, do que não deve acontecer, é o “Legendários” no sábado. O programa começou às 22h58 e só realizou a sua primeira ação comercial à 0h28, um merchandising. E três intervalos seguidos, de 0h27 a 0h37.

w TEVE UM TEMPO... Não que seja o caso do Multishow – longe disso, que um canal esportivo acusou o outro, um concorrente, de “chupar” seguidores por meio de “robô”. Uma coisa de bastidor entre Espn e Esporte Interativo, que no fim ninguém provou.

w TRISTEZA Ângela Leal, protagonista de “Dona Xepa”, novela que a Record estreia dia 21, também foi indiretamente atingida com os cortes promovidos na semana passada. Além de outros, ela ficou sem o seu maquiador de muitos anos.

PÉ NA COVA – 1

Emendando ou não, o seriado de Miguel Falabella trará algumas novidades na nova temporada. Odete (Luma Costa) e Tamanco (Mart’nália), por exemplo, vão adotar um menino de rua que passará a fazer parte do elenco fixo.

w FIM DA ESCOLINHA A “Escolinha do Gugu”, na Record, acabou. Os contratos dos 23 participantes terminam no dia 31 deste mês – e nenhum será renovado. Alguns ainda têm a expectativa de ser absorvidos por outros programas, o que também não será muito fácil em função dos cortes que estão sendo realizados.

domingo. Foi colocado de cabeça para baixo. O azul, de cima, ficou embaixo. O do companheiro ao lado, Luiz Roberto, estava certinho.

w A REGRA É CLARA Arnaldo Cezar Coelho apareceu com o logo da Globo invertido na sua camisa, durante o jogo Botafogo e Fluminense, final do campeonato carioca no último

Áries 21/03 a 20/04 Um dia delicado que pede calma, ariano! Vá com jeito com os empregados, os amigos e o parceiro. O risco de ser estabanado e impaciente com eles é criar uma grande confusão. Desgaste pra você é o resultado.

Leão 22/07 a 22/08 m bom plano estratégico pode ser engatado em alguns dias capriche nos detalhes operacionais, troque ideias com quem é especialista numa área que você não conhece bem. Relações familiares um tanto tumultuadas, não impingir nada a eles é essencial.

Sagitário 21/11 a 21/12 A vida tem seu ritmo, e o sagitariano faz parte da tribo dos que nasceram sabendo disso! Otimista por natureza, acredita que o melhor sempre acontece no final. No momento você está no caminho, e será preciso apuro com aspectos práticos da vida.

Touro 21/04 a 20/05 Você é um ser persistente por natureza, talhado para grandes feitos e realizações - agora, por exemplo, que Mercúrio ajuda com ideias incríveis e super praticas, os chefões também estarão mais sensíveis as suas contribuições. É sua chance de alargar seu terreno.

Virgem 23/08 a 22/09 Mercúrio, que comanda seu signo, arma hoje um aspecto poderoso com Plutão, indicando um bom dia para ir fundo num assunto, pesquisar um tema ou campo de conhecimento, desvelar segredos ou esclarecer magoas e problemas.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Nos últimos tempos você tem se transformado, é um processo lento que muita gente não percebe - ou acha que é passageiro. Hoje é um ótimo dia para mostrar ao chefe, aos colegas e aos seus íntimos como você tem fundamento e coerência.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Este tem sido um tempo bom pra praticar a discrição total com relação a sua vida intima. Colegas de trabalho que fiquem morrendo de curiosidade, mas você não deve contar a eles certos aspectos de sua privacidade. Escolha quem leva em casa.

Libra 23/09 a 22/10 São os pequenos detalhes do cotidiano que tornam a vida mais respirável, equilibrada e bonita. Este é um período excelente para investir nestas melhorias. Acrescente meia hora de algo lindo pra fazer, solte a criatividade, respeite seus limites...

Aquário 21/01 a 19/02 Cuidado com o que você vai expor em publico, de seus pensamentos e ideias - também seja rigoroso em atividade junto a entidades e grupos. Afirmar que o 'rei está nu' pode ser divertido, mas as consequências precisam ser pesadas.

Câncer 21/06 a 21/07 Altos e baixos num dia de astral arrevesado para os cancerianos. Saúde e relações com chefes andam coloridas pela preguiça destes últimos. Não é o momento pra insistir numa direção de trabalho. Espere. Relações de amizade andam cansativas, exigentes.

Escorpião 23/10 a 21/11 Mercúrio e Plutão em aspecto poderoso tornam o dia excelente para mergulhos profundos nos mistérios da alma alheia. Você pode descobrir algo importante num papo sério e honesto com seu parceiro de vida.

Peixes 20/02 a 20/03 Assuntos financeiros e relacionados a imóveis tomam a dianteira até a semana que vem. Chegou a hora de encarar a realidade e dizer a verdade a quem precisa escuta-la. Desvencilhe-se de desculpas para enfrentar os obstáculos que parentes criaram.

HOMEM DE FERRO 3 - (12 Anos) MOVIECOM 1 – Hora:14:40 / 17:20 / 20:00

MOVIECOM 3 - Hora:14:00 / 16:00 / 18:30 / 20:30

CINEMA Divulgação

UM PORTO SEGURO - (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:21:35 OBLIVION - (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:19:05 Cena do filme Homem de Ferro 3

VAI QUE DÁ CERTO - (12 Anos)

PÉ NA COVA – 2

A atual temporada de “Pé na Cova” vai até julho. E a próxima, já aprovada pela Globo, começa em setembro ou outubro. Isto é o que foi ajustado. Não se descarta, no entanto, a possibilidade de emendar uma na outra. O assunto está em discussão.

HORÓSCOPO

OS CROODS - (Livre) MOVIECOM 2 – Hora:14:30 / 16:40

Santos e Corinthians, com interesse bem relativo para cariocas e gaúchos. w E com prejuízos inevitáveis na audiência nos dois estados. w Responsável por dar a bandeirada de largada da Indy domingo em São Paulo, Renata Fan foi surpreendida com o coro de “Renata, gostosa!” da arquibancada. w Sorrindo, deu a entender que até gostou. w Ainda da Indy, muita gente estranhou a presença de Nadja Haddad por lá. w Uma coisa assim meio em cima da hora. Ela estava em Salvador. Foi chamada às pressas.

ADEUS MINHA RAINHA - (12 Anos) MOVIECOM 3 - Hora: 20:30 (Qui) SOMOS TÃO JOVENS - (14 Anos) MOVIECOM 4 - Hora:14:50 / 17:00 / 19:10 / 21:20 OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do adia.

w OLHA SÓ Depois a Record diz que não mistura televisão com religião. A partir de ontem, o “Balanço Geral”, do Geraldo Luiz, passou a ser interrompido pela Igreja Universal. Entra um bispo, faz a oração, chama o testemunho de um fiel e anuncia um culto, o de ontem, dos empresários, às 10 da noite.


Cidade Alunos e professores da UFRN promovem campanha "Acessibilidade e Respeito: Eu Posso! Você Deixa?" Terça-feira

Natal, 7 de maio de 2013

OBJETIVO DO PROJETO É SENSIBILIZAR ALUNOS E PROFESSORES DA INSTITUIÇÃO Iniciativa do coletivo E O Aleijado, Sou Eu?, em parceria com a Comissão de Apoio ao Estudante com Necessidades Educacionais Especiais (Caene), a campanha "Acessibilidade e Respeito: Eu Posso! Você deixa?" pretende sensibilizar alunos, professores e demais funcionários da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) para o principal problema enfrentado por uma pessoa com necessidades especiais. A partir desta segunda-feira (06), até a próxima sexta-feira (10), palestras e atividades socioculturais movimentam a instituição. No encerramento, o I Fórum Permanente Sobre Acessibilidade apresentará palestras e mesas-redondas, no Centro de Educaçao da Universidade, bem como um concurso de fotografia sobre a temática. Com esquetes (pequenas cenas humorísticas) interpretadas por Daniel Barbosa, aluno do curso de Ciências Sociais, um dos organizadores da campanha e também cadeirante, pessoas que circulavam pelo Setor III foram confrontadas com a primeira ação. Ao simular um acidente, que o deixou prostrado no chão, ele esperou sem sucesso por ajuda para levantar. Dois alunos caminharam em sua direção, mas desistiram após os passos iniciais. "Será que a deficiência é só minha? Ou é da sociedade? Fiquei no chão e ninguém veio me ajudar. Olhavam, mas se afastaram sem falar comigo. O que mais me incomoda, além da falta de acessibilidade, é a invisibilidade". Principal instituição de ensino do Estado com maior proporção de pessoas com algum tipo de deficiência no país, a UFRN precisa de vários itens para se adequar à lei que ampara esse grupo social. "Como podem falar em igualdade se nem na universidade temos como nos locomover com tranqüilidade? As pessoas não pensam que um cadeirante precisa trabalhar, ter lazer, pagar contas, e que nessa hora não é nada confortante ficar sem conseguir entrar em um prédio ou se movimentar sozinho", diz Daniel. A falta de autonomia em meio às dificuldades vividas por alunos e funcionários foi o que motivou a Campanha. "Muita gente tem vergonha de

Fotos: Wellington Rocha

Principal instituição de ensino do Estado, UFRN possui maior proporção de pessoas com algum tipo de deficiência do país

Daniel Barbosa é estudante da UFRN e um dos organizadores da campanha assumir uma deficiência. Tem gente com baixa audição, baixa visão ou

mesmo problemas mentais, mas ela não assume. Sem isso não tem

como o Caene fazer um trabalho completo. Não temos como atingir o maior número possível", lamenta Daniel. Com programação nos três turnos, a "Acessibilidade e Respeito: Eu Posso! Você Deixa?" quer expandir o trabalho incipiente na UFRN. "A Caene já presta assistência às pessoas com necessidades especiais. Queremos ampliar isso com a conscientização de todos de que precisamos de intervenções mais sérias, que fundamentem as leis já existentes". Para a professora de genética e coordenadora adjunta da Caene, Sílvia Batistuzzo, a dificuldade reside em alterar comportamentos arraigados na sociedade, como o preconceito com o diferente. "Será que conseguimos sair dessa barreira? Será que eu vejo uma realidade diferente? Onde está o problema, não é na falta de sensibilidade individual? São questões que queremos levantar na Campanha. Para isso, no Fórum, receberemos profissionais de outros Estados que nos ajudarão nessa mobilização. Trata o deficiente com mais humanidade e fazer cumprir as leis criadas para eles é um caminho sem volta".

> AÇÃO SOCIAL

Casa Durval Paiva realiza Semana Solidária em Supermercado de Natal A Casa Durval Paiva de Apoio à Criança com Câncer iniciou nesta segunda-feira (6), mais uma de suas campanhas. O local agora é o Supermercado Nordestão Lagoa Nova, onde está sendo realizada a Semana Solidária, que segue até o próximo sábado (11). Nesta segunda pela manhã, uma equipe da Casa Durval Paiva esteve presente na loja, divulgando o trabalho da entidade e entregando panfletos informativos sobre o diagnóstico precoce do câncer infantojuvenil. Para a dona de casa, Cristiane Pereira, a ação é muito importante para chamar a atenção das pessoas para os sintomas da doença. "É uma boa iniciativa, pois chama a nossa atenção para a importância de saber perceber os sintomas dessa doença. Muita gente não sabe quais são os sintomas, e às vezes na correria a gente nem presta atenção, por isso é importante estarmos atentos", disse. Já o vendedor, Cipriano Brasiliano, parabenizou a Casa pelo trabalho desenvolvido. "É muito bom saber que em Natal existem instituições que fazem um trabalho tão bonito, se preocupando com a saúde do próximo, e realizando ações como essa, passando informações importantes para a população", afirmou Cipriano. Além da distribuição de panfleto, durante toda a Semana, também estão expostos para venda na loja, artigos e artesanatos feitos pelas mães dos pacientes atendidos na Casa Durval Paiva, com o objetivo de arrecadar fundos para manutenção dos atendimentos da entidade.

Herácles Dantas

Durante toda a semana estarão expostos artigos e artesanatos feitos pelas mães dos pacientes atendidos na Durval Paiva Para o presidente da Casa Durval Paiva, Rilder Campos, mais do que dar assistência aos pacientes, a entidade tem a missão de ajudar na prevenção do câncer infanto-juvenil. "Ações como essa fazem parte da missão da Casa, e a Semana Solidária já é uma tradição, pois o Nordestão é um grande parceiro. Através dessa ação, com a distribuição dos panfletos em um local bem freqüentado, nós estamos socializando as informações sobre a doença, para que a população tome conhecimento e saiba como prevenir. O diagnóstico precoce é fundamental para que a criança tenha chance de cura", afirmou Rilder Campos.

CASA DURVAL PAIVA Fundada em 1995, a Casa Durval Paiva é uma organização sem fins lucrativos, que desenvolve um trabalho social e assistencial de apoio às crianças carentes com câncer e seus familiares durante o período de tratamento. Atualmente, a Casa Durval Paiva atende cerca de 750 crianças e adolescentes vindos de todo o Estado e também da Paraíba e do Ceará, oferecendo acolhimento às crianças e adolescentes, tanto no momento da investigação e diagnóstico da doença, como durante todo o tratamento. Além de hospedagem e alimentação, a entida-

de presta assistência com mediação do atendimento médico hospitalar, encaminhamentos e transporte para exames e consultas, e apoio multiprofissional com atendimentos psicológico, social, nutricional, fisioterápico, odontológico, farmacêutico, pedagógico, arte terapêutico e terapêutico ocupacional. Alguns pacientes moram na instituição durante o período de tratamento, e outras, que moram na grande Natal, passam as tardes ali, tendo aulas e atividades educacionais. A instituição conta com o apoio de voluntários que se dedicam diariamente aos pacientes e familiares da Casa.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Natal, 7 de maio de 2013

Cidade

Terça-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

A coleção da VR A coleção de inverno da VR traz como apostas do vestuário masculino para a temporada: colarinhos menores e ainda mais estreitos, gravatas cada vez mais finas e camisas com micro-estampas. O jeans apresenta lavagens mais desgastadas e as malhas vem em tecidos que proporcionam mais conforto para os momentos de lazer.

Met Ball O Costume Institute Gala, conhecido Met Ball, é um evento anual que celebra a abertura do Metropolitan Museum of Art, exposição de moda no Costume Institute. E ontem, o mundo fashionista estava todo voltado para ele, celebridades e seus looks maravilhosos ou não, deram um show à parte, no evento.

t

Bianca Duarte assume veia fashionista: ela está à frente da VR ao lado do casal Thaysa/Beto Santos

Ana Rocha & Appolinário: Tázia Varella e Maristela Freire em tarde de brilhos e pedras

O red carpet da noite onde as celebridades chegam vestidas para impressionar é descrita como a moda "Night of Nights" da indústria. Especialistas da indústria de revistas de moda e estilo, consideram o evento, que é organizado pela Vogueamericana, como sendo o melhor red carpetdo mundo, e também o mais glamuroso evento social anual que acontece em Nova York. Ele acontece desde 1948 (o ano em que o Costume Institute foi fundado).

Os calçados tipo brogue e oxford vem nas variações de marrom, cáqui, esverdeados e acinzentados. A linha VR DENIM, que reúne todo o sortimento de peças casuais da marca, traz tecidos levemente desgastados, camisaria com fio de índigo e padronagens cada vez mais reduzidas. As calças color voltaram em cores fortes ou bem claras; a cartela de cores explora bem as variações de tons terrosos. t

t

t

Calvin Klein Collection vestiu Rachael Taylor

t t t

Valores Em 2005, os bilhetes individuais variaram de preço foram de 5.000 a 15.000 dólares, enquanto patrocinadores pagaram 150.000 dólares para tabelas inteiras. Em 2006, o evento arrecadou um total de 4,5 milhões de dólares. Em 2010, o preço da mesa foi 250 mil dólares.

t

Acessórios...

t t t

Red Carpet

t

Anfitriã: Claudia Gallindo recebeu a amiga Ângela Pinheiro

Mãe & filha: Ana Katharina e Karenina Fernandes

Calvin Klein anunciou hoje que a Calvin Klein Collection vestiu a atriz Rachael Taylor para sua aparição na exibição especial de The GreatGatsby, que aconteceu na noite passada no Museu de Arte Moderna de Nova Iorque. Rachael Taylor vestiu um conjunto preto estampado da coleção Resort 2013 Calvin Klein Collection, desenhado por Francisco Costa, diretor criativo das linhas femininas da marca.

t t t t

t

t

Anna Wintour Quarta tem Chá das Mães no Versailles Tirol

A editora-chefe da Vogue americana, Anna Wintour supervisiona tanto o comitê benefício quanto a lista de convidados, embora funcionários Vogue ajudem a montar a lista de convidados famosos. Robert Isabell projetou o evento há mais de uma década antes de sua morte, em 2009. AVogue e a Chanel têm compartilhado o custo do evento.

Cinco entidades sociais que realizam ações humanitárias diversas, como a Casa do Bem, NECAS, CEDE, CELD e Nosso Lar, realizam o Chá das Mães, evento beneficente, nesta quarta, dia 8, a partir das 17h, no Versailles do América. t

t

t

t t t

Gisele Bundchen foi uma das mais bonitas da noite

Na Bob: a blogueira bela Ju Flor Elali com Tico Saygoun

Fashion: Eduardo Gadelha foi pretigiar a inauguração da Bob Store do Natal Shopping

A modelo brasileira foi uma das celebridades que mais chamou atenção pelo seu lindo look, assinado pelo estilista em ascenção Antony Vacarello, rei das fendas e detalhes, bem como foi o vestido da modelo, que está com o corpo em dia. t t t

A VR inaugura no Midway Mall A querida Bianca Duarte é a mais nova empresária fashion do pedaço. É que ela agora é sócia do casal Thaysa/Beto Santos na loja VR, que acaba de inaugurar no Midway Mall, antiga D Hall. O espaço, totalmente diferente, já recebeu toda a coleção da marca e mais, tem peças bacanérrimas da Mandi. Vale a pena fazer uma visita.

Senhas... Cada entidade está vendendo suas senhas, ao preço de R$ 15,00, com o Chá das Mães oferecendo atrações culturais, alimentos e bebidas, sendo a renda revertida para a manutenção das entidades.As senhas da Casa do Bem podem ser adquiridas pelos fones 3202-3441 o 9612-8300 e, mais informações das demais entidades, com Cristina pelo 9985-6593. t

t

t

A Casa do Bem A Casa do Bem vai destinar parte de suas senhas para levar as mães atendidas por suas ações sociais, agradecendo quem puder adquirir senhas para as mesmas. Moda & Atitude: Lu Santa Rosa com a convidada Leila Cunha Lima Almeida

Porpis: Bruno Porpino cobrindo o evento para o seu blog

Até amanhã!


FLIP 07/05/2013  

Cidade, economia, cultura e esporte

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you