Issuu on Google+

> SAÚDE PÚBLICA

> SEM NEGOCIAÇÃO

CIDADE 6

Terça-feira

Ano XVI w

Canindé Santos

José Aldenir

UTI do Hospital Santa Policiais civis entram Catarina continuará em greve e servidores aberta, garante Sesap do Itep decidirão hoje CIDADE 10

NATAL-RN, 6 DE AGOSTO DE 2013 w Nº 4.707

R$ 1,00 jornaldehoje.com.br

> CRISE FINANCEIRA NO ESTADO

Pequenas empresas cobram dívida de R$ 15 mi ao Governo

Túlio Lemos Página 11

w O choque de gestão fora de época, anunciado por Rosalba, apresenta situações bizarras.

Marcos A. de Sá

PRESIDENTE DA ASSOCIAÇÃO COMERCIAL DO RN, ITAMAR MACIEL, AFIRMA QUE JÁ FOI PROCURADO POR 80 PEQUENOS EMPRESÁRIOS COM DÉBITOS DE ATÉ R$ 300 MIL REFERENTES AOS ÚLTIMOS TRÊS ANOS

SYLVIA SÁ (INTERINA)

POLÍTICA 5 Cedida PF

> OPERAÇÃO HECATOMBE

Seis PMs e mais 12 pessoas foram presos acusados de 22 homicídios

Página 7

w Plano Safra Semiárido do Governo Federal auxiliará 88% dos municípios potiguares.

Alex Medeiros TACIANA CHIQUETTI (INTERINA)

Página 11

Com o objetivo de desarticular grupo de extermínio composto por integrantes de forças policiais, que agia principalmente na zona Norte de Natal, a Polícia Federal cumpriu mandados de prisão na capital, em São Gonçalo, Parnamirim e CerroCorá. Grupo teria planejado executar uma delegada da Polícia Civil, um promotor de Justiça e um agente da Polícia Federal cedido ao Estado.

w Militância do PMDB trabalha Waltinho, mas o clima é de "saudade de Wilma".

Danilo Sá

CIDADE 10 Página 12

w Não poderia haver momento pior para a governadora enfrentar uma onda de greves.

> CRISE...

Para Agnelo Alves, Gestão de Rosalba “faliu e recebeu o atestado de óbito”

Vicente Serejo Página 13

POLÍTICA 3 Ação envolveu mais de 200 policiais federais, sendo 30 do Comando de Operações Táticas Especializado em Operações de Alto Risco, de Brasília

w Forte e fechado em família, PMDB não teme ficar no governo ou aderir ao vitorioso.

Canindé Santos

> AVANÇO

Obra da Biblioteca Câmara Cascudo deve ser concluída em dezembro CIDADE 9

Rubens Lemos F. Página 16

w Paletó Velho, apelido que foi posto de forma jocosa, mas que caiu como terna homenagem.

> CONTRA REBAIXAMENTO

ABC e América entram em campo pela Série B em rodada completa Construtora pretende entregar o prédio 5 meses antes do previsto. Falta de servidores preocupa coordenador do Sistema Estadual de Bibliotecas

ESPORTE 15

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE Sérgio Luiz Bezerra Trindade Maciel Matias Manoel Soares Filho João Felipe da Trindade Pery Lamartine Afranio Pires Lemos OPINIÃO - Página 2

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,29 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,35 R$ 2,29

Euro x real R$ 3,04 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 8%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 6 de agosto de 2013

SÉRGIO LUIZ BEZERRA TRINDADE, professor do IFRN (slbtrindade@yahoo.com.br)

Amancio

Terça-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Vamos às ruas

AFRANIO PIRES LEMOS, escritor (afrapil@yahoo.com.br)

Escrevo estas linhas enquanto leio que algumas ruas de Natal foram tomadas, hoje, manhã e parte da tarde, por motoristas e cobradores de ônibus e, depois, por "investidores" da Telexfree. Os primeiros exigem, legitimamente, o direito de trabalharem com segurança. Os últimos, bem..., melhor calar. A porteira foi aberta. E por onde passa um boi, passa uma boiada. Os termos ética e moral são usados quase sempre como sinônimos. É possível, porém, fazer algumas distinções entre eles. Enquanto a moral refere-se ao conjunto das normas que orientam o comportamento humano tendo como base os valores próprios de cada cultura e sociedade/comunidade, a ética seria a disciplina filosófica que investiga os diversos sistemas morais criados pelo homem, buscando compreender a fundamentação das normas e explicitar as concepções sobre o ser humano. Aristóteles disse que a característica específica que diferencia os animais do homem é que este "tem o sentimento do bem e do mal, do justo e do injusto e de outras qualidades morais." No nosso cotidiano, sempre nos deparamos com situações nas quais a nossa decisão depende daquilo que consideramos bom, justo ou moralmente correto. Sempre que isso ocorre, estamos diante de uma decisão que envolve um julgamento moral, a partir do qual vamos orientar nossa ação. Como a nossa é tomada de acordo com valores, isso significa dizer que as coisas e as ações podem e devem ser hierarquizadas de acordo com as noções de bem e de justo. Todo ser humano possui consciência moral, que é a faculdade de observar a própria conduta e formular juízos sobre os próprios atos - passados e presentes, bem como as consequências deles. Depois de julgar, os indivíduos têm condições de escolher, dentre as circunstâncias possíveis, seu próprio caminho. Tive oportunidade de participar de algumas movimentações e, depois, de alguns debates acerca delas. E constatei que houve manifestação pacífica salpicada de

A cidade

Artigo

ondas de violência. E para isso contribuíram os manifestantes e as forças policiais. Sou – reforço isso em qualquer lugar que vá – radicalmente contra a violência, pois ela, como bem disse João Paulo II, "destrói o que ela pretende defender: a dignidade da vida, a liberdade do ser humano." O Estado brasileiro é historicamente um antro no qual se homiziam duas das maiores doenças de nossa sociedade: a corrupção e a ineficiência. Foi, ao longo dos anos, privatizado. Por todas as colorações partidárias e por todas as geografias políticas. Muitos se deixaram e se deixam trair pelo barulho das ruas. O governo federal e as gestões de governadores e prefeitos foram engolfados pela tempestade, cuja consequência foi o surgimento de alguns dilemas políticos e, principalmente, éticos: os movimentos em favor de mudanças se deram pela esquerda ou pela direita? A pressão era por mais eficiência, mais ordem (sim porque era também por segurança pública) e pelo uso mais racional dos recursos públicos? Ou era para passar por cima da ordem democrática, dos canais institucionais de representação e para fechar o espaço público? Uma névoa pesada impediu de vermos além do aparente. E o aparente mostrava o confronto das ruas como se dando entre manifestantes pacíficos e uma força policial violenta. Poucos perceberam que o espaço público é de todos e que os indivíduos têm o livre direito de ir e vir. Violálo é passar por cima de um direito constitucional, o que pode parecer uma bobagem, mas que é resultado de séculos de luta em favor de prerrogativas individuais. O que estamos vivenciando não é um jogo de dados porque não é fruto do acaso. Estamos diante de possibilidade de escolha: devemos destruir a frágil flor da democracia arduamente conquistada ou devemos saber com ela conviver e aperfeiçoá-la? Para respeitá-la é preciso entender que o limite entre a civilização e a barbárie é estreito. E ele passa pela obediência a alguns princípios, entre eles o da aceitação de que espaço é público porque é de todos.

MACIEL MATIAS, médico (maciel.matias@terra.com.br)

Assaltante aos 9 anos de idade. De quem é a culpa? – Viu que absurdo? – O que houve? Perguntei espantado. – Um garoto de nove anos, foi apanhado assaltando um ônibus, com outro menor armado. – Realmente um verdadeiro desmantelo. Como pode? Para onde estamos caminhando com tamanha violência? Por que tudo isso está acontecendo em nossa cidade, aliás, em nosso país? Li também nos jornais que ao ser questionado por aquele ato e qual a perspectiva de vida ao atingir a maioridade, respondeu calmamente, demonstrando frieza na resposta: – Comprarei um revólver para assaltar mais pessoas. O país passa por momentos de instabilidade social e descrédito dos poderes institucionais. Modelos aplicados pelos nossos governantes nos últimos anos na educação, na saúde e na segurança têm demonstrado ineficiência e incompetência de gestão. O Brasil possui uma população de 190 milhões de pessoas, dos quais 60 milhões têm menos de 18 anos de idade. O que equivale a quase um terço de toda a população de crianças e adolescentes da América Latina e Caribe, segundo dados da UNICEF. Aproximadamente uma em cada quatro crianças de 4 a 6 anos está fora da escola. 64% das crianças pobres não vão à escola durante a primeira infância. O problema é muito mais grave no Norte e no Nordeste onde, somente 40% das crianças terminam a educação fundamental. O nosso país tem 21 milhões de adolescentes com idade entre 12 e 17 anos. De cada 100 estudantes que entram no ensino fundamental, apenas 59 terminam a 8ª série e apenas 40 o ensino médio. A evasão escolar e a falta às aulas ocorrem por diferentes razões, incluindo violência e gravidez na adolescência, além do trabalho infantil. O país registra anualmente o nascimento de 300 mil crianças que são filhos e filhas de mães adolescentes, onde ambos estarão em sua maioria fora das atividades escolares, nos próximos anos. Todos esses fatos ou desastres sociais agravam cada vez mais o problema, necessitando urgentes providências. O trabalho infantil no país passa por duas questões, segundo Isa Oliveira, secretária executiva do FNPETI (Fórum Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil). A primeira está relacionada à exclusão social e à pobreza, já que muitas crianças trabalham para complementar a renda familiar. A segunda é a questão cultural, pois muitos acreditam que a formação do caráter da criança - para que ela se torne um adulto responsável - passa pelo trabalho. Quando estávamos discutindo intensamente essa nossa realidade, deixando todos nós tensos e ansiosos na busca de uma solução, surge o Beto com uma história para descontrair o clima. – Numa pequena cidade do interior do Nordeste havia um vigário que, diariamen-

te, procurava convencer os pais a mandar os filhos à escola e evitar o trabalho infantil. Quando via uma criança trabalhando, no horário que deveria estar na escola, dava uma bronca na criança e nos pais. Certa manhã, estando no pátio da igreja observando o movimento da cidade, passa uma garotinha tangendo umas cabras. Vendo que aquele trabalho estava afastando-a da escola, questiona imediatamente: – Mariazinha para onde levas estas cabras? – Para o sítio de Seu Pedro Chicão. Mãe pediu para o bode dele cobrir as cabras, pra ver se dão cria. Irritado com a ocupação da criança, o vigário aumentando a voz a repreende: – E porque você não deixa seu pai ou seu irmão fazerem isso e você vai para a escola? Acelerando o passo ela responde: – Eles fazem seu padre, mas elas não dão cria! – Não é isso que estou perguntando. Vá já para escola e mande seu pai falar comigo. – Sim senhor, seu padre. A sua benção. E desapareceu por trás da igreja. As crianças são o retrato real da sociedade em que vivem. A violência está cada dia mais presente em nosso ambiente, deixando as crianças desprotegidas. A educação é a única saída para reverter este quadro trágico. Recentemente, esteve em Natal o senador e ex-ministro da educação Cristovam Buarque. Em sua entrevista propõe uma revolução na educação do Brasil. A federalização do ensino é a solução. Desde o nível básico, criando uma carreira nacional do magistério e uma adesão gradativa dos estados e municípios ao programa. Dados da ONU apontam o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Brasil, muito atrás de países da América Latina, apesar de sermos considerados a sétima economia do mundo. É uma verdadeira incoerência social. Informações da Controladoria Geral da União (CGU) demonstram que 73% dos municípios vistoriados desviaram verbas do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e Valorização dos Profissionais da Educação), sendo a maioria das fraudes no Nordeste. É necessária uma fiscalização mais eficiente e ágil, que possa punir e ao mesmo tempo oferecer soluções para continuidade do programa sem prejuízo de uma educação continuada para a formação de uma nova geração de brasileiros. Por isso, não precisamos de mais aparatos de punição para crianças e adolescentes. Já temos o suficiente. Precisamos, sim, refletir sobre o que estamos dando a essas crianças como componentes da sociedade, já que somos os responsáveis pela escolha daqueles que serão os gestores do nosso país, do nosso estado e municípios, nos níveis executivo e legislativo. Pois, afinal, quem é o culpado? Acriança de 9 anos ou nós que escolhemos os nossos governantes?

Artigo

MANOEL SOARES FILHO, assinante (pastorsoares@ig.com.br)

De quem é a responsabilidade final? Inicialmente, gostaria de esclarecer aos eventuais leitores deste artigo que minha formação acadêmica não é em Direito. Na verdade, sou graduado em Administração Pública e Privada e em Teologia. No que respeita aos meus conhecimentos obtidos das ciências administrativas, há algo que aprendi basicamente: "quando se delega autoridade a alguém para exercer determinado cargo ou tarefa, delega-se junto parte da responsabilidade pelos efeitos que o cargo ou tarefa delegado possam causar; porém, jamais a responsabilidade final do delegante se extingue em relação aos ditos efeitos. Ao voltar-me para o que aprendi ao estudar Teologia Cristã entendi, com base no livro que deu origem ao cristianismo, a Bíblia Sagrada, que deve haver por parte do ser humano que se diz cristão; e em nosso Brasil que, embora seja um Estado Laico, a grande maioria do seu povo conserva a compreensão e até se declara cristão lato sensu, assim sendo, tal povo, basicamente, deve ter um compromisso com a ética e a moral cristãs em todos os aspectos de sua vida. Faz parte integrante desse mesmo povo, também, todas aquelas pessoas que resolveram enveredar pelo exercício de atividades políticas, principalmente, na área do executivo e do legislativo.

Artigo

Sem, no entanto, deixarmos de lembrar que as que exercem funções no poder judiciário também tanto no que diz respeito ao direito como à justiça devem agregar ao exercício de suas atividades um compromisso absolutamente necessário com a ética, com a moral, com a honra e com a honestidade. Muito bem! Por que estou a fazer toda essa digressão antes de abordar e considerar a pergunta que serve de título a este artigo? Pela única razão de trazer uma justificativa ao que desde agora passo a considerar. Tenho consciência de que o que vou comentar não se restringe apenas ao estado do RN, uma vez que à luz das notícias da imprensa como um todo, nosso Brasil jaz envolvido num mar de desgoverno, de corrupção e de impunidade que, de repente, tem conduzido milhares de manifestantes às ruas de muitas cidades em nossa nação em protesto contra tais posturas. Então, levando em consideração tais fatos, veio-me à mente algumas informações que tenho obtido até mesmo por meio deste "O Jornal de Hoje", tais como: desmandos os mais diversos, malversações do dinheiro público, superfaturamento de obras, pagamentos por contratos cujos objetivos não foram executados e muitas outras mazelas que são denunciadas, investigadas e comprovadas. Entretanto, quando tais atos são le-

vados a julgamento, primeiro, notamos uma enorme procrastinação até que se conclua tais julgamentos e, segundo, via de regra, quando se toma conhecimento do resultado final desses mesmos julgamentos aparecem como culpados tão somente aquelas pessoas às quais funções foram delegadas. Onde fica nestes casos o princípio basilar sobre a responsabilidade final na prática da delegação de poderes, no que respeita à responsabilidade final sobre o ato danoso praticado? Sou levado a crer que, de alguma forma, o resultado usual desses "julgamentos" em relação aos delegantes finda lhes atribuindo algo similar ao que em tais circunstâncias dizia um dos nossos últimos presidentes ao se deparar com desmandos e mais desmandos de sua equipe de governo: "eu não sabia", "eu não tomei conhecimento", "isto, para mim, é uma surpresa" Com tudo isso, sou levado a crer que, lamentavelmente, em nosso país a rede que se destina "pescar" esses maus políticos e maus administradores da coisa pública só está qualificada para pescar "bagrinhos" e nunca os verdadeiros "tubarões". É uma pena! Enfim, de quem é verdadeiramente a responsabilidade final pelos desmandos e mais desmandos de que todos que compomos esse Brasil somos vítimas?

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, membro do IHGRN e do INRG (jfhipotenusa@gmail.com)

Dr. Francisco Ivo e os Andrades A mais recente "Revista do IHGRN" traz um artigo de Dr. Carlos Gomes, cujo título é "80 Anos da Corporação dos Advogados do RN. Um dos personagens desse artigo é o Dr. Francisco Ivo Cavalcanti, que conheci, pois seu último casamento foi com Marta Trindade, uma prima legítima de meu pai. Duas anotações me chamaram a atenção nesse artigo: uma dúvida sobre a data de nascimento de Francisco e o nome do seu pai, Ivo Cavalcanti de Andrade. Este nome tinha aparecido ao lado de Francisco Cavalcanti de Andrade em um jornal antigo, quando pesquisava sobre Adélia, esposa de Leônidas Hermes da Fonseca. Assim, surgiam dois desafios para mim: localizar o batismo de Francisco e descobrir que relação tinha Ivo Cavalcanti com Francisco Cavalcanti. Francisco foi batizado, pelo Pe. João Maria, aos vinte de quatro de outubro mil oitocentos e oitenta e seis, na matriz de Nossa Senhora da Apresentação, tendo nascido a vinte e seis de agosto do mesmo ano, sendo filho de Ivo Cavalcanti d'Andrade e Vitalina Evangelina Cavalcanti d'Andrade. Não consegui decifrar os nomes dos padrinhos, pois a tinta estava borrada. Nesse documento de batismo há uma anotação por cima do assento, onde diz que ele, Francisco, casou pela 4ª vez com Marta Trindade, em 20 de dezembro de 1947. Fui buscar o casamento do seu pai, Ivo Cavalcanti, bem como o casamento com Marta. Do registro de casamento, encontra-

Artigo

do, extraí as seguintes informações: aos vinte e dois de outubro de mil oitocentos e oitenta e dois, na Matriz de Nossa Senhora da Apresentação, Ivo Cavalcanti d'Andrade casou com Vitalina Evangelina Silva, naturais desta Freguesia, ele filho de João Baptista d'Andrade e de Rosaura Cavalcanti d'Andrade, ela filha de Vicente Ferreira da Silva e Francisca Maria da Conceição. Foram testemunhas Genésio Xavier Pereira de Brito e Thomaz Antonio Nunes Monteiro. O registro acima confirma que Ivo Cavalcanti de Andrade era irmão de Francisco Cavalcanti de Andrade, e, portanto, Dr. Francisco Ivo Cavalcanti era primo legítimo de Adélia Cavalcanti de Albuquerque, esposa de Leônidas Hermes da Fonseca. Encontrei outros documentos relativos aos filhos de João Baptista d'Andrade e Rosaura Flora Cavalcanti (como aparece em outros registros). Aos trinta e um de janeiro de mil oitocentos e oitenta e quatro, na Capela dos Militares, sendo testemunhas Urbano Joaquim Loyola Barata e Paulo Vieira de Melo, casaram Francisco de Paula Moreira e Josephina (ilegível) Cavalcanti, ele filho natural de Cardina Maria de Jesus, ela natural da freguesia de Arez, filha de João Baptista d"Andrade e Rosaura Flora Cavalcanti. Aos trinta de maio de mil oitocentos e oitenta e cinco na Matriz, sendo testemunhas José Calistrato de Vasconcelos Carrilho e Francisco Herôncio de Melo, casaram João Nepomuceno de Melo e Emília Etelvina Cavalcanti, ele viúvo de

Maria Othília Seabra de Melo, ela filha de João Baptista d'Andrade e Rosaura Flora Cavalcanti d'Andrade. Aos seis de março de mil oitocentos e trinta e cinco, na Igreja Matriz, sendo testemunhas Francisco de Paula Moreira e Vestremundo Arthunio Coelho, casaram Olympio Cavalcanti d'Andrade e Joana Virgilia d'Oliveira, ele filho de João Baptista d"Andrade e Rosaura Flora d'Andrade, ela filha de José de Oliveira e Caroline Maria d'Oliveira. Um nome que aparece nesses livros é o de João Baptista d'Andrade Filho, que deve ser outro irmão de Ivo Cavalcanti. Quanto ao casamento de Francisco Ivo e Marta Trindade, encontrei o registro, boa parte já se apagando. Mas de lá extraí que Francisco Ivo Cavalcanti, viúvo de Venice Dantas, casou, em 20 de dezembro de 1947, na Igreja Catedral, com Marta Trindade, filha de André Avelino da Trindade (meu tioavô) e Maria Isabel da Trindade. Consta ainda, nesse documento, que Marta nasceu aos 22 de abril de 1925, em Angicos, e foi batizada aos 9 de junho do dito ano. Francisco Ivo tinha 61 anos e Marta 22 anos, quando se casaram. Hoje, Marta e seu filho,Leonardo Cavalcanti, moram em Recife. Venice Dantas, a 3ª esposa de Francisco Ivo Cavalcanti, faleceu em 28 de fevereiro de 1947. Era filha do desembargador Virgílio Octávio Pacheco Dantas e Maria Terceira de Melo Alecrim.Não houve tempo para pesquisar as outras esposas do Dr. Francisco Ivo.

PERY LAMARTINE, escritor (perylamartine@ig.com.br)

O baobá da rua São José O primeiro contato que tive com o baobá da rua São José foi em 1938; eu havia chegado do Seridó, onde as árvores não se desenvolvem tanto e quando parei, cara a cara com aquele monumento do reino vegetal, tive um impacto tão grande que permaneci bastante tempo parado, diante dele, sem acreditar no que estava vendo: e ele ainda não era a metade do que é hoje. Fiquei intrigado com o que via e um certo dia me veio à mente uma questão: "Quem poderia ter plantado aquela árvore tão bela ?" Fiquei por muito tempo pensando no assunto. Certa vez, encontrando o meu amigo

Milson Dantas na fila de um banco, ele falou-me que sabia quem havia plantado o baobá de Lagoa Seca. Uma senhora moradora do lugar chamada Canela. Milson contou-me a seguinte história: "Nos anos 40, eu era proprietário de uma serraria no bairro de Lagoa Seca, próximo ao baobá. Pela curiosidade que aquela árvore me causava, procurei saber entre os mais antigos moradores da redondeza se alguém sabia quem havia plantado. Obtive a resposta como sendo a Senhora Canela." Ainda adiantou Milson: Os baobás, de Natal e também as mungubeiras do rua Jundiaí, são todos da mesma idade. Nos anos 20 alguém

trouxe e distribuiu as mudas que ainda estão aí para confirmar. Com o depoimento de Milson Dantas junta-se mais uma peça do quebracabeça dos baobás, árvore africana, em Natal. Pessoalmente sou cético com a versão de Milson porque vem logo a pergunta: "Quem plantou outro baobá que houve na Vila Lustosa, atrás do Colégio Marista? E o baobá que existe na Escola de Jundiaí? Também outro que existe no centro da cidade de Nísia Floresta? Outros que se encontram na região de Açu? Para mim, todos eles chegaram ao Rio Grande do Norte nas mãos dos escravos vindos da África".

– Que me acha o senhor, sêo João, da cidade, como um todo? – Bom... Assim, assim, vê-se que há pálida noção de administração; e de trivela, vemos limpezas, principalmente. Olhe aí! Vemos alguma limpeza... – Não precisa repetir. Estamos a ouvi-lo. – Pois, olhe bem. Há essa limpeza sentida. O cidadão faz o que se devia fazer, todo dia. Sabe como é? Todo dia. Alguém a cuidar duma varredura... – Ah, não! Aí não, doutor. Você veja lá, que há exagero de sua parte, em que pese essa sua não filiação ao partido do prefeito que, atualmente, dirige a cidade. – Mas não se trata disso, ò senhor meu do seu Bonfim. O senhor me perguntou o que eu achava da vida na cidade, ultimamente. E eu comecei... Veja aí: comecei a lhe dizer que a situação melhorara; mas só, razoavelmente, no aproveitável. E o senhor vem em seguida, cortando o meu raciocínio, dizer que não concorda com o que digo, como se eu esperasse de sua parte, apenas um balançado de cabeça. – Mas, eu não balanço a cabeça. – Ora, ora!... Não balança! O senhor é um bom balançador de cabeça. Principalmente quando o Augusto está no Governo. – Não se trata disso, ó Joaquim, meu amigo, e razoável admirador! Apenas tomamos nosso ajuizado uisquezinho, de todas as terças-feiras, quando nos deixam pousar aqui, no salão maior do Café do Arnaldo, que me parece ser o melhor dos restaurantes da cidade. – E, portanto nós aqui. – Então, volto a lhe perguntar. Como o senhor vê a cidade no momento atual, e com uma administração que nos prometeu restaurar o Mercado das Rocas? – A pergunta não foi esta. – Que haja sido ou não, volto a perguntar ao senhor, sem maiores dores, como o senhor me vê a situação da cidade de uma maneira, assim, geral? Mas, se for possível, por favor, me inclua o Mercado das Rocas. – Olhe aí, a presunção. Olhe aí! Não sou disso, nem o senhor sabe sê-lo. Lhe repito pela terceira vez. Vejo algum progresso razoável, ouviu o senhor? Razoável, na cidade. Na cidade, tudo está razoavelmente bem. Soqui... Repare bem; soqui no setor de praças... – Quequetem o setor de praças? – Não funcionou, ou não começou a funcionar. – Ora, ora, vejam só! Se o senhor me diz que está tudo, razoavelmente, de acordo com o razoável, ai então, se incluiria o setor de praças. Como não? E pelo que dizem os jornais, há 240 setores sem essa honra! Eles ainda não são praças. – Mas, onde espera o senhor que vamos chegar a um acordo numa exposição dessas? Que me parece devidamente classificada entre as embolações da política. – Não senhor. Não sou político. No entanto, tenho o prazer de informar aqui, nesta mesa, que desejei, sim, na mocidade, ser político. Ouçam aí. Desejei na mocidade, ser político; até a hora em que me tia minha disse-me que eu seria eleito, mesmo; soquê, quem mandaria seria sempre o coronel... – Não, não... Ninguém quer mais saber disso porque isso foi ontem. Ontem, ouviu? Ontem! Hoje, há nova envergadura, novos sonhos; novas realizações. Há conhaque. Hoje se tem respeito pelos vitoriosos, como também pelos que perderam paradas ásperas, em suas cidades... – Ah! – Nas cidades, sim senhor. Há respeito. O espaço para serem praças, serão praças, mesmo. O valor de uma praça está na literatura de todas as leis, e no rigorismo de todas as poesias. Nas retretas. Não se devem esquecer as praças. – E quem foi que as esqueceu, meu chapa? – Não saberia lhe dizer. Há vários casos. Sei que o senhor confunde bastante os alinhamentos. Tem de alinhar, entende? Alinhar. Tem que pôr tudo em ordem, inclusive na metralha de todas as obras. – Conversar com o senhor, continua bastante não razoável. Nós temos praças; e ruas em bem maior quantidade. Então façamos algo, de imediato, por ruas. Avenidas. – E nisso o prefeito investe, inclusive com razoável entusiasmo. Ele se empolgou ali pela nova feição que irá dar a Roberto Freire, que se estenderá pela Airton Sena, na Prudente... Olhe: a Prudente irá mergulhar pelas que vêm do Centro, e nos será avenida mais bela, pois passará ali pela frente da Miguel Cirilo, logo saia na Salvo Conduto, mas antes, passando pela... – Oquei, oquei. Então, perguntaria agora, ao senhor. O que me diz da limpeza da cidade? – Ah, é o que se falava, aqui. Há, sim, melhoria nessa limpeza. Pra nosso júbilo. Como a de influir na presença dos seus habitantes, na felicidade da sua gente, no orgulho de quem a habita e na surpresa agradável de quem a visita. Então, resta a nós, habitantes, aguardar e confiar. Né, não? A POESIA SERVE, SIM TURNÊ Tristeza complicada esta que impede a descida do pano quando a artista cai e a platéia aplaude

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Bruno Araujo EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 3

Agnelo sobre o governo Rosalba: “Não é uma crise, é um atestado de óbito” DEPUTADO CRITICOU O “JEITINHO” DO GOVERNO PARA VER SE ADIA O DESFECHO DA CRISE QUE SE AGRAVA A CADA GESTÃO quer resolver. "Tenho a impressão de que, na verdade, o que se está procurando é o famoso jeitinho, para O deputado estadual Agnelo ver como se adia o desfecho da crise. Alves (PDT) afirmou na manhã desta Crise que vem de longa data e que, terça-feira que a crise financeira por de governo a governo, se agrava porque passa o Rio Grande do Norte é que nenhum governo atua para exum "atestado de tingui-la". óbito" da atual Para Agnelo, gestão estadual. o Estado tem um "Não é uma orçamento que é crise, é um atesuma ficção, apro“O Estado faliu, agora, tado de óbito. vado como lei, como não tem vida, como Não interessa, mas que passa a nós - humanos - temos, em agora, saber a ser uma lei de ficculpa. Interessa é ção também. vez de dizer que o Estado o caminho, a "Então você vê o morreu, dizer que faliu. saída, a solução", seguinte: o que é Não é uma crise, mas um afirmou o parlao governo hoje? atestado de óbito” mentar. É pagar o funcio"O Estado nalismo, adminisfaliu, agora, trar esse pagacomo não tem mento mês a mês, vida, como nós ano a ano. E não humanos sobra nenhuma margem para o que temos, em vez de dizer que o Esta- é essencial, que é o investimento". do morreu, dizer que faliu. Não é Segundo Agnelo Alves, o que uma crise, mas um atestado de óbito", espanta nessa crise é que a governadisse. dora Rosalba Ciarlini (DEM) esteO deputado criticou o que clas- ve em fevereiro na Assembleia Lesificou como tentativa do governo gislativa e, viva-voz, lendo a menestadual de criar um famoso jeiti- sagem anual, disse que o Estado esnho para adiar um problema que não tava numa situação perfeita, tinha

Wellington Rocha

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Wellington Rocha

Rosalba já enfrentava problemas com categorias barulhentas do funcionalismo

Agnelo: “Governo hoje é pagar o funcionalismo e não sobra nenhuma margem para o que é essencial, que é o investimento” saneado as suas finanças e estava apto para uma política de investimento. "E o que é que se constata é que, de duas uma, ou os números que se

ofereceram a Rosalba pela assessoria eram fictícios, ou ela estava consciente de que tudo aquilo fazia parte de uma grande ficção, de uma grande comédia trágica que domina o

Rio Grande do Norte no seu todo", afirmou. Com viagem agendada a São Paulo na semana que vem - para realizar exames de acompanhamento

do tratamento de câncer de esôfago a que se submeteu -, Agnelo Alves disse que espera um desfecho o quanto antes para a crise. "Eu estou esperando que se chegue a uma conclusão, e não ao adiamento da crise. Lamento se essa solução ocorrer na próxima semana, quando estarei em SP, cuidando do que é grave dentro de mim que é o câncer que me atacou o esôfago, e tenho procurado resolver mesmo, e não, adiar o desfecho, e espero em Deus que tenha conseguido", comentou. "Não sinto mais nada do câncer, mas é um bicho traiçoeiro, do jeito que é, ou mata, ou se esconde e aparece a prazo", afirmou. CORTES Sobre as medidas de contenção de despesas adotadas pela governadora Rosalba Ciarlini, com corte de gastos como telefone, internet, aluguel e combustíveis, Agnelo sugere que são inócuas. "Está precisando de alguém que gerencie e não, que faça a aparência de que está governando. Gerencie, vamos ver o que é preciso cortar, e cortar mesmo. E dê o exemplo. Exemplo de telefone? Quem é que vai sentir falta de telefone?", questiona.

“Se a situação de todos os políticos é difícil, a de Rosalba é mais ainda” O deputado Agnelo Alves, que foi prefeito de Natal, de Parnamirim e senador da República, além de ter sido um dos principais articuladores políticos do Rio Grande do Norte por praticamente todos os governos desde 1960 - exceção feita ao período da Ditadura Militar, quando esteve cassado -, afirma que, após os protestos de junho de 2013, "a situação de todos os políticos é difícil, porque todos, de uma manei-

ra ou de outra, por omissão, comodismo, ou seja por qual razão for, deixaram a coisa acontecer". Neste contexto, porém, a situação da governadora Rosalba é diferente, porque já enfrentava problemas com categorias barulhentas do funcionalismo e dificuldades nos setores de Saúde e Segurança. "A situação dela é mais grave, porque ela não faz o dever de casa. Será que depois de dois anos e meio de go-

verno, faltando um ano e seis meses, ou um ano para a eleição, ela vai se apresentar, dizendo que vai começar o dever de casa? E ai, Dra? É aquela história. Se valer...". Agnelo sustenta que as medidas de austeridade devem ser adotadas no início da administração. "O galo se mata na primeira noite. Ela não só não matou, como animou o galo a continuar cantando, e aí está o desastre arrebentando na não

dela. Ela adia, aí quando aperta, convoca novamente para adiar. E depois vai passar para o sucessor. Queira Deus que o sucessor dela mate o galo na primeira noite. Interrompa a sangria dos cofres públicos que hoje existe para pagar o funcionalismo. Uns pagam muito bem, outros muito mal. Não há sequer um equilíbrio que una o funcionalismo, os que ganham mais aos que ganham menos".

“Em 2014, haverá muitos votos em branco e nulo” Instado a falar sobre a sucessão de 2014, o deputado estadual Agnelo Alves afirmou que os grandes pré-candidatos hoje àquele ano eleitoral serão branco e nulo. "Vou ver o que os manifestantes dizem. Ouvir os manifestan-

tes. Quem sabe não vão adotar o candidato chamado branco, o candidato chamado nulo. Vai haver uma disputa muito forte, entre uns e outros. Eu não sei em qual dos dois vou optar". Agnelo voltou a citar que o

Rio Grande do Norte tem hoje uma posição privilegiadíssima para resolver todos os seus problemas, com um ministro de Estado da Previdência, Garibaldi Filho, "extremamente competente e dedicado"; um presidente da Câma-

ra Federal, Henrique Alves, "que tem 40 anos de Câmara e não chegou à toa na Presidência da Casa, mas por mérito, por reconhecimento do seu trabalho por 40 anos durante os quais não pleiteou a Presidência, mas chegou a vez

dele, não só pelo tempo de serviço, como pela experiência acumulada"; e um líder da oposição, o senador José Agripino Maia, presidente nacional do DEM, "que é importante, que precisa ser elogiado, que faz parte de um siste-

ma de governo: a oposição não quer dizer rompimento institucional, não; quer dizer composição institucional, e, sendo assim, o líder da oposição é importante, tanto quanto o presidente da Câmara", afirmou.

> RESPOSTA OFICIAL A MINEIRO

Secretário diz que contas do governo foram aprovadas pelo TCE O governo do Estado informou na manhã desta terça-feira, através da sua Secretaria de Comunicação, que as contas contestadas pelo deputado estadual Fernando Mineiro (PT), em representação entregue nesta segunda-feira ao procuradorgeral de Justiça, Rinaldo Reis, foram aprovadas pelo Tribunal de Contas do Estado. O secretário de Comunicação, Edilson Braga, disse que se há algo a ser reprovado pelo petis-

ta, é porque o deputado estaria utilizando de critérios de avaliação diferentes dos usados pelo corpo técnico da Corte de Contas e pelos conselheiros do TCE. O deputado Mineiro denunciou a governadora Rosalba Ciarlini Rosado (DEM) e a secretária estadual de Educação, Betânia Ramalho, por descumprimento da determinação constitucional que assegura que o Estado deve empregar um percen-

tual mínimo de 25% do orçamento estadual em educação. Segundo uma representação assinada pelo deputado, o Estado vem descumprindo a aplicação do percentual mínimo fixado pela Constituição e pela Lei de Diretrizes e Bases (LDB). Tal fato foi constatado pelo TCE, na elaboração do Relatório Anual das Contas do Governo, referente ao ano de 2012. Por este relatório, entre 2011 e

2012, o Estado deixou de aplicar obrigatoriamente na educação R$165.415.499,11. "Houve manipulação dos dados e 'maquiagem' de percentuais, para se tentar mostrar que o Estado do Rio Grande do Norte cumpria a determinação constitucional de aplicação do percentual de 25% na manutenção e desenvolvimento do ensino", acusa o parlamentar. Oficialmente, o Estado do Rio Grande do Norte afir-

ma ter aplicado o valor de R$1.812.153.738,32 na educação, o que equivaleria a um percentual de 30,76% da receita obrigatória na educação durante o ano de 2012, quando se procede a análise do seu orçamento e receitas, com base nos dispositivos legais já mencionados. Em relação ao ano de 2012, o percentual de 25% seria atingido com a aplicação de R$1.472.622391,34.

"Aplicar o percentual de 30,76% das suas receitas na educação colocaria o Estado do Rio Grande do Norte em uma posição invejável frente aos demais entes federados. Contudo, os dados apurados apontam para outra realidade: o TCERN demonstra em seu relatório que este montante foi alcançado porque foram incluídas no cálculo as despesas com 'Previdência Básica'", aponta o petista.

dinha na condição de candidato a deputado estadual.

vernadora Rosalba andou chorando... repasso-lhe algumas frases retumbantes ditas por JK quando governador de Minas: "Vitórias - nós haveremos de ter. E grandes".

que ele opera milagres". Taí, Rosalba devia ter se inspirado no maior presidente do Brasil!"

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com

CHOQUE O choque de gestão fora de época, anunciado pela governadora Rosalba Ciarlini, termina apresentando situações bizarras. Um secretário identificou, três anos depois da posse, que há 120 linhas telefônicas, mas só precisa de 20. Outro, mandou devolver 16 carros alugados sem necessidade. Parece que a turma está assumindo agora o cargo. REDUÇÃO O Governo Rosalba Ciarlini está em queda livre sem paraquedas. Após mais de 30 meses de gestão, o secretariado se reúne e surge a decisão que vai mudar tudo: Reduzir o expediente. Ou seja: Trabalhando

menos, pode ser que melhore. VÍTIMA A governadora Rosalba Ciarlini foi às ruas do RN pedir para ser governadora. Seu discurso combatia o então Governo do PSB de Wilma e Iberê e anunciava mudanças para o Estado, especialmente na prestação do serviço público de qualidade. Quase 3 anos depois, praticamente nada funciona, o Estado não dispõe de dinheiro sequer para pagar a folha do funcionalismo e ainda querem transformar a governadora em vítima da situação. VÍTIMA II A tropa de choque do Governo

agora quer estabelecer como a imprensa não amestrada deve se comportar diante do colapso generalizado no serviço público do RN. Quem até transformar jornalista em algoz e a Rosa em vítima. Ou seja: Quem é pra fazer o seu, não faz; e quem cobra de quem deveria fazer é que vai ser o responsável pela crise, numa total inversão de papéis. CANDIDATURA As igrejas evangélicas poderão fechar questão em torno de dois candidatos para as eleições proporcionais do próximo ano. O atual deputado estadual Antonio Jácome seria candidato a deputado federal e o vereador Albert Dickson faria dobra-

PERDÃO O senador José Agripino condenou o perdão das dívidas de países africanos, feito pela presidente Dilma Rousseff. O pai de Felipe cobra do Governo do PT o mesmo tratamento para os pequenos agricultores do Nordeste, perseguidos pelos bancos oficiais e sem direito a perdão de dívidas. Corretíssimo o potiguar; a comparação é pertinente. PASSADO A coluna recebeu e-mail do leitor Nuremberg Ferreira: "Prezado jornalista Túlio! Ao saber que a go-

PASSADO O leitor conclui: "Não assumi o governo de Minas para vir chorar com Jeremias, nem para dizer aos mineiros que vamos de mal a pior, porque isso eu não precisava ser eleito - ficava na oposição. Assumi o governo para trabalhar. Para fitar um objetivo de enriquecimento e grandeza de Minas e meter mãos à obra, sem receios nem hesitação. Conheço o poder do trabalho e sei

PERMANÊNCIA O PMDB prepara sua reunião decisiva para o mês de outubro. Até lá, a governadora Rosalba Ciarlini deverá modificar totalmente seu desempenho. Do contrário, desse encontro sairá a decisão pelo rompimento com a atual gestão. DESASTRE Com o PMDB respaldando a gestão estadual, a governadora não conseguiu cumprir o básico, imagine se a legenda deixar a base de sustentação governista.


4 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 6 de agosto de 2013

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Assim alivia-se a crise É possível a reconstrução da cumplicidade entre o governo e a sua base parlamentar. As conversas, em evolução, começaram ontem. Na hipótese do acerto, os dissidentes, inclusos os duros rebelados do PMDB, dividiriam relacionamento obsequioso com a presidente da República. Até, pelo menos, a campanha eleitoral. ttt Apesar da dificuldade na conversa política, a necessidade determina à senhora Rousseff a substituição do monólogo pelo diálogo. Para simplificar, poder-se-ia repetir o dito popular “uma mão lava a outra”. Outra expressão, cinismo à parte: “toma lá, dá cá”, prática identificada na relação de (quase) todos os partidos quando o poder desce a ladeira da impopularidade.

A folha corrida E depois o eleitor reclama. Fosse agora a eleição para o Palácio do Buriti, dois exgovernadores disputariam entre si a liderança no Distrito Federal. ttt Conforme pesquisa do instituto O&P, Joaquim Roriz e José Arruda, ambos enquadrados na lei da Ficha Limpa, iriam ao segundo turno. Roriz, em trânsito para retornar ao PMDB, teria 34% das intenções de voto; Arruda (ex-DEM), 24%. ttt Agnelo Queiroz (PT), chefe do Executivo em busca do segundo mandato, com base nos números da consulta, seria eliminado na primeira fase do embate.

Lá vem barulho Ressurge o contencioso no ninho tucano. Aliados de José Serra reagem à manifestação da cúpula do PSDB de ungir Aécio Neves (foto) como porta-bandeira da sigla na disputa para a Presidência da República.

ttt Com índices de pesquisas autônomas que mostram o ex-ministro (Planejamento e Saúde) como postulante competitivo, eles reivindicam a realização de prévias para definir o candidato do partido ao pleito do próximo ano.

ttt Segundo esses levantamentos, Aécio perde em intenção de voto para José Serra no Nordeste, no Sul e no Sudeste (exceto em Minas Gerais).

(

PERGUNTAR NÃO PAGA IMPOSTO CURIOSIDADE APENAS

)

Dá para aceitar que faltem recursos para pequenos projetos municipais e o governo da União perdoe dívidas – em milhões de dólares – de ditaduras africanas, como as do Sudão, Gabão e Congo-Brazzaville?

LEITURA DINÂMICA t Registro de um mo-

mento negativo: em 2014, PT e PSDB disputam o poder estigmatizados por desvios de recursos públicos. Os petistas como operadores nacionais de desvios de dinheiro público; os social-democratas como beneficiários de mutretas em São Paulo e Minas Gerais, sobretudo. t Tendência do governo é de retirar o pedido de urgência para o marco regulatório da mineração, em trâmite na Câmara. t Serviço de utilidade pública: entre o fim deste mês e o início do próximo, o INSS antecipa a primeira parcela do 13º salário de aposentados e pensionistas. t Caso seja aprovada hoje na comissão especial, a proposta do orçamento impositivo será votada amanhã no plenário da Câmara. Assim espera o deputado-presidente Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). t Jeff Bezos, novo dono do centenário jornal estadunidense “Washington Post”, é responsável pelo fechamento de um número incalculável de livrarias espalhadas nos cinco continentes. O bilionário

criou e controla a Amazon.com. t Apesar de o próprio PT considerar “difícil” a realização do plebiscito sobre a reforma política, a presidente Dilma Rousseff insiste na proposta. Para levar adiante o projeto, o partido precisa do apoio de 171 parlamentares, conforme prevê o regimento. t Foi transferida para 10 de setembro a posse de Fernando Henrique Cardoso na Academia Brasileira de Letras. t Assunto recorrente nos bastidores da Pasta dos Transportes: aguarda-se a sua transformação em superministério – o da Infraestrutura, via medida provisória. Seria formado por Anac, Antac, ANTT e DNIT. t Na hipótese de Marina Silva não conseguir registrar o partido de seus sonhos – Rede Sustentabilidade (nome esquisito) –, pode filiar-se ao PDT ou fazer a viagem de volta ao PV. t Para refletir: “Quando comete uma besteira e se sente um perfeito idiota, você está começando a deixar de sê-lo” (Millôr Fernandes, cronista do humor e dramaturgo brasileiro).

Terça-feira

George Câmara poderá ser o líder do prefeito no parlamento O UTROS NOMES CITADOS PARA DO PSB E M AURÍCIO G URGEL ,

ASSUMIR CARGO COMO DO

PHS,

DESCARTAM A POSSIBILIDADE José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O novo líder do prefeito, Carlos Eduardo deverá ser o vereador George Câmara, do PC do B, mas também estão sendo citados os vereadores, Hugo Manso (PT), Júlia Arruda (PSB) e Maurício Gurgel (PHS) como possíveis convidados. O indicado ocupará a vaga deixada pelo vereador Júlio Protásio, que entregou o cargo recentemente por discordar do prefeito no caso do fechamento de um posto de saúde no conjunto residencial Jiqui e da extinção da PROEDUC, Programa de Incentivo à Educação Superior que foi instituído por proposição do vereador Júlio Protásio. O vereador do PSB, que é um dos mais atuantes da Câmara Municipal, tem fluência verbal e estava realizando um bom trabalho na condição de líder. Com saída de Júlio Protásio, o prefeito perde, não só um articulador habilidoso, mas um conciliador, requisitos necessários para desempenho da função de líder. Os vereadores, Maurício Gurgel, Júlia Arruda e George Câmara foram ouvidos pela reportagem d ´O JORNAL DE HOJE. Os dois primeiros afirmaram que não foram convidados para assumir a liderança do prefeito na Câmara Municipal de Natal e se caso aconteça o convite não aceitarão. "Entendo que o vereador para ser líder tem que ter afinidade com o prefeito e ser da sua estrita confiança e eu não tenho

J ÚLIA A RRUDA ,

George Câmara, do PC do B, não confirma convite para ser o líder do prefeito Carlos Eduardo, mas também não descarta esse perfil, portanto, se fosse convidado não aceitaria", observa Maurício Gurgel, enquanto Júlia Arruda também descarta a possibilidade. "Não fui convidada e não tenho interesse", disse ela, acrescentando que está preocupada em exercer o seu mandato. PERDA Reconhecendo que a saída de Júlia Protásio da liderança foi uma perda para o prefeito Carlos Eduar-

do, Júlia Arruda diz que o vereador do PSB entregou o cargo porque duas situações de interesse de Júlio Protásio não foram atendidas. A permanência do PROEDUC e a manutenção do posto de saúde do Jiqui. NOME PROVÁVEL O vereador George Câmara, do PC do B, não confirma o convite para ser o futuro líder do prefeito Carlos Eduardo, mas também não

descarta. Ele ressalta que o seu partido apoia o prefeito de Natal desde o primeiro momento e que já ajuda no trabalho de bancada, contribuindo para aprovação dos projetos de autoria do Poder Executivo e de interesse da população natalense. "No momento estou preocupado com o seminário da Região Metropolitana que está sendo realizado no auditório da reitoria da Universidade Federal do Rio Grande do Norte", concluiu o vereador.

“Se houvesse um articulador político facilitaria até o trabalho do líder” A vereadora Júlia Arruda entende que houve melhora no diálogo entre os Poderes Executivo e Legislativo a partir dessa legislatura, mas entende que se houvesse um articulador político as coisas seriam facilitadas e os projetos de interesse do executivo poderiam ser aprovadas com mais tranquilidade. "Falta alguém na gestão para fazer esse contato como fazia Raniere Barbosa", ressalta a vereadora, mesmo considerando que houve avanços e considera "bom" o relacionamento do prefeito Carlos Eduardo com os vereadores. Júlia Arruda também faz uma avaliação dos primeiros meses da atual administração municipal. Ela entende que foi iniciado um processo de reorganização da cidade, que segundo a vereadora "estava caótica", mas que é preciso ter continuidade com a efetivação de ações, principalmente o setor de saúde que de acordo com a vereadora do PSB, "ainda está complicado e precisa ser instrumentalizado para melhorar a oferta dos serviços à população. (JP)

José Aldenir

Julia Arruda lembrou o ex-vereador e atual secretário: “Falta alguém na gestão para fazer esse contato como fazia Raniere Barbosa”

> COBRANÇA

Ezequiel mostra preocupação com caos na Saúde e Segurança do RN O deputado Ezequiel Ferreira mostrou preocupação com a falta de serviços e material em unidades hospitalares do Estado, e também com a situação que se encontra a segurança pública, na capital e no interior do RN: "Entramos com requerimentos solicitando ao secretário de Saúde que explique os motivos que estão sendo divulgados: a falta de medicamentos, luvas e materiais básicos de uso diários de profissionais no Hospital Walfredo Gurgel. Também a preocupação é grande com a lotação de hospitais, devido à paralisação das cirurgias eletivas ortopédicas, no Hospital Dioclécio Marques, que atende o interior", comentou o deputado. Na área de segurança pública, Ezequiel quer informações sobre o atraso no pagamento dos 220 carros locados, que ficam à disposição da Polícia Militar. "Soube que

Divulgação

Ezequiel Ferreira quer explicação do secretário sobre falta de material no Walfredo 20 caminhonetes e 200 gols estão para ser recolhidos. A polícia não tem a estrutura mínima para tra-

balhar. Sei do sacrifício do Cel. Araújo, que comanda a PM/RN, a culpa não é dele. Falta segurança,

pois o Governo do Estado não empresta o apoio necessário", afirmou Ezequiel. O deputado ainda solicitou estudo técnico para criação de uma Delegacia Especializada para investigar crimes no sistema de transporte público. "Só esse ano houve 427 assaltos, um aumento de 150% em relação ao ano passado", justificou. O deputado Ezequiel ainda lamentou que o Rio Grande do Norte vem sendo notícia negativa nacional, nas últimas 24 horas, justamente sobre a Saúde e Segurança. "Os telejornais da Rede Globo mostraram ontem a falta de segurança, que resultou no protesto dos motoristas e cobradores de ônibus, na capital. Pela manhã, o Bom Dia informou a greve da Polícia Civil, e as ambulâncias do Samu, que deixaram de prestar atendimento em Natal, porque as macas ficam presas nos hospitais", frisou.


Política

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 5

Governo acumula débito de mais de R$ 15 milhões com pequenas empresas DÍVIDA COM EMPRESÁRIOS TEM PROVOCADO QUEBRADEIRA DE LOJAS, DEMISSÕES E ATRASO NO PAGAMENTO DE IMPOSTOS CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

De um lado, o discurso de geração de empregos e lançamento de programas para incentivar o desenvolvimento econômico do Estado. De outro, a falta do pagamento de débitos com micro e pequenas empresas, que acaba por levá-las à falência, causando demissões e, consequentemente, diminuindo a arrecadação de impostos estaduais. Assim está a situação no Rio Grande do Norte, onde a dívida do Governo do Estado com as fornecedoras de material e serviços já chega a mais de R$ 15 milhões. Detalhe: nesse caso, a atual gestão não pode nem dizer que a culpa foi da administração anterior, afinal, todos os débitos estão datados depois do início do mandato de Rosalba Ciarlini. E esse valor, inclusive, somando apenas os montantes devidos pelo Governo do Estado as micro e pequenas empresas que já procuraram a Associação Comercial. Foram aproximadamente 80, que tem débitos até R$ 300 mil para receber do Executivo Estadual cada uma. Porém, é bem provável que o número seja maior. “Estamos procurando fazer esse encontro (marcado para hoje, às 18h, no auditório da Associação Comercial, na Ribeira) justamente para isso. Queremos reunir

os empresários e abrir um canal de comunicação do o Governo na cobrança desses débitos”, afirmou Itamar Maciel, presidente da Associação Comercial do RN. Apesar do momento de dificuldade financeira atual, ressalta-se que não é de hoje que o Governo do Estado está devendo a essas empresas. “Estamos convocando as empresas que possuem débitos referentes ao fornecimento de bens e serviços durante os anos de 2011, 2012 e 2013, ou seja, só desta gestão, mas muitas dessas dívidas são anteriores ao período de crise financeira”, afirmou Itamar Maciel, acrescentando que essa falta de pagamento nada tem a ver com uma eventual “burocracia” para o pagamento ser feito. “São casos onde as empresas venceram as licitações, na maioria, forneceram o material ou o serviço, já tem o empenho feito, emitido, já foram apresentadas as notas fiscais regulares, mas mesmo assim o pagamento não foi efetuado. Entendemos a situação de crise financeira, mas essas dívidas representam valores significativos”, afirmou Maciel. A declaração do presidente se justifica pelo fato desses débitos não terem sido feitos com empresas que têm um alto faturamento anual. São apenas com as micro e pequenas, o que faz dívidas de até R$ 300 mil terem um peso muito maior no or-

Divulgação

Itamar Maciel quer reunir as micro e pequenas empresas hoje, às 18h, para negociar em conjunto o pagamento com o Governo çamento anual. “Os valores são consideráveis para essas empresas. Por isso, temos vários exemplos de empresas quebradas e outras trincadas na lista daquelas que esperam o pagamento por parte do Governo”, afirmou Itamar Maciel. O presidente da Associação Comercial fez questão de lembrar, também, que a partir do momento em

que o Governo do Estado não paga seus débitos, as empresas também ficam em dificuldades financeiras e não conseguem pagar seus fornecedores - e até os impostos. Ou seja: quem seria responsável por fomentar a economia, está sendo o motivado de uma reação em cadeia negativa para as empresas. “Temos que lembrar que as

micro e pequenas empresas são responsáveis pela geração de 96% dos empregos formais do Brasil. Elas entrando em dificuldade, vão atrasar seus fornecedores, provocando crises em outras empresas. Além disso, haverá também demissões, cortes orçamentários, mais atrasos de impostos e mais problemas de arrecadação”, enumerou Itamar Maciel.

Apesar do momento de dificuldade paras as empresas, Itamar Maciel evitou falar, pelo menos nesse instante inicial, de qualquer judicialização de cobranças. “O momento agora é de buscar um entendimento, abrir um canal de diálogo com o Governo do Estado. Não queremos falar por enquanto de buscar a Justiça para cobrar esses débitos, até porque entendemos a situação de dificuldade pela qual passa a gestão estadual”, afirmou o presidente da Associação, Itamar Maciel. ATRASO DE PAGAMENTO É importante lembrar que em contato com O Jornal de Hoje na coletiva de imprensa concedida na semana passada, atrasos de pagamentos de fornecedores era algo que “poderia acontecer” nesse momento de crise, segundo ressaltou o secretário estadual de Planejamento e Finanças, Obery Rodrigues. Entretanto, o ordenador de despesa fez questão de deixar claro que isso não era algo que estava “previsto”. “Nenhum Governo planeja atrasar pagamentos”, afirmou ele. Momento de crise financeira esse, inclusive, que fez o Executivo anunciar um corte de despesas que pode chegar a 50%. Alguns contratos com terceirizados e fornecimento de bens, segundo o Governo, seriam revistos com o objetivo de reduzir os custos em 25%.

> JULGAMENTO A VISTA NO TRE

Rosalba usa desaprovação em Mossoró para dizer que não houve crime eleitoral A melhor defesa não é o ataque, é a crítica. Pelo menos, foi essa a tática utilizada pela defesa de Rosalba Ciarlini (DEM) para, já nas alegações finais, livrá-la de uma eventual condenação na Justiça Eleitoral por usar a máquina pública estadual em benefício dos candidatos Cláudia Regina (também do DEM) e Wellington Filho (PMDB). Foi criticado o fato de Rosalba estar no processo, a impossibilidade dela se defender, a falta de provas, a tramitação no processo e, até, a popularidade da própria governadora do Estado em Mossoró, que já estaria "em queda" na época da campanha eleitoral. Isso mesmo. A defesa de Rosalba Ciarlini utilizou a falta de popularidade da governadora na cidade onde ela foi prefeita três vezes para dizer que não teria como ela exercer uma influência "tão forte". Segundo os advogados dela, Thiago Cortez (que foi secretário estadual de Justiça e Cidadania já na gestão Rosalba no Governo) e Felipe Cortez, "cabe demonstrar que a publicidade negativa contra Rosalba Ciarlini em todo o Estado

era infinitamente superior às ínfimas publicidades institucionais veiculadas pelo Poder Executivo". Para isso, a dupla de advogados cita uma publicação no blog de Lairinho Rosado, irmão de Larissa Rosado, do PSB, candidata que foi derrotada por Cláudia Regina e que deu origem ao recurso contra a expedição no diploma (RCED) que agora está para ser julgado no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). "Há tempos que a governadora Rosalba Ciarlini não desfruta mais do prestígio incondicional junto aos mossoroenses. Menos da metade da população aprova sua gestão. Veja os números da pesquisa Blog Carlos Santos/Consult: aprova 46,5%; desaprova - 41%; sem opinião formada - 12,5%". "Durante toda a campanha eleitoral 2012, os adversários diziam que a presença de Rosalba Ciarlini e do seu governo só traziam pontos negativos aos candidatos a prefeito e em Mossoró, mesmo sendo sua terra, não era diferente. Depois da derrota, atribuem à Rosalba Ciarlini em abuso inexistente, praticado sim pelos recorrentes e re-

Divulgação

Rosalba Ciarlini na campanha da candidata Cláudia Regina, no ano passado conhecido judicial", afirmaram Thiago e Felipe Cortez. A declaração é referente à condenação de Larissa Rosado, proferida na Justiça Eleitoral, por abuso de poder econômico e político. A alegação final de Rosalba Ciarlini, claro, não lembra que o mesmo tema do RCED que está

para ser julgado no TRE já foi motivo para duas condenações de Cláudia Regina na zona eleitoral de Mossoró, também por abuso de poder econômico e político. As duas, inclusive, com o parecer positivo (pela condenação) proferido pelo Ministério Público Eleitoral (MPE). No caso de Larissa Ro-

sado, não houve esse parecer positivo. "Não há qualquer norma legal que possa ser invocada para proibir que um político externe o seu posicionamento e apoio a qualquer candidato. É mesmo de seu dever posicionar-se politicamente. É óbvio que fazer o que a Lei permite não poder ser considerado abusivo. Esta conclusão se impõe com força intransponível, pois, caso contrário, seria abusiva a participação de qualquer parlamentar em campanhas eleitorais o que seria, aí sim, por demais abusivo", acrescentou os advogados, numa clara referência a defesa que a própria governadora fez da única vez que tratou do assunto publicamente, dizendo que o que fez foi "apenas apoiar a candidata". PROCESSO NO TRE É importante lembrar que o processo que tramita no Tribunal, apesar de ter o nome de "recurso", não é referente a nenhuma condenação anterior de Cláudia Regina (já foram duas este ano). Também não tem relação com a a decisão do

TRE que, na semana passada, confirmou a cassação da prefeita Mossoró, ocorrida em março. Faz referência sim a diplomação da prefeita antes mesmo que qualquer uma das mais de 10 ações contra ela tivesse sido julgada na zona eleitoral. Na semana passada, a defesa de Cláudia Regina tentou unir o recurso contra a condenação sofrida por Cláudia Regina em junho com o RCED. Contudo, o juiz eleitoral do TRE, Eduardo Guimarães, negou o pedido, sustentando que se tratava de duas ações distintas e com objetos distintos. O juiz eleitoral Verlano Medeiros, relator do RCED, acredita que o recurso poderá ser levado a julgamento no pleno do Tribunal nos próximos dias. Caso se confirme a condenação a Cláudia Regina e a Wellington Filho, os dois poderão ser afastados imediatamente da gestão e haverá uma nova eleição na cidade. Para Rosalba, como litisconsorte passivo, não poderá haver a cassação do mandato dela, mas sim a inelegibilidade dela por participação em crime eleitoral. (CM)

Governadora garante não haver provas contra ela Pode-se dizer que nas alegações finais, a defesa de Rosalba tentou de tudo para livrá-la da condenação como litisconsorte passivo das irregularidades apontadas. Inclusive, dizer que não havia como apresentar as alegações finais nesse momento, que não teve acesso ao processo e que, mesmo não tendo acesso ao processo, foi possível constatar que não há provas contra a governadora ou que justifiquem o encerramento da fase de instrução processual. "Primeiramente, ratifica com veemência, a impossibilidade da governadora Rosalba Ciarlini figurar como litisconsorte passivo necessário no presente RCED, ante à total ausência de legitimidade da configuração da decadência e da ausência de ampla defesa e contraditório", afirmaram os advogados Thiago e Felipe Cortez, que assinaram as alegações finais. "levar a julgamento o presente recurso, mantendo a recorrida no pólo passivo, com possibilidade de provimento, seria desconsi-

derar as garantias legais e fazer incidir inelegibilidade inexistente quanto à eleição de 2012, trazendo ao presente, e para restringir direito, incertos e aleatórios efeitos de julgamentos futuros", acrescentaram. É importante lembrar que a inclusão de Rosalba Ciarlini no processo ocorreu da mesma forma que ela foi incluída na ação que primeiramente causou a condenação de Cláudia Regina pelas mesmas irregularidades apontadas. No caso da ação, no entanto, ela foi anulada e voltou à fase de instrução processual, justamente, porque Rosalba Ciarlini não pôde se defender, uma vez que não havia sido incluída no processo. A ação foi considerada irregular e a sentença foi anulada. Para não ocorrer o mesmo com uma eventual decisão do Tribunal, foi preferido a inclusão logo no início do processo da governadora. "Aos fazer carga dos autos, os advogados somente tiveram acesso a alguns volumes, restando impossibilitados de analisar todas as provas

acostadas aos autos", afirmaram os advogados, acrescentando que "no caso dos autos, as provas cujas produção foram requeridas pelas partes e determinandas de ofício não alcançam a plenitude da defesa da governadora, que sequer tem conhecimento dos documentos existentes nos autos, sendo indispensável à solução da controvérsia, de modo a não permitir o julgamento antecipado da lide". A afirmação de Rosalba de que "não pode se defender", no entanto, não encontra sustentação no próprio processo. Afinal, é possível achar no processo dois despachos do juiz eleitoral relator, Verlano Medeiros, um no dia 7 e outro no dia 20, ambos de maio, determinando que os advogados da governadora tivessem acesso às provas apresentadas. "Em virtude da grande quantidade de documentos, que somam mais de 20 anexos, concedo o direito às partes, ou a seus advogados, a consultarem e xerocopiar qualquer documento que entenda pertinente, no prazo acima mencionado, devendo os autos per-

manecerem em cartório em virtude de o prazo ser comum", afirmou o juiz Verlano Medeiros em um dos despachos. E, ao que parece, os próprios advogados tiveram acesso ao processo, tanto que afirmam "inexiste a mínima razão para encerrar a instrução e entender que as provas existentes no processo são suficientes para o julgamento da lide" e também demonstram ter amplo conhecimento do assunto que trata o recurso, construindo a defesa da governadora na denúncia de utilização da máquina pública estadual em benefício a Cláudia Regina. "Não obstante as razões esdrúxulas postas na peça recursal, não há, nem de longe, elementos objetivos que evidenciem a violação ao princípio da impessoalidade na propaganda institucional veiculada, tais como imagens, menção aos nomes dos candidatos a prefeito e vice-prefeito, ou, ainda, o uso de símbolos que levem à vinculação com os recorridos", afirmaram a defesa.

A defesa também ressaltou que a "publicidade institucional veiculada pelo Governo do Estado não foi questionada em nenhum durante do pleito eleitoral de 2012 e não houve nenhuma decisão judicial determinando sua suspensão". "Também não há nos autos nenhuma prova da comprovação da autorização, por parte de Rosalba Ciarlini, quanto à veiculação da publicidade institucional na forma como dita na inicial", acrescentaram os advogados. Segundo a denúncia de uso da máquina pública, Rosalba Ciarlini teria beneficiado os candidatos apoiados por ela na eleição de Mossoró ao anunciar diversas obras e ações em Mossoró e, em seguida, anunciar que isso só estaria acontecendo ou só poderia continuar acontecendo se ela tivesse Cláudia Regina como candidata. As declarações e situações seriam feitas de maneiras direta e indireta. Como exemplo, cita um momento durante a campanha eleitoral de que Rosalba Ciarlini visitou uma

comunidade rural em Mossoró e, fazendo campanha para a então candidata Cláudia Regina, anunciou que iria fazer a regularização das terras de alguns moradores da região. O fato foi até noticiado pela comunicação institucional do Governo. "Rosalba assumiu o compromisso de legalizar a situação dos lotes entregues aos assentados. 'Não consigo entender porque depois de quase três décadas, vocês não têm, ainda, o título de terra. Vou levar esse problema ao ministro da Reforma Agrária e, se preciso, pedir o apoio da presidente Dilma Rousseff', declarou Rosalba", conforme apontou a comunicação do Governo do Estado. As declarações e a simples presença da governadora teriam sido suficientes para que os eleitores humildes mudassem o voto e anunciassem o apoio a Cláudia Regina. Tanto que as fotos de Larissa Rosado, que estavam em algumas casas, foram retiradas e rasgadas. No lugar, pregado um cartaz de Cláudia Regina. (CM)


6 O Jornal de HOJE

Natal, 6 de agosto de 2013

Cidade

Terça-feira

Governo contrata médico pela cooperativa e garante permanência da UTI no Hospital Santa Catarina SECRETÁRIO DE SAÚDE RECONHECE QUE HÁ UM DÉFICIT DE, PELO MENOS, 150 LEITOS DE UTI NO RIO GRANDE DO NORTE Canindé Santos

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Uma reunião realizada na manhã desta terça-feira (6) na sede da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), entre o secretário Luiz Roberto Fonseca, uma comissão formada por funcionários e pela coordenadora do Sindicato dos Servidores Estaduais da Saúde, Simone Dutra, bateu o martelo sobre o futuro da Unidade de Terapia Intensiva do Hospital Doutor Pedro Bezerra, conhecido como Hospital Santa Catarina. Depois de anunciar a transferência da unidade para o Hospital Ruy Pereira, o Governo do Estado atendeu as reivindicações dos servidores do Hospital Santa Catarina, que se recusaram em deixar a unidade, e garantiu a permanência da UTI no Hospital. Para isso, será necessário que os médicos intensivistas que trabalham na unidade dêem plantões eventuais para cumprir a escala e que a Secretaria contrate, por meio da Cooperativa Médica, mais um médico intensivista para compor a escala da UTI. O secretário Luiz Roberto Fonseca negou que o Governo tenha "voltado atrás de uma decisão de transferir a UTI do Hospital Santa Catarina". "Existia uma situação imperiosa naquele momento que era a manutenção da única UTI Cardiológica do Estado no Hospital Walfredo Gurgel e fizemos todos os esforços, mas não tinha outra saída que não fosse a realocação dos cardiologistas do Hospital Santa Catarina para o Walfredo Gurgel e

José Aldenir

Na semana passada, Governo do Estado divulgou fechamento da UTI do Santa Catarina e transferência de servidores para Hospital Ruy Pereira. Em coletiva, Luiz Roberto anunciou que unidade será mantida a mudança da UTI do Santa Catarina para o Ruy Pereira, que já tinha uma equipe e estrutura pronta. A decisão já estava tomada, mas para a nossa surpresa houve um envolvimento dos servidores e uma junção de esforços para garantir o funcionamento da UTI", afirmou o secretário. Luiz Roberto Fonseca garantiu que até o início de outubro os dez leitos de UTI do Hospital Santa Catarina serão abertos. Para tal, o secretário garantiu que complementará a equipe de enfermagem, com técnicos de enfermagem. "Foi bom para o Governo do Estado, pois não houve a necessidade de remanejamento. Em até 15 dias abriremos os seis leitos do Hospital Ruy Pe-

reira, que já estão prontos", destacou o secretário. O médico intensivista Sebastião Paulino, ex-diretor do Hospital Santa Catarina, conta que a transferência dos três cardiologistas da UTI do Hospital Santa Catarina para garantir o funcionamento da UTI Cardiológica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, desfalcou o quadro médico, que ocasionou na ameaça de transferência da unidade para o Hospital Ruy Pereira. "A saída dos cardiologistas, dentro da UTI do Santa Catarina, não fará nenhuma diferença no atendimento aos pacientes, pois para que uma UTI funcione em sua plenitude é necessário profissionais especializados em terapia intensiva".

"Agora a UTI permanece aberta, funcionando e não corre mais o risco de deixar de atender os pacientes críticos que estão na zona Norte, ou de qualquer parte do Estado que precisem de UTI. Somos um Hospital que mantém uma maternidade de alto risco e contamos com um Pronto Socorro que recebe pacientes em caráter emergencial, cujo atendimento está condicionado a um parecer do médico da UTI. Houve a sensibilidade do secretário para garantir a assistência", afirmou Sebastião Paulino. Hoje, a UTI do Hospital Santa Catarina funciona com sete médicos intensivistas e mais um profissional contratado via cooperativa. "Os médicos que se mantiveram no

Hospital suportaram o aumento da carga horária para que a UTI pudesse permanecer funcionando", destacou. O Hospital dispõe apenas de três leitos, mas a expectativa da Secretaria Estadual de Saúde Pública é que até o início de outubro os dez leitos de UTI, que estão em reforma, sejam entregues à população. Sebastião Paulino destaca que a mesma equipe de hoje será a responsável pelos dez leitos, já que o Ministério da Saúde preconiza que para cada dez leitos é necessário apenas um médico intensivista de plantão. O médico ressalta que o abastecimento ainda é "sofrido", assim como toda a rede de saúde. O secretário reconheceu que há um déficit de aproximadamen-

te 150 leitos de UTI no Rio Grande do Norte. No próximo dia 9 será realizada uma audiência com a presença do Conselho Regional de Medicina (Cremern), de representantes do Ministério da Saúde, do Ministério Público, na Justiça, em que a Secretaria Estadual de Saúde Pública, juntamente com a Secretaria Municipal de Saúde assumirá o compromisso de, até o final do ano, abrir 56 novos leitos de UTI. "Temos a convicção de que podemos chegar até o final do ano com 56 novos leitos de terapia intensiva. O déficit continua, mas teremos diminuído 33% desse déficit", destacou. Hoje, o RN tem cerca de 400 leitos de UTI, quando o necessário seria 550 leitos.

> PLANO DE CARGOS

Servidores municipais ganham direitos no STF, mas Prefeitura de Natal custa a cumprir ordem O Sindicato dos Servidores Públicos de Natal (Sinsenat) continua pressionando o governo municipal para que haja o cumprimento do Plano de Cargos, Carreiras e Salários dos servidores lotados nos órgãos da Prefeitura. Segundo a entidade sindical, o Plano foi criado em 1992, mas até hoje não é cumprido integralmente. Uma ação ajuizada junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) deu ganho de causa aos servidores, mas a administração municipal ainda não se posicionou oficialmente. "O município já foi acionado judicialmente, mas fica protelando o caso. O Supremo deu ordem de cumprimento imediato do Plano de Cargos e a nossa assessoria jurídica, em conformidade com a Justiça, deu um prazo de dez dias para que a Prefeitura pudesse se pronunciar. Esse prazo se venceu no

último dia 25 de julho, mas até agora ninguém nos procurou", afirmou o vice-presidente do Sinsenat, Roberto Linhares. Roberto esclareceu que o Sindicato tentou negociar essa demanda do direito dos servidores com todas as gestões que se sucederam no município, incluindo todo o governo de Wilma de Faria e a primeira gestão do prefeito Carlos Eduardo, "mas, infelizmente, não houve avanço". De acordo com ele, se passaram mais de duas décadas de descumprimento da Lei com sérias consequências para 8 mil servidores que, independente do tempo de serviço e do grau de instrução, recebiam apenas o salário mínimo. A categoria ainda se prejudicava quando se aposentava ao receber um valor inferior ao salário mínimo. "Hoje nós realizamos uma as-

sembleia com a categoria para deliberarmos os rumos da luta. Em respeito à ordem judicial, não faremos nada, aguardando apenas que a Prefeitura cumpra com o direito dos servidores. Queremos que a Prefeitura de Natal assinale alguma possibilidade de cumprimento dessa determinação. Estamos falando de Lei e é preciso essa consciência por parte do poder público", disse Roberto. Segundo o Sindicato, a Prefeitura ficou de fazer um levantamento do impacto dessa decisão na folha, mas nem isso ainda foi informado. O Procurador Geral do Município, Carlos Castim, disse que o caso já foi apreciado e a administração municipal voltará a entrar com um recurso. De acordo com Castim, o processo havia sido enviado para o TJRN e posteriormente encami-

nhado para apreciação da Câmara Municipal de Natal. "Ao chegar à Câmara, existia no documento um questionamento sobre inconstitucionalidade de dois artigos do processo. Por existir esse questionamento, a Câmara suspendeu o julgamento e encaminhou ao Pleno, que por sua vez apreciou as inconstitucionalides apresentadas", disse. Após julgamento do Pleno, Carlos Castim explicou que o correto seria que o processo voltasse à Câmara. "Porém, diante de recursos apresentados pela Prefeitura e pelo Sinsenat, o processo subiu ao Supremo, sem que as outras matérias de pauta fossem apreciadas. Por isso, queremos que todas as instâncias sejam cumpridas e analisadas. Houve uma irregularidade de ordem material e precisamos que isso seja corrigido", declarou.

Wellington Rocha

Procurador Carlos Castim afirma que Município voltará a entrar com recurso

> SEGURO DPVAT

Mutirão de conciliação espera desafogar número de processos O 4° Mutirão de Conciliação dos processos de restituição do seguro DPVAT, acontece entre os dias 6 e 8, deste mês, na Faculdade Maurício de Nassau, na avenida Roberto Freite, bairro Capim Macio, zona Sul de Natal. O objetivo é desafogar o número de ações em andamento, que hoje somam cerca de 5 mil em todo o Estado e 3 mil só na capital potiguar, segundo a coordenadora do mutirão em Natal, a juíza Sulamita Pacheco. Ao todo, nesta edição serão observados 1348 processos, a seleção de qual seria analisado e qual ficaria de fora desta etapa, foi feita de acordo com os mais antigos, os de pessoas carentes, e também mediante a possibilidade de um acordo. Hoje, o Mutirão conta com o envolvimento de 40 pessoas, entre juízes de 17 Varas Cíveis e servidores. Cerca de 60 estudantes da própria faculdade dão suporte como conciliadores. Segundo a coordenadora, eles passaram por capacitação e trabalham voluntariamente. A participação em uma atividade como esta gera resultado de aprendizado para os futuros profissionais. A população beneficiada recebe o comunicado para participar da

mesa de conciliação via correspondência. Chegando ao local, elas são encaminhadas para a perícia médica, "em geral voltado mais para a área ortopédica", ressaltou Sulamita Pacheco. Essa etapa é uma das mais importantes, pois de acordo com a juíza esta é uma das que mais atrasa. "O problema é a perícia. As pessoas não têm condições de pagar uma particular, e no Itep [órgão público competente] chega a ficar dois anos esperando. Hoje tem cerca de 600 processos parados só no Itep", revelou ressaltando que todos devem passar pela análise médica. Janielson Marcos dos Nascimento, de 20 anos, sofreu um acidente enquanto transitava de moto em Parnamirim. Após o incidente, contatou a justiça à procura do seguro DPVAT e entrou com um processo para receber o dinheiro. Há um ano e três meses a causa continua sem um desfecho, e este recurso a que ele tem direito poderia ser usado para pagar serviços médicos, como os pinos na perna que ele utiliza até hoje. Ele estava prestes a entrar para a sala onde seria feita a perícia e então dar continuidade ao processo de conciliação. Mesmo ferido e andando com dificuldades, ele se mos-

Wellington Rocha

foi revelado pela coordenadora. As pessoas que não foram chamadas, porém estão dispostas a entrar em um acordo, também podem procu-

rar o atendimento no local, de acordo com Sulamita Pacheco, o atendimento também pode ser estendidos à elas.

Sindicato dos Corretores promove apoio à população

Mutirão deve observar mais de 1,3 mil das 5 mil ações em andamento no Estado trou animado com a oportunidade. "Atrasou até aqui. Agora com o mutirão vai sair", disse Janielson se referindo a um resultado satisfatório. Para este ano, a organização do ato, espera obter sucesso em 80% dos casos, mantendo a média das outras edições. Ainda foi revelado que mesmo com os comunicados

sendo entregues nas residências das pessoas, o número de faltosos chega a 30%. Porém, esse número se deve, em sua maioria, as mudança de endereços. A probabilidade de sucesso também se dá pela parceria com a Seguradora Líder, que se coloca disposta a uma solução há três anos, como

Os representantes do Sindicato dos Corretores (Sincor/RN), também estão presentes no Mutirão. Em um estande, eles recebem os casos e encaminham para a seguradora. De acordo com o presidente do Sindicato, Alderi Alves de Moura, este é o caminho mais rápido para uma solução. O órgão presta o serviço de maneira gratuita, como foi ressaltado. Eles também fazem um trabalho de conscientização à população, informando que não é necessária a presença de um "intermediário", no processo. Segundo o líder sindical, muitas vezes as pessoas estão saindo do hospital ou de um local de perícia, quando são abordadas "por essas pessoas que apresentam um

monte de papelada, oferecem serviços, e por estar desnorteada, a população acaba assinando coisas sem saberem", ressaltou o presidente do Sincor. Quanto à participação no evento, "a importância é para darmos entradas jurídicas nos processos não ajuizados", revelou o presidente do sindicato. Também foi informado que o serviço gratuito é oferecido o ano todo e que a população pode procurar o Sindicato na avenida Amintas Barros, 2756, ou então pelo telefone 3206-3366. De acordo com o Alderi Moura, após a entrada no processo com a documentação, a resolução pode acontecer em 30 dias, mediante o acordo entre as partes.


Economia

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 7

Fotos: José Aldenir

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

SYLVIA SÁ - sylviasa@jornaldehoje.com.br - (INTERINA) O Plano Safra Semiárido auxiliará 88% dos municípios potiguares n Quase 90% dos municípios do Rio Grande do Norte estão inseridos no Sertão, segundo o último Censo Demográfico para o Semiárido Brasileiro, do Governo Federal. n A região concentra mais de 553 mil habitantes da área rural, população que será beneficiada com as ações do Plano Safra Semiárido lançado hoje no Rio Grande do Norte. n A iniciativa reserva R$ 7 bilhões para o fortalecimento da agricultura familiar e de médio porte. As ações estruturantes serão complementadas com a entrega de 81 máquinas da segunda fase do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para 80 municípios do Estado. n A partir dos recursos disponibilizados pelo Plano, agricultores familiares poderão investir na organização produtiva local e, assim, melhorar as condições de convivência com o Semiárido. n O delegado federal do MDA no Rio Grande do Norte, Raimundo Costa Sobrinho, acredita que o conjunto de medidas do Plano Safra Semiárido impactará diretamente o desenvolvimento social e econômico dos municípios do Estado. "No RN, o Plano traz um atendimento de quase 100% dos municípios. É um fato histórico o Semiárido receber uma política pública como essa, com as devidas especificidades que a agricultura familiar requer", diz. n As contratações de créditos serão realizadas por meio do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA). A linha de crédito oferece taxas de juros diferenciadas para o Semiárido. Para as operações de custeio, os juros são de 1% a 3%, ao ano - nas demais regiões, os juros variam entre 1,5% a 3,5%. Já os contratos de investimento, são tabelados com juros de 1% a 1,5%, ao ano - as taxas para o restante do País ficam entre 1% e 2%. As condições especiais incentiva a produção de culturas alimentares adapMoura Dubeux lança campanha com descontos exclusivos para o Dia dos Pais n A Construtora Moura Dubeux lança uma campanha voltada para o Dia dos Pais, que oferece benefícios exclusivos e descontos no valor total do imóvel. nAté o dia 11 de agosto, os clientes que procurarem a Central de Vendas, localizada na Avenida Rui Barbosa, no Tirol, ou a loja da MD no Natal Shopping, terão descontos especiais em empreendimentos prontos, em obras ou em fase de lançamento, que fazem parte da ação promocional. n Entre as opções estão os edifícios residenciais Jardins de Lagoa Nova, Geraldo Pinho, Jerônimo Costa, Alice Grilo, Firenze e Abel Pereira. Pesquisadores da Ufersa lançam o Journal of Animal Behaviour and Biometeorology n Os pesquisadores do Laboratório de Biometeorologia e BemEstar Animal e Biofísica Ambiental (LABBEA), vinculado à Universidade Federal Rural do SemiÁrido (Ufersa), publicaram em julho a primeira edição do Journal of Animal Behaviour and Biometeorology (JABB). n A publicação será trimestral com artigos originais de pesquisa, comunicações curtas e revisões de literatura. n Nessa primeira edição, foram publicados cinco artigos, sendo três artigos inéditos, uma comu-

tadas à realidade do Semiárido e reservas estratégicas de alimentos para consumo animal e água para produção. n A contratação de crédito dos agricultores familiares que residem fora do Semiárido será regida pelas condições previstas no Plano Safra da Agricultura Familiar 2013/2014, também do MDA. Agripino condena governo por não perdoar as dívidas dos agricultores n O líder do Democratas, José Agripino, condenou o perdão das dívidas de países africanos pelo governo do PT enquanto o próprio Executivo alega não ter como perdoar os débitos dos agricultores do Nordeste brasileiro. n "Para o pequeno agricultor nordestino o governo federal alega não ter como perdoar suas dívidas, mas tem como desculpar milhões de dólares de países africanos cujos ditadores são conhecidos internacionalmente por suas coleções de carros de luxo e joias caríssimas", criticou. n Com o apoio da base governista, o Senado já aprovou o perdão das dívidas da República do Congo, Sudão e Gabão. Agora, o Executivo quer que o Senado aprove liquidação de débitos da Zâmbia, Tanzânia, Costa do Marfim e República Democrática do Congo (RDC). Ao todo, o perdão aos débitos dessas sete nações somará US$ 787 milhões - cerca de R$ 1,8 bilhão. n "Muitos desses países são produtores de minério, petróleo, diamantes e tiveram o crescimento do Produto Interno Bruto bem acima do Brasil", destacou Agripino. "Como posso compactuar com o perdão das dívidas para quem tem tantos privilégios enquanto o povo nordestino sofre por não ter como pagar seus débitos por conta da seca?", questionou o parlamentar. n José Agripino disse ainda que perdoar dívidas como essas são uma afronta à população brasileira e às manifestações que tomaram conta das ruas do país no mês de junho.

nicação curta (resumo) e um artigo de revisão. n Os textos estão publicados em Inglês e Português e são de autoria de pesquisadores das universidades Unesp, USP, UFTPR, UnB, UFC, UFRPE, UFAL, UFRN e UFERSA. n O JABB, indexado no Google Scholar, está com submissões abertas e a próxima edição será publicada no mês de Outubro. n O corpo editorial defende que a publicação é resultado da necessidade de um veículo de publicação nas áreas específicas de comportamento animal, biometeorologia animal e ambiência animal no Brasil. TRT-RN leiloará próxima semana mais de 150 lotes de bens penhorados n O Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região (TRT-RN) promove, a partir da próxima segunda-feira, mais um leilão unificado. n Serão oferecidos mais de 150 lotes de bens penhorados pelas Varas do Trabalho de Natal, Assu, Caicó, Currais Novos, Macau e Pau dos Ferros por falta de pagamento de ações trabalhistas. n O leilão será realizado no auditório do Pleno do TRT-RN, a partir das 8:00 horas, sob a presidência do juiz Antônio Carneiro, coordenador da Central de Apoio à Execução (CAEx). n São imóveis, terrenos urbanos e rurais, prédios comerciais e re-

sidenciais, com destaque para um prédio na rua Lafayette Lamartine, em Candelária, construído numa área de 900m2 e avaliado em R$ 1 milhão. n O campo do Potiguar Esporte Clube, no centro de Parnamirim, com área de 22.000 m2 e avaliado em R$ 8,8 milhões, também será leiloado para pagar uma dívida trabalhista. n O prédio do salão de beleza Pequeno Príncipe, na avenida Rio Branco, no centro de Natal, avaliado em R$ 300 mil, também será leiloado, assim como os equipamentos de uma fábrica de salgadinhos, avaliados em R$ 70 mil. n Entre os terrenos, destacamse uma área de 615 m2 na avenida Nascimento de Castro, em Dix-Sept Rosado, no valor de R$ 531 mil e outra medindo 858 m2 no Tirol, avaliado em R$ 200 mil. n Veículos de várias marcas, modelos e ano de fabricação, entre eles, três ônibus da Viação Nordeste, dois caminhões, caminhonetas, veículos de passeio e motos também serão leiloados. n O leilão unificado prosseguirá na terça e quarta-feira. O valor arrecadado durante os três dias de leilão será utilizado para pagamento de dívidas trabalhistas já transitadas em julgado e que não cabem mais recursos. n A participação no leilão poderá ser presencial ou de forma eletrônica. Quem desejar participar on-line deverá realizar cadastro prévio no site do TRT-RN.

Habib Chalita, da ABIH/RN, e Marcelo Queiroz, da Fecomércio, querem união a favor do desenvolvimento do Estado

"Iniciativa privada é tratada com desprezo", diz Chalita ENTIDADES DE CLASSE DO RN SE UNEM A FLÁVIO ROCHA As declarações feitas na última segunda-feira (05) pelo vice-presidente do Grupo Guararapes, Flávio Rocha, de que o Rio Grande do Norte teria amplas condições de assumir posição de liderança no setor industrial brasileiro - notadamente o mercado têxtil - não fosse a atuação de 'forças do contra' e 'pessoas do mal' que fariam oposição 'a troco de nada', geraram repercussão entre as entidades empresariais de classe locais. Para o presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis, seccional RN (ABIH/RN), Habib Chalita, o posicionamento de Flávio Rocha mostra que no Estado a "iniciativa privada é tratada com desprezo". "Flávio tem razão em cobrar a união dos setores a favor do desenvolvimento do Estado. O RN passa por um momento de retração econômica, com números negativos, falta de emprego e renda, menos impostos sendo gerados", relata Chalita. O empresário acrescenta que, caso a iniciativa privada fosse tratada como parceira, poderia ser fundamental para ajudar o RN a sair da crise financeira pela qual passa, que obrigou a governadora Rosalba Ciarlini a promover uma série de cortes nas secretarias. "Porque hoje nós estamos perdendo cada vez

mais impostos que deveriam estar ajudando ao Estado", acrescenta. De acordo com Chalita, "a iniciativa privada é tratada com rejeição, seja no turismo, comércio ou serviços. E a base para o crescimento de qualquer economia é a junção do Estado, município e a classe empresarial", finalizou. Recentemente, a ABIH/RN publicou pesquisa onde apontou o poder público como maior responsável pela crise enfrentada no setor de turismo potiguar. Segundo os números revelados na época, a ocupação da rede hoteleira está em declínio, mesmo com a aproximação da Copa do Mundo de 2014, que, teoricamente, tem aumentado a divulgação de Natal como destino turístico. Já para o presidente da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN (Fecomércio/RN), Marcelo Queiroz, as declarações de Flávio Rocha demonstram a preocupação sobre a situação em que se encontra a economia do RN. "Desatar os nós, desfazer os gargalos que eventualmente travem as ações e projetos que tenham impacto direto no desenvolvimento econômico e social do nosso estado é, ou deveria ser, uma missão de todos nós. Governos, políticos, autoridades, poderes Legislativo e Judiciário, lideranças empresariais,

empresários e todos os cidadãos", enfatiza. Queiroz assinala, ainda, um alinhamento com o discurso do vicepresidente da Guararapes. "Apoio o posicionamento do empresário Flávio Rocha que, com a autoridade de quem é um dos maiores investidores privados da nossa economia, há tempos vem registrando este tipo de insatisfação". A Fecomércio defende a implantação de regras e leis claras e objetivas para evitar qualquer ameaça jurídica a classe empresarial, como ocorreram nos últimos anos. Segundo Marcelo Queiroz, é preciso levar em conta a "necessidade de seguirmos expandindo a economia potiguar, que é a base fundamental do único desenvolvimento social efetivo, eficaz e sustentável. Ontem, durante o lançamento do Pró-Sertão, Flávio Rocha disse que o RN "é o pior Estado do Brasil para se investir", entre todos os 26 que a Guararapes possui negócios. A dificuldade é devido as barreiras encontradas, como carga tributária e legislação, entre outros. Segundo o diretor, a indústria e o comércio potiguares já tiveram grandes oportunidades de crescer nessa área, porém, devido à ação contrária dessas instituições, os investimentos acabam seguindo para outras regiões.

> PROGRAMA FEDERAL

Em meio à crise, Plano Safra chega em momento oportuno O Governo Federal apresentou à administração estadual e aos executivos municipais do Rio Grande do Norte, durante solenidade ocorrida na manhã desta terçafeira (06) na Escola de Governo do RN, Centro Administrativo, as ações do Plano Safra Semiárido para os agricultores da região. Durante o evento, foram entregues 81 máquinas - 13 retroescavadeiras, 32 caminhões-caçamba e 36 pás carregadeiras - do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) para 80 municípios do Estado. As máquinas serão utilizadas para reforçar a reestruturação produtiva dos agricultores familiares da região, a partir da conservação contínua das estradas vicinais e da construção de reservatórios de água. De acordo com Pepe Vargas, Ministro do Desenvolvimento Agrário, as projeções para contratação de crédito junto ao programa são as melhores, apesar do período de seca que a região vem enfrentando. "O intuito maior do Plano Safra é justamente permitir ao agricultor familiar que ele recupere tudo que foi destruído pela seca; queremos dar condições aos produtores para que eles possam se reerguer depois dessa estiagem devastadora que observamos nos últimos tempos", aponta. O ministro ressalta, ainda, que o ministério vem observando uma diminuição no número de novos cadastros feitos pelos produtores agrícolas, mas que o fato é plenamente justificável pelas projeções pessimistas da agricultura nacional. "É justamente por causa disso que estamos focando nessas medidas de recuperação e fortalecimento. Estão sendo oferecidas linhas de crédito subsidiadas, com taxas de juros abaixo da inflação. O Governo Federal está disponibilizando um montante de R$ 7 bilhões

Wellington Rocha

Rosalba encerrou solenidade de lançamento do Plano Safra hoje pela manhã só para a reestruturação do semiárido, além de fornecer garantias como a fixação de preços dos produtos agrícolas e prestar assistência técnica a 347 mil famílias que têm na agricultura o seu meio de subsistência, capacitando esses núcleos através de técnicas mais eficazes. Só a título de registro, 1/3 da agricultura familiar brasileira vem do semiárido e metade dos recursos oferecidos foi destinada a essa fatia da população", salienta Vargas. Segundo o titular da Secretaria de Agricultura do RN, Júnior Teixeira, o Plano Safra traça em linhas gerais as necessidades mais urgentes do povo nordestino, mas ainda não resolve um entrave importante - o endividamento - que impossibilita a contratação do crédito por grande parte dos agricultores que necessitam dos recursos. "Esse problema do endividamento rural é grave e impede o acesso às linhas de crédito a muita gente que precisa. Por conta da medida provisória 610, a revogação dos pedidos se dá com base na análise do CPF do agricultor e não mais dos contratos individualmente, o que dificulta sobremaneira a con-

tratação de crédito por quem já tenha dívidas junto às instituições responsáveis", afirma o secretário. O discurso de encerramento da solenidade coube à governadora Rosalba Ciarlini, que fez questão de enfatizar a boa vontade do ministro Pepe Vargas e sua equipe. "As ações do Plano Safra foram as melhores notícias que poderiam ter chegado até nós nesse momento de crise. Estamos padecendo pela falta de recursos, está todo mundo contando as moedas para pelo menos tentar honrar com os compromissos. Temos ciência de que o custeio está custando, mas estamos em busca de outras formas de apoio para nos aproximarmos das prefeituras, afinal, precisamos unir forças para garantir o movimento da economia dos municípios", exaltou. "Sempre senti a receptividade, a vontade de trabalhar demonstrada pelo senhor Ministro do Desenvolvimento Agrário. Essa postura só favorece o trabalho dos governos estaduais; através da parceria com o ministério, conseguiremos amenizar os efeitos devastadores da seca, tenho certeza", finalizou a governadora.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 6 de agosto de 2013

Terรงa-feira

CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 9

Obras da Biblioteca Câmara Cascudo avançam, mas acervo continua no chão EXPECTATIVA É DE QUE REFORMA DO ESPAÇO SEJA CONCLUÍDA EM DEZEMBRO, CINCO MESES ANTES DO PRAZO PREVISTO Fotos: Canindé Santos

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

No ritmo que anda, as obras da Biblioteca Pública Câmara Cascudo poderão ficar prontas antes do tempo garantido pela licitação do serviço. A empresa contratada pelo Governo do Estado tem o prazo máximo para concluir a reforma até maio do próximo ano, mas, segundo o coordenador do Sistema Estadual de Bibliotecas, Márcio Farias, tudo indica que em dezembro deste ano o novo ambiente esteja totalmente concluído. A fachada da Biblioteca continua do mesmo jeito, sem ainda ter recebido nenhuma pintura. Mas internamente o primeiro e segundo andar do prédio já apresentam uma cara nova, com as divisões dos espaços já tomando corpo. Apesar de ser visível a presença de homens trabalhando a todo instante, o que mais chama atenção é a disposição do acervo da biblioteca pública, que desde o início da obra permanece no chão de uma sala fechada. Márcio conta que os livros deveriam ter saído de lá antes da obra começar, mas por falta de local que pudesse abrigar o acervo com mais de 100 mil exemplares, a solução foi deixá-los empilhados. "Tínhamos a intenção de removê-los para que não houvesse nenhum dano ma-

Por falta de local para abrigar mais de 100 mil livros, acervo foi empilhado no próprio prédio. Projeto que inclui restauração e modernização interna foi avaliado em R$ 3 milhões, sendo R$ 919,9 mil apenas a obra terial, mas não conseguimos achar um local adequado. Enquanto a obra se concentrar nos andares de cima, não tem problema. Mas quando for necessário descer, teremos que mover o acervo para alguma sala que já esteja pronta. E isso só será possível com a instalação do elevador", explicou Márcio Farias. Na manhã de hoje, o coordenador do Sistema de Bibliotecas esteve reunido com a secretária Extraordinária de Cultura do RN, Isaura

Rosado, para debater sobre a aquisição da nova mobília. Segundo ele, os recursos para a modernização dos ambientes e compras de novos acervos já está garantido. "Precisamos apenas fazer um levantamento do que será comprado e aquilo que poderá ser reaproveitado, pois queremos manter algumas peças para garantir um pouco da memória da maior biblioteca do Estado", disse. Para essa modernização será destinado cerca de R$ 1,5 milhão de reais.

FALTA DE SERVIDORES Mesmo estando orgulhoso em ver o um sonho de mais de dez anos ser realizado, Márcio não esconde uma preocupação: recursos humanos para administrar a casa que leva o nome do maior literato do Estado. Após a reforma, a Biblioteca irá funcionar nos três turnos do dia. Mas, com as aposentadorias confirmadas, até 2014 só restarão seis funcionários. "Houve um tempo em que tí-

nhamos 84 funcionários. Atualmente só temos 23 e corremos o risco de reabrir a Biblioteca com apenas seis funcionários. Essa é uma grande preocupação nossa, pois com esse pequeno número de servidores não conseguiremos administrar a biblioteca. Precisamos urgentemente de um concurso público", afirmou Márcio Farias. "Estamos apenas finalizando o processo de compras de material para focar neste problema", explicou

Enquanto a obra não termina, os funcionários da biblioteca continuam locados nas dependências da Fundação José Augusto. O projeto que inclui a restauração e modernização interna do espaço foi avaliado em cerca de R$ 3 milhões, sendo o Ministério da Cultura e o Governo do Estado responsáveis, cada um, pelo repasse de R$ 1,5 milhão. Só o valor da obra, aguardada por toda a população do Estado, foi orçada em R$ 919.961,61.

> RISCO DE ACIDENTES

Ministério Público Federal aciona a Justiça para que Prefeitura de Natal isole calçadão de Ponta Negra As obras de contenção que estão sendo realizadas no calçadão da praia de Ponta Negra têm conseguido impedir que o mar avance sobre o calçadão e traga novos prejuízos. No entanto, vários trechos danificados ainda apresentam riscos aos transeuntes, já que as áreas não estão isoladas e o acesso às áreas destruídas, apesar do risco iminente de acidente, é livre. Diante dessa situação, o Ministério Público Federal no Rio Grande do Norte (MPF/RN) solicitou à Justiça que exija da Prefeitura do Natal o urgente isolamento dos trechos do calçadão de Ponta Negra que ainda apresentam fissuras. O MPF quer ainda que o Município disponibilize escadarias suficientes para garantir o acesso da população à praia na área onde foi realizado o chamado enrocamento, bem como a retirada de pedras menores que resultaram da obra e se soltaram das demais, ocupando agora a área destinada aos banhistas. O pedido, feito conjuntamente com a Procuradoria do Estado, foi formulado após uma vistoria, realizada no dia 28 de julho, e na qual o procurador da República Fábio Venzon constatou que não vem ocorrendo o isolamento de alguns tre-

chos do calçadão que apresentam fissuras visíveis e que representam perigo a quem passa pelo local. Esse isolamento foi um dos itens de um acordo judicial assinado pela Prefeitura, em uma audiência realizada em 31 de maio, e, segundo o MPF, pode ser mantido pela própria Guarda Municipal. "Um dos trechos mais críticos, por conter fissuras no calçadão, podendo desmoronar a qualquer momento, não conta com qualquer isolamento", alerta o membro do MPF/RN. Ele observou ainda a dificuldade de acesso dos banhistas à praia em um longo trecho onde estão sendo colocadas as pedras do enrocamento. "Sem tais escadas e com as pedras ali colocadas, fica praticamente impossível ou muito arriscado chegar à praia tendo de passar por cima das rochas". O secretário adjunto de Obras da Secretaria Municipal de Obras Públicas e Infraestrutura (Semopi), Caio Mucio Pascoal, explicou que o projeto prevê a implantação de dez escadas de madeira e quatro rampas de acessibilidade ao longo dos dois quilômetros de calçadão danificados pela ação marítima. Destes, três escadas já foram implantadas e mais

Wellington Rocha

MPF quer scadarias suficientes para garantir o acesso da população à praia duas ainda serão colocadas ainda esta semana. O secretário explicou que as escadas são colocadas a cada 200 metros do enrocamento. Em relação ao isolamento, Caio Pascoal disse que a área em que a empresa está executando as obras está devidamente isolada pela Semopi e que as áreas que apresentam riscos, no calçadão, são de responsabilidade da Defesa Civil. O titular da Secretaria Municipal de Seguran-

ça Pública e Defesa Social (Semdes), Osair Vasconcelos, explicou que desde o início do ano já foi feito o isolamento da área por três vezes, sendo que não dura mais que uma semana. "Fazemos o isolamento, mas sempre retiram. Da última vez, fizemos o isolamento mais completo, com tábuas, tapumes, fitas e avisos, mas retiraram tudo", destacou. Osair Vasconcelos disse que diariamente fiscais da Semsur, agentes

da Defesa Civil e policiais militares fazem a vistoria no local, de modo a orientar a população a evitar transitar nas áreas de riscos. "Mas vamos isolar novamente. Fazemos a nossa parte, mas precisamos da colaboração de todos. Tivemos uma reunião com a Associação dos Antigos Barraqueiros de Ponta Negra e eles se dispuseram em nos ajudar nessa questão", afirmou o secretário da Semdes. De acordo com o procurador, o prejuízo, além dos banhistas, é também dos quiosques, cujos empregados têm mais dificuldade de acessar a área onde ficam os clientes. A faixa de areia, inclusive, também está tomada por pedras menores, utilizadas na obra, e que provavelmente se desprenderam das demais devido às marés altas. "A Prefeitura ou a empresa contratada para a obra tem que realizar um trabalho de manutenção, até porque há risco para os frequentadores da praia", disse o procurador. No entanto, Caio Pascoal explicou que a empresa recolhe todos os entulhos, diariamente, oriundos do enrocamento e que as pedras que escorrem das áreas destruídas são recolhidas pela Urbana. "Até o mo-

mento não houve nenhum desmoronamento do enrocamento. As pedras que foram colocadas estão firmes e estão conseguindo impedir a ação do mar sobre o calçadão", destacou. Todos os problemas foram registrados em fotografias encaminhadas à Justiça junto com a manifestação que cobra ainda, da Prefeitura, informações sobre o andamento da contratação de uma empresa que irá responder a quesitos técnicos sobre a adequação do projeto de enrocamento. O pedido inclui ainda a solicitação de um posicionamento da Prefeitura quanto à possibilidade de minimizar os impactos socioeconômicos da obra, conforme discutido na audiência de maio, que contou com a participação da Associação dos Antigos Barraqueiros de Ponta Negra. A manifestação do MPF/RN e da Procuradoria do Estado foi assinada pelo procurador da República Fábio Venzon, pela procuradora do Estado Marjorie Madruga e conta com a anuência da promotora de Justiça Gilka da Mata, representante do Ministério Público Estadual. O processo tramita na Justiça Federal sob o número 000680408.2012.4.05.8400.

> BANCÁRIOS

Manifestação marca lançamento de campanha salarial Os bancários do Rio Grande do Norte lançaram na manhã de hoje a campanha salarial deste ano, com uma manifestação em frente à agência da Caixa Econômica Federal da rua João Pessoa, no centro da cidade. Cerca de 20 representantes do sindicato panfletavam pedindo o apoio da população na luta pelo reajuste salarial de 22% e protestando contra o projeto de lei 4330, a ser votado no próximo dia 30 de agosto. O movimento integrou as manifestações convocadas para hoje em âmbito nacional pela Central Única dos Trabalhadores (CUT) e demais centrais sindicais. Em todo o país houve protestos em desaprovação ao projeto de lei de autoria do deputado federal Sandro Mabel (PMDB/GO), que dispõe sobre o contrato de prestação de serviço a terceiros e as relações de trabalho dele decorrentes. Os bancários acreditam que a aprovação do PL 4330 irá marginalizar os trabalhadores do setor, permitindo funcionários terceirizados

José Aldenir

Cerca de 20 participantes do Sindicato realizaram manifestação na frente de uma agência bancária no centro da cidade a ocupar funções atribuídas à categoria, como aprovar transações e acessar informações financeiras. "Já não é bastante os banqueiros prejudicarem o atendimento dos bancos

diminuindo o número de funcionários e substituindo os trabalhadores do setor por estagiários, menores aprendizes e máquinas, agora querem terceirizar de vez as atividades

financeiras?", questiona Marcos Tinoco, coordenador de comunicação do Sindicato dos Bancários do RN. A coordenadora geral do órgão, Marta Turra, declara que as reivin-

dicações da categoria são de caráter econômico e social, uma vez que visam resolver o problema de defasagem dos salários e aumentar o quadro pessoal dos bancos, como forma de melhorar o atendimento. "Estamos lutando por direitos há anos negligenciados, como a isonomia, estabilidade, o asseguramento da jornada de 6h diárias, a realização de mais concursos públicos para o setor e a reposição de perdas salariais. Nesse último ponto, nossa pauta difere da que foi estabelecida pela Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT) porque eles não incluem as perdas salariais no reajuste que estamos solicitando", argumenta Marta. Ela explica que a contratação de bancários é insuficiente para um cenário onde a demanda por serviços bancários é cada vez maior e a tecnologia não supre totalmente as necessidades dos clientes. "Enquanto os bancos públicos e privados lucram mais de 15 bilhões por ano, as

filas nos caixas só aumentam diariamente. O que é preciso mesmo é contratar mais profissionais qualificados para atender bem à população", declara a coordenadora geral do sindicato. A auxiliar de serviços gerais Maria José, conta que suas idas ao banco são sempre uma tortura. "Perco de três a quatro horas na fila, sempre que preciso ir à agência. No Banco do Brasil então é um sufoco, com um monte de pessoas na mesma situação. Apoio a causa dos bancários, porque isso também pode melhorar a vida da gente que precisa dos serviços", diz Maria. A primeira rodada de negociações a respeito da campanha salarial dos bancários está marcada para a próxima quinta-feira (8), na sede da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban). De acordo com o sindicato, se as negociações do reajuste salarial não tiverem o resultado esperado até o dia 30 de agosto, haverá indicativo de greve na primeira quinzena de setembro.


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 6 de agosto de 2013

Terça-feira

Policiais civis são presos sob acusação de participar de grupo de extermínio COMANDO

DA

POLÍCIA MILITAR

DO

RN

AFIRMA QUE HOMENS DETIDOS PODEM SER EXPULSOS DA INSTITUIÇÃO Canindé Santos

Seis policiais militares foram presos sob a acusação de integrarem um grupo de extermínio em atuação na Região Metropolitana de Natal. Além deles, outras 12 pessoas também foram detidas durante a Operação Hecatombe, deflagrada pela Polícia Federal no início da manhã de hoje. A quadrilha, que está sendo investigada por, pelo menos, 22 homicídios, teria planejado ainda executar uma delegada da Polícia Civil, um promotor de Justiça e um agente da Polícia Federal cedido ao Estado. Durante as investigações, que duraram mais de um ano, foi descoberto ainda que o bando criminoso pretendia resgatar o soldado Wendel Fagner Cortez, que está detido desde abril passado no quartel do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), acusado de integrar grupos de extermínio no Rio Grande do Norte. A desconfiança é de que o militar seja um dos líderes da quadrilha. Dos 21 mandados de prisão emitidos para a operação, que contou com a participação de 215 policiais federais, 17 foram cumpridos, sendo cinco deles contra militares, nos municípios de Natal, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim e Cerro-Corá. Um sexto PM foi detido em flagrante com várias armas de fogo. Outros dois estão foragidos e continuam sendo procurados. Além disso, foram emitidos 32 mandados de busca e apreensão, que também foram cumpridos hoje. Segundo o secretário de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), Aldair da Rocha, todos os detidos devem cumprir prisão

Cedida / PF

Resultado de operação deflagrada pela Polícia Federal foi apresentado à imprensa hoje pela manhã durante entrevista coletiva. Grupo planejava assassinar delegada, promotor de Justiça e um agente da Polícia Federal temporária de 30 dias, que pode ser prorrogada por igual período. Durante este período, novas diligências e coletas de provas devem ser realizadas, apesar de, segundo ele, as autoridades já terem um acervo grande e consistente de provas materiais, como fotografias, filmagens, informações repassadas por informantes e outras. Ele disse que o grupo, que agia há mais de um ano, é composto por bandidos de alta periculosidade, que matavam por inúmeros motivos, sobretudo por encomenda, pelas quais recebiam valores que variavam entre R$ 500 e R$ 50 mil por morte confirmada.

Além disso, a quadrilha tinha três líderes, que escolhiam quem seria o responsável por tal execução, quem levantaria informações sobre as vítimas e outros detalhes para o crime. "Descobrimos também que algumas mortes foram cometidas por 'amizade', desavenças pessoais, cobranças ou disputas por tráfico de drogas e até mesmo por motivos banais, como a estreia de uma pistola nova. Alguns deles, inclusive, já tinham sido presos em outras ocasiões, sob a acusação de homicídio. Já o perfil das vítimas variava muito e havia até mesmo outros policiais militares", explicou Aldair.

LISTA DA MORTE

Durante a coletiva de imprensa cedida hoje pela manhã, Aldair da Rocha afirmou que o grupo de extermínio planejava assassinar uma delegada da Polícia Civil, um promotor de Justiça e um agente da Polícia Federal. O motivo seria as fortes atuações destas pessoas, que não tiveram seus nomes revelados por segurança, no combate ao crime organizado no Rio Grande do Norte. Na época da prisão do soldado Wendel, detido junto com o também militar Rosivaldo Azevedo Maciel Fernandes, ocorrida em abril passado pela força-tarefa criada pela Sesed para a investigação de crimes

de homicídios sem autoria conhecida no Estado, ele teria ameaçado o promotor Wendel Beethoven e os policiais civis que efetuaram a sua prisão, conforme relatou a delegada titular da Divisão de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), Sheila Freitas. Dias depois, após a suspensão da força-tarefa, a delegada revelou que, na prisão do soldado Wendel, chegou a sentir medo de um confronto armado com o acusado, que disse só ter se rendido porque era a Polícia Militar que estava ali para prendê-lo. No mesmo dia, ele teria ameaçado de morte também o promotor Wendel Beethoven. Apesar disso, o secretário Al-

dair da Rocha e o delegado da Polícia Federal Alexandre Ramagem não confirmaram os nomes de Sheila ou de Beethoven como as possíveis vítimas marcadas para serem executadas pelo grupo de extermínio. "São pessoas de alta periculosidade, que matam tanto por dinheiro como por motivos banais. Aliás, a banalização dos homicídios é uma das marcas do grupo, que agia preferencialmente na zona Norte de Natal. Temos provas consistentes contra eles e agora, com a prisão deles, vamos poder levantar muitas outras informações sobre esta quadrilha", afirmou Alexandre Ramagem.

> BRAÇOS CRUZADOS

Sem acordo com Governo, policiais civis iniciam greve no RN Canindé Santos

Hoje, as delegacias de Natal permaneceram com as portas fechadas, após o início da paralisação dos policiais civis do Estado, deflagrada desde às 8 horas. Somente as unidades de plantões e as regionais, espalhadas no interior do Rio Grande do Norte, funcionaram conforme a determinação do movimento grevista, que luta pela melhoria das condições de trabalho e de estrutura da instituição. Já os agentes e escrivães se reuniram por volta das 9h na sede do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol/RN), na Cidade Alta, para discutir os próximos passos da paralisação. Segundo o presidente da entidade, Djair Oliveira, o objetivo foi perceber os pontos positivos e os negativos do movimento. "Infelizmente, apesar de todas as nossas tentativas de diálogo e negociações, o Governo do Estado não se pronunciou sobre as reivindicações feitas pela categoria, forçando-a a decretar a paralisação das atividades por tempo indeterminado. Ontem, tentamos pela última vez uma reunião com os representantes estaduais, sem sucesso, já que não houve a apresentação de um cronograma de atendimento da pauta", explicou Djair. Ele disse também que, ainda ontem, durante a última tentativa

normal o trabalho no CIOSP e setores administrativos). As delegacias de plantão funcionarão apenas para lavraturas de flagrante, sem fazer registros de ocorrências e demais procedimentos.

Delegacias da cidade amanheceram de portas fechadas com o início da greve dos policiais civis em todo o Estado de entendimento pelos policiais civis, os representantes da comissão estadual, que faz todas as negociações com o funcionalismo público do Rio Grande do Norte, não levou nenhuma sinalização positiva para a pauta de reivindicações apresentadas pela categoria. "Isso, apesar de ter se comprometido, nos últimos dias, a dar respostas para os pleitos", informou.

Além disso, conforme comunicado oficial do Sinpol, "pior que a não apresentação de um cronograma de atendimento de pauta, foi a declaração do presidente da comissão, o secretário de Administração Álber da Nóbrega, que esbravejou e declarou que não tinha o poder de entrar em acordo com a categoria, reforçando o sentimento de descrédito dos policiais em rela-

ção a esta mesa, que, para eles, foi criada apenas para provocar na opinião pública uma falsa sensação de que esta administração está negociando". Será suspenso o atendimento ao cidadão nas delegacias distritais e especializadas. Serão garantidos os 30% de funcionamento dos serviços, em respeito à Lei de greve (desta maneira continuará

DELEGACIA VIRTUAL Por causa da greve dos agentes e escrivães da Polícia Civil, que deve ser complementada nesta quinta-feira pela paralisação de 24h dos delegados, a direção da instituição emitiu nota oficial com orientações à população. Além das delegacias de plantão das zonas Norte e Sul, que funcionarão permanentemente durante a mobilização, as pessoas podem também registrar sua ocorrência via internet, através da Delegacia Virtual. O acesso ao atendimento online pode ser feito pelo site da Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), o http://eee.defesasocial.rn.gov.br. Ao abrir a página, basta clicar no link da Delegacia Virtual, o http://www2.defesasocial.rn.gov.br/delegaciavirtual/bovirtual.dll/EXEC e preencher o formulário. No entanto, a Delegacia Geral da Polícia Civil (Degepol) alerta que somente os casos ocorridos no Estado e relacionados à perda, furto ou roubo de documentos pessoais e telefones celulares serão registrados pelo atendimento online. O

procedimento é gratuito e funciona 24 horas. ITEP DECIDE HOJE SE PARA ATENDIMENTOS Já os servidores do Instituto Técnico Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) se reúnem hoje à noite para decidirem se deflagram ou não a greve por tempo indeterminado. Eles lutam há mais de quatro anos pela criação do Estatuto e da Lei Orgânica da categoria e, se aprovarem o indicativo pela paralisação das atividades, interromperão os serviços já a partir da próxima segundafeira, dia 12 de agosto. Neste caso, todos os serviços periciais, emissões de certidões negativas e de carteiras de identificação civil, entre outros documentos, serão suspensos. E apenas os procedimentos de flagrantes delitos, perícias de locais de crimes e recolhimento de cadáveres continuarão sendo realizados. Além da morosidade em criar o Estatuto e a Lei Orgânica, que ainda deve passar pela Assembleia Legislativa para aprovação pelos deputados estaduais, os servidores do Itep/RN também reivindicam um reajuste salarial, que conforme Djair Oliveira, não ocorre há mais de sete anos. Para ele, esses são os principais fatores de desmotivação da categoria.


Cidade

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros TACIANA CHIQUETTI – tacychiquetti@hotmail.com – (INTERINA)

alex.medeiros1959@uol.com.br

Reprodução

VOLTE SEMPRE

Resultados preliminares de uma pesquisa que traça o perfil do turista da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) foram divulgados pelo Ministério do Turismo. Os números mostram que 65% dos turistas estrangeiros, que estiveram na JMJ, visitaram o país pela primeira vez e 93% deles dizem ter interesse em voltar ao Brasil.

SE COLAR, COLOU

Há quem diga que as apostas e as citações em torno do nome de Walter Alves (PMDB), como opção para disputar o governo do Estado, no ano que vem, tem um tom claro de "se colar, colou". O fato é que o PMDB não tem um nome intermediário, depois de Garibaldi e Henrique. Mesmo assim, a militância tem trabalhado o nome de Waltinho fortemente pelo interior. Para ver ser cola...

FIM DE FESTA

É proibido ser diferente Interessante como os personagens homossexuais fazem sucesso no universo televisivo ou cinematográfico. E, mesmo com toques de vilania, acabam por ganhar a "proteção" do público. Félix, vivido pelo ator Matheus Solano, na novela "Amor à Vida" teve sua orientação sexual não assumida, revelada nos capítulos desta semana. "Não tenho preconceitos, mas meu filho não pode ser gay", resumiu contraditoriamente o personagem de Antonio Fagundes, como porta-voz de milhares de famílias brasileiras que se comportam de maneira semelhante. Curioso refletir que uma nação onde a diversidade é a característica mais marcante não tem tanta naturalidade – e habilidade – para lidar com o que é diferente. Parece que mundo que construímos não aceita a originalidade, a identidade. Parece que assumir-se, na concepção mais ampla da palavra, é uma afronta. Talvez Freud estivesse com a razão quando sentenciou: "o que te afeta no outro é seu". O ser humano rejeita no outro o que intimamente vivencia em si e não tem coragem – ou condições internas – de assumir. É proibido ser diferente. Gostar, fazer ou querer simplesmente o que se quer. O senso comum, muitas vezes, é um juiz tirano que rouba a alma. Ninguém pode mais ter convicção em seus próprios valores, caso eles, de alguma forma, fugirem do

convencional: ser sensível em um mundo onde "somente os mais fortes sobrevivem"; chorar em um filme sem olhar para o lado para conferir se tem alguém observando; vestir combinações inusitadas; permanecer virgem até encontrar o parceiro ou a parceira ideal; viver a sexualidade da maneira que se sente; escolher o trabalho sonhado porque ele "não dá dinheiro"; desejar pouco e satisfazer-se com isso – ser peregrino e não turista. Assumir-se é ser fiel a si mesmo. Leal a uma sensação poderosa de estar no lugar certo, fazendo o correto, desejando na medida ideal e recebendo o suficiente para ser feliz. Assumir-se é se comprometer com seu próprio bem-estar e, a partir disso, multiplicar felicidade para o outro. Não é, entretanto, viver sem censura, invadir o medo alheio e ferir o ponto que fere alguém. Mas sim a liberdade de fazer o que precisa ser feito. Para chegar ao aconchegante patamar de ser fiel a si mesmo, é necessário, primeiramente, ouvir o que sua voz interna diz. É aquele sinal que faz você se sentir a vontade em um caminho e não em outro. Quando esses aspectos são identificados, dificilmente, voltamos a aceitar seguir uma correnteza ou ser mais um boi marcado na boiada. Passamos a querer seguir nosso próprio ritmo, nosso próprio caminho e traçar nosso próprio destino. (TC)

O clima é de "fim de festa" antecipado na governadoria. Com o racionamento de tudo e a descrença de que "dias melhores virão" para o atual governo Rosa, os eventos do Executivo estão sendo pouco prestigiados pela classe política. O lançamento do Pró-Sertão foi um exemplo disso.

NA ESTRADA

Na luta para a reeleição, o deputado Hermano Moraes (PMDB) também vem pegando estrada com frequência e pretende se firmar, além da Região Metropolitana de Natal, na região do Seridó – o que desagrada o colega Nelter Queiroz. Abraçou a causa dos ceramistas, o que deve lhe render, junto com a visibilidade de 2012, uma votação mais expressiva do que seus últimos 35 mil votos, em 2010.

SUCESSO VIRTUAL

As redes sociais seguem se constituindo ferramentas ainda a serem totalmente descobertas, mas inegavelmente

importantes. O pinguim do Ponto Frio vendeu simplesmente R$ 20 milhões, no ano passado, usando apenas os seus perfis no Twitter e no Facebook para divulgar as ofertas da rede de varejo.

SUCESSO VIRTUAL II

Criatividade pode ser o segredo do sucesso deste caso. Ele aproveita ganchos da atualidade, com bom humor, para promover os produtos. Na escolha do novo papa, por exemplo, quando a chaminé sinalizava fumaça branca ou preta, o mascote virtual argumentava que determinado grill que não faz fumaça na cozinha.

PROMOÇÕES

O Brazil Promotion 2013, evento focado em ferramentas de Marketing Promocional, começa, nesta terça-feira (06), reunindo mais de 200 expositores, em São Paulo. Ferramentas voltadas para a Copa do Mundo 2014 e para as Olimpíadas 2016 serão o foco da feira, que espera receber mais de 12 mil pessoas. O setor promocional deve crescer 10%, no próximo ano.

MISS RN

Candidatas do Miss RN já estão com extensa programação até o momento tão esperado, nesta quinta-feira (08), às 20h, no Vila Hall, Via Costeira. Vinte e cinco mulheres vão concorrer ao título do concurso de beleza mais importante do Estado e uma delas conquistará a coroa para representar o RN no Miss Brasil 2013.

CORDEL BRASILEIRO

"O Cordel Brasileiro: investigação e inquérito" é o tema da palestra, que será realizada nesta terça-feira (06), às 18h, no Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), da UFRN. O facilitador é Aderaldo Luciano, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e estudioso da cultura brasileira e literatura popular. Arquivo

Filme velho Quem está caminhando por Natal e pelo interior do RN conta que a sensação, vinda das pessoas, é de saudade da ex-governadora Wilma de Faria (PSB), motivada pelo "estilo Micarla" de Rosalba Ciarlini (DEM) gerir o "elefante". A história se repete no âmbito estadual.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br Reprodução

AS ROSAS TAMBÉM CHORAM Há tempos não havia uma segunda-feira com tantos assuntos em apenas 24 horas neste Rio Grande de tantas histórias para contar. E pensar que tudo começou com o choro da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), ao vivo, durante entrevista no Bom Dia RN, exibido diariamente pela InterTV Cabugi. A Rosa se emocionou com uma sequência de entrevistas produzidas pela emissora onde pessoas anônimas cobravam melhorias no sistema público de saúde. O estopim para as lágrimas da gestora foi o pedido de um pai, que perdeu a filha por falta de UTI no Hospital dos Pescadores, que nem responsabilidade do governo é, já que a administração do local é de responsabilidade da Prefeitura de Natal. Não é de hoje, e isso até os adversários admitem, que a governadora demonstra realmente ter vontade de resolver os problemas que lhe cruzam o caminho na dura tarefa que é subir a rampa da Governadoria. Na verdade, como se costuma dizer na política, Rosalba não aparenta ter má fé nas suas ações. Mas, de fato, são atitudes que raramente saem do papel. Este tem sido o seu grande problema nos quase três anos de governo. Nesta segunda-feira corrida, além da crise emocional ao vivo na TV, Rosalba ainda viu a capital do Estado ficar completamente paralisada devido ao protesto dos motoristas de ônibus. A categoria reivindicou, simplesmente, segurança para trabalhar, após o registro de 427 assaltos a estes veículos apenas nestes primeiros meses do ano. Em meio a isso, ainda se reuniu com seus secretários para apurar o que já foi feito em cada pasta na tentativa desesperada do Governo em equilibrar as finanças, tão combalidas pelas loucuras administrativas cometidas nos últimos anos e gestões. De positivo, fica apenas o lançamento do programa Pró-Sertão, uma luz privada no fim do túnel, que visa levar industrialização para o interior potiguar. De tudo o que ocorreu nas últimas 24 horas, este é o único lenço capaz de enxugar as lágrimas governamentais. Afinal, as rosas também choram.

TEMPO DE DESCANSO

LOCOMOTIVA BRASIL

Da corrida segunda-feira, o único momento que Rosalba Ciarlini teve para usufruir do fato positivo do dia foi durante almoço oferecido pelo empresário Nevaldo Rocha no complexo Guararapes. Em tempo, foi grande o empenho do secretário Rogério Marinho para concretizar o Pró-Sertão, lançado ontem em parceria com a empresa citada.

Se tem um jornalista apaixonado pelo Nordeste, especialmente pelo RN, é Paulo Araújo, ex-secretário de comunicação do governo. Na edicão de agosto da revista Você SA, que chega às bancas esta semana, Paulinho assina um especial de 10 páginas sobre a região contando como a economia do Nordeste nos três primeiros meses de 2013 puxou o PIB do Brasil.

CONTRA BUROCRACIA

SANGUE POTIGUAR

O empresário Flávio Rocha já tinha o desejo de levar indústrias para o interior potiguar, mas a ideia estava travada devido a burocracia tradicional do poder público, o que só foi resolvido após o envolvimento de Rogério. O próprio Flávio citou “forças do contra”, que atuam para impedir o crescimento do Estado, numa clara referência a setores do Judiciário e do Ministério Público, com suas ações a favor do meio ambiente.

Paulinho vai mostrar exemplos de empresários dos nove estados que investem na região, apesar da pouca ajuda dos governos locais, e o fluxo de profissionais de outras regiões do Brasil que estão vindo morar e trabalhar no Nordeste. Em outubro o jornalista também volta ao posto de coordenador da Veja Natal, publicação que lista, anualmente, os melhores locais para se comer e beber no Rio Grande do Norte.

Gira Mundo Divulgação

O advogado Dola Indidis (FOTO), do Quênia, pretende ir ao Tribunal Internacional de Justiça (TIJ), em Haia (Holanda), para apelar contra a condenação e a sentença de morte dada a Jesus Cristo. A informação é da revista Times. O homem alega que precisa defende a dignidade de Jesus, que teve seus direitos violados pelo julgamento que sofreu. Indidis já tentou levar o caso à Alta Corte do Quênia, mas o tribunal recusou ouví-lo, alegando que o tema não era de sua jurisdição. O caso também não deve avançar na TIJ, que tem jurisdição apenas sobre casos entre um Estado contra outro.

Megafone Canindé Santos

“É dura a tarefa de gerar emprego no RN”

FLÁVIO ROCHA VICE-PRESIDENTE DO GRUPO GUARARAPES, RECLAMANDO DAS “FORÇAS DO MAL” QUE ATUAM CONTRA O CRESCIMENTO DO ESTADO

RIO GREVE DO NORTE

SAÚDE

NOVA CASA DO POVO

INCOERÊNCIA FEDERAL

Não poderia haver momento pior para a governadora Rosalba Ciarlini do que enfrentar o princípio de uma onda de greves no serviço público. Ontem, os policiais civis iniciaram movimento, que já estava em andamento no setor da saúde. A expectativa não é das melhores. Delegados e médicos podem decretar paralisação em breve. É o retorno do Rio Greve do Norte?

O vereador Albert Dickson (PP), presidente da Câmara Municipal de Natal, anuncia para este semestre o início das obras da nova sede do legislativo natalense. O parlamentar disse hoje pela manhã, em entrevista a 96 FM, que o local já está escolhido, será na Redinha, próximo a Ponte Newton Navarro. A ideia é ajudar no desenvolvimento daquela região, além de erguer um edifício moderno que atenda as necessidades da “Casa do Povo”. O projeto está orçado em R$ 12 milhões.

A Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa aprovou hoje pela manhã projeto da deputada estadual Larissa Rosado, que prevê a distribuição gratuita de vacinas HPV. O material seria disponibilizado nas unidades de saúde do Estado. O HPV é uma doença sexualmente transmissível, e possui vários tipos diferentes, podendo causar até câncer. O senador José Agripino Maia (DEM) bateu com força a decisão da presidente Dilma Rousseff (PT) de perdoar as dívidas bilionárias de países africanos com o Brasil, muitos deles administrados por ditadores milionários. Agripino pede que, em vez de ajudar as nações escolhidas, o governo federal perdoe as dívidas dos pequenos agricultores do Nordeste que estão sofrendo com a seca e sob a ameaça de perderem suas terras devido às dívidas contraídas com os bancos oficiais. Incoerência.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 6 de agosto de 2013

Terça-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - DESSANA ARAÚJO - dessana@gmail.com (Interina) Márlio Forte

w SEM SORTE A governadora Rosalba Ciarlini anda mesmo sem sorte, e sem ter o que mostrar: na tarde de ontem, nos bastidores de um gabinete importante da Assembleia Legislativa, a dirigente-mor do estado foi bastante criticada por parlamentares diversos.... >>> ....O mote para as críticas e ironias foram as declarações – dadas pela própria Rosalba ao Bom dia RN – na qual procurou se apropriar do projeto de geração de emprego e renda que o grupo Guararapes, liderado pelo empresário Flávio Rocha, está implantando em cidades do interior do RN, onde prevê a abertura de pequenas unidades de confecção. w FLÁVIO CANDIDATO Aliás, o desempenho do empresário-Guararpes em sua passagem pelo RN deixou ainda mais assanhados os observadores da cena política local. Nas últimas semanas, Rocha vem sendo apontado como potencial candidato a um cargo majoritário no Rio Grande do Norte – leia-se governo do Estado ou o Senado Federal... >>> .... No entanto, segundo interlocutores que lhes são próximos, a eventual incursão de FR pelo mundo da política não agrada em nada o seu pai, empresário Nevaldo Rocha. w BASTIDORES O projeto Pró-Sertão, lançado ontem, chegou perto de virar realidade em Estados vizinhos ao Rio Grande do Norte. Mas, tudo mudou após um encontro do secretário estadual de Desenvolvimento Econômico Rogério Marinho com o empresário Flávio Rocha, do grupo Guararapes. >>> Flávio revelou sua antiga ideia de fazer no RN o mesmo que a Zara fez em uma região da Espanha. A partir do empenho de Rogério, a iniciativa começou a sair do papel. Foram meses de negociação para convencer Nevaldo Rocha, criador do império da Guararapes, a iniciar o Pró-Sertão no RN. >>> Internamente, o grupo acredita que o projeto tem capacidade para transformar de forma definitiva o interior potiguar. w ELO Depois de amargar o ‘pedido de demissão’ do vereador Júlio Protásio do cargo de líder do governo na Câmara Municipal, o prefeito Carlos Eduardo Alves deverá enfrentar dias difíceis no Legislativo natalense.... >>> Segundo interlocutores ligados ao presidente Albert Dickson, a situação tende a se agravar diante da insistência do próprio prefeito de manter o chefe da Casa Civil, Sávio Hackradt, como o ‘elo’ com a Casa... w E POR FALAR NA CÂMARA A Lei do Passe Livre é apontada pelos parlamentares como a principal meta para esse segunda semestre na casa legislativa. Afinal, é um projeto de grande alcance social – leia-se de votos – e isso ninguém quer perder.

Clima amistoso entre a governadora Rosalba Ciarlini e o empresário Flávio Rocha na entrada do lançamento do programa Pró-Sertão. Mas durante o evento, ele não poupou críticas ao governo da Rosa

Divulgação

O deputado estadual Gustavo Fernandes curtiu o frio e o festival gastronômico de Martins ao lado do pai, Elias Fernandes Divulgação

Márlio Forte

O flagra de Márlio Forte do momento relax de um dos motoristas durante o protesto de ontem

George Azevedo e a miss Brasil Gabriela Markus

Divulgação

w MASSSS Dizem por aí que não são apenas os vereadores da capital que sofrem com o bloqueio judicial à empresa de marketing multinível... >>> Alguns prefeitos do interior do RN também teriam investido quantias significantes na empresa. Detalhe: confiando nos lucros rápidos, eles fizeram “empréstimos” dos cofres públicos para repor assim que as retiradas mensais começassem. >>> Será que o MP já está de olho e preparando a primeira grande operação após a mudança de comando? >>> Já começam as especulações sobre o nome da operação. Sugestão desta interina: Ouro de Tolo! Todo abusado, Diego Negrellos posa ao lado da cantora Anitta

w AINDA NA CMNAT Tem vereador desesperado pelos corredores da Câmara. É que pelo menos dois parlamentares se aventuraram no reino encantado da Telexfree e agora já não sabem mais como recuperar o prejuízo. >>> Resta saber se eles também estavam no protesto de ontem pelas ruas de Natal...

w PREGO A Associação Comercial do Rio Grande do Norte está convocando todos os micro e pequenos empresários que tem pagamentos até R$ 300 mil reais para receber do governo do estado, para participar de uma reunião marcada para esta terça-feira, dia 06, às 18h, na sede da ACRN. >>> Na ocasião serão definidas estratégias de cobrança junto ao Governo do Estado.

w RECONHECIMENTO O cirurgião plástico Charles Sá participa, no dia 10 de agosto, da mesa redonda sobre Enxerto de Gordura, na 32ª Jornada Carioca de Cirurgia Plástica, no Sofitel, meu Rio de Janeiro. O tema da sua palestra será “Conceitos Atuais: Lipoenxertos e Células Regenerativas”. >>> Durante a mesa redonda, Charles Sá apresentará a pesquisa que utiliza células-tronco e gordura no rejuvenescimento da pele do rosto e na reparação de problemas causados por doenças ou traumas. A pesquisa está sendo desenvolvida pelo médico e sua equipe na Universidade do Rio de Janeiro, Universidade de Verona (Itália) e Universidade Federal do Rio Grande do Norte. w FESTÃO Está agendada para 10 de setembro, a maior festa da construtora Colmeia em solo potiguar. Tratase da entrega do CTC, um Centro Empresarial moderno, com cerca de 500 salas – das quais restam vender apenas 50 e que terá cocktail para 800 convidados. w PROMOÇÃO A Moura Dubeux está lançando uma campanha voltada para o Dia dos Pais, que oferece até 11 de agosto descontos exclusivos em imóveis prontos, em obras ou em fase de lançamento.

GIRO PELO TWITTER Do empresário Bruno Oliveira – Amanheci com dor nas costas. Acho que vou alí fechar uma rua e fazer um protesto.

Do jornalista Ricardo Rosado – Só falta uma passeata de agiotas – chamada a Revolta da Turma do Tatu – fazer um protesto, fechar a BR e pedir pra gente pagar os xêxos.

Do

deputado

estadual

Fernando Mineiro – Denunciei o

#GovRosaDEM

ao

Ministério Público por não aplicação de recursos obrigatórios na educação


Cidade

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 13

edadC i

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w CRISE - I O governo até agora não conseguiu levar à opinião pública o programa consolidado de enfrentamento da crise como informação oficial à sociedade dos sacrifícios que cada setor precisa fazer para vencê-la.

w LIVROS Amanhã, começo da noite, nos salões do Bela Vista, a editora Novos Escribas reúne os escritores do seu catálogo - Ana Elisa Ribeiro e Sérgio Fantini - para que os leitores natalenses possam conhecê-los.

w ATÉ - II Hoje ninguém sabe quanto os cortes de despesa irão produzir na redução de custos, a contribuição de cada poder e o monitoramento que os três poderes precisarão manter para vencer a crise sem os riscos.

w ELAS Apoetisa Diva Cunha e a professora Constância Duarte recebem amigos e leitores no espaço da Casa di Maria Café, no dia 10, às 10h, no lançamento da nova edição de Escritoras do Rio Grande do Norte.

w DÚVIDA - I Por falar em crise, e mesmo sendo uma boa ideia, o governo tem condições neste momento de gerar 20 mil empregos trocando impostos por incentivos fiscais quando acaba de cortar os recursos dos outros?

w ELOGIO - I O deputado Kelps Lima tem demonstrado, até por sua formação jurídica, uma excelente capacidade de formulação nas críticas que faz no plenário da Assembléia. É objetivo e contundente, sem desrespeitar.

w SE - II O governo não tiver rigor na blindagem da coerência de sua retórica, pode contribuir para manter um estado de crise nas relações institucionais ao invés de coordenar o processo da recuperação financeira. w NUMA - III Coisa os 20 mil empregos do Pro-Sertão são imbatíveis: lançados meses antes do ano eleitoral o efeito não tem como ser avaliado em 2014. Será cedo. Mas pode ser uma útil e bem dissimulada plataforma. w ESTRANHO - I Fonte com acesso à Nunciatura Apostólica, em Brasília, garante: a representação do Vaticano contava com a nomeação do Monsenhor Lucas Batista para Vigário Geral com a posse de Dom Jaime Vieira. w PASTOR - II Considerado um dos únicos sacerdotes da Arquidiocese com grande ação pastoral, Lucas não tem sido lembrado para nenhuma missão maior. É como se sua ascensão não interessasse. Ou fosse indesejada.

N

PMDB, estilo ou vício?

inguém pode obrigar o PMDB a se curar do seu vício governista que, sendo crônico e até hoje lucrativo, é difícil de sair da dependência. No caso do Rio Grande do Norte, os donos encontram uma explicação cômoda: é um partido rigorosamente familiar no sentido das tomadas de decisão e, se todos os Alves estão fortes nos seus espaços já conquistados, não há razões para mudanças. Principalmente, se há nome no estoque disposto ao heroísmo das candidaturas nascidas para cada nova circunstância. Foi perfeito o exemplo da última campanha municipal como emblema da tese. Nenhum Alves de maior magnitude política, como Garibaldi Filho e Henrique Alves, estava disposto a emprestar seu nome para obstruir a caminhada do primo Carlos Eduardo Alves de volta à Prefeitura de Natal. E como era preciso compor a cena, o partido escolheu em convenção o deputado Hermano Morais, um nome sem desgaste na vida pública e com atuação política desde o tempo de vereador da Câmara Municipal. O que parecia perfeito não suportou o calor da luta. Logo o marketing adversário lembrou que o candidato Hermano Morais, como vereador, e em nome do seu partido, tinha sido líder do então prefeito Carlos Eduardo e da prefeita Micarla de Souza. O vício governista do PMDB contaminou seu próprio candidato, afinal o PMDB não tem fronteiras. Na reeleição de Rosalba Ciarlini - lembrem - Garibaldi lançou a senadora e Henrique apoiou o adversário, Iberê Ferreira de Souza. Duplo no duplo.

Para 2014 ainda não é possível projetar qual será o caminho do PMDB. Mas, com certeza, não há obstáculo. Muito mais estranho foi apoiar a candidata do DEM ao governo e depois indicar ministro o senador Garibaldi Filho. Nem o hibridismo que para alguns é feio impediu que o deputado Henrique Alves tivesse o apoio do PT para se eleger presidente da Câmara Federal. Aliás, a julgar pela quebra de votos, sem os petistas teria sido impossível a chegada ao terceiro posto na linha de sucessão do poder. Não é à toa que o saber popular afirma que em política tudo é possível. E é. Principalmente com seu estilo vinculado à governabilidade como justificativa. Por isso, não tem demonstrado pressa, nem mesmo para manter sua hoje retórica rosalbista. Nem revela a menor sofreguidão em defender um governo que mostra sinais de grandes desgastes na véspera de uma eleição. Muito menos lhe vexa o sentimento de integrar um conselho político que nenhum dos seus integrantes até hoje sabe explicar. Governista, mas inegavelmente competente no gerenciamento do poder, aqui e em Brasília, nada atormenta o grupo Alves e seu partido. É a maior estrutura partidária no Estado: dois senadores, um ministro, o presidente da Câmara Federal, três deputados estaduais, vereador e cinquenta prefeitos, além do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, com as portas também abertas em nome da boa governabilidade. Resta saber se a sociedade continua como o PMDB. Sem sinais de mudança. Será?

w ALIÁS - II AAssembleia é o fórum natural dos debates em torno da situação orçamentária, principalmente porque foi lá que o Poder Executivo aprovou o orçamento e anunciou que as contas estavam, afinal, saneadas. w SAÍDA O convênio com o Detran foi uma sacada perfeita para pagar as diárias operacionais da PM no plano de policiamento das linhas de ônibus. É hoje o órgão estadual com maior reserva financeira em caixa. w AVISO D. Mariano Manzana, bispo da Diocese de Mossoró, pode retornar ao seu país de origem, a Itália, onde assumiria uma outra Diocese. Basta aceitar o convite que já lhe teria sido feito. Depende dele mesmo. w PAPADO Do frei Leonardo Boff que foi punido por Bento XVI sobre o Papa Francisco: 'Ele mostrou que é um pastor. Como já percebemos, dedicará seu papado à pobreza, à humildade, aos rejeitados socialmente'.

AMÂNCIO SOBRINHO, violeiro e cantador, resgata SEXTA DA VIOLA Fotos: Canindé Santos

PROJETO COM APRESENTAÇÕES DE REPENTISTAS, VIOLEIROS E CANTADORES VOLTA A ANIMAR AS NOITES DAS SEXTAS-FEIRAS É impossível não se contagiar pelas cantorias de Amâncio Sobrinho, coordenador do projeto Sexta da Viola, que está de volta a Natal depois de alguns anos na gaveta. A iniciativa, que teve início no ano de 2005, havia sido interrompida quando o executivo municipal esteve sob administração de Micarla de Sousa, mas voltou na última sexta-feira (2) a embalar as noites da capital potiguar. A reinauguração do projeto ocorreu na sede da Fundação Cultural Capitania das Artes (Funcarte), localizada na avenida Câmara Cascudo, Ribeira. Na ocasião, um bom público compareceu para prestigiar as apresentações dos repentistas/violeiros/cantadores Daudete Bandeira, Oliveira de Panelas, Joseval Viana e Zé Monteiro. "É muito gratificante ter esse projeto, que foi idealizado pelo vereador Aquino Neto, de volta aqui em Natal, cidade que escolhi para viver há mais de 20 anos. Infelizmente tivemos esse tempo de recesso, na última gestão da cidade, mas agora, se Deus permitir, serão muitos anos de destaque para a cultura popular", comemora Amâncio Sobrinho. O coordenador do Sexta da Viola tem uma trajetória marcada por muita dedicação

às cantorias. Ele conta que desde novo mostrava interesse pelas raízes da cultura sertaneja. Nascido na pequena cidade de Aparecida, no sertão paraibano, aos 13 anos já era aboiador e arranhava a viola. "A influência principal veio de casa mesmo, já que tive pai e dois irmãos cantadores, além de

uma irmã poetisa. Na sequência comecei a trabalhar com cordel, e, apenas em 1992, passei a me apresentar profissionalmente como violeiro e cantador. Essa estreia ocorreu no Encontro Nacional de Violeiros, realizado naquele ano na Casa do Cantador em Brasília/DF. Cheguei até a gravar uma participação no programa de Regina Casé, o 'Terça Nobre', que estava no ar, na época, na Rede Globo", orgulha-se. Por conta do ofício artístico, Amâncio Sobrinho já morou em várias partes do Brasil, sempre conciliando as apresentações com trabalhos no mercado formal, para poder garantir a subsistência. "Já morei em Brasília, Rio de Janeiro, São Paulo, sempre cantando. Para o dinheiro entrar, tinha que trabalhar também como motorista, carpinteiro, o que aparecesse. Mas nunca abandonei a cantoria nem a viola", garante o artista. "Hoje em dia me dedico exclusivamente à cultura nordestina e dela tiro meu sustento. Promovo festivais, encontros de violeiros e tive a felicidade de ser convidado por Dácio Galvão (Presidente da Funcarte) para coordenar a Sexta da Viola, o que é uma alegria imensa para mim", ressalta. Questionado sobre o futuro das práticas culturais tradicionais nordestinas, o cantador afirma estar muito esperançoso com a nova geração de aboiadores, poetas e violeiros que vem surgindo nos últimos tempos. "O cenário tem crescido muito, tenho visto incontáveis promessas despontando na cena regional da poesia cantada. Os jovens têm mostrado muito interesse pela tradição sertaneja e eles trazem a modernidade, o computador, o celular, a internet. A viola saiu da roça e veio para a cidade. Vejo com bons olhos, essa geração que está chegando", finaliza.

Amâncio Sobrinho, ao lado de Marciano Medeiros, poeta especialista em perfis de autoridades através de versos de cordel


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 6 de agosto de 2013

Terça-feira

Movimento dos Navios

Direito Vivido

APRONIANO CÉSAR

Projeto Escola no Porto do Porto de Rio Grande (RS), faz o maior sucesso entre os visitantes com o mascote “Capitãozinho”

RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS) - ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

Débito inexistente AJustiça de Mato Grosso do Sul condenou uma concessionária fornecedora de energia elétrica a pagar R$ 3,3 mil em indenização a um cliente por ter cobrado um débito inexistente de R$ 450,56. Segundo o processo, a empresa teria constatado, em uma revisão de faturamento, o uso de energia sem o devido registro, o que caracteriza fraude. O autor alegou que a concessionária retirou o relógio medidor do imóvel, local em que funciona uma conveniência e que ficou sem energia elétrica por mais de 24 horas. O pedido de declaração de inexistência do débito foi julgado procedente ."O termo de ocorrência ela-

borado de forma unilateral por técnicos da empresa ré, demonstrando a existência de 'irregularidades' na unidade medidora, sem outras provas que comprovem que o defeito foi causado por fraude praticada pelo consumidor e não por negligência desta na manutenção do aparelho não deve obrigar o consumidor ao pagamento de quantias supostamente consideradas consumidas e não pagas", afirmou a 3ª Vara do Juizado Especial Central de Campo Grande. A sentença diz que a empresa teve oportunidade de verificar se a quantidade de energia consumida no imóvel, antes da averiguação da irregularidade, era compa-

tível com todos os aparelhos que abastecem o imóvel. Segundo a decisão, é possível observar que "em abril e maio o imóvel passava por reformas, a conveniência estava fechada, o que justifica a alteração e elevação do consumo nos meses subsequentes. Como o imóvel não estava sendo usado pelo autor não pode a ré alegar que houve o consumo sem a contraprestação".O pedido de indenização por danos materiais foi julgado parcialmente procedente, pois é possível analisar que o tempo que a autora ficou sem energia em seu estabelecimento comercial foi suficiente para danificar algumas mercadorias.

Risco da atividade A 10ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Minas Gerais confirmou sentença que condenou uma empresa de locação de veículos de Ipatinga cujo funcionário provocou a morte de um motociclista ao avançar sinal vermelho. A indenização deverá ser paga aos pais da vítima e seu valor foi mantido em R$ 70 mil, por maioria de votos. A empresa deverá pagar ainda aos pais uma pensão mensal equivalente a 1/3 do salário que a vítima recebia na época do acidente, até a data em que ele completaria 25 anos, mais R$ 2.852,80 relativos ao conserto da motocicleta. De acordo com o boletim de ocorrência, o acidente ocorreu em 3 de janeiro de 2009, no cruzamento da avenida Getúlio Vargas com a rua Campo Grande, em Ipatinga. O motociclista foi atingido por uma camionete de propriedade da empresa Locaja Locação de Veículos Ltda., que avançou o sinal vermelho. O motorista fugiu em alta velocidade, sem prestar socorro à vítima. Os pais da víti-

ma pediram indenização por danos morais no valor de 500 salários mínimos e também danos materiais, uma vez que o filho era empregado da Usiminas e contribuía no orçamento familiar. Pediram também o reembolso do valor gasto com o conserto da motocicleta. Condenada pela juíza Maria Aparecida de Oliveira Grossi Andrade, da 2ª Vara Cível de Ipatinga, a empresa recorreu ao Tribunal de Justiça, com a alegação de que o filho dos autores teve culpa exclusiva pelo acidente, ou pelo menos concorrente. Afirmou também que seria impossível comprovar que os pais eram dependentes do filho e por isso deveria ser afastada a condenação ao pagamento de pensão. Com relação ao valor estipulado pela juíza para a indenização por danos morais, R$ 70 mil, a empresa alegou que vem sofrendo sérios problemas financeiros e não possui capital nem bens que possam suportar esse encargo. O desembargador relator do recurso, confirmou integralmente a

sentença. Ele afirmou que, "conforme as provas documental e testemunhal produzidas, restou patente que o motorista do veículo de propriedade da empresa não respeitou a sinalização e avançou o sinal vermelho". "As testemunhas que presenciaram o acidente foram categóricas ao afirmar que o motorista da camioneta foi o responsável pelo acidente, além de não ter prestado socorro à vítima", continua. Com relação à pensão, o relator a manteve, considerando que foi comprovado que o filho ajudava financeiramente os pais nas despesas da casa. Quanto ao valor da indenização por danos morais, o desembargador entendeu ser razoável, "levando-se em consideração a proporcionalidade e razoabilidade, a fim de suprir o caráter punitivo-pedagógico do dano moral". A desembargadora Mariângela Meyer acompanhou o relator, ficando parcialmente vencido o desembargador Paulo Roberto Pereira da Silva, que havia reduzido o valor da indenização por danos morais para R$ 35 mil.

NATAL Navio Bandeira Alem Mar Brasil Lagoa Paranaense Brasil Scorpius Brasil BBM 333 Holanda South Wind Ant. Holan. CMA-CGM Aristote U. Kingdom CMA-CGM Homere Inglaterra Marfret Guyane França Silver Cloud Bahamas Louis Aura Malta

Agência GPM W. Sons W. Sons W. Sons W. Sons CMA-CGM CMA-CGM W. Sons Superservice BCR

drigues Silva lembrou que a súmula 229 do STF diz que "a indenização acidentária não exclui a do direito comum, em caso de dolo ou culpa grave do empregador". De acordo o desembargador, "a percepção de benefício previdenciário não exclui, reduz ou deduz o direito do empregado à indenização patrimonial, devendo o empregador pagar o valor equivalente ao salário (e demais vantagens) que o empregado ganhava quando do acidente". O relator assinalou que "as parcelas pagas pelo empregador decorrem do ato por ele praticado (dolo, culpa ou culpa

Grécia

Petrobras

Destino F. de Noronha(PE) --Guamaré(RN) Guamaré(RN) Algeciras/ESP Algeciras/ESP Algeciras/ESP Recife(PE) F. de Noronha(PE)

Carga Mantimentos Em Operação Em operação --Contêineres Contêineres Contêineres ---

Descarga ---Balsa Rebocador ---Turismo Turismo

No Porto

Salvador(BA)

Óleo cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Lady Serra

Dia 06 07

Turquia

Arrow

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 16:24 2.2 22:06 0.4 04:38 2.3 10:32 0.3

presumida), ensejando indenização; o fato gerador é o dano, ao passo que o benefício pago pela Previdência tem natureza social, pois visa a garantir um mínimo de sobrevivência ao segurado e tem como fato gerador o implemento de condições impostas pela lei (princípio da solidariedade social)". Desse modo, a turma condenou a reclamada ao pagamento de pensão vitalícia no valor de R$ 800 mensais. A decisão também elevou o valor da condenação em danos estéticos de R$ 20 mil para R$30 mil, mas manteve os danos morais em R$ 60 mil.

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

Chegada No Porto No Porto No Porto 09/08 09/08 17/08 24/08 31/08 04/12 05/12

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Torm Amazon

Auxílio-doença A 10ª turma do TRT da 1ª região condenou uma serraria a pagar pensão vitalícia a um ex-empregado que teve a mão esquerda decepada em acidente de trabalho. O acórdão, reformando parcialmente a decisão de 1ª instância, considerou procedente o pedido do reclamante de cumular a pensão com o auxílio-doença pago pelo INSS. Na sentença, o juízo considerou improcedente o pedido de pagamento de pensão alimentícia, uma vez que o reclamante já estaria recebendo benefício previdenciário. No entanto, o desembargador relator Flávio Ernesto Ro-

apronianocfs@hotmail.com

09/08

Portocel(ES)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal

Nova

--

FASES DA LUA (06/08 - 18:51h)

Crescente

(14/08 - 07:56h)

Cheia

(20/08 - 22:45h)

Minguante

(28/08 - 06:35h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 15

ABC CONTRA PROJEÇÕES COM APENAS UMA VITÓRIA NA COMPETIÇÃO, ALVINEGRO TENTA VENCER A SEGUNDA PARTIDA NA SÉRIE B PARA TENTAR CAMINHAR PARA LONGE DA LANTERNA. OESTE É ADVERSÁRIO DIRETO NA LUTA CONTRA O REBAIXAMENTO PARA A TERCEIRA DIVISÃO Seis pontos em 36 disputados e o pior aproveitamento da Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. De fato, a situação é desesperadora para o ABC que vive seu filme de terror particular. Mas sem tempo a perder com o próprio drama, o Alvinegro entra em campo nesta terça-feira para tentar engrenar um ponto de partida em uma reação já contra o Oeste-SP, às 21h50, e dar um final feliz à tragédia que vem se anunciado com o time na zona de degola nas 12 primeiras rodadas da competição. Contra o time paulista, 12º colocado com 15 pontos, os abecedistas tentam a segunda vitória na Segundona para tentar reduzir a profundidade do buraco em que se meteu na zona de rebaixamento. Atualmente, o time é o lanterna e está a sete pontos do ASA-AL, primeira equipe fora do Z4. Para sair da última colocação, o time precisaria de pelo menos sete pontos nos próximos três jogos e uma combinação de resultados. E para tentar fazer sua parte, vencer é a alternativa para o time potiguar. Após a derrota por 3 a 1 para o Guaratinguetá, na rodada passada, o técnico Waldemar Lemos voltou a afirmar que a solução é manter o trabalho forte para alcançar o objetivo que, hoje, é a fuga do rebaixamento. "Vou continuar estimulando o grupo, buscando motivá-los como estamos fazendo e não deixar que ninguém baixe a cabeça. Vamos seguir trabalhando forte como temos feito, pois só com muito trabalho teremos condições de sair dessa situação", destacou o treinador que

Divulgação

de campo, há a possibilidade de Diogo Barcellos ganhar a vaga deixada por Erick Flores. No entanto, também é cogitada a ida para a lateral-esquerda, como atuou em outras oportunidades, enquanto Jean Carioca seria utilizado no meio de campo. A confirmação só deve sair mesmo minutos antes da partida. Apesar de fora da partida, o meia-atacante Erick Flores reconhece a situação complicada do Alvinegro, mas destaca a necessidade imposta de continuar na luta para evitar o pior. "Sabemos da nossa situação no campeonato, mas não podemos baixar a cabeça. Baixar a cabeça é pior nesse momento. Temos que trabalhar, buscar corrigir os erros e tentar tirar o ABC dessa situação", declarou.

FICHA TÉCNICA: ABC: Rafael Roballo; Renato, Vinícius, Lino e Guto; Bileu, Edson, Diogo Barcellos e Tony; Pingo e Gilcimar. Técnico: Waldemar Lemos. Depois de desfalcar a equipe por lesão, atacante Gilcimar volta a ser relacionado e pode ganhar a vaga de titular na equipe

se mostrou insatisfeito com os problemas de pontaria da equipe durante o duelo contra o time do interior paulista, no último sábado. E como a vida de Waldemar Lemos já não anda das mais fáceis, o treinador terá ainda desfalques importantes para o duelo. Além de não contar já com o zagueiro Gladsto-

ne, o lateral Raulen e o atacante Rodrigo Silva ainda entregues ao Departamento Médico, o treinador também não terá o zagueiro Flávio Boaventura e o meia-atacante Erick Flores, suspensos pelo terceiro cartão amarelo. O atacante Wanderley sentiu uma lesão e também fica de fora, vetado pelo Departamento Médico.

Mas as surpresas ficaram pela relação divulgada pelo treinador com várias novidades. O goleiro Lopes, que havia sido liberado para resolver assuntos pessoais e está de volta, além do lateral Alexandre e o atacante Gilcimar, recuperados de lesões e que voltam a ser relacionados. O meia Jean Carioca, pre-

terido pelo treinador nos últimos jogos e chegou a atuar na Copa Ecohouse, volta a ser relacionado depois de um longo período. Com as novidades na relação, o zagueiro Vinícius volta ao time titular para atuar ao lado de Lino, enquanto Gilcimar deve ser escalado no lugar de Wanderley. No meio

Oeste: Fernando Leal; Adriano Alves, Dezinho e Everton Dias; Arnaldo, João Denoni, Élson, Diego Souza e Piauí; Emerson e Eli. Técnico: Edison Só. Local: Estádio Frasqueirão Horário: 21H50 Árbitro: Manoel Nunes Lopo Garrido-BA

> SÉRIE B

América quer ampliar série invicta para sair do Z4 Um confronto direto que pode valer a alforria americana do calabouço da zona de rebaixamento. Hoje, às 19h30, na Arena Castelão, contra o Ceará, o América espera conseguir a terceira vitória em quatro jogos para transformar a reação na Série B no primeiro fato concreto: a saída do Z4. O time vem de uma sequência de bons resultados, mas na última rodada, desperdiçou a primeira oportunidade de deixar a degola da Segundona após empatar por 0 a 0, em casa, com o Boa Esporte-MG. O América é atualmente o 18º colocado na competição com 13 pontos ganhos e empatado com outras três equipes à frente que tem a mesma pontuação. Nos critérios de desempate, os americanos ficam atrás na classificação. Apesar disso, a missão não é das mais complica-

das e está longe de exigir uma combinação improvável de resultados. Para deixar o grupo de "rebaixáveis", o time precisa de uma vitória e o tropeço de apenas uma, sem contar com o adversário rubro desta noite, das sete equipes que tem à sua frente na classificação do campeonato. Se empatar, os americanos ainda tem chance de sair da zona. Nesse caso, a combinação seria exigida e deverá trazer ao menos duas derrotas dos jogos que envolvem São Caetano-SP, ASA-AL e Atlético-GO. E se mantiver o ritmo de resultados das últimas partidas, o Alvirrubro tem tudo para deixar as últimas colocações já nesta 13ª rodada. O time está invicto desde a chegada do técnico Argel Fucks. Com um estilo de jogo em que a defesa é o primeiro passo para o ataque, o trei-

José Aldenir

Técnico do América quer manter série invicta contra o Ceará para tirar a equipe da zona de rebaixamento na Segundona nador tem conseguido manter o time equilibrado e chegar aos resultados. Prova disso é que, nas últimas três partidas disputadas, o time não so-

freu gols, uma sequência até então inédita para os rubros nesta edição da Série B. O treinador, inclusive, ganhou

Bruno Araújo do, até mesmo a transmissão dos jogos pela televisão, de lado. Mas a postura é um reflexo dos próprios clubes que não tem oferecido a troca, emanado o calor que conduza, seduza o torcedor a ir para o estádio. O mais eficiente de todos é a vitória. Um time vencedor é quente por natureza. A transpiração em campo também é algo que chama a atenção, assim como a esperança por dias melhores que irradia calor. Três jogos consecutivos sem derrotas - duas vitórias e um empate - e o estádio Barretão, em Ceará-Mirim, voltou a ultrapassar a marca de mil pessoas em um jogo de semana, às 19h30, para um jogo do América, ainda na zona de rebaixamento. No coirmão, ABC, bastou uma vitória contra o Paysandu, por 3 a 0, que um brilho de esperança foi pintado nos olhos do Alvinegro. Calor! É tudo que o time pode oferecer para receber o mesmo em troca. Treinadores, dirigentes, jogadores. É preciso aumentar a temperatura, mostrar determinação e força para que mais do que estar presente, o torcedor possa voltar a acreditar no futebol do Rio Grande do Norte. Porque esquentar o caldeirão potiguar, é tudo que se deseja.

EQUILÍBRIO O América defensivamente prova sua evolução após alcançar a marca importante de três jogos consecutivos sem sofrer gols, algo que nesta edição da Série B, ainda não havia sido conquistado pelos rubros. Mas se o setor defensivo, calo rubro, foi arrumado, o meio de campo ainda não tem a consistência que os americanos sonham. A expectativa é que com o retorno de Cascata e a recuperação do condicionamento físico do jogador, o camisa 10 possa dar o equilíbrio que o time procura. ÉDERSON O atacante Éderson, do Atlético-PR e que teve passagem recente pelo ABC, chegou a ser alvo de uma nova investida para ser repatriado meses atrás. Na primeira conversa, entretanto, o negócio teve fim. Quando o jogador revelou ao dirigente que fez o contato o valor de seu salário no time paranaense, o representante abecedista desistiu. No Furacão, o jovem atacante cearense recebe pelo menos três vezes mais do que recebeu aqui no Alvinegro. Com salário próximo de R$ 30 mil, o jogador é o viceartilheiro da Série A com seis gols e está empatado com o meia Alex, do Coritiba.

treinador, muito menos à torcida, que na última partida reclamou bastante, especialmente, do meia de origem que fez uma partida com muitos erros de passe e pouca produtividade ofensiva. Promovido de vez ao time titular após a chegada de Argel, o zagueiro Zé Antônio fez valer a decisão do treinador. Satisfeito com a evolução do time, o defensor acredita que a luta para sair da zona de rebaixamento em breve deverá ter o resultado desejado por ele e pela torcida rubra. "O time está começando a ter uma nova cara, estamos nos entendendo dentro de campo e isso influencia bastante. O grupo está unido, lutando pra sairmos da zona de rebaixamento o mais rápido possível", conclui o zagueiro.

PisandonaBola AMÂNCIO

BRUNO ARAÚJO - TWITTER: @brunoaraujo7 EMAIL: wesckley@yahoo.com.br CALOR Natal é popularmente conhecida pelo calor em dias de verão - ou não. No futebol, também costumava ser assim quando as equipes atuavam em solo potiguar. Fosse Machadão, Frasqueirão ou Nazarenão, a alta temperatura vinda das arquibancadas fritava a ousadia dos adversários e servia de combustível aos anfitriões para cozinhar e ferver quem ousasse tentar roubar pontos em terras potiguares. Neste ano de 2013, os times da capital parecem enfrentar uma era glacial quando o assunto é o fervor dos torcedores. Motivos para o esfriamento da relação com a torcida não faltam. Más campanhas na Série B, além do início desastroso das duas equipes sem qualquer título importante do início do ano para cá levou o fã a relegar o futebol ao segundo plano em sua vida. Antes, os jogos eram ponto de definição de agenda. "Hoje não posso, tem jogo", era o que se costumava ouvir. "Vamos marcar mais cedo, vou para o estádio", também era comum. Nos últimos meses, sequer o conforto do sofá tem sido suficiente para oferecer algum interesse ao torcedor que tem deixa-

uma boa notícia para escalar sua equipe com força máxima no setor. O volante Márcio Passos foi julgado ontem à noite pela 1ª Comissão Disciplinar do STJD, por conta da expulsão diante do Paraná Clube, e pegou apenas uma partida de gancho. Como já cumpriu a pena automática, o jogador está à disposição. Na contramão, o treinador não poderá contar com Fabinho. O jogador recebeu o terceiro cartão amarelo no jogo passado e está fora. Daniel Amora e Ricardo Baiano disputam a vaga. Mas a surpresa mesmo poderá vir no setor de armação das jogadas. Apesar de ainda estar longe da condição ideal de jogo, o meia Cascata pode aparecer no time titular para por fim a formação com Almir, meia, e Rai, lateral improvisado no setor. A dupla não tem agradado, nem ao

POTIGUAR NA TELINHA Com a oficialização da criação do Esporte Interativo Nordeste, canal segmentado de esportes com programação voltada para a região, o Campeonato do Nordeste e seis dos nove estaduais da região já estão garantidos, casos do cearense, paraibano, piauiense, alagoano, maranhense e sergipano. Segundo apurou a coluna, o acerto com o Campeonato Potiguar está próximo e deve ser anunciado ainda esta semana. A transmissão será em rede nacional, apesar da segmentação regional do canal. LÍDER Após a vitória sobre o Treze Roosters-PB, pela 3ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Americano, o Natal Scorpions assume a vice-liderança (empatado com o Ceará Fênix/CE) da Divisão Norte da Conferência Nordeste, próximo de uma das vagas para a fase de playoffs. Agora os potiguares ganham uma semana de folga, já que o próximo compromisso está marcado apenas para o dia 17 de agosto, também no campo do SAMU, em Natal, diante da equipe cearense para desampatar na classificação.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 6 de agosto de 2013

Esporte

Terça-feira

Meia potiguar festeja primeiro título conquistado em clube árabe EX-JOGADOR DO BRAGA, DE PORTUGAL, SE TRANSFERIU PARA EQUIPE DA ARÁBIA SAUDITA E CONQUISTOU NA SEGUNDA-FEIRA TÍTULO NOS EMIRADOS ÁRABES O mundo árabe começa a conhecer o talento do meia brasileiro Márcio Mossoró. O atleta conquistou nessa segunda-feira o primeiro título com a camisa do AlAhli, da Arábia Saudita. A equipe venceu a IPIC Cup, realizada em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. O Al-Ahli venceu o Al-Jazira, anfitrião da competição, na decisão do torneio, pelo placar de 1 a 0. O gol do título foi marcado pelo sul-coreano Suk Hyun. Márcio se mostrou bastante satisfeito, por começar com o pé direito e conquistar a primeira competição disputada em seu novo desafio profissional. "Fui bem recebido na Arábia Saudita e estou bastante feliz em vestir a camisa do Al-Ahli. Começar essa nova trajetória com um título é realmente muito importante, para que essa alegria seja constante", disse o meio-campista. Além de Al-Jazira e Ah-Ahli, o torneio também contou com a presença de Al-Nahdah, do Omã e do Kuwait FC, que é o atual campeão do Kuwait e enfrentou a equipe de Márcio Mossoró na primeira fase da competição. O jogo foi realizado no sábado passado e trouxe a primeira alegria de Mossoró com a camisa da nova equipe. O meia marcou um dos gols do Al-Ahli na vitória, por 3 a 1, sobre o Kuwait FC. "Graças a Deus, consegui esse primeiro golzinho e logo em seguida o primeiro título. O Al-Ahli é um clube que já mostrou que merece estar entre os melhores, sempre. Estou apenas começando minha trajetória, quero conquistar feitos marcantes com a camisa dessa grande equipe", afirmou. Para o Al-Ahli, a competição serviu de preparação para a fase final da Liga dos Campeões da Ásia. A equipe vai enfrentar o FC Seoul, da Coréia do Sul, no dia 21 de agosto, em jogo válido pelas quartas-de-final da principal competição interclubes do continente asiático. Mossoró foi o principal reforço da equipe e chegou ao clube por indicação do técnico Vitor Pereira, outra grande contratação e que comandou o Porto nas últimas duas temporadas. Na sua apresentação, ao ser recebido pelo príncipe Fahad bin Khalid, presidente do clube, recebeu a missão de levar o time ao título nacional da Árabia Saudita já na temporada 20132014. A última conquista aconte-

Divulgação/Arquivo Pessoal

Márcio se mostrou satisfeito com uma conquista já na primeira competição disputada em seu novo clube ceu em 1984 e, desde então, o AlAhli vem realizando grandes campanhas em competições internacionais, como a conquista da Liga dos Campeões da Árabia em 2003, o tri-campeonato da Copa do Golfo e o vice-campeonato da Liga dos Campeões da Ásia em 2012. Mossoró esteve no Braga-POR

por cinco temporadas e tem em seu currículo passagens por Marítimo-POR, Internacional e Paulista. Em seu último clube, tornou-se ídolo, conquistando a Taça da Liga Portuguesa e participando de final da Liga Europa e das melhores campanhas do Braga na história da Liga Portuguesa.

“O Al-Ahli é um clube que já mostrou que merece estar entre os melhores, sempre. Estou apenas começando minha trajetória, quero conquistar feitos marcantes com a camisa dessa grande equipe” MÁRCIO MOSSORÓ, MEIA DO AL-AHLI, SOBRE PRIMEIRO TÍTULO COM TIME ÁRABE

> ESCOLAR

COB e SEEL se reúnem para acertar detalhes dos Jogos da Juventude Representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) e da Secretaria do Estado de Esporte e Lazer (SEEL) encontrarão hoje, às 15 horas, na sede da Secretaria do Estado de Planejamento (Seplan), para definir os detalhes para os Jogos Escolares da Juventude, que acontecerá entre os dias 05 a 14 de setembro, em Natal. De acordo com o secretário estadual de Esporte e Lazer, Joacy Bastos, a pauta da reunião será a criação de um Comitê de Apoio Local para as competições, que

constituirão uma força-tarefa para adequar as exigências estabelecidas pelo COB. "Na pauta, os membros do comitê olímpico farão uma explanação sobre os jogos, bem como os coordenadores do comitê local, que mostrarão a situação atual do Rio Grande do Norte. Além disso, eles vão distribuir cada membro do comitê local em setores, no qual ajudarão as atividades do COB", disse o secretário Joacy Bastos. O Comitê será formado por Giovani Carvalho, secretário ad-

junto do Estado de Esporte e Lazer, Osvaldo Filho, subsecretário estadual de Educação, e o secretário municipal de Esporte, Luiz Eduardo Machado Pereira. É a primeira vez que o Rio Grande do Norte sediará o evento. Aproximadamente cinco mil atletas, com idades entre 12 a 14 anos de idade e 500 dirigentes esportivos, participam da ação. Os jogos têm o objetivo de incentivar a prática do esporte nas escolas. Além de trazer investimentos para o Rio Grande

do Norte na área esportiva, a expectativa é que o evento incentive o turismo potiguar. A iniciativa tem apoio do Governo do Estado, através da SEEL, Ministério dos Esportes, COB e Prefeitura do Natal. Ao todo, 27 delegações de todos os estados brasileiros mais a delegação de Natal vão disputar jogos individuais e coletivos. O secretário estadual de Planejamento, Obery Rodrigues, e o controlador geral do Estado, Anselmo Carvalho, participarão da reunião.

> GOLEADA

APÓS VEXAME, DIRIGENTE DO SANTOS PODE DEIXAR CLUBE Pressionada pela goleada sofrida por 8 a 0 para o Barcelona na última sexta-feira, a diretoria do Santos cobrou uma nova postura da comissão técnica da equipe, bem como dos atletas mais experientes do elenco, e também pode promover outras mudanças. A saída do gerente de futebol santista, Nei Pandolfo, pode ser uma

delas. "Não vou me referir exatamente a ele (Pandolfo), que é um profissional sério. Vamos tomar algumas atitudes sobre alguns de nossos profissionais, e à medida que essas atitudes forem tomadas, vocês (jornalistas) serão informados e ficarão sabendo", disse o vice-presidente Odílio Rodrigues, manda-

tário em exercício até a próxima quinta. O dirigente foi alvo de duras críticas de torcedores que acompanharam o time alvinegro no amistoso com o Barça. Após a elástica derrota para os catalães, Nei Pandolfo não parou para conversar com alguns torcedores, fato que irritou o grupo e outros torcedores,

que o acusam de não dar respaldo aos jovens da equipe. Como o gerente de futebol já não conta com total respaldo da direção do Santos há algum tempo, cresceu a possibilidade de a sua demissão - especulada em outras oportunidades - ser definida nos próximos dias. Outro que também pode perder o seu cargo no clube é André Zanotta, que tem ocupado a vaga que era do superintendente de esportes Felipe Faro, demitido recentemente pelo Peixe. O fato de ter sido uma indicação de Faro tem gerado pressão sobre Zanotta, que também pode não resistir às cobranças após a goleada para o Barcelona.

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Paletó Velho O mais fraco entre os quatro semifinalistas. Apenas um craque e um artilheiro em afirmação. Mas o Vasco foi o Campeão Brasileiro de 1974 na noite de 1º de agosto, vencendo o poderoso Cruzeiro por 2x1 no Maracanã, gols de Ademir e Jorginho Carvoeiro com Nelinho descontando para os mineiros. Em 1974, Santos(com Pelé), Cruzeiro, Internacional e Vasco foram para o quadrangular final. O Vasco ganhou do Santos por 2x1. Pelé fez um golaço, seu último em Brasileiros, cobrando falta. Um minuto depois, Roberto Dinamite desempatou. O Vasco seria campeão se vencesse o Inter de Manga, Figueroa, Carpegiani, Falcão e Lula. Fez 2x0 e permitiu o empate no finalzinho. Com a decepção dos vascaínos, houve a decisão contra o Cruzeiro. Na primeira partida, empate por 1x1 no Mineirão. O segundo jogo seria no campo do time de melhor campanha, no caso, o Cruzeiro. Mas o Vasco agiu nos bastidores e aproveitou uma brecha no regulamento. Dirigentes adversários agrediram o bandeirinha e a partida foi transferida ao Maracanã. O Cruzeiro, favorito disparado. Craques do nível de Nelinho e Piazza, que acabavam de chegar do fracasso brasileiro na Copa do Mundo da Alemanha. De Dirceu Lopes, um dos símbolos de injustiça dos gramados brasileiros. Dirceu Lopes, um ponta-de-lança driblador serial, sempre buscando o gol, lançando em profundidade, preterido em três Copas do Mundo(1966,1970 e 1974). Palhinha, o substituto com 40% do brilho de Tostão, o ágil ponta Roberto Batata(falecido em acidente de carro em 1976) e o artista canhoto Joãozinho driblando até as rajadas de vento da Pampulha. O Vasco tinha um soberano loiro no meio-campo. Vinha do Flamengo a preço módico e desprezo gigante. Passadas largas, elegância e um corte de cabelo padronizado à rebeldia dos jovens da época. Carlos Alberto Zanata(foto), o Paletó Velho, apelido que foi posto de forma jocosa, mas que caiu como terna homenagem. Os paletós velhos agasalham homens nobres e pobres de posses. Zanata sempre foi um lorde rico nos passes. Perfeitos e longos até o goleador de sorriso triste fulminar defesas na solidão quixotesca das suas arrancadas sem tanta intimidade com a bola, mas extrema competência finalizadora: Roberto Dinamite. O Vasco de Zanata, contrariando os especialistas e a lógica, dois apetrechos inúteis no sobrenatural do futebol, abriu o placar com Ademir, um meio-campista trazido do interior de São Paulo, sem qualidades técnicas exuberantes e grande capacidade tática. Um chute canhoto e de bico, de bico à moda dos autênticos limitados. >>> O Cruzeiro pressionou e Nelinho, um craque, desferiu uma patada sem a menor chance de defesa para o argentino Andrada, excepcional goleiro, marcado por ter sofrido o milésimo gol de Pelé, em 1969. Alcir Portela, eterno capitão de São Januário, lançou longo. Para o ponta-direita Jorginho Carvoeiro, um ponta da costela dos legítimos, daqueles de ir à linha de fundo em velocidade e cruzar para a cabeçada de Roberto Dinamite, também especialista em chutar de sem-pulo. Jorginho Carvoeiro esbarra no goleiro Vítor, cena comum das peladas de antologia, os dois se embolam, a bola parece pedir licença para se retirar, contrariada. Jorginho Carvoeiro se livra e a alcança. Chuta caindo, a bola beija as redes das antigas traves do Ex-Maracanã, do tempo do povo presente, dos crioulos, da geral. O Vasco atingia o impossível. Um gol do Cruzeiro foi anulado por impedimento e até hoje seus torcedores reclamam. Vão protestar pelos séculos vindouros. Na história escrito estará: o timeco do Vasco, do craque Zanata, do artilheiro Roberto, do dedicado capitão Alcir e do predestinado Carvoeiro, o Campeão Brasileiro de 1974, primeiro carioca a mandar no país, depois do Atlético Mineiro em 1971 e do acadêmico Palmeiras de Dudu, Ademir da Guia em 1972 e 1973. Jorginho Carvoeiro, herói do título, morreu de câncer em 1977. Leucemia. Aos 24 anos. O destino e suas trágicas ironias: Sua viúva, Vanderléia, tornou-se a última mulher do pai da ponta-direita e do drible, Mané Garrincha. Zanata, meu primeiro meia-armador de futebol de botão, comandou o Vasco no título carioca de 1977, o primeiro que meus olhos conseguem lembrar. Hoje, não quer nem ouvir falar em futebol. Roberto Dinamite é o presidente do clube, em trajetória errática, tentando se reerguer. Alcir Portela, o capitão, morreu em 2008, em casa, após longa enfermidade. Fechou os olhos, segundo a família, na suavidade do seu olhar e de sua lealdade. Aos 64 anos. Jogou 511 partidas pelo Vasco de 1963 a 1975. O goleiro Andrada manchou de dúvidas sua biografia. É acusado de ter colaborado com a Ditadura argentina prendendo e torturando adversários do regime do General Jorge Videla. Também morreram o lateral-direito Fidélis, o Touro Sentado, campeão pelo ABC de Natal em 1976 e o xerife Moisés. PS. Ficha do Jogo: VASCO DA GAMA (RJ) 2 x 1 CRUZEIRO (MG)?Data: 01/08/1974 - Campeonato Brasileiro - Local: Estádio do Maracanã - Arbitro: Armando Marques - Público: 112.993 - Gols: Ademir (Vasco 14/1ºT), Nelinho (Cruzeiro 19/2ºT) e Jorginho Carvoeiro (Vasco 33/2ºT) - VASCO DA GAMA: Andrada, Fidélis, Miguel, Moisés e Alfinete; Alcir, Zanata e Ademir; Jorginho Carvoeiro, Roberto Dinamite e Luís Carlos. Técnico: Mário Travaglini - CRUZEIRO: Vítor, Nelinho, Perfumo, Darci Menezes e Vanderlei; Piazza, Zé Carlos e Dirceu Lopes; Roberto Batata, Palhinha (Joãozinho) e Eduardo (Baiano). Técnico: Hílton Chaves. DRAMA O jogo do ABC contra o Oeste é missão para os fortes . É normal em clube de massa. Pelo menos . Hoje o ABC vive uma profunda crise de identidade. No castelão, em Fortaleza, Argel vai fechar o América para cutucar o Ceará e tentar trazer pelo menos um ponto.

NEYMAR Que Neymar esqueça as firulas, as piruetas e drible, tabele com Messi, encante o povo catalão. É o melhor jogador brasileiro sem precisar de exagero ufanista. O Barcelona terá a maior dupla de ataque do mundo, se Neymar desejar.

REFORÇOS ABC e América providenciram os analgésicos rituais em período de má fase. Anunciaram contratações. desconfio que os dois já têm times para disputar cinco copas imobiliárias. O ABC trouxe o goleiro Getúlio Vargas. Em pleno agosto. O América, dois atacantes.

TWITTER Ainda se pode chamar de rede social espaço em que a ofensa, a arrogância e os ataques pessoais tomam o lugar da descontração e dos debates inteligentes? Acho que não. OAS A grana entrou?


Cultura

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

O Jornal de HOJE 17

Fotos: Divulgação

MAÍRA SALLES APRESENTA O SHOW MUTUMBÁ A CANTORA APRESENTA NESTA QUINTA-FEIRA, DIA 8, ÀS 20H, NA CASA DA RIBEIRA, SEU TRABALHO QUE FAZ UMA EXCITANTE MISTURA DE B OSSA NOVA, SAMBA RAIZ, AFRO SAMBA E SAMBA JAZZ "O show Mutumbá é uma grande celebração. Representa muito do que eu vivi musicalmente até esse momento na minha carreira. Poder tocar o coração das pessoas com o meu canto e com minhas músicas é um prazer indescritível. E eu resolvi voar. O dia do show será um momento de sopros de emoção e alegria ao vento! É dia de Mutumbá!", conta a cantora e compositora Maíra Salles. O trabalho de Maíra Salles é baseado em um repertório escolhido cuidadosamente, em sua maioria, entre os clássicos da Música Brasileira, e composições próprias da artista. Em uma mistura de Bossa Nova, Samba Raiz, Afro Samba, Samba Jazz, da essência de seu trabalho pode-se extrair a verdadeira Música Brasileira, onde difunde e enaltece, valoriza sua harmonia, melodia e poesia, em suas diversas formas étnicas culturais. O show Mutumbá que acontece nesta quinta-feira, dia 08, às 20h na Casa da Ribeira, se estrutura com um repertório escolhido cuidadosamente com composições em parceria com o músico potiguar e diretor musical Ricardo Baya, como “A Rezadeira” e

“Lua Branca” e clássicos da música brasileira, com arranjos exclusivos como “Onde está você” de Dominguinhos e “Ladeira da Preguiça” de Gilberto Gil. O show será um momento único, com cenografia, figurino, desenho de luz e músicas que apresentam melodias, arranjos e performances; No palco, a presença de premiados e competentes músicos potiguares, como Ricardo Baya, Eduardo Taufic, Airton Guimarães, Júnior Primata, Kleber Moreira, Darlan Marley, Gilberto Cabral, Silas, JP; com participação especial de Zé Hilton e Alan Rastafeeling; além da bela interpretação, que a artista apresenta com espontaneidade, charme e sofisticação. Maíra explica que, "a escolha de cada música, cada profissional envolvido, tudo foi feito com tamanha delicadeza como suave presente para o público. Mutumbá representa também um amadurecimento que vem me proporcionando diariamente a oportunidade de saber viver e saber amar cada dia mais intensamente essa profissão de beleza única que é a Música. Que me faz florescer em tudo aquilo que eu tenho de melhor. Sensações que percebo unicamente quando estou nos pal-

cos”. Maíra Salles nasceu e iniciouse como intérprete em Brasília (DF). Cresceu uma família de músicos, esteve envolvida desde a infância com vários estilos musicais. Interpreta qualidades da Música Brasileira, como o Samba de Raiz, o Afro Samba, o Samba Jazz, a Bossa Nova, e no ano de 2010 fixou residência na cidade de Natal (RN), a fim de apresentar sua performance nos palcos potiguares. Em Brasília (DF) se apresentou em alguns dos principais estabelecimentos da cidade; e no ano de 2009 se apresentou no Projeto Canjas de Oswaldo Montenegro, no Rio de Janeiro (RJ), sendo acompanhada ao piano por esse mesmo artista. Em 2011 ganhou o Prêmio de Melhor Intérprete em um dos festivais mais importantes do estado do Rio Grande do Norte, o VI MPBeco, sendo a canção defendida classificada em terceiro lugar. Neste mesmo ano fez a abertura de shows de renomados artistas, como Paulinho da Viola, convidada pelo grupo Catita Choro e Gafieira no evento “Agosto da Alegria”, promovido pelo Governo do Estado, e acompanhada pelo músico Diogo Gua-

nabara, abriu também o show de Oswaldo Montenegro, no Teatro Riachuelo, ambos em Natal (RN), onde iniciou-se como compositora. Em 2012 ganhou o prêmio de Melhor Música (1º Lugar) no VII Festival MPBeco com uma composição em parceria com o músico Ricardo Baya, denominada “A Rezadeira”. Na cena musical de Natal (RN) do ano de 2012 atuou com o show “Na Voz do Samba”, uma apresentação que reúne um repertório diferenciado, algumas das obras que fizeram diferença na vida e na carreira dessa artista. Um trabalho que resultou no disco “Maíra Salles - Na Voz do Samba - AO VIVO”, produzido de maneira independente. Para o ano de 2013 irá apresentar um novo projeto nos palcos, com nova performance e estilo, nova estrutura de banda e uma pitada de seu novo trabalho autoral. Trabalho este que fará parte de seu primeiro disco autoral, em vias de produção, que vem com o intuito de difundir e enaltecer a música brasileira de boa qualidade, valorizando suas harmonias, elementos rítmicos, as misturas e fusões étnicas em geral.

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco CORDEL A palestra O Cordel Brasileiro: investigação e inquérito, com Aderaldo Luciano), professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e estudioso da cultura brasileira e literatura popular, será realizada nesta terça, dia 6, às 18h no Auditório B do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA).

CINEMA A Mostra Ecofalante de Cinema Ambiental abre as inscrições para a sua 3° edição, que acontece de 20 a 27 de março de 2014 em São Paulo. Poderão participar obras brasileiras finalizadas a partir de 2012 com temáticas socioambientais. Nesta edição, além de inscrições de filmes nacionais, a Mostra também receberá inscrições de filmes latino-americanos. Outra novidade é a criação de uma mostra competitiva com títulos latino-americanos e brasileiros, na qual os participantes concorrerão ao prêmio de Melhor Filme pelo Júri, com um prêmio no valor de R$ 15.000,00.

COLETIVO Na próxima quinta-feira (08 de agosto) o Solar Bela Vista em Natal (RN) será palco de mais um lançamento da Jovens Escribas. Os mineiros Ana Elisa Ribeiro e Sérgio Fantini, além do potiguar radicado no Ceará Thiago de Góes com sua versão de bolso de sua aclamada obra “Contos Bregas”. Para completar a noite, haverá também o Re-Lançamento do livro “As Maiores Mentiras do Verão” de Carlos Fialho, uma vez que o lançamento original, no último dia 18 de julho, foi decisivamente prejudicado pela forte chuva que se abateu sobre a cidade.

SEMINÁRIO Os pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) Antonio de Pádua Serafim, Daniel Martins de Barros e Fabiana Saffi, que coordenam o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Psiquiatria Forense e Psicologia Jurídica (Nufor) e são referências nacionais no assunto estarão na capital potiguar em setembro onde participarão do Seminário de Psicologia e Psiquiatria Forense. O evento acontecerá no centro de eventos do Hotel Parque da Costeira. Entre os assuntos em debate estão a perícia psiquiatria e psicológica utilizada nos vários âmbitos do sistema judiciário. Essa área de conhecimento tem colaborado para a otimização das políticas públicas das Instituições, órgãos federais e estaduais relacionados à questão da saúde mental e justiça.

MEIA-ENTRADA Com dois vetos, a presidente Dilma Rousseff sancionou nesta segunda-feira o Estatuto Nacional da Juventude, que, entre outras ações, garante meia-entrada em eventos esportivos e culturais a jovens de baixa renda e estudantes até o total de 40% dos ingressos disponíveis para o evento. As medidas do estatuto valem para jovens entre 15 e 29 anos. Prevista para entrar em vigor em 180 dias — apenas no ano que vem, portanto —, uma das questões que ainda precisam ser definidas diz respeito à fiscalização do cumprimento da reserva em todo o Brasil. As regras ainda não foram estabelecidas, o que deverá ocorrer nos próximos seis meses, período em que a lei será regulamentada. Outro detalhe é que quem já tem carteirinha não perde os benefícios. E, a nova carteira estudantil também trará vantagens aos usuários. Destinado a coibir fraudes, o documento será unificado e também passará por regulamentação nos próximos 180 dias. Batizado de Carteira de Identificação Estudantil (CIE), terá expedição por entidades como a Associação Nacional de Pós-Graduandos, a União Nacional dos Estudantes (UNE) e a União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes).

FEIRA DO LIVRO Começa nesta quarta-feira, dia 7, a 9ª Feira do Livro de Mossoró. O evento acontece no período de 7 a 11 de agosto, e traz muitas novidades para os participantes. Para à noite de abertura, o escritor Pedro Bandeira vai falar sobre a Importância da Leitura para o Público infantojuvenil e as suas Obras Literárias. O escritor e crítico literário José Castello participa no sábado, 10 , e aborda a obra de Vinícius de Moraes, juntamente com o professor Aluísio Barros. Para encerrar o evento, na noite do domingo, 11, o poeta Lirinha (foto) vai declamar e contar muitas histórias.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 6 de agosto de 2013

Canal 1

BATE-REBATE w A programação de verão do “Sábado Total”, do Gilberto Barros, na Rede TV!, começa a ser gravada em outubro, no litoral norte de São Paulo. w A atriz Débora Bloch, no ar como a Risoleta em “Saramandaia”, tem chamado a atenção do mercado publicitário e faturado muito... w ... Somente na tarde do último domingo, ela apareceu em anúncios de duas empresas diferentes. w A Record não faz futebol, mas mantém um confortável camaro-

Divulgação/Globo

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery - flavioricco@gmail.com.br

Programa do Faro pode voltar para antigo dia Já existe um movimento muito forte nos bastidores, que deve levar Rodrigo Faro de volta para os sábados. De onde, de acordo com os novos diretores da Record – jogando nas costas da administração anterior, ele nunca deveria ter saído. Motivos que possam alavancar mais esta mexida de pedras não faltam. O “Melhor do Brasil” tinha boa audiência e um faturamento razoável, que se perderam na mudança de dia. Para o caso não existem mais do que duas alternativas: ou se cria um programa novo e em condições de almejar alguma coisa melhor aos domingos ou simplesmente voltar ao que era antes e botar uma pedra em cima. Do jeito que está, parece que todos concordam, não dá para continuar. Faro foi escolhido para cobrir o buraco provocado pela saída do Gugu e abriu um outro que só vem se ampliando a cada fim de semana.

w FLORES DA SAVALLA – 2 E a ideia parece que pegou tão bem, que o próprio Walcyr vai usar como gancho dos próximos capítulos. Quando Atílio (Luis Melo) abandonar Márcia de vez, ela dará de presente a ele uma das flores, que renderá muito flashback. Em vários momentos, ele irá aparecer segurando a flor e recordando o passado.

“A filha de Jairo”, estão sendo escritos por Camilo Pellegrini e Maria Cláudia Oliveira. Todos os demais, de uma série de 18, serão do Renato Modesto. w NOVO MODELO O Canal Rural, agora sob a direção da J&F Investimentos, controladora do frigorífico JBS, pretende investir em um novo modelo, que possa atrair vários segmentos de público. Fortalecer a área do entretenimento é um dos alvos principais e nomes para isto estão sendo avaliados para integrar a sua programação, dentre eles, Claudete Troiano, que já participou de uma reunião por lá.

Começa hoje a 21ª edição da Feira e Congresso ABTA 2013, principal evento de TV por assinatura, mídia eletrônica e telecomunicações da América Latina. O encontro, promovido anualmente pela Associação Brasileira de TV por Assinatura (ABTA) e organizado pela Converge Comunicações, vai até quinta-feira no Transamérica Expo Center, em São Paulo. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Programa novo 1 O SBT, ainda em fase de testes e avaliações, vai definindo a equipe do “Famoso quem”, novo programa, baseado no original “My name is”. O formato é da Fremantle, com estreia confirmada para setembro.

Programa novo 2 O “Famoso quem” não tem apresentador. Apenas os jurados e participantes interessados em fazer imitações de pessoas famosas. Foram escolhidos inicialmente os nomes de Isabella Fiorentino, Eduardo Dusek, Diego Ramiro, Thamy Gretchen, Paulinho Serra e Bruna Tang. Destes sairão os 3 ou 4 definitivos.

w DUAS SITUAÇÕES Antes de rolar a bola de Criciúma e Corinthians, Luciano do Valle elogiou as instalações destinadas à imprensa no estádio Heriberto Hülse. Mais tarde, porque alguém invadiu a cabine da Band e resolveu insultar meio mundo, parte dos torcedores se voltou contra a equipe da emissora. Isto também segundo o narrador.

w PRIMEIROS TRABALHOS Finalmente, nesta quarta-feira, a Record vai iniciar as gravações de “Pecado Mortal” em cidade cenográfica. As primeiras cenas irão mobilizar os atores Juliana Didone, Gabriela Moreyra, Betty Lago, Felipe Cardoso, Eduardo Lago e Henrique Guimarães.

Áries 21/03 a 20/04 Como ocorre em toda lunação, trata-se de um inicio. Desta vez, num signo irmão do seu, que promete vitalidade a mais, foco no que é importante conquistar e sensibilidade para escolher os desafios mais dignificantes. A poesia e a musica serão excelentes companheiras.

Leão 22/07 a 22/08 A Lua nova de hoje acontece no seu signo, momento magico de plantio e concentração em si mesmo, para captar toda a energia criativa disponível. Intuitivo, assertivo e consciente de seu valor e de sua missão, deverá avançar e alargar seu território nas próximas semanas.

Sagitário 21/11 a 21/12 Como acontece todo ano, a Lua nova em Leão configura um dos momentos mais férteis para você ampliar sua visão de mundo. Pode ser numa viagem para bem longe, ou ao iniciar um estudo amplo. O encontro com um mestre também pode revelar verdades abrangentes.

Touro 21/04 a 20/05 Nas próximas semanas, focalize tudo que quer realizar na sua vida intima. A Lua nova em Leão é ótima para plantar novos caminhos de alegria e intimidade na vida em família também. Quem quer comprar ou trocar de casa conta com intuição em dobro pra isso.

Virgem 23/08 a 22/09 Os virginianos atravessam agora a fase mais profunda e delicada de seu processo de revisão de vida. Com a Lua nova de hoje a razão e o sentimento se unem, impulsionando sua criatividade. Importante solta-la, através das artes manuais, teatro ou outras expressões.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Temas como a morte, a transformação, e seu séquito hereditariedade genética, heranças patrimoniais e lembranças dos que já partiram podem ser reveladoras agora. Verdadeiros faróis que iluminarão suas buscas, questionamentos e dúvidas sobre o sentido da sua vida.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Destaque para os estudos, a comunicação com o meio e as viagens neste momento. Nas próximas semanas a vibração astral privilegia seu brilho mental e seu conhecimento, constituindo um reforço especial para você se destacar em seu ambiente através de seus dons e talentos.

Libra 23/09 a 22/10 Começa a fase do ano certeira para você fazer planos de futuro! O encontro entre o Sol e a Lua, no signo energético e vibrante de Leão traz visão e autoconfiança - e amigos capazes também. Gente que ajudará você a ingressar nos clubes mais seletos e a realizar muitos sonhos.

Aquário 21/01 a 19/02 Pode comemorar, aquariano! Com a Lua nova em Leão de hoje começa a temporada de relacionamentos amorosos, românticos, de entregas e descobertas na alma do outro. Você vai descobrir quanta gente bacana é próxima, mesmo parecendo distante. E vice versa.

Câncer 21/06 a 21/07 Capacidade de valorizar o que você tem de bom é essencial a partir de agora! Porque assim é que conseguirá negociar com as pessoas numa base mais honrada e de acordo com suas necessidades reais. Tire as próximas semanas pra melhorar seus rendimentos também!

Escorpião 23/10 a 21/11 Se você plantou bons frutos, é hora de começar a colhe-los. Com a lunação no administrador signo de Leão, o desafio será estar atento e forte - como diz a canção - e não deixar nenhuma ocasião para mostrar seu domínio de um campo de saber. Generosidade e altivez, escorpiano!

Peixes 20/02 a 20/03 Se você quer dar um novo direcionamento a sua vida, aproveite a Lua nova em Leão de hoje e desenvolva novas saídas e soluções para sua rotina, saúde, vida doméstica, relações com empregados em casa ou no trabalho etc. Um recomeço, um ajuste, um reposicionamento.

MOVIECOM 2 – Hora:16:20 / 21:10 CINEMARK 7 - Hora:22:20

/ 18:20 / 20:40; Hora: 23:10(Sáb)

w MÃOS DIFERENTES Paula Richard é a autora do episódio “A Impura”, criado a partir do milagre de Jesus “Cura da mulher hemorrágica”, para a minissérie “Milagres de Jesus”, da Record. Outros dois, “A mão ressentida” e

HORÓSCOPO

CINEMA TURBO - (Livre) MOVIECOM 1 – Hora:13:45 CINEMARK 6 - Hora: 11h00 (Sáb e Dom) WOLVERINE: IMORTAL - (14 Anos) MOVIECOM 1 - Hora:15:50 / 18:25 / 21:00 MOVIECOM 6 – Hora:16:40 / 21:35 CINEMARK 3 - Hora: 14:10 / 16:50 / 19:30 / 22:10 CINEMARK 6 - Hora:15:10 / 19:50 MINHA MÃE É UMA PEÇA - (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:14:25 /19:15 CINEMARK 6 - Hora:13:10 / 17:50 / 22:30 O HOMEM DE AÇO - (12 Anos)

O CONCURSO - (12 Anos) MOVIECOM 3 - Hora:15:30 / 17:30 / 19:30 / 21:30 CINEMARK 5 - Hora:12:50 / 15:00 / 17:10 / 19:20 / 21:30; Hora: 23:40 (Sáb) MEU MALVADO FAVORITO 2 - (Livre) MOVIECOM 5 - Hora:14:35 / 16:45 / 18:55 / 21:05 OS SMURFS 2 - (Livre) MOVIECOM 6 - Hora:14:25 / 19:20 CINEMARK 2 - Hora: 14:20 / 16:40 / 19:10 / 21:40 CINEMARK 4 - Hora:13:40 / 16:00

te no estádio do Morumbi. w A Globo, que transmite todos os campeonatos, já há alguns anos abriu mão do espaço que mantinha no mesmo estádio. w O especial em comemoração ao quarto aniversário do programa “Eliana”, no SBT, será exibido no dia 25... w ... E aí, sim, com a estreia dos novos cenários. w A 9ª temporada da série “Ghost Hunters” estreia dia 13, 22 horas, no Syfy. w A atriz Ittala Nandi está completando 50 anos de carreira...

C´EST FINI

>> TV - TUDO w FLORES DA SAVALLA – 1 Existe uma curiosidade interessante na história das flores, que Elisabeth Savalla botou na cabeça da Márcia, sua personagem em “Amor à Vida”. A ideia foi da própria Savalla, que já usou em uma outra ocasião em “De quina pra lua”, do Alcides Nogueira, exibida na década de 80. É mais uma homenagem à personagem da época, Mariazinha, com total aprovação de Walcyr Carrasco.

Terça-feira

RED 2 APOSENTADOS E AINDA MAIS PERIGOSOS - (14 Anos) MOVIECOM 7 – Hora:14:05 / 16:30 / 19:00 / 21:30 CINEMARK 1 - Hora:13:00 / 15:40 / 18:30 / 21:10; Hora: 23:50 (Sáb) ELENA - (12 Anos) CINEMARK 7 - Hora:20:10 [SOMENTE Terça-feira (06/08) e Quintafeira (08/08)] OBS: A programação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

w TEATRO O musical “Crazy for you”, com versão brasileira e direção de José Possi Neto, vai estrear em novembro no Teatro Procópio Ferreira, em São Paulo. À frente de numeroso elenco, Cláudia Raia e Jarbas Homem de Mello. Cerca de 700 atores se submeteram a testes.


Cidade

Terça-feira

Natal, 6 de agosto de 2013

Governo do Estado decide cortar ponto e Sindicato cobra salários de diretores SECRETARIA

DE

EDUCAÇÃO

A presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Rio Grande do Norte, Fátima Cardoso, reclama que o corte aos salários dos diretores do Sinte/RN surtiu como uma represália ao trabalho feito pela categoria. "A gente vê isso como uma retaliação contra o nosso sindicato", disse. De acordo com a líder sindical, a dispensa da diretoria da atuação em sala de aula existe desde 1979, e hoje 20 funcionários usam este recurso, e contando todas as dezessete sedes regionais da entidade, deveriam ser trinta e seis educadores dispensados para realizarem atividades sindicais. Destas duas dezenas, dezessete estão sem receber os salários completos, pois suas faltas são descontadas. De acordo com a Secretaria, eles deveriam se apresentar ao trabalho e não apareceram, por isso, os pontos foram cortados. Segundo Fátima Cardoso, a Secretaria alegou que estava cumprindo uma recomendação do Ministério Público. Entretanto a líder do Sinte/RN, contestou, afirmando que o Estado não cumpre mais de 100 recomendações feitas ao governo, levantando suspeitas de que seja uma espécie de vingança contra os sindicalizados. O sindicato já solicitou a restituição dos salários do mês de julho, o primeiro a ser cancelado. Uma conversa já foi estabelecida na semana passada, porém sem muito sucesso. O prejuízo desta ação é refletido na dimensão de atuação do Sinte de acordo com a classe, "Vale muito a voz deste sindicato", revelou Fátima Cardoso, "É uma tentativa de calar o sindicato, mas não vão conseguir. Só se me matarem", concluiu.

DIZ SEGUIR RECOMENDAÇÃO DO

MINISTÉRIO PÚBLICO Fotos: Canindé Santos

Betânia Ramalho afirma que só três servidores tem direito a recurso. Fátima Cardoso alega “retaliação” do Governo A secretaria, por outro lado diz que responde à recomendação do Ministério Público, e caso não atue de acordo com o recomendado, uma ação de improbidade administrativa será impetrada. De acordo com a assessoria de comunicação do órgão, apenas três funcionários devem ter o direito a este recurso. "O sindicato recebe 4,5 milhões por ano de consignação, que são descontados dos próprios servidores, esse valor já é o suficiente para a realização do trabalho nos centros sindicais, e para o pagamento de funcionários. A Seec ainda comparou com outros sindicatos, onde a prática acontece da mesma forma que a

defendida pelo governo. Porém, o fato desse tipo de atividade acontecer há quase trinta e cinco anos sem nenhuma intervenção, é reflexo da “conivência de gestões anteriores, as quais aceitavam estes termos por interesses políticos”, segundo revelou a assessoria. Mesmo alegando que a irregularidade existia a mais tempo, uma atitude só foi tomada agora, devido à recomendação feita pela Justiça. Sobre a denúncia de represália, a assessoria negou qualquer atitude desse tipo, "pois a Secretaria tem cumprido todas as metas, por este motivo não há razão para isso. Sempre tentamos cooperar com a classe".

SINDICATO PEDE INTERVENÇÃO FEDERAL O Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do RN, solicitou intervenção federal na Secretaria Estadual, pois de acordo com Fátima Cardoso, o governo está descumprindo uma ordem do Supremo Tribunal Federal, de pagar parte do salário de professores. Entretanto, a secretaria alega que os salários estão em dia, "apenas a gratificação dos diretores está pendente, mas isso aconteceu devido a um erro na folha salarial do mês passado, que já está sendo resolvido em Agosto", revelou a assessoria.

> ESPORTES

Jogos da Juventude nos preparativos finais Na manhã desta segunda-feira (5), o secretário estadual de Esporte, Joacy Bastos, se reuniu com uma equipe de representantes do Comitê Olímpico Brasileiro (COB) com o objetivo de acertar os últimos detalhes para a realização dos Jogos Escolares da Juventude. Entre os dias 05 e 14 de setembro, Natal irá sediar a etapa de competições para atletas de 12 a 14, com provas de 13 modalidades previstas para serem realizadas em diversos pontos da cidade. Para a realização do evento, o Governo do Estado terá que arcar com a contrapartida de aproximadamente R$ 2 milhões, responsabilizando-se pelos custos de transporte interno, liberação dos locais de competições, cerimônia de abertura e montagem da estrutura do Comitê Organizador. Orçadas em R$ 8 mi-

lhões, as despesas com o transporte dos mais de cinco mil atletas, técnicos e dirigentes à Natal ficarão a cargo do Governo Federal. Apesar do clima de incerteza que rondava a realização dos jogos, o secretário Joacy Bastos, faz questão de reforçar que os preparativos para o evento estão na etapa final. "Nossas expectativas são as melhores possíveis. Estamos fazendo tudo que está ao nosso alcance para, até o dia da abertura no ginásio Nélio Dias, garantir a realização dos melhores Jogos Escolares da Juventude da história", declarou o secretário. Há 31 dias do início do evento, as obras de construção da pista para provas de atletismo e a reforma do campo de futebol da Universidade Federal do Rio Grande do Norte

(UFRN) estão em fase de conclusão. O superintendente de Infraestutura da UFRN, Gustavo Coelho, explica que as obras serão finalizadas em tempo hábil, seguindo à risca os parâmetros técnicos instituídos pelo Cômite Olímpico Internacional (COI). "Estamos terminando de fazer a aplicação do revestimento da pista de atletismo, que é o mesmo utilizado nas últimas Olimpíadas de Londres e no Rio de Janeiro. O campo de futebol também foi adequado seguindo os padrões oficiais. Além disso, está prevista a reestruturação da parte elétrica do Ginásio, que sediará várias provas da competição. Posso afirmar que a UFRN já está pronta para receber eventos esportivos de grande magnitude como este", diz o superintendente de infraestrutura.

Os Jogos Escolares da Juventude são o maior evento estudantil esportivo do Brasil. A competição de abrangência nacional cresce a cada edição e reúne milhares de alunos-atletas de instituições de ensino públicas e privadas de todo o país. Atualmente, é tida como referência internacional. Consideradas as fases seletivas, os números chegam a mais de dois milhões de atletas de aproximadamente 3.900 cidades. Em Natal, estão sendo esperados 5.098 atletas participantes das 27 delegações, além dos treinadores, médicos organizadores e cerca de 220 voluntários. De 7 a 16 de novembro, é a vez da cidade de Belém, no Pará, receber a segunda etapa dos Jogos Escolares da Juventude, voltada para atletas de 15 a 17.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Natal, 6 de agosto de 2013

Cidade

Terça-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Dia dos Pais: Moura Dubeux lança campanha com descontos exclusivos A Moura Dubeux está lançando uma campanha voltada para o

Arezzo em festa hoje

Dia dos Pais, que oferece benefícios

Nesta terça-feira (6), a Arezzo abre a temporada de preview de primavera recebendo convidados para mostrar a nova coleção. Uma das anfitriãs será a embaixatriz da marca Paulinha Gaspar.

exclusivos e descontos no valor total do imóvel. Até o dia 11 de agosto, os clientes que procurarem a Central de Vendas, localizada na Avenida Rui Barbosa, no Tirol, ou a loja da MD no Natal Shopping,

t t t

terão descontos especiais em em-

A campanha A campanha belíssima da marca é estrelada pela atriz Paolla Oliveira. A empresa investiu num dream team pra arrasar nas fotos. Nomes poderosos como o badalado fotógrafo inglês Tom Munro, beleza de Daniel Hernandez e styling assinado pela dupla Flávia Pommianosky e Davi Ramos. As fotos tem um ar retrô, com pele bem iluminada e cabelo com ondas e grampos.

preendimentos prontos, em obras ou em fase de lançamento, que fazem parte da ação promocional. Entre as opções estão os edifícios residenciais Jardins de Lagoa Nova, Geraldo Pinho, Jerônimo Costa, Luiz Antonio e Guilherme recebem clientes em torno da nova coleção da Josefina, logo mais a partir das 17h

Alice Grilo, Firenze e Abel Pereira. Gracita e Ciro Pedroza na exposição de Mocó

t t t

Génifique Yeux by Lancôme A Lancôme trouxe para o Brasil

t t t

um produto que está revolucio-

Josefina recebe vips na loja da Av. Afonso Pena

nando o mundo da cosmética. É o GénifiqueYeux, que é uma espécie

A loja Josefina monta big estrutura com decoração de Gomes Junior, delícias do Versailles e desfile da agencia Tráfego Models para apresentar as candidatas ao título de Miss RN, tudo sob a coordenação do fashion man George Azevedo.

de sérum que suaviza as linhas da região dos olhos. Outro grande diferencial é a embalagem que é linda e o aplicador rotativo em forma de pérola, que inclusive o fez ganhar o prêmio de beleza de 2013 Marie Claire- França.

t t t

Lança Perfume A noite contará com a presença do homem forte de uma das marcas que a loja representa, a Lança Perfume, que trará modelitos inéditos exclusivamente para o desfile.

t t t

Parfumerie saindo sempre na frente Manuela e Rebeca Bezerra com Dinho prestigiando a amiga Karla Ximenes

Paulinha recebe hoje convidados na Arezzo do Midway Mall em torno da nova coleção da marca. Na foto, com a amiga Georgia Garzire

Feito em inox e revestido com pó de diamante, o acessório faz uma massagem local, que poten-

t t t

cializa a ação dos ativos presentes

Balneário

na fórmula, além de diminuir in-

Tudo acontecerá no melhor estilo Balneário, tendo como anfitriões os empresários Guilherme e Luiz Antônio, queridos por um mundo de amigos e clientes. Com certeza será sucesso!

chaços, bolsas e olheiras. E o melhor: aqui em Natal, já temos o Génifique Yeux na Parfumerie. t t t

t t t

Os 15 anos de Fernanda Guedes A coluna acaba de receber o belíssimo convite todo nos tons de rosa e vermelho, bem moderno e chique, para os 15 anos da mais querida Fernanda, filha dos compadres Márcio Guedes e Flávia Augusta. Com duas comemorações, a primeira será com uma missa em ação de graças na Igreja Santa Terezinha, no dia 15 de agosto às 19h, e a festa no dia 17/08, às 22h, no Versailles Tirol. A coluna confirma presença nessa festa de confraternização da amizade e de vivas à vida de Nanda.

Pais heróis! Olha que presente bacana para Débora e Paulinho Saldanha com as filhas e genro no Temaki Lounge

Moacir Pinheiro e Rosali Pinheiro no Temaki Lounge

esse Dia dos Pais... É claro que seu pai é sempre um grande herói, o seu herói! Os super poderes quem decide é você, mas existe um que nós já sabemos que ele desempenha muito bem, o poder do amor. t t t

Dê um presente ao seu pai e ajude o GACC Acreditamos que o dia dos pais são todos os dias, mas na comemoração do dia 11 de agosto, que tal oferecer a ele uma camisa de super

t t t

herói do GACC? O difícil será es-

A Revista da Bob Store

colher qual delas, será que seu

A 36ª Edição da Revista da Bob Store acaba de chegar na casa das clientes antenadas com a marca. A revista traz na capa a top model internacional Alessandra Ambrósio, e a coleção de primavera verão é o principal assunto, que aliás está belíssima! Na nossa opinião, a mais bonita dos últimos tempos.

paizão vai combinar com o Super

t t t

Homem, Homem Aranha, Batman, Capitão América ou Homem de Ferro? t t t A beleza de Duda Lima na Pipa

Coisas da Cissa: os pais corujas Pedro e Cleide Ratis com a nova escritora Ana Cecília

Originalidade Certamente a combinação perfeita é poder oferecer um presente

It Bag A marca americana Coach, emplaca mais um modelo como bolsa desejo para as mulheres antenadas na moda. Tudo aconteceu depois que a socialite inglesa Pippa Midleton, irmã de Kate e cunhada do Principe William, foi flagrada usando a nova bolsa. Aqui no Brasil, a marca tem lojas em São Paulo e Recife, e o preço nem é das mais caras.

original e ainda ajudar as crianças assistidas pelo GACC! As camisetas tamanhos P, M e G, baby look e infantil podem ser adquiridas na sede do Gacc/RN, na Av. Floriano Peixoto, 383, Petrópolis das 08h às 12h e das 13h30 às 17h30. Até amanhã!


06082013