Page 1

Quarta-feira

Ano XV w NATAL-RN,

5 DE DEZEMBRO DE 2012 w Nº 4.507

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br José Aldenir

> ESCOLHA DOS DEPUTADOS

Com um voto de maioria, Poti Júnior é o novo conselheiro do Tribunal de Contas do Estado CANDIDATO INDICADO PELAS BANCADAS DO PMDB E PR OBTEVE 12 VOTOS. FÁBIO DANTAS, NOME DO PHS E PSDB, FOI VOTADO POR 11 PARLAMENTARES POLÍTICA 3 Canindé Santos

> ALIADOS INSATISFEITOS

“O que Rosalba fez com o Conselho Político foi vergonhoso”, diz deputado POLÍTICA 5

> SEM SOLUÇÃO...

Mais de cem pacientes estão nos corredores do Walfredo Gurgel CIDADE 6

> PROJETO DE LEI

Idiarn pretende cobrar por serviços prestados aos produtores rurais Cinco meses após o governo ter decretado "Calamidade Pública na Saúde" e anunciado "Plano de Enfrentamento", situação continua crítica no maior hospital do RN

ECONOMIA 7 Canindé Santos

> É TEMPO DE AGRADECER

Exemplos de superação na festa de natal da Casa Durval Paiva PAPAI NOEL,

APRESENTAÇÕES E SORTEIOS ANIMARAM A AMANHÃ CIDADE 8

> BOLSO CHEIO

> DIFICULDADES

Copa do Nordeste poderá pagar mais de R$ 1 milhão ao campeão de 2013

Sem liberação do Atlético-PR para renovar, Éderson deve deixar o ABC

ESPORTE 15

ESPORTE 15

Crianças e adolescentes que lutam contra o câncer (ou que já o enfrentaram) participaram de confraternização na AABB

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Alex Medeiros

Daniela Freire

Vicente Serejo

Página 3

Página 7

Página 11

Página 12

Página 13

w Lúcida a leitura do senador José Agripino a respeito da sucessão presidencial em 2014.

w Cipasa Urbanismo lançará w Raniere e George vencem dia 13 de seu primeiro condo- novo capítulo na novela das mínio fechado na grande Natal. vagas na Câmara de Natal.

w Clima tenso e desabafo contra Governo Rosado na eleição para o TCE na AL.

w Calma que 2014 vem vindo aí: teremos a copa do mundo e o povo vai falar espanhol.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Janguiê Diniz Elviro Rebouças João da Mata Costa Julio F. D. Rezende Elísio Augusto de M. e Silva Newton M. de Albuquerque OPINIÃO - Página 2 INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,10 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,16 R$ 2,10

Euro x real R$ 2,74 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 7,25%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 5 de dezembro de 2012

ELVIRO REBOUÇAS, economista e empresário (cifrao@uol.com.br)

Amancio

Quarta-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Um PIB que não vale a pena Em valores nominais, o PIB do Brasil somou R$ 1,09 trilhão no terceiro trimestre, segundo o IBGE, divulgado no último dia 30 de novembro. Investimentos tiveram o terceiro resultado negativo seguido na comparação anual. O crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro no terceiro trimestre foi de 0,6% na comparação com o segundo trimestre deste ano, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Portanto, muito abaixo do que previa o Governo Federal e o seu sempre otimista (e nem sempre certeiro) Ministro da Economia Guido Mantega. O resultado foi puxado pelo desempenho da agropecuária, que cresceu 2,5% na comparação com o trimestre anterior, seguida pela indústria, com avanço pouco expressivo de 1,1%. O setor de serviços teve variação nula, o que não é esperável para uma nação das potencialidades econômicas como a nossa. No ano, o PIB avançou 0,7%, na comparação com o mesmo período do ano passado, muito pouco para um país em desenvolvimento, sendo a sexta maior economia do planeta. Dois dias antes, o ministro da Fazenda (antes divagava com sensíveis melhorias), previu um crescimento "nada espetacular" do PIB e afirmou que o governo vai tomar mais medidas "pró-crescimento" da economia, com novos setores beneficiados pela desoneração da folha de pagamento e estímulos aos investimentos. O resultado do crescimento do PIB anunciado sexta-feira pelo IBGE veio bem abaixo da previsão dita pelo ministro, que esperava um número entre 1% e 1,3% na comparação trimestral. O IBGE também revisou o crescimento do PIB do segundo trimestre deste ano ante o primeiro trimestre de 0,4% para 0,2%, ou seja, é o ruim dando lugar ao pior. Os investimentos apresentaram resultado negativo pela terceira vez seguida na comparação anual, igualando o resultado da crise de 2008 e 2009. A Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF) caiu 5,6% no terceiro trimestre de 2012 na comparação com o mesmo período do ano passado. Esse foi o maior recuo nessa base de comparação desde o terceiro trimestre de 2009. Na comparação com o trimestre anterior o número também veio negativo, com queda de 2,0%. Foi o maior desde o primeiro trimestre de 2009, auge da crise financeira internacional. Com isso, os investimentos produtivos completaram o mais longo período de queda em 13 anos. São cinco trimestres seguidos de retrocesso na FBCF, sempre na comparação do trimestre com o período imediatamente anterior. A atual seqüencia é menor apenas do que as seis quedas verificadas entre o segundo trimestre de 1998 e o terceiro de 1999. Apesar do resultado negativo, o ministro da Fazenda afirmou em entrevista nesta semana que a meta é transformar os investimentos no "carrochefe" da economia, crescendo 8% em 2013 e 12% em 2014. Neste ano, segundo Mantega, os investimentos devem recuar cerca de 3%. Entretanto, os dados divulgados pelo IBGE hoje mostram que no ano a FBCF acumula queda de 3,9% ante o mesmo período do ano passado. Segundo o IBGE, a taxa de investimento em relação ao PIB (FBCF/PIB) no terceiro trimestre de 2012 foi de 18,7%. Segundo analistas, as recentes intervenções do governo em vários segmentos produtivos - como o de energia elétrica - afasta investidores, receosos a respeito da segurança do ambiente de negócios do Brasil. Já ante o terceiro trimestre do ano

Artigo

passado, o crescimento do PIB foi de 0,9%. Na mesma base de comparação, o PIB da agropecuária teve aumento de 3,6%. No acumulado do ano até setembro, o PIB da agropecuária caiu 1% ante o mesmo período do ano passado. O PIB da indústria mostrou queda de 0,9% ante o mesmo período do ano passado e no acumulado do ano até setembro caiu 1,1% ante o mesmo período do ano passado. Em relação ao terceiro trimestre de 2011, o PIB de serviços mostrou alta de 1,4% no terceiro trimestre de 2012. No acumulado dos nove primeiros meses do ano, o PIB de serviços subiu 1,5% ante o mesmo período do ano passado. O consumo das famílias, segundo o IBGE, registrou alta de 0,9% no terceiro trimestre ante o segundo trimestre do ano. Já na comparação com o terceiro trimestre de 2011, aumentou 3,4% no terceiro trimestre de 2012. No ano, o consumo das famílias subiu 2,8% até setembro ante o mesmo período do ano passado. Já o consumo do governo teve alta de 0,1% no terceiro trimestre ante o segundo trimestre de 2012. Na comparação com o terceiro trimestre do ano passado, subiu 3,2%. No ano, o consumo do governo avançou 3,2% ante o mesmo período do ano passado. As exportações cresceram 0,2% no terceiro trimestre em relação ao segundo trimestre do ano. O IBGE informou ainda que as vendas externas caíram 3,2% na comparação com o terceiro trimestre de 2011. No ano, as exportações recuaram 0,1% ante o mesmo período do ano passado. Segundo o instituto, as importações contabilizadas no PIB caíram 6,5% no terceiro trimestre na comparação com o segundo trimestre do ano. Foi a maior desde o primeiro trimestre de 2009, quando as importações recuaram 15,0%. Em relação ao terceiro trimestre de 2011, as importações caíram 6,4%. Foi a mais intensa desde o terceiro trimestre de 2009, quando ficou negativa em 11,4%. No ano, as importações avançaram 0,2% ante o mesmo período do ano passado. A contabilidade das exportações e importações no PIB é diferente da realizada para a elaboração da balança comercial. No PIB, entram bens e serviços e as variações porcentuais divulgadas dizem respeito ao volume. Já na balança comercial, entram somente bens e o registro é feito em valores, com grande influência dos preços. Segundo o IBGE, a queda tanto nas importações quanto na produção nacional de máquinas e equipamentos puxou o recuo na FBCF. O movimento ainda foi influenciado pela desaceleração da taxa de crescimento na construção civil. Com uma carga tributária de 36% sobre o Produto Interno Bruto, e não se apresentando uma reforma fiscal capaz de desafogar tamanha massa de arrecadação, meu caro leitor, sou interrogado quase diariamente, por amigos e consulentes, acerca do crescimento nacional para o final de 2012. Tenho dito que mantidos os poucos níveis de investimentos governamentais e da própria poupança nacional, e mais ainda gradativamente desacelerando a nossa indústria, no que diz respeito a sua capacidade instalada, com problemas energéticos e ainda de refino do petróleo, com o PAC - Plano de Aceleração do Crescimento - dando nítidos sinais de frenagem, teremos um resultado inferior a 2% no ano. Eu e você, com certeza, não esperávamos tão pífio desempenho, mesmo conhecendo a crise na Europa e os problemas fiscais do tesouro norte-americano. Mas Deus, com certeza, é brasileiro e haverá de nos socorrer.

JOÃO DA MATA COSTA, professor do Depto de Física - UFRN (damata@dfte.ufrn.br)

NEWTON MOUSINHO DE ALBUQUERQUE, general (Ref.) do Exército e Escola Superior de Guerra/1996 (newtonmousinho@uol.com.br)

O cenário geopolítico do narcotráfico para o Brasil

Artigo

Turismo cultural e sustentabilidade Em tempos da pior estiagem dos últimos 30 anos no Rio Grande do Norte, quais seriam as possíveis estratégias a serem desenvolvidas de modo a proporcionar a geração de emprego e renda? Na busca de alternativas no sertão observa-se a produção de carvão que destrói a cobertura vegetal, potencializando a dinâmica de desertificação. Uma orientação é pensar estratégias de convívio com a seca que necessariamente não ameacem o meio ambiente e seus recursos naturais. O desenvolvimento da atividade de turismo cultural proporciona inúmeros benefícios. Esse pode ser uma estratégia de sensibilização para o tema da sustentabilidade. Observa-se uma associação entre o turismo cultural e a sustentabilidade econômica e social ao se perceber a geração de oportunidades de trabalho e renda. Há uma associação com o meio ambiente, tendo em vista a paisagem e a conservação ambiental se apresentar enquanto um im-

Artigo

O governador Antônio José de Melo e Souza conseguiu uma bolsa de estudo para que HB fosse estudar no Rio de Janeiro, onde travaria contato com os gênios da nossa musica. Para Almirante, grande conhecedor da nossa música e autor do belo livro No Tempo de Noel Rosa, Henrique exibiu o primeiro violão elétrico ate então conhecido no meio musical. No EUA ele apresentou sua novidade logo aproveitada por um industrial de San Francisco que registrou a patente e deu de consolo a Henrique um violão de presente. Henrique tinha um comportamento arredio e desligado. Numa excussão com os colegas pelas matas do Trapicheiro, encontrou um revólver velho e apontou para o seu cérebro, falando - vou me matar. Nada acontecendo apontou a arma para um colega de nome Jacob, dizendo: – vou te matar. O tiro foi mortal. Henrique Brito foi um dos criadores do Bando dos Tangarás. No período de 1929 a 1931 compôs vinte e sete melodias. Um gênio da nossa música falecido precocemente de septicemia aos 27 anos. Em 1932, viaja aos EUA para participar da Brazilian Olympic Band do maestro Romeu Silva, que acompanhava a delegação brasileira aos Jogos Olímpicos de Los Angeles. Fugiu do navio que trazia a delegação e só apareceu um ano depois, trazendo um violão amplificado, cuja ideia original foi sua.

portante ingrediente para a experiência do turismo cultural. Entre as possíveis associações entre o turismo cultural e a sustentabilidade social, percebe-se que em lugares como a região do sertão central do RN, a apresentação de reflexões sobre se empreender esse tipo de turismo apresenta-se enquanto um elemento motivador para a comunidade refletir sobre seus símbolos, rituais, valores, história local, pessoas. Desse modo, o turismo cultural parece estar associado a profundos valores relacionados a forma como uma sociedade experiência sua cultura. Pensar sobre o turismo cultural evoca ainda pensar sobre a preservação e interpretação de bens culturais (patrimônio cultural), de maneira a se pensar sobre o sentido e o valor a ser proporcionado ao turista. Nesse sentido, são importantes iniciativas como o Workshop Brasileiro de Sustentabilidade realizado na cida-

de de Caiçara do Rio do Vento no final de semana de 1 e 2 de dezembro de 2012, na fazenda conhecida como Instituto Boa Sorte, que auxiliou a pensar junto a estudantes os potenciais turísticos do sertão central do Rio Grande do Norte. O evento foi uma iniciativa do Instituto de Inovação e Sustentabilidade com apoio do SebraeRN, Conselho Regional de Administração, Facen e prefeitura de Caiçara do Rio do Vento. Considera-se que a reflexão e o empreender do turismo cultural colabora para as cidades resgatarem uma autoestima que muitas vezes está adormecida entre a população. Finalmente, considera-se que o empreendimento do turismo cultural demanda um envolvimento da comunidade, pois essa atividade econômica e social pode significar um sentido de resgate social, principalmente quando se busca construir uma experiência de esperança junto aos jovens.

JANGUIÊ DINIZ, mestre e doutor em Direito (janguie@sereducacional.com)

O ciclo vicioso da aprendizagem Quando perguntamos o quanto vale a educação e o que ela pode fazer para mudar nossas vidas, a resposta é simples. A educação é a base de tudo e o aprendizado deve ser infindável. O aprendizado destina você ao crescimento, a progredir pessoal e profissionalmente. Claro que ninguém nega o valor da educação e o quanto um bom professor é imprescindível. Em definição, o chamado círculo vicioso é uma sucessão, geralmente ininterrupta e infinita, de acontecimentos e consequências que sempre resultam numa situação. Essa definição se encaixa quando falamos do ciclo vicioso da aprendizagem. Devemos sempre buscar o aprendizado e para que isso aconteça, não basta procurar somente o desenvolvimento técnico e profissional, esquecendo que o nosso lado pessoal possui total influência em nossos atos. Quantas pessoas conhecemos que estão hoje no mesmo lugar em que estavam há cinco anos? Que estão esta-

Gonzaga gravou Queixumes Artigo do potiguar Henrique Brito "Quero ser lembrado como o sanfoneiro que amou e cantou muito seu povo, o sertão; que cantou as aves, os animais, os padres, os cangaceiros, os retirantes, os valentes, os covardes, o amor. Quero ser lembrado como o sanfoneiro que cantou muito o seu povo, que foi honesto, que criou filhos, que amou a vida, deixando um exemplo de trabalho, de paz e amor. Muito obrigado." Luiz Gonzaga. O violonista e compositor natalense Henrique Brito foi um gênio "Heinriquieto" da MPB. Nascido em NatalRN no dia 15 de julho de 1908, faleceu de septicemia aos 27 anos no Rio de Janeiro, no dia 11 de dezembro de 1935. Henrique compôs com Noel Rosa (1930) a belíssima música Queixumes (meu sofrer), gravada inicialmente por Gastão Formenti. Poucos sabem que essa bela valsa também foi gravada por Luiz Gonzaga em 1945, tocando sua sanfona dourada. Luiz, no início da sua carreira, gravou e tocou muitas polcas, tangos, valsas e sambas. Muito do que sabemos sobre a vida de Henrique Brito deve-se à maior patente do Rádio do Brasil, Almirante (Henrique Foreis Domingues). Participante com Noel Rosa e Almirante do célebre bandos do Tangarás, antigo conjunto Flor do Tempo. Gênio precoce aos 12 anos tocou várias peças com uma única corda no Teatro Alberto Maranhão, Natal-RN.

JULIO F. D. REZENDE, UERN/FACEN/CRA-RN/Instituto de Inovação e Sustentabilidade (juliofdrezende@hotmail.com)

cionadas na vida, sem perspectiva de promoções nos empregos ou que não pensam em mudar de vida? Inúmeras. Provavelmente porque essas pessoas não valorizam o aprendizado e nem se interessam pelo enriquecimento do conhecimento. Qualquer um que busque o aprendizado constante e que continue aprendendo, não apenas permanece jovem aqui falamos de jovem relacionando a evolução tecnológica - à medida que atualiza seus conhecimentos, como também se torna cada vez mais valioso, independente de sua capacidade física. Em contrapartida, aqueles que não buscam esse conhecimento constante, tornam-se obsoletos em relação à modernização da sociedade. O desenvolvimento técnico e pessoal deve ser uma constante. São essas duas evoluções que, se alinhadas, nos levarão ao sucesso. Em uma faculdade, por exemplo, é possível buscar conhecimentos técnicos através do curso, livros, palestras, seminários. Contudo,

também é possível adquirir desenvolvimento pessoal quando se coloca em exercício a habilidade em lidar com pessoas, em usar melhor suas emoções. A maior parte das pessoas passa a vida inteira na busca do desenvolvimento técnico e deixa de se preocupar com o desenvolvimento pessoal. Não basta estudar nos melhores colégios, fazer especializações, dominar magnificamente um determinado assunto. Dessa forma, apenas o conhecimento técnico será exercitado e isto não é suficiente para o contexto atual da nossa sociedade. Novas descobertas acontecem a cada minuto. O mundo muda constantemente e se você não muda com ele, em pouco tempo será substituído. Devemos estar sempre prontos e abertos para aprender. Aprender com tudo e com todos. Não deve-se acreditar que a educação é cara e difícil. Educação e aprendizado são essenciais. Mais caro é o preço a ser pago pela ignorância de se negar a aprender o tempo todo.

ELÍSIO AUGUSTO DE M. E SILVA, empresário, escritor e presidente da Fundação Amigos da Ribeira (elisio@mercomix.com.br)

Natal na década de 1930

No ano de 1930, o Rio Grande do Norte era governado pelo Dr. Juvenal Lamartine de Faria, que sucedia o Dr. José Augusto Bezerra de Medeiros. O prefeito de Natal, Omar O'Grady, havia encomendado, no ano anterior, ao arquiteto italiano Giácomo Palumbo, um programa urbanístico para a Cidade, que compreendia a construção de praças e jardins, o plantio de arvores, e a ampliação das vias urbanas da Ribeira e da Cidade Alta. Os diagnósticos positivos não faltavam já àquela época. O jornalista Manoel Dantas escreveu: "Nesses tempos que vêm perto, o Rio Grande do Norte terá atingido o desenvolvimento que lhe está assegurado na vida dos povos e Natal será uma das grandes Cidades da América". Juvenal Lamartine sempre se cercou de intelectuais, dando uma demonstração de que o governante moderno deve orientar-se por ideias novas e técnicas científicas, em prol do desenvolvimento do Estado. Nesse ano de 1930, a Associação Comercial do Rio Grande do Norte completava 38 anos, sempre a favor da iniciativa privada, tendo como Presidente, Dr. Alfredo Lira, e Vice, Gustavo Von Sohsten. Natal contava com quatro jornais:

A República, A Razão, A Ordem, e O Jornal. O maior e melhor cinema da capital potiguar ainda era o Polytheama, na Praça Augusto Severo, Ribeira, com seu imenso salão de bilhar, ponto de encontro da sociedade local. Dr. Juvenal Lamartine, ao lado do empresário Fernando Pedrosa, foi o fundador do Aero Clube, o segundo do Brasil, e trouxe a Natal o primeiro biplano: de motor pequeno, e bojo de pano grosso. Chamava-se Natal e, numa manhã, ao levantar voo com o aluno Edgar Dantas, ele perdeu a estabilidade e espatifou-se no solo. Poucas horas depois, no Hospital Juvino Barreto, hoje Onofre Lopes, o jovem piloto faleceu. Ainda em 1930, tivemos a passagem do dirigível Graf Zeppelin, que sobrevoou a orla marítima e o Forte dos Reis Magos, e lançou uma coroa de flores sobre a estátua de Augusto Severo, que havia sido inaugurada em 12 de maio de 1913. Também em 1930 foi inventada a "Festa da Cebola", em que a moça é quem convida o rapaz para dançar. E não podia haver recusas. Em 1934, a Cervejaria Brahma lançava a cerveja em garrafas, uma novidade no Brasil, que, até então, só co-

nhecia cervejas em barril. Nessa época, o carnaval de Natal acontecia na Ribeira, onde o corso se realizava exatamente na Avenida Tavares de Lira, em meio a muitos confetes e serpentinas, que contribuíam para a animação dos blocos e dos ranchos carnavalescos. De tudo se via no carnaval da Ribeira: Silvio de Souza, com uma pamonha atada na ponta de uma vara de bambu; Ioiô Barros, na frente, cantando o Cão Jaraguá. Pois foi num desses carnavais que a rixa existente entre os soldados da Polícia Militar e os praças do Batalhão dos Caçadores, sediado em Natal, chegou às vias de fato, com um terrível desfecho. No meio da folia, veio à tona a velha rivalidade entre os dois grupos, e os revólveres foram disparados, numa verdadeira fuzilaria. O pânico foi geral. Todos abandonaram a Avenida, que ficou vazia, com seu trágico saldo. Naquele ano, não houve mais carnaval em Natal. A década de 1930 foi um período de muitas transformações na história do Rio Grande do Norte. A noite encantava em Natal, com o seu luar e as suas estrelas risonhas, e a população pensava nas boas coisas que ficaram e esquecia o que não merecia ser lembrado.

Ao se estudar o mapa da América do Sul verifica-se que o Brasil ostenta quase 17.000 km de fronteiras terrestres com quase todos os países da América do Sul, à exceção do Chile e Equador. Desse total, cerca de 9.500 km são de defrontações com os três maiores produtores mundiais de cocaína e o segundo maior produtor mundial de maconha, pela ordem: Colômbia, fronteira com 1.644 km e 68 mil hectares de plantações de coca; Peru, 2.995 km e 60 mil hectares de coca (suspeita-se que hoje já teria ultrapassado a Colômbia); Bolívia, 3.423 km e quase 31 mil hectares de coca; e o Paraguai, que completa essa problemática vizinhança com seus 1.366 km de fronteira e, em termos de produção mundial de maconha, perde somente para o México. Sob este prisma, podemos então analisar o narcotráfico na América do Sul como um verdadeiro cenário geopolítico específico, no qual o Brasil ocupa posição como usuário de relevo nessa complexa rede de tráfico internacional, somente suplantado pelos Estados Unidos. A grande extensão de fronteiras com os maiores produtores mundiais de cocaína, aliada à imensa permeabilidade proporcionada por milhares de rios, lagos e florestas densas, tudo isso somado à pequena – às vezes inexistente – repressão especializada, facilita a introdução no Brasil entre 70% e 90% da produção de cocaína da América do Sul e quase 100% da maconha produzida. O crescente mercado brasileiro de consumo de drogas absorve a maior parte e trafica o restante para os Estados Unidos e Europa, através de sua imensa rede de portos e aeroportos nacionais. Essa grave ameaça obriga o Brasil a estudar, planejar e tomar decisões políticas e estratégicas em relação ao narcotráfico invasor, ou seja, opor-se a ela segundo uma verdadeira "geopolítica do narcotráfico" e fazer frente à triste realidade desnudada pelo 2º Levantamento Nacional de Álcool e Drogas sobre o uso de cocaína e crack, de 5 de setembro do corrente, elaborado pela Universidade Federal de São Paulo e Inpad (Instituto Nacional de Ciências e Tecnologias para Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas). Esse levantamento conclui que nos últimos meses do corrente ano ao redor de 2,8 milhões de brasileiros consumiram cocaína em pó – injetada ou inalada – e/ou suas letais derivações, crack, oxi e merla. Verificou-se no Sudeste do País a maior concentração de usuários, 46%, seguindo-se o Nordeste, 27%. Essas estatísticas confirmam os levantamentos da ONU que apontam o Brasil na segunda posição de maior consumidor de cocaína do mundo, atrás apenas dos Estados Unidos e seus 4,8 milhões de usuários. Outros fatores além da perigosa vizinhança ampliam a ação do narcotráfico no Brasil, entre os quais: – A fraca atuação repressiva nos países produtores, geralmente motivada por corrupção; – A excelente estrutura brasileira de comunicações, bancária e de transportes facilitando a internalização, o tráfico e a lavagem do dinheiro das drogas; – Uma legislação leniente quanto à posse de drogas, parecendo desconhecer como funciona o narcotráfico; – O pequeno efetivo da Polícia Federal frente ao desafio do narcotráfico nas fronteiras, em que pese a competência demonstrada em todas as ações desenvolvidas; – Orçamentos pífios para o combate ao narcotráfico e às ações de prevenção e tratamento ao uso e abuso de drogas. – Pressão tímida do Governo Federal sobre os países produtores. O que fazer diante dessa realidade? Operacionalmente, são intuitivas as direções a tomar. O problema é a vontade política de, por exemplo: – Ampliar a capacidade de monitorar e controlar o espaço aéreo e terrestre brasileiro nas fronteiras problemáticas, exemplificado pelo emprego de aeronaves não tripuladas na região da Tríplice Fronteira; – Desenvolver a capacitação operacional das polícias estaduais frente ao narcotráfico através do aperfeiçoamento da inteligência, mobilidade e presença em áreas críticas; – Fortalecer os efetivos da Polícia Federal nas passagens terrestres e fluviais do narcotráfico; e – Aumentar a integração com os órgãos federais de repressão ao narcotráfico nos países produtores de cocaína e maconha.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 3

Poti é eleito para vaga de conselheiro do TCE com maioria de apenas um voto 12

A

11

E UMA ABSTENÇÃO FOI O PLACAR DA VOTAÇÃO SECRETA QUE OCORREU HOJE PELA MANHÃ NA

O deputado estadual Poti Júnior (PMDB) foi eleito na manhã desta quarta-feira 5, pelos 24 deputados estaduais, o nome a ser indicado pela Assembleia Legislativa para ocupar a vaga de conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Norte, na vaga aberta com a aposentadoria do conselheiro Valério Mesquita, em meados de novembro último. Indicado pelas bancadas de PMDB e PR, Poti obteve doze votos. Poti Júnior disputou com o deputado estadual Fabio Dantas (PHS), indicado pelas bancadas do PHS e PSDB. Dantas teve onze votos, um a menos que o peemedebista. A abstenção foi do presidente da Casa, Ricardo Motta (PMN), que avisou aos colegas que manteria uma posição de neutralidade em relação ao pleito. A votação que escolheu o futuro conselheiro foi secreta. A escolha por Poti será publicada pela AL na edição de amanhã do Diário Oficial do Estado. A posse do novo conselheiro, ainda sem data, será definida entre os presidentes da AL, Ricardo Motta, e do TCE, conselheiro Tarcício Costa. "Foi uma festa democrática da AL. Não houve vencidos nem vencedores. O deputado Fábio Dantas também era um grande nome

para o TCE. Quero agradecer aos meus colegas pela confiança e pedir proteção a Deus para que eu possa, como conselheiro do TCE, fazer um grande trabalho", disse o deputado Poti Júnior, logo após a proclamação do resultado. O futuro conselheiro, que contabilizava, segundo comentários de bastidores, 14 votos, minimizou a defecção de três votos. "O importante foi a vitória. Somos todos amigos. O voto secreto tem essa vantagem. Todos votam de acordo com a sua consciência. Os dois candidatos trabalharam. O importante é que depois desse sufoco a gente possa estar unido. Já dei um abraço no deputado Fabio Dantas", declarou Poti, que está no sexto ano como deputado estadual, no desempenho do segundo mandato. Já Fábio Dantas, que está no segundo ano como deputado, no primeiro mandato, disse que esperava mais votos. "Esperava uma maioria um pouco maior, mesmo com todo esse trabalho, esperava conscientizar os colegas. Mas a AL vai estar bem representada na figura de Poti Junior", declarou Dantas. Segundo o deputado Fábio Dantas, a disputa entre os parlamentares deixa sequelas. "Não com Poti, que é meu amigo, mas com

os outros. Poti me dou bem com ele, não tem problema nenhum. Mas com os outros que nos trataram de uma forma diferente, acho que sim", admitiu. "Esperava ganhar, tinha uma margem de colegas que tinha conversado, esperava ter maioria, mas, infelizmente, não foi possível". Para o presidente da Assembleia, Ricardo Motta, avaliação é de que o Poder Legislativo sai engrandecido. "Foi uma disputa livre e democrática. Eu sou amigo dos dois. Teve o mérito de todos os dois", declarou Motta, afirmando que optou pela neutralidade e que comunicou a posição oficialmente aos dois postulantes. "Achei por bem não votar, me abster. Os dois já sabiam que eu não ia votar. Eu tinha dado sinais a respeito disso, como sentia no plenário a tendência de cada um dos deputados. Foi muito disputado como vocês viram. Quero parabenizar os deputados Poti e Fabio, que está aqui há dois anos e obteve onze votos. Sairam ganhando todos e especialmente a Assembleia", declarou Motta. Com a renúncia de Poti, nos próximos dias, assumirá o mandato o suplente de deputado estadual Kelps Lima (PR), que atualmente está desempenhando o mandato em razão da licença do deputado Nel-

José Aldenir

ter Queiroz (PMDB). Segundo Kelps, os deputados votaram de forma tranquila, num processo democrático interno da AL, sem interferência externa, o que foi importante. "Estou muito feliz e, agora, é se preparar para, nesses dois anos, tentar honrar os votos dos eleitores e os votos dos deputados que, de forma indireta, nos deram a chance de estar aqui na AL", declarou Kelps Lima. PRIMEIRO SECRETÁRIO Com a saída de Poti Júnior da Assembleia Legislativa, o cargo ocupado por ele na mesa diretora fica vago. Um desses postos é o de primeiro secretário, que desempenha a função da administração da Casa. O deputado Fabio Dantas afirmou que não concorrerá. "Não sou candidato a primeiro secretário. De jeito nenhum. Vamos apoiar algum colega nosso que possa também desempenhar um bom trabalho", afirmou Dantas. Para Poti Júnior, o tema ainda será tratado por ele com o presidente da Assembleia. "Ainda vou conversar com o presidente Ricardo Motta. Se eu for renunciar no final desse período legislativo, acredito que a eleição só em fevereiro, no início do período legislativo de 2013", contou.

ASSEMBLEIA

Poti renunciará mandato de deputado e assumirá cargo de conselheiro do TCE

Arquivo

> SUCESSÃO NO PARLAMENTO

Lucena: “Será que Henrique Alves tem rabo preso na Câmara de Natal”

“Henrique não ia se meter, quando eu disse que ia fazer auditoria ele resolveu entrar”

O vereador Fernando Lucena (PT), que está em campanha pela presidência da Câmara Municipal de Natal, afirmou que irá fazer uma auditoria completa nas finanças da Casa tão logo assuma o poder em fevereiro de 2013, caso eleito para governar o Parlamento pelo próximo biênio (2013/2014). Aliás, o vereador atribui a entrada do presidente estadual do PMDB, Henrique Alves, nas articulações ao fato de o petista ter anunciado esta auditoria. "Será que Henrique tem rabo preso na Câmara Municipal de Natal?", questio-

nou Lucena. "Henrique devia estar cuidando da campanha dele para a Presidência da Câmara dos Deputados em Brasília. Vir para cá e obrigar o PMDB a votar num grupo... Eu tinha a informação de que ele não ia se meter, mas quando ele soube que eu ia fazer uma auditoria na Câmara ele resolveu entrar nesse jogo. Será que ele tem o rabo preso?", questiona Lucena. Para o petista, não era para o líder peemedebista "estar se metendo" na eleição para a Mesa Diretora da Casa. O PMDB tem três vereadores (Bertone Marinho, Ubal-

do Fernandes e Felipe Alves) e pode ser decisivo na escolha do próximo presidente. Na segunda, 17 vereadores assinaram um manifesto em favor da reeleição de Edivan Martins, que sofreu uma derrota no TRE, que devolveu o mandato a Raniere Barbosa e George Câmara. Para Lucena, anunciar a auditoria na Câmara, porém, não deveria assustar o líder Henrique Alves. "A única coisa estranha até agora foi Henrique entrar na campanha. Rogério Marinho entrar é um fato, porque eu ganhando farei auditoria rigorosa na gestão dele e do

sucessor, Dickson Nasser. Mas de Henrique eu não sabia que ele estava preocupado porque ele só entrou na disputa depois que eu disse que ia fazer uma auditoria", declarou. Ao falar sobre a união de 17 vereadores, Lucena disse que as bancadas de Micarla e Carlos Eduardo e Wilma e José Agripino estão se juntando contra a sua candidatura. "Mas não estou reclamando não. Também vou me juntar com outras pessoas. Vamos ficar 'junta e separa' até o dia. A decisão só se sabe no dia 2. Até lá é sobe e desce e vamos em frente".

Apesar do "Grupo dos 17", eleição na Câmara continua indefinida O "Grupo dos 17", formado para eleger o próximo presidente da Câmara Municipal de Natal, realizou uma reunião de emergência na noite desta terça-feira, para avaliar a decisão do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, que reintegrou liminarmente os vereadores Raniere Barbosa (PRB) e George Câmara (PC do B) à lista dos vereadores eleitos em 2012. Por se tratar de uma liminar, o Pleno do TRE irá julgar novamente o tema, desta feita, de forma definitiva, na sessão da próxima terça-feira. Caso reafirme esta posição, o presidente

da Câmara, Edivan Martins (PV) assim como o vereador eleito Claudio Porpino (PSB) - ficará fora do parlamento municipal, fazendo com que o "Grupo dos 17" perca sua principal liderança. Entre os integrantes deste grupo, cita-se o nome da vereadora Júlia Arruda (PSB) como provável candidata do grupo. Contudo, a entrada do prefeito eleito Paulinho Freire (PP) como candidato, poderá desestabilizar a equipe, já que, do "Grupo dos 17", fazem parte três correligionários de Paulinho - Chagas Catarino, Albert Dickson e Rafael Motta. "Caso Paulinho

seja candidato, óbvio que estes três vereadores votarão nele por conta da fidelidade partidária", analisa o vereador Maurício Gurgel (PHS). Nesta quarta-feira, o vereador eleito Luiz Almir (PV), um dos articuladores do "Grupo dos 17", afirmou em entrevista à Rádio Cidade (94 FM), que o grupo se reuniu emergencialmente na casa do vereador eleito Jacó Jácome (PMN), para avaliar o quadro com a possibilidade de exclusão judicial do vereador Edivan Martins do processo de escolha do próximo presidente da Câmara Municipal de Natal. Até

uma oração foi realizada, puxada pelo vereador reeleito Bispo Francisco de Assis (PSB), para a manutenção da unidade da equipe. Segundo Almir, ficou definido que o grupo aguardará o julgamento do mérito da reclamação movida por Raniere e George Câmara, na próxima terça, pela Justiça Eleitoral. "Se o TRE decidir que Edivan não será diplomado, o grupo continua tendo a maioria da Câmara, com 16 vereadores, o que dá para eleger o próximo presidente e a Mesa Diretora da Casa", afirmou Almir. Ainda segundo o vereador elei-

to pelo Partido Verde, nesta eventualidade, alguns nomes do gruo se destacam como prováveis candidatos, sendo o primeiro citado o da vereadora Júlia Arruda (PSB). Eleita parlamentar do ano pelos jornalistas que cobrem a Câmara Municipal e contando com a simpatia do prefeito eleito Carlos Eduardo Alves, Júlia emerge como alternativa do "Grupo dos 17". "Além disso, Júlia Arruda não tem contra ela nada que desabone a sua conduta moral e ética, o que também conta favoravelmente a sua postulação", diz um analista político. O problema, no entanto, é

a não estabilidade do grupo, que poderá ser rachado pela bancada do PP. O prefeito Paulinho Freire, por sua vez, afirma que não pretende ser candidato a presidente da Câmara. Segundo Paulinho, sua proposta é colocar o nome à disposição apenas para o segundo biênio (2015/2016). No primeiro momento, Paulinho teria acordado seu apoio e o do PP ao vereador Fernando Lucena (PT). Além de Lucena, a vereadora Amanda Gurgel (PSTU) também tem se colocado como candidata a presidente da Câmara.

res estão omissos e calados em relação a famigerada PEC 37,que quer amordaçar o MP. Fátima tem deixado bem claro que é totalmente contra esse absurdo. Aproveito para lhe parabenizar pela campanha que tem feito na sua coluna contra a PEC".

MORDAÇA III O Ministério Público é uma Instituição imprescindível à democracia. É responsável por investigações que permitiram evitar e diminuir a roubalheira com dinheiro público. É possível que eventualmente haja excessos, que devem ser combatidos, mas não se pode comprometer o trabalho de uma Instituição por causa de problemas pontuais.

considerou excesso do MPF. Na verdade, o STF já julgou casos semelhantes em que estabeleceu que o advogado não pode ser confundido com gestor. Grande vitória para Verlano Medeiros, que figura na lista votada pelos advogados, para uma vaga de desembargador do TJRN.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS FUTURO Lúcida a leitura do senador José Agripino a respeito da sucessão presidencial em 2014. O pai de Felipe admite que a oposição perde a eleição se não houver união com possíveis partidos que poderão deixar a base de Dilma. Realmente, com os quadros que dispõe, a oposição deve marchar para mais uma derrota. CURIOSIDADE Sherloquinho gostaria de saber a opinião do senador José Agripino a respeito do quadro em 2014, caso a governadora Rosalba Ciarlini, do DEM, continue no processo de Micarlização acentuado. O problema é que o marido de Dona

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

Anita só fala das coisas que considera confortáveis. VERGONHA Um Estado em que o Hospital Varela Santiago, que efetivamente salva inúmeras vidas de crianças, precisa mendigar migalhas para pagar a folha de pagamento de seus profissionais, não pode ser considerado sério. A classe política do RN deveria ter vergonha de conviver com situações como essas. VITÓRIA Literalmente apertadíssima a vitória do deputado Poti Jr. como novo conselheiro do TCE. 12 a 11 é um placar que também revela a força que obteve a candidatura do

novato Fábio Dantas. Houve uma abstenção, a do presidente Ricardo Motta, que votaria em Poti. Porém, se Motta votasse em Fábio, empataria a disputa e teria que desempatar com o voto de minerva. SUPLENTE Com a vitória de Poti, o suplente Kelps Lima, que ocupava a vaga de Nélter Queiroz, será efetivado deputado estadual. Nos bastidores, Kelps foi um dos grandes articuladores da candidatura de Poti. MORDAÇA A coluna recebeu e-mail da professora Tetê Bezerra: "Oi Túlio, nem todos os parlamenta-

MORDAÇA II Tetê, muito boa a posição da deputada Fátima Bezerra em relação a esse crime que os políticos querem cometer contra a sociedade e contra o Ministério Público. Seria oportuno que os demais deputados do RN fosse na mesma linha e votassem contra a PEC 37. Afinal, quem é contra o MP, ou é ladrão ou está pensando em ser.

LIVRE O juiz eleitoral Verlano Medeiros ficou livre da ação de improbidade movida pelo MPF, em que atuou como advogado da Prefeitura de Sítio Novo, emitindo parecer técnico. O desembargador Federal

ANIVERSÁRIO Hoje, 5 de dezembro, Elizabeth Lemos, minha mãe, completa 68 anos. Uma vida de dignidade, solidariedade e exemplo de mãe, avó, mulher, irmã, filha e amiga. Data também duplamente importante, pois faço 20 anos de casado com Andréa, mulher de minha vida.


Natal, 5 de dezembro de 2012

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Uma questão de gênese Há manobras para a mudança de rota no processo da troca de comando na Câmara dos Deputados. Estão distantes, contudo, do objetivo de derrubar a candidatura de Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN). Firmado em 2011, prevalece o acordo que levou Marco Maia (PT-RS) à presidência da Casa e, daqui a pouco menos de dois meses, deve sacramentar a eleição do potiguar. nnn Mais do que uma falha de coordenação, transformou-se em fiasco a tentativa de abrir dissidência no peemedebismo. Rose de Freitas, primeira mulher a ganhar posição de destaque na mesa diretora – a capixaba é vice-presidente –, trabalhou para criar o impasse. Conseguiu sensibilizar alguns dos vários parlamentares insatisfeitos com a consolidação do projeto de Henrique Eduardo. Buscou cobertura no Palácio do Planalto. A resposta foi negativa. nnn Júlio Delgado (PSB-MG) mantém o desafio de disputar o cargo em plenário. É incentivado por um grupo do petismo que tem à frente o paulista Arlindo Chinaglia, ex-presidente da Câmara que esperava voltar. Impossibilitado por falta de apoio, o líder do governo na Casa aliou-se a Delgado. Chinaglia contrariou a orientação de Dilma Rousseff. Apesar de ser questão restrita ao Legislativo, é difícil o sucesso de um pretendente conquistar o cargo, o segundo na linha sucessória da República, em discordância com o Executivo. nnn Delgado pode crescer, mas será surpresa, mesmo no colégio eleitoral de 513 votantes, parte considerável constituída de profissionais da mistificação.

Vaia e aplausos

Incompatibilidade com o discurso de improviso. São muitos os políticos brasileiros que não conseguem dizer o que de fato pretendem transmitir aos ouvintes. Dilma Rousseff faz parte dessa multidão que é má oradora. Ontem, foi vaiada ao usar expressão dissonante, ao referir-se a pessoas com deficiência. Denominou-as “portadoras de deficiência”. Recebeu aplausos depois de pedir desculpas pelo emprego equivocado das palavras. nnn A Presidente é fraca para falar em público, mesmo quando lê texto escrito por criativos e talentosos redatores.

Par na berlinda Governador do Distrito Federal bate recorde de rejeição. Tal qual a colega do Rio Grande do Norte, Rosalba Ciarlini (DEM), o petista Agnelo Queiroz (foto) é açoitado por índices negativos no julgamento popular. nnn Apesar de obras realizadas – sobretudo nas áreas de saúde, habitação e esporte –, ele é desaprovado por quase 70% das pessoas ouvidas pelo instituto O&P.

LEITURA DINÂMICA t

Geraldo Alckmin chama de precipitação da cúpula do PSDB o lançamento da candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República. A reação do governador de São Paulo é sintomática. Ele, derrotado em 2006 por Lula da Silva, acha-se em condições de confrontar o projeto de reeleição da senhora Rousseff. t Incentive seu filho a ler. Quem lê sabe mais. t Ano inesquecível para Patrícia Amorim é este prestes a dar passagem a 2013. A ex-campeã de natação levou duas bordoadas: não se reelegeu presidente do Flamengo e perdeu a campanha para renovar o mandato de vereadora carioca. t Enquanto a Operação Porto Seguro, segundo escândalo grande que envolve Lula da Silva, é noticiada no Brasil e no exterior, o ex-presidente cumpre agenda internacional. Volta dia 14. Até lá, passa por cinco países. Dois no Oriente: Emirados Árabes e Qatar; três na Europa: Ale-

manha, Espanha e França. t José Serra excursiona com os netos aos Estados Unidos. Parada obrigatória: Disney. Lá, sorridente, deu autógrafo a três gaúchas de Porto Alegre e duas paulistas de Campinas. t O carioca Eduardo Cunha assusta o Palácio do Planalto. Cresce como aspirante à liderança da bancada do PMDB na Câmara. Diferentemente de Henrique Eduardo Alves, a quem pretende suceder, contesta o tratamento do governo aos parlamentares peemedebistas. Promete, se ganhar, ir para o confronto, exagero à parte. t Incendiário é um adjetivo que qualifica na medida do preciso o início da sucessão do governador (reeleito) do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral, filho, do PMDB. O senador Lindbergh Farias (PT), com chance de ganhar, prepara-se para quebrar a aliança. t Para refletir: “A arte da palavra é a mais enganadora de todas” (Maurice Garçon, escritor francês).

Política

Quarta-feira

Justiça Federal exclui advogado de processo sobre improbidade DECISÃO É CONSIDERADA PELA OAB/RN UMA VITÓRIA PARA TODOS OS ADVOGADOS Um excesso de rigor do Ministério Público Federal. Foi assim que avaliou o desembargador federal Lázaro Guimarães, do Tribunal Regional Federal da 5ª Região, sobre a inclusão do advogado (e juiz eleitoral) Verlano Medeiros como denunciado em um processo de improbidade administrativa ocorrido na cidade de Sítio Novo, a 99 quilômetros de Natal. Segundo o desembargador, "ocorre que sua atuação (de Verlano Medeiros) restringiu-se, como assessor jurídico do município de Sítio Novo, a emitir pareceres de caráter estritamente técnico, cuja única irregularidade consistiria na ordem de juntada aos autos do procedimento administrativos. Revelase, no caso, o excessivo rigor no recebimento da inicial em relação ao recorrente. "A decisão foi uma vitória coletiva da classe dos advogados, especialmente aqueles que exercem a advocacia pública, pois estavam tolhidos no exercício profissional com medo de atuarem em processo de licitação", avaliou Kennedy Diógenes, membro da Comissão de Defesa das Prerrogativas da OAB/RN. A decisão do TRF5, por sinal, já era esperada, baseada em análises anteriores da Instituição. "O Supremo Tribunal Federal já deixou bem

Wellington Rocha

Verlano Medeiros apenas concedeu um parecer técnico e não poderia ser equiparado ao gestor municipal, na visão do TRF5 claro em diversos julgamentos que o advogado público não pode ser confundido com o gestor público. Ele (advogado) não gerencia, não guarda, não controla e não arrecada bens públicos", analisa Kennedy Diógenes. "E não foi só no âmbito do STF. No STJ (Superior Tribunal de Justiça), no TRF5, existem inúmeros precedentes neste sentido. Contu-

do, os juizes federais e o Ministério Público teimam em ir de encontro a essas decisões", avaliou Kennedy Diógenes. E não é só. Existe no Conselho Federal da OAB uma Súmula 05/2012, onde o advogado não pode ser responsabilizado civil ou criminal quando emite parecer em licitação, pois neste caso a manifestação é meramente opinativa. E no caso de

Verlano Medeiros, inclusive, a OAB/RN emitiu nota de desagravo por entender que a denúncia é uma "afronta ao exercício da advocacia". "Conhecemos o advogado Verlano Medeiros há muitos anos e sabemos da postura proba e íntegra dele no exercício da advocacia. São mais de 15 anos como advogado público", avaliou Kennedy Diógenes.

> PARLAMENTAR DO ANO E DA LEGISLATURA

Jornalistas elegem Julia Arruda e Edivan Martins destaques da CMN Depois que Walter Alves, do PMDB, foi eleito o parlamentar do ano pela Assembleia Legislativa, o Comitê de Imprensa da Câmara Municipal de Natal elegeu, nesta terça-feira, também a sua figura de destaque. O melhor, as suas figuras: o Parlamentar do Ano 2012 e o Parlamentar da Legislatura (20092012). Júlia Arruda, do PSB, e Edivan Martins, do PV, foram os vencedores, respectivamente. A eleição foi por meio do voto de 19 jornalistas que compareceram ao pleito - dos 33 credenciados. Apurados os votos, a presidente do Comitê, jornalista Flávia Urbano, foi ao Plenário, anunciar o resultado. Para Parlamentar do Ano 2012 foi escolhida a vereadora Júlia Arruda, com cinco votos. Também foram votados George Câmara (PCdoB) e Edivan Martins (PV), com quatro votos cada, Franklin Capistrano (PSB), com três, Enildo Alves (DEM), Fernando Lucena (PT) e Raniere Barbosa (PRB), cada um deles com um voto. O vereador Edivan Martins, com sete votos, ganhou para Par-

Wellington Rocha

Wellington Rocha

Júlia Arruda: eleita parlamentar do ano

Edivan: o parlamentar da Legislatura

lamentar da Legislatura. Também foram votados Júlia Arruda (PSB) e Ney Lopes Júnior, com quatro votos cada, George Câmara (PCdoB), três votos, e Raniere Barbosa (PRB), com um voto.

cobrem as atividades da CMN e foi considerada a vereadora mais atuante dos últimos doze meses. Primeira mulher a ser reeleita para o cargo de vereadora na história de Natal, Júlia atribui a conquista do título ao trabalho sério e transparente desenvolvido desde os seus primeiros dias de mandato. "Estou muito honrada e satisfeita pelo reconhecimento de meus esforços, e considero esse prêmio

JÚLIA ARRUDA Júlia Arruda já havia conquistado o título em 2009, seu primeiro ano de mandato, obteve a maioria dos votos dos jornalistas que

um estímulo a mais para seguir em frente no próximo mandato com o mesmo comprometimento com a população e com o cargo que ocupo nesta Casa", disse ela. A vereadora comentou ainda o caráter simbólico das ocasiões nas quais foi eleita parlamentar do ano pelos profissionais de imprensa que acompanham as atividades legislativas da CMN. "Ter o meu trabalho aprovado pelos jornalistas tanto no primeiro quanto no último ano do meu mandato significa que fui capaz de concluir um ciclo positivo e cumprir com habilidade a minha missão como representante do povo natalense, o que é muito gratificante". Enquanto Júlia Arruda está garantida para mais quatro anos, com a decisão liminar de terça-feira, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) decidiu tirar Edivan Martins da lista dos eleitos. Mesmo sendo o atual presidente da Câmara, ele só será confirmado no próximo mandato se o TRE cancelar os registros de Raniere Barbosa e George Câmara. O julgamento do mérito será na próxima terça-feira.

> CONVENÇÃO

MARCCO comemora Dia Internacional de Combate à Corrupção A Controladoria-Geral da União em parceria com o Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO/RN) vai realizar no próximo domingo um evento com programação alusiva ao Dia Internacional de Combate à Corrupção. O objetivo é transmitir à sociedade informações a respeito das instituições que compõem o Movimento, entre elas o Tribunal de Contas do Estado, apresentando suas atribuições e suas ações desenvolvidas sobre o tema. No Brasil, é a Controladoria-

Geral da União (CGU) que acompanha a implementação da Convenção e de outros compromissos internacionais assumidos pelo País, que tenham como objetivo a prevenção o combate à corrupção. O Dia Internacional Contra a Corrupção é um evento alusivo à assinatura da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, no dia 9 de dezembro de 2003, na cidade mexicana de Mérida. A Convenção é considerada o mais importante documento internacional juridicamente vinculan-

te. Ela prevê a cooperação para recuperar somas de dinheiro desviadas dos países, por meio de rastreamento, bloqueio e devolução de bens e, também, a criminalização do suborno e lavagem de dinheiro. De acordo com a Convenção, os governos são responsáveis por realizar ações eficientes contra a

corrupção, e cabe aos países signatários, implementar as normas da Convenção. A sociedade e o setor privado desempenham papel importante ao apoiar os governos na adoção dos preceitos estabelecidos pela Convenção e na exigência que a administração pública seja mais transparente e aberta a mecanismos de fiscalização e controle.


Política

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 5

“Governo está fraco e o que Rosalba fez com o Conselho Político foi vergonhoso” DEPUTADO

ESTADUAL

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

O deputado estadual Gustavo Fernandes, um dos representantes políticos do Alto Oeste potiguar na Assembleia Legislativa, voltou a criticar o governo do Estado e a sua política de articulação com a classe política. "O sentimento é de insatisfação. A palavra rompimento vai ser depois de uma reunião da cúpula", afirmou o deputado, em entrevista esta manhã ao Jornal de Hoje. Fernandes fez dele as palavras do presidente do PMDB no Rio Grande do Norte, Henrique Alves, que no sábado reclamou que estava rouco de tanto falar com o governo e não ser ouvido e classificou o Conselho Político como uma ideia desrespeitada pela governadora Rosalba Ciarlini (DEM). "O que a governadora fez com o Conselho Político foi vergonhoso", declarou o deputado Gustavo Fernandes. O Conselho Político foi uma iniciativa adotada no final de 2011 e implantada no começo de 2012 pela governadora Rosalba. A ideia era juntar num mesmo grupo as

GUSTAVO FERNANDES,

principais lideranças de apoio à administração estadual. Dois ex-governadores, o ministro da Previdência Garibaldi Filho (PMDB) e o presidente nacional do DEM, senador José Agripino (DEM), o presidente da Assembleia Legislativa, Ricardo Motta (PMN), os presidentes estaduais do PMDB, Henrique Alves, e do PR, João Maia, além do marido da governadora, ex-deputado Carlos Augusto Rosado, formariam o grupo, que teria o papel consultivo. O objetivo do Conselho Político era discutir soluções para os principais problemas do governo e evitar que encrencas em setores essenciais como saúde, educação e segurança se alastrassem e atingissem níveis que comprometessem a gestão. Entretanto, o grupo só se reuniu uma vez no começo de março e, no encontro, ficou definido apenas o apoio dos partidos liderados pelos integrantes do Conselho (DEM, PMDB, PR e PMN) à campanha de Claudia Regina em Mossoró. No sábado, Henrique disse que a ideia do Conselho era se reunir quinzenalmente para discutir avaliar erros, acertos, rumos e estraté-

DO

PMDB,

NÃO POUPA CRÍTICAS AO

GOVERNO ROSALBA CIARLINI Wellington Rocha

Gustavo Fernandes: “O sentimento do PMDB é de insatisfação. A palavra rompimento vai ser depois de uma reunião” gias da administração. Ele afirmou: "Nunca se reuniu, nunca sequer foi respeitada a ideia. Como se o Conselho Político pudesse ser alguns poucos que estão decidindo porque acham que é o melhor para o RN. Mas tem outros que pensam que o que está se fazendo não é o melhor para o RN", disse o parlamentar.

IMPRODUTIVA Para Gustavo Fernandes, a posição do PMDB em relação ao governo ainda é de cautela. Ele lembra que o ministro Garibaldi conversou com a governadora no final de semana e que pelo que soube o parlamentar a conversa não foi boa. "Soube que a conversa não foi muito

produtiva, conversaram, ele levou a insatisfação, a governadora disse que ia melhorar, mas não sei se considero muito produtiva a reunião". Na avaliação de Gustavo Fernandes, o governo precisa urgentemente apresentar ações concretas com respeito à administração. "Ela tem que ter ações, e as ações não

são cargos para o PMDB, são ações governamentais". O peemedebista acrescentou que a posição da legenda é de cautela. "Esperar alguma mudança no estilo de governar. Se essa mudança não se der, vamos nos reunir para tomar uma posição", declarou. Sobre as palavras do deputado Hermano Morais, que ontem disse que o silêncio do governo mostra a frieza da governadora em relação ao PMDB, Fernandes disse concordar inteiramente. "O governo está fraco, não conversa, não procura escutar ninguém. O governo é apático em relação à Assembleia Legislativa. Nunca foi à Casa, não marca reunião com os deputados, não escuta os parlamentares". Outras críticas do peemedebista relacionam-se ainda com a falta de autonomia das secretarias. "O descontentamento do PMDB é porque nós visitamos nossas bases e as bases reclamam e nós trazemos o clamor popular. A reclamação não é da pessoa física dos deputados, mas do povo, que reflete para a gente e nós somos os representantes de suas regiões que visitamos e trazem a insatisfações da população", completou.

> SUCESSÃO EM BRASÍLIA

Henrique recebe apoio do PSD na busca pela presidência da Câmara Arquivo

Agora é oficial. Henrique Eduardo Alves vai ter o apoio do PSD na disputa pela presidência da Câmara Federal. A confirmação foi feita nesta terça-feira, pelo presidente nacional da sigla, o prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab. E, com isso, o parlamentar, líder do PMDB na Câmara, se consolida como principal candidato a presidente na disputa que ocorre em fevereiro. Isso porque com o anúncio de Kassab, Henrique Alves ganha o apoio da bancada de 50 deputados do PSD, terceiro maior partido da Câmara. Para conseguir o apoio importante do partido, inclusive, o peemedebista teria oferecido uma posição de destaque na Mesa para ser ocupado por um pessedista, o cargo de 1º secretário, que exerce a função de "administrador" da Câmara Federal. Para ocupar essa cadeira, por sinal, o também deputado federal Fábio Faria, do PSD do RN, seria

o escolhido. Não é de hoje que Henrique Eduardo Alves trabalha para ser o presidente da Câmara Federal. Não é de hoje, também, que ele busca apoio dos partidos, tanto os aliados, quanto os que compõem a oposição ao Governo Federal. Afinal, o mesmo Henrique já disse sonhar em ser o candidato de consenso da Casa. Por isso, Henrique Alves evitou durante o ano, qualquer tipo de choque direto com o Governo Federal da presidente Dilma Rousseff. No início do ano, quando viu Elias Fernandes, seu indicado na presidência do Departamento de Obras Contra Seca (Dnocs) ser acusado de participação em irregularidades, Henrique assumiu até uma postura mais crítica com relação ao Governo, mas acabou voltando atrás e silenciando - ainda mais depois que a gestão federal permitiu que ele indicasse o substituto de Fernandes.

Na época, em entrevista aO Jornal de Hoje, Elias Fernandes afirmou que as denúncias eram consequência de interesses políticos de parlamentares que queriam diminuir o poder e a influência de Henrique na Câmara Federal, já em vistas a disputa pela presidência da Casa em 2013. Do outro lado, como forma de conseguir apoio de partidos que são fortes na Câmara, mas declaradamente opositores do Governo Federal, Henrique mantém o apoio a gestão estadual do DEM no Rio Grande do Norte. Único estado a ter uma governadora democrata (Rosalba Cialini), o partido presidido por José Agripino Maia continua tendo o apoio oficial do PMDB, mesmo com os peemedebistas declaradamente insatisfeitos com a falta de espaço e prestígio do partido na administração estadual. Além de PSD, PT e DEM, Hen-

rique Eduardo já tem o apoio também do PR, PC do B, PPS, PDT e PSDB. Seriam mais de 300 deputados (do total de 513 parlamentares) apoiando a candidatura do peemedebista. Também se anunciam como candidatos à presidência da Câmara a atual vice-presidente, deputada Rose de Freitas (PMDB-ES), e o deputado Júlio Delgado (PSB-MG). PRESIDÊNDIA A eleição para presidente da Câmara acontece no dia 1º de fevereiro. O voto, secreto, decide quem será o parlamentar com poder de definir a pauta de votações - qual projeto, por exemplo, pode ser votado ou não. Vale lembrar, também, que o presidente da Câmara é o 3º na hierarquia da República, ou seja, assume a presidência quando a presidente e o vice-presidente estão fora do país ou impedidos de exercer a função.

Deputado Henrique Alves tem conquistado apoios importantes entre partidos

> DIFICULDADES DA SECA

Felipe Maia pede que Dilma declare estado de emergência no Nordeste O Governo Federal deve decretar estado de emergência na região Nordeste devido à seca. A avaliação é do deputado federal Felipe Maia, do DEM, em pronunciamento na Câmara Federal nesta terça-feira. O parlamentar solicitou que a presidente da República, Dilma Rousseff, faça a declaração para a utilização da logística do Porto de Cabedelo (PB) no armazenamento e na distribuição de milho no estado. Em virtude da seca, considerada a maior dos últimos 30 anos, o rebanho de diversos estados da re-

gião está sendo dizimado e a distribuição de milho sanaria parte do problema. Entretanto, de acordo com o Ministério da Agricultura, toneladas de milho não chegam ao Nordeste por falta de local para a estocagem. "Estamos desperdiçando estrutura em um momento de necessidade, pois o Porto de Cabedelo tem capacidade para guardar ao menos 15 mil toneladas para suprimento da Paraíba e do Rio Grande do Norte", lembrou o parlamentar. Entretanto, para que a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) dispense licitação e contra-

te o sistema logístico dos portos é preciso que a Presidência da República decrete o estado de emergência do Nordeste. "Em nome dos moradores da Região peço que a presidente reconheça o estado de emergência para que a Conab adote as providências na distribuição do milho", disse. O deputado cobrou ainda a execução das medidas provisórias (MPs) editadas pelo governo federal este ano abrindo crédito extraordinário para amenizar os efeitos da estiagem no Nordeste e em parte do estado de Minas Gerais. Até agora

foram editadas cinco MPs destinando um total de R$ 3,5 bilhões para a região, mas somente 24,41% dos recursos foram pagos. "Não adianta o governo editar novas MPs se não paga as anteriores, se o dinheiro não chega na ponta, no agricultor, no pecuarista. Desde abril, quando foi editada a primeira medida provisória, a região aguarda sua execução para socorrer as vítimas da seca. Diante de uma situação de caos e desolação encontramos a omissão do governo federal em relação ao Nordeste brasileiro que exige providências",

disse Felipe Maia. MUDANÇA DE POSTURA A atitude desta semana do deputado federal Felipe Maia se contrapõe a uma postura assumida pelo próprio parlamentar em setembro deste ano, quando ele tentou obstruir a reunião da Comissão Mista de Orçamento e adiar a decisão de abertura de crédito extraordinário no valor de R$ 381,2 milhões para socorrer comunidades atingidas por desastres ou calamidades, principalmente no Nordeste. Felipe Maia justificou que a ten-

tativa de obstrução foi consequência do descumprimento, por parte do Governo, de acordo feito em julho, quando se comprometeu a liberar recursos para emendas parlamentares incluídas no Orçamento deste ano. Apesar da tentativa de Felipe Maia de trocar emendas por ajuda a atingidos pela seca, a Comissão conseguiu aprovar a Medida Provisória 572/12 e viabilizar o crédito, que havia sido aberto em favor do Ministério da Defesa, a fim de permitir a pronta atuação do Comando do Exército em atividades de apoio à população.

Heracles Dantas

Fábio Faria: “Ajuda não está chegando nem na velocidade, nem na quantidade necessária”

Faria: “A demora e a burocracia nas ações governamentais, tem agravado a situação”

A grave situação enfrentada pelos produtores rurais do semiárido nordestino foi tema de discurso do deputado federal Fábio Faria (PSD) nesta terça-feira na Câmara Federal, em Brasília. Ele revelou depoimentos de prefeitos do Rio Grande do Norte que reclamam falta de apoio do governo federal e do Estado. Essa é considerada a maior estiagem dos últimos 40 anos na região e atinge cerca de 10 milhões de pessoas. Segundo Fábio Faria, os prefeitos de várias cidades do RN já não sabem a quem recorrer. "A ajuda não está chegando nem na velocidade, nem na quantidade que seria necessária para o enfrentamento à situação de estiagem, e alguns muni-

cípios já estão entrando em colapso. Faltou preparo do governo para esse um momento como esse", completou. "A demora e a burocracia nas ações governamentais anunciadas para socorrer esses nordestinos que vivem no Semi-árido, e são os que mais sofrem os efeitos da seca, tem agravado a situação. É preciso agilidade. Os animais estão morrendo por falta de água, por falta de pasto. Os prejuízos são incalculáveis e, apesar dos vários programas e ações anunciados pelo governo federal e, no Rio Grande do Norte, pelo Governo do Estado, boa parte da ajuda não chegou às vítimas da seca", relata Fábio Faria, que cobra sensibilidade das autoridades públicas.

O principal problema apontado pelos produtores é a falta alimento para os animais, o que está causando a morte do rebanho. A criação de gado, ovinos e caprinos representa a renda de grande parte dos sertanejos, mas muitos estão abandonando animais, que morrem de fome à beira das estradas. No Rio Grande do Norte, a estimativa é que 65% do rebanho morra ou seja vendido antes da hora para abate. A burocracia não tem permitido que os financiamentos anunciados pelo governo federal cheguem ao produtor rural. Conforme a Federação dos Trabalhadores em Agricultura do RN, menos de 10% dos produtores do Estado tiveram acesso ao crédito emergencial oferecido

pelo governo federal devido à grande exigência para aprovação do cadastro. MANIFESTAÇÃO Os pronunciamentos dos deputados federais potiguares na Câmara Federal não foi por acaso. Na terça-feira, aproximadamente 400 manifestantes levaram mais de 100 carcaças de gado para o parlamento brasileiro para cobrar medidas do Palácio do Planalto no combate a seca. São pequenos agricultores do RN, Paraíba, Alagoas e Bahia que solicitaram, também, o perdão de dívidas contraídas com o Banco do Nordeste, o fim das execuções de suas terras e a liberação de novos empréstimos.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de dezembro de 2012

Quarta-feira

Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel volta a sofrer com superlotação de pacientes PARALISAÇÃO

DO

DEOCLÉCIO MARQUES

E PRÁTICA DA 'AMBULANCIOTERAPIA' LOTAM CORREDORES DA UNIDADE Fotos: Canindé Santos

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Cinco meses após a decretação do Estado de Calamidade Pública na Saúde Estadual e do Plano de Enfrentamento para os Serviços de Urgência e Emergência do Rio Grande do Norte, o caos voltou a se instalar no maior hospital de urgência e emergência do Estado, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Na manhã desta quarta-feira (5), 120 pacientes aguardavam por procedimento nos corredores do hospital, o Centro de Recuperação Operatório (CRO) estava lotado com dez pacientes entubados e dez pacientes no corredor, no Centro Cirúrgico dez pacientes estavam em macas também espalhadas pelos corredores, além de uma sala interditada com pacientes. Com a sobrecarga, o abastecimento está em torno de 37%. A diretora do Hospital Walfredo Gurgel, Fátima Pinheiro, disse que o retorno da superlotação dos corredores do hospital se deve não apenas a paralisação dos médicos da Cooperativa e dos anestesiologistas, mas também pela ambulancioterapia, prática comum realizada pelos municípios que diariamente "despejam" pacientes no Walfredo Gurgel. "Depois das eleições municipais, os prefeitos do interior abandonaram definitivamente a saúde dos municípios e encaminham os pacientes para cá. Mas o Walfredo Gurgel não é a solução para o caos da saúde. A rede tem que funcionar, pois é impossível a governadora ou o secretário de Saúde resolver o problema, se os prefeitos não fazem a sua parte. A situação tem o efeito dominó, ou a coisa anda, ou fica tudo em um gargalo e este gargalo sempre fica sendo o Walfredo Gurgel", desabafou a diretora. Em poucos minutos na frente

Hoje, 120 pacientes aguardavam nos corredores do HWG. A aposentada Maria das Dores, de Touros, está no local desde ontem e neta diz que aguarda diagnóstico do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel é possível verificar ambulâncias de diversos municípios do Estado desembarcando pacientes. Hoje pela manhã, ambulâncias dos municípios de Fernando Pedroza, Barcelona, Montanhas, Campo Redondo e Extremoz trouxeram pacientes para a unidade. Com a paralisação dos médicos da Cooperativa dos Médicos e a suspensão do atendimento ortopédico no Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, em Parnamirim, todo o atendimento ortopédico voltou a se concentrar exclusivamente no Walfredo Gurgel. Hoje, 44 pacientes aguardavam procedimento ortopédico em outras unidades, como o Memorial e o Médico Cirúrgico. A paralisação dos profissionais da Cooperativa também atinge o CRO do Walfredo Gurgel. "O médico opera e interna, mas caso haja

qualquer intercorrência, quem está dando esta assistência é o médico da UTI Geral", explicou. Além dos pacientes ortopédicos, 14 pacientes 'pé diabético' aguardavam a transferência para o Hospital Ruy Pereira dos Santos. Vinte e seis pacientes aguardavam uma vaga de UTI, pois precisam de ventilação mecânica. Mesmo com a abertura dos leitos de retaguarda clínica no Hospital da Polícia Militar e no Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), na manhã desta quarta-feira, havia 54 pacientes de clínica médica nos corredores. De acordo com Fátima Pinheiro, desde o dia 10 de novembro que estas unidades não recebem nenhum paciente do Walfredo Gurgel. "Os leitos da Polícia Militar e do Ruy Pereira conseguem dar resolutividade, mas no Huol não estão recebendo mais, pois eles querem que

o Governo disponibilize dois médicos em cada turno para atender os 30 pacientes, enquanto que no Walfredo um médico é responsável por atender cerca de 30 pacientes", explicou a diretora Fátima Pinheiro. Fátima Pinheiro disse que a situação que já está complicada tende a ficar pior nos próximos dias, quando será realizado o Carnatal. "Tememos que com o Carnatal, a situação que já é péssima possa piorar ainda mais, pois com a rede sem funcionar, todo o atendimento se concentrará no Walfredo Gurgel. Nos próximos dias, vai faltar corredor no Walfredo Gurgel para colocar os pacientes", afirmou. No entanto, a diretora Fátima Pinheiro ficou feliz com a indicação de Cipriano Maia para assumir a secretaria de Saúde de Natal, na próxima gestão. "É uma pessoa séria, compromissada e defensor do Sistema Único

de Saúde (SUS). Espero que ele possa nos ajudar a resolver esse problema, colocando a atenção básica em funcionamento", afirmou. Em relação ao que estava previsto no Plano de Enfrentamento para o Hospital Walfredo Gurgel, a diretora Fátima Pinheiro disse que a reforma do subsolo do Hospital foi iniciada no último dia 23 e a previsão é de que dentro de cinco meses ela seja concluída. Após essa fase, onde hoje é o repouso dos funcionários, que será transferido para o subsolo, dará espaço para novos leitos de enfermaria, que dará assistência aos pacientes, tirando-os dos corredores. Ainda está previsto a abertura de mais dez leitos de UTI. O estudante Rogério Alves, de 17 anos, do município de Jandaíra, sofreu um acidente de moto na última sexta-feira (30). Ele foi atendido no Hospital Regional de João

Câmara e imediatamente transferido para o Hospital Walfredo Gurgel. Desde então, Rogério está em uma maca no corredor do Walfredo a espera de uma cirurgia ortopédica, pois ele quebrou a perna. "É muito incômodo e constrangedor ficar no corredor. Passamos o dia com dores, somos medicados, mas é muito difícil ficarmos nessa situação. Todos os dias eu tenho a expectativa de fazer a cirurgia, mas só me mandam aguardar por uma vaga. Apesar de ser ruim estar aqui, ainda é melhor do que em nosso interior que não tem assistência à saúde", afirmou o estudante. A aposentada Maria das Dores Miguel, de 80 anos, sofreu um Acidente Vascular Cerebral (AVC) na tarde de ontem. Ela que mora na comunidade de Cajueiro, no município de Touros foi atendida no Hospital Regional de Touros e foi medicada apenas para a pressão alta. Depois de seis horas, ela foi transferida para o Hospital Walfredo Gurgel, onde, desde ontem, aguarda em uma maca no corredor pelo diagnóstico. Késia Matias, neta de dona Maria das Dores, está acompanhando a avó. "Apenas medicaram ela, mas não dizem o que ela tem. Hoje ela não reconhece ninguém e não está falando", disse a neta. Joredno Magno, de 30 anos, foi vítima de um acidente de moto na última quinta-feira (29), na avenida Itapetinga, na zona Norte de Natal. No atropelamento, Joredno rompeu os tendões da perna e perdeu a sustentação. Enquanto espera a transferência para realizar a cirurgia, Joredno disse que está satisfeito com o atendimento. "Agora o que me resta é ir para a fila da cirurgia ortopédica. Mas não posso reclamar. O atendimento é bom, temos comida, somos medicados. Não é a situação ideal estar no corredor, mas não é tão ruim assim", afirmou.

> FOLIA

Carnatal 2012: Tudo pronto para a grande festa Fotos: Herácles Dantas

O carnaval fora de época mais esperado do ano começa amanhã. Com toda a estrutura já montada, agora só falta chegar o momento de vestir o abadá e correr atrás do trio elétrico. Para quem gosta da festa, mas prefere um espaço menos movimentado, camarotes e arquibancadas estarão espalhados pelo percurso. Este ano, a 22a edição do evento será realizada com grandes novidades e segurança reforçada para os foliões. O espaço do Corredor da Folia, que foi extinto no último ano por mudanças estruturais no percurso, já está pronto para receber a emoção dos foliões, com espaço também para 80 camarotes. Os camarotes temáticos foram instalados ao longo do trajeto, que este ano se estende pelas avenidas Prudente de Morais, Lima e Silva, Romualdo Galvão e Amintas Barros. As arquibancadas, que também já estão montadas, comportarão cerca de 1,8 mil pessoas. A Destaque Promoções e o Governo do Estado certificaram que a segurança preventiva e ostensiva no evento será mais forte este ano. Um maior número de agentes da Polícia Militar, Polícia Civil, do Corpo de Bombeiros e do SAMU agirão nas ações de socorro, garantindo a manutenção da tranquilidade do público participante. Baseado em dados dos últimos anos do evento e confrontando com o número de vendas dos ingressos que dão acesso aos blocos, arquibancadas e camarotes, a Polícia Federal registrou uma estimativa de 200 mil pessoas por dia em torno do evento. "Isso inclui toda a estrutura do Carnatal com o público dos blocos, arquibancadas e camarotes, trabalhadores gerais, ambulantes e a grande pipoca", disse Marcel Macedo, representante da Destaque. Questões como a capacidade de usuários por cada camarote e arquibancada já foram analisadas e garantidas pela Fiscalização Preventiva Integrada (FPI). Além disso, foram também aprovados o projeto de montagem da estrutura metálica pelo Corpo de Bombeiros, os tipos de equipamentos que serão

ENDEREÇOS PARA A ENTREGA DE ABADÁS Local: Sede Social do América F.C. (Av. Rodrigues Alves, 950 - Tirol) Horário: 09h às 18h - Nana Banana (05 a 07/12) - Camarote Skol (05 a 07/12) - Swingaê (06 a 08/12) - Arquibancada (05 a 07/12) - Ingresso Rápido (05 a 08/12) - Cortesias (06 e 07/12) - Promocional (06/12) Local: Lógico Cursos Aliados (Rua Alberto Maranhão, 942 Tirol) Horário: 09h às 18h

Toda estrutura de camarotes, arquibancadas e corredor da folia já está montada. No local de entrega de abadás, a baiana Lú Costa inova com a customização ‘na hora’

- Pirraça (05 e 6/12)

utilizados nos espaços, as saídas de emergência, instalações elétricas, além da acessibilidade aos banheiros, altura das plataformas e rampas para portadores de necessidades especiais. Nesta quarta-feira, durante o primeiro dia de entrega dos kits abadá na sede social do América F. C., maior ponto procurado pelos cambistas, a movimentação estava tranquila. Júnior Ferreira de Lima, 46, aproveita o Carnatal há 10 anos para conseguir um lucro maior no final do ano. "Trabalho como motorista, mas sempre consigo licença para trabalhar como cambistas nesses dias de festa. Teve ano que já consegui R$ 3 mil só de lucro", afirmou. O cenário tomado pelos cambistas já é comum em Natal, assim como em qualquer outra cidade que realiza micaretas. Entretanto, esse ano uma mulher chamou atenção. A baiana Lú Costa, 50 anos, aproveitou o evento para divulgar seu serviço em Natal. "Sou costureira profissional e sempre trabalhei com a customização de abadás no Carnaval de Salvador. Mas como lá é muito dinâmico, não dá para trabalhar em casa. Então me adaptei para atender aos foliões no local das festas", disse. Quem for pegar seu abadá na

- Caju (06 e 7/12)

sede do América, poderá aproveitar a oportunidade para ajustar as medidas e decorar o seu abadá de forma prática e rápida. "Resolvi trazer para Natal o mesmo trabalho que eu faço em outras micaretas e já vi que esse trabalho não é comum aqui. As pessoas estão gostando de me ver aqui com todo o material necessário para customizar os abadás", disse. Segundo Lú, em 10 minutos o folião já sai com o abadá pronto para aproveitar a folia. PROGRAMAÇÃO Este ano o Carnatal acontece no período de 6 a 9 de dezembro. Nos quatro dias de folia, alguns dos maiores artistas da música baiana animarão o público, entre eles o Chiclete com Banana, Ivete Sangalo, Asa de Águia, Tomate, Netinho, Tuca Fernandes, Ricardo Chaves e Cláudia Leite, com destaque ao primeiro ano de participação da dupla Jorge e Mateus, que irão liderar o bloco Pirraça. A Destaque Promoções garantiu que o evento começará todos os dias pontualmente, já que há um acordo de horário firmado com o Ministério Público que deverá ser cumprido à risca. "As bandas e os diretores dos blocos estão cientes dos horários que temos a cumprir. Então, pedimos que os foliões che-

guem no horário marcado para a concentração dos blocos, pois os trios sairão pontualmente", garantiu Marcel. Amanhã, primeiro dia do evento, o primeiro bloco a sair será o Bikoka com o cantor Netinho, com horário previsto para 19h. Na sequência, desfilarão pelo percurso os blocos Nana Banana, às 19h30 com a banda Chiclete com Banana; depois o Pirraça, às 20h00, estreando no Carnatal com a dupla Jorge e Mateus; e fechando o dia, às 20h30, o bloco Burro Elétrico com Capilé. A sexta-feira de Carnatal, a partir das 19h, está destinada para os blocos Nana Banana, novamente com Chiclete; às 19h30 o Cerveja e Coco, com Asa de Águia; Bicho, comandado por Tomate às 20h00; Bloco Swingaê, que vem com o Parangolé a partir das 20h30 e finalizando o dia, o Bloco Caju, às 21h, sendo puxado pela cantora Cláudia Leite. No sábado (08) o evento começará mais cedo, às 18h, sendo iniciado com Chiclete com Banana, novamente puxando o bloco Nana Banana; Às 18h30 será a vez de Ivete Sangalo puxar o Cerveja e Coco; Bicho, com Ricardo Chaves, a partir das 19h; Bloco Balada com Tuca Fernandes às 20h30 e às 21h o bloco Swingaê com Pisirico. O domingo (09), último dia do

evento, contará apenas com três blocos. Às 18h sai o Cerveja e Coco novamente com Asa de Águia; às 18h30 o Swingaê com a Banda Grafith e às 19h o Bicho, que fechará o Carnatal com Ricardo Chaves. PARTICIPAÇÃO DE MENORES De acordo com a regulamentação do juiz da 1ª Vara da Infância e da Juventude de Natal, José Dantas, a criança só poderá participar do evento nos blocos infantis, se estiver, obrigatoriamente, acompanhada pelos pais, responsável ou parente. Já o adolescente com idade entre 12 e 16 anos incompletos poderá participar, desacompanhado, nos blocos de adultos, desde que autorizado, expressamente, pelos pais, responsável ou por qualquer um deles, devendo portar o documento de autorização durante todo o evento. A autorização de que trata a decisão do magistrado deve ser dada pelos próprios pais ou responsável, devendo constar, obrigatoriamente, o nome deles, o endereço e o telefone. O adolescente com idade a partir dos 16 anos poderá participar do evento, independentemente de estar acompanhado ou autorizado pelos pais ou responsável.

- Balada (07 e 8/12) Local: Hotel Pestana (Via Costeira) Horário: 09 às 18h - Turista (05 a 08/12) Local: Hotel Imirá (Via Costeira) Horário: 09h às 18h no dia 6 | 09h às 16h no dia 7 - Cerveja & Coco (06 e 07/12) Local: Faculdade Maurício de Nassau (Av. Roberto Freire) Horário: 09h às 18h - Bicho (06 a 08/12) Local: Loja Vivo (Midway Mall - 2º Piso) Horário: 10h às 22h - Bikoka (04 a 06) Local: Ed. Noilde Ramalho (Em frente ao colégio Atheneu) (Av. Campos Sales - Petrópolis) Horário: 13h às 19h - Burro Elétrico (04 a 06/12)


Economia

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 7

Divulgação

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Cipasa lançará dia 13 de seu primeiro condomínio fechado na grande Natal n A Cipasa Urbanismo, empresa paulista que atua há mais de 20 anos no mercado nacional de empreendimentos imobiliários de alto nível, lançará neste dia 13, na área metropolitana de Natal, o condomínio fechado "Vista Mar Pitangui-Jacumã", no litoral de Extremoz, com apenas 190 lotes residenciais e completa infraestrutura de lazer e segurança. n Projetado rigorosamente de acordo com as normas estabelecidas por um "Termo de Compromisso Ambiental" - que foi discutido exaustivamente e aprovado pelos órgãos ambientais e pelo Ministério Público Estadual - o condomínio já está com obras iniciadas e ocupará uma pequena parcela da área de mais de 2 mil hectares pertencente à incorporadora Spel (grupo Paulo de Paula, que também participa societariamente do empreendimento) nas cercanias da comunidade praieira de Pitangui. n Este será o primeiro lançamento da Cipasa no Rio Grande do Norte. E seus dirigentes já anunciam a intenção de ampliar seus negócios no Estado. n Com mais de 150 projetos imobiliários lançados ou em desenvolvimento em 17 Estados do país, a Cipasa Urbanismo caracteriza seus condomínios pela extrema preocupação em oferecer boa qualidade de vida aos moradores. Dia Internacional Contra a Corrupção será celebrado no Parque das Dunas n Criado por ocasião da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, ocorrida em 2003 na cidade mexicana de Mérida, o Dia Internacional Contra a Corrupção é comemorado dia 9 de dezembro no mundo inteiro. n Para que a data não passe em branco em Natal, a Controladoria Geral da União (CGU), em conjunto com instituições parceiras do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (Marcco) entre elas o Ministério Público Estadual e a OAB/RN (seção estadual da Ordem dos Advogados do Brasil - promoverão neste domingo, no Armazém Pará é distribuidor da Delta Faucet no Nordeste n Durante almoço que oferecerá neste dia 12 a um grupo de jornalistas natalenses, a direção do Armazém Pará - principal empresa do comércio de materiais de construção do Rio Grande do Norte - fará o anúncio de que passa a atuar como distribuidora para todo o Nordeste dos produtos da indústria norte-americana Delta Faucet, líder mundial em metais sanitários. n Durante o evento, diretores da Delta no Brasil falarão sobre a importância da marca no mercado internacional, sobre a chegada dos seus produtos no Brasil e sobre a parceria que está sendo celebrada com o Armazém Pará. n Com a economia do Nordeste atravessando uma boa fase, a Delta Faucet decidiu aproveitar

Parque das Dunas, uma manhã de manifestações a favor da decência no exercício de cargos e funções públicas. n Haverá uma "Caminhada Contra a Corrupção" no Bosque dos Namorados, durante a qual serão distribuídos panfletos condenando as práticas desonestas. Também serão exibidas peças teatrais sobre o tema, direcionadas para crianças. n Documento originário da Convenção realizada pela ONU em 2003 estabelece a necessidade da cooperação entre países para que sejam recuperadas somas de dinheiro desviadas, por meio de rastreamento, bloqueio e devolução de bens, assim como criminaliza atos como suborno e lavagem de dinheiro. n Pelo documento das Nações Unidas, cabe aos governos dos países signatários implementar medidas de impeçam ou dificultem a corrupção, cabendo à sociedade e ao setor privado o importante papel de fiscalizar e de cobrar aos governantes a absoluta transparência dos atos públicos. Iniciadas as obras do "For All Mall Shopping" na cidade de Parnamirm n A construtora JAM Empreendimentos, do empresário Jorian Alves de Morais (membro da Diretoria do Sindicato da Indústria da Construção Civil do Rio Grande do Norte), deu início esta semana às obras físicas do "For All Mall Shopping", o primeiro shopping center de expressão da cidade de Parnamirim. n Segundo informa o próprio Jorian, o empreendimento terá um mix de 70 lojas, praça de alimentação, amplo estacionamento rotativo e ainda oferecerá uma variada gama de serviços, devendo ser inaugurado no decorrer do segundo semestre de 2013. n O projeto arquitetônico do "For All Mall Shopping" seguirá a linha do conhecido e elogiado "Cidade Jardim", da cidade de São Paulo. n Os interessados na comercialização dos espaços a serem oferecidos pelo shopping parnamirinense já podem obter informações pelo telefone 84 32060345.

o momento para penetrar no mercado regional, o que está sendo feito com o apoio da empresa norte-rio-grandense, à qual passará a distribuir seus produtos nos Estados da Bahia, Sergipe, Alagoas, Pernambuco, Paraíba, Rio Grande do Norte e Ceará. n Algumas redes hoteleiras da região já estão fazendo o retrofit, que consiste em trocar os chuveiros e torneiras atuais (desgastados pelo uso intenso que gera grande consumo e desperdício de água), por itens novos fornecidos pela Delta. n O foco da atuação da equipe de vendas do Armazém Pará que trabalhará com os produtos da Delta estará voltado para o mercado corporativo, aí incluídas as construtoras, hospitais, arenas esportinas, aeroportos, shopping centers e obras que atraem grande fluxo de pessoas. Moura Dubeux chega ao 25º. empreendimento em Natal n A construtora e incorporadora Moura Dubeux Engenharia, sediada em Pernambuco mas com forte presença no mercado regional, acaba de lançar em Natal seu 25º. empreendimento imobiliário: o condomínio residencial "Abel Pereira", no bairro do Tirol (Avenida Rui Barbosa, de frente para o Parque das Dunas),

numa das áreas mais valorizadas da cidade. n Com apenas uma torre de 25 andares (48 apartamentos de 186 e 222 metros quadrados e uma cobertura de 280 metros), o condomínio será um dos mais luxuosos entre os 25 empreendimentos que a empresa já lançou no mercado potiguar. n Todos os apartamentos terão hall de serviço, hall social, 1 elevador de serviço, 2 elevadores sociais, central de gás e três ou quatro vagas de garagem. A estrutura de lazer do condomínio inclui deck molhado, piscina com deck, piscina infantil, playground, quadra poliesportiva, salão de jogos, fitness, salão de festas e terraço. n Para os interessados em conhecer o "Abel Pereira", a Moura Dubeux abriu um espaço exclusivo. Na estrutura voltada para o atendimento, que foi construída no local onde será erguido o residencial, também há uma exposição de maquetes de outros imóveis da construtora, como o "Firenze", "Mirante Lagoa Nova", "International Trade Center- ITC Natal" e "Porto Atlântico". O horário de atendimento é de segunda a sexta, entre as 8:00 e as 18:00 horas, e nos finais de semanas e feriados das 9:00 às 17:00 horas.

Produtor deverá pagar pelos serviços do Idiarn em 2013 AS

TAXAS NÃO SERÃO COBRADAS DURANTE EMERGÊNCIAS MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

O Instituto de Defesa e Inspeção Agropecuária do Rio Grande do Norte corre contra o tempo para ver aprovado até o final do ano na Assembléia Legislativa projeto de lei que institui a Taxa de Defesa e Inspeção Animal e Vegetal (TDIAV). Ela nada mais é do que a cobrança de dezenas de serviços até então fornecidos gratuitamente pelo instituto e que se tivessem sido transformados em receita durante todo o ano passado e no primeiro semestre de 2012 injetariam do caixa do Idiarn algo ao redor de R$ 430 mil para financiar os custos operacionais cobertos integralmente pelo Governo do Estado. Hoje, os custos da instituição, fundada com a missão exercer a defesa e inspeção agropecuária, giram entre R$ 800 mil a R$ 900 mil para a área vegetal e R$ 600 mil para a área animal. Criado por meio de lei complementar Nº 324, de 29 de março de 2006, como uma autarquia com personalidade jurídica de direito público interno, com autonomia administrativa e financeira e patrimônio próprio, o Idiarn só não tem autonomia administrativa. E essa condição preconizada em seu estatuto é que está justamente sendo cobrada pelo Ministério da Agricultura como condição para que o estado assuma o status de livre com vacinação da aftosa. Hoje, além do Rio Grande do Norte, só Piauí e Paraíba não co-

bram a taxa de seus produtores rurais, apesar dos custos gerados na manutenção da estrutura de escritórios, despesas de manutenção e diárias para os técnicos no dia-a-dia do trabalho de campo. Nesta quarta-feira, a diretorageral do Idiarn, Fabiana Lo Tierzo, explicou que as taxas só deverão ser cobradas assim que recomece o regime normal de chuvas e que foram projetadas para serem os menores cobrados por instituições do gênero do Idiarn no País. Ontem durante encontro com parlamentares, ela disse que ficou decidida a inclusão de uma cláusula no projeto de lei suspendendo a cobrança das taxas em períodos de emergência, como seca ou inundações, no qual os produtores sejam os maiores prejudicados. "Não queremos simplesmente impor mais um custo aos agricultores, mas para cumprir as exigências do Ministério da Agricultura precisamos caracterizar autonomia financeira a fim de carimbar nosso passaporte como livres com vacinação da aftosa", insistiu. Desde 2010 o governo estadual tenta introduzir a cobrança das taxas por dezenas de serviços prestados pelo Idiarn, sem sucesso. Desde março deste ano, o assunto vem sendo pavimentado juntos às entidades representativas do campo, como Anorc, Ancoc e Federação de Agricultura do estado. "Todos concordaram e se comprometeram a auxiliar na introdução da cobrança junto aos produto-

res", lembrou Fabiana Lo Tierzo. CUSTOS Só na área animal do Idiarn existem 48.450 nomes de criadores cadastrados e potenciais contribuintes das novas taxas. "Se a receita sobre os serviços oferecidos durante um ano e meio foi de R$ 430 mil e dividirmos esse valor pelo número de contribuintes em potencial, as quantias serão muito pequenas para cada um diante dos grandes benefícios que estão em jogo", declarou Lo Tierzo. Pelo decreto, os recursos provenientes da arrecadação da TDIAV serão creditados diretamente ao IDIARN a quem competirá gerir os recursos mediante abertura de conta específica. A aplicação dessa receita ficará subordinada à aprovação do titular da Secretaria da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE). Hoje, o presidente da Federação da Agricultura do RN, João Álvares Vieira, disse que embora a ocasião para instituir essa cobrança de taxas não seja das melhores por causa da estiagem que castiça o estado, a medida vem de encontra às exigências do Ministério da Agricultura e devem ser apoiadas. Nesse caso, lembrou Vieira, o pleito é que 20% da arrecadação beneficiem o Fundo de Defesa Agropecuária, criado para atender as emergências do setor como um todo. "Precisamos reforçar esse caixa do Fundo para atender qualquer urgência que necessitar de alguma espécie de financiamento imediato", explicou o presidente da Faern.

> MISTÉRIO

DRT interdita Porto de Areia Branca O presidente da Companhia Docas do Rio Grande do Norte, Pedro Terceiro, viajou ontem para Brasília, onde acompanha amanhã a divulgação do pacote dos portos anunciado esta semana pela presidente Dilma Roussef, carregando na bagagem uma preocupação extra. É que, pouco antes dele embarcar, fiscais da Delegacia do Ministério, por um motivo ainda não apurado, interditaram o porto de Areia Branca, administrado pela Codern, e por onde saem os carregamentos de sal. Contatado hoje pela manhã, o chefe do núcleo de saúde do trabalhador, Calixto Torres Neto, não desmentiu a notícia e pediu para

dar maiores informações sobre a interdição mais tarde. Diante da insistência da reportagem, ele disse que poderia oferecer os detalhes mais para perto da hora do almoço, mas não retornou a ligação. Quando a reportagem voltou a procurá-lo em seu telefone fixo, faltando 15 minutos para o meio dia, o servidor já havia saído. Sem retornos por parte da Codern e da Delegacia Regional do Trabalho, a versão fornecida por duas fontes ligadas à Companhia Docas revelaram apenas que a interdição estava relacionada a irregularidades em um equipamento do porto de Areia Branca. E que a presença de fiscais ali teriam interrompido um carregamento - in-

formação esta não confirmada. O Terminal Salineiro de Areia Branca, mais conhecido como Porto-Ilha de Areia Branca, está localizado a 26 km de Areia Branca, distante cerca de 14 km distante da costa. O porto nasceu da necessidade de suprir a demanda de sal marinho no mercado interno brasileiro. O terminal, cujas atividades passaram por uma queda com as enchentes de 2009n e 2010, que reduziram dramaticamente as exportações de sal do estado, é um projeto elaborado pela empresa norte-americana Soros Associates Consulting Engineers e foi inaugurado em três de fevereiro de 1970. Divulgação


8 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de dezembro de 2012

Cidade

Quarta-feira

Casa Durval Paiva realiza festa de Natal para centenas de crianças SUPERAÇÃO

E ALEGRIA MARCAM CONFRATERNIZAÇÃO

A Casa Durval Paiva realizou na manhã desta quarta-feira (5), na AABB, uma festa de superação e de muita alegria para centenas de crianças. A tradicional Festa de Natal das crianças e adolescentes que são atendidas pela Casa é realizada há 17 anos e foi marcada por exemplos de superação e pela alegria de viver dos pacientes e familiares. A festa contou com a participação de Papai Noel, que distribuiu presentes para a criançada, além de sorteio e apresentações culturais. Para abrilhantar ainda mais a festa, o Coral Bem Viver, formado por pacientes e mães da Casa também participaram do evento, além do Coral In Versão Vocal, do Grupo de Dança Companhia do Movimento e a apresentação de dança da Associação de Pais e Pessoas com Deficiência. Durante a festa, também houve relatos de superação de pacientes e pessoas que já passaram pela Casa Durval Paiva. "Essa é uma das maiores festas da Casa Durval Paiva, quando reunimos todos os pacientes e seus familiares, doadores, parceiros e toda a sociedade potiguar para juntos festejarmos por mais um ano de superações e conquista na luta contra o câncer infanto juvenil", lembra Rilder Campos, presidente da Instituição. Para a vice-presidente da Casa,

Daniella Paiva, o Natal da Casa Durval Paiva é um momento de alegria e satisfação. "Fazemos questão de realizar a festa todos os anos, pois a maioria são crianças carentes. E esse é um momento de celebração da vida e fazemos de tudo para que, apesar das dificuldades, as crianças possam se sentir crianças. Sempre temos uma grande expectativa, pois festas como esta trazem uma resposta positiva ao tratamento dos pacientes", afirmou, acrescentando que atualmente são 583 crianças sendo atendidas pela Casa Durval Paiva. Célia Costa Pinheiro é mãe da pequena Aline Barboza, de oito anos. Há seis anos, Aline é atendida pela Casa nas atividades da brinquedoteca, terapia ocupacional, fisioterapia, apoio pedagógico e dentista. "A casa é uma segunda mãe na vida de Aline. Desde que chegamos aqui tudo mudou e para melhor. Esperamos o ano inteiro para esta festa, onde nos reunimos em festa e encontramos os amigos. A festa de Natal para a gente chega mais cedo", afirmou. Mesmo com timidez, Aline já sabe o que pedir a Papai Noel. "Quero uma bicicleta de rodinha", disse. Raquel Paiva é um exemplo de superação que desafiou a Medicina. Ela nasceu com anemia falciforme e os médicos disseram que ela não conseguiria levar uma vida nor-

mal. Eles se enganaram. Hoje, Raquel tem 20 anos e trabalhava como voluntária na Casa, mas desde os quatro anos que era atendida pela Casa Durval Paiva. Como ela morava no município de Jardim de Angicos, quando tinha crise aguda era obrigada a vir para Natal e, como ela não conhecia ninguém na capital, a Casa foi fundamental na vida. "A casa me ajudou em tudo. Na minha vida, a Casa tem um valor imensurável. Mesmo depois de sair da Casa ela ainda me ajuda, pois está construindo a minha residência em Extremoz. Sou grata a Deus por ter colocado a Casa Durval Paiva na minha vida, para nos ajudar. Hoje somos uma família", afirmou. Há oito meses, a dona de casa Joana Darc da Silva leva o filho Luiz Fellipe, de 14 anos, para a Casa. "Assim que foi diagnosticado nos indicaram a Casa e fomos muito bem recebidos e acolhidos. E isso foi muito importante em um momento tão difícil das nossas vidas e as atividades desenvolvidas têm sido fundamentais", destacou a mãe. Luiz Fellipe freqüenta a Casa três vezes por semana e neste primeiro Natal na Casa já sabe o que pedir a Papai Noel. "Quero um microondas, pois minha mãe está precisando. Queria um carro, mas acho que Papai Noel não pode dar", disse. Canindé Santos

Pacientes, familiares e voluntários participaram da festa, que contou com sorteio e com apresentações culturais

> IGREJA CATÓLICA

Dom Jaime faz um balanço sobre primeiro ano à frente da Arquidiocese de Natal Hoje pela manhã, o Arcebispo está acontecendo para cumprir a Metropolitano de Natal, Dom missão de colaborar e apoiar iniciaJaime, recebeu a imprensa nata- tivas que melhorem a vida da colense para um café da manhã e uma munidade. Existem diversas áreas coletiva onde fez um balanço sobre que necessitam de uma maior atenseu primeiro ano à frente da Ar- ção como a saúde e a educação, quidiocese de Natal. Dom Jaime por exemplo. Vamos continuar reafoi nomeado Arcebispo de Natal, lizando atividades em parceria com em 21 de dezembro de 2011, pelo a sociedade e, se preciso, com os Papa Bento XVI. órgãos públicos para tornar esta ciDurante o evento, o Arcebispo dade melhor, exercitando o amor e fez uma retrospectiva sobre as prin- a fé em Deus", disse Dom Jaime. cipais atividades realiO Arcebispo tamzadas durante o ano de bém comentou as ex2012, destacando as pectativas para o ano Vamos continuar que tiveram maior re- realizando atividades de 2013 e apresentou percussão e resultados. em parceria com a os projetos futuros. Um destes eventos, o Eventos de cunho nasociedade e, se Bote Fé Natal, aconcional como o 'Mutirão preciso, com os teceu no mês de feveBrasileiro de reiro e trouxe para a órgãos públicos para Comunicação', agencapital potiguar os dado para o mês oututornar esta cidade símbolos da Jornada melhor, exercitando o bro do próximo ano, Mundial da Juventuque reunirá bispos de de (a cruz e a imagem amor e a fé em Deus todo o País também

de Nossa Senhora), os principais nomes da música católica para a gravação do DVD e dois CDs intitulados "Bote fé" durante festa que atraiu católicos de todo o País. Dom Jaime ressaltou que em sua gestão à frente da Arquidiciose, pretende manter atividades que reúnam a comunidade católica, com o propósito de levar o amor e a palavra de Deus. "A Arquidiocese precisa estar inserida na sociedade civil atentando a tudo o que

estão programados. Durante a coletiva, o Arcebispo agradeceu o apoio da imprensa local na divulgação dos eventos da Arquidiocese de Natal e falou da importância que essa parceria representa para a comunidade católica. "É muito importante a imprensa nos acompanhar em nossas atividades, pois assim podemos alcançar mais pessoas e realizar a nossa missão com maior efetividade e participação de todos", disse o Arcebispo Dom Jaime.

CMYK


Cidade

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 9 Wellington Rocha

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Para muitas pessoas, o problema da violência e da criminalidade no País pode ser resolvido, ou minimizado, a partir da redução da maioridade penal. A questão tem sido abordada constantemente nos últimos anos e sempre que acontece alguma situação de comoção local ou nacional, os defensores dessa corrente aproveitam o momento para responsabilizar os delinquentes juvenis pelo aumento da criminalidade. Exemplos desta criminologia são encontrados sem esforços no Brasil, a exemplo de dois casos emblemáticos que fomentaram e ainda fomentam a discussão sobre esse tema. O primeiro caso diz respeito à tragédia envolvendo os jovens Liana Friedenbach e Felipe Caffé, ocorrido em novembro de 2003, em Embu Guaçu/SP. Ele morto com um tiro na nuca. Ela estuprada e morta, com mais de dez facadas, tudo por uma quadrilha "comandada" por um garoto de 16 anos na época, denominado "Champinha". O outro acontecimento se deu em fevereiro de 2007, na cidade do Rio de Janeiro/RJ, que culminou com a morte do garoto João Hélio, com seis anos na época. Após um assalto, o garoto foi arrastado pelas ruas da referida cidade por um carro, preso pelo cinto de segurança, por cerca de sete quilômetros, havendo a participação de adultos e de um adolescente com 16 anos no trágico episódio. A maioridade penal brasileira, definida pelo artigo 228 da Constituição, é fixada em 18 anos. É a idade em que, diante da lei, um jovem passa a responder inteiramente por seus atos, como um cidadão adulto. Estando apto a responder na Justiça de acordo com o Código Penal. Um adolescente menor de 18 anos é julgado pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Pela legislação brasileira, um menor infrator não pode ficar mais de três anos internado em instituição de reeducação. Essa é uma das questões mais polêmicas a respeito da maioridade penal. Nesses casos, as penalidades previstas são

Redução da maioridade penal: Um tema ainda polêmico na realidade do Judiciário DIANTE DA SITUAÇÃO ATUAL DO SISTEMA PRISIONAL BRASILEIRO, JUIZ DIZ QUE TENTATIVA DE REDUZIR A MAIORIDADE PENAL PARA 16 ANOS SERIA FRUSTRADA chamadas de "medidas socioeducativas". Apenas crianças até 12 anos são inimputáveis, ou seja, não podem ser julgadas ou punidas pelo Estado. De 12 a 17 anos, o jovem infrator será levado a julgamento numa Vara da Infância e da Juventude e poderá receber punições como advertência, obrigação de reparar o dano, prestação de serviços à comunidade, liberdade assistida, inser-

ção em regime de semiliberdade ou internação em estabelecimento educacional. Entretanto, não poderá ser encaminhado ao sistema penitenciário. Os que defendem a redução da maioridade penal acreditam que os adolescentes infratores não recebem a punição devida. Para eles, o Estatuto da Criança e do Adolescente é muito tolerante com os infratores e não intimida os que preten-

dem transgredir a lei. Se a legislação eleitoral considera que jovem de 16 anos tem discernimento para votar, ele deve ter também tem idade suficiente para responder diante da Justiça por seus crimes. Mas para o Juiz da 1a Vara da Infância e da Juventude de Natal, José Dantas, por mais que as discussões sobre a maioridade penal estejam sempre acontecendo, não há como ser determinada uma redu-

ção da idade. "Todos estão esperando que essa redução aconteça, mas não vai sair porque tem que haver antes uma alteração da Constituição. Não adianta apenas uma lei ordinária do Código Penal", disse. Segundo Dantas, existem vários projetos tramitando no Congresso Nacional sobre o tema, sendo alguns requerendo a redução de 18 para 16 anos, além de alguns outros que pedem a redução para 14, 12

anos. Há ainda projetos que ampliam tempo de internação dos adolescentes (de 21 a 30 anos), além de vários outros projetos para alterar o estatuto e punir o adolescente. "Eu venho acompanhando todos esses projetos de perto, até porque sou o vice-presidente dos magistrados do Brasil nessa área. Periodicamente esses projetos são colocados em pauta. Nós sabemos que hoje em dia os adolescentes estão cometendo cada vez mais atos inflacionais graves. Mas o grande problema é o sistema de atenção e assistência do País, e não a lei. No momento, eu sou contra a redução da maioridade", afirmou o juiz.

José Dantas: "Se reduzirmos a maioridade penal, estaremos jogando o lixo por debaixo do tapete" As disposições constitucionais e o que diz a legislação brasileira sobre a maioridade penal foram abordadas com o Juiz José Dantas. Em entrevista a O Jornal de Hoje, José Dantas disse que combate as mudanças na legislação para reduzir a maioridade penal por acreditar que elas não trariam resultados na diminuição da violência e só acentuariam a exclusão de parte da população. Como alternativa, o juiz propõe melhorar o sistema socioeducativo do País e acrescenta: "Se reduzirmos a maioridade penal, estaremos jogando o lixo por debaixo do tapete. Eu digo isso com todas as letras, sem medo de errar. O problema não está na lei, mas no sistema que não funciona", disse. A Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac) que hoje é o órgão do governo responsável para receber adolescentes in-

fratores "é um exemplo de má gestão, desvio de função, falta de prioridade. Há uma negligencia total do governo nessa área", ponderou o juiz. Para José Dantas, só será possível ser a favor da maioridade no momento em que o Brasil começar a investir em políticas públicas voltadas para a educação. "Temos que mudar o sistema. O estado não funciona, o município não funciona. Quer caos maior do que o município hoje? Falta de investimento, prioridade. Aí vem alguém e muda a lei para atender um estado que é negligente. Assim estará privilegiando um estado que não funciona em detrimento de um adolescente que deve ter uma atenção diferençada", afirmou. Mesmo que houvesse a redução da maioridade penal, José Dantas diz que a tentativa seria frustrada, diante da situação atual do sistema

prisional. "O que sabemos é que as condições das prisões são precárias, onde a superlotação é um dos aspectos que têm como efeito a desumanização desses cidadãos, que saem do cárcere mais violentos e mais envolvidos com a criminalidade", afirmou. Com a redução da maioridade penal, o Juiz afirma que será retirada do Município a responsabilidade de atender aos jovens em meio aberto, através dos programas de Liberdade Assistida e Prestação de Serviço à Comunidade. "Isso para o município seria muito bom, mas para o adolescente não. Reafirmo que sou contra a redução da idade penal e defenderei isso. É muito mais barato criar uma escola e investir no ensino do que criar um Centro de Integração para Adolescentes Infratores, que iria custar cerca de R$ 5 mil por mês. Na escola ele custa R$ 1 mil", explicou.

José Aldenir

Segundo dados divulgados pela Vara da Infância e Juventude em Natal, no ano passado 225 adolescentes infratores faleceram, a maioria por questões de morte natural. Este ano, só no mês de setembro foram registrados 23 óbitos, enquanto que no mês de outubro foram 28 casos de morte. Desses, apenas três jovens cumpriram as medidas socioeducativas. APROVAÇÃO DA PEC Na próxima reunião da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado Federal, agendada para esta semana, o senador Ricardo Ferraço (PMDB-ES) vai apresentar um relatório favorável à redução da maioridade penal de 18 para 16 anos de idade. Caso seja aprovada, a PEC 33/2012 (Proposta de Emenda à Constituição) seguirá para a análise de outras comissões da Casa.

Para juiz, é necessário investir primeiro em políticas públicas para a educação De acordo com a PEC, de autoria do senador Aloysio Nunes (PSDB-SP), a redução da maioridade penal será apenas nos casos de crimes hediondos, tráfico de

drogas, tortura e terrorismo. Nos casos de reincidência na prática de lesão corporal grave e roubo qualificado, a proposta também prevê a redução.

> ESCOLA DE GUERRA

Seminário aborda política e estratégias de defesa nacional Arquivo

A compreensão dos problemas sociais brasileiros e o papel do cidadão no desenvolvimento do Brasil são questões a serem discutidas no I Seminário de Estudos de Política e Estratégia, promovido pela Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra no Rio Grande do Norte (Adesg/RN). Entre os dias 10 e 14 de dezembro, estarão em Natal personalidades renomadas da Escola Superior de Guerra (ESG), além de autoridades locais que discutirão a realidade do cenário nacional. O pensamento estratégico da Escola Superior, suas ações e divulgações serão apresentadas ao público presente, que terão a oportunidade de conferir palestras de grande importância para o desenvolvimento público e social do Brasil. O evento será realizado todos os dias a partir das 19h30, no auditório da Procuradoria Geral do Estado (PGE), que fica na avenida Afonso Pena,

1155 - Tirol. Para a delegada da Associação dos Diplomados da Escola Superior de Guerra no Estado, a procuradora de Justiça Zélia Madruga, o evento traz a oportunidade para as pessoas debaterem com autoridades sobre os problemas do País. "Vamos contar com a presença de conferencistas da ESG e conferencistas locais, que promoverão palestras de muito interesse", disse. Zélia destaca que as palestras mais esperadas durante o evento serão sobre a Amazônia Azul e sua Importância para o Saliente Nordestino, proferida pelo Comandante da Base Naval de Natal Flávio Macêdo Brasil, e a palestra sobre As Ameaças do Mundo Atual e Estratégia Nacional de Defesa, comandada pelo professor Gustavo Alberto Trompowsky Heck, da Escola Superior de Guerra. A programação também conta-

rá com a participação do prefeito eleito de Natal Carlos Eduardo Alves, que encerrará o evento falando sobre o Plano de Governo para o Município de Natal no Quadriênio 2013/2016. As inscrições estão sendo realizadas na sede da Adesg, localizada na rua Jundiaí, 414 - Largo Engenheiro Otávio Tavares - Tirol. O valor de inscrição é de R$ 200. ESCOLA SUPERIOR DE GUERRA A Escola Superior de Guerra é um Instituto de Altos Estudos de Política, Estratégia e Defesa, integrante da estrutura do Ministério da Defesa. Destina-se a desenvolver e consolidar os conhecimentos necessários ao exercício de funções de direção e assessoramento superior para o planejamento da Defesa Nacional, que inclui aspectos fundamentais da Segurança e do

Desenvolvimento. O instituto funciona como centro de estudos e pesquisas, competindo planejar, coordenar e desenvolver os cursos que forem instituídos pelo Ministro de Estado da Defesa. A Escola, subordinada ao Ministério, não desempenha função de formulação ou execução da política do País. Seus trabalhos são de natureza exclusivamente acadêmica, sendo um foro democrático e aberto ao livre debate. ASSOCIAÇÃO DOS DIPLOMADOS A Adesg tem o objetivo de preservar e projetar os valores morais e espirituais da nacionalidade, incentivar a solidariedade entre os seus membros, além de divulgar os ensinamentos sobre a doutrina e método do planejamento de ação política, preconizado pela Escola Superior de Guerra. A Associação tam-

Evento será realizado de 10 a 14 de dezembro, no auditório da PGE, no Tirol bém proporciona oportunidades para o intercâmbio de conhecimentos e prática de trabalhos em grupo, rea-

lização de estudos e pesquisas, tendo em vista a segurança e o desenvolvimento nacional.


10 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de dezembro de 2012

Cidade

Quarta-feira

Bandidos saem na bala com o BPChoque TODOS FORAM PRESOS, APÓS INTENSA TROCA DE TIROS. UMA CRIANÇA FOI ATINGIDA, MAS NÃO CORRE RISCO DE MORTE Fotos: Canindé Santos

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Cinco integrantes de uma quadrilha acusada de vários assaltos e furtos a residências e granjas na Região Metropolitana de Natal foram presos ontem, após intensa troca de tiros com policiais militares do Batalhão de Polícia de Choque (BP Choque), no bairro de Felipe Camarão, zona Oeste da Capital. Vários produtos roubados e um veículo com placa clonada foram apreendidos em um imóvel usado como esconderijo pelo grupo. Uma criança de sete anos foi baleada durante o tiroteio. Segundo o oficial de operações do BP Choque, tenente Ricardo Laranjeiras, na residência usada pela quadrilha, foram encontrados diversos eletrodomésticos e eletroeletrônicos, roupas e pertences pessoais das vítimas. Um automóvel Sandero branco com placas clonadas e uma motocicleta Traxx, além de quatro revólveres calibre 38, também foram apreendidos com os cinco acusados, que reagiram até o último instante para evitar a prisão. Ele disse que os militares do BP Choque conseguiram chegar até a quadrilha depois de terem recebido denúncias anônimas de que havia um veículo roubado circulando pelo bairro de Felipe Camarão, com três pessoas. Após diligências pela área, eles avistaram o Sandero e ao realizar a abordagem, os três ocupantes fugiram em alta velocidade, disparando contra os policiais. Outros dois acusados, que estavam na Traxx, também conseguiram fugir e se refugiaram na residência usada pela quadrilha, localizada na Rua da Fé. Durante a troca de tiros, Marcos Antônio Oliveira da

No imóvel usado pelo bando, a PM encontrou vários objetos furtados e tomados em assalto. Alguns integrantes tentaram fugir nesta Sandero (roubada em Nova Cidade), mas foram interceptados pelos policiais Silva, de 32 anos, saiu correndo do veículo e foi baleado nas pernas. Ele, junto com Ailton Tertuliano Medeiros de Oliveira e Amanda Milena da Silva, ambos de 18 anos e que também estavam no Sandero roubado, foram presos. Outros dois acusados que estavam na Traxx, identificados como Rafael Azevedo da Silva, de 22 e Artur Mateus da Costa Silva, 18, foram detidos quando entravam na residência do grupo. Marcos Antônio, que é conhecido pelos apelidos de "Marquinhos, o terror de Felipe Camarão", foi socorrido para o Hospital Walfredo Gurgel, onde está sob custódia policial, em estado regular. Já os outros quatro acusados foram levados para a Delegacia de Plantão da zona Sul, na Candelária, juntamente com todo o material roubado e apreendido pelos policiais militares do BP Choque. Eles foram autuados em flagrante por forma-

ção de quadrilha, porte ilegal de armas, assalto a mão armada e furto, mas, segundo o delegado Custódio Arrais, o caso será investigado pela Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Ele explicou que há suspeitas de que a quadrilha seja bem maior, com até 15 integrantes e que apenas um terço dos bandidos tenha sido preso ontem à noite. A Polícia Militar continua as diligências, em busca de identificar e localizar outros suspeitos de integrar o grupo, que vinha aterrorizando os moradores da Região Metropolitana de Natal com sucessivas invasões e arrombamentos a residências e granjas. "Muitas pessoas, vítimas das ações dos criminosos, já vieram até a delegacia e fizeram o reconhecimento dos acusados e até dos produtos que foram encontrados em poder dos integrantes da quadrilha.

A expectativa é que mais vítimas apareçam nos próximos dias, já que esse grupo vinha agindo já há bastante tempo na região", explicou o delegado. VEÍCULO FOI ROUBADO EM NOVA CIDADE O Sandero branco que foi apreendido pelos policiais militares do BP Choque com os acusados foi tomado durante um assalto na manhã da última sexta-feira, no bairro de Nova Cidade, em Natal. Os proprietários do automóvel compareceram à Delegacia de Plantão da zona Sul na manhã de hoje e reconheceu um dos acusados presos como o homem que a roubou. Segundo o casal, que não quis se identificar por temer represálias, um dos bandidos abordou a mulher na porta de casa, no início da manhã da sexta-feira, quando ela saia para o trabalho e roubou o veículo. Com

uma arma de fogo, ele exigiu que a vítima entregasse as chaves do Sandero e sumiu. "Ele chegou a pé e, ao se aproximar de mim, apontou a arma para a minha cabeça, exigindo as chaves. Depois, foi embora", afirmou a mulher. Hoje, o veículo estava parado em frente à delegacia, com diversas marcas de tiros. Ele, juntamente com o material encontrado no interior da residência de Felipe Camarão, foi encaminhado para a sede da Deicor, no bairro da Ribeira. CRIANÇA ATINGIDA DURANTE TIROTEIO Além do acusado Marcos Antônio, atingido nas pernas durante a troca de tiros com os policiais do BP Choque, uma criança de apenas sete anos de idade também foi baleada, durante a perseguição. Ela estava brincando em frente à sua residência, quando foi atingido por

um disparo de arma de fogo no abdome. Desesperados, os pais do menino o socorreram para o Walfredo Gurgel, onde ele está internado em estado regular. O pai da criança disse que, ao ouvir o barulho dos disparos, correu para a rua, para evitar que o filho fosse atingido, mas já chegou tarde. "Quando cheguei à rua, uma mulher disse que meu filho estava caído no chão, sangrando muito, como se estivesse morto. Peguei o corpo dele nos braços e pedi socorro para uma pessoa que passava no local, para que ele levasse meu filho para o hospital", revelou, sem se identificar. O menino foi socorrido para o Hospital Walfredo Gurgel, no Tirol, onde passou por procedimento cirúrgico para retirada do projétil e está internado no Centro de Recuperação de Operados (CRO). O estado de saúde dele é regular e ele não corre risco de morte.

> INSEGURANÇA

Turista holandesa é esfaqueada após assalto em PN Uma turista holandesa foi esfaqueada nos braços após reagir a um assalto, ocorrido no bairro de Ponta Negra, na zona Sul de Natal. O crime aconteceu ontem à noite, quando a mulher, que não teve a identidade revelada, caminhava por uma rua situada às margens da Avenida Roberto Freire e foi abordada por dois assaltantes, armados com uma faca peixeira. Segundo o oficial de operações do 5º Batalhão da Polícia Militar, tenente Aguiar Filho, a vítima foi atingida nos dois braços e foi socorrida para um hospital particular da Capital, onde passou por procedimento médico e ficou internada,

em estado regular, sem risco de morte. Os dois homens que a atacaram fugiram correndo, em direção ao bairro de Capim Macio, logo após o ataque. Testemunhas relataram aos policiais militares que a turista estava caminhando próximo a uma academia de ginástica, quando os acusados a abordaram com uma facapeixeira e exigiram que ela entregasse os seus pertences pessoais. "Surpresa com o ataque, ela se negou a entregar seus objetos e teria tentado fugir da dupla, que a feriu", disse o oficial. No momento do ataque, haviam muitas pessoas trafegando pelo

local, que ligaram para o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp), relatando o fato. Uma guarnição policial que estava realizando patrulhamento próximo ao ponto foi acionada e, após socorrerem a vítima, chamaram uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que a levaram para o hospital. Após coletar informações sobre os acusados com as testemunhas do crime, as equipes da Polícia Militar ainda realizaram diligências em toda a área, para identificar e prender a dupla. Dois suspeitos ainda foram detidos para averigua-

ções, mas não foram reconhecidos pela vítima e, por isso, foram liberados. As buscas pelos assaltantes continuam. O tenente Aguiar Filho alertou a população para que, em casos de assaltos, as pessoas não reajam à ação criminosa, para não serem feridas ou mortas pelos bandidos, que geralmente estão nervosos, o que pode provocar uma tragédia. HOMEM É MORTO E DOIS FERIDOS EM ATENTADO NA ZONA NORTE Policiais militares do 4º Batalhão encontraram um homem morto e dois feridos a tiros na comunida-

de da África, no bairro da Redinha, zona Norte de Natal. De acordo com informações policiais, as vítimas foram encontradas caídas na Rua São Luiz. Os dois baleados foram socorridos e estão internados em estado grave no Hospital Walfredo Gurgel. Lailson do Nascimento Silva, de 19 anos, foi executado com vários disparos de arma de fogo. Os outros dois homens, que não tinham documento de identificação, estavam inconscientes e foram socorridos por equipes do Samu. Testemunhas informaram que os três estavam conversando quando foram atacados por homens que aborda-

ram as vítimas se passando por policiais e efetuaram os disparos. Conforme relatos de familiares de Lailson, o rapaz havia chegado do trabalho e foi até a casa de um amigo para conversar sobre um emprego que havia conseguido para esta pessoa. No entanto, quando estava na frente da residência deste amigo e outro homem, os três foram atacados a tiros. Logo após os disparos, os homens fugiram em alta velocidade em uma motocicleta não identificada. A Polícia Militar continua as diligências em busca dos acusados, mas até a manhã de hoje, ninguém havia sido identificado ou preso. Canindé Santos

> ASSALTAVAM NA GRANDE NATAL

Quadrilha dos gêmeos está no xadrez A Polícia Civil conseguiu prender uma quadrilha acusada de praticar vários assaltos na Região Metropolitana de Natal, após semanas de investigações. Quatro homens e dois adolescentes foram detidos em flagrante, quando planejavam uma nova ação criminosa, que seria realizada ainda nesta semana. Com os acusados, foram encontrados três revólveres calibre 38 e dezenas de munições intactas. Segundo o delegado de Macaíba, Márcio Delgado, a quadrilha

era chefiada pelos adolescentes, de 17 anos, que são irmãos gêmeos e bastante conhecidos no município por diversos crimes. Os integrantes estavam em uma residência alugada na Rua 12 de outubro, no bairro Morada da Fé, quando foram surpreendidos pelas equipes policiais. A Polícia Civil conseguiu detêlos após ter recebido inúmeras denúncias anônimas de moradores de Macaíba, sobre a existência de um ponto de comercialização de drogas no imóvel onde os acusados

estavam escondidos. Eles também foram apontados como os autores de vários assaltos a pessoas e residências nas cidades vizinhas. Os policiais receberam informações, montaram campana e conseguiram flagrar os acusados entrando e saindo da casa citada. Ontem à noite, decidiram surpreendê-los quando os acusados estavam reunidos no imóvel, planejando mais uma nova ação criminosa na Região Metropolitana. Além das armas de fogo, foram encontrados ainda vários produtos suspeitos de

serem frutos dos roubos. Os acusados Ademar Lima dos Santos, João Maria da Silva, Alisson do Nascimento Rodrigues, Evanderson Silva Gomes, além dos adolescentes de 17 anos, foram detidos em flagrante e encaminhados para a Delegacia de Plantão da zona Sul, em Natal, onde foram autuados em flagrante por formação de quadrilha, porte ilegal de armas e assaltos a mão armada. Os adolescentes apreendidos, irmãos gêmeos, são tidos como bandidos muito perigosos na cida-

Armas utilizadas pelos assaltantes foram apreendidas pelos agentes da Polícia Civil de, acusados de dezenas de crimes e apontados pelas investigações como os líderes da quadrilha. A

Polícia investiga ainda a existência de outros integrantes do grupo, em outros bairros de Macaíba.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

O Pelé do Piauí Quando chegavam as férias escolares, nossas calçadas eram invadidas pelos maiores craques do Brasil e do mundo. Na encruzilhada da Rua Mário Lira e Travessa Mário Lira, no bairro das Quintas, um desfile de gênios do futebol com suas grandes jogadas. Os times de caixas de fósforos se multiplicavam a cada ano nos campeonatos dos meninos, as fotos arrancadas das revistas Do Esporte e Placar e afixadas nas caixinhas. Nossos dedos hábeis no toque da bola de cortiça em direção às traves de taliscas. Cada garoto tinha seus artilheiros, zagueiros e goleiros preferidos; eu caprichava o dedo nos chutes de Leivinha, de Samarone, de Fischer, de Hélcio Jacaré e de Alberí. Um dia chegou o colega Cabralzinho e tirou do saco de pão as onze caixas do time do Fortaleza. Além de ser um craque nas nossas peladas de rua, o garoto sabia empurrar a rolha em formato esférico nos pequenos flancos das balizas, estufando o pano de morim que eu improvisava como rede. Em todos os gols, ele tinha perto a caixa do craque Marciano. O artilheiro do Tricolor do Pici era um sucesso naqueles anos, seria até contratado pelo Flamengo. Para contrapor o ídolo cearense, um dia apareceu um moleque, oriundo das imediações do Bairro Nordeste, carregando o time do Tiradentes, de Teresina. Precursor da onda do skate na região entre o Armazém Cacique e o Grupo Escolar Felizardo Moura, o novato arrasava no futebol de caixinhas com seu craque predileto, o matador Sima, que logo se tornaria uma lenda esportiva na história do Piauí e Nordeste. Na habilidade "dedógrafa" do cara do patinete estranho, Sima repetia pelas calçadas o que fazia aos borbotões nos campos do Brasil desde 1966 quando estreou pelo time do Piauí e o levou ao tetra campeonato histórico. Fez gols por dez times nordestinos. No bate-boca natural de pequenos fanáticos, as maravilhas de Sima superavam nossos testemunhos sobre Alberí, Marciano e Hélcio, já que o seu advogado de calçada exibia para nós as páginas da revista Placar narrando a folha corrida dos muitos gols do craque. Nas estatísticas dos pesquisadores e jornalistas piauienses, estão computados hoje em dia a incrível marca de 980 gols marcados por Sima (com o perdão do trocadilho involuntário), 529 deles em jogos ofi-

ciais dos campeonatos estaduais e do Brasileirão. Durante 20 anos (1966/86) sua sombra de intrépido goleador pairou altaneira, como as florestas de cocais que abundam no Piauí, distribuindo gols entre o Maranhão e a Bahia. O nome de batismo é Simão Teles Bacelar, nascido no povoado Matões, em 1948. Nenhum boleiro nascido no Norte e Nordeste fez tantos gols quanto Sima, que até hoje abdica do orgulho pela humildade de um preciosismo: nas entrevistas, gosta de lembrar que jamais fez um gol de bicicleta. Mas, fez, sim, lá nas calçadas da minha infância. O menino do skate (que seria morto pela Polícia antes de completar 21 anos) foi quem inventou o gol de bicicleta no futebol de caixas de fósforos. Se havia uma falta, colocava Sima inclinado em Assis Paraíba, onde a cortiça subia para pingar no gol. Nas edições de Placar nós víamos a grandeza nordestina do craque, galanteado no noticiário e em comparações com grandes nomes nacionais, como na página com a manchete "O Pelé do Nordeste". Seus gols se reproduziam nas nossas lúdicas disputas. Em meados dos anos 70, o fã de Sima se deu ao luxo de exibir três times com o artilheiro, que passara breve temporada no Moto Clube e no Bahia. E adotou uma picardia: a cada gol da lenda, cantarolava "Take me Back to Piauí", de Juca Chaves. O sucesso de 1970 do compositor humorista, evidentemente, fluía num inglês do tipo "embromation", mas o suficiente para enervar os tietes de Alberí, de Marciano e até dos pernambucanos Ramón e Luciano, as estrelas do timaço que era então o Santa Cruz. Na longeva carreira que se estendeu por vários estados, do Amazonas a Sergipe, Sima jamais tomou um cartão vermelho, poucas vezes recebeu o amarelo, sendo até hoje uma referência nacional da disciplina. Um ídolo de todas as torcidas do seu estado. As marcas que deixou para a história são dignas dos goleadores fenômenos; teve médias anuais além dos 30 gols, coisa difícil nos tempos atuais com os artilheiros do Brasileirão chegando no máximo à casa dos 20. Em 1977, foi o maior do Brasil, com 33 gols. Num país caracterizado pelas rivalidades futebolísticas, Sima guarda ainda um outro feito inimaginável, além de herói de todo um povo: ele é o maior artilheiro da história de três rivais, River (185 gols), Piauí (156) e Tiradentes (93). Bola com ele era caixa. (AM)

PENDENGA

Ainda não acabou a novela das duas vagas na Câmara Municipal de Natal, que ontem teve um capítulo favorável aos vereadores Raniere Barbosa (PRB) e George Câmara (PCdoB). Na próxima semana a luta continua no TRE e também na esfera do TSE.

MOVIMENTO

A decisão de ontem no TRE abortou o lançamento de um documento assinado por 17 vereadores, além de mais 2 por entrar, em favor da recondução de Edivan Martins (PV) à presidência da CMN. Até à diplomação, muita água vai rolar no Frei Miguelinho.

CONSELHEIROS

É vergonhoso para o RN a ausência de um grande nome para compor o Tribunal de Contas, na vaga destinada à Assembleia Legislativa. A manchete do Novo Jornal, com Poti Junior, deixa bem clara a ausência de espírito republicano na escolha.

PRESIDÊNCIA TCE

Foi ontem, de manhã, a eleição do conselheiro Paulo Roberto Alves como novo presidente do Tribunal de Contas, substituindo Valério Mesquita, que se aposentou. O vice é o promotor Carlos Thompson. A posse de ambos será em 28 de dezembro.

PRESIDÊNCIA DO SENADO

Não fosse a iminente eleição de Henrique Alves na presidência da Câmara Federal, estaria aberto o caminho para Garibaldi Filho virar quase um consenso entre a grande parte dos senadores que não aceitam a candidatura do alagoano Renan Calheiros.

Cedida

Roberta e Tatiana apresentaram maquetes de células, que podem ser estudadas através do toque e descrições em braile tado para portadores de deficiência. "Esse trabalho pra mim muito gratificante. Poder criar um projeto para os portadores de deficiência visual, e ver o quanto eles se sentiram especiais e felizes com essa novidade, pra mim foi muito importante e produtivo, pois os ajudamos a se sentirem mais integralizados e socializados", disse a estudante. As alunos apresentaram o projeto intitulado "Metodologias ativas em sala de aula que auxiliam no ensino de citologia em alunos com necessidades visuais" para os demais alunos do curso e também uma banca de professores e orientadores. O avaliador do trabalho foi o pedagogo e coordenador na rede pública de ensino, Lenilson Gomes, portador de deficiência visual e que participou do laboratório realizado

SÓ EM NATAL

Na cidade onde o McDonalds e a TV Globo já faliram uma vez, onde a média de 6 mil torcedores é tratada como fenômeno de massa, em que colunistas e blogueiros têm mais leitores que Noblat e Josias juntos, inventaram agora a figura do delator premiado.

TELEVISÃO

Uma fonte da Cabo Telecom informa que o grupo que está comprando a empresa é norte-americano, com operações na Venezuela, e não mexicano, como eu disse aqui. As negociações estão em andamento e deverão ser concluídas em meados de março.

PORTAL NO AR

Aluisio Lacerda, François Silvestre, Juliska Azevedo, Gladis Vivane, Rubens Lemos, Ricardo Rosado, Sergio Vilar, Zé Dias, Moisés de Lima, Djacir Dantas, Gustavo Negreiro, Alex de Souza, Marana Torrezani; todos blogueiros do novo portal do RN.

RECORDE HISTÓRICO

No final da tarde de hoje (hora de Natal) Lionel Messi poderá atingir ou superar o recorde mundial de artilheiro em apenas um ano. Com 84 gols, falta um para empatar com Gerd Müller. Com o Barcelona desfalcado, o craque encara o Benfica de Lisboa.

A agência central de notícias da Coréia do Norte publicou reportagem sobre a suposta descoberta da caverna do unicórnio do Rei Tongmyong, fundador do antigo reino coreano. O achado teria sido de arqueólogos do Instituto de História do país e da Academia de Ciências Sociais. Há dois anos, pesquisadores do Centro de Ciência de Ontário, no Canadá, analisaram um vídeo amador com a imagem de um unicórnio, o mítico cavalo com um chifre na testa. Na Coréia, os animais estão nos livros didáticos.

INICIATIVA PIONEIRA NO RN BUSCA MAIS AVANÇOS NA EDUCAÇÃO INCLUSIVA

uma célula" disse Roberta Kaliane. As alunas criaram duas maquetes de dois tipos diferentes de células diferentes, e durante o laboratório e pesquisa para criação do TCC, levaram estruturas para um grupo de estudantes portadores de deficiência visual, e todos eles conseguiram identificar e descrever a estrutura celular com base no toque e nas descrições em braile, contidas nas peças. O resultado deixou as estudantes ainda mais empolgadas e com a certeza de que a implantação de projetos como esse nas universidades poderão trazer maior qualidade no ensino desses alunos, e até mesmo dos que podem visualizá-las. A estudante Tatiana Andréia, outra responsável pelo projeto, é portadora de dislexia e para ela, foi importante realizar um trabalho vol-

Moradores de um flat em Petrópolis estão em polvorosa com um morador que tem distribuído ameaças se dizendo protegido do PMDB. O dito cujo, dizem, é procurado pela Justiça e pelo Ministério Público para responder por alguns golpes aplicados.

UNICÓRNIOS

Alunas criam projeto para o ensino da Biologia a deficientes visuais Estudantes do Curso de Ciências Biológicas da Universidade Potiguar (UnP) apresentaram na última terça-feira (4) um projeto pioneiro em seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC), com o tema intitulado "Metodologias ativas em sala de aula que auxiliam no ensino de citologia em alunos com necessidades visuais". As alunas Roberta Kaliane e Tatiana Andréia abordaram um tema que é comumente discutido - que são os recursos utilizados na inclusão de portadores de deficiência nas universidades - mas o fizeram com um grande diferencial e sobre uma outra perspectiva que foi a criação de uma metodologia prática de ensino para que alunos de cursos da área biomédica possam aprender com maior precisão a respeito da Citologia, por meio de uma maquete de uma célula, em grande proporção para que os alunos pudessem tocá-las para definir a estrutura celular, para facilitar a compreensão e o aprendizado. “Nossa intenção inicial era criar um projeto sobre educação inclusiva, mas não sabíamos bem em qual aspecto. Nosso co-orientador, professor Carlos Moura, nos deu a ideia de abordar essa inclusão dentro do estudo da citologia, que é uma matéria bastante complexa e envolvida em quase todas as matérias de saúde. Conforme fomos pesquisando, nos apaixonamos pelo tema e pelas diversas possibilidades que tínhamos. Procuramos abordar então, metodologias ativas para facilitar o processo de aprendizado dos alunos portadores de deficiências visuais, para que eles não estejam presos apenas ao que é descrito em sala de aula, ou pelo que eles lêem braile, mas também a partir do toque, por meio do qual eles terão uma certeza mais concreta sobre o que é

CONFUSÕES

pelas estudantes, e conheceu as maquetes. Segundo ele o projeto representa um grande avanço na educação inclusiva e deve ser devidamente aplicado. "No contexto de educação inclusiva pelo qual estamos passando, essas estudantes estão contribuindo significativamente para que os processos de aprendizagem dos alunos 'especiais' possam ser diversificados, e além disso o projeto contribui para que tanto os alunos com deficiência visual, quanto os que enxergam, possam tirar proveito disso, partindo da teoria para a prática, construindo eles mesmos as maquetes. É um projeto muito importante para efetivar a inclusão, na prática, e com certeza deve servir de exemplo e ser aplicado no contexto geral de ensino", afirmou Lenilson Gomes.

> ENERGIA

Conta de luz para as residências pode cair só 10% e não 16,2% A queda no preço da luz das residências deve ficar bem abaixo dos 16,2% previstos pela presidente Dilma em setembro, quando anunciou os planos para baixar tarifas. Parte dessa redução foi limitada, ontem, pela recusa da Cemig de renovar as concessões de suas geradoras, em troca do que teria que baixar o preço da energia. A Cesp também havia deixado três usinas de fora. Juntas, elas representam mais de um quarto da energia que poderia ser barateada, o que torna impossível ao governo chegar aos 20,2% de redução na média previstos, a não ser com novas medidas. Pelos cálculos do próprio governo, a queda agora será de 16,7%. No caso das residências, porém, o alívio será ainda menor, por causa da necessidade de ligar usinas térmicas, cujo custo é até cinco vezes maior que o das hidrelétricas. Inicialmente previsto em 16%, o corte na conta de eletricidade para residências pode cair para perto de 10%. Além disso, a redução na cobrança deve ser sentida apenas a partir de março, segundo a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Além de Cesp e Cemig, outras duas empresas optaram por não prorrogar os contratos de suas hidrelétricas nos moldes propostos pela União – com redução em torno de 70% da tarifa: a Copel, do Paraná, e a catarinense Celesc. Do total de geradoras, 60% aderiram ao plano de Dilma. Todas as nove empresas de transmissão aceitaram renovar agora as concessões que venceriam entre 2015 e 2017. O secretário-executivo do Ministério de Minas e Energia, Már-

Divulgação

Secretário-executivo Márcio Zimmermann cio Zimmermann, disse que a opção de Cesp, Cemig e Copel – estatais de São Paulo, Minas Gerais e Paraná, Estados administrados pelo PSDB, principal partido de oposição ao governo federal – pune também a população desses Estados e que as companhias olharam apenas para o curto prazo. "Elas estão causando diretamente o impacto de não atingir os 20,2%. Estão sendo penalizadas as populações de São Paulo, Minas Gerais e Paraná pela decisão que essas empresas tomaram de não aceitar essas regras", afirmou Zimmermann. Cesp e Cemig, no entanto, argumentam que as condições oferecidas pelo governo federal tornam as empresas inviáveis do ponto de vista econômico. A Cemig também afirma que, no caso de três usinas da empresa – São Simão, Jaguara e Miranda, que têm uma participação mais significativa no parque gerador nacional-, as concessões podem ser renovadas por mais 20 anos por contrato, o que o governo não aceita.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de dezembro de 2012

Cidade

Daniela Freire

I

Quarta-feira

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - danifreire.costa@yahoo.com.br

w EM DIA DE ELEIÇÃO...

Mulheresnofds

Cedida

O clima foi dos mais tensos, hoje pela manhã, na eleição para conselheiro do Tribunal de Contas do Estado na Assembleia Legislativa. >>> Além do resultado apertadíssimo 12 a 11 para o deputado Poti Júnior, que concorreu com o colega Fábio Dantas; e uma abstenção, do presidente da Casa Ricardo Motta -, conforme havia antecipado esta colunista, o esvaziamento total da sessão, que foi secreta, chamou a atenção. >>> Já que a Presidência retirou absolutamente todos, até mesmo os auxiliares do plenário.

w NÃO METEU A COLHER...

Assim que abriu a sessão, após a votação, Ricardo Motta fez questão de ressaltar como havia votado e explicou o motivo: "Por se tratar de dois amigos, dois companheiros". >>> Depois, fez elogios a dupla concorrente: "Qualquer um deles poderia representar o TCE". >>> Porém, houve um afago a mais, digamos assim, do presidente para um dos candidatos. "Quero parabenizar Poti Jr e dizer ao deputado Fábio Dantas que a sua capacidade em articulação, em diálogo, foi o que ganhou".

w RESSENTIMENTO

AGORA PÚBLICO E o que houve com o deputado Fábio Dantas logo que a sessão plenária começou? >>> Visivelmente chateado, ele subiu à Tribuna para dizer que a eleição para o TCE havia deixado "marcas". >>> Tirando da 'reta' o presidente da Casa, Ricardo Motta, a quem Fábio elogiou a postura durante a disputa - "ele não se meteu na eleição com intenção de prejudicar A ou B -, o parlamentar do PHS avisou a todos, em tom de vingança: "Vou fazer uma oposição que a partir de agora vai ficar muito mais forte!". >>> Apontando um ressentimento com o Governo Rosado.

w RUSGA DE QUÊ?

E começou imediatamente a tecer críticas fortes contra colegas aliados à gestão democrata - "Essa Casa silenciou nos últimos meses. Vou fazer desta Casa, a partir de hoje, um instrumento atuante" - e pessoalmente contra a governadora Rosalba e ao marido dela, o atual chefe da Casa Civil, Carlos Augusto Rosado. >>> "Não há governadora no RN e sim governador!" >>> O que terá feito o Governo Rosado para Fábio?...

Jornalistas Túlio Lemos e Andréa Lemos, completando hoje 20 anos de casados. Da união dos dois, essas figurinhas lindas e maravilhosas: Samuel Afonso, com 16 anos e Vittória Cristiane, com 11. A mãe de Túlio, Elizabeth Lemos, também faz aniversário hoje. Parabéns!

Bia Santa Rosa toda bela no niver do Blog Nathi & Ju

DeSaboya.com

Goreth Nunes e Jandyra Escóssia na inauguração da DNA Center Lagoa Nova

DeSaboya.com

Ladia Fernandes, Maurício Nobre, Luciana Liberato e Virgínia Cabral na inauguração da nova Formule João Neto Mulheresnofds

GIRO PELO TWITTER ...do deputado estadual Walter Alves: “Parabenizo o deputado Poti Júnior pela eleição para Conselheiro do TCE. Competente e preparado, saberá exercer o cargo”; >>> Bruna Carvalho e Dirceu Monte curtindo um belo churrasco ...do senador José Agripino:

w O VENCEDOR

“O Democratas nas eleições

E para Kelps Lima, não houve resultado melhor. >>> Para ele, um sonho realizado: a cadeira de titular na Assembleia. >>> Tanto que Fábio Dantas o chamou de "o grande vencedor desta eleição". >>> Sim, ele não será mais apenas um suplente de Nélter Queiroz...

municipais: o partido conseguiu firmar-se como a 2ª maior força de oposição no Brasil”.

w TROCO À VISTA...

Nélter, que, aliás, poderá não deixar barato essa vitória de Poti, que o tirou do páreo na disputa pela vaga de conselheiro do TCE. >>> Informação de boa fonte do Legislativo garante que ele não vai dar "o gostinho ao suplente". >>> "Assim que for publicada a renúncia de Poti ele volta a Assembleia", disse o informante.

Victor Dzenk, Desfile Minas Gerais

w DE OLHO

Detalhe: Nélter apareceu hoje na AL. >>> Apareceu assim que terminou a votação.

w UTILIDADE PÚBLICA...

A Unidade Central de Agentes Terapêuticos (UNI-

CAT) enviou email à coluna pedindo para comunicar a todos os usuários do SUS que na próxima quinta e sexta feira o atendimento ao público ocorrerá no horário das 7h às 13h, retornando o funcionamento nos dois turnos a partir da segunda feira. >>> Já é Carnatal, meu amor...


Cidade

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w FICA O deputado Betinho Rosado não reassumirá a Secretaria da Agricultura. Sua opção pelo mandato é mesmo questão decidida. O governo só deseja deslocar o presidente da Emater e manter tudo em casa.

w CENAS É fácil compreender o desastre que tem sido o estado de calamidade na saúde decretado pelo governo há mais de três meses. As cenas mostradas ontem pela tevê revelam, ao vivo, que nada melhora de verdade.

w LEITE A governadoria só parte para um novo nome se antes transferir o leite para outra pasta. Não devolveria à Secretaria de Assistência Social, de Luiz Eduardo Carneiro Costa. Seria entregar nas mãos do PMDB.

w PIOR Agora a saúde pública, pelo silêncio terrível, parece que não conta mais com o grito forte da OAB e do Ministério Público, signatários do estranho pacto de apoio que até agora, pelo visto, tem sido irrestrito.

w OLHO - I O PMDB pode manter a aliança com o Governo Rosalba Ciarlini se ganhar em troca a Secretaria de Recursos Hídricos. Principalmente com direito à Caern e ao Idema. Como tinha o vice Robinson Faria.

w AVISO O próximo capítulo sobre a queda da prefeita Micarla de Sousa só será escrito quando chegar sua vez de ser ouvida. Até lá deverá manter acesa a sua ameaça velada de que não vai sozinha para o purgatório.

w ACERVO - II Por coincidência, há chance real de recursos federais para deixar Natal com cerca de 80% de toda sua área urbana saneada. Uma meta que a governadora anunciou durante a campanha e o PMDB sabe disso. w ALIÁS - III A Caern mostra equilíbrio nas contas, mas acumula reclamações em quase todos os bairros de Natal. Que o preço não tenha sido parar de investir, pois hoje também vive sua pior fase no fornecimento de água. w SALVAÇÃO O prefeito eleito Carlos Eduardo Alves está convencido de que suas viagens a Brasília poderão salvar as obras da mobilidade já que o PDT é um velho aliado do Palácio do Planalto e a Copa tem data marcada. w VALOR A Prefeitura de Natal tem hoje pleitos acumulados em Brasília, nos diversos ministérios, que chegam a somar R$ 700 milhões. Não deve recuperar todos, mas pode pagar as contrapartidas e salvar os maiores.

O legado da copa

C

ada um tem seu bodoque e cada bodoque tem seu alcance. A assertiva pode ser vulgar e banal, mas tem o lastro da sabedoria popular. Faz tempo que daqui do meu Bodocó, como diria Luiz Gonzaga, resmungo contra o tal legado da copa. Uma vez chamei a Arena das Dunas de Estádio Delirante e acabei tendo de ouvir as mais duras críticas que pousavam nesta tela. Como sempre – eles são monótonos! – acusando o cronista de ser contra o desenvolvimento, esse álibi fantasmagórico que virou assombração. Quem é liso e sem importância vive assim, à margem da inefável glória das colunas sociais, e nenhuma palavra tem importância. Em compensação, na melancolia dos dias que passam, é fácil anotar as ideias que voam dos palácios e pousam nas telas da tevê, nas páginas dos jornais, nas entrevistas das emissoras de rádio. E daqui vou copiando numa folha de papel almaço que guardo com sua margem feita na dobradura e um cabeçalho onde está escrito que é o registro geral do legado da Copa do Mundo. Logo que a bola virtual rolou nos campos da imaginação a então prefeita Micarla de Sousa disse numa entrevista coletiva que a Prefeitura iria desenvolver um programa para que os taxistas, porteiros de hotéis e garçons aprendessem a falar espanhol. O ideal, ponderou, seria inglês, muito mais importante e universal como ferramenta turística, mas o espanhol já daria pro gasto quando dos jogos da copa. Afinal, teremos a Natal dos sonhos – gringos, euros e dólares por todo lado num belo e inesquecível paraíso.

Depois, veio a Arena das Dunas, nosso Colosso de Rodes. Uma construção majestosa cercada de um lago azul, cheio de cisnes e peixes decorativos, quem sabe, vindos do Nilo. Imaginei os natalenses pescando no lago, fazendo pic-nic com churrasco nas manhãs de domingo. Levei outra esculhambação. Sempre acusado de levar no deboche a mais bela obra de Natal nos seus quatrocentos anos de história. No entanto não negaria que espero e sonho, com entusiasmo, com a oitava maravilha em Lagoa Seca. Tempos depois, nem rompia a manhã, vi na primeira página de um matutino a imagem de como seria a nova Avenida Roberto Freire. Larga, bonita, jardins e pistas entrando e saindo da terra, entre elevados e túneis, de humilhar a pobre e feia Dubai. Dias depois, como uma coisa dos Demônios que atentam contra o desenvolvimento, veio a triste notícia de que o nosso belo delírio não estava mais entre os sonhos da copa por dificuldades orçamentárias do Planalto. Da modernidade restou apenas o sonho. Mas, apesar das decepções e dos queixumes, nesta folha de papel almaço ninguém põe a mão. Ficou a Arena das Dunas que sobe firme e altaneira. Para fazê-la, é verdade, gastaremos R$ 400 milhões que tomamos emprestado, mas pagaremos ao longo de vinte anos. Ou seja: vamos pagar ao longo de cinco governos, quando se transformarão, com os justíssimos juros baixos, em R$ 1,2 bilhão. Francamente, é muito pouco para se ter uma arena cheia de gringos e o nosso povo falando espanhol.

w POSSE Sexta, às 10h, no auditório da Procuradoria Geral do Estado, solenidade de posse da nova diretoria da Academia de Letras Jurídicas. Adalberto Targino preside nos próximos três anos. Zélia Madruga é vice. w MODELO - I Primeiro os médicos criaram uma cooperativa: Unimed. Depois, criaram cooperativas para cada área de especialidade que negociam com a Unimed. Resultado: a Unimed hoje é refém dos seus próprios sócios. w PIOR - II Por sua vez e na luta para elevar a receita, a Unimed passou a comercializar os planos corporativos mais baratos e superlotou o hospital e clínicas. Perdeu médicos e comprometeu a qualidade do atendimento. w LUTA Professores e alunos iniciam com abaixo-assinado já registrando cinco mil assinaturas, a campanha para a construção de uma sala de cinema no Campus da UFRN. E como já existe em outras universidades.

Prefácio CONRADO CARLOS - ccpsilva@gmail.com

David Foster Wallace Fuja da folia baiana na companhia do maluco suicida que produziu alguns dos melhores momentos da literatura e do jornalismo nas últimas décadas; “Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo” traz três ensaios e três reportagens de tirar o fôlego

A regularização do jornalismo deveria começar pelo olhar atento quanto às bibliografias sugeridas por professores. Escorados na máxima de que “eles não leem” (contramão do que a própria atividade defende sobre formar opinião ou decidir o que os outros consumirão, através da caneta, da retórica ou do teclado), na maioria das disciplinas, o beabá é ensinado com o resumo da síntese do fichamento da sinopse de um capítulo de Max Weber ou Juan Bordenave. Apogeu da escrita, a literatura e, principalmente, sua transmutação em Jornalismo Literário (ou New Journalism, como gostam os americanos) é ignorada. Raros, para não dizer nenhum, professores indicam ou forçam trabalhos com base em romances ou grandes reportagens. Daí o fordismo e a obviedade textual. Na batalha inglória pelo monopólio das hard news, cujo nocaute foi dado pela internet, novos formatos deveriam ser testados. Ler David Foster Wallace pode ser um bom começo. Foram três romances, três antologias de contos e uma série de ensaios e reportagens na curta vida de um dos mitos da literatura norteamericana das últimas décadas – em 2008, aos 46 anos, ele se enforcou durante um descuido de sua mulher na vigilância que mantinha sobre o depressivo também chamado de ‘Joyce da nova geração’. Depois de “Breves entrevistas com homens hediondos” (contos), a Companhia das Letras segue reparando o abandono que Wallace sofreu do mercado editorial brasileiro, agora com a publicação de “Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo”. São três reportagens e três ensaios de tirar o fôlego. Compilados e traduzidos por Daniel Galera, que escreve uma

ótima apresentação dando conta dos meandros da negociação e seleção para traduzir os textos aqui contidos, o livro é daqueles que você carregará para onde for, do banheiro à recepção de um hospital. No centro da obra de Wallace, narcisismo, alienação e o preço a ser pago por vícios da vida moderna. Mais que os temas, entretanto, salta das páginas uma escrita primorosa, salpicada de observações hilárias, eruditas e inventivas. As três histórias jornalísticas começam com a que intitula o livro, quando Wallace cobriu uma feira estadual em Illinois (uma espécie de Festa do Boi) para a Harper’s, revista mensal de artes, cultura e política. A brejeirice do Meio-Oeste confrontada com o cosmopolitismo esnobe de um cidadão nova-iorquino (apesar dele ter sido criado em Illinois) produz gargalhadas e reflexões acerca do individualismo x necessidade de férias coletivas (e angustiantes) em larga escala (como o Veraneio que se anuncia), dos maus tratos de animais e da busca incessante e inconsequente pela felicidade publicitária. Isso em uma matéria com mais de oitenta páginas. Em “Uma coisa supostamente divertida que eu nunca mais vou fazer”, ele usa cento e vinte páginas para criar uma verdadeira obra-prima sobre luxo, consumismo, desperdício, preconceito, agorafobia, publicidade em torno de um supernavio em viagem pela Flórida, Jamaica e Cozumel, no México, com funcionários multiétnicos de sorrisos congelados e prontos para satisfazer qualquer desejo dos ricaços - “Você não terá outra opção além de se divertir”. O que na prática nem sempre acontece. Já em “Pense na Lagosta”, o festival do crustáceo decápode no Maine (texto publicado na revista Piauí de setembro passado) ganha ares apocalíptico-ambientais-ecológicos no discurso livre indireto que gera um monólogo interior dos

mais lúcidos e inquietantes, ao misturar uma profusa investigação morfológica, biológica e filosófica sobre o ato de comer animais. “É extremamente difícil permanecer alerta e atento, em vez de se deixar hipnotizar pelo monólogo constante que acontece dentro de nossas cabeças”. Era um investigador da consciência que virava o protagonista das reportagens. Não menos interessantes, mas por questão de espaço, digo que os ensaios sobre o esplendor atlético e desportivo do suíço Roger Federer (Wallace foi tenista amador federado); a magia de Franz Kafka; e uma palestra como paraninfo para uma turma de formandos, são escritos por um cara que tinha ‘vícios administráveis’ (maconha e reclusão) e era considerado um gênio acadêmico, antes de descobrir a literatura – graduado em filosofia e língua inglesa. Sufoque a onipotência dos trios elétricos que puxarão a horda de zumbis com a sofisticação e a genialidade do escritor de atingiu status de ícone pop para uma geração. C.C.

“FICANDO LONGE DO FATO DE JÁ ESTAR MEIO QUE LONGE DE TUDO” Autor: David Foster Wallace Editora: Companhia das Letras Preço: R$ 44,50


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de dezembro de 2012

Quarta-feira

Imóveis do Programa Minha Casa Minha Vida beneficiam mais de 2 mil pessoas em Macaíba RN: REDUÇÃO DE 30% DO DÉFICIT HABITACIONAL É O MELHOR ÍNDICE DO O Rio Grande do Norte é o estado de melhor desempenho em todo o Brasil no Programa Minha Casa Minha Vida. Com redução de 30% no déficit habitacional, o RN foi um dos escolhidos pelo Governo Federal – junto com Pernambuco, Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul – para participar da cerimônia alusiva à entrega de 1 milhão de moradias construídas pelo programa em todo o país. Através de um link montado pela EBC (Empresa Brasil de Comunicação), moradores beneficiados em Macaíba acompanharam, junto com a governadora Rosalba Ciarlini, a transmissão ao vivo do evento, que aconteceu nesta terça-feira (04), no Palácio do Planalto, em Brasília. No Conjunto Bela Vista, mais de 2 mil pessoas foram beneficiadas com a entrega de 500 unidades do Residencial Minha Santa. São apartamentos de 42 m², com dois quartos, sala, cozinha, banheiro e vaga de garagem, cada um no valor de R$ 41 mil, totalizando um investimento de R$ 20 milhões. Para a aposentada Alaíde Felix Lima, de 75 anos, uma das beneficiárias do Programa Minha Casa Minha Vida em Macaíba, a entrega do imóvel é mais que um sonho realizado para ela que sempre morou em casa de taipa. “Isso significa muita coisa, tudo de bom, porque nunca tive casa própria e essa agora

Divulgação

500 unidades do Residencial Minha Santa, no Conjunto Bela Vista, foram entregues é tudo em minha vida”, disse após receber a chave de seu apartamento das mãos da governadora Rosalba Ciarlini. Em seu discurso, o Ministro das Cidades, Aguinaldo Ribeiro, falou que entregar 1 milhão de moradias significa muito mais do que entregar casas. “Esse número traduz muito pouco do que realmente significa para o povo brasileiro. Os beneficiados pelo Minha Casa Minha Vida não são um número. É preciso entender isso para festejar a entrega dessas casas, porque estamos testemunhando um milhão de mudanças, um milhão de futuros”, observou. Durante a cerimônia, a governadora do RN, Rosalba Ciarlini, falou com a Presidenta da República Dilma

Rousseff através do link montado pela EBC e disse que “nós estamos aqui ao lado de 500 famílias num dia de muita felicidade. A casa própria, além de trazer alegria, traz trabalho e justiça social àqueles que precisam”. Rosalba Ciarlini também lembrou que só no Rio Grande do Norte já foram contratadas 37 mil moradias do Minha Casa Minha Vida – entre casas e apartamentos –, sendo 26 mil já entregues. Além disso, a Governadora anunciou que conseguiu a liberação de mais 1.800 moradias para Natal a partir de entendimento com a Caixa Econômica Federal e Ministério das Cidades. O Ministro da Previdência Social, Garibaldi Filho, parabenizou as famílias pelo recebimento das mo-

PAÍS

radias e comentou o fato de o Rio Grande do Norte ser escolhido para participar do link direto com o Palácio do Planalto. “Nós estamos de parabéns no RN porque são apenas quatro estados que estão merecendo uma transmissão direta do Palácio do Planalto”, disse, agradecendo à governadora Rosalba Ciarlini “porque o Governo do Estado colaborou para a construção dessas casas”. O superintendente da Caixa Econômica Federal, Roberto Sérgio Linhares, falou sobre a importância de ter um lar e reforçou que as moradias entregues pela CEF são sempre registradas no nome das mulheres, das mães que vão viver no lugar e terão a oportunidade de criar seus filhos em uma casa digna. “Para a Caixa Econômica Federal é uma felicidade muito grande um momento como esse. O sonho que vocês realizam hoje é um sonho realizado para a Caixa Econômica. Esse cantinho que, agora, vocês têm para chamar de seu ninguém toma”, disse. Participaram da cerimônia o superintendente da Caixa Econômica Federal na Região Nordeste, Gilberto Occhi; o Secretário Nacional de Saneamento Ambiental do Ministério das Cidades, Osvaldo Garcia; o secretário de Estado do Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas), Luiz Eduardo Carneiro; e a prefeita de Macaíba, Marília Dias.

Conscienciologia Maria Regina Camarano, voluntária do INTERCAMPI em Recife CONSCIENCIOLOGIA@INTERCAMPI.ORG

Fone: 3211-3126

Tolerância A tolerância é a capacidade de a pessoa aceitar, nos outros, maneiras de pensar, sentir e agir distintas ou totalmente opostas às adotadas por si mesma. Para ampliar o tratamento do tema em questão, essa definição pode ser também aplicada para se referir à tolerância entre povos e nações. Sob a ótica da Cosmoeticologia, especialidade da Conscienciologia para o estudo da ética cósmica ou multidimensional, a tolerância pessoal ou grupal tem como limite inteligente a compreensão e aceitação do outro, sem, no entanto, se acumpliciar com as ações contrárias à moral cósmica, ou seja, aos princípios mais amplos, universais e multidimensionais que regem o comportamento individual e do grupo, além daqueles sustentados socialmente pelas disposições legais ou pelas práticas aceitas em determinada sociedade. Para não se acumpliciar com os comportamentos contrários à moral cósmica, torna-se necessário, sobretudo, o discernimento ou juízo crítico para compreender as situações ou fatos de forma clara, com o intuito de distinguir o certo do errado, o falso do verdadeiro ou, conforme se diz popularmente, separar o joio do trigo. Afalta de discernimento pode resultar na tolerância anticosmoética, que gera a interprisão grupocármica - o comprometimento com o grupo, em função da realização de ações errôneas conjuntas ou da conivência por aceitar tais ações. Exemplos de tolerância anticosmoética são fatos como: acobertamento da Igreja Católica aos padres pedófilos; profissionais que defendem os criminosos sabendo das ações errôneas cometidas, porém buscando provar a inocência dessas pessoas; dentre outros. Entretanto, para se entender o sentimento de intolerância em relação ao outro, modificar o comportamento para se tornar um indivíduo ou grupo capaz de aceitar e compreender as diferenças, é importante perceber como se manifestam os comportamentos intolerantes. A história da humanidade tem sido marcada pela falta de tolerância entre povos e nações, originando as hostilidades e os conflitos armados. As diferenças sociais, econômicas, religiosas e, consequentemente, culturais, quando não compreendidas, por falta de cosmovisão e do comportamento bélico ainda arraigado na grande maioria da humanidade, pode ter como consequência a falta de tolerância. Na Antiguidade, um exemplo

de intolerância religiosa foi a perseguição dos primeiros cristãos pelos judeus e pagãos. Posteriormente, os cristãos usaram métodos semelhantes contra seus antigos perseguidores. O longo conflito do Oriente Médio, envolvendo árabes e judeus, que teve início no final do século XIX, se estende até os dias de hoje. Durante o século XX, no período da 2ª Guerra Mundial, conflito originado pelo conjunto de diversos fatores, os nazistas eliminaram judeus e outras etnias indesejadas pelo regime. A intolerância tende a assumir diversas formas, podendo, portanto, ser analisada sob diferentes perspectivas: religiosa, social, política, ideológica, étnica, sexual, generacional (discriminação por idade). Normalmente, a falta de tolerância social, religiosa, étnica e sexual tem por base o preconceito, isto é, a opinião pessoal ou sentimento formado sem o uso da racionalidade, da ponderação, do juízo crítico. O preconceito, em geral, é resultado da inculcação do conjunto de valores impostos socialmente e aceitos pela maioria das pessoas por falta de juízo crítico, de autonomia da pessoa para pensar por si mesma. Assim, todas as ideias, os sentimentos e comportamentos que fogem aos padrões sociais vigentes passam a não ser aceitos. A hipótese explicativa da aceitação do conjunto de valores sociais pela maioria das pessoas, sem questionamento desses valores, pode ser fundamentada na teoria do pensene, proposta pela Conscienciologia, neociência que estuda a consciência de maneira integral, manifestando-se em todas as dimensões. São 3 os componentes do pensene: ideia ou pensamento, o sentimento ou a emoção e a energia de cada pessoa ou do grupo, que atuam indissociavelmente em toda manifestação consciencial. O conjunto dos pensenes de uma determinada pessoa ou grupo dá origem ao holopensene pessoal ou grupal. Assim, é importante perceber a influência do holopensene do grupo ou da sociedade que, através das energias (o ene do pensene), reverbera sobre os pensenes pessoais e grupais, e, consequentemente, sobre os comportamentos, com tendência a cristalizá-los e reproduzi-los indefinidamente, caso não haja o movimento contrário de renovação de valores. É dessa forma que são adotados os valores vigentes na sociedade, sem questionamentos se são os melhores para todos os envolvidos, contrariando o princípio da ética cósmica (cosmoética) que propõe "que aconteça o melhor para todos". É,

também, a partir desse processo de reverberação dos pensenes que a intolerância pode assumir as proporções que conhecemos nos conflitos atuais. Na mesma condição, ao predominar o holopensene relacionado à tolerância, o mesmo poderá influenciar todo o grupo, povos e nações. Por exemplo, a aprovação pela Assembleia Geral da ONU da elevação do status palestino na entidade para "Estado observador nãomembro", situação que, embora tenha gerado descontentamento por parte de Israel e de seus aliados, poderá representar a abertura para o início de mudança, influenciando na renovação do holopensene da região. Outro exemplo são as legislações de países democráticos, favoráveis à convivência pacífica entre seus habitantes. Em geral, as mudanças têm início a partir de iniciativas pessoais ou de pequenos grupos que atingiram o nível de discernimento que lhes possibilita distinguir o que é melhor para todos. Segundo Waldo Vieira (Temas da Conscienciologia), a maxifraternidade (sentimento de afeição por todos os seres) há de ser compreendida antes, de modo individual (egocarma), pela conscin ou consciência intrafísica, a fim de ser compreendida depois, grupalmente (grupocarma), pela Socin ou sociedade intrafísica, que também tem o seu holopensene. Nesta perspectiva, é importante que cada pessoa se questione sobre a sua capacidade de aceitar, nos outros, maneiras de pensar, sentir e agir de forma distinta às adotadas por si mesma e quais os impedimentos ou "travões" presentes na sua forma de ser, no seu íntimo, que impedem a compreensão do outro e, consequentemente, a convivência pacífica. Os autoquestionamentos diários podem elucidar o nível de intolerância, que, na maioria das vezes, se encontra presente nos conflitos que ocorrem nas relações familiares, de vizinhança, de trabalho, dando origem ao desconforto e mal-estar entre os envolvidos. Algumas características do temperamento pessoal podem se tornar obstáculo ao exercício da tolerância como: orgulho, vaidade, arrogância, autoritarismo, competição, apego, submissão, egoísmo, além de outros. A autossuperação destes traços representará mudanças das ideias, sentimentos e comportamentos pessoais, repercutindo no holopensene pessoal e reverberando, também, no holopensene do grupo ao qual o indivíduo está mais próximo, sobretudo a partir do seu exemplo, da sua ação.

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Terminal Salineiro de Areia Branca, continua interditado por ordem da Delegacia Regional do Trabalho NATAL Navio Sea Otter Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Gemini ST Thais CMA-CGM Platon Silver Cloud Azamara Quest Marfret Guyane CMA-CGM Homere

Bandeira Chipre Brasil Brasil Brasil Bélgica United King Bahamas Bahamas França Inglaterra

Altea

Grécia

Agência Seamaster W. Sons W. Sons W. Sons Petrobras CMA-CGM Superservice Superservice W. Sons CMA-CGM

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto 06/12 08/12 08/12 12/12 15/12 22/12

Destino Guamaré (RN) ---São Sebastião(SP) Algeciras/ESP Recife(PE) Recife(PE) Algeciras/ESP Algeciras/ESP

Carga Descarga Reabastecimento -Em Operação -Em Operação -Em operação --Combustível Contêineres --Turismo -Turismo Contêineres -Contêineres --

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

08/12

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Loyalty

Dia 05 06

Libéria

A. Marítima Ao Largo

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 14:21 0.8 20:53 1.9 03:09 0.7 09:38 1.8

Paranaguá(PR)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal

--

FASES DA LUA Minguante (06/12 - 12:31h) Nova

(13/12 - 05:42h)

Crescente

(20/12 - 02:19h)

Cheia

(28/12 - 07:21h)


Esporte

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 15

BOLSO CHEIO NA

COPA DO NORDESTE DIRIGENTES

RECIFE QUE DEFINIU VALORES DE COTAS DE TELEVISÃO JANEIRO. PRÊMIO PARA CAMPEÃO ULTRAPASSA R$ 1 MILHÃO

DE CLUBES PARTICIPARAM DE REUNIÃO EM

PARA COMPETIÇÃO REGIONAL QUE INICIA DIA Uma reunião entre dirigentes dos clubes participantes do Campeonato do Nordeste, que aconteceu ontem em Recife, definiu os valores das cotas de televisão a serem pagos pela organização do torneio às equipes. A previsão inicial é que cada clube receba R$ 300 mil, que serão pagos em quatro parcelas iguais de R$ 75 mil, a partir de 20 de dezembro. A premiação, em caso de título, poderá ultrapassar o valor de R$ 1 milhão, já que o campeão terá direito a uma bonificação de R$ 800 mil. O bônus, entretanto, não está reservado apenas para o vencedor da competição regional. Serão pagos prêmios até o oitavo colocado, a partir da seguinte ordem: o segundo colocado recebe R$ 400 mil; o terceiro e quarto R$ 200 mil; e do quinto ao oitavo R$ 100 mil. Mas os clubes podem ainda conquistar um acréscimo nesses valores, já que a Liga do Nordeste está em fase de negociação com uma companhia aérea para garantir as passagens para o transporte de jogadores e comissão técnica. Caso a parceria seja confirmada, é possível que a cota reservada às passagens que seria paga por uma das emissoras responsáveis pela transmissão do torneio seja revertida direto para os clubes. Além disso, um valor de R$ 4 mil ainda será pago para o auxílio da hospedagem durante a competição. "Somando renda, cota de televisionamento e cota fixa, quem for campeão deve receber pouco mais de R$ 1 milhão por ter participado da Copa do Nordeste. Uma bela

20

DE

Fotos: Wellington Rocha

Clubes potiguares entram na briga por premiação milionária do "Nordestão" a partir do próximo dia 20 de janeiro quantia para clubes que, com raríssimas exceções, conseguem patrocínios desse valor, aqui na nossa região", comentou o presidente da Liga do Nordeste, Eduardo Rocha. A exibição dos jogos da competição será realizada por duas emissoras de TV. A Rede Globo Nordeste terá direito a transmitir três jogos de cada rodada, em rede aberta, enquanto os demais ficarão a cargo do canal Esporte Interativo. A tabela inicialmente, contudo, poderá sofrer alterações para se adequar às grades de programação das duas emissoras. "Queremos tornar o futebol do Nordeste viável, já que o futebol de nossa região vinha se encaminhan-

do para sucumbir, diante do fosso financeiro imenso em relação aos times da região Sul e Sudeste. Chegamos com o aval da maior entidade de futebol do país [CBF] e fortes para termos uma disputa de alto nível técnico e rentável financeiramente para os clubes participantes", avaliou Rocha. A fórmula de disputa é simples: são 16 times divididos em quatro grupos com quatro cada um; se classificam para a próxima fase, já no sistema mata-mata, os dois primeiros de cada chave. A CBF convocou para a Copa do Nordeste o campeão e o vice de cada estado - por estarem mais bem colocados no ranking

de federações, Bahia e Pernambuco possuem três times cada um. O Grupo A, chamado de "Grupo da Morte" , tem Bahia, Ceará, ABC e Itabaiana-SE. No B, estão Sport, Fortaleza, Confiança e Sousa-PB. O grupo seguinte tem Vitória, América-RN, Asa e Salgueiro. Por fim, o grupo D conta com Santa Cruz, CRB, Campinense e Feirense da Bahia. "Daqui até três anos, teremos um campeonato fortíssimo. Há o planejamento de que em quatro anos, nossa região possa ter cinco clubes do Nordeste na Série A e oito na Série B do Brasileiro", encerrou o cartola nordestino.

Presidente Eduardo Rocha: “Queremos tornar o futebol nordestino viável” CONFIRA TABELA DA 1ª RODADA:* GRUPO A Ceará x Bahia - Castelão ABC x Itabaiana - Frasqueirão GRUPO B Confiança x Fortaleza - Lourival Baptista Sport x Sousa - Ilha do Retiro GRUPO C Vitória x América - Barradão Asa x Salgueiro - Coaracy Fonseca GRUPO D CRB x Santa Cruz - Rei Pelé Campinense x Feirense - Ernani Sátyro *Todos os jogos da 1ª rodada acontecem no dia 20 de janeiro.

> MELOU

Técnico do Atlético-PR quer destaque do ABC para 2013 O que parecia bem encaminhado deve acabar sem um final feliz para o ABC e para o atacante Éderson. O jogador, com acerto verbal para permanecer no Alvinegro potiguar por pelo menos mais uma temporada, dificilmente será liberado pelo Atlético-PR. O clube paranaense tem os direitos federativos do jogador e deverá contar com o atacante para a temporada 2013. Ao menos, foi o que garantiu o treinador Ricardo Drubscky em entrevista a uma rádio paranaense. Segundo ele, além de aproveitar alguns jogadores do atual elenco do Furacão, a intenção é poder repatriar o jogador que tem sido em-

prestado ano após ano e já não veste a camisa do rubronegro desde 2008, quando foi emprestado pela primeira vez ao Ceará. "Dos emprestados este seria o único que com certeza nos interessa. Trabalhei com ele na base e tenho confiança em seu potencial", afirmou o treinador que renovou recentemente contrato com o clube da capital paranaense. O interesse do treinador deve "melar" o negócio entre o ABC e o atleta. A segunda parte da temporada do então atacante alvinegro chamou atenção. Depois de deixar o Ceará por falta de oportunidades e chegar ao time potiguar ainda no primeiro

turno da Segundona, Éderson redescobriu o caminho das redes e marcou 12 gols com a camisa do ABC na Série B. A melhor partida do pequeno centroavante de 23 anos foi contra o Goiás, na qual marcou três gols e garantiu a vitória sobre o adversário esmeraldino por 3 a 2. De olho na reapresentação marcada para o dia 17 de dezembro, a diretoria do ABC deverá correr atrás de um substituto para Éderson. Até agora, para o ataque, estao confirmados no elenco: Rodrigo Silva, Canga, Felipe Alves, Alvinho e Romarinho, os três últimos, revelados pelas categorias de base do clube.

Atacante de 23 anos não deve conseguir liberação para renovar com ABC

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro REDENÇÃO PARA VALER? A Copa do Nordeste parece ganhar fôlego, ao menos, antes da bola rolar. Após uma reunião entre dirigentes do futebol nordestino, foram definidas as premiações e o campeão pode levar mais de R$ 1 milhão para casa, entre bônus por título, cotas de televisonamento e rendas. Em 2010, a competição retornou e de longe, foi um fracasso em público, renda e visibilidade para as marcas de clubes e patrocinadores. Este ano, com o aval da CBF - forçada através de ação judicial a garantir a competição - e a transmissão de jogos pela Globo, SportTV e Esporte Interativo, a expectativa é de que, enfim, o torneio ganhe corpo, retome a rivalidade e valorize o futebol nordestino que, cá para nós, anda mal das pernas quando o assunto e competitividade em nível nacional. Para o futebol potiguar, que alterna altos e baixos em nível re-

gional, um novo título da competição pode ser um novo gás na luta diária para superar a desigualdade financeira imposta ano após ano pela madrasta CBF. Para a competição, cair nas graças do público e dos dirigentes, é fundamental para que ela não repita o fiasco da edição anterior. FUTEBOL MODERNO Palco do pentacampeonato do Brasil na Copa do Mundo de 2002, o Estádio Internacional de Yokohama será palco da abertura do Mundial de clubes. Mas o que deve chamar atenção mesmo é a parafernália instalada nas traves devido a implementação de chips nas bolas da competição. Com autorização da Fifa, a tecnologia será testada para confirmação de gols em lances duvidosos. BRIGA FEIA A disputa pela presidência do Conselho Deliberativo do

ABC esquenta cada vez mais com a proximidade das eleições, previstas para acontecer no próximo dia 10. A dúvida que persiste é se Rubens Guilherme, atual presidente e apoiado pelas duas chapas na disputa pelo conselho, topa ou não a reeleição caso Leonardo Arruda vença. Mistério! POR ATACADO O América vem trabalhando nos bastidores - e sem alvoroço - a formação do elenco para a temporada 2013. Segundo o blog Vermelho de Paixão, o diretor de futebol do clube, Sérgio Papellin, sete jogadores já acertaram defender o alvirrubro a partir do ano que vem. A expectativa fica por conta da divulgação dos nomes. Será que irão agradar? PÉ DIREITO As estreias dos potiguares na Taça Brasil de Futsal, disputada no

PisandonaBola AMÂNCIO

Complexo Poliesportivo Deputado Arnobio Abreu, em Assu, foi com o pé direito. O Alecrim venceu de virada o São Lucas-RO pelo placar de 5 a 1. A vida do Cruzeiro, segundo representante do estado no torneio, foi mais complicada. O Cruzeiro venceu a equipe do Brumado-BA por 4 a 3 com um gol no minuto final da partida. TACO NA BOLINHA Natal vai se tornar a capital regional da sinuca em dezembro. Nos dias 14, 15 e 16 deste mês, a cidade vai sediar pela primeira vez a Copa Norte-Nordeste de Sinuca. A competição receberá jogadores pelo menos 80 jogadores, o que deverá colocar a capital potiguar no mapa do esporte no Brasil. As disputas serão realizadas no salão nobre da Sede Social do América Futebol Clube. Ao todo, serão pagos R$ 13 mil em premiações aos cinco melhores colocados.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de dezembro de 2012

Esporte

Quarta-feira

Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Esperar para vencer

Ingressos para Copa das Confederações estão à venda A F EDERAÇÃO I NTERNACIONAL DE F UTEBOL (F IFA ) COLOCOU À VENDA 477.441 ENTRADAS PELA INTERNET. E STÃO DISPONÍVEIS INGRESSOS PARA OS 16 JOGOS E TODAS AS CATEGORIAS DE PREÇOS , INCLUSIVE PARA A CATEGORIA 4, RESERVADA PARA QUEM MORA NO B RASIL Se antes apenas uma parcela específica dos torcedores tiveram acesso para adquirir os ingressos para a Copa das Confederações 2013, o público em geral já pode comprar e garantir lugar nas arquibancadas do evento pré-teste do mundial de futebol em 2014. Vai até o dia 15 de janeiro de 2013 a nova fase de venda oficial dos ingressos da competição intercontinental. A Federação Internacional de Futebol (Fifa) colocou à venda 477.441 entradas pela internet, divididas por partida e pelas quatro categorias de preços. No caso das partidas que tiverem mais pedidos do que o número de ingressos disponíveis, será feito um sorteio pela Fifa

entre os interessados, em fevereiro - pois esta fase, segundo a entidade, trata-se de uma pré-venda. Os torcedores que tiverem seus pedidos aprovados, negados ou parcialmente aprovados serão avisados até o começo da fase de vendas por ordem de chegada, que se inicia no dia 15 de fevereiro de 2013 pelo site da Fifa. Estão disponíveis ingressos para os 16 jogos e todas as categorias de preços, inclusive para a categoria 4, reservada para quem mora no Brasil. Os preços variam de R$ 28,50 a R$ 418. Estudantes e beneficiários do Bolsa Família pagam meia-entrada. Os maiores de 60 anos podem pedir desconto em qualquer setor.

Nas cidades que vão sediar mais de uma partida também será possível comprar carnês para todos os jogos. A despesa do torcedor pode chegar a R$ 684. No mês passado, 130 mil pessoas compraram os ingressos reservados para a operadora de cartão de crédito Visa garantiram vagas nas arquibancadas. Durante as primeiras 24 horas da fase pública de vendas para a Copa das Confederações da FIFA 2013, iniciada na segunda-feira, mais de 186.032 pedidos foram registrados - outro recorde na história da venda de ingressos da Copa das Confederações da FIFA. A maior parte dos pedidos foi feita por brasileiros, seguidos por torcedores vindos dos Estados Unidos,

México, Japão e Itália. O jogo de abertura lidera o ranking atual, com mais de 37 mil pedidos, na frente da partida 9 (Itália x Brasil) e a final no Maracanã. Com relação às sedes, Salvador é a primeira da lista, seguida de Rio de Janeiro e Brasília. Segundo a Fifa, a maior procura foi para as partidas de abertura - entre Brasil e Japão - que ocorrerá em Brasília, no dia 15 de junho, e para a final, no Maracanã, no dia 30. No difícil grupo brasileiro também estão México e Itália. A Espanha, no grupo B, estreia um dia depois, na Arena Pernambuco, em Recife, para enfrentar o Uruguai. Completam o grupo da "Fúria", a seleção do Tahiti e o campeão africano, a ser definido.

> COPA SUL-AMERICANA

São Paulo enfrenta Tigre para não terminar 2012 em jejum de títulos O tricampeão mundial São Paulo vai tentar fazer valer a história de títulos contra o desconhecido Tigre para, não só confirmar o favoritismo, mas também garantir a conquista do único título da temporada 2012 na final da Copa Sulamericana. A primeira partida da decisão acontece logo mais, às 21h50, (de Brasília), em La Bombonera, na capital argentina. Apenas dois jogadores do elenco atual já foram campeões pelo clube: Ceni e Luis Fabiano. O atacante venceu somente o Rio-São Paulo de 2001, enquanto o goleiro coleciona uma série de títulos, inclusive continentais. A respons-

abilidade é a mesma para todos, porém. Há quatro anos um capitão são-paulino não levanta um troféu, sendo que, nesta temporada, os torcedores dos maiores rivais (Santos, Corinthians e Palmeiras) comemoraram conquistas. A final da Sul-americana é ainda a primeira que o clube disputa depois de seis anos - a última havia sido a Recopa de 2006, em que acabou derrotado pelo Boca. O fim do jejum pode vir em grande estilo. Quarto finalista brasileiro na história do torneio, o time do técnico Ney Franco pode repetir feito do Internacional de 2008 e ser o segundo campeão invicto. Até o

momento, foram quatro vitórias e quatro empates. Sem nenhum desfalque, principalmente por ter poupado os titulares da última rodada do Campeonato Brasileiro, no clássico contra o Corinthians, o São Paulo viajou com força máxima a Buenos Aires. Levou até o meia Cañete, que não está inscrito na competição, mas conhece bem a Bombonera por ter sido revelado pelo Boca. Penúltimo colocado na Argentina, o Tigre também terá seus principais jogadores nesta quartafeira. Dentre eles, Echeverría. Para chegar à final, a equipe brasileira eliminou Bahia, LDU de Loja, Uni-

versidad de Chile (campeã da edição passada) e Universidad Católica. Já o quadro argentino passou por Argentinos Juniors, Deportivo Quito, Cerro Porteño e Millonarios.

FICHA TÉCNICA TIGRE: Albil; Paparatto, Echeverría e Donatti; Galmarini, Gastón Díaz, Diego Ferreira e Orban; Botta; Diego Ftacla e Maggiolo Técnico: Néstor Gorosito SÃO PAULO: Rogério Ceni; Paulo Miranda, Rafael Toloi, Rhodolfo e Cortez; Wellington, Denilson e Jadson; Lucas, Local: La Bombonera (Argentina) Horário: 21h50 (de Brasília)

Miguel Arraes foi eleito governador de Pernambuco pela terceira vez com votação estupenda em 1994 e um dos raros de oposição ao presidente Fernando Henrique Cardoso, com quem trocava figurinhas protocolares. Os dois, por linhas diferentes, foram oposição quando ser oposição representava arriscar a vida. Arraes, no terceiro mandato, estava com 78 anos(morreria aos 88) e delegava a secretários, viagens administrativas a Brasília. Até que precisou ser recebido pelo poderoso chefe da Casa-Civil, Ministro Clóvis Carvalho. Levou um chá de cadeira de 2 horas e encontrou um velho repórter político do Jornal do Brasil, JB ainda em evidência, como o avô da estrela de hoje, Eduardo Campos, pela segunda vez consecutiva no Palácio do Campo das Princesas. O repórter foi puxar papo com Miguel Arraes e teve que cochichar, uma arte do velho resistente à Ditadura, preso e exilado na Argélia. Arraes ouvia e sussurrava. O repórter perguntou se ele não estava cansado de esperar. Arraes, que tal Tancredo nem sorria nem chorava, tinha uma esfinge na cara, murmurou ao pé do ouvido: “Meu amigo, suportei 21 anos para ver terminar uma Ditadura, vou me cansar esperando por um ministro?”. No Palácio do Planalto, numa dessas manobras misteriosas que só a tinhosa política explica, o Presidente da República soube do constrangimento do velho líder nordestino. Por uma linha celular especialíssima na época(quem tinha um celular em 1995 era considerado O Cara ou o Babaquara), pediu que Arraes fosse ao seu encontro. Clóvis Carvalho, de quem ninguém escuta falar nos dias atuais, chegou a tempo de ver FHC e Arraes às gargalhadas, falando sobre o passado e dissimulando o presente, que os separava sem conciliações. O velho Arraes perdeu feio a tentativa de reeleição para governador para Jarbas Vasconcelos(PMDB) após uma gestão marcada por crises financeiras. FHC fechou-lhe as torneiras e asfixiou-lhe na mídia. Tempo. Arraes previu mas não viu o neto Eduardo Campos despontar para devolver a surra de 1 milhão de votos sobre Jarbas Vasconcelos em 2006. Morreu em 2005 ensinando paciência a quem quisesse e liderando sem gritar nem discriminar. Tomando seu vinho, dizem os lendários. >>> Foi vestindo a camisa retrô de Zico, o que soube esperar, que o novo presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, comemorou pela madrugada de ontem sua vitória esmagadora nas eleições que afastaram do clube a truculenta nadadora Patrícia Amorin, a Pat Barraco. Bandeira de Mello, que saiu caminhando para casa após tomar canecas incontáveis de chope, usava a camisa 10 nas costas, não a moderna, tipo nylon, superlotada de patrocinadores e frescuras. A dele era a dos anos 1970, bem Maracanã e Canal 100, listras finas em vermelho e preto e o numero gigante assombroso costurado a mão. “Devo a Zico o meu amor pelo Flamengo”, disse ele, desde logo, santificado na lucidez ébria. Patrícia, a Barraco, brigou com Zico, demitiu o homem que é a razão de ser do Flamengo, o fez dar declarações de tristeza e amargura, de desamor contra o seu clube. Barraco implantou a Ditadura no Flamengo, contratou bajuladores, quis apagar a memória à base de porrada e grosseria, adulou fracassados como o centroavante Adriano. Apenas para provocar Zico, a unanimidade. Zico também soube esperar. E reagir. Barraco, Pat Barraco, no desespero, quis se aproximar do Galinho que deu-lhe um daqueles dribles de corpo de costas, fingindo que girava para a direita e fugia pela esquerda. Assim, aos domingos, sentavam à força, Dudu Dentão do Vasco, Jandir do Fluminense e Ademir Fonseca do Botafogo. É, Ademir Fonseca, o brilhante técnico que quase rebaixa o ABC de Natal. Bandeira de Mello, de camisa de Zico, fez o marketing perfeito, sem precisar de teóricos de blazer, palavras importadas do dialeto americano da Comunicação, ou da picaretagem natural dos vigaristas. Bandeira de Mello foi o justiceiro do amor e da doce vingança, do troco dado pelo tempo. Num clube de futebol, Pat Barracos, Euricos Mirandas, Robertos Dinamites(Dinamite como cartola), Tirones, Sanchez e outros bichos, são todos descartáveis e passageiros, como foi Clóvis Carvalho, o ministro que um dia desprezou Miguel Arraes. Fazer de um clube de futebol uma corte caricata de bobos, zumbis teleguiados e manipulados é dos sem-biografia. Dos ocasionais e temporários. Dos que bebem o vinho podre do poder e caem no vício do imperialismo. Pode durar 100 anos, mas um dia, saem pelos fundos. Bandeira de Mello, o novo presidente do Flamengo, vestiu a camisa limpa de Zico e saiu por aí. Fez bonito. Palavra de vascaíno. DIOGO, GÊMEO O meia Diogo Barcelos, contratado pelo ABC, é gêmeo de Diego. Filhos do lateral-direito João Carlos, tricampeão brasileiro invicto pelo Internacional(RS) de Batista, Falcão, Jair e Mário Sérgio em 1979. Bem veterano, João Carlos teve uma breve passagem pelo alvinegro em 1988. Diogo surgiu como uma das grandes promessas do futebol brasileiro. AMÉRICA AZUL O América tem um uniforme azul, mas suas cores estão vivas em Belém(PA). O Remo, nadando na Série D, buscou sete ex-jogadores rubros para tentar superar o rival Paysandu. Entre eles Berg, que também andou pelo ABC sem causar suspiros de recordação.

Rogério Ceni tenta levar experiência a campo para voltar a vencer uma decisão

RAÍ Elegante como o habitual, Raí, o camisa 10 que não fez nada na seleção da Copa de 1994, mas deveria ter ido ao Mundial de 1998(estava arrebentando na França), deu uma senhora dica a Neymar: Fazer menos publicidade. Entupido de dinheiro, o menino sabe que sua

maior propaganda são seus pés. FICA CHATO Depois que se vê um jogo de Messi, fica difícil assistir qualquer outra partida. Tudo igual. E a Europa não está nenhum bicho não. CARLOS E O JL A seleção do Estádio Juvenal Lamartine escalada pelo professor e pesquisador Carlos Alberto Nascimento de Andrade, alecrinense e ex-jogador do ABC: Ribamar (ABC); Biró (ABC), Canela de Ferro(América), Dequinha (ABC) e Anchieta (Alecrim); Edmilson piromba (ABC) e Jorginho (ABC); Zezé (Alecrim/ABC), Alberi (ABC), Xixico (ABC) e Burunga (Alecrim/ABC/América). MEMÓRIA Há 30 anos, Davi vencia Golias. O Vasco derrotava o Flamengo em 5 de dezembro de 1982 e conquistava o Campeonato Carioca após quatro vices consecutivos. Gol do pequeno Marquinho, ao raspar de cabeça uma bola de escanteio. Público no Ex-Maracanã: 113.271 pagantes.


Cultura

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 17

TODOS OS RITMOS NUM SÓ INSTRUMENTO RAMON RIBEIRO ESPECIAL PARA O JH

O

Com 35 anos, 23 destes dedicados à música, o instrumentista potiguar Sergio Groove é dono de um talento reconhecido em várias cidades do país e no exterior. Depois de uma temporada nos Estados Unidos, seguida por uma série de apresentações em Natal e em outros estados, o contrabaixista virtuose lança nesta quinta-feira, dia 6, "Samba Funk Groove Soul", quarto disco solo da carreira. O show, que conta com a participação de Darlan Marley, Eduardo e Roberto Taufic, acontece às 21h, no Buraco da Catita, com entrada franca. O novo álbum, como é anunciado logo no título, evidencia mais uma vez a versatilidade do músico, que, como poucos, consegue passear por diversos ritmos. Mas, diferente de seus trabalhos anteriores, em "Samba Funk Groove Soul" Sergio compõe um disco inteiro usando apenas o instrumento que lhe deu fama, o contrabaixo. “Usei três contrabaixos e alguns equipamentos como pedal para dar certos efeitos. Com a voz eu improvisei a percussão e só. A novidade foi o desafio de trazer vários ritmos para o meu instrumento”, diz. Sergio Groove nasceu em Natal e iniciou na música aos 12 anos por incentivo do irmão José Ailton, que lhe presenteou com um violão. Depois se encontrou com o baixo quando o irmão quis montar uma banda e precisava de um baixista. A partir disso, autodidata, desenvolveu sua maneira de tocar e criou um estilo. Além de grande nome da música potiguar, o músico é destaque no cenário nacional

S ERGIO G ROOVE 6, "SAMBA F UNK

CONSAGRADO MÚSICO POTIGUAR

LANÇA NESTA QUINTA- FEIRA , DIA

G ROOVE S OUL ", e até o início deste ano estava em Boston (EUA), onde ministrou aulas de contrabaixo e fez shows na noite. Confira a entrevista com Sergio Groove. O JORNAL DE HOJE - "Samba Funk Groove Soul" é o seu quarto disco solo da carreira. Fale sobre esse novo trabalho. Sérgio Groove - O disco foi planejado nos Estados Unidos, onde morei um tempo. De volta a Natal, trouxe a concepção do projeto para gravar por aqui. São 11 faixas instrumentais, sendo três músicas dos álbuns anteriores regravadas em nova versão. O disco mostra o que tenho conseguido fazer sozinho pelo mundo. Usei três contrabaixos diferentes e alguns equipamentos como pedal para dar certos efeitos. Com a voz eu improvisei a percussão e só. A novidade foi o desafio de trazer vários ritmos e melodias para o meu instrumento. O JORNAL DE HOJE - O baixo é um instrumento bem discreto em relação à guitarra, bateria, vocal... Sérgio Groove - Não mais. O meu diferencial é que eu ouço um instrumento e tento fazer no contrabaixo. Depois dou aquele ritmo que algumas pessoas próximas chamam de sonoridade "sergio-groove". Que é algo com balanço, alegre, pra cima. O JORNAL DE HOJE - Como

SEU QUARTO DISCO SOLO

foram criadas as músicas? Sérgio Groove - Eu parto de algumas brincadeiras com o contrabaixo. Mas sem seguir padrões. Mais tarde vou moldando aquele som. Vou tomando as decisões e definindo a música. É quando a brincadeira começa a ficar séria. O JORNAL DE HOJE - Essa versatilidade que lhe permite tocar vários estilos vem da onde? Sérgio Groove - Minha escola é muito boa. Na década de 90 existiam várias bandas de baile. Eu participava de algumas. Me desenvolvi assim, tendo que tocar muitas músicas diferentes. Tínhamos que tocar músicas de vaquejada, canções de época. Também acompanhei cantores da noite, como Babau, Khrystal, Valéria Oliveira. Nunca tive preconceito de estilo. Ainda hoje acompanho e gravo com diversas bandas. Do forró ao jazz, passando por merengue, bolero etc. Toco com todo mundo, sem preconceitos. Com isso eu entrei em vários segmentos. Mas tenho meu trabalho solo, que é instrumental. Meu estilo mesmo se for ver, é trabalhar pra viver da música. [risos] O JORNAL DE HOJE – Você morou um tempo nos Estados Unidos onde pôde mostrar um pouco do seu trabalho musical. Como foi essa experiência?

Sérgio Groove - Eu tinha participado de um festival de música em São Luiz, no Maranhão. Uns americanos presentes no evento disseram que queriam me levar para participar do Festival Internacional de Contrabaixo BASS WORKOUT, que acontece em várias cidades dos EUA. Me apresentei três vezes lá. Na quarta já fui pra morar. O organizador do festival e professor de música, Jim Stinnet, me convidou para dar aula na famosa Berklee College of Music. Eu disse para ele que não tinha formação acadêmica, era autodidata e nunca havia dado aula. Ele me respondeu que o que importava era que seus alunos me vissem tocar. Então passei 10 meses dando aula numa faculdade em que gente do mundo todo quer entrar pra aprender. E eu entrei pela porta da frente para dar aula. Foi fantástico! O JORNAL DE HOJE - E aqui em Natal, tem dado aulas? Sérgio Groove - Antes de ir pros Estados Unidos eu não dava aula. Foi somente quando voltei que surgiram propostas para eu ensinar. Fiz uma parceria com a DeOliveira, empresa que fabrica meus baixos e dá força na carreira, para dar essas aulas. Como não estudei didática, desenvolvi uma maneira própria de ensino da música. Algo que se foca bem mais na prática

Cultura HOJE

com o instrumento. O JORNAL DE HOJE - Existem vários vídeos seus na internet. Num você aparece dando uma palhinha na rua. Acho que foi nos Estados Unidos... Sérgio Groove - Essa história é legal. Foi na Time Square. Eu estava encantado com tudo. Aquele lugar eu só tinha visto de filmes e da TV. Então quando um amigo me chamou para fazer umas imagens eu topei na hora. Ele estava com uma bateria de 15 horas para a caixa de som do contrabaixo elétrico. A gente dava umas voltas e parava em algum canto da rua para dar uma canja. Era tudo bem natural. Mas quando a gente tocava começava a juntar gente para ouvir, dançar, tirar fotos. E algumas pessoas davam gorjetas, pois é costume dos americanos dar dinheiro para quem leva arte para a rua. É legal esse contato direto e espontâneo com o público. O JORNAL DE HOJE - Você tem facilidade para tocar várias vertentes musicais. Mas quais são os estilos que você mais se identifica? Sérgio Groove - Gosto do funk americano, da música negra e latina. Gosto demais da diversidade de ritmos e tenho prazer em trazer sonoridades diferentes para o meu som. Mas se for para destacar apenas um estilo, eu destacaria a música gospel

americana, que amo. Hoje, para você ter ideia, o meu vizinho deve ter ficado doido. Botei um disco do Dominguinhos para ouvir. Em seguida coloquei uns discos de música africana, de Camarões, e outro do Marrocos. O JORNAL DE HOJE - Como chega a ter contato com essas músicas? Sérgio Groove - Eu conheço músicos do mundo todo. Tenho o costume de perguntar o que a pessoa ouve. E elas me mostram, gravam discos, passam uns vídeos da internet para eu ver. Vou ouvindo e guardando muita coisa. Mas, depois de 20 anos de carreira, ouvindo e estudando meu instrumento, hoje tenho interesse por ouvir coisas de outros instrumentos para trazer pro baixo. Procuro escutar ritmos e timbres para acrescentar na minha sonoridade. É como se eu fosse uma janela aberta. Quando eu gosto deixo entrar e guardo. O JORNALDE HOJE - Quais são os baixistas da música que você mais admira? Sérgio Groove - Pra citar apenas alguns do Brasil, admiro músicos como Celso Pixinga, Arthur Maia e Ebinho Cardoso. O JORNAL DE HOJE - Depois do lançamento do disco quais são os planos? Sérgio Groove - O próximo plano é gravar o DVD desse disco em quinteto. Mas vai ser pra depois do carnaval. Por enquanto ainda estou em contato com algumas pessoas para fazer participações especiais.

com Dani Pacheco

DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com - INTERINO - CONRADO CARLOS - ccpsilva@hotmail.com BURRO ELÉTRICO

PRATODOMUNDO Sociedade dos Amigos do Beco da Lama e Adjacências (SAMBA) promove a partir do próximo sábado, 8 de dezembro, o 9º PRATODOMUNDO, Festival Gastronômico do Beco da Lama. O evento acontece de 8 a 15 de dezembro em nove botecos da Cidade Alta. Diferente dos anos anteriores, em 2012 a competição é entre petiscos. O precinho também é camarada. Os bares poderão cobrar, no máximo, 10 reais por cada petisco.

Quem ganhou a promoção da coluna CULTURA HOJE / O JORNAL DE HOJE e vai curtir o bloco mais divertido e irreverente do Carnatal foi Aproniano César. Confira a frase vencedora: Se o mestre Luís Gonzaga fosse vivo ele dizia: O burro é quem trabalha, o burro é quem dá duro e nestes 21 anos do burro elétrico ele é o mais irreverente da cidade. E, POR FALAR.. O bloco Burro Elétrico vai contar com a participação do cantor pernambucano Almir Rouche, em parceria com Capilé no comando da folia.

RODA DE CONVERSA Amanhã, às 20h, acontece no Barracão Clowns a Roda de Conversa Estratégia de Circulação para o Teatro, com os Clowns e o Atores à Deriva. Os grupos farão depoimentos sobre como têm circulado pelo país e pelo exterior, com especial destaque para o relato dos Clowns sobre a recente ida ao Festival Iberoamericano de Cadiz, na Espanha. Todos os grupos, artistas e demais interessados da cidade estão convidados para contribuirem com seus relatos, perguntas e questionamentos. Este evento acontece como contrapartida ao Programa de Intercâmbio e Difusão Cultural do Ministério da Cultura/Governo Federal, que apoiou a ida do espetáculo Sua Incelença, Ricardo III ao festival espanhol, custeando parte das passagens aéreas.

LANÇAMENTO LITERÁRIO Nesta quinta-feira, dia 6, às 20h, acontece o lançamento do livro infantil A Onça Braba e o Cachorro Velho e do livro Louvor de Bartolomeu Correia de Melo (organizado por Nelson Patriota e Manoel Marques Filho), na Academia Norte-Rio-Grandense de Letras – Rua Mipibu, 443 – Petrópolis.

PROGRAME-SE O auto natalino “Um Presente de Natal” que retrata o nascimento de Jesus e resgata as tradições populares do RN será apresentada nesta sextafeira, dia 7, às 20h, na Cidade da Esperança (Av. Paraíba, em frente a UPA). A direção do espetáculo é assinada por Diana Fontes e o texto por Cláudia Magalhães e Danilo Guanais, que também assina a trilha sonora. A entrada é gratuita.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 5 de dezembro de 2012

Canal 1

BATE-REBATE w Durante todo este mês de dezembro, a Globo continuará exibindo “Os Simpsons”, aos sábados, 3 da madrugada. w A partir de janeiro, no entanto, passa a ser da Band. w Entre hoje e sexta-feira, a Globo Internacional participa do ATF - Asia TV Forum & Market, em Cingapura. w No catálogo, destaque para alguns documentários, como "Planeta Extremo" – indicado ao Emmy, "Depois do Fim" e "A Cor da Cultura". w O “A Liga” também fecha pra

Alguém está com informação errada sobre o fim de “Salve Jorge” e a estreia do Walcyr Carrasco, às 9 da noite, principal faixa de novelas da Globo. Resta descobrir quem. Glória Perez, depois de consultada, reafirmou que o seu trabalho vai do começo ao fim, como foi combinado. Nada será mexido até lá. Termina, portanto, no dia 17 de maio. Informações de dentro do Projac também dão conta que a próxima atração do horário será exibida a partir do dia 20. Não há, então, o que discutir. É isso e pronto. A Globo, por sua vez, também chamada a se manifestar, diz que a grade do ano que vem ainda não está fechada, mas todas as novelas estão seguindo os seus cronogramas originais, “sem qualquer antecipação, ao contrário do que tem sido publicado a respeito”. Partes colocadas, vamos ao nosso trivial de cada dia.

TV Globo/ Raphael Dias

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery

Duração de “Salve Jorge” está estabelecida na Globo

w DUPLA DE FRENTE O ID - Investigação Discovery confirmou o nome das duas apresentadoras do "Paixões Perigosas", série que irá reproduzir fatos reais. É quase um “Você Decide”. Adriane Galisteu fará o programa para o Brasil e Itatí Cantoral, a Soraya Montenegro de "Maria do Bairro" e que gravou o "Vale Todo", na Globo, para a América Latina. Cada episódio terá duas histórias diferentes. w COMPROMISSO OFICIAL Alexandre Raposo, presidente da Rede Record, foi ao Rio para uma reunião com o bispo Cláudio Rodrigues Silva, que substituiu Carlos Geraldo na direção da emissora. A incerteza dos funcionários, sobre novas demissões ou não, ainda é a mesma. Ninguém sabe o que vai acontecer. w EQUIPE COMPLETA A Transamérica estará com equi-

pe completa no Japão para o Mundial de Clubes. Ao contrário de outras, não tem nada de tubo. Isto se chama respeito aos ouvintes e anunciantes. Na segunda-feira já foram Márcio Bernardes e o repórter Marco Belo e amanhã, quinta, viajam Eder Luiz e o comentarista Henrique Guilherme. w A PROPÓSITO Se alguma outra emissora de São Paulo ou de qualquer ponto do país se dignar a fazer o mesmo trabalho que a Transamérica, também terá aqui merecido registro. Quanto às demais, sabe o que é melhor? O melhor é não falar nada. w GABI FAZ TEATRO EM 2013 Depois deixar gravados os seus programas do GNT e SBT, Marília Gabriela resolveu passar o Natal e Ano Novo na Itália. Viaja dia 22. No ano que vem, a Gabi vai voltar ao teatro, com a peça “A Guerra dos Roses”. É uma comédia de humor negro, baseada no conto de Warren Adler, que teve uma versão no cinema com Kathleen Turner e Michael Douglas. Direção do Jô Soares, com ela, Herson Capri e mais seis atores no palco.

O anúncio do Marcelo Campos Pinto, da Globo Esportes, segunda, durante a festa dos Melhores do Brasileirão, de que a sua emissora vai investir mais de R$ 1,5 bilhão em competições de futebol no ano que vem, foi bem recebido por todos. Resta saber se a outra parte - clubes e Federações - também irá corresponder. Até porque, a bagunça sempre foi uma marca registrada do nosso futebol. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

ERÓTICA Em “Pé na Cova”, novo seriado do Miguel Falabella, que a Globo exibirá em janeiro, Luma Costa é Odete Roitman. Para conseguir um dinheirinho a mais, ela se exibe na Internet, gosta de tirar a roupa, e inova com diferentes personagens que interpreta, como a erótica heroína de mangá japonês. w BONI NO SBT – 1 O Boni gravou, segunda-feira, a sua participação no “Quadro do Chapéu”, do Raul Gil. Foi segundo se informa, uma das melhores deste quadro em todos os tempos. Ele caiu no choro em vários momentos, ao falar da Hebe, Chico Anysio, Carlos Alberto de Nóbrega, Manoel de Nóbrega e de outras pessoas. w BONI NO SBT – 2 Um depoimento do Moacyr Franco também deixou o Boni muito emocionado. Mais choro.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Terá de fazer mais esforço pra manter as finanças equilibradas e será trabalhoso lidar com o apego alheio. O lado bom disso é que a vida lhe dará chance de rastrear melhor as intenções reais de seus parceiros e clientes.

Leão 22/07 a 22/08 Chegou o período do ano em que você precisará se concentrar mais nos assuntos de casa, do lar, da família e de tudo que diz respeito a raízes e sonhos. Vênus em Escorpião clama por mais privacidade. Jogos de poder em casa.

Sagitário 21/11 a 21/12 Lua em Leão envia ótimos raios a seu signo desde ontem. Mais razão ainda pra investir firme nas relações com as pessoas, e melhorar o que não anda bem com seu amor. Saúde, encanto pessoal e por tas aber tas por ai.

Touro 21/04 a 20/05 Seu planeta regente - Vênus - anda por Escorpião, e a natureza beligerante deste signo dá mais trabalho para que as suas relações pessoais e profissionais se mantenham agradáveis. Combater o ciúme é o primeiro passo!

Virgem 23/08 a 22/09 Mar te em bom aspecto a Saturno aprofundam suas reflexões sobre a vida, o tempo e a duração das coisas; o que se traduzirá em atos e gestos de mudança. Vênus solta o seu verbo, mas tome cuidado para não ferir a toa.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Por um lado, é tempo de confiar na inspiração e apostar na sua intuição. Por outro lado, época de investir pesado em laços afetivos consistentes.. Esforce-se para ficar firme. Um amigo passará por crise de renovação.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Marte e Saturno favorecem ação com responsabilidade tanto no setor domestico e em relação a família, quanto no âmbito espiritual. Algumas coisas devem ser faladas e não precisam ser mais mantidas em segredo.

Libra 23/09 a 22/10 Tempo de concentrar seu talento na construção de bases mais firmes. Época de turbulência em relações frágeis, que podem balançar. Talvez você se descubra possessivo. Drible a tendência fazendo o bem a alguns.

Aquário 21/01 a 19/02 Você vai causar certo impacto hoje. De certo modo, tudo o que fizer estará aparecendo mais. Então, já sabe: escolha bem o que quer exibir. Reputação é assunto também. Cuide dela. Sensibilidade boa para fazer alianças.

Câncer 21/06 a 21/07 Período astral em que os amigos o estarão puxando para as diversões do mundo. E é tempo também de mais fertilidade, criatividade e namoro. Alguns pensarão em ter filhos. O ciúme maior afoga e limita, cuidado.

Escorpião 23/10 a 21/11 Vênus, Marte e Saturno se harmonizam há dias: tome uma decisão a favor de si mesmo e siga adiante. Capriche no visual, mostre seu poder de ir fundo num assunto, brilhe por sua dignidade natural. Fará sucesso hoje!

Peixes 20/02 a 20/03 Mais atento aos seus projetos; some garra e independência e faça com que decolem de vez. No privado, siga independente. Crie suas condições, valorizese e invista mais em si mesmo. O tempo corre e seu momento é agora.

MOVIECOM 6: Hora: 15h10/ 17h20/ 19h30- Dublado - 3D

007 - OPERAÇÃO SKYFALL - 14 anos MOVIECOM 2: Hora: 21h25

CINEMA AMANHECER PARTE 2 - 12 Anos CINEMARK 1 - Hora: 12h40 / 15h20 / 18h / 20h40; 23h15 (sáb)- Dublado CINEMARK 5- Hora: 12h10 / 17h30 / 20h10 (exc. terc e qui) - 22h45 (sáb) - Legendado CINEMARK 6 - Hora: 11h (sáb e dom)/ 13h40 / 16h20 -/19h00 / 21h40 - 00h15 (sáb)- DIG (Dub) MOVIECOM 4: Hora: 14h00 - Dublado MOVIECOM 7: Hora: 15h30/ 18h00/ 20h30- Legendado A ORIGEM DOS GUARDIÕES Livre CINEMARK 2- Hora: 12h (exc sáb)/ 14h30 / 17h00 / 19h20 / 21h50 ; 11h (sáb) Dublado - 3D CINEMARK 7 - Hora: 11h05 (sáb e dom) / 13h20 / 15h50 / 18h10 / 20h30 / 23h00 (sáb) - 3D- Dublado MOVIECOM 5: Hora: 14h00 - Dublado

OS PENETRAS - 12 anos CINEMARK 3 - Hora: 11h40 (sáb e dom) / 14h00 / 16h10 / 18h30 / 21h00 / 23h30 B (sáb) MOVIECOM 1: Hora: 15h05h/ 17h15/19h25/21h35 GONZAGA DE PAI PARA FILHO 12 anos CINEMARK 4 - Hora: 13h00 / 16h00 / 18h55/ 22h00 MOVIECOM 3: Hora: 21h BEM AMADAS - 16 Anos CINEMARK 5 - Hora: 20h10 (ter e qui) DIÁRIO DE UM BANANA 3 - Livre CINEMARK 5 - Hora: - Livre 15h00 (Dub)

reformas. Durante as férias do começo do ano será escolhido o seu novo elenco. w Quarta-feira passada, no Na Mata Café, em São Paulo, a cantora Karina lançou o seu novo cd, “Você merece Samba”, com a participação de Jair Rodrigues. w “Trair e Coçar...”, do Marcos Caruso, volta amanhã, quinta, ao cartaz no Teatro Bibi Ferreira, em São Paulo. w Anastácia Custódio interpreta a empregada Olímpia. O espetáculo tem a direção de Atílio Riccó.

C´EST FINI

>> TV - TUDO w FAGUNDES ESCALADO Não existem mais dúvidas a respeito da participação de Antonio Fagundes na novela do Walcyr Carrasco. Agora é oficial. O martelo foi batido na última segundafeira. Ator e autor fizeram juntos “Gabriela”.

Quarta-feira

ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE (Nacional) - 12 anos MOVIECOM 2: Hora: 14h25 ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA - 16 anos MOVIECOM 3: Hora: 21h00 SELVAGENS - 18 anos MOVIECOM 2: Hora: 18h45 - Legendado OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

De um total de 10 sugestões, ele não tirou o chapéu para seis – isso eu não conto. A ideia era colocar o quadro no ar no dia 22, mas vai ser antecipado em uma semana. w JÁ TEVE BRIGA Todos já esperavam por isso. Bastou Val Marchiori entrar e gravar a sua primeira participação no “Mulheres Ricas”, para Narcisa Tamborindeguy se encasquetar com a presença dela. Um piti anunciado. Foi feita, inclusive, uma reclamação por telefone aos responsáveis pelo programa.


Cidade

Quarta-feira

Natal, 5 de dezembro de 2012

Bazar Natalino do Bem movimenta solidariedade na capital potiguar INTENÇÃO

É OBTER RECURSOS ATRAVÉS DA VENDA DE OBJETOS DECORATIVOS

Sofisticação, beleza e solidariedade. Esse é o espírito que muitas pessoas podem agregar neste mês de dezembro, através de uma ação de caráter social desenvolvido pela Casa do Bem, entidade não governamental que trabalha com o desenvolvimento de crianças e jovens em situação de risco. Nesta quarta-feira, a organização promove o Bazar Natalino do Bem para obter recursos através da venda de objetos decorativos para mesas natalinas. O bazar está sendo realizado das 9h às 18h no espaço Vitta Spa Day, localizado na rua Mossoró, em Tirol. A ação para realização do Bazar Natalino conta com o apoio de voluntários que renunciaram ganhos financeiros em prol da Casa do Bem. Serão oferecidas peças como louças, toalhas, castiçais, jogos americanos, guardanapos, porta guardanapos, guirlandas, dentre outras coisas, doadas por lojas de decoração da cidade, parceiras do projeto, tais como: Factum Empório, Arban, Linhagem, Firulas, Mulher Rendeira. Além deles, a ação conta com o apoio do espaço Vitta Spa Day e de Fred Hairstyle. A coordenadora do bazar, Márcia Pessoa, disse que a ideia surgiu a partir do trabalho de decoração desenvolvido por uma colega. "Começamos a gostar muito dos trabalhos dela e muitas pessoas queriam comprar. Mas ela não vende nada do que faz. Os objetos são trocados por cestas básicas que são doadas para pessoas necessitadas", disse Márcia.

Herácles Dantas

Entre os objetos oferecidos estão as louças, toalhas, castiçais, jogos americanos, guirlandas e por ta guardanapos "Agora, a intenção da gente é fazer com que o bazar se torne parte do calendário festivo de Natal", afirmou. Para Márcia, todos os envolvidos saem ganhando com a realização do bazar. "Os parceiros apresentam seus produtos, as pessoas compram objetos de decoração a um preço mais barato e a Casa do Bem arrecada dinheiro a partir das doações", disse. Os produtos estão sendo vendidos a partir de R$ 5. Com o lema 'Fazer o bem sem

> OBJETOS ELÉTRICOS

Cosern recomenda atenção dobrada na decoração natalina Com a aproximação das festas de Natal e Ano Novo muitos aproveitam o momento para ornamentar ambientes utilizando lâmpadas coloridas e objetos natalinos, enfatizando a simbologia alusiva ao período. Ao adquirir, manusear e instalar peças decorativas que utilizam energia elétrica é importante observar certos detalhes para evitar riscos de acidentes. Estar atento para a segurança ao escolher os objetos deve ser prioridade. Por isso, a Cosern recomenda alguns cuidados importantes que devem ser adotados pelos consumidores nesta época. Revise as instalações elétricas do imóvel antes de colocar os adereços. Identifique a qualidade e a procedência os piscas-piscas e lembre-se sempre de conferir se não há fios expostos ou ligações com defeitos; A iluminação natalina deverá ser feita por pessoas habilitadas,

observando as normas atinentes às instalações elétricas; É importante evitar o uso de benjamins (T) nas ligações elétricas e, atentar para as condições do material que será instalado, como a fiação, principalmente se foi adquirida em anos anteriores, já que pode ter sofrido desgaste do tempo e os fios (isolamentos) podem estar ressecados ou desencapados; Quando as instalações estiverem expostas às intempéries, tais como, chuvas ou alagamentos, utilize equipamentos apropriados para este tipo de ambiente; Não manuseie qualquer instalação elétrica com as mãos ou os pés molhados; Nunca faça a instalação externa ligada diretamente à fiação da rede ou próxima da rede de distribuição de energia; Não deixe a fiação ao alcance das crianças. Lembre-se que as tomadas devem estar protegidas. Divulgação

Deve-se evitar o uso de (T) nos equipamentos para não haver sobrecarga

olhar a quem', a Casa do Bem tem como presidente o escritor, jornalista e ativista social Flávio Resende. A organização ajuda no desenvolvimento sócio-educacional de pessoas carentes através de projetos culturais, esportivos, educativos e sociais, desenvolvendo ainda atividades voltadas para todas as faixas etárias, com distribuição de alimentos, cursos, palestras. De acordo com Flávio Resende, esse bazar veio em um bom mo-

mento para ajudar nas despesas da entidade. "Estamos em uma situação financeira difícil neste fim de ano. Se não fosse essa iniciativa de Márcia, poderíamos estar passando dificuldades, pois boa parte do nosso recurso vem de doações", disse. O presidente da Casa explica que o dinheiro arrecadado será recolhido para pagamento das contas de manutenção da instituição e para a compra de materiais administrativos de limpeza.

> NO PARQUE DAS DUNAS

Dia Internacional contra a Corrupção será comemorado A Controladoria-Geral da União (CGU) em conjunto com instituições parceiras do Movimento Articulado de Combate à Corrupção (MARCCO), entre elas o Ministério Público Estadual, realizam no próximo domingo, dia 09/12, no Parque das Dunas, uma manhã de comemoração ao Dia Internacional Contra a Corrupção. A data será marcada com distribuição de material informativo e apresentação de ações desenvolvidas sobre o tema. A programação também prevê a Caminhada contra a Corrupção, às 9h, dentro do antigo Bosque dos Namorados. O Dia Internacional Contra a Corrupção é um evento alusivo à assinatura da Convenção das Nações Unidas Contra a Corrupção, no dia 9 de dezembro de 2003, na cidade mexicana de Mérida. A Convenção é o mais importante documento internacional juridicamente vinculante. Ela prevê a cooperação para recuperar somas de dinheiro desviadas dos países, por meio de rastreamento, bloqueio e devolução de bens e, também, a criminalização do suborno e lavagem de dinheiro. De acordo com a Convenção, os governos são responsáveis por realizar ações eficientes contra a corrupção, e cabe aos países signatários, implementar as normas da Convenção. A sociedade e o setor privado desempenham papel importante ao apoiar os governos na adoção dos preceitos estabelecidos pela Convenção e na exigência que a administração pública seja mais transparente e aberta a mecanismos de fiscalização e controle. Em suma, a ideia central é fortalecer a cooperação internacional para ampliar a prevenção e o combate à corrupção em todo o

mundo. No Brasil, é a Controladoria-Geral da União (CGU) que acompanha a implementação da Convenção e de outros compromissos internacionais assumidos pelo País, que tenham como objetivo a prevenção o combate à corrupção. Assim, anualmente, em todos os estados da Federação, por iniciativa da CGU, é comemorado o Dia Internacional Contra a Corrupção. O evento contará, ainda, com a presença de profissionais especializados em saúde e educação física em duas tendas (Unimed e Natal Runner), orientando os presentes sobre os cuidados com a prática de exercícios físicos. Dentre as instituições que estarão distribuindo informativos, a CGU entregará aos presentes e interessados, suas cartilhas de Lei de Acesso à Informação e de Controle Social, e o Ministério Público Estadual trará a campanha O que você tem a ver com a corrupção?, através do Programa Aprendendo a ser Cidadão. PROGRAMAÇÃO 08 às 12h Distribuição de material informativo de instituições parceiras do MARCCO ; 09h - Caminhada Contra a Corrupção (dentro do Bosque); 09h40 - Teatro de Bonecos com a peça Lei de Acesso à Informação; 10h20 - Teatro com a peça O que você tem a ver com a corrupção?; 11h - Apresentação Musical com Diogo Guanabara e Henrique Pachêco; 11h20 - Premiação do Concurso de Desenho da CGU; 11h40 - Assinatura da Agenda Propositiva com os Prefeitos Eleitos presentes; 12h - Encerramento.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de dezembro de 2012

Cidade

Quarta-feira

Érika Nesi erikamnesi@hotmail.com

O homenageado hoje é o Desembargador Lourival Medeiros, ícone em ética, lealdade, competência e honradez no uso da toga a qual dignificou a Magistratura do Rio Grande do Norte. Ocupou diversos cargos no interior do Estado e na capital, como Desembargador do Tribunal de Justiça, e posteriormente como seu Presidente. Foi um exemplo como profissional, como esposo, como pai e cidadão, qualidades inerentes aos grandes homens de bem. BRILHANTE TRAJETÓRIA "Dentre os magistrados norterio-grandenses de ontem e de hoje, destaca-se, sem qualquer sombra de dúvidas, o Desembargador Lourival Medeiros, pelas suas qualidades morais e intelectuais. Nascido em Santa Cruz (RN), a 26 de maio de 1919, filho de Antonio Henrique de Medeiros e Maria das Dores de Medeiros, o Des. Lourival perfez brilhante trajetória na vida pública do nosso Estado, havendo exercido, antes de ingressar na magistratura, o cargo de Adjunto de Promotor Público do termo judiciário da Comarca de Santa Cruz. Em 1951, aprovado em concurso para o cargo de Juiz de Direito, foi nomeado titular da Comarca de São Miguel, assumindo as suas novas funções em 20 de maio daquele ano. Com pouco tempo, obteve remoção para a Comarca de Patu. Em seu itinerário, na 1ª entrância, sucederamse as Comarcas de Itaretama (atualmente, Lajes) e Goianinha, onde atuou, longamente, tendo-se demorado, ali, cerca de dez anos. Promovido para a Comarca de Macaíba, de 2ª entrância, permaneceu à frente da mesma, por curto tempo, promovido que foi para Nona Vara da Comarca de Natal, de 3ª entrância; nesta permaneceu cerca de três anos até ser removido a pedido, para a Sexta Vara, e, algum tempo depois, para a Terceira Vara Criminal. Sobreveio, como justo reconhecimento, a promoção ao cargo de Desembargador do Tribunal de Justiça, cujas funções assumiu em 20 de outubro de 1970, desempenhando-as, ao longo de nada menos por 18 anos, sendo eleito seu Presidente para o biênio 1978/1979. Embora por modéstia, não se considerasse, propriamente, jurista, o Des. Lourival era dotado de sólidos conhecimentos jurídicos. Tive a honra de ser seu colega, no Tribunal, e pude constatar que os seus votos e, consequentemente, os acórdãos de que foi relator, eram sucintos, mas muito bem fundamentados. Foi uma virtude que absorvi do saudoso colega. Admirava-o, sobretudo, pela inteireza moral e pelo zelo que denotava em tudo que dissesse respeito ao desempenho da judicatura. Suas virtudes morais que o elevaram também como cidadão, foram transmitidas, juntamente com Dona Terezinha Lisboa, sua esposa, aos filhos Patrícia e Antônio Henrique, que lhes deram os netos Fernando Luiz; Maria Clarice; Maria Luiza; Pedro Henrique; Manuela e Gabriella. Afável, sério de fino trato, em suma, um excelente e admirável colega. Devo, por fim, ressaltar que a sua experiência muito me serviu cotidianamente no desempenho das minhas atividades judicantes. Era realmente, um exemplo a ser seguido, na qualidade de magistrado como também de cidadão". Desembargador- Caio Regalado de Alencar PARCEIRO NA VIDA E TRABALHO "Quando das caminhadas no final de mais um dia de labuta, faço um percurso sozinho, e neste momento surgem reflexões sobre preocupações e responsabilidades com a minha família e, nesta hora lembro do meu pai, por tudo o que ele representou para nós, sempre nos orientando sob a ótica dos preceitos éticos, morais e familiares. Na minha infância e adolescência sempre foi muito participativo, nas minhas atividades recreativas, esportivas e estudantis. Quando adulto, formamos uma parceria na administração de uma propriedade de criação de gado, onde todos os sábados, impreterivelmente, estávamos lá, estabelecendo uma interação com a terra, os animais, e as pessoas envolvidas nesse ambiente rural, o que me proporcionou, muitas alegrias e recordações que hoje guardo comigo, principalmente, quan-

ÍCONE FASHION Lourival Medeiros

do necessito tomar decisões e não posso contar com o apoio e orientação do meu pai". Antonio Henrique - filho AMOR INCONDICIONAL "Escrever sobre o meu pai me remete a três sentimentos: saudade, orgulho e alegria. Saudade da presença física, da proteção, do amor incondicional, das conversas, dos conselhos, do meu porto seguro. Saudade também daquele pai tão presente em nossas vidas, minha e do meu irmão, que torcia e vibrava com cada vitória, e participava tão intensamente. Das viagens de ônibus quando íamos nadar fora de Natal, que ele junto com mamãe acompanhava, até o vestibular onde ele calculava cada média minha. Até hoje ainda tenho guardado as minhas notas, com a sua letra. O seu maior orgulho foi o meu desempenho na prova de redação. Quando fiz concurso para o TRT, estimulada por ele, e fui aprovada, a sua alegria foi indescritível. Meu pai sempre dizia da importância da mulher ter sua independência financeira, e de tanto bater nessa tecla eu acabei colocando isso como prioridade na minha vida. E assim sempre foi: uma presença muito forte. O orgulho que sinto é por ser filha de uma pessoa do

bem, e de bem. A alegria é ter dentro de mim tantas lembranças boas junto a ele, na minha infância, adolescência e parte da minha vida adulta. O seu exemplo foi muito forte, e agora na maturidade é que percebo em certos momentos agindo exatamente igual. No cuidado com os filhos, às vezes um pouquinho exagerado. Em nunca deixar nada mudar a minha essência. Seguir meu caminho, errando muitas vezes, mas nunca prejudicando ninguém. Finalmente, quando algumas vezes eu sinto a tristeza decorrente da saudade, são para as minhas lembranças boas que recorro. E sei que de alguma forma, ele estará sempre perto de mim". Patrícia- filha GRANDE FIGURA "Na primeira vez que liguei para Patrícia, Dr. Lourival atendeu. Era uma chuvosa noite de um domingo de maio, e ela não estava em casa. "Quem fala?", ele perguntou. E eu, diante da minha timidez, respondi: "um amigo". E ele foi enfático: "O nome! Diga o nome! Tem nome não?". Tive que dizer meu nome, antes de desligar. Mas desconfiava que ele não iria me morder. Nos encontramos, somente, quatro meses depois, porque era o aniversário dela. Aí tive

que ir, e ele também. Nos cumprimentamos cordialmente. A partir dali fomos desenvolvendo uma amizade de genro e sogro, e descobri, inclusive, que havia um histórico de amizade entre nossas famílias, ambas originadas em Santa Cruz, terra natal dele e do meu pai. Dr. Lourival era uma grande figura. Éramos parecidos, até. Quando eu Patrícia decidimos nos casar, achei mais confortável que ela o avisasse. Ele também preferiu assim. Parecia que tínhamos receio de enfrentar essa formalidade: nem ele queria escutar, nem eu queria dizê-lo. Lamento ter convivido pouco tempo com ele. Mas o pouco tempo que foi, foi bom". Henio- genro HONRA E DIGNIDADE "Falar do meu tio Lourival, é falar de um homem digno, íntegro, honesto, dono de uma alma solidária e bondosa. Éramos muito próximos. Era meu tio e amigo, carinhoso com os meus filhos e muito ligado ao meu pai, que era seu cunhado (minha mãe era sua irmã). Se visitavam quase diariamente e eram grandes amigos. Foi o meu padrinho de casamento e adotou o meu marido como seu sobrinho de coração. Uma época, lembro-me, morou conosco por um bom tempo, daí

toda nossa ligação afetiva, amorosa, carinhosa e fraternal. Encontrou em Terezinha, a companheira certa e com ela constituiu uma linda família, da qual nasceram dois filhos, Antônio Henrique, nome do seu pai, meu avô, e Patrícia que graças a Deus teve a oportunidade de conduzi-la ao altar, porém não conheceu os seus netos, nem a sua nora. Mas aonde ele estiver, com certeza, estará abençoando a todos. É com muita emoção e saudade que falo do meu tio Lourival, tão próximo e tão querido. Um homem que honrou e dignificou a toga de desembargador, usada com muita justiça e honestidade". Rosa Maria de Sá Leitão - sobrinha EXEMPLO DE MAGISTRADO "Lourival Medeiros, o homem, o magistrado. Conheci-o nas minhas idas e vindas à cidade de Nova Cruz, lá pelo ano de 1943 quando ia com Helenita, minha prima-namorada e futura esposa, coincidentes com seus períodos de férias, já que estudava na cidade do Recife. Era freqüente sua presença nas "rodas" comuns à época, que se formavam na calçada da residência de Alice e Tales Bastos, irmã e cunhado de Helenita. Uma amizade, no entanto, que se consolidou a par-

tir de uma atitude minha, quase de nenhuma importância. Numa tarde de domingo, no campinho de futebol da cidade, duas equipes se defrontaram: uma, genuinamente da terra, com atletas amadores nascidos e vividos em Santa Cruz; a outra, de santacruzenses, é verdade, que estudavam em cidades de outros Estados, alguns integrando, até mesmo, clubes filiados às federações locais. Venceram os genuínos filhos da terra, o que deu lugar aos inconformados perdedores utilizarem a crônica esportiva natalense para levantar suspeitas quanto à isenção do árbitro. Eu que já havia assistido a partida, por decisão própria, utilizei também a mesma imprensa para repor a verdade dos fatos e lamentar a falta de amor à terra e à verdade, da parte dos perdedores. Já naquela época Lourival Medeiros era um moço que amava, como nenhum outro, a sua terra de nascimento, era sério nas suas convicções, educado no trato com as pessoas, enfim, um homem de bem. E foi ele mesmo, à minha revelia, que com entusiasmo deu larga divulgação a essa minha crônica. Passou o tempo e um dia nos vimos diante do magistrado, sem mudar suas características pessoais, mas, a elas acrescendo seu respeito pelo Direito e pela boa aplicação da Justiça. Não foram muitas vezes que tive presidindo audiência em que eu figurava como advogado de uma das partes. No entanto, recebi todas as suas decisões, qualquer que fosse o seu julgamento, com respeito que a sua dignidade colocada acima de todas as coisas, exigia, pelo equilíbrio que lhe era transparente. Um dia Lourival Medeiros chegou com méritos ao nosso Tribunal de Justiça, vestindo a toga de desembargador. Seguramente, estava ele preparado para as responsabilidades cobradas nos julgamentos da segunda instância, e suas decisões, apoiadas em sua vida dedicada ao sentido do justo, constituíam peças exemplares, comuns àqueles que não se escondem na toga para distorcer às lições emanadas dos códigos e da jurisprudência de nossos tribunais superiores. Nunca conversamos sobre processo que estava em suas mãos e me tinha como advogado de uma das partes. Éramos amigoS, sobretudo, porque nos respeitávamos, porque tínhamos recíproca admiração pela condição profissional de um e de outro. Quando concorri ao quinto constitucional do advogado - num episódio que não tem porque ser lembrado - recebi sua solidariedade, ainda que já aposentado, desejoso que chegasse eu à magistratura, premiando minha vida de advogado, manifestando a certeza, de que não "agruparia" para prolatar decisões. Exatamente porque, em tida a sua vida de magistrado, Lourival Medeiros nunca sofreu influência de lideranças, mesmo porque a estatura com que cumpria suas atribuições, desencorajava, a quem quer que fosse, fazer mínima sondagem quanto a um seu desentendimento. Admirei, e continuo alimentando essa admiração, o desembargador Lourival Medeiros, ainda que o Senhor o tenha chamado para o seu lado, pelo Homem que sempre foi, humilde sem de deixar humilhar, exemplar chefe de família, fiel aos seus princípios, ímpar na sua lealdade; e pelo magistrado que soube ser deixando lições que devem ser passadas aos mais novos. Nenhum outro,dignificou mais a magistratura que o Desembargador Lourival Medeiros". Eider Furtado - advogado RESPEITO E GRATIDÃO "No início de minha carreira jurídica, tive a oportunidade de assessorar o Desembargador Lourival Medeiros, um dos maiores juízes deste Estado. Seus atributos pessoais de probidade, honradez e competência sempre engrandeceram o Poder Judiciário e serviram-me de inspiração para abraçar a Magistratura. Amigo fraterno do meu pai, comigo manteve estreita convivência profissional, possibilitando-me testemunhar que a sua personalidade forte e conhecida austeridade não escondiam a brandura de um homem bondoso e de um afetuoso pai. Sou-lhe imensamente grato pelos exemplos de correção e pela inigualável oportunidade que me propiciou". Ricardo Procópio Bandeira de Melo - Juiz de Direito

FLIP 05/12/2012  

Cidade, economia, cultura e esporte

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you