Page 1

Sexta-feira

Ano XV w NATAL-RN,

5 DE OUTUBRO DE 2012 w Nº 4.459

R$1,00 w jornaldehoje.com.br

> SUCESSÃO EM NATAL

Ex-prefeito Carlos Eduardo foi atacado até por Mineiro no último debate eleitoral MESMO O PT TENDO PARTICIPADO DA GESTÃO, MINEIRO NÃO POUPOU CRÍTICAS SOBRE O FRACO DESEMPENHO DURANTE OS 7 ANOS DE ADMINISTRAÇÃO DE CARLOS EDUARDO. HERMANO, ROGÉRIO E ROBÉRIO TAMBÉM LISTARAM PONTOS NEGATIVOS POLÍTICA 3 José Aldenir

> TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

Candidatos indeferidos poderão ser condenados a ressarcir cofres públicos POLÍTICA 5

> SISTEMA FALIDO

“Quatro adolescentes agem como se fossem chefões do Ceduc”, denuncia promotora Promotora da Infância e Juventude de Natal, Mariana Rebello, foi impedida de entrar esta manhã no prédio do Centro Educacional de Nazaré. A promotora

pretendia realizar inspeção de rotina, mas foi ameaçada por internos que precisaram ser controlados por policiais do Batalhão de Choque. CIDADE 8 Procurador geral, promotores e juízes cobram medidas urgentes do Governo. "Falta estrutura física e direção nas unidades educacionais", lamentam

> ELEIÇÕES 2012

Wellington Rocha

> VENCER OU VENCER...

América aposta todas suas fichas hoje no Nazarenão ESPORTE 15

> MOBILIDADE URBANA

Obras na Roberto Freire serão fiscalizadas pelo MP Divulgação

Na manhã desta sexta, eleitores já formavam filas no Terminal Rodoviário de Natal. Previsão é de que 8 mil pessoas viajem hoje para o interior do RN

Mais de 18 mil eleitores passarão pela rodoviária até o domingo MOSSORÓ, CAICÓ, CURRAIS NOVOS E MACAU SÃO OS MUNICÍPIOS DURANTE O PERÍODO DAS ELEIÇÕES. FROTA EXTRA COM 80 ÔNIBUS

Túlio Lemos

MAIS PROCURADOS SUPRIRÁ DEMANDA CIDADE 6

Marcos A. de Sá

Projeto de reestruturação da avenida faz parte das obras da Copa em Natal CIDADE 6

Daniela Freire

Vicente Serejo

Página 12

Página 13

SYLVIA SÁ INTERINA

Página 3

Página 7

w O ministro Garibaldi Filho foi um dos mais requisitados na eleição municipal do RN.

w Fiern e Sebrae planejam ações para fortalecer micro e pequenas empresas do Estado.

w O sorriso de Hermano que não serviu... na soma, o semblante foi sério e compenetrado.

w Na cultura oficial nada se cria, nada se transforma, tudo são velhas repetições.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Lúcia Jales Everildo Bento Adalberto Targino Adauto Medeiros Laurence Bittencourt Ormuz Barbalho Simonetti José Narcelio Marques Sousa OPINIÃO - Página 2 INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,02 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,13 R$ 2,02

Euro x real R$ 2,64 Poupança 0,50%/0,42% Taxa Selic 7,5%

EMAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 5 de outubro de 2012

LAURENCE BITTENCOURT, jornalista (laurenceleite@bol.com.br)

Amancio

Sexta-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

ORMUZ BARBALHO SIMONETTI, presidente do Instituto Norte-rio-grandense de Genealogia-INRG e membro do IHGRN (ormuzsimonetti@yahoo.com.br)

Sociedade: quanto mais sofrida mais paranóica Acompanhando a crise entre o Irã (Oriente) e os EUA (Ocidente) a partir do filme exibido recentemente cuja mensagem pareceu ofensiva aos iranianos islâmicos, um amigo de forma perspicaz me fez perceber ou pensar, talvez a palavra mais certa, que quanto mais frágil uma sociedade mais paranóica e sofrida também essa mesma sociedade, acrescentando ele, que uma rigidez, portanto, transparece junto com reações extremas e fanáticas. De fato fiquei pensando sobre o argumento usado por meu amigo. A ameaça sentida pelos islâmicos, no caso, em relação ao seu líder maior, Maomé, pareceu sem dúvida demonstrar quão frágil parece ser essa mesma crença e liderança capaz de se ver abalada ou ameaçada através de uma crítica seguida de uma reação de intolerância. O que ficou patente diante da reação violenta dos iranianos islâmicos foi a falta de humor, de leveza, o que de fato parece caracterizar toda uma estrutura social (e porque não dizer individual) rígida. Claro que entendi o ponto de vista do meu amigo, e minha análise a partir dela não está calcada ou tem como pano de fundo ou ponto de partida uma avaliação psicológica e sim muito mais sociológica, ainda que uma e outra não estejam separadas. Lembrei-me agora de um livro que já foi muito importante no que toca ao debate de ideias em especial no Ocidente que é o livro "Antropologia estrutural", escrito por esse gênio contemporâneo chamado Claude Levi Strauss. Uma das revelações do livro e que fez muito sucesso quando do seu lançamento, isso até os anos 1980 foi a explicação dada pelo antropólogo francês de que o sistema de troca entre famí-

Artigo

lias e os grupos de sociedades diferente permitiu que a civilização avançasse. Em contrapartida quanto mais fechada as sociedades nessas trocas, menos convívio civilizatório aparece, sobressaindo uma postura de alerta permanente a qualquer critica que lhes seja dirigida. Na verdade, desde o Renascimento e da passagem da Idade Média Católica Romana para a Idade Moderna que o mundo se abriu. O homem moderno se mostrou cansado e reagiu diante do aprisionamento medieval em que se viu metido como numa camisa de força, e que não lhes era permitido pensar fora dos limites rigidamente traçados pela religião católica, e com isso fez expandir as grandes conquistas modernas, seja no campo das ciências, dos avanços tecnológicos, dos avanços no campo da informática, dos avanços no campo político e democrático, nos avanços no campo do pensamento e das ideias. Sem liberdade, não há avanço e nem o homem se sente confortável parece ser uma das verdades sacras. E uma das questões centrais que o mundo moderno trouxe consigo foi separar as relações de Estado das relações religiosas. Até o mundo moderno, reis e imperadores eram tidos como de origem divina e não eram. Eram sim de carne e osso como todos nós. Os países no nosso tempo que estão fechados continuam a pensar de uma forma, me parece ainda medieval e por isso reações extremas, tão próximas ou até mais que as reações que a Igreja católica tomou quando se viu ameaçada, através da terrível inquisição, chamada de Santa Inquisição. Não se avança só do ponto de vista político, é preciso avançar também em relação a outros segmentos da civilização.

EVERILDO BENTO, contador, pós-graduado em auditoria empresarial e presidente do CRC/RN (everildobento@globo.com)

Serviços contábeis – possibilidades e restrições na divulgação Os profissionais da contabilidade, embora não esteja explícito, podem realizar propaganda de serviços contábeis. A possibilidade é indicada no Código de Ética Profissional do Contador, que em seu artigo 3º diz que "é vedado ao profissional contábil anunciar, em qualquer modalidade ou veículo de comunicação, conteúdo que resulte na diminuição do colega, da organização contábil ou da classe, sendo sempre admitida a indicação de títulos, especializações, serviços oferecidos e trabalhos realizados". Portanto, a única ressalva feita é quanto ao conteúdo a ser veiculado e não quanto a possibilidade de divulgação. Essa restrição, de modo algum também, se estende ao veículo de comunicação pelo qual a mensagem será transmitida. Neste último ponto, inclusive, é explícito que pode ser em rádio, TV, internet ou jornal impresso. Todavia, dois pontos merecem especial atenção. Primeiro, o profissional contábil não pode transmitir informações sobre valor de serviços, já que os honorários são fi-

Artigo

xados após avaliação da atividade a ser realizada, quando serão analisados, dentre outros aspectos, a relevância, o vulto e a complexidade das tarefas a executar. Segundo, o profissional da contabilidade não pode conceder promoções ou vantagens, pois, de acordo com o artigo 8º do Código de Ética, isso caracteriza concorrência desleal. Outro ponto é a utilização da ferramenta Mala Direta para divulgação dos serviços contábeis. Aqui não há resquício de dúvida, a não ser para os que querem agir com má-fé, pois a Coordenadoria Jurídica do Conselho Federal de Contabilidade já emitiu parecer, em 1998, quando, peremptoriamente, afirmou que não se pode oferecer serviços por mala direta a pessoa física ou jurídica caso elas não sejam seus clientes. Destarte, percebe-se que os serviços contábeis podem ser divulgados, apenas faz-se necessário o cuidado quanto ao conteúdo da mensagem e, especificamente no uso da mala direta, quanto aos destinatários.

ADALBERTO TARGINO, procurador corregedor-geral do Estado/PGE e membro da Academia de Letras Jurídicas do RN (ceaf_pge@rn.gov.br)

Escândalo do petróleo O bravo escritor Monteiro Lobato, lido e respeitado pelos brasileiros pensantes e patrióticos, revoltado com os obstáculos orquestrados pela ditadura getulista à exploração do petróleo nacional, lançou, em 1936, com estrondosa repercussão e sucesso, inúmeras edições do célebre livro "O Escândalo do Petróleo". A importante obra, que acusava Vargas de não explorar e não deixar que explorassem o petróleo, teve vida curta de pouco mais de um ano, pois foi censurada já em 1937, inclusive apreendida e destruída. Como é sabido, mesmo com a criação do Conselho Nacional do Petróleo da Petrobras em 1938, as jazidas minerais consideradas propriedade estatal e, entre 1939 e 1953, terem sido perfurados 52 poços no país, até o inicio da década de 1950, cerca de 93% dos derivados do petróleo consumidos eram importados. Sabe-se que a esquerda, por razões ideológico-doutrinária, pugna pela não privatização e pela estatização das riquezas nacionais. Contudo, por incrível que pareça, em 1947, não foram os comunistas, mas os militares mais ilustres e de alta patente, como os generais Horta Barbosa, José Pessoa, Felicíssimo Cardoso, que fizeram trincheiras verbais no Clube Militar e, depois, no Centro de Estudos e Defesa do Petróleo e no semanário "Emancipação", defendendo, aberta e corajosamente, o monopólio estatal do petróleo, encetando a campanha "O Petróleo é Nosso". Os nacionalistas afirmavam que "A estratégia das grandes empresas, multinacionais do setor petrolífero - Esso, Shell e Texaco - seria a manutenção do Brasil como mercado, potencialmente, consumidor de petróleo" e que o petróleo sendo um produto estratégico, não poderia ficar à mercê do controle estrangeiro, num

mundo em que toda a produção do petróleo era dominada pelo oligopólio de sete empresas multinacionais, sob o controle absoluto das três já mencionadas. Pensar o contrario, realmente, seria ferir a soberania nacional. Ademais, com patriotadas e oba-oba à parte, a "Campanha do Petróleo é Nosso" amalgamou a nação num raro gesto de união, democracia, civismo, brasilidade e de inesquecível nacionalismo e de amor à Pátria. É preciso que esse elo de emoção e consciência cívica renasça, com vigor, autenticidade e independência, ante a descoberta do pré-sal, notadamente com a defesa da ampla revisão da atual Lei do Petróleo, que redundará num novo Marco Regulatório para a exploração de petróleo e gás natural no solo brasileiro. Contudo, friso, por oportuno, que no Brasil, nem sempre a vitoria do Estado é a vitoria da nação, nem a redenção do governo redunda em dividendos sociais para o povo. Prova disso, iniludivelmente, é que não se concebe que num Brasil rico, grande pesquisador, produtor e refinador do petróleo, ufanista de suas riquezas minerais, venda a sua gasolina (misturada com etanol) 80% mais cara que a norte-americana, sabendo-se que por aqui aumento de gasolina significa carestia dos produtos de consumo da população pobre e de conseqüente e indesviável inflação. Assim, devemos nos acautelar para que não seja necessário a convocação de novos Monteiro Lobato e Horta Barbosa para gritarem no Parlamento, na imprensa e na literatura novos e lamentáveis escândalos do petróleo, o que seria um retrocesso ético e uma vergonha nacional.

Saudosas lembranças I

Artigo

LÚCIA JALES, ex-aluna do CIC e advogada militante. #eternamenteCIC#

Um apelo! Sobre o protesto realizado na última quarta-feira em favor da permanência do Colégio Imaculada Conceição no nosso Estado do RN, fiquei com o meu coração partido. Como ex-aluna, sou testemunha viva das valiosas lições recebidas não somente acerca das matérias do currículo escolar, mas também sobre valores éticos e morais os quais me acompanham até os dias atuais, o que me leva a pensar: o que significa o fechamento de tão tradicional Instituição de ensino? A situação é mais preocupante por se tratar de um colégio que há muitas décadas contribui para a formação do caráter das nossas crianças e adolescentes transformando-os em cidadãos responsáveis e conscientes de seus direitos e deveres e, em consequência, membros ativos da sociedade potiguar e brasileira. Dizia o grande escritor francês Victor Hugo que "cada escola que abre é uma cadeia que fecha". Por isso, o fechamento de qualquer órgão educacional num país como o Brasil representa uma

Artigo

afronta ao crescimento e à liberdade do nosso povo, fato que, por si só, legitima atos de protestos. Por isso, louvo aqueles que compartilham com a ideia. Assim como a educação é a maior herança deixada pelos genitores aos seus filhos, é também o maior legado deixado por um país ao seu povo. Pois bem! E como se não bastasse, o fechamento de um colégio como o CIC, liceu baluarte da formação acadêmica e social potiguar, sobretudo nos dias atuais, este fato consiste em uma verdadeira derrota para todo o povo norterio-grandense. Com orgulho, assisto à mobilização dos colegas, seja em forma de reuniões, postagens nas mídias, criação de grupos em redes sociais, protestos, apresentações de propostas, etc. Estas são verdadeiras demonstrações de amor, gratidão e, sobretudo, coragem de lutar por uma causa que acreditamos. De acordo com o pensamento de Von Goethe "somos moldados e guiados pelo

que amamos" e, realmente, por amar a instituição família, a religião, a ética, a moral e os bons costumes é que venho convidar a todos no sentido de lutarem pela manutenção do CIC, porque foi nesta escola onde, após o meu lar, dei meus primeiros passos na aprendizagem desses nobres valores. O povo demonstra, de maneira cabal, a grande importância da permanência do CIC. Nós, enquanto partícipes da sociedade civil, estamos fazendo o que está ao nosso alcance, inclusive a de rogar, nesse momento, pela interseção do âmbito Público. Assim, acreditemos com otimismo que as providências que se fazem necessárias no sentido de manter as portas do CIC abertas no nosso Estado serão tomadas, para que alcancemos a vitória contra a ignorância, que é a mãe de inúmeros males. Clamamos, portanto, pelo Poder Público, para que faça alguma coisa pela educação do nosso Brasil!

ADAUTO MEDEIROS, engenheiro civil e empresário (adautomedeiros@bol.com.br)

A coragem de dois homens de bem Recentemente me chegou às mãos um documento precioso que quero compartilhar com você leitor que toda semana me acompanha aqui neste grande O Jornal de Hoje que tanto honra a democracia brasileira. Pois bem, então o que revela este documento que me caiu nas mãos? Revela que dois advogados de São Paulo por nomes de Guilherme Abdalla, OAB/SP 164 850 e Ricardo de Aquino Salles, OAB/SP 183 476, deram entrada junto ao Senado Federal em Brasília do seguinte pedido que vou resumir para você leitor: "Os denunciantes requerem respeitosamente seja esta denúncia devidamente recebida e processada por este Senado Federal para fins de ser proclamada sentença que condena o denunciado a perder o cargo de ministro do STF, sem prejuízo das demais sanções eventualmente cabíveis. Os denunciantes declaram a autenticidade das cópias simples acostadas nesta denúncia". O pedido está datado de 21 de agosto de 2012. E os denunciantes com base em provas irrefutáveis e verdadeiras pedem que o ministro do Supremo Dias Toffoli seja afastado do cargo. Os mesmos

Artigo

fazem uma longa exposição demonstrando que Dias Toffoli não tem autoridade moral nem preparo como advogado para exercer tão alta função no STF. Segundo o documento mostra com exatidão, que Toffoli foi advogado da CUT - Central Única dos Trabalhadores, fazendo parte do Conselho Jurídico da CUT. E mais: em 1993 e 1994 foi consultor jurídico dos Trabalhadores Rurais ligados ao PT. Em 1994 foi assessor parlamentar de Arlindo Chinaglia, filiado ao PT. Por outro lado, o documento acosta a seguinte informação: que em 1994 Dias Toffoli foi reprovado em primeira fase do concurso para ingresso na magistratura de São Paulo. Em 1995 o denunciado mais uma vez foi reprovado em concurso de juiz. Ora, ora meus amigos, agora digo eu, simplesmente não entendo como um pseudo advogado não consegue passar em dois concursos públicos no Estado de São Paulo, e logo em seguida consegue ser nomeado ministro do STF. Isso é brincadeira em um país que não é sério. Só mesmo sendo ligado ao PT e nomeado por Lula. Pois bem, este mesmo deficiente físico e moral do direito por falta de inteli-

gência é reconhecido pelo Senado como notório saber ou deveria na verdade ser reconhecido como "notória malandragem?". O mesmo Dias Toffoli foi procurador do José Dirceu quando este era deputado federal e no ano de 2000 José Dirceu nomeou Toffoli e Luiz Maximiniano com procuração para atuarem em seu nome em uma ação popular contra a privatização do Banespa. Não é engraçado? Agora imagine se tivessem conseguido ganhar a causa, talvez o mensalão teria sido construído usando o esquema do Banespa e não no Banco Rural e BMG e quem sabe nos sonhos do PT o que eles gostariam mesmo era de fazer um banco com o BMG, Banco Rural e CUT com o capital de hum milhão de reais. Escapamos por muito pouco de vermos nascer um império de Garanhuns. Lula seria, não tenho dúvida, endeusado ainda mais nesse país de araque e chamado de o novo rei Midas que transforma tudo em dinheiro. Coitado de nós eleitores e contribuintes. Que Deus passe a mão por cima dessa gente, porque dos políticos (com raras exceções) nesse Brasil mais corrupto eu já perdi a fé.

JOSÉ NARCELIO MARQUES SOUSA, engenheiro civil (narcelio@supercabo.com.br)

Um santo remédio Conheci Sandoval na adolescência. Ele, amigo do caçula de meus irmãos homens e quatro anos mais novo do que eu, era simpático, desprendido e prestativo. Frequentava nossa casa sendo bem aceito por todos da família. Já naquela época sofria as restrições alimentares provocadas pelo diabetes, doença que herdou carregada de devastador histórico de mortes entre seus antecedentes. Louco por doces, Sandoval sempre que aloprava no consumo de guloseimas sofria as consequências do excesso cometido, por semanas seguidas. Dava dó vêlo em crise. Filho único de pai militar, Sandoval o acompanhou em transferência para região de fronteira no Rio Grande do Sul. Se meu irmão caçula conhecia os detalhes da trajetória de vida do amigo, não sei informar. De minha parte garanto que não mais o vi nesses cinquenta e tantos anos, desde aquele despreocupado período de minha juventude. Acontece, que o inexorável ciclo da vida nos reserva surpresas diversificadas. Pois não é que reencontrei Sandoval! Ele e sua esposa, uma catarinense. Bem entendido, ele me encontrou, pois eu jamais o reconheceria. Estava com a minha mulher aguardando mesa no restaurante Camarões, quando ele me

tocou o ombro e perguntou: "Não me reconhece?". Balancei a cabeça em negativa. "Será que mudei tanto assim? Eu sou o Sandoval!" – insistiu a figura, e eu sem qualquer manifestação positiva. "Fui o melhor amigo de seu irmão caçula, no tempo em que vocês moravam no Tirol. Eu era o diabético da turma. Lembra agora?". Ele estava exigindo demais de minhas recordações juvenis, mas o detalhe do diabetes foi fundamental para me clarear as ideias e o identificar por inteiro. O papo foi se prolongando, e eu dando passagem para outros na fila do restaurante, por delicadeza a um remanescente daquela minha época. Tudo ia bem, até que tive a insensatez de perguntar sobre o diabetes. Sandoval me puxou pelo braço, me fez sentar num banco da sala de espera, e haja conversa. Fiquei sabendo que cientistas haviam descoberto a cura do diabetes observando os benefícios que o alpiste acarreta às aves. Que a semente possui uma proteína bastante poderosa, rica em aminoácidos estáveis que induz a uma melhor eficiência alimentícia no organismo. Soube ainda, que um copo de leite enzimático de alpiste tem mais proteínas do que três quilos de carne. Que além de desinflamar órgãos como fígado e rins, eli-

mina a cirrose, é diurético, combate a arteriosclerose, a obesidade, limpa a gordura em veias e artérias e aumenta a tonicidade muscular. Entusiasmado, Sandoval garantiu que o alpiste é, também, um fabuloso regenerador pancreático capaz de eliminar o diabetes em poucas semanas. Ante minha surpresa, ele falou: "Olhe a transformação milagrosa que o alpiste operou em mim!". Fiquei calado para não melindrar aquela criatura engelhada, trôpega e carcomida pela ação do diabetes, aparentando vinte anos mais que os sessenta proclamados. Acabado o papo voltei para minha casa, acompanhado do mau humor da mulher que desistira do jantar. Encontrei a esposa de Sandoval, mês passado, e perguntei por ele. Falou-me então de seu falecimento. Segundo ela, de pancreatite aguda após coma. Quando a questionei acerca dos efeitos miraculosos do alpiste, ela não titubeou: "A semente é um santo remédio, e Sandoval nunca duvidou disso. Depois do alpiste, sua vida mudou para melhor. O excesso de açúcar no sangue foi quem o matou, eu sei; mas, que ele morreu curado do diabetes, disso também eu tenho certeza!". De tanto comer alpiste, é bem provável que Sandoval tenha morrido de alguma doença avícola.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

Tenho saudade dos veraneios das décadas de 70 e 80. Vez por outra, pegome em saudoso devaneio, lembrandome daquela época. Isso ocorre principalmente quando vejo a praia sendo tão maltratada por aqueles que teriam a responsabilidade dela cuidar. As falésias, invadidas pelas pousadas, estão pontilhadas de cano de esgoto, propiciando aos que por ali passam uma triste visão e a sensação de que estamos perdendo a guerra contra esse tipo de pessoa. Em alguns pontos os canos são bem visíveis. Indicam que ali não se tem nenhum respeito pela natureza nem pelo próprio lugar onde se vive com a família. Quando vejo aquele pequeno pedaço de praia, que com certeza é a menor do Brasil, sem espaço para os banhistas, apinhada de sombrinhas e de vendedores, causa-me um extremo desconforto. É um verdadeiro mercado persa, onde se vende todo tipo de mercadoria, desde alimentos de duvidosa higiene a roupas, artesanatos e, ultimamente, mais uma modalidade de exploração comercial: o aluguel de cadeiras e sombrinhas. A desorganização é total. Não existem regras para nada, ou pelo menos não as percebemos. As sombrinhas de praia tomam conta de toda a pequena orla. Os comerciantes do local, no afã de ganhar mais dinheiro, invadem o pequeno espaço que os banhistas têm para se locomover, chegando a ponto de colocar as sombrinhas até dentro d'água, acompanhando a vazante da maré. E tudo isso sob os olhos complacentes do poder público, que nada faz para modificar essa situação. Tenho saudade, sim, daqueles veraneios de outrora, quando podíamos andar pela praia sem termos que nos deparar com esse tipo de situação. Não quero, com isso, dizer que sou contra o progresso, principalmente aquele que traz benefícios à população. Todavia, sou terminantemente contra o progresso a qualquer custo - aquele que é feito sem o mínimo planejamento, desorganizado, poluidor e destruidor, que passa por cima de tudo e de todos, contanto que atinja seus objetivos mercantilistas. De uns tempos para cá, o lema na Pipa constitui-se em: dinheiro e lucro a qualquer custo! Tenho saudade de quando andava pela praia, pisando na areia branca que, de tão alva e macia, dava vontade de se deitar. Ainda posso ouvir o rangido fino que ela produzia, quando pisávamos com mais força ou então quando corríamos sobre ela. Quantas vezes, depois de uma noite de "serenatas", ficávamos a conversar até alta madrugada naquela areia... Por vezes, dormíamos ali mesmo. Não tínhamos medo, pois não havia motivo para tal. Até o final da década de 90, não me lembro ter acontecido na Pipa qualquer fato que envolvesse violência. Era comum pessoas dormirem em suas casas com as janelas abertas, sem nenhum receio. E como era bonito acordar bem cedinho e olhar os botes ancorados no porto! Naquele seu indolente balançar. Quando os primeiros raios do sol surgiam por cima do morro do Cruzeiro, revelavam toda a exuberância de um pedacinho da Mata Atlântica, naquele tempo, totalmente preservada. Infelizmente, não posso dizer o mesmo nos dias de hoje. Basta dar uma olhada à noite, para ver o foco das luzes dentro da mata que cobre o morro, para que se percebam as construções que lá existem. Irregulares? ... Não sei! Quantas vezes eu vi a amanhecença naquela areia, contemplando a imensidão do oceano iluminado pelos primeiros raios do sol... Logo era invadido por uma profunda paz de espírito, como se sentisse a presença divina. A contemplação da natureza em todas as suas formas nos propicia esse estado de paz e bonança com o Criador. Sim, tenho muita saudade das noites dormidas nos alpendres, das brincadeiras de dar "nó de jabá" no punho das redes dos mais descuidados ou dos incautos "visitantes". Os namorados das nossas primas eram os nossos principais alvos. Alguns dos rapazes mais afoitos, além de darem o famigerado nó, colocavam a rede de volta nos armadores e, com o peso de seu corpo, arrochavam o máximo que pudiam. Depois, ainda urinavam em cima para que o infeliz não pudesse usar os dentes para desatá-lo. Que maldade! O coitado tinha que se arrumar lá pela areia da praia e, certamente, amanhecia o dia sem pregar olhos. Essa era a Pipa dos anos dourados. Ocorreu-me agora a lembrança dos versos de uma música do poeta Dorival Caymmi, eterno apaixonado por sua terra. Diz muito da Pipa daquela época, do tempo da beleza, talvez do tempo da delicadeza. [...] É quando o sol vai quebrando, lá pra o fim do mundo pra a noite chegar É quando se ouve mais forte o ronco das ondas na beira do mar É quando a cansaço da vida, da lida obriga João se sentar É quando a morena se enrosca, se chega pro lado querendo agradar Se a noite é de lua, a vontade é contar mentiras, é se espreguiçar Deitar na areia da praia que acaba onde a vista não pode alcançar E assim adormece esse homem que nunca precisa dormir pra sonhar Porque não há sonho mais lindo do que sua terra, não há (Dorival Caymmi)

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 3

Críticas a Carlos Eduardo marcam último debate eleitoral da sucessão C ANDIDATOS

DEIXAM

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

A gestão da prefeita Micarla de Sousa, do PV, parece que finalmente foi esquecida pelos candidatos a prefeito de Natal. No último debate, realizado pela InterTV Cabugi, na noite desta quinta-feira, o alvo principal foi a administração de quatro anos atrás, do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, que tenta voltar a Prefeitura. Não faltaram críticas a gestão dele e o que o ex-prefeito deixou de fazer durante seus quase sete anos de governo. O candidato Fernando Mineiro, do PT, por exemplo, ressaltou

M ICARLA

DE LADO E ATACAM PONTOS NEGATIVOS DA ADMINISTRAÇÃO DO EX- PREFEITO

as obras que Carlos Eduardo deixou de fazer em Capim Macio, que foram suspensas ainda no final da gestão dele, por "falhas no projeto". Rogério Marinho, do PSDB, focou a crítica na forma como o ex-prefeito agiu com o transporte coletivo. Ao assinar a bilhetagem eletrônica, o ex-prefeito, segundo o tucano, teria entregue aos empresários o poder de controlar o setor em Natal e, ainda, ser o responsável por todos os números e controle dos ônibus. Hermano Morais, do PMDB, continuou seu direcionamento aos processos que Carlos Eduardo Alves e a sua companheira de chapa, a ex-governadora e ex-pre-

feita Wilma de Faria, respondem. O peemedebista, por exemplo, citou os mais de 100 processos que tem o candidato do PDT como "responsável" e a condenação na Câmara Municipal de Natal. O Professor Robério Paulino, do PSOL, foi o franco atirador. Não poupou ninguém no debate e, dessa forma, sobraram críticas para Carlos Eduardo, Hermano, Rogério e Mineiro. Nem Wilma de Faria e o ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, apoiador de Hermano Morais escaparam. Robério classificou todos como "farinhas do mesmo saco" e, ao final, ainda defendeu o discurso de esquerda anti-capitalista.

Márlio Forte/Divulgação

Cinco dos seis candidatos a prefeito de Natal participaram do debate realizado na noite de ontem pela Inter TV Cabugi

Carlos Eduardo sobre vitória no 1° turno: “Quero acreditar nisso” Canindé Soares/Divulgação

Carlos Eduardo: “Nós vamos ter mais tempo para fazer as nossas ações”

Duas semanas podem fazer uma diferença considerável na nova administração municipal que começará em janeiro. Pelo menos, é essa a avaliação do ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, que em contato com O Jornal de Hoje, após o debate, ressaltou a importância de uma definição sobre a sucessão de Micarla de Sousa já no próximo domingo, para dar tempo do próximo prefeito de "organizar a casa". Por isso, inclusive, Carlos Eduardo afirmou que não escolhe adversário em um eventual segundo turno. "Não discuto sob hipótese", respondeu. "Quero acreditar nisso (na decisão em primeiro

turno) até porque Natal precisa disso. Nós vamos ter mais tempo para fazer as nossas ações, planejar as nossas ações, porque sabemos que a situação financeira do município é absolutamente caótica. A administração é realmente uma desorganização completa, um abandono jamais visto. Então três meses nos daria a condição de quando chegar em janeiro realizar o que Natal está precisando", afirmou. Segundo Carlos Eduardo, para recuperar as finanças municipais, vai ser fundamental a "revisão de todos os contratos, o regime de austeridade", mas negou a possibilida-

de de congelar pagamentos. "Congelar pagamento não, vamos botar pagamento em dia", afirmou. PARQUE DA CIDADE Milhões de reais investidos sem um retorno efetivo para a população. Assim é o Parque da Cidade, que o ex-prefeito garante: se eleito novamente, vai reabri-lo "e entregar para o povo de Natal". Primeiro, porém, é preciso saber a condição financeira real da Prefeitura. "Mas aquilo é uma prioridade", que "irresponsavelmente foi abandonado pela atual gestão de Natal", avaliou. Essa proposta, inclusive, não foi apresentada durante o debate,

mas outras sim. Apesar de ser o principal alvo dos adversários Carlos Eduardo conseguiu oportunidade para dizer o que pretende fazer se eleito. "Vamos extinguir secretarias obsoletas, mas criar a secretaria da Cultura", afirmou o ex-prefeito, reafirmando que a Cultura será uma prioridade de sua gestão. Carlos Eduardo prometeu também concluir obras de esgotamento sanitário iniciados em sua administração, mas que foram suspensas quando Micarla assumiu a Prefeitura. Vai fazer, inclusive, ressaltando o fato de que é "uma obra cara e que o recurso do município é limitado".

Hermano questiona: “Por que tanta irregularidade e tanto processo?” Carlos Eduardo Alves e Hermano Morais protagonizaram mais alguns momentos de confronto direto no debate realizado pela InterTV. Repetindo um tom mais crítico sobre a gestão do ex-prefeito, desta vez, o foco de Hermano Morais não foi a saída de Carlos Eduardo do PMDB (que já foi motivo de um descontrole do ex-prefeito), mas sim a condição de "Ficha Limpa" ou não do ex-

gestor municipal. Primeiro, o peemedebista perguntou ao ex-prefeito o que ele achava da legislação que impede a candidatura daqueles que tenham sido condenados por improbidade administrativa (dentre outras condenações). Depois que Carlos Eduardo concordou com o projeto, Hermano aproveitou a reéplica para questionar a situação jurídica atual do ex-prefeito, que é a

favor do Ficha Limpa, mas responde a mais de 100 processos no Tribunal de Contas da União (TCU) e tem na "ficha", ainda, uma condenação na Câmara Municipal de Natal, que o tornaria inelegível se não estivesse suspensa por uma liminar na Justiça Comum. "O que se passou, por que tanta irregularidade e tanto processo?", questionou Hermano Morais. Carlos Eduardo não despistou:

"não respondo a esses processos no TCU. Quem responde são as instituições que não prestaram contas". Segundo matéria divulgada pel'O Jornal de Hoje no início do mês, porém, a situação não é bem esta. Ele aparece sim como um dos responsáveis pelos processos. Os contratos que provocaram dano ao erário de mais de R$ 6 milhões (em valores não corrigidos), foram assinados por ele quando era secretário

de Estado, de Justiça e Cidadania (Sejuc), em 1999. Sobre a condenação na Câmara, Carlos Eduardo também afirmou que a decisão da Câmara de condená-lo já foi revertida na Justiça comum. "Já decidiu que quem está certo é o TCE (Tribunal de Contas do Estado, que enviou para a Câmara um relatório sugerindo a aprovação com ressalvas das contas de

2008 do ex-prefeito)". Contudo, a Justiça comum, na verdade, apenas suspendeu, por meio de liminar, a decisão, até que o mérito do caso fosse julgado (o que ainda não ocorreu). E mais: decisões do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e do Supremo Tribunal de Justiça (STF) demonstram ser das Câmaras Municipais as competências para julgar contas do Poder Executivo municipal.

Mineiro: “Tirando ações feitas pelo PT, Carlos Eduardo deixou a desejar” Se enganou quem achou que o candidato Fernando Mineiro fosse negar ou esconder o envolvimento do seu partido, o PT, a gestão Carlos Eduardo Alves, que se encerrou em 2008. Mineiro só não assumiu que o partido foi co-responsável pelos problemas não superados por Carlos Eduardo. "Tirando as ações feitas pelo PT, (Governo de Carlos Eduardo) deixou a desejar com relação a medidas de longo e médio prazo". Afirmando e repetindo que vai para o segundo turno ganhar as eleições em Natal, "para 'linkar' a capital do estado com o desenvolvimento nacional do Governo PT da presidente Dilma Rousseff", Mineiro também aproveitou a participação que teve na gestão de Carlos Eduardo para afirma: "se o PT foi bom apoiando, imagine sendo o Governo". Respondendo a Robério Pauli-

no, que o questionou porque que quando era parte do Governo de Carlos Eduardo não resolveu aos problemas de Natal, Mineiro alfinetou: "Não sei se você morava aqui, mas eu pessoalmente não participei. Quem participou foi o meu partido e deram uma grande contribuição". E justificou o motivo de pleitear um mandato próprio: "foram importantes, mas é preciso trazer práticas novas". Respondendo a Carlos Eduardo, Mineiro afirmou: "Não foi o Governo que queríamos, por isso, não queremos voltar ao passado". "O jogo de cena (entre Carlos Eduardo e Hermano Morais, após a pergunta de Hermano sobre Ficha Limpa), a arenga entre os dois, já começou, mas briga de coronéis é na novela Gabriela e já acabou", alfinetou Mineiro, se referindo à novela que antecedeu o debate na InterTV Cabugi.

Canindé Soares/Divulgação

“Carlos Eduardo não foi o que queríamos, por isso, não queremos voltar ao passado” ROGÉRIO MARINHO Mantendo um tom mais frio,

Rogério Marinho também não poupou críticas a gestão de Car-

los Eduardo Alves. Em determinado momento do debate, inclusive, ressaltou que em 2001 o exprefeito assinou um contrato com a Caern que pretendia sanear 90% da cidade. Na época, Natal tinha 31% saneada. Hoje, 11 anos depois, a capital tem 32% atendida pelo esgotamento sanitário, o que mostra que o contrato não foi cumprido, "mesmo com a existência de uma agência responsável para fiscalizar isso, a Arsban". E foi com a Arsban que Rogério Marinho criticou o ex-prefeito Carlos Eduardo, questionando o que havia acontecido com a agência, "que recebeu recursos do Ministério dos Esportes para realização de peladas?". Carlos Eduardo, na resposta, desconversou: "desconheço esse desvio de função da Arsban". Rogério Marinho, ao final do debate, voltou ao criticar o ex-prefeito por essa

resposta: "Dizer que não sabia o que aconteceu na Arsban mostra que ele administrava sem saber o que aconteceu com os órgãos públicos". MENSALÃO E OLIGARQUIAS O Professor Robério Paulino não perdoou ninguém. Como o PSOL não tem alianças com os demais concorrentes e nunca foi governo, o candidato aproveitou essa condição de total independência para criticar os concorrentes. "São todos farinhas do mesmo saco", afirmou, se referindo a Carlos Eduardo, Rogério Marinho e Hermano Morais. Sobre Fernando Mineiro, afirmou que o PT aderiu a essa "velha política": "E deu em que? Deu em 'Mensalão', abraçou até Maluf (se referindo a aliança do PT com o ex-prefeito de São Paulo)".

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS ESTRELA O ministro Garibaldi Filho foi um dos mais requisitados na eleição municipal do RN. Enquanto outros expoentes da política potiguar eram rejeitados, como a governadora Rosalba Ciarlini, o pai de Waltinho precisou de muito malabarismo para poder cumprir a quantidade de convites no interior. ALARME Hoje pela manhã, o ministro Garibaldi foi ao Hospital do Coração. A presença do marido de Dona Denise foi suficiente para disparar uma onda de boatos, de que ele teria sido internado. Na verdade, Garibaldi machucou a perna subin-

tuliolemosjh@gmail.com

do e descendo de escadas artesanais nos palanques improvisados no interior. Por recomendação médica, o ministro ficou fazendo curativos para cicatrizar o ferimento. ANIMADO Hoje pela manhã, Garibaldi estava animado com a possibilidade de haver segundo turno em Natal e seu candidato, Hermano Morais, ter uma nova chance de disputa. "Todos os institutos estão dando segundo turno; só o Vox Populi destoou. Vamos aguardar o Ibope, que é importante demais, até pela repercussão que provoca pela força da televisão", disse o pai de Waltinho.

DEBATE O debate da Inter TV Cabugi pode ter produzido efeito suficiente para fazer o deputado Fernando Mineiro subir mais alguns pontos na intenção de voto do eleitorado. Com semblante leve, objetivo nas respostas, com conteúdo e sem receio de desagradar os adversários, mas com respeito, Mineiro foi, de longe, o melhor no debate entre os candidatos. MUDANÇA Caso Mineiro tivesse adotado essa postura mais agressiva há mais tempo, sua situação estaria ainda melhor. Ele 'acordou' a militância, vem crescendo bastante

na reta final e até aposta que supera Hermano e vai ao segundo turno: "Eu sou o único que pode derrotar Carlos Eduardo", diz o petista. GOL Com medo da língua afiada de Mineiro e querendo sinalizar para eventual apoio no segundo turno, Carlos Eduardo tentou amaciar o petista, relembrando que o PT deu 'uma grande contribuição' a sua gestão. Mineiro arrematou: "Se o PT foi bom apoiando, imagine sendo o Governo". Uma turma que assistia o debate em um bar nas Rocas, disparou: "Que golaço!".

OBRAS O ex-prefeito Carlos Eduardo fez uma pergunta a um concorrente sobre obras paralisadas. Citou várias obras que de sua gestão que, segundo ele, teriam sido paralisadas pela prefeita Micarla de Sousa. O detalhe que o filho de Agnelo não percebeu é que, ao dizer que Micarla paralisou, ele confessa que não concluiu, o que demonstra desorganização administrativa e falta de planejamento. AREIA BRANCA Uma liderança expressiva do PMDB confidenciou a um aliado que o partido deve perder a eleição em Areia Branca. O candidato original era o ex-prefeito Bruno Filho,

que foi impugnado por conta da Ficha Suja. Bruno foi substituído pela filha Luana, mas o desgaste provocado pela impugnação, foi sentido pelo partido. Em Areia Branca, Iraneide Rebouças, que cresceu na reta final, pode ganhar a eleição. MOSSORÓ A Justiça Eleitoral precisa ficar de olho nesses últimos dias em Mossoró. Denúncias de uso da máquina em benefício da candidata do DEM, Cláudia Regina, são freqüentes. O Governo do Estado e a Prefeitura de Mossoró apostam todas as fichas na estrutura oficial para tentar mudar o quadro de vitória de Larissa Rosado.


Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

O cruzamento de surpresas Cinco senadores são candidatos a prefeito. Confirmados os números das sondagens de intenção de voto, três deles - Humberto Costa, Inácio Arruda e Wellington Dias - caem na eleição deste domingo. O quarto - Cícero Lucena - ainda alimenta a esperança de ultrapassar a fase eliminatória, mas só Vanessa Grazziotin, o quinto nome, tem lugar certo no segundo turno, dia 28. t t t No início da campanha do Recife, Humberto Costa (PT) liderou as pesquisas. Saiu do foco à medida que o estreante Geraldo Júlio (PSB), lançado pelo governador de Pernambuco, Eduardo Campos, conquistava espaços. O socialista passou do quinto para o primeiro lugar, onde hoje se encontra. Na segunda posição está o tucano Daniel Coelho, de crescimento surpreendente desde a semana passada. t t t Welington Dias, outro petista, que também decepciona. Duas vezes governador do Piauí, aceitou, a pedido de Lula da Silva, o desafio de concorrer à prefeitura de Teresina. Vinha do sucesso de 2010, quando se elegeu ao Senado. Em terceiro lugar, é remota a chance de ele ir ao segundo turno. Quem chega à decisão como favorito é o tucano Firmino Filho, desafiante de Elmano Férrer, prefeito petebista em busca da renovação do mandato. t t t Inácio Arruda (PCdoB), eleito senador em 2006, tenta, pela terceira vez, a conquista do Executivo de Fortaleza. Concorrera em 2000 e 2004 com desempenho privilegiado no início da refrega. Repetiu a instabilidade na campanha deste ano. Esteve na primeira posição até julho-agosto. A dois dias do pleito, arrasta-se no quinto degrau do ranking. Pode descer ao sexto. O confronto na etapa derradeira terá como protagonistas Roberto Cláudio (PSB) e Elmano Freitas (PT). t t t Cícero Lucena (PSDB) foi prefeito de João Pessoa e agora pretende voltar ao poder da capital paraibana. Ia bem. Dividiu a liderança com o ex-governador José Maranhão, mas os dois foram superados por Luciano Cartaxo (PT). Lucena e Maranhão lutam para ganhar o direito de confrontar Cartaxo no último domingo de outubro. t t t Vanessa Grazziotin (PCdoB) iniciou a batalha eleitoral no segundo lugar. Recentemente, emparelhou com Arthur Virgílio, ex-líder da bancada do PSDB no Senado. Há dois anos, a então deputada Grazziotin derrotou o tucano que tentava renovar o mandato no Senado. Na simulação do segundo turno, o Ibope detecta empate técnico entre os dois.

Fé no amanhã Guido Mantega (foto) promete pleno crescimento da economia do País. Não para imediatamente, mas, "com toda a certeza", a partir do próximo ano. Com relação ao surto inflacionário, ele acha que "o mais grave já passou". E, referentemente ao preço do dinheiro, assegura que a Selic, taxa referencial dos juros, está estabilizada, t t t Eleitor em São Paulo, o ministro da Fazenda vota, domingo, no companheiro petista Fernando Haddad e, segunda-feira, viaja ao Japão para cumprir agenda econômico-financeira.

LEITURA DINÂMICA t

Política

Natal, 5 de outubro de 2012

4 O Jornal de HOJE

Dilma Rousseff e Aécio Neves ignoraram a educação política e baixaram o nível na campanha de Belo Horizonte. A presidente da República apoia Patrus Ananias; o senador, Marcio Lacerda. Anteciparam 2014. Ela, candidata à reeleição; ele, provável adversário. Depois de amanhã, o resultado da preliminar. t Quando chegou ao Palácio do Planalto, Lula da Silva confiou a Dilma Rousseff a política energética. Lá se vão 12 anos. A senhora Rousseff chefia o governo brasileiro, mas o Ministério de Minas e Energia não impede os "apagões". t Em São Paulo, Marta Suplicy pede votos para Fernando Haddad, mas Antonio Carlos Rodrigues trabalha a favor de José Serra. Rodrigues é senador a partir da licença de Marta para assumir o Mi-

nistério da Cultura t Título eleitoral e documento de identidade na mão, você, respeitável leitor-eleitor, vai votar domingo para vereador e prefeito. Compenetre-se da responsabilidade cívica. t A SIP (Sociedade Interamericana de Imprensa) reúne em São Paulo, de 12 a 16 deste outubro, colunistas, dirigentes, editores e repórteres das Américas (Central, Norte e Sul). Pauta: rumos do jornalismo. t Baseado em pesquisas do Datafolha e Ibope, opinião de líderes políticos regionais e observações próprias, o birô da coluna mostra, amanhã, o cenário da disputa municipal de domingo. t Para refletir: "Preferimos até dizer mal de nós próprios a estarmos calados" (Duque de La Rochefoucauld, escritor, militar e político francês).

Sexta-feira

Histórico do PDT acredita que Carlos Eduardo vence eleição no primeiro turno CANDIDATO A VEREADOR JUSTIFICA OPINIÃO COM A REGULARIDADE DO EX-PREFEITO Candidato a vereador em Natal pelo PDT, Afrânio Amorim, que é um dos históricos do partido, entende que a eleição na capital será decidida no próximo domingo com a vitória do candidato do seu partido, Carlos Eduardo Alves. Ele justifica dizendo que o pedetista tem tido uma constante regularidade nas pesquisas de opinião pública ao longo do processo sucessório natalense. "Existem uma vantagem importante de Carlos Eduardo sobre os demais concorrentes que é o fato dele já ter sido prefeito e em razão disso acumulado experiência, fator preponderante no entendimento do eleitorado expressado através das pesquisas", observa o candidato, lembrando ainda que a população não deseja fazer testes com quem não conhece.

Wellington Rocha

Afrânio Amorim acredita que par tido vai eleger uma “bancada expressiva” Para a Câmara Municipal de Natal, Afrânio Amorim acredita que o PDT elegerá uma bancada expressiva para que o futuro

prefeito, que espera seja do seu partido, tenha tranqüilidade para administrar uma cidade, que segundo ele, vive um momento de

muitas dificuldades. "Espero que o prefeito não só mantenha uma equipe eminentemente técnica, mas amplie a presença de profissionais qualificados para retirar Natal do caos que se encontra", ressaltou, acrescentando que na Câmara Municipal trabalhará para diminuir a desigualdade social, através de projetos importantes que atendam as necessidades da população. Ele exemplifica: "Tenho um estudo sugerindo a transformação de despesa da Urbana em receita, através de um melhor aproveitamento do lixo. Outra iniciativa será a luta para diminuição do preço do gás, produto que é produzido em abundância no Estado, mas é o mais caro para panificadores, taxistas e a indústria em geral", concluiu Afrânio Amorim. (JP)

>EXTREMOZ

Mãe da primeira criança a nascer na cidade após 17 anos nega declarações A dona de casa Jaciara Isidia da Silva (32), mãe da primeira criança a nascer na nova maternidade do Hospital Presidente Café Filho, rebate a versão negativa contada no jornal 'O Extremoz' sobre o nascimento de seu sétimo filho, Emanuel Carneiro Filho, que já completou 20 dias de vida. Ela expôs sua angústia e preocupação com o que viu no jornal na última quinta-feira, 04, no Parque das Flores, quando estava passando o dia com os filhos na casa de seu pai. "Adorei o atendimento. Fui muito bem assistida. Recebi o repórter do jornal O Extremoz há alguns dias por duas vezes em minha casa e por muita insistência dele, aceitei tirar a foto. Ele me fez perguntas induzindo para que eu falasse mal, mais em nenhum momento falei, muito pelo contrário. disse que havia sido muito bem tratada na maternidade e isso eles não colocaram na reportagem", lamentou Jaciara. Em relação ao parto, Jaciara reforçou que foi atendida por um médico obstetra chamado Almir, juntamente com uma equipe de enfermeiros e técnicos e não teve seu parto realizado por uma parteira e sim por um médico. "Não esqueço

Arquivo

Dona Jaciara Isidia avalia: “Adorei o atendimento. Fui muito bem assistida” que uma senhora que ficava me fazendo carinho e massageando minha barriga enquanto o médico realizava o procedimento. De todos os sete partos que tive, esse foi o melhor", afirmou. PROMESSAS Quanto às promessas de enxoval, casa, dinheiro e quarto para o bebê, a mãe de Emanuel Filho disse ter sido perguntada pelo repórter e ela disse que foi muito clara que a prefeitura e nem um funcionário do hospital havia citado isso, porém que muitos visitantes, alguns que ela nunca havia visto que chegava

dizendo esse tipo de coisa. "De tanto as visitas chegarem para ver meu filho e dizer que eu ia ganhar as coisas, teve um momento que uma enfermeira que es-

tava próxima corrigiu a senhora, dizendo que o hospital não tinha conhecimento que a prefeitura ia presentear o bebê", detalhou Jaciara. A tia de Emanuel Filho, Maria Cecília que também estava acompanhando sua irmã na maternidade e no momento desse depoimento confirmou as afirmações feitas por dona Jaciara. "Inclusive quem nos avisou que a reportagem ia a casa dela foi a proprietária da casa que minha irmã mora de favor, conhecida por Gorete, candidata a vereadora pelo PR. Estamos com muito medo de sermos prejudicadas, por que minha irmã com essas sete crianças não tem onde morar caso a casa em que mora seja pedida devido a essa situação", desabafou Maria Cecília.


Política

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 5

Candidatos indeferidos poderão ser condenados a ressarcir cofres públicos PRESIDENTE

DO

TRIBUNAL REGIONAL ELEITORAL

Além de perder o direito de as- quanto um candidato custa para os sumir um cargo eletivo, os candi- cofres públicos. datos que tiverem seus registros inJoão Rebouças afirmou ainda deferidos pela Justiça Eleitoral ainda que tentou evitar que os candidatos poderão ser condenados a ressarcir com o registro indeferido particios cofres públicos pelos gastos de passem normalmente da disputa, campanha que provocaram durante contudo, por decisão do Tribunal esse período. A afirmação é do pre- Superior Eleitoral (TSE), as candisidente do Tribunal Regional Elei- daturas foram mantidas. Segundo o toral (TRE/RN), desembargador presidente do TRE/RN, essa susJoão Batista Rebouças, em entrevista ao Jornal das Seis, da 96 FM, nesta quinta-feira. "O doutor Luis Inácio “No Rio Grande do Norte, nós Adams, que é o advogadovamos gastar R$ 8,116 milhões. geral da União, vai entrar com O eleitor potiguar vai custar para uma ação de ressarcimento a Justiça R$ 3,46” de dano daquele candidato que mesmo sub júdice foi e foi considerado inelegível, para ele pagar a união com a despesa que se teve", revelou ele, pensão da campanha seria imporexplicando em seguida os motivos tante porque daria mais eficácia as para esse ressarcimento. decisões em primeira instância e não "Por exemplo, no Rio Grande deixaria o poder de decisão apenas do Norte, nós vamos gastar R$ 8,116 para o TSE. Afinal, a instância sumilhões. O eleitor potiguar vai cus- perior, muitas vezes, só decide quantar para o Tribunal de Justiça R$ do o período eleitoral já passou. 3,46, para o custo operacional", ex"Se tira um candidato 15 dias plicou ele, sem definir exatamente antes da campanha, amanhã ele não

TENTOU EVITAR PARTICIPAÇÃO DE

FICHAS SUJAS

Heracles Dantas

pode mais recuperar o dano. É o caso da irrevercibilidade do dano", expôs João Rebouças o motivo do TSE não ter aceitado a tentativa dele. FORÇAS FEDERAIS João Rebouças explicou também a solicitação das Forças Federais para garantir a segurança durante as eleições deste ano. O TSE já deferiu o envio da guarda nacional para 112 municípios e analisa o pedido para mais sete. "O maior fundamento é a carência de efetivo. Vou dar o exemplo da cidade que eu fui juiz eleitoral, que é Martins. Martins tem 11 lugares de votação na cidade e oito distrito com locais de votação, mas tem cinco policiais. Se você quiser colocar um policial em cada local de votação, nem na cidade você tem. E em várias zonas eleitorais é assim", afirmou, ressaltando que o fato de delegados ou policiais estarem envolvidos de forma direta, sendo, por exemplo, candidatos, também influenciou na decisão.

NA CAMPANHA

Desembargador João Batista Rebouças revela que tentou fazer o Tribunal Superior barrar campanha de candidatos indeferidos

>PESQUISA CONSULT

Bruno Patriota lidera com mais de 20% em Ielmo Marinho De acordo com a Consult, o candidato Bruno Patriota, do PSD, é o líder na última pesquisa de opinião publica realizada no município de Ielmo Marinho com 21,55 pontos percentuais à frente do seu principal opositor, Dr. Cassio, do PMDB, segundo consulta popular registrada no TRE - Tribunal Regional Eleitoral, sob o número 00186/2012 no último dia 28.09.2012. Na pergunta "Se a eleição fosse hoje, em qual desses nomes citados o (a) Sr (a) votaria para prefeito de Ielmo Marinho?", Bruno Patriota obteve 55,33 por cento e Dr. Cassio ficou com 33,78 pontos percentuais. A pesquisa teve como objetivo identificar junto à população eleitora da cidade de Ielmo Marinho distribuída em todas as áreas geográficas da cidade, abrangendo 10 bairros, agrupamentos de bairros ou conglomerados. Os entrevistadores ouviram pessoas das seguintes localidades: Canto de Moça, Umari, Pororoca, Boa Vista, Pacavira, Oiticica, Fazenda Nova, Chã de Moreno e Nova Descoberta. Foi utilizada uma amostra probabilística casual simples de 450 entrevis-

Fotos: Divulgação

Programação de Bruno Patriota mobilizou a população de Ielmo Marinho

Bruno Patriota deve suceder o prefeito Germano Patriota na eleição deste domingo, com vantagem expressiva eleitoral tas distribuídas por bairros ou agrupamentos/conglomerados. Os

resultados da pesquisa estão sujeitos a um erro máximo permis-

sível de 4 por cento com confiabilidade de 95 por cento.

> VANTAGEM DE 8% NA PESQUISA

Tom deve ser reeleito prefeito de Acari neste domingo Vista por muitos analistas políticos como uma das disputas mais difíceis e indefinidas do Seridó, o quadro do pleito municipal de Acari, na sua primeira pesquisa oficial realizada, surpreende e se apresenta como quase definido. O processo sucessório local vem sendo extremamente acirrado e teve início já ao final do eleição municipal passada. Devido ao expressivo crescimento, naquela ocasião, da oposição em relação a situação, houve um estímulo forte a uma permanente militância, que ao que parece, começa a perder fôlego na reta de chegada. Caso não haja nenhum fato novo às vésperas da eleição, a situação é praticamente irreversível para a oposição. Segundo os observadores do cenário político, o crescimento da

Fotos: Divulgação

Prefeito de Acari, Tom, caminha para conquistar mais um mandato na cidade

Última movimentação da campanha reuniu milhares de pessoas nas ruas de Acari

chapa Tom e Marcelo tem sido uma constatação muito perceptível e contraria a regra geral do pleito de 2012, onde os atuais prefeitos tem encontrado grande dificulda-

muito para compreender o motivo da Cidade Mais Limpa do Brasil desejar manter o atual prefeito por mais 4 anos: a cidade que tem uma das melhores saúdes do estado,

de nas suas reeleições, devido a grave crise que de um modo geral assola os municípios, em decorrência das seguidas reduções do FPM. Mas não precisa aprofundar

também ostenta o melhor índice de desenvolvimento do Seridó, em pesquisa realizada pela FIRJAN e tem a melhor educação pública do RN, constatação validada pelo pri-

meiro lugar no IDEB. Tanto na pesquisa espontânea como na estimulada, o percentual da vantagem ultrapassa 8 pontos percentuais, num quadro onde 83,75% dos eleitores estão seguros da opção que farão e não admitem a possibilidade de mudança de voto, e a rejeição ao candidato que se encontra a frente das pesquisas (31,75%) é inferior ao seu adversário (39,25%). Os números apresentados pela Perfil são referentes ao trabalho de campo realizado no dia 24/09 no município de Acari, quando foram entrevistados 400 eleitores, obedecendo todos os critérios determinados pela legislação eleitoral. A presente pesquisa foi protocolada no TRE em 26/09, pela RN GRÁFICA E EDITORA LTDA, sob o número RN-00169/2012.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de outubro de 2012

Sexta-feira

Mais de 18 mil pessoas devem passar pela Rodoviária Nova nestas eleições PARA SUPRIR DEMANDA, CERCA DE 80 ÔNIBUS EXTRAS ESTÃO SENDO DISPONIBILIZADOS PELAS EMPRESAS DE TRANSPORTE Por conta das eleições municipais que acontecem neste domingo (7), aproximadamente 18 mil pessoas devem passar pelo Terminal Rodoviário Lavosier Maia, mais conhecido como Rodoviária Nova, nesta sexta-feira (5) e sábado (6) com destino aos municípios do interior do Estado. A expectativa é de que cerca de oito mil pessoas embarquem para o interior já nesta sexta-feira e, no sábado, este número pode chegar a dez mil. Os locais mais procurados são Mossoró, Caicó, Currais Novos e Macau. Apesar das filas, o gerente do Terminal Rodoviário, Rodrigo Fernandes Wanderley, informa que o atendimento vem conseguindo dar conta da demanda que chega a ser de 80% para todo o Rio Grande do Norte. Para cobrir esta demanda, mais de 80 ônibus extras foram disponibilizados pelas empresas de transporte para que todos os passageiros consigam chegar a seus destinos até o domingo. Porém, muitas pessoas deixaram para comprar suas passagens de última hora gerando o aumento das filas e podendo gerar transtornos em todas as empresas. "Com as eleições municipais, temos um movimento de mais de 80% para o interior do RN, o que obrigou as empresas a disponibilizar uma frota extra para suprir a procura. Mas quem deixar para comprar as passagens apenas amanhã poderá enfrentar as filas e não encontrar mais", explica. E pensando em uma forma de ajudar estas pessoas que não conseguirem viajar, Rodrigo Wander-

Fotos: Wellington Rocha

Nesta manhã, muitas pessoas ainda procuravam comprar passagens para as cidades em que votam. Rodrigo diz que mais de 80% dos passageiros vão para o interior ley informou que dois pontos de justificativa de voto estarão à disposição dos passageiros dentro da Rodoviária de Cidade da Esperança. "Estamos tentando descomplicar o máximo possível para que os passageiros que não conseguirem ir para as suas cidades. Desta forma, o Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte disponibilizará duas cabines para que as pessoas possam justificar seus votos aqui mesmo no saguão do Terminal Rodoviário", comenta. Apesar da orientação para a procura antecipada das passagens, muitas pessoas deixam para a úl-

tima hora. É o caso do estudante Emanoel Lucena de Medeiros Filho que foi, na manhã desta sexta-feira, comprar a passagem para o município de Parelhas, que fica a 232 km de distância da Capital. Ao ser questionado sobre a procura de última hora, o estudante informou que deixou para agora, pois não havia mais disponibilidade de passagem para estudante. Então, não faria diferença. "Apesar da fila, o atendimento é rápido e eu vou ter que comprar uma passagem inteira, pois não encontrei mais passagens par estudantes. Vou nesta sexta-feira e volto na segunda-feira

quando tudo estará mais tranqüilo nas estradas", informa. REFORMA CONTINUA SEM DATA DE ENTREGA Apesar da primeira parte da reforma do Terminal Rodoviário Lavosier Maia, ter sido concluída, ainda restam alguns detalhes para terminar a segunda parte da obra que engloba a área de embarque, além da loja âncora e a Central do Cidadão que será aberta no Local. De acordo com Rodrigo Wanderley, as obras atrasaram por diversos fatores, entre eles, a continuidade de comércios no local.

"Quando assumimos o terminal no ano de 2008 tínhamos que ter recebido o local desocupado. Porém, ainda existiam comércios no local, o que nos obrigou a fazer acordos e adequações para que cada empresa pudesse continuar após a reforma. Foi difícil, mas conseguimos atender os comerciantes e agora estamos com novas lojas e franquias, tornando o terminal mais atrativo", comenta o gerente. Aproximadamente 35 lojas serão abertas na Rodoviária, oferecendo os serviços de alimentação, perfumaria e telefonia, além da Central do Cidadão. No entan-

to, as obras estão em atraso, pois estas dependem de ações do Governo do Estado que incluem a construção da nova central, além das obras de mobilidade urbana que fazem parte dos encargos para a Copa do Mundo de 2014. Além das mudanças, a central de vendas para estudantes, a Transpasse, deverá mudar de local e sair do primeiro piso para o térreo. Mas esta não será a única mudança, de acordo com Rodrigo Wanderley. "Vamos procurar mudar a Transpasse para o primeiro piso para facilitar a compra de passagens para os estudantes e idosos. Outra mudança também será para que os dois públicos possam comprar e agendar seus assentos já na própria Transpasse, evitando que a pessoa pegue mais de uma fila na companhia de ônibus e ainda corra o risco de não conseguir agendar para o horário procurado", informa Rodrigo Wanderley. E enquanto a reforma da segunda etapa não é iniciada, a manutenção da área de aquisição de passagens já começou, pois alguns balcões já estão necessitando de pequenos reparos. "Estou aqui já solicitando a pintura das paredes e os consertos dos balcões, inclusive, a da área do terminal que também será adequada em relação ao projeto. Já introduzimos a taxa de embarque, pois esta é uma forma de receita que estamos perdendo há um bom tempo. Agora é esperar o cumprimento por parte do Governo para continuarmos a nossa reforma", encerra o gerente.

> MOBILIDADE URBANA

MP fiscalizará as obras de reestruturação da Roberto Freire O projeto que prevê a reestruturação da avenida Engenheiro Roberto Freire, obra de mobilidade urbana que faz parte das adaptações para a Copa do Mundo em Natal, deverá ser acompanhado pelo Ministério Público. De acordo com inquérito civil, todo o processo de licenciamento ambiental e urbanístico do projeto deverá ser fiscalizado para evitar que as obras sejam iniciadas antes que sejam cumpridos todos os processos técnicos e legais previstos. O inquérito foi instaurado pelo Grupo Especial de Acompanhamento das Obras e Atividades Relacionadas à Copa do Mundo de 2014, formado por diversas promotorias que tratam de temas relacionados ao Meio Ambiente e Urbanismo, ao Consumidor e Pessoas com Necessidades Especiais, por exemplo. Apesar do projeto executivo ser de responsabilidade do Governo do RN, a expedição da licença ambiental deverá ser coordenada pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo (Semurb) em parceria com o

Idema. De acordo com a Secretária de Estado de Infraestrutura, Kátia Pinto, a secretaria já emitiu um pedido de licença ambiental prévia no dia 26 de setembro à Semurb para dar procedimento ao processo das obras. Entretanto, ainda não houve nenhum retorno do órgão municipal. A previsão é de que o projeto comece a sair do papel no mês de novembro. Mesmo sem data definida para o início das obras, Kátia Pinto garante que a nova avenida Roberto Freire será entregue a tempo. Segundo o promotor Márcio Luiz Diógenes, responsável pelas questões ambientais e urbanísticas dentro do Grupo Especial de Acompanhamento das Obras, o inquérito ainda está em fase inicial. "Com a conclusão dos estudos sobre os possíveis impactos ambientais, o grupo irá avaliar se todos os pré-requisitos foram contemplados. Caso haja alguma irregularidade ou incoerência do processo apresentado, solicitaremos a Semurb outro estudo com mais

Wellington Rocha

Após a obra, avenida passará a ter 3 túneis e 12 pistas, sendo 6 em cada sentido detalhamento", disse. PROJETO O projeto de reestruturação da

> SEM AGLOMERAÇÃO

Justiça Eleitoral proíbe feiras livres neste domingo Não haverá funcionamento das feiras livres e mercados públicos de Natal no próximo domingo (7). Em virtude das eleições municipais, a Justiça Eleitoral determinou que as feiras não poderão ser realizadas a fim de evitar aglomeração de pessoas. Estas feiras públicas são realizadas semanalmente e para evitar prejuízos financeiros aos feirantes e atender às solicitações dos fregueses, todas estão liberadas para antecipar o funcionamento para o sábado (6). Porém, a antecipação ficará a critério dos feirantes. Ao todo, Natal possui 22 feiras livres distribuídas em todas as zonas da cidade. Aos domingos, oito delas são realizadas na capital espalhadas pelos bairros de Quintas, Cidade da Esperança, Lagoa Seca, Mãe Luiza, Nova

Natal, Gramoré, Nova República e Pirangi. De acordo com o diretor do departamento de feiras e mercados da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (Semsur), Alexsandro Rocha, apesar da abertura das feiras no sábado, o movimento deve ser pequeno. "Todos os feirantes estão autorizados a abrirem feiras no sábado, mas o número de bancas deve ser pequeno. Isto porque a maioria deles também vende na feira livre do Alecrim, que é uma das maiores e mais tradicionais de Natal e é realizada aos sábados. Por isso, é provável que em alguns bairros realmente não haja feira nem no sábado nem no domingo", disse Alexsandro Rocha. Apesar de o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) não proibir a abertura do comércio em geral no

dia das eleições, o Tribunal determina que o empregador proporcione condições para que seus empregados possam exercer o direito e dever de votar. Mesmo que o funcionário tenha que trabalhar no dia da eleição, deve ser disponibilizado tempo suficiente para que o mesmo se desloque ao local de votação e consiga cumprir com suas obrigações eleitorais. Segundo o TRE, é possível a abertura e funcionamento do comércio no dia de eleição, mas em alguns locais públicos e de grande aglomeração, a determinação é o fechamento para que não haja 'politicagem' nem campanhas irregulares que possam influenciar na decisão de voto da população momentos antes da eleição. O funcionamento das feiras livres de Natal será normalizado a partir da próxima segunda-feira (8).

avenida foi apresentado pelo Governo do Estado aos técnicos da Prefeitura do Natal, no início do mês de setembro. A obra tem como

meta melhorar o fluxo da via para atender aos moradores dos bairros adjacentes, o acesso ao litoral sul do Estado e todo o setor hoteleiro. Após o licenciamento ambiental e o início das obras, a previsão é de que a execução do projeto seja concluída em até 24 meses. Com uma via expressa de 4 km, as obras da nova avenida Engenheiro Roberto Freire deverão custar cerca de R$ 220 milhões. Para tocar o projeto, a Secretaria de Estado de Infraestrutura deve se adequar a algumas exigências do Ministério das Cidades, como a inclusão de ciclovias e corredor exclusivo para ônibus. O Calçadão e o canteiro central serão mantidos. Contendo seis pistas atualmente, com a reestruturação a principal Avenida da Sul de Natal passará a ter doze pistas, sendo seis em cada sentido. Além disso, serão construídos três túneis, sendo um do viaduto de Ponta Negra até a rua Walter Fernandes, outro em frente à Universidade Potiguar e o terceiro no entroncamento com a

Via Costeira. Todo o trecho será adequado conforme normas de acessibilidade. A secretária de Infraestrutura Kátia Pinto explicou que, atualmente, está tramitando na Secretaria do Tesouro Nacional o processo autorizando a Caixa Econômica Federal (CEF) a ser contratada pelo Governo do Estado para ceder o empréstimo no valor de R$ 220 milhões, conforme orçamento apresentado no projeto. A secretária garantiu que os recursos já estão assegurados junto ao Ministério das Cidades e ao Ministério do Planejamento. Em Carta Consulta de 2010, a reestruturação da via contemplava apenas a eliminação de três semáforos, sem qualquer alteração na capacidade da estrutura viária, com o custo de cerca de R$ 55 milhões. A ideia inicial era a implantação de 3 viadutos, que poderiam ocasionar grandes desapropriações e descaracterização urbanística da via. Entretanto, observou-se que as modificações seriam insuficientes.


Economia

Sexta-feira

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

SYLVIA SÁ - INTERINA Fiern e Sebrae planejam ações para fortalecer micro e pequenas empresas n O secretário de Planejamento e Finanças do Estado, Obery Rodrigues, o secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato, e o superintendente do Sebrae, José Ferreira de Melo, conversaram na manhã desta quinta-feira com o presidente da Federação das Indústrias, Amaro Sales. n A reunião, que teve como principal objetivo discutir ações em prol do desenvolvimento das micro e pequenas empresas do Rio Grande do Norte, focou em três pontos: as compras governamentais, a desburocratização da formalização das micro e pequenas empresas e o fomento as ações de inovação e novas tecnologias. n O presidente da Fiern afirmou que estes são pleitos de longa data e que visam prover o desenvolvimento e o fortalecimento das indústrias locais. n "O encontro desta semana é para apresentar as nossas propostas. Uma delas é que as compras governamentais no valor de até R$ 80 mil sejam realizadas preferencialmente em micro e pequenas empresas potiguares. O secretário Obery foi muito receptivo e acreditamos que vamos conseguir o apoio do Governo", disse Amaro Sales. n Para o superintendente do Sebrae, Zeca Melo, o momento é favorável para implantação das novas medidas. n "As ações propostas já estão em debate no Fórum Estadual de Micro e Pequenas Empresas, do qual participam a Fiern, o Sebrae, o Governo do Estado, bancos. A adoção destas medidas serão positivas para economia local", assegurou Melo. n As três propostas serão debatidas na próxima reunião do Fórum Estadual das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte do RN, marcada para o dia 15 de outubro, na Casa da Indústria. Armazéns da Conab no Estado voltarão a receber milho dos estoques reguladores n Depois de um longo período de desabastecimenEspaço Empreendedor do Sebrae na Festa do Boi terá usina de laticínios n Para mostrar ao público como é o processo de beneficiamento do leite, o Espaço Empreendedor do Sebrae/RN na 50ª Festa do Boi - que acontecerá de 11 a 20 de outubro, no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim - terá uma miniusina de laticínios. n A mini-usina é proveniente do Instituto Candido Tostes, instalado na cidade de Juiz de Fora (MG), e demonstrará como é o processamento do leite, desde a recepção, análises laboratoriais e pasteurização. n Montada com fórmica e vidro, a estrutura permite o acompanhamento de todo processo de envasamento de leite e produção de iogurtes e queijo frescal. Haverá também a degustação dos produtos. n Na parte técnica, serão repassadas orientações dos técnicos sobre o processo de fabricação, higienização e qualidade para o público visitante. n A unidade é apenas uma das diversas atrações do Espaço Empreendedor, que terá uma área de 2,7 mil metros quadrados e será ambientado como se fosse um casarão antigo, dando aos visitantes a visão interna das moradias de época.

to, os oito armazéns da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) no Rio Grande do Norte voltarão a receber milho dos estoques reguladores do Governo. n Na sexta-feira da semana passada, um leilão para transportar 25 mil toneladas de milho para o Estado conseguiu atrair interessados. Desse total, 11 mil toneladas são para Natal, 7.500 mil toneladas para Currais Novos e 6 mil toneladas para Assu. n Segundo o presidente da Federação da Agricultura do RN, José Álvares Vieira, já foi iniciado o embarque de 4,5 mil toneladas para o Estado, que deverão atender Mossoró e João Câmara. Já as 25 mil toneladas começarão a ser embarcadas no próximo dia 11 de outubro. n Além disso, um novo leilão de 30 mil toneladas reunirá transportadoras no próximo dia 15. Receita Federal em Natal realizará leilão de mercadorias apreendidas no próximo dia 10 n A Delegacia da Receita Federal em Natal realizará na próxima quarta-feira, dia 10 de outubro, leilão de mercadorias apreendidas e/ou abandonadas resultantes de operações realizadas pela Receita Federal do Brasil. n O certame será realizado no Auditório da Superintendência Federal da Agricultura, Pecuária e Abastecimento no RN, situado na rua Engenheiro Hildebrando de Góis, na Ribeira, a partir das 9 horas. n Serão leiloados cem lotes de mercadorias contendo vídeo games, câmeras fotográficas, tênis, perfumes, notebook, calculadoras, rádios, uísques, dentre outras mercadorias. n Os lotes poderão ser visitados nos dias 8 e 9 de outubro, durante horário comercial, no interior da Delegacia da Receita Federal em Natal, na Esplanada Silva Jardim, Ribeira. n O edital completo, com a relação dos lotes em licitação, está disponível no site www.receita.fazenda.gov.br (Leilões - Leilões Presenciais - Rio Grande do Norte).

n A grade de capacitação contemplará 16 palestras, que abordarão as principais problemáticas da pecuária, envolvendo desde o manejo nutricional, morfologia das vacas leiteiras, fatores que influenciam na reprodução, o universo dos queijos brasileiros, a utilização da mandioca como ração animal, uso de biotecnologias e diferentes abordagens sobre a raça Girolando, que também será foco de exibição de filmes. n A programação terá ainda minicursos e debates. Banco do Nordeste comemora o Dia da Micro e Pequena Empresa n Nesta sexta-feira, o Brasil comemora o Dia da Micro e Pequena Empresa (MPE). n Para homenagear o segmento, que representa mais de 90% dos negócios constituídos e concentra em torno de 60% dos empregos gerados no país, o Banco do Nordeste realiza este mês uma série de eventos em todas as suas unidades. nA programação inclui palestra sobre empreendedorismo, apresentação institucional sobre a atuação do BNB para esse segmento, depoimento de clientes e assinatura de contratos de financiamento. n "Vamos apresentar as linhas

de crédito disponíveis para implantação, ampliação e modernização de MPE's, além dos produtos e serviços que possam atender às demandas típicas do final de ano, como capital de giro e estoque", destacou o superintendente estadual, em exercício, Jorge Antônio Bagdeve Oliveira. nAté agosto deste ano, o Banco do Nordeste já beneficiou quase 63 mil micro e pequenos empreendedores nordestinos, com recursos da ordem de R$ 1,7 bilhão, o que representa um crescimento médio anual de 46%. n No Rio Grande do Norte foram liberados R$ 196 milhões no período. n A data que celebra os pequenos negócios foi criada em 1999, quando foi sancionada a Lei 9.841, de 5 de outubro de 1999, regulamentada pelo decreto 3.474 de 19 de maio de 2000. Anos mais tarde, uma mudança no curso da política brasileira transformaria a história das microempresas do País, abrindo espaço para uma nova conquista: a aprovação da Lei Geral da Micro e Pequena Empresa. nSancionada em 2006, a lei criou o Simples Nacional para reduzir a carga tributária e simplificar processos, além de mecanismos que asseguraram o acesso ao crédito, à inovação tecnológica e às compras governamentais.

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 7

Empresários comemoram novo teto de projeto habitacional “MINHA CASA, MINHA VIDA” MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

A decisão do Conselho Curador do FGTS de reajustar o valor máximo dos imóveis do "Minha Casa, Minha Vida", que no caso de Natal elevou de R$ 150 mil para R$ 170 mil o teto máximo das unidades financiadas pelo Programa, foi recebido como um presente natalino antecipado pela construção civil e imobiliárias do Rio Grande do Norte. As construtoras e imobiliárias precisarão de mais alguns dias para avaliar o impacto positivo da medida, disse hoje pela manhã o empresário Ricardo Abreu, da Abreu BR Bookers, dona de uma das maiores carteiras de compra e venda. "Mas não temos a menor dúvida que os efeitos para o mercado serão extremamente benéficos", antecipou. O presidente do Sinduscon-RN, Arnaldo Gaspar Júnior, elogiou a medida, mostrando que o governo "está antenado com a saúde do programa Minha Casa, Minha Vida". E acrescentou que se o reajuste obedecesse à inflação, o teto máximo para os imóveis do programa não passaria de R$ 160 mil. "O governo deu mais e mostrou que está realmente querendo que uma massa maior da população acesse ao sonho da casa própria", afirmou. O presidente do Sinduscon-RN lembrou, ainda, que a decisão diminuiu em 1% a taxa de juros dos financiamentos do Minha Casa, que antes eram de 8,16% ao ano e agora passaram para 7,16% ao ano. "Essa aparentemente pequena diferença representará uma queda de aproximadamente 15% no valor das mensalidades pagas pelos mutuários do programa", disse Gaspar. A única voz destoante partiu das cooperativas habitacionais, que produzem imóveis bem mais baratos - na faixa de R$ 60 mil a R$

FINANCIA ATÉ Arquivo

Arnaldo Gaspar Júnior considera que governo está antenado com Programa 100 mil -, mas que estão impedidas de participar do programa "Minha Casa, Minha Vida". Segundo o presidente da Coophab Cooperativa Habitacional dos Servidores e Trabalhadores Sindicalizados do RN -, Edval Martins, "é um absurdo que um programa tão positivo como o 'Minha Casa, Minha Vida' passe ao largo do cooperativismo habitacional, que tem a expertise de produzir para as faixas de menor renda do País". AS MEDIDAS Nas cidades acima de 1 milhão de habitantes e capitais, o valor máximo do imóvel subiu de R$ 150 mil para R$ 170 mil. Para cidades entre 250 mil e 1 milhão de pessoas (caso de Mossoró), o valor máximo do imóvel financiado subiu de R$ 130 mil para R$ 145 mil. Municípios com população entre 50 mil e 250 mil pessoas tiveram o valor máximo do imóvel aumentado de R$ 100 mil para R$ 115 mil. Para as demais cidades, o valor do imóvel subiu de R$ 80

R$ 170

MIL

mil para R$ 90 mil. O valor dos imóveis foi atualizado em 13% calculado com base no reajuste do INCC de agosto, informou o Ministério do Trabalho. A mudança tem como objetivo adequar aliar os empréstimos do FGTS à política de redução de juros. Além de corrigir o valor dos imóveis inseridos no Minha Casa Minha Vida, o Conselho Curador do FGTS também reajustou o valor dos subsídios a fundo perdido, concedidos a quem ganha menos (até R$ 1,6 mil de renda mensal), segundo Brizola Neto. Com isso, o valor do subsídio passou de R$ 23 mil para R$ 25 mil. Já o subsídio para quem utiliza recursos do FGTS para reduzir a taxa de juros cobrada passou de R$ 13 mil para R$ 16 mil. O governo lembrou que os subsídios são concedidos para quem ganha até R$ 3.275. Os valores dos subsídios para quem ganha entre R$ 1,6 mil e R$ 3.275 serão regulamentados posteriormente, informou o governo. Faixas de renda. Também foram corrigidas as faixas intermediárias de renda do Minha Casa Minha Vida. A faixa 1 não foi alterada, permanecendo a mesma para quem ganha até R$ 1,6 mil. A faixa 2 de renda, que antes variava de R$ 1,6 mil a R$ 3,1 mil, passou a ser até R$ 3.275. A faixa 3 de renda passou a ser de R$ 3.275 a até R$ 5 mil. É com base nas faixas de renda que são calculados os subsídios. Quem ganha menos, tem subsídio maior. O Conselho Curador do FGTS também decidiu nesta quinta-feira baixar os juros da faixa 3 de renda, ou seja, para quem ganha entre R$ 3.275 e R$ 5 mil. Neste caso justamente lembrado no comentário do presidente do Sinduscon RN, a taxa de juros, que antes era de 8,17% ao ano, passou para 7,16% ao ano.As outras faixas não tiveram juros alterados.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de outubro de 2012

Cidade

Sexta-feira

Promotora precisa de auxílio do BPChoque para entrar em Ceduc ADOLESCENTES INTERNOS IMPEDIRAM TRABALHO DE MARIANA REBELLO DE SÁ José Aldenir

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

A promotora da Infância e Juventude de Natal, Mariana Rebello Cunha Melo de Sá, denunciou o caos completo no Centro Educacional de Nazaré, na zona Oeste da Capital. Ela foi barrada e ameaçada pelos adolescentes internos quando tentava entrar no local para inspeção de rotina, na manhã de hoje, e foi preciso a presença de homens do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque), que apreenderam celulares, cachimbos para fumar crack, armas brancas artesanais e estiletes. "O que eu vivenciei hoje no Ceduc Nazaré é o reflexo da falta de gestão nas unidades de medidas sócio-educativas no Estado e da falta de compromisso do Governo. Hoje, quem manda no local são quatro adolescentes em conflito com a lei que agem como se fossem os chefões do Ceduc, mandam e desmandam, decidem quem entra e quem sai, traficam e consomem drogas, agridem os internos que não se sujeitam aos seus desmandos e outras barbaridades", revelou Mariana Rebello. A promotora, que foi ameaçada e impedida de entrar no prédio pelos adolescentes, disse que desde abril passado que a unidade está sem diretores e coordenadores e que os poucos educadores que ainda trabalham lá sofrem constantemente com o descaso do Governo do Estado. Também não há psicólogos, pedagogos e assistentes sociais na unidade, que abriga adolescentes condenados a regime de semiliberdade. "Além da falta de estrutura física e de direção, a unidade está totalmente abandonada. E o que é pior: a governadora Rosalba Ciarlini sabe desta situação há, pelo menos, um ano e não faz nada para tentar resolver esses problemas. Hoje, não podemos aplicar nenhuma medida sócio-educacional a nenhum adolescente, porque não há local adequado para que eles possam cumprir sua pena", afirmou. Para o juiz da Infância e Juventude da Capital, Homero Lechner,

ciedade", explicou Manoel Onofre. Para o promotor da Infância e Juventude de Natal, Marcone Falcone, há descaso e improbidade administrativa. "Há licitações, projetos e outras ações que podem ser feitas para resolver isso, mas falta interesse", afirmou.

Mariana Rebello reclama que a governadora não faz nada para resolver problema não apenas as unidades educacionais estão falidas, mas também a Fundação Estadual da Criança e do Adolescente (Fundac), que não está cumprindo o seu papel como deveria. Ele afirmou que o problema do Ceduc Nazaré, bem como do Pitimbu, já são de conhecimento da Governadora desde quando ela assumiu o Estado, há quase dois anos. "O Ceduc Pitimbu está interditado há quase cinco meses e a situação do Nazaré é de completo caos, sem direção, sem coordenação, sem nada. Lá, quem manda são os adolescentes, condenados por crimes graves como assaltos, homicídios, estupros, latrocínios e outras barbaridades. E estão livres, o que é pior, colocando em risco a vida da população", desabafou. O procurador geral de Justiça, Manoel Onofre Neto, também tem a mesma opinião do magistrado.

Ele disse que já buscou o diálogo com a governadora inúmeras vezes, sem que os avanços fossem concretizados. Por isso, a Justiça e o Ministério Público Estadual já estudam interditar não apenas os Ceducs, mas também a própria Fundac, por ingerência e falta de compromisso com a grave situação que assola o Estado. "Essa história de culpar a gestão passada não tem mais cabimento, porque essa nova gestão está no poder há quase dois anos, tempo suficiente para já ter feito algo de concreto para resolver esta terrível situação. Não podemos mais aceitar essa desculpa, até porque a governadora sabe disso desde quando assumiu, mas até agora não fez nada. Isso prova o desinteresse e o descompromisso do Governo. Enquanto isso, os adolescentes em conflito continuam aterrorizando a so-

> FIM DA GREVE

Servidores do Itep retomam as negociações com o Governo Após suspenderem a greve por um dia, em atendimento ao pedido do Governo do Estado para retomar as negociações, servidores do Instituto Técnico-Científico de Polícia do Rio Grande do Norte (Itep/RN) decidem hoje à tarde se retornam ou não à paralisação por tempo indeterminado. No final da tarde, eles se reunirão em assembleia para decidir se acatam ou não a contraproposta dos gestores, sobre o envio do anteprojeto de lei que cria o Estatuto e a Lei Orgânica do órgão. Segundo a vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Estado (Sinpol/RN), Renata Pimenta, durante reunião com representantes do Governo do Estado, ficou acordado que será realizada uma nova reunião no dia 19, para discutir os pontos do anteprojeto que estão sendo analisados pelo Estado. "Eles entenderam a necessidade de uma discussão sobre os pontos necessários no projeto e se comprometeram a nos receber novamente no dia 19 próximo, para discutir os tópicos que eles tiverem analisado até lá. Isso é importante, porque demonstra vontade para se resolver o impasse criado entre o Governo e a categoria", explicou Renata. Ela afirmou ainda que ficou acordado também a reposição dos pontos cortados e a devolução do salário dos grevistas. Além disso, segundo a sindicalista, o Governo assinará um termo na Justiça afirmando que o impasse entre servidores e Estado já foi resolvido e que, portanto, o Sinpol não será penalizado com multa. "É importante ressaltar que tudo isso será exposto para a categoria durante a assembleia no final da tarde e será ela que irá decidir se

José Aldenir

Prejudicados com a paralisação, usuários fizeram fila para obter documentos suspende a greve ou se continua. A nossa expectativa é positiva, acreditamos que os servidores irão pensar e pesar direito tudo o que foi acertado e vamos dar, mais uma vez, uma nova chance ao Governo do Estado para resolver isso logo", falou Renata. O presidente do Sinpol/RN, Djair Oliveira, afirmou que o retorno às atividades hoje é a prova de que a categoria não quer radicalizar o movimento, com a paralisação de 100% das ações da categoria. Caso isso tivesse ocorrido, os servidores teriam suspendido tudo, inclusive a remoção dos corpos de vítimas de morte violenta e a autópsia. "Estamos lutando por melhores condições de trabalho e o Estatuto vai garantir tudo isso", afirmou. NATALENSES CORREM PARA GARANTIR DOCUMENTOS A notícia da suspensão, pelo menos por hoje, da greve dos servidores do Itep/RN, provocou uma

correria à sede do órgão, no bairro da Ribeira. Centenas de pessoas procuraram o local para fazer a segunda via do documento de identidade, entre outros. Os serviços estavam suspensos desde a deflagração da greve, no dia 3 de setembro passado. Uma das pessoas que chegaram logo cedo ao local foi Ednaldo Francisco de Lima, que teve seu documento de identificação roubado há cerca de um mês e, desde então, aguardava o fim do movimento para pedir a segunda via. Ele disse que saiu de casa ainda de madrugada, para garantir um bom lugar na fila, que dobrava o quarteirão durante a manhã. "Tive minha carteira roubada e perdi todos os meus documentos, logo no começo da greve, por isso, eu esperei esse tempo todo para vir aqui. Quando soube que os servidores iriam suspender a greve, não tive dúvidas: corri logo cedo para cá e agora, só saio com o meu documento de identidade", afirmou.

CMYK


Cidade

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 9

IFRN construirá duas novas unidades no estado do RN MAIS DE 2 MIL ALUNOS SERÃO BENEFICIADOS COM UNIDADES QUE SERÃO CONSTRUÍDAS EM CEARÁ-MIRIM E NAS ROCAS GERALDO MIRANDA GERALDOMIRANDA83@YAHOO.COM.BR

Aproximadamente 2,4 mil alunos serão beneficiados com as duas novas unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) que serão construídas no município de Ceará Mirim e em Natal, no bairro das Rocas, zona Leste da cidade. A assinatura da cessão de uso dos terrenos aconteceu nesta quinta-feira (4) nas obras do campus Ceará Mirim e contou com a presença da secretária do Patrimônio da União Paula Maria Mota Lara, da superintendente regional da Secretaria do Patrimônio da União no RN, Yêda Cunha de Medeiros Pereira e do reitor em exercício do Campus Central, Wyllys Abel Farkatt. Além do terreno de Ceará Mirim, o terreno de Natal fica localizado no Sítio Histórico da Rede Ferroviária Federal S.A (Refesa), que possui uma área total de 9.551 metros quadrados. A unidade do Instituto será construída na Rotunda, local em que funcionavam depósitos de locomotivas, construídos de forma circular. Porém, segundo o reitor em exer-

cício, as obras da unidade de Natal irão demorar mais a serem concluídas pelo fato do prédio ser tombado historicamente. "Nós estamos trabalhando para entregar a unidade de Ceará Mirim no segundo semestre do ano que vem. Porém, a unidade das Rocas deverá demorar um pouco mais, pois o nosso setor de engenharia deverá manter a arquitetura original do lugar. De toda forma, acredito que no semestre de 2014 o prédio seja entregue e as aulas comecem", explica. Wyllys Abel Farkatt explicou também que a demora se faz necessária, pois esta a não estava no orçamento da instituição para este ano e se tornará necessário pedir mais recursos ao Governo Federal. O IFRN recebeu hoje a cessão temporária dos prédios que, após o término da construção das unidades, passará a ser definitiva. Além das duas novas unidades, o IFRN também deverá abrir concurso para o preenchimento de vagas para as instituições, mas obedecendo ao critério dos concursos em vigência. "Com a sessão temporária, podemos construir as novas unidades. Porém, após os prédios ficarem

prontos a cessão será definitiva. A partir disso, poderemos preparar o edital do concurso para o preenchimento das vagas remanescentes, pois os primeiros servidores a serem chamados são os do concurso vigente que é um direito garantido por lei", informa o reitor em exercício. Ao ser questionado sobre a utilização do prédio do IFRN de Cidade Alta, Farkatt informou que este será responsável por coordenar o campus das Rocas e que ele continuará como mesmo sistema de aulas normalmente. "Assim que o campus das Rocas estiver concluído, o de Cidade Alta ficará responsável pela coordenação do local. Desta forma poderemos implantar o mesmo sistema de ensino sem maiores complicações. Vamos buscar os recursos e finalizar as obras que vão beneficiar o município de Ceará Mirim e também a capital", comenta. Para o ano de 2013, o IFRN contará com mais duas novas unidades que estão em fase de finalização de obras. As cidades beneficiadas são Canguaretama e São Paulo do Potengi, além de uma nova unidade para o Campus de Educação à Distância.

> SEM ESTRUTURA

Servidores do UBS de Cidade da Esperança realizam ato de protesto Após 30 anos servindo os moradores do Bairro de Cidade da Esperança, a Unidade Básica de Saúde (UBS) corre o risco de ser fechada. Atualmente cerca de 800 pessoas são atendidas mensalmente nas especialidades de psiquiatria, oftalmologia, mastologia, oncologia, endocrinologia, pediatria e odontologia. A unidade não dispõe de pronto socorro, nem de ambulatório e as salas de odontologia se encontram sem condições ideais de funcionamento. Além da falta de estrutura, o local hoje também está sem segurança, o que faz com que o local fique de portas fechadas até durante o atendimento. Além da falta de material, algumas salas estão sem cerâmica, tomadas pelo mofo, com fios elétricos soltos e cadeiras danificadas ou sem estofado. Tentando impedir o fechamento do local, o Sindicato dos Trabalhadores em Saúde (Sindsaúde), junto do Sindicato de Guardas Municipais do RN (Sindguardas/RN), realizou um ato público exigindo que o local não fosse fechado e, sim, reestruturado, além de ter a segurança do local normalizada. De acordo com a diretora do Sindsaúde, Sônia Godeiro, a Prefeitura do Natal deveria reestruturar o local, pois apenas a UPA não irá comportar o número de atendimentos do bairro. "Se a SMS fechar a unidade, o bairro de Cidade da Esperança não terá nenhum posto, pois a UPA da região ainda se encontra fechada, o que dificilmente irá mudar até o próximo ano. E em caso de fechamento, as pessoas vão ser obrigadas a se dirigir a outras unidades de Saúde aumentando as filas e congestionando o sistema que já é tão sucateado", explica Sônia Godeiro. Já o cirurgião dentista, Marcelo Medeiros, explicou que o local que já foi uma unidade de referência em atendimento, agoniza sem o

José Aldenir

Falta de segurança na unidade faz com que atendimento seja feito de portas fechadas retorno por parte da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). "Aqui nós somos parte de um programa nacional que recebe verba federal, mas não chega aqui. Hoje dispomos de apenas uma cadeira aqui para atender uma média de dez pessoas por semana, além de nós aqui custearmos a manutenção de alguns equipamentos. De quatro cadeiras nós só temos esta com 80% de condições, além de alguns insumos serem trazidos por nós", comenta. O técnico de enfermagem, Antonio Celestino da Silva, que trabalha no local informou que a falta de segurança também é um problema grave do local, que hoje utiliza bancos para fazer uma barricada e impedir a ação dos invasores. "Aqui as portas já foram arrombadas e não oferecem nenhuma segurança. Porém, nós pegamos os bancos de madeira antigos e fizemos uma barricada para impedir a entrada de ladrões ou pessoas suspeitas no local", diz. A equipe de O Jornal de Hoje entrou em contato com a titular da

Secretaria Municipal de Saúde (SMS), Maria Joilca Loureiro Carvalho para saber que providências seriam tomadas, porém a secretária estava em reunião e não pode falar com a reportagem.

CMYK


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de outubro de 2012

Sexta-feira

Governo assina convênio com Huol, mas não há previsão para início de transferência de pacientes ESTADO

TERÁ QUE CONTRATAR, PELO MENOS,

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Terminou o impasse envolvendo o Governo do Estado e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) em relação aos 60 leitos do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol). Depois de 90 dias de intensa negociação, o que era previsto como a resposta mais rápida do Plano de Enfrentamento Para os Serviços de Urgência e Emergência da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, o Governo do Estado e a UFRN assinaram na tarde desta quinta-feira (4) o convênio que garante a oferta de 60 leitos clínicos que servirão de retaguarda ao Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Com o convênio, o Huol entra com os leitos de enfermaria e o Governo do Estado com os recursos humanos. No entanto, a carência de profissionais prejudica o início da transferência dos pacientes, assim como aconteceu no Hospital Central Coronel Pedro Germano, o Hospital da Polícia Militar, que desde a semana passada disponibilizou 30 leitos, mas esbarrou no mesmo problema para receber pacientes do Walfredo Gurgel. Diante disso, não há prazo para o início da utilização dos leitos do Huol, muito embora, o Governo do Estado espere resolver esse problema nos próximos dias. Para que os 60 leitos do Onofre Lopes comecem a receber os pacientes do Walfredo Gurgel são necessários cerca de 90 profissionais entre médicos, enfermeiros, técnicos de enfermagem e fisioterapeutas. Por dia, são necessários seis técnicos de enfermagem, dois enfermeiros e três médicos pela manhã. No período da tarde e da noite, apenas dois médicos são suficientes. A Secretaria de Saúde Pública é responsável pela contratação do pessoal, no entanto, o Estado não dispõe de profissionais, dentro do quadro efetivo, para atender a demanda. No último sábado,

o Governo do Estado convocou profissionais de enfermagem aprovados no concurso de 2010 para serem efetivados imediatamente e serem lotados no Hospital Onofre Lopes, Hospital da Polícia Militar e no Hospital Deoclécio Marques de Lucena. "Foram convocados 48 técnicos de enfermagem e nove enfermeiros. Até ontem apenas 27 técnicos de enfermagem haviam se apresentado, mas nenhum dos nove enfermeiros apareceu. Essa é uma dificuldade que afeta outras unidades. Esperamos que os profissionais convocados sejam céleres na sua apresentação, para que possamos dar resolutividade a este problema o quanto antes", explicou o coordenador do Plano de Enfrentamento, Luiz Roberto Fonseca. A falta de profissionais também está atrasando a liberação de outras vagas no Hospital da Polícia Militar. Estão previstas 30 vagas naquela unidade, mas o quadro de pessoal não está completo. Luiz Roberto Fonseca explicou que o Comando da PM está convocando policiais com formação na área da saúde para ocupar as vagas disponíveis. No entanto, de acordo com o coronel Kleber Cavalcanti, diretor do Hospital da Polícia Militar, apenas 11 profissionais estão habilitados para assumir como técnico de enfermagem. Com isso, Luiz Roberto Fonseca informou que hoje mais quatro leitos do Hospital da Polícia Militar foram cedidos e dez leitos estão ocupados, dos 30 disponíveis. O investimento mensal do Governo do Estado com os 60 leitos do Huol é de R$ 465.375,00. Porém, é possível que o convênio seja efetivado com a abertura de, pelo menos, 20 leitos. Nesse caso, o número de profissionais necessário é 39. "É bom deixar claro que o Huol só abrirá as vagas caso o quadro de pessoal esteja assegurado pela Sesap", frisou a reitora Ângela Paiva, no momento da assinatura do convênio.

90

PROFISSIONAIS DE SAÚDE PARA QUE LEITOS RECEBAM PACIENTES José Aldenir

Negociação envolvendo o Estado e a UFRN durou 90 dias. O convênio garante 60 leitos clínicos de retaguarda para o HWG O coordenador do Plano de Enfrentamento explicou que as vagas serão abertas de acordo com a contratação de pessoal. "Não é possível esperar que todo o quadro esteja completo. Vamos por etapas.

dos quatro que já podem fazer por mês. Com isso, esses profissionais terão seus plantões escalados para os hospitais Onofre Lopes e da Polícia Militar. Luiz Roberto Fonseca expliWellington Rocha

“Esperamos que os profissionais convocados sejam céleres na sua apresentação, para que possamos dar resolutividade a este problema o quanto antes” LUIZ ROBERTO FONSECA

COORDENADOR DO PLANO DE ENFRENTAMENTO

Contratando 10% do pessoal, abrimos 10% das vagas e assim sucessivamente", disse. Luiz Roberto Fonseca informou ainda que a governadora Rosalba Ciarlini vai autorizar, de forma especial, que os profissionais de enfermagem, técnicos e enfermeiros, possam fazer até dois plantões eventuais, além

cou que caberá ao Hospital Universitário Onofre Lopes todo o serviço de hotelaria, como a higienização, alimentação e suporte medicamentoso, com exceção dos medicamentos de alta complexidade e alto custo, que fica sendo de responsabilidade do Governo do Estado.

CENTRAL METROPOLITANA DE REGULAÇÃO Desde a última terça-feira (2) a Central Metropolitana de Regulação está funcionando, ainda em fase experimental, com testes do software da plataforma SISREG II. Na prática, o serviço só deve começar a funcionar mesmo a partir da próxima semana. A Central de Regulação Única para gerenciamento dos leitos da rede pública da saúde do RN, com implantação de sistema e capacitação dos profissionais, está funcionando provisoriamente na sede do Samu Natal, enquanto a reforma da sede definitiva, que será no 1º andar da Sesap, não fica pronta. O Ministério da Saúde investiu R$ 4,7 milhões. "A Central ainda está funcionando em fase experimental com testes internos de conexão para que tudo fique pronto e a partir da próxima semana possa estar em pleno funcionamento. Esperamos que a partir de agora, acabe a peregrinação em busca das vagas em hospitais, tanto pro SAMU, quanto para

os hospitais", explicou Luiz Roberto Fonseca. Com a Central Metropolitana de Regulação, todas as vagas de leitos dos hospitais estarão disponíveis de forma on line, inclusive os dos hospitais da rede conveniada, como o Incor, o Natal Center, o Huol e o Hospital do Coração. "Hoje os próprios hospitais dizem se tem ou não vagas. Mas com a Regulação isso vai mudar", disse Fonseca. O plantão presencial da Central Metropolitana de Regulação contará com os médicos auditores e reguladores tanto do Estado, quanto do município. Serão aproximadamente 20 médicos, sendo que dois médicos por plantão. Luiz Roberto Fonseca acredita que em 90 dias, no máximo em 180 dias, os hospitais Santa Catarina, Deoclécio Marques de Lucena e Walfredo Gurgel poderão ser transformados em porta referenciada e qualificada, onde o atendimento será feito apenas das especificidades de cada hospital. "Não seria ousadia esperar que dentro de três meses, no máximo em seis, passaremos a referenciar as portas dos hospitais", destacou. Fonseca conta que à medida que as Unidades de Pronto Atendimento (UPA) da Região Metropolitana de Natal começarem a funcionar poderão começar a mudar a realidade dos grandes hospitais de Natal. "As UPAs são porta de entrada de urgência e emergência, mas não são de internamento. Com o funcionamento delas, conseguiremos mudar a realidade dos hospitais", afirmou. A UPA de Macaíba e Parnamirim está em processo de finalização e a expectativa é de que dentro de 30 dias ela possa estar em funcionamento. A UPA de São Gonçalo do Amarante está com o projeto executivo sendo finalizado, para poder dar início a construção da Unidade. Enquanto isso, a UPA de Cidade da Esperança precisa apenas que a Prefeitura de Natal se pronuncie em relação ao seu funcionamento.

UFRN "entrega" hospital de médio porte ao Governo do Estado Com a assinatura do convênio entre a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e o Governo do Estado, o Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol) disponibilizará 60 leitos físicos para a retaguarda do maior hospital de urgência e emergência do Estado, o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. "Estamos entregando um hospital de médio porte ao Governo do Estado com a assinatura deste convênio. A UFRN, por meio do Hospital Universitário Onofre Lopes, está sendo parceira do Governo do Estado para amenizar o problema da saúde pública no Estado", afirmou o diretor do Huol, Ricardo Lagreca. Com os novos 60 leitos, o Hospital Onofre Lopes passa a ter 260 leitos. O diretor do Huol, Ricardo Lagreca, explicou que o convênio tem validade de 90 dias, podendo ser prorrogável por mais 90 dias. Após esse período, os Hospitais do Estado assumem os pacientes, já que as reformas nestes hospitais já devem ter sido concluídas. No entanto, nem todos os pacientes que estão nos corredores do Hospital Walfredo Gurgel serão transferidos para o Onofre Lopes. A parceria entre UFRN e Governo vai beneficiar

Herácles Dantas

Lagreca explica que apenas os pacientes clínicos do Walfredo serão transferidos apenas diretamente apenas os pacientes clínicos. "Os pacientes politraumáticos, cirurgiados, queimados ou que aguardam cirurgia ortopédica não poderão ser transferidos", avisou Lagreca. Os 60 leitos do HUOL custará ao Governo do Estado um investimento de R$ 465.375,00. O diretor Ricardo Lagreca acredita que a ocupação dos leitos acontecerá de forma progressiva. "Devido a falta de profissionais, acredito que possamos ocupar os leitos aos poucos. Não esperamos receber os 60 de uma só vez, acredito que virão de 20 em

20", disse. Lagreca confirmou que não há previsão de quando os pacientes do Walfredo Gurgel começarão a ser transferido. "Mas só abriremos as vagas quando a Sesap garantir os profissionais, pois não estamos preparados para receber nenhum paciente acima da nossa demanda", afirmou. Ricardo Lagreca explicou que caberá ao Hospital Onofre Lopes entrar com a parte de estrutura física, higienização, pessoal de apoio, técnicos de laboratório e de nutrição. Segundo o diretor, o hospital está preparado para atender os 60

pacientes, no que diz respeito às responsabilidades de competência do Huol, firmado no convênio. A parte médica, como técnico de enfermagem, enfermeiros, médicos e fisioterapeutas são de responsabilidade do Governo do Estado. Com isso, do valor total do convênio com o HUOL, 30% é repassado ao Governo para pagamento da equipe médica. A reitora da UFRN, Ângela Paiva Cruz, destacou que os hospitais universitários já fazem parte do Sistema Único de Saúde (SUS), com atendimento de média e alta complexidade. "Essa é uma forma de a UFRN, por meio do Onofre Lopes, colaborar com o Estado. É uma parcela no conjunto de soluções que o Governo do Estado vem traçando para amenizar os problemas da saúde pública", destacou. A reitora explicou que a demora na assinatura do convênio ocorreu devido a impossibilidade jurídica em contratar o pessoal para dar suporte aos 60 leitos, pois havia um acórdão no Tribunal de Contas da União (TCU) que impedia a assinatura do convênio com o Governo do Estado. "Mas o Estado encontrou uma solução e o impasse foi resolvido, com isso adapta-

mos os leitos da antiga enfermaria, que a partir de 2013 passará por uma reforma de ampliação dentro do Programa Nacional de Reestruturação dos Hospitais Universitários (Rehuf)", explicou. Ângela Paiva acredita que os 60 leitos do Huol darão uma resposta à crise que passa a saúde públi-

ca, mas reconhece que as soluções definitivas são mais complexas. "No sentido de tirar os pacientes dos corredores acreditamos que esses leitos terão um grande impacto, e as soluções definitivas já estão sendo elaboradas pelo Governo do Estado dentro do Plano de Enfrentamento", afirmou a reitora da UFRN.


Cidade

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 11

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

Lhô-Lholô, Diário de Natal Por Graco Medeiros

O título acima era o pregão de Cambraia, o jornaleiro mais famoso de Natal (foto), terror dos moleques desde o final dos anos cinquenta até meados dos sessenta. Negro alto, com o 'branco' dos olhos amarelados, calças cortadas na altura dos joelhos, camisão aberto no peito, passadas largas e voz tonitruante, o gazeteiro do Diário de Natal era um verdadeiro papa-léguas por todo centro da capital do Errigenê (o velho Grande Ponto) e suas adjacências, incluindo os bairros da Ribeira, Tirol e Petrópolis, além de logradouros como o Baldo e Santa Cruz da Bica. As mães 'terroristas' costumavam sapecar a terrível advertência pra cima de meninos maluvidos: "Lá vem Cambraia!" Era mais ou menos pela 'hora do anjo', antes do seriado Jerônimo, o Herói do Sertão, retransmitido pela também associada Rádio Poti, que o jornaleiro do DN ganhava as ruas e a vida com seu inusitado e forte pregão. Os adultos saíam porta à fora para comprar o famoso impresso e a molecada, na cola dos pais, ficava espiando, sobressaltada, aquela figura do tipo "pai-véio" de umbanda, figura imponente, de voz rouca, com um monte de exemplares dos Diários Associados inseridos numa capa de papelão debaixo do braço destro. Cambraia foi a grande voz repercussiva das manchetes do DN nas ruas. Alardeava os feitos e proezas de Baracho, o Robin Hood do submundo natalense; clamou o assassinato de John F. Kennedy e fez estardalhaço com a morte de Caryl Chessman na câmara de gás, no estado da Califórnia (EUA). A popularidade de Cambraia era tanta que, seguindo a onda do voto nulo e anárquico propiciado por personagens como o

VOX POPULI

Tumulto virtual na tarde de ontem quando publiquei, em primeira mão, o resultado da nova pesquisa Vox Populi. Uma batalha de posts no Twitter, em Natal e Mossoró, com a indicação de vitória para os respectivos candidatos Carlos Eduardo e Larissa Rosado.

SURPRESOS

Os números da VP em Natal surpreenderam até alguns estatísticos de institutos locais, que acharam exagerados os 16 pontos percentuais da vantagem de Carlos Eduardo sobre os demais adversários. Outro dado foi o empate técnico entre Hermano e Mineiro.

CRÍTICAS

Blogueiros e twiteiros simpatizantes ao PMDB desqualificaram o resultado da pesquisa, que segundo eles não considerou uma suposta queda do candidato do PDT. Mas nas quatro pesquisas da VP em Natal (para Fiern e PT) não foi detectado tal fato.

DISCREPANTE

Na verdade, os números da Vox Populi são bem diferentes de outros institutos, que registraram pequena vantagem de Carlos Eduardo sobre os demais. No dia 23, a VP divulgou maioria de 14% e nessa última um aumento de dois pontos para Carlos Eduardo.

IBOPE

Logo mais a Inter TV publica a última pesquisa Ibope em Natal. Resta esperar para ver se o resultado se assemelha aos institutos locais ou à Vox Populi. Uma coisa é certa: se as urnas de domingo apontarem segundo turno, a VP sai do pleito desmoralizada. "Bode Cheiroso" (Jaboatão/PE) e o rinoceronte "Cacareco" (jardim zoológico de São Paulo), fez alçar o nome do jornaleiro do Diário de Natal para vereador, uma presepada da velha guarda da Confeitaria Cisne, sob o lema "Vamos à Praia com Cambraia". Pura ironia para essas eleições do próximo domingo, 07 de outubro do ano da graça de 2012. O tempo passou e os associados do Diário de Pernambuco, no mesmo período em que se relembra a matança de Cunhaú e Uruaçu (feriado local), no estilo do carrasco Jacob Rabbi, passaram o facão no Diário de Natal extirpando sua história, que também é um pouco da história da vetusta capital do Rio Grande do Norte. Contudo, na memória do tempo, lá pras bandas da travessa Capió, na Cidade Alta, ainda escuto a algazarra dos meninos e o grito de guerra do velho jornaleiro egresso lá do topo da ladeira da Poti: - "Lhô-Lholô, Diário de Natal!" (GM, www.somdovialejo.com.br)

PRESSÃO

Pelo Twitter, eleitores de Mossoró informaram, logo após a divulgação dos números Vox Populi em minha timeline, que duas lideranças da campanha de Claudia Regina foram até ao jornal Gazeta do Oeste pressionar para que a pesquisa não saísse hoje.

certeira pesquisa eleitoral de Natal. A Confraria Sábado Conduto chancelará no restaurante Nemésios a estatística do "DataPio", cuja margem de erro é ZERO e historicamente acerta entre 99% e 105%.

DEBATE

Provavelmente, devido ao horário, o debate da Inter TV teve mais audiência nas redes sociais do que nos lares dos natalenses. A turma do Twitter deu um show de picardia e irreverência nos comentários sobre a postura dos cinco candidatos a prefeito.

PT X PMDB

As eleições municipais estão melando a relação entre os dois maiores partidos da base do governo Dilma. E afastando as duas militâncias. Em Fortaleza, 47% dos eleitores do PMDB preferem o candidato do PSB e apenas 7% optariam pelo do PT.

AQUI TAMBÉM

Em Natal, o clima nas ruas e nas redes sociais sugere que a maioria dos eleitores de Fernando Mineiro optaria em favor de Carlos Eduardo num eventual segundo turno contra Hermano Morais. E os do PMDB penderiam para o PDT na disputa com o PT.

PELO TELEFONE

O candidato a prefeito de Macaíba, Fernando Cunha, atendeu ao celular e logo identificou a voz do ministro Garibaldi Filho. Quando pensou tratar-se de tele-marketing pró Marília Dias, ouviu um pedido de voto para Hermano Morais.

SÃO PAULO

Na reta final paulistana, Celso Russomano despenca, José Serra cresce, Fernando Haddad patina e Gabriel Chalita reage. A dois dias da eleição, DataFolha aponta segundo turno com Russomano e Serra, mas ainda pode dar Serra e Haddad.

NA MOSCA

Sábado a partir do meio-dia tem rodada da mais precisa e

HÁ 50 ANOS Foi num dia como hoje, em 1962, que os Beatles lançaram seu primeiro single com o futuro hit "Love Me Do" em destaque, tendo no lado B a canção "P. S. I Love You". O disco saiu pela gravadora inglesa Parlophone Records e logo subiu às paradas de sucesso em Londres, até atingir o pico nos EUA em 1964 para nunca mais deixar de tocar. A banda de Liverpool virou uma das maiores religiões da Terra.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / joaoricardocorreia@yahoo.com.br

LEI SECA 2 A medida visa prevenir condutas pessoais que possam interferir na realização da eleição, fazendo com que esta transcorra em perfeita ordem, propiciando ao cidadão o exercício do seu direito de voto num clima de tranquilidade pública. A Polícia Militar fiscalizará o cumprimento da Portaria. JABUTI A professora de língua portuguesa e literatura Salizete Freire Soares está entre os 10 indicados ao Prêmio Jabuti 2012 de Literatura, o mais importante do país. O resultado do prêmio, que está em sua 54ª edição, será conhecido no mês de dezembro, no Rio de Janeiro. O livro “Mundo pra que te quero”, de autoria da professora potiguar, vai disputar na categoria infantil do evento. JABUTI 2 Com ilustração do pernambucano André Neves, a obra conta com a apresentação do escritor Bartolomeu Campos de Queirós, que já faturou dois “Jabutis”.

Divulgação

GESTÃO INTEGRADA O Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social estará de plantão neste domingo, das 8 às 18 horas, onde estarão centralizadas as ações de segurança para o dia da eleição. A assessoria de imprensa da Sesed também estará trabalhando e emitirá relatórios sobre as ocorrências policiais registradas no Estado. O GGI funciona na avenida Hermes da Fonseca, 1174, no Tirol, em frente a rádio 95 FM. NA URNA Está chegando a hora. Reflita, analise, pense bem e vote consciente. Saiba da sua responsabilidade na hora de escolher os vereadores e o prefeito da sua cidade. CRIME Se você vir alguém, à noite ou durante a madrugada, com um saco nas costas até a véspera da eleição, não pense que é o Papai Noel. É a distribuição ilegal de cestas básicas em troca de voto. MÚSICA O Complexo Capiba promoverá a partir de amanhã, 6, seu 1º Festival de Música. Todos os sábados de outubro, das 13 às 16 horas, serão recheados de musicalidade. Para abrir o festival, os quatro componentes da banda "Quarteirão" estarão explorando todo seu repertório de pop rock. O evento, que será no próprio Complexo, terá a mistura de quatro estilos diferentes: pop rock, sertanejo, forró e samba. Será um sábado exclusivo para cada ritmo, com música ao vivo e de qualidade. A programação completa está disponível no www.complexocapiba.com.br. AFASTADO O maqueiro acusado de vender vagas em leitos do Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, foi afastado da função. A direção da unidade precisa ficar atenta para combater esse tipo de bandidagem. CONCURSO Estão abertas até o dia 1º de novembro as inscrições para o 2º Concurso Nacional de Pesquisa sobre Cultura Afro-Brasileira – Prêmio Palmares 2012, promovido pelo Centro Nacional de Informação e Referência da Cultura Negra e tem o objetivo de estimular a produção científica e dar visibilidade aos trabalhos acadêmicos que versem sobre a cultura afro-brasileira. Mais informações devem ser solicitadas pelo premiopalmares2012@palmares.gov.br.

De virar a cabeça Para alguns, a dor de cabeça, na segunda-feira, será enorme.

LEI SECA Portaria 181/2012, publicada hoje pela Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social, determina que estão suspensas a venda e o consumo de bebidas alcoólicas de qualquer espécie em locais públicos, bares, restaurantes e outros estabelecimentos afins, no Rio Grande do Norte, das 6 às 18 horas do próximo domingo, 7, dia em que acontece o pleito eleitoral.

Comunidade carente Eu moro numa comunidade carente Lá ninguem liga pra gente Nós vivemos muito mal Mas esse ano nós estamos reunidos Se algum candidato atrevido For fazer promessas vai levar um pau Vai levar um pau prá deixar de caô E ser mais solidário Nós somos carentes, não somos otários Prá ouvir blablablá em cada eleição Nós já preparamos vara de marmelo e arame farpado cipó-camarão para dar no safado que for pedir voto na jurisdição É que a galera já não tem mais saco prá aturar pilantra Estamos com eles até a garganta aguarde prá ver a nossa reação (Mais uma bela letra de Zeca Pagodinho, que tem tudo a ver com esse período de campanha eleitoral, onde diversos caras de pau aparecem pedindo nossos votos)


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de outubro de 2012

Sexta-feira

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - DANIELA FREIRE - daniela.freirecosta@yahoo.com.br João Neto

w O SORRISO DE HERMANO... Logo que surgiu na telinha da Globo, ontem, durante o debate na InterTV Cabugi, o candidato Hermano Morais soltou 'aquele' sorriso! >>> Pareceu um 'truque da produção' para tentar arrancar o 'quê' de simpatia e tranquilidade que faltou, na opinião de analistas, em outros debates realizados entre os postulantes ao cargo de prefeito da capital do Rio Grande do Norte... >>> Não deu muito certo... >>> Na soma de todos os blocos, o peemedebista manteve o semblante sério e compenetrado. >>> Melhor deixá-lo ao natural... w INUSITADO... Candidato do PSOL, Robério Paulino pediu muito voto durante debate. >>> Mas não para ele. >>> Já que a professora Amanda Gurgel é que é, na verdade, a grande estrela dessa eleição para o partido. >>> "Vamos fazer de Amanda Gurgel a vereadora mais votada dessa cidade", disse Robério. w FLASHES NELA! Amanda é mesmo a grande esperança do PSOL. >>> E não apenas para a legenda no RN. >>> O partido em nível nacional tem demonstrado todo o interesse na eleição da professora, que promete ser a mais votada do pleito na capital potiguar. >>> Tanto que o diretório providenciou uma grande festa, com direito a cobertura ao vivo via internet, para acompanhar voto a voto o desempenho de Amanda. >>> É aguardar!

GIRO PELO TWITTER w SESSÃO-ESPECIAL DO "GIRO PELO TWITTER" DEBATE... ...do jornalista Rubens Lemos: "Só os interessados viram o debate. Jornalistas, assessores e aspones";

...do secretário da Copa de Natal Jean Valério: "Rogério venceu o debate. Pelo menos Carmem Santos e Walkyria Borges comemorando em Renata Motta

DeSaboya.com

"Campanha é bom por isso. Candidatos prometem transformar Natal no novo vale do

Anita Maia prestigiando Larissa Borges no lançamento da Revista Versailles

silício"; Canindé Soares

...do repórter Dinarte Assunção: "É o que dá importar jornalista forasteiro...";

...do colunista deste JH Alex Na XII Mostra Officina Interiores, os arquitetos responsáveis Clarissa Alves, Renato e Erika Raposo felizes da vida

George Azevedo com a sua miss RN 2012 Kelly Fonseca, 2º lugar no Miss Brasil, prestigiando o lançamento da Revista Versailles Mulheresnofds

w CARMINHA E TUFÃO... "Eu fui perseguido nessa atual administração. Isso não é nenhuma novela, é realidade pura". >>> De Carlos Eduardo Alves no debate da InterTV.

Desfile Glória Coelho, SPFW

w E APESAR DO PADRÃO GLOBO DE QUALIDADE... ...essa foi a opinião do secretário municipal de Educação

w SABE-TUDO Robério chegou a questionar a Hermano sobre o significado de "oligarquia" e "fisiologia". >>> Hermano, como um político, sabia responder à pergunta. >>> E ainda disse que se orgulha de ser do PMDB.

no quesito nó de gravata";

...do jornalista Vicente Neto:

w DICA DA PRODUÇÃO Carlos Eduardo garantiu, no debate, que investiu em Cultura em sua gestão passada e prometeu mais, caso seja eleito. >>> Até aí, nada a temer. >>> O problema é se ele colocar a vice dele, Wilma de Faria, para ajudar... >>> Quem não se lembra do Foliaduto...

w MUDANÇA DE SOBRENOME JÁ Falando em Carlos Eduardo... >>> ...A derrubada da oligarquia no RN foi grita do PT e PSOL no último debate entre os prefeitáveis. >>> Os candidatos Robério e Fernando Mineiro pegaram no pé do pedetista e do peemedebista Hermano Morais, alegando que eles fazem parte do "grupo que domina Natal há 20 anos".

DeSaboya.com

Walter Fonseca sobre o debate da InterTV: "O mediador está mais perdido do que cego em tiroteio".

Medeiros: "Quem vestiu e maquiou Hermano Morais foi o estilista do boneco Nildo";


Cidade

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w OBUSES - I É de vida ou morte e sem quartel a luta em Mossoró. Das trevas ao alvorecer. Disparados os canhões, o comandante Carlos Augusto lança seu ataque final com obuses sobre as últimas trincheiras inimigas. w RESISTIR - II Mas, um porta-voz ligado ao bravo exército de Larissa Rosado garantia ontem que a ordem é resistir a qualquer preço. Lutando como se cada adversário tivesse cara de Lampião. Chove bala em Mossoró. w FILME Circula na Internet um filme de poucos segundos documentando uma reunião de Lula, José Dirceu e Guido Mantega para um documentário. Lula sai rapidamente, Dirceu reclama e a filmagem é suspensa. w REAÇÃO Insatisfeitos com a proposta de ajuste salarial de 15,8% os juízes do trabalho protestam e não vão atuar na 'Semana de Conciliação' promovida em todo o Brasil. Ninguém é de ferro. Nem juiz do trabalho. w QUEM? Pecou por falta de propriedade e de inconsistência a agenda da governadora na avaliação do plano de enfrentamento da crise da saúde. Parece coisa preparada por adversário infiltrado nas linhas oficiais. w GOGA - I Bastou a presidente Dilma Rousseff anunciar o fim da era dos apagões para atingir o governo de FHC os colapsos voltaram. A essa altura, 11 estados já foram atingidos. Falta assistência técnica preventiva. w ALIÁS - II De todos os apagões o mais flagrante é o de falta de sinceridade do ministro Edson Lobão, de quem não se pode por em dúvida a inteligência. Mas usa para justificar o injustificável. Ninguém acredita.

G

As efemérides

osto das efemérides, Senhor Redator. Gosto tanto que há anos guardo aqui, perto dos olhos e ao alcance das mãos, um exemplar da edição fac-similar das Efemérides Brasileiras, volume VI das obras completas do Barão do Rio Branco lançadas pelo Ministério das Relações Exteriores. Edição que tem uma singularidade que nos toca de perto: o prefácio é do historiador Rodolfo Garcia, nascido em Ceará Mirim e hoje patrono da moderna e informatizada biblioteca da Academia Brasileira de Letras. Antes de chegar às efemérides, é preciso não esquecer que além da História Administrativa do Brasil, registrando e estudando os atos oficiais indispensáveis à historiografia brasileira, Rodolfo foi o grande anotador da História Geral do Brasil, de Francisco Adolfo de Varnhagen. A erudição das suas observações é considerada até hoje a parte mais importante e indispensável da volumosa história escrita pelo visconde de Porto Seguro, para não precisar citar outros títulos do seu legado intelectual. O nariz de cera, bem de doze, é para dizer que outro dia Ruy Castro lembrou a grande memória de Brício de Abreu que sabia de cor todos os grandes acontecimentos do seu tempo. Como revela o próprio Ruy, frequentador da velha Fiorentina, no Rio, ele tinha sido testemunha de tudo ao longo dos anos e das décadas do século vinte. Do recital do Maxixe Corta-Jaca no Palácio do Catete, em 1914, aos beijos ardentes da grande Isadora Duncan em João do Rio, numa noite plena de glória e espanto. Como gosto de datas e não gosto de vê-las esquecidas, andei reclamando da pobreza de gestos das principais instituições culturais do Estado, como a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras e o Instituto Histórico - a inconsistência e o alinhavo são nossas marcas - diante de tantas datas simbólicas de nascimento e morte de nomes da nossa história cultural e política. Acabei desistindo de lutar contra o silêncio das almas notáveis e festejei aqui, sozinho, neste canto de página, sem fulgor e sem aplauso.

Carlos Magno FLASHES DO SERIDÓ - carlosm.dantas@hotmail.com

Mas, fiquei acompanhando nos grandes jornais e revistas os cem anos de Jorge Amado, Lúcio Cardoso e Nelson Rodrigues; de Luiz Gonzaga e Mário Lago, do forrobodó de Chiquinha Gonzaga e de 'Lábios que Beijei', de J. Cascata. Como lembrou Ruy Castro, neste 2012 são cinquenta passados da Garota de Ipanema e da morte de Greta Garbo, quando apagou aquele olhar de mormaço na beleza de um rosto inesquecível que tenho aqui, na parede, como um ícone a reviver ao toque de cada olhar. Há vinte anos, Senhor Redator, era votado o 'Impeachment' do presidente Fernando Collor no calor de um furor nacionalista e hoje, duas décadas depois, seus algozes sentam no banco dos réus no maior julgamento do Supremo Tribunal Federal a punir aquele que, nas palavras do ministro Celso de Melo, foi assalto de uma quadrilha aos cofres públicos. Quando já parecia não haver sinal de punição e como se nestes trópicos carnavalescos e sensuais a corrupção fosse um movimento popular vitorioso. Agora morreu o maior historiador marxista atuante, com quase cem anos, Eric Hobsbawm, que em 1995 veio ao Brasil para a Festa Literária de Parati, percorrendo suas ruas coloniais e pedregosas, ele que demonstrou ao mundo o papel simbólico dos bandidos sociais, dos distantes países ao sertão nordestino de Lampião e Labareda. E no seu olhar erudito mostrou as formas arcaicas dos movimentos sociais, de milenaristas a anarquistas, dos loucos aos bandoleiros nas estradas ermas do mundo afora. Nada floresce nas nossas instituições, Senhor Redator. Nada aguça a curiosidade intelectual. Já não temos razões profundas. Somos uma gente alegre a se fartar e a se apojar na fanfarra da mesmice. É o insosso ramerrão lítero-recreativo protagonizado por invenções e simulacros cultivados no húmus da desinformação, quando não da incultura solenizada. É chegada a hora de repetir o velho Cícero quando diante de um tempo assim desabafou: Ó tempora, ó mores! Ah, que tempos! Ó que costumes!

TINTIM

w BOMBA - I No Brasil, edição Parábola, a tradução do livro que ano passado explodiu como uma bomba na França: 'Bakthin Desmascarado', de Jean-Paul Bronckart e Cristina Bota. São quinhentas páginas de denúncia. w DURO - II Para os seus denunciadores, Bakthin, o gênio da carnavalização, o livro conta a 'história de um mentiroso, de uma fraude, de um delírio coletivo'. Uma verdadeira paulada nos embustes acadêmicos. w COSAC - I Bela a edição dos poemas de Konstantinos Kaváfis traduzidos por Haroldo de Campos. Com um título, vertical, como versos, entrelaçando criador e recriador: 'Konstantinos Haroldo Kaváfis de Campos'. w POESIA - II De Kaváfis, recriados por Campos, estes versos, estranhos de tão atuais: 'Porque os bárbaros chegam hoje. / Que normas vão editar os senadores? / Quando chegarem, os bárbaros ditarão as normas'.

w PASSARELA Com a presença da Miss Mundo Brasil 2012, a carioca Mariana Notarêngelo, Francisco Oliveira promove dia 14 de novembro, o concurso Miss Mundo RN 2013, no Versailles Tirol. Entre as 25 candidatas já inscritas está a floraniense Verônica Moura.

w REENCONTRO Sob a batuta do colunista social Josimar Tavares, a Festa do Reencontro de Florânia chega a sua 20ª edição no dia 24 de novembro, embalada pela Orquestra Evidence, ex-Itanildo Show. Uma noite que deve congregar muitos nomes conhecidos da sociedade seridoense.

w PALESTRA O professor da UFRN, Renato de Medeiros Rocha, o superintendente substituto do Ibama/RN, Robson Lopes de Santana e a procuradora da República em Caicó, Clarisier Azevedo Cavalcante serão os palestrantes da próxima edição do Seridó Jurídico que terá como tema “Novo Código Florestal: aspectos jurídicos e repercussões no Seridó”. O evento acontecerá dia 16 de outubro, às 18h30, no auditório do Tribunal do Júri do Fórum da Justiça Estadual de Caicó.

w ARQUIVO Rejane localiza nos arquivos desta nossa babel a entrevista que fiz com Hebe Camargo publicada n'O Poti de 22 de abril de 1973, há 39 anos. O título: 'Beleza do Nordeste impressiona a Hebe Camargo'.

w ROSA A Escola Nossa Senhora das Graças em Florânia aderiu a Campanha Outubro Rosa, sensibilizando a comunidade escolar da importância da prevenção do câncer de mama. Além de palestras, os alunos visitarão todas as instituições do município panfletando com informações de interesse sobre o tema.

w TRIBUTARISTA O advogado tributarista seridoense Robson Maia Lins, que atua num dos maiores escritórios da área no país, em São Paulo, está entre os 12 selecionados para concorrer ao título de “Tributarista de Destaque 2011 e 2012”. A eleição acontece via internet, através do site Associação Paulista de Estudos Tributários - APEP.

w PALCO A turma jovem seridoense se encontra hoje no Clube Corintians de Caicó, para o esperado show da banda cearense Aviões do Forró. Depois, sobe ao palco a banda currais-novense Deixe de Brincadeira, um dos maiores sucessos em terras potiguares. Os meninos simplesmente arrasam.

w MONUMENTO Chega o livro 'Flora das Caatingas'. A maior documentação reunida sobre o sertão banhado pelo São Francisco. Monumento de 500 páginas e 400 ilustrações. Amanhã faço um registro maior para o leitor.

OS PARABÉNS PRA VOCÊ serão cantados hoje para a jornalista/blogueira acariense Thaisa Galvão. Domingo rasga folhinha o empresário e advogado José Lino da Silva e Mailde Pinheiro, esposa do contador Marcílio Pinheiro, casal muito querido na sociedade caicoense.

w RETA FINAL Está chegando o dia da pesquisa final. Aquela que não terá erro. Domingo vai ser a hora de tirar a limpo tudo isso. Os comícios estão proibidos, o que diminui os ânimos nos municípios, onde o clima está pegando fogo.

w AUTÓGRAFOS O livro “Chão de Epidauro”, do médico e escritor seridoense Iaperi Araújo, será lançado dia 18 de outubro, no Conselho de Medicina, em Natal.

w AVISO Esta coluna não duvida da inteligência de ninguém. Pra ser inteligente basta não passar fome entre zero e sete anos. É diferente de talento, o plus ultra. Só com talento é possível tocar, de fato, um jornal.

EM NOITE SOCIAL – Cardiologista Vicente Modesto de Araújo em pausa de campanha para vereador de Natal, com sua elegante mulher, Caroline Fagundes, durante o Baile dos Coroas de Caicó

w PODER Sete ex-prefeitos em nossa região vão tentar voltar administrar suas cidades no pleito do próximo domingo. São eles: Hudson Pereira de Brito(Santana do Seridó), Roberto Germano(Caicó), Elísio Galvão (São João do Sabugi), Jocifran Lins de Medeiros(São Vicente), Zé Braço(Ouro Branco), Valdenor Euclides de Araújo(Carnaúba dos Dantas) e José Nazareno Batista (Timbaúba dos Batistas). A sorte está lançada. w FOLIA Mais um carnaval fora de época vai sacudir a bonita galera seridoense. Nos dias 20 e 21 de outubro, será a vez de Carnaúba dos Dantas ser palco de mais uma edição do Galo Elétrico, tendo como atrações as bandas Grafith, Inala, Pisada, Marreta, Iererê e Mimosos. A micareta faz parte da agenda social da festa de Nossa Senhora das Vitórias, padroeira do Monte do Galo.

DAMA DO SERIDÓ – Salete Penna Lima, desfilando charme e elegância nos eventos sociais. (Fotos Lourenço)

w EM FLORÂNIA A programação oficial da festa de Nossa Senhora das Graças - edição 2012, será divulgada na próxima semana. Segundafeira a colônia floraniense radicada em Natal arma encontro para definir a peregrinação da padroeira em nossa capital.

APAIXONADOS – O querido casal deputado estadual Poti Júnior e Aline Costa, em clima de love story

DESTAQUE – Empresário e prefeiturável de Currais Novos, Vilton Cunha e Ana Maria, casal simpático e sempre festejado nos eventos

w PRESIDENTE O deputado distrital Agaciel Maia, seridoense de Jardim de Piranhas e irmão do deputado federal João Maia, assumiu ontem a presidência nacional do Partido Trabalhista Cristão(PTC).


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 5 de outubro de 2012

Viagem & turismo

Sexta-feira

Binóculo lira_cris@hotmail.com

Por Cristina Lira

Fotos: Divulgação

YES RECEPTIVO EM PORTO SEGURO A Yes Receptivo, de Daniel Menta, foi o receptivo oficial em Porto Seguro do press trip Cristina Lira. Os jornalistas foram recebidos no aeroporto pela equipe da Yes e ganharam bonés e kits da empresa, que é também associada a Brasil Total receptivos e tem frota própria e guias credenciados. Faz transfers para Porto Seguro, Arraial D´Ajuda, Club Med, Trancoso, Caraiva, Santo André, Caravelas (Abrolhos), Ilhéus, Itacaré e muito mais. Para maiores informações envie e-mail para receptivo@yestours.com.br

SQUADRA CLUB: NOVA CASA NOTURNA EM PORTO SEGURO Squadra Club é a mais nova casa noturna de Porto Seguro (BA). A partir das 22hs você pode desfrutar da melhor balada da cidade com gente bonita e um local muito belo. São seis camarotes, pista climatizada, mezanino & lounge bar, som e iluminação Hi-Tech. Ingressos podem ser disponibilizados com o seu guia, recepção de hotéis e vendedores credenciados. Pode entrar no facebook e faça o seu check in. Curta a página www.facebook.com squadraclub2012 .Mais informações pelo site squadraclub .com.br.

Grupo no jantar de boas vindas com o assessor de Imprensa Antonio Alberghine e diretora Leila e Lucio do staff do resort

LA TORRE RESORTO - La Torre Resort, localizado na praia de Mutá, em Porto Seguro, hotel oficial do press trip em Porto, com sistema all inclusive, ofereceu um serviço cinco estrelas a todos os jornalistas convidados do meu press trip. Um jantar de boas vindas no lounge fechado somente para os convidados com uma gastronomia baiana e mais drinks, entradas, e sobremesas baianas, agradaram em cheio aos jornalistas. O jantar contou com a presença do assessor de imprensa, Antonio Alberghine, da diretora operacional, Leila Dipp e o staff do grupo italiano. O La Torre considerado pelo Guia Quatro Rodas, nos dois últimos anos, como o melhor hotel de Porto Seguro, na Bahia, inova com os pacotes all inclusive de 5 a 7 dias para o final de ano com show incluído.O resort terá como principal atração na noite do dia 31, show com a banda Tianastácia à beira da piscina. Tarifas a partir de R$ 2.600,00 por pessoa. O La Torre contará com o clube do pijama para as crianças . Maiores informações www.resortlatorre.com.br.

ADVAL TURISMO Em Salvador tivemos transfer da Adval Turismo para o Gran Stella Maris resort, do grupo Solexpress. AAdval turismo é uma empresa de receptivo local que vem crescendo ao longo dos seus 18 anos atuando em Salvador. A Adval criou o departamento “Adval Pacotes”, abrangendo destinos mais explorados da Bahia ( Morro de São Paulo, Praia do Forte, Chapada Diamantina, Imbassaí, Itacaré, etc), com atendimento personalizado e frota própria, com guias que falam diversas línguas como inglês, espanhol e italiano. Entre os passeios, Bahia Panorâmica, Bahia Histórica, Bahia noite, litoral norte (praia do Forte e Guarajuba), etc. A Adval faz parte da Associação Brasil Total receptivos. Contatos pelo e-mail adval@terra.com.br e telefone (71)3328-0332.

FINAL DE SEMANA

Grupo de jornalistas no aeroporto de Salvador com kits Assist- Card Brasil

VIAGEM Esta jornalista colunista levou mais um press trip em parceria com a TRIP linhas aéreas, desta vez para Porto Seguro via Salvador, de 27 de setembro a primeiro de outubro. O press trip contou com a presença de jornalistas de Natal, João Pessoa, Piauí, Foz do Iguaçu, Aracaju, Ilhéus e Teresina e teve o apoio da AssistCard Brasil. Em Natal contou com apoio do SERHS Natal Grand hotel e da Luck. Em Salvador da Adval Turismo, Bahiatursa e Gran Stella Maris Resort. Em Porto Seguro do La Torre Resorts, que funciona no sistema all inclusive e que também ofereceu um ótimo jantar de boas vindas para o grupo do press com comida baiana e regional, com a presença de diretores do grupo italiano. Em Porto Seguro tivemos receptivo da Yes Receptivo, conhecemos a nova casa noturna Squadra Club. Para Santo André, que fica a 40 minutos de Porto Seguro, fomos com a AR Receptivo, visitar o Costa Brasilis resort, do grupo GJP, cujo gerente geral, Luiz Gustavo oferceu um lanche de final de tarde e mostrou a vila de Santo André onde visitamos o bar Broi, a pousada e restaurante Gaili. Em Trancoso, estivemos no famoso quadrado e visitamos o hotel da Praça que ofereceu um super lanche, com a anfitriã presente, a arquiteta Helaine Tissiani. Toda semana mais notícias da Bahia!

PORTO SEGURO NA SBT EM NATAL E neste sábado, dia 06, as 9h30, estaremos todos em Natal de olho na telinha da TV Ponta Negra, afiliada SBT Natal, assistindo o programa Rota Nordeste com matéria especial sobre o I press trip Porto Seguro Cristina Lira, com apresentação de Bira Rodrigues...Se quer conhecer Porto Seguro, Trancoso e Santo André, valerá a pena começar a assistir o primeiro programa!.

DICA

HOPI HARI DIVULGARÁ NOVA MONTANHA-RUSSA DESENVOLVIDA POR EMPRESA SUÍÇA NA ABAV

Com presença confirmada na ABAV – A Feira de Turismo das Américas, o Hopi Hari aproveitará a oportunidade para divulgar novidades e investimentos para o trade. A meia hora de São Paulo e a 15 minutos de Campinas, o parque temático inaugurou neste ano, a área Pernalonga e Sua Turma, na qual pais e filhos se divertem juntos em dez atrações, além de interagir com os tradicionais personagens,

como o próprio Pernalonga, Patolino, Piu Piu e Frajola, entre outros. Recentemente, em agosto, o parque também apresentou a Jogakí di Kaminda, espaço localizado na entrada do parque e que conta com seis opções de jogos de habilidades, que premiam os melhores visitantes com pelúcias em diversos tamanhos. Para o ano que vem, o empreendimento pretende lançar uma mon-

tanha-russa de dez inversões. “O objetivo da participação do Hopi Hari é mostrar aos agentes de turismo e demais parceiros as várias oportunidades de negócios que o parque oferece. Nos próximos meses, a grade de atrações passará a contar com a nova montanha-russa e com a nova área temática da Liga da Justiça”, diz Armando Pereira Filho, presidente do parque.

FESTIVALDE TURISMO DE GRAMADO Cerca de 500 convidados, entre representantes do mercado turístico, imprensa e autoridades, são aguardados na noite da próxima terça-feira (9), para o lançamento do 24º Festival do Turismo de Gramado (Festuris). A solenidade será a partir das 19h, no Hotel Embaixador, em Porto Alegre. Os diretores do evento, Marta Rossi, Eduardo Zorzanello e Marcus Rossi, apresentarão aos participantes os principais objetivos do Festuris, assim como novidades preparadas para esta edição. RESTAURANTE Natal ganha novo restaurante. Desta vez, português e localizado em Ponta Negra. O novo espaço que pertence a Ricardo Amaro fica na Rua Praia de Zumbi, 9007, em frente à Pousada Solar de Ponta Negra. Contato: 91615406 *88098321 *99754664. PROMOÇÃO PITTSBURG Que tal fazer uma grande surpresa para o seu filho no próximo Dia das Crianças e presenteá-lo com um moderno videogame? O Pittsburg e a Ovni Games lançaram uma promoção no Facebook que pode ser a sua chance. Entre os prêmios estão um Nintendo Wii, um Kinect e um PS3. Já pensou? Para participar, basta escolher um personagem que se pareça com a criança que você quer presentear, justificar a resposta e o mais criativo será o vencedor. O resultado será divulgado na sexta-feira, dia 12. Mais informações e o regulamento no http://migre.me/aY1k7 MUSICAL INFANTIL No próximo dia 11 o público infantil potiguar terá a oportunidade de conferir de perto o grande fenômeno da televisão, a série Peixonauta. Na comemoração do Dia das Crianças, o espetáculo "Cante com Peixonauta”, em formato de um musical, e produção local da Replay Entretenimento, será apresentado às 19h no Teatro Riachuelo. Os ingressos estão à venda na bilheteria e no site www.ingresso.com. www.turismocristinaliranatal.blogspot.com

nsilvânia", o am a animação "Hotel Tra AZ rei RT est a CA an EM sem de TÁ al ES fin E O QU s cinemas. Neste s "My Way, o Mito Além muitos títulos em nosso s Separe", e o drama francê no rte So a e Qu Outubro começa bem, com té "A l na o nacio a), com Bruce Willis, a el 2", com Liam Neeson, na Sessão Filme da Seman jam (ve o" tur Fu do thriller "Busca Implacáv os emark exibe "As er: Assassin mações exclusivas, o Cin em cartaz a ficção "Loop gra am pro s nu Na nti d". Co "Te a". e sic ", Mú a... da lt, enquana Continu Desejo", na Sessão Cine Cu uição", o drama "E a Vid is trib Ma Re Eu 5: e il Ev Qu te "O e en , sid as" "Re ficção ll - O Segredo das Fad , o Repórter", "Tinker Be ti", e "E Aí, Comeu?". Aventuras de Agamenon nários 2", "O Diário de Ta rce Me s "O a", rad Est a colunaclaquete@gmail.com www.colunaclaquete.blogspot.com - @colunaclaquete o drama "N to o Moviecom mantém

Claquete

Newton Ramalho

ESTREIA 1: "HOTEL TRANSILVÂNIA" Bem-vindos ao Hotel Transilvânia, o pródigo resort cinco estacas do Drácula, onde monstros e suas famílias podem viver livres para ser os monstros que são, sem os seres humanos para incomodá-los. Em um fim de semana especial, Drácula convidou alguns dos monstros mais famosos do mundo para celebrar o aniversário de 118 anos de sua filha Mavis. Para Drác, a presença de todos esses monstros lendários não é um problema - mas, o seu mundo pode desabar quando um cara normal vai parar no Hotel e se encanta por Mavis. A direção é de Genndy Tartakovsky. "Hotel Transilvânia" estreia nesta sexta-feira, na Sala 2 do Cinemark, e na Sala 6 do Moviecom. Classificação indicativa livre. Cópias dubladas, exibição em 3D. (T. O.: "Hotel Transylvania") ESTREIA 2: "BUSCA IMPLACÁVEL 2" Após salvar sua filha Kim (Maggie Grace) dos sequestradores albaneses em Paris, o agente aposentado da CIA Bryan Mills (Liam Neeson) resolveu tirar férias ao lado da esposa Lenore (Famke Janssen) em Istambul, na Turquia. O que ele não esperava era que o pai de um dos sequestradores resolvesse se vingar pelo que aconteceu com o filho, sequestrando Bryan e Lenore durante a viagem. Agora ele precisa contar com a ajuda de Kim para que possam escapar. A direção é de Olivier Megaton. "Busca Implacável 2" estreia nesta sexta-feira, na Sala 3 do Cinemark, e na Sala 7 do Moviecom. Classificação indicativa 14 anos. (T. O.: "Taken 2") ESTREIA 3: "ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE" Tino (Leandro Hassum) é um pai de família comum que vê sua vida virar de ponta a cabeça após ganhar na loteria, e gasta todo o dinheiro em 10 anos. Ao se ver quebrado, Tino aceita a ajuda do vizinho Amauri (Kiko Mascarenhas), um consultor de finanças super. Tentando evitar que Jane descubra a nova situação financeira, afinal ela está grávida do terceiro filho não pode passar por fortes emoções, Tino se envolve em várias confusões para fingir que tudo continua bem. Para isso, conta com ajuda do melhor amigo, Adelson (Aílton Graça), e dos filhos. A direção é de Roberto Santucci. "Até Que a Sorte nos Separe" estreia nesta sexta-feira, nas Salas 1 e 6 do Cinemark, e na Sala 4 do Moviecom. Classificação indicativa 12 anos. (T. O.: "Até Que a Sorte nos Separe")

ESTREIA 4: "MY WAY, O MITO ALÉM DA MÚSICA" O ídolo da música francesa Claude François, morto aos 39 anos de idade, sempre fascinou os fãs. Ele conseguiu combinar uma imagem complexa e multifacetada, oscilando entre o amante ciumento e possessivo, o patrão tirânico da própria empresa de discos, o filho inseguro e o artista com medo constante de perder a fama. Internacionalmente, ele ficou conhecido pela canção original "Comme d'Habitude", que se tornou conhecida internacionalmente como o clássico "My Way" na voz de Frank Sinatra. A direção é de Florent Emilio Siri. "My Way, o Mito Além da Música" estreia nesta sexta-feira, na Sala 3 do Moviecom. Classificação indicativa 14 anos. (T. O.: "Cloclo")

Filme da Semana: "Looper: Assassinos do Futuro"

Quando aparece um filme com viagens no tempo, a reação dos espectadores depende do grupo ao qual pertence: os amantes de ficção-científica adoram, e as pessoais "normais" não entendem muito essas idas e vindas no tempo. Essa poderia ser a reação a "Looper: Assassinos do Futuro", não fosse o detalhe de o filme ser fora do lugar comum. Seguindo a narração do herói, Joe (Joseph Gordon-Levitt), em 2042, o mundo parece estar um pouco pior, com muito mais pobres, alguns ricos, e os criminosos que se aproveitam da situação. Joe é um looper, um assassino recrutado por uma organização criminosa para matar pessoas indesejadas pelo grupo. A diferença é que estas pessoas são enviadas do futuro, trinta anos mais tarde, quando as viagens no tempo foram inventadas, e a polícia é muito mais eficaz para investigar os crimes. A solução? Enviá-los para o passado, onde serão mortos e destruídos. O grupo é chefiado por Abe (Jeff Daniels), que veio do futuro para recrutar os loopers e mantê-los sob controle. Os loopers cumprem o seu papel até o dia em que são dispensados, recebem uma pequena fortuna para matar a si mesmos, trinta anos mais velhos, e vão viver uma vida folgada, sabendo que tem um prazo de validade. O esquema começa a ficar estranho quando os loopers começam a ser demitidos em massa, e chegam rumores de que um novo líder, no futuro, está implantando um regime de terror, com extermínio de pessoas em massa. Quando chega a sua vez, o jovem Joe é surpreendido por sua versão mais velha (Bruce Willis), que consegue escapar da execução, e tenta avisá-lo do que está para acontecer no futuro. O velho Joe tomou para si a missão de matar o novo líder ainda quando criança, para modificar o futuro, e assim evitar a morte da mulher com quem ele casou. Mas, as coisas não são fáceis, pois mesmo o jovem Joe não está nem um pouco convencido dos planos de sua versão mais velha. Como três crianças nasceram no mesmo dia e

hora, há dúvidas sobre qual deles será o líder do futuro. O jovem fica encarregado de ir a um dos endereços, enquanto o velho Joe vai procurar os outros. No endereço indicado, uma fazenda, o jovem Joe encontra apenas Sara (Emily Blunt), uma jovem mãe solteira que vive com o seu filho Cid (Pierce Gagnon). Embora Sara procure viver da forma mais reclusa possível, ela aceita, a contragosto, que Joe permanece em sua propriedade para proteger o menino. Logo descobrimos que Cid não é tão desprotegido e inocente como aparenta ser, já que possui alguns poderes que podem ter causado a morte da mãe de criação, a irmã de Sara. Mas, o confronto é inevitável, pois embora tenha que enfrentar todo um exército de bandidos e policiais, o velho Joe está disposto a tudo para salvar a mulher que ama - e que salvou a sua vida, ensinando-lhe um caminho diferente do ódio e violência. É curioso como este filme, com um argumento tão diferente, praticamente tenha passado despercebido na grande imprensa. O mais incrível é ter sido produzido com um orçamento de apenas trinta milhões de dólares - isso, para Hollywood, é mixaria. Mas, apesar de alguns efeitos especiais e a ambientação futurista, o ponto forte do filme está no roteiro, muito bem escrito, e na ótima atuação do elenco, sem exageros, mesmo Bruce Willis tem uma participação discreta. O tema "viagem do tempo" segue a linha do futuro alterável, seguindo a filosofia de que o seu futuro é determinado por suas ações no passado. Mas, a abordagem mais interessante mesmo - e que passa quase despercebida - é a clara mensagem de que a violência gera mais violência, e só quebrando este paradigma é possível transformar o círculo vicioso em virtuoso. "Looper: Assassinos do Futuro" é, sem dúvida, um dos melhores filmes do ano, e merece ser assistido, discutido, e pensado, pois não é preciso muito exercício filosófico para reconhecer o nosso próprio mundo nele - e sem nenhuma máquina do tempo.


Esporte

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 15

Wellington Rocha

Sem contar com cinco jogadores considerados titulares, Roberto Fernandes quebra a cabeça para encontrar a formação ideal

O ataque, com Lúcio Curió e Isac, é o único setor do América que não sofrerá nenhuma alteração para o jogo de hoje

TUDO OU NADA

COM SITUAÇÃO TRANQUILA NA TABELA EM RELAÇÃO A PERMANÊNCIA NA SÉRIE B PARA A PRÓXIMA TEMPORADA, O AMÉRICA AINDA SONHA COM A POSSIBILIDADE DE SE APROXIMAR DO G4. PARA ISSO PRECISA SE ARRISCAR

40 pontos conquistados e mais 11 partidas a disputar. São 15 pontos de vantagem para os times que estão na zona de rebaixamento e 12 pontos de diferença a tirar do São Caetano, primeiro time que compõe o G4 da Série B do Campeonato Brasileiro. Em décimo lugar, exatamente no meio da tabela de classificação, o América sabe que sua situação matemática em relação a permanência na Série B está praticamente resolvida. Mas isso é pouco e o clube ainda sonha em voos mais altos. Mesmo com limitações técnicas e financeiras em relação aos principais rivais, os

cálculos para chegar ao objetivo dizem que são necessárias oito vitórias nos próximos 11 confrontos. Número difícil de ser alcançado. Porém, com sete jogos no Rio Grande do Norte, o técnico Roberto Fernandes esperar tirar vantagem disso de alguma forma. "Estamos chegando em um momento do campeonato em que apenas as equipes que não correm risco de acesso ou rebaixamento serão as que entrarão em campo menos motivadas, mas pegar adversário na briga pelo G4 ou lutando contra o Z4 serão adversários difíceis e que fazem os jogos como

franco-atirador, por isso é importante o foco do grupo e a presença do torcedor", disse o treinador, que já fala como se o dever estivesse cumprido. O adversário de hoje a noite, a partir das 21h no estádio Nazarenão, luta exatamente para fugir do Z4 e como diz o próprio técnico alvirrubro, é um "franco-atirador". O CRB vive dias conturbados, demitiu o técnico Pintado e contratou Roberval Davino. Também dispensou diversos jogadores e hoje chega com um time bem modificado em relação aos últimos confrontos. Vencer a equipe do CRB

é praticamente uma obrigação para o América se o objetivo do clube ainda é realmente buscar uma das vagas no topo da tabela. Mas para conquistar os três pontos o América precisará ultrapassar uma série de problemas que surgiram nas últimas semanas. Todos eles relacionados a suspensões ou contusões. Diversos jogadores titulares estão afastados. Somando com os reservas chegamos a praticamente um time completo. Para se ter uma ideia, exceto pelo goleiro, todo o sistema defensivo não é considerado titular. "O principal problema deve ser

o entrosamento. Temos muitos desfalques e isso pode dificultar nossas atividades. Mas jogamos em casa e sabemos que no Nazarenão nosso rendimento é sempre superior. Vamos nos concentrar no CRB, esquecer os jogos passados e o que ainda virão, os jogadores que estarão em campo tem condições de dar conta do recado", disse o único titular do setor defensivo, o goleiro Thiago Schimidt. Entre os 18 relacionados para o jogo de hoje a noite, várias surpresas. Apenas um lateral foi selecionado, Thiaguinho. Todos os outros: Wanderson, Norberto, Bruno

e Gustavo estão fora de combate. Apenas os zagueiros Zé Antônio e Rodrigão aparecem na lista, já que Edson Rocha e Cléber, os titulares, estão suspensos. Porém, o principal problema do treinador é não contar novamente com o meia Netinho, entregue ao departamento médico. Caberá a Thiago Galhardo vestir a camisa 10. O meia esteve diversas vezes no departamento médico, nunca conseguiu ter uma sequência de jogos e quando entrou, não agradou. O ataque é o único setor que permanece intacto, onde Lúcio Curió e Isac estão confirmados.

ABC

“COM A BOLA, VAMOS JOGAR”

O desafio de amanhã do ABC pela Série B do Campeonato Brasileiro não é nada fácil. O alvinegro encara o Vitória, líder do Campeonato, em Salvador. Porém, os jogadores garantem que ninguém vai abrir mão da luta pelos três pontos. Em 14º lugar, o ABC já viu seus principais adversários na luta contra o rebaixamento perderem na rodada, o que da certa tranquilidade ao elenco. Para o atacante Éderson, que até ontem ainda era dúvida para o jogo, o momento é de ter tranquilidade e surpreender. "O Vitória já pensa no acesso. Eles estão muito perto de chegar lá. Além disso, estarão em casa e contarão com o apoio da torcida. Temos que jogar com inteligência, ter tranquilidade e atenção redobrada. Vamos marcar forte, mas

quando tivermos a bola também vamos jogar", garante o atacante. O pensamento do meia Walter Minhoca segue a mesma linha. Ele espera que o time aproveite bem os espaços que o adversário possa deixar. "Nós tivemos um pouco de dificuldade com o Asa, mas o Vitória vai ser diferente, já que eles são um time que saem para jogar e isso também pode facilitar nossas ações. Eu e Cascata temos características importantes e estaremos alternando as posições e nos aproximando no ataque para não deixar o Éderson sozinho. Temos que ter o espírito coletivo para ajudar um ao outro e buscar mais um bom resultado fora de casa." Em Salvador desde ontem, o time do ABC fez um último treinamento antes de encarar o

Vitória. O trabalho foi resumido entre posicionamento defensivo nas cobranças de bola parada e finalização. O jogo está marcado para às 16h de sábado.

MAIS QUATRO JOGOS HOJE Além de América x CRB, mais quatro jogos dão sequência a 28ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na Arena Barueri o time da casa respira por aparelhos na zona de rebaixamento e recebe o Joinville-SC, que ainda luta pelo acesso. O Ipatinga, outro virtualmente rebaixado, enfrenta o Guarani. O Criciúma tenta tomar a liderança do Vitória ao enfrentar o Ceará, que também luta por acesso. O Boa Esporte e o Paraná fazem um confronto direto na zona intermediária da tabela.

Para o meia Walter Minhoca, os espaços deixados pelo Vitória será a grande arma do ABC para o jogo de sábado

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com Os dois times do Rio Grande do Norte na Série B do Campeonato Brasileiro vivem situações que podem ser encaradas de forma mais agressiva nesta reta final de competição. É uma análise matemática, longe de querer ser um especialista em projeções, até porque nem gosto muito disso, mas é apenas uma constatação de que o que foi conquistado até agora pode servir para uma fase final de Série B mais tranquila e com melhor futebol. Começarei a falar da situação do América, que com 40 pontos no campeonato praticamente já garantiu sua presença na Série B do próximo ano. O Guaratinguetá está 15 pontos distante, tem mais 10 jogos. Ou seja, 30 pontos em disputa. Teria que ter aproveitamento superior a 50% para passar o América. Isso se o time potiguar não vencer mais ninguém nas próximas 11 rodadas, 33 pontos em disputa. Nem o pior dos rendimen-

Vai pra cima! tos da história faria isso. Nem se dispensasse todo mundo e colocasse o sub-15 pra jogar. Distante 12 pontos da zona de acesso, o que é proporcionalmente tão difícil de buscar quanto o Guaratinguetá chegar ao América, visto que os líderes dificilmente tropeçam e a disputa é com outros nove times, resta ao alvirrubro potiguar arriscar tudo. Chega de ter medo do ataque. Chega de se esconder nos jogos fora de casa. Alivie a pressão, faça pressão nos outros. Soltem os jogadores. O grande problema são os desfalques, mas é possível buscar um formato mais intenso, menos conservador. Aclassificação só virá se o América fizer algo revolucionário. O ABC abriu oito pontos para a zona de rebaixamento. Cinco para o CRB, outro adversário di-

reto. Vencer o Vitória não é simples, então vou fazer um cálculo pensando em uma derrota. O que é o mais provável de acontecer se analisarmos friamente o desempenho dos dois clubes. O ABC ainda tem três confrontos diretos contra times que estão em condições iguais ou bem piores que ele. Bragantino, Guaratinguetá e Boa Esporte estão na lista dos próximos 11 confrontos. Ou seja, três oportunidades para chutar de vez qualquer possibilidade de rebaixamento. Mesmo que perca todos os jogos restantes, vencendo apenas esses três, o ABC está garantido na Série B do próximo ano. Mais nove pontos levaria o ABC a 42 conquistados. O que matematicamente, de acordo com o percentual de cada clube mantido até agora, é garantia de permanência.

Ou seja, o ABC também pode arriscar. Pode excluir a pressão dos jogadores nesses jogos mais difíceis e beliscar pontos importantes para a tabela de classificação. Vencer o Vitória não é algo tão improvável se analisarmos apenas a pontuação dos clubes neste segundo turno. ABC e vitória conquistaram os mesmos 13 pontos, mas o ABC está melhor colocado pelos critérios de desempate. Oito jogos foram disputados por ambos, o que é um bom referencial. Quer outro dado que mostra que o ABC dificilmente brigará para cair? O saldo de gols. O CRB tem 18 gols negativos. O Guaratinguetá 21. O Bragantino 16. O ABC é positivo em um gol. A situação do América é logicamente privilegiada em relação ao ABC, mas ambos podem se dar ao direito de arriscar mais. Ainda restam muitos jogos e o péssimo nível dos rivais da parte de baixo da tabela ajuda.

PisandonaBola AMÂNCIO

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de outubro de 2012

Esporte

Sexta-feira

Fotos: Divulgação

Passe Livre

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

O fruto da omissão GERSON DE CASTRO JORNALISTA

Muita dedicação, mas sem efetividade. Flamengo e Bahia desperdiçaram muitas chances e decepcionaram suas torcidas

Não foi bom para ninguém FLAMENGO E BAHIA NÃO CONSEGUIRAM MARCAR E FICARAM NO 0 A 0, NESTA QUINTA-FEIRA, NO ENGENHÃO Nesta quinta-feira, Flamengo e Bahia fizeram um jogo movimentado e bem disputado, mas não saíram do 0 a 0 no Engenhão. Sem contar com os principais artilheiros das equipes, Vagner Love e Souza, ambos os times não conseguiram concluir para o gol as chances que tiveram e seguem ameaçados pela zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Apesar do resultado, Dorival Junior preferiu manter a calma e até elogiou o resultado. "O Flamengo não se omitiu, lutou, tentou. Falei antes do jogo que para muitos seria uma obrigação (vencer). Para nós, foi um jogo difícil, complicado. Não nos esqueçamos que o Bahia é o melhor time do segundo turno. O jogo ficou em aberto ao longo de 90 minutos em razão da forte marcação do adversário, dos contra-ataques, da exposição desnecessária por causa da nossa marcação. Cor-

remos erradamente no primeiro tempo, houve uma correção no segundo, tivemos mais posse de bola, criamos, mas infelizmente não conseguimos uma definição. Novamente tivemos dificuldades nas finalizações", disse o técnico rubro-negro. O treinador não gostou muito ao ser questionado sobre o time ficar novamente próximo a zona de rebaixamento. "O Flamengo não está perto da zona de rebaixamento, estamos próximos de uma posição melhor lá na frente. Abrimos um ponto do primeiro time (do Z-4) e estamos no meio da tabela. Claro que precisamos de pontos importantes, mas um ponto tem valia, sim. A competição é equilibrada e é uma realidade que temos que enfrentar", completou. Principal responsável pelo crescimento do Bahia no segundo turno do Campeonato Brasileiro, Jorginho saiu do Engenhão insa-

tisfeito com o empate por 0 a 0 diante do Flamengo, nesta quinta-feira. Para o treinador, a equipe do nordeste mereceu a vitória porque criou a oportunidade mais clara de gol. "Merecia ter saído como vencedor. Se o Gabriel mata, o jogo tinha acabado ali", comentou. "A bola de gol mais clara foi do Bahia, então desperdiçamos a chance de ganhar três pontos". O empate sem gols mantém o Rubro-Negro na 11ª posição, com 35 pontos, mas a equipe pode cair na tabela no complemento da 28ª rodada do Brasileirão, que ocorrerá no sábado. O Flamengo volta a jogar no dia 10, contra o Corinthians, em São Paulo. O Bahia segue como um dos melhores times da segunda metade do Brasileiro. Em nove rodadas disputadas, são cinco vitórias, três empates e apenas uma derrota, um aproveitamento de dois terços dos pontos disputados.

> MMA

Mais um potiguar estreia no UFC Celeiro de lutadores. Depois de Gleisson Tibau, Ronny Markes e Renan Barão, que inclusive conquistou o primeiro cinturão do UFC para o Rio Grande do Norte, chegou a vez de outro potiguar se aventurar no campeonato de MMA mais importante do mundo, o Ultimate Fight Championship. É a vez de Jussier Formiga, na categoria Mosca, a mais leve entre todas as existentes, subir ao octógono e mostrar a sua força. A estreia de Jussier Formiga será contra o americano John Dodson, campeão da 14ª edição do TUF norte-americano e acontecerá neste sábado em Minneapolis, Minnesota (EUA). Se vencer, Formiga pode dar um salto imenso na categoria e já se colocar em condição de disputa do título. "Minha preparação foi muito boa. Começamos em Natal e depois seguimos para o Rio de Janeiro e treinamos com uma equipe muito especial. Me dediquei muito ao boxe e ao wrestling. Sei que meu adversário é muito bem cotado nos Estados Unidos e que inclusive ganhou

Jussier Formiga abriu mão do cinturão do Shooto para iniciar a carreira no UFC. Se vencer, o potiguar já se credencia para disputar o cinturão o TUF. Ele não aceita muito o JiuJitsu, então essa pode ser uma estratégia adotada para vencer. Jussier Formiga tem 27 anos, é faixa preta de jiu-jitsu, faixa marrom em judô e tem no card 15 lutas, das quais 14 vitórias (sete por finalização) e uma derrota por pontos. O atleta da Kimura/Nova União vem em uma sequência invicta de cinco lutas. Formiga foi campeão do

Shooto sul-americano na categoria dos moscas de 2008 a 2012 e abriu mão do cinturão para assinar com o UFC no dia 13 de julho deste ano. "Quero mostrar o que sei fazer. Sei que tenho condições de vencer a luta e depois seguir meu caminho em busca do cinturão da categoria, que é nova no UFC e que aos poucos vai ganhar mais espaço", completa Formiga.

Quando o bem se cala, o mal se instala. Quando os bons se omitem, os maus imperam. Quando a omissão dita as regras, os frutos são amargos. Pode parecer filosofia mas é o que eu sinto diante do que aconteceu numa cidade chamada Resistência em pleno território argentino controlado, mal e porcamente, pela Madame Kirchner, que parece governar como ainda estivéssemos vivendo em pleno anos 1970. Quando comecei a gostar de futebol a Seleção Brasileira era a expressão gloriosa e máxima desta verdadeira paixão brasileira. Pelé estava se despedindo dos gramados e outros ídolos e craques ficaram, como heróis da Resistência. Quando Pelé se foi, restaram Rivelino, Jairzinho, Gerson, Dirceu, Luiz Pereira, Leivinha, Ademir da Guia. Nestes tempos, estrangeiros como Andrada, Pedro Rocha, Forlan, Perfumo, Don Elias Figueroa, Doval e vários outros ajudaram a tornar o campeonato brasileiro muito competitivo. Quando garoto, eu devorava a revista Placar. Acompanhei, passo a passo, semana a semana, a disputa pela Bola de Prata, que em um mesmo ano brindou Marinho Chagas e Alberi, o eterno ídolo da Frasqueira. As decepções se sucederam nas Copas de 1974, quando fomos atropelados pelo Carrossel Holandês e em 1978 quando fomos "campeões morais" em plena Argentina, numa Copa mal explicada até os dias atuais. Em 1982, a alegria voltou e o encanto se tornou absoluto com a Seleção Brasileira treinada pelo eterno Telê Santana que nos brindou com o futebol de Zico, Sócrates, Falcão, Cerezzo, Oscar e Luizinho, Junior e Éder Aleixo. Nunca vibramos tanto por algo que encantara o mundo inteiro já no ano anterior quando numa rápida turnê pela Europa, o Brasil derrotou a Alemanha, a Inglaterra e a França. E nunca choramos tanto como naquele 5 de julho, no estádio Sarriá, em Sevilha, quando fomos abatidos pela Azurra de Paolo Rossi que chegara à Espanha desacreditada e sob suspeita de envolvimento em combinações de resultados, máfias e outras cositas mas. Aliás, escândalos que voltaram a se repetir e que são recorrentes. Em 1986 e 1990 novas decepções. Até que em 1994, o improvável aconteceu. O baixinho marrento do Romário tendo Bebeto como um perfeito coadjuvante nos trouxe a taça de novo, 24 anos depois.Em 1998, a convulsão de Ronaldinho e a derrota para França. Em 2002, sob nova direção, a Família Scolari e um renascido Ronaldo Fenômeno nos devolveram a alegria. ARENA DO AMÉRICA O engenheiro José Pereira deverá ser o calculista da obra do Estádio Arena do Dragão. Palavra do presidente Alex Padang, com quem conversei ontem. O contrato para o início da construção poderá ser assinado na próxima terça-feira pelo presidente e a empresa responsável pelos serviços. José Pereira, dentre tantos êxitos, foi o responsável pela obra do destruído Castelão(Machadão), poesia concreta do arquiteto Moacir Gomes. PRAZO A expectativa de Alex Pa-

>>> Em 2006, assistimos ao fiasco de uma seleção que foi tratada como um conjunto de ídolos e eu vi Ronaldo atuar tal qual Marlon Brando. Gordo, em franca decadência física mas com lampejos de talento que ainda o fizeram atuar por mais alguns anos. 2010 é um caso à parte. A seleção de Dunga cuja paciência e humildade são do tamanho do anão homônimo que enfeita a estória de Branca de Neve, fechou-se como num quartel e o fiasco até foi comemorado por muitos. Agora, estamos em preparação para uma nova guerra quadrienal. 2014 está às portas e desta vez com uma enorme diferença: seremos a sede. E enquanto o Pais discute o atraso das obras, suspeitas de superfaturamento, a falta de infraestrutura em aeroportos e de mobilidade urbana nas cidadessede, o Brasil despenca no ranking da Fifa, em que aparecemos atrás de Croácia e Dinamarca, sem expressão alguma quando se fala em seleção de verdade, com exceção da Dinamáquina de 1986. E só. Mas para mim é tão difícil entender os critérios do ranking da Fifa quanto as convocações de Mano Menezes. O futebol-arte se foi e vive apenas em alguns lampejos que os amantes do futebol conseguem enxergar em craques como Messi, Iniesta e Xavi, Cristiano Ronaldo nos campos europeus. E no Brasil, ainda resiste com Juninho Pernambucano, Fred e Clarence Seedorf. Sim, estes trintões conseguem mostrar o futebol que um dia tivemos. E esta crise de identidade que o futebol brasileiro vive só poderia resultar no apagão de Resistência. Não lamento o que aconteceu ontem em território argentino. Ele serve de ilustração para o que deixamos acontecer com a Seleção Brasileira ao longo de várias décadas. A falta de luz em Resistência num estádio de segunda categoria escolhido por uma presidente de terceira que está reduzindo a Argentina a um país de quinta deve ser encarado por todos nós, amantes do futebol, como o momento do basta. Chega! A seleção brasileira não é produto de marketing nem lugar para virar vitrine e comércio de novos jogadores. Não é lugar para expor jogadores que do dia para a noite conseguem, graças à exposição, contratos milionários. A Seleção merece respeito. O futebol brasileiro merece respeito. E nós, amantes do futebol, merecemos ser tratados como tal. Se o apagão de Resistência não for devidamente compreendido, o Brasil continuará a ser exposto em amistosos caça-níqueis, desprezando uma preparação séria por conta de interesses inconfessáveis. O preço da omissão será amargo e muito mais vexatório do que as vaias, o coro e os termos usados pela torcida em pleno Morumbi. Quem viver, verá.

dang é de que, até maio de 2013, a Arena do Dragão esteja com 5 mil lugares, o que será suficiente o América mandar seus jogos. Com recursos de parcerias e campanhas promocionais, o presidente espera que o estádio tenha 10 mil lugares prontos para a disputa da Série B do próximo ano. EDERSON A volta de Ederson deveria ser comemorada pelo ABC e não ser colocada como problema. Ele é titular com sobras no elenco atual. Joga com raça, tem de-

monstrado presença de área e capacidade de decidir. EXCLUSÃO O ABC insiste na exclusão de quem critica a diretoria. Passe Livre, por exemplo, está fora da lista das notícias diárias do clube. Bobagem. Repórter gosta do inédito, jamais do chapado em branco. EMPREGO O técnico Mano Menezes tem mesmo que manter seu emprego. Por isso, amistoso, só com time de sexta categoria.

CMYK


Cultura

Sexta-feira

Natal, 5 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 17

Fotos: Divulgação

“EM COMUM” NXZ ERO

VOLTA A CIDADE COM SEU NOVO SHOW NESTE DOMINGO, DIA

“Se desprenda dos outros trabalhos do NX. Feche os olhos, escute o som e aproveite a viagem. Depois de dez anos, paramos para respirar e voltamos com o gás todo”. Se depender de “Em Comum”, a próxima década será ainda melhor, declarou o vocalista da banda Diferrero. E se você se perguntou do por que do nome “Em Comum”, faixa-título do disco, a explicação esbarra no percurso que fez os garotos virarem adultos, conquistarem o Brasil, dezenas de prêmios e até um Grammy. E, neste domingo, dia 7, às 19h, o grupo NXZERO estará na capital poti-

guar para mostrar tudo isso. Pode parecer estranho que ao ouvir a primeira música de “Em Comum”, novo álbum do NXZero, você imagine um cenário ensolarado. Para os integrantes do grupo, o significado dessa estranheza são os calos nos dedos da mão em mais de dez anos de carreira. A labuta trouxe vivência, quebrou preconceitos e culminou no trabalho mais bem acabado da banda. Os três anos que separam o último trabalho de inéditas deste serviram também para Di Ferrero (vocal), Daniel Weksler (bateria), Caco Grandino (baixo), Fi Duar-

te e Gee Rocha (guitarra) absorverem diferentes experiências. Em cima dos palcos, o grupo varreu a desconfiança e hoje dialoga de igual pra igual com os maiores nomes da música brasileira. E o que o sol da primeira frase tem a ver com tudo isso? “Em Comum” é um reflexo da maturidade natural dos seus integrantes– portanto, longe de ser fabricada. Não existe mais inferno e utopia, certo e errado. Di Ferrero se mudou para o Rio de Janeiro, engatou um romance e revela: “Escrevi boa parte das letras deste CD olhando para o

mar. Estamos (o grupo) mais soltos, abertos a novos desafios e muito bem resolvidos”. Dos amigos de colégios a homens bem-sucedidos – do rock’n’roll –, cada um seguiu seu caminho fora dos palcos. Di mora no Rio de Janeiro, Daniel está casado, Gee, Caco e Fi se esmeram cada dia mais na vida dentro dos estúdios. Em comum, os rapazes têm a banda que os levou ao topo da música brasileira. Realmente nunca se tinha escutado um NXZero assim. “Sem Hora Para Voltar”, aquela ensolarada, incorpora frases de Zeca Pagodinho (“deixa a vida me levar”)

7,

NO

T EATRO R IACHUELO

e Barão Vermelho (“pro dia nascer feliz”). Os riffs de guitarra, na onda de Led Zeppelin e Foo Fighters, refrescam. “Maré”, que já invadiu as rádios de todo o Brasil, é a bola da vez, empresta voz à alma. Rasga em dois personagens as desilusões tão conhecidas por nós brasileiros. É dura sem ser planfetária. “Hoje posso me aprofundar mais em assuntos que antes eram fruto da minha imaginação. Vivi e trabalhei muito nesses últimos anos”, explica Di. Climas e atmosferas envolvem “Ligação”, “Hoje o Céu Abriu” e “Espero um Sinal”. A

primeira é uma balada capaz de derreter o coração do sujeito mais durão, enquanto as outras duas te agarram pela melodia na voz de Di, talhada boa parte no Projeto Paralelo, onde teve contato com a nação hip hop. “Por que Estamos em Guerra por Paz” pesa a mão nos acordes e vira a chavinha da melodia assoviável para uma porrada daquelas bem dadas. A produção de Rick Bonadio contribui para a montanha-russa emocional que o disco propõe. O produtor conhece os meninos desde cedo. Descobriu o quinteto e os direcionou ao estrelato.

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco

PROCESSO A família de Virgulino Ferreira, o Lampião, entrou com dois processos na Justiça contra o juiz aposentado Pedro de Morais, autor do livro censurado Lampião, o Mata Sete, em que sustenta que o Rei do Cangaço era gay. A neta de Lampião, Vera Ferreira, quer uma indenização de R$ 2 milhões nas duas ações: uma por danos morais e outra por Pedro ter vendido os livros na II Bienal de Salvador, que ocorreu em 6 de novembro de 2011. A polêmica começou com as revelações contidas em Lampião, o Mata Sete, de que o cangaceiro teria sido homossexual, Maria Bonita era adúltera e Expedita não era filha do homem mais temido do sertão. O processo está com os desembargadores do Tribunal de Justiça de Sergipe, que ainda não se decidiram sobre o processo. PROGRAME-SE A comédia musical “A Garota do Biquíni Vermelho” desembarca em Natal, nos dias 26 e 27, no Teatro Alberto Maranhão. O espetáculo reverencia a memória da atriz e humorista Sonia Mamed, falecida há 22 anos. HOJE A Semana da Música começa nesta sexta e apresenta às 20h, um concerto da Orquestra Sinfônica da UFRN com regência do maestro André Muniz, no Auditório Onofre Lopes – Escola de Música da UFRN. DANÇA O Balé da Cidade do Natal apresenta o espetáculo “Teia”, concebido a partir da obra Dorotéia, de Nelson Rodrigues, às 20h, na Casa da Ribeira.

GRAFITE Madonna faz show em São Paulo nos dias 4 e 5 de dezembro. No entanto, mesmo sem ter desembarcado na capital paulista, ela já agita a cena artística da cidade. Desde o início do mês, 30 grafiteiros paulistanos participam de um concurso que ajudará a escolher a capa de um single da cantora lançado com exclusividade no Brasil. Durante um mês, os artistas participarão de workshops no MIS (Museu da Imagem e do Som) para desenvolver a técnica do grafite. Depois, cada um deles criará uma capa para o single, que terá remixes da música "Superstar" feitos por DJs brasileiros. EDITAIS SÓ PARA CRIADORES NEGROS A ministra da Cultura, Marta Suplicy, anunciou que a pasta lançará, em comemoração do Dia da Consciência Negra (celebrado em 20 de novembro), editais para beneficiar apenas produtores e criadores negros. "É para negros serem prestigiados na criação, e não apenas na temática. É para premiar o criador negro, seja como ator, seja como diretor ou como dançarino", disse a ministra à Folha. E, POR FALAR... Para Nuno Coelho de Alcântara, representante em São Paulo da Fundação Cultural Palmares, instituição ligada ao MinC para promover e preservar a cultura afro-brasileira, um edital que condicione a seleção à raça do criador ou produtor pode "fomentar o preconceito racial". CMYK


Natal, 5 de outubro de 2012

18 O Jornal de HOJE

Cultura

Sexta-feira

Musicomania CONRADO CARLOS - ccpsilva@hotmail.com Fotos: Divulgação

COM O ÓLEO DO MOTOR TROCADO E M CD

DVD, S OME G IRLS – L IVE IN T EXAS ’ 78 MOSTRA AUGE DOS R OLLING S TONES ; TURNÊ MARCOU O AFASTAMENTO DEFINITIVO DE K EITH R ICHARDS DO VÍCIO EM HEROÍNA E

Fiz um pacto com as grandes bandas da história do rock: todo e qualquer lançamento dessa turma que eu tiver contato será comentado. Nomes como Elvis Presley, Beatles, Led Zeppelin e Pink Floyd têm uma leva de simpatizantes que justificam a constante aparição. Portanto, dificilmente passará um mês sem que algum produto desses cânones ganhe as páginas d’O Jornal de Hoje. Mais uma vez, os Rolling Stones estão em destaque, pois, no final do ano passado, chegou às lojas o show de uma das turnês de maior sucesso do grupo. Falo de Some Girls – Live In Texas ‘ 78, apresentação memorável em Forth Worth, em junho daquele ano, que a ST2 Music reuniu em CD e DVD para fã nenhum botar defeito. Por êne motivos, o momento era importante para os Stones. Era o auge do movimento punk, ao mesmo tempo em que a disco embalava uma geração animada com a cocaína e a heroína, droga preferida de Keith Richards. Há dez anos, ele testava sua resistência física -e a paciência das autoridades. O próprio Keith, em sua autobiografia Vida, revela sua rotina: “Naquele época tudo havia passado a girar em torno do veneno no-

vamente. Nada podia ser feito ou organizado sem que o próximo pico estivesse garantido”. O junkie começava a atrapalhar os planos da firma. Fazia três anos que os Stones não tocavam nos Estados Unidos, e a excursão para divulgar Some Girls estava prestes a começar. Ou seja: a situação seria incontornável, caso Keith continuasse brincando de roleta russa a cada noite – Ronnie Wood enfrentava o mesmo problema. Mas um episódio no Canadá seria crucial para a mudança necessária: acusado de tráfico, porte e importação de entorpecentes, Richards estava na iminência de ir a julgamento, com grandes chances de ser condenado, sobretudo pelo real motivo da perseguição. Corria o boato de que a mulher do primeiro-ministro canadense teria um caso com o guitarrista – quem pegou a beldade, porém, foi Wood. E a notória traição, claro, atingiu o orgulho de macho ferido do governante. Somente o apelo popular foi capaz de livrar a cara do Stone. O perrengue do processo foi o suficiente para Keith parar, definitivamente, de injetar heroína. Só que, por ironia, isso seria fatal na harmonia dos Glimmer Twins, com

Mick Jagger, desde o começo da década o líder nos negócios, vendo o retorno do parceiro na divisão do comando. Esse era o clima naquele 1978. Público e crítica adoraram o disco e aguardavam com ansiedade pelos shows, que mostrariam quantas pedras os Stones ainda tinham para rolar. Seria um reencontro com a simplicidade roqueira, com cenários simples e foco exclusivo na sonoridade. O carro-chefe era Miss You, tema composto por Jagger inspirado em suas incursões no Studio 54, templo da discoteca nova-iorquina - segundo Richards, “[...] um salão cheio de veados de short balançando garrafas de champanhe em sua cara”. O DVD aqui citado tem dezessete faixas de pura energia, com sete do Some Girls e outros clássicos, como All Down The Line, Brown Sugar e Jumpin’ Jack Flash. O vídeo mostra a chegada do público ao Will Rogers Memorial Center em estado de êxtase. “Temos de ser mais punks que os punks”, prometia Keith. E quem melhor para falar em atitude para provocar os pseudorrebeldes, que nada tocavam? Livre do vício, da mulher-kamikase, Anita Pallenberg, e da prisão, ele afusca o re-

bolativo Jagger. O registro histórico é complementado por duas entrevistas do cantor. Uma hilária participação no Saturday Night Live, entrevistado por Dan Aykroyd, naquele mesmo ano, com direito a três músicas ao vivo; e outra na ABC americana. Para leigos ou iniciados na obra dos Stones, Some Girls – Live in Texas’ 78 merece um espaço na prateleira e uma rodada de cerveja com os amigos.

Some Girls – Live in Texas’ 78 Artista: The Rolling Stones Gravadora: ST2 MUSIC Preço médio (CD + DVD): R$34,90

DVD: METAL

POR TRÁS DA FRONTEIRA FINAL Show em Santiago do Chile é matéria-prima de novo DVD duplo do Iron Maiden; filé mignon está no documentário Behind The Beast, com bastidores da organização da última turnê. Por que comprar Em Vivo!, novo material lançado pelo Iron Maiden em CD e DVD duplo? Unicamente pelo documentário Behind The Beast. São imagens da organização da Final Frontier World Tour, excursão em que a banda viajou três meses e meio por 36 países com o vocalista Bruce Dickinson pilotando o avião Ed Force One. A burocracia e a parafernália transportada exigiram dedicação e sincronia da imensa equipe. De Moscou à Recife, o avião abastecido com equipamentos é apenas a ponta do iceberg da trabalheira que

é montar uma estrutura grandiosa. Vistos, contato com empresas locais, autorizações aeroportuárias, tudo começou com nove, dez meses de antecedência. Momentos de tensão são vividos na Indonésia, país de maior população mulçumana do mundo, onde a precariedade dos serviços e a rigidez governamental quase impedem o show (lotado, eufórico).

Já na América do Sul, o ápice da turnê. Produção completa, com direito ao novo boneco Eddie, para o público metaleiro mais furioso que se tem noticia. No Brasil, seis cidades receberam a Final Frontier, em março e abril de 2011 – São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Curitiba, Recife e Belém. Na metrópole paraense, a chuva torrencial (e corriqueira) im-

pressionou técnicos ingleses, ao mesmo tempo em que empolgou com a perspectiva de tocar “...in the brazilian jungle”. As duas apresentações em Santiago, no Chile, foram escolhidas como oficiais para o primeiro DVD deste Em Vivo!. Vinte e duas câmeras registraram a vibração das cinquenta mil pessoas que lotaram o Estádio Nacional, ávidas pelo

SÓ PARA MAIORES

(DE 14 ANOS) Bonita, colorida e pasteurizada, Katy Perry é mais um enlatado norte-americano que nós outros abrimos, mesmo sem fome. Em festas, na televisão ou na internet, a onipresença da filha de pastores evangélicos é sentida até em Nauru. Pronta para consumo, a menina vende mais que discos: sua imagem recheia sites de fofoca e revistas de fila de supermercado. Depois de casar com Russell Brand, um pateta inglês que alguém cismou de classificar como humorista, sua vida pessoal, como toda ‘diva’ pop, trocou de lugar com a profissional, assumindo maior visibilidade. Se isso ajuda a alavancar sua carreira, não sei, mas joga lenha no fogo ardente que impulsiona a garotada a comprar discos e shows. Não à toa, Teenage Dream bateu recordes de fazer Michael Jackson revirar no túmulo. Foram cinco primeiros lugares na parada da Billboard (o Inmetro ianque para distinguir perdedores e vencedores), fato inédito em cinquenta e três anos de avaliação. Além de clipes multipremiados – superproduções hollywoodianas. Aqui não cabe falar em qualidade artística. Vigora a lei do mercado, sempre ávido pela nova marca, por números, contabilidade. Pensando nisso, foi lançado Teenage Dream: The Com-

mesmo repertório executado há anos. É nisso que o Maiden peca: a manutenção no set list de músicas manjadas, clássicos saturados. Poucos grupos têm a possibilidade de variar de temas mantendo a pegada com os fãs. De 1980 a 1988, foram sete álbuns que jogaram os londrinos no Olimpo dos Deuses do Rock – para mim, a partir de No Prayer For The Dying (1990), é tudo descartável, inclusive Fear of The Dark (1992). Poderiam fazer como o Metallica que, frequentemente, renova o repertório com a inclusão de antigos sucessos, por ora esquecidos pelos fãs. Daí minha decepção com o show deste DVD. Ouvir 2 Minutes to Midnight, Runnig Free e The Number Of The Beats pela enésima vez, com Dickinson gritando cada vez mais alto, é só para o maluco nostálgico. Por isso, o documentário ganha relevo. Poderia ser lançado individualmente, com publicidade exclusiva, que valeria o quanto pede. Os cinquentões esbanjam energia e sim-

plete Confection, versão extra large do terceiro álbum da gatinha. As doze faixas originais ganham a companhia de três regravações, duas com Kayne West, um com Miss Elliot, e outra acústica; e seis remixes das músicas que atingiram o topo da parada. Tudo adornado por uma capa 3D e encarte diferenciado, como item de colecionador. Perry fala que ainda tinham “algumas coisas” a serem mostrada, mas que o resultado final de Complete Confection agradará os devotos. É sonho adolescente para várias madrugadas - a edição é limitada.

Teenage Dream – The Complete Confection Artista: Katy Perry Gravadora: EMI MUSIC Preço médio: R$29,90

plicidade a cada instante em que a equipe explica a montagem da turnê. Mesmo datados, escravos de uma estética infanto-juvenil, são gigantes da história que merecem respeito.

En Vivo! Artista: Iron Maiden Gravadora: EMI MUSIC Preço médio CD DUPLO: R$54,90 Preço médio DVD DUPLO: R$69,90


Cidade

Sexta-feira

O Jornal de HOJE 19

Natal, 5 de outubro de 2012

Fotos: José Aldenir

TVU abre exposição para comemorar seus 40 anos PRIMEIRA EMISSORA DE TV DO RN FOI FUNDADA EM 2 DE DEZEMBRO DE 1972 Este ano, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) comemora os 40 anos de fundação da Televisão Universitária, fundada em 2 de dezembro de 1972. Desde o mês de maio, uma série de eventos comemorativos é promovida pela Superintendência de Comunicação (Comunica), que é composta pela TVU, a Rádio Universitária (FMU) e a Agência de Comunicação (Agecom). A TVU é a mais antiga emissora de televisão do Rio Grande do Norte, e iniciou suas atividades com conteúdo totalmente voltado para educação. Na década de 80, estabeleceu seu conteúdo cultural, valorizando a classe artística do Estado, como faz até hoje. Nos anos 1990, devido aos avanços técnicos e ampliações estruturais da UFRN, a TVU passa a investir fortemente na área de jornalismo e, por fim, a partir dos anos 2000, passa investe em inovação e abre suas portas para servir como laboratório para estudantes, principalmente da área de comunicação social, por meio de bolsas apoio técnico. Para comemorar o 40º aniversário, a Televisão Universitária (TVU) abriu para visitação a exposição "TVU 40 anos contando nossa história". Com acervo de fotografias, impressas, digitalizadas e projetadas, além de equipamentos, utensílios e outros documentos, divididos em quatro painéis e módulos denominados de décadas 1970, 1980, 1990 e 2000, a exposição apresenta conteúdos para conhecimento do público sobre ações, programas pioneiros e conquistas da emissora em prol do desenvolvimento da educação no Rio Grande do Norte. Para retratar pouco da história do Estado do Rio Grande do Norte

A TVU resgata momentos históricos do RN e sempre esteve próxima à comunidade JOSÉ ZILMAR SUPERINTENDENTE DA COMUNICA

documentado pela TVU, e para mostrar as mudanças no formato da TVU ao longo dos anos, vídeos de programas e reportagens antigas e também estão expostos para que os visitantes possam assistir e fazer suas comparações a respeitos da evolução da emissora. Além disso, um cenário do TVU Notícias foi montado no local, para que o visitante também pode posar de jornalista por um momento. De acordo com a reitora da UFRN, Ângela Maria Paiva Cruz, a TVU exerceu grande influência na vida da população ao longo dos

anos. "Nesses 40 anos, a TVU realizou muitos projetos que interferiram positivamente na vida da comunidade norte-rio-grandense e da comunidade universitária. Ela foi o primeiro modelo de educação à distância. Buscamos fazer a diferença, pois um forte viés da TVU é a valorização da cultura potiguar e da informação do RN, em todos os aspectos, aproximando a sociedade da informação e trazendo a universidade para perto deles. Essa integração é fundamental para qualquer universidade", disse Ângela Paiva. A exposição é uma iniciativa dos setores de Documentação e Acervo (Cedoc) e de Criação e Artes da Superintendência de Comunicação (Comunica) que visa possibilitar que a população conheça de perto como funciona o processo de informação levada pela TVU. Segundo o superintendente da Comunica, José Zilmar, TVU faz parte da história do Rio Grande do Norte e por isso abre suas portas para receber a população nos eventos comemorativos. "A TVU resgata momentos históricos do RN e sempre esteve próxima à comunidade, por isso é importante comemorarmos juntos esses 40 anos. Conquistamos grandes feitos todo esse tempo e a sociedade tem grande participação nelas, a última consquista foi a consignação do sinal digital da emissora, que é um marco significativo aproximará ainda mais a UFRN da sociedade norte-rio-grandense com maior alcance e melhor qualidade", disse José Zilmar. A exposição "TVU 40 anos contando nossa história" acontece desde o último dia 1º, no salão de exposição da Galeria Conviv'Art, no Centro de Convivência da UFRN e termina hoje, 5.

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

CONTAGEM REGRESSIVA: faltam 17 dias para grande exposição dos 80 anos do Porto de Natal na Capitania das Artes NATAL Navio Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Gemini Marta CMA-CGM Aristote Marfret Marajó CMA-CGM Herodote CMA-CGM Platon Silver Cloud

Bandeira Brasil Brasil Brasil Brasil U. Kingdom França United King United King Bahamas

Almi Star

Libéria

Agência W. Sons W. Sons W. Sons Petrobras CMA-CGM W. Sons CMA-CGM CMA-CGM Superservice

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto 06/10 13/10 20/10 27/10 08/12

Destino ---Fortaleza(CE) Algeciras/ESP Algecira/ESP Algeciras/ESP Algeciras/ESP Recife(PE)

Carga Em Operação Em Operação Em operação -Contêineres Contêineres Contêineres Contêineres --

Descarga ---Combustível ----Turismo

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

07/10

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

Sal

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Manna

Dia 05 06

Malta

A. Marítima 13/10

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 12:47 0.7 19:19 2.0 01:19 0.7 07:51 1.8

Exportação

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

FASES DA LUA Minguante (08/10 - 04:33h) Nova

(15/10 - 09:02h)

Crescente

(22/10 - 00:32h)

Cheia

(29/10 - 16:49h)


20 O Jornal de HOJE

Natal, 5 de outubro de 2012

Cidade

Sexta-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Será que ganharemos uma loja no Brasil? “Acabamos de abrir outra loja na China, no mês passado, e tenho grandes planos para o Brasil e para a Europa. Precisamos monitorar a economia desses países”, finalizou. A Ralph Lauren ainda não tem loja própria no Brasil.

Inauguração da LittleTree O casal empreendedor Isabela/Hicham Chacra está nos preparativos da abertura de mais uma loja no Natal Shopping, a LittleTree. Desta vez o foco é o público infantil, de 1 a 12 anos de idade. A loja contemplará várias marcas incluindo a que leva a sua marca LittleTree.

t t t

t t t MyShoes Enquanto isso a MyShoes, franquia também comandada pelo casal, começa a receber a coleção “candy colors”, sapatos lindos para todos os gostos e bolsos, tudo na tendência Verão 2013.

Ana Elisa de Paula e Igor Medeiros de Melo

Adriano Gurgel/Renali Bebeto Torres e Renato Teles

t t t MyShoes na Caras A partir de hoje, a revista Caras circulará nacionalmente com um anúncio de cinco páginas da franquia MyShoes, com sugestões das principais blogueiras do Brasil.

Livraria Saraiva homenageia os 80 anos de Ziraldo em programação especial para o mês das crianças Para entreter a garotada e estimular o hábito da leitura, a Livraria Saraiva promove todos os finais de semana (sábado/domingo, 16h – Saraiva Midway e domingo, 16h – Saraiva Natal Shopping) contações de grandes clássicos da literatura nacional e estrangeira.

t t t Lançamento do livro de Bento Herculano no Moda& Atitude O programa Moda & Atitude desta semana trará as imagens do lançamento super prestigiado do mais novo livro do juiz Bento Herculano Duarte, na livraria Saraiva no Midway Mall.

t t t

t t t Musicais da Broadway Também no programa de domingo, Michelle Pereira, leia-se Michelle Tour, Flávia Augusta Guedes, esta colunista e Victor Hugo Damasceno vão mostrar os musicais da Broadway que estão em cartaz, tudo focado no mais novo pacote fashion, que contará com consultoria de compras fashions e muito mais...

Felipe Cortez e Marisa Almeida

Bento Herculano e esta colunista

Maria Dantas e Vinicius Freire

Novidades da Prefácio Emanuelle Ovídio vai trazer mais uma novidade para Natal, mas tudo ainda anda em segredo. Por enquanto podemos dizer que o bom gosto da empresária está fazendo a diferença. O que será? Paulinho Buda e Ana Lídia Procópio

Lara Borges com Marilia/Ronaldo Borges de Melo

t t t Caminho Floral estampa sandália exclusiva Uma combinação charmosa de um caminho de flores em tom pastel estampa a nova sandália. As candycolors dão toque especial ao modelo, com a suavidade e o frescor que pede a estação. Para meninas românticas e delicadas, a sandália fica ainda mais fofa com o pin de passarinho nas tiras. Clássico, o floral alegra qualquer look. O novo produto estará disponível nas lojas Farm de todo o Brasil a partir de outubro. Impossível resistir!

A nova GLAM George Azevedo programa o lançamento da nova edição da revista GLAM, para o final de outubro, junto com as comemorações da inauguração da Florbella, da empresária Ana Cláudia Couto. t t t Ralph Lauren Em sua conferência anual com acionistas, realizada nos EUA, Ralph Lauren afirmou que tem “grandes planos” para sua marca no Brasil. “Estamos de olho no mundo inteiro. China e Asia sempre foram importantes para nós, assim como o Brasil”, resumiu.

Tem contação de histórias para garotada? Tem sim, senhor! Uma iniciativa que desde o início deste ano vem conquistando um público cada vez maior de crianças e adultos. Neste mês das crianças, em especial, a Saraiva homenageia o pintor, cartazista, jornalista, teatrólogo, chargista, caricaturista e escritor Ziraldo que está completando 80 anos de vida. Havaianas e Farm se unem para uma primavera colorida Um universo de cores e aromas invade a primavera. Em sintonia com a energia e pureza da estação mais romântica do ano, as marcas Havaianas e Farm se unem mais uma vez para criar uma sandália cheia de bossa.

t t t

t t t

Cores alegres que combinam com as notas vibrantes “Os lançamentos trazem nas embalagens cores alegres que combinam com as notas vibrantes das splashes e que, juntas, levantam o astral. A linha Aqcua tem fragrâncias suaves que podem ser aplicadas várias vezes ao dia para renovar a sensação de refrescância”, explica Marselha Tinelli, gerente de Categoria Perfumaria de O Boticário.

Ana Judith Guedes e Mário Barreto

Claudine/Flávio Góis, Ilana/Carlos Von

Até amanhã!

FLIP 05/10/2012  

Cidade, cultura, economia e esporte

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you