Page 1

Terça-feira

Ano XV w NATAL-RN,

4 DE DEZEMBRO DE 2012 w Nº 4.506

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> INDEFINIDA A COMPOSIÇÃO DA CÂMARA

TRE devolve mandatos dos vereadores Raniere Barbosa e George Câmara POR 4 VOTOS A 2, O MESMO TRE QUE NÃO RECONHECEU OS REGISTROS DOS CANDIDATOS DO PRB E DO PC DO B, DECIDIU AGORA VALIDAR VOTOS DA “UNIÃO POR NATAL II”. RANIERE E GEORGE COMEMORAM, MAS VITÓRIA AINDA NÃO É DEFINITIVA POLÍTICA 3

> INVESTIMENTOS NO NORDESTE

> “BANCADA DOS 17”

Vereadores firmam pacto para elejer Mesa Diretora da CMN em chapa fechada POLÍTICA 3

Grupo Pão de Açúcar inaugura mais uma loja na Grande Natal HIPERMERCADO EXTRA

NA AVENIDA MARIA LACERDA FAZ PARTE DO PLANO DE EXPANSÃO DO GRUPO, QUE DEVERÁ SURPREENDER O MERCADO EM 2013 Canindé Santos

> “PARA NÃO PREJUDICAR ESTUDANTES”

Conselho defende que o prefeito de Natal decrete calamidade na Educação CIDADE 6

> DIFICULDADES

> SISTEMA FALIDO

Hospital Infantil Varela Santiago tem R$ 25 para a folha salarial de R$ 450 mil

Dez mulheres fugiram esta madrugada do CDP de Parnamirim

CIDADE 6

CIDADE 10

Presidente do grupo pioneiro no setor varejista de alimentos no país, Enéas César Pestana Neto apresentou o Extra-Parnamirim ECONOMIA 8

> APESAR DOS MUTIRÕES DE LIMPEZA...

População insiste em jogar o lixo nas ruas e depositar em locais que são proibidos José Aldenir

João Paulo foi artilheiro do Gwangjou em 2012 e jádesperta interesse de outros times da Ásia

> FÉRIAS EM NATAL

Ex-atacante do ABC faz festa de casamento e uma pelada beneficente ESPORTE 16

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Maciel Matias Armando Negreiros João Felipe da Trindade Afranio Pires Lemos Sérgio Luiz Bezerra Trindade OPINIÃO - Página 2 INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,11 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,20 R$ 2,11

dsa

Poucas horas depois da coleta pela Prefeitura, vizinhança volta a levar lixo para terrenos baldios. CIDADE 9

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Página 3

Página 8

w Decisão de hoje enfraquece a candidatura de Edivan Martins a presidente da Câmara. Euro x real R$ 2,76 Poupança 0,5% / 0,41% Taxa Selic 7,25%

jornalismo@jornaldehoje.com.br

Página 13

Página 12

w Ecomax inicia obras do con- w Luiz Almir pede a Penna voto domínio "Vila Flor", a ser lan- do PV em Henrique na dispuçado durante o veraneio. ta pela presidência da Câmara.

EMAIL REDAÇÃO:

Vicente Serejo

Daniela Freire

ACESSE O SITE:

w O presépio já não tem lugar no território dos shoppings, essa catedral do consumo.

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 4 de dezembro de 2012

SÉRGIO LUIZ BEZERRA TRINDADE, professor do IF-RN (slbtrindade@yahoo.com.br)

Amancio

Terça-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Tupiniquinismo (II)

AFRANIO PIRES LEMOS, escritor (afrapil@yahoo.com.br)

O marxismo-leninismo, monstrengo batizado por Lênin para definir o modelo de revolução autárquico criado e consolidado na União Soviética porque não conseguia se difundir pelos países ricos, alvos teóricos do marxismo de raiz, falhou em sua tarefa de produzir e distribuir riqueza. O máximo que conseguiu, como já disse aqui em outra ocasião, foi espalhar igualitariamente a pobreza. Se o marxismo-leninismo foi um erro, o que dizer da influência do marxismo stalinista nos países pobres e em desenvolvimento? Uma rápida passada d'olhos pela história nos mostra que ele redundou, sempre, em tragédias monstruosas onde vicejou, seja no Camboja, no Vietnã ou na China, no oriente; na própria União Soviética e nos seus satélites europeus; ou, ainda, na experiência isolada de Cuba, na América. Nunca se casou de papel passado com o Brasil, mas andou e ainda anda, em nome de um nacionalismo tacanho e de um anti-imperialismo cego, num amancebamento vergonhoso, resultando, quase sempre, num populismo que esvai o nosso potencial de crescimento. Acháramos um caminho mais-ou-menos sinuoso e exitoso nos anos 1990, quando nos livramos da inflação crônica e começamos a ajustar e azeitar as engrenagens do Estado. Mas logo depois, ressurgem o populismo e o nacionalismo de fancaria com o seu famigerado modelo autárquico e autônomo que, todos

Dr. Dalton - V

Artigo

sabemos, nos levaria e nos leva a ficar a em isolamento econômico. Quem não conhece a história, diz a máxima, está condenado a repetir os erros dos passado. Sim, porque o tal modelo brasileiro, preconizado por uma esquerda alienada e ultrapassada, nos encaminha para a margem da história, visto estarmos, a história não mente, dirigidos por políticos provincianos e de clientela que usufruem o trabalho de todos em imensas burocracias estatais. Tem sido quase sempre assim ao longo dos últimos cinco séculos. O Brasil perdeu o melhor momento nos últimos vinte anos para deslanchar. Já perdera a segunda metade da década de 1980 e a primeira da década seguinte. Em ambas porque nos fechamos em copas, porque não tínhamos investido em infraestrutura para o desenvolvimento industrial e tecnológico. E os gargalos eram advindos da falta de abertura ao mercado mundial. Começamos a corrigir, lentamente, o problema ainda na década de 1990, mas nos anos 2000 voltamos a sofrer de "aberturite", mal crônico que assola o país de tempos em tempos. O resultado disso: crescimento econômico, mesmo na melhor conjuntura econômica internacional, bem abaixo de países como China, Índia, Chile, etc. Hoje, então, a economia brasileira cresce sofrivelmente. E ainda aparece quem diga que a culpa é do imperialismo, da globalização... A nossa vocação para a estupidez é sem tamanho.

ARMANDO NEGREIROS, médico (negreiros@digi.com.br)

55 frases de efeito As frases, transcritas a seguir, foram captadas na Internet. Embora não concordemos com algumas, não podemos negar o incrível bom humor. Winston Churchill era um grande frasista. Contase que certa vez Nancy Astor Indignada com um discurso de Churchill no parlamento, disparou: – Winston, se você fosse meu marido, eu poria veneno no seu café! Churchill foi rápido: – Senhora, se eu fosse seu marido, tomaria o café! Vamos nos divertir com a sabedoria e o humor popular. 1. 'O amor é como capim: você planta e ele cresce. Aí vem uma vaca e acaba com tudo'. 2. 'O novo e-mail do governo é: planalto@lheira.gov.br'. 3. 'Estamos numa época em que o Fim do Mundo não assusta tanto quanto Fim do mês'. 4. 'O homem é o único animal que consegue estabelecer uma relação amigável com as vítimas que ele pretende comer'. 5. 'Tamanho não é documento e dinheiro não traz felicidade'. (Autor desconhecido, pobre e de pinto pequeno). 6. 'Nunca fiz amigos bebendo leite'. 7. 'Comer Puta é igual Bung Jump: a emoção é grande, mas se estourar a borracha você tá fodido!' 8. 'Acho que estou com anorexia: – não estou comendo ninguém!' 9. 'De que adianta a beleza interior da mulher, se o pênis não tem olhos?' 10. 'O homem pensa demais porque tem 2 cabeças e... A mulher fala demais porque tem 4 lábios!' 11. 'Quer conhecer tua namorada... CASA! Quer conhecer tua mulher... SEPARA!' 12. 'Quando me casei descobri a felicidade. Mas aí, já era tarde demais...' 13. 'Casamento é uma tragédia em dois atos: civil e religioso'. 14. 'Amor é aquilo que começa com um príncipe beijando um anjo e acaba com um careca olhando para uma gorda'. 15. 'Velho é aquele que quando jovem costumava ter quatro membros flexíveis e um duro. Agora tem quatro duros e um flexível'. 16. 'Status é comprar uma coisa que você não quer, com um dinheiro que você não tem, para mostrar pra gente que você não gosta, uma pessoa que você não é'. 17. 'Feliz é aquele que é tão bonito quanto a mãe acha que é. Tem tanto dinheiro quanto o filho acha que tem. Tem tantas mulheres quanto a mulher dele acha que tem. E é tão bom de cama como ele acha que é'. 18. 'Quem trabalha muito, erra muito. Quem trabalha pouco, erra pouco Quem não trabalha não erra. E quem não erra... é promovido'. 19. 'Como é difícil se livrar de uma mulher fácil'. 20. 'Sabe o que o argentino tem mais que o brasileiro? Tem mais é que se foder'. 21. 'A verdadeira bravura está em chegar em casa bêbado, de madrugada, todo cheio de batom, ser recebido pela mulher com uma vassoura na mão e ainda ter peito pra perguntar: – vai varrer ou vai voar?' 22. 'Casamento é igual a piscina gelada, depois que o primeiro tonto entra, fica falando para os outros: – Pula que a água tá boa'. 23. 'Eu li que fumar fazia mal, então parei de fumar... Li que beber fazia mal, então parei de beber... Li que comer gordura fazia mal, então parei de comer... Li que sexo fazia mal, então parei de LER!' 24. 'Um cigarro encurta a vida em 2 minutos... Uma garrafa de álcool encurta a

vida em 4 minutos... Um dia de trabalho encurta a vida em 8 horas'. 25. 'Mulheres são como piscinas: O custo da manutenção é muito elevado se comparado ao tempo que passamos dentro delas'. 26. 'Se você sentir duas bolinhas encostando na sua bunda, não se preocupe, o pior já passou'. 27. 'Quem enxerga mais longe é o ginecologista... porque enxerga lá na casa do c...'. 28. 'Se caminhar fosse bom para a saúde o carteiro seria imortal'. 29. 'Se você é capaz de sorrir quando tudo deu errado, é porque já descobriu em quem pôr a culpa'. 30. 'A posição sexual que os casais mais usam é a de cachorrinho: o marido senta e implora... a mulher rola e finge de morta!' 31. '90% do meu dinheiro eu gasto com bebida. Os outros 10% são do garçom'. 32. 'Duro mesmo é quando: você é um gêmeo siamês; seu irmão, colado no seu ombro, é gay; você não é; ele tem um encontro esta noite e vocês só têm uma bunda'. 33. 'Galileu, quando afirmou que o mundo girava, ele simplesmente afirmou o que nós, bêbados, já sabíamos'. 34. 'Crianças no banco dianteiro podem causar acidentes... Acidentes no banco traseiro podem causar crianças'. 35. 'Eu bebo pra ficar ruim mesmo... se fosse para ficar bom eu tomava remédio'. 36. 'A diferença entre uma mulher na TPM e um sequestrador é que com o sequestrador ainda existe uma possibilidade de negociação'. 37. 'Se não puder ajudar, atrapalhe, afinal o importante é participar'. 38. 'Errar é humano. Colocar a culpa em alguém é estratégico'. 39. 'Sexo é como truco: se você não tem um bom parceiro, é melhor que tenha uma boa mão...'. 40. 'Os homens mentiriam muito menos se as mulheres fizessem menos perguntas'. 41. 'Marido é igual a menstruação: Quando chega, incomoda; quando atrasa, preocupa'. 42. 'Se o horário oficial é o de Brasília, por que a gente tem que trabalhar na segunda e na sexta?' 43. 'Errar é humano, persistir no erro é americano, acertar no alvo e muçulmano.' 44. 'Roubar ideias de uma pessoa é plágio... Roubar de várias é monografia'. 45. 'Nas horas difíceis da vida você deve levantar a cabeça, estufar o peito, e dizer de boca cheia: – Agora fodeu!' 46. 'Já que cada vez mais as mulheres estão indo em busca de seus direitos, bem que na volta poderiam trazer uma cerveja...' 47. 'Mulher feia é que nem muro alto, primeiro dá um medo... mas, depois, a gente acaba trepando'. 48. 'Não te cases por dinheiro, podes conseguir um empréstimo bem mais barato'. 49. 'Casar é a metade do divertimento pelo dobro do preço'. 50. 'Há 2 palavras que abrem muitas portas: Puxe e Empurre'. 51. 'Não há melhor momento do que hoje para deixar para amanhã o que você não vai fazer nunca'. 52. 'Todos os cogumelos são comestíveis... porém, alguns, só uma vez'. 53. 'Se tamanho fosse documento o elefante era o dono do circo'. 54. 'Mulher feia é que nem pantufa: dentro de casa é até gostoso, mas pra sair na rua dá uma vergonha...' 55. 'Filho é igual peido: você só aguenta o seu... e olhe lá!'

Artigo

MACIEL MATIAS, médico (maciel.matias@terra.com.br)

Os paradigmas da sexualidade Realmente os conceitos de sexualidade estão mudando com o passar dos anos, como dizem os estudiosos do comportamento sexual, os sexólogos. – E tem isso? Perguntava um conhecido amigo meio bronco. O fato é que, tudo é permitido entre quatro paredes, desde que seja consensual. Grandes mudanças ocorreram no mundo que repercutiram no comportamento sexual. O primeiro foi o anticoncepcional nos anos 50 que permitiu a mulher controlar a natalidade. O sexo sem gravidez. O amor é livre. Nos anos 90 o Viagra, permitindo maior performance dos homens na senilidade. Ambos os sexos tiveram impactos tão substanciais, que se falava: liberou geral. Porém a natureza é sábia e, na tentativa de manter um equilíbrio, surge a Aids, afugentando as pessoas do contato sexual. Na fase crítica da disseminação da doença, até casais ou parceiros conhecidos desconfiavam uns dos outros. Mais uma vez as medidas sanitárias e medicamentosas, equilibraram a situação e caminhamos para uma convivência harmônica, cuidadosa e geralmente prazerosa. Alguns fatos repercutem na sociedade, elevando a discussão e gerando opiniões nem sempre unânimes, chegando a criar curiosidades e desejos em alguns conservadores. Vejamos o ocorrido com o best-seller "Cinquenta tons de cinza" da autora britânica Erika Leonard James publicado em 2011. Uma trilogia, cuja vendagem atingiu mais de 40 milhões em 37 países, ultrapassando outros sucessos de vendas como o Harry Potter e o Código Da Vinci. Destaque na imprensa mundial, sendo matéria de manchete no New York Time e capa de Veja aqui no Brasil. O também chamado "pornô das mamães" mexeu com muitas mulheres. Uma jovem e virgem universitária se envolve com um bonitão magnata, vivenciando momentos de êxtases e prazeres, através de ações de sadomasoquismo. O que envolve o leitor(a) é "a linguagem simples dos romances baratos e o enfoque descaradamente água com açúcar da história de amor" (Ricardo Setti, Veja. Abril/12). Me fez lembrar aquelas revistinhas pornográficas nos finais dos anos 60, início dos 70, que a meninada adolescente escondia embaixo do colchão e viajava em sonhos

Artigo

orgásticos no seu isolamento. O preconceito e a autocensura faz com que algumas mulheres, e até homens, desejem experimentar algumas alternativas e manobras sexuais e se bloqueiam, ou têm receio da interpretação dos parceiros, diante de qualquer novidade que possa apimentar ou alongar os momentos de prazer nas relações sexuais. O medo vem logo após o pensamento: – Aprendeu com quem? Isto não é coisa de mulher séria! Diz ele. – Acha que sou desse tipo? Vá fazer isso com aquelas vagabundas, comigo não! Diz ela. Assim seguem os radicais, intransigentes, incapazes de se entregarem e se respeitarem mutuamente, sem experimentar variedades que quebrem a rotina do tradicional papai e mamãe, trazendo mais prazer a ambos. Me faz lembrar, num certo dia, uma antiga paciente chegando para sua consulta periódica acompanhada do esposo. Ele sério que só um bode mijando, como diz Armando Negreiros, acompanhava de braços cruzados todo o atendimento, sem nada falar, muito mal me cumprimentou à sua chegada. Ao término da consulta a senhora perguntou: – O senhor me faria o favor de receitar um medicamento? – Claro, senhora. Afirmei, achando que seria algum tranquilizante que necessitaria de receituário controlado. De imediato peguei o bloco específico. – Não, doutor, é receituário comum. Na verdade é aqui para meu marido. – Ah, pois não. Como é o nome do remédio? Perguntei já de caneta em punho, pensando tratar-se de alguma droga para hipertensão ou para controle do diabetes. – Viagra, doutor. Viagra. Repetia ela, enfaticamente. Não se faz necessário comentar a cara do marido, parecia que ia explodir. – Ok, falava eu, ao mesmo tempo em que escrevia: Viagra 50. – 50 não, doutor, 100, Viagra 100. – Certo. Rasgo a receita e faço outra. Viagra 100. Entrego a ela a receita, que recebe sorridente, demonstrando felicidade. – Obrigada, doutor. Imagino o pensamento dela. Quero ver se hoje não levanta. Ou, melhor, levantar so-

mente não, quero ver endurecer. Outro dia Ricardo Curioso contou um fato também interessante. Um senhorzinho, lá pelos 80 anos e mais alguma coisa, simples, do interior, após um atendimento de lesão na face, perguntou: – Doutor, sei que não é do seu ramo, mas como o senhor é muito sabido, talvez possa me ajudar. – Pois não cumpadre, pode falar. Responde Ricardo com aquele vozeirão sempre disposto a solucionar problemas. – É o seguinte, doutor. Tô agora com uma mulher novinha e estou me sentindo meio fraco. Não consigo mais acompanhar a mulher como antigamente. Estou ficando meio desanimado. Será que o senhor não tem aí uns fortificantes que eu possa tomar para miorá o serviço? Tô vendo a hora perder a bixinha. Não se preocupe com o preço. – Claro, meu amigo. Deixe comigo. Você tem problema de coração, pressão alta, algum problema de saúde? – Que é isso doutor. Arranco tronco todo dia no roçado. Aprimeira vez que fui ao medico foi agora, com esta ferida na venta. – Pronto. Vai tomar este comprimido azulzinho, uma hora antes de se esfregar na mulher. Mas, se lembre, não abuse se não você morre. No máximo um por semana. Volte daqui uns três meses para eu ver se ficou bom da venta e se endureceu o pau. – Obrigado doutor. Sai ele alegre e esperançoso. Três meses se passaram e retorna o senhorzinho. – E aí meu amigo? A venta estou vendo que ficou curada. E o pau? – Doutor, que remedinho milagroso. Fiquei novinho e a muié, vije, nem se fala. Vivia triste desanimada. Hoje vive sorrindo. Quando saio cedo pru roçado, já encontro ela cantando e varrendo o terreiro. Só tem um pobrema, doutor, tou quase acabando com minha criação de bode. Quase toda semana é uma caixa do remédio azulzinho e um bode a menos no cercado. Tô ficando preocupado, mas vou levando. – Muito bem. Tá curado. Qualquer coisa volte. – Obrigado, doutor. Deus lhe pague e o padin pade ciço lhe proteja. Assim a sexualidade vai se adaptando às mudanças e modernidade do tempo, respeitando as individualidades de cada um.

JOÃO FELIPE DA TRINDADE, professor da UFRN, sócio do INRG e do IHGRN (jfhipotenusa@gmail.com)

O mestre latinista de Almino Afonso e Bezerra de Menezes De Fortaleza, o prof. Luciano Klein, descendente dos capitães João Martins Ferreira e Balthazar de Moura e Silva, portugueses que passaram pela Ilha de Manoel Gonçalves e que moraram em Macau, me escreve com o seguinte pedido: Gostaria de lhe solicitar a ajuda a fim de encontrar informações sobre um dos professores do médico Bezerra de Menezes. No livro de Manoel Onofre Jr, "Martins, a cidade e a serra", que você gentilmente me presenteou, há ligeiras informações sobre o professor de latim Francisco Emiliano Pereira. Luciano está fazendo uma nova edição do seu livro sobre Bezerra de Menezes, que morou em Martins de 1842 a 1846, entre os 11 e 15 anos. Procurei nos meus arquivos e na internet o que existia sobre o mestre para subsidiar meu parente. Nestor Lima, no seu livro sobre os municípios do Rio Grande do Norte, escreveu na parte referente ao Assú: a cadeira de Latim, criada em 1827, foi regida pelo professor Francisco Emiliano Pereira, seu instalador; já na parte referente ao município de Martins, encontramos Francisco Emiliano Pereira, como professor do secundário, no ano de 1843, e como administrador de Martins nos períodos 18651869 e 1869-1873. Mas segundo informações de outros autores, o professor Francisco Emiliano faleceu no ano de 1869, não concluindo o seu mandato. Na Revista do Instituto do Ceará, encontramos um artigo de Carlos Feitosa com o título de "A descendência de Antonio Leite de Chaves e Melo". Antonio era filho de Francisco Álvares Afonso, ra-

dicado no Rio Grande do Norte, e tinha entre seus irmãos Manoel Álvares Afonso Leite, Maria Afonso de Chaves e Melo Pereira (Mariazinha) e Alexandre Leite de Chaves e Melo. Diz Carlos Feitosa que Mariazinha casou-se com o português Francisco Emiliano Pereira, latinista e educador de grandes méritos, tendo sido professor de seu sobrinho o senador Almino Afonso. Sua filha Maria Joaquina Chaves (Marocas) casou-se com o primo Ildefonso Leite de Araújo Chaves. Continua Carlos Feitosa: Manoel Álvares Afonso Leite, que não usava o restante do sobrenome, de Chaves e Melo, morava entre Patu e Martins, no Rio Grande do Norte, tendo deixado dois filhos Francisco Manuel Álvares Afonso e Viriato Afonso. Viriato foi coletor em Independências, Ceará, e advogado em Martins e Francisco Manuel é pai do senador Almino. Nos registros paroquiais de Assú, encontro o seguinte batismo, com os nomes reduzidos: Antonio, filho legitimo de Francisco Emiliano e D. Maria Joaquina, desta Freguesia, nasceu aos três de dezembro de trinta e oito, e foi batizado, por mim solenemente, na Matriz, aos vinte e cinco de março de trinta e oito; foram padrinhos Basílio Quaresma Torreão (Junior, filho de nosso Presidente de mesmo nome), e sua mulher Josefa Enfigenia, do que para constar, fiz este assento que assino. Luiz Teixeira da Fonseca, vigário interino do Assú. Acredito que o Francisco Emiliano que aparece acima é o nosso professor, por conta dos padrinhos ilustres. Só que isso gera um problema. Nas anotações de Car-

los Feitosa a esposa era Maria Afonso de Chaves e Melo (Mariazinha) e a que aparece no registro tem o nome da filha do casal. É possível que tenha havido erro na nomeação dos nomes, pois houve abreviação dos mesmos ou, então, a mãe e a filha tinham o mesmo nome. Outro detalhe é que em um site sobre Assú consta que Francisco Emiliano Pereira nasceu em Barriguda, hoje Alexandria, mas a Revista das Academias de Letras diz que ele era português da Ilha de São Miguel. Monsenhor Severino, em Levitas do Senhor, faz duas menções ao professor Francisco Emiliano: diz que o padre Cosme Leite da Silva foi aluno do latinista, de português, latim e outras matérias, juntamente, com os futuros sacerdotes Antonio Dias da Cunha, Antonio Joaquim Rodrigues, Matias Fernandes de Queiroz, Joaquim Manoel de Oliveira Costa e Candido Pereira de Oliveira; e que por intermédio do Padre Francisco Justino Pereira de Brito foi criada, na povoação de Jardim, a cadeira de Latim e nomeado para mesma Francisco Emiliano. Na biografia dos patronos de grupos escolares, Francisco Emiliano Pereira aparece como tio afim e também como padrinho de crisma de Afonso Arinos, mas pelas informações de Carlos Feitosa o professor era casado com a tia avó do senador. Há, portanto, problemas de geração, que se dá principalmente por falta de datas nas informações. Precisamos aprofundar esses estudos sobre o professor de Latim, para esclarecer e ao mesmo tempo conhecermos melhor esse personagem da nossa História. Talvez, um inventário ou alguns registros paroquiais resolvessem nossas dúvidas.

– Não se critica um iniciante. Explica-se. Visse bem o peso da cruz. No nosso caso, existiu a primeira história de Auri-X. Olhando com olhos de hoje poderíamos achar tolice. Contudo, naquele tempo, e na moita, falei a ele que tivesse cuidado com idéias tais, que poderiam levar a gente à bancarrota. Estragava maçãs e fazia o Auri-X se expor nas jogadas de rua, mesmo sem movimentação de hoje. Cuidado. – E ele prometeu algo? – Disse que iria ver, mas não retirava um til da história. – Têm que se respeitar sentimentos. E eu ainda com o pé atrás, me vi no mato sem cachorro ao me lembrar que tinha personagem, o Cesar Matos, que possuía um pombo-correio. – Um pombo, primo? – É o seguinte. Geralmente, nas HQ, heróis têm ajudantes preciosos e a maioria deles são garotos. Acho que pra incentivar a união na humanidade. Muitos deles tinham um cão, a partir do Fantasma, com o seu Capeto, que nunca vi cão viver tanto! Os caubóis tinham seus cavalos fogosos. O Homem-Bala e a MulherBala, um robô. Então quis dar ao Cesar Matos, detetive particular da melhor estirpe, ajudante maneiro, para não desmoralizar a turma. E coloquei um pombo, licenciado pelo DCT, que lhe ajudava a esclarecer onde os bandidos se escondiam e por aí ia. – Um pombo? – E tinha até nome: o Ventura. Aí, tio meu, tomou-me emprestada a revistinha e viu, num trecho lá, a conversa de Cesar Matos com Ventura. E foi só o que deu: gozação! "Os heróis dele têm um pombo, que dão toda dica ao detetive". Vi a mancada. E na história seguinte Ventura foi baleado. – Crueldade. – Dissabores que autor passa. Como fiz Ventura desaparecer, lembrei ao Aurino que seria melhor ele revê a história de maçã atirada em bandido, fosse ou não prosaica. Assim, na primeira aventura, quando o Auri-X passasse na sua HalleyDavidson, – transformasse a perseguição num dia de cão; multidão atrás de maçãs e bandidos matando gente, até a chegada da polícia. E acabasse a conversinha de atirar maçã na rua e deixasse os bandidos por conta dela, a polícia. Ele tinha um elenco fraco. Três heróis, apenas. Fora este Auri-X. – Só? – Havia uma mulher, a Auri Cigarret; heroína de bela plástica com poderes mil, saia godê, justa. Isto pra Natal seria absurdo. Famílias tradicionais na certa iriam criticar. E o alertei de novo. Ele me disse cuidasse de minha revista e deixasse a dele em paz, senão não continuaria. Pedi calma; seria comum briga entre editores, mas as evitássemos entre nós. – E o terceiro personagem? – Outra campeã de pulo em altura: a Margot-Trans. – Margot? – Trans. Parece-me havia ainda, um detetive, o Carlos Magno, quase com as mesmas histórias minhas, pois ele fazia o que eu fazia. Com orgulho, vejam ai. Aurino era dos bons colegas e vim saber, pouco tempo depois, do seu falecimento. Foi dos primeiros a partir. Aliás, o doutor Dalton, em seu artigo, pulou muita gente. Não falou em Nélio, que foi pro Rio, logo; no Aarão, vermelho que só pimentão; no Celso, que me pedia revistas pra levar pra casa, ali na Treze de Maio. O Agripino, que já me referi. Douglas, que era caladão e um dia arranjou briga que foi tremedeira muita. – Verdade? – Tou dizendo. Tinha o Zé Ribeiro que gostava de bolinha à vera, com bola de gude das melhores, mas a falta de campo, não permitia. Tinha a turma do Royal, que com Natanael, ia às aventuras do Cavaleiro Solitário. E sem falar em sêo Sergio, grande figura de inspetor de alunos; sêo Andre; sêo Luiz Rosa, Tio Emídio, de gloriosa lembrança, e outros mais. Já citei todos. – Verdade? A POESIA SERVE SIM ULTIMAMENTE Queria te ver aos meus pés dourada como nasceste e não acastanhada como me és O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056570), por fax (0xx84 3221-5058) e por email: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, endereço e telefone. O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 3

Por 4 votos a 2, Tribunal dá vitória a George Câmara e Raniere Barbosa COLEGIADO

DECIDE VALIDAR VOTOS DA

UNIÃO

POR

NATAL II,

MAS DECISÃO NÃO É DEFINITIVA, POIS CABE RECURSO

Wellington Rocha

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Raniere Barbosa, do PRB, e George Câmara, do PC do B, estão eleitos para mais quatro anos de mandato na Câmara Municipal de Natal. Eleitos no dia 7 de outubro, os dois haviam tido o registro de candidatura cancelada pelo Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e foram substituídos por Edivan Martins (PV) e Cláudio Porpino (PSB) na lista de eleitos. Na manhã de hoje, o mesmo TRE, em decisão do colegiado por 4 votos a 2, resolveu devolver a vitória, acatando reclamação da Coligação União Por Natal II (de Raniere e George), sobre o indeferimento do registro deles devido à irregularidade envolvendo o PT do B. "Foi preservado o direito do eleitor de escolher nas urnas seus representantes", afirmou Raniere Barbosa em contato com O Jornal de Hoje logo após a vitória. "Só tenho a agradecer a Deus e aos homens do Direito por isso. Eles corrigiram esse erro e, por isso, agora posso dizer que a população é a maior vitoriosa, afinal, o direito dela à democracia foi respeitado", acrescentou. Porém, é importante ressaltar que a decisão ainda é liminar. O mérito do caso será julgado na próxima terça-feira, pelo juiz eleitoral Carlos Virgílio. Por isso, a diploma-

George Câmara, do PC do B, se disse “tranquilo” antes da votação no TRE, em contato com O Jornal de Hoje ção dos dois vereadores, marcada para o dia 14 de dezembro (quintafeira), ainda não é garantida. Essa decisão de hoje, por sinal, pode ser considerada como a primeira vitória da dupla George e Raniere na Justiça Eleitoral desde que houve a denúncia de irregularidade. Eles já foram derrotados tanto no TRE (em decisão monocrática do juiz eleitoral Verlano Medeiros) e no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), por decisão do ministro Dias Toffóli. O Jornal de Hoje, inclusive, deu a notícia em primeira-mão, quando foi decidido pelo cancelamento do

registro dos dois antes mesmo da eleição do dia 7 de outubro - consequentemente, não se pode dizer que a decisão foi consequência de interesse político de Claudio Porpino e Edivan Martins, afinal, naquela época eles não tinham como saber que seriam beneficiados com a exclusão dos dois. O motivo do cancelamento dos registros dos dois vereadores foi consequência da participação do PT do B na coligação União por Natal II. Aprovada em primeira instância, essa participação foi questionada no TRE e devidamente cancelada - o

Wellington Rocha

Raniere Barbosa: “Foi respeito o direito do eleitor de escolher nas urnas seus representantes para Câmara”

mesmo partido participava de outra coligação, a Transformar Natal. Contudo, se cancela a participação de um partido, conforme previsto na Legislação Eleitoral, é cancelada toda a coligação. Consequentemente, todos os candidatos também teriam seus registros cancelados e isso, sendo deferido no TRE, acabou incluindo Raniere e George. Apesar de ter sido antes do pleito, a decisão só foi realmente "sentida" depois da votação. Isso porque, devido ao estado "crítico" do TRE naquele período, Raniere e George não tiveram seus votos anu-

lados automaticamente e configuraram na lista de vitoriosos publicada pelo próprio TRE logo depois das eleições. O advogado André Castro, autor do pedido de cassação, porém, solicitou e conseguiu que os votos fossem anulados, pelo menos, até uma decisão contrária. Depois de derrotados no TRE, Raniere e George recorreram ao TSE, a fim de conseguir liminar até que o mérito fosse julgado. No início de novembro, o TSE analisou o caso, mas foi novamente contrário a dupla da União por Natal II. Dessa forma, é possível dizer que o primeiro "alen-

to" ocorreu cerca de 20 dias depois, quando a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) emitou pareceres favoráveis à validação dos votos. Agora, com a decisão de hoje, os dois vereadores, que pleiteiam a renovação de seus mandatos, voltam a aparecer, automaticamente, na relação dos eleitos e ficam garantidos nessa situação até a próxima terça-feira. Julgado o mérito, se mantendo vitoriosos, vão para a diplomação na quinta-feira. Sendo derrotados, abrem espaço para Edivan Martins e Cláudio Porpino e terão que recorrer ao TSE.

> SUCESSÃO NA CÂMARA DE NATAL

17 vereadores fazem pacto para eleger presidente Uma reunião-almoço nesta segunda-feira, no restaurante Cobra Choca, selou um pacto de 17 vereadores reeleitos e eleitos de Natal para a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal, em janeiro. Sob a liderança do atual presidente da Câmara, Edivan Martins (PV), vereadores de várias bancadas assinaram um documento com todos se comprometendo a votar num candidato do grupo para presidir a Casa pelo biênio 2013/2014. Segundo o vereador eleito Luiz Almir (PV), do grupo, formado pelos vereadores Bertone Marinho (PMDB), Felipe Alves (PMDB) e Ubaldo Fernandes (PMDB), Júlia Arruda (PSB), Júlio Protásio (PSB) e Franklin Capistrano (PSB), Aroldo Alves (PSDB), Eudiane Macedo (PHS), Rafael Motta (PP), Jacó Jácome (PMN), Dagô do Forró (DEM), Dickson Júnior (PSDB),

Chagas Catarino (PP) e Albert Dickson (PP), sairá a formação da mesa, com presidente, primeiro e segundo secretários e primeiro e segundo vice-presidentes. A Câmara Municipal de Natal tem um orçamento anual de R$ 56 milhões - valor que pode chegar a aproximadamente R$ 98 milhões em razão da autorização do TCE para que o executivo repasse os valores referentes ao INSS -, cerca de 450 cargos comissionados, entre presidência e gabinetes, e uma emissora de TV. O cargo de presidente é de alta visibilidade e suas responsabilidades incluem um relacionamento próximo ao prefeito da cidade. "O grupo vai decidir a Mesa Diretora pelos próximos nos quatros anos", afirmou o vereador eleito Luiz Almir, acrescentando que os vereadores que formam a "Bancada dos 17", formada por mais da metade

dos futuros 29 vereadores, assinou um documento com propostas e projetos. "Convocamos 17 e todos os 17 compareceram e assinaram. Fizemos ontem uma reunião na Cobra Choca, um restaurante simples, sem badalação, onde comemos chambarril com picado, e todos os 17 assinaram e será este grupo que vai fazer a Mesa Diretora", observou o vereador eleito. Segundo Almir, o grupo não é classificado nem como da bancada do prefeito, nem como de oposição radical à administração. "Todos têm sua liberdade. No início todo mundo vai querer ajudar o prefeito, e ajudar Natal. Vamos fazer função de fiscalizador e cobrar o prefeito no determinado tempo. Ele precisa de 200 dias, vai pegar uma situação difícil e não só sociedade, mas toda a Câmara tem que estar junto para ajudar".

Wellington Rocha

Luiz Almir: “Comemos chambarril com picado, e todos os 17 assinaram e será este grupo que vai fazer a Mesa Diretora”

Com impedimento de Edivan, Adão Eridan assume candidatura do grupo Com o impedimento do atual presidente da Câmara, Edivan Martins, de concorrer à reeleição, o vereador Adão Eridan (PR) herda os votos do grupo dos 17 vereadores que firmaram nesta segunda-feira, em almoço no restaurante Cobra

Choca, um pacto para a eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Natal. "Se por acaso não for Edivan, o segundo nome será o meu. Mas eu permaneço na disputa", diz Adão Eridan, que está no quinto manda-

to consecutivo como vereador em Natal e considera que chegou a sua vez de presidir o Parlamento Municipal. Como bandeira de campanha, o vereador defende melhores condições de trabalho para os

vereadores e para os servidores do Palácio Frei Miguelinho. A conquista de uma sede própria também é citada pelo vereador. "Minha preocupação é lutar pela sede própria, porque pagamos R$ 40 mil por uma sede que não é nossa",

afirma. Adão pretende buscar a liberação de um terreno com vistas à construção da sede própria. "Além disso, pretendo lutar pela transparência na Câmara Municipal, pela valorização do servidor, e pela

busca da credibilidade para a Casa". Na área de Comunicação, o vereador quer ampliar a oferta de informação do trabalhão legislativo. "Também pretendo aproximar a Câmara da população, levando a Câmara aos Bairros", destacou.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS FORÇA A candidatura do vereador Edivan Martins a presidente da Câmara na próxima legislatura, perdeu força em função da instabilidade legal de seu mandato. Com a decisão do TRE tomada hoje, em que dá vitória aos vereadores Raniere Barbosa e George Câmara, naturalmente que o grupo dos 17 deverá encontrar um novo nome para representá-lo. CANDIDATURA A possibilidade de vitória do vereador Fernando Lucena provocou um verdadeiro 'alvoroço' em parte da classe política potiguar. Com o propósito de ser 'o faxineiro' da Câmara, atuar de forma independente e evitar intromissão nas ações do parlamento, Lucena virou temor entre políticos de diferentes partidos. UNIÃO Contra a candidatura de Lucena, houve união de vereadores de

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / twitter: @tuliolemosrn

Micarla com os de Carlos Eduardo; de Wilma com os de Agripino; de Garibaldi com os de Wilma... Ou seja: de cima para baixo, os vereadores receberam ordens de seus líderes para evitar a eleição de Lucena. Feio. FUTURO A ATP Gerenciamento de Projetos, foi a empresa que mais doou para a campanha de Carlos Eduardo. Como empresário não gasta, só investe, é previsível que essa empresa seja beneficiada com contratos na futura gestão do filho de Agnelo. A ATP doou R$ 150 mil para a campanha do PDT. RESTRIÇÃO A PEC 37, em tramitação no Congresso, restringe poder de investigação do Ministério Público e precisa ser discutida com a sociedade e a classe política. A bancada potiguar está em silêncio comprometedor a respeito do tema. A questão

é bem clara e não há meio termo: Político que vota contra o MP é ladrão ou quer ser. Como votam nossos parlamentares? PREOCUPAÇÃO Entrevistado ontem no Jornal das Seis, da 96 FM, o promotor de Justiça e ex-presidente da Associação do Ministério Público, Rinaldo Reis, externou grande preocupação com a possibilidade da PEC ser aprovada. Segundo Rinaldo, se isso ocorrer, a grande vítima será a sociedade. PROMESSA O deputado estadual Nélter Queiroz, disse em uma rádio de Caicó: "Eu fiz uma promessa e tenho cumprido até hoje de não subir a rampa da governadoria. Depois que Rosalba Ciarlini foi eleita não estive lá nenhuma vez. Procurei honrar meu compromisso comigo mesmo e não pretendo ir até que termine o mandato". Nélter só esqueceu de dizer que não subiu a rampa, mas

comeu do pirão da Rosa na residência oficial, junto com Ravengar. FIM O jornalista Diógenes Dantas finalizou as atividades do portal Nominuto.com: "Eu encerrei hoje um ciclo. Virei uma página. O Nominuto não existe mais. De modo definitivo. As dificuldades do mercado da comunicação no Rio Grande do Norte são conhecidas. Para o portal Nominuto, pequenino, elas ficaram intransponíveis. Vou guardar os bons momentos destes cinco anos de atividades". A coluna lamenta o fechamento de mais um veículo importante para a imprensa potiguar. AUMENTO O deputado Felipe Maia registra que, apesar de ter diminuído o número de prefeituras administradas pelo DEM no país, o número de eleitores do partido aumentou: Saiu de 4,8 milhões para 6,9 milhões de eleitores.

GOVERNISTA Momento em que o deputado Raimundo Fernandes dimenciona a crise entre o PMDB e o Governo Rosalba. Segundo Sherloquinho, o marido de Nirinha disse: "Olha o que o PMDB quer. É desse tamanho a fome do PMDB por cargos no Governo. O partido de Henrique gosta de mais de Governo do que eu. Isso eu não aceito"


Política

Natal, 4 de dezembro de 2012

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

Uma ação entre pares Há cargos na administração pública que a referência política é apenas um dos pilares de sustentação dos candidatos a exercêlos. O indicado precisa ter um currículo que se coadune às necessidades técnicas elementares. É o caso, por exemplo, da titularidade nos tribunais de contas nas três esferas da Federação. nnn Como na maioria dos outros 25 estados e do Distrito Federal, a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte baseia-se na fórmula do Congresso Nacional. Para eleger os ministros da Corte de Contas da União, os partidos pouco se interessam pelos currículos dos postulantes. Fazem composições, cuja legitimidade é inquestionável; o caminho, não. nnn Dia desses, Fernando Mineiro, competente deputado estadual sob a bandeira do PT, abordou a questão da escolha de conselheiro para o tribunal potiguar. Foi muito exigente, porém, na fórmula proposta. No caso, cujas conotações políticas são explícitas, o concurso público, defendido por ele, vai além da necessidade. nnn Os deputados norte-rio-grandenses têm criatividade de sobra. Encontrarão um jeito de agregar a indicação política ao conhecimento técnico do pretendente. Eles inventaram a reeleição repetida – às vezes, antecipada – para a presidência do Palácio Amaro Cavalcanti. Apesar de críticas, ali e acolá, é raro o estado que não tenha adotado o esperto processo de manutenção do poder pelo grupo hegemônico da Casa. nnn Fábio Dantas (PHS) e Poti Júnior (PMDB) tentam trocar, amanhã, o mandato popular eventual pela vitaliciedade na Corte de Contas norte-rio-grandense. Ambos mostram-se eficientes na conquista de apoios para a mudança de plenário, mas o mesmo não deve ser dito em relação às aptidões deles para fiscalizarem e julgarem contas públicas.

Terça-feira

Justiça Federal autoriza liberação de R$ 700 milhões para Natal D ECISÃO

JUDICIAL RETIRA PENDÊNCIA NEGATIVA DA CAPITAL POTIGUAR

A Prefeitura de Natal está liberada para receber a verba a ser utilizada nas obras de mobilidade da Copa do Mundo de 2014 e o prefeito eleito Carlos Eduardo Alves, do PDT, para cumprir uma das principais promessas feitas durante a campanha. Isso porque o juiz da 4ª Vara Federal do Rio Grande do Norte, Janilson Bezerra de Siqueira, decidiu suspender as pendências do Município no Cadastro Único de Convênios (Cauc) e, dessa forma, permitiu a liberação de quase R$ 700 milhões em recursos para a Capital do Estado. Para quem não lembra, Carlos Eduardo prometeu, em entrevista concedida antes do dia de votação em 1º turno, dar a primeira ordem de serviço para obras da Copa em Natal até 15 dias depois de iniciado seu mandato. Ou seja: até o dia 15 de janeiro. Contudo, é importante ressaltar que a decisão do juiz se limitou em julgar os obstáculos atuais, que são as irregularidades na prestação de contas do Mercado das Rocas e dos recursos da Previdência. Isso quer dizer que o Município não está garantido fora da lista de pendentes junto ao Governo Federal até o final do ano. É só não esclarecer a destinação de recursos federais, por meio de prestação de contas, como é o caso do Mercado das Rocas, que a Prefeitura fica no-

Heracles Dantas

Virgínia Ferreira viaja com Carlos Eduardo para conseguir recursos em Brasília vamente impossibilitada de receber repasses para projetos. Segundo Virgínia Ferreira, apontada como futura secretária municipal do Planejamento, hoje ela e o prefeito eleito Carlos Eduardo vão a Brasília buscar apoio para agilizar a liberação dos recursos. Dos R$ 700 milhões, R$ 338 milhões são para as obras de mobilidade urbana para a Copa. Os recursos seriam liberados via empréstimo do FGTS. Do restante, R$ 243 milhões para o recapeamento asfáltico, sinalização e abrigos nas quatro Zonas de Natal, e R$ 27 milhões para a drenagem e pavimentação do loteamento Boa Esperança, Nordelândia

e Cidade Praia. A reestruturação da orla e sinalização turística deverá ser assinado na Caixa Econômica Federal (CEF), ainda hoje. O projeto prevê R$ 17,8 milhões e foi adquirido via Orçamento Geral da União (OGU). DECISÃO A prefeita afastada Micarla de Sousa, do PV, não volta mais este ano a Prefeitura. O desembargador Amaury Moura Sobrinho manteve Micarla afastada das funções como chefe do Executivo municipal até o dia 31 de dezembro. A decisão do magistrado foi em cumprimento à determinação do ministro do Supe-

rior Tribunal de Justiça (STJ), Campos Marques, que em julgamento de habeas corpus ordenou a fixação do prazo. Amaury destacou que, desde que assumiu a gestão do Município, conforme noticia a mídia, o prefeito em exercício tem empreendido diversas medidas de urgência no fito de sanar a situação da Prefeitura, como a exoneração de mais de 100 cargos comissionados, unificação de Secretarias, dentre outras medidas, corroborando a necessidade de manutenção do afastamento da investigada. "Parece-me portanto, que o retorno da Prefeita, ao seu cargo, não bastassem as razões anteriores que determinaram o seu afastamento, trará, no momento, novos e maiores transtornos à administração pública, já combalida, em face das circunstâncias aqui já referidas", enfatizou. Ainda segundo ele, o afastamento de Micarla de Sousa por prazo que coincide com o final de seu mandato não representa cassação sem o devido processo legal. "Pois imaginar que prefeito afastado a bem do interesse público não poderia sê-lo em final de mandato seria obstar a aplicação de medida que tem por fim a proteção do erário nos casos em que necessária a suspensão do gestor do exercício do seu munus público", finalizou.

> MINISTÉRIO PÚBLICO SE MANIFESTA

Parecer considera ilícita troca de candidato na véspera da eleição Manha de mineiro Aécio Neves (foto) pratica o ensinamento de Doutor Tancredo, seu avô materno. Lançado, ontem, ao Palácio do Planalto por Fernando Henrique Cardoso, o senador pelo PSDB de Minas Gerais foi cauteloso na resposta: “Não pretendo antecipar etapa, porque não acho produtivo.” nnn Posiciona-se, entretanto, como pretendente à Presidência da República: “Vou fazer um esforço enorme, seja qual for o meu papel no processo, em benefício do País e do próprio PT.” Detalhamento da fala de Aécio em Brasília: “Trabalharei para o PT voltar à oposição. Vai ser bom para o Brasil, que vai ter um governo eficiente e ético. Talvez assim o petismo reencontre suas origens, perdidas ao longo de sua passagem pelo poder nacional.” nnn Pós-escrito: Também na segunda-feira, mas na capital paulista, Eduardo Campos, presidente nacional do PSB e governador de Pernambuco, bombardeou a política econômica do Palácio do Planalto. Embora tenha reconhecido o esforço da senhora Rousseff, Campos frisou: “O fato é que estamos no século XXI com uma pauta do século XX”. O possível candidato à Presidência da República falou a uma plateia de empresários.

LEITURA DINÂMICA t O ministro da Educação, Aloizio Mercadante, pede pressão da sociedade para deputados e senadores aprovem a medida provisória que destina os royalties do petróleo à educação. t Em janeiro, a presidente da República visita quatro países. Roteiro: Austrália, indonésia, Coreia do Sul e Japão. t Negociação no Parlamento do Distrito Federal desloca Agaciel Maia (PTC) de candidato a presidente para o cargo de vice, na chapa oficial da disputa do próximo ano. Já o projeto eleitoral de 2014 está mantido. Concorre à Câmara dos Deputados, onde seu irmão João (PR-RN) exerce o segundo mandato. t A balança comercial fe-

chou novembro com déficit de US$ 186 milhões. Trata-se do pior desempenho desde 2000. t Com 518 páginas, chegou ao leitor, assinado pelo estadunidense Robert Gellately, o livro “Apoiando Hitler – Consentimento e coerção na Alemanha nazista”. Preço: R$ 66. t São cinco os nomes bem avaliados para o título de Mulher do Ano, escolha da revista “Time”. Três são dos Estados Unidos: Gabby Douglas, Hillary Clinton (EUA) e Marissa Mayer; Aung San Suu Kyi, da Birmânia; e Malala Yousafzai, do Paquistão. t Para refletir: “Prefira os que dizem não resolutamente aos que dizem sim vacilantemente” (Ralph Waldo Emerson, escritor e poeta estadunidense).

O ex-prefeito de Canguaretama, Jurandyr Marinho, do PSD, pai da deputada estadual Gesane Marinho e do vereador eleito (em Natal) Bertone Marinho, esperou até os últimos minutos para renunciar em prol de sua ex-mulher, Maria de Fátima Marinho, também do PSD, e agora pode não vê-la ser diplomada prefeita da cidade. Isso porque a Procuradoria Regional Eleitoral (PRE) quer impedir a diplomação da prefeita eleita, por acreditar que houve má-fé e “abuso de direito” na troca de “última hora”. Segundo o parecer publicado pela PRE, “embora o candidato (Jurandyr Marinho) a ser substituído estivesse com seu pedido de registro de candidatura indeferido desde 28 de agosto de 2012, ele deixou para promover a substituição nos últimos minutos do encerramento do expediente do cartório eleitoral do dia anterior as eleições”. Dessa forma, segundo o procurador, não foi possível conferir publicidade à substituição, tendo em vista o momento em que ela foi requerida e considerando a vasta extensão territorial e a quantidade de eleitores de Canguaretama. “A substituição teve como fim ludibriar a Justiça Eleitoral e o eleitorado de Canguaretama e viabilizar, por meio de ardil, a vitória nas urnas, o que desatende o princípio de boa-fé objetiva”. Nessa postura, por sinal, a PRE volta atrás na sua decisão sobre a troca de candidatos na véspera das eleições. “Depois de uma maior re-

direito do eleitor à informação no processo eleitoral é composto tanto pelo direito ao acesso às informações básicas sobre quem é o verdadeiro candidato, quanto pelo direito às informações oriundas de suas ideias e propostas. Quando uma substituição é promovida de última hora, o novo candidato não divulga suas ideias ao eleitorado nem se expõe às críticas dos adversários.

Jurandyr Marinho deixou para a última hora sua substituição pela esposa flexão sobre a matéria, sobretudo diante das peculiaridades que o presente caso apresenta, foi observada a necessidade de não mais ser conferida uma interpretação meramente literal da legislação, mas sim uma interpretação sistemática, de forma a se ter preservado os princípios constitucionais da moralidade, igualdade, soberania popular, legitimidade e lisura das eleições, razão pela qual o pronunciamento nestes autos será diverso”. Não era para menos. A substituição ocorreu apenas poucos minutos antes do limite do prazo, mesmo sabendo que estava indeferido desde o dia 28 de agosto. “Jurandyr Marinho protocolou perante a 11ª Zona Eleitoral termo de renúncia de sua candidatura ao cargo de prefeito de às 18h43 do dia 6 de outubro de

2012, véspera das eleições”. Mudança que não teve qualquer efeito em relação à publicidade dos candidatos. Afinal, segundo o MP, “tanto na véspera, quanto no próprio dia em que as eleições ocorreram, foi constatada a veiculação da propaganda eleitoral em favor do candidato renunciante”. Por isso, segundo o procurador, os eleitores, sem saber, “elegeram um candidato no lugar de outro. Votaram em uma pessoa, mas elegeram outra. Tal conduta não pode ser compreendida como legítima, diante da impossibilidade de conhecimento dos eleitores da localidade quanto à citada substituição, de afronta ao princípio da igualdade e do manifesto abuso de direto na substituição realizada”. Além disso, segundo Sérgio, o

MELHOR NEGÓCIO Jurandyr Marinho não é o único caso de candidato que decidiu renunciar na reta final da campanha eleitoral para evitar qualquer questionamento jurídico sobre sua candidatura. Em Tangará, por exemplo, há o caso do ex-prefeito Giovannu César, o Gija, do PMN, considerado "ficha suja" por ter condenações nos tribunais de contas da União e do Estado. Na última semana antes do pleito, o ex-prefeito decidiu renunciar a candidatura em favor do seu filho, Alcimar de Gija. O "herdeiro" venceu as eleições. E não foi só. José Bruno, exprefeito de Areia Branca, renunciou também em prol da filha, Luana Bruno, e ela também venceu as eleições. Bruno teve o registro indeferido também por condenações. Houve também o caso de Currais Novos, onde o ex-prefeito Zé Lins, do PR, também renunciou a candidatura em prol do empresário Vilton Cunha, PR, que venceu as eleições contra o atual gestor municipal, Geraldo Gomes.


Política

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 5

Fotos: Divulgação

José Dirceu foi o homem forte do Governo Lula. Condenado a 10 anos de cadeia

José Genoíno presidiu o PT nacioal. Condenado a 6 anos de prisão e multa

Delúbio Soares foi o tesoureiro do PT nacional. Condenado a 6 anos e multa

Julgamento acabou, mas condenados só devem ser presos a partir de 2013 SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL CONSIDEROU MENSALÃO A UTILIZAÇÃO DE DINHEIRO PÚBLICO PARA COMPRAR APOIO POLÍTICO Considerado um marco da política brasileira, chegou ao fim na semana passada, um dos julgamentos mais aguardados da história recente do Brasil. O Supremo Tribunal Federal (STF) concluiu o cálculo das penas dos 25 condenados e, se nada mudar, visto que algumas penas ainda serão revistas, 13 réus devem ir para a cadeia. Para o STF, ficou comprovada a existência do esquema de compra de apoio político no Congresso a fim de favorecer o governo do expresidente Luiz Inácio Lula da Silva. Juntas, as multas a todos os condenados somaram R$ 22,373 milhões, em valores referentes a 2003 e 2004 que ainda serão corrigidos pela inflação do período. Se pudessem ser somadas, as penas aos réus chegariam a cerca de 280 anos de prisão.

A maior pena do Mensalão foi a de Marcos Valério, considerado o operador do esquema. Marcos Valério foi condenado por cinco crimes e as penas somadas resultam em mais 40 anos de prisão. Outros quatro condenados ligados a Valério também tiveram penas altas. Ramon Rollerbach, Cristiano Paz, Simone Vasconcelos e Rogério Tolentino (veja o quadro). Se a pena de Marcos Valério cresceu, a do ex-deputado Roberto Jeferson, diminuiu. Chamado de "delator do Mensalão", o ex-presidente do PTB foi condenado a sete anos de prisão e multa de R$ 720 mil por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Os ministros entenderam que graças à colaboração dele os envolvidos no esquema foram identificados, por isso, ele se livrou do regi-

me fechado porque, de acordo com a lei, condenados a menos de oito anos podem começar a cumprir a sentença em regime semiaberto. "Roberto Jefferson prestou sempre, desde as primeiras declarações, colaboração fundamental, em especial ao informar os nomes de outros autores da prática criminosa", disse o ministro relator e presidente do STF, Joaquim Barbosa. Os petistas José Dirceu, José Genoíno e Delúbio Soares também tiveram penas altas. O ex-ministro chefe da Casa Civil pegou 10 anos e 10 meses de prisão. O ex-presidente do PT, Genoíno, foi condenado a seis anos e 11 meses de prisão. A pena do ex-tesoureiro do partido, Delúbio Soares, ficou em oito anos e 11 meses. Contudo, nem tudo foi esclare-

cido até o momento pelo Mensalão. Uma questão pendente é a determinação da perda dos mandatos dos três deputados federais condenados na ação penal: João Paulo Cunha (PT-SP), condenado a 9 anos e 4 meses, Valdemar da Costa Neto (PR-SP), que pegou 7 anos e 10 meses, e Pedro Henry (PP-MT), condenado a 7 anos e 2 meses. Deles, somente Cunha deve cumprir pena em regime fechado, em presídio de segurança média ou máxima. O Código Penal estabelece que penas entre quatro e oito anos são cumpridas em regime semiaberto, em colônia agrícola ou industrial. Pelo entendimento dos tribunais, quando não há vagas em estabelecimentos do tipo o condenado pode ir para o regime aberto, quando o réu

dorme em albergues. Se também não houver vagas, pode haver liberdade condicional. Acima de oito anos, o regime é fechado. Há controvérsia no Congresso sobre como ocorreria o processo, pois o STF tem a prerrogativa de cassar um mandato. Na visão de alguns parlamentares, entre eles o presidente da Câmara, deputado Marco Maia (PT/RS), mesmo que o Tribunal condene um deputado à perda do mandato, a Mesa Diretora ou partidos com representatividade no Congresso terão de pedir abertura de processo disciplinar. PRISÃO SÓ EM 2013 Além dos mandatos, os ministros do STF também devem decidir sobre o pedido de prisão imediata para 23 dos condenados. Há minis-

tros que defendem que seja esperada a publicação do acórdão do julgamento, que deve ocorrer nos primeiros meses de 2013, e o fim do prazo de recursos, o que pode levar mais alguns meses. ABSOLVIDOS É importante lembrar que nem só de condenados foi feito o Mensalão. O publicitário Duda Mendonça, por exemplo, passou anos sendo acusado de participação criminosa no esquema e, segundo o STF, é inocente. Além dele, Anderson Adauto, Anita Leocádia, Antônio Lamas, Ayanna Tenório, Geiza Dias, João Magno, José Luiz Alves, Luiz Gushiken, Paulo Rocha, Professor Luizinho e Zilmar Fernandes foram absolvidos pelos ministros.

PENAS FIXADAS PELO STF PARA RÉUS CONDENADOS NO PROCESSO DO MENSALÃO RÉU Marcos Valério Ramon Hollerbach Cristiano Paz Simone Vasconcelos Rogério Tolentino José Dirceu José Genoino Delúbio Soares Kátia Rabello José Roberto Salgado Vinícius Samarane Breno Fischberg Enivaldo Quadrado João Cláudio Genu Jacinto Lamas Henrique Pizzolato José Borba Bispo Rodrigues Romeu Queiroz Valdemar Costa Neto Pedro Henry Pedro Corrêa Roberto Jefferson Emerson Palmieri João Paulo Cunha

QUEM É "Operador" do mensalão Ex-sócio de Valério Ex-sócio de Valério Ex-funcionária de Valério Ex-advogado de Marcos Valério Ex-ministro da Casa Civil Ex-presidente do PT Ex-tesoureiro do PT Ex-presidente do Banco Rural Ex-vice-presidente do Banco Rural Ex-vice-presidente do Banco Rural Sócio da corretora Bônus Banval Sócio da corretora Bônus Banval Ex-assessor parlamentar do PP Ex-tesoureiro do extinto PL(atual PR) Ex-diretor do Banco do Brasil Ex-deputado federal do PMDB Ex-deputado federal do extindo PL Ex-deputado federal do PTB Deputado federal do PR (ex-PL) Deputado federal pelo PP Ex-deputado pelo PP Ex-deputado pelo PTB Ex-secretário do PTB Deputado pelo PT

PENA DE PRISÃO 40 anos, 2 meses e 10 dias 29 anos, 7 meses e 20 dias 25 anos, 11 meses e 20 dias 12 anos, 7 meses e 20 dias 8 anos e 11 meses 10 anos e 10 meses 6 anos e 11 meses 8 anos e 11 meses 16 anos e 8 meses 16 anos e 8 meses 8 anos e 9 meses 5 anos e 10 meses 5 anos e 9 meses 7 anos e 3 meses 5 anos 12 anos e 7 meses Pena restritiva de direitos 6 anos e 3 meses 6 anos e 6 meses 7 anos e 10 meses 7 anos e 2 meses 9 anos e 5 meses 7 anos e 14 dias Pena restritiva de direitos 9 anos e 4 meses

MULTA R$ 2,72 milhões R$ 2,533 milhões R$ 2,533 milhões R$ 374,4 mil R$ 312 mil R$ 676 mil R$ 468 mil R$ 325 mil R$ 1,5 milhão R$ 1 milhão R$ 598 mil R$ 572 mil R$ 28,6 mil R$ 520 mil R$ 260 mil R$ 1,316 milhão R$ 360 mil R$ 696 mil R$ 828 mil R$ 1,08 milhão R$ 932 mil R$ 1,132 milhão R$ 720,8 mil R$ R$ 247 mil R$ 370 mil

Joaquim Barbosa foi o relator da Ação Penal 470, que tratou do Mensalão

Erick Pereira ressalta efeito pedagógico da condenação Mais do que condenar ocupantes de alto escalão político, o julgamento do Mensalão vai deixar também um caráter pedagógico importante para a sociedade: a compreensão de que aqueles que cometem crimes na administração pública podem sim ser condenados, independemente do quão alto for o cargo que ocupam ou ocuparam. A avaliação é do mestre em Direito Eleitoral e doutor em Direito Constitucional, Erick Pereira, potiguar que pela sua experiência foi convidado por diversos jornais de repercussão nacional para comentar o julgamento. "Na verdade, o julgamento ainda não acabou. Falta a revisão das penas e decisão sobre a perda ou não dos mandatos dos deputados condenados, mas até essa fase fica o aprendizado moral resultado

do esforço ao respeito ao Direito e a opinião pública", ressaltou Erick Pereira. No que diz respeito a decisão sobre a perda dos mandatos, inclusive, o especialista em Direito Eleitoral acredita que a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) deve prevalecer sobre a análise do Legislativo. Ou seja: os condenados perderão os mandatos. Por isso, inclusive, Erick Pereira ressalta também as mudanças conceituais que o julgamento do Mensalão deixou. Entre eles, a quebra do paradigma garantista, o menor grau de exigência da prova material, a maior tolerância aos indícios, ou mesmo, com a tão falada teoria do domínio do fato como instrumento de punição. JOSÉ AGRIPINO Na semana passada, O Jornal de

Hoje publicou que o senador e presidente nacional do DEM, José Agripino Maia, preferiu não comentar a possibilidade do PMDB deixar a base aliada do governo democrata de Rosalba Ciarlini no Rio Grande do Norte. Em compensação, sobre o Mensalão, um dos principais oposicionistas da gestão do PT no Governo Federal não se recusou a falar: "O mensalão significa que pela Justiça do Brasil, pela Suprema Corte, não importa se o contraventor é de alto escalão e é poderoso. Vai para a cadeia, também, o contraventor de alto escalão e o poderoso. Essa foi a grande lição dada pelo julgamento do Mensalão. Julgou e condenou ex-grandões da República", comentou ele, ressaltando esse caráter de "marco" que o julgamento do Mensalão teve na sociedade brasileira.

Arquivo

Jurista potiguar Erick Pereira foi convidado por importantes veículos de comunicação nacional para comentar julgamento


6 O Jornal de HOJE

Natal, 4 de dezembro de 2012

Cidade

Terça-feira

Conselho Municipal de Educação pedirá que prefeito declare estado de calamidade pública na Educação DIRETORES

DE ESCOLAS DECIDEM QUE CUMPRIRÃO

LEI

E CALENDÁRIO LETIVO IRÁ ATÉ O DIA

14

Herácles Dantas

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Mesmo sem ter recursos para viabilizar o final do ano letivo para os alunos da rede municipal de ensino, diretores das escolas decidiram cumprir com a obrigatoriedade da Lei de Diretrizes e Bases que regulamenta a educação no Brasil. De acordo com a lei, as escolas devem cumprir com pelo menos 200 dias letivos anuais. Entretanto, sem condições mínimas para realização de aulas presenciais em algumas escolas, a medida encontrada pelo Conselho Municipal de Educação para não prejudicar os alunos será a de solicitar ao Prefeito de Natal que ele declare estado de calamidade pública na Educação. Segundo a presidente do Conselho Municipal de Educação, Ednice Peixoto, a normalidade do sistema poderia ser retomada caso o Prefeito de Natal declarasse calamidade na educação. "Se torna cada vez mais claro que não temos condições de continuar com as aulas. E nós estamos entre a cruz e a espada, já que o Prefeito anunciou que, se fosse cumprir com a ordem do repasse de R$ 12 milhões para a Educação, o salário dos servidores estaria comprometido". As aulas da rede municipal de ensino foram declaradas suspensas no último dia 30 de novembro, a partir de uma ação da promotora de Defesa da Educação Zenilde Alves, que alegou o caso de diversas unidades escolares precisarem encerrar suas atividades por falta de recursos financeiros. A suspensão foi estabelecida devido à ausência das condições mínimas de trabalho nas escolas, quadro defasado de professores e atrasos salariais dos profissionais terceirizados há quase quatro meses, além do não pagamento de

DE DEZEMBRO

Durante reunião desta manhã, Conselho definiu que esta seria a única medida para não prejudicar alunos nem servidores

Para Ednice Peixoto, apenas o decreto de calamidade traria normalidade ao sistema

vale-transporte e dos tradicionais problemas estruturais das unidades. "É importante reforçar que sempre falamos em suspensão das aulas, mas não no encerramento do ano letivo, pois há casos de escolas que têm condições de continuar com as aulas e assim farão. Gestor nenhum pode encerrar um ano letivo", afirmou Ednice Peixoto. "Não adianta ficar pensando em quem está errado, nem podemos pagar por uma má administração. Mas os alunos dependem da gente. Temos que primar pela legislação e não prejudicar os alunos", afirmou. Para o cumprimento dos 200 dias letivos, diretores e professores das instituições que estão em estado de calamidade trabalharão com os alunos a partir de um estudo dirigido, realizando atividades extraclasses que serão orien-

A parcela restante do dinheiro deverá ser pago dentro de 30 dias. Entretanto, o prazo estabelecido para o pagamento da primeira parcela se encerra nesta terça-feira. Em caso de descumprimento da ordem, o magistrado determinou o bloqueio dos valores mencionados. Em contato com o Jornal de Hoje, o procurador geral do Município, Francisco Wilkie, informou que a Prefeitura está sem dinheiro em caixa. A Procuradoria Geral do Município ingressou nesta segundafeira com um agravo de instrumento junto à 7ª Vara, no sentido de cassar a decisão que pede os repasses dos R$ 12,7 milhões. "Ontem nós resolvemos recorrer à decisão do juiz, pois sabemos que a Prefeitura não tem como pagar. São muitas dívidas acumuladas. Entendemos que a ordem tem que ser cumprida, mas estamos tendo

tadas e corrigidas em horários préestabelecidos. "Independentemente do repasse do valor ordenado para a educação, nosso calendário letivo irá até o dia 14 de dezembro", afirmou Ednice Peixoto, durante reunião ocorrida na manhã desta terça-feira na sede da Secretaria Municipal de Educação. Segundo Tadeuza Tatiane Saraiva, vice-diretora da Escola Municipal Reginaldo Ferreira Neto, no Parque dos Coqueiros, os diretores estão se sentindo em um "barco sem direção". "A promotora de Defesa da Educação já afirmou que as escolas não têm condições de funcionar e, por isso, deveriam parar as aulas. Já enviamos diversos ofícios para a Prefeitura relatando a nossa realidade, mas nada fizeram a respeito", disse. Para a vice-diretora, o "grande problema da educação é o poder

público". "Eles não cumprem com suas obrigações, se isentam de suas responsabilidades e nós - escolas e alunos - pagamos o preço. Apenas os professores se preocupam com o andamento do ano letivo e com a qualidade do ensino", afirmou. BLOQUEIO DE RECURSOS Uma determinação dada pelo juiz Sérgio Roberto Nascimento, responsável pela 2ª Vara da Infância e da Juventude, estipula que o Município de Natal repasse o valor de R$ 12,7 milhões para a Secretaria Municipal de Educação, dinheiro que servirá para custear o final do ano letivo das escolas municipais e Centros de Educação Infantil (CMEIs). A notificação judicial foi apresentada na última sexta-feira (30), estabelecendo o prazo de 48h para a Prefeitura repassar 50% do valor para a pasta da Educação.

muitas dificuldades", disse Wilkie. Ainda segundo o procurador, uma alternativa para o cumprimento da ordem seria tentar junto com a Justiça do Trabalho a liberação de R$ 6,5 milhões, dinheiro retido da Prefeitura para assegurar o pagamento das multas rescisórias da Associação Marca (A Marca), empresa envolvida em fraudes nos serviços de saúde. "Entendemos que o Município não deve ser responsabilizado pelo pagamento da rescisão desses funcionários. A obrigação é da A Marca e dos seus sócios. Se não houver a comprovação da responsabilidade dela, aí a Prefeitura tem que pagar", disse. Acho muito difícil conseguirmos essa liberação da Justiça. Mas, se ocorrer, os R$ 6,5 milhões seriam repassados para a Educação em cumprimento ao pagamento da primeira parcela estabelecida pelo magistrado", explicou.

> SEM RECURSOS

Varela Santiago fará empréstimo para pagar funcionários As dificuldades enfrentadas pelo Hospital Infantil Varela Santiago para a manutenção dos atendimentos são constantes, uma vez que o atraso nos repasses feitos pelo poder público são recorrentes e as doações feitas pela sociedade, insuficientes. Atualmente, a crise no hospital está cada vez mais crescente e há dificuldade até para pagar os funcionários. Nesta manhã, segundo informações repassadas pela direção da unidade, havia apenas R$ 25 na conta do Varela Santiago. Entretanto, a unidade precisa de R$ 450 mil para arcar com a folha de pagamento dos médicos, enfermeiros, auxiliares de serviços gerais e todos os profissionais que fazem parte da instituição. De acordo com o diretor superintendente do Varela Santiago, Paulo Xavier, por falta de incentivos governamentais e devido às poucas doações recebidas, será preciso recorrer à empréstimos bancários para que o trabalho permaneça. "Infelizmente, mesmo sabendo da nossa realidade, o Estado e a Prefeitura contribuem com uma quantidade muito pequena em relação ao trabalho que desenvolve-

mos no hospital. Eu preciso honrar com o pagamento dos nossos funcionários, o 13° salário que deve ser pago este mês, o auxílio-transporte, e para não atrasar esses compromissos, terei que recorrer à Caixa Econômica, para solicitar novamente um empréstimo para podermos quitar as dívidas e dar continuidade aos atendimentos sem gerar transtornos aos funcionários", disse Paulo Xavier. Como o Varela Santiago é uma instituição que sobrevive de doações e estas são incertas, o hospital realiza diversas ações de divulgação em eventos e locais públicos para angariar voluntários e fundos que possibilitem a continuidade dos atendimentos. A mais recente, está sendo realizada no Midway Mall, próximo à árvore de Natal, onde o Varella Santiago colocou um mini buggy para que as crianças possam tirar fotos, pagando apenas um valor de R$ 2. O objetivo é arrecadar dinheiro para comprar uma incubadora neonatal para o hospital, que custa R$ 45 mil. Além disso, há algumas instituições parceiras que também promovem ações em prol da unidade infantil. Uma delas é a Companhia

Herácles Dantas

Segundo Paulo Xavier, a conta do hospital possui apenas R$ 25 reais, mas a folha de pagamento da unidade é de R$ 450 mil de Águas e Esgoto do RN (Caern), que arrecada uma taxa na fatura mensal dos usuários, quando autorizada por eles, a ser doada para o hospital. Esta ação garante, atualmente, cerca de R$ 2,8 mil por mês para hospital, mas este valor já foi

bem superior. Para Paulo Xavier, as autoridades deveriam olhar com mais seriedade e comprometimento para a instituição, pois a mesma é uma grande aliada no setor de atendimento público de saúde do Estado

e a nível nacional. "O Hospital Varela Santiago é um forte aliado do Governo no serviço de saúde pública e nós fazemos um trabalho que é de responsabilidade do Estado e do Município. Além disso, como atendemos no SUS, o Mi-

nistério da Saúde deveria nos ajudar também, como já foi prometido, mas até agora não foi cumprido. Infelizmente eles não têm comprometimento para conosco, embora façamos o melhor, mesmo enfrentando tantas dificuldades. Assim fica cada vez mais difícil dar continuidade e isso é muito desestimulante. No entanto, mesmo com todas as dificuldades, continuaremos, até quando for possível", disse diretor do hospital. A necessidade de contribuições para o Hospital Infantil Varella Santiago é contínua e para que este trabalho continue, é preciso que toda população e instituições, governamentais ou não, se solidarizem com a causa nobre desenvolvida no hospital. As doações podem ser feitas diariamente no próprio hospital, localizado na avenida Deodoro da Fonseca, 498, Cidade Alta. Para quem quiser doar diretamente na conta em nome do Instituto de Proteção e Assistência a Infância do RN / Banco do Brasil - CC 103135-X Agência 1668-3 / Caixa Econômica - CC 3470-9 - Agência 0035. Outras informações podem ser obtidas pelo telefone 3209-8200.

> COOPMED

Governo não paga e médicos continuam parados O Governo do Estado não cumpriu o compromisso de quitar o débito de R$ 1,7 milhão com a Cooperativa dos Médicos do Rio Grande do Norte (Coopmed-RN) até esta segunda-feira (3) e a paralisação dos profissionais segue por tempo indeterminado. A paralisação dos médicos da Coopmed em relação a saúde estadual atinge o setor de ortopedia do Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, o Centro de Recuperação Operatório (CRO) do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, o Samu Metropolitano e o serviço de enfermaria dos leitos clínicos

de retaguarda do Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol), que dão suporte ao Hospital Walfredo Gurgel. Ao todo, são cerca de 150 profissionais que paralisaram as atividades. O diretor da Cooperativa dos Médicos, o ortopedista Julimar Nogueira, afirmou que não recebeu nenhum documento da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) indicando que o pagamento havia sido feito, nem uma nova perspectiva de pagamento. "Não foi realizado nenhum depósito", afirmou. Julimar Nogueira disse que os médicos cooperados estão dando as-

sistência aos pacientes internados. "Só não estamos recebendo pacientes novos". O segundo maior hospital de ortopedia do Rio Grande do Norte, o Hospital Regional Deoclécio Marques de Lucena, no município de Parnamirim, está, desde o último sábado (1º), com o atendimento ortopédico suspenso por tempo indeterminado. O presidente da Coopmed, Fernando Pinto disse que a Cooperativa dos Médicos disponibilizou dois profissionais para dar suporte aos pacientes que já estão internados na unidade. Julimar Nogueira disse que está

marcada uma assembleia para a noite desta quarta-feira (5), a partir das 19h, na sede da Cooperativa. Na ocasião, os médicos irão rediscutir a situação. "Temos a intenção de retornar ao trabalho, mas solicitamos a regularidade dos contratos", afirmou o diretor da Cooperativa dos Médicos. A reportagem d'O Jornal de Hoje tentou entrar em contato com o secretário de Saúde do Estado, Isaú Gerino Vilela, mas ele não atendeu as ligações. A assessoria de imprensa também foi contatada, mas também não atendeu as ligações.

MUNICÍPIO Com o contrato vencido desde o último domingo, dia 2 de dezembro, a Prefeitura de Natal ficou de apresentar ainda hoje o contrato de renovação com a Cooperativa dos Médicos, mas, segundo Julimar Nogueira, diretor da Coopmed, a renovação do contrato está vinculada a quitação dos débitos com a Cooperativa. "A credibilidade em relação às promessas da Prefeitura é muito baixa. Por conta do descrédito e da situação cíclica, só vamos assinar o contrato após o pagamento dos débitos. Não podemos continuar a trabalhar e con-

tinuar sem receber. E esta foi uma decisão unânime dos médicos na última assembléia", explicou Julimar Nogueira. Com o fim do contrato, 18 unidades de saúde estão sem médicos da Cooperativa e os procedimentos de média e alta complexidade do SUS que eram realizados em hospitais particulares conveniados foram suspensos. As situações mais críticas são no Hospital dos Pescadores, Maternidade de Felipe Camarão e na Unidade Mista de Saúde de Mãe Luiza, em que o atendimento foi totalmente suspenso por falta de médicos.


Cidade

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 7

Semob anuncia alterações no trânsito das vias no entorno do Carnatal 2012 MUDANÇAS ATINGEM LINHAS DE ÔNIBUS E PONTOS DE TÁXI VÍTOR AZEVEDO MCVITOR@GMAIL.COM

A partir desta quinta-feira, o tráfego das ruas que cruzam a área ocupada pelo Carnatal passará por uma reconfiguração. As vias da região serão interditadas às 14h nos quatro dias do evento, conforme informações da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob). Grandes corredores como a Prudente de Morais e a Romualdo Galvão, a partir do cruzamento com a Nascimento de Castro, farão parte do reordenamento, ficando fechados ao trânsito. A operação da Semob contará com a participação de mais de 100 servidores, entre agentes de trânsito, fiscais de transporte e pessoal de apoio, além de batedores e viaturas. Câmeras instaladas nas vias próximas ao corredor da folia também farão parte da estrutura, monitorando o fluxo de veículos. O objetivo da secretaria é orientar os condutores que trafegam pela área, disciplinando o trânsito e garantindo a segurança dos foliões nas vias durante os quatro dias de micareta. A Semob orienta que depois das 14h, os condutores que dirigem do Centro com destino aos bairros de Candelária, Cidade Satélite e região deverão utilizar a avenida Jaguarari. Já quem se desloca no sentido centro-região Sul poderá optar por usar a Hermes da Fon-

seca, Salgado Filho ou BR 101. Outra opção que também pode ser utilizada é a Via Costeira. Os motoristas que trafegam normalmente no sentido Prudente de Morais, saindo de Candelária, devem usar como acesso a avenida Capitão-Mor Gouveia e Jaguarari com destino a região central da cidade. O diretor de Trânsito da Semob, Kennedy Diniz, explica que na BR-101 o trânsito seguirá sem intervenção, exceto pelo Viaduto 4º Centenário, que ficará interditado ao trânsito durante o período do Carnatal, para quem deseja seguir no sentido do estádio Arena das Dunas. Com as intervenções, as linhas de ônibus e opcionais que utilizam a região do evento sofrerão alterações. As mudanças constam nos quadros de itinerários de cada linha relacionados abaixo. O sistema de transporte público disponibilizará ainda o serviço de táxis que irá operar 24 horas por dia durante os quatros dias de folia. "A recomendação da Semob aos foliões é que priorizem o uso do sistema de transporte público da cidade e que evitem se dirigir ao local de carro particular", diz Kennedy. As linhas de ônibus que trafegam na região do Corredor da Folia passam por alterações de percurso. No local, atenderão à população as linhas 08, 24, 30, 31, 33A, 33B, 35, 39, 41, 43, 44 e 66 (vide box com itinerário de

cada linha). Kennedy Diniz explica que os empresários do transporte não acataram o pedido de aumento da frota nas linhas de ônibus, o que motivou a liberação do transporte de alternativos. Estes poderão circular no entorno do Corredor da Folia, após o horário de funcionamento das linhas municipais de ônibus, substituindo estas rotas. Outra dica aos foliões é usar o táxi para chegar ao Carnatal e voltar para suas residências. Haverá praças na avenida Prudente de Morais, no trecho entre a Mor Gouveia e a Raimundo Chaves, e também nas proximidades da Caixa Econômica, entre a avenidas Amintas Barros e Nascimento de Castro. Taxistas também estarão liberados na avenida Romualdo Galvão, ao lado da Autobraz, entre a Nascimento de Castro e a Amintas Barros. Na Lima e Silva, haverá pontos entre a Prudente de Morais e a avenida São José. Para quem quer seguir para a zona sul, os táxis se posicionam nas proximidades da entrada do Centro Administrativo. Durante o evento, 80 agentes de transporte deverão fiscalizar todo o entorno da região nos horários de maior movimento na região onde ocorrerá o Carnatal. Nos quatro dias de evento, no período da manhã e tarde, está prevista a presença de pelo menos 40 fiscais em serviço nas ruas do perímetro. Canindé Santos

ALTERAÇÕES NAS LINHAS LINHA 33 - IDA

LINHA 08 - IDA

Terminal: Planalto Itinerário normal Av. Senador Salgado Filho Av. Antonio Basílio Av. Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Ribeira/Rocas, via P. de Morais

Terminal: Redinha Itinerário normal Av. Cap. Mor Gouveia Av. Interv. Mario Câmara Rua Miguel Castro Rua Tereza Campos Rua Francisco Borges de Oliveira Av .Jaguarari Av. Nascimento de Castro Av. Senador Salgado Filho Marginal da BR-101 Segue Itinerário normal Destino: Viaduto P. Negra, retorno

LINHA 33 - VOLTA Ponto de Retorno: Mãe Luiza Itinerário normal Av. Prudente de Morais Av. Nascimento de Castro Rua São José Av. Antonio Basilio Av. Senador Salgado Filho Segue Itinerário normal Destino: Planalto, via Salgado Filho

LINHA 33A - IDA Terminal: Planalto Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Marginal da BR-101 Túnel do 4º centenário Av. Senador Salgado Filho Segue Itinerário normal Destino: Planalto, via Salgado Filho

Ponto de Retorno: Viaduto P. Negra (Nordestão) Itinerário normal Marginal da BR-101 Av. Senador Salgado Filho Av. Bernardo Vieira Av. Rui Barbosa Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós Av. Antonio Basilio Av .Jaguarari Rua Miguel Castro Segue Itinerário normal Destino: Redinha, via Mor Gouveia

LINHA 24 - IDA

Ponto de Retorno: Mãe Luiza Itinerário normal Av. Senador Salgado Filho Marginal da Br-101 Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Planalto, via P. de Morais

Terminal: Planalto Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Antonio Basílio Rua Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Ribeira, via P. de Morais

LINHA 30 - IDA

LINHA 24 - VOLTA

Terminal: Felipe Camarão Itinerário normal Av. Capitão Mor Gouveia Av .Jaguarari Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Destino: Candelária/Pirangy/campus

Ponto de Retorno: Ribeira Itinerário normal Av. Prudente de Morais Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós Av. Antonio Basilio Av. Jaguarari Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Planalto, via P. de Morais

LINHA 33A - VOLTA

LINHA 30 - VOLTA Ponto de Retorno: Cj. Pirangi Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Capitão Mor Gouveia Destino: F. Camarão, via Candelária

LINHA 31 - IDA Terminal: Felipe Camarão Itinerário normal Av. Capitão Mor Gouveia Av .Jaguarari Rua Raimundo Chaves Marginal da BR-101 Br-101 Segue Itinerário normal Destino: Cj. Pirangy/Campus

LINHA 31 - VOLTA Quem trafega pela Prudente de Morais, saindo de Candelária, por exemplo, deve usar a Capitão-Mor Gouveia ou a Jaguarari

LINHA 08 - VOLTA

Ponto de Retorno: Cj. Pirangi Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Capitão Mor Gouveia Destino: F. Camarão, via Candelária

LINHA 41 - IDA Terminal: Cidade Nova Itinerário normal Av. Capitão Mor Gouveia Rua Miguel Castro Rua Tereza Campos Rua Francisco Borges de Oliveira Av .Jaguarari Av. Antonio Basílio Av. Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Ribeira, via P. de Morais

LINHA 41 - VOLTA Ponto de Retorno: Ribeira Itinerário normal Av. Prudente de Morais Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós Av. Antonio Basílio Av .Jaguarari Av. Capitão Mor Gouveia Segue Itinerário normal Destino: Cidade Nova, via P. de Morais

LINHA 33B - IDA Terminal: Planalto Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Antonio Basílio Rua Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Ponto de Retorno: Midway

LINHA 33B - VOLTA Ponto de Retorno: Midway Av. Bernardo Vieira(retorno) Av. Senador Salgado Filho Marginal da Br-101 Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Planalto

LINHA 33A - IDA Terminal: Planalto Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Marginal da BR-101 Tunel do 4º centenário Marginal da Br-101 Av. Senador Salgado Filho Segue Itinerário normal Destino: Ribeira/Mãe Luíza, via Salgado Filho

LINHA 33A - VOLTA Ponto de Retorno: Mãe Luiza Itinerário normal Av. Senador Salgado Filho Marginal da BR-101 Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Planalto, via P. de Morais

Av. Antonio Basílio Av . Jaguarari Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Candelária, via Praça

LINHA 35 - VOLTA Ponto de Retorno: Candelária Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Antonio Basílio Rua Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Rocas, via P. de Morais

LINHA 39 - IDA Terminal: C. Esperança Itinerário normal Av. Capitão Mor Gouveia Av. Jaguarari Rua Raimundo Chaves Marginal da BR-101 Tunel do 4º centenário Marginal da Br-101 Av. Senador Salgado Filho Segue Itinerário normal Destino: Ribeira, via Tirol

LINHA 39 - VOLTA Ponto de Retorno: Ribeira Itinerário normal Av. Senador Salgado Filho Marginal da Br-101 Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Capitão Mor Gouveia Segue Itinerário normal Destino: C. Esperança, via Mor Gouveia

LINHA 43 - IDA Terminal: Brasília Teimosa Itinerário normal Av. Prudente de Morais Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós Av. Antonio Basílio Av .Jaguarari Rua Raimundo Chaves Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: Candelária, via P. de Morais

LINHA 43 - VOLTA Ponto de Retorno: Candelária Itinerário normal Av. Prudente de Morais Rua Raimundo Chaves Av .Jaguarari Av. Antonio Basílio Rua Romualdo Galvão Av. Nascimento de Castro Av. Prudente de Morais Segue Itinerário normal Destino: B. Teimosa, via Alecrim

LINHA 44 - IDA Terminal: Rocas Itinerário normal Av. Presidente Bandeira Rua São José Av. Bernardo Vieira Av. Senador Salgado Filho Segue Itinerário normal Destino: C. Satelite, via Alecrim

LINHA 44 - VOLTA Ponto de Retorno: C. Satélite Itinerário normal Av. Senador Salgado Filho Av. Antonio Basílio Av. Xavier da Silveira Av. Bernardo Vieira Av. Pte. Bandeira Segue Itinerário normal Destino: Rocas, via Alecrim

LINHA 66 - IDA Terminal: Ponta Negra Itinerário normal Rua da Saudade Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós Av. Antonio Basílio

LINHA 66 - VOLTA LINHA 35 - IDA Terminal: Rocas Itinerário normal Av. Prudente de Morais Av. Nascimento de Castro Rua dos Tororós

Ponto de Retorno: C. Esperança (Rodoviária) Itinerário normal Rua Miguel Castro Rua Tereza Campos Rua Francisco Borges de Oliveira


8 O Jornal de HOJE

Natal, 4 de dezembro de 2012

Economia

Terça-feira

Fotos: Canindé Santos

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Ecomax inicia obras do condomínio "Vila Flor", a ser lançado no veraneio n A construtora e incorporadora natalense Ecomax lançará em janeiro, dentro do período do veraneio, mais um condomínio residencial fechado no Litoral Sul, às margens da rodovia Rota do Sol, no distrito de Pium, praticamente à beiramar da Praia de Cotovelo. n Trata-se do "Vila Flor", com mais de 300 lotes residenciais. O condomínio disporá de completa infraestrutura de segurança e lazer, com todas as suas ruas asfaltadas. As obras de terraplenagem deverão estar concluídas antes do fim deste mês, quando será aberto o estande de vendas do empreendimento. Advogados natalenses integram grupo intermediador de negócios internacionais n Advogados André Elali e José Henrique Azeredo, atuantes nas áreas do direito comercial e tributário, se associaram ao grupo B2L - que congrega 43 advogados de quase todos os Estados brasileiros voltados para serviços de consultoria e assessoria em questões relacionadas com investimentos econômicos dentro e fora do país. n O B2L também atua na reestruturação de empresas, joint ventures (formação de sociedades) e intermediação de negócios internacionais, ao mesmo tempo em que articula oportunidades de investimentos no Brasil para grupos estrangeiros, especialmente nos setores imobiliário, turístico, educacional, energético (energia eólica), esportivo, metal-mecânico, sucroalcooleiro, de mineração, de telecomunicações, do agronegócio, da saúde, etc. n Para divulgar suas atividades junto à comunidade empresarial dos 19 Estados onde atua e no exterior, o grupo B2L mantém em circulação mensal a revista "Corporate", que já está em sua oitava edição, com alto padrão de qualidade gráfica e editorial. Aberta a terceira loja do hipermercado Extra na área metropolitana de Natal n Após quatro meses de obras e um investimento da ordem de R$ 32 milhões, foi aberta na manhã de hoje, no bairro de Nova Parnamirim (Avenida Maria Lacerda Montenegro, zona Sul da região metropolitana), a terceira loja do hipermercado Extra, do Grupo Pão de Açúcar no CDE do Sebrae/RN fará, dia 10, a última reunião do ano n Atendendo convocação do empresário Sílvio Bezerra, presidente do Conselho Deliberativo do SEBRAE/RN (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas do Rio Grande do Norte), os conselheiros participarão neste dia 10, às 16:00 horas, da sexta - e última - reunião ordinária do colegiado no atual exercício. n Na oportunidade, além do balanço das ações do órgão em prol da ampliação das oportunidades de negócios para micro e pequenos empresários do Estado, serão discutidas alguns projetos para o exercício de 2013, tudo já dentro do clima de congraçamento de fim de ano. Conab eleva oferta de milho nos Estados do Nordeste n A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) conseguiu despachar da região Centro-Oeste para os Estados nordestinos, semana passada, mais 15 mil toneladas de milho dos estoques reguladores do Governo Federal para atender

Rio Grande do Norte. n Ocupando um terreno de 20 mil metros quadrados, a loja dispõe de uma área de vendas de 4.404 m², na qual são expostos mais de 60 mil itens de mercadorias nas seções de alimentos, eletrodomésticos, eletroeletrônicos, informática, vestuário e bazar. n São oferecidas ao público consumidor 266 vagas de estacionamento rotativo. Entre empregos diretos e indiretos, são garantidos à população cerca de 500 oportunidades de trabalho. Para não perder mercado, Centro de Convenções de Natal requer ampliação n Como as capitais dos Estados vizinhos já cuidaram de ampliar as estruturas dos seus centros de convenções e começaram ultimamente a oferecer aos promotores de grandes eventos condições mais favoráveis do que Natal (pelo menos no que se refere à capacidade de acomodar maior número de participantes), está mais do que na hora do empresariado do turismo potiguar colocar entre as suas prioridades a luta pela duplicação do nosso Centro de Convenções de Ponta Negra. n O equipamento, que pertence ao Governo do Estado e é cedido em regime de comodato para ser administrado pela Coohotur (Cooperativa de Desenvolvimento da Atividade Turística e Hoteleira), tem hoje capacidade para sediar apenas conclaves de médio porte, ou seja, para públicos entre 2,5 mil e 5 mil convencionais. Enquanto isso, cidades como Recife e Fortaleza já estão capacitadas a realizar congressos com até 20 mil participantes e João Pessoa pode receber até 10 mil. n O secretário estadual de Turismo, Renato Fernandes, reconhece que o Rio Grande do Norte não pode continuar perdendo nessa competição e está defendendo, junto à governadora Rosalba Ciarlini, o direcionamento de recursos para a ampliação do Centro de Convenções de Natal. n Este ano, segundo dados da Coohotur, o equipamento deverá atingir uma ocupação média de cerca de 90 por cento. E, com o volume de eventos que sediou, contribuiu para injetar na economia do Estado algo em torno de R$ 130 milhões. Com a sua duplicação, a previsão é de que também seja multiplicada por dois a sua contribuição para o nosso desenvolvimento econômico.

agropecuaristas atingidos pela calamidade da seca. n O volume deverá ser suficiente para atender por algumas semanas os pequenos criadores da região semiárida, que ora encontram enormes dificuldades para manter seus animais. n Com a gradativa superação dos problemas enfrentados pela Conab para conseguir contratar as operações de transporte do grão para o Nordeste, a expectativa é de que não voltará mais a faltar o milho nos armazéns mantidos no Rio Grande do Norte na atual temporada de seca, apesar de ainda se registrarem grandes filas para a retirada do produto pelos agropecuaristas cadastrados no programa de venda subsidiada. Cabotagem será tema do próximo "RN Em Foco" nAFederação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do RN, em parceria com a Companhia Docas do Rio Grande do Norte (Codern) - empresa estatal que administra os portos de Natal e Areia Branca -

promoverá no próximo dia 12, no Versailles Tirol, a última edição do ano do projeto "RN Em Foco". n Trata-se de uma reunião-almoço periódica da classe empresarial do comércio, para a qual são convidadas autoridades da área econômica com a finalidade de expor e discutir temas de interesse da economia do Estado. n Desta feita o tema do "RN Em Foco" será "Como Viabilizar a Navegação de Cabotagem no Porto de Natal". O palestrante será o economista Fabrizzio Perdomenico, considerado um dos maiores especialistas no sistema portuário brasileiro. n Segundo explica o presidente da Federação do Comércio, Marcelo Queiroz, "a navegação de cabotagem é a que é feita por navios nacionais apenas entre os portos de um mesmo país. Ela é fundamental para o desenvolvimento da economia e, para o empresariado, um bom negócio, já que se trata de um modal de transporte bem mais barato, seguro e ecologicamente sustentável".

Presidente do Pão de Açúcar Inaugura nova loja do Extra ENÉAS CÉSAR PESTANA NETO PROMETE AÇÃO EM 2013 MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Em março, foi uma loja do Híper Bom Preço em Fortaleza; em agosto, outra do Pão de Açúcar em Recife e, no último mês de outubro, um atacarejo da rede Assai, em João Pessoa. Nesta terça-feira, foi a vez do grupo Pão de Açúcar inaugurar sua mais nova loja na região metropolitana de Natal, na Avenida Maria Lacerda, em Parnamirim, com direito à presença de Enéas César Pestana Neto, presidente do grupo nos últimos três anos, depois de instalado o processo de profissionalização dos quadros da alta direção na Companhia Brasileira de Distribuição (CBD). De jeans, circulando pela loja empurrando um carrinho de compras a pedido dos fotógrafos, Pestana chegou ao Pão de Açúcar em 2003 com 35 anos e assumiu a presidência em 2009 tendo sob seu comando quatro vice-presidências, a divisão de GPA Malls & Properties e a diretoria financeira. Hoje, enquanto atendia os jornalistas com total informalidade, numa sala localizada à área exclusiva dos empregados, ele confirmou que novos investimentos estão a caminho, embora não tenha mencionado quais por ocupar uma empresa de capital aberto. Mas sabe-se que o grupo planeja abrir cerca de 360 lojas nos próximos três anos, sendo a maior parte delas de pequeno formato sob a bandeira Extra Fácil, conforme já havia antecipado dias atrás o vice-presidente de Relações Corporativas da varejista, Hugo Bethlem. Nesta terça-feira, Pestana só não pôde dizer se o grupo pretende instalar aqui também um atacarejo da Assai em 2013, aproveitando a queda da Uvifrios, mas afirmou que a intensificação da presença do grupo no RN vem sendo muito estudado, especialmente o perfil do consumidor local. Nesse caso, para o segmento de hipermercados, já sabe-se que o Pão de Açúcar focaria cidades com cerca de 200 mil habitantes, com ênfase nas regiões Nordeste e Centro-Oeste, onde ainda não há lojas de grande porte. Sobre isso, Enéas Pestana não entrou em detalhes, mas confirmou os planos da expansão orgâ-

A nova loja do Extra na Maria Lacerda, tem novo conceito “enxuto” da rede nica do Pão de Açúcar, que segundo informações que já circulam no mercado projeta um crescimento substancial do grupo para os próximos três anos, com a abertura de pelo menos mais 30 hipermercados em cidades com 200 mil habitantes e outros 30 supermercados nas grandes capitais. A loja inaugurada hoje integra um investimento de R$ 32 milhões e ocupa uma área total de 20 mil

Nos planos do Grupo está o aumento no abastecimento da rede no Nordeste pelo modal marítimo a partir dos portos de Suape (PE) e Pecém (CE)

metros quadrados, das quais 4.400 metros quadrados de área de vendas, comercializando 60 mil itens. No caso, o Extra da Avenida Maria Lacerda, uma das artérias da cidade que refletem o estrangulamento na infraestrutura da região metropolitana e que está na mira da concorrência, o investimento se enquadra na categoria de hipermercado - uma estrutura que - o grupo descobriu - pode ser muito mais enxuta do que as mega instalações anteriores construídas quando a realidade da expansão imobiliária era bem menos agressiva.

Quanto ao tipo de oferta varejista, segundo Pestana, considerou-se que o consumidor potiguar precisa mais de lojas com essa especificação oferecida pela bandeira Extra do que, por exemplo, um Ponto Frio, concebido para fornecedores de um perfil mais alto de consumo. Segundo o diretor regional Nordeste do grupo, Luis Carlos Araujo, hoje o tamanho de todos os hipermercados é bem menor do que os projetados no passado.Há dois anos, acrescentou, resolveuse redimensionar as operações da loja do Extra no Midway Mall, que de oito mil metros ficou com 5.500 metros. "Essa reformulação na distribuição interna tem dado muito certo", avaliou Luis Carlos. A prova disso é que o faturamento na loja aumentou com bem menos espaço. A diferença acabou beneficiando a loja das Casas Bahia, do Midway, deixando literalmente tudo em casa. Afinal, o Grupo Pão de Açúcar tem 52,4% do capital da Globex, da qual os controladores das Casas Bahia tem a segunda maior participação. Com centros de distribuição (CDs) plantados no Ceará, Pernambuco e Bahia, 95% dos produtos que alimentam as lojas da rede vêm deles, enquanto ¼ de São Paulo e ¾ dos CDS regionais. Ainda de acordo com Luis Carlos Araújo, um plano já está em curso para aumentar o volume de mercadorias distribuídas por via marítima (cabotagem), que hoje atinge 10% das operações. Mas, infelizmente para no RN, essa aposta está apenas nos portos de Pecém (Ceará) e Suape (Pernambuco).

CMYK


Cidade

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 9

Fotos: José Aldenir

Mutirão não é suficiente para reduzir acúmulo de lixo na zona Leste de Natal PREFEITURA REALIZA MUTIRÃO NO FINAL DE SEMANA, MAS POPULAÇÃO INSISTE EM DEPOSITAR LIXO EM LOCAIS PROIBIDOS ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Apesar do esforço da Prefeitura de Natal em realizar um mutirão de limpeza na zona Leste de Natal durante o último fim de semana, o cenário pelas ruas dos bairros continua o mesmo. A operação realizada pela Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), no sábado e domingo passados, em parceria com forças militares para a retirada do lixo acumulado em 30 pontos na zona Leste de Natal, não conseguiu mudar a paisagem dos locais. Foram retiradas quase mil toneladas de lixo, mas bairros como Rocas, Mãe Luiza, Santos Reis e Brasília Teimosa ainda sofrem com o acúmulo de detritos em diversos pontos. O problema, relatado pela própria população, é que, minutos após a limpeza dos terrenos, alguns moradores, de forma irresponsável, depositam o lixo em locais irregulares. A falta de fiscalização, devido a inexistência de uma legislação que penalize essas infrações, contribui para esta situação. A Lei Geral da Limpeza Pública, que ordenará estas questões, está na Câmara Municipal de Natal desde maio para ser votada. Com a lei, será possível punir e multar quem descarta lixo em locais proibidos. Durante o fim de semana, cerca de 150 homens realizaram o mutirão na zona Leste com o apoio do Exército e Marinha. Segundo a assessoria de comunicação do órgão,

foram retiradas mais de 710 toneladas de lixo somente no sábado (1º), sendo 639,7 de entulho e poda e 72,9 de lixo orgânico. No domingo, foram 265,5 toneladas de entulho e 29 de lixo orgânico. A equipe de reportagem d'O Jornal de Hoje percorreu os bairros das Rocas, Mãe Luiza, Santos Reis, Brasília Teimosa e Alecrim, todos na zona Leste de Natal. Em todos eles, diversas ruas e terrenos baldios dão espaço a lixões. Em Mãe Luiza, único bairro que em que a coleta de lixo domiciliar é realizada duas vezes ao dia, diversos pontos apresentavam acúmulo de lixo. Logo na entrada do bairro, na subida da rua João XXIII, próximo ao posto policial, muito lixo espalhado ocupando parte da via. Mais adiante, na rua Florestal, conhecido ponto de depósito de lixo, o lixo deixava a via intransitável. "Hoje está pouco lixo, normalmente é bem mais. O pessoal da Urbana limpa e logo em seguida os próprios moradores jogam lixo. Falta consciência", afirmou a moradora Lúcia Regina. Ao lado da Unidade Mista de Saúde de Mãe Luiza, encostada ao muro da Escola Estadual Professor Severino Bezerra de Melo, é outro ponto de acúmulo de lixo, que tem trazido transtornos além dos moradores da região, aos estudantes e as pessoas que procuram atendimento na unidade de saúde. Na rua Guanabara, a situação se repete. Em um terreno baldio, próximo a uma das escadarias que dá acesso as praias,

Na conhecida rua do Lixo, no bairro de Brasília Teimosa, o problema é crônico moradores despejam diariamente sacolas de lixo no local. Quando a coleta demora a ser realizada, os próprios moradores queimam o lixo e aumenta o transtorno à população. "O carro coletor passa duas vezes por dia, mas quando não passam, eles tocam fogo e a situação fica complicada, para não dizer insustentável", disse o aposentado Antônio Francisco de Lima. No bairro de Santos Reis a situação permanece a mesma de dias

anteriores. Próximo a rua da Estrela, no caminho para as praias urbanas de Natal, um terreno baldio serve de depósito de lixo. Já na rua Rodrigues Dias, entre a Travessa Irmã Vitória e a rua São Sebastião, nas Rocas, o lixão já é antigo. O problema é maior porque ele é localizado no muro da Escola Municipal Santos Reis. Uma faixa com a frase "Se o lixão continuar, a escola não funcionará" demonstra a insatisfação dos funcionários e alu-

nos da escola. "A Prefeitura limpa, mas imediatamente a população suja. Quem mora aqui é obrigado a conviver com tudo o que não presta. Além do mau cheiro, tudo que é tipo de animal, inseto que vive no lixo entra para as nossas casas. Tenho que limpar a minha casa todos os dias, mas mesmo assim não tem jeito. Hoje está pouco, tem dias que a rua fica que ninguém passa. Os alunos da escola sofrem muito, mas quem mora aqui sofre mais ainda, pois todos os dias são obrigados a conviver com essa tristeza", destaca Eunice Lourenço, que mora em uma casa vizinha ao lixão. Rosangela Maria Bezerra também mora próximo ao lixão e reclama da falta de respeito dos moradores e da Prefeitura de Natal, que, segundo ela, não cuida da limpeza da cidade. "Essa prefeita acabou com a nossa cidade e acabou coma cidade de Natal. Hoje somos conhecidos como a cidade do lixo. A coleta não passa regularmente e, por isso, que temos que conviver com essa situação", afirmou. Em Brasília Teimosa, na rua Mestre Lucarino, conhecida como rua do Lixo, o problema já é crônico. O lixão é localizado entre o muro da Escola Estadual Café Filho e o da Petrobrás. A rua é tomada de lixo. Hoje pela manhã, apesar da pequena quantidade de lixo, ainda traz transtornos a população. Mayara Sales mora em frente a rua e conta que é obrigada a passar o dia de

portas fechadas, por conta das moscas. "Esse fim de semana vieram e limparam. Por isso que diminuiu a quantidade de lixo, mas quando tem muito lixo eles queimam e além do mau cheiro temos que conviver com a fumaça de lixo podre. É muito ruim conviver com isso", afirmou a moradora. No Alecrim, ao lado da Estação de Tratamento de Esgoto do Baldo, na subida da avenida Governador Rafael Fernandez, próximo ao Paço da Pátria, o lixo acumulado já toma conta de parte da via. A assessoria de imprensa da Urbana explicou que o motivo para o acúmulo seria o depósito em dias seguidos por parte da população que, com a irregularidade da coleta, teria perdido o hábito de retirar o lixo de dentro de casa em dias específicos. "A diretoria da Urbana lamenta o fato de algumas pessoas insistirem em depositar lixo em ruas, canteiros, terrenos baldios e demais locais inadequados e reconhece que um trabalho intenso de conscientização deve ser feito nas quatro regiões da capital", disse a assessoria. De acordo com o presidente da Urbana, João Bastos, ao longo da semana serão feitos os serviços de limpeza, capinação e pintura de meios fios nos principais corredores e vias secundárias. No próximo fim de semana, em função do Carnatal, o mutirão será realizado nas praias urbanas da cidade e nos demais as zonas Norte, Oeste e Sul serão contempladas.

> TRÂNSITO

Dnit alerta condutores para as mudanças no trecho da BR 101 que dá acesso ao bairro de Emaús A partir desta terça-feira, a BR101 passa por algumas mudanças no retorno que dá acesso ao bairro de Emaús, no sentido Natal/Parnamirim. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informa que o retorno existente à esquerda da pista, próximo à passarela de Emaús, foi desativado, sendo o acesso a Emaús substituído por outro que cruza a rodovia, com o controle de semáforos. De acordo com o engenheiro civil do Dnit e responsável pela obra, Flávio Morais, as mudanças implementadas tem o objetivo de aumentar a segurança dos usuários da via e propiciar a fluidez do tráfego proveniente do bairro de Emaús e adjacências. O acesso ao bairro está sendo feito pela marginal direita da via, cuja entrada fica a cerca de 200 metros do mercado Super Fácil. Os motoristas devem seguir até a interseção das pistas, onde há agora um semáforo à altura do antigo retorno. Até a última segunda-feira, o antigo retorno localizado nas imediações do km 100 da BR-101 ainda estava

aberto aos condutores que trafegavam pela região, mas hoje manilhas bloqueavam o desvio. Os condutores que não usarem o novo retorno deverão seguir até o Viaduto de Parnamirim para fazer a conversão. Cerca de R$ 150 mil foram investidos para as alterações na via, incluindo a abertura da marginal. O plano do Dnit é aplicar a mudança realizada no acesso à Emaús em todos os retornos da BR-101 "Em breve, todos os retornos da via ocorrerão da mesma forma, modificando para melhor o fluxo de cerca de 40 mil veículos que trafegam diariamente pela via", explica o engenheiro do Dnit. Apesar da ostensiva divulgação e da sinalização na via, alguns motoristas foram pegos de surpresa. É o caso do morador do bairro de Emaús, Marcos Batista, que ficou sabendo do novo acesso por acaso. "Amigos que andam pela região é que me avisaram agora há pouco dessa mudança. Eu não estava sabendo do novo retorno e podia ter cometido uma infração. Mas acredito

que isso vai melhorar o trânsito e facilitar a vida de quem precisa ir para Emaús", comenta o condutor. O caminhoneiro Ivanildo Fernandes também ficou sabendo das alterações na via de última hora, por orientação do colega de trabalho. "Achei ótima essa mudança porque vai desafogar o trânsito. Ando sempre por aqui e é comum o trânsito ficar lento. Acredito que só vai trazer benefício pra gente", diz Ivonido. Para o usuário do retorno, José Jair da Costa, a nova orientação do trânsito no local deve diminuir os riscos para os condutores. "O antigo retorno era muito perigoso. A gente tinha que mudar de mão e ainda driblar a falta de visibilidade dos carros que vinham na outra faixa". O morador de Emaús, Aldimar Duarte, compartilha da mesma opinião. "Moro próximo ao Morada da Paz e sempre tinha muita dificuldade em usar o antigo retorno. O novo já estava pronto há meses, mas sem uso. É bom poder usar essa nova rota agora, bem mais segura", declara.

Canindé Santos

Retorno à esquerda da pista foi desativado. A partir de hoje, acesso à Emaús será feito pela marginal direita da BR-101


10 O Jornal de HOJE

Sandra Barbosa de Almeida

Cidade

Natal, 4 de dezembro de 2012

Rosilene Santos do Nascimento

Alexasandra Matias de Souza

Terça-feira Fotos cedidas: Sejuc

Keyla Soares da Silva

Luciana Domingos da Silva

Antônia Berenice Damasceno Lima, 36 anos, havia sido detida em novembro passado, no Ceará, e alegou ter sido obrigada a participar do sequestro de Porcino Segundo Maria Iracema Costa

Rayllanne Dayanne Assunção

Natalia Daniele Macena da Silva

Rayonara Santos da Silva

Sequestradora de Popó e mais nove presas escapam do CDP de Parnamirim FUGA OCORREU NA MADRUGADA DE HOJE. AS DETENTAS FUGIRAM POR UM BURACO DE 70 CENTÍMETROS NA PAREDE ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Dez presas do Centro de Detenção Provisória (CDP) Feminino de Parnamirim, no conjunto Parque Industrial, conseguiram fugir da unidade durante a madrugada de hoje. De acordo com informações da

Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc), a evasão somente foi percebida por volta das 6h da manhã, no momento da recontagem das detentas, antes do banho de sol. As fugitivas cavaram um túnel em uma das celas, em direção ao pátio interno, de onde conseguiram escapar abrindo um buraco

no teto do solário. De lá, elas pularam o muro que cerca a unidade e fugiram tomando rumo ignorado. O buraco aberto pelas mulheres tem cerca de 70 centímetros de diâmetro, conforme a direção do local. A assessoria de comunicação da Sejuc informou ainda que a estimativa é que as dez fugitivas te-

nham conseguido fugir por volta das 2h30 da madrugada, pois nenhuma das agentes penitenciárias que estavam de plantão percebeu nenhum tipo de movimentação suspeita. Assim que a fuga foi percebida, a Polícia Militar foi acionada pela direção da unidade prisional, localizada na Rua Rio Madeira, no

conjunto Parque Industrial, no bairro de Emaús. Os policiais militares iniciaram as diligências em toda a região, em busca das dez fugitivas, no entanto, até o final da manhã de hoje, nenhuma delas havia sido localizada. A suspeita é que elas tenham ido em direção à BR-101 ou se embrenhado na mata que cerca o bair-

ro. As fugitivas são: Antônia Berenice Damasceno Lima, Keyla Soares da Silva, Luciana Domingos da Silva, Maria Iracema Costa, Natália Daniele Macena da Silva, Rayllanne Dayanne Assunção dos Anjos, Rayonara Santos da Silva, Rosilene Santos do Nascimento, Sandra Barbosa de Almeida e Alexsandra Matias de Souza.

> NO PLANALTO

Polícia estoura depósito de objetos de furto e roubo Moradores do bairro do Planalto, na zona Oeste de Natal, ajudaram a Polícia Militar a desmontar um depósito de produtos roubados instalado em uma residência na Avenida João Hélio, durante a madrugada de hoje. No local, foram encontrados um veículo, vários eletroeletrônicos, mais de cem telefones celulares, bolsas e pneus, tomados de assalto durante os últimos dias na Capital. Conforme o oficial de operações do 9º Batalhão de Polícia Militar, uma guarnição estava realizando patrulhamento de rotina quando, por volta de 1h da madrugada de hoje, foi abordada por pessoas que denunciaram a existência de uma casa usada por bandidos que agiam livremente nos bairros da cidade, atacando pessoas e estabelecimentos comerciais. Quando se dirigiram ao local indicado, os policiais perceberam a existência do veículo EcoSport prata, de placas MZG-2590/RN, que possuía queixa de roubo desde sábado passado, quando foi tomado das mãos de seu proprietário, no bairro de Lagoa Seca, na zona

Sul de Natal. Ao fazerem a averiguação do veículo, eles descobriram que o carro havia sido roubado e montaram o cerco ao imóvel. No entanto, o oficial explicou que as pessoas que estavam dentro da residência perceberam a movimentação policial e fugiram pulando os muros das casas vizinhas, após despistar os militares. Ainda assim, estes entraram no imóvel e encontraram vários produtos suspeitos de roubo, como eletroeletrônicos, cadeiras para transporte de crianças em automóveis, celulares, pneus e objetos pessoais de diversas vítimas. "Recebemos a informação de que, no local, funcionava um esconderijo e ponto de reunião de ladrões perigosos, que agem em vários bairros da cidade, assaltando e levando os produtos roubados para lá. Sabemos que o imóvel é alugado e vamos atrás dos verdadeiros proprietários, para tentarmos identificar quem é a pessoa que alugou a casa", explicou o tenente Amâncio Silva. Ele disse que os policiais levaram todo o material encontrado na

Sérgio Costa

Peças de veículos, celulares e eletroeletrônicos foram encontrados no imóvel residência para a Delegacia de Plantão da zona Sul, no bairro da Candelária, onde foi feito o registro da ocorrência. Ainda no Planalto, testemunhas revelaram que quatro pessoas chegaram com o veículo, mas que os moradores da casa não interagiam com os vizinhos. Após as averiguações sobre o veículo, a Polícia Militar conseguiu identificar e localizar o proprietá-

rio do EcoSport roubado. O homem, que não quis se identificar por temer os bandidos, disse que o automóvel foi tomado durante um assalto ocorrido na manhã do último sábado, quando quatro homens armados invadiram o estabelecimento onde ele trabalha e fizeram um arrastão. A vítima revelou ainda que os bandidos eram agressivos e exi-

giam, a todo instante, que ele entregasse todo o dinheiro que havia no local. Com armas de fogo, os criminosos passaram cerca de 20 minutos ameaçando o homem, que foi agredido fisicamente e obrigado a entregar o seu veículo e mais de cem telefones celulares que estavam na loja. "Eles ainda debocharam de nós e nos trancaram em um banheiro, antes de fugir. Só conseguimos sair do local após a chegada de outros funcionários da loja, que perceberam o que havia acontecido e chamaram a polícia. Eles nos ameaçavam a todo instante, foram minutos de terror", relatou à Polícia Civil. Ainda no Planalto, os policiais militares do 9º Batalhão realizaram várias diligências nas proximidades do imóvel revistado, mas até a manhã de hoje, ninguém foi localizado ou detido. As buscas continuam e a Polícia Civil vai investigar o caso. PM PRENDE DOIS COM NOTAS FALSAS Os policiais do 3º Batalhão conseguiram prender dois ho-

mens, acusados de usar documentos falsos e de repassarem cédulas de reais falsificadas, no município de Monte Alegre. Eles foram flagrados quando estavam em uma agência bancária, após o gerente do estabelecimento ter reconhecido os dois como suspeitos de fraudes e acionado a PM. Com os acusados, os policiais militares encontraram vários documentos de identidade falsificados, cartões de crédito, três folhas de cheque e uma nota falsa de R$ 100. Eles ainda alegaram que não sabiam das falsificações, mas não convenceram os militares, que os levaram para a Delegacia de Monte Alegre, onde foram autuados em flagrante. Um dos acusados foi identificado como Lenilson Braz dos Santos, de 42 anos. Ele já foi condenado pelo crime de receptação, mas estava foragido. Com um mandado de prisão em aberto, ele deve ser conduzido para um dos presídios da Região Metropolitana de Natal, para cumprir sua pena.

> DE OLHO NO FUTURO

Quase 30 apenados do RN deverão prestar o ENEM Vinte e oito apenados do sistema prisional do Estado farão, hoje e amanhã, as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) para pessoas privadas de liberdade. O concurso será aplicado no Presídio Estadual de Parnamirim e na Penitenciária Estadual do Seridó, no município de Caicó. Outros três detentos farão provas para o certificado do Ensino Médio, através do

Instituto Federal do Rio Grande do Norte (IFRN). Segundo a coordenadora pedagógica do Sistema Prisional do Enem, Aderleth Bezerra, os apenados que decidem estudar ou os que cursavam o ensino regular quando foram presos podem concluir seus estudos normalmente quando alcançarem o regime semi-aberto ou o aberto. Além de poderem aprovei-

tar a média obtida nas provas para conquistar a certificação de conclusão do Ensino Médio. "Quem alcança média necessária para aprovação pode ingressar no Ensino Superior e cursar a graduação que desejar, desde que conquistem a progressão de regime fechado para o semi-berto e aberto", afirmou Adeleth, lembrando que isso é de grande importância para a resso-

cialização e reintegração do indivíduo ao convívio com a sociedade. Entre os 28 apenados que farão o Enem este ano, 18 estão detidos no Presídio Estadual de Parnamirim e os outros dez cumprem pena na Penitenciária Estadual do Seridó, no município de Caicó. Eles devem passar por quatro provas objetivas, com 45 questões de múltipla escolha e uma redação.

Os gabaritos das provas objetivas serão disponibilizados no portal do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), entretanto, somente o responsável pedagógico de cada unidade prisional poderá acessá-los. O órgão informou ainda que as provas são aplicadas durante a semana para evitar possíveis transtornos durante a movimentação de visitas,

comuns nos finais de semana, por causa dos dias de visitas. Serão aplicadas provas de Ciências Humanas, Ciências da Natureza, de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, Redação e Matemática e suas Tecnologias, que começarão pontualmente às 13h, horário de Brasília, ou seja, 12 no Rio Grande do Norte. Em todo o país, mais de 23,6 mil apenados farão o exame.


Cidade

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

1 E1 den o O Ja H lrJ

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

A sutileza absoluta de um verdugo Foi uma segunda-feira em que a tristeza ocupou o lugar da alegria; numa data histórica para o futebol. O 3 de dezembro de 2012 marcado nos 70 anos de um gênio da bola, mas maculado na sua saúde fragilizada. Restou-me lembrar de um feito dele, lá nos meus 14 anos. Era o Campeonato Nacional de 1973, a terceira edição do novo formato criado pela então CBD, antecessora da CBF, e inchado em relação aos dois anos anteriores, com 40 times de 20 estados. Era um domingo à tarde e o Castelão, em Natal, se vestiu de vermelho. O América recebia a visita do São Paulo F. C., que desembarcou na capital potiguar carregando a estatística de defesa menos vazada do certame. Nem o mais fanático torcedor do clube rubro natalense imaginou o ocorrido no primeiro tempo. A equipe do Morumbi foi para o vestiário tentando entender o placar de 3 x 1 favorável ao adversário. A vermelhidão das arquibancadas era a profusão de alegria, estupefação e êxtase, um largo sentimento de que um bichinho de listras faria História em Natal. O segundo tempo iniciou e logo um jovem zagueiro do América, escalado para aquele jogo na ausência do titular, tratou de arrepiar para cima dos tricolores. Ademir Furtado (já falecido), um gaúcho de 19 anos, mostrava a botina, emulado pela torcida. Foi então que o camisa 10 são-paulino encarou o empolgado garoto e lhe mostrou a camisa, como quem apresenta documentos de autoridade. O uruguaio Pedro Rocha, que Pelé considerava um dos cinco melhores do mundo naqueles anos, resolveu jogar. A atitude do craque foi devida e prontamente observada pelo treinador americano, Sebastião Leônidas, um ex-zagueiro do Botafogo no bi-campeonato de 67/68 e técnico do mesmo alvinegro no Campeonato Nacional de 1972, quando foi vice-campeão. Quando viu Pedro Rocha enquadrar Ademir, o técnico olhou para o então jovem médico do América, Maeterlinck Rego (até hoje no banco do clube), e soltou um comentário, todo carregado de uma previsão com a angústia da certeza: "agora nós perdemos o jogo".

O que os milhares de torcedores potiguares viram naquela tarde de domingo foi uma exibição de gala, uma espécie de matinê com um artista sozinho fazendo todos os números. Pedro Rocha só não fez chover na sempre ensolarada capital dos potiguares. Dos seus pés mágicos sairam várias jogadas que inverteram a conjuntura do jogo. O saudoso zagueiro tomou um baile daqueles inesquecíveis, como os que havia na sede do América, em que jovens cadetes da Aeronáutica marcavam a vida das donzelas. Comandado pelo genial uruguaio, o São Paulo saiu de Natal com uma virada espetacular, vencendo por 4 x 3 e espantando a zebra, que inclusive assustara momentaneamente os oníricos apostadores da Loteria Esportiva da Caixa. Aquela partida foi apenas uma das tantas em que Pedro Rocha exibiu seu talento de rara semelhança. O mundo lhe descobriu quando ele levou o Peñarol do Uruguai a acumular 5 títulos na Libertadores e conquistar 2 taças de campeão intercontinental. O que ele fez no estádio de Natal em 1973 já fizera por muitos campos do planeta, nos áureos confrontos do time de Montevidéu com os poderosos Real Madrid e River Plate. Na década de 1960, o mundo respeitava a presença do craque, também um carrasco. Com a camisa da seleção do seu país, Pedro Rocha disputou quatro copas seguidas, de 1966 a 1974. Na mítica Copa do México de 1970, machucou-se no primeiro jogo e ficou fora do duelo contra o Brasil, que venceu por 3 x 1, num jogo duríssimo. As dificuldades da seleção de Pelé e Tostão contra os uruguaios naquele jogo poderiam ter sido bem maiores e quiçá complicadas se o camisa 10 da "celeste" estivesse em campo. Aquele foi o ano do ápice da carreira de Rocha, já tido como um dos grandes do mundo. Está para sempre no coração dos são-paulinos como um dos melhores craques da História do clube, ao lado de Canhoteiro, Roberto Dias, Rogério Ceni e Kaká. É um dos maiores ídolos de todos os tempos no Uruguai. E será sempre lembrado como "O Verdugo" dos zagueiros. (AM)

APERREIO GRANDE

Os empresários e prestadores de serviço do setor turístico em Natal estão bastante preocupados com o quadro de crise e o sumiço dos turistas nesse final de ano. Temem até que o réveillon na cidade prescinda da tradicional queima de fogos nas praias.

CAMPOS E TAIS

O governador Eduardo Campos, de Pernambuco, não pode deixar a vaidade esconder os fatos. Ele deve saber que sozinho não seria suficiente para garantir a indicação da mãe, Ana Arraes, no TCU. Pesou, e muito, o apoio do pernambucano Luiz Inácio.

O CORRUPTO

Ontem em Curitiba, a turma que não sofre pressão (como disse Felipão), do sindicato dos bancários, fez ato de apoio moral a José Dirceu, que se disse perseguido pelo STF e comparou o julgamento do mensalão à inquisição da igreja católica na Idade Média.

O CORRUPTO II

Aliás, é preciso desmistificar o discurso falacioso dos blogueiros esquerdopatas que consideram Dirceu um herói nacional que combateu a ditadura. Mentira. José Dirceu queria apenas trocar o totalitarismo dos militares por uma ditadura comunista.

ELEIÇÃO

Depois da pantomima em torno dos nomes de Fernando Lucena (PT) e Adão Eridan (PR), felizmente já depositada na lixeira política, começou uma articulação para conduzir Edivam Martins outra vez à presidência da Câmara Municipal de Natal.

PORTAL

O jornalista Diógenes Dantas usou ontem sua página nas redes sociais para informar do fechamento

do portal Nominuto, uma das referências do jornalismo online no RN. Ele disse que encerrava um ciclo, "virei uma página, o Nominuto não existe mais".

TV NOMINUTO

O DJ e apresentador Solon Silvestre disse ao colunista que vai negociar com a Cabo Telecom a administração da TV Nominuto (canal 127), cujo sinal saiu do ar. O dono da TV Mix quer explorar um espaço noticioso 24 horas, no formato da Record News.

POESIA

Hoje tem lançamento do livro "O Teorema da Feira", de Lívio Oliveira, a partir das 19h, na Livraria Saraiva, do Midway Mall. Um livro com poemas de versos livres, alguns beirando o concretismo, bem apropriados para um tributo a Décio Pignatari.

FUTEBOL

Mais um ano e novamente o Brasileirão amarga uma baixa média de gols e fica atrás de campeonatos como o mexicano, o argentino, o japonês, o português e até o norte-americano, no quesito público. Agora foram apenas 13 mil, 1 mil menos que 2011.

PACHEQUISMO

Desde o general Garrastazu Médici, ainda no tempo da CBD, o clima na seleção brasileira não ganhava ares de "Brasil ame-o ou deixe-o", como agora com José Maria Marin e sua parceria com a TV Globo. O retrato disso é o ridículo filme da Brahma.

XÔ, NACIONALISMO!

O técnico argentino Rubén Magnano levou o basquete masculino de volta à Olimpíada. O norte-americano Barry Larkin classificou o Brasil para o mundial de beisebol. E o ucraniano Oleg Ostapenko mudou o destino da ginástica feminina brasileira.

UM GRANDE PROGRAMA O apresentador Sílvio Santos rasgou seda no domingo para o cantor e também colega Ronnie Von, elogiando o programa "Todo Seu" que o ex-príncipe da Jovem Guarda comanda na TV Gazeta. Seria ótimo para o telespectador brasileiro se RV fosse para a grade do SBT, onde teria mais vitrine para expor o bom nível de um dos poucos bons programas da TV aberta.

Alimentação adequada reforça energia para o Carnatal NUTRICIONISTA DÁ DICAS IMPORTANTES DE ALIMENTOS PARA SEREM CONSUMIDOS ANTES E DEPOIS DA FOLIA O Carnatal está chegando e todos que preferem o ritmo das agitações precisam apostar em uma boa alimentação. Os quatro dias de festa exigem muito do corpo, e os foliões devem ter atenção nas comidas e bebidas que consomem antes, durante e depois da folia. De acordo com a nutricionista do Sistema Hapvida de Saúde, Dra. Ana Paula Pignatário, uma alimentação saudável é importante durante todo o ano, mas durante o período de Carnatal os cuidados devem ser redobrados. A nutricionista sugere que antes de ir para a festa, o folião consuma uma refeição rica em carboidratos, que são os alimentos chamados de “massa”, como pães, batatas e macarrão. Esses tipos de alimento darão energia para que a brincadeira dure toda a noite de Carnatal. “Tanto o folião, que precisa de muita energia para percorrer todo o percurso da festa, quanto para aqueles que não vão sair nos blocos, mas curtem o evento de outras formas, devem fazer um lanche antes de sair de casa. O ideal é uma refeição rica em carboidratos (pão, arroz, macarrão, mandioca, batata) que é exatamente o que proporciona a energia. Suco de frutas e pães integrais com geleia é um exemplo de lanche energético e saudável. Como o Carnatal começa no final da tarde, temos praticamente o dia inteiro para fazer uma alimentação balanceada”, explica Ana Paula Pignatário. Outro ponto importante ressaltado pela nutricionista do Hapvida é que as pessoas devem tomar cuidado com os alimentos consumidos no local do evento, que muitas vezes estão expostos à contaminação.Os foliões costumam comer também durante a festa, dando uma paradinha em locais que vendem lanches. O clima quente da cidade facilita a chance de proliferação de bactérias, fazendo com que as comidas fiquem estragadas com mais facilidade e, assim, o risco de contaminação e

Fotos: Divulgação

Alimentos ricos em carboidratos como macarrão, batatas e pães fornecem energia “extra” ao folião durante a micareta infecção intestinal é maior. "Uma dica é prestar mais atenção na limpeza e condições de higiene do lugar antes do consumir. E em caso de mal estar, procure logo uma orientação médica. Os foliões devem evitar alguns tipos de alimentos como cachorro quente, que não se conheça a procedência; frituras ou pratos gordurosos; e principalmente aqueles alimentos que estejam expostos na temperatura ambiente, e que incluírem maionese na receita”, disse Dra. Ana Paula. A nutricionista destaca que é de extrema importância que o folião lembre sempre da hidratação, já que durante as noites de festa se perde muito líquido. Ainda há os que exageram na bebida alcoólica, que desidrata mais ainda o organismo. Para ajudar é importante consumir frutas que tenham bastante água, como melancia e melão, além do próprio suco natural de frutas. “Os sucos de frutas naturais e água de coco são ótimas opções, pois além de refrescar, contêm vitaminas e minerais que ajudam a reequilibrar seu organismo. Tão importante quando

repor o líquido e sais minerais perdidos é também importante se realimentar adequadamente e limpar o organismo das toxinas. Invista em frutas cítricas, pois a vitamina C e o açúcar natural das frutas (frutose) auxiliam o fígado na quebra do álcool e ajudam a deixar o sangue com menor teor de resquícios etílicos”, explica a médica. O DIA SEGUINTE No dia seguinte da folia não tem jeito, vem logo as dores de cabeça, náuseas e cansaço, mais conhecida como ressaca. Segundo Ana Paula Pignatário, a água é o líquido mais indicado para ser ingerido e, claro, fazer uma boa alimentação no dia seguinte da folia. “Prepare uma omelete; a proteína do ovo vai ajudar a repor a energia gasta pelos músculos. Outra opção é o gengibre que é um potente alimento contra a náusea. Você pode consumi-lo batido com suco ou na forma de chá. Assim, também é a hortelã, que ajuda a tratar enjoos e náuseas, e na digestão. Ela também pode ser consumida na forma de chá ou de sucos. O alecrim pode ser usado

Confira as dicas de Ana Paula Pignatário Suco Detox 1: (lembre-se de higienizar os ingredientes adequadamente!) Ingredientes: Água filtrada – 1 copo tipo americano Couve folha – 1 folha Abacaxi - 1 rodela grossa Hortelã – à vontade

Sucos repõem líquidos e sais minerais como tempero do peixe no almoço, por exemplo, pois alivia as dores de cabeça, além de que o peixe é fonte de ômega 6, um ácido graxo essencial que também ameniza as dores de cabeça e o cansaço. Frutas hídricas, como melancia, mamão, melão e maçã são ótimas aliadas”.

Suco Detox 2: Ingredientes: Água filtrada – 1 copo tipo americano Couve folha – 1 folha Suco de maracujá – 1 unidade da fruta Suco de limão – 1 unidade da fruta Modo de preparo: Misture todos os ingredientes e liquidifique. Acrescente mel ou açúcar demerara ou adoçante para adoçar. Receita de Soro Caseiro: - 1 copo de água filtrada ou fervida; - 1 colher de chá de sal; - 3 colheres de chá de açúcar. Misture todos os ingredientes e consuma. Pode ser armazenado na geladeira. O ideal é consumir 1 litro por dia.


12 O Jornal de HOJE

Natal, 4 de dezembro de 2012

Cidade

Terça-feira GIRO PELO TWIT TER ...do ex-vereador

Daniela Freire

Renato Dantas: "Garibaldi e Henrique Alves querem Edivan

POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br

Martins na presidência Joªo Neto

w UNIDOS No evento realizado pelo PV para a composição da nova estrutura do partido, no último sábado... >>> ...um ato político chamou atenção dos mais atentos. >>> Quando o vereador eleito Luiz Almir fez questão de pedir ao presidente nacional do PV, Luiz Penna, o voto da bancada verde na Câmara dos Deputados para o conterrâneo Henrique Alves na eleição para a futura presidência da Casa. >>> Também pudera. >>> Com o apoio e presença do PMDB no evento do Partido Verde, a legenda ganhou alguns pontos a mais no quesito "fortalecimento" no RN...

Cedida

da Câmara"; ...do juiz Henrique Baltazar: "Falharam as últimas três tentativas de fugas na Penitenciária de Alcaçuz. O que melhorou no presídio? Gestão? Estrutura física? Pessoal?"; ...do colunista deste JH Alex Medeiros: "Votação no TRE-RN aborta lançamento de documento em favor

Durante comemoração dos 400 anos de São Luís, a governadora do Maranhão, Roseana Sarney, apresenta a "grande investidora no Estado" Glicia Gentil a presidenta Dilma Rousseff

da reeleição de Edivan Martins na CMN".

Dante Valverde

w MUDANDO DE POSIÇÃO E foi só sentir do comando do PMDB que a insatisfação com o Governo Rosado é oficial... >>> ...que o deputado Nélter Queiroz voltou a criticar a chefe democrata Rosalba Ciarlini em rádios e blogs do Seridó, sua base política. >>> Ao contrário do que fazia há poucos dias, quando tentava ser conselheiro do TCE. >>> Enquanto articulava a participação nessa disputa, Nélter pediu a ajuda ao Governo via intermediários. Um de seus contatos preferenciais era com o secretário Esdras Alves (Articulação).

Juiz Fábio Hollanda em "momento relax" saboreando o seu charuto...

Mulheresnofds

E na Feira de Artes e Antiguidades de Petrópolis, neste sábado, Antonio Nahud Júnior e Toinho Silveira

w MÁGOA

DeSaboya.com

Agora, parece que Nélter ficou chateado com a não viabilidade de seu nome para a Corte de Contas.

w ALIÁS... ...é com muita expectativa que amanhã acontece a votação para a escolha do novo conselheiro do TCE no plenário da Assembleia Legislativa. >>> Na Casa, muita conversa. De um lado e de outro.

A chique Cyndra Potiguar no niver do blog das belas e estilosas Nathi & Ju

w DUPLA FACE A propósito... >>> ...tem deputado prometendo voto a mais de um candidato. Há, por exemplo, quem faça parte tanto na lista de Poti Júnior como na lista de Fábio Dantas. >>> O detalhe é que até agora, seis dos 24 parlamentares admitiram voto. O restante mantém o silêncio.

w HÁ QUEM NÃO QUEIRA SE COMPROMETER... E como a coluna já havia alertando, votos brancos poderão aparecer. >>> Existe possibilidade até de abstenções.

Andrea e Hildo Fernandes na inauguração da unidade em Lagoa Nova da DNA Center

w SUBINDO... Falando na AL... >>> ...após aprovação da nova estrutura de funcionários, hoje o Diário Oficial circula com a nomeação da jornalista competente Flávia Urbano para a Coordenação de Imprensa da Assembleia Legislativa. >>> Antes, Flávia assumia a função de assessora de imprensa no órgão.

w DOCE, DOCE... Surpresinha delícia em pleno fim de ano e abertura da temporada de férias e festas: Goretti Bonnani e Ivanna Holanda convidam para degustação Miss Brownie, nesta quarta-feira, no Natal Shopping. >>> Ivana traz como novidade a coleção Evening e Alto Verão da grife. >>> Já Goretti Bonnani deve anunciar duas grandes news da temporada. Uma das quais deve movimentar e muito o "momento expansão" do Natal Shopping.

w TOP SECRET E a coluna descobriu o segredo de beleza que faz a pele de belas do jet da terrinha como Thayanne Flor, Raffaela Rosito, Érika Nesi e Veruska Borges: o BB Cream. >>> O mimo, lançado pela Dermage, virou produto top na 'necessaire' dessas "it-girls" durante o verão. >>> As dermatologistas aprovam. Como demonstrou, na sua passagem por Natal, o maquiador Dennis Proença em workshop na Dermage. O creme, considerado mágico, tem funções de protetor solar e base. "Eu amo", disse Raffaela Rosito. >>> Aliás, o que as "tops-dermatos" adoram é que o mimo lançado pela Dermage é totalmente hipoale-

gênico. Por isso virou sensação até entre os homens.

w ÚLTIMA CHANCE A talentosa artista plástica Ana Selma Galvão encerra mais um projeto de sucesso. >>> Sua exposição "Brasil: Origens Futebol Arte", que esteve na Capitania das Artes e percorreu algumas escolas de Natal em 2012 e foi vista por mais de cinco mil pessoas, será apresentada pela última vez este ano no Núcleo de Educação Infantil da Universidade Federal do Rio Grande do Norte de hoje a quinta. >>> Ana Selma vai além com sua exposição e embarca para Portugal, onde apresentará seu trabalho.


Cidade

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w CHARADA - I O deputado Felipe Maia classifica a oposição ao governo de Rosalba Ciarlini de oportunista. Até teria sido uma forma de defesa se tivesse apontado adversários. Quais? Onde? Na Assembleia ou nas ruas?

O lugar do Presépio

w AINDA - II O governo Rosalba Ciarlini não tem oposição. Uma palavra, outra ali, nada que tenha até hoje abalado a aprovação de todas as suas mensagens. O governo do DEM é que não chegou à casa de ninguém. w DÚVIDA - I Ninguém pode por em dúvida quando a ex-prefeita Micarla de Sousa se declara um arquivo vivo na história política recente. Mas não foi abatida a não ser por suas próprias falas nas gravações do MP. w ALIÁS - II A julgar pelo que tem declarado alguns dos seus familiares faltam muitos nomes do bal masqué que animou a festa nos quatro anos de sua gestão. Até cair a última máscara, o baile vai continuar no salão. w RECEITA Para quem deseja desapaixonar-se se o sofrimento de amar ainda dói mais do que tudo: tem um longo ensaio na edição de dezembro de Vida Simples, nas bancas. Como salvar um coração triste e partido. w PIOROU... O poeta Diógenes da Cunha Lima voltou de Londres certo de que os ingleses copiaram de Nova Cruz o bairro de New Cross e a mania de trem. E, de Natal, o mar de Ponta Negra com o Morro do Careca. w ...E Como se não bastasse, de volta da ilha o poeta ainda encontrou flores brancas e vermelhas depositadas por alguém na grade que protege seu baobá, na Rua S. José. Surpreso e eufórico o poeta se emocionou.

w QUARENTA - I A última turma da velha Faculdade de Direito, na Ribeira, festeja neste 2012 os 40 anos de formatura. Por isso vai ter o jantar de confraternização no Buongustaio da Av. Afonso Pena, dia 6 próximo, 20h. w MAIS - II O jantar é por adesão e quem desejar participar do encontro, basta confirmar presença com Margarida Lacerda (3202.4482) ou com Antônio Brito (9985.7915). Os familiares dos concluintes poderão aderir.

N

ão duvido Senhor Redator, se o presépio, como afirma a ciência, é de um tempo de quando ainda não havia no reino animal o burro, a vaca e o carneiro. Ora, se é ou não só uma representação simbólica e figurativa do nascimento de Cristo, não importa. Foi assim que vi pela primeira vez na sala de uma vizinha da minha mãe, na Rua da Frente, e é assim que vejo até hoje. E talvez por isso estranhe sempre que encontro um presépio abandonado num canto como se fosse só um pretexto comercial. Todo mundo carrega nos olhos, quando não na própria alma, o que viveu na infância. A cultura põe e a civilização dispõe. Com o tempo, a força do saber no seu processo civilizatório remexe as camadas mais íntimas da experiência humana e o que parecia eterno se transforma na usinagem dos novos saberes. Ninguém nasce crente ou ateu, cristão ou agnóstico. Com olhos mornos a sentir o calor da fé, ou frios a perceber em tudo a produção de símbolos de dominação. Tudo se aprende e apreende. Mas, nem sempre é assim com os meninos criados sob os lábios das suas mães murmurando cheios de fé as orações de família. Muito menos no meu caso. Vi meu avô e meu pai acompanharem a procissão de Nossa Senhora da Conceição, marianos de fita azul no pescoço e cajado na mão. Eu que conheci um verdadeiro santo, Monsenhor Honório, o pastor de um povo simples, a elevar o Santíssimo todas as tardes, saudando com seu olhar humano e por isso santo, o mistério da Trindade ao anoitecer.

Todo esse nariz de cera, tão pedante e num estilo tão de doze, é pra dizer que outro dia almocei com dois amigos num dos restaurantes do Midway Mall. E ao invés de tomar a rua larga que se abre para o belo teatro Riachuelo e os cinemas, sai pelo caminho dos fundos. E lá estava o presépio com as suas figuras: São José, Maria, o Menino Jesus e os bichos, como se ali, num milagre de transcendência, representassem a própria humanidade, se não for muito vê-los como verdadeiros símbolos humanos. Resmunguei, mas depois compreendi que é ali mesmo o lugar ideal para montar o presépio de um shopping, essa catedral do consumo. Não seria num espaço nobre. No centro de todos os caminhos, dos grandes magazines, à sombra reluzente das escadas rolantes. Ficou muito bem posto ali, no último espaço, na beira de um caminho estreito. O presépio é um símbolo da cristandade que neste tempo de apelos virou um ícone comercial, de muita venda e pouca fé, como, aliás, são os dezembros de hoje. Por isso não fui à gerência reclamar. Seria arriscado. O gerente se sentiria diante de um doido, fugido do hospício, e chamaria os guardas bem fardados, sisudos como autoridades constituídas. Vai que ele tem lá um botão secreto de prender loucos e assaltantes, e este cristão acabaria preso. Saí de fininho. Sem despertar a atenção daqueles homens que representam a vitória da força sobre a fé. Um dia – tomara que não seja tarde demais – eles vão descobrir que a riqueza da vida é um sopro divino.

w PREÁ A professora Isaura Rosado está reunindo forças financeiras para tentar garantir a periodicidade de três edições da Preá ao longo de 2013. Uma coisa que até hoje, nos dois primeiros anos, ela não conseguiu. w POESIA De Lívio Oliveira na abertura do poema Presságio do seu novo livro 'O Teorema da Feira' que lança hoje, às 19h, na Saraiva, do Midway: 'Nada me diz / exatamente / que o teu corpo / santo / foi tanto'. w ÍCONE A morte de Décio Pignataro cala o último grande ícone da poesia de vanguarda e do tropicalismo. Seu livro 'Informação, Linguagem e Comunicação', lançado em 1968, foi a bíblia daqueles anos sessenta. w E Imagino Décio encontrando Dailor Varela, os dois gritando aquela velha frase que arrepiava os nossos parnasianos cheios de pudor com seus versos de poetas oficiais: 'A poesia é a arte do anticonsumo'. w CALMA! Vem ai o Carnatal, bálsamo de todos os males da cidade que além de festeira sabe fazer carnaval fora de época. Sem música carnavalesca e sem foliões, com todos vestindo uma roupa que se chama abadá.

Musicomania CONRADO CARLOS - ccpsilva@hotmail.com

CD: JAZZ

Aprecie com EXCITAÇÃO Segundo disco de Iris Ornig mostra evolução da música de uma das principais jazzistas do momento; “No Restrictions” tem números de Björk, Michael Jackson e influência brasileira Nos últimos anos, uma safra de mulheres instrumentistas tem alterado a configuração do jazz contemporâneo, outrora um clube exclusivo dos bolinhas. Desde a trompetista israelense Anat Cohen que, junto com dois irmãos, forma o 3 Cohens (comentei aqui sobre o quarto álbum deles, “Family”, na edição d’O Jornal de Hoje do dia 03 de agosto), até Esperanza Spalding, a contrabaixista queridinha de Barack Obama, que tem uma penca de trabalhos consistentes, elas entraram no reduto masculino para acrescentar charme, sensibilidade e forjar paradigmas. É o caso da alemã Iris Ornig.

Ela acaba de lançar seu segundo álbum, “No restrictions”, em que o talento da garota doutorada pela Guildhall School in Music and Drama, em Londres (a mesma que graduou meio mundo, inclusive sir George Martin), surge em cada uma das dez faixas – oito composições próprias e duas versões, “Venus as a Boy, de Björk, e “The Way You Make Me Feel”, de Michael Jackson. Do Rei do Pop, por sinal, “Billy Jean” também faz parte de seu setlist (mas não deste disco) - no Youtube tem essa maravilha sendo executada no Kitano Pub, um dos points jazzísticos em Nova

York, onde Iris faz jams sessions aos domingos. Da vida na Big Apple (sua morada desde 2003), a germânica tirou influências que complementaram sua formação inicial em jazz e música popular europeia pela Universidade de St. Gallen, na Suíça. No comando de um instrumento difícil para mulheres, ela economiza nos solos e investe na generosidade para com a banda. Iris aposta no cool, no bebop e na música brasileira. Traços significativos de João Donato e Marcos Valle podem ser observados na faixa-título, que faz qualquer um ensaiar nem que seja um breve

gingado, e em “Gate 29” (talvez a melhor). Os temas de “No Restrictions” têm no saxofone de Michael Rodriguez o condutor melódico, ainda que o piano de Helen Sung, a guitarra de Kurt Rosenwinkel e a bateria de Marcus Gilmore fechem o pacote virtuoso. Se a capa do álbum tem um quê de mistério, de ‘restrições’, e sugere a liderança inconteste, as composições revelam uma artista vibrante, polivalente e longe da vaidade. Apenas na faixa de encerramento, “Uptight”, ela encaixa dois minutos de brincadeira com o baixo. Ao vivo, ela esbanja, no centro do palco, o carisma e a se-

gurança dos grandes mestres, enquanto Helen, Kurt e Michael ratificam as críticas elogiosas que o quarteto recebe a cada semana. A simbiose entre sofisticação e originalidade transforma “No Restrictions” em um presente a ser aberto neste final de ano. Para os iniciantes em jazz, nada melhor que começar por números melodiosos compostos e arranjados por uma mulher refinada e atenta ao que existe no mundo além do Atlântico Norte. Para iniciados, será um tesouro a ser descoberto com extrema facilidade, com direito a mapa, luneta e ajudantes de luxo. C.C.

NO RESTRICTIONS Artista: Iris Ornig Gravadora: Preço médio: U$8,99 (download) U$24,90 (CD)


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 4 de dezembro de 2012

Terça-feira

Direito Vivido

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

RIBAMAR DE AGUIAR (ADVOGADOS ASSOCIADOS) - ribamar@ribamardeaguiar.com.br / www.ribamardeaguiar.com.br

Contratos de trabalho As cláusulas normativas dos acordos coletivos ou convenções coletivas integram os contratos individuais de trabalho e somente poderão ser modificadas ou suprimidas mediante negociação coletiva de trabalho. Com este entendimento, que ilustra o disposto na nova redação da Súmula 277 do Tribunal Superior do Trabalho, a Subseção I Especializada em Dissídios Individuais (SDI-1) não conheceu do recurso de embargos interposto pela Brasil Telecom. A empresa pretendia se isentar do pagamento de participação nos lucros a dois aposentados. O benefício ficou estabelecido em cláusula coletiva de 1969 e não foi revogada em negociações posteriores. A ação foi movida por cinco aposentados da empresa que pleiteavam o direito de receber participação nos lucros e resultados da empresa nas mesmas condições asseguradas aos trabalhadores ativos. Em 2003, a extinta Telemar, hoje Brasil Telecom, efetuou o pagamento aos empregados dos valores a título de participação nos lucros relativos ao ano de 2002, no entanto a vantagem não foi estendida aos aposentados. Em 2004, a empresa realizou novamente o pagamento de participação nos lucros, relativo ao ano de 2003 apenas aos empregados ativos.Os aposentados alegaram na Justiça do Trabalho que em 1970, época em que trabalhavam na empresa, foi firmado um termo aditivo ao acordo coletivo de trabalho (ACT) de 1969 que previa o direito dos aposentados - regidos por termo de relação contratual atípico - ao recebimento das mesmas vantagens dos empregados que permanecessem na ativa. Em outra cláusula do ACT ficou determinado que o abono de Natal, deveria ser pago a título de participação nos lucros da empresa aos empregados aposentados. A Brasil Telecom alegou que "em tempo algum" assumiu obrigação de pagar aos aposentados a parcela sobre participação nos lucros ou resultados. Alegou que o referido benefício é um direito reconhecido pela Constituição Federal apenas aos empregados.Mas a sentença foi favorável aos aposentados condenando a empresa a pagar a participação nos lucros e resultados aos trabalhadores inativos. Em Recurso Ordinário, a reforma da decisão foi solicitada ao Tribunal Regional da 9ª Região. Para julgar o caso, o Tribunal Regional do Trabalho da 9ª Região fez um registro histórico da complementação de aposentadoria da Telepar. Segundo o acórdão, em junho de 1970

foi assinado um termo aditivo ao ACT 1969 que instituiu um Abono de Aposentadoria a fim de suplementar a aposentadoria concedida pelo Instituto Nacional de Previdência Social (INSS). O termo dispunha que as parcela consistiria em importância mensal que, adicionada aos proventos de aposentadoria corresponderia à igual quantia que o empregado perceberia se estivesse trabalhando. Entre os benefícios previstos estava a participação nos lucros da empresa no valor de um salário mínimo vigente à época. Em 1982 foi assinado novo acordo coletivo, que alterou as condições estabelecidas no termo aditivo de 1970. Uma das mudanças alterou a denominação "suplementação" de aposentadoria, para "complementação". A partir do novo termo também ficou estipulado que o benefício seria devido pela Telepar apenas aos empregados admitidos até 31/12/1982, pois aos admitidos após essa data seriam assegurados apenas os benefícios estabelecidos no estatuto da Fundação Telebrás de Seguridade Social (Sistel). A base de cálculo do benefício para os admitidos até dezembro de 1982 continuou a mesma prevista nos acordos anteriores e nada foi mencionado sobre a participação nos lucros e resultados. Nove anos depois, em 1991, novo acordo foi lavrado com a finalidade de deixar assentado que as condições de aposentadoria dos empregados admitidos até 31/12/1982 constituíam cláusula contratual. O acordo, denominado "termo de relação contratual atípica" tinha como objetivo evitar a interpretação de que a complementação de aposentadoria devida indiretamente pela Telepar constituiria acordo coletivo, sujeita a revogação depois de expirado o respectivo prazo de vigência. Tal acordo estabelecia que ao aposentado nas condições previstas seria assegurada a percepção da complementação do 13º salário, bem como o Abono de Natal, os anuênios que percebia na data da aposentadoria e demais benefícios, e eventual participação nos lucros da empresa, do exercício em que se aposentou na forma que a lei ou acordo entre as partes determinasse. Ao analisar o caso, o TRT entendeu que o direito à complementação de aposentadoria era limitado apenas aos empregados admitidos até 31/12/82, de acordo com o disposto no ACT de 1982, e que adquiriram o direito à aposentadoria até 07/01/1991, baseado no termo de relação contratual atípica firmado em 1991. Para o regional, após o período de 7/01/1991 os empregados

fazem jus à integração da participação nos lucros e resultados apenas do exercício em que se aposentaram. Neste sentido, o TRT observou que 3 dos 5 reclamantes da ação, foram admitidos a partir de 1º/01/1983, fazendo jus apenas à complementação de aposentadoria previsto no estatuto do Sistel. Somente duas reclamantes, que se aposentaram antes de 1991, tiveram o pedido deferido. O restante fazia jus à participação nos lucros e resultados apenas do exercício em que se aposentaram. Assim, o TRT deferiu o pagamento da participação nos lucros e resultados referentes aos anos de 2003 e 2004 apenas a duas reclamantes. A Telemar recorreu ao TST com o intuito de se isentar do pagamento. Alegou que as normas coletivas só valem no prazo de vigência. Arguiu que com o término da vigência da negociação coletiva e com a promulgação da Constituição Federal de 1988, foi procedida a alteração da natureza jurídica da participação nos lucros, desvinculando-se essa parcela da remuneração. Mas a 2ª Turma do TST manteve a decisão do Regional e não conheceu do Recurso de Revista da empresa. Destacou que o abono de aposentadoria que engloba participação nos lucros foi criado em data anterior à promulgação da Constituição Federal de 1988. "O fato de ter havido previsão constitucional no sentido de que a participação nos lucros se desvincula da remuneração não exclui o direito dos aposentados ao benefício, que se agregou aos contratos de trabalho das reclamantes", destacou o acórdão. Ao discordar da decisão, a Brasil Telecom interpôs recurso de embargos na SDI-I insistindo ser indevido o benefício referente aos anos 2003 e 2004, uma vez que o ACT de 1969 assegurava a percepção nos lucros aos aposentados somente do exercício em que se aposentaram. Indicou violação dos artigos 7, XXIX, da Constituição Federal, 613, IV, e 614, $2ª, da CLT e contrariedade às Súmulas 277 e 326 do TST. A ministra Delaíde Miranda Arantes, relatora do processo na SDI-1, constatou que, conforme acórdão da 2ª Turma, o caso é de celebração de um termo aditivo ao ACT de 1969, que assegurou o recebimento da participação nos lucros para os aposentados, se incorporando ao patrimônio jurídico dos trabalhadores. "Neste cenário, a decisão embargada está em sintonia com a nova redação da Súmula 277 do TST," afirmou a ministra. O voto pelo não conhecimento do recurso de embargos foi acompanhado por unanimidade.

Estaleiro Atlântico Sul de Pernambuco lançou o segundo navio Zumbi dos Palmares para Transpetro NATAL Navio C-Sailor Sea Otter Lagoa Carioca Lagoa Paranaense Gemini ST Thais CMA-CGM Platon Silver Cloud Azamara Quest Marfret Guyane

Bandeira Brasil Chipre Brasil Brasil Brasil Bélgica United King Bahamas Bahamas França

TBN

Brasil

Agência Seamaster Seamaster W. Sons W. Sons W. Sons Petrobras CMA-CGM Superservice Superservice W. Sons

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto 06/12 08/12 08/12 12/12 15/12

Destino Guamaré(RN) Guamaré (RN) ---São Sebastião(SP) Algeciras/ESP Recife(PE) Recife(PE) Algeciras/ESP

Carga Descarga Reabastecimento -Reabastecimento -Em Operação -Em Operação -Em operação --Combustível Contêineres --Turismo -Turismo Contêineres --

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

06/12

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

Sal

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Loyalty

Dia 04 05

Libéria

A. Marítima 05/12

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 13:26 0.7 19:58 2.0 02:09 0.6 08:38 1.8

Cooperativas & Negócios Jornalista Responsável: Gil Oliveira (gilbamar@gmail.com)

apronianocfs@hotmail.com

Paranaguá(PR)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

FASES DA LUA Minguante (06/12 - 12:31h) Nova

(13/12 - 05:42h)

Crescente

(20/12 - 02:19h)

Cheia

(28/12 - 07:21h)


Esporte

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 15

Divulgação

Jogos na cidade de Assu têm contado com boa média de público. Expectativa é número ainda maior com jogos de Cruzeiro e Alecrim

POTIGUARES ESTREIAM HOJE

NA TAÇA BRASIL DE FUTSAL A COMPETIÇÃO REÚNE NOVE EQUIPES DE TODO O PAÍS E ESTÁ SENDO DISPUTADA NO NO COMPLEXO POLIESPORTIVO D EPUTADO A RNOBIO A BREU , EM A SSU . A S EQUIPES DO A LECRIM E DO C RUZEIRO REPRESENTAM O RN As equipes do Rio Grande do Norte fazem hoje à noite as suas respectivas estreias na Taça Brasil Correios de Futsal Adulto Masculino. Pelo grupo P1, o Alecrim é a única equipe que ainda não atuou e entra em quadra, no Complexo Poliesportivo Deputado Arnobio Abreu, em Assu, para enfrentar o São LucasRO, às 18h30. Uma vitória pode colocar a equipe alviverde na liderança do grupo, já que na abertura da competição, os demais integrantes do grupo não passaram de um empate. O próprio adversário desta noite fez sua estreia e empatou em 5 a 5 com Colégio ABC (MS). O confronto aconteceu ontem e contou com a participação de um ótimo público. Com o empate, as duas equipes somam um ponto cada, embolando o grupo P1 da 39ª Taça Brasil Correios de Futsal Adulto Mas-

culino 1ª Divisão. A outra equipe potiguar que também fará sua estreia é o Cruzeiro. Às 20 horas, o time entra em quadra para enfrentar o Brumado E.C, da Bahia, para tentar conquistar seus primeiros pontos na competição.Com um jogo já realizado, os baianos ainda não venceram e buscam a reabilitação na noite desta terça-feira. Os baianos do Brumado vêm de uma goleada sofrida para o time do Amamp Futsal-SE pelo placar de 6 a 1. Enquanto o resultado deixou a equipe do Sergipe na liderança do grupo P2 com 3 pontos, o adversário do Cruzeiro pode cair mais uma posição em caso de derrota para o time norte-riograndense. A competição segue amanhã novamente com os potiguares em quadra pela terceira rodada da compe-

tição. Às 18h30, o Colégio ABCMS enfrenta o Alecrim, enquanto o Cruzeiro, na sequência, joga às 20 horas, contra o Uirapuru. Na quinta-feira, apenas o alviverde volta a atuar. Na oportunidade, o time vai enfrentar o Goiás. A participação dos times norteriograndandenses na primeira fase termina na sexta-feira. O Alecrim recebe o Tunaluso-AM, às 18h30, para fazer sua quarta e última partida da fase classificatória. As equipes do grupo P1, inclusive, fazem um jogo a mais devido a formação do grupo com cinco equipes. Já o Cruzeiro encerra sua participação diante do AMAMP-SE, 20 horas, novamente no Complexo Poliesportivo Deputado Arnobio Abreu, em Assu. Este ano, o formato da competição precisou sofrer modificações

devido a desistência da equipe do Peixe Mazza que obrigou a um dos grupos ficar com apenas quatro times disputando duas vagas na fase final. Desta maneira, o rebaixamento também sofreu mudanças. Pela desistência, automaticamente, o Peixe está rebaixado, por isso só resta uma vaga na zona de rebaixamento. A equipe que fizer a pior campanha entre os nove participantes está automaticamente na Segunda Divisão da Taça Brasil do ano que vem. A melhor participação do Rio Grande do Norte na Taça Brasil de Futsal foi em 2006, quando o ABC conquistou o vice-campeonato, após ser derrotado pela equipe do Jaraguá/Malwee-SC. À época, o craque da Seleção Brasileira de Futsal, Falcão, era o destaque da equipe catarinense que bateu os potiguares

no ginásio Humberto Nesi, o Machadinho. O Cruzeiro também já conseguiu destaque na competição e na

edição do ano passado, foi terceiro lugar. O campeão foi o Esmac/Ananindeua-PA, enquanto o Horizonte, do Ceará, foi o vice-campeão.

JOGOS DOS POTIGUARES TERÇA-FEIRA - 04/12 18h30 - São Lucas-RO x Alecrim 20 horas - Brumado-BA x Cruzeiro QUARTA-FEIRA - 05/12 18h30 - Colégio ABC-MS x Alecrim 20 horas - Cruzeiro x Uirapuru QUINTA-FEIRA - 06/12 18h30 - Alecrim x Goiás SEXTA-FEIRA - 07/12 18h30 - Alecrim x Tuna Luso-AM 20 horas - AMAMP Futsal-SE x Cruzeiro

> MERCADO

ABC renova com atacante para temporada 2013 De olho na reapresentação marcada para o dia 17 de dezembro, a diretoria do ABC anunciou mais uma renovação de contrato e segue na montagem do elenco abecedista para a temporada 2013. O mais novo jogador confirmado para o próximo ano é o atacante Rodrigo Silva, que acertou a sua permanên-

cia no Mais Querido. Rodrigo chegou ao clube na reta final da Série B 2012, conversou com o presidente Rubens Guilherme e, compareceu ao Complexo Sócio-Esportivo Vicente Farache e assinou a sua renovação contratual até o final da temporada 2013. Com a camisa do ABC, o

centroavante ainda fez oito jogos, apenas um deles como titular, enquanto saiu do banco de reservas para o gramado em sete oportunidades. O jogador, inclusive, foi destaque na vitória sobre o Paraná, por 2 a 1, pela Série B do Campeonato Brasileiro e que encami-

nhou o Alvinegro potiguar para se afastar do risco de rebaixamento para a Terceira Divisão do futebol nacional. O atacante catarinense é, até aqui, o principal jogador do setor ofensivo abecedista que tem ainda o jogador Canga, já contratado, além dos jovens Felipe Alves, Alvinho e Romarinho

Gabriel Negreiros INTERINO - BRUNO ARAÚJO - WESCKLEY@YAHOO.COM.BR MELHOR DO MUNDO, NO MUNDO No dia 7 de janeiro, o argentino Messi deverá ser premiado pela terceira vez consecutiva com a Bola de Ouro da Fifa e se consagrar por mais uma temporada melhor do mundo. Os convidados para acompanhar a premiação de pertinho, desta vez, serão o espanhol Iniesta e o português - cansado do papel de coadjuvante na premiação - Cristiano Ronaldo. O brasileiro Neymar, indicado entre os 23, antes da lista final com o trio dourado mais uma vez ficou de fora da briga. Fato que levantou novamente a discussão sobre a necessidade de o atacante do Santos deixar o país para, de fato, disputar uma vaga no pódio dos melhores do mundo da bola. É fato que a Champions League é o torneio de clubes mais forte do mundo. Jogadores de qualidade não faltam na competição que reúne o que há de melhor no futebol europeu. Por outro lado, a Fifa, aparentemente, ainda não abriu os olhos para a sua função real: representar o futebol do mundo inteiro. Na América do Sul, por exemplo, temos uma Copa Libertadores em que é possível assistir não apenas grandes jogos, mas grandes apresentações individuais. Não só de brasileiros, mas de argentinos, uruguaios, mexicanos

e tantos outros. O Campeonato Brasileiro também é um caso a parte. Nenhum campeonato nacional, no planeta, é tão equilibrado e tantos aspirantes ao título quanto o nosso. Tem dúvida? Basta dar uma olhada na composição dos campeonatos inglês, espanhol, italiano e alemão. Talvez a representação boleira europeia precise esquecer o fato de estar presente no Velho Continente, e lembrar, que de fato, é um representação do futebol mundial. O melhor do mundo pode não estar no Brasil hoje, mas pode estar em outro lugar que nã seja a Europa! SEM ACORDO O lateral-esquerdo Renatinho Potiguar não veste mais a camisa do ABC. O jogador não chegou a um acordo com a diretoria do clube e deve defender outra equipe na temporada 2013. Duas equipes disputam o passe do jogador que guarda a sete chaves o nome de sua nova agremiação. Forte, no entanto, é a possibilidade de que o Goiás esteja na briga para contar com o futebol do agora ex-camisa 6 do alvinegro. SÓ EM JANEIRO A promessa da diretoria do América é de que o centroavante Isac e o volante Fabinho

para o setor. O clube tenta ainda a renovação de contrato com o atacante Éderson, um dos destaques do ABC na Série B. Com o fim do contrato de empréstimo do Atlético-PR, o cearense foi devolvido ao clube e aguarda uma nova liberação do time paranaense para acertar mais

PisandonaBola AMÂNCIO

se apresentem para iniciar a preparação para a temporada 2013 com o restante do grupo. O que os dirigentes não confirmam é a permanência da dupla para todo o ano. Os dois viajam antes da apresentação para realizar testes físios e exames médicos. A China deve ser o destino de ambos. A negociação está sendo realizada pelo próprio Alex Padang. FALTA ESTRUTURA A cidade de Natal, no Rio Grande do Norte, é a sede do torneio de atletismo dos Jogos Escolares Sul Americanos, mas as provas de atletismo foram transferidas João Pessoa, porque as pistas destinadas ao esporte na capital potiguar estão em péssimo estado. As competições da modalidade, iniciadas ontem, vão até esta quarta-feira, naUFPB. À CASA TORNA O atacante João Paulo, cria das categorias de base do ABC, está de volta a Natal. O jogador chegou no final da noite de ontem à capital potiguar para curtir férias após mais uma temporada na Coreia do Sul, defendendo o Gwanjou. Mesmo com a temporada ruim do time do atleta potiguar, o jogador é alvo de proposta de outros clubes do país e também de equipes da China.

uma renovação com o Alvinegro da capital potiguar. "Ainda não tenho nenhuma definição. Estou aguardando a liberação do Atlético para poder acertar uma renovação com o ABC. Minha intenção é permanecer em Natal. Agora é só esperar", comentou o jogador.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 4 de dezembro de 2012

Esporte

Terça-feira

Fotos: Cedida

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Morte fajuta

João Paulo foi artilheiro do Gwangjou na temporada 2012 e já desperta com seu futebol interesse de outros times da Ásia

FURAÇÃO POTIGUAR

DE VOLTA A NATAL DONO

GWANJOU NA K-LEAGUE E ARTILHEIRO DA EQUIPE NA TEMPORADA, ATACANTE JOÃO PAULO ESTÁ DE FÉRIAS NA CAPITAL POTIGUAR. JOGADOR VAI APROVEITAR TEMPO COM DE OITO GOLS COM A CAMISA DO

FAMILIARES E REUNIR AMIGOS PARA CASAMENTO Depois de mais 30 horas de vôo e quase dois dias em claro, um abraço apertado nos pais, a primeira providência do atacante João Paulo, de 24 anos, após mais um temporada na Coreia do Sul, foi encarar um churrasco em meio à madrugada. O jogador chegou a Natal na madrugada desta terça-feira e ainda não parou. Entre idas e vindas para atender aos amigos que buscam colocar o papo em dia e o trajeto para levar a esposa Marleide a autoescola, o atacante conversou com a reportagem do Jornal de Hoje. Sobre a temporada encerrada no final de semana passado, o jogador lamentou a forma como terminou para o seu clube, o Gwangjou. "Esse ano foi complicado para mim, o time caiu para a segunda divisão. Foi a primeira vez que houve descenso na K-League - liga principal da Coreia do Sul. Caímos nós e o time do exército", conta. João Paulo revela que, este ano, o fato de ser visto como amuleto pelo treinador não facilitou sua vida, já que a opção do comandante era em utilizá-lo apenas em momentos cruciais, no segundo tempo das partidas. Assim, o jogador conta ter realizado apenas oito partidas como titular, das 44 que o time disputou na temporada. Apesar disso, o atacante ainda conseguiu marcar oito gols e ser responsável por oito assistências. "Treinador utilizava apenas com amuleto e só me colocava no segundo tempo. Teve um jogo que ele me colocou com trinta minutos para o final da partida e, cinco minutos depois, sem eu tocar na bola, ele me tirou. Coisas que não dá para entender", desabafou o jovem. Mas a campanha negativa do time e o descenso não foram suficientes para abafar a boa fase do jogador no futebol asiático. Agora, ele passou a ser alvo de propostas de outros clubes da própria Coreia do Sul e também da China. Os procuradores do atleta, Gilberto de Nadai e Robertinho, ainda analisam as propostas, mas pelo andar da carruagem, dificilmente João Paulo vestirá a camisa do Gwangjou na temporada 2013. Sobre a possibilidade de voltar ao Brasil, João Paulo garante ainda não ter intenção pelos próximos anos. Segundo ele, a adaptação ao novo país, a segurança e o aspecto financeiro pesam na decisão de permanecer longe. Apenas a saudade de casa o deixa aflito por um eventual retorno que não deve ocorrer tão cedo.

Depois de um casamento através de procuração, enfim, João Paulo vai acertar as contas com a esposa Marleide "Eu não penso em voltar agora. nia religiosa sonhada por ela há tanto Estamos bem adaptados, [a Coreia tempo. "É sonho dela, a gente vai é] lugar bom de poder fazer isso com a benção que se viver. É tranquilo em termos sempre quisemos", afirmou. de segurança, facilidade de tudo, só é ruim mesmo a saudade. Mas de- ADAPTAÇÃO zembro e avião estão aí para isso", ENCAMINHADA brinca o jogador Após uma que no meio do reunião com a faano recebeu a vimília e algumas sita do pai e do poucas horas de tio. sono, o atacante Para rever os do Gwangjou ini"Eu não penso em voltar amigos, o jogador ciou uma jornada agora. Estamos bem vai realizar no para pôr fim a próximo dia 15, saudade acumulaadaptados, lugar bom de às 19 horas, no da por meses dese viver. Só é ruim campo de futebol vido à distância mesmo a saudade" Lavoisier Maia, da família. Na no Soledade II, Coreia desde o uma partida beneinício do ano pasficiente. Em sado, o jogador campo, os comenfrentou a difícil panheiros das adaptação à comi"peladas de infância" e a solidarie- da exótica, aos jogos em temperadade com a arrecadação de alimen- turas abaixo de zero e ao idioma tos para doar a uma instituição de ca- complicado. ridade. "Não tenho mais problema com "Vamos fazer sorteio de camisas comida, a única coisa que não conde ABC, América e Alecrim, e do sigo me adaptar é ao frio. Peguei meu time na Coreia, o Gwangjou. jogo com três abaixo de zero", conta Quem quiser participar do sorteio, o jogador que revela ainda não coné só levar um quilo de alimento, seguir falar coreano, mas que já pega a senha e corre para o abra- passou a compreender o idioma. ço", diz, bem-humorado. "Ainda não converso, mas já conMas a passagem do jogador por sigo compreender o que as pessoas Natal deverá ter outro motivo nobre. falam. Minha esposa tá melhor do Casado de forma cartorial e à distâ- que eu. Pegou amizade com moça cia com sua esposa Marleide - o ca- de um café, aprendeu bem mais já", samento foi feito por procuração en- garante. quanto ela ainda morava em Natal A única lamentação do ex-ABC -, agora ele deverá realizar a cerimô- é a falta do cuscuz no mercado da

cidade vizinha. "A gente já encontra arroz e outras coisas, mas o cuscuz meu pai precisa levar na mala quando vai me visitar. Tô precisando fazer estoque", brinca o jogador. TOCA DO TATU As dificuldades para chegar ao futebol profissional despertaram um sonho que, agora, João Paulo está por concretizar. Criador do projeto social Manoel Tatu, o jogador financia uma escolinha de futebol para jovens da comunidade carente de Boa Cica, distrito do município de Touros. Atualmente, mais de 80 jovens participam do projeto que começa a render os primeiros frutos. "Esse projeto da escolinha tem sido uma alegria só. Conseguimos levar um menino para o ABC, agoram temos um garoto indo para o América. Fico feliz em poder tentar dar a oportunidade que eu não tive quando garoto. Sempre sonhei em ter um projeto desse e fico satisfeito em poder homenagear meu avô, meu fã número 0, e grande incentivador da minha carreira e do esporte na comunidade", lembra. Agora, o projeto Manoel Tatu, deve ganhar um incremento. Foi dado o ponta-pé inicial para a construtação da Toca do Tatu, centro de treinamento que o jogador está construindo com campo, vestiário e alojamento, para oferecer condições ainda melhores para que os jovens possam amadurecer o futebol e, quem, sabe, ganhar o mundo como o pequeno João um dia sonhou em conseguir.

O Brasil, de forte mesmo, vai enfrentar somente a Itália na Copa das Confederações. É a vice-campeã europeia e tetra mundial que tomou um vareio da Espanha este ano em remake do que o Barcelona fez com o Santos: 4x0 parece um carimbo lá da Península Ibérica. Grupo da Morte é batizada a chave do time de Felipão e Parreira, complementada pelo Japão e pelo México. O Japão no futebol corresponde à minha contratação para substituir Tom Cruise e fazer o papel do indestrutível agente Ethan Hunt. "Todo mundo é japonês" vem dos tempos que os rapazolas de redes sociais desconhecem quando havia um campeonato só com time ruim. "É todo mundo japonês", berrava o massagista malandro chupando uma laranja da cesta com a qual abasteceria os asiáticos das chuteiras. Genial na tecnologia e na capacidade de recuperação após ser devastado pela aliança com Alemanha e Itália, comandadas por Hitler e Mussolini, no nazismo e fascismo varridos da Civilização, o povo japonês saiu da Segunda Guerra para entrar na história pela autoestima. Foi Zico, "Djico", para eles, o pai do futebol. Ensinou-lhes o mínimo de fundamento e a organização oriental tratou de melhorar o padrão de eterna gozação destinado aos japoneses, que sempre levavam enfiadas de dois dígitos quando se atreviam a enfrentar o Brasil dos bons tempos. Bastava escalar Quarentinha no ataque com Almir Pernambuquinho , nem precisava de Pelé e Vavá. Jair da Costa na ponta-direita para descansar Mané Garrincha e Germano, o flamenguista que enfeitiçou uma condessa na esquerda para a surra ser monumental. Germano, bom ponta, era irmão do Crioulo Doido, Fio Maravilha, Cantinflas do Maracanã dos anos 1960. >>> Fortino Mario Alfonso Moreno Reyes, era o nome de batismo de Cantinflas, maior humorista da história do México. Sua alegria de palhaço humilde e desconcertante, o transformava num Garrincha do palco e das telas, até transportá-lo para a mitologia Azteca da arte. Cantinflas está para arte dramático e do riso, como Zapata para o brio patriótico dos mexicanos. O México é tido pela nova comissão técnica da CBF como um adversário fortíssimo. O México passou a atrapalhar o Brasil a partir de Ricardo Teixeira e jamais os Seus Blue Caps, mas seus comparsas. A maior testemunha está viva: O goleiro Carbajal, que disputou cinco Copas do Mundo, de 1950 a 1966.Mora aos 93 anos em seu país. Em 1950, Carbajal tomou quatro do Brasil num Ex-Maracanã com 81.649 pagantes, estreia na Copa, dois gols de Ademir Menezes, um de Jair Rosa( e não da) Rosa Pinto, e Baltazar, o Cabecinha de Ouro, goleador do Corinthians. Doze anos depois, lá estava Carbajal para encarar a genialidade enfeitiçada de Mané. Também na estreia na Copa do Chile e com o Brasil entendiado, Carbajal viu Mané fazer toda a jogada do gol de Zagallo, driblando uma fileira de colegas que deram de traseiro no chão de Cordilheira. Em 1968, o atacante Fragoso, do México, desfilou em carro aberto pelas ruas da capital do país. Foi dele o gol da vitória sobre o Brasil por 2x1 num amistoso que tinha uma comissão selecionadora escalando os jogadores e Aimoré Moreira de técnico de campo. Fragoso começava a encerrar a idiota iniciativa dos cartolas e Jairzinho e Pelé devolveram a vitória, dias depois, no Mineirão, mas não acalmaram a imprensa e a torcida que sabiam: O México, no futebol, não passava de um El Salvador. >>> A partir da cópia subserviente do estilo brucutu, por Zagallo, e a expansão furiosa do futebol feita por João Havelange para se perpetuar no comando da Fifa, o Brasil foi perdendo sua identidade e o baixo clero foi se chegando. Saiu o "Todo mundo é japonês" para entrar o "Não tem mais ninguém bobo". México, El Salvador, Haiti, Tunísia, Argélia, Nova Zelândia, Austrália, as duas Coréias, Gana e outros escretes de Matutão, passaram a figurar na Copa do Mundo em nome "da união dos povos", lorota de Havelange que nunca saiu de restaurantes suntuosos para fazer fé num ovo frito na Boca do lixo, em São Paulo. O Brasil passou a ter duelos difíceis contra México, Canadá, Equador, Venezuela, Bolívia, Lituânia, Jamaica, foi eliminado por Camarões numa Olimpíada, pela Nigéria depois de estar vencendo por 3x1 em 1996 e se deixar morrer num 4x3 de tremedeira. Mas Romário, aqui e acolá, mostrava quem mandava como num 4x0 em 1997, o do seu gol 500, de sem-pulo. O grupo do Brasil na Copa das Confederações pode ser difícil pela banalização da mediocridade. País forte é aquele que jamais se deixa desmoralizar. Sejam feitos 10 torneios de basquete com o time titular dos Estados Unidos(incluindo os profissionais). Durmam os 10 campeonatos e acordem pra ver com quem fica o ouro ao final. O Brasil precisa voltar a jogar com vida, que é a arte mais bonita. A morte é para quem namora o feio. A derrota. DANTE Dante Alighieri se inspiraria para reescrever O Inferno, trecho inicial da divina comédia, se tiver que passar uma tarde pelo trânsito de Natal. Ontem, as arcadas da Arena das Dunas subindo e os carros desviando pelas calçadas e transversais para chegar a canto nenhum. MOBILIDADE O estádio ficará pronto, com grande estacionamento que deverá servir de praça de alimentação ou corredor da folia depois da Copa do Mundo. O importante, obras para o trânsito da cidade, nada. É um feirão móvel da Bernardo Vieira ao Tirol. VAMOS CONFUNDIR Radicalizou geral a eleição para presidente do Conselho Deliberativo do ABC Futebol Clube. Grupos paramilitares de redes sociais usam a tática de confundir para tumultuar. Até o Instagram, um programa da moda, gera reuniões secretas de

mentores e línguas de aluguel. OBSERVANDO O tumulto no ABC beneficia o América que prepara o seu time para a Copa do Nordeste. Promessa de grupo forte. ZILSON E O JL Árbitro histórico de futebol e futebol de salão, Zilson Eduardo Freire encaminha sua seleção do Estádio Juvenal Lamartine. Zilson foi companheiro de boemia do meu pai e do procurador, ex-técnico de salão e supervisor Olinto Galvão. O TIME Zilson escalou a seleção do Rio Grande do Norte campeã do Nordeste de 1959: Ribamar (ABC); Biró(ABC), Calado (ABC), Cileno(ABC), Pádua (Riachuelo) e Mauro (América); Cocó (ABC), Aladim(Riachuelo), Saquinho(América), Jorginho (ABC) e Ivo (Riachuelo). Também homenageia Wallace (América), Ivanildo (Santa cruz) e Cezimar (América).


Cultura

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

O Jornal de HOJE 17

Canindé Soares

BURRO ELÉTRICO COMEMORA 21 ANOS DE FOLIA SAUDÁVEL Uma brincadeira de jornalistas na prévia do primeiro Carnatal evoluiu para um bloco inicialmente exclusivo da categoria e, depois aberto, chegando nesta edição do Carnatal ao seu 21º desfile, reunindo cerca de 1.500 foliões em torno de atrações como Capilé, Dj Berto, bandinha de frevo, petiscos e bebidas de graça. Dirigido por cinco jornalistas, um funcionário público e uma secretaria executiva, o bloco é considerado dos mais queridos do Carnatal, conseguindo colocar no percurso políticos que nunca saem em outros blocos, empresários, estudantes universitários, profissionais liberais, com predominância de médicos e advogados, numa folia sempre sadia e sem problemas. Um dos fundadores e até hoje diretor do bloco, o jornalista, escritor e ativista social Flávio Rezende, relata abaixo algumas passagens interessantes do bloco ao longo destes 21 anos. O JORNAL DE HOJE - Como tudo começou? Flávio Rezende - Em seu início o Carnatal apresentava uma prévia uma semana antes, era a hora do trio Asas da América fazer o percurso oficial para ver se aparecia algum problema. Como íamos trabalhar no evento mesmo, decidimos formar uma turma chamada "Vai para onde heim?" e ir atrás deste trio. A dúvida era como levar a bebida, aí tivemos a ideia de contratar um carroceiro de Mãe Luiza e levar tudo na carroça puxada por um burro. No percurso todo mundo adorou e dizia, ano que vem queremos ir. Aí no ano seguinte fundamos o Burro Elétrico que reunia basicamente jornalistas e agregados (namorados, amigos mais próximos etc). Aí as coisas foram crescendo, mais gente querendo entrar e, quando o evento mudou para onde é hoje, tivemos que virar um bloco normal, com trio, segurança e tudo. Estamos aí até hoje, sempre

com sucesso. O JORNALDE HOJE - Relate alguns bons momentos. Flávio Rezende -Teve um ano que um bloco quebrou logo na saída. Ai era para sair o segundo que não saiu. O terceiro, Chiclete com Banana também não aceitou, aí vieram pedir para que entrássemos. Como o nosso era o último, ainda estávamos colocando as placas dos patrocinadores e nem todos os foliões haviam chegado. Me recusei a deixar o bloco ir. A diretoria da Destaque subiu no trio e ordenou a entrada. Aí peguei o microfone e fiz um discurso, dizendo que só porque era o Chiclete com Banana que se recusava que estavam nos obrigando, que não íamos pois a ordem devia ser respeitada, foi uma confusão, meti bronca mesmo, no fim não entramos, fomos só na nossa vez e o arranhão foi sanado pelo fato de Roberto Bezerra ser uma pessoa que não guarda mágoas, ele

é prático, até hoje somos grandes amigos e parceiros. O JORNAL DE HOJE -- Mais algum? Flávio Rezende - No ano que fizemos 20 anos levamos um grande bolo para a avenida e, na frente do camarote da Destaque, cantamos parabéns, quando terminou, os diretores começaram a meter a mão no bolo e jogar uns nos outros, feito aqueles filmes pastelões, tudo sendo filmado, foi muito engraçado e, como uso óculos, passei o resto do desfile com dificuldade de ver as coisas pois o glacê não largou das lentes. O JORNAL DE HOJE - Alguma confusão? Flávio Rezende - Ao longo de nossa história tivemos poucas. Sempre resolvidas rapidamente. Nada grave a não ser a queda de uma pessoa do carro de apoio, já depois do desfile, coisa de cinco anos atrás. A bebedeira gera muitos foliões muito altos, mas, acho que os anjos da guarda trabalham dobrado e termina sempre na paz. O JORNAL DE HOJE - E para este ano. Flávio Rezende - Vamos sair com as bebidas, água mineral da Santa Maria, cerveja, whisky, petiscos da Gosto de Pão e com Capilé puxando o trio principal, junto com sua banda, o Dj Berto no carro de apoio e, atrás uma bandinha de frevo. Ofere-

cemos assim todos os ritmos, músicas para todos os gostos. Somos o último bloco da quinta e estamos entregando nossos kits no stand de vendas do Residencial Noilde Pessoa Ramalho alí em frente ao Atheneu. As vendas estão sendo feitas na Atlântico Operadora de Turismo, fone 3642-3335 ou com comissários.

Divulgação

O JORNAL DE HOJE - A mensagem para o folião do Burro. Flávio Rezende - Nosso folião não é o filho, é o pai. É a pessoa que trabalha ou estuda para ganhar a vida e, não se sente muito a vontade nos outros blocos, pelo fato de não conhecer ninguém. É no Burro Elétrico onde as pessoas mais velhas se encontram, celebram a vida, é o momento do relax, de soltar a franga, de liberar o estresse. Nosso bloco é sempre muito querido por isso, todos que vão ficam folgados, encontrando amigos, fazendo novas amizades. Como não é tão cheio como os outros, existe espaço para a conversa amena, o encontro fraterno, além da opção de curtir no mesmo desfile, vários estilos musicais. Quem vai gosta sempre, todos terminam o bloco sempre dizendo, foi o melhor ano. Em nome dos diretores Carlos Maia, Carlos Magno, Carla Barbalho, Eliana Lima, Nelly Carlos e Tiana Costa, agradeço a esses foliões que, em muitos casos, estão com a gente há bastante tempo.

Cultura HOJE com Dani Pacheco DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com ALEX GURGEL

MPBECO Confira os vencedores da sétima edição Festival MPBeco que neste anos distribui uma premiação total no valor de R$ 20 mil. Pelo júri oficial: Prêmio Nazir Canan 1ª colocada foi a música "A Rezadeira", de Ricardo Baya e Maíra Salles com interpretação de Maíra Salles; Prêmio Newton Navarro - 2ª colocada ficou com "Foi Medo" de Isabela Morais e Jaina Elne com Jaina Elne, que também levou o Prêmio Bosco Lopes de Melhor Intérprete; Prêmio Celso da Silveira - 3ª colocada foi para "Pássaro Astuto", de Severino Ramos e Nagério com Banda Pássaro Astuto. A música também foi contemplada com Prêmio Maestro Mainha de Melhor Arranjo. E, pelo voto popular quem levou o Prêmio Elino Julião foi com "Tambor Brasil", de Zorro com Zorro e Brisas do Tempo

E, POR FALAR... Para os fotógrafos que fizeram fotos durante o MPBeco, as inscrições para o Concurso Fotográfico MPBeco em Foco vai até o dia 07 de dezembro. A ficha de inscrição e o edital estão no site: www.festivalmpbeco.com.

VAMOS PARA O CARNATAL? Quer curtir o bloco mais divertido e irreverente do Carnatal? Mande uma frase sobre os 21 anos do Burro Elétrico para a coluna CULTURA HOJE / O JORNAL DE HOJE (danipachecojh@gmail.com) até meia noite desta terça. O autor da melhor mensagem ganha um abadá do bloco. O resultado será divulgado neste espaço na quarta-feira, dia 5. DICA DE LIVRO O lançamento da nVersos, “Arnaldo Antunes: o Canibal Devora o Mundo “ de autoria da Doutora em Literatura, Alessandra Santos, analisa a ligação de Arnaldo Antunes que é reconhecido pela sua música singular e talento em diversos campos artísticos como compositor, músico, escritor e artista visual com o movimento modernista do século XX. A pesquisadora abre o livro com uma pincelada na história das vanguardas e do movimento modernista no Brasil, necessário para chegar até a obra de Arnaldo e explicar suas influências. Dividida entre Arnaldo Antunes e a Poesia: poética da percepção; Arnaldo Antunes e a Música: poética da Bricolagem; e Arnaldo Antunes e as Artes Visuais: poética da apropriação, a análise da obra do canibal mostra que ela é “viva e alerta, lúcida como somente os vanguardistas foram (...). Arnaldo é inovador e corre riscos artísticos que poucos ousam, sempre almejando uma utopia”. Alessandra propõe que a obra do músico reinventa e dialoga com o movimento antropofágico, tão importante para a cultura brasileira que, nas palavras da presidente Dilma Rousseff, “é a nossa capacidade de absorver o que tem de universal em todas as culturas e metabolizar no particular”.

TALENTO POTIGUAR (FOTO) A Orquestra Sinfônica da UFRN vai a São Paulo em uma ação inédita. Pela primeira vez saindo do estado, o conjunto de 60 músicos, entre professores e alunos dos cursos de licenciatura, bacharelado e pós-graduação, deixa as fronteiras do RN e representa o Nordeste com o show “Clássicos do Baião – Tributo a Gonzagão” (foto) na capital paulistana. A caravana musical agrega ainda a sanfona de Zé Hilton e as vozes dos cantores Caio Padilha, Camila Masiso, Khrystal, Valéria Oliveira e Wigder Valle. Os shows acontecem nos dias 13,14,15 e 16 de dezembro no SESC Vila Mariana. CANTO LÍRICO Canto lírico ecoando no prédio histórico do Solar Bela Vista. É o que promete o projeto Solar Bela Música neste mês. Nesta terça-feira, dia 4, o recital será com a soprano Mariângela Campos. E, na quarta-feira, dia 5, a apresentação será da professora Elke Riedel. Os recitais começam pontualmente às 19h30 e a entrada é franca.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 4 de dezembro de 2012

Canal 1

BATE-REBATE w Há mais de um mês, a Rede TV! demitiu Edison Roberto Pinto, gerente de operações. w Ele chegou num sábado para trabalhar e foi informado pelos seguranças da sua demissão. w Acontece que depois daquilo não aconteceu mais nada. Mas botaram na sua conta 20% do salário como se estivesse trabalhando. w O SBT diz que foi uma “estratégia” da direção não anunciar a estreia do Bozo. Então tá. w Como diz ser outra “estratégia” não revelar quem faz o personagem. Tá bom também.

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery

A Rede TV! apresentou, sábado, o programa de encerramento da campanha “Direito de Viver”. Mas, lamentavelmente, o que deveria ser apenas motivo de festa, terminou também num momento dramático em seus bastidores. No final o combinado era cair uma “chuva de papel”, só que a máquina emperrou. Diante dos gritos de um diretor-assistente – “cadê a minha chuva de papel!!!”, um produtor, Emerson Mariano, na tentativa de liberar o equipamento, enfiou a mão na máquina e não conseguiu tirar. A partir daí, foram muitos os momentos de desespero, pois havia o risco de ele perder os dedos. Os seus colegas, apavorados, acompanharam tudo. Mariano foi encaminhado ao ambulatório da emissora e, de lá, para um hospital público. Resultado de tudo, um dedo quebrado, fraturas expostas, e um sentimento de revolta, pois, mesmo com várias crianças ali - muitas até em condições especiais, não havia um paramédico sequer nem ambulâncias. O funcionário, que precisou receber até enxerto, se recupera em casa. Fica o alerta: se não é pra fazer direito, por favor, não façam.

w SUBSTITUIÇÃO RUIDOSA No SBT, a reclamação é a troca do plano de saúde. Sai a Amil, entra a Bradesco Saúde, com direito a várias reuniões com os funcionários nos últimos dias. A coisa está meio que dividida entre apartamento e enfermaria, de acordo com o cargo de cada um. A revolta é muito grande. w DIREÇÃO ERRADA A Record, no “Domingo Espetacular”, resolveu se meter e tentar tirar algum das recentes e infelizes declarações do diretor do “TV Xuxa”. Mas como coisa mal feita nunca

termina em algo bem feito, no Twitter, o alvo dos xingamentos, em vez do Mário Meirelles, foi o Maurício Meirelles, do “CQC”, que não tinha rigorosamente nada com aquilo. E pra explicar? w ME SEGURA O experiente Joseval Peixoto, no SBT, está pegando jeito da TV. É fácil perceber que ele está quase tão à vontade como sempre esteve na Jovem Pan. O único problema é a sua postura. Está meio que caindo de lado. E isto desde o primeiro dia. Será que ninguém consegue corrigir? w DUAS COISAS O “Programa da Tarde”, da Record, tem duas notícias para os próximos dias: 1ª – A autora Letícia Dornelles fica só até o fim deste mês. Ela resolveu sair e já comunicou a sua decisão ao diretor Vildomar Batista. 2ª – O programa, agora com as determinações de se tornar cada vez mais popular, irá tentar a participação do Tiririca como repórter especial.

A Globo vai exibir, entre 25 e 28 deste mês, antes do “Jornal da Globo”, a minissérie “Xingu”, sobre a saga dos irmãos Villas-Bôas, em versão ampliada do filme. Direção de Cao Hamburger. Parece que não há limites para os espertalhões. Eles se superam a cada dia. Agora, por exemplo, existe um link no You Tube, que “permite” acompanhar o último filme de Crepúsculo – Amanhecer – Parte 2. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Gabriela Durlo, agora loira, integra o elenco do telefilme “A tragédia da Rua das Flores”, que a Record vai exibir no próximo dia 21. Na trama, baseada em obra de Eça de Queirós, ela vive Ana, uma fotógrafa que se apaixona por Vítor, Arthur Aguiar. w OFICIAL A partir do ano que vem, Ana Hickmann irá se dedicar unicamente ao “Programa da Tarde”. Confirmando tudo o que se previa, o “Tudo é Possível” acaba mesmo neste dezembro. O programa, depois da pausa das festas, Natal e Ano Novo, com reapresentações, passará a ser apresentado em HD. w CONVOCAÇÃO Os artistas do SBT estão convocados para gravar a mensagem de fim de ano nesta terça-feira. Será uma outra, diferente daquela em que todos são obrigados a entrar na dança do Gangnam Style.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Terá de fazer mais esforço pra manter as finanças equilibradas e será trabalhoso lidar com o apego alheio. O lado bom disso é que a vida lhe dará chance de rastrear melhor as intenções reais de seus parceiros e clientes.

Leão 22/07 a 22/08 Chegou o período do ano em que você precisará se concentrar mais nos assuntos de casa, do lar, da família e de tudo que diz respeito a raízes e sonhos. Vênus em Escorpião clama por mais privacidade. Jogos de poder em casa.

Sagitário 21/11 a 21/12 Lua em Leão envia ótimos raios a seu signo desde ontem. Mais razão ainda pra investir firme nas relações com as pessoas, e melhorar o que não anda bem com seu amor. Saúde, encanto pessoal e portas abertas por ai.

Touro 21/04 a 20/05 Seu planeta regente - Vênus anda por Escorpião, e a natureza beligerante deste signo dá mais trabalho para que as suas relações pessoais e profissionais se mantenham agradáveis. Combater o ciúme é o primeiro passo!

Virgem 23/08 a 22/09 Marte em bom aspecto a Saturno aprofundam suas reflexões sobre a vida, o tempo e a duração das coisas; o que se traduzirá em atos e gestos de mudança. Vênus solta o seu verbo, mas tome cuidado para não ferir a toa.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Por um lado, é tempo de confiar na inspiração e apostar na sua intuição. Por outro lado, época de investir pesado em laços afetivos consistentes.. Esforcese para ficar firme. Um amigo passará por crise de renovação.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Mar te e Saturno favorecem ação com responsabilidade tanto no setor domestico e em relação a família, quanto no âmbito espiritual. Algumas coisas devem ser faladas e não precisam ser mais mantidas em segredo.

Libra 23/09 a 22/10 Tempo de concentrar seu talento na construção de bases mais firmes. Época de turbulência em relações frágeis, que podem balançar. Talvez você se descubra possessivo. Drible a tendência fazendo o bem a alguns.

Aquário 21/01 a 19/02 Você vai causar cer to impacto hoje. De cer to modo, tudo o que fizer estará aparecendo mais. Então, já sabe: escolha bem o que quer exibir. Reputação é assunto também. Cuide dela. Sensibilidade boa para fazer alianças.

Câncer 21/06 a 21/07 Período astral em que os amigos o estarão puxando para as diversões do mundo. E é tempo também de mais fertilidade, criatividade e namoro. Alguns pensarão em ter filhos. O ciúme maior afoga e limita, cuidado.

Escorpião 23/10 a 21/11 Vênus, Marte e Saturno se harmonizam há dias: tome uma decisão a favor de si mesmo e siga adiante. Capriche no visual, mostre seu poder de ir fundo num assunto, brilhe por sua dignidade natural. Fará sucesso hoje!

Peixes 20/02 a 20/03 Mais atento aos seus projetos; some garra e independência e faça com que decolem de vez. No privado, siga independente. Crie suas condições, valorize-se e invista mais em si mesmo. O tempo corre e seu momento é agora.

do MOVIECOM 6: Hora: 15h10/ 17h20/ 19h30- Dublado - 3D

(Dub)

CINEMA AMANHECER PARTE 2 - 12 Anos CINEMARK 1 - Hora: 12h40 / 15h20 / 18h / 20h40; 23h15 (sáb)- Dublado CINEMARK 5- Hora: 12h10 / 17h30 / 20h10 (exc. terc e qui) - 22h45 (sáb) - Legendado CINEMARK 6 - Hora: 11h (sáb e dom)/ 13h40 / 16h20 -/19h00 / 21h40 - 00h15 (sáb)- DIG (Dub) MOVIECOM 4: Hora: 14h00 - Dublado MOVIECOM 7: Hora: 15h30/ 18h00/ 20h30- Legendado A ORIGEM DOS GUARDIÕES Livre CINEMARK 2- Hora: 12h (exc sáb)/ 14h30 / 17h00 / 19h20 / 21h50 ; 11h (sáb) Dublado - 3D CINEMARK 7 - Hora: 11h05 (sáb e dom) / 13h20 / 15h50 / 18h10 / 20h30 / 23h00 (sáb) - 3D- Dublado MOVIECOM 5: Hora: 14h00 - Dubla-

OS PENETRAS - 12 anos CINEMARK 3 - Hora: 11h40 (sáb e dom) / 14h00 / 16h10 / 18h30 / 21h00 / 23h30 B (sáb) MOVIECOM 1: Hora: 15h05h/ 17h15/19h25/21h35 GONZAGA DE PAI PARA FILHO 12 anos CINEMARK 4 - Hora: 13h00 / 16h00 / 18h55/ 22h00 MOVIECOM 3: Hora: 21h BEM AMADAS - 16 Anos CINEMARK 5 - Hora: 20h10 (ter e qui) DIÁRIO DE UM BANANA 3 - Livre CINEMARK 5 - Hora: - Livre 15h00

w Só que contaram pra gente que Jean Santos, ex-Patatá, é o novo Bozo. w Sem divulgação, ele estreou em terceiro lugar, na Grande São Paulo, com 4.3 pontos, atrás de Record, 5.2, e Globo, 6.8. Dados prévios. w Esse deve ser um novo jeito de fazer televisão, não contar nada pra ninguém. w Durante a transmissão do sorteio da Copa das Confederações, no sábado, houve a necessidade de um tradutor simultâneo na Band.

C´EST FINI

NOVO VISUAL

>> TV - TUDO w TEM MAIS... Várias pessoas da produção também reclamam da enorme pressão existente no “Sábado Total”. Querem audiência na marra, como se isso só dependesse da vontade deles. Muitos estão no limite e, tudo isso, com direito a atraso de pagamento. Não está fácil. O espaço está aberto, caso a emissora queira se manifestar sobre o ocorrido.

Michel Angelo – Record

flavioricco@gmail.com.br

Funcionário quase perde dedo em festa da Rede TV!

Terça-feira

007 - OPERAÇÃO SKYFALL - 14 anos MOVIECOM 2: Hora: 21h25 ATÉ QUE A SORTE NOS SEPARE (Nacional) - 12 anos MOVIECOM 2: Hora: 14h25 ERA UMA VEZ EU, VERÔNICA - 16 anos MOVIECOM 3: Hora: 21h00 SELVAGENS - 18 anos MOVIECOM 2: Hora: 18h45 - Legendado OBS: A aprograma ªo pode ser alterada sem prØvio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do dia.

w MACABRO Silvio Santos, no domingo, insistiu que a sua filha Cíntia entrasse no palco do programa. E, como ela não estava concordando, disse: “Vem cá que a tua mãe quer te ver na televisão”. Cíntia é filha da primeira mulher de SS, Cidinha, que faleceu em 1977. w É O SEGUINTE: A Record pretende começar a gravar o “Got Talent” em janeiro, logo depois das férias. Só não definiu ainda quando será a sua estreia. A apresentação será mesmo do Rafael Cortez, que deixa o “CQC” em 2013.


Cidade

Terça-feira

Natal, 4 de dezembro de 2012

Procon Municipal funciona normalmente após redução do quadro de funcionários ATENDIMENTO

DEVERÁ AUMENTAR NA SEGUNDA QUINZENA DE DEZEMBRO

A crise administrativa em Natal e as dívidas da Prefeitura, fizeram com que o prefeito Paulinho Freire tomasse uma medida emergencial para corte de gastos, exonerando 101 funcionários de cargos comissionados. Com a mudança, muitas secretarias municipais foram afetadas, mas em quatro delas, as mudanças causaram maior impacto, tendo seus secretários exonerados. Os titulares das Secretarias Municipais de Políticas Públicas para as Mulheres (Semul), de Gestão Estratégica e Ouvidoria, de Relações Interinstitucionais e Governança Solidária (SERIG), da Habitação, Regularização Fundiária e Projetos Estruturantes (SEHARPE) deixaram seus cargos no último dia 23, após decisão publicada no Diário Oficial do Município. Outro órgão que sofreu alterações diretas com as mudanças, foi o Procon Municipal, que também teve o diretor geral , Rivaldo Fernandes, exonerado do cargo. Com o afastamento, e a redução do quadro de funcionários do órgão, alguns serviços de atendimento ao consumidor passarão por algumas modificações, para adequação ao novo quadro. Inicialmente, a população ficou com medo de que o

Canindé Santos

Segundo o diretor, Jandir Olinto, os exonerados não trabalhavam junto ao público Procon Municipal fosse extinto, o que dificultaria ainda mais a defesa dos interesses dos consumidores. No entanto, o atendimento continua sendo realizado normalmente, e de acordo com o diretor de Assessoria Jurídica e substituto do diretor geral do Proncon Municipal,

Jandir Olinto, a diminuição no quadro de funcionários não irá prejudicar o atendimento ao público. "Houve algumas mudanças estruturais e redistribuição de tarefas com a exoneração de alguns funcionários, no entanto, estamos trabalhando de forma que ninguém

fique sobrecarregado. Tudo está funcionando normalmente, nenhuma audiência foi cancelada, as pesquisas de mercado continuam e na hora que o consumidor precisar, estaremos prontos a atendê-lo", afirmou Jandir Olinto. O diretor também informou que os funcionários de cargos comissionados que foram exonerados do PROCON Municipal, não atuavam em áreas de atendimento direto ao público. "A Prefeitura teve a preocupação de não provocar maiores contratempos à população e cuidou em exonerar os funcionários que não tinham cargos ligados diretamente ao atendimento ao público. Estamos às vésperas das festas de final de ano, as compras vão começar, e a procura pelo Procon vai aumentar, a população pode ter a segurança de que todas as sua solicitações serão prontamente atendidas", disse Jandir Olinto. Apesar do funcionamento normal do Procon Municipal, hoje pela manhã a procura da população foi quase nula. A partir da segunda quinzena deste mês é o período em que os consumidores irão em busca de seus direitos junto ao órgão, devido ao aumento no consumo para o Natal e Ano Novo e aos prováveis transtornos que põem ser gerados no comércio.

> BOMBAS NOVAS

Investimento de milhões pretende resolver o desabastecimento de água no Estado O abastecimento de água das regiões metropolitanas e municípios do interior do RN deve ganhar um reforço com o anúncio de investimentos da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) nas áreas. Cerca de 4 milhões de reais serão aplicados na aquisição de novas bombas para utilização nos sistemas de distribuição de água e coleta e tratamento de esgotos sanitários em todas as regionais do Estado. Ao todo serão 540 conjuntos de bombas, das quais 120 já estão na sede da Caern e o restante em processo de licitação, devendo estar disponíveis até o final de fevereiro próximo, de acordo com informações do diretor administrativo da companhia, Jailton Tinoco. "Esta ação também reforça o setor de manutenção e operação, que passará a dispor de

uma maior quantidade de bombas reservas", enfatiza. Um dos objetivos da Caern é reorganizar a gestão das bombas, de forma que cada poço de abastecimento tenha uma bomba funcionando e outra de reserva, além de colocar à disposição dos técnicos um bom número de bombas coringa, que atende a vários perfis de poços. Pelos levantamentos realizados pela companhia, 118 bombas serão destinadas às duas regionais que atendem a Natal, a Natal Sul e a Natal Norte. Mais 182 serão encaminhados à Regional Litoral Sul, que atende às praias de Natal até à fronteira com a Paraíba e à região Agreste. A Regional Caicó irá receber 37 moto bombas e outras 32 unidades serão repassadas à Regional sediada em Assu.

Para a Regional Pau dos Ferros, que atende ao Alto Oeste, 50 conjuntos vão ser enviados, enquanto que a Regional Mossoró terá mais 33 bombas para garantir o fornecimento de água naquela área. Além de reforçar todas as regionais, a Caern pretende manter um bom estoque de bombas reservas, inclusive 64 conjuntos do tipo "coringa", que se adaptam à capacidade de produção de todos os poços em operação. "Com a aquisição das bombas, a Caern pretende evitar o transtorno de falta de água causado à população em decorrência de problema no equipamento", pontua o diretor técnico da companhia, Ricardo Varela. Paralelamente à aquisição das bombas, a companhia também investe na compra de novos equipamentos como seis retroescavadeiras, cinco

caminhões de pressurização e cinco muques, que deverão ser de grande valia na manutenção dos poços e locais de tratamento do esgoto. Atualmente, a empresa de saneamento opera 343 poços no Estado, sendo 107 somente em Natal, mantendo 76 poços na Zona Sul e 31 poços na Zona Norte, incluindo algumas cidades da área metropolitana. Em Mossoró e cidades adjacentes, a Caern trabalha com 37 poços e em Caicó e cidades próximas, a empresa tem instalados 10 poços. Em Assu e cidades próximas 19 poços produzem água de boa qualidade, enquanto que em Pau dos Ferros e área urbana dos municípios próximos, são sete poços. No litoral, Norte e Sul, cidades e praias, existem 163 poços para captação de água.

> FUSÃO

Rede de academias é lançada em Natal e promete revolucionar o mercado fitness Uma rede para promover a saúde, o bem-estar e a qualidade de vida, além de proporcionar o crescimento profissional para os educadores físicos. Com esse intuito, foi lançada em Natal, no último sábado, a rede We! Academias, que reúne a Nova Stylo Academia, a Flex Fitness, a Pique Fitness e a Summer Fit. A ideia é simples, mas promete revolucionar o mercado em Natal. As quatro academias juntas possuem cerca de três mil alunos. Entre eles, vários trabalham com um treinador exclusivo. Ou seja, treinam com um personal trainer. Para trabalhar em qualquer academia da cidade, o personal paga uma taxa. Contudo, existem profissionais que trabalham em diversas academias e acabam pagando várias taxas. Portanto, inicialmente a rede vai cadastrar 20 profissionais de educação física que pagarão uma taxa única e terão o direito de trabalhar nas quatro academias. De acordo com Messias Júnior, personal trainer da Nova Stylo, a rede vai facilitar o trabalho dos profissionais. “Temos profissionais que trabalham em várias academias. Pagando apenas uma taxa, esse personal terá uma condição de trabalhar em quatro grandes academias e, além disso, terá a oportunidade de crescer na sua carrei-

Divulgação

Vinte profissionais de educação física atuarão nas academias associadas, garantindo mais assistência aos usuários ra”, destacou o educador físico. A intenção é expandir a rede e trazer benefícios para os alunos. “No primeiro momento, vamos trabalhar ações para o crescimento dos profissionais de educação física. No segundo momento, queremos ampliar a rede We! para os nossos alunos. Nossa intenção também é ampliar o número de academias”, destaca Renato Bahia, diretor da Nova Stylo.

Para o empresário, a rede deve revolucionar o mercado potiguar. “Será a primeira grande rede no nosso mercado. Nossa ideia é reunir as melhores academias da cidade. Queremos trabalhar ações em conjunto e atingir o mercado de uma forma mais eficiente. O sucesso foi sentido no lançamento. Já temos vários profissionais cadastrados e estamos bem perto de fechar os primeiros 20 personal

trainers. O valor investido será menos da metade. Além disso, parte do investimento será revertido em treinamentos e publicidade da rede”, finaliza Renato Bahia. A apresentação do projeto para os profissionais de educação física ficou por conta do publicitário Suzano Motta, da Top 10 Propaganda, e aconteceu no último sábado, no auditório da Michelle Tour.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Natal, 4 de dezembro de 2012

Cidade

Terça-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber...

Falando nisso

O Carnatal está chegando

Ciarlini foi uma delas e durante a

Além do público que se revezou durante toda a programação da Feira, vários políticos visitaram os estandes. A governadora Rosalba-

Quinta-feira, começa mais um Carnatal, a maior micareta do mundo. O clima de festa já está no ar, com uma mega estrutura sendo preparada e muita gente se organizando para participar, seja nos blocos ou nos camarotes.

sua passagem, garantiu apoio para a continuidade do projeto a partir de março. A ideia dos organizadores é realizar o evento semanalmente. t t t

t t t

Praia Mas outra turma está exatamente fugindo da micareta e antecipando a temporada de veraneioPraias do litoral norte e sul já estão sendo povoadas, e as casas limpas e devidamente organizadas para a temporada de verão 2013.

Apoio importante A deputada federal Fátima Bezerra também prestigiou a Feira e se mostrou interessada em levar o projeto para o Ministério da CultuAna Elise Matoso

Andréa Schutz

ra. A programação social com shows também é um ponto que, segundo Laumir Barreto, diretor do

t t t

Sesc, será mantido, garantiu ele na

O comércio...

sua visita. O evento, para Toinho

E o comércio fastfashion também já começa a festejar as vendas, pois as pessoas estão cada vez mais procurando preço e qualidade. As roupas para Natal e Ano Novo já se encontram nas araras com direito a brilhos, cores fortes ou tons pasteis.

Silveira, batizou o espaço como um novo ponto cultural da cidade t t t

Cores e sofisticação marcam o Verão de Natura Una Natura Una quer inspirar cada

t t t

mulher a se conhecer, se gostar e expressar sua beleza única, livre de pa-

Lançamento da Feira 40 Graus O secretário do Desenvolvimento Econômico, Silvio Torquato, e o empresário Frederico Pletsch, diretor do grupo Merkator Feiras e Eventos, convidam para o almoço de lançamento da Feira 40 Graus, nessa terça-feira (04) às 12h30, no restaurante Fogo & Chama.

drões. Desperta o prazer e os sentidos unindo tecnologia, performance e uso de ingredientes naturais de maneira única. É uma marca que valoriza o ritual da maquiagem, o tempo único que a mulher tem para Bruna Galvão

Daniele Marion

se olhar no espelho, se conhecer, se gostar e se revelar. E, para a próxima estação, Natura Una convida as

t t t

mulheres a se expressarem com os

Mega evento

novos produtos que combinam com

Salão de Tendências em Calçados e Acessórios, o evento acontecerá em Natal no período de 04 a 06 de março, no Centro de Convenções, e reunirá as principais marcas de calçados do Brasil.

os mais diferentes tons de pele e que deixam a maquiagem vibrante, como pede a estação mais luminosa do ano. t t t

t t t

Olhos elegantes e lábios marcantes são as apostas da linha para a estação mais quente do ano

Visita da Governadora Rosalba Ciarlini Em novembro, a Governadora RosalbaCiarlini visitou a Feira Zero Grau em Gramado (RS), também promovida pelo Merkator Feiras e Eventos, e que antecipou as coleções e novidades das fábricas mais importantes do país para a temporada outono/inverno 2013.

"As novidades têm a cara do verão. Para olhos sofisticados, as cores azul, verde, rosa e grafite estarão em evidência. Já os lábios Mari Muller

Mildred Dore

t t t

bem intensos vem com os tons de laranja, pink, rosa, vermelho e uva", conta Marcos Costa, maquiador da Natura.

Setor calçadista Frederico Pletsch trabalha com a estimativa de 60 milhões de consumidores ávidos por novidades no setor calçadistas do Nordeste. "A região já clamava por um evento deste porte há anos no setor calçadista. Tenho a nítida impressão de que outros eventos de moda irão ocorrer depois da 40 Graus", avalia o diretor da Merkator.

t t t

Expressões de Verão A primeira coleção, Expressões de Primavera/Verão, traz cores vibrantes para os Batons Pérola e novas combinações para os Trios de Sombra e os Duos Blush. Em novembro, Natura Una lançou a co-

t t t

leção Expressões de Verão com

Políticos prestigiam primeira Feira de Artes Realizada no último sábado (01) na Praça das Flores, a 1ªFeira de Artes e Antiguidades de Petrópolis levou charme e sofisticação para as ruas do bairro. "O evento foi um sucesso. Um público maravilhoso visitou, movimentou a praça", resume o colunista Toinho Silveira, um dos idealizadores do projeto.

novas opções de gloss, duos de sombra alta cintilância, máscara para cílios e pó iluminador. As coleções Expressões de Primavera/Verão e Expressões de Verão já podem ser obtidas através de uma Consultora Natura. Fernanda Rocha

Rebeca Brandão

Até amanhã!

FLIP 04/12/2012  
FLIP 04/12/2012  

Cidade, cultura, economia e politica

Advertisement