Page 1

Quinta-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

3 DE ABRIL DE 2014 w Nº 4.901

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

> PROCURA-SE

Ex-governador é considerado foragido pela Justiça do RN

Túlio Lemos Página 3

w A larga vantagem numérica de José Agripino no confronto com Rosalba Ciarlini.

Marcos A. de Sá

FERNANDO FREIRE FOI CONDENADO A 6 ANOS DE PRISÃO EM REGIME FECHADO POR “TER COMANDADO, ENTRE OS ANOS DE 1995 A 2002, UM GRANDE ESQUEMA DE DESVIO DE RECURSOS DO ERÁRIO ESTADUAL”

Página 7

POLÍTICA 3 José Aldenir

> URBANA

Sindicato critica o aumento de R$ 30 milhões na licitação

w Salão Imobiliário do RN abre com expectativa de gerar R$ 300 milhões em negócios.

Daniela Freire Página 12

w Prefeitos do PMDB serão pressionados a anunciarem apoio a Wilma para o Senado.

POLÍTICA 5

> MINISTÉRIO DA JUSTIÇA

Vicente Serejo

Após denúncias de detentos, presídios do RN passam por inspeção federal

Página 13

w Uma breve e misteriosa história, em verso e prosa, da papa que matou José Anselmo.

CIDADE 10

ESCREVEM ARTIGOS NA EDIÇÃO DE HOJE

> “CALÚNIA”

Valério Mesquita Ilma Araújo Montenegro José de Anchieta Cavalcanti Rogério Tadeu Romano Lenilson Carvalho João Medeiros Filho Rinaldo Barros

Diretoria do Itep rebate acusação e diz que pretende processar Sinpol

OPINIÃO - Página 2

CIDADE 10 Penitenciária João Chaves, na zona Norte de Natal, foi visitada esta manhã. Presos reclamam de superlotação, comida, sujeira, ente outras questões Heracles Dantas

> SEM ACORDO...

Professores de Natal anunciam greve por tempo indeterminado Paralisação deverá atingir o cumprimento do calendário letivo, prejudicando mais de 50 mil alu-

nos. Secretária de Educação, Justina Iva, lamenta “divergências na interpretação da leI”. CIDADE 6 Heracles Dantas

> GOVERNO ALEGA “DIFICULDADE”

Agentes de Leitura estão há 4 meses sem receber auxílio CIDADE 6

> MATERNIDADE JANUÁRIO CICCO

Trigêmeas de “Joaninha” nasceram ontem à tarde CIDADE 6

> COPA DO BRASIL

ABC vence Desportiva por 4 a 1 e garante vaga na 2a fase ESPORTE 14 "Agora eu choro porque ainda não consegui ver os rostinhos delas", revela Maria Dulcineia INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,27 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,36 R$ 2,27

Euro x real R$ 3,12 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 11%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

16 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

VALÉRIO MESQUITA, escritor (mesquita.valerio@gmail.com)

Meros palpites O mundo virou bando de interesses guardados por polícia. E com ele a lei, os direitos individuais, o patrimônio público e até o crime, vez por outra. Os códigos instituídos pelos homens e os mandamentos de Deus são quebrados todos os dias, minuto a minuto. O facínora, o bandido dos crimes hediondos, têm como defesa "os direitos humanos", as ONGs e até ministério. Há mais direitos para eles do que para os cidadãos e cidadãs comuns. O sistema prisional e as penas aplicadas são uma lástima e não corrigem e nem despencam as estatísticas criminais. Antes, são estimulantes para novas práticas e revoltas. Bem, e daí? Aonde quero chegar? Bom, o assunto é tão emblemático que nem sei se chegarei à sua conclusão. Por isso, intitulei o texto de "meros palpites", abordagem ligeira e descomprometida, tudo à luz da experiência de vida, debruçado à janela, lendo jornais e vendo a máquina mortífera chamada televisão. Começo perguntando: o estado brasileiro está falido no enfrentamento dos desafios sociais, principalmente a saúde e a segurança? Não. Não está. O problema é de gerência, de competência. O regime democrático é lento e o organismo corroído de chagas é de caríssima manutenção. Anotem: na próxima crise econômica de origem européia ou americana o nosso país pifará. Essa ordem (ou desordem?) econômica explodirá, pois a impunidade que campeia já acendeu o estopim, baldados os esforços do Ministério Público e da Polícia Federal. O abuso de concessão de liminares aí está para confirmar. Os tribunais de contas votam criteriosamente intervenções municipais em prefeituras

Artigo

corruptas, mas os governos estaduais não executam as decisões por conveniência política. Nos hospitais públicos a pobreza morre à mingua, abandonada com dores físicas e morais insuportáveis porque o deficitário sistema único de saúde não dá votos e sim o "bolsa família" e a dinheirama drenada e desviada das "emendas parlamentares". Semana passada, uma senhora que reside num condomínio se lastimava com piedade de um marginal, detido por populares em flagrante. Levou uma merecida sova. Aliás, a única punição que receberá realmente. "Minha senhora", disse-lhe, "deixe o povo aprender a punir, porque a dor física é a única que mete medo". Aí me lembrei que foi a dor do corpo (para mostrar a única fragilidade veraz do ser humano) aquela escolhida pelo filho de Deus - Jesus - para redimir os pecados do mundo. Esbofeteado, cravado de espinhos, cuspido, furado com pregos os pés e as mãos, e crucificado. E Pilatos, simbolizando "liminarmente" a justiça romana e judia de Caifás, lavou as mãos "diante do sangue desse inocente". Jesus deixou-se condenar porque assim estava escrito e predestinado. Mas os homicidas diabólicos do mundanismo de hoje, verdadeiros animais e os ladrões de colarinho branco são tratados com pachorra e facúndia, com homenagens de praxe e de apreço frutos de uma legislação fáctil, fóssil, fútil e fácil. E assim, já dizia o comerciante assuense Luis Rosas, que desfrutou de grande riqueza e, depois tendo perdido tudo, foi surpreendido por amigos vendendo avoetes na feira das Rocas, em Natal: "Amigos, não se preocupem, tudo é comércio!"

ILMA ARAÚJO MONTENEGRO, psicóloga clínica (lmamontenegro@yahoo.com.br)

A Psicopatia é uma preocupação global, em razão dos riscos que causam as demais pessoas, atormentando toda sociedade. Encontramos no dia-dia pessoas bastante comprometidas, apresentando sérias dificuldades dentro da família, no trabalho, etc. É possível estarmos lidando diariamente com um psicopata, sem termos a noção que aquela pessoa está realmente doente e que afinal, todos estes adjetivos atribuídos ao psicopata como intrigas, confusões, desacatos, mentiras e mal-estar causados pelo mesmo, não são apenas fruto de "foi sem querer". Os primeiros sinais começam a tornarse mais evidentes a partir dos 15 anos de idade, embora se possam reconhecer algumas atitudes que apontem neste sentido em idade mais tenra. Os sintomas propriamente ditos que, um psicopata apresenta é ausência de Culpa: Nunca sente arrependimento, nem remorsos. Os outros é que são os culpados de tudo o que acontece de mal e vive com a certeza absoluta que nunca erra, nem errou. Não teme a punição por ter a certeza que tudo o que faz tem um propósito benéfico, embora tenha a noção de que os seus atos são premeditados. Quando é denunciado, recusa a fazer qualquer tratamento e na impossibilidade de fugir, simula uma mudança de caráter, para mais tarde voltar aos padrões comportamentais que lhe são característicos e até, vingar-se de quem o tentou ajudar. Mestres da Mentira: Para eles a realidade e a ilusão fundem-se num só conceito pelo qual regem o seu mundo. São capazes de contar uma mentira como se estivessem a descrever detalhadamente uma situação real. Cito por exemplo, nas palavras de um psicopata: "Assisti

a nona sinfonia de Beethoven, com um coral de duzentas pessoas em Londres". E então se perguntado qual o movimento achou mais bonito, não sabe responder, porque não conhece. Não mentem apenas para fugirem de uma situação constrangedora, mas pura e simplesmente porque não sabem viver sem o ato de mentir, de se engrandecer. A manipulação e o egoísmo apontam que eles não têm a noção de bem comum. Desde que estejam bem, o resto do mundo não lhe interessa. O psicopata é um indivíduo extremamente manipulador que usa o seu encanto para atingir os seus objetivos, nunca pensando nos sentimentos alheios. Não reconhece a dor que produz nos outros e por isso, usa as pessoas, como objetos que pode por e dispor conforme lhe convém. Manifesta facilidade em lidar com as palavras e convencer as pessoas mais vulneráveis a entrarem no "jogo" deles. A ausência de Afeto está sempre presente, não são pessoas afetuosas com o próximo e enquanto pais, não são do gênero de "dar colo" aos filhos. Usam os filhos ou família como "marionetes", em função dos seus próprios interesses, não respeitando as suas escolhas, quer a nível pessoal, quer profissional! Baseia os seus "métodos educativos" na humilhação e chega a ser totalmente negligente para com os seus. Portanto, são pessoas extremamente impulsivas, sem limites, e, no entanto, não conseguem conter os seus impulsos, podendo cometer toda a espécie de crimes, friamente e sem noção de culpa; o isolamento também faz parte da vida do psicopata, normalmente, gostam de viver só e quando vivem com outros, querem liderar, mesmo que para isso destrua uma família inteira.

JOSÉ DE ANCHIETA CAVALCANTI, Advogado e Membro da Regional Natal da Seicho-No-Ie

"Silêncio descortês" O título que vai aí dependurado neste artigo não é meu, e sim de um dos capítulos da obra de bolso do professor Seicho Taniguchi "Convite para um mundo Ideal".O professor Taniguchi, considerado um dos maiores psicólogos do mundo, ocupou durante muito tempo, a presidência da Seicho-No-Ie mundial, com sede em Tóquio, até seu falecimento. Homem dotado de uma grande capacidade de análise dos vários problemas da humanidade, nos brindou com a edição de obras maravilhosas que enobrecem a literatura da Seicho-No-Ie. Como estamos vivendo em um mundo onde predomina sobretudo a indelicadeza e a indiferença no tratamento entre os humanos é importante que sintamos o pensamento de um homem asiático, psicólogo de grande renome que viveu em uma região de grande valor cultural como o Japão mas que sentiu o problema tanto quanto nós ocidentais. Vejamos o que escreveu no capítulo cujo título é o acima epigrafado: "Na coluna de cartas de leitores de um jornal, cons-

Artigo

Quinta-feira

ROGÉRIO TADEU ROMANO, Procurador Regional da República aposentado (bodeu@hotmail.com)

Retratos da Ditadura Militar

Mestres da mentira

Artigo

Opinião

Natal, 3 de abril de 2014

tou o seguinte: "Um senhor que lia jornal no ponto de ônibus deixou cair sua carteira de passes. Como ele não percebeu, avisei-o dizendo: "Olhe o senhor a deixou cair". Em silêncio, ele a recolheu e voltou a se concentrar na leitura do jornal". Dizia a carta que a pessoa não lhe dirigiu sequer uma palavra de agradecimento, nem um aceno com o olhar, nem um sorriso. Realmente, foi uma falta de cortesia. Por mais que alguém esteja concentrado na leitura do jornal, não é possível que não possa dizer uma breve palavra de agradecimento. Precisamos urgentemente dar um fim a essa mudez, essa antipatia, essa indolência, esse egoísmo, esse desleixo... Senão, o Japão continuará sendo sempre visto como um país descortês, rude e indiferente. Um pequeno sorriso e um "obrigado" tornam a sociedade e o país mais alegres, e serenam o coração das pessoas." Isto, caros leitores, nos é dito por um homem oriental, acostumado com bons tratos entre as pessoas e nós do velho ocidente que diremos?

Convém lembrar ás novas gerações, tão envolvidas com a chamada cultura do consumo e tão longe de ideais, que num triste momento da história brasileira, em 10 de abril de 1964, o Alto Comando Militar que se apoderou do poder, após o golpe de militar, iniciou processo de cassação de mandatos parlamentares e de suspensão de direitos políticos por dez anos, que atingiu, de inicio, cem pessoas vinculadas ao Governo João Goulart e à extinta Frente de Mobilização Popular. Tais medidas foram estendidas a outros setores da vida pública brasileira, tendo após atingido JK, que foi perseguido e submetido a várias humilhações, e, por fim, Carlos Lacerda, que, de início, apoiou o golpe e depois fez ao governo militar oposição. De início, tiveram seus direitos políticos cassados, por dez anos, os ex-Presidentes Jânio Quadros e João Goulart, o então Secretário-Geral do Partido Comunista Brasileiro, Luis Carlos Prestes, os ex-Governadores Miguel Arraes e Leonel Brizola, além, dentre outros, do ex-Ministro da Justiça, Abelardo Jurema. Ouvido disse o ilustre jurista Aliomar Baleeiro: - Não foi com prazer, não foi com alegria que li os termos do Ato Institucional. A começar pela redação, péssima redação. Concordo com a tese de que a revolução tem poderes constituintes, mas não com a tese de que só por sua concessão permane-

Artigo

cem os mandatos de deputados. Pessoalmente, afirmo: meu mandato não é legitimado pelo ato institucional, mas pelo pedaço de papel que atesta os milhares de votos que recebi nas eleições. Aliomar Baleeiro viu odor do Estado Novo no Ato aqui referenciado. Disse Wilson Martins, da UDN de Mato Grosso ao não admitir cassações dos mandatos sem o respeito aos princípios mais primários de justiça: o direito de prévia defesa dos acusado: - Não votarei, nas eleições que o Congresso fará, no candidato oficial Castelo Branco. E não votarei porque tem ele responsabilidade nesse Ato Institucional que corta as liberdades e os direitos dos brasileiros nesse instante. Sabe-se que os restos mortais do ex-presidente João Goulart , que à época da morte, em 1976, não teve seu corpo autopsiado, foram exumados, recebendo merecidas homenagens do povo e do estado brasileiro, aguardando-se os resultados periciais que vão determinar se houve ou não assassinato com a ingestão de comprimidos suspeitos. Por sua vez, o ex-Presidente da República Juscelino Kubitscheck, no dia 3 de junho de 1964, fez um discurso profético, porque sabia que seria cassado. Dias após, esse ato de cassação foi perpetrado, suspendendo seus direitos políticos por dez anos. Há alguns meses veio a noticia de que a Comissão da Verdade da Câ-

mara de São Paulo vai pedir que seja feita a retificação sobre a morte do ex-presidente Juscelino Kubitscheck para a Presidente da República Dilma Rousseff, o Presidente do Congresso, Senador Renan Calheiros e a Comissão Nacional da Verdade. O Presidente da Comissão, Vereador Gilberto Natalini, divulgou relatório com indícios reforçando a suspeita de que houve uma conspiração. Para a comissão foi ele assassinado pelo regime militar,tendo sido montada uma farsa para esconder o homicídio. Foi dito que o motorista de JK, Geraldo Ribeiro, teria levado um tiro na cabeça e perdido o controle do carro, atravessando a pista e colidindo contra uma carreta em sentido contrário. JK e Ribeiro morreram no local. Entre as evidências apresentadas pela Comissão da Verdade estariam os laudos que apontam um fragmento de metal no crânio de Geraldo Ribeiro e imagens que mostram avarias no veículo opala, após o carro ter sido levado pela perícia. As avarias teriam sido feitas, segundo o que foi relatado pela Comissão da Verdade da Câmara de Vereadores de São Paulo, para encobrir a verdadeira causa da tragédia. O Judiciário deve dar a última palavra na matéria, declarando se essas conclusões coincidem com a verdade dos fatos e se há razões para retificação de registro das certidões de óbito.

LENILSON CARVALHO, cirurgião-dentista, professor e escritor (lenilsoncarvalho@hotmail.com)

Odontologia x Diabetes Melitus O homem não morre quando No Tipo 1 há destruição das céludeixa de viver, mas sim quando las beta do pâncreas com deficiência deixa de amar. completa da insulina. Outras causas Charles Chaplin são: fibrose cística, perda do tecido pancreático e remoção cirúrgica do O Diabetes Melitus é uma altera- pâncreas. ção metabólica dos carboidratos, liO Gestacional está relacionado à pídios e proteínas, devido a ausên- intolerância a glicose e mecanismo de cia de produção ou ação da insuli- ação semelhante ao Tipo 2 e normalna. Resultando em hiperglicemia mente desaparece no período póssanguínea. parto. Sua incidência tem aumentado Esta patologia está associada a diconsideravelmente nas últimas dé- versas síndromes genéticas, como: cadas. No nosso país, afeta cerca de Síndromes de Down, de Turner, de 12% da população, atingindo 5,5 Klinefelter, de Prader-Will. milhões de pessoas. Segundo a OrEntre os sinais e sintomas, temos: ganização Mundial de Saúde, o Bra- Poliúria (aumento do volume da sil encontra-se entre os dez países urina), Polidipsia (sede aumentada e com maior número de indivíduos aumento da ingestão de líquidos), atingidos. Polifasia (apetite aumentado), CeO Cirurgião-Dentista, possui um toacidose, perda de peso, fadiga, sopapel importante no diagnóstico dessa nolência, irritabilidade, fraqueza e patologia, orientando seus pacientes alterações na visão. com relação ao controle da glicemia, O diagnóstico é feito através de manutenção da dieta e da saúde oral exames clínicos e laboratoriais. e encaminhando para controle médiA Doença Periodontal que é a maco periódico. nifestação bucal mais comum e atinSegundo a OMS em 2030 teremos ge 33% dos pacientes com diabetes, 350 milhões de pessoas no mundo passou a ser considerada a 6ª comcom essa doença, que para ser clas- plicação mais frequente nesta doensificado em Tipo 1, Tipo 2, Gestacio- ça. Por ser uma infecção, a Doença nal e outros tipos que correspondem Periodontal pode descompensar o a aproximadamente 5% de todos os diabetes. Por tanto, seu tratamento casos de diabetes. pode ajudar no controle glicêmico.

Artigo

Além dos fatores locais, outros fatores estão relacionados ao desenvolvimento da Doença Periodontal nos pacientes com Diabetes Melitus, como: imunodeficiência, alterações vasculares, hiperglicemia da saliva. Os problemas de visão são mais comuns entre as mulheres e entre 30 e 65 anos. Não sendo tratados podem causar catarata, glaucoma e cegueira. Outra manifestação bastante comum é a xerostomia em decorrência da desidratação causada pela poliúria. Pode contribuir para o surgimento de cáries, abscesso, perda dentária, ressecamento da mucosa bucal, síndrome da boca ardente, úlceras, língua seca e inflamada. Podemos ainda ter infecções fúngicas, principalmente a candidíase. Pode ocorrer também nos pacientes com Diabetes Melitus o Herpes Simples recorrente. Nos pacientes com Diabetes Melitus que sejam submetidos a procedimentos invasivos deve ser indicado o uso de antibióticos. O Diabetes Melitus era conhecido antes da era Cristã. Seus sintomas foram citados no papiro de Ebers descoberto no Egito. Areteu de Capadócia deu a esta doença o nome de diabetes, que em grego significa sifão.

JOÃO MEDEIROS FILHO, padre e membro da Academia Norte-rio-grandense de Letras (pe.medeiros@hotmail.com)

Vaidade ou humildade e serviço? Numa passagem de seu evangelho (Lc 14,1. 7-14), Lucas apresenta Cristo na casa de um fariseu, que O havia convidado para um almoço. Jesus observava a chegada dos convidados. Alguns adentravam o recinto, com a maior naturalidade, ocupando imediatamente os lugares de honra. Jesus olhava tudo e deu-lhes um conselho: "Quando fores convidado para uma festa de casamento, não ocupes o primeiro lugar. Pode ser que tenha sido convidado alguém mais importante... Ao contrário, quando fores convidado, vai sentar-te no último lugar... Pois todo aquele que se exalta, será humilhado, e quem se humilha, será exaltado" (Lc 14, 8.9.11). Meditemos e passemos a ver ao redor de nós, não como quem julga e condena, mas como quem aprende. No mundo em que vivemos, a vaidade parece ter uma cadeira cativa. Para muitos, o que conta é aparecer e ser admirado por todos, ocupar postos importantes e manter-se em lugares de destaque. Quantas pessoas constroem a sua vida em função de tais projetos ou desejos, mesmo que para isso tenham que passar por cima de outros e cometer injustiças! Para eles, o que vale é ser incensados e elogiados. Isso lhes faz bem; deixa-os satisfeitos. Vários jovens crescem em

tais ambientes e assimilam essa maneira de pensar e ver a vida! Cedo tiram conclusões equivocadas: o dinheiro dá prestígio e poder, status e felicidade. A vaidade passa, então, a ser vista como virtude. As necessidades dos outros são tidas como azar, resultado da preguiça ou incompetência. Desconhecem o que diz a Sagrada Escritura: "Vanitas vanitatum, omnia vanitas". "Vaidade das vaidades, tudo é vaidade" (Ecl 1, 3). A lógica de Cristo é a do serviço. Os talentos, as riquezas e o poder valem na medida em que estão à disposição e para o bem dos outros. Cristo ensina-nos que o problema não consiste em ter bens, mas apegar-se a eles. E, via de regra, quanto mais se tem, maior é a tentação do apego. Não é errado exercer o poder. Este vem de Deus: "Omnis potestas a Deo". "Todo poder procede de Deus" (Rm 13, 1). O nocivo é usálo em benefício próprio ou em detrimento do próximo. Ser inteligente ou ter boa formação e cultura são dádivas que recebemos. Porém é grave usar tais qualidades para dominar os outros. Nunca esqueçamos o conselho de Cristo: "Se alguém quer ser o primeiro, seja o último de todos e aquele que serve" (Mc 9, 35). Retornemos à narrativa de Lucas.

Tudo indica que convidaram Jesus para melhor observá-lo. Talvez quisessem vê-lo cair em contradição nalgum ponto importante de sua doutrina. Teriam, então, uma bela oportunidade para criticá-lo e condená-lo. No entanto, seu comentário final deve ter deixado a todos desconcertados: "Quando deres um banquete, convida os pobres, os aleijados, os coxos, os cegos! Então serás feliz, pois estes não têm como te retribuir" (Lc 14, 13). Para Jesus, o olhar que dá a verdadeira dimensão dos acontecimentos é o olhar do Pai. Afinal, o que levamos dessa vida? Prestígio duramente conquistado? Louvores, elogios e palmas? Ações, propriedades, joias, dinheiro, fama e sucesso? Muitos não pensam na realidade inexorável da morte. Para esses é impensável assumir como norma de vida a observação de Jesus: "Receberás a recompensa na ressurreição dos justos" (Lc 14, 14). O Evangelho é uma proposta de vida. Sua verdade não depende de nossa aceitação ou não. O fato de não crer nele, não nos isenta de seu conteúdo. Fundamenta-se em Cristo, o Filho eterno do Pai. Se o aceitarmos, teremos vida em plenitude (cf. Jo 10, 10); caso contrário, nossa vida não passará de uma efêmera bolha de sabão.

Artigo RINALDO BARROS, professor (rb@opiniaopolitica.com)

Estranho silêncio A conversa de hoje tem como foco a quase inexistente produção intelectual em nossa sociedade. Quem observa o patropi com olhos de enxergar, fica deveras embaraçado. Antes de tudo, deve colocar de lado esses documentos sem valor que são as constituições (nacional e estaduais) e as leis orgânicas municipais. O patropi caminha como se estivesse numa aventura, sem mapa, numa região sacudida por um terremoto ou por um ciclone. Nem mais o Superior Tribunal Federal e o Tribunal de Contas da União são respeitados; como de resto nenhum outro tribunal. As instituições perderam a credibilidade. Os estudiosos chamam a isso de "crise de hegemonia". Não se trata de impor a vontade pela força, mas de propor uma alternativa cultural e ideológica que cimente solidariedades. Nesse sentido, somos ainda uma sociedade sem alternativas. Ou não? Todavia, o foco da minha preocupação é a ausência (ou omissão) de formuladores e de, consequente, produção do conhecimento acerca da história, do presente e do futuro de nossa sociedade. Há cerca de três décadas que, no patropi, não se conhece análises consistentes sobre nossa experiência histórica recente. Tudo se passa como se um grande desalento houvesse tomado conta dos nossos intelectuais. Dessa forma, a imprevisibilidade caracteriza o nosso tempo. Vou tentar traçar aqui um resgate sucinto do que foi esse processo, em nosso país. No Brasil do século XIX, não havia espaços próprios para a intelectualidade. Já durante o Império, uma alternativa dos pensadores de então era a carreira na diplomacia, posto público que garantia ganho financeiro, permitindo atividade intelectual paralela. Só no século XX se dá a consolidação de instituições "propriamente intelectuais", como as universidades, abrindo "carreiras" autônomas e, a partir disso, ocorre a profissionalização da atividade. Provoco: no século XXI, qual o papel do intelectual na sociedade da informação? Como ensina a professora Ângela Alonso (USP), há "profissionais do conhecimento", vinculados à universidade "da porta para dentro"; e há (ou deveria haver) "intelectuais públicos", empenhados na enunciação e posicionamento político. Onde estão? Entendo que a universidade brasileira passou por um processo de burocratização, tornando-se um lócus de habilitações, mais instrumental do que produtora de conhecimento novo, novos conceitos, ou novas teorias. É o que pondera também o jornalista Bernardo Kucinski, para quem a fase da grande Sociologia se foi. "Não é mais a ciência em busca da verdade histórica, mas é a ciência das "carreiras", argumenta. O status da carreira acadêmica passa a se nortear por requisitos da universidade, como a "produtividade" mediante publicações de artigos "científicos", títulos, orientações e participação em bancas. Tudo muito bem comportado, dentro dos parâmetros instituídos e controlados pelos estamentos. Lamentavelmente, os intelectuais desta geração se despolitizaram, impregnados pela ideia-mestra de que "não há mais utopias", dedicando-se unicamente à academia - onde, "a rigor, não há diferença entre um filósofo e um engenheiro". Ou seja, as ciências 'duras" dominam as pesquisas e detêm a hegemonia. A historiadora Maria Helena Capelato corrobora essas considerações e faz uma distinção entre os pensadores comprometidos com a vida política. Ensina: "há intelectuais ligados ao PSDB e ao PT; e há os que apenas produzem conhecimento mantendo a velha postura, típica do século XIX, do "sábio" pensando e falando para si mesmo". Cá no meu canto, fico assuntando sobre esse estranho silêncio dos intelectuais orgânicos brasileiros. Será que, nas trevas em caiu o Brasil, estão com paúra de registrar para a posteridade que, como alternativa à missão histórica ou revolucionária, o pragmatismo transformou parte significativa das lideranças desta geração em meros chefes de quadrilhas? Por que não formulam, nem sequer especulam, sobre os fatos? Qual será o cenário que está sendo montado, ao longo do século XXI? Quais as grandes tendências? Que ideologia está dominando a mídia à essa altura da história da humanidade? Quais os papéis da Internet? Conseguirá o capitalismo consolidar um novo padrão de acumulação? Qual o papel do Estado? A ambição, a ganância, o individualismo, a competição, a busca do lucro máximo, a destruição ambiental, a desigualdade social, o colonialismo, a dominação, o autoritarismo, o patrimonialismo, a corrupção e a violência permanecerão sendo os nossos paradigmas? Quais os novos conceitos integradores das ciências? Quais são os prováveis novos caminhos para a luta dos trabalhadores, no Brasil e no mundo? Por que a esquerda logra ser alternativa de governo, mas não consegue ser alternativa de poder? Será a derrota do pensamento e o triunfo das nulidades, de que falava Ruy?

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Fábio Pacheco EDITOR DE CULTURA Conrado Carlos EDITOR / JH Online Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 3

Justiça do RN procura Fernando Freire, condenado à prisão por desviar recursos EX-GOVERNADOR COMANDOU “GRANDE ESQUEMA DE DESVIO DE RECURSOS”, POR MEIO DA CONCESSÃO DE GRATIFICAÇÃO CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Atenção: procura-se o ex-governador do Estado, Fernando Freire, por desviar parte do pagamento dos servidores na época em que geriu o Rio Grande do Norte. O mandado de prisão foi solicitado nesta quartafeira, pelo juiz Fábio Wellington Ataíde Alves, da 4ª Vara Criminal de Natal. O magistrado condenou o exgestor a prisão e determinou que ele não poderá recorrer em liberdade, por não responder as intimações e ser considerado “foragido”. Já tendo sido condenado em outro processo a 84 anos de prisão, pena que nunca cumpriu por caber recursos, Fernando Freire foi punido desta vez por seis anos de prisão, em regime fechado. O motivo da decretação, conforme escreveu o juiz na sentença, foi a verificação de que “o sentenciado não atualizou o endereço, não tendo até o momento feito qualquer comunicação a este juízo de seu paradeiro. Conforme se tem decidido, ‘estando o paciente foragido e não havendo atualização de endereço certo, onde o agente possa ser encontrado, permanece a necessidade da custódia cautelar, tanto para fins de assegurar a aplicação da Lei Penal, como por conveniência da instrução criminal’”. Após apontar tal situação na sentença, o magistrado acrescentou: “re-

conhecendo a necessidade de garantir a aplicação da lei penal, com base nos fundamentos da prisão preventiva, nego ao réu o direito de recorrer em liberdade. Expeça-se mandado de prisão para Fernando Antônio da Câmara Freire”. Essa análise do magistrado, vale lembrar, foi baseada em uma reclamação do Ministério Público, que requereu a decretação da prisão preventiva do ex-governador “arguindo que o mesmo encontra-se em local incerto, haja vista o insucesso na tentativa de sua intimação pessoal, nos autos da Ação Penal nº 024271415.2007.8.20.0001, em trâmite junto à 8ª Vara Criminal, oportunidade na qual foi constatado que o denunciado mudou-se sem deixar qualquer informação acerca se seu novo paradeiro”. Além da pena de prisão, somada a uma multa de R$ 217 mil, lendo a sentença, é possível destacar o motivo que levou a punição do ex-governador: “ter comandado, entre os anos de 1995 a 2002, um grande esquema de desvio de recursos do erário estadual, mediante a concessão fraudulenta de gratificação em nome de diversas pessoas, sem o consentimento ou o conhecimento das mesmas, que passaram a figurar formalmente na folha de pagamento do Estado do Rio Grande do Norte, para que terceiros, criminosamente, pudessem se locupletar

Arquivo

Fernando Freire teve o pedido de prisão feito pelo MP, porque se mudou e não respondeu mais as tentativas de intimação das remunerações pagas em nome delas, o que ensejou várias investigações criminais, tendo em vista a diversidade de beneficiários da prática delituosa”. Segundo o juiz Fábio Wellington Alves, o “esquema foi descortinado a partir da reclamação de diversos contribuintes que fizeram declaração de isentos do imposto de renda no ano de 2003 e foram parar na 'malha fina', pois a Receita Federal tinha informações sobre o re-

cebimento, pelos mesmos, de rendimentos tributáveis acima do limite de isenção, tendo como fonte pagadora o Estado”. A gratificação de representação de gabinete tinha como regulamento, na época do governo do denunciado, o Decreto 12.689/95, que estabelecia claramente que tal vantagem apenas poderia ser concedida a servidores públicos (artigo 2º), tendo como justificativa a realização, pelo agraciado, de serviços espe-

cializados, em jornada integral. “Apesar destas limitações para a concessão do referido benefício, a Vice-Governadoria e, posteriormente, a Governadoria do Estado, enquanto, dirigidas pelo mencionado acusado pagava mais de 400 (quatrocentas) gratificações de gabinete a pessoas completamente estranhas ao serviço público. No que tange ao delito tipificado como peculato”, escreveu o magistrado ao condenar Fernando Freire.

O ex-governador foi condenado junto a Katya Maria Medeiros, que também teria se beneficiado no esquema. Outra envolvida, Maria do Socorro Dias de Oliveira, foi perdoada judicialmente devido à colaboração com as investigações. DEFESA Segundo a defesa de Fernando Freire apontou no processo, a ação “esta eivada de nulidade, pois a testemunha Haroldo Collares Barros Chaves foi ouvido por carta precatória, sem que a defesa tivesse sido devidamente intimida da sua expedição, sendo a sua presença indispensável para a realização do ato em virtude da necessidade de formulação de questionamentos específicos sobre determinados fatos”. Além disso, os advogados, Fabiano Falcão de Andrade Filho e Boris Trindade argumentaram que “na oitiva da testemunha Carlos Alberto Dellagustina, visto que o juiz não pode reduzir o rol das testemunhas arrolado tempestivamente pela parte; este juízo é incompetente para processar e julgar o presente feito, sendo a competência para tanto da 5ª Vara Criminal, em razão da prevenção pela conexão; e não há possibilidade de se manifestar sobre a questão do mérito, em razão da prova não ter sido produzida de forma inteiriça”.

PMDB de Mossoró se divide em três para eleições suplementares O maior partido do Rio Grande do Norte, o PMDB, está dividido em três para as eleições suplementares em Mossoró. Os líderes do partido, o presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves, e o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, anunciaram apoio à candidatura da deputada estadual Larissa Rosado (PSB). Eles são acompanhados pela presidente do diretório municipal, vereadora Izabel Montenegro, e pelo presidente da Câmara, Alex Moacir, indicado vice na chapa de Larissa. Entretanto, outras lideranças do PMDB racharam e devem apoiar outros candidatos. É o caso do vice-prefeito cassado, Wellington Filho e da exprefeita de Mossoró Fafá Rosado. Wellington deve apoiar Claudia Regina. Já Fafá poderá subir no palanque do prefeito Silveira Júnior (PSD). Eleito em 2012 compondo chapa com a prefeita Cláudia Regina

(DEM), o vice-prefeito cassado Wellington Filho não irá seguir a orientação do presidente do partido, deputado Henrique Alves, que trocou o palanque de Cláudia pelo da principal adversária, a deputada Larissa Rosado, indicando para vice o vereador Alex Moacir. "Infelizmente não seguirei o PMDB. É incompatível com minha postura nas eleições passadas. Expliquei a Henrique e Garibaldi, nada contra a decisão deles em nível estadual. Porém, Mossoró é diferente, o palanque da eleição de 2012 ainda está montado, com lutas e acirramento de ambos os lados. É incoerente se aliar com quem há poucos dias se debatia como adversários", declarou Wellington ao blog da jornalista Thaísa Galvão. Assim como Claudia Regina, Wellington foi cassado pela Justiça Eleitoral, condenado por prática de abuso de poder econômico e político nas eleições de outubro de 2012.

Wellington Rocha

Fatá Rosado, ex-prefeita de Mossoró, era do DEM e se filiou ao PMDB em 2013 Depois de ter sido preterido na indicação como vice de Larissa, Wellington agora anuncia apoio a Claudia Regina, que também deverá disputar a Prefeitura, com o apoio da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), também condenada por

abuso nas eleições. Como justificativa para a posição contrária à direção estadual do PMDB, Wellington diz que a eleição é suplementar. Nesse caso, de acordo com ele, o PMDB deveria permanecer como aliado do DEM de

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS CONTABILIDADE Quem conhece as figuras que estão na executiva do DEM, revela larga vantagem numérica do senador José Agripino no confronto com a governadora Rosalba Ciarlini. De 20 nomes, o pai de Felipe conta hoje com pelo menos com 12 votos certos para o que ele decidir. CONTABILIDADE II O casal governador Carlos Augusto e Rosalba Ciarlini teriam os votos dos dois, obviamente, mais Geraldo Gomes, ex-prefeito de Currais Novos; a irmã da Rosa, Ruth Ciarlini; o exdeputado Ney Lopes; o empresário Dinarte Diniz. DÚVIDAS O deputado José Adécio é dúvida na contabilidade. Muito ligado a Agripino, Adécio tem alguns interesses na atual gestão e poderá acompanhar a Rosa. Getúlio Rêgo e o filho, Leonardo, ficam com Agripino, assim como Leonardo Nogueira. FAMÍLIA Somente em casa, o senador José Agripino conta com os votos dele; da mulher, Anita Catalão; do filho, Felipe Maia; do primo, Júnior Maia e da fiel escudeira, Fátima Lapenda, além do ex-suplente e amigo Ximbica e do amigo de sempre Marcílio Carrilho. FIDELIDADE Portanto, por mais que Carlos Augusto

COMPARAÇÃO A deputada federal Sandra Rosado disse hoje um dos maiores absurdos em matéria de incoerência política de nossa desmoralizada classe política. Entrevistada pelo jornalista Diógenes Dantas, na 96 FM, questionada a respeito da mudança de opinião em relação ao PMDB, que indicou o vice de Cláudia Regina contra Larissa e agora indica o vice de Larissa, Sandra confessou: "É uma questão de momento. Hoje você apresenta o programa de um jeito, amanhã já de outro". COMPARAÇÃO Ou seja: a coerência política é comparada a forma como um jornalista apresenta seu programa de rádio. Pode ser de um jeito ou de outro. É por essas e outras que o eleitorado deixou de dar crédito aos políticos. ELEIÇÃO A presidente da Associação dos Magistrados, juíza Hadja Rayana, está otimista com a possibilidade de mudar o sistema de eleição para presidente dos tribunais de Justiça. Segundo ela,

SEGUNDO RACHA Além de Wellington, que já

definiu que ficará contra o PMDB, seu próprio partido, em Mossoró, outra liderança do PMDB também ficará fora do palanque oficial do PMDB em Mossoró: a ex-prefeita Fafá Rosado. Pelo que se comenta da sucessão mossoroense, está tudo acertado para Fafá apoiar o palanque do prefeito interino da cidade, Silveira Júnior. Silveira articula com o PT e outros partidos sua candidatura a prefeito. Quando assumiu na prefeitura, Silveira manteve os indicados de Fafá na administração municipal. Isso facilitou o entendimento entre os dois grupos políticos. Fafá tem dito que não subirá no palanque de Claudia Regina em nome do PMDB, mas também não deverá se unir ao palanque que tem como protagonista uma das suas principais rivais na política mossoroense, a deputada Sandra Rosado, mãe da candidata Larissa Rosado. (AV)

Sherloquinho observou a ‘força da união’ entre os primos Henrique Alves e Carlos Eduardo

tuliolemosjh@gmail.com / @tuliolemosrn

queira investir pesado junto aos integrantes da Executiva do DEM, a maioria é formada por gente que sempre foi fiel a Agripino e que dificilmente cederia a pressões de poder ou financeiras. Ou seja: a Rosa está nas mãos do marido de Anita.

Claudia Regina, desconsiderando o rompimento do partido com o governo Rosalba, em setembro de 2013. "A política de Mossoró é sui generis, acirrada o ano inteiro, e quem uma vez é adversário do grupo de Sandra (Rosado), será tratado assim de forma pessoal pelos meios de comunicação e por seus correligionários. A discussão sai do campo administrativo, todos conhecem Sandra aqui, então a convivência é impossível. O eleitor jamais entenderá essa união", afirmou Wellington, que permanecerá no palanque onde foi colocado pelo PMDB em 2012. "Pra mim essa eleição é realmente 'suplementar', assim continuo com Cláudia. Palanque, rua, onde precisar de mim. Continuo com o mesmo sentimento de 2012?, disse o vice do PMDB, ainda em entrevista à jornalista.

a mudança vai efetivamente ajudar a população, na medida em que as comarcas serão melhor assistidas por alguém comprometido com um Judiciário mais próximo da população, de maneira mais estruturada. CASCUDO Do poeta cordelista Marciano Medeiros, em homenagem a Câmara Cascudo, 'arquiteto da alma nacional': Meu nobre jornalista, Túlio Lemos Criador do famoso Sherloquinho Me ajude na luta do caminho Divulgar o cordel que olharemos Na leitura das rimas sentiremos A bonita jornada de Cascudo, Esse homem merece o meu estudo Procurei descrever sem hesitar O caminho do nobre potiguar, Mesmo atento não deu pra dizer tudo. Hoje em dia tem muita projeção Seu trabalho alcançou o estrangeiro Divulgando o cenário brasileiro Na pesquisa mostrou exatidão. Também pôde falar na região Resgatando a cultura do estado: O Cascudo merece ser lembrado Porque foi a Natal sempre fiel; E você divulgando este cordel Ficará com valor ilimitado.


Política

Natal, 3 de abril de 2014

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

A manobra perdulária O consultor Adriano Pires aponta "lamentável erro" do governo Rousseff. Ao fato: de maio de 2008 a janeiro de 2014, a Receita Federal deixou de arrecadar R$ 32,5 bilhões com a cobrança da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico) sobre a gasolina e o diesel. nnn Pires lembra que o Palácio do Planalto abriu mão desses recursos, para evitar o reajuste do preço de combustível nas bombas. Portanto, valou maior do que o desembolso de R$ 21 bilhões para subsidiar as tarifas de energia elétrica. Divulgação

PEDRA NO CAMINHO

No Amazonas, deputada do PP enfrenta senador do PMDB. Rebecca Garcia (foto), com reeleição tranquila, assume candidatura de alto risco ao governo. Desafia o favorito Eduardo Braga, duas vezes titular do Executivo estadual e líder da bancada palaciana no Senado. nnn Graduada em economia pela Universidade de Boston (EUA) e herdeira do grupo de comunicação Rio Negro (rádio, tevê e jornal - 'O Estado do Amazonas'), Rebecca cumpre o segundo mandato na Câmara. Aceitou o desafio eleitoral, para garantir um palanque de prestígio a Aécio Neves, presidenciável tucano. No estado, há 2,2 milhões de pessoas aptas ao voto. nnn É improvável o segundo turno no Amazonas. Se houver, Braga vai duelar com Rebecca.

LINHAS DE ACESSO

Sucessão no Rio Grande do Norte. Robinson Faria (PSD) regressa, amanhã, dos Estados Unidos. nnn Pretendente à sucessão da govenadora Rosalba Ciarlini (DEM), de quem é vice e (ainda) adversário, Faria tem algumas conversas programadas (ou a acertar) no fim de semana. É possível que se reúna com Henrique Eduardo Alves (PMDB), deputado-presidente da Câmara e provável oponente na campanha para o Executivo potiguar. nnn Dirigentes regionais de seus partidos, Robinson e Henrique Eduardo são amigos próximos e desejam preservar o relacionamento iniciado pelos seus pais - o honrado empresário Osmundo Faria e o vitorioso político Aluízio Alves.

LEITURA DINÂMICA t Guido Mantega vai dia 23 à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados. Sete dias antes do ministro da Fazenda, o colegiado recebe Nestor Cuñat Ceveró, ex-diretor Internacional da Petrobras. Pauta: irregularidades na estatal de petróleo. Ambos são convidados. t Neste fim de semana, o Datafolha divulga resultado de pesquisa para a Presidência da República. Os entrevistadores do instituto iniciaram, ontem, o trabalho de campo. t O senador Roberto Requião (PMDB-PR) continua cultor da mordacidade. A respeito da amizade de André Vargas (PT-SP) com um doleiro brasiliense, disse: "O deputado sempre acreditou que Alberto Youssef era pastor pentecostal e só se preocupava com as coisas do reino dos céus." t Dos 76 deputados federais do PMDB, apenas 30 compareceram ao jantarreunião dessa terça-feira com Michel Temer, vicepresidente da República. O vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli, peemedebista anfitrião da noite, deixa clara a decepção. t Candidato ao governo do Rio de Janeiro, o senador Lindbergh Farias (PT) se surpreendeu "com os calorosos elogios" da presidente Dilma Rousseff a Luiz Fernando Pezão (PMDB), concorrente do petista. Observação de Fa-

rias: "Questão de gosto, nada mais. Eu, por exemplo, prefiro o apoio de Lula (da Silva)." t Amanhã, em Belo Horizonte, os senadores Aécio Neves e Ciro Nogueira sentar-se-ão à mesa do jantar. O piauiense Nogueira preside o PP nacional. Terão a companhia de Alberto Pinto Coelho (PP), que antes assume o governo de Minas, e o antecessor, tucano Antonio Anastasia. Também é esperada a senadora Ana Amélia Lemos (PP), candidata ao governo gaúcho. t Em Alagoas, conforme sondagem de intenção voto colhida pelo Ibope, Dilma Rousseff dá um banho na concorrência. Contra 60% de apoios à reeleição da Presidente, Eduardo Campos tem 9% e Aécio Neves, 5%. t O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) vê "motivo além da conta" para, "no mínimo", a mesa diretora da Câmara mandar a Corregedoria da Casa examinar as circunstâncias do 'brinde' que o colega André Vargas recebeu de doleiro. Grupo do PT, uma dúzia mais ou menos, propõe a renúncia do parlamentar sob suspeita de intermediação ilícita junto ao Ministério da Saúde. t Para refletir: "A verdadeira função do homem é viver, não existir" (Jack London, pseudônimo de John Griffith Chaney, jornalista e escritor estadunidense).

Quinta-feira

Assembleia pode mudar Constituição do RN para permitir nova reeleição PROPOSTA

JÁ ESTÁ SENDO ELABORADA PARA MUDAR NOVAMENTE REELEIÇÃO

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa deve apresentar nos próximos dias proposta de reforma da Constituição do Estado. A ideia é promover uma adaptação da Constituição Estadual às atualizações da Constituição Federal. Uma minuta com as mudanças, a ser transformada em Proposta de Emenda Constitucional (PEC), está sendo elaborada pelo corpo técnico da Assembleia, sobretudo Jurídico e Informática, sob a coordenação do jurista Paulo de Tarso Fernandes, consultor da Casa. O trabalho atual é de levantamento de todas as emendas constitucionais federais. Desde a última atualização, a Constituição Federal contabiliza mais de 50 emendas. Esse cabedal informativo não foi atualizado na Constituição Estadual. Estima-se que cerca de 100 artigos dos 162 da Constituição Estadual podem receber alterações. Institutos jurídicos deverão ser suprimidos, acrescentados ou modificados. Muitas Ações Diretas de Inconstitucionalidade foram acatadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e o trabalho de atualização da Constituição do RN terá como função adaptar todo esse conteúdo. Trata-se de um trabalho de fôlego e profundidade. Até agora, no entanto, a atividade transcorre de maneira informal. A iniciativa é da Mesa Diretora da Casa. REELEIÇÃO Pelo que se comenta nos corredores da Assembleia legislativa, entre os pontos a serem modificados na atual Constituição, um, em especial, diria respeito à modificação do instituto da reeleição da

> DISCUSSÃO

Estacionamento da Ceasa/RN é debatido em audiência A falta de espaço para estacionamento na Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa) pode estar com os dias contados. Em audiência pública realizada nesta quarta-feira (2) na Assembleia Legislativa, por iniciativa da deputada estadual Gesane Marinho (PSD), a Secretaria Estadual de Educação propôs ampliar em cerca de dez metros o estacionamento da Ceasa pela Avenida Jerônimo Câmara, em terreno hoje pertencente ao CAIC. Gesane Marinho abriu a audiência pública falando sobre a importância de se discutir novas alternativas para ampliar o espaço físico da Ceasa, que atualmente se encontra estrangulado. Enquanto três mil carros entram e saem da Central todos os dias, só há 500 vagas disponíveis no estacionamento. E destacou que a cessão de parte do terreno do CAIC era uma alternativa que agradava a todos. "Não é preciso fazer uma conta muito difícil para saber que é impossível atender a demanda com o espaço que se tem hoje. A Ceasa é a mesma há 39 anos. A demanda cresceu, as lojas dentro da Central cresceram, mas foram engolindo o estacionamento. Essa audiência vai servir para juntos buscarmos uma solução para este problema estrutural", disse Gesane. O coordenador da Codesp, responsável pela gestão do CAIC, Gileno Souto, confirmou na audiência que engenheiros da Secretaria Estadual de Educação já estiveram na área para estudar a viabilidade da cessão. A proposta da Codesp de ampliar em cerca de dez metros o estacionamento na Avenida Jerônimo Câmara foi bem aceita pelos presentes. "Com essa audiência de hoje, acreditamos que este problema está 99% resolvido", disse. A deputada Gesane Marinho comemorou o resultado do encontro e aproveitou para criar uma comissão especial para cuidar do assunto na Assembleia Legislativa.

Mesa Diretora da Casa. Hoje, a Mesa Diretora é eleita para um mandato de dois anos, sendo permitida a reeleição. Pela proposta em estudo, seria proibida a reeleição na mesma legislatura, evitando que um deputado, por exemplo, permaneça como presidente pelos quatros anos de mandato. De acordo com a proposta analisada, seria permitida a reeleição da Mesa Diretora apenas na mudança de uma legislatura para a outra. Se aprovada, essa proposta permitirá que a atual Mesa Diretora da Assembleia, presidida pelo deputado estadual Ricardo Motta (PROS), seja reeleita para mais dois anos de mandato, em caso de reeleição do deputado em outubro. Esta seria a terceira mudança da Constituição com foco na reeleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa em menos de quatro anos. Em 15 de dezembro de 2010, o então presidente da Assembleia, Robinson Faria, presidiu a sessão em que foi derrubada a possibilidade de reeleição para a Mesa Diretora. Já em 2011, na presidência do deputado Ricardo Motta, os deputados voltaram a permitir a reeleição, só que dentro de uma mesma legislatura. Com 20 votos favoráveis, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Emenda Constitucional - PEC 001/11 - que permitiu a reeleição da Mesa Diretora da Casa numa mesma legislatura. Com a aprovação dessa mudança a Assembleia Legislativa passaria a se espelhar integralmente na Câmara dos Deputados, que só permite a reeleição de uma legislatura para a outra. Porém, a mudança é considerada por alguns parlamentares que não

Wellington Rocha

Presidente da Assembleia, Ricardo Motta, só poderá ser reeleito se PEC for aprovada querem ser identificados, como "casuística", porque muda novamente as regras da reeleição para permi-

tir a permanência dos mesmos presidentes que possam ser eleitos nos dois últimos anos de mandato.


Política

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 5

Heracles Dantas

Urbana vai analisar as propostas e deve se manifestar oficialmente amanhã se elas estão ou não dentro da legalidade

Urbana aumenta R$ 30 milhões na limpeza e Sindicato reclama PARA SINLOC, AUMENTO DA DESPESA JÁ ERA ATÉ ESPERADO PELA FORMA RESTRITIVA QUE EDITAL FOI FEITO PELA COMPANHIA Aqueles mais críticos deverão falar: "avisamos", "sabíamos desde o início que seria assim". Não importa. Agora, resta pouco a ser feito no processo licitatório para a contratação das empresas terceirizadas que serão responsáveis por parte da limpeza de Natal. Até o final de abril, a Urbana quer assinar o contrato que custará R$ 370 milhões aos cofres públicos, pagos em 60 meses. Vale lembrar que no início do processo, a Urbana orçou a licitação em R$ 369 milhões. Contudo, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) encontrou uma série de irregularidades e superfaturamento nos cálculos feitos, suspendeu o processo e obrigou a Urbana a refazer o edital, reduzindo a licitação para a casa dos R$ 341 milhões - ou seja, quase R$ 28 milhões a menos. O problema é que, como o edital impôs uma série de barreiras, apenas duas empresas conseguiram

se habilitar para o certame, a Construtora Marquise S/A e Vital Engenharia Ambiental S/A - ambas, inclusive, já tem atualmente contratos emergenciais com a Prefeitura de Natal na área da limpeza urbana. O resultado disso foi que as propostas delas foram as únicas apresentas e, mesmo representando um valor de R$ 30 milhões a mais, devem ser aceitas pela Urbana. Os "mais críticos" entram nesse momento, sendo pessoas como, por exemplo, o presidente do Sindicato das Empresas de Veículos e Bens Móveis do Rio Grande do Norte (Sinloc), Hélio Barros, que sabiam desde o início que isso iria acontecer e reclamaram, por diversas vezes, do excesso de restrições que o edital colocava para a participação de mais empresas na disputa. "Já era totalmente esperado. Só tendo duas empresas participando, a gente sabia que seria assim, seria o que eles quisessem. Contudo, é

bem verdade que a gente não esperava que fosse ser tão mais alto. São R$ 30 milhões a mais que um valor que já era alto no nosso ponto de vista", afirmou Hélio Barros. Segundo o presidente do Sinloc, que durante o processo licitatório tentou, varias vezes, suspender e revisar o edital, para que as medidas não fossem tão restritivas assim, afirmou que, agora, resta pouco a ser feito. "Só se o TCE, na análise do pleno, suspender o edital, mas eles estão olhando a legalidade da medida e, com relação a isso, há pouca coisa a fazer. O processo foi legal, mas foi imoral pelo preço que será pago. Só nos resta saber se a Prefeitura terá coragem de desembolsar tudo isso", explicou Hélio Barros. E, ao que parece, a Prefeitura terá sim coragem. O presidente da Urbana, Jonny Costa, que uma comissão julgadora vai analisar se os números apresentados seguem o

que foi especificado no edital. "A comissão vai se debruçar sobre as propostas e verificar se as empresas podem realizar os serviços com os preços que foram apresentados", disse o presidente. Jonny Costa acrescentou que esse processo deve ser concluído em até 48 horas e a sessão de julgamento das propostas vai acontecer amanhã, as 9h, no auditório do IDEMA. Jonny Costa destacou que essa nova licitação irá trazer uma economia (apesar de representar um aumento nos custos mensais de R$ 4 milhões para R$ 6 milhões) e ampliar os serviços de limpeza realizados em Natal. "Com esse novo modelo, a Companhia de Serviços Urbanos de Natal espera atender a 100% da área da capital potiguar e aumentar a eficácia e a eficiência do serviço" enfatizou. A nova proposta de licitação prevê que o pagamento das empresas não será mais feito por peso co-

letado, mas sim pelo serviço prestado, exceto a coleta domiciliar que vai continuar com o pagamento vinculado ao peso do que for coletado. Para melhorar o sistema de fiscalização, todos os veículos e equipamentos terão um GPS integrado. Os serviços de coleta seletiva e o fortalecimento da limpeza das praias estão contemplados no documento. ENVELOPES A licitação para a coleta dos resíduos sólidos do município de Natal foi divida em quatro lotes. O primeiro dos lotes contempla a Zona Oeste e o fornecimento de equipamentos para a Urbana realizar o serviço na Zona Norte; as regiões Sul e Leste ficam no segundo lote; o terceiro ficará com a aquisição de equipamentos e a administração da estação de transbordo; o quarto lote será para a coleta, transporte e tratamento dos resíduos hospitalares. As empresas concorrentes apresentaram

propostas para os três primeiros lotes, já o quarto lote só contou com a proposta da Construtora Marquise S/A. No lote 1, o valor referencial existente no projeto básico foi de R$ 115.812.558,00 milhões de reais. As propostas das empresas para esse lote foram às seguintes: Marquise - R$ 138.966.292, 22 e Vital Engenharia - 141.047.696,60. O segundo lote partiu de um valor referencial de R$ 137.218.429,20. As concorrentes apresentaram os seguintes preços: Marquise 166.726.708,80 e a Vital foi R$ 163.811.655,60. O valor de referência para o lote de número três é R$ 80.503.081,80. Os valores das propostas foram - Marquise - R$ 91.578.683,40 e Vital Engenharia R$ 95.787.668,40. O último lote tem o valor de referência de R$ 8.190.000,00 e só contou com a proposta de R$ 7.560.000,00 da Construtora Marquise S/A. (CM)

> CAMARA MUNICIPAL

Requerimento desconvocando Carlos Eduardo deve ser votado na sessão de hoje à tarde Vereadores natalenses digladiaram-se novamente na sessão desta última quarta-feira a partir do momento em que o líder do governo municipal, vereador Júlio Protásio, do PSB, colocou em discussão um requerimento para anular um documento aprovado por unanimidade na sessão anterior convocando o prefeito de Natal, Carlos Eduardo para dar explicações no plenário do Poder Legislativo sobre a não implementação da lei da bilhetagem eletrônica, da sua própria autoria. Os oposicionistas ficaram revoltados e foi iniciado um processo de discussão exter-

nando insatisfações e acusações, tanto ao prefeito, quanto ao líder e ao presidente da Casa, vereador Albert Dickson, que tentou conduzir os trabalhos com moderação. "Carlos Eduardo não vem porque é arrogante", disse Amanda Gurgel, do PSTU, alegando ter havido pressão por parte do SETURN para que o prefeito não comparecesse a plenário. A vereadora Júlia Arruda, do PSB, considerou o debate "inócuo" e disse que o prefeito tem que dar satisfação à sociedade. Sandro Pimentel, do Psol, afirmou que o requerimento convocando o prefei-

to foi debatido, é legítimo, teve sua procedência ratificada pela unanimidade da Casa e portanto, não pode ser rejeitado. "A retirada do requerimento é um golpe e um desrespeito ao Regimento Interno da Casa", ressaltou o vereador do Psol. O líder do prefeito na Casa, o vereador Júlio Protásio, sugeriu que fossem pedidas explicações ao prefeito por escrito ou até mesmo convocar a secretária Elequicina Santos para dar as informações solicitadas pelos vereadores. "A oposição quer transformar o caso em palanque eleitoral e atingir o prefeito", afirmou o líder. Enquanto o

vereador do Psol, Marcos Antonio afirmou: "Essa Casa está se transformando em capacho do prefeito", criticou O presidente da Câmara Municipal, vereador Albert Dicskon, do PROS, alertou os vereadores dizendo que "ninguém ganha no grito, mas no debate" repudiando em seguida o gesto de alguns parlamentares de desrespeito aos vereadores e a própria instituição. A sessão prolongou-se até início da noite, mas o requerimento anulando a votação anterior ficou para ser discutido e votado na sessão desta quinta-feira à tarde. (JP)

José Aldenir

Carlos Eduardo foi convocado na terça-feira, em requerimento aprovado por unanimidade na Câmara

José Aldenir

Vereador Júlio Protásio, no entanto, acredita que solicitação foi ilegal e vai tentar barrar convocação


6 O Jornal de HOJE

Natal, 3 de abril de 2014

Cidade

Quinta-feira

De novo: professores de Natal paralisam atividades por tempo indeterminado CATEGORIA

AVALIA NECESSIDADE DE AVANÇOS NA NEGOCIAÇÃO COM A

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

Sem avanços nas pautas de negociação com a Prefeitura de Natal, professores da rede municipal de ensino oficializaram o início da greve a partir desta quinta-feira (3). A paralisação pode atingir o cumprimento do calendário letivo de todas as escolas da rede, composta por aproximadamente 54 mil alunos. De hoje para amanhã, profissionais irão às escolas apenas informar da decisão aos pais e alunos. A greve será por tempo indeterminado. Durante assembleia da categoria realizada na manhã de hoje, onde muitos professores dividiram opinião sobre necessidade ou não da greve, o Sindicato dos Trabalhadores em Educação (Sinte/RN) considerou que as propostas apresentadas pela Secretaria Municipal de Educação (SME) para evitar a deflagração da greve não correspondem com o que a legislação determina. A última tentativa de negociação com a categoria aconteceu na tarde da última terça-feira (1) em reunião da mesa permanente de negociação. "Houve avanços em pontos de

direitos funcionais dos professores, mas quando chegamos à parte central da pauta, que é a implementação de um terço na hora atividade - cuja proposta atual não corresponde ao que a lei determina - ela não avançou", disse Fátima Cardoso, coordenadora-geral do Sinte. "A secretária Justina Iva apresentou uma perspectiva sobre o intervalo dos educadores infantis, mas não concretizou. E sobre a jornada desses educadores também não houve proposta de melhoria", reforçou. Para a sindicalista, toda a categoria estará aberta ao diálogo com a secretaria. "Esperamos que as negociações aconteçam o mais rápido possível para não termos uma greve longa. O que está impedindo as aulas continuarem é o fato da secretária Justina Iva não ter feito o diálogo que ela costuma fazer, diálogo esse que corresponde a uma perspectiva de negociar. No formato em que as coisas nos foram apresentadas, não corresponde com o que diz a lei". Uma das principais reivindicações dos professores e educadores municipais é a aplicação de um terço da hora atividade de acordo com o que trabalha o sistema de ensino e o

SECRETARIA MUNICIPAL Heracles Dantas

Professores oficializaram o início da greve em assembleia nesta manhã

que está na lei. Para o Sindicato, os professores que cumprem uma jornada de trabalho equivalente à 20h, devem exercer 13h de docência e 7h em atividades extraclasse, para planejamento pedagógico. Já os professores que possuem uma jornada de 30h, caso dos educadores infantis, deveriam ter 20h dentro de sala de aula e 10h extraclasse. "Os professores até defendem que haja uma flexibilização da jornada, de modo que eles possam se organizar conforme necessidade da rede de ensino. Mas para isso precisamos conversar e acertar o que é melhor

para todos", disse Fátima Cardoso. Rebatendo as declarações de Justina Iva, que em reportagem anterior alegou que "não há razões para a greve", Fátima disse que "quem representa o Executivo geralmente manifesta esse tipo de justificativa". "Mas no fundo ela sabe que nós temos razão para entrar em greve. Ela poderia ter evitado isso. Justina já foi secretária de Educação, a gente tem conhecimento do seu trabalho, sabe da seriedade que ela trabalha, mas nesse momento lhe faltou enxergar um pouquinho. Faltou trazer a proposta correta para a

categoria", declarou. "LAMENTO SE HÁ DIVERGÊNCIAS NA INTERPRETAÇÃO DA LEI" A secretária de Educação Justina Iva esclareceu que, diferente do que alega o sindicato dos professores, a Prefeitura de Natal está cumprindo com tudo o que é de sua obrigação e de direito da categoria. "Desde fevereiro que estamos destinando um terço da hora atividade para os professores, conforme parecer legal da Procuradoria Geral do Município e do que determina as di-

DE

EDUCAÇÃO

retrizes do Conselho Nacional de Educação", disse. Segundo Justina Iva, os professores que aceitaram a jornada de trabalho de 24h semanais - "e não foram obrigados a isso" - estão recebendo devidamente as quatro horas extras, de acordo com a minuta de distribuição de carga horária especificada pelo Conselho Nacional. "Eles estão trabalhando 16h em sala de aula e folgando 8h, recebendo 20% a mais em seus vencimentos", avaliou. Sobre os educadores infantis, a secretária informou que os profissionais que trabalham em tempo parcial exercem quatro horas diárias de segunda e sexta-feira, além do um terço extraclasse. Quem trabalha com os alunos de creche, com horário estendido e entre 7h ás 16h, também recebem 20h extras semanais. "Estamos cumprindo a lei de acordo com o entendimento da nossa procuradoria e do Conselho de Educação. Lamento se há divergências na interpretação da lei por parte do Sinte. Se há divergência, deveríamos buscar os órgãos de justiça para que eles façam a interpretação correta, e não optar pela greve, prejudicando crianças, jovens e suas famílias", avaliou.

> AS TRÊS MARIAS

Nascem trigêmeas de “Joaninha” na Januário Cicco Heracles Dantas

Heracles Dantas

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Nasceu no final da tarde desta quarta-feira, dia 2 de abril, as trigêmeas filhas de Maria Dulcineia da Silva, de 35 anos, que ficou popularmente conhecida na Maternidade Escola Januário Cicco (MEJC) como "Joaninha", em função da sua baixa estatura. Maria Dulcineia é uma anã com 1,20 metro de altura. Este é o primeiro caso de uma gestação trigemelar de uma paciente anã realizado na Maternidade. As três filhas - Maria Eduarda, Maia Helena e Maria Luiza - como nasceram prematuras, estão internadas na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) Neonatal. Duas estão na Maternidade e uma está na UTI Neonatal recém inaugurada do Hospital Infantil Varela Santiago. A pernambucana Joaninha mora em Natal, no Planalto, há mais de vinte anos, conta que sempre pensou em ser mãe, mas acreditava que dificilmente engravidaria. "Sempre quis ser mãe. Na verdade, eu sempre fui mãe dos outros, pois ajudei a criar meus sobrinhos e primos, mas não acreditava que podia ser mãe". Ela descobriu que estava grávida quando foi fazer um tratamento renal. "Quando soube tive um choque. Um choque triplo quando descobri que era três de uma vez só. Durante a

Patrícia Fonseca e Kleber Morais explicam que parto foi antecipado porque a gravidez era de alto risco gravidez sempre estive muito ansiosa por ver o rostinho dela e agora eu choro porque ainda não consegui ver o rostinho delas", disse. O pai dos filhos de Joaninha a abandonou assim que soube da gravidez. Eles moraram juntos por mais de um ano. Amigos e familiares que a ajudaram a criar as três meninas. "Não estou pensando em dar minhas filhas. Elas são minhas e não está a venda. Graças a Deus elas nasceram bem, com saúde e não vejo a hora de tê-las em meus braços", ressaltou. Joaninha vem recebendo inúmeras ajudas. O diretor da Maternidade, Kle-

ber Morais, conta que em função da prematuridade e por se tratar de uma gravidez de alto risco trigemelar foi necessário realizar o parto na tarde de ontem. As crianças nasceram com 29 semanas e cinco dias pesando 1,065 kg, 1,066 kg e 1,090 kg e devem permanecer na UTI Neonatal por, pelo menos, dez semanas, até atingirem o peso ideal. Durante esse período, Joaninha fica internada na Maternidade como mãe-acompanhante. "É comum que crianças prematuras ao nascerem fiquem em leitos de UTI. Lá elas já estão sendo medicadas para melhorar a parte respiratória. Espera-

Régia Silveira arrecadou 1.300 fraldas para as trigêmeas

mos que a evolução seja a melhor possível. Eles devem ficar na UTI o tempo suficiente para completar as 40 semanas de gestação, como se estivesse dentro da barriga", afirmou o diretor da Maternidade Januário Cicco, Kleber Morais. "O que mais me impressionou é que apesar das dificuldades e limitações, ela consegue ver a vida de uma forma colorida, enquanto muitas pessoas preferem olhar a vida apenas no preto e branco". A obstetra Patrícia Fonseca Bezerra, chefe da Enfermaria de Alto Risco da Maternidade, conta que após o parto, Joaninha passa bem.

Ontem, a paciente estava com problemas respiratórios por conta da compressão da barriga, o que acelerou a necessidade de realização do parto. A gravidez de Joaninha era de alto risco por se tratar de uma portadora de nanismo, por ser trigemelar e por ela ser fumante. A médica disse que por enquanto não foi identificada nenhuma característica de que as crianças também sejam portadoras de nanismo. "A gravidez já estava comprometendo as vias respiratórias da paciente e poderia afetar as crianças. Vimos também que os bebês não estavam crescendo como o esperado

e decidimos fazer o parto. Agora, os bebês estão bem, mas requer cuidados. Toda prematuridade requer cuidados, por isso a necessidade de se ficar em um leito de UTI Neonatal", disse a obstetra. A comunicadora e professora Régia Silveira conta que conheceu a história de Joaninha pela televisão. "Assim que vi me apaixonei. É uma história emocionante. Fui até a casa dela e conheci um pouco mais da história de vida dela e não tem como não se emocionar e querer ajudar". Em fevereiro, Régia Silveira realizou uma festa de aniversário beneficente, em que arrecadou 1.300 fraldas para doar para as filhas de Joaninha. "Sou cristã e vivo para servir. Fazer pelo próximo é uma forma de também estar fazendo para Cristo", afirmou Régia Silveira, que faz parte da Paróquia São João Batista, em Lagoa Seca. Recentemente, a esposa do jogador do Real Madrid, que conheceu a história de Joaninha pela internet, entrou em contato com Setor de Serviço Social da Maternidade Januário Cicco e fez uma doação a ela. Desempregada, Joaninha ainda precisa da ajuda e doações das pessoas. Agora, ela precisa de leite nestogeno, além de fraldas. As doações podem ser deixadas na recepção da Maternidade, aos cuidados de Maria Dulcineia da Silva.

> INSATISFAÇÃO

Agentes de Leitura denunciam atraso no pagamento de salários e Governo anuncia fim do programa Insatisfeitos e prejudicados. Esse é o sentimento geral dos jovens educadores que participam do programa Agentes de Leitura RN, promovido pelo Governo Federal e Governo do Estado através da Secretaria Extraordinária de Cultura/Fundação José Augusto. Segundo denúncias, os agentes estão há quatro meses sem receber a bolsa-auxílio de R$ 350. Indignados, alguns já cogitam cruzar os braços. O que eles não sabem é que o programa deverá ser encerrado neste mês de abril. De acordo com a agente Ana Priscila Bezerra da Silva, 25 anos, cada agente é responsável pelo desenvolvimento da ação com 30 famílias. "Ao todo são 550 agentes fazendo esse trabalho desde o dia 1 de Maio de 2012 e, desde então, nossa bolsa-auxílio que temos dire-

to mensalmente nunca foi depositada regularmente. Sempre nos pagam com três meses de atraso", relatou a jovem. Entretanto, segundo dados da Fundação José Augusto, atualmente o programa conta com o trabalho de 400 agentes. Ana Priscila também declara que vários agentes abandonaram o projeto por irregularidades no pagamento. "Muitas pessoas acabaram deixando esse projeto porque os atrasos nos pagamentos são muito frequentes. Além disso, para participar, os agentes não podem ter nenhum vínculo empregatício, nem mesmo estágio. Assim ninguém consegue sobreviver", declarou. Em contato com a reportagem deste vespertino, a secretária extraordinária de Cultura, Isaura Rosado, explicou que o convênio do

Governo do RN com o Ministério da Educação acaba neste mês. "Tínhamos um convênio de um ano com o Governo Federal que está encerrando agora. O programa irá acabar neste mês", disse. Sobre o atraso no pagamento dos agentes, Isaura afirmou que o problema "será resolvido nesta semana". "Estamos com dificuldade orçamentária que levou a não contemplar o pagamento dos agentes. Porém, estaremos resolvendo essa situação nesta semana", destacou, sem esclarecer um prazo para o pagamento dos salários atrasados. "Nos meses de janeiro, fevereiro e março, os setores orçamentários e de planejamento do Governo do Estado praticamente não funcionam, por isso tivemos esse atraso. Mas os agentes irão receber os pagamentos de uma

só vez", garantiu. A Secretária de Cultura ainda respondeu ao questionamento sobre a possibilidade de renovação do programa no Rio Grande do Norte. "Estamos conversando com o Ministério da Educação e pretendemos renovar, até por quê o Rio Grande do Norte é um dos estados com grande destaque na realização do programa Agentes de Leitura", afirmou. O objetivo do programa Agentes de Leitura é levar às famílias, preferencialmente cadastradas no Bolsa Família, atividades de estímulo à leitura. Essa promoção cultural atinge mais de 15 mil famílias em 41 municípios do RN. Para isso, os agentes treinados e cadastrados no programa têm cerca de cem livros cada para promover leitura, saraus e outras atividades.

José Aldenir

Segundo Isaura Rosado, convênio com o Governo Federal não foi renovado


Economia

Quinta-feira

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

administracao@jornaldehoje.com.br

Salão Imobiliário abre com expectativa de gerar R$ 300 milhões em negócios n Foi aberto ontem e prosseguirá até a noite deste domingo, no Centro de Convenções de Natal, o XIII Salão Imobiliário do Rio Grande do Norte, feira que conta com a participação de mais de 200 empresas construtoras, incorporadoras e corretoras, além dos principais agentes financeiros que atuam no mercado habitacional do Estado. n A expectativa do empresário Ocimar Damásio, promotor do evento, é que o Salão venha a gerar em torno de R$ 300 milhões em negócios (o que representará crescimento da ordem de 40 por cento sobre os resultados da edição de 2013) e que seja visitado por mais de 30 mil pessoas, a maior parte muito interessada em adquirir imóveis. n As empresas com estandes no Salão se mostram bem estruturadas para atender todos os potenciais clientes, apresentando maquetes, cartazes e folheteria sobre seus empreendimentos. Muitas delas, inclusive, estão oferecendo descontos especiais e outras vantagens, tais como zero de entrada em imóveis prontos para morar. n A feira disponibiliza opções para todas as classes sociais. Nela são expostos imóveis novos ou usados com preços que variam de R$ 80 mil a até mais de R$ 4 milhões. n Segundo o empresário Caio Fernandes, proprietário de Imobiliária natalense que leva o seu nome, o consumidor está cada vez mais exigente e detalhista, razão porque serviços como o de automação apresentados pela construtora BSPAR Delphi no edifício residencial "Noilde Pessoa Ramalho" são considerados importantes diferenciais na hora da venda. n Outra novidade no Salão é o primeiro empreendimento de padrão sofisticado enquadrado no programa "Minha Casa, Minha Vida" do governo federal. Pelo que informa o coordenador de Vendas do grupo Celina Guimarães, Mário Governo Estadual anuncia calendário das exposições agropecuárias de 2014 nA Secretaria Estadual da Agricultura, da Pecuária e da Pesca já divulgou o calendário anual de exposições e feiras agropecuárias do Rio Grande do Norte para o corrente ano, a ser aberto amanhã, em São Paulo do Potengi, com a realização até domingo da XIV Exposição de Caprinos e Ovinos do Potengi, conjuntamente com o Torneio Leiteiro do Pronaf. n Entre os dias 16 e 18 de maio será a vez da 41ª. Exposição Agropecuário do Seridó, no Parque Walfredo Gurgel, na cidade de Caicó. n Em junho, de 20 a 22, acontecerá a Caprifeira e Feira do Agronegócio, na cidade de Coronel Ezequiel, na região do Trairi. n Virá em seguida, no período de 4 a 6 de julho, em Currais Novos, a Exponovos, com feira e leilão de gado de corte e leite. n De 7 a 10 de agosto, em Mossoró, está agendada a Festa do Bode, considerada a maior exposição de caprinos, ovinos e bovinos da região Oeste.

Ferreira, o condomínio "Areias do Planalto", a ser construído no bairro do mesmo nome, terá elementos como piso em porcelanato e churrasqueira, com unidades ao preço de apenas R$ 129 mil. n O XIII Salão Imobiliário do RN pode ser visitado diariamente, no período das 14:00 às 22:00 horas, com entrada grátis. Tribunal de Justiça manda alterar ordem dos precatórios da Prefeitura de Natal n O advogado Diógenes da Cunha Lima, que há mais de 30 anos vem defendendo na justiça uma causa da empresa imobiliária F. G. Pedroza (que teve, nos anos 80, um enorme terreno de sua propriedade desapropriado pela Prefeitura de Natal para dar lugar à Estação Rodoviária da Cidade da Esperança), conseguiu ontem, por unanimidade, mais uma vitória, desta feita no pleno do Tribunal de Justiça do Estado. n A Prefeitura, que anos atrás, com enorme atraso, pagou a indenização do imóvel (mas sem concordar com a atualização do valor nem com o pagamento de juros de mora), acabou relançando essas verbas devidas no final da lista de precatórios do Município, o que fez com que o complemento indenizatório da empresa voltasse a ficar perdido no tempo. n A tese levada por Diógenes ao TJRN, em sustentação oral no pleno, foi a de que não poderia a Prefeitura ter lançado o saldo da indenização do terreno da F. G. Pedroza no final da lista dos precatórios, pois este crédito não era advindo do julgamento de uma nova ação judicial, mas sim do cumprimento de uma sentença única, por sinal já transitada em julgado. n Com o acatamento unânime dessa tese, a Prefeitura fica, agora, obrigada a colocar o pagamento referente à atualização do valor do imóvel e aos juros de mora (algo em torno de R$ 4 milhões) no primeiro lugar da lista dos precatórios.

n De 29 a 31 de agosto, em Lages, o governo promoverá a Exposição da Região Central, com torneio leiteiro de bovinos e caprinos. n Encerrando o ciclo, entre 11 e 18 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, será realizada a 52ª. Festa do Boi. Grupo Uniforte, que atua no e-commerce, inicia atividades no RN n A empresa paulista Uniforte, voltada para o e-commerce (prestação de serviços de marketing on-line e shopping virtual) anuncia este noite, durante jantar que oferecerá à imprensa natalense e convidados, o início de suas atividades no Rio Grande do Norte. n Por intermédio de uma rede estruturada de pessoas e fornecedores, o Grupo Uniforte proporciona uma maior mobilidade entre negócios comerciais, possibilitando o crescimento pessoal e profissional sustentável entre seus cotistas, que terão participação nos lucros da empresa. n Os negócios do grupo no Es-

tado serão geridos pelo empresário Alexandre Tawfic. Moura Dubeux garante descontos exclusivos no Salão Imobiliário n A construtora Moura Dubeux tem destacada participação no XIII Salão Imobiliário do Rio Grande do Norte, que transcorre neste final de semana no Centro de Convenções, dentro do qual está lançando a campanha "Grandes Ofertas MD" e promovendo o pré-lançamento do condomínio "Áurea Guedes", seu primeiro empreendimento no bairro de Ponta Negra. n A Moura Dubeux coloca à venda nessa edição da feira inúmeros imóveis prontos ou em construção, que poderão obter descontos que variam de R$ 30 mil a até R$ 100 mil. Entre as opções oferecidas dentro da campanha promocional estão os edifícios residenciais "Firenze", "Jerônimo Costa", "Alice Grilo", "Parque Cidade Jardim", "Maria Bernadete", "Bossa Nova", "Mirante Lagoa Nova" e "Rodolfo Helinski", todos localizados em áreas nobres de Natal.

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 7

Entrevista JOSÉ ROSSITER ADVOGADO TRIBUTARISTA

“O perigo de perder as nossas empresas” Divulgação

Responsável pelo contencioso tributário de grandes empresas, dentre as quais a COSERN, e um dos advogados mais respeitados do estado em sua área, José Rossiter dificilmente expressa opiniões fora dos tribunais e das salas de aula por onde lecionou e podia expressar seus pontos de vista livremente com a ética de um bom observador que só interage nos fatos quando é convocado. Nesta entrevista, porém, Rossiter fala da matéria tributária de uma maneira que todos podem entender – abordando justamente as consequências econômicas. Foi um pedido expresso feito pelo O JORNAL DE HOJE como forma de tornar mais palatável a entrevista com um especialista na área tributária. No cardápio, a guerra tributária e seus efeitos para a economia, especialmente no Rio Grande do Norte, um estado pequeno, importador, que precisa reter suas principais empresas para sobreviver. do Desenvolvimento Industrial do Rio Grande do Norte (Proadi) tem um bom formato para os interesses do Estado, pois é uma feição mais contábil do que fiscal de realizar essa transferência de benefício. Mas nem chega perto do que outros estados oferecem para captar novas indústrias. Nem o Estado de São Paulo, o mais industrializado e rico do país, abre mão de jogar pesado nesse campo. Enquanto isso, as pequenas unidades federativas, como a nossa, são pulverizadas. E tudo que fazemos para sair dessa condição enfrenta a ação de lobbies poderosos. A prova disso é que só agora o projeto eólico começa a avançar e, a despeito da oferta de sol, não há uma política federal que nos inclua num processo mais consistente dentro da energia solar.

muita cautela, afinal, são as receitas da tributação que mantém a máquina estatal. E toda a administração sabe onde aperta o calo. Isso, sem mencionar as restrições impostas ao orçamento pela Lei de Responsabilidade Fiscal.O debate está aberto e tem muita gente competente para participar dele. Temos a Federação da Indústria, a Federação do Comércio e o Sebrae, entre outros. São sistemas que entendem profundamente as demandas de suas clientelas. O Sebrae, enquanto agência de desenvolvimento da micro e pequena empresa, também adquiriu essa expertise e hoje presta um serviço de imensa relevância. O advogado tributarista é mais um elo nessa corrente e pode interagir em todas as instâncias.

JORNAL DE HOJE - Num ambiente econômico onde a pressão dos impostos inviabiliza empresas e empurra os Estados para uma guerra fiscal sem precedentes, em que grau o RN deve se preocupar com o futuro? ROSSITER - Como o RN é essencialmente um estado comprador de produtos acabados de outros estados, é claro que a preocupação existe, especialmente porque seus maiores vizinhos- Ceará e Pernambuco investem maciçamente em incentivos e renúncias fiscais para atrair novas indústrias. A questão é saber onde estamos mais vulneráveis e adotar medidas para guarnecer os flancos. Ou seja, produzir cenários mais favoráveis à retenção dos negócios, já que a atração de novas O JORNAL DE HOJE – Qual indústrias propriamente ditas é deveria ser em sua opinião a preoalgo mais difícil, que depende JH –No caso do RN o que essa si- cupação primeira do empresário de condições logísticas que tuação vem provocando? em relação à carga tributária? atualmente lutamos para consoROSSITER – Temos perdido ROSSITER – Em primeiro lidar. Já demos o passo do aemais empresas do que é saudálugar, o empresário deve se roporto de São preocupar em coGonçalo, um nhecer o tamanho sonho de duas de sua pauta fisdécadas, mas cal. Muitos acham “Temos perdido mais empresas isso isoladamenque conhecem, do que é saudável nos últimos te não é suficienmas às vezes têm te sem um porto uma ideia apenas anos. Isso é um fato. “ moderno e um aproximada ou sistema rodo ferinexata do tamaroviário em connho da mordida e, JOSÉ ROSSITER dições pelo principalmente, menos de nos suas consequêncolocar como cias para o negócentro distribuidor interessante. vel nos últimos anos. Isso é um cio. Frequentemente há uma difato. Em 2011 foi a Alpargatas cotomia que torna o valor do JH – Há evidências preocupantes e por descuido fiscal pelo menos tributo desproporcional ao preço para essa inquietação neste mouma grande empresa no ramo final da mercadoria. Despropormento? do varejo. Mais recentemente, cional para cima, que fique bem ROSSITER - Há sim e elas não uma importante exportadora de entendido. Cobra-se uma coisa são poucas. De vez em quanbanana de dimensão internaciopelo produto final, cuja rentabido, por um ou outro motivo, nal (Del Monte) anunciou sua lidade não se atinge na hora da perdemos uma empresa impormudança do Estado. Há inforvenda. Mas como há um ententante para a economia local, mações na mídia que, a partir de dimento corrente nos Tribunais entre dezenas de outras meno2019, vence pela segunda e úlque essa pauta é legal, não resta res que fecham as portas por tima vez a cobertura de 10 anos, alternativa ao empresário a não motivos diversos. Há um esturenováveis por mais 10, do ser equilibrar-se dentro de uma do recente do Banco InterameProadi, criado há quase três désituação absurda onde o molho ricano de Desenvolvimento cadas justamente para estimular às vezes é bem mais caro do (BID) que mostra um quadro o desenvolvimento industrial que o peixe. preocupante. Em 16 Estados, através do financiamento do mais o Distrito Federal, a reICMS devido. Há informações O JORNAL DE HOJE – Contar núncia de receita por conta de que grandes empresas, funda- com os serviços de um advogado benefícios tributários concedimentais para a economia local, tributarista é algo distante da reados em 2012 foi, na média, como a Guararapes e a Cote- lidade de uma pequena empresa? quase duas vezes maior que os minas, estão na lista. Tudo isso ROSSITER – Se a cultura da investimentos em infraestrutupreocupa, pois implica numa pequena empresa fosse mais asra e outros investimentos públisérie de providências legais, sociativa, como é o caso de alcos. Isso mostra a prioridade como as mudanças na própria lei gumas cooperativas agrícolas do agressiva que alguns estados deque criou o programa. Fala-se Centro Oeste e do Sul, a respospositam na guerra fiscal, a desem renovações automáticas, ta seria mais ou menos esta: peito das limitações legais que fala-se muita coisa. Fato é que “Quando os clientes sabem o essa matéria já adquiriu. precisamos agir imediatamenque querem, é fácil encontrar o te para dar suporte à permanênmelhor caminho”. As Empresa JH – O que isso mostra em sua cia dessas empresas na econonunca devem desprezar suas asopinião? mia potiguar. sociações de classe ou, quando ROSSITER – Prova que o penão há essa cobertura, um bom rigo de investidas sobre as in- JH – Então o senhor acha que a relacionamento com outras de dústrias do RN é real. Tanto que política de manutenção e atração seu segmento quando for contrauma das armas usadas por esses de indústrias deveria ser mais tar bons escritórios que cuidem estados é mostrar que eles estão agressiva no RN? de seus interesses. É só uma realmente dispostos abrir mão ROSSITER – A expressão questão de saber o que quer e se de receita. O Programa de Apoio “agressiva” deve ser usada com organizar para isso.

‘ ’


8 O Jornal de HOJE

Natal, 3 de abril de 2014

Cidade

Fotos: Wellington Rocha

Edutec mostra que ZN tem educação de qualidade E VENTO

Quinta-feira

REÚNE ESPECIALISTAS DA ÁREA , ARTISTAS E

ESTUDANTES EM VASTA PROGRAMAÇÃO ATÉ DOMINGO MARCELO LIMA REPÓRTER

Para quebrar um velho preconceito de que a zona Norte de Natal não possui serviços de qualidade especialmente na educação formal -, seis professores de escolas públicas e privadas se uniram para organizar a 1ª Mostra de Educação, Tecnologia e Cultura (Edutec). O evento começa hoje à tarde e segue até domingo, dia seis, no Complexo Cultural de Natal na avenida João Medeiros Filho. Na programação, há shows, competições de soletração e redação, apresentações culturais das próprias escolas, exposições, palestras, saraus, sala dedicada a literatura, homenagem a escritores da região, parede de rapel e tarde de autógrafos. Com o número de 80 expositores, a Mostra não se restringe à exposição de estabelecimentos de ensino que estejam instalados na zona Norte. A coordenadora geral, Selma Luizzari, afirma que a quantidade de instituições com ensino de qualidade é muito maior do que meia dúzia de escolas. Por isso o evento "surgiu da necessidade e vontade de mostrar para a população que a zona Norte é totalmente independente. Vamos mostrar que temos excelentes instituições de ensino", disse. Segundo ela, as escolas da maior região administrativa da capital possuem o mesmo nível de infraestrutura e qualidade que escolas de outras regiões. São 178 escolas (entre públicas e privadas), três faculdades, cinco instituições que oferecem cursos de idiomas e quatro cursos profissionalizantes. Todos os dias haverá palestras. Uma das convidadas é a secretária

estadual de Educação, Betânia Ramalho. Na ocasião, sexta-feira às 20h, ela estará como pesquisadora da área e discorrerá sobre o tema "Tecnologia na educação básica: o desafio da escola no século 21". O deputado estadual Fernando Mineiro (PT) também foi convidado como palestrante. Na qualidade de professor, ele apresentará o tema "Expansão urbana: meio ambiente e qualidade de vida na zona Norte" às 20h do sábado. No total, serão oito palestrantes inclusive de outros estados brasileiros. Os estudantes das escolas expositoras poderão participar do concurso de soletração e de redação. A premiação para os vencedores será uma bolsa de estudos integral na escola de idiomas CNA e um kit escolar completo. O concurso de redação terá duas categorias: uma para estudantes do ensino fundamental 2 (6º ao 9º ano) e outra para ensino médio. O concurso de soletração terá participação apenas de estudantes do ensino fundamental. Nessas competições só é possível a inscrição de estudantes de instituições expositores no evento. A entrada tem o valor de R$ 3,00 e dá o direito de participação em qualquer atividade. Crianças de até oito anos não pagam. Nas escolas participantes, as entradas foram vendidas por R$ 1,00. "Por se tratar de uma iniciativa voluntária de um grupo de diretores e professores, não tivemos nenhuma verba pública", disse Luizzari explicando a cobrança do valor. Segundo Selma Luizzari, o investimento total do evento foi mais de R$ 100 mil. A Prefeitura de Natal deu apoio com banheiros químicos e gerador de energia. O governo do Estado cedeu o espaço.

Apesar da falta de dinheiro governamental, a coordenadora geral acredita no sucesso do evento. "É um mix de cultura, tecnologia e entretenimento". A organização do evento espera uma média de 45 mil visitantes. A cerimônia de abertura oficial ocorreu ontem para convidados especiais, autoridades e professores. Hoje as apresentações artístico-culturais das escolas começam a partir das 16h. Às 16h30 o Espaço Literart também começa a funcionar com lançamento de revistas, música e a participação da Sociedade dos Poetas Vivos e Afins (SPVA) com sarau lítero-musical. No sábado, a programação fica por

Complexo Cultural de Natal, na zona Norte, já está preparado para receber a programação do Edutec neste final de semana conta do Festival Atitude de música gospel a partir das 18h. Serão sete apresentações artísticas do gênero antecedidas também por apresentações escolares.

Selma Luizzari: “Vamos mostrar que temos excelentes instituições de ensino”

CMYK


Cultura

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 9

Fotos: Ney Douglas

Curtas

ccpsilva@hotmail.com Fotos: Divulgação

PALCO GIRATÓRIO O 17º Palco Giratório, projeto de artes cênicas organizado pelo Sistema Fecomércio RN, por meio do Sesc, circulará por nove cidades potiguares, neste ano. De abril a maio, dez espetáculos nacionais percorrerão cidades, como Natal, Caicó, Mossoró e Santa Cruz. Circo, drama, comédia, teatro infantil e infanto-juvenil estarão em pauta. A primeira apresentação será "Homem de Sola de Vento" (foto), de São Paulo, cuja estreia acontece hoje (03), às 20h, no Teatro Alberto Maranhão (Natal). A entrada é 1 kg de alimento não perecível (basta chegar uma hora antes). Para saber mais, acesse www.sescrn.com.br ou www.sesc.com.br/portal/site/palcogiratorio.

DEZ ANOS DE EVOLUÇÃO BANDA REVOLVER

GRAVA

CD

AO VIVO NO PRÓXIMO SÁBADO

(05)

E

MOSTRA O APERFEIÇOAMENTO TÉCNICO QUE EXPANDIU SUA SONORIDADE DO INGÊNUO IÊIÊIÊ PARA EXPERIÊNCIAS PSICODÉLICAS E PROGRESSIVAS CONRADO CARLOS EDITOR DE CULTURA

O jovem Geoff Emerick tinha 20 anos, no momento em que o produtor George Martin o convidou para assumir a engenharia de som dos Beatles. Era1966, e quatro anos antes, após ver uma transmissão radiofônica ao vivo, em uma feira de negócios, ele decidira que queria ser “o cara que aperta os botões”. A chance de ver o surgimento dos Fab Four no estúdio Abbey Road virou história na hora em que John Lennon chegou com um pedido inusitado. Para sua nova composição, Tomorrow Never Knows, queria que sua voz soasse como um monge no alto de uma montanha. “Eureka!”, pensou Emerick, antes de iniciar o processo que resultaria em um dos maiores discos da história do rock: Revolver, o álbum que enterrou o Iêiêiê e mostrou que os garotos de Liverpool tinham amadurecido. Na noite do próximo sábado (05), a banda natalense que tomou emprestado o nome da arma de fogo para seu epíteto reviverá algo dessa narrativa no show que comemora dez anos de estrada. Com a gravação de um CD ao vivo, e abertura da banda coirmã Fullsion, uma noite sem fim está agendada para o Whiskritório Pub. Em 2004, garotos potiguares,

com idade entre 17 e 21 anos, começaram a tocar covers dos Beatles em barzinhos. “She Loves You”, “Twist and Shout” e “Can’t Buy Me Love” animavam festas no extinto Budda Pub e correlatos. Até que dois anos depois, um disco homônimo e autoral foi lançado. “Já nessa época, tocávamos iêiêiê, mas curtíamos outras coisas, como Pink Floyd. O que acontecia é que nossa habilidade técnica não permitia que fizéssemos muitas coisas, que tocássemos sons mais complexos”, confessa o vocalista Paulo Henrique. A aposta em acordes simples deu resultado e logo um público cativo estimulou as apresentações. No decorrer da década de 2000, à medida que rasgavam folhas de aniversário, houve o esperado amadurecimento musical, o que abriu o leque de influências para grupos ‘rebuscados’, como Yes, Queen e Deep Purple. A mudança no repertório foi imediata. Agora os 70s e sua mistura de hard rock, jazz fusion e psicodelia ditavam o rumo do Revolver. “Sempre fui fã do Pink Floyd e sempre pensamos em fugir do esquema de quatro acordes básicos”, reitera Paulo. O triunvirato original do Revolver é composto por Paulo, Cléo Lima, na guitarra, e pelo baixista Carlos Aires – completam a atual formação, o outro guitarrista, Felipe Rebouças, o tecladista Mateus

e o baterista Samir Santos, músico com inúmeras participações em bandas locais. Eles prepararam três músicas novas para executar em primeira mão durante o show sem limite de tempo. Paulo dá o roteiro sobre o que encontrarão os curiosos a partir das 22 horas. “Além dessas três músicas, todas com uma pegada mais Yes, com compassos complexos, vamos tocar coisas da fase autoral, quando tínhamos influência dos Beatles e praticamente o The Dark Side Of The Moon e o Wish You Were Here [dois clássicos do Floyd] quase na íntegra”. O cantor garante que as faixas autorais é diferente de tudo que tem sido feito na cena roqueira nativa, com valorização da parte instrumental em mais de oito minutos para cada uma delas. “Aqui tem bandas boas, mas muitas se preocupam mais com clipe e com o cartaz do show do que com a música. Talvez por acomodação, muitas apresentam qualidade no som muito abaixo do que o clipe”. Mesmo com a facilidade de divulgação e o aumento da oferta de material artístico que a internet promoveu, Paulo fala na redução no apuro musical do rock feito no Brasil. O sumiço dos solos, um dos elementos fundadores do blues e, consequentemente, do rock and roll, é prova cabal da efemeridade com que o desenvolvimento ins-

trumental tem sido tratado. “Por isso também que quero dizer o quanto é legal termos uma banda como o Fullsion na abertura. O Thales Alexandre [líder] é nosso amigo de infância e foi aos nossos primeiros ensaios. Eles não estão nessa de quatro acordes, que vejo tanto por aí. Eu acredito que Natal tem espaço para o rock, sim. Aqui têm bandas com mais de 15, 16 anos de atividade e sabemos que várias pessoas que irão ao nosso show de sábado estavam lá no Budda, dez anos atrás. Elas curtem o que é feito aqui”. A confirmação de que a festa cruzará a madrugada é somente um dos atrativos que o especial Revolver 10 Anos tem a oferecer aos roqueiros de plantão. Com preço justo e estrutura adequada, vale registrar na agenda dentre as opções do final de semana.

SERVIÇO: 10 Anos do Revolver Gravação do CD ao vivo Abertura: Fullsion Dia 05 de abril

MERCADO EGÍPCIO No próximo domingo (06), as bailarinas da escola de dança do ventre Tuareg Kasa promovem o evento alusivo à cultura que floresceu às margens do rio Nilo. Apresentações de alunas e professoras, bem como uma aula especial com a carioca Luciana Midlej, às 16h, estão programadas para acontecer na sede da escola, localizada na rua Praia de Alagamar, 2170, em Ponta Negra. Ainda haverá exposições e venda de joias, luminárias e figurinos egípcios. Mais informações no (84) 3219-0029. ÂNIMA PIPA A Semana Santa em Pipa promete ser agitada. Após os shows noturnos, a Ânima Pipa é o destino final dos baladeiros, de quinta a domingo (16 a 20 de abril), com início às 23:59h e término às 7h. A programação tem na quinta, DJ Leo B (PE), EDouble (PE) e DJ Mucio NT (RN). Na sexta: Projeto GirlyWay (SP), DJ Horácio (RN) e Antonni Bokki (Espanha). Já no sábado, Rodrigo Sha (RJ), DJ Diego Américo (PB) e DJ Mucio NT. E no domingo, o Projeto Valvet Live (RJ), DJ José Pinteiro (PE) e DJ Antonni Bokki (Espanha). Informações no www.showdeingressos.com.br. ou (84) 8118-0123. FEIRA DE LIVRO Segue até a próxima segunda (07) a "Feira Literária Emergir Livros - O mundo fantástico da leitura e dos fantoches", no Norte Shopping. No espaço de 160 m², livros religiosos, de autoajuda, turismo, saúde, psicologia, dentre outros temas, aguardam pais e crianças, que também pode usar o Espaço Kids para desenhar, pintar, ler a vontade. No local tem exposição e venda de fantoches. BRANCA DE NEVE E OS SETE ANÕES A clássica história dos Irmãos Grimm ganha mais uma versão teatral. A nova montagem será no próximo domingo (06), às 17h, no Teatro Alberto Maranhão. À frente da peça, a Cia Manacá do RN encena o texto adaptado pelo saudoso Jesiel Figueiredo, com direção, cenografia e figurinos assinados pelo potiguar Costa Filho. Com 20anos de experiência, cujas montagens de "A Bruxa e a Flor Alada" e "Os Galos do Sol" se destacam, a Cia Manacá recebeu o prêmio de Melhor Grupo Teatral no Festival Coca Cola de Teatro (1993).

Local: Whiskritório (Capim Macio) Horário: 22H Ingressos: R$ 15,00

Revolver (1966) Um marco na história do rock e o fim de uma era. Cansados de apresentações ao vivo e, sobretudo, de excursionar mundo afora, os Beatles encontraram na evolução tecnologia a matéria-prima para transformar o som adolescente dos anos iniciais para mostrar que existia um campo vasto e fértil dentro de um estúdio. Se “Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band” (1967) foi o auge dessa experiência, tudo começou um ano antes, com o underground lon-

drino, a arte de vanguarda, as viagens ao Oriente e as alucinações psicotrópicas expostas em “Revolver”. Os temas mudaram. Agora eles falavam de solidão, da morte, da alta carga tributária do Reino Unido. Antigos fãs torceram o nariz, mas a maioria entendeu que John, Paul, George e Ringo soltaram “Eleanor Rigby”, “Taxman”, I’m Only Sleeping” e “Tomorrow Never Knows” para inovar o mercado e influenciar toda uma geração.

CMYK


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 3 de abril de 2014

Quinta-feira

Fotos: José Aldenir

PRESOS DENUNCIAM, E JOÃO CHAVES PASSA POR INSPEÇÃO DO MINISTÉRIO DA JUSTIÇA UM DOS MAIORES PRESÍDIOS DO RN FOI VISTORIADO DURANTE A MANHÃ DE HOJE DIEGO HERVANI DIEGOHERVANI@GMAIL.COM

Depois de denúncias de presos, a Penitenciária João Chaves, localizada na zona Norte de Natal, passou por uma inspeção completa nesta quinta-feira (3). Representantes do Ministério da Justiça (MJ) passaram toda a manhã vistoriando o local e conversando com alguns detentos para saber dos problemas que eles estão passando. A comitiva foi formada por membros do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciário (CNPCP) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), órgãos que são ligados ao MJ. De acordo com Naum Pereira, que faz parte da ouvidoria da Depen e está coordenando a ação no Rio Grande do Norte, a visita só foi feita nesse mo-

mento pelas inúmeras denúncias que foram recebidas nos últimos meses. "Existe as inspeções que são rotineiras e aquelas que são feitas por denúncias, que é o caso dessa que estamos fazendo. As denúncias chegam por meio de formulários e cartas enviadas pelos próprios presos. Aqui no Rio Grande do Norte recebemos denúncias de presos que ficam fora das celas por falta de espaço. Também estamos avaliando as condições estruturais e de alimentação do local", destacou. A última inspeção feita por esses órgãos na João Chaves foi em 2008. Porém, em 2013 o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), dentro das atividades Mutirão Carcerário do Tribunal de Justiça (TJRN)inspecionou a penitenciária e a classificou como "muito ruim". "Falta área apropriada para o banho de sol, falta esgota-

mento no presídio, não há condições de higiene, as celas não tem ventilação alguma, além da falta de atendimento médico, entre outras carências", aponta o juiz Custódio Filho. Nesta sexta-feira (4) a mesma comitiva seguirá até ao município de Nísia Floresta para fazer a vistoria nas unidades de Alcaçuz e do Rogério Madruga. O objetivo é o mesmo, avaliar as condições de estrutura, de permanência dos presos e as denúncias de superlotação e maus tratos. Ainda de acordo com o coordenador da inspeção, a visita irá gerar um relatório acerca das condições estruturais dos presídios, equipamentos e situação dos presos. O resultado será apresentado em uma reunião na Corregedoria Geral de Justiça, marcada para às 15h desta sexta (4) e que contará com a participação de integrantes

do Ministério da Justiça, Defensoria Pública, Secretaria Estadual de Justiça e Cidadania (Sejuc) e Ministério Público Estadual. Para Naum Pereira, o Rio Grande do Norte precisa ter cuidado para não acabar criando uma situação "caótica". "Temos lugares no Brasil que existe a política de encarceramento em massa, o que acaba gerando uma situação bem complicada no sistema penitenciário. Aqui no RN a situação ainda não está tão complicada. Por isso vamos mostrar esse relatório, as denúncias que chegaram, para mostrar ao Estado a necessidade de melhorias". De acordo com informações da Coordenadoria Penitenciário do Rio Grande do Norte, atualmente o Estado conta com cerca de 6700 detentos, enquanto a capacidade dos presídios é de 4300 vagas.

Representantes do Ministério da Justiça conhecem realidade das instalações do presídio João Chaves, na zona Norte

Celas sem ventilação e falta de higiene estão entre problemas

> RESPOSTA DO ITEP

> EXECUÇÃO

Diretora nega denúncias Casal é morto com tiros na e vai processar Sindicato cabeça em São Gonçalo José Aldenir

O envio de um ofício da Diretoria do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública do Rio Grande do Norte (SinpolRN) para o ao Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis de Lima, alertando sobre possíveis irregularidades no Instituto Técnico-Científico da Polícia (Itep), não foi bem aceite pela diretora do órgão, Raquel Taveira, que decidiu que irá processar o Sinpol por calúnia e danos morais. Em nota divulgada à imprensa, a diretora afirma que "vai solicitar a Procuradoria Geral do Estado que encaminhe à Justiça pedido de indenização por calúnia e danos morais em desfavor do sindicato". Uma das reclamações do Sinpol é quanto ao custo da locação de um veículo para uso exclusivo de Raquel Taveira, que é de R$ 25.267,00. Porém, a diretora do Itep tem um documento que mostra que o custo é bem menor em relação à administração passada, que utilizava o mesmo veículo

Raquel Taveira vai processar Sinpol por um valor de R$ 42.000,00. O presidente do Sinpol, Djair Oliveira, também denunciou a utilização de 30 telefones funcionais para chefias de setores "Outro ponto de destaque é que enquanto as linhas telefônicas do Itep passaram a semana passada cortadas, recebemos denún-

cia de convênio que disponibiliza aproximadamente 30 telefones funcionais para as chefias de setores, em sua maioria, servidores da Polícia Militar em desvio de função". Raquel Taveira mostrou documentos que comprovam que reduziu a conta que vinha sendo paga para a empresa Vivo, que ficava acima dos R$ 2.400 e neste mês de março apresentou um custo de R$ 1.177,88. O sindicato ainda anexou ao ofício enviado ao MP uma cópia de um memorando da UIPAF, que aponta suposto superfaturamento na aquisição de material por parte do Itep. A direção do órgão destaca que, além de até o momento não ter sido assinado pelo chefe do setor, "a compra de qualquer dos equipamentos citados segue o previsto em legislação Federal específica e que a Ata de Registro de Preços usada no processo é homologada pela própria Secretaria Estadual de Administração, e não pelo Itep".

Um homem e uma mulher foram mortos com tiros na cabeça na noite desta quarta-feira (2), na comunidade Guajiru, em São Gonçalo do Amarante, Grande Natal. De acordo com informações da polícia, o casal estava em uma motocicleta quando foram cercados por um grupo de homens e colocados dentro de um carro. De-

pois de serem levadas, as vítimas foram executadas em via pública. Um carro em que eles teriam sido levados foi encontrado abandonado em uma estrada carroçável, também em São Gonçalo, com um capacete dentro. O veículo tinha queixa de roubo. Ainda de acordo com o tenente Trindade, não foi possível colher mais de-

talhes do crime tendo em vista que o duplo homicídio foi registrado já na madrugada. Na manhã desta quinta-feira, os atendentes do Instituto TécnicoCientífico de Polícia (ITEP) informaram que o casal morto ainda não foi identificado e os corpos estão na sede do órgão aguardando liberação.

Armas apreendidas em Mossoró Policiais militares apreenderam várias armas e prenderam um homem nesta quarta-feira (2), em Mossoró, região Oeste do Rio Grande do Norte. A ação aconteceu em uma casa que supostamente funcionava como comércio clandestino de aluguel e vendas de armas. De acordo com informações da polícia, o local já vinha sendo

monitorado por possivelmente ser um ponto de venda de armas utilizadas em assaltos. Com os mandados de busca e apreensão expedidos, os policiais foram até a casa e encontraram o armamento. Carlos Antônio da Rocha, de 49 anos de idade, responsável pela casa e pelas armas foi preso em flagrante. Com ele os militares encontraram revólveres, pis-

tolas, espingardas, e até carregadores para fuzil. Uma pistola desmontada que pertence a Policia Militar, também foi localizada no arsenal. O homem nega que seja o vendedor das armas e afirmou que apenas fazia a manutenção do armamento. Ele foi conduzido para a delegacia e será responsabilizado por todas as armas apreendidas.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 11

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

A presidente desmentida Editorial de O Estado de S. Paulo Seja lá o que resulte da disputa entre a base aliada do governo e a oposição no Senado sobre a CPI que, de uma forma ou de outra, terá como peça de resistência a cada vez mais suspeita compra da Refinaria de Pasadena, pela qual a Petrobrás pagou uma fortuna e mais alguma coisa, a abertura do inquérito parlamentar tornou-se nesta quarta-feira definitivamente imperativa. O fato novo que nenhuma esperteza será capaz de escamotear mediante as mesmas espertezas a que o PT e a ala leal do PMDB recorreram nos últimos dias – com a aprovação da presidente Dilma Rousseff e a cumplicidade do titular do Senado Renan Calheiros – foi a incandescente revelação do advogado Edson Ribeiro. Patrono do ex-diretor da área internacional da petroleira, Nestor Cerveró – demitido há 13 dias do cargo de diretor financeiro da BR Distribuidora, que passou a ocupar seis anos depois do escândalo de Pasadena –, Ribeiro mergulhou a presidente no que é sem dúvida a sua pior enrascada desde que ascendeu ao Planalto. Na semana atrasada, como se recorda, informada de que o Estado tinha apurado que a compra de metade da refinaria a preço extravagante havia sido autorizada em fevereiro de 2006 por decisão unânime do Conselho de Administração da Petrobrás, que ela chefiava na condição de ministra da Casa Civil no governo Lula, Dilma se saiu com uma explicação literalmente extraordinária que a deixou em confronto com a atual dirigente da empresa, sua até então amiga Graça Foster, e o antecessor José Sérgio Gabrielli. Separadamente eles foram se explicar ao Congresso no ano passado e imaginavam ter administrado as reações ao malfadado negócio, trazido a público em 2012 pelo Broadcast, o serviço em tempo real da Agência Estado. Ainda assim, o caso entrou na mira do Tribunal de Contas da União (TCU) e do Ministério Público Federal no Rio de Janeiro, por suspeita de superfaturamento e evasão de divisas. Em 17 de março, numa nota de próprio punho ao Estado, a presidente declarou que o seu voto favorável à época se baseou em um mero resumo executivo, "técnica e juridicamente falho", dos

termos da transação por se consumar. O texto de um par de páginas omitiu duas cláusulas descaradamente favoráveis à empresa belga Astra Oil, em vias de se tornar parceira da Petrobrás. Se as conhecesse, alegou Dilma, "seguramente" teria se oposto à assinatura do respectivo contrato. O texto cujas lacunas foram usadas para preencher a autodefesa da presidente foi preparado por Cerveró, como lhe competia como responsável pelas atividades da estatal no exterior. Ele teve a ajuda, como se viria a saber, do colega que então dirigia o setor de Refino e Abastecimento da empresa, Paulo Roberto Costa. Dias depois da estarrecedora confissão da presidente, Costa foi preso pela Polícia Federal sob a acusação de ter ligações com o conhecido operador do mercado clandestino de câmbio Alberto Yousseff, chefe de uma extensa rede de lavagem de dinheiro. Costa, que saiu da Petrobrás depois que Graça o tirou do cargo, continuou buscando grandes negócios amparado pelas amizades e interesses que manteve na petroleira. Enquanto novos aspectos da história de Pasadena continuavam a alimentar o noticiário, já agora dominado pelas artimanhas do governo para impedir ou desfigurar a instalação da CPI pedida pela oposição, o advogado de Cerveró tratou de fazer jus aos seus honorários. Na terça-feira, Ribeiro circulou pelas duas Casas do Congresso, o TCU e a Polícia Federal – que também apura a esbórnia da refinaria –, distribuindo cartas em que seu cliente se diz pronto a prestar os esclarecimentos que lhe venham a ser cobrados. No dia seguinte, com profissional senso de oportunidade, lançou a sua bomba. Desmentindo a presidente, afirmou que ela e os demais conselheiros da Petrobrás à época receberam a íntegra da proposta do contrato com a Astra Oil 15 dias antes da fatídica reunião em que foi aprovada. "Os conselheiros tiveram tempo hábil para examinar o contrato. Se não o fizeram, foram no mínimo levianos ou praticaram gestão temerária", disse Ribeiro à Folha de S.Paulo. Resta saber, se o desmentido ficar comprovado, como Dilma se sairá dessa. Se é que conseguirá sair. (OESP)

RETORNO

O vice-governador Robinson Faria (PSD) é esperado ainda hoje em Natal, de volta do passeio em família por Miami e Orlando. A expectativa da mídia é quanto à aliança com o PT, se haverá ou não coligação na chapa de deputados, federal e estadual.

ALIANÇA

O deputado estadual José Dias (PSD) disse ao colunista ontem que espera um posicionamento maduro e responsável das duas legendas, que ao seu ver devem se unir em nome do RN e não buscando táticas de coligação para eleger esse ou aquele.

SEM ARRUMADO

Para José Dias, se o PSD e o PT incorrerem no erro de fazer cálculos e planos pensando nos êxitos proporcionais e individuais, esquecendo do motivo maior da aliança, estariam então combatendo o "arrumadão" do PMDB e aliados com um "arrumadinho".

ACORDÃO

O deputado Henrique Alves (PMDB), que encabeça uma das maiores alianças já formadas no RN, segue esperançoso de ainda contar com um entendimento com Robinson Faria e seu filho Fábio Faria, com quem goza de longa amizade pessoal.

ACORDINHO

Os partidos com propostas socialistas e comunistas discutem uma aliança à esquerda do PT, tendo na cabeça da chapa o professor universitário Robério Paulino, do PSOL, que disputou a prefeitura de Natal em 2012. Ele seria apoiado por PSTU, PCB e PCO.

DE HAL A MIRANDA KEYES

A Microsoft anunciou ontem a criação da assistente de voz da empresa, para auxiliar usuários dos sistemas tipo Siri (iPhone) e Google Now (Android). A moça virtual chama-se Cortana, inspirada na personagem do game Halo, Miranda Keyes, cujo visual lembra também Selene (Kate Beckinsale em Anjos da Noite) e Trinity (CarrieAnne Moss em Matrix). Cortana é como uma porção mulher de Hal, o computador do clássico filme "2001 - Uma Odisseia no Espaço", de 1968.

PESQUISA

Novos questionários do instituto Datafolha estão sendo aplicados nas ruas do Brasil desde ontem e até sexta-feira, aferindo o sentimento do povo com as eleições para presidente da República. Expectativa para nova queda ou recuperação de Dilma.

PESQUISA II

Militantes do PT e do PMDB do RN comentam e comemoram supostos números de pesquisas internas feitas há poucos dias. No entanto, nem explicitam dados concretos e nem os partidos registraram as aferições na Justiça Eleitoral. Logo, não valem nada.

mações no site oficial www.ingressonamarinha.mar.mil.br.

ESTACIONAMENTO

CONCURSO

Por iniciativa da deputada estadual Gesane Marinho (PSD), a Assembleia Legislativa debateu em audiência pública, ontem, a ampliação do estacionamento da Ceasa no terreno do CAIC, cuja diretoria aprovou a cessão de dez metros para o vizinho.

A Diretoria de Ensino da Marinha publicou segunda-feira dois editais de concursos que preencherão 68 vagas nos quadros de intendentes e de cirurgiões-dentistas. Inscrições de 7 a 30 de abril e infor-

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br / Twitter: @DaniloSa

O tempo responderá

MUDANÇAS

José Aldenir

O Diário Oficial do Município deve trazer em sua edição de amanhã a exoneração de Sávio Hacradt da chefia da Casa Civil da Prefeitura. Pré-candidato a deputado federal, o jornalista e publicitário se afasta do cargo para participar das eleições, obedecendo o prazo estipulado pela legislação eleitoral.

RIVALIDADE

Há algo de errado nas dezenas de obras em andamento na capital potiguar. De todas elas, as únicas que parecem avançar, mesmo em ritmo lento e já com a garantia do atraso, são as de mobilidade localizadas ao redor do Arena das Dunas. Segundo o próprio prefeito Carlos Eduardo Alves, o viaduto estaiado construído sob a marginal da BR101 só será liberado para uso após Copa do Mundo, mesma situação da drenagem que está sendo realizada nos arredores. Mas, o que está acontecendo com o projeto de recuperação da orla de Ponta Negra? Na primeira, tão abandonada na gestão Micarla de Sousa e motivo de críticas intensas do atual gestor na campanha eleitoral de 2012, continua parecendo um cenário de guerra. A única melhora, até agora, foi a colocação de pedregulhos gigantes para tentar conter a força do mar. O restante, continua tudo como antes, o que obriga os maltratados turistas a se equilibrarem em cordas e sacos de areia para utilizarem a praia. E o que falar do Parque da Cidade? Obra símbolo da gestão passada de Carlos Eduardo, inaugurada mais de uma vez pelo gestor antes de deixar o cargo em 2008, e ainda inacabada? De volta a função, espe-

rava-se que a Prefeitura corresse para entregar a população o equipamento, que custou milhões aos cofres públicos e, mais de cinco anos depois, continua sem jamais ter sido utilizada. Mas, já se vão quinze meses do novo mandato e o projeto continua sendo recuperado. Por fim, fica a preocupação também sobre o futuro do Hospital da Mulher, na zona Norte da cidade. Outra construção concluída às pressas por Carlos Eduardo antes de passar o Palácio Felipe Camarão para Micarla de Sousa, que entrou em uma reforma rápida mas que já dura quase um ano. Isso sendo um local de fundamental importância para a sociedade, por ser uma unidade de saúde, setor tão criticado por quase 100% da população potiguar. Por tudo isso, fica a dúvida. O que está acontecendo de errado nas diversas obras realizadas por Carlos Eduardo, que prometia resolver parte delas ainda em seu primeiro ano de mandato? O que houve com o calçadão de Ponta Negra, que já deveria ter ficado pronto e nem justificativa para o atraso foi dada? Quando, finalmente, será concluído o Parque da Cidade, tão dispendioso para a cidade quanto inútil, até agora, para a sociedade? Se ninguém falar nada, o tempo responderá.

E, nos corredores do Palácio Felipe Camarão, a notícia é que o substituto de Sávio é o atual diretor do Procon, Kléber Fernandes. Nos bastidores, a informação é que os dois já não estavam se entendendo muito bem nos últimos meses, incluindo troca de acusações entre ambos. Kléber pensa na campanha para vereador em 2016 e acredita que Sávio não ganhará nenhuma vaga em Brasília este ano, considerando-o uma ameaça ao seu projeto de chegar a Câmara Municipal.

DISPUTA POR ESPAÇO

Na Prefeitura, a disputa entre os dois auxiliares de Carlos Eduardo está aberta. Se Sávio não conquistar nada no pleito que se aproxima, terá dificuldades em recuperar seu espaço. Kléber deseja se firmar no posto de principal secretário do prefeito, sendo assim seu candidato oficial para o legislativo natalense. É a luta.

EXONERADOS

Por falar em mudanças no primeiro escalão, saiu hoje a exoneração de Carlson Gomes do Ipem. Filiado ao DEM, vai disputar um mandato de deputado estadual. Em seu lugar, já está nomeado André Felipe Reginaldo para exercer o cargo de diretor do órgão. Já saíram do governo Rosalba para participar da campanha os ex-secretários Leonardo Rêgo, dos Recursos Hídricos, e Rogério Marinho, do Desenvolvimento Econômico.

Gira Mundo Divulgação

A Justiça do Rio Grande do Sul determinou que a dona de casa Adelir Carmem Lemos de Goes, 29 anos, fizesse seu parto por meio de uma cesariana, mesmo contra a vontade da própria grávida, que teve o filho na madrugada da última terça-feira (01), após cumprir a decisão. Hoje, em entrevista a Folha de São Paulo, a mãe disse que pretende processar médicos e hospital por não ter conseguido fazer um parto normal. A posição da Justiça teria sido pela fato do parto normal representar risco a vida da paciente.

Megafone José Aldenir

“É uma questão de momento. Hoje você apresenta o programa de um jeito, amanhã já de outro”.

SANDRA ROSADO EM ENTREVISTA AO JORNALISTA DIÓGENES DANTAS, SOBRE A MUDANÇA DE POSICIONAMENTO DO PMDB NO PLEITO MOSSOROENSE.

SAMBA SOLIDÁRIO

Neste sábado (05) grupos de samba da capital se unem para a festa “Samba Ribeira” que irá arrecadar alimentos para a Casa Durval Paiva. A festa acontecerá no Armazém Hall, a partir das 18h. O evento irá reunir as bandas Quarteto Linha, Arquivo Vivo e Sambrasil, em oito horas de show. Para participar basta levar sua doação que pode ser 2 kg de alimentos não perecíveis (exceto sal) ou 400g de leite. A entrada sem alimentos é R$10.

OPORTUNIDADE

Entre 7 a 11 de abril, acontece no Sebrae o curso " Projeto e produção de Shows e Eventos ", a cargo de Luís Cláudio Duarte, produtor de megaeventos como Rock In Rio e Rock In Rio Lisboa, U2 Vertigo Tour, Coldplay no Brasil e CocaCoca VibeZone. Serão duas turmas. As inscrições podem ser realizadas pelo site www.cidadedosom.com

MERCADO

A procura por segurança e conforto tem levado as pessoas a procurarem cada vez mais a assistência funeral como forma de proteger sua família. O Plano Sempre de Assistência Funeral, serviço oferecido pelo Grupo Vila, por exemplo, obteve um crescimento de 30% nos últimos dois anos. Atualmente, o Sempre possui uma carteira de clientes com mais de 700 mil vidas nos três estados de atuação – RN, Paraíba e Pernambuco, num total de mais de 570 municípios.

ISSO QUE É TRABALHO

No Distrito Federal, os deputados distritais decidiram reduzir o número de sessões e concentrar as votações e debates apenas nas terças-feiras. Os demais dias serão apenas de trabalho externo ou nos gabinetes. Isso para ganhar cerca de R$ 26 mil. E aí, vai se candidatar lá em Brasília?


Política

Natal, 3 de abril de 2014

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

A manobra perdulária O consultor Adriano Pires aponta "lamentável erro" do governo Rousseff. Ao fato: de maio de 2008 a janeiro de 2014, a Receita Federal deixou de arrecadar R$ 32,5 bilhões com a cobrança da Cide (Contribuições de Intervenção no Domínio Econômico) sobre a gasolina e o diesel. nnn Pires lembra que o Palácio do Planalto abriu mão desses recursos, para evitar o reajuste do preço de combustível nas bombas. Portanto, valou maior do que o desembolso de R$ 21 bilhões para subsidiar as tarifas de energia elétrica. Divulgação

PEDRA NO CAMINHO

No Amazonas, deputada do PP enfrenta senador do PMDB. Rebecca Garcia (foto), com reeleição tranquila, assume candidatura de alto risco ao governo. Desafia o favorito Eduardo Braga, duas vezes titular do Executivo estadual e líder da bancada palaciana no Senado. nnn Graduada em economia pela Universidade de Boston (EUA) e herdeira do grupo de comunicação Rio Negro (rádio, tevê e jornal - 'O Estado do Amazonas'), Rebecca cumpre o segundo mandato na Câmara. Aceitou o desafio eleitoral, para garantir um palanque de prestígio a Aécio Neves, presidenciável tucano. No estado, há 2,2 milhões de pessoas aptas ao voto. nnn É improvável o segundo turno no Amazonas. Se houver, Braga vai duelar com Rebecca.

LINHAS DE ACESSO

Sucessão no Rio Grande do Norte. Robinson Faria (PSD) regressa, amanhã, dos Estados Unidos. nnn Pretendente à sucessão da govenadora Rosalba Ciarlini (DEM), de quem é vice e (ainda) adversário, Faria tem algumas conversas programadas (ou a acertar) no fim de semana. É possível que se reúna com Henrique Eduardo Alves (PMDB), deputado-presidente da Câmara e provável oponente na campanha para o Executivo potiguar. nnn Dirigentes regionais de seus partidos, Robinson e Henrique Eduardo são amigos próximos e desejam preservar o relacionamento iniciado pelos seus pais - o honrado empresário Osmundo Faria e o vitorioso político Aluízio Alves.

LEITURA DINÂMICA t Guido Mantega vai dia 23 à Comissão de Fiscalização e Controle da Câmara dos Deputados. Sete dias antes do ministro da Fazenda, o colegiado recebe Nestor Cuñat Ceveró, ex-diretor Internacional da Petrobras. Pauta: irregularidades na estatal de petróleo. Ambos são convidados. t Neste fim de semana, o Datafolha divulga resultado de pesquisa para a Presidência da República. Os entrevistadores do instituto iniciaram, ontem, o trabalho de campo. t O senador Roberto Requião (PMDB-PR) continua cultor da mordacidade. A respeito da amizade de André Vargas (PT-SP) com um doleiro brasiliense, disse: "O deputado sempre acreditou que Alberto Youssef era pastor pentecostal e só se preocupava com as coisas do reino dos céus." t Dos 76 deputados federais do PMDB, apenas 30 compareceram ao jantarreunião dessa terça-feira com Michel Temer, vicepresidente da República. O vice-governador do Distrito Federal, Tadeu Filippelli, peemedebista anfitrião da noite, deixa clara a decepção. t Candidato ao governo do Rio de Janeiro, o senador Lindbergh Farias (PT) se surpreendeu "com os calorosos elogios" da presidente Dilma Rousseff a Luiz Fernando Pezão (PMDB), concorrente do petista. Observação de Fa-

rias: "Questão de gosto, nada mais. Eu, por exemplo, prefiro o apoio de Lula (da Silva)." t Amanhã, em Belo Horizonte, os senadores Aécio Neves e Ciro Nogueira sentar-se-ão à mesa do jantar. O piauiense Nogueira preside o PP nacional. Terão a companhia de Alberto Pinto Coelho (PP), que antes assume o governo de Minas, e o antecessor, tucano Antonio Anastasia. Também é esperada a senadora Ana Amélia Lemos (PP), candidata ao governo gaúcho. t Em Alagoas, conforme sondagem de intenção voto colhida pelo Ibope, Dilma Rousseff dá um banho na concorrência. Contra 60% de apoios à reeleição da Presidente, Eduardo Campos tem 9% e Aécio Neves, 5%. t O deputado Ivan Valente (PSOL-SP) vê "motivo além da conta" para, "no mínimo", a mesa diretora da Câmara mandar a Corregedoria da Casa examinar as circunstâncias do 'brinde' que o colega André Vargas recebeu de doleiro. Grupo do PT, uma dúzia mais ou menos, propõe a renúncia do parlamentar sob suspeita de intermediação ilícita junto ao Ministério da Saúde. t Para refletir: "A verdadeira função do homem é viver, não existir" (Jack London, pseudônimo de John Griffith Chaney, jornalista e escritor estadunidense).

Quinta-feira

Assembleia pode mudar Constituição do RN para permitir nova reeleição PROPOSTA

JÁ ESTÁ SENDO ELABORADA PARA MUDAR NOVAMENTE REELEIÇÃO

A Mesa Diretora da Assembleia Legislativa deve apresentar nos próximos dias proposta de reforma da Constituição do Estado. A ideia é promover uma adaptação da Constituição Estadual às atualizações da Constituição Federal. Uma minuta com as mudanças, a ser transformada em Proposta de Emenda Constitucional (PEC), está sendo elaborada pelo corpo técnico da Assembleia, sobretudo Jurídico e Informática, sob a coordenação do jurista Paulo de Tarso Fernandes, consultor da Casa. O trabalho atual é de levantamento de todas as emendas constitucionais federais. Desde a última atualização, a Constituição Federal contabiliza mais de 50 emendas. Esse cabedal informativo não foi atualizado na Constituição Estadual. Estima-se que cerca de 100 artigos dos 162 da Constituição Estadual podem receber alterações. Institutos jurídicos deverão ser suprimidos, acrescentados ou modificados. Muitas Ações Diretas de Inconstitucionalidade foram acatadas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) e o trabalho de atualização da Constituição do RN terá como função adaptar todo esse conteúdo. Trata-se de um trabalho de fôlego e profundidade. Até agora, no entanto, a atividade transcorre de maneira informal. A iniciativa é da Mesa Diretora da Casa. REELEIÇÃO Pelo que se comenta nos corredores da Assembleia legislativa, entre os pontos a serem modificados na atual Constituição, um, em especial, diria respeito à modificação do instituto da reeleição da

> DISCUSSÃO

Estacionamento da Ceasa/RN é debatido em audiência A falta de espaço para estacionamento na Central de Abastecimento do Rio Grande do Norte (Ceasa) pode estar com os dias contados. Em audiência pública realizada nesta quarta-feira (2) na Assembleia Legislativa, por iniciativa da deputada estadual Gesane Marinho (PSD), a Secretaria Estadual de Educação propôs ampliar em cerca de dez metros o estacionamento da Ceasa pela Avenida Jerônimo Câmara, em terreno hoje pertencente ao CAIC. Gesane Marinho abriu a audiência pública falando sobre a importância de se discutir novas alternativas para ampliar o espaço físico da Ceasa, que atualmente se encontra estrangulado. Enquanto três mil carros entram e saem da Central todos os dias, só há 500 vagas disponíveis no estacionamento. E destacou que a cessão de parte do terreno do CAIC era uma alternativa que agradava a todos. "Não é preciso fazer uma conta muito difícil para saber que é impossível atender a demanda com o espaço que se tem hoje. A Ceasa é a mesma há 39 anos. A demanda cresceu, as lojas dentro da Central cresceram, mas foram engolindo o estacionamento. Essa audiência vai servir para juntos buscarmos uma solução para este problema estrutural", disse Gesane. O coordenador da Codesp, responsável pela gestão do CAIC, Gileno Souto, confirmou na audiência que engenheiros da Secretaria Estadual de Educação já estiveram na área para estudar a viabilidade da cessão. A proposta da Codesp de ampliar em cerca de dez metros o estacionamento na Avenida Jerônimo Câmara foi bem aceita pelos presentes. "Com essa audiência de hoje, acreditamos que este problema está 99% resolvido", disse. A deputada Gesane Marinho comemorou o resultado do encontro e aproveitou para criar uma comissão especial para cuidar do assunto na Assembleia Legislativa.

Mesa Diretora da Casa. Hoje, a Mesa Diretora é eleita para um mandato de dois anos, sendo permitida a reeleição. Pela proposta em estudo, seria proibida a reeleição na mesma legislatura, evitando que um deputado, por exemplo, permaneça como presidente pelos quatros anos de mandato. De acordo com a proposta analisada, seria permitida a reeleição da Mesa Diretora apenas na mudança de uma legislatura para a outra. Se aprovada, essa proposta permitirá que a atual Mesa Diretora da Assembleia, presidida pelo deputado estadual Ricardo Motta (PROS), seja reeleita para mais dois anos de mandato, em caso de reeleição do deputado em outubro. Esta seria a terceira mudança da Constituição com foco na reeleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa em menos de quatro anos. Em 15 de dezembro de 2010, o então presidente da Assembleia, Robinson Faria, presidiu a sessão em que foi derrubada a possibilidade de reeleição para a Mesa Diretora. Já em 2011, na presidência do deputado Ricardo Motta, os deputados voltaram a permitir a reeleição, só que dentro de uma mesma legislatura. Com 20 votos favoráveis, o plenário da Assembleia Legislativa aprovou o Projeto de Emenda Constitucional - PEC 001/11 - que permitiu a reeleição da Mesa Diretora da Casa numa mesma legislatura. Com a aprovação dessa mudança a Assembleia Legislativa passaria a se espelhar integralmente na Câmara dos Deputados, que só permite a reeleição de uma legislatura para a outra. Porém, a mudança é considerada por alguns parlamentares que não

Wellington Rocha

Presidente da Assembleia, Ricardo Motta, só poderá ser reeleito se PEC for aprovada querem ser identificados, como "casuística", porque muda novamente as regras da reeleição para permi-

tir a permanência dos mesmos presidentes que possam ser eleitos nos dois últimos anos de mandato.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

Cena Urbana

CORDEL O DUPLO ENVENENAMENTO DA RUA GONÇALVES LÊDO Autor: Alceu C. Vasconcelos

VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br

-I E M I O CR

A

O Jornal de HOJE 13

A PAPA que matou José Anselmo

li pelo meio dos anos sessenta ainda perambulavam pelas cuidado: 'Lamentável tragédia, ontem, na residência do sr. José ruas e becos do Grande Ponto os últimos fantasmas anô- Anselmo'. Logo abaixo, e sem alarde, mais alguns detalhes em desnimos contando a história de um crime que mexeu com taque: 'Faleceram, vítimas de uma intoxicação, o ex-diretor dos Coras entranhas políticas e sociais da Natal calma e boa daquele tempo. reios e Telégrafos e sua cunhada Olívia Pinheiro. O sepultamento Uma tragédia misteriosa que tirou a vida de um ex-diretor dos Cor- será hoje às 16 horas'. reios e Telégrafos e sua cunhada, vítimas de uma papa envenenada Na notícia seguinte, a Tribuna do Norte não consegue conter com arsênico e escondida num álibi perfeia força do mistério e registra a to, como se tudo não passasse de um caso de voz da opinião pública. A cidaamor sofrido ou passional. de começa a suspeitar de crime Uma história tão forte e envolvendo tanduplo com investigação sigilotos mistérios que acabou sendo registrada sa. E informa: 'A opinião públinão apenas pelos jornais da época em notica ficou, deveras, intrigada com ciários cheios de insinuações e reticências, a morte súbita do sr. José Anmas também dois folhetos que transformam selmo e de sua cunhada D. Olío enredo em tema de domínio popular: o corvia Pinheiro, no sábado à noite, del 'O Duplo Envenenamento da Rua Gonnesta capital, após haverem inçalves Ledo: a Papa', de Alceu C. Vasconcegerido uma papa de farinha de los, e 'Farsantes... ', este impresso no Rio trigo'. A seguir admite pela pricom um subtítulo que revela a suspeita da fameira vez ser crime por ingesmília: 'Porque não se descobre os assassinos tão de 'veneno violento'. de José Anselmo'. O texto informa que na noite As duas publicações, hoje raras, não estão do crime a polícia apreendeu o datadas. Circularam clandestinamente, de resto da papa nos pratos sobre a mão em mão, entre os anos de 1953 e 1954, mesa, açúcar, farinha de trigo e como pode ser inferido dos textos. O primeicanela, ingredientes com os quais ro, com trinta e duas sextilhas de rimas alera preparada a papa. Um detaternadas, bem no talhe da literatura de corlhe levanta a suspeita quando indel, numa fabulação que conta toda a históforma que a papa era sempre ria, segundo a versão popular e anônima co'preparada pela esposa de José lhida nas ruas; e, no outro, a transcrição, na Anselmo', informa a Tribuna íntegra e sem acréscimos, do relatório dos dois com base no que ouviu da polídetetives trazidos do Rio para desvendar o cia e que ela 'sempre cuidava de grande mistério. sua alimentação'. O material foi Um detalhe justifica a relevância do caso: enviado à polícia de Recife para José Anselmo Alves de Souza, envenenado exames toxicológicos indispenpela papa, é um dos seis filhos que alcançasáveis à investigação. ram a idade adulta do casal José Francisco Foto de José Anselmo, dedicada a Maria Josefina Martins Ferreira, Mas, antes de remeter a ReAlves de Souza e Maria Ignácia Teixeira de a irmã “Sinhá”. Acervo do pesquisador João Felipe da Trindade cife as amostras do açúcar, fariCarmo, pais do jornalista Pedro Avelino, canha de trigo e da canela, a polísado com Maria das Neves Alves de Souza cia local fez uns testes com pee pais do senador Georgino Avelino. Como se não bastasse ser irmão quenos animais. Foram dadas amostras dos ingredientes na comido grande José da Penha é tio, portanto, do senador Georgino que da, e todos morreram. Para as fontes policiais, não mencionadas, figovernou o Estado como seu interventor. cava evidente que o veneno fora adicionado aos ingredientes. E Quem consultar o noticiário jornalístico daqueles dias seguin- mais: fica demonstrado que houve um crime duplo e a grande sustes à noite do dia 26 de julho de 1952, data do crime, vai encontrar peita D. Marfisa Pinheiro, mulher de Anselmo, aquela que todo dia na edição do dia 27, da Tribuna do Norte, a notícia titulada com todo preparava a sua papa. Será?

Já arranjei permissão Para este história contar: Está tudo desvendado, Eu, agora, vou mostrar Os verdadeiros autores Das mortes que vou falar.

Nos nomes das criminosas Eu tenho escrúpulo em falar, Vem-me a repugnância Quando começo a pensar, Antes desta natureza Eu não sei classificar.

Eu descrevendo a verdade Nunca tive nenhum medo, Por isto neste livrinho Ei desvendo este segredo: O duplo envenenamento Da Rua Gonçalves Lêdo.

Naquele dia fatídico O povo se aglomerou Em frente à casa da vítima, Invadiu o bangalô Todo parente e amigo Do morto se aproximou

Abalou toda a cidade, O povo todo a falar: Morreu o major Anselmo, Um cidadão exemplar, E também sua cunhada Que a morte veio a buscar.

Ali estavam as criminosas Simulando desesperos, Acompanhavam os prantos, corações vis! traiçoeiros! Tiraram a vida de quem Deu-lhes os ensinos primeiros

Eles comeram uma papa Que bem adicionada A farinha com arsênico Foi a papa preparada Por essa mão criminosa, Alma negra, tão malvada!

Era o major José Anselmo Cidadão dos nossos meios, De uma família ilustre, Ex-diretor dos Correios De um passado brilhante De um futuro de anseios.

A medicina provou Com seu estudo sereno, Exames minuciosos, Peritos neste terreno, Constataram que na papa Existia esse veneno.

Falando em sua cunhada, Essa inditosa senhora, Que também comeu a papa Para chegar sua hora E caminhar para onde Deus determinar agora.

Também preciso falar Em quem preparou a papa: Segundo diz a polícia Que dela ninguém escapa Ou mais cedo ou mais tarde Todo crime desencapa.

Para um estudo completo O filho veio buscar Os restos mortais do pai Pra no Rio examinar Pois os médicos interessados Precisam isso estudar.

Não tenho culpa em contar Um crime que já provaram E as próprias criminosas Seus gestos denunciaram Perante as autoridades Sempre negando, contaram.

Abriram o túmulo da vítima Com a maior precaução E tiraram o esqueleto Já em decomposição Pois a medicina quer Fazer investigação.

Oh! Santo Deus Poderoso, Peço para as criminosas Uma sentença que faça Essas almas tenebrosas Deixarem de serem irmãs Das almas sãs, virtuosas.

Leitores, naquele dia Do crime premeditado, Em um pilão dessa casa O veneno foi pilado E depois com a farinha Foi no fogão preparado. (CONTINUA AMANHÃ)

Fotos: José Aldenir

Ao lado da companheira e dos cachorros de estimação, Antônio se divide entre o trabalho no terreno que cuida e a coleta de recicláveis pela orla da praia para reforçar a renda mensal

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

O Porto de Natal está localizado em um rio e a dragagem é obrigatória, senão, o porto para! NATAL

De frente para o mar CASEIRO RELATA EXPERIÊNCIA DE MORAR ENTRE HOTÉIS DE LUXO NA VIA COSTEIRA A Avenida Senador Dinarte Mariz, conhecida como Via Costeira, é a área mais cobiçada de Natal pelos turistas, pois é onde concentra o maior número de hotéis de alto luxo da cidade. O grande atrativo da Via Costeira é a bela paisagem, com praias paradisíacas. É nesse cenário que, há 24 anos, o caseiro Antônio Rocha da Silva reside. Uma casa simples, de apenas quatro cômodos, em meio aos grandes hotéis chega até a passar despercebido por quem trafega diariamente na via. A casa simples contrasta com a paisagem à frente. Antônio Rocha conta que morava em Mãe Luiza, mas quando se separou da esposa decidiu mudar

de emprego e de casa. Foi quando, segundo ele, arranjou o emprego de caseiro da Construtora G5. Antônio conta que a empresa construiu a casa e deu o emprego para que ele tomasse de conta da área e impedisse que invadissem o terreno. E tem sido esse o trabalho de Seu Antônio ao longo das mais de duas décadas. "Me contrataram para garantir que ninguém tomasse posse desse terreno. Cuido daqui como se fosse meu", afirmou. Hoje, Antônio mora na casa com a sua nova companheira, Jarlene Morais de Oliveira. A rotina de Seu Antônio começa logo cedo. Às cinco da manhã ele acorda e sai caminhando pela orla da praia, catando material recicla-

do, como garrafas pet, latas e alumínio, para vender e incrementar a renda, que hoje é de um salário mínimo. "Faço isso não apenas pelo dinheiro, mas se a praia é minha casa, também tenho que zelar por ela. Tudo o que vejo pego. Saiu limpando tudo", afirmou. O caseiro acorda logo cedo, mas também vai dormir logo cedo, por volta das 19h. A casa precisa de alguns retoques. No último domingo, as fortes chuvas levaram parte do telhado. Nem mesmo esses pequenos detalhes, tira o brilho de se morar em frente a praia. "É muito bom morar aqui. Muita gente paga valores altíssimos para se hospedar em hotéis por aqui. Eu moro aqui

todos os dias, desfruto das mesmas paisagens e não pago nada. Sou turista todos os dias do ano", destacou. Seu Antônio tem sete filhos, todos do primeiro casamento, e hoje mora apenas com sua companheira. Ele planeja ter mais filhos, mas enquanto não chegam, os dois cachorros de estimação são os grandes companheiros do casal: Luna e Cabeção. No passado, Antônio e Jarlene chegaram a criar galinhas, mas depois que foram roubados desistiram da criação. "Mas ainda penso em criar carneiros, galinhas, patos e guiné aqui, mas tenho medo de que me roubem novamente", afirmou.

Navio BKM 333 BKM 104 Cornélius I Lake Dany Lagoa Paranaense CMA-CGM Herodote Alem Mar II Recanto Mar III Seven Seas CMA-CGM Platon CMA-CGM Homere

Bandeira Holanda Chipre Panamá Panamá Brasil Inglaterra Brasil Brasil Canadá Inglaterra Inglaterra

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto 05/04 06/04 06/04 07/04 12/04 19/04

Destino Carga/Des. Roterdam/HOL Balsa Roterdam/HOL Rebocador Roterdam/HOL Rebocador Recalada/ARG Trigo -Rebocador Algeciras/ESP Contêineres F. de Noronha(PE) Geral F. de Noronha(PE) Geral Porto Grande/CV Turismo Algeciras/ESP Contêineres Algeciras/ESP Contêineres

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Igor Paraná Elka Bene

Malásia Libéria

No Porto 05/04

Salvador(BA) Salvador(BA)

Óleo cru Óleo cru

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

TÁBUA DE MARÉS Dia Hora Altura (M) 03 12:39 0.3 19:09 2.1 04 00:54 0.5 07:26 2.1

FASES DA LUA Crescente (07/04 - 05:32h) Cheia (15/04 - 04:44h) Minguante (22/04 - 04:53h) Nova (29/04 - 03:16h)


14 O Jornal de HOJE

Natal, 3 de abril de 2014

Esporte

Quinta-feira

José Aldenir

AMÉRICA É PREJUDICADO E NÃO CONSEGUE ELIMINAR JOGO DA VOLTA

Equipe alvinegra conseguiu a terceira vitória consecutiva sob o comando de Zé Teodoro

ABC ESTÁ NA SEGUNDA FASE DA COPA DO BRASIL

APÓS VITÓRIA POR 4 A 1, ALVINEGRO AGUARDA PRÓXIMO ADVERSÁRIO: ATLÉTICO-GO OU FLAMENGO-PI Com dois gols de Daniel Paulista, um de Somália e outro de Beto, o ABC goleou a Desportiva Ferroviária por 4 a 1, ontem à noite, no estádio Frasqueirão e garantiu sua passagem para a segunda fase da Copa do Brasil. No jogo da ida, o ABC havia perdido por 1 a 0. O adversário alvinegro sairá do con-

fronto entre Atlético-GO e Flamengo-PI, no dia 9 de abril. Os goianos venceram o primeiro jogo por 1 a 0 e jogam pela vantagem do empate. Invicto desde que assumiu o ABC, com três vitórias em três jogos, o técnico Zé Teodoro comemorou a classificação. “Temos que

comemorar essa classificação. É sempre importante passar de fase e o nosso pensamento é de ir longa na competição. O grupo está evoluindo, mostrando atitude e as vitórias estão acontecendo. Aos poucos estamos recuperando o grupo e a tendência é seguir crescendo. Todos estão de parabéns”, decla-

rou o treinador alvinegro ao site oficial do clube. Passado os momentos de tensão da primeira fase da Copa do Brasil, Teodoro disse que o foco agora passa a ser o clássico contra o América. “Já falei com os jogadores que agora a Copa do Brasil passou e o nosso foco é todo no clássi-

co contra o América e senti que o grupo está com espírito de clássico. Quero foco total. Estamos vivos na competição e só a vitória nos interessa. Tenho estudado o adversário, venho observando algumas coisas e vamos trabalhar para que possamos chegar forte para esse jogo importante”, revelou.

POTIGUAR VENCE E JOGA PELO EMPATE NO CANINDÉ O Potiguar estreou com vitória na primeira fase da Copa do Brasil 2014. A equipe alvirrubra derrotou a Portuguesa pelo placar de 1 a 0, gol marcado por Reginaldo

Junior, ontem à noite, no estádio Nogueirão, em Mossoró. Agora, o alvirrubro joga pelo empate no confronto de volta, que será realizado na próxima quarta-feira (09), às

19h30, no Canindé, em São Paulo. Titular da equipe desde a temporada 2013, o meia Giovanni comemorou as 50 partidas com uma vitória. “Vencer e ainda mais diante de

uma grande equipe como foi o caso já é bom, ainda mais na partida que cheguei a 50 jogos pelo Potiguar. É uma competição de alto nível e estou ainda mais feliz por ter al-

Fábio Pacheco fabiopachecorn@gmail.com

TÉCNICOS SURPREENDEM Os torcedores de ABC e América não têm o que reclamar de seus novos técnicos. Zé Teodoro, literalmente, pegou um limão e transformou em limonada. O mesmo time que Roberto Fernandes montou e que não conseguiu êxito, está voando em campo, mostrando que as vezes é muito mais importante a mudança de comando do que contratações. Sim, porque até agora Teodoro não recebeu um reforço. O que mudou foi o esquema tático da equipe e a atitude dos jogadores, que recuperaram a confiança e estão correndo muito mais. A determinação contra a Desportiva foi impressionante e com algumas contratações, o ABC tem tudo para fazer uma boa Série B. No América, o até então desconhecido Oliveira Canindé está mostrando que conhece de futebol. Mesmo com dois zagueiros, conseguiu ajeitar o sistema de marcação do time, deu mais velocidade na saída de bola e chegou a marca de seis vitórias consecutivas, é impressionante o aproveitamento da equipe alvirrubra. Agora, vamos aguardar para ver quem se sairá melhor no clássico do próximo domingo, façam suas apostas. CHAPA ÚNICA A CBF marcou as eleições para o dia 16 e até o momento, Marco Polo Del Nero, presidente da Federação Paulista de Futebol, é o único candidato com chapa formada. Andrés Sanchez, ex-presidente do Corinthians, e Francisco Novelleto, mandatário da Federação Gaúcha de Futebol, chegaram a orquestrar uma chapa de oposição, mas não conseguiram apoio.

cançado essa marca em uma equipe como o Potiguar, que dispensa comentários. Estou muito satisfeito e contente com o atual momento”, disse Giovanni.

O América foi a Saquarema disposto a eliminar o jogo da volta contra o Boavista na estreia da Copa do Brasil. Vencendo por 2 a 0 ainda no primeiro tempo, com gols de Rodrigo Pimpão e Arthur Maia, o time acabou prejudicado pelo árbitro capixaba Devarly Lira do Rosário que marcou um pênalti inexistente a favor do time carioca no segundo tempo e ainda expulsou o melhor jogador alvirrubro, o meia Arthur Maia. Com a vitória de 2 a 1, o América fará o jogo da volta no dia 16, na Arena das Dunas, jogando pela vantagem do empate ou derrota por um a zero. Com domínio da partida no primeiro tempo, o América abriu o placar aos 29 minutos com Rodrigo Pimpão, que completou cruzamento de Maia. Três minutos depois foi a vez de Arthur Maia, chutar da entrada da área e ampliar. Com dois a zero a classificação já estava garantida, mas o grande número de chances desperdiçadas no segundo tempo, combinado com dois erros do árbitro, acabou favorecendo o Boavista, que marcou um pênalti duvidiso em Romário e Gustavo converteu para os cariocas. Pouco tempo depois, quando o América se aproximava do terceiro gol, Arthur Maia foi expulso. Revoltados com a atuação da arbitragem, a diretoria americana prometeu entar com uma queixa do árbitro junto à CBF. A reapresentação do elenco alvirrubro acontece hoje à tarde no CT Abílio Medeiros. O grupo volta-se agora para a disputa do clássico contra o ABC, no próximo domingo, pelo segundo turno do Campeonato Potiguar.

JUDÔ EM ALTA O Rio Grande do Norte será representado por 83 atletas no Campeonato Brasileiro Regional de Judô, que acontece no próximo final de semana, na cidade do Recife. A delegação potiguar ainda contará com sete técnicos, três árbitros, quatro dirigentes e 15 pais de judocas. De acordo com o presidente da Federação de Judô do Estado do Rio Grande do Norte, Tibério Maribondo, os atletas filiados brigarão por medalhas e o título geral da competição. GRANDE JOGADA Em termos práticos, a Portuguesa está de volta à Série A, mas a CBF pode recorrer. Também foi concedida a liminar que proíbe a Portuguesa de sofrer qualquer punição desportiva pelo fato de ter ingressado em juízo, deixando a CBF e a Fifa de mãos amarradas. PUNIÇÃO EXEMPLAR As transferências e inscrições desenfreadas de jogadores estrangeiros menores de 18 anos renderam uma punição exemplar ao Barcelona. A Comissão Disciplinar da Fifa proibiu as transferências nacionais ou internacionais até 2015. Está na hora da Fifa ficar de olho em outros clubes também, pois o que tem de garoto sendo enrolado por falsas promessas em todo o canto do mundo não é brincadeira.

EMPRESTADO O América se precipitou em emprestar o jovem atacante Gláucio para o Treze-PB. A diretoria alvirrubra alegou que o jogador não terá como disputar vaga com Max, Isac e Alfredo, mas quem tem três, as vezes não tem nenhum. Basta vir uma nova fase de lesões para tudo se complicar, principalmente às vésperas da Série B, competição em que é necessário ter plantel.

UM CASO SÉRIO A diretoria do América vai entrar com uma representação junto à CBF contra o árbitro capixaba Devarly Lira do Rosário, que marcou um pênalti inexistente para o Boa Vista e ainda expulsou Arthur Maia. Por conta desse erro grosseiro, o alvirrubro perdeu a chance de eliminar o jogo da volta, no dia 16, na Arena das Dunas.

SÓCIO MECÃO O América lança hoje o seu novo programa de sócios, o Sócio Mecão. O coquetel de apresentação do Sócio Mecão será realizado no Salão Versailles (localizado na Avenida Rodrigues Alves, ao lado da Sede Social do América), a partir das 20h.

DÊNIS MARQUES Trabalhando em silêncio, a diretoria alvinegra deve anunciar um pacote de reforços para a Série B nos próximos dias. Dênis Marques, Rodrigo Silva, Giovanni Augusto e Tiago Furlan são alguns dos nomes ventilados no clube.


Esporte

Quinta-feira

Natal, 3 de abril de 2014

O Jornal de HOJE 15

Divulgação

Passe Livre RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Leônidas do gesto Distribuição dos ingressos começará no dia 18 de abril

BRASILEIROS JÁ COMPRARAM

65% DOS INGRESSOS ÚLTIMA

FASE DE VENDAS DOS BILHETES PARA A

Um total de 2.577.662 de ingressos para a Copa do Mundo já foi alocado a torcedores em todos os canais e fases de venda (incluindo o programa de hospitalidade e outros grupos constituintes). O segundo período da segunda fase de venda se encerrou na terça-feira com um total de 301.929 ingressos vendidos dos cerca de 345 mil originalmente disponíveis. Contando todas as fases de venda ao público em geral, 1.591.435 ingressos

foram reservados aos torcedores: 65% a brasileiros e 35% a estrangeiros. O Brasil permanece sendo o país com mais ingressos adquiridos (1.041.418 até agora), seguido pelos Estados Unidos (154.412), Austrália (40.681), Inglaterra (38.043) e Colômbia (33.126). A última fase de vendas começa no dia 15 de abril às 12h (7h de Brasília) via Fifa.com/ingressos e vai até o final do torneio.

COPA

COMEÇA NO DIA

A disponibilidade por jogo é constantemente atualizada em um gráfico no Fifa.com. Os torcedores brasileiros só poderão pagar por cartão. Pagamento em dinheiro será aceito para as vendas diretas nos Centros de Ingressos, que se iniciarão apenas em 1º de junho. Os Centros de Distribuição de Ingressos nas sedes (com exceção de Brasília e Porto Alegre – datas de abertura a serem comunicadas assim que possível) abrirão no dia

15

18 de abril de 2014 às 12h horário local apenas para a retirada de ingressos (nas primeiras três semanas, os centros funcionarão apenas nos finais de semana). Para obter a lista completa de endereços e horários de funcionamento, visite o Fifa.com. No início de maio, cerca de 540 mil ingressos serão entregues aos brasileiros e estrangeiros que optaram por esse serviço. Com informações do Portal da Copa.

> LIBERTADORES

GALO BUSCA CLASSIFICAÇÃO NA COLÔMBIA O Atlético-MG de Ronaldinho Gaúcho vai em busca de um empate contra o Independiente de Santa Fé para chegar às oitavas de final da Copa Libertadores. O jogo está marcado para às 23h (de Brasília), no Estádio El Campín, na altitude de 2,6 mil metros de Bogotá, na Colômbia. Ainda invicto na competição e há 13 jogos sem perder, o Galo lidera o Grupo 4, com 8 pontos, e confirmará o primeiro lugar com uma rodada de antecedência se vencer o lanterna,

com apenas 4. Segundo o atacante Diego Tardelli, os brasileiros estão preparados para encarar as dificuldades. “O adversário precisa do resultado e da classificação. Jogar na Colômbia é complicado, porque tem a pressão da torcida. Mas vamos fechados, explorar o contra-ataque, um ponto forte nosso. O Paulo (Autuori) trabalha para jogar organizado e encarnar espírito da Libertadores. Estamos a um passo da classificação.”Os armadores

Ronaldinho Gaúcho e Guilherme estarão juntos pela primeira vez, formação que agrada à torcida. Guilherme atuará mais pelo meio e Ronaldinho será deslocado para o lado esquerdo, como na época em que defendia o Barcelona. CRUZEIRO O Cruzeiro vai centrar suas forças na partida decisiva contra a Universidad de Chile, nesta quinta-feira, às 20h45, no Estádio Nacional, em Santiago, para manter

vivo o sonho de classificação às oitavas de final da Copa Libertadores. Se vencer, o time decidirá sua sorte no Mineirão diante do desclassificado Real GarcilasoPER, na quarta-feira. Mas, um simples empate celeste levará à eliminação na fase de grupos pela primeira vez em sua história. Na rodada de ontem, o Flamengo venceu o Emelec por 2 a 1, enquanto o Grêmio ganhou do Nacional por 2 a 0. Já o Botafogo perdeu por 1 a 0 para o Unión Española.

Quarto zagueiro referencial do Botafogo de Gerson, Jairzinho, Rogério e Paulo Cézar, Sebastião Leônidas esteve cotado para duas Copas do Mundo. Em 1966, jogando pelo América (RJ), foi um dos 45 incluídos na tragicomédia do fracasso na primeira fase. Melhor para Leônidas não ter ido. Bicampeão carioca titularíssimo do Botafogo em 1967/68, chegou a ser convocado pelas imediações da Copa de 1970, mas ficou esperando outra vez, preterido pelo santista Joel Camargo e o truculento Fontana, ex-Vasco e Cruzeiro. Fontana, que Deus o tenha, como gritavam por Deus os atacantes triturados por suas chuteiras de navalha. Não vi Sebastião Leônidas jogar a não ser em vídeos antigos e imagens do Canal 100 em que aparece demonstrando sobriedade e passo de integrante de Velha Guarda de Sapucaí, devagar, devagarinho, sempre chegando na hora certa. O legítimo guardião sem sobressaltos, sobrepondo-se pela leveza e a antecipação, a categoria e a antevisão. Sebastião Leônidas tem laços emocionais com Natal. É, e afirmo sem precisar conferir, um dos maiores amigos do médico Maeterlinck Rêgo e do preparador físico Arthurzinho, decanos do América e seus companheiros na revolução construída pela paciência de Leônidas nos primórdios do Castelão (Machadão). Passou brevemente pelo ABC em 1985, numa campanha discreta no Brasileiro, mas sua marca é a redenção do América no poema concreto de Lagoa Nova. Inaugurado em 1972 para ser derrubado 40 anos depois, o estádio era o palco do ABC ungido imbatível no tetracampeonato e na escalação decorada pelos vivos em bares de pé sujo e pelos mortos em reflexões de catacumba: Erivan; Sabará, Édson, Telino e Anchieta; Maranhão, Danilo Menezes e Alberi; Libânio, Jorge Demolidor e Morais. O América sofria abatido por trauma devastador: seu último título datava de 1969, no acanhado teatro de arena do Estádio Juvenal Lamartine, na misteriosa série de quatro jogos que acabou na vitória por 2x0, gols de Alemão e Bagadão, após o ABC perder no último minuto um jogo em que o empate bastava e a torcida comemorava soltando lenços brancos. Alemão fez o gol que gerou a partida extra e o habilidoso meia e ponta Esquerdinha foi praticamente banido do futebol, acusado de suborno ao perder dois gols feitos driblando ao estilo de Rivelino e chutando para fora, trave vazia. Entrevistei Esquerdinha há quatro anos, em São Paulo e ele, óbvio, negou tudo e preferiu falar do glamour de um dos 10 homens mais elegantes de Natal na época. >>>>>>>> Em 1974, o América venceu seus medos, encarou o ABC eliminando-o logo no seletivo para o Campeonato Brasileiro. Sebastião Leônidas chegava e surgia uma geração preciosa formada pelas bases rubras e prestigiada por ele: o zagueiro Djalma, o meia Romualdo e o atacante Reinaldo eram os principais nomes. Djalma e Reinaldo jogaram em grandes clubes. Romualdo parou na promessa de eternidade. Com Sebastião Leônidas de técnico e a sua segurança majestosa e tranquila, o América conquistou seu bicampeonato em 1974 e 1975, formando times inesquecíveis, retratados nas fotografias de Hélcio Jacaré, Humberto Ramos, Garcia, Jangada, Pedrada, Santa Cruz e Ivanildo Arara, miragens visíveis aos apaixonados que passam e olham fixamente ao vazio onde as multidões cantavam em delírio. Ditadura não se comemora, se recorda para que nunca se repita. Seja de Direita, de Esquerda ou de Meio. Na esteira dos 50 anos do Golpe que gerou tortura e morte no Brasil, surge o Sebastião Leônidas em caráter pleno. Aos 75 anos, trabalha nas divisões de base do Botafogo do qual era o técnico dos profissionais em 1973, quando o pau cantava nos porões. Sucesso entre os fanáticos por futebol, em sua paginação cor de rosa e títulos garrafais, exclamativos, passionais, o Jornal dos Sports do Rio de Janeiro destacou de setorista do Botafogo o então repórter Álvaro Caldas, que era opositor ao regime vigente e foi preso em sua casa, acusado de viajar ao exterior para "ações comunistas". Levado aos subterrâneos do DOI-CODI, interrogado e espancado, Álvaro Caldas apanhou negando qualquer ato criado de uma provável delação. Disse que estava trabalhando normalmente e cobrindo o Botafogo de "Leônidas, Jairzinho e Marinho Chagas". De forma alguma embarcara a não ser para o Estádio General Severiano. Enquanto Álvaro Caldas penava dentro de uma cela, agentes da repressão foram confirmar a versão e encontraram Sebastião Leônidas relaxado, orientando o time antes de começar o coletivo, jogo entre titulares e reservas abolido pelos técnicos de pranchetas ou tablets. Era o Botafogo de Scala, Marinho Chagas, Jairzinho, Dirceu, Nei Conceição, Zequinha, Fischer e Ferreti. Sem saber de nada, sob pressão, Leônidas confirmou a verdade: "É, ele estava aqui sim, todo dia, trabalhando." Leônidas salvou a vida do jornalista, mas poderia simplesmente calar, algo tão banal e cômodo na multidão de coniventes e ambíguos da época. Foi um gesto corajoso, um ato arriscado do homem tão nobre quanto o zagueiro. Está contado no livro Tirando o Capuz, escrito por Álvaro com dedicatória especial a Sebastião Leônidas. BEM NA FOTO O futebol potiguar incorporou os bravos mártires ao exibir autoestima na rodada pela Copa do Brasil. O ABC massacrou a Desportiva do Espírito Santo. Uma vitória que reanima a Frasqueira, esperança em massa. AMÉRICA O América poderia estar sossegado e classificado sem precisar de segundo jogo. A arbitragem pavorosa e perseguidora de Devarly Lira do Rosário impediu. O presidente Gustavo Carvalho ficou possesso e vai levar a fita do jogo para a CBF. ABUSO Sua Senhoria abusou. Quando o América vencia por 2x0, resultado que assegurava a vaga para a segunda fase, o árbitro resolveu estragar a partida. Um erro a gente até discute. Mas a

expulsão do camisa 10 Arthur Maia, o gol anulado de Rodrigo Pimpão e o pênalti cabuloso para o Boavista dispensam delongas. LUSA O Potiguar bateu a Portuguesa como a resistência mossoroense botou Lampião para correr. Mossoró ama o futebol e precisava de uma chacoalhada como a de ontem à noite. AQUECEU Os resultados de ABC e América aquecem o clássico de domingo na Arena das Dunas pelo Campeonato Estadual. É a última chance do alvinegro e a oportunidade para o rival disparar no segundo turno. BOTAFOGO Os eternos Garrincha e Nilton Santos não merecem o atual Botafogo.


16 O Jornal de HOJE

Natal, 3 de abril de 2014

Quinta-feira

CMYK

03042014  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you