Page 1

Quinta-feira

Ano XVI w NATAL-RN,

2 DE MAIO DE 2013 w Nº 4.627

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

José Aldenir

> REUNIÃO EM ANGICOS

Henrique reforça luta dos produtores rurais para recuperar rebanho do RN PRESIDENTE

DA

CÂMARA FEDERAL

DEFENDE ALTERAR LEGISLAÇÃO DE

CRÉDITO RURAL PARA PEQUENOS E MÉDIOS PRODUTORES DO

ECONOMIA 7

Governadora Rosalba Ciarlini participou de solenidade em homenagem a 325 policiais

> RECONHECIMENTO

Policiais militares recebem medalhas por relevantes serviços prestados no RN CIDADE 9

> “UM CONSTRANGIMENTO”

> APROVADA NA CÂMARA

Demissão de diretora de hospital acentua crise entre o PMDB e o Governo Rosalba

Prefeito irá aguardar análise da PGM para vetar ou sancionar a ‘Lei dos Postos’

POLÍTICA 3

POLÍTICA 5

> HOMICÍDIOS E EXPLOSÕES NO RN

Polícia cobra reforço e mortes investigadas por delegacia especializada Após 10 assassinatos registrados ontem, autoridades da área da Segurança Pública intensificam ações de prevenção e combate à criminalidade na Região Metropolitana de Natal. A Polícia Civil tam-

SEMIÁRIDO

Wellington Rocha

bém aguarda a publicação de uma portaria, em que a Delegacia Especializada de Homicídios ficará responsável pelas investigações e diligências de todos os assassinatos ocorridos na região. CIDADE 10

> ESTADUAL

> SÉRIE B...

América e Potiguar no 1o jogo da final do 2o turno

Técnico do ABC cobra agilidade nas contratações

Após 7 rodadas, a decisão do segundo turno do Campeonato Potiguar já tem seus protagonistas. O primeiro jogo será domingo, mas ainda não foi definido se será no Nazarenão ou Barretão.

Fora do Estadual, mas com a Copa do Brasil e a Série B pela frente, o ABC começa hoje o processo de reformulação do elenco. E o técnico Paulo Porto pede urgência nas definições.

ESPORTE 15

ESPORTE 16 Wellington Rocha

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Pedro Cardoso da Costa Lenilson Carvalho José de Anchieta Cavalcanti José Carlos Leite Filho Valério Mesquita Severino Vicente Rinaldo Barros OPINIÃO - Página 2

Walter Gomes

Marcos A. de Sá

Alex Medeiros

Vicente Serejo

Página 11

Página 13

SYLVIA SÁ INTERINA

Página 4

Página 7

w No Dia do Trabalho, Dilma faz de programa oficial um palanque eletrônico.

INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,01 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,08 R$ 2,01

Euro x real R$ 2,62 Poupança 0,50%/0,41% Taxa Selic 7,50%

w Justiça comemora 70 anos da Consolidação das Leis do Trabalho no Brasil.

E-MAIL REDAÇÃO:

w Imprensa mundial é unânime: encerrou o ciclo do Barcelona mágico.

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

w Ministério Público acerta quando admite ajustar o modelo de divulgação jornalística.

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 2 de maio de 2013

PEDRO CARDOSO DA COSTA, bacharel em direito (pedcarcosta@gmail.com)

Amancio

Quinta-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Afronta à Justiça

RINALDO BARROS, professor (rb@opiniaopolitica.com)

Mesmo sem nenhum resultado efetivo, após a condenação dos mensaleiros, o Supremo Tribunal Federal vem sofrendo seguidas retaliações do Congresso Nacional. As mais recentes são a ameaça de acabar com a atribuição de investigações do Ministério Público e a avocação da competência jurisdicional para que o Congresso dê a última palavra sobre matérias constitucionais. Alegam os "golpistas democráticos" que os congressistas são os legítimos representantes do povo. Em razão das distorções no processo eleitoral brasileiro, só muito ingênuo pode acreditar nessa teoria. O cidadão comum não tem nenhuma participação fora das eleições e toda sua atividade políticopartidária fica limitada à obrigação de apertar tecla no dia da eleição. Além de essa alegada legitimação ser meramente presumida, o histórico de malfeitorias do Congresso Nacional e sua inteira sujeição aos desígnios do Poder Executivo desautorizam ainda mais essa tentativa aloprada de incorporarem o Poder Judiciário. Nessa linha, o Brasil retroagiria vários séculos, deixaria de ter a tripartição dos poderes e passaria a ser um estado totalitário, já que o Poder Legislativo, por sua atuação ultimamente, passou a ser um órgão a referendar atos do Executivo nacional. Mencionar alguns fatos é necessário apenas devido à memória curta da nossa sociedade para se lembrar de situações desabonadoras. Nenhum bra-

Façamos o dever de casa

Artigo

sileiro se sente representado por alguém que concede viagens pagas com dinheiro público para parentes e amigos voarem, para pagar noitadas em motéis com os tais cartões corporativos, que até hoje não se sabe como se gasta esse dinheiro. Vai além disso. É acintoso custear os congressistas e arcar com despesas de mordomias de toda ordem, como pagar moradia até para deputados residentes em Brasília e com cotas de Correio, quando se vive num mundo conectado pela internet. Com essas figuras na direção, este país nunca atingirá um patamar civilizado, capaz de punir um ato criminoso de alguém, independe do cargo que ocupe. Pelos antecedentes, pelo passado sombrio de sujeiras de alguns deputados e senadores e dos presidentes das duas Casas recentemente, pela falta de capacidade técnica e até por serem legitimados apenas presumidamente, quem pretende acabar com a atribuição de investigar do Ministério Público, bem como incorporar o Poder Judiciário ao Congresso só o faz em defesa própria ou porque pirou de vez. Voltar ao estado feudal é um caminho sempre perseguido por alguns, mas a sociedade precisa deixar claro que os representantes fazem o que os representados desejam. Muito embora seja praticada em larga escala e nunca tenha sido evitada, a impunidade é algo que o brasileiro definitivamente nunca quis, muito menos agora.

LENILSON CARVALHO, cirurgião-dentista, professor e escritor (lenilsoncarvalho@hotmail.com)

Lembranças do passado Cabe numa vida humana cem mil vidas, cabe num coração cem mil pecados. Olavo Bilac Numa visão abrangente do passado em suas várias vertentes, existe uma riqueza de detalhes na descrição de uma época decorrida, "coisas passadas" as vezes consideradas obsoletas, no quadro geral do tempo, o momento em que se deu determinado acontecimento, fato, etc. No final do ano, recebíamos a folhinha do ano seguinte, brinde de alguma instituição bancária, quase sempre Banco do Brasil, Caixa Econômica Federal ou de empresas de diversas áreas. No dia 31 de dezembro, tradicionalmente vamos à missa e em seguida temos o jantar em família e réveillon com baile e ceia. Costumo acompanhar os acontecimentos de cada dia através de uma folhinha que tem uma página para cada dia do ano. É bom ver todo o dia um novo número. Ela apresenta na parte de trás o santo do dia: Agostinho, Barnabé, Expedito, Lázaro, Pedro, Sebastião, Roque, etc. Domingos e feriados são dias especiais porque os números são em vermelho, diferentes dos pretos dos dias úteis. Quando a gente recebe calendário ou folhinhas, fazemos duas coisas: ver o dia da semana do nosso aniversário e se fevereiro tem 28 ou 29 dias. No bairro Barro Vermelho existia a mercearia de Seu Justino, homem

Artigo

taciturno e honesto. Casinha simples com uma porta e duas janelas. Um balcão de madeira, tendo passagem e vitrine de vidro e na parte de cima guloseimas, drops dulcora, diamante negro, mentex, balas de café embrulhadas uma a uma em papel celofane. Em cima do balcão tinha uma elevada soma de folhas de papel de embrulho com um pesado porrete de madeira em cima. Nossa família tinha caderneta de capa dura e preta e funcionava como um cartão de crédito, que a gente pagava só no fim do mês. Minha mãe, Dona Luzia chegava com uma lista e dizia para o balconista os diversos artigos que queria: sabão, sabonete, feijão, arroz, macarrão, etc. – Põe na caderneta! As cadernetas eram guardadas num móvel próximo ao balcão e na capa o nome a quem pertencia. – Está tudo anotado. E sempre no dia primeiro do mês seguinte o pagamento era realizado. "O grande homem é aquele que não perdeu a candura de sua infância" – Provérbio Chinês. No livro da vida, repasso na memória os acontecimentos vivenciados e que marcam de forma definitiva a minha infância e são depositárias das minhas lembranças mais vivas. Como retratou Manuel Bandeira no poema Infância – Meus olhos não conseguem romper os ruços definitivos do tempo.

JOSÉ DE ANCHIETA CAVALCANTI, advogado e membro da regional Natal da Seicho-No-Ie (joselito@supercabo.com.br)

Pedagogia Seicho-No-Ie- XXIX A vida com liberdade manifesta saúde perfeita Sabemos que o ser humano manifesta seu primitivo estado, quando pratica a transcendência do corpo carnal. Não estamos nos referindo apenas à saúde do corpo, e sim à saúde que diz respeito à Vida. "Saúde "inerente à Vida" diz respeito à perfeição do próprio Deus. A Vida, que se origina de Deus é perfeita em todos os aspectos. A saúde física do homem é uma das manifestações da perfeição da Vida. Desde que a Vida proceda com a liberdade que lhe é própria essa perfeição se manifestará nos mais diversos setores da atividade humana. No entanto, neste artigo, nos dirigimos especificamente na manifestação no campo da educação. E, aqui vai uma informação estranha para muitos: Afirma a pedagogia Seicho-No-Ie: "O que tolhe a liberdade inata do ser humano não é o corpo carnal em si, mas sim a idéia arraigada em sua mente, de que "o corpo carnal existe." É a mente que tolhe o ser humano, e é também a mente que o liberta do tolhimento. Compreendendo como é grande a influência da mente, pode-se compreender o efeito da atitude mental dos pais sobre os filhos. Talvez vocês argumentem: "Compreendemos que é possível a nossa mente tolher a nós mesmos;

mas será possível a mente dos outros tolher a nós? Será possível a mente dos pais tolher os filhos ? E,aí, vem a afirmação de um homem que é "mestre" e autor da Nova Pedagogia Seicho-No-Ie, sendo ainda PhD pela Universidade de Tokio, condições que o credenciam muito bem, com autoridade, para concluir estas afirmações que são taneguchianas: "Afirmo que é possível, e vou explicar por quê: A mente emite uma espécie de vibração que se chama pensamento, e que pode ser comparada às ondas de rádio (ondas eletromagnéticas). Considerando-se o fato de que as ondas de rádio de uma emissora podem interferir nas de outra emissora – mesmo que esta fique à distância – podemos compreender que não é tão misterioso o fato de as vibrações mentais de uma pessoa interferir nas de outra." Concluímos, assim, caros leitores que a verdadeira educação se verifica através de vibrações mentais com ou sem o uso de palavras escritas ou faladas. Observamos então que, na educação, a influência de caráter é o que tem maior atuação, vencendo maior distância. Podemos estranhar o que aqui foi exposto porém é o de mais moderno que existe nos métodos educacionais da Pedagogia Seicho-No-Ie.

Artigo

JOSÉ CARLOS LEITE FILHO, general de Exército (linsleite@supercabo.com.br)

Bem comum e cidadania O bem comum, em pequena síntese, é uma conjuntura social onde a vida saudável e a assistência médica não são privilégios de poucos, onde um povo devidamente educado desfruta em segurança de liberdade e é capaz de exercer a sua cidadania em convívio com governantes cônscios de suas responsabilidades e proficientes na busca da felicidade coletiva. Consequentemente, a glória de um mandato só pode ser um galardão político do governante se a população, gradualmente, passar a desfrutar de dias melhores, o que impõe capacidade de gestão aliada a atributos pessoais de dignidade, e inteligência na escolha de uma equipe competente, todos solidários na busca de resultados positivos e não apenas satisfeitos pelo prêmio dado aos seus respectivos partidos. O governante que não se antecipa às críticas evidentes e não é capaz de alterar um status quo indesejável deve ser esquecido e ter vida política encur-

Artigo

tada pela sanção dos cidadãos eleitores. É inaceitável o reconhecimento da existência de problemas, frutos de má gestão, acompanhado de promessa de prazos para solução como habeas-corpus político. A cidadania impõe direitos e deveres e não se coaduna com quem é capaz de referendar a ação política pelo recebimento de benesses ou privilégios. "Cada povo tem o governo que merece" e não será pela leniência, omissão ou acomodação dos seus cidadãos que a felicidade brotará. Um falso messias ou um pseudo arauto da democracia, sejam eles ex-titulares de elevados cargos, presidente ou ministro, não deverão ter espaço cativo na vida pública ainda que sendo lobos se apresentem travestidos de cordeiros. Da mesma maneira, os membros dos Poderes constituídos devem efetivamente ser cidadãos íntegros, dotados de notório saber profissional e não apenas um lembrado militante partidá-

rio ardoroso, embora inescrupuloso. Um hospital, uma escola, um presídio, uma delegacia policial ou uma estrada, citados como exemplos, necessitam de requisitos básicos e não de improvisações, cabendo ao governante a responsabilidade de fazer com oportunidade e, assim, não trocá-los pela preocupação da futura eleição, e, aos governados, o direito de usufruto e o dever de crítica, além de uma boa memória... O dinheiro público arrecadado em taxas e impostos tem de beneficiar o contribuinte e não o governante e seus aliados. Usá-lo em propagandas enganosas que mais parecem visões num deserto é crime, competindo ao cidadão eleitor a imposição do maior castigo: a morte eleitoral! Por último, nessa análise ligeira, inexistirá o bem comum quando o cidadão aceitar a mentira como ação de governo, tão comum nos dias atuais, máxime no governo federal.

VALÉRIO MESQUITA, escritor (mesquita.valerio@gmail.com)

Situações periféricas 01) O vereador Geraldo Alves, de Mossoró, não era letrado, porém possuía ampla visão em se tratando do bem comum. Certa vez, usando o plenário, fez um requerimento oral pedindo ao prefeito Dix-Huit, a doação de um terreno, onde uma organização não-governamental construiria uma clínica de olhos. Geraldo argumentava: "Teremos em nossa terra um moderno tratamento para combater essa tal de 'milhopia'". 02) Certa vez, em Natal, o edil mossoroense Expedito Bolão adentra no elevador do INSS e com ele, um jovem bem vestido acompanhado de duas moças. Expedito avisa ao ascensorista: "Eu vou para o oito". O rapaz replicou: "O oitavo andar. Por favor". Expedito olhou de lado e comentou: "Lá em Mossoró, tem dona Oitava, aqui é oitavo. Engraçado né?". Ninguém sorriu. Expedito puxava conversa e ninguém falava nada. Em dado momento, o irreverente vereador dá "uma rasgada de mescla", (o famoso flato trovão). O granfino, com a mão no nariz, criticou: "O senhor fazer isso na frente da minha noiva?". Bolão dis-

Artigo

parou: "Desculpe, eu não sabia que era a vez dela...". 03) O deputado Valmir Targino contava que um conterrâneo havia ido com a esposa a vários médicos de Fortaleza, Recife e só em João Pessoa encontrou a cura da mulher. "Compadre", dizia para Valmir, "que doutor bom, cabra novo, mas não tem parelha não. Minha velha ficou curada". "E que remédio foi esse compadre João?", indagou Valmir. "Homem, o nome do bicho é imoral". E cochichando no ouvido do deputado: "É um tal de 'na xerequinha'". Valmir lendo o receituário tirou a dúvida: "Nebacetin, pomada vaginal". 04) Francisco Canindé Vieira ou apenas Canindé lá de Assu, era um boêmio entre muitos, dos tempos em que o motor da luz era desligado à meianoite. Não se desligava do estado etílico permanente, ao se dirigir à linda Lourdes Nobre. Vivia lhe dirigindo poemas. Acontece que a musa era da sociedade e ignorava os porres do paquerador. Manhã de domingo, a jovem se encaminhava à igreja cheia de charme,

quando, de repente, o nosso Castro Alves ajoelhou-se aos seus pés, e, recitou: "Estrela linda, eu te adoro!" A moça repeliu: "Sai daí! Você ainda vai morrer disso". O apaixonado rebateu: "Eu vou morrer disso, pensando naquilo". Depois disso, fisicamente, Canindé viu estrelas. 05) Zé de Lídia, do Assu, era o dono de uma mercearia à beira da estrada. Certo dia, um moço foi chegando e pediu-lhe uma carteira de cigarro. Zé de Lídia perguntou se o troco podia ser de confeito, no que o rapaz aceitou. Vendo que, de lado, estava um macaquinho de estimação do Zé, o freguês ofereceu uma bala ao animal. O detalhe é que ao receber o doce e tirar o invólucro, pegou o mesmo e passou no ânus. "Macaco seboso!", disse o rapaz. "O senhor viu o que ele fez?" Zé de Lídia, com calma respondeu: "Moço, ele é muito prevenido, isso sim. Outro dia, deram a ele uma manga e o coitado comeu o caroço. Resultado: passou um mês sem fazer 'aquele trabaio'. Agora, primeiro ele faz o teste pra vê se passa".

SEVERINO VICENTE, escritor e folclorista, presidente da Comissão Norte-rio-grandense de Folclore (severino_vicente@yahoo.com.br)

Pedro Avelino: apesar de tudo As terras que correspondem ao Município de Pedro Avelino foram concedidas em sesmarias ao Coronel Antônio da Rocha Bezerra, pelo Decreto Imperial de 22 de julho de 1786. Contudo, os primeiros a povoarem a região foram os irmãos Gaspar, Felix, Diogo e Jacinto Lopes. Outros foram chegando no período de ocupação. Manuel José do Nascimento, Alexandre Xavier e Gonçalo Xavier. A primeira denominação, Gaspar Lopes, foi batizada pelo povo, uma referência a um dos seus fundadores, Gaspar Lopes, figura bastante conhecida e respeitada pelos primitivos habitantes da região. Gaspar Lopes para Epitácio a 24 de dezembro de 1921, uma justa homenagem ao então Presidente da República Dr. Epitácio Pessoa, que autorizou o ramal da Estrada de Ferro ao povoado. A 26 de junho de 1932, o prefeito de Angicos João Baltazar Cavalcante cria a vila de Epitácio Pessoa. Pelo Decreto de Lei Federal nº 603 de 31 de outubro de 1938, passamos a Distrito vila de Angicos. A 23 de dezembro de 1948, pelo Decreto de Lei Estadual nº 146, recebemos a denominação de Pedro Avelino, com instalação oficial em 1º de Janeiro de 1949. Esta denominação foi em homenagem a Pedro Celestino da Costa Avelino, político e jornalista Republicano, um nome de expressão nacional que pela sua bela trajetória de vida engrandeceria qualquer cidade potiguar.

O patrono do nosso município era pai do senador Georgino Avelino, culto, inteligente, um político de notabilidade nacional, em defesa do Brasil e de seu Estado. A partir de 1802 foram construídas as primeiras moradias em alvenarias, em substituição a antigas cabanas e ranchos rústicos espalhadas às margens do Rio Gaspar Lopes. Em 1896 o prof. Francisco Januário Xavier de Menezes criou a primeira escola de alfabetização do povoado; em 1912 foi criada a feira semanal que acontecia aos domingos, depois passou para os sábados. O primeiro marco de religiosidade foi datado de 1916 e homenageava Santa Luzia; em 1932 o padre Ulisses Maranhão reconhecendo as condições precárias da Capela iniciou a construção de moderno templo, sob o patrocínio de São Paulo, que passou a ser nosso padroeiro. Esta é a cidade que nasci e lá se foram quarenta anos de ausência para o começo de uma caminhada, que apesar de tudo, digo bem sucedida. Vivo assim: estudando, pesquisando, escrevendo, viajando, proferindo palestras e conferências. Um homem envolvido em vários mundos, mas centrado em dois mundos: Natal e Pedro Avelino, dois destinos, uma só vida. Mas um dos mundos, Pedro Avelino, me dói. Cheguei à Cidade do Natal, terra do grande mestre Luis da Câmara Cascudo, conduzido pela velha Maria Fumaça.

Vim, vi e venci, mas esquecer a terra que me viu nascer jamais. As visitas sempre aconteceram e continuam acontecendo, agora com mais freqüência para abraçar uma mulher, D. Olívia, minha mãe, centenária, lúcida, inteligente. Uma dama no melhor dos estilos do Sertão do Centro; visitar parentes e amigos, sujar as sandálias com a poeira do meu chão, acalentar a alma, visitar a Baixa do Juazeiro, refúgio de meu saudoso pai Manoel Vicente, mirar a Serra Aguda, Serra Preta e o Cabugi lendário cheios de mistérios e belezas. Contudo, não posso esconder, minhas visitas têm um preço e não quero nominar ninguém porque a cidade sabe os culpados e ainda os consagra como heróis. Pedro Avelino atualmente é uma cidade carente de tudo. Mas, a maior pobreza mesmo é a cultural, educacional, que nos coloca entre os índices de desenvolvimento humano mais baixo do País, que torna nossos conterrâneos dependentes, submissos e achando que está tudo bem. Aquela coisa: de tanto conviverem com a situação de atraso, com índices de pobreza altos, falta de assistência à saúde, educação, o social, a cultura, estão calejados, repetem os mesmos erros em sucessivas eleições, fazem pontaria e atiram em seus próprios pés. Afinal, o que somos hoje? Depois de sermos referência para o estado na educação, na agropecuária e na vida social! Um extremo sobrenome de coisas acontecidas, como dói!

A conversa de hoje vai ser coberta de nostalgia. Afinal, eu sou do tempo em que a juventude possuía ideais e ainda se acreditava na utopia. Além disso, as equações políticoideológicas eram simplificadas. Havia governo e oposição, claramente definidos. Era mais fácil delimitar o campo dos adversários e até do inimigo principal. Na teoria clássica marxista, o sujeito da história era determinado: o proletariado industrial tinha interesses próprios que negavam - se contrapunham -, na sua prática, os interesses da classe dominante. Dado o aumento contínuo do seu contingente e a agudização das contradições, o proletariado teria condições para generalizar, para o conjunto da sociedade, suas, aspirações de libertação. O proletariado unificava politicamente a vontade geral de mudança. Tudo era claro como água de rocha. Bastava construir o partido, internacionalista, e estabelecer as alianças (com o campesinato e com a fração da burguesia "nacional") e estavam dadas as condições para a longa marcha da conquista da nova hegemonia. O processo poderia ser pacífico ou não. A tática dependeria do inimigo. Era o sonho garantido ou sua utopia de volta. Saudades fora, qual é o problema, então? Negó seguin: no caso brasileiro, formou-se uma heterogeneidade estrutural nas classes dominadas e surgiu um novo tipo de padrão de desenvolvimento capitalista que, simplesmente, destroem o argumento clássico, em relação à questão de hegemonia do proletariado. Explico-me: o Brasil alavancou o seu processo de desenvolvimento tardiamente e se inseriu no sistema capitalista-industrial já na fase monopólica (na verdade, oligopólio). Saltou de cara do modelo agroexportador para o desenvolvimento industrial-internacionalizado. Desde então, fábricas de automóveis, fábricas de aviões, fábricas de locomotivas elétricas, de computadores, siderúrgicas, refinarias, polos petroquímicos, industriais de química fina, dentre outros, convivem com latifúndios improdutivos, com boias-frias e com uma economia camponesa atrasada, pré-capitalista. Este tipo de desenvolvimento dependente caracterizou-se ainda por um crescimento urbano acelerado e pela formação de um amplo e crescente setor de serviços sofisticados, ao lado da implantação de um modelo cultural ("the american way life") consumista, ainda que de forma caricata e incompleta. A sociedade civil brasileira ainda está engatinhando. Ainda tem que decidir para onde dará os primeiros passos, resolvendo o dilema "partido ou movimento social?", "basismo-assembleísmo ou representação política?". A dificuldade maior está na falta de clareza nas análises (sob o peso do século XX) e perturba a visão do presente. Tenta-se entender o presente com conceitos ultrapassados. Não se percebe que a classe operária brasileira não é semelhante à europeia e que o atual padrão de desenvolvimento é diferente daquele do capitalismo competitivo-liberal. Não se percebe que o futuro do Brasil não vai se desenvolver político-socialmente como ocorreu na Europa. Será diferente, mas não está claro como realmente será. Uma confusão dos infernos para quem tenta compreender! Entramos numa era mundial de agudas e rápidas flutuações - nas taxas de câmbio da moeda, nos índices de emprego, nas alianças geopolíticas, nas definições ideológicas da situação. A saída está no planejamento, com vários cenários alternativos. É tempo de realizar uma ação política muito mais eficaz no esforço de, nos próximos 2030 anos, criar um sistema-mundo melhor do que aquele em que estamos todos enredados hoje. Aqui no patropi, é preciso, portanto, decifrar - estudando nossa história recente - o enigma da expressão das peculiaridades da sociedade brasileira. Por exemplo, a questão secular da seca no semiárido nordestino é fácil de equacionar para conviver com a realidade imposta pela mãe Natureza. No semiárido do Nordeste brasileiro, por exemplo, é prioridade indispensável e urgente construir a Segurança Hídrica, com a integração de todas as bacias e reservatórios. Como primeiro passo de muitas ações planejadas, esse desafio - no mínimo - seria a garantia da Segurança Alimentar. Ou seja, planejando, dá! Resumo da ópera: vivamos com o legado desta frase lapidar "Não existe caminho, o caminho se faz ao caminhar." Façamos o dever de casa.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Danilo Sá Fernanda Souza Juliana Manzano EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r EDITOR DE ESPORTES Bruno Araujo EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL – Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 ramal 214 - Assinaturas: (84) 3221-5058 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 3

Demissão da filha de Manoel Torres acentua crise entre PMDB e Governo DEPUTADOS ESTADUAIS DEFENDERAM LIGIA TORRES, AGORA EX-DIRETORA DO HOSPITAL REGIONAL DE SÃO PAULO DO POTENGI Divulgação

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

A demissão sumária da médica Ligia Torres do Hospital Regional de São Paulo do Potengi, no começo desta semana, acentuou o clima de insatisfação de parte do PMDB com o governo Rosalba Ciarlini (DEM). Filha de tradicional liderança política peemedebista no Seridó (Manoel Torres, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Caicó por três mandatos, morto em janeiro de 2012), Ligia foi demitida pelo secretário estadual de Saúde, Luiz Roberto da Fonseca. Na última segunda-feira, o secretário de Saúde, Luiz Roberto Fonseca, convocou Ligia para o que seria uma reunião de trabalho. Ao chegar à Secretaria de Saúde, ela diz que o secretário pediu seu cargo, alegando que está em busca de resultados. A conversa, entretanto, se deu após uma entrevista que Ligia concedeu a uma emissora de TV ter ido ao ar, mostrando que a decisão do secretário de encerrar as atividades da Associação de Proteção à Maternidade e à Infância (APAMI) em São José de Mipibu tinha gerado aumento de demanda por partos no Hospital Regional de São Paulo do Potengi, administrado por ela. Na matéria, Ligia afirma, também, que "ainda" não havia sido informada oficialmente sobre a decisão da Secretaria de Saúde de encerrar as atividades da APAMI em São José de Mipibu. As declarações à imprensa, um tanto constrangedoras para o secretário, teriam sido a motivação para a sua demissão sumária. "Fui chamada (pelo secretário) para uma reunião de trabalho. Eu peguei minha pastinha, botei debaixo do braço e levei comigo minha enfermeira-chefe. Ficamos na antessala e quando o secretário chegou pedi para avisar que eu já

Divulgação

Rosalba Ciarlini visitou ex-prefeito de Caicó, Manoel Torres, durante a campanha eleitoral e pediu seu apoio para o Governo

Médica Lígia Torres foi chamada para uma reunião e avisada que seria demitida

estava ali. Eu pensava que ele queria discutir sobre demandas, até porque eu não duvidei da capacidade de ninguém, não feri ninguém. Ele olhou pra mim e disse: 'Minha conversa é rápida, preciso do seu cargo'", disse a médica, em entrevista à blogueira Thaisa Galvão. Lígia Torres narra que ainda pediu para ser transferida, para não ter de ficar no mesmo hospital que estava administrando e que, agora, deixaria de gerir. E que o secretário também lhe fez um pedido: para que ela não divulgasse a demissão, que só seria efetivada nesta quintafeira. "Ele olhou pra mim e disse: 'minha conversa é rápida, preciso do seu cargo'. Eu nem abri a pasta e, com muita serenidade, disse que

riado de 1º de Maio, Dia do Trabalhador. Antevendo a crise política, o objetivo de Rosalba foi tentar desfazer a demissão, levada a efeito pelo enérgico secretário de Saúde na véspera. Surda aos reclamos da Assembleia Legislativa, a tuitada de Henrique foi o que motivou Rosalba. Na tentativa de "prestigiar" a médica demissionária - sua exoneração ainda não foi publicada no Diário Oficial do Estado - Rosalba a encheu de elogios. À blogueira, Rosalba disse que o caso não passou de um mal entendido. "Ligia está no governo porque é competente e é minha amiga. Foi convidada por mim", disse a governadora. A reação da governadora, contudo, foi tarde. Ou melhor: inócua.

não tinha problema, mas só queria pedir para escolher onde ficar, porque não queria ficar no hospital que estava dirigindo e não iria mais dirigir. Ele disse que eu poderia escolher, mas pediu que não comentasse nada com ninguém até quintafeira (hoje). Ele disse que precisava do meu cargo para formar a equipe dele porque precisava de respostas". REAÇÕES As reações políticas ao fato relatado por Lígia iniciaram ainda na terça-feira, com pronunciamentos de deputados peemedebistas em solidariedade à médica e em críticas ao governo do Estado. Porém, a repercussão de sua demissão só ga-

nhou força e dimensão quando o presidente do PMDB, deputado Henrique Eduardo Alves, se manifestou em defesa da filha de Manoel Torres. Pelo twitter, o presidente da Câmara dos Deputados considerou a demissão da correligionária "um erro" do governo e "um constrangimento" para o partido. "Constrangimento no PMDB com a demissão sumária da servidora Lígia Torres, diretora do hospital de São Paulo do Potengi. Pela sua competência e ética. Um erro", afirmou. Após a reação do líder peemedebista, a governadora Rosalba Ciarlini resolveu agir. Segundo relato da jornalista Laurita Arruda, em seu blog, a governador telefonou para Lígia Torres nesta quarta-feira, fe-

Ao blog da Thaisa Galvão, Ligia afirmou que não voltará atrás da decisão. "A governadora ligou para mim. Pediu para eu ficar. Mas minha decisão é irreversível. Tenho muito apreço pela governadora, agradeço demais pela confiança. Tenho pena de deixar o trabalho que eu estava fazendo, mas não dá pra continuar", afirmou, confirmando que o secretário de Saúde também lhe telefonou e, também, pediu para ela ficar. Todavia, segundo Ligia, a decisão de deixar o governo já estava tomada. "O secretário ponderou muito, pediu para eu pensar até amanhã (hoje). Mas quando eu tomo uma decisão sou igual a meu pai, Manoel Torres, eu não volto atrás", contou a médica.

“De uma vez só Rosalba feriu a alma e o coração do PMDB” Mais do que um problema administrativo, a demissão sumária da diretora do Hospital Regional de São Paulo do Potengi, a filha de Manoel Torres, Ligia Torres, agrava o quadro da aliança da governadora com o PMDB. Lideranças do partido, que já estavam insatisfeitas com o governo, trataram logo de classificar o fato como "a gota d'água". As insatisfações do PMDB em relação ao governo do DEM acontecem desde o início da gestão. Desatenções, desprestígio político e administrativo, falta de parceria com deputados e prefeitos peemedebistas são apenas algumas das queixas de peemedebistas em relação ao governo Rosalba. "De uma vez só o governo de Rosalba feriu a alma (Aluizio Alves) e o coração (Manoel Torres) do PMDB. É lamentável que isso tenha ocorrido", reagiu o deputado estadual Nélter Queiroz, afirmando que Lígia é uma médica competente de vinha fazendo um excelente trabalho na direção do hospital regional. Em aparte, o líder do PMDB na Casa, deputado Walter Alves, disse que Ligia havia lhe ligado na noite anterior para comu-

Wellington Rocha

Heracles Dantas

Deputado Nélter Queiroz criticou duramente o Governo Rosalba Ciarlini

Deputado Walter Alves também criticou a demissão da filha de Manoel Torres

nicar o fato. O peemedebista disse não ter "entendido" a demissão de Lígia do cargo de diretora geral do Hospital de São Paulo do Potengi. "Lamento esse ocorrido. A gente fica sem entender porque Lígia foi

Norte", ressaltou. O ministro da Previdência, exgovernador Garibaldi Filho (PMDB), também desabonou o gesto. Em mensagem à Ligia, ele se disse triste com o episódio. Em

entrevista a Thaisa, Ligia revelou que recebeu uma mensagem "muito bonita" do ministro. No governo Garibaldi, a filha de Manoel Torres foi diretora-técnica do Hospital João Machado. Além disso, trabalhou

COMBUSTÍVEL O vereador Fernando Lucena ainda comemora o resultado da votação da Lei dos Postos, aprovada sem grandes dificuldades na última terça-feira. A expectativa agora é se o prefeito Carlos Eduardo vai sancionar ou vetar o projeto.

É a ferrugem do poder. SOB NOVA DIREÇÃO O jornalista Casciano Vidal assumiu hoje a direção da Rádio Cidade, a 94 FM. Experiente no ramo da comunicação, Vidal promete mudanças no jornalismo da emissora.

SUPER O jornalista Jorge Bastos Moreno, de O Globo, postou hoje em seu twitter: "Confio tanto na regeneração dos homens, que acompanho torcendo as tentativas do Renan de virar um homem de bem. Mas o vício é f...! Henrique Alves? Esse não se regenera mais.

ALIANÇA O deputado Getúlio Rêgo, ao ser entrevistado no Jornal Verdade, da SIM TV, afirmou que é possível uma aliança entre o DEM e o PT. O pai de Leonardo disse o que parece impossível no aspecto político, para justificar a outra aberração dita pela governadora, de que

exonerada. Fica aqui a nossa solidariedade a toda a família Torres. O seu pai, Manoel Torres, esteve com a gente a vida toda. Não se pode negar a grande figura que ele foi na política do Rio Grande do

durante 24 anos atuou no Hospital Walfredo Gurgel. "Fui médica clínica do Hospital Ruy Pereira, e desde 28 de fevereiro de 2011, a convite da governadora Rosalba, assumi a direção do Hospital aqui de São Paulo do Potengi. Mas já limpei as gavetas e me despedi dos funcionários. Vou entrar de férias para pensar onde vou ficar", acrescentou. Para completar, além da deselegância com o PMDB, sua demissão sem justa causa aparente também se constitui numa afronta à memória política envolvendo Manoel Torres e o ex-governador DixSept Rosado, pai de Carlos Augusto Rosado e sogro de Rosalba. "Meu pai era amigo de Dix-Sept Rosado. Os Torres de Caicó ajudaram a dar a vitória ao governador Dix-Sept Rosado", reconheceu Lígia à Thaisa, ao se referir ao governador do Rio Grande do Norte e ex-prefeito de Mossoró morto no exercício do cargo de chefe do executivo estadual no dia 12 de julho de 1951, num desastre aéreo na região do Rio do Sal, costa de Aracaju (Sergipe), antes de completar um ano de seu mandato.

Túlio Lemos tuliolemosjh@gmail.com

CRISE O secretário de Saúde do Estado, Luiz Roberto Fonseca, foi o responsável pelo recrudescimento da crise entre o PMDB e o Governo Rosalba Ciarlini. Sua atitude arrogante de exonerar a filha de Manoel Torres, sem nenhum tipo de critério técnico, provocou reações generalizadas no PMDB. RECUO Após a forma dura e arrogante com que tratou a médica Lígia Torres, o secretário de Saúde foi obrigado a ligar para a filha de Manoel Torres e pedir para ela permanecer na direção do hospital. Ela não acei-

tou, o que terminou criando também uma crise entre Luiz Roberto e a própria governadora Rosalba Ciarlini, que já havia ligado para Lígia pedindo para a médica não sair do governo.

Programa do Leite. O secretário de Agricultura demitiu o Ronaldo Cruz, que estava no cargo por indicação de Betinho Rosado. O novo titular da EMATER é Henderson Abreu, indicado pelo PMDB.

DEMISSÃO Segundo Sherloquinho, a governadora só não demitiu o secretário Luiz Roberto, porque há crise de nomes que tenham coragem para assumir a Saúde do Estado. Mas houve desgaste na relação.

CONVITE Sherloquinho está curioso para saber o que pensam o senador José Agripino e a governadora Rosalba Ciarlini a respeito do convite, feito pelo deputado João Maia, para Fafá Rosado deixar o DEM e assinar ficha no PR. Fafá foi prefeita de Mossoró com o apoio de Rosalba e Agripino, mas sinaliza insatisfação no partido e ameaça sair.

LEITE O PMDB tanto tentou que conseguiu ficar com a administração do

pode votar em Dilma para presidente. Rêgo também elogiou a forma 'republicana' com que Dilma tem tratado o Governo do DEM. Quebra o discurso do senador José Agripino. RETALIAÇÃO As exonerações continuam na comissão que realiza auditorias na secretaria de Saúde do Estado. Há fortes suspeitas de que o ato seja movido a vingança do Governo pela ação dos servidores, que descobriram desvios de recursos em contrato da gestão para gerenciar o Hospital da Mulher, em Mossoró.


Natal, 2 de maio de 2013

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br

No palanque eletrônico Pergunta repetida ontem, após a pregação de Dilma Rousseff em rede nacional de rádio e tevê: – Ela falou como presidente da República ou como candidata à reeleição. Cravem-se as duas situações, sem separar uma da outra. A chefe do governo usou o horário, que lhe cabe requisitar, para fazer catequese administrativa e proselitismo político. Ambos com um denominador comum: demagogia solerte. n n n O que se assistiu nada teve de ineditismo, entretanto. Os antecessores da Presidente fizeram o mesmo, mas sem o exagero verificado na noite dessa quarta-feira. A senhora Rousseff transformou o programa em palanque eletrônico. Repetiu, aliás, o que fez em duas outras apresentações neste ano de alguns sustos. Um deles causado pelo crescente índice de inflação. Outro, pelo baixo nível de segurança aos cidadãos. E o terceiro que abate a quem necessita de atendimento do Estado brasileiro na área da saúde. n n n Pós-escrito: Ontem, na festa do Primeiro de Maio promovida na capital paulista por entidades sindicais, uma faixa pedia a volta de Lula ao Palácio do Planalto.

Política

Quinta-feira

Hugo Manso afirma: pode ser candidato a deputado federal VEREADOR CONDICIONA PROJETO AO FATO DE FÁTIMA SER CANDIDATA AO SENADO José Aldenir

JOAQUIM PINHEIRO REPÓRTER DE POLÍTICA

O vereador Hugo Manso, do PT, entende que o espaço do Partido dos Trabalhadores deve ser mantido na Câmara Federal com a candidatura de outro integrante da legenda caso Fátima Bezerra seja candidata à senadora nas eleições de 2014, o que segundo ele, "é bastante provável". Ele afirmou que se isso acontecer pode enfrentar o desafio e disputar uma vaga de deputado federal. "Existe uma grande possibilidade de Fátima ser candidata à senadora compondo uma chapa de oposição ao governo do DEM ou a outra composição qualquer dentro do campo oposicionista", disse o petista. Hugo Manso afirma ainda ser importante que o PT mantenha a vaga conquistada por Fátima Bezerra no Congresso Nacional e dê continuidade ao "excelente" trabalho que a petista realiza, principalmente no setor educacional na condição de professora, defendendo aumento salarial para a categoria dos professores e avanços para a educação". Professor do Instituto Federal, o vereador Hugo Manso diz que se for eleito deputado federal poderá dar continuidade ao trabalho que visa o crescimento do instituto e das universidades brasileiras, defendendo em Brasília a federalização da edu-

Hugo Manso: "Existe uma grande possibilidade de Fátima ser candidata à senadora compondo uma chapa de oposição” cação no Brasil. Eleito vereador em 2012, Hugo Manso é identificado com o setor educacional, já que trabalha no magistério há vários anos na condição de professor do Instituto Federal do Rio Grande do Norte. É conhecido do eleitorado norte-rio-grandense por ter sido candidato em várias oportunidades, inclusive senador da República em 2002 e 2010, tendo sido bem votado nas 2 disputas majoritárias. No governo do PT exer-

ceu o cargo de delegado federal do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), onde desenvolveu o projeto "Território da Cidadania", realizando trabalhos de capacitação em todo o Estado. CIDADES HISTÓRICAS Considerado um dos vereadores mais presentes e atuantes da Câmara, Hugo Manso anuncia que será realizada uma sessão popular amanhã no auditório do Sesc da Cidade Alta para discutir o "Pacto

das Cidades Históricas", que é um projeto do Governo Federal. "Em Natal, já foi delimitado o sítio histórico compreendido desde o Teatro Alberto Maranhão até a Igreja do Galo. "Isso significa dizer que será traduzido em investimentos para manutenção e preservação do nosso patrimônio cultural", disse Hugo Manso, acrescentando que estarão presentes representantes do IPHAN, SESC, Prefeitura de Natal, entre outras entidades.

> COMBATE À SECA

Direto ao ponto Francisco Dornelles (foto) é um político de longa militância. Sabe tudo, ou quase tudo, a respeito da vida pública nacional, destaque ao Sudeste. Aprendeu bastante com Tancredo Neves, seu tio. Especialista em Minas Gerais, onde nasceu, e Rio de Janeiro, que representa no Senado, Dornelles conhece bem São Paulo, cenário de confabulações político-partidárias no passado e no presente. n n n Três vezes ministro de Estado – Trabalho, Indústria e Comércio, e Fazenda – e ex-comandante nacional do PP (é, agora, presidente de honra), Dornelles faz uma observação com a marca do ensinamento, a propósito do imbróglio Legislativo-Judiciário em curso, mas esmaecido: “Parlamento competente é o que aprova boas leis; não aquele que aprova muitas leis.” Forma de ajudar Uma possibilidade real na sucessão presidencial. Diferentemente do que ocorreu em 2010, Marina Silva, caso fique fora do segundo turno de 2014, dispõe-se a apoiar o concorrente definido pelas urnas para enfrentar Dilma Rousseff, a favorita apontada pelas pesquisas. Eduardo Campos segue na mesma direção, dizem interlocutores do governador de Pernambuco e presidente nacional do PSB. n n n Aécio Neves considera a ideia “interessante”, mas prefere detalhá-la “mais adiante”.

LEITURA DINÂMICA t Concluída a coleta de

assinaturas, foi requerido à Corte Eleitoral o registro do PLB (Partido Liberal Brasileiro). t Rearticulação dos poderes da República sob a bandeira branca hasteada. Segunda-feira (6), os presidentes Henrique Eduardo Alves (Câmara) e Renan Calheiros (Senado) voltam a encontrar-se com Gilmar Mendes, ministro do Supremo. t Itamaraty informa: Denis Fontes de Souza Pinto assume a representação diplomática do Brasil junto ao Vaticano. t Hoje, em Uberaba (MG), palco da Expozebu a partir de amanhã, Aécio Neves tem dois convidados especiais para o jantar: Eduardo Campos e Gilberto Kassab, artífice da recriação do PSD e duas vezes prefeito de São Paulo. t Ganho real médio de

l,4% foi conseguido em 80 dos 93 acordos salariais fechados, no país, de janeiro a abril deste ano. t A presidente da República reúne dirigentes das centrais de sindicatos no Palácio do Planalto. O encontro, para discutir pauta de reivindicações dos trabalhadores, será dia 14. t Quarta-feira (8), em Brasília, Dilma Rousseff debate agenda bilateral com o presidente do Egito, Mohamed Morsi. t Valter Pomar anuncia candidatura à presidência do PT. Vai desafiar Rui Falcão, favorito para renovar o mandato. Pomar é uma referência federal da Articulação de Esquerda, uma das facções do petismo. t Para refletir: “Ética não é produto de remarcação. Vale sempre o teto.” (Terwal Segom, jornalista brasileiro).

José Adécio quer que governadora resgate ‘Projeto Curral’, de Agripino O deputado estadual José Adécio (DEM) sugeriu na manhã desta quinta-feira que a governadora Rosalba Ciarlini (DEM) resgate o "Projeto Curral", do governo José Agripino Maia (DEM), responsável pela "repovoação" do rebanho bovino dizimado na seca. No governo do democrata, houve seca que também exterminou parte considerável do gado. Na época, ele lançou o programa "Curral", que tinha como objetivo facilitar a aquisição de novas matrizes para repovoar o campo de reses. "Essa seca agora é mais cruel. O que posso dizer, de consciência própria, e reconhecimento: 50% ou mais do rebanho bovino do RN já morreu. Você imagina o prejuízo da economia, como é que se vai recuperar isso?", questionou o deputado José Adécio, em entrevista esta manhã à Rádio Cidade (94 FM). Ele afirmou que manteve contatos com a governadora Rosalba Ciarlini e com o secretário de Agricultura, com os quais tem dado sugestões no sentido de "copiar o que é bom". "Eu tenho dito à governadora e

Wellington Rocha

Adécio: "Na grande seca, criou-se imediatamente o projeto, quando se adquiriu novas matrizes para repovoar o rebanho bovino” também ao secretário da Agricultura: é preciso uma tomada de posição e até lembrei copiar o que é bom. No governo José Agripino, quando teve a grande seca, criou-se imediatamente o 'Projeto Curral', quando se adquiriu novas matrizes para repovoar o rebanho bovino do Rio Grande do Norte", disse o deputado José Adécio, que também é criador e diz so-

frer os efeitos danosos da estiagem. José Adécio disse que quem é do ramo sabe que no RN a pecuária não está tão avançada como está no Sudeste e no Sul, muito embora algumas raças estejam se adaptando no Norte. "No entanto, o gado criado pelos norte-rio-grandenses, é um gado comum, é a mestiçagem, e com isso é preciso que venha um repo-

voamento, porque uma rês ela pari no Nordeste e aqui no RN, depois de dois anos e meio, você pode vender o seu garrote ou então obter uma nova matriz, por isso essa seca é tão forte que precisa do governo estadual, dos governos municipais e, principalmente, do governo federal, com ação enérgica e imediata", defendeu o parlamentar.

> MUDANÇA NA EMATER

Rosalba exonera indicado de Betinho Rosado e deve entregar Programa do Leite ao PMDB A governadora Rosalba Ciarlini (DEM) exonerou Ronaldo Cruz da direção geral da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER). Ronaldo Cruz era uma indicação do exsecretário de Agricultura, atual deputado federal Betinho Rosado (DEM), irmão do chefe de Gabinete, Carlos Augusto Rosado. Para o lugar dele deverá ser nomeado Henderson Abreu, mais conhecido como "major", uma indicação do presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Eduardo Alves (PMDB). A Emater é responsável pela administração do "Programa do Leite", que tem orçamento anual superior a R$ 70 milhões e atinge fatores econômicos e sociais, por incentivar a bacia leiteira do Estado e distribuir leite gratuitamente para os mais carentes. O Programa do Leite originariamen-

te era gerido pela pasta de Trabalho, Habitação e Assistência Social (Sethas). Foi assim no governo Garibaldi Filho (PMDB) e Wilma de Faria (PSB). No governo Iberê Ferreira de Souza (PSB), o programa foi transferido para a Emater, na época, gerida pelo braço direito do ex-governador, Luiz Claudio "chope" Macedo. Durante boa parte do governo Rosalba Ciarlini, o PMDB "paquerou" com o Programa do Leite. Seu retorno para a Sethas, hoje gerida pelo peemedebista Luiz Eduardo Carneiro Costa, foi cogitada. Na Emater, sob os auspícios do então secretário de Agricultura, Betinho Rosado, o programa definhou até chegar à metade de sua potencialidade. Hoje, o programa está desestruturado. O secretário Luiz Eduardo Carneiro Costa chegou a afirmar que não tinha interesse no Progra-

ma do Leite. Suas palavras foram reforçadas por declarações do ministro da Previdência, Garibaldi Filho, e do líder do PMDB na Assembleia Legislativa, deputado Walter Alves. Ambos deixaram claro que não tinham interesse no programa. Agora, com o novo secretário de Agricultura, Júnior Teixeira, a

Emater terá nova direção. Seu objetivo é reestruturar totalmente o programa, de modo a atender totalmente os todos os interesses envolvidos, que vão desde as usinas de laticínios aos beneficiários do leite. Homem de confiança de Betinho Rosado, Ronaldo Cruz deverá ir para Brasília, trabalhar no gabinete do parlamentar.


Política

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 5

Carlos Eduardo ainda não decidiu se vai vetar ou sancionar Lei dos Postos PREFEITO VAI ESPERAR PARECER DA PROCURADORIA-GERAL DO MUNICÍPIO E ACATARÁ A RECOMENDAÇÃO QUE FOR EXPEDIDA CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Agora está nas mãos do prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, do PDT, se a Lei dos Postos, que na prática permite aos supermercados instalar postos de gasolina, entra realmente em vigor. Na última terça-feira, o projeto (assinado desta vez pelo vereador Fernando Lucena, do PT), foi aprovado em primeira e segunda votações e encaminhado para a Prefeitura de Natal, onde passará por análise da Procuradoria-geral do Município. Segundo comunicado da gestão municipal, o que a PGM recomendar, será aprovado pelo prefeito Carlos Eduardo. É importante lembrar que pelo menos na Câmara, a votação do projeto de Lei teve forte participação dos vereadores de situação. O líder da bancada do prefeito, Júlio Protásio, do PSB, foi um dos maiores defensores do projeto, que foi encaminhado pela primeira vez ao ple-

nário em 2011, proposto pelo então vereador Raniere Barbosa, que hoje é secretário de Serviços Urbanos (Semsur). Além disso, teve também o parecer positivo de todas as comissões da Casa Legislativa, o que denota a "legalidade" do projeto. No entanto, há de se lembrar também que o prefeito é (ou pelo menos era) "empresário do ramo dos combustíveis". O Posto Cohabinal, em Nova Parnamirim, por sinal, doou R$ 70 mil para a campanha do atual prefeito. Claro que isso são apenas informações complementares e não querem dizer, realmente, que o prefeito vai vetar ou aprovar o projeto por causa disso. E mesmo que vete, a Lei dos Postos volta para a Câmara Municipal, onde os vetos serão analisados. APROVAÇÃO A votação do projeto de Lei neste ano aconteceu por meio de regime de urgência, votado e aprovado ainda na terça-feira na Câmara. Segundo Fernando Lucena, a

Wellington Rocha

Procurador Carlos Castim vai definir qual linha o prefeito Carlos Eduardo deve seguir discussão sobre a medida já era antiga - desde 2010 que se discutia o tema - por isso era algo já conhecido, detalhado, que havia sido aprovado em várias comissões da Casa. Em primeira votação, a medida foi aprovada por 18 votos a favor e oito contra (Bertone Marinho,

George Câmara, Maurício Gurgel, Paulinho Freire, Rafael Motta, Dagô, Dickson Nasser Júnior e Adão Eridan). Foram então analisadas duas emendas ao projeto, uma do vereador Maurício Gurgel, que determinava que os supermercados que quisessem ter postos de com-

bustíveis, teriam que criar um segundo CNPJ. A intenção, segundo o vereador, era possibilitar a criação de mais empregos e evitar o desvio de função, onde o simples atendente do supermercado fosse deslocado para o posto sem receber adicionais com o de insalubridade e periculosidade. A medida, no entanto, foi descartada. "Nossa ideia é ajudar o trabalhador e evitar a dupla função. O que não entendo são socialistas querendo passar a mão na cabeça de multinacionais", questionou Maurício Gurgel. Se essa foi vetada, a outra emenda, do vereador Marcos Antônio, do PSOL, foi aprovada, inclusive com o apoio do vereador Fernando Lucena. Com ela, fica vetada a possibilidade do supermercado arrendar ou vender o posto de combustível depois de tê-lo criado. Passada a fase da análise das emendas, o projeto foi novamente posto em votação e o número de pessoas contrárias foi menor. Foram

21 votos a favor e apenas cinco contrários (Bertone, George, Maurício, Paulinho e Rafael Motta). "É um projeto de interesse do povo e fizemos nossa parte a favor da população. Espero que isto resulte na diminuição dos preços dos combustíveis em Natal", destacou o propositor do projeto, Fernando Lucena. REDUÇÃO O que alguns vereadores colocaram durante a discussão no plenário da Câmara, é que não é certeza que os preços dos combustíveis vão ser reduzidos com a nova medida. Afinal, ela se baseia no exemplo do Carrefour localizado na zona Norte de Natal, que tem um posto e que comercializa gasolina a preços alguns centavos abaixo da média local. A intenção dos vereadores, ao aprovar a medida, é possibilitar maior concorrência no setor, abrindo espaço também para que empresários de outras áreas, neste caso, os supermercados, possam investir.

Para Sindipostos, aprovação da Lei “penalizará a sociedade potiguar” O Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Rio Grande do Norte, o Sindipostos, enviou uma nota à imprensa na quarta-feira para tratar da questão da aprovação da Lei dos Postos na Câmara Municipal de Natal. O Sindicato, que dificilmente se explica diante de aumentos no valor do combustível, fez questão de ressaltar que o "posicionamento deste sindicado é amplamente favorável a livre concorrência, desde que sejam oferecidas condições igualitárias para todos, o que não ocorrerá com essa nova lei. Os riscos ambientais se sobressaem nesse projeto recém-aprovado.

Além disso, a nova lei coloca em xeque a própria segurança da população". Segundo a diretoria do Sindicato, apesar do projeto ser o mesmo que tramita desde 2010 na Câmara, ele teria sido votado "sem debate, os segmentos das revendas e dos supermercados foram colocados a margem das discussões". "Estranho a nova legislação ter conseguido aprovação sem a discussão que o assunto exige. A segurança da população foi colocada a margem de interesses outros, que desconhecemos. A quem de fato interessa a urgência na aprovação desse projeto?", acrescentou

o Sindicato. "A atitude da maioria dos parlamentares penalizará a sociedade potiguar, principalmente os 6 mil empregos diretos que são gerados e os quase 24 mil empregos indiretos. O segmento da revenda é o maior arrecadador de ICMS do Estado. Portanto, as estatísticas de geração de emprego e a contribuição em impostos mostram a expressão desse segmento, formado por potiguares, pessoas que neste Estado cresceram e é esta terra que recebe a contribuição direta do comércio varejista de petróleo para o seu desenvolvimento", acrescentou.

Com uma visão consideravelmente pessimista do assunto, o Sindipostos ainda coloca que essa penalização será provada em "um curtíssimo espaço de tempo". "Não há dúvida que a nova lei aprovada pela Câmara Municipal de Natal trará grandes prejuízos para revenda de combustível, principalmente seus colaboradores, que estão no labor diário nas centenas de postos", acrescentou. O Sindipostos vai além. Afirma que é "precoce fazer qualquer outra constatação que não seja a mais dramática: o jogo político se sobrepôs ao interesse do bem comum

e da dignidade do trabalhador". "Com tristeza o Sindipostos-RN contemplou um segmento honrado e digno como o nosso servir de chacota para alguns vereadores desta cidade. Os varejistas de combustível são cidadãos honrados, homens e mulheres que merecem respeito e atuam, com a sua atividade, para o desenvolvimento econômico da nossa cidade. Na ânsia de defenderem interesses outros (que não os dos cidadãos) alguns parlamentares perderam o próprio respeito pelos trabalhadores da revenda de combustível", analisou. Segundo a diretoria do Sindi-

cato, os “vereadores, que por princípio deveriam atuar em defesa do cidadão natalense, legislaram ontem em prol de grandes grupos econômicos internacionais”. “De empresas (multinacionais) que vêem no segmento da revenda apenas mais uma forma de obter lucro. Os varejistas de combustível deste Estado não! A revenda, para todos nós, é o nosso negócio, o trabalho através do qual geramos emprego para milhares de famílias. Trabalho esse que, com a atuação de quem deveria representar o povo, hoje se vê ameaçado”, analisou o Sindipostos.


6 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 2 de maio de 2013

Quinta-feira

Pressa para as Bodas de Ouro PREFEITURA DESEJA REINAUGURAR PALÁCIO DOS ESPORTES EM 27 DE DEZEMBRO, DATA EM QUE O GINÁSIO FAZ 50 ANOS No próximo dia 27 de dezembro, o Palácio dos Esportes comemora 50 anos. Subutilizado há quase meia década, e fechado desde março do ano passado, ele apresenta uma série de problemas estruturais que, segundo o secretário municipal da Juventude, Esporte, Lazer e Copa do Mundo (Secopa), Luiz Eduardo Machado, serão resolvidos no decorrer de 2013. A segurança do titular da pasta é justificada com a liberação de R$1,150 milhão, recursos garantidos através do Ministério do Esporte para a modernização completa, que inclui intervenções físicas, elétricas, hidráulicas e no piso, ainda de taco, que será substituído pelo emborrachado padrão (como o do Ginásio Nélio Dias, na zona Norte). Um minimuseu também está previsto na reforma. A data em que será celebrada as Bodas de Ouro entre o prédio público e os natalenses é o desejo do secretário para ver a obra concluída. O projeto será encaminhado amanhã (3) para a Caixa Econômica Federal, que confirmará o convênio para ser iniciada a burocracia licitatória. "Geralmente os projetos ficam um mês na Caixa, mas vou fazer um apelo para esse prazo ser reduzido. Quero entregar o ginásio no dia do aniversário dele, em dezembro. Para isso, precisamos começar a reforma o quanto antes", diz Luiz Eduardo. Palco de

Fotos: Wellington Rocha

Fechado desde o ano passado, Palácio dos Esportes será modernizado com recursos federais na ordem de R$ 1,1 milhão. Projeto inclui intervenções físicas, elétricas, hidráulicas e substituição do piso eventos esportivos e culturais que ajudaram a ilustrar parte da história potiguar, o Palácio dos Esportes foi construído para acomodar 3,5 mil pessoas. "Para termos uma ideia da falta de manutenção, a tubulação hidráulica é a mesma desde a inauguração. Vamos instalar novos refletores, melhorar a acessibilidade e instalar um piso com qualidade olímpica". Seis funcionários cuidam da estrutura deficitária. Segundo eles, a

partir de 2008, com a realização de convenções partidárias, o ginásio parou de receber eventos. Jailson Martins, há 27 anos auxiliar administrativo do Palácio, acredita que o surgimento de novos locais para shows musicais e esportivos desvalorizou o antigo ponto. "A cidade cresceu, construíram o Centro de Convenções, o Machadinho [ginásio Humberto Nesi, derrubado na obra da Arena das Dunas] e ele foi deixado de lado. Aqui eu já vi Cae-

tano Veloso, Gilberto Gil, Roberto Carlos. Tinha jogo de futsal entre ABC e América que lotava. Tinha gente até lá no alto [calha]". Sob forte cheiro de urina, a administradora do Palácio dos Esportes, Ana Paula Cavalcante, destaca a importância que a recuperação da praça esportiva tem para a Secopa. "Acabamos de assumir e vimos essa situação aqui. É triste, mas estamos empenhados para reformá-lo. Pessoalmente, tenho boas recordações

dos aulões que assisti aqui. Mas, sinceramente, vejo pouca diferença daquela época para agora". Salas que eram ocupadas por federações estão cerradas, após a transferência para o ginásio Nélio Dias, mas a sensação de que vândalos assumem o lugar de atletas e artistas está em cada parede, coluna ou banheiro. Localizado no bairro mais nobre da capital potiguar, o Palácio dos Esportes forma um conjunto arquitetônico com a Praça Pedro

Velho, ou Praça Cívica, desvalorizado pelo Poder Público - sobretudo na última gestão municipal. "Ele vai receber eventos que possa comportar. Não vamos levar, por exemplo, um jogo da seleção brasileira de voleibol. Focaremos em jogos escolares e amadores, como sempre foi. Aquilo ali é parte da história de Natal. Temos que cuidar e oferecer em bom estado para a população", diz o secretário Luiz Eduardo.

> APÓS GREVE DE 10 MESES

Alta demanda faz paciente aguardar até três meses por atendimento no Centro de Reabilitação Infantil A greve dos médicos, que durou mais de dez meses, ainda traz reflexos ao atendimento no Centro de Referência Infantil do Rio Grande do Norte (CRI/RN). Com cerca de seis mil pacientes sendo acompanhados pela instituição e apenas dois neurologistas infantis para atendê-los há uma demanda reprimida de aproximadamente mil crianças à espera de atendimento. Diante da alta demanda, a direção do CRI/RN elaborou uma estratégia diferenciada de modo a garantir que todas as crianças conseguissem a marcação da consulta, diferente do que aconteceu no início do mês de abril, quando houve uma grande aglomeração de mães e pacientes do lado de fora da unidade e muitos voltaram para casa sem a garantia do atendimento. No mês de maio, serão agendadas consultas para os meses de maio, junho e julho. O próximo agendamento de consultas só acontecerá no primeiro dia útil de agosto. A manhã desta quinta-feira (2), primeiro dia útil do mês de maio, dia de marcação de consulta, foi considerada tranqüila, apesar de antes das seis da manhã cerca de cem pessoas já aguardarem atendimento do lado de fora do prédio. Pelo esquema montado pela direção do CRI/RN, o paciente, logo na recepção, recebeu uma ficha numerada de atendimento. A espera foi feita em cadeiras, diferente do mês passado, quan-

do os pacientes aguardavam do lado de fora. Os pacientes passavam pelo atendimento primeiro pela análise situacional do paciente. Em estando apto, o paciente era encaminhado para o SAME, setor de marcação de consulta. Caso contrário, passava por uma avaliação de caso que poderia resultar na marcação da consulta ou orientar o paciente a voltar para casa, pois precisava de outro tipo de atendimento. A logística possibilitou conforto ao paciente em meio à demora na marcação da consulta. As primeiras consultas só serão realizadas a partir da próxima terçafeira (7). A coordenadora técnica do CRI/RN, Patrícia de Renor, explicou que, em virtude da demanda reprimida, a marcação de consulta será feita de forma trimestral. Ela conta que a quantidade de médicos neurologistas infantis é insuficiente para atender a demanda. São dois profissionais com carga horária de 20 horas, quando o necessário seria três médicos com carga horária de 40 horas. Cada médico é responsável por cerca de 180 atendimentos por mês. "Mas há falta de profissional especializado em atendimento neurológico infantil em todo o Estado. Se o Governo quisesse contratar, teria dificuldade de contratação", afirmou. Nos dez meses em que o CRI ficou com o atendimento suspenso durante a greve dos médicos,

houve um acúmulo de cerca de mil pacientes sem ser atendidos. O esquema montado pela direção era apenas para marcação de consultas para pacientes que já são assistidos pela instituição. A triagem dos pacientes novos está sendo realizadas todas as sextas-feiras do mês de maio, para pacientes de zero a dois anos, todas as sextas de junho para pacientes de zero a quatro anos e em julho para pacientes de zero a seis anos. A encarregada do setor de marcação de consultas, Mari Soares, explicou que o plano de guia de atendimento foi elaborado de modo a garantir o atendimento satisfatoriamente. Ela conta que uma equipe formada por quase 15 pessoas trabalharam para garantir o atendimento à população. "Mesmo diante dessa grande demanda, o nosso objetivo é atender o sujeito de modo singular. Vamos analisar para ver se precisamos fazer alguma modificação para o próximo dia de marcação de consulta. Iremos aperfeiçoar o nosso trabalho, pois o nosso intuito é sempre oferecer o melhor à população, mesmo diante das dificuldades e limitações", afirmou Mari Soares. Eurides Francisca da Silva é mãe de Paula Francinete, de oito anos. Uma criança autista, com constantes crises de convulsão. Eurides conta que durante a greve dos médicos, a filha teve quatro crises e

Wellington Rocha

Eurides critica demora no atendimento e erro na prescrição de medicamento sempre foi atendida no Hospital Santa Catarina. Durante esse período, a mãe procurou o CRI para modificar a medicação, que segundo ela, não estava fazendo mais efeito. Ela, que mora no conjunto Cidade das Rosas, em São Gonçalo do Amarante, foi até o Centro no mês passado, mas não conseguiu atendimento. Hoje, ela chegou por volta das 6h e pegou a ficha de número 144. "Depois de quase um ano de

greve, passamos horas aqui esperando para conseguir uma consulta para Deus sabe quando. Esse tempo todo, a minha filha ficou sem tratamento. Vim aqui e uma médica mudou a medicação da minha filha sem realizar nenhum exame. Mudou de 23 gotas para 80 gotas de gardenal. Só não matei a minha filha porque não dei a medicação. Isso é uma irresponsabilidade. Hoje, me sinto uma mãe desassistida, jogada ao lixo

e as baratas", desabafou a mãe. Maria Ivaneide de Lima mora no município de Passagem e chegou pouco depois das 6h da manhã. Ela conseguiu pegar a ficha de número 172. A situação do filho de Maria Ivaneide é mais delicada. Wadson de Lima Alves tem Síndrome de Solto e nos últimos meses, a mãe relata que o filho está sangrando pela boca, nariz e ouvido. Ela conta que esteve no CRI em março e recebeu um encaminhamento interno de urgência, mas até agora não conseguiu atendimento para o filho. "O pessoal de Natal sempre vai conseguir marcar a consulta primeiro que quem mora no interior. Deveria ser feito uma forma de atender prioritariamente as pessoas com urgência e com casos mais graves", avalia a mãe de Wadson. A coordenadora Patrícia de Renor explica que não pode haver prioridade na escolha do atendimento, uma vez que a maioria dos pacientes que são atendidos na instituição é considerada de urgência. "Temos que respeitar o princípio da universalidade e da igualdade do SUS. Por isso, não podemos privilegiar ninguém por morar aqui ou ali, o que podemos fazer é analisar cada caso de forma diferenciada, de modo que aqueles casos mais graves, dentre os já graves, possam ser atendidos o quanto antes", afirmou a coordenadora Patrícia de Renor.

> REAJUSTES SALARIAL E TARIFÁRIO

Sintro rejeita proposta e não descarta possibilidade de greve José Aldenir

Augusto Vale diz que isenção do ISS e ICMS para empresas evitaria aumento da tarifa

As negociações entre o Sindicato dos Profissionais de Transporte do Rio Grande do Norte (Sintro/RN) e o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros do Município do Natal (Seturn) continuam sem previsão de definição. O Sintro rejeitou a proposta de reajuste salarial e de vale-alimentação em 7,5%, apresentada pelo Seturn, em audiência realizada na última segunda-feira (29), e na manhã de hoje, os rodoviários compareceram à Delegacia Regional do Trabalho do Rio Grande do Norte (DRT/RN) para apresentar uma contraproposta aos empresários. Na pauta de reivindicações, o Sintro pediu um reajuste salarial de 15%, a unificação do vale-alimentação em R$ 360 e melhorias em relação ao plano de saúde, além da extinção da dupla função (motoristacobrador). O salário atual é de R$ 1.350 e o vale-alimentação é de R$

171 para motoristas e R$ 164,88, para cobradores. De acordo com o presidente do Sintro, Nastagnan Batista, a proposta feita pelo sindicato patronal não atende a reivindicação da categoria. "O aumento de 7,5% não é quase nada e o vale-alimentação continuará tão baixo quanto é atualmente. A categoria não aceita essa proposta e não descartamos a possibilidade de greve. Esperamos que o Seturn analise bem a proposta, pois não temos interesse em prejudicar os usuários do transporte, mas se não houver acordo, o resultado será a greve", afirmou Nastagnam. A audiência de conciliação, que teria como mediador o representante da Superintendência Regional do Trabalho, Cláudio Gabriel, nem chegou a acontecer, pois ao conversar com ambas as partes, o mediador entendeu que os sindicatos deveriam reavaliar as propostas

para então chegar a um consenso. "Essa é uma negociação bastante complexa, pois envolve a necessidade de reajuste de tarifa para que haja o reajuste salarial. As empresas têm dito que estão impossibilitadas financeiramente de conceder o aumento e os profissionais afirmam que nas condições atuais não há como continuar. Essa negociação não depende apenas das duas partes, mas envolve também o Poder Público", explicou o mediador Cláudio Gabriel. A contraproposta de reajuste de 15% não foi aceita pelo Seturn, que alegou que as empresas não têm como arcar com tal despesa. Qualquer reajuste só será possível mediante o aumento do preço da passagem de ônibus, que poderá saltar dos atuais R$ 2,20 para até R$ 2,60. Segundo o coordenador jurídico do Seturn, Augusto Maranhão

Vale, a reivindicação dos rodoviários é inviável, e se não houver subsídios das gestões municipal e estadual, a única solução será o reajuste da tarifa. "Estamos abertos à negociação, mas um reajuste salarial de 15% está fora da realidade das empresas, que já estão apenas sobrevivendo e não têm nem mesmo condições de comprar veículos novos para melhor atender aos usuários. Em todo o mundo, o sistema de transporte é subsidiado, mas no Rio Grande do Norte isso não acontece e, por isso, os empresários são prejudicados. Uma solução simples seria o município nos isentar do ISS, que nos custa R$ 0,10 do valor de cada passagem, e o Governo nos isentar do ICMS, que nos custa R$ 0,30 por passagem. Isso já somaria R$ 0,40 de economia e evitaria o aumento do mesmo valor nas passagens", explicou.


8 O Jornal de HOJE

Natal, 2 de maio de 2013

Quinta-feira

CMYK


Cidade

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 9

Associação dos Barraqueiros pedem na Justiça suspensão da obra de reconstrução do calçadão de Ponta Negra COMERCIANTES CRITICAM FALTA DE TRANSPARÊNCIA NA ESCOLHA DO PROJETO PARA CONTENÇÃO DO EQUIPAMENTO PÚBLICO Fotos: Wellington Rocha

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

A solução emergencial encontrada pela Prefeitura de Natal para o calçadão da praia de Ponta Negra, o trabalho de enrocamento, que foi iniciado desde o dia 24 de abril, tem gerado insatisfação dos comerciantes da praia. A Associação dos Antigos Barraqueiros de Ponta Negra entrou na Justiça pedindo a suspensão das obras de recuperação do calçadão, devido, segundo os comerciantes, a falta de transparência no processo de escolha do projeto para contenção do equipamento público. A liminar, pedida no último dia 18, tem por objetivo inicial suspender os trabalhos até a próxima sexta-feira (10), data prevista para reunião entre peritos e técnicos judiciais da Prefeitura, Ministérios Público Estadual e Federal. No entanto, a obra segue o cronograma estabelecido pela empresa responsável pelo enrocamento, Camillo Collier. Na manhã desta quinta-feira (2), em virtude da maré alta, os trabalhos estavam parados, sendo retomados no início da tarde, com a maré baixa, já que a colocação das pedras obedece à tábua das marés. O enrocamento foi a solução emergencial apontada para criar uma barreira de contenção e antecede a etapa de reconstrução do equipamento que foi destruído pela força das marés. O processo de recuperação do calçadão terá início agora no mês de maio. A obra está orçada em R$ 4,8 milhões, oriundos do Ministério da Integração Nacional. Serão usadas 30 mil toneladas de granitos, em pedras de tamanhos e pesos variados, que serão usados na estrutura ao longo dos 2,2 quilômetros do calçadão. O presidente da associação, Al-

Enrocamento iniciado no último dia 24 antecede etapa de reconstrução do calçadão de Ponta Negra. Nos próximos dias, obras devem chegar ao local onde fica a barraca de Francisco. “Dependo exclusivamente daqui” demir Henrique Costa da Silva, que possui um quiosque na praia, questiona toda a condução do processo. "A gente soube pelos jornais que eles iam adotar esse enrocamento. A preocupação é que a Prefeitura não se pronunciou em nenhum momento, nem se comunicou com quem trabalha aqui na praia", reclama. O advogado da Associação dos Antigos Barraqueiros de Ponta Negra, Luciano Falcão, explica que a liminar pede, além da suspensão das obras, a apresentação do plano de trabalho enviado para liberação dos recursos investidos. "Não podemos combater uma coisa que está sendo feita de forma obscura. Estudos foram contratados e outras soluções foram apontadas. Depois de várias discussões, a Prefeitura desconsiderou o laudo produzido pelos técnicos da Universidade Federal

do Rio Grande do Norte e do Ministério Público. Hoje temos essa coisa feia que está se formando na praia", disse. O pedido de liminar está sob análise do juiz da 4ª Vara Federal, Janilson Bezerra, mas o advogado explica que as várias associações, encabeçada pela Associação dos Antigos Barraqueiros, devem entrar com uma ação civil autônoma, e para tal, está juntando os documentos necessários. "Tivemos a informação de que o município não quer pagar pela realização da terceira perícia. Enquanto isso, mantém de forma obscura todo o planejamento das obras, e não entendemos o porquê. Queremos entender porque o estudo técnico realizado pelos peritos judiciais não foram aceitos e quais foram esses estudos que fundamentaram a realização dessa obra.

O município pagou R$ 120 mil e não utilizou os estudos. A nossa preocupação é que no período de Estado de Calamidade, os cofres públicos estão abertos, e não precisa de burocracia para gastar o dinheiro, mas se houver obscuridade e falsidade de documentos, os cofres são fechados imediatamente e nosso trabalho é evitar que isso aconteça", explica o advogado Luciano Falcão. O advogado explica que a luta não é apenas pela questão comercial, mas também pelo uso responsável do dinheiro público, assim como pela preservação do patrimônio que é o calçadão da praia de Ponta Negra. "Os comerciantes são os maiores interessados em resolver o problema e essa luta, que é de todos nós, foi encabeçada pelos barraqueiros, que sobrevivem diariamente da praia", ressaltou. Nesta quinta-feira (2), a enti-

dade, em parceria com as associações dos trabalhadores e dos locadores de cadeiras da praia, convocaram audiência pública, às 15h, a fim de debater a forma de recuperação do calçadão. A reunião será no Centro Pastoral da Vila de Ponta Negra. Entre os comerciantes, o sentimento é de insatisfação em relação à obra de enrocamento. Francisco Raimundo trabalha na praia de Ponta Negra há 15 anos e conta que se sentiu traído pela Prefeitura de Natal. "Inicialmente disseram que iam fazer o engordamento da praia, mas nos enganaram. Fomos surpreendidos com essas pedras e mandaram apenas tirar as nossas barracas", destacou. Nos próximos dias, as obras de enrocamento devem chegar ao local onde ficam as barracas de Francisco e ele não sabe o que fazer. "Com essas pedras só poderemos traba-

lhar na maré baixa, pois com a maré alta vai ficar impossível. Não sei o que vou fazer a partir da próxima semana, pois dependo exclusivamente daqui", afirmou. O garçom Francisco Feliciano do Nascimento trabalha na praia há quase 40 anos e conta que não concorda com a obra, mas acredita que no final das contas, o calçadão será recuperado. "Sei que está trazendo transtorno, mas no final das contas vai melhorar porque pior do que está não pode ficar". Carlito Felipe Santiago trabalha na praia há 35 anos e também se posicionou contrário ao enrocamento que, segundo ele, vai prejudicar ainda mais as vendas. "Não sabemos como vai ser no futuro e a minha maior preocupação é que as coisas foram feitas sem conversa, sem diálogo. Chegaram impondo e pronto", destacou.

> CONDECORAÇÃO

Policiais militares recebem homenagem pelos relevantes serviços prestados ao Estado Policiais militares de todo o Rio Grande do Norte foram homenageados em uma solenidade de condecoração, realizada na manhã desta quinta-feira (2), no Quartel do Comando Geral, em Natal. A solenidade foi alusiva a Tiradentes, patrono das polícias do Brasil e no evento, 325 policiais das mais diversas Unidades, receberam a medalha Coronel Bento Manoel de Medeiros, de mérito profissional pelos relevantes serviços prestados à Corporação e à Segurança Pública do Estado. De acordo com o comandante geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, a condecoração é uma forma de motivar os policiais a seguirem os bons exemplos de conduta da Corporação. "Essa medalha dedicada aos PMs que se destacam leva o nome do coronel Bento, que foi um dos grandes policiais do RN. Nosso objetivo é exaltar os policiais tão bons quanto ele. Obviamente, nem todos seguem esse exemplo, pois nos últimos três anos, 75 policiais foram expulsos da corporação e temos 30 presos por violação de conduta. Mas aos que merecem, nós reconhecemos, e queremos prestar todas as honras merecidas pelo trabalho", afirmou o comandante. Os agraciados foram escolhidos por indicação dos comandantes de cada batalhão, de acordo com o desempenho diário no exercício de suas atividades e conduta ética e profissional. Para o soldado Geraldo Ferreira, que integra a Corporação há 23 anos, a condecoração deixa os policiais ainda mais motivados a exercer a profissão com excelência. "Ser

escolhido para receber essa medalha é motivo de muito orgulho, pois é um reconhecimento do meu trabalho e é um incentivo para nos dedicarmos e nos empenharmos ainda mais em defesa e segurança da população", disse o soldado. As medalhas foram entregues pela governadora Rosalba Ciarlini, pelo secretário estadual da Segurança Pública e da Defesa Social, Aldair da Rocha e pelos comandantes dos batalhões da PM no Estado. A governadora Rosalba Ciarlini agradeceu aos policiais homenageados e parabenizou a Corporação pela iniciativa. "A iniciativa do comando da Polícia Militar é louvável, e nesse momento nosso sentimento é de reconhecimento pelo trabalho e pela dedicação daqueles que estão colocando através de sua profissão, tudo de si, inclusive a própria vida, para defender o cidadão potiguar", afirmou a governadora. Em relação à onda de violência que impera em todo o Estado, a governadora afirmou que todas as medidas cabíveis estão sendo tomadas e ressaltou que o problema do crescimento no número de crimes e nos índices de violência é uma questão de âmbito nacional. "Temos feito um esforço permanente contra essa escalada da violência, que tem nos preocupado muito. Estamos analisando essa situação e já solicitamos ao ministro da Justiça a inserção do RN no programa Brasil Mais Seguro, o que nos foi assegurado. Na próxima terça-feira (7), teremos uma reunião com todas as autoridades competentes para estruturar uma forma de fazer um enfrentamento maior", afirmou a governadora. José Aldenir

Nesta manhã, 325 policiais foram homenageados com a medalha Coronel Bento CMYK


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 2 de maio de 2013

Quinta-feira

Delegacia de Homicídios ficará responsável pela investigação da onda de assassinatos SECRETARIA DE SEGURANÇA PUBLICARÁ PORTARIA DEFININDO A MUDANÇA. HOJE DEVER É DAS DELEGACIAS DISTRITAIS José Aldenir

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

Após os 14 assassinatos registrados entre os dias 30 de abril e 1º de maio, as autoridades ligadas à área da Segurança Pública no Rio Grande do Norte intensificaram as ações de prevenção e combate à criminalidade, com o aumento do efetivo policial nas ruas das cidades, principalmente na Região Metropolitana de Natal (RMN). A Polícia Civil aguarda a publicação de uma portaria, em que a Delegacia Especializada de Homicídios (Dehom) da Capital ficará responsável pelas investigações e diligências de todos os assassinatos ocorridos na região. Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Fábio Rogério, a expectativa é que a portaria seja publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) ainda esta semana, mas, enquanto isso, os policiais civis estarão nas ruas também, para agilizar as investigações dos casos já registrados e as diligências em busca dos envolvidos nos homicídios. Para isso, ele reunirá hoje à tarde todos

Segundo o delegado geral da Polícia Civil, Fábio Rogério, Delegacia de Homicídios vai agilizar as investigações dos crimes os delegados da Região Metropolitana, para discutir o plano de ação. "Com a portaria, as investigações e diligências sobre estes casos

sairão das mãos das delegacias distritais, como acontece ainda hoje, e passarão a ser feitas imediatamente pela Dehom. Essa mudança

agilizará a resolução dos casos em menor tempo hábil, já que, da forma que acontece hoje, ela acaba sendo prejudicada pela perda de provas,

demora em identificar e ouvir as denúncias e as testemunhas e outras coisas que atrasam as investigações", explicou o delegado geral. Para Fábio Rogério, essa mudança pode aumentar bastante o índice de resolução dos casos investigados, como aconteceu em Mossoró, após a instalação da Dehom no município, em setembro do ano passado. Lá, segundo ele, cerca de 60% dos casos que chegaram até a delegacia já foram solucionados, o que serve de estímulo para os trabalhos a serem realizados em Natal. Além disso, o delegado geral disse que a reunião de hoje servirá ainda para definir um cronograma de operações policiais realizadas pela instituição nos próximos dias, em combate direto à alta da violência na RMN nas últimas semanas. Fábio afirmou que parte destas ações devem ser realizadas principalmente nas áreas com maior número de crimes, como as zonas Oeste, Norte e Leste da Capital. SESED PEDIRÁ RETORNO DE FORÇA-TAREFA NA JUSTIÇA Uma semana após anunciar a

suspensão da força-tarefa que investiga os homicídios sem autoria conhecida na RMN, por causa de um mandado de segurança expedido pelo Tribunal de Justiça (TJRN), o secretário de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), Aldair da Rocha, anunciou que irá pedir o retorno da ação, imediatamente. Ontem, em entrevista coletiva por causa dos homicídios ocorridos na noite anterior, Aldair disse que há indícios do envolvimento de agentes públicos em grupos de extermínio em atuação no Estado e que a Polícia Militar irá reforçar o número de oficiais nas ruas. O secretário disse também que, após a criação da força-tarefa, no dia 22 de março, o número de homicídios no Estado diminuiu e que isso comprova a importância da ação para a redução dos assassinatos. Não é um trabalho fácil, mas, ainda assim com todas as dificuldades, contamos com a boa vontade de todos que participaram da força-tarefa. Com ela, já conseguimos muitas informações que podem ajudar a resolver muitas execuções", disse.

> CRIMES EM SÉRIE

Após 14 assassinatos em um dia, nenhum suspeito é preso José Aldenir

Coronel Francisco Araújo: “É preciso uma junção de forças contra a violência”

Nenhum dos assassinos das 14 pessoas mortas entre as noites de terça e quarta-feira foi identificado ou preso ainda, conforme a Polícia Militar. Os crimes chocaram a população do Rio Grande do Norte e causaram a mobilização imediata dos órgãos ligados à Segurança Pública no Estado, que desde ontem procuram alternativas para frear o aumento da criminalidade. Segundo o comandante geral da PM, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, o policiamento ostensivo foi reforçado em praticamente todas as cidades, para identificação e captura dos criminosos. Dos 14 homicídios registrados, seis aconteceram no município de Macaíba, onde os representantes do 11º Batalhão da Polícia Militar se reunirão com o delegado, o juiz e o pro-

motor da cidade para discutir as ações que devem ser adotadas para tentar inibir a violência. "É preciso que aconteça uma junção de forças entre as instituições e corporações, para que todos tenham sucesso contra a violência", afirmou o comandante Araújo. Ele disse que quatro homicídios ocorreram na noite do dia 30 de abril, quando Cláudio Silva da Trindade, de 34 anos, foi executado a tiros no bairro de Igapó, na zona Norte de Natal. No município vizinho de São Gonçalo do Amarante, um homem ainda não identificado também foi morto, na comunidade Guanduba. Já em Macaíba, Daniel Marcos da Silva, 16 anos e Aluilson Gomes de Oliveira, de 22, foram alvejados por desconhecidos na Rua São Geraldo, no bairro de Vila São José. Já na madrugada do dia 1º de

maio, dez pessoas foram executadas, sendo nove com vários disparos de arma de fogo. Quatro assassinatos aconteceram em Macaíba. Dois moradores de rua, não identificados, foram atacados por desconhecidos por volta de 1h30, quando dormiam próximo ao Mercado Público da cidade, já o casal Jefferson Jackson Vieira Gomes e Ana Beatriz Alves de Souza, de 21 e 16 anos, foram executados dentro da residência onde moravam, por três homens que invadiram a casa e o quarto onde eles estavam. Em Parnamirim, uma criança de apenas dez anos foi assassinada com um tiro na nuca no loteamento Pingo D'água e, para a Polícia Militar, o principal suspeito é o padrasto da vítima, que teria cometido o crime por não gostar da meni-

na. Ele ainda é acusado de ter atirado contra a mãe da enteada, que está internada em estado grave no Hospital Walfredo Gurgel. E o corpo de um homem não identificado foi localizado por moradores do bairro Bela Vista, com várias marcas de disparo de arma de fogo. Um casal foi executado a tiros enquanto dormiam, no município de Afonso Bezerra, na Região Central do Estado. A polícia ainda não sabe o que pode ter motivado o crime. No Oeste potiguar, a moradora de rua Maria Eliete Sales, de 27 anos, foi atacada com vários golpes de faca-peixeira no tórax e pescoço e morreu na Rua Felipe Camarão, em Mossoró. Já em Natal, Fábio Nascimento Cunha, de 29 anos, foi morto por homens armados que invadiram a casa da vítima, no bairro de Ponta Negra. Divulgação

> DINAMITES EM ALTA

Na mesma noite, mais três agências bancárias são explodidas no estado A onda de violência ocorrida na madrugada de ontem continuou ainda com os ataques quase simultâneos a três agências bancárias do interior do Rio Grande do Norte, nos municípios de Afonso Bezerra, Almino Afonso e Angicos. Os três estabelecimentos foram destruídos após quadrilhas compostas por, pelo menos, dez bandidos, terem explodido os caixas eletrônicos, roubando o dinheiro contido nos equipamentos. Conforme o comandante geral da Polícia Militar, coronel Francisco Canindé de Araújo Silva, o policiamento ostensivo foi refor-

çado em praticamente todo o Estado, para evitar que novas ações aconteçam durante este período, de maior movimentação bancária. Além disso, estão previstas operações policiais em várias cidades, nos próximos dias, para inibir a presença dos criminosos. Ele disse ainda que os casos devem ser investigados pela Polícia Federal e também pela Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor), da Polícia Civil. "Temos indícios de que alguns criminosos que compõem essas quadrilhas são de outros estados, como o Ceará e a Paraíba. Além

disso, recebemos informações seguras de que os bandidos que fugiram de unidades prisionais em Mossoró também estão se articulando para fazerem explosões e arrombamentos a caixas eletrônicos. Por isso, a Deicor está envolvida nas investigações", explicou o comandante. Os ataques ocorreram às agências do Banco do Brasil de Angicos e Afonso Bezerra, na Região Central e ao Bradesco de Almino Afonso, no Oeste, por volta das 2h da madrugada. Em todos os casos, os bandidos estavam com armas de grosso calibre e explosivos para detonar os terminais

eletrônicos. Todo o dinheiro que estava nos equipamentos foi levado pelos criminosos. "As explosões foram muito fortes e causaram estragos severos à estrutura física das agências bancárias. Houve ainda enfrentamento entre bandidos, que estavam armados com pistolas nove milímetros, espingardas e fuzis, e os policiais em Afonso Bezerra, onde a delegacia e uma viatura foi alvejada. Já em Almino Afonso, a polícia foi acionada por moradores, mas quando a guarnição chegou, os bandidos já tinham fugido", explicou o comandante Araújo.

Agência bancária de Angicos foi um dos alvos dos bandidos. Local ficou destruído


Cidade

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 11

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

SUCESSÃO DE ROSALBA

Natal supera fácil qualquer outra capital no quesito mau motorista. Somos das poucas cidades do mundo em que 70% dos problemas de trânsito não são provocados por má gestão pública. Quase tudo é culpa dos péssimos motoristas travando o tráfego.

SEM CLIMA

SOCIALISTAS

Faz parte do histórico das editorias políticas locais uma exagerada prioridade aos temas eleitorais. Dessa vez estão forçando a barra, mesmo com a nação alheia às eleições de 2014, já que entraremos numa overdose de futebol daqui até à Copa.

NATAL ESCURA

Apesar do nome da capital potiguar remeter à luz, ao esplendor do nascimento, ao clarão de uma estrela guia, nossas ruas vivem numa escuridão de trevas. É impressionante a ausência de luminosidade, principalmente nas grandes avenidas.

R .I.P. Barcelona Publiquei aqui em 25 de abril do ano passado que o ciclo da hegemonia do Barcelona havia acabado na desclassificação diante do Chelsea. Estampei essa opinião no artigo intitulado "Acabou". Reproduzo abaixo um trecho do texto: - Ontem, 24 de abril de 2012, foi a data precisa que marca o fim de um outro ciclo mágico na história ludopédica. Com um nó tático e muita raça pessoal o Chelsea encerrou o reinado de cinco anos do Barcelona. Ontem, o sonho morreu no imponderável. Domingo, feriado do dia do trabalho, o Bayern de Munique, que já havia dado prosseguimento ao destronamento do Barça na goleada de 4 x 0 na Aliança Arena, consumiu o fato histórico aplicando nova vitória folgada, por 3 x 0, e dessa vez em pleno Camp Nou. Foi uma outra aula de futebol do time alemão sobre o clube catalão, que esteve de novo irreconhecível em campo. O Barcelona jogou totalmente diferente do seu estilo, apagado no aspecto do talento com erros constantes de passes, inclusive de Iniesta e Xavi. Na transmissão do canal ESPN, o comentarista Paulo Vinicius Coelho, o PVC, reproduziu a tese do fim de ciclo, tese esta que está agora em quase todos os sites esportivos da Espanha, da Inglaterra e da Itália. E só não está nos sites alemães, pois eles estão enaltecendo a nova hegemonia do futebol bávaro. O Barcelona deixou definitivamente ontem sua condição de maior time do mundo, morrendo na praia da Champions League pela segunda vez consecutiva, sem contar as várias partidas que vem fazendo, deixando a desejar. Bayern e Borussia vão decidir em Wembley quem fica com a fama de novo dono do pedaço. As duas goleadas do Bayern não apagam a glória longeva do Barça; nenhum time – nem mesmo o

TURISMO FICÇÃO

Real Madrid de Di Stefano e Puskas – ficou tanto tempo dominando a cena ludopédica do planeta. A "Era Messi" deu ao clube o que jamais sua torcida esperou alcançar tão rapidamente. O Barça ganhou muito de 2005 para cá. Também no futebol, uma história tem começo e fim. E a história do Barcelona de Messi, Xavi e Iniesta encerrou, pelo menos no âmbito da hegemonia mundial. O time pode até continuar a vencer a liga espanhola e a Copa do Rei na próxima temporada, mas se quiser levantar-se na Champions League será com outra formação, outra filosofia. Já o Bayern, precisa superar o rival doméstico para mostrar que ocupou mesmo o trono do time catalão, pois do contrário terá experimentado em tempo recorde a sensação do sucesso e do fracasso, pois é relevante lembrar que vai para sua terceira final da Champions em quatro anos. E perdeu as duas anteriores. Quanto ao gênio Lionel Messi, tenho uma opinião formada sobre sua carreira. Se fosse seu empresário, trataria de mudá-lo de cenário e o colocaria focado na Copa do Mundo, único torneio que não venceu ainda. Messi ganhou tudo na Europa, foi campeão do mundo pelo clube e bicampeão olímpico, acumulando prêmios e recordes que o coloca no panteão de Pelé, Cruijff, Garrincha, Di Stefano, Best, Beckenbauer, Maradona, Zidane, os maiores de todos. E como futebol é negócio e negócio precisa ter glamour e exposição positiva, a presença do craque num Barcelona que vai encerrando um ciclo pode ser prejudicial à sua imagem. Tem que colocar Messi atento no futuro da seleção da Argentina e pensando na Copa em solo brasileiro. Aquele Barcelona poderoso e mágico, infelizmente, já é passado. (AM)

BARBEIROS

O jornalismo político, impresso e eletrônico, anda numa ansiedade tremenda para ver o processo político-eleitoral de 2014 deslanchar. Não está tendo a ajuda das grandes lideranças políticas, que matreiramente vão empurrando as "barrigas".

Deverá ser mesmo em dezembro que os irmãos cearenses Cid e Ciro Gomes deixarão as fileiras do PSB, contrários que são à candidatura do pernambucano Eduardo Campos. Ambos já estão conversando com o PSD de Gilberto Kassab e o PRB de Edir Macedo.

PROPAGANDA

Enquanto roda nas rádios nordestinas um jingle horrível, mistura grotesca de axé e pagode, a cachaça 51 optou nos EUA por um merchandising sofisticado, aparecendo na cozinha da personagem Penny (Kaley Cuoco) do seriado The Big Bang Theory.

PING PONG

Até agora, diferente do que se pregou na mídia e em workshops oficiais, não se vê um só turista circulando por Natal que tenha desembarcado aqui arrastado pelo guia ficcionista da novela "Flor do Caribe". Mas, quem mentiu sabia que estava mentindo.

O agropecuarista José Bezerra Jr., Ximbica, sagrou-se campeão norte-rio-grandense de tênis de mesa em torneio master realizado na AABB. Agora, vai disputar o título nacional em evento que ocorrerá em Maceió e contra ex-campeões do passado.

TRÁFEGO

ANALISTA E ESOTÉRICO

Os experts do governo juram que as obras da Avenida Roberto Freire em plena Copa não deixarão mais enlouquecido o congestionamento na cidade. Se a coisa está incontrolável agora, imagine se houver (mesmo) um aporte de turistas por aqui.

O futebol jogado atualmente pelas seleções da Alemanha e da Argentina está provocando progósticos em todos os campos, do analítico ao religioso. O jornalista Juca Kfouri e o vidente Vázquez Alba crêem que os dois times farão a final na Copa 14.

Figurinhas da Copa Chegando nessa quinta-feira em algumas bancas de Natal e Mossoró o álbum de figurinhas oficial da Copa das Confederações, trazendo os cromos dos jogadores do Brasil, Espanha, Itália, Uruguai, México, Japão, Nigéria e Taití. Apesar da convocação oficial de Felipão só sair dia 14, o elenco do álbum é formado por Julio Cesar, Diego Alves, Thiago Silva, David Luiz, Marcelo, Daniel Alves, Adriano, Dante, Filipe Luís, Ramires, Paulinho, Arouca, Hernanes, Oscar, Ronaldinho, Lucas, Neymar, Hulk, Fred e Luis Fabiano. O livro ilustrado custa R$ 4,90 e o pacotinho com quatro figurinhas fica a R$ 0,90.

Danilo Sá jornalistadanilo@hotmail.com / danilo.sa@folha.com.br

FALTA “INTELIGÊNCIA”

FORA CARLOS??? José Aldenir

A seca foi devastadora. Dizimou milhares de cabeças de gado, acabou com plantações inteiras, endividou os já humildes homens do campo. A crise financeira travou o estado, impediu investimentos, assustou os consumidores e trouxe prejuízos para setores importantes da economia. Na saúde e na educação nada foi tão prejudicial quanto a falta de profissionais. Unidades sem médicos, assim como escolas sem professores, causam prejuízos não apenas políticos, mas para a vida de toda uma geração. Mas, apesar de tantos problemas, quando 2014 chegar, nada será mais forte que a cobrança diante da crescente onda de violência no Rio Grande do Norte. E nem é preciso entrar em questões estatísticas, como a que mostrou a Folha de São Paulo recentemente, sobre o aumento de 1.000% de assassinatos entre jovens. Basta olhar ao redor. Ontem, feriado do Dia do Trabalhador, foram tantas mortes, para não falar das explosões bancárias pelo interior, que foi difícil para os telejornais locais mostrarem todas as notícias ruins deste RN. E, mesmo assim, somente no final da tarde foi que surgiu a informação de que a Secretaria Estadual de Segurança Pública iniciaria as investigações sobre os crimes cometidos nas últimas horas. O que não é mais do que a obrigação dela, diga-se de passagem. Ainda em torno desta informação, representantes do governo apontam que a tal força-tarefa, suspensa após a Justiça mandar retirar os policiais militares da mesma, é a salvação do estado. Ora, o que falta ao setor policial potiguar é "inteligência". E não se trata aqui de nenhum xingamento aos atuais responsáveis pela área. O termo "inteligência" é o utilizado para definir o serviço dos investigadores da polícia, aqueles que pensam antes dos bandidos agirem. É essa a principal carência atualmente. Afinal de contas, como justificar a sequência de tantos arrombamentos e explosões em bancos, muitos praticados, certamente, pela mesma quadrilha, a não ser pela falta investigação? É esperada para hoje a presença de uma equipe da Divisão Especializada de Investigação e Combate ao Crime Organizado da Polícia Civil nas cidades de Angicos, Almino Afonso e Afonso Bezerra, as últimas a terem agências bancárias dinamitadas. Mas, sem "inteligência", vamos con-

AUSÊNCIA SENTIDA

Por falar em falta de “inteligência” na Segurança Pública do RN, o setor ainda parece sentir falta da experiência e do trabalho do delegado aposentado Maurílio Pinto de Medeiros. O “Xerife”, como era chamado, por muito tempo cobriu esta lacuna da falta de investigação dos crimes cometidos no estado. Está fazendo muita falta.

É cada vez maior a expectativa quanto ao próximo aumento do valor das passagens de ônibus em Natal. Na última semana, a informação é de que o preço pode chegar a R$ 2,60. E agora, será que os usuários do sistema de transporte público vão organizar outro protesto semelhante ao "Fora Micarla"? Já vamos ter o "Fora Carlos Eduardo"? Será?

LEI DOS POSTOS

Por falar em Carlos Eduardo Alves (PDT), também é grande a perspectiva quanto a decisão do prefeito sobre a lei que autoriza a instalação de postos de combustíveis em supermercados. Empresário do setor, conforme o próprio já revelou, será que o prefeito vai permitir o que prevê a nova lei aprovada pela Câmara Municipal de Natal? Nos bastidores, já é grande a pressão do Sindicato dos Postos a favor do veto, que pode gerar a primeira crise com os vereadores. O negócio é esperar.

TÁ DE BRINCADEIRA

Essa foi boa. A defesa do ex-ministro José Dirceu, condenado a mais de 10 anos de cadeia por ter chefiado o escândalo do mensalão, pediu o afastamento do ministro Joaquim Barbosa da relatoria do processo. O recurso impetrado pelo petista é considerado, até agora, o mais ousado e diz que Barbosa teve "contradições, omissões e supressões inadmissíveis". É isso que dá deixar criminoso fora da prisão.

DINHEIRO EM CAIXA

O Diário Oficial do Município é quem fala. Já está no caixa da Prefeitura nada menos que R$ 1 milhão para a realização da primeira parte das obras de recuperação do calçadão de Ponta Negra. O dinheiro é oriundo do Orçamento Geral da União (OGU). Agora é saber quando o restante do dinheiro será entregue ao município e torcer para que o cenário de guerra na praia fique no passado.

Gira Mundo Divulgação

O cantor Lobão, pelo visto, parece que gostou da vida de autor de livros. O artista, conhecido por opiniões polêmicas e por não ter medo de criticar ninguém, vai fazer barulho com sua nova obra, intitulada "Manifesto do Nada na Terra do Nunca". Aprimeira tiragem será de 40 mil exemplares. No livro, o artista defende que as ideias propostas da Semana de 1922 moldaram o atual pensamento cultural brasileiro. Ao longo das quase 300 páginas da obra, o cantor não perdoa nem mesmo a presidente Dilma Rousseff (PT), chamada de "torturadora". Ainda sobra críticas para Roberto Carlos, chamado de "múmia deprimida" e para os Racionais MCs, o "braço armado do PT", diz Lobão. O livro já está à venda.

Megafone José Aldenir

"Temos fortes indícios de que agentes públicos estão envolvidos nestes grupos de extermínios que estão agindo no Rio Grande do Norte"

ALDAIR DA ROCHA SECRETÁRIO ESTADUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA, APÓS O VIOLENTO FERIADO DO DIA DO TRABALHO

DISPOSIÇÃO

PARQUE INDUSTRIAL

Continua sendo cumprida à risca a agenda de candidata da vice-prefeita de Natal, Wilma de Faria (PSB). Neste feriado do Dia do Trabalho, enquanto muitos políticos que pretendem participar do jogo eleitoral de 2014 ficaram em casa, descansando, a “guerreira” foi a Praça Cívica participar de evento realizado pela Fecomércio. Enquanto isso, mantém o discurso que não é candidata a nenhum cargo majoritário. E os outros fingem que acreditam.

A diretoria da Associação dos Moradores do Parque Industrial, que tem como presidente Gildemar Cavalcante, esclarece a população que a entidade não tem poder sobre as obras de calçamento, drenagem e pavimentação de ruas, conforme reivindicação da sociedade. Este dever é, sim, da Prefeitura do município. Segundo Gildemar, a Associação está fazendo o máximo que pode, ou seja, sugerir e cobrar da administração pública.

NOVO PROJETO

A deputada Fátima Bezerra (PT) apresentou na Câmara o projeto de lei que denomina “Rota dos Ventos” a BR-406, que liga os municípios de Natal a Macau. Segundo a parlamentar, a via interliga a capital a outras 23 cidades com grande potencial turístico. O objetivo da deputada é que, não apenas criar um nome para a rodovia, seja desenvolvido um elemento catalizador de bons negócios para a região. Ponto para a petista.

O diretor do Procon estadual, Araken Farias, entregou nesta quinta-feira (02) requerimento para a construção de uma nova sede para a entidade, atualmente localizada na Ribeira. O objetivo é instalar o órgão em um prédio mais moderno do que o centenário edifício situado na esquina de frente para o antigo Novo Hotel. A expectativa é que a governadora Rosalba Ciarlini seja favorável a obra.

ROTA DOS VENTOS


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 24 de abril de 2013

Daniela Freire

I

Quarta-feira

I

I

POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br

w DESCENDO...

Márlio Forte

Bobflash

Nas hostes governamentais... >>> ...uma fonte de 'quatro costados' garante: o balanço da Potigás para 2012 foi considerado "trágico". >>> A companhia, em pouco mais de um ano, teria se transformado no patinho feio das distribuidoras do Sistema Petrobras.

w CARLOS AUGUSTO

NO COMANDO A fonte bem postada explica que, além de uma multa astronômica paga pela Potigás por erro técnico, o lucro líquido - que gera dividendos para o Estado e a Petrobras caiu abruptamente. >>> Inclusive, o volume de gás natural vendido estaria em queda de milhares de metros cúbicos por dia. >>> A preocupação do Governo Rosado é tanta que o próprio Carlos Augusto Rosado, o chefe da Casa Civil, assumiu a presidência do Conselho de Administração da Potigás, cargo sempre ocupado pelos secretários da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (Sedec).

O deputado Felipe Maia no maior papo com a noiva chique do deputado Henrique Alves, Laurita Arruda, na comemoração beneficente do niver de Anita Maia

Verdi Dantas e Ana Eleonora na posse do médico Luiz Eduardo Barbalho na Academia de Medicina do Rio Grande do Norte

DeSaboya.com Mulheresnofds

w EM TEMPO

Em 2011, sob a batuta de Saulo Carvalho, a Potigás foi 'case' nacional. >>> O que é que houve?

w RESTA UM

INDEPENDENTE Por incrível que pareça, consta entre o secretariado Rosado ao menos um auxiliar independente. >>> Isso mesmo! >>> Luiz Eduardo Carneiro, o peemedebista que comanda a Secretaria de Trabalho e Ação Social (Sethas), jamais precisou pedir permissão ao marido da governadora Rosalba Ciarlini, o chefe da Casa Civil Carlos Augusto Rosado, para fazer ou deixar de fazer o que fosse. "Nunca tive uma única reunião com Carlos Augusto", conta o próprio secretário. >>> Que, aliás, garante que se um dia perder essa autonomia entregará de pronto o cargo que ocupa a governadora Rosa.

w SÓ RAÇÃO

Nenhum discurso sobre a seca, no momento, deve ser levado a sério se não tratar exclusivamente da importação de ração do sul/sudeste para o que resta do rebanho bovino do RN. >>> Qualquer outro enfoque é pura embromação, que deve ser, de pronto, repelida. >>> É o que têm dito a esta colunista muitos pecuaristas.

w DETALHE

E mais: nenhum animal no Estado, um único que seja, morreu de sede. Todos, sem exceção, caíram de fome, segundo esses criadores.

Na inauguração de sua nova Clínica, Akira Yano recebeu entre os convidados João Batista Morais e Sérgio Leocádio DeSaboya.com

O belo desfile Jogê para noivas

Luzi Bezerra, Zélia Pinheiro, Genalda França e Ana Zélia Maia prestigiando lançamento de coleção na Le Femme

w

CISTERNAS QUE NÃO VALEM... A propósito, as cisternas construídas e anunciadas em publicidade pelo Governo Rosado nada mais são do que simples caixas d'água pequenas, menores do que as que existem nas residências da classe média nas cidades. >>> É o que afirmam os agricultores em contato com a coluna. >>> "Construí-las nas residências das pessoas humildes do interior merece aplausos. Só não se queira dizer que elas ajudam no combate aos efeitos da estiagem. A cada seca, elas voltam", garantem.

w A CALAMIDADE NÃO MUDOU Aliás...

>>> ...as chuvas que caíram no último final de semana no RN deixaram em verdadeiro estado de êxtase parte da mídia local. >>>

Todos os problemas parecem ter sido resolvidos. Tudo agora mudou. >>> Não é assim. Se as precipitações não se repetirem, de pouca serventia terão sido as que caíram, pois basta uma semana de sol para que o solo esteja novamente seco.

w

DEU CERTO Aconteceu hoje cedo, na Comissão de Fiscalização da Assembleia Legislativa, a sabatina com o indicado pela governadora Rosalba Ciarlini para a vaga de conselheiro do TCE, Gilberto Jales. >>> Conforme a coluna havia adiantado, todos os deputados presentes, inclusive os de oposição, avaliaram a escolha de forma positiva e deram o "ok" para Jales assumir o cargo vitalício. >>> A sabatina durou cerca de 20 minutos apenas e aconteceu a portas fechadas, sem acesso à imprensa.

>>> O futuro conselheiro da Corte de Contas chegou bem cedo, antes das 9h, e teve que aguardar a chegada dos deputados às 10h.

aprovado pela ALRN sem modificações";

w

...da advogada Tatiana Mendes Cunha: "Na Assembleia Legislativa, a Comissão de Finanças e Fiscalização aprovou, à unanimidade, a indicação de Gilberto Jales para o TCE";

w

...do blogueiro Marcos Dantas: "Apesar de (a Assembleia) ter aprovado indicação (de Gilberto Jales), o relator Raimundo Fernandes alfinetou a demora de uma de um ano do Governo".

CORREÇÃO A coluna publicou ontem email enviado pelo ex-deputado Ney Lopes (sobre a possível filiação no novo MD) e não pelo seu filho e ex-vereador Ney Júnior. CHARADA Se um homem forte do Governo Rosado descobrir que 'certa' dama está arrastando asa para um secretário, o auxiliar perde o cargo. >>> O amor não tolera traições...

w GIRO PELO TWITTER...

...do deputado estadual Fernando Mineiro: "Projeto do #GovRosaDem sobre contratação temporária de professores não será

w NOVIDADES

A Constel recebeu a imprensa potiguar durante almoço na churrascaria Fogo & Chama, nesta última terça-feira (23). >>> Na ocasião, a empresa apresentou novos empreendimentos, incluindo o Green Life Mor Gouveia, cuja festa de lançamento correrá nesta quinta, dia 25, com produção de Simone Silva.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w AEROPORTO - I São vários, até de ordem estruturante, os questionamentos feitos na ação popular que deu entrada contestando as obras de execução do projeto do aeroporto internacional de S. Gonçalo do Amarante. w DETALHES - II Itens como pista única, igual ou menor capacidade se comparado com o aeroporto Augusto Severo, além de vários casos de descumprimento nas indenizações de terras desapropriadas e nunca pagas. w CALÇADÃO Não é verdade que a obra do calçadão de Ponta Negra teve uma sinalização como manda os bons manuais. Pode até ter fiscal, mas não teve fiscalização técnica até hoje. Dizem os seus barraqueiros. w TIRO - I Frase de e-mail chegado de alguma sala do Palácio Felipe Camarão: 'É fácil entender o furor de um procurador contra a folha. Quem ganha R$ 38 mil reais de salário serve ao poder com todo prazer'. w MAIS - II O bom humor do missivista é inegável: 'A Falconi que vem por ai, com toda força para fiscalizar a folha, vai ter garra pra enfrentar os grandes e verdadeiros falcões que devoram a grana municipal?'. w POSTOS Não deu mais pra segurar a esdrúxula 'proibição' de postos de gasolina nas áreas de supermercados. O cartel ficou feio de tão descarado. Resta ao consumidor pelo menos a esperança da concorrência. w TEATRO Amanhã, às 20h, no Solar Bela Vista, o grupo 'Caçuá de Mamulengos' encena os espetáculos: 'As Presepadas de Baltazar', 'Pomada Milagrosa' e 'O Barbeiro Nozim e o Cabra que Queria ser Emo'.

Mudanças no MP?

E

stamos diante da perspectiva de alguns ajustes e mudanças no modelo da comunicação jornalística do Ministério Público, como admitiu em entrevista o novo Procurador Geral de Justiça, Rinaldo Reis. A prática institucional foi tão exacerbada nos últimos anos que até parece improvável. Principalmente em razão do condimento de heroísmo popular nascido do próprio desafio de punir o crime de colarinho branco na cultura política brasileira tão arraigada de privilégios e impunidades. O MP precisa mudar? Precisa. O modelo de comunicação se deixa impregnar pelos traços culturais dos valores trabalhados como matéria prima de divulgação. Desde a linguagem - absorção mais fácil e mais rápida na busca de encontrar uma harmonia - até a deformação de considerar que a mensagem pertence a quem emite - o especialista - e não a quem recebe - o público. Ou seja, para usar o jargão técnico, o receptor consagra e não a fonte. Daí as disfunções na recepção das notícias. Comunicação correta é a bem recebida, controle que nasce na emissão, desde que não perca de vista a que e a quem se dirige, e sob quais condições. Qualquer bom aluno de comunicação sabe que os fatos são gerados por circunstâncias. E que esses fatos, por sua vez, geram novos atritos e novas circunstâncias, num moto-contínuo. Uma vez disparada a informação, e chancelada por instituição de alta credibilidade, como é bem o caso, não há mais como controlar trajetória e efeito.

Ora, ninguém desconhece os traços fortes que formam o desenho do Ministério Público na percepção coletiva, soma de todas as percepções individuais formadoras da opinião pública, esse tribunal invisível, drástico e sumário. Quem tem poder de investigar, acusar e prender - mesmo que a prisão seja uma decisão do juiz - é, na prática, quem julga. O acusado, mesmo sendo apenas réu, que lute a partir daí provar a sua inocência numa inversão total do ônus da prova para quem acusa. Acrescente-se a essa complexidade o papel da assessoria de imprensa no MP. É legítimo, não se há de negar, mas não é tão menos complexo. Aquilo que sua assessoria institucional divulga também chega aos olhos e ouvidos da opinião pública como verdade. E se por acaso assume algum juízo de valor, até por dedução, e que não consta do processo como prova material, acaba virando uma arma da defesa, como um flagrante do descaso da instituição pela imagem pública do cidadão. Tem toda razão o MP quando afirma que só três países não dotam o Ministério Público de poderes para investigar a perigosa relação entre as esferas pública e privada, tão bem estudada por Jürgen Habermas. Mas, também se sabe que nas sociedades modernas quem causa constrangimento sem provas está sujeito a pagar pesadas indenizações. O dever de quem acusa é bem acusar. Não há crime mais terrível do que, em nome da Justiça, acusar, prender e destruir um ser humano inocente.

Prefácio CONRADO CARLOS - ccpsilva@gmail.com

Cronista americano

Miller com Marilyn Monroe: casamento tumultuado e notoriedade chamou a atenção para a vida de celebridade que escritor mantinha

Livro com contos clássicos de Arthur Miller explora abismos morais da sociedade americana da primeira metade do século 20, mas serve de base para entendermos a nossa Um dos grandes filmes de 2010, “Cisne Negro” tem no relacionamento entre mãe e filha o ponto de partida para o terror psicológico que culmina com a morte da bailarina Nina (Natalie Portman). A superproteção e a expectativa materna exacerbada reforçam as paranoias da jovem, até que a tragédia se apresenta. Como um decalque amassado, a profissional da dança tem ranhuras que, aos poucos, desintegram sua mente e seu corpo. Imperfeições dos progenitores costumam causar fraturas expostas nos rebentos, que, muitas vezes, pelejam uma vida inteira para extirpar a dor e o sofrimento gerado por deficiências transferidas. Uma das peças mais conhecidas do dramaturgo americano Arthur Miller, “A Morte de um Caixeiro-Viajante”, tem na cáustica convivência

entre Willy e seu filho Biff o mesmo roteiro para uma narrativa tensa e de final sombrio. Arthur Asher Miller (19152005) venceu o prêmio Pulitzer em 1949 com “A Morte...”. A história do homem que perde o bonde do desenvolvimento econômico americano do começo do século 20 e agoniza diante da inércia do filho de 34 anos, que ganha pouco e abusa da nostalgia, revela uma dramaticidade inerente às relações parentais. Enquanto a riqueza espoca por todos os lados, Willy definha em um emprego inapropriado para sua idade. Ao transitar entre o tempo-passado e o tempo-presente, Miller constrói o perfil de uma família decadente que recebe da pior maneira possível o sucesso de amigos e familiares. Em meio ao tormento com o filho, Willy é demi-

tido da empresa em que trabalha há décadas e vê a mulher remendar meias para poupar o diminuto salário do marido. A pressão surte efeito e Willy passa a conversar com o espírito do irmão Ben, o mesmo que oferecera um promissor emprego no Alasca, anos antes. A nova edição de parte do teatro de Miller chega em boa hora ao mercado brasileiro. As cinco peças que compõem a brochura abordam abismos morais da sociedade americana que funcionam como perfeita analogia com os embates vigentes na era PT e nos direitos das minorias. Como ler “As Bruxas de Salém” (texto adaptado para o cinema, em 1996, com Daniel Day-Lewis no papel principal) sem pensar nas superstições, na intolerância e na imbecilidade que permeia a militância ‘progressista’ ou o caso Bolsonaro?

“A MORTE DE UM CAIXEIRO-VIAJANTE E OUTRAS PEÇAS DE ARTHUR MILLER” Editora: Cia das Letras Preço: R$ 47,00

w FORTALEZA - I O governo não cuidou da Fortaleza dos Reis Magos; o Patrimônio Histórico foi omisso ao longo de todos esses anos e o Conselho Estadual de Cultura ainda espera ser chamado ao invés de denunciar. w MEMÓRIA - II A última obra de manutenção na Fortaleza foi no primeiro governo de Wilma de Faria, na gestão de François Silvestre, inclusive sua iluminação. De lá até hoje ficou abandonado ao furor da maresia. w VENENO - III A lisonja é o efeito paralisante das instituições culturais. Tem sido assim ao longo de todos esses anos. Silenciaram na reforma do Teatro Alberto Maranhão, na Ponte Newton Navarro e na Rampa. w ERROS - IV A reforma no jardim do teatro é um crime contra sua harmonia arquitetônica; a governadora enfiou seu slogan 'ponte de todos' num escancarado culto à personalidade, e a Rampa foi partida ao meio. w COMO - V Plantada num sítio histórico, o Patrimônio Histórico cometeu a estupidez de tombar apenas a sede e deixou de fora a outra metade da área, justamente onde estava a Rampa que gerou o nome do lugar. w LUTA - VI Esta coluna protestou, nos três casos, com veemência e bateu sempre contra na muralha de silêncio das tais instituições culturais. Pouco a pouco os erros ganham forma e revelam-se monstruosidades. w ALIÁS - VII Aomissão tem sido o veneno contra as próprias instituições culturais relegadas cada dia mais a uma distância maior da vida cultural, alimentadas apenas nas lisonjas do poder, mas sem força decisória.


14 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 2 de maio de 2013

Até sábado, Erick Jacquim cozinhará para os natalenses

Turismo FLÁVIO MARINHO - fmarinho@maiscomunica.com

SHOW DE INCOMPETÊNCIA I É lamentável e penoso escrever isso, mas já trata-se de uma constatação líquida e certa, expressa pelos mais influentes setores do "trade" turístico: o RN deu um show de incompetência no que diz respeito a execução de estratégias de marketing para capitalizar a gravação no estado da novela "Flor do Caribe", um presente que o turismo local ganhou de 'mão beijada' da Rede Globo e não soube aproveitar.

SHOW DE INCOMPETÊNCIA III Diante da oportunidade que a Globo proporcionou para o turismo do Estado, a esfarrapada desculpa do "não temos verba" torna-se ridícula, se não fosse cômica. Ficou claro que o problema não é só 'falta de dinheiro'. Vai além: é falta de criatividade, de foco, de visão, de comprometimento, de iniciativa... O RN perdeu de ganhar com as belas cenas do nosso litoral que são exibidas quase, sob o total anonimato, na tela global.

SHOW DE INCOMPETÊNCIA II Nada foi feito, ou sequer tentado. O governo não provocou nenhuma de suas agências de propagada para discutir ou planejar ações de marketing, para 'ancorar' a exibição da novela ao destino turístico potiguar. Caso essa "colher de chá" global tivesse sido dada, a custo zero, a estados da região, como Pernambuco, Ceará ou Bahia, a resposta do marketing seria outra - um banho de visibilidade e mídia com propagação nacional.

SHOW DE INCOMPETÊNCIA IV O show de incompetência só não é maior - é bom que se registre por uma questão de justiça - por conta de uma ação de marketing isolada, que foi idealizada pela Secretaria de Comunicação da Prefeitura do Natal, com o apoio da Secretaria de Turismo da capital. Através de um perfil denominado "ViverNatal", a Prefeitura vem lincando, via twitter, facebook e instragan, a novela com o destino, e difundindo nossos atrativos.

> ECOHOUSE FARÁ DOAÇÃO DE CAMAS HOSPITALARES AO VARELA SANTIAGO Dando prosseguimento ao seu trabalho de responsabilidade social, a empresa ECOHOUSE Brasil Construções, liderada pelo empresário inglês Anthony Armstrong, fará doação de cerca de 20 camas especiais no valor de R$ 45 mil para o Hospital Infantil Varela Santiago, nesta sexta-feira, 3, às 09h30. A concretização da parceria da construtora com o hospital teve início ano passado com a ideia de cobrar apenas R$ 1,00 e uma lata de leite como taxa de adesão na venda de qualquer imóvel. Todo valor arrecadado com a comercialização é repassado ao hospital. No mês de dezembro do ano anterior, Anthony Armstrong entregou formalmente, durante um evento no espaço do próprio hospital, um cheque no valor de R$ 45 mil e presentes de Natal à Águeda Trindade, Diretora Técnica.

> FESTIVAL DE PIRANGI I Diante da inércia do poder público para movimentar o turismo da praia de Pirangi durante o período de baixa estação, quando o setor de turismo de um dos mais belos e bem estruturados balneários do litoral potiguar amarga a falta de fluxo turístico e de ocupação hoteleira, o empresariado local resolveu dar o primeiro passo para tentar reverter esse cenário, com a realização do I Festival do Camarão da Praia de Pirangi. A iniciativa, que surge ainda de forma incipiente e sem um marketing planejado, poderá vir a crescer, tornando-se um diferencial no calendário de eventos de Parnamirm, a quem está ligado aquele litoral.

> FESTIVAL DE PIRANGI II O projeto iniciado ontem, dia 1º, prossegue até o dia 15, envolvendo estabelecimentos das praias de Cotovelo, Pirangi do Norte e Pirangi do Sul. Durante o evento, cada um dos dez restaurantes participantes - Barramares, Blue Marlyn, Barraca do Banga, Cajueiro, Comeu Morreu, Marina Badauê, Paçoca de Pilão, Pirangi, Terra Molhada e Village do Sol - apresentará pratos à base de camarão, com preços entre R$ 28,00 a R$ 60,00. Dessa forma, os fãs de crustáceos já podem anotar na agenda para desfrutar, durante a primeira quinzena do mês de Maio, do que existente de melhor na gastronomia litorânea.

> EMBARQUE DJAVAN ADIADO Devido a temporada de chuvas, foi adiado para 31 de maio, o show do cantor Djavan, que seria no próximo sábado (4), na Arena do Imirá, na Via Costeira. O evento será agora no Teatro Riachuelo, a partir das 21h. ARTE NA PRAIA Com a assinatura da "Casa da Ribeira" e apoio da Secretaria de Turismo de Natal, entra em cena, a

partir do próximo dia 10, o projeto "Arte Praia", que levará para as praias urbanas de Natal exposição de artes e outras formas de expressão cultural. O projeto acontecerá até12 de maio. FÓRUM DE SUSTENTABILIDADE Está confirmado para os dias 14 e 15 de agosto a realização, no Centro de Convenções de Natal, do evento "Nordeste 2030: Fórum In-

ternacional de Métricas Para a Sustentabilidade", uma iniciativa conjunta da Sudene e do Governo do Estado, com apoio do instituto WWI-Worldwatch Institute. GASTRONOMIA DA PIPA Aviso aos navegantes: a 9ª edição do Festival Gastronômico da Pipa será realizado de 04 a 12 de outubro deste ano, no famoso balneário potiguar. Outras nformações: www.festivaldapipa.com.br

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

NATAL Bandeira Bulgária Panamá A. Barbuda Brasil Brasil U. Kingdom A. Barbuda França United King United King

Lobato

Brasil

Agência NML/JSF Bourbon NML/JSF W. Sons W. Sons CMA-CGM Viamar W. Sons CMA-CGM CMA-CGM

Chegada No Porto No Porto No Porto No Porto No Porto 04/05 06/05 11/05 18/05 25/05

Destino Las Palmas/ESP Guamaré(RN) Las Palmas/ESP --Algeciras/ESP Santos(SP) Algecira/ESP Algeciras/ESP Algeciras/ESP

Carga Operações Operações Operações Em Operação Em operação Contêineres -Contêineres Contêineres Contêineres

Descarga ------Peças ----

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Petrobras

No Porto

Salvador (BA)

Óleo Cru

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN TBN TBN

Dia 02 03

Brasil Brasil

Arrow 10/05 A. Marítima 12/05

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 16:26 0.6 22:58 1.9 04:58 0.7 11:21 2.0

Santos(SP) Santos(SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

CHEF LANÇARÁ NOVO CARDÁPIO DO “LA BRASSERIE DE LA MER” Fotos: Divulgação

Chega a Natal nesta quinta feira, dia 02, o renomando chef francês, Erick Jacquim, que até o próximo sábado, dia 4, estará pessoalmente cozinhando para a sociedade natalense, no comando da cozinha do "La Brasserie de La Mer", restaurante francês de alto padrão que funciona no hotel Majestic, localizado no bairro de Ponta Negra. Durante a sua passagem por Natal, Jacquim vai lançar o novo cardápio francês do "La Brasserie de La Mer". Trata-se de uma excelente oportunidade para a sociedade natalense saborear uma culinária sofisticada. As reservas de mesas estão sendo feitas através do fone (84) 3642-7007. O serviço será à la carte e o renomado chef poderá fazer pratos exclusivos que sejam solicitados pelos clientes. MAJESTIC Recentemente, o Hôtelier News, uma das mais conceituadas publicações sobre turismo e hotelaria no Brasil, destacou em sua última edição a excelência do Hotel Majestic. A qualidade da infraestrutura e do serviço que é prestado pelo estabelecimento foram enfatizados na matéria.

Parceria de sucesso: chef francês Érick Jacquim e o empresário Abdon Gosson Intitulado "Hotel Masjetic completa um ano sendo referência em Natal", o texto jornalístico valoriza os aspectos de luxo e glamour que o estabelecimento detém. No último mês de abril, o Majestic completou um ano de abertura, se consolidando como referência em sofisticação e atendimento

diferenciado no segmento de hotéis 5 estrelas. Comandado pelo grupo empresarial potiguar "Arituba", do empresário Abdon Gosson, o empreendimento foi eleito neste ano pelo site TripAdvisor como um dos 25 melhores hotéis do Brasil, ficando em 11º lugar no ranking de avaliação.

> FEIRA

Turismo de aventura do RN mostra sua cara em São Paulo Tendo como foco as suas potencialidades turísticas dentro do segmento do chamado "Turismo de Aventura", o Rio Grande do Norte participa desde ontem, dia 1º, da Feira Adventure Sport Fair, que está sendo realizada até domingo na Bienal (Ibirapuera), em São Paulo. Durante esse período, será mostrado para o público constituído por consumidores finais, as belezas e as facilidades que o estado tem para a prática de esportes radicais, como o kite surf em São Miguel do Gostoso e Barra do Cunhaú, o mergulho contemplativo em Maracajaú e Pirangi, ou em Búzios, no litoral Sul, o trekking e rapel em Serra Caiada, e o voo livre em Patu, na Serra do Lima. AAdventure Sport Fair é o mais importante evento da América Latina dedicado aos esportes e ao turismo de aventura. Desde 1999, a feira se fortalece a cada nova edição, tornando-se referência no mercado ao reunir as principais marcas e des-

Estande do RN mostra modelo de bugre usado na novela global Flor do Caribe tinos, as agências governamentais e as principais ONGs do setor em um único evento. A exposição conta com a participação de expositores de 27 estados brasileiros e dos principais destinos da América Latina. A participação do estado no evento, através da Emprotur, contou com o apoio do

SEBRAE e da empresa de turismo receptivo, Marazul, que cedeu para expor no estande do Rio Grande do Norte um bugre semelhante ao que é utilizado pelos personagens da novela global "Flor do Caribe". No estande do RN também tem uma TV de LED, na qual são exibidas cenas do folhetim global.

> LAZER

Atlante Plaza lança promoção para o Dia das Mães em Recife

apronianocfs@hotmail.com

Rebocador submersível realizará grande operação amanhã ao largo do Rio Potengi Navio Atrek D’Manoela Condock V Lagoa Paranaense Scorpius CMA-CGM Aristote BBC Balboa Marfret Marajó CMA-CGM Herodote CMA-CGM Platon

Quinta-feira

Sal Sal

FASES DA LUA Minguante (02/05 - 08:14h) Nova (09/05 - 21:28h) Crescente (18/05 - 01:34h) Cheia (25/05 - 01:25h) Minguante (31/05 - 15:58h)

O segundo domingo de maio é uma data que não deve passar em branco, afinal é quando é comemorado o Dia das Mães. Nada melhor então, do que aproveitar a data para programar uma viagem em família. Pensando nesse momento tão especial, o hotel Atlante Plaza localizado na badalada beira-mar de Boa Viagem, em Recife (PE), oferece pacotes promocionais para o final de semana de 11 a 13 do mês comemorativo às mães. O valor promocional da diária com mínimo de duas noites, em apartamento duplo está sendo comercializado por R$ 355 + 5% (Imposto Sobre Serviço). Nessa tarifa está inclusa o café da manhã, com cortesia de diárias e café da manhã para uma criança de até 12 anos no mesmo apartamento dos pais. Para tornar o dia ainda mais inesquecível para a protagonista dos festejos, o hotel caprichou no cardápio de almoço, que possui custo adicional. A refeição diferenciada será servida em alto estilo no restaurante Brasserie, situado no lobby do Atlante Plaza. O menu é assinado pelo renomado chef Duca Lapenda, que selecionou surpresas especiais para agradar e deixar lembranças agradáveis do momento também através do paladar. No domingo (12), o almoço custa R$ 75 por pessoa e dá acesso livre ao bufê especial que inclui pedidas de entrada, acompanhamen-

Hotel está localizado na badalada beira-mar de Boa Viagem tos, pratos quentes e sobremesas. As bebidas são pagas à parte. Dentre os pratos principais estão "Bacalhau Gratin", "Noix de mignon ao molho armagnac" e "Filé de frango em crosta de ervas". Para acompanhar, mães e filhos podem optar por "Risoto parmegiano", "Bobó de camarão", "Rotolone verde de ricota ao molho napolitano" e "Tortinhas de legumes". Para quem quiser fechar o dia com chave de ouro, o Atlante Plaza ainda oferece das 19h às 0h rodízio de pizza a R$ 30 por pessoa. Tudo isso em um ambiente agradável que inspira requinte e oferece atendimento padrão cinco estrelas. Não é

necessário fazer reserva antecipada. Outra opção para deixar as mães se sentindo ainda mais homenageadas é o Unno Beauty & Spa, que fica localizado na cobertura do hotel. O espaço reúne Caminho das Pedras, salas para massagens relaxantes, lounge de relaxamento, área de banho individual com cromoteraria (terapia das cores), sala de banho dupla, sauna e salão de beleza. No local é possível fazer massagens, terapias como banhos aromáticos e com sais, além de tratamentos faciais, corporais e para mãos e pés com produtos da marca espanhola Germaine de Capuccini. Uma ótima ideia de presente onde


Esporte

Quinta-feira

O Jornal de HOJE 15

Natal, 2 de maio de 2013

Wellington Rocha

Tiago Adan voltou a ser decisivo e fez o gol da classificação rubra para a final do 2º turno do Estadual

Wellington Rocha

Treinador Roberto Fernandes cobrou "humildade" dos comandos em meio à fase invicta de 17 jogos

AMÉRICA QUER MANTER INVENCIBILIDADE POR TÍTULO ESTADUAL EM

COPA CIDADE DO NATAL, AMÉRICA E POTIGUAR FAZEM PRIMEIRO JOGO DEFINIDO. NAZARENÃO E BARRETÃO SÃO AS OPÇÕES PARA O DUELO DECISIVO

DUELO DE ALVIRRUBROS PELO TÍTULO DA

DA DECISÃO AINDA NÃO TEVE LOCAL Depois de sete rodadas, a decisão do 2º turno do Campeonato Potiguar tem seus protagonistas definidos. Mas ao contrário do que se possa imaginar, a chegada da dupla de finalistas foi suada e conquistada no meio da rodada, quando em algum momento, ao menos uma das duas equipes chegou a ficar de fora do emparelhamento da decisão. A lógica, no entanto, falou mais alto e Potiguar, líder do turno, e o América, invicto há 17 jogos, garantiram presença na partida decisiva. Em meio à invencibilidade americana, o técnico Roberto Fernandes destaca a necessidade de manter a campanha, especialmente, no momento decisivo do Estadual. A partir de agora, segundo ele, perder não é uma opção para as duas últimas partidas do Campeonato Potiguar. "Agora não pode perder, é final. Vamos leva para a final desse turno a vantagem de levar título estadual em dois jogos. Com todo respeito ao Potiguar que chega a final merecidamente, mas não temos nenhuma intenção de disputar uma final de estadual. Queremos o título nesses dois jogos", afirmou Roberto Fernandes. O treinador americano, no entanto, fez questão de destacar a boa fase do Potiguar e afirmou que não acreditava em outro adversário na decisão do turno diante do América. "Falei para o Celso [Teixeira]

que não acreditava que fosse ter uma outra final que não fosse Potiguar e América. Quem chega, chega por merecimento, equipe organizada, rápida, com bons jogadores. Mas nós temos apenas uma derrota na competição, são 17 jogos de invencibilidade na temporada e vencemos os dois jogos contra o Potiguar nesse Estadual, mas não isso não entra em campo no domingo. Por isso vamos respeitar o adversário, mas queremos conquistar o título", garantiu Fernandes. Para o goleiro Dida, destaque na campanha americana no turno e na competição, manter a invencibilidade agora passa a ser condição indispensável para o América ser campeão. "Enfrentaremos uma grande equipe, precisamos ter o pé no chão, muita humildade. Fizemos por merecer essa vaga na decisão e agora precisamos manter a invencibilidade para chegarmos ao título estadual que estamos buscando", completou o arqueiro. BARRETÃO PODE RECEBER FINAL A primeira partida do clássico Natal e Mossoró será no próximo domingo, às 17 horas. O local da partida deve ser definido até a sextafeira, já que existe, inclusive, a possibilidade de o Estádio Barretão, em Ceará-Mirim, receber o primeiro

17

é o número de partidas invictas do América na temporada

jogo da final. A praça esportiva foi liberada pelo Corpo de Bombeiros após todas as exigências e adequações técnicas quanto à segurança do público, solicitadas pela corporação militar, terem sido cumpridas. A informação foi confirmada pelo presidente americano, Alex Padang, que afirmou que algumas reuniões durante a quinta e sexta-feira deverão definir o local do primeiro encontro da final. Para os rubros da capital, a vitória sobre o Alecrim não veio fácil. Depois de descer para o vestiário fora da decisão com a derrota parcial por 1 a 0, a equipe de Roberto Fernandes voltou a campo e conseguiu assegurar a vaga na decisão

com gols de Itamar e Tiago Adan. Em Santa Cruz, foi o Potiguar quem sofreu ao sair atrás no placar diante do time da casa, mas conseguiu a virada a tempo de chegar à final do turno. Com os demais resultados da rodada, Potiguar e América terminaram com os mesmos 15 pontos, um a mais que Baraúnas e ABC, respectivamente terceiro e quarto colocados. Com uma vitória a mais que a equipe americana, os mossoroenses terminaram na primeira colocação e jogam com a vantagem do empate para serem campeões do turno e disputarem a final do Estadual com o próprio América. Para o time de Roberto Fernandes, a vaga na decisão tem outro sentido. é a chance de garantir o título de bicampeão do estado sem a necessidade de enfrentar outras duas partidas, além da decisão do título da Copa Cidade do Natal. TORCIDA A FAVOR Apesar de ainda não ter vencido os rubros na competição, o Potiguar de Mossoró espera um reforço especial para a segunda partida da final. Se no primeiro duelo, deverá atuar longe de sua torcida, no Estádio Nogueirão, para a segunda partida, o técnico Celso Teixeira espera encontrar lotação máxima. Segundo ele, a presença maciça do tor-

Bruno Araújo América e dos mossoroenses de Potiguar e Baraúnas é mais do que natural quando a disputa existe dentro de campo. Argumento natural é questionar o que seria a incompetência do clube Alvinegro dado o fato de a dupla de Mossoró ter um investimento em folha salarial de elenco e comissão técnica inferior ao que i clube abecedista gasta com o grupo de jogadores. Sinal ainda maior da competência de quem chegou à frente e, com menos recursos, se mostrou mais capaz. É preciso por fim ao excesso de honrarias aos equívocos e exaltar mais as qualidades de quem suou e superou dificuldades para se tornar vitorioso. Antes de se ver gigante diante de um ou vários adversários, observar a competição como se fosse maior do que a maioria dos seus competidores, é preciso se reconhecer capaz de ser superado por todos. Assim, só assim, um time pode se tornar imbatível. Contra o Alecrim, o próprio América, invicto há 17 partidas na temporada ao final do duelo diante do Alviverde, provou 45 minutos de sofrimento, inclusive ficando de fora da decisão do turno por vários mi-

nutos com os resultados configurados na rodada. Ciente de sua fraqueza, e calçado com uma humildade que ficou no banco de reservas na etapa inicial, os rubros viraram o jogo e garantiram presença na decisão. Com uma Série B pela frente e a Copa do Brasil numa crescente em nível de dificuldade, não apenas ABC e América, mas sejam quem for o aspirante a grandeza dos campeões precisa compreender o tamanho de si. A partir de então, se colocar em condição de superá-las, como se fosse sempre o último jogo de sua história, para então conseguir alcançar o ponto mais alto em meio a tantos adversários que estarão por vir. ALUCINANTE A última rodada do 2º turno do Campeonato Potiguar foi simplesmente alucinante. Não bastasse o fato de quatro equipes terem entrado para os jogos na briga por duas vagas para a decisão do título do turno, a chuva de gols marcados em todas as partidas renderam quatro combinações diferentes de confrontos para a final. Só com o apito definitivo da rodada é que foi confir-

tamos para o segundo o tempo eles nos incentivaram mais ainda, foram guerreiros e mostraram que quando a torcida está unida com o time tudo ocorre perfeitamente", analisou Celso Teixeira. Segundo colocado na fase preliminar do Campeonato Estadual, o Potiguar já garantiu presença na Copa do Brasil do próximo ano. Agora, contra o América, a equipe da região Oeste tenta alcançar também a vaga na Copa do Nordeste e na final do Campeonato Estadual. Para tanto, o time do interior precisará superar o América e sua invencibilidade de 17 jogos na temporada para chegar ao título do segundo turno.

CLASSIFICAÇÃO P

J

V

E

D

GP

GC

SG

%

Potiguar

15

7

5

0

2

13

7

6

71.4

América

15

7

4

3

0

12

6

6

71.4

Baraúnas

14

7

4

2

1

11

4

7

66.7

ABC

14

7

4

2

1

7

4

3

66.7

Assu

8

7

2

2

3

5

8

-3

38.1

Alecrim

6

7

2

0

5

10

10

0

28.6

Corintians

4

7

1

1

5

8

20

-12

19

Santa Cruz

3

7

1

0

6

6

13

-7

14.3

PisandonaBola AMÂNCIO

BRUNO ARAÚJO - TWITTER: @brunoaraujo7 EMAIL: wesckley@yahoo.com.br MANIA DE GRANDEZA A maior grandeza do futebol é demonstrada em campo. Tradição, títulos, história de glórias e muitas vitórias não são nada quando o apito inicial é disparado e o duelo se resume a 11 contra 11. A insistência de justificar uma eventual desclassificação ou mesmo um mau resultado na competição, exclusivamente com erros de arbitragem ou erros próprios de percurso é desmerecer completamente um adversário que enfrenta, de igual para igual, do outro lado do campo. Histórias de grandes derrubados por pequenos não são milagre no mundo do futebol. Contos de inspiração, muita transpiração, demonstrações de que a força de vontade no futebol é capaz de superar o poder econômico, de que cheques em branco não são suficientes para colocar a bola no fundo da rede adversária num confronto numericamente justo em um gramado. A mania de grandeza precisar dar lugar à busca pela grandeza em si. O fato de o ABC ter ficado de fora da final do turno, sendo apenas quarto colocado na classificação do segundo turno atrás do arquirrival

cedor é uma força capaz de motivar os atletas em campo e leva-los à vitória e, inclusive, teria sido fundamental para garantir a reação dos mossoroenses. No primeiro turno, a equipe ficou com uma modesta quinta colocação, com apenas metade dos pontos do líder América na fase classificatória. "O que transpira de fora para dentro é o que faz a motivação e a superação dos jogadores dentro de campo. Nossa torcida vem sempre nos apoiando, em todos os confrontos contamos com a ajuda deles, isso é bom para a equipe, ter a torcida do nosso lado. No confronto contra o Corintians quando o time sofreu o gol os torcedores começaram a incentivar os jogadores. Quando vol-

mada a decisão entre Potiguar e América. Curiosamente, com a classificação idêntica aquela apresentada antes do início da rodada. TORCIDA PELO RIVAL Agora ao ABC só resta torcer para garantir um calendário completo para a temporada 2014. Com a classificação do Potiguar para a final, o Alvinegro garantiu vaga para a Copa do Brasil. Time mossoroense já tem a dele, conquistada na fase preliminar do Estadual quando foi segundo colocado. Agora, para ir a Copa do Nordeste, ABC precisa torcer para que o rival América seja campeão estadual para poder ficar com a vaga na competição regional através do critério técnico do número de pontos dos dois turnos. AMÉRICA NA TV A primeira partida entre América e Atlético-PR, pela segunda fase da Copa do Brasil, teve seu horário alterado para atender à grade de programação televisiva. O jogo, que será realizado no próximo dia 09, no Estádio Nazarenão, em Goianinha, saiu de 21h50 e foi antecipado para as 19h30. A partida deve ser exibida pelo canal fechado SporT.

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


16 O Jornal de HOJE

Natal, 2 de maio de 2013

Esporte

Quinta-feira

Fora da final, técnico do ABC cobra 'velocidade' para a Série B

Passe Livre

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

ALVINEGRO DA CAPITALNÃO CONTOU COM AJUDA DOS RESULTADOS E FICOU DE FORA DA DECISÃO. DIRETORIA COMEÇA PROCESSO DE REFORMULAÇÃO DO ELENCO Apesar de não ter jogado bem, o ABC conseguiu vencer o Assu e fazer a sua parte para tentar chegar à final do segundo turno do Campeonato Potiguar. Com a Copa do Brasil e a Série B ainda pela frente, o clube começará um processo de reformulação do elenco a partir desta quinta-feira, segundo garantiu o próprio técnico abecedista, Paulo Porto, após a vitória por 2 a 0, no Estádio Edgarzão. "Saímos do Estadual e agora vamos trabalhar para a sequência da Copa do Brasil e também já iniciar a preparação para a Série B. Temos um jogo importante na próxima semana contra o Sport e precisamos começar a planejar a equipe para o Brasileiro, que já está bem próximo", comentou o treinador que comandará a equipe na estreia da competição no próximo dia 25 deste mês, contra o Ceará, em local ainda indefinido, já que o ABC cumpre suspensão de um mando de campo. Antes disso, a equipe volta a campo pela Copa do Brasil contra o SportPE, no próximo dia 08, no Estádio Frasqueirão. Porto defende paciência na avaliação do trabalho e dos jogadores que compõem o grupo atual. Segundo ele, com o fim do Estadual, serão definidos os nomes de quem segue e de quem deixa o elenco abecedista. "Não, no entanto, jogar fora trabalho feito até aqui. Não vamos tomar decisão precipitada, temos dados de avaliação e é evidente que teremos uma semana muito importante, com muitas decisões a serem tomadas", destacou o treinador. O técnico alvinegro aproveitou para cobrar velocidade no processo de contratações por parte da diretoria para garantir tempo hábil para trabalhar o novo elenco para a Série B. "Eu te diria que precisa acelerar muito. A direção também sabe disso e todos estão conscientes de que não se forma equipe numa semana uma boa equipe. Estrearemos no dia 25 e, embora não vá jogar em casa, o mando de

Wellington Rocha

Ciclos e maiorais

campo é nosso e precisamos vencer o jogo de qualquer jeito", alertou Paulo Porto. As principais urgências em termos de reforços, segundo o treinador, são por um atacante de velocidade e um lateral-esquerdo, a princípio. Um meia e mais um volante também devem ser prioridades no processo de contratações para a disputa da Segundona. "Acho que o time do ABC pode render mais pelos jogadores que tem, não atingiu o máximo que pode render. Com um jogador de velocidade e outro pelo lado esquerdo, acho que as coisas começam a se encaminhar", concluiu. ESTADUAL A campanha do Alvinegro neste segundo turno foi ainda melhor que a do primeiro. Apesar de ter marcado 16 gols na primeira parte do campeonato - mais do que o dobro do total marcado no turno encerrado no domingo -, o ABC pontuou mais, 14 contra 13 do primeiro turno, e obteve um aproveitamento melhor sob o comando de Paulo Porto. O Alvinegro, contudo, ficou

“Eu te diria que precisa acelerar muito. A direção também sabe disso e todos estamos conscientes de que não se forma equipe numa semana uma boa equipe” PAULO PORTO, TÉCNICO DO ABC, SOBRE INÍCIO DE PREPARAÇÃO PARA DISPUTA DA SEGUNDONA.

uma colocação abaixo, na quarta ao invés da terceira, conquistada na Copa RN. "Infelizmente os outros resultados que precisávamos não aconteceram e estamos fora. Acredito que muito disso por causa da péssima

partida que fizemos contra o Potiguar e pelo erro absurdo da arbitragem no jogo contra o Baraúnas, resultado que nos tirou da competição e prejudicou todo um planejamento, vale ressaltar isso", declarou Paulo Porto que ainda falou sobre o desempenho da equipe em campo contra o Assu, que segundo ele, foi abaixo do esperado. "Não fizemos uma grande partida tecnicamente, mas o grupo mostrou muita vontade para chegar ao resultado. Temos que ver também que estávamos com muitas mudanças e faltou entrosamento. O mais importante foi a vitória", destacou o técnico que lamentou a desclassificação. Curiosamente, o técnico abecedista aponta de forma inconsciente para o principal vilão na desclassificação alvinegra no segundo turno do Estadyal. A equipe da capital não venceu qualquer um dos três adversários que chegaram à última rodada na disputa pela vaga na decisão. Foi goleado pelo Potiguar na primeira rodada e empatou com Baraúnas e América na sequência da competição.

> COPA DO BRASIL

Flamengo não evita jogo de volta contra Campinense e refaz planos Antes do duelo diante do Campinense, o Flamengo tinha o planejamento de fazer uma intertemporada na cidade de Pinheiral, no sul do Rio de Janeiro, entre os dias 6 e 22 de maio. A intenção da comissão técnica era eliminar o jogo de volta para colocar o plano em prática, mas o time não correspondeu em campo. A vitória por 2 a 1 obriga a realização da segunda partida na Copa do Brasil. "Não tenha duvida de que é uma vantagem boa, mas tínhamos um planejamento de uma intertemporada muito mais longa. Temos que pensar nesse jogo de volta e depois no brasileiro. Vamos definir o tempo que ficaremos lá. Vamos partir segunda, mas ainda não sabemos quando vamos voltar", explicou o treinador Jorginho. O segundo confronto entre Flamengo e Campinense deve ser no dia 15 de maio, no Maracanã. Desta forma, o jogo servirá de eventoteste para a Copa das Confedera-

Divulgação

Técnico Jorginho admite reorganizar intertemporada com o Flamengo ções, o que exige um bom comportamento do torcedor rubro-

negro. Jorginho, que participou do amistoso de reabertura no estádio,

não deixou de apontar as falhas na maior praça esportiva do país. "Tinha um ar condicionado no banheiro que é pneumonia na certa, quando você toma um banho quente. O maior problema é o entorno, pois está em obras e vocês sabem que um torcedor pode pegar alguma coisa. Temos que mudar nossa imagem em termos de violência", afirmou o treinador. O meia Gabriel também falou sobre a possibilidade de jogar no Maracanã. Com apenas 23 anos, o jogador tinha defendido apenas o Bahia em sua carreira e está perto de realizar um desejo pessoal com a camisa do Flamengo. "É um sonho de criança jogar lá e eu espero concretizar", destacou. Também pelo lado do Fla, o zagueiro Renato Santos elogiou a presença maciça da torcida em Campina Grande. "Essa torcida é inexplicável, onde vai é casa cheia. Fico feliz de realizar um sonho que todo garoto tem de jogar aqui".

> LIBERTADORES

Tite vê placar 'reversível' contra o Boca O técnico Tite discordou de quem apontou uma superioridade clara do Boca Juniors na Bombonera, após a derrota do Corinthians por 1 a 0, na casa adversária. Para ele, o Corinthians teve problemas e fez uso de exemplos da Liga dos Campeões da Europa para assegurar que o confronto das oitavas de final da Copa

Libertadores está aberto para a sequência da disputa. "Claro que não queríamos ter perdido. Os primeiros 90 minutos terminaram 1 a 0, mas é plenamente reversível o resultado na nossa casa. Na Liga dos Campeões, os jogos de ida ficaram com situações dilatadas contra Real Madrid e Barcelona, isso retirou a possibilidade

de reverter. Aqui, segue a disputa", afirmou. O atual campeão precisa vencer por dois gols de diferença ou fazer 1 a 0 e tentar a sorte nos pênaltis Diante de um placar apertado num clássico continental, o treinador enxergou um jogo truncado, especialmente, pelo trabalho das defesas, mas foi a armação das joga-

das alvinegras que deixou Tite insatisfeito. Segundo ele, será necessário um trabalho mais bem feito no jogo de volta, marcado para o próximo dia 15, no Pacaembu. "O setor de criação precisa ser melhorado, a equipe esteve abaixo. Erramos a saída de bola, muitos passes. Isso prejudicou a chegada à frente, diminuiu as finalizações", analisou.

Ciclos são normais. Começam, passam e terminam. Só a morte é infinita. Gosto de disco de vinil, comprei uma vitrola que me deu um senhor trabalho para escutar clássicos da juventude, mas um CD é legal e um show em Blu-ray, espetacular. Os meus ídolos são os de sempre, a forma de ouvi-los e poder vê-los é uma bondade do tempo e da tecnologia, que me põe de frente até aos mortos. A Elis Regina, a Adoniran Barbosa, a Magro do MPB-4, aos malandros Bezerra e Moreira da Silva, a John Lennon. Eles são eternos. Não adianta brigar contra o relógio e as mudanças. Eles são implacáveis. Até para rabugentos e sou dos incorrigíveis, daí não me imaginar velho, por me saber intolerante, abusado, . É aceitar ou viver como vegetal, ambulante ou deitado numa cama. Vou lembrando aqui do que me falavam os antigos. Na música, que é referência forte como futebol e cinema, foi difícil aos apreciadores do estilo dor de corno a chegada da Bossa Nova, refinada e sofisticada como jazz em poesia brasileira com Tom Jobim, Vinicius de Moraes, João Gilberto, Menescal, Boscoli. Depois Nara e um gênio polivalente, Chico Buarque. Os vovôs eram filhos das canções de Francisco Alves, que falavam em traições vis, em perfídias e em ingratas. Chico Alves, o Rei da Voz, ainda teve o azar de morrer carbonizado quando bateu seu carro num caminhão na Via Dutra em 1952. Francisco Alves, Orlando Silva e Sílvio Caldas, o Caboclinho Querido, formavam uma meia-cancha dos ressentidos, dos contrários à novidade que falava em letras com soprinhos, patinhos, beijinhos, meninas que vinham, passavam, num doce balanço, caminho do mar. >>> Até morrer, a geração dos boêmios de amargura cortante renegou a Bossa Nova, cujos admiradores receberam com reservas profundas o tropicalismo de um bando de cabeludos magistrais, cantando lenços, documentos, espaçonaves, guerrilhas, sol se repartindo em crimes, palhoças, querendo ver irene dar suas risadas, sentindo saudades baianas num exílio covarde em Londres: Gilberto Gil, Caetano Veloso, Gal Costa, a intérprete. Em meio à discussão que tinha de fundo musical a ideologia, jovens que amavam os Beatles e os Rolling Stones, Renato e Seus Blue Caps e os Fevers, formavam a Jovem Guarda e recebiam o apelido de alienados, da esquerda militante. Nenhum pecado deles. Eles queriam se divertir e não se meter em passeatas ou militâncias. A fase de todos passou e veio piorando - olha eu e minha impaciência - com raras exceções em joias pinçadas em festivais raros como o alagoano Djavan e o maluco Eduardo Dusek. Vieram grupos de rock como a Blitz, o Rádio Táxi, o RPM( esse era bom), os Paralamas do Sucesso(também) e o ótimo Legião Urbana, para a fase dos rapazes e moças dos anos 1980. No futebol, Nelson Rodrigues irritava o também craque jornalista Armando Nogueira chamando o Honved, magistral time do leste europeu, de "Escrete Húngaro do Armando Nogueira", puro deboche, pois o Honved foi base da Hungria derrotada pela Alemanha em 1954. A Hungria foi fenomenal até o Brasil chegar. Com o tricampeonato em 1958, 1962 e o tri do México em 1970, os três, indiscutíveis. Em 1972, surgiu o Futebol Total com o Ajax, da Holanda, um jogo arrebatador, com um mago, Cruijjf, comandando de todas as partes da grama. O Ajax foi chamado de maior time de todos os tempos. Até a Holanda perder a Copa para a Alemanha em 1974. E cintilar o Bayer de Munique, campeão mundial de 1976, ainda com Beckenbauer de líder batendo o Cruzeiro no gelo. >>> Nos anos 1980, o Flamengo de Zico, campeão mundial em 1981, foi chamado de o maior time de todos os tempos. Até surgir o Milan, de Gullit e Van Basten, campeão italiano, europeu e base da Holanda de 1988. Também chamado de melhor time de todos os tempos. Aí, nos bares e lares, o Barcelona, de Lionel Messi, pleonasmo jogador, não tinha defeitos. Era perfeito no maravilhoso controle da bola. Da posse de bola em 80% do jogo. Passes rápidos, gols antológicos. Espanha campeã européia em 2008 e 2012, campeã mundial em 1010. O Barcelona,chamado de melhor time de todos os tempos, por duas porradas que tomou, está dado como defunto. Agora é o Bayer de Munique, jogando parecido com o Barça. Rápido, e preciso. Com Thomas Muller, Robben, Schweinsteiger, Ribery. O Bayer de Munique é o queridinho, morreu o Barcelona. A Alemanha foi decretada campeã antecipada de 2014 antes mesmo de o Bayer disputar a final da Champions League contra o também chucrute Borússia. A Alemanha é forte. Nem Robben, holandês, nem Ribery, francês, jogarão por ela. A Alemanha é favorita, não se discute. Só não venham dizer que o Bayern é o maior time de todos os tempos. O maior, resistente a qualquer ciclo ou fase, até mesmo à morte, é o Santos. Que teve Pelé. Pelé foi, é, será desigual. Único. Último.

TORCER Em contrição, o ABC vai torcer pelo América. É rodriguiano. De Nelson. Mas necessário. O América bicampeão deixa o ABC na Copa do Nordeste do próximo ano.

BICAMPEÃO Coincidência: Na última vez em que foi bicampeão, o América ganhou o campeonato em anos de terminação 2 e 3. Foram as conquistas no velho Machadão em 2002 e 2003.

RECLAMAR É da rotina do futebol. Mas se existe um adversário do ABC nos últimos tempos ele se chama ABC. Ou ABC e Seus Comandantes Futebol Clube.

RODADA Que seja feita justiça: Nivel técnico não, mas emoção não faltou na última rodada do segundo turno. Foi um carrossel de tensões. Se o ABC chega na final do segundo turno, mesmo com o time ruim que tem, complicaria para o América na decisão pela rivalidade.

JOGAR PARA GANHAR O América nem pense em jogar mole contra o Potiguar. Além de defender uma tradição histórica, não pode dar apetite a um time tinhoso e com uma campanha marcada pela ousadia. O estilo do América não permite. O ABC espera e reza.

ARBITRAGEM Em 1983, árbitros erravam, marcavam pênaltis, invertiam faltas e o ABC ganhava de quatro, cinco. O time era sensacional. Marinho, Silva, Dedé de Dora, Curió. Djalma. Uma maravilha.

CMYK


Cultura

Quinta-feira

DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

“O ser humano se torna bem melhor a partir do contato do homem com a arte. E o Renascimento sempre buscou a beleza e a harmonia em todos os aspectos. Sem contar que é uma escola artística sempre relacionada a promoção da evolução humana”, declarou em entrevista para este vespertino Graziele Andrade diretora da Escola de Filosofia Nova Acrópole/Natal. Grandes mestres do Renascimento como Leonardo Da Vinci, Michelângelo e filósofos como Pico Della Mirandola e Marcílio Ficino serão celebrados no Dia da Arte que será promovido pela Nova Acrópole, neste sábado, dia 04, a partir das 16h, no Teatro Alberto Maranhão. O evento contará com uma exposição de quadros renascentistas, uma audição comentada de músicas da época, camerata de vozes e de violão, palestra sobre os Motores Ocultos do Renascimento, comercialização de livros, CDs, DVDs, quadros de pinturas renascentistas e outros produtos relacionados ao estudo da filosofia. “Todo o evento será didático e aberto ao público em geral. Porque acreditamos que quando a gente compreende é mais fácil ter prazer e gostar. Pensando assim, decidimos disponibilizar em todos os momentos pessoas que explicaram o que acontece naquela etapa do evento

Natal, 2 de maio de 2013

O Jornal de HOJE 17

A ARTE NO RENASCIMENTO SERÁ DISCUTIDA EM NATAL E VENTO CONTARÁ COM EXPOSIÇÃO, AUDIÇÃO, CAMERATA DE VOZES E DE VIOLÃO, PALESTRA , ENTRE OUTROS , NESTE SÁBADO , DIA 4, NO T EATRO A LBERTO M ARANHÃO de forma que cada um possa entender o que a importância e o que foi o período Renascentista”, destaca Grazielle. Fundada em 2004, a sede potiguar possui hoje mais de 170 alunos e cerca de 80 voluntários que colaboram para o seu funcionamento e a realização de diversos eventos que promovem a cultura, a filosofia e o voluntariado. Eventos esses que têm atraído muito o interesse por parte da população. Segundo a diretora, “diante desses três pilares (cultura, filosofia e o voluntariado) é que há dois anos foi instituído a promoção de realizar o “Dia da Arte”. Na capital potiguar começamos no ano passado que foi um sucesso e neste ano o tema será o Renascimento. Um tema que está muito atual devido

a necessidade das pessoas em encontrar novamente referências positivas para suas vidas”. A Renascença foi um momento histórico que fez o resgate de um ideal humanista por meio das obras clássicas da filosofia, até então preservadas no oriente pelos muçulmanos. Da Itália, esta cultura irradiou para o resto da Europa e deu força para as grandes navegações e para a abertura da visão de mundo que se tinha até então, entre os séculos XIV e XV. O ser humano ficou novamente no centro e por isso houve um impulso para o desenvolvimento da razão e da filosofia que transformaram a cultura da época. A escola filosófica de Marcilio Ficino foi um exemplo deste momento em que a família Médici

apoiou a tradução da obra platônica e onde começou a haver um debate mais intenso da obra deste filósofo numa época em que predominava o pensamento de Aristóteles, mais acessível naquele momento. Esse debate, mais do que atual, faz o homem contemporâneo lembrar-se de como é necessário ainda apreciar a arte e a filosofia, numa busca eterna por entender a si mesmo e a vida. “Afinal, se nos depararmos com a arte, temos a possibilidade de transpor essa ideia do Belo e da harmonia para outros lados das nossas vidas. Hoje em dia, vivemos um mundo de violências, traições, invejas, egoísmos, individualismos, entre outros, onde termina com que as pessoas passem a ver

Cultura HOJE

todos esses aspectos negativos como ‘normal’. O que não é. Por isso, a necessidade de promover eventos como este para que as pessoas possam encontrar e passar a ter referências positivas e consequentemente, uma vida melhor”, disse Graziele Andrade. E, conclui dizendo, “a própria arte está a arte pela arte. Onde a maioria do que é produzido hoje é simplesmente a repetição do mundo que a gente esta vivendo. Por isso, é preciso resgatar uma arte que promova um renascimento de uma linguagem mais humana, que volte a falar para o homem de novo, e com isso, que eles possam querer viver em unidade como um todo. Que a arte volte a falar novamente de harmonia, paz e amor”.

REGISTRO Nas próximas semanas, Hamlet segue em turnê pelas capitais nordestinas. Nesta última etapa, o espetáculo segue para Sergipe e Alagoas. Hamlet se apresenta no próximo domingo (5), às 20h, no Teatro Lourival Batista, em Aracaju (SE), e na quarta (8), às 20h, no Teatro Deodoro, em Maceió (AL). Esta turnê faz parte do projeto de montagem do espetáculo, que teve o patrocínio da Petrobras, Chesf e Banco do Nordeste/BNDES.

DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com 3º TIC Até o dia 10 de junho de 2013, o TIC - Festival de Teatro Infantil do Ceará recebe inscrições de grupos de teatro de todo o Brasil para a sua 3ª edição, que acontecerá de 05 a 13 de outubro de 2013. Os interessados podem enviar proposta de um ou mais espetáculos infantis para compor a programação do evento. A inscrição será on-line pelo site www.festival-tic.com. E, POR FALAR... O festival é conhecido por reunir espetáculos cearenses, nacionais e internacionais, na edição de 2013 do TIC outras linguagens invadirão a cena, como audiovisual, artes visuais, dança, música e literatura. Nesta edição, o grupo Sienta la Cabeza, de Barcelona (Espanha) é um dos convidados.

O QUE É A NOVAACRÓPOLE Nova Acrópole foi fundada em 1957, em Buenos Aires (Argentina), pelo professor Jorge Ángel Livraga Rizzi (1930-1991), historiador e filósofo. Tendo por base seu caráter filosófico, cultural e social, pautada no voluntariado, encontra-se atualmente em mais de 50 países, nos cinco continentes, reunindo milhares de membros e apoiadores. No Brasil, Nova Acrópole foi fundada por decisão de seus associados, nos termos da legislação brasileira. Sua estrutura associativa garante o respeito à diversidade, à autonomia e à iniciativa de cada um de seus integrantes. E seu funcionamento permite que sua ação se desenvolva com total independência de interesses políticos, religiosos ou financeiros.

PADROEIRA Festa da Padroeira de Parnamirim-RN terá Raça Negra comemorando 30 anos com um repertório completo com os maiores sucessos da banda, como "Cigana" e "Cheia de Manias". Para engrandecer ainda mais a noite, o Forró da Pegação grava o seu primeiro DVD Oficial e encerrando o evento, sobe ao palco a banda Grafith, que é sempre um fenômeno de público. A programação começa as 22h deste sábado, dia 4, na praça da Cohabinal do município. GASTRONOMIA A nona edição do Festival Gastronômico da Pipa será realizada no período de 04 a 12 de outubro deste ano, em Pipa, famoso recanto paradisíaco de Tibau do Sul/RN. Tradicionais no Festival, os concursos de Novos Talentos e de estabelecimentos locais já estão com inscrições abertas, conforme regulamentos disponíveis no site oficial: www.festivaldapipa.com.br. O primeiro, voltado aos novos talentos da gastronomia, encerra inscrições no dia 31 de julho, e o segundo, para restaurantes com sede em Pipa, segue aberto à participação até o dia 30 de junho. O evento retorna à praia da Pipa dessa vez com o tema “Delícias do Paraíso” e cheio de novidades, tanto na estrutura como nos concursos e nas programações gastronômica e cultural, que estão sendo preparadas com temas diversificados, ousados e presenças marcantes. HOJE Nesta quinta-feira, dia 2, às 20h, acontece a apresentação do espetáculo “EDTAM e convidados”, no Teatro Alberto Maranhão. A entrada é gratuita.

DJAVAN Devido às chuvas na cidade, o show do Djavan que seria realizado, dia 04/05, na Arena do Imirá, foi transferido para dia 31/05, no Teatro Riachuelo, às 21h. Os clientes que desejarem ter o valor do ingresso ressarcido deverão se dirigir a sede da Viva Promocões, no shopping Cidade Jardim, a partir desta sexta-feira (03) em horário comercial. As vendas para o show começam no dia 7 de maio na bilheteria do Teatro Riachuelo. Mais informações: (84) 3207- 1818.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 2 de maio de 2013

Canal 1

BATE-REBATE w Bruno Gagliasso irá se licenciar das gravações da próxima das 6, “Joia Rara”, para acompanhar o seu curta-metragem em Cannes. w O festival vai acontecer entre os dias 15 e 26 deste mês. Na ocasião, toda a equipe da novela já estará reunida nas locações do Nepal. w Gagliasso estará acompanhado da mulher, Giovanna Ewbank, Mariana Rios e Di Ferrero, e Fernanda Paes Leme. w Marcos Caruso, antes da nova novela, “Joia Rara”, vai aparecer em “A Grande Família”, como convidado especial. Um companheiro de trabalho do Lineu, Marco Nanini. w Tutinha e Marcelo Carvalho,

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery

Sérgio Baia/Divulgação

flavioricco@gmail.com.br

A melhora da TV paga está na base do faz de conta

Quinta-feira

O crescimento da TV fechada é incontestável e já começa botar pavor nas emissoras abertas menos favorecidas, como Gazeta, Cultura e a própria Rede TV!. Em vários horários os canais fechados chegam a atingir audiências muito

devido ao impedimento do seu Tuta, por motivos de saúde, estão assumindo a direção da Jovem Pan. w A cantora Paula Fernandes será uma das atrações do programa da Eliana, neste domingo, pelo SBT. w Thais Pacholek se despediu da Record no começo da semana, quando se encerraram as gravações de “Balacobaco”. w Apesar do interesse da emissora por um contrato longo, de até 5 anos, por causa do cinema, ela optou por não assumir nada agora com a televisão. w Em marcha lenta, o SBT vai incluindo o link de emissoras próprias ou afiliadas em sua homepage.

melhores. Tudo muito bom, tudo muito bem, só que o serviço oferecido ainda C´EST FINI Silvio Santos, no passado, se cuidava melhor para os seus programas, especialmente o Troféu Imprensa. Nos últimos anos, pelas suas observações sempre mal colocadas, às vezes nada educadas, percebe-se que esta preparação não mais existe. Está no automático. Vai que vai. Daí se explica muita coisa. Ficamos assim. Mas amanhã tem mais. Tchau!

deixa a desejar. A maior das distorções é o elevado número de espaços vendidos para a exibição de programas de televendas – até cachorro, por incrível que pareça, já colocaram no meio disso. O cidadão assina uma TV paga e, em vez de documentários, desenho animado ou longa-metragem, se depara com intermináveis propagandas de abridores de garrafas, aspiradores de pó velozes e furiosos, além de outras tantas quinquilharias. Não bastasse, a reprise de filmes ou séries ainda se apresenta como algo incorrigível, além das seguidas interrupções, na maioria das vezes, para exibições de mensagens comerciais. Não há nenhum exagero quando, em algumas situações se afirma que, apesar das tantas opções, não existe rigorosamente nada para assistir. Tudo o que se deseja como regulamentação da TV paga, até agora pelo menos, está bem na base do faz de conta.

TÚNEL DO TEMPO

Em “Saramandaia”, próxima das 11 na Globo, Lilia Cabral e José Mayer terão versões jovens para os seus personagens, Vitória e Zico. Uma relação de amor e ódio. Michelle Batista e Rodrigo Dourado serão esses dois.

>> TV - TUDO w UM BATALHADOR Ainda internado no Sírio Libanês, em São Paulo, Roberto Talma fez 64 anos na terça-feira. Alguns amigos mais próximos estiveram com ele. Talma continua na batalha. Está há 11 meses neste entra-e-sai do hospital. w ZONA DE CONFLITO A mesa da direção, no restaurante executivo do SBT, foi desmanchada, após nota aqui publicada, e passou a ser ocupada pela área comercial, Glen Valente e os seus mais próximos. Aliás, é bem por aí, dizem, que há um choque perigoso, envolvendo, inclusive, a filha do dono, Patrícia Abravanel. w POOL NA COPA O canal Bandsports, confirmado no mundial do ano que vem, irá trabalhar em conjunto com a Bandeirantes.

Serão 24 horas por dia de cobertura, com transmissão de todos os jogos, imagens das concentrações e áreas Fifa. w PENSANDO NISSO... Sabe-se que já houve um contato do canal Bandsports com Paulo Roberto Falcão, na tentativa de um acerto para comentar a Copa do Mundo. Como principais empecilhos, a sua ligação com a TV Globo e o desejo de continuar como treinador de futebol. De qualquer maneira, ainda não é um assunto encerrado. w DUAS QUESTÕES 1 – depois da transmissão do campeonato da série A 2, em São Paulo, a Rede TV! vai fazer o paulista sub-20. 2 – o novo programa, “Bola Dividida”, apesar da boa aceitação, continua sendo alvo de severas críticas pela sua curta duração. Uns 20 de arte apenas.

w CARÊNCIA Além de alugar todo material necessário para a transmissão da Fórmula Indy neste fim de semana - inclusive de uma empresa de fora, a Bandeirantes irá fazer o mesmo nas copas das Confederações e do Mundo. Para isso, já foi fechado um contrato com a produtora Casablanca, do empresário Pedro Siaretta. w CALMA NESSA HORA O grande problema da Indy, nesta etapa brasileira, deve passar pelos boxes, no encontro dos profissionais da Band com a NBC. Em 2012, porque a emissora brasileira quebrou um acordo no momento da entrevista com o vencedor, o australiano Will Power, por muito pouco não houve uma troca de socos e pontapés entre os representantes de uma e de outra.

HORÓSCOPO Áries 21/03 a 20/04 Em fase minguante, a Lua inspira mais reflexão do que ação nos próximos dias. É no embate de ideias que você irá rever algumas certezas, chegou o momento de fazer isto. Aproveite os próximos dias para finalizar projetos em comum com outras pessoas.

Leão 22/07 a 22/08 Lua minguante em Aquário: dias apropriados para terminar relacionamentos desagradáveis, datados ou que já deram o que tinham que dar. Focalize nisto e passe o pente fino nas suas relações em geral - de clientes a consultores financeiros e médicos.

Sagitário 21/11 a 21/12 Os próximos dias são perfeitos para esvaziar gavetas, clarear armários, desobstruir caminhos em casa e no escritório também. Vá no embalo da Lua minguante em Aquário e faça uma boa faxina no seu computador também. Relações com irmãos requerem arejamento.

Touro 21/04 a 20/05 Nos próximos dias o pique geral será de reparar, consertar e avaliar - nada de movimentos bruscos ou ações intempestivas. O que tiver de ser modificado o será pela via da lógica. Fique mais aberto à novas experiências.

Virgem 23/08 a 22/09 Um bom tempo para tratar bem melhor da saúde começa hoje. A ideia é incorporar as boas conquistas da ciência e da tecnologia ao seu dia a dia, na esperança de melhorar sua qualidade de vida, acabar com vícios etc.

Capricórnio 22/12 a 21/01 Vá diminuindo o ritmo das atividades a partir de hoje esta será uma época de preparação e de reflexão para você. Olhe pra trás, encare os resultados práticos de suas atitudes e decisões ultimas.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Pode ser que você venha vivendo internamente uma luta secreta, entre remorsos e culpas, e a cobrança ética e moral falando mais alto. A partir de hoje, estas considerações morais serão mais fortes. Você pode voltar atrás, sem ciúmes ou possessividade.

Libra 23/09 a 22/10 Se há projetos engatados que não andam, ou que provocam desgosto, a época certa pra você se desvencilhar deles começa agora, com a minguante lunar. Momento bom pra repensar onde deve investir seu dinheiro, seu talento etc. Valorize-se mais.

Aquário 21/01 a 19/02 Incompatibilidades gritantes entre o que o mundo e o chefe esperam de você, e o que sua verdade interior fala com mais ênfase nestes dias. De muitas formas você vai colher o que cultivou e plantou. Cuidados com a saúde, a aparência, dentes e cabelo são boas opções.

Câncer 21/06 a 21/07 Com a minguante lunar de hoje você conta com sete dias ótimos para saldar dívidas, dispensando o que é supérfluo de sua vida - assim, suas finanças agradecem. Cirurgias eventuais também serão cicatrizadas rapidamente.

Escorpião 23/10 a 21/11 É preciso mudar a abordagem em relação a assuntos domésticos, como levar as obrigações familiares adiante. A casa pode exigir cuidados e atenções nos próximos dias, pedindo consertos e arrumações. Arrume a sua, e se sentirá mais livre.

Peixes 20/02 a 20/03 A vida espiritual ganha importância nos próximos dias - a introspecção, a avaliação e as praticas que ajudam a harmonizar a mente e as emoções são as mais indicadas no momento. Desapego de ideias preconcebidas são boas atitudes.

OS CROODS - (Livre) MOVIECOM 2 - Hora:14:40 / 16:50

16:20 / 19:00 / 21:40 MOVIECOM 7 - Hora:14:40 / 17:20 / 20:00

UM PORTO SEGURO - (12 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:19:05

VAI QUE DÁ CERTO - (12 Anos) MOVIECOM 5 – Hora:14:45 / 19:20

CINEMA Divulgação

O ACORDO - (14 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:21:30

Cena do filme “Os Croods”

HOMEM DE FERRO 3 - (12 Anos) MOVIECOM 4 - Hora:13:00 / 15:40 / 18:20 / 21:00; Hora: 15:40 / 18:20 / 21:00 (Seg à Qui) MOVIECOM 6 – Hora:13:40 /

OBLIVION - (12 Anos) MOVIECOM 5 – Hora: 16:45 / 21:20 OBS: A aprogramação pode ser alterada sem prévio aviso. Favor consultar o cinema para confirmar o filme do adia.

w NINHO TUCANO Está completamente indefinida a eleição da Cultura, marcada para o próximo dia 14. Também no que diz respeito à Fundação Padre Anchieta, o tucanato está dividido entre Geraldo Alckmin, que apoia Marcos Mendonça, e o professor Carlos Augusto Calil, secretário de José Serra, no Governo e Prefeitura de São Paulo. w ÚLTIMA DO ANO Clayton Conservani e uma equipe do “Planeta Extremo” irão encerrar os trabalhos da temporada no Blue Jhon Canyon. Foi lá, em 2003, que o alpinista Aron Ralston se viu forçado a amputar seu antebraço direito com um canivete depois de ficar preso numa pedra. Um drama que virou filme, “127 Horas”, com James Franco.


Cidade

Quinta-feira

Natal, 2 de maio de 2013

Com caos no trânsito, Detran/RN registra mais 163 mil motoristas ESTADO TEVE UM AUMENTO DE 11,2% NO NÚMERO DE HABILITAÇÕES EM 2012 Nos últimos anos, notícias sobre o aumento da frota ou do número de veículos apreendidos revelam o tamanho do problema que o trânsito virou nas principais cidades do país. Por isso, a nova parcial de habilitações expedidas pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran/RN) em 2012, que revela um aumento de 11,2% em relação ao ano anterior, deixa em suspenso qualquer perspectiva de melhorias nos congestionamentos, em um futuro próximo. Sem políticas de mobilidade urbana e um contingente cada vez maior de veículos nas ruas, o Detran/RN divulgou que 163.328 Carteiras Nacionais de Habilitação foram emitidas (provisórias, renovação e definitivas), contra 146.906, de 2011. Para a subcoordenadora regional de trânsito, Márcia Marques da Rocha Costa, dois fatores influenciaram nos dados "Houve um aumento da população e a facilidade em adquirir um veículo devido à isenção fiscal". Focado no consumo, a política do Governo Federal para estimular a economia proporcionou que muitos brasileiros adquirissem seu primeiro veículo, mas a falta de estrutura das cidades criou ambientes urbanos sufocantes. Com mais de 350 mil veículos registrados no Detran/RN, Natal vive o dilema de ser a segunda menor capital do Brasil, em área territorial, e registrar o crescimento da quantidade de acidentes no trânsito. Uma suposta interferência da exigência de exame de atualização para condutores habilitados antes de 1998 e com a carteira vencida há mais de cinco anos é descartada por Márcia, como fator que contribuiu na elevação do número de pedidos de novas habilitações. "Não tem nenhuma influência. Outra coisa é que Natal sofre com a emigração de pessoas nos últimos tempos" - o segundo grupo que mais solicitou

Fotos: Wellington Rocha

Em meio ao trânsito caótico registrado em Natal, RN teve um aumento no número de expedições de carteiras de motoristas novas CNH foi o de estrangeiros residentes na capital potiguar. O anúncio de que o índice de reprovação nos exames práticos de direção dos candidatos a condutor aumentou de 20,32% para 36,21%, no primeiro trimestre de 2012 em relação a 2011, faz soar o alarme de um setor da vida cotidiana cada vez mais preocupante. Mais e piores motoristas, dirá qualquer crítico. Tem centros de formação de condutores com média abaixo dos 40% de aprovados - enquanto o Detran determina 60% como parâmetro. "Quando nos deparamos com os altos índices de acidentes de trânsito, ficamos apreensivos. É preciso que a sociedade tenha em mente que alguém que não esteja capacitado para conduzir, está preparado para matar ou morrer. Por isso, não podemos fazer concessão alguma", diz o diretor-presidente do Detran, Willy Saldanha.

Willy Saldanha, diretor-presidente do Detran/RN: não podemos fazer concessão

> AVALIAÇÃO

Unidade de Saúde de Mirassol cria Sala da Situação com banco de dados A Unidade Básica de Saúde (UBS) de Mirassol realizou, durante a última terça-feira (30), uma avaliação das ações desenvolvidas para os funcionários que objetivam melhorar o atendimento e criar um novo cronograma. A iniciativa partiu dos 46 funcionários e teve como ponto alto a conclusão do estágio de estudantes do curso de Nutrição da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e a criação da Sala de Situação - uma espécie de banco de dados para uso interno para facilitar a gestão, a tomada de decisões e auxiliar a atuação estatal quanto ao Serviço Único de Saúde (SUS). Para a diretora da UBS Mirassol, Márcia Maria Costa Barreto, no cargo há sete anos, o quadro completo, com três médicos e especialidades como nutrição, psicologia, enfermagem, assistência social e odontologia, exige uma constante depuração dos serviços, sobretudo um diagnóstico dos pacientes. "A cada dois meses fazemos essa reunião para vermos avanços, falhas, prioridades e necessidades de cada setor. Só assim podemos melhorar

Herácles Dantas

Funcionários da unidade de saúde de Mirassol tiveram a ideia da avaliação nosso atendimento, que é voltado para a prevenção". Munidas de informações coletadas em um grupo de 55 pessoas, as estagiárias de nutrição Patrícia Germano e Célia Dantas destacam nú-

meros que registram a incidência de doenças, como anemia e diabetes, o endereço dos pacientes (70% da zona Norte) e o índice de massa corpórea. "Com esses dados em mãos, temos um perfil de quem usa o ser-

viço", diz Patrícia. Dividido em quatro grupos de atuação (Idosos, Gestantes, Tabagistas e Mulheres), o trabalho observa características sociais. "Não adianta passarmos uma dieta sem observar a condição de cada um. Tem que estar dentro da realidade de cada pessoa, que, em sua maioria, busca praticidade e economia". Com mais de 1 mil mulheres atendidas por mês, a Unidade Básica de Saúde de Mirassol necessita de uma reestruturação física. De acordo com a diretora Márcia Maria, o prédio precisa de uma sala para reuniões e reformar a fachada. "Mas, no geral, temos uma boa situação. Conseguimos atender bem em todas as especialidades. Por isso, a avaliação dos profissionais e dos usuários é tão importante. Principalmente por não termos urgência e trabalharmos com prevenção. Nossa equipe detectou graus variados de obesidades, de diabetes e de problemas cardíacos através dessa pesquisa com 55 pacientes. A partir daí, vamos direcionar nossas ações".

> TURISMO

Organizadores do Rota 101 Nordeste apresentam projeto de grande famtour A diretoria da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (ABIH) no Rio Grande do Norte recebe nesta quinta-feira (2), às 17h, os diretores da Espacial Turismo e Eventos e da Argus Eventos de Turismo, organizadores do Salão de Turismo Rota 101 Nordeste. Na ocasião, eles vão apresen-

tar aos diretores e associados da ABIH o projeto para realização de um famtour para 350 agentes de viagem em Natal durante o período do evento, que acontece entre os dias 4 e 6 de julho, no Centro de Convenções. O Rota 101 Nordeste tem o objetivo de promover a integração regional por meio do turis-

mo e do desenvolvimento econômico. Estão inseridos dentro do contexto do evento, além do Rio Grande do Norte, os estados da Paraíba, Pernambuco e Alagoas, unidades da Federação que possuem trecho duplicado da rodovia federal BR-101 formando assim um grande corredor turístico.

O presidente da ABIH, Habib Chalita, vê com muito otimismo a ideia do famtour e destaca o trabalho desempenhado para realização do Rota 101 Nordeste. “Sabemos o grande potencial que nossa região tem no setor turístico. Precisamos de ações como esta para dar visibilidade e fortalecer ainda mais isso”, declarou.

O Jornal de HOJE 19


20 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 2 de maio de 2013

Quinta-feira

Érika Nesi erikamnesi@hotmail.com

O homenageado hoje é Ruy Antunes Pereira ícone em honestidade, em cultura do estado e da economia açucareira do Vale do Ceará-Mirim. Texto biográfico: Ruy Antunes Pereira nasceu em Ceará-Mirim, no no Solar Antunes (1888), construído pelo avô materno - Cel. José Antunes de Oliveira. Era filho da escritora Maria Madalena Antunes Pereira e do industrial da cana-de-açúcar:Olimpio Varella Pereira. Fez seus estudos preliminares no grupo escolar "Barão do Ceará-Mirim", tendo recebido aulas dos escritores Abner de Brito e da poetisa Adelle de Oliveira. Era casado com Odete Ribeiro Pereira com quem teve 5 filhos: Olavo Ruy, Adelmo e Maria (falecidos), Denise Pereira Gaspar e Ruy Pereira Júnior. Sempre viveu no vale verde onde começou a trabalhar com o pai, aos 13 anos de idade. Seus dias de infância e juventude foram marcados pelos sortilégios daquele vale edênico, onde ergueu o seu templo de inspirações: "Este vale existe? Estarei sonhando? E o verde, é uma cor ou um sentimento?", no dizer de suas palavras em carta à "sobrinha-dileta", Lúcia Helena Pereira. Como sua mãe, Ruy Pereira descobriu a fórmula mágica para escrever cartas memoráveis, às quais, sua filha Denise e eu, as transportamos para o livro intitulado: "Mucuripe - o Mundo Encantado de Ruy Antunes Pereira", lançado em grande estilo, no dia 0711-95 (data natalícia do filho Ruysinho). Um homem telúrico, apaixonado pelo vale onde nasceu. Escrevia diariamente e elegeu os seus correspondentes, aos quais, me incluiu, cartas de beleza imensurável, um deslumbramento às emoções! Nelas, toda a riqueza do seu mundo interior. O livro "Mucuripe", reune a um só tempo, regionalismo, sociologia, história e toda a sutileza de quem viveu em engenho na teluridade inerente ao encantamento do escritor, diante daquele estendal verde, que souprou-lhe aos ouvidos, as canções de outros autores brasileiros e estrangeiros. Ruy Pereira era irmão de Abel, Vicente, Antonieta e Darquinha. Foi o último a morrer, aos 92 anos, no dia 22-04-95. No dia seguinte, um cortejo de familiares e amigos, fez o percurso ao vale verde, no qual, foram depositadas as suas cinzas ao pé da palmeira que ele plantou, no velho Mucuripe, e, concomitantemente, no engenho o grande bueiro deixou soar o pranto do seu apito, enquanto na Matriz do vale, os sinos dobravam. Eis um pouco da essência do homem, cujas palavras escreveu no verso da foto que ilustra essa homenagem." Esse retrato é a cópia fiel do que fisicamente eu representava naquela época(1940). O tempo velozmente tudo transformando, inclusive moços em velhos! Os horizontes cada vez mais se delimitando. E a vida, tão boa, ficando para trás".(Escrito em Ceará Mirim em 11/11/61. Lúcia Helena Pereira - sobrinha, filha do seu irmão Abel Antunes Pereira HOMEM DE VALOR E DE PALAVRA Somente as palavras sábias da minha avó Madalena Antunes Pereira, para definir o que sinto em relação ao meu pai! Como o amava!!! E ao Deus que me deu, como poderei pagar a oferta? Procurarei descrevê-lo através de passagens de nossas vidas, pinceladas por alguns trechos de suas belas cartas. Era um homem de hábitos simples, um autodidata, de grande inteligência, bom gosto literário, sentimento poético, amante da música. Executava com maestria o seu saxofone, que muitas vezes o usava para alegrar as festinhas de seus funcionários. Com visão ampla e evoluída para sua época, tinha como sonho ver seus filhos formados, "a medalha que o tempo não destrói, como os haveres materiais." Atender aos seus anseios, foi o maior motivo para ter me formado em Direito, o maior presente que poderia ofertar-lhe e que ele dizia ser a sua maior glória: "haver me preparado e eu ter obedecido, para enfrentar, como um soldado sem armas, todas as eventualidades da vida". Mas assim como ele, minha mãe também tinha o sonho que eu fosse estudar no Rio de Janeiro, em um dos melhores colégios, da então capital federal, e aí concluir os cursos ginasial e clássico. Preparou-me então para o internato do colégio "Sacré-Coeur" de Marie"... Coube entretanto a papai a dura tarefa de levar-me para aquele infortúnio. Chegando comigo ao Rio, com sua sensibilidade, carinho e amor por mim, decidiu: "não irei deixar a minha Uruquinha, magrinha, que pouco se alimenta, por ter aversão à cebolas, em um colégio interno. Ela ficará externa, mesmo com apenas 13 anos, sob a guarda da bondosa e querida preta Simplícia, para ter uma comidinha caseira e sem cebolas..." Isso, se por um lado foi ruim, pois até hoje tenho pavor à cebola e também ter me sentido muito só, sem a companhia de meus pais e irmão, por outro lado, aprendi cedo a administrar a casa, dentro de um orçamento apertado que ele enviava para custear as despesas. Jamais esquecerei esse pequeno, grande gesto de amor! Voltando à infância, quando ainda morávamos no Mucuripe, meu pai completou 45 anos. Eu queria dar-lhe um presente, mas lá não tinha onde comprar... para realizar aquela minha vontade, procurei entre os brinquedos uma caixinha e nela coloquei uma nota de cinco mil réis, que havia recebido de mamãe, e o presenteei naquela data tão importante para nós. Relembro ainda sua emoção, os seus lindos olhos azuis marejados em lágrimas, recebendo aquela singela, porém significativa lembrança. Colocou-a como um troféu, em um quadro, no seu pequenino escritório e, quando eu completei 45 anos ele foi à Jacumã, pela última vez, entregar-me aquele, para ele, precioso presente, que guardo até hoje, como relíquia e lembrança daqueles dias "idos e vividos" da minha infância e da saudade que se encontra no meu coração. Já na minha adolescência, presenteou-me em meus 15 anos, com um Chevrolet Bel-air azul e bege. Mas, a sua maior preocupação foi colocar naquele valioso

Ícone Fashion Ruy Antunes Pereira

presente uma placa de números 888, porque a moça mais importante daquela época - Janete Mesquita possuía um carro cuja placa era 777. Tudo isso vem justificar o que ele dizia: " minha Uruquinha, uma das escassas vaidades da minha descolorida vida é você." E mais: "A vida de um pai não tem sentido, se não alimentada pelo reflexo da felicidade de seus filhos". Jamais fui repreendida ou castigada por ele, que apesar de procurar realizar todos os meus sonhos e me fazer feliz, sempre me impôs limites, regras e responsabilidades. Tudo o que sou e o que aprendi, devo a ele e ao desvelo e dedicação extrema, aliados à elegância de gestos e atitudes, da minha mãe, Odette, que sempre se sacrificou para que eu e Ruysinho usufruíssemos o melhor. Sobre a minha mãe, a quem ele chamava carinhosamente, Baronesa, dizia: "é a mulher que mais fundo penetra o poluído poço do meu coração." "Diante da grandeza de suas ações e do seu amor por nós, não passo de um simples Cabugi, comparado ao majestoso Evereste!". Sobre Arnaldinho, Ruysito e Sessé ele escreveu acertadamente: "seus filhos (meus queridos netos) vão se afirmando no mesmo diapasão, procurando sob a égide do saber, galgar montanhas. Executar por métrica e não de ouvido, a partitura da vida que lhes tocar viver. Seus três filhos, são dignos de serem colocados na mais rica das molduras. Sobre Arnaldo, ele considerava "o maior dos Gaspar, um homem cifrão, culto, inteligente, acima do nível normal da maioria, tão extraordinário que tudo com a sua cooperação se resolve..., não é um genro, é um filho!” “E não se tenha uma filha completa que até o homem certo escolheu para casar”. Ao Ceará-Mirim, pelo amor telúrico de filho de um verde canavial de sonhos e recordações, quis retribuir tudo o que dele recebeu. Assim, fez do seu querido filho, Ruysinho, a quem chamava de “Anjo”, prefeito daquela terra adorada, o que foi exercido com esmero, dedicação e muitas realizações, usando até os caminhões e tratores do engenho, à serviço da cidade à qual administrava, abrindo mão inclusive do seu próprio salário como prefeito, o que nosso pai dizia: “o calor de sua atuação política faz da minha velhice, simbolicamente noiva do sol” “Como pai e amigo, desejo que se eleve mais que eu na vida" "É humano todo pai almejar a criação maior que o criador! "Mas, se também tenho a glória de vê-lo já como Deputado Estadual e 1° secretário da Assembleia Legislativa, você possui a maior condecoração de bom filho, bom pai e bom irmão". "Parabenizo-o! Seria o óbvio desejarlhe felicidades, isso simplesmente porque você é a minha vida". Atitudes como essas, foram alicerçadas e recebidas do nosso pai, que também a Ruysinho delegou a mais nobre das missões: fazer doação ao município, do sobrado onde nasceu e ali viveu ao lado dos seus entes mais queridos - seus pais e irmãos - para que ali se tornasse a mais bela sede municipal de todo o Rio Grande do Norte - o Solar Antunes. Além do amor que dedicou à sua família, e à sua terra, deixou-nos outro grande ensinamento: "que fosse sempre cumprida a palavra dada" Porém, como homem, completava: "exceção essa àquela da fidelidade con-

jugal. Esta, uma miragem, para todos aqueles que se consorciam, tão fácil de prometer, mas com raras exceções tão difícil de ser cumprida pelos homens. Repito como no evangelho: Quem for isento de culpa atire a primeira pedra". Esse é o retrato de Ruy Antunes Pereira, autêntico, sincero, solidário, amigo, que não plantou apenas uma palmeira, onde desejou fossem colocadas as suas cinzas, mas que com os pés fincados no chão, no alagadiço, plantou canaviais, para neles deixar implantada a doçura de sua vida de trabalho, de justiça, de honestidade, e de amor. A ele, que em sua humildade se considerava pobre de letras, podemos dedicar e confirmar as célebres palavras do filósofo Aristóteles: Papai, "somente os GRANDES têm o direito de aparecer pequenos." Denise Pereira Gaspar - filha MODÉSTIA COMO GRANDE VIRTUDE Coube a mim, filho homem e mais velho, substituir o insubstituível! Substituir aquele que foi tudo em minha vida! Esses reencontros com o passado levam-me as lágrimas, ao expressar a minha infinita saudade! Mas, não posso falar em papai, sem deixar de associar a ele o nome de minha mãe - Odette Dantas Ribeiro, que ele descrevia como "uma mulher verdadeira e desinteressada, que sempre me amou, pela força desse amor eterno, desde o tempo em que eu era pobre e praticamente analfabeto e com o peso dos meus defeitos". Foi ela, quando ainda noiva , que conseguiu arrendar uma área para plantio de cana"doce vitória que consegui por intermédio da minha noiva Odette e da cunhada Maria da Cruz Ribeiro". Com muito trabalho e com o obtido financeiramente, comprou o seu primeiro engenho o Mucuripe, em 28/12/35. Partindo para novas conquistas, em 12/12/41 adquiriu por compra e não por herança, o engenho Oiteiro que pertencia aos seus pais e irmãos. Mas sempre com os olhos voltados para o futuro e muita vontade de vencer, estendeu seus negócios, com a aquisição dos Engenhos Cumbe em 01/03/45 e Alagoas, em 03/03/47, todos interligados, formando o complexo Mucuripe que fabricava açúcar mascavo, rapadura e até aguardente. Além de imóveis que já possuía em Natal,comprou em 1964 o engenho Santa Rita, também em Ceará- Mirim. Era um homem discreto que nunca quis se mostrar bem-sucedido na vida, sendo uma de suas maiores características, além da modéstia, a afabilidade com todos os que lhe procuravam,com carinho especial por seus colaboradores. Para os seus funcionários,construiu 30 casas de tijolo e telha, poço para água encanada e gerador de energia elétrica que funcionava até as 22h pois não existia COSERN cada uma com área de plantio para lavoura de subsistência,onde eles poderiam morar com mais conforto e dignidade. Avô amoroso,de suas netas Ruyma, Rylma e Rylza, pela sua idade avançada e saúde debilitada não chegou a desfrutar a alegria dos então pequenos Ruy Neto e Renata. Se em outras dimensões, no alto de sua palmeira, ele puder vislumbrar as alegrias terrenas, com certeza estará feliz em poder ver o seu neto que leva o seu nome, "galgar mon-

tanhas". Através do meu filho, seu neto, ofereço meu pai,em sua sublime memória , o que você mais desejava " um Ruy Antunes Pereira, continuador dos seus dias"para que possa honrar o seu GRANDE nome. Ruy Pereira Júnior - filho O NOTÁVEL “PEREIRINHA” Ruy Antunes Pereira, meu sogro, a quem eu chamava "Pereirinha" foi um homem notável: inteligente, culto, trabalhador, poeta, amigo dos amigos, sentimental e um "escritor nato", como dizia seu primo Nilo Pereira. Conheci-o através de sua filha, Denise, minha querida esposa, há 52 anos. Logo no início do nosso namoro, quando Denise lhe comunicou que queria namorar comigo, ele disse: - "não quero ver esse 'cara' na minha porta, você pode namorar de segunda a sexta, que estarei no engenho, mas com Detinha olhando". Eu conquistei logo a "Baronesa" ( Detinha) e em menos de 90 dias o "sogrão" já me dava o carro para dirigir e para ir com ele à oficina. Daí, foi um pulo só, para ficarmos amigos.Ele gostava muito porque eu era aluno do CPOR e estudante de Engenharia. Tive por ele muito respeito e admiração. Não poderei deixar de contar dois fatos marcantes que aconteceram: me formei em Engenharia no Rio de Janeiro. Vim para Natal e fundei a minha empresa Construtora A. Gaspar em Janeiro de 1962, estava casado com a sua Uruquinha desde Janeiro de 1961. Não tinha nada, era um liso. Fui a "Casa bancária" de Dr. Aldo Fernandes, e pedi 200.000 ( acho que eram contos de reis) emprestados por 120 dias. Dr. Aldo olhou para mim e disse: "menino para que você quer tanto dinheiro?" Eu disse que era para construir uma casa para vender. Ele perguntou: "E quem é o avalista?" Eu respondi: Ruy Pereira, ao que ele retrucou: "Ruy Pereira não avaliza para ninguém!" Eu disse, me dê a promissória. Fui até o engenho, Sr. Ruy estava trabalhando lá dentro e quando me viu, ficou surpreso, pois não era costume eu ir ao engenho, e logo perguntou o que estava fazendo ali. Vim lhe pedir um aval. "Um aval?" Sim. Ele pegou a promissória e avalizou em BRANCO. Sai correndo para Dr. Aldo que surpreso disse: "Ruy assinou em branco? Então você tem crédito" e emprestou o dinheiro. Outro fato que gosto de contar: Pereirinha muito humilde entro numa loja decarros em Copacabana, pelos anos de 1954. Veio um vendedor com quem comentou "carrinho bonito".Era um Lincol Capri, conversível vermelho, último modelo.Pereirinha perguntou:" quanto custa o carrinho?"o vendedor olhou para ele sem dizer o preço e foi embora. Sr. Ruy insistiu e o vendedor disse: "não é carro para o senhor". Pereirinha ficou brabo.Pegou o braço do vendedor e perguntou: "quero saber o preço" e o vendedor já com medo respondeu: 600.000. Sr Ruy então acrescentou: "o senhor quer em dinheiro vivo, ou em cheque "visado"? A essas alturas, vieram mais dois vendedores, o dono da loja, e ele comprou o carro. Este era meu sogro! Poderia contar diversas histórias, cada uma mostrando sua personalidade. Para não me alongar mais, vou contar a última. Certo dia, ele me chamou: "meu genro, você vai ter a última despesa com seu velho sogro. Eu quero que quando eu morrer você leve meu corpo para São Paulo para ser cremado.Estou pedindo a você porque Ruysinho, o Anjo, não terá coragem". E eu fui com Denise fazer a sua última vontade. Foi feita a cremação em S. Paulo, com ajuda do amigo Carlos Cerino. E viajamos de volta, para Ceará-Mirim, Engenho Mucuripe, onde na palmeira Imperial, por ele plantada, foram depositadas as suas cinzas, naquele lugar que ele amou! Poderia me estender mais, porém, um homem como "Pereirinha" não morre, o seu exemplo fica gravado na mente de todos os que lhe amaram. Arnaldo Neto Gaspar - genro À FRENTE DO SEU TEMPO Ao recordar Vovô Ruy, lembro-me de um homem sério, simples e muito inteligente. Um homem que via à frente do seu tempo. Tanto nos negócios, enquanto esteve ativo empresarialmente, quanto com as coisas que o cercava. Alimentação saudável e frugal e caminhar por uma hora toda manhã, eram hábitos já nos anos 60. Determinado e disciplinado ao extremo, se chovia, caminhava dentro do nosso apartamento no Leblon. Quando adolescente ao mencionar que era seu neto, ouvia invariavelmente: Ruy Pereira, homem de palavra. Homem de bem. Arnaldo Gaspar Jr. - Neto GRANDE SENHOR DE ENGENHO Tio afim e primo pelo meu lado materno ( família Varela Pereira) homem singular e excepcional que com trabalho árduo, honradez, dedicação, amor filial e paternal, visão empresarial e comportamento financeiro austero, expandiu a atividades canavieiras e investiu também em vários imóveis urbanos. Na metade do século passado, a cidade maravilhosa era o sonho de brasileiros de todos os quadrantes e a princesinha do mar o desejo maior. Alí no coração do bairro de Copacabana, plantou mais uma bandeira de seu mundo encantado, justamente no edifício Canadá - isto mesmo: (cana-dá) Quando lá passava as férias, intervalo entre a trabalheira das safras, prosseguia imerso no universo canavieiro. Foi o senhor de engenho que mais safras tirou no nosso município. Assim, recordá-lo e homenageá-lo é momento próprio para ressaltar suas qualidades: dedicação ao trabalho, amor à família, bondade, generosidade, fraternidade, simplicidade, discrição e pendores literários, escritor nato como enfatizou o notável Nilo Pereira. Tenho por ele gratidão apostolar e afeto especial, frutos de enriquecedora convivência.No meu mundo de ótimas recordações vivem destacadamente os tios Ruy e Odette. Anauro Dantas Ribeiro - primo

FLIP 02/05/2013  

Cidade, economia, cultura, esporte e politica

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you