Page 1

Segunda-feira

Ano XV w NATAL-RN,

29 DE OUTUBRO DE 2012 w Nº 4.478

R$ 1,00 w jornaldehoje.com.br

Foto: canindesoares.com/

> PRIORIDADE ANUNCIADA

Carlos Eduardo ainda nem tomou posse, mas já confirma que será candidato à reeleição em 2016 Ambição e sede de poder são as marcas registradas do vencedor do pleito

CLASSE POLÍTICA DO RN É UM CASO PERDIDO: AO DAR ENTREVISTA APÓS A DIVULGAÇÃO DO RESULTADO ELEITORAL, FUTURO PREFEITO DECLARA QUE O SEU PROJETO É SE REELEGER POLÍTICA 3 Wellington Rocha

> APESAR DO SEGUNDO TURNO

Quase 60% dos eleitores de Natal não contribuíram para a vitória de Carlos Eduardo S OMANDO

AS ABSTENÇÕES, OS VOTOS DE

HERMANO

E OS

BRANCOS E NULOS, EX-PREFEITO TERIA PERDIDO NAS URNAS POLÍTICA 5

> DIA DO SERVIDOR PÚBLICO

Mobilização no Hemonorte cobra mais investimentos e valorização profissional CIDADE 6

Para chamar atenção do Governo do Estado e da população, mais de 300 servidores "abraçaram" o prédio localizado na Alexandrino de Alencar

> SISTEMA PENITENCIÁRIO

> DESAFIOS PARA 2013

Heracles Dantas

Natalense pede atenção para saúde, educação e transporte CIDADE 8

> 15 ANOS DE JORNALISMO

Construtoras acompanham crescimento e felicitam o JH CIDADE 13

Em manifestação, aprovados também cobraram curso de formação. Criação de vagas e outras sugestões estarão no TAC que será enviado ao Governo

Aprovados em concurso para agente defendem criação de mais 600 vagas CIDADE 10

> AMANHÃ

> SÉRIE B

ABC enfrentará Paraná Clube e pode garantir a Série B em 2013

Time do América do próximo ano já começou a ser montado

Time já está em Curitiba para confronto direto, pois paranaenses estão apenas 3 pontos à frente dos potiguares. Se vencer, ABC carimba permanência. ESPORTE 14

Os bons resultados das promoções do América têm animado os diretores e Alex Padang resolveu anunciar algumas renovações importantes. ESPORTE 14

Túlio Lemos

Marcos A. de Sá

Daniela Freire

Vicente Serejo

Rubens Lemos F.

Página 3

Página 7

Página 12

Página 13

Página 15

w Quando ganhou no primeiro turno, em 2008, Micarla também queria ser reeleita.

w Ruralistas atingidos pela seca já podem renegociar suas dívidas nos bancos oficiais.

w Derrota do PMDB em Natal deve atrapalhar planos para Governo do RN em 2014.

w Os desafios de uma cidade com a sua maioria num grave silêncio de advertência.

w Centroavante de verdade sempre fez da grande área o seu minifúndio de sobrevivência.

ESCREVEM ARTIGOS DA EDIÇÃO DE HOJE Ailton Salviano FCésar Barbosa Alcimar de Almeida Silva Ana Luíza Rabelo Spencer Otomar Lopes Cardoso Junior Newton M. de Albuquerque OPINIÃO - Página 2 INDICADORES: Dólar comercial R$ 2,03 Dólar turismo Dólar/Real

R$ 2,09 R$ 2,03

Euro x real R$ 2,61 Poupança 0,50%/0,42% Taxa Selic 7,25%

E-MAIL REDAÇÃO:

jornalismo@jornaldehoje.com.br

ACESSE O SITE:

www.jornaldehoje.com.br

SIGA-NOS NO TWITTER:

@jornaldehoje

TOTAL DE PÁGINAS NESTA EDIÇÃO

20 CMYK


2 O Jornal de HOJE

Artigo

Opinião

Natal, 29 de outubro de 2012

OTOMAR LOPES CARDOSO JUNIOR, professor (cardosojr@yahoo.com)

Amancio

Segunda-feira

Artigo

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com

Carro novo, salário antigo Mais uma prorrogação na isenção do IPI para carros novos foi anunciada para que consumidores aproveitem os descontos e possam sair, pelas mesmas ruas e estradas, com seus carros novos. Sem adentrar no problema que a sobreocupação do espaço e suas consequências para as cidades (que não crescem na mesma velocidade) estamos, novamente, utilizando política pública baseada na redução de arrecadação de impostos em troca de manutenção de empregos. É uma opção. É importante, sem dúvida, a adoção de políticas em momentos de retração; afinal, em tempos de crise alguns autores já ensinaram que o papel do Estado é "destravar" a máquina produtiva e fazer com que a economia "volte a funcionar" em relativa normalidade. Desta vez, essas medidas significarão R$ 800 milhões a menos em impostos "dispensados" e que deixarão de entrar nas contas do poder público, em todas as esferas administrativas (a redução do IPI afeta diretamente a receita dos estados e municípios). É o preço a pagar ou o investimento ser feito em troca de manutenção de empregos e controle de inflação (imposto menor significa menor preço dos automóveis e, portanto, impacto menor na já crescente inflação). Mas, há outra variável que merece ser destacada: estamos na era do carro novo, mas salário antigo. Em outras palavras, como nem todos os salários têm tido reposição da inflação ou aumento real, a compra de um carro novo com o salário antigo impactará diretamente no chamado endividamento das famílias, ou seja, gasta-se agora para pagar em longas (e suaves?) prestações. Isso significa que a compra de um carro novo impactará na redução de alguma outra forma de consumo pois, é uma despesa nova e maior a ser paga com a mesma receita. O endividamento será, portanto, a próxima política pública a ser traçada: como não emperrar a má-

quina da economia quando o nível de dívidas ultrapassa o limite razoável de despesas de uma família e a contas já não conseguem mais ficar tão equilibradas? O mercado financeiro, os empréstimos e cartões de crédito passam a ser, infelizmente, uma solução; o problema é que esta é a pior das soluções, a de trocar um orçamento doméstico equilibrado por uma despesa financeira decorrente do aumento que não seria realmente tão necessária, a do carro novinho na porta da garagem. A lógica do raciocínio da redução do IPI está pautada pelo fator tempo: resolve-se a crise atual da produção mantendo-se o nível de empregos da indústria para, com a saída da crise e uma expectativa de aumento de salários a médiolongo prazos, viabilizar o pagamento das prestações. Como um é o problema a curtíssimo prazo e o outro está diluído em "suaves" prestações, espera-se que o tempo seja suficiente para que os dois não coincidam! Senão, o consumidor ficará mais do que endividado e não haverá redução de impostos que resolva ou que estimule novas compras: nesta hora o caixa que faltará não será o das empresas, mas o das famílias. Há de se observar que tudo isso é um reflexo da crise. E em economia crises não têm soluções chamadas "de prateleira". A regra, válida ali não serve necessariamente nas mesmas condições para todos os mercados. O ruim em tudo isso é que medidas paliativas de enfrentamento à crise são meramente passageiras, mas seus reflexos são mais impactantes e mais longos. Já estamos vivenciando mais de 1.500 dias de crise global (iniciada em 15 de setembro de 2008) e nem todas as expectativas são positivas quanto gostaríamos sobre um futuro melhor e mais animador no curto prazo. Por isso, na verdade, todos gostariam mesmo é de salário novo. Carro novo seria, então, mera consequência de aumento de renda.

FCÉSAR BARBOSA, articulista (fcesarb61@yahoo.com.br)

Macaíba é tão perto que se chega num pulo

Artigo

Notícias que O Jornal de Hoje não publicou A propósito das comemorações dos quinze anos de O Jornal de Hoje, lembrei-me de um episódio escolar acontecido nos últimos semestres do Curso de Comunicação Social da UFRN (2005.2). Na conclusão da disciplina Planejamento Gráfico, o professor pediu que cada aluno desenvolvesse um pequeno projeto de um jornal impresso. Veio-me então a ideia de criar uma publicação com notícias boas, porém utópicas. Nome do jornal – O Sonho. E assim, numa espécie de delírio onírico criei, apenas com o uso de um simples editor de texto, um jornal contendo notícias que todos gostaríamos de receber, mas de probabilidade praticamente nula de acontecer. Com certeza foram notícias que O Jornal de Hoje obviamente não publicou nesses quinze anos de circulação ininterrupta. Com a finalidade apenas de preencher o tal projeto gráfico exigido pelo currículo escolar, essas boas notícias semelhantes a quimeras foram concebidas. Na primeira página do visionário jornal uma manchete local foi estampada e dizia respeito à nossa saúde públi-

Artigo Artigo

ALCIMAR DE ALMEIDA SILVA, advogado, economista, consultor Fiscal e Tributário (aasconsultoria@bol.com.br)

Aspecto físico-territorial municipal Nas proximidades de assumir o seu mandato em 1º de janeiro de 2013, é indispensável que os prefeitos recém eleitos, em conjunto com aqueles já escolhidos ou que vierem a ser escolhidos para o exercício dos cargos de Secretários Municipais, bem como a assessoria ou consultoria externa, já estejam refletindo sobre as ações a desenvolverem. Para tanto não podem olvidar as regras previstas nas Constituições Federal e Estadual, nas respectivas Leis Orgânicas Municipais, bem como nas diversas leis que regem o cumprimento das competências municipais, atentando para o lhes é obrigado, proibido e permitido, vistos sob os aspectos físico-territorial; econômico-financeiro; sócio-comunitário; e político-institucional. Ao se tratar do aspecto físicoterritorial, ao qual se agrega a variável ambiental, o Município tem por obrigação promover, no que couber, adequado ordenamento territorial, mediante planejamento e controle do uso, do parcelamento e da ocupação do solo urbano, por força do disposto no inciso VIII, do art. 30 da Constituição Federal. Tal competência se harmoniza com a política de desenvolvimento urbano, executada conforme diretrizes gerais fixadas no Estatuto da Cidade - ainda que não esteja obrigado à elaboração e implantação do Plano Diretor, o qual só abriga cidades de mais de 20 mil habitantes, como previsto no art. 182 também da Constituição Federal. Já o Estatuto da Cidade - que é mais amplo do que o Plano Diretor, sendo mesmo com este é confundido por muitos - prevê outras hipóteses que obrigam a sua elaboração e implantação, independentemente do número de habitantes. Entre estas ser integrante de região metropolitana ou de aglomeração urbana; onde o poder público pretenda utilizar mecanismo que levem o proprietário a ocupar o

imóvel urbano não construído, sob pena de cobrança de imposto sobre a propriedade predial e territorial urbana e até a desapropriação com pagamento em títulos da dívida pública; ser integrante de área de especial interesse turístico; e ser inserida em área de influência de empreendimentos ou atividades de significativo impacto ambiental regional ou nacional. Mas, ainda que o Município não esteja enquadrado em nenhuma daquelas hipóteses, não deixa de ser recomendável a implantação de uma política, ainda que modesta, de planejamento e controle da ocupação do solo - e não apenas urbano como também rural. Pois assim procedendo estará não apenas sendo dado cumprimento às diretrizes de englobar o território do Município como um todo, mas proporcionando boa utilização dos espaços físicos também às populações rurais. E para tanto não há necessidade de sofisticadas e onerosas obras, mas de cuidados modestos porém eficazes, que permitam a todos o deslocamento quer nas proximidades de seus lugares de residência como entre pontos do Município ou mesmo fora dele. Por isso é que o aspecto físicoterritorial, mesmo nos pequenos e modestos Municípios não pode ser desprezado, não apenas para cuidar que sua ocupação se faça de forma a proporcionar bem-estar a toda a população. Ademais do que, tendendo ao crescimento, se não forem adotadas providências ainda quando houver um número reduzido de habitantes, quando este crescer e vierem ocorrer implantação de obras públicas ou particulares, mais difícil e oneroso tornar-se-ão para a administração municipal o controle da ocupação territorial. Dessa forma, estará sendo desmistificada a idéia de que cuidar do físico-territorial e mesmo do ambiental é competência exclusiva dos maiores.

AILTON SALVIANO, geólogo/jornalista (ailton@digi.com.br)

ca: "Natal agora é uma cidade 100% saneada". Uma notícia simples de dificílima concretização, mas não impossível. E pensar que as grandes cidades europeias foram saneadas nos primeiros anos do século 20! Por tratar-se de uma obra que a maior parte é subterrânea, poucos políticos têm interesse em implementá-la. O povo não vê. Não produz dividendos políticos. Ainda no âmbito da saúde pública, uma notícia que todo potiguar gostaria de receber: "Dengue é coisa do passado". E o complemento: a governadora do Rio Grande do Norte embarcou nessa sexta-feira do Aeroporto de São Gonçalo rumo a Zurique na Suíça onde receberá da Organização Mundial de Saúde (OMS) a honraria "RN - Área livre da dengue". Com isso, espera-se um novo "boom" no turismo do Estado. Da área política vem outra notícia bomba. Outro devaneio que todos gostaríamos de ouvir: "Senadores e deputados desistem dos seus salários" Seria uma prova inequívoca que os políticos em Brasília estariam lá não para usufruírem das benesses do cargo e sim pela Demo-

cracia e pelo desejo de trabalhar e lutar pelo desenvolvimento da pátria amada. No caderno esportivo duas manchetes que abalariam os alicerces do nosso combalido futebol que perdeu o seu principal estádio e vislumbra cada vez mais distante o sonho da série A: "ABC X América decidem hoje a Série B". Neste caso, o vencedor concretizaria o almejado sonho. E outra manchete esportiva não menos inusitada: "Ronaldinho Gaúcho assina contrato com o Alecrim". Impossível? Lembremos que Mané Garrincha jogou no Alecrim, o único time brasileiro que teve como jogador (goleiro) um presidente da República. Eis outra notícia-sonho para aqueles que lutam pela organização da nossa estrutura fundiária e distribuição mais justa das terras: "Hotel da Via Costeira reúne milhares de sem-terras no primeiro congresso nacional da categoria". Finalmente, uma notícia que faria todo aposentado do INSS sorrir: "Governo Federal inicia distribuição de cartões corporativos para aposentados do INSS" Estas são notícias que TODOS só publicarão amanhã? Não nos iludamos!

ANA LUÍZA RABELO SPENCER, advogada (rabelospencer@ymail.com)

Envelhecer ou não ser, eis a questão Seres humanos, independente da idade, gostam de coisas bonitas e brilhantes. Daí, esclarecemos o culto a metais e pedras preciosos. Sabemos que "nem tudo que reluz é ouro", mas quase tudo que brilha é bonito. Esse gosto especial pela beleza também dá contornos à cultura social que busca nas pessoas padrões, algumas vezes impossíveis de conseguir. Magreza, cabelos, estilos... Tudo isso é perseguido com a agudeza de caçadores, mesmo quando não é exatamente o que se quer. A luta contra o envelhecimento tem ganhado contornos de guerra biológica dada as suas dimensões mundiais e o esforço desprendido para alcançarmos a "fonte da juventude". Desde as (combatidas) cobaias animais ao procedimento invasivo, nada é perdido ou deixado de lado nesta busca. Nada é pequeno ou bizarro demais.

Artigo

Desde os tempos mais remotos, existem lendas sobre como manter a juventude, desde o ato de banhar-se em leite dos mais diversos animais a práticas extremamente condenáveis como banhar-se ou beber sangue de pessoas jovens. Tudo isso, como já se sabe, foi em vão. Talvez o grande interesse em permanecer jovem não seja arrebanhado apenas pelo desejo de ser belo, mas, sobretudo, pelo medo da morte, do desconhecido "outro lado". Medo este injustificável, porque só existem dois tipos de pista para imaginarmos: ou se é ateu e morreu, acabou-se, não há nada a temer, ou se acredita em Deus, que pode até nos ensinar as lições que devemos aprender com rigor, mas não deixará de ser nosso Pai, não nos abandonará. O medo da morte pode não ser a justificativa. Pode ser o poder que se

acredita que a beleza e a juventude trazem. Sabemos, porém, que pessoas belíssimas são mais vistas e, consequentemente, mais expostas a críticas e julgamentos: se casa com alguém menos bonito, se tem um bom emprego, todos os atos dos "belos" são dissecados e analisados pela sociedade. Pode ser que não seja tão vantajoso... Beleza pela beleza, contra a velhice. Só. Sem muitas explicações, sem muitas perguntas ou respostas. Há quem goste e aplique esses "procedimentos" em suas vidas. Prefiro a dignidade de envelhecer respeitando a si mesmo. O brilho dos cabelos brancos, o contorno de uma vida definida pelas nossas rugas ou calvícies. A beleza de uma vida bem vivida, estampada nos olhos de cada um. Juventude e medo estão dentro de nossas mentes, e só nós podemos decidir o que é abundante em nosso interior.

NEWTON MOUSINHO DE ALBUQUERQUE, general (Ref) do Exército e ex-subsecretário da Senad/PR (newtonmousinho@uol.com.br).

Crack - dependência e tratamento Semana passada, o Facebook difundiu em nível nacional a triste história de um viciado em crack morador das ruas de Curitiba, emblemática quanto ao arrasador poder viciante da droga. Como a maioria dos viciados oriundos da classe média, aos 16 anos conheceu a maconha. Queria mais e enveredou pelo uso da cocaína até que, aos 25 anos, entrou de vez no crack, provavelmente em razão do afundamento social e financeiro provocado pelas drogas – o jovem modelo promissor abandonou a família e se tornou mendigo para sustentar o vício. Amargou sucessivas internações, para desespero da família todas elas abandonadas ainda antes de completar dez dias de tratamento. Hoje, enfrenta mais uma internação dentro do sombrio prognóstico de chances quase nulas de sucesso. É a lógica fatal do vício: fundamental que a parte vulnerável do problema tornese forte o suficiente para sustentar o tratamento. É mais um entre milhares de exemplos da suprema dificuldade do tratamento à dependência ao crack. Essa violenta dependência ao crack é intimamente ligada à forma como a droga é consumida, por inalação da fumaça proveniente de sua queima em cachimbos rudimentares, o que a faz rapidamente assumir o sistema nervoso central. Quase imediatamente, entre outras consequências psicossomáticas, o usuário sente um prazer descrito como semelhante ao sexual, oscila entre euforia

e nervosismo, aumenta a disposição física e a atividade cerebral, denota ausência de cansaço e diminuição das necessidades básicas de alimentação e sono, além de sensibilidade acentuada especialmente na visão, tato e audição. Além desse comportamento peculiar, as alterações mais visíveis no usuário contínuo são a coloração amarelada da pele, acentuada magreza e aparência desleixada, que acusa perda das noções de higiene. O consumo constante do crack causa aumento da pressão arterial que, quando o seu abuso escapa ao controle do viciado, pode provocar arritmia e falência cardíacas, acidentes vasculares cerebrais, coma e – não raro – morte súbita. Diante de tais dificuldades, como então tratar o viciado em crack e, por extensão, em outras drogas pesadas? Não podemos ter ilusões: o tratamento é complexo e apresenta várias recaídas, pois o grau de envolvimento com o tóxico lhe oblitera a vontade de se recuperar. Entretanto, persistindo-se no tratamento e diferenciando-o caso a caso, ele pode ser eficaz. Para alguns, a solução é a internação, voluntária, involuntária ou compulsória. Para outros, o tratamento ambulatorial multidisciplinar. E tudo isso pode ser complementado através de grupos de autoajuda focados em drogadição, semelhantes aos AA (alcoólicos anônimos). A abordagem clássica é a família procurar ajuda especializada, sem a participação do

drogado, expor claramente a situação, receber orientação e discutir a sua viabilidade em função da ajuda que pode oferecer, entender que o tratamento será necessariamente longo (um mínimo de dez meses para o vício detectado cedo e até dois anos para os casos agudos). As várias e inevitáveis recaídas não podem em absoluto ser tratadas como fracassos e resultar em desistência. Esta é a imensa dificuldade para recuperar os desvalidos das cracolândias, incapazes de abandonar os grupos de consumo e se afastar do traficante. Para um eficiente programa de prevenção é imperiosa a intervenção orientadora nas escolas, particularmente as situadas em áreas carentes, abrangendo alunos dos ensinos fundamental e, sobretudo, médio, além de, obrigatoriamente, pais, professores e auxiliares de ensino. Para cada um desses grupos, a experiência manda empregar três diferentes formas de abordagem: aos pais, orientação para compreender o problema e ajudar os filhos; aos professores e auxiliares de ensino, capacitação para prevenir, detectar e lidar com os problemas relacionados a drogas na juventude; aos alunos - o principal objetivo - muito diálogo com especialistas sobre o tema. Lembrando Gabriela Mistral: "Somos culpados de muitos erros e muitas faltas, mas nosso crime é o abandono das crianças... A elas não podemos responder "amanhã"; seu nome é "hoje".

(Agacy de Sousa) Agacy de Sousa foi um dos raríssimos serem humanos mais bonitos que conheci. Não pela "metragem" da estética: baixo, gorducho, cabeça grande e redonda, ainda por cima zarolho – sua estrutura física lembrava, e muito (pelo menos para mim), os atores Felipe Carone (19201995) e Henry Calvin (1918-1975), o sargento Garcia da série Zorro (1957-1960) –, mas, aquela sua alma irradiava luz. Um altruísta no sentido literal da palavra. Sua maior característica era o de ser um autêntico bonachão: bondade natural, simples, paciente – e até certo ponto, ingênuo. Foi uma figura amada por todos que dele se aproximaram. Os "inimigos" (forjados pela da maldita política) o respeitava e até o admiravam. Tinha um carisma nato no domínio de um palanque nas eleições. Semianalfabeto, discursava como poucos. Nasceu para ser um comunicador. Mas, profissionalmente foi comerciante, caminhoneiro e vice-prefeito de Barcelona por inúmeras vezes. E quando tentou ser prefeito foi derrotado por seus próprios correligionários: nos anos de 1970, candidatou-se pela "Arena 2" – Aliança Renovadora Nacional–, seus opositores da "Arena 1" o atacaram com uma letra (sobre uma música do cantor paraibano João Gonsalves) que dizia: "Esse 'cara olho', eleitor, quer te iludir/ Esse 'cara olho', eleitor, quer te iludir/É o vigarista mais gabola que já vi/Não votamos com ele, que vai dá confusão/Nosso eleitorado, é gente de ação/Vai votar com Sinésio, e com Sebastião/Agacy vai chorar, junto com o Babá, e não tem mais perdão". Em sua simplicidade, e sem magoas, apenas ria quando alguém cantava. O certo é que jamais saberemos o que perdeu Barcelona. Aquilo tudo foi jogado no saco de lixo da sujeira provocada pela política que impera na mente do nosso povo. Política à parte, nada ofuscava sua natural popularidade como pessoa. Era normal gente viajar até sua residência para saudá-lo e presenteálo com sacos de feijão verde, galinhas, patos, perus, jerimuns, melancia e tudo o mais que a Região produzia. Feliz, ele não se continha e saia "boatando" – de esquina em esquina – o que iria almoçar aquele dia, convidando "Paulo, Sancho" e Martins". Sua mulher, odiava. Mas, assim era Agacy: alguém que compartilhava. Dos meus 51 anos teve o privilégio de circular em sua "orbita" por 26. E por uma dessas idas e vindas que o destino comanda, tive com ele certo grau de parentesco. Em consequência lhe herdei o exemplo de bondade, que continuamente provocando-me algo de "franciscano", que insiste em duelar, todos os dias, com meu lado "satanás". O primeiro diz "faça sempre o bem aos seus semelhantes. Independente de quem seja e o que lhe faça". O segundo toca meu ombro e, com seu olhar matreiro e um sorriso diabólico, diz "deixe esse povo se F... Você não tem nada com isso. Cuide de sua vida"! A morte de Agacy de Sousa se deu no dia 21 de outubro de 1987, na BR 304, a altura da Cidade de Macaíba. Faz 25 anos. Viajando em um Fiat, modelo Panorama, no sentido Natal-Barcelona, um pneu estourou. Seu amigo que conduzia o veiculo, homem de experiência em estrada, "danou" o pé no freio causando o capotamento. O vice-prefeito não suportou os gravas ferimentos e partiu. Pessoalmente foi uma das maiores perdas que tive na minha vida. O inesquecível Agacy de Sousa tinha o habito – e nunca se soube a verdadeira razão – de dizer "Macaíba é tão perto que se chega num pulo". E foi exatamente naquela Cidade onde ele escolheu partir deste mundo tão carente de "Agacys"... O JORNAL DE HOJE recebe colaboração pelo correio (Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova - Natal-RN, CEP 59056-570), por fax (0xx84 32215058) e por e-mail: artigos@jornaldehoje.com.br. Pede-se que os textos sejam concisos e contenham nome completo, RG, CPF, endereço e telefone. O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de selecionar e publicar trechos.

NOTÍCIAS QUE OS OUTROS PUBLICARÃO AMANHÃ

OJORNALD EHOJE DIRETOR-EDITOR Marcos Aurélio de Sá DIRETOR ADMINISTRATIVO Marcelo Sá DIRETORA DE REDAÇÃO Sylvia Sá

EDITORES Fernanda Souza Juliana Manzano João Ricardo Correia EDITOR DE POLÍTICA Túlio Lemos EDITOR DE ESPORTES

w w w . j o r n a l d e h o j e . c o m . b r Gabriel Negreiros EDITORA DE CULTURA Daniela Pacheco EDITOR RESPONSÁVEL / PORTAL JH Wagner Guerra GERENTE COMERCIAL Karina Mandel

ASSINATURA ANUAL Capital: R$ 210,00 Interior (via ônibus): R$ 250,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EXEMPLAR AVULSO R$ 1,00

ASSINATURA SEMESTRAL Capital: R$ 130,00 Interior (via ônibus): R$ 150,00 Interior e outros Estados (via correios): valor da assinatura + o custo da postagem EDIÇÃO ATRASADA R$ 4,00

O JORNAL DE HOJE se reserva o direito de não aceitar informes e material publicitário que infrijam as leis do país e a ética jornalistica. Informações, comentários e opiniões contidos em artigos assinados não possuem, necessariamente, o endosso da Direção. Só é permitida a reprodução de matérias com prévia autorização escrita e com a citação da fonte em destaque

REDAÇÃO E OFICINAS: Rua Dr. José Gonçalves, 687 - Lagoa Nova | Natal - RN - CEP 59056-570 |Brasil - Telefax: (84) 3211-0070 - Assinaturas: (84) 3221-5058 ramal 214 | jornalismo@jornaldehoje.com.br - www.jornaldehoje.com.br Editado e publicado por RN Gráfica e Editora Ltda. http://www.jornaldehoje.com.br - jornaldehoje@digi.com.br - jornaldehoje@uol.com.br - artigos@jornaldehoje.com.br - administracao@jornaldehoje.com.br - jornalismo@jornaldehoje.com.br - assinaturas@jornaldehoje.com.br - comercial@jornaldehoje.com.br


Política

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 3

Carlos Eduardo anuncia candidatura em 2016 e o PT ameaça fazer oposição PREFEITO

ELEITO AINDA NÃO FOI DIPLOMADO E NEM TOMOU POSSE, MAS JÁ ANTECIPOU PROJETO DE REELEIÇÃO Divulgação

ALEX VIANA REPÓRTER DE POLÍTICA

Nem mesmo foi diplomado, o prefeito eleito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), declarou, em entrevista à imprensa, na noite de ontem, momentos após a proclamação do resultado oficial da eleição em segundo turno, que será candidato à reeleição em 2016. "E espero ganhar no primeiro turno", afirmou o pedetista, ao ser abordado por jornalistas, ao lado dos principais aliados da campanha em Natal, o vice-governador Robinson Faria (PSD) e a ex-governadora Wilma de Faria (PSB). Em meio à surpresa, surgiram as especulações em torno da declaração. Segundo analistas políticos, Carlos Eduardo mostra, com este posicionamento, que irá se dedicar de corpo e alma a fazer um bom governo, sendo reconhecido e reeleito; e que, mesmo fazendo uma boa administração, e contando com eventual desgaste da governadora Rosalba Ciarlini (DEM), não irá disputar o governo do Estado, deixando o caminho livre para os aliados Robinson, Wilma ou ainda a deputada federal Fátima Bezerra (PT). Outra mensagem implícita da declaração seria direcionada especialmente ao PT, do deputado estadual Fernando Mineiro, candidato derrotado no primeiro turno, mas que saiu das urnas fortíssimo candi-

Carlos Eduardo ainda comemorava o resultado da eleição, quando anunciou que pretende disputar novamente o pleito natalense em 2016. O PT quer Mineiro dato à Prefeitura em 2016. A declaração de Carlos Eduardo seria uma forma de "matar" na nascente as esperanças do PT e tentar trazer, no futuro, o importante partido da presidente Dilma Rousseff (PT) para o seu governo em Natal. Para o ex-presidente do Diretório Municipal do PT, vereador reelei-

to Fernando Lucena (PT), o PT, que declarou "apoio crítico" a Carlos Eduardo no segundo turno e afirmou que não participará do governo carlista, poderá fazer oposição ao pedetista já a partir de janeiro de 2013. Segundo Lucena, Carlos Eduardo sabe que Mineiro é um forte nome para 2016 e, ao anunciar que será candi-

dato à reeleição, age de caso pensado contra a candidatura de Mineiro. Segundo Lucena, a maior agressão que o ser humano faz a Deus é quando compra um carro em 36 meses, disse, citando Oscar Niemeyer e considerando precipitada a declaração do pedetista. "Qual garantia que estaremos vivos em 2016?",

citou o vereador. Para ele, se já estava acertada que a posição do PT a partir de janeiro de 2013 seria de independência ou de oposição ao governo municipal, com a declaração do prefeito eleito, para lá de extemporânea, o partido poderá fazer oposição já a partir de agora. "O PT não irá participar do go-

verno de Carlos Eduardo porque a campanha de Mineiro foi pregando 'nem o passado como foi, nem o presente como está'". Indagado se o PT poderá fazer oposição a Carlos Eduardo, Fernando Lucena afirmou que "não está descartado, até porque ele está anunciando que em 2016 é candidato e nós temos um candidato fortíssimo em 2016, que é Mineiro" acrescentou Lucena. "Mineiro é um forte candidato em 2016, para ganhar a eleição", observou. Ainda sobre a declaração antecipada de Carlos Eduardo, Lucena disse que "cada um que avalie, que tenha certeza que não vai morrer, que vai ganhar". Para ele, "o PT vai ficar numa posição correta, e vamos trabalhar a candidatura de Mineiro". O petista disse também que "o PT não tem nenhum nome melhor que Mineiro, que mostrou que é maior que o partido". De acordo com o vereador, "as pessoas votaram no Mineiro, é o nome mais forte que o PT tem para disputar". "Vamos manter o pé no chão para manter a candidatura de Mineiro. Não nos interessa contra quem, interessa que Mineiro é candidato sim e que nós perdemos [a eleição no primeiro turno] por muito pouco. Mineiro vinha crescendo e por um ponto perdemos. Se é contra Carlos Eduardo o candidato [em 2016], nós vamos trabalhar. Se for para disputar contra ele, nós vamos disputar", avisou o petista.

Wilma de Faria: “Vencemos nossos adversários, que estão preocupados com a eleição de 2014” A vice-prefeita eleita de Natal, Wilma de Faria, presidente estadual do PSB, afirmou que o prefeito eleito, Carlos Eduardo (PDT), obteve "uma grande vitória" nas urnas deste domingo, sobretudo porque teve de enfrentar adversários que estão focados nas eleições de 2014, quando deverão ser renovados os cargos de governador e vice-governador do Rio Grande do Norte e também uma vaga de senador da República. Wilma disse que, mesmo sendo vice, foi fonte de muita preocupação, por sua atuação na capital e no interior do estado. "Foi uma grande vitória nossa, porque nós enfrentamos nossos adversários, que estão preocupados com 2014, e tentaram nos derrotar de todas as formas em 2012. Mesmo eu sendo vice, causei muita preocupação, tanto com minha atuação no interior, como na capital. Isso deu muito problema, mas deu tudo certo e o povo ficou muito feliz com a minha par-

ticipação. A preocupação com relação a Wilma no Estado continua", observou. Segundo Wilma de Faria, as eleições municipais sempre são importantes, porque preparam o eleitor para uma eleição maior, tão significativa quanto a municipal, que é a estadual e federal. "Mas, com certeza, não dita todas as regras, embora já prepare o eleitor, o ambiente político, para novas decisões daqui a dois anos". Em relação à vitória na capital, Wilma de Faria classificou como "muito bonita" porque contou com a união da força eleitoral de Carlos Eduardo com o conhecimento de causa que ela tem sobre Natal. "Nós tivemos oportunidade de unir força e experiência. O conhecimento de causa, em relação a Natal, valeu bastante. A identidade minha com o prefeito eleito foi muito importante para conquistar essa vitória", analisou. Indagada se sente vitoriosa, Wilma de Faria disse que sim, mas

Arquivo

Wilma de Faria não aceita cargo no secretariado de Carlos Eduardo: “Não, de jeito nenhum. Não vou ser gestora” prefere dividir os louros com a oposição ao governo estadual. "A vitória foi de todos. A oposição

ganhou com a vitória de Carlos, e eu me considero totalmente vitoriosa", disse. "Foi bonita, vence-

mos e vencemos bem, com 61 mil votos de maioria. Dá 17% de vantagem sobre o segundo colocado".

TRANSIÇÃO A vice-prefeita eleita de Natal, Wilma de Faria, afirmou que a população de Natal reconheceu a boa gestão de Carlos Eduardo como prefeito de Natal e por isso o elegeu para um novo mandato. "A aposta foi na experiência, e a gestão dele foi bem avaliada pelo povo de Natal. O povo avaliou muito bem ele como gestor. Na verdade, foi isso que nós trabalhamos". Sobre a equipe de transição, Wilma disse que Carlos Eduardo agora dará um tempo, mas irá nomear a equipe de transição ainda nesta semana. "A gente vai dar um tempo, porque, afinal de contas, ninguém é de ferro, para poder nomear a equipe de transição. Essa semana ele vai pensar nisso, terça ou quarta fala sobre isso. Para poder ter comissão e transição". Indagada se poderá integrar o futuro secretariado de Carlos Eduardo, Wilma de Faria afirmou que "não, de jeito nenhum. Não vou ser gestora".

“Anúncio de reeleição significa um compromisso com o futuro de Natal” O prefeito eleito de Natal, Carlos Eduardo Alves (PDT), declarou ontem, em sua primeira entrevista após a eleição, que deverá ser candidato à reeleição em 2016. Para a vice-prefeita eleita, Wilma de Faria, a declaração tem

um significado: "Eu acho que significa um compromisso com o futuro de Natal, preocupação de continuar um trabalho", disse Wilma. Sobre o trabalho na prefeitura de Natal, a governadora sina-

lizou que o PSB irá ajudar o prefeito a ter sucesso na administração, recuperar os serviços básicos e dar conta da Copa de 2014. "Wilma, como presidente estadual do PSB, vai seguir a orientação do partido, do nosso presi-

dente Eduardo Campos, de continuar se reorganizando e fazendo o partido crescer em todo o Estado", observou. Quanto à bancada minoritária de apoio a Carlos Eduardo na Câmara Municipal, Wilma declarou

que o prefeito eleito manterá "um bom diálogo" com os vereadores. "Na eleição, enfrentou-se muitas forças que não nos venceram, mas que somaram que foi o DEM, PP, PMDB e outros partidos. Por isso mesmo, houve fracionamento

entre todos os partidos que elegeram vereadores. Mas, quando eu fui eleita, a gente só fez um vereador, embora depois tivéssemos os projetos aprovados, porque eram do interesse do povo", recordou.

quicina Santos, na Semob; Damião Pitta, na Semopi; Virgínia Ferreira, no Planejamento, Justina Iva, na Educação.

vitoriosa.

a ressalva: "O que tiver de errado, o que for ilegal, que for irregular, vamos mandar para os órgãos competentes para apurar". Está correta a posição dele. Olhar para frente, sem desprezar totalmente o que recebeu da atual gestão, mas não transformar isso em prioridade de Governo.

Túlio Lemos POLÍTICA - TÚLIO LEMOS FUTURO O prefeito eleito Carlos Eduardo está com pressa. Nas primeiras entrevistas concedidas após a divulgação de sua vitória, já marcou para esta semana, o anúncio da equipe que fará a transição; já avisou também que será candidato a reeleição, em 2016. Quando ganhou no primeiro turno, em 2008, Micarla também queria ser reeleita. Em política, nem sempre querer é poder. NÚMEROS A vitória de Carlos Eduardo é inquestionável em relação a maioria que impôs ao seu adversário, Hermano Morais. Porém, ele não pode deixar de observar que, embora

tuliolemosjh@gmail.com / www.tuliolemos.com.br / @tuliolemosrn

tenha tido mais de 60 mil votos a mais, a soma dos votos de Hermano (153 mil), mais os brancos (15 mil), nulos (40 mil) e os que não foram votar (102 mil), dá 311 mil votos. NÚMEROS II Carlos Eduardo obteve 214 mil votos no pleito. A soma de quem não votou no candidato do PDT chegou a 311 mil votos. Ou seja: 97 mil votos a menos que a soma de todos que não votaram nele. Isso não muda em nada o resultado nem a legitimidade conquistada nas urnas. Mas serve de alerta para o gestor, que obteve uma maioria ilusória. A grande maioria do eleitorado apto a votar,

não votou nele; e esse eleitorado pode ser conquistado para o futuro ou reforçar a oposição a sua gestão. SECRETÁRIOS Vai começar a safra das especulações dos possíveis secretários que irão integrar a gestão de Carlos Eduardo. Pelo menos dois terão que ser aproveitados: os atuais vereadores Raniere Barbosa e George Câmara, que caminham para perder o novo mandato em definitivo. São dois nomes que certamente serão aproveitados pelo futuro prefeito. NOMES Outros nomes também são lembrados para o futuro governo: Ele-

APOSTAS Os mais apressados já fazem apostas a respeito da duração da relação Carlos Eduardo/Wilma de Faria: Há quem aposte que os dois não comem a espiga do São João juntos; outros, que a dupla não comemora o Natal de 2013. Na verdade, tanto Wilma quanto Carlos Eduardo tem o temperamento difícil, o que vira combustível para um afastamento. Mas Wilma tem um trunfo: Seu partido, o PSB, elegeu 5 dos nove vereadores da coligação

OPOSIÇÃO? Numericamente, Carlos Eduardo tem apenas 9 vereadores que lhe darão sustentação política na Câmara de Natal. Mas, segundo Sherloquinho, essa matemática muda ainda antes da posse. Afinal, nenhum prefeito jamais governou com minoria no Parlamento. Há nomes que irão permanecer os quatro anos na oposição; mas há outros que não resistem a um 'particular'. RETROVISOR O prefeito eleito Carlos Eduardo afirmou que não vai assumir olhando para o retrovisor, mas fez

PROCESSO Independente do resultado da eleição, Carlos Eduardo vai continuar respondendo ao processo no Tribunal de Justiça, em que sua condição legal está sendo questionada. Está previsto para ocorrer na véspera do dia de Finados. Mas pode haver novo adiamento.


Natal, 29 de outubro de 2012

4 O Jornal de HOJE

Walter Gomes DE BRASÍLIA - walgom@uol.com.br INTERINO - JOAQUIM PINHEIRO - jtpinheirojh@gmail.com

Política

Segunda-feira

TJ determina ao Governo que faça repasse integral ao MP DESEMBARGADORA ZENEIDE BEZERRA DETERMINA PAGAMENTO DE R$ 13 MILHÕES Depois do ministro Ricardo Lewandowski, do Surpemo Tribunal Federal (STF), determinar o repasse imediato de R$ 57,4 milhões referentes ao duodécimo do Poder Executivo ao Judiciário, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJ/RN) determinou o mesmo, mas para o Ministério Público do RN. A instituição, assim como o próprio TJ ao STF, tinha entrado com um mandado de segurança no TJ para solicitar o repasse integral das parcelas do duodécimo, que estão previstas no orçamento de 2013, mas que não vinham sendo repassadas na sua integralidade. O valor que o Executivo deve, agora, ao MP é de R$ 13,6 milhões. A decisão foi da desembargadora Zeneide Bezerra e o mandado de segurança havia sido confirmado pelo procurador-geral de Justiça, Manoel Onofre Neto. Ele reclamava que a situação ficou mais grave em agosto e setembro deste ano, quando as diferenças entre os valores previstos e os repassados foram maiores. A situação, segundo o próprio

Missão difícil

Prefeito eleito, Carlos Eduardo (PDT) e a vice-prefeita eleita, Wilma de Faria (PSB), terão uma missão difícil a partir do próximo ano. A Prefeitura Municipal de Natal encontra-se em situação de dificuldade e a cidade vivendo um momento crítico. É preciso paciência por parte da população, determinação e criatividade dos futuros gestores. A primeira providência que a população exige é a regularização da limpeza pública e da malha viária. n n n O futuro prefeito precisa iniciar conversações imediatamente com o Governo Federal e até organismos internacionais objetivando estabelecer parcerias para efetivação de novos convênios e projetos. A busca pelo restabelecimento do poder de investimento do município também deverá ser uma das metas do próximo prefeito de Natal. É necessário também, paciência e apoio da população com as mais simples iniciativas, como não jogar lixo nas ruas, por exemplo.

Reestruturação do PV

O presidente de honra do PV, Rivaldo Fernandes, assumirá a presidência do partido após a renúncia de Micarla de Sousa que deverá ocorrer no início do próximo ano. Posteriormente, a direção nacional se reunirá para examinar pedidos de afastamento da legenda. O futuro presidente iniciará imediatamente um trabalho de reestruturação do Partido Verde com vistas as eleições de 2014 quando o PV pretende apresentar candidaturas a cargos proporcionais e majoritários. Informa-se que após deixar o cargo, Micarla de Sousa viajará para os Estados Unidos onde fará um curso de aperfeiçoamento religioso para em seguida retornar a Natal e assumir funções na TV Ponta Negra. Não está descartada uma possível candidatura de Micarla a deputada estadual nas eleições de 2014.

Justiça seja feita

O sistema que processa as eleições brasileiras consolida-se como um dos mais eficientes do mundo. Deve ser seguido, inclusive por Países mais desenvolvidos como é o caso dos Estados Unidos.

LEITURA DINÂMICA t

Iniciam-se especulações sobre os nomes mais cotados para o secretariado de Carlos Eduardo, prefeito eleito em Natal. A equipe deverá ser composta basicamente por pessoas indicadas pela vice-prefeita eleita, Wilma de Faria, vice-governador, Robinson Faria, deputada Fátima Bezerra e pelo próprio prefeito. Os nomes mais cotados são, Damião Pita, Graça Mota, José Pegado, Virgínia Ferreira, Andrea Ramalho, Justina Iva, Aparecida França, Dácio Galvão, João Bosco Pinheiro, Raniere Barbosa, Josenildo Barbosa, entre outros. t O atual prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rêgo, do DEM, e Rogério Marinho, do PSDB, deverá compor o secretariado da governadora Rosalba Ciarlini a partir de janeiro quando será feita uma reforma objetivando melhorar o desempenho do governo. t Movimentos sociais de apoio aos vereadores Raniere Barbosa e George Câmara realizarão hoje às 19 horas no auditório da Facul-

dade de Farmácia (ao lado da Maternidade Januário Cicco) um ato público em defesa da manutenção dos mandatos dos vereadores conquistados através do voto livre e soberano do povo de Natal. t Assembleia Legislativa realiza sessão solene para homenagear aos militares do Exército Brasileiro que integrarão o 17º Contingente do Batalhão da Força de Paz do Haiti. Será amanhã a partir das 9 horas. Proposição do deputado Ricardo Motta. t Resultado preocupante: mais de 100 mil eleitores não compareceram às sessões eleitorais para votar em Natal. t A embaixatriz de São José de Campestre, Denísia Matias, comunica o sucesso da Festa de São Judas Tadeu naquele município no final de semana. O evento religioso completa 36 anos. t Para refletir: "O sucesso é paralisante somente para aqueles que nunca desejaram nada". (Thornton Wilder)

Welligton Rocha

Desembargadora Zeneide Bezerra atendeu mandado de segurança impetrado pelo procurador-Geral de Justiça, Manoel Onofre desembargador, acabava por prejudicar a independência do Ministério Público. Do mesmo jeito que a presidente do TJ, a desem-

bargadora Judith Nunes, afirmou que a atitude do Executivo atrapalhava o acesso da população à Justiça. O Governo do Estado,

por sua vez, afirmou que o repasse integral poderia impedir o pagamento da folha salarial de outubro.

< SUCESSÃO NA CÃMARA

Adão assume candidatura à presidente O vereador reeleito, Adão Eridan, do PR, declarou a O Jornal de Hoje, que é pré-candidato a presidência da Câmara Municipal de Natal por entender que chegou a sua vez após acumular experiência adquirida durante quase 20 anos ininterruptos de atuação parlamentar no legislativo municipal. Disse também, que quer ser presidente para obrigar que servidores que percebem acima de 20 mil reais dêem expediente. Segundo ele, existem vários servidores nessa situação e a Casa precisa ser moralizada. "Entendo que tenho todas as condições necessárias para desenvolver um bom trabalho, daí colocar meu nome a disposição dos colegas vereadores para que juntos possamos resgatar a credibilidade e a confiança da população. Para que isso ocorra temos que construir uma candidatura séria e comprometida com as mudanças que precisam ser feitas a partir do próximo ano", disse o vereador do Partido da República.

Heracles Dantas

Vereador Adão Eridan quer apoio dos colegas para presidir Câmara a partir de 2013 Adão Eridan disse que iniciou um processo de entendimento com representantes dos diversos partidos com representação na Casa, visando a formação de um bloco forte e competitivo com vistas a conquista da presidência da Câmara. "Como uma forma de estratégia não podemos revelar nomes, mas já contamos com 10 colegas vereadores dispostos a somar conosco nesse propó-

sito de elegermos o futuro presidente da Casa", ressaltou Adão Eridan, vereador que tem destacada atuação política no Bairro de Felipe Camarão e segue orientação do líder do PR, deputado João Maia. DECISÃO CONJUNTA O vereador Adão Eridan garantiu que ficará acertado que o bloco em formação adotará uma decisão

conjuntamente com relação à presidência da Câmara Municipal de Natal e que no momento oportuno serão divulgados os nomes dos seus integrantes e a decisão adotada com relação ao processo sucessório no legislativo municipal. "Estamos em fase preliminar", ressalta o vereador, acrescentando que ser for eleito presidente terá como projeto principal a compra do terreno onde funciona a Câmara Municipal de Natal atualmente para evitar o pagamente mensal de 45 mil reais à Universidade Federal do Rio Grande do Norte. "Além de pagar um aluguel absurdo, a Câmara vive sendo ameaçada de despejo", observa o vereador, acrescentando que também tem como meta a valorização do servidor e a moralização da Casa Legislativa obrigando que servidores que recebem salários altíssimos trabalhem para fazer jus ao que recebem todos os meses. "Tem servidor que recebem mais de 20 mil reais e não trabalha", denunciou Adão Eridan. (JP)

> CANCELAMENTO DE REGISTROS

Raniere e George solicitam suspeição de juiz Os vereadores Raniere Barbosa, do PRB, e George Câmara, do PC do B, deram entrada na justiça com um pedido de suspeição do juiz Verlano Medeiros no caso do pedido de retirada dos seus nomes da relação dos eleitos no último pleito eleitoral sob o argumento de que o magistrado é advogado particular do vereador Edivan Martins no processo da Operação Impacto em que Edivan Martins foi acusado pelo Ministério Público no episódio da votação do Plano Diretor de Natal. "Estamos de posse de uma fotografia comprovando que o juiz é eleitor do vereador do PV, e par-

ticipou de evento político/social de apoio à candidatura derrotada de Edivan Martins", ressalta Raniere Barbosa. Ainda segundo o vereador do PRB, o fato demonstra a necessidade de que o juiz Verlano deve ser afastado da relatoria e tenha seu voto impugnado. "Como é que um juiz terá isenção para julgar numa situação dessas", questiona o vereador George Câmara, do PC do B, que igualmente a Raniere Barbosa, está se sentindo prejudicado com a retirada do seu nome da lista dos eleitos em Natal. Ele disse que o caso e está entregue à Justiça Eleitoral e espera que pre-

valeça a justiça e o bom senso e que os votos que recebeu dos natalense democraticamente através das urnas sejam respeitados. "Estamos convictos dos nossos direitos e esperamos que os mandatos sejam preservados, já que não houve nenhuma irregularidade no processo de formação das alianças e na votação dos eleitos", observa o vereador George Câmara.

PRONUNCIAMENTO DA CORTE Questionado sobre o pedido de suspeição do seu nome no caso dos vereadores Raniere Barbosa de George Câmara, o juiz Verlano Medeiros afirmou o seguinte: "Não tenho nada a declarar sobre o assunto. Vou esperar que a Corte do TRE se pronuncie". (JP)


Política

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 5

Quase 60% dos eleitores de Natal não votaram em Carlos Eduardo EX-PREFEITO

CONQUISTOU

CIRO MARQUES REPÓRTER DE POLÍTICA

Nove votos não tinham sido apurados até a manhã de hoje em Natal, segundo informou o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Pouco importou. Afinal, já haviam sido contabilizados os 526.417 votos e, tanto quanto a votação dos dois candidatos, chamou a atenção também o alto número de abstenções. Foram 102.324 votos, ou seja, 19,44% do eleitorado. Na prática, o comparecimento as urnas foi de "apenas" 424.093 mil. E dos que apareceram, vários ainda votaram em branco ou nulo. Foram 55.884 votos nessa condição, o que representa 13,17% das pessoas que foram votar. Dessa forma, é possível calcular que 158.208 dos eleitores de Natal, ou melhor, 30% do total não votou nem em Carlos Eduardo, nem em Hermano Morais. Esse montante, inclusive, é mais do que o que o candidato do PMDB conseguiu nas urnas (153 mil).

214

MIL VOTOS, MAS A SOMA DE QUEM NÃO VOTOU NELE CHEGOU A

Além disso, se somados os números de abstenções, os brancos e os nulos aos votos dados a Hermano Morais, Carlos Eduardo teria perdido nas urnas. E com folga. Afinal, seriam 311.730 votos dessa somatória, contra 214.687 votos do prefeito eleito. Isso é o mesmo que dizer que Carlos Eduardo não teve o voto de 59,1% do total do eleitorado natalense. Retirando da soma os eleitores que se abstiveram, visto que não tem como afirmar que se eles votassem, votariam contra o exprefeito, é possível dizer que Carlos Eduardo já começa 2013 com 209 mil opositores. Ou seja: a vantagem que o pedetista tem hoje da oposição é de apenas 5 mil votos. A porcentagem de abstenções, também, foi maior que o número de votos de Carlos Eduardo Alves no primeiro turno (153 mil). Por isso, é possível compreender que o ex-prefeito não conseguiu convencer boa parte da população no primeiro turno e também não o fez no segundo.

311

Divulgação

Carlos Eduardo venceu a eleição contra Hermano Morais, mas a maioria do eleitorado apto, não escolheu nenhum dos dois Nessa linha de comparação, ainda é possível destacar que o número de eleitores que não votaram

ou que votaram em branco ou nulo, neste segundo turno, foi maior que no primeiro. Mais de 10 mil votos

a mais, por sinal. Isso porque 146.745 não votaram ou anularam o voto no primeiro turno. O mesmo

MIL ELEITORES

que dizer que 8% a mais que isso fizeram o mesmo neste domingo. Esse crescimento, por sinal, é algo que preocupou não só em Natal. A presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), ministra Cármen Lúcia, afirmou que o índice de abstenções no segundo turno a preocupou e será avaliado pela Justiça Eleitoral. Seis milhões dos 31,7 milhões de eleitores, ou seja, 19% das pessoas aptas a votar, não compareceram neste domingo aos locais de votação. "Agora cabe aos órgãos tanto da Justiça Eleitoral quanto aos especialistas e cientistas políticos fazermos essa avaliação, porque qualquer aumento é preocupante. Toda abstenção não é boa", declarou Cármen Lúcia. "É um dado sobre o qual nós todos vamos nos debruçar para termos verificação adequada do porquê, quais as causas e consequências, e as medidas que podem ser tomadas para convidar com mais eficácia todos os eleitores que desta vez se abstiveram de votar".

Carlos Eduardo: “Tenho consciência do tamanho do problema” Malha viária, limpeza urbana, saúde e educação. Esse vai ser o foco do prefeito eleito, Carlos Eduardo Alves, nos primeiros 200 dias de gestão em 2013. A declaração proferida nesta segunda-feira, após o resultado das urnas, confirma o compromisso assumido durante a campanha. Ciente do "tamanho do problema" que enfrentará no seu retorno a Prefeitura em janeiro, Carlos Eduardo colocou que, na saúde, especificamente, a prioridade seria a reabertura das unidades, com equipamentos e medicamentos. "Somos contra a privatização nas chamadas atividades fins", garantiu o prefeito eleito, reafirmando

que vai realizar o concurso público para a contratação de mais profissionais e as Unidades de Pronto-Atendimento (UPAs) e Ambulatório Médico Especializado (AMEs) serão geridas pela Prefeitura. "A terceirização se mostrou um antro de corrupção", acrescentou, se referindo a Operação Assepsia, do Ministério Público, que levou a prisão o ex-secretário de Saúde, Thiago Trindade, e de Planejamento, Antônio Luna. Carlos Eduardo também afirmou que vai capacitar o Conselho Municipal de Saúde para que ele tenha condição de fiscalizar os programas públicos. Com relação aos medicamentos e ao desabaste-

cimento que o município enfrenta, o prefeito eleito prometeu pedir uma dispensa de licitação para a compra em caráter emergencial, baseado em uma tomada de preços e "claro, com a ajuda dos promotores da saúde do Ministério Público". E não foi só isso. "Vamos retomar as obras de Capim Macio, Nossa Senhora da Apresentação, Passo da Patria e África. Foram obras que foram abandonadas pela atual gestão, mesmo já tendo o financiamento da Caixa Econômica", afirmou o político do PDT em entrevista ao RN TV, da InterTV Cabugi. O prefeito eleito prometeu tam-

bém começar as obras de mobilidade urbana. Vale lembrar que, durante a campanha, ele prometeu assinar a primeira ordem de serviço 15 dias depois de tomar passe em janeiro. "Temos que recuperar o tempo perdido e vamos com novos projetos, grandes e pequenos, colocar Natal de novo no caminho do desenvolvimento". Com relação à equipe de transição e ao novo secretariado, Carlos Eduardo revelou que já pensa em alguns nomes. "Até quinta-feira anuncio os nomes da equipe de transição. Já tem alguns nomes em mente, já que os técnicos mais bem preparados estão conosco desde janeiro", reafirmando que "respeita-

mos a coligação, mas nosso critério (para a escolha dos nomes) será o mesmo: técnico", até porque "o prefeito sozinho ele não faz nada, precisa ter uma equipe para ajudar na administração". Carlos Eduardo também comentou a decisão da Câmara Municipal, que rejeitou suas contas referentes a 2008 e o tornaria inelegível por oito anos. Isso, se não tivesse sido suspensa por uma liminar conseguida na Justiça Comum - e que vai ser julgada na próxima quinta-feira, no Tribunal de Justiça. "A decisão da Câmara foi casuista, arbitrária para me tirar da disputa", afirmou Carlos Eduardo. Nessa condição, vale lembrar, al-

guns vereadores como Bispo Francisco de Assis, do PSB, e Maurício Gurgel, do PHS, por exemplo, votaram pela condenação dele, ou seja, participaram dessa decisão "abritrária para tirá-lo da disputa", mas participaram também da campanha eleitoral apoiando Carlos Eduardo como futuro prefeito. "Acredito que o judiciário vai julgar em sintonia com o povo de Natal", previu, afirmando em seguida que o povo quer "paz, tranquilidade, quer trabalho, acima de tudo". Carlos Eduardo também fez questão de dizer que sua situação eleitoral estava "resolvida" no que diz respeito a Justiça. "Vou ser diplomado", garantiu. (CM)

Apesar da derrota, PMDB tem mais prefeitos na Grande Natal Faltou a "cereja do bolo" para o PMDB, mas o partido tem muito que comemorar em 2012. Afinal, apesar da derrota de Hermano Morais para Carlos Eduardo, que seria a tal "cereja", dos dez municípios que compõem a Grande Natal, o partido conseguiu eleger prefeitos em quatro delas: Extremoz, Monte Alegre, São José do Mipibu e Vera Cruz. Em Extremoz, o eleito foi Klauss Rêgo. Monte Alegre, Severino de Irmã Dulce. São José do Mipibu, Arlindo Dantas e, em Vera Cruz, João Paulo. Depois do PMDB, PR e PDT são os que tem mais gestores nas duas siglas. O

PR, do deputado federal João Maia, conseguiu eleger prefeitos em Ceará-Mirim, com Antonio Peixoto, e em São Gonçalo do Amarante, com Jaime Calado. Já o PDT, reelegeu Maurício Marques em Parnamirim e, claro, Carlos Eduardo em Natal. O DEM, mesmo sendo o partido da governadora Rosalba Ciarlini, conseguiu eleger apenas um prefeito na região metropolitana: Camila, em Nísia Floresta. O PMN, do presidente da Assembleia Legislativa do RN, o deputado estadual Ricardo Motta, também conseguiu apenas um: Fernando Cunha, em Macaíba.

Porém, o mais vitorioso foi mesmo o PMDB. Afinal, além dos quatro prefeitos eleitos, o partido do deputado federal Henrique Eduardo Alves e do ministro da Previdência Social, Garibaldi Alves Filho, conseguiu ser governo na maioria das cidades. É em sete deles, pois não venceu em São Gonçalo do Amarante, Parnamirim e Nísia Floresta, mas apoiou os vencedores. O PR também saiu fortalecido das eleições. Além dos dois prefeitos eleitos, será governo em outras cidades, como Vera Cruz, São José de Mipibu, Nísia Floresta e Monte Alegre. O DEM, ape-

sar de ter feito só um prefeito, conseguiu apoiar outros quatro eleitos: em São José de Mipibu, Macaíba, Extremoz e CearáMirim. Porém, se for pensar em 2014, na próxima eleição para o Governo do Estado, Rosalba vai ter dificuldades. Isso porque o PSB, partido de Wilma de Faria, eleita vice-prefeita de Natal e que pode tentar voltar ao Governo na próxima eleição, não elegeu nenhum prefeito na Grande Natal, mas apoiou o vencedor em Vera Cruz, São José de Mipibu e São Gonçalo do Amarante. Ou seja: fica um número bem próximo. (CM)

PARTIDOS E VITÓRIAS Natal: PDT, PSB, PRB, PTN, PPS, PHS, PPL, PSD e PC do B Ceará-Mirim: PR, DEM, PC do B, PT do B Extremoz: PMDB, PDT, PTB, PSL, PTN, DEM, PHS Macaíba: PMN, PTB, DEM Monte Alegre: PMDB, PRB, PT, PR, PSDC, PSDB Nísia Floresta: DEM, PP, PMDB, PSC, PR, PPS, PSDB, PSD Parnamirim: PDT, PRB, PT, PMDB, PPS, PSDC e PRTB São Gonçalo do Amarante: PR, PRB, PP, PDT, PT, PMDB, PSL, PMN, PTC, PSB, PV, PSDB, PPL e PC do B São José de Mipibu: PMDB, PRB, PTB, PR, DEM, PHS, PMN, PSB, PSDB e PT do B Vera Cruz: PMDB, PR e PSB

Quem são os apoiadores políticos do prefeito eleito de Natal Política não é mais feita sem apoio. A máxima foi seguida a risca por Carlos Eduardo na busca pela Prefeitura de Natal. Contudo, quem são os apoiadores do "ex-prefeito eleito" e como eles devem participar do Governo? O Jornal de Hoje fez essa análise e lista os partidos e as figuras fundamentais de cada sigla que ajudaram nessa conquista. Veja: PSB (WILMA DE FARIA) Wilma de Faria: ex-prefeita e ex-governadora, conseguiu ser eleita vice prefeita em Natal. Participou de toda a campanha e foi, para alguns, um ponto fraco de Carlos Eduardo pouco explorado pelos opositores, devido aos vários escândalos que marcaram suas gestões, tanto no município, quanto no Estado. Entre eles, as operações Hígia e Ouro Negro, e o escândalo do "Foliaduto" e do superfaturamento da ponte Newton Navarro. Em entrevista, vale lembrar, Carlos Eduardo já disse que não pretende utilizar Wilma em nenhuma das suas secretarias. Na Câmara, levará Julia Arruda, Bispo Francisco de Asis, Júlio Protásio, Dr. Franklin Capistrano e Cláudio Porpino para a condição de membros da bancada governista. Os quatro primeiros, vale lembrar, eram apoiadores da atual prefeita, Micarla de Sousa. O Bispo, inclusive, che-

Arquivo

gou a votar pela condenação de Carlos Eduardo na Câmara. Cláudio Porpino foi secretário municipal da prefeita do PV. PSD (ROBINSON FARIA) O partido do vice-governador Robinson Faria foi um dos primeiros a anunciar apoio a Carlos Eduardo. Adversários em 2010, quando disputou a campanha ao lado de Rosalba Ciarlini contra o ex-prefeito de Natal, Robinson virou oposição pouco depois de assumir o mandato e esse foi um dos fatores que o aproximou. Pré-candidato ao Governo do Estado em 2014, Robinson se fortalece porque conta com o apoio do prefeito eleito Carlos Eduardo e com o da vice-prefeita eleita, Wilma de Faria. Carlos Eduardo, na primeira entrevista após o resultado oficial, destacou a importância do apoio de Robinson e do PSD para a sua vitória. PDT (SARGENTO REGINA) O partido do prefeito eleito Carlos Eduardo Alves voltará a administração municipal precisando aliar o apoio recebido durante a campanha aos seus próprios interesses. Afinal, a coligação União por Natal I, devido a popularidade dos pessebistas, não conseguiu eleger nenhum vereador do PDT. Por isso, partidá-

tão preocupado. Afinal, deve voltar a secretaria de Serviços Urbanos (cargo que já exerceu) em janeiro, cargo que exerceu na gestão Carlos Eduardo. PTN Partido sem muita expressão no Rio Grande do Norte, rendeu, pelo menos, alguns minutos a mais na propaganda eleitoral gratuita. PPS (WOBER JÚNIOR) O partido do ex-deputado e exvereador Wobber Júnior foi um dos primeiros a anunciar apoio a Carlos Eduardo. Vai para o Governo, mas não para a Câmara. Wober, além de fazer parte da União por Natal II, ainda teve a candidatura indeferida pela condição de "ficha suja" (tem condenação no Tribunal de Contas na época em que foi secretário de Educação de Wilma).

Robinson Faria foi um dos primeiros a anunciar apoio a Carlos Eduardo Alves rios do prefeito eleito, como a vereadora Sargento Regina, Sávio e Diego Gosson, que tiveram suas candidaturas, de certa forma, sacrificadas, deverão ser acomodados no Poder Executivo. PRB (RANIERE BARBOSA) O vereador Raniere Barbosa foi um dos principais apoiadores de

de Carlos Eduardo nesta campanha. Porém, o PRB acabou sendo prejudicado pela anulação dos votos que a coligação União por Natal II teve nas urnas. Raniere, por sinal, tinha sido eleito, e ficou de fora devido à confusão envolvendo o PT do B - pelo menos até a decisão do TSE. Para alguns, porém, Raniere Barbosa não está

PHS (MAURÍCIO GURGEL) Partido do vereador reeleito Maurício Gurgel conseguiu levar para a Câmara neste ano outro nome: Eudiane Macedo. No que diz respeito a Maurício Gurgel, vale lembrar, ele também votou a favor da condenação do prefeito na Câmara. Ou seja: apoiou um nome que ele mesmo considerou ficha suja, ao condená-lo na Câmara.

PPL O recém-fundado Partido da Pátria Livre (PPL) anunciou apoio a Carlos Eduardo ainda em abril e, apesar de não ter eleito nenhum dos seus candidatos a Câmara, foi importante na vitória do ex-prefeito por ser composto, basicamente, de lideranças comunitárias. PC DO B (GEORGE CÂMARA) Partido do vereador George Câmara (outro prejudicado pela anulação da União por Natal II), o PC do B deve fazer parte do governo sendo secretário ou indicando nomes. Aex-secretária de Educação, Justina Iva, por exemplo, é um dos nomes que podem voltar a administração municipal. PT (FERNANDO LUCENA) O partido de Fernando Mineiro e Fátima Bezerra e dos vereadores eleitos Hugo Manso e Fernando Lucena (neste caso, reeleito) não vai fazer parte do Governo Carlos Eduardo. Pelo menos, foi isso que Mineiro afirmou diversas vezes após anunciar o apoio neste segundo turno. Além disso, Lucena, em entrevista aO Jornal de Hoje, também já disse que será oposição ao "ex-prefeito eleito" ou, no mínimo, terá uma postura independente na Casa. Ele também votou pela condenação de Carlos Eduardo na Câmara.


6 O Jornal de HOJE

Política

Natal, 29 de outubro de 2012

Segunda-feira

MP investiga legalidade da contratação para nova gestão do Hospital da Mulher INASE SUBSTITUIRÁ A ASSOCIAÇÃO MARCA NA GESTÃO DA UNIDADE. VALOR PREVISTO DO CONTRATO É DE R$ 2,3 MILHÕES Divulgação

CAROLINA SOUZA ACW.SOUZA@GMAIL.COM

O Governo do Estado, através da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), publicou no Diário Oficial a homologação do contrato com a nova Organização Social que irá gerir a administração do Hospital da Mulher, em Mossoró. O Instituto Nacional de Assistência à Saúde e à Educação (Inase) deverá substituir a Associação Marca, organização envolvida na Operação Assepsia por suspeita de esquema de fraudes na gestão em unidades de saúde de Natal. Entretanto, o contrato com o Instituto, que deveria começar a administrar o Hospital da Mulher nesta segunda-feira, ainda não foi assinado e o Ministério Público instaurou inquérito civil para analisar a legalidade da contratação, que prevê o pagamento de R$ 2,3 milhões por mês ao Inase. A notificação do MP foi enviada à Secretaria no dia 26 de outubro, onde o promotor de Justiça Afonso de Ligório Bezerra Júnior solicita que a Sesap preste esclarecimentos do processo de contratação em um prazo de dez dias. De acordo com o documento

Novo contrato mostra crescimento de 10% do que era pago à Marca. Sesap justifica que quantidade de leitos será ampliada do Ministério Público, o promotor solicita a cópia integral do processo que consiste na contratação da entidade de direito privado, sem fins lucrativos, qualificada como

organização social na área de atuação do Hospital-Maternidade, para o gerenciamento, administração hospitalar, operacionalização e execução dos serviços de saúde, com

> PREVENÇÃO

referência à atenção integral à saúde da mulher. O MP ainda solicita a cópia do processo de qualificação das organizações sociais concorrentes para

atuar na área da saúde e cópia do relatório da auditoria feita no Hospital da Mulher em relação à promoção dos serviços da Associação Marca, para possibilitar a verificação dos parâmetros para a contratação do Inase. Além disso, a Sesap deverá notificar os representantes legais do Inase para prestarem esclarecimentos na 44ª Promotoria de Justiça no dia 01 de novembro. A equipe de reportagem do Jornal de Hoje tentou entrar em contato com o promotor de Justiça Afonso de Ligório, mas, segundo a assessoria do MP, ele não quis falar uma vez que está substituindo a promotoria temporariamente. O promotor titular da cadeira, Rinaldo Reis, está viajando e não pôde falar sobre o caso. O Jornal de hoje também tentou falar com secretário estadual de saúde, Isaú Gerino, que não atendeu as ligações, e com assessoria jurídica da Sesap, que também não retornou o contato. A previsão de custos do Hospital da Mulher cresceu cerca de 10% do que era pago à Marca e o que será pago a Inase. Durante o contrato com a Associação Marca, o repasse era de R$ 2,158 milhões por mês, no que diz respeito somente ao custeio do Hospital. Já

no novo contrato a ser celebrado com o Inase a previsão é de um custo mensal de R$ 2,382 milhões. Segundo a assessoria jurídica da Secretaria Estadual de Saúde Pública, o aumento no valor é justificado pelo aumento do número de leitos, ampliação do atendimento e da quantidade de responsabilidades da nova organização social contratada. HISTÓRICO AAssociação Marca, com sede no Rio de Janeiro, havia sido contratada pelo Estado em 2011 para instalar e administrar o Hospital da Mulher de Mossoró por um período de seis meses. No entanto, o Ministério Público Estadual encontrou erros no contrato e pediu a anulação na Justiça, que por sua vez decretou intervenção. A intervenção foi decretada após a Operação Assepsia, onde o Ministério Público Estadual e a Polícia Federal prenderam os donos da Associação Marca e então secretários da Prefeitura de Natal. Os mesmos erros, segundo o Ministério Público, teriam sido encontrados no contrato com a organização social para administrar o Hospital da Mulher em Mossoró.

> DIA DO SERVIDOR Wellington Rocha

Dia Mundial do AVC alerta para o diagnóstico precoce da doença O Dia Mundial do Ataque Vas- formação. mados na parede das artérias ou no cular Cerebral (AVC), que ocorre no "Muitas vezes as pessoas não interior do coração. Dependendo da dia 29 de outubro, serve de alerta sabem o que é um AVC, não sabem região cerebral atingida, o pacienpara toda a população em relação ao quais são os sinais, os fatores de te sofrerá sequelas maiores ou meque pode ser feito para a detecção risco, ou quem procurar. Por isso, nores, podendo até mesmo chegar prematura dos sintomas, e assim durante essa semana, que acontece a óbito. prevenir a doença. Popularmente pelo terceiro ano no Estado, nós esAinda que as consequências da conhecido como derrame, o AVC é tamos trabalhando em cima da doença, em alguns casos, sejam ira principal causa de morte no Bra- orientação e conscientização da reversíveis, é possível que as pessil e de incapacidade no mundo. Se- doença, onde são distribuídos pan- soas atentem para uma prevenção. gundo o pesquisador do Instituto fletos e feitos exames básicos para Para isso, é necessário conhecer os de Cérebro em Natal, professor avaliar graus de risco das pessoas", sintomas que antecedem o AVC, André Luis Hernandez Pantoja, a disse o pesquisador. que são a diminuição ou perda de cada seis segundos morre uma pesDe acordo com a psicóloga Ana força no braço ou perna de um lado soa no mundo por causa do Aci- Amália, doutoranda na área de Aci- do corpo; a alteração aguda da fala, dente Vascular Cerebral. dente Vascular Cerebral, ainda não incluindo dificuldade para articular "Hoje em dia a doença vem ata- há um estudo epidemiológico re- frases e se expressar ou para comcando todas as preender a linguaidades, desde gem. Também estão crianças até idoentre os sintomas a sos, seja por preperda súbita de visão “A doença vem atacando todas disposição genéem um ou nos dois as idades, desde crianças até idosos, tica ou maus háolhos e dor de cabebitos alimentares ça intensa e persisseja por predisposição genética ou e de vida. O caso tente sem causa apamaus hábitos alimentares e de vida” mais grave que rente. aconteceu no BraSegundo Ana sil foi o de uma Amália, alguns fatocriança com oito anos que morreu cente sobre a incidência da doença res ajudam a evitar o AVC, como o por causa de um AVC do tipo he- no Estado. "Os dados mais recen- controle da taxa de colesterol e da morrágico, onde há o extravasa- tes que temos são de 2009, onde pressão arterial; bons hábitos de mento do sangue no cérebro. Ses- foram mais de 300 casos só de en- vida, como não fumar, não ingerir senta por cento das pessoas que trada na primeira incidência de bebida alcoólica, se alimentar bem, apresentam esse tipo da doença mor- AVC", disse. "O tempo é um alia- não ser sedentário; ter controle da rem", alerta o professor. do precioso para o combate à doen- taxa de diabetes, que se apresenta Durante a última semana foi ça. Por isso, a necessidade de conhe- como um grande fator de risco. promovida em diversos pontos da cer como acontece e como preve"O AVC é uma condição. É uma cidade uma campanha de conscien- nir", afirma a psicóloga. doença que se você tem uma vez, tização sobre a doença, uma iniciaprecisa estar cuidando para que ela tiva da Universidade Federal do Rio SINTOMAS E À PREVENÇÃO não volte a atacar. Por atingir o céGrande do Norte (UFRN), através Aproximadamente 90% dos rebro, o Acidente Vascular Cerebral do Centro de Ciências da Saúde Acidentes Vasculares Cerebrais são é uma doença que aparenta ser vá(CCS) e do Instituto de Cérebro, isquêmicos, ou seja, ocorrem quan- rias, então ela pode ser apresentaem parceria com a Universidade do há um entupimento nas artérias da de maneiras mais diversas posMaurício de Nassau. De acordo com responsáveis pela irrigação cere- síveis, dependendo da parte do céAndré Hernandez, uma das princi- bral. A obstrução é geralmente cau- rebro afetado e do tipo das lesões", pais armas contra a doença é a in- sada por coágulos sanguíneos for- afirma a psicóloga Ana Amália.

‘ ’

José Aldenir

Campanha de conscientização vem sendo realizada em diversos pontos da cidade. Nesta manhã, aconteceu no Praia Shopping

Mobilização foi realizada com o objetivo de chamar atenção do Governo e da população para melhoria dos serviços prestados

Servidores 'abraçam' Hemonorte e pedem valorização de pessoal O Hemonorte deixou para celebrar nesta segunda-feira, o Dia do servidor público, comemorado em todo o Brasil neste último domingo. Para marcar a data, o setor de Recursos Humanos do hemocentro, preparou uma mobilização com todos os 304 servidores, quando o prédio localizado na avenida Alexandrino de Alencar, em Natal, foi abraçado simbolicamente. A ideia do abraço foi chamar a atenção da população e do Governo Estadual para uma maior valorização de pessoal, e se ter, por conseguinte, melhor atendimento e ainda melhores serviços prestados. Paralelo à mobilização, os servidores também organizaram um bazar, para tentar gerar recursos para a confraternização natalina. De acordo com a assessora do setor de Recursos Humanos do Hemonorte, Pollyanna Gê, o melhor que se tem naquele hemocentro são os servidores. Segundo ela, "apesar de todas as dificuldades comuns ao funcionalismo público, o quadro de pessoal supera os entraves que se tem". A mesma opinião é partilhada pela diretora geral, Linete Rocha. Ela acrescenta que "o Hemonorte é uma referência para o funcionalismo público do Rio Grande do Norte porque ali há um comprometimento que ultrapassa a média encontrada em outros setores". Com relação às demandas da unidade, as principais reivindicações são a falta de insumos, bens e equipamentos, que poderiam ser

facilmente resolvidos com a vinda de novos servidores. Além desta problemática, Linete alerta que há recursos garantidos para que se faça uma reforma na sede do Hemonorte, mas as obras não foram iniciadas por causa da burocracia. Linete Rocha, que é médica hematologista e está no serviço do Hemonorte desde a sua criação, em 1973, diz que com mais gente a serviço da unidade, poderá dispor de menos tempo e menos burocracia neste processo de licitação e, assim, poderia receber a população de forma mais adequada. "Estamos falando de qualidade no serviço, que está emperrada devido à demora na compra de materiais e insumos necessários", desabafa Linete. A última grande reforma no Hemonorte foi concluída há 10 anos, quando se inaugurou o laboratório de histocompatibilidade sanguínea (HLA) e sala de transfusão pediátrica, além de ter sido ampliado o laboratório de sorologia, o setor de fracionamento, armazenamento e distribuição de sangue. O prédio original do Hemonorte foi entregue pelo Governo do Estado em 5 de março de 1990. QUALIDADE ATESTADA Por coincidência, também na manhã de hoje, foi dado início à visita técnica da equipe do Ministério da Saúde (MS), que faz parte do Programa Nacional de Qualificação da Hemorrede (PNQH). A inspeção deve durar três dias e visa avaliar a adequação do Hemonorte às determinações que constam

na Portaria Nº 1.353, emitida pelo Ministério, em 2011. De acordo com a líder das inspetoras visitantes, Carmen Cordero, o hemocentro de Natal está bem avaliado em relação ao que diz a lei e em comparação com os demais hemocentros do Brasil. De acordo com Carmen, são avaliados quesitos técnicos de coleta; processamento; estocagem; distribuição e aplicação do sangue, seus componentes e derivados. Além destes, estão em pauta o ordenamento institucional indispensável à execução adequada dessas atividades; cadastro dos doadores de sangue e manutenção de exames periódicos nas amostras coletadas. "O percentual de conformidade para o ciclo do sangue aqui em Natal é de excelente qualidade", disse Carmen Cordero. BANCO DE SANGUE Já o Banco de Sangue do Hemonorte está com o estoque 60% menor do que o necessário. Descontadas as bolsas utilizadas na demanda do fim de semana, hoje a unidade só dispõe de 356 amostras, quando seriam necessárias 600. Segundo Linete Rocha, os tipos sanguíneos mais escassos são os AB positivo, que tem apenas três bolsas; AB negativo, com 10 bolsas e B negativo, com 12. Para doar sangue, os interessados devem ter entre 16 a 67 anos, não ter problemas de saúde, estar bem alimentado e ter dormido pelo menos 6 horas na noite anterior à doação.


Economia

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 7

José Aldenir

HOJE na Economia MARCOS AURÉLIO DE SÁ

marcossa@jornaldehoje.com.br

Ruralistas atingidos pela seca podem renegociar dívidas nos bancos oficiais n Os produtores rurais do semiárido nordestino que enfrentam este ano o drama da seca têm à sua disposição, desde a última sexta-feira, uma nova linha de crédito para renegociar suas dívidas junto às carteiras agrícolas do Banco do Brasil e do Banco do Nordeste. n Decisão nesse sentido foi adotada pelo Conselho Monetário Nacional, que para tanto liberou a soma de R$ 2 bilhões (a ser dividida para atender, também, aos agricultores e pecuaristas da região Norte, atingidos por enchentes). n A nova linha de crédito rural conta com recursos dos fundos constitucionais de Financiamento do Nordeste (FNE) e do Norte (FNO). Tanto operações de investimento quanto de custeio podem ser renegociadas, desde que tenham sido contratadas até 30 de dezembro de 2006 e tenham valores de até R$ 100 mil. n Para ter acesso ao crédito, ainda é preciso que os ruralistas tenham ficado em situação de inadimplência no dia 30 de junho do corrente ano. n O limite de crédito por beneficiário será de até R$ 200 mil, com taxa efetiva de juros de 5 por cento ao ano para os miniprodutores, cooperativas e associações, e de 8,5 por cento ao ano para médios e grandes produtores. n O prazo de reembolso para as operações renegociadas será de dez anos e a formalização do contrato terá de ser feita até o dia 31 de dezembro de 2013. Grupo de economistas lança "Chapa 2" para disputar eleição da Diretoria do Corecon/RN n Será amanhã a eleição que indicará a nova Diretoria do Conselho Regional de Economia do Rio Grande do Norte (Corecon/RN) e, ao mesmo tempo, renovará um terço dos conselheiros Efetivos e Suplentes da entidade representativa. n A novidade é que um grupo de economistas, formado por profissionais atuantes e ocupando posições de destaque nas áreas pública e privada, reVia Direta recebe I Semana de Oportunidades Imobiliárias n Terá início nesta quarta-feira em Natal, no interior do Shopping Via Direta, a "I Semana de Oportunidades Imobiliárias", evento que contará com a participação de 80 expositores, entre construtoras, incorporadoras e corretoras de imóveis. n Organizado pelo empresário Ocimar Damásio, com longa tradição na promoção de feiras de negócios no RN, o evento colocará à disposição dos visitantes uma série de opções para a compra de imóveis novos ou usados, através de financiamento - e até de subsídios - bancários especiais, como os oferecidos pelo programa "Minha Casa, Minha Vida", da Caixa Econômica. n A "I Semana de Oportunidades Imobiliárias" se estenderá até 4 de novembro, ficando aberta ao público das 9:00 às 21:00 horas, com a expectativa de reunir uma média de 40 mil visitantes. CMN reduz juros do FNE para 2,5% ao ano n O Conselho Monetário Nacio-

solveu se unir e lutar para acabar com o que ele chama de "apatia que vem tomando conta, ao longo dos anos, do Corecon/RN". n Nesse sentido, o grupo se lançou à disputa eleitoral registrando a "Chapa 2", cujo lema é "Inovação e Transformação". n O Conselho Regional de Economia conta hoje com 1.075 inscritos, dos quais 40 por cento se encontram inadimplentes com as suas anuidades. Nas eleições realizadas nos últimos anos os índices de abstenção têm sido elevadíssimos, bastando observar que no último pleito votaram apenas 44 pessoas. n A eleição de amanhã será realizada na sede do Corecon, situada à Rua Princesa Isabel, 815, Cidade Alta, no período das 9:00 às 17:00 horas. n Entre as propostas dos integrantes da "Chapa 2" estão as seguintes: n 1) aproveitar e valorizar os espaços que são dos Economistas mas que estão sendo utilizados por profissionais de outras áreas, em razão da ausência fiscalizadora do Conselho; n 2) realizar seminários para avaliação do mercado de trabalho, análises da conjuntura econômica do Estado, discussão do programa curricular oferecido pelos cursos de Economia das nossas instituições de ensino superior; entrosamento com os professores da UFRN, para a oferta de cursos de aprimoramento, parcerias, capacitação, etc.; n 3) estabelecer parcerias com a Fiern, Fecomércio/RN, Sebrae/RN, Associações Comerciais e Industriais, Secretarias Estaduais de Finanças e Planejamento, Desenvolvimento Econômico, Turismo e tantas outras, para que as sugestões do Corecon/RN sejam consideradas; n 4) melhorar as instalações da Sede do Conselho e promover sessões de cinema, simpósios e discussões de temas da área econômica e social; e n 5) provocar a realização de audiências públicas na Assembleia Legislativa e na Câmara Municipal de Natal, levando temas de interesses gerais e específicos da categoria dos economistas.

nal (CMN) acaba de reduzir as taxas de juros de empréstimos bancários que venham a ser concedidos com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), nas operações de investimento e giro associado. n Com o corte, as taxas que variavam entre 5 e 10 por cento ao ano passam a ser de 2,94 por cento, podendo chegar a apenas 2,5 por cento anuais caso os empréstimos sejam ressarcidos em dia. n A taxa básica de juros do país (a Selic) se situa hoje em 7,25 por cento ao ano, o que significa que a nova taxa a ser praticada pelo FNE, após considerado o bônus de adimplência, é quase três vezes menor. n Esta redução, que é retroativa a 1º. de outubro e válida até 31 de dezembro próximo, representa um corte de até 65 por cento nas taxas das operações rurais e de até 70 por cento nas operações dos demais segmentos operados pelos programas de crédito do Banco do Nordeste, gestor e operador dos recursos do FNE. n A resolução do CMN objetiva tornar as taxas do FNE mais atraentes aos tomadores de crédito e incentivar a aceleração dos investimentos na região Nordeste. Almoço de apresentação da operadora de banda larga GVT n A GVT, empresa de TV por assinatura, banda larga e telefonia fixa com atuação nacional, anunciará amanhã, durante almoço de sua Diretoria com jornalistas natalenses no Hotel Ma-

jestic, o início das suas operações no Rio Grande do Norte. n No encontro com a imprensa serão detalhados os planos da GVT para o Estado e revelados dados sobre os investimentos, geração de empregos e capacidade de alcance dos serviços da empresa, além dos diferenciais em serviços, atendimento e preços. n Os produtos GVT começarão a ser comercializados em Natal a partir desta semana. n Em nome da empresa, recepcionarão os jornalistas convidados o vice-presidente de Vendas, Fabiano Oliveira Ferreira; o diretor de Vendas para o Nordeste, Renato Pontual; e o Diretor Regional Nordeste, Jarbas Tiso. Gráficos do RN presentes à feira "Signs Nordeste" n Um grupo integrado por 23 empresários natalenses dos segmentos de serigrafia, impressão offset, sinalização gráfica, embalagens e impressão digital participou no último fim de semana, em Fortaleza, da "Signs Nordeste - Feira de Equipamentos e Serviços para a Indústria de Impressão Digital, Sinalização e Serigrafia". n Coube à Diretoria do Sindicato das Indústrias Gráficas do RN (Singraf) e da seção potiguar da Associação Brasileira da Indústria Gráfica Brasileira (Abigraf-RN) organizar e liderar a comitiva, para o que foi fundamental o apoio do Sebrae e da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern).

Thiago Negreiros e Carlos Magno,engenheiros especialistas em sustentalidade ambiental: crescimento com os postos

Projetos ambientais mobilizam cada dia mais empresas no RN SÓ

UMA CONSULTORIA EM MARCELO HOLLANDA HOLLANDAJORNALISTA@GMAIL.COM

Medir o impacto para o meio ambiente de uma obra antes de começá-la, perseguir certificações de qualidade, elaborar bons projetos de licenciamento, tudo isso, além de economizar milhões para as empresas e somar pontos preciosos para a imagem pública das marcas está alavancando um segmento que até poucos anos atrás tinha que matar dois leões por dia para mostrar seu valor. Trata-se das consultorias especializadas em engenharia ambiental - um ramo para o qual existe hoje um campo vasto de crescimento. É o caso de uma empresa potiguar que comemorou 10 anos de fundação no último dia 23 de outubro e que só nos últimos quatro cresce a impressionantes 100% ao ano. Essa mudança da água para o vinho, porém, não aconteceu do dia para a noite, mas a partir do amadurecimento do mercado para uma realidade irreversível - sem projeto ambiental, não dá. Empresas com sólidos negócios nas mãos morrem na praia todos os dias quando ignoram que o conceito de desenvolvimento sustentável veio para ficar. Mas, no caso da Qualital, empresa fundada há 10 anos e adquirida pelos hoje sócios Thiago Negreiros Moura e Carlos Magno Soares Teixeira, o reconhecimento veio mais lentamente, sem alarde, por meio de indicações que uma empresa fazia para a outra. "Esses caras são muito bons", era o que se ouvia à boca pequena. Até que, em 2009,

NATAL

CRESCE

medidas judiciais deflagradas pelo Ministério Público Estadual começou a atingir os postos de gasolina enquadrados como poluidores do lençol freático. Com uma história de contaminação do solo por nitrito e nitrato que até hoje atormenta a única concessionária de água e esgoto, a Qualital começou a colher os frutos de uma reputação plantada ainda na época em que empresas entregavam a qualquer um o trabalho de assessorar ambientalmente seus projetos. Hoje, com 20 funcionários e uma estrutura que promete ser pequena nos próximos anos, a empresa de Thiago Negreiros e Carlos Magno é um pouco fruto dos investimentos que os dois - um engenheiro químico e o outro engenheiro civil e mecânico - tiveram que injetar em seus próprios conhecimentos. Só Thiago gastou a bagatela de R$ 50 mil em cursos específicos que lhe permitissem monitorar o trabalho de uma equipe que começava a crescer. Segundo ele, desde que assumiram a empresa, a ideia não era apenas entregar e monitorar projetos junto aos órgãos ambientais, mas fomentar projetos sustentáveis justamente para minimizar o impacto ambiental dos empreendimentos comerciais ou industriais. "Projetos verdes são a nossa missão", resume Thiago. O desafio foi árduo: criar um mix de serviços em consultoria e treinamento ancorado por projetos ambientais de excelência técnica que priorizasse tudo o que um em-

100%

AO ANO

presário de futuro quer para o seu negócio - economicidade (nada de jogar dinheiro fora com imprevidência); legalidade e rentabilidade. Cada procedimento na Qualital obedece a um check list criado especialmente como rotina no trabalho de investigação ambiental, monitoramento da qualidade de solo e ar, até projetos de combate a incêndio e pára raios. Mas para se viabilizar como um negócio pronto para o mercado, a empresa fechou seu foco sobre as áreas mais carentes do mercado, como empreendimentos imobiliários, postos de revenda de combustíveis, indústrias, salinas e mineradoras, transportadoras de cargas e resíduos perigosos e não perigosos, elem de oficinas automotivas e construtoras. Hoje, o maior problema enfrentado pela Qualital não é nem lutar contra uma concorrência com outras empresas ou pessoas com pouca qualificação e que trabalham em casa, sem amargar qualquer custo. "Nossa preocupação é incentivar pessoas a se qualificar e ingressar no mercado, já que nossa maior deficiência é justamente esta, falta de gente", afirma Thiago Negreiros. Por conta disso, ele mesmo tem se prontificado a gratuitamente ministrar cursos na área ambiental para ter no futuro próximo pessoas qualificadas para assumir todo o trabalho que existe pela frente. "As empresas estão realmente dispostas a superar suas deficiências no campo do desenvolvimento sustentável de seus negócios e, na verdade, já correm para fazer isso", lembra. Divulgação

Certificações ISO estão no foco da empresa potiguar Uma das empresas da lista de executoras do Sebrae no RN, onde presta consultoria em gestão da qualidade e meio ambiente, entre as razões que possibilitaram um crescimentos de 400% da Qualital nos últimos quatro anos foi saber esperar que o mercado estivesse maduro para compreender a importância do trabalho que ela tinha para oferecer. Agora, a preocupação maior dos sócios é não inchar a base de clientes e perder a qualidade. “Acho que esse é o bom combate que toda a empresa trava quando percebe que os clientes

começam a ouvir o que ela tem a dizer”, argumenta o engenheiro Carlos Magno, sócio da empresa. Hoje, a Qualital trabalha na prioridade de incorporar três certificações ISO à própria empresa - a 9.000, a 18.000 e a 14.000. “Queremos fazer isso antes de introduzir essas certificações em nossos clientes”, explica Thiago Negreiros Moura, o outro sócio. Entre as prioridades da Qualital, neste momento, está completar o cadadastro que permiritá integrá-la ao seleto grupo de fornecedores da Petrobras . “Para nós, trabalhar para uma compa-

nhia global como a Petrobras, sem dúvida, coroaria todo um esforço empreendido nesses últimos 10 anos”, avalia Thiago. Construída à base de uma propaganda pessoal, onde as indicações circulavam de um cliente para outro futuro cliente, a Qualital já iniciou um processo de reavaliação do seu poder de absorver contratos antes de aceitar novos projetos. “Precisamos com urgência qualificar mais colaboradores e reforçar a idéia de que a qualidade é a base de tudo”, reitera Thiago Negreiros.


8 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 29 de outubro de 2012

Segunda-feira

Saúde, educação e transporte público são os principais problemas para a próxima administração EM

ENQUETE REALIZADA PELO

JH,

POPULAÇÃO CITA ALGUMAS DIFICULDADES QUE

CARLOS EDUARDO

ROBERTO CAMPELLO ROBERTO_CAMPELLO1@YAHOO.COM.BR

Falta de assistência na rede básica de saúde, coleta de lixo irregular, buracos espalhados pelas vias públicas da cidade, congestionamentos quilométricos, transporte público deficiente, escolas municipais sucateadas. Estes são alguns problemas que o prefeito eleito de Natal, Carlos Eduardo Alves, terá que solucionar a partir de 1º de janeiro de 2013. A reportagem de O Jornal de Hoje foi às ruas de Natal para saber quais expectativas e desejos da população em relação à próxima administração. Saúde e educação aparecem como os principais problemas apresentados pela população. As dificuldades a serem enfrentadas são ainda maiores. Na saúde, por exemplo, além da desassistência na atenção básica, o novo gestor terá como desafio a reestruturação das 54 unidades de saúde e das equipes da Estratégia de Saúde da Família (ESF), que das 116 equipes, metade delas está sem médico, cobrindo apenas 30% da população. O prefeito eleito terá, também, que dar um rumo aos três Ambulatórios Médicos Especializados (AMEs), que foram fechados pela atual administração, e que a partir de dezembro passam a funcionar nas policlínicas municipais. Além disso, caberá ao novo gestor dar continuidade a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Pajuçara, bem como a UPA de Cidade da Esperança, que sequer foi inaugurada. Até o dia 7 de dezembro, a UPA do Pajuçara está sob intervenção judicial. Como promessa de campanha, a construção de um novo Hospital Municipal é mais um desafio para o futuro prefeito de Natal. Na área da Educação, a situação não é diferente. Além da neces-

O que esperar do novo prefeito? Wellington Rocha

Fotos: José Aldenir

"Não lembro de nada do que ele fez. Só que a coleta de lixo funcionava e acho que isso é muito necessário"

“Quando ele foi prefeito deixou muito a desejar, principalmente na saúde, acho que não vai ser agora, que está bem pior, que ele vai resolver".

"Eu não sei nem o que esperar, mas gostaria que ele tentasse resolver o problema da saúde. A cidade tem muitos problemas, mas a saúde é o principal”.

“Eu espero que ele melhore mais o transporte público, como fez na sua última gestão e também resolva o caos que está a saúde pública”.

ALINE PEREIRA RECEPCIONISTA

ANDRÉ GUIMARÃES DESEMPREGADO

MARIA DO SOCORRO GOMES DONA DE CASA

ROBERTO CÂMARA OPERADOR DE MÁQUINAS

sidade de ampliar o número de vagas principalmente na educação infantil, onde há um déficit de 2,5 mil vagas, as escolas precisam de reformas e de um número maior de professores e auxiliares. Na praia de Ponta Negra, o calçadão continua interditado, à espera da perícia técnica que vai definir as obras necessárias para sua reestruturação. Já os projetos da mobilidade para a Copa 2014 estão aguardando ajustes e ainda não têm a contrapartida da Prefeitura para que as obras sejam iniciadas. Outro desafio será a revisão do Plano Diretor de Natal e a regulamentação das cinco Zonas de Proteção Ambiental (ZPAs) restantes. Na área de mobilidade urbana, além dos crônicos problemas em relação ao trânsito da capital, o novo gestor terá o desafio de concluir a licitação do sistema de transporte pú-

blico da capital, que hoje se encontra suspensa pela Justiça. Em diversos pontos da cidade, a dificuldade de circulação é perceptível. Os longos congestionamentos, em horário de pico, já fazem parte da rotina dos natalenses. Enquanto isso, as tão sonhadas obras de mobilidade urbana de Natal sequer sairão do papel, isto porque há quatro meses, a autorização para a construção do Complexo Viário da Urbana já esta pronto, mas o Município não está apto a iniciar as obras. A Prefeitura não consegue apresentar a contrapartida que compete ao Município. Encontrar montanhas de lixo em vários pontos da cidade e ruas sujas já tem sido corriqueiro para os natalenses nos últimos meses. Carlos Eduardo encontrará a Companhia de Serviços Urbanos de Natal, a Urbana, com uma série de problemas. A licitação da limpeza pública de

Natal foi suspensa pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE/RN). Além disso, a Urbana está sob intervenção judicial. Efetivar o Plano de Limpeza Urbana e o processo de licitação é fundamental para a regularização da coleta urbana de Natal. As dívidas das empresas será outro grande problema para o prefeito eleito. Hoje, a Companhia tem uma dívida superior a R$ 43 milhões e o próximo gestor terá que lidar com essa dívida e com os, cerca de, 20 prestadores do serviço de coleta de lixo, de entulho e destinação final. OPINIÃO POPULAR Nas ruas, entre as pessoas ouvidas pela equipe de O Jornal de Hoje, a preocupação maior é com o estado de calamidade em que se encontra a saúde. Este é o caso da cozinheira Marineide dos Santos (42), que elenca como prioridades do

novo prefeito os cuidados a serem tomados na saúde, segurança e transporte. Por sua vez, a recepcionista Aline Pereira alegou não lembrar "de nada da administração anterior dele", mas sabe que a coleta de lixo funcionava, sendo que para ela, essa seria a urgência que o próximo governo tem que resolver. O analista de sistemas, Júlio Galvão, disse lembrar bastante de quando Carlos Eduardo chefiava o Executivo Municipal, entre 2002 e 2008. Para Júlio, as prioridades têm que passar pela resolução de problemas de trânsito, transporte e buracos na malha asfáltica da cidade. Representando os 40.135 eleitores da capital que anularam o voto, está a secretária Luiza de Marilac. Perguntada sobre qual a expectativa sobre o próximo prefeito ela disse de forma taxativa: "nenhuma". André Guimarães está desem-

ENCONTRARÁ

pregado e espera que o próximo prefeito melhore a saúde e segurança, temas que ele considerou como prioridade. "Natal não tem saúde e nem segurança, e pra mim isso tem que mudar com urgência, mas não acredito que esse prefeito vai ser diferente da que já está no poder. Quando ele foi prefeito deixou muito a desejar, principalmente na saúde, acho que não vai ser agora, que está bem pior, que ele vai resolver". Para a dona de casa Maria do Socorro Gomes o próximo gestor tem que estabelecer a saúde como prioridade absoluta. "Eu não sei nem o que esperar, mas gostaria que ele tentasse resolver o problema da saúde. A cidade tem muitos problemas, mas a saúde é o principal. Não sei dizer se ele foi um bom prefeito, pois eu acho eles são todos iguais, prometem, mas nem sempre cumprem o que dizem". O operador de máquinas, Roberto Câmara espera que Carlos Eduardo, além da saúde, melhore o transporte público. "Eu espero que ele melhore mais o transporte público, como fez na sua última gestão e também resolva o caos que está a saúde pública, mesmo que ele não consiga resolver, pelo menos melhore o estrago que a prefeita Micarla deixou. Ele fez muito quando foi prefeito, calçou as ruas, não esqueceu da zona Norte e investiu no transporte público. Acho que ele vai ser um bom prefeito, melhor do que foi na última vez, eu acredito nele". O vendedor Léo de Oliveira e a estudante a Tainá Medeiros esperam que o novo prefeito de Natal possa cumprir com o que prometeu durante a campanha. Para Tainá, a última gestão de Carlos Eduardo marcou pela limpeza da cidade, implantação do SAMU e instalação de novas unidades de saúde.

CMYK


Cidade

Segunda-feira

Preconceito e desconhecimento dificultam diagnóstico da psoríase ESPECIALISTAS ALERTAM QUE DOENÇA NÃO TEM CURA, MAS TRATAMENTO É EFICAZ Lesões no joelho, cotovelo ou no couro cabeludo são o sinal de alerta e o primeiro indício de que a pessoa precisa procurar um dermatologista, pois pode ser o início de uma doença, que embora não tenha cura, o controle é eficaz e permite que o paciente leve uma vida normal. É o caso da psoríase, uma doença inflamatória crônica da pele que se manifesta, na maioria das vezes, por lesões róseas ou avermelhadas recobertas por escamas esbranquiçadas. Hoje, dia 29 de outubro é o Dia Mundial da Psoríase, uma doença que, o preconceito e o desconhecimento têm dificultado o diagnóstico. Apesar de não ter cura, se diagnosticada e tratada corretamente, o controle é eficaz. A dermatologista Patrícia Araújo Freire explica que até hoje não se sabem os motivos causadores da doença, mas pesquisas científicas demonstram que, em 30% dos casos, o fator genético está envolvido. No entanto, estresse emocional, traumas ou irritações na pele, infecções na garganta, baixa umidade do ar ou alguns medicamentos podem aumentar as chance de desenvolvimento da doença. "As pessoas comparam a psoríase com uma caspa ou seborréia. Ainda há o desconhecimento da doença, pois ela é bem parecida com uma micose ou doença alérgica. Mas assim que as pessoas notarem placas avermelhadas na pele é o primeiro sinal para procurar um dermatologista", explicou a dermatologista Patrícia Araújo Freire. Ao contrário da maioria das doenças de pele, destaca a dermatologista, o sol contribui para a melhoria das lesões de psoríase, porém a exposição tem que ser indicada por um dermatologista devido aos efeitos deletérios que a exposição

Herácles Dantas

Pacientes em tratamento no Huol participaram de aula de ginástica ao ar livre solar excessiva pode causar. Seu aparecimento e piora podem estar associados a medicamentos, infecções, uso de álcool, tabagismo e estresse emocional. "A psoríase é mais freqüente em diabéticos e em pessoas com obesidades", explicou a dermatologista. Com o objetivo de ajudar na divulgação de informações sobre a Psoríase e esclarecer a população sobre a doença, a Sociedade Brasileira de Dermatologia, Regional do Rio Grande do Norte (SBD-RN) realizou, no último sábado (27), uma ação de sensibilização no Parque das Dunas. A atividade fez parte da Campanha Nacional de Conscientização, que, este ano, tem como slogan: 'Viva sem barreiras - Curta, abrace e compartilhe'. A intenção da campanha é divulgar e demonstrar que é possível uma pessoa com psoríase ter uma

vida normal e participar de atividades comuns ao cotidiano de todos, haja vista que a doença não é contagiosa. Pacientes portadores de psoríase que fazem tratamento no Hospital Universitário Onofre Lopes (Huol) participaram de uma aula de ginástica ao ar livre. Todo o tratamento para a psoríase é disponibilizado gratuitamente pelo SUS no Onofre Lopes. "Atendemos aproximadamente 300 pacientes de psoríase vindos de várias partes do Estado. Temos inclusive o NIMB, o Núcleo de Infusão de Imunobiológicos, voltado exclusivamente para esse público", destaca a dermatologista Larissa Morais, coordenadora da campanha no Rio Grande do Norte. A dermatologista Patrícia Araújo Freire, secretária da Sociedade Brasileira de Dermatologia, regional Natal, conta que a psoríase é mais comum aparecer nos

joelhos, cotovelos, unhas e couro cabeludo. Em alguns casos, as lesões se espalham por toda a pele. Em casos mais graves, conta a dermatologista, as juntas também podem ser afetadas, causando a artrite psoriásica. A professora Kaline Melo, 32 anos, descobriu que tinha psoríase aos 18 anos. Ela conta que percebeu que tinha algo estranho com o couro cabeludo, e achou que poderia ser caspa ou seborréia. Ela foi atendida por dois médicos em unidades de saúde e apenas a terceira que conseguiu diagnosticar a doença. "Durante muito tempo, a psoríase ficou concentrada apenas no couro cabeludo e depois foi se alastrando pelo corpo. Tem tempo que aparece com maior incidência, tempo que não aparece nada. Na verdade, tive que aprender a conviver com a psoríase", relata a professora. Kaline Melo conta que em momentos de muito estresse a psoríase se desenvolve de forma mais intensa. "Meses atrás quando tive meu carro roubado e fiquei muito estressada senti que a psoríase havia voltado com força total", disse. Em relação ao tratamento, inicialmente Kaline usou medicação oral, mas não deu muito resultado. Hoje, ela usa apenas algumas loções na pele. Apesar do preconceito, muitas vezes pelo desconhecimento, Kaline leva uma vida normal. "As pessoas mais próximas, os familiares sabem o que é e não preciso explicar. Mas o maior problema da psoríase é o estético, pois muitas pessoas se retraem pelo que os outros podem pensar, não usam certos tipos de roupas, por conta do preconceito. Hoje, a doença não me impede de fazer nada, nem muito menos dita qual tipo de roupa usar", destacou.

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 9

> DENGUE

Agentes de endemias paralisam atividades Natal pode começar o ano de 2013 com um surto de casos de dengue em toda a cidade. Esta é uma previsão do Sindicato dos Agentes de Saúde (Sindas/RN), que orientou os agentes de endemias da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) que estão sem condições básicas de trabalho a paralisarem as atividades. Há mais de um ano, os agentes de endemias de Natal, estão trabalhando sem itens básicos para realização de suas atividades. Material de trabalho, bolsas, fardamentos, protetores solar e labial e até mesmo o vale-transporte, faltam a esses funcionários que mesmo assim continuaram tentando fazer o trabalho de combate à dengue. No entanto, devido às dificuldades enfrentadas, 120 agentes estão há três meses sem ir à campo e atualmente realizam outras atividades internas. Esse total corresponde a 25% dos 512 agentes do Município. Diversas irregularidades são apontadas pelo sindicato para justificar as paralisações, que envolvem desde falta de material até problemas de saúde e financeiros. A categoria denuncia que muitos agentes estão de licença médica devido a problemas de saúde provocados pelo contato com o inseticida Novalorum, usado para eliminar o mosquito Aedes Aegypti, transmissor da dengue. Além disso, os 150 agentes temporários e terceirizados estão há dois meses sem receber salários, na justificativa de que a Prefeitura está renovando os contratos. Por não receberem vale-transporte há cerca de um ano, e sem dinheiro para pagar o transporte, muitos deles não vão trabalhar.

De acordo com Cosmo Mariz, presidente do Sindas/RN, as paralisações vão causar grandes impactos negativos à saúde pública, pois a campanha de combate à dengue será prejudicada. "No início do ano, o período de chuvas volta e propicia a proliferação da dengue. Como os agentes não estão realizando as fiscalizações nas ruas e casas, não há um controle sobre os locais mais infestados com focos do mosquito. Sem esse levantamento, não será possível realizar no ano que vem uma campanha realmente efetiva no combate à dengue e o número de doentes com certeza vai aumentar", disse Cosmo Mariz O Sindicato dos Agentes de Saúde (Sindas/RN) está tentando uma audiência na Câmara dos Vereadores, na tentativa de que estes intervenham na solução no problema e está organizando uma manifestação para expor o problema à população. Segundo o presidente do Sindas/RN, Cosmo Mariz, a categoria não pretende deflagrar greve este não, pois não acreditam que a Prefeitura tentará resolver o problema nos últimos meses da atual gestão. "Deflagrar greve agora vai ser como chutar cachorro morto, pois esse problema se estende há muito tempo e a Prefeitura nada fez. Não acreditamos que prestes a deixar o poder, os gestores dêem importância à realidade dos agentes de endemias e aos problemas gerados por essas irregularidades. Esse vai ser mais um problema que a próxima gestão vai ter que resolver, pois há uma grande possibilidade de os agentes iniciarem o ano de 2013 em greve", afirmou Cosmo Mariz.

CMYK


10 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 29 de outubro de 2012

Segunda-feira

Preso suspeito de atacar desembargador ROBSON,

CONHECIDO COMO

ALESSANDRA BERNARDO REPÓRTER

O último suspeito de ter participado do assalto à casa do presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Rio Grande do Norte (TRE-RN), no dia 24 de setembro passado, foi preso ontem por policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor). Ele foi detido logo após ter participado de um assalto a uma pet shop em Natal com outros três homens, que também foram presos. Segundo o delegado adjunto da Deicor, Marcelo Maceiras, o acusado, que é conhecido ainda pelo apelido de "Gordo", já estava sendo investigado há algum tempo por participação em vários assaltos e invasões a residências na Capital ocorridos nos últimos meses. "Estávamos apenas esperando que ele se expusesse em alguma ação criminosa para que pudéssemos colocar as mãos nele", explicou. Ontem, após receber informa-

‘GORDO’,

ções sobre o assalto ao estabelecimento comercial e as características dos ladrões que invadiram o local e renderam funcionários e clientes que estavam no prédio, os policiais da Deicor desconfiaram do acusado. A forma de agir, o veículo usado pelos bandidos e as características físicas destes foram dados essenciais para a identificação de Robson. Assim, os policiais civis iniciaram as diligências em toda a Região Metropolitana de Natal e, ontem à tarde, conseguiram surpreender o acusado em uma residência no município de CearáMirim, onde Robson estava escondido. Detido, ele acabou confessando o paradeiro dos outros comparsas, Alisson Kariely Elias Bezerra, foragido da Penitenciária Estadual Mário Negócio, em Mossoró e Luís Carlos dos Santos. Um quarto acusado de integrar o bando criminoso e de ter participado do arrastão no pet shop, identificado como Jailson Gomes da Silva, o "Pigmeu", conseguiu fugir e está sendo procurado pela Polícia

FOI DETIDO EM

CEARÁ-MIRIM

Civil. Até a manhã de hoje, ele não havia sido localizado e detido ainda. Durante o flagrante, os policiais apreenderam maconha e crack já embalados para a comercialização e um revólver calibre 38, em poder de Alisson e de Luís Carlos, ambos foragidos da Penitenciária Estadual Mário Negócio, localizado no município de Mossoró, no Oeste Potiguar. Os dois estavam escondidos em uma casa na zona Norte de Natal. Os três foram presos em flagrante e levados para a sede da Deicor, no bairro da Ribeira, onde prestaram depoimento ao delegado Marcelo Maceiras e, na ocasião, confessaram ainda um assalto a uma residência em Natal, que ele cometeu usando o veículo apreendido ontem. Além disso, os agentes da Deicor conseguiram recuperar um notebook e um aparelho de televisão, que haviam sido roubados de uma residência atacada pelo quadrilha nos últimos dias, em Natal. Eles foram autuados por assalto a mão armada, porte ilegal de arma e tráfico de drogas.

E TERMINOU ENTREGANDO OS COMPARSAS Cedida: Degepol

Policiais apreenderam um revólver, munição, celulares, relógios e outros objetos roubados durante a ação da quadrilha

> SUPLENTES DE AGENTES PENITENCIÁRIOS

Concursados cobram resposta ao Governo do RN Candidatos aprovados no último concurso público para agente penitenciário cobraram hoje uma resposta Ao Governo do Estado, sobre a criação de 600 novas vagas para a categoria, em frente ao prédio da Procuradoria Geral de Justiça, no bairro da Candelária, em Natal. No local, acontecia o Fórum de Direitos Humanos e Sistema Penitenciário do Rio Grande do Norte, com discussões sobre a atual situação das unidades prisionais, que passam por sérios problemas de infraestrutura e de pessoal. Segundo o presidente da Associação dos Suplentes de Agente Penitenciário do RN, Aldo Marinho, a expectativa é que o Governo do Estado entenda a necessidade de convocação de novos agentes para atuar nas unidades, que sofrem com a superlotação de detentos e o déficit do número de operadores. Atualmente, há cerca de 450 aprovados no último concurso aguardando apenas o curso de formação que é exigido para a posse do cargo. "Esperamos que uma nova turma seja chamada para o curso de formação, que é a última etapa exigida pelo edital do concurso, realizado em 2009. Todos os aprovados já passaram pelas outras etapas, como as provas subjetivas, os exa-

Heracles Dantas

Candidatos aprovados aproveitaram evento para fazer a cobrança, nesta manhã, em frente à Procuradoria Geral de Justiça mes físicos, o psicotécnico e a investigação social, basta apenas o curso, mas o Governo ainda não homologou a prorrogação do concurso, que garante essa convoca-

ção", explicou Aldo. O suplente de agente penitenciário Jarbas Targino afirmou que o Estado prorrogou a validade do curso de formação, mas não a do

concurso público, o que impede, na prática, a convocação dos aprovados. "Isso se torna um sério problema para a nomeação dos candidatos já aprovados e que passaram

por todas as outras etapas, mas que falta ainda a formação. É isso que queremos, pois somente assim, é que os aprovados poderão ser chamados", explicou. Segundo Jarbas, há um sério problema de proporcionalidade no número de agentes penitenciários e de presidiários hoje no Estado. "No RN, a proporção é de um agente para cada 41 presos, quando o determinado é um para cinco. Isso provoca um desgaste emocional, físico e laboral muito grande para o profissional em atuação, além de um grave risco para toda a sociedade. Além disso, há o problema de desviod e função, já que, por causa disso, muitos policiais militares fazem as vezes de agente penitenciário", explicou. Segundo a promotora de Justiça Fernanda Arenhart, que participou do Fórum, será elaborado um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com orientações para o Governo do Estado, para a resolução de vários problemas apresentados hoje pelo sistema penitenciário do RN. Ela disse ainda que a criação das 600 novas vagas para agente penitenciário é de suma importancia para que as melhorias solicitadas aconteçam de fato no Estado. "Este TAC contém orientações

para a resuloção de vários problemas, como a criação de novas vagas para agentes, a construção de novas unidades prisionais, a reforma das existentes, o gerenciamento de vagas para presos, fornecimento de alimentação, projetos sociais nos presídios e outras intervenções que são necessárias e urgentes no sistema. O documento será enviado para a governadora Rosalba Ciarlini, junto com o relatório das inspeções realizadas nas unidades, para que ela tome as providências cabíveis", explicou a promotora. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis e Servidores da Segurança Pública (Sinpol-RN), Djair Oliveira, também participou da reunião do Fórum e falou sobre o caos que tomou conta do sistema prisional e que afeta também as delegacias do Estado. "Chegamos ao estado de termos presos amarrados em grades, fora das celas, nos municípios de Caicó e Macau, por causa das péssimas condições dos presídios e cadeias no Estado. Além disso, queremos a retirada dos presos das delegacias, que estão sendo usadas como unnidades prisionais por causa da superlotação e das condições precárias dos presídios estaduais", afirmou.

> ACIDENTES NO RN

PRF: fim de semana com um morto e 17 feridos Um motorista de caminhão foi preso em flagrante por posse de entorpecentes após ter sido denunciado por dirigir alcoolizado no município de Mossoró, neste final de semana. Ele foi detido pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), que registrou ainda 36 acidentes com um morto e 17 feridos nas rodovias federais do Rio Grande do Norte, durante o período de 26 a 28 de outubro. De acordo com o Núcleo de Comunicação Social da PRF, o caminhoneiro Luiz Gustavo dos San-

tos Batista, de 35 anos, estava com quatro pedras de crack e cinco cápsulas de anfetaminas, conhecidas como arrebites, quando foi abordado por policiais rodoviários próximo ao quilômetro 38 da BR-304, em Mossoró. Motoristas que trafegavam pela rodovia denunciaram à PRF que o acusado estava dirigindo seu caminhão Volvo FM 370, placas LLA5436/RJ, em forma de ziguezague, por vários quilômetros. Eles disseram que Luiz Gustavo apresentava sinais visíveis de embria-

guez ao volante, colocando em risco a vida de outras pessoas. Logo após iniciar as diligências, os policiais rodoviários localizaram o caminhão do acusado parado no acostamento da BR-304, com as portas abertas. Ao revistálo, encontraram o caminhoneiro dormindo dentro do veículo e os entorpecentes escondidos no interior do caminhão, que foi recolhido. Luiz Gustavo foi detido em flagrante e encaminhado para a Delegacia de Plantão de Mossoró, onde foi autuado de acordo com o

artigo 28 da Lei 11.343/2006. Conforme dados da PRF, já foram apreendidos 199 comprimidos de anfetaminas em poder de motoristas de caminhões em todo o Rio Grande do Norte desde o início do ano. Os arrebites, como são conhecidos, são bastante usados por caminhoneiros que precisam cumprir longas jornadas de trabalho. No entanto, eles oferecem riscos para a saúde dos usuários etambém para os demais motoristas que trafegam nas estradas, já que o risco de acidentes envolven-

do os profissionais que tenham feito uso de anfetaminas é grande e iminente. ACIDENTE FATAL NA BR-304 A PRF informou ainda que, dos 36 acidentes ocorridos durante o final de semana, um acabou com uma vítima fatal. Uma colisão frontal envolvendo dois veículos Gol provocou a morte de José Fortunato dos Santos, 59 anos e ferimentos leves em outras duas pessoas, que estavam em um mesmo carro. O fato aconteceu na

BR-304, próximo ao município de Assu, no Oeste Potiguar. Dos 765 veículos fiscalizados durante o final de semana, sete ficaram retidos por algum tipo de irregularidade e dez motoristas tiveram a carteira de habilitação retida. A PRF emitiu ainda 269 notificações por infrações de trânsito e realizou 43 testes com o aparelho etilômetro, os populares bafômetros. Três pessoas foram presas e cinco autuadas por dirigirem sob influência de bebida alcóolica.


Cidade

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 11

edadC i

Alex Medeiros alex.medeiros1959@uol.com.br

A car tilha vencedora Na foto de Canindé Soares, o então candidato Carlos Eduardo recebe a colaboração do marqueteiro Alexandre Macedo para aprimorar a interpretação e explanação do roteiro ensaiado. Mas, houve outras vezes que os papéis se inverteram nas conversas dos dois. Ontem, 28/10, com quase uma hora após a confirmação da vitória, Macedo entrou no Twitter para agradecer aos parceiros profissionais e políticos da campanha. Até aquele momento, era talvez o único entre os íntimos a não ter ainda falado com o vitorioso. Estava festejando de longe, no aconchego de casa, bebericando um espumante com sabor de conquista e também de relaxamento após a árdua batalha. Sequer deslocou-se à festa que todos os seus comandados faziam na casa de Augusto Lula, em Ponta Negra. Lula tem sido seu capitão da fragata publicitária em diversas campanhas vencidas. Além de ser um dos melhores diretores de vídeo do Nordeste é quem mais sabe capitalizar na produção as ideias e táticas que Alexandre elabora no camarote de comando da nau. Tanto o candidato quanto o seu marqueteiro sabem o tamanho exato da vitória de ontem, que nos aspectos emocional e técnico foi muito mais consagradora do que a vantagem numérica dos sessenta mil votos que separaram do rival Hermano Morais. No começo do ano, Carlos Eduardo Alves não tinha a menor noção de como seria o planejamento e execução da sua campanha, sabia apenas que havia o clamor das ruas em favor do seu nome, um fator sem garantia de vida útil em se tratando de política. A conversa que selou a contratação de Alexandre Macedo aconteceu tardiamente, quase em cima da convenção do PDT, durante um encontro de ambos em São Paulo. Nenhum deles, talvez, não confirme; mas o trato financeiro não foi o ideal para ambas as partes. Assim como não foi fácil para o candidato arrecadar apoios, também não foi nada tranquilo ao publicitário escalar uma equipe e montar um quartel-general de campanha. Até confidenciaram a amigos jamais terem visto “campanha tão magra de dinheiro”. A confecção diária de material de propaganda e a pré-produção das peças eletrônicas para o guia da TV provocavam agonia constante, tanto no comando das finanças – sem saber de onde tirar – quanto na equipe, impotente para encontrar alternativas.

INDIFERENÇA

A média nas abstenções e nos votos nulos e brancos teve um crescimento lógico em relação às eleições anteriores. Mas não deixa de ser um recado do cansaço da sociedade para com o voto obrigatório e com a politicagem comercial das muitas siglas partidárias.

O BOLO PARTIDÁRIO

Ficou assim o quadro partidário referente ao número de prefeituras no Brasil: o PMDB lidera com 1.024 cidades; PSDB com 702; PT com 635; PSD com 497; PP com 469; PSB fez 442; PDT tem 311; PTB 295; DEM 278; e PR tem 275 prefeituras.

DISTÂNCIA

As duas principais lideranças do PMDB, Garibaldi Filho e Henrique Alves, preferiram não telefonar para Carlos Eduardo, ou sequer postaram os parabéns em suas contas das redes sociais. E pensar que Dilma Rousseff ligou para Rosalba em seu aniversário. A única saída visível para Alexandre e seu time foi um fato que sempre oferece êxito nas coisas da propaganda: a soma da criatividade com um bom produto sempre resulta em satisfação da clientela, que no caso em tela era a maioria dos eleitores de Natal. E assim foi feito. Consciente de que tinha em mãos um candidato pronto para expor na vitrine eleitoral, o marqueteiro só teve que utilizar as técnicas de uma cartilha vitoriosa, onde acumula mais vezes do que qualquer um sucessos de urna aqui na capital. Quem esperava que o temperamento esquivo de Carlos Eduardo trombasse com o seu comandante-emchefe, deu com os burros n’água. O candidato seguiu à risca o roteiro e o marqueteiro soube transformar em ação o feeling político-eleitoral do seu cliente. Alexandre foi também uma espécie de compota a segurar os ânimos de correligionários e auxiliares mais próximos do candidato, quando a campanha adversária entrou no ritmo das críticas mais ferinas e contundentes. O tempo todo, ele refutou o contraataque. Em conversa comigo, minutos após a apuração, se disse satisfeito por ter optado sempre pela campanha propositiva, de centralizar a estratégia no que o candidato tinha de melhor: as ações e as posturas durante o período em que foi prefeito de Natal. Os únicos instantes em que o programa decidiu citar o adversário foi para deslegitimar fatos que vendiam uma diferenciação falsa em relação ao seu candidato. Fora isso, Alexandre Macedo apenas usou de uma técnica que vem dando certo sempre. E Carlos Eduardo sabe que ninguém melhor do que ele poderia superar os desafios, encarar os sacrifícios que foram necessários diante da realidade financeira. O mais caro nisso tudo ambos tiraram de letra: a confiança mútua foi essencial para a vitória.(AM)

SÃO PAULO

Por que dizem que a Paulicéia é uma cidade tucana, se o PSDB não a administrou sequer dois anos? José Serra a assumiu em 2005 e saiu em 2006 para ser candidato a presidente. Já o PT, elegeu ontem seu terceiro prefeito, desde 1988 com Erundina.

PERCENTUAL

O índice de votos dados a Carlos Eduardo é quase igual ao índice dos que não votaram no prefeito de São Paulo, Fernando Haddad (PT). O novo prefeito de Natal obteve 58,3% no 2º turno, enquanto 59,6% dos paulistanos não votaram no prefeito petista.

HISTÓRICO

O Partido dos Trabalhadores nasceu batendo em Paulo Maluf, cresceu batendo em Fernando Collor,

venceu batendo em José Sarney. Três décadas depois, a legenda de Luiz Inácio se estabeleceu como força política aliada aos três antigos desafetos.

FREGUESIA

Em 1985, Garibaldi Filho derrotou Wilma de Faria para a prefeitura de Natal. Desde lá, nunca mais o ministro venceu a ex-governadora na capital. Já a única vitória do peemedebista foi em 2000, quando decidiu a apoiar a própria Wilma.

RESSACA

Há um bacurau que foi campeão de chatice no Twitter no primeiro turno e recordista de resmungos na apuração de ontem. Convém uma overdose de ansiolíticos urgente. Ou esse rapaz dorme uns três dias ou vai acabar enlouquecendo pela decepção das urnas.

BAJULATION SOCIETY

Nem bem a apuração em Natal havia chegado nos 80% e já era visível a babação em alguns blogues e nas redes sociais. Até quem passou a campanha apostando em outros candidatos tratou de enaltecer o eleito e publicar "frescurites" para atingir seu ego.

ENSINAMENTOS

Duas pérolas do professor colombiano René Zerossanto, do seu pequeno grande livro, Escribir pero sin pisotear los hechos: "o maior exercício de cidadania não é votar, mas pagar impostos" e "prognóstico não é análise, adivinhação não é jornalismo".

FUTEBOL

Foi assim no Real Madrid, depois aconteceu a mesma coisa no Manchester City, e agora se repete no Milan. O pedaleiro "curió da Vila", Robinho, novamente se transforma em moeda de troca no mercado europeu. Vai ser troco para a contração de Dedé, do Vasco.

ELE ACREDITA Com a temporada de F1 quase definida em favor do alemão Sebastian Vettel (pronuncia-se Sebastián Vettél), o maior piloto da história, desde Schumacher, Fangio, Senna e Prost continua acreditando que ainda ganha o tricampeonato. Fernando Alonso declarou que não vai se render e confia no seu talento e raça, além da Ferrari, para vencer as próximas corridas. "Nosotros queremos ser felices en Brasil", disse.

João Ricardo Correia jornalistajoaoricardocorreia@gmail.com / joaoricardocorreia@yahoo.com.br BONECO Tadinho!!! O boneco Nildo, o mais simpático da campanha de Hermano Morais, foi visto ontem à noite lá numa casa de forró, na avenida 9, gritando, desesperado: “Dagô, me ajude!!!”.

LUTO Peço licença aos leitores para mandar um forte abraço à dona Damiana Marques que, diariamente, faz o café da redação e nos brinda com sua simpatia e amizade. Ontem à tarde, ela perdeu seu marido, José Barbosa de Lima, que faleceu após vários meses doente. O sepultamento será às 16 horas, no cemitério Parque, em Nova Descoberta. Dona de um coração gigante e mulher de fé em Deus, Damiana, não tenho dúvida, continuará mostrando sua vontade de viver e fazer o bem.

TREME No Twitter, o jornalistaamigo Jurandy Nobrega disse que o vice-presidente da República, Michel Temer, virou “Michel Treme”, após a derrota de Hermano, candidato do seu partido, em Natal.

LANÇAMENTO Rostand Medeiros lançará o livro "Eu não sou herói-A história de Emil Petr" na quarta-feira, 31, às 19 horas, no Iate Clube de Natal. A edição da obra ficou com a Editora Jovens Escribas, tendo a frente o editor e autor Carlos Fialho. Mais informações no http://tokdehistoria.wordpress.com/2012/10/13/omeu-novo-livro-nunca-fui-heroi-a-vida-de-emil-petr/

NASCIMENTO Parabéns ao casal José Aldenir, repórter-fotográfico deste JH, e Erlávia Ferreira, pelo nascimento do garotão Thiago Miguel Ferreira Machado, na sextafeira passada. Saúde e paz ao novo potiguar. COMUNICADOR Vereador eleitor Luiz Almir voltará ao comando do “Sua Cidade”, na SimTV, a partir da próxima segunda-feira, ao meio dia. Com cenário novo, bancada nova. “De velho, só eu”, brinca.

ANIVERSÁRIO E reforçando o calendário desta quarta-feira, haverá a comemoração de 15 anos d’O JORNAL DE HOJE, no Centro de Convenções de Natal, a partir das 19h30, com palestra do publicitário Washington Olivetto. A festa ainda contará com as apresentações de Camila Masiso e Diogo Guanabara. O colunista está aqui desde o começo e deseja muitas mais edições, para manter a sociedade sempre bem informada. CRESCIMENTO Maior fabricante brasileira de cosméticos e produtos de higiene e beleza e líder no setor de venda direta no Brasil, a Natura manteve seu ritmo de crescimento no terceiro trimestre de 2012, com destaque para a contribuição de suas operações internacionais, que alcançou o recorde histórico de 12,3% de participação do resultado total da empresa. A receita líquida consolidada atingiu R$ 1.586,5 milhão, com crescimento de 14,8% em relação ao terceiro trimestre de 2011.

De virar a cabeça

TRANSMISSÃO Parabéns à equipe da 98FM, pela cobertura das eleições. No estúdio, o comando ficou com o jornalista Felinto Rodrigues e o cientista político Robson Carvalho.

MUTICOM O lançamento oficial do 8º Mutirão Brasileiro de Comunicação (Muticom) também será na quarta-feira, 31. Pela manhã, das 9 às 11 horas, o lançamento será no auditório do Laboratório de Comunicação, no Campus da UFRN, em Natal, com palestra sobre o tema: “Comunicação e participação: meios e processos”, com o padre Ermanno Allegri, diretor da Agência de notícias Adital, de Fortaleza (CE).

Muitas pessoas usaram o Twitter e o Facebook para reclamar da barulheira provocada pela festa de Carlos Eduardo. É danado mesmo! Dia de Finados somente na sexta que vem, meninos!

VICE Do jeito que vai, o tucano José Serra, que adora ser vice, depois da surra que levou do petista Fernando Haddad em São Paulo, vai terminar querendo ser presidente do meu Vascão, outro especialista em ficar no segundo lugar Sai, encosto!

Canindé Soares

Doze: o povo quis assim O resultado de ontem apenas confirmou o que as pesquisas tinham indicado. Carlos Eduardo é o prefeito de Natal. A maioria do povo quis assim. Se os adversários ainda se debatem à espera da vitória no ‘tapetão’, têm todo o direito. O esperneio, assim como o voto, é livre. Hoje, 29 de outubro, a cidade amanheceu com um novo prefeito eleito. Experiente e autêntico, Carlos Eduardo, que não serviu de fantoche de ninguém, chega ao terceiro mandato sem gracejos, sem caretinhas, sem mamulengos, sem sorrisos gratuitos, sem aderir à onda de denuncismo fácil e dizendo o que pensa. Os eleitores demonstraram por duas vezes, no primeiro e no segundo turnos, seus desejos. Parabéns, prefeito! E boa sorte na difícil, mas certamente gratificante, missão de atender a mais um chamado popular.


12 O Jornal de HOJE

Cidade

Natal, 29 de outubro de 2012

Segunda-feira Mulheresnofds

Daniela Freire POLÍTICA E SOCIAL - daniela.freirecosta@yahoo.com.br Cedida

w NÃO DEU... Sem conseguir o comando da capital do RN na eleição encerrada ontem, o PMDB sai enfraquecido para se aventurar ao Governo do Estado em 2014. >>> E, apesar de ser um sonho dourado do presidente da sigla no Estado, deputado federal Henrique Alves, acalentado há muito tempo, inclusive, o projeto pode ter ficado inviável.

w FUTUROS ADVERSÁRIOS Com isso, o caminho fica livre para um embate que pode ser instigante: Rosalba Ciarlini (fortalecida pela vitória em Mossoró) x Robinson Faria (que venceu em Natal junto com Carlos Eduardo). >>> O detalhe é o desgaste que a Rosa enfrenta atualmente perante a opinião pública. Se daqui para o final do mandato a chefe-mor mantiver esse índice na avaliação de sua gestão, poderá ser que "tapioca vire" para o vice.

Presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ricardo Motta, com a sua esposa-gata Katalina em evento social neste fim de semana DeSaboya.com

Maquiador das celebridades, Fernando Torquato em evento Make B de O Boticário em Natal Canindé Soares

w OPÇÃO Considerando que o PSD e o aliado PSB conseguiram grande quantidade de prefeituras pelo RN, incluindo a de Natal... >>> ...E que o DEM suou a camisa para manter Mossoró... >>> ...Robinson pode se tornar a opção para os que desaprovam o governo Rosa.

w BATATA QUENTE E o prefeito eleito de Natal Carlos Eduardo já começará a governar com um desafio: a minoria absoluta na Câmara Municipal da capital. >>> Vários dos vereadores eleitos estiveram ontem na coletiva de imprensa de Hermano Moraes, se solidarizando com a derrota peemedebista. w DERROTA RELATIVA... ...pois Hermano perdeu para prefeito, mas já deixou a sua reeleição para deputado estadual na agulha, com a quantidade de votos que apresentou.

w GOVERNO SEM RETROVISOR Ainda ontem à noite, a vitória de Carlos Eduardo já repercutia Brasil afora, assim como as demais vitórias do segundo turno da eleição 2012. >>> Ao portal UOL, o pedetista garantiu que não repetirá o erro de sua antecessora Micarla de Sousa: "Não vamos assumir a prefeitura olhando pelo retrovisor". >>> Como se sabe, o "ressurgimento das cinzas de Carlos", derrotado em 2008, foi promovido pela verde e seus liderados durante a gestão...

Teca Melo, Zélia Pinheiro e Regina Dantas na inauguração do Italianíssimo

w NEGÓCIOS À PARTE Em relação aos primos Henrique e Garibaldi Alves, que trabalharam pela campanha de seu adversário, Hermano Morais, o velho-novo prefeito de Natal ressaltou que, embora seja adversário "administrativamente" dos peemedebistas, ele não deixará de procurá-los, pois "Natal precisa de uma força conjunta". w EXPECTATIVA...

Também na reportagem do UOL, destaque para o futuro secretariado de Carlos. >>> Ele admitiu: "Quanto aos futuros secretários, é evidente que temos nomes em mente". >>> Como a coluna adiantou neste sábado, a classe médica teme o retorno de Aparecida França para a Saúde. >>> O prefeito eleito disse que muitos desses nomes sairão da equipe de "especialistas em todas as áreas da gesta pública" contratadas por ele para a campanha. >>> É aguardar!

w AGRADECENDO O

PRINCIPAL E quem surgiu todo feliz, no

Twitter, com a vitória de Carlos Eduardo foi o marqueteiro Alexandre Macedo, responsável pela campanha do pedetista. Na rede social, agradeceu aos parceiros de campanha. >>> Especialmente ao PT, considerado o peso pesado do 2º turno, que apoiou o projeto pedetista. >>> "Parabéns ao PT, especialmente Fernando Mineiro e Fátima Bezerra pela importante participação na vitória de Carlos Eduardo", escreveu Macedo.

w DADOS QUE FORMAM UM CENÁRIO E o que dizer de um 2º turno com mais de 15 mil votos brancos, 40 mil nulos e mais de 102 mil abstenções? >>> Quem explica? w NÚMEROS QUE ASSUSTAM? Manchete de texto da revista Carta Capital online, publicada ontem à noite: "ACM Neto vence em Salvador, ressuscita o carlismo e dá fôlego para o DEM". >>> Porém, números divulgados pelo portal UOL dão conta que os demos perderam 71 prefeituras do Sudeste!

GIRO PELO TWITTER ...do candidato derrotado a

Os mais poderosos democratas do RN, Senador Agripino saudou a governadora Rosalba em seu aniversário, na última sexta, na Governadoria. Entre um papo e outro, a dupla conferia as novidades da rede social... Mulheresnofds

prefeito de Natal Hermano Morais: "Estou sereno e tranquilo por ter combatido o bom combate. Nosso PMDB sai fortalecido e fico feliz por ter colaborado. Muito obrigado a todos";

...do Estadão: "'Quero agradecer do fundo do coração ao presidente Luís Inácio Lula da Silva', diz Haddad em discurso #eleicoes"; ...do deputado petista Fernando Mineiro: "A vitória do Haddad em SP foi de lavar e enxaguar a alma. Mas foi ruim perder Recife e Fortaleza.

Fashion ID no desfile Skyler


Cidade

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 13

Cena Urbana VICENTE SEREJO - serejo@terra.com.br w AVISO - I Natal deixou um alerta nas urnas: pela primeira vez a soma das abstenções, brancos e nulos - 311 mil votos - foi maior do que a votação do prefeito eleito, Carlos Eduardo Alves, que teve 214 mil votos. w OU... - II Seja: ele ou quem estivesse no seu lugar precisa avaliar que por uma maioria de quase cem mil votos a cidade retratou um forte sentimento de descrença que só a servidão dos áulicos pode desconhecer. w ALIÁS - III Outro dado a ser registrado na memória dos petistas: Hermano Morais, candidato do PDT, cresceu no segundo turno mais do que o candidato do PMDB, mesmo este tendo recebido o apoio total do PT. w ESSES - IV Números, mais do que as pesquisas ou frases de poderoso de plantão, mostram que se aprofundou seu sentimento de decepção. A ninguém ungiu como líder capaz de conquistar a maioria dos seus votos. w APURADO - V Além da vitória de Carlos, os dois maiores perdedores, Fernando Mineiro e Hermano Morais, saem da campanha agora um inegável e valioso apurado: a renovação dos seus mandatos na Assembléia. w GENIAL - I Um leitor qualificado gostaria de saber quais as notícias clericais publicadas nesta coluna que ferem a verdade. Só assim - conclui com toda razão - se saberá que todas as outras são verdadeiras. Genial. w ALIÁS - II Por falar em notícias clericais: tem gente de fé inabalável na Arquidiocese defendendo a terceirização da contabilidade hoje feita na própria administração. A dúvida é que reduz despesa, mas desemprega.

Natal, o desafio

Q

uando o novo prefeito, Carlos Eduardo Alves, sentar no gabinete principal do Palácio Felipe Camarão, no dia dois de janeiro, levará inevitavelmente na pasta uma certeza e um desafio: o) dever de recuperar a normalidade da vida de uma cidade abandonada que deve R$ 250 milhões de reais aos seus fornecedores; e b) recompor uma postura que mesmo vitoriosa nas urnas, sai com suas relações devastadas e derrotadas para um eleitorado inegavelmente eloqüente de abstenções, nulos e brancos. O saneamento financeiro, como emergência, o prefeito anunciou que fará em duzentos dias, não para saldar todos os débitos, mas renegociá-los e escaloná-los, a depender também da capacidade de endividamento do município. E, por ser inadiável, suas primeiras tarefas serão limpar a cidade, tapar buracos das ruas, manter o sistema público de transporte e o funcionamento da rede municipal de saúde, itens sem quais pode jogar sua gestão numa decepção coletiva por um fracasso precoce. As feridas da luta levam o prefeito a assumir sem bom diálogo com a governadora Rosalba Ciarlini, que apontou como referência do mal e maior defeito do adversário Hermano Morais; e com o PMDB, principal aliado do Governo Dilma Rousseff, mesmo que acredite só precisar do PT para abrir as portas do Palácio do Planalto e seu cofre. Mas ele sabe da importância do senador e ministro Garibaldi Filho e deputado federal Henrique Alves, este se for eleito presidente da Câmara Federal.

Claro que o PT apoiará a gestão de Carlos Eduardo Alves e não esconde a jactância a ponto de dizer que não precisará do PMDB para conquistar recursos federais. A petista Fátima Bezerra está de olho na vaga de Senador de 2014, mas precisa ter certeza do salto sobre o abismo, afinal de contas uma derrota pode devolvê-la à sala de aula. O que é honroso, mas não é jamais, de fato, o que deseja. Se sonhar em disputar o Senado, nada como reforçar com prefeitos suas bases, inclusive em Natal. Depois, o PT do Rio Grande do Norte sabe que seu melhor caminho não é uma rota de colisão com o PMDB. Nem a presidente Dilma Rousseff, com toda sua aprovação popular, bateria de frente com o maior aliado, garantidor da maioria indispensável na Câmara e no Senado. O bruxismo - o ranger de dentes petista se houver, será para consumo interno, limitado apenas às suas 'tuitadas' de efeito provinciano, numa falsa independência da qual os seus próprios partidários são conscientes. Sem restaurar as relações com as instituições políticas e a cidade, e refém de um petismo que embora bem votado só mereceu um quinto dos votos, o prefeito pode até optar pelo velho orgulho de exercer o mandonismo sozinho, mas precisará demonstrar eficiência. Sob pena de o seu capricho ter um preço a ser cobrado por Natal. Ele está eleito, sim, mas a maioria dos eleitores derrotou a ele e ao adversário. Como se preferisse observar para, só depois de duzentos dias, mostrar a sua confiança.

w TRIBUTO O historiador Cláudio Galvão será o conferencista no recital de homenagem ao maestro Waldemar de Almeida dia 31, 19h30 no auditório Cussy de Almeida do Conservatório Pernambucano de Música. w OAB Ao merecer 740 votos com sua tese de que o representante da OAB no TJ deveria ter o limite de dois mandatos, nunca vitalício, o advogado Daniel Pessoa mostrou que muitos advogados pensam assim. w CONTAS Passada a luta, resta uma dúvida: o PMDB, como partido, apresentaria um recurso à Justiça Eleitoral, contra a diplomação de Carlos Eduardo Alves até tudo ser julgado, ou isto se resolveria em família? w DESAFIO O Plano Nacional da Educação tem uma previsão para elevar, até 2022, de 5,1% para 10% do PIB o investimento na educação. O que fará do Brasil o país de maior investimento na educação do planeta. w ATENÇÃO Do empresário Edson Godoy Bueno que acaba de vender o controle da Amil por R$ 6,5 bilhões nas páginas amarelas de Veja sobre plano de saúde: 'O rico quer conveniência. O pobre quer assistência'. w HALLOWEEN Uma pena que o Senac, sempre comprometido com a cultura brasileira e nordestina aceite patrocinar o Halloween, a festa das bruxas. E ainda assuma, de forma institucional, como o 'Halloween Senac'. w MENSALÃO Do poeta Ferreira Gullar, bom desde os velhos tempos em que enfrentava os generais da ditadura: 'O tiro saiu pela culatra, e o partido da ética na política consagrou-se como um exemplo de corrupção'.

Construtoras do RN reafirmam parceria com o JH e parabenizam pelos 15 anos de jornalismo ECOCIL, A.GASPAR O Rio Grande do Norte passa por um momento de expansão na área de construção civil e os maiores investimentos são do mercado interno, e não de empresas do exterior. Em Natal, construtoras e imobiliárias têm se estabelecido nos últimos anos e o número de novos empreendimentos seguem em constante ascensão. Mas apesar da concorrência aumentar nesse mercado, há aquelas construtoras que, apesar de tudo, permanecem inabaláveis. A Ecocil, A. Gaspar e a Capuche estão entre as mais conceituadas empresas do ramo do Rio Grande do Norte e são destaque a nível nacional. Como todas as grandes empresas, estas também precisam transmitir sua credibilidade em todos os aspectos e, para isso, estarem associadas a veículos de comunicação é um fator favorável. Por causa disso, Ecocil, A. Gaspar e Capuche anunciam n’O JORNAL DE HOJE, que há 15 anos atua no mercado jornalístico, levando sempre as informações e atualidades com veracidade e competência a toda população. A Ecocil Incorporações S/A é a maior empresa de construção civil do Estado do Rio Grande do Norte. Fundada em 1948, permanece em modernização e atividades ininterruptas, construindo com responsabilidade social, valorizando sua equipe de trabalho, respeitando a natureza e disseminando a cidadania através de inúmeras iniciativas. Cada obra da Ecocil traduz o compromisso com a comunidade e com o desenvolvimento de uma sociedade mais saudável, ao mesmo tempo em que supera os desafios de um mercado competitivo e globalizado. Parabenizando o JH por seus 15 anos, Silvio Bezerra, diretor da construtora, deseja votos de sucessos e grandes realizações. "Nesses 15 anos, O JORNAL DE HOJE vem contando a história do Rio Grande do Norte com ética e responsabilidade. O tempo é a me-

E

CAPUCHE

FIGURAM ENTRE AS EMPRESAS DO SEGMENTO MAIS CONCEITUADAS NO MERCADO LOCAL Fotos: Wellington Rocha

Silvio Bezerra:“Conta a história do RN com ética e responsabilidade” Arnaldo Gaspar Jr: ”Trabalho com seriedade em sua linha editorial” Edson Matias: “É um referencial de mercado no jornalismo potiguar” lhor testemunha desse trabalho sério e absolutamente imparcial de um jornalismo voltado para o interesse da sociedade. Nossos votos são de que continue a prestar seus relevantes serviços ao Estado. Um grande jornal não se faz sozinho e muito menos se mantém durante 15 anos sem brilhantes profissionais conduzindo essa história de sucesso. A competente equipe, comandada pelo jornalista Marcos Aurélio de Sá, é merecedora do nosso mais alto reconhecimento. Parabéns." De acordo com Silvio Bezerra, anunciar a construtora n’O JORNAL DE HOJE reflete diretamente, durante todos esses nos resultados de vendas da construtora. "Para a Ecocil, O JORNAL DE HOJE é muito mais que uma mídia onde anuncia seus empreendimentos. Temos nele um parceiro, comprometido, como nós, com o desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Anunciamos no JH porque é um veículo com qualidade, credibilidade e visibilidade, de grande alcance na sociedade, atingindo todas as faixas de público e renda. Anunciar no JH é ter a certeza de retorno garantido do in-

vestimento", disse Silvio Bezerra. REFERÊNCIA A construtora Capuche pertence ao Grupo Capuche, que começou sua atuação em Natal há muitos anos no ramo de confecções com o "Gigantão das Malhas". Com visão empreendedora, ao enxergar um nicho de mercado em potencial, seus fundadores optaram por iniciar os trabalhos como construtora. Hoje, com 18 anos de atuação neste mercado da construção civil, a Capuche é uma referência no mercado imobiliário nacional, sempre preocupada com a qualidade, a pontualidade, e a credibilidade em seus serviços. Segundo o diretor da Capuche, Edson Matias, a construtora escolheu ser anunciante d’O JORNAL DE HOJE, em especial, por considerá-lo um dos veículos de comunicação mais importantes da cidade. "Escolhemos O JORNAL DE HOJE por ser um referencial de mercado no jornalismo potiguar. Além de qualidades que norteiam essa atividade como a ética e a credibilidade, o periódico agrega também o diferencial de ser o único jornal vespertino de Natal",

afirmou Edson Matias. Em nome do Grupo Capuche, Edson Matias felicita o JH pelo aniversário e afirma o sucesso da parceria. "O JORNAL DE HOJE, aos 15 anos, se consolidou como um importante instrumento de comunicação do Rio Grande do Norte que tem levado à sociedade informações, ensinamentos, lazer, oportunidades de negócios, entre tantas notícias que alimentam o nosso saber diariamente de uma forma tão responsável. A Capuche parabeniza o periódico pela data e faz votos de muitos anos de conquistas e parcerias.” NACIONAL Com quase 50 anos de atuação competitivo mercado da construção civil, a construtora A.Gaspar iniciou seus trabalhos na década de 60, com a construção de três casas. Seu crescimento foi rápido e logo a construtora ganhou destaque e venceu licitações, executando obras importantes para o desenvolvimento do país. Construindo obras de artes especiais, habitações e terraplanagem, obedecendo a critérios de qualidade e segurança e sempre respeitan-

do o meio ambiente, a A.Gaspar tem a missão de contribuir com o desenvolvimento e melhor qualidade de vida da sociedade. De acordo com Arnaldo Gaspar Júnior, diretor da construtora A. Gaspar, O JORNAL DE HOJE foi escolhido para anunciar a empresa devido aos princípios de ambos serem semelhantes. "O JH trabalha com seriedade e compromisso em toda sua linha editorial em tudo que vai transmitir à so-

ciedade. Esses são princípios básicos que aplicamos na A. Gaspar e transmitimos aos nossos clientes. Nada melhor do que um jornal que priorize essas mesmas características para nos anunciar ao mercado. Em sua pós-adolescência, comemorando 15 anos de vida, torcemos para que O JORNAL DE HOJE permaneça tão forte e imbatível quanto foi em todos esses anos", disse Arnaldo Gaspar Júnior.


Esporte

Natal, 29 de outubro de 2012

14 O Jornal de HOJE

Segunda-feira

Fotos: Wellington Rocha

Com duas vitórias comandado o ABC, Givanildo pode carimbar a permanência alvinegra para 2013 já nesta terça feira

O meia Walter Minhoca está suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Os meias Raul e Jerson brigam pela posição

No Paraná, ABC pode se garantir DEPOIS

ABC ENFRENTA O PARANÁ CLUBE, EM CORITIBA. COM OITO REBAIXAMENTO, O ALVINEGRO PODE SE GARANTIR NA SÉRIE B EM 2013

DA BOA VITÓRIA EM CASA DIANTE DO

PONTOS DE VANTAGEM PARA A ZONA DE Os três gols do atacante Éderson que levaram o ABC a mais uma vitória na Série B do Campeonato Brasileiro foram essenciais para que o alvinegro atinja o seu objetivo nesta reta final de competição. Porém, não há tempo para celebrar. O time já está em Curitiba, onde amanhã enfrenta o Paraná Clube, pela 34ª rodada da competição. Um confronto direto, já que os paranaenses estão apenas três pontos a frente dos potiguares. Mais que

isso, se vencer o ABC pode jogar a calculadora no lixo e garantir a permanência para a competição do próximo ano. A última rodada ajudou o ABC em vários sentidos. Todos os principais adversários foram derrotados ou ficaram apenas no empate. Até os times que estão um pouco acima na classificação também estacionaram. Vencer o Goiás levou o ABC a 14ª colocação, ultrapassando o Guarani, que perdeu para o atual

GOIÁS,

O

líder, o Criciúma. Entre os times que estavam mais próximos ao Z4, mais dois bons resultados para o alvinegro potiguar. O Bragantino não passou de um empate com o Asa de Arapiraca e o Guaratinguetá perdeu de goleada para o Atlético Mineiro. Para completar, o CRB perdeu para o Ipatinga e ambos se abraçam em situações extremamente delicadas. A rodada perfeita fez o alvinegro abrir oito pontos para a zona de rebaixamento.

O técnico Givanildo Oliveira sabe que o tempo é curto, mas enfrentar e pontuar diante do Paraná, que não luta por mais nada nessa competição, é fundamental. "Sabemos que não será fácil, mas vamos buscar fazer um bom jogo e conquistar um resultado positivo. Vamos analisar a equipe, ver as opções que teremos, para colocarmos o melhor time em campo, pois ainda precisamos pontuar", explicou o treinador.

Para o jogo desta terça Givanildo precisará fazer mudanças na equipe. O meia Walter Minhoca recebeu o terceiro cartão amarelo e cumprirá suspensão. Abre vaga no meio campo para a possível entrada de Raul ou o aproveitamento de Jerson, que sempre tem aparecido nas convocações. Se preferir um time mais fechado, pode optar pela presença do volante Serginho. Quem também continua fora de combate é o lateral Pedro Silva,

que segue em tratamento no departamento médico do clube. Ivan, que fez um bom jogo no último final de semana, será mantido. Paraná e ABC se enfrentam nesta terça, 20h (horário local), no estádio Durival de Britto. Mais dois jogos serão realizados neste mesmo horário e data. O Goiás, vice-líder, enfrenta o Ipatinga, que está praticamente rebaixado. América Mineiro e Asa de Arapiraca fecham a jornada.

> AMÉRICA

Time de 2013 começa a ganhar forma A tranquilidade na tabela de classificação e as últimas rodadas da Série B do Campeonato Brasileiro faz o América só pensar em uma competição ainda vigente: a Timemania. Em todas as entrevistas possíveis os dirigentes fazem questão de anunciar promoções, de falar a importância da loteria, de transformar o torcedor no maior patrocinador do clube. Tal iniciativa tem dado certo. O América vem conquistando posições importantes e está próximo de alcançar o grupo de elite. Porém, a Timemania tem outra função fundamental, segundo os dirigentes. É a partir do resultado final e a quantificação desse incentivo que o presidente Alex Padang traçará o planejamento para a próxima temporada. Os bons resultados têm animado os diretores e Padang resolveu anunciar algumas renovações importantes para 2013. O volante Ricardo Baiano está garantido. E mais recentemente, neste final de semana, o clube confirmou que o meia Netinho tem vaga garantida para a próxima temporada. Tais renovações abrem cami-

Roberto Fernandes começará a definir hoje o seu futuro. O treinador ainda não assinou sua permanência nho para o clube já pensar em uma base forte. Edson Rocha, o zagueiro, já havia assinado seu contrato de renovação há poucas semanas. Outros dois que têm vaga garantidas e contratos mais longos são Fabinho (meia) e Norberto (lateral direito). Para com-

pletar a lista e a base permanecer ainda mais forte, o atacante Isac também já está mantido para a próxima temporada. Diante de tantos acertos importantes, um deles é fundamental e pode ser definido ainda na noite de hoje. O técnico Roberto

Uma base importante começa a ser definida para montagem do time para a próxima temporada

Fernandes vai se reunir com os diretores para avaliar o quadro geral do elenco, da temporada e já negociar a sua permanência. Fernandes desembarcou em Natal no segundo turno do Campeonato Potiguar, promoveu uma virada história e tirou o time da fila

Gabriel Negreiros GABRIEL NEGREIROS - gabrielnegreiros@gmail.com - twitter: @gabrielnegreiro RODADA MILAGROSA O torcedor alvinegro coloca as mãos para o céu e agradece. A 33ª rodada foi um sonho para as pretensões alvinegras de se manter na Série B do Campeonato Brasileiro. Venceu o líder e todos os adversários diretos foram derrotados. Hoje, a permanência na Série B parece fato consumado. São oito pontos de vantagem para a zona e não somente isso, ultrapassou adversários nesta disputa e está bem próximo da zona intermediária. Não duvido que o ABC ganhe algumas posições até o final da competição. A diferença está no banco. Um técnico vencedor! Os jogadores são praticamente os mesmos, mas o respeito é diferente. BASE FORTE Aos poucos e sem muito alarde o América vai montando uma base importante para a temporada 2013. As posições mais carentes vão ficando para depois. Com a permanência certa de jogadores como: Edson Rocha, Norberto, Fabinho, Ricardo Baiano, Netinho e Isac já é possível vislumbrar um time para 2013. Goleiro, lateral esquerdo, novos volantes e atacantes podem estar na pauta para a formação na nova temporada. Não sei muito bem qual é a condição atual de Lúcio Curió, mas seria outro reforço fundamental. FUTEBOL DE AMPUTADOS De 02 a 04 de novembro Natal sediará o I Brasil Open de Futebol para Amputados. O evento reunirá quatro equipes nacionais. Representando o Rio Grande do Norte estará o Projeto Melhorando. Dois times paulistas virão de Mogi das Cruzes, o SMEL e o Instituto Só Vida. Do Piauí virá o CEIR. Os jogos serão realiza-

dos no Aeroclube e no Cepe, Clube de Empregados da Petrobrás. CURSO DE TREINADOR O curso de extenção e Pós Graduação em Treinador de Futebol será realizado em Natal. As aulas acontecerão um fim de semana por mês e contará com a presença de alguns treinadores importantes do futebol nacional, como: Dorival Junior, Geninho, Hélio dos Anjos, Nelsinho Baptista, Péricles Chamusca, Roberto Fernandes, Vágner Mancini, Dado Cavalcanti, entre outros. Mais informações no www.treinador.org ou com Luizinho Lopes no (84) 9900-0199 APOESA O professor Andrey Valério comunica que em breve deverá lançar a Apoesa, Associação Potiguar de Esportes de Areia. Um dos grandes incentivadores do Beach Soccer, Andrey espera que criando a associação poderá conseguir apoios importantes no fomento das atividades de praia. A fundação deverá ser criada no dia 20 de novembro, às 20h, no Cepe onde na ocasião será discutido e votado o Projeto de Estatuto e eleitos os membros da Diretoria e do Conselho Fiscal. GONZAGA, DE PAI PRA FILHO Vale a pena ir ao cinema e conferir o Rei do Baião. O filme não conta apenas a história de Luís Gonzaga, mas principalmente sua conturbada relação com o filho, Gonzaguinha. Uma história espetacular, com fotografia excelente e com um roteiro, que apesar dos buracos, é emocionante. Sem falar da trilha sonora. Viva o Rei do Baião e o nordeste brasileiro.

após anos de jejum. Na Série B, manteve-se entre os líderes por grande parte da competição. O elenco reduzido fez com que o time caísse algumas posições. Sem sofrer a pressão de anos anteriores lutando contra o rebaixamento, o América comemora a

boa campanha e sabe que os méritos do treinador são vários. Os empecilhos da renovação esbarram nas barreiras financeiras. Enquanto o técnico espera por valorização salarial, os alvirrubros tentam encontrar um meio termo para manter o treinador.

PisandonaBola AMÂNCIO

amancionatal@gmail.com / www.chargistaamancio.blogspot.com


Esporte

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

Disputas bem definidas O

TÍTULO JÁ PARECE TER DONO. DA

Uma competição acirrada, imprevisível. Sem favoritos absolutos e que na largada é possível apresentar pelo menos 12 candidatos à disputa pelo título principal. Assim é o Campeonato Brasileiro, que em 2012 parece ter tomado um caminho bem diferente do habitual. Está é a sétima edição da competição no formato de pontos corridos com 20 times na disputa. E nunca a competição chegou nas últimas cinco rodadas com os cenários e as disputas tão bem definidas e divididas como nesta temporada. Falta apenas um jogo para o fechamento da 33ª rodada. Porém, um fato é certeza de acontecer. O Fluminense terá, líder absoluto, terá um mínimo de seis pontos de vantagem sobre o segundo colocado, isso se o AtléticoMG vencer o Flamengo na conclusão da jornada na quarta-feira. De toda forma, a distância é maior que os últimos anos, quando a liga chegou a esta altura com líderes empatados ou, no máximo, a cinco pontos um do outro. Caso o Atlético não vença, nove pontos de vantagem deixarão o Fluminense praticamente com a mão na taça. Na disputa pela Libertadores da América o caminho também parece bem percorrido. A disputa entre São Paulo e Vasco agora nem aparece mais entre os possíveis em-

L IBERTADORES

A

ZONA DE CLASSIFICAÇÃO

PARECE BEM DEFINIDA Divulgação

Desde a chegada de Ney Franco o São Paulo evoluiu e deixou o Vasco para trás na disputa pela Libertadores bates. A boa sequência de vitórias levou o time paulista a 58 pontos, abrindo sete de vantagem para o Internacional, que também ultrapassou o Vasco, que também perdeu a posição para o Botafogo. Fluminense, Atlético Mineiro, Grêmio e São Paulo polarizam essa disputa que já parece ter um fim anunciado.

A zona de rebaixamento parece ser o grande destaque dessa reta final. Dois times já praticamente acertaram sua presença na segunda divisão de 2013. Atlético Goianiense e Figueirense ainda têm chances matemáticas, porém remotas. A briga fica então para Palmeiras e Sport. O Bahia é o principal adversário. Com 37 pontos

os baianos têm quatro pontos de vantagem para os pernambucanos e cinco para os paulistas. Restando cinco rodadas, ou seja, 15 pontos a disputar, essa é uma briga que promete estar em vigor até o último suspiro. Os matemáticos colocam os 43 pontos como a contagem que garante a permanência na Série A.

> MERCADO

De olho em Dedé, Milan pode oferecer Robinho Depois de perder vários jogadores importantes no início desta temporada, o Milan começa a planejar alguns investimentos importantes. A começar pela zaga, um dos principais problemas do time para esta temporada, já que perdeu o brasileiro Thiago Silva para o Paris Saint Germain. Para resolver esse problema o Milan começa a aumentar a carga nas investidas pelo zagueiro Dedé. Segundo o jornal Gazzetta dello Sport, o clube italiano já estuda a possibilidade de oferecer Robinho para convencer o Vasco a liberar o defensor já na próxima janela de transferências, em janeiro. Segundo o jornal, o Vasco se mostrou aberto a negociar Dedé, mas pede um valor próximo aos 15 milhões de euros para liberar o zagueiro. Do outro lado, Robinho já manifestou o desejo de voltar ao Brasil para aumentar as chances de defender a seleção na Copa do Mundo de 2014. Por enquanto, porém, o Santos parecia ser o destino mais provável do atacante. A Gazzetta dello Sport ainda faz vários elogios a Dedé. Segundo o jornal, o zagueiro é a primeira opção de Mano Menezes no banco de reservas da seleção brasileira. A publicação ainda diz que o jogador é imbatível nas roubadas de bola e tem uma técnica elevada.

Passe Livre

RUBENS LEMOS FILHO - r.lemosfilho@uol.com.br

Centroavante, o maldito O centroavante de verdade sempre fez da grande área o seu minifúndio de sobrevivência. O centroavante, autêntico, usava a camisa 9 como sinal de glória e fracasso. O centroavante pisava no terreno irregular, chocava canelas com o beque de roça violento, batia tosco na bola. Ganhava o pão com o gol chorado . Limpava na testa o suor dos infortúnios, o berro alucinado do torcedor que transferia aos seus pés, cabeça e destino, a sorte da vitória impossível. O centroavante jamais foi uma posição no ataque. O centroavante foi uma profissão à parte. Profissão: Maldito. Sem concessões nos erros imperdoáveis diante da trave. Trucidaram o centroavante, fosse rompedor ou clássico, com os esquemas medrosos e vacilões. O homem de área foi rareando, o gladiador dos clássicos de tensão atômica foi desaparecendo para que suaves rapazes escapassem pelas pontas preparando jogadas para os meias(também em fase de extinção) e os mastodontes do volantismo. O centroavante é indispensável, seja ele um grosso, um obtuso, um inconsequente chutador sem norte. O centroavante vem dos faroestes, é filho das lendas e duelos, dos tiros certeiros ou da morte sem charme ou lágrimas. Centroavante que se conjugava com força e vigor, metia o peito no tronco do beque o arrastava até a área, um Flávio Minuano, do Corinthians, Fluminense e Internacional. Um Vavá, de aço no tórax, tão minimizado em seus gols kamikazes na Copa de 1958. Um Roberto Dinamite, aos empurrões trombadas, até a finalização balística. Um Alcindo, Bugre do Grêmio, um Nunes, João Danado do Flamengo, um Dentinho, que andou pelo ABC de Natal,por quem a bola nutria um desprezo irreconciliável. Nunca, jamais, nem sob a mais horrenda tortura, citarei Dario, o Dadá Maravilha, esplendor de pessoa, de modo algum jogador de futebol, embora tenha feito gols do Oiapoque ao Chuí. Dadá Maravilha, Fio, também Maravilha como numa provocação contraditória, Joãozinho Paulista, estiveram para o futebol como Ratinho contribui para o jornalismo televisivo. >>> Centroavante, noutra estrada, caminhava como Pagão, Coutinho, Toninho, Ademir Menezes, Reinaldo, Romário, Careca, Cláudio Adão. Homens de relação de amante com a gordinha e de talento esculpindo cada gol sofisticado que fizeram. O centroavante rompe barreiras humanas e espirituais. O centroavante em espécie ressuscitada, baixou no corpo de Ederson, do ABC. Ederson é aquele conformado de berçário, que chorou resignado e sem berrar ao nascer. Há dois anos, Ederson é a pilha usada e recarregada na geladeira do ABC. Por mais que se esborrache e morra no gramado do Frasqueirão, não é digno do aplauso ululante ou do reconhecimento geral da torcida ou de seus patrões. Ederson não é um marqueteiro dele mesmo. No máximo, mandava beijinhos para a mulher grávida que parece ser o seu único ponto de apoio, seu colo seguro, seu descanso depois da guerra, que é a rotina do centroavante. O ABC mandou Ederson embora para o Ceará. Lá foi ele, sem reclamar, numa jornada fabiana de Vidas Secas, o livro, do sofrido e genial Graciliano Ramos, que detestava futebol. Ederson voltou à sua terra e o ABC sentiu necessidade dele, depois de contratar dez produções industriais de enganadores. Ederson foi sendo titular por exceção. A cada lance bisonho de Baiano, falha grotesca de Rodrigo Silva, gafe de Diego Clementino, Ederson ganhava seu espaço, como o sertanejo que espera e, em silêncio, recebe o sim para integrar uma frente de trabalho degradante. No dia em que o ABC precisou de um pretenso milagre, foi Ederson, o tímido e pacato, o compreensivo e tolerante, quem incorporou o bandoleiro Billy The Kid, destemido e aguerrido no saque rápido e na superação do inimigo. Ederson fez três gols de centroavante contra o Goiás. Sim, o de falta também foi de centroavante, que é centroavante literal quando chama a responsabilidade para a cartucheira que leva na chuteira. Bendito Ederson, que renovou uma função amaldiçoada. MUY AMIGOS A partir de hoje , o prefeito eleito vai descobrir que tem parentes e amigos que nunca viu e cabem dentro do Estádio Frasqueirão. Termina a batalha da urna, começa a guerra do contracheque. ATRASO O Paraná Clube, adversário do ABC amanhã, está com dois meses de salários atrasados. Informação do gerente de futebol Alex Brasil ao jornal Gazeta do Povo. O técnico Toninho Cecílio, ex-zagueiro do Palmeiras nos anos 1980 e 90, procura razões para o que chama de "oscilação" do time. Bolso vazio. UNIÃO O Paraná nasceu da fusão entre dois clubes tradicionais de Curitiba, o Pinheiros, que representa o azul do uniforme e o Colorado, o vermelho. Fusão é troço complicado. O cara torce por um time desde o útero da mãe. Mistura complica. RAUL Raul está frustrando seus admiradores. Parece que definhou e não cria nada quando entra no time. Se eu fosse reserva de Walter Minhoca, também estaria assim, de baixo astral.

Lesionado, Dedé não jogará mais pelo Vasco nesta temporada. Bem cotado no mercado internacional, o zagueiro pode estar perto de se despedir

O Jornal de HOJE 15

ISAC Um gol por jogo. O atacante Isac do América tem mostrado que a qualidade é o diferencial. Marcou nas seis últimas partidas e demonstra uma parceria eficiente com Lúcio Curió. PEIA O sub-20 do América humi-

lhou o ABC por 4x0 e pode perder por três gols de diferença quarta-feira que será campeão. Uma sova exemplar. Até corte de energia elétrica por falta de pagamento as categorias de base do alvinegro sofreram. CULPA Por mais que alguns insinuem, o dirigente Fred Menezes não tem culpa alguma do fracasso da base alvinegra. É só procurar saber como é a ingerência de empresários e o tratamento dado aos profissionais obrigados a lidar com miniaturas de pernas-de-pau. Frequentes atrasos de salário. ESCOLINHAS Escolinha de futebol perdeu o charme quando( na média geral dos clubes), passou a ser paga pelo menino. Só garoto endinheirado pode dispor de 40 reais por mês. O pobre, que corresponde a 95% do total de craques, muitas vezes não tem dinheiro sequer para comer. ESTREANTES No dia 29 de outubro de 1981, Roberto Dinamite jogava pela primeira vez na seleção brasileira comandada por Telê Santana. Estreavam o lateral-direito Leandro, do Flamengo, e o veterano e talentoso meia e ponta-esquerda Mário Sérgio. GOLS E O TIME O Brasil venceu a Bulgária no Olímpico em Porto Alegre(3x0), Roberto Dinamite, Zico e Leandro. O Brasil: Valdir Peres(Paulo Sérgio);Leandro, Oscar, Luisinho e Júnior; Cerezo, Sócrates e Zico; Paulo Isidoro, Roberto Dinamite e Mário Sérgio.


Segunda-feira 16 O Jornal de HOJE

Natal, 29 de outubro de 2012

CMYK


Cultura

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 17

José Aldenir

A LITERATURA NA VOZ DO ESCRITOR COMEÇA NESTA SEGUNDA-FEIRA, DIA 29, A 5ª EDIÇÃO DO EPE - ENCONTRO POTIGUAR DE ESCRITORES

DANIELA PACHECO EDITORA DE CULTURA

A arte do encontro através da literatura entre autores potiguares, unidos pelo amor às letras, de uma forma que permite ao leitor o contato direto com uma seleção apurada de textos, debates e ideias que abordam os mais variados temas. A 5ª edição do EPE - Encontro Potiguar de Escritores acontece a partir de hoje (29), a partir das 19h, e segue até o dia 31, no auditório da Academia Norte-Riograndense de Letras. O encontro promovido pela União Brasileira de Escritores / RN, sob a presidência do escritor Eduardo Gosson que explicou em entrevista para O JORNAL DE HOJE que, “neste ano o EPE além de discutir a literatura no e para o Rio Grande do Norte, também se preocupa com as questões universais. A programação vai passear tanto pela literatura local como a mundial. Por exemplo, no dia da abertura do encontro acontecerá uma palestra sobre o grande escritor Gabriel Garcia Marques que este ano comemora 80 anos, pela professora Selma Calazans da UFRJ, passa por outro também grande escritor da língua espanhola o argentino Júlio Cortazar, pela professora Valdenides Dias (UFRN-Campus de

Currais Novos) e termina com um grande poeta da língua portuguesa Fernando Pessoa, pelo professor e poeta português Carlos Morais dos Santos”. Eduardo Gosson conta que mesmo sem patrocínios oficiais, sempre a base de parcerias, a União Brasileira de Escritores / RN atua de forma independente e constante. “Para você ter uma ideia o EPE é uma das nossas ações anuais. E, nossos encontros são preparados durante todo o ano. Ao término de cada edição, passamos a acolher sugestões. Num determinado momento que acreditamos já ter boas ideias, começamos a produção de fato, aí vem a hora de convidar os participantes, conferir agendas, procurar apoio, entre outros”. A programação será composta por várias atrações, entre eles, debates e palestras sobre assuntos literários, lançamentos de livros, apresentações musicais e um fórum sobre ações de incentivo à leitura na escola. O acesso é gratuito. No plano local discute a obra de Câmara Cascudo e a sua universalidade; a literatura infantil; as leis de incentivos fiscais; a literatura de Bartolomeu Correia de Melo e os planos das leituras literárias nas redes estadual e municipal; “e para encerrar com chave de

ouro a EPE promove a apresentação do violonista clássico Alexandre Atmarama”, lembra o presidente da UBE - RN. A importância da realização de um evento como este é dar oportunidade a sociedade potiguar de interagir com autores potiguares que se predispõem a proporcionar um intercâmbio cultural de forma espontânea e assim, aproximar-se do público leitor e porque não, conquistar novos leitores, porque através de um contato mais direto podese desmistificar mitos que de certa forma afastam os leitores da produção literária. O presidente da UBE – RN destaca que, “o encontro este ano está homenageando três escritores já falecidos, onde suas famílias receberão o diploma de Sócio Honorário (in memoriam), são eles: Otto de Brito Guerra (Centenário) Nati Cortez (se viva fosse faria 98 anos e pioneira no estado em literatura infantil, por isso, a família da escritora além do diploma receberá a Resolução 03/2012 que cria a Coleção Infanto-juvenil Nati Cortez na UBE) e Bartolomeu Correia de Melo”. A EPE também prestará uma homenagem ao grupo teatral Clowns de Shaskespeare “pelo talento e a divulgação que dá a cultura do Rio Grande do Norte no Brasil e no Exterior que re-

ceberá uma Placa com os seguintes dizeres: Ao grupo teatral Clowns de Shaskpeare pelos relevantes serviços prestados à Cultura Potiguar”, disse o escritor. Ele ainda chama atenção para o lançamento do livro “Presença da mulher na literatura do Rio Grande do Norte”, uma antologia de textos contemporâneos, organizada por Zelma Furtado e Kacianni Ferreira que acontece hoje no lançamento da programação da EPE, “Zelma realizou durante duas décadas a maior pesquisa sobre a mulher potiguar que resultou na fundação da Academia Feminina de Letras do RN (que completou doze anos em abril de 2012) e do Memorial da Mulher, bem como desta Antalogia e do Dicionário de Mulheres do Rio Grande do Norte, e Kacianni, desbravando novos horizontes no ensino da arte. É a síntese entre a experiência e a juventude”. O livro traz textos em prosa e verso de 66 autoras contemporâneas, dispostas em ordem alfabética, incluindo verbetes bibliográficos com informações sobre elas. A antologia reúne artigos, contos, crônicas, ensaios, discursos, poesias e críticas literárias, apresentando um painel diverso do que as mulheres estão escrevendo no Estado.

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO SEGUNDA-FEIRA, 29.10.2012: 18h – Lançamento da Antologia Presença da Mulher na Literatura do Rio Grande do Norte Organizada por Zelma Furtado e Kacianni Ferreira. 19h – Abertura Solene (Eduardo Gosson- Presidente da UBE/RN) Homenagem ao Escritor Otto de Brito Guerra - Centenário com a entrega do Diploma de Sócio Honorário da UBE/RN (in memoriam). Homenagem à Escritora de livros infantis Nati Cortez - 98 anos com a entrega do Diploma de Sócio Honorário da UBE/RN ( in memoriam) e da Resolução nº 02/2012. Homenagem ao Escritor José Bartolomeu Correia de Melo com a entrega entrega do Diploma de Sócio Honorário (in memoriam) Homenagem ao grupo de teatro Clowns de Shakspeare pelos relevantes serviços prestados à cultura com a entrega de uma Placa. 20h30 – Mestiçagem étnica e cultural da América Latina em Cem Anos de Solidão de Gabriel Garcia Márquez. Tributo de homenagem (Profª Selma Calasans Rodrigues – UFRJ) TERÇA-FEIRA, 30.10.2012: 09h – A obra de Cascudo e sua Dimensão Universal (Procuradora Anna Maria Cascudo Barreto, Prof. Diógenes da Cunha Lima e o Escritor André Salles) Moderadora: Daliana Cascudo (LUDOVICUS) 10h30- Literatura Infantil Potiguar: Realidade e Perspectivas (Flauzineide Moura Machado, Juliano Freire de Souza e Salizete Freire Soares) Moderador: Prof.José de Castro (UBE/RN) 15h- A Escritura de Bartolomeu Correia de Melo no Contexto Potiguar (Prof. Tarcísio Gurgel, Escritor Nelson Patriota e Escritor Manoel Onofre Jr) Moderador: Escritor Lívio Alves de Oliveira 16h30 – A Literatura de Julio Cortázar (Profª Valdenides Dias) 18h – lançamentos e relançamentos: – livros do Plano Editorial da UBE/RN 2012 (relançamentos) – lançamentos de autores potiguares – lançamento do livroCarta ao Presidente do escritor e jornalista Carlos Souza (UBE-BA) – Sarau com o grupo Poesia Potiguar & Cia (Currais Novos-RN) QUARTA-FEIRA, 31.10.2012 9h – Leis de incentivos fiscais Djalma Maranhão (municipal) x Câmara Cascudo (estadual): recentes alterações Advogada Camila Cascudo Barreto Maurício (Presidente da FUNCARTE) e Profª Isaura Rosado Maia (Sec.de Cultura/FJA) Moderador: Francisco Alves Sobrinho (UBE/RN) 10h30 – 1º Fórum Potiguar do Livro e da Leitura: (Os Planos Estadual e Municipal de Promoção da Leitura Literária nas Escolas Públicas) (Profª Vandilma Oliveira (SEMEC), Profª Betania Ramalho(SEEC) e Prof. Walter Fonseca(SME) Moderador: Prof ª Claudia Santa Rosa (IDE) 15h – Centenário do Escritor Otto de Brito Guerra (Prof. Marcos Guerra) 16h30 – Misticismo e Esoterismo em Fernando Pessoa (Prof. Carlos Morais dos Santos – Portugal) 18h – Concerto para violão (Prof. Alexandre Atmarama – EMUFRN) Bachianas (Heitor Vila Lobos) Brasileirinho – Hino Nacional

Cultura HOJE DANIELA PACHECO - danipacheco@hotmail.com

com Dani Pacheco

POR AÍ... O grupo britânico Pearson e o grupo alemão Bertelsmann anunciaram nesta segunda-feira (29) que chegaram a um acordo para a fusão de suas respectivas editoras, Penguin e Random House, o que criará um gigante mundial dos livros em língua inglesa. As atividades das editoras serão reunidas em uma empresa compartilhada, a Penguin Random House. A operação de fusão depende agora da aprovação das diferentes autoridades, o que as empresas aguardam para o segundo semestre de 2013. SÓ PARA LEMBRAR... A Random House é a maior editora nos Estados Unidos e Grã-Bretanha, enquanto a Penguin é conhecida em todo mundo e tem boa presença nos mercados que registram forte crescimento. A fusão permitirá a criação da maior editora de obras de interesse geral no mundo, de acordo com os dois grupos.

SANFONA DE 8 BAIXOS O músico pernambucano Heleno Pereira dos Santos, o Truvinca, mostra nesta segunda, às 19h, na Escola de Música da UFRN, por que é um dos mestres da sanfona de 8 baixos. A entrada é gratuita.

AMANHÃ Nesta terça-feira, dia 30, acontece a apresentação da Orquestra Sinfônica do Estado, às 20h, no Teatro Alberto Maranhão (Praça Augusto Severo, Ribeira).

FRASE DA SEMANA "Não sinto nada mais ou menos, ou eu gosto ou não gosto. Não sei sentir em doses homeopáticas. Não me importa o que é de verdade ou o que é mentira, mas tem que me convencer, extrair o máximo do meu prazer e me fazer crêr que é para sempre mesmo quando eu digo convicto que nada é para sempre." Gabriel Garcia Marques.

PROGRAME-SE Valéria Oliveira apresenta o show Em Águas Claras no próximo dia 1º de novembro, às 21h, no Teatro Riachuelo, com participação especial de Monarco, Guaracy 7 Cordas, Serginho do Cavaco, Marquinhos e David do Pandeiro, todos integrantes da Velha da Guarda da Portela.


18 O Jornal de HOJE

Cultura

Natal, 29 de outubro de 2012

Canal 1

BATE-REBATE w Silvio Santos não gostou nadinha de ter a sua foto distribuída, quando foi fazer um tratamento dentário. Foi sem a sua autorização. w Parece tendência na TV mundial, mas após TLN (do Grupo Televisa) e Viva (das Organizações Globo), a TVI criou a TVI Ficção, em Portugal. w É uma TV voltada somente para a teledramaturgia. Até aqui, porém, só visam prioritariamente as reprises. Nada de produzir conteúdo próprio em grande escala. w O jogador Neymar foi convidado pela produção do Teleton, para participar, ao vivo, do programa. w Mas ele estará concentrado com o Santos e, por este motivo, não

Globo

POR FLÁVIO RICCO - Colaboração: José Carlos Nery / flavioricco@gmail.com.br / http://twitter.com/flavioricco

Emmy Internacional altera cronograma do “Fantástico” Pela primeira vez, na história do jornalismo esportivo da Globo, um produto seu recebeu indicação ao prêmio Emmy Internacional, algo que aconteceu agora com o “Planeta Extremo”, quadro do “Fantástico”. Até em função disso, há uma grande expectativa em torno da cerimônia de entrega do prêmio, marcada para o dia 19 de novembro, em Nova York. O “Planeta Extremo”, com gravação realizada na Antarctica, concorre com produções da Austrália, Singapura e Espanha. E a emissora, confiante em um bom resultado, alterou todo o cronograma

O Grammy Latino, marcado para novembro, em Las Vegas, po-

ma presente ao evento.

derá apresentar um número especial com Caetano Veloso e

O quadro terá quatro representantes na festa: o diretor João Pedro Paes

Chico Buarque. Já existe uma movimentação nesse sentido.

Leme, o repórter Clayton Conservani, o produtor-executivo Cláudio de

Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau!

Moraes e o roteirista Marcelo Outeiral, que viajam para os Estados Unidos no dia 15 do próximo mês.

MELHOR IDADE

>> TV - TUDO

w RELÓGIO É OUTRO O vice do SBT, José Roberto Maciel, na semana passada, disse que o crescimento deste ano deve acontecer na ordem de 13% a 14%. Essa conta não vai bater. Como acontece há mais de 5 anos, com toda a certeza, ficará abaixo do mercado. w CONTA NÃO BATE - 1 É importante colocar que apesar das colocações feitas, o SBT não observou nenhum grande investimento nos últimos tempos. Foi só “Carrossel” e mais nada.

A reprise de novelas, que também provocou forte impulso na audiência – ideia do dono, Silvio Santos, pouco representa para o mercado comercial. w CONTA NÃO BATE – 2 O SBT, embora numa fase mais auspiciosa, mais em decorrência da fragilidade apresentada pela concorrente Record em tempos recentes, está perdendo participação no mercado há 5 anos. Alguns dos seus programas, instalados em faixas nobres da sua grade, estão com prazos de validade vencidos. São os casos do “Aventura”, “Astros” e “Cante se Puder”. Só são mantidos porque não existe outra coisa para colocar no lugar. w TOQUE DE CAIXA E embora a direção do SBT continue desenvolvendo esforços, inclusive junto a importantes autoridades, as obras do maior heliporto do Brasil não param. O empreendimento, vizinho a sede da emissora, em Osasco, terá capacidade para cerca de 200 aeronaves.

A roqueira da foto é ninguém menos que Glória Menezes. Na segunda temporada de “Louco por Elas”, Violeta, que estreia amanhã, a personagem da atriz, se junta a um coral da melhor idade para gravar um clipe da música O Tempo Não Para, de Cazuza e Arnaldo Brandão. A interpretação do grupo se torna um hit da internet.

w CASO SÉRIO Engana-se quem pensa que apenas o Marcos Mion teve problemas com Taylor Lautner, ator do “Crepusculo”, que veio vender o seu filme por aqui. A Maria Cândida também. Depois de gravar tudo com ele, como combinado com a equipe, perceberam que a fita da câmera do artista estava corrompida. Tinha que fazer de novo. Mas não quiseram fazer. É bom parar de papararicar certo tipo de gente. w SURPRESAS Equipes do programa “Mulheres Ricas”, da Bandeirantes, no melhor estilo “Arquivo

Confidencial”, estão realizando gravações nas regiões de cada uma das participantes. Haverá, portanto, trabalhos no Espírito Santo, por causa da cantora Aeileen Varejão. w SÓ COMPARANDO No estacionamento do SBT, chama a atenção de visitantes um único detalhe, o Ômega, já meio usado, na vaga do Sílvio Santos. É dele mesmo, um dos carros mais simples entre tantos, de outros diretores e apresentadores. Antes desse, ele dirigiu um Camaro Branco de 1975, agora exposto na galeria da Anhanguera.

Áries 21/03 a 20/04 Cansado de jogar todas as suas energias nos negócios em comum? Pode aproveitar o período que começa agora para focalizar os seus próprios talentos e dons e ver como eles podem melhorar seus rendimentos e sua base financeira.

Leão 22/07 a 22/08 Depois de um tempinho que você passou mergulhado em assuntos domésticos, familiares, revisitando o passado, a Lua cheia em Touro de hoje muda a frequência: nestes 15 dias focalize sua reputação, seu presente, suas metas.

Sagitário 21/11 a 21/12 Adaptar-se é algo fácil para você. O difícil é bater na mesma tecla, firme nas posições e escolhas, a despeito de tudo. Precisará ser mais focado agora para dar conta dos afazeres. Estes serão como a terra fértil nestes 15 dias.

Touro 21/04 a 20/05 A Lua cheia de hoje é importante para você, pois ocorre em seu signo. Isto quer dizer que você tem passe livre, nestes próximos 15 dias, pra cuidar mais de seus assuntos, desejos, vontades, sonhos e saúde, do que dos outros.

Virgem 23/08 a 22/09 Viagens estão em destaque a partir de hoje. Relações com universidades, editoras, advogados, também. Sonhos claros que dão caminhos. A cheia lunar abre canais mais concretos para você se expressar. Muito além dos preconceitos...

Capricórnio 22/12 a 21/01 Sua rede de relacionamentos está bem fortalecida? Agora chega o momento de testar. Relações pessoais dão lugar a camaradagem com vistas a propósitos de mudança coletiva. O amor e a sensualidade pedem passagem.

Gêmeos 21/05 a 20/06 Mude o repertorio, geminiano! Começa agora um ciclo curto - são só 15 dias - pra você investir mais em reflexões e nas artes. Acima da batida do cotidiano, que prende e sufoca seu talento pra tornar a vida mais linda.

Libra 23/09 a 22/10 Se você passou as ultimas semanas cuidando da sua vida financeira, agora é o momento de cuidar das finanças compar tilhadas, fazendo planos com seu cônjuge e com o sócio de negócios. Evite fazer novas dívidas, porem.

Aquário 21/01 a 19/02 Antenas de longo alcance, capazes de captar as necessidades coletivas: o bônus da Lua cheia de hoje para você! A popularidade que aumenta, também. Lua cheia foca a conexão for te que você tenha com o povo em geral.

Câncer 21/06 a 21/07 Foco fechado no seu amor e nas suas conquistas pessoais? Pois a vibração vai mudar hoje. Por 15 dias vai ser muito mais legal trabalhar em grupo, fortalecer amizades, projetar seu futuro. Participação em entidades coletivas.

Escorpião 23/10 a 21/11 Lua cheia importante que ativa suas relações estáveis hora de consultar o conselho prático e seguro de quem conhece a fundo temas desconhecidos. A bola não está mais com você, por 15 dias estará nas mãos de seus associados.

Peixes 20/02 a 20/03 Expressar seu sentimento é de lei agora! Com a Lua cheia você tem 15 dias perfeitos para dizer as complexidades mais intrincadas e sutis de um mundo que fica além do visível. A ideia é comunicar com arte e doçura.

GONZAGA - DE PAI PRA FILHO - (12 Anos) MOVIECOM 3 – Hora:14:40 / 17:25 / 20:10 MOVIECOM 7 - Hora:16:05 / 18:50 / 21:35

ATÉ QUE ASORTE NOS SEPARE

CINEMA 007 OPERAÇÃO SKYFALL - (14 Anos) MOVIECOM 1 – Hora: 14:20 / 17:10 / 20:00 BUSCA IMPLACÁVEL 2 - (14 Anos) MOVIECOM 2 - Hora:19:50; Hora:15:55 / 19:50

será possível. w Diante disso, prometeu gravar qualquer coisa dois ou três dias antes nos estúdios do SBT. w SKY e os organizadores do Rock in Rio assinaram um acordo de parceria. A empresa será a chamada "media partner" oficial do evento, que acontece em setembro do ano que vem. w Além de levar seu sinal para todos os telões e monitores espalhados pela Cidade do Rock, a SKY montará um espaço no local com uma série de atrações para os visitantes do evento. w Já a transmissão do Rock in Rio, porém, deve ficar a cargo de Globo e Multishow, na TV aberta e fechada, respectivamente.

C´EST FINI

de gravações da terceira temporada, na Indonésia, para ter sua força máxi-

w FIM DE LINHA De acordo com informações que circulam na Record, a atual edição do “Ídolos”, será a última a ser exibida pela emissora. E tudo por causa da baixa audiência que o reality vem registrando. Mas a parceria com a produtora Fremantle vai continuar. As empresas, inclusive, pretendem apostar num outro formato de programa de talentos, o “Got Talent”, que em sua versão britânica revelou a cantora Susan Boyle. A estreia está prevista para março de 2013.

Segunda-feira

- (12 Anos) MOVIECOM 5 – Hora:14:55 / 19:15 HOTEL TRANSILVÂNIA - (Livre) MOVIECOM 6 - Hora:15:30 / 17:45

A ENTIDADE - (14 Anos) MOVIECOM 2 – Hora:21:50

007 OPERAÇÃO SKYFALL - (14 Anos) MOVIECOM 4 – Hora:15:50 / 18:40 / 21:30

O DIÁRIO DE TATI - (Livre) MOVIECOM 2 - Hora:17:55; Hora:14:05 / 17:55

ATIVIDADE PARANORMAL 4 (12 Anos) MOVIECOM 5 - Hora:17:05 / 21:25

alterada sem prévio aviso. Favor

/ 20:00 OBS: A aprogramação pode ser consultar o cinema para confirmar o filme do dia.


Cidade

Segunda-feira

Natal, 29 de outubro de 2012

O Jornal de HOJE 19

Clube de Remo espera por dias melhores PRATICANTES

DO ESPORTE TORCEM PARA QUE O

GOVERNO

DO

ESTADO

SAI DA INÉRCIA E DÊ APOIO À MODALIDADE Fotos: Wellington Rocha

GÉSSICA RIBEIRO REPÓRTER

O remo acompanha a história humana há muitos anos, quando o homem inventou esse método de locomoção sobre as águas. Com o passar do tempo, chamou a atenção por seu lado divertido, como uma forma de lazer para os usuários e posteriormente ganhou força como modalidade esportiva, em meados do século 19. No Brasil o remo surgiu em 1880, quando imigrantes alemães que moravam no Rio Grande do Sul e, posteriormente, italianos do Estado de São Paulo começaram a praticar a modalidade como lazer. O esporte ganhou notoriedade e força, atraindo mais adeptos em meados do século 20, principalmente nas cidades de São Paulo e do Rio de Janeiro, onde foram criados os primeiros clubes de remo. Com a criação da Federação Brasileira das Sociedades de Remo, em 1931, e a Confederação Brasileira de Desportos em 1914, clubes de todo o Brasil passaram a se filiar e as competições começaram a ser feitas com mais freqüência, e os brasileiros começaram a participar de campeonatos internacionais. A maior aventura náutica do século 20 foi a travessia de Natal ao Rio de Janeiro, feita por remadores potiguares, que atravessam o Oceano Atlântico em barcos de madeira. O Clube do Remo de Natal tem quase 100 anos de história, e é formado atualmente por três clubes: o Esporte Clube de Natal, o Náutico Potengy e o mais recente Clube União. No início do século 19, o esporte estava no auge aqui no Rio Grande do Norte e atraía muitos adeptos, em sua maioria, a elite. Com o passar dos anos, a modalidade foi perdendo visibilidade, e caiu no esquecimento. Ivan Tavares é odontologista e pratica remo por lazer há quase 20 anos, no Clube Náutico Potengy e para ele, fatores políticos e sociais influenciaram para queda da popularidade do esporte. "O remo é um esporte olímpico e começou em Natal no mesmo ano em que dos clubes de futebol ABC e América foram fundados. Mas devido a pouca influência do governo e sem os

Clube de Remo de Natal completou 97 anos no dia 3 passado e passará por mudanças por causa de expansão do Porto

Valdércio Costa: mais verbas seriam fundamentais para remo ter mais destaque

mesmo incentivos que o futebol teve, a popularidade do esporte foi decaindo devido à falta de patrocínio, e hoje quem ainda pratica são profissionais liberais, como médicos, dentistas e advogados e outros profissionais, por conta própria", afirmou Ivan Tavares. No ápice de sua popularidade, o remo era praticado em geral por jovens estudantes, e pela elite de Natal, mas com o abandono por parte da Prefeitura, o bairro da Ribeira ficou conhecido pela obscuridade e violência, e a classe média deixou de freqüentar os clubes de remo. Mas apesar das dificuldades, e o Clube de Remo de Natal ainda tem adeptos que conseguem representar o RN em regatas nacionais. Atualmente, além de profissionais liberais, que praticam o remo por lazer, há uma equipe que participa de competições formada também por jovens moradores das proximidades do Porto, que tem aulas de remo ministradas por integrantes do Clube, através de um projeto social que garante desconto de 50% na taxa de mensalidade para estudantes da rede pública de ensino. O Clube de Remo está de portas abertas para receber novos integrantes que tenham inte-

HISTÓRIA DO REMO O remo é uma atividade universal, praticada desde os primórdios da história humana. Por séculos foi o meio mais comum de transporte sobre a água até o advento da vela e, após, do motor a vapor. Hoje o remo é, sobretudo, uma forma de esporte e recreação. Como esporte, pode-se dizer que é um esporte completo, que envolve todos os músculos do corpo através da técnica e sincronia de movimentos, força e preparo físico do remador. Diversos fatores individuais e ambientais podem influenciar os movimentos ou remadas e o bom desempenho do atleta de remo. Dente eles a quantidade de massa muscular, o tipo de fibra muscular presente, a capacidade metabólica e o clima do local de treino ou competição. As primeiras competições de

resse em praticar o remo como 'hobby' ou para participar de competições esportivas. Para o vice-presidente do Clube Náutico Potengy, Valdércio Costa, que pratica remo há mais de 40 anos, a decadência do remo no Estado se deve ao desinteresse do governo em promover o esporte. "No último dia três de outubro, fizemos 97 anos de existência, mas infelizmente o governo não valoriza a prática do esporto, que é um meio de promover educação, saúde e até mesmo a paz, já que quem pratica esporte, descarrega o estresse nos treinos e não briga pelas ruas. Fazemos a nossa parte para tentar trazer o remo pra perto da população novamente, mas os equipamentos são caros, e como não recebemos investimentos financeiros do governo, arcamos com tudo por meio do dinheiro das mensalidades. Além disso, apesar de competirmos representando o Estado, muitas vezes saímos em desvantagem pois nossos barcos são antigos, são de maideira, e os mais modernos são de fibra, muito mais leves que os de madeira. Se tivéssemos mais verbas, poderíamos deixar o RN em posição de destaque com muitas vitórias no remo", disse Val-

dércio Costa. A sede do Clube do remo de Natal está situada há 97 anos no bairro da Ribeira, ao lado do Porto de Natal, às margens do Rio Potengi. No entanto, devido a ampliação do Porto, o Esporte Clube de Natal, o Náutico Potengy e Clube União, que fazem parte do Clube de Remo, serão relocados para outro local. A mudança não agradou a todos os integrantes dos clubes, mas há esperança de que a partir da construção das novas sedes, o Governo do Estado volte os olhos ao Clube e à importância desse esporte. Para Ivan Tavares, a mudança será necessária e inevitável, mas espera que esta não causes maiores prejuízos ao Clube e beneficie a todos. "Vamos mudar de sede devido a expansão do porto, devemos passar p margem esquerda do Rio Potengi, ao lado da Capitania dos Portos, acredito que teremos alguns problemas quanto a acessibilidade mas estamos crendo que o governo vai cuidar disso. Mas sabemos que a expansão do cais vai gerar empregos, e tem a questão econômica, que vai beneficiar todo o Estado do Rio Grande no Norte", afirma Ivan Tavares.

remo ocorreram na Inglaterra, no século XIX, quando também alguns clubes se organizaram em função dessa prática. Mas o remo só ganhou popularidade quando conquistou o cenário universitário: alunos das universidades de Cambridge e Oxford, a partir de 1829, disputam anualmente uma regata no Rio Tâmisa. A partir da Inglaterra o remo ganhou a Europa, espalhando-se por diversos países. Apenas mais tarde chegou aos Estados Unidos que, a partir do modelo inglês, também passou a fazer disputas universitárias entre Harvard e Yale. Com as regatas ganhando adeptos, modificaram-se também as embarcações: inicialmente eram grandes e pesadas, mas foram ganhando formas mais dinâmicas e feitas com materiais mais leves, como a fibra de carbono.

> GRANDE ENCONTRO

Nordestão promove mais um evento para tratar sobre qualidade de vida No último fim de semana, o Supermercado Nordestão promoveu a quarta edição do seu evento anual em que se reúne com seus clientes e fornecedores visando a promoção da qualidade de vida. Na manhã do sábado passado, quem abriu a programação foi o ginecologista José Bento. O médico, que também participa do programa 'Bem-estar', da Rede Globo, foi uma das atrações que motivaram quase cinco mil clientes do Nordestão a irem até o Centro de Convenções, tanto no sábado, quanto no domingo. Bento começou sua palestra sobre longevidade humana saudando o Nordestão em sua iniciativa de promover iniciativas como aquela em que participara. Ele lembrou que veio a Natal pela última vez há quase uma década, e que constatou um crescimento considerável na cidade. Muito embora, o médico disse também "que ainda assim, conseguia enxergar o contato com a natureza por aqui, o que por si só já é um bom instrumento para se ter qualidade de vida". Durante a palestra, José Bento demonstrou que no começo do século passado as maiores causas de morte eram a transmissão de doenças como tuberculose, pneumonia e diarreias. Na atualidade, morrese mais devido a complicações cardíacas e cânceres. "Nunca se teve tanta oferta de tipos diferentes de alimentos, no entanto, sofre-se mais com obesidade. Então que bom que há empresas como o Nordestão, que quer falar a seus clientes sobre a importância de produtos de qualidade para a alimentação", disse o médico. E quem entende muito a preocupação de Bento é Daniele e André Magalhães, que estavam partici-

Wellington Rocha

Movimento dos Navios APRONIANO CÉSAR

apronianocfs@hotmail.com

Dedico esta coluna a D. Maria José que convive há anos no Sindicato dos Estivadores e sempre acompanhou o trabalho deste colunista NATAL Navio Bandeira Lagoa Carioca Brasil Lagoa Paranaense Brasil Marta Brasil Toisa Crest Inglaterra Marfret Guyane França CMA-CGM Homere Inglaterra Silver Cloud Bahamas Azamara Quest Bahamas

Agência W. Sons W. Sons Petrobras Viamar W. Sons CMA-CGM Superservice Superservice

Chegada No Porto No Porto No Porto Ao Largo 03/11 10/11 08/12 12/12

Destino --Fortaleza(CE) Designar Algeciras/ESP Algeciras/ESP Recife(PE) Recife(PE)

Carga Descarga Em Operação -Em Operação --Combustível Reabastecimento -Contêineres -Contêineres --Turismo -Turismo

TERMINAL OCEÂNICO DE UBARANA - GUAMARÉ - RN Médico José Bento ressaltou a importância de falar sobre produtos de qualidade pando do evento, anotando tudo na plateia. A filha deles tem apenas sete anos e já sofre com problemas de colesterol alto, herança do pai. "Viemos aqui para ver se conseguimos orientações de como a melhorar a alimentação em casa". A psicóloga Paula Lima soube do Grande Encontro Nordestão fazendo compras e se interessou em participar como forma de aprimorar o conhecimento dela sobre qualidade de vida e até estender para seu trabalho. "Afinal, eu lido com pessoas e é importante eu compartilhar essa experiência com elas", disse. Quem também estava muito empolgada em participar do evento era a palestrante, atriz e poeta Elisa Lucinda. Para ela, o segredo da longevidade é "viver com consciência de que tudo acontece pela primeira e última vez na nossa

vida". Elisa disse que o Nordestão é uma empresa de ponta, por proporcionar chances a seus clientes como essa, de sair da rotina, tema de sua fala. A atriz começou sua participação cantando e empolgando o público. Ao final, um pouco dos poemas dela para descontrair ainda mais a plateia. Todas as ações do Grande Encontro Nordestão exterioriza o que a empresa já privilegia, que é a gestão de pessoas. Quem diz isso é um dos acionistas do grupo, José Geraldo de Medeiros. "Queremos que nossos funcionários sintam prazer de estar conosco. Para isso até financiamos graduação e outras formas de eles se qualificarem. Do mesmo jeito, promovemos eventos como este para que os clientes também se sintam da família Nordestão".

Lobato

Brasil

Petrobras

30/10

Fortaleza (CE)

Água

--

TERMINAL SALINEIRO DE AREIA BRANCA - RN Agios Nicolas

Dia 29 30

Panamá

Arrow

TÁBUA DE MARÉS Hora Altura (M) 16:11 2.3 22:02 0.3 04:30 2.2 10:11 0.3

No Porto

Santos(SP)

A PROGRAMAÇÃO É CHECADA DIARIAMENTE, PODENDO HAVER ANTECIPAÇÃO OU ATRASO DE ALGUM NAVIO

Sal

--

FASES DA LUA Minguante (08/10 - 04:33h) Nova

(15/10 - 09:02h)

Crescente

(22/10 - 00:32h)

Cheia

(29/10 - 16:49h)


20 O Jornal de HOJE

Natal, 29 de outubro de 2012

Cidade

Segunda-feira

Érika Nesi Moda & Atitude erikamnesi@hotmail.com

Ah, quer saber... Semana curta

Daniele Monte, Renato

A última semana de outubro vai ser curta por conta do feriado, mas nem por isso vai ter menos eventos. A agenda dessa vez, lotada por aniversários de gente querida e casamentos. t

t

Telles, Daliana Peres, Janice e Ana Míriam e Sovânia Monte

t

conferiram de perto as

Roupa para casamento

jóias belas da Belatriz

A coluna já falou várias vezes, mas ainda recebe e-mails de leitores com várias dúvidas sobre "roupas para casamento", então lá vai, mais um pouco sobre o assunto: t

t

t

Mulheres

Diferente de antigamente, hoje em dia, a convidada pode tranquilamente ir para o casamento usando um longuete. O longo deixou de ser obrigatório nessa circunstância, desde que não seja madrinha, ou solicitado pela noiva. t

t

t

Os curtos

Já os vestidos curtos, podem e devem ser usados nessa ocasião, mas tem alguns pontos que devem ser observados: o primeiro deles é o tecido, que deve ser fino, assim como os detalhes, que por ser curto, tornam-se o destaque principal na roupa, portanto o melhor é que seja com muito brilho, bordados com pedrarias e paetês, dependendo da hora da cerimônia. t

t

Veruska Borges

Coelho, Cintia Barros driana Cirne e Márcia Coelho

t

t

Gorete Tito e Doris Macedo

t

t Andréia Moura

Com a parceria entre Terra e Fashion Forward (FFW), do Grupo Luminosidade e responsável pelos principais eventos de moda do Brasil, os internautas já puderam acompanhar os desfiles da coleção de verão 2013 do SPFW, entre 11 e 16 de junho. Pelos próximos três anos, as edições de verão e inverno do SPFW e do Fashion Rio, os dois maiores eventos de moda do País, serão transmitidos pelo Terra com exclusividade na web. t

t

t

Ainda muito comentado o lançamento que movimentou o jet na última quinta-feira, quando Veruska Borges lançou as suas jóias belíssimas no espaço das arquitetas Ana Míriam e Janice na Casa Cor. t

t

Odete Guerra César Revoredo

Flavinha Rocha

t

Veruska Borges

Veruska Borges e Cris Queiroz

t

Além das transmissões ao vivo, o Terra terá reportagens especiais em vídeo com a Isabel Wilker, apresentadora, modelo e filha do ator José Wilker. Ainda, a apresentadora de TV Isabella Fiorentino será uma das blogueiras da cobertura. Pelo blog da Isabella Fiorentino, os usuários poderão saber a opinião da Isabella sobre os looks do evento. Três jornalistas de moda completam o time de blogueirasdo Terra: Iesa Rodrigues, Rosângela Espinossi e Tatiana Sisti. A cobertura terá também análises e galeria de fotos de todos os desfiles, além de tudo sobre backstages, bastidores e celebridades. t

t

t

Antecipação dos maiores eventos de moda

t

Bijoux da Chanel

Depois deter lançado um perfume de inspiração barroca, a Chanel apresenta agora uma linha de óculos apoiada na mesma influência.O diretor artístico da maison, Karl Lagerfeld, desenhou para o próximo inverno uma coleção de óculos de sol adornados com metais preciosos e joias refinadas que fazem destas peças, autênticas preciosidades.

t

Ficar por dentro da moda, sem sair de casa

Abertura da Global Storeno Cidade Jardim

t

t

Parceria perfeita entre o Terra e a FFW

t

A Louis Vuitton avisa que inaugurou nova loja no Shopping Cidade Jardim, onde você encontrará pela primeira vez roupas femininas e masculinas, assim como as coleções de relógios e joias.

t

Duda Monte e Vitória Macedo

A Pipa aparece mais uma vez como point certo para o próximo feriado. Várias turmas de casados e solteiros já reservam as pousadas ou flats para curtir praia da moda deste RN. t

t

A transmissão do SPFW tem início com o desfile de Ronaldo Fraga, às 15h, e continua com grifes como TufiDuek (às 19h), Triton (às 20h) e Ellus (às 21h). Todos os desfiles realizados no Villa-Lobos, novo local desta edição do SPFW, serão transmitidos na íntegra, em um total de cerca de 3 horas de desfile durante o evento. Entre as atrações da programação ao vivo, estarão também desfiles como Colcci (no dia 30, às 21h30), Alexandre Herchcovitch (no dia 31, às 16h) e Forum (no dia 31, às 21h30). Os usuários ainda poderão assistir aos vídeos dos desfiles e bastidores da próxima edição do SPFW quando quiserem pelo site especial.

Feriado na Pipa

t

t

O primeiro desfile será o de Ronaldo Fraga

Agora, se você tiver uma costureira de confiança, que sabe desmontar uma roupa perfeitamente, uma ótima opção é transformar um vestido antigo em um novo, mudando o seu modelo, ou inserindo detalhes. Ninguém vai notar e você ainda vai ter feito uma economia daquelas. Use a criatividade! t

t

O Terra, a maior empresa latino-americana de mídia digital, transmitirá ao vivo os desfiles de inverno 2013 do São Paulo Fashion Week, a partir desta segunda-feira (29), às 15h. Entre os dias 29 e 31, os desfiles serão transmitidos direto do Parque Villa-Lobos na capital paulista, com exclusividade para web, inclusive para tablets, smartphones e TVs conectadas.

Santos, Marcinha

t

Vestido velho com cara de novo

t

Terra transmite SPFW ao vivo a partir das 15h

entre elas: Regina

Normalmente um vestido para ser usado apenas em uma ocasião e ficar guardado no closet é prejuízo no bolso, na certa. Hoje, a diversidade de modelos é tão grande, que dá sim para comprar um vestido que possa ser usado em diversas ocasiões, sendo um ótimo investimento. Acabou aquela história que não se deve repetir roupa, o bacana é usar muito a peça. t

Os lunnettes-bijoux, incorporam o símbolo da casa no meio de ramagens finamente esculpidas à mão, juntamente com os símbolos de borboleta ou um olho-de-gato, tornando-os numa peça feminina e até um pouco retrô. Em novembro, os óculos estarão nas lojas da marca... A partir de novembro, os óculos bijoux da Chanel poderão ser encontrados à venda nas boutiques da marca. Quanto à paleta de cores pode contar com tons pastel em azul, roxo, turquesa, rosa ou transparente, ou simplesmente o atemporal e elegante, preto. t

recebeu várias amigas,

Um bom investimento

t

Peça bem feminina

Raquel Bezerra

Esse ano, para adaptar o calendário brasileiro de moda ao do resto do mundo, haverá três edições de desfiles, terminando com a apresentação de inverno. A mudança atende uma necessidade direta das marcas e confecções que terão agora um intervalo maior entre o lançamento, a produção e entrega das coleções ao consumidor final. Até amanhã!

01102013  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you