__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1

Gravataí, sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021. ANO XVI | Edição # 3689 | Diário Venda avulsa R$ 2,50

Vândalos atacam 17 paradas ao longo das avenidas Dorival, Ely Côrrea e José Bonalume

Prefeitura estima que o prejuízo seja de, aproximadamente, 50 mil reais. Página 8 PMG/Divulgação

Gravataí tem o melhor desempenho, entre as cidades mais populosas do RS, na aplicação de vacinas contra a covid-19

PMG/Divulgação

8

Sancionada lei que reconhece Um novo lote de imunizantes deve a atividade física como 7 chegar ao estado nesta sexta-feira, 16. essencial no município

Oportunidade: Senac Gravataí inscreve para cursos técnicos EAD Uma pesquisa encomendada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) ao Ibope mostra que mais de 70% dos ex-alunos de cursos técnicos de nível médio conseguem emprego no primeiro ano depois do curso. Aliada a isso, a modalidade EAD veio para ficar: em 2020, os cursos técnicos EAD do Senac tiveram um crescimento de 33% no número de novos alunos, passando de 20.100 novos alunos no ano. Portanto, realizar uma capacitação EAD, além de ser uma boa e rápida forma de inserção profissional, é uma das opções para quem quer ingressar no mercado na retomada das atividades pós-pandemia. Pensando nisso, o Senac Gravataí está com inscrições abertas para cursos técnicos na modalidade a distância. São 11 cursos nas áreas de Gestão, Design, Informática, Ambiente, Segurança e Comércio. Segundo a coordenadora do polo EAD do Senac Gravataí, Danieli Godoy, além de oportunizar formas de crescimento profissional dos alunos por meio dos cursos, o intuito também é promover a mudança de vida pessoal por meio da educação.

Os cursos técnicos EAD apresentam uma metodologia interativa e que proporciona a construção do conhecimento, colocando o participante como protagonista do seu aprendizado. Nós qualificamos nossos alunos para que sejam os melhores nas suas áreas de atuação e sejam exemplos de cidadania. Os interessados podem se matricular até o dia 26 de abril, pelo site www.ead.senac.br/cursos-tecnicos e, também, ter acesso ao conteúdo programático e à metodologia de ensino, além da política de descontos oferecida pelo Senac. Senac. Educação profissional mudando vidas.

Regis Mendes Cardoso foi aluno do curso Técnico em Qualidade no polo EAD do Senac Gravataí e afirma que várias portas se abriram depois de escolher a formação:

Foi a melhor escolha que fiz. Recebi várias oportunidades de crescimento, inclusive na empresa em que trabalho, onde fui promovido e hoje coloco tudo o que aprendi em prática. Devo isso aos ótimos professores que tive. Adequados às exigências do mundo profissional, os cursos técnicos estão focados em proporcionar rápida inserção no mercado de trabalho, além de garantirem flexibilidade para que o aluno estude onde e quando quiser. Mais informações podem ser obtidas pelo WhatsApp do Senac Gravataí: (51) 98594-1417. Sobre o Senac EAD A metodologia de ensino a distância do Senac é centrada no aluno, enfatizando o desenvolvimento de competências valorizadas no mundo do trabalho, como organização, proatividade e responsabilidade, além de apresentar menor custo com deslocamento e a possibilidade de conciliar os estudos e a vida profissional. Os materiais didáticos estão disponíveis no Ambiente Virtual de Aprendizagem e são compostos por podcasts, vídeos, animações, simuladores, games, objetos de aprendizagem, e-books e recursos tecnológicos. Os recursos em mídias diversas estimulam diferentes formas de aprendizagem, que possibilitam ao aluno se envolver com conhecimentos abordados no curso e sentir a prática virtual em qualquer local e horário.


2

Variedades

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

PREVISÃO DO TEMPO

Há 1.151 oportunidades em aberto nas agências FGTAS/ SINE de Porto Alegre e Região Metropolitana. As ocupações com os maiores números de vagas abertas são ajudante de motorista (109), alimentador de linha de produção (101), representante comercial autônomo (100), pedreiro (71) e pintor de obras (51). Para conhecer as vagas e se candidatar em uma delas, basta acessar o aplicativo Sine Fácil ou buscar atendimento presencial na Agência FGTAS/ Sine mais próxima.

Fonte: ClicTempo

OPINIÃO

Muito mais do que um documento

NAS REDES

ção de viaturas, armamentos, EPIs e recursos tecnológicos para as forças policiais que atuam na segurança no trânsito, mas também no combate a crimes relacionados como furto e roubo de veículos, roubo de cargas, interdição de desmanches ilegais e tantos outros. Convém lembrar que o valor cobrado não é somente o custo de um documento. O DetranRS é uma autarquia que se mantém com recursos próprios, sem aportes financeiros oriundos de impostos, o que significa que toda uma série de atividades relacionadas à circulação de veículos é custeada por essas taxas. Fiscalização, educação para o trânsito, controle dos desmanches e todos esses serviços importantíssimos para proprietários de veículos e para a sociedade em geral. A gestão do trânsito é uma tarefa complexa que afeta a vida de todos nós, motoristas ou não. Ao longo do tempo, o DetranRS vem qualificando a prestação de serviços e alcançando resultados inéditos no controle de crimes e na redução de acidentes. Muito mais que documentos, a missão da autarquia é a defesa da vida.

ENIO BACCI

RADAR de rodagem diurna deverão manter Motoristas de veículos deverão acesos os faróis nas rodovias de pista manter o farol ligado durante o dia simples situadas fora dos perímetros ao trafegarem em rodovias de pista urbanos, mesmo durante o dia.” simples. A mudança começou a valer Diferentemente do farol, o sistema na segunda-feira (12/4), quando conhecido como DRL é acionado entrou em vigor a Lei 14.071/20, que assim que o veículo é ligado. alterou itens no Código de Trânsito Ainda sobre faróis, a mudança no Brasileiro (CTB). O uso de farol em CTB reduziu a gravidade da infração rodovias mesmo durante o dia se para motociclistas tornou obrigatório que dirigem com em 2016, com farol apagado (motos a Lei 13.290. O devem trafegar dia descumprimento e noite com faróis da norma até então acesos) e extinguiu era considerado a penalidade de infração média, suspensão do direito sujeita à multa de de dirigir para a R$130,16 e quatro conduta. pontos na CNH. A lei antes A nova determinava que lei mantém a Divulgação/DetranRS conduzir motocicleta, obrigatoriedade motoneta e ciclomotor dos faróis durante com os faróis apagados era infração o dia somente nas rodovias de pista gravíssima, sujeita a multa é de R$ simples, já prevendo a adoção do 293,47, recolhimento da CNH e sistema DRL (Daytime Running suspensão do direito de dirigir. Desde Lamp; luzes de rodagem diurna 12 de abril, dirigir moto sem farol é em português) para novos veículos considerado infração média, sujeita a fabricados no país ou importados. multa de R$ 130,16 e quatro pontos na A nova redação diz que “os CNH. veículos que não dispuserem de luzes

Diretor-geral do DetranRS

Bolsonaro preserva seus 30%, mas perde o eleitor mais independente. Antibolsonarismo é hoje maior que o antilulismo. Espaço a uma candidatura de centro que dialogue com o eleitorado mais conservador. Retrato de hj e de uma pesquisa Fernando Schüler | @fernandoschuler | Cientista político | Sobre pesquisa eleitoral para as eleições de 2022 divulgada pelo site Poder360. Segundo o levantamento, Lula (PT) amplia vantagem sobre Bolsonaro (sem partido) no 2º turno e venceria por 52% a 34%.

Mads Nissen

O governador Eduardo Leite sancionou na segunda-feira (12/4/2021) uma lei histórica, que reduz o valor de taxas do DetranRS, beneficiando milhões de gaúchos. Em 22 anos da autarquia, nenhum governo propôs taxas menores de serviços de veículos. A mudança é significativa, chegando a 78% de redução em alguns casos e incluindo isenções para motos. Um cidadão que pagaria R$ 1.189,54 na alteração de registro de um ônibus, por exemplo, passará a pagar R$ 149,34 com a unificação dos valores. No caso da taxa de licenciamento anual, haverá redução para 68% da frota. O impacto é significativo para o governo. Somente o corte no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) vai representar perda de R$ 111 milhões na arrecadação em 2021. Mas o entendimento do executivo é que a arrecadação tem de vir de impostos, e não de taxas que sirvam para financiar outros serviços do Estado, como acabou acontecendo historicamente aqui no RS. Para equilibrar a perda de recursos que são destinados para o Fundo Especial da Segurança Pública – Fesp (hoje 10% da taxa de licenciamento), a lei prevê aumento desse percentual para 30%. O Fesp viabiliza a aquisi-

CLICK

Abraço de cuidadora e idosa ganha prêmio internacional de fotografia. Na imagem, Rosa Lunardi, de 85 anos, recebe abraço da enfermeira Adriana Silva da Costa Souza na casa de repouso Viva Bem em São Paulo, em 5 de agosto de 2020.


3

Vândalos atacam 17 paradas ao longo das avenidas Dorival, Ely Côrrea e José Bonalume Cidade

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

Prefeitura estima que o prejuízo seja de, aproximadamente, 50 mil reais

Na madrugada de quarta-feira, 14, 17 paradas de ônibus foram alvos de vandalismos em Gravataí. Ao longo das avenidas Dorival Cândido Luz de Oliveira, Ely Corrêa e José Bonalume (ERS 020). Nas proximidades do bairro Morada do Vale, é possível ver os danos causados nos abrigos após a quebra de vidros. De acordo com a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semurb), o prejuízo deve chegar a 50 mil reais, levando em consideração todos os vidros que foram quebrados. Em busca de identificar os autores, a Prefeitura de Gravataí, por meio da Guarda Municipal (GM), tem auxiliado, com o fornecimento de informações e disponibilização de

PMG/Divulgação

imagens, tanto a Policia Civil quanto a Brigada Militar, já que ambas também trabalham na investigação. Ações semelhantes

a esta têm acontecido não somente em Gravataí, mas também em outras cidades da Região Metropolitana. O prefeito Luiz Zaffalon

fez um apelo para que a comunidade denuncie, caso tenha presenciado alguns destes atos. “Nós temos recebido,

nas nossas redes sociais, muitos relatos de pessoas inconformadas com as depredações. O que aconteceu é inadmissível. Fica aqui o meu pedido a todos para que cuidem e zelem pelo patrimônio que é de todos ”, solicitou Zaffa. No total, Gravataí possui 90 abrigos novos, que foram instalados ao longo do último ano. Um investimento de mais de 900 mil reais, que começou no governo do ex-prefeito Marco Alba e segue sendo realizado. “É um dano ao patrimônio público no qual teremos que deixar de investir em outras melhorias para consertar as paradas danificadas”, explicou o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Adão de Castro.

Para o senhor Renato Rodrigues, de 70 anos, vendedor de balas, água e máscaras, na parada 59, “o que aconteceu foi uma barbaridade”. Com o intuito de promover mais segurança aos usuários, ele colocou uma faixa de isolamento no lado onde o vidro está quebrado e uma placa com a inscrição “perigo”. O aposentado conta que tomou essa iniciativa ao perceber que as pessoas estavam sentando no local e que o vidro poderia vir a causar algum acidente. Segundo o secretário municipal de Mobilidade Urbana, Adão de Castro, na tarde de quinta-feira, 15, os locais começaram a ser limpos para que não haja incidentes e perigo para os usuários.

Pirelli doa R$ 14 mil para Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Meninos e Meninas (SCFV)

O prefeito Luiz Zaffalon recebeu um ofício do diretor de Recursos Humanos da Pirelli, Giusepe Giorgi, comunicando que a empresa realizou um repasse de R$ 14 mil para o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos Meninos e Meninas (SCFV), por meio de depósito para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Gravataí. O SCFV atende crianças e adolescentes de 6 a 15 anos no turno inverso à escola. Neste momento de pandemia, o serviço tem realizado acompanhamento das crianças e jovens por meio dos técnicos da Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS). Atividades extracurriculares têm sido entregues para que o vínculo dos beneficiários com o serviço não seja perdido neste período, até que as atividades possam voltar a ser presenciais. Desde 2012, a fábrica realiza aportes em prol do Serviço de Convivência e

Fortalecimento de Vínculos Meninos e Meninas. Os últimos valores que a empresa repassou serviram para a construção de uma biblioteca que será, também, um espaço para atividades lúdicas e aulas de informática. Em fase de licitação para a realização da obra, ainda está, a reforma do refeitório e a construção de um banheiro adaptado. Segundo a secretária substituta da SMFCAS, Joice Michels, o aporte desse ano será para ampliar e melhorar os serviços oferecidos ao público ali atendido. “A Pirelli realiza estas doações, há nove anos, por saber do serviço sério realizado no local e porque prestamos contas de todo o destino do recurso”, diz Joice, lembrando que a “Pirelli adotou o 'Meninos e Meninas' realizando diversas ações com os usuários, como doações de cestas de Páscoa e Final de Ano entre outras”. Como Doar Assim como a Pirelli outras pessoas e empresas

Rafael Barbosa/ Especial (PMG)/Divulgação

podem fazer a doação em qualquer mês do ano, mas somente poderá ser deduzida do Imposto de Renda Devido, a referente ao ano-calendário em que a doação ocorrer, por ocasião da Declaração de Ajuste Anual, realizada no ano seguinte. O limite para dedução no Imposto de Renda Devido das doações feitas

aos Fundos dos Direitos da Criança e do Adolescente é de 6% para pessoas físicas. As deduções não prejudicam as demais a que o contribuinte tem direito como: despesas médicas, educação, dependentes, pensão alimentícia e outras. Esse incentivo fiscal é concedido somente às pessoas físicas que utilizem o formulário

2mnoticias.com.br

completo na Declaração de Ajuste Anual. Para as pessoas jurídicas a dedução é limitada a 1% do Imposto de Renda Devido em cada período de apuração, podendo usufruir desse incentivo fiscal somente pessoas jurídicas tributadas pelo lucro real. Dessa forma, a possibilidade de doação fica assim:

Pessoas Físicas - declaração completa Até 30 de dez – 6% do Imposto Devido – pode escolher o destinatário. O recurso vai direto para a conta do FunCriança e a entidade capta através de projeto; Até 30 de abril – 3% do Imposto Devido – a destinação vai para a receita Federal que depois transfere para o FunCriança de Gravataí; Pessoa jurídica – 1% do Imposto de Renda Devido, declarado pelo Lucro Real. Converse com o seu contador e faça a sua doação para o Fundo dos Direitos da Criança e do Adolescente de Gravataí. Banco do Brasil Agência: 0883-4 - Conta: 600369 CNPJ: 14.762.656/000107 Para mais informações, você pode entrar em contato com o CMDCA no e-mail sgcom.cmdca@ gravatai.rs.gov.br ou pelos telefones (51) 99344.7920 e (51) 98565.5608.


EC 4

REPÓRTER Eco-Repórter

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

Caderno sobre sustentabilidade, meio ambiente e ecologia publicado pelo Jornal de Gravataí

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021 | ANO V | Edição # 34 | Mensal

Mata Atlântica é o bioma com maior captação de água do país A Mata Atlântica, que em 2010 representava 42% da retirada de água do país, passou a 39% em 2017. Este bioma concentra grande parte da população brasileira e, mesmo com a redução, apresenta a maior captação de água do país, com destaque para o abastecimento urbano. Os dados constam do estudo Contas de Ecossistemas: Condição dos Corpos Hídricos, divulgado nesta quintafeira (15/4), no Rio de Janeiro, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Tanto em 2010 quanto em 2017, a segunda maior captação foi observada no Cerrado, que passou de 20% da retirada de água do país para 23%. O Cerrado apresentou a maior taxa de crescimento de retirada de água, que se deu principalmente para a irrigação e expansão agrícola. Em terceiro lugar, vem o Pampa, que manteve a taxa de 17% de captação de água em 2010 e 2017. Este bioma, por sua vez, tem grande participação

Divulgação/PlantVerd

na agricultura irrigada no país, com destaque para o cultivo de arroz. A agricultura irrigada foi a principal responsável pela retirada direta de água, seguida do abastecimento humano urbano, indústria de transformação, abastecimento animal, termoeletricidade, abastecimento humano rural e mineração. Usos da água Em média, verificouse que, em cada um dos biomas Caatinga, Cerrado, Mata Atlântica e Pampa, 25% da água captada foram para fins de irrigação da agricultura em 2010, sendo que esse resultado não mudou significativamente em 2017. Em relação ao segundo principal uso da água no país, o abastecimento humano urbano, cerca de 64% da captação de água destinada para essa finalidade ocorreram no bioma Mata Atlântica em 2010 e 2017. A maior parcela de água captada para abastecimento animal

ocorreu no Cerrado em 2010 e 2017: 33% da água captada para essa finalidade no país foram realizadas nesse bioma devido à atividade agropecuária na região. O risco de extinção das espécies aquáticas avaliadas incidia mais sobre a fauna (vertebrados, na maioria) e a flora da Mata Atlântica, num total de 360 espécies ameaçadas. Em seguida, vinham o Cerrado (216) e a Amazônia (104). Já

Anúncio 26x10

o maior percentual de vertebrados ameaçados estava na Mata Atlântica (11,3%), com Cerrado (9,1%) e o Pampa (7,8%) em seguida. Produtos não madeireiros O IBGE também divulgou a publicação Contas de Ecossistemas: Produtos Florestais Não Madeireiros. O estudo apresenta dados analisados entre 2006 e 2016. A Amazônia e o

Cerrado são os biomas com a maior variedade dos dez produtos florestais não madeireiros pesquisados: açaí (extraído e plantado), látex coagulado (extraído e plantado), erva mate (extraída e plantada), palmito (extraído e plantado), castanhado-pará, pequi (fruto e amêndoa), babaçu, carnaúba (cera e pó), jaborandi e piaçava. Os maiores aumentos na produção foram do

açaí extraído (113%), da erva mate cultivada (45%) e extraída (51%) e do palmito cultivado (60%). Com forte valorização no mercado nacional e internacional, o açaí teve aumento de 113% na quantidade extraída, saindo de 101,3 mil toneladas em 2006 para 215,4 mil toneladas, em 2016. Na Mata Atlântica, destaca-se a produção de 347 mil toneladas de erva mate extraída e, na Amazônia, a extração de açaí (215 mil toneladas). Esses dois estudos compõem o Sistema de Contas Econômicas Ambientais, que seguem as recomendações das Nações Unidas para promover a integração dos benefícios gerados pela natureza ao Sistema de Contas Nacionais do IBGE. Os dados são experimentais e estão em fase de teste e avaliação. Segundo o instituto, sua publicação pretende incluir a sociedade no processo de desenvolvimento desses indicadores desde os estágios iniciais. ABr


EC

Eco-Repórter

REPÓRTER

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

5

A costa brasileira tem mais de oito mil quilômetros de extensão e é um dos grandes atrativos turísticos do país. Mas, a rica biodiversidade marinha corre um risco constante e em ritmo acelerado: os resíduos sólidos, principalmente de plásticos, que tomam conta dessas águas. Isso tem prejudicado o potencial de nossas praias de atrair visitantes e proporcionar saúde, bem-estar e renda para a população que vive do turismo. Estudos sobre a quantidade de lixo em 155 praias brasileiras demonstram que a maior parte desses locais está extremamente suja (71). No ranking dos maiores poluidores do oceano por plástico, o Brasil ocupa a 16ª posição.

Maioridade do carro flex e responsabilidade ambiental Por João Guilherme Sabino Ometto. É engenheiro, empresário e membro da Academia Nacional de Agricultura (ANA).

Há dezoito anos, em 24 de março de 2003, era apresentado o automóvel flex, uma revolucionária tecnologia brasileira que, pela primeira vez no mundo, possibilitava o abastecimento de um veículo com etanol, gasolina ou a mistura de ambos em qualquer proporção. Hoje, mais de 85% da frota nacional conta com esse tipo de motor, cuja contribuição é imensa para a redução das emissões de poluentes locais e de gases de efeito estufa, com benefícios significativos para a saúde e a luta contra as mudanças climáticas. O carro flex atinge sua maioridade sendo responsável. Sim, ambientalmente responsável, como se pode comprovar com clareza nos índices de poluição da capital paulista nas últimas duas décadas. Dados sobre o consumo de combustíveis divulgados pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) mostram que em 2020, considerando o anidro misturado à gasolina, e o hidratado utilizado nos motores, o etanol substituiu 47% de

toda a gasolina consumida no Brasil; em São Paulo, a substituição foi de 64%. Estes índices, inigualados em todo o mundo, são resultado da opção dos consumidores propiciada pela tecnologia do carro flex. O impacto positivo é inconteste. Dentre outras qualidades ambientais e à saúde, o etanol gera emissão zero de material particulado. O resultado é que, segundo especialistas do Conselho Superior do Agronegócio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), em 2000 registravam-se na capital paulista 60 microgramas de partículas por metro cúbico de ar; hoje, são 19, abaixo do índice de 20 recomendado pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Cabe salientar que, nesses 20 anos, a frota existente no município cresceu 80%. Fica muito claro como o etanol, somado à disruptiva tecnologia criada pela engenharia automotiva desenvolvida no Brasil, contribui de modo significativo para que tenhamos um ar muito mais limpo, o que é de

especial importância nesses tempos de pandemia causada pelo Covid-19. A resposta do País à época do encarecimento do petróleo provocado pelos conflitos no Oriente Médio, em especial a Segunda Guerra do Golfo Pérsico em 2003, tornou-se de modo paulatino uma solução de caráter ecológico. Essa história, a rigor, havia começado muito antes, há 46 anos, quando, em novembro de 1975, foi criado o Programa Nacional do Álcool (Proálcool), também como alternativa à majoração do combustível fóssil no mercado global. Começamos a produzir veículos motivos a álcool, tecnologia também genuinamente nossa, e a construir uma infraestrutura nacional de abastecimento com a multiplicação de usinas produtoras, em especial no Sudeste e Centro-Oeste, e uma rede nacional de postos de distribuição. Hoje, temos mais de 42 mil pontos de abastecimento em todo o nosso continental território, onde se pode abastecer os veículos com etanol. A história do Proálco-

ol, do carro a álcool, dos emblemáticos 18 anos do flex, a base nacional de fabricação dos veículos, de produção e distribuição dessa moderna, limpa e renovável fonte de energia para transporte não tem apenas grande valor histórico, e não se constitui somente em referência de um processo dinâmico que gerou desenvolvimento, investimentos, empregos e renda. Representa, agora, o alicerce de uma nova frente de combate ao aquecimento da Terra. Para se entender melhor essa questão, é importante conhecer algo até agora pouco difundido: na comparação entre o carro a etanol brasileiro e o elétrico a bateria, considerando a avaliação do ciclo de vida desde a produção da energia até o seu uso pelo consumidor final, o nível de emissão de gases causadores do efeito estufa é muito menor para a motorização usando etanol. Isso porque, para se aferir o grau efetivo de emissão gerada por um veículo, é necessário considerar o ciclo completo de emissões totais. Aí está a vantagem da

motorização usando o etanol, pois, é quase neutro em emissões de gases do efeito estufa, e com novas tecnologias sendo aplicadas na produção tende em breve a se tornar neutro, ou até gerar emissão negativa, em grande medida porque sua fonte é renovável e os canaviais sequestram carbono da atmosfera durante a fase de crescimento da lavoura. As comparações são conclusivas: um carro movido a gasolina sem adição de etanol emite 145 gramas de dióxido de carbono (CO2) por quilômetro rodado; o automóvel elétrico a bateria utilizado atualmente na Europa emite 92 gramas; e um carro movido 100% a etanol emite somente 58 gramas. Além disso, a baixa emissão do etanol é propiciada com uma tecnologia acessível ao consumidor. Agora, estamos dando mais um passo relevante, pois o etanol pode ser usado como parceiro na eletrificação, através dos híbridos flex - uma realidade já presente em nosso País. E no futuro também na célula a combustível

usando etanol. A eletrificação, com etanol, gera emissões menores ainda. Na avaliação do ciclo de vida (ACV), os híbridos a etanol emitem apenas 29 gramas de CO2 por km, e a célula a combustível usando etanol emite 27 gramas por km. Outra grande vantagem desta rota de eletrificação é que o etanol utiliza a infraestrutura de distribuição já existente. Estudo da Empresa de Planejamento Energético (EPE) indica que seriam necessários investimentos de 210 a 300 bilhões de dólares para criar uma rede de recarga de baterias (smart-grid) no Brasil. No futuro, diferentes rotas de motorização irão conviver no mercado. Mas, a sinergia entre a indústria automobilística e o setor sucroenergético brasileiro, que possibilitou todos os avanços até agora verificados desde o carro a álcool, segue decisiva para que o etanol e a tecnologia a ele agregada sejam amplamente utilizados como solução correta, escalável e replicável para a mobilidade sustentável do planeta.

Em carta a Biden, Bolsonaro promete fim do desmatamento ilegal em inequívoco apoio aos esforços empreendidos por V. Excelência, o nosso compromisso em eliminar o desmatamento ilegal no Brasil até 2030”, escreveu Bolsonaro. Para alcançar essa meta de desmatamento zero, Bolsonaro diz que o país precisará de “recursos vultuosos e políticas públicas abrangentes”. Segundo ele, nesse âmbito, o Brasil quer contar com apoio de governos,

setor privado, sociedade civil e comunidade internacional, incluindo os entes dos Estados Unidos. Para o presidente, é preciso criar alternativas econômicas que reduzam o apelo das atividades ilegais e dar condições para que os 25 milhões de brasileiros que vivem na Amazônia possam prosperar materialmente por seus próprios esforços.

Índice Global do Desperdício de Alimentos da ONU estima em 121 quilos o desperdício de comida per capita anual

Estima-se que 931 milhões de toneladas de alimentos, ou 17% do total de alimentos disponíveis para os consumidores em 2019, foram para a cesta do lixo de domicílios, varejistas, restaurantes e de outros serviços alimentares, de acordo com o estudo global Índice do Desperdício de Alimentos, lançado pelo

Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente (PNUMA) e a organização inglesa WRAP (The Waste and Resources Action Programme). O peso do desperdício global de comida equivale a aproximadamente ao de 23 milhões de caminhões de 40 toneladas totalmente carregados que, se enfileirados, poderiam

dar sete voltas na Terra. O estudo, com enfoque nas etapas de varejo e consumo de alimentos, faz parte do esforço global para contribuir com soluções para a meta 12.3 dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), que visa reduzir pela metade as perdas e o desperdício de alimentos até 2030.

Internet/Reprodução

O presidente Jair Bolsonaro se comprometeu a acabar com o desmatamento ilegal até 2030. Em carta enviada nesta semana ao presidente dos Estados Unidos Joe Biden, Bolsonaro reconheceu o aumento das taxas de desmatamento a partir de 2012 e afirmou que o Estado e a sociedade precisam aperfeiçoar o combate a este crime ambiental. “Queremos reafirmar neste ato,


16, 17 dede 2021 Sexta,SÁBADO sábado ee DOMINGO, domingo, 16, 17 ee18 18de deabril abril 2021 66 SEXTA,

Luiz Fernando Aquino Jornalista lfernandoaquino1965@gmail.com

Precisou o Covid para sabermos o que é mesmo prosperidade

Nunca mais seremos os mesmos. Nossas vidas estarão para sempre marcadas. Não olharemos mais o mundo com os mesmos olhos. Não nos comoveremos pelas mesmas coisas, pelo menos não da maneira que vínhamos fazendo. Estamos percebendo que a voracidade material mata mais do que o vírus, porque atinge de morte nossa capacidade de transcender, de prestar atenção no próximo. Precisou o vírus para vermos, da maneira mais cruel, que o oxigênio é sim vital. Voltou aquela liçãozinha das aulas de biologia: a fotossíntese são organismos fotossintetizantes utilizando-se de gás carbônico, na presença de luz solar, para formar moléculas orgânicas e liberar o oxigênio. Em síntese, é a vida gerando vida. Eis a chance de assimilarmos de uma vez por todas que somos, a exemplo do organismo humano, seres interdependentes, ainda que autônomos. Mas quando unicamente autônomos, levamos o sistema ao colapso. Algo de inesperado nos jogou de volta aos bancos escolares da humanidade, não só para revisitarmos questões básicas da biologia. Fomos flagrados com notas muito abaixo da média. Estávamos até sendo brilhantes nas ciências exatas. Aprendemos a fazer cálculos, a contar dinheiro, a acumular riquezas materiais, posses, propriedades, mas é nas ciências humanas que estamos patinando. Mergulhados em presunção de sabedoria, hoje clamamos por um simples abraço. A saudade nos machuca como nunca machucou. A morte, essa sombra aterrorizante que nos ronda, nos infligiu o medo permanente. Apequenou-nos. A Providência Divina, no entanto, é sábia. Na verdade, deu-nos uma chance, uma espécie de recuperação terapêutica. Mas exige humildade, ou ficaremos para trás em nossa jornada evolutiva. Tirou-nos preciosidades pelas quais nunca agradecemos. Tirou-nos os abraços dos filhos, dos avós, dos entes queridos. Talvez porque já estivesse virando rotina apertar mãos sem olhar nos olhos de quem as estende. Tirou-nos o convívio. Talvez porque já estivesse virando rotina não retribuirmos aos cumprimentos. O vírus nos mostrou que não precisamos além do essencial para nos mantermos. Estamos assimilando que o conceito de prosperidade é a ausência de necessidade. Hoje, simplesmente ter oxigênio para respirar pode ser entendido como algo próspero. Portanto, dê graças ao ar que chega aos seus alvéolos pulmonares. Isso é prosperidade. Mas a grande lição terapêutica, lado a lado em importância com a ciência, porque são as vacinas que nos salvarão, é a da solidariedade. O vírus também nos tirou a prepotência vã do conhecimento. Talvez porque já estivesse virando rotina acharmos que a inteligência artificial seria mesmo inteligência. Definitivamente, nossas vidas jamais serão as mesmas. Sairemos melhores, mas não sem dor.

Folha

Geral

Outra pandemia assusta as famílias brasileiras: a da fome! Milhares de pessoas não têm o que comer: falta-lhes o alimento básico. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em cinco anos, a fome aumentou no Brasil e já são 10,3 milhões de pessoas que vivem em insegurança alimentar grave no país. A fome é mais prevalente nas áreas rurais, atinge mais os domicílios chefiados por mulheres e quase metade dos famintos são da região Nordeste. Com a pandemia do novo coronavírus os índices de desemprego também aumentaram atingindo a marca de 14,1 milhões de pessoas, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad) pelo IBGE, divulgada em dezembro/2020. Outra preocupação

é a alta nos preços dos alimentos que também afeta as famílias mais vulneráveis, as que moram com pessoas abaixo dos 18 anos. A Legião da Boa Vontade (LBV) continua sua intensa mobilização social, por meio de suas campanhas emergenciais que visam angariar donativos para entregar itens essenciais, a exemplo do leite, que compõe a cesta de alimentos, tão necessário para reforçar a alimentação da família e ajudar no desenvolvimento de crianças. Por isso, a LBV precisa de doações para continuar prestando o atendimento a milhares de famílias em vulnerabilidade social e em risco alimentar que foram fortemente afetadas com os impactos socioeco-

nômicos da pandemia da Covid-19. A meta da LBV é entregar por meio da Campanha Diga SIM, até agosto, nas cinco regiões do país,85 mil cestas de alimentos;242 mil litros de leite;91 mil kits de higiene e de limpeza; e ainda 20 mil cobertores para famílias que residem em regiões onde o inverno é mais rigoroso, além de continuar com todo atendimento em suas 82 unidades socioeducacionais. Saiba como ajudar: Acesse www.lbv.org.br e colabore. Selecione a opção que desejar e, de coração, doe qualquer valor. Se preferir, faça uma transferência bancária pelo PIX oficial da LBV:pix@ lbv.org.br.

Governo propõe salário mínimo de R$ 1.147 em 2022 O salário mínimo em 2022 será de R$ 1.147 e não terá aumento acima da inflação, anunciou o Ministério da Economia. O reajuste consta do projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (PLDO) de 2022, enviado ontem (15) ao Congresso Nacional. O reajuste segue a projeção de 4,3% para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) para este ano. A estimativa também consta do PLDO. Até 2019, o salário mínimo era reajustado segundo uma fórmula que previa o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB, soma das riquezas produzidas no

país) de dois anos antes mais a inflação oficial do ano anterior. Desde o ano passado, o reajuste passou a seguir apenas a reposição do INPC, por causa da Constituição, que determina a manutenção do poder de compra do salário mínimo. Segundo o Ministério da Economia, cada aumento de R$ 1 no salário mínimo tem impacto de aproximadamente R$ 315 milhões no orçamento. Isso porque os benefícios da Previdência Social, o abono salarial, o seguro-desemprego, o Benefício de Prestação Continuada (BPC) e diversos gastos são atrelados à variação do mínimo.

CASOS DE COVID-19 Rio Grande do Sul: 910.522 | Óbitos: 22.798 Gravataí: : 19.663 | Óbitos: 615 Cachoeirinha: 10.895 | Óbitos: 327

VACINAÇÃO COVID-19(doses) Rio Grande do Sul: Recebidas: 3.163.150 | Aplicadas: 2.348.473 Gravataí: Recebidas: 59.207 | Aplicadas: 51.404 Cachoeirinha: Recebidas: 26.889 | Aplicadas: 24.002 *Conass, SES e Sec. Municipais.

COTAÇÕES Fonte: Cepea/Data-base: 14/4

Arroz (50kg): R$ 87,12 Soja (60 kg): R$ 176,19 Milho (60 kg):R$ 96,92 Boi Gordo (@):R$ 320,00 Açúcar (50 kg): R$ 106,29 Suino (kg): R$ 6,48 Cordeiro(kg): R$ 8,50 Leite (Litro): R$ 1,7460 Frango (kg): R$ 6,05 Dolar: R$ 5,674


8

Geral Contracapa

Sexta, sábado e domingo, 9, 10 e 11 de abril de 2021

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

7

Zaffalon sanciona lei que reconhece a Comitê de Solidariedade recebe doação da Dana atividade físicapúblicos como essencial no de município e de servidores da Prefeitura Gravataí Profissionais e estabelecimentos da área poderão atuar mesmo em períodos delitros calamidade O vice-prefeito, Dr. Levi, também doou 1 tonelada de alimentos e 1.200 de leitepública

O prefeito Luiz Zaffalon O sancionou, início prefeito eno presidente da noite da última quartado Comitê da Solidarie-feira, 14, a Lei 4.291/21, dade, Luiz Zaffalon, e que reconhece ae prática o vice-prefeito coor- da atividade física e doda exerdenador do Comitê cício físico como Solidariedade, Dr.essencial Levi àMelo, população em Gravataí. receberam, nesta Proposta pelo quinta-feira, 8,vereador a doação Fernando Deadpool, lei de 117 cestas básicasade tem como objetivo a gaservidores públicos do rantia de abertura dos esmunicípio e da empresa tabelecimentos voltados Dana. Além disso, o vice-à atividade física, bem como -prefeito também realizou em espaços a doação de públicos, 1 tonelada de alimentos e 1.200 litros de leite. A entrega ocorreu no Banco de Alimentos, e as doações serão encamiDepois anos nhadas paradeosquatro Centros de eReferência sete mesesdedeAssistência trabalho, Renato Portaluppi não é Social (Cras). mais técnico Grêmio. “Estamos do realizando Nesta quinta-feira (15/4), uma campanha permaonente, Tricolor anunciou a saípois a pandemia da do ídolo e treinador do coronavírus tem, que mais dirigiu o clube comovezes consequência, o na história (441 jogos, O desemprego e a fome. considerando também as Comitê de Solidariedade duas passagens anteriores, tem recebido o apoio de entre 2010 e 2011 e em muitas empresas, entre 2013). Em nota, o Grêmio informou que o desligamento de Renato se deu “em comum acordo”. Infectado pelo novo coronavírus (covid-19), Renato

elas, a Dana, que é nossa parceira histórica, sempre participando de grandes eventos da cidade”, disse o prefeito. Dr. Levi informou que a Prefeitura de Gravataí, inclusive, emSecretaria períodos de por meio da calamidade pública. Municipal da Família, Os estabelecimentos Cidadania e Assistência da área, assim como os Social (Smfcas), adquire profissionais uma média deautônomos, 600 cestas poderão funcionar, básicas mensais, as ininquais, terruptamente, lembran150, são distribuídas, por semana, nos cinco Centros de Referência de Assistência Social (Cras). “Esta doação que está sendo realizada hoje pela Dana e pelos servidores públicos complementam as entregas que o município vem fazendo regularmente. No entanto, precisamos de mais apoio para colocar, a cada dia, um pouquinho a mais de comida no prato de quem precisa. A população agradece de coração.”

do que todas as normas sanitárias e protocolos seguem ativos em todos os estabelecimentos. "Sancionei esta lei porque sou favorável à prática de exercícios físicos e sei da

importância para a saúde física e mental das pessoas", comentou o prefeito Zaffa. O vereador afirmou que, como estudante de Educação Física, sabe o valor da atividade física neste momento de pandemia, em que as pessoas precisam ter seus sistemas imunológicos fortalecidos. "Acredito que tanto a atividade física como o educador físico não rece-

Renato deixa comando do Grêmio

não comandou o Grêmio nas partidas contra o Del Valle, pela fase preliminar da Libertadores.

Lucas Uebel/Grêmio

Cristini Oliveira, coordenadora de Recursos Humanos da Dana, relatou que ações de solidariedade como: doação de cestas básicas, agasalhos e cobertores, nas campanhas de inverno, ocorrem

O dirigente também informou que o técnico da equipe de transição, Tiago Gomes, dirigirá o Grêmio

Petrobras aumenta preços do diesel e da gasolina A Petrobras anunciou aumentos de R$ 0,10 (3,7%) no preço do diesel e de R$ 0,05 (1,9%) no da gasolina. Os valores serão reajustados a partir desta

sexta-feira (16/4) nas refinarias da estatal, onde o litro do diesel passará a custar R$ 2,76, e o da gasolina, R$ 2,64. Os reajustes acompanham variações

do valor dos combustíveis e do dólar no mercado internacional. Com isso, os aumentos ou reduções de preços ocorrem sem periodicidade definida.

EMPREGO

*disponível para clientes com limite deCAB crédito previamente contratado. Serviços - Gravataí Solicite o seu. Oportunidade Exclusiva para Pessoas com Deficiência ou Reabilitados do INSS: - Auxiliar de Serviços Gerais - Cozinheira(o) - Recepcionista Não é necessário experiência. A empresa oferece salário compatível com o cargo, vale transporte e vale alimentação. Interessados enviar currículo para e-mail: vagas. cab@gmail.com ou entrar em contato pelo Fone: 35512244

nos próximos dois jogos, ambos pelo Campeonato Gaúcho. Renato iniciou a terceira passagem pelo Grêmio setembro de de formaem contínua pela 2016 e naquele ano conempresa, todos os anos. E, quistou a Copanão do poderia Brasil. na pandemia, Em 2017, liderou o ser diferente. “Além disso, clube ao tricampeonato realizamos o, “SolidariDada Libertadores, entrando na”, uma ação social que para a história como prirealiza entregas semanais meiro brasileiro vencer de marmitas em aGravataí o torneio como jogador e técnico. De lá para cá, também foi tricampeão gaúcho e ganhou a Recopa Sul-Americana (2018) e o Campeonato Gaúcho (2019).

sidente da Câmara de Vereadores, Alan Vieira, Dana. e os”Para representantes do nós, servidores setor Marcelo Chaves, municipais, a importância da Academia Live fit, e a desse ato é sensibilizar Juliano Fonseca, da Top sociedade para a causa. Academia. Quem tem fome, tem pressa. Por isso, temos que fazer uma grande campanha PUBLICAÇÃO LEGAL para que as comunidades que mais precisam tenham comida E naÚLTIMO mesa”, disse EDITAL DE SEGUNDO da Secretaria PÚBLICO LEILÃOo secretário E INTIMAÇÃO de Governança e ComuniGRAVATAÍ - RS cação Social (SGCOM), Data do leilão: 29/04/2021 as: 10:30 Airton Leal. Local: AGENCIA DA CAIXA - RUA ANAPIO GOMES, Nº 1191, CENTRO, GRAVATAI, RS O Secretário, Luiz JAQUELINE LUISA ROMEIRO DE MOURA, Leiloeiro Oficial matricula 353/2017 Stumpf, daHIGIENOPOLIS, SMFCAS PORTO estabelecido a AVENIDA PLINIO BRASIL MILANO nº 2175, ALEGRE - RS CEP: 90520-003, telefone (51)3341-0749, leiloeiromoura@gmail.com, falou da nova ação,Fiduciário ini- do (51) 99981 - 4057 faz saber que devidamente autorizado pelo Agente EX_BNH, venderá na forma da lei Nº 8004, de 14/03/1990 e Decreto Lei Nºà 70Secrede 21/11/66 ciada hoje, junto e regulamentação complementar RC 58/67, RD 08/70 e CFG 10/77, no dia e local acima referidos, os imóveis adiante descritos para pagamento de dívidas hipotecárias em favor taria Municipal da Saúde de EMPRESA GESTORA DE ATIVOS - EMGEA. A venda à vista, sem utilização da Carta (SMS). “Assim, fica mais de Crédito, será feita mediante pagamento à vista, podendo o arrematante pagar, no ato, como sinal 20% (vinte por cento) do preço de arrematação e o saldo devidamente acessível para a comunicorrigido no prazo impreterível de 08(oito) dias, sob pena de perda do sinal dado. A venda financiamento, será feita através de Crédito uma Instituição Financeira quedequeira e possa e,comem outras cidades. As de Cartadade escolhida pelo interessado, com prévia e devida análise cadastral e comprovação de com o Comitê marmitas entregues renda. A vendasão com utilização dos recursos docontribuir FGTS, só poderá ser efetivada através e, com prévia e devida análise de uma instituição Financeira escolhida pelo comprador. Os de Solidariedade, que três vezes por semana e, interessados na obtenção de Carta de Crédito e ou utilização dos recursos do FGTS, para aquisição dos imóveis constantes deverão procurarsua umadoação Instituição possam deixar por consequência, atin- deste edital Financeira com a antecedência necessária a data do leilão. As vendas serão realizadas de alimento na unidade gem 35 lance. mil Épessoas no pelo maior vedada a participação de empregados e dirigentes da EMGEA, seus companheiros ou cônjuges, casados sob o regime de comunhão universal ou comunhão saúde, quando for se As Brasil compleparcial deinteiro”, bens, ofertando lances no 1º e 2ºde leilões das execuções extrajudiciais. despesas relativas aLeal, comissão de leiloeiro, registro, É imposto e taxas,com inclusive vacinar. a cidade o mentou Régio coorcondomínio, correrão por conta do arrematante. Caso o imóvel esteja ocupado, o arrematante de fica ciente que será o responsável pelas providências de desocupação do de solidariedade.” denador Manufatura da espírito

bemDouglas o devido valor que Rosa/PMG/Divulgação merecem. A pandemia está fragilizando as pessoas e, com isso, queremos fortalecê-las", destacou. Também estiveram presentes ao ato o pre-

mesmo. O leiloeiro acha-se habilitado a fornecer aos interessados, informações pormenorizadas sobre os imóveis. Ficam desde já intimados do presente leilão, os mutuários, caso não sejam localizados. SED B50677 - CONTRATO 904789443872 EMPRESA GESTORA DE ATIVOS – EMGEA ADAIR DIAS VARGAS, BRASILEIRO(A), INDUSTRIÁRIO, CPF 373.730.050-04, CASADO (A) COM ROSÂNGELA MARIA VARGAS, BRASILEIRO (A), DO LAR, CPF 486.668.150-00. DESCRIÇÃO DO IMÓVEL: PREDIO, A AVENIDA 01 (ANDARAI), Nº 603, LOTE 09, QUADRA 37, MORADA DO VALE III, EM GRAVATAI, RS, COM 77,84M2 DE AREA CONSTRUIDA, COM A AREA SUPERFICIAL DE 246,70M2, COM TODAS AS SUAS INSTALACOES, BENFEITORIAS, PERTENCES, ACESSORIOS E GARAGEM SE HOUVER. GRAVATAÍ, 13/04/2021 JAQUELINE LUISA ROMEIRO DE MOURA

EDITAL DE CASAMENTO

Edital nº 25/2021

JOSÉ KLEBER DE LUCENA - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber que se habilitaram para casar por este Cartório: - Canior Samedi e Sherline Dorlus; QUEM CONHECER ALGUM IMPEDIMENTO, ACUSE-O NA FORMA DA LEI.

AV. DORIVAL C. LUZ DE OLIVEIRA, 4820 - BAIRRO BARNABÉ Gravataí, 16 de abril de 2021 José Kleber de Lucena - Oficial de Registros

Publique o seu edital aqui. Ligue 3421.3381

Baixe o Banrisul Digital

EDITAL DE CASAMENTO

Edital nº 22/2021

VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: – ARIEL DUTRA SARMENTO e CAROLINA DA ROSA SANTOS – NELSON MARIA ARRALDE DE OLIVEIRA MADEIRA e BRUNA SANT’ANA MEDINA

Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei. AV. JOSÉ LOUREIRO DA SILVA, 1826 - Fone: 3488.1800 Gravataí, 16 de abril de 2021 - Valecy Cabeleira Bitelo - Oficial de Registros

Diretor geral: Moacir Menezes Diagramador/Editor: Jacson Dantas/Filipe Foschiera PublicaçãodaempresaGráficaJornal2MLtda CNPJ nº 03.851.285/0001-62 ba n ri su l.com.b r/ ipva Registro nº 39987 do livro A-4 51 3421.3381 www.2mnoticias.com.br jornaldegravatai@gmail.com SAC: 0800.646.1515 | Deficientes Auditivos e de Fala: 0800.648.1907 | Ouvidoria: 0800.644.2200 | Deficientes Auditivos Fundação: e de Fala: 3215.1068 22 de março de 2005 Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira nº 6125 - Pda. 64 - Bairro SãoVicente - CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil

Filiado:

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal


8

Contracapa

Sexta, sábado e domingo, 16, 17 e 18 de abril de 2021

Gravataí tem o melhor desempenho, entre as cidades mais populosas do RS, na aplicação de vacinas contra a covid-19

Um novo lote de imunizantes deve chegar ao estado nesta sexta-feira, 16 Gravataí tem o melhor desempenho, entre as cidades mais populosas do Rio Grande do Sul, na aplicação de vacinas contra a covid-19. Até esta quinta-feira, 15/4, 51.404 doses, entre primeiras e segundas, já haviam sido aplicadas. Após reunião com o Governo do Estado na tarde desta quinta, a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informou que um novo lote de imunizantes deve chegar ao Estado ainda nesta sexta-feira, 16. No total, mais de 40

PMG/Divulgação

mil pessoas já receberam a primeira dose da vacina no município. A SMS alerta para a importância da aplicação da segunda dose para a eficácia do imunizante. Mesmo após o apelo feito pela prefeitura para que as pessoas

procurem as unidades para completar o processo de imunização, uma grande quantidade de pessoas ainda não retornou para a aplicação da segunda dose. O secretário municipal da Saúde, Régis Fonseca, atribuiu o rápido avanço

da vacinação no município à chegada de uma grande quantidade de doses nas últimas semanas, juntamente com todo o esforço dos profissionais da equipe da SMS. Isso fez com que o município conseguisse ampliar a vacinação, chegando até os idosos de 62 anos. “O fato de nós termos postos, em todas as regiões, aplicando as vacinas, facilita o processo de imunização, uma vez que os idosos conseguem ter melhor acesso às unidades de saúde próximas de sua casa”, lembrou Régis.

Prefeito recebe membros do Conselho Municipal de Defesa do Consumidor O prefeito Luiz Zaffalon e o secretário da Saúde, Régis Fonseca, receberam na tarde desta quinta-feira, 15 de abril, representantes do Conselho Municipal de Defesa do Consumidor (Condecon). Como pauta, a possibilidade proposta pelos membros do Condecon de auxiliar a Secretaria Municipal da Saúde no combate à pandemia. A ação seria realizada com os recursos derivados do Fundo Municipal de Direitos Difusos (FMDD), por conta da íntima relação entre sua finalidade e a proteção da saúde dos cidadãos. Como esclarecimento, destaca-se que o FMDD é abastecido por recursos derivados do trabalho do Procon quando, para proteção do consumidor e educação do fornecedor, aplica multas para a proteção dos direitos. Além disso, o fundo

existe para ser empregado em benefício dos direitos difusos dos consumidores, e, nesta oportunidade, como auxílio ao SUS. “É uma bela iniciativa e um exemplo a ser seguido”, destacou o prefeito ao se referir à atitude do Condecon com relação ao enfrentamento da covid-19. Ao mesmo tempo, os conselheiros Leonardo Câmara, Eduardo Corrêa e Reisson dos Reis manifestaram confiança no trabalho da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) quanto à melhor destinação do recurso dentro do objetivo traçado: vencer a pandemia pelo bem da sociedade gravataiense. Feita a apresentação formal da intenção ao gabinete, o conselho analisará as opções de emprego do aporte no tocante às necessidades do SUS, e deliberará sobre o emprego do FMDD na luta em defesa da humanidade.

*disponível para clientes com limite de crédito previamente contratado. Solicite o seu.

Baixe o Banrisul Digital

ba n ri su l.com.b r/ ipva SAC: 0800.646.1515 | Deficientes Auditivos e de Fala: 0800.648.1907 | Ouvidoria: 0800.644.2200 | Deficientes Auditivos e de Fala: 3215.1068

Profile for Jornal de Gravataí

Jornal de Gravataí. Sexta a domingo, 16 a 18 de abril de 2021. Edição 3689.  

Jornal de Gravataí. Sexta a domingo, 16 a 18 de abril de 2021. Edição 3689.  

Advertisement