__MAIN_TEXT__

Page 1

Gravataí, TERÇA-FEIRA, 9 de março de 2021 ANO XV | Edição # 3662 | Diário Venda avulsa R$ 2,50 WhatsApp 51 9 9415.3122

Cidadania - Eu faço a minha parte

Empresário higieniza, voluntariamente, a frota da Guarda Municipal

PMG/Divulgação

Há um ano, Moisés tem feito este trabalho em veículos da segurança pública

8

Prefeito Luiz Zaffalon recebe assessores do deputado Bibo Nunes

Encontro efetivou o repasse de R$ 450 mil para o custeio da saúde e investimentos em assistência social

3 PMG/Divulgação

Sindimulher doa máscaras para empreendedoras pelo 8 Dia da Mulher


2

Variedades

TERÇA-FEIRA, 9 DE MARÇO DE 2021

OPINIÃO

Os oportunistas Crise, no ideograma japonês, tem o mesmo significado de oportunidade. Donde se extrai a ideia de que as crises deveriam abrir novos caminhos, oferecer soluções criativas aos problemas. Esta tem sido a lição de empreendedores, perfis de visão sobre os afazeres do cotidiano, principalmente no que se refere ao mundo dos negócios. Entre nós, é bastante propalado o ditado “fazer do limão uma limonada”, transformar o que é negativo em positivo, sair da tempestade para a bonança. Para muitos povos, o preceito funciona bem, graças a uma cultura forjada em experiências sofridas, tempos amargos, carências monumentais, para as quais se criaram respostas e alternativas, muitas exigindo sacrifícios e mudança em estilos de vida. Conta-se, por exemplo, que o japonês, de tanto padecer as agruras de guerras, não costuma deixar sobras no prato. Um último grão de arroz na bacia é agarrado com vontade e gosto pelos dois pauzinhos manejados com mestria. Os anglo-saxões também aprendem a não desperdiçar tempo. E a responder sim ou não, em atendimento a uma equação que não permite dar uma resposta sem responder. Já o talvez, mais ou menos, quem sabe, se encaixam bem em nossa cultura, onde a exatidão não passa pelo teste, a concisão costuma seguir veredas sinuosas, de curvas e buracos. Em Petrolina, até hoje, não se encontrou uma gota de petróleo e a venerada Bahia de Todos os Santos, sob o olhar complacente de Jorge Amado, tem mais jeito de baia de todos os pecados. O senhor é católico”? “Sim, mas não vou à missa aos domingos”. “Quantas horas o senhor trabalha por semana?”. “Mais ou menos umas 40 horas”. A flexibilidade é um traço do nosso caráter, aliás, um valor positivo, mas usado para “amaciar” situações. Do trabalho duro muitos fogem. É comum se ouvir: “hoje, trabalhei demais; estou arrebentado”. Nosso DNA é cultivado na festa, no divertimento. O gordo Ascenso Ferreira, poeta pernambucano, parodiava: “Hora de comer – comer. Hora de dormirdormir. Hora de vadiar – vadiar. Hora de trabalhar? Pernas pro ar que ninguém é de ferro”. O chiste corre solto. Vejam o discurso do brigadeiro Eduardo Gomes, no largo da Carioca, em seu primeiro comício da campanha presidencial de 1946. “Brasileiros, precisamos trabalhar”. Do meio do povão, uma voz gritou: “Ih, começou a

perseguição”. Bagunça geral no comício. O fato é que a flexibilidade e a expressão jocosa impregnam a índole brasileira, conforme nos ensina um analista de nossa alma, Roberto DaMatta. Não por acaso, nesse momento de pico da pandemia, com ondas que matam milhares de brasileiros de todas as idades, ainda se criam piadas envolvendo protagonistas diversos, a partir dos governantes. Alguns ganham apelidos e trocadilhos infames e risíveis. Como uma gente que aprecia tanto a galhofa pode tomar atitudes racionais, sérias, adotar comportamentos condizentes com a gravidade desse momento? Esclareçamos. A comunidade nacional costuma entrar no terreno da expressão desrespeitosa quando se sente ludibriada. Mas essa corrente é alimentada por um grupo que invade as redes sociais para exacerbar o comportamento social. Motivam leitores e ouvintes a privilegiar o impropério. Mais: os protagonistas políticos se aproveitam do clima para cantar hosanas e adornar seu ego, ampliando a visibilidade, emitindo opiniões estapafúrdias, enfim, tentando compor uma identidade que não possuem. Alguns são capazes de mudar de visão quando convidados a aparecer em programas de rádio e TV, de alta audiência. Participam de debates para aparecer, dar recados ao eleitor, pronunciando-se a favor ou contra, porém sempre com o sentido de fazer marketing. A polarização de ideias não se ampara em bases racionais, mas emotivas, frouxas, com carimbo populista. O representante quer ser popular. Esse vício joga os políticos no lodaçal do oportunismo. Nesse ponto, voltemos ao início do texto. Não se faz da crise um exercício de busca de oportunidades, mas uma chance para oportunistas marcarem seus nomes na história. Esquecem, porém, que exibem na testa a marca de medíocres, figuras de baixa expressão, mercadores de benefícios e recompensas. A dignidade não os conhece. Do escritor argentino José Ingenieros, em O Homem Medíocre: "Ser digno significa não pedir o que se merece: nem aceitar o imerecido. Enquanto os servis sobem, por entre as malhas do favoritismo, os austeros ascendem pela escadaria das suas virtudes”.

A FEDERASUL recebe o governador do Estado nesta quarta-feira (10/3), cumprindo a tradição de abrir as primeiras edições do Tá na Mesa em cada ano. O evento pode ser acompanhado pelo Facebook da FEDERASUL. Eduardo Leite, que chega ao terceiro ano de seu mandato, vai falar sobre “Competitividade: O papel do Poder Executivo na melhoria da competitividade do ambiente de negócios e da prestação de serviços públicos no RS”.

Fonte: ClicTempo

RADAR Um homem foi preso no domingo (7/3) após jogar pedra e um chinelo contra um cão em Boa Esperança (MG). Segundo a Polícia Civil, o crime aconteceu no sábado (6/3) e foi registrado por câmeras de segurança. O cão é conhecido pelos moradores da cidade e é chamado de Thor. Ele teve ferimentos PC/DIVULGAÇÃO graves. Um policial civil, que mora na rua onde aconteceram as agressões, viu a ação do homem e seguiu atrás do suspeito. O policial contou que o homem o ameaçou de morte e fugiu do local quando ele foi buscar as algemas.

Gaudêncio Torquato

jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação

A partir deste momento, a Polícia Civil e a Polícia Militar começaram a procurar pelo suspeito, que foi localizado na manhã de domingo. Segundo o delegado responsável pelo caso, Alexandre Boaventura Diniz, o homem vai responder pelos crimes de maus-tratos a animais e ameaça contra policial. A pena pode ultrapassar cinco anos de prisão. Thor foi encaminhado para o veterinário e está em recuperação. O suspeito já é conhecido no meio policial. Ele responde por dois homicídios e tentativa de homicídio. G1

A mãe do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), Olinda Bonturi Bolsonaro, de 93 anos, recebeu, nesta segunda-feira (8/3), às 10h30, a segunda dose da Coronavac, vacina contra a Covid-19 desenvolvida pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

NAS REDES

CLICK

O Ligue 180 é uma ferramenta fundamental no combate à violência contra a mulher. A Central funciona 24 horas por dia, todos os dias da semana. Denuncie! Você não está sozinha. Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos | @mdhbrasil

Dione Aguiar/G1

2MNOTICIAS.COM.BR NOTÍCIAS DA REGIÃO E A VERSÃO ONLINE DO JG E DA FC

PREVISÃO DO TEMPO


Cidade

TERÇA-FEIRA, 9 DE MARÇO DE 2021

Prefeito Luiz Zaffalon recebe assessores do deputado Bibo Nunes Encontro efetivou o repasse de R$ 450 mil para o custeio da saúde e investimentos em assistência social

Na tarde da última quinta-feira, 4, o prefeito Luiz Zaffalon recebeu Rafael Santos e Felipe Rios, assessores do deputado federal Bibo Nunes. A visita teve como objetivo efetivar as emendas parlamentares para o custeio da saúde e investimento na área da assistência social no valor de R$ 450 mil reais. Nos próximos dias, o deputado fará uma visita ao município para receber pessoalmente os agradecimentos e

3

PMG/Divulgação

conhecer os detalhes da aplicação destes recursos. Zaffalon agradeceu o deputado e disse que esse dinheiro veio em um momento muito necessário. “Estamos passando por uma fase muito delicada e receber essa emenda parlamentar faz muita diferença. Na presença dos assessores, quero agradecer o deputado Bibo Nunes por ajudar a nossa cidade. Esse valor será importantíssimo para Gravataí”, afirmou o prefeito.

Secretarias planejam implantação do Programa de Adoção de Praças no município Projeto prevê a instalação de mesas de pingue-pongue como medida socioeducativa

A Prefeitura de Gravataí, por meio das secretarias da Inovação, Ciência e Tecnologia (SMICT), de Serviços Urbanos (SMSU) e de Cultura, Esporte e Lazer (SMCEL), formalizou as tratativas para implantação do Programa de Adoção de Praças no município, de acordo com a Lei n° 3.624, de 4 de março de 2015. O encontro para tratar do assunto ocorreu no último dia 23 de fevereiro. O diretor administrativo e adjunto da SMICT, Tanrac Saldanha, acompanhou a agenda. O projeto, apresentado e idealizado por Silvio Teixeira, proprietário da empresa Erro Zero e fundador e secretário da Associação das Empresas e Profissionais de Tecnologia da Informação do Vale do Gravataí, prevê a instalação de mesas de pingue-pongue nas praças de Gravataí como medida socioeducativa. “O esporte

PMG/Divulgação

estimula a prática esportiva, a interação social e a psicomotricidade. Também trabalha as interações cognitivas, sensório-motoras e psíquicas, na compreensão das capacidades

de ser e de expressar-se, a partir do movimento, em um contexto psicossocial”, disse Silvio. Selma Fraga afirma que a SMICT participa deste processo para trazer

algo inovador. “Esperamos receber do cidadão ideias tão significativas, como esta, que possam promover o bem-estar e que conectem empresas e instituições ao Poder

Público”, disse. O secretário da SMCEL, Leandro Ferreira, destacou que é um ótimo projeto, pois aproxima os setores privados do público. ”Quem ganha é a nossa população

que terá a manutenção nos equipamentos das praças, principalmente nas academias ao ar livre, podendo haver uma parceria para instalar mais aparelhos ”, disse. Para Paulo Garcia, secretário da SMSU, o trabalho em conjunto das pastas irá trazer novos interessados na adoção de espaços públicos, entre eles, praças, parques, jardins, rótulas, entre outros. “A participação da sociedade na constituição de espaços que podem se tornar pontos de turismo na cidade é primordial. Queremos tornar as empresas, comércios e clubes de serviços, propulsores da consciência e do espírito coletivo, o que deve nortear todas as ações do ente público”, afirmou. Paulo lembrou, que a secretaria está trabalhando na regulamentação do programa por meio da publicação do Decreto Municipal.

Petrobras aumenta preços da gasolina e do diesel nas refinarias

A Petrobras anunciou ontem (8/3) um novo aumento dos preços da gasolina e do diesel que são cobrados em suas refinarias. No caso da gasolina, o aumento é o sexto do ano, e o preço médio do litro passará de R$ 2,60 para R$ 2,84, em uma alta de cerca de 9,2%. Para

o litro do diesel, o reajuste anunciado é de R$ 2,71 para R$ 2,86, um encarecimento de cerca de 5,5%. No caso desse combustível, o aumento é o quinto no ano e passa a valer a partir de hoje (9/3). O último reajuste havia sido anunciado pela Petrobras em 1° de março e, antes

disso, houve aumentos em 18 de fevereiro, 8 de fevereiro, 26 de janeiro e 18 de janeiro, dia em que apenas o preço da gasolina foi reajustado. No fim do ano passado, o litro de combustível custava R$ 1,84 nas refinarias, R$ 1 a menos que o preço alcançado hoje.

Leia as versões digitais do JG e da FC. De Graça! Acesse o site 2M Notícias e aproveite.


4 4

Folha

Política Política

TERÇA-FEIRA, deDE 2021 TERÇA-FEIRA, 99 de DE março MARÇO 2021

giro político

Da Redação folhadecachoeirinha@gmail.com

“A Mulher, quando integrada em Deus, que é Amor, é a base das civilizações.” (Paiva Netto)

Kelly Moraes propõe instituir o código Sinal Vermelho no RS

Na data que marca um dia de lutas por direitos das mulheres, o Dia Internacional da Mulher, a deputada estadual Kelly Moraes (PTB) apresentou à Assembleia Legislativa o projeto de lei 45/2021, que busca instituir o código Sinal Vermelho no Rio Grande do Sul, mais uma ferramenta de combate à violência contra as mulheres. A proposta consiste em um pedido de socorro em forma de X. A sugestão é que a letra seja pintada a caneta ou em batom vermelho para deixar clara a urgência da ajuda. Assim atendentes de farmácias, repartições públicas e instituições privadas, portarias de condomínios, hotéis, pousadas, bares, restaurantes, lojas comerciais, administração de shopping center ou supermercados coletam os dados da vítima e comunicam às autoridades policiais. Kelly afirma que a campanha Sinal Vermelho foi lançada no ano passado pela Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ) em um momento que os crimes de feminicídio cresciam durante a pandemia. Em sua justificativa, a parlamentar ressalta que é preciso fazer da campanha uma prática permanente no Estado, garantindo maneiras mais discretas para a vítima denunciar o agressor. A estratégia já é utilizada em alguns estados brasileiros, como o Rio de Janeiro e o Distrito Federal.

jornaldegravatai@gmail.com

Weber assume comando da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha Vice-presidente da Frente Parlamentar da Agropecuária Gaúcha da Assembleia Legislativa durante o último ano, o deputado estadual Elton Weber (PSB) assumiu, nesta segunda-feira (9), o comando do colegiado. Ele substitui o deputado estadual Edson Brum (MDB), que deixa a Assembleia Legislativa para ser secretário de Desenvolvimento Econômico. Devido às restrições da bandeira preta, a transmissão de cargo ocorreu somente com a presença dos dois parlamentares e do presidente da Assembleia Legislativa, Gabriel Souza (MDB). Lideranças como o presidente da Fetag-RS, Carlos Joel da Silva, acompanharam a posse virtualmente. Presidente de outras sete frentes parlamentares na Assembleia Legislativa – todas diretamente ligadas ao campo – o deputado dará continuidade as demandas em andamento e antecipou que um dos primeiros temas a ser encaminhado neste novo ciclo será o Projeto de Lei 2.963/2019 em tramitação na Câmara dos Deputados que permite a venda de terras a estrangeiros no Brasil e mobiliza os agricultores familiares ligados à

Fetag-RS. A pedido de Weber, os impactos do projeto serão tema de audiência pública da Comissão de Agricultura no próximo dia 18. “Sei da responsabilidade em dar continuidade ao trabalho desenvolvido até aqui, estarei comprometido, mais do que nunca, com esse segmento de onde eu sou oriundo. Além disso, vamos priorizar o debate deste projeto que tramita em Brasília e que, se aprovado, prejudicará a nossa agricultura familiar. A frente será um fórum importante para esta discussão”, salientou Weber

Já o deputado Edson Brum destacou ações da Frente junto aos governos estadual e federal que ajudaram a amenizar os danos causados pela estiagem, como a destinação de recursos para a perfuração de poços artesianos e abertura de açudes nos municípios e iniciativas para mitigar os efeitos da pandemia no meio rural. O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Gabriel Souza (MDB) ressaltou a pujança do setor primário e ressaltou o papel das Frentes na organização e fortalecimento das demandas setoriais.

Governo esclarece dúvidas sobre venda de bebidas O governo do Estado esclareceu que o Decreto 55.782, publicado na sexta-feira (5), que restringe a venda de itens não essenciais em estabelecimentos que podem seguir abertos durante a vigência da bandeira preta, não proíbe a venda de bebidas, alcoólicas e não alcoólicas. "Está circulando uma informação incorreta de que proibimos a venda de bebidas – alcoólicas e não alcoólicas – em supermercados. As bebidas em geral estão dentro do item alimentação e podem, sim, ser comercializadas. Não caia em fake news e não espalhe a desinformação", destacou o governador Eduardo Leite, em publicação nas redes sociais. O decreto define que, a partir de segunda-feira (8) – dando tempo para que possam se reorgani-

zar –, os estabelecimentos que estão autorizados a abrir, segundo os protocolos de cada bandeira, e que realizem mais de um tipo de atividade deverão observar as limitações, horários, modalidades e protocolos para cada tipo de atividade. Ou seja, os estabelecimentos ficam proibidos de prestar um serviço ou comercializar produtos não essenciais nos horários de funcionamento reservados às atividades essenciais. Os itens não essenciais, inclusive, não poderão ficar expostos nas prateleiras. Podem estar cobertos por lonas - o importante é que estejam fora do alcance dos clientes. Vale lembrar que o comércio de não essenciais está permitido pela modalidade de tele-entrega, mesmo na bandeira preta.


Folha

Médico gaúcho homenageia esposa em clipe produzido durante a pandemia

Paulo Bala encontra na música a forma para aliviar o estresse vivido diariamente como emergencista

Cultura Geral

TERÇA-FEIRA, 9 deMARÇO março DE de 2021 TERÇA-FEIRA, 9 DE 2021

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br Cirurgião plástico mineiro que é referência mundial em sua área

© Revistas COQUETEL

O dono do imóvel (pl.)

Birrenta (a criança)

Praça indígena (bras.)

Começa a ser visto; torna-se visível

Versão tupiniquim da CIA (sigla)

Processo Espécie; feitio essencial ao fabrico Tesla da cerveja (símbolo)

A cortiça, em relação ao sobreiro

Atitude de torcedores que faz com que o árbitro paralise a partida (fut.)

2, em algarismos romanos Zelosa

Vai ao chão Selton Mello, ator

Correio Aéreo Nacional, completa 90 anos em 2021 (sigla)

Carga de substituição de objetos

7ª letra Raça de gatos de origem turca Revista como “Luluzinha” Fã

Trabalhos finais dos doutorandos Prato da Festa do Pinhão, em Lages (SC)

País litorâneo da África Ocidental (?) de Interlagos, sedia o GP do Brasil

Mau cheiro da manteiga estragada (?) da Paz, postal de Belém (PA)

Cansaço; exaustão Ninfa amada por Zeus (Mit.)

"Desenvolvimento", em BNDES

(?) Glory, a bandeira dos EUA Pão, em inglês

Banda britânica de rock progressivo (?) da Caverna, parábola narrada por Platão em sua obra "A República"

Situação da mulher inadimplente

Título de Pedro I (Hist.)

De cor vermelha viva (as camisas) Vitamina dos frutos O arquivo cítricos que não funciona mais (Inform.)

14

Solução M A G A G P

I R V O P A I B T I A N N G U T Y E A I T R C O

P I F R A C E O C A R P S M R E C E I A N E T T E A E A R A N Ç I T Ã O D R O S E D E V E O E R U B R A R R O M

L N T A A I C A I G O R E S E A F O I O L M O O B D O R B E S A P I D

I N V A S Ã O D E C A M P O

BANCO

"(?) Estar", quadro do "É de Casa" (TV)

3/old — our — yes. 4/abin — gana — mito. 5/bread — casca. 6/angorá. 9/entrevero.

No início de fevereiro lançou o novo single “Coisa de Louco”, que ganha agora uma versão em clipe produzido pela CA Estúdio e disponibilizado no YouTube. A música é uma homenagem a sua esposa. As músicas tem forte identificação com os ritmos regionais gaúchos, mas as influências do músico são muitas; circulam de Beatles, U2, BB King, Tim Maia à artistas gaúchos como Cesar Passarinho, Vitor Ramil, Kleiton & Kledir e Wilson Paim. Todo o trabalho tem a produção musical assinada por Tiago Suminsky, percussão de Ariel Lopes, gaitas de Paulinho Goulart e produção executiva de Paulo Fens.

Beto Carrero, empresário paulista

Nosso, em inglês Sigla das rodovias federais

O médico gaúcho Paulo Bala encontrou na música uma forma de aliviar a pressão do dia-a-dia como emergencista da UPA Moacyr Scliar em Porto Alegre. Médico há mais de 30 anos, Paulo relata que como profissional da linha de frente, tem sofrido um dos momentos mais difíceis de sua carreira. Como forma de aliviar o estresse causado pela pandemia, de abril a dezembro de 2020 Paulo Bala produziu 8 músicas que estão sendo lançadas ao longo deste ano e que traduzem um pouco o universo da medicina e sua vida pessoal, entre cura e sentimentos. A primeira canção desta série foi lançada em janeiro, com o título de “O amor que a natureza fez crescer”.

“(?) os Deuses Astronautas?”, livro

55


6

Geral

TERÇA-FEIRA, 9 DE MARÇO DE 2021

Valor médio de auxílio emergencial será de R$ 250, diz Guedes

Fachin, do STF, anula condenações do ex-presidente Lula

O ministro Edson Fachin, do STF (Supremo Tribunal Federal), anulou nesta segunda-feira (8/3) as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no âmbito da operação Lava Jato. Dessa forma, o petista volta a ser elegível. As condenações anuladas são: triplex do Guarujá, sítio de Atibaia e doações ao Instituto Lula. Na avaliação do ministro, as ações não poderiam ter corrido em Curitiba porque os fatos apontados

não têm relação direta com o esquema de desvios na Petrobras. “Com as recentes decisões proferidas no âmbito do Supremo Tribunal Federal, não há como sustentar que apenas o caso do ora paciente deva ter a jurisdição prestada pela 13a Vara Federal de Curitiba. No contexto da macrocorrupção política, tão importante quanto ser imparcial é ser apartidário”. Agora, as ações serão analisadas pela Justiça Federal do Distrito Federal.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, disse ontem (8/3) que o valor médio do novo auxílio emergencial deve ser de R$ 250 por pessoa. A declaração foi dada em entrevista à imprensa no Palácio do Planalto, após reunião com o presidente Jair Bolsonaro para tratar da compra da vacinas contra covid-19. “É vacina, e justamente manter a economia em movimento, esta é a prioridade do governo”, disse. A expectativa é que o valor comece a ser pago

Marcelo Camargo/Agência Brasil

ainda neste mês, com a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição

186/2019, a chamada PEC Emergencial. O texto possibilita o

pagamento do auxílio com créditos extraordinários sem ferir o teto de gastos públicos. De acordo com Guedes, a decisão sobre a amplitude do auxílio emergencial é do Ministério da Cidadania. “Nós [Ministério da Economia] só fornecemos os parâmetros básicos”, disse o ministro. Segundo ele, o valor para mulher chefe de família monoparental deve ser de R$ 375 e, no caso de homem, de R$ 175. “Se for casal, já são R$ 250”, informou.

OPORTUNIDADES DE TRABALHO PRIME RH GRAVATAÍ Soldador Mig Mecânico de Manutenção Industrial Agenciador de Imóveis Ajudante de Serralheiro Soldador Eletricista Serralheiro Pedreiro Operador de Munck Auxiliar Técnico de Instalação de Acessório Analista Financeiro Mecânico Industrial Técnico de Refrigeração Industrial Estágio em Contabilidade Estagiário de Telemarketing Assistente Fiscal / Contábil Operador de Forno Estagiário Técnico em Enfermagem Operador de Dobradeira/Viradeira Supervisor Comercial Operador de Empilhadeira Operador Comercial Supervisor de Equipe Auxiliar de Produção Assistente de Expedição Programador CNC

Técnico em Edificação Estagiário de Marketing Digital Consultor de Vendas de Consórcios Estagiário de Atendimento CACHOEIRINHA Instalador de Antenas Auxiliar Administrativo Estagiário Administrativo Auxiliar de Manutenção Predial Estagiário Técnico em Edificações Os candidatos precisam fazer o cadastro do currículo no site primerrh.com.br e em seguida se candidatar na vaga desejada. Mais informações pelo 51 98490.1533.

SINE CACHOEIRINHA Ajudante de eletricista - 3 Consultor de vendas - 2 Mecânico de manutenção de máquinas, em geral - 2 Montador de andaimes (edificações) - 4 Operador de empilhadeira - 1 Operador de máquinas fixas, em geral - 16

CASOS DE COVID-19

Rio Grande do Sul: Casos: 691.405 | Óbitos: 13.562 Gravataí: Casos: 14.329 | Óbitos: 360 Cachoeirinha: Casos: 7.727 | Óbitos: 194

VACINAÇÃO COVID-19

RS: Doses receb.: 1.098.400 | Aplicadas: 682.068 Gravataí: Doses receb.: 16.042 | Aplicadas: 10.637 Cachoeirinha: Doses receb.: 7.574 | Aplicadas: 5.168 * Dados da SES e MS contabilizados até às 16h de ontem.

COTAÇÕES Arroz (50kg): R$ 84,69 Soja (60 kg): R$ 174,34 Milho (60 kg):R$ 89,07 Boi Gordo (@):R$ 301,10 Açúcar (50 kg): R$ 106,79

Suino (kg): R$ 7,16 Cordeiro(kg): R$ 9,00 Leite (Litro): R$ 1,80 Frango (kg): R$ 6,38 Dolar: R$ 5,69

Operador de tratamento térmico - 2 Soldador - 1 O Sine Cachoeirinha (Av. Flores da Cunha, 2209 - Parada 54) atende das 8h às 14h. Agendamento pelo 51 98599-8267 ou e-mail cachoeirinha@fgtas.rs.gov.br.

SINE GRAVATAÍ Armazenista - 1 Auxiliar administrativo - 2 Atendente de balcão - 6 Atendente de lanchonete - 1 Auxiliar administrativo - 1 Auxiliar de cozinha - 2 Cozinheiro geral - 2 Fresador cnc - 1 Funileiro montador - 1 Mecânico de manutenção de máquina industrial - 1 Motorista de automóveis - 1 Pedreiro - 2 Torneiro mecânico - 1 O Sine Gravataí está fechado. Atendimento somente através dos telefones (51) 3484.2281 / 98462-0996.

Leia as versões digitais do JG e da FC. De Graça! Acesse o site 2M Notícias e aproveite.


quartas-feiras e o Bingo da Maturidade às sextas-feiras.

Bingo da Maturidade, a partir das 17h, no www.facebook.com/sescredencao.

Geral

TERÇA-FEIRA, 9 DE MARÇO DE 2021

ONU: 931 milhões de toneladas de alimentos foram para o lixo em 2019

Cerca de 931 milhões de toneladas de alimentos – 17% do total disponível aos consumidores em 2019 – foram para o lixo de residências, do comércio varejista, de restaurantes e de outros serviços alimentares, segundo pesquisa da Organização das Nações Unidas (ONU). O montante equivale a 23 milhões de caminhões de 40 toneladas carregados, o que, segundo a entidade, seria suficiente para circundar a Terra sete vezes. O Índice de Desperdício de Alimentos 2021, do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma) e da organização parceira WRAP, do Reino Unido, divulgado esta semana, analisa sobras alimentares em pontos de venda, restaurantes e residências – considerando partes comestíveis e não comestíveis, como ossos e conchas. Foram observadas, ao todo, 152 unidades em 54 países. De acordo com o documento, o desperdício de alimentos é um problema global e não apenas de países desenvolvidos. As perdas de alimentos foram substanciais em quase todas as nações onde o desperdício foi medido, independentemente do nível de renda. A maior parte desse desperdício, segundo o relatório, tem origem em residências – 11%

do total de alimentos disponíveis para consumo são descartados nos lares. Já os serviços alimentares e os estabelecimentos de varejo desperdiçam 5% e 2%, respectivamente. Em termos globais per capita, 121 quilos de alimentos são desperdiçados por consumidor a cada ano. Desse total, 74 quilos são descartados no ambiente doméstico. O desperdício tem impactos ambientais, sociais e econômicos significativos, assinala o relatório. Entre 8% e 10% das emissões globais

de gases de efeito estufa, por exemplo, estão associadas a alimentos não consumidos, considerando as perdas em toda a cadeia alimentar. Mudança climática A diretora-executiva do Pnuma, Inger Andersen, avalia que a redução do desperdício de alimentos ajudaria a reduzir as emissões de gases de efeito estufa, retardaria a destruição da natureza, aumentaria a disponibilidade de comida e, assim, reduziria a fome, além

de contribuir para economizar dinheiro em um momento de recessão global. "Se quisermos levar a sério o combate à mudança climática, à perda da natureza e da biodiversidade, à poluição e ao desperdício, empresas, governos e cidadãos de todo o mundo devem fazer a sua parte para reduzir o desperdício de alimentos”, disse, ao destacar que a Cúpula de Sistemas Alimentares da ONU deste ano será uma oportunidade de lançar “novas e ousadas” ações para enfrentar o

7

desperdício alimentar. Segundo a ONU, o total de 690 milhões de pessoas afetadas pela fome ao longo de 2019 deverá crescer de maneira acentuada por conta da pandemia de covid-19. Além dessa parcela da população global, existem também, de acordo com a entidade, 3 bilhões de pessoas incapazes de custear uma dieta saudável. Uma das sugestões apontadas no relatório é que os países incluam o desperdício de alimentos nas Contribuições Nacionalmente Determinadas (NDCs, na sigla em inglês) no âmbito do Acordo de Paris, enquanto fortalecem a segurança alimentar e reduzem os custos para as famílias. O documento também defende a prevenção do desperdício de alimentos como uma área primária a ser incluída nas estratégias de recuperação da covid-19. Cerca de 14 países já possuem dados sobre o desperdício doméstico de alimentos coletados de forma compatível com o índice do Pnuma. Outros 38 países têm dados sobre desperdício doméstico que, com pequenas mudanças na metodologia, cobertura geográfica ou tamanho da amostra, permitiriam a criação de uma estimativa compatível

Em apoio a setores atingidos pela pandemia, governo adia 2MNOTICIAS.COM.BR datas de vencimento para cerca de R$ 600 milhões em ICMS Com o agravamento da pandemia no Rio Grande do Sul e das consequências econômicas, o governador Eduardo Leite anunciou, na manhã desta segunda-feira (8/3), a prorrogação de datas de vencimento do ICMS em setores mais diretamente afetados pelas restrições de funcionamento. As medidas, fruto do diálogo com entidades representantes de setores produtivos e de solicitações de deputados da base aliada, serão efetivadas por meio

de decretos dentro da autonomia existente no Conselho Nacional de Política Fazendária (Confaz). “Estamos vivendo um momento crítico, em que a taxa de contágio atinge o maior valor desde o início da pandemia. Temos uma rápida ocupação dos nossos leitos de UTI e, por isso, medidas restritivas na área econômica se fizeram importantes para derrubarmos essa taxa de contágio. Sabemos que isso tem impacto no lado econômico para muitas empresas

e setores, por isso, determinei à nossa Secretaria da Fazenda que fizesse todo o esforço possível, dentro das nossas restritas possibilidades, para que ajudássemos a aliviar esse peso sobre empresas e setores que estão sendo especialmente atingidas por conta das restrições”, afirmou o governador em transmissão ao vivo pelas redes sociais. A primeira mudança anunciada é o adiamento da data de vencimento do ICMS do dia 12 para o dia

25 nos meses de março e abril, para estabelecimentos comerciais do regime geral de tributação. Ficam de fora armazéns, mercearias e similares (CAE 8.02); supermercados e minimercados (CAE 8.03); e farmácias (CAE 8.05) - já que estão funcionando na bandeira preta. Assim, os contribuintes envolvidos no comércio de itens não essenciais, que deveriam recolher o ICMS referente às vendas de competência fevereiro (12 de março) e março (12 de

abril) terão prazo dilatado para fazê-lo. Estima-se que a medida envolva cerca de R$ 500 milhões de ICMS. Além disso, para todas as empresas do Simples Nacional, de qualquer setor econômico, o Estado ampliará em 30 dias o prazo de recolhimento dos valores referentes à Diferencial de Alíquota (Difal), o chamado “imposto de fronteira”, e à substituição tributária. Atualmente, esses valores são recolhidos no

dia 23 do segundo mês subsequente ao fato gerador e passarão, assim, para o terceiro mês. Ou seja, as competências de janeiro (que venceriam dia 23 de março), fevereiro (23 de abril) e março (23 de maio) são automaticamente dilatadas em 30 dias. No caso dos pagamentos do principal do Simples, será preciso seguir a regulamentação nacional, permanecendo dia 20. Estima-se que essa medida envolva cerca de R$ 100 milhões de ICMS.

Diretor geral: Moacir Menezes Diagramador/Editor: Jacson Dantas/Filipe Foschiera PublicaçãodaempresaGráficaJornal2MLtda CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Registro nº 39987 do livro A-4 51 3421.3381 www.2mnoticias.com.br jornaldegravatai@gmail.com Fundação: 22 de março de 2005 Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira nº 6125 - Pda. 64 - Bairro São Vicente - CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil

Filiado:

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal


8

TERÇA-FEIRA, 9 DE MARÇO DE 2021

Cidadania - Eu faço a minha parte

Contracapa

Empresário higieniza, voluntariamente, a frota da Guarda Municipal Há um ano, Moisés tem feito este trabalho em veículos da segurança pública

Na manhã desta segunda-feira, 8, a solidariedade tomou conta do pátio da Guarda Municipal (GM). Com os negócios parados há cerca de um ano, devido à pandemia da covid-19, Moisés Christimann, de 42 anos, proprietário de uma empresa de treinamento para emergências, no município de Gravataí, se disponibilizou a sanitizar a frota de veículos da instituição. Mesmo com as atividades interrompidas, Moisés tem buscado uma forma de fazer a sua parte para auxiliar as áreas da segurança pública durante o período da pandemia. Em busca de promover um ambiente mais seguro para as guarnições, desde o ano passado o empresário tem feito este trabalho em órgãos da segurança pública. Moisés lembra que não se trata de uma dedetização, mas sim de uma

Caroline Barcelos/PMG/Divulgação

sanitização. Com isso, não é aplicado nenhum tipo

de veneno. Os produtos utilizados são os mesmos

dos hospitais, porém mais fracos, e tem duração de 7

Sindimulher doa máscaras para empreendedoras pelo Dia da Mulher

Diante do cenário atual causado pela crise do Covid-19, o Sindilojas Gravataí, por meio do Sindimulher, faz doação de máscaras para as mulheres empreendedoras. O material foi doado para marcar o Dia Internacional da Mulher e em prol de uma ação solidária frente a situação de pandemia. Conforme a coordenadora do Sindimulher, Cerli Dal

Santo, serão distribuídas centenas de máscaras para o comércio local, dividas entre as lojistas associadas do Centro, da Morada do Vale, supermercados, padarias, entre outros estabelecimentos das paradas e do Parque dos Anjos. “A ideia é lembrar das mulheres sem nenhum tipo de aglomeração. Gostaríamos de ampliar esta entrega, mas em virtude da

pandemia não foi possível. Queremos representar o dia 08 de março, data que se comemora o Dia Internacional da Mulher, com esta entrega às mulheres associadas e parceiras da entidade”. De acordo com o presidente José Rosa, esta é uma iniciativa que faz parte do programa de ações de solidariedade para marcar o mês da mulher e em combate ao

a 15 dias. “O meu intuito é proteger quem nos prote-

ge. A falta destes profissionais implica diretamente na nossa vida cotidiana”, lembra Moisés. O trabalho, feito totalmente de forma voluntária, gerou o chamado voluntariado sustentável. Com uma maior visibilidade, os empresários começaram a solicitar a sanitização das dependências das indústrias. Com os recursos adquiridos, o empreendedor tem conseguido manter a si mesmo e ao trabalho voluntário, que requer a compra de equipamentos e produtos. “Nós somos muito gratos ao Moisés pela sanitização voluntária nos veículos da Guarda Municipal. Essa ação vai promover mais segurança para o efetivo que está nas ruas em contato direto com a comunidade”, destacou o secretário substituto de Assuntos de Segurança Pública, André Brito. Divulgação

Covid-19. “O comércio não pode parar. Precisamos fazer a economia girar e, ao mesmo tempo, respeitando os critérios estabelecidos pelo Decreto Municipal. Cuidar de si é também cuidar do outro e, neste período de dificuldades, é fundamental transmitir este gesto para as mulheres que merecem todo nosso carinho especial”.

Entrega da Carteira de Identificação do Transtorno Espectro Autista está suspensa durante a vigência da bandeira preta

A Prefeitura de Gravataí informa que, durante o período da bandeira preta, estão suspensas as entregas das Carteiras de Identificação do Transtorno do Espectro Autista (Ciptea).

A solicitação presencial e via email (sgcom.apppd@gravatai. rs.gov.br), contudo, segue normalmente. O motivo da suspensão das entregas é que na retirada do

documento é coletada a digital da pessoa com espectro autista, o que fica inviável devido ao momento delicado da pandemia da covid-19 que a cidade está enfrentando.

Veja o que é preciso para a confecção da Ciptea: Atestado médico, constando nome completo e CID; Cópia do comprovante de residência em Gravataí; Cópia da carteira de identidade

2MNOTICIAS.COM.BR

e CPF da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista; Cópia da carteira de identidade do responsável; Foto 3x4; Fornecer telefone de contato e/ou e-mail para dados cadastrais.

Profile for Jornal de Gravataí

Jornal de Gravataí. Terça-feira, 9 de março de 2021. Edição 3662.  

Jornal de Gravataí. Terça-feira, 9 de março de 2021. Edição 3662.  

Advertisement