{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade.

Page 1

Entre em contato com a redação do JG pelo Whatsapp (51) 9 9415.3122

Gravataí, quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019 ANO XIV | Edição # 3337 | Diário | Venda avulsa R$ 1,00

33ª Feira do Livro de Gravataí começa na próxima segunda

Teatro do Sesc recebe show de tributo ao Abba no dia 22

Internet/Reprodução

PMG/Divulgação

página 6

O cartão cheio de benefícios para sua empresa. MasterAssist Plus: Assistência Médica em Viagens. Seguro Garantia Estendida Original. BanriClube: Programa de Vantagens.

Banrisul Mastercard Business Platinum banrisul.com.br/mastercardbusiness /banrisul

/bancobanrisul

SAC: 0800.646.1515 - Deficientes Auditivos e de Fala: 0800.648.1907 Ouvidoria: 0800.644.2200 - Deficientes Auditivos e de Fala: (51) 3215.1068

Solicite o seu em uma agência Banrisul.

Sujeito à análise de crédito e cadastro na data da contratação.

página 3


2 Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

Variedades

opinião

O PODER DE QUEM TEM CANETA CHEIA

O pre­sidencialismo de coalizão no Brasil terá vida longa? A interrogação leva em conta a propensão do atual governo em manter certa distância dos representantes políticos temendo pressão por espaços e cargos na estrutura. A esfera parlamentar, observa-se, quer ganhar proeminência e maior independência do Executivo. Aliás, nessa direção age o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, ao procurar impor a pauta dos deputados e levar adiante um avançado programa reformista. Há uma premissa verdadei­ra, mas desprezada pelo presidente Bolsonaro: “quanto mais extensa a aliança em torno do Executivo, maior a probabilidade do governante administrar sismos nas frentes congressuais e garantir a governabilidade”. Siglas e blocos, sob essa ideia, teriam largo espaço na condução do País. Essa relação de troca tem sido medida histórica do equilíbrio entre os dois Poderes. O presidencialismo de coalizão alimenta-se da base política e esta come do seu pasto para engordar. Mas Bolsonaro considera essa hipótese como “velha política”. O presidencialismo mitigado, ou um parlamentarismo à moda francesa, até foi tentado pelo presidente Michel Temer, que, de certa forma, governou com o Parlamento. Mas o DNA do presidencialismo está bem presente em nossa cultura política. A semente presidencialista viceja em todos os espaços. O termo presidente faz ecoar grandeza, forma associação com a aura do Todo-Poderoso, com as vestes do monarca, com a caneta do homem que tem influência, poder de mandar e desmandar. Até no futebol o presidente é o mandachuva. O chiste é conhecido: como o ato mais importante da partida de futebol, o pênalti deveria ser cobrado pelo presidente. O culto à figura do presidente e, por extensão, a outros atores com o poder da caneta faz parte da glorificação em torno do Poder Executivo. Tronco do patrimonialismo ibérico. Herdamos da monarquia os ritos da Corte: admiração, bajulação, respeito e mesuras, incluindo o beija-mão. O sociólogo francês Maurice Duverger defende a tese de que o gosto latino-americano pelo sistema presidencialista

tem que ver com o apa­rato monárquico na região. O vasto e milenar Império Inca, com seus grandes caciques, e depois o poderio espanhol, com seus reis, vice-reis, conquistadores, aventureiros e corregedores, plasmaram a inclinação por regimes de caráter autocrático. O presidencialismo por estas plagas agrega uma dose de autocracia. Já o parlamentarismo que vicejou na Europa se inspirou na ideologia liberal da Revolução Francesa, cujo alvo era a derrubada do soberano. Isso explica a frie­za europeia ante o modelo presidencialista. A disposição monocrática de exercer o poder vem, no Brasil, desde 1824, quando a Constituição atribuiu a chefia do Executivo ao imperador. A adoção do presidencia­lismo, na Carta de 1891 – que absorveu princípios da Carta americana de 1787 –, só foi interrompida no interregno de 1961 a 1963, quando o País passou por ligeira experiência parlamentarista. Assim, o presidencialismo se eleva ao altar mais alto da cultura política. O poder que dele emana impregna a figura do man­ datário, elevado à condição de protetor, benemérito. Essa imagem ganha tintas fortes no desenho de nossa cidadania. De acordo com o traçado do sociólogo Thomas Marshall, os ingleses construíram sua cidadania abrindo, primeiro, a porta das liberdades civis, depois, a dos direitos políticos e, por fim, a dos di­reitos sociais. Entre nós, os direitos sociais precederam os outros. A densa legislação social (benefícios trabalhistas e previdenciários) foi implantada entre 1930 e 1945, no ciclo de castração de direitos civis e políticos. Portanto, o civismo e o sentimento de participação fica­ram adormecidos por muito tempo no colchão dos benefícios sociais. Imaginar que o parlamentarismo terá chance só mesmo ante uma ruptura mais acentuada entre o Executivo e o Legislativo. E com a aprovação popular. Por enquanto, temos de conviver mesmo com o fardão presidencialista.

Gaudêncio Torquato

jornalista, é professor titular da USP, consultor político e de comunicação

click

O Natal está chegando e com ele o aumento de vagas temporárias no setor de logística. Conforme dados da Associação Brasileira de Trabalho Temporário, o número de vagas temporárias para atender as demandas de transporte de cargas pode crescer cerca de 15% em relação ao mesmo período do ano passado.

PREVISÃO DO TEMPO

Fonte: ClicTempo

RADAR Ao menos 12 pessoas, incluindo três crianças, morreram nesta quarta-feira (13) na explosão de um carrobomba em Cabul, no Afeganistão, que também deixou 20 feridos, de acordo com um balanço atualizado divulgado pelo ministério do Interior. O atentado, executado por um micro-ônibus repleto de explosivos, tinha como alvo um veículo de uma empresa de segurança estrangeira chamada GardaWorld, afirmou o porta-voz do ministério, Nasrat Rahimi. O ataque

Omar Sobhani/Reuters

aconteceu um dia depois do anúncio do presidente afegão, Ashraf Ghani, sobre a intenção de libertar três prisioneiros talibãs

importantes em uma aparente troca por dois professores estrangeiros sequestrados por insurgentes em 2016. AFP

NAS REDES

Famosa estátua Manneken Pis, monumento que fica no centro de Bruxelas, na Bélgica, é vista vestida com trajes para marcar o Dia Mundial da Pneumonia, celebrado no dia 12 de novembro. Agências de saúde afirmam que a enfermidade mata no mundo em média uma criança a cada 39 segundos — Foto: John Thys/AFP

O RS precisa avançar. Não podemos nos conformar com o discurso de q fazemos o q é possível, mesmo em crise. Depois de 10 meses de cuidadosos estudos sobre a situação fiscal e de diálogo com parlamentares, sindicatos e toda sociedade, chegamos à versão final da Reforma do Estado. Eduardo Leite. Governador do RS. Ao apresentar pacote de reforma administrativa do Executivo estadual à deputados na manhã desta quarta-feira.


Cidade

Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

33ª Feira do Livro de Gravataí começa na próxima segunda

3

O ator e patrono da Feira, Zé Víctor, e o jornalista Túlio Milman participam da abertura às 20h A Prefeitura de Gravataí, por meio da Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer (SMCEL), promove a 33ª Feira do Livro, que acontece entre os dias 18 ao dia 24 de novembro, na Praça da Bíblia. O encontro com o patrono Zé Víctor Castiel acontece com intermediação do jornalista Túlio Milman, será na próxima segunda-feira, 18 de novembro. O evento proporciona uma maior proximidade com os livros e estimula esse hábito tão saudável que é a leitura. Com uma vasta programação cultural, o evento mostra a importância da leitura e de oportunizar que o público local mostre suas obras. O tema escolhido para a Feira, "Literatura em Cena", aborda a interface da literatura nos diferentes segmentos culturais. "Anteriormente foi a música, este ano é a importância e a influência da literatura no mundo das artes cênicas", contou a secretária da SMCEL, Fernanda Fraga. Patrono deste ano, o ator, escritor, diretor e colunista José Victor

Fotos: PMG/Divulgação

Assine já! por apenas

Castiel, foi escolhido pois consegue unir o mundo da literatura com as artes cênicas. Com mais de 30 anos de carreira, Zé Victor Castiel nasceu em Porto Alegre e faz sucesso no teatro, televisão, cinema e nos livros. Entre seus trabalhos mais famosos estão: "Homens de Perto",

R$ 300,00

al Assinatura anu R$

75,00

trimestral

Atendimento de 2ª a 6ª das 8h as 18h

R$

no teatro; "A Casa das Sete Mulheres", na televisão; o livro "A morte do Clóvis & outras historinhas do teatro gaúcho" e "O Quatrilho", no cinema.

A 33ª Feira do Livro de Gravataí

Do dia 18 à 24 de novembro, 20 estandes

de livreiros e editoras e 29 sessões de autógrafos, marcam presença na Praça da Bíblia, em frente a Prefeitura. O seminário Gravataí Missioneira e o encontro com o patrono também já estão confirmados na agenda do evento. As crianças que participarem do evento podem participar da Tenda de Histórias, que ficará no espaço de segunda a sexta-feira. As atividades na Casa Coletiva acontecerão de segunda a sábado. A Feira ainda contará com palestras, encontros com autores, oficinas, espetáculos teatrais, circenses, de dança, de ilusionismo, apresentações musicais, rodas de conversa, maratona de desenhos e troca de livros. Promovendo outras áreas da cultura, a ação terá um espaço para exposição fotográfica e apresentará o cortejo de abertura de "O Livro em Cena". No encerramento da Feira ocorrerá um Concurso de Cosplayers - pessoas que se caracterizam de personagens de jogos, filmes, séries e animações, com premiação.

Ligue

51 3423.1792

150,00

semestral

Compromisso com a verdade


4 Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

Política

Pelos bastidores da política

L. Pimentel pimentel.ddc@gmail.com

“O homem que não lê bons livros não tem nenhuma vantagem sobre o homem que não sabe ler.” Mark Twain - Escritor

REPUBLICANOS REALIZA FILIAÇÕES Fernando Pacheco, conhecido popularmente como Fernando Deadpool, acaba de se filiar ao partido Republicanos. O ato ocorreu na noite do último sábado (09). O mais novo Republicano teve a ficha de ingresso abonada pelo presidente da legenda, Dr. Levi Melo e pelo dirigente local, o vereador Fábio Ávila. Levi frisou que no Republicanos se trabalha sempre com a ideia de que a política deve ser feita por aqueles que querem servir à comunidade. Levi disse que o Fernando tem uma reconhecida trajetória de lutas em favor da sua gente, realizando um belo trabalho voluntário de ações sociais em nossa cidade. Com isso, parece que aquela possibilidade de Levi Melo mudar de partido está fazendo água... vamos aguardar!

PROGRAMA HABITACIONAL O secretário estadual de Obras e Habitação, José Stédile, esteve reunido com o titular da pasta de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado, Ruy Irigaray. Trataram sobre o atraso dos repasses do governo federal que impedem a continuidade das obras do Minha Casa Minha Vida em 12 cidades gaúchas. A agenda foi um desdobramento do encontro entre Stédile e o governador Eduardo Leite, que vem buscando alternativas, inclusive tentando linhas de crédito para que as empresas reto-

mem a construção das unidades habitacionais até que o governo federal normalize os repasses. Atualmente, 25 empreendimentos habitacionais estão sendo construídos no Estado, totalizando 5.200 unidades. Após a conclusão das obras, cerca de 30 mil pessoas serão contempladas. Presentes os vereadores de Porto Alegre, Carlos Roberto Comassetto, o secretário de Habitação de Rio Grande, Gilmar Ávila, a presidente do Badesul, Jeanette Lontra, bem como representantes de Cooperativas Ha-

FOI BOM OU FOI RUIM A visita de Bolsonaro ao Oriente, afirma o governo, deu frutos – alguns ainda por confirmar, como o investimento de dez bilhões de dólares da Arábia Saudita quando, e em que setores? Mas os acordos com a China são de grande porte e podem abrir novas fronteiras de crescimento à agroindústria brasileira. Os chineses têm um ótimo know-how em trabalhos genéticos, e isso para nós é área nova que pode ser aproveitada. Também não lhes falta capital. Se não houver crises políticas, tem tudo para dar certo. Espera-se! And come with a lot of Money...

Comunicado A Vivo informa que, por motivo de falha em equipamento na central da operadora alguns telefones fixos da localidade de Gravataí - RS tiveram seu funcionamento prejudicado no dia 08/11/2019 das 16h12 às 19h15. Assim que houve a interrupção, enviamos equipes especializadas ao local e o equipamento danificado foi recuperado.

bitacionais, da Famurs, e do Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul (BRDE). A SOP também foi representada pelo diretor de

UM NOVO PARTIDO À VISTA

O manifesto da Aliança pelo Brasil, partido a ser criado pelo presidente Jair Bolsonaro, cita nominalmente o presidente e afirma que um de seus objetivos é resgatar o Brasil do massacre que vem sofrendo pela “degradação moral contra as boas práticas e os bons costumes”. O texto diz que o partido a ser criado – e cujo processo de formalização foi anunciado na terça por Bolsonaro quando comunicou a parlamentares do PSL, sua sigla atual, que deixará a legenda – abrigará a “grande

Diretor geral: Moacir Menezes

Habitação, Albano Gaddo, e pela diretora de Regularização Fundiária Letícia Gomes. A reunião ocorreu na Sedetur.

maioria de brasileiros que clamam por uma nova ordem de referências éticas e morais. Muito mais que um partido é o sonho e a inspiração de pessoas leais ao presidente Jair Bolsonaro, de unir o país com aliados em ideais e intenções patrióticas. Aliança é união e é força. E a Aliança pelo Brasil é o caminho que escolhemos e queremos para o futuro e para o resgate de um país massacrado pela corrupção e pela degradação moral contra as boas práticas e os bons costumes”.

LAVAJATISTAS PARTE DOIS... Sejamos justos, nada impede a Lava Jato de prosseguir seu trabalho, é só mudar alguns métodos mais contestados de investigação como interferência desnecessária, vazamentos etc. Mas é bom lembrar que o principal símbolo dessa Operação, o juiz Sergio Moro até hoje não moveu uma palha para cobrar investigações sobre Queiroz e os assassinos da vereadora Marielle. Até Deltan Dallagnol – aquele do Power Point - já não é unanimidade desde aquela dinheirama toda que tentou levar para uma fundação lavajatista. Já ficou claro que a Lava Toga, que seria a sucessora natural da Lava Jato, não vai sair. O Governo precisa dos parlamentares para que seus projetos avancem, mas muitos parlamentares preferem não incomodar quem julga. Dizem que não se deve brigar com quem não se conhece a força. Moro sabe que milicianos e certos assessores blindados criam problemas. Então ficam todos de acordo: um não mexe com o outro. Amigos para Siempre, como a música das olimpíadas de Barcelona em 1988. Outro assunto com poucas respostas. A libertação de Lula é boa ou não para Bolsonaro? Talvez boa: Bolsonaro perdeu parte de seu capital eleitoral nos primeiros meses de Governo, e hoje o próprio Moro é mais popular que ele. O crescimento de uma frente de esquerda (espera-se) traria de volta a polarização que levou muitos adeptos de outros candidatos a votar em Bolsonaro, como opção contrária ao PT. Isso poderia esvaziar nomes com potencial do centro à direita, como Wilson Witzel e João Doria. Nós contra eles também não seria o melhor campo de disputa para Moro. E, cá entre nós, Bolsonaro deu uma grande mão no desarmamento da Lava Jato ao tirar o Coaf (que criou problemas para Queiroz, assessor de seu filho 01, Flávio) do Ministério da Justiça, e escondê-lo no Banco Central, com seu painel de controle longe do alcance das mãos de Moro. Isso ocorreu logo depois de o ministro Toffoli, aproveitando recurso do senador Flávio Bolsonaro, ter suspendido todos os processos judiciais que usassem informações recebidas do Coaf sem ordem judicial. Um senador, um ministro do STF, um presidente. Tudo isso e o ministro da Justiça, a quem havia prometido o Coaf, quietinho da silva.

Diagramador/Editor: Jacson Dantas/Filipe Foschiera

Depto. Comercial: Adilson Mendes

Filiado:

* Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores e não emitem a opinião do jornal

Publicação da empresa Gráfica Jornal 2M Ltda CNPJ nº 03.851.285/0001-62 51 3421.3381 / 3423.1792 www.2mnoticias.com.br jornaldegravatai@gmail.com Registro nº 39987 do livro A-4 Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira nº 6125 - Pda. 64 - Bairro São Vicente - CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil Fundação: 22 de março de 2005


Geral

Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

Governador Leite apresenta proposta final da Reforma RS

5

Na manhã desta quarta-feira (13/11), o governador Eduardo Leite apresentou a deputados estaduais e lideranças partidárias a versão final do conjunto de propostas que, na busca pelo equilíbrio das finanças, enfrenta o crescimento da despesa de pessoal modernizando a legislação sobre carreiras dos servidores e aplicando, em nível estadual, as novas regras previdenciárias aprovadas pelo Congresso. “A intensa agenda de diálogo que promovemos com a sociedade foi importante para ajustes nos projetos da Reforma que encaminharemos à Assembleia. As medidas não são simpáticas, mas fundamentais para o futuro do RS e para a segurança da aposentadoria dos servidores”, destacou Leite. “Não haverá condições mínimas de uma política de valorização do servidor sem o equilíbrio fiscal. Adiar mais uma vez a implementação dessas ações somente vai intensificar a crise fiscal, demandando ajustes ainda mais

dolorosos no futuro”, completou. A Reforma RS integra uma série de ações que o governo está adotando para enfrentar a crise fiscal e colocar as contas em dia. Privatizações, concessões e parcerias público-privadas, simplificação de leis e processos, modernização da estrutura de arrecadação tributária para aumentar as receitas, alongamento dos pagamentos de dívidas, revisão do impacto econômico dos benefícios fiscais, postura proativa nas questões federativas, controle permanente das despesas correntes, adesão ao Regime de Recuperação Fiscal e busca por receitas extraordinárias para alívio do fluxo de caixa são iniciativas paralelas e complementares. “Temos uma proposta de caminho, mas ela precisa ser chancelada pela população através dos seus representantes na Assembleia", disse o governador Leite Nem mesmo o sucesso dessas medidas será suficiente para alcançar o equilíbrio fiscal se o

Gustavo Mansur / Palácio Piratini

Após 10 meses de estudos da situação fiscal do RS e de diálogo com parlamentares, categorias de servidores, chefes de Poderes e representantes da imprensa, o governo concluiu as medidas que compõem a Reforma RS

governo não agir sobre o que mais impacta no orçamento do Estado – o gasto com pessoal. Entre janeiro e agosto de 2019, de todas as despesas liquidadas do Estado, mais de 82% foram destinadas para pagar salários e encargos sobre a folha. Por isso, a reforma se torna imprescindível para conter a trajetória de elevação das despesas de pessoal ativo e na previdência.

“É hora de o Estado enfrentar a sua verdade fiscal. Por mais dura que se apresente, essa realidade nos impõe tomar decisões que não impliquem em apontar culpados, mas encontrar novos caminhos, diferentes daqueles percorridos até aqui, que apontem para um futuro com equilíbrio das contas, maior transparência sobre os gastos públicos e modernização das relações

do Estado com a sociedade, onde se incluiu obrigatoriamente os servidores públicos”, apontou o governador. “Temos uma proposta de caminho, mas ela precisa ser chancelada pela população através dos seus representantes na Assembleia para que, efetivamente, possamos trilhar esse caminho.” Garantindo que todos os direitos do funcionalismo estarão assegurados,

Leite esclareceu que o governo busca, com a reforma, adotar no RS medidas que já são realidade há muitos anos no serviço público federal e em outros entes federados, em especial aqueles que já encontraram o necessário equilíbrio, bem como as que refletem a recém promulgada Emenda Constitucional 103/2019 – chamada de reforma da Previdência.

Pesquisa internacional busca pacientes para avaliar nova terapia contra o câncer de próstata O Hospital Moinhos de Vento, de Porto Alegre, está selecionando pacientes para mais um estudo internacional sobre a imunoterapia, técnica que estimula o organismo a combater células cancerosas. A instituição busca pacientes com câncer de próstata para participar da pesquisa, que reúne 70 centros médicos de excelência em todo o mundo. Podem participar do estudo (NCT03338790) pacientes com confirmação histológica de adenocarcinoma da próstata, evidência de metástase e que estejam em uso de terapia de privação

androgênica (ADT), com um análogo ao hormônio de liberação de gonadotrofina (GnHR) ou orquiectomia bilateral. Pacientes que receberam as medicações abiraterona ou enzalutamida, ou ambas, são elegíveis. "Trata-se do tipo mais comum de câncer de próstata, que atinge mais de 95% dos pacientes", diz Pedro Isaacsson, Gerente Institucional de Pesquisa do Hospital Moinhos. O trabalho avaliará a utilização do medicamento nivolumabe. A participação no estudo, realizado em parceria com o laboratório Bristol-Myers, não

terá custo para os pacientes. Aqueles que forem selecionados contarão com a infraestrutura de ponta da instituição durante todo o processo, para o acompanhamento médico e exames. Os interessados devem entrar em contato com o Instituto de Educação e Pesquisa do Hospital Moinhos de Vento pelo e-mail iep. pesquisa@hmv.org. br, ou telefone (51) 3314.2965.

Seleção para estudos sobre câncer de mama

Além da pesquisa sobre o câncer de próstata, o Hospital Moinhos também está selecionando pacientes

para avaliar novos tratamentos contra o câncer de mama. Abertos em setembro, os dois estudos investigam os efeitos da imunoterapia sobre a doença, envolvendo 500 centros médicos de todo o mundo. A primeira frente estuda a combinação da medicação atezolizumabe com a quimioterapia contra o câncer de mama triplo negativo — sem receptores de estrogênio, progesterona e HER2, um dos subtipos mais agressivos, porém altamente curável nos estágios iniciais. Já o segundo levantamento avalia a associação da imunoterapia (pembrolizumabe)

no tratamento do câncer mamário com receptores hormonais positivos, tipo bastante comum. Da mesma forma, não há custo para a participação nas pesquisas, realizadas em parceria com os laboratórios Merck e Roche.

Novas pesquisas pela frente

Nos próximos meses, o Hospital Moinhos de Vento iniciará o recrutamento de pacientes para outros estudos internacionais, que avaliarão novas medicações para tumores da bexiga, vesícula biliar, pulmão, próstata e rins.

Confira os critérios do recrutamento: Estudo 1 (NCT03498716) - Câncer de mama triplo negativo operado recentemente (preferencialmente nas últimas quatro semanas) - Não ter feito quimioterapia préoperatória - Ter tumor igual ou com até 2 cm sem linfonodos axilares comprometidos; ou de qualquer tamanho com linfonodos axilares comprometidos - Não ter metástases à distância Estudo 2 (NCT03725059) - Câncer de mama com receptores hormonais positivos de grau III, com diagnóstico recente - Indicação de quimioterapia préoperatória (antes da cirurgia)


QUINTA, SEXTA, SÁBADO E DOMINGO, 14, 16 15, e1617e de 17 de novembro 2019 6 Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, novembro dede2019 6

Folha

Cultura Cultura

TEATRO DO SESC RECEBE SHOW DE TRIBUTO AO ABBA EM NOVEMBRO POR MEIO DE SUCESSOS COMO DANCING QUEEN, O ESPETÁCULO HOMENAGEIA A MARCANTE TRAJETÓRIA DA BANDA SUECA

No dia 22 de novembro, o Teatro do Sesc Gravataí (Rua Anápio Gomes, 1241) recebe, a partir das 21h, o show Abba The History, um tributo à banda sueca formada por Agnetha, Björn, Benny Anderson e Anni-Frid. Com um cuidado extremo em todos os detalhes, o espetáculo une a musicalidade, a harmonia vocal, os figurinos e as

coreografias que fizeram sucesso nos anos 70. As entradas estão à venda pelos sites site.blueticket.com.br e https:// www.tcheofertas.com.br e venda física na Livraria J.A. Junior (Rua Anápio Gomes, 1370 – Centro, Gravataí) por valores que variam de R$ 50 a R$ 140. Com uma atuação eletrizante, os

PEÇA TOC VOLTA AO THEATRO SÃO PEDRO Para celebrar o sucesso conquistado na temporada de 2019, retorna ao Theatro São Pedro o espetáculo “TOC- UMA COMÉDIA OBSESSIVA COMPULSIVA”, para as duas últimas apresentações do ano. Dias 23 e 24/novembro, sábado às 21h e domingo às 18h. A COMÉDIA TOC, carinhosamente assim chamada pelo público, volta ao palco do Theatro São Pedro, para encerrar o ano em grande estilo. O espetáculo, que tem lotado os teatros, vem conquistando o público com seu humor inteligente e uma verdadeira terapia do riso entre palco e plateia. Com autoria de Artur José Pinto, o texto foi escrito a pedido do diretor Lutti Pereira, para estrear no Festival Porto Verão Alegre e, desde então, vem fazendo uma carreira de absoluto sucesso. O autor enfatiza que o grande mote não são os transtornos em si e sim a importância do encontro na vida das pessoas e como esses encontros são potentes, terapêuticos e transformadores. No elenco os atores Daniel lion, Juliana Barros, Letícia Kleemann e Vinícuis Petry. Quatro personagens com diferentes tipos de TOC e paranoias encontram-se num consultório para uma sessão de terapia. Enquanto esperam pelo famoso Dr. Clóvis Schwartzmann, compartilham suas vidas e desenvolvem uma estranha e hilária relação. É impressionante o que as pessoas conseguem, juntas, quando olham de verdade umas para as outras. Logo após a sessão de sábado, dia 23 de novembro, haverá um bate-papo com o psiquiatra e psicoterapeuta Dr. Nelio Tombini, sobre o tema do espetáculo e suas implicações na vida das pessoas

músicos Najah Falcon, Diego Sena, Jheff Saints e Paty Andrade contam, por meio de sucessos como Gimme Gimme Gimme, Dancing Queen e The Name of The Game, a marcante trajetória do Abba nos palcos. Formado em 2013, o conjunto paulista já passou por mais de 200 cidades no Brasil e na América Latina.

MAIOR FESTIVAL DE ARTE AMADORA DO RS ACONTECE NESTE FINAL DE SEMANA EM SANTA CRUZ O Encontro de Artes e Tradição Gaúcha – ENART 2019 acontece nos dias 15, 16 e 17 de novembro, no Parque da Oktoberfest, em Santa Cruz do Sul. O festival estima receber 4.000 artistas amadores inscritos nas 29 modalidades. A solenidade de abertura acontece na sexta-feira, às 16 horas. O evento é organizado pelo Movimento Tradicionalista Gaúcho – MTG. O ENART 2019 conta com uma novidade na abertura artística do festival: além da tradicional apresentação do vencedor do ano anterior, que nesta edição fica a cargo do CTG Rancho da Saudade, o festival terá a apresentação dos vencedores do 1º ENART Pré-Mirim, Mirim e Juvenil que aconteceu em junho deste ano, em Soledade, projeto que incentiva os novos talentos do

movimento tradicionalista. As apresentações artístico-competitivas acontecem simultaneamente nos 10 palcos do parque e contam com as categorias de Danças tradicionais Força A e B, Danças Gaúchas de Salão, Chula, Declamação Feminina e Masculina, Intérprete Solista Vocal Feminina e Masculina, Conjunto Vocal, Gaita de Boca, Bandoneon, Gaita Piano e Gaita Botão, Violão e Viola, Violino ou Rabeca. Conjunto Instrumental, Trovas, Pajada, Causo, entre outras. Assim como a realização da 20ª Mostra de Arte e Tradição Gaúcha com a exposição e apresentação dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelas Prendas e Peões das 30 Regiões Tradicionalistas. A programação visa a valorização do artista amador do RS, o incentivo ao

Estampa da Tradição/Reprodução

desenvolvimento de novos talentos, a promoção do intercâmbio cultural e proporcionará um espetáculo de fomento e difusão da nossa arte e tradições.

Os municípios de Gravataí e Cachoeirinha estarão representados pelos CTGs Aldeia dos Anjos e Rancho da Saudade, respectivamente, nas Danças

Tradicionais Força A. O Aldeia se apresenta na sexta-feira e o Rancho sobe ao tablado do ginásio de Santa Cruz no final da tarde de sábado.


Folha

Esporte Esporte

QUINTA, SEXTA,sábado SÁBADOe Edomingo, DOMINGO, denovembro novembro de de 2019 Quinta, sexta, 14,14,15,15,1616e e1717de 2019 77

COM ALISSON DE VOLTA, SELEÇÃO BRASILEIRA ENFRENTA A ARGENTINA NESTA SEXTA-FEIRA dois argentinos, como Otamendi e Aguero, ele garante que a amizade e os objetivos em comum ficam lá no Manchester City, da primeira divisão inglesa. No clássico entre Brasil e Argentina, aí é cada um por si. "Falei com Otamendi, fiquei zoando ele. Disse que se ele trombasse eu ia devolver (risos). Quando estamos juntos no clube nadamos para o mesmo sentido. Agora defendo meu país, eles o país deles. Que eles façam o melhor dele lá, mas aqui é rivalidade", definiu. ALISSON COMEMORA VOLTA À SELEÇÃO Após uma sequência de pura felicidade, com a conquista da Liga dos Campeões pelo Liverpool e da Copa América pela Seleção Brasileira, o goleiro Alisson sofreu um pequeno revés. Uma lesão sofrida no início da temporada europeia o tirou das duas últimas convocações do técnico Tite. Após se recuperar das dores na panturrilha direita, que o

tiraram de jogos também pelo seu clube, Alisson voltou a atuar e, consequentemente, foi chamado novamente para a Seleção Brasileira. "Muito bom estar de volta nessa ambiente. Fiquei de fora nas últimas duas, mas estava querendo muito voltar. Recuperado 100%", comentou Alisson. Ciente das dificuldades que o Brasil terá pela frente, com um clássico diante da Argentina na sexta-feira (15), o último jogo do ano contra a Coreia do Sul na próxima semana e o início das Eliminatórias da Copa do Mundo em 2020, Alisson não quer perder tempo na preparação. "É muito gratificante estar aqui com essa rapaziada de alto nível, mas sabemos que temos muito trabalho pela frente para conquistarmos os nossos objetivos", finalizou. Brasil e Argentina se enfrentam às 20 horas (14 horas de Brasília) desta sexta-feira (15). A partida será realizada no King Saud University Stadium, em Riade, na Arábia Saudita.

Lucas Figueiredo/CBF

Há cerca de quatro meses, a Seleção Brasileira derrotava a Argentina na semifinal da Copa América 2019. O placar de 2 a 0 ilustra exatamente o que foi a partida: um clássico difícil, bem disputado, mas com final feliz para o Brasil. Na ocasião, Gabriel Jesus foi um dos destaques da equipe, com um gol e uma assistência. Agora, o atacante se prepara para um novo confronto com os vizinhos sul-americanos. Desta vez, a partida será disputada em Riade, na Arábia Saudita, na noite desta sexta-feira (15). Ainda com o último jogo na memória, Gabriel Jesus espera outra grande batalha pela frente. "Sempre bom jogar clássico dessa grandeza. Brasil e Argentina é o maior clássico do futebol. Sempre jogo muito difícil, com craques da bola do outro lado também. Tomara que seja um bom espetáculo e tomara que a gente saia vitorioso", comentou. Companheiro de clube de

CUESTA SOBRE COUDET: "TOMARA QUE POSSAMOS CAPTAR RAPIDAMENTE A IDEIA DELE" A próxima partida do Inter no Campeonato Brasileiro é um confronto direto na tabela de classificação. O Colorado encara o Corinthians na Arena do time paulista e o zagueiro Víctor Cuesta destacou a importância da partida do fim de semana. O defensor concedeu entrevista coletiva nesta quarta-feira (13/11), após o treinamento da equipe e projetou o duelo em São Paulo pela 33ª rodada. O argentino falou sobre o desafio do fim de semana contra o Corinthians. "É um jogo grande. Dois times que estão brigando pelo mesmo objetivo, na casa deles. Um campo muito bom para jogar e a gente tem qualidade

para fazer um grande jogo lá", enalteceu o defensor. o zagueiro indicou que o treinador argentino Eduardo Coudet trabalhará no Colorado na próxima temporada. Ao ser questionado se ele havia trabalhado com o profissional, o defensor respondeu como se o comandante do Racing já tivesse sido anunciado: “Eu não trabalhei com ele, mas enfrentei os times dele. São equipes muito intensas e que procura a goleira adversária. Joga para o ataque. Busca sempre o gol, com muita intensidade. Tomara que possamos captar rapidamente a ideia dele”, declarou. As atividades desta quarta co-

meçaram com exercícios físicos, tanto na academia, quanto no gramado do CT. Depois, o treinador Zé Ricardo comandou um treino intenso de ataque contra defesa, exigindo a construção ofensiva de quem estava com bola. Por último, um trabalho de cruzamentos e finalizações para fechar o dia. Serão mais três dias de treinos pela frente até a viagem para São Paulo. Na tabela de classificação, o Inter e o time paulista têm a mesma pontuação, 49 pontos, mas o Colorado fica na frente pelo números de vitórias, ocupando a sétima posição, lugar que coloca o Inter na próxima Copa Libertadores da América.

F1: HAMILTON DEFENDE CORRIDA EM SÃO PAULO Prestes a pilotar novamente no Autódromo de Interlagos, o inglês Lewis Hamilton defendeu nesta quarta-feira a permanência do GP do Brasil de Fórmula 1 em São Paulo. Surpreso com a possibilidade de a corrida ser transferida para o Rio de Janeiro, em 2021, o hexacampeão disse ser contra a mudança porque envolveria a derrubada de árvores, na Floresta do Camboatá, em Deodoro. É a primeira vez que ouvi sobre a corrida no Rio. Eu acho, honestamente, que tem muito dinheiro envolvido na construção destes circuitos. Já temos um circuito histórico aqui, não precisa derrubar árvores, destruir

mais território”, afirmou o piloto da Mercedes, nesta quarta, em São Paulo, às vésperas da penúltima etapa da temporada na Fórmula 1. Para Hamilton, fã declarado de Ayrton Senna, Interlagos tem importância histórica para a Fórmula 1. “Adoro a pista de Interlagos. Sou das antigas e acho que sempre temos que garantir a manutenção dos clássicos, e esse é um dos clássicos. Não sou um grande fã de mudanças, porém sei que o Rio é uma cidade fantástica. Já fui lá uma vez e foi fantástico. Se mudarem a corrida, não terá a mesma história de Interlagos. Lembro do Ayrton Senna e dos videogames ao pilotar nesta pista,

espero que continue assim.” Após conquistar por antecipação o seu sexto título da F1, na etapa passada, nos Estados Unidos, Hamilton tem poucas ambições no GP do Brasil deste ano. Atual vencedor da prova, ele busca a terceira vitória em solo brasileiro. O britânico e os demais pilotos da F1 vão para a pista pela primeira vez neste fim de semana às 11 horas desta sexta-feira, para o primeiro treino livre. O segundo começará às 15 horas. No sábado, a terceira e última sessão livre terá início às 12h e o treino classificatório, às 15h. A corrida está marcada para as 14h10 de domingo. Delmar Costa/Divulgação


8 Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

Geral

IMENSIDÕES do brasil PROCLAMAÇÃO DA REPÚBLICA do brasil

Nesta edição vamos relembrar o dia 15 de novembro de 1889, data em que o Marechal Deodoro da Fonseca proclamou a República do Brasil. L. Pimentel A Proclamação da República Brasileira foi um golpe de Estado político-militar ocorrido há exatos 130 anos, no dia 15 de novembro de 1889, um evento que instaurou a forma republicana-presidencialista de governo no Brasil, pondo fim à Monarquia constitucional parlamentarista do Império e, por conseguinte, destituindo o então chefe de estado, o imperador Dom Pedro II, que em seguida recebeu ordens para seguir ao exílio na Europa. A proclamação ocorreu na Praça da Aclamação (hoje Praça da República), na cidade do Rio de Janeiro, então capital do Império do Brasil, quando um grupo de militares do exército brasileiro liderados pelo marechal Deodoro da Fonseca, destituindo o imperador, assumiu um governo provisório republicano que se tornaria a primeira República Brasileira.

PERÍODO QUE ANTECEDEU O GOLPE

O movimento de 15 de novembro de 1889 não foi o primeiro a tentar instituir uma república no Brasil, embora tenha sido o único efetivamente bem-sucedido, e, segundo algumas versões, teria contado com apoio tanto das elites nacionais e regionais quanto da população de um modo geral. Em 1789, a conspiração denominada Inconfidência Mineira não buscava apenas a independência, mas também a proclamação de uma república na Capitania de Minas Gerais, seguida de uma série de reformas políticas, econômicas e sociais. Em 1817, através da Revolução Pernambucana — único movimento separatista do período colonial que ultrapassou a fase conspira-

tória e atingiu o processo revolucionário de tomada do poder — Pernambuco teve governo provisório por 75 dias. Em 1824, Pernambuco e outras províncias do Nordeste brasileiro (territórios que pertenceram outrora à província pernambucana) criaram o movimento independentista conhecido como Confederação do Equador, igualmente republicano, considerado a principal reação contra a tendência absolutista e a política centralizadora do governo de D. Pedro I. Em 1839, na esteira da Revolução Farroupilha, proclamaram-se a República Rio-Grandense e a República Juliana, respectivamente nos estados do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina.

CRISE DA MONARQUIA

A partir da década de 1870, como consequência da Guerra do Paraguai (também chamada de Guerra da Tríplice Aliança, 1864/1870), foi tomando corpo a ideia de alguns setores da elite de alterar o regime político vigente. Fatores que in-

fluenciaram esse movimento: O imperador D. Pedro II não tinha filhos, apenas filhas. O trono seria ocupado, após a sua morte, por sua filha mais velha, a princesa Isabel, casada com um francês, Gastão de Orléans, Conde d'Eu, o que gerava o receio em parte da população de que o país fosse governado por um estrangeiro. O fato de os negros terem ajudado o exército na Guerra do Paraguai e, quando retornaram ao país, permaneceram como escravos, ou seja, não ganharam a alforria.

SITUAÇÃO POLÍTICA EM 1889

O governo imperial, através do 37º e último gabinete ministerial, empossado em 7 de junho de 1889, sob o comando do presidente do Conselho de Ministros do Império, Afonso Celso de Assis Figueiredo, o Visconde de Ouro Preto, do Partido Liberal, percebendo a difícil situação política em que se encontrava, apresentou, em uma última e desesperada tentativa de salvar o império, à Câmara-Geral, câmara dos deputados,

Praça da República: o povo foi pra ruas, satisfeito com o ocorrido

um programa de reformas políticas do qual constavam, entre outras, as medidas seguintes: maior autonomia administrativa para as províncias, liberdade de voto, liberdade de ensino, redução das prerrogativas do Conselho de Estado e mandatos não vitalícios para o Senado Federal. As propostas do Visconde de Ouro Preto visavam preservar o regime monárquico no país, mas foram vetadas pela maioria dos deputados de tendência conservadora que controlava a Câmara Geral. No dia 15 de novembro de 1889, a república era proclamada.

PERDA DE PRESTÍGIO DA MONARQUIA

Muitos foram os fatores que levaram o Império a perder o apoio de suas bases econômicas, militares e sociais. Da parte dos grupos conservadores pelos sérios atritos com a Igreja Católica (na "Questão Religiosa"); pela perda do apoio político dos grandes fazendeiros em virtude da abolição da escravatura, ocorrida em 1888, sem a indenização dos proprietários de escravos. Da parte dos grupos progressistas, havia a crítica que a monarquia mantivera, até muito tarde, a escravidão no país. Os progressistas criticavam, também, a ausência de iniciativas com vistas ao desenvolvimento do país fosse econômico, político ou social, a manutenção de um regime político de castas e o voto censitário, isto é, com base na renda

Marechal Deodoro da Fonseca

anual das pessoas, a ausência de um sistema de ensino universal, os altos índices de analfabetismo e de miséria e o afastamento político do Brasil em relação a todos demais países do continente, que eram republicanos. Assim, ao mesmo tempo em que a legitimidade imperial decaía, a proposta republicana - percebida como significando o progresso social - ganhava espaço. Entretanto, é importante notar que a legitimidade do Imperador era distinta da do regime imperial. Enquanto, por um lado, a população, de modo geral, respeitava e gostava de dom Pedro II, por outro lado, tinha

cada vez em menor conta o próprio império. Nesse sentido, era voz corrente, na época, que não haveria um terceiro reinado, ou seja, a monarquia não continuaria a existir após o falecimento de dom Pedro II, seja devido à falta de legitimidade do próprio regime monárquico, seja devido ao repúdio público ao príncipe consorte, marido da princesa Isabel, o francês Conde d'Eu. O conde tinha fama de arrogante, não ouvia bem, falava com sotaque francês e, além de tudo, era dono de cortiços no Rio, pelos quais cobrava aluguéis exorbitantes de gente pobre. Temia-se que, quando Isabel subisse ao trono, ele viesse a ser o governante de fato do Brasil. Embora a frase de Aristides Lobo (jornalista e líder republicano paulista, depois feito ministro do governo provisório), "O povo assistiu bestializado" à proclamação da república, tenha entrado para a história, pesquisas históricas, mais recentes, têm dado outra versão à aceitação da república entre o povo brasileiro. É o caso da tese defendida por Maria Tereza Chaves de Mello (A República Consentida), que indica que a república, antes e depois da proclamação, era vista popularmente como um regime político que traria o desenvolvimento, em sentido amplo, para o país.


Cidade

Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

9

Câmara terá RGE amplia número de cidades sessão às beneficiadas com sistema de geração de 10h nesta energia para clientes com UTI Domiciliar quinta-feira Com investimento de R$ 536 mil, distribuidora atenderá 55 clientes enquadrados na Tarifa Social, entre eles moradores de Gravataí

A RGE ampliou de quatro para 14 o número de cidades contempladas com o sistema de Geração Distribuída (GD) nas residências de clientes de baixa renda que dependem de UTI Domiciliar. Até agora, 48 clientes já receberam o novo sistema, entre eles moradores de Gravataí. A ação, que faz parte do Programa de Eficiência Energética (PEE) da RGE, tem investimento de R$ 536 mil e visa reduzir os gastos com energia elétrica para famílias enquadradas na Tarifa Social e que tenham uma pessoa acamada em casa. Nos próximos meses, outros sete clientes receberão o sistema, composto por cinco placas fotovoltaicas

Divulgação

e um inversor. Os equipamentos são instalados nos telhados das residências e geram energia a partir do calor do sol. Com isso, todos os cômodos e equipamentos da casa poderão utilizar energia proveniente do sistema de Geração Distribuída. A RGE ainda fará a substituição de lâmpadas menos eficientes pela tecnologia LED nas

residências. Ao todo serão 275 lâmpadas instaladas, se somando ao sistema de GD e contribuindo para a redução do consumo de energia elétrica. As lâmpadas de LED, além de serem até 80% mais econômicas que as antigas, duram cerca de três vezes mais horas. Com os 55 sistemas em operação e as lâmpadas em funcionamento, a distribuidora do Grupo

CPFL estima que haja uma economia de energia de 125,1 MWh/ ano e uma redução na demanda de ponta de 2,27 kW. Segundo o engenheiro de Eficiência Energética da RGE, Cristian Sippel, a distribuidora busca diminuir o valor das contas dessas famílias para que os recursos possam ser destinados à manutenção da UTI Domiciliar, como medicamentos e oxigênio. “Nosso foco é atender clientes de baixa renda e possibilitarmos às famílias terem uma conta de energia menor. O sistema de geração distribuída gera energia que é usada exatamente da mesma forma que a energia que chega pelas redes da RGE”, destaca Sippel.

Todos os clientes considerados público-alvo já estão mapeados pela RGE e, oportunamente, receberão visita técnica para avaliar se a residência possui as condições para receber as placas e o inversor, e se a família tem interesse em receber a ação. Clientes que possuam pacientes acamados em casa, de maneira contínua, são cadastrados na RGE como vitais.Além de Gravataí, foram contemplados clientes de Caxias do Sul, Santa Maria, São Pedro do Sul, Santa Cruz do Sul, Vera Cruz, Venâncio Aires, Cachoeira do Sul, Bom Retiro do Sul, Canoas, São Gabriel, Novo Hamburgo, São Leopoldo e São Sebastião do Caí.

A sessão ordinária desta quinta-feira (14) da Câmara Municipal de Gravataí terá início às 10h, conforme o requerimento nº 4551/2019, aprovado em plenário. O expediente do Legislativo neste dia será das 8h às 14h.

Confira o horário de funcionamento do Shopping no feriado O feriado desta sexta-feira, 15 de novembro, quando é celebrada a Proclamação da República, terá algumas alterações de horário no funcionamento do Gravataí Shopping Center. A administração informa os horários de cada área do empreendimento: Lojas e quiosques funcionarão das 12h às 20h; Praça de Alimentação e área de lazer, das 11h às 22h; Cinema, a partir das 13h e o supermercado, das 9h às 21h30.

Nova viatura para a Brigada Militar Na tarde da última segunda-feira (11/11), o deputado estadual Dirceu Franciscon (PTB) se reuniu com o Major Luis Felipe Neves Moreira, Comandante do 17º BPM de Gravataí, para oficializar a entrega de uma viatura para a Brigada Militar do município. A conquista para Gravataí foi viabilizada por meio da indicação de Franciscon em conjunto com o gabinete do vicegovernador e secretário

estadual de Segurança Pública, delegado Ranolfo Vieira Júnior (PTB). O parlamentar esteve acompanhado pelo Luciano Oliveira, representante do deputado no município de Gravataí e vice-presidente do PTB municipal. O Major Neves aproveitou a ocasião para agradecer também as outras conquistas que Franciscon obteve para Gravataí em parceria com o gabinete do vice-governador, como

Gerson Leindecker/Divulgação

SEMANA DO JOVEM ELEITOR Com o objetivo de minimizar a concentração da demanda por atendimento no período crítico do alistamento eleitoral, que antecede os 150 dias anteriores à eleição, a Justiça Eleitoral realizará no período de 25 a 29 de novembro de 2019, "A SEMANA DO JOVEM ELEITOR". A intenção da Justiça Eleitoral é promover ações voltadas à otimização do

atendimento ao eleitor/ alistando. A iniciativa, promovida nos últimos anos, é um chamamento antecipado da população jovem para o alistamento eleitoral, a fim de evitar que os futuros eleitores enfrentem filas desnecessárias nos dias que antecederão ao fechamento do Cadastro Eleitoral, em 2020. A Central de atendimento ao Eleitor de Gravataí funciona das

12h às 19h, de segunda a sexta-feira. O endereço é Rua Angelino Loranzi, 253, térreo, Bairro Salgado Filho. O eleitor/alistando precisa apresentar documento de identidade e comprovante de residência atual. Para homens com 18 anos completos, em caso de 1º título, deverá ser apresentado comprovante de alistamento militar, também.

o cercamento eletrônico (que abrange uma sala de videomonitoramento e 10 novas câmeras), o reforço no efetivo com 58 novos policiais militares e a aquisição de 50 coletes balísticos. Franciscon se comprometeu a continuar contribuindo com a segurança pública de Gravataí e reforçou “que o gabinete na Assembleia Legislativa estará sempre à disposição do município”, especialmente por meio

do seu assessor da região, Luciano Oliveira, que a pedido do deputado se dedicará pela segurança pública do município. Já o comandante comemorou as melhorias para a segurança do município e ressaltou a queda nos números de criminalidade, “os indicadores da segurança pública em Gravataí vêm melhorado, o que demonstra que a cidade tem se mostrado cada dia mais segura para se viver”.

PUBLICAÇÃO LEGAL EDITAL DE CASAMENTO

Edital nº 86/2019

VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: * DEIVID ANDRADE DE ALMEIDA e JOCELAINE FREITAS DE SIQUEIRA * EMERSON ALEXANDRE RODRIGUES e LENI KLEIN BARBOSA * JOÃO LUÍS PULGATTI e ANA PAULA ROMÃO DE OLIVEIRA

Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei. AV. JOSÉ LOUREIRO DA SILVA, 1826 - Fone: 3488.1800 Gravataí, 14 de novembro de 2019 - Valecy Cabeleira Bitelo - Oficial de Registros


QUINTA, SEXTA, SÁBADO E DOMINGO, 14, 15, 17 de novembro 2019 10 sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e1617e de novembro dede2019 10 Quinta,

Veículos Veículos

Folha

YARIS COM MOTOR MAIS POTENTE Incorporando a filosofia Toyota de melhoria contínua dos seus produtos, a linha Yaris 2020, anunciada em agosto deste ano, recebe algumas mudanças a partir de hoje, 12 de novembro de 2019. Todas as versões ganham novas nomenclaturas, para facilitar a diferenciação entre cada uma delas. A principal novidade, no entanto, está na XL PLUS TECH hatchback, que antes era equipada com motor 1.3L Dual VVT-i, e agora, denominada XL PLUS CONNECT, passa a ter motorização 1.5L Dual VVT-i pelo mesmo valor oferecido antes da atualização. O Yaris, lançado em 2018 no mercado brasileiro, marcou o início de um novo momento da história da Toyota no Brasil, completando o portfólio da fabricante no País. Seu lançamento teve o objetivo de atender às expectativas de consumidores que buscavam uma opção entre o compacto Etios e o sedã médio Corolla, e que também tivesse o DNA Toyota de Qualidade, Durabilidade e Confiabilidade. NOVAS NOMENCLATURAS A partir de novembro, as versões que oferecem as funcionalidades Android Car Auto e Apple Car Play, integradas na nova central multimídia do Yaris desde agosto deste ano, passam a ter o nome CONNECT. Já a versão de entrada foi batizada de LIVE. Desta forma, o Yaris será oferecido no mercado brasileiro com as seguintes nomenclaturas: XL LIVE, com configuração de entrada; e as versões XL PLUS CONNECT, XS CONNECT, X WAY CONNECT e XLS CONNECT. Os nomes valem para as carrocerias hatchback e sedã.

MAIS POTÊNCIA NA VERSÃO XL PLUS CONNECT Com o objetivo de oferecer uma relação custo benefício ainda mais atrativa para seus clientes, a Toyota realizou uma mudança na motorização da versão XL PLUS CONNECT hatchback. Antes equipada com motorização 1.3L Dual VVT-i, agora passa a ter um motor 1.5L Dual VVT-i, capaz de gerar 110 cv de potência a 5.600 rpm e 14,9 kgfm de torque a 4.000 giros quando abastecido com etanol.

A versão será oferecida pelo mesmo preço sugerido anteriormente, ou seja, R$ 71.990,00 para a carroceria hatchback e R$ 75.190,00 para o modelo sedã. Desta forma, a Toyota segue com sua filosofia de oferecer a melhor experiência de compra e propriedade de um automóvel, além de manter o Yaris como uma ótima opção em seu segmento, sendo um dos mais completos de sua categoria, com diversos itens de tecnologia, conveniência e segurança em todas as versões.

MOTORIZAÇÕES E CÂMBIO O Yaris segue equipado com duas opções de motores. São eles: 1.3L Dual VVT-i (que equipa apenas a versão de entrada XL LIVE hatchback a partir de agora), entregando 101 cv a 5.600 rpm, quando abastecido com etanol, e 94 cv, a 5.600 giros, com gasolina, e o 1.5L Dual VVT-i, que rende 110 cv de potência a 5.600 rpm, com etanol, e 105 cv, a 5.600 giros, com gasolina. As opções de transmissões são: Multidrive de 7 velocidades ou manual de seis velocidades.

CARROS AUTÔNOMOS SERÃO ALIADOS NA ADMINISTRAÇÃO DAS CIDADES Por Dalton Oliveira* A tecnologia aplicada aos carros e a mobilidade tem se tornado cada vez mais iminente. Ao mesclar com tecnologias emergentes como a internet das coisas (IoT), a inteligência artificial (IA), o machine learning (ML) e o deep learning (DL), os benefícios gerados vão muito além daqueles relacionados à experiência do usuário, como a redução de acidentes e a possibilidade de prever a hora certa para a revisão ou manutenção dos carros. Elas também permitem a coleta de informações que podem trazer insights sobre novos modelos de negócios (mesmo para as marcas existentes), oportunidades para empreendedores desenvolverem produtos e serviços e até prover informações para os governos com dados gerados para tomar decisões mais eficazes e com maior agilidade. Isso traz mais eficiência nas operações e economia aos cofres públicos. Em outras palavras, este é um novo estilo de vida para os usuários e para novos negócios que vão surgindo tão rápido quanto podemos imaginar. O papel dos carros autônomos na administração das cidades Ao criar um ecossistema complexo para lidar com grandes volumes de

dados totalmente conectados em tempo real, os carros autônomos podem coletar, processar, enviar e receber dados para a tomada de decisões. Ao circularem nas ruas, por exemplo, eles podem prover informações, com dados relevantes, às prefeituras e quem mais estiver interessado em trabalhar em conjunto para construir uma comunidade melhor. Quando os carros autônomos identificarem buracos, por exemplo, eles poderão não só ajustar suas velocidades para causar menor dano ao veículo, mas também notificar a prefeitura sobre a localização e o tipo dos buracos para que providências sejam tomadas. Já quando identificam lombadas, poderão notificar a prefeitura para analisar e cruzar essas informações com outras igualmente relevantes, como áreas com alta incidência de acidentes versus o número de lombadas existentes, e fazer outras análises a partir daí. Considerando a área de uma cidade dividida em 2 quadrantes com características muito semelhantes, ao notar que o usuário de um carro conectado (CC1) em um quadrante (Q1) vai para manutenção com maior frequência do que o de outro usuário do mesmo modelo de carro conectado (CC2) em outro quadrante (Q2), é possível cruzar estes dados para chegar a algumas conclusões.

Com estas informações, por exemplo, sabemos que a velocidade média em Q1 é maior que em Q2; o tempo médio entre o ponto de origem e o ponto de destino também são diferentes, bem como o consumo médio de combustível e as mudanças de marchas. Com base nos poucos dados mostrados, parece que as ruas dos quadrantes Q1 e Q2 não são tão semelhantes como deveriam ser. Algumas das medidas que poderiam ser tomadas para mitigar os pontos levantados no parágrafo anterior e auxiliar na construção de uma cidade inteligente por meio das informações enviadas pelos carros autônomos poderiam ser, por exemplo, a criação de mais postos de combustível em Q1 ou a criação de um tipo de lombada capaz de transferir a energia do impacto mecânico dos pneus dos carros para engrenagens conectadas e, assim, gerar energia elétrica. As possibilidades de melhorias e novos insights trazidos pela geração de dados dos carros autônomos podem ser inúmeras. O advento do termo “cidade inteligente” não deve se restringir a tecnologia apenas, mas sim na capacidade de transformar dados em soluções e melhor experiência para os cidadãos, pois quando falarmos de dados, big data, nuvem, banco de dados e coisas

relacionadas, o importante é ter em mente que dados e números, por si mesmos, não nos contam histórias, mas nos trazem os insumos necessários para a elaboração de uma análise qualitativa, que vai construir histórias com base em um contexto conhecido. A tecnologia não é fim, a tecnologia é meio.

*Sobre o autor: Dalton Oliveira é membro do comitê de cidades inteligentes da Associação Brasileira de Internet das Coisas (ABINC) e Consultor Global em Transformação Digital para a Wardston Consulting.


Variedades

© Revistas COQUETEL

Procure e marque, no diagrama de letras, as palavras em destaque no texto.

Turismo no mar de Beberibe BEBERIBE, no CEARÁ, tem um mar com FALÉSIAS que parecem infinitas e que se misturam com a água CRISTALINA, quando observadas de cima. MORRO BRANCO é um passeio imperdível e o principal cartãopostal da região, por ser uma PRAIA movimentada e rodeada de DUNAS. Um programa que o TURISTA adora é o clássico passeio de BUGUE pelas areias entre o LABIRINTO das falésias. No mercado de ARTESANATO, lembrancinhas como as tradicionais GARRAFINHAS com AREIA colorida fazem sucesso entre o público. Outros passeios de destaque são a praia das FONTES, um atrativo para quem gosta de ÁGUAS calmas, e a lagoa do URUARÚ, local propício para descanso, com barracas, mesas e prática de esportes como jet ski e CAIAQUE. A cidade fica a 80 km de Fortaleza. C O N N B E S F R L F B R C T S E E U F G B U D B I F L

T A N N R D B E R R E T T N A U G I R Y E I F R S T A T Y M A H G F T F T T O A I A

A S E T R A C F L H Y L I B E E L C D R F N G S I T N D A H I R R U E M C L G R H T A A E R R R I A R R C E Y C M R N T O F G H N A A L E S I A A H R I O F R P E O I H

I M E N N L A S A H N I F A F S A N U D E R D O R G E E R R O M O R R H B F L S I L U R A U R U M H H M A N A R A R A R E A R E S F D F B I N I L A T S I S Y N I B O R L R R H N N O A E U Q A I A

B B D R R R A G T A R G F N N S O C L H N O M L T I T A E M E B S E I I O L H R R C D I H F A N B H N T C E G O 15

Solução T U R I S T A A I E R A A

G U R A U R U

L A T S I R C

C E A R A

E U Q A I A C

A N I F A L E S I A S

A I A R P

O T A N A S E T R A B S A H N I F A R R A G B E B E R I B E S A N U D A S F N A M O R R O C U N O T E S

E U G U B

L A B I R I N T O

HORÓSCOPO A fé e o otimismo se renovam. Uma viagem para outro país pode significar crescimento e expansão por meio de novas culturas.

Estudos e reuniões de negócios são favorecidos. A comunicação ganha eficiência e os processos mentais entram numa fase de equilíbrio.

O período é de bons acordos. Projetos que aumentem os seus lucros podem ser firmados. Uma grande soma monetária tende a ser negociada.

Por que não tentar na loteria visto que ganhos inesperados podem estar em seu caminho? Novos investimentos são beneficiados.

O período é de dinamismo na vida social. Um namoro tem tudo para começar a partir de agora. Torna-se possível a negociação de uma sociedade.

O período é de crescimento. Quanto à saúde, espere boas notícias. Um namoro pode começar. A aprovação de um novo projeto não está descartada.

Se tentar uma nova colocação no mercado de trabalho, boas surpresas podem chegar. Um projeto tem tudo para ser aprovado.

As emoções se mostram equilibradas e chamam pelo seu envolvimento, assim como a espiritualidade. Os dias trazem sorte e inspiração.

Assuntos do coração em alta. Você não passará despercebido. Um romance tem tudo para começar e deve trazer muitas alegrias para a sua vida.

Antigos e novos amigos se aproximam. Novos caminhos e oportunidades de vida podem chegar com uma nova amizade.

Aproveite para reunir amigos em sua casa para um ótimo encontro. Bom para a compra ou venda de uma prioridade. Uma reforma pode começar.

Bom para pedir aumento, promoção ou apresentar um novo projeto. Sua presença não será despercebida. O sucesso se aproxima.

MC Guimê é batizado em igreja evangélica: "Sou um milagre" MC Guimê foi batizado na igreja Assembleia de Deus, no bairro de Alphaville, em São Paulo, no último domingo (10/11). O cantor escolheu justamente a data em que completou 27 anos para o ritual religioso. No Twitter, ele comemorou o aniversário e contou que a fé fez toda a diferença em sua vida: “Quando eu nem nascido era, Ele já tinha me escolhido. Sou um milagre, graças a Jesus Cristo.” Em um desabafo, o funkeiro contou que nasceu de seis meses e, na época, seus pais sofreram com o que os médicos disseram sobre seu estado de saúde, mas a fé o curou. “O médico falou para os meus pais que eu teria ‘pelo menos’ 4 anos de ‘atraso mental’, talvez só andaria com cadeira de rodas e demoraria mais a falar e compreender certas necessidades”, revelou. O marido de Lexa acredita que o que aconte-

Internet/Reprodução

www.coquetel.com.br

CAÇA-PALAVRA

Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019 11

ceu, na verdade, foi uma intervenção divina. “Em resposta às orações dos meus pais e familiares, Deus fez com que isso não acontecesse. Hoje faço 27 anos de vida, há uns 20 anos dando trabalho pros pais [hj não mais, rs]”, escreveu, bem-humorado. Em fotos do batismo, Guimê está com outras 33 pessoas. Ele aparece cumprimentando membros da igreja e entrando na banheira da igreja. Atualmente, o artista mora com a esposa, a cantora Lexa, em um apartamento em

São Paulo. Além dele, outros famosos já se batizaram em igrejas evangélicas. Em abril, Alexandre Pato e Rebeca Abravanel se batizaram juntos em uma igreja frequentada por celebridades em São Paulo. Na ocasião, o jogador de futebol escreveu sobre o ato em suas redes sociais: “O Batismo é quando nascemos para uma vida nova em Cristo, quando as portas do Céu se abre para nós. Ele que nos leva para a salvação, seguindo a vontade de Deus.” YC


12 Quinta, sexta, sábado e domingo, 14, 15, 16 e 17 de novembro de 2019

Contracapa

Cesuca promove entrega do Troféu Oliveira Silveira e Feira de Diversidade em comemoração à semana da Consciência Negra Organizado pela Faculdade Cesuca, em parceria com a Criativus Centro de Danças Afro, Troféu premiará pessoas e entidades da região engajadas na luta antirracista surgiram no final dos anos 1970, no Rio Grande do Sul, mas somente em 2011 o dia 20 de novembro foi instituído oficialmente em âmbito nacional, sendo hoje feriado em mais de mil cidades do país. O prêmio será entregue às pessoas e entidades engajadas na luta antirracista que buscam a inclusão e a justiça social, além de se destacarem pela realização de trabalhos voltados à conscien-

tização e valorização da população afro-brasileira. Além da entrega do Troféu, o evento contará com exposição de livros afros, artesanatos, roupas étnicas, oficinas de turbantes, danças e abayomi. Organizado pela Faculdade Cesuca, em parceria com a Criativus Centro de Danças Afro, ação é aberta ao público em geral e não é necessário fazer inscrição ou pagar entrada.

Divulgação

A Cesuca – Faculdade Inedi, instituição que integra o grupo Cruzeiro do Sul Educacional, promove entrega do Troféu Oliveira Silveira e Feira de Diversidade, no dia 26 de novembro, às 19:30, no auditório da faculdade. A ação acontecerá em comemoração à semana da Consciência Negra, que tem como objetivo a reflexão sobre a inserção do negro na sociedade brasileira. As celebrações

Sindilojas Gravataí realiza Assembleia Geral Extraordinária A diretoria do Sindicato do Comércio Varejista de Gravataí foi convocada pelo presidente José Rosa, para participar da Assembleia Geral Extraordinária, realizada na noite desta terça-feira (12-11), na sede da entidade. A reunião teve por principal objetivo tratar da alteração do Estatuto Social do Sindicato. A mudança estatutária, já aprovada pelo Sistema Fecomércio RS, também foi aprovada por unanimidade, pela diretoria e representantes de empresas associadas. Além desta pauta, o encontro abordou temas sobre a Lei 15.354, que trata da vedação de tarifas bancárias, a medida provisória que destaca a extinção do seguro dos Danos Pessoais causados por Veículos Automotores de via Terrestre (DPVAT), sendo vigente a partir de 1º de janeiro de 2020, e questões importantes sobre o Pacto Federativo do atual Governo. O encontro contou, também, com a presença de novos associados e convidados. O professor Mário Sá palestrou sobre o Poder do Feedback. Confira algumas frases desta ferramenta que merece mais atenção por parte de gestores.

FEEDBACK: • PRÁTICA FUNDAMENTAL PARA SUCESSO DA ORGANIZAÇÃO;

• CONTRIBUI PARA O DESEMPE

NHO, CONDUTA, RESULTADOS E PERFORMANCE; • DEVE SER RESPEITOSO; • 78% DOS COLABORADORES AFIRMAM QUE O RECONHECIMEN TO OS FAZEM CRESCER;

• APRENDER É MUDAR POSTURAS. Acompanhe as notícias em: www.sindilojasgravatai.com.br

(51) 3488.4586

sindilojasgravatai

Profile for Jornal de Gravataí

Jornal de Gravataí. Quinta a domingo, 14 a 17 de novembro de 2019. Edição 3337.  

Jornal de Gravataí. Quinta a domingo, 14 a 17 de novembro de 2019. Edição 3337.  

Advertisement