Page 1

Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 1

ANO 9 - EDIÇÃO 1957ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 04, 05 E 06 DE ABRIL DE 2014 - R$ 1,00

Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► GOVERNO

Secretaria Municipal da Saúde tem novo titular Secretário Jones Martins se licencia do cargo para cumprir missão partidária

DIVULGAÇÃO/PMG

Página 5

► EDUCAÇÃO

AUDIÊNCIA PÚBLICA VAI TRATAR DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL A Câmara de Vereadores de Gravataí será sede do debate que ocorre neste sábado (05)

Página 3 ► CULTURA

GRAVATAÍ ESTAMPADA EM MATO GROSSO DO SUL Antenor Tatsch, leva a cultura tradicionalista do município para Campo Grande

Contracapa ► CARROS & CIA ► OPORTUNIDADE

APAE prepara alunos para o mercado de trabalho A iniciativa conta com parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e de empresas

Página 7

LINEA 2015 QUER SEGUNDA CHANCE O Linea Essence manual pode ser boa pedida

Encartado


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 2

Moradores cobram atenção! "Na quarta-feira passada a Prefeitura colocou homens na rua para fazer limpeza urbana, porém eles quebraram um cano na Rua dos Americanos, na parada 75. Completando uma semana, essa é a situação, água correndo sem parar. Logo mais vão querer fazer racionamento de água", Erick da Silveira para o Acorda Gravataí Envie sua sugestão/reclamação para jornaldegravatai@gmail.com

REGISTRO DOS TÉCNICOS EM CONTABILIDADE

PEC DAS DOMÉSTICAS, UM ANO SEM REGULAMENTAÇÃO

Por Salézio Dagostim A Lei nº 12.249 de 11/6/2010 (art. 76) acrescentou o parágrafo 2º ao art. 12 do Decreto-Lei 9.295/46, determinando que o técnico em Contabilidade terá assegurado o direito ao exercício da profissão se for registrado no Conselho de Contabilidade até o dia 1º de junho de 2015. Em função desta determinação, os sindicatos que defendem os técnicos em Contabilidade estão se movimentando, e com razão, junto ao Poder Legislativo, para aprovar uma nova lei anulando aquela limitação. Isso porque a função do técnico se diferencia da função do Contador, no sentido de que o técnico “faz” a contabilidade, enquanto que o Contador “estuda” esta contabilidade para detectar os problemas das pessoas jurídicas e recomendar soluções. Devido à quantidade de pessoas jurídicas existentes no Brasil (hoje, aproximadamente 7 milhões), o Estado autorizou também os contadores a fazer contabilidade e a elaborar as demonstrações contábeis. Em razão desta dupla função, “fazer” e “estudar” contabilidade, todo Contador passou a ser também um técnico em Contabilidade, e, por isso, as academias dividiram os cursos de Ciências Contábeis em duas fases: “fazer” contabilidade e “estudar” contabilidade. Para ajustar o formato do ensino às habilitações profissionais, seria necessário alterar legalmente a maneira como o ensino contábil é desenvolvido. Uma alternativa excelente seria desenvolver o curso de Ciências Contábeis em dois módulos, a saber: O primeiro módulo, que formaria os tecnólogos em Contabilidade, cujo objetivo seria “fazer” a contabilidade; e, o segundo, que formaria os contadores, cujo objetivo seria “estudar” a contabilidade. Então, todo Contador seria também, obrigatoriamente, um tecnólogo em Contabilidade, e, com isto, estaríamos ajustados ao que estabelece o § 2º do art. 1.184 do Código Civil Brasileiro, que diz que as demonstrações contábeis são assinadas por técnicos em Ciências Contábeis. A nosso ver, seria mais producente que os sindicatos que defendem os técnicos em Contabilidade propusessem mudanças no ensino contábil, com a criação do tecnólogo em Contabilidade, que seria o substituto do técnico em Contabilidade. Este tecnólogo teria como função elaborar as demonstrações contábeis e sua habilitação seria adquirida com a conclusão do primeiro módulo de ensino de Ciências Contábeis (ou os dois primeiros anos de curso). Desta forma, os atuais técnicos que concluíram o curso profissionalizante de ensino médio seriam equiparados aos futuros tecnólogos diplomados nas faculdades. Com este ajuste, continuaríamos a ter os técnicos, agora representados pelos tecnólogos em Contabilidade registrados no Conselho de Contabilidade, para suprir as demandas exigidas pelas pessoas jurídicas na elaboração das demonstrações contábeis. Assim, as funções dos tecnólogos e dos contadores ficariam bem definidas, conciliando o ensino com as habilitações profissionais. Salézio Dagostim é contadoru

*Paula Vargas, advogada, ex-presidente da OAB/Gravataí

H

á muito tempo, uma lei precisava garantir que o salário dos profissionais domésticos não poderia ser inferior ao mínimo. Apesar de controverso, fixar a jornada de trabalho em até 8 horas diárias – 44 horas semanais – para faxineiras, jardineiros e babás, por exemplo, como outras classes trabalhadoras, também era matéria vencida. Talvez por essa razão, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC), que ficou conhecida como PEC das Domésticas, foi comparada à Lei Áurea pelo presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). Alardeada pelo governo que prometera exigir rapidez na sua aprovação, à época representara às empregadas domésticas serem libertas da escravidão. Há um ano exatamente, a nova norma foi criada para assegurar a extensão dos direitos trabalhistas previstos na Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) para profissionais que trabalham em residências. No entanto, muitos direitos reivindicados pela categoria seguem, até hoje, sem regulamentação. Depois da promulgação, em 2 de abril de 2013, o Senado criou o Projeto de Lei (PLS) 224/2013 visando estabelecer regras para as demandas que ficaram fora do texto. O PLS foi aprovado com modificações em relação à proposta original, como o

fim da multa de 40% em caso de demissão sem justa causa e também com mudanças no pagamento do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). De acordo com o PLS, o pagamento deve ser feito por empregadores e empregados, de forma conjunta, na proporção de 8% de FGTS, 8% de INSS, 0,8% de seguro contra acidente e 3,2% relativo à rescisão contratual. A verdade é que as divergências políticas e sociais emperram o projeto parado na Câmara dos Deputados desde julho do ano passado. Representantes da classe trabalhadora exigem que outros direitos sejam discutidos em plenário. Paralelamente, há um movimento coordenado pela deputada federal Benedita da Silva (PT-RJ), que trabalhou como empregada doméstica por mais de 15 anos, para votar ainda este mês o Projeto de Lei Complementar 302/2013, que dispõe sobre o contrato de trabalho doméstico. A ideia é resgatar a redação que saiu da Câmara dos Deputados e sofreu, segundo a deputada, significativas mudanças no Senado. A principal crítica desse grupo é a mudança no FGTS da categoria. A flexibilização implícita no projeto final protege o empregador e é considerada prejudicial para a trabalhadora doméstica. Porém, a defesa da revisão do texto aprovado pelo Senado pode conturbar ainda mais a regulamentação desses direitos que já são constitucionais. Não menos importante a dis-

cussão do adicional para trabalho noturno, salário-família e garantia de assistência a dependentes de até cinco anos de idade, em creches e pré-escolas. De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad), de 2011, as mulheres representam a maior parte dessa categoria. São 92,6% dos 6,6 milhões de trabalhadores domésticos existentes no Brasil cujo rendimento médio real por hora, segundo o estudo O Emprego Doméstico no Brasil, elaborado em 2013 pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), era R$ 4,39. O que a sociedade espera é que a nova lei seja equilibrada e verdadeiramente garanta direitos de trabalhadores e empregadores, além da melhoria na prestação destes serviços. Por esta razão, é justo o pedido de isonomia dos direitos do empregado doméstico, em relação aos demais trabalhadores do país. Mas é preciso considerar que o empregador não é uma empresa com fins lucrativos. Dessa maneira, a lei precisa ser exequível.

jornaldegravatai@terra.com.br ou jornaldegravatai@gmail.com Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62

Registro nº 39987 do Livro A-4

Tiragem – 8.000 exemplares Filiado à ADI

Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Editor-chefe e Diagramador: Giulliano Pacheco Redação: Larissa Hoffmeister e Lauro Pimentel Colaboradora: Edenir Raupp Departamento comercial: Adilson Mendes Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6525 - Pda. 63 CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 3

MINISTÉRIO DA SAÚDE ESPERA VACINAR MAIS DE 3 MILHÕES DE GAÚCHOS DIVULGAÇÃO /JG

No Brasil, quase 50 milhões de pessoas devem ser vacinadas

A

meta da campanha de vacinação contra a gripe deste ano é imunizar 3.558.081 gaúchos e um total de quase 50 milhões de brasileiros. Isso porque o Ministério da Saúde decidiu ampliar a faixa etária de crianças vacinadas. Em vez da ação atingir crianças dos seis meses aos dois anos incompletos, serão incluídas dos seis meses aos cinco anos incompletos. Idosos, gestantes, profissionais da saúde, índios, gestantes apenados e portadores de doenças crônicas também serão imunizados contra a gripe. O governo gastou R$ 14 milhões na compra de mais de 53 milhões de doses da vacina contra a gripe. Quase 4 milhões serão enviadas ao Estado. A cam-

panha este ano começa dia 22 de abril e vai até 9 de maio. VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE SERÁ AMPLIADA PARA CRIANÇAS DE ATÉ 5 ANOS INCOMPLETOS A campanha de vacinação con-

tra a gripe este ano será ampliada. O Ministério da Saúde vai estender a faixa etária de crianças imunizadas. Em vez de atingir dos seis meses aos dois anos incompletos, serão vacinadas na ação crianças de seis meses a cinco anos incompletos.

AUDIÊNCIA PÚBLICA VAI TRATAR DO PASSE LIVRE ESTUDANTIL INTERMUNICIPAL A Câmara de Vereadores de Gravataí irá sediar neste sábado (05) uma Audiência Pública sobre o Programa Passe Livre Estudantil Intermunicipal. O evento tem por objetivo orientar os estudantes com direito ao passe livre para terem acesso a este benefício garantido por uma lei estadual. O evento, no Plenário da Câmara, terá início às 9 horas e contará com as presenças de Marcos Damiani, diretor da Metroplan (Transportes Metropolitanos), e de Hélio Schreinert, coordenador do passe livre estudantil na Metroplan. A audiência pública foi proposta pelo vereador Dimas Costa (PT).

ESTADO AVANÇA EM INDICADOR QUE MEDE QUALIDADE DE VIDA O Rio Grande do Sul melhorou em todos os grupos avaliados pelo Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese) no período de 2007 a 2010, mostra levantamento da Fundação de Economia e Estatística (FEE) divulgado nesta quinta-feira. No indicador geral, em que "0" representa o pior cenário e "1", o padrão de países desenvolvidos, o Estado passou de 0,699 para 0,727 no período. A melhor pontuação está no grupo Saúde, em que os indicadores passaram de 0,788 para 0,803, considerado um índice alto. A melhora foi puxada principalmente pelo aumento da longevidade da

população. No grupo Renda, o Idese passou de 0,682 para 0,724, em razão de indicadores mais favoráveis em apropriação de renda. O indicador menos favorável é o de Educação, que passou de 0,628 para 0,654. O pior subindicador foi o grupo de escolaridade adulta, em razão do analfabetismo que ainda existe, especialmente entre a população mais idosa. O estudo foi feito sob nova metodologia, e deixou de fora o grupo Saneamento, que anteriormente trazia os piores indicadores do Rio Grande do Sul. A escolha ocorre em razão da dificuldade em padronizar

os investimentos de cada município, alega a FEE. Conforme a fundação, o indicador Saúde passou a medir o efeito do saneamento básico nas cidades. O ranking dos municípios com melhor Idese põe na liderança cidades pequenas ou médias, com atividade industrial intensa e pequenas propriedades agrícolas, conforme o estudo. Os municípios mais avançados são Carlos Barbosa, Aratiba, Nova Araçá e Garibaldi. Entre as cidades com mais de 100 mil habitantes, os melhores colocados são Bento Gonçalves, Porto Alegre, Santa Cruz do Sul, Caxias do Sul e Passo Fundo.

Coluna do Silva Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone 34213381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu telefone e endereço.

OPINIÃO "Fiquei estarrecido ao tomar conhecimento da edição da Ordem de Serviço nº. 2/2014, de 20 de março último, a qual determina a proibição da legítima manifestação, inclusive nas redes sociais, dos servidores municipais acerca de suas participações em eventos oficiais. Tudo deve passar pelo crivo da assessoria de comunicação da Prefeitura Municipal a fim de que seja dado, ou não, o aval para qualquer divulgação. A publicação fala em “verticalização” da comunicação no âmbito municipal. Em primeiro lugar, manifestar-se é algo protegido, não só pela Constituição vigente, mas pelo ideário democrático implantado no meio social brasileiro bem antes da Carta Cidadã. Em segundo lugar, cercear o direito à informação, além da inconstitucionalidade, beira à condição de ato fascista e ditatorial. Os servidores públicos municipais não podem ficar com a espada de Dêmocles sob suas cabeças e, devem sim, poder expressar-se livremente, seja por meio das redes sociais, seja pela sindical ou associativa, ou diretamente peticionando suas inconformidades ao gestor público. O administrador municipal não tem o direito de ameaçar o funcionalismo com "tapa-bocas", pois eles tem consciência e maturidade suficiente para fazer a crítica administrativa e até política desta ou de qualquer gestão se desta advier. A sociedade brasileira lutou para restabelecer o estado de direito no Brasil e não é este governo que vai fazer o retrocesso social", Vanderlei Silva. NOTA DE ESCLARECIMENTO Esclarecimento sobre arrombamento do Ginásio Aldeião O Ginásio Aldeião, sede da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), foi arrombado na noite desta quarta-feira (2), de onde foram levados aparelhos eletrônicos e equipamentos esportivos. O furto foi percebido na manhã desta quinta-feira (3) por funcionários da secretaria, que avisaram a Guarda Municipal sobre o incidente. Para garantir uma melhor segurança, a Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal para Assuntos de Segurança Pública (Smasp), confirma a licitação de uma nova empresa de monitoramento patrimonial, que nas próximas semanas fará a revisão dos alarmes já existente e a instalação de novos equipamentos em todos os prédios da administração municipal.

Senha do dia: Eu preferiria ser um fracasso em algo que amo do que um sucesso em algo que odeio. (George Burns)


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 4

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

INAUGURAÇÃO DA SEDE DO PT O Partido dos Trabalhadores de Gravataí inaugurou sua nova sede na última semana. Na ocasião, os petistas também celebraram os 34 anos do PT no Brasil. O presidente municipal da sigla, vereador Alex Peixe, afirmou que o partido inicia uma nova etapa neste importante ano. “Etapa esta que lutaremos para reeleger Dilma e Tarso, para que o povo seja como protagonista das mudanças no Rio Grande e no Brasil. Estamos sempre na luta por mais desenvolvimento, mais educação, saúde e oportunidades para o povo trabalhador”, disse Peixe. O evento contou com forças políticas do PT da Região Metropolitana.

SIMON CONVIDA PV PARA ALIANÇA Durante as atividades da UVB - União dos Vereadores do Brasil ocorrida em Porto Alegre, na semana passada, o senador Pedro Simon (PMDB), que foi homenageado pela entidade, aproveitou o encontro com o vereador Marcio Souza, presidente estadual do Partido Verde, para convidar o PV Estadual para fazer parte da construção da candidatura de José Ivo Sartori ao Governo do Estado. — O convite, vindo do senador Pedro Simon, homem público que merece o meu respeito, será analisado com muito carinho pela direção estadual do PV, mas de antemão, posso afirmar que me senti lisonjeado com o convite do senador Simon! — disse o vereador Marcio Souza.

ALEX PEIXE NA TRANSCAL O vereador Alex Peixe (PT) esteve em reunião na Transcal, acompanhado de uma comissão de moradores dos bairros Águas Claras e Morada do Vale II. Na pauta: horário dos ônibus Porto Alegre, Ponte, acessibilidade, as linhas de POA saindo na frente dos ‘Ponte’, obrigando os usuários a pagar passagens mais caras, a possibilidade de incluir mais ônibus no Residencial Rondon e também a possibilidade de adequar essas linhas para passar na Ladeira e na Silvio Freitas. Ótima ideia vereador, espero que a Transcal resolva essas questões.

Na manhã desta sexta-feira (4), ocorre a transmissão de cargo do secretário Jones Martins (que deve concorrer a deputado estadual pelo PMDB) para o novo titular da Secretaria Municipal da Saúde. Quem assume em seu lugar é o secretário adjunto, Laone Pinedo, que possui vasta experiência em administração pública.

SEM MANDATO, MAS BEM COTADO

S

em assento na Câmara de Gravataí desde 2012, quando não se reelegeu por apenas 25 votos, o ex-vereador e atual secretário adjunto de Desenvolvimento Urbano do Município, Vail Corrêa, vem sendo procurado por alguns partidos após as especulações dos últimos dias sobre a possibilidade dele deixar o Partido Trabalhista Brasileiro. Em conversa, Vail confirma o que a coluna aborda há alguns dias. “Existe muita especulação e outros convites além do DEM e do PV. Mas como não sou candidato a nada, to esperando essa turbulência das eleições estaduais”, disse. Ele disse que pretende observar o que vai acontecer em outubro deste ano e que inclusive ventila a possibilidade de se licenciar da executiva do partido, uma vez que não se sente confortável em apoiar o PT, partido com o qual o PTB deve manter a aliança ao Governo do Estado. Vail foi voto decisivo para a cassação da sua prima e ex-prefeita Rita Sanco (PT). Contudo, como tem com-

Ex-vereador Vail Corrêa confirma convites de partidos

promisso com alguns amigos dentro do PTB, ainda não tomou nenhuma decisão. Vail confirma que foi procurado novamente pelo companheiro Maurício Dziedricki, quem apoiou nas eleições de 2010, bem como sabe da possibilidade do colega de partido aqui da Aldeia, Paulinho da Farmácia, concorrer a deputado estadual. — Venho fazendo um trabalho técnico e ao mesmo tempo político na Secretaria de Desenvolvimento Urbano, com bom relacionamento com outras pastas e com a Câmara de Vereadores. Faço meu trabalho,

cumpro com minha obrigação. Vail acredita que depois de cinco mandatos na Câmara, cumpriu seu dever. Hoje, segundo relata, pode dar mais atenção à família, cujo convívio acabou sacrificado um pouco no período como parlamentar, em razão dos compromissos que a investidura no cargo de vereador exige. — Minha família não quer que eu concorra mais, mas como sou político e teimoso, tudo é possível. Porém vou definir somente no fim de 2015 — concluiu.

PASSE LIVRE ESTUDANTIL INTERMUNICIPAL A Câmara de Vereadores de Gravataí sediará neste sábado (05/04) uma Audiência Pública sobre o Programa Passe Livre Estudantil Intermunicipal. Proposto pelo vereador Dimas Costa (PT),

o evento tem por objetivo orientar os estudantes com direito ao passe livre para terem acesso a este benefício garantido por uma lei estadual. O evento, no Plenário da Câmara, terá início às 9h

e contará com as presenças de Marcos Damiani, diretor da Metroplan (Transportes Metropolitanos), e de Hélio Schreinert, coordenador do passe livre estudantil na Metroplan.

VISITA À FEIRA DA ECONOMIA O vereador Alemão da Kipão (PT) aproveitou a manhã de terça-feira, e acompanhado do presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural, José João Melo, fez uma visita de cortesia à Feira da

Economia Solidária. Alemão conversou com várias pessoas, entre elas Carina Medina, que relatou estar feliz com seu trabalho, conferiu algumas tendas e no fim elogiou o trabalho dos feirantes.

TÁ NA MESA DA FEDERASUL O prefeito Marco Alba participou na última quarta-feira da reunião-almoço “Tá na Mesa”, evento promovido pela Federasul. O palestrante da edição foi o sócio da KPMG Auditores Independentes, Charles Schramm. O evento teve como pauta as Parcerias Público-

-Privada, alternativa de política pública que, segundo o palestrante, está em uma crescente no País. Para Marco Alba, as PPP’s podem ser uma alternativa para o setor público. Ele ressaltou os estudos apresentados por Charles Schramm, dizendo que eles demonstraram o posi-

cionamento em diversas áreas de desenvolvimento. Alba lembrou que alguns estados e municípios já têm exemplos positivos de parcerias com o setor privado, e que estes exemplos podem ser trazidos à nossa realidade.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 5

SECRETARIA DA SAÚDE TEM NOVO TITULAR Secretário Jones Martins se licencia do cargo para cumprir missão partidária

A

pós pouco mais de um ano de atividades intensas à frente da Pasta da Saúde e o encaminhamento de grandes projetos na área, Jones irá se afastar do cargo respeitando os critérios legais, já que seu nome é um dos apontados pelo partido para buscar uma cadeira no Congresso Nacional. “Vou sair para cumprir uma missão partidária! Mesmo assim, pretendo continuar acompanhando as atividades desta secretaria, pela qual muito me dediquei sempre pensando em fazer o melhor em saúde para contribuir com o bem estar e melhor qualidade de vida da nossa população”, ressalta Jones. Durante sua atuação como secretário Municipal da Saúde, Jones realizou um trabalho comprometido e de grande destaque devido aos projetos que deu andamento e às estratégias utilizadas para melhorar o atendimento e a prestação de serviços de saúde via SUS no município. Na manhã desta sexta-feira (4), ocorre a transmissão de cargo do secretário Jones Martins para o novo titular da Secretaria Municipal da Saúde. Quem

assume em seu lugar é o secretário adjunto, Laone Pinedo, que possui vasta experiência em administração pública. Humanização Durante a administração do secretário Jones Martins a SMS trabalhou sob diversos aspectos que resultaram em melhorias para a toda a população. Quais foram as ações de destaque da Secretaria? Trabalhamos no encaminhamento para a construção histórica da 1ª Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Gravataí, localizada na parada 75 e que teve as obras iniciadas em janeiro. Ainda este mês deve ser assinada a ordem de início de construção da segunda UPA, na ERS 020. No que vai melhorar os serviços com a construção das novas UPA’s? Através da construção destas duas UPAs iremos descongestionar a superlotação do Serviço de Urgência e Emergência (SUE/24h) e da emergência do Hospital Dom João Becker, que não conseguem comportar a demanda de pacientes em situações emergenciais. E as Unidades de Saúde no município? Nossa preocupação era transformar o atendimento nas Unidades de Saúde em algo mais cuidadoso, respeitoso e preocupado com a população. Para

atender a este preceito, investimos na ampliação da cobertura da Estratégia de Saúde da Família, que neste ano saltará de 25% para 50%. Este resultado será advindo de dois fatores: a construção de cinco novas unidades na modalidade de Unidade de Saúde da Família, das quais duas já iniciaram as obras (Cohab C e São Vicente) e reforma de outras cinco. E quais são as diferenças de uma Unidade de saúde comum para as de Estratégia de Saúde da Família? Diferentemente das tradicionais Unidades Básicas de Saúde, as USFs operam sob um sistema de saúde focado na promoção e na prevenção das doenças, reduzindo enfermidades e colaborando para uma saúde com mais qualidade. Para completar a nova estruturação, procedemos à requisição e contratação de 14 profissionais do Programa Mais Médicos, especialistas em Saúde da Família. Está previsto ainda, a chegada de outros 11 profissionais para complementar o quadro do município. Existe alguma estrutura para tratamentos específicos? A responsabilidade com setores específicos da saúde também foram focos de atenção. Em dezembro de 2013, foi inaugurado o Serviço de Atenção Especializada (SAE) para tratar especificamente dos casos de HIV/Aids, DSTs e tuberculose, que disponibiliza todo o tratamento de forma gratuita para pacientes acometidos por essas enfermidades. Outra estrutura que lida com público específico e destinado à recuperação de pacientes e a reinserção social é a Associação dos Usuários do CAPS AD (ASSUSCAPS), cuja nova sede também inauguramos este ano. E as políticas materno-infantis? Foi instituído para contemplar essa área específica o Dia do Bebê no município, para tratar especialmente de políticas de combate e redução dos números de mortalidade infantil em Gravataí.

2013 e 2014 diversas campanhas de prevenção e conscientização da população acerca de várias doenças. Dentre elas, merecem atenção especial, as campanhas sobre o câncer bucal, câncer de mama, de combate à dengue, hepatite, DSTs, Aids, tabagismo, além das vacinas contra a gripe A e contra o HPV, que atingiu a meta de vacinação muito antes do prazo estipulado pelo Ministério da Saúde e imunizou quase seis mil meninas entre 11 e 13 anos, o que garantirá a redução das possibilidades de serem acometidas por câncer do colo do útero. Servidores O senhor sempre ressalta em seus discursos que todas as conquistas da Secretaria foram devidas graças ao apoio do quadro funcional. Existe alguma ação voltada para os servidores? Além de trabalhar em prol da população que usufrui os serviços disponibilizados pelo SUS, também estivemos engajados em políticas de melhorias para o quadro funcional da SMS.

Quais foram as principais campanhas realizadas?

Dentre as ações realizadas, está a instituição da lei do Programa de Melhoria do Acesso e da Qualidade (PMAQ) no município, que garante repasse de verbas para estruturas e funcionários das Unidades de Saúde da Família.

Foram realizadas ao longo de

“Esta lei garantirá a destinação

Ações de prevenção

de 50% de verbas para investimentos e infraestrutura e outros 50% para gratificação do corpo funcional das Unidades de Saúde da Família”. Falando em USF, a nova modalidade possui em sua equipe uma figura diferencial, que é o agente comunitário de saúde. Essa pessoa é a responsável por fazer o elo de conexão entre a Unidade de saúde e a comunidade, trabalhando com o a visitação e acompanhamento constante dos pacientes. No projeto de expansão da ESF no município, deverão ser contratados diversos agentes comunitários para as novas unidades de saúde, bem como para aquelas que já estão em processo de conversão, como é o caso da Águas Claras. A SMS já está com o edital aberto para a contratação emergencial destes profissionais possibilitando um serviço de saúde mais qualificado para os cidadãos. Qual o balanço que faz sobre a atuação como titular da Saúde no município? Acredito que durante todo esse período trabalhamos intensamente em projetos que beneficiassem a população da melhor maneira possível e creio que através dessas ações estamos cada vez mais perto de chegar a um futuro com mais saúde e qualidade de vida para toda a população gravataiense.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 6

FASE DE PROGNÓSTICOS DO PLANO DE SANEAMENTO COMEÇA NA PRÓXIMA TERÇA-FEIRA DIVULGAÇÃO/PMG

A participação popular será fundamental na elaboração do projeto

A

Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano promove a partir da próxima terça-feira, 8 de abril, as oficinas de prognósticos do Plano Municipal de Saneamento Básico (PMSB). Nesta etapa do projeto, conforme explicou o engenheiro Jairo Cardoso, será definido com a comunidade quais os objetivos e as metas propostas pelo PMSB, tendo como ponto de partida o diagnóstico já consolidado com a participação da sociedade nas fases anteriores. “Realizamos as oficinas de diagnóstico em cada região. Agora estamos analisando os relatórios e estabelecendo os prognósticos para montar o projeto que irá impactar diretamente na estrutura da cidade”, falou o secretário de Desenvolvimento Urbano, Cláudio San-

tos, destacando a importância do envolvimento da população no processo. Os trabalhos das oficinas serão desenvolvidos a partir de uma explanação inicial sobre os objetivos e forma de condução das atividades proposta. A PARTICIPAÇÃO Os resultados dos trabalhos dos grupos de cada oficina regional serão contemplados de forma a complementar os estudos produzidos pela equipe técnica responsável pela elaboração da PMSB de Gravataí, de acordo com as quatro áreas componentes do saneamento básico. “A participação popular é a condição indispensável para concretizar o PMSB, pois nele estarão inseridas as necessidades da população”, destacou o engenheiro. Os principais objetivos do PMSB são garantir o acesso à água potável, esgoto tratado, planejar o destino dos resíduos domésticos, entulhos de obras, embalagens de agrotóxicos e industriais e a drenagem das águas pluviais. As etapas para a composição desse documento são o diagnóstico (já realiza-

da), o prognóstico, as metas, as ações, os programas, a elaboração do plano e a discussão na Câmara de Vereadores. REFERÊNCIA O documento, após aprovado, se tornará instrumento estratégico de planejamento e de gestão participativa. Elaborado pelos técnicos da Secretaria Municipal de Desenvolvimento

Urbano, com o apoio da sociedade, o PMSB será aprovado em audiência pública. As audiências são o fórum de discussão da proposta da Prefeitura e para apresentação de sugestões e reivindicações. Aprovado, o PMSB passa a ser a referência de desenvolvimento do município, estabelecendo as diretrizes para o

saneamento básico e fixando as metas de cobertura e atendimento com os serviços de água; coleta e tratamento do esgoto doméstico, limpeza urbana, coleta e destinação adequada do lixo urbano e drenagem e destino adequado das águas de chuva. Todas as Informações referente ao projeto estão disponível no blog planodesaneamento-gravatai.blogspot.com.br.

NOVAS DIRETRIZES PARA CURSOS DE MEDICINA INCLUEM ESTÁGIO OBRIGATÓRIO NO SUS Após meses de discussão, a Câmara de Educação Superior do Conselho Nacional de Educação (CNE) aprovou hoje (3) as novas diretrizes curriculares nacionais dos cursos de medicina, com a obrigatoriedade de que pelo menos 30% da carga horária do estágio obrigatório, em regime de internato, ocorra no Sistema Único de Saúde (SUS), na atenção básica e em serviço de urgência e emergência. O documento segue agora para o ministro da Educação, Henrique Paim, a quem caberá analisar e homologar as diretrizes. As novas diretrizes aprovadas pelo CNE incluem ainda uma avaliação nacional dos estudantes de medicina a cada dois anos, que será obrigatória e classificatória para os programas de residência médica. A previsão é que a avaliação comece em um prazo de dois anos após a aprovação da medida e seja aplicada pelo Instituto Nacional de Estudos e

Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O Inep é uma autarquia do Ministério da Educação responsável pelo Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As mudanças foram apresentadas pelo conselho e discutidas em audiência pública no dia 26 de fevereiro com a participação de entidades que representam estudantes de medicina, médicos e instituições de ensino e também integrantes dos ministérios da Saúde e da Educação. Segundo o conselheiro da Câmara de Educação Superior Arthur Roquete de Macedo, a expectativa é que o Ministério da Educação aprove rapidamente o documento. “Tenho absoluta convicção de que o ministério vai homologar as diretrizes que foram aprovadas hoje no conselho em um prazo relativamente curto. Elas são importantes e consolidam alguns avanços que ocorreram nas diretrizes

de 2001, abrem perspectivas para que novos aprimoramentos ocorram, como resultado do avanço da medicina no Brasil, do atendimento do SUS, das transformações sociais e do avanço tecnológico que vai ocorrer”, disse ele. A reformulação das diretrizes dos cursos de medicina foi motivada pela Lei 12.871/2013, que instituiu o Programa Mais Médicos. Um dos objetivos do programa – aumentar o número de vagas na residência médica – foi incluído nas novas diretrizes. O documento aprovado hoje prevê que, até o final de 2018, os programas de residência médica devem ofertar vagas em número igual ao de egressos dos cursos de graduação em medicina do ano anterior. Pela resolução aprovada, a duração do curso de medicina ficou confirmada em seis anos. Ao criar o Mais Médicos, o governo

cogitou ampliar a duração para oito anos. Para o conselheiro Arthur Roquete, as mudanças permitem a humanização da formação do médico, sem prejuízo da formação técnica. Ele acredita que o SUS terá capacidade de absorver o trabalho dos médicos que terão de cumprir 30% do estágio obrigatório no sistema. “O SUS já tem oferecido, de forma crescente, a possibilidade de estágios [para alunos] dos cursos de medicina", disse Roquete, que considera importante os estudantes terem formação condizente com

a realidade da medicina praticada no país. "A proposta é que o SUS vá aumentando essa capacidade de absorção”, acrescentou. Os cursos de medicina em funcionamento têm prazo de um ano, a partir da data de publicação da resolução do CNE, para aplicar as determinações às turmas abertas após o início de sua vigência. Os estudantes matriculados antes da aprovação das novas diretrizes podem optar por concluir o curso com base nas diretrizes anteriores ou nas novas.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 7

APAE PREPARA ALUNOS PARA O MERCADO DE TRABALHO

DIVULGAÇÃO/PMG

A iniciativa conta com parceria do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e de empresas

O

s alunos da APAE, Christian Picolli (18) e Fernanda Cassal (21), portadores da síndrome de down, estão sendo preparados pela instituição para ingressarem no mercado de trabalho. No Dia Internacional da Síndrome de Down, celebrado em 21 de março, a APAE promoveu um bate-papo com os dois estudantes. Na oportunidade Christian

ressaltou que estava muito feliz e se sentindo útil com a possibilidade de entrar no mercado de trabalho e Fernanda falou da alegria que sente em poder ajudar. A assessora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Patrícia Rosa, parabenizou a direção e os funcionários da APAE pelo trabalho realizado. “É um trabalho que em algum momento o resultado aparece”, constatou. A ex-presidente da APAE e vice-diretora da Escola Municipal de Ensino Especial Cebolinha, Josefa Lopes, destacou a importância de inserir os estudantes da escola no mercado de trabalho. “É um grande avanço”, comentou.

PREFEITURA CONCLUI LIMPEZA DO LAGO DO PARCÃO DA 79 Atendendo a solicitações da população, preservando o meio ambiente e realizando a manutenção do espaço público da cidade, a Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Serviços Urbanos (SMSU), em parceria com a Fundação Municipal do Meio Ambiente (FMMA), finalizou na tarde desta quinta-feira (3), a limpeza do lago do Parcão da 79, além da poda de árvores do local. Ao todo, foram retirados dois caminhões inteiros entre garrafas pet, garrafas de vidro, plásticos, materiais de pesca e galhos secos. De acordo com o secretário municipal de Serviços Urbanos, Pedro Bisch, é preciso que as pessoas se conscientizem, pois a sujeira jogada no lago forma uma camada de poluição que impede a oxigenação da água, prejudicando os animais que ali habitam. O secretário ainda destaca que com o novo código de limpeza da cidade, que vigora a partir do dia 20 de abril,

quem for pego jogando lixo em locais públicos será obrigado a pagar uma multa que varia de R$ 150 a R$ 3 mil. “Seremos rígidos e não vamos tolerar irregularidades. Vamos reforçar a nossa fiscalização. A comunidade tem que se conscientizar dos recursos que são destinados para a limpeza do município e quando se fala de área ambiental este problema se torna ampliado. Temos que mudar esta realidade”, explica Pedro Bisch. Conforme a diretora-presidente da FMMA, Cláudia Costa, que cedeu um barco da Fundação para que fosse feita a limpeza do lago, o descarte de detritos não só polui, mas também fere os animais. “Devido às ações irresponsáveis, não foram poucas as tartarugas encontradas com as patas machucadas ou mortas devido ao engasgo com o material jogado. Não é mais possível esta desconsideração por um espaço tão belo de Gravataí”, afirma.

A inserção dos alunos no mercado de trabalho é feita a partir de uma parceria entre a APAE, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Se-

nai) e empresas do município. A qualificação tem duração de 400h/aulas, divididas em teóricas, que ocorrem na própria escola, e práticas, nas empresas

parceiras do projeto. Conforme explicou Josefa, em abril ocorre a formação da primeira turma desta parceria.

PASSAGEIRO QUE DESISTIR DE VIAGEM DE ÔNIBUS TERÁ DINHEIRO DE VOLTA Uma resolução da Agência Nacional de Transportes Terrestres publicada no Diário Oficial da União de quinta-feira (3), estabelece os direitos de quem viaja em ônibus interestaduais e internacionais. As regras se aplicam a percursos acima de 75 quilômetros. Entre as mudanças estão os percentuais máximos que as empresas de transporte poderão cobrar de quem quiser cancelar ou remarcar sua passagem. Cada bilhete vale por até um ano e, durante o prazo, podem ser remarcados para a mesma linha, seção e sentido. Caso o usuário queira alterar a data ou horário da viagem, a empresa poderá cobrar até 20% do valor da tarifa paga para remarcar o bilhete, a partir de três horas antes do início da viagem. E se optar por viajar em ônibus de categoria superior à inicialmente prevista ou caso a passagem tenha sido adquirida em uma promoção, o passageiro irá pagar a eventual diferença de preços. Se o usuário desistir de viajar até três horas antes do embarque, o valor a ser devolvido pela empresa não poderá sofrer desconto superior a 5% da quantia paga pelo usuário. O reembolso será calculado com base no valor da tarifa vigente na data da restituição. A empresa terá até 30 dias para entregar o dinheiro ao usuário desistente. Caso, por culpa da empresa de ônibus, haja atraso superior a uma hora no início da viagem, o cliente poderá optar por ser remanejado, sem custos, para outra empresa que ofereça serviço equivalente para o mesmo destino, receber imediatamente o valor pago pela passagem, ou seguir viagem com a mesma transportadora. Se a viagem for interrompida ou sofrer atra-

so superior a três horas, a empresa deverá oferecer alimentação aos passageiros. Quando não for possível seguir viagem no mesmo dia, a transportadora será obrigada a pagar hospedagem. As regras se aplicam também aos casos em que a companhia vende passagens além da capacidade do ônibus. Caso o usuário perca ou tenha sua passagem roubada, a transportadora irá emitir um novo bilhete, bastando que o cliente apresente o documento de identidade. A emissão da segunda via da passagem não acarretará qualquer problema porque, de acordo com a resolução, as empresas, a partir de agora, terão que identificar cada um dos passageiros nos bilhetes de passagem e de embarque. Os bilhetes deverão apresentar também informações como o valor dos tributos embutidos no preço final e do pedágio, se houver. Além disso, ao contrário do que ocorre no setor aéreo, a resolução destaca que qualquer passageiro pode transferir sua passagem a outra pessoa sem pagar nada por isso.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 8

LINGUAGENS ARTÍSTICAS MOBILIZAM EMOÇÕES PARA O RESGATE DA MEMÓRIA E DA VERDADE MANUELLA BRANDOLFF/ESPECIAL

Maria José Bunster, diretora de exposições do Museo de La Memória do Chile, foi uma das painelistas

Faço parte de uma geração perdida, somos filhos de pais que foram presos, desaparecidos; vi meu pai ser encapuçado, seqüestrado, depois torturado; vi chilenos que tiveram de fugir para permanecer vivos e morreram longe de nosso país, sem poder voltar; há chilenos que até hoje estão parados no tempo, em 1973. Estou falando por todos os chilenos perdidos pelo mundo, a memória é a única coisa que nos mantém vivos”. Esse foi o relato sentido e emocionado de Alex Oyarzo, 48 anos, que há 26 anos mora em Porto Alegre. Ele acompanhou, na manhã desta quinta-feira (2), o painel “Linguagens Artísticas e Pedagogia da Memória: Experiências”, na programação da Semana da Democracia. Oyarzo foi imediatamente convidado pela diretora de exposições do Museo de La Memóriado Chile, Maria José Bunster, a enviar seu depoimento de exilado para um projeto de memórias do exílio da instituição: “Isso nos sensibiliza, porque o exílio é um tema sobre o qual quase não se fala”, afirmou a diretora e painelista. Sobre o tema do debate, ela considera que a arte, como forma de expressar o que aconteceu nos anos de dita-

dura, ao mobilizar as emoções das pessoas faz com elas se conectem com aqueles acontecimentos, reflitam e adquiram consciência sobre ele. O Museo de La Memória, em Santiago, explicou Maria José, “não é um museu de arte, mas sem dúvida é um espaço onde a arte e o imaginário visual cumprem um papel fundamental na representação dos traumas coletivos”. O prédio, imponente, moderno, foi construído a partir do projeto de um escritório brasileiro, o Estúdio América, que venceu um concurso internacional. Sua implantação foi uma recomendação dos Informes da Verdade, como uma das medidas de reparação às vítimas da ditadura de Augusto Pinochet. Perseguição aos livros A ferocidade da repressão não se abateu apenas contras pessoas, como mostrou o também chileno Ramón Castillo, curador e diretor da Faculdade de Artes da Universidade Diego Portales. Os livros também sofreram uma brutal perseguição dos militares chilenos e hoje, segundo ele, são um luxo no país, caríssimos e pouco acessíveis. No entanto, no governo de Salvador Allende, em apenas 38 meses foram impressos 11 milhões de livros, de literatura universal a obras de política e ciências sociais, para uma população de 9 milhões de habitantes. “O livro atualmente se converteu num objeto de luxo, mas antes era um objeto comum, que fazia parte do cotidiano das pessoas”, conta. Registros foto-

gráficos impressionantes, de logo após o golpe de 11 de setembro de 1973, mostram militares fazendo enormes fogueiras com livros que eram recolhidos de casa em casa,em Santiago. Muitaspessoas se arriscaram escondendo ou enterrando suas obras. Para denunciar essa face da repressão, foi criada na universidade uma grande exposição chamada Biblioteca Recuperada: Livros Queimados e Escondidos a 40 anos do Golpe, que tem Castillo como curador. A criação dos livros representou um salto civilizatório para a humanidade, a partir da invenção da imprensa por Gutenberg, ressalta Castillo: “Mas quando se destroem livros, quando se queimam livros, como no nazismo ou na ditadura chilena, se produz um retrocesso na civilização, é um retorno à barbárie”.

PUBLICAÇÃO LEGAL

Monumento ao Nunca Mais Já a artista plástica gaúcha Cristina Pozzobon relatou dois projetos relacionados com o tema da memória, verdade e justiça que desenvolve. Um deles, chamado Direito à Memória e à Verdade, faz uma exposição itinerante pelo Brasil de imagens sobre o período da ditadura militar brasileira, numa parceria com a Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República e a Agência Livre para Informação, Cidadania e Educação (Alice). O outro trabalho é chamado Projeto Trilhas da Anistia, do Ministério da Justiça, que instala monumentos em locais do país que são marcantes nesse período da história brasileira. Já são 30 monumentos, denominados Monumento ao Nunca Mais, em várias cidades, 17 em praça pública. O último deles foi instalado nesta semana, no Teatro do Tuca,em São Paulo, onde ocorreu o primeiro congresso da luta pela anistia no Brasil. Outro será inaugurado sábado (5), no Memorial do Rio Grande do Sul. Muitos homenageiam mortos e desaparecidos da ditadura

CASAMENTOS

militar, explicou Cristina, e seus familiares costumam comentar que os monumentos representam a própria presença da pessoa que desapareceu. É a presença da sua história ali naquele local: “O monumento traz de volta para os familiares dessas pessoas não só a memória daquele período, mas é como se fosse a própria expressão física dessas vítimas da ditadura”, disse a artista plástica. Por sua vez, o diretor do Museu de Artes do Rio Grande do Sul (Margs) considerou que museus de história, instituições de memória e arquivos históricos precisam fazer “uma verdadeira revolução” para que estas instituições deixem de ser o lugar de uma narrativa congelada no século passado e passem a apresentar exposições vivas, dinâmicas e surpreendentes, em sintonia com o expectador contemporâneo. Também participou do painel o argentino Gonzalo Conte, que apresentou o projeto Topografia da Memória, que mapeou e disponibiliza virtualmente locais de detenção e centros clandestinos de detenção da ditadura militar.

Edital nº 024/2014

VENDE-SE VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: 1 – RAFAEL BRITO PEREIRA e JOICIANE ISIDORO DA ROSA 2 – LUCIANO FEIJÓ GLAPINSKI e MÁRCIA ROSA CARVALHO Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei.

Gravataí, 04 de abril de 2014

Valecy Cabeleira Bitelo Oficial de registro

Tele-Pizza, localizada na Rua Ernesto Gomes, 315, loja 03, junto ao Condomínio Residencial Village Center, com 26 blocos, sendo 520 apartamentos no total, em Gravataí - RS. Horário de funcionamento da Tele é das 19h às 23h. Média de 30 pizzas por noite. Faturamento médio de R$ 1.200,00 por noite. Custo com aluguel: R$ 450,00. Interessados tratar (51) 9764.7001 ou 9983.4594

EDITAL DE NOTIFICAÇÃO(PRAZO 20 DIAS) Credora Exeqüente: CAIXA ECONÔMICA FEDERAL - Pelo presente edital, por estar em lugar ignorado, fica notificada a pessoa adiante nomeada para ciência de que estamos autorizados na forma da lei (decreto-lei n.º 70 de 21.11.66 e Regulamentação Complementar), a promover a execução extrajudicial da hipoteca que onera o imóvel indicado a seguir. Fica cientificada, outrossim, de que tem o prazo de 20 (vinte) dias, a contar desta data, para purgar o débito e evitar a continuidade da execução, o que poderá ser feito na Agência Gravataí (Gravataí/RS) da CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, onde foi obtido o financiamento, em qualquer dia útil. CONTRATO: 9.0478.9445.174-5 - SED: C-14.153/13 – MUTUÁRIOS: LUIZ CARLOS DE OLIVEIRA MENDES, brasileiro, industriário, inscrito no CPF sob nº183.405.120-72, e sua mulher DINORA CARMEN MENDES, brasileira, do lar, inscrita no CPF sob nº183.405.120-72 residentes e domiciliados em Porto Alegre/RS – IMOVEL: Rua Adriano Dias (antiga Rua “M”) Nº316, Morada do Vale – Gravataí/RS – Valor da dívida em 12/11/2013 - R$94.111,10 (noventa e quatro mil cento e onze reis e dez centavos), que será devidamente atualizada à época do pagamento, acrescido de multa contratual e despesas pertinentes. Porto Alegre, 03 de abril de 2014 - COMPANHIA PROVÍNCIA DE CRÉDITO IMOBILIÁRIO - AGENTE FIDUCIÁRIO - Publicações nos dias 03/04/2014, 04/04/2014 e 07/04/2014 no Jornal de Gravataí.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 9

POLICIA SEGURANÇA PÚBLICA DIVULGA MAIS IMAGENS DO SIMULADO PARA COPA DIVULGAÇÃO/17ºBPM

Quinto simulado de segurança para a Copa do Mundo mobilizou agentes da segurança pública

HOMEM É PRESO COM ARMAS

A

71 dias da Copa do Mundo, o Rio Grande do Sul finaliza os ajustes para a preparação de uma das áreas mais importantes no planejamento do governo gaúcho para o evento: a segurança pública. As forças de segurança estaduais, em parceria com agentes federais, municipais e de entidades privadas, além de servidores de outras áreas como saúde, realizaram, nesta quarta-feira (02), o quinto simulado de segurança para a Copa do Mundo. O Centro de Treinamento da Seleção do Equador, o resort Vila Ventura, em Viamão, foi o palco da ação. “Estamos fazendo um trabalho para que a população gaúcha, os turistas que vierem para a Copa e, especialmente aqui a comitiva do Equador, saiba que o RS, com suas ações e forças de segurança, está absolutamente prevenido para evitar qualquer contratempo como este”, destacou o secretário de Segurança, Airton Michels. O exercício simulou uma explosão de bomba, com oito feridos, no hotel que hospedará a comissão técnica do Equador. Equipamentos Foram testados equipamentos que o Estado recebeu, com recursos federais, como parte da preparação para Copa, como equipamentos antibomba e o veículo de Plataforma de Observação Elevada (POE). A ação reuniu 32 órgãos governamentais, que simularam a explosão

de uma bomba, evacuação do local, detecção de eventuais novas bombas, feridos, incluindo o transporte com helicóptero para o Pronto Socorro da Capital, um dos hospitais credenciado e indicado para atendimentos durante a Copa do Mundo. “A cada simulado observamos que a integração se aproxima da linearidade que esperamos”, avaliou o coordenador da Assessoria da Copa, coronel Erlo Pietroski. De acordo com o oficial, nesta semana, o grupo fará uma avaliação da operação, destacando pontos positivos e corrigindo eventuais falhas para orientações a serem adotadas em casos reais que vierem a acontecer. Ao todo, a operação mobilizou cerca de 300 pessoas, incluindo 200 agentes de segurança e saúde. Jogadores do Cerâmica, clube de Viamão, participaram do exercício como figurantes. Quarenta funcionários do Vila Ventura, de um total de 80, também participaram da ação. “É muito importante que nossa equipe possa, além das novas instalações e do treinamento de nosso pessoal já realizado com a Brigada de Incêndio, poder também participar deste simulado”, ressaltou o diretor do Vila Ventura, Samuel Silveira. O resort espera receber 60 pessoas da

comissão técnica do Equador e destinará todos os 79 leitos para a seleção equatoriana. O exercício foi feito na nova ala do hotel, que está em fase final de construção de 51 quartos. Além disso, o centro de treinamento está finalizando a construção de um campo, com medidas oficiais Fifa, e um vestiário. No acesso ao hotel, a estrada está sendo pavimentada, num investimento de R$ 5 milhões do Governo do Estado.

Policiais civis da 3ª Delegacia de Polícia (DP) de Alvorada, coordenados pelo delegado Maurício Barisson Barcellos, com apoio de agentes da 1ª DP de Alvorada, realizaram na manhã desta quinta-feira (034) uma ação de combate ao tráfico, no Beco Natal, naquele município. Na ação foi preso o indivíduo D.S.S., de 39 anos. O homem foi conduzido à Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada para os procedimentos legais e após ao sistema prisional. Segundo o delegado Barcellos, a investigação aponta que o homem preso gerenciava o tráfico no beco, bem como fazia a segurança da "boca". Ele já possui antece-

dentes policiais por porte de arma, em três oportunidades, roubo, furto, lesão corporal, ameaça e posse de drogas. Com o indivíduo a polícia apreendeu uma pistola calibre .40, de uso restrito das forças de segurança, com carregador reserva, 28 munições do mesmo calibre, 80 munições de calibre 7,65, mais de R$ 1.700 em dinheiro trocado, uma espingarda de pressão com luneta, que pode ser convertida para a utilização de munição calibre .22 e um alvo para treinamento, com perfurações. A ação é parte integrante da Operação Cidade Segura 2014, que é desenvolvida no município pela 3ª DP de Alvorada – salientou o delegado.

SIMULADO Participaram da ação, Brigada Militar, Polícia Civil, Bombeiros, Instituto Geral de Perícias, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria da Saúde (incluindo equipes SAMU), Defesa Civil, Comitê Gestor da Copa (CGCopa), Prefeitura de Viamão, Comitê Organizador Local (COL), EPTC, Secretaria de Grandes Eventos (Ministério da Justiça). O exercício foi o quinto exercício simulado realizado pelo RS na preparação para Copa. Já foram testadas operações envolvendo seqüestro em estádio de futebol e estação de trem, brigas de torcida com óbito na Fan Fest e acidente com perigo de vazamento químico em rodovia. A previsão do governo é de realizar mais um simulado no estádio Beira-rio.

PRESO TRÊS PROCURADOS Policiais da Delegacia de Capturas, do D.E.I.C., coordenados pelo Delegado de Polícia Titular Eduardo de Oliveira Cesar, prenderam, nesta quarta-feira (02), em Porto Alegre e Alvorada, três procurados pela Justiça Pública . A 1ª prisão ocorreu numa residência do Beco Chapéu do Sol, Bairro Belem Novo, em Porto Alegre. Foi preso um homem, 36 anos, com base no mandado de prisão expedido pela Vara de Execuções Criminais do Foro Central de Porto Alegre, o qual foi condenado a pena de 05 anos de reclusão por Tráfico de Entorpecentes e Associação para o trá-

fico. A 2ª prisão se verificou na Avenida Moab Caldas, Acesso 12, Vila Cruzeiro, em Porto Alegre. Foi preso um homem, 29 anos, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva expedido pela 1ª Vara do Júri do Foro Central de Porto Alegre, decorrente de Homicídio Qualificado. A 3ª prisão ocorreu na Rua Fátima, Vila Maria Regina, em Alvorada. Foi preso um homem, 28 anos, com base no mandado de prisão preventiva expedido pela 2ª Vara Criminal da Comarca de Alvorada, referente à violência doméstica. Os três presos foram encaminhados ao Presídio Central.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 10

GIRO PELO ESPORTE RODRIGO FIGUEIRÓ/CAC

NO DOMINGO OCORRE A 5ª RODADA DO TORNEIO DO AMÉRICA DIVULGAÇÃO/PMG

Jogos têm inicio às 9h no Campo do América

A

COLETIVO ENTRE PROFISSIONAIS E JUNIORES O time profissional do Cerâmica participou de um treino coletivo contra os juniores do clube, na tarde ensolarada desta quinta-feira, 03. Jogando no gramado do estádio Antônio Vieira Ramos, o trabalho serviu ajustar as equipes que disputam as competições regionais. A equipe profissional do Tricolor de Gravataí segue se preparando para disputar o segundo turno da Divisão de Acesso, que começa na próxima semana. Nesta tarde o grupo realizou um jogo-treino contra a equipe júnior do clube para testar os jogadores de ambas as categorias. Os profissionais venceram o primeiro tempo

por 1 a 0, com gol de Rafinha. Na segunda etapa os comandantes Paulo Cézar Magalhães, do júnior e Gelson Conte, do profissional, modificaram as equipes completamente. No primeiro tempo Gelson Conte escalou Deivity, Jeferson, Rodrigão, Neguete, Robson, Márcio Lopes, Julio Abu, Danilo, Alex, Rafinha e Franciel. O Cerâmica tem amistoso marcado para o próximo sábado, quando vai enfrentar os juniores do Grêmio no CT Hélio Dourado, em Eldorado do Sul, às 10h. Na Divisão de Acesso, o clube volta a campo no dia 13 de abril quando encara o Nova Prata, no Vieirão.

TIME JÚNIOR RETORNA AO TRABALHO Após a vitória sobre o Brasil de Pelotas por 1 a 0, ocorrida na quarta-feira, o time júnior do Cerâmica retornou aos treinamentos na tarde desta quinta-feira, 03. Os atletas que participaram mais de 45 minutos do jogo fizeram apenas um trabalho leve de recuperação.

de hoje. Os atletas que atuaram mais de 45 minutos na vitória contra o Brasil fizeram apenas um treino recuperativo na academia do Vieirão e depois correram em volta do gramado do Vieirão para soltar a musculatura. Os demais jogadores participaram do coletivo contra os profissionais.

Com a terceira colocação na tabela de classificação do campeonato Gaúcho de juniores, com sete pontos, o Tricolor de Gravataí retornou ao trabalho na tarde

A equipe retorna a campo pelo Estadual no sábado, 05, quando enfrenta o Aimoré no Vieirão, às 15h30.

previsão da meteorologia é que o domingo (6) seja um dia de muito calor, com temperaturas perto dos 32º e com predomínio de sol. Esta previsão deverá fazer da 5ª Rodada do 39º Torneio de Futebol do América, uma recordista de público. A partir das 9h, os atletas estarão se enfrentando. O evento conta com a parceria da Prefeitura Municipal de Esporte e Lazer (Smel).

O titular da Smel, Luciano Oliveira, observa que o Torneio de Futebol do América, confirma sua tradição de ter boas partidas e recorde de público.

Segundo Luciano, “na reta final são 16 times lutando por uma vaga, cresce o interesse e a participação da torcida”.

NÚCLEO DE GINÁSTICA VERA CRUZ REALIZARÁ AULA FESTIVA Em comemoração aos 251 anos de Gravataí, o Núcleo de Ginástica Vera Cruz, mantido pela Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel), irá realizar uma aula festiva na terça-feira (8), dia do aniversário do Município, a partir das 8h30. Segundo a chefe de Gabinete da SMEL, Nara Correa, o núcleo presta essa homenagem à Gravataí e convida a população da região a participar da aula. “É muito legal quando a comunidade comparece e frequenta com regularidade as aulas de ginástica. O Núcleo possibilita levar ginástica e exercício físico para os bairros da cidade”, afirmou Nara.

Para o secretário Municipal de Esporte e Lazer, Luciano Oliveira, os Núcleos Esportivos levam qualidade de vida para a população que não tem acesso ao exercício físico. “A cada semana o projeto tem agregado mais pessoas em torno de uma vida saudável e do exercício físico. Nós estamos orgulhosos em reunir a comunidade nestes

eventos que possibilitam uma melhor qualidade de vida a todos”, disse o secretário. O Núcleo Vera Cruz tem aulas em todas as terças e quintas-feiras, das 8h30 às 9h30, no Salão Paroquial da Igreja Santa Cruz, na Rua Montenegro, Parada 63, Bairro Vera Cruz.

GRÊMIO CONFIRMA FRATURA, E ATACANTE PODERÁ SER OPERADO O departamento médico gremista confirmou na manhã desta quinta-feira que o atacante Luan fraturou um dos ossos da mão direita na partida desta quarta contra o Nacional de Medellín. O jogador acabou se machucando sozinho ao cair por sobre o braço. "O Luan sofreu um traumatismo na mão durante a partida e, ao final do jogo, uma radiografia constatou a fratura. O atleta foi imobilizado com uma tala de gesso e amanhã, com a nossa chegada a Porto Alegre, vamos reavaliar e ver qual o tratamento será estabelecido",

disse o médico gremista Felipe do Canto. O departamento médico vai esperar esta reavaliação em Porto Alegre para definir o tempo que Luan irá desfalcar o time. O certo é que, diferente do zagueiro Werley, que também sofreu uma fratura na mão e vem jogando com uma proteção, Luan não poderá atuar com este tipo de imobilização. "Neste momento eu diria que ele não pode jogar com uma proteção na mão. Ele sofreu uma fratura no osso metacarpiano e vamos esta-

belecer o tratamento só em Porto Alegre. Ele está medicado e com o braço imobilizado, procedimento de rotina nestes casos", afirmou o médico gremista. Luan vai ficar de fora da partida contra o Nacional-URU, na próxima quarta-feira, e dificilmente terá condições de atuar na decisão do Campeonato Gaúcho, no próximo dia 13 de abril, no clássico Gre-Nal, no Estádio Beira-Rio. Não está descartada a possibilidade de que Luan passe por uma cirurgia na mão direita, mas isso só será definido após o exame em Porto Alegre.


Gravataí, 04, 05 e 06/04/2014 - Pág. 11

ENTRETENIMENTO CULINÁRIA

NOTÍCIAS DA TV

Bolo formigueiro só de claras BEIJO GAY DE “AMOR À VIDA” É ACLAMADO DURANTE O “VEM_AÍ”

INGREDIENTES 200 g manteiga; 2 xícaras de açúcar; 1 xícara de leite fervente; 3 xícaras de farinha de trigo; 1 colher de sobremesa de essência baunilha; 6 claras; 1/2 colher de chá de sal 1 xícara de coco seco ralado; 1 xícara de chocolate granulado; 1 colher de sopa de fermento em pó; Cobertura: 4 colheres de açúcar; 4 colheres de chocolate em pó; 12 colheres de leite e 1 colher de manteiga. MODO DE PREPARO Bata a manteiga e o açúcar com um pouco do leite na batedeira, até ficar fofo e cremoso; Junte a essência com o leite e a farinha peneirada com o fermento e junte, alternando-os, ao creme de manteiga, apenas misturando com uma colher grande; Bata as claras em neve junto com o sal até ficarem bem firmes, misture delicadamente à massa; Misture o coco ralado com o chocolate granulado e junte à massa apenas misturando Coloque em forma com furo central untada e enfarinhada e leve ao forno médio (180°) até dourar ou faça o teste do palito; Para a cobertura leve todos os ingredientes ao fogo baixo e deixe ferver até reduzir um pouco e ficar cremosa; Desenforme o bolo morno e cubra com a calda de chocolate ainda quente;

A

Globo promoveu no “vem_aí”, festa de lançamento de sua programação 2014 e, embora o propósito da festa seja o de promover o futuro, o evento não se esqueceu das “glórias do passado”. De acordo com o jornalista Daniel Castro, o beijo gay protagonizado por Thiago Fragoso e Mateus Solano em “Amor à Vida” foi um dos assuntos mais comandados do evento. Em três ocasiões, a cena teria sido mencionada: primeiramente, aparecendo logo no clipe de

Áries: O dia segue tenso e você deve manter a impulsividade sob controle. Uma questão que envolve suas finanças pode atrasar ou trazer algum problema. Este pode ser um dos imprevistos que você terá dificuldade em lidar. Mantenha a calma.

© Revistas COQUETEL

Atraso “(?) Póstumas de Brás Cubas”, obra de Machado de Assis

Células do sangue responsáveis pela defesa do corpo

A pessoa nascida na Grécia Amarra

Imprevisto O que tem má sorte (bras.)

Recordação Fritada de ovos (?)-dia, saudação Destrói; consome Patrulha a pé Cessa o movimento

Apoio para máquina fotográfica

É proibido atendê-lo ao volante Luminoso Resto de esqueleto

Duvidoso Liga peças metálicas

Cresce; eleva-se Água congelada Celebrante da missa católica

O sonho do órfão Iguaria como o flã

Aparelho que registra o consumo do gás

Corrida mais veloz do cavalo Autor (abrev.) O polar é branco

Substância azul corante A vogal do meio A mãe de Abel (Bíb.)

A mulher de cabelos claros (?) Carolina, cantora mineira

A filha dos Simpsons (TV)

O pronome como “meu” (Gram.)

Juntar; unir (duas naves espaciais)

Nelson (?), cantor brasileiro

5/tripé. 7/acoplar — medidor. 8/memórias. 10/possessivo.

38

Solução LO U R A N A LI R C P O S S E S S S A C O P

A I N E D I V O L A R

BANCO

Edson Celulari, ator brasileiro

Touro: Saturno em tenso aspecto com seu regente indica seriedade e certa frieza nos relacionamentos, especialmente os afetivos. O momento é ótimo para firmar relações e comprometer-se. Mudanças emocionais positivas. Gêmeos: A Lua em seu signo ainda recebe uma forte pressão de Saturno e você deve sentir-se mais pesado durante as primeiras horas da manhã. Mantenha a calma, pois essa energia é passageira. O dia seguirá com tranquilidade.

A letra do herói Zorro (HQ)

Claridade matutina

A terceira menção foi feita pelo humorista Marcius Melhem, que declarou, em tom de brincadeira, ao colega Marcelo Adnet: ”Estamos aqui para superar Thiago Fragoso e Mateus Solano e dar o primeiro beijo gay de língua da TV brasileira!”. Solano e Fragoso estiveram presentes no evento e foram reverenciados pelos colegas de Casa.

HORÓSCOPO DO DIA

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

abertura da festa. Em seguida, deu as caras em um vídeo promocional de “A Grande Família”.

Câncer: Em tenso aspecto com Urano e o Sol, Marte traz as mudanças já esperadas em suas metas de carreira. Novos planos e projetos serão as marcas deste dia. Mantenha a calma e deixe a vida seguir por si só.

Leão: Você deve manter a calma, pois tudo o que se refere à comunicação passa por momentos de muita tensão. Pense antes de falar e não aja impulsivamente. As mudanças continuam, especialmente em seu mundo emocional.

Sagitário: A convivência em equipe pode ser um pouco mais tensa e você deve manter a calma e a tolerância diante de imprevistos. Evite desavenças e saias justas. Um romance pode estar passando por sérios momentos de tensão.

Virgem: Continue mantendo suas finanças sob rígido controle, pois a tensão continua no setor. Netuno anda atrapalhando um pouco suas parcerias, mas em poucos dias tudo começa a melhorar. Ótimo momento para o amor.

Capricórnio: Tensões intensas em seu trabalho e projeto de carreira podem surgir. Procure ser racional e entender que há saídas, mas devem ser muito bem estudadas. Mantenha a calma.

Libra: Marte em seu signo continua fazendo um tenso aspecto com Urano e o Sol em Áries, o que deixa seus nervos à flor da pela. O momento pede autocontrole redobrado e calma, principalmente no que diz respeito aos relacionamentos. Escorpião: Durante os próximos dias você deve cuidar com mais carinho de sua saúde, tanto a física quanto a emocional, pois seu campo de energia está mais aberto, possibilitando a entrada de vírus e bactérias, assim com certo baixo astral. Cuide-se.

Aquário: Um projeto que vem dando bastante trabalho deve ser revisto e revisado. O momento envolve tensão e vontade de jogar tudo para o ar. O otimismo e a fé podem estar também um pouco abalados. Mantenha a calma e o equilíbrio. Peixes: Momento de pressão e tensão, especialmente sobre suas finanças, que devem continuar sob controle. No amor as coisas melhoram gradativamente. Dia após dia você entra em uma energia bastante positiva de amor e acolhimento.


Sexta, sábado e domingo, 04, 05 e 06 de abril 2014

JORNAL DE GRAVATAÍ

CONTRACAPA

GRAVATAÍ ESTAMPADA EM MATO GROSSO DO SUL Fotógrafo gravataiense, Antenor Tatsch, leva a cultura tradicionalista do município para Campo Grande

A

ntigamente, um dos principais meios de transporte utilizados na lida do campo era puxado por bois . Gravataí, há 25 anos homenageia este contraste com o passado através de grandes carreteadas realizadas no município. As carretas e homens que as conduziam, vistas pelos olhos do fotógrafo gravataiense, Antenor Tatsch Junior, estarão estampadas na cidade de Campo Grande (Mato Grosso do Sul), a partir desta sexta-feira (04).

A representação será composta por 30 imagens capturadas por Tatsch Junior. Nos registros, ele capta amplia detalhes e capta o impacto das grandes cenas. Tatsch Junior foi o primeiro fotógrafo a levar a prática tradicionalista do Rio Grande do Sul para outros estados do Brasil. O fotógrafo estima que mais de 1 milhão de pessoas já passaram por suas exposições. ''A arte acessível a todos faz um resgate ao passado do nosso patrimônio natural, cultural e histórico, usando a imagem como instrumento de preservação deste patrimônio'', enfatizou ele. A mostra segue em Campo Grande até o dia 14 deste mês. Depois, segue para Uberlândia, Goiânia, Belo Horizonte, São José dos Campos e Ribeirão Preto.

BEBETO ALVES ANIMOU GRAVATAÍ Na noite desta quarta-feira (2), o músico Bebeto Alves encantou a plateia do teatro do Sesc Gravataí. O show é composto somente de milongas, como o artista jamais fez, incluindo várias canções dos discos gravados por ele sobre a obra de Mauro Moraes. O público pode ouvir, pela primeira vez em shows do Bebeto, Milongueando uns Troços, Chamamecero, Mandando Lenha e umas “pescadas” do seu primeiro e segundo disco: Foguerais e Chama Criolla. Em se tratado de repertório o show é um evento.

HEDA RAUPP/JG


VEÍCULOS & CIA Caderno semanal do Jornal de Gravataí - Sexta, sábado e domingo, 04, 05 e 06 abril de 2014 - ANO 3 - No 211

VOLTA RÁPIDA: MAIS HUMILDE, LINEA 2015 QUER SEGUNDA CHANCE Para quem precisa de espaço e não quer gastar muito, o Linea Essence manual pode ser boa pedida

Nós erramos”, admitiu o diretor comercial da Fiat Lélio Ramos ao falar sobre o posicionamento do Linea na época do lançamento, em 2008. De fato, ao querer encarar os medalhões Civic e Corolla, o sedã da marca italiana não teve chance. Mas o tempo e os consumidores trataram de colocar o modelo em seu devido lugar no mercado. Dos R$ 61 mil iniciais, o preço caiu para ao redor dos R$ 54 mil na tabela (chegou a ser encontrado abaixo de R$ 50 mil nas lojas) e as vendas chegaram até a razoável cifra de 14 mil unidades/ano. Lição aprendida, o discurso mudou completamente na apresentação do Linea 2015, se comparado ao de cinco anos atrás. Com preço a partir de R$ 55.850, a meta agora é brigar com Ford New Fiesta Sedan, Honda City (que muda logo) e Chevrolet Sonic Sedan, podendo beliscar clientes dos sedãs médios de entrada. O QUE É?Sabe a mudança de meia vida do Punto? Pois é, ela chegou ao Linea. Mudam

para-choques, grade, desenho de rodas e, na traseira, a placa subiu para a tampa do porta-malas. Como visual nunca foi o problema do sedã, as alterações chegam apenas para dar um ar de novidade, sem alterar muita coisa de fato – destaque para as rodas aro 17″ com desenho do tipo turbina, opcionais na versão Essence e de série na Absolute. Internamente o painel segue o do hatch, com linhas mais suaves e modernas. A diferença fica por conta do acabamento exclusivo, na cor bege ou marrom, que reveste a faixa horizontal no painel e as laterais de porta. Ainda assim, é possível encontrar algumas rebarbas em peças plásticas. Intrigante é que a Fiat insiste em separar Linea e Punto como se fossem carros absolutamente distintos, quando na verdade um tem a plataforma alongada do outro e a comunização de componentes fica clara até para leigos. A marca diz ter feito alterações na suspensão, de modo a filtrar melhor imperfeições do piso e vibrações do conjunto mecânico. Em termos de motor e câmbio, nada muda: segue o E-torQ 1.8 16V de 132 cv e 18,9 kgfm de torque acoplado à caixa manual de cinco marchas ou automatizada Dualogic Plus também de cinco velocidades (que equipa 50% dos Linea). O elogiado 1.4 16V turbo de

152 cv, que animava a versão T-Jet quando o Linea estreou, foi abandonado de vez. Uma pena, visto que este propulsor dava outro temperamento ao sedã e, nesses cinco anos, poderia ter sido nacionalizado e virado flex. Mas pelo visto os custos falaram mais alto. As novidades no tocante a equipamentos se resumem a comando de seta rápido (com um leve toque ela pisca cinco vezes), sensor de estacionamento com gráfico de distância (opcional), luz de freio com acionamento do pisca em paradas de emergência e comandos do som n o

volante desde a versão de entrada. O melhor gadget é acessório: uma central multimídia com tela de 4,3″ que inclui GPS, TV Digital e entrada USB – vendida a cerca de R$ 3,5 mil nas concessionárias. Sem ela, o GPS oferecido como opcional é aquele do sistema Blue&Me, com indicações numa pequena janela digital no quadro de instrumentos. Outro acessório interessante é o retrovisor interno com câmera de ré, oferecido com a grife Mopar. COMO ANDA?Melhor por dentro e por fora, o Linea é o mesmo ao volante. Ao ajustar a posição de dirigir, fica claro que o sedã tem porte inferior ao dos legítimos sedãs médios – não em comprimento, mas principalmente em largura. Os bancos dianteiros ficam bem mais próximos entre si do que num Civic ou Corolla (que comparamos há pouco tempo e estão “frescos” na memória), além de o assento ser mais estreito e curto. Atrás, o espaço é bom para as pernas, mas nem tanto para a cabeça e o ocupante do meio. Já o porta-malas é exemplar: com generosos 500 litros de capacidade, traz

braços pantográficos (que estão se tornando raros) e tampa com forração completa. Escolhemos a versão top de linha Absolute para o test-drive da capital paulista até Riviera de São Lourenço, no litoral norte do Estado. Equipado exclusivamente com câmbio Dualogic, o modelo agrada pelo painel na cor clara e a forração de couro nos bancos com o nome do carro perfurado. A posição de guiar é esportiva e o volante encaixa bem nas mãos, como no Punto. Passada a boa impressão com a cabine redesenhada, encontramos o Linea de sempre. A suspensão é bem calibrada entre conforto e estabilidade (não notamos diferença com a mudança que a Fiat efetuou), a direção hidráulica é rápida e precisa (embora pesada nas manobras) e o E-torQ 1.8 16V garante desempenho satisfatório. Mas não espere o refinamento encontrado nos rivais do “andar de cima”. A 120 km/h em quinta marcha, o motor gira a elevadas 3.500 rpm e os ruídos, tanto do propulsor quanto de vento e rodagem, passam a incomodar.


2

VEÍCULOS & CIA

Sexta, sábado e domingo, 04, 05 e 06 de abril de 2014

NÚMEROS OFICIAIS DE MARÇO CONFIRMAM STRADA E PALIO À FRENTE DO GOL Confira agora a lista dos 50 automóveis e comerciais leves mais vendidos em março

O

mês de março reservou grandes surpresas para o mercado automobilístico brasileiro. A maior delas, sem dúvida, foi a Fiat Strada: com 13.017 unidades emplacadas, a picape se tornou o primeiro comercial leve a assegurar a liderança geral de vendas no país. Mostrando o bom momento comercial da marca italiana no país, o Palio, com 12.872 unidades, assumiu a liderança entre os autos e destronou o VW Gol (12.545) do posto ocupado há pelo menos dois anos consecutivos. E por muito pouco o líder no acumulado não perdeu a vice-liderança BA categoria: com 12.245 unidades, o Chevrolet Onix registrou seu novo recorde de vendas e ficou a exatas 300 unidades do modelo da marca alemã. Fiat Uno

(10.275) e Ford Fiesta (9.045) completaram as cinco primeiras posições. 13º, o Hyundai H B20S (3.680) garantiu seu melhor posicionamento desde o lançamento, situação oposta à do veterano Chevrolet Classic (2.345), que teve seu pior desempenho desde junho de 2002 (2.435). Já o novato up!, 24º em fevereiro, saltou 10 posições graças às 3.517 unidades emplacadas. Fechando o top 25, o Ford Focus (2.002) se manteve à frente entre os hatches médios com o melhor desempenho da nova geração. Depois de um longo período, o Hyundai i30 (424), líder do segmento em 2011, voltou a figurar no top 50. Entre os comerciais leves, VW Saveiro (4.383) e Ford Ecosport (3.483) completaram o pódio separadas por exatas 900 unidades. Na disput a pela liderança entre as picapes maiores, a vantagem da Chevrolet S10 (3.344) sobre a Toyota Hilux (3.052) caiu drasticamente.


Sexta, sábado e domingo, 04, 05 e 06 de abril de 2014

3

VEÍCULOS & CIA

VOLTA RÁPIDA: JÁ ACELERAMOS AS NOVAS KAWASAKI Z1000 E NINJA 1000 2015 Em termos visuais, destaque para a Z1000 por ser a primeira Kawasaki a usar faróis de LEDs Costumo brincar com meus amigos motociclistas que a Kawasaki primeiro projeta o motor e depois constrói uma moto em volta – as máquinas da marca sempre costumam se destacar em desempenho. Verdade ou não, o fato é que ela acaba de fazer isso novamente: em torno do motorzão 1043 cc de quatro cilindros, revisto e repotenciado, a Kawa lança no Brasil as novas sport tourer Ninja 1000 e super naked Z1000 2015. Apresentadas à imprensa no último domingo (30), no Campo de provas da Pirelli em Sumaré (SP), as esportivas “mil” chegam às lojas no fim de abril. E, pelo que vimos durante breve contato, elas vêm para arrepiar. O que é? A Ninja 1000 Tourer é, digamos, a versão “civilizada” da superesportiva ZX 10R, mais mansa e feita para viagens com garupa e bagagens – tanto que as malas laterais de 29 litros cada são itens de série. Na linha 2015, o propósito da Kawa foi deixá-la mais amigável ao condutor, trazendo controle de tração com três níveis (esportivo, intermediário e um para pisos escorregadios) e dois modos de entrega de potência (100% ou 70%). Além disso, o subchassi foi redesenhado de modo a acomodar melhor os ocupantes, e a sexta marcha teve a relação alongada para valorizar o conforto na estrada. Kawasaki linha 2015 (5) O motor de quatro cilindros e exatas 1.043 cc, refrigerado a líquido e com duplo comando das 16 válvulas, teve a admissão redesenhada para melhorar o torque em baixas e médias rotações, deixando a entrega de força mais bem distribuída e linear. Fora isso, há uma nova caixa de ar e novas vias de ligação dos cilindros, para melhorar o fluxo de ar e diminuir as perdas de desempenho.

As especificações valem tanto para a Ninja 1000 quanto para a Z1000 2015: são 142 cv de potência a 10 mil rpm (4 cv a mais que antes) e 11,3 kgfm de torque a 7.300 rpm (0,1 kgfm extras e numa rotação mais baixa que a versão anterior). Kawasaki linha 2015 (15) Se a pegada da Ninja é mais turismo, a da Z1000 é ser uma supernaked – categoria a qual a Kawasaki reivindica o pioneirismo. Além da caixa de ar modificada, o ressonador da caixa agora possui 16 furos e existem mais dois dutos de admissão. A intenção, segundo a marca, é produzir aquele “uivo” de admissão do ar durante acelerações fortes para empolgar ainda mais o piloto. Outras mudanças incluem novas suspensões (especialmente na traseira, com conceito horizontal back-link vindo da ZX-10R), freios com pinças monobloco (e discos ampliados para 310 mm na dianteira), tanque de combustível ampliado (15 para 17 litros) e novas ponteiras de escape. Kawasaki linha 2015 (4) Em termos visuais, destaque para a Z1000 por ser a primeira Kawasaki a usar faróis de LEDs. São quatro lâmpadas full LED (sem refletor) sendo as duas de dentro para o farol baixo e as externas para o facho alto, em que as quatro ficam acesas. Afora o “olhar” invocado, a Z traz um bico mais baixo. A Kawasaki diz que o formato da moto visa lembrar um felino em posição de ataque, como se fosse dar o bote. Em fotos, sinceramente não gostei. Mas, ao vivo, a sensação de agressividade é impactante. E daí lembro do estilo Sugomi que foi inaugurado pela nova Z800 no ano passado (e segue com a Z1000), que em japonês quer dizer “algo impressionante”. Como anda? Por mais que você já vá esperando algo forte, a primeira arrancada com a Z1000 é de embaralhar a visão. O motorzão de quatro cilindros perece em sua melhor forma, entregando força logo que acorda, mas

claramente “pedindo” que você enrole o cabo por meio do ronco mais do que instigante. A Z não foi feita para andar devagar, tanto que o conta-giros é dividido em dois: um, praticamente inútil, fica no mesmo mostrador digital do velocímetro (à esquerda) e só vai até 3 mil rpm. Já o conta-giros de verdade fica acima, num layout de barrinhas, indo até 11 mil rpm. E é neste que você deve ficar de olho para não deixar o giro cortar, pois o motor cresce muito rapidamente e logo pede marcha pra cima. O câmbio ajuda com embreagem suave e engates curtos e precisos. Hora de frear porque est á chegando a curva.

o motorzão sobra em qualquer condição – seja sob aceleração total ou retomadas em marchas elevadas.

Kawasaki linha 2015 (9) Os freios mais potentes contêm a velocidade antes do que eu esperava e entro na curva bem manso, conhecendo a máquina. A resposta de guidão da Z é extremamente nervosa, pedindo docilidade nos comandos para não fazer desvios brutos que desequilibrem a moto no meio da trajetória. Lição aprendida, é hora de encher a mão de novo na próxima reta. A Z responde à altura e faz a frente ficar leve, tamanho o despejo de força no trem traseiro. Animal! Apesar dos elevados 221 kg, a supernaked parece leve entre e as pernas e aceita mudanças de direção numa boa, enquanto

Kawasaki linha 2015 (12) Passando à Ninja, as diferenças ficam evidentes logo de cara. O painel é mais tradicional, com conta-giros analógico (na Z é todo digital e modernoso) e a bolha para-brisa garante confor to aerodinâmico para viagens. Fora isso, o banco tr aseiro é amig ável par a o garupa (nem existe na Z1000) e as bolsas laterais em nada atrapalham a acomodação do piloto e acompanhante. Em movimento, a Ninja apresenta uma tocada mais dócil, sem tanto ner vosismo do guidão e do motor – mesmo no modo 100% de potência. Ainda assim, o que não falta é saúde para acelerar e levar o conta-giros até a faixa

Kawasaki linha 2015 (23) Como o contato foi rápido (somente duas voltas), vamos ficar devendo a opinião sobre a nova suspensão traseira para uma futura avaliação completa. Mas deu para perceber que a Z inclina muito facilmente e tem acerto firme, que copia sem dó as imper feições do piso para garantir precisão em altas velocidades. A posição de pilotagem também ficou mais agressiva, com guidão mais baixo e melhor encaixe das pernas no tanque.

vermelha nas 11 mil rpm! Kawasaki linha 2015 (6) Bel a op ç ã o pa r a v iagens com adrenalina, a Ninja 1000 mostra uma suspensão mais macia que a Z1000, além da fácil regulagem manual (sem necessidade de ferramenta) da suspensão traseira. Nas curvas, segue o temperamento suave, sendo mais simples de “achar o ponto” de inclinação e grau de esterço no guidão. Da mesma forma que a Z, o peso de 231 kg é pouco sentido na pilotagem. Fica agora a expectativa para encarar uma trip com a nova “Ninjona” em breve. Quanto custa? Primeiras Kawasaki da linha 2015, as novas Z e Ninja – já montadas em Manaus (AM) – não são exatamente duas “pechinchas” quando comparadas à concorrência e também com as versões anteriores. A nova Ninja 1000 chega em versão única (cor verde) com ABS e as malas laterais por R$ 56.990 – exatos R$ 5 mil a mais que o modelo 2013. Já a Z1000, que custava a partir de R$ 46.990, agora começa em R$ 48.990 na versão básica (laranja) e R$ 49.990 na Special Edition (verde e cinza). Com os freios ABS opcinais, os valores passam a R$ 51.990 e R$ 52.990, respectivamente.


4

VEÍCULOS & CIA

Sexta, sábado e domingo, 04, 05 e 06 de abril de 2014

CHEVROLET DOARÁ BOLAS “INDESTRUTÍVEIS” PARA INSTITUIÇÕES DE ÁREAS CARENTES Para cada bola comprada no varejo, a empresa doará uma segunda bola para uma comunidade carente

U

ma parceria inédita entra a Chevrolet e o Instituto General Motors com o Projeto One World Futbol irá resultar na doação de 5.340 bolas de futebol para organizações que atendem jovens de classes sociais menos favorecidas. “A Chevrolet é a primeira empresa patrocinadora do Projeto One World Futbol, que vem ajudando escolas, orfanatos e organizações sem fins lucrativos a usar o esporte para solucionar conflitos, ensinar a tolerância e construir comunidades sem violência,” destaca Marco Aurélio Pacheco, diretor de Marketing da General Motors do Brasil. A comunidade do Vidigal, no Rio de Janeiro, será a primeira a receber as bolas do Projeto One World Futbol. A partir do dia 1º de abril de 2014, várias instituições da comunidade vão receber 160 bolas, o que inclui as instituições AMAR, IBISS, O Pequeno Nazário, Casa do Menor e Karamba. Lançado em julho de 2010, o Projeto One World Futbol desenvolveu a One World Futbol – a primeira bola de futebol virtualmente indestrutível do mundo, que segundo o fabricante, nunca necessitará de uma bomba para ser inflada e nunca murchará, mesmo quando perfurada. Para cada bola comprada no varejo, a empresa doará uma segunda bola para uma comunidade carente. A empresa também vende a One World Futbol diretamente a instituições e organizações, que trabalham com escolas, times de futebol, clubes e outras organizações para ajudá-los a levantar fundos, ao mesmo tempo que desencadeia a doação de bolas de futebol. A ideia para a criação da “bola indestrutível” surgiu em 2006, quando o inventor da One World Futbol, Tim Jahnigen, estava assistindo a um noticiário sobre jovens refugiados traumatizados jogando futebol em Darfur, num campo de terra batida, com uma bola que eles mesmos tinham feito amarrando lixo com barbante. A partir daquela notícia, Tim viu que aqueles jovens, mesmo vivendo num ambiente hostil, tinham espíritos fortes, indestrutíveis e sentiu que mereciam algo melhor. Assim, visualizou a necessidade global por uma bola praticamente indestrutível que pudesse suportar as mais duras condições enfrentadas diariamente por jovens que vivem em campos de refugiados, áreas de desastres e em comunidades de baixa renda. O Projeto One World Futbol está sediado em Berkeley, Califórnia. Até o momento, a OneWorld Futbol atingiu mais de 137 países através de, pelo menos, 138 organizações, mantendo o espírito do jogo vivo para um número estimado de 525.000 crianças e jovens.

ANO 9 - EDIÇÃO 1957ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 04, 05 E 06 DE ABRIL DE 2014 - R$ 1,0  

ANO 9 - EDIÇÃO 1957ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, SÁBADO E DOMINGO, 04, 05 E 06 DE ABRIL DE 2014 - R$ 1,00 Circulação nos municípios de Gravataí,...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you