Page 1

Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 1

► ECONOMIA

► POLÍCIA

Comércio é segundo setor que mais emprega no RS

Pág. 3

Carro é flagrado a 216 km/h pela PRF na freeway

Pág. 9

ANO 9 - EDIÇÃO 1883ª - DIÁRIO - SEGUNDA-FEIRA, 16 DE DEZEMBRO DE 2013 - R$ 1,00

Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► SAÚDE

O outro lado do Natal Angústia e melancolia podem ser protagonistas das festividades de final de ano

Pág. 7 www.shoppinggravatai.com.br

► MARCO ALBA

"A herança foi maldita, mas agora estamos com as rédeas nas mãos" Pág. 4 ► SEM CUSTOS

Santa Rita de Cássia realiza formatura dos alunos

Contracapa


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

A escassez de água potável

E

m Iranduba, localizado a 25 quilômetros de Manaus (AM), o rio Ariaú é responsável pelo abastecimento de água dos 33 mil habitantes do município. Mesmo sem o tratamento adequado, a comunidade ribeirinha utiliza essa água diariamente em suas atividades triviais como cozinhar e lavar roupas. O Ariaú é um dos rios que compõem a bacia hidrográfica amazonense, a maior do mundo, com uma superfície de aproximadamente sete milhões de quilômetros quadrados. O município de Gravataí, localizado a 27 quilômetros de Porto Alegre (RS), recebe do rio de mesmo nome, a água que atende a necessidade de 255 mil habitantes. A bacia hidrográfica do Rio Gravataí abrange, além da capital gaúcha, mais oito municípios. Os dois exemplos ilustram uma disparidade que

ABANDONO? "Na esquina da rua São Luiz com a Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, na parada 69, o bueiro está sem a metade da tampa que está quebrada dentro do buraco" Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

PREVISÃO DO TEMPO Segunda-feira Mín. 19° Máx. 29° Sol com algumas nuvens. Não chove.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADI Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Larissa Hoffmeister e Karina de Freitas Editor-chefe e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6525 - Pda. 63 CEP 94.070-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

poderia ter sido evitada com o planejamento adequado dos centros urbanos: cidades pouco povoadas do Norte do Brasil possuem mais recursos hídricos do que cidades do Sul. Mas, o que, a princípio, se revela uma desigualdade em consequência das características geoambientais de cada região, é agravada ainda mais pela má política de uso e distribuição destes recursos. O fato é que não sabemos usar a água, pois 46% dela são desperdiçadas nos vazamentos das tubulações ao longo das redes de distribuição, o que daria para abastecer a França, a Bélgica, a Suíça e o Norte da Itália. Embora estejamos em condições privilegiadas – a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan) abastece hoje mais de sete milhões de gaúchos, o que corresponde a

dois terços da população do Estado – o aparato criado pelos órgãos públicos para atender as ocorrências de conserto de tubulação ainda é deficitária em alguns aspectos. Faltam recursos materiais e humanos para atender, principalmente, as localidades mais carentes, que já sofrem com a falta de saneamento básico. Acrescentando-se à equação o crescimento desordenado dos municípios, o resultado são 96 milhões de pessoas sem esgoto e 45% da população do País sem acesso a água tratada. Mas a omissão não é apenas dos governantes. Seria fácil, como de costume, criticar a burocracia, os interesses particulares e partidários e isentarse da responsabilidade. O desmatamento das nascentes, a poluição, o aumento das demandas para irrigação e a má gestão dos recursos

hídricos, que não se preocupa em conservar os depósitos naturais de água, são a nossa contribuição para o preocupante quadro atual. Ainda não percebemos que a água doce, indispensável na manutenção da vida no planeta, é um bem natural escasso que merece parcimônia no seu consumo e, no mínimo, os mesmos cuidados que o Governo dispensa às reservas petrolíferas. O Brasil detém cerca de 12% da água doce que escorre superficialmente no mundo. Setenta por cento desse volume está na Amazônia. O restante espalha-se por rios como o Gravataí. É importante, por tanto, um novo olhar sobre a região e uma mudança dos nossos padrões culturais na utilização dos recursos hídricos. Marcelino de Jesus

Os dez anos do Brasil Exportador Juan Quirós* Transcorreu dia 28 último o aniversário de dez anos do Programa Brasil Exportador, lançado em 2003 pelo então ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Luiz Fernando Furlan. É desconfortável comemorar algo tão revolucionário para o comércio exterior de nosso país num momento em que sua balança comercial apresenta números negativos, com um déficit de quase US$ 1,5 bilhão no acumulado até novembro. Além do grande aumento das importações, é preciso estar alerta ao recuo das exportações, que atingiram o valor recorde de US$ 256,04 bilhões em 2011, entrando posteriormente em uma curva descendente. Assim, na marca do décimo aniversário do Brasil Exportador talvez seja pertinente lembrar seus fundamentos e resultados,

para uma retomada de um processo que teve muito êxito. Em 2003, antes mesmo do início do programa, as vendas externas, de US$ 73,08 bilhões, já haviam registrado a expressiva evolução de 21% em relação a 2002. Com o Brasil Exportador, viabilizou-se um salto de quase 120% até 2007, último ano de Furlan à frente do MDIC, quando as vendas externas alcançaram US$ 160,64 bilhões. O projeto teve como órgão executivo e coordenador a Apex Brasil (Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos). As bases do programa foram consistentes, a começar pela sinergia de 44 projetos do setor privado e a participação de distintos ministérios e organismos do Governo Federal, em torno da meta exportadora. Outro aspecto importante foi a diversificação dos mercados, com o desenvolvimento de novos

destinos, como a África, China, Rússia e Oriente Médio, sem comprometer as vendas a compradores tradicionais, como Estados Unidos, Canadá e União Europeia. Também foi relevante o estímulo às pequenas e médias empresas. Um item estratégico do programa foi integrar a política industrial e tecnológica à de comércio exterior. Com isso, viabilizou-se a expansão da pauta de exportação primária e a ampliação das vendas de bens manufaturados com maior conteúdo tecnológico. No caso do desenvolvimento da oferta exportável, o objetivo foi preparar as empresas para exportar por meio da adequação dos produtos e processos e da criação de rotinas inovadoras, que possibilitassem agregar valor e desenvolver novos produtos. Para fomentar a promoção exportadora, criou-se uma estrutura de inteligência comercial competitiva e os centros

de distribuição de produtos brasileiros no exterior. Todas essas estratégias contaram com o respaldo de uma ampla ação difusora da imagem do Brasil, fortalecimento do seguro de crédito à exportação, financiamento para pequenas e médias empresas e sua capacitação em design, treinamento de profissionais, criação de consórcios exportadores e adequação tecnológica dos produtos. Foi um trabalho revolucionário, de equipe, e com ampla participação do empresariado, que colocou o nosso país em um novo e elevado patamar no comércio exterior! Mais do que comemorar os dez anos do programa, seria importante revisitar os seus conceitos para uma nova arrancada das exportações e retomada do superávit comercial. *Juan Quirós, presidente do Grupo Advento e do LIDE Campinas


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone 34213381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu telefone e endereço.

Comércio é segundo setor que mais emprega no RS

O

Analista prevê problemas com demanda por conta de infraestrutura do país

comércio é o segundo setor que mais emprega no Rio Grande do Sul, perdendo somente para a administração pública. Em 2012, o total de funcionários era de 450 mil. Nos últimos 12 meses, o varejo gaúcho criou 20,4 mil postos de trabalho formais. Já de janeiro a outubro, foram 11,6 mil. A expectativa da Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado (Fecomércio-RS) é de que, até o final de 2013, o número suba ainda mais. “É uma atividade bastante relevante em termo de empregos”, afirma o economista da entidade, Lucas Schifino. Ele explica que um dos fatores que motivam esse incremento é o aquecimento do mercado, com salários em elevação e pleno emprego. “Isso ajuda o comércio. Para vender mais, as lojas precisam contratar mais e este número está crescendo ao longo dos anos”, comenta, apesar de alguns fatores negativos como a alta da inflação. “A inflação está há dois anos no teto da média, em torno de 6% e 6,5%, isso corrói a renda das famílias”, disse. Mesmo com o aumento de juros e elevação do dólar, o crescimento real das vendas foi de 4,6% nos últimos 12 meses e 3,4% de janeiro até setembro, comparando com mesmo período do ano passado. Segundo Schifino, o cenário do endividamento e da inadimplência já melhorou.Atualmente a limitação de contratação ocorre mais pela falta de

pessoas no mercado do que pela oferta de vagas. “Mesmo que se queira contratar, não tem tanta gente para trabalhar”, diz. Por isso, o Sindicato dos Lojistas do Comércio de Porto Alegre (Sindilojas) criou no ano passado o projeto Geração Varejo. Este ano ocorreu uma nova edição para identificar e capacitar pessoas interessadas em trabalhar no comércio. “Cadastramos 1 mil pessoas. Elas serão entrevistadas para que seja verificada a tendência para trabalhar nos caixas, nas vendas, como estoquistas, ou no setor administrativo”, esclarece o vice-presidente de Responsabilidade Socioambiental da entidade, João Rodrigues. Após a triagem, a lista com os trabalhadores fica à disposição dos comerciantes cadastrados no site. Conforme a necessidade de mão de obra que eles têm, é possível verificar um perfil adequado. “Procuramos fazer o casamento das pessoas que estão procurando funcionários com as que estão procurando emprego”, ressalta. Além disso, o Sindilojas oferece treinamentos para áreas de vendas, gerência e vitrine. Dentro do projeto Geração Varejo, a entidade desenvolve uma atividade nas escolas privadas. “As visitamos e damos explicações de como funciona o setor para motivar as pessoas a irem para a área”, diz Rodrigues. Temporários ajudam no movimento

Os empregos temporários também ajudam a movimentar o setor no período das festas de final de ano. A CDL de Porto Alegre estima que nos últimos três meses deste ano, 4.331 postos de trabalho sejam criados somente na região Metropolitana. Desse total, quase metade (2.043) serão de contratos provisórios. A cada R$ 5,00 que o varejo fatura ao longo do ano, R$ 1,00 é no final do ano. “O quarto trimestre é bem aquecido, principalmente pela época de Natal”, destaca o economista da CDL Gabriel Torres. Ele lembra que o período é um bom teste tanto para os lojistas quanto para os funcionários temporários. Quem demonstrar interesse e responsabilidade, pode se tornar efetivo. As projeções da CDL de criação de empregos para o ano que vem estão sendo estudadas e devem ser divulgadas em janeiro, mas há possibilidade de mais crescimento. O gerente de uma loja de moda masculina Anderson Maya, 34 anos, confirma que predomina o público jovem na procura por empregos. No entanto, o estabelecimento prioriza a contratação de vendedores experientes e tem muita dificuldade de recrutá-los. Ele tem uma vaga aberta há cinco meses e pensa em flexibilizar os critérios. “Já fiz mais de 20 entrevistas”, diz. Mercado aquecido atrai muitos jovens Uma característica do varejo é o recruta-

mento de muitos jovens. Boa parte dos profissionais entra para o mercado de trabalho pelo comércio. Mais de um terço (32,5%) do total de empregados na área tem menos de 24 anos. Dentro do segmento de serviços, o percentual é bem menor, 16,7%, segundo a Federação do Comércio de Bens e de Serviços do Estado (Fecomércio-RS). O gerente de uma loja de sapatos do Centro de Porto Alegre comenta que a equipe de vendedores é formada por pessoas novas, a maioria com menos de 24 anos. “Eles são mais dinâmicos, com vontade de aprender”, explicou Júnior Machado, 28 anos. O mercado está altamente aquecido. Muitos profissionais ficam poucos meses e depois mudam para outras lojas. Ocorre até uma concorrência entre os empresários para contratar os bons funcionários, comenta Machado. “É difícil achar o perfil, demora”, diz ele, mencionando que uma vaga ficou em aberto por bastante tempo. Luana Bitencourt, de 20 anos, conseguiu este ano a sua primeira oportunidade na área do comércio. Como não havia trabalhado antes, entendeu que o setor de vendas seria mais acessível a quem não tem experiência. “Não precisa ter currículo e acho bom porque somos nós que fazemos nosso salário, com a comissão”, salienta. Ela está na loja de sapatos como vendedora há quatro meses.

Trânsito violento O número de mortes no trânsito gaúcho neste final de semana subiu para 13. Somente neste sábado, nove pessoas perderam a vida em sete acidentes, e na sexta-feira, houve outras quatro vítimas. No sábado, acidente na cidade de Dilermando de Aguiar, provocou a morte de uma pessoa e deixou quatro feridos. Em Glorinha, um homem morreu e outros dois ficaram feridos após acidente. Em Osório, um homem morreu carbonizado dentro do veículo que conduzia. Na cidade de Picada Café, dois motociclistas morreram após colisão frontal com um caminhão. Em Arroio do Meio, uma mulher morreu em uma colisão. Em acidente entre um carro e um caminhão vitimou uma pessoa, em Caseiros. Dois homens morreram após sairem da pista na cidade de Sarandi, no norte do Estado. A sexta-feira também foi violenta no trânsito. Em Santa Maria, uma colisão entre caminhão e carroça matou uma pessoa e deixou ferida uma criança de dois anos. Uma pessoa morreu na colisão entre um caminhão e um carro, em Farroupilha. Um homem morreu em um acidente de trânsito, em Faxinal do Soturno. No Litora, em Cidreira um motociclista morreu após um acidente no final de tarde de sexta-feira. O feriado prolongado de Natal e Ano Novo estão chegando e os motoristas precisam de mais atenção nas estradas, rodovias e até mesmo nas vias urbanas. Bebida e direção não combinam, dormir pouco durante as festas e pegar o volante para voltar para a casa também pode ser uma alternativa ariscada, descanse e não beba enquanto estiver no volante. Respeite a sua vida, da sua família e das pessoas que usam o trânsito. Mega Sena Ninguém acertou os seis números do concurso 1.556 da Mega Sena, sorteado em Londrina (PR) na noite deste sábado. O prêmio acumulou e pode chegar a 40 milhões no próximo sorteio, na quarta-feira. O valor acumulado para a Mega da Virada, que será sorteada em 31 de dezembro, já ultrapassa os R$ 58,8 milhões. As apostas para a bolada de final de ano, ainda podem ser realizadas, quem sabe não é em Gravataí que o próximo milionário será sorteado. Instagram O aplicativo Instagram lançou nesta quinta-feira o recurso Instagram Direct, que permite a troca de fotos e vídeos privados entre usuários ou com grupos de até 15 pessoas. Com o serviço, o Instagram – que tem mais de 150 milhões de usuários em todo mundo e foi comprado pelo Facebook em abril do ano passado – deve tentar fazer frente a aplicativos de mensagens instantâneas como Whatsapp e Snapchat, que crescem em popularidade. Receita abre nesta segunda a consulta ao último lote de restituições A Receita Federal libera nesta segunda-feira, às 9h, a consulta ao sétimo e último lote de restituições da Imposto de Renda Pessoa Física 2013. No mesmo dia, parte do dinheiro estará depositada na conta corrente indicada pelos contribuintes. O outro grupo de contribuintes só receberá os valores da restituição no próximo dia 20. O contribuinte que não estiver nesta relação é porque caiu na malha fina. Até agora, são 711.309 mil declarações com expectativa de imposto a restituir que estão em malha, ante os 604.299 em igual período do ano passado. Para fazer a consulta, o contribuinte deve acessar o site da Receita ou ligar para o Receitafone, no número 146. A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smarthphones que usam os sistemas operacionais Android e iOS, que facilitam a consulta.

Senha do dia:

"Cuide para que sua fala seja melhor que o seu silêncio."


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 4

“Aquele que não conhece a verdade é simplesmente um ignorante, mas aquele que a conhece e diz que é mentira, este é um criminoso.” (Bertold Brecht)

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Ruim/péssimo do governo Tarso subiu de 9% para 30%

Marco Alba - "A herança foi maldita, mas agora estamos com as rédeas nas mãos" do a Firjan e continua bastante degradada. Peguei uma herança maldita. Os 15 anos de administrações seguidas de prefeitos do PT resultaram em desordem administrativa, ausência de obras e uma dívida consolidada de R$ 360 milhões, mais R$ 150 milhões judicializadas.

Os números de ruim/péssimo conseguidos dia 13 pelo governador Tarso Genro na pesquisa do Ibope, são completamente diferentes do total encontrado pelo Instituto Methodus no dia 5 de dezembro, portanto apenas uma semana antes. Ibope, dia 13 19% Methodus, dia 5 30% Além disto, Methodus verificou que 58,8% dos eleitores acham que Tarso Genro nem merece uma segunda chance para governar o Estado.

Dilma sanciona minirreforma eleitoral com vetos A presidente Dilma Rousseff sancionou a lei conhecida como minirreforma eleitoral (12.891/13). O texto, aprovado pelo Senado no fim de novembro, e publicado em edição extra do Diário Oficial da União dessa quinta teve cinco dispositivos vetados em quatro parágrafos. Um dos trechos vetados proibia, em bens particulares, a veiculação de propaganda eleitoral com faixas, placas, cartazes, bandeiras, pinturas ou inscrições. Na justificativa para recusar a regra enviada ao Congresso a presidente ressaltou que a medida "limita excessivamente os direitos dos cidadãos se manifestarem a favor de suas convicções político-partidárias". Outro ponto suprimido por Dilma é o que liberava doações para campanha de concessionárias de serviços públicos caso as empresas não fossem "responsáveis diretas pela doação". Sob o argumento de que impedir a aplicação de sanções aos partidos que cometerem irregularidades na prestação de contas reduz a eficácia da fiscalização eleitoral e prejudica a transparência na aplicação do dinheiro do fundo, também foi vetado o dispositivo que impedia a Justiça Eleitoral de determinar a suspensão do repasse de cotas do Fundo Partidário no segundo semestre de anos eleitorais.

Prefeito Marco Alba fala sobre arrecadação

Marco Alba, prefeito de Gravataí, RS Gravataí é a sede da GM. Pelo menos 20% da arrecadação municipal decorre de impostos e taxas pagas pela montadora. A partir do ano que vem, com a duplicação da planta, o valor subirá ainda mais. E no entanto, Gravataí está na relação dos 5 municípios de pior gestão fiscal brasileira, segun-

No curtíssimo prazo? Foram restos a pagar, claro. O valor foi de R$ 53 milhões. E, hoje, qual é a situação? Bom, já pagamos R$ 12,3 milhões do total, repactuamos o restante, e passamos a pagar rigorosamente em dia tudo o que contratamos. Olha: nem recursos federais recebíamos, porque nosso cadastro estava no vermelho em 12 instâncias diferentes de Poder. Resolvemos tudo isto e já passamos a

receber dinheiro. Em dia? Estamos com as rédeas nas mãos. A ordem que passei é a seguinte: obra, produto ou serviço contratado e entregue tem que ser pago 30 dias depois de apresentada a fatura. Hoje, qual é o orçamento da prefeitura? R$ 500 milhões. E, agora, quais serão os próximos passos? Agora é prosseguir fazendo uma boa gestão, racionalizar a administração de modo que possamos manter custos baixos e obter excedentes para investir pesado em Gravataí, cidade que tem uma população de 230 mil habitantes e é chave na Grande Porto Alegre.

Brigada Militar expõe ações de segurança na Câmara As ações da Brigada Militar para o enfrentamento da violência e garantia da segurança pública em Gravataí foram apresentadas aos vereadores durante a reunião ordinária na quinta-feira (12). A presença do comandante do 17º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente coronel Dirceu Francisco Rodrigues Lopes, atendeu o requerimento do vereador Carlito Nicolait (PT). Carlito Nicolait afirmou que seu pedido foi motivado pela necessidade de ampliar o debate sobre as ações da Brigada Militar na cidade, permitindo que um maior número de pessoas possam conhecer os problemas enfrentados na área da segurança pública e as ações desencadeadas para conter o avanço da criminalidade. Ao iniciar sua exposição, o

O comandante do 17º BPM, tenente coronel Dirceu Lopes, participou da reunião

comandante traçou um panorama da realidade da BM e como é feito o enfrentamento das demandas. Com 24 anos de existência, o 17º BPM está estruturado em três companhias operacionais, que atendem Gravataí e Glorinha. Lopez destacou a retomada do Posto da BM na Santa Tecla, atuação dos serviços de inteligência para monitorar os pontos de criminalidade na cidade, as reuniões com a comunidade e a importância de ações conjuntas. “Hoje, não dá para pensar que somente a BM irá resolver os problemas da criminalidade. As ações precisam ser conjuntas para atingir todas as demandas, envolvendo também a Polícia Civil e órgãos públicos municipais e estaduais. Assim conseguimos uma resposta mais eficaz ao problema. A atuação nos locais de incidência criminal precisa ser extremamente dinâmica.” O comandante citou como exemplo o roubo de carros para desmanche e venda de peças, um problema que requer maior fiscalização nas revendas de peças, nos ferros-velhos e nas oficinas, que podem estar operando de forma irregular, sem as devidas licenças de funcionamento, desrespeitando normas de saúde pública, de preservação ambiental e outras. Lopes apresentou um levantamento com dados sobre as ações de

policiamento realizadas e projetos desenvolvidos junto à comunidade, como o Policial Militar Mirim. “Gravataí tem que ser divida antes da GM e após a GM. Com o crescimento da cidade, a criminalidade também aumentou. A situação está sob controle, mas não podemos achar que não devemos melhorar. Nosso objetivo é que município todo forme uma ação de combate à violência e à criminalidade. Só existe um delinquente que não planeja: o usuário de drogas, que rouba para poder alimentar o seu vício. Os demais bandidos avaliam e estão sempre observando para cometer o delito.” Lopez afirmou que opera com 60% do efetivo necessário por diversas situações administrativas. “Se tivéssemos o efetivo completo, poderíamos dar uma maior atenção à cidade.” Os vereadores fizeram questionamentos sobre as câmeras de videomonitoramento, as situações de furto no comércio e de veículos e, também, sobre as condições de trabalho dos policiais, como a falta de equipamentos e veículos adequados. Também foi colocada a possibilidade de criar uma comissão de vereadores para estudar formas de contribuir com o trabalho da Brigada Militar.

PSB encaminha indicação de José Stédile para vice-governador Deputado federal e ex-prefeito de Cachoeirinha, José Stédile formalizou a intenção de ser o candidato a vice-governador do PSB nas eleições de 2014. Ele deverá ser o companheiro de chapa de José Ivo Sartori (PMDB) ou Ana Amélia Lemos (PP), duas prováveis candidaturas de oposição ao governador Tarso Genro. Feita no sábado, em reunião do diretório estadual do PSB, a comunicação de Stédile encontrou respaldo entre lideranças da sigla. Com a intensificação das articulações com PP e PMDB, os socialistas se aproximam do objetivo de ter um palanque forte para o presidenciável Eduardo Campos (PSB) no Estado. — É uma atitude corajosa e despojada de um companheiro que quer ajudar na viabilização da candidatura do Eduardo. Stédile é deputado federal, tem estatura política, já foi prefeito. Com o gesto de abrir mão de uma reeleição bem encaminhada a deputado, Stédile está colocado como o nome do PSB para uma composição na eleição majoritária no Rio Grande do Sul — diz o deputado federal Beto Albuquerque, presidente estadual da sigla. O parlamentar afirma que, antes de qualquer formalização de aliança nos Estados, é preciso aguardar os movimentos dos presidenciáveis. As coligações federais, diz Beto, irão determinar aproximação ou afastamento dos partidos nas eleições regionais. — As decisões devem ocorrer a partir de março. As possibilidades mais explícitas que temos são Sartori e Ana Amélia — diz Beto. Embora algumas lideranças neguem, há inclinação em favor da aliança com o PP. As motivações desse cenário são o fato de a senadora, bem avaliada em recentes pesquisas, constituir um palanque forte para Eduardo Campos. Além disso, parte do PMDB gaúcho defende apoio a presidente Dilma Rousseff. Esse detalhe também contribui para afastar o PSB do PDT, que deve permanecer ao lado da petista. — O deputado Stédile está à disposição. Há uma preferência pelo nome da Ana Amélia porque isso significaria o fortalecimento do palanque do Eduardo — analisa o deputado estadual Miki Breier (PSB).


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 5

Detran/RS recebe especialista francês para troca de experiências

O

Detran/RS recebe o representante da Delegação de Segurança e Circulação Viária do Ministério do Interior francês, Joël Valmain, para troca de experiências nas áreas de educação para o trânsito, fiscalização e controle estatístico. O especialista ministra palestra hoje (16), a partir das 9h, no Hotel Ritter (Largo Vespasiano J. Veppo, 55) para servidores do Detran/RS, profissionais da área de trânsito e demais interessados. Valmain falará sobre as medidas adotadas pela França para reduzir a mortalidade no trânsito. O pico da mortalidade na França foi atingido em 1972, quando morreram 18 mil pessoas no trânsito. No ano passado, foram 3.653 mortes, quase 8% a menos que em 2011 (mais de 300 vidas preservadas). A França atingiu esse resultado trabalhando fortemente com educação, controle de velocidade, campanhas de comunicação,

Valmain falará sobre as medidas adotadas pela França para reduzir a mortalidade no trânsito infraestrutura de proteção aos usuários vulneráveis, adoção de equipamentos de segurança nos veículos, etc. A visita de Valmain é parte da Declaração de Intenções assinada pelo Detran/RS com o governo francês durante o Congresso Internacional de Trânsito, em julho do ano passado, que prevê troca de experiências entre as instituições através de visitas técnicas. Estão programadas, ainda, reuniões com diversos setores do Detran/RS e visitas a credenciados da Autarquia (Centros de Formação de Condutores, Centros de Registros de Veículos e Centros de Remoção e Depósito). A troca de experiências com os franceses teve início em 2011, quando o Detran/RS participou de uma missão que foi à França conhecer as ações de mobilidade urbana e controle da acidentalidade. Para o ano que vem, está prevista uma nova missão de servidores do Detran/RS àquele país.

Foto: DIVULGAÇÃO/JG

Sobre Joël Valmain Mestre em Ciências Econômicas, Joël Valmain já atuou como instrutor e como examinador de trânsito. Em 1984, passou a fazer parte da Direção pela Segurança Viária do Ministério dos Transportes da França, onde se responsabili-

zou pela regulamentação da habilitação de condutores. Em 2004, foi convidado a integrar a Unidade de Segurança Viária da Comissão Européia, onde gerenciou projetos de pesquisa e assumiu os contatos com a Organização Mundial da Saúde e a ONU. Em 2007, organizou em Bruxelas a

Primeira Jornada Européia pela Segurança Viária, focada nos jovens como vítimas. Após seis anos de experiência internacional, voltou em 2009 à França para assumir o posto de Conselheiro Técnico do Delegado Interministerial pela Segurança Viária para questões internacionais.

Metroviários garantem continuidade de greve nesta segunda

Os metroviários da Trensurb vão entrar hoje no quarto dia de greve. Em razão de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT), a operação será garantida nos horários considerados de pico: das 5h30min às 8h30min e das 17h30min às 20h30min. “A greve está mantida. Es-

tamos esperando que a empresa se manifeste e cumpra o que foi prometido. Na sexta-feira, foi um papelão, porque quiseram manter a operação, sem segurança”, disse o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Metroviários e Conexas do Estado do Rio Grande do Sul

(Sindimetrô), Luis Henrique Chagas. O motivo do movimento foi o reajuste do Plano de Saúde dos funcionários da empresa, fixado em 45%. Nos últimos cinco anos, o aumento foi de 156%. Os trabalhadores consideram o percentual abusivo. Chagas afirmou que a empresa não tem sido flexível. Disse também que, há dois anos, o sindicato pressiona a Trensurb para que negocie o valor do aumento do plano de saúde. A categoria dos metroviários reivindica também melhores condições de trabalho e contratação de pessoal. Enquanto isso, a direção da Trensurb considera a decisão de paralisar os serviços “extemporânea

e abusiva”. A alegação é que o reajuste do plano extrapola as relações de trabalho. Por enquanto, não foi definida nova data para a assembleia dos trabalhadores, o que pode fazer com que a greve continue nos próximos dias. Surpresa e prejuízos O fechamento do trem causou transtornos à população. Muitas pessoas desavisadas acabaram encontrando as estações da Trensurb fechadas, no sábado e no domingo, e precisaram buscar alternativas para chegar ou voltar dos seus destinos. Neste domingo, a atendente Leidiane Souza, 19 anos, não sabia dos horários de funcio-

namento durante a greve e teve que esperar a abertura. “Cheguei na estação Mercado às 15h40min e fiquei sentada até abrir”, contou ela que iria buscar a irmã em Canoas. Além dos passageiros, quem sofreu com a greve dos metroviários foram os comerciantes estabelecidos na Estação Mercado, no Centro de Porto Alegre. Para a dona da banca Revistaria e Bombonière, Salma Gazi Leite, de 57 anos, o movimento caiu 90%. “Não é fácil. Abrimos às 7h e funcionamos até o fechamento, às 8h30min. Depois voltamos para abrir às 17h30min e fechamos junto com a estação. Claro que faturamos menos, mas não tínhamos o que fazer”, comentou.


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 6

Centro Cultural CEEE Erico Verissimo recebe exposição sobre o livro Meu ABC A obra "Meu ABC" é o livro menos conhecido de Erico Verissimo Foto:DIVULGAÇÃO/JG

N

mesmo memória das pessoas". O exemplar, que estava na seção de livros raros da Biblioteca Lucília Minssen, na Casa de Cultura Mário Quintana, estará em exposição no Memorial Erico Verissimo, junto ao acervo de literatura infanto-juvenil de Erico, até dia 31 de janeiro de 2014. De acordo com Cristina Rosa, a obra Meu ABC é um abecedário elaborado por Erico Verissimo e publicado em 1936 pelas Oficinas Gráficas da Livraria do Globo. "O livro é um ensaio a respeito da produção do abecedário em meio a um grupo de livros dedicados à infância, todos de autoria de Verissimo. Esse projeto é fruto do meu estágio pós-doutoral, realizado na UFMG em 2010-2011", explica. A intenção da estudiosa foi dar assento, na historiografia da literatura infantil gaúcha,

o dia em que comemora onze anos de fundação, nesta terça-feira (17), o Centro Cultural CEEE Erico Verissimo (CCCEV) vai presentear os visitantes com uma exposição sobre a obra "Meu ABC", livro menos conhecido do autor, que também faria aniversário nesta mesma data. A exposição retrata as páginas do abecedário - que Erico assinou com o pseudônimo de Nanquinote - e que foi recentemente descoberto pela pesquisadora Cristina Maria Rosa, da Universidade Federal de Pelotas. Em paralelo à abertura da exposição, ocorrerá o lançamento do livro Onde está Meu ABC de Erico Verissimo? Notas sobre um livro desaparecido, escrito por Cristina, além de um diálogo sobre a obra, que de acordo com a autora, estava "desaparecida das bibliotecas, acervos e

a esse ignorado e hoje raro documento: Meu ABC é um dos livros criados como parte do projeto literário e pedagógico do escritor gaúcho que, à época, dava largos passos como colaborador no que veio a se tornar a maior empresa editorial gaúcha, a Editora Globo. Ao criar a "Biblioteca de Nanquinote" nos anos 1930, Erico Verissimo ofereceu aos meninos e meninas de sua época uma possibilidade de infância através da literatura. O conteúdo literário e pedagógico de Meu ABC poderia ter sido utilizado nas escolas para introduzir crianças no mundo da leitura. Na obra, a autora afirma a relevância do abecedário de Verissimo, defende sua consideração no universo da obra do ficcionista e na historiografia da literatura infantil gaúcha. A pesquisadora destaca ainda os protocolos de leitura que

tudos Literários na Educação pela UFMG (2011). Trabalha como Professora na área da Alfabetização e da Leitura Literária na FaE/UFPel desde 1993 na Faculdade de Educação da UFPel.

Erico Verissimo criou para se comunicar com o público, formado por crianças, mestres, pais. Cristina Maria Rosa é doutora em Educação (UFRGS, 2004) e pós-doutora em Es-

Candidato abandona prova da OAB

Os resultados do exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), dada a dificuldade e o alto índice de reprovação, costumam ser

frustrantes para uma boa parte dos candidatos. Não é dificil encontrar gente que faça a prova várias vezes. Esse foi um relato bem co-

mum dos bacharéis que participaram da prova, na tarde deste domingo, na Faculdade Porto-Alegrense, na capital. Esse é o caso de Tomas Messias, que teve que deixar a prova quando estava na 20ª questão em virtude de uma lesão no joelho, mas ainda assim brincava com o já esperado resultado negativo. “Não consegui aguentar, tive que pedir para sair quando estava lá pela 20ª questão, mas ainda assim, espe-

rei até as 15h, para que me liberassem (...) Quem sabe eu dou sorte, dai eu jogo na Mega-Sena”, brincou. Em sua terceira tentativa, Patricia Bueno considerava que, apesar da dificuldade ter aumentado, ela percebeu que o exame foi menos cansativo. “Estava mais complicada do que em edições anteriores, só que os enunciados estavam um pouco menores”, justificava sobre por que considerou a prova menos desgastante. Igor Luiz Ivanoff fez a

prova pela quarta vez, mas avaliou que a avaliação exigiu aprofundamento em disciplinas como Direitos Humanos, Direito Administrativo e Constitucional, já conhecidas pelo volume de conteúdo a ser estudado. Em relação aos assuntos mais tradicionais, como Direito Civil e Penal, ele considerou que “as alternativas das questões eram muito semelhantes, e, por se tratar de um volume muito grande de material de estudo, isso pode prejudicar um pouco”.


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 7

O outro lado do Natal Angústia e melancolia podem ser protagonistas das festividades de final de ano Larissa Hoffmeister

M

esa farta, família, amigos reunidos e crianças correndo pelas casas, vestindo gorros de Papai Noel. Isso é o que não falta nas festividades de fim de ano. Para muitas pessoas, este é o momento de avaliar o tempo que passou e pôr em ordem as ideias. Mas nem todo o mundo tem a oportunidade ou gosta de celebrar o Natal desta forma. Dívidas a pagar, planos que não deram certos, crises familiares. Motivos que podem fazer da data, um dia extremamente melancólico para certas pessoas. Por outro lado, qualquer um, querendo ou não, sente-se cercado pela data nas redes sociais, veículos midiáticos, nas conversas e pelas ruas decoradas e iluminadas. Fatores resultantes de uma pressão social muitas vezes imposta pela mídia que impõe que as pessoas tenham de ser mais felizes que na média do ano. E o fato delas não conseguirem se inserir nesse contexto, pode causar frustra-

ção e melancolia. Este é um período que simboliza encerramento, conclusão e, como todo fim, gera tristezas: Pessoas presenteiam para estarem presentes na vida de quem os recebe. "Ter de presentear ou ir a festas só para obter reconhecimento social, numa determinada época do ano, é fator gerador de grande sensação de impotência, principalmente quando a pessoa não pode (porque não tem condições financeiras) ou não tem vontade de presentear", explica a Psicóloga do Centro de Atenção Psicossocial (CAPS II) de Gravataí. "É difícil pensar que alguém desenvolverá um quadro depressivo apenas em função das festas de fim de ano, mas acontece frequentemente", comenta Fernanda. Logo, se nessa hora se instalar, por definitivo, uma depressão, o jeito será procurar ajuda médica para combatê-la. A profissional recomenda que, paralelamente, a pessoa faça sessões de psicoterapia. Porém, se for apenas uma triste-

za passageira, não se preocupe com ela. Ficar triste faz parte da vida e não há nada de patológico em não se identificar com as festas de final de ano. ‘’De forma geral, a obrigação de celebrar e comprar são o que causa raiva e angústia’’, afirma a Psicóloga. Para o ator e cineasta Evandro Berlesi, 34 anos, ‘’a melancolia de final de ano é um derivado do capitalismo’’. ‘’Quando eu era criança e não precisa comprar presentes, as campanhas de natal só ocorriam em dezembro, hoje elas começam em outubro, para o povo não esquecer de que apenas o salário de dezembro não é o suficiente para sobreviver ao natal. Hoje o natal é um período de constrangimento social. Ninguém está interessado no que realmente a data representa. Se Jesus tivesse nascido nos dias de hoje, José postaria uma foto no Facebook com o título “NASCEU” e só o que receberia de presentes dos três reis magos seriam “curtidas, cutucadas e compartilhamen-

tos”. Hoje, nós não temos mais condições de presentear toda a família, no máximo um “amigo secreto”. As ceias estão diminuindo, tanto na sua proporção, no qual o peru está sendo substituído por uma galinha assada – em muitos lares, apenas pelos ovos – quanto no número de participantes, pois quanto maior o número de pessoas, maior o número de presentes ou o nível de constrangimento (na falta dos presentes). Por isso eu vou passar o natal em casa, pois, por sorte, meus gatos desconhecem esta a hipocrisia natalina, contentando-se apenas com o velho e tradicional whiskas sachê.’’ Depressão ou não? Para a psicóloga Fernanda, no final de ano ocorre um "curto-circuito": "Ao mesmo tempo em que nos é passada a ideia de que o consumismo vai nos realizar como pessoas, nos completar e fazer um Natal mais feliz, somos também convocados a repensar nossas vidas - olhar para trás e ver que há vazios. É um momento em

que todos nós acabamos por fazer um balanço de final de ano, porém o peso nem sempre é positivo. A sociedade contemporânea está cada vez mais vivendo com bases no imediatismo. A frustração é resultado de uma expectativa que talvez não se cumpriu no decorrer do ano e, na retrospectiva, a tristeza surge. O pesar pela morte de um ente querido, a perda de um emprego, uma separação ou doença podem significar grandes mudanças na vida –uma realidade que não se consegue afastar, por mais feliz e próxima do ideal que seja a reunião familiar. "Tais fatos corroboram e intensificam esse sentimento de tristeza e maior introspecção, comum nesta época", diz Fernanda. Segundo ela, essa tristeza não deve ser escondida e não há motivo para prevenir a melancolia de final de ano. "Ela pode ser muito bem-vinda quando nos propicia momentos de reflexão sobre nossas escolhas que, normalmente, não temos em outras oportunidades cotidianas".


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 8

Seresta e Sarau Natalino encantam gravataienses Apresentações do Rancho Folclórico da Caergs e show de Neno Baz e Banda emocionaram o público

A

conteceu na noite desta sexta-feira (13) a Seresta e Sarau Natalino, eventos promovidos pela Prefeitura, através da Fundação Municipal de Arte e Cultura (Fundarc). As apresentações artísticas de músicos e poetas gravataienses ocorreram na Casa dos Açores do Estado do Rio Grande do Sul (Caergs), no Centro de Gravataí. Durante o evento, houve a apresentação de danças e cânticos açorianos do Rancho Folclórico da Caergs. O grupo, que é reconhecido pela autenticidade, pesquisa e divulgação do folclore, fez uma belíssima exibição e encantou os presentes. “Foi realmente comovente e a apresentação dos cantos foi

emocionante”, afirmou a estudante de Enfermagem, Karine Elisa Schmidt. Para compor o visual do grupo, foram utilizados trajes das ilhas de São Miguel, Terceira, Pico e São Jorge. As canções foram tocadas em violas de Dois Corações e da Terra e bandolim da Ilha de Pico doados pela Direção Regional das Comunidades. Para completar a noite, houve, ainda, o show do músico e produtor gravataiense, Neno Baz e Banda, que possui mais de três décadas de carreira, cantando sucessos da música popular brasileira. “Quem acompanhou as apresentações certamente pôde se encantar e sentir toda a magia que o na-

Fotos: DIVULGAÇÃO/PMG

tal traz, e era justamente essa a proposta da Prefeitura, fazer com que a população pudesse se emocionar através da cultura e das apresentações desta noite”, finalizou a diretora presidente da Fundarc, Fernanda Fraga. Estiveram presentes no evento o vice-prefeito, Francisco Pinho, os vereadores Evandro Soares e Alemão da Kipão, o presidente da Casa dos Açores do RS, Régis Marques, o presidente do Conselho Municipal de Cultura, Waldemar Max, o presidente do Clube Literário de Gravataí, Izabel Moreira, o presidente dos Clubes Literários da Região, Borges Netto, a delegada da União Brasileira de Trovadores, Verlaine Terres.

Cras Barnabé realiza sua Festa de Natal A Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS), no Centro de Referência em Assistência Social (CRAS) São Judas Tadeu, realizaram na tarde desta sexta-feira (13), a Festa de Natal para cerca de 150 pessoas, todas usuárias do Cras. A coordenadora da Proteção Básica da SMFCAS, Raquel Silvestrin Amaral, revela que esta época do ano é importante reunir as famílias atendidas pelos Cras e confraternizar com eles. “É a finalização de um trabalho realizado durante o ano e o recomeço de um ano novo com novas perspectivas de vida”, destaca a coordenadora. A coordenadora do Cras São Judas Tadeu, Sibele Brito da Silva, afirma que este ano de 2013 foi muito desafiador. “Tivemos que solidificar a confiança depositada em nós, pelas famílias atendidas. Hoje somos as conselheiras, amigas e o apoio nas horas difíceis, o que consolida o nosso trabalho”, refere.

Apresentações O Papai Noel (Clóvis Flores Pinto), os presentes, os crepes, picolés, cachorros-quentes, pastéis e refrigerantes serviram de fundo para a apresentação do Grupo de Teatro da SeichoNo-IE de Porto Alegre, do bair-

ro Passo da Areia e do Grupo de Convivência Raio de Sol que comandadas pela professora de dança Tatiane Rocha, fizeram uma apresentação para a comunidade. As crianças aproveitaram os brinquedos, a mesa de pintura e a música.


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 9

Carro é flagrado a 216 km/h pela PRF na freeway Motorista pode ficar até cinco anos sem licença para dirigir Fotos: DIVULGAÇÃO/JG

A

Polícia Rodoviária Federal (PRF) flagrou um carro a 216 km/h na freeway neste sábado. Perto do meio-dia, um Camaro amarelo foi flagrado trafegando a mais de 100 km/h acima do limite de velocidade da via. O motorista foi abordado por policiais rodoviários federais no posto de Santo Antônio da Patrulha. Segundo a PRF, o condutor havia sido denunciado por outros motoristas por ultrapassar de forma perigosa, pelo acos-

tamento e cruzando a rodovia. Detido pelos policiais, além de preencer as multas, o homem respondeu um Termo Circunstanciado e deve responder a processo para suspensão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), correndo o risco de ficar até cinco anos sem poder dirigir. Os policias que flagraram a infração utilizavam o novo radar fotográfico, utilizado desde sexta-feira, com o lançamento da Operação Verão no RS.

RS Natal na Paz reúne crianças e jovens no Gigantinho Aproximadamente 3,5 mil crianças e jovens dos Territórios de Paz de Porto Alegre, participam, durante esta sexta-feira (13), do RS Natal na Paz, no Ginásio Gigantinho. Ao abrir o evento, o secretário da Segurança Pública, Airton Michels, destacou o RS Natal na Paz como um momento de celebração de um ano de sucesso no trabalho do programa RS na Paz. "É um programa que amplia os horizontes dessa garotada, com atividades educativas, culturais e de cidadania", afirmou. Ele lembrou, ainda, que o programa possibilita "disputar os jovens com o tráfico" nos bairros mais violentos da Capital. "Mostramos outro caminho, outras possibilidades para a vida destas

crianças", concluiu. O coordenador do RS na Paz, delegado Carlos Sant'Ana, lembrou que o programa possibilita o acesso à cidadania plena nos bairros considerados mais violentos. "Hoje essas crianças tem respeitados os seus direitos, inclusive o direito de ser criança, de estudar e brincar", enfatizou o delegado. Durante todo o dia estão sendo realizadas oficinas, apresentações culturais, atividades esportivas e entrega de presentes, e inclui ainda a chegada do Papai Noel, momento mais esperado pelas crianças, como Eliel dos Santos, oito anos, estudante da 3ª série e morador da Lomba do Pinheiro. Ele conta que esteve no evento o ano passado

e espera que este ano esteja ainda melhor. "O que eu quero mesmo é ver o Papai Noel e brincar muito aqui", disse o garoto. A ação é feita tanto dentro do Gigantinho quanto na área externa e segue até as 16

horas. Participam moradores dos Territórios da Paz Restinga, Rubem Berta, Lomba do Pinheiro e Santa Tereza. Além do Governo do Estado, várias entidades e empresas também participam do evento.

Preso suspeito de dois homicídios Policiais civis da 1ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (1ªDPHPP) prenderam, na madrugada deste sábado (14/12), D.L.S.S., de 23 anos de idade, contra o qual havia dois mandados de prisão preventiva. Segundo o delegado Wagner Dalcin, o indivíduo foi identificado, juntamente com um primo, ainda no pri-

meiro trimestre do ano, como o autor de dois homicídios tentados ocorridos no Morro da Cruz, bairro São José, zona leste da Capital. Deferidas as prisões postuladas, em 16 de março foi deflagrada a Operação Carioquinha, visando capturar o indivíduo e seu primo, o qual foi preso na operação. Na época, D.L.S.S.

fugiu para outro Estado. Com o retorno dele ao Rio Grande do Sul, os policiais passaram a monitorá-lo, e apuraram que ele costumava frequentar um bar no bairro Cidade Baixa. Os policiais, por diversas vezes, infiltraram-se entre o público frequentador do estabelecimento, completou o delegado Dalcin.

Conforme o delegado, durante a prisão, o foragido, recentemente indiciado em três inquéritos em trâmite na 1ªDPHPP, através dos quais foram investigados outros homicídios consumados ocorridos no primeiro trimestre no Morro da Cruz, admitiu que estava na posse de um veículo roubado.

Polícia Civil prende irmãos por tráfico de drogas em Alvorada Policiais civis da 3ª Delegacia de Polícia (DP) de Alvorada prenderam, na tarde desta sexta-feira (13/12/2013), o casal de irmãos F.I.B., de 27 anos e E.B.B., de 30 anos, em Alvorada. Segundo o delegado André Lobo Anicet, a ação se deu em cumprimento de mandado de busca e apreensão. No local, foram apreendidos crack, cocaína, dinheiro, balança de precisão, bem como material para fracionamento e embalagem da droga. Conforme o delegado, no momento da chegada dos policiais, os irmãos estavam fracionando e embalando a droga. Os presos foram conduzidos para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) de Alvorada, para a formalização da prisão. Após os procedimentos de praxe, os presos serão encaminhados ao sistema prisional.

Papai-Noel da Polícia Civil faz a alegria de crianças em Canoas Em continuidade ao projeto do Departamento de Polícia Metropolitana da Polícia Civil (DPM), a Delegacia de Homicídios de Canoas organizou, nessa quinta-feira (12/12), no Centro Olímpico Municipal, uma festa para a chegada do Papai-Noel da Polícia Civil. Papai-Noel chegou de helicóptero diante de olhos curiosos e ansiosos. As crianças que freqüentam a Associação Criança Feliz, localizada no Território de Paz Mathias Velho, ganharam presentes de Natal. Segundo o diretor do DPM, delegado Antônio Vicente Vargas Nunes, fazer o bem, faz bem. A chegada do Papai-Noel é a festa final do projeto do Departamento, que iniciou com um jantar beneficente em comemoração ao 1º ano da DHD/ Canoas, no dia 18/10.


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 10

SEL/Fundergs libera mais de 264 mil para o esporte gaúcho O secretario estadual do Esporte e do Lazer, Kalil Sehbe, assinou, nesta sexta-feira (13), convênios com prefeituras e entidades esportivas do Rio Grande do Sul. Foram aplicados R$ 264.218,47 no esporte gaúcho por meio da Fundação de Esporte e Lazer. Kalil ressaltou que “Nestes três anos como secretário vi realmente o esporte fazer transformações sociais são milhares de famílias beneficiadas com saúde e qualidade de vida”.

Com Enderson Moreira "na manga", Grêmio espera resposta de R. Gaúcho

O

Ex-técnico do Goiás tem acerto salarial, mas assinatura depende de resposta de Renato

técnico do Grêmio para 2014 será definido nesta segunda-feira. Comandante da equipe em 2013, Renato Gaúcho tem até lá para responder ao presidente Fábio Koff se aceita a proposta feita pelo clube. No entanto, caso o treinador recuse a oferta, o clube já tem um nome acertado para o posto: Enderson Moreira, que deixou o Goiás neste sábado. O clube não cita nomes, mas Enderson já tem um acerto salarial com a equipe gaúcha – a decisão teria sido inclusive comunicada neste final de semana a João Bosco Luz, presidente do Goiás. Renato Gaúcho, enquanto isso, aproveita as férias no Nordeste. O diretor executivo de futebol do Grêmio, Rui Costa, desconversa sobre o assunto. “O assunto Renato é um assunto que está sendo tratado pelo presidente (Fábio Koff). Não vamos falar em nomes para não gerar uma expectativa no torcedor. Também não

FotoS: DIVULGAÇÃO/JG

vou marcar prazo, porque isto é perigoso no futebol”, afirmou Costa Incomunicável neste domingo, Enderson já teria até conversado com o meia Zé Roberto, dizendo que gostaria de contar com ele em 2014. O treinador comandou o Goiás por mais de dois anos, conquistando o acesso na Série B em 2012 e o sexto lugar

no Campeonato Brasileiro de 2013. Elano perto do Palmeiras Rui Costa admitiu que o clube mantém negociações abertas com o Palmeiras pelo meia Elano. O dirigente gremista conversou com José Carlos Brunoro, diretor executivo do clube paulista, e afirmou que a saída do jogador depende somente de um acordo fi-

nanceiro entre as partes. “O Palmeiras tem interesse no Elano. Agora, é uma situação de sentar e discutir valores. Sei que o Palmeiras quer formar um time forte para o centenário (em 2014), mas como todo clube brasileiro, está preocupado com a situação financeira. É sentar e conversar as três partes: Grêmio, Elano e Palmeiras”, disse..

Máquina da área, sucessor de Damião no Inter tem cartel de 85 gols em São Paulo As tratativas para a saída de Leandro Damião (89) estão praticamente concretizadas com o misterioso Grupo Doyen e o Santos, mas o jogador que deve ocupar seu lugar em médio e longo prazo já treina sem muito alarde no Beira-Rio. Assegurado pelo Internacional na última semana junto ao Desportivo Brasil, Bruno Gomes (96) se notabilizou nos últimos três anos como o jogador mais letal da base brasileira. Nas edições 2011, 2012 e 2013 do Campeonato Paulista Sub-15 e Sub-17, Bruno somou 85 gols marcados e terminou sempre na frente como principal goleador. A chegada ao Desportivo, clube formador da Traffic, é marcada justamente por outra artilharia. Em janeiro de 2011, pelo Corinthians, Bruno foi o anotador máximo na Copa Votorantim Sub-15. Sem contrato profissional assinado e por luvas mais vantajosas, Bruno Gomes topou a mudança do Corinthians para o Desportivo Brasil. Em momento de pouca regulamentação, discussão e mercado selvagem de transferências na base, a Traffic comprou brigas

com outros clubes, como São Paulo e Cruzeiro, e agressivamente montou times jovens fortíssimos. Bruno, pouco a pouco e de maneira inesperada, se revelaria o diamante desse grande projeto. Protagonista da geração /96 em particular, Bruno liderou o timaço que levou o Campeonato Paulista Sub-15 de 2011 com 24 vitórias, três empates e só três derrotas, seu primeiro título expressivo, sob o comando de Lucas Goes. Nos anos seguintes, manteve a média, inclusive contra garotos três anos mais velhos na última Copa São Paulo. Venceu, inclusive, a Milk Cup, torneio duro da base europeia. No Internacional, Bruno será integrado ao time B que dará a largada dos profissionais no Campeonato Gaúcho. Deve disputar posição com Maurides (94) e tentar justificar a obsessão de seu pai de que já é o momento de atuar entre os mais velhos. Segundo seu estafe, Bruno Gomes tinha propostas mais vantosas de outros times, como São Paulo, Juventus e Atlético de Madrid, mas o Inter levou por acenar

com a ponte imediata dos juvenis para os adultos. O investimento para comprar 50% dos direitos econômicos junto ao Desportivo Brasil foi de R$ 1,1 milhão, mas a energia utilizada na negociação também não foi pouca. Coube à direção profissional do Inter vencer concorrentes e executar a operação que, a longo prazo, visa repor os gols perdidos pela saída de Leandro Damião – curiosamente, de trajetória completamente oposta à Bruno, com passagens pelo futebol de várzea, equipes menores e enfim a chegada como aposta para o time B do Inter. Um ponto inexplicável é o baixo número de oportunidades que Bruno Gomes recebeu das seleções de base do Brasil, seja com Marquinhos Santos (até 2012) ou Alexandre Gallo (em 2013). Um ponto preocupante é influência de seu pai, Paulo Roberto Conceição, reconhecido entre dirigentes de clubes locais como agressivo, possessivo e difícil de lidar, ainda que seu filho transpareça serenidade e cabeça no lugar. Um ponto intrigante é que

o Manchester United, dono de parte de seus direitos e que o recebeu por quatro estágios na Inglaterra, não fechou a contratação em definitivo. Apesar de eventuais e naturais ressalvas, Bruno Gomes

tem tudo para seguir sua senda de vitórias e gols de todas as maneiras possíveis. Um artigo raro que o Internacional pescou enquanto se desfazia de Leandro Damião.


Gravataí, 16/12/2013 - Pág. 11

Resumo de Novelas

William não deixa Sandra falar com André e acaba brigando com a tia. Zélia faz indiretas sobre Marlon a Paulinha para acabar com seu questionamento a respeito do centro de comunicações. Marlon passa a noite com Angelique. William pede para Lili ir à casa de Guto. Olívia discute com André. LC se desentende com Tereza. Guto atrapalha o romance entre Lili e William. Kléber repreende Edu por tentar se aproximar de Klaus. Matias se preocupa com Celina. Zélia e Vitória pensam em fugir da Comunidade. Nilson conta para Celina e Fátima que Klaus o achou em um barco.

Culinária JG

Amélia expulsa Manfred do cortiço. Franz revela a Amélia que Viktor é o pai do filho de Sílvia. Salvador confessa para Cícero que se sente culpado por Heitor ter sido preso injustamente e diz que contará toda a verdade para Sílvia. Silveira diz a Hilda e Toni que, perante a lei, ele continua casado com Gaia. Manfred decide dar um sumiço em Franz e pede ajuda a Benito. Miquelina dá um convite para o delegado ir ao baile no cabaré. Gaia diz a Toni que lhe dará o desquite. Franz decide ir ao baile com Amélia. Manfred os observa de longe, com rancor.

Biscoitos Decorados para o Natal u Ingredientes 250 g farinha de trigo, 100 g de margarina culinária, 100 g açúcar de confeiteiro, 1 ovo inteiro, 1 gema, essência de limão a gosto e glacê real pronto e corante para decoração u

Modo de preparo

Misture a manteiga com a farinha.Acrescente o açúcar, ovo, gema e a essência. Misture bem até obter uma massa lisa. Envolva essa massa em filme plástico e leve à geladeira por 30 minutos. Abra a massa entre filmes com auxílio de um rolo na espessura de meio centímetro. Corte com cortador de biscoito com desenho de sua preferência. Coloque em forma (não precisa untar) e leve em forno preaquecido a 180°C por 10 minutos até corarem. Fique de olho que assam bem rápido, cuidado para não queimar. Espere esfriar. Prepare o glacê real conforme instruções da embalagem. Coloque corante,misture bem e coloque-os em saquinhos para confeitar. Abuse da sua criatividade. Deixe secar por 2 horas para depois colocar em potes ou embalar em saquinhos para presentear.

Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

Touro: Seu regente, Marte e Lua em ótimos aspectos entre si movimentam ainda mais seu coração. Boas novidades continuam chegando e, junto com elas, caso ainda esteja só, um novo amor. Paixão e romances são beneficiados. Gêmeos: Suas emoções passam por um ótimo momento, pois Marte, a Lua em seu signo e Vênus fazem um ótimo aspecto entre si. O momento é de mudanças baseadas em suas verdadeiras necessidades emocionais. Não perca as oportunidades de mudança. Câncer: Seus relacionamentos, que passam por uma boa fase neste período, melhoram ainda mais. Não deixe passar as oportunidades de divertirse com seus amigos, pois sua vida social ganha um novo colorido. Ótima fase para assinatura de contratos.

Solução anterior

Leão: Esta é uma ótima fase: seus projetos de trabalho começam a dar os resultados esperados. Um projeto profissional pode ser assinado, ou você ser convidado para um novo emprego. Momento de grandes passos. Virgem: Esta é uma fase em que o amor e a paixão não passarão despercebidos. O momento envolve entrega e romances e você não deve perder as oportunidades, especialmente se estiver só. Criatividade e relacionamento com filhos em alta. Libra: Os relacionamentos em família passam por uma tensa fase de mudanças e você deve evitar brigas e discussões ao máximo. Seu regente em ótimo aspecto com a Lua em Gêmeos promete viagens e contatos com estrangeiros.

Tatá Werneck renova contrato com a Globo Niko aceita a sugestão de Félix de pedir o exame de DNA de Fabrício. Maciel e Pilar passam a noite juntos. Patrícia e Michel brigam com Guto e Silvia. Daniel sente ciúmes de Perséfone. Luciano vê Ordália com Herbert no restaurante. Perséfone sugere que Patrícia e Silvia troquem seus maridos. César se assusta ao perceber que está trancado no quarto. Silvia acredita que Niko possa conseguir a guarda de Fabrício. Lutero descobre que Glauce foi a responsável pela morte de Luana. Dois concorrentes de Márcia e Félix ficam irritados com o sucesso das vendas da dupla. Valdirene, Murilo e Jefferson tentam entrar no Projac. Paloma, Lutero e Joana contam para Bruno que Glauce não quis salvar Luana, e o corretor vai atrás da médica. Patrícia leva Michel para morar em sua casa. Silvia comunica a Eron que Niko quer fazer um exame de DNA em Fabrício. Bruno acusa Glauce de ter assassinado Luana.

Áries: Vênus, Marte e Lua em ótimos aspectos entre si movimetam de maneira bastante positiva seus planos de negócios, trazendo mais energia vital e determinação no trabalho. Projetos com pessoas e negócios no exterior continuam à toda.

Escorpião: Hoje você estará mais voltado para os seus relacionamentos e suas necessidades emocionais. A fase é de mudanças e de aprofundamento emocional. Um relacionamento pode ficar mais sério neste período. Ótimo período também para as amizades. Sagitário: Hoje você estará mais voltado para os projetos de trabalho, pois pode ser um dia de boas notícias e resultados no setor. As finanças passam também por um momento de melhora, depois de um tempo mais difícil. Intensidade no trabalho. Capricórnio: Vênus em seu signo faz um ótimo aspecto com Marte e Lua e movimenta seu coração, especialmente se estiver só. Uma pessoa especial pode mexer com você neste período. Você pode receber um convite para um projeto especial. Aquário: Hoje você estará mais fechado e querendo estar mais próximo apenas dos seus e do seu amor. Suas emoções estarão à flor da pele e você deve usufruir de momentos de intimidade com quem ama. Dia ótimo para falar de você. Peixes: Marte em Virgem movimenta seus relacionamentos, mas hoje de maneira especialmente positiva. Caso seja casado, usufrua dos bons momentos com seu amor. Sair para divertir-se pode ser ótimo para os dois. Aproveite!


JORNAL DE GRAVATAÍ Segunda-feira, 16 de dezembro de 2013

Escola Santa Rita de Cássia realiza formatura sem custos aos alunos Pais, professores e familiares se emocionam na formatura do ensino médio e fundamental

Ana Muller / Edenir Raupp

N

a sexta-feira, 13, foi uma noite de muita sorte e alegrias, pois ocorreu a solenidade de formatura dos alunos da EMEM Santa Rita de Cássia, no CTG Aldeia dos Anjos. Nem todos os alunos puderam participar da solenidade, por questões pessoais ou familiares. A formatura foi um evento sem custos para os alunos. A escola investiu os recursos provenientes da festa julina, em acordo prévio com as turmas na realização da gincana. A Banda Santa Rita esteve presente, abrindo a solenidade com a execução do Hino Nacional Brasileira, festejando a formatura de alguns dos componentes da banda e finalizou a solenidade executando o Hino do Rio Grande. Professora Ana Mul-

ler, coordenadora dos projetos realizou o cerimonial ao lado do Secretário Jordão Luiz Júnior. “Nossa formatura estava linda. Nossos educadores, familiares e alunos compareceram em massa... Foi emocionante. Prestamos homenagens aos alunos e em especial aos que iniciaram conosco desde a primeira série do Ensino Fundamental. Também homenageamos as famílias e isso foi notável. Todos os formandos bateram palmas para seus pais e responsáveis, As famílias que nos ajudaram sempre ganharam troféus. Mas o mais incrível foi a homenagem aos professores, com um vídeo produzido pela nossa supervisora do noturno, com a música ‘Professores’, indicada pelo SOE da tarde. O trecho que eu destaco é ‘...é na sala de aula que se forma o cidadão, é na sala de aula que se muda uma nação...Professores:

batam palmas pra eles, que eles merecem’. No Aldeião todos, reconhecendo a importância do trabalho dos professores, bateram muitas palmas... Foi realmente muito lindo...” “Orgulho-me de fazer parte da comunidade escolar da Escola Municipal Santa Rita de Cássia. Fiquei imensamente feliz com a participação dos colegas professores Luciane Medeiros Dos Santos, Telma Dutra, Simone Dutra, Clarissa Gonçalves, Rosangela Barcellos (presidente do nosso conselho escolar), Rosangela Lima, Daniel Colvara, Edenir Heda Raupp, Jorge Ferreira, Elisabete da Cunha (nossa estagiária), Rejane Belleza, Janice Ribeiro, Célia Celia Gobbato (paraninfa turma 82), Rafael Gomes, Angelita Carla Alves Pereira, Rita Rita Margarete Grala, Vera Marques, Liamar (bibliotecária), Lisiane

FotoS: DIVULGAÇÃO/JG

Tallayer, Rosicler Fianco, Profe Najla (paraninfa das turmas 301, 303, 304, 305 e 306), profe Aline (paraninfa turma 302), Ana Luíza, Sonia Bartz, dona Laureci Vargas (nossa admirável cozinheira), nosso secretário competente, Jordão Luiz Junior, nossos vice-diretores Zéspock Pinheiro e Ana Maria da Cunha, nosso diretor José Roberto Lacerda Borges.

Espero não ter me esquecido de ninguém. Admiro todos. Parabéns pelo trabalho de todo o ano e a todos que por um motivo ou outro neste ano não compareceram, que no ano que vem possam estar conosco.” O diretor José Roberto Lacerda Borges, em seu discurso agradeceu a participação dos alunos, pais, professores e comunidade em todas

as atividades da escola. Relembrou-nos ainda que muitos dos formandos deste ano entraram no ensino fundamental em sua primeira gestão, há 11 anos. Ele prestou homenagens a pais e alunos que se destacaram durante esse período, que contribuíram com a escola, em todas as atividades, cuja presença da comunidade escolar foi fundamental.

ANO 9 - EDIÇÃO 1883ª - DIÁRIO - SEGUNDA-FEIRA, 16 DE DEZEMBRO DE 2013 - R$ 1,00 Circulação nos munic  

ANO 9 - EDIÇÃO 1883ª - DIÁRIO - SEGUNDA-FEIRA, 16 DE DEZEMBRO DE 2013 - R$ 1,00 Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinh...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you