Issuu on Google+

Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 1

► HOJE

Premiação ‘’Marcas & Líderes’’ de Gravataí

Shopping Gravataí

Faltam

2

dias

Pág. 5

ANO 9 - EDIÇÃO 1861ª - DIÁRIO - QUARTA-FEIRA, 20 DE NOVEMBRO DE 2013 - R$ 1,00

Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► emprego

Cursos, concursos e oportunidades

Pág. 8 ► POLÍCIA

Policiais prendem foragido em Gravataí Pág. 9 ► SAÚDE & CIA

► TRÂNSITO

Gravataí já registrou 40 mortes no trânsito neste ano

A luta de uma mulher contra o câncer

Ações de blitz e conscientização dos motoristas são apostas para diminuir o índice de motoristas que associam direção e embriaguez

Página 6

Encartado


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

O Bafômetro agride o Direito?

Bueiro Na rua Botafogo no bairro Vera Cruz, local que sofreu grandes estragos pela forte chuva da semana passada, em um dos bueiros da rua está tomado pela vegetação e o lixo também está presente, contribuindo para dificultar o escoamento da água da chuva. Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

PREVISÃO DO TEMPO Quarta-feira Mín.18° Máx. 27° Tempo severo,com chuva forte e trovoada de manhã, à tarde e à noite.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADI Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Karina de Freitas e Larissa Hoffmeister Editor-chefe e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6525 - Pda. 63 CEP 94070-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

Não me sinto constrangido por eventual submissão de alguém de minha família ao teste do bafômetro, desde que realizado respeitosamente. Em mim nunca seria feito esse teste porque não dirijo. De longa data abdiquei do uso da carteira de motorista porque me distraía na direção. Também não me sinto constrangido ao passar por máquinas que detectam metais, nos aeroportos, bancos etc. O argumento jurídico contra a obrigatoriedade do teste do bafômetro é o de que “ninguém é obrigado a fazer prova contra si mesmo”. O argumento procede. A imposição do teste fere a Constituição. Já há decisões da Justiça neste sentido. Entretanto, se o teste de bafômetro não pode ser compulsório, a recusa de submissão ao mesmo deve ser lavrada,

em termo próprio, e poderá ser ponderada, em desfavor do motorista, junto a outros elementos de prova, se tiver ocorrido acidente do qual resulte morte ou lesões corporais, ou dano material em prejuízo de terceiros. Se alguém que não ingeriu bebida alcoólica vê-se envolvido num acidente, sua melhor conduta será aceitar o teste de bafômetro, pois a verificação negativa da presença de álcool no organismo será elemento importante em seu benefício. A chamada “lei seca”, a meu ver, se aplicada com sabedoria, merece aplausos, pois tem reduzido o número de acidentes, conforme constatado. Mas, como em tudo, a virtude está no meio (in medio virtus). A lei seca não pode ser utilizada para justificar o arbítrio ou o

desrespeito ao cidadão. O êxito da medida depende do equilíbrio dos aplicadores da lei. Seria razoável lavrar auto de presença de álcool no sangue contra o sacerdote que acabou de rezar Missa e ingeriu, segundo o rito, o vinho que é utilizado na celebração? Seria aceitável adotar procedimento incriminatório contra o trabalhador cujo ofício é provar vinhos, na indústria em que exerce o seu mister, porque resíduos de álcool foram encontrados no seu organismo? Seria compreensível punir o noivo que acabou de contrair núpcias e que, na viagem de Lua de Mel, é surpreendido na estrada, quando então se constata que ingeriu vinho, no brinde que se levanta como voto de amor eterno, segundo a tradição milenar? Os que zelam pelo

trânsito não devem ser prepotentes, como não deve ser prepotente quem quer que tenha, nesta ou naquela função, alguma parcela de autoridade. As leis de trânsito existem em benefício do povo, em defesa da vida e da integridade das pessoas. Todos devemos colaborar para que se reduzam no Brasil os acidentes, causa trágica de luto e sofrimento. Uma política de segurança no trânsito não se limita à utilização do bafômetro, como forma de coibir a embriaguês. Todo um trabalho educativo há de ser realizado para inspirar na coletividade, principalmente nos jovens, atitudes de respeito ao próximo, responsabilidade, moderação, convívio fraterno. João Baptista Herkenhoff

O amor a gente (ainda) inventa Não adianta, estamos em pleno século 21 e tudo que ainda queremos é amar. Encontrar alguém que nos tire do rumo de vez e que nos leve a rir sem motivos, cantarolar numa fila de banco, enfim, que nos faça mais vivos e, aos olhos dos amigos, uns idiotas. Gabe (Josh Hutcherson), no filme O abc do amor, faz considerações deliciosamente inteligentes para um menino de dez anos que descobre de um dia para o outro que “as meninas sempre foram insuportáveis... até ontem”. Ao longo das descobertas do primeiro amor, ele nos diz que: “O amor não tem nada a ver com palavras idiotas, mas com grandes gestos. O amor é ir além das forças, ainda que machuque. Liberar os sentimentos. O amor é achar dentro de si uma coragem que nem sabia existir.” Embalado pelo encantamento produzido pelos encontros com Rosemary (Charlie Ray), Gabe nos revela todo o estado de ilusão e apaixonamento, próprio das relações amorosas, independente de ser a primeira ou a última. O amor, desde o início dos tempos, se apresenta como um campo aberto às experimentações que as pessoas vão criando e

que acabam sedimentando marcas em suas histórias e singularidades. Incertezas do amor No contemporâneo deixamos de ter um único modo aceito e vigente de relacionamento. É a moçada que vem nos relembrar que amor e invenção sempre formam uma boa dupla. Mesmo que uma experiência/relação termine, sempre se quer voltar a viver esse sentimento. Gabe sabe bem disso, ao refletir ao longo de duas semanas de apaixonamento que: “o amor é um negócio horroroso e terrível, praticado por tolos. Vai partir seu coração e deixar você na pior. O que sobra pra você no final? Nada além de umas incríveis lembranças que não se esquecem. A verdade é que haverá outras garotas por aí. Quero dizer, eu espero.” Talvez o que diferencie as relações afetivas de hoje seja a questão do tempo: acontecem por um dia, uma semana, um ano ou pela vida toda. Há quem conheça sua cara-metade numa festa, a céu aberto ou num chat virtual. Uns ficam e não se vêem nunca mais. Outros dividem contas, mas moram em casas separadas. Enfim, por este mundo são encenados episódios variados.

Esta forma múltipla das relações fala também do mundo em que estamos imersos. Afinal de contas, não podemos desconectar a maneira de como criamos esta realidade e a forma como lidamos uns com os outros. As relações se estabelecem com a mesma fluidez que a troca de informações e respostas imediatas que nos são exigidas nas decisões diárias. A falta de padrões reguladores, precisos e duradouros vai gerando uma incerteza radicalizada em todos os campos de interação humana. O amor entra neste sistema de incerteza e também passa a ser vivenciado de um jeito mais inseguro. Nunca houve tanta liberdade na escolha de parceiros, nem tanta variedade de modelos de relacionamento, e, no entanto, nunca os casais se sentiram tão ansiosos para rever o rumo da relação. Quanto maior a liberdade, maior o sentimento de estarmos perdidos. Mas essa sensação faz parte do encontro que fomos construindo conosco mesmos e se a moda é entrar em novos relacionamentos sem fechar as portas para outros, devemos pensar no que realmente desejamos fazer, independente do que nos digam para fazer.

Frente a essa insatisfação contemporânea, homens e mulheres, meninos e meninas continuam perseguindo a chance de encontrar o(a) parceiro(a) ideal. As regras de negociação para sobreviver neste campo amoroso devem ser feitas em primeiro lugar consigo mesmo: Quais os critérios que tenho para me relacionar? Em meus critérios eu incluo o sentimento do(a) outro(a)? O que quero e consigo viver? Que tipo de pessoa me alimentará e expandirá meus horizontes? Só depois é que, menos perdidos, poderemos usufruir da liberdade que nossos dias nos oferecem. Claro que essa liberdade é assustadora e nos produz estranheza. Os mais jovens, no entanto, lidam melhor com as transformações de seu tempo e podem auxiliar o mundo a entender como construir um outro tipo de equilíbrio, uma certa tranqUilidade ao olhar o novo. Relação afetiva, aprendemos com a tal moçada, precisa ser vivida. E a vida, assim como o amor, a gente é que inventa! Débora de Moraes Coelho, psicóloga clínica e mestre em Psicologia Social e Institucional - UFRGS


enquete JG Via página do Jornal de Gravataí no Facebook

Tema do dia: Um técnico em telecomunicações de 29 anos, é acusado de, embriagado, ter provocado um acidente que matou a menina Bruna Lopes Capaverde, 15 anos, na madrugada de sábado (16), na Capital. Na sua opinião, o que ainda poderia ser feito para que tragédias como esta não voltem a ocorrer?

"Que a impunidade não persista. Quem bebe e dirige é criminoso e assume o risco, não só para si, mas para as outras pessoas. O maior mal do Brasil, em todos os sentidos, e que faz aumentar o número de vítimas no trânsito e faz vítimas em todos os aspectos, é a impunidade"

Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone 34213381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu telefone e endereço.

Relato morador "No domingo (17), meu filho de um ano e seis meses passou mal e tivemos que levar as pressas ao Hospital Dom João Becker de Gravataí. Chegando lá, foi constatado que só existia um médico no plantão e o mesmo estava em outro atendimento de emergência. Fomos orientados a procurar outro hospital. Nessas alturas meu filho já tinha vomitado muito, tivemos que levá-lo no Grupo Hospitalar Conceição, onde foi constatado infecção intestinal seguido de invaginação intestinal, no momento ele se recupera bem", depoimento de Rogério Jose Dos Santos.

Danuza E Maicon Silva

"Tenho plena convicção que nossa legislação é suficiente para disciplinar o trânsito e punir os infratores. Todavia a omissão de todos , proporciona estas situações. Ou seja, se as autoridades , do policial de trânsito, passando pelos delegados e chegando aos juízes, se todos colocarem em prática a legislação, ahhh que maravilha. Até o cidadão tem sua cota de responsabilidades, principalmente aqueles que postam na internet e avisam pelo celular sobre as "BLITZ". Concluindo, se cada um fizer sua parte e exigirmos o cumprimento da legislação, incidentes deste porte serão exceções. É muito mais que cumprir a lei seca, é cumprir a legislação. Se usar o celular ao volante, multa, se trafegar acima da velocidade e pouca gente ignora a velocidade permitida em perímetro urbano, se avançar sobre o ciclista, sobre o pedestre, sobre a faixa de segurança. estacionar em local não permitido, em vaga de deficiente, multa e as penas previstas, enfim cumprir a lei. Mais uma coisa que a meu ver é contradição e convite ao descumprimento da legislação. Qual o sentido de avisos de que existem radares a tantos metros, se a velocidade permitida é a mesma em toda a extensão das rodovias. Estes avisos equivalem a n incentivar o abuso de velocidades nas estradas e perímetros urbanos." Alexandre Guarani Kaiowá Ztrahal

" Aumentar o valor das multas e fazer com que o infrator arque com as despesas de seu ato de imprudência e principalmente excluir a palavra impunidade do dicionário brasileiro." Reinaldo Rodrigues

“Aplicar a lei em sua totalidade, por ser primário paga fiança e sai como se uma vida pudesse ser medida em dinheiro, estas pessoas matam e continuam dirigindo, não deveriam ter o direito de dirigir novamente." Eliane Pereira

"Voltar a Lei Seca que foi pra gaveta. Não é o maximo, mais ajuda." Mariangela Brangel

Praça abandonada "A praça Bom Sucesso está abandonada, tem lixo, mato muito alto, brinquedos todos quebrados e o resto deles oferece riscos pois tem pregos no chão e as crianças podem se machucar, não existe mais nenhuma lixeira. Se eles limparem e consertarem os brinquedos será um presente de natal", relato moradora Bruna Fontes. Sem funcionárias "O posto de saúde Barro Vermelho, aqui da parada 103, está sem funcionária de limpeza há mais ou menos um mês, esta sujo, a sala de vacina está interditada. Na quinta feira (14), na hora da triagem da minha filha, as enfermeiras estavam falando que está precária a situação, pois estão sem funcionários, o médico que estava tirando o lixo do consultório dele, as lixeiras estavam transbordando, até então nada resolvido, foi só promessa", depoimento moradora Maria Zeni Fortes. Cirurgia "Minha mãe tinha agendado para segunda-feira (18) uma cirurgia de catarata, onde foi orientada a se apresentar no Hospital Dom João Becker às 13 horas com um jejum de oito horas. Chegou em torno de 12 horas, foi informada que o médico chegaria às 15 horas, só que até final da tarde ele não apareceu e ela com vários outros idosos aguardam na mesma situação. Isso é uma falta de respeito e consideração com as pessoas", relato moradora Luciane Miranda.

Senha do dia: "Não espere por uma crise para descobrir o que é importante em sua vida."


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 4

Turbulência

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Câncer de Mama A Câmara de Vereadores de Gravataí aprovou o Projeto de Lei n° 160/2013, de autoria do vereador Gerson Rovisco (PV), que institui a Semana de Combate ao Câncer de Mama no Município. De acordo com o projeto, fica instituído que na primeira semana do mês de agosto haverá programação de prevenção e atenção relacionada ao câncer de mama. Durante essa semana, serão intensificados os trabalhos de atenção primária para prevenção e detecção precoce da doença e garantidos imediatos encaminhamentos para atendimentos secundários, buscando o engajamento de todos os órgãos e entidades que atuam na área e na conscientização da população sobre a necessidade de cuidar da saúde. Segundo o vereador, no período também devem ser realizados exames preventivos em mulheres e homens com mais de 50 anos, palestras e outras promoções voltadas para a conscientização da população e divulgação de dados sobre a redução dos índices de mortalidade vinculados à doença. O projeto prevê ainda que, no decorrer do ano, sejam promovidas campanhas publicitárias sobre a prevenção ao câncer de mama e divulgados os dados de homens e mulheres acometidos pela doença.

Tavares visita Bahai

“Faltou muito pouco para a cidade chegar na lama. A ex-prefeita não soube administrar e não havia outra saída senão os vereadores cassarem seu mandato. Depois de pegar o avião descendo, caindo, é difícil de levantar seu bico. Nós pegamos ele a um metro do chão e estamos levantando-o. Esperamos ser julgados daqui três anos, porque estamos organizando a casa e vamos fazer muito ainda”. Manifestação do Vereador Juarez Souza (PMDB) durante a sessão de ontem na Câmara ao discorrer sobre as dificuldades encontradas neste primeiro ano de governo e os avanços obtidos

Gravataí recebe R$ 102 mil para enfrentar a Dengue

S

ete municípios da região Metropolitana Delta do Jacuí receberão R$ 381,6 mil para a intensificação da vigilância e controle da dengue durante o verão. A cidade de Gravataí receberá o maior aporte de recursos, com R$ 102,8 mil. O objetivo principal das ações desenvolvidas pela Secretaria Estadual da Saúde (SES) para qualificar o combate à doença, é oferecer maior autonomia aos municípios e descentralizar a identificação das larvas do mosquito. Os investimentos totalizam R$ 3 milhões para 157 cidades do Estado. Os municípios contemplados foram escolhidos com base nos seguintes critérios: circulação viral da doença; infestação do mosquito transmissor; cidades de fronteira internacional e balneários de veraneio. As estratégias de enfrentamento à dengue foram apresentadas em

encontro na Capital, que reuniu na última segunda-feira os gestores municipais de saúde e técnicos de todos os municípios gaúchos. O secretário estadual da Saúde, Ciro Simoni, salientou aos gestores a necessidade de intensificar o processo de mobilização de técnicos e o envolvimento da população. — Somente um trabalho articulado, com a participação de todos, poderá levar ao sucesso da estratégia — ressaltou. Dados no Estado Em 2013, até o momento, o Rio Grande do Sul contabiliza 423 casos confirmados de dengue, dos quais 229 são autóctones, que significa que a doença foi contraída dentro do Estado. Por meio de incentivos financeiros para a implantação de laboratórios municipais e intermunicipais,

em 2013 o número de laboratórios de entomologia no RS aumentou de 58 para 92. Combate à Dengue Região Metropolitana Delta do Jacuí ALVORADA – Infestado/recurso: R$ 78.354,00 CACHOEIRINHA – Infestado/ recurso: R$ 47.580,00 ELDORADO DO SUL – Infestado/recurso: R$ 14.053,00 GRAVATAÍ – Infestado/recurso: R$ 102.838,00 GUAIBA - Infestado/recurso: R$ 37.835,00 SANTO ANTÔNIO DA PATRULHA – Balneário/recurso: R$ 5.302,00 VIAMÃO - Infestado/Balneário recurso: R$ 95.716,00 Total: R$ 381.678,00

Servidores da Câmara promovem Natal Sustentável Na tentativa de mostrar aos interessados que é possível se fazer decoração com lixo, a Associação dos Funcionários do Legislativo se uniu para plantar uma sementinha no prédio da Câmara, fazendo do lixo, gar-

rafas pet, copos descartáveis, jornais, papeis diversos, etc. uma bela decoração de Natal. Eles esperam com esta atitude que, no próximo ano, o projeto possa ser ampliado para toda a cidade, envolvendo comunidade,

entidades de classe, escolas, gente ligada à arte e ao artesanato, etc., inclusive com premiação. Os enfeites foram confeccionados pelos próprios servidores em oficinas de montagem. Em breve, a decoração estará pronta.

O vereador Alex Tavares (PMDB) esteve na última semana em visita à Escola Municipal de Ensino Fundamental Instituto Bahai, acolhendo algumas reivindicações da instituição de ensino junto ao diretor Lourival Souza, secretário Roger Oliveira e as professoras Nadia Knobeloch e Raquel Nunes.

Vereador reuniu-se com educadores do Instituto Bahai

O vereador Marcio Souza (PV) disse ontem durante a sessão da Câmara que o governo Rita Sanco (PT) foi derrotado politicamente, juridicamente e pelo próprio PT. — O PT perdeu para o próprio PT, quando não soube se relacionar com os vereadores da base e atacou os próprios companheiros, portanto, colheu os frutos que plantou — afirmou o parlamentar, que foi um dos vereadores perseguidos à época e expulso do PT. Na mesma linha de justificativa de que o PT foi derrotado por si próprio, Marcio lembrou o recente processo de eleição direta do partido, no qual as novas lideranças lograram vitória sobre o grupo da prefeita cassada e do deputado Daniel Bordignon. Ao finalizar, o vereador verde ainda disse que o processo de eleição do novo presidente Alex Peixe pode ser positivo para o partido.

Marcas & Líderes 2013 A Acigra divulga hoje à noite, em jantar no InterCity Premium Hotel, o resultado da pesquisa realizada pela Ulbra, que aponta quais são as três marcas mais lembradas em 53 categorias. Como nas cinco edições anteriores, somente no dia do evento são divulgadas quais foram as marcas campeãs na lembrança dos consumidores. O resultado da pesquisa do perfil do consumidor gravataiense, realizado pelo curso de Administração da Ulbra Gravataí, também será apresentado. — Preparamos algumas novidades na entrega dos prêmios que irão dar uma nova dinâmica ao evento que é um dos mais esperados pelos empresários de Gravataí — destaca o presidente da Acigra, José Luis Silveira. As informações sobre o prêmio estão disponíveis em www.acigra.com. br/marcaselideres.

Michel Temer no RS

Fundo Municipal do Idoso O Conselho Municipal do Idoso e a Comissão da Pessoa Idosa da Câmara de Vereadores de Gravataí estão convidando a população da cidade para participar do evento de divulgação da implantação do Fundo Municipal do Idoso, que se realizará no plenário da Câmara de Vereadores, na próxima sexta-feira (22), das 16h às 19h. O evento contará com a palestra da Sra. Maria Elena Estrazulas com o tema “Os Direitos da Pessoa e sua Relação com o Fundo” e do Sr. Wilson Pastorini, que abordará o tema “A História do Fundo e suas Competências”.

Quem planta colhe

Funcionários da Câmara transformam lixo em enfeites de Natal

Multa para quem joga lixo na rua Foi aprovado, na Câmara de Vereadores, projeto de autoria do vereador Dilamar Soares (PMDB), que estabelece multa para quem jogar lixo na rua. A multa, que servirá para disciplinar o cidadão infrator, será regulamentada pela Prefeitura. — Um dos maiores causadores de alagamentos são os lixos que atiramos nas ruas. Sei que é uma questão de cons-

ciência pessoal de cada cidadão, mas se a cidade abraçar o projeto, denunciar os infratores, podemos reduzir este problema — colocou o parlamentar. É possível verificar pela cidade grandes quantidades de lixos sólidos deixados pela população que, muitas vezes, não se preocupa em transportar seus lixos até um equipamento próprio para este fim.

— Quem abre um pacote de bala ou qualquer outro produto e descarta a embalagem numa calçada ou em qualquer local impróprio para este fim pode pensar que aquilo não fará diferença, mas está enganado. São muitos os riscos causados pelo acúmulo de lixo, além das enchentes, a emissão de gases tóxicos que o acúmulo de lixo provoca — conclui o vereador.

O vice-presidente Michel Temer virá amanhã (21) a Porto Alegre para se reunir com deputados, prefeitos, vice-prefeitos e dirigentes do PMDB do RS. A visita tem tudo a ver com a sucessão do ano que vem. Nas últimas eleições, a seção gaúcha do partido trabalhou em dissidência, mas as condições mudaram muito e agora existe chance real de apoio à reeleição de Dilma Rousseff. É por isto que Michel Temer virá ao Estado e insistirá numa definição. Apesar das pressões, o PMDB do RS não tomará nenhuma definição neste momento, preferindo aguardar a virada do ano.


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 5

Premiação ‘’Marcas & Líderes’’ de Gravataí 2013 Considerada uma das mais importantes distinções deste modelo na Região Metropolitana Larissa Hoffmeister

O

prêmio ‘’Marcas & Líderes’’ realizará a sexta edição hoje à noite (20). O evento, realizado desde 2007 em Gravataí, com parceria entre a Acigra e Ulbra, é resultado de uma pesquisa de perfil do consumidor gravataiense que, através de entrevistas, indicam marcas mais lembradas da cidade em 53 categorias. As marcas indicadas a levar o troféu serão reconhecidas em uma festa, no InterCity Premium Gravataí, que reunirá todos os represen-

tantes das marcas indicadas pelo destaque em Gravataí. Considerada uma das mais importantes distinções deste modelo na Região Metropolitana, o ‘’Marcas e Líderes’’ é resultado de uma pesquisa realizada junto à comunidade de Gravataí por alunos do curso de administração da Ulbra, identificando as marcas e personalidades mais lembradas e qual a sua força nas mentes dos pesquisadores. Para esta edição, o universo da população analisada pela pesquisa foi comporto por um total de 1.273 pessoas, abordadas de

Os premiados na edição anterior

forma aleatória em quatro regiões principais do município: Centro, Moradas do Vale, Vila Branca e Parque dos Anjos. Como nas cinco edições anteriores, somente no dia do evento, que será apresentado pela jornalista do Grupo RBS, Laura Medina, serão divulgadas quais foram as marcas campeãs. “Preparamos algumas novidades para entrega dos prêmios que irão dar uma nova dinâmica ao evento que é um dos mais esperados pelos empresários de Gravataí”, destaca o presidente da Acigra, José Luis Silveira.

Fotos Divulgação/JG

O evento será apresentado pela jornalista do Grupo RBS, Laura Medina

O InterCity Premium Gravataí reunirá todos os indicados pelo destaque em Gravataí

Servidores do Detran definem indicativo de greve a partir de dezembro Os servidores do Departamento Estadual de Trânsito (Detran/RS) definiram em assembleia nesta terça um indicativo de greve para o começo de dezembro. A categoria pode paralisar as atividades a partir do dia 2, caso não haja avanços no plano de carreira. A presidente do sindicato dos trabalhadores, Maria Goretti da Costa, explica que a reivindicação é que seja formada uma mesa de negociação para tratar do tema e o encaminha-

mento do plano para votação na Assembleia Legislativa. Conforme ela, ainda no ano passado o governo estadual se comprometeu a discutir o plano de carreira da categoria, que neste momento está em análise na Secretaria da Administração e dos Recursos Humanos (Sarh). Entre os pontos incluídos no plano está um aumento do percentual de gratificação de produtividade de trânsito para 60% e alteração da matriz de cargos, entre outros itens.

Os servidores farão um protesto nesta tarde em frente à sede da Sarh, no Centro Administrativo Fernando Ferrari (Caff), na avenida Borges de Medeiros, no Centro de Porto Alegre. Outras mobilizações também foram agendadas. No dia 26, a categoria deve realizar operação padrão e fazer um ato em frente ao Palácio Piratini. No dia seguinte, ocorre uma vigília, em razão de reunião agendada com o Comitê de Diálogo Permanente

(Codipe). Em 2012, os funcionários do Detran/RS fizeram uma greve,

que prejudicou, entre outros serviços, a execução de mais de 10 mil exames de direção.


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 6

Gravataí já registrou 40 mortes no trânsito neste ano Ações de blitz e conscientização dos motoristas são apostas para diminuir o índice de motoristas que associam direção e embriaguez Fotos Divulgação/JG

Karina de Freitas

A

té setembro deste ano, Gravataí registrou cerca de 40 mortes no trânsito. Sendo que 17 delas foram em vias municipais e as 23 em rodovias estaduais e federais, como a ERS020, ERS-030, ERS-118 e BR-290. Ações de conscientização da segurança ao volante são apostas da Secretaria de Mobilidade Urbana de Gravataí, que

irá iniciar trabalhos de blitz no trânsito da cidade no próximo mês. A cidade vizinha Cachoeirinha, segundo levantamento do Detran, registrou no mesmo período 10 mortes nas vias. Enquanto a capital já registrou 100 mortes durante os nove meses. Até setembro deste ano, foram registrados 1.325 acidentes com vítimas fatais, no Estado. O secretário de Mobilidade Urbana, Adão de

Dados do Detran Segundo levantamento do Detran, as cidades da região metropolitana de Porto Alegre registram, de 2007 a 2012, 1752 acidentes com vítimas fatais, totalizando 1.889 mortes no trânsito. Neste mesmo período, Porto Alegre teve 933 mortes. Em Gravataí foram registradas 223. Viamão com 191 vítimas fatais de acidentes de trânsito. No total o Estado registrou 10.665 acidentes com vítimas fatais ao longo dos seis anos. O estudo do Detran também aponta, que o maior índice de acidentes ocorrem aos sábados nas rodovias do Estado, representando 21%. Enquanto nas vias municipais, o sábado também é o dia que registra maior volume de acidentes, com 18%. Tanto nas vias municipais ou rodovias o maior índice de acidentes ocorrem no período da noite, com somatório em média de 32%. No Brasil em 2012, de acordo o Observatório Nacional do Trânsito, houve mais de 60 mil mortes no trânsito. Estimativas da OMS (Organização Mundial da Saúde) indicam que 1,3 milhões de pessoas morrem anualmente no trânsito e que até 2030 esse número suba para 2,4 milhões. A faixa etária de maior ocorrência das vítimas são jovens de 21 a 29 anos, somando 421 óbitos. Os homens representam 78% das vítimas na região metropolitana, enquanto as mulheres tem o percentual de 22%.

Castro Junior, informa que no inicio do ano, o efetivo era de sete fiscais em atendimento no trânsito das vias da cidade. Atualmente, são 30 fiscais que estão em treinamento e iniciam os trabalhos em dezembro. Adão também ressalta que a aquisição de novos equipamento e veículos possibilitará uma ação efetiva no trânsito. Serão três novos automóveis, duas motos e mais um carro que retorna da manutenção. Além do recebimento de materiais de apoio nas fiscalizações como bafômetros e de sinalização. A ação da secretária é intensificar a fiscalização em pontos críticos de maior circulação de veículos na saída de casas noturnas. A partir do próximo dia 4 de dezembro, os agentes realizarão blitz em pontos estratégicos em que se localizam as casas noturnas em Gravataí, entre as paradas 66 e 70 da Avenida

Secretaria de Mobilidade Urbana de Gravataí irá iniciar blitz no próximo mês

Dorival. "A ação é operar durante as festas de final de ano, em que as pessoas comemoram e acabam bebendo além da conta e esquecem que precisam pegar o volante", destacou o secretário de Adão de Castro Júnior. Atualmente, os agentes de trânsito atuam somente a partir de denúncias de moradores. O secretário esclarece que os acidentes de trânsito são coibidos

Secretário de Mobilidade Urbana, Adão de Castro Junior

EDITAL DE ABANDONO DE EMPREGO Sr. Marcos Vinicius da Silva Couto - CTPS 182.290 - série 0030 Esgotados nossos recursos de localização e tendo em vista encontrar-se em local não sabido, a empresa DJ Gesso, inscrita no CNPJ sob o nº 128582490001-11, convida o Sr. Marcos Vinicius da Silva Souto, portador da CTPS 182.290, série 0030, a comparecer em nosso escritório, a fim de retornar ao emprego ou justificar as faltas desde 16/10/2013, dentro do prazo de 48h a partir desta publicação, sob pena de ficar rescindido, automaticamente, o contrato de trabalho, nos termos do art. 482, letra I, da CLT. DJ Gesso Rua Santo Agostinho, nº 40 Gravataí – RS

pela fiscalização, porém não é a única alternativa, as pessoas precisam ter consciência de não associar bebida e direção. O secretário destaca ainda a valorização da vida e a importância do bem mais precioso do ser humano. "É um bem irreparável as pessoas precisam ter essa consciência de que a vida é deles. O maior protagonista da história é ele mesmo", alertou.

Os agente de trânsito estarão realizando trabalhos nas escolas municipais de conscientização com material educativo para os alunos, explicando a importância da segurança no trânsito. "As pessoas precisam ter a cultura de conversar com o familiares, nas rodas de amigos sobre a segurança nas estradas. A população precisam ter noção da importância", destacou secretário.

Preocupação com jovens que misturam bebida e direção na volta das baladas

MUNICÍPIO DE GRAVATAÍ AVISO DE SESSÃO PÚBLICA INAUGURAL REGIME DIFERENCIADO DE CONTRATAÇÃO PRESENCIAL Nº 001/2013 O Município de Gravataí, neste ato representado por seu Secretário Municipal de Administração, torna público que será realizado sessão inaugural através do Regime Diferenciado de Contratação Presencial nº 001/2013, cujo objeto é “Contratação de empresa de engenharia para a construção de Unidade de Pronto Atendimento (UPA) no Bairro Cohab C” no dia 29/11/2013, às 14 horas, na Sala de Reuniões da Diretoria de Cadastro e Licitações localizada na Rua Coronel Fonseca, 1024, Centro, Gravataí/RS. Tipo da licitação: Menor preço global. O edital está disponível aos interessados no sítio www.gravatai.rs.gov.br/ licitacoes. Gravataí, 06 de novembro de 2013. Nilo Moraes Secretário Municipal da Administração


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 7

Estudantes do curso de Direito da Ulbra realizam viagem de estudos ao Rio de Janeiro Grupo conheceu Unidade de Polícia Pacificadora Morro Santa Marta

O

s acadêmicos e professores do curso de Direito da Ulbra Gravataí participaram de uma viagem de estudos ao Rio de Janeiro, nos dias 4 e 5 de novembro. Os alunos realizaram visitas ao Comando das Unidades de Polícia Pacificadora (UPPs) e à UPP Morro Santa Marta. De acordo com a professora Ângela Molin, que acompanhou o grupo, os alunos tiveram a oportunidade de conhecer outra realidade através de uma ótica cultural, histórica e jurídica. “Conseguimos concretizar nesta viagem uma das metas do curso que era a oportunidade efetiva

da interdisciplinaridade entre os acadêmicos”, declarou. Acompanhou o grupo o coordenador do curso do Direito, Gonzaga Adolfo. A próxima viagem de estudos será para Buenos Aires, em maio de 2014. Além de conhecer o Comando das UPPs, na Central do Brasil, os 31 alunos também foram recebidos pelo secretário de Segurança Pública do Rio de Janeiro, o gaúcho José Mariano Beltrame, que agradeceu a visita e a oportunidade de mostrar o trabalho que vem sendo realizado pelo governo. A programação da viagem incluiu, ainda, visitas ao curso de Direito da Universidade Estadual do Rio

Fotos Divulgação/JG

de Janeiro (UERJ), à Biblioteca Nacional e uma subida ao morro Santa Marta para conhecer a comunidade e a primeira UPP implantada na capital carioca. A unidade pacificadora foi instalada no Santa Marta em 2008 e desde lá mantém índice de homicídio zero. Para a acadêmica do último semestre, Priscila Rohde, a atividade permitiu conhecer e entender o funcionamento da justiça em outros lugares. “Vimos uma realidade totalmente diferente do que imaginávamos, tenho a convicção de que, além de uma visão jurídica, tivemos uma visão social muito impactante”, comentou.

Governo do Estado propõe reajuste de 12,7% no salário mínimo regional

O governador Tarso Genro encaminhou, nesta terça-feira (19), para a Assembleia Legislativa, o projeto de lei com a proposta de reajuste de 12,727% do salário mínimo regional para 2014. O índice é resultado de uma ampla negociação entre o Governo do Estado, as centrais sindicais e as federações empresariais. O anúncio foi feito na manhã desta terça-feira no Palácio Piratini, com a presença de representantes das centrais sindicais. Pela proposta do Governo, o

salário mínimo regional passa a ter cinco faixas, começando em R$ 868,00 na Faixa I. O projeto também estabelece a criação da Faixa V, com valor de R$ 1.100,00, para técnicos de nível médio. Com o reajuste, o salário mínimo regional passa aos seguintes valores: de R$ 770,00 para R$ 868,00 na Faixa I; de R$ 787,73 para R$ 887,98 na Faixa II; de R$ 805,59 para R$ 908,12 na Faixa III; de R$ 837,40 para R$ 943,98 na Faixa IV; e R$ 1.100,00 na Faixa V.

O aumento pode significar um incremento de mais de R$ 1,3 bilhão na economia gaúcha. Após o anúncio do índice de reajuste do salário mínimo regional, o governador participou de um ato das centrais sindicais em frente ao Palácio Piratini. Para o governador Tarso Genro, "o reajuste do piso regional beneficia os trabalhadores mais pobres e tem reflexo em toda a economia, desde o pequeno comércio até a grande indústria. Além disso, são mais de 1 milhão de trabalhadores e seus familiares que passam a ter condições mais dignas de trabalho e de vida". O governador recebeu, durante todo o mês, representantes das centrais sindicais e das federações empresariais para ouvir suas demandas sobre o reajuste. Os trabalhadores pediram aumento de 16,81% e a inclusão de novas categorias. As centrais reivindicaram ainda a alteração de faixas de categorias que apresentem defasagem na atual; a colocação do piso na Consti-

tuição do Estado, estabelecendo critério de reajuste permanente, levando-se em conta o crescimento da economia nacional e estadual, mais a inflação e a inclusão na legislação da garantia do piso como vencimento mínimo aos servidores públicos do Estado. Na semana passada, representantes das federações empresariais, da indústria, comércio, agricultura e serviços sugeriram reajuste de 5,3% e pediram a não inclusão de categorias que têm data-base ou representação sindical. Instituído em 2001, o salário mínimo regional abrange mais de 1,1 milhão de trabalhadores. Até o momento, o benefício tem quatro faixas salariais, com os seguintes valores: Faixa 1: R$ 770,00; Faixa 2: R$ 787,73; Faixa 3: R$ 805,59; Faixa 4: R$ 837,40. Nos três anos do atual governo (2011-2013) o ganho real acumulado totalizou 20%, praticamente o dobro do ganho alcançado durante os quatro anos do Governo Rigotto (12,43%) e

os quatro anos do Governo Yeda (10,09%). Valores com o reajuste de 12,727% Faixa I = R$ 868,00 Faixa II = R$ 887,98 Faixa III = R$ 908,12 Faixa IV = R$ 943,98 Faixa V = R$ 1.100,00 Protocolo na Assembleia Legislativa Logo após o ato, a proposta foi protocolada na Assembleia Legislativa pelos secretários da Casa Civil, Carlos Pestana, e do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social (Cdes-RS), Marcelo Danéris. O projeto de lei tramitará em regime de urgência. De acordo com Pestana, a expectativa é que a proposição seja apreciada de forma breve e tenha acordo, já que beneficia milhares de trabalhadores. "O piso regional é um importante elemento de distribuição de renda. Estamos cumprindo o nosso compromisso de recuperá-lo", finalizou.


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 8

PÁGINA DE EMPREGOS IBGE terá seleção para quase 8 mil temporários O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) escolheu a Fundação Cesgranrio para organizar seu processo seletivo simplificado, que selecionará 7.825 profissionais por tempo determinado. As oportunidades são para a realização de pesquisas econômicas e sociodemográficas de caráter temporário. O extrato de dispensa de licitação, com a escolha da organizadora, foi divulgado no Diário Oficial da União (DOU) de ontem. Entre as vagas que exigem nível médio, es-

tão 7,6 mil para agente de pesquisa e mapeamento e 180 para agente de pesquisa por telefone. As que necessitam de profissionais de nível superior são 27 para analista de geoprocessamento e 18 para supervisor de pesquisa por telefone. O prazo de duração dos contratos deverá ser de até um ano, com possibilidade de prorrogação até dois anos. E, atenção: ainda não está definida a data de abertura de inscrições.

Empregos na área de vendas A Estilo RH oferece oportunidades de emprego. Todas são para a área de vendas, para os cargos de promotor de vendas com CNH A (15), auxiliar de vendas internas (25), vendedores externos com CNH B (10), executivo de vendas eletrônicos (5), vendedores de lojas (15), de lojas para shopping (10), de ótica

(10) e de lojas para o Litoral Norte (5), além de supervisor de vendas (5). Interessados devem comparecer à Rua dos Andradas, 1755, sala 42, Centro de Porto Alegre. Também é possível enviar currículo por e-mail para recrutamento3@estilorh.com.br, mencionando o nome da vaga de interesse.

Hospital Moinhos de Vento, na Capital, está recrutando O Hospital Moinhos de Vento, em Porto Alegre, oferece vagas para camareiro, auxiliar de limpeza e auxiliar de alimentação. Para concorrer, os candidatos devem ter 18 anos completos e identificar-se com uma das áreas de atuação. As oportunidades são para atividades com escala de trabalho, e é preciso ter dis-

ponibilidade para trabalhar diariamente até as 23h e também aos finais de semana. Interessados devem entregar currículo, de segunda a sexta-feira, das 9h às 11h ou das 14h às 17h, na Rua Tiradentes, 375, na Capital. As oportunidades também são para pessoas com deficiência (PCDs).

Encontro reúne jovens do Projeto Pescar em Gravataí A Fundação Projeto Pescar promoveu o Encontro Anual de Jovens da Região dos Vales no final de outubro, reunindo cerca de 240 futuros profissionais. Eles trocaram experiências e participaram de dinâmicas abordando o tema Profissional do Futuro. O evento aconteceu no Centro de Eventos Palavra da Vida, em Gravataí, com os participantes dos cursos de Iniciação Profissional de 14 unidades do Projeto Pescar. Entre elas, AGCO, Alstom, Artecola, Braskem, Cimpor, Sulgás, Brasília Guaíba, Sultepa, Embratec, Harman, Gerdau, Taurus, Mercur S/A, Midea Carrier e Toniolo Busnello. O objetivo do encontro foi oportunizar um espaço para que os jovens pudessem compartilhar seus conhecimentos na prática da cidadania, abordar os desafios do mercado de trabalho e promover a troca de experiências pessoais. Durante o dia,

eles perceberam a dimensão do Projeto Pescar e a importância do trabalho na vida de cada um. Para a Psicóloga Evelyn Oliveira, educadora social do curso de iniciação profissional em operações para a indústria da unidade do Projeto Pescar Taurus, o encontro foi muito positivo e proporcionou aos jovens um momento para colocarem em prática a postura profissional, como forma de simulação do que vão encontrar no mercado de trabalho. - Para mim, o Projeto Pescar é uma grande oportunidade de vida, e o encontro de jovens me fez superar o medo e vencer desafios, além de poder conhecer outros jovens e diferentes práticas do mercado de trabalho – destaca Jaqueline dos Santos Costa, 17 anos, aluna do curso de iniciação profissional em operações para a indústria.

Foto Divulgação/JG

Vaga Sine Gravataí VENDEDOR (3) ESTOQUISTA (1) AUXILIAR DE LIMPEZA (4) MARCENEIRO (1) PIZZAIOLO (1) SERVENTE DE OBRAS (1) ELETRICISTA (1) ELETRICISTA (4) AUX. FINANCEIRO (1) AUX. DE PRODUÇÃO (1) PINTOR (1) VENDEDOR DE SERVIÇOS (2) COZINHEIRA (2) AUXILIAR DE COZINHA (5) AUXILIAR ELETRÔNICA (1) MECANICO INDUSTRIAL (1) AJUDANTE DE LUBRIFICAÇÃO (1) PINTOR ALVENARIA (2) SOLDADOR (1) MECANICO AUTOMOTIVO (2) AUX. COSTURA (1) SERVIÇOS GERAIS (10) OP. EMPILHADEIRA (3) ASSISTENTE TEC. ADM. (1) ATENDENTE DE BALCÃO (2) ESTOFADOR (2) INSPETOR DE QUALIDADE (1) PORTEIRO (2) Agência FGTAS/SINE Gravataí Rua Adolfo Inácio Barcelos, 774 Centro - Gravataí/RS (51) 3484.2281 CEP.: 94010-010

Concursos Públicos com inscrições abertas IFRS - Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Sul - Edital 11/2013 Inscrições abertas de 06/11/2013 a 22/11/2013. Cargo(s): professor da carreira de ensino básico em diversas áreas do conhecimento. Salário: entre R$ 1.914,58 e R$ 8.049,77 - Vagas: 66 - Escolaridade: ensino superior Prefeitura Municipal de Arambaré (RS) - Edital 07/2013 Inscrições abertas de 04/11/2013 a 22/11/2013. Cargo(s): nutricionista, assistente social, instrutor de esportes, professor de artes, técnico em informática, técnico em enfermagem, eletricista, entre outros. Salário: entre R$ 889,87 e R$ 4.211,52 - Vagas: 38 - Escolaridade: superior, médio/técnico e fundamental COMPANHIA MUNICIPAL DE URBANISMO (COMUR)

Cargos e vagas: agente de manejo florestal (2), agente de portaria (CR), carpinteiro (1), eletrotécnico (1), fiscal estacionamento rotativo (2), instalador hidrossanitário (1), pedreiro (3), servente de obras e manutenção (50), técnico em segurança do trabalho (1), teleoperador (1) Níveis: alfabetizado até ensino médio Salários: de R$ 3,59/hora até R$ 7,94/hora Prazo: 24 de novembro Taxa: entre R$ 15 e R$ 50 Inscrições: www.objetivas.com.br


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 9

Assaltante com tornozeleira eletrônica é flagrado ao roubar lotérica em Gravataí

O

Policiais militares foram alertados para o roubo na ERS-030 enquanto bandidos ainda recolhiam o dinheiro

roubo a uma lotérica na parada 92 da ERS-030, em Gravataí, foi frustrado pela ação rápida da Brigada Militar, por volta das 16h30min dessa segunda-feira. Um adolescente de 17 anos foi apreendido e o detento Douglas Rafael Teixeira Salazar, 29 anos, usando tornozeleira ele-

Fotos Divulgação/JG

trônica, foi preso em flagrante por roubo. Com a dupla, os policiais do 17ºBPM apreenderam R$ 21,8 mil que eram colocados em uma mochila. Uma pistola .380 e um revólver calibre 38 também foram encontrados com os assaltantes. Eles foram encaminhados à DPPA de Gravataí.

Para cada homicídio de não negro no Brasil, ocorrem 2,4 homicídios de negros, aponta pesquisa Para cada homicídio de indivíduo não negro no Brasil, ocorrem 2,4 homicídios de negros. O dado consta na pesquisa Vidas Perdidas e Racismo no Brasil, do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). A apresentação do estudo ocorre nesta terça-feira, véspera do Dia Nacional da Consciência Negra. A letalidade violenta, conforme a pesquisa, é uma herança das discriminações econômicas e raciais. — Com a abolição da escravatura e tendo sido os afrodescendentes lançados à sua própria sorte, se deu início a um duplo processo de discriminação, que ajuda a explicar a persistência da pobreza relativa de negros — dizem no texto os autores Daniel Cerqueira, diretor de Estudos e Políticas do Estado, das Instituições e Democracia do Ipea, e Rodrigo Leandro de Moura, da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Eles detalham que duplo processo é esse: — Por um lado, a discriminação econômica se deu pela transmissão inter-geracional do baixo capital humano, em face de inexistentes políticas inclusivas (no sentido de equidade), reflexo das preferências elitistas do Brasil co-

lônia, que tornava a escola um espaço para poucos e brancos. Por outro lado, a crença em torno de uma raça inferior — que era a ideologia que sustentava a escravidão — não se esgotou com a abolição, mas se perpetuou, refletindo-se em inúmeras manifestações culturais, como na música e nos meios de comunicação. Um exemplo que põe em evidência as diferenças entre negros e não negros é a representação de ambos nas camadas sociais mais baixas e mais altas. Na faixa dos 10% mais pobres do Brasil, estão 11,66% dos negros e 5,41% dos brancos. Já entre os 10% mais ricos, figuram 6,80% dos negros e 17,82% dos não negros. A pesquisa mostra que o racismo influencia na incidência de homicídios de negros, possivelmente, por dois canais. — O negro é duplamente discriminado no Brasil, por

sua situação socioeconômica e por sua cor de pele. Tais discriminações combinadas podem explicar a maior prevalência de homicídios de negros vis-à-vis o resto da população — aponta o texto. A realidade gaúcha O Rio Grande do Sul está em quinto lugar no número de habitantes negros no Brasil, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). No Estado, os negros representam 5,57% da população (se somados os pardos, chega a 16,2%). Os policiais gaúchos estimam que grande parte dos homicídios dolosos (1.992 no ano passado e 1.396 nos primeiros nove meses de 2013) acontece entre os moradores pobres que vivem em Porto Alegre, justamente onde a maioria da população é negra. — Estamos iniciando um pesquisa para estabelecer o

perfil das vítimas de homicídio. O resultado será usado pelo nosso serviço de inteligência, que as usará para planejar nossas ações — descreve o delegado Cristiano de Castro Reschke, diretor da Divisão de Homicídios, que é ligado ao Departamento de Homicídios. Há uma particularidade no Estado, chama atenção Victor Hugo Rodrigues Amaro, 65 anos, do Conselho Municipal da Capital do Povo Negro, e presidente da Associação das Entidades Carnavalescas de Porto e do Rio Grande do Sul (Aecepargs): — Aqui não basta o negro ser honesto, ele precisa provar que é. Nessa realidade, explica Amaro, não é raro um jovem negro acabar sendo vítima do fogo cruzado entre bandidos e ladrões. O advogado criminalista e militante da causa negra Carlos Cortez, 64 anos, acrescenta que o fato dos negros viverem nos locais pobres e violentos da cidade tem a ver com marginalização econômica história da população: — O resultado é que, nos últimos oito anos, houve um crescimento de 34,47% no número de assassinatos de negros no Estado, segundo os do Centro Brasileiro de Estudos Latino-Americanos.

Operação da Polícia Civil apreende 8,5 toneladas de cobre no Estado Policiais civis da Delegacia de Polícia de Repressão a Crimes Contra o Patrimônio das Concessionárias e Serviços Delegados (DRCP), do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), desencadearam, na manhã desta terça-feira (19/11), a Operação Cobre, nas cidades

de Caxias do Sul, Novo Hamburgo, São Leopoldo, Gravataí e Cachoeirinha. Segundo a delegada Sílvia Coccaro de Souza, a ação teve como objetivo coibir a receptação de fios e cabos de telefonia, bem como de energia elétrica. Foram cumpridos dois mandados de busca e apreen-

são e efetivadas oito vistorias em estabelecimentos comerciais. No total, 8,5 toneladas de fios de cobre oriundo de receptação foram apreendidas. Segundo a delegada, trata-se da maior apreensão feita pela polícia este ano no Estado. Também foram apreendidos

590 quilos de fios de energia elétrica. A ação contou com o apoio de 60 policiais do Departamento Estadual de Investigações Criminais (DEIC), além de 35 técnicos de operadoras de telefonia (OI e GVT) e da distribuidora de energia elétrica da região norte-nordeste do Estado (RGE).

Policiais de Alvorada prendem foragido em Gravataí Policiais da 3ª DP de Alvorada prenderam, na tarde desta segunda-feira (18/11), na Vila Central, em Gravataí, um homem de 47 anos. Ele possuia, contra si, mandado de prisão preventiva, expedido pela Comarca de Alvorada, em processo decorrente do crime de estelionato. A ação é parte integrante da Operação Cidade Segura 2013, que está sendo desenvolvida no município no decorrer deste ano. Segundo o delegado André Lobo Anicet, o preso possui antecedentes policiais por uso de documento falso e receptação. Ele foi encaminhada à Delegacia de Pronto Atendimento de Gravataí(DPPA) para formalização da prisão e após ao sistema prisional

Preso suspeito de ser mandante de homicídio Policiais da 2ª Delegacia de Polícia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DPHPP) prenderam, na tarde desta segunda-feira (18/11), um homem (M.C.J.), de 24 anos. Os agentes cumpriam mandado de prisão preventiva, decretada pela Justiça. Segundo o delegado Filipe Borges Bringhenti, M.C.J. é suspeito de ser o mandante de um homicídio praticado em 21 de janeiro deste ano, na Vila Farrapos, na Capital. Neste dia, dois indivíduos teriam executado a vítima em razão de desentendimentos ligados ao tráfico de drogas. Após aproximadamente seis meses de investigações, o inquérito policial que apurou a morte de C.N.S., foi remetido ao Poder Judiciário com a representação pela prisão de três indiciados. Os dois executores tiveram a prisão preventiva decretada e já foram presos. O terceiro indiciado pelo crime, preso nessa segunda-feira, seria o mandante do homicídio. Ele tem antecedentes policiais por roubo, porte ilegal de arma de fogo, homicídio, latrocínio, entre outros, e foi preso após três semanas de monitoramento. M.C.J. foi ouvido na 2ª DPHPP e, em seguida, encaminhado ao Presídio Central, estando à disposição da Justiça – relatou o delegado.


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 10

Cerâmica vai buscar talentos em SC O técnico da equipe juvenil do Cerâmica atlético Clube, Luis Eduardo Lima, estará na próxima sexta-feira, 22, e sábado, 23, na cidade de Cunha Porã, situada no oeste de Santa Catarina, para selecionar novos talentos, nascidos em 1997/98/99 e 2000. A peneira é uma parceria entre o Luisão, CAC, consulado gremista de Cunha Porã e Esporte Clube Cunha Porã. Os jovens escolhidos irão integrar a equipe infantil do Tricolor de Gravataí. O treinador da equipe juvenil Ceramista vai até Santa Catarina no próximo final de semana para selecionar novos talentos para o clube. As peneiras vão ocorrer no Esporte Clube Cunha Porã, na cidade de Cunha Porã, situada no oeste catarinense. No dia da apresentação é necessário que o garoto esteja munido de Carteira de Identidade (Original e cópia), exame médico, liberando para a prática de atividades físicas, e que um responsável o acompanhe ou deve portar autorização assinada por um responsável maior de idade. Na sexta-feira, 22, a seleção para meninos nascidos em 1999 e 2000 começa às 8h30 da manhã e no período da tarde tem início às 14h. No sábado, 23, os horários são os mesmos, porém somente para garotos nascidos nos anos de 1997 e 1998. Para se inscrever na peneira, é preciso levar 1kg de alimento não perecível, que será doado à entidades carentes da região.

Sub-17 treina no Vieirão Com um calor escaldante na tarde desta terça-feira, 19, em Gravataí, a equipe Sub-17 do Cerâmica treinou no gramado principal do Estádio Antônio Vieira Ramos. Já com os garotos vindos da categoria infantil integrados ao grupo juvenil, o técnico Luis Eduardo Lima comandou um coletivo para dar movimentação aos atletas e começar a montar o time para 2014. Nem mesmo o forte calor desta terça-feira na região metropolitana atrapalhou os trabalhos no Vieirão. Num primeiro momento os atletas fizeram um rápido aquecimento sob o comando do preparador físico Felipe Harzheim e, na sequência, participaram do treino coletivo orientado por Luisão. Nesta semana devem-se definir os campeonatos que o clube vai participar no primeiro semestre do próximo ano.

2° fase do Campeonato de Futsal decide semifinalistas Com partidas pelas chaves (D) e (E), segunda fase do Campeonato Municipal de Futsal realiza última rodada e define vagas na semifinal

A

Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL), realiza nesta quinta-feira (14), a última rodada da 2ª fase do Campeonato Municipal de Futsal de Gravataí - Série A. O evento que será realizado no Ginásio Aldeião, às 21h, terá partidas das chaves D e E. Na chave(D), jogam Portugal F.C / Massas de Nápoli e J.P & Cia. Ambas as equipes tem chances de classificação, porém, o J.P & Cia depende apenas de um empate para garantir vaga na semifinal e segurar o primeiro lugar do grupo.

Fotos Divulgação/PMG

Este resultado, se acontecer, também garante a classificação do Guairá / Sul Mix para a próxima fase; porém se o Portugal F.C / Massas de Nápoli vencer, todas as equipes ficarão com mesmo número de pontos e a classificação será decidida pelos critérios de desempate. Pela chave (E), jogam Newgel Futsal e Cruzeiro F.C / Salsero. O Cruzeiro também depende de apenas um empate para garantir vaga entre os quatro semifinalistas; já o Newgel Futsal, estará classificado se vencer a partida. O time Napoli /Tamoio já está classificado para uma das semifinais.

Definido cronograma das semifinais no Campeonato Municipal de Futsal Serie A e nas Categorias de Base Após a última rodada da fase classificatória realizada na noite da ultima quinta feira (14), ficaram definidos os confrontos nas semifinais, nas categorias de base - Pré-Mirim, Mirim e Infantil que já jogam nesta terça feira (19) a partir das 18h45. Os jogos da Série A, as duas semifinais serão disputadas na noite do dia 21/11 (quinta feira) a partir das 21h. O Campeonato Municipal de Futsal Série A e Categorias de Base é promovido pela Prefeitura Municipal de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel).

Campeonato Municipal de Futsal Categorias de Base Pré-Mirim 19 de Novembro – Terça Feira 18h45 – Craque de Garra X U.J.C 21 de Novembro – Quinta Feira 18h45 – Pé na Bola X Clube Atlético Caveirense Mirim 19 de Novembro – Terça Feira 19h25 – Craque de Garra X Pé na Bola 21 de Novembro – Quinta Feira

19h25 – U.J.C X Clube Atlético Caveirense Infantil 19 de Novembro – Terça Feira 20h – Craque de Garra X U.J.C 21 de Novembro – Quinta Feira 20h – Cruzeiro F.C / Salsero X Clube Atlético Caveirense Campeonato Municipal de Futsal Série A 21 de Novembro – Quinta Feira 21h – J.P & Cia X Newgel Futsal 21h50 – Napoli / Tamoio X Guaíra / Sul Mix

Vila Elisa se classifica para a final da Categoria Sub-13 no Municipal Amador O Campeonato Municipal de Futebol Amador não se resumiu apenas ao título do Gravataiense na Categoria Master neste domingo (17). A rodada deste final de semana também ficou marcada pela classificação do Vila Elisa e do 3 Estrelas para a decisão do Sub-13 após vencer o UJC nos pênaltis por 7x6, depois de empate em 0x0 no tempo normal. Outra categoria que foi a campo foi o Acesso, que contou com três jogos. As vitórias do Real Madri, Palmeirinha e América demonstraram o favoritismo das equipes na competição. As competições são organizadas pela Liga Gravataiense de Futebol com a parceria da Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL).


Gravataí, 20/11/2013 - Pág. 11

Volpina confessa ao delegado tudo o que viu na noite em que foi planejado o atentado contra Mundo. Amélia teme que Pérola se afaste dela se Ernest for incriminado. Valter diz a Volpina que não vai mais protegê-la. Manfred destrata Davi ao vê-lo com Aurora. Fabrício acolhe Volpina, a pedido de Mundo. Ernest maltrata os amigos de Pérola. Amélia pede aos monges que fiquem perto de Pérola para protegê-la. Valter e Ernest são intimados a comparecer à delegacia.

Marlon e Paulinha ficam encantados com LC. Lili fica confusa com as palavras de Líder Jorge. William tenta falar com Lili, mas estranha seu comportamento. Marlon questiona LC sobre Tereza, e Paulinha o repreende. William desconfia de Rafa. Heloísa conversa com Marcelo sobre Lili. Guto entrega a William seus documentos falsos. Assis leva Marlon e Paulinha para conhecerem a Comunidade. Kléber manda Matias investigar Edu. Olívia concorda que André procure Lili. Edu ameaça Rita ao perceber ela ouvindo sua conversa telefônica. Lili termina seu noivado. Flávio tenta animar Júlia para ir à festa de seus amigos do colégio. Marcelo finge estar bem com o rompimento do noivado. Marlon encontra Tereza. André avisa a Lili que a investigação do sumiço de seu pai pode ser perigosa.

Culinária

JG

Resumo de Novelas

Frango com moranga na panela de pressão

Áries: Mercúrio se aproxima cada vez mais de Saturno, deixando você mais sério e reflexivo, especialmente em questões relacionadas aos seus negócios e finanças. A fase de reestruturação financeira continua. Cuidado na assinatura de documentos.

u Ingredientes 1 kg de peito de frango (cortado em cubos - tipo estrogonofe - temperados e reservados), 1 1/2 kg de moranga (descascada e cortada em cubos igual para doce, sem sementes), 50 g de manteiga culinária, 2 dentes de alho picados, 1 cebola picada, 2 tabletes de caldo de galinha, 1 xícara de chá de molho de tomate pronto, 1 copo de requeijão e Salsinha e cebolinha a gosto u

Modo de preparo

Touro: Seu regente se afasta de Urano a cada dia e a tendência a brigas e separações fica cada vez mais para trás. Mercúrio se aproxima de Saturno, deixando seus relacionamentos ainda mais sérios. Uma proposta de namoro pode acontecer.

Na panela de pressão coloque a manteiga o alho e a cebola, refogue. Coloque alguns pedacinhos (reserve o restante) de frango, acrescente a moranga cortadas e cubinhos, coloque o caldo de galinha e deixe na pressão por 15 minutos. Depois de cozida, bata até obter um creme, acrescente o restante do peito de frango e o molho de tomate, deixe por 10 minutos na pressão. Para finalizar coloque o requeijão e a salsinha com a cebolinha. Sirva com arroz branco e batata palha. Bom apetite.

Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br

Gêmeos: Mercúrio se aproxima de Saturno e seus projetos de trabalho ganham um tom mais sério e de maior responsabilidade. Cuide de sua saúde, pois o excesso de trabalho pode prejudicá-la. Fase de profundidade nas emoções. Câncer: Agora é hora de ter aquela conversa séria com seu amor ou mesmo com um filho. As energias ganham força e as responsabilidades aumentam, especialmente as que se relacionam com seu coração. Criatividade em baixa.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

Solução anterior

www.coquetel.com.br

© Revistas COQUETEL 2013

Ação mundial da WWF para que as luzes As duas principais se apaguem, chaman- Passagem Posto potências do a atenção para as estreita em uma asiáticas mudanças climáticas (Anat.) listagem

Ângela (?), a dona Xepa (TV) O valete, Dama de no baralho companhia

Elis Regina, cantora gaúcha

Vedadores feitos da casca de árvores

Vasconcellos revela que não teme envelhecer

Libra: A aproximação de Mercúrio e Saturno traz a possibilidade de assinar novos contratos, especialmente os que envolvem dinheiro. Você estará mais sóbrio e ciumento. Os sentimentos de posse também podem aumentar neste período.

Cútis Abriga o Santo Sudário (IT)

Apelido de "Eduardo"

Aos 41 anos, Renata

Virgem: Você estará ainda mais sério hoje e nos próximos dias. Mercúrio, seu regente, se une a Saturno e toda a energia se volta para dentro de você. A fase é ótima para estudos mais aprofundados e para conversas mais sérias.

Triturar (a cana) Contorno luminoso

Molusco cuja reação natural a invasores externos origina a pérola

Divisão da central telefônica 1a nota musical Sensação provocada por ratos Satélite natural da Terra Veículo com explosivos, de atentados urbanos

Linha que parece separar o céu do mar Cartaz colado na parede do quarto de fãs

Infiel Transportar (?) Zeppelin, banda Origem (p. ext.)

Nitrogênio (símbolo) Prender (cadarços)

De cabo a (?): do início ao fim (pop.) Nosso, em inglês Dividir (terreno)

Os roqueiros, pela aparência usual

Ferramenta de eletricistas Poente Frequentadoras de bailes da 3a idade

Estrutura que delimita terrenos vizinhos

Caldo O "inimigo" do hiA Sheila, pertenso em "O Dentista Mascara- Tio (?): do" (TV) o americano típico

BANCO

"(?) e Vindas do Amor", filme Queijo light feito do soro do leite

15

Solução

C C R C

L A I C O

A P M O A S T T E U R R I CA M B E L U D O S

J A T O

H Ã O E R I E Z R O N A T T E A R I D O S A S

NAS BANCAS E LIVRARIAS

L H I N A E J O S T R A RO L H R T A M A L A D O A DU L L O D O E P A V O R L U A A L A R R O B O N O C O TE E R C A A T A I S A R A S O PA SA M R I C L A M O R

jogos e exercícios

Escorpião: Mercúrio se aproxima de Saturno em seu signo e seu humor piora sensivelmente. Você estará mais fechado para brincadeiras e conversas vazias. O momento é de aprofundamento dos pensamentos e emoções. Sagitário: O momento é de reflexão profunda e maior seriedade, especialmente relacionada a seus projetos de trabalho e escolhas feitas no passado. É hora de pensar séria e definitivamente sobre qual caminho seguir. Medite.

Saída impetuosa de um líquido

Evidentes; inegáveis (os erros)

para você se lembrar de tudo

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

Tudo, em inglês Corto as pontas

3/all — led — our. 4/côte. 5/istmo — turim. 10/clamorosos.

Félix se desespera e Pilar manda que Maciel e Wagner o mantenham afastado de seu quarto. Jonathan apoia Félix. Pilar sofre por causa do filho. Aline fica decepcionada quando César decide guardar sua procuração no cofre. Amarilys faz a cabeça de Eron contra Niko. Bruno acusa César de ter armado para ficar com a presidência do hospital, e Paloma o contraria. Pilar conta para Herbert o que seu filho fez com Paulinha, e Ordália ouve a conversa. Maciel tenta consolar Pilar, mas ela o repele. Félix descobre que seu cartão de crédito foi bloqueado.

(?) Johnson, ator Não religioso

(?) d'Azur: Riviera Francesa Mania

(?) corrediço: é usado na forca

Leão: Você está mais fechado e introspectivo e vai preferir fugir das atividades sociais e ficar mais próximo dos seus. Mercúrio se aproxima de Saturno e cria um ambiente mais severo dentro de casa. Controle seu mau humor.

Capricórnio: Você não estará muito disposto a fazer parte de atividades sociais e vai preferir amigos mais próximos de sua intimidade. Um grande contrato pode ser firmado neste período, que dura alguns dias. Seriedade. Aquário: A fase é ótima para firmar novos contratos de trabalho, apresentar projetos mais elaborados e firmar sua presença na real participação no crescimento de sua empresa ou negócio. Você estará mais sério e as pessoas perceberão isso. Peixes: Nesta fase você estará mais fechado e seus projetos serão estudados com maior seriedade. É possível que esteja pensando seriamente em fazer uma longa viagem ou mesmo de mudar-se para outro país. As chances de você conseguir são bem grandes.


JORNAL DE GRAVATAÍ Quarta-feira, 20 de novembro de 2013

Professora do Santa Rita lança seu primeiro livro Domingo especial de autógrafos na 59ª feira do livro

Edenir Raupp

N

o último domingo da Feira do Livro de Porto Alegre, amigos, parceiros, colegas professores, alunos e admiradores da professora Liane Susan Muller, da E.M.E.M. Santa Rita de Cássia estavam presentes no lançamento de Seu livro “As contas do meu rosário são balas de artilharia”. A obra é fruto de sua dissertação de mestrado defendida em 1999, que aguardava editora interessada desde então. Foi através da Editora Pragmatha e sua editorachefe Sandra Veroneze que o livro ganhou vida 14 anos depois. O livro trata da formação de um grupo de negros que, em 1786, se reúne com a fundação da Irmanda-

de do Rosário de Porto Alegre passando, a partir desse momento, a se configurar numa espécie de “elite” intelectual negra – origens remotas da classe média negra atual. Por dentro da Irmandade, organismo criado inclusive para enquadrar os negros no Brasil inteiro, esse grupo passa a lutar por seus direitos referentes a libertação da escravatura, mas também pela educação dos negros, quer fosse ela formal, financeira, até mesmo comportamental. Com a chegada da República, muitos dos irmãos do Rosário principiam a fundar associações recreativas e beneficentes de mesmo caráter e visando os mesmos objetivos. Dessas associações, a mais conhecida sempre foi a Sociedade Musical, Recreativa e Beneficente Floresta Aurora que existiu até pouco tempo em Porto Alegre. Na mesma época é fundado também o jornal O Exemplo, um jornal dedicado à comunidade negra do Rio Grande do Sul de então. A discussão proposta no livro é a de contrapor algumas ideias

correntes na historiografia tradicional da década de 70 que via o negro como um sujeito que perdeu simplesmente sua identidade, um processo chamado de “embranquecimento cultural” por autores como Fernando Henrique Cardoso e Florestan Fernandes. A autora busca provar através dessa pesquisa que houve, sim, um processo de adaptação da população negra, já quarta ou quinta geração de escravos, e que essa adaptação não significava necessariamente uma assimilação da cultura branca, mas ao contrário, uma guerra pela sobrevivência. Liane Susan Muller é professora de Gravataí desde 2000; leciona história para ensino médio na Escola Santa Rita. É Mestre em História do Brasil pela PUCRS e graduada pela UFRGS. Segundo ela “Essa dissertação foi fruto de uma pesquisa árdua realizada na década de 90, pois nem sempre, ou quase nunca é fácil encontrar referências nos arquivos e seus respectivos documentos. É um trabalho de in-

Foto Edenir Raupp/JG

vestigação quase que policialesco fazer o levantamento das pistas, relacioná-las, montar o quebracabeças e provar a sua hipótese. Fiquei satisfeita com o resultado. Embora tenha sido publicado apenas agora, o texto muito circulou em citações de outras dissertações e teses de todo o Brasil e ainda permanece atual.” Liane acrescenta ainda sobre as dificuldades na publicação: “Quando defendi, em 99, a tese recebeu um indicativo de publicação. Foi considerado um texto referência na

temática, mas isso não foi o suficiente. Larguei o texto em muitas editoras especializadas na temática negra que jamais se deram ao trabalho de lê-lo. E assim o tempo foi passando. A Editora Pragmatha decidiu fazer uma aposta e topou editar o livro. Sandra Veroneze foi e está sendo uma parceira cuidadosa em todas as etapas. Culminou com o lançamento do livro na Feira no domingo passado. Agora é trabalhar o livro. Semana que vem já deve chegar na Cultura, Saraiva e outras livrarias.”


SAÚDE & CIA

Caderno semanal do Jornal de Gravataí - Circula em Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha - Quarta-feira , 20 de novembro de 2013 - Ano IV - Nº 198

Em imagens: a luta de uma mulher contra o câncer O câncer está diariamente no noticiário e, talvez, essas imagens ajudem pessoas a entenderem com mais conhecimento, empatia, compreensão e preocupação como se sente uma pessoa com câncer", reflete Angelo Merendino

A

Batalha que Não Escolhemos. A Luta da Minha Mulher contra o Câncer de Mama é uma série de imagens do fotógrafo americano Angelo Merendino em que ele retrata a luta de sua mulher, Jennifer, durante quatro anos contra a doença. Angelo conheceu Jennifer em 2005, no Estado de Ohio (nordeste dos EUA). Ele contou à BBC Mundo que no instante em que a viu sabia que ela era "a escolhida". Em 2007, eles se casaram e foram viver em Nova York. No início de 2008, depois de cinco meses casados, Jennifer foi diagnosticada com câncer de mama. Depois de meses de tratamento e depois de sua mulher passar por uma mastectomia dupla, os médicos disseram que Jennifer havia superado a doença. Mas a alegria durou pouco. Em 2010, eles foram informados de que o câncer havia retornado e que Jennifer estava com metástase no fígado e nos ossos. "Quando o câncer da Jennifer voltou, percebemos que as pessoas não entendiam a gravidade da situação. Comecei a fotografar nosso dia a dia no final de 2010, para que nossa família e amigos pudessem ver o que estávamos passando", conta Merendino. Em outubro de 2011, eles foram informados que a doença havia atingido o cérebro. "Foi quando eu percebi que as coisas não iam melhorar", diz ele. Jennifer morreu em dezembro do mesmo ano. Agradecimento No início, as imagens só eram vistas por pessoas próximas. Mas no final de 2011, com o consentimento de Jennifer e incentivado por um amigo, Merendino começou a compartilhar as fotos na internet. Após a divulgação das fotos, ele começou a ser contatado por várias pessoas - muitas das quais estavam, como Jennifer, lutando contra o câncer - que queriam agradecer por ele compartilhar sua história. Merendido acabou de criar a organização The Love You Share ("O amor que você compartilha", em tradução livre) para ajudar mulheres com câncer "a superar os desafios diários da luta contra esta doença." Metade dos lucros da venda de seu livro de fotos irá para a organização.

DR LEVI LORENZO MELO

M U L T I - E S P E C I A L I D A D E S

Cirurgia da Obesidade - Cirurgia do Aparelho Digestivo Cirurgia Geral - Cirurgia Videolaparoscópica Endoscopia Digestiva Gastroenterologia - Colonoscopia CREMERS 17112

DRA. JUCELEI DE FÁTIMA VISIOLI MELO Neurologia Infantil Neuropediatria Eletroencefalograma CREMERS 17399

Gravataí

Rua Adolfo Inácio Barcelos, 568. Gravataí - RS - Telefone/Fax: 51 3042-9400 - Acesse www.millenarium.com.br


2

SAÚDE & CIA

Gravataí, quarta-feira , 20 de novembro de 2013

Droga promete a cura da hepatite C

D

As atuais terapias curam cerca de 70% dos pacientes recém-tratados, mas exigem de 6 a 12 meses de injeções e acarretam efeitos colaterais terríveis

eterminado a se livrar da infecção por hepatite C que ia lentamente destruindo seu fígado, Arthur Rubens tentou sucessivos tratamentos experimentais. Nenhum funcionou, e a maioria causava efeitos colaterais como febre, insônia, depressão, anemia e uma urticária que "dava a impressão que a pele estava pegando fogo". Mas, neste ano, Rubens, professor da Universidade da Costa do Golfo da Flórida, em Fort Myers, entrou no teste clínico de um novo comprimido contra a hepatite C. Após três meses de tratamento, o vírus havia sido eliminado do seu corpo. "Fiz aniversário em setembro", disse Rubens, 63. "Disse à minha mulher que não queria nada. Iria destoar da magnitude desse presente." A medicina pode estar perto de virar o jogo contra a hepatite C, que mata anualmente mais americanos do que a Aids e é a principal causa de transplantes hepáticos. Se o esforço der certo, será uma rara conquista contra uma epidemia viral sem o uso de vacinas. "Não há dúvida de que estamos prestes a eliminar a hepatite C", disse Mitchell Shiffman, diretor do Instituto do Fígado Bon Secours, da Virgínia. Nos próximos três anos, devem chegar ao mercado novas drogas capazes de curar pacientes com o vírus, em alguns casos com apenas um comprimido diário em oito semanas, e com efeitos colaterais mínimos. As atuais terapias curam cerca de 70% dos pacientes recémtratados, mas exigem de 6 a 12 meses de injeções e acarretam efeitos colaterais terríveis. Os tratamentos com as novas drogas devem custar no mínimo US$ 60 mil, podendo chegar a mais de US$ 100 mil. O acesso poderia ser um problema nos países em desenvolvimento. Não há organismos internacionais nem entidades beneficentes que adquiram medicamentos contra a hepatite C, como acontece no caso de remédios contra o HIV e a malária. Estima-se que 150 milhões de pessoas no mundo estejam contaminadas com a hepatite C -três a cinco vezes o número de portadores do HIV. A maioria das pessoas

infectadas não sabe disso. O vírus pode levar décadas para danificar o fígado a ponto de causar sintomas. Muita gente infectada com a hepatite C jamais sofre problemas sérios. A hepatite C é transmitida principalmente pelo compartilhamento de seringas, mas também pode ser contraída durante o sexo ou por transfusões de sangue. Nos EUA, o exame de sangue doado começou em 1992. Rubens, o paciente curado recentemente, acredita que foi contaminado há muito tempo, quando trabalhava como paramédico. O principal tratamento tem sido o interferon alfa, administrado em injeções semanais durante 24 ou 48 semanas, junto com cápsulas diárias de ribavirina. A combinação cura cerca de metade dos pacientes, mas os efeitos colaterais -anemia, depressão e sintomas semelhantes aos da gripe- podem ser debilitantes. As novas drogas foram concebidas para inibir as enzimas usadas pelo vírus da hepatite C na sua replicação, a mesma abordagem adotada no controle do HIV. Como no caso do HIV, duas ou mais drogas contra a hepatite C serão usadas juntas para impedir que o vírus desenvolva resistência. Se nenhum vírus for detectado no sangue 12 semanas após o fim do tratamento, praticamente não há chance de que o vírus regresse, e o paciente é considerado curado. O fígado danificado pode então se recuperar parcialmente, segundo os médicos.

No entanto, pessoas que estiveram infectadas podem ter um risco maior de câncer hepático, especialmente se houver se estabelecido uma cirrose. As novas drogas que estão chegando ao mercado podem ser usadas em tratamentos de 12 a 24 semanas, possivelmente menos. Tom Espinosa, de Oakland, Califórnia, tem toda a pressa do mundo para que os novos tratamentos sejam oferecidos. Espinosa, 59, tem cirrose avançada e alguns pontos no fígado que podem indicar um câncer. Ele já tentou todos os tratamentos disponíveis, e nada funcionou, o que lhe deixa com inveja dos pacientes que foram curados. Mas muitas das combinações de novas drogas ainda não foram

amplamente testadas. E as drogas provavelmente não irão funcionar bem em pacientes com cirrose severa ou que também estejam infectados com o HIV. Essas novas drogas, de empresas como Gilead Sciences, AbbVie e Bristol-Myers Squibb, provavelmente irão alterar o protocolo a respeito de quem recebe o tratamento e de quando. Muitos médicos estão incentivando seus pacientes a pararem seus tratamentos até que as novas drogas sejam aprovadas. "De maneira alguma irei colocálos em um regime de interferon se estamos a um ano de termos regimes sem interferon", disse Scott Friedman, chefe do departamento de doenças hepáticas da Escola de Medicina Icahn, do hospital Mount Sinai, em Nova York. Com os tratamentos mais toleráveis, faz sentido, segundo alguns especialistas, tratar a doença no estágio preliminar para evitar a cirrose e o risco de câncer hepático. O regime totalmente oral pode também tornar mais viável o tratamento de pessoas com maior propensão a espalhar o vírus -usuários de drogas injetáveis, moradores de rua e presos, muitos dos quais também portadores de problemas de saúde mental. "Não posso tratar um paciente instável de forma segura com interferon", disse a médica Diana Sylvestre, de Oakland, na Califórnia. "Mas posso com total certeza lhe dar alguns comprimidos."


Gravataí, quarta-feira , 20 de novembro de 2013

SAÚDE & CIA

Novos testes ajudam a decidir se mulher com câncer de mama deve fazer químio

U

Neste ano, um exame chamado Mammaprint, que analisa 70 genes do tumor, começou a ser usado por médicos particulares no país

ma nova geração de testes genéticos começa a ser usada no Brasil em certos casos de tumor nos quais há margem para dúvidas sobre qual é o caminho mais seguro e menos nocivo a ser trilhado no tratamento. Há muito tempo os médicos já sabem que só tamanho não é documento quando se fala da agressividade de um tumor. E mesmo as informações colhidas pela análise do tecido tumoral no microscópio não revelam tudo o que o oncologista precisa saber para decidir se, após a cirurgia, uma mulher com câncer de mama deve ou não se submeter à quimioterapia. Neste ano, um exame chamado Mammaprint, que analisa 70 genes do tumor, começou a ser usado por médicos particulares no país. Outro teste, o Pam50, de 57 genes, também deve chegar ao Brasil em breve. Eles se juntam a um outro método anterior, o Oncotype (que analisa 21 genes e já é usado há alguns anos), para dar subsídio aos médicos na hora de mudar (ou não) a terapia escolhida. Há ainda um outro painel, mais restrito, de três genes, que começou a ser oferecido, há um mês, pelo laboratório Salomão Zoppi. NA PRÁTICA Antonio Frasson, mastologista do hospital Albert Einstein e professor da PUC do Rio Grande do Sul, já aplicou o Mammaprint em cerca de 20 pacientes com câncer. Primeiro, a mulher passa pela cirurgia de retirada do tumor. Uma amostra desse tecido é colocada em um bloco de parafina e enviada a um laboratório nos EUA. O

exame analisa 70 genes ligados à capacidade de proliferação das células e de sua infiltração em outros órgãos. Três ou quatro semanas depois, diz Frasson, chega o resultado, que afirma se a doença tem bom prognóstico ou não. Se o prognóstico é bom, afirma o médico, isso quer dizer que a paciente tem uma chance em torno de 95% de estar bem daqui a dez anos. Se for ruim, a chance é menor. "Com essa informação, podemos selecionar quem pode ser poupada da químio depois da cirurgia." SELEÇÃO O teste, no entanto, não é indicado para todas as mulheres com câncer. Casos em que o tumor é claramente não agressivo ou nos quais já se vê risco de metástase não pedem o Mammaprint, que custa cerca de R$ 12 mil e não é coberto por planos de saúde. De acordo com Sergio Simon, oncologista do Albert Einstein, uma primeira análise, chamada de imuno-histoquímica, usada já há 20 anos, mostra se o tumor tem receptores de hormônios femininos e se tem a expressão da proteína HER2. Isso já pode mostrar se o tumor é agressivo e requer uma terapia específica, dispensando o painel genético mais amplo. Nos outros casos, a análise genética pode ser reveladora. "Às vezes, há tumores pequenos extremamente agressivos, e esse exame mostra. Tumores maiores podem ser indolentes." Segundo Simon, o teste muda a conduta em até 40% dos casos, em geral para não usar a quimioterapia. "Reservamos o tratamento para quem realmente precisa."

3


4

Gravataí, quarta-feira , 20 de novembro de 2013

SAÚDE & CIA

Aplicativo de celular escancara falência do modelo convencional de relacionamento É o aplicativo “ideal” para casais cuja confiança mútua é inexistente ou se destruiu com o tempo

L

ançado há duas semanas, um aplicativo de celular chamado “Rastreador de Namorado” escancara alguns absurdos caros ao modelo monogâmico tradicional de relacionamentos afetivos: o sentimento de posse de um dos lados ou dos dois sobre o outro lado, a falta de confiança, a paixão possessiva em detrimento do amor companheiro. É um indicativo da falência dos relacionamentos não livres, do acoplamento da relação conjugal à lógica capitalista de ver ao outro como uma ameaça ou uma propriedade em detrimento da fraternidade/sororidade e do próprio amor. Com tal app, é possível saber a localização da pessoa com quem o indivíduo namora ou está casado, as pessoas para quem ela ligou, o histórico de SMSs da pessoa “companheira”, entre outras “facilidades”. Desde a descrição, o aplicativo mostra a quem atende – a relacionamentos já falidos cujo amor, se sequer existia, já se degenerou em possessividade e ciúme e cujo término é mera questão de tempo:

“Quer rastrear seu namorado? Acha que ele está aprontando? Tem cer teza que ele foi mesmo fazer uma entrevista de emprego às 11 da noite? Será que ele é tão ruim de inglês pra essa aula par ticular demorar tanto? Aquela mancha era ketchup ou batom?” O abuso possessivo sobre o qual tal aplicativo se sustenta foi moderado pelas políticas da loja de aplicativos do Google, o Google Play, que não permitiu o modo escondido, ou seja, a permissão de ser executado sem o consentimento da pessoa vigiada. Do desenvolvimento e distribuição desse app, avaliado até este momento por 37 pessoas e baixado por um número desconhecido delas, podemos atestar que a monogamia de posse, o modelo tradicional de relacionamentos afetivos mais comum pelo menos na sociedade brasileira, está a anos luz de um amor autêntico e, enquanto fator de união de casais, é um paradigma falido. É o aplicativo “ideal” para casais cuja confiança mútua é inexistente ou se destruiu com o tempo, e cujo “amor” nada mais

é do que paixão obsessiva, uma relação possessiva ao invés de amor igualitário. É dedutível que tal modelo destrutivo de relacionamento é um fruto da lógica capitalista de relações humanas, baseada em ver ao outro como adversário/ rival, como alguém indigno de confiança, como um indivíduo que pode trair o outro a qualquer momento, como alguém que precisa ser vigiado a todo o

momento por inspirar o risco de trapacear. E também, complementarmente, como um per tence seu, sua propriedade, quando “seu namorado(a)” é literalmente “seu” e está sob seu poder. É uma tradição relacionamental tão nociva quanto o capitalismo, por causa de suas semelhanças e também das consequências psicológicas de ambos. É algo que, desprovido de senso de fraternidade e igualda-

de, transforma o que deveria ser uma troca igualitária de amor, carinho, confidência, confiança e cumplicidade em uma relação desigual, baseada em posse, poder, conflito, disputa, desconfiança e, como o app escancara, vigilância e controle de um sobre o outro. É uma relação em que o amor não existe mais – se é que sequer existiu em casos assim –, tendo sobrado ao invés a dependência afetiva, a infelicidade – ou uma versão parcial de “felicidade” – e talvez algum resquício de atração físico-sexual. Em nome dos relacionamentos felizes, tudo que leva a esse tipo destrutivo deve ser peitado e tornado coisas do passado em nossa sociedade, como o machismo, os papéis de gênero, a extensão da moral capitalista à relação afetiva, a cultura de violência, o autoritarismo, as relações de poder e tudo mais que fomente a desigualdade e a dominação/submissão nas relações humanas. Assim aplicativos como o “Rastreador de Namorado” perderão o sentido de existir e os seres humanos serão muito mais felizes juntos.

Redes sociais e aplicativos que ajudam na busca de um namorado. Ou alguém só para transar Blendr: cada usuário cria um perfil com seus interesses - uma noite de sexo pode ser um deles. Além de sugerir pessoas compatíveis, ao fazer check-in no local em que está, ele acha usuários próximos a você. Tinder: o app se conecta diretamente à sua conta no Facebook e, de acordo com preferências previamente estabelecidas, procura homens (ou mulheres) nas proximidades. Quando as pessoas se cur tem mutuamente, chega uma mensagem e, só então, é possível trocar mensagens com o gatinho. LocalSin: voltado para sexo casual, tem um GPS dos perfis que estão por per to, como o Blendr. SexSquare: seguindo o conceito do FourSquare - que registra o check-

in dos usuários em diferentes locais -, o aplicativo registra os pontos onde o usuário fez sexo. De maneira anônima (ou não), é possível descrever detalhes e a melhor posição. Bang with Friends: você seleciona seus amigos do Facebook com os quais toparia transar. Caso alguém marcado tenha o mesmo interesse, um e-mail é enviado para ambos. Pegava Fácil: versão light do Bang with Friends, mostra quem tem vontade de trocar uns beijos com você. Duego: o aplicativo serve para flertar, conhecer gente nova e achar parceiros para o sexo. C-Date: site de relacionamento voltado para sexo casual ou namoro. Você monta seu perfil e conhece novos pre-

tendentes. Badoo: rede social que aproxima usuários em busca de uma noite de diversão ou, quem sabe, até para um felizes para sempre. Get It On: o site faz uma pesquisa

de compatibilidade sexual baseada no que você afirma topar e também o que não topa fazer entre quatro paredes e fora dela. Adult Friend Finder: rede social que permite o compar tilhamento de fotos e vídeos sensuais.


1861