Issuu on Google+

► CHUVA

Enchente deixa centenas de desalojados na Aldeia

Pág. 6 e 7

ANO 9 - EDIÇÃO 1795ª - DIÁRIO - TERÇA-FEIRA, 27 DE AGOSTO DE 2013 - R$ 1,00

Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► SAÚDE

Entidades dão início à mobilização pelo Hospital Regional

Pág. 5 ► ESPORTE

Cerâmica garante empate com muita garra fora de casa Pág. 10 ► COLUNA SOCIAL

Entre panelas e letras com Carla Maicá

► POLÍCIA

Membros da Sociedade Caça e Pesca denunciam Guarda Municipal Sócios teriam sido agredidos e torturados pelos agentes. Inclusive na presença de criança

Páginas 8 e 9

Contracapa


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

QUANDO SETEMBRO VIER

E

Medo na ladeira Os moradores do bairro Águas Claras entraram em contato com o JG para reclamar da má conservação na ladeira ao lado da caixa d’água na Morada do Vale I. Conforme relatos o encaminhamento para a limpeza do local feito a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos há mais de 60 dias. A SMSU se comprometeu a solucionar o problema, e nada foi feito até o momento. O local está muito perigoso para os pedestres, pois não tem acostamento e muito menos iluminação. O número de assaltos aumentou na região devido a precariedade do lugar. Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

LOTERIAS QUINA - Conc. 3274 41 - 54 - 57 - 62 - 77

PREVISÃO DO TEMPO Terça-feira Mín. 3° Máx. 13° Dia de sol, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADI Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Karina de Freitas e Claudio Oliveira Editor-chefe e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - Pda. 64 CEP 94.060-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

u quero estar primavera. O mais lindo mês do ano, pelo menos para mim, chega com gosto de dúvida, de desilusão, de mais repetição de promessas de sonhos que não se realizam. Devia marcar o contrário, a criação e o florescimento, mas a mediocridade está secando a terra, e só ervas daninhas estão sendo, digamos, legalizadas e incentivadas Meus dedinhos gordinhos foram contando... setembro, outubro, novembro, pânico, dezembro! O terceiro quadrimestre abre a cortina e já mostra os dentes com um sorriso maroto e muito pouco confiável. O coração aperta e o bolso, ah, este, coitado, que já vive tendo contrações terríveis, se estoura de vez. Fosse só isso, normal. Mas há um estranho sentimento no ar que respiro, e que percebo - não é pólen. É descrédito, decepção, uma preguiça danada, toalhas jogadas ao chão junto com os cartazes que pediam, pediam, e que até agora não ganharam nada, a não ser uns remendos. Uns garranchos, arremedos. O mês que também é o mais romântico - deve ser por causa do acasalamento das espécies - marca uma nova aceleração dos fatos, uns empurrões para concretizar um monte de coisas antes que o número vire, e 2014 chegue. Digo até que anteciparia

um título: 2014, o ano que a currupoca vai piar. Não adianta procurar no Google, mas saiba que as currupocas, sejam o que for, piam sim. (Já a jiripoca é um peixe que imita passarinho). Aliás, como ia dizendo, construindo meu raciocínio, elas, inclusive, as currupocas, já estão piando! Deve ser a primavera chegando que adiantou o ciclo das eleições e medidas eleitorais, tantos movimentos em cima das árvores, com macacos correndo para os seus galhos ou pulando deles, rapidamente. É muito impressionante e chega a dar angústia porque o Brasil parece muito com aquela brincadeira de criança, de amarrar uma nota com um cordão, se esconder, e ficar puxando cada vez que um incauto tenta pegar. O Brasil continua o país do Futuro, aos soquinhos, aos pulinhos; anda uma casa, recua três, avança duas, retrocede e fica de castigo sem jogar por duas rodadas. Quarenta ministros e quetais para só uns dois ou três ficarem apitando a locomotiva para aparecer. O resto, ei lá, gazeteia. É um vai-nãovai-vai sem graça. Tudo isso pode emergir no Dia 7 de Setembro. Ou não, como diria Caetano. Ou talvez,como gesticularia o Gil, pode não ser bem assim. É Dia da Pátria, Dia do Pau Brasil. Mas ainda não é

dia do patriota que, aqui, é só nome de um ministro a cada dia mais nanico, mais inoperante. Um ataque de arma química na Síria mata mais de mil, criancinhas são mostradas agonizantes, e o cara diz apenas que "é grave e preocupante, precisa ser investigado". Um brasileiro é preso em Londres, tem suas coisas apreendidas, e o Patriota chama de "inusitada" a ação inglesa. Fora os coitados dos corintianos que penaram aqui na esquina da Bolívia. Qualquer hora essezinho vai perder a permissão até para usar seu próprio sobrenome. Já falei para vocês e se não falei, conto agora, que fui uma criança fraquinha, o que me manteve muito dentro de casa, assistindo a desenhos animados e lendo contos que me influenciam até hoje. Um deles me veio à cabeça agora, para tentar descrever a ânsia de nossa presidente que vejo, tentando se disfarçar de fada madrinha, abrindo um saquinho de bondades e felicidades que se desmancham no ar quando em contato com quem pensa. A varinha de condão, a caneta com a qual assina os benefícios exclusivos e especiais, inclusive financeiramente, para os aduladores que se multiplicam à medida que sua popularidade baixa, impressionante! Mas vamos hastear as bandeiras! Vesti-las. Pintar tudo de verde e

amarelo, nos fantasiar de flores pipocando em todas as terras, dando frutos. Pode até amarrar pano na cabeça para se disfarçar e não ser reconhecido - uma ideia para um monte de gente que não poderia nem ser visto protestando porque há, sim, uma patrulha no ar. (E, garanto que não é o Obama em busca de terroristas, mas partidários na caça dos que consideram desviados). É uma patrulha especial que vive nos fundos das pensões, de onde sai apenas para disfarçar um pouco os cortiços, tornálos só mais arrumadinhos; prega um prego aqui, constrói um negocinho ali. Joga um cubano onde houver um prefeito amestrado. Pinta lá. Nada de planejamento, nada de estrutura, de estudos, de direção. Vai batendo o vento e eles vão vergando, mas essa é esperança que, tal como no funk, desçam, desçam , desçam, até o chão e lá fiquem para pelo menos adubar a terra. Podemos começar agora. Pode não ser hoje nem amanhã, mas conseguiremos. Para que possamos acreditar. Botar uma fé. E aí viver uma primavera de verdade. Uma primavera brasileira, a nossa. Trabalhando como as abelhas e as formigas. Cantando como as cigarras. Fazendo os ninhos para chocar o Futuro Marli Gonçalves é jornalista

O ESCRITÓRIO INDIVIDUAL E A ANUIDADE DEVIDA AO CONSELHO DE CONTABILIDADE O Conselho Federal de Contabilidade, ao aprovar a Resolução CFC nº 1.414/2012, determinou que o escritório individual, o empresário individual, o microempreendedor individual e a empresa individual de responsabilidade limitada (EIRELI) devem pagar anuidade aos conselhos regionais de Contabilidade. Em função desta exigência, seguidamente nos fazem a seguinte pergunta: “É legal a cobrança de anuidades no caso do escritório individual?” O artigo 21 do DecretoLei 9.295/46 estabelece que os profissionais registrados nos conselhos regionais de Contabilidade são obrigados ao pagamento da anuidade. Por sua vez, a Lei nº 12.249, de 11/6/2010, art. 76, ao dar nova redação

ao art. 22 do Decreto-Lei 9.295/46, diz também que “às empresas ou a quaisquer organizações que explorem ramo dos serviços contábeis é obrigatório o pagamento de anuidade ao Conselho Regional da respectiva jurisdição”. O Conselho Federal de Contabilidade (CFC), aproveitando a fragilidade das entidades sindicais (que não querem entrar em conflito com o Conselho), editou a Resolução nº 1.390/12, sem sustentação técnico-jurídica, dizendo que se consideram organizações contábeis os escritórios individuais, os microempreendedores individuais, o empresário individual e a empresa individual de responsabilidade limitada. Esta Resolução, além de carecer de legalidade, é

imoral, e prova que os nossos representantes junto ao CFC não demonstram vontade de defender os interesses da profissão. A Lei nº 6.994/82, que foi revogada pela Lei 8.906/94, dizia que quem devia pagar anuidade para os órgãos de fiscalização do exercício profissional eram as pessoas físicas e as pessoas jurídicas. As pessoas jurídicas são as organizações, as sociedades de profissionais, que se organizam para melhor prestar serviços econômicos e profissionais. Além disso, o § 1º do artigo 2º da CLT equiparou os profissionais liberais ao empregador, para efeitos de relação de emprego. Isso porque quem é liberal, como é o caso dos profissionais de Contabilidade, trabalha por conta própria e pode ter empregado(s) sem se

constituir em organização ou pessoa jurídica. Ora, quando a Lei nº 12.249/2010 determina que às empresas ou a quaisquer organizações que explorem ramo dos serviços contábeis é obrigatório o pagamento de anuidade ao Conselho Regional, ela emprega o termo “organizações” para referir qualquer pessoa jurídica, tal como determinava a Lei 6.994/82, que foi revogada. Agora, considerar um escritório individual como uma “organização”, além de uma desconsideração para com a estrutura da profissão, é também ilegal, por exigir do profissional um pagamento em duplicidade para fazer a mesma coisa: trabalhar. Salézio Dagostim é contador


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 3

enquete JG Via página do Jornal de Gravataí no Facebook Tema do dia: As ruas de Gravataí estão alagadas. Moradores tiveram que deixar suas residências e perderam tudo que tinham. Existem culpados para a situação chegar nesse ponto?

"Acho que se pararmos pra analisar, não é só aqui que estamos nessa situação, Porto Alegre, Vale do Taquari e muitos outros lugares também. Nessa hora difícil achar um único culpado, pois são vários fatores, pouco investimento do governo para melhorias nos bairros. População que ao invés de colocarem lixo nas lixeiras preferem colocar em terrenos baldios, meio das ruas. E não podemos esquecer de São Pedro, que não desliga as torneiras. " Carla Oliveira Dos Santos

"Ontem a noite na RS-020, entre a parada 69 até 69A, estava totalmente alagada com corredeiras e ondas. Se é problema de governo ou de lixo, eu não posso dizer, pois não moro naquele local, mas São Pedro deve ter ligado as torneiras e saiu de férias!" Michel Ribeiro

"O culpado somos nós mesmos por sentir preguiça de colocar os lixos nas lixeiras. Assim fica mais fácil culpar o governo" Karina Maciel De Almeida de Melo

"Esse é um problema crônico em todas as cidades, que deveria ter uma atenção especial de todos os nossos governantes. Visto que quem antecipa prováveis problemas sempre tem melhores resultados. E a população também tem que fazer a sua parte, que é o correto descarte de nosso lixo. Não devemos de forma alguma, descartar em via pública, qualquer tipo de lixo, pois vai terminar em entupimento dos canos e consequentemente acumulo de água. Jovens ensinem seus pais bons modos e a nossa cidade agradece." Adelar Baumgarten

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone (51) 3421.3381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu nome, telefone e endereço.

Caos anunciado Todo ano é a mesma coisa: casas ficam inundadas e os moradores perdem tudo. Será que os diversos setores não vão se mobilizar para tentar minimizar o estrago dessas chuvas? Que tal um planejamento amplo que envolva ações de curto, médio e longo prazo? É preciso um mínimo de planejamento e organização do governo em parceria com a mídia, com as empresas e com a sociedade. O ponto de partida neste caso é simples: olhar a previsão do tempo, acreditar nela e planejar o seu dia. Se você é autônomo ou tem alguma flexibilidade de horário, por que não se programar para já estar em casa quando a chuva começar? Você mora em regiões de risco, saia o quanto antes sua vida vale muito mais que qualquer bem material. Em países de primeiro mundo, empresas e escolas fecham mais cedo (ou nem abrem) nos dias que as condições climáticas são mais críticas. Já o papel da mídia nestes lugares é mostrar como se preparar para tal problema, informar sobre a previsão do tempo e mudanças de condições a todo o momento. O Jornal de Gravataí cumpriu seu papel e realizou a cobertura desde a semana passada com a mudança de temperatura e seguirá acompanhando a situação dos gravataienses que estão fora de suas casas devido as fortes chuvas. E o governo, qual seu papel em dias de chuva a não ser o de tentar resolver os problemas já causados pela enchente? Anunciar um toque para alertar a população de que o Rio está subindo, garantir parâmetros de segurança para o escoamento de água nas novas obras já seria um bom começo. Mas o triste é que a dificuldade de planejamento e de adotar medidas preventivas faz com que centenas de pessoas sofram todo ano por causa do mesmo problema. Errar uma vez é humano, mas insistir no erro é burrice. Não acham? Chuva de solidariedade Choveu em quatro dias o equivalente a dois meses e dezenas de famílias ficaram desalojadas. Nessa situação não é apenas a Prefeitura que pode ajudar essas pessoas e sim cada um de nós. Doar um cobertor, uma roupa ou um prato de comida para quem perdeu tudo é um ato de caridade. Lembre-se pequenas atitudes podem mudar vidas.

"A culpa é a junção de um conjunto de fatores: A falta planejamento do poder público com obras reais que ajude a população e previna catástrofes; O monitoramento das áreas onde a água de chuvas em excesso acumulam-se e que não podem ser ares de moradia; A limpeza das bocas de lobo, canalizações onde a chuva possa escoar, bem como a consciência em não jogar lixo na rua, fator fundamental para que a água escoe. Na grande maioria dos casos, pequenas medidas resolveriam os problemas. Felix Mendes

" Falta de planejamento, falta total de condições para as pessoas morarem bem (não é fácil comprar um imóvel, com tudo direitinho, se tu ganha um salário mínimo), e isso é um problema do Brasil. Falta de educação de quem joga lixo em local inadequado. Omissão total do poder público, por todos os fatores já citados, porque não multa-se quem joga lixo. As cidades não são planejadas e os serviços públicos são de péssima qualidade, apesar dos impostos pagos serem de primeiro mundo." Danuza E Maicon Silva

Senha do dia:

“Todo o ano é a mesma cena na Aldeia! ”


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 4

Mudanças

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Reestruturação do PV O PV está num processo de reestruturação no Estado visando as eleições do próximo ano. O presidente estadual da sigla, Marcio Souza, e o vice Sérgio Stasinski têm feito diversos roteiros por municípios da região metropolitana e do interior, recompondo direções já existentes e fundando o partido em outras cidades. Agora, estão dedicados ao processo de renovação e fortalecimento do PV de Porto Alegre. Ontem, almoçaram com duas dirigentes municipais que foram candidatas à vereadora nas últimas eleições, Alice Comassetto e Juliana Bramraiter. No cardápio, a discussão sobre estratégia de buscar militantes históricos, atrair novas lideranças, preparar o partido para as eleições de 2014, quando o PV pretende eleger deputados estadual e federal, bem como alicerçar o partido para as eleições municipais de 2016.

As atividades da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência sofreram alterações. A Mateada Inclusiva, que aconteceria hoje, na Praça Borges de Medeiros, foi cancelada. Já o Tradicional Dia Esportivo, atividade que seria realizada amanhã, no Ginásio Aldeião, está adiado.

Alunos podem ter avaliação oftalmológica e auditiva Projeto que autoriza o poder público a implantar o Programa Municipal de Avaliação Oftalmológica e Auditiva aos alunos da rede municipal de ensino, a ser aplicado no início de cada ano letivo, foi apresentado na Câmara de Gravataí pelo vereador Paulinho da Farmácia (PTB). A proposta foi aprovada pela unanimidade dos parlamentares presentes na sessão da última quinta-feira. De acordo com a proposta, a avaliação médica visa determinar as condições clínicas dos alunos, para que não haja comprometimento no desenvolvimento das atividades escolares. Os exames previstos poderão ser realizados por

médicos da Secretaria Municipal de Saúde. Segundo o parlamentar, o projeto objetiva fechar uma lacuna existente na legislação, para que as crianças tenham total assistência desde os primeiros anos de vida, já que não existe uma campanha eficaz, no sentido de diagnosticar e prevenir futuros traumas que possam atingi-las. A medida determina que os alunos submetidos aos exames que apresentarem deficiências visuais ou auditivas terão acompanhamento clínico e assistência necessária por parte dos organismos municipais competentes. O programa prevê ações educativas em saúde oftalmo-

lógica e auditiva, dirigidas a educadores, pais e crianças, principalmente sobre questões de prevenção e conservação da audição; triagem auditiva através de exame aplicado às crianças que ingressarem na 1ª série do ensino fundamental das escolas públicas, com o intuito de diagnosticar malefícios que prejudiquem seu desempenho escolar. Paulinho afirmou que o programa vai oferecer mais condições para que os alunos possam se dedicar somente aos livros e cadernos. — Educação, uma das principais bandeiras do mandato do bem! — ressaltou. O projeto agora segue para análise do poder Executivo.

Marcio e Stasinski reuniram-se com dirigentes verdes da Capital

Dilamar recebe Giovani Feltes O vereador Dilamar Soares recebeu ontem à tarde a vista do deputado estadual Giovani Feltes, líder da bancada do PMDB na Assembleia Legislativa. Os parlamentares conversaram sobre a atual situação política do Brasil e econômica do Estado e principalmente das enchentes que atingiram Gravataí nos últimos dias.

Líder da bancada do PMDB na dirigentes verdes da Capital Assembleia visita vereador

Vereador Paulinho propôs programa que beneficiará alunos das séries iniciais

SOS Chuvas Até o início da noite passada, o Albergue Municipal e o Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro POP) haviam recebido 20 famílias desalojadas em razão das cheias decorrentes das chuvas. Ontem à tarde, a primeira-dama Patrícia Bazotti Alba e o secretário municipal da Família, Cidadania e Assistência Social (SMFCAS), Marcelo Soares, visitaram os dois locais. O objetivo da visita foi ver de perto as necessidades mais urgentes

e também levar uma palavra de conforto às pessoas que tiveram de deixar suas casas. Patrícia conclama a sociedade gravataiense a fazer doação, especialmente, de roupas e calçados para crianças, além de colchões e roupas de cama. Também há a necessidade de alimentos. Cobertores, colchões, roupas, calçados e alimentos podem ser entregues na sede da SMFCAS, na Rua Ismael Alves, 220, em frente ao Cartório Raupp, no Centro de Gravataí, das 9h às 18h. No caso da impos-

sibilidade de levar grandes volumes, como colchões, as pessoas podem ligar para o fone 3432-3120 e solicitar um carro para o transporte. Outro ponto de coleta recebimento de donativos é no saguão da sede da Prefeitura, no Centro, na Avenida Loureiro da Silva, 1.350, a qualquer hora do dia. Para ajudar: o Albergue Municipal de Gravataí aceita doações, sejam elas de alimentos ou agasalhos. O endereço é Rua Alfredo Emílio Allen, 144 - Salgado Filho, telefone (51) 3488-5880.

Novo investimento A Rede de Supermercados DIA inaugura na quinta-feira a sua segunda loja em Gravataí, oferecendo um sortimento de mais de 3.000 produtos com os menores preços. Esta será a 31ª unidade no Rio Grande do Sul. O novo DIA está localizado na Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, 4279 – Centro. Conta com uma área de vendas de 889 m², 9 caixas, sendo 6 normais e 3 rápidos, e estacionamento com vaga para 47 veículos. Sua implantação gerou 38 novos empregos diretos.

Marina pede registro da Rede Sustentabilidade A ex-senadora Marina Silva protocolou ontem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) pedido de registro do partido Rede Sustentabilidade, mesmo sem conseguir certificar todas as assinaturas necessárias. No documento entregue ao tribunal, a Rede informa que 867 mil assinaturas de apoiadores foram colhidas em todo o País. No entanto, das 640 mil assinaturas que foram entregues à Justiça Eleitoral, 304 mil foram certificadas pelos cartórios eleitorais e cerca de 220 mil ainda precisam ser analisadas. Para obter registro, o partido político deve validar cerca de 500 mil assinaturas, o que corresponde a 0,5% dos votos registrados na última eleição para a Câmara dos Deputados. Também é exigido que as assinaturas tenham sido colhidas em pelo menos nove estados brasileiros. No pedido entregue ao TSE, o partido também pede uma liminar para obrigar os cartórios eleitorais a publicar, em 24 horas, a lista das assinaturas que não foram validadas. A Rede enfrenta problemas para validar as assinaturas. Marina diz que os cartórios eleitorais estão atrasando os procedimentos e anulando assinaturas sem justificativa. Se a questão não for resolvida, o partido pode ficar fora da disputa eleitoral do ano que vem. De acordo com o TSE, 30 partidos políticos estão registrados no tribunal.


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 5

Entidades dão início à mobilização pelo Hospital Regional Reunião no Sindilojas deflagrou movimento contra a proposta do governador Tarso de alterar a lei que prevê Gravataí como sede do hospital

U

ma reunião realizada na manhã desta segunda-feira (26) na sede do Sindilojas marcou o início da mobilização das entidades civis locais em defesa da manutenção da Lei 13.808, de outubro de 2011, que dispõe sobre o Plano Plurianual 2012-2015 do governo do Estado, e que prevê a construção em Gravataí do Hospital Regional do Vale do Gravataí. O movimento é uma reação à proposta do governador Tarso Genro de alterar a lei, através do Projeto de Lei 205/2013, e retirar Gravataí como local do futuro hospital. Com a presença de representantes de entidades civis e de secretários municipais, o prefeito Marco Alba reiterou que não há impedimentos técnicos para que o hospital seja construído no município. A Prefeitura já ofereceu duas áreas, a última delas, inclusi-

ve com a aprovação da Câmara de Vereadores, se trata de um terreno localizado a cinco minutos da BR-290 e junto à ERS-118 (atrás do Hotel Radar), de acordo com o que prevê o projeto, facilitando o acesso a todos os sete municípios da região – Santo Antônio, Taquara, Glorinha, Cachoeirinha, Viamão, Alvorada e Gravataí. Alba lembrou que até hoje o governo do Estado não deu nenhuma resposta sobre a oferta das áreas nem tampouco respondeu aos pedidos de audiência encaminhados pelos prefeitos da região. “Este é um projeto que depende da união, da harmonia dos municípios, que serão os cogestores, por isso a importância do diálogo, ao que sempre estivemos dispostos, inclusive para buscarmos uma nova área, se este for o desejo do governo estadual”, reforçou o prefeito.

Projeto do governo federal, a construção do Hospital Regional do Vale do Gravataí é um empreendimento de R$ 140 milhões, sendo metade desse valor para as obras de construção. Segundo o secretário municipal de Saúde, Jones Martins, para o Ministério da Saúde, o projeto ainda está muito distante. “O que se sabe é que o governo federal entraria com até 90% do custo desse empreendimento, mas é preciso que o governador, em vez de ignorar a decisão de seis prefeitos, sem chamá-los ao diálogo, seja o líder desse projeto”, comentou Jones. “Para que o hospital saia do papel, o governo federal vai querer todos os entes envolvidos – União, Estado e municípios – comprometidos e unidos em torno da ideia, porque o SUS é uma gestão tripartite”, ponderou o secretário.

Foto: Divulgação/PMG

RESPALDO TÉCNICO “Temos argumentos sólidos, com amparo técnico e com o respaldo de seis dos sete prefeitos da região, e o que buscamos é o diálogo com o governo do Estado”, reafirmou Alba, lembrando que no próximo dia 2 de setembro, às 18h, a Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa promove audiência pública na Câmara de Vereadores de Gravataí para tratar do assunto. “Esta iniciativa do Legislativo local já havia sido tomada antes mes-

mo que soubéssemos dessa proposta de alteração feita pelo governo estadual”, informou o prefeito. “Estamos unidos em defesa dessa ideia e à disposição desse movimento”, assegurou o presidente da Associação Comercial, Indústria e de Serviços de Gravataí (Acigra). O presidente do Sindilojas, José Rosa, chegou a questionar se o governador Tarso genro de fato teria conhecimento do que estava sendo proposto, tomando ciência, pelo prefeito Marco Alba,

do teor do artigo oitavo, que prevê a retirada de Gravataí. Também estiveram presentes ao encontro o presidente do Rotary Club Gravataí, Renato Rosa Oliveira; o presidente do Lions Clube, Oracides Garbini; e o vice-presidente do Sindilojas, Albrecht Schott; além dos secretários de Saúde, Jones Martins; de Governança Comunitária, Acimar Silva; do procurador geral do Município, Jean Torman; e da chefe de Gabinete do prefeito, Sônia Oliveira.

Mais Médicos: 244 profissionais estrangeiros chegam ao país Os 244 médicos formados no exterior selecionados na primeira etapa do Programa Mais Médicos chegaram ao Brasil. Esses profissionais desembarcam em oito capitais onde participarão do módulo de avalição do programa sobre saúde pública brasileira e língua portuguesa. Após a aprovação nesta etapa, serão encami-

nhados aos municípios e começam a atender a população a partir de 16 de setembro. “Estamos recebendo em nosso país médicos que vão atender a população dos municípios do interior e das periferias dos grandes centros. Eles vieram de diferentes países para reforçar a assistência exatamente naqueles locais onde há maior dificuldade

em contratar profissionais. Esta é a primeira seleção do Mais Médicos e as inscrições da segunda etapa já estão abertas. O Governo Federal continuará trabalhando para aumentar o número de médicos nas regiões onde mais precisam”, destacou o ministro da Saúde, Alexandre Padilha, que acompanhou a chegada de médicos do

programa no aeroporto de Brasília. A avaliação dos profissionais com diplomas no exterior será realizada nas cidades de Porto Alegre, São Paulo, Rio de Janeiro, Belo Horizonte, Brasília, Salvador, Recife e Fortaleza. Eles estão sendo recebidos por representantes do Ministério da Saúde nos aeroportos internacionais dessas oito ca-

pitais. Após o desembarque, dirigem-se aos alojamentos onde ficarão hospedados. Os custos com alojamento e alimentação serão pagos pelo Governo Federal. A organização logística do módulo, incluindo recepção aos profissionais, será responsabilidade conjunta dos ministérios da Saú-

de e da Defesa. SELEÇÃO – No primeiro mês de seleção, 1.096 profissionais com diplomas do Brasil e 244 formados no exterior – sendo 99 de nacionalidade brasileira e 145 estrangeiros – confirmaram sua participação no Mais Médicos. Eles estão distribuídos em 516 municípios e 15 distritos sanitários indígenas.


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 6

Principais localidades que foram atingidas pela chuva

Enchente deixa centenas de desalojados na Aldeia Passa de sete mil o número de atingidos pelas chuvas em todo o Estado

Por Katterina Zandonai

D

as mais de sete mil pessoas afetadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul, a Defesa Civil de Gravataí, contabilizou um saldo de 950 casas alagadas e pelo menos 1.500 famílias afetadas. Segundo o chefe da Divisão da Defesa Civil, sargento José Frademir Lemos, o volume de chuva, da última sexta-feira (23), chegou a 273 milímetros, equivalente à média de dois meses. Na manhã de ontem (26), o Rio Gravataí estava 3,20 metros acima do nível normal, marcando 5,16 metros na régua de medição. Mesmo com a trégua da chuva, segue a preocupação, uma vez que o grande acúmulo de água ainda deixará bairros inundados e outros em estado de alerta. “A acomodação das águas ainda vai afetar as áreas mais baixas, e a atenção é necessária”, observa Lemos. Os principais pontos de inundação estão ao longo do Arroio Demétrio no Parque dos Anjos. Localidades como os bairros Padre Reus (parada 103), Jardim do Cedro (parada 97), Itatiaia (parada 98)

também foram atingidos. RAIO X DA CHUVA No Cedro, que fica na parada 97 da rodovia ERS-030 que liga Gravataí a Glorinha, famílias foram alojadas na igreja Santo Expedito. No acesso ao Parque dos Anjos, a Rua Amapá foi tomada pelas águas e até um conjunto residencial, próximo às pontes do Demétrio, formado por quatro edifícios, recém-habitado, precisou do resgate dos moradores. A Patrulha Ambiental colaborou na remoção de 410 pessoas por barco. O comerciante Guilherme Oliveira dos Santos afirma que está é a maior enchente de todos os anos e a maioria perdeu tudo. “As pessoas tiveram que abandonar suas casas na hora da enchente e minutos depois alguns vândalos entraram nas casas para saquear. Não sei como as pessoas podem pensar em levar vantagem em cima dos outros em uma situação como esta.” Santos desabafa que na hora de pedirem votos os políticos visitam todas as casas e que até agora poucos apareceram para ajudar. Em estado de alerta seguem os

moradores do bairro Caça e Pesca, que tiveram o Rio Gravataí transbordando e atingindo a rua Guilherme Ventura, e a área baixa da vila Nova Conquista, atingida pela expansão do Arroio Demétrio. A maioria foi acomodada em casas de parentes e amigos. Um trecho que também foi prejudicado fica na ERS-020, entre Gravataí e Morungava. Com as chuvas, um buraco se formou abaixo do asfalto impossibilitando a passagem dos veículos nos dois sentidos da rodovia. A Guarda Municipal de Gravataí orienta motoristas que desejam subir para cidades como Taquara e São Francisco de Paula, nos Campos de Cima da Serra, a pegar a BR-116. Não foi só nos bairros periféricos que a situação se agravou. No centro nas proximidades das escolas Nicolau e Dom Feliciano na rua Nossa Senhora dos Anjos parte da calçada cedeu e o local teve de ser interditado pela Prefeitura.O desmoronamento foi em uma obra e a construtora responsável já enviou técnicos ao local para avaliar e orientar o conserto do deslizamento

de terra. Um fato curioso chamou atenção no Distrito Industrial. Mais de 40 placas de carros foram encontradas próximas a empresa Heineken. Os proprietários podem recuperá-las na rua Blumenau nº 139 na Cohab A. Rio Gravataí atinge cidade vizinha Cheia do rio Gravataí tirou aproximadamente 120 pessoas de casa em Cachoeirinha. A Cruz Vermelha atendeu famílias que vivem próximas ao Rio no bairro Olaria. Elas foram retiradas de casa e alojadas no Centro Cultural Municipal. A entidade pede que sejam doados alimentos, roupas de cama, vestimentas e brinquedos para as crianças desabrigadas. As doações podem ser feitas no local ou na sede da Cruz Vermelha, que fica na avenida Independência nº 993, no bairro Independência. União em prol da solidariedade A Secretaria Municipal da Família, Cidadania e Assistência So-


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 7

cial (SMFCAS), apela à comunidade no sentido de obter, com urgência, donativos para socorrer as vítimas da enchente. Além de colchões, cobertores e alimentos, a maior necessidade é de roupas para crianças. Elas precisam, especialmente, de meias e sapato, de todos os tamanhos, pois a grande maioria perdeu tudo. As doações podem ser feitas na sede da SMFCAS, que fica na Rua Ismael Alves, 220, em frente ao Cartório Raupp, no Centro de Gravataí, das 9h às 18h, ou no saguão do prédio da Prefeitura (Avenida José Loureiro da Silva, 1.350), no Centro, a qualquer hora do dia. No caso da impossibilidade de levar grandes volumes, como colchões, as pessoas podem ligar para o fone 3432-3120 e solicitar um carro para o transporte. Não é só a Prefeitura que está mobilizada em ajudar, os professores e alunos da academia Cooperativa do Corpo também. O pessoal está mobilizado e estão recebendo doações para as famílias. A academia fica na Av. Dorival Cândido Luz de Oliveira, 450 quase em frente ao Parcão e está aberta das 7h as 23h30. A Clínica BLZA, perto do supermercado Nacional também se ofereceu para ser um ponto de arrecadação. Como a solidariedade não tem fronteira, moradores de Cachoeirinha, Porto Alegre, Glorinha e Santo Antônio tão estão mobilizados na causa. Plantão 24 horas A Guarda Municipal de Gravataí está operando desde as 23h de sábado (24) para socorrer as famílias que estão desabrigadas. De acordo com o secretário de Assuntos para Segurança Pública (Smasp), André Brito, a Guarda está de plantão permanente, disponibilizando dois agrupamentos (um ambiental e outro urbano) e a central de operações via rádio para prestar os primeiros atendimentos junto à Defesa Civil e com o auxílio do Corpo de Bombeiros.

“No total, são cerca de 1.500 famílias atingidas pelas enchentes, e os bairros mais prejudicados foram o Padre Réus e o Parque dos Anjos, na altura do Caça e Pesca”, explica o secretário. André destaca o trabalho abnegado dos servidores municipais da Guarda, que a exemplo de outros colegas da Prefeitura estão sendo fundamentais para que as pessoas sejam socorridas e amparadas, em um momento de grande dificuldade. Ainda segundo Brito, não houve nenhuma fatalidade, apenas prejuízos materiais. A resistência de alguns moradores para deixarem suas casas por medo de saques é a maior dificuldade enfrentada no serviço de socorro às famílias. “A Guarda continuará fazendo o monitoramento das áreas e auxiliando no atendimento 24 horas, já que o maior número de demandas ocorre na parte da noite, para que a população de Gravataí tenha todo o apoio necessário,” assegura Brito. Rio Grande em alerta Conforme o balanço divulgado pela Defesa Civil Estadual, o número de pessoas desabrigadas e desalojadas pelas chuvas no Rio Grande do Sul subiu para 7,2 mil. São 2.380 desabrigados (que precisam de abrigo do Município) e 4.842 desalojados (que estão na casa de parentes, vizinhos ou outros imóveis). Em 17 municípios gaúchos, o número de atingidos chega a 7.224. Uma das cidades mais atingidas foi Esteio, na Região Metropolitana, onde 702 pessoas ficaram desabrigadas e mais de 3,5 mil foram desalojadas. As cheias também afetaram moradores dos vales do Caí e do Taquari. Em São Sebastião do Caí, são 250 desabrigados e 758 desalojados. Na região do Vale do Taquari, que engloba cidades como Lajeado, Encantado e Estrela, mais de 1,6 mil pessoas foram atingidas.

Deslizamento de terreno no Centro

Rua Amapá foi uma das mais atingidas

São Pedro dará trégua O ar polar entra com mais força sobre o Rio Grande do Sul e a boa notícia é que este ar frio vai inibir a formação de novas áreas de chuva. O sol reaparece por todo o Estado. Hoje(27) a previsão é de tempo bom, com geada ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde e as máximas não passam de 13º. Já no final da semana, a temperatura fica mais elevada chegando próximo aos 30 graus.

Chuva causou estragos em diversos bairros

Precisa de ajuda? De acordo com a primeira-dama do município e coordenadora da Campanha do Agasalho 2013, Patricia Bazotti Alba, as famílias que buscam por ajuda devem se dirigir à sede da SMFCAS, na Rua Rua Major Ismael Alves, 220, Centro, ou fazer contato com a diretora da Proteção Social Básica da secretaria, Joice Michels, pelos telefones 9168-6615 ou (51) 3432-3103. Além disso, estão a disposição a Coordenadoria da Defesa Civil localizada na Avenida Ely Correa, nº 675, 5º andar, no Parque dos Anjos pelo telefone (51) 3488-9607 ou 51 9332–7385; e a Guarda Municipal através do fone 153. Guarda Munipal realizou o resgate das pessoas em situação de risco


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 8

Membros da Sociedade Caça e Pesca denunciam Guarda Municipal Em abordagem, sócios teriam sido agredidos pelos agentes. Inclusive, na presença de menor de idade Fotos: Karina de Freitas/JG

Karina de Freitas

O

s sócios do Clube Caça e Pesca de Gravataí, relatam tortura e violência dos agentes da Guarda Municipal. Três sócios alegam que foram abordados, em julho deste ano, de maneira agressiva pelo patrulhamento de proteção municipal. Os membros estão receosos com a situação e deixaram de acampar nas margens do rio Gravataí, com medo das abordagens violentas dos agentes. Cinco sócios cancelaram as matrículas. Dirigentes temem que o clube sofra defasagem, pois atualmente conta com 320 sócios ativos. O presidente da sociedade Vilson Luiz Corrêa e o Conselheiro João Eduardo Mariot, estão acompanhando os casos de denúncia de agressões, aos membros, junto com o advogado Márcio Bones Rocha. Os sócios Jorge Luiz da Silva Souza, 56 anos, há 19 anos no clube e Rainier Grimalde, 53 anos, há 12 anos sócio da sociedade. Ambos, militares da reserva, estão auxiliando os amigos e também sócios da clube a buscarem informações sobre as condutas tomadas pelos agentes. "Não estamos mais subindo o rio para pescar por causa dessas abordagens dos agentes. Subíamos com nossas famílias, agora não. Estamos com medo que eles façam algo contra nossos familiares", comentou Jorge Luiz. Primeira vítima A primeira possível vítima de agressão não quer ser identificado. Alega motivos de segurança. Morador do bairro Mato Alto, 30 anos, é pescador profissional e sócio do clube há 3 anos. Teria sido abordado passando a meia noite do dia 13 de julho, acompanhado de um amigo que estava no local no momento da abordagem. Os agentes teriam se dirigido a lancha dele, no meio do rio, e disparado tiros, seguido de gritos para que parassem próximo a embarcação. Na abordagem estariam quatro barcos, com cinco agentes encapuzados, em cada um. O pescador informa, que dois saíram da lancha e foram para o barco apontando uma arma. Tanto pra ele, quanto para o amigo. Inclusive, teriam sido alge-

mados. No barco do pescador, haviam dois ratões mortos, que teriam encontrado no rio boiando. Dois agentes ficaram com o pescador no barco, enquanto o amigo, algemado, foi colocado na lancha da Guarda. Andando pelo rio a noite, somente com a iluminação dos faroletes do barco, os agentes fizeram o pescador dirigir a lancha e pararem em um acampamento. Descendo no local, as vítimas teriam sido algemadas e colocadas deitadas de bruços no chão, que estava com barro. Enquanto os agentes procuravam armas no acampamento, pisoteando por cima dos pescadores, durante cerca de duas horas. Durante trajeto no rio estavam apontando armas para a cabeça deles. Ameaçando e batendo muito. Chutes nas costas e barriga. "Eles bateram muito. Até que eu confessasse que a arma que eles encontraram era minha, não agüentava mais apanhar", comentou. Os pulsos ficaram marcados, pois as algemas estavam muito apertadas. Os agentes aguardaram as mãos dos agredidos desincharem para que pudessem serem levados ao Hospital Dom João Becker para realização do exame de corpo de delito, relatou o denunciante. No o exame, os agredidos ficaram algemados e foram acompanhados dos agentes no consultório. O médico não realizou nenhum exame e não viu se o corpo estava com marcas de lesões. Somente perguntou o nome dele e os guardas estavam dentro do consultório, olhando para eles como se intimidassem, para que não confessassem a tortura. "Quem falou que tinha apanhado chegou no carro e apanhou mais ainda", comentou. Levado para a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) ficou preso por porte ilegal de arma. Segundo ele não pode informar a família que estava preso. Só avisou a esposa, pois percebeu que o celular estava dentro do bolso da jaqueta. Assim, pode avisar que estava na DPPA. A esposa telefonou para a delegacia e foi informada que o marido não estava preso. O advogado da família compareceu ao local e o pescador foi solto somente próximo às 18 horas, mediante pagamento de fiança.

Após duas semanas das agressões, o pescador ainda estava com as marcas das agressões no corpo e sentindo muitas dores ao caminhar, sentar e dirigir. Reunidos no clube, informaram o que teria ocorrido para os demais sócios. Foi orientado a registrar Boletim de Ocorrência junto a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento (DPPA) e solicitação de Exame de Corpo de Delito ao Departamento Médico Legal (DML). Segunda vítima O morador do bairro São Geraldo, João Paulo Graupner Dutra, 45 anos, foi a segunda vítima a ser abordada pelos agentes. Sócio há 9 anos do clube, o fato teria ocorrido em 13 de julho, às 03h30. Estava em companhia do seu filho Lucas, de 9 anos e um amigo de trabalho. Durante a abordagem, os agentes teriam ameaçado o pescador com uma arma, em frente ao filho, que assustado começou a chorar. Os agentes ficaram aproximadamente 30 minutos no acampamento e levaram com eles os pertences do morador, como redes de pesca, faroletes e lanternas. O material apreendido foi levado sem a notificação de Ato de Apreensão, assim como ocorreu com os demais agredidos. Terceira vítima O morador do bairro Caça e Pesca, João Francisco Dias Petry, 40 anos, é sócio do clube há 6 anos. Foi abordado dia 19 de julho, às 21h,

enquanto estava acampado no rio, com seus sobrinhos. Um era maior de idade e dois menores, sendo de 8 e 13 anos. Os agentes encapuzados teriam disparado dois tiros contra a lancha. Na abordagem, foi solicitado que eles entregassem as armas de fogo. Como não portavam armas, não tinham o que entregar. João foi algemado e ficou por 4 horas amarrado em uma árvore, dentro do banhado, com água acima da cintura. Enquanto os agentes vasculhavam os acampamentos. O farolete, baterias, redes de pesca, lanterna e o barco foram apreendidos sem o registro de Ato de Apreensão. Também foram retirados dos agredidos fardos de refrigerante e cerveja. O pescador relata que foi alvo de torturas, levou socos, chutes e os agentes colocam máquina de choque elétrico nas pernas. "A dor era muito forte. Pedia que eles parassem com aquilo. O tempo todo estavam com as armas apontadas para a minha cabeça. Tinha medo que eles acabassem atirando por qualquer movimento que eu fizesse", desabafou. Após revistarem o acampamento, não encontrando armas. De acordo com João, os agentes espancaram ele até que confessasse que estaria portando munições. Preso, foi encaminhado para a DPPA. Sendo liberado somente mediante pagamento de fiança por posse ilegal de munições. O morador registrou boletim de ocorrência da 2ª DP de Policia Civil e no Ministério Público.


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 9

Esclarecimentos da Prefeitura

Opinião dos sócios

O sócio do Clube Caça e Pesca, Rainier Grimaldi, Militar da Reserva, esclarece que Guarda Municipal não é Força Policial por mandamento Constitucional, conforme Art. 144 Parágrafo, 8º da Constituição Federal. Definindo as atribuições dos municípios a criação de Guardas Municipais para proteção de bens, serviços e instalações municipais. Está ocorrendo uma fiscalização, ao longo do Rio Gravataí, por um Grupo de Guarda Municipais, armados com pistolas 40 e espingardas, com título de Grupamento Ambiental.

O que a Constituição diz

No artigo 144 da Constituição Federal quando trata-se “DA SEGURANÇA PÚBLICA”, estabelece que

esta é dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, sendo exercida pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, Polícias Civis, Polícias Militares e Corpos de Bombeiros Militares: Embora não constando como órgãos de segurança pública pelo artigo 144 da Constituição Federal/88, as Guardas Municipais integram o sistema de segurança pública, mas com uma peculiaridade, uma destinação específica: a proteção de bens, serviços e instalações municipais. Em nenhum momento podem as Guardas Municipais exercer funções que são atribuídas às Polícias Militares, Civis e Federais, seja em policiamento ostensivo, seja em ações de polícia judiciária, seja em atividade de policia de trânsito.

Roubo de Notas Fiscais A empresa Rosangela Catarina Borges CNPJ 12.264.519/0001-66 Situada na rua Gilberto Lessa nº 97 bairro Santa Cruz Gravataí-RS,informa que foram roubadas as notas fiscais de prestação de serviços do Nº 000001 ao Nº 000050 conforme BO 11493/2013 de 08/08/2013. A empresa não se responsabiliza pelo usoindevido das mesmas. Gravataí, 27 de Agosto de 2013.

publicação legal CASAMENTOS Edital nº 065/2013

VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: 1 – CÉSAR AUGUSTO SILVA DA SILVA e VANESSA DE OLIVEIRA FARIAS 2 – VANDERLEI RODRIGUES e IVONE CONCEIÇÃO BUENO VEDOY 3 – FELIPE DE ALCÂNTARA DOS SANTOS e PATRICIA VIVIANI CUNHA DOS SANTOS Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei no Endereço: Rua Dr. José Loureiro da Silva, 1826.

Gravataí, 27 de agosto de 2013 Valecy Cabeleira Bitelo Oficial de registro

A Secretaria Municipal para Assuntos da Segurança Pública (Smasp) e o Comando da Guarda Municipal repudiam e condenam qualquer ato que caracterize irregularidade ou falta da boa conduta como agente público. A orientação à população é para que, diante desses casos, registre ocorrência junto à Ouvidoria e/ou Corregedoria da própria Guarda Municipal, para a apuração e identificação de responsabilidades. A Guarda Municipal trabalha na defesa dos Direitos Humanos e com respeito à vida e à integridade física dos cidadãos. Portanto, trabalha no estrito cumprimento da legislação federal ao combater o crime ambiental, e, para o exercício de suas atribuições, baseia-se na Carta Magna de 1988 e na Lei Municipal 2750/2007, que define em seu artigo 4º: II – Executar, com exclusividade, ressalvadas as missões peculiares das Forças Armadas e das demais polícias, a diligência ostensiva uniformizada dos logradouros públicos municipais, para assegurar a preservação da vida humana e a proteção dos bens, serviços e instalações públicas municipais, o cumprimento da lei e o exercício dos poderes administrativos municipais; III – realizar ações de prevenção e repressão imediata dos ilícitos penais e das infrações administrativas definidas em lei no âmbito do serviço público prestado pelo Município; V – auxiliar na proteção ao meio ambiente, aos patrimônios históricos, culturais, ecológicos e paisagísticos do Município, no exercício regular do poder de polícia ambiental. Neste caso, atua em cooperação com a Fundação Municipal do Meio Ambiente (FMMA). Os implicados em crime ambiental são apresentados à Delegacia de Polícia Civil para registro de ocorrência, já com o exame de lesão corporal realizado no hospital local. Quanto aos barcos apreendidos na fiscalização, ao condutor são requeridos os seguintes documentos: habilitação na categoria amador; do barco, Título de Inscrição de Embarcação e o Seguro Obrigatório de Danos Pessoais Causados por Embarcações. Após, o proprietário é encaminhado à Delegacia de Portos de Porto Alegre-RS, para regularização da embarcarão. Caso não seja possível a regularização, a embarcação é lacrada pela Marinha e permanece na sede da FMMA ou é recolhida ao órgão da Delegacia de Portos. Ao órgão do Ministério Público local é dirigida representação contra o autor de crime ambiental. Portanto, o Grupamento Ambiental sofre dois tipos de fiscalização: ao registrar os fatos na Delegacia de Polícia, com a autoridade policial analisando o caso, e ao enviar representação ao promotor público. Com relação ao uso de capuz, a explicação do coordenador do Grupo é porque a operação se deu em dia de frio intenso. O capuz foi usado como forma de proteção dos agentes.

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL TABELIONATO DE PROTESTOS DO MUNICÍPIO DE GRAVATAÍ AV. JOSÉ LOUREIRO DA SILVA, 1826 - Fone: 3488.1800

EDITAL

FAZ SABER que, se encontram neste Ofício para serem protestados os títulos abaixo discriminados. Nome do Devedor

Protocolo

BENHUR EXPRESS COM RELOGIOS LTDA

1333417-4

BERENICE FRANCO NUNES

1334583-6

CAMILA WASEM CARDOSO

1329151-3

CLEBER HENRIQUE MEDEIROS

1335269-0

CLEONICE DE FATIMA ALMEIDA - ME

1332731-0

COND RESID LESSA GOMES EMPR IMOB LTDA1334169-5

Valor Original

Documento

R$ 8.829,00 19072013

Cod. Espécie

Credor Original

IDM

ADMINISTRADORA CAMINHO DA FAMA LTDA

R$ 44,00 262

IDM

CINTIA C BERNARDO

R$ 160,00 29033

IDM

MJ PRODUTOS EQUESTRES LTDA

R$ 245,00 1.018103

IDM

TECNOLASER INDUSTRIA DE MATRIZES LTDA

R$ 868,00 0000049842

IDM

DISTRIHAIR COSMETICOS LTDA

IDM

MADEIREIRA TARUMA LTDA

R$ 1.587,50 302/13/2

CORTIACO METALURGICA LTDA

1336292-0

R$ 127,56 5191

IDM

BRASCORTE - INDUSTRIA E COMERCIO DE SERRAS LT

CRISTIAN FERREIRA MARTA ME

1334623-7

R$ 300,00 0041793

IDM

EMEL MAT ELETRICOS SA

CRISTIAN FERREIRA MARTA ME

1334631-0

R$ 692,25 0040405

IDM

EMEL MAT ELETRICOS SA

DAIANE CORREIA CONSUL RIBEIRO

1331227-9

IDM

CINTIA C BERNARDO

DANIEL WESLEY PEREIRA

1328864-7

R$ 315,00 NE10049/2

IDM

RENOVADORA DE PNEUS MARAVILHA

DINARA FREITAS FONTOURA

1334673-5

R$ 200,00 117/01

IDM

AQUA PLUS FILTROS LTDA - ME

ECO BLOCO BRASIL LTDA

1333836-8

R$ 170,52 10218/2

IDM

TONGRAX - COMERCIO DE LUBRIFICANTES LTDA.ME.

GERALDO JOAO PAULO GHABRIL

1334762-0

R$ 2.141,70 116084/1/2

IDM

ZINPAO INDUSTRIA DE ALIMENTOS LTDA

GOLDEN CAT COM E CONFECCOES LT

1334289-5

R$ 4.400,00 283909-A

DM

LOJAS COLOMBO SA

ISMAEL FREITAS DA SILVA

1335296-7

R$ 327,00 5561/967/5

IDM

LEANDRO CARDANS C P S LTDA

JOAO BATISTA MARTINS

1334836-0

R$ 95,00 301765-1

IDM

TRANSPORTES WARTHA LTDA

JOAO DOS SANTOS

1332656-8

R$ 711,93 1307902

IDM

BROZAUTO VEICULOS E PECAS LTDA

JOAO FERNANDO DA SILVA MARQUES

1332859-7

CCBI

BANCO GMAC S/A

JOSE LUIS DA ROSA

1334412-3

R$ 420,00 NFEF-33125

IDM

BREMEN IMP EQUIP LUBR LTDA

JULIA TEIXEIRA LENKUKL

1334703-1

R$ 378,00 PUC22/6-6

IDM

DENTAL ODONTOMED LTDA

JULIA TERESINHA SILVEIRA LONGARAY

1334675-4

R$ 220,00 501/2013/01

IDM

JEAN SOARES EVENTOS LTDA. ME

JULIO SILVA DA SILVA

1332835-1

R$ 120,00 1297603

IDM

BROZAUTO VEICULOS E PECAS LTDA

R$ 2.928,70 24371102

IDM

IMPORTADORA AMERICANA LTDA

CCBI

KALOR IND. E COM. DE PRE-MOLDADOS LTD 1334769-1

R$ 29,00 235

R$ 27.865,33 31609

LEONARDO HENRIQUE LAMBRECHTT

1331839-8

R$ 22.338,96 630301660

LUANA MICHELE PACHECO DA LUZ

1334784-6

R$ 13.000,00 102691475PARC19A41 CFIN

BV FINANCEIRA SA ,CRED,FINANC E INV

MANAGER AUTOM. IND. LTDA

1300560-5

R$ 853,77 NFE-45348-3

DM

BRACHT MAQUINAS E FERRAMENTAS LTDA

MANAGER AUTOM. IND. LTDA

1300561-0

R$ 853,77 NFE-45348-4

DM

BRACHT MAQUINAS E FERRAMENTAS LTDA

MARIA INES RIL FERNANDES

1333139-2

R$ 1.600,00 0100

IDM

SIMON SANGIOGO A ASSOCIADOS

MARLON DE LARA PEREIRA

1334659-5

R$ 36,66 56

IDM

JANETE EBERTZ DE OLIVEIRA - ME

MESTRE COM DE MEDIC LTDA

1333790-0

R$ 133,21 0002698108

IDM

FOCOFARMA DIST. DE MEDIC. LTDA

RENATO SCHIMIDTZ FERREIRA

1332782-3

R$ 295,06 034436-1

IDM

LEV MONTE I C S P MOVEIS LTDA

RODRIGO PERAZZOLLO AZZOLIN

1333542-4

R$ 165,33 111

IDM

MARLEI TERESINHA EIDT - ME

ROGERIO IBANEZ RODRIGUES ALVES

1333810-3

R$ 108,72 861103

IDM

MONTREAL COMERCIAL DE AUTOMOVEIS LTDA

SUELLEN DE MELO COSTA

1333935-6

R$ 325,40 2020A

IDM

DI FARR INDUSTRIA E COMERCIO DE MALHAS E CONF

BANCO ABN AMRO REAL SA

Estas pessoas encontram-se em alguma das situações definidas pelo art. 15 da Lei nº 9.492, de 10.09.97, razão pela qual é publicado o presente edital, na forma do parágrafo 1º do mesmo artigo, ficando intimada a virem pagar no Tabelionato os respectivos títulos, evitando o protesto, ou oferecer resposta, que não evitará o protesto, tudo no prazo de três (03) dias úteis, contados a partir da data de publicação deste edital. Gravataí, 27 de agosto de 2013.

VALECY CABELEIRA BITELO - OFICIAL


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 10

Muriel e Josimar estão fora do jogo diante do Salgueiro Duas baixas estão confirmadas na delegação do Inter que, na noite desta segunda-feira, embarca para Juazeiro do Norte. São eles, Muriel e Josimar, ausências certas no duelo com o Salgueiro-PE, no jogo de volta pelas oitavas da Copa do Brasil. Em boletim médico divulgado pelo site do clube, foi noticiado que Muriel sofre com uma lesão na região ilíaca (quadril) e fica, assim, de fora do terceiro jogo seguido. Antes, ele havia sido ausência contra o mesmo Salgueiro e no domingo diante do Goiás. Alisson seguirá como titular. Já o volante Josimar, que não atua desde o Gre-Nal do último dia 4, segue com tratamento fisioterápico para se recuperar de uma contusão no seu joelho direito. Somente em setembro ele deve ficar à disposição de Dunga para retornar aos gramados. De resto, a delegação que viaja terá todos à disposição. - Vai todo mundo. Que estiver em condição - disse o técnico Dunga após o 3 a 3 diante do Goiás, pelo Brasileirão, completando o sexto jogo seguido sem vitória colorada na competição. O Inter embarcar às 19h40min para Juazeiro do Norte, no Ceará. Lá fica hospedado até o dia do jogo. Na terça e na quarta haverá treinamentos no CT do Icasa. O duelo com o Salgueiro ocorre na quinta, às 21h50min, no Estádio Salgueirão. A vantagem é colorada já que, no duelo de ida, venceu os pernambucanos por 3 a 0.

Kleber diz que derrota na Vila foi fatalidade O Grêmio abre a semana focado na Copa do Brasil, onde o time tricolor terá a difícil missão de reverter a derrota por 1 a 0 diante do Santos, no primeiro jogo das oitavas de final. "A gente tem chance de reverter", disse o atacante Kleber. "O que deixou a gente feliz foi a postura depois do jogo, a gente viu o semblante de cada jogador chateado porque a gente sabia que poderia ter sido diferente, e isto a gente espera levar para a Arena na próxima quarta e reverter o resultado. Com certeza vai ser um jogo totalmente diferente, a gente sabe que o Santos vai vir fechado, eles sabem da força que a gente tem jogando em casa. O Grêmio tem muita qualidade e o que aconteceu na Vila Belmiro foi uma fatalidade".

Cerâmica garante empate com muita garra fora de casa A equipe de Gravataí conseguiu conquistar um ponto no empate em 1 a 1, mesmo terminando a partida com nove jogadores em campo

O

Cerâmica foi a São Leopoldo na tarde chuvosa deste domingo (25), enfrentar o Aimoré pela Copa Metropolitana. Em um jogo muito prejudicado pelas condições do gramado, que estava alagado no Estádio Cristo Rei, a equipe de Gravataí conseguiu conquistar um ponto no empate em 1 a 1, mesmo terminando a partida com nove jogadores em campo. O gol tricolor foi marcado pelo atacante Maicon. O time de Gelson Conte volta a campo na quinta-feira (29), às 15h, no Vieirão, quando recebe o Novo Hamburgo. Logo no início do jogo, sob muita chuva e frio, o Cerâmica resolveu esquentar a partida. Aos 15 minutos, Dagoberto cobrou falta, Ícaro e Sávio subiram para cabecear junto com a zaga do Aimoré, mas a bola escapou e o ata-

cante Maicon Santana não perdeu a chance, 1 a 0 Cerâmica. Depois disto, o jogo foi muito truncado, os dois times criaram pouco e a equipe de Gravataí terminou o primeiro tempo na frente. Já na segunda etapa, o Cerâmica acabou tendo que segurar o adversário. Logo aos cinco minutos, Lucas Silva marcou para o Aimoré, empatando em 1 a 1. Aos 20 minutos, Couto cometeu uma falta leve, o árbitro expulsou Sávio de forma equivocada, voltou atrás e deu o cartão vermelho para Couto. O Cerâmica voltou a criar com Lucas, que pela ponta esquerda carimbou a trave do adversário e até mesmo com o zagueiro Kléber, que chegou a balançar as redes, mas já em posição de impedimento. O Aimoré pressionou muito

Fotos: Nataniel Corrêa - CAC

também, levando inclusive uma bola ao travessão do goleiro Villa, mas não conseguiu virar o jogo. Já se aproximava dos 40 minutos, quando Danilo também levou o cartão vermelho. Dessa forma, restou ao Cerâmica conter o adversário até o fim da partida. Para o técnico Gelson Conte, a principal característica da equipe

voltou a se destacar hoje, a garra. “Houve muito comprometimento e dedicação, o que vinha faltando para o grupo e hoje existiu. Estamos criando nossa identidade, isso é o que mais precisamos”, resumiu o treinador. Segundo o profissional, a semana será de trabalho no Vieirão até o jogo contra o Novo Hamburgo.

Juvenil ganha um ponto contra o São José Sob muita chuva na manhã deste sábado (24), a equipe Juvenil do Cerâmica foi até a Capital enfrentar o São José. Em um disputado jogo, importante para os dois times, o placar ficou empatado no 0 a 0. Com o resultado, o Cerâmica depende do término da rodada para confirmar a primeira colocação. O time treinado por Luis Eduardo Lima tem seu próximo compromisso com o Canoas já nesta segunda-feira (26), às 15h, no Vieirão. O Cerâmica começou bem a partida no Passo D’Areia, mas o adversário também buscava os três pontos. O Cerâmica pressionou com Mila, Ray e Róger, mas não conseguiram balançar as re-

des do São José. A melhor oportunidade do time de Gravataí foi aos 24 minutos, com Mila, que bateu ao lado da goleira do adversário. No intervalo, Luis Eduardo recomendou aos garotos que fossem em busca do gol. Na etapa final, o treinador renovou o ataque, colocando em campo Mateus, Neto Costa, Netinho e Gustavo, que criaram, mas não venceram a zaga adversária. O São José também criou algumas vezes na segunda etapa, levando perigo ao gol do Cerâmica. O relógio já marcava os 28 minutos, quando Luis Gustavo bateu na trave do goleiro André. Assim terminou a partida, com o mesmo placar do início, 0 a 0.

Ao término, Luis Eduardo elogiou os meninos. “Foi um bom resultado, o ponto fora de casa sempre é importante. O jogo foi complicado pela grande quantidade de chuva, mas os meninos

foram bem. Temos muita confiança nesses garotos. Vamos dar um descanso para eles no domingo, pois segunda já temos o jogo contra o Canoas”, avaliou o treinador.

Fan Fest no Espaço Esporte da Expointer As atividades da Secretaria Estadual do Esporte e do Lazer e do Comitê Gestor da Copa RS (CGCopa) na Expointer 2013 iniciaram nesse sábado (24). Mesmo com muita chuva, torcedores acompanharam a transmissão pública do jogo do Grêmio 1 X 0 Flamengo. Em um telão, montado junto ao Espaço Esporte, localizado no estande do Governo do Estado no Pavilhão Internacional, os visitantes puderam sentir o clima de uma Fan Fest . “Com o Espaço Esporte estamos não só levando o clima da Copa do Mundo para a Expointer, mas também prestando conta das

nossas ações durante esses dois anos e meio de Secretaria e mostrando a nossa preparação para o megaevento da FIFA”, destacou o secretário estadual do Esporte e do Lazer e coordenador do Comitê Gestor da Copa 2014 RSA (CGCopa) Kalil Sehbe Com a presença da musa e do mascote tricolor, a animação do evento contou ainda com distribuição de brindes, embaixadinhas e brincadeiras com o personagem gaúcho da Copa do Mundo da FIFA Brasil 2014™, o Queroquero. A próxima exibição ocorre na partida entre Internacional e Curitiba, no domingo (01/09).

Pela manhã, o secretário Kalil Sehbe acompanhou a abertura oficial da feira ao lado do governador Tarso Genro. Espaço Esporte Com uma programação extensa e diversificada, o espaço de 100m² dentro do estande oficial do Governo do Estado no Parque de Exposições em Esteio, oferece diversas atrações para os visitantes da Feira, como videogames, animadores fazendo embaixadinhas. A programação segue na segunda-feira (26), com o I Encontro de Segurança do Campeonato Mundial Master de Atletismo

(WMA a sigla em inglês). A reunião, que acontecerá no auditório do prédio da imprensa, inicia às 15h e vai debater a organização da área para o Mundial que ocorrerá em outubro em Porto Alegre (RS).


Gravataí, 27/08/2013 - Pág. 11

Resumo de Novelas JG

Áries: O astral continua pesado e envolve diretamente seus relacionamentos, que pode ser o final de um namoro, casamento ou de uma sociedade. Procure manter a calma e a racionalidade, pois em poucos dias essa energia se esgota.

Culinária

Bolo com cobertura de doce de leite

Touro: Tensão no céu envolve diretamente seu regente, podendo trazer alguns problemas difíceis de resolver imediatamente. Procure ter muita paciência e use a razão para criar soluções estratégicas, especialmente com suas finanças. Tenha calma.

u Ingredientes PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS 2 xícaras de chá2011 de doce de leite para cobertura, 4 colheres sopa © Revistas COQUETEL Florwww.coquetel.com.br do caribe Publicidade basea- 4 ovos, 1 lata de leite condensado, 1 xícara de chá de País mais populoso Agência de manteiga, Silvestre para Casquinha AlbertointeliSunitas e da Áfricaconta da em informações Atriz de de (?), de (?), fiéis falsas gência Carro, em de Enganar; “Ti-ti-ti” tira-gosto farinha trigo, 1 colher sopa de fermento em pó e 2 colheres sopa do Islã que Cassiano encontrou turmalidos EUA inglês 365 dias iludir (TV) Do signo na Paraíba na mina. Dadá, Lino de leite. representado pelo e Adília ficam centauro surpresos ao saber u Modo de preparo que Veridiana viajará com Manolo. Duque se incomoda ao ver Alberto nas Bata no liquidificador os ingredientes menos o doce de leite. Depois "(?) de Elite 2", filproximidades Estudar de sua mina. Cassiano me sobre o Bope Um, em de bem batido despeje em uma forma untada. Leve ao forno pré-aquedo Norte desconfiaMosquito de que Silvestre possainglêsestarCidades Fluminense (Zool.) cido,(?)à 180°, por 30 minutos, ou até que espetando um palito o mesmo Vitamina trabalhando na sua mina a mando de Cavalera, abundansaia limpo.te naDepois de assado retire do forno, desenforme, deixe esfriar e decore com o doce de leite. baterista Alberto, e avisa aos tenentes. Bibiana brasileiro acerola Imita oque vá à delegacia Macaco de nariz falar caípede a Taís gato do da ilha de Bornéu Iniciou o transporte com Hélio. (?) de Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br ferroviário no Brasil Nantes: garantiu a Da mes- estudar uma Alberto manda Eric (?) de tolerância ma forma Águia: Naquele grupo de lugar modo forma denareligiosa cancelar Dealivre venda da mina França axé-music para recuperá-la de Cassiano. WilliamDesfile conta para Doralice que Nicole estámilitar morando em sua casa. "Armas" O delegado Trabalho para renem da extra mostra aArco, Hélio, na frentedode lutador de Ester, a francês caratê (bras.) Grupo valise com dinheiro que ele deixou no vocal coCriador mum na da vacina música avião, insinuando que osertaneja ex-executivodo "Zé Gotinha" recebeu dinheiro (?) Lara, atrizde Dionísio. 3a vogal

R

O PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS Cantar para o bebê dormir

Anita (?): A Heroína de Dois Mundos

Quantidade Partida de um carro

© Revistas COQUETEL 2011

Macaco do filme da Disney "Aladdin" Patroa; Revolta senhora (bras.)

Alceu Valença, cantor brasileiro Degrau, em inglês Vão; vazio

Maior deserto do mundo

Orlando Duarte, analista esportivo

Arnaldo Niskier, escritor brasileiro

Escorpião: Suas emoções são bombardeadas pela forte tensão que existe no céu neste momento e questões mal resolvidas do passado podem ressurgir. Nesta fase que dura ainda alguns dias, você deve refletir sobre escolhas feitas e decisões já tomadas. Sagitário: Alguns contatos importantes podem ser feitos neste período, como a apresentação de projetos e novas ideias para grandes empresas, clubes e instituições. No entanto, tenha paciência e espere uns dias para sentir os resultados, que certamente serão positivos. Capricórnio: Algumas mudanças em seus projetos de carreira podem estar em jogo neste período e você deve ter bastante calma e racionalidade ao tomar decisões definitivas. Um projeto em andamento pode começar a dar problemas. Mantenha a calma.

Escrever na agenda Elétron (símbolo)

Solução T

E

I N E R E N

R A

R I O S E

BANCO

Cascudo (peixe) Cartunista brasileiro

Inativo; preguiçoso

A B A L D U M E R A V S A V T O N I A T S I T E C R R E A CA R N I R A A A N O T A I D E N

113

Arte marcial difundida pelos japoneses

Cobertura de circos (pl.)

Cair a tarde; escurecer

Cargo de Dilma Rousseff

Sebastião Tapajós, virtuose do violão

Age como Calabar (Hist.)

Virgem: Procure manter suas finanças sob controle, pois gastos inesperados podem surgir e desequilibrar seu orçamento. A tensão continua forte no céu e você deve se precaver. Sol e Mercúrio em seu signo ajudam no encontro de boas saídas. Libra: A forte tensão no céu envolve diretamente seu signo e muitas dificuldades podem ter surgido diante de você. Mantenha a calma e a racionalidade, porque as saídas surgirão. Em poucos dias tudo volta à normalidade.

Órgão da cavidade torácica (Anat.) "(?), César!", saudação romana

Neurotransmissor que funciona como antidepressivo natural 60 quilos de café

De forma elíptica (?) Barbosa: compôs "Trem das Onze" Adultera; estraga

Corta a capital francesa

N R I N A RA R R O A C N O C A L D O A N A E S

C S T I I T A R I Ç O N I D E T O M Ã P D E T U D O R T O P I R R I A

C A M P O S E M A C A E

A R A S L A B I I A S S C A R N T E V E I

X F I R I T A S

G

O

I

C A R

E N G A N O S A D

A

P A R N O O PA G C A N

Carolina Kasting em Sangue Bom

Duas capitais nordestinas

N G A T S A L S E S A L O V A D O P R

Solução

www.coquetel.com.br

3/abu. 4/nani — oval — trai. 5/stair.

Solução anterior E

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

A

N M I S A G L E M U R M IA A E D I E N A R C O N T E S

3/arc — car — one. 5/édito. 7/nigéria — retorta.

AMOR À VIDA Bruno vê Alejandra e se mantém escondido. A vilã diz para Ninho que Paloma chegou ao Peru sozinha. Paulinha sente-se mal, e Ninho cuida dela. Alejandra avisa a Ninho que marcará um encontro entre ele e Paloma. Jonathan convence César a continuar pagando o salário de Félix. Ordália afirma que acabará com o namoro de Luciano e Joana. Márcia confirma a gravidez de Valdirene. Aline faz a cabeça de César contra a família. Alejandra indica para Paloma onde ela deve se encontrar com Ninho. Félix tenta seduzir Eron para que ele o ajude na auditoria. Jacques ouve Edith e Aline falando de Félix. Atílio é libertado e vai para a casa de Márcia. Jacques conta para Félix que Aline tem um caso com César. Paloma vai ao encontro de Ninho.

Peça da roda de um veículo

Câncer: Os problemas domésticos podem ficar mais intensos nesta fase e você perder sua paciência. Tenha calma, pois em poucos dias tudo se reverte. Mantenha sua mente ocupada e conviva mais com seus amigos, pois eles poderão ajudar bastante. Leão: Seus relacionamentos ganham um novo impulso neste período, especialmente os que envolvem seu coração. No entanto, você deve ficar atento a mal-entendidos e não deve se deixar levar por provocações sem sentido.

Status do chefe de Estado saudita

100, em romanos

T

sangue bom Piloto da Ferrari Bento tenta impedir Fabinho de Técnico de futebol atear fogo na Toca do Saci, mas bate a cabeça em um móvel e desmaia. Giane tem um mau pressentimento RecipienPaulo Região te de laRicardo, Adminiscom Bento. Natan da boratóriosÉrico expulsa cantor trativa brasileiro (abrev.) casa de CandidaVerônica. Maurício confessa tos a oficiais que não acredita na relação entre sua Aorta e safena mãe e Érico. Renata fica arrasada ao descobrir que seu ex-noivo foi morar com Verônica. Chica flagra Brenda 109 no quarto deBANCO Glória. Fabinho desiste de atacar Bento, depois de ler uma mensagem de Malu. Amora vai atrás de Bento. Damáris pede para Lucindo e Tina cuidarem dela. Socorro destrata Douglas. Perácio entrega a Rosemere livros sobre artes. Tio Lili fala para Wilson que todos querem que ele reate com Charlene. Amora encontra Bento desacordado e decide atear fogo na Toca do Saci para incriminar Fabinho. Pau de Jacu investe em Damáris. Cardoso passa mal, e Lara o ajuda. Natan conversa com Maurício no Cantaí. Verônica teme perder Érico. Tina se encontra com Vitinho. Bárbara leva um fora de Natan. Amora se faz de vítima e culpa Malu pelo que aconteceu na Toca do Saci. Tito pensa em interditar Damáris. Isaura leva Pedrinho para a escola. Filipinho, Glória e Eliseu desprezam Brenda. Malu encontra o celular de Bento, vê a mensagem enviada para ela e conclui que Amora incendiou a Toca do Saci para incriminar Fabinho.

Gauss (símbolo)

A G R E R A A R

brasileira Dar origem a; produzir

Gêmeos: É possível que nesta fase você esteja passando por dificuldades em seu relacionamento pessoal e amoroso, com mudanças difíceis de reverter. Este é um momento que pode ser chamado de divisor de águas em sua vida afetiva.

Aquário: Uma viagem pode ser adiada e você pode se chatear com isso. Nesta fase sua fé e o otimismo estarão um pouco abalados. O momento pede calma e discernimento nas decisões relacionadas aos seus projetos futuros. Peixes: Você pode estar com a energia vital muito baixa e por isso deve se preservar. O momento pede introspecção e reflexão relacionadas a uma sociedade ou casamento. Não tome nenhuma decisão definitiva neste momento. Espere alguns dias.


JORNAL DE GRAVATAÍ Terça-feira, 27 de agosto de 2013

hoffmeister

www.jornaldegravatai.com.br

larissa

Larissahoffmeister larissahoffmeister @gmail.com

coluna social

larissahoffmeister

Entre panelas e letras

Pães italianos e artesanais com edições limitadas terão venda divulgada na fanpage do Cucina Artusiana e no blog

Cara e alma de Bistrô

D

a representação de aromas em imagens e linguística à prática! Carla Maicá é chef de cozinha e também pilota o blog WWW.CUCINAARTUSIANA.COM. O espaço é recheado de experiências gastronômicas. Carla prepara uma novidade: em setembro, a cozinha do próprio apartamento, que está ganhando um novo desenho, vai receber pequenos eventos, jantares harmonizados e cursos para iniciantes na nobre arte de cozinhar. A sacada é oportunizar um ambiente de convivência em que conhecimentos culinários sejam lapidados, para soluções do dia a dia na cozinha. As aulas serão de 4 horas diárias e terão como temas risotos, sopas e caldos, pães e geleias, e cozinha trivial.

E por falar em sabores, eis que surge O Baristo Risto Caffe, espaço de iguaria incomum em Gravataí, desde março em pleno funcionamento. A proposta é oferecer aos amantes de cafés, chás e culinária sofisticada uma sintonia da boa gastronomia com preço camarada. O tom peculiar e charmoso do Bistrô se dá à meia luz. Quadros vintage nas paredes dão uma sensação de intimismo. A novidade é que, a partir desta sexta-feira, O Baristo passará a organizar também jantares ‘Petit Comités’, mediante reserva de mesas antecipada. Comer bem em ambiente agradável e acolhedor: uma excelente pedida!

Café Solar, mesmo com chuva Em dias em que a responsabilidade social se apresenta como tema indispensável no comportamento de organizações e instituições, o diretor do Sindilojas Gravataí, José Rosa, foi um dos anfitriões no evento beneficente, Café Solar, realizado no sábado. Pessoas do bem e mesas repletas de salgadinhos e quitutes, além de cafés, chás e sucos naturais, fizeram do aconchegante ambiente da Casa dos Açores, um lugar de solidariedade.


ANO 9 - EDIÇÃO 1795ª - DIÁRIO - TERÇA-FEIRA, 27 DE AGOSTO DE 2013 - R$ 1,00