Issuu on Google+

► COLUNA DO GABRIEL

Ipag compra área da Prefeitura para sua futura sede Pág. 4

► morte

Gravataí registra caso de morte por gripe A

Pág. 5

ANO 9 - EDIÇÃO 1780ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, 09 DE AGOSTO DE 2013 - R$ 1,00

Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► CONCLUSÃO

Curso da Tigre termina com entrega de certificados Pág. 5 ► evento

Hoje tem Show do Duca Leindecker no teatro do Sesc Pág. 8 ► Informe

Sogil divulga balanço social ► SAÚDE NA UTI

Pais perdem filha e lançam petição por leitos de UTI neonatal Helena, filha de Tatiana e Giovani, morreu aguardando leito

Pág. 6

Encartado


Comunidade

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

enquete JG

Edenir Raupp

Professora de Língua Portuguesa e especialista em Língua Inglesa

FECHAMENTO DA APAE X MAIS UMA MISSÃO PARA OS PROFESSORES

CADÊ A FISCALIZAÇÃO? "Caminhando no centro de Gravataí, vi que tem um estacionamento próximo a prefeitura. No meio da rua colocaram uma placa. Será que é permitido fazer isso? Talvez seja, pois está ao lado da prefeitura", Silvio Serafim Fialho Roch Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

LOTERIAS QUINA (Concurso 3259): 03 - 10 - 48 - 60 - 67 time mania (Concurso 459): 02 - 08 - 10 - 14 - 41 - 44 - 50

PREVISÃO DO TEMPO Sexta-feira Mín. 10° Máx. 18° Chuvoso durante o dia e a noite

Toda criança quando nasce não vem com manual de instruções – ouvi isso outro dia. A mulher quando tem seu primeiro filho passa por experiências nunca vividas, como dificuldades alegrias únicas. Cada criança é um novo mistério, pois nenhuma é igual à outra. Assim tem sido nas escolas públicas e regulares, com a implantação da obrigatoriedade de receber alunos com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação. Muitos professores não estão preparados para receber esses alunos. E isso vem reacendendo debates e protestos, pois o MEC vem tentando fechar as escolas especiais, como a APAE – Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais. Ser contra ou a favor do fechamentodeumainstituição que há anos vem fazendo um trabalho, não somente no campo da educação, como da reabilitação, tem gerado polêmicas. De um lado os pais que sabem do excelente trabalho realizado pela instituição, onde seus filhos têm atendimentos individualizados, dirigidos às suas dificuldades. Por outro lado, o MEC que acredita que as crianças precisam socializar-se, frequentando

a escola regular, cabendo à instituição a preparação dessas crianças para o convívio em sociedade. Este jornal trouxe a discussão da inclusão escolar, nesta semana, devido às notícias de fechamento das APAEs, culminando com os protestos de pais e profissionais das APAEs, pelo Brasil. A proposta de fechar essas instituições joga paras as escolas regulares as responsabilidades com as crianças especiais de quatro a 17 anos. É utópico imaginar que as escolas regulares conseguirão dar conta dos atendimentos especializados que aquela instituição realiza, mesmo com a contratação de profissionais e monitores para cada caso. Nãoénecessáriocomentar que as escolas públicas, por vezes sucateadas para o ensino regular, com falta de professores, de espaços adequados às aulas práticas, como educação física, química,biologia,informática e educação integral, somente estão recebendo mais uma imposição de prestação de serviços à sociedade, como forma de mascarar um ensino que não evolui, além das aparências. Conversando com colegas de várias escolas da rede, pude constatar que a

realidade é bem pior que parece. As crianças com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação frequentam a escola regular, com acompanhamento de monitores, que, aliás, chegam somente na metade do primeiro trimestre, pois não são profissionais e, sim, estagiários de várias áreas do ensino médio, por vezes, despreparados para enfrentarem situações como troca de fraldas, acompanhamentos ao refeitório e ao banheiro, além da ajuda na execução das tarefas na sala de aula. Há turmas de currículo em que professores têm em torno de seis ou mais crianças com múltiplas deficiências, contando apenas com um monitor, necessitando, para isso, elaborar aulas diferenciadas para cada caso, além de ter a preocupação de acompanhar o rendimento de todos, inclusive dos que não têm transtornos. O MEC alega que cada escola que matricula uma criança com transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades ou superdotação recebe verba para o atendimento dessa criança, e se o aluno tem atendimento no turno inverso, além das aulas regulares,

Via página do Jornal de Gravataí no Facebook Tema do dia:

recebe outra verba. Como se isso quisesse dizer que dinheiro não seria problema. Infelizmente não é isso que se questiona e, sim, que essas crianças precisam de muito mais que um profissional numa salinha, geralmente apertada, mal ventilada, com o mínimo de recursos para atender os diversos tipos de casos. Fechar uma instituição sem dar estruturas adequadas à outra, sem ter profissionais qualificados não é a solução. Certamente muitos pais acabarão sendo os prejudicados, pois seus filhos são únicos e precisam de atendimentos únicos, mesmo tendo que frequentar uma escola regular. A APAE é uma estrutura já tradicional no país, por isso deve continuar realizando seu trabalho em parceria com as escolas e não simplesmente ser fechada, deixando por conta dos professores, que já são sobrecarregados, a missão de ter que aprender a lidar com cada situação, como se estivesse aprendendo a trocar a primeira fralda do primeiro filho... Não deixem que seus filhos sejam cobaias desse sistema.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADI Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Katterina Zandonai e Claudio Oliveira Editor-Geral e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - Pda. 64 CEP 94.060-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

o 2º semestre deste ano e deparei-me com um vídeo de DeivisonPedroza com duração de4 minutos e 2 segundos que inicia justamente com a visão de uma criança sobre o mundo e logo, faz a pergunta: O que você vai ser quando crescer? Por conseguinte,inicia uma análise sobre o que ocorreu com o protagonista na vida adulta e retoma a pergunta. Nesse vídeo o enfoque é mostrar a necessidade de ter sonhos e tentarfazer o que foi planejado inicialmente, mas com a certeza de que se está fazendo o melhor e que se o objetivo traçado não for exatamente o que você almejava a pergunta deve ser feita novamente: O que

você vai ser quando crescer? Achei isso genial, pois hoje vejo alguns amigos frustrados com a profissão e resignados a refazerem suas carreiras. Se temos uma formação acadêmica e a vida profissional não era a mesma com que sonhávamos o que nos impede de replanejarmos nosso trajeto? Por que permanecer numa mesmice incômoda e que trará reflexos negativos também para aqueles que convivem com esse profissional descontente. O questionamento central do vídeo – ao longo da vida –realmente parece ter mais sentido, uma vez que precisamos pensar o que queremos ser constantemente.

"A gravidez na adolescência começa com a falta de orientação em casa. A falta de diálogo nas escolas e infelizmente o governo não faz nada para q isso diminua, pois deveria ser mais divulgado. É um problema que aumenta a cada dia que passa. Devemos ajudar nossos jovens orientar, divulgar mais sobre esse assunto para não acontecer uma gravidez indesejada e que possam ter um futuro melhor!"

Kelly Macedo

"Criança gerando criança. Lamentável!!

Daia Maia

"Falta planejamento familiar e orientação. Filho é coisa séria e é para a vida toda. Se houvesse orientação em casa seria o ideal. Na falta disso, as escolas e governo devem sim orientar para o uso de métodos contraceptivos. Mas muito pior do que a gravidez na adolescência, é a repetição de gestações. Tem meninas por aí que com 18 anos já tem mais de dois filhos. Persistir na irresponsabilidade é o mais grave."

Danuza E Maicon Silva

"Isso é falta de orientação em casa"

O que você vai ser quando crescer? A pergunta é vista de forma simples quando feita a uma criança que sem avaliar custos, mercado de trabalho e vocação, acaba escolhendo por aquilo que mais lhe chama atenção, como: ajudante de posto de gasolina, médico, lixeiro, professor ou qualquer outro contato que tenha meramente perpassado por sua pequena existência.Mas esta pergunta feita a um jovem, inseguro e indeciso que esta prestes a completar o Ensino Médio, causa pânico e medo. Ao iniciar as aulas após as férias de inverno procurei um vídeo motivacional para recarregar as energias dos alunos e os fazer refletir sobre aquilo que significará

Dados do IBGE de 2012 informam que, em Gravataí, foram registrados 2.337 gestações, sendo que 18,6% tinham idades entre 10 e 19 anos. Qual a sua opinião sobre estes números?

Richelle Gamarra Ramiro Quando perguntamos a um jovem “O que você vai ser?” deixamos de avaliar que esse jovem já é alguém, já traz uma bagagem de experiência e por menor que ela seja já traçou o caráter e alinha de conduta que essa pessoa vai ter; por isso a importância do vídeo, a indagação deve ser recorrente, para repensarmos e revisitarmos nossa existência, pois parece que a responsabilidade de querer ser alguém só é instigada na fase inicial da vida e que em determinado momento,algo se perde e as pessoas deixam de sonhar. Alexandra Oliveira Especialista de Língua Portuguesa e Literatura

"Falta de informação não é. Eu acho que não devemos julgar, mas todas tinham condições de si prevenir com algum método que por sinal é fornecido nos postos de saúde para quem não tem condições de comprar."

Michele Dutra

"É a falta da família. Hoje os pais estão mais preocupados com os seus afazeres, seus lazeres, como televisão e redes sociais. A família está ficando pra depois. Depois que o problema já está feito."

Elida Cardoso

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone (51) 3421.3381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu nome, telefone e endereço.

Foram tantas as participações, que a Coluna do Silva cedeu espaço para mais algumas opiniões: Rosa Feio Feio Acho louvável o comentário, mas uma menina de 10 anos tornar-se mãe quando ela mesmo não sabe o que é ter realmente uma mãe. somos responsáveis por nossos filhos em tudo, desde quando concebemos eles, em cuidar, alimentar, educar e ensinar para o mundo. Tudo tem seu tempo, somos responsáveis por eles. Eles não tem maturidade suficiente pra decidir muita coisa e ter um filho é ter responsabilidades compromisso com uma vida que Deus nos confiou não somos donos dele mas somos tutor dele já que aceitamos como filho. E não achar bonitinho desde de bebê já arrumar namoradinha. Já crescem crianças com o pensamento incentivado pelos pais em namorar, mas os pais esquecem se omitem muitas vezes porque é mais difícil dizer um não. É mais fácil facilitar os adolescentes são todos iguais e passam pela mesma fase de procriação, que os hormônios estão a mil e acham que não vai acontecer com eles a gravidez, que ingenuidade. Patricia Soares Eu acho ridículo essa pessoas que falam "criança gerando criança". Tantas piadinhas que hoje não servem pra nada.Gravidez na adolescência hoje em dia é tão normal que ninguém deve julgar ninguém. Já estamos acostumados com isso e se tornou algo normal. Se uma garota de 10 anos engravidou e levou a gestação até o final, ela merece respeito, por que não foi essa mulheres de hoje em dia, que tem 25 anos, que engravidam e abortam, nem os animais fazem isso. Mesmo existindo todos os métodos para se cuidar, hoje em dia elas não devem se julgadas por ninguém. Eu dou meus parabéns para essas garota de 15, 17 e 19 anos que assumem seus erros. Neila Machado Cardoso Não é só em Gravataí que ocorrem gestações nesta faixa etária. Infelizmente este é um problema que está aumentando a cada dia. Alguns casos ocorrem por falta de informação, outros por não terem uma referência, por drogadição. São vários os motivos, sendo quase impossível apontar uma causa precisa. Acredito que, para que estes números diminuam, se faz necessário investimento em educação, informação e saúde!

Senha do dia:

“O que será do futuro?”


Opiniăo

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 4

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 5

Cidadão Gravataiense

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Aprovado projeto em benefício de pessoas com deficiência visual A Câmara de Gravataí aprovou o Projeto de Lei nº 102/2013, de autoria do vereador Alan Vieira (PMDB), que torna obrigatório o oferecimento de cardápios em Braille em bares e restaurantes no município de Gravataí. Os cardápios deverão estar expostos em local de fácil acesso e conter o nome dos pratos, ingredientes usados no preparo, relação de bebidas, sobremesas e produtos oferecidos, com seus respectivos preços. — Esta proposta é um ato de cidadania e respeito às pessoas com deficiência. Trata-se de uma medida necessária, uma vez que frequentar bares e restaurantes não constitui apenas uma opção de lazer e, sim, uma atividade constante da vida moderna, em que o hábito de fazer refeições ou lanches fora de casa se torna cada vez mais comum e necessário — destacou o vereador. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), em 2000, somente no Rio Grande do Sul, residiam cerca de 980 mil pessoas com deficiência visual. Com o crescimento populacional, estes números tendem a ter aumentado. Conforme dados do IBGE (2010), em Gravataí, residiam aproximadamente 18 mil pessoas com deficiência visual. Antes do projeto ser votado ontem à tarde, o vereador recebeu a assessora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência (APPPD), Patrícia Rosa, em seu gabinete. No encontro, foram debatidos temas referentes à acessibilidade no Município.

A Câmara de Vereadores de Gravataí concede, no próximo dia 13, o título de Cidadão Gravataiense a José Gattiboni Pacheco, empresário do ramo motociclístico. A solenidade de entrega do título será realizada a partir das 19h30 no plenário do Legislativo.

Ipag compra área da Prefeitura para sua futura sede

O

prefeito Marco Alba, com a autorização unânime da Câmara de Vereadores, através da Lei Municipal 3.348/2013, efetivou nesta semana a venda de um terreno do Município no valor de R$ 2,4 milhões e com 2,4 mil metros quadrados, na Parada 72, na Avenida Brasil com a Dorival Cândido Luz de Oliveira, ao Instituto de Previdência e Assistência dos Servidores de Gravataí (Ipag), no Bairro São Geraldo, para a instalação da futura sede da entidade. — É um dia histórico para a categoria dos servidores públicos municipais de Gravataí, que desde a fundação do instituto, em 1996, buscava a aquisição de um imóvel para a sede própria — ressaltou o presidente do Ipag, o advogado Marcius Terres. A compra do imóvel também passou pela aprovação dos nove componentes do Conselho Deliberativo do

instituto, que hoje desembolsa R$ 12 mil mensais para pagamento de aluguel. Segundo a presidente do Conselho, Irene Kirst, com a construção de uma sede própria, vai ser possível oferecer melhor estrutura aos funcionários, como auditórios e novos prestadores de serviço conveniados ao Ipag. — Vamos agora encaminhar a discussão para o encaminhamento de projeto de construção da futura sede — comenta Irene. Para os representantes do Ipag, o local onde será a sede definitiva do instituto tem um valor histórico, por ter sido o primeiro prédio que abrigou o Sindicato dos Professores Municipais de Gravataí. — Lembro que era uma salinha com quatro cadeiras e uma mesa redonda — recorda Irene. Uma das razões que facilitaram a aquisição da área pelo Ipag é o previsto na Lei 8.666/1993, que isenta de tri-

butos, impostos e taxas, por se tratar de negociação entre um ente da federação, que é o Município, e uma autarquia própria da administração de forma indireta. Pelo previsto no artigo 44 da Lei 3.348/2013, aprovada pelos vereadores, “os recursos auferidos pela venda serão utilizados para pagamento de despesas correntes relativas à manutenção do Regime Próprio de Previdência Social, conforme autoriza o artigo 44 da lei Complementar 101/2000, a Lei de Responsabilidade Fiscal, devendo servir de fonte para suplementação orçamentária”. Também participaram da solenidade a presidente do Sindicato dos Trabalhadores Públicos Municipais de Gravataí (STPMG), Neuza Vicentini; representantes do Conselho Deliberativo do Ipag; e os secretários municipais de Governo, Luiz Zaffalon; e de Programação Orçamentária, Davi Keller Severgnini.

Alemão da Kipão fiscaliza tapa-buracos

Carro Lilás

Assessoria de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência divulga atividades na Câmara Reconhecimento O vereador Clebes Mendes (PMDB) pediu um aparte ontem na tribuna popular que teve participação da Patricia Lisboa da Rosa, responsável pela Assessoria de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência (APPPD). — Expresso meu carinho pela pessoa da Patrícia e admiração pelo trabalho que desempenha na APPPD. Quero dizer que tens o apoio do governo, mas sem dúvida nenhuma a sua competência sobressai — afirmou Clebes.

O vereador Alemão da Kipão (PT) vistoriou na quarta-feira à tarde as obras da operação tapa-buracos na Av. Alexandrino de Alencar e demais ruas das Moradas do Vale. — Temos buscado solucionar a cada dia os problemas dos buracos não somente nas Moradas do Vale, mas em toda a cidade de Gravataí. Sou morador e comerciante no bairro e temos feito pedidos incessantemente à Prefeitura que tem tentado suprir a demanda em tempo hábil. Com tudo, tenho fiscalizado e tentado agilizar o processo — esclarece Alemão. O parlamentar faz questão de agradecer a todos que têm ajudado a identificar os pontos críticos na cidade. — Estamos aqui para requerer o direito do contribuinte e buscarmos juntos melhorias — finalizou.

Somente neste ano, foram registrados 366 casos da doença no Rio Grande do Sul

O

Rio Grande do Sul registrou mais nove mortes por Gripe A, em apenas uma semana. Conforme boletim divulgado pela Secretaria Estadual da Saúde, nesta quinta-feira (8), o número de mortes saltou de 31 para 40. As vítimas eram das cidades de Sapiranga, Pelotas Charqueadas, Gravataí, Uruguaiana, Parobé, Bom Retiro do Sul e Colinas. Foram seis homens de idades entre 30 e 70 anos, e três mulheres com idades

entre 30 anos e 80. Três deles faziam parte do grupo de risco

e os outros ainda estão em investigação. Dois óbitos foram provocados pelo vírus H3N2 e os demais por H1N1. Porto Alegre e Canoas são as cidades com o maior número de Gripe A, com seis casos em cada. Em todo o Estado, foram confirmados 260 casos de pacientes com o vírus H1N1, e 106 com H3N2. Em 2012, foram registrados 522 casos de gripe A no Estado, com 67 mortes em decorrência da doença. FOTO DIVULGAÇÃO/PMG

Curso de qualificação da Tigre termina com entrega de certificados

Prefeitura vendeu terreno de 2,4 mil m² na Parada 72 no valor de R$ 2,4 milhões

Projeto do vereador Alan Vieira exige cardápios em Braille

Alemão nas ruas

Gravataí registra caso de morte por gripe A

A responsável pela Assessora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Patrícia Lisboa da Rosa, participou ontem da sessão plenária da Câmara de Gravataí, a pedido do vereador Alan Vieira (PMDB). Durante sua participação, Patrícia falou sobre a evolução do debate sobre o tema no Brasil e a caminhada na busca de políticas públicas que respeitem as pessoas com deficiência. — Um dos grandes avanços foi a definição de que não aceitaremos falar nada sobre

nós sem nós — enfatizou a assessora, colocando-se à disposição do Legislativo para debater propostas de legislação e ações que envolvam as pessoas com deficiência. Patrícia Lisboa pediu aos vereadores que mobilizem as comunidades com as quais estejam envolvidos para participar das atividades da Semana Municipal da Pessoa com Deficiência, este ano com o tema “Ser diferente é normal”, que será realizada de 21 a 28 de agosto. Os vereadores destacaram

o trabalho realizado pela Assessoria de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência. Falando em nome do Legislativo, o presidente da Câmara, Nadir Rocha (PMDB), parabenizou a assessora e destacou sua atuação na administração do prefeito Marco Alba. — Toda a equipe tem trabalhado muito para fazer uma administração comprometida em resgatar os graves problemas da cidade. Essa Casa está à disposição para construção de ações e parcerias.

A vereadora Maribel Wagner (PcdoB) participou ontem, na Praça do Quiosque, do ato de entrega do carro cedido pelo Governo do Estado ao Centro de Referência da Mulher (Casa Lilás) de Gravataí. A parlamentar ressaltou a importância do veículo para qualificar ainda mais os serviços oferecidos pela Casa Lilás, em busca de atendimento e na garantia dos direitos das mulheres.

Maribel prestigia entrega de carro

Iniciativa da Prefeitura de Gravataí, através da Secretaria Municipal de Trabalho Emprego e Renda (SMTER), da empresa Tigre S/A Tubos e Conexões, em parceria com a Esquina das Novidades e a Associação Comercial e Industrial de Gravataí (Acigra), o curso de Aperfeiçoamento em Instalações Hidráulicas e Prediais, realizado de 5 a 8, teve seu encerramento na tarde desta quinta-feira (8), com a entrega de certificados. Participaram 90 profissionais da construção civil e mulheres interessadas em aprender pequenos reparos. As aulas ocorreram dentro de um ônibus adaptado, estacionado na Praça Borges de Medeiros. O vice-prefeito Francisco Pinho, representando o prefeito Marco Alba, observou que é uma satisfação poder agradecer às pessoas que participaram do curso: “Trabalhamos para vocês, e todos acreditaram no que era proposto, tanto que os interessados ultrapassaram as vagas”, referiu Pinho. O curso se desenvolveu em duas turmas de 45 alunos, de manhã e à tarde. O titular da SMTER, Denner Gelinger, ressaltou a boa pro-

cura pelo curso: “Contem conosco na SMTER, porque nosso objetivo é dar continuidade a essa parceria, para ajudar na qualificação de mais trabalhadores”. De acordo com Denner, a Prefeitura tem como objetivo, através de sua secretaria, oferecer possibilidades permanentes de qualificação de mão de obra. Um dos parceiros na iniciativa, o presidente da Acigra, José Luiz Silveira, parabenizou as 90 pessoas que concluíram o curso, ressaltando que “agora sabemos que temos em Gravataí profissionais aptos a realizarem reparos nas instalações hidráulicas e prediais”. Já o representante da Tigre, João Francisco Silva, reiterou que foi muito bom ter convivido com os alunos, comentando que “eles estavam interessados em aprender, e nós, em ensinar”. Para o representante da Loja Esquina das Novidades, Vilmar Fonseca, foi muito importante para a realização deste curso a participação da Prefeitura e da Acigra. “Estaremos de portas abertas para outras iniciativas como esta”, afirmou Fonseca.

OPORTUNIDADE - João Nicolau de Oliveira Souza é encarregado de obras, mas no momento está desempregado. “Agora, tenho um curso a mais para colocar no currículo, e foi ótimo ter participado, aprendi muito, principalmente as novidades existentes no mercado”, destacou Souza. O curso teve como público alvo profissionais da construção civil (instaladores hidráulicos, eletricistas, pedreiros, auxiliares de manutenção, entre outros) desempregados, estudantes e vendedores de materiais de construção. Foram realizadas 140 inscrições, mas somente 90 pessoas puderam participar, por não haver lugares o suficiente no ônibus. Módulos: - Instalações prediais de água fria – 4 horas/aula; - Instalações prediais de água quente – 4 horas/aula; -Instalações prediais de esgoto – 4 horas/aula; - Instalações prediais de águas pluviais e drenagem – 4 horas/aula.


Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 7

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 6

Pais perdem filha e lançam petição por leitos de UTI neonatal

Ato solene pelos sete anos da Lei Maria da Penha

Helena, filha de Tatiana e Giovani, morreu aguardando leito

Evento no Quiosque da Cultura marcou entrega de automóvel para a Casa Lilás Fotos: Karina de Freitas

Karina de Freitas

A

pós perder sua filha recém nascida, casal lança petição por aumento dos leitos em UTI Neonatal no Estado. Juntos cerca de 17 anos, Giovani Maffini, 35, e Tatiane Rott de Oliveira, 32, planejaram o nascimento de Helena. Os pais de primeira viagem, estavam ansiosos e muito felizes pelo nascimento da herdeira, capricharam em todos os detalhes para esperar a neném de braços e coração abertos. Helena nasceu no dia 31 de janeiro de 2012 no Hospital Dom João Becker, após 9 meses e uma semana de gestação. A pequena veio ao mundo de cesariana, com 50 cm e pesando 3.190kg. "A Helena foi a construção de um sonho, ficamos

um ano planejando o nascimento dela e quando ela nasceu, foi só alegria", conta. Na sexta-feira, 17 de fevereiro do mesmo ano, logo que acordou Tatiane viu que a pequena estava diferente dos outros dias, não chorava e estava de olhinhos fechados e gemendo muito. Então chamou a sua mãe e viram que ela estava suando muito e pálida. Resolveram levaram as pressas para o HDJB, às 7h30. Segundo a mãe, quando a pequena deu entrada na unidade foi diagnosticada com cardiopatia congênita descompensada, desidratação e insuficiência respiratória. Necessitando de uma cirurgia de urgência. Até que o bebê pudesse ser operado ela deveria ser encaminhada para um leito de UTI neonatal. A

Para colaborar assinando a Petição Online acesse: https://www.facebook.com/amadahelenablog?fref=ts http://tatianaegiovane.blogspot.com.br/

família conseguiu uma liminar judicial para a internação imediata da filha na UTI, mas a criança não foi transferida por falta de vagas. Foram 12 horas de espera pelo leito e Helena não resistiu. Faleceu por uma parada cardiorespiratória próximo as 20 horas. A família lançou Petição pública pela campanha por mais leitos em UTI Neonatal . A campanha necessita reunir cerca de 100 mil assinaturas e assim o casal irá entregar o documento, em Brasília, para a presidente Dilma Rouseff e o Ministro da Saúde, Alexandre Padilha. Atualmente, o documento contém quase 16 mil assinaturas. "Precisamos da ajuda da população para que possamos seguir o nosso objetivo de reunir todas as assinaturas, por isso lançamos a página e o blog", comenta Tatiane. No blog, Tatiane compartilha experiências com outras mães de todo o país, que perderam seus filhos. Afirma

que a ideia da campanha surgiu após conversas com outras mães e com a sua família. "Sinto que a Helena se foi, mas deixou uma missão aqui na terra e estamos lutando porque esse é o desejo dela de salvar vidas", desabafa. O logotipo da campanha foi uma doação do desenhista Evandro Marenda, que é natural de Goiânia. O artista ficou sensibilizado com a história família e a luta por não deixar que a estrela da Helena seja apagada. "Ele desenhou ela no meu colo e me segurando. A minha pequena tem uma missão de ajudar a salvar vidas de outros bebês recém nascidos, que necessitem de internação na UTI", conta a mãe. Uma associação que levará o nome o nome da pequena. "Amada Helena, um sopro pela vida", também está entre os projetos de Tatiane. No projeto a associação prevê reuniões de mães que perderam seus filhos, mulheres grávidas

para acompanhamento e orientação de dúvidas durante a gestação e primeiros dias do recém nascidos. Tatiane também procura incentivos para a confecção de kits para as mães carentes, disponibilizando fraldas, lenços umedecidos, cotonetes, sabonetes e roupas para o recém-nascido. Hoje a Tatiane está esperando o Helano e como promessa irá oficializar o casamento no próximo mês. " O Helano vai trazer mais alegria para nós e a nossa família, mas eu nunca vou esquecer a minha pequena Helena", desabafa Tatiane. A família guardava o quarto de Helena intacto, desde seu falecimento. Agora o Helano vai tomar conta do cômodo com o seu nascimento. " É muito difícil entrar no quarto e lembrar que ela não está lá. Agora o quartinho vai ser do Heleno. O quarto vai ter vida nova e vida de novo. O maninho de Helena vai vir e se Deus quiser a gente vai ser muito feliz”, desabafa.

U

Foto: divulgação/PMG

m ato solene realizado nesta quinta-feira (8) pela Prefeitura, através da Assessoria de Políticas Públicas para as Mulheres (APPM), órgão da Secretaria de Governança Comunitária (SGCOM), marcou os sete anos da Lei Maria da Penha em Gravataí. A cerimônia também marcou a entrega de um automóvel para a Casa Lilás, responsável pelo atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica no município. A cedência do veículo faz parte do convênio entre a Secretaria de Políticas para as Mulheres Gaúchas e a Secretaria Nacional de Políticas para as Mulheres, com o objetivo de melhorar e reforçar o atendimento às mulheres vítimas de violência doméstica no município. A primeira-dama Patrícia Bazotti Alba frisou os esforços do município para o combate às agressões às mulheres: “A violência contra as mulheres não é só física, ela também é moral e patrimonial. Nossa luta é para que os direitos sejam resguardados e para que se elimine a violência contra

a mulher”. O secretário municipal de Governança Comunitária, Acimar Silva, relembrou os sete anos da Lei Maria da Penha e parabenizou as mulheres pela data. “É uma satisfação trazer mais uma ferramenta para reduzir os índices de violência doméstica em Gravataí, por isso gostaria de parabenizar as mulheres pela bravura de lutar contra qualquer agressão ou maus-tratos”. PARCERIA COM A POLÍCIA - As delegadas Adriana Costa, da 1ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, e Simoni Chaves, da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher, estiveram presentes à solenidade e afirmaram o apoio da Polícia Civil ao combate à violência contra as mulheres. Adriana reiterou a importância da parceria entre a Polícia Civil e a Prefeitura. “Esta viatura é de extrema importância para combater a violência contra a mulher, reforçando a união da Polícia Civil com a Prefeitura de Gravataí”, afirmou a delegada Adriana. Com o traba-

lho voltado à luta contra as agressões à mulher, a delegada Simoni também reforçou o trabalho conjunto contra a violência doméstica: “Estamos iniciando este trabalho em união com a Prefeitura e as secretarias, e ver a Casa Lilás estruturada é motivo de orgulho nesta luta”. Também estiveram presentes a assessora de Políticas Públicas para a Mulher e coordenadora da Casa Lilás, Márcia Cunha de Carvalho; a presidente do Quilombo Manoel Barbosa, Márcia Santos; o presidente da Asmova II, Osvaldo de Freitas; o secretário municipal da Família, Cidadania e Assistência Social, Marcelo Soares; a assessora de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, Patrícia da Rosa; a assessora de Políticas Públicas para o Idoso, Saionara Fátima Silva; a assessora de Políticas Públicas para o Negro, Pamela Íris Mello da Silva; os vereadores Maribel Wagner, Evandro Soares, Clebes Mendes, Juarez Souza e Alemão da Kipão; e as representantes do Centro Educacional de Gravataí (Cedugra), a presidente Laura Bittencourt, a vice-

publicação legal CASAMENTOS

Edital nº 060/2013

VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: 1 – SIDIONIR KICH VIEIRA e ALINE CIBELE FERREIRA 2 – ELIZEU MARIA CAMPOS e CAROLINE FERREIRA MOREIRA

Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei no Endereço: Rua Dr. José Loureiro da Silva, 1826.

Gravataí, 09 de agosto de 2013 Valecy Cabeleira Bitelo Oficial de registro

SABOR ALIMENTOS CONTRATA Nutricionista; Técnica em nutrição; Motorista; Gerente de restaurante; Atendente; Cozinheira; Auxiliar de recursos humanos; Auxiliar administrativo. Contato: (51) 3662.7365 ou contato@saboralimentos.com.br

presidente Lígia Caliari, e a psicóloga Quismara Schutz. Casa Lilás A Casa Lilás, em funcionamento desde 2007 em Gravataí, contabiliza desde o seu início 3.468 usuários atendidos. Sendo que no ano passado

foram 1.135 atendimentos e 266 acolhimentos, que são as pessoas que procuram o local pela primeira vez. Neste ano, no primeiro semestre, foram 940 atendimentos e 100 novos acolhimentos. A Casa Lilás também presta atendimento psicológico, social e jurídico.

O Centro de Referência para a Mulher, mais conhecido como Casa Lilás, funciona na Rua Coronel Fonseca, 410, no Centro, nas proximidades da 1° Delegacia de Polícia, com atendimento das 8h às 18h. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 3496-6342.

EDITAL DE CONVOCAÇÃO DE ASSEMBLÉIA GERAL EXTRAORDINÁRIA

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Gravataí- RS, com Registro Sindical junto ao Ministério do Trabalho e Emprego (MtbE) sob nº 460000074997-56 e inscrito no CNPJMF 03.735.720/0001-93, através de sua Diretoria Administrativa Executiva, no uso de suas atribuições conferidas pelo Estatuto Social, CONVOCA todos os trabalhadores da categoria, associados ou não, ao Sindicato para Assembléia Geral Extraordinária a realizar-se nos dias 14 e 15 de agosto de 2013, na seguinte forma e condição: no dia 14 de agosto assembléia geral nas portas das fábricas, nos horários do almoço e janta, na entrada e saída dos turnos das empresas e no dia 15 de agosto às 18h em primeira chamada e às 18:30h em segunda chamada a ser realizada na sede do CTG Aldeia dos Anjos, localizado na Rua Adolfo Inácio Barcelos, 1553, parada 85, ao lado do Ginásio Aldeião, Centro Gravataí, RS afim de discutirem e deliberarem sobre a seguinte ORDEM DO DIA: 1-Elaboração e aprovação da pauta de reivindicações para realização de convenção coletiva, ou dissídio coletivo de trabalho a vigorar a partir de 1º de setembro de 2013; 2-Autorização para a diretoria do Sindicato, instaurar processo de revisão de dissídio coletiva caso não vingue o processo de Convenção Coletiva de Trabalho; 3-Autorização para a diretoria do Sindicato, firmar acordo em nome da categoria em relação à Convenção e ou Acordo Judicial na hipótese de Dissídio Coletivo; 4-Aprovação da contribuição negocial e fixação dos valores e datas a serem descontados a favor do Sindicato. Gravataí, 09 de agosto de 2013. Pela Diretoria Administrativa Executiva: Valcir Ascari – Diretor de Assuntos Administrativos e Noeldi Leal Trindade – Diretor de Assuntos Patrimoniais.


Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 9

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 8

Duca Leindecker apresenta show "Voz, Violão e Batucada" no Sesc A primeira música do show é surpresa, as pessoas não vão saber identificar

O

trabalho une dois braços da trajetória do fundador da Cidadão Quem: o Duca instrumentista, que ainda adolescente arrematou prêmios de melhor guitarrista do Estado, e o Duca compositor de canções como Pinhal e O Amanhã Colorido, cravadas na história do pop gaúcho. O músico radicaliza a experiência minimalista do duo Pouca Vogal, em parceria com Humberto Gessinger. Sozinhos no palco com seus instrumentos, os compositores apresentaram músicas inéditas e sucessos adaptados à formação que Gessinger apelidou de “a menor banda do rock gaúcho”. Duca investe agora no formato ainda mais enxuto: o de homem-banda. O conceito é exposto no clipe do single Iceberg. Dirigido por Rene Goya Filho, o vídeo registra Duca de violão em punho, tocando o bumbo leguero com um dos pés e o pandeiro com o outro, e cantando sobre a frieza, em meio a uma imensidão de areias e dunas douradas. — O pessoal pergunta se é o Deserto do México — diverte-se. — Não, é ali em Osório, perto de Pinhal, de onde eu não me afasto mui-

Fossenkemper no estúdio TurtleTone, em Nova York. O irmão e colega de Cidadão Quem Luciano Leindecker gravou o contrabaixo em Cachecol Vermelho e Ronco do Vulcão – mas está viajando e será substituído por

Fernando Peres nos shows. Duca rege um repertório em que mesmo as “clássicas” ganham arranjos inéditos. — A primeira música do show é surpresa, as pessoas não vão saber identificar — provoca.

Sedac anuncia novos editais para os realizadores gaúchos O Governo do Estado do Rio Grande do Sul, por meio da Secretaria da Cultura, lançará o II Edital de Finalização para Longas-Metragens – Rio Grande do Sul Pólo Audiovisual, na noite do dia 11, no Festival de Cinema de Gramado. Nos mesmos moldes da premiação realizada em 2011, o novo edital também terá um valor máximo (neste ano será de R$ 1 milhão), que será dividido entre dez projetos. O regulamento do edital será publicado nas próxi-

mas semanas. Outra boa novidade para a classe cinematográfica do RS é o Edital de Produção de Minisséries e Documentários de Televisão, para veiculação na TVE-RS. Este edital, no valor de R$ 1,2 milhão, vai contemplar 10 projetos de documentário e quatro de minisséries.Estes editais, a exemplo de outros já realizados, vêm suprindo demandas de cineastas e das entidades do audiovisual gaúcho. Também contam com o incentivo

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, descobrir as motivações para o crime é o principal objetivo da polícia

O

to. As 10 faixas do novo disco se mantêm fiéis à sonoridade pop que Duca explorou com a Cidadão. No entanto, escapam à trivialidade em função da nova linguagem, que confere vigor a canções não necessariamente complexas. Em músicas novas como a balada Tudo É Longe, Duca exibe controle sobre a dinâmica das composições, alternando canto normal e falsete, acordes dedilhados e técnicas de violão menos usuais. — Uso afinações diferentes, toco os acordes com a mão direita enquanto batuco com a esquerda. Tudo é ao vivo — esclarece. Com letras que falam de amores e recomeço, as músicas parecem aludir ao momento do músico, que atualmente namora a deputada federal Manuela D’Ávila (PC do B). Sobre o assunto,ele prefere discrição: — Cada um tem sua vida, suas atribuições. Admiro muito a Manuela. Voz, Violão e Batucada é produto de uma cadeia de amizades.Veio de Gessinger muito da motivação para a empreitada, além de mais uma parceria, em Missão. Alvaro Alencar coproduziu o disco, masterizado por Michael

SP: investigação busca 'motivação' para morte de PMs, diz delegado

do Governo do Estado, que tem no desenvolvimento do audiovisual parte do seu plano de governo. “Os editais contribuem para o RS voltar a ocupar um lugar importante no cenário da produção nacional e internacional. Também acabamos de divulgar os 5 vencedores de mais um prêmio Iecine, que teve 37 inscritos. É uma demonstração da capacidade de produção do nosso cinema”, comenta Luiz Alberto Cassol, diretor do Instituto Estadual de Cinema (Iecine-RS).

delegado-geral da Polícia Civil de São Paulo, Luiz Mauricio Blazeck, afirmou na tarde desta quinta-feira, em frente à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), que o principal objetivo da polícia é descobrir quais foram as motivações do crime que terminou com a morte de dois policiais militares, do filho do casal, e de mais duas parentes das vítimas. O filho do casal, de 13 anos, é considerado pela polícia, até agora, o único suspeito do crime. "As investigações não estão concluídas. O que estamos atrás é da motivação do crime. É isso o que nos interessa agora. Nós temos onde, quando, como, mas não temos as motivações. E os parentes, as testemunhas formais, indicarão obviamente a possibilidade de ter a motivação", disse ele. Blazeck compareceu ao DHPP para se reunir com os delegados responsáveis pela investigação do caso. O delegado afirmou ainda que se surpreendeu com a mudança de versão do coronel Wagner Dimas, que disse "ter se perdido" durante a entrevista que deu à Rádio Bandeirantes ontem, em que afirmou que a PM Andréia Pesseghini, encontrada morta na segunda, havia denunciado colegas que participavam de roubos de caixas eletrônicos. "Da mesma forma que a imprensa se surpreendeu, nós também nos surpreendemos. Porque isso (a informação) não se encontrava na dinâmica do crime propriamente dito. O que não significa que uma coisa não tenha a ver com outra. Pode até ter havi-

do eventualmente aquela situação. Entretanto, é preciso ligar uma coisa com a outra. O que não parece efetivamente que tenha ocorrido", afirmou Blazeck. O delegado confirmou que, até o momento, o garoto é o único investigado pelo crime. A polícia, até aqui, acredita que ele tenha agido sozinho. "Não é questão fechada. Dependemos dos laudos para comprovar isso. Por enquanto continua a versão inicial." Delegado-geral de SP se diz surpreso com declarações de comandante da PM O delegado-geral de São Paulo, Maurício Blazeck, disse que se surpreendeu com as declarações do coronel Wagner Dimas, chefe da cabo Andréia Pesseghini, uma das vítimas da chacina da Vila Brasilândia, que deixou cinco mortos na segunda-feira (5). Dimas disse ontem em entrevista à Rádio Bandeirantes que a policial havia denunciado colegas de farda por envolvimento em roubos a caixas eletrônicos. Hoje, em depoimento à Corregedoria da PM, o comandante voltou atrás, afirmando que "se perdeu na entrevista". "Da mesma forma que a imprensa, a gente se surpreendeu. Porque isso [declarações de Dimas] não se encontrava dentro da dinâmica do crime", disse Blazeck. Sobre a ligação das eventuais denúncias da cabo com a chacina, o delegado-geral afirmou que "não aparece até o momento que isso tenha ocorrido". A declaração de Dimas gerou uma crise dentro da Secretaria de Estado da Segurança Pública já que a investigação

FOTOS DIVULGAÇÃO/JG

do DHPP (departamento de homicídios) aponta o adolescente como o único suspeito de ter cometido o crime. A polícia acredita que Marcelo matou os parentes na noite de domingo (4) ou madrugada de segunda (5). Teria então dirigido até a escola, passado a madrugada no carro, frequentado as aulas de manhã, voltado de carona para casa e se matado. A família foi achada em casa anteontem, todos com tiros na cabeça. Luis Marcelo Pesseghini, 40, era sargento da Rota. A mulher era cabo do 18º Batalhão. As outras vítimas moravam na casa nos fundos: a mãe dela, Benedita Bovo, 65, e a tia-avó Bernadete Silva, 55. A versão de que Marcelo é o responsável pelo crime ganhou força após o melhor amigo dele afirmar à polícia que, em diversas ocasiões, ele havia lhe dito que planejava matar a família e fugir. "Esse amigo nos disse: 'Ele sempre me chamou para fugir de casa para ser um matador de aluguel. Ele tinha o plano de matar os pais durante a noite, quando ninguém soubesse, e fugir com o carro dos pais e morar em um local abandonado'", afirmou o delegado Itagiba Franco. Câmeras de um imóvel na rua do Stella Rodrigues, colégio particular na Freguesia do Ó, registraram o Classic cinza de Andreia sendo estacionado à 1h25. Às 6h23, sai dele um garoto, que vai até o colégio. Nas mãos do jovem a polícia não encontrou pólvora. No carro da família, no entanto, foi achado um par de luvas que será periciado na tentativa de encontrar algum vestígio. Segundo a polícia, o fato

de não haver vestígios do armamento não é incomum, pois a pistola .40 utilizada no crime costuma não deixar vestígios. Canhoto, Marcelo tinha na mão esquerda a pistola utilizada pela mãe. Marcelo tinha diabetes e fibrose cística, doença degenerativa sem cura que pode levar a infecções, problemas digestivos e morte na idade adulta -mas nenhuma alteração psiquiátrica. Ele já havia reclamado da doença a professores e colegas. MATADORES DO 18 O 18º batalhão é famoso no noticiário policial por conta dos escândalos envolvendo policiais. Em janeiro de 2008, o coronel José Hermínio Rodrigues, então comandante do policiamento da zona norte de São Paulo, foi morto a tiros quando passeava de bicicleta pela avenida Engenheiro Caetano Álvares. Segundo investigação, policiais mataram o coronel pois ele havia transferido um PM do 18º batalhão da Força Tática (espécie de tropa de elite de cada batalhão da PM) para o setor administrativo do 43º. No início deste ano, o Tribunal de Justiça Militar de São Paulo absolveu os policiais Em 2011, o DHPP concluiu que a morte do comerciante Alexandre Pereira da Silva, 30, foi cometida por integrantes de um grupo de extermínio formado por policiais militares e conhecido na zona norte de São Paulo como "Matadores do 18". Segundo a investigação, Silva foi morto porque se recusou a pagar propina para que os PMs fizessem segurança de suas máquinas caçaníqueis.

Casal é preso por crime de falsidade de documentos Policiais da Delegacia de Polícia de Esteio, em cumprimento a mandado de busca e apreensão, nesta quinta-feira (08/08), apreenderam em uma residência situada na BR 116, no município, atestados médicos falsos, prontuários de hospitais e clínicas médicas, carimbos médicos falsos, receituários hospitalares em branco e outros documentos fraudulentos. De acordo com o delegado Leonel Baldasso, o morador da casa e sua esposa estavam sendo investigados, eles são suspeitos por receptação de produtos roubados. Segundo a investigação, há a suspeita de que os documentos falsos seriam vendidos para justificarem faltas em serviço e para comprar medicamentos de uso controlado. Dois médicos, cujos nomes constam nos carimbos, informaram que desconhecem a existência dos carimbos em poder dos investigados. Os policiais procuram outros envolvidos, que já foram identificados, que serão indiciados pelos crimes de falsidade de documentos públicos e particulares, cuja pena pode chegar a seis anos de reclusão.

Operação Retomada prende quatro pessoas Policiais civis da Delegacia de Homicídios de Canoas prenderam quatro pessoas durante a Operação Retomada, no bairro São Luiz, em Canoas, na tarde desta quarta-feira (07/08). Segundo o delegado Marco Guns, a operação visou ao cumprimento de sete mandados de busca e apreensão e duas prisões preventivas. D.C.C foi preso e, em sua posse, os policiais apreenderam aproximadamente 800 gramas de cocaína e balança de precisão. Em outras duas casas, foram apreendidas drogas, um revólver com numeração raspada e munições. Foram presos em flagrante R.C.C. e A.A.S. por tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito. O último foragido se apresentou na delegacia no final da noite. Conforme o delegado, a operação Retomada recebeu este nome em função do poder paralelo do tráfico de drogas que ousou se instalar no pacífico bairro São Luiz, impondo medo aos moradores.


Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 11

Gravataí, 09/08/2013 - Pág. 10

Terça-feira (13) Jogo nº 1 às 20h: Chave A (01) Alta Voltagem X Realce F.F.G. (02) Jogo nº 2 às 20h50: Chave B (01) Estrela Sul X São Cristovão (04) Jogo nº 3 às 21h40: Chave A (03) Boca Juniors X G.F. Fênix/Milionários(04) Quinta-feira (15) Jogo nº 4 às 20h: Chave B (01) Estrela Sul X Ponte Preta (02) Jogo nº 5 às 20h50: Chave A (02) Alta Voltagem X G.F. Fênix/Milionários (04) Jogo nº 6 às 21h40: Chave B (03) Valência X São Cristóvão (04)

Quinta-feira (22) Jogo nº 10 às 20h: Chave B (01) Estrela Sul X Valência (03) Jogo nº 11 às 20h50: Chave A (02) Realce FFG X Boca Juniors (03) Jogo nº 12 às 21h40: Chave B (02) Ponte Preta X São Cristovão (04) Semi-finais Terça-feira (27) Jogo nº 13 às 20h: 1º lugar (A) x 2º lugar B Jogo nº 14 às 20h50: 1º lugar (B) x 2º lugar A Final Quinta-feira (05 de setembro) Jogo nº 15 às 20h30: Vencedor do jogo 13 x Vencedor do jogo 14

Reuniões definem proposições sobre Atleta na Escola e Jogos Escolares As instituições de ensino que ainda não realizaram a etapa escolar do programa Atleta na Escola terão prazo até 16 de agosto. Essa foi uma das deliberações do congresso técnico realizado na manhã desta quarta-feira (7), no CTG Aldeia dos Anjos, pela Prefeitura de Gravataí, por intermédio das secretarias municipais de Esporte e Lazer e de Educação. Esta também será a data limite para que os resultados sejam inseridos na página do Ministério da Educação (ME) na Internet. O encontro reuniu quatro escolas estaduais e 12 das 18 municipais que aderiram ao programa. O programa Atleta na Escola, projeto do Governo Federal por intermédio do ME, que visa estimular a prática do atletismo entre alunos de 12 à 17 anos das escolas estaduais e municipais. “A execu-

ção do programa Atleta na Escola, em Gravataí, é uma demonstração do alinhamento do município com as políticas públicas esportivas nacionais, buscando êxito nas olimpíadas de 2016. Queremos desenvolver o programa na sua plenitude, dando condições para que os talentos natos do esporte sejam descobertos e que tenham condições de continuar desenvolvendo seu potencial”, comentou o secretário de Esportes Luciano Oliveira. Também pela manhã ocorreu a reunião preparatória aos Jogos Escolares Municipais, que contou com a participação de 32 escolas. Durante o encontro foram apresentados o regulamento e cronograma da competição. As escolas terão até 16 de agosto para efetuarem a inscrição prévia e 22 de agosto para confirmação das mo-

dalidades, categorias e gêneros. O congresso técnico da competição será realizado no dia 29 de agosto, com os jogos ocorrendo a partir do dia 17 de setembro. O diretor financeiro da Secretaria Municipal de Educação Paulo Garcia destacou a importância

da integração das secretarias de Esporte e de Educação e as escolas neste projeto. “Esperamos que tudo transcorra conforme o programado e que os alunos possam se integrarem e se socializarem através do esporte”, destacou Garcia.

Culinária JG

sangue bom Amora provoca Fabinho. Vinny sai do Cantaí com Vanessa. Xande discute com Luz por causa de Camilinha. Áurea avisa a Damáris que ela só será feliz quando encontrar seu equilíbrio. Tina fica transtornada ao saber que Bárbara recebeu um convite para trabalhar com Vitinho. Amora fica furiosa ao saber que Malu ajudou Fabinho. Érico dá um fora em Cléo. Natan fala com Palmira e fica pasmo ao receber um telefonema de Verônica. Lili expulsa Brenda de sua casa. Wilson descobre que a fazenda onde Lívia está enterrada foi desapropriada. Plínio se decepciona com Irene por ter pedido para sua filha ajudar Fabinho. Bento procura Malu antes de ir ao laboratório, e Bárbara finge indignação ao vê-los juntos. AMOR À VIDA Valdirene se encontra com Ignácio. Amarilys confirma que perdeu o bebê. Félix pede para Valentim marcar um encontro com Ninho. Alejandra sugere que Ninho entre em um esquema para vender os seus quadros. Atílio se despede de Vega e decide passar alguns dias com Márcia. Michel avisa a Patrícia que precisa conversar com ela. Luciano marca de ir à casa de Joana. Glauce vai à casa de Bruno e se surpreende com o desprezo do rapaz. Ciça aconselha Paloma a assumir o que sente por Bruno. Michel pede para ficar com Patrícia, mesmo mantendo seu casamento com Silvia. Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

Áries: Novos planos. Mercúrio começa a caminhar por meio de Leão e a comunicação fica mais fácil, especialmente junto de seu amor. Um tenso aspecto com Saturno traz seriedade aos pensamentos e aos planos e projetos futuros no setor. Touro: Momento de séria reflexão. Mercúrio começa a caminhar através de Leão e você fica ainda mais fechado do que já é. Um tenso aspecto com Saturno faz seus pensamentos e a forma de se comunicar ficarem mais tensos e até meio densos. Gêmeos: Mercúrio, seu regente, começa a caminhar através de Leão e movimenta ainda mais tudo o que se refere à comunicação. No entanto, algumas conversas mais duras podem surgir, fazendo com que você coloque os pingos nos “is”. Câncer: Mercúrio deixa seu signo e começa a caminhar através de Leão, o que melhora significativamente seus acordos de negócios e o recebimento de faturas que estão atrasadas. Um novo projeto envolvendo publicações ou vendas pode surgir.

Rua, em francês Placa sobre casas Inseticida prejudicial à saúde Primeira nota musical (?) Nelson, ator dos EUA

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

Solução anterior 16

Solução

Angela Vieira em Flor do Caribe

www.coquetel.com.br Cirurgia para redução da gordura corporal em áreas localizadas Aquele que é indiferente ao amor

© Revistas COQUETEL 2011

A pessoa baixa e gorda O humífero é o de maior fertilidade

Pedra usada para afiar lâminas

Bacia na qual se batizam crianças

Muito boa Time catarinense Dentro, em inglês Ostentação

Pequeno marsupial australiano de pelagem cinzenta Atribuir a si

Jornal em que Clark Kent trabalha (HQ)

Filho, em inglês We (?) The Fallen, banda de rock dos EUA Roupão

Estabelecem vínculo

Libra: URespeite suas emoções e reflexões. Mercúrio começa a caminhar através de Leão e movimenta ainda mais seus relacionamentos de amizade e sua vida social. É possível que em um primeiro momento você fique mais fechado.

Vegetação rasteira A do Everest é acima de 8.000 m

Narcótico extraído da papoula

Prática exaltada por Chico Xavier

Expedição na selva africana Trecho inicial da viagem turística

Vermelho, em inglês Monstro com corpo de leão e cabeça humana (Mit.) Nome árabe Tipo de vasilha

Nó corredio facilmente desatável

Escorpião: Prepare-se, pois as responsabilidades podem aumentar sensivelmente. Mercúrio começa a caminhar através de Leão e movimenta ainda mais sua carreira, abrindo portas importantes para a concretização de planos e projetos..

A comemoração como o Natal (?) Barroso, compositor

País onde se situa o delta do Nilo Status político da Jordânia Raiz Agência quadrada espacial de 36

Sentimento que pode levar à violência Unidade de venda de brincos

Situação do objeto deixado em penhor Peça do ferro elétrico de passar

Que se abstém de prazeres sexuais 76

BANCO

Distrito Policial (sigla)

Stokes (símbolo)

Leão: Mercúrio começa a caminhar através de seu signo e movimenta tudo o que diz respeito à comunicação. Você estará mais aberto e falante, mas uma ponta de seriedade estará mais forte em sua maneira de se comunicar. Virgem: Momento de séria reflexão. Mercúrio começa a caminhar através de Leão e você fica ainda mais fechado do que já é. Um tenso aspecto com Saturno faz seus pensamentos e a forma de se comunicar ficarem mais tensos e até meio densos.

Guerreiro medieval japonês

Rede, em inglês

Cantor como Andrea Bocelli

Solução P P I V E L A B A S O N A R E A M T T U R A R E D A L I T I V A I A RI N O O A D O D P N C I A E N O R

Terça-feira (20) Jogo nº 7 às 20h: Chave A (01) Alta Voltagem X Boca Juniors (03) Jogo nº 8 às 20h50: Chave B (02) Ponte Preta X Valência (03) Jogo nº 9 às 21h40: Chave A (02) Realce F.F.G X G.F. Fênix/ Millionários (04)

Chave A Alta Voltagem Realce F.F.G Boca Juniors Chave B Estrela Sul Ponte Preta Valência São Cristovão Fase Classificatória

Deutério (símbolo)

T

Tabela do Campeonato de Futsal Feminino 2013

Flor do caribe Dom Rafael pede perdão a Chico, que acaba cedendo, a pedido de Prender (a algo) Olívia. Veridiana tenta acalmar Maria Bala endurecida Adília, dizendo que Chico avisará a Número de células Taís para não contar a ninguém sobre da ameba Luís (?) o pai de El.Candinho. A pedido Lacombe, de Ester, comp. de “minisjornalista série” Zuleika entrega a Hélio o documento esportivo norueguesa, falso feitoBanda por Duque, fingindo que foi gravou Alagoas (sigla) encontra a mandoOn“Take de Dionísio. Ester Me” um documento de Klaus Wagner com BANCO impressão digital. Maria Adília fica desesperada ao ouvir de Guiomar que ela vai exigir que Dionísio reconheça Candinho como seu filho.

R E E N S T I M A E C A R A L I A L S R A D E F E S A F R E I I G N I G S T E T O

condições para as disputas; já que a competição não aconteceu no ano passado.

L I N S P O C O A L A V O S A O P I O I A C R I D A D A L Ç A D Ã C O N S A E R E S I C A S

secretário afirma que a secretaria está trabalhando para que as equipes tenham as melhores

Instância da Justiça Eleitoral Aborrecer

2/in. 3/are — net — red — son. 4/solo. 6/avocar — retaca. 7/esfinge — festiva.

lamento, bem como houve o sorteio das equipes para composição das chaves (veja abaixo toda a programação dos jogos). Alta Voltagem e Realce FFG, pela chave (A), fazem o jogo de abertura; Estrela Sul e Ponte Preta jogam o primeiro jogo válido pela chave (B). Segundo Luciano, a expectativa é grande: “Tivemos um Campeonato da Série B maravilhoso, com alto nível técnico e com um público excelente, prestigiando os jogos. Esperamos que isto se repita também no Municipal Feminino”. O

L O G I A E R O D I L I V T E M E U P E R R I S B A R C I I L I O A I O S T R T D R R U E E L O M M A D O J U D D N E S T O

A

Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Smel) organizou na noite de quarta-feira (7) o congresso técnico no Ginásio Aldeião, com a presença dos representantes das oito equipes participantes do Campeonato Municipal de Futsal Feminino. A competição começa na terçafeira (13), no Ginásio do Aldeião, a entrada é franca. Com a presença do secretário da Smel, Luciano Oliveira, e do diretor técnico da Smel, Celso Oliveira, foram dirimidas todas as dúvidas referentes ao regu-

C A T O J M U M D A N A R H A R U E M T NA D O IT O A T A R A M I U A A E R

Motivado pela evolução tática e técnica no Gre-Nal, descrita pelo diretor-executivo Rui Costa, o Grêmio encara nesta quinta-feira, às 21h, o Coritiba com a obrigação de vencer. Bom aluno não é só aquele que está presente, mas sim aquele que mostra eficiência nos momentos certos do ano. Passada a prova mais difícil, o clássico, o Tricolor tem a chance de alcançar os primeiros da classe, os clubes que hoje integram o G4. Com os três pontos na Arena, o time gaúcho poderá chegar à quarta colocação se vencer por 4 a 0 e ficar bem próximo do próprio Coxa. Ainda que o resultado do Gre-Nal não tenha sido benéfico para o Grêmio, jogadores e dirigentes mostraram satisfação com o desempenho do time no clássico. O esquema 3-5-2, antes desconhecido do atual grupo, passou a ser o alicerce para buscar a reação no campeonato e transformar uma campanha irregular em uma trajetória pautada pelo crescimento. Para Adriano, a nova formação possibilitou ao Grêmio maior liberdade para os jogadores do meio e a criação de chance de gols. "Fomos bem no Gre-Nal com um esquema novo. Tivemos mais chances de marcar, mas não conseguimos concluir", avaliou.

FOTOS DIVULGAÇÃO/PMG

u Ingredientes

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS 3 xícaras de leite, 1 xícara de óleo, 2 e ½ xícaras de farinha de trigo, 3 ovos, Sal, MALHAÇÃO www.coquetel.com.br © Revistas COQUETEL 1 colher cheia de 2011 fermento em pó ou 1 envelope, 3 colheres de sopa de queijo Comercial (abrev.) É invalidado pelo Bem, mal, Rejeição do ExecuFoi pres- sua Estudo com Ronaldo Ben fala sobre ralado. Recheio: 1 lata de ervilha escorrida, 1 lata de milho escorrida, tivo a projeto de lei tada ao árbitro em casos de assim das e Única função daparmesão impedimento, no melhor doenças pósdesejável Japão memória ROM do família nos EstadosRecurso Unidos. Flaviana Sal,futebol 1 peito de frango de campo do fígado (Gram.)cozido e desfiado, ½ cebola picadinha, 1 tomate picado numa negociação tsunâmi computador sem pele, 3 colheres de sopa de tempero verde, 3 colheres de sopa de queijo pede a ajuda de Vera para convencer parmesão ralado, 1 colherinha de orégano e Tempero completo seus pais a deixarem que ela estude Puro Instituto no Grajaú. Vitor decide continuar treide (?) Quest, u Militar Modo de preparo Engenhabanda ria (sigla) nando. Os pais de Flaviana permitem mineira bata todos os ingredientes da massa no liquidificador sempre deixando a fari(?) ManAndré que a filhaHeller, estude no Grajaú e Verazan, seatriz 54, em jogador nha para o final e reserve. Para o recheio misture todos os ingredientes despeje romanos Que de vôlei surpreende. Ronaldo pergunta a Bennãosefala uma pequena parcela da massa em uma assadeira untada e, depois, acrescente PresunRenda (?) çosoalguma menina. capita: ele gosta Cometer de o recheio ganho in- , cubra com o restante da massa. Leve para assar em forno pré-aquecido, temperatura média/baixa por dividual engano Abelardo desiste de seu esquema aproximadamente 40 minutos ou até dourar. Dar as O ângulo cores do da cantocom Sidney, Minhoca e Zureta. Martin arconeira Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br íris a leva Flaviana Ator de para passar à noite na Desejo “Caminho sexual casa de Sofia da Liber- e tenta provocar ciúmes dos dade” animais em Anita.(?)Vera Jorge, não consegue falar com Unidade Orelha, autor de de venda inglês Luciana. “Pretinha” Bernardete afirma a em Caetano de álcool (MPB) Empresa que aceitá-la como A maior que ele terá Destina ela de infordas recurmática partes sos a é. Ben consegue um trabalho. Martin dos EUA da bacia (Anat.) Irado aborda Anita e afirma que vai recon- Criados Avaliador de obras Comboio quistá-la. de arte do metrô

P O D E R D E B A R G A N H A

Grêmio quer entrar no G4

Jogos começam na terça-feira (13), às 20h, no Ginásio Aldeião, com entrada gratuita

Empadão preguiçoso

V H E A T O P E R E S I D P E E N C M I A L

O técnico Dunga encaminhou no treino desta quintafeira o provável time que vai entrar em campo para encarar o Atlético-PR no domingo, às 18h30min, no estádio do Vale, pela 13ª rodada do Brasileirão. No CT Parque Gigante, o treinador promoveu a entrada dos reforços Scocco e Alex na equipe titular. O argentino, cuja estreia foi no segundo tempo do Gre-Nal, marcou um gol na atividade. Só que os reservas venceram o coletivo por 2 a 1 – Alan Patrick e Caio balançaram as redes. Alex deve voltar a vestir a camisa vermelha neste fim de semana. O volante Josimar foi poupado do treinamento e é dúvida para encarar o time paranaense. O time titular treinou com: Muriel; Ednei, Juan, Ronaldo Alves e Kleber; Airton, Willians, Alex e D'Alessandro; Scocco e Damião. Já os reservas tiveram: Agenor; Winck, Alan, Romário e Fabrício; Ygor, Bolatti, Alan Patrick e Jorge Henrique; Otávio e Caio.

Secretaria de Esporte prepara Municipal de Futsal Feminino

Resumo de Novelas

3/a-ha — ear — rue. 4/ílio — laje — mara. 8/ed harris. 11/hepatologia.

Scocco e Alex treinam

Sagitário: Mercúrio começa a caminhar através de Leão e vai movimentar ainda mais seus projetos de viagens e estudos fora do país. Um projeto de médio prazo pode também começar a se movimentar e dar os resultados esperados. Capricórnio: Mercúrio começa a caminhar através de Leão e vai movimentar ainda mais seus projetos de viagens e estudos fora do país. Um projeto de médio prazo pode também começar a se movimentar e dar os resultados esperados.. Aquário: Amizades em alta. Mercúrio começa a caminhar através de Leão e seus relacionamentos ganham um novo colorido e impulso. Peixes: Mercúrio começa a caminhar através de Leão e seus projetos de trabalho ganham um novo movimento. Se estiver pensando em mudar de emprego, faça-o já, pois as possibilidades ficam ainda maiores do que já estavam.


JORNAL DE GRAVATAÍ Sexta-feira, 09 de agosto de 2013

Jornal de Gravataí apresenta

Larissa Hoffmeister como a nova colunista social

Larissa assume página a partir da próxima segunda-feira (12) em um projeto que visa interatividade engajada

T

endências nas áreas de cultura, arte, moda, gastronomia, design e estilo agora tem nome no Jornal de Gravataí: Larissa Hoffmeister. A contracapa do JG será reservada, todas as segundas-feiras, para a autenticidade com destaque para as pessoas. O projeto envolverá não só a versão impressa ilustrada da coluna, mas também uma interatividade engajada na comunicação colabora-

tiva que as redes sociais como Twitter, Facebook e Instagram oferecem. ‘’Relevância está ligada ao que é único, original. A coluna tem o objetivo de deixar bem claro que alguém fez isso e que é único. A pretensão é conseguir garimpar experiências sociais, tanto na dimensão material, corpórea, quanto simbólica. Vamos dar destaque não só ao que diz respeito ao prestígio e a destreza estética, mas também às pes-

soas que fazem as coisas acontecerem, de uma forma original e criativa. Funcionará como uma projeção da variação dos gostos nos segmentos sociais em Gravataí e, como consequência, conseguir com que públicos distintos se identifiquem’’, explica Larissa. A colunista salienta a importância de uma comunicação participativa no projeto, e diz que a premissa é que as pessoas sintam-se à vontade para se

inserir também na produção de registros multimidiáticos para colaboração da página ‘’As pessoas estão cada vez mais conectadas com a mobilidade da tecnologia digital, e isso é bom! Elas têm interesse e capacidade de agir participativamente. Gostam de expressar suas opiniões, de mostrar suas experiências de socialização. A coluna será de conteúdo produzido com inteligência coletiva’’, observa Larissa.

O cartão TEU! permite que você recupere seus créditos em caso de perda ou roubo do cartão.

? a ç n a r Segu www.teubilhete.com.br

www.sogil.com.br

O cartão é feito na hora! Faça já o seu e aproveite todas as vantagens do bilhete TEU! Antecipado. Basta você levar seu RG e CPF à Central de Atendimento SOGIL TEU! Rua Cel. Sarmento, 1675, centro de Gravataí Fone: 3484 3773.

Agilidade Segurança Integração


ANO 9 - EDIÇÃO 1780ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, 09 DE AGOSTO DE 2013 - R$ 1,00