Page 1

ANO 9 - EDIÇÃO 1752ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00

5 de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha Circulação nos Pág. municípios ► ESPECIAL

Sistema prisional do Rio Grande do Sul agoniza Gravataí tem o Instituto Penal Casa do Albergado Santos e Medeiros que abriga atualmente 54 apenados

► ENQUETE

Na sua opinião, qual o motivo da falta de médicos na rede pública de saúde? ► ESPORTE

Pág. 3

Dupla de reforços chega ao Cerâmica

Pág. 9 ► OPORTUNIDADE

Páginas 6,7 e 8 ► NO VOTO

Apontamento de prioridades para o Estado conta com a participação da comunidade Durante a assembleia foram escolhidos 16 delegados e mais de 10 suplentes que irão defender as prioridades Pág. 5

Estande promove último dia de inscrição do ProJovem Trabalhador Pág. 10


Opinião/Serviços

Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

EDITORIAL: O JG está muito bem acompanhado

E

Transporte ilegal... A operação realizada na última terça-feira, em parceria entre a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana e a Brigada Militar é exemplar, protege o cidadão e os direitos das empresas que tem a concessão do transporte público. Não é apenas na Estrada Lino Estácio dos Santos, onde a operação foi feita, que existe esse tipo de transporte na cidade. Também na região do Passo da Caveira funciona o mesmo tipo de “serviço”, nas brechas deixadas pelo transporte público, como é o caso dos bairros do complexo do Rincão da Madalena. Também seria bem vinda uma fiscalização mais rigorosa por parte da Prefeitura na execução de serviços concedidos pelo Município, com o transporte público e a água, por exemplo.

m sua luta diária para manter seus leitores da Aldeia e Região bem informados, o Jornal de Gravataí não está mais tão sozinho. A empresa jornalística nascida há oito anos faz parte agora da família da Associação dos Diários do RS (ADI), integrada por mais 16 jornais de circulação diária espalhados por todo o Rio Grande do Sul. A direção e funcionários estão comemorando esta nova parceria, que vai favorecer o intercâmbio com empresas e profissionais imbuídos do mesmo desejo de cumprir um papel de responsabilidade social nas cidades onde trabalham. Como registrado em seu próprio estatuto, a ADI foi fundada em Porto Alegre, em 27 de abril de 1992 e é uma associação, sem fins lucrativos ou econômicos, constituída por empresas jornalísticas, editoras de jornais diários sediadas no interior do estado do Rio Grande do Sul. Tem entre seus objetivos coordenar os órgãos de imprensa, suas associadas,

Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

jornais; manter e desenvolver intercâmbio, entendimento e acordos, visando alcançar seus objetivos; estimular o fortalecimento da iniciativa privada, ponto fundamental da imprensa livre e responsável; promover a realização de congressos, seminários, simpósios, certames e reuniões de caráter regional ou estadual, com objetivos idênticos ou semelhantes aos que justificam a criação e o funcionamento da Associação; favorecer o

associadas junto aos poderes públicos, independente de outorga de mandato específico; desenvolver seus serviços de modo a proporcionar assessoria especializada às associadas, sempre que solicitada na forma dos termos aprovados pela Diretoria; postular a adoção de medidas legais de proteção e amparo aos interesses morais e materiais dos

aprimoramento profissional dos que trabalham em jornal; defender o livre exercício da profissão de jornalista; instituir o código de ética a prevalecer entre as suas associadas; promover a celebração de convênios com instituições similares nacionais ou estrangeiras, de reconhecida atividade democrática, visando o estabelecimento do intercâmbio de notícias e de

informações. Para o JG, que nasceu como um empreendimento baseado na simplicidade, no respeito ao leitor e no compromisso com a verdade, pertencer à ADI pode ser definido como aquele guri mais novo ser aceito no time da gurizada mais experiente. Neste contexto, o JG acredita que ao se tornar o mais novo associado da entidade terá a oportunidade para crescer como meio de comunicação, ficando mais próximo daquilo que os leitores esperam de um jornal diário. Até porque por melhor que um jornal consiga ser, aqueles que o produzem sabem que sempre é possível melhorar um pouquinho, pressuposto para quem trabalha para chegar à excelência. Este é mais um passo importante na história do JG, que tem como missão tornar-se o jornal mais apreciado do Vale do Gravataí, democraticamente acessível para todos os públicos, como um espelho no qual a comunidade possa se ver diariamente, em suas múltiplas faces.

Edenir Raupp

LOTERIAS

time mania (Concurso 445):

Professora de Língua Portuguesa e especialista em Língua Inglesa

09 - 17 - 28 - 38 - 46 - 64 - 76

CRIANÇAS PRECISAM DE BONS EXEMPLOS

PREVISÃO DO TEMPO Sexta-feira Mín. 15° Máx. 26° Sol com muitas nuvens. Pancadas de chuva à tarde e à noite.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADI Filiado à ADJORI

na defesa da democracia e da livre iniciativa; sustentar a liberdade de manifestação, do pensamento, da informação, da publicidade e da propaganda; defender as empresas jornalísticas, suas prerrogativas como executores de empreendimento de interesse público, assim como direito de livre exercício de suas atividades, suas garantias legais e o respeito aos princípios da responsabilidade; representar os interesses gerais de suas

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Katterina Zandonai e Claudio Oliveira Editor-Geral e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - Pda. 64 CEP 94.060-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

Q

uando uma criança vem ao mundo espera-se que quem a colocou tenha dignidade para educá-la, condições financeiras para mantê-la, que se possa contratar pessoas preparadas para ajudar a cuidar desse dela, pois precisa dos adultos, uma vez que não é um animalzinho, que logo após o desmame já pode se virar sozinho, “fazer pela vida” e lutar por sua sobrevivência. Para apoiar os pais, existem creches, escolas de educação infantil, onde geralmente ficam em turno integral. Para apoiar as crianças, existem os conselheiros tutelares, eleitos pela comunidade, que em um trabalho com o ECA – Estatuto da Criança e do Adolescente - procuram estar atentos aos tratamentos que essas crianças estão recebendo na sociedade. A criança é um ser em constante aprendizagem e deveria ter na família o apoio para seu desenvolvimento, mas frequentemente é vítima de abusos, maus tratos, seja por parte de pais, padrastos, madrastas ou cuidadoras. E é a isso que assistimos diariamente

nos noticiários: crianças vítimas da própria sociedade, que deveria cuidá-las e orientálas! Infelizmente nem todas as pessoas nascem preparadas para essa missão. Aliás, criança não vem com manual de instrução, nem com certificado de garantia, por isso cada uma tem suas especificidades e deve ser tratada com carinho, para que esse bem maior não seja criado com mais defeitos do que com qualidades. Quando se coloca uma criança em uma escola de educação infantil, esperase que as “tias” estejam preparadas e sejam formadas para conviver com todo tipo de comportamento típico infantil. Obrigar uma criança a comer, quando não está com fome? Colocá-la em um quarto escuro, porque não obedeceu às regras do adulto? Não permitir que a criança não vá ao banheiro fazer suas necessidades, porque a cuidadora terá que limpá-la? Isso é realmente o fim! Esses foram apenas alguns motivos que levaram a cidade de Monte Alegre dos Campos, interior do RS, a ser notícia nesta semana. Enquanto isso, aqui na

cidade, correm boatos de que um conselheiro tutelar, tem sido visto em festas com jovens e, ainda por cima, vendendo energéticos paraguaios. Não é a origem do energético o problema, mas sua prática! Um conselheiro tutelar é uma pessoa eleita por uma comunidade e que passa por muitas provas e testes psicotécnicos, para ajudar os órgãos municipais a proteger as crianças das violências e dos crimes. Um cidadão bem pago, mesmo correndo riscos que a “profissão” requer, deveria estar mais atento a essas situações e ser bom exemplo para os jovens. Por enquanto é um boato, mas aquele velho ditado que diz que “quanto o povo fala ou foi, ou é, ou será”, geralmente é fato. Será que ficará somente em boato e o caso será abafado ou serão tomadas providências para que se apurem a veracidade do boato? Em plena SemanECA – Semana do Estatuto da Criança e do Adolescente, cujo objetivo é conscientizar a sociedade da importância do Estatuto e da proteção às crianças, essa

não seria a melhor notícia à comunidade. Não podemos desmerecer o trabalho de nossos conselheiros tutelares, que enfrentam diariamente uma série de entraves, quando precisam tomar decisões, no sentido de garantir a proteção e os direitos das crianças. Crianças precisam de exemplos, bons exemplos! Se o profissional não está em condições psicológicas de cuidá-las, que se afaste, que procure outra atividade que não precise castigar uma criança ao ponto de traumatizá-la. Os pais precisam estar seguros de que seus filhos estão sendo protegidos, cuidados, seja na escola de educação infantil, na escola regular ou na sociedade. Um bom conselheiro tutelar pode realizar seu trabalho, sendo parceiro dos jovens, mas não fazendo deles um meio de negócios! Essa prática é inadmissível! Estamos atentos! Cuidem das crianças para se tornem cidadãos mais críticos, mas não violentos!


Comunidade

enquete JG Via página do Jornal de Gravataí no Facebook

Na sua opinião, qual o motivo da falta de médicos na rede pública de saúde? Além dos baixos salários, só estuda medicina no Brasil quem tem condiçōes financeiras (com exceçōes, é claro), pois as vagas sāo limitadas. Falta também atençāo dos governantes para com a saúde. O Brasil em geral precisa urgentemente de investimentos na saúde e na educaçāo. Emanuelle Maia

Na minha opinião é o salário muito baixo pago pelo SUS e também a estrutura precária de muitas instituições de saúde. Os municípios, os estados e até mesmo o Brasil não investem em melhorias para atender a população, como um profissional da saúde vai trabalhar sem condições de dar uma medicação ou até mesmo exames se falta tudo ou está estragados os equipamentos? Isso é puro descaso com a saúde! Carla Monteiro Soares

Salários e condições adequadas são apenas a ponta do iceberg. Antes de tudo isso vem a falta de vontade política do governo de querer investir na saúde. Saúde, ao contrário do que pensam, não gera votos nas eleições. Então, para eles, saudáveis ou não, não faz diferença, até porque eles tem planos de saúde. Umberto PCaletti

Falta Médicos porque nem todos se sujeitam a ganhar uma merreca. Já que eles têm maneiras mais cômodas de receberem mais e o negócio deles não é a prática da caridade. Eles têm família para sustentar, deram um duro danado para enfrentar o vestibular, as aulas na Faculdade que para quem conhece, sabe que é cem vezes mais puxado do que qualquer outro curso. Enfim se prepararam e ai vem uma oferta para ganharem dois mil por mês quando podem, facinho, facinho, conseguir 30? VALORIZAÇÃO DO PROFISSIONAL E CONDIÇÕES DE TRABALHO. Simples Assim! Nita Dalpiaz

Palavras do secretario: Credibilidade ótima. Teobaldo Ferreira Magalhaes

Por muito tempo cursar medicina foi inatingível para a grande maioria da população. Na UFRGS o vestibular de Medicina é muito concorrido e nas universidades particulares o curso é caríssimo, isso impede muitos jovens de ingressar na carreira para médico, cresceu o número de população e o Brasil não conseguiu formar médicos em quantidade suficiente para suprir o aumento da demanda. Espero que o Prouni esteja mudando esta realidade, bem como os formandos que estejam sendo contemplados com bolsas, façam seu trabalho com amor e respeito aos pacientes, não como muitos que só pensam no salário, que atendem mal e não cumprem horários. Lidiângela Maia Os médicos estrangeiros estão sendo tratados pelo governo como "a salvação da lavoura", enquanto não houver melhorias no atendimento, destinação de recursos adequados e transparência, a saúde brasileira continuará no caos em que se encontra! Profissionais qualificados temos sobrando, o que falta é condições e salários dignos para estes profissionais! Neila Machado Cardoso

Não é só medico que está faltando, mas sim um pouco de bom senso. Exemplo disso é o posto de saúde Cohab A. Você tem que madrugar, digo madrugar 3h da manhã para pegar uma ficha para agendamento de consulta. Isso é um absurdo! Fora se você precisar de algum médico no posto eles não atende, te mandam para o SUE 24 horas, que lá é pior ainda, tem que ter mais educação com a população, isso sim. Carla Monteiro Soares

www.facebook.com/jornaldegravatai

Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone (51) 3421.3381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu nome, telefone e endereço.

Imensa inveja... Quem escreve para a coluna de hoje é o leitor Maurício Vargas, sobre a pavimentação da Rua América do Sul, no bairro Parque Garibaldino. Leia a seguir a sequência de emails que ele já encaminhou buscando resolver o problema da rua onde mora: “Bom dia Silva. É com uma imensa inveja que leio sua coluna hoje (03/07), referente ao “Asfalto Novo” da rua São Carlos, agradecido pelo Leitor. Nós, moradores da Rua América do Sul, continuamos aguardando aquele retorno referente ao e-mail enviado à sua coluna dia 11/03/13 e prontamente publicado na sua coluna dia 12/03/13. Conforme segue abaixo”. Em março... “Peço apoio ao JG na esperança de solucionar um problema que assola os moradores da Rua América do Sul em Gravataí (trecho da Travessa Zélia Matos até a RS 020)”. Já solicitei essa informação diretamente à Prefeitura via email dia 15/10/12. Abaixo o texto enviado ao e-mail smov@ gravatai.rs.gov.br, do qual até agora não recebi nenhum retorno”. No ano passado... “Gostaria de solicitar apenas uma informação referente à pavimentação da rua América do Sul, obra licitada e aguardando início. Conforme secretário Paulo Martins garantiu na reunião do OP do dia 12/06/12, por se tratar de ano eleitoral só poderiam realizar as obras já licitadas e que até o final doano a obra seria concluída. Há uma previsão para o início da obra? Sofremos com o barro e os buracos que se formam com as chuvas e o acesso com a RS-20 tem um degrau considerável ocasionando até prejuízos para os desavisados. Agradeceria se pudessem informar quando teremos o inicio da obra pois será o fim dos nossos problemas. Grato se conseguirem alguma informação referente a tal obra, visto que já estamos em março de 2013 e nem sinal de início dos trabalhos, mas o carne do IPTU veio, esse não falha nunca. Obrigado pela atenção. Maurício Vargas”. Segundo semestre “Tenho acompanhado outras solicitações e a resposta é sempre a mesma que retomarão as obras no segundo semestre. Pois bem, ele está ai. Qual será a resposta agora? Abraço”. Recado dado Maurício Vargas. Sem resposta nenhuma... Outra leitora que volta a escrever para o Silva é Andrea Zimmermann, que reclamou do atendimento da Sogil nos horários de ônibus que ela utiliza. Leia a seguir: “Bom dia! Conforme esperado já se passaram três dias utéis e nenhuma resposta nem da Metroplan e da empresa Sogil (esta apenas perguntou qual foi a parada que embarquei). Mas reposta pelo ocorrido ou pedido desculpa ou ainda alguma gentileza, nenhuma. A demora na resposta mostra o derespeito que estas entitades/empresas têm pelos usuários do transporte coletivo público intermunicipal”. Recado dado Andrea Zimmermann.

Senha do dia:

“Nos contaram outra historinha para boi dormir, mas o gigante acordou...”


Opiniăo

Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 4

Dois pesos e duas medidas

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Marcio Souza é o novo presidente do PV O vereador de Gravataí, Marcio Souza, é o novo presidente do Partido Verde no RS. Decidida na quinta-feira da semana passada, a escolha de Marcio para comandar o partido no Estado foi homologada ontem pelo Tribunal Regional Eleitoral. Marcio já foi do PT, mas acabou saindo do partido depois que ajudou a comandar a queda da prefeita Rita Sanco, envolvida em malfeitorias que resultaram na sua cassação. Dentro do PV, ele é da corrente que defende maior autonomia do partido em relação ao PT e ao governo Tarso Genro no RS.

O vereador Carlito Nicolait (PT) acusou ontem a Comissão de Constituição e Justiça da Câmara de tendenciosa. Segundo ele, o parecer da Comissão é político. A indignação do petista se deu porque durante a votação da ordem do dia projeto de lei nº 083/2013 de sua autoria foi retirado de tramitação sob o argumento da inconstitucionalidade. O parlamentar afirmou ainda que projetos com teor semelhantes têm pareceres diferenciados na Comissão. O projeto de Carlito rejeitado pela comissão estabelece regras para pavimentação de ruas de forma sustentável.

Deputada Manuela destina emenda para quadra esportiva na Santa Rita

E

m audiência com o chefe de gabinete da deputada federal Manuela D’Ávila (PCdoB), Ivandro Morbach, e a vereadora Maribel da Rocha Wagner (PCdoB), na quarta-feira à tarde, com a presença do secretário municipal de Esporte, Recreação e Lazer (Smel), Luciano Oliveira, o prefeito Marco Alba tratou do encaminhamento de emenda parlamentar no valor de R$ 300 mil para reforma, ampliação e modernização da quadra poliesportiva da Escola Municipal de

Ensino Médio Santa Rita de Cássia, na Cohab A. — Muito importante o empenho da vereadora para que a destinação de valor seja efetivada, beneficiando a comunidade daquele entorno, que também fará uso do espaço — comenta o prefeito Marco Alba. Ainda de acordo com o prefeito, se confirmado o repasse do valor pelo Ministério do Esporte, a quadra de esportes será totalmente recuperada, com a colocação de uma nova cobertura e piso de madeira adequado à prática esportiva.

— Isso vai permitir o uso não somente pela comunidade escolar, para aulas de educação física, mas também pelas pessoas do bairro, através da implantação de núcleos esportivos desenvolvidos pela Secretaria de Esporte — reforça o secretário Luciano Oliveira. Além da contrapartida da Prefeitura em R$ 24 mil, o que eleva o investimento para R$ 324 mil, o município também vai oferecer, por meio da Smel, profissionais da área de educação física e material esportivo.

Alceu Moreira visita Dilamar O vereador Dilamar Soares recebeu ontem à tarde, em seu gabinete, na Câmara de Vereadores, a visita do deputado federal Alceu Moreira (PMDB). Correligionários de longa data, Alceu ficou surpresa com a notícia da possibilidade de saída de Dilamar do partido e fez questão de vir conversar com o amigo. Os dois são muito próximos tanto em virtude de serem colegas de partido como pelo fato de serem originários do Litoral Norte. O deputado é natural de Terra de Areia enquanto Dilamar de Mostardas. O encontro, acompanhado pelo presidente da Câmara, vereador Nadir Rocha, também tratou de possíveis investimentos para o Município e sobre o novo paradigma da política nacional. Dilamar e Alceu conhecem a trajetória um do outro, portanto, uma possível aproximação com vistas as eleições do próximo ano também pode ter sido pauta da conversa.

Vereador Dilamar recebe o deputado Alceu Moreira

Bombeiros homenageiam Fonseca O vereador Carlos Fonseca (PSB) foi homenageado pelo Corpo de Bombeiros de Gravataí, devido a sua constante luta a favor de melhorias para a corporação e, desta forma, possa atender melhor as demandas da população gravataiense. O capitão Iremar Charopen entregou a placa a Carlos Fonseca.

Capitão Charopen entrega placa a vereador

Transporte coletivo

Prefeito Marco Alba esteve reunido com representantes da parlamentar para detalhar como será feito o investimento

Centro de Iniciação ao Esporte O secretário Luciano ainda reforçou o pedido ao representante da deputada Manuela D’ávila sobre a importância de o Município receber um Centro de Iniciação ao Esporte (CIE). Gravataí está habilitada para o modelo III, que prevê a constru-

ção de um ginásio poliesportivo e um complexo de atletismo, totalizando uma área construída de 3.750 metros quadrados, num investimento previsto de R$ 3 milhões. O CIE será construído numa área no bairro São Vicente. Segundo Luciano, o Governo Federal deverá anunciar as cidades contempladas

no próximo dia 17 de julho. De acordo com o diretor de Recreação e Lazer da Smel, Adroaldo Gardê, é decisivo o auxílio da deputada Manuela e da vereadora Maribel para o Município que, pela primeira vez, está tendo um governo que tem um olhar especial para o esporte.

Presidente da Câmara recebe o deputado Miki Breier O presidente da Câmara, vereador Nadir Rocha (PMDB), recebeu nessa quinta-feira à tarde a visita do deputado estadual Miki Breier (PSB). Na agenda com o vereador do PSB, Paulo Silveira, e o presidente do diretório municipal da sigla, Luis Stumpf, Nadir Rocha reforçou a necessidade dos parlamentares estaduais com base de atuação no Município participarem de forma mais incisiva na defesa do Hospital Público Regional em Gravataí. O deputado manifestou o seu apoio e se colocou à disposição do Legislativo nas ações para que o projeto se concretize na cidade. O presidente Nadir Rocha enalteceu a importância desse apoio e agradeceu a visita do deputado. O vereador Dilamar Soares (PMDB) também Vereadores reforçaram pedido de apoio do deputado na participou da reunião. luta pelo hospital regional

O vereador Paulo Silveira (PSB) recebeu na terça-feira à tarde a visita da representante da Aponte Coletivo, Joice Lopes, para falar sobre a mobilidade urbana e o transporte alternativo do município de Gravataí. A Aponte é um movimento que tem o objetivo de discutir a melhoria das cidades da região metropolitana. O debate sobre a mobilidade urbana é o tema central do grupo.

Paulo Silveira recebe representante da Aponte Transportes

Coordenadoria da Unimed O ginecologista e obstetra Dr. Marcelo Leone de Souza Lima continua à frente da Coordenadoria Regional da Unimed Porto Alegre em Gravataí. O médico foi escolhido para ficar no cargo por mais três anos, até 2016. A Coordenadoria conta com 39.180 vidas em sua base de clientes e também atende aos municípios de Alvorada e Glorinha.


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 5

Apontamento de prioridades para o Estado conta com a participação da comunidade

A

Durante a assembleia foram escolhidos 16 delegados e mais de 10 suplentes que irão defender as prioridades

Secretaria Municipal de Governança Comunitária de Gravataí coordenou na noite desta quarta-feira (3), a Assembleia Pública Municipal do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã, realizada no Plenário da Câmara de Vereadores. Com ampla participação e envolvimento da comunidade, o encontro contou com a presença de 472 pessoas. Durante a assembleia foram escolhidos 16 delegados e mais de 10 suplentes que irão defender as prioridades e os investimentos no município. Entre os integrantes da sociedade civil estão incluídos órgãos da segurança pública, como Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, além de instituições de outras áreas e líderes de associações comunitárias. Foram apontadas dez sugestões de projetos para a cidade e três demandas estratégicas

para o Estado. A partir das indicações, o município se candidata a receber verbas estaduais em 2014. Entre os programas prioritários estão os setores: Cultura e Inclusão Social, Saúde, Segurança Pública e Defesa Civil, Cidadania, Justiça, Direitos Humanos e Políticas para Mulheres, Meio Ambiente e Recursos Hídricos, Esporte, Lazer e Turismo, Desenvolvimento Social e Erradicação da Pobreza, Habitação e Desenvolvimento Urbano, Educação Básica, Profissional e Técnica e Desenvolvimento Econômico. Votação Para o secretário de Governança Comunitária, Acimar Silva, a participação das comunidades do Município no encaminhamento dos projetos é fundamental. “Através da escolha dos delegados nós vamos fazer o máximo possível para

atender as demandas de Gravataí e realizar as obras e os investimentos necessários tão vitais para o desenvolvimento da cidade. Vamos garantir estas verbas estaduais e melhorar cada vez mais a qualidade de vida da população”, afirmou o secretário. As propostas serão defendidas pelos delegados junto ao Conselho Regional de Desenvolvimento Estadual (Corede) em votação que vai acontecer nos dias 6 e 7 de agosto. Também participaram da assembleia o vice-prefeito Francisco Pinho, o presidente da Câmara de Vereadores, Nadir Rocha, o coordenador da Metroplan, Júlio do Prado, executivo do Corede, Marco Caselani, os veradores, Evandro Soares, Maribel Wagner, Alan Vieira, Alex Tavares, Beto Pereira, Clebes Mendes, Juarez Souza, Paulo Silveira, integrantes do governo e servidores municipais.

Fotos: DIVULGAÇÃO/PMG

Médicos e estudantes realizam Caminhada pela Saúde Mais de 300 médicos e estudantes de medicina participaram na tarde desta quarta-feira (3) da Caminhada dos Médicos pela Saúde, em Porto Alegre. O ato, organizado por entidades médicas do Estado teve o objetivo de protestar contra a vinda de médicos estrangeiros ao país, anunciada pelo governo federal, e de cobrar melhorias na carreira e mais investimentos no Sistema Único de Saúde (SUS). A caminhada, que teve inicio às 17h, em frente ao Museu de História da Medicina e seguiu até a Praça da Matriz, incluiu faixas, cartazes, balões e palavras de ordem. A maioria dos cartazes continham frases de repúdio a presidente, entre elas: “Por que a Dilma se trata no Sírio Libanês, enquanto a população espera na fila do SUS” e “Dilma me chama

de Copa e investe em mim”. As palavras de ordem como “Carreira de médico aprovada, população beneficiada” e “Médico sem validação aqui não”, também tiveram espaço e conduziram os manifestantes até a Praça. “Não somos contra a vinda dos estrangeiros, porém queremos que eles tenham o diploma revalidado,

assim como acontece com os médicos brasileiros”, explicou o presidente do Núcleo Acadêmico do Sindicato Médico do Rio Grande do Sul (Simers), Willian Adami. Para o estudante, o governo deve fazer valer o projeto de iniciativa popular que prevê a destinação de pelo menos 10% da verba da União para a saúde.

LIGUE: 3421-3381

publicação legal CASAMENTOS Edital nº 052/2013

VALECY CABELEIRA BITELO - Oficial do Registro Civil das Pessoas Naturais, faz saber, que se habilitaram para casar por este Cartório: 1 – ADRIANO MEDEIROS STEINMACHER e JENNIFER VALDECI LIMA 2 – SCHERON VINICIUS VALÉRIO e MÔNICA SILVEIRA DE AGUIAR Quem conhecer algum impedimento, acuse-o na forma da Lei no Endereço: Rua Dr. José Loureiro da Silva, 1826+ Gravataí,5 de julho de 2013 Valecy Cabeleira Bitelo Oficial de registro


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 6

ESPECIAL

Sistema prisional do Rio

Gravataí tem o Instituto Penal, a Casa do Albergado S Eliane Iensen

C

om 28.847 presos em todo o Rio Grande do Sul e 21.425 vagas, o sistema prisional do Estado está agonizante. Além de um déficit de quase 7,5 mil vagas, que não é vencido nem mesmo com o funcionamento de novas prisões, os estabelecimentos gaúchos estão superlotados, têm redes de esgoto danificadas e insuficientes para atender à demanda, rede elétrica precária, disseminação de doenças como tuberculose, lixo acumulado e ratos correndo por toda a parte. A promessa do governo do Estado é criar, até o fim de 2014, 4.950 vagas no regime fechado e 450 no semiaberto para desa-

fogar as prisões gaúchas. “Estivemos em uma situação pior. Acredito que estejamos caminhando para uma realidade melhor”, afirma o superintendente dos Serviços Penitenciários, Gelson Treiesleben, ressaltando que os investimentos devem somar R$ 186 milhões. Há 15 anos trabalhando na fiscalização dos presídios, o juiz Sidinei Brzuska, da Vara de Execuções Criminais da Capital, não é otimista quanto à meta de construção estipulada pelo Estado. “Não tenho verificado mudança de rumos no sistema prisional, que vem sendo administrado com poucos recursos humanos e verbas”, diz. “O que vemos é a contenção de pessoas. Não vejo nenhuma preocupação com

os presídios”, completa, ressaltando que o próprio déficit financeiro do Estado impede que muitas obras avencem ou se iniciem. Brzuska afirma ainda ser desumano o que acontece dentro das prisões. “Chegamos ao limite da tolerância”, afirma. “Se as autoridades continuarem escondendo o preso da opinião pública e esta continuar achando que presidiário não é gente, o sistema marcha para a barbárie’’, adverte. Além da superlotação e das estruturas precárias, a perda de recursos também coloca as autoridades em alerta. Em junho, a Procuradoria da República no Rio Grande do Sul anunciou a investigação do desperdício de recursos do governo federal destinados à construção CREDITO: Divulgação/IMPRENSA SUSEPE

Com 500 vagas, módulo construído em Montenegro só poderá receber novos presos após a conclusão do obra de esgoto

CREDITO: NEIVA MOTTA/ SUSEPE/ Divulgação

Com mais de 4 mil presos, o Presídio Central é o retrato da degradação do sistema prisional do Rio Grande do Sul

ou reforma de unidades prisionais. Somados, R$ 18,8 milhões não foram usados na construção das penitenciárias de Bento Gonçalves e Passo Fundo, além de um ambulatório em Charqueadas e de um albergue em Bagé. O procedimento segue recomendação feita em maio pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), sugerindo a responsabilização de governos estaduais pelo desperdício das verbas. Em todo o Brasil, os valores somam R$ 103,4 milhões. Para o procurador da República Alexandre Schneider, do Grupo de Controle Externo da Atividade Policial da Procuradoria da República no RS, é inadmissível

que num sistema prisional considerado caótico, no qual o CNJ verificou superlotação e total falta de estrutura, tal situação ocorra. “Vamos pedir cópia

integral do processo para ver a justificativa e por que não se levou adiante as obras”, assinala, prevendo que os gestores devam se manifestar em até dois meses.

Gravataí tem Casa do Albergado Gravataí tem o Instituto Penal Casa do Albergado Santos e Medeiros, com sede no Centro da cidade, na Rua José Loureiro da Silva, nº 2627. A instituição por coordenação da Superintendência dos Serviços Penitenciários (SUSEPE), abriga atualmente 54 apenados, que cumprem ordem do Regime Semi-Aberto por determinação judicial. Cada apenado tem uma indicação de soltura, horário para permanecer e sair do instituto, segundo Neiva Motta do setor de Imprensa da SUSEPE.

Passo Fundo: espera por nova penitenciária Uma obra que se arrasta há anos é aguardada no Norte do Estado. Com previsão de gerar 320 vagas masculinas no regime fechado, a nova penitenciária de Passo Fundo será a maior da região e terá investimentos de R$ 17,4 milhões. Segundo a Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe), o órgão aguarda a conclusão dos projetos para dar início à licitação e retomar os serviços, ainda neste semestre. A meta da Susepe é que a cadeia

seja concluída até novembro de 2014. A nova casa prisional ficará às margens da BR 285, a cerca de 30 quilômetros do centro da cidade. Além do módulo de celas, a penitenciária deverá ter triagem (inclusão e isolamento), saúde, tratamento penal (serviço jurídico e social) e área para oficinas. A construção foi uma demanda que surgiu em 2004, quando o Presídio Regional foi interditado por superlotação. Desde então, uma série de proble-

Divulgação/IMPRENSA SUSEPE

Demanda por novo presídio é urgente, mas a construção foi interrompida por determinação do TCU

mas fez com que o trabalho não fosse concluído. Em

2005, a União anunciou a disponibilidade de R$ 8

milhões para a construção de um novo presídio. Com área doada pelo município, caberia ao Estado tratar da documentação e da execução da obra. Os trabalhos, porém, somente começaram em dezembro de 2010. Uma parte do terreno chegou a ser cercado, e a terraplanagem, executada, totalizando 7%. Em junho de 2011 as atividades acabaram sendo interrompidas. O Tribunal de Contas da União (TCU) apontou irregularidades, e a princi-

pal delas seria a ausência de autorização da Caixa Econômica Federal para início da construção. O projeto também teria deixado de cumprir normas do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). A licitação foi anulada e em 2012, e as tratativas junto ao Ministério da Justiça, retomadas. Após reuniões e a apresentação de novo projeto, levando em conta normas da Lei de Execução Penal, a obra deverá ser executada com recursos do Estado.


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 7

ESPECIAL

o Grande do Sul agoniza

Santos e Medeiros que abriga atualmente 54 apenados

MUNICÍPIO

OBRA

PREVISÃO DE VAGAS

VALOR (R$)

VENÂNCIO AIRES

Presídio

529 vagas no regime fechado 108 no semiaberto

R$ 21,6 milhões

Construção e ampliação da rede de esgoto

R$ 382 mil

MONTENEGRO Construção do quinto módulo

500 vagas

R$ 9,4 milhões

BAGÉ

Construção de Instituto Penal

108 vagas

R$ 980 mil

GUAÍBA

Construção do presídio masculino

672 vagas

R$ 19,4 milhões

1.917 vagas

R$ 51,76 milhões

Porto Alegre: o pior presídio do País Se uma casa prisional sintetiza a degradação das prisões no Estado, ela está localizada em Porto Alegre e já chegou a abrigar 5,3 mil presos, em 2010, enquanto sua capacidade é de pouco mais de 2 mil. O Presídio Central de Porto Alegre (PCPA), considerado a “porta de entrada dos presos na Capital e Região Metropolitana”, tem uma estrutura sem condições de ser recuperada e é dominado por facções, que comandam as galerias. O destino do Central, considerado pelo Conselho Nacional de Justiça o pior presídio do Brasil, deve ser definido até o fim de 2014: terá uma nova estrutura ou será encaminhado

para a desativação. Pelas portas da maior casa prisional do Estado chegam a ingressar em média, mil presos a cada mês, de acordo com informações da Susepe. No entanto, devido à interdição da Justiça, ficam recolhidos no Central somente presos provisórios. Atualmente, são 4.535 detentos. Um dos problemas mais graves está na rede de esgoto saturada, que expulsa os dejetos das fossas pelas paredes e pátios, expondo-os aos apenados, servidores e visitantes. Isso ajuda também na proliferação de doenças como tuberculose. Além disso, a rede elétrica é precária e Sidinei Brzuska/Divulgação

Nos presídios, a norma é: condições subhumanas de sobrevivência

a condição dos prédios é considerada ruim. Quando há quedas de luz, a “cadeia bate” e quebra-se mais um pouco das galerias. A situação chegou a tal ponto que entidades representativas da sociedade civil, como Ordem dos Advogados do Brasil/ Seção RS, Conselho Regional de Medicina do RS (Cremers), Associação dos Juízes do RS (Ajuris), Conselho Regional de Engenharia e Arquitetura (Crea) e Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias (Ibape/RS) criaram o Fórum da Questão Penitenciária. Em janeiro, foi encaminhada uma representação à Comissão de Interamericana de Direitos Humanos (CIDH) da Organização dos Estados Americanos (OEA), denunciando a violação dos direitos humanos no Presídio Central e as precárias condições do estabelecimento. . Em março, a União respondeu o pedido de informações da entidade internacional. O parecer do Fórum, porém, atesta que a “estrutura do Central é irrecuperável para o fim a que se destina, de ser um presídio”.

Bento Gonçalves: obra que não saiu do papel Mesmo sem sair do papel, o novo presídio de Bento Gonçalves é alvo de investigação do Ministério Público Federal (MPF). O motivo é a perda de recursos do governo federal para a execução das obras. De acordo com o procurador da República Alexandre Schneider, o trabalho será no sentido de apurar por que os recursos acabaram sendo devolvi-

dos. “Vamos analisar os documentos e ver o que houve”, afirma Schneider, ressaltando as péssimas condições das cadeias. Lembra ainda que o atual presídio, na área central de Bento, está superlotado. A estimativa é que a apuração leve em torno de dois meses. Não há perspectiva de que a obra na localidade de linha Palmeiro, no Distrito

de São Pedro, seja concluída logo. A área adquirida pelo município e doada ao Estado já foi motivo de polêmica por ficar em uma região turística. De acordo com informações da Susepe, o Orçamento deste ano não prevê recursos para a construção da casa prisional. Com capacidade para 158 apenados, o Presídio Regional tem hoje 303 presos.

Diferentes governos, soluções semelhantes Ao longo dos anos, governadores do Estado prometeram solucionar os problemas de superlotação e de estrutura do Presídio Central de Porto Alegre. Em março de 1995, após registrar a maior fuga de presos da história no Estado – 45 fugiram, durante rebelião -, o então governador Antônio Britto determinou estudos para a desocupação. A ideia,

na época, era trocar o terreno com empreiteiras, que construiriam prisões na Capital. O argumento era para diminuir a superlotação – eram 1,8 mil presos. Em 2008, a então governadora Yeda Crusius, chegou a anunciar que o Presídio Central seria implodido. Para isso, antes, seriam construídos novos presídios, o que permitiria uma desocupação gradativa da área.

Em abril deste ano, o governador Tarso Genro, anunciou, no programa de rádio Mateando com o Governador, que o Central será desocupado até o fim de 2014. O destino da área está em estudos dentro do governo. “Vamos discutir se vamos vender o Central ou fazer uma outra instituição, mas com certeza não será mais o mesmo de quando recebemos”, afirmou Tarso.


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 8

Especial

Sistema penitenciário nota 6

C

onsiderado um dos maiores conhecedores do sistema carcerário gaúcho, Miguel Feldens, morador de Lajeado, integra, desde 2012, o Conselho Penitenciário do Estado. O cargo é mais um na extensa lista de atividades que o advogado executa - também coordena a Pastoral Carcerária na cidade, é presidente do Conselho da Comunidade de Assistência ao Apenado do Presídio Estadual de Lajeado, já coordenou a pastoral dos três Estados do Sul do país e está na diretoria da Associação Lajeadense Pró-Segurança Pública (Alsepro). Feldens pode se orgulhar, ainda, de conhecer a realidade de cadeias de todo o Brasil e de outros países, de ter ligação direta com o Departamento Penitenciário Nacional (Depen) e de ser o único representante do interior do Rio Grande do Sul entre os 16 conselheiros que trabalham, de segunda a sexta-feira, para melhorar as condições carcerárias e o cumprimento da Lei de Execução Penal nas cadeias do Estado. O homem que escolheu trabalhar atrás das grades, para que a sociedade viva melhor fora delas, sentencia: “O nosso sistema penitenciário não tem nota maior que 6”. Jornal de Gravataí - O

Conselho Penitenciário tem atuado de forma efetiva e recebido as respostas necessárias? Feldens - O conselho está fiscalizando, mas o Estado não tem tomado providências para arrumar o que está errado. Um dos maiores problemas é a ociosidade, e não há aproveitamento de mão de obra prisional. Lajeado tem um presídio que oferece diversos cursos; há algumas cadeias que oferecem uma ou outra qualificação do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec), e só. Fiscalizamos, produzimos relatórios, apresentamos e não obtemos respostas. O Conselho Penitenciário é uma entidade prevista na Lei de Execução Penal (LEP) com função, entre outras, de fiscalizar as prisões. Entre os integrantes estão juiz, promotor, defensor público e procurador aposentados; professores de Direito e outros profissionais da área. Hoje é um conselho qualificado, antigamente era por indicação político-partidária. Jornal de Gravataí- O Estado está omisso? Feldens - Sim. Parece que o Estado não tem vontade de recuperar o preso. O sistema hoje só serve para confinar. Mas as

pessoas reagem de acordo com o estímulo recebido. O Estado não investe como deveria. Até melhorou um pouco, mas os investimentos se limitam a tentar desafogar, diminuir a superlotação. É tudo lento. Jornal de Gravataí - Se pudesse avaliar as condições carcerárias do Estado, que nota daria? Feldens - A nota não é maior do que 6, em uma escala de 0 a 10, comparando a situação com o restante do país. Conheço cadeias em todo o Brasil e estamos muito atrás de outros estados. Para se ter uma ideia, há uma portaria interministerial que autoriza a liberação de verbas para a criação de postos de saúde dentro das prisões, e ninguém usa. Jornal de Gravataí- Sem considerar a situação do Presídio Central, notoriamente um dos piores do Brasil, quais são as outras situações preocupantes no RS? Feldens - A Penitenciária Estadual do Jacuí (PEJ), em Charqueadas, é terrível, assim como o regime semiaberto de Viamão, o Instituto Penal Agrícola de Venâncio Aires... Os presos saem de Mariante (Venâncio Aires) para roubar, matar e, depois, chegam a usar,

em sua defesa, o argumento da negativa de autoria. Dizem que não foram eles que cometeram os crimes porque estavam presos. Mas saem lá de dentro na hora que querem. Jornal de Gravataí- Se o Estado não age, quem tem trabalhado para melhorar a situação? Feldens - Quem tem conseguido melhorar as condições dos presos são os conselhos da comunidade, algumas prefeituras, Poder Judiciário e Ministério Público. Em algumas cidades, esses órgãos se unem para conquistar vitórias. Em

Lajeado, por exemplo, quem vai construir a ala feminina no presídio local é a comunidade, porque o Estado não quer assumir. Há toda uma burocracia para que o Estado não leve adiante esses projetos. Jornal de Gravataí- E qual o seu sentimento em relação às suas observações? Feldens - A gente fica desapontado com o que vê e com o que está acontecendo, na verdade, porque não vê providências tomadas a partir de nossas constatações. O que mandamos para o Estado, fica sem resposta.


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 9

Esporte

Dupla de reforços chega ao Cerâmica Os jogadores são os primeiros de uma série de nomes a serem anunciados para a reestruturação do time

D

ando continuidade a série de reforços que irão compor o grupo do Cerâmica no segundo semestre, o clube apresentou na tarde desta quinta-feira (4) dois novos nomes. O zagueiro Ícaro, vindo do União Frederiquense e o volante Sávio, com passagens pelo exterior e que atuou no Esportivo durante o Gauchão deste ano são os mais novos integrantes do grupo de Gelson Conte. Com a apresentação, os atletas formam juntamente com o goleiro Anderson, o segundo volante Dagoberto, o meia Rodrigo, o lateral Hugo e o atacante Lucas a lista de reforços do Tricolor de Gravataí para a disputa da competições que iniciam em agosto. Passaporte carimbado Nascido em Rio Grande, o volante Sávio chega ao

Cerâmica com experiências no exterior e em diversos times do Estado. Revelado pelo São Paulo de Rio Grande, o atleta passou por clubes como Pelotas, Brasil de Farroupilha e Porto Alegre, antes de atuar em Montenegro, no continente Europeu. No país, jogou por dois anos no FK Zeta antes de trasferir-se para o Red Star, da Sérvia. “No país, tive oportunidade de ser Campeão da Copa da Sérvia, em 2010 e no mesmo ano, vencemos a Copa Chicago, contra o Paris Saint-German”, destaca o atleta, que declara ter aprendido muito sobre questões táticas nos países em que passou. Após as experiências, o profissional retornou ao Rio Grande do Sul, onde vestiu a camisa do Avenida e neste ano defendeu as cores do Esportivo durante o Gauchão Chevrolet. Zagueiro vê o jogo de

FotoS: Nataniel Corrêa - CAC

Sávio (E) e Ícaro (D) são os novos reforços do grupo do Cerâmica

cima Aos recém completados 28 anos, Ícaro chega ao Cerâmica. O zagueiro, de 1,89m, que surgiu no Brasil de Farroupilha, tem passagens pelo interior de São Paulo, do Paraná e de Santa Catarina, além de já ter jogado no Guarany

de Camaquã, no Cruzeiro e este ano ter integrado o grupo campeão do interior pelo São Luiz, de Ijuí. Atualmente, Ícaro estava no União Frederiquense, onde disputou a Divisão de Acesso. “Devido a altura, tenho facilidade na bola aérea,

além de forte marcação e muita técnica. Confio neste grupo. Acredito que a mescla entre juventude e experiência que está sendo montada nos dará tranquilidade para fazermos boas competições e buscarmos o acesso em 2014”, falou o atleta.

Grupo programa série de testes O elenco principal do Cerâmica segue treinando sob o comando da Comissão Técnica. Preparando-se para disputar as copas Regional e Willy Sanvitto, a partir do início de agosto, o time realiza diversos jogos amistosos durante o mês de julho. Estão previstos testes contra Grêmio, Caxias, Guarani de Venâncio Aires e Internacional. Conforme o técnico Gelson Conte, os amistosos te-

rão grande importância na preparação e montagem do time titular. “Vamos utilizar as duas primeiras partidas para analisar os atletas em campo, assim como já estamos fazendo nos treinamentos. Os demais jogos já serviram para a definição da equipe principal”, explicou o treinador. Segundo Gelson, todos os atletas terão oportunidade dentro de campo.

Gelson utilizará os amistosos para avaliar todos os atletas

Dunga testa alternativas para pegar o Vasco

Atacante uruguaio está à disposição do técnico Dunga

Com treinos intensos o Internacional vai se preparan-

do para o reinício do Campeonato Brasileiro, após a

parada da Copa das Confederações. Em um trabalho

com novidades, o técnico Dunga orientou um treino coletivo na manhã desta quinta-feira (04/7), no CT do Parque Gigante. O Colorado retorna a campo no próximo domingo, às 16h, contra o Vasco da Gama, no estádio Centenário. Os ingressos para a partida já estão à venda. Sem poder contar com o volante Willians, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o treinador colorado montou um meiocampo diferente no treinamento desta quinta-feira. Airton, Josimar, Kleber e D’Alessandro formaram o setor. No ataque Jorge Hen-

rique fez companhia ao centroavante Rafael Moura. A defesa teve: Muriel, Gabriel, Juan, Índio e Fabrício. Em um segundo momento Dunga fez algumas alterações. Retirou Rafael Moura para o ingresso de Forlán e deslocou Fabrício para o meio e Kleber para a lateral esquerda. Outra novidade deste trabalho foi a presença do atacante Diego Forlán. O atacante havia sido liberado pela direção, para o seu casamento, e tinha retorno previsto para sexta-feira, porém Forlán se adiantou e já está à disposição do técnico Dunga.

Tricolor vence São Paulo de Rio Grande O Grêmio venceu o São Paulo de Rio Grande em jogo-treino realizado na tarde desta quarta-feira, no estádio Olímpico. Foi a primeira atividade em que o técnico Renato Portaluppi pôde observar seus comandados à beira do campo. Com a proximidade da partida que marca o retorno ao Campeonato Brasileiro, o treinador já promoveu algumas alterações na mecânica do time que deve ir à campo no sábado contra o Atlético-PR, na Vila Capanema. Com a certeza da ausência do lateral Pará, que cumpre suspensão automática pelo terceiro cartão amarelo, Renato escalou Moises como seu substituto. O Grêmio começou a partida com: Dida; Moises, Bressan, Werley e Alex Telles; Adriano, Souza, Guilherme Biteco e Zé Roberto; Vargas e Barcos. Em um primeiro tempo equilibrado, o Grêmio chegou mais vezes ao gol do goleiro do São Paulo-RG. Contudo, a equipe de Rio Grande ainda assustou o goleiro Dida em finalização de fora da área. O primeiro gol da atividade foi marcado pelo argentino Hernán Barcos. Após boa jogada e cruzamento preciso do lateral Moises pela direita, o atacante gremista concluiu de cabeça, de dentro da pequena área, para o fundo das redes do goleiro adversário. Na segunda etapa, o técnico Renato Portaluppi promoveu alterações em todas as posições. O time que foi a campo: Marcelo Grohe; Pará, Gabriel, Cris e Wendell; Matheus Biteco, Riveros, Marco Antonio e Maxi Rodriguez; Kleber e Yuri. Ainda entraram o zagueiro Saimon e o volante Ramiro. O segundo gol da partida saiu aos seis minutos da etapa complementar. Após esacanteio cobrado por Marco Antonio, da esquerda, o atacante Kleber se antecipou aos marcadores e, de cabeça, deu números finais à partida. O Grêmio treina na tarde desta quinta-feira visando o confronto contra o Atlético-PR, no sábado, na Vila Capanema.


Foto: DIVULGAÇÃO/PMG

© Revistas Revistas COQUETEL COQUETEL 2011 2011 ©

Grande ave corredora da O crime de Bin Negocia os direitos Estado Austrália Guiné de compraacionado e venda Arte que e Nova Boneco Bulbo que Laden Uma das Software natal de (?) de Gênero lotes José de abrange o vendido previne Metas do depois dedealgum dramatúrgico (?) Monteiro: gravou Deserta ferro, decanto de ações Alencar Derivado greem lojas distúrbios Milênio da tempo de inatividade "Do-Ré-Mi" (MPB) Eugène Ionesco produto da cevada goriano esotéricas gástricos ONU do micro exportado usado no Constelapela Vale fabrico de ção do cerveja e pela hemisféCSN rio austral Mulher Ausência de Xangô de regras de organiCachaça Plural Cruel; Símbolo zação Tipo de (bras.) (abrev.) perversa de caparelógiode Luta Tecido Andrea Belcitância Raio Plano, em com japonesa algodão trão, (Eletr.) atriz (abrev.) inglês alarme usado em de "O Bem Roraima progracamisaria Amado" (sigla) mável Proteção Pasta de feita com papéis arame "(?) de Fogo", venceBairro do Unidade avulsos farpado dor do Oscar de Meantigo de medicassino lhor FilmeOscar da de Pátio de Permitem gás de carioca de 1982Tabárez, vendaOde igreja a localizacozinha gasolina ção de 500, em técnico de (sigla) (símbolo) um navio romanos Senhor futebol em mar (abrev.) Oersted Cheiro Escola Área de Stefan Significaruim aberto (símbolo) militar estudo de Zweig, "OrganiStephen escritor zação" na (?) Rank, Hawking austríaco sigla OIT psicólogo

A

Dígrafo de "carro" Telefone (abrev.)

Cenário teatral (p. ext.) Monograma de "Eduardo" OndasorPlanta Curtas namental de(abrev.) origem Hábeis; europeia capazes

Centro Técnico Aeroespacial Paula Lima, Escurijurada do dão; "Ídolos" trevas (fig.)

Relativo a bispo

Sentimento existente entre Dinheiro amigosmiúdo O partido de Lula Erva-mate, em tupi

Cidade universitária portuguesa

Amplitude modulada (sigla)

Rio A aneste(?) Didley, do MS guitar-Alto (som), sia de pequenas rista em inglês cirurgias dos EUA

Variável; instável

BANCO BANCO

"Onde há (?), há fogo" (dito)

Graceja

A

L

A

Banco preSufixo sidido por presente emAlexandre "insTombini trutor"

Neste lugar

Solução

Solução Solução anterior

R R A D

Lendária Objeto de ilha descoleção crita por do filaPlatão telistano "Timeu"

Boris (?), O músico âmago e dramaturgo francês Pintora primitivista de "O Circo"

DivisãoDeus da dos islâmicos laranja (?)-tse,Natural (abrev.) filósofo

I C

inORede hóspeternaciode da vila nal de inolímpica formação (?) Neeson, ator de "Fúria de Titãs"

50 46

M

C C E E B A O R LA A

Nas unidades socioeducacionais da Legião da Boa Vontade, crianças e adolescentes atendidos participam do Concurso de Desenho Infantojuvenil da LBV. Os trabalhos serão desenvolvidos de acordo com o tema “‘Futebol da Caridade’ na Copa do Mundo”, em referência ao mundial de seleções da FIFA no Brasil, em 2014. As atividades do concurso ocorrem até 5 de julho nas escolas e nos Centros Comunitários de Assistência Social da Instituição, situados em dezenas de cidades brasileiras. Os trabalhos escolhidos, segundo os critérios de criatividade, capricho e desenvolvimento do tema ilustrarão o kit de material escolar e pedagógico que será entregue à garotada no início de 2014, por meio da Campanha Criança Nota 10 — Sem Educação não há Futuro!. Podem participar do concurso crianças a partir de 6 anos de idade. São quatro as categorias, estabelecidas conforme a faixa etária e o material utilizado: de 6 a 8 anos (caderno de linguagem e caderno de caligrafia — linha verde), de 9 a 11 anos (caderno brochura pequeno — capa dura/agenda e caderno universitário de uma matéria), de 12 a 14 anos (caderno quadriculado e caderno brochurão) e de 15 a 17 anos (caderno de desenho e caderno universitário de 10 matérias).

PALAVRAS CRUZADAS CRUZADAS DIRETAS DIRETAS PALAVRAS

www.coquetel.com.br www.coquetel.com.br

I A GD R AO P AB O

Concurso de desenho da LBV

Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br

C T O E M R B R OA RT IE SA M M OA L LA OR CI AA L

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

Inscrições No último dia de inscrições, sexta-feira (5), interessados devem procurar a Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Renda (SMTER), na Avenida Ely Correia, 675, no Parque dos Anjos, das 8h30min às 12h e das 13h30min às 18h; ou no Sistema Nacional de Emprego (Sine), na rua Adolfo Inácio Barcelos, 774, das 9h às 16h. Para se inscrever, é necessário apresentar de documentação obrigatória no ato do cadastramento: PIS (Programa de Integração Social), NIS (Número de Identificação Social), CPF (Cadastro de Pessoa Física), RG (Carteira de Identidade), comprovante de residência, o Título de Eleitor e comprovante de quitação das obrigações militares, quando for o caso.

Refogue a carne no óleo e acrescente a cebola. Adicione o catchup, o molho inglês, sal pimenta páprica e caldo de carne. Cozinhe as batatas separada da carne e bata-as no liquidificador com 1/2 litro da água do cozimento. Junte ao refogado. Deixe ferver, desligue o fogo, prove o sal e finalmente acrescente o creme de leite.

I D O A R NI O S M AI A C O A LI M O B U R D A

AMOR À VIDA Paloma conta para Bruno que Paulinha é sua filha. Félix vê Márcia e teme ser reconhecido. Paloma rompe seu noivado. Bruno conta para Glauce e Ordália que Paloma é mãe de Paulinha. Aline manipula César para ganhar um cartão de crédito. Paloma não conta para Paulinha que discutiu com Bruno. Lídia conforta Nicole. Félix convence Thales a aceitar o plano de Leila. Bruno não se conforma com a possibilidade de perder Paulinha e Paloma. Valdirene conta para Carlito que Márcia vendeu Paulinha para Bruno, e Denizard decide falar com toda a família. Glauce desconfia de que Bruno não tenha encontrado Paulinha em uma caçamba. Niko e Eron recebem Amarilys em sua casa. Pilar acredita que Aline não seja a amante de César, mas Félix desconfia. Paloma fala para César que lutará para ficar com Paulinha. Michel vai à casa de Patrícia. Renan deixa Perséfone sozinha em seu quarto. Ordália conta que mentiu sobre o nascimento de Paulinha, e Denizard a condena. Silvia, uma advogada amiga de Glauce, afirma a Bruno que trará Paulinha de volta.

Termina hoje (5), o prazo para inscrições do ProJovem Trabalhador. Para intensificar a divulgação do projeto, nesta quinta-feira (4), um estande foi montado na Praça Borges de Medeiros, em frente ao prédio da Prefeitura Municipal. O estande, que tem seu horário de funcionamento até às 17h desta quinta-feira, ficará aberto a inscrições para os 10 cursos disponíveis e conta com quatro representantes da Secretaria do Trabalho, Emprego e Renda (SMTER). Um dos representantes, Lena de Souza, frisou o sucesso do projeto. “Até o momento, temos mais de 240 inscritos, e a expectativa é que até o fim do período de inscrições, esse número cresça ainda mais”, disse Lena. Destinado a jovens com idade entre 18 e 29 anos, o Projovem conta com cursos de seis meses de duração. O Assessor de Políticas Publicas para a Juventude (APPJ), Diogenes da Silva Menna (Finna), ressaltou a importância do ProJovem para os jovens. “O ProJovem é um projeto que possibilita a inserção da juventude no mercado de trabalho”, comentou Finna.

Modo de preparo

u

Q II T

SANGUE BOM Malu se afasta de Bento e se desculpa por tê-lo beijado. Amora expulsa Sueli Pedrosa de sua casa e tenta falar com Bento. Caio acompanha Giane até sua casa. Nelson fica interessado em Rosemere. Jonas se encanta com Sheila. Filipinho foge de Mel, que é expulsa pelos seguranças do hotel. Odila incentiva Rosemere a dar atenção a Nelson. Giane dispensa Caio. Malu conta para Amora que beijou Bento. Amora destrata Socorro. Bárbara discute com Malu. Damáris pede que Tito a ajude a separar Wilson e Charlene. Renata ouve Érico confessar que gosta de Palmira.

Estande promove último dia de inscrição do ProJovem Trabalhador

u Ingredientes 200g de carne (patinho ou coxão mole) cortada em tiras, 1 kg de batata, 1 cebola média picada, 1 colher de sopa de óleo de soja, 2 colheres de sopa de molho inglês, 4 colheres de sopa de catchup, 1 lata de creme de leite, 1 caldo de carne e sal, pimenta e páprica a gosto.

C OA TR T R OU A NG AE TN S

FLOR DO CARIBE Samuel deixa uma mensagem gravada no celular de Ester avisando que se encontrará com Dionísio. Juliano avisa a Quirino que vai atrás de Doralice. Dionísio inventa uma desculpa para justificar que não foi ele quem roubou as joias da família de Samuel, que finge acreditar. Paçoquinha beija Marinalva. Carol e Lino se beijam. Samuel avisa a Ester que convenceu Dionísio que acreditou na história inventada por ele. Ester simula se desculpar com Dionísio. Doralice se refugia em um monastério. Lino e Carol vão à Feira de São Cristóvão à procura de Maria Adília.

Culinária JG

Sopa eslava

Malhação A emissora ainda não divulgou o último capítulo da temporada 2012

G C P M I N M A L T E V G R O U O D E S P E R T O S U M R U A M CT AR R I T CA OP C AE RR C R A L GA DT UAO CC OO OS RMD OE LN U DR EZ C E O R P ED ADA E T OE CP I B SR CE AA PT TL O E S T AL A ÇE A MV U I F A ÕL I I A R M L W EA BT L D AJ NA S E L O P O

Resumo de Novelas

Entretenimento

3/caá. 4/grou — liam — urze — vian. 5/aloud. 6/anomia. 4/plan. — 5/décor — lábril — troco. 6/casurar. 10/catapácio.

Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 10


Gravataí, 05/07/2013 - Pág. 11

Cultura

6 de julho - No próximo sábado, dia 6 de julho, Gravataí estará realizando a IV Conferência Municipal de Cultura, promovida através da parceria entre a Prefeitura, por intermédio da Fundação Municipal de Arte e Cultura (Fundarc) e o Conselho Municipal de Cultura. A iniciativa tem o apoio da Faculdade Cenecista Nossa Senhora dos Anjos, que cede o local para o encontro que começa às 8h 30min. A conferência é etapa integrante e preparatória para a 3ª Conferência Nacional de Cultura, marcada para os dias 26 e 29 de novembro, em Brasília.

Participações do Projeto Reciclo-Óleo na comunidade O grupo promove a responsabilidade e consciência ambiental, a partir de atitudes correta

A

palestra chama à atenção naquilo que acontece com o nosso organismo quando há o excesso de consumo de alimentos ricos em gordura e de alimentos fritos em óleo, isto traz muitos prejuízos à saúde, como obesidade, aumento de colesterol, triglicerídeos e da glicemia.Quando o óleo é usado várias vezes ele se oxida e torna-se um grande vilão a saúde. Os danos à saúde a partir do uso destes alimentos levam a formação de placas de ateromas nos vasos sanguíneos, bloqueando a passagem de sangue e isso pode levar ao acidente vascular cerebral (AVC), trombose, infarto do miocárdio e tantos outros. Assim o óleo para a fritura deve ser usado apenas uma vez e quanto menos melhor. A partir disso, mostra-se que os efeitos do descarte incorreto também compromete a saúde da natureza trazendo grandes prejuízos ambientais, que vão desde o entupimento da rede de esgoto das casas e das cidades levando a prejuízos ambientais e financeiros tanto ao

cidadãos e quanto aos municípios. O óleo ao ser despejado diretamente na terra impermeabiliza-a e com isso a água não penetra, tornando o solo não produtivo. Ao ser descartado no lixo comum, ao se decompor,promove o efeito estufa que aumenta o aquecimento global e ao ser levado do esgoto para os rios, faz com que a vida naquele rio acabe morrendo por falta de oxigênio, pois o óleo forma uma barreira para a vida aquática. Assim o grupo Reciclo-Óleo promove a responsabilidade e consciência ambiental, a partir de atitudes corretas. O projeto ensina como fazer o descarte correto do óleo residual, a reciclagem deste resíduo transformando-o em sabão sólido e detergente líquido e auxilia as comunidades a montar o seu ponto de coleta e como encaminhar o excedente do óleo arrecadado. Para isso o projeto tem parceria com empresa de coleta de óleo residual (devidamente registrada) que o encaminha para empresa de produ-

Foto: DIVULGAÇÃO/jG

Áries: As energias começam a ficar mais leves, especialmente no amor. Alguns pequenos problemas domésticos ainda permanecem, mas por poucos dias. As emoções mais profundas ainda incomodam, mas já começam a melhorar. Touro: As energias começam a ficar menos densas em sua vida, com o afastamento de Saturno de seu regente. Vênus em Leão agora vai possibilitar a melhoria dos relacionamentos, especialmente os que envolvem a família. Aproveite as boas energias. Gêmeos: Com o afastamento da pressão de Saturno sobre Vênus em Leão, as energias mais densas começam a ficar para trás. Assim, seus contatos comerciais voltam a caminhar sem obstáculos. Um novo contrato pode ser firmado nos próximos dias. Câncer: As energias começam a ficar menos densas, no entanto, Plutão ainda continua pressionando o Sol em seu signo. É possível que você ainda se sinta um pouco pesado, com algumas confusões emocionais. Em poucos dias tudo passa.

ção de biodiesel. Veja as atividades do grupo: No dia 19 de maio, a convite do Pastor Julio Cesar Rosa de Oliveira o Grupo de Extensão e Pesquisa Reciclo-Óleo da ULBRA campus Gravataí palestrou para aproximadamente 40 membros da Comunidade Batista Nacional de Gravataí, no dia 19 de maio. No dia 24 de maio foi realizado a palestra e oficina para o grupo de Extensão e Pesquisa Reciclo-Óleo promoveu a palestra para o Grupo da Terceira Idade do campus da ULBRA Gravataí.

Na manhã do dia 05 de junho, realizamos palestra para a turma 71 da E.E.E.M. Profª Célia Flores Lavra Pinto, em Viamão e na noite participamos com uma banca, com amostras dos nossos produtos e panfletos informativos, no Debate sobre Alimentos Adulterados na ULBRA campus Gravataí. Dia 07 de junho, a convite da vice-diretora Magda Mello realizamos Palestra e Oficina para as séries inicias, professores e funcionários da E.M.E.F. Guerreiro Lima, em Viamão. Na manhã do dia 11

Leão: As energias mais densas começam a ficar para trás com o afastamento de Saturno sobre Vênus em seu signo, melhorando significade junho, Oficina com tivamente as questões relacionadas ao amor alunos e funcionários e às finanças. Comece a pensar em novos da E.E.E.M. Profª Célia investimentos. Flores Lavra Pinto, em Virgem: Energias mais densas coViamão e a tarde Palesmeçam a ficar para trás com o afastra para os funcionários tamento de Saturno sobre Vênus. do Hospital Dom João No entanto, você ainda vai preferir continuar Becker, em Gravataí. fechado em seu mundo. Questões relacionadas Do dia 24 à 29 de a amores do passado começam a ficar mais junho, participamos da claras. III Mostra de ExtenLibra: Saturno começa a deixar a são da ULBRA campus pressão sobre seu regente e tudo fica Gravataí. mais leve. As energias mais densas Os acadêmicos do curso de Biologia da que estiveram presentes nos últimos dias ULBRA Gravataí Caro- começam a ficar para trás. Amor e finanças line Soster, Fábio Renê começam a ser beneficiados. Klagenberg Mendes e Escorpião: As energias mais densas Patrícia Weissheimer que envolveram um excesso de exiparticipam ativamente gências em sua carreira começam do projeto e são coor- a ficar para trás. Agora os projetos voltam a denados pela Profª. Drª. caminhar sem obstáculos, com a possibilidade Maria Isabel Morgan de grande melhora em sua imagem profissioMartins. nal. Sagitário: Seus projetos voltam a caminhar e as energias mais densas começam a ficar para trás. Depois de alguns dias sem esperança, o otimismo volta a bater em sua porta. Um amor estrangeiro pode estar muito perto de você. Capricórnio: As energias mais densas que estiveram presentes em sua vida, especialmente no mundo emocional, começam a ficar para trás. Vênus volta a caminhar livre em Leão fazendo com que você se sinta mais intenso e profundo. Sensualidade e intimidade em alta.

Meu Malvado Favorito 2 Agora que o empreendedor Gru deixou para trás uma vida de super crimes para criar Margô, Edith e Agnes, Gru, Dr. Nefário e os Minions têm algum tempo livre par aproveitar. Mas, assim que ele começa a se adaptar ao seu novo papel como pai de família, uma organização ultra-secreta dedicada ao combate do mal em todo o mundo bate à sua porta. Agora, depende de Gru e de sua nova parceira, Lucy Wilde (com a voz de Maria Clara Gueiros) descobrir quem é o responsável por um crime espetacular e levá-lo à justiça.

Aquário: As energias mais densas que estiveram presentes nos últimos dias, especialmente nos relacionamentos, começam a ficar para trás. Sua vida social e as amizades ganham um novo colorido e movimento. Peixes: As energias mais densas que estiveram presentes nos últimos dias começam a ficar para trás, especialmente as relacionadas aos seus projetos de trabalho.


JORNAL DE GRAVATAÍ Sexta-feira, 05 de julho de 2013

Câmara destaca sacerdócio do Padre Alberto Oselin Sessão Solene ocorreu nessa terça-feira (02) em homenagem aos 50 anos de sacerdócio do pároco da Paróquia Cristo Rei

A

Câmara de Vereadores de Gravataí realizou, nessa terça-feira (02), Sessão Solene em homenagem aos 50 anos de sacerdócio do padre Alberto Oselin, pároco da Paróquia Cristo Rei. A proposta, apresentada pelo vereador Jurarez Souza (PMDB), foi aprovada por unanimidade dos parlamentares. Além dos vereadores integrantes da Mesa Diretora do Legislativo: presidente, Nadir Rocha (PMDB), vice-presidente, Roberto Andrade (PP), 2ª secretária, Maribel Wagner (PCdoB); participaram da solenidade: o homena-

FotoS: DIVULGAÇÃO/CMg

geado e o vice-prefeito, Francisco Pinho (DEM), representando o prefeito municipal. Alberto Oselin nasceu no dia 27 de maio de 1935, na cidade de San Martino Di Venezze - Rovigo, na Itália. Ingressou no sacerdócio Diocesano de Rovigo, em 1948, iniciando os estudos para se tornar sacerdote. Em 1955, com 20 anos, iniciou o noviciado, em 1962, e, em 6 de julho de 1963, na Igreja do Sagrado Coração de Jesus das Irmãs Filhas do Divino Zelo – Padova – Itália, é ordenado sacerdote. Padre Alberto pertence à Congregação dos Rogacionistas, fundada

pelo Padre Aníbal Maria Difrancia, consagrado, no ano de 2004, Santo Aníbal, do qual é devoto. Em 1988 foi o pároco fundador da Paróquia Cristo Rei, no bairro Parque dos Anjos, recém desmembrada da Paróquia Nossa Senhora dos Anjos. Em 1991, foi transferido para Milano, na Itália, e, em 2008, retornou a Gravataí, para atuar novamente na Paróquia Cristo Rei, onde permanece até hoje. Hoje, a Paróquia Cristo Rei é composta por 12 comunidades: a matriz, Cristo Rei, no Parque dos Anjos; comunidade Nossa Senhora Aparecida, no

bairro Deolinda Goulart; a comunidade Santo Expedito, no bairro Itatiaia; a comunidade São João Batista, no bairro Jardim do Cedro; a comunidade Sagrada Família, no bairro Caveira; a comunidade Santo Aníbal, no bairro Padre Réus; a comunidade Santa Luzia, no bairro Xará; a comunidade Santa Cecília, no bairro Parque Santa Cecília; a comunidade São José, no bairro Barro Vermelho; a comunidade Menino Jesus, no bairro Guadalajara; a comunidade Santo Antonio, no bairro Morada Gaúcha; e a comunidade Nossa Senhora dos Navegantes, no bairro Mato Alto.

ANO 9 - EDIÇÃO 1752ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00  

ANO 9 - EDIÇÃO 1752ª - DIÁRIO - SEXTA-FEIRA, 05 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you