Page 1

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 1

► PARTICIPAÇÃO POPULAR

► POLÍCIA

Dia de votar nas prioridades locais no orçamento do Estado para 2014

Aterro Santa Tecla em Gravataí é interditado por crime ambiental

Pág. 5

Pág. 9

ANO 9 - EDIÇÃO 1750ª - DIÁRIO - QUARTA - FEIRA, 03 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00 Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► ENQUETE

Na sua opinião, a prática de vandalismo nos protestos enfraquece o movimento? Pág. 3

► EMPRECOS

Vagas e oportunidades

Pág. 7

► SAÚDE & CIA

► ACIDENTE

Cinto de segurança salva vítimas de capotagem na ERS-118

SUS vai registrar casos de agressão por homofobia

Um Gol, que vinha do Litoral para Gravataí foi abalroado na manhã de ontem no cruzamento com a Centenário e capotou. Outro motorista fugiu

Pág. 9

Encartado


Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

Opinião/Serviços

Levante Varonil

Dá para fazer melhor... Há quase uma semana a Secretaria Municipal de Serviços Urbanos está melhorando o visual dos canteiros centrais da Avenida Dorival de Oliveira (foto). O embelezamento da principal via da cidade pode servir de modelo para os bairros, onde a população espera que seja feita pelo menos a limpeza das margens dos acessos. Pode ser pela limpeza mais frequente dos espaços públicos que a comunidade passe a cuidar mais de questões como evitar de jogar lixo em terrenos baldios e outras áreas da cidade. Voltaremos... Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

LOTERIAS QUINA - Conc. 3228 - 02/07/2013 10 - 33 - 53 - 69 - 70 TIMEMANIA - Conc. 444 - 02/07/2013 03 - 11 - 35 - 46 - 56 - 72 - 79

PREVISÃO DO TEMPO Quarta-feira Mín. 11° Máx. 20° Dia de sol, com nevoeiro ao amanhecer. As nuvens aumentam no decorrer da tarde..

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Katterina Zandonai e Claudio Oliveira Editor-chefe e Diagramador: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - Pda. 64 CEP 94.060-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

A fervura das ruas nos últimos dias é objeto de especial inquietação em dois acomodados nichos da sociedade brasileira: os políticos e os intelectuais, ambos supostos, prepostos e/ou autoproclamados. Confortavelmente instalados em seus ambientes (dis)funcionais, investiram pesado na consolidação de uma espécie tergiversotropicalista de democracia, capaz de legitimar e lhes garantir impunidade e o status quo; demarcar um Estado tetado e fracionar o tesouro lactescente apenas entre panelinhas; e, por fim, disfarçar a desgraça sob o manto de benesses sociais viciantes e aniquiladoras da força motriz do país. Para o caldo da História, ilustraram suas biografias wikipedianas com emocionado relato de peleja que, meio século depois, ainda carece de fontes fidedignas. O Brasil varonil — país do futuro no pretérito imperfeito do subjuntivo das propagandas oficiais — revelou-se embebedado por essa fluoxetina de colarinho branco e adormeceu em berço esplêndido. Absolutamente impunes, os Três Poderes chafurdaram o nariz no lamaçal enquanto uma intelectualidade anacrônica — e não menos viciada no subsídio estatal — foi alçada aos píncaros da glória panis et circenses. Engana-se quem credita o pão e o circo apenas à politicagem nacional. Por tétrico que possa parecer, a manutenção generalizada da ignorância favoreceu celebrities da música, da academia, das religiões, da literatura, da televisão, do cinema, dos jornais, das revistas e afins. Começou a ficar fácil demais definir o Brasil, gleba sul-americana do futebol e do carnaval: um passivíssimo mercadão coronelista de misérias e mazelas de toda ordem, salpicado de bossa nova por todos os lados. Solo fértil e distante léguas da civilização contemporânea, o país candidamente permitiu a instalação e manutenção de uma néscia quadrilha vermelha planaltina na ogiva do poder. Alianças compradas — via caixa

um, caixa dois, caixa três… noves fora, roubo e corrupção — no atacado e no varejo em nome de uma “causa” e algum milhar de cédulas malocado nos fundilhos passaram a constar dos eventos banais, quase culturais. Bolsa Família e seus congêneres assistencialistas passaram a ser o Prozacviabilizador da troca de mãos que seguram o cabresto. Ainda que tenha exigido altas doses de photoshop marqueteiro, a foto oficial ficou linda! Em tempos de bombástica crise econômica internacional, o mundo comprou a imagem da janela verde-e-amarela de oportunidades, gerida por um barbudão carismático doutor honoris causa multiplex tão popular que é capaz de apontar o dedo e eleger um poste. “Ele é o cara”, amimou Barack Obama durante um encontro de líderes do G20. Na esteira, o Brasil assumiu compromissos de grande monta: fingir a inexistência de demandas urgentes e severas em saúde, educação, segurança, infraestrutura e blá-bláblá e aportar bilhões em superfaturados dois torneios internacionais de futebol e a primeira edição dos Jogos Olímpicos na América do Sul, além de uma jornada papal no meio do caminho. Quando os discípulos da quadrilha esperavam ouvir, em prece, “bendita seja a ‘presidenta’ que nos uniu no amor à pátria” e aplausos aquiescentes, veio o embaraço: a arquibancada colorida negou Dilma três vezes! Vaias sonoras ecoaram no estádio e o golaço do Neymar foi ofuscado nas manchetes pelas duras manifestações nos quatro cantos do país — e que já ganharam apoiadores no exterior — em resposta à incapacidade do Estado brasileiro de transformar uma das maiores cargas tributárias do planeta em serviços públicos com mínima qualidade. Alguém afeito às teorias conspiratórias pode conjecturar: “Será que algum sabotador, disfarçado de ‘Velho do Restelo’, misturou farinha à fluoxetina do povo?” Por obsolescência, um parlamentar dilmista

tuitou: “Vaia de playboy não vale!” Tarde demais. Tendo como estopim o aumento das tarifas de transporte público nas capitais, as ruas estão sendo dominadas por protestos ferozes contra o modelo político vigente e a corrupção endêmica. Pelo mesmo caminho seguem tribos indígenas exigindo mais demarcações de terra; agricultores e pecuaristas defendendo o direito à propriedade; sem-teto cobrando promessas de campanha não cumpridas; professores pleiteando dignidade e respeito; produção, indústria e comércio desesperados com os prejuízos causados pela nulidade de infraestrutura; gays em busca do justo reconhecimento de direitos civis; evangélicos pretendendo implantar um visual preto-e-branco de fé e família; e gente gritando, ora pela imediata prisão, ora pela absolvição dos mensaleiros condenados. Até os corruptos estão protestando por mais espaço no loteamento institucional e por uma divisão, digamos, mais equânime da roubalheira. Ao que tudo indica, o Brasil acordou de um sono hibernal. Uns pacificamente, outros aos sopapos. Alguns levantam cartazes e bradam palavras de ordem, outros levantam pedras e agem com vandalismo. Nas vultosas e sucessivas manifestações, há uma maioria desejando incendiar velhas práticas e consagrar o primeiro grande momento da democracia contemporânea brasileira, enquanto uma minoria, descontrolada e nutrida por ideologias nanicas, arremessa coquetéis molotov. Na defensiva, o Estado coloca nas ruas o que tem de pior: sua força policial, física e psicologicamente despreparada, apesar de munida com armas não letais, bombas de efeito moral e alucinógeno corporativismo. O resultado, via de regra, é o confronto. Servindo-se do oportunismo que lhe é peculiar, o patrulhamento ideológico tentou colar a pecha da culpa pela truculência e desordenamento da PM

paulista no governador oposicionista Geraldo Alckmin, do PSDB. Funcionou por menos de 24 horas. Mas, no dia seguinte, a polícia distrital — governada pelo PT — chegou a atropelar manifestantes. No Rio de Janeiro — estado e capital administrados pelo PMDB aliado — a polícia de Sérgio Cabral desceu a ripa em quem ousou fazer protestos às margens do Maracanã em sua estreia na Copa das Confederações. Contou até com aditivos da Força Nacional de Segurança, que responde diretamente ao ministro petista da Justiça e à comandanteem-chefe Dilma Rousseff. E agora: será que o lulodilmismo vai tentar encontrar uma brecha pra culpar o Fernando Henrique Cardoso, aquele moço que foi presidente do Brasil no século passado e que deixou uma suposta “herança maldita” ainda vigente? Nas cercanias palacianas, os sintomas de tensão e desespero já são visíveis. A intelectualidade mamífera, por sua vez, prefere fingir um ceticismo exoplanetário. De “turba violenta” a “fogo de palha”, pipocam definições. Há quem admita o levante varonil. A maioria ainda está relendo Freud e Bauman, tentando justificar os movimentos de massa num país corrupto através da libido exacerbada dos trópicos, ou a efemeridade líquida do potencial humano na busca por outro modelo (im)possível de mundo. Entretanto, ao que tudo indica, o assustador silêncio protagonizado nas últimas duas décadas pelos cidadãos brasileiros foi apenas o respiro profundo que antecede o mergulho. O Brasil acordou! HELDER CALDEIRA* Escritor e Jornalista


Comunidade

enquete JG Via página do Jornal de Gravataí no Facebook

Na sua opinião, a prática de vandalismo nos protestos enfraquece o movimento? Sim com certeza. Assim o povo acaba perdendo o foco e a razão; e quem acaba sofrendo com o vandalismo somos nós mesmos, pois destruímos o que é nosso! Marcelo Marques de Matos

Acredito que sim e leva a um caminho bem perigoso. Gera violência que leva pessoas inocentes a morte como já aconteceu. Infelizmente pessoas do mal aproveitam para infiltrarem-se e fazer terrorismo acreditando que com isso acabaram com o movimento. Tirando aqueles que aproveitam para saquear lojas e mercados que são ladrões mesmo,o restante devem ser pau mandado. Cleunice Antunes

A prática de vandalismo mancha os protestos, não podemos dizer que "enfraquece". São atos isolados de pessoas que vandalizam em qualquer oportunidade. Em muitas manifestações Brasil afora, a concentração de pessoas foi muito grande, e ainda é, e nessas concentrações, é praticamente impossível saber quem é quem e controlar. Cabe observar quem em shows, espetáculos esportivos e grandes aglomerações, sempre ocorrem atos de vandalismo e quebra-quebra, infelizmente. Não é e apenas nos protestos que isso vem ocorrendo. Outro dia, quem fez essa observação foi o jornalista Ricardo Boechat, na Band News. Vale refletir a respeito. Danuza E Maicon Silva

Com certeza! Pois o povo que vai para as ruas fica com medo que aconteça algum vandalismo e acabe se envolvendo mesmo sem querer. Os manifestantes estão por um boa causa organizando os protestos, mas sempre tem as maçãs podres no meio que acabam dando noticias ruins as manifestação, e a mídia tem o prazer de mostrar somente as confusões e quem acaba ganhando destaque é o vandalismo e não o manifesto em si. Carla Monteiro Soares

Quando andam paralelo o vandalismo com as manifestações, infelizmente os atos brutais se destacam. É uma pena, pois as manifestações são um conjunto de reivindicações coletivas, enquanto que o vandalismo é uma ação de uma minoria. Nesses dias os principais destaques nos jornais, rádio e Tv, foram os atos violentos, roubos. O vandalismo tende a enfraquecer sim os manifestos, pois intimida também os próprios manifestantes, que com medo acabam desistindo de protestar. Marilene Braga

Protesto x Vandalismo Por: Jorge Lucena

O

Brasil esta dando uma verdadeira lição de democracia e liberdade de expressão, para os quatro cantos do mundo. Empunhando cartazes onde estavam estampadas as suas revoltas; indignações e reinvindicações. Grande quantidade de pessoas por todo País, foram às ruas demonstrando cada uma, de sua forma os seus sentimentos pelo momento político que passa a nossa sociedade, seja relacionado à falta de segurança, ou contra a corrupção sem punição dentre outras reinvindicações. A maioria esmagadora fez o seu protesto de forma pacífica e ordeira. Esse tipo de comportamento é considerado louvável e necessário dentro de qualquer sociedade

inteligente; ordeira e pacífica, que cobra de suas autoridades os benefícios e atitudes a que devem ter como líderes políticos. Mas infelizmente pessoas de pensamentos e atitudes reprováveis dentro de uma sociedade, motivadas pelo senso de ignorância e destruição, e que não possuem objetivo de crescimento de qualidade nenhuma, nem de forma pessoal, nem como membro de uma sociedade civilizada, usa de má índole para praticar ações de vandalismo, destruindo prédios públicos depredando ônibus e causando os mais diversos prejuízos, seja com relação às entidades públicas ou privadas, procurando de forma maldosa e sem caráter, desviar o sentido principal da grande maioria dos presentes, que é levar as autoridades as suas reinvindicações.

O vandalismo é uma atitude reprovável e ridícula de pessoas miúdas, de pensamentos retrógrados e que devem ser punidas de forma enérgica pelas autoridades competentes. No Rio de Janeiro nos últimos dias, elementos dessa espécie aproveitaram do momento de protesto da população, e de forma covarde atacaram além de ônibus com paus e pedras, uma concessionária de veículos danificando os veículos que lá estavam e furtando computadores notebooks, como outros objetos de valor que se encontravam no local. Além de destruir todo local de forma violenta e insana, toda essa maldosa atitude foi filmada por uma equipe de televisão abordo de um helicóptero, que acompanhava a manifestação popular, isso sem falar na destruição covarde, dos carros de

reportagem de algumas emissoras de televisão que se encontravam no local. Tudo transmitido ao vivo em rede nacional para todo Brasil. Fica aqui a reprovação dessa atitude de vandalismo dentro das manifestações populares, e que as autoridades e os líderes dos movimentos populares, procurem identificar e excluir do movimento, e as autoridades punirem de forma enérgica, fazendo com que esses elementos paguem pelos prejuízos causados a toda sociedade, seja de forma financeira e ou moral. Elementos como esses podem ser considerados como uma espécie de “câncer”, sinônimos de atraso e destruição dentro de uma sociedade civilizada e ordeira. Parabéns a todos os que foram as ruas deixar as suas reinvindicações de forma ordeira e pacífica.

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone 34213381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu telefone e endereço.

A Sogil responde... O Silva abre a coluna de hoje com resposta da Sogil à nota publicada na edição do último final de semana, 29 e 30 de junho, encaminhada pela leitora Andrea Zimmermann. Leia a seguir: “Estamos enfrentando, nos últimos dias, grandes congestionamentos devido às manifestações que se estendem por todo o Brasil. O tempo de espera no congestionamento chegou a aproximadamente 50 minutos em um único lado, ou seja, para ida e volta dos coletivos, o tempo se estendia em aproximadamente 1h40min”. Sobre Trafegar em pé Esta é a segunda parte da resposta da Sogil ao problema relatado pela Andrea Zimmermann: “Com a antecipação do horário de pico, em razão de fechamento do comércio e das instituições de ensino e governamentais, devido aos manifestos, o volume de pessoas aumentou consideravelmente em relação ao normalmente previsto. Neste caso, viajar em pé foi a opção que os clientes tiveram para poder vir mais cedo para casa, pois com estas adversidades, não há como cumprir com a frequência de horários regular. O poder concedente autorizou, excepcionalmente, esta prática com o objetivo de evitar maiores problemas. Estamos trabalhando em certos horários com reforços nas linhas com o intuito de impactar o menos possível nossos clientes. Para salientar nosso compromisso com os usuários, informamos que nos horários desta linha nos meses de abril e maio, quando não haviam manifestações, não tivemos ocorrências das situações adversas hoje existentes”. Recado dado. Asfalto novo... O leitor Marcos dos Santos, morador da Rua São Carlos, escreve para a coluna para tornar público o agradecimento dele e dos vizinhos, pelas obras de recuperação da via, feitas pela Prefeitura. “A Prefeitura colocou as máquinas para trabalhar e removeu o asfalto velho, antes todo esburacado, que foi totalmente substituído por uma nova camada. Essa era uma herança maldita que parecia não ter solução. Até agora só tinha recebido os remendos da operação tapa-buraco. Ficou muito bom e que continue assim no resto da cidade também”. Recado dado Marcos. Pelo transporte público... A necessidade de melhorias no transporte público tem sido pauta de pelo menos três das cinco manifestações que aconteceram em Gravataí desde abril. O problema é sério e afeta uma grande maioria da população, de trabalhadores e estudantes de todos os níveis. Em dois momentos, o governo municipal baixou o valor das passagens – uma vez cinco centavos e na última, dez centavos. As duas reduções são em função das desonerações promovidas pelo Governo Federal – na folha de pagamento e no PIS-Cofins das empresas de transporte de passageiros. Ontem, em Cachoeirinha, o prefeito Vicente Pires recebeu representantes da Frente pelo Transporte Público, para iniciar negociações sobre a redução do preço. Aqui na Aldeia, se desenha um encontro com o prefeito Marco Alba para tratar de outros avanços em relação ao transporte público, entre eles o passe livre municipal. Que todos tenham êxito e pensem primeiro na sociedade, que saiu da fase “cansada de esperar” e está indignada mesmo. #Fica-a-dica#

Senha do dia:

“Não são só centavos, são bilhões de desigualdade...”


Opinião

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 4

Quem será?

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Plebiscito pode ocorrer em setembro O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) informou ontem que o prazo mínimo necessário para realizar o plebiscito sobre reforma política é de 70 dias, a contar de 1º de julho. A consulta à população poderia ser feita a partir de 8 de setembro “se tiverem início imediato as providências”. O prazo foi definido em reunião, que durou mais de três horas, entre a presidente do TSE, ministra Cármen Lúcia, e os presidentes dos 27 Tribunais Regionais Eleitorais (TREs) do País. Na ata da reunião, o TSE ressalta que “atrasos na definição de tal consulta terão consequência óbvia e inevitável sobre esse calendário, porque não é possível ter o início de providências com dispêndio de esforços humanos e de dinheiros públicos, senão com a específica finalidade que está prévia e legalmente estabelecida”. O prazo de 70 dias definido pelo TSE é uma resposta à consulta formal, feita na segunda-feira, pela presidente Dilma Rousseff ao tribunal por intermédio do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Na ata, o TSE diz ainda que o prazo será para “para garantir a informação do eleitorado sobre o que lhe venha a ser questionado”.

Os debates da sessão de quinta-feira na Câmara de Vereadores geraram um clima de constrangimento entre os conselheiros tutelares. Isso porque o vereador Dimas Costa (PT) questionou a atitude de um conselheiro que estaria frequentando festas noturnas com menores e vendendo energéticos do Paraguai. Alguns conselheiros querem que seja esclarecido qual colega tem sido mau exemplo para as crianças e adolescentes.

Assembleia municipal da consulta popular ocorre hoje

A

comunidade gravataiense está convocada a apontar as prioridades da cidade ao Governo do Estado. Encarregada pelo prefeito Marco Alba, a Secretaria Municipal de Governança Comunitária convida todos os segmentos da sociedade para a assembleia pública municipal do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã, que ocorre hoje no plenário da Câmara de Vereadores a partir das 19h. De acordo com o regulamento do sistema, será possível apontar dez sugestões de projetos para a cidade e cinco demandas estratégicas para o Estado. A partir das indicações, o Município se candidata a receber verbas estaduais em 2014.

Uma comissão nomeada pelo prefeito Marco Alba ficará com a atribuição de defender as propostas junto ao Conselho Regional de Desenvolvimento Estadual (Corede) para constarem na cédula da votação que vai acontecer nos dias 6 e 7 de agosto. Esta comissão conta com 12 integrantes do governo municipal e dez da sociedade civil, incluindo órgãos da segurança pública, como Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros, além de instituições de outras áreas. A escolha dos projetos ocorrerá através de votação pela internet e por urnas que serão disponibilizadas na cidade. Os projetos podem ser definidos nas áreas da educação, saúde, segurança, agricultura, entre outras que

a comunidade pode apontar. O secretário de Governança Comunitária, Acimar Silva, que recebeu a atribuição do prefeito Marco Alba para coordenar o processo, mostra-se bem otimista quanto a participação da comunidade. — É um processo que oferece uma possibilidade de discussão aberta com a sociedade e isso interessa a todos — afirma o secretário. Ele espera que o Município possa mostrar sua mobilização através da participação popular, o que vai assegurar a destinação de mais recursos para serviços e obras essenciais. Na edição do processo de 2012, Gravataí obteve pouco mais de R$ 1 milhão em verbas do Estado.

Transparência Após a publicação no Diário Oficial da alteração da lei que permite a divulgação nominal dos salários dos servidores públicos, Assembleia Legislativa anunciou que implementará a medida a partir de hoje. As informações estarão no portal da Transparência da Assembleia Legislativa, na área Gestão de Pessoas. Segundo entendimento da procuradoria-geral da Assembleia, como as mudanças na lei entram em vigência apenas na data da sanção, a liberação dos dados não será retroativa e atingirá apenas os valores pagos aos servidores de julho em diante. Apesar de avalizar as mudanças, o governador Tarso Genro defende que a transparência pode ser garantida sem a divulgação dos nomes, entendimento que, por ora, levará o Executivo a continuar fazendo a publicação apenas por cargos e matrículas. Salvo no caso de decisão judicial determinando o contrário. — Não há intransparência. Todos os salários estão publicados. Vamos pegar essa lei, examiná-la com todo o carinho, cuidado, vamos conversar com as entidades. Pelo meu gosto, eu não divulgaria os nomes. Isso atinge as intimidades da família, tanto de quem ganha pouco como quem ganha muito — disse Tarso. O Tribunal de Justiça (TJ), Ministério Público (MP) e Ministério Público de Contas (MPC) já divulgaram nominalmente os vencimentos.

Protocolado projeto do passe livre estudantil no RS O governador Tarso Genro protocolou nesta terça-feira o projeto de lei que prevê passe livre para estudantes usuários do transporte metropolitano no Rio Grande do Sul. Após a assinatura, a proposta foi entregue na Assembleia Legislativa, em regime de urgência. O plano do passe livre estudantil foi anunciado na última quinta-feira, pouco antes de um protesto que começou em paz na Praça da Matriz, em frente ao Palácio Piratini, mas terminou em novos confrontos. Na ocasião, o governador disse que a isenção do pagamento era uma conquista das mobilizações. A medida deve beneficiar cerca de 200 mil estudantes de 63 municípios do Estado. Para ter direito à gratuidade, os estudantes devem comprovar local de residência e assiduidade nas aulas. O limite deve ser de duas passagens concedidas por dia. Terão direito ao passe alunos dos ensinos fundamental, médio, suplementar e superior. O impacto financeiro é estimado entre R$ 8 milhões e R$ 10 milhões ao ano. As planilhas e a forma de subsidiar o benefício serão discutidas em audiências públicas. O Estado é o regulador do transporte metropolitano, por isso, a viabilização da medida depende de aprovação do projeto de lei pelo Legislativo.

Secretário Acimar coordena o processo de consulta popular que inicia hoje no Município

Governo entrega ao Congresso sugestões de temas para plebiscito O governo apresentou na manhã desta terça ao Congresso as sugestões de temas para a formulação do plebiscito sobre a reforma política. São elas: a forma de financiamento das campanhas, do sistema eleitoral, a possibilidade do fim da suplência de senador, a manutenção das coligações partidárias e o fim do voto secreto nas votações do Congresso. O documento foi entregue ao presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo vice-presidente da República, Michel Temer, e o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Temer ressaltou que a competência para elaboração do plebiscito é do Congresso Nacional. — O que o Executivo está fazen-

do é uma mera sugestão. Quem vai conduzir (o processo) do início até o fim é o Congresso — frisou Temer. O ministro da Justiça defendeu o plebiscito como forma de o povo participar mais ativamente da elaboração das diretrizes de uma reforma política, o que não ocorreria com um referendo, como sugere os partidos de oposição. — Acho que o plebiscito dá as diretrizes e os alicerces (da reforma). O detalhamento quem dá é o Congresso. Acredito que o povo, ao ser consultado, tem total condições de dizer que sistema eleitoral ele quer para eleger as pessoas. Isto é de fundamental importância: que o povo participe — disse Cardozo. A possibilidade da consulta po-

Proposta foi entregue na Assembleia Legislativa em regime de urgência

Dilamar reúne-se com Néio Lúcio

pular para pontos da reforma política foi uma das sugestões dadas pela presidente Dilma Rousseff em respostas às manifestações populares das últimas semanas.

O vereador Dilamar Soares esteve, na manhã de ontem, na Secretaria Estadual do Meio Ambiente, em Porto Alegre, discutindo, com o secretário Dr. Néio Lúcio Pereira, o Plano Estadual de Resíduos Sólidos, a fim de trazer para a Câmara de Gravataí, a discussão do tema. — Estou procurando fazer um mandato que vise as discussões de política macro, que beneficiem o coletivo e não redutos. Gravataí precisa fazer a discussão sobre um plano de resíduos sólidos e essa foi a intenção dessa reunião. Buscar a contribuição do secretário Dr. Néio, para a abordagem deste tema na cidade — destacou o vereador Dilamar.


Empregos

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 5

Dia de votar nas prioridades locais no orçamento do Estado para 2014 Hoje, às 19h, acontece na Câmara de Vereadores, assembleia do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã Karina de Freitas m assembleia pública municipal do Sistema Estadual de Participação Popular e Cidadã, que ocorre hoje no plenário da Câmara de Vereadores de Gravataí, às 19h, os gravataienses poderão votar nas prioridades locais no orçamento do Estado para 2014. A assembleia é uma das etapas do ciclo orçamentário para o próximo, que vai distribuir verbas do governo estadual para áreas prioritárias apontadas pela participação popular através da votação. O sistema irá apontar dez sugestões de projetos para a cidade e cinco demandas estratégicas para o Estado. Uma comissão organizadora foi nomeada pelo prefeito Marco Alba, em defesa das propostas pelo Conselho Regional de Desenvolvimento Estadual (Corede). A comissão é formada por 12 integrantes do governo municipal e dez da sociedade civil como Brigada Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros. Os projetos podem ser definidos em áreas de educação, saúde, segurança, agricultura, esporte, transporte, infra-estrutura, entre outras que a própria comunidade poderá apontar como necessárias para cidade. O secretário municipal de Governança Comunitária, Acimar da Silva, coordena o pro-

E

jeto. Na edição do processo de 2012, Gravataí obteve cerca de R$ 1 milhão em verbas do Estado. Segundo a assessora parlamentar do deputado estadual Miki Breyer, Renilda Ramos Pereira, serão em torno de R$ 31 milhões destinados à Região Metropolitana. Cidades como Gravataí, Cachoeirinha, Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Viamão, Alvorada, Eldorado do Sul, Triunfo e Guaíba, estão participando do processo. A demanda mais votada de cada município entra na cédula de votação da consulta a ser realizada nos dias 6 e 7 de agosto. Durante a assembleia serão definidas ações que poderão receber verbas do Estado no próximo ano. – Serão dez sugestões de projetos na cidade, mas saberemos quais serão elas após o término da assembleia, mediante as votações das comunidades. A previsão de recursos para o município sairá após a Assembléia Estadual – relata Acimar, que também é o coordenador do Sistema de Participação Popular e Cidadã em Gravataí

civil, desenvolvimento social e erradicação da pobreza no município. Os recursos serão destinados às quatro demandas com maior número de votação eleitas como áreas prioritárias. – São áreas que necessitam de mais suporte e aplicação de recursos –completa o secretário, sobre as prioridades da cidade.

Áreas prioritárias Na cidade, serão escolhidas quatro áreas prioritárias, entre as áreas para votação estão os projetos, de cultura, inclusão digital, saúde, segurança pública, defesa

Delegados O processo conta a eleição de delegados da participação cidadã do município, que também serão eleitos hoje, junto as sugestões dos projetos prioritários. A res-

ponsabilidade pela decisão de onde serão aplicados os recursos na cidade é dos delegados, na penúltima etapa do processo, que conta com a aprovação do orçamento pela Assembléia Legislativa do estado, a última etapa do sistema. Acompanhando o processo na cidade, Renilda diz: – Em Gravataí percebi que a cidade pretende se mobilizar pela Segurança Pública, incluindo a Susepe, BM e Polícia Civil. No ano passado foram votados e estão disponibilizadas quatro viaturas para a Polícia Civil e duas para a Susepe, além de R$ 761

mil, disponibilizados para a reforma e ampliação das Unidades Básicas de Saúde. Nos relatos sobre demora a atendimento nas unidades de saúde da cidade, a população coloca como prioridade melhorias na saúde, além do transporte público, alvo das manifestações ocorridas na cidade nos últimos dias. – Cada voto tem peso, para eleger os delegados que aprovaram a vinda de mais recurso para o nosso município – relata o secretário, sobre a participação da comunidade na assembleia para a eleição das prioridades.

Reposição de 3.46% será paga em folha suplementar O reajuste salarial de 3,46% concedido ao funcionalismo municipal será pago em folha suplementar no dia 10 de julho. A informação é do secretário Municipal de Administração, Nilo Moraes. A reposição é retroativa a 1º de maio e corresponde a primeira parcela do índice de 7,16% oferecido pelo governo e referendado pela categoria.

A segunda parcela, correspondente a 3,58%, será pago a partir de 1º de setembro. Além do aumento salarial, a proposta do município contempla ainda a equiparação da diferença de classe entre servidores da Guarda Municipal, igualando os profissionais do nível IV para o nível VI da carreira, com confecção de Projeto

de Lei com vistas a atender essa expectativa no prazo de 90 dias para valer a partir de janeiro de 2014. Compromisso Com a concessão de 7,16% ao funcionalismo, a folha salarial do município terá um acréscimo anual em torno de R$ 15 milhões, chegando a R$ 218 milhões/ano. Em

conversa com a diretoria dos sindicatos, o prefeito Marco Alba falou do pacto que deve existir entre administração e servidores. “Nosso compromisso é com o município, com os que mais necessitam dos serviços públicos e comunidades carentes, mas também com o funcionalismo, que é responsável pela execução das políticas públi-

cas”, frisou o prefeito. Marco Alba destacou ainda da disposição do seu governo em conversar com a categoria. “O nosso propósito é de diálogo permanente e de respeito com o funcionalismo municipal, reafirmando nosso compromisso de transparência e defesa plena do interesse público”, ressaltou.


Geral

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 6

Estágios no Tribunal Regional do Trabalho Até o próximo dia 15, estão abertas as inscrições para o processo seletivo de estagiários para o Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT). Os interessados devem acessar o site da organizadora da seleção, a Fundatec: concursos.fundatec.org.br. As vagas disponíveis são para bacharelado em administra-

ção, análise de sistemas, arquitetura, arquivologia, biblioteconomia, ciências contábeis, ciências da computação, ciências econômicas, comunicação social - jornalismo, comunicação social - publicidade e propaganda, comunicação social - relações públicas, direito, enfermagem, engenharia civil, engenharia elétrica, engenharia mecânica, história, informática, museo-

logia e psicologia - ênfase em psicologia social e institucional. A carga horária é de 20 horas semanais, e a bolsa estágio é de R$ 833. A provável data para aplicação da prova é dia 4 de agosto. A inscrição é gratuita, e os candidatos devem ter concluído, no mínimo, 30% do curso de graduação para concorrer.


Empregos

Vagas no Sine de Gravataí:

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 7

Oportunidades na Região Metropolitana A agência Integrar RS está com cerca de cem vagas em aberto. Confira uma parte delas: Para concorrer, é preciso enviar currículo por e-mail para rh@integrar-rs.com.br ou rh3@integrar-rs. com.br, com o nome da vaga no assunto da mensagem. Mais informações: 3061-6005.

Fiscal de prevenção e perdas (2) Balconista (1) Auxiliar de cozinha (1) Auxiliar de montagens (3) Caldeireiro (2) Serralheiro soldador (1) Serviços gerais (1) Atendente de loja (2) Caixa (1) Atendente (2)

As vagas - Auxiliar administrativo - Ensino médio e experiência, para o Bairro Navegantes - Auxiliar de segurança - Ensino médio e experiência, para o Bairro Bela Vista - Estoquista - Ensino médio e um ano de experiência, para o Bairro São Sebastião - Analista de PCP - Com experiência em indústria, morador de Canoas, Cachoeirinha, Alvorada ou Gravataí, para o Distrito Industrial de Cachoeirinha - Auxiliar comercial - Com ensino médio e experiência, para o Distrito Industrial de Cachoeirinha - Balconista - Com experiência em produtos de ferragem e mora-

Auxiliar de produção (10) Vendedor interno (2) Serviços gerais (2) Frentista (1) Auxiliar de cozinha (2) Padeiro (1) Caixa operador (10) Repositor de loja (8) Marmorista e ajudante (1) Auxiliar de limpeza (1) Cozinheira (1) Serviços gerais (1) Operador de empilhadeira (1) Atendente de balcao (1) Pintor (6) Recepcionista (1) Rua: Adolfo Inácio Barcelos, 774 – CEP: 94.010-010. Fone: (51) 3484-2281. Horário: 8h às 16h

ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL TABELIONATO DE PROTESTOS DO MUNICÍPIO DE GRAVATAÍ AV. JOSÉ LOUREIRO DA SILVA, 1826 - Fone: 3488.1800

dor de Porto Alegre, para o Bairro Navegantes. - Auxiliar de produção - Experiência e morador de Cachoeirinha, Canoas ou Gravataí. Para o Distrito Industrial de Cachoeirinha - Atendente - Com ensino médio e experiência no comércio, para o Centro da Capital - Técnico em manutenção de nobreak - Curso técnico em Eletrotécnica e CNH B. Para o Bairro São Geraldo - Consultor de vendas - Ensino médio e experiência em televendas. Para o Centro da Capital. - Secretária executiva - Com graduação em Secretariado, Relações Públicas ou Hotelaria e Turismo e experiência, fluência em

EDITAL

FAZ SABER que, se encontram neste Ofício para serem protestados os títulos abaixo discriminados. Nome do Devedor

Protocolo

Valor Original

Documento

Cod. Espécie

Credor Original

ALEXANDER ENGELMANN DE LEON

1319554-7

R$ 138,70 741005/1

IDM

JOHANN ALIMENTOS LTDA

ANDREIA NUNES

1322654-8

R$ 240,00 0100

IDM

SIMON SANGIOGO A ASSOCIADOS

CARLOS HENRIQUE MENEZES

1322113-5

R$ 385,00 2325252768

IDM

ASSOCIACAO PRO ENSINO SUPERIOR EM NOVO H

COBI IMOVEIS LTDA

1322866-6

R$ 765,32 0003488801

IDM

COMERCIO DE FERROS TREZAR LTDA

COMERCIAL JORANO LTDA

1323215-9

R$ 420,26 007426131

IDM

ANTONIAZZI INDUSTRIA E COMERCIO DE ALIME

COMERCIAL MULTI MIX JOMAR LTDA

1321824-0

IDM

TEC GESSO ARTEFATOS DE GESSO LTDA

CORTIACO METALURGICA LTDA

1323522-7

R$ 127,56 4869

IDM

BRASCORTE - INDUSTRIA E COMERCIO DE SERRAS LT

CRISTINA GARCIA DE LEMOS

1320952-3

R$ 961,35 015/3100001098-4 CDD

ELIZETE GALDINO FERREIRA

DOUGLAS DIHL KLEIN

1321897-0

R$ 791,70 3096

IDM

SERFLEX SERV COM FLEX LTDA

E N DAVILA MOVEIS ME

1323303-9

R$ 473,00 140313/04

IDM

FABIANA VAZ CARDOSO

1322832-6

FERFIBRAS IND E MAN INDUSTRIAL LTDA

1322705-7

FIBERBOYS CHAPAS LTDA

1322413-3

HBS IND. COM. DESINGRAXANTES LTDA

1323261-9

R$ 4.100,00 2/6

R$ 27.500,00 20017749132PARC9A60 CFIN R$ 102,95 03602877060 R$ 1.999,00 32272/2 R$ 55,18 1263849 - 0

DELAMINAS COMERCIO E EXPORTACAO LTDA CIA DE CREDITO,FINANC E INVEST RENAULT DO BRASIL

IDM

MADEIREIRA HERVAL LTDA

IDM

CELSUS METALURGICA LTDA

IDM

RAPIDO TRANSPAULO LTDA

IGOR NOBRE/MILIANE RODRIGUES DE OLIVEIRA 1322603-5

R$ 386,32 32/080

IDM

ADO EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA

IMPAR - IND. E COM. DE MAQ. E IMPL. A

1323034-6

R$ 350,52 17562/24

IDM

ORDENHADEIRAS SULINOX LTDA

JEAN DE OLIVEIRA CASA NOVA

1322744-7

R$ 530,00 530 0

IDM

CRISTIANO CRIVELLA FIGUEIREDO ME

JOSE CARLOS GONCALVES DOS SANTOS

1320792-2

R$ 158,00 000012

CH

LUIS ADEMIR BARBOSA DA SILVA

1321774-6

LUIS FERNANDO DE SOUZA GONCALVES

1322768-2

IDM

PUGEN EMPREENDIMENTOS IMOBILIARIOS LTDA

LUIZ ALBERTO DOS SANTOS CARVALHO

1323024-2

R$ 254,48 787504

IDM

MONTREAL COMERCIAL DE AUTOMOVEIS LTDA

LUIZ FERNANDO MEGGIATO

1320865-8

R$ 176,00 24211905

IDM

METROPOLITANA DE VEICULOS LTDA-POA

MARCELO SOUZA PAIXAO E.P.P.

1322865-1

R$ 200,00 109342

IDM

GAMASUL LTDA

MARCO ANTONIO DOS SANTOS BELEM

1322665-6

R$ 306,00 12681

IDM

SIND TRABS TR ROD INT INTERES

MARI ALVENIR NICOLODI DE CAMPOS

1322733-8

R$ 392,10 178

IDM

MANASU CONFECCOES LTD

MJ REPAROS E REFORMAS LTDA ME

1322981-3

R$ 560,00 923/3

IDM

PVC MONTAGENS LTDA

MOVAL COM E MANUTENCAO ELETRIC

1321668-8

R$ 530,71 088191/1

IDM

PROTEFIX PROTECAO FIXACAO LTDA

MOVAL COM E MANUTENCAO ELETRIC

1322676-4

R$ 530,73 088191/2

IDM

PROTEFIX PROTECAO FIXACAO LTDA

NAIR SOARES DA SILVA

1321376-4

R$ 36,60 195

IDM

JANETE EBERTZ DE OLIVEIRA ME

PEREIRA CUNHA FABR E REC DE MO

1322954-6

R$ 48,58 149038

IDM

DELAMINAS COM E EXP LTDA

RB PASTORIZA E CIA LTDA EPP

1323238-0

R$ 111,60 40451

IDM

LF DISTRIBUIDORA A PEAS LTDA

RB PASTORIZA E CIA LTDA EPP

1323241-1

R$ 186,08 120892

IDM

LF DISTRIBUIDORA A PEAS LTDA

SONIA MARISA OLIVEIRA DE ABREU

1321656-5

R$ 102,40 1010000000

IDM

ESTACIONE BEM A G E LTDA ME

WALTAIR REIS DA SILVA

1321076-6

R$ 350,00 073-21

IDM

J E THOMAS

WALTAIR REIS DA SILVA

1322119-2

R$ 350,00 073-22

IDM

J E THOMAS

R$ 27.990,00 70008133891PARC8A60 CAR R$ 1.375,25 0001000018

MARIA SALETE ROGELIM CIA DE ARRENDAMENTO MERCANTIL RENAULT BRASIL

Estas pessoas encontram-se em alguma das situações definidas pelo art. 15 da Lei nº 9.492, de 10.09.97, razão pela qual é publicado o presente edital, na forma do parágrafo 1º do mesmo artigo, ficando intimada a virem pagar no Tabelionato os respectivos títulos, evitando o protesto, ou oferecer resposta, que não evitará o protesto, tudo no prazo de três (03) dias úteis, contados a partir da data de publicação deste edital. Gravataí, 03 de julho de 2013

inglês e espanhol, para o Bairro Santa Cecília. - Técnico em enfermagem/ diagnóstico - Técnico em Enfermagem, Coren ativo e experiência em exames ou cirurgia refrativa. Bairro Santa Cecília. - Auxiliar de departamento pessoal - Com ensino médio e experiência. Centro de Porto Alegre. - Orçamentista - Com ensino médio e noções de orçamentos de gráficas. Bairro Jardim São Pedro. - Engenheiro civil - Experiência em obras e disponibilidade para morar em Pelotas por quatro meses. Para o Centro de Gravataí. - Recepcionista bilíngue - Com inglês fluente e experiência. Bairro Floresta, em Porto Alegre.

VALECY CABELEIRA BITELO - OFICIAL

EDITAL DE CONVOCAÇÃO PARA ASSEMBLEIA GERAL EXTRAORDINÁRIA PARA TODOS OS INTEGRANTES DO QUADRO ASSOCIATIVO DACOOPERSPUMA.

A Coordenadora Geral da COOPERSPUMA - Cooperativa dos Trabalhadores na Indústria e Comércio de Espumas e Bordados em tecidos de Gravataí LTDA, no uso de suas atribuições legais e estatutárias, de acordo com o Art. 18, §1° ao 4° e do 6º ao 9º; Art. 20, I, II, III e Art. 23 e 24, inciso IV e § único do Estatuto Social da Cooperativa, convoca todos os associados para a Assembléia Geral Extraordinária, a ser realizada na sede social da Cooperativa, cito Avenida Ely Corrêa, n.º 2.713, bairro Sítio do Sobrado, Gravataí/RS, CEP 94.180-130, às 07 horas, no dia 13 de março do ano de 2013, em primeira convocação com 2/3 dos associados, em segunda convocação com metade mais um dos associados e terceira e última convocação, com no mínimo 10 associados presentes, com intervalo de no mínimo 1 (uma) hora entre as convocações, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: 1.

Dissolução voluntária da Cooperativa e nomeação de liquidantes; 2. Poderes aos liquidantes para procederem na liquidação da Cooperativa; 3. Assuntos Gerais. _________________________________________________ Jane Voltz de Deus dos Santos – Coordenadora Geral Gravataí, 02 de julho de 2013.

VENDE-SE PONTO COMERCIAL VENDE-SE PONTO DE LOJA DE ROUPAS LOCALIZADA NO CENTRO COMERCIAL DA MORADA DO VALE I. COM OU SEM MERCADORIAS – ACEITA PROPOSTAS.

F: 99411011- 94036604


Esporte

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 8

Cerâmica mantém o ritmo intenso

A

equipe principal do Cerâmica mantém o ritmo intenso de trabalho na pré-temporada. Na manhã desta terça-feira (2) o grupo realizou um treino físico e técnico no CT do Clube. Na ocasião o profissional Hamilton Fernandes da Silva foi apresentado pelo técnico Gelson Conte como novo massagista do grupo. Hamilton vem do Cruzeiro, mas traz como principal experiência uma bagagem de 20 anos nas categorias de base do Grêmio. “O clube tem uma bela estrutura. Está tudo a disposição do profissional e da base para

Gelson teve uma conversa com os atletas e apresentou o massagista Hamilton que possamos fazer um bom trabalho e este é o meu pensamento”, declarou Hamilton. Treino técnico Após a rápida conversa de Gelson Conte com os atletas, o preparador físico Maurício Mandracio comandou os trabalhos. O auxiliar técnico Jeferson Câmara e o preparador de goleiros Enio Oliveira também participaram do treino. Segundo o preparador físico, o objetivo neste momento é trabalhar resistência específica. “Estamos realizando treinos focados na força rápida e mobilidade. Esta é a segun-

Foto: Nataniel Corrêa - CAC

da semana de pré-temporada, onde seguimos intercalando treinos físicos com os técnicos e táticos, após um início mais forte”, falou Maurício. O profissional destacou ainda, que alguns atletas que não estavam com alto ritmo de jogo vêm recebendo uma demanda maior de exercícios, para que estejam aptos a entrar na fase competitiva. Nas próximas semanas, o time comandado por Gelson Conte deve realizar alguns amistosos com times da Capital e do interior do Estado. O primeiro teste deve ser contra o Caxias, na Serra Gaúcha.

Goleiro e volante são apresentados

O Cerâmica apresentou nesta tarde dois novos atletas que irão compor a equipe principal do Clube. O goleiro Anderson Lemos e o segundo volante Dagoberto Zan já estão integrados ao elenco e participam dos treinos do time comandado por Gelson Conte. Os atletas formam ao lado do meia Rodrigo, do lateral Hugo e do atacante Lucas a lista de reforços do Cerâmica para o segundo semestre, onde o time

vai disputar as copas Regional e Willy Sanvito. Fechando as traves do Vieirão Nascido no Rio Grande do Sul, Anderson jogou na base do Inter, passou pela Portuguesa, de São Paulo, e retornou ao Estado para defender a camisa do Juventude, onde foi campeão da Copa Laci Ughini, em 2011. Atualmente, o goleiro atuava pelo Concórdia, de Santa Cata-

rina. Do alto de seus 1,87m, o goleiro declara conhecer apenas os atletas Giordano e Maurício Toscani, das categorias de base do Inter, mas já admira o comando de Gelson Conte. “É muito bom ter alguém com esta postura à frente do grupo”, destacou. Juventude aliada a experiência para o meio campo Aos 23 anos, para ser um segundo volante que também poderá atuar como meia, Dago-

berto chega ao Cerâmica com importantes experiências fora do país. Natural de Tapejara, o atleta surgiu no Gaúcho de Passo Fundo. Ainda aos 16 anos, se transferiu para o F.C. Zwolle, onde permaneceu por uma temporada. Após jogar por três anos na base do Caxias, esteve ainda no Rimini F.C., da Itália. Ao retornar ao País, também atuou pelo Juventude ao lado de Anderson, e por último, pelo Glória de Vacaria, onde foi titu-

lar durante a Divisão de Acesso em que o clube conquistou o quarto lugar na classificação geral. “Tenho velocidade e técnica", falou o atleta sobre suas características. "O Cerâmica possuí uma estrutura de time grande e nos dá total condição de trabalho”, completou o volante, que frisou ainda ter planos de crescer profissionalmente no Brasil após a experiência adquirida no exterior.


Polícia

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 9

Cinto de segurança salva vítimas de capotagem na ERS-118 Um Gol, que vinha do Litoral para Gravataí foi abalroado na manhã de ontem no cruzamento com a Centenário e capotou. Outro motorista fugiu

O

FotoS Divulgação/JG

uso do cinto de segurança pode ter sido o principal item para evitar um acidente mais grave no cruzamento da ERS-118 com a Avenida Centenário. Por volta das 8h30, um Volkswagen Gol, no qual viajava um casal que reside na Serra Gaúcha, vindo do Litoral, foi abalroado ao ingressar na ERS118 e capotou. Uma mulher de 50 anos, que estava na carona, sofreu ferimentos leves. O motorista do outro veículo, que não chegou a ser identificado, fugiu do local sem prestar socorro. O acidente foi atendido pelo grupo de resgate Anjos do Asfalto. O casal foi encaminhado ao Hospital Dom João Becker, onde foi medicado e mais tarde liberado. Um dos motivos da colisão pode ter sido a forte neblina que pairava sobre a rodovia no momento do acidente. As recomendações da Polícia Rodoviária Estadual para quem trafega nas rodovias da Região, também nesta quarta-feira, é de que os motoristas dirijam com atenção redobrada e reduzam a velocidade, pois há probabilidades de haver neblina novamente.

Gravataí registra recuperação de veículo roubado

Aterro Santa Tecla em Gravataí é interditado por crime ambiental

O roubo ocorreu na noite da segunda-feira 01/07, aproximadamente às 20h30min, na Rua Itapetininga, bairro São Judas Tadeu, em Gravataí (RS). A vítima que estava em uma Kombi cor branca, ano 2011, foi abordada por um homem armado e teve o veículo roubado. A empresa de rastreamento veicular Volpato foi acionada pela vítima através da Central de Rastreamento 24h, que imediatamente efetuou o bloqueio do veículo, enviou suas Unidades de Pronto Atendimento e acionou a Brigada Militar para efetuar o resgate. O veículo foi recuperado na Rua Érico Veríssimo, Parque da Matriz, em Cachoeirinha (RS). Os ladrões fugiram e a vítima foi encaminhada para registro da ocorrência.

Agentes da Delegacia de Polícia de Proteção ao Meio Ambiente/DEIC acompanharam, nesta terça-feira (2/7), peritos do núcleo ambiental do Departamento de Criminalística/IGP na realização de exame

pericial no Aterro Santa Tecla, situado na cidade de Gravataí. Segundo a delegada Roberta Da Silva, titular da Delegacia de Polícia de Proteção ao Meio Ambiente, o local, que armazenava resíduos domiciliares,

foi interditado em virtude de ter ocasionado o vazamento de chorume das lagoas de armazenamento de efluente para o Arroio Sapucaia, um dos mais graves crimes ambientais ocorridos no município.


Entretenimento

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 10

Foto: Divulgação/JG

Resumo de Novelas

Costela no bafo

uModo de preparo Coloque em um panela de pressão a costela inteira, e jogue o sal grosso e a cebola em rodelas, não colocar água, somente a costela o sal e a cebola. Feche a panela e deixe na pressao por 20 a 30 minutos no fogo baixo. Mexa a panela de vez em quando. Depois é só servir e bom apetite

Desenho 100% brasileiro, “Peixonauta” é sucesso em mais de 70 países

Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br

N

ão é só nas telenovelas que o Brasil tem se destacado mundo afora. A animação brasileira “Peixonauta” acaba de chegar à República Tcheca e, ao todo, já foi exportada para mais de 70 países. Exibido no Brasil pela TV Cultura e pelo canal por assinatura Discovery Kids, “Peixonauta” dará origem a um longa-metragem em 3D, que deve chegar aos cinemas em 2014, ano em que o desenho também ganhará uma nova roupagem. “Peixonauta” é também a primeira série de animação 100% brasileira, tanto nos roteiros quanto na arte. Criada por Célia Catunda e Kiko Mistrorigo, o desenho acumula 52 episódios de 11 minutos. A história segue as incríveis aventuras de um peixe agente secreto e seus melhores amigos, Marina e Zico.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS CRUZADAS DIRETAS © Revistas COQUETEL 2011

PALAVRAS www.coquetel.com.br Pessoa ingênua www.coquetel.com.br Atitude usada a serviço que se opõe à Aquele difusão que de doboa-fé conhecimento serve aos científico interesses escusos Couraça do outro O reino de Mamatas Morfeu (Mit.)

de uma Padecer Rio causa chileno Significa "Global", em GPS"

Não, em francês

Grande confusão ou desorA última dem sinfonia deAvesBeethoven sa ao convívio Sistema social filosófico de Kant Obstruídos

Senhora A letra (abrev.) comum do HD, no Animal Thomaz Ribanmicro abatido Ianelli, ceira pelo artista plástico magarefe

© Revistas COQUETEL 2011

Período 2.500, em romanos Sucesso de 52 de Djavan Participante da semanas Xale retangular usado última sobre etapa da Retesamento de Orvalho (pl.) competição congelado os ombros Marcelo um músculo "(?) Comitê Órgão da reforma (?), jor- Mortas", Divisória nalista da de quadra Gogol olímpico agrária no Brasil de "badminton" Cidade espanhola do exílio Altura de Perón (abrev.) Em, em Sentar, Sintoma espanhol em inglês Pele de cabra tingida para Rio GranFileira artefatos de do NorAs te (sigla) Nações Adoçante Enxergar natural Unidas Gênero Agência em que dos EUA Fortifi- se satiriza cante a tragédia de unhas “Cantar de É roída (símbolo) Mio (?)”, pelo onipoema Membranacófago ocular ibérico colorida (Anat.) Doente, na linguagem infantil Formato de vigas Níquel Peixe Rua, em (símbolo) marinho francês Mentira, Conjun- rico em em inglês ção alter- ômega 3 nativa (Gram.) Carta de Feição nobaralho tável de com o Pronome Ainda, Cyrano de número 2 Bergerac predileto em do gaúcho Peça de espanhol Narrativa Bastante sinalizaépica dos ção em Escola vikings rodovias militar em Resende (RJ) Prefixo que indica Aquela ação da doutrina mulher Núcleo contrária cristã (Rel.) Antônio Callado, escritor de "Quarup" A bomba Victor, no baseada alfabeto (?) qual: na fusão fonético Letra enatômica fatizada muito parecido na fala do com alemão

V

amor à vida Paloma se afasta de Bruno, mas Paulinha os une novamente. Valdirene discute com a família de Carlito. Paloma sofre ao admitir que ama Bruno. Jacques tenta se aproximar de Aline. Félix tem uma ideia para descobrir quem é a amante de César. Pilar fala a Bernarda que Paulinha não vai mais ficar com Bruno. Perséfone conta para Glauce que Joana a questionou sobre o prontuário de Luana. Atílio fala de parte de sua vida como Gentil para Renan, que comenta com César. Amarilys pede para Laerte usar seus óvulos na fertilização do filho de Eron e Niko. Patrícia pede para ficar com Michel. Alejandra manipula Ninho. Amarilys tenta convencer Paloma a conversar com Bruno.

Rio que provoca enchenA força tes atua na que capital na búspaulista sola Abraço, Número em inglês (abrev.) Vibrar (o veículo)

Tony Scott, cineasta A maior dos EUA cobra venenosa do Brasil

Número do qual se Feito às subtrai pressas outro (Mat.) Andar; caminhar Prêmio de Einstein em 1921

Enxofre (símbolo) Instigou Sufixo presente em "correria" os ciúmes de Otelo Pequeno primata (Lit.) da fauna brasileira Ingeriu (líquido)

E

R

Afiançar Tipo de leite de vaca

Cada ca- Sucesso tegoria do de Ana Carolina iatismo Dupla membrana serosa envolA Árvoreque Nacional Surra ve os Dígrafo (gíria) de "velho" pulmões Processo do qual se favorecem prestadoras de Polêmico serviços presidente da Venezuela

Ulysses Guimarães, Raiz político asiática Ás, em inglês

38

BANCO

37

BANCO

Solução

Solução anterior Solução E C I A T A S M O SN A L T DI AC GIE M S M FO M R AN D RA LI A V UA DD O ES N S R A D AH E I N I AU C M R U EC LU T I C A I N I I M I RA D I SO L H O II DA A RT TR U DE O A O M RA AN DA US Q UUE E GI ON S UE N NG F IT SA IL C AR R I AZ M A OÇÃ RO A G N I C H A V E Z

Jornal de Gravataí

I P C N E G O AN N OO N A BC LR II NT SE O N OR E CN AT OR SA UT I CE T A RE R ES DU M AU GG N ER H A NT A TB SA TI RR E P M IL NA US ESN C S N TU HA MI T I AG N OP BIE LA DUE T E BR CE II P L E U R H U G O

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

1 cebola

3/ace — aún — cid — hug — lie — non. 4/piau. 5/assaz.

SANGUE BOM Fabinho se faz de vítima para Plínio e acusa Amora de ser maucaráter. Bárbara tenta se reconciliar com Natan. Bento e Amora incentivam Plínio a descobrir quem é Fabinho. Wilson comemora seu divórcio. Lucindo foge de Damáris e beija Nice. Filipinho e Tábata chegam ao Rio de Janeiro. Luz avisa a Malu que vai trabalhar na TV para provocar Bárbara. Charlene leva Pedrinho para casa. Verônica consola Renata. Nancy cuida de Tito. Amora leva Plínio para falar com Gilson e Salma. Giane critica Amora para Bento. Fabinho analisa as fotos que tirou de Amora e Bento.

1 colher de sopa de sal grosso

2/en. 3/rue — sit. 6/pleura. 8/minuendo. 9/marroquim. 13/obscurantismo.

FLOR DO CARIBE Dionísio passa mal e Alberto pede socorro a Guiomar. Ester conta para Samuel e Lindaura sobre a discussão que teve com Dionísio. Guiomar leva Dionísio para o hospital. Samuel confessa à filha que não sabe o que fazer para se defender de Dionísio. Marizé esconde de Bibiana que Mateus a sujou com molho catchup. Samuca entrega a Cassiano a carta de amor que Ester lhe escreveu. Lino viaja para o Rio de Janeiro com Carol, à procura de Maria Adília. Alberto culpa Ester pela internação de Dionísio.

uIngredientes 1 kg de costela inteira

Culinária JG

MALHAÇÃO Bruno se enfurece com todos na festa por causa de Fatinha. As mulheres decidem ir para o Misturama. Betty chega à festa acompanhada de Michel. Chega o dia do casamento de Bruno e Fatinha. Vitor decide ir à delegacia para saber notícias de Luana. Luana se assusta com Alemão. Peçanha alerta Sal para a hora de sua fuga. Paulina repreende Tatá por insistir em ler a Bíblia que ganhou de Sal.


Cultura/Geral

Gravataí, 03/07/2013 - Pág. 11

19h - A assembleia pública municipal do Sistema Estadual de Participa-

ção Popular e Cidadã será hoje no plenário da Câmara de Vereadores. O encontro vai servir para apontar dez sugestões de projetos para a cidade e cinco demandas estratégicas para o Estado. Estas definições poderão receber verbas do Palácio Piratini em 2014.

Aluguel social beneficia 33 famílias que moravam à beira da ERS-118 Cadastro feito pela Prefeitura, em parceria com o governo do Estado, libera área paras obras de duplicação da rodovia

A

Prefeitura de Gravataí, através do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), já encaminhou 33 famílias que moravam à beira da ERS-118, no trecho que será duplicado, para o aluguel social. Em até um ano, essas famílias, em um total de 122, terão direito a um imóvel, em definitivo, no conjunto habitacional que será construído no Bairro Padre Reus, na Parada 103 de ERS-030, com 2,2 mil unidades. Uma parceria firmada entre a Prefeitura e a Secretaria de Habitação e Saneamento do Estado (Sehabs) define que ao município caberá a responsabilidade pelo cadastramento das famílias e acompanhamento da quitação em dia dos valores do aluguel social, informando ao Estado mensalmente a regularidade do compromisso. O encaminhamen-

to da contratação de locação, no entanto, é de responsabilidade do Estado, assim como a definição do valor do aluguel. “Estamos fazendo todo o acompanhamento necessário para que todas as famílias sejam realocadas de forma digna, sem ter prejuízo algum, e até o momento concluímos com sucesso esta etapa do processo de remoção para a duplicação da via”, afirma o diretor-presidente do Demhab, Celso Fonseca. Das 360 famílias que moram no trecho que será duplicado, 238 não sairão agora, somente quando o empreendimento do Padre Reus, através do Minha Casa, Minha Vida, estiver concluído. Os imóveis, destinados para a faixa de renda entre zero e três salários mínimos de renda familiar, terá uma prestação que poderá variar de R$ 50 a R$ 160.

FotO DIVULGAÇÃO/pmg

Áries: Muitos planetas em Câncer movimentam assuntos relacionados à vida doméstica e à família. Emoções ligadas ao passado podem vir à tona e você deve enfrentá-las para que possam ficar definitivamente para trás. Tempo de mudanças. Touro: Seu regente é pressionado pela Lua e Saturno, tornando seu dia mais tenso e pesado. No entanto, um problema relacionado a dinheiro ou ao amor pode ser solucionado. Cuidado com as palavras, pois existe tensão e medo no ar. Gêmeos: Seu regente caminha livre através de Câncer, movimentando acordos de negócios e tudo o que envolve a comunicação. O momento é ótimo para fazer viagens e começar um curso de especialização. Câncer: Muitos planetas em seu signo movimentam todos os setores de sua vida, mas especialmente o familiar e a comunicação. Os tempos são de mudanças importantes, de finais e recomeços. Leão: É possível que você esteja mais fechado, refletindo sobre questões que envolvem seu passado. Sua identidade passa por um momento de agitação e novas escolhas serão feitas. Mais uns dias nessa energia e tudo começa a ser transformado. Virgem: Seu regente em Câncer faz com que você se sinta mais voltado para questões que envolvem a família e a vida doméstica. Os amigos mais íntimos ficam ainda mais próximos e sua vida social ganha um novo colorido. Tempo de mudanças. Libra: Seu regente recebe forte pressão da Lua e Saturno e seu dia pode ser um pouco mais pesado. Questões que envolvem amor e dinheiro são colocadas na mesa, no entanto, é possível que você encontre uma solução imediata. Escorpião: Saturno continua pressionando seu signo e tornando sua vida um pouco mais pesada e carregada de novas responsabilidades. O momento requer sensatez e organização. É fundamental ter clareza nos passos. Sagitário: Muitos planetas em Câncer provocam uma série de mudanças em sua vida, especialmente em seu mundo emocional. O momento requer paciência e compreensão. Não se deixe levar por sentimentos e pensamentos destrutivos. Capricórnio: Muitos planetas em Câncer movimentam seus relacionamentos, trazendo mudanças importantes e definitivas em sua vida. O momento pede reflexão sobre suas escolhas e sobre tudo o que deve ser transformado em suas relações.

Os Escolhidos Daniel (Josh Hamilton) e Lacey (Keri Russel) levam uma vida pacata no subúrbio, até que seu filho Jesse (Dakota Goyo) passa a agir de maneira estranha e paranormal. A partir daí a vida de todos começa a mudar e uma série de acontecimentos misteriosos passam a fazer parte da rotina da casa. A família terá que lutar pela sua sobrevivência, sendo a única forma de salvação se manterem unidos.

Aquário: Muitas mudanças importantes começam a acontecer em seu ambiente de trabalho e em seus projetos que também envolvem o trabalho. É hora de fazer novas e acertadas escolhas. Esta fase pode ser marcada por uma mudança de emprego. Peixes: Muitos planetas em Câncer trazem à tona questões importantes sobre você, sua intimidade e sua maneira de lidar com o amor e a paixão. A fase envolve um novo envolvimento amoroso. Deixese levar pelas mudanças.


JORNAL DE GRAVATAÍ Quarta-feira, 03 de julho de 2013

Rotarianos de três clubes empossam nova diretoria

N

a última sexta feira, 28, às 20h, no City Park (Cachoeirinha), aconteceu a cerimônia de posse do Conselho Diretor 2013/2014 do Rotary Gravataí do Vale, Rotary Club Cachoeirinha e Rotary Cachoeirinha Industrial. No Rotary Gravataí do Vale foi empossado o novo presidente, Zilon Borba Espíndola. Cledi Maria Soares Vieira preside o Rotary Club Cachoeirinha e o Rotary Club Cachoeirinha Industrial, tem como novo presidente Aldir Melo Pessoa. Apesar da noite fria e chuvosa, a presença da família rotariana e dos colaboradores abrilhantou o evento. Uma vez mais os rotarianos mostraram que para se fazer o bem, basta ter vontade e ser unido com os companheiros. Parabéns aos novos presidentes e suas respectivas equipes.


SAÚDE & CIA

Caderno semanal do Jornal de Gravataí - Circula em Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha - Quarta-feira , 03 de julho de 2013 - Ano IV - Nº 179

Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva alerta para forma de tratamento da doença A doença é caracterizada pelo organismo não conseguir fazer com que o açúcar ingerido passe para dentro da célula

O

diabetes afeta mais de 10 milhões de brasileiros, segundo dados do Ministério da Saúde, tem como opção de tratamento o balão intragástrico, indicado para pacientes com Índice de Massa Corporal (IMC) maior que 27. A doença é caracterizada pelo organismo não conseguir fazer com que o açúcar ingerido passe para dentro da célula, ficando desta maneira muito elevado na corrente sanguínea. Entre os fatores de risco estão a hereditariedade, obesidade e o sedentarismo. Os principais sintomas levam a pessoa a beber muita água, urinar mais vezes ao dia e emagrecer, apesar de manter uma alimentação normal ou até exagerada, o que não ocorre em caso de obesidade, de acordo com Arnaldo José Ganc, endoscopista e ex-presidente da Sociedade Brasileira de Endoscopia Digestiva (SOBED). Nestas situações, o preconizado é que o obeso procure um médico e verifique se há necessidade de cirurgia. Se houver, o balão intragástrico está entre as opções de tratamento como alternativa que menos agride o organismo. O balão intragástrico é uma “bola” feita de um plástico especial que pode ser inflada dentro do estômago. É introduzido por via oral, com o auxílio de um endoscópio, com o paciente devidamente sedado. O material resiste ao meio ácido do estômago por, pelo menos, seis meses e pode ser esvaziado com o auxílio de um endoscópio. “É recomendado para pacientes com sobrepeso e resulta em emagrecimento entre 10 e 20% do peso. Com isto, há uma melhora do diabetes, do nível dos triglicérides, do colesterol e da pressão arterial”, afirma Ganc. Entre os efeitos colaterais estão o vômito e náuseas nos primeiros três dias após a introdução do balão. Também, nos primeiros meses pode ocorrer empachamento, caso o paciente ingira comida em excesso. O Sistema Único de Saúde (SUS) disponibiliza esse tipo de tratamento, excepcionalmente, para casos extremos como pacientes com obesidade em estado grave, com Índice de Massa Corporal (IMC) acima de 40. “O ideal é manter o peso adequado, por meio de dieta balanceada e adequada, além da prática de exercícios; desta forma, o diabetes

Bactérias encontram rotas cirúrgicas Página 2

pode ser controlado e possibilita ao paciente uma vida plena”, finaliza o endoscopista. O que é diabetes, como prevenir e tratar? O diabetes representa a maior causa de cegueira da atualidade e, como veremos adiante, essa não é a sua única complicação. Existem 300 milhões de diabéticos no mundo, sendo que metade deles não sabe que é portador da doença. No Brasil, há 14 milhões de doentes, muitos deles sem diagnóstico e sem tratamento. O diabetes também é uma importante causa de morte nos dias atuais. Definição e tipos de diabetes- Diabetes é uma doença metabólica que se caracteriza por aumento do nível de glicose no sangue (hiperglicemia). Para que funcionem adequadamente, as células precisam de um combustível, que é, justamente, a glicose. Porém, para que a glicose penetre nas células é necessário um hormônio chamado insulina. Existem, basicamente, dois tipos de diabetes. Diabetes tipo 1, na qual a insulina está ausente. Diabetes tipo 2, na qual a insulina está presente, porém as células não respondem a ela (é o que chamamos de resistência à

insulina). Possíveis sintomas- Sede, vontade de urinar com frequência, fome, perda de peso, visão turva, formigamento nas mãos e nos pés, infecções vaginais, são alguns dos sintomas que podem decorrer do diabetes. Mas ela também pode ser assintomática. Fatores de risco- Os principais fatores para o desenvolvimento do diabetes são: obesidade, excesso de ingestão de açúcar e gordura, sedentarismo, stress, alcoolismo, idade e hereditariedade. Possíveis complicações- Hipertensão, derrame cerebral, hemorragias na retina, cegueira, infartos, aumento do colesterol e dos triglicerídeos, distúrbios de cicatrização e amputações são complicações que podem decorrer do diabetes. Tratamento- O tratamento do diabetes pode variar de acordo com o tipo e o nível de glicemia e pode incluir: alimentação apropriada, exercícios físicos, hipoglicemiantes orais e insulina. Prevenção- Pode-se prevenir o diabetes tipo 2 da seguinte forma: controlando o peso, exercitando-se com regularidade, alimentando-se corretamente, evitando a ingestão de bebidas alcoólicas, dormindo bem e mantendo o stress sob controle. Infelizmente, não é possível prevenir o diabetes tipo 1.

DR LEVI LORENZO MELO

M U L T I - E S P E C I A L I D A D E S

Cirurgia da Obesidade - Cirurgia do Aparelho Digestivo Cirurgia Geral - Cirurgia Videolaparoscópica Endoscopia Digestiva Gastroenterologia - Colonoscopia CREMERS 17112

Frutas e legumes não é garantia de vida longa

Página 3

Câncer está ligado à bactéria, indica estudo Contracapa

DRA. JUCELEI DE FÁTIMA VISIOLI MELO Neurologia Infantil Neuropediatria Eletroencefalograma CREMERS 17399

Gravataí

Rua Adolfo Inácio Barcelos, 568. Gravataí - RS - Telefone/Fax: 51 3042-9400 - Acesse www.millenarium.com.br


2

SAÚDE & CIA Médicos protestam contra vinda de estrangeiros Em assemble i a r e a l i z a d a h o j e (26), médicos decidiram promover, na próxima quarta-feira (3), um dia de mobilização nacional contra a contratação de médicos estrangeiros sem revalidação do diploma. Na reunião, realizada na sede da Associação Médica Brasileira (AMB), a classe decidiu, ainda, intitular o ministro da Saúde Alexandre Padilha "persona non grata" entre as entidades. As lideranças médicas anunciaram que vão concentrar esforços na aprovação imediata da Proposta de Emenda Constitucional (PEC) 454/2009, que cria a carreira médica nos serviços públicos federal, estadual e municipal, semelhante à de juízes e promotores. Para eles, essa seria a solução para a falta de profissionais de saúde em áreas remotas e nas periferias. "A medida evitaria a necessidade de importação de médicos sem aprovação do Revalida e, dessa forma, zelaria pela saúde da população", informa comunicado da Associação Paulista de Medicina (APM). As entidades também apontam que, além da distribuição geográfica de médicos, o problema do atendimento se deve ao fato de que o SUS (Sistema Único de Saúde) enfrenta um grave caso de subfinanciamento e também de "distorções no processo de gestão". "É sempre bom lembrar que, além de médicos, uma assistência adequada aos moradores de áreas remotas só se dará quando a infraestrutura for completa, ou seja, com hospitais, postos de saúde, profissionais de outras áreas, como nutricionistas, cirurgiões-dentistas, fisioterapeutas, enfermeiros; acesso a medicamentos etc." Protesto na Av. Paulista Em São Paulo, ficou definido que entidades da classe, acadêmicos de medicina e residentes médicos tomarão a Avenida Paulista no dia 3, a partir das 16 horas, para uma passeata de protesto. O ponto de encontro será na Associação Médica Brasileira (Rua São Carlos do Pinhal, 324), de onde a passeata sairá rumo ao gabinete de representação da presidência da República, na Avenida Paulista, 2163. Médicos e estudantes farão um panelaço simbolizando a necessidade de as autoridades constituídas "abrirem os ouvidos ao clamor dos brasileiros".

Gravataí, quarta-feira , 03 de julho de 2013

Novo diretor de DST/Aids precisará de respaldo para resgatar força do departamento

O

novo diretor do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais, Fábio Mesquita, tem experiência e perfil para assumir o cargo, mas precisará de respaldo político do Ministério da Saúde para resgatar pioneirismo e ousadias nas ações contra a epidemia, afirmam excoordenadores do órgão. Recém saído da direção do Programa Conjunto das Nações Unidas para o HIV e Aids (Unaids) no Brasil, Pedro Chequer já coordenou o Programa brasileiro de Aids entre 1996 e 2000 e depois entre 2004 e 2006. Ele disse à Agência de Notícias da Aids que conhece Mesquita desde os anos 80, quando o novo diretor do Departamento de Aids coordenava o Programa de Santos e defendia a política de redução de danos, que entre outras ações, disponibiliza seringas descartáveis para usuários de drogas injetáveis. "O Departamento precisa de uma pessoa com experiência, capacidade em gestão e compromisso absoluto com as questões dos direitos humanos e das populações vulneráveis. Acredito que o Fábio preencha esse perfil", dis-

se Chequer. "Será preciso, no entanto, apoio suficiente por parte do Ministério da Saúde para a retomada das linhas que fundamentaram a resposta brasileira contra a epidemia, baseadas sempre em evidências científicas. O Departamento perdeu espaço nas ações em saúde do país", acrescentou. Sobre as más recordações de alguns ativistas acerca da relação de Mesquita com a sociedade civil, sobretudo quando era coordenador do Programa de São Paulo (Saiba mais aqui), Chequer disse que se houve alguma dificuldade, que isso pode ser superado. "Não vejo como um obstáculo. Ele trabalhou muito tempo na OMS (Organização Mundial da Saúde) e chega com outra bagagem. Agora é o momento de apostar e ajudarmos para que as coisas aconteçam bem", disse. Paulo Roberto Teixeira, criador do Programa de Aids da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo em 1983 - o primeiro da América Latina –, também acredita numa boa gestão de Mesquita. "Esperamos que o Ministério ofereça a ele condições políticas, espaço, e materiais ne-

cessários para superar os atuais desafios do Departamento, pois experiência e condições de dirigir o Departamento ele tem", comentou. Teixeira, que dirigiu o Programa brasileiro de Aids entre 2001 e 2003, não vê como um problema Mesquita estar trabalhando vários anos longe do Brasil. "Ele tem acompanhado a situação brasileira e acredito que em pouco tempo conseguirá se atualizar de tudo", disse. Fábio Mesquita, além de coordenar os Programas Municipais de DST/ Aids em Santos, São Vicente e São Paulo, já chefiou as unidades de Prevenção e Direitos Humanos do então Programa Nacional de Aids do Ministério da Saúde. Desde 2007 estava trabalhando para a OMS na região da Ásia e Pacífico. Para Alexandre Grangeiro, diretor do Programa brasileiro entre 2003 e 2004, Mesquita enfrentará dois grandes desafios: falta de autonomia do Departamento perante o Ministério, que tem restringindo campanhas de prevenção; e subfinanciamento das ações em saúde. "Se essas questões não se alterarem, teremos pouco sucesso na resposta à epidemia. Diante desses problemas, pouco faz diferença de quem dirigirá o Departamento", enfatizou. Pesquisador da USP, Grangeiro explicou que a escassez de recursos financeiros para o setor atrapalha no diagnostico precoce do HIV na população. Ele lembrou ainda da falta de um mecanismo que garanta recursos para as organizações da sociedade civil e do atraso do país em implementar políticas de prevenção que possam ir além do uso do preservativo. "Temos hoje no país um modelo de prevenção completamente defasado. Esta focalização exclusiva no uso de camisinha fazia sentido até o começo dos anos 2000,

mas agora cabem outros métodos, como os biomédicos, que o governo tem demorado a usar", citou. Diretora do Departamento entre 2006 e 2010, Mariângela Simão, hoje na área de prevenção do Unaids em Genebra, acredita que Mesquita tem uma "combinação de experiências" que podem ser muito útil na atual conjuntura da resposta brasileira. "Além de ter atuado como gestor no SUS e na área especifica da aids, ele teve e tem experiência no enfrentamento da epidemia junto a populações vulneráveis. Sabe que a defesa dos direitos humanos destes grupos é parte indispensável na resposta brasileira ao HIV. Penso que necessitará de muito apoio, tanto interno do governo, quanto da sociedade civil, o que nunca é fácil", explicou. Segundo previsão do Ministério da Saúde, Mesquita assume a direção do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais em 08 de julho. Ele substituirá o também médico Dirceu Greco, exonerado do cargo em 04 de junho, depois de autorizar a veiculação de uma campanha voltada às profissionais do sexo. O material provocou polêmica ao trazer em um dos banners uma mulher que afirmava ser feliz em ser prostituta. O veto provocou críticas e manifestações de ativistas, que foram às ruas e protestaram pelas redes sociais na internet. No início de 2012, após descontentamento até da presidenta Dilma Rousseff, Padilha também recuou da campanha que seria lançada com foco nos jovens gays para a prevenção das DST/aids no Carnaval. No último mês de março, a Pasta, por determinação do governo, havia mandado recolher um kit de prevenção de HIV dirigido a adolescentes. O material abordava temas como homossexualidade, drogas, homofobia gravidez.


Gravataí, quarta-feira , 03 de julho de 2013

3

SAÚDE & CIA

SUS vai registrar casos de agressão por homofobia Ministério da Saúde já notifica casos de violência contra mulheres, idosos, crianças e adolescentes. Dados são importantes para reformulação de políticas publicas

O

Ministério da Saúde vai tornar obrigatório o registro dos casos de violência por homofobia atendidos na rede pública de saúde. A iniciativa será aplicada a partir de agosto aos estados de Goiás, Minas Gerais e Rio Grande do Sul e, em janeiro do próximo ano, será estendida ao restante do país. O anúncio da obrigatoriedade ocorreu nesta quinta-feira (27) durante o lançamento do Sistema Nacional de Promoção de Direitos e Enfrentamento à Violência contra Lésbicas, Gays, Bissexuais e Transexuais (Sistema Nacional LGBT), pela Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República. Na ocasião também foi apresentado Relatório sobre Violência Homofóbica no Brasil em 2012. O ministro da Saúde Alexandre Padilha, considera que a obrigatoriedade da notificação será uma ferramenta importante de promoção e de garantia de direitos à comunidade LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais). Segundo ele, o preenchimento de um formulário pelo profissional que realizou o atendimento vai tornar visível a dimensão real do problema da homofobia. “É fundamental conhecer a magnitude das violências que acometem esta população, identificando quem são as vítimas, quais os principais tipos de violências, locais de ocorrência, a motivação, a oportunidade do uso do nome social, dentre outras informações”, afirmou o mi-

nistro. Ele explicou que este conhecimento vai servir para a formulação e implementação de políticas públicas de enfretamento às violências homofóbicas e políticas públicas de atenção e proteção à população LGBT. O Sistema de Informação de Agravos de Notificação (SINAN) já registra os atendimentos de violência contra mulheres, idosos, crianças e adolescentes. O SINAN fornece subsídios para explicações causais dos agravos de notificação compulsória, além de indicar riscos aos quais as pessoas estão sujeitas, contribuindo assim, para a identificação da realidade epidemiológica de determinada área. A Lista de Notificação Compulsória (LNC) é composta por agravos e eventos selecionados de acordo com critérios de magnitude, potencial de disseminação, transcendência, vulnerabilidade, disponibilidade de medidas de controle e compromissos internacionais com programas de erradicação, entre outros fatores. DOCUMENTO - O Relatório sobre Violência Homofóbica aponta que, em 2012, ocorreram 3.084 denúncias e 9.982 violações de direitos humanos relacionadas à identidade de gênero. Isso representa um crescimento significativo, se comparado ao ano anterior, quando foram registrados 1.159 casos de denúncias de violência e 6.809 violações de direitos. Também houve crescimento de 183% do registro

de vítimas de violência por homofobia, subindo de 1.713 para 4.851. A maioria das vítimas (61,16%) tinha idade entre 15 e 29 anos. O documento foi realizado a partir da base de dados do Disque Direitos Humanos, Central de Atendimento à Mulher e 136 da Ouvidoria do Ministério da Saúde. “O crescimento no número de denúncias mostra a confiabilidade nos sistemas que estamos instituindo e produzindo no Brasil”, observou ministra da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da

República, Maria do Rosário. Segundo ela, o recebimento dessas acusações configura um passo importante porque resulta em atitudes. “Quando recebemos estas denúncias, temos que mover uma rede de proteção e atendimento às vítimas”, complementou a ministra. Para o secretário de Vigilância em Saúde, do Ministério da Saúde, Jarbas Barbosa, O enfrentamento à violência requer a ação conjunta de diversos setores: saúde, segurança pública, justiça, educação, assistência social. “O SUS vai

fornecer dados seguros para que sejam formuladas políticas públicas eficientes, preservando a integridade desta população”, ressaltou o secretário. SISTEMA NACIONAL LGBT: Para qualificar e ampliar o atendimento à população LGBT, familiares, amigos e vítimas da discriminação, além de potencializar ações nas áreas de direitos humanos, segurança pública e assistência social, foi criado o sistema Nacional LGBT. Pretende-se integrar todas as entidades existentes


4

SAÚDE & CIA

Gravataí, quarta-feira , 03 de julho de 2013

Soluções caseiras ajudam quem sofre de alergia a produtos de limpeza Por conterem corantes, aromas e substâncias fortes, pessoas com alergia respiratória ou de contato têm sérias reações ao apenas tocar em alguns produtos usados no dia a dia para limpar a casa

D

epois de um dia inteiro de faxina, não tem satisfação maior do que ver a casa limpa e organizada. Mas ao final dele, a respiração pode ficar ofegante e aquela crise alérgica dá sinais de voltar. Esses alertas nem sempre devem ser atribuídos diretamente à sujeira e a poeira que estavam em casa, mas também aos produtos de limpeza. Por conter corantes, aromas e substâncias fortes, pessoas com alergia respiratória ou de contato têm sérias reações ao menor tato. Vários são os artigos que podem gerar algum tipo de reação alérgica, mas entre os principais destacam-se os detergentes, os amaciantes de roupa, o sabão em pó, os desinfetantes e a água sanitária. No caso das alergias de pele, os sintomas podem surgir na região dos braços, mãos e até mesmo nas unhas, de acordo com a intensidade da reação alérgica e do tipo de substância envolvida. Quando a alergia atinge o sistema respiratório, várias são as regiões que poderão sofrer: garganta, laringe, faringe, brônquios e traqueia. "Os pacientes que têm alergia respiratória podem ter seus sintomas desencadeados no contato com produtos de limpeza com cheiro forte, que irritam as vias aéreas. No caso da alergia cutânea, o contato da pele diretamente com produtos de limpeza pode causar piora das lesões", afirma a alergista do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos, Laila Sabino. Se o manuseio é frequente, pode causar uma resposta tóxica nas vias respiratórias. Neste caso, alérgicos têm uma reação exacerbada por conta da sensibilidade. "O que acontece é que as vias aéreas de quem

têm rinite ou asma são mais sensíveis ao efeito dessas substâncias e, assim, o menor contato provoca reações. Já as manifestações cutâneas geralmente são alérgicas, e vêm em resposta aos corantes e elementos metálicos que estão presentes nos produtos", explica Luiz Vicente Rizzo, infectologista do Hospital Albert Einstein. É importante que, ao perceber alguma irritação na pele, dificuldade para respirar ou desconforto ao utilizar produtos de limpeza, procurar imediatamente um médico especialista para identificar o agente causador da alergia. Brasil Sem Alergia No Rio de Janeiro, o projeto Brasil sem Alergia, comandado pelos alergistas Marcello Bossois e Patrícia Schlinkert, dá dicas de soluções caseiras para prevenir alergias, além de atender gratuitamente a população de Duque de Caxias e de Nova Iguaçu. "Atualmente somos uma equipe de 15 funcionários, dos quais cinco são médicos. Atendemos pessoas com diversos tipos de alergias e doenças do sistema imunológico", explica Bossois. O projeto conta com uma sede própria e possui um trailer para ser utilizado em missões itinerantes e em eventos específicos de atendimento. "Nossas ações são sazonais, principalmente no inverno, somos parceiros da Cruz Vermelha e temos apoio de indústrias farmacêuticas da área e de doações de empresários locais, além dos nossos voluntários. Agora, procuramos parcerias para alcançar outros estados e comunidades distantes por avião", diz ele. O alergista também avalia a eficácia dos produtos de limpeza, comparando-os com itens hipoaler-

gênicos e com soluções caseiras. "Dizer que um produto de limpeza tem ação bactericida eficiente, mas, ao mesmo tempo, leva a uma piora do quadro clínico de doenças respiratórias e dermatológicas não é vantajoso. Para questões de eficácia em limpeza, produtos semelhantes, mas hipoalergênicos, mantêm um padrão semelhante. Porém, o preço costuma ser muito maior do que os tradicionais. Já os itens caseiros, em muitos casos, são mais eficazes que os químicos e mais baratos". As receitas caseiras têm muitas vantagens: podem ser utilizadas na higiene dos ambientes, dos objetos e das roupas; são produtos de uso comum que podem ser aplicados de forma não tóxica; a maior vantagem é o custo benefício que elas trazem e deixam o bolso, a casa e a saúde em dia. Veja, a seguir, como preparar algumas receitas de produtos de limpeza em casa. Elas foram supervisionadas pela alergista Laila Sabino do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos. Ela alerta que algumas receitas listadas, mesmo sendo caseiras e para evitar a alergia, podem causá-la também. É o caso daquelas que usam produtos químicos como soda cáustica, cloro e amônia, por exemplo. Nestes casos é preciso usar luva e máscara no rosto. Bicarbonato de Sódio: excelente para fazer a limpeza da casa, ao mesmo tempo em que minimiza as chances do surgimento das alergias. Serve para desengordurar fogões, pias, paredes e retirar o odor de dentro da geladeira e de roupas, como fumaça e suor. Também devolve a brancura de objetos amarelados. Ainda pode-se colocar uma pequena medida de bicarbonato nas lixeiras, para neutralizar odores. Não tem prazo de validade.

Produto multiuso: produza o seu próprio multiuso com meia xícara de bicarbonato de sódio; 1/4 de xícara de água morna; 1/4 de xícara de sumo de limão e uma xícara de sabão líquido. Em um frasco vazio e limpo de multiuso convencional, coloque o bicarbonato de sódio e a água. Agite e deixe repousar por cinco minutos. Acrescente o sumo de limão e o sabão líquido e agite novamente para dissolver o bicarbonato por completo. Pode ser usados nos utensílios de cozinha, azulejos e sanitários. A solução deve ser usada no mesmo dia em que for preparada. Limpeza pesada: geralmente o banheiro exige uma limpeza pesada. Assim, pegue um frasco borrifador, coloque uma xícara de bicarbonato de sódio; uma xícara de sumo de um limão e uma xícara de sabão líquido. Se preferir, pode ser diluído (aos poucos) com água. Para limpar o interior do sanitário, borrife a solução com bicarbonato de sódio e deixe agir durante dez minutos. Depois, esfregue normalmente. Para as partes com metais, geralmente mais complicadas de se limpar, corte um limão ao meio, polvilhe com sal grosso, e use-o como esfregão. Enxague cuidadosamente com água morna, para não haver resíduos. A solução deve ser usada no mesmo dia em que for preparada. Vinagre branco e sumo de limão: estes dois itens podem ser utilizados em várias partes da casa. Juntos eliminam as bactérias, principalmente do banheiro. Já o limão com sal dá brilho aos utensílios de cobre e latão, como panelas e luminárias. Para higienizar as tábuas de carne, esfregue limão ou aplique o vinagre branco e deixe descansar. A solução deve ser usada no mesmo dia em que for preparada

ANO 9 - EDIÇÃO 1750ª - DIÁRIO - QUARTA - FEIRA, 03 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00  

ANO 9 - EDIÇÃO 1750ª - DIÁRIO - QUARTA - FEIRA, 03 DE JULHO DE 2013 - R$ 1,00

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you