Page 1

►SAÚDE

Foto: Secom/PMG

Mobilização cobra Hospital Público em Gravataí Comunidade regional esteve representada no ato público realizado ontem à tarde no Parcão, mostrando que a cidade foi escolhida pelos prefeitos como melhor localização para o oempreendimento e que dispõe de área apropriada. Só falta governo do Estado se decidir

Pág. 6

ANO 9 - EDIÇÃO 1699ª - DIÁRIO - QUINTA-FEIRA, 02 DE MAIO DE 2013 - R$ 1,00 Circulação nos municípios de Gravataí, Cachoeirinha, Glorinha e Santo Antônio da Patrulha

► ENQUETE JG

É fácil para o jovem conseguir seu primeiro emprego? Pág. 3 ► EDUCAÇÃO

Aberta licitação para construir a Escola Técnica Federal

Pág. 7

► ESPORTE

Eles resolveram pedalar em grupo... à noite

Pág. 8

► polícia

► NOSSO NEGÓCIO

Grupo 2M incorpora a Gráfica Treze de Maio

Homem de 67 anos admite estupro da filha e está preso

Pág. 9

► SOLIDARIEDADE

Rotary entrega alimentos da campanha Pá. 5 de São Jorge

Com a aquisição, empresa dona dos jornais Folha Patrulhense, Jornal de Gravataí e Correio de Cachoeirinha amplia parque gráfico e área de atuação

Contracapa


Opinião/Serviços

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 2 AS GRAVATADAS

A hora é agora... *Luiz Fernando Mainardi

Por saúde ou lazer... A comunidade está se beneficiando das estruturas de academia ao ar livre instaladas pela Prefeitura em parques da cidade, entre eles no Parcão da 79, no Centro. O uso, por saúde ou lazer está beneficiando a população. Sinal de que a boa gestão pode criar muitos outros sistemas para melhorar a qualidade de vida de quem mora em Gravataí. Voltaremos... Prezados leitores, esta coluna também é sua, para falar conosco ligue 3423.1792.

QUINA - Conc. 3182 - 30/04/13 16 - 29 - 32 - 48 - 54 LOTOFÁCIL - Conc. 899 - 29/04/13 01 - 04 - 07 - 09 - 10 12 - 14 - 15 - 16 - 17 18 - 20 - 21 - 23 - 25

Saímos do debate da Câmara Setorial do Biodiesel, realizado em Brasília, na última quarta-feira, convencidos de que em breve será autorizada a ampliação da mistura do biodiesel, dos atuais 5% para 7%, no diesel fóssil. Não bastassem os fortes argumentos econômicos e ambientais, não encontramos nenhuma voz dissonante. Industriais, produtores, entidades e representações do Governo convergem para a necessidade de adoção da medida. Não há argumentos contrários. Fora a redução da emissão de gases poluentes e a redução da importação do diesel, avançar na produção do biodiesel traz incontáveis vantagens para o Estado. O antigo temor de que o esmagamento de grãos para produzir o biodiesel poderia gerar inflação não se sustenta. Pelo contrário, o preço

LOTERIA FEDERAL - Conc. 4758 - 30/04/13

*João Baptista Herkenhoff

Quinta-feira Mín. 17° Máx. 28° Sol com muitas nuvens durante o dia e períodos de céu nublado. Noite nublada com possibilidade de garoa.

Registro nº 39987 do Livro A-4 Filiado à ADJORI

Representante Comercial: (51) 3272-9595

jornaldegravatai@terra.com.br jornaldegravatai@gmail.com

Publicação da Empresa Gráfica Jornal 2M Ltda. CNPJ nº 03.851.285/0001-62 Tiragem – 8.000 exemplares Diretor geral: Moacir Oliveira Menezes Diretor administrativo: Gabriel Diedrich Departamento comercial: Adilson Mendes Redação: Katterina Zandonai e Claudio Oliveira Diagramação: Giulliano Pacheco Colaboradora: Edenir Raupp Avenida Dorival Cândido Luz de Oliveira, nº 6125 - Pda. 64 CEP 94.060-001 - Gravataí - RS - Brasil Telefones: (51) 3423.1792 - 3421.3381 Os textos assinados são de responsabilidade de seus autores.

que queremos cada vez produzindo mais, sem avançar em áreas como a da pecuária, é o que se consegue com o crescimento vertical da produção, via mais produtividade. Trabalhamos para produzir mais soja em rotação com arroz nas terras baixas e para ampliar a produção da canola nos campos que ficam sem nenhuma ocupação no inverno. Não queremos deixar de exportar grãos, que é um bom negócio. Muito menos deixar de vender o farelo ou o óleo depois de uma primeira transformação, o que é uma atividade muito boa. Mas, fundamentalmente, nos empenhamos para vender mais frangos e suínos, numa terceira agregação de valor, o que é um excelente negócio para a produção gaúcha. Plantar, colher e esmagar a soja e a

canola para do grão extrair o biodiesel e obter farelo para se transformar em ração animal é o processo ideal para a nossa economia. Com o que reivindicamos, a indústria do biodiesel que, no ano passado acrescentou R$ 2,2 bilhões ao PIB Gaúcho e gerou R$ 265,6 milhões de ICMS, aumentará seu desempenho em pelo menos 40%. A medida, por si só, representaria disponibilizar mais 2,2 milhões de toneladas de soja para o esmagamento, aumentar em 1,7 milhão de tonelada a produção de farelo, reduzir o custo de produção do leite, do frango e do porco e agregar mais R$ 106 milhões de reais em nossa receita do ICMS. Estamos convencidos de que a medida que pleiteamos está madura. A hora é agora. *Luiz Fernando Mainardi é secretário da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Estado

As alegrias de um aposentado

1º 83.217 2º 04.229 3º 32.914 4º 94.442 5º 20.413

PREVISÃO DO TEMPO

do óleo diesel sofre aumentos maiores do que o do grão usado para o processamento e a transformação da soja, da canola e de outros produtos agrícolas, que leva à redução da importação do diesel, melhorando o desempenho da balança comercial brasileira. Na Secretaria da Agricultura pautamos nossa ação pelo diálogo com os setores produtivos nas Câmaras Setoriais. Foi assim, por exemplo, que criamos o programa Mais Água, Mais Renda, que estimula, através de mecanismos de subvenção e facilitação da obtenção de licenças ambientais, a adoção da irrigação para estabilizar a produção e obter ganhos importantes de produtividade, o que estamos conseguindo em diversas culturas, como a da soja, que é a principal cultura agrícola do Estado,

Algumas pessoas celebram a aposentadoria. Outras a recebem com um certo sofrimento. De minha parte tive um sentimento de vazio quando me aposentei. Juiz aposentado, professor aposentado? Isto não é profissão. A condição de aposentado não desmerece ninguém. Contudo não define uma profissão. Certo dia veio a inspiração e eu me autodefini: sou um professor itinerante. E é isso que tenho feito. Ministro seminários e profiro palestras Brasil afora. Se o aposentado sentir-se feliz, sorvendo simplesmente a aposentadoria, essa atitude não merece qualquer reparo. Ele fez jus ao que se chama

ócio com dignidade (otium cum dignitate). O pedagogo tcheco Comenius ensina: “No ócio, paramos para pensar. Paramos externamente para correr no labirinto do autoconhecimento. Não se trata de perder o tempo, mas de penetrar no tempo para mergulhar no essencial”. Se quem se aposentou deve desfrutar da aposentadoria serenamente, numa situação inversa, a aposentadoria não tem de marcar, obrigatoriamente, um encerramento de atividades. O aposentado tem experiência e pode

transmitir experiência, o que resulta num benefício para a sociedade. Triste é constatar que, em algumas situações, a aposentadoria é insuficiente para os gastos da pessoa e de sua família obrigando o aposentado a trabalhar para complementar o parco benefício que lhe é pago. Nestas hipóteses, estamos diante de um grande desrespeito à dignidade da pessoa humana. Se alguma diferença devesse ser estabelecida entre ativos e inativos seria para aquinhoar com favorecimento os inativos, uma vez que a idade provecta cria gastos com saúde

que normalmente não alcançam os servidores mais jovens. No meu caso não continuei trabalhando para suplementar renda, mas sim para atender um apelo existencial. Gosto de viajar, alegra-me conhecer lugares e pessoas, minha mulher também gosta e aí vamos nós desbravando o Brasil. *João Baptista Herkenhoff, 76 anos, é Livre-Docente da Universidade Federal do Espírito Santo. Acaba de publicar Encontro do Direito com a Poesia – crônicas e escritos leves (Editora GZ, Rio de Janeiro). E-mail: jbherkenhoff@uol. com.br Homepage: www. jbherkenhoff.com.br


Comunidade

enquete JG Via página do Jornal de Gravataí no Facebook

É fácil para o jovem conseguir seu primeiro emprego? “Não, pois o mercado quer pessoas experientes, mas se houver um projeto (mais estágios, ou algo assim) poderiam melhorar”. Devlin Moura

“Acho que sim, pois aqui onde trabalho há vagas para jovens aprendizes e nunca apareceu nenhum... Muitos jovens preferem ficar nas esquinas vendendo droga do que trabalhar de verdade... Claro, não são todos, mas uma boa parte”. Clairton Rocha “Não! É a tal da experiência, no máximo dão um estágio, que dependendo da empresa depois não vale como experiência profissional. Pelo menos no caso da minha filha foi assim. Custou muito para conseguir um cargo de assistente financeiro, mesmo já estando quase formada, só tinha feito estágios”. Maria Mira “É muito difícil, tanto no Brasil como na Itália. Se é jovem não consegue por falta de experiência. Se passa dos 30 já é velho demais. Mas na verdade se não dão emprego aos jovens, com irão ter experiência se não conseguem o trabalho?”. Milton Antunes

“Acho complicado, pois realmente a maioria das vagas são exclusivas para quem tem experiência, o que dificulta o jovem estudar e conquistar o primeiro emprego”. Cristiane Vieira Paim

“Não. Nem para jovem e nem para depois dos 40, discriminação...”. Vanderlea Leite

“Não! Porque sempre pedem experiência no cargo pedido. E como é primeiro emprego, nenhum jovem terá uma experiência. Ninguém dá chances aos jovens. Depois reclamam que os jovens de hoje em dia só querem saber de rua e não de trabalhar. Então por dizem que os jovens de hoje são o futuro? Como será o futuro se ele não tem um emprego, uma experiência. Depois não adianta reclamar que os jovens estão nem aí consigo mesmos. Eles procuram e procuram e quando se vê desistem, ai já sabe né, viram a cabeça e vão para o mundo das drogas e do crime”. Patricia Soares

“Não, tem a dita cuja experiência, que todos pedem. Mas uma única oportunidade para adquirir a tal experiência ninguém dá. Acho bem complicado...”. Miriam Teixeira

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 3

Essa é uma coluna do povo para criticar elogiar e botar a boca no trombone sobre aquilo que os leitores entenderem por certo ou errado. Entre em contato com a redação, pelo telefone (51) 3421.3381 ou mande seu e-mail para jornaldegravatai@terra.com.br. Junto mande seu nome, telefone e endereço.

Valeu Guarda Municipal... O Silva abre a coluna de hoje com uma história triste, mas que teve final feliz, enviada pela leitora Débora Nunes. Leia o que ela escreveu: “Boa tarde. Sou moradora de Gravataí há 19 anos, e meu esposo é jogador de futebol amador do município, por isso, sempre que posso, o acompanho nos torneios disputados na nossa cidade. Diante disso, gostaria de parabenizar e elogiar a guarda municipal de Gravataí, pelo excelente trabalho realizado hoje durante o torneio de futebol na praça 1º de maio na MV I, em comemoração ao dia do trabalhador. Pois, se não fosse à rápida intervenção deles, o que foi uma grande festa da comunidade, poderia ter virado uma tragédia. A ação rápida e a postura dos dez guardas que estavam na praça evitou uma grande briga generalizada na partida final do torneio, quando um atleta agrediu o juiz e a torcida tentou invadir o campo. Peguei minha filha no colo e tentei me proteger em um canto, mas a minha grande preocupação foi pela vida do meu esposo que estava jogando, pois na torcida tinha pessoas armadas com garrafas, pedras e pedaços de pau. Se os guardas não estivessem lá, meu Deus, não gosto nem de pensar! Parabéns a todos e que Deus abençoe vocês!”. Recado dado Débora. Mais buracos que estrelas no céu... Leitora postou mensagem na página do JG no Facebook. Leia a seguir: “Quem me dera morar a apenas 234 buracos do Centro! Naquele trecho ali de perto da Epcos tem mais buracos no ‘asfalto’ do que tem estrelas no céu. Esses dias colocaram mais uns remendos, só pioram a porcaria toda!”. Recado dado. Mais atenção aos idosos... O leitor Orivaldo Alves de Figueiredo, que é aposentado, ligou para o JG a fim de relatar um fato que aconteceu com ele nesta terça-feira e para dar uma sugestão ao poder público. Leia a mensagem dele: “Boa tarde Silva. Estou entrando em contato para contar um fato lamentável que aconteceu comigo na tarde de hoje (terça-feira, 30 de abril). Saí de casa para receber minha aposentadoria e quando peguei o ônibus para retornar, infelizmente ficou muito lotado ali na frente, na área destinada aos idosos. Naquele aperto nem vi quando levaram todo o meu dinheiro do mês. Fiquei muito chateado com isso, mas acho que poderia ser evitado, pelo menos em parte, se os idosos pudessem usar um cartão para passar a roleta e ter seus assentos reservados do outro lado, como já tem em alguns ônibus de Porto Alegre. Acho que seria mais humano e respeitoso com os idosos e não ficaria mais aquela tranqueira toda no lugar onde todo mundo entra no ônibus. O poder público poderia resolver esta situação com a empresa Sogil. É algo que pode ser melhorado e não deve ser tão difícil porque já fazem em outras cidades”. Fica a dica. Senha do dia:

“Só não faz na cidade se não quiser...”


Opiniăo

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 4

Homenagem

e-mail:gabriel.diedrich@jornaldegravatai.com.br - Fone: 3421.3381

Ameg integra Conselho de Desporto A Câmara de Vereadores de Gravataí aprovou por unanimidade, na sessão ordinária de terça-feira (30), o projeto de autoria do vereador Marcio Souza (PV) que inclui a Associação Motoesporte e Lazer de Gravataí (Ameg) entre os membros do Conselho Municipal de Desporto. O presidente da Associação, Gilson Junior (Bocão), e seus associados poderão contribuir para o desenvolvimento do Conselho Municipal de Desporto, incentivando as modalidades e categorias do motociclismo. — Em nome de todos integrantes, agradecemos ao Legislativo pela compreensão de oportunizar que a Ameg contribua e fiscalize o desporto — afirmou Bocão.

Mobilização pelo hospital regional reúne centenas de pessoas

O

ato público em defesa da construção do hospital público regional organizado pela Prefeitura de Gravataí reuniu ontem, feriado do Dia do Trabalho, cerca de mil pessoas no Centro da cidade. A intenção do executivo local é mobilizar a população para reafirmar o interesse do Município em sediar um dos três hospitais regionais prometidos pelo Governo do Estado. Organizado em 2009,

A Câmara de Vereadores aprovou nesta terça-feira (30) moção de parabenização à Comunidade da Igreja Católica Nossa Senhora Aparecida de Gravataí pela passagem de seus 29 anos. A homenagem foi proposta pelo vereador Roberto Andrade (PP).

Estreante A Câmara de Vereadores aprovou nesta terça-feira (30) moção de parabenização à Comunidade da Igreja Católica Nossa Senhora Aparecida de Gravataí pela passagem de seus 29 anos. A homenagem foi proposta pelo vereador Roberto Andrade (PP).

o Comitê Pró-Implantação do Hospital Regional no Vale do Gravataí definiu, depois de 54 reuniões, o município de Gravataí como local para receber o empreendimento. Gravataí atende a todos os requisitos técnicos do projeto e já havia sido pré-definida como sede do hospital pelo próprio Governo do Estado em seu plano plurianual de investimentos. No entanto, recentemente, a Prefeitura de Alvorada também se

mobilizou para sediar o hospital público. Por esse motivo, o prefeito de Gravataí, Marco Alba, decidiu convocar a população para exigir a construção do empreendimento no Município. — Estamos nos mobilizando neste sentido. É para a comunidade entender e fazer barulho porque, às vezes, a inércia pode provocar alterações que não estavam previstas — diz. A área reservada à construção do Hospital

é de 13,25 hectares, com 350 leitos, localizado nas proximidades da área industrial de Gravataí, próximo à ERS-118. O custo total do empreendimento está estimado em R$ 130 milhões - 80% do investimento seria de responsabilidade da União, 15% do Governo do Estado e 5% do município sede. Além do Vale do Gravataí, Santa Maria e Palmeira das Missões também devem receber os hospitais regionais até o final de 2014.

PEC engavetada

Vereador Marcio Souza com integrantes da Ameg

29 anos

A Câmara de Vereadores de Gravataí presta homenagem hoje à Igreja Assembleia de Deus Gideões pelo seu aniversário de 25 anos. A sessão solene que marcará a passagem da data será realizada a partir das 19h30, no plenário do Legislativo (Rua José Loureiro da Silva, 2597 - Centro).

A Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que tira poderes do Supremo Tribunal Federal (STF) vai ficar na “gaveta”. Ela ocupará o último lugar numa fila de 108 propostas de emendas constitucionais que já foram admitidas pela Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e aguardam a criação de uma comissão especial pelo presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN), para que possam tramitar. Outras sete emendas constitucionais já têm comissão especial, necessária para votar o texto que vai ser enviado aos plenários da Câmara e do Senado. A PEC 33, que interfere no funcionamento

do Supremo, submetendo atos da Corte ao Congresso - e que motivou uma reação muito forte dos ministros do STF, como o presidente, Joaquim Barbosa, que viu na iniciativa uma forma de desmoralizar a democracia -, foi apresentada pelo deputado petista Nazareno Fonteles (PI) e aprovada de forma simbólica pela Comissão de Constituição e Justiça numa votação que durou exatamente 38 segundos. Ministros do STF tratam reservadamente a PEC como uma retaliação do PT à Corte por causa das condenações de petistas no processo do mensalão. A proposta de emenda constitucional

condiciona o efeito vinculante de súmulas aprovadas pelo STF ao aval do Poder Legislativo e submete ao Congresso Nacional a decisão sobre a inconstitucionalidade de leis. Mesmo com a polêmica envolvendo a emenda constitucional de Fonteles, o ex-presidente da Câmara Marco Maia (PT-RS) anunciou que apresentará outra proposta, agora proibindo que ministros do Supremo concedam liminar que sustem a tramitação de qualquer tipo de projeto. A decisão de deixar na “geladeira” a PEC 33 foi tomada por Henrique Alves porque, como presidente, ele não pode

mais utilizar o regimento interno da Câmara para sustar a proposta. Isso ocorre porque seu antecessor - justamente Marco Maia - recebeu a emenda constitucional e a encaminhou à CCJ no dia 7 de junho de 2011. Diz o regimento que o presidente da Câmara pode mandar para o arquivo toda a proposta que for flagrantemente inconstitucional ou que contrariar a própria Constituição por ferir cláusulas pétreas. ê o caso dessa emenda, que interfere na independência entre os Poderes. Como a própria presidência da Casa não fez na época o filtro, Henrique Alves optou, quando assumiu, por deixar o tempo passar.

Dia dos Trabalhadores Na terça-feira (30), durante a sessão solene da Assembleia Legislativa em homenagem ao Dia Internacional dos Trabalhadores, representantes das bancadas da Assembleia manifestaram-se sobre a data. Os parlamentares falaram sobre os direitos dos trabalhadores, as políticas públicas na área da qualificação da mão de obra e o trabalho informal, entre outros aspectos.

Crítica a Dilma O deputado federal e presidente da Força Sindical, Paulo Pereira da Silva (PDT-SP), o Paulinho voltou nesta quarta-feira a criticar o governo Dilma Rousseff, dessa vez na festa de comemoração do Dia do Trabalhador organizada pela central em São Paulo. Paulinho disse que gostaria que a presidente cumprisse os compromissos que assumiu com os trabalhadores quando era candidata e, questionado sobre eventual saída do PDT da base de apoio oficial no próximo ano, afirmou que um governo que não conversa com os trabalhadores “não interessa”. — O governo Dilma é um governo que só atende empresários — criticou. — Os trabalhadores têm passado longe do Palácio do Planalto. Esse governo não nos interessa. Não atende, não conversa. Paulinho afirmou que as desonerações das folhas de pagamento deveriam ser rediscutidas a cada três meses, compromisso que não teria sido cumprido pela presidente, e mencionou ainda a luta pelo fim do fator previdenciário. — (A presidente) não quer nem ouvir falar de fator previdenciário e dá R$ 18 bilhões para o empresariado (em desonerações) — disse. De acordo com ele, a ausência da presidente na festa “passa uma mensagem de falta de compromisso com os trabalhadores”.


Indústria

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 5

Grupo 2M incorpora a Gráfica Treze de Maio Aquisição reforça o parque gráfico da empresa, dona dos jornais Folha Patrulhense, Jornal de Gravataí e Correio de Cachoeirinha

A

Gráfica Treze de Maio de Gravataí é a mais nova aquisição do empresário Moacir Menezes, diretor-presidente do Grupo de Comunicação 2M. O negócio com o antigo proprietário, Astor José Reckziegel, foi concluído na última terça-feira. Ontem, ao assumir a direção da nova empresa, Moacir destacou que a compra reforça o parque gráfico e amplia o leque de atividades do Grupo 2M, dono do semanário Folha Patrulhense, em Santo Antônio da Patrulha, e dos diários Jornal de Gravataí e Correio de Cachoeirinha, ambos com sede nas respectivas cidades. Agora, além da impressão dos jornais da casa, a empresa estará ampliando a impres-

Fotos: Claudio Oliveira/JG

são de jornais de terceiros e incorporando a impressão de revistas e livros próprios e de terceiros. – Temos experiência neste mercado e manteremos estes serviços com a mesma qualidade com que a Gráfica Treze de Maio conquistou seu espaço. A aquisição deste parque gráfico reforça nossa estrutura para atender uma necessidade cada vez maior de ampliar a tiragem de nossos jornais, para atender um maior número de assinantes nas comunidades onde circulam – destacou o empresário. O diretor-presidente do Grupo 2M disse ainda que serão mantidos os projetos originais de suas três empresas de comunicação, com

foco no jornalismo local. No entanto, não estão descartadas futuras ações conjuntas, tendo em vista uma área de cobertura com cerca de meio milhão de habitantes nas cidades de abrangência. – No mais, damos sequência ao nosso planejamento. Nossa missão, além de manter jornais com informação qualificada sobre as cidades onde atuamos, é fazer com estes veículos sejam agentes difusores e impulsionadores das mudanças que promovam o desenvolvimento social, educacional, cultural, econômico e sustentável da sociedade. Estamos crescendo conscientes de nossa capacidade para cumprir este papel a contento – avalia Moacir Menezes.

Moacir Menezes, diretor do Grupo de Comunicação 2M

O começo O Grupo de Comunicação 2M começou a surgir há mais de 30 anos, com o semanário Folha Patrulhense, que tem uma tiragem de 3 mil exemplares por edição e circula em Santo Antônio da Patrulha. A segunda empresa jornalística do Grupo é o Jornal de Gravataí, que começou como semanário em 2005 e se tornou diário em 2008, para atender a demanda de uma cidade já é um dos cinco maiores pólos econônimos do Estado. Em janeiro de 2013, o Grupo 2M abriu seu terceiro jornal – o segundo diário – o Correio de Cachoeirinha, estendendo a cobertura para uma cidade igualmente pujante, onde tem amplo espaço para crescer e se tornar líder de mercado. Gráfica Treze de Maio reforça parque gráfico do Grupo


Saúde

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 6

Manifestação cobra Hospital Público em Gravataí Ato em defesa da construção da obra no Município, realizado ontem no Parcão, teve centenas de representantes da Aldeia e cidades vizinhas A cidade tem área adequada e tem localização centralizada em relação a oito municípios vizinhos, bem como facilidade de acesso por duas estradas estaduais e uma federal, além de estar embasada em uma análise técnica fruto de 54 reuniões e estudos realizados com representantes de toda a Região ao longo de três anos. O ato público pela construção do Hospital Regional em Gravataí, realizado na tarde de ontem, no Parcão da 79, deixou claro que o Estado só não faz a obra no Município se não quiser. O evento que reuniu em torno de 300 pessoas foi marcado pela demonstração de união de representantes de entidades de classe, comunitárias e de integrantes de todos os partidos políticos. Tão logo o prefeito Marco Alba encerrou sua manifestação, de mãos dadas, os presentes cantaram o Hino Rio-Grandense. – Este era o principal objetivo: demonstrar que Gravataí, em todos os se-

tores, independentemente de partido político, junto com a região, está mobilizada para receber o Hospital Regional – disse Marco Alba. O prefeito também anunciou que o encontro desta quarta-feira marcou o início de uma série de outras manifestações que deverão ser realizadas nos municípios vizinhos, para chamar a atenção do governador do Estado, Tarso Genro, que é quem vai decidir o local de implantação do Hospital Público Regional do Vale do Gravataí. Ao dizer que “queremos ser protagonistas da harmonia”, Marco Alba lembrou que o projeto do Hospital Regional é uma iniciativa nascida ainda na gestão da prefeita Rita Sanco, em 2010. O prefeito também destacou o trabalho que vem sendo feito pelo vereador Carlito Nicolait (PT) na coordenação do Grupo de Trabalho. – Será através da união de esforços, com o reconhecimento do trabalho de todos, que faremos com

que a nossa Gravataí fique do tamanho que o seu povo merece – observou o prefeito. NO PPA Alba lembrou que a construção do hospital em Gravataí já consta inclusive no Plano Plurianual de investimentos (PPA) do governo do Estado. – Como não vai ser em Gravataí? É por isso que defendemos a união, transparência e lealdade com o povo de Gravataí – afirmou o prefeito. Apontada pela maioria dos prefeitos da região como o local ideal para sediar o hospital, após 54 reuniões técnicas ao longo de três anos, a Prefeitura de Gravataí ofereceu uma nova área – depois que a primeira, na parada 103, foi deixada de lado pelo governo do Estado. Trata-se de um terreno de 6,5 hectares a cinco minutos da BR-290 e ao lado da ERS-118, junto ao Distrito Industrial. O secretário de Saúde de Gravataí, Jones Martins, lembrou que o único

hospital da cidade, o Dom João Becker, que é filantrópico, dispõe de 127 leitos para o SUS, de um total de 199. – Se amanhã o novo hospital passasse a funcionar, com 350 leitos, mesmo assim seguiríamos tendo um déficit de atendimento. Por isso que esta é uma bandeira de todos – ressaltou Jones. – Vamos mostrar a nossa mobilização, para que o nosso grito chegue aos ouvidos do governador – reiterou o secretário. UTI Para o prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Paulo Bier, a construção do Hospital Regional em Gravataí vai ajudar a evitar que pacientes que necessitem de UTI sejam removidos para Porto Alegre. – Neste feriado, em Santo Antônio da Patrulha, temos um grande evento em homenagem ao trabalhador. Mesmo assim, não pude deixar de vir até aqui, para dizer que

SINDICATO DOS TRABALHADORES EM TRANSPORTES RODOVIÁRIOS URBANOS DE GRAVATAÍ/RS SINDIGRAVATAí M.T. 4600018951/99 - CNPJ 08.482.849/0001-50 SEDE:Av. Ely Corrêa, 2767 - Parque dos Anjos - Gravataí/RS CEP 94180-130 - E-mail: sindigravatai@terra.com.br - Fone: 3497.8422

EDITAL DE CONVOCAÇÃONEGOCIAÇÃO COLETIVA Convoco todos os trabalhadores representados pelo Sindicato, associados ou não, no âmbito da representação sindical desta Entidade, para Assembléia Geral que será realizada no dia 10 de maio de 2013, na Avenida Eli Correa, 2767, Parque dos Anjos, Gravataí/RS, com primeira chamada às 19:00 e segunda e última chamada às 19:30, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia: a) Conveniência ou não de promover a revisão da(s) atual(ais) Convenção(ões) e Acordo(s) Coletivo(s) de trabalho firmada(s) com o(s) Sindicato(s) Patronal(ais) representativos da(s) respectiva(s) categoria(s) econômica(s); b) Em caso positivo, aprovação das bases, de natureza econômica e sociais para a formação dos respectivos pedidos; c) Concessão ou não de poderes ao Sr. Presidente da Entidade para negociar e firmar conciliação, em acordo ou convenção, inclusive ativos; d) Autorização para Entidade Sindical promover o ajuizamento de Ação de Dissídio Coletivo, no caso de frustração das negociações; e) Autorização e fixação da contribução assistencial e contribuição confederativa em favor do SINDIGRAVATAÍ para manutenção e assistência da Entidade; f) Caso aprovada(s) a(s) contribuição(ões) do ponto de vista "e" deste edital, deliberar acerca do, prazo e da forma para os trabalhadores representados pelo SINDIGRAVATAÍ exercerem direito de oposição à(s) contribuição(ões); g) Deliberar pela manutenção da Assembléia em estado permanente, até a conclusão das negociações; h) Autorizar o Sindicato a ajuizar ações individuais coletivas ou na qualidade de substituto processual para defesa dos interesses dos trabalhadores representados. Gravataí (RS), 01 de maio de 2013. JOSÉ LAURI ROSA Presidente

EDITAL Nº 11/2013 NOTIFICAÇÃO (PRAZO 05 DIAS) O Presidente da Fundação Municipal de Meio Ambiente do Município de Gravataí, criada pela Lei Municipal nº 886, de 02 de Maio de 1994, no uso de suas atribuições legais, NOTIFICA a empresa Alex Sander Menezes da Silva – ME, na pessoa de seu representante legal Sr. Alex Sander Menezes da Silva, acerca do Julgamento (fls. 30-35) que decidiu pela validade do auto de infração nº 083/2011(fls. 18-22), nos autos do processo administrativo nº. 1343/2011-FMMA, mantendo as duas penalidades de multa simples, que somadas e atualizadas perfazem o valor de R$ 10.101,09 (dez mil cento e um reais e nove centavos), bem como as determinações constantes no Auto. Assim, deverá o Notificado apresentar, via protocolo desta FMMA, no prazo de 15 (quinze) dias, comprovação de remoção e devido encaminhamento dos resíduos dispostos na área. Abre-se, ainda, o prazo de 20 (vinte) dias, a fluir após decurso de prazo do Edital, para que o Notificado, querendo, interponha novo recurso à instância final de julgamento administrativo, qual seja, o Conselho Municipal de Meio Ambiente. O autuado é responsável pelo custo deste edital e pelos demais, se necessário, até a regularização de seu endereço perante esta FMMA, fulcro nos arts. 114, II, §2º c/c 118, §3º da Lei Mun. 1.528/00. Gravataí, 23 de abril de 2013. Claudia Pereira da Costa, Diretora-Presidente – FMMA

Foto: Claudio Oliveira/JG

Evento teve objetivo de mostrar união e mobilização regional

estamos juntos com Gravataí na luta pelo Hospital Público Regional. Hoje, estamos apelando para a Justiça para garantir que as pessoas tenham acesso a uma UTI, algo que poderia ser resolvido com este hospital aqui – alertou o prefeito, que também é médico. O presidente da Câmara de Vereadores de Gravataí, Nadir Rocha (PMDB), ressaltou que os

nove partidos e os 21 vereadores da atual legislatura são apoiadores da iniciativa. Ele reforçou que há 40 anos não é construído um hospital público no Estado e é justo que uma região tão grande quanto o Vale do Gravataí seja a primeira a ser contemplada, com uma obra que fique acessível a todas as cidades vizinhas, como é o caso de Gravataí.

QUEM VEIO Prefeito de Santo Antônio da Patrulha, Paulo Bier; presidente municipal do PDT, Ailton Goulart; representante da Cootracar, Gilmar da Silva; presidente municipal do PRB, Jânio Barbosa; representante do Lions Clube, Albrecht Schott; presidente e vice do Consepro, Oracides Garbini e Iolanda Rafaelli; presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Gravataí, José Luís Silveira; presidente do Sindilojas, José Rosa; Brígida Porto, representando a diretoria da Associação dos Moradores do Parque dos Anjos; representantes da Associação de Moradores do Parque Conceição; representante da Acomvina – Vila Natal, Izair da Rosa; representantes do Clube de Mães São José, do Barro Vermelho; Clube de Mães Esperança do Vale, da Morada do Vale II; presidente da Associação Esportiva e Cultural Rincão da Madalena, Miriam Matos; presidente da Ameg, Júnior Bocão; presidente da Asmova II, Osvaldo de Freitas; presidente da Força Sindical e vereador do PDT de Porto Alegre, Cláudio Janta; vice-prefeito Francisco Pinho; chefe de Gabinete do Prefeito, Sônia Oliveira; procurador-geral do Município, Jean Torman; secretário municipal de Relações Comunitárias e exprefeito, Acimar Silva; secretário municipal de Trânsito e Transporte, Adão de Castro Júnior; secretário municipal de Assuntos de Segurança Pública, André Brito; secretário municipal de Coordenação de Planejamento; secretário municipal da Agricultura, Dario Blehm; secretário municipal da Saúde, Jones Martins; secretário municipal de Esporte, Luciano Oliveira; secretário municipal Geral de Governo, Luiz Zaffalon; secretário municipal de Obras e Viação, Paulo Martins; secretário municipal de Serviços Urbanos, Pedro Bisch Neto; secretário municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo, Rafael Evaldt; secretário municipal de Captação de Recursos, Sílvio Barbosa dos Reis; diretor-presidente do Demhab, Celso Fonseca; diretora-presidente da Fundarc, Fernanda de Fraga; diretor-presidente do IPAG, Marcius Alan dos Santos Terres; coordenadora técnica da Comunicação da Prefeitura, Iara Maurente; os vereadores Nadir Rocha, Roberto Andrade, Evandro Soares, Maribel Wagner, Alan Vieira, Alemão da Kipão, Alex Tavares, Beto Pereira, Carlito Nicolait, Carlos Fonseca, Clebes Mendes, Dilamar Soares, Dimas Costa, Fred Pinho, Gerson Rovisco, Juarez Souza, Paulinho da Farmácia, Paulo Silveira e Tanrac Saldanha.


Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 7

Educaçăo

Aberta licitação para construir a Escola Técnica Federal Obra a ser construída junto ao Sesi no bairro Bonsucesso tem aporte de R$ 10 milhões do Governo Federal e vai oferecer três cursos inicialmente, que já podem funcionar a partir de 2014, em área locada até instalações ficarem prontas

M

ais uma etapa burocrática para a instalação da Escola Técnica Federal da Aldeia foi vencida. Na última terça-feira, o Diário Oficial da União publicou o edital para contratação de empresa que vai executar as obras de construção do campus do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Riograndense (Ifsul). A construção será em área doada pelo Município, no bairro Bonsucesso. A primeira escola federal de Gravataí tem cursos gratuitos e capacidade plena para atender a 1,2 mil alunos. Inicialmente serão oferecidos três cursos – Informática para Internet, Meio Ambiente e Mecânica – que podem começar a funcionar já em 2014, em espaço locado até que a sede própria fique pronta. R$ 10 milhões O prefeito Marco Alba e a secretária de Educação, Arary Ferreira Becker, comemoraram mais essa etapa para a consolidação de um antigo

Fotos: Secom/PMG

sonho dos gravataienses. O projeto da escola já conta com uma verba de R$ 10 milhões, sendo que R$ 7 milhões serão destinados à obra do prédio e, o restante, para aquisição de móveis e equipamentos. Está prevista ainda a contratação de 60 professores e 45 técnicos administrativos. No Rio Grande do Sul, atualmente, são nove campi em funcionamento, sendo que Gravataí será o décimo a ser instalado. Também estão previstos os campi de Lajeado e Sapiranga, dentro do Programa de Expansão da Rede Federal de Educação Profissional. Projeto segue o padrão estabelecido pelo Ifsul e Ministério da Educação

Terreno doado No dia 4 de abril, o prefeito assinou a escritura definitiva para a doação da área de 67.147 metros quadrados, próxima ao Sesi, no Bairro Bonsucesso, para a construção do campus. O projeto é uma iniciativa do governo federal, através do Ministério da Educação, em parceria com o Município. Segundo o diretor do futuro campus, professor

Terreno doado pelo Município fica junto ao Sesi

Renato Louzada Meireles, a estimativa é de que as aulas comecem já no próximo ano, em um local provisório. – Vamos buscar junto ao Município uma alternativa de espaço, até que o novo prédio seja construído – comenta Meireles. O prefeito Marco ressalta a importância do projeto, em razão da oferta de cursos, a maioria de formação

técnica, mas podendo chegar a níveis de pós-graduação, doutorado e pós-doutorado, de acordo com a realidade econômica da região. A secretária Arary avalia como um momento histórico para a educação do Município. – Temos de comemorar, porque é a consolidação de um projeto há tanto tempo sonhado, de termos uma institui-

Doação da área foi assinada pelo prefeito Marco em abril

ção pública de nível superior –afirma. O reitor do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-Rio-Grandense, Antônio Carlos Barum Brod, informa que a nova escola técnica oferecerá, nos primeiros anos, os três cursos que foram definidos após a realização de audiências públicas com a comunidade.


Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 8

Esporte

Noite de pedalada pelas ruas da Aldeia Atividade reuniu apaixonados por bikes na terça-feira. Grupo “Pedala, mas não para” percorreu 15 quilômetros entre o Centro e a Ulbra Por Katterina Zandonai Depois de um dia duro de trabalho, para muitos, a noite é o único momento que se pode sair para pedalar. A temperatura é agradável, o trânsito de veículos é menor, não há o perigo dos raios nocivos do sol e ainda sobra mais tempo de curtir os amigos e a bike. Foi isso que mais de cinquenta pessoas fizeram na noite da última terça-feira (30), véspe-

ra de feriado. Voltado para a iniciante o Grupo Pedala, mas não para, percorreu 15 km de bicicleta saindo do Centro em frente a Loja Play Sports, passando pela Estância de São Pedro, Ulbra e Alphaville. A atividade que reuniu amantes do esporte de diversas idades teve como objetivo incentivar o uso da bicicleta como meio de veículo. O grupo teve durante todo o trajeto apoio da comunidade e o auxilio da Prefeitura de Gra-

vataí que fez a segurança. – É uma importante mobilização da comunidade gravataiense, que visa a incentivar a prática de atividade física, através da bicicleta como meio de transporte e lazer, como também o convívio social, integrando a sociedade pela participação especialmente da família – observa o titular da secretaria Municipal de Esporte, Recreação e Lazer (SME), Luciano Oliveira, que também participou da pedalada.

Foto Divulgação/CAC

Atividade reuniu amantes do esporte

GOSTOU DA IDEIA? Pedaladas noturnas são uma excelente alternativa para quem não tem essa oportunidade durante o dia ou quer fugir do trânsito nas grandes cidades. Porém pedalar à noite exige cuidados especiais. O ciclista fica menos visível para os carros e a escuridão encobre os perigos da rua. De acordo com um estudo conduzido nos EUA os três tipos de acidentes mais comuns à noite são: o ciclista não vê um obstáculo (buraco, pedestre, pedra etc) e colide contra ele ou contra outro ciclista (normalmente ambos estão sem iluminação). E no terceiro, e pior caso, se envolve em um acidente com um veículo a motor. O estudo indica ainda que 70% das ocorrências noturnas entre carros e bicicletas são colisões frontais ou atropelamentos em cruzamentos, num ângulo de 90º. Em apenas 21% dos acidentes noturnos entre bikes e carros o ciclista é atingido na traseira.

Grupo contou com participantes de diferentes idades

PARA PEDALADAS NOTURNAS MAIS SEGURAS Todos os recursos são válidos para se tornar mais visível nas pedaladas noturnas. Além da tradicional luz pisca-pisca na traseira, um farol ou uma luz branca piscante na parte dianteira da bike vai conferir muito mais segurança. O mercado oferece também opções de camisas, bermudas, sapatilhas, capacetes, jaquetas corta-vento, selins e até pneus com detalhes refletivos. O Código de Trânsito Brasileiro obriga a bike a possuir refletores na dianteira, traseira e nas laterais. Bikers prudentes devem investir em equipamentos e alguns cuidados para aumentar a própria segurança. Ciclistas percorreram diversas ruas da cidade

FGF muda datas dos jogos do Estadual de Juniores Após a divulgação por parte da Federação Gaúcha de Futebol (FGF) da nova data de estreia da Taça Vanderlei Bersaghi, o segundo turno do Gauchão Junior, a Comissão Técnica do Cerâmica realizou algumas mudanças na programação dos atletas. Tendo o primeiro jogo, contra o Guaíba, adiado para o dia 8 de maio, o grupo deverá ter um trabalho mais intensificado na próxima semana. Segundo o treinador da equipe, Luis Eduardo, o período será utilizado para elevar a intensidade dos treinos e um novo amistoso poderá ser realizado até a data da estreia no segundo turno em Guaíba.

Foto Divulgação/CAC

AS NOVAS DATAS 08/05 – 15h 30 – Guaíba x Cerâmica – Estádio Breno Guimarães 11/05 – 15h 30 – Cerâmica x Inter – Estádio Vieirão 15/05 – 15h 30 – Cerâmica x Canoas – Estádio Vieirão 18/05 – 15h – Osoriense x Cerâmica – Estádio do GAO 25/05 – 15h – Veranópolis x Cerâmica – Antônio David Farina 28/05 – 15h 30 – Cerâmica x São Luiz – Estádio Vieirão 05/06 – 15h 30 – São José x Cerâmica – Estádio Passo D’Areia 08/06 – 15h – Cerâmica x Juventude – Estádio Vieirão Garotos se prepara para a estreia na segunda fase contra o Guaíba no dia 8


Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 9

Polícia

Homem de 72 anos é preso por suspeita de estupro Caso teria acontecido há dez anos, mas ele também é suspeito de ter estuprado uma neta há dois anos

N

a tarde da última segunda-feira, agentes da Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher de Gravataí, sob coordenação da Delegada Simone Viana Chaves, prenderam preventivamente um homem identificado como M.L.S, 72 anos. Ele é suspeito de ter estuprado a própria filha, há mais de 10 anos. Além disso, é suspeito do mesmo crime, artigo 217-A do Código Penal, contra a neta, que à época tinha 11 anos de idade – hoje com 13 anos. A Delegada Simone Viana

Chaves representou pela prisão do suspeito, uma vez que havia a informação de que ele estaria cuidando de duas adolescentes e, em sua oitiva, confirmou ter abusado sexualmente da filha. A justificativa do homem é que à época sua esposa se negava a manter relações sexuais com ele. Ainda conforme informado pela delegada, além disso, o preso afirmou que as adolescentes, inclusive a neta, “se insinuavam” para ele. O preso foi encaminhado ao Presídio Central, onde está à disposição do Poder Judiciário.

Preso foi ouvido e confessou ter estuprado a filha e a neta

Fuzil antigo é apreendido na Tom Jobim

Arma estava envolta em plástico dentro de caixa no pátio de uma casa

A 1ª DP de Gravatai, em cumprimento a mandados de busca e apreensão, na Vila Tom Jobim, em Gravatai, e – em complemento a investigações de pelo menos quatro homicídios ocorridos naquela região – efetuaram, na tarde da última terça-feira (30), a apreensão de um “mosque-

tão’ – fuzil antigo, calibre 7.62. A arma estava enrolada em um plástico, dentro de uma caixa de madeira, no pátio da casa, que segundo populares, era usada para embalagem de drogas. As investigações prosseguem para a apuração da autoria da posse da arma de uso restrito.

Suspeito de duas mortes é preso no Rincão Na tarde da última segunda-feira (29), por volta das 18h, em conjunto com a Brigada Militar, no bairro Rincão da Madalena, em Gravataí, policiais civis efetuaram a prisão temporária de um homem, suspeito de pelo menos quatro homicídios, dos quais dois consumados, um deles ocorrido no dia 10 de outubro de 12; outro ocorrido no dia 15 de fevereiro de 2013.

Os tentados ocorreram em ambos no mesmo dia 16 de fevereiro deste ano. Além desses crimes, o preso é suspeito de prática de roubo a residência com pelo menos mais três indivíduos. Conforme a polícia, o que motivou os crimes contra a vida foi a disputa por pontos de venda de drogas e desavenças pessoais. Outros suspeitos estão sendo procurados.

Além das mortes preso tem envolvimento com outros crimes

Liberados dois dos 18 presos da Operação Concutare Dois dos presos pela Polícia Federal na Operação Concutare, na última segunda-feira, foram liberados. O servidor da Fundação Estadual de Proteção Ambiental (Fepam) Ricardo Sarres Pessoa e o empresário Disraeli Donato Costa Beber, foram soltos após prestarem depoimento em separado, na noite de terça-feira. Eles estavam entre os 18 presos na operação que investiga fraudes em licenciamentos ambientais emitidos por órgãos federais, estaduais e municipais no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina, e foram liberados porque os delegados que trabalham no caso consideraram os esclarecimentos que prestaram satisfatórios. Todos os mandados de prisão emitidos pela Justiça têm caráter temporário e vencem amanhã, podendo ser prorrogados por mais cinco dias. Os outros 16 detidos estão no Presídio Central de Porto Alegre. Quatro deles prestaram depoimento nesta quartafeira. Até o início da noite nenhum havia sido liberado. A operação da Polícia Federal sacudiu a política gaúcha. Os secretários do Meio Ambiente do Estado, Carlos Fernando Niedersberg (PC do B), e de Porto Alegre, Luiz Fernando Záchia (PMDB), foram presos e imediatamente afastados de seus cargos pelo governador Tarso Genro (PT) e o prefeito José Fortunati (PDT). O ex-secretário estadual Berfram Rosado (PPS), que ocupou a pasta estadual durante o governo de Yeda Crusius (PSDB) e atualmente é sócio de uma empresa de consultoria ambiental, também está entre os presos. Além das prisões, foram apreendidos mais de R$ 500 mil em reais, dólares e euros, mais computadores, mídias periféricas, HDs e documentos em diversos locais abrangidos pela ação. As bancadas do PSOL na Câmara de Vereadores e do PSDB na Assembleia Legislativa iniciaram mobilização para criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) em cada casa para investigar as conexões políticas do esquema.


Entretenimento

Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 10

Resumo de Novelas

Fotos: Divulgação/Ulbra

O

Projeto Reciclo-Óleo promoveu a palestra a respeito da importância do descarte correto do óleo de cozinha e a sua reciclagem. A apresentação foi realizada a pedido do pastor Julio Cesar Rosa de Oliveira, da Comunidade Batista Nacional de Gravataí, na sexta-feira dia 26 de abril, às 22h. Estavam reunidos os líderes de grupos da comunidade. O Reciclo-Óleo abordou os prejuízos ambientais a respeito do descarte incorreto do óleo de cozinha usado. Ao ser descartado no solo impermeabiliza-o, deixando-o infértil, no lixo comum ao decompor-se libera gases que promove o efeito estufa, aumentando o aquecimento global e ao ser descartado na rede de esgoto causa entupimentos nas tubulações das casas e da rede da cidade levando a prejuízos financeiros ao cidadão e aos municípios. Assim o Reciclo-Óleo promove a responsabilidade e uma consciência ambiental e auxiliando a comunidade a gerar renda e economia, a partir de atitudes corretas, pois ela passa a ser um ponto de coleta. Para isso, o projeto promove uma oficina que orienta como fazer a reciclagem do óleo e transformá-lo em sabão em barra e como se tornar um ponto de coleta. Com isso o Reciclo-Óleo assume o seu compromisso de divulgar as ações de comprometimento sócio-ambiental. O projeto é integrado por Fábio Klagenberg, Caroline Soster, Patrícia Weissheimer, acadêmicos do curso de Ciências Biológicas da Ulbra Gravataí. A coordenação é da professora doutora Maria Isabel Morgan Martins. Para maiores informações a respeito, acesse o site www.reciclo-oleo.blogspot.com.br.

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br www.coquetel.com.br

© Revistas Revistas COQUETEL COQUETEL 2011 2011 ©

Fratricida Local de eventos Componente do patrimônio PersonaTempo Punta Animal da Bolinho ParticiPlanta (Econ.) gens de Torneio bíblico leve, de pantes Substânciatêxtil ativa máximo Persona- católicos, Del (?), subordem de futebol no de uma solução Baralho de gem reclucidade do lagar- forma do trote nativa Forma da Monteiro europeu química são (BR) Vaticano uruguaia tocigano comilão (Zool.) alongada estudantil da Ásia ferradura Lobato criado por Reordena Símbolo Rabelais de peso, Pedido (Lit.)de repetição em Física Profissioda plateia Despenca Rumar nal que Sua quali-1.400, em AInterjeimenor trabalha dade defi- romanos A terceira nota flexão no set de ne o res- Que te ção de verbal filmagem taurante pertence musical espanto 602, em romanos Indica o Letra Sílaba de tamanho inicial de "mente" da TV produtos Juiz Bobo (gír.) da Apple islâmico Os proNome da gramas letra "N" regionais Amarrar de TV Reclame Ferramenta agrícola dentada BiocomObustível de Greenwich é o dedecarros latitude zero

Atuar Conjunto emfolhaum de acordo gens Para ti Estabelecimento de bairros boêmios (?) Sorrah, atriz brasileira

El. comp.: Dotam de Terra Sufixo de asas "vinhedo"

Alegre Assento Jornalo sobre esportivo cavalo argentino Povo germânico da Escandinávia

I

Ter fé Entorpecer

Trajara; Cinemavestira tografar O preconceito manifesto no apartheid Causar Fracassar Sucesso Técnico de GaDisco da Selebriel O rígido ção em 58 Pensador (Inform.)

Unidade monetária japonesa Falta de cuidado Mulher esforçada

Ítalo Calvino, escritor italiano

Hospedam versões virtuais de firmas Ralé; Elizabeth (?), escória rainha (pop.) britânica

Isso, em (?)-break: inglês desemRepública pate, no Helênica tênis

E

N

Oliver Peça de Evans, louça de inventor banheiamericano ros

E

Elogio Clínica (fig.) estética Filho de Radiano nissei (símbolo)

Truman (?), escritor dos EUA Lago, em francês Caio (?), ator Espaço vazio

Ar, em Símbolo inglês de peso, Ornato em Física do dedo

Utiliza

Revista Álbum de moda da banda feminina de rock Pearl Jam

BANCO 114 BANCO

115

Solução Solução Solução anterior

EE P AL NM

RJ E AD G EI NC T EN

R B P UA E LE M MC ID NI A GR A DI AI S C DN H CI IN OO HT II SE OE CN LS OP AA I D EA MR RC PI A AP NA EZ O N ÕI LT LE EN H ÕE EL SO

Jornal de Gravataí

Região da Floresta "Tudo", Amazônica (abrev.) em Pronuncia "onívoro" em voz alta

SR AA ND S E IV

Acadêmicos com os participantes da palestra

Caminhos Decigrama Consoan- Origem (símbolo) tes de (abrev.) "lata" Pouco espessos Rede (?), Em Base emissora exibição aérea religiosa (TV) flutuante de TV Louis Armstrong, músico dos EUA Capital e maior cidade de Rondônia

SM V TA AN GE AU DE T RR AM ME OI L ER O EC NA A NA UN TA AD O A I GE RA E RC L DM EA O CL B IO UL AU SA R AT VO

Os resumos dos capítulos de todas as novelas são de responsabilidade de cada emissora

Nara Gomes Massulo - Nutricionista - naramassulo@terra.com.br

VA AM R OO AR

Balaco baco Taís revela estar com medo de Norberto e Eduardo consola a filha. O casal de agricultores leva a polícia ao local onde o corpo foi encontrado, mas eles se espantam ao ver que o mesmo sumiu. Diva quase é descoberta pelo repórter ao dar uma entrevista sob a pele de Dilly, deixando Dóris irritada. Josefina diz a Plínio que não vai mais interpretar a Marcelona e o locutor fica transtornado.

Palestra ministrada por acadêmicos do projeto abordou também prejuízo ambiental do descarte incorreto

AM LE CR OI OD LI A LN TO

Salve Jorge heo fica irritado com a presença de Lívia e pede para falar com Stenio. Irina questiona Lívia sobre sua obsessão por Theo. Morena vê Riva tirando fotos dela. Jô leva a gravação que fez para a polícia. Stenio fica tenso ao saber do telefonema de Theo. Helô e Ricardo tentam tirar uma confissão da fornecedora de Wanda. Barros deixa Wanda e Berna sozinhas e escuta a conversa das duas. Farid incentiva Ayla a dançar para os turistas do restaurante de Cyla.

Ulbra ensina reciclagem de óleo à Comunidade Batista

u Modo de preparo Bata as gemas com o açúcar e a margarina até que fique um creme fofo. Acrescente a farinha, o fermento, a essência, alternando com o leite de côco e o leite. Acrescente as claras em neve misturando bem. Depois de assado, ainda quente e na forma, fure com um garfo e coloque todo o leite condensado e o côco por cima. Corte em quadrados e sirva.

T C PR AE B I IS R CI AN MT ÇT E R AA M B DA AR RA EN NI SO EL U ÃS A G O DF PR R A FC E C OH V DI GD LA A R P O RP

sangue bom Bento discute com Giane por causa de Amora. Bárbara chantageia Brunetty. Damáris pede dicas para reconquistar o ex-marido. Wilson briga com Tito. Tito beija Renata. Bento fica eufórico com a possibilidade de falar com Amora. Plínio pensa em Irene. Fabinho pega um falso diploma de faculdade com um comparsa. Amora não gosta de ver Maurício e Malu juntos. Brunetty cai na cova de Jonathan. Júlia provoca Tina. Wilson encontra Damáris em seu quarto. Renata pensa em Tito.

Palestra foi dirigida a integrantes da Igreja Batista Nacional de Gravataí

u Ingredientes 4 ovos, 2 xícaras de açúcar, 3 colheres de sopa de margarina, 2 xícaras de farinha de trigo, 1 colher de sopa de fermento em pó, 1 leite de côco, 1/2 xícara de leite, 1 lata de leite condensado, 100 g de coco ralado e essência de baunilha.

3/air — 7/choldra. lac — tie. 4/cadi. 6/capote10/pantagruel. — sáurio. 9/meridiano. 4/elle — godo — this. 5/feola. 6/sansei. 9/cameraman.

Flor do caribe Dionísio pede ajuda a Alberto para procurar sua medalha. Ester conta a Cassiano sobre o acordo que fez com Alberto. Cassiano promete a Ester que conseguirá reverter a situação. Donato deixa Bibiana comovida ao revelar que cumpriu pena na prisão no lugar de Hélio. Isabel constata que os documentos trazidos por Gonzalo são falsos, mas procura não demonstrar ao delegado que descobriu a armação.

Culinária JG

Malhação Sal se esconde de Alemão e Caixote, que pressionam Lia para saber notícias do rapaz. Vitor comenta com Fatinha que acredita que Bruno ainda goste dela. Lia e Tatá chegam para o desfile de Ju e veem Nélio. Tábata sabota uma das sandálias que Ju usará no desfile. Tatá reclama com Nélio por ele não ter ligado para sua mãe.

Bolo super macio para o lanche


Gravataí, 02/05/2013 - Pág. 11

Geral

19h30 -

A Câmara de Vereadores de Gravataí realiza sessão solene em homenagem à Igreja Assembleia de Deus Gideões, que está completando 25 anos de atividades. A cerimônia acontece no Plenário José Mariano Garcia Mota - Avenida José Loureiro da Silva, 2.597.

Surrealismo de Denize invade o Quiosque da Cultura Exposição da artista, com lendas sobre pontos turísticos da cidade fica no local até o próximo dia 15

A

exposição com as ilustrações da artista plástica Denize Domingos, e trechos das lendas referentes aos pontos turísticos e simbólicos da cidade, está aberta à visitação até o próximo dia 15, no Quiosque da Cultura. O material explora o estilo surreal e fantástico da trajetória da artista, na mostra integra a programação dos 250 anos de Gravataí. No vernissage, ocorrido sexta-feira (26), foi exibido pela primeira vez o vídeo ‘A Brisa do Vale’ que apresenta uma dramatização de pontos históricos da cidade, como “A Lenda do Menino de Pedra”, “Romances no Rincão

Fotos: Secom/PMG

dos Gravatás” e “O espelho da Fonte”, encenadas em um vídeo arte. O evento marcou ainda o pré-lançamento do livro ‘A Brisa do Vale’ que reúne várias lendas de Gravataí. O lançamento da exposição contou com convidados, dentre amigos da artista, representantes da cultura gravataiense e participantes do vídeo e do livro. O público presente no evento pode apreciar um solo de flauta transversal, harmonizando com o vídeo apresentado pela artista. O coquetel teve o apoio da Confraria do Doce. A Fundação Municipal de Arte e Cultura (Fundarc) aproveitou o

evento para presentear as entidades que fomentam e promovem a cultura na cidade com azulejos comemorativos aos 250 anos de Gravataí, trabalho realizado pela artista plástica Denize Domingos. Foram homenageadas a Prefeitura Municipal, o Sesc Vale do Gravataí, a Casa dos Açores do Estado do RS, Igreja Matriz Nossa Senhora dos Anjos, Sindilojas Gravataí e Associação Cultural Beneficente Seis de Maio. O Quiosque da Cultura fica na Praça Leonel de Moura Brizola, em frente ao Hospital Dom João Becker. A exposição pode ser visitada das 9h às 18h, sem fechar ao meio-dia.

Áries: Hoje Mercúrio começa sua caminhada anual através de Touro e seus negócios dão um passo à frente. Os acordos serão todos beneficiados, assim como tudo o que se refere à comunicação. Viagens e novas amizades a caminho. Touro: Mercúrio começa a caminhar através de seu signo e a comunicação é altamente beneficiada. Maior expressividade nas palavras e na escrita favorece novas amizades e acordos e reuniões de negócios. Viagens e vida social mais agitada. Gêmeos: Seu regente, Mercúrio, começa a caminhar através de Touro e você fica um pouco mais fechado e introspectivo. O momento pede reflexão sobre escolhas feitas no passado. Antigos amigos podem lembrar de você. Câncer: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e sua vida social ganham um novo movimento. O momento é ótimo para novos contatos com empresas, clubes ou instituições. Um novo contrato pode ser firmado nas próximas semanas.

Mostra chega impregnada do estilo surreal de Denize

Leão: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e sua carreira ganham mais um aliado. O momento é de abertura e crescimento, de novas propostas e projetos e de apresentação de novos trabalhos. Comunicação em alta. Virgem: Seu regente, Mercúrio, começa sua caminhada através de Touro e seus projetos de médio e longo prazo ganham um novo ritmo. Caso esteja envolvido com a comunicação, a fase é altamente beneficiada. Viagens e estudos em alta.

Ilustrações trazem trechos das lendas que pairam sobre a cidade

Libra: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e beneficia diretamente suas emoções. Mais clareza relacionada à necessidade de mudanças é a promessa deste período. O momento é ótimo para acordos financeiros. Escorpião: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e seus relacionamentos são mais uma vez movimentados. Maior movimento também na vida social, o que certamente trará mais amizades e pessoas interessantes para os seus projetos de trabalho.

Denize também é a idealizadora dos azulejos comemorativos dos 250 anos

Vernissage marcou pré-lançamento do livro “A Brisa do Vale”

Sagitário: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e seus projetos de trabalho ganham um novo ritmo. A fase é ótima também para os relacionamentos de trabalho com colegas ou superiores. Novos projetos a caminho. Capricórnio: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e sua vida social ganha um novo movimento e colorido. O momento é ótimo para estar entre amigos, para sair e se divertir. Criatividade em ótimo momento. Viagens. Aquário: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e sua vida doméstica ganha um novo movimento. O momento é ótimo para receber amigos em casa para uma boa conversa. Dia ótimo para mudar a decoração ou somente os móveis de lugar.

Terapia de Risco Emily (Rooney Mara) e Martin (Channing Tatum) formam um bem-sucedido casal de Nova York, cuja vida sofre um revés quando ele é preso por revelar informações privilegiadas da companhia onde trabalha. Quando está prestes a sair da cadeia, quatro anos depois, Emily é acometida por uma crise de ansiedade e é tratada pelo psiquiatra Jonathan Banks (Jude Law), sob supervisão da Dra. Victoria Siebert (Catherine Zeta-Jones), com um novo medicamento, chamado Ablixa. Durante o tratamento, uma morte acontece e a situação sai de controle.

Peixes: Mercúrio começa a caminhar através de Touro e tudo o que se refere à comunicação ganha movimento. Reuniões de negócios, viagens e contato com novas pessoas serão as pautas principais desta nova fase que dura quatro semanas.


JORNAL DE GRAVATAÍ www.jornaldegravatai.com.br

Quinta-feira, 02 de maio de 2013

Banco de Alimentos recebe doação da Campanha de São Jorge

Doação entregue pelo Rotary Gravataí do Vale foi arrecadada durante celebração do Centro de Umbanda Ogum das Matas, no último dia 23

A

reuniãoalmoço do Rotary Clube do Vale, realizada na última terça-feira, no Restaurante Engenho do Boi, foi marcada pela entrega de cerca de 600 quilos de não-perecíveis ao

Banco de Alimentos de Gravataí. As doações foram arrecadadas durante celebração em homenagem ao caboclo Ogum das Matas – como São Jorge é chamado nas religiões afro – promovido pelo Centro

de Umbanda que leva o mesmo nome, no último dia 23. Comandado por Mãe Vera de Oiá e Pai Fernando de Xangô, o Centro confiou as doações ao Rotary Gravataí do Vale para que desse o devido enca-

Fotos: CLAUDIO OLIVEIRA/jG

minhamento. Presente à reunião-almoço, o empresário Romeu Pessato representou o Banco de Alimentos e destacou a importância das doações para as famílias que são atendidas pela instituição.

Representantes do Rotary do Vale durante a entrega dos alimentos

Cerca de 600 quilos de alimentos foram arrecadados

Reunião-almoço teve a presença de rotarianos e convidados

– Eu ouvi o relato de uma criança, que passou a ter a alimentação a partir das doações do Banco de Alimentos. Ela contou para a mãe que agora a comida era colorida e não preta e branca como em casa, onde

consumiam apenas arroz e feijão. Me comovi com esta história, mas ela ilustra o trabalho que vem sendo feito pela sociedade gravataiense com estas doações ao Banco de Alimentos – contou Pessato.

ANO 9 - EDIÇÃO 1699ª - DIÁRIO - QUINTA-FEIRA, 02 DE MAIO DE 2013 - R$ 1,00  

ANO 9 - EDIÇÃO 1699ª - DIÁRIO - QUINTA-FEIRA, 02 DE MAIO DE 2013 - R$ 1,00

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you