Page 1

R$ 1,00 edição 171 Duque de Caxias - 02 a 08 de fevereiro de 2012

Acesse: www.jor nalcaxias.com.br

SEGURANÇA PÚBLICA Assunto é tema de debate na cidade Secretário de Segurança, José Beltrame, declarou que o Estado irá instalar Unidades de Polícia Pacificadora (UPP) em Caxias. De acordo com Beltrame, as UPPS deverão chegar em breve à Baixada. PÁGINA 06

Aula inaugural do Cederj

PT define seu caminho

Foi realizada no sábado, 28 de janeiro, a aula inaugural do Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj), no Teatro Raul Cortez.

No próximo domingo, os quase quatro mil filiados, poderão votar e escolher os 220 delegados que partiparão do Encontro Municipal do partido, no dia 12, e definirem o futuro da legenda.

PÁGINA 08

PÁGINA 03

ESPORTE

GUIA CULTURAL

CIDADE

Campeonato da Fundrep começa

Veja a programação cultural

Carnês do IPTU são entregues

Os veteranos da Fundrep (Fundação Desportiva e Recreativa do Bairro Engenho do Porto) se preparam para entrar em campo no próximo domingo, 5 de fevereiro.

Veja a programação completa do que está acontecendo na cidade. Saiba tudo sobre exposições, shows e muito mais no Guia Cultural. Boa curtição!

Tão certo quanto as chuvas de verão no início do ano, é a chegada dos carnês para pagamento do IPTU. Em Caxias, a prefeitura começou a enviá-los em dezembro.

PÁGINA 09

PÁGINA 04

PÁGINA 12


02

02 a 08 de fevereiro de 2012

EDITORIAL

LEITOR

Assunto público Segurança é um tema unânime. Não há quem, uma hora ou outra, não seja surpreendido pelo assunto. Seja no ambiente familiar, profissional ou de lazer, a polêmica sempre vem à tona. Talvez porque seja responsabilidade de cada um buscar meios para garantir a paz e a tranquilidade no meio onde vive. E parece que a sociedade caxiense está ciente disto. Na última semana, o Conselho Comunitário da AISP - 15 recebeu a cúpula de segurança do Estado no auditório da Universidade Estácio de Sá para pedir esclarecimentos sobre os problemas enfrentados pelos

Caro Leitor, esse espaço é seu. Mande suas críticas e sugestões para nós. Vamos fazer, juntos, o Jornal de Caxias cada vez melhor.

cidadãos diariamente. Durante o encontro, algumas polêmicas foram levantadas assim como temas comuns para quem mora no município, como violência, aumento da criminalidade e insegurança. Mas o melhor foi constatar que a população (que compareceu em peso) quer participar e está unida para tentar uma outra maneira de ver a segurança pública. Esta é a principal matéria deste número. Esta edição traz também um serviço completo de como pagar o IPTU, os bastidores da política, o início do ano letivo da Cederj e ainda a animação dos veteranos da Fundrep.

contato@jornalcaxias.com.br www.jornalcaxias.com.br End: Rua General Dionísio, 21-A, 25 de Agosto CEP 25075-095 - Duque de Caxias - RJ - Brasil Tel: (21) 2653-4826 NAS REDES SOCIAIS:

Boa leitura!

JORNAL DE CAXIAS ONTEM O Jornal de Caxias de dezembro de 1995 trouxe um especial sobre as eleições que aconteceriam em 1996. Repetimos abaixo os conselhos que continuam muito atuais.

Só dói se você rir Especial para o JC, Catarino Palermo ELEIÇÕES: Loteria em que você sempre paga para participar, sem nenhuma chance de ganhar. Dói mais quando o cara, pobrezinho, que morava na sua rua, e se elegeu, volta rico e cara de pau “prestando contas” do que “fez” por você. CANDIDATO: É quem olha pra você e pensa: “Não quero isso pra mim”. E diz: “Vou te tirar dessa vida”. ELEITOR: É aquele sujeito que nunca consegui entrar para a política. Nem tenta. É destino. ELEITOR CONSCIENTE: Acredita que sabe votar porque fala bem de seu candidato e mal dos outros. Em geral vota nos piores, mas com critério e orgulho. ELEITOR ALIENADO: É o eleitor padrão no mundo inteiro. Tem nojo de política, mas não dos políticos que lhes prestam alguns favores. Gosta de dizer e reiterar que vai anular o voto e, tendo em vista a qualidade dos candidatos que acaba escolhendo, anula mesmo. É o momento mágico em que espertos e otários se confraternizam numa festa cívica. Tudo dura um dia. Depois, se separam. Os otários saem com esperanças; e os espertos, com vantagens. CABO ELEITORAL: É o eleitor que extorque dinheiro do candidato e a paciência dos vizinhos. É o pobre de espírito, além de ser um duro. Adora ser compadre.

MV3 - Mídia e Comunicação LTDA. CNPJ: 14.467.152/0001-03 / Inscr. Estadual: 79.515.787 O Jornal de Caxias é uma publicação semanal vendida apenas no município de Duque de Caxias pelo valor de R$ 1,00 Gráfica: Jornal do Comércio - 5.000 cópias

http://www.jornalcaxias.com.br contato@jornalcaxias.com.br End: Rua General Dionísio, 21-A, 25 de Agosto - CEP 25075-095 - Duque de Caxias - RJ - Brasil Tel: (21) 2653-4826

Leonardo Vieira

diretor administrativo

Prestor

projeto gráfico e diagramação

João Carpalhau

ilustração e diagramação

Fernando Rocha

editor-chefe

Alyne Costa

repórter

Rafael Barreto

repórter fotográfico

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opnião do jornal.


03

02 a 08 de fevereiro de 2012

POLÍTICA

PT escolhe delegados no próximo domingo Partido escolhe representantes para Encontro Municipal. Divisão marca a eleição e o deputado federal Édson Santos.

No último domingo, 29 de janeiro, um novo ato po-

Atos políticos No intuito de defender os rumos do PT na cidade e marcar posição de coligação, lideranças partidárias locais reuniram-se entorno do movimento Aliança por uma Duque de Caxias Melhor.

Pelé liderança do PT Caxias

Militantes do PT, do movimento Aliança Por Uma Duque de Caxias Melhor, organizam a tese em defesa do apoio à candidatura do secretário de Ciência e Tecnologia do Estado, Alexandre Cardoso

A

eleição para prefeito e vereadores acontece em outubro, mas a campanha eleitoral já começou no PT de Caxias. No próximo domingo, 5 de fevereiro, os quase quatro mil filiados poderão votar e escolher os 220 delegados que partiparão do Encontro Municipal do partido, no dia 12, e definirem se a legenda caminha para a candidatura própria ou para coligação. Os movimentos políticos entorno da questão começaram no ano passado, quando as lideranças do partido na cidade ouviram os possíveis candidatos a prefeito. Outro momento importante foi durante o Congresso Estadual do PSB, quando o senador petista Lindberg Farias declarou apoio a candidatura do secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso. Além de Lindberg estavam presente no Congresso outros petistas como o ministro da Pesca, Luiz Sérgio

Ministro Luiz Sérgio

Ex-ministro José Dirceu declarou apoio a Alexandre Cardoso

Senador Lindberg Farias apoia coligação com o PSB em Caxias

No dia 23 de janeiro, representantes do movimento estiveram no hotel Mont Blanc para demarcar terreno e mostrar força. Estiveram presentes os deputados estaduais petistas Robson Leite e André Ceciliano, além dos representantes de Lindberg Farias e Luiz Sérgio que enviaram mensagens de apoio a coligação com o PSB. Outro, que também enviou nota, foi o ex-ministro José Dirceu.

Leonardo defende coligação

lítico reuniu representantes da Aliança por uma Duque de Caxias Melhor. Desta vez, o encontro foi realizado para debater a movimentação política, já pensando nas eleições do próximo domingo. Para o vice-presidente estadual do PT, Aluízio Júnior, uma coligação é necessária. - Em Duque de Caxias o partido não tem um nome viável e competitivo. A não-aliança poderá criar problemas no estado e até mesmo no país. Uma candidatura própria, neste momento, só ajuda quem está no poder. Seria fazer uma aliança branca com quem já domina a cidade por anos. Cerca de 3700 correligionários irão participar da escolhas dos delegados no próximo domingo das 9h às 17h em cinco pontos da cidade. Somente quem estiver em dia com os compromissos partidários poderá participar da eleição.


04

02 a 08 de fevereiro de 2012

CIDADE

Quatro dias para pagar cota única do IPTU Moradores estão recebendo carnê. Prefeitura não informa previsão de arrecadação

Duque de Caxias é a segunda maior economia do estado, atrás apenas da capital. Mas cidade sofre com baixos indicadores sociais

T

ão certo quanto as chuvas de verão no início do ano, é a chegada dos carnês para pagamento do IPTU (Imposto Predial Territorial Urbano). Em Caxias, a prefeitura começou a enviá-los em dezembro. As novidades ficam por conta da isenção que beneficiará imóveis localizados em áreas carentes e que tenham sofrido danos por conta das chuvas. Aqueles que decidirem pagar em cota única poderãofazer de 6 a 10 de feve-

reiro, dependendo do final da inscrição municipal.Imóveis cadastrados em local não pavimentado têm 20% de desconto; em local com pavimentação têm 15% de desconto, e imóveis sem residência, 10%. Os vencimentos são os mesmos para os contribuintes que optarem pelo parcelamento. O pagamento do IPTU pode ser feito em qualquer agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal e ainda em casas lotéricas do município.

Isenção Aposentados ou pensionistas com mais de 65 anos, renda mensal de até dois salários mínimos e donas de um só imóvel com área construída de até 100 m² estão isentos de pagar IPTU. O mesmo vale para portadores de certas doenças crônicas, como cegueira, mal de Parkinson, AIDS, esclerose múltipla e hanseníase.

Segunda Via

sar a segunda via através do site da prefeitura (www. duquedecaxias.r j.gov.br) ou comparecer, em horário comercial, à Diretoria da

Receita da Secretaria Municipal de Fazenda, na Praça Roberto Silveira, 31, 1° andar, no bairro 25 de Agosto.

Sem resposta Até o fechamento desta edição, a prefeitura não respondeu a solicitação do Jornal de Caxias sobre a previsão de arrecadação com o pagamento do IPTU na cidade, nem tão pouco as prioridades do executivo municipal na aplicação dos recursos.

O contribuinte que não receber o carnê poderá aces-

Pitacolândia No programa de televisão CQC, exibido na TV aberta Bandeirantes, há um quadro muito bem bolado e bem executado chamado Controle de Qualidade, onde, com óbvia intenção de confronto, se “testa” conhecimentos mínimos dos deputados e senadores sobre as coisas mais básicas para o pleno exercício de parlamentar em um país da magnitude do Brasil. O resultado é sempre constrangedor dado o nível rasteiro dos sujeitos que estão lá representando o povo, e deixa clara a distorção que existe em todas

as fases do processo eleitoral nacional. Também fica perceptível que há uma estrutura viciada montada nos currais eleitorais do país, baseada no poder econômico e na coerção física, heranças do coronelismo obtuso que ainda vigora. Sem entrar em aprofundamentos aqui; apenas deixo a constatação de que a política ainda precisa evoluir muito para sair desse cenário teatral que mascara a extrema urgência da radicalização da democracia. Mas, aí já é demais por enquanto...

E esse quadro por aqui? Putz, o poder é tosco demais em Caxias. Tudo bem que a política de um modo geral é tosca no país, mas por aqui é uma oscilação entre o desanimador e o revoltante. O mundo literalmente pegando fogo e é angustiante ver que os políticos em geral não estão nem aí para os rumos que o planeta tem seguido. As universidades brasileiras estão - há anos apinhadas de soluções criativas, viáveis e baratas para contribuir com a solução dos problemas da urbanida-

de, basta consultar. Fora que a internet permite contato direto com milhares de experiências bem sucedidas no mundo todo, mas para isso seria necessário o mínimo, o mínimo mesmo, de comprometimento. Ops, acho que também aí já é exigir demais, né?... Software livre, bicicleta, transparência pública, controle social, cultura, ecoturismo, geração de energia limpa local, mobilidade urbana, permacultura, economia solidária, agricultura orgânica... Todo um mundo de

conhecimento disponível... E nada. Basta acompanhar uma sessão na Câmara de Vereadores para constatar a tosquice da atuação parlamentar - e para se perguntar o que diabos justifica o salário de um vereador. Triste.

QR CODE do colunista Para ser escanneado por celular e levar direto para o link abaixo. Heraldo HB www.lurdinha.org


05

02 a 08 de fevereiro de 2012

POLICIAL nária do Restaurante New California, levando alguns pertences e o dinheiro do movimento do dia anterior.

Policiais militares do 15º Batalhão em operações de rotina contra o tráfico de drogas conseguiram apreender uma grande quantidade de drogas na favela do Sapinho no bairro Gramacho, na última sexta feira, dia 27. Os policiais chegaram ao local, uma casa abandonada, após denúncias.

PM é ferido a faca no bairro Piriquito

Já no bairro Pantanal, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12 após um elemento fazer vários disparos contra a guarnição. O criminoso acabou abandonando a arma no local para fugir.

Restaurante é assaltado dentro do shoping Um restaurante que funciona no interior do Shopping Unigranrio (Shopping da AFE), no bairro 25 de agosto, foi assaltado na última sexta-feira, dia 27. Um elemento rendeu todas as funcionárias durante a abertura do estabelecimento. O homem passou despercebido pela segurança do local e rendeu uma funcio-

TIRAS

Um policial Militar foi ferido a faca na noite de terça-feira, 24 de janeiro, no bairro Piriquitos. Segundo informações, o PM Luís França, lotado no 23º teria reagido à tentativa de assalto e ferido durante a abordagem. O policial foi levado para o HCP (Hospital Central da Polícia Militar) onde recebeu os primeiros socorros.

Elemento de bicicleta rouba a 200 metros da cabine da PM da 25 de agosto Um assaltante vem agindo no bairro 25 de Agosto durante a madrugada. Na última sexta-feira, dia 27, ele assaltou uma pessoa a menos de 200 metros da cabine da Maçonaria, que fica no quarteirão do Hospital Mario Lione. A ação ocorreu na rua do hospital por volta das 5:30h da manhã.

Bandidos roubam Faetec do Parque Muisa

Bandidos arrombaram a FAETEC do bairro Parque Muisa na madrugada da sexta-feira, dia 27, levando vários equipamentos da instituição. A ação só foi descoberta na manhã do dia seguinte com a chegada dos servidores para o início do expediente. Ao constatarem o ocorrido, os funcionários chamaram uma viatura da Polícia Militar ao local.

Elementos roubam passageiros de ônibus na Washington Luís Passageiros do um ônibus da viação Única que fazia o trajeto Caxias/Petrópolis foram assaltados por três elementos na Rodovia Washington Luís, na altura da Reduc, no bairro Campos Elísios. A ação aconteceu na manhã da última segunda-feira, dia 30. Os bandidos desceram próximo a Refinaria de Duque de Caxias e fugiram em seguida.

DEAM cumpre três mandados de prisão em Caxias

Policiais da Delegacia Especial de Atendimento a Mulher (DEAM) de Duque de Caxias, cumpriram na última quinta-feira, dia 26, três

mandados de prisão. Laudemir Lopes da Silva, que teve sua prisão decretada pelo juízo da 3ª Vara Criminal de Caxias, contra o crime de pedofilia, acabou preso pela especializada após investigações que tiveram início no Natal do ano passado. Outro preso foi Cristiano Barroso de Castro Filho, pelo crime de estupro e tentativa de homicídio realizado contra sua ex-companheira. Já Milton Soares da Silva, foi condenado devido a um duplo homicídio qualificado, contra um homem que tinha envolvimento com sua ex-companheira.

Suspeito de estupro é preso com arma de fogo em Caxias Policiais da 62ª DP (Imbariê) prenderam, nesta sexta-feira, dia 27, Luan Martins, 24 anos, pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Ele é suspeito de estupro de vulnerável e de ameaçar a vítima com uma arma. O criminoso foi capturado na Rua Ipê, no bairro de Parada Angélica.

Reprodução

PM apreende drogas e armas em operação no Gramacho

Suspeito

Os agentes foram até a casa de Luan para cumprir um mandado de busca e apreensão. No local encontraram, embaixo de uma cama, um revólver calibre 38, 18 munições do mesmo calibre, além de uma faca de aproximadamente 40 centímetros. Uma réplica de mosquete, dois punhais, um coldre para revólver, uma bainha para punhal e uma para faca, também foram encontrados. Ainda foram apreendidos dois telefones celulares, dois pendrives, um cartão de memória, uma câmara fotográfica, dez CD’s, um gabinete de computador, uma cápsula em gel para lubrificação íntima, doze preservativos, uma luva cirúrgica e um alongador de pênis. Joe Franco


06

02 a 08 de fevereiro de 2012

CIDADE

Conselho Comunitário de Caxias receb

Durante encontro, Beltrame garantiu que as UPPs chegarão em breve, os efetivos da Po Efetivo da Polícia Militar

Sistema de agendamento

Outra promessa de Beltrame foi completar o efetivo dos Batalhões da PM até o final deste ano. Conforme o secretário, a Academia da Polícia Militar forma aproximadamente 500 policiais por mês - cerca de 70% são enviados para as Unidades de Pacificação, o restante será enviado para abastecer as unidades que estão com déficit de profissionais.

A chefe da Polícia Civil, Martha Rocha, também divulgou a criação de um programa de agendamento de registro de ocorrência. O sistema será adotado para diminuir o tempo de espera dos cidadãos que precisam comunicar um crime. Com isso, a vítima poderá agendar pela internet quando comparecerá à delegacia para realizar o depoimento. O serviço será iniciado em março.

Delegacia Legal A transferência da 59 ª DP (Caxias) e da 60ª DP (Campos Elíseos) foi outro assunto da pauta. A chefe da Polícia Civil, Martha Rocha voltou a afirmar que as unidades serão incluídas no Programa de Delegacia Legal. As novas sedes estarão prontas até o primeiro semestre deste ano, e serão localizadas próximo ao Fórum, em área cedida pela Marinha -como noticiado pelo Jornal de Caxias (edições 168 e 169), e na Estrada Tiradentes.

A notícia foi dada durante a primeira reunião de 2012 do Conselho Comunitário de Segurança Pública da AISP - 15 (Área Integrada de Segurança Pública), no auditório da Universidade Estácio de Sá, na última quinta-feira, dia 26.

A delegada também se comprometeu em implantar a nova Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) em Duque de Caxias. - É bom lembrar que a DH não trabalha somente com homicídios mas com todos os casos que resultem em morte. A mobilidade e o atendimento serão muito melhores com esta Delegacia aqui em Duque de Caxias, comentou. A Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) também será beneficiada por melhorias.

O

secretário de Segurança, José Mariano Beltrame, declarou que o Estado não instalará Unidades de Pacificação (UPP) em Caxias. Pelo menos, não imediatamente. De acordo com Beltrame, as UPPS deverão chegar em breve à Baixada, mas enquanto não são implantadas, a Polícia Militar continuará atuando na região através do Comando de Policiamento por Área (CPA).

Beltrame: “Todos nós temos uma dívida social com a Mangueirinha.”

Câmeras de Segurança A instalação de 20 câmeras de segurança nas ruas do primeiro distrito foi a principal notícia dada pelo secretário Municipal de Integração, Segurança e Defesa Civil, Francisco da Fonseca Neto. A medida é prevista pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI) e será estendida aos outros distritos. Ainda conforme o secretário, o centro de monitoramento, que funcionará na Praça Roberto Silveira, está 80% concluído.

O encontro reuniu a chefe da Polícia Civil, Martha Rocha, o comandante-geral da Polícia Militar, Erir Ribeiro da Costa e representantes de batalhões e delegacias da região. O prefeito de Caxias, José Camilo Zito e o deputado estadual, Roberto Dinamite, também participaram do evento. Na ocasião, Beltrame confir-


07

02 a 08 de fevereiro de 2012

CIDADE

be cúpula de segurança do Estado

olícia Militar serão reforçados e a Mangueirinha ganhará uma companhia avançada Esclarecimentos mou o estabelecimento na Comunidade da Mangueirinha, no Centenário, de uma Companhia Avançada do 15º Batalhão da Polícia Militar. A unidade funcionará na Rua João Ribeiro, no antigo posto de saúde, cedido pela prefeitura. - Sabemos das incidências que aumentaram aqui no município e faremos o prometido na Mangueirinha. Mas não se iludam porque os problemas são muitos. Não há investimento social em área deflagrada. Estamos criando ambiência para que o poder público possa atuar. Todos nós temos uma dívida social com a Mangueirinha, disse. Para Carlos Voley, presidente da Associação de Moradores do Parque Vila Nova, a iniciativa foi válida apesar do pouco tempo disponibilizado para os representantes dos bairros e comunidades. -Sabemos que as demandas são muitas. E cada comunidade tem uma demanda diferenciada. Esta temática vem sendo discutida já há algum tempo pelos líderes comunitários.

Um dos objetivos principais da reunião foi esclarecer dúvidas da população caxiense sobre segurança. Os questionamentos feitos pelo público foram dirigidos à cúpula, que no final da reunião, respondeu às perguntas que abrangeram assuntos como corrupção, milícia e aumento da criminalidade na região.

Delegada Marta Rocha durante encontro realizado na Estácio de Sá

Polêmica Em meados da reunião, o deputado estadual Roberto Dinamite pediu licença para se ausentar por conta de compromissos. Antes de deixar a mesa, ele fez questão de entregar camisas do clube Vasco da Gama, do qual é presidente, para os membros da mesa. Do meio do público, uma voz entoou: “É disso que o povo gosta: samba, futebol e carnaval”. As interrupções incomodaram o secretário de Segurança do Estado, José Mariano Beltrame. Ele não conseguiu esclarecer todas as dúvidas por conta do horário e revelou preferir ir direto às perguntas, já que a presença da cúpula é ocasional ao contrário da participação do prefeito e do deputado que estão com a população caxiense frequentemente.

Conselho Comunitário A próxima reunião do Conselho Comunitário de Segurança, 28 de fevereiro, irá abordar o tema Calamidade Pública com a presença do comandante Geral do Corpo de Bombeiros, Sérgio Simões.

- O objetivo de estar aqui é para esclarecer que não temos todas as respostas que gostariam de receber, e se caso, alguém disser que tem, é mentiroso. O que é possível está sendo e será feito. As pessoas querem resultados práticos, concretos. Fazer, este é o verbo e não prometer - reiterou Beltrame.

Migração de traficantes e roubo de veículos Com a implantação das UPPs em comunidades da capital e entorno, umas das principais preocupações apresentadas pelos moradores de Caxias foi sobre a migração de criminosos para as áreas da região metropolitana do estado. Beltrame, por sua vez, não negou a informação, mas ressaltou que esta mudança não acontece em massa e se restringe a algumas lideranças. O secretário considerou o termo migração exagerado. - Entendemos que se a criminalidade aumentou, pode ter acontecido esta mudança. Quando lemos uma mudança no volume de ocorrências, consideramos que pode ter havido uma migração, afirmou. Ainda de acordo com Beltrame, a única meta que Duque de Caxias não conseguiu estabelecer no combate ao crime foi em relação ao roubo de veículos.


08

02 a 08 de fevereiro de 2012

EDUCAÇÃO

Cederj realiza aula inaugural Mais de 200 novos alunos começaram o ano letivo no último sábado em Caxias

F

oi realizada no sábado, 28 de janeiro, a aula inaugural do Centro de Ciências e Educação Superior a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj) em parceria com a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro, por intermédio da Fundação Cecierj, no Teatro Raul Cortez. São 245 novos alunos para cinco cursos de graduação a distância, gratuitos, em regime semi-presencial.

Teatro Raul Cortez recebe estudantes, professores e convidados durante aula inaugural do Cederj/Cecierj

Durante a cerimônia o diretor do Cederj na cidade, Alexandre Marques, explicou o funcionamento das aulas e saudou os estudantes. - Muitos de vocês são os primeiros de suas famílias a entrarem em uma faculdade. Preparem-se para a ralação que vai ser muita, mas no final, tenham certeza, será gratificante. Sejam muito bem-vindos e não se apavorem - brincou Alexandre Marques.

Marco: O curso está abrindo os meus horizontes.”

Alexandre: “Bem-vindos e preparem-se para a ralação.”

Em Caxias estão sendo oferecidos os cursos de

Tecnólogos em Sistema de Informação certificado pela UFF, Tecnólogo em Gestão de Turismo (Cefet), Licenciatura em História fruto de uma parceria entre Cederj e UniRio, Licenciatura em Ciências Biológicas e Licenciatura em Física certificados pela UFRJ.

Abrindo horizontes O aluno de Licenciatura em Ciências Biológicas, Marco Antônio da Silva, fala do sonho que está sendo realizado. - Desde criança tenho a pretensão de estudar biologia. Fui motivado pela luta do meu pai, já falecido, contra o câncer. O curso é muito bom e está abrindo os meus horizontes, pretendo continuar os estudos na área e estudar biomedicina. Participaram também da aula inaugural Mônica Arruda, da Fundec, tutores dos cursos oferecidos e o presidente da Faetec, Celso Pansera, representando o secretário de Ciência e Tecnologia, Alexandre Cardoso.


09

02 a 08 de fevereiro de 2012

CULTURA

Exposições

Show Explosão do Samba na Exclusiva

A Química no cotidiano Dividida em quatro módulos, a exposição “A Química no cotidiano” reúne 20 painéis ilustrativos para abordar os seguintes temas: Energia e Sustentabilidade; os Materiais; dos Alimentos e da Saúde.Local: Museu Ciência e Vida. Rua Aílton da Costa, s/nº, Centro, Caxias. Classificação livre. Entrada Franca. Informações: 2671-7797.

Florestas Tropicais – O Futuro do Planeta Também no Museu Ciência e Vida, a exposição “Florestas Tropicais - O futuro do planeta” propõe uma expedição exploratória às florestas da América Latina da África e da Ásia. Ao todo são 24 painéis que destacam as riquezas e os impactos das Florestas Tropicais Úmidas no clima, no solo, no ciclo da água e outros. Local: Museu Ciência e Vida. Rua Aílton da Costa, s/nº, Centro, Caxias. Classificação livre. Entrada Franca. Informações: 2671-7797.

O grupo Perfeita Sintonia estará no próximo fim de semana em Caxias. O show faz parte da programação semanal da Exclusiva, que todo domingo, apresenta a Explosão do Samba com Djs, lounge e suhi bar. Local: Exclusiva, Rua Professor José de Souza Herdy,532, Praça Humaitá, Bairro 25 de Agosto.

Samba e MPB às segundas no Botteco da Esquina Todas as segundas-feiras o grupo US4 apresenta um repertório de samba, choro, bossa nova e MPB no Bairro 25 de Agosto. A atração é gratuita. Local: Botteco da Esquina, Rua Professor José de Souza Herdy 1235 . Informações : 2672-1083

Carnaval Ensaio na Quadra da Grande Rio Com o enredo “Eu acredito em você. E você? Histórias de Superação”, a Acadêmicos da Grande Rio se prepara para o carnaval. O ensaio técnico acontece to-

das as terças e sábados na quadra da agremiação. Local: Rua Wallace Soares 5 e 6. Ingressos: Terças-feiras: entrada gratuita. Aos sábados: Homens: R$ 20,00 / Mulheres: R$ 10,00.

Velha Guarda da Grande Rio no Caxias Shopping A Velha Guarda da Acadêmicos do Grande Rio se apresenta nesta quinta, dia 02, na Praça de Alimentação do Caxias Shopping. No palco, componentes da velha guarda relembram canções de outros carnavais, além de cantar sambas antigos e músicas de compositores da escola. Local: Caxias Shopping.Rodovia Washington Luiz, 2.895.O evento é gratuito.

Caxias Shopping realiza baile pré-carnavalesco O Baile do Caxias Shopping volta a animar os clientes uma segunda-feira por mês em 2012. A primeira edição acontece no dia 13 de fevereiro e será em clima pré-carnavalesco. Vale ir fantasiado para entrar no clima da folia. Local: Praça de Alimentação do Caxias Shopping - Rodovia Washington Luiz, 2895. Gratuito.

Envie seu evento para nossa equipe: divulgacao@jornalcaxias.com.br


10

02 a 08 de fevereiro de 2012

Conecta Caxias :-) O sonho de todo cidadão é poder ter seus pedidos atendidos pelos políticos. Tem aqueles só aparecem nas eleições para pedir o seu voto e há aqueles que não conseguem ver seus eleitores porque vivem trabalhando dentro de gabinetes sem contato com o público. No jornal de hoje, listarei algumas ideias de participação da população via internet. A web permite um contato fácil e direto entre políticos e eleitores para cobrar promessas, denunciar problemas e sugerir propostas.

Twitcam do prefeito

Bom prefeito é aquele não tem medo de aparecer em público e conversar com a população. Seria ótimo que a cada mês o prefeito participasse de uma Twitcam (debate em vídeo pelo Twitter) para ouvir a voz do povo e dar respostas às questões levantadas.

TV da Prefeitura

Twitter no gabinete

Seria muito legal que o prefeito tivesse um monitor em seu gabinete mostrando 24h por dia às opiniões dos moradores. Isso colocaria de igual para igual a sugestão de um assessor direto e a de um cidadão pelo Twitter, por exemplo. O prefeito poderia ainda reservar pelo menos 30 minutos de seu dia para responder perguntas enviadas pelas redes sociais.

Não falo aqui de uma TV do prefeito, porque não se trata de um canal chapa-branca para dizer onde o prefeito está, se já almoçou e se está feliz. Uma TV da prefeitura serve para prestar contas do trabalho, deixando transparente como o governo gasta o dinheiro de quem paga impostos. Essa emissora deve dar notícias do andamento das obras,

das discussões internas da Prefeitura. Tudo isso disponível na internet permitindo comentários do cidadão.

Agência de Notícias

Todo mundo sabe: Caxias só é notícia na grande imprensa quando há algum desastre, crime ou escândalo. A Prefeitura poderia manter uma Agência de Notícias que divulgasse os acontecimentos da cidade. Esse site forneceria para jornais, TVs, rádios e sites materiais multimídia em áudio, texto, foto e vídeo. Além disso, receberia colaborações de internautas. Esta agência de notícias serviria como um arquivo público da história recente da cidade.

Pontos de Mídia Livre

Essa agência de notícias poderia incentivar ‘pontos de mídia livre’, lugares onde são produzidos conteúdos culturais e jornalísticos sobre Duque de Caxias. Exemplos: sites sobre a cidade, rádios comunitárias e blocos carnavalescos (músicas). Este projeto já fez muito sucesso no governo federal e pode dar muito certo em Caxias.

E-Gov nas praças

Toda praça de Caxias poderia ter um computador público para que as pessoas acessem os serviços da Prefeitura pela internet. Assim, os caxienses poderiam acompanhar o rendimento dos filhos na escola, ver dados do IPTU, conferir a agenda cultural da cidade, além de saber onde há médicos de um especialidade nos hospitais mais próximos.

Caxias, cidade digital

Há algumas décadas, a Coréia do Sul era um dos países com mais problemas no mundo. Resolveu investir em educação e tecnologia. Hoje, tem um dos melhores sistemas de ensino e a internet mais rápida. Resultado: país rico, com poucas desigualdades. Caxias pode seguir o mesmo caminho. Já possui muitos projetos de ciência e tecnologia, mas pode (e deve) avançar ainda mais, tornando-se uma cidade digital e global, com o povo conectado, educado e sem os velhos problemas com os quais convivemos diariamente.

QR CODE do colunista Para ser escanneado por celular e levar direto para o link abaixo.

Arthur William www.arturoilha.com.br


11

02 a 08 de fevereiro de 2012

MAIS CAXIAS

As salas de cinema de Duque de Caxias Reprodução

de Fátima, a mulata da Sardinha 88, representava uma inusitada Branca de Neve. Do outro lado da Praça, ainda sobrevive o “Cine Santa Rosa” que à época contava com duas enormes e desconfortáveis salas.

Cena do filme “Histórias que nossas babás não contavam”

Quando a cidade ainda não tinha sido dominada pelas salas de cinema dos grandes shoppings, existiam diversos espaços de exibição espalhadas pelos bairros. Com dificuldades para se encontrar locais de lazer que agradassem aos mais jovens, eles também eram utilizados como pontos de encontros furtivos ou para ostentar; a “lambreta”, o casaco à lá Alan Dellon, o topete à moda Elvis Presley

e o andar arqueado de John Wayne. No centro de Duque de Caxias, na descida do viaduto da Câmara, existia o Cine River, estabelecido num grandioso prédio que também abrigava o Restaurante Palhoça. Na Praça do Pacificador existia o Cine Paz no espaço, hoje é ocupado pela C&A. Uma de suas maiores bilheterias foi “Histórias que nossas babás não contavam”. Neste filme Adele

No calçadão da Nilo Peçanha, onde atualmente está localiza a Americanas, ficava o inesquecível “Cine Pau de Arara”. Seu segurança, o “Pisa na Fulô” entrou para a história da cidade. Sem cobertura e sem cadeiras, possibilitava aos moradores dos prédios assistirem aos filmes no conforto de suas janelas. Um pouco mais à frente, quase na esquina, onde hoje está a Casas Bahia, havia o portentoso “Cine Caxias”. Este possuía uma belíssima entrada e praticava preços um pouco mais elevados. Seguindo em direção à São João de Meriti existia o Cine Cavaleiros. No lado de cada linha, na Avenida Duque de Caxias, na descida da primeira passarela, existia o Cine Central. Antes de receber esta denominação chamava-

-se Cine Meriti ou “Cinema Velho”. Na mesma avenida, onde está localizado o Supermercado Valente, havia o Cine Brasil. Quem assistiu filmes neste cinema presenciou muitas disputas entre os punhos de aço de Bruce Lee contra os incontáveis morcegos que cruzavam a tela ou contra as pulgas que a muitos incomodavam. Seguindo em frente, em direção à Vila São Luiz, os moradores curtiam o Cine Itatiaia. O Bairro Guanabara também teve sua sala: o Cine Santa Lúcia, estabelecido nas esquinas das ruas 14 de julho com a São José. O Cine São Bento, que funcionava dentro do clube, e o Cine FNM, em Xerém, foram criados por iniciativa do Governo Vargas e cumpriram importante função ideológica. Este último foi substituído por uma biblioteca e ainda mantém a sua máquina de projeção que é muito cobiçada por colecionadores paulistas. Já o Cine Garcia era ideal para quem desembarcava na estação de trem do Gramacho.

O terceiro distrito que nas décadas de 50 e 70 contava com uma pequena população, também possuía salas ligadas à Sétima Arte. Alí existiam o Cine Imbariê, Cine Rosário, em Campos Elíseos e o Cine Primavera, os quais não conseguimos precisar a localização. Atualmente, além das salas luxuosas, temos os variados cineclubes e produções independentes que proliferam na cidade que resistem aos filmes mercadológicos ou somente de entretenimento. Elas promovem exibições de qualidade, promoção de debates e incentivam a produção amadora. As grandes salas também suscitam uma curiosidade: por que numa cidade com uma renda per capita tão baixa, com um transporte público com valores muito altos e ausência de espaços de lazer nos bairros, o saco de pipoca é mais caro do que um ingresso para se assistir a um filme? Alexandre Marques alxmarques@ig.com.br

Culturando O carnaval de nossa cidade já foi muito punjante em até pouco atrás. Muitos bairros e até ruas tinham seus blocos que agitavam a população nos dias de folia. Lembro que quando ainda era criança, na Rua Saldanha Marinho que eu morava, no Periquitos, tinha dois blocos, o do Grilo que era de um time de futebol e o Sai Como Pode. O samba do Bloco do Grilo ficou tão marcado que eu lembro da letra hoje, “O Grilo este ano vem mostrar, sua história com muita emo-

ção, mostrando para toda essa gente, o troféu de tri-campeão...”. Bem pertinho dali, eu ia ver o desfile do Bloco do China, que para mim era quase uma escola de samba, tinha carros alegóricos, passistas, uma enorme bateria, era muito bom ver o China desfilar na Manoel Reis. O carnaval em Caxias deixava-me muito entusiasmado! Nessa época ainda não tínhamos a Grande Rio, mas o carnaval de rua tinha uma

força que arrastava multidões. Na década de 90 o carnaval de rua foi perdendo sua força, por falta de apoio os blocos foram minguando, e os poucos que ainda restam.... desfilam em Campinho ou na Rio Branco. Cheguei acompanhar alguns desfiles na Presidente Kennedy, mas como nunca houve uma continuidade isso foi se perdendo ao longo do tempo. Hoje vejo ressurgir um pouco desse sentimento de

volta dos blocos de rua, ano passado saímos com o Bloco da Lira de Ouro, pelas ruas do Centro de Duque de Caxias, esse ano o bloco vai desfilar no dia 10 de fevereiro, outros blocos vem surgindo como o Embalo da 25 e outros espalhados pelos bairros. Embora torça – muito!!! - para que a nossa Grande Rio conquiste seu primeiro título, não podemos esquecer que os blocos são a força do povo nas ruas, nesses dias de folia.

QR CODE do colunista

Para ser escanneado por celular e levar direto para o link abaixo. André de Oliveira www.blogdoandredeoliveira. blogspot.com


12

02 a 08 de fevereiro de 2012

ESPORTE

Começa campeonato da Fundrep Raça, dedicação e organização são as marcas do campeonato amador da Fundrep

O

s veteranos da Fundrep (Fundação Desportiva e Recreativa do Bairro Engenho do Porto) se preparam para entrar em campo no próximo domingo, 5 de fevereiro. A competição, que terá a duração de três meses, acontecerá no Campo da Fundação, no bairro Engenho do Porto. Serão oito times em campo. Os jogos começarão às 8h quando o Bitenca enfrentará o Pirlimpimpim. Às 9h, o Varese encontra o Vila São Luís. Às 10h, é a vez do Roeral encarar o Sow’s. E por último, às 11h, o Nacional compete com o atual campeão Só Cachaça.

A expectativa para abertura é grande e contará com fogos de artifício e cerimônia solene. -Os times já treinaram e estão bem organizados. A expectativa para este campeonato é a melhor possível, disse o coordenador geral, o professor Oberdan dos Santos . Para participar do time de veteranos é preciso ter no mínimo 35 anos. Das equipes competidoras o Bitenca, o Varese, o Roreal e Sow’s não possuem título. Os jogos acontecerão todos os domingos até o dia 06 de maio. Final do campeonato da FUNDREP de 2011, onde o Só Cachaça (camisa amarela) venceu o Inflamável

Duque de Caxias perde para o Vasco e fica na lanterna do campeonato carioca

A

pesar do treinamento desenvolvido pelo Duque de Caxias durante a semana passada, o time não conseguiu vencer o Vasco, no último domingo. No jogo, que aconteceu no Moacyrzão, em Macaé, o clube de São Cristóvão venceu pelo placar de 3 a 1. O tricolor da Baixada ainda

marcou no segundo tempo, com Gilcimar, aos 9 minutos, mas não resistiu à investida do adversário. Mesmo com o sistema de escoamento do campo, a chuva que caiu um pouco antes da partida gerou poças d’água, principalmente do lado de defesa do Duque no primeiro tempo. O Vasco

enfrentou dificuldades, mas não foram suficientes para impedi-lo de avançar em cima do Duque. Os gols foram marcados por Juninho, Diego Souza e Alecsandro.

Americano. O Duque segue contra o Friburguense, no Estádio Eduardo Guinle, em Nova Friburgo, na quarta-feira, dia 01, após o fechamento desta edição.

Com o resultado, o time de Caxias permanece na laterna do grupo B do campeonato carioca, sem pontuação, abaixo do Bangu e do

Envie seu evento esportivo para nossa equipe: divulgacao@jornalcaxias. com.br

Edital de convocação COOPERATIVA DOS TRABALHADORES DE CARGAS DA EDILLAN LTDA CNPJ nº 12.292.525/0001-27 Assembleia Geral Ordinária CONVOCAÇÃO São convocados os sócios da Cooperativa dos Transportadores de Cargas da Edillan LTDA, a se reunirem em Assembleia Geral Ordinária, na sede social, localizada na Alameda dos Corretores, S/N, Lote 10 - Quadra 2 H - Figueira, Duque de Caxias, RJ, CEP: 25.230-590, às 20.00 horas do dia 24 de Fevereiro de 2012, a fim de tratarem de assuntos, na seguinte ordem do dia: A) Prestação de contas do ano de 2011, com apresentação de balanço geral, demonstrativo de resultados e parecer do conselho fiscal. B) Outros assuntos de interesse social. Obs.: Acham-se a disposição dos sócios, na sede social, os documentos exigidos, referente o ano de 2011. Duque de Caxias, RJ, 27 de Janeiro de 2012.

PRESIDENTE Allan dos Santos Oliveira

Jornal de Caxias Edição 171  

Jornal de Caxias Edição 171

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you