Page 1

R$ 1,00 edição 165

Jornal de Caxias

Duque de Caxias - 07 a 13 de dezembro de 2011

Acesse: www.jor nalcaxias.com.br

Prefeitura vai parar no SPC

Atraso no pagamento de fornecedores e a inscrição do município no Cadin (SPC do governo federal) preocupa políticos da cidade. Energia Elétrica foi cortada, na semana passada, por falta de pagamento. PÁGINA 06

Vem chegando o verão

Professores da rede municipal do Centro de memória lançam o livro “Pensar a Cidade”. Com 16 artigos escritos por educadoras da rede pública. A obra foi promovida pelo Centro de Pesquisa, Memória e História da Educação.

Na busca pelo corpo perfeito, aumenta o movimento nas academias de ginástica e musculação da cidade. Com a chegada do verão, no próximo dia 21, todos e todas estão na busca do corpo perfeito.

Divulgação

Professores lançam livro

PÁGINA 12

PÁGINA 08

CULTURA

CIDADE

POLÍTICA

Confira o Guia Cultural da semana

Quarteirão da Ciência é aprovado

Veja aqui o orçamento municipal

Boa curtição! Saiba tudo sobre teatro, shows e muito mais no Guia Cultural. Veja a programação completa do que está acontecendo na cidade.

A 59° DP será transferida. No seu lugar, funcionará uma universidade à distância e a ampliação do Museu Ciência e Vida, transformando a região no Quarteirão da Ciência.

Com uma previsão orçamentária de dois bilhões de reais para 2012, Duque de Caxias continua sendo a segunda maior economia do estado na arrecadação de tributos.

PÁGINA 09

PÁGINA 04

PÁGINA 03


02

07 a 13 de dezembro de 2011

EDITORIAL

LEITOR

Continue participando A edição desta semana do Jornal de Caxias tenta, mais uma vez, ser interessante, plural e democrática para você nosso leitor. Mais uma vez, queremos pedir a sua participação para que o Jornal fique cada vez melhor. Já estamos conseguindo telefonemas e mensagens em nossa caixa de e-mail, agradecemos a todos pela participação, mas queremos mais! Queremos suas críticas, dúvidas e sugestões para que o Jornal de Caxias fique ainda mais interessante, plural e democrático. Para que ele continue a promover o diálogo entre os múltiplos setores da sociedade, tornando-se o

“As empresas de ônibus da Baixada Fluminense estão com as passagens muito altas.”

seu jornal semanal. Na edição dessa semana, trazemos uma matéria que aborda a preocupação de políticos da cidade sobre a situação financeira do município e as possíveis consequências para o cidadão. Abordamos também a repercussão das futuras instalações do Quarteirão da Ciência, os benefícios da musculação para o corpo e muito mais! Leia, comente, discuta e participe! Os nossos contatos estão no espaço ao lado destinado a você nosso leitor. Contribua conosco para que o Jornal de Caxias fique ainda melhor.

Nós moradores dos bairros, Parque Vila nova e Vila ideal, estamos precisando de uma passarela de acesso com o bairro Jardim América - RJ.” “Quando que os trens elétricos vão chegar no ramal Saracuna/Vila Inhomirim – RJ”

“Nós moradores do bairro Sarapuí sofremos com a linha Sarapuí/Estrada das Pedrinhas. Isso não é de hj... Minha insatisfação é que não colocam carros desta linha nas ruas o suficiente para a circulação. Ficamos aguardando de 30 a 40 minutos por dia para chegar ao nosso trabalho. Keyla Cristina Silva da Rocha

“Por favor prefeitura de Duque de Caxias ficou faltando colocar os bancos também juntos com a corbetura do ponto de ônibus na avenida Marechal Floriano Peixoto, 685, 25 de agosto.” “Um bueiro que fica localizado na travessa São José, Parque Vila Nova, está há um ano jorrano esgosto. Já ligamos para Cedae, mais até agora ninguém fez nada.” Ronaldo Texeira

Ronaldo Cunha contato@jornalcaxias.com.br - www.jornalcaxias.com.br - Tel: (21) 2653-4826 End: Rua General Dionísio, 21-A, 25 de Agosto - CEP 25075-095 - Duque de Caxias - RJ - Brasil

NAS REDES SOCIAIS:

JORNAL DE CAXIAS ONTEM O Jornal de Caxias de março de 1997 trouxe, como matéria principal, a cobrança do então vereador Zumba sobre “como acontecem as licitações na Prefeitura de Duque de Caxias.” Passados 14 anos a cobrança continua, porém exercida por outros vereadores e políticos da cidade. No Especial da Semana, voltamos ao assunto que foi capa do Jornal no final dos anos 90.

Desde que assumiu, o único vereador do PT, José Zumba, tenta descobrir o que ninguém na cidade sabe: como acontecem as licitações na Prefeitura de Duque de Caxias. Zumba se pronunciou sobre o assunto no plenário da Câmara Municipal, mas ficou isolado. O prefeito tem o apoio dos outros vinte vereadores. Respondendo a esse questionamento durante uma recente entrevista na rádio Quarup FM, Zito prometeu para “breve” um boletim que faça as funções do Diário Oficial, que não existe.

MV3 - Mídia e Comunicação LTDA. CNPJ: 14.467.152/0001-03 / Inscr. Estadual: 79.515.787 O Jornal de Caxias é uma publicação semanal vendida apenas no município de Duque de Caxias pelo valor de R$ 1,00 Gráfica: Jornal do Comércio - 5.000 cópias

http://www.jornalcaxias.com.br contato@jornalcaxias.com.br End: Rua General Dionísio, 21-A, 25 de Agosto - CEP 25075-095 - Duque de Caxias - RJ - Brasil Tel: (21) 2653-4826

Leonardo Vieira

diretor administrativo

Fernando Rocha

Prestor

editor-chefe

Rafael Barreto

ilustração, charges e diagramação

projeto gráfico e diagramação repórter fotográfico

João Carpalhau

As colunas e artigos assinados são de responsabilidade de seus autores e não representam necessariamente a opnião do jornal.


03

07 a 13 de dezembro de 2011

POLÍTICA

Orçamento para 2012 chega a dois bilhões Previsão orçamentária para 2012 é alvo de críticas e debates entre vereadores

O orçamento municipal funciona igual ao orçamento de uma empresa ou de uma família. De um lado são colocadas todas as receitas, ou seja, tudo aquilo que é fonte de renda. Do outro são discriminadas as despesas, tudo o que sai. Toda empresa ou família precisa saber a fonte de seus recursos e dos seus gastos, isso é o orçamento. Se o trabalhador tem o

salário como fonte de seu sustento e uma empresa é mantida através do lucro de suas atividades, a prefeitura arrecada recursos através dos impostos pagos pelos cidadãos e empresários que retornam como investimentos na saúde, educação, segurança pública, saneamento básico dentre outros itens.

ficção. A legislação vigente dá pouca margem para questionamentos e impedimentos de como os recursos públicos serão direcionados. Em Caxias, por exemplo, a prefeitura tem o direito de remanejar por Lei 30% dos recursos como bem entender.

O presidente da Câmara, Mazinho, critica a maneira como o legislativo brasileiro é tratado nas discussões orçamentárias.

Para o vereador isso deixa pouco espaço para a discussão. Uma vez que o Executivo pode mudar a maneira de investir os recursos sem a devida prestação de contas. Mazinho destaca ainda que o mesmo acontece na Alerj e na Câmara Federal.

- Orçamento público no Brasil é quase uma peça de

A Câmara Municipal deve votar, até o dia 15 des-

Câmara Municipal

Divulgação

Com uma previsão orçamentária de dois bilhões de reais para 2012, Duque de Caxias continua sendo a segunda maior economia do estado na arrecadação de tributos, perdendo apenas para a capital.

Mazinho: “Orçamento púbico no Brasil é peça de ficção”

se mês, o orçamento da cidade para 2012. Ou seja, cabe o Legislativo municipal aprovar e fiscalizar a aplicação dos recursos para o próximo ano.

Coluna do Gandalf primeiro, a empresa contratada para fazer a montagem do palanque, palco e estruturas metálicas, pertence ao sócio do segundo. Na disputa eleitoral entre os dois sobram tapas. Mas quando o negócio é dinheiro... sobram...beijos.

Eles moram lá

Tudo por dinheiro Um prefeito e seu adversário político, ex-prefeito, que vivem entre tapas e beijos, são sócios através de terceiros em uma empresa que fornece merenda escolar para uma importante cidade da Baixada Fluminense. Não é só isso! Durante a realização de um badalado evento, patrocinado pela prefeitura governada pelo

A Barra da Tijuca é o bairro que concentra o maior número de políticos caxienses por metro quadrado. A maioria mora lá, mas não só eles! Grande parte dos secretários, ex-secretários municipais e assessores também. Há quem diga que aquele bairro é o quinto distrito de Duque de Caxias.

Óleo em Duque de Caxias Se Greta Garbo foi parar em Irajá... quem diria, o óleo derramado pela Chevron no

litoral fluminense veio parar em terras Caxienses. Investigação da Policia Federal revelou que o óleo recolhido no mar e levado para a empresa Contecom localizada no bairro Figueira, foi despejado nas galerias pluviais de nossa cidade. A comissão de três deputados federais se manifestou denunciando os crimes ambientais. Nenhum deles é de Duque de Caxias. Aliás, marcados por um silêncio sepucral, também, a Câmara de vereadores e a Secretaria Municipal de Meio Ambiente não se manifestaram a respeito da agressão ambiental ao nosso território.

Prestigiado O nome do ex-secretario de Transporte de Duque de Caxias Abdul Haikal frequentou as rodas de conversa em Brasília na semana passada. Haikal foi citado

pela coluna do respeitado jornalista Claudio Humberto como indicado pelo deputado federal Washington Reis para presidir a Valec, companhia estatal vinculada ao Ministério dos Transportes com orçamento bilionário responsável pela construção de ferrovias no Brasil. Só que Haikal é filiado ao PSB partido do deputado federal Alexandre Cardoso para quem fez campanha eleitoral. Vai entender.

Fria O município de Duque de Caxias assinou um convênio cultural com a Patagônia. O secretário de Cultura e uma grande comitiva viajaram – passagens e estadias pagas com dinheiro dos contribuintes - para aquela região gelada da Argentina. Lá anunciaram um grande intercâmbio cultural com os habitantes daquela região.

Juram, de pés juntos, que até os pinguins cantaram o hino nacional... em português.

Noticia boa Associação Brasileira de Imprensa (ABI) coordenou uma pesquisa com 10 mil educadores de todo estado para escolheram, em votação pela internet, a instituição educacional do ano. A Fundação de Apoio à Escola do Estado do Rio de Janeiro (Faetec) foi a grande vencedora. Ponto para Duque de Caxias que possui várias unidades da Fundação instaladas na cidade.

Governando nas trevas

Por falta de pagamento da conta de luz, no valor de 12 milhões de reais, o governo Zito mergulhou nas trevas. A concessionária cortou o fornecimento de energia deixando a prefeitura e várias secretarias sem luz.


04

07 a 13 de dezembro de 2011

CIDADE

Quarteirão da Ciência será instalado 59° DP será transferida para a implantação de uma universidade à distância

Será erguido um prédio com três andares que irá receber as unidades policiais especializadas, conforme o projeto. A meta é que tudo esteja pronto até setembro do ano que vem. No projeto da nova delegacia, será construída também uma praça

- O Quarteirão da Ciência será um espaço para o conhecimento e cidadania. Transformando o espaço ocupado pelo antigo Fórum e pela 59º DP, num lugar do conhecimento. Com a criação da universidade à distância, o projeto do Quarteirão coloca Caxias no século 21, enfatiza o secretário de Ciência e Tecnologia Alexandre Cardoso.

Repercussão Comerciantes, moradores e políticos aprovaram o projeto e apostam nas mudanças para o futuro na cidade. O vereador Chico Borracheiro acredita que a iniciativa será ótima para todos. “Para os moradores irá trazer mais segurança com a desativação da carceragem, além de contribuir na melhoria do trânsito na região”, destaca Chico.

Atual da área ocupa pelo Museu e pela 59° DP

Futuras instalações do Quarteirão da Ciência

Outra que aplaudiu a iniciativa foi a vereadora Juliana do Táxi que enumerou as transformações ocorridas pelo empreendimento. - O Quarteirão da Ciência mostra uma evolução do município que ficou anos sem um investimento como esse na educação e na cultura. Estou muito feliz com esse projeto que irá transformara a região central da cidade e a vida de muita gente, acredita a vereadora.

Histórico O ambicioso projeto do O Museu Ciência e Vida foi inaugurado em julho do ano

Divulgação

A Marinha fez uma doação ao Estado de um terreno na Rua General Dionísio, Jardim 25 de Agosto, para a construção de um espaço que irá abrigar as delegacias Legal, de Atendimento à Mulher e de Proteção à Criança e ao Adolescente.

com duas quadras poliesportivas para os moradores, que contam com serviços do fórum, do Ministério Público e da Procuradoria Geral do Estado.

Divulgação

A

59° DP que fica na Praça Roberto Silveira será transferida. No seu lugar, funcionará uma universidade à distância e a ampliação do Museu Ciência e Vida, transformando a região no Quarteirão da Ciência. O governador Sérgio Cabral e o comandante da Marinha do Brasil, almirante Júlio Soares de Moura Neto assinaram o termo de cessão da área com a presença do secretário de Ciência e Tecnologia Alexandre Cardoso no dia 22 de novembro.

Alexandre Cardoso: “O Quarteirão será um espaço para a cidadania

passado. Desenvolvido com o objetivo de promover a difusão da cultura e do conhecimento científico em Duque de Caxias e na Baixada

Fluminense.

a Escola de Samba Cartolinhas de Caxias, com Hélio Cabral e Solano Trindade de frente, vigorosos movimentos sociais, uma terra musical por excelência. Muita História.

ground. Poetas de sucesso no circuito da poesia. Cinema sendo reconhecido até fora do país. Novas referências.

Até o momento, cerca de 40 mil pessoas já visitaram o espaço.

Pitacolândia Pra quem ama História e pra quem vê a potência do caldo humano pujante e presente nesta região do país, Caxias é uma cidade extremamente rica e promissora. Mas, foi historicamente massacrada pela política aliada ao banditismo, pela depredação da Mata Atlântica, pelos crimes ambientais como as retificações de rios, pelo abandono do Estado, pela exploração da miséria, pelas doenças ligadas à pobreza, pela grilagem

de terras, pelos grupos de extermínio, pela especulação imobiliária, pela sombra exercida pela cidade do Rio e pela ação pesada da ditadura militar, resultando numa cidade escrota, pra dizer o mínimo. Hoje é isso: IDH ridículo, vergonhoso, dinheiro em quantidade imensa, uma das maiores concentrações de renda do país, uma visão política geralmente estreita, uma classe política que na maior parte transita entre o

deplorável e o sofrível, ou os dois – exceções constrangedoramente poucas. Caxias não é pra principiantes. Caxias dá raiva. Mas, existe uma cidade que é pouco conhecida ou é ainda escondida – e essa é incrível. Mata Atlântica original, de natureza abundante. Uma história com H maiúsculo. Escola Regional de Meriti, o terreiro de Joãozinho da Goméia, uma das células mais peculiares do Partido Comunista do país,

E um presente animador: muita gente estudando, pensando, intervindo; dezenas de grupos culturais na ativa. Bandas de rock em profusão. Nomes de proa no cenário do samba no Estado. Uma geração de artistas plásticos com moral na cena under-

Há uma cidade invisível que está emergindo e que ainda vai fazer mais barulho… E sintonizar isso é um ótimo remédio pra quem mora aqui e é cardíaco.

Heraldo HB www.lurdinha.org


05

07 a 13 de dezembro de 2011

POLICIAL

Roubo de hidrômetros intriga moradores Uma série de furtos de hidrômetros em várias residências no município tem tirado o sono dos moradores há tempos. Os furtos, normalmente, acontecem durante a madrugada, com os moradores ainda dormindo e nas últimas semanas, as investidas dos ladrões aumentaram consideravelmente. Os roubos estão acontecendo principalmente nos bairros que cercam o Centro. As ruas que tiveram hidrômetros furtados de suas residências foram: Rua Tenente José Dias, Rua Nilo Peçanha, (duas no Centro), que foram alvos de ataques nos dias 2 e 3 de dezembro. Já no Parque Lafaiete, ocorreram dois furtos nos dias 20 e 30 de novembro, nas ruas Luiz Gama e São João da Barra. No dia 29, do mesmo mês, o ladrão de hidrômetro fez mais uma de suas vítimas no bairro Centenário, roubando o hidrômetro de uma residência na Rua Euclides da Cunha. O destino das peças furtadas das residências é um

TIRAS

mistério! Quem rouba e para onde as levam continua um desafio para a polícia desvendar. Num dos casos mais audaciosos, os ladrões atacaram a menos de 100 metros da portaria do 15º BPM, roubando a peça de uma residência na Rua Cel João Teles. A moradora acordou de manhã cedo com a água jorrando pelo seu quintal, descendo pela rua do Batalhão e o seu hidrômetro teria sido furtado do local.

Suspeitos usam motos para atacar no centro Uma dupla de motoqueiros vem atacando várias vítimas na parte da manhã nas ruas próximas ao Centro de Duque de Caxias. Há algumas semanas o alvo preferido eram as vítimas próximas ao bairro 25 de agosto. Nesta última semana, porém, a atenção dos suspeitos estava para outros bairros do município. Várias pessoas foram roubadas nas primeiras horas da manhã da sexta-feira (2 de dezembro) por esses

gatunos na Avenida Nilo Peçanha. Os ataques se deram em vários pontos da avenida entre 6h e 7h, provavelmente pela mesma dupla em uma motocicleta vermelha. No mesmo dia, por volta das 6h 30, outras vítimas foram roubadas nas Ruas 14 de Julho e Prudente de Moraes, no bairro Vila São Luis, também por dois motoqueiros. Se foi a mesma dupla de ladrões que agiu nestes bairros de Caxias, não se sabe. O que está claro é que os elementos estão aproveitando alguma brecha no policiamento e, estão agindo tranquilamente, neste horário.

Operações da Polícia tem sufocado o tráfico de drogas A Polícia Militar (15º BPM) continua o trabalho de combate ao tráfico de drogas em Caxias. Nas últimas semanas, vários elementos foram detidos em diversas operações nas favelas do município. Na quinta feira (1 de dezembro), na Favela Beira Mar, foram detidos

dois elementos: um deles menor de idade com diversos materiais entorpecentes. Wellington Moura, de 31 anos e o menor M.E.S., de 15 anos, responderão por tráfico e associação ao tráfico. Já na Vila Ideal a Polícia Militar deteve outros três elementos, também neste caso um dos elementos era menor. A prisão teria ocorrido no dia anterior (30 de novembro) na quarta-feira. No mesmo dia, um elemento identificado como Fernando do Amaral, 19 anos, foi detido na Favela da Mangueirinha após incursão da PMERJ no local. Fernando foi detido portando uma pistola calibre .40, de uso exclusivo da Polícia. Com o elemento a polícia também encontrou uma motocicleta roubada.

Encontrado morto na mala de carro Um homem foi encontrado morto a tiros no interior da mala de um carro na Rua Ana Porto, no bairro Senhor do Bonfim, no último

dia 29 de novembro, terça-feira. O carro era um Fiat Siena bege que foi abandonado no local por desconhecidos. A Polícia agora tenta identificar os autores de mais este homicídio.

Grupo de gatunos age tranquilamente no centro de Caxias Um grupo de ladrões tem agido furtando celulares, bolsas e documentos de transeuntes desavisados ruas do bairro. O maneira de agir dos meliantes é sempre a mesma. Aproveitam-se da distração dos transeuntes e tomam na “mão grande” pertences das vítimas. As ruas preferidas pelos ladrões são a Rua José de Alvarenga (calçadão), Avenida Presidente Kennedy, Rua Manoel Teles (Rua da Balança), todas próximas à Favela do Lixão no Centro. A implantação de um sistema de câmeras ajudaria no combate dessas ocorrências. Joe Franco


06

07 a 13 de dezembro de 2011

CIDADE

Prefeitura deve fornecedores e tem no

Problemas ficanceiros preocupam políticos da cidade. Na semana passada, a energia el

A

previsão orçamentária de dois bilhões de reais para o próximo ano não garante tranquilidade financeira a prefeitura de Duque de Caxias. O atraso no pagamento de fornecedores e a inscrição do município no Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) é fonte de preocupação e de críticas entre políticos da cidade. Um exemplo da atual situação financeira aconteceu na última sexta-feira, 2 de dezembro. A prefeitura ficou sem energia elétrica, devido a uma dívida com a

concessionária de energia elétrica Ampla de cerca de 12 milhões de reais. Segundo a concessionária o débito vem desde setembro do ano passado. A energia só foi religada no início da noite, após um depósito de 2,5 milhões feito pela prefeitura.

CPI da dívida A falta de transparência da administração quanto ao tamanho da dívida, aflinge políticos da cidade. O vereador Orlando Silva, aponta problemas na aplicação do orçamento municipal e faz duras críticas

em relação a prefeitura. Para Orlando “a falta de transparência com os gastos públicos compromete o trabalho dos vereadores, pois não fica claro onde, como e quanto o executivo realmente está aplicando os recursos”. De acordo com ele, a prefeitura não cumpre a legislação municipal e federal na divulgação dos gastos públicos. A situação vem causando tanto desconforto na Câmara Municipal que sete vereadores assinaram o pedido para a criação de uma Comissão Parlamentar de

Inquérito (CPI) para tratar do tema.

Comissão de Orçamento e Finanças da Câmara.

- Está com a mesa diretora o pedido para a criação da CPI da dívida. O objetivo da CPI será levantar toda a situação financeira da prefeitura, pois estamos muito preocupados com a saúde financeira do município.

- Esse endividamento pode trazer problemas catastróficas. O município perde, por exemplo, acesso a verbas federais em caso de enchentes ou outro desastres natural, o que pode trazer sérios problemas para a população, alerta.

Projetos ameaçados O endividamento junto a fornecedores e ao Cadin tem consequência direta no cotidiano da cidade, alerta o ex-vereador, Abdul Haikal, que também presidiu a

Haikal enfatiza que “a situação é crítica e exige uma resposta rápida”, pois o tempo é fator decisivo para que a situação não fique ainda pior.


07

07 a 13 de dezembro de 2011

CIDADE

ome inscrito no Cadin

létrica foi cortada por falta de pagamento

Orlando Silva Está com a mesa diretora da Câmara, o pedido para a criação da CPI da dívida.”

O que é Cadin? O Cadastro Informativo de Créditos não Quitados do Setor Público Federal (Cadin) funciona como um banco de dados de pessoas físicas e jurídicas em débito com entidades da Administração Pública Federal. Na prática seria o Sistema de Proteção ao Crédito (SPC) do governo federal, onde o município que possui algum débito com a união fica impedido de receber recursos e repasses do governo federal.

Resposta da Prefeitura de Duque de Caxias A Prefeitura de Duque de Caxias informa que a cidade está inscrita no Cadin devido a um grande débito no INSS e no Pasep adquirido na gestão anterior. Uma negociação está sendo realizada para o parcelamento desta dívida. Em relação à Ampla, a Prefeitura questiona o valor que a empresa alega ser da dívida do fornecimento de luz. Uma auditoria de contas está sendo realizada e o valor que falta só será quitado após a sua conclusão. Sobre as informações referentes à execução do seu orçamento, informamos que, seguindo a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), o Relatório Resumido de Execução Orçamentária (RREO) é publicado a cada dois meses no Boletim Oficial da Prefeitura de Duque de Caxias. Também de acordo com a LRF é publicado no boletim a cada quatro meses o Relatório de Gestão Fiscal do município. Com isso, todos podem acompanhar e analisar o desempenho das ações governamentais estabelecidas na Lei das Diretrizes Orçamentárias (LDO) e na Lei Orçamentária.

Com o nome inscrito na Cadin, a cidade tem dificuldades em conseguir financiamentos para obras públicas e a impedimentos na liberação de recursos no caso de emergências. Outro ponto negativo é perda de investimentos internacionais que podem ser impedidos devido a inscrição do município junto ao Cadin.


08

07 a 13 de dezembro de 2011

EDUCAÇÃO

Livro “Professoras pensam a Cidade” é lançado 17 professoras da Baixada Fluminense assinam obra sobre educação pública

F

oi lançado no dia 25 de novembro, no auditório do Instituto de Educação Governador Roberto Silveira, o livro “Professoras pensam a Cidade”, promovido pelo Centro de Pesquisa, Memória e História da Educação da Cidade de Duque de Caxias e Baixada Fluminense (CEPEMHEd). A obra reúne artigos de 17 professoras da cidade e Baixada Fluminense, com uma proposta de refletir sobre o papel de promover a educação nos diferentes territórios de Duque de Caxias. Mais de 200 convidados entre, familiares, alunos do Instituto de Educação Governador Roberto Silveira e da Escola Municipal Barro Branco, professores das redes públicas, da Unigranrio e da Faculdade de Educação da Baixada Fluminense participaram do evento.

Socializando a produção A professora, Fátima David, destaca a importância do livro para os educadores da cidade que possui 16 artigos. - Queremos com esse livro socializar a produção acadêmica dos educadores que trabalham na rede pública da cidade. A proposta

é divulgar o trabalho dos docentes sobre a Educação Pública, enfatiza Fátima. O livro foi organizado por Fátima David, Márcia Gontijo e Márcia Alvarenga e será encaminhado a movimentos sociais, sindicatos, instituições de assistência social, além de escolas e bibliotecas públicas. Professores durante lançamento do livro

Familiares, amigos e convidados participam da cerimônia no Instituto de Educação Governador Roberto Silveira


09

07 a 13 de dezembro de 2011

CULTURA

Teatro O Rapto do Papai Noel (Infantil) - (10/12) e (11/12) às 16h

Divulgação

As mulheres sempre tiveram a maior curiosidade para saber o que os homens conversam a seu respeito em uma mesa de bar. A comédia retrata uma conversa descontraída entre dois amigos de infância, num momento maduro de suas vidas, falando sobre desempenho na cama, vantagens e desvantagens do casamento e detalhes anatômicos.relacionamentos e sucesso, com muito humor. Ingressos: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia) Endereço: Teatro Raul Cortez - Praça do Pacificador, s/nº, Centro, Duque de Caxias. informações no tel 27713062. Não recomendado para menores de 16 anos.

Um duende invejoso que quer se tornar o novo símbolo do natal, sequestra o Papai Noel e provoca uma tremenda confusão na noite natalina. As crianças de todo o mundo se juntam para salvar o bom velhinho. Neste caminho mágico e cheio de aventuras, eles vão perceber o valor dos laços familiares e a alegria de estarem juntos. Ingressos: R$14,00 (inteira) e R$7,00 (meia). Classificação Livre. Endereço: Teatro Raul Cortez - Praça do Pacificador, s/nº, Centro, Duque de Caxias.

Diálogo dos Pênis (Adulto) (10/12) às 20h e (11/12) às 19h

Evento

Clube dos 500 - End: Rua Marechal Deodoro 477 Classificação: 18 anos.

Show US4 (12/12) às 20h Com Paulinho Balthazar e convidados. Samba e MPB. Local: Botteco da Esquina Rua Professor José de Souza Herdy - em frente a Unigranrio. Classificação: 14 anos.

Escondidinho Boate Bar (10/12) às 21h Festa com os Dj’s Paulinho e Penelope, show com KimberLin Mayson e Tequileira. Entrada R$ 10,00 até 00:00h após R$ 15,00. Local: Lira de Ouro - Rua Sebastião de Oliveira, 72 Centro- Duque de Caxias.

Exposições Movida Caxiense Terça a domingo das 9h às 18h

Especiais The Sisters of Mercy - Rob Zombie - LaDytron. 80’s, Goth Rock, Darkwave, Post Punk, Shoegazer, Indie Rock, Indie Pop, Alternative Rock, Classic Rock, Line Up: Marcelo Riot (DDK, Drink no Inferno, Basement), GP (Gothic Night Fest) e Carlos Indie (Regret) - DJs Residentes: Roger e Kuringa. Local:

Exposição coletiva de arte contemporânea com os artistas caxienses: André de Oliveira, Eduardo Ribeiro, Lippe Muniz, Nanda Augusta, Pablo Pablo e a performance de Bia Pimenta. Entrada Franca - Classificação: Livre - Local: Sesc Caxias - Rua General Argolo, 47 - Centro - Duque de Caxias.

Divulgação

Nocturna 29° Edição Zombie Christmas (Adulto) (10/12) às 22h

Florestas Tropicais Úmidas - o futuro do planeta Em cartaz, a partir do dia 08/11, no Museu Ciência e Vida. A exposição Florestas Tropicais Úmidas – O futuro do planeta propõe uma expedição exploratória às florestas da América Latina da África e da Ásia. Ao todo são 24 painéis que destacam as riquezas e os impactos das Florestas Tropicais Úmidas no clima, no solo, no ciclo da água e outros. De terça a sábado, das 09h às 17h, domingos e feriados das 13h às 17h - Entrada Franca - Classificação: Livre. Local: Museu Ciência e Vida – Rua Aílton da Costa, s/n – 25 de Agosto - Duque de Caxias.

blioteca Governador Leonel Brizola Praça do Pacificador, s/n, Centro, Duque de Caxias - RJ. Tel. (21) 25092176.

EXPOntânea VII Coletiva de artistas da Galeria Arte e Fato. segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. Entrada Franca - Classificação: Livre - Local: Instituto Histórico da Câmara Municipal de Duque de Caxias Rua Paulo Lins, 41 - 25 de Agosto - Duque de Caxias.

África Brasil Com fotografias, pinturas, cartazes, esculturas, livros e revistas, a mostra retrata a cultura africana e também homenageia o pintor, escritor, poeta e um dos mais destacados defensores da cultura e igualdade para às populações afrodescendentes no Brasil, Abdias Nascimento, que faleceu em maio aos 97 anos. Até 9/12 - 9h às 17h - Grátis. Livre - Local: Bi-

Envie seu evento para nossa equipe: divulgacao@jornalcaxias. com.br


10

07 a 13 de dezembro de 2011

Conecta Caxias :-) Cultura Digital

Espaço para troca de ideias sobre novas tecnologias, software livre, iniciativas colaborativas e novidades da internet. Lá, você pode criar um blog gratuitamente na plataforma Wordpress. http://culturadigital. br/

ra diariamente pela avenida mais esburacada de Duque de Caxias. O jogador dirige um ônibus da cidade e tem que desviar de grandes buracos e veículos em alta velocidade. http://lurdinha.org/ site/?p=1889

Bloco da Lira de Ouro

partir de janeiro, haverá um telão para transmitir os jogos do campeonato carioca. Aliás, será gravado um CD ao vivo com os sambas concorrentes para o Carnaval 2012. Ele será distribuído gratuitamente pela internet. A disputa será transmitida pela Web.

Ensino superior a distância

melhor, Caxias também oferece vagas para Cederj. As inscrições para este ano já acabaram, mas você já pode ficar de olho e se programar, pois haverá um vestibular no meio de 2012. Fazem parte do consórcio as seguintes universidades: UERJ, UFF, UniRio, UENF, UFRJ, Rural e CEFET. http://vestibular.cederj.edu.br/

Programa de Web TV

Rally da Kennedy, o Jogo

Saiu a primeira versão do ‘Rally da Kennedy, o jogo’. O game é um simulador fiel para treinar quem se aventu-

cobertura de grandes eventos, como o Fórum Internacional de Cultura Digital e o Encontro dos Blogueiros do Rio de Janeiro. Os programas são gravados da UERJ da Vila São Luiz. http:// www.ustream.tv/channel/ buraco-cavernoso Buraco Fone: Você pode participar do programa, ao vivo, pelo telefonem 26500760, que é um orelhão da FEBF (Faculdade de Educação da Baixada Fluminense).

QR CODE do colunista A galera da Cultura Digital em Caxias também faz Carnaval e participa do Bloco da Lira de Ouro. Quem quiser chegar para tocar e bater um papo está convidado. Os ensaios são aos domingos, a partir das 16h. A

Estão pipocando cursos de 3º grau a distância, mas muitos não tem qualidade comprovada e o diploma não garente emprego. O Cederj é um consórcio de universidades públicas que oferece ótimos cursos a distância. E o

Semanalmente, vai ao ar um programa de Web TV diretamente de Caxias. É o “Buraco Cavernoso”, da AnguTV, um canal de comunicação parceiro do Cineclube Mate com Angu. A AnguTV também realiza

Para ser escanneado por celular e levar direto para o link a baixo. Arthur William www.arturoilha.com.br


11

07 a 13 de dezembro de 2011

MAIS CAXIAS

A água encanada em Caxias e seu primeiro monumento sensibilidade do presidente Nilo Peçanha. Em sua viagens pela Estrada de Ferro Leopoldina Rayway, que ligava a capital federal à Campos dos Goytacazes cruzou o então distrito de Merity – atual estação de Caxias – percebeu que muitas pessoas corriam com baldes para conseguir um pouco da água transportada nos vagões. Comovido e, segundo outros, pretendendo angariar apoio político, mandou instalar uma bica na área hoje ocupada pela Praça.

Foto atual da área ocupa pelo Museu Ciência e Vida e pela 59° DP

O abastecimento de água em Duque de Caxias sempre apresentou problemas referentes ao atendimento à população e já foi motivo de várias manifestações e movimentos reivindicatórios. Quem passa pela Praça do Pacificador na entrada

inferior do Teatro Raul Cortez e a Loja da C&A deve lembrar de um monumento formado por uma mulher subindo uma rampa, carregando uma lata na cabeça. Era acompanhada por dois meninos e um deles arrastando um carrinho de rolimã.

O monumento se remete a eventos do início do século XX quando a cidade pertencia ao 4° distrito de Nova Iguaçu e possuía aproximadamente 800 habitantes e ainda não possuía água encanada. Segundo alguns a água foi instalada devido à

pressam nas mais variadas correntes artísticas.Uma coisa que sempre senti falta foi no campo da Arte Contemporânea, conheci poucos artistas que enveredaram por esse caminho. A mostra serve para demonstrar que existe uma geração que pensa as artes visuais dentro de um novo conceito de expressão plástica, que quer fazer um diálogo direto entre a arte e o espectador, que seja constetatória e pulsante, que cause uma reação que vá além

da reflexão da plasticidade.

Outro evento marcante relacionado ao abastecimento ocorreu na década de 50 quando a cidade contava com cerca de 123 mil habitantes. A imprensa local diariamente cobrava promessa do governador Roberto Silveira relativa à instalação de água potável. A população havia crescido, novos bairros tinham surgido mas o abastecimento se mantinha a mesmo. Quando a promessa foi cumprida somente o bairro Jardim 25 de agosto foi contemplado. Na década de 80, no local determinado por Nilo Peçanha para a instalação da primeira bica, foi instalado o

monumento. Esculpido por Barros de Castro e fundido em bronze por Liboredo tornou-se um marco na memória dos movimentos sociais locais. Durante as obras de construção do Complexo Cultural Oscar Niemeyer e da remodelação da Praça do Pacificador ocorridas entre 2002 e 2004 o monumento desapareceu. Em 2005, após buscas empreendidas pelo antigo Núcleo de Patrimônio Histórico da Secretaria Municipal de Cultura, teve parte de seu conjunto encontrado no depósito da Prefeitura. As crianças foram higienizadas e emprestadas ao Instituto Histórico de Duque de Caxias onde até hoje se encontra. Sobre a mulher não se tem notícias. O abandono do Patrimônio Público, seja material ou imaterial, e os problemas relacionados ao abastecimento de água na cidade não são novidades. Lembrar do passado serve, também, para retirar os esqueletos dos armários.

Alexandre Marques alxmarques@ig.com.br

Culturando Está em cartaz no Sesc Caxias até o dia 31 de dezembro a exposição “Movida Caxiense”. A mostra coletiva reúne seis artistas contemporâneas de nossa cidade, eu, Eduardo Ribeiro, Nanda Augusta, Lippe Muniz, Pablo Pablo e Bia Pimenta. Na mostra, objetos, fotografia digital e vídeo instalação. Duque de Caxias sempre teve muita gente de talento nas artes visuais que se ex-

Fazer artes visuais em Duque de Caxias não é uma tarefa fácil, a cidade carece de galerias de arte, as poucas que existem além do Sesc, é a do Instituto Histórico e da Galeria Arte e Fato do Paulo Ramos, que esteve recentemente na Argentina expondo seus trabalhos. Não existe mais nenhum estímulo a produção e a descoberta de novos talentos como acontecia no passado,

quando o saudoso Carlos Ramos realizava dois salões de arte anuais na cidade, que era reconhecido em todo o país, trazendo para a cidade vários artistas interessados em expor em Caxias. Apesar da falta de uma política para o setor vários artistas tem surgido na cena com belos trabalhos, como Alex Brasil e Ozeas Casanova, além do artista do grafite Kajá que vem representando a cidade em vários eventos e

exposições, demonstrando que apesar de tudo a arte sobrevive graças ao talento dos artistas caxienses.

QR CODE do colunista Para ser escanneado por celular e levar direto para o link a baixo. André de Oliveira www.blogdoandredeoliveira. blogspot.com


12

07 a 13 de dezembro de 2011

ESPORTE

Musculação movimenta academias Com a aproximação do verão aumenta a procura pelas academias na cidade

N

a busca pelo corpo perfeito, aumenta o movimento nas academias de ginástica e musculação da cidade. Com a chegada do verão, no próximo dia 21, todos e todas estão na busca do corpo perfeito. De acordo com a International Health, Racquet & Sportsclub Association (IHRSA), entidade internacional do setor de esporte e saúde, o Brasil é o segundo

maior mercado de academias de ginástica no mundo, ficando atrás apenas dos Estados Unidos. São cerca de 16 mil academias que movimentam mais de 1 bilhão de reais por ano. O vocabulário usado pelos professores e alunos nas academias é extenso. Supino, leg press, peck deck, supino reto, crossover, paralelas, etc. Mas, por detrás de tantos nomes o objetivo é um só: malhar. Musculação é indicada para todos os públicos, desde que devidamente orientada por um profissional

Beneficios - A musculação hoje atinge a todos os públicos: gestantes, hipertensos, grávidas e mesmo crianças. Com a orientação adequada, todos podem praticar essa atividade física que trás inúmeros benefícios para o indivíduo, observa a professora de Educação Física, Simone Velasco.

Atividade física trás inúmeros benefícios para o indivíduo, além do corpo sarado

Além de deixar o corpo sarado, a professora enfatiza que a musculação ajuda na flexibilidade, condiciona-

mento cardiorrespiratório, enrijecimento e aumento da massa muscular e melhora na saúde óssea. A escolha de uma academia adequada e a orientação bons profissionais, também são fatores essências para quem quer entrar em forma para a próxima estação. Envie seu evento esportivo para nossa equipe: divulgacao@jornalcaxias.com.br

Jornal de Caxias Edição 165  

Jornal de Caxias Edição 165

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you