Page 1

TR

JORNAL DA REGIÃO Director: Paulo Parracho • 19 a 25 de Outubro de 2016 Série IV • Edição N.º 99 • Ano XXI • DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Patrícia Mamona chega ao Fama Show A atleta portuguesa abraçou um novo desafio na sua vida profissional como apresentadora da rubrica ‘Salto Alto’, no popular programa da SIC, Fama Show. Sem deixar de lado a carreira desportiva, Patrícia Mamona confessa-se confiante com este novo ‘salto’.

Distribuído com o

A

www.autovalerio.com

SIN

VISITE O SEU STAND DE SEMPRE

S99-4-1395

REABILITAÇÃO DE QUELUZ-BELAS CUSTA 23 MILHÕES DE EUROS Programa estratégico vai entrar em discussão pública

Página 4

DO SONHO À REALIDADE

Página 9

Real SC faz história na Taça de Portugal ao eliminar o Arouca. 1.º Dezembro também brilha e assusta Benfica Página 13

Ver anúncio página 6

O Real Sport Clube protagonizou a maior surpresa da terceira eliminatória da Taça de Portugal, ao derrotar o europeu Arouca por 1-0, num jogo em que a formação da cidade de Queluz foi claramente superior. Um golo de Nélson, aos 85’, garantiu o apuramento para a ronda seguinte e

uma festa sem igual nas bancadas. E se o Real fez história, o União 1.º Dezembro esteve muito perto de também a escrever por mérito próprio. No confronto com os campeões nacionais do Benfica, a equipa de São Pedro de Sintra só foi derrotada por volta do sexto minuto da compen-

sação dada pelo árbitro, mercê de um cabeceamento certeiro do capitão Luisão, que desfez a igualdade a um golo que então se verificava. As duas equipas sintrenses dignificaram, e de que maneira, o bom futebol também praticado no Campeonato de Portugal. S75-12-0563


19 a 25 de Outubro de 2016

JORNAL DA REGIÃO

Fotos JCS

Mercês recebe mais uma feira saloia

Evento continua no próximo fim-de-semana

Prótese Esquelética (Por arcada)

Aparelho Ortodontico (Fixo)

(Qualquer quantidade de dentes)

(Por arcada dentária)

350€

200€

Uma das mais antigas feiras da região, com mais de 250 anos, está de regresso ao tradicional recinto e já atraiu um número considerável de visitantes no primeiro fim-de-semana. A Feira das Mercês, que esteve em risco de se perder na memória dos tempos, organizou-se de forma a assumir-se como um evento saloio. Artesanato, espectáculos e restaurantes, com a Carne às Mercês em lugar de destaque, integram o cardápio do certame, que regressa nos dias 21, 22 e 23.

Prótese Acrílica (Por arcada)

250€

(Qualquer quantidade de dentes)

Promoção

4 implantes Dentários + Prótese Acrílica 2.850€

S93-7-1313

2

Depois de, em 2015, terem sido afectados por um violento temporal, os vendedores da Feira das Mercês fazem votos para que a chuva não volte a fazer das suas. O primeiro fim-de-semana até nem foi mau, embora com alguns chuviscos, com o evento a atrair muita gente. Organizada pela Câmara de Sintra em parceria com a empresa Câmara dos Ofícios, com o apoio das juntas de freguesia de Rio de Mouro e de Algueirão-Mem Martins, a Feira das Mercês remonta ao século XVIII e assumiu-se, desde então, como uma bolsa agrícola da região saloia, onde se fixavam os preços dos cereais, dos legumes e de outros bens alimentares de primeira necessidade, mas também como mercado de escoamento de produtos e até de garantia das próximas sementeiras. Os produtores aproveitavam para vender os produtos hortofrutícolas, para além de comprarem sementes para as novas plantações e até contratar pessoal para o cultivo dos campos. O evento atraia gente de toda a região, para adquirir bens, mas

também em sinal de devoção a Nossa Senhora das Mercês. Após anos em que se vulgarizou o tipo de produtos à venda, até ao extremo de não se realizar em 2013, a Câmara de Sintra decidiu apostar na reabilitação da feira saloia, com recriação de quadros de etnografia saloia, espaços de restauração (onde não podem faltar a Carne às Mercês e o Leitão de Negrais), bancas de artesanato, área de animação infantil e espectáculos de palco. Neste último caso, o próximo fim-de-semana promete animação, com a actuação de Quim Barreiros, na sexta-feira (dia 21), pelas 21h30, e uma noite de fados com Joana Amendoeira, sábado (dia 22), à mesma hora, com a vertente religiosa agendada para domingo, com missa (15h00), seguida de procissão. Ao longo do evento, dando corpo a vários quadros, os animadores da Câmara dos Ofícios vão saltitar pelo recinto, com algazarra e pregões, a cargo das gentes saloias caracterizadas por vestirem roupas garridas. Também o Muro do Derrete, onde os solteiros tinham lugar marcado com vista a arranjar namorico, ocupa um lugar de destaque. No recinto, para além dos es-

paços de restauração e de venda de artesanato, outros pólos de atracção são as bancas de venda de produtos da terra, com destaque para a pera parda cozida... Decididamente, cozida porque a pera parda crua “é uma arma de arremesso”. “Cozida pode ser comida, crua nem pensar”, frisa quem vende este fruto em vias de extinção. Castanhas, frutos secos, licores e água-pé são outros produtos em franca expansão de venda no tradicional recinto das Mercês. Para além de Quim Barreiros e Joana Amendoeira, a programação do segundo fim-de-semana vai contemplar a actuação do Grupo de Cavaquinhos da ACTIS (Universidade da Terceira Idade de Sintra) e do Grupo de Música Popular Tradicional ‘Sons da Terra’, sexta-feira, às 18h00 e 19h00, respectivamente. No sábado à tarde, às 15h00 e às 17h30, é a vez dos Cantares Serões Saloios dos Recreios Desportivos do Algueirão e do Rancho Folclórico “As Vendedeiras” Saloias de Sintra. Feira das Mercês sexta-feira (21)-17h00-24h00; sábado (22)-10h00-24h00; domingo (23)-10h00-23h00. JCS


JORNAL DA REGIÃO

19 a 25 de Outubro de 2016

Sintra Resolve já está activa Como o JR avançou em Julho último, a Câmara de Sintra quer resolver pequenos problemas no espaço público, identificados pelos munícipes, em poucos dias. Para o efeito, criou uma aplicação de gestão de ocorrências, denominada ‘Sintra Resolve’, que permite aos munícipes reportar problemas em diversas áreas. “Ajude-nos a resolver os problemas do concelho”. É este o desafio lançado aos munícipes pela autarquia sintrense que, para o efeito, criou uma aplicação, já disponível para IOS-Apple e Android, no sentido da identificação de problemas no território, ao nível da conservação e reparação de arruamentos, água e saneamento, higiene urbana, iluminação pública, anomalias em parques infantis e polidesportivos descobertos, resíduos sólidos e sinalização. Para o presidente da Câmara, Basílio Horta, esta ferramenta é importante ao nível da participação da própria comunidade: “os nossos munícipes, quando

Foto JCS

Através de aplicação, munícipes identificam problemas no espaço público

Presidente da Câmara, Basílio Horta, formalizou os autos de consignação relativos à nova aplicação

encontram no espaço público, matéria que necessita de tratamento, têm ao seu dispor, no respectivo telemóvel, uma aplicação que identifica o problema, a transmite a quem de direito e acompanha a sua resolução”.

Através da aplicação, que pode ser descarregada em www.sintraresolve.pt, é possível fazer o registo de ocorrências, inclusivamente adicionando uma foto da situação e a sua localização exacta (coordenadas GPS).

O munícipe vai poder acompanhar em tempo real a resolução do problema, nomeadamente o estado do processo desde o registo à sua resolução, que a autarquia pretende que seja concretizada em poucos dias..

Para que os problemas sejam resolvidos em pouco tempo, a Câmara de Sintra contratou duas empresas, cada uma no montante de cerca de 80 mil euros, uma para a zona urbana e outra para as freguesias rurais. A assinatura dos autos de consignação, para a resolução dos problemas reportados pelos munícipes no espaço público, decorreu na passada segunda-feira, nos Paços do Concelho, com Basílio Horta a acentuar que se trata de uma primeira empreitada. “Se se esgotar esse montante, estamos completamente abertos para aumentar essa verba”, assegurou o autarca. A aplicação foi activada na passada sexta-feira, dia 14 de Outubro, e nos primeiros dias, até à manhã de segunda-feira, registou 120 ocorrências, “das quais 48 estavam em vias de resolução”. Basílio Horta reconheceu “as dificuldades de implementar e acompanhar este processo”, mas está convicto que os serviços municipais vão conseguir dar resposta adequada às solicitações dos munícipes.

3

“O que proporcionamos aos munícipes é no sentido de identificar problemas que podem ser resolvidos rapidamente, mas há situações que não podem ser resolvidas pela Câmara: quando há uma lâmpada que se funde, que é a EDP que tem de a substituir, os munícipes têm de saber que demora dez dias a fazê-lo”, alertou o presidente da Câmara. Esta aplicação constitui “uma medida muito inovadora” e que vai permitir ao próprio município “fazer mais e melhor”, com o contributo dos munícipes a identificarem os problemas “da sua rua, do seu bairro, da sua aldeia, vila ou cidade”. No mesmo dia em que assinou o auto de consignação relativo à nova aplicação, Basílio Horta assinalou, também, o início da empreitada de reabilitação da cobertura do pavilhão desportivo da Escola EB2,3 Maria Alberta Menéres, na urbanização da Tapada das Mercês (Algueirão-Mem Martins), no sentido de permitir a normal utilização do equipamento, mesmo em tempo de chuva. A empreitada implica um investimento de cerca de 125 mil euros, com um prazo de execução de três meses. João Carlos Sebastião S98-3-1403


19 a 25 de Outubro de 2016

4

JORNAL DA REGIÃO

BREVES ASSEMBLEIA MUNICIPAL APRECIA IMI

DESFILE DE MODA NO FORUM SINTRA

Na próxima segunda-feira, dia 24, a partir das 21h30, vai ter lugar a 3.ª sessão extraordinária da Assembleia Municipal de Sintra, com o destaque a recair na apreciação e votação da proposta de taxa do Imposto Municipal Sobre Imóveis (IMI) a liquidar em 2017, que o executivo camarário aprovou, com uma redução de 0,37 para 0,35%. Os deputados municipais vão apreciar, ainda, a participação de 4% no IRS e o lançamento de uma derrama de 1,5% sobre o lucro das empresas com um volume de negócios superior a 150 mil euros. A sessão será palco, também, da apresentação do projecto Assembleia Municipal Jovem 2016/2017, este ano subordinado ao tema ‘Cuidar aqui a Terra inteira’.

O centro comercial Forum Sintra vai ser palco, no sábado, dia 22 de Outubro, pelas 19h00, de um desfile de moda com a participação de Jessica Athayde, Lourenço Ortigão e Andreia Rodrigues. O espectáculo, que apresenta as colecções Outono/Inverno das principais lojas do Forum Sintra, ganha vida através de um carrossel, no qual manequins estáticos, semelhantes aos dos ‘fashion spots’, partilham o espaço com as figuras públicas. Também a blogger Mónica Lice, autora do blog Mini-Saia, se estreará na ‘passerelle’ e dará vida a cinco ‘fashion spots’, um conjunto de cinco cenários reais onde os manequins vão vestir as tendências da próxima estação.

ACTUALIDADE

CAMINHADA SOLIDÁRIA Com o objectivo de assinalar o Dia Municipal para a Igualdade, que se comemora a 24 de Outubro, a Câmara de Sintra vai realizar no domingo, dia 23, às 09h30, a 1.ª Caminhada para a Igualdade. A iniciativa constitui uma caminhada solidária, em que cada participante fará a doação de bens de primeira necessidade que irão reverter para o Pólo Alimentar do Município, sendo posteriormente distribuídos por famílias carenciadas. A caminhada contará com a colaboração de Miguel Boim, o Caminheiro de Sintra, que se associou a esta caminhada focada nas figuras da História de Sintra, num percurso de seis quilómetros que se inicia no estacionamento da Tapada do Mouco (Parque da Pena).

Reabilitação urbana em Queluz-Belas

Programa estratégico em discussão pública A reabilitação urbana de Queluz e Belas, segundo o plano estratégico que vai entrar em fase de discussão pública, implica um investimento de 23 milhões de euros. A maior fatia abrange o Parque Florestal da Serra da Carregueira (11 milhões), seguindo-se a valorização do rio Jamor e da ribeira de Carenque, dando forma ao ‘Eixo Verde e Azul’. O executivo municipal aprovou, na última reunião camarária, submeter a discussão pública, pelo prazo de 20 dias, o Programa Estratégico da Área de Reabilitação Urbana (ARU) de Queluz-Belas. O documento enuncia como objectivo global, para uma área de 518 hectares, “a vivência da Vila e da Cidade, cujo metabolismo urbano garante o equilíbrio entre as várias dimensões como a ambiental, económica, cultural e a funcional, quanto às actividades, vivências, fluxos e dinâmicas urbanas, reforçando a identidade local e a inclusão social”. Para alcançar este objectivo, o documento assenta em eixos estratégicos, com destaque para o ‘Eixo Verde e Azul’, já alvo de protocolo entre os municípios de Sintra, Oeiras e Amadora e a Parques de Sintra-Monte da Lua, em torno da valorização das margens do Jamor. O programa estratégico preconiza, ainda, a requalificação dos núcleos urbanos históricos de Queluz e Belas, a valorização do respectivo património e reforço das centralidades, num investimento público estimado em cerca de quatro milhões de euros.

É apontado ainda como objectivo a realização de intervenções no espaço público, com criação de condições para atracção e modernização do comércio de proximidade e prestação de serviços, “aumentando o emprego, promovendo a fixação da população e o reforço de sentido de pertença e identidade”. Através de benefícios em função da delimitação da ARU, está prevista ainda a reabilitação de edifícios, “com a beneficiação das fachadas e a melhoria das condições de habitabilidade e salubridade”, embora o montante necessário (público e privado) não esteja quantificado pelo município. A aposta principal passa, no entanto, pela requalificação do rio Jamor, através da adopção de medidas como limpeza e desassoreamento do leito, erradicação de espécies invasoras, reforço estrutural das margens, formalização de áreas para produção hortícola e, acima de tudo, construção de percursos pedonais e/ou cicláveis.

“A valorização do rio Jamor, assumindo-a como ligação linear, pedonal e ciclável, funcionará como elemento de ligação entre as duas vilas (Queluz-Belas) e como intervenção estratégica para a melhoria da qualidade do espaço urbano desta área de Sintra”, salienta o documento que será submetido, em breve, a discussão pública. O ‘Eixo Verde e Azul’ será, assim, um elemento estruturante da centralidade urbana de Queluz-Belas, correspondendo a um investimento na ordem dos oito milhões de euros, segundo a estimativa apresentada no documento em relação à valorização do rio Jamor e da ribeira de Carenque. Ao longo do Jamor, será criado um parque linear, “com a abertura do troço da Quinta do Senhor da Serra entre Belas e a Rua Alexandre Herculano, com reconversão e requalificação dos espaços desocupados, ordenamento das hortas, criação de percursos pedonais e cicláveis”. Este corredor ecológico terá o seu início no contexto do

Nova ponte pedonal vai permitir eliminar a barreira física do IC19

Parque Florestal Municipal da Serra da Carregueira, “afirmando um percurso verde que privilegia a paisagem e imagens unificadores do espaço urbano”, até ao Tejo, com a requalificação das margens do Jamor a constituir, também, condição para a preservação dos jardins do Palácio Nacional de Queluz. Nesta área, para transpor a barreira física que constitui o IC19, entre os jardins do monumento nacional e a Matinha de Queluz, o programa prevê uma estrutura de atravessamento de peões e bicicletas com maior dimensão, “através de uma ponte pedonal arborizada”, que permita uma ligação segura para os seus utilizadores. Em relação à valorização da Ribeira de Carenque, a aposta passa pela criação de um percurso entre Queluz e a Barragem Romana de Belas, ao longo de troço da EN250, com manutenção das margens da ribeira, existência de locais de estadia e execução de percursos pedonais e cicláveis. O programa estratégico identifica o Parque Florestal Municipal da Serra da Carregueira, cujo projecto está a cargo do arquitecto Sidónio Pardal, como o principal investimento na ARU. Um projecto que ascende a onze milhões de euros, que ocupará 195 hectares, “associando a Serra da Carregueira como espaço qualificado e complementar ao nível de outros parques urbanos e metropolitanos como o Parque da Pena”. A construção será faseada, “permitindo a progressiva apropriação do espaço”, com o equipamento de âmbito metropolitano a desenvolver-se ao longo do vale da Ribeira de Belas e com caminhos e trilhos com valor ecológico que vão desde a Urbanização da Quinta da Fonteireira até ao Belas Clube de Campo. No domínio da valorização do espaço público, visando reforçar as centralidades urbanas, o documento municipal aponta, entre outras acções, a redução da faixa de rodagem

Percursos pedonais e cicláveis vão ligar os núcleos de Queluz e Belas

e aumento dos passeios na Rua Elias Garcia, em Queluz, e o reordenamento do estacionamento junto à estação de comboios de Queluz. Em articulação com a empresa Parques de Sintra, é preconizada a melhoria do terreiro adjacente ao Palácio de Queluz, inclusivamente com eliminação do estacionamento em frente ao monumento, associado ao ordenamento do espaço na envolvência dos edifícios do Exército. Na Vila de Belas, por seu turno, o objectivo é o desenvol-

vimento de um estudo urbano de tratamento do espaço público entre a Quinta Nova da Assunção e o cruzamento entre as estradas nacionais 117 e 250, junto aos Fofos de Belas (no sentido de redução de velocidade e beneficiar a circulação pedonal), para além da aposta na dinamização de actividades culturais na Praça 5 de Outubro, em parceria com as associações locais e a União de Freguesias de Queluz e Belas. João Carlos Sebastião


PUB

Os vossos Seniores em boas mãos! Fundada em fevereiro de 2015 a A.80 Residência Sénior é um exemplo de uma verdadeira sofisticação e simplicidade, em que o próprio nome assim o demonstra. A Letra A, transmite amor, pureza e a bondade. O 80 é pela média de idades dos Clientes, que na generalidade as Residências Seniores têm. O A, é por tudo o que anteriormente referi e também por ser uma questão de classificação, nomeadamente da Qualidade, é o topo, é a excelência, é para lá que pretendemos caminhar. A A.80 tem como visão proporcionar uma “Vida Plena seja qual for a idade.” Queremos que todos se sintam bem, residentes, familiares, visitas, colaboradores, fornecedores e parceiros. Que exista harmonia e acolhimento, capazes de nos ouvirmos uns aos outros. A A.80 centra-se nas pessoas, por forma as ajudar a ter mais qualidade de vida, para as ajudar a criar coisas que fazem a diferença, e não apenas para cumprir o tempo de Vida. A A.80 Residência Sénior é pautada por ir ao encontro das necessidades do mercado, neste sentido, disponibilizamos acolhimentos temporários, não só para reabilitação, mas também para o descanso do cuidador. A A.80 Residência Sénior, tem ao dispor dos seus Clientes um conjunto de serviços, desde Assistência Médica e Enfermagem, Fisioterapia, Programas de Reabilitação Cognitiva e de Estimulação Sensorial, destinados a Clientes com Demências. Na nossa Residência, cada Cliente é visto como um ser idiossincrático, desde de dietas personalizadas, à avaliação mensal nutricional realizada pela nutricionista. As nossas ementas são realizadas com bastante rigor, tendo em conta as orientações da OMS para as Pessoas Idosas e acrescido da implementação do HACCP, por este motivo, todo o processo que se inicia com a aquisição dos recursos materiais até à chegada ao cliente, tudo é realizado na Residência e pelos colaboradores da mesma. Como não queremos que os nossos Clientes sintam que apenas estão para passar o tempo e aguardar a hora, temos um conjunto de atividades de ocupação e lazer que mais uma vez, são delineadas à medida de cada um, tendo em conta os seus gostos e interesses, ou seja, embora exista um plano mensal de atividades pré-de-

finido, este é dinâmico o suficiente para incorporar outras atividades que possam ter necessidade de surgir. Dispomos ainda, de espaços para cuidados de imagem e Bem-Estar, como o cabeleireiro e ginásio. E como somos um todo, temos ainda uma capela, para que possa colocar em prática a sua espiritualidade. Acresce ainda, o facto de termos uma vista extraordinária para a Serra de Sintra, podendo os nossos clientes disfrutar de momentos prazerosos no nosso jardim. A A.80 Residência Sénior pretende ser uma referência e para tal procura participar ativamente na comunidade. Exemplo disso foi o 1.º Congresso Nacional de Estimulação Cognitiva e efeitos na Qualidade de Vida do Idoso, realizado no dia 28 de janeiro no Centro Cultural Olga Cadaval. Contando ainda com o lançamento do livro “A Qualidade de Vida do Idoso em contexto institucional” do qual é co-autora a Administradora da A.80 Residência Sénior, Dra. Mónica Pereira. O livro refere-se a um assunto que poucos gostam de abordar, a Institucionalização. Contudo, ela existe, por diversas razões, como a condição física e psíquica deficitária dos mais idosos, associada à falta de tempo e de conhecimentos por parte dos familiares para lidarem com este tipo de dependência, levam a que a Institucionalização seja o recurso. Importa salientar que este livro, não defende a institucionalização, mas sim, quando esta existe, que seja feita em condições físicas e humanas dignas, ou seja, que os idosos não percam a sua identidade, assim como não fiquem isolados tanto da comunidade como da sua família. Como é mencionado no livro, as Estruturas Residenciais para Pessoas Idosas (ERPI) devem ter como preocupação “... a promoção da autonomia, a estimulação cognitiva e a valorização da história de vida de cada idoso, explorando as suas capacidades e interesses.” Neste momento, o objetivo é sermos uma Residência estável e com um projeto futuro bem delineado, com os colaboradores comprometidos com a missão da A.80 e que partilhem os seus valores, desenvolvendo uma cultura de rigor. Assim como também, programas de reabilitação física, destinados a pessoas com fraturas ou problemas musculo-esqueléticos.

DIA INTERNACIONAL DO IDOSO COMEMORAÇÃO Recentemente comemoramos o Dia Internacional do Idoso,”Reavivar Memórias”, foi o tema escolhido para esta celebração, com o objetivo de proporcionar a todos os presentes uma viagem às origens, nomeadamnte às origens dos nossos Seniores. Recriamos vários cenários, com objectos tipicos de várias regiões, desde amassar o pão, à taberna, passando por objectos de casa e da escola. Contámos com a presença de vários convidados, entre os quais, o Sr. Vereador do Departamento de Solidariedade Social Inovação da Câmara de Sintra, Dr. Eduardo Quinta Nova, o Sr. Presidente da Assembleia de Sintra, Dr. Domingos Linhares Quintas, o Sr. Diretor do Núcleo de Economia Social da Associação Empresarial de Sintra, Dr. Carlos Silva, entre outros ilustres. Foi um dia encantador, com várias atrações, nomeadamente a encenação de uma peça de teatro, em que os atores foram os Residentes da A.80 e colaboradores, a atuação do Rancho Folclore de Carenque e terminámos a noite com dissertação de poemas por uma Residente e com música, o Fado. São momentos

como estes que proporcionam sorrisos e que nos ajudam diariamente a compreender que estamos na companhia de pessoas especiais e que muito nos têm para ensinar. «Na qualidade de Administradora da A.80 Residência Sénior expresso a minha gratidão por momentos como estes e fazer votos sinceros de uma sonhadora, que sonha um dia que este País seja um exemplo de valores de igualdade, coragem e respeito pelos nossos anciãos.» Mónica Pereira Administradora da A.80 Residência Sénior

A.80 Residência Sénior – Rua Humberto Delgado, 47 Abrunheira | 2710-052 Sintra tel. +351 219 158 500 | telem. +351 968 759 243 fax. +351 219 259 592 | geral@a80-residenciasenior.pt

www.a80-residenciasenior.pt

S90-7-1418


Limpeza e serviços integrados com mais rigor

Escritórios Pós-Obra Hóteis Industriais Condomínios Infantários Pavimentos Regular e Profunda Vidros Condutas

Nós tratamos de tudo!

EMPRESA PIONEIRA NA LIMPEZA DE CONDUTAS DE AR CONDICIONADO Sede: Sintra Complexo CREL Bela Vista Rua da Tascôa, nº 16 Fracção 4M 2745-851 Queluz Tel.: 214 387 510 Fax: 214 387 519 Telemóvel: 937933608

Delegação Norte: Rua do Emigrante, nº 225 4410-269 Canelas, Vila Nova de Gaia Tel.: 227 533 198 Fax:214 387 519

Delegação Sul MARF: Sitio do Guilhim, Caixa Postal 1M, Edif. A1, Piso 0, Loja 4 e 6 8009-021 Faro Tel.: 289 039 072 Fax: 214 387 519 S97-3-9495

reilimpa@reilimpa.pt

www.reilimpa.pt


INICIATIVAS

JORNAL DA REGIÃO

Sintra Press Photo apresenta ‘Flagelo Humano’

19 a 25 de Outubro de 2016

7

Estudos • Projectos Venda • Montagem

PROJECTOS CHAVE NA MÃO

O MU.SA (Museu das Artes de Sintra) dá abrigo à mostra que apresenta trabalhos realizados no Japão, República Democrática do Congo e Portugal, e que “reflectem a urgência e desespero de milhares de pessoas afectadas pelo conflito, pobreza extrema e desastres naturais”, como revela a organização do ‘Sintra Press Photo’. Sob o tema ‘Flagelo Humano’, a 2.ª edição do ‘Sintra Press Photo’ apresenta ao público os trabalhos de três fotojornalistas conceituados internacionalmente: Dominic Nahr, de origem suíça, colaborador habitual da revista Time, New York Times e National Geographic; Phil Moore, britânico, finalista no Visa d’or Prize em Perpignan, França; e o português Mário Cruz, de 28 anos, um dos mais promissores fotojornalistas portugueses da actualidade, vencedor da Categoria de Assuntos Contemporâneos do World Press Photo 2016.

Para Mário Cruz, as exposições de fotojornalismo são essenciais para divulgar trabalhos que considera serem pouco valorizados: “É uma honra fazer parte de uma exposição onde estão dois fotojornalistas que admiro imenso, e poder mostrar uma realidade portuguesa no meu país. É importante dar espaço a trabalhos que são fruto de um enorme esforço e dedicação”. Com financiamento e a convite da União das Freguesias de Sintra, a exposição é uma iniciativa da Associação Cultural Reflexo e conta com o apoio da Câmara Municipal de Sintra. Paulo Nunes dos Santos, do Teatro Reflexo, sublinha a relevância de mostrar realidades, ao público em geral, que afectam a Humanidade e o Planeta, mas que, muitas vezes, são ignoradas: “O ‘Flagelo Humano’ tem a capacidade de cumprir alguns dos propósitos essenciais do fotojornalismo”, justifica este responsável da organização.

Os três fotojornalistas contribuem com histórias distintas, mas que se conjugam do ponto de vista temático e estético. Mário Cruz expõe ‘Roof ’, um projecto que fornece um olhar único sobre a vida de um grupo de sem-abrigo a viver em edifícios abandonados na zona da Grande Lisboa. Da República Democrática do Congo, Phil Moore traz ‘Nightwalkers’, um olhar diferente sobre o êxodo de milhares de pessoas em fuga aos combates que, esporadicamente, ocorrem no leste daquele país. Do Japão, Dominic Nahr expõe ‘Fallout’, um trabalho realizado ao longo de vários anos em Fukushima, e que coloca em evidência as consequências do terramoto e do tsunami, de 2011. “O estilo e a sensibilidade do Mário impõem-nos a realidade do drama social que afecta milhares de indivíduos abandonados ao destino e a sobreviver num Portugal profundamente afectado pela crise económica. Os momentos capturados por Phil, transmitem a urgência e desespero de uma população traumatizada pela guerra e em fuga constante. O trabalho de Dominic dá a conhecer o rasto de destruição em largas áreas da zona costeira, culminando com um dos maiores desastres nucleares da História”, explica Paulo Nunes dos Santos. A inauguração da exposição, no sábado, dia 22, tem lugar às 17h00 e conta com a presença dos três fotógrafos, que constituem um painel de debate sobre as orientações e contextos dos trabalhos em exibição. A mostra pode ser visitada de terça a sexta-feira, das 10h00 às 20h00, e aos sábados e domingos, das 14h00 às 20h00. O custo da entrada é de um euro. Os munícipes, menores de 14 anos ou maiores de 60, usufruem de um desconto de 50%.

Ar Condicionado Licenciamentos Sistemas de Ventilação Obras Chave na Mão Aconselhamento HACCP

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

Rua Marquês de Pombal, 97 – Loja D • 2735-316 Agualva-Cacém Tel.: 219 148 770 • Fax: 219 148 772 • E-mail: geral@athequipamentos.pt

www.athequipamentos.pt

S99-4-1412

Segunda edição da exposição inaugura no dia 22 de Outubro


19 a 25 de Outubro de 2016

CINEMA

Jack Reacher: ‘Nunca Voltes Atrás’

Com Tom Cruise, como Jack Reacher, no principal papel, a película é baseada no romance best-seller de Lee Child, que vendeu mais de 100 milhões de livros em todo o mundo. Depois de Susan Turner (Cobie Smulders) ser presa por traição, nada fará Jack Reacher parar até provar a sua inocência e descobrir a verdade por detrás de uma conspiração governamental.

LIVRO

‘Vaticanum’, de José Rodrigues dos Santos

Baseado em acontecimentos verídicos sobre corrupção na Santa Sé, o livro narra a história do rapto do Papa, levado a cabo por um comando do Estado islâmico que entra de forma clandestina no Vaticano. Um thriller pleno de mistério, ‘Vaticanum’ é já o 16.º romance do jornalista da RTP.

Companhia real da música portuguesa em Sintra

Fundada por Fernando Pereira, a banda Real Companhia é reconhecida pela sua música marcadamente tradicional, preservando, recriando e divulgando a riqueza da cultura nacional, através de rimas e ritmo, preenchidas de encanto e entusiasmo. Herdando, dos Romanças, conjunto da qual derivou, um enorme papel na inovação e recriação da tradição musical, os Real Companhia ajudaram

Centro Cultural Olga Cadaval, Auditório Jorge Sampaio. Dia 23 de Outubro, às 17h00.

O oitavo cluedo teatral com assinatura da Don’Adelaide Produções oferece aos espectadores a oportunidade de serem inspectores por uma noite. Junte-se a esta expedição inspirada em Júlio Verne e na sua famosa ‘Viagem ao Centro da Terra’ e venha interrogar suspeitos, analisar provas e visitar espaços até então vedados ao público, com o objectivo final de descobrir quem fez cair a Maldição de Verne.

Musical ‘O Principezinho’ na Amadora Baseada na célebre obra ‘Le Petit Prince’, de Antoine Saint-Exupéry, o espectáculo é interpretado pelo Grupo de Animação e Teatro Espelho Mágico, em género de peça de teatro musical para toda a família. Esta é uma obra intemporal e mágica, que convida a uma viagem pelo sonho ao deixar mensagens simples sobre a vida e o amor, trazendo-nos novos ensinamentos. Com encenação e adaptação literária de Miguel Assis.

‘Se Me Amas’, Xutos e Pontapés

O disco recorda o concerto dado pela banda no Campo Pequeno, em Dezembro do ano passado, com uma gravação que eterniza esse momento excepcional. Um CD com 18 músicas do vasto reportório de clássicos da banda mais transgeracional e representativa do rock português.

O nome inconfundível do panorama musical português leva até Oeiras o espectáculo “Acid Jazz Project”, no qual se faz acompanhar por alguns dos mais notáveis músicos de Jazz nacionais, como Mário Mato e Gonçalves Tavares. O concerto, que visa a angariação de fun-

Classificados JR

Este é um espectáculo de animação onde a interacção entre as crianças e a contadora de histórias, Maria do Carmo, e o percursionista, Demétrio Soares, é uma constante. Com as malas de viagem cheias de bonecos, são estes os verdadeiros protagonistas destes Contos do Mundo. Conte com pás-

A Orquestra Sinfónica de Cascais apresenta o seu segundo concerto de Outono, com uma actuação para clarinete de Carl Maria von Weber, com Anna Paulová, e uma Sinfonia N.º4 em Mi menor, de Johannes Brahms. A direcção da orquestra está a cargo

saros, fadas, cães azuis, acompanhados por sons da chuva, das árvores e dos tambores de África, um grupo de amigos que anda pelo mundo a espalhar histórias, músicas e abraços! Casa da Marioneta de Sintra (Agualva). Dia 22 de Outubro, pelas 16h00.

do maestro Nikolay Lalov. A Orquestra Sinfónica de Cascais nasceu em 2015 e integra músicos do Conservatório de Música de Cascais e Oeiras e vários artistas convidados. Auditório Senhora da Boa Nova. Dia 23 de Outubro, às 18h00.

Amadora recebe actuação de Rogério Charraz

euromoduncaspt@gmail.com • www.euromudancas.com

96 839 42 01 • 91 657 23 18

Máquinas de Costura Reparo Coloco Motores e Maletas

21 917 05 01 96 657 79 19 Rio de Mouro

COMPRO DISCOS DE VINIL, JAZZ, ROCK. BRASIL, PORT. CLÁSSICA. TEL.: (14H-20H) 21 347 14 86 - 93 146 46 90

Venda de novas e usadas com garantia

Orçamentos Grátis 93 916 56 10 21 914 44 73

S99-7-9514

AULAS DE PIANO PROFESSORA QUALIFICADA E PROFISSIONALIZADA TM: 963775251 CARCAVELOS

Temos tudo para a sua máquina, móveis, motores e peças

Revendedor de acessórios Casa Pinto – Por trás da Fábrica dos Óculos de Agualva/Cacém

Neste concerto são ainda revisitados os dois primeiros álbuns do artista, ‘A Chave’ e o ‘Espelho’, numa versão trio com Paulo Loureiro (teclas e clarinetes) e Carlos Lopes (acordeão, cavaquinho e percussão). Cineteatro D. João V (Damaia). Dia 22 de Outubro, pelas 21h30.

COMPRO OURO USADO

Reparações com um ano de garantia

S95-4-1346

20€/HORA

S99-7-1362

e-mail: classificados@jornaldaregiao.pt

O cantor português estreia o seu terceiro disco de originais e vem até à Amadora para apresentá-lo. Intitulado ‘Não Tenhas Medo do Escuro’, o novo trabalho de Rogério Charraz é composto por onze temas de autoria própria, excepto ‘Meu Amor Eterno’, produzido com o pianista Júlio Resende.

MÁQUINAS COSTURA Semana 99

Para anunciar ligue: 21 807 98 34

Mudanças Residenciais e Escritórios Fazemos Transporte e montagem de móveis do IKEA e Conforama • Recolhemos Sucatas e Despejo Mobiliário

Pavilhão Desportivo Celorico Moreira (Miraflores). Dia 23 de Outubro, às 21h00. Preço do bilhete: 10 euros.

Contos do Mundo apresentados por bonecos

Recreios da Amadora. Dias 22 e 23 de Outubro, às 16h00.

DESDE

dos para doação às sete associações humanitárias de bombeiros de Oeiras, é co-organizado pelo município e pelos corpos de bombeiros do concelho.

Concerto de Outono no Estoril

Palácio dos Aciprestes (Linda-a-Velha). Dias 19, 20, 26 e 27 de Todas as sessões com início às 21h30. Outubro; 2, 3, 9, 10, 16, 17, 26 e Com lotação máxima de 40 pessoas, 30 de Novembro; e 1 de Dezembro. por cada apresentação.

MÚSICA

José Cid dá concerto solidário em Oeiras

a criar o denominado folk português.

Venha investigar ‘A Maldição de Verne’

€uromudanças

JORNAL DA REGIÃO

Compramos Ouro Agências em Oeiras e na Parede Tlm: 968 392 863 S80-12-1125

www.rosaxok.pt

COMPRO AUTOMÓVEIS

avariados, acidentados, gripados ou em bom estado. Desloco-me. TM: 96 510 52 15 menesesousa@hotmail.com

S92-7-1312

Sugestões JR

VER & OUVIR

8

Pratas - Jóias Relógios de marca Antiguidades Recheios de casa. Pagamos até 40€/gr. Deslocamo-nos ao domicílio Pedro S. Ferreira

Corrector de Ourivesaria Certificado Casa da Moeda

TM: 91 858 06 59


NA BERRA

JORNAL DA REGIÃO

9

19 a 25 de Outubro de 2016

Patrícia Mamona ‘salta’ para a televisão

Olha quem fala

Atleta olímpica junta-se à equipa do Fama Show Com apenas 27 anos, Patrícia Mamona é já um nome incontornável do desporto português. A atleta fez história ao sagrar-se campeã europeia de triplo salto, em Amsterdão, bater o recorde nacional – com a marca de 14,65 metros – e conquistar a sexta posição nos recentes Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Agora, junta à história da sua vida um novo capítulo.

Foto Face Models

“Este é um salto bastante diferente do que estou habituada, mas é, certamente, uma experiência enriquecedora e, claro está, aceitei o desafio”, confessa a jovem atleta, revelando ainda a sua opinião sobre as primeiras impressões que teve ao ouvir-se nas gravações: “Não gostei da minha voz, parece horrível. Tenho de me habituar”. Patrícia Mamona juntou-se assim a Cláudia Borges, Carolina Loureiro, Carolina Patrocínio, Iva Lamarão e Catarina Sikiniotis – outro novo rosto do popular programa da SIC – com uma rubrica própria e original, no programa Fama Show. ‘Salto Alto’: é assim intitulada a rubrica apresentada por Patrícia Mamona, onde vai receber atletas de diversas modalidades para uma conversa informal e descontraída, que pretende dar conhecer protagonistas de várias modalidades, bem como o lado mais escondido da vida destes desportistas nacionais. “Quero continuar a treinar para trazer medalhas, mas

também quero que o público perceba quão difícil é treinar para os Jogos Olímpicos. Este programa vai ajudar, de certo modo, a dar a conhecer o lado mais difícil de ser atleta, pois muitas vezes, entramos em esquecimento depois daquela prova, e esse espaço de tempo é para nós o mais difícil”.

“Este programa vai dar a conhecer o lado mais difícil de ser atleta” A estreia como apresentadora da estação de Carnaxide deu-se no passado dia 9 de Outubro. A primeira convidada recebida por Patrícia Mamona foi a judoca Telma Monteiro. Já no segundo episódio como anfitriã, a conceituada atleta nacional recebeu, no passado dia 16, Susana Costa, também ela atleta de triplo salto e representante lusa na final desta modalidade nos últimos Jogos Olímpicos “Este é uma rubrica muito interessante, pois vamos dar mais visibilidade aos atletas portugueses – que é muito importante para que consigam patrocínios – e a modalidades desportivas pouco valorizadas e divulgadas. Eu própria, que sou atleta, estou a descobrir modalidades que não fazia ideia que existiam”, revela.

Patrícia Mamona elogia ainda as novas colegas de trabalho, revelando ter sido muito bem recebida pela equipa: “Não as conhecia pessoalmente e elas foram super simpáticas. Perceberam o meu nervosismo e disseram que é normal, e é dessa maneira que encaro as coisas”. A atleta do Sporting, que aos 18 anos se mudou para os Estados Unidos para estudar Medicina e continuar a treinar – licenciatura que concluiu na Universidade de Clemson – não se intimida por não ter formação em comunicação ou jornalismo, confessando que se sente confiante por estar habituada a ser entrevistada: “Acho que vou fazer um bom trabalho, de forma natural, pois estou habituada a este mundo. Depois, também vejo televisão, leio jornais e revistas, e acho que aprendi um pouco com isso”. Quando questionada quanto a uma eventual carreira futura em televisão, Patrícia Mamona não fecha as portas a essa possibilidade, mas mantém intacta, apesar desta nova aposta, a vontade de continuar a conquistar títulos desportivos para Portugal: “Neste momento, estou muito focada no programa e na minha carreira desportiva. Quero continuar a fazer boas provas, conquistar títulos para o meu país e tentar chegar o mais longe possível. A partir daí, tudo pode acontecer. A entrada no Fama Show vai ser o início de uma vida um pouco diferente daquilo que eu esperava”, confessa.

“Sinto-me cada vez mais sensual e tento contrariar a minha idade. Estou numa fase muito feliz da minha vida”. CRISTINA FERREIRA, depois de desfilar na ModaLisboa, na Flash Vidas. “Mas vocês acham mesmo que eu estaria alguma vez envolvida musicalmente com a Maria Leal? Não tenho nada a ver com essa coisa. As pessoas quando querem subir, têm de subir por algum lado. Há beijinhos envenenados e este foi um deles (…) Não tenho nada a ver com aquela música, acho aquilo horrível”. NUCHA, depois de ser associada ao projecto musical de Maria Leal, nas redes sociais. “Ele continua, muitas vezes, a circular à porta de minha casa. No outro dia, eu estava a sair do padel e ele estava parado à porta do estacionamento do local onde tenho aulas. Continua a perseguir-me em revistas, através dos meus filhos, pelo que lhes vai contando e relatando...” BÁRBARA GUIMARÃES, afirma ser ainda perseguida pelo ex-marido, na LUX.

S98-3-9509

O Seu condomínio em boas mãos Administração e Gestão de Condomínios, Lda. Somos uma empresa do ramo de Administração e Gestão de Condomínios, sediada em Lisboa, com atendimento em horário comercial de segunda a sábado e atendimento emergencial aos domingos e feriados. Os nossos serviços: • Serviço de Administração e Gestão • Serviço de Manutenção • Serviço de Limpeza • Colocação e recolha dos caixotes do lixo • Arrendamento de Imóveis

JANELAS E ESCADAS PARA SÓTÃOS C99-3-1406

Estamos à disposição para esclarecer eventuais dúvidas e aguardamos o seu contato.

TM: 91 022 93 28 | perimetro.comum@gmail.com | perimetrocomum.wixsite.com/meusite-1

Tel. 236 207 070 • Tlm. 966 228 042

E-mail: pomjalsol@pomjalsol.com • www.pomjalsol.com Zona Industrial da Formiga - Rua da Indústria, Lote 13 • 3100-515 Pombal


INICIATIVAS

10

19 a 25 de Outubro de 2016

‘Turma imbatível’ em vida saudável

Projecto destinado a escolas do 1.º Ciclo No âmbito do Dia Mundial da Alimentação, que se celebrou no passado dia 16 de Outubro, o Lidl Portugal apresentou o seu projecto ‘Turma Imbatível’, que conta com o apoio das direcções-gerais de Saúde e da Educação e do Programa Nacional para a Promoção da Alimentação Saudável.

A iniciativa pretende incutir hábitos de vida mais saudável em crianças dos 6 aos 10 anos, e irá visitar cerca de 100 escolas até ao final do ano lectivo. As escolas do distrito de Lisboa que pretendam receber o projecto, até ao final do mês de Novembro, podem-se inscrever através de projetoturmaimbativel@gmail.com.

Este projecto pretende sensibilizar os mais jovens a terem um estilo de vida saudável, centrando-se, não só na importância da alimentação saudável, mas também na relevância da prática de actividade física, da higiene oral, das horas de sono, entre outras questões relevantes. Integrado na estratégia de responsabilidade social do Lidl,

JORNAL DA REGIÃO

o projecto ‘Turma Imbatível’ fará também chegar às crianças mensagens simples, eficazes e fáceis de integrar no dia-a-dia, relacionadas com temas como o desperdício alimentar, a conservação dos alimentos e a cadeia de valor. Depois de nos últimos cinco anos ter contactado, de forma directa ou indirecta, cerca de 41 mil alunos em 200 escolas com projectos de responsabilidade social sobre o tema ‘estilos de vida saudável’, esta cadeia de distribuição alimentar dá agora a oportunidade a mais 100 escolas do 1.º Ciclo, de norte a sul do país, candidatarem-se a receber este novo projecto, que engloba três eixos distintos: workshops, com jogos lúdico-pedagógicos nas escolas e sessões de alimentação saudável dirigidas a famílias; visitas guiadas às lojas, permitindo o contacto com os alimentos, compreender as suas características, e a importância da gestão de datas de validades e do respeito pela cadeia de frio; e visitas virtuais aos produtores, demonstrando a cadeia de valor. Vanessa Romeu, directora de comunicação e responsabilidade social, afirma que este projecto “faz parte do esforço contínuo do Lidl Portugal em educar a geração futura para estilos de vida mais saudá-

veis e para um ambiente mais sustentável. Com este tipo de iniciativas pretendemos levar até às crianças, e suas famílias, informação relevante que ajude a combater por exemplo a obesidade infantil, o sedentarismo e o desperdício alimentar.” Pedro Graça, da Direcção-Geral da Saúde, refere que “através da alimentação e das decisões de compra que tomamos diariamente, podemos modificar a nossa saúde e a do planeta” Para Rui Lima, da Direcção-Geral da Educação, “este projecto que agora se (re)inicia, é uma iniciativa que visa promover os hábitos alimentares saudáveis em crianças, colaborando com as escolas no desenvolvimento de competências em saúde alimentar, através do recurso a instrumentos lúdicos que reforcem as temáticas abordadas em contexto de sala de aula”. O projecto ‘Turma Imbatível’ engloba ainda um passatempo dirigido aos alunos do 1.º Ciclo, que consiste na criação de um desenho baseado nos elementos da roda dos alimentos, onde os vencedores terão os seus desenhos transpostos para embalagens de artigos à venda nas lojas, tais como embalagens de fruta, leite e água.

Médico de Família Cuidados paliativos A Associação Portuguesa de Cuidados Paliativos (APCP) promove uma campanha de informação sob o mote ‘Qualidade e dignidade até ao fim’. A APCP pretende reiterar que os cuidados paliativos são um direito humano básico para todas as pessoas portadoras de doenças crónicas e limitantes. A campanha realiza-se no âmbito do Mês dos Cuidados Paliativos (Outubro), e pretende passar a mensagem da Worldwide Hospice Palliative Care Alliance, que defende que “viver e morrer com sofrimento não é algo que tenha de acontecer”. “Em Portugal, por ano, cerca de 89 mil doentes necessitam de cuidados paliativos, no entanto, cerca de 50% dos doentes referenciados acabam por morrer sem terem acesso aos respectivos cuidados. O nosso país continua a ter apenas uma equipa de cuidados paliativos domiciliários por 590 mil habitantes, quando as recomendações internacionais apontam para uma por cada 100 mil habitantes”, relembra Manuel Luís Capelas, presidente da APCP.

S20-7-1368


S93-7-1318


19 a 25 de Outubro de 2016

TYRENEXT

JORNAL DA REGIÃO

MOTORES

12

Equipado a rigor

Versão N-Connecta reforça lista de equipamento de série no Nissan Juke. Motor 1.5 dCi continua a ser melhor opção Lançado em 2010, o Nissan Juke continua a ser um produto de sucesso. A mais recente versão N-Connecta actualiza a oferta de equipamento e tecnologia a preço verdadeiramente competitivo.

Confortauto Especialistas em Pneus e Mecânica

As características do Nissan Juke já são por demais conhecidas, mas é bom lembrar a apetência do popular modelo para o chamado ‘crosse urbano’, muito embora com qualidades de estradista e até de aventureiro. Ou seja, um verdadeiro ‘crossover’ que continua a distinguir-se pelo arrojado, e ainda polémico, design. Com o lançamento recente da versão N-Connecta, a Nissan reposicionou o Juke face à concorrência, dotando-o de uma extensa lista de equipamento, mais tecnologia, conforto e qualidade interior. Assente em duas motorizações a gasolina (1.2 DIG-T de 115 cv e 1.6i de 117 cv) e na já conhecida opção diesel 1.5 dCi de 110 cv, oferece, entre outros itens, jantes em alumínio de 17 polegadas, espelhos retrovisores aquecidos, reguláveis electricamente e na cor da carroçaria, faróis LED diurnos e de nevoeiro, novas cores e ponteira de escape em inox. Lá dentro, a nova versão

dotou o Juke de bancos dianteiros aquecidos e com acabamento em pele, volante e punho de mudanças também em pele e ar condicionado automático. Mas o principal destaque vai para a introdução do sistema NissanConnect, com ecrã táctil de 5,9 polegadas, que integra câmara traseira de estacionamento, navegação satélite em 3D, tecnologia Google, sistema áudio e multimédia. Chave inteligente e botão de arranque, cruise control com limitador de velocidade, sensores de luz e chuva, entre outros itens, completam a generosa lista de equipamentos. Para o teste efectuado pelo JR, a Nissan disponibilizou a versão equipada com o bloco dCi

Nissan Juke 1.5 dCi N-Connecta

Av. Dr. LUÍS SÁ, 9 - PARQUE MONSERRATE, ARM. N - ZONA IND. ABRUNHEIRA 2710-022 SINTRA (LISBOA) • TELF. 219 154 330 S99-4-1414

Motor: turbodiesel, 4 cilin., 1461cm3 Potência: 110 cv/4000 rpm Binário máximo: 260 Nm/1750 rpm Velocidade máxima: 175 km/h Consumo/emissões: 4 ,0l/100 km, 104 g/km Preço : 23.350 € Saiba mais sobre este modelo em www.jornaldaregiao.pt

1.5 de 110 cv, que já não nos surpreendeu, mercê da excelente performance e nível de economia que sempre proporciona nos diversos modelos em que é utilizado. Como exemplo basta referir os 260 Nm de binário e os 5,2 l/100 km registados como média de consumo em percurso misto (a marca anuncia 4,0l/100 km). Com preços a começar na casa dos 19.850€ para a versão 1.2 DIG-T, com desconto adicional em campanha de financiamento, esta continua a ser uma excelente opção para quem procura um carro económico, ágil, ousado e, agora, muito bem equipado. Paulo Parracho


Real faz história na Taça de Portugal

Um golo do avançado Nélson, aos 85 minutos, ditou a vitória do Real Sport Clube sobre o Arouca por 1-0 e qualificou a equipa da cidade de Queluz para a quarta eliminatória da Taça de Portugal de futebol.

Vitória sobre Arouca só peca por escassa

Apesar de surpreendente, o triunfo da equipa sintrense, que milita no Campeonato de Portugal (lidera a série G), foi inteiramente justo, pois o Real revelou-se superior em todos os aspectos ao conjunto da I Liga, que

19 a 25 de Outubro de 2016

Fotos António José/Desporto Regional

DESPORTO

JORNAL DA REGIÃO

este ano disputou a fase inicial da Liga Europa. Grande exibição da equipa anfitriã, que até poderia ter goleado o Arouca se tivesse sido mais eficaz na hora do remate. O Real teve mais posse de bola e ousadia atacante ao

longo de toda a contenda. Aos 15 minutos, e na sequência de um pontapé de canto, marcado na esquerda por Jorge Bernardo, a bola foi ao poste da baliza do Arouca. Foi a primeira sensação de golo em Massamá-Monte Abraão. Só a partir da meia hora de jogo é que o conjunto da I Liga conseguiu aparecer com maior frequência no meio campo contrário, mas sem criar lances de perigo. E até seria a turma anfitriã a criar a primeira grande oportunidade, por Érico Castro, aos 34’. O possante avançado brasileiro apanhou a defesa contrária em contra-pé, foi mais rápido do que os centrais adversários, isolou-se e, já dentro da área, disparou ao lado da baliza defendida por Rui Sacramento. Acentuou-se o domínio da turma de Filipe Martins na segunda parte, que falhou várias hipóteses de inaugurar a contagem. Primeiro por Guti, que se isolou e rematou contra o corpo de Rui Sacramento. Na recarga, Érico Castro cabeceou para a baliza deserta, mas Hugo Basto ainda desviou para canto. Logo de seguida, o avançado Guti foi derrubado na grande área do Arouca, mas Érico Castro desperdiçou o respectivo penálti.

Nova grande chance de marcar para os sintrenses aos 66’, mas a jogada de Palácios acabou por ser desperdiçada pelo guineense Brash, que chutou contra a atmosfera, com a baliza arouquense completamente escancarada. Prosseguiu o ‘festival’ de desperdício da equipa anfitriã. Aos 72’, Palácios meteu o ‘turbo’, arrancou veloz pela esquerda e, completamente isolado, disparou rasteiro para as mãos de Rui Sacramento. Até que, aos 85’, o reentrado avançado Nélson acabou com o sofrimento dos adeptos do Real, ao converter o remate e o golo que ditou a vitória e a manutenção da aventura na Taça de Portugal. Para o técnico Filipe Martins, que já havia assumido o desejo

13

de “fazer história”, a vitória do Real acabou por não ser inesperada. “Desde o início da semana que senti que podíamos surpreender o Arouca. E esse sentimento foi sempre transmitido pelos jogadores, que estão de parabéns pelo que fizeram. Estiveram sempre focados e concentrados ao longo dos 90 minutos, apesar de estarem diante de uma equipa muito forte”, afirmou o técnico, já depois de deixar um recado muito directo aos seus jogadores em plena cabine e revelado através do facebook: “Foram fantásticos. Esta vitória é de todos, mas não pensem que já ganhámos tudo. O nosso foco é o campeonato e temos de pensar já no próximo jogo”.

Foto Manuel Pereira

1.º Dezembro luta taco a taco com Benfica e só cai aos 96’

Um golo de Luisão, no sexto minuto de descontos, permitiu ao Benfica levar de vencida o 1.º Dezembro, do Campeonato de Portugal, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal em futebol. Os ‘encarnados’ adiantaram-se aos 50’, através de Danilo, que se estreou em provas oficiais, mas a equipa do Campeonato de Portugal ainda conseguiu igualar, através de Martim Águas, aos 62, na conversão de uma grande penalidade. Já quando tudo se preparava para o prolongamento, o defesa-central brasileiro Luisão correspondeu da melhor maneira a um canto e, de cabeça, fez o 2-1 para a equipa ‘encarnada’, aos 96 minutos. De resto, o tempo de compensação dado pelo árbitro Hélder

Malheiro foi o único motivo de queixa dos sintrenses, com o treinador Hugo Martins a admitir que “seis minutos, foi exagerado, pois não havia motivo para tal”. De resto, o técnico do 1.º Dezembro, mostrou-se “muito orgulhoso” pelas prestação dos seus jogadores. “Penso que o resultado é justo porque o Benfica fez mais um golo que nós. Poderia ter havido prolongamento, mas saio orgulhoso pelo que os jogadores fizeram. Demonstraram que existe qualidade nas divisões inferiores”, sublinhou. Por seu lado, Rui Vitória, treinador dos campeões nacionais, admitiu não esperar tantas dificuldades e também salientou a valia da equipa do 1.º Dezembro. “Quando fizemos o golo ficou a ideia de que o mais

difícil estaria feito e depois seria tudo mais fácil. Assim não foi. O 1.º Dezembro acabou por se bater muito bem. Deixo aqui a minha palavra de grande reconhecimento ao adversário por nos ter dificultado a tarefa”, concluiu. Entre os jogadores sintrenses, Martim Águas era um misto de sentimentos, “satisfeito por ter marcado” ao seu clube de coração, mas “desapontado” com “alguma falta de sorte”. Já o guardião José Manuel, autor de magnífica exibição, sublinhou que “é inglório perder assim, mas mostrámos a nossa dignidade”. Apesar da eliminação, o 1.º Dezembro beneficiou da parte da receita que pertencia ao Benfica, embora os encargos com a realização do jogo tenham rondado os 45 mil euros.

S99-3-1405


19 a 25 de Outubro de 2016

JORNAL DA REGIÃO

REPÓRTER JR

14

Unidade de Saúde do Cacém recebe 14 mil euros para cuidados pós-parto A Unidade de Cuidados Continuados Cacém Care vai receber 14 mil euros para a implementação do projecto ‘Criar, crescer e cuidar’, que visa assegurar a continuidade de cuidados pós-parto no domicílio.

O montante foi atribuído através do concurso ‘Missão Continente Sorriso’, lançado em Outubro de 2015, e destina-se à aquisição de um veículo e de equipamento informático. A cerimónia, que simbolizou a entrega do prémio, através de um diploma e colocação da placa, teve lugar nas instalações daquela unidade de saúde, e contou com as presenças de Nuno Matias, responsável pela loja

Continente no Cacém, e Maria João Pascoal, enfermeira especialista em Saúde Materna e uma das principais mentoras da iniciativa. Tendo como principais objectivos garantir a segurança das famílias através da promoção da saúde, da antecipação na identificação de situações de risco, e resolução das mesmas pela via de capacitação e educação dos pais ou reencaminhamento para outros profissionais de saúde, o projecto assegura a continuidade de cuidados de alta hospitalar no período pós-parto, tanto à mãe como ao bebé. “O projecto consiste na prestação de cuidados de enfermagem ao domicílio, tendo como população alvo S99-7-1413

CERTIDÃO ------ Celso dos Santos, notário do Cartório Notarial, sito na Rua João de Deus, 23-A, em Sintra:------------------- CERTIFICO, para efeitos de publicação, que por escritura de 07 de Outubro de 2016, a folhas 33 do livro de notas 360 deste Cartório, a senhora MARIA DO CÉU PIRES MORAIS, divorciada, residente na Rua Gago Coutinho, 211, em Cabra Figa, Rio de Mouro, Sintra, declarou ser dona e legítima possuidora, com exclusão de outrem, de 613/7960 do prédio rústico com 7.960 m2, denominado “Cerrado das Negras”, em Cabra Figa, freguesia de Rio de Mouro concelho de Sintra, inscrito na matriz sob o artigo 104, da secção S.------------------------- Que invocou a USUCAPIÃO como causa da aquisição daquela quota parte do imóvel fundada na posse em nome próprio, contínua, pública e pacífica iniciada em 1991. --- ESTÁ CONFORME----------------------------------------------- Sintra, 07 de Outubro de 2016 -----------------------O Notário, (Celso dos Santos)

NIF: 154 344 800 | R. João de Deus, 23 A | 2710-580 SINTRA Tel.: 21 911 91 40 a 48 | Fax: 21 911 91 49 | e-mail: notariosintra@celsosantos.com.pt

FICHA TÉCNICA

Director: Paulo Parracho | Chefe de Redacção: João Carlos Sebastião | Colaboradores: Francisco Lourenço, Jorge A. Ferreira e Sónia Salgueiro Silva | Design Gráfico: Rita Rodrigues Departamento Comercial: Rosa Valente, Paula Russo e Pedro Sampaio Secretariado: Paula Santos | Distribuição e Logística: António Oliveira | Informática: Joade Jinkings | ERC: Registo n.º 119748 | Propriedade: Monde Visionnaire, Comunicação Social, S.A. | Sede: Rua do Alto do Forte, n.º 5 2635-036 Rio de Mouro – Sintra | Capital Social: 50.000 Euros | NRPC: 513 212 809 | Tiragem: 60.000 exemplares | Impressão: Grafedisport Impressão e Artes Gráficas, S.A. – Queluz de Baixo | Depósito Legal | n.º 100139/96 | Redacção e Departamento Comercial: Rua do Alto do Forte, n.º 5 2635-036 Rio de Mouro – Sintra | Tel.: 21 807 98 34 | E-mail Redacção: jr-editor@jornaldaregiao.pt Comercial: comercial@jornaldaregiao.pt | Classificados: classificados@jornaldaregiao.pt

as puérperas e os recém-nascidos. São cuidados necessários, prestados nos primeiros dias após a alta hospitalar e, quando prestados na residência familiar, evitam que a mãe tenha de se deslocar até à unidade de saúde com o recém-nascido – pois estas podem ter ainda dificuldades de mobilidade –, e previnem a exposição do bebé a ambientes que podem ser, potencialmente, de risco relativamente a algumas doenças”, explica Maria João Pascoal. A conquista do prémio, em especial para a aquisição do veículo, revela-se essencial para o desenvolvimento do projecto. “Neste âmbito, o nosso maior obstáculo para

a realização deste serviço de saúde era a falta de veículo. Já tínhamos este projecto ‘semi-implementado’ pois não queríamos, de todo, deixar de prestar estes cuidados, que consideramos essenciais. Como tal, tínhamos de fazer as visitas a pé ou à boleia de colegas. Estamos muito gratos e felizes com este contributo, pois era muito difícil gerir este trabalho sem viatura”. O concurso ‘Missão Continente Sorriso’ foi lançado em Outubro de 2015 e contemplou 25 unidades de saúde de 18 distritos, que, através desta doação, vão ter oportunidade de implementar os seus projectos na área da saúde e bem-estar das famílias. Todas as iniciativas foram avaliadas por um painel de referência no sector da saúde e por cerca de 771 mil portugueses, através de uma votação realizada ‘online’. “Este ano, premiámos 25 projectos, num total de 378 mil euros, e, como é óbvio, o Continente vai continuar a querer ter a responsabilidade de poder ajudar e contribuir para o desenvolvimento sustentável da comunidade”, revelou Nuno Matias. “Esperamos que cada vez surjam mais projectos de tamanha dimensão humana, com a certeza que premiaremos todos aqueles que consideremos que têm maior relevância”, sublinhou o responsável do Grupo Sonae.

Volta ao mundo com saída do Centro de Dia de Mira Sintra O tema do Plano de Actividades 2016/2017 da Associação de Reformados, Pensionistas e Idosos de Mira Sintra (ARPIMS) é ‘Viagens’.  A presidente da direcção da ARPIMS, Rita Pereira, conta que, “ao longo do ano, viajamos muito ‘cá dentro’ mas dados os parcos recursos económicos dos nossos idosos não conseguimos viajar além-fronteiras, como gostaríamos. Assim, não podendo também a instituição comportar tais custos, pensamos muito numa forma de lhes proporcionar contacto com outros países. Foi então que surgiu a ideia de trazer os países ao Centro de Dia”.  De que modo? Realizando almoços temáticos, com carácter mensal, abertos a toda a comunidade onde se faz um prato tradicional, decoração característica e actuação de grupo de música e de dança de cada país. Foi criado um passaporte ARPIMS, para que os participantes

possam ir carimbando na página do país viajado. O objectivo será dar a volta ao mundo, coleccionando o maior número de países possível. Já se viajou pela Índia, México e Brasil. Foram viagens de sucesso e enriquecedoras. Qualquer pessoa, poderá participar nos almoços. Para marcar viagem para o próximo destino basta contactar a secretaria da ARPIMS pelo 219130638, todos os dias úteis, das 9h00 às 12h30 e das 14h00 às18h00. Venha daí e viaje com a ARPIMS à descoberta do Mundo! Amina Sulemane Mira Sintra

União de Freguesias de Cacém e São Marcos

A nossa ‘obra’ são as pessoas Há actividades que praticamos no decorrer da nossa vida que muito nos dizem. Umas, pela idade que temos… Outras pelos objectivos que nelas pretendemos alcançar... Outras, pelo empenho com que a elas nos entregamos… Outras, pelo somatório de tudo o que acabei de mencionar. Todas elas me acompanham neste percurso! Ser presidente de uma União de Freguesias é ser muito mais do que um presidente! É ser confidente, é saber estar ao lado de, é saber prevenir, é saber escutar, é saber dirigir, é saber respeitar, é saber viver para os outros… É desta forma simples mas bastante árdua que tenho tentado fazer mais e melhor pela União de Freguesias à qual presido e da qual muito me orgulho. Tenho dias bons e menos bons. Dias em que acredito e outros em que desanimo. Dias em que me encho de felicidade e outros em que me sinto um pouco mais triste. Mas questiono: não será assim com todas as pessoas? Deverá ser! Mas eu tenho uma responsabilidade acrescida, um compromisso assumido com uma população que acreditou em mim e na minha equipa… No sentido de dar cumprimento às necessidades da minha população procuro inteirar-me de tudo o que se passa nesta freguesia. Conheço-a do ponto de vista social, educacional, desportivo, recreativo, ambiental e institucional. E, nas diferentes vertentes atrás descritas, tenho tentado responder a todas através de um trabalho em parceria, trabalho este que julgo ser a verdadeira alma de uma freguesia. Socialmente é uma freguesia que passa actualmente por algumas dificuldades resultantes da grave crise que assola o nosso país e que levou ao desemprego de muitas pessoas. Para colmatar este problema temos o nosso Micro Mercado Social que pretende atenuar algumas necessidades imediatas das famílias, além de técnicos preparados para apoiar e encaminhar as pessoas que necessitam de ajuda. Na Educação e Juventude realizamos um trabalho de parceria com todas as associações e escolas da freguesia que assenta em reuniões, acções de formação, contactos pontuais, projectos educativos, utilização das instalações escolares. Ao nível do Desporto e Cultura promovemos e apoiamos de diferentes formas várias

instituições que estão na nossa freguesia. Estabelecemos várias reuniões de forma a encontrar actividades para realizar em conjunto. Actividades como caminhadas, provas de atletismo, torneios de ténis e de futebol, encontros culturais, apoios sociais etc. Recreativamente desenvolvemos um trabalho com várias entidades/clubes que proporcionam actividades que visam o lazer e a ocupação de tempos livres dos que vivem na nossa freguesia. É que todos sabemos, o tempo livre deverá ser vivido de uma forma descontraída e saudável. O Ambiente é uma das nossas maiores preocupações! Cada vez mais queremos viver numa freguesia livre de poluição. E com muitos espaços verdes! A falta de consciência ambiental e do respeito pelo espaço comum tem sido um dos objectivos em que mais investimos. Acções de sensibilização com variadas temáticas têm sido realizadas a fim de todos perceberem que toda a freguesia é sua e é da sua responsabilidade preservá-la e zelar por ela. Deixei para o fim as instituições desta freguesia e não o fiz sem querer. Pela importância que as mesmas têm. Pela forma como desempenham as suas funções. Pelo suporte que muitas vezes assumem. Pelas respostas que ‘teimam’ em dar, muitas vezes, sem terem capacidade para tal. De uma forma sucinta e honesta tentei descrever o que me move nesta caminhada dificílima de ser presidente desta União de Freguesias. Muitos dias há em que me questiono se valerá a pena. E acabo por chegar sempre à mesma conclusão: é claro que vale a pena! Os sorrisos que encontro, as mensagens que recebo, os objectivos que alcanço, as dificuldades que vou ultrapassando obrigam-me a concluir isso mesmo. Vale sempre a pena procurar mais e melhor! Vale sempre a pena acreditar no outro e nas suas capacidades. Vale sempre a pena tornar os nossos dias mais felizes. Vale sempre a pena quando temos ao nosso lado a melhor equipa que se pode ter! Obrigado aos que caminham diariamente ao meu lado. Sempre conscientes do rumo que devemos seguir! José Estrela Duarte, presidente da União de Freguesias de Cacém e São Marcos


Novo sistema de informação botânica

19 a 25 de Outubro de 2016

15

Foto PSML Emigus

ACTUALIDADE

JORNAL DA REGIÃO

Parques de Sintra apresenta aplicação informática sobre o Parque de Monserrate A Parques de Sintra-Monte da Lua lançou uma nova aplicação ‘online’, denominada ‘Tree Finder-Informação Botânica em Monserrate’, que permite a consulta de informação sobre o património botânico arbóreo do Parque de Monserrate.

PUB

Num parque histórico com cerca de 17 mil exemplares arbóreos, a nova plataforma ‘online’ vai permitir ao visitante conhecer melhor as espécies botânicas ali presentes: principais características, localização e melhores acessos para visitá-las. O utilizador pode pesquisar as árvores por nome científico, nome comum, continente de origem, árvores notáveis e por percurso, sendo também apre-

sentada informação descritiva e fotos sobre os percursos do parque, quer se trate de uma visita normal ou para visitantes com mobilidade condicionada. Disponível em português e inglês, a informação é visualizada sobre uma base cartográfica simplificada do Parque de Monserrate com legenda. A aplicação ‘Tree Finder’ apresenta as coordenadas geográficas, escala relativa e resultados da pesquisa. Algumas destas opções podem ser configuradas pelo utilizador, como desligar os resultados da pesquisa, ou o zoom aos temas consultados. A informação escrita e fotos associadas aos temas de árvores, percursos e jardins é apresentada quando se interage com os

diferentes conteúdos, sendo uma aplicação desenvolvida com utilização de tecnologia ‘opensource’: “É amigável possuindo uma interface gráfica intuitiva, simples e compreensível para os diferentes públicos”. Foi igualmente desenvolvido um backoffice de acesso reservado para gestão e actualização da informação. Segundo a empresa que gere os parques históricos de Sintra, “a oferta desta informação via Internet acrescenta valor ao património existente, permitindo que este seja facilmente explorado e conhecido em Portugal e além-fronteiras, reforçando ainda mais a divulgação do Parque de Monserrate, já premiado com um European Garden Award”.

Laboratório Cintramédica alarga capacidade de resposta a várias zonas do concelho de Sintra

Parques de Sintra em votação Termina no próximo dia 24 de Outubro, segunda-feira, o período de votação para a 23.ª edição dos ‘World Travel Awards’, considerados os ‘Óscares do Turismo’ e para o qual a Parques de Sintra-Monte da Lua foi nomeada, pelo quarto ano consecutivo, na categoria de ‘Melhor Empresa do Mundo em Conservação’ (World’s Leading Conservation Company). Recorde-se que a empresa que gere os parques e palácios históricos de Sintra Património Mundial foi vencedora deste galardão em 2013, 2014 e 2015 e volta a ser a única nomeada europeia nesta categoria, no corrente ano. Os WTA foram criados em 1993 para reconhecer, premiar e celebrar a excelência da indústria do turismo e repre-

S99-7-9533

Atualmente é possível encontrar um posto Cintramédica e realizar análises clínicas em vários pontos do concelho de Sintra, como Mem-Martins, Várzea de Sintra, Rio de Mouro, Cacém, Mira-Sintra, Albarraque e Pobral, mas também na Ericeira e Benfica. Nalguns destes espaços os utentes podem ainda fazer marcações de consultas e exames para a clínica Cintramédica e posteriormente levantar os seus resultados, permitindo que se desloquem apenas uma vez à clínica na Portela de Sintra, no dia da sua consulta e/ou exame. Apesar da diversidade, a qualidade dos resultados mantem-se, uma vez que a proximidade dos postos com o laboratório central “permite a estabilidade das amostras, sem alongar o tempo entre colheita e análise, evitando interferências que possam alterar os resultados”, garante a especialista em análises clínicas, Dra. Inês Marques Stilwell.

As análises clínicas são, hoje em dia, um dos principais meios complementares de diagnóstico à disposição dos médicos, uma vez que fornecem informações importantes sobre o estado geral da saúde, são indispensáveis para o estabelecimento do diagnóstico clínico, permitem o acompanhamento seguro da gravidez e contribuem para a monitorização de doenças crónicas. Reconhecido pelo rigor e excelência nos resultados, o Laboratório de Análises Clínicas Cintramédica é uma referência ao nível do diagnóstico clínico e conta com mais de 30 anos de experiência. Ao longo das últimas décadas a Cintramédica tem construído uma relação de confiança com todos os sintrenses e os seus técnicos tornaram-se uma referência na área das colheitas. O trabalho desenvolvido por

cada um “faz com que os utentes nos procurem pela simpatia, profissionalismo e, principalmente, pela empatia que criaram com os nossos técnicos, como por exemplo a Fátima, a Lúcia ou o Joaquim. Este é um sinal evidente de que confiam em nós e preferem os nossos serviços”, refere o Dr. Carlos Marques, diretor técnico do laboratório. Numa clara aposta em levar “os nossos serviços para locais mais próximos da população, mantendo a rápida resposta e a qualidade do serviço prestado”, a Cintramédica abriu, recentemente, diversos postos em vários zonas do concelho. Desta forma, “queremos que os nossos clientes façam às suas análises mais próximo de casa, de forma cómoda e confortável”, adianta o diretor do laboratório.

sentam uma das distinções mais importantes que as empresas deste sector podem receber, sendo a marca reconhecida globalmente como selo de qualidade, com a votação a ser realizada pelo público em geral e por profissionais de turismo. Para votar na Parques de Sintra basta: registar-se em www.worldtravelawards. com/register; carregar em ‘Click here to vote’; na caixa ‘Select a Region’ escolher ‘World’; na caixa ‘Outstanding Votes’ escolher ‘World’s Leading Conservation Company’; em cima, seleccionar ‘Parques de Sintra-Monte da Lua, Portugal’. Os vencedores serão conhecidos no próximo dia 2 de Dezembro, numa cerimónia a decorrer nas Maldivas.

Qualidade do Laboratório de Análises Clínicas Cintramédica Inserido dentro da Clínica Cintramédica, o laboratório conta com a presença diária e permanente de especialistas em análises clínicas, disponíveis para o esclarecimento de dúvidas dos clínicos e utentes, mantendo uma relação de proximidade com a população. “Constatámos que o diálogo regular entre o laboratório e os médicos das várias especialidades médicas existentes na clínica é importante para estabelecer um diagnóstico clínico mais completo e personalizado”, refere o director técnico do laboratório, Dr. Carlos Marques. A funcionar das 7h às 20h de se-

gunda a sexta e aos sábados das 7h às 16h, o laboratório Cintramédica tem capacidade para dar uma resposta rápida às urgências. “Procurámos adaptar-nos às necessidades dos nossos clientes e por isso alargámos recentemente o horário para realização de colheitas e entrega de amostras ao sábado, mantendo uma equipa no laboratório para realização imediata dessas análises”, adianta o director. A elevada qualidade dos resultados produzidos comprova a distinção e diferenciação relativamente às outras empresas da região, e o reconhecimento é feito não só pelos utentes, mas também pela APCER, entidade que certifica anualmente o Sistema de Gestão da Qualidade do laboratório, segundo a Norma ISO 9001:2000. “A certificação é o reconhecimento do rigor com que trabalhamos e que se reflecte nos resultados das análises. Distingue também a aposta que temos feito na formação contínua e especializada dos profissionais do laboratório e no investimento em equipamentos de última geração”, finaliza o Dr. Carlos Marques.


FO RU M CH IN A FORUM CHINA

GRANDE ABERTURA 21/10/2016

FO RU M CH IN A

Rua das Vagens (Antiga Fábrica colchões climax) BAIRRO DO RECANTO ZONA INDUSTRIAL 2725-234 ALGUEIRÃO

S99-3-1407

Edição de Sintra 99 do Jornal da Região  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you