Page 1

Comprovativos actualizados; 1 fotografia

Nota Introdutória

A presente norma pretende dar a conhecer, de forma objectiva, os aspectos que estão subjacentes à componente organizacional da Instituição.

1- Local de Inscrição As inscrições para Lar, Centros de Dia, Centros de Convívio, Serviço de Apoio Domiciliário e Apoio Domiciliário Integrado devem ser feitas no Lar de Idosos, na Vila de Sagres, através de preenchimento de impresso próprio e entrevista com a Técnica Superior de Serviço Social.

dos

rendimentos

- A comparticipação financeira será feita com base no custo médio por Utente. 3- Admissão

1. A admissão nas Valências é feita por deliberação da Mesa Administrativa tendo em consideração as prioridades do regulamento e parecer da Técnica Superior de Serviço Social e Encarregado Geral. 2. O processo é organizado segundo os seguintes procedimentos: - Apresentação de relatório clínico sobre o estado de saúde do candidato; - Elaboração de relatório sócio-económico do candidato;

2- Inscrições As inscrições para qualquer das valências é feita através de: 1. Entrevista com o Candidato e/ou Familiar;

- Assinatura da Ficha de Inscrição do Utente pelo familiar responsável, quando o Idoso não se encontre nas suas plenas faculdades físicas e mentais;

2. Preenchimento da Ficha de Inscrição; 3. Entrega de fotocópia documentação:

da

Bilhete de Identidade; Cartão de Contribuinte, Cartão de Pensionista; Cartão de Assistência Médica;

seguinte

- Qualquer estadia não poderá exceder os sessenta dias;

4- Admissões a Título Temporário A Misericórdia poderá receber nas várias valências temporariamente idosos nas seguintes condições: -Sempre que haja vaga;

5- Mensalidade Nas admissões em Lar é celebrado um contrato de prestação de serviços onde consta direitos e deveres entre ambas as partes: - O idoso pagará 80% do valor dos seus rendimentos, incluindo o complemento por dependência, subsídio de férias e subsídio de Natal - O internamento do Idoso não liberta os seus familiares das obrigações e responsabilidades que lhes compete. Assim, são considerados deveres dos Familiares: • Celebração de um termo de responsabilidade entre a Família ou Responsável pelo internamento do Utente; • Os 80% pagos pelo utente e a comparticipação familiar quando esta tenha lugar, não podem ultrapassar o Custo Médio/Utente.


6. Centro de Dia

1. O Idoso pagará 50% do valor dos seus rendimentos; 2. Acordo com o Idoso ou família sobre a mensalidade a pagar e responsabilização de um familiar ou pessoa idónea, mediante a assinatura do Contrato de Prestação de Serviços de Centro de Dia. 3. O Centro de Dia assegura entre outros os seguintes serviços:

-Acompanhamento ao exterior; -Aquisição de géneros alimentícios e outros artigos; - Acompanhamento, recreação e convívio; - Contactos com o exterior. 4. O Serviço de Apoio Domiciliário Integrado, é uma resposta social com a intervenção articulada da saúde, ou seja, os cuidados de saúde continuados e o apoio social concretizam-se através deste serviço, prestado por uma equipa multidisciplinar.

SANTA CASA DA MISERICÓRDIA DE VILA DO BISPO

Instituição Particular de Solidariedade Social

Refeições; Convívio/Ocupação; Cuidados de Higiene; Tratamentos de Roupas; Férias organizadas/passeios.

7Apoio Domiciliário Domiciliário Integrado

e

1. O Idoso pagará rendimentos;

dos

60%

Apoio

MANUAL DE ACOLHIMENTO

seus

2. Compete ao Apoio Domiciliário os seguintes serviços: - Alimentação, higiene pessoal, tratamento de roupa e higiene da habitação. 3. O Serviço de Apoio Domiciliário pode ainda, assegurar outros serviços, nomeadamente:

Santa Casa da Misericórdia de Vila do Bispo Instituição Particular de Solidariedade Social Pessoa Colectiva n.º 501347160 Telefone: 282620300 Fax: 282620309 Email: scmisericordiavilabispo @ iol.pt

Baseado nos regulamentos aprovados pela Mesa Administrativa

Manual de Acolhimento Lar de Sagres  

Manual de Acolhimento do Lar de Sagres da Santa Casa da Misericórdia de Vila do BIspo