Issuu on Google+

ornal Marinha J da

GRANDE

Quinta-feira 17 de Novembro de 2011

Director: António José Ferreira

www.jornaldamarinha.pt

Telefone: 244 502 628

ANO XLVII - Nº 2484 Preço: 1,10€ (IVA inc.)

Porte Pago

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico. Autorização nº DE02692007MPC

Falar ao telemóvel de bicicleta Š dá multa na Marinha Grande Paulo Carvalho foi multado pela PSP da Marinha Grande. Até aqui tudo normal, não fosse a infracção ter tido origem no facto deste munícipe de 33 anos falar ao telemóvel ao mesmo tempo que conduzia... uma bicicleta. Uma história insólita que lhe contamos nesta edição | Pág. 5

Mau tempo provoca inundações

ŠŠConferência

Álvaro Pereira analisa dois anos de mandato O presidente da Câmara será o próximo convidado das Conferências JMG/SOM. Álvaro Pereira fará o balanço do mandato dia 24 de Novembro, no Operário|Pág. 3|

ŠŠTercenas

Deputado exige Š explicação sobre ponte João Paulo Pedrosa, deputado do PS, questionou a Ministra do Ambiente sobre as Tercenas |Pág. 6|

ŠŠFutebol

Pilado Escoura eliminado da Taça

A forte precipitação que caiu na tarde do último domingo, causou inundações em vários pontos do concelho. Valeu a intervenção dos Bombeiros Voluntários. página 3

Reparador Autorizado da Marinha Grande: Mecânica de Automóveis Central Marinhense, Lda. E-mail: geral@mecanica.pt · Telemóvel: 967 631 280 · Telefone: 244 573 400 (junto à Escola Primária da Ordem)

O Pilado recebeu o Alq. da Serra e perdeu por 0-6 |Pág. 17|


Local

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

2

“Passado, presente e futuro

(R)Humor

editorial

De hoje a oito dias, o presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande vai falar sobre os dois anos de mandato à frente da autarquia, no Operário. Para além de identificar o que já foi feito, Álvaro Pereira será interpelado sobre o que falta ainda fazer nos dois anos de mandato que se seguem até ao final da presente legislatura. Para além do que está para trás e do que aí vem, no curto prazo, a próxima Conferência JMG/SOM terá como objectivo reflectir sobre o futuro do concelho no médio/longo prazo. Extrapolando a(s) ideia(s) de Henrique Neto do país para a Marinha Grande, é por demais evidente que o concelho necessita, mais do que nunca, de estratégia. Ainda não se percebeu se caminhamos no sentido de continuarmos a ser uma cidade tipicamente industrial, tal como aconteceu nos últimos dois séculos e meio, ou se pelo contrário as fábricas, gradualmente, passarão a dar lugar a uma terra de serviços, com base no saber/competências, ou se, pelo contrário, continuaremos a fazer o nosso caminho através da indústria, complementada com outras áreas im-

portantes para a população em geral, como por exemplo a cultura. Perguntará o leitor, e bem, o que tem a autarquia a ver com as fábricas que abrem e encerram no concelho. De facto, uma Câmara Municipal não injecta plástico nem exporta tecnologia. Mas uma autarquia com visão estratégica assume-se como facilitador dessa dinâmica empresarial, criando condições para a fixação de investimento. Mas para além da indústria, a Marinha Grande é uma cidade com um enorme potencial turístico. Fez-se, recentemente, um enorme alarido sobre o facto do arroz de marisco ser uma das sete maravilhas da gastronomia. A Marinha Grande pouco ou nada ganhou com esta eleição. Eventualmente venderam-se mais meia dúzia de tachos de arroz. A questão central não é esta, mas antes o vasto património turístico que a natureza nos proporcionou, quer seja S. Pedro de Moel para a classe média/alta, quer seja a Praia da Vieira para a classe média/baixa. Para além do mar temos a mata nacional, que apesar das tímidas ten-

Olha, quando chove um pouco mais as ruas da Marinha Grande ficam inundadas...

tativas ninguém conseguiu dinamizar eficazmente do ponto de vista turístico. A gastronomia também pode assumir-se como uma atracção mas nada que se compare com o nosso quase inigualável património no sector vidreiro. Como é que é possível que, com mais de 250 anos de história, uma autarquia não tenha percebido que a matriz cultural do seu povo é o vidro. E é estranho que pouco ou nada se tenha feito, nos últimos anos, para recuperar esta tradição, a matriz do nosso povo. O Museu do Vidro é um equipamento da maior importância, mas não chega. Falta o essencial, a produção manual, ao vivo, que tantos adeptos tem por esse mundo fora. Este é um trunfo que poucas cidades têm e que continua desaproveitado. A Marinha Grande tem, assim, condições de excelência para se assumir, ainda mais, como um caso sério de progresso, com base num passado valioso, e num presente em que a inovação e o fazer/receber bem devem ser um desígnio concelhio. ß

E eu a pensar que só metiam água para as bandas da Praça Stephens!

Rufino Fininha É bom aliviar a bexiga nos lindos lagos da cidade!

Rufia

(Cão rafeiro... que morde velhinhos, e não só!)


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

3

Marinha Grande

Chuvas intensas Š causam inundações Foto: André Granja

A forte precipitação que se abateu sobre o concelho da Marinha Grande na tarde do último domingo, 13 de Novembro, provocou inundações em ruas, garagens, habitações e até em hortas, um pouco por todo o concelho

Entre as 13h25 e as 15h30, os Bombeiros Voluntários da Marinha

Grande receberam 10 pedidos de ajuda devido a inundações. Foram mobilizados meios para acorrer aos inúmeros pedidos, oriundos de munícipes residentes no centro da cidade, na Rua dos Poços e Rua da Embra, na Estrada de Picassinos, em Albergaria, na Moita, nas Ruas dos Oleiros e Olho Ferrado, ambas nas Trutas, e na Rua da Agroeira, na Amieira. Houve ainda relato de situações

na Rua dos Coelhos, na Marinha Pequena, onde a água chegou a atingir cerca de meio metro em algumas habitações. Também na Rua Moinho de Cima, em Albergaria, a intensidade das chuvas foi tal que uma cave ficou completamente inundada, levando à intervenção dos bombeiros voluntários, que estiveram durante algumas horas a tirar água. ß

Marinha Grande

L

Conferências JMG/SOM regressam quinta-feira

T IS R C É

Promoção: 2 bifes pelo preço de um*

244 502 505

F

na Conferência, que na segunda parte será aberta ao público presente. ß

até ao final do ano

A

mandato e os projectos que tem em carteira até ao final da legislatura. O futuro político de Álvaro Pereira estará igualmente em destaque

Todas as quintas

C

Álvaro Marques Pereira será o senhor que se segue. O presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande aceitou participar nas Conferências JMG/SOM, que têm lugar, por norma, na última quinta-feira de cada mês. Depois da dupla Henrique Neto/ Medina Carreira ter reaberto o ciclo após o Verão, seguir-se-á o líder da autarquia marinhense que, no essencial, abordará os últimos dois anos de

A

As Conferências JMG/SOM estarão de regresso dia 24 de Novembro (quinta-feira), pelas 21h. O Operário voltará a ser o palco da iniciativa

w w w. r c m . c o m . p t

A sua rádio de todos os dias!

Preços especiais para grupos. Marque já o jantar de Natal da sua empresa.

*Mais informações no local


Local

4

Ocorrências

Acidentes fazem Š quatro feridos No passado dia 7 de Novembro, segunda-feira, registaram-se três acidentes de viação na Marinha Grande, com um ferido ligeiro cada. A primeira situação ocorreu pelas 15h30, na Rua das Portas Verdes. Tratou-se de um despiste de um veículo de duas rodas, sendo que o ferido foi assistido no Centro Hospitalar Leiria-Pombal. Às 17h10, no Engenho, ocorreu outro despiste de um veículo de duas rodas, também com uma vítima ligeira, transportada para Leiria. A rotunda do Vidraceiro foi palco, pelas 18h40, da colisão entre dois automóveis, de que resultou um ferido sem gravidade. Para o local foram mobilizados quatro bombeiros apoiados por duas viaturas, tendo o ferido sido tratado no hospital distrital. Na quarta-feira, dia 9, pelas 14h40, os bombeiros foram chamados à Estação, para socorrer um ferido ligeiro que resultou de um acidente de trabalho. O sinistrado recebeu tratamento médico no Centro Hospitalar Leiria-Pombal. No último sábado, 12 de Novembro, cerca das 14h45, deu-se uma colisão entre dois automóveis, na Marinha Grande, da qual não houve feridos a lamentar. No domingo, pelas 8h35, os bombeiros procederam ao corte de uma árvore no Pilado. Foram mobilizados dois efectivos com um veículo. ß

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

Estradas Cruzadas

Associação precisa Š de apoio A Associação Estradas Cruzadas está a braços com sérias dificuldades em dar resposta à população carenciada a quem se destina. Segundo Manuela Esteves existem artigos de vestuário em bom número, mas faltam os alimentos

Manuela Esteves, que fundou a Associação Estradas Cruzadas, de apoio aos mais carenciados afirmou, em declarações ao JMG, que a instituição tem tido “graves dificuldades” em acorrer a todas as solicitações. Com uma loja aberta ao público em Casal de Malta, onde é possível adquirir roupas, calçado, artigos de puericultura, entre muitos outros, a preços simbólicos a partir de cinquenta cêntimos, e um Centro de Acolhimento para jovens na Rua D. João Pereira Venâncio, a associação tem enfrentado alguns problemas. Nesta altura o Centro acolhe seis rapazes, sendo que as verbas angariadas com os artigos vendidos na loja su-

portam os custos de manutenção, mas são insuficientes para fazer face às despesas com a alimentação. “Pedimos a algumas superfícies comerciais que nos dessem os produtos em fim de vida mas disseram que não, apenas porque não somos uma IPSS, o que eu acho muito injusto”, afirmou Manuela Esteves ao JMG, acrescentando ter solicitado ao município marinhense um donativo, mas que “continuo à espera da resposta”. Maria Fátima Almeida, com quatro

filhos ao seu encargo, tem recorrido à loja das Estradas Cruzadas desde que esta abriu portas. “Venho cá comprar roupa e calçado para os meus filhos porque é muito acessível. Além disso tenho sempre uma palavra amiga e apoio e isso é muito importante”, adiantou ao nosso jornal esta cliente. Com vista a incentivar práticas de vida saudável, Manuela Esteves disponibiliza à porta da loja algumas máquinas onde qualquer pessoa pode fazer exercício físico. ß

Carta ao Director

Ex-Presidente da Liga de Combatentes faz desmentido Saúde

Sessão de esclarecimento sobre diabetes

Na notícia vinda a público neste Jornal da Marinha Grande em 10 de Novembro de 2011, com o título: “Cobrador do Núcleo de Combatentes apropria-se de dinheiro de quotas”, verifica-se que parte do seu conteúdo,

onde se refere “ao montante da dívida referente a quotas recebidas em 2008, 2009”, não corresponde à verdade, segundo as declarações do Presidente em exercício nesse período de tempo, baseado em dados concretos. Em reunião amistosa com dirigentes responsáveis actuais do Núcleo, acordou-se que a frase correcta seria:

ao montante da dívida referente a quotas recebidas de 2008, 2009 e não em 2008, 2009, em virtude de as referidas terem sido efectuadas depois desta data. Mais declara que o tesoureiro conferia mensalmente com o cobrador as quotas recebidas, conforme consta na contabilidade escrita arquivada no Núcleo e enviada à Direcção Central da Liga dos Combatentes, em Lisboa.

O Presidente em exercício de 2007 a 2009, Fernando Silva Filipe Santos

Música

Fernando Cunha em entrevista na RCM Transmitir alguns esclarecimentos sobre a diabetes, bem como as precauções a tomar com a alimentação e medicação diária, foram os objectivos de mais um encontro integrado no projecto “Saúde e Prevenção” da Associação Cultural e Recreativa da Comeira, que teve lugar no último sábado, 14 de Novembro. Nesta sessão, dinamizada pela enfermeira estagiária Sara Reis, as cerca de 25 pessoas presentes tiveram oportunidade de ficar a saber um pouco mais sobre os perigos que a diabetes representa. Foi ainda possível medir os níveis de glicémia e a tensão arterial. Os participantes puderam também sugerir temáticas que podem vir a ser desenvolvidas em futuros encontros. Uma outra vertente do projecto “Saúde e Prevenção” tem a ver com a criação de uma turma de ginástica sénior. As inscrições continuam abertas na colectividade ou pelo 244 566 186. ß

Chama-se “Ar de Rock” e é o novo projecto musical, dirigido e produzido por Fernando Cunha, ex-guitarrista dos Delfins. “Mudam-se os tempos” é o segundo disco da banda e foi apresentado aos microfones da RCM por Fernando Cunha na passada terça-feira, dia 15 de Novembro

A aventura “Ar de Rock” nasceu na baía de Cascais, a 27 de Agosto de 2010. Um grupo de músicos reuniuse para dar um concerto que revisitou grandes sucessos da música portuguesa e ficou registado em cd e dvd, nascendo assim o primeiro disco da banda. “Quando estávamos a preparar o con-

certo, começámos com uma lista de 80 músicas, descemos para 50 até chegar ao alinhamento final”, afirma Fernando Cunha. O concerto dos “Ar de Rock” em Cascais foi o ponto de partida para uma tournée, que também passou por Macau. “Foi bom voltar a Macau, onde estive pela primeira vez há 15 anos com os Delfins. Até os chineses nos vinham pedir autógrafos, apesar de não perceberem nada de português”, acrescentou Fernando Cunha, visivelmente satisfeito. Depois do sucesso alcançado com os espectáculos ao vivo, os “Ar de Rock” sentiram necessidade de ir para estúdio gravar um segundo disco, intitulado “Mudam-se os Tempos”. Composto por

13 faixas, 12 versões e o inédito “Dizem”, com letra e música de Fernando Cunha, este álbum procura encontrar uma identidade própria para a banda. Fernando Cunha dirige um colectivo composto por João Gomes, que dá uma ajuda na engenharia e assegura a componente electrónica, Emanuel Ramalho (bateria), Luís Arantes (guitarra), Miguel Magic (baixo) e Manuel Trindade (teclado). As vozes estão a cargo de Paulo Costa, Maria Léon e Diogo Campos. Para já, os “Ar de Rock” estão a promover “Mudam-se os tempos” a nível nacional, mas já estão ansiosos para voltar à estrada. “Queremos mostrar este disco numa nova digressão e para isso contamos convosco”, concluiu Fernando Cunha. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

5

Insólito ou talvez não

Multado ao telemóvel, de bicicleta O que diz o Código da Estrada?

Consultando o Código da Estrada, designadamente o capítulo destinado ao trânsito de veículos e animais, no que respeita às regras especiais de segurança, diz o artigo 84º - Proibição de utilização de certos aparelhos, que “é proibido ao condutor utilizar, durante a marcha do veículo, qualquer tipo de auscultadores sonoros e de aparelhos radiotelefónicos”. As coimas variam entre os 120 e os 600 euros, mas de acordo com o artigo 96º, “as coimas previstas são reduzidas para metade nos seus limites mínimo e máximo quando aplicáveis aos condutores de velocípedes, salvo quando se trate de coimas especificamente fixadas para estes condutores”. ß

Sabia que falar ao telemóvel enquanto anda de bicicleta dá direito a multa? Paulo Carvalho, da Marinha Grande, não sabia e agora vai ter que pagar 60 euros

Da próxima vez que estiver a andar de bicicleta e o seu telemóvel tocar é melhor pensar duas vezes antes de atender. Pelo menos, se tiver a ideia de continuar a pedalar enquanto fala ao telemóvel. No passado dia 6 de Novembro, domingo, durante a tarde, Paulo Carvalho seguia tranquilamente de bicicleta quando o seu telemóvel começou a tocar. Pensando que se tratava da pessoa com quem se ia encontrar, resolveu atender enquanto prosseguia a marcha. “Ia na zona de Casal dos Ossos quando atendi o telefone. Passou um

carro da PSP e o agente disse qualquer coisa que eu não percebi”, contou ao JMG Paulo Carvalho, acrescentando que, “até pensei que o polícia estivesse a falar para umas pessoas que seguiam

no passeio”. Continuou a chamada e foi quando viu o carro da PSP fazer inversão de marcha, na sua direcção. “Mandaram-me parar e disseram que me iam multar por ir a falar ao telemóvel. Eu nem sequer sabia que isso dava multa!”, contou ao nosso jornal o ciclista que garante que o facto de ter atendido o telemóvel não o impediu de continuar a circular “direitinho” e “em segurança”. Paulo Carvalho, que nem sequer possui carta de condução, admite que os 60 euros lhe vão fazer falta, mas ainda assim está resignado e vai liquidar aquela que foi a primeira multa que apanhou. Uma coisa é certa: garante que nunca mais vai atender o telemóvel em andamento e caso atenda, vai “encostar” a bicicleta à berma. ß

Literatura

Deolinda Bonita edita “Raízes” O auditório da Biblioteca Municipal da Marinha Grande foi o local escolhido para a apresentação da mais recente obra literária da autoria da escritora Deolinda Bonita. No próximo dia 3 de Dezembro, a partir das 16 horas, o livro “Raízes” será dado a conhecer pela marinhense Emília Margarida Marques. A exemplo das anteriores obras da

autora, trata-se de mais um trabalho de pesquisa oral e documental efectuada nos últimos anos, cujo objectivo é dar a conhecer aos mais novos o património histórico/cultural da região, com a finalidade de preservar as tradições. Na obra, Deolinda Bonita explica as “raízes” dos lugares da Fonte Santa, Pedra, Quinta de Varnhagem e Tromelgo. ß

Praias

Socialistas defendem intervenção

O mau tempo que se abateu sobre a região nas últimas semanas, sobretudo as intempéries marítimas, levaram os deputados do PS eleitos por Leiria a pedir esclarecimentos à Ministra do Ambiente, acerca do paredão da Praia da Vieira, das arribas de São Pedro de Moel e do areal do Pedrógão

Segundo João Paulo Pedrosa e Odete João, as intempéries das últimas semanas colocaram a população da orla costeira do distrito de Leiria “em sobressalto”. “Na Praia do Pedrógão o areal foi todo comido pelo mar, na Vieira os apoios de praia estão em perigo e o paredão que liga a praia às habitações está sem protecção do cordão de pedra que a protege, e em São Pedro de Moel, com estas intempéries, o areal e as arribas estão ainda mais em perigo”, adiantam os parlamentares. Tendo em linha de conta que do Plano de Ordenamento da Orla Costeira (POOC) Marinha Grande/ Ovar constavam propostas de solução para estes problemas, os deputados questionaram o Governo quanto à concretização do plano, designadamente a construção de um esporão a sul da Praia da Vieira. Os eleitos querem ainda saber para quando está previsto o arranque das obras de reforço e estabilização das arribas de São Pedro; se o Governo vai tomar medidas para salvaguardar o areal do Pedrógão; e se a Ministra vai ordenar o reforço do paredão da Praia da Vieira. ß

Ensino

Loureiro Botas Š entrega diplomas A Escola Secundária José Loureiro Botas, em Vieira de Leiria, vai acolher no próximo dia 25 de Novembro, pelas 21 horas, a cerimónia de entrega de diplomas relativos aos Cursos de Educação e Formação de Adultos (EFA). O evento contará com a actuação de alunos do Agrupamento de Escolas de Vieira de Leiria, com destaque para os grupos Soulvibes e Novos Jograis. ß


Local

6

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

Bernardas e Escoura

Câmara limpa ribeiras

Eco-Escola

Guilherme Stephens hasteia bandeira

A Escola Básica dos 2º e 3º Ciclos Guilherme Stephens procedeu na última quinta-feira, dia 10 de Novembro, ao hastear da Bandeira Verde do Programa Eco-Escolas. A cerimónia contou com a presença de dois representantes da autarquia, da Direcção da Escola, da Coordenadora do Eco-Escolas e de muitos alunos e professores. Os Jardins-de-Infância da Amieirinha e da Fonte Santa, que são Eco-Escola, também se associaram “a este momento de festa e de incentivo a toda a comunidade educativa para a continuação de um trabalho na área da educação para a sustentabilidade”. ß

Deficientes

Desde meados do mês passado que a autarquia deu início aos trabalhos de limpeza da vegetação junto às linhas de água das Ribeiras das Bernardas e Escoura

A intervenção, numa área total de 37,07 hectares, abrange os lugares de Cartaxo, Garcia, Escoura e Pilado. Promover a biodiversidade e valor ambiental das ribeiras é o grande objectivo da acção, cuja coordenação está a cargo do Serviço Municipal de Protecção Civil, no âmbito da Promoção do Valor Ambiental dos Espaços Florestais. A Câmara Municipal prevê que os trabalhos fiquem concluídos em meados de Dezembro. Limpeza de matos, elimi-

nação de árvores caídas e eliminação final dos resíduos são, no fundo, as tarefas em curso. Estas acções vão custar à autarquia cerca de 40 mil euros, financiados a 100 por cento pelo Instituto de Financiamento da Agricultura e Pescas, através do Programa PRODER, o que se traduz na ausência de custos para os proprietários dos terrenos abrangidos. Em nota de imprensa, a autarquia faz saber que, “nesta primeira fase o Município, por considerar as áreas em questão prioritárias, substituiu-se aos proprietários que confinam com as linhas de água, numa dinâmica de prevenção, que se pretende seja continuada por outros proprietários que detenham terrenos confinantes com linhas de água”. ß

APD reúne sócios A delegação distrital de Leiria da Associação Portuguesa de Deficientes (APD) vai realizar este sábado, dia 19, pelas 14 horas, na sua sede, uma assembleia distrital de sócios para apresentação, discussão e aprovação do plano de actividades e orçamento para 2012. A reunião será seguida do tradicional magusto para os sócios. A direcção da APD faz ainda saber que dia 4 de Dezembro terá lugar o Almoço de Natal com sócios e familiares. ß

ASSOCIAÇÃO DE OCUPAÇÃO DE TEMPOS LIVRES DO S.O.M./IPSS Fundada em 1990

ASSEMBLEIA-GERAL ORDINÁRIA

CONVOCATÓRIA No cumprimento do disposto nos Estatutos convoco uma Assembleia-Geral Ordinária para o dia 30 de Novembro de 2011, em 1ª convocatória para as 20h30 e em 2ª convocatória para as 21h30, nas instalações do Sport Operário Marinhense e com a seguinte Ordem de Trabalhos: 1. Apreciação e votação do programa de acção para 2012; 2. Análise e votação do orçamento para 2012 e do Parecer do Conselho Fiscal; 3. Outros assuntos de interesse para a Associação.

Tercenas

Deputados preocupados com interdição Os deputados do Partido Socialista eleitos por Leiria acabam de questionar a Ministra do Ambiente e Ordenamento do Território acerca da Ponte das Tercenas. João Paulo Pedrosa e Odete João querem saber por que motivo o concurso público para a construção da nova travessia não foi considerado urgente

Face à interdição total da Ponte das Tercenas, ordenada por despacho do Secretário de Estado do Ambiente e Ordenamento do Território, devido à sua debilidade estrutural, e não obstante a inexistência de alternativas, os deputados querem saber por que motivo o concurso público não foi considerado urgente. Os parlamentares lembram que a construção da nova ponte entre as Praias da Vieira e do Pedrógão será financiada por fundos comunitários e que o facto de o concurso não ser urgente levará a que “se perca muito tempo num processo que se quer rápido, dado o perigo que

aquela infra-estrutura representa para quem navega no rio e para a economia da região que se vê impossibilitada de circular naquela via”. João Paulo Pedrosa e Odete João querem também saber se o ministério pondera colocar uma ponte provisória no local, tendo em conta os prejuízos para a economia local decorrentes do encerramento da travessia. ß

No JMG privilegiamos a sua opinião.

Marinha Grande, 14 de Novembro de 2011 O Presidente da Mesa da Assembleia-Geral, Pedro Manuel Lino Franco

Escreva, nós publicamos.


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

7

Cultura

Vem aí a FAG 2011

Fonte Santa

Alunos criam blogue Š na Internet

A Feira Nacional de Artesanato e Gastronomia da Marinha Grande, que este ano entra na sua 22ª edição, vai abrir já no dia 30, prolongando-se até 10 de Dezembro

Promovida pela Associação Social, Cultural e Desportiva de Casal Galego, a FAG, como já é popularmente conhecida, vai encher de vida os Pavilhões do Parque Municipal de Exposições. No Pavilhão 1 vai centrar-se o artesanato, com expositores vindos de todos os cantos do país, com trabalhos dignos de registo executados nos mais diversos mate-

riais e utilizando técnicas ancestrais, em alguns casos e técnicas mais modernas, noutros, a comprovar o espírito inventivo dos artesãos. Para além do artesanato, neste pavilhão vai ficar instalado o palco de animação cultural, que este ano tem um programa de arromba, para todos os gostos e idades onde não vão faltar as Tunas, as Bandas, as Filarmónicas, as Orquestras Ligeiras, os Ranchos Folclóricos, a Noite de Fados, Grupos Musicais e tantas coisas mais que vão desfilar diariamente. No Pavilhão 2, a gastronomia vai instalar-se em duas áreas distintas, mas comuns: os produtos regionais, com

os queijos, os enchidos, os licores, os vinhos, os doces regionais, o mel, os frutos secos, os gelados e os crepes os produtos “gourmet”, as sopas e… os restaurantes, que em número de cinco, representando diversas regiões do país, vão apresentar ao paladar dos amantes da boa mesa, as iguarias características dos seus locais de proveniência. Um regalo! Onze dias de alegria! Onze dias para comprar prendas de Natal! Onze dias para provar doces novos e bebidas tradicionais! Onze dias para sentir a música! Onze dias para comer! Onze dias para viver com alegria! ß

Literatura

Carlos Reys apresenta livro e expõe no Museu

A Câmara Municipal da Marinha Grande e o autor Carlos Reys apresentam no próximo sábado, dia 19 de Novembro, o livro “Esmeralda Cor-de-Rosa”. O lançamento da obra terá lugar pelas 16 horas, no Museu Joaquim Correia. Segundo faz saber a autarquia em nota de imprensa, na ocasião será inaugurada uma exposição de desenhos e pintura da autoria de Carlos Reys. De que trata “Esmeralda Cor-de-Rosa”?

Duas crianças são trocadas na maternidade num piedoso e estranho acto de amor ao próximo praticado pela parteira, mulher religiosa e temente a Deus. O segredo

“morre” com ela. Sara, a criança que sobrevive, é criada pelos pais errados. Num ambiente familiar hostil desenvolve as suas capacidades de trabalho. Vive, conscientemente, com alegria contagiante, com paixão mas também com sofrimento. Sente-se traída mas, tolerante, luta por uma existência digna demonstrando grande amizade pelos que a rodeiam. Cultiva o amor ama e é amada. Os que, naturalmente, a deviam compreender subestimam o seu valor. No curto itinerário da sua existência encontra o afecto de um cão que a acompanha e protege. Decide entrar para um convento e... ß

Os alunos da Escola Básica do 1º Ciclo da Fonte Santa, do Agrupamento Guilherme Stephens, acabam de criar um blogue na Internet, intitulado “Os Amiguinhos da Fonte Santa”. Na página, os pequenos estudantes dão a conhecer as mais variadas actividades, desde a comemoração do Halloween, passando pelo Dia de Todos os Santos e pelo São Martinho. Fotografias, informações sobre as ementas escolares ou mesmo o calendário do ano lectivo em curso, são apenas alguns dos tópicos que podem ser consultados no blogue http://osamiguinhosdafontesanta.blogspot. com/. ß

Ensino

Ciência e tecnologia Š em destaque na EPAMG A Escola Profissional e Artística da Marinha Grande (EPAMG) prepara-se para dinamizar, de 21 a 25 de Novembro, a “Semana da Ciência e Tecnologia”. Durante o evento, que terá lugar nas instalações do estabelecimento de ensino, haverá inúmeras conferências e estará patente a exposição “Jogos do Mundo”, da Associação Portuguesa de Matemática. A organização vai ainda proporcionar sessões de planetário e observações de telescópio, na sexta-feira, entre as 20h e as 23h. ß

www.jornaldamarinha.pt


Local

8

Ambiente

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

Visita Pastoral

Bispo D. António Marto vem à Marinha Grande

Ecopilhas “vai à Escola” Sensibilizar alunos, professores e a comunidade escolar no seu todo para a importância da recolha selectiva de pilhas e baterias usadas, é o grande objectivo do projecto “Pilhão vai à Escola”. No final, quem mais pilhas juntar ganha prémios

Destinado a todos os estabelecimentos de ensino do país, desde jardins-de-infância a escolas do ensino secundário, o projecto, dinamizado pela Ecopilhas – Sociedade Gestora de Resíduos de Pilhas e Acumuladores, visa demonstrar a importância da recolha selectiva deste tipo de resíduos. As escolas que queiram participar na iniciativa podem inscrever-se no site www.pilhaoescola.ecopilhas. pt, sendo que o seu esforço e empenho serão reconhecidos pela atribuição de pontos, de acordo com a quantidade de pilhas e baterias entregues à Ecopilhas. No final, os pontos podem ser trocados por material destinado a actividades escolares. Foram ainda criados dois prémios especiais, para distinguir as escolas que mais pilhas e baterias recolham durante a campanha: o “Prémio de Recolha Per Capita”, atribuído às três escolas que recolham mais pilhas e baterias por aluno a nível nacional; e o “Prémio de Recolha Absoluta”, para as três escolas que consigam reunir maior número de pilhas e baterias a nível nacional. O projecto “Pilhão vai à Escola” tem ainda uma componente pedagógica através do convite realizado aos professores para desenvolverem actividades em torno da temática ambiental da recolha de pilhas e baterias. ß

Marinha Grande

PSP prende jovem Š por tráfico de droga No dia 10 de Novembro, pelas 4h40 da manhã, a Polícia de Segurança Pública da Marinha Grande deteve um jovem com 26 anos de idade, em virtude de ter na sua posse haxixe suficiente para a confecção de trinta e duas doses individuais, 0,56 gramas de liamba e 1,08 gramas de ecstasy em pó, denominado por Speed. A droga foi apreendida e o indivíduo apresentado às autoridades judiciárias competentes. Condução sob a influência do álcool

No dia 10 de Novembro, pelas 2h15, a Polícia de Segurança Pública deteve um cidadão com 48 anos de idade, em virtude de ter procedido ao exercício da condução de um veículo ligeiro de passageiros, com uma taxa de álcool no sangue de 1,95 gramas. Foi presente às autoridades judiciárias competentes. ß

www.jornaldamarinha.pt

D. António Marto, bispo da diocese de Leiria-Fátima, vai deslocar-se à Marinha Grande de 8 a 12 de Fevereiro de 2012, para uma visita pastoral

A presença de D. António Marto na paróquia marinhense será uma ocasião

de criação de renovados laços de família. Encorajar em todos um renovado encontro com Deus, valorizar o sentido de co-responsabilidade do povo de Deus, promover a comunhão eclesial e avivar em todos os fiéis cristãos a consciência da missão são os objectivos da visita.

O evento compreenderá três etapas, desde a preparação da visita de D. António Marto, à visita Pastoral propriamente dita com encontros com diversos grupos/movimentos paroquiais, até ao balanço final. A sensibilização dos paroquianos para este acontecimento já começou. Foi introduzida na oração universal das eucaristias dominicais uma prece pelo bom êxito desta visita e foi ainda distribuída pelos fiéis uma pagela com uma oração preparatória. Em paralelo, decorrem ainda sessões de lectio divina, isto é, leitura orante da Bíblia: serão cinco encontros temáticos, que terão como base algumas passagens bíblicas. Já existem grupos formados, mas todos os fiéis são convidados a meditar sobre estas passagens, em grupo ou até mesmo em família. O Conselho Pastoral está a trabalhar na elaboração do programa da visita, que, a seu tempo, será anunciado. ß

Cantinas escolares

Senhas à venda no Gabinete do Munícipe Os pais e encarregados de educação que queiram adquirir senhas de refeição para o mês inteiro nas cantinas escolares devem fazê-lo agora no Gabinete de Atendimento ao Munícipe, até ao final de cada mês

As mensalidades para as refeições nas cantinas escolares do concelho da Marinha Grande devem ser adquiridas no Gabinete de Atendimento ao Munícipe (GAM), situado no edifício dos Paços do Concelho, durante o mês anterior ao que respeita a mensalidade. Anteriormente, este serviço era prestado nas instalações do Arquivo Municipal. Em nota de imprensa, a autarquia explica que, caso as senhas não sejam adquiridas no mês anterior, ainda será possível fazê-lo nos primeiros oito dias do mês em curso, mas com multa de cinco euros ou dois euros e meio, no caso de se tratar de um beneficiário de apoio económico.

A Câmara faz ainda saber que os títulos de refeição mensal podem ser adquiridos de segunda a sexta-feira, entre as 9h e as 16h, incluindo durante a hora de almoço. De referir que no GAM será emitida uma guia de pagamento que deverá ser liquidada na tesouraria municipal. ß

Cultura

GDR Figueiras festeja aniversário O Grupo Desportivo e Recreativo das Figueiras, no âmbito das comemorações do 38º aniversário da colectividade, vai realizar no próximo dia 20 de Novembro (Domingo), um almoço convívio, durante o qual serão entregues as salvas de prata aos sócios que completem 25 anos de filiação. As inscrições estão abertas

e podem ser feitas na colectividade. Após o almoço terá lugar um espectáculo de variedades com o Grupo Nova Geração “Pensando em ti” da Nazaré, com a presença de alguns concorrentes do programa “Uma canção para ti” da TVI. Mais tarde haverá matiné com o músico João Pereira. A par das comemorações do aniver-

sário irá decorrer a tradicional Festa das Senhoras, nos moldes habituais. Foi ainda agendada uma missa por alma de todos os sócios já falecidos, que decorreu ontem, dia 16 de Novembro, às 19h, na Igreja Paroquial da Marinha Grande.

Vasco  Silva


Cultura

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Profissional do Ano

Rotary distingue Domingos Granja O Rotary Club da Marinha Grande acaba de eleger como Profissional do Ano 2011, o engenheiro Domingos Granja. A homenagem será prestada no próximo sábado, 19 de Novembro, pelas 20 horas, no Hotel Mar e Sol, em S. Pedro de Moel

Mais do que dar cumprimento ao que está instituído pelo Rotary Internacional, o Rotary Club da Marinha Grande faz questão de, anualmente, “prestar condigna e pública homenagem àqueles profissionais que, pelo seu esforço e pelo seu exemplo, contribuem para o engrandecimento e para a projecção do bom nome do nosso concelho”. De acordo com o Rotary Club, “como profissional do ano foi eleito um engenheiro que, embora não sendo natural da Marinha Grande, a ela se mantém dedicado, ligado por indissolúveis laços de profissionalismo e de cidadania”. Ao longo da sua história, o Clube “tem tido a preocupação de dar des-

taque público a profissionais que, nas suas áreas de actividade, pautam o seu percurso de vida pelo exemplo cívico, pela dedicação e pelo apego que se lhes reconhece não só para com as suas profissões, mas também para com as causas humanas e pelo amor que devotam à terra onde vivem”. O homenageado, “que tem feito quase todo o percurso da sua vida profissional na Marinha Grande e espalhado o seu dinamismo e o seu saber aos jovens desta terra, não pode deixar de ser reconhecido”. A Domingos Granja, “todos quantos

Quem é Domingos Granja?

Domingos José da Costa Granja, nascido a 7 de Julho de 1953, em Vila Nova de Famalicão, é casado e tem dois filhos. Reside no Pero Neto, é formado em Engenharia Mecânica, pelo Instituto Superior de Engenharia do Porto. Actualmente é responsável pelo departamento técnico da Divisão de Tratamentos Térmicos e de endurecimento superficial (TTES) e representante da gestão para a Qualidade, Ambiente e Segurança da ThyssenKrupp Portugal, Aços e Serviços. Iniciou a sua vida profissional na empresa Aníbal H. Abrantes, na Marinha Grande, onde foi responsável dos tratamentos térmicos, revestimentos eletroquímicos, eletroformação e apoio à Direcção Técnica. Quanto à formação profissional, Domingos Granja possui um vasto currículo onde dá conta da frequência de inúmeros cursos, estágios e formações. Tem vindo a participar em semi-

estão ligados à indústria de moldes, bem como às mais diversas áreas da metalurgia onde os tratamentos térmicos são uma das operações fundamentais, lhe reconhecem a excelência do saber e a permanente disponibilidade para ajudar, a qual se alia à sua elevadíssima qualidade profissional”. Em nota de imprensa, o Rotary Club faz ainda saber que a competência e mérito profissionais de Domingos Granja “são reconhecidos além fronteiras, sendo a sua voz escutada, com respeito, sempre que lhe é solicitada colaboração”, acrescentando tratar-se de um “homem modesto e de dotes morais e humanos assinaláveis”, que “demonstra sempre abertura para participar em actividades sociais às quais dá o melhor da sua participação e interesse”. A cerimónia de reconhecimento público que vai ser prestada a Domingos Granja é aberta à comunidade marinhense, que poderá efectuar a sua inscrição no jantar através do contacto 917 321 505 durante o dia de hoje. ß

nários e congressos subordinados à temática da Qualidade e Certificação Ambiental. Tem sido também orador em jornadas técnicas e congressos da indústria de moldes, com intervenções acerca dos “Tratamentos Térmicos de elementos moldantes em Aço” e “Novas Técnicas de tratamentos Térmicos e a sua influência no Projecto e Fabrico de Moldes”, entre outros. Foi autor com Vasco J., Capela C. e Bártolo P., do artigo “Material Selection For High Performance Moulds”, apresentado na “K2007” em Dusseldorf e publicado na Revista “O MOLDE”, de Setembro de 2008, tendo colaborado no Seminário da Revista “O MOLDE” de 2010, com a comunicação “Aços e Tratamentos Térmicos e de Endurecimento Superficial”. Destaque ainda para a participação em Júris de Licenciaturas, Mestrados e no Júri que atribuiu o 1º Título de Especialista na Área de Materiais no IPL a Carlos Capela. ß

Teatro

“Inspector Impostor” regressa aos palcos A peça de teatro o “Inspector Impostor” vai regressar ao auditório José Vareda, no Sport Operário Marinhense, já no próximo sábado, dia 19 de Novembro, pelas 21h30. Com encenação de Norberto Barroca, a peça, que resulta de uma adaptação da comédia “O InspectorGeral” do dramaturgo russo Nicolau Gogol, voltará a subir à cena, no dia 26, à mesma hora, e no dia 27 de Novembro, domingo, pelas 15h30. Segundo faz saber o Grupo de Teatro do Operário, o preço dos bilhetes terá em conta a crise, estando previstos descontos para estudantes e para a terceira idade. ß

9

Vieira de Leiria

Vida de Lúcio Fèteira Š em livro “Lúcio Feteira – a história desconhecida: das origens à glória (volume 1)”, é como se intitula o livro que será apresentado no próximo dia 26 de Novembro, pelas 16h30, no auditório da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria

Com autoria de Miguel Carvalho, jornalista da revista Visão, e edição da Quidnov, o livro será apresentado pelo vice-presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande e ex-presidente da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria, Paulo Vicente, e por Francisco Oneto Nunes, antropólogo e investigador do ISCTE – Instituto Universitário de Lisboa. O livro vai contar a primeira parte da história de Lúcio Tomé Fèteira, industrial nascido em Vieira de Leiria em 1901. Não é uma biografia. É um retrato – haverá outros – sobre um homem fascinante, de personalidade controversa e inquieta, idolatrado e odiado ao longo dos seus quase cem anos de vida. Trata-se de “uma obra que tenta preencher um vazio bibliográfico sobre o poderoso clã Feteira e o seu mais ilustre protagonista, figura marcada pela genialidade, a megalomania e a loucura, com tanto de vilão como de santo, com influência no País e no mundo”. Segundo o autor, “Lúcio Feteira foi um visionário e um inconformado. Desafiou perigos, modelos e convenções. Atraiu prestígio e invejas, deixando zonas obscuras na sua trajectória, sempre marcada por excessos e obsessões”. Lúcio Fèteira acumulou também uma das maiores fortunas do mundo. A dimensão exacta dessa riqueza é, ainda hoje, incalculável. Falecido no ano 2000, a sua herança gerou disputas, inimizades, desconfianças e ciúmes entre herdeiros. A 8 de Dezembro de 2009 juntou-se a isso uma tragédia maior: o assassínio de Rosalina Ribeiro, secretária e íntima do milionário. A opinião pública ouviu, então, pela primeira vez o nome de Lúcio Fèteira, associando-o ao folhetim de um crime por desvendar e a uma herança sangrenta. No fundo, circunstâncias irónicas e injustas para um homem que ficou famoso por desafiar inércias e rotinas, escolhendo para os seus dias uma vida desmedida, corajosa e perversa. ß


Economia

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

10

Transportes

Economia

Vipex distinguida Š pela inovação

Deputados do PSD defendem Linha Š do Oeste

Um produto desenvolvido pela Vipex, em parceria com a Pyrex, acaba de ser reconhecido com um prémio de inovação, atribuído pela Ipsos, empresa líder em estudos de mercado, e pela revista francesa LSA, especializada no grande consumo

Em causa está um conjunto de caixas de vidro com tampa de plástico, cuja concepção esteve a cargo da empresa marinhense. O prémio resulta da votação dos consumidores na categoria de “desperdício e reutilização de alimentos”. As tampas de plástico desenvolvidas pela Vipex são estanques e suportam temperaturas de 120 graus, podendo ir ao congelador, ao microondas, à máquina de lavar loiça e à mesa. A empresa participou no desenvolvimento do produto, ainda na fase de design e concepção, aumentando o valor acrescentado do seu trabalho e oferecendo soluções de melhoria de qualidade e preço. Segundo Jorge Santos, da Vipex, 2011 está a correr “dentro das expectativas, com um crescimento das vendas na ordem dos 10 por cento face ao ano anterior e sem problemas de crédito”. Quanto ao futuro, o responsável pela empresa adianta que os objectivos traçados compreendem a diversificação da carteira de clientes para outros sectores, bem como o reforço da presença em Espanha e França. ß

Os deputados do PSD eleitos pelo círculo eleitoral de Leiria pediram esclarecimentos ao Governo sobre a anunciada desactivação, até ao final do ano, do serviço de transporte de passageiros na Linha do Oeste, entre Caldas da Rainha e Figueira da Foz

Os eleitos do PSD consideram que, embora a Linha do Oeste seja uma das que está mais esquecida no panorama ferroviário português e onde o investimento nos últimos foi significativamente reduzido, percorre grande parte da costa litoral do país, servindo localidades de grande massa populacional e de grande actividade industrial e agrícola.

Para os deputados social-democratas, “a linha tem potencial, quer a nível de tráfego de passageiros, quer a nível de tráfego de mercadorias, mas a CP sempre mostrou pouco interesse em adequar os horários às necessidades dos passageiros, dando sempre como desculpa a falta de passageiros”. Lembram ainda que “os deputados, autarcas e dirigentes do PSD, bem como a generalidade das forças vivas da região, há vários anos reclamam as medidas necessárias para que se possa devolver à Linha do Oeste a importância que outrora teve e, sobretudo, sejam criadas condições para a sustentabilidade do serviço ferroviário nesta linha, factor essencial para o

desenvolvimento de toda uma região litoral de Portugal, com preponderante influência na região do Oeste e no distrito de Leiria”. Os deputados questionaram, por isso, o Secretário de Estado das Obras Públicas, Transportes e Comunicações, Sérgio Monteiro, sobre os fundamentos e “qual a análise realizada dos custos de operação versus desactivação daquele serviço ferroviário”. Os eleitos instam ainda o governante acerca da criação de alternativas quer ao nível da manutenção de um serviço temporário a praias, no período de Verão, quer sobre a possibilidade de concessionar o serviço ferroviário a outras entidades. ß

www.rcm.com.pt · www.jornaldamarinha.pt

Depósito Legal Nº 80254/94 Registo no ICS Nº 100103 Preço avulso: 1,10 euros Série de 26 números (6 meses): 15,00 euros O pagamento é sempre adiantado Fundador José Martins Pereira da Silva Director António José Ferreira ajferreira@jornaldamarinha.pt Redacção António José Ferreira (CP 2614), Carla Fragoso (CP 7388), Alice Marques, Adriano Paiva e José Manuel André Colunistas Osvaldo Sarmento e Castro, António Santos,

Luís Guerra Marques, Joaquim João Pereira, João Cruz, Mário Nuno Francisco, Álvaro André, Nélson Araújo, Pedro Silva, Telmo Neto, João Saraiva, Gabriel Roldão, Sérgio Bento, Armando Constâncio, Ana Medina Reis, Ana Patrícia Nobre, Nuno Cruz, Ernesto Silva Composição e paginação Bruno Fonseca Serviços Comerciais e Publicidade Mónica Matias (244 502 628) Serviços Administrativos e Assinaturas Mónica Matias monica@jornaldamarinha.pt Apartado 102, 2431-902 Marinha Grande Telefone: 244 502 628 E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt Proprietário Jornal da Marinha Grande, Lda. Contribuinte 502 963 905

Capital Social 24.939,90 euros Detentores de mais de 10% do capital social António José Lopes Ferreira e João Carlos Cunha da Cruz Gerência António José Lopes Ferreira Sede Travessa de Vieira de Leiria, nº 9 2430 Marinha Grande Impressão FIG - Indústrias Gráficas, SA - Coimbra • Os artigos e as cartas ao director, ao abrigo do artigo 31, nº 4 e 5, não vinculam o director, o editor ou a entidade proprietária do jornal, sendo da única e exclusiva responsabilidade do seu autor • O dia de saída do jornal é à quinta-feira, excepto quando coincida com um feriado, passando para o dia imediatamente seguinte.

Este jornal está à venda nos seguintes locais:

Este jornal é membro da API

Marinha Grande: Jornaleiro, Jornalinho, Tabacaria “Pierrot”, “VCM”, Papelaria Grani, Repsol, Café Cantinho do Engenho, Tabacaria do Cristal Atrium, Eunice Pereira, Gasogagest, Intermarché, Petrosalsa, Pedroso & Gonçalves, M. Cristina Serra, Papelaria Rumo, Continente da Marinha Grande, Academia RG Arte, Cantinho da Cátia

Tiragem média mês: 14.000 exemplares

Garcia: Loja da Cláudia Vieira de Leiria: Quiosque Júlia Leal e Papelaria Horizonte Albergaria: Posto da Repsol Moita: Mini-Mercado Novo, Petroibérica Martingança: Maria Cidália da Silva S. Pedro de Moel: Pastelaria Arco-Íris (Costa e Caetano) Maceira: Papelaria Balinha, Loja 3 - Intermarché Pataias: Papelaria Central

ESTE JORNAL É IMPRESSO NA FIG Tel.: 239 499 922 Fax: 239 499 981 e-mail: fig@fig.pt


Opinião

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

11

Opinião

Marinha Grande Š e o comércio local

Victor dos Santos* Para defesa do comércio local da nossa cidade, acho que deveriam ser Associação dos Comerciantes, a Câmara e a Comunicação Social a colocar algumas questões à população e aos comerciantes: porque é que as pessoas não vêm fazer compras ao centro da cidade? O que é que essas pessoas gostariam de encontrar no centro? Qual o tipo de serviço ou comércio que os faria regressar ao centro? A partir de quanto tempo se deveria pagar estacionamento e a que preço? Que modo de pagamento seria mais prático? Estão prontos a ir ao centro da cidade utilizando os trans-

portes da TUMG? O plano de circulação é o mais adequado? Os horários, os dias, as superfícies e o conteúdo do mercado são propícios? Não seria possível que em cada praceta principal dos lugares (Ordem, Picassinos, Albergaria, Embra, Trutas, Garcia, etc.) houvesse em dias calculados um pequeno mercado de vendedores ambulantes, como se faz, por exemplo, em França, em cada pequeno lugar e mesmo nas grandes cidades, em cada praça principal há um mercado ambulante! Desejaríamos mais animação? E serviços? E segurança? E limpeza? E espaços verdes? Como nos grandes supermercados, tem que se ir procurar os clientes, seduzilos, responder às suas necessidades. Eu acho que a Associação dos Comerciantes deveria estudar um projecto do tipo “Passe Cidade”, isto é, um cartão de fidelidade que apresente um duplo objectivo: favorecer o comércio de proximidade e melhorar o poder de

compra do consumidor. Já que os grandes supermercados invadiram a nossa vida, cabe à Associação dos Comerciantes contrapor iniciativas que possam recuperar o terreno perdido. É preciso encontrar comerciantes que queiram alinhar neste projecto. Os aderentes a este cartão teriam descontos nas lojas cujos comerciantes quisessem participar. O cartão seria acompanhado de um catálogo de aderentes que, ao mesmo tempo, servia de publicidade às lojas e aos produtos. Claro que este projecto seria simplesmente para os comerciantes do comércio local e não para os que estão instalados nos grandes supermercados. Acho que todos juntos e com várias ideias deveríamos relançar o comércio no centro da cidade. E penso que o executivo estará pronto a ajudar qualquer iniciativa desde tipo. Somos marinhenses! A Marinha Grande deve viver!

*França

Entrelinhas CXCI

11.11.11. a 21.11.12 exemplo avulso) o porquê de não haver bebés que renovem os lares! Se não somos produtores de petróleo, porque abusamos do seu consumo, que não é pago em euros? É inefável o que se lê no “Diário da RepúbliPor vezes, o acaso vem-nos parar à mão, ca nº 28 - I série - datado de 10 de Fevereiro de sem darmos por isso! 2010 - RESOLUÇÃO da Assembleia da RepúEm tempos ditos de crise, parece que tudo blica nº 11/2010. se desmorona e nada é acertado. Hoje, sei lá Armando Castro Poderão aceder através do site http://www. porquê, pego na capicua das “Entrelinhas” (já dre.pt.” são 191…), exactamente em 11.11.11, e cogiDesejava que os jovens acreditassem que o futuro está à to já um 21.11.12; depressa me bailam os neurónios só de frente deles e que sempre houve futuro. me lembrar que o meu espúrio subsídio de (para o) Natal Só não queria que, daqui a um ano, se Deus quiser, se (atinente à Lei nº 49/2011 de 7 de Setembro) passará a invertesse daquilo que me informaram: «Assunto: Vencimenser zero… Também sei que muitos sectores “mais corporatos em início de carreira... É o Portugal que temos... tivistas” (os do costume, como antes do 25 de Abril/74 já GNR – 800 euros - Para arriscar a vida. assim eram…) continuarão a recebê-lo, nem que seja em Bombeiro – 960 euros - Para salvar vidas. Euros… Sem cultura em futurologia – sutor ultra crepidam Professor – 930 euros - Para preparar para a vida. -, ou inspiração do emérito génio de um “Alberto Caeiro”, Médico – 2.260 euros - Para manter a vida. apenas quero desejar que o meu País continue a precisar Deputado – 6.700 euros - Para nos lixar a vida.» de todos e não só de alguns… Isto tudo será só à custa dos meus subsídios de férias e Queria (por exemplo) que aos indizíveis jovens “realiNatal, para que nos valha a pena? Eu acredito que, mesmo zadores” do «You Tub», que se preocupam mais com uma sem o EURO, sem dois feriados civis, outros tantos da igreoutra “Fanny”, fazendo o jogo do consumismo e do exibija, podemos ainda dizer que 11.11.11 e 21.11.12 serão cionismo balofo, lhes fosse demonstrado quão útil é saber-se sempre e apenas capicuas… o que representa, na cultura deles, uma realização do filme Bom Natal, mesmo sem subsídio para alguns, enquanto - “Aniki -Bóbó”, ou (tão-só) do que seja um “verdadeiro” Deus queira, mas com esta minha opinião, segundo as miAcordo Ortográfico. nhas “apócrifas regras” de um «Acordo Ortográfico» - Só Queria (por exemplo) que o “excesso de pessoal”, na não percebo porque é que temos que ser NÓS a alterar a saúde, no ensino, nas autarquias, na justiça, na segurança, escrita, se a LÍNGUA É NOSSA!? nos transportes públicos e privados, mesmo nos “subsídios” “Os ingleses não o fizeram, os franceses desde 1700 e “avenças”, na “culturazinha”, não se qualificasse pelo seu que não mexem na sua língua e porquê nós?” Será que “excesso”, mas pela qualidade. não podemos, com a ajuda da troika, recuperar do deficit Queria saber porque é que Portugal “tem mais automóna nossa Língua? veis por habitante do que a Alemanha”… “telemóveis que “A pergunta é melhor que a dúvida. E sonhar é o melhor baste”, para o menino e para a menina, é só mais um… de tudo e muito melhor do que nada!” ß e cujas baterias já se carregam com 23% de IVA; e (outro

«As revoluções são começadas por homens que fazem as circunstâncias e terminadas por homens que fazem os acontecimentos» Victor Hugo (1802-1885)

Poema

O passado e o presente Quem o viveu, Recorda-o lutando Não o esqueceu E o presente é esperando. Mas hoje vivemos o engano, E na carne luta e sente Este poder tão tirano Que faz sofrer tanta gente. Muita gente sofreu no passado, Nasceu em Abril uma glória Momento que foi tão desejado Mas estamos a perder essa vitória. A luta voltou, Cada vez mais dificuldade O povo votou e concordou Nos sorrisos de traição e falsidade. O tempo foi de ditadura, E agora o que pensas, afinal, Poderás falar verdade, criatura O pior é que a vida está mesmo mal. E assim vamos pagando sem solução, Os queixumes são todos os dias Sabemos bem quem é o poderoso patrão Foram as eleições de grandes magias. Ordenados de luxo em segredo, Tachos iguais só mudam por conveniência A liberdade de falar parece ter medo A verdade escondida vive assim, paciência. O rico é sempre o glorioso, Faz cair o pobre de rastos Ele é e será sempre o poderoso Nem sequer se preocupa nos gastos. O pobre trabalha e de humilhação sofre, O rico para despedir gera confusão Porque com o tempo alimentou o cofre E tem sempre razão porque é patrão. Lágrimas derramadas no passado, Que alimentaram o sofrimento Hoje está de novo ao nosso lado O poder de tudo sem alimento. Após o Abril da liberdade, Um tesouro foi destruído Os políticos não deixam saudade Temos o país comprometido. Tão desejada foi a liberdade, Condenada foi a ditadura Devem condenar a falta de honestidade Que todos os dias perdura.

José António Carreira Santos Poeta jardineiro

VENDO MESA DE JOGO Com quatro cadeiras. Como nova. 350 euros. Ofereço tapete arraiolos. Telefone: 969 918 972


Opinião

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

12

Carta ao Director

Câmara responde a João E. Cruz

Inês Marrazes* Exmo. Sr. Director do JMG, na sequência do artigo de opinião da autoria de João E. Cruz, publicado no JMG do dia 03/11, vem o Município da Marinha Grande apresentar correctamente e esclarecer o que realmente é o nosso SISTEMA DE INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA (SIG). A implementação do SIG no Município da Marinha Grande teve início em 1999, mas só em 2000 foi criado o Gabinete de Sistemas de Informação Geográfica, organicamente integrado no Departamento de Administração Urbanística (DAU), sendo o serviço responsável pela implementação, gestão e manutenção do SIG do Município, de acordo com o regulamento dos serviços da Câmara Municipal, publicado no art.º 85 do apêndice n.º 164/2000, do Diário da República, II série, de 5 de Dezembro.

A principal função deste serviço consiste na centralização e disponibilização da informação geográfica do Concelho para todos os serviços da Câmara Municipal da Marinha Grande e para os cidadãos através de um portal de visualização e consulta de informação geográfica, disponível no endereço electrónico http://geoportal.cm-mgrande.pt/. Durante estes 12 anos de existência, ao serviço do Município, a área do SIG tem vindo a desenvolver projectos que não só têm merecido a atenção e reconhecimento por parte dos serviços da Câmara Municipal da Marinha Grande como por parte de várias entidades externas, e que são reveladores do seu empenho e da importância que a autarquia deu e continua a dar a este recurso, a esta tecnologia. Das várias acções empreendidas e que mereceram reconhecimento, podemos destacar: - Em 2002 apresentou a comunicação “Desenvolvimento de Aplicações SIG de Âmbito Municipal”, no Fórum Energia e Ambiente 2002, organizado pelo ISLA de Leiria; - Em 2003 participou na XIV Feira de Artesanato e Gastronomia da Marinha Grande com vista à divulgação

2ª publicação na edição nº 2484 do JMG de 17 de Novembro de 2011

do SIG; - Em 2004 foi a autarquia do país à qual foi atribuído o prémio Blue Link Gold, pela empresa Intergraph, destinado a premiar o mérito do trabalho desenvolvido ao nível de informação geográfica; - Em 2004 efectuou a apresentação intitulada “City Council Geographic Information System Applications Development”, GeoSpatial World 2004, Miami, EUA; - Em 2005 organizou a exposição intitulada “Venha Conhecer o Seu Território”, que esteve patente nas Juntas de Freguesia do Concelho; - Em 2005 apresentou o “SIG Municipal da Marinha Grande” na Ordem dos Engenheiros organizada pelo Colégio de Engenharia Geográfica em Coimbra; - Em 2005 efectuou duas apresentações designadas: “Desenvolvimento de aplicações SIG de âmbito municipal: o caso da Marinha Grande” e “A utilização dos SIG na gestão dos resíduos industriais do Concelho da Marinha Grande”, no IV Congresso Nacional de Cartografia e Geodesia, realizado no Centro de Congressos do LNEC – Lisboa. Estes artigos foram publicados no livro da editora Lidel “Cartografia e Geodesia 2005 – Actas da IV Conferência Nacional de Cartografia e Geodesia”, dos au-

tores João Casaca e João Matos, nas páginas 157 e 193, respectivamente; - Em 2005 realizou a apresentação “A utilização dos SIG na gestão dos resíduos industriais do Concelho da Marinha Grande” no Encontro Nacional de Engenharia e Gestão Municipal – Porto; - Em 2006 organizou a exposição intitulada “Atlas da Marinha Grande – Conhecer o Município através de Mapas”, que decorreu nas Juntas de Freguesia do Concelho e no Arquivo Municipal; - Em 2006 efectuou a apresentação denominada “Atlas da Marinha Grande – Conhecer o Concelho em Mapas”, no ESIG 2006 – Encontro de Utilizadores de Sistemas de Informação Geográfica, Lisboa; - Em 2007 participou na XI Semana da Educação e Juventude, na temática das Novas Tecnologias de Informação e Comunicação; - Em 2010 participou com a apresentação “O SIG como Ferramenta Transversal aos Diversos Domínios da Autarquia da Marinha Grande”, nas Jornadas POLISIG – Tecnologia sem Fronteiras, que decorreu na Escola Superior de Tecnologia e Gestão do Instituto Politécnico de Leiria; - Em 2010 efectuou a apresentação nomeada “O SIG Municipal: Ferramenta essencial para

apoiar quem decide”, no seminário Novos Rumos do SIG Municipal: Projectos de Referência Nacional e Transfronteiriços, organizado pela Comunidade Intermunicipal do Alto Alentejo. Desde Janeiro de 2011 com a reorganização dos serviços municipais, a área dos Sistemas de Informação Geográfica está integrada na Divisão de Ordenamento, Planeamento e Projectos e compete a este serviço “produzir e divulgar informação geográfica e cadastral adequada aos novos paradigmas de mudança tecnológica, produção e uso do conhecimento”. Neste sentido, foi promovido no passado mês de Outubro uma exposição intitulada “O Concelho em Mapas” e uma conferência sobre o tema “O Concelho em Mapas – O Contributo do SIG para o Município”, com o intuito de dar a conhecer à população marinhense o Sistema de Informação Geográfica existente na Câmara Municipal da Marinha Grande e os projectos que têm vindo a ser desenvolvidos ao longo dos últimos 12 anos. *Chefe da Divisão de Ordenamento, Planeamento e Projectos da Câmara Municipal da Marinha Grande

1ª publicação na edição nº 2484 do JMG de 17 de Novembro de 2011


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

13


Livros

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

14 Livros

O último segredo O último segredo José Rodrigues dos Santos

Uma paleógrafa é brutalmente assassinada na Biblioteca Vaticana quando consultava um dos mais antigos manuscritos da Bíblia, o Codex Vaticanus. A polícia italiana convoca o célebre historiador e criptanalista português, Tomás Noronha, e mostra-lhe uma estranha mensagem deixada pelo assassino ao lado do cadáver. A inspectora encarregada do caso é Valentina Ferro, uma beldade italiana que convence Tomás a ajudá-la no inquérito. Mas a sucessão de homicídios semelhantes noutros pontos do globo leva os dois investigadores a suspeitarem de que as vítimas estariam envolvidas em algo que as transcendia. Na busca da solução para os crimes, Tomás e Valentina põemse no trilho dos enigmas da Bíblia, uma demanda que os conduzirá à Terra Santa e os colocará diante do último segredo do Novo Testamento. A verdadeira identidade de Cristo. Baseando-se em informações

históricas genuínas, José Rodrigues dos Santos confirma-se nesta obra excepcional como o grande mestre do mistério. Mais do que um notável romance, “O Último Segredo” desvenda-nos a chave do mais desconcertante enigma das Escrituras. O caderno de Maya Isabel Allende

Um passado que a perseguia. Um futuro ainda por construir. E um caderno para escrever toda uma vida. «Sou Maya Vidal, dezanove anos, sexo feminino, solteira, sem namorado por falta de oportunidade e não por esquisitice, nascida em Berkeley, Califórnia, com passaporte americano, temporariamente refugiada numa ilha no sul do mundo. Chamaram-me Maya porque a minha Nini adora a Índia e não ocorreu outro nome aos meus pais, embora tenham tido nove meses para pensar no assunto. Em hindi, Maya significa “feitiço, ilusão, sonho”, o que não tem nada a ver com o meu carácter. Átila teria sido mais apropriado, pois onde ponho o pé a erva não volta a crescer.»

Abraço José Luís Peixoto

“Abraço” apresenta uma selecção de textos escritos por José Luís Peixoto ao longo dos últimos 10 anos. A infância, o Alentejo, o amor, a escrita, a leitura, as viagens, as tatuagens, a vida. Através de uma imensa diversidade de temas e registos, José Luís Peixoto escreve sobre si próprio com invulgar desassombro. Esse intimismo, rente à pele, nunca se esquece do leitor, abraçando-o, levando-o por um caminho que passa pela ternura mais pungente, pelo sorriso franco e por aquela sabedoria que se alcança com o tempo e a reflexão. Este é um livro de milagre e de lucidez. Para muitos, a confirmação. Para outros, o acesso ao mundo de um dos autores portugueses mais marcantes das últimas décadas. O Príncipe da Neblina Carlos Ruiz Zafón

Um diabólico príncipe que tem a capacidade de conceder e realizar qualquer desejo... a um preço mui-

to elevado. O novo lar dos Carver, numa remota aldeia da costa sul inglesa, está rodeado de mistério. Respira-se e sente-se a presença do espírito de Jacob, o filho dos antigos donos, que morreu afogado. As estranhas circunstâncias des-

sa morte só se começam a perceber à medida que os jovens Max, a irmã Alicia e o amigo Roland vão descobrindo factos muito perturbadores sobre uma misteriosa personagem de seu nome… o Príncipe da Neblina. ß

Letras e Livros Livraria, Lda. O Príncipe da Neblina

Eu sou Bolaño

Abraço

O caderno de Maya

Carlos Ruiz Zafón

José Luís Peixoto

Isabel Allende

Planeta

Quetzal

Porto Editora

17,76 Euros

17,50 Euros

18,90 Euros

O Céu pode esperar

Herman - O verdadeiro artista

No princípio estava o mar

Celina Manzoni

Adelaide Passos

António Costa Santos

Gonçalo Cadilhe

Clube do Autor

Marcador

Guerra & Paz

Clube do Autor

15,8 Euros

15,50 Euros

14,90 Euros

15,80 Euros

O Sonâmbulo

O Diário de um Banana 5

No Reino da Fantasia

O meu ano com a Bimby

Robert Muchamore

Jeff Kinney

Geronimo Stilton

Marcador

Porto Editora

Booksmile

Editorial Presença

19,95 Euros

12,90 Euros

15,98 Euros

22,20 Euros

Rua da Restauração, Lt 26 - Loja Esq. * 2410-161 Leiria * Tel./Fax 244 825 061 * E-mail: letraselivros@mail.telepac.pt Centro Comercial Cristal Atrium, Loja 54 - Rua das Portas Verdes * 2430-309 Marinha Grande * Tel./Fax 244 569 270


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

2 4 d e n o v e m br o , a u d i t ór i o d o op e r á r i o - 2 1 h

Álvaro Pereira, presidente da Câmara da Marinha Grande

“Dois anos de mandato: o que se fez... e o que falta fazer”.

Publicidade

15


Publicidade

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

16

campanha de natal

50

anos, 50 euros

desejar boas festas aos seus clientes nunca foi tão fácil. agora pode fazê-lo em duas semanas consecutivas no JMG e RCM... por apenas 50€!!!

meio século

de informação


a rádio de todos os dias

Futebol

Pilado fora da Taça numa espécie de jogo à porta fechada

Atletismo

Amieirinhense obtém 4º lugar A equipa de atletismo do Clube Recreativo Amieirinhense correu no passado dia 6 de Novembro em Vermoil. Numa manhã magnífica de sol e temperatura amena obteve o 4º lugar por equipas na classificação geral e o 4º lugar no Campeonato Distrital de Veteranos. Pontuaram para a equipa os atletas João Gomes 5º veterano, Vítor Lopes 15º veterano, Joaquim Morais 19º veterano e Vítor Teixeira 31º veterano. Destaque para Luís Duarte que obteve o 8º lugar em Seniores e para Ricardo Henriques, que ficou em 14º lugar. ß

Tocha ............................1-0...............Bombarralense Camp. Nacional da III Divisão - Série D Pos. Equipa Pontos J V E D Riachense .....................0-1....................Sp. Pombal 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11

Pampilhosa Benf.C.Branco Sp. Pombal Sourense Tocha Beneditense Marinhense Peniche Ginásio de Alcobaça Bombarralense At. Riachense

16 7 5 15 8 4 15 8 4 13 8 3 12 9 3 11 8 2 9 10 2 8 7 1 7 8 1 6 8 0 2 8 0

1 3 3 4 3 5 3 5 4 6 2

1 1 1 1 3 1 5 1 3 2 6

Beneditense ..................1-1....................... Sourense Peniche . .....................20/11 .................Pampilhosa Marinhense . .................1-1....................... Alcobaça JORNADA 10 Beneditense ...........27/11 15:00................ Alcobaça Bombarralense . .....27/11 15:00.............Marinhense Pampilhosa . ..........27/11 15:00.........Benf.C.Branco Sp. Pombal ............27/11 15:00...................Peniche Sourense . ..............27/11 15:00..........At. Riachense

Académica ....................2-1.........................U. Leiria Campeonato Nacional de Iniciados Pos. Equipa Pontos J V E D Marinhense . .................5-1............................. Naval

A Sociedade Desportiva e Recreativa Pilado e Escoura recebeu o líder da Divisão de Honra e, tal como se esperava, perdeu, ficando assim fora da Taça do Distrito

Apesar do 0-6 final, este não foi um jogo fácil para os visitantes, que encontraram pela frente uma equipa

aguerrida, que tudo fez para contrariar o poderio adversário. O intervalo chegou com o Alqueidão da Serra a vencer por 0-1, golo obtido já depois de desperdiçar uma grande penalidade. No segundo tempo o Pilado teve oportunidade de empatar o jogo, mas não foi feliz. Acabou por sofrer o segundo golo em cima do minuto 80 e, a partir daí, foi o desca-

labro, com a quebra física e anímica. Não houve Taça no Pilado num jogo disputado sob severas condições meteorológicas, que afastaram o público do recinto desportivo. A saudação ao público foi feita sem que estivesse um único espectador no peão poente, muito menos a norte e a sul. Bilhete vendidos: uma dezena. A crise também já chegou ao futebol. ß

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12

Académica U. Leiria D. Castelo Branco Leiria e Marrazes Marinhense CADE Fátima Naval Sp. Covilhã U. Tomar Eirense Sp. Pombal

33 26 22 21 17 17 15 14 11 11 9 4

12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12 12

11 8 6 6 4 4 4 4 3 3 2 1

0 1 2 2 4 2 3 3 5 3 5 3 3 5 2 6 2 7 2 7 3 7 1 10

Eirense . ........................0-2........... Leiria e Marrazes U. Tomar .......................0-1.............................CADE Fátima . .........................1-1....................Sp. Pombal Sp. Covilhã ...................0-2..........D. Castelo Branco JORNADA 13 Castelo Branco . .....20/11 11:00..............Académica U. Leiria .................20/11 11:00.............Marinhense Naval . ....................20/11 11:00....................Eirense e Marrazes .............20/11 11:00.................U. Tomar CADE .....................20/11 11:00.....................Fátima Sp. Pombal ............20/11 11:00.............Sp. Covilhã

Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande

Convocatória Nos termos dos Estatutos, convoca-se a Assembleia-Geral da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande para uma sessão ordinária a realizar no próximo dia 23 de Novembro de 2011, pelas 20 horas, no Lar da 3ª Idade, sito na Rua Fonte dos Ingleses, 69 – Outeirinhos, 2430-071 Marinha Grande, com a seguinte ordem de trabalhos: 1 – Apreciação e votação do Plano de Actividades e Orçamento para o ano 2012; 2 – Informações diversas.

Iniciados

AC Marinhense goleia Naval 1º de Maio Em igualdade pontual com a turma figueirense, a equipa do Marinhense cedo mostrou que só a vitória interessava

Logo aos cinco minutos, João Vieira aproveitou um falhanço do guarda-redes opositor e inaugurou o marcador. Três minutos depois, Bruno Capistã, na sequência de um canto, ampliou a vantagem. O jogo era de sentido único e a equipa da Naval nunca conseguiu incomodar a turma comandada por Luciano Silva. No entanto, Hugo, ao minuto 22, aproveitou a falha de marcação defensiva e reduziu o marcador. Porém, a equipa da casa não abrandou o ritmo e fez o terceiro logo a seguir por intermédio de José Ricardo, após um livre de João Duarte. Na segunda parte, o rumo do encontro não se alterou

e o Marinhense continuou a mandar no jogo. Logo aos oito minutos, João Duarte ampliou a vantagem, na sequência de um livre directo. O ritmo elevado manteve-se sempre até ao final do encontro, mas as oportunidades de perigo não eram materializadas em golos. Já no segundo período de compensação, Tiago Letra fechou as contas do encontro. O 5-1 final reflecte o que foi o encontro, tal a superioridade da equipa da casa. Com esta vitória, o Marinhense ascendeu ao quinto posto. Na próxima ronda, adivinhase uma deslocação difícil ao reduto da União de Leiria, que ocupa o segundo lugar da tabela. O Marinhense alinhou com Leandro, Gonçalo, Diogo Vicente, Bernardo, José Ricardo, João Duarte, Pedro Coelho, Bruno Godinho, Tiago Letra, João Vieira e Bruno Capistã. ß

Se, à hora marcada, não estiver presente o número mínimo de associados que permita o funcionamento da Assembleia, fica desde já esta convocada para as 21 horas, funcionando com qualquer que seja o número dos presentes. O Presidente da Mesa, Viterbo Manuel Dias Santo António

Cosmética automóvel Lavagem e limpeza personalizada de interior e exterior de automóveis. Lavagem de estofos, carpetes e tectos. Av. José Gregório, 96 - Marinha Grande Marcações pelo telemóvel 919 441 781

www.jornaldamarinha.pt


Despor to

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

18

Casal Galego

Prova de BTT em marcha foto de arquivo

Voleibol

Meninas do SOM perdem em casa

A equipa feminina do Sport Operário Marinhense (SOM) foi surpreendida em casa pelo Lousã Volei Clube, tendo perdido 0-3 (1325,17-25 e 23-25)

A equipa da Marinha Grande não entrou bem no 1º set. As falhas na recepção não permitiram atacar convenientemente. Este factor foi aproveitado, de uma forma objectiva, pela equipa adversária. No 2º set, Vítor João tentou ajustar alguns pormenores, alterando o seis inicial, mas os erros na recepção persistiram e implicaram um deficiente e previsível ataque. A defesa aos ataques lousanenses não esteve bem. No 3º set a história foi bem diferente, após alterações a nível da defesa. A recepção e o ataque estiveram melhores. Foi um set taco-a-taco. A sorte acabou por pender para a Lousã. Há muito trabalho de casa à espera da equipa marinhense, que alinhou com Helga Costa, Carla Guerra, Sofia Galvão, Ana Carina Nunes, Sílvia Paiva, Dayana Sanchez, Rafaela Santos, Rute Malagueta, Edna Lopes e Carla Santos. No próximo domingo, o SOM desloca-se à Cova da Piedade para defrontar, às 17 horas, o CR Piedense.

Programa

Integrada na XXII FAG 2011 Feira Nacional de Artesanato e Gastronomia da Marinha Grande, vai ter lugar já no próximo dia 4 de Dezembro a III Prova de BTT “Resistência - 3H”, organizada pela Associação Social, Cultural e Desportiva de Casal Galego, esperando-se que, este ano, o número de inscrições bata largamente o dos anos anteriores, dada a boa organização e o espírito de confraternização vivido pelos participantes e suas famílias

O Parque Municipal de Exposições, onde vai decorrer a Feira Nacional de

Artesanato e Gastronomia da Marinha Grande, vai ser também o palco da Prova de BTT “Resistência - 3H”, com um percurso em circuito fechado de cerca de 7 quilómetros, preparado para receber os participantes amantes da modalidade. A organização, dado o êxito alcançado no ano passado, abriu as inscrições para 150 participantes mas, caso seja necessário, pode alargar para os 180. As categorias são as seguintes: Juniores (dos 12 aos 18 anos), Elite (dos 19 aos 29 anos), Veteranos A (dos 30 aos 39 anos), Veteranos B (dos 40 aos 49 anos), Veteranos C - com mais de

8h – Concentração no Parque Municipal de Exposições 9h30 - Início da prova 13h – Almoço Preço: Masculinos: 15 euros; Femininos: 10 euros; Acompanhantes 8 euros Inscrições: abertas até 29 de Novembro, podendo ser feitas pelo telefone 244 552 207 ou pelo e-mail: desporto.casalgalego@gmail.com

50 anos e Feminino. Haverá prémios do 1º ao 3º de cada escalão, do 1º ao 3º da classificação geral, equipa com maior número de inscrições e primeiras equipas classificadas. ß

João Esteves

Voleibol

Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande

Convocatória Nos termos dos Estatutos, convoca-se a Assembleia-Geral da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande para uma sessão ordinária a realizar no próximo dia 23 de Novembro de 2011, pelas 20 horas, no Lar da 3ª Idade, sito na Rua Fonte dos Ingleses, 69 – Outeirinhos, 2430-071 Marinha Grande, com a seguinte ordem de trabalhos: 1 – Apreciação e votação do Plano de Actividades e Orçamento para o ano 2012; 2 – Informações diversas. Se, à hora marcada, não estiver presente o número mínimo de associados que permita o funcionamento da Assembleia, fica desde já esta convocada para as 21 horas, funcionando com qualquer que seja o número dos presentes. O Presidente da Mesa, Viterbo Manuel Dias Santo António

www.jornaldamarinha.pt/tv a televisão do nosso concelho

Operário vence em casa No passado sábado, a equipa de seniores masculinos do Sport Operário Marinhense venceu o Atlético Clube de Albufeira, tendo somado mais três pontos, passando para primeiro lugar da tabela classificativa

O grupo marinhense liderado por Cláudio Sousa entrou bem no jogo, com um serviço assertivo e uma equipa organizada, tendo vencido o primeiro set por 25-20. Após este resultado, os atletas entraram animados no segundo set e, contando também com alguns erros da equipa algarvia, fecharam o resultado por uns expressivos 25-17. Foi no terceiro set que o SOM baixou nitidamente o seu ritmo e eficácia, com muitos erros na recepção e consequentemente no ataque, o que permitiu que o grupo visitante fizesse um jogo bastante superior ao que tinha mostrado até então. Ainda que tenham feito um esforço adicional no final do set, os atletas da Marinha Grande acabaram por sair derrotados por 22-25.

Era então necessário reunir uma boa recepção a um ataque eficaz, o que foi conseguido pelos atletas da casa, que finalizaram o jogo no quarto set por 25-21. O SOM segue em primeiro lugar, defrontando apenas no dia 26 de Novembro a equipa de Moura, segunda classificada na tabela. ß


Despor to

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Xadrez

Bray 4º no Nacional

19

Vende-se Lenha Self-Service

(Sábados das 9 horas às 18 horas e Domingos das 9 horas às 13 horas) Fazemos também entregas ao domicílio Localização: Boavista (Ao pé do restaurante Paloma)

Ricardo

Realiza diversos trabalhos de Interior /Exterior em sua casa. Pinturas/Jardinagem/Reparações www.jardineiroricardo.webnode.pt Contacto: 244 542 105 // 912 243 391

A Associação Xadrez de Leiria esteve representada pela Academia Xadrez Benedita/Associação Peão Cavalgante e Sport Operário Marinhense nos Campeonatos Nacionais de Jovens

Torres Novas foi o palco dos Campeonatos Nacionais de Jovens (Sub-8, 10,

12, 14, 16, 18 e 20) em ritmo Semirápidas. Uma organização da Federação Portuguesa de Xadrez, Associação Xadrez de Santarém e CX Torres Novas. O ritmo utilizado foi o de 20 minutos por jogador e por partida. Destaque para o 4º lugar de Daniel Bray (Sport Operário Marinhense), no escalão de Sub-18, que obteve 4,5

pontos. Constança Rodrigues - Ficou no pódio, em 3º lugar Feminino no escalão Sub10. A Academia Xadrez Benedita/A. Peão Cavalgante participou com doze jovens jogadores, nos escalões: Sub-8; Sub-10; Sub-12; Sub14; Sub-16; Sub-18. Os nossos jovens participaram com muito empenho. Por isso estão de parabéns. ß

www.rcm.com.pt


Despor to

20

Andebol

“Guerreiras” de Picassinos

Que o espírito guerreiro e combativo nasce com as pessoas, não é nenhuma novidade. Vê-lo numa equipa de infantis femininos de andebol, de um dos clubes de um pequeno lugar da Marinha Grande, é caso para nos orgulhar a todos

A equipa de infantis femininos da Sociedade de Instrução e Recreio 1º de Maio tem vindo a lutar ferozmente contra a adversidade e a debater-se honrosamente por um lugar de respeito no panorama infantil, do andebol nacional. Já em 2010 haviam dado mostras deste carácter de vencedoras e este ano apostam em mais do mesmo. Alinham pela equipa de Picassinos as atletas Ana Alexandre, Diana Norte, Beatriz Oliveira, Soraia e Vânia Barros, Catarina Silva, Madalena Pires, Ana Matos, Beatriz Mateus, Joana Silva, Francisca e Maria Louro. A dificuldade que desde cedo se lhes impôs, em virtude de não terem atletas suficientes neste escalão etário, foi apenas a primeira adversidade superada. Recorrendo a três atletas do escalão etário abaixo, o escalão minis, a treinadora Ana Rodrigues e a adjunta Vera Gomes começaram a delinear a estratégia, do exercício de 2011 e 2012. Com o apoio dos dirigentes Fernando Pires e Pedro Oliveira arrancaram para a conquista do reconhecimento pelo valor deste escalão, que já o ano passado deu que falar. Com três jornadas ultrapassadas nesta altura, o que há a dizer acerca destas pequenitas lutadoras é que não baixam os braços e a vitória tem ficado a uns escassos dois pontos. O que surpreende é que em cada desafio se joga até ao último minuto estando a recompensa certa para breve. A vitória estará sempre ao alcance de quem luta. O reconhecimento da comunidade tem sido importante, nomeadamente através do apoio em campo e do apoio à actividade por parte das forças vivas da região. No último jogo as infantis atletas estrearam o novo equipamento, patrocinado pela empresa Sevlaires, Lda., que vem acrescentar a participação da iniciativa privada no desporto, o que se torna ainda mais importante dado o período de grande dificuldade que o país atravessa. O reconhecimento do mecenato pelos atletas e dirigentes ficará, certamente, na memória de todos durante muito tempo. ß

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

Futebol

SLM afasta U. Leiria da Taça do distrito O Sport Lisboa e Marinha (SLM) recebeu, no Campo da Ordem, a equipa do U. Leiria para a Taça do Distrito

A equipa da Marinha Grande, que ainda não conheceu a derrota esta temporada, esperava um partida difícil perante um adversário que tem sempre bons executantes, e está a fazer um bom campeonato. O SLM entrou no jogo muito forte e dominou completamente. A U. Leiria não fez um pontapé à baliza digno desse nome. Depois de algumas oportunidades e no seguimento de um canto, Gonçalo fez o golo que colocou justiça no marcador. A U. Leiria renasceu na segunda parte, causando alguns calafrios à equipa da casa que, ao contrário do que é normal, não conseguiu impor o

seu futebol. No entanto, manteve intacto o resultado e continua, ao fim de sete jogos, a não sofrer qualquer golo. No próximo domingo o SLM visitará

o U. Serra para mais uma jornada do campeonato.

José Lopez

Futsal 

Casal d’Anja vence e convence

Contra factos não há argumentos. O pavilhão dos Pousos foi o palco de um confronto entre duas equipas em patamares bem diferentes. O GRAP está em formação, o Casal d’Anja é uma formação adulta

do jogo, Bruno, que atirou ao poste aos 3 minutos e marcou aos 4 e 7 minutos. A partir daqui assistiu-se a uma boa reacção do GRAP, através do buliçoso Pimentinha.  Quando Pena fez o 1-3, a faltarem cerca de sete minutos para o final, ficou a convicção que a partida estava resolvida. Mas o GRAP ainda reduziu para 2-3, mas dois contra-ataques do Casal d’Anja mataram o jogo. Resultado justo em jogo bem arbitrado.

ÂÂPaulo Bernardino

Opinião dos técnicos

O GRAP levou o empate até ao limite, defendendo bem, com espírito de entreajuda dos seus jogadores conseguindo, por duas vezes, estar perto do golo. Seria injusto para a equipa  do Casal D’Anja sofrer golos, pois foi aquele que dispôs de mais oportunidade para marcar. Após o intervalo adivinhava-se vida difícil para o GRAP mas seria a equipa da casa a abrir o marcador, com alguma sorte pois o remate de Caseiro tabelou nas costas de um defesa e traiu o guarda-redes adversário. Este golo teve o condão de abrir o jogo com a equipa adversária a puxar dos galões através do playmaker

Amílcar Gomes: “Fize-

FICHA DE JOGO GRAP 2  -  Casal d’Anja 5    Campeonato Distrital de Futsal da 1ª Divisão - Zona Norte Pavilhão de Pousos Assistência: Cerca de 100 espectadores Árbitros: Ana Silva e Paulo Florêncio GRAP: Diogo, Gonçalo, Ailson, Caseiro e Pimentinha Jogaram ainda: Abrantes, Batista, Pimenta, Sapatão, Milton, Luís e Txenco Treinador: Amílcar Gomes   Casal d’Anja: Ricardo, Bruno, Pena, Hélder e Daniel Jogaram ainda: Eduardo, David, Otelo, Samuel e Cristiano Treinador: Sérgio Coelho    Marcadores: 1-0, por Caseiro; 1-1, por Bruno; 1-2, por Bruno; 1-3, por Pena; 2-3, por Pimenta; 2-4, por Bruno; 2-5, por David

mos uma excelente 1ª parte onde estivemos bem e bastante concentrados. No 2º tempo perdemos essa concentração e errámos infantilmente o que, contra esta equipa matreira, paga-se caro”. Sérgio Coelho: “Entrámos mal no jogo e atingimos as 5 faltas muito cedo o que condicionou as nossas intenções de pressionar alto. No 2º tempo fomos superiores e assim justos vencedores com mais ou menos golos”. ß

w w w. r c m . c o m . p t · w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t


Opinião

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

21

Crónicas de Lisboa

As facturas das despesas de saúde Não somos os campeões da evasão fiscal, mas que ela existe no nosso país, em pequena ou grande escala, é um facto irrefutável. Se alguns enriquecem com ela, outros servem-se dela ou contribuem para ela em pequenos truques, por exemplo na declaração do IRS apresentada anualmente. São exemplos, a inclusão nas rubricas das deduções de despesas indevidas (saúde, educação, etc), porque sabem que a possibilidade de lhes calhar uma fiscalização é muito pequena. Assim e embora em pequena monta, o “crime compensa” e depois até se vangloriam junto dos amigos como sendo “espertos” e os cumpridores uns “lorpas”. A Administração Fiscal vai acompanhando estas “invenções” dos contribuintes e, desse modo, vai legislando no sentido de tornar mais difícil a evasão e fuga ao pagamentos de impostos. Foi assim que, no início de 2011, legislou em sede do IRS, e cita-se, as deduções à colecta de: i) despesas de saúde e ii) das despesas de educação e formação só podem ser realizadas desde que as facturas contenham a identificação fiscal e que estas facturas sejam emitidas nos termos legais. Os requisitos das facturas estão legislados no código do IVA (CIVA), pelo que aquela exigência de inscrição do Nº de Contribuinte (NIF) levou as farmácias a encontrarem uma forma de se eximirem a essa

responsabilidade, pois acrescia trabalho na emissão da factura. Assim, sempre que um cliente solicitava a inscrição do seu nome e do seu NIF, aquando da emissão da factura, estas invocavam um Ofício (que me exibiram a mim numa das minhas muitas idas a farmácias, infelizmente para mim) da sua associação empresarial - Associação Nacional de Farmácias (ANF) que, apesar de tudo, não era claro e iam dizendo que tal não era obrigatório este ano! Em Fevereiro deste ano, a Administração Fiscal emitiu um despacho no sentido de esclarecer que, contudo, bastaria a inscrição do nome do cliente (doente) e que o seu NIF poderia ser posta à mão. Pela minha parte, exigi sempre a inscrição, em computador/máquina registadora, do meu NIF, porque escrever manualmente algo num documento “processado por computador” não cumpriria os requisitos da emissão das facturas/ talões. Contudo, esse meu pedido foi satisfeito, mas muitas vezes com “má vontade” por parte do empregado que me atendia. Com este facilitismo ou confusão instalada, características muito portuguesas, o propósito de evitar que este tipo de despesas pudessem ser utilizadas, abusivamente, nas deduções pelo contribuinte (evasão fiscal) não teriam qualquer efeito, pois, casos terá havido, no passado, em que os valores das mesmas facturas foram incluídos nas declarações

Opinião

do IRS de vários amigos/familiares, pois a fiscalização, à posteriori, raramente se aplica. Em 31 de Outubro deste ano, e por Despacho, o actual Secretário de Estado dos Assuntos Fiscais veio informar que: “apenas as facturas emitidas nos termos do código do IVA é que são passíveis de serem utilizadas nas deduções à colecta do IRS de 2011”. Assim e interpretando o CIVA, e no que diz respeito ao cliente/ doente, nas facturas terão que constar o nome e o NIF respectivo. Se não cumprirem estes requisitos, serão rejeitadas nas deduções em sede de IRS cuja declaração será apresentada no próximo ano. Estamos quase no final do ano e a confusão está instalada, pelo que os cidadãos que tenham facturas deste tipo ou de outras rubricas a incluir nas deduções do IRS deverão pedir a respectiva substituição junto do emissor (farmácia, consultório, escola, etc). Aliás, a ANF já informou, através da imprensa, que o fará, mas com a apresentação da factura inicial, como é óbvio. No nosso país, a legislação acaba por sair, muitas vezes, com indefinições, o que torna mais difícil o seu cumprimento. Depois e para esclarecer, acabam por ser emitidos despachos que seriam desnecessários se as leis fossem claras. Por que será assim?

Serafim Marques Economista

Humor Take Away Olá! Será que tal como no anúncio, o Paulo Bento chega ao balneário e diz qualquer coisa do tipo “Ou ganham ou têm de colocar TDT se querem ver os jogos do Euro”? Fica a pergunta. Estive a pensar, se é para acabar com os feriados acaRúben Gomes bem com aqueles que calham ao fim-de-semana e coloquemnos no “dia útil” seguinte. Pode ser? Nestes dias falou-se muito do comentário racista proferido, supostamente, pelo jogador do Benfica Javi Garcia. Custa-me a crer, mas se o Nuno Gomes vier dizer que este também lhe disse “O futebol não é para meninas”, aí sim, já fico na dúvida. Na política destaco a visita de Cavaco aos EUA. Visita essa que colocou o cão de Obama com medo que este o fosse substituir e tivesse de regressar a Portugal. Destaco também a notícia que diz que Isaltino Morais tem três recursos, a pergunta é: Quando tiver só um tem de gritar “UNO”? É que não está numa posição muito boa para arriscar +4! Não sei se viram, mas parece que no concurso “Peso Pesado” houve dois concorrentes que se “exaltaram”. Eu não percebi bem, havia apenas uma fatia de pão-de-ló? Dica: Senhores da Endemol, para rentabilizar o contrato de um ano que têm com os concorrentes da Casa dos Segredos, que tal utilizarem-nos como actores e fazerem um filme com o título “Clube dos cérebros mortos”? Para concluir! A expressão “deve estar mesmo aí a rebentar”, pode ser mal interpretada se falarmos da Sónia Brazão? Adeus! ß

Carta ao Director

Em jeito de rectificação Exmo. Sr. Director do JMG, Em resposta à notícia “Jovem edita primeiro cancioneiro da Paróquia”, edição de 6 de Outubro de 2011, informo: Pertenci, durante vários anos, ao coro de jovens da Marinha Grande e durante todo esse tempo tive a oportunidade de participar em várias actividades religiosas, de entre as quais os Momentos de Oração e animação das missas de sábado à noite. Venho em nome de vários elementos do antigo coro de jovens esclarecer que já existiram outros cancioneiros na Paróquia, elaborados pelos elementos do grupo coral em colaboração com as Irmãs de Guadalupe. O primeiro cancioneiro foi elaborado em 1997 com a colaboração da Irmã Ana, intitulando-se de “Faz D’Ele Tua Canção”,

Carta ao Director

tendo sido, inclusive, gravadas em cassete algumas das músicas. Em 1999 o mesmo cancioneiro foi reeditado, contendo algumas músicas novas e nova estrutura. Por volta do ano de 2003, já com a ajuda da Irmã Henriqueta, foi lançado o cancioneiro “Cantamos Para Ti”, o qual foi também disponibilizado para todos os que pretendessem adquiri-lo. Gostaria apenas que fosse esclarecido que o coro já dispunha de um vasto leque de músicas jovens, sendo que também era utilizado o cancioneiro “Vitamina C” da paróquia de Leiria. Espero que nunca seja esquecido todo o esforço e dedicação dos antigos elementos do grupo coral jovem e das Irmãs de Guadalupe que sempre nos ajudaram.

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t / t v

Susana Mota

Promessa por cumprir Š ou “dinheiro congelado”? Exmo. Sr. Director do Jornal da Marinha Grande é com alguma insatisfação que lhe escrevo, pois estava a evitar. Fui um dos felizes contemplados com o apoio à natalidade atribuído pela Câmara. Quando soube dessa promessa por parte da Câmara a minha mulher estava grávida de dois meses. Candidatei-me, fui contemplado, e disseram-me que me pagavam a primeira tranche em Março de 2011, quando a minha filha fizesse seis meses. Até hoje, nada. Como estranhei o atraso, dirigi-me à Câmara em Julho, não tivesse havido algum problema na transferência. Foi-me dito que tinha havido um lapso por parte de alguém responsável pelo assunto. Voltei lá em Novembro, pois tinham-me dito que pagavam em Agosto… Agora foi-me dito que já deram a ordem em Agosto, mas nada… Para quando será?

João Ferreira


Publicidade

22

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

Em breve, na sua caixa de correio. AnĂşncios: 244 502 628


Saúde

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Saúde

Alimentação Š em tempos de gripe Cátia Pontes Nutricionista 969 504 475

23

Terapia do Xia Medicina Chinesa

Uma dieta saudável pode ajudar a reduzir o aparecimento de espirros, narizes entupidos e até a tão temida gripe. Ao fazer uma alimentação saudável estará a ampliar e reforçar o seu sistema imunitário, aquele que é responsável por nos proteger de vírus e outras doenças. E para isso, os alimentos saudáveis são muito melhores que suplementos para a prevenção da gripe, porque através de alimentos conseguimos todo um pacote nutricional. Por exemplo, comer uma laranja é melhor do que tomar vitamina C porque a laranja oferece-lhe um conjunto de nutrientes - magnésio, potássio, ácido fólico, vitamina B6 e flavonóides ricos em antioxidantes. Mesmo sabendo que a vitamina C é importante para um sistema imunitário saudável, os estudos não mostram que tomar doses massivas de vitamina C consegue impedir o vírus da gripe de actuar. Contudo, sabemos também que comer frutas e vegetais ricos em vitamina C ajuda a tornar o sistema imunitário mais forte. A razão para os frutos e vegetais serem melhores para o sistema imunitário é porque também contêm vi-

taminas A e E, que trabalham em conjunto com a vitamina C para tornar o sistema imunitário, e todo o corpo, saudável. E para obter alimentos ricos em vitamina C não temos só a laranja. Temos também o kiwi (que tem ainda mais vitamina C que a laranja), os frutos vermelhos, a batata, os espinafres e os pimentos. Para além disso, os alimentos ricos em proteínas como as carnes magras, os lacticínios, os ovos e o pescado são especialmente importantes porque fornecem os aminoácidos que o corpo precisa para construir os componentes do sistema imunitário. As carnes magras também contêm ferro e zinco, cuja deficiência nestes minerais pode causar uma quebra no sistema imunitário. No entanto, se já está com os sintomas, alimentar-se bem pode encurtar a duração e tratar os sintomas da gripe. Um prato saudável, nutritivo e que pode ajudar nesta recuperação é a famosa canja de galinha, muito receitada pelas

nossas avós em casos de gripe, constipações e outras infecções respiratórias. Já se sabe que líquidos quentes ajudam na expectoração, pois colaboram para aumentar o movimento dos cílios pulmonares e, por consequência, do muco. Recentemente descobriu-se que a temperatura não é a única responsável pela acção benéfica da canja. Um aminoácido chamado cisteína, libertado quando a carne de galinha é cozida, tem a capacidade de agir sobre o muco, tornando-o menos espesso. A cisteína agiria da mesma forma que a acetilcisteína, um princípio activo usado na formulação de medicamentos para descongestionar os pulmões. Pode também optar por fazer um chá de gengibre (10g de gengibre fresco para 1 litro de água) que é óptimo para melhorar os sintomas gripais e, também o já conhecido xarope caseiro de mel com limão para melhorar a tosse. Alimente-se bem e goze de um bom Inverno! ß

Amílcar J. da Costa Valverde Cirurgião Ortopedista

Artroscopia - Cirurgia percutânea do pé Acordos com EDP, CGD, PSP, P. Telecom-ACS

Av. Combatentes da Grande Guerra, 79, 1º E – Leiria Telefone: 244 824 612 /// Telemóvel: 965 490 158

Graça Barbeiro CLÍNICA OTORRINO

Ouvidos ∙ Nariz ∙ Garganta Consultas / Urgências / Exames / Cirurgias tel. 244 811 324 | telm. 963 972 107 | LEIRIA

Dores Musculares / Dores Reumáticas / Neuralgia / Dores Abdominais / Doenças Ginecológicas / Depressão / Ansiedade / Insónia / Hemorróidas / Dor de Dentes / Prisão de Ventre / Paralisia Facial / Emagrecimento Cuidados, tratamento e prevenção de doenças crónicas (Sequelas de AVC, hipertensão, asma, diabetes, alergias, etc.)

Dr. Xia - Chinês

Rua das Portas Verdes – Edifício Nobre (Frente ao C. C. Cristal Atrium) Das 9h às 12h e das 13h30 às 20h · Consultas: 968 916 598

Ginástica Correcção Postural (Coluna – Todas as idades) 25,00 euros/mês

Informações: Fisioterapeuta Sílvia Jorge 919 057 124

LOZANO LOPES NEUROCIRURGIÃO

(Chefe de Serviço do CHC - Hospital Covões)

Doenças do sistema nervoso e coluna Consultas na Marinha Grande (Clinigrande) Tel: 244 574 060


Classificados

ADMITE-SE

VENDEDOR/A Comissionista Carros sem carta. Telefone: 964 890 496

Imobiliário Arrenda-se T2

Mobilado:

andar,

sem

bem

localizado,

combinar.

no

condomínio, preço

Marinha

a

Grande:

Contacto 935 964 781

O JMG e a RCM recomendam!

Apartamentos

diversos:

Promoção T2, sub-cave, com garagem para 5 viaturas 285€:

Telefones: 961 422 873 / 915 522 095

Contacto: 926 128 536 T2: no Centro da Marinha Grande

Jardineiro

sem garagem 300 euros/mês.

Manutenção de jardins. Técnico de bonsai. Árvores de fruto. Árvores ornamentais. Sebes, arbustos. Tem problemas e não sabe o que fazer? Ligue: 916 003 143

ab

Marque visita: Contacto 919 026 356

Café: na Praia da Vieira, muito bem situado, totalmente equipado e licenciado para servir refeições: Contacto: 244 836 178 Quartos: no centro da cidade (Av. Victor Gallo) a duas senhoras: Contacto 244 568 960 e 965 259 794

Arrendam-se privativo.

quartos: WC

Serventia

cozinha:

Contacto: 916 321 911

Imobiliário Compra-se Moradias: Tem uma moradia semi-nova ou nova para vender?

Apartamentos: Lojas, T1, T2, T3. Com e sem mobília: 244 573 440

Geral

Troco por T3: Tel. 936 677 889

Diversos Procuro:Pequeno terreno para horta, no lugar das Trutas. Comprar ou alugar: Contacto: 244 504 311

Arrenda-se T2

riu

Tatuagens: Faça uma tatuagem e sinta-se bem consigo própria/o: Contacto 964 633 458

Tem problemas? Daniela Limpezas: Senhora ofereceMachado, taróloga, resolve. se para limpezas domésticas: 91 946 0966 ou 96 461 12 27 Contacto 917 673 977

Apartamento T1: Mobilado e equipado com electrodomésticos: Contacto 919 356 431

Apartamento T2: Mobilado, na Pedra do Ouro. 350 euros por mês. Contacto: 936 677 889

Dão-se: gatinhos, na cidade da Marinha Grande: Telefone: 914 580 925 // 919 737 733

Vende-se quarto juvenil: Com duas camas, secretária e mesa de cabeceira: 969 918 972 Vende-se: Quarto de casal, com duas mesas de cabeceira, cómoda, camiseiro e roupeiro. Em estado novo. Contacto: 912 401 703 Fotógrafo: Executa serviços de fotografia, a preços competitivos. Contacto: 913 397 350

Classificados é no JMG. Contacte-nos hoje (244 502 628) ou envie-nos um e-mail.

Arrendam-se

Todo mobilado, na Praia da Vieira.

Garagens na Ordem (35 m2) Destinadas a armazém, automóvel, auto caravana ou outra a acordar.

Telefone: 961 301 878

Telem. 919 356 504 (marque visita)

Arrendo Quartos - Lisboa Zona das Olaias, perto do Instituto Superior Técnico. Contactar: 934 409 400

Contacto: 916 579 315

PRATOS TRADICIONAIS DA COZINHA PORTUGUESA

VENDO

PRECISA-SE URGENTE

MARISCOS · PEIXE FRESCO · GRELHADOS NA BRASA

MESA DE JOGO, COM 4 CADEIRAS. 350 EUROS.

Senhora para companhia a tempo inteiro

OFEREÇO TAPETE DE ARRAIOLOS.

Viúva ou divorciada na casa dos 40 anos com viatura própria.

Telefone: 969 918 972

Contacto: 244 504 922

De terça-feira a domingo entre as 12h e as 15h e das 19h às 22h

Barracão

Arrenda-se com ponte rolante 6,3 toneladas. Área total + ou – 500 m2. Licenciado para indústria. Local Embra. Telemóvel: 917 818 849

CLASSIFICADOS · JMG NOME: MORADA: CÓD. POSTAL:

LOCALIDADE:

TELEFONE:

Como Preencher

TEXTO A ANUNCIAR

1. Escrever o anúncio pretendido na quadricula. Cada letra deve ser escrita num dos quadrados, deixando um quadrado livre entre cada palavra. 2. O pagamento deverá ser enviado juntamente com o cupão, os preços indicados incluem IVA 23%. 3. O anunciante deverá levantar todas as respostas na sede do Jornal da Marinha Grande. 4. O anúncio a publicar deverá ser entregue até ao final de cada Segunda-feira anterior à saída do Jornal da Marinha Grande. Para outras dimensões contacte-nos ou consulte a nossa tabela.

A nossa morada Travessa Vieira de Leiria, 9, Apt. 102 2431 - 902 Marinha Grande www.jornaldamarinha.pt E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt Tel. 244 50 26 28

Número de publicações:

2 (duas) Publicações

4 (quatro) Publicações

75 quadrados (obrigatório)

10 Euros

15 Euros

100 quadrados

13 Euros

19 Euros

125 quadrados

16 Euros

23 Euros

Secção:

Imobiliário Emprego Automóvel Diversos

Arrendar Precisa-se Compra Mensagem

Venda Oferece-se Venda Explicações

Trespasse Arrenda-se Aluga-se Geral

Compra


Diversos

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Farmácias de Serviço

Marinha Grande

Leiria

Moderna

244 502 834

Central

244 817 980

Duarte

244 503 024

Lino

244 832 465

Sáb. Santa Isabel 244 575 349

Sáb. Higiene

244 833 140

Dom. Guardiano

244 502 678

Dom. Avenida

244 833 168

244 502 208

Oliveira

244 822 757

Baptista

244 832 320

Sanches

244 892 500

Central

Roldão

244 502 641

Moderna

244 502 834

25 carneiro 21.03 > 20.04

Procure ser mais flexível, pois o aumento da sua insatisfação poderá expô-lo a atitudes drásticas. A sua tendência para não se deixar conhecer facilmente, poderá criar algumas dificuldades de comunicação com os outros. Quando se parte para um objectivo a segurança inicial pode ir sendo abalada por vários entraves e até rasteiras que nos podem passar. TOURO 21.04 > 20.05

Castello Lopes - Leiria Shopping Leiria

Não deixe para esta altura decisões importantes que se prendam com o lado prático da vida. As suas variações súbitas de humor ou alterações de comportamento não vão deixar que se concentre em grandes pormenores ou que tente perceber tudo o que se passa à sua volta. É possível que se possa sentir sem coragem e fisicamente em baixo de forma. GÉMEOS 21.05 > 21.06

Realização: George Clooney Intérpretes: Ryan Gosling, George Clooney, Philip Seymour Hoffman, Paul Giamatti, Evan Rachel Wood, Marisa Tomei, Jeffrey Wright, Gregory Itzin

Se se conseguir manter o tempo suficiente com os pés na terra, poderá descobrir que a vida comum pode ser, à sua maneira, bastante fascinante. Esta é uma boa altura para compreender aspectos do mundo que ainda não tinha compreendido; não o deve desperdiçar refugiando-se no seu mundo privado, o que não teria qualquer relevância para mais nada. CARANGUEJO 22.06 > 22.07

Terá um intenso envolvimento em tudo aquilo que fizer nesta altura. Poderá ter de corrigir alguma coisa que esteja avariada ou a funcionar mal, seja uma máquina ou uma situação. Entrará possivelmente em contacto com alguém que use o poder ou, mais provavelmente, que abuse do poder. Afaste-se dos locais em que se encontrem marginais. LEÃO 23.07 > 22.08

Sinopse: “Nos Idos de Março” acompanha os frenéticos últimos dias que antecedem as fortemente disputadas eleições primárias em Ohio, quando um ambicioso assessor de imprensa (Ryan Gosling) se vê envolvido num escândalo político que ameaça a possibilidade de ascensão à presidência do candidato que representa. ß

Nos Idos de Março Ano: 2011 País: EUA Género: Drama Duração: 101 minutos

Neste período sentir-se-á mais seguro e estará com maior confiança em si próprio se a sua vida material e financeira estiver estável. Melhor do que ninguém, você irá saber distinguir o que vale do que não vale a pena. Este momento irá coroar as suas manifestações profissionais e a sua imagem perante os outros. VIRGEM 23.08 > 22.09

Intelectualmente, momento um pouco instável e talvez recheado de situações inesperadas que lhe poderão pedir rápidas resoluções. Por isso, esteja atento para conseguir dar uma resposta plena a situações imprevistas. Nesta altura pode sentir, inesperadamente, maior inquietação, maior instabilidade ou mesmo uma frequente vontade de não parar em lugar nenhum. BALANÇA 23.09 > 22.10

Interactivo: Utilize o código-de-barras para aceder directamente, através do seu telemóvel, a conteúdos no nosso site

Nesta época não se perca em pormenores, nem tente compreender tudo. Este será um momento essencialmente voltado para o lado poético e sonhador da vida que você obviamente possui, mas procura manter escondido sob a carapaça da eficácia e da eficiência. Tal como há um tempo para trabalhar há igualmente um tempo para sonhar. ESCORPIÃO 22.10 > 21.11

Gostava de receber o JMG por Internet?

Totoloto

Totobola

8 - 10 - 16 - 22 - 30 + *3 quarta-feira

7 - 9 - 15 - 45 - 46 + *2

2. Fafe - Vizela................................ 1

Joker

3. Ribeira Brava - Mac.Cavaleiros... X

2.659.596

Euromilhões

Então é muito simples... Faça-nos chegar um cheque no valor de 25 euros, o seu endereço de e-mail... e pronto! Já está.

1 - 4 - 18 - 23 - 30 + *3 *7 (terça-feira)

6 - 17 - 22 - 45 - 47 + *3 *11

Lotaria Clássica 1º Prémio.............................. 48303

Durante um ano lê o Jornal da Marinha

2º Prémio.............................. 57794

comodamente no seu computador.

3º Prémio.............................. 03116

Fácil, não é? Em caso de dúvida, contacte-nos: 244 502 628

1. Oliveirense - Tirsense................. 2

Lotaria Popular 1º Prémio.............................. 50542 2º Prémio.............................. 15273 3º Prémio.............................. 41594 4º Prémio.............................. 41880

4. Ribeirão - Famalicão................... 1

Começará a ver outras facetas da sua personalidade e possivelmente gostará mais delas do que daquelas que já conhecia. Estará, a priori, invulgarmente idealista neste momento da sua vida; certifique-se de que os seus ideais se enraízam na realidade e que não são um meio de lhe escapar. Se for este o caso, terá certamente de enfrentar a desilusão no futuro. SAGITÁRIO 22.11 > 20.12

Os outros verão em si uma pessoa muito idealista, mas também podem ter inveja de si, mesmo até aquelas pessoas que estão mais perto de si e de quem mais gosta. Estará mais voltado para si próprio, mais interiorizado, reflectindo mais sobre o seu mundo interior, os seus ideais, a sua filosofia de vida. Neste momento poderá receber notícias vindas de longe. CAPRICÓRNIO 21.12 > 19.01

5. Varzim - Camacha....................... 1 6. Tondela - A. Lordelo.................... 1 7. S. João Ver - Gondomar.............. 1 8. Angrense - Coimbrões................ X 9. Anadia - Sp.Espinho.................... X 10. Pinhalnovense - Fátima............ 1 11. E.Vendas Novas - Carregado.... 1 12. 1.º Dezembro - Sertanense....... 1

Nesta altura o seu lado emocional estará mais sublinhado, projectando-se na sua relação com as pessoas e com as situações. Poderá sentir-se mais inquieto, mais ansioso ou ter a sensação de que lhe falta alguma coisa. O seu inconsciente terá tendência para vir ao de cima, e o seu gosto pela conquista será mais evidente. AQUÁRIO 20.01 > 18.02

Estará disposto a efectuar transformações, mas não se deve precipitar e deitar a perder tudo o que conseguiu até aqui. Este é um bom momento para os negócios, para o progresso profissional e para procurar, ou mudar, de emprego. Pode resolver com facilidade novas situações, pois consegue lidar com as mudanças lógica e ordenadamente. PEIXES 19.02 > 20.03

Novas ideias, novos investimentos, soluções inspiradas, rápidas e ousadas. Poderá ainda resolver situações que se vêm arrastando na sua vida. Irá projectar melhor a sua imagem junto daqueles que estão ao seu redor. A boa relação entre o Sol e Júpiter que se verifica nesta altura irá beneficiá-lo conduzindo a sua vida para uma fase de tranquilidade.

13. Moura - Tourizense................... 1 PASSATEMPOS

C U P Ã O D E A S S I N AT U R A Aproveite as de ser

vantagens assinante

do JMG:

Nome: Morada: Localidade:

C. Postal:

Telefone:

Actividade Profissional:

Assinatura Anual > Desconto na Publicidade até 25%

30 euros

País:

Assinatura Semestral 15 euros

Junto envio cheque/vale postal nº_________sobre o banco___________no valor de __________ emitido à ordem de Jornal da Marinha Grande, Lda. para pagamento da minha assinatura. Enviar num envelope para Jornal da Marinha Grande Travessa Vieira de Leiria, nº 9 - Apartado 102, 2430-902 Marinha Grande E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt • Internet: www.jornaldamarinha.pt Serviço de Atendimento ao Assinante - 244 502 628

www.jornaldamarinha.pt/tv

JMGTV


Diversos

Jornal da Marinha :: 17 de Novembro de 2011

26

Agradecimento Emília Teodósio Guerra Pereira 20/07/1926 - 11/11/2011 Residia em Vieira de Leiria

A família agradece às seguintes entidades: Casa de Repouso e Bem-Estar “O Sossego” de Vieira de Leiria, Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria, INEM e Hospital de Santo André.

Agradecimento Emília Teodósio Guerra Pereira 20/07/1926 - 11/11/2011 Residia em Vieira de Leiria

Seus filhos, nora, genros, netos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, como era seu desejo, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas amigas que se incorporaram no seu funeral, bem como a todos os que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar.

14º Ano de Eterna Saudade Tribunal Judicial da Marinha Grande 1º Juízo Anúncio

Processo 1413/11.8TBMGR Acção de Processo Ordinário N/ Referência: 3134459 Data: 03-11-2011 Autor: Sandra Catarina Ruas da Silva e Outro (s) … Réu: Fernandino Lino de Barros e Outro (s) …

Agradecimento Joaquim Ferreira “Fortunato” 82 anos Residia na Garcia Falecido a 13/11/2011

Sua esposa, filhos, noras, netos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar e informam que será realizada missa de 7º dia no próximo dia 19/11/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Agradecimento Alzira do Rosário Cordeiro Mateus 79 anos Residia em Andam – Juncal Falecida a 10/11/2011

Sua filha Maria Alice Mateus Sousa Policarpo, filho Samuel Mateus Cordeiro de Sousa, genro Nelson de Sousa Policarpo, nora, netas e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Agradecem também a toda a equipa de Medicina II do Hospital de Santo André, em Especial ao Dr. Mota, todo o carinho e empenho demonstrado ao seu ente querido.

2 Publicações Nos autos acima identificados, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação do anúncio, citando: Réu: Miguel António Vieira da Silva, estado civil: desconhecido, domicílio: Rua Jornal Autonomia, 48, Embra, 2430-113 Marinha Grande, com última residência conhecida na morada indicada para, no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a acção, com a cominação de que a falta de contestação importa a confissão dos factos articulados pelos autores como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. O prazo acima indicado suspende-se, no entanto, nas férias judiciais. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. O Juiz de Direito, Dr.(a). Carla Rafael O Oficial de Justiça, Ana Bela Vasques Notas: -Solicita-se que na resposta seja indicada a referência deste documento. -As férias judiciais decorrem de 22 de Dezembro a 3 de Janeiro; de domingo de Ramos à segunda-feira de Páscoa e de 16 de Julho a 31 de Agosto. - Nos termos do art.º 32.º do CPC é obrigatória a constituição de advogado nas causas da competência de tribunais com alçada, em que seja admissível recurso ordinário; nas causas em que seja admissível recurso, independentemente do valor; nos recursos e nas causas propostas nos tribunais superiores.

Leonel da Silva Jesus Residia na Marinha Grande Falecido a 20/11/1997

“A tua imagem jamais se apagará dos nossos corações.” Tua esposa, filhos, genro e netos recordam-te com eterna saudade.

Agradecimento Maria Miravela Roque da Silva 63 anos Residia na Pedra de Cima Falecida a 11/11/2011

Os seus familiares, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou a Céu de Veludo – Agência Funerária, Lda.

1ª publicação na edição nº 2484 do JMG de 17 de Novembro de 2011

4º Ano de Eterna Saudade Conceição Ferreira Dinis Pinto Salvador Residia nas Trutas Falecida a 16/11/2007

Seus filhos, genro e netos recordam-na com eterna saudade.

Agradecimento Joaquim José Heliodoro 77 anos Residia na Pedrulheira Falecido a 9/11/2011

Sua esposa, filhas, genros, netos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Agradecimento

Agradecimento

Acácio Ferreira Dias

Diamantina Abreu Marques

69 anos Residia em Picassinos Falecido a 11/11/2011

85 anos Residia na Praia da Vieira Falecida a 9/11/2011

Sua cunhada, sobrinhos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Sua filha, sobrinhos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar.

Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Tratou a Funerária Vareda, Lda.

7º Ano de Eterna Saudade Daniel Ferreira Costa Falecido a 17-11-2004 Residia em Picassinos

Sua esposa, filhas, genros, netos e restante família recordam-no com eterna saudade, mandando celebrar missa por sua alma no dia 17-11-2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Desde já agradecem a todos os que, com a sua presença, honrem este acto religioso.


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

27


Meteorologia

Domingos Granja

Paulo Vicente

O Rotary Club da Marinha Grande vai distinguir no próximo sábado o engenheiro Domingos Granja, sobretudo pelos contributos que deu à indústria de moldes.

Apesar de a autarquia garantir que limpou valas e sarjetas, certo é que sempre que chove com mais intensidade, algumas ruas da Marinha Grande ficam inundadas. Até quando?

Foto da semana

quinta

SEXTA

As Conferências de Design são uma iniciativa a manter no futuro?

Períodos de céu muito nublado. Vento fraco. Neblina ou nevoeiro matinal. Pequena subida da temperatura máxima. Céu muito nublado. Períodos de chuva. Vento fraco. Descida da temperatura mínima.

Não....25% Sim....75%

Inquérito disponível para votação no nosso site: A limpeza de sarjetas deve ser uma preocupação central da autarquia?

Desporto

ACM relva Portela Já se iniciaram os trabalhos de instalação de relva sintética no Campo da Portela. Paralelamente, a direcção do AC Marinhense está a proceder a outros melhoramentos

Boavista - pode-se parar ou não?

A sua opinião conta Questão realizada no site do JMG entre os dias 3/11 e 7/11 de 2011

Mais e Menos… da Semana

Assim vai a Marinha

Rua Álvaro Coelho - Centro Tradicional

Quem nunca acreditou que a relva poderia, um dia, vir a ser instalada no “velhinho” Campo da Portela enganouse redondamente. É que os trabalhos de instalação do sintético já se iniciaram. Tal como tínhamos noticiado recentemente, o tapete verde tinha saído de Itália e acabou por chegar há cerca de duas semanas à Marinha Grande, sendo imediatamente colocado sobre o pelado da Portela. Nem mesmo a chuva que tem caído no concelho prejudicou muito a instalação da relva, que prossegue a bom ritmo. Porém, caso não tivesse chovido é bem provável que os trabalhos estivessem mais adiantados. Neste sentido é provável que até ao final do corrente mês de Novembro o

novo Campo da Portela fique apto a receber os jogos de futebol das camadas jovens do clube. Na pior das hipóteses no início de Dezembro haverá futebol no histórico campo do ACM. Esta é a primeira fase do projecto de requalificação do recinto desportivo que esteve perto de transformar-se num hipermercado mas que se manterá com o fim para que foi criado. Resta saber até quando. Recorde-se que o sintético não representará custos para a direcção do Marinhense uma vez que foi cedido pela U. Leiria no âmbito do protocolo com a autarquia marinhense para a utilização do Estádio Municipal. Marinhense cede empate em casa

O AC Marinhense não foi além de um empate a uma bola na recepção ao Ginásio de Alcobaça, um resultado que mantém o emblema da Portela abaixo da linha de água. Após uma série de derrotas consecutivas, o Marinhense vol-

tou a pontuar, mas o empate a uma bola diante do Ginásio de Alcobaça não foi o resultado esperado pelos dirigentes, equipa técnica e jogadores do emblema da Portela, que assim se mantêm numa posição aflitiva na tabela classificativa. Apesar do campeonato ainda “agora” se ter iniciado, certo é que a primeira volta está praticamente no final. É verdade que o ACM vai ter um início de segunda volta com jogos em casa, mas também não deixa de ser um facto que é precisamente no Estádio Municipal da Marinha Grande que nem sempre obtém os melhores resultados. ß


JMG 2484