Issuu on Google+

ornal Marinha J da

GRANDE

Quinta-feira 21 de Julho de 2011

Director: António José Ferreira

www.jornaldamarinha.pt

Telefone: 244 502 628

ANO XLVII - Nº 2469 Preço: 1,10€ (IVA inc.)

U.ŠLeiriaŠvemŠmesmoŠ paraŠaŠMarinhaŠGrande

ŠŠSociedade

ProtestoŠaŠfavorŠŠ doŠTocándarŠŠ foiŠumŠfiasco A concentração a exigir que a autarquia encontre uma sede para o grupo Tocándar foi um fracasso: ninguém apareceu |Pág. 9|

A U. Leiria vai jogar nos próximos três anos no Estádio Municipal da Marinha Grande. Em contrapartida terá que construir três relvados sintéticos: no primeiro ano no Campo da Portela, no segundo no Tojal e no terceiro na Garcia. O emblema da capital de distrito, em litígio com a Câmara de Leiria, fará aqui não só os jogos da Primeira Liga mas também os treinos de preparação.

Porte Pago

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico. Autorização nº DE02692007MPC

ŠŠEconomia pÁg. 5

NovoŠmercadoŠŠ vaiŠcustarŠ1Šmilhão

EDPŠinvesteŠ7ŠmilhõesŠ noŠconcelho A EDP investiu cerca de 7,3 milhões de euros na melhoria da rede de distribuição e na subestação de Casal da Lebre, inaugurada na última semana |Pág. 4|

ŠŠFutebol

EquipasŠdoŠconcelhoŠ procuramŠreforçosŠ As equipas do concelho estão a sentir algumas dificuldades na contratação de atletas. Apenas o Vieirense tem o plantel praticamente definido |Pág. 16|

O estudo prévio do projecto do novo mercado municipal já foi apresentado em reunião de Câmara. Vai agora ser discutido com os vendedores. Será construído nos Estaleiros e custará 1 milhão de euros. pÁg. 3

ContaCto: 244 573 520


Local

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

2

Meteorologia Céu pouco nublado ou limpo, apresentando períodos de maior nebulosidade até ao início da manhã. Vento fraco a moderado do quadrante norte, soprando moderado a forte de noroeste no litoral oeste.

quinta

sexta

Céu pouco nublado ou limpo. Vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado a forte de noroeste com rajadas no litoral oeste em especial durante a tarde e a sul do cabo Mondego.

“Vem aí futebol de primeira...

Foto da semana

editorial

E

stá confirmado: a U. Leiria vai jogar na Marinha Grande, nas próximas três temporadas. Goradas as possibilidades de entendimento com a autarquia liderada por Raul Castro, a União de Leiria SAD inicia na próxima segunda-feira a ligação à Marinha Grande, através da utilização do estádio municipal, para treinos e jogos. Tal como anunciámos na passada semana, a vinda de uma equipa da Primeira Liga para o nosso concelho é positiva, por várias razões. Desde logo porque o nome da cidade da Marinha Grande passará a ser falado nos mais diversos órgãos de comunicação social do país, traduzindo-se assim em notoriedade, algo que o actual executivo camarário tanto aprecia. Por outro lado, os agentes económicos do concelho terão muito a ganhar, sobretudo as unidades hoteleiras e a restauração. O único senão neste negócio prendese com as contrapartidas para o município. A União de Leiria comprometeu-se em pagar o arrelvamento do s campos do AC Marinhense (2011), GD “Os Vidreiros” (2012) e CD Garcia (2013). De facto não é compreensível que uma entidade privada (U. Leiria) pague pela utilização de um equipamen-

to público em relva sintética a associações locais. Por outro lado não se percebe que critérios foram levados em conta para se avançar já para o Campo da Portela e no próximo ano para o Tojal. Será que foi para calar o AC Marinhense, que terá que abdicar de treinos no estádio municipal? E porque razão o CD Moitense não tem direito a relva sintética? Será por ser a única freguesia do concelho que não dispõe de campo sintético? O mais óbvio seria que a U. Leiria pagasse um determinado valor por cada treino e jogo. Com este dinheiro poderia pagar a manutenção do equipamento desportivo e ainda sobraria para subsidiar os clubes no arrelvamento dos seus campos. Resta ainda saber se esta vinda para a Marinha Grande é para levar a sério. É que aqui bem perto existe um estádio que, muito provavelmente, não deverá ser a casa do Leiria e Marrazes e muito menos do GRAP dos Pousos. Veremos se alguém não dará o dito por não dito… Mas, caso se venha a concretizar esta vinda para o nosso concelho, é de enaltecer a persistência do presidente da Câmara da Marinha Grande, que apesar de não ter sido feliz na questão das contrapartidas (em nossa opinião),

Sr. Vidrão, permite-me que passe ou nem por isso? - Albergaria

fez o que tinha a fazer: colocou acima de tudo os interesses da terra, ao contrário de alguns dirigentes, que se preocuparam mais com interesses pessoais e políticos. Vamos ter um novo mercado. É verdade que as tendas medievais não têm condições mas, uma vez que a asneira foi feita, que se esgote esta solução. Mais tarde ou mais cedo as tendas vão ceder e é razoável que o actual executivo comece a pensar no futuro mercado, envolvendo todas as forças políticas, os vendedores e a população no novo projecto. Não sendo uma prioridade é uma obra que consta no programa eleitoral que elegeu Álvaro Pereira. Ora nestas circunstâncias a actual maioria foi sufragada para executar esta obra. Resta ponderar se é uma prioridade quando comparada com o alargamento da zona industrial, o saneamento básico, a recuperação do centro histórico, as variantes exteriores, o investimento no parque escolar e na acção social, entre tantas outras carências.

A direcção do JMG

(R)Humor Olha, a TUMG comprou o antigo edifício da EDP no centro da cidade...

Só falta agora os autocarros da TUMG passarem a andar à velocidade... da luz!

Rufino Fininha Há dinheiro para tudo menos para um canil!

Rufia

(Cão rafeiro... que morde velhinhos)

Academia de Música

Dó Mi Sol

Informamos que a Academia encontrar-se-á encerrada para férias, em Julho e Agosto. Reabre em 7 de Setembro do corrente, com novo programa, novas disciplinas, e professores. Disciplinas: Acordeão cromático e diatómico, órgão e piano, saxofones alto e tenor, requinta de clarinete, oboé, viola-d’arco e violino, guitarra clássica, percussão e bateria, canto, etc. Teremos também turma de ensino especial, para alunos de três (3) anos de idade. Mensalidade a acertar, sendo a de base 40,00 euros para oito aulas. Aos senhores encarregados de educação, informamos que poderão efectuar a pré inscrição, via telefone, antes de 7 de Setembro, a fim de organizarmos a distribuição de turmas. Contactos: 916 022 066 e 914 933 093 O Director, Professor António Santos


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

3

InvestImento

Um milhão para o novo mercado

Um milhão de euros é quanto deverá custar o novo mercado municipal que a autarquia marinhense pretende construir junto aos estaleiros. O estudo prévio do projecto foi dado a conhecer na última reunião do executivo camarário ÂÂCarlaÂFragoso

N

ão estava inscrito na ordem de trabalhos da reunião de Câmara da última quintafeira, 14 de Julho, que decorreu no auditório do Museu do Vidro, mas ainda assim foi apresentado. Falamos do projecto preliminar do futuro Mercado Municipal da Marinha Grande, que o executivo liderado pelo socialista Álvaro Pereira pretende edificar junto aos estaleiros municipais, mais especificamente no espaço que serve agora de estacionamento aos autocarros da empresa de transportes urbanos e não só. De acordo com as informações fornecidas pelo autor do projecto, o arquitecto da autarquia Miguel Figueiredo, o edifício, que terá uma área de cerca de 900m², inclui um espaço coberto onde funcionará o mercado do levante.

A infra-estrutura, de formato rectangular, terá um único piso, ao nível do rés-do-chão, com duas zonas laterais destinadas às cargas e descargas dos comerciantes. O “toque de originalidade” do projecto, como lhe chamou o arquitecto, será a existência de um pequeno jardim interior, logo junto à entrada principal do edifício, que ficará rodeado de vidro e que não terá cobertura. Será uma forma de dar iluminação natural ao espaço. Embora se trate ainda de um estudo prévio, o projecto prevê que as zonas de venda destinadas ao peixe e à carne, por exemplo, fiquem situadas nas laterais do edifício, enquanto que as bancas destinadas às frutas e legumes ficam ao centro. De realçar que o projecto em elaboração contempla a possibilidade de remover por completo as bancas de venda, o que poderá ser útil caso se pretendam realizar outros eventos naquele local, que poderá assim funcionar como uma espécie de “multiusos”. O novo mercado, de linhas simples e com recurso a materiais mais económicos, poderá custar cerca de um milhão de euros, embora este seja ainda um valor estimativo provisório.

Câmara vai ouvir vendedores

Na reunião de Câmara os vereadores da CDU e do PSD deram algumas sugestões visando a funcionalidade do espaço, que serão agora analisadas com vista à sua integração, ou não, no referido projecto. Em declarações ao nosso jornal, o vereador com o pelouro das obras públicas, Paulo Vicente, adiantou que o próximo passo diz respeito ao agendamento de reuniões com os vendedores habituais do mercado. “Embora já tenhamos este estudo prévio, é muito importante saber quais são as pretensões e sugestões dos vendedores, porque afinal vão ser eles que vão depois utilizar as bancas do novo mercado. Em breve vamos reunir com todos de forma a tomar conhecimento das suas ideias”, explicou Paulo Vicente. Álvaro Pereira, presidente da autarquia, fez também saber que nas traseiras do futuro mercado haverá lugares de estacionamento, estando a Câmara a ultimar a compra daquele terreno. O autarca disse ainda que vai ser possível criar cerca de 150 lugares nas instalações da antiga Mortensen, uma vez que existe autorização para utilizar aquele espaço. ß

marInha Grande

pSp identifica três cidadãos por furto de combustível No dia 13 de Julho, pelas 6h35, a Polícia de Segurança Pública, procedeu à intercepção/identificação de três cidadãos, com idades compreendidas entre os 23 e a 35 anos, em virtude de terem sido surpreendidos a furtar combustível (gasóleo), de um veículo pesado de mercadorias, que se encontrava estacionado numa artéria da cidade. Os polícias, ao terem conhecimento de que se encontravam a furtar combustível, deslocaram-se para o local, onde visualizaram os indivíduos a arrancar num veículo ligeiro de passageiros, motivo pelo qual lhe moveram perseguição e os interceptaram noutra artéria da Marinha Grande. Os agentes verificaram que no interior do automóvel em que se faziam transportar, encontravam-se onze bidões, dos quais sete se encontravam cheios de gasóleo (cento e quarenta litros), um arrancador de pregos, uma chave de fendas, uma lanterna e uma mangueira, que lhes foram apreendidos. Foram ainda apreendidos um bidão e uma mangueira que se encontravam junto do veículo pesado. Após várias diligências no sentido de contactar o lesado, as mesmas foram infrutíferas, tendo os indivíduos, depois de devidamente identificados, seguido o seu destino, ficando os autos a aguardar o respectivo procedimento criminal. ß

Cobre

Gnr apreende 390 quilos na marinha Grande foto DE ARqUiVO

A Guarda Nacional Republicana de Leiria apreendeu na última semana 390 quilos de cobre na Marinha Grande. A apreensão foi realizada no decorrer de uma operação que envolveu buscas a uma residência e a uma sucateira, no âmbito de um inquérito relacionado com receptação de cobre furtado. Duas pessoas, de 57 e 73 anos, respectivamente uma mulher e um homem, foram constituídas arguidas pelas autoridades. ß

Conheça os novos conteúdos do JMG www.jornaldamarinha.pt


Local

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

4

7,3 milhões de euros de investimento

EDP inaugura subEstação DE Casal Da lEbrE

Foi inaugurada no passado dia 13 de Julho, a subestação eléctrica de Casal da Lebre, na Zona Industrial da Marinha Grande. A infra-estrutura, bem como as ligações às redes de alta e média tensão custaram à EDP Distribuição qualquer coisa como 7,3 milhões de euros ÂÂCarlaÂFragoso

A EDP Distribuição acaba de investir 7,3 milhões de euros em infra-estruturas eléctricas no concelho da Marinha Grande. A subestação de Casal da Lebre, a funcionar há dois meses, foi agora oficialmente inaugurada numa cerimónia que contou com a presença de representantes da empresa, nomeadamente de António Martins da Costa, vogal do conselho de administração da EDP e de João Torres, presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição. Marcaram ainda presença o presidente e vice-presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Álvaro Pereira e Paulo Vicente, respectivamente, bem como alguns empresários da região. De acordo com os responsáveis da EDP, a nova subestação constituiu um investimento de 3,7 milhões de euros, a que acrescem as inter-

venções decorrentes das ligações da subestação às redes de alta e média tensão da zona envolvente, num montante total de 7 milhões e 300 mil euros. A nova infra-estrutura vai permitir melhorar a qualidade do serviço da rede de distribuição de energia eléctrica da cidade da Marinha Grande e zonas limítrofes, designadamente da Freguesia da Maceira. Segundo a EDP, “a implementação deste conjunto de obras terá um importante impacto na melhoria da qualidade de serviço técnico da zona, reduzindo a abrangência das interrupções e garantindo uma maior estabilidade da tensão distribuída”. Será ainda garantida “uma maior disponibilidade de potência para satisfazer novos pontos de consumo”, sendo que os traba-

lhos realizados “dão uma maior robustez à rede, ao permitir uma correcta repartição das cargas entre as diversas linhas de saída da subestação”. De referir que a subestação de Casal da Lebre está equipada com “o mais moderno sistema de protecção, comando e controlo, incluindo sistemas de contagem e de comunicações”, com a possibilidade de ampliação de mais três painéis de alta tensão e cinco de saída de linha de média tensão. IndústrIas com melhores condIções

Na ocasião, o presidente da Câmara Municipal considerou ser “reconfortante” para os autarcas locais “verem o esforço de grandes empresas em apostar no Município

e assim resolver um dos problemas mais graves com que se debatiam os empreendedores do nosso concelho”. Álvaro Pereira fez saber que é ponto assente do executivo que lidera “continuar a investir e a criar condições para que o concelho tenha futuro e para que mais pessoas se fixem na Marinha Grande”. João Torres, da EDP Distribuição, destacou a “excelência técnica do projecto, do mais moderno que há em todo o mundo”, ao nível da tecnologia e materiais usados. “É para nós um orgulho estar na linha da frente”, disse o responsável, acrescentando que o investimento superior a 7 milhões de euros “fazia todo o sentido, porque quer a indústria quer o Município da Marinha Grande desafiavam-nos a concretizar esta infra-estrutura, para

podermos atender às questões que têm surgido na Zona Industrial e ao próprio crescimento do concelho”. João Torres disse ainda que a subestação agora inaugurada “está preparada para acompanhar os desafios e ajudar na captação de mais indústria especializada” para a Marinha Grande. António Martins da Costa, por sua vez, realçou a capacidade de automação da subestação de Casal da Lebre, “preparada para ser o órgão vital das redes de distribuição inteligentes”, frisando que embora 60 por cento dos resultados da EDP sejam oriundos dos seus investimentos no estrangeiro, a empresa investe 1.000 milhões de euros por ano em Portugal, dos quais 300 milhões são destinados à rede de distribuição. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

5

Desporto

União troca Leiria peLa Marinha Grande

rcM renova grelha

Está confirmado. A União Desportiva de Leiria vai jogar no Estádio Municipal da Marinha Grande durante as próximas três épocas. Em contrapartida terá de construir três relvados sintéticos, um por temporada, para o Atlético Clube Marinhense, Grupo Desportivo “Os Vidreiros” e Clube Desportivo da Garcia

A Rádio Clube Marinhense (RCM) acaba de renovar a grelha de programas, com a introdução de novos conteúdos e a redefinição de horários

ÂÂCarlaÂFragoso

Em conferência de imprensa, decorrida na tarde da última segunda-feira, 18 de Julho, no auditório do Museu do Vidro, o presidente da autarquia marinhense, Álvaro Pereira, explicou os termos do protocolo estabelecido com o clube. Segundo o autarca, após o primeiro contacto por parte do clube a autarquia apresentou uma contraproposta que foi aceite pela SAD da União de Leiria. Assim, “a União de Leiria virá utilizar o Estádio Municipal da Marinha Grande durante três anos e a SAD do clube terá que construir um relvado sintético para, no primeiro ano, Atlético Clube Marinhense (ACM), no segundo ano Grupo Desportivo “Os Vidreiros” e no terceiro ano Clube Desportivo da Garcia”. De acordo com Álvaro Pereira, o projecto do ACM “será executado ainda este ano e se possível durante o mês de Agosto”, após a assinatura do protocolo entre as duas entidades para a instalação de um relvado sintético de quarta geração. Nas férias desportivas de 2012 será a vez do clube do Tojal firmar o acordo com o Leiria e em 2013 será o Clube Desportivo da Garcia a assinar o compromisso com a União. Álvaro Pereira esclareceu que apenas aceitou negociar com a União Desportiva de Leiria após ter tido a confirmação de que o clube não permaneceria na cidade do Lis, visto que as negociações com a Leirisport e a Câmara de Leiria estavam “cortadas”. O autarca marinhense afirmou que

raDioDifusão

a Câmara não receberá qualquer outra contrapartida do Clube de Leiria que não seja a construção dos referidos relvados sintéticos, cujo valor deverá ser superior a 100 mil euros cada. Questionado pelos jornalistas acerca do eventual aumento dos custos de manutenção do estádio, Álvaro Pereira frisou que tratando-se de um clube profissional, a militar na Primeira Liga, os treinos serão feitos de dia, pelo que não vê de que forma poderão vir a aumentar as despesas. Marinha Grande, talisMã da União

Jorge Alexandre, director-geral da União de Leiria SAD, explicou que para o clube o protocolo com a autarquia marinhense “beneficia, e muito, o União de Leiria. Além dos jogos temos os treinos, a questão de nós próprios montarmos aqui o nosso quartel-general, estamos a 10 minutos de Leiria e continuamos próximos dos leirienses”. Para o responsável a Marinha Grande é um “talismã” para o clube, recordando a época de 2004, em que José Mourinho era o treinador, e em que os jogos decorreram no concelho marinhense devido às obras no Estádio Dr. Magalhães Pessoa. “A melhor época do clube foi aqui e em todos os aspectos, desde a classificação à Taça de Portugal”. O director-geral da União de Leiria SAD, que entrou este ano em funções, frisou ter feito “tudo o que estava ao meu alcance para jogar no Estádio Municipal de Leiria. Foi-me vedado por todos os ca-

minhos e mais alguns o União de Leiria jogar no estádio. Desde a primeira hora houve uma intransigência total tanto da Câmara Municipal de Leiria como da Leirisport”. Jorge Alexandre acrescentou que o clube tem capacidade para assumir os encargos com a construção dos três sintéticos, uma vez que se trata de valores “muito diferentes” aos pedidos pela Leirisport, que eram “incomportáveis”. “Só o facto de podermos ter uma casa própria onde treinamos e jogamos, sem termos de andar com a casa às costas com elevados custos com aluguer de campos e deslocações, só por aí já se justifica. Por sentirmos que temos uma casa nossa que nunca tivemos nos últimos anos, e que não somos mal-amados, vale todo o dinheiro do mundo”. A mudança da União de Leiria para a Marinha Grande está agendada para a próxima segunda-feira, altura em que os jogadores vão começar a treinar no Estádio Municipal. De acordo com Álvaro Pereira, os relvados 1 e 2 vão poder continuar a ser utilizados pelos clubes locais. O Estádio já foi visitado por técnicos da Liga de Clubes e terão agora de ser feitas pequenas obras de forma a cumprir com os regulamentos em vigor. Com uma capacidade para sete mil lugares sentados, existe a possibilidade de montar bancadas amovíveis nos jogos em que se preveja mais público, podendo o estádio acolher cerca de 15 mil pessoas. ß

Música

Quarteto de saxofones na casa-Museu A Casa-Museu Afonso Lopes Vieira, em S. Pedro de Moel, acolheu no último domingo, 17 de Julho, o concerto do Quarteto e Saxofones “DoBop&drums”, inserido no Ciclo de Concertos Primavera Erudita

A iniciativa foi levada a cabo pela autarquia marinhense e atraiu até à Casa Museu cerca de duas dezenas de pessoas, no final de tarde do último domingo. O público pôde assistir à actuação de um projecto que surgiu de um gosto comum pela formação que é o quarteto de saxofo-

nes. Visto todos os seus elementos terem por base a formação na área clássica, seria a forma mais natural de desenvolver música em conjunto nessa mesma área. “DoBop & drums” tenta explorar novos caminhos, não se limitando ao material já existente, mas tentando transmitir a ideia de que esta formação não se limita aos padrões que estão definidos. A música é e sempre será uma linguagem, uma transmissão de sentimentos que não se podem limitar às regras que se tentam impor. O grupo integra os saxofonistas João Capinha, Joaquim Pequicho, Nuno Mendes e Raimundo Semedo e a participação especial de João Rijo. ß

Uma das alterações introduzidas na nova grelha de Verão relaciona-se com um dos programas de maior sucesso da estação, o “Noites Pacíficas”, que cresceu uma hora, sendo agora emitido das 21h às 24h. As manhãs continuam entregues a Sónia Santos (excepto às quartas-feiras em que Cristina Sofia interage com a taróloga Daniela Machado), a hora de almoço é ocupada com recordações dos anos 80 e 90 e a tarde com os grandes sucessos das tabelas de vendas mundiais. Aos fins-de-semana destaque para as tardes, animadas por Tiago Carreira. Os domingos de manhã são preenchidos por Luís Branco, com informações de agenda. Na nova grelha de programas da RCM estão de regresso as “Reflexões”, assinadas por Nelson Araújo. A informação continua a ser outra das apostas, com vários blocos ao longo do dia em articulação com a redacção do Jornal da Marinha Grande. Em Agosto estará de regresso o programa “Treinadores de Bancada”, liderado por Fernando Silva, com adeptos dos três grandes do futebol nacional. aposta na Música portUGUesa

O director-geral da RCM mostra-se “satisfeito” com a nova dinâmica da RCM, estação emissora que, em sua opinião, “não fica atrás das melhores rádios nacionais”. Daí que a equipa que lidera tenha o maior “orgulho” no trabalho que é produzido diariamente, não só pelos locutores mas por toda a estrutura. António José Ferreira destaca ainda os excelentes resultados que a empresa que detém o alvará da RCM vem obtendo nos últimos anos: “a RCM é uma empresa que visa o lucro mas esse objectivo não nos impede em fazer serviço público, estando ao serviço do concelho e região sempre que para tal é solicitada”. Depois de ter feito um esforço financeiro enorme em investimentos da maior importância (emissores, gerador, antenas, centro emissor, computadores, software, etc.), que ascendeu a largos milhares de euros, a RCM é hoje, segundo o seu director-geral, uma das rádios mais bem equipadas do país, não só ao nível de instalações, mas sobretudo em equipamento topo de gama com a maior fiabilidade. “Preocupamo-nos em dotar a RCM dos meios tecnológicos mais eficazes, dentro das nossas possibilidades, para agora olharmos para os conteúdos como prioridade”, afirma António José Ferreira, que pretende apostar, cada vez mais, em música portuguesa. “Por lei somos obrigados a passar o mínimo de 25% de produções nacionais, mas os nossos rácios são consecutivamente superiores a 30% e a tendência é para crescer até aos 40%”, afirma. O director da RCM pretende que mais jovens colaborem neste projecto, que é da Marinha Grande e continuará a ser. Assim apela a todos os que gostam de rádio e gostariam de fazer parte da equipa para se deslocarem aos estúdios. acerca da rcM

A RCM assinala em Novembro próximo 25 anos de emissões regulares. A estação emissora está localizada na Travessa Vieira de Leiria. É detida pelo Jornal da Marinha Grande e pela Cooperativa RCMG. ß


Local

6

ambiente

Calazans duarte discute eco-escolas A Escola Secundária Acácio Calazans Duarte acolheu, no passado dia 8 de Julho, o 3º Eco-Conselho, que contou com a participação dos representantes da Associação de Pais e Encarregados de Educação da escola, da Câmara Municipal da Marinha Grande, da Protecção Civil e da organização ambientalista OIKOS, para além dos professores da equipa Eco-Escolas. Na reunião foram apresentadas as actividades desenvolvidas na escola no âmbito do ambiente, no decurso do 3º período lectivo. De destacar a participação de alunos da Calazans nas Olimpíadas do Ambiente onde a escola foi finalista em duas variantes: Ambiente e Arte e Ambiente à Prova. Foram também dados a conhecer os resultados do inquérito realizado online, para avaliar o impacto do programa na escola, que podem ser consultados na página do blog da BioCalazans em http://biocalazans.blogspot.com/. No 3º Eco-Conselho foram ainda discutidas as actividades a desenvolver no próximo ano lectivo. A equipa Eco-Escolas, que deseja a todos umas boas “férias ecológicas”, espera voltar a contar com a colaboração dos seus parceiros. ß

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

Vieira de Leiria

Centro Paroquial de Cara lavada O Centro Social Paroquial de Vieira de Leiria vai inaugurar no próximo domingo, dia 24 de Julho, as obras de requalificação levadas a cabo no seu edifício sede e que custaram cerca de 400 mil euros

Criado em 1987 pela Fábrica da Igreja de Vieira de Leiria, o Centro Social Paroquial é actualmente uma instituição particular de solidariedade social, que se dedica a apoiar os mais idosos. A funcionar nas actuais instalações desde 1994, o Centro foi agora alvo de obras de melhoria ao nível dos quartos, da cozinha, das instalações sanitárias e salas de convívio, tendo ainda sido construídas garagens e espaços dedicados ao estacionamento de viaturas. Com 19 utentes na valência de lar, 22 em Centro de Dia, 8 no Centro de Convívio e 42 no Serviço de Apoio Domiciliário, o Centro Social Paroquial de Vieira de Leiria conta com a colaboração de três dezenas de funcionários. Obras financiadas

aPPaCdm

Mário augusto visita a Marinha Grande

A cerimónia de inauguração das renovadas instalações, marcada para as 12 horas do próximo domingo na Igreja Paroquial, contará com a presença de Hélder Bataglia dos Santos, pre-

sidente do ESCOM, um dos principais grupos económicos privados a operar em Angola, e que financiou as obras orçadas em 400 mil euros. A direcção do Centro Social Paroquial realça a presença do empresário em Vieira de Leiria, “tendo em conta a importância do gesto, num momento de particulares dificuldades para muitas das instituições de solidariedade do país”.

Com origens familiares em Vieira de Leiria, Hélder Bataglia não as esqueceu e, tomando conhecimento das necessidades do Centro, “de imediato ofereceu o seu apoio, que se traduziu numa significativa melhoria das condições físicas de uma instituição vocacionada para os serviços de lar de terceira idade, centro de dia, centro de convívio e apoio domiciliário a idosos”, informa em comunicado a direcção. ß

OCOrrênCias

acidentes fazem cinco feridos Na última semana os Bombeiros Voluntários da Marinha Grande combateram diversos incêndios de pequenas dimensões e prestaram auxílio a seis pessoas, feridas na sequência de acidentes de viação e de trabalho

Ainda na quinta-feira, os bombeiros voltaram à Estação, pelas 22h30, para combater um fogo em inculto, que consumiu uma área de 100m². Antes, às 14h20, procederam ao corte de uma árvore na Marinha Grande. despistes nO regressO de s. pedrO

O conhecido jornalista Mário Augusto é o convidado da Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) da Marinha Grande para um colóquio subordinado ao tema da deficiência. A iniciativa está agendada para a próxima quarta-feira, dia 27 de Julho, a partir das 18 horas, nas instalações da APPACDM, e é aberta à participação de toda a comunidade marinhense. Mário Augusto, que tem uma filha com paralisia cerebral, vem à Marinha Grande falar da sua experiência pessoal, dando conta da forma como tem lidado com a deficiência. ß

Trespassa-se Restaurante com boa clientela na Marinha Grande. Contacto: 936 903 050

Um ferido ligeiro foi o resultado da colisão entre dois automóveis, ocorrida no passado dia 11, pelas 11h20, na Marinha Grande. Prestaram socorro dois bombeiros com uma viatura, tendo o ferido sido levado para o Centro Hospitalar Leiria-Pombal. No mesmo dia, às 17h25 e às 20h50, os bombeiros ajudaram outras corporações vizinhas a combater dois fogos florestais que deflagraram em Amor e na Cerca. Uma fuga numa conduta de gás, no passado dia 13, pelas 10h50, fez deslocar para as Gaeiras sete bombeiros apoiados por dois veículos. Ainda na quarta-feira, pelas 16h20, os bombeiros procederam ao corte de uma árvore, na Amieirinha. Meia hora mais tarde, 12 elementos com o apoio de quatro veículos combateram um incêndio em inculto, em Albergaria, que consumiu 100m². Não houve registo de feridos. Na última quinta-feira, dia 14, pelas 10h30, foi dado o alerta de um despiste de um automóvel, na Estação, que provocou ferimentos ligeiros numa pessoa, transportada para o hospital distrital.

A Embra foi palco, na última sexta-feira, pelas 14h15, da colisão entre um motociclo e um automóvel, de que resultou um ferido sem gravidade, que recebeu tratamento médico no Centro Hospitalar Leiria-Pombal. Hora e meia mais cedo, foram enviados cinco efectivos com uma viatura para o Casal Novo, para ajudar a apagar um fogo em inculto. No sábado, às 8 horas, os bombeiros socorreram um trabalhador que sofreu ferimentos ligeiros na sequência de um acidente ocorrido no seu posto de trabalho. Foi assistido no hospital mais próximo. A Estrada Nacional 242-2, que liga São Pedro de Moel à Marinha Grande foi palco, na madrugada do último domingo, de dois despistes que provocaram um ferido ligeiro cada. O primeiro registou-se às 4h40, o segundo às 6h40. Os feridos foram transportados para o Centro Hospitalar Leiria-Pombal. No domingo, pelas 15h30, os bombeiros locais enviaram cinco efectivos com uma viatura para Alpedriz, em Pataias, para apoiar no combate a um fogo florestal, e às 20h estiveram na Mata Nacional para cortar uma árvore de grande porte. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

7

EstacionamEnto

Cobrança adiada na avenida vítor Gallo

RtP

arroz de marisco e arte xávega na televisão

1.688 foi o número de assinaturas que um grupo de moradores e comerciantes da Avenida Vítor Gallo conseguiu reunir num abaixo-assinado entregue na Câmara Municipal na última quinta-feira, 14 de Julho, por estacionamento livre na referida via ÂÂCarlaÂFragoso

O grupo de moradores e comerciantes, liderado por Jorge Estêvão, manifestou-se na última reunião do executivo camarário, após ter deixado nos Paços do Concelho o abaixo-assinado com as 1.688 assinaturas para que o estacionamento na Avenida Vítor Gallo continue a ser gratuito. A população uniu-se depois de ter tomado conhecimento das intenções da empresa municipal de Transportes Urbanos da Marinha Grande (TUMG) de colocar parquímetros na Avenida Vítor Gallo. Tal como o JMG já havia noticiado na sua edição de 30 de Junho, após as críticas apresentadas na última sessão da Assembleia Municipal sobre este assunto, o vereador Paulo Vicente e o presidente do Conselho de Administração da TUMG, Rui Pedrosa, deslocaram-se ao local onde ouviram as opiniões de moradores e lojistas e decidiram “não cobrar, pelo menos para já, o estacionamento na Avenida Vítor Gallo”. Na reunião de Câmara, Paulo Vi-

O programa “Portugal em Directo”, da RTP 1, transmitiu um directo desde a Praia da Vieira, na última quinta-feira, 14 de Julho, entre as 18h e as 19h

cente confirmou que o estacionamento pago vai deixar de fora a Avenida Vítor Gallo, uma vez que “estive lá durante cerca de duas horas a falar com comerciantes e residentes e apercebi-me que existiam sempre vários lugares de estacionamento livres. Ora, como esta medida visa acima de tudo permitir a rotatividade de lugares precisamente para que as pessoas se possam deslocar aos comércios, chegámos à conclusão de que não se justificava taxar aquela zona”. O vereador advertiu, no entanto, que vai “ficar atento” para ver “se não há abuso por parte dos automobilistas”. Petição foi “atendida”

Os subscritores da petição mostra-

ram-se satisfeitos com o recuo por parte da TUMG e da Câmara Municipal. Já o vereador da CDU, Alberto Cascalho, embora tenha demonstrado o seu contentamento pela decisão tomada, lamentou que a autarquia não se tenha apercebido mais cedo de que naquela zona não havia necessidade de cobrar o estacionamento. Alberto Cascalho referiu ainda que “vale a pena os cidadãos usarem os seus direitos de cidadania” e que “o recuo só se verificou porque as pessoas se manifestaram”. Na resposta, o presidente da Câmara afirmou que o executivo “não tem qualquer problema em voltar atrás nas suas decisões quando essa opção for a melhor para a população do concelho da Marinha Grande”. ß

tElEvisão

“verão total” na Praia da vieira O programa televisivo “Verão Total” foi transmitido em directo na RTP 1 desde o Largo dos Pescadores, na Praia da Vieira, na última sextafeira, dia 15 de Julho, entre as 10h e as 13h e entre as 15h50 e as 18h

O programa, apresentado por Tânia Ribas de Oliveira e Jorge Gabriel, realizou-se no âmbito da divulgação do concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”, tendo dado especial enfoque ao Arroz de Marisco da Praia da Vieira, candidato finalista na categoria de marisco. Durante o programa foram entrevistadas diversas personalidades da região, designadamente o presidente da autarquia marinhense, Álvaro Pereira, o presidente da Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura, António Lucas, e Joaquim Vidal, presidente da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria. Participaram ainda no programa Manuel Oliveira, da Cefamol, Álvaro Nobre, da Gallo Vidro e Miguel Palmela, da empresa de vidros Carlos Ceia Simões. Foi dado também destaque ao historiador Victor Hugo Beltrão e ao gastrónomo Manuel Poças das Neves, entre

outros convidados locais. O arroz de marisco foi o fio condutor do programa, tendo havido oportunidade para ser exibida a sua confecção. Vários artistas e grupos locais actuaram no Largo dos Pescadores, como o músico João Portugal, que também é padrinho da candidatura do arroz de marisco; Tocándar; Rancho Folclórico “Peixeiras da Vieira”; fadista Lurdes Faustino; e a cantora Inês Bernardo. Durante o programa foram exibidas reportagens sobre a cultura e o património local, como o Museu Joaquim Correia, o Pinhal de Leiria, a arte xávega, percursos pedestres e artesanato. ß

A jornalista Carolina Ferreira esteve em directo no Largo dos Pescadores onde entrevistou a vereadora da Câmara Municipal da Marinha Grande, Cidália Ferreira, que abordou as potencialidades da praia bem como de todo o concelho. Daniel Nunes, um dos proprietários da companha de pescadores “Viking”, realçou a importância da preservação da arte xávega na Praia da Vieira, assegurada pelos pescadores daquele lugar que continuam a fazer da pesca uma forma de vida e de arte. Adelino Clara da Silva (“Coelho”), proprietário de um dos restaurantes da Praia da Vieira que mais tradição tem na confecção do arroz de marisco, abordou a importância deste prato finalista do concurso “7 Maravilhas da Gastronomia”. Também nesse dia o “Telejornal” da RTP 1 transmitiu directos da Praia da Vieira para apresentação de trabalhos relacionados com aquela estância balnear e, sobretudo, com o arroz de marisco. ß

PassEio PEdEstRE

À descoberta do Samouco É já no próximo domingo, dia 24 de Julho, que tem lugar mais um passeio pedestre, organizado pela Câmara Municipal. Desta vez a caminhada terá lugar entre a Estrada da Salgueira e a Praia do Samouco. Como habitualmente o ponto de encontro dos participantes está agendado para as 9h, junto ao palco do Parque Mártires do Colonialismo. Promover a prática de actividade física e fomentar hábitos de vida saudáveis são as finalidades da autarquia com a realização dos passeios pedestres de Verão. Os passeios têm a duração aproximada de duas horas e a extensão de 8 a 10 quilómetros, em ritmo moderado. A participação é gratuita e não é sujeita a inscrição prévia. A Câmara Municipal aconselha a utilização de vestuário e calçado confortáveis, propícios à comodidade dos caminheiros. Evite sair do trilho, respeitando as indicações do guia; não pratique actos que coloquem em risco a sua segurança e a dos outros; não abandone lixo; e promova o convívio e boa disposição durante o passeio. ß


Local

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

8

ImobIlIárIo

Remax empenho há dois anos a empReendeR A agência imobiliária Remax Empenho da Marinha Grande comemorou no último domingo, dia 17 de Julho, o seu segundo aniversário. O JMG esteve à conversa com Susana Marques e Alberto Matias, sócios-gerentes da empresa, para perceber que balanço fazem após dois anos de actividade ÂÂCarlaÂFragosoÂ

Após dois anos no mercado, que balanço faz da actividade da Remax Empenho?

O balanço não poderia ser mais positivo. Entrámos na rede em Julho de 2009, e logo nesse mês fomos a “Agência mais Produtiva” no Ranking Centro. São 21 lojas distribuídas entre Peniche, Coimbra, Guarda e Castelo Branco, passando por zonas como Caldas da Rainha, Alcobaça, Leiria e Fátima, entre outras. Até ao final de 2009 ainda fomos a “Agência mais Produtiva” nos meses de Setembro e Outubro, tendo ficado em 1º lugar no ranking de agências do centro, em “volume de negócios”, em Outubro e Novembro. É claro que estes resultados surgiram de um trabalho anterior, continuado, e de uma experiência e conhecimento do mercado local que foi reconhecida e referenciada positivamente pelos nossos clientes. Em 2010 cumprimos e superámos o nosso objectivo e no passado dia 11 de Julho estivemos em Torres Novas onde, para além de recebermos formação de extrema importância, foram entregues os prémios do fecho do 1º semestre deste ano. Num ano em que tanto de negativo se tem ouvido falar, de Janeiro a Junho subimos quatro vezes ao pódio, duas delas em primeiro lugar. No grupo centro, fechámos o semestre, orgulhosamente mas ainda com maior sentido de responsabilidade, num honroso 1º lugar em volume de negócios acumulado. Dos 12 elementos comerciais que compõem a nossa equipa, sete estiveram entre os primeiros 15 do grupo, sendo um segundo, um terceiro e um quarto lugares. Balanço mais positivo era impossível. O reconhecimento é um dos principais factores de motivação na Remax.

Temos ao dispor dos nossos clientes uma equipa fantástica, altamente motivada e renovada com elementos novos. Que mais-valias oferece aos clientes a Remax Empenho, relativamente a outras agências do ramo imobiliário?

A Remax oferece um serviço personalizado, focado no cliente. Interessa-nos perceber bem as necessidades quer do proprietário, quer do comprador para conseguirmos encontrar a melhor solução. É um esforço constante, baseado numa formação contínua dos nossos comerciais, que nos permite estar atentos, melhorar sempre os nossos serviços e valorizar a nossa experiência no mercado imobiliário. O segredo está na força da marca, na relação de parcerias, no rigor e honestidade, na frequência e qualidade da formação e em muito, muito trabalho. Numa altura de crise económica generalizada e de difícil acesso ao crédito imobiliário, como estão as vendas?

Na Remax ninguém fala no factor sorte e a crise não é um bicho papão. Ouço falar de crise desde o início da década, mas o nosso negócio continua a crescer. É verdade que o mercado mudou. Mudou so-

bretudo em relação aos bancos que são mais exigentes na concessão de crédito. Mas a palavra “crise” vem do Grego e quer dizer “oportunidade”. E no ramo imobiliário, nunca houve tantas como agora. O proprietário e o comprador cada vez mais precisam de apoio especializado, é verdade. Mas continua a ser a época para comprar; o mercado do arrendamento está em crescendo; temos um acordo com a Banca para negociação de imóveis em desinvestimento com condições privilegiadas. Caso a caso, temos vindo a diagnosticar necessidades e a encontrar soluções para os nossos clientes. Considerada como a melhor empresa para se trabalhar em Portugal, como é estar na Remax?

Ainda bem que fez essa pergunta. Estar na Remax é uma paixão: sentimo-nos mimados. A Remax é como uma “grande família”. A eleição das “Melhores Empresas para Trabalhar em Portugal” (METP) consiste numa análise criteriosa do grau de compromisso dos colaboradores com a empresa, elaborada a partir dos resultados de um questionário (cerca de 80 questões) de satisfação e envolvimento, confidencial, distribuído a todos os trabalhadores e que é depois complementada com a análise às práticas de gestão de capital humano

de cada organização participante. É feita em parceria entre a revista Exame e a Accenture, empresa de serviços e consultoria de gestão com cerca de 211 mil profissionais e clientes em mais de 120 países. A análise que foi feita às participantes decorreu entre Setembro de 2010 e Janeiro deste ano. Em Portugal todas as empresas, públicas e privadas, com mais de 10 funcionários, puderam inscrever-se. Não sei quantas o fizeram, pois todas as empresas participantes que não atingiram os padrões mínimos exigidos, não se classificando como METP, não são alvo de divulgação, sendo garantida total confidencialidade. Mas foram apuradas 100, de entre variadíssimos sectores. Ser considerada, pelo segundo ano consecutivo, a Melhor Empresa para Trabalhar em Portugal, enche-nos de orgulho. Os nossos resultados falam por si, mas acresce-nos mais responsabilidades e obrigações para com os nossos clientes. É interessante que a Exame e a empresa independente que levou a cabo este estudo considerem que “a iniciativa MEPT não se trata de uma simples competição, mas de um incentivo ao alto desempenho nas organizações”. A todas as empresas que participaram foi entregue um relatório com uma análise detalhada dos resultados. Nos tempos que correm é fundamental garantir

as condições internas para que as pessoas sintam orgulho e, mais do que orgulho, o compromisso com a empresa onde trabalham e com os seus valores. Para garantirmos um serviço de excelência, só apostando na inovação, na criação de talentos e no desenvolvimento das competências de cada um. Na Remax a diferença está nas pessoas. Pessoas inspiradas e inspiradoras, que se sintam bem no seu trabalho, estão prontas a dar o seu melhor. É uma das máximas da Remax no mundo: “Profissionais extraordinários; resultados extraordinários!” Que peso tem a formação profissional na Remax?

Um peso enorme. Na Remax o comercial tem ao seu dispor todo um manancial de ferramentas, mas é através da formação contínua que o comercial se valoriza e consegue estar preparado para prestar aos seus clientes o melhor serviço. A Remax é reconhecida como uma das melhores escolas de venda, a “grande escola” do sector, mas não se pense que nas formações se fala apenas em angariar casas, vendas, marketing e negociação. Cada vez mais nos temos preocupado com áreas como atendimento ao cliente, formação bancária, formação jurídica, avaliação e até cursos de desenvolvimento pessoal. ß


Cultura

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t AstronomiA

Olhar O céu na Praia da Vieira

9

PrAiA dA VieirA

Festival de Teatro sofre alteração O Teatresco, de Vieira de Leiria, tem vindo a dinamizar, no âmbito das actividades de animação da época balnear, o IV Festiv´Álvaro de Teatro

A zona envolvente ao Monumento ao Pescador, que se encontra na Praia de Vieira de Leiria, foi o local escolhido para dinamizar uma iniciativa dedicada à observação dos astros

As acções de divulgação científica vão decorrer durante este Verão, com o patrocínio da Agência Nacional para a Cultura Científica e Tecnológica, mais conhecida como “Ciência Viva”, e o

apoio do Ministério da Ciência e do Ensino Superior. Na Praia da Vieira, as sessões de divulgação de Astronomia vão contar com a colaboração da Associação para a Divulgação da Astronomia de Amadores (Ad-Astra), que participa pela primeira vez neste programa. De realçar, no entanto, que os monitores da Ad-Astra foram os astrónomos pioneiros na realização destas actividades, iniciadas em 1996.

O programa inclui a observação aos Planetas Mercúrio, Júpiter, Saturno, Úrano e Lua (quando visíveis), estrelas duplas mais famosas, e objectos de céu profundo como galáxias, enxames estelares e nebulosas. A próxima observação está marcada para esta sexta-feira, dia 22 de Julho, a partir das 21h30. Haverá novas sessões nos dias 29 e 30 de Julho, 6, 13, 19 e 27 de Agosto, 3 e 9 de Setembro, no mesmo horário. ß

Durante este mês, o grupo tem promovido diversos espectáculos no Auditório António Campos, na Praia da Vieira, com vista a divulgar grupos de teatro amadores, bem como a incentivar a população a apreciar esta arte. O programa inicialmente divulgado sofreu uma alteração por razões alheias à organização. Por isso, o espectáculo agendado para esta sexta-feira, 22 de Julho, fica sem efeito. Domingo, o teatro regressa à Praia da Vieira quando forem 21h30, com a peça infantil “Salsina”, que será levada à cena pelo Grupo de Teatro “Gato”. No dia 29 de Julho, terá lugar o derradeiro espectáculo do festival, agendado para as 22 horas. Em palco vai estar o Grupo de Teatro do Clube da PT, de Lisboa, com a comédia “O meu filho chama-se Laura”. ß

cAVAlAriA

ex-combatentes reunidos em convívio sociedAde

concentração pelos Tocándar sem ninguém Ninguém compareceu na concentração em prol do grupo de percussão Tocándar, agendada para o final de tarde da última quinta-feira, 14 de Julho, na Praça Stephens, em frente à autarquia

O JMG esteve lá e, pelo menos entre as 19 e as 19h30, ninguém apareceu com vista a chamar a atenção para o problema com que o grupo marinhense se debate no que respeita à falta de instalações próprias. Nem os jovens do grupo de percussão, os maiores interessados, por lá apareceram. Da parte da autarquia também não vimos ninguém. Recorde-se que a ideia de organizar uma concentração em frente à Câmara Municipal surgiu na Internet, na rede social Facebook, e ganhou forma, pelo que se esperavam algumas dezenas de pessoas no referido protesto. Porém, as intenções demonstradas online não se traduziram em presenças na Praça Stephens. Ainda assim o grupo mantém a esperança de que a curto prazo será encontrada uma solução para os Tocándar, fazendo fé na palavra do presidente da autarquia, Álvaro Pereira, que se encontra a diligenciar instalações para os jovens na antiga sede do Clube de Ténis, no Parque Mártires do Colonialismo. O JMG sabe que quem convocou a concentração nun-

ca contactou os Tocándar, caso o tivesse feito o grupo de percussão poderia ter equacionado a realização de um evento ou acções de luta pela cultura na Marinha Grande. O mentor do projecto, Paulo Tojeira, afirmou ter estado junto ao local que ainda serve de sede ao grupo, a antiga Resinagem, e ter passado pela Praça Stephens à hora da dita concentração. ß

Cerca de 170 pessoas marcaram presença no 20º almoço convívio da Companhia de Cavalaria 1772, que esteve em Nanbuangongo, Angola, entre 1967 e 1969. A concentração teve lugar na semana passada no Sítio da Nazaré, onde foi realizada missa em memória dos ex-combatentes já falecidos. O almoço decorreu na Martingança, no restaurante Solar dos Noivos. Segundo a organização, que esteve a cargo de Joaquim Francisco (Saguí), das Trutas, o evento correu como esperado, com velhos amigos a matarem saudades e a recordarem histórias de guerra. ß

www.jornaldamarinha.pt


Economia

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

10

TransporTes

TUMG invesTe 77 Mil eUros eM nova sede A empresa de Transportes Urbanos da Marinha Grande (TUMG) assinou publicamente na última quarta-feira, 13 de Julho, a escritura de compra das antigas instalações da EDP, no centro tradicional da cidade ÂÂCarlaÂFragoso

A cerimónia, que teve lugar no auditório do Museu do Vidro, contou com a presença do presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição, João Torres, de António Martins da Costa, membro do Conselho de Administração Executivo da EDP, do presidente do Conselho de Administração da TUMG, Rui Pedrosa, e do presidente da Câmara Municipal da Marinha Grande, Álvaro Pereira. Presente no acto esteve ainda a conservadora Ana Luísa Guerreiro que leu a escritura de aquisição das antigas instalações da EDP pela empresa municipal de transportes urbanos. O edifício, de rés-do-chão e primeiro andar, construído há mais de 50 anos, foi adquirido pelo montante de 77.600 euros. A empresa tem já preparado o projecto para a requalificação daquelas instalações, que vão manter intacta a fachada histórica. Segundo Rui Pedrosa, após as obras, que devem ter início em breve, a empresa vai mudarse para a nova sede, com vista a dinamizar o centro tradicional da cidade. “Com a nossa mudança para a Rua Pereira Crespo, onde vamos ficar vizinhos da Resinagem, que a curto prazo vai entrar também em obras, julgo que es-

Depósito Legal Nº 80254/94 Registo no ICS Nº 100103 Preço avulso: 1,10 euros Série de 26 números (6 meses): 15,00 euros O pagamento é sempre adiantado Fundador José Martins Pereira da Silva Director António José Ferreira ajferreira@jornaldamarinha.pt Redacção António José Ferreira (CP 2614), Carla Fragoso (CP 7388), Alice Marques, Adriano Paiva e José Manuel André Colunistas Osvaldo Sarmento e Castro, António Santos,

TUMG, um projecto “de qualidade”

tão criadas as condições para revitalizar aquela zona da cidade”. O responsável admitiu, em breve, duplicar o número de passes vendidos pela TUMG, que nesta altura ronda os 2.000 por mês, devido à criação de novas linhas que já se encontram em funcionamento, prevendo assim uma maior afluência às instalações. Na ocasião Rui Pedrosa considerou ainda “que se tratou de um excelente negócio, tanto para a EDP como para a TUMG, que vai

Luís Guerra Marques, Joaquim João Pereira, João Cruz, Mário Nuno Francisco, Álvaro André, Nélson Araújo, Pedro Silva, Telmo Neto, João Saraiva, Gabriel Roldão, Sérgio Bento, Armando Constâncio, Ana Medina Reis, Ana Patrícia Nobre, Nuno Cruz, Ernesto Silva Composição e paginação Bruno Fonseca Serviços Comerciais e Publicidade Mónica Matias (244 502 628) Serviços Administrativos e Assinaturas Mónica Matias monica@jornaldamarinha.pt Apartado 102, 2431-902 Marinha Grande Telefone: 244 502 628 E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt Proprietário Jornal da Marinha Grande, Lda. Contribuinte 502 963 905

permitir servir os nossos clientes com mais e melhores condições, conforto e espaço”. O presidente do Conselho de Administração da TUMG admitiu também que existe a possibilidade de vir a arrendar espaços para escritórios ou comércio nas futuras instalações, uma vez que a sua capacidade é superior às necessidades da empresa de transportes. Quanto ao custo dos trabalhos de requalificação do espaço não foram, para já, anunciados. ß

Capital Social 24.939,90 euros Detentores de mais de 10% do capital social António José Lopes Ferreira e João Carlos Cunha da Cruz Gerência António José Lopes Ferreira Sede Travessa de Vieira de Leiria, nº 9 2430 Marinha Grande Impressão FIG - Indústrias Gráficas, SA - Coimbra • Os artigos e as cartas ao director, ao abrigo do artigo 31, nº 4 e 5, não vinculam o director, o editor ou a entidade proprietária do jornal, sendo da única e exclusiva responsabilidade do seu autor • O dia de saída do jornal é à quinta-feira, excepto quando coincida com um feriado, passando para o dia imediatamente seguinte.

Para João Torres, presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição, o negócio agora firmado “resultou, acima de tudo, da determinação das três entidades envolvidas: TUMG, Câmara Municipal e EDP”. Segundo o responsável, o edifício em questão “faz parte da história comum da EDP e da Câmara Municipal”, pelo que “agora regressa às suas origens”. Para João Torres este negócio é representativo da boa ligação da empresa que dirige e as autarquias, acrescentando que “vem apoiar uma iniciativa excelente, que surpreende pela positiva e é um sinal de vitalidade deste município em prol da sua população”. O presidente do Conselho de Administração da EDP Distribuição teceu rasgados elogios ao projecto da TUMG, que considerou “de qualidade e muito bem estruturado”. ß

Este jornal está à venda nos seguintes locais: Marinha Grande: Jornaleiro, Jornalinho, Tabacaria “Pierrot”, “VCM”, Papelaria Grani, Repsol, Café Cantinho do Engenho, Tabacaria do Cristal Atrium, Eunice Pereira, Gasogagest, Intermarché, Petrosalsa, Pedroso & Gonçalves, M. Cristina Serra, Papelaria Rumo, Continente da Marinha Grande, Academia RG Arte Garcia: Loja da Cláudia Vieira de Leiria: Quiosque Júlia Leal e Papelaria Horizonte Albergaria: Posto da Repsol Moita: Mini-Mercado Novo, Petroibérica Martingança: Maria Cidália da Silva S. Pedro de Moel: Pastelaria Arco-Íris (Costa e Caetano) Maceira: Papelaria Balinha, Loja 3 - Intermarché Pataias: Papelaria Central

Este jornal é membro da API

Tiragem média mês: 14.000 exemplares

ESTE JORNAL É IMPRESSO NA FIG Tel.: 239 499 922 Fax: 239 499 981 e-mail: fig@fig.pt


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

www.imosonho.pt

Publicidade

11


Publicidade

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

12 Fabricante de Moldes

Pretende adMitir: - Fresador CnC

Conhecimentos de Fanuc e Fagor

- Operador de bancada requisitos:

• Com mínimo de 3/5 anos de experiência

• Responsabilidade e trabalho em equipa

• Possibilidade de deslocações periódicas

ao estrangeiro (com gratificação

compatível)

Oferece-se:

• Bom ambiente de trabalho

• Remuneração compatível

• Integração em equipa jovem e dinâmica Contacto para entrevista: 244 120 016 ou 244 776 275

Pé de Laranja - Frutaria Produção Própria Frutas e legumes frescos

todos os dias! de 2ª a 6ª - 9h/13h30 e 15h/20h Sábados das 9h às 18h

Duas lojas, em Leiria (Quinta da Alçada) e Marinha Grande - Av. José Gregório

1ª publicação na edição nº 2469 do JMG de 21 de Julho de 2011


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

13


Publicidade

14

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011


a rádio de todos os dias

Futebol

Torneio de fuTsal na amieira

O Clube Desportivo e Recreativo da Amieira promoveu, no passado fim-de-semana, um torneio de Futsal de 48 horas, no Polidesportivo José Francisco

Dividida em três escalões (seniores masculinos, seniores femininos e iniciados masculinos), a competição

contou com a presença de quinze equipas, cujas exibições foram presenciadas por um apreciável número de espectadores, que apesar das condições climatéricas algo adversas (chuva na sexta-feira e sábado, e muito vento no domingo) fizeram questão de apoiar os atletas, durante os 30 jogos realizados.

Para a história ficam as classificações: Seniores masculinos - 1º G2; 2º HU Moldes; 3º RESI 2430; 4º ASCD Casal Galego; Seniores Femininos 1º Reparmolde; 2º Amieira; 3º JE Canalizações; 4º Martingança; Iniciados Masculinos - 1º Frente Amieira; 2º CRC Chãs; 3º Chutamansinho; 4º Basileia. ß

Futebol

Vieirense mantém “espinha dorsal” O Industrial Desportivo Vieirense ainda não fechou o plantel para a próxima temporada. Bruno Ramusga, o treinador, não tem o plantel fechado, sobretudo para o ataque

foTo DE ARqUIVO

Atletismo

atletas marinhenses em bom plano no nacional de Juniores Numa fase em que a época está praticamente a terminar, realizaram-se nos dias 9 e 10 de Julho, no Estádio Universitário, os Campeonatos Nacionais de Juniores

Seis atletas do Clube Atletismo de Marinha Grande/ Imosonho participaram nos campeonatos: A. Patrícia Silva; A. Filipa Silva; Sara Espinha; Pedro Soares; Andreia Pinto e Gabriel Brito. No sábado participaram Andreia Pinto, nos 100 metros, com uma boa prestação, terminando com 13,16 segundos (vento a + 4,4 m/s), e Pedro Soares que, com uma grande dose de azar, não conseguiu alcançar o que podia estar ao seu alcance não fosse uma arreliante lesão no pulso direito que o impediu de “subir mais alto” neste concurso. Assim, mercê deste contratempo, o nosso varista quedou-se pelo 6º lugar com 3,96 metros, quando a marca que é seu recorde pessoal lhe dava acesso ao pódio. No domingo, foi a ocasião para os restantes atletas entrarem em acção. No triplo salto, as gémeas Ana Patrícia Silva e Ana Filipa Silva alcançaram o 5º (11,37 metros) e o 7º lugar (11,23 metros), respectivamente. Gabriel Brito, outro atleta participante no triplo salto, ainda juvenil, não foi além do 19º lugar, com 13,17 metros. No salto com vara, de novo as gémeas Silva a saltarem 2,66 metros que lhes permitiu alcançarem o 10º (A. Filipa) e o 12º (A. Patrícia) lugares. Sara Espinha, outra participante do CAMG no salto com vara, não entrou no concurso já que não conseguiu saltar a altura inicial da prova. O conjunto de resultados das atletas femininas permitiu ao CAMG/Imosonho alcançar, entre 52 clubes que pontuaram, o 22º lugar colectivo no género feminino. Esta é a possível penúltima participação em provas de âmbito nacional já que apenas uma atleta (A. Patrícia Silva no Triplo Salto) tem mínimos que permitam participar na última prova nacional da época, o Campeonato de Portugal.

António Graça Em meados de Agosto terá início a nova temporada do Industrial Desportivo Vieirense, que vai disputar a Divisão de Honra. O grupo de trabalho iniciará a preparação um mês antes da competição, que arrancará oficialmente a 18 de Setembro. Bruno Ramusga, que conduziu o clube ao principal campeonato da Associação de Futebol de Leiria, vai manter a espinha dorsal da equipa e apostar em jogadores jovens. Fury, guarda-redes da equipa júnior, está confirmado para a próxima época. Na defesa o treinador contará igualmente com três jogadores que vêm do escalão inferior: Luís Fèteira, Edgar e Rios. A estes juntar-se-ão Leo, Milton e Dias, que transitam da época passada. No meio campo jogarão Baresi, Letra, Júlio, Bruno, Gata, Orlando e o ex-júnior Pedro Garcia. Finalmente, para o sector mais avançado, estão confirmados João Pinto e Luís Simões. O ataque, a par da baliza, é neste momento a principal dor de cabeça do treinador, que tem ainda três dúvidas: Tito, Florian e Miguel. O primeiro será submetido a uma intervenção médica que o deverá impedir de representar o clube, o segundo é muito provável

Homenagem a Luiz-Manuel que tenha que se ausentar do concelho durante a semana e o terceiro está dependente da sua situação profissional. Três reforços confirmados

A juntar aos 16 jogadores que transitam da época passada há a registar três reforços importantes: um guarda-redes, um defesa e um avançado. Para a baliza entrará Poli (ex-Pataiense), atleta que representou o SL Marinha durante algumas temporadas. Paulito (ex-SLM) vestirá de branco e vermelho, após a sua passagem pelo clube da Ordem, Pilado e “Os Vidreiros”. JJ (ex-SLM), que teve um percurso muito semelhante ao de Paulito, também representará o ID Vieirense. ß

30 de Julho. 17h. Junto ao Farol. S. Pedro de Moel


Despor to

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

16

Atletismo

NAtAção

Marinhenses brilham em Coimbra A Piscina Olímpica de Coimbra acolheu nos passados dias 15 e 16 de Julho, a realização do Campeonato Inter-Distrital de Juniores e Absolutos que contou com a participação de 336 atletas de 37 clubes das Associações de Coimbra, Aveiro e Leiria. O Desportivo Náutico da Marinha Grande também se fez representar na prova, tendo sido o terceiro clube a vencer um maior número de medalhas. Valeram as exibições de Filipa Ruivo, que arrecadou cinco medalhas de ouro, de Ana Mónica, com uma de ouro e três de bronze, Margarida Duarte, com três medalhas de bronze, Joana Domingues, com uma de prata e Daniel Sousa, que venceu uma medalha de ouro e outra de prata. Em bom plano estiveram também os nadadores Cátia Clara, Patrícia Leal, Antero Martins, Filipe Norte, Pedro Oliveira e Nuno Santos. A orientação técnica dos jovens atletas foi da responsabilidade de Pedro Lopes e Solange Sousa. ß

CAMG/IMosonho no pódIo nos dIstrItAIs Absolutos Realizaram-se no passado fim-desemana os Campeonatos Distritais Absolutos de Leiria em atletismo. Mais uma vez, o CAMG-Imosonho esteve presente e os seus atletas não defraudaram as expectativas e dignificaram, mais uma vez, o clube

Colectivamente, no sector feminino, o CAMG/Imosonho subiu ao pódio (3º lugar), com 70 pontos, a 27 pontos do 2º classificado, o Atlético Clube de Vermoil. No sector masculino, os atletas ma-

Cavalheiro viúvo Com casa própria, procura senhora até 60 anos,

Carapinha no lugar de Marrazes O Grupo Desportivo “Os Vidreiros” tem um novo treinador. É Miguel Carapinha, antigo jogador do clube. O adjunto será João Paulo. O treino de guarda-redes estará a cargo de Valdemar Sousa (Marito)

Contacto: 244 111 243 // 969 789 611

O GD “Os Vidreiros” reunirá em assembleia-geral no

Presidente

1ª dIstrItAl 1ª dIstrItAl 1ª dIstrItAl 1ª dIstrItAl 1ª dIstrItAl

honrA

III dIVIsÃo

Clube

José Robalo

Treinador

próximo dia 4 de Agosto, na sede do clube, no Campo do Tojal. Os associados discutirão o relatório e contas da gestão de Vítor João Agostinho, bem como a eleição de corpos gerentes. O presidente da direcção, que se encontra demissionário, deverá recandidatar-se a mais um mandato. É ainda provável que a maioria dos actuais dirigentes se mantenha em funções. ß

Permanências

Entradas

Marco Aurélio

Isabel Gonçalves

Bruno Ramusga

Hélder Serra

Vítor Duarte

Vítor João Agostinho

Miguel Carapinha

Paulo Moleirinho

Carlos Parente

Mário Grácio

Nuno Silva (?)

Carlos Marques

cações: Sara Espinha no salto em altura (4º lugar); nos 100 metros masculinos Ricardo Costa (5º lugar); 1.500 metros masculinos Emanuel Cardoso (5º lugar - recorde pessoal); 400 metros masculinos Vasco Rato (5º lugar); 200 metros masculinos João Pereira (4º lugar) e Ricardo Costa (5º lugar); altura masculino Vasco Rato (5ºlugar, recorde pessoal), Alexandre Lucas (6º lugar, recorde pessoal), Pedro Soares (7ºlugar) e João Pereira (8º lugar); 800 metros Sandrina Sousa (4º lugar) e Emanuel Cardoso (8º lugar, recorde pessoal); triplo salto masculino Gabriel Brito no (4º lugar). ß

Futebol

para futuro compromisso. Assunto sério.

rinhenses estiveram menos bem ao não conseguirem subir ao pódio ficando em 4º lugar a escassos 6 pontos do 3º classificado, a Casa do Benfica em Alcobaça. Individualmente, foram conseguidos cinco segundos lugares: Filipa Silva na vara, Patrícia Silva no triplo salto e no salto em comprimento (recorde pessoal), Pedro Soares na vara e Andreia Pinto nos 100 metros; quatro terceiros lugares com Filipa Silva no salto em altura (recorde pessoal) e no triplo salto, Patrícia Silva na vara e Cyntia Silva nos 200 metros. Ainda a referir as seguintes classifi-

Quim Peles

Fury, Luís Fèteira, Edgar, Rios, Leo, Milton, Dias, Baresi, Letra, Júlio, Bruno, Gata, Orlando, Pedro Garcia, João Pinto e Luís Simões. Em dúvida: Tito, Florian e Miguel

Poli (ex-Pataiense), Paulito (ex-SLM) e JJ (ex-SLM)

Hugo, Espanhol, Chico, Ruben, Pedro Matias, Guilherme, Leal, Ingo, João Luís, Estroga, Tiago, Tiago Miguel, Ricardo Duarte, Anselmo, Renato, Fábio, Zeca, Pedro Guedes, Bruno Rosa e André

Ricardo (ex-SLM)

João Ramusga, Juca, Simão, João Duarte, Pedro Leal, Mulato, Zequinha, Hugo Pistolas, Diogo Fonte, Simão Estrada, João Nuno e André Tomé

Óscar, Rafael Neto (ex-Vieirense) e Tiago Karelho (ex-Motor Clube)


Opinião

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

17

OpiniãO

Humor Take away

Rúben Gomes Olá pessoas com os mais variados tipos de cabelo. Começo por perguntar ao senhor presidente da Câmara se por acaso não têm por aí uns veados para vender? Já que não temos a moda de receber uns electrodomésticos antes das

eleições, ao menos teríamos um estendal para secar a roupa no Inverno. A iniciativa de vender os 15 veados em hasta pública promovida pela Câmara da Nazaré, ao que parece foi um sucesso, não apareceu ninguém para comprar, mas vendo pelo lado positivo ficamos a saber que já estão todos servidos. Esta semana os combustíveis voltaram a subir, no início ainda me apeteceu ir ao parlamento buscar um animal para me deslocar, mas depois pensei melhor e achei que seria má ideia, pois os que estão lá consomem muito. Falando de coisas sérias, senhores da Moody’s já despachámos o Sócrates e o Nobre, quem é que precisamos

de mandar embora para nos aumentarem o rating? Depois de ter lido a notícia que existe um indiano que não toma banho há 37 anos, estou curioso para saber se a Moody’s vai baixar o rating da Índia. A única coisa que me preocupa, sobre este assunto, é se estes senhores pensam em boicotar Guimarães - Capital Europeia da Cultura 2012, caso o castelo não se torne num aterro. Para concluir, alguém me explica o porquê de continuarem a inventar champôs para os mais variados tipos de cabelo, se já alguém desenvolveu o produto “champô para todos os tipos de cabelo”? Adeus. ß

OpiniãO

afinal, a luta teve resultados positivos seios como tinha sido transmitido à direcção No passado dia 6 de Julho, os reformados da Associação de Reformados. É caso para insurgiram-se contra a Câmara Municipal da perguntar: contenção orçamental? Então os Marinha Grande pelo facto de os seus dirigenreformados é que são culpados da crise? São tes quererem atribuir apenas mais dois pasos míseros euros que não se gastam com este seios com preços comparticipados para o ano tipo de iniciativas que vão salvar as finanças corrente. Aprovaram e entregaram no Municída Câmara? pio, juntamente com a direcção da ASURPI, Desta luta já se viram resultados positivos. um documento em que davam conta da sua Vai haver mais um passeio a preços reduzirevolta pelo facto de o Município, e concretados para os reformados. Este exemplo deve mente o seu presidente, faltarem ao prometido Abílio Jordão* mobilizar-nos a todos para prosseguirmos a em campanha eleitoral, exigiam outra postura do Executivo Municipal, nomeadamente no que se refere luta em torno de objectivos concretos com a esperança ao número de passeios a facultar aos reformados com uma de que o resultado dessa luta seja, tal como agora foi, de satisfação ainda que parcial dos nossos anseios. Lutar vale comparticipação de 50 por cento pelo Município. Respondeu, finalmente, por escrito no final da sema- sempre a pena. na passada a Câmara para confirmar que, “por razões de contenção orçamental” atribuem três e não dois pas*Presidente da Associação de Reformados

Carros sem Carta GRECAV, a melhor opção!

Visite-nos na Martingança, junto à colectividade. Contacte: José Carlos Ribeiro - 964 890 496

Cosmética automóvel Lavagem e limpeza personalizada de interior e exterior de automóveis. Lavagem de estofos, carpetes e tectos. Av. José Gregório, 96 - Marinha Grande Marcações pelo telemóvel 919 441 781

OpiniãO

obrigado, professora Isabel! Depois de cinco anos passados na Escola Guilherme Stephens, faço um balanço bastante positivo de toda a comunidade educativa. Destaco principalmente a dedicação da professora Isabel Ferreira com o Grupo de Teatro Stephens, que foi coordenado por Pedro R. Mateus* ela nestes últimos anos. Devemos muito a esta grande mulher, é professora mas, principalmente, uma grande amiga. Nunca esqueceremos esta grande senhora, passámos grandes momentos com ela, uma pessoa extraordinária, nunca nos abandonou, sempre nos apoiou em tudo o que precisámos. Falando na primeira pessoa, sempre me apoiou em tudo o que precisei e devo muito a esta professora, nunca a esquecerei, e nunca se esqueça de nós também. Despeço-me deixando esta mensagem de agradecimento a esta grande senhora. Obrigado por tudo, professora!

*Estudante

Carta aO DireCtOr

onde estão as nossas lombas? Exmo. Sr. Director do Jornal da Marinha Grande, ao ler a edição de 30 de Junho, deparei-me com uma notícia um pouco caricata, mas que não me surpreende. “Estacionamento pago foi adiado”, não é que esteja de acordo, mas foi adiado devido aos parquímetros que ainda estão em França, é caso para perguntar ao sr. vereador Paulo Vicente se as lombas que prometeu à população da Pedra de Cima há 14 meses também estão em França?! É uma vergonha a forma como tratam os munícipes, são todos iguais, conversas da treta! Deixo aqui uma palavra e uma achega ao sr. vereador Paulo Vicente, para que reveja o nosso problema das lombas, porque 14 meses sem dar um “ai” é vergonhoso. Também li que a TUMG vai alargar para mais três linhas, e a Pedra de Cima, sr. vereador? Será que algum dia vai chegar junto de nós?

Raul Soares

Cantinho da

Costura arranjos de roupa serviço de engomadoria Rua Pedro Viana, nº 9, Marinha Grande (Junto ao bar do Marinhense)


Opinião

18

Carta ao DirECtor

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

EntrElinhas ClXXXiii

SoldadoS de Segunda linha

Bombeiros da Vieira perfeitos! No passado dia 17 de Julho, domingo, estava eu na Avenida da Praia da Vieira quando ouvi um estrondo e vejo uma rapariga deitada no chão, na passadeira, e um carro junto dela. Peguei no meu telemóvel e liguei para os bombeiros que não demoraram três minutos. Pedi para não mexerem na rapariga. Havia uma senhora que lhe amparava a cabeça, e como a maneira como a estava a segurar estava certa, não me meti. Mas estou a escrever para dar os meus parabéns aos bombeiros. Primeiro, pela rapidez com que chegaram ao local. Segundo, pelo excelente trabalho que executaram. Trabalhei durante 52 anos a salvar vidas, e foram muitas. As pessoas que me conhecem bem sabem que é verdade. Durante todos estes anos vi muitos bons trabalhos, mas também vi muitas asneiras, porque nem sempre aceitavam conselhos de quem tinha mais experiência. Trabalhei em Coimbra, Lisboa e Zona Sul, e nesses lugares creio ter salvo muitas vidas. Mas hoje, com 73 anos, estava na dúvida se havia equipas competentes. E cheguei à conclusão que sim. Pode a gente de Vieira de Leiria estar descansada. Os vossos Bombeiros são competentíssimos. Enquanto eles socorriam a sinistrada, eu limitei-me a observar o seu trabalho, e da minha boca só saía a palavra “perfeito”, e conforme eles iam actuando eu continuava a dizer “perfeito”. Não houve um único erro, inclusive a calma, que os executantes devem ter nestas situações, foi mantida. O meu maior medo era como iriam passar a sinistrada do chão para a maca, mas mesmo isso foi perfeito. Parabéns, Bombeiros de Vieira de Leiria! Tudo perfeito!

Luísa Santa F. Pratas (Enfermeira)

Armando Castro «As crianças começam por amar os pais. Quando crescem, julgamnos e, por vezes, até os perdoam.» Oscar Wilde

Comemora-se, entretanto (dia 26 de Julho) mais um dia dedicado aos avós (que eu, hoje, epíteto de «Soldados de Segunda Linha»), naquela data em que Santa Ana e São Joaquim (Pais de Maria e avós Cristo) são celebrados pela Igreja Católica – remonta ao séc. I AC, sendo Santa Ana padroeira das mulheres grávidas. Recordo e corroboro, hoje, o que escrevi há dois ou três anos, noutros locais: “Os tempos evoluem e vão sofrendo “mutações sociais”, tal qual as fraldas dos netos; somos testemunho vivo de como dos cueiros do princípio do século, passámos (num ápice) ao luxo das fraldas do pósguerra, que logo se deram ao luxo de ser lavadas à mão para passarem a sê-lo à máquina; hoje, tudo é mais simples – temos as fraldas descartáveis (importadas) com IVA qb, fora o resto que é poluição!” Hoje, ser-se avô ou avó pressupõe, para lá do conflito natural de gerações, uma oportunidade para que o rendimento de um capital em quantidade e qualidade suficientes se, bem aproveitado, até poderia resolver muita coisa a que apelidam, ora de PIB; porque não aproveitar este “filão cultural” privilegiado no equilíbrio emocional das famílias?

Entre o Sol e a Lua, havia o jogar ao berlinde, ao pião, à malha, ao arco, à bilharda, às caricas, à macaca, à apanhada, à roda, ou cantar o “Giroflé-flá-flá”, contar histórias do “Arco-da-velha”; isto já não se usa e faz mal às criancinhas e à sua “cultura tecnológica”! Hoje, qualquer Barbie, Ruca, Pooh, Dragon Ball Z, Phineas e Ferb, Garfiel, Naruto, Maya e Miguel, Litlle Einsteins, Doraemon, Noddy, O Show da Shanna, Os irmãos Koala, Dartacão e os três Moscãoteiros, Docinho e Morango, ou a Family Guy são mais importantes que qualquer FAMÍLIA, onde existiam os tais avós que falavam com os filhos dos filhos com o calor da sua voz da experiência humana natural, que nada tem a ver com a frieza dos “bites” irradiados de um “diálogo tecnológico” de um teclado seboso. Nós (os avós-Batman de hoje) aprendemos com os nossos avós a ver mudar o tempo, crescendo por dentro: líamos na cor dos seus olhos, eles (depois, mesmo vendo mal, sem oftalmologistas sequer…) ensinavam-nos a ler as primeiras letras, muitos truques, cheirávamos as flores, descobríamos o macio do pêlo do gato e do cão, ouvíamos o trinado dos pássaros do quintal, saboreávamos as receitas da avó, bebíamos o leite ao natural, roíamos a fruta da época com bicho, mascávamos castanha pilada a toda a hora …, enquanto os nossos pais mourejavam dias a fio, só parando ao domingo..., às vezes (já só com a luz da Lua) era noite serrada, sem nunca os avós nos abandonarem, esperando, pacientemente, sorrindo, sorrindo sempre! Contraditório a tudo o resto, parece ser (e pela parte que me cabe), que os avós aprendem cada vez melhor com os netos de hoje! Uma nossa neta mais velha, quando nos seus 44 meses, questionava, à avó: “Avó, se eu sou o Sol… a

mana é a Lua?” Hoje, os nossos “filhos-bebés”, que criámos sem tempo para eles e que (corajosamente) nos deram netos, no meio das suas: precariedade no emprego, dos traiçoeiros “spreads”, das ciladas do crédito, das agências de rating, da sociedade consumista, egoísta, do lazer balofo, que vivem em caixotes de cimento, de costas viradas para os vizinhos, atulhados de stress urbano…, estão de parabéns – eles nos deram os nossos netos! Para os meus avós e por tudo o que aprendi com eles, eu sei que eles mereceram estar entre o Sol e a Lua, numa nuvem qualquer… Eu, neste dia (sinceramente), queria estar (também) numa espécie de nuvem entre o Sol e a Lua, donde chovessem gotas de esperança de uma vida agridoce sobre uma Terra de um mundo ainda redondo, onde “florescessem” mais netos, com mais oportunidades! Nós, os “soldados de segunda linha”, que somos mais de 28.000 os que já ultrapassam os 100 anos contemos géneses e culturas, sabedorias, experiências, que nem só nos livros ou na Net, TV, escolas, se encontram! Há que prestar atenção à escalada das hostes desse tal exército de “segunda linha”, interiorizando que, para lá de serem avós, somos também pessoas a aproveitar como suporte efectivo geracional e até financeiro… de uma sociedade que deixou de produzir aquilo que deve e que julga que tem direito a consumir! Pensemos no futuro (por nós, avós), somente como “soldados de segunda linha”, porque o papel dos pais, será sempre de primeira linha… Saibamos fazer (entre gerações) as aprendizagens consentâneas (com a nossa palavra ainda não gasta – AMOR) nos saberes, com novas competências, num encontro de experiências… ß

Carta ao DirECtor

Presidente do Pilado esclarece Exmo. Sr. Director, Na Edição nº 2467 do vosso jornal, datada de 7 Julho 2011 e relativamente à notícia “O investimento em equipamentos desportivos no concelho”, pretendo que proceda à rectificação informando a população do seguinte e conPaulo Moleirinho* forme abaixo descrevo: O Presidente da SDR Pilado e Escoura vem desmentir a notícia onde se lê que o campo do Pilado foi apoiado pela Câmara Municipal da Marinha Grande, não é verdade, nem nunca foi apoiado pela mesma, unicamente cedeu umas horas de máquina na altura da construção do relvado natural estimando-se num valor de dois mil euros.

Este complexo desportivo foi construído em 2001 com o apoio de um grupo de pessoas e empresas que sempre colaboraram com esta colectividade bem como com o apoio da quotização dos sócios, estimando-se o investimento em 350.000 euros e nunca financiado pela Câmara. Relativamente ao campo nº 2 (piso sintético) existe pela parte da CMMG uma aprovação no valor de cem mil euros mas com a condição de primeiro pagarmos a obra contra a entrega de toda a facturação comprovativa do pagamento de IVA e declarações de não dívida a instituições e depois então pagam. Mas o problema é que realmente já temos obra executada no valor aproximado de 19.000 euros do qual foi pago 50%, ou seja, por cada factura emitida pagam só os 50% nunca ultrapassando o valor a financiar de 100.000 euros. E receber quando a Câmara assim entender, preocu-

pando-nos a continuidade dos trabalhos. Já agora aproveito para manifestar que é muito difícil fazer obras com estas condições quando todos nós, dirigentes, trabalhamos em prol dos nossos jovens, bem como ter uma equipa sénior que advenha da formação e que, no geral, todas nos acarretam grandes despesas, sendo que a comparticipação da Câmara só vem meses depois de procedermos na ordem dos 6.000 euros, a pagamentos antecipados na Associação de Leiria ou então ninguém inscreve equipas, por isso todos os clubes têm de fazer uma gestão muito apertada jogando com cheques pré-datados, quando é dever da Câmara apoiar o desporto antecipado, desde que se comprove documentação real através de confirmação pela AF Leiria.

*Presidente da SDR Pilado e Escoura


Saúde

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

19

Saúde

A importânciA dA frutA nA AlimentAção Qual é coisa qual é ela que é vermelha, redonda, frágil e que tem uma quantidade de antioxidantes dez vezes superior aos brócolos ou ao tomate?

Não, não se trata de um novo comprimido da longevidade. A resposta está em plena natureza ou melhor num arbusto. Referimo-nos à framboesa. A descoberta é recente e, segundo os cientistas holandeses que conduziram o estudo, coloca este fruto no topo da lista dos mais ricos em antioxidantes. Isto porque a framboesa, além de incluir vitamina C e antocianina, deve cinquenta por cento do seu efeito antioxidante a um ingrediente muito especial: elagitanina. Este valioso elemento, presente em pequena quantidade nos morangos, é considerado raro e apenas nas framboesas está igualmente representado. Mas os benefícios da fruta não se limitam a esta espécie de tons vermelhos e nada como os conselhos de uma especialista para a guiar na elaboração da salada perfeita. Alexandra Bento, nutricionista, explica-nos por que a fruta deve estar no centro da mesa. Qual a importância da fruta na alimentação?

Os frutos são alimentos protectores, reguladores e activadores de funções vitais. Isto porque são ricos em vitaminas, minerais e fibras, bem como micronutrientes essenciais. Algumas das suas propriedades protectoras, nomeadamente na luta contra o envelhecimento precoce e na prevenção de cancro, devem-se ao elevado nível de antioxidantes que protegem as células contra os efeitos dos radicais livres. Como actua no organismo?

A acção benéfica no organismo é intensa e variada. Pela sua natureza a fruta possui uma potente acção preventiva de cancro, tem benefícios sobre a flora intestinal e regula o trânsito intestinal, bem como o funcionamento da vesícula biliar. Comer fruta auxilia substancialmente a regulação do colesterol sanguíneo com o consequente benefício em termos cardiovasculares. Pela sua elevada densidade nutricional e baixo valor energético este é um bom instrumento no controle de peso e combate da obesidade. Consumir fruta pode atenuar os efeitos do stress ou tabaco?

Em condições normais, o nosso sistema de defesa interno é suficiente para nos proteger. Contudo, em situações como a exposição a radiações ultravio-

letas, tabaco, stress e alimentação desequilibrada, a produção de radicais livres é superior ao normal e deixa o indivíduo vulnerável. Aqui deverá ser acautelada a inclusão de antioxidantes na dieta através do consumo de frutos e vegetais. Em termos nutricionais a fruta é toda

das necessidades energéticas individuais. As crianças (entre um e três anos) devem guiar-se pelos limites inferiores e os homens activos e os rapazes adolescentes pelos superiores. A restante população deve orientar-se pelos valores intermédios. Ingerir fruta antes da refeição é mais

igual ou existem diferenças substanciais

benéfico do que à sobremesa?

entre as diferentes variedades?

Antes da refeição pode ajudar a controlar o apetite, mas este papel também pode ser assumido pela sopa. E, para além da fruta como sobremesa, há outros momentos importantes como o pequenoalmoço e as refeições intercalares, o lanche a meio da manhã e da tarde.

Não. Todos os frutos contêm vitaminas, minerais e fibras, mas cada uma tem as suas particularidades. Por exemplo, a laranja é rica em vitamina C e a banana em potássio. A fruta é pobre em gorduras e proteínas e a maioria contém entre oito a dez por cento de hidratos de carbono (principalmente frutose). Há frutos mais açucarados (bananas, uvas, figos e diospiros) e outros menos (morangos, framboesas, amoras, melancias e melões). Os frutos vermelhos têm uma importante particularidade que é a riqueza em antioxidantes.

O facto de comer fruta com casca potencia os seus benefícios?

A casca é essencialmente rica em fibra. Aproveitá-la é uma boa forma de aumentar o aporte deste importante nutriente. Comer uma peça de fruta ou beber

Quais são considerados mais bené-

um sumo é idêntico em termos nutricio-

ficos?

nais?

Cada fruto tem as suas particularidades, pelo que não devemos considerar que uns sejam mais benéficos ou mais aconselhados que outros. Variar o mais possível deve ser a regra.

Fruta madura, ao natural e de preferência acabada de colher tem um valor nutricional superior ao de qualquer sumo. Contudo, não há razão para não consumir com gosto uma bebida de fruta, desde que se tenha cuidado na escolha.

Qual a porção diária aconselhada?

A nova Roda dos Alimentos estabelece o consumo diário de fruta entre três a cinco porções. Cada porção equivale a uma peça de fruta de tamanho médio ou seja, cento e sessenta gramas aproximadamente. Esta quantidade varia de pessoa

Se elaborasse um ranking dos melhores frutos quais destacaria?

Todos, porque cada fruto tem as suas características e só variando é possível colher o benefício de todos eles. Contudo, pela sua riqueza em antioxidantes privilegiaria os frutos vermelhos.

para pessoa?

Sim. O número de porções depende

Fonte: Saúde no Sapo

LOZANO LOPES NEUROCIRURGIÃO

(Chefe de Serviço do CHC - Hospital Covões)

Doenças do sistema nervoso e coluna Consultas na Marinha Grande (Clinigrande) Tel: 244 574 060

Vamos dar Vida dando sangue! Posto Fixo

Terças-Feiras - das 15h00 às 19h00 Associação de Dadores de Sangue da Marinha Grande

Telefone: 244 504 818


Pedido de Ajuda

Pede-se ao senhor que assistiu ao acidente decorrido às 4h40 da madrugada do dia 20 de Julho de 2011, nos semáforos do cruzamento da Rua Arala Pinto com a Av. 1º de Maio (junto à antiga IVIMA) que contacte o Sr. Luís Freitas para os números 916 874 205 // 919 346 367. Agradecemos desde já a sua colaboração.

Classificados EMPREGO

OFERECE-SE Senhora: Para tomar conta de idoso, acamado ou não, dia/noite: Contacto 910 401 104

EMPREGO PRECISA-SE Esteticista: com experiência: Contacto 910 963 170

IMObIlIáRIO TRESPASSA-SE Salão de Cabeleireiro: a funcionar, com carteira de clientes. Oportunidade de negócio. Centro: Telefone 910 866 402

IMObIlIáRIO ARREndA-SE

T2: Mobilado no R/C de vivenda s/

e equipada. Bem localizada:

AB, VE, FC, CR, Azul Met., Insp. e

Arrenda-se ou vende-se: T2+2

garagem na Embra – Próximo Hotel

Contacto 919 048 705

selo, como novo. 2.200,00 euros:

a 5 minutos do centro da cidade da

T1, T2, T3. Tel. 926 128 536

Contacto 963 173 413

Marinha Grande. 91 7398 459

T2: Pedra do Ouro, com piscina.

Mudanças: de todo o tipo.

Vende-se: Quarto de casal, com

Contacto: 936 677 889

Incluindo

Cristal (apenas para 2 ou 3 pessoas): 244 560 197 // 910 817 932 Casa de habitação: tipo T2 sita em Lameira de Picassinos: Contacto 915 587 399 T2 mobilado: no 1º Andar sem condomínio, lugar privilegiado: Contacto 244 568 824 Salão de cabeleireiro: a funcionar na Marinha Grande. Motivo pessoal: Contacto 961 869 381 Quarto a cavalheiro: serventia de cozinha, garagem: Contacto 965 566 867 // 244 567 438 Vivenda T4: toda mobilada

Arrendam-se quartos: WC pri-

fim-de-semana:

Informações: 965 609 348

vativo. Serventia cozinha: Contac-

Dão-se: gatinhos, na cidade da

to: 916 321 911

Marinha Grande: Telefone: 914

IMObIlIáRIO

580 925 // 919 737 733

COMPRA-SE

Tem

problemas?

duas mesas de cabeceira, cómoda, camiseiro e roupeiro. Em estado novo. Contacto: 912 401 703 Fotógrafo profissional: Executa serviços de fotografia, a preços competitivos. Faça o seu book ou

Então

o do seu filho/a. Contacto: 913

Moradias: Tem uma moradia

contacte-me. Daniela Machado

397 350

semi-nova ou nova para vender?

- Taróloga, 91 946 0966 ou 96

Troco por T3. Tel. 936 677 889

461 12 27

Tatuagens: Neste Verão faça uma

dIvERSOS GERAl Punto 2002: particular, 5P, DA,

tatuagem e sinta-se bem consigo

Vende-se quarto juvenil: Com

própria/o: Contacto 964 633 458

duas camas, secretária e mesa de

T2 Mobilado: Pedra do Ouro.

cabeceira, como novo. Contacto:

Piscina, campo de futebol e campo

969 918 972

de ténis: 936 677 889

PrEciSA-SE Senhora interna para cuidar de idosa Contacto 917 074 466

AlgArVE

Arrenda-se casa para férias. Para mais informações contactar: 919 523 510 / 968 634 080 938 120 616 / 917 327 899 / 914 864 764

VENDE-SE

Jardineiro

Furgon Iveco. 2002. Bom preço!

Manutenção de jardins. Técnico de bonsai. Árvores de fruto. Árvores ornamentais. Sebes, arbustos. Tem problemas e não sabe o que fazer? Ligue: 916 003 143

Contacto: 969 918 972

METAVil, lDA.

ADMiTE

Desenhador(a) / Programador(a) Funções: Execução de Projectos de Acessórios para a Indústria. Requisitos: Formação em Desenho Técnico Desempenho da função há pelo menos 2 anos 12º Ano de Escolaridade Formação em CAD/CAM Idade entre 22 e 30 anos Elevado grau de Responsabilidade e Autonomia Capacidade de organização e Liderança Conhecimento de Inglês falado e escrito Oferece-se: Formação adequada para o desempenho da função. Integração numa equipa sólida, que prevê evolução profissional e perspectiva de carreira aliciante. Remuneração de acordo com competências demonstradas. Regalias sociais em vigor na empresa. Local de trabalho: Marinha Grande Condições Preferenciais: Formação em Engenharia Mecânica Formação em software “VX”, “Mastercam” ou “Work NC” Conhecimento de outra língua estrangeira Contacto telefónico: 244 572 960

O JMG e a RCM recomendam! Telefones: 961 422 873 / 915 522 095

gostava de receber o JMg por internet? Sim? Então é muito simples: Faça-nos chegar um cheque no valor de 25 euros, o seu endereço de e-mail.. e pronto! Já está. Durante um ano lê o Jornal da Marinha comodamente no seu computador. Fácil, não é? Em caso de dúvidas, contacte-nos: 244 502 628

2ª publicação na edição nº 2469 do JMG de 21 de Julho de 2011


Diversos

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

21

C U P Ã O D E A S S I N AT U R A Aproveite as Nome: de ser Morada:

vantagens assinante

do JMG:

Localidade:

C. Postal:

Telefone:

Actividade Profissional:

Assinatura Anual 30 euros > Desconto na Publicidade

até 25%

País:

Cine-Teatro Actor Álvaro (Vieira de Leiria)

Assinatura Semestral 15 euros

Junto envio cheque/vale postal nº_________sobre o banco___________no valor de __________ emitido à ordem de Jornal da Marinha Grande, Lda. para pagamento da minha assinatura. Enviar num envelope para Jornal da Marinha Grande Travessa Vieira de Leiria, nº 9 - Apartado 102, 2430-902 Marinha Grande E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt • Internet: www.jornaldamarinha.pt Serviço de Atendimento ao Assinante - 244 502 628

Cine-Teatro Actor Álvaro

Vieira de Leiria, dia 23 de Julho - 21h30

Sinopse: Rachel (Ginnifer Goodwin) é uma talentosa advogada num escritório de advocacia de topo, uma amiga generosa, fiel, mas infelizmente, solteira... como a sua melhor amiga Darcy (Kate Hudson) faz questão de lhe relembrar constantemente. Mas depois de celebrar o seu trigésimo aniversário, Rachel, a perpétua boa menina, acaba inesperadamente nos braços de Dex (Colin Egglesfield)... o rapaz por quem tem uma paixão desde os tempos de liceu... e que por coincidência é o noivo de Darcy. No desenlace da semana frenética que antecede o casamento de Darcy, Rachel descobre que está numa situação difícil, obrigada a escolher entre a preciosa amizade com Darcy e o amor da sua vida. ß

Totoloto

Totobola

16 - 17 - 32 - 40 - 47 + *2

1. Vasco - Atlético PR ..................... 1

(quarta-feira)

11 - 19 - 23 - 30 - 31 + *12

2. Coritiba - Fluminense ................ 1

Joker

3. Atlético GO - Avaí ....................... 2

7986162

4. Santos - Atlético MG .................. 1

Euromilhões

5. Palmeiras - Flamengo................ 1

6 - 26 - 33 - 34 - 39 + *3 *4 (terça-feira)

6. Botafogo - Corinthians ............... X

3 - 16 - 25 - 26 - 35 + *5 *9

7. Figueirense - Grémio ................. 1

Lotaria Clássica 1º Prémio ............................. 24766 2º Prémio ............................. 40505 3º Prémio. ............................ 56554

8. Ceará - América MG ................... 1 9. Ponte Preta - Guarani ................ 1 10. Bragantino - Sport ................... 1

Lotaria Popular 1º Prémio ............................. 85113 2º Prémio ............................. 82752 3º Prémio ............................. 87371 4º Prémio ............................. 19466

Farmácias de Serviço

12. Salgueiro - Criciúma ................ 1 13. ABC - Duque Caxias ................. 1

Leiria

244 503 024

Oliveira

244 822 757

Santa Isabel 244 575 349

Baptista

244 832 320

Sáb. Guardiano

244 502 678

Sáb. Sanches

244 892 500

Dom. Central

244 502 208

Dom. Godinho

244 832 432

Roldão

244 502 641

Central

244 817 980

Moderna

244 502 834

Lino

244 832 465

244 503 024

Higiene

244 687 127

Duarte

É natural que sinta, na sua vida, uma maior presença da mão do destino. Em resultado disso, notará, provavelmente, uma maior sensação de falta de ar ou, mesmo, alguma limitação no seu campo de acção como, por exemplo, o surgir de uma obrigação, o sentir que não tem tempo disponível para a concretização de um desejo... ToUro 21.04 > 20.05

Esta é para si uma fase muito positiva em todos os aspectos da sua vida, quer do ponto de vista físico quer psicológico. Problemas que tinha pendentes estão agora com óptimas probabilidades de ser resolvidos, algum eventual conflito familiar poderá ser ultrapassado, a sua situação financeira vai melhorar. GÉMeoS 21.05 > 21.06

A boa relação do Sol com Júpiter vai reforçar a afirmação da sua imagem individual. Poderá sentir maior necessidade de afirmação, de exteriorização da sua verdadeira natureza. Os amigos, a vida social, a realização de novos projectos serão um óptimo meio para demonstrar esta atitude expansiva. LeÃo 23.07 > 22.08

Se o corpo se fortalece e cria resistências com um exercício metódico e correcto, o espírito necessita igualmente de contínuos actos de formação que o preparem para inesperados embates ou situações de tensão. É agora o momento indicado para uma mentalização pessoal nesse sentido. Estará mais preparado para resistir com segurança a qualquer adversidade. VirGeM 23.08 > 22.09

Descobrirá neste momento que vai ter de recorrer, inesperadamente, às suas reservas de energia ocultas; todavia, iniciará a partir daqui um novo e excitante momento da sua vida. O seu eu interior mostra-se agora, esplendorosamente, ao mundo. BaLanÇa 23.09 > 22.10

Terá um intenso envolvimento em tudo aquilo que fizer nesta altura. Poderá ter de corrigir alguma coisa que esteja avariada ou a funcionar mal, seja uma máquina ou uma situação. Entrará possivelmente em contacto com alguém que use o poder ou, mais provavelmente, que abuse do poder. Afaste-se dos locais em que se encontrem marginais. eScorPiÃo 22.10 > 21.11

Uma energia extraordinária permitir-lhe-á alcançar o sucesso, surpreendendo todas as pessoas à sua volta. Esta energia, recentemente descoberta, poderá transmitir-lhe a febre pelo trabalho, portanto tente controlá-la antes que seja ela a controlá-lo a si. A vida vem acompanhada de uma nova e excitante sensação. SaGiTÁrio 22.11 > 20.12

Estará disposto a efectuar transformações, mas não se deve precipitar e deitar a perder tudo o que conseguiu até aqui. Este é um bom momento para os negócios, para o progresso profissional e para procurar, ou mudar, de emprego. Pode resolver com facilidade novas situações, pois consegue lidar com as mudanças lógica e ordenadamente. caPricÓrnio 21.12 > 19.01

A harmonia entre o Sol e Júpiter vai trazer-lhe maior confiança em si próprio, maior harmonia entre si e a sociedade. Este bom aspecto vai permitir-lhe, não só construir melhor um projecto a longo prazo, mas também fazer um pedido a alguém, contactar alguém que beneficie a sua vida profissional ou pessoal. aQUÁrio 20.01 > 18.02

Por muito grande que seja, neste momento, o seu desejo de aceitar uma proposta fabulosa a nível profissional, e por maior que seja a sua noção de que é isso que realmente pretende, pense bem nos prós e nos contras de toda a situação, pois algo de complicado ou eventualmente prejudicial poderá estar escondido por detrás dessas facilidades aparentes. PeiXeS 19.02 > 20.03

Pode também sentir uma maior capacidade de ganho financeiro ou ainda a manifestação de novos conceitos relativos a esta área de vida. Maior perspicácia a nível das ideias e maiores possibilidades de iniciar um processo, um projecto ou uma estratégia mental relativos ao seu dia-a-dia.

11. Grémio Barueri - Icasa ............. 2

Marinha Grande Duarte

carneiro 21.03 > 20.04

caranGUeJo 22.06 > 22.07

Intérpretes: Ginnifer Goodwin, Kate Hudson, Colin Egglesfield

Ano: 2011 País: EUA Género: Comédia, Drama, Romance Classificação: Maiores de 12 anos

Para assistir ao filme “Empresta-me o teu namorado” dirija-se, acompanhado deste exemplar, à redacção do JMG, na Travessa Vieira de Leiria, nº 9 e ganhe bilhetes grátis.

Pode resolver com facilidade novas situações, pois consegue lidar com as mudanças lógica e ordenadamente. Não se sobressalta com as transformações. Pode achar desejável trabalhar com outras pessoas em projectos para os quais não vê limitações; essas pessoas fornecer-lhe-ão uma perspectiva diferente.

Realização: Luke Greenfield

Empresta-me o Teu Namorado

Vá ao cinema com o JMG...

PASSATEMPOS


Diversos

Jornal da Marinha :: 21 de Julho de 2011

22

Vende-Se QuARTo JuVenIl 2 camas, secretária, mesa de cabeceira, como novo. oferece-se: colchões e edredons. Contacto: 969 918 972

Vendo ou Alugo T3 no 4º Andar Avenida da Liberdade Contacto 918 728 243 · 961 444 292

Tribunal Judicial da Marinha Grande 1º Juízo Anúncio Processo: 455/06.0TBMGR Acção de Processo Ordinário N/ Referência: 3012628 Data: 08/07/2011 Autor: Maria Joaquina de Sousa e Outro(s)… Réu: António Henriques Batista e outro(s)… A Dra. Carla Rafael, Juiz de Direito do 1º Juízo do Tribunal Judicial da Marinha Grande. Faz saber que nos autos de Acção Ordinária, com o nº 455/06.0TBMGR, correm éditos de 30 dias, contados da data da segunda e última publicação deste anúncio, citando José Manuel Henriques Batista, Rua António Batista, Picassinos, 2430 Marinha Grande, com última residência conhecida na morada indicada para, no prazo de 30 dias, decorrido que seja o dos éditos, contestar, querendo, a acção, com a cominação de que a falta de contestação importa a confissão dos factos articulados pelos autores e que em substância o pedido na habilitação dos herdeiros de António Henriques Batista, tudo como melhor consta do duplicado da petição inicial que se encontra nesta Secretaria, à disposição do citando. O prazo acima indicado suspende-se, no entanto, nas férias judiciais. Fica advertido de que é obrigatória a constituição de mandatário judicial. A Juíz de Direito, Dra. Carla Rafael A Oficial de Justiça, Ana Morais Ferreira Nota: -Solicita-se que na resposta seja indicada a referência deste documento. -As férias judiciais decorrem de 22 de Dezembro a 3 de Janeiro; de Domingo de Ramos à segunda-feira de Páscoa e de 16 de Julho a 31 de Agosto. -Nos termos do artº 32 do CPC é obrigatória a constituição de advogado nas causas da competência de tribunais com alçada, em que seja admissível recurso, independentemente do valor; nos recursos e nas causas propostas nos tribunais superiores. 1ª Publicação na edição 2469 de 21 de Julho de 2011 do JMG

Funerária Vareda Informamos os nossos clientes e amigos que, por motivo de obras, mudámos temporariamente de instalações para o nº 27 da mesma rua. Artigos Religiosos, Lápides, Jarras, Bronzes, Velas e Campas. Telefs. permanentes: 244 551 591 - 919 431 720 - 917 273 336 Rua Diogo Stephens, 2430-240 MARINHA GRANDE Telefone 244 503 640 · Fax 244 560 031

Agradecimento Ana da Costa Oliveira 82 anos Residia em Rego da Garcia Falecida a 14/07/2011

Seu filho, nora e netos, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

1º Ano de Eterna Saudade Francelina de Sousa (“Menina Francelina”) Falecida em 3/8/2010 Residia no Engenho

“Não existe nada mais difícil do que perdermos alguém que amamos”. As filhas mandam celebrar missa por intenção da sua alma no dia 3 de Agosto, pelas 19h, na Igreja Paroquial da Marinha Grande, e agradecem a todos os que, com a sua presença, honrem este acto religioso.

Aluga-se T3 Apartamento c/ garagem, 2 casa de banho, aquecimento central, junto à escola Pinhal do Rei.

ARRendA-Se

Contacto 965 137 291

Estabelecimento comercial em edifício centenário, no centro da cidade, em frente aos Bombeiros e à Casa Barroca.

oração dos Aflitos

Local de muita passagem.

Aflita se viu a Virgem aos pés da cruz. Aflito me vejo eu, valei-me Mãe de Jesus! Confio em Deus com todas as minhas forças, por isso peço que me ilumine os meus caminhos, concedendo-me a graça que tanto desejo. Mande publicar no 3º dia, espere o que acontece no 4º dia. Almerinda

Dá para qualquer tipo de actividade. Rua Diogo Stephens, 7 - R/C Marinha Grande Informa telemóvel 918 684 998

Informação aos leitores

MeTAVIl, ldA.

Agradecemos a melhor compreensão. Muito obrigado.

AdMITe

A Direcção do JMG informa todos os assinantes e leitores que, devido ao período de férias, não publicaremos as edições de 4 e 18 de Agosto.

Tribunal Judicial da Marinha Grande 1º Juízo Anúncio Processo: 1165/11.1TBMGR Carta Precatória (Distribuída) N/ referência: 3006795 Data: 04/07/2011 Exequente: Caixa de Crédito Agrícola Mútuo de Leiria Executado: Virgílio de Jesus Pereira e outro(s)… Processo de origem: Processo nº 147/2000 De Leiria – Tribunal Judicial, 5º Juízo Cível Nos autos acima identificados foi designado o dia 29-09-2011, pelas 14.00 horas, neste Tribunal, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra do(s) seguinte(s) bem/bens: Direito e acção à herança aberta por óbito de José Pereira Júnior, falecido em 28/09/2008, pai do executado Virgílio Jesus Pereira, do qual faz parte o prédio misto, composto de terra de semeadura com a área de 5.433 m2 e casa de rés-do-chão com 46 m2 de superfície coberta e dependência com 26 m2, sito nas Trutas, concelho da Marinha Grande, inscrito na matriz urbana sob o artº nº 6699 e matriz rústica sob o artº 4508, descrito na Conservatória do Reg. Predial de Marinha Grande sob nº 6773. Penhorado em 9/02/2009 ao Executado: Virgílio de Jesus Pereira, estado civil: Divorciado, NIF – 146 719 891, domicílio: Rua das Olhalvas, Ed. Europa, Lote 6, 4º A, Pousos, 2410-00 Leiria. Executada: Dolores Jesus Gomes Pereira, estado civil: Casado, nascido(a) em 28/05/1955, BI – 4258902, domicílio: Rua das Olhalvas Lote 6 4º A, Edifício Europa, 2400 Leiria São Contitulares: Maria Anísia de Jesus Pereira, residente na Rua do Alto Douro, nº 8 – Trutas – 2430-520 Marinha Grande Vítor Pereira, residente na Rua 50, nº 4 – Trutas – 2430-520 Marinha Grande; Pedro de Jesus Pereira, residente na Rua 50, nº 4 – Trutas – 2430-520 Marinha Grande Valor Base: €4.425,00 Valor a anunciar para venda: 70% do valor base Nota: No caso de venda mediante proposta em carta fechada, em Execução Comum (Instaurada em data igual ou posterior a 15/09/2003) os proponentes devem juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do Solicitador de Execução ou, na sua falta, da secretaria, no montante correspondente a 20% do valor base dos bens ou garantia bancária no mesmo valor (nº1 ao Artº 897º do CPC). O Juiz de Direito, Dr(a). Carla Rafael O Oficial de Justiça, Ana Bela Vasques 1ª Publicação na edição 2469 do JMG de 21 de Julho de 2011

2º Ano de Eterna Saudade José Amaro Coutinho da Silva Residia na Marinha Grande Falecido a 27/07/2009

“Não há nada pior na vida, do que perder alguém que tanto amamos. Não há palavras no mundo que exprimam o vazio que deixaste. De quem te ama muito.” Tua esposa, filhos, nora e neta recordam-te com eterna saudade, mandando celebrar missa por intenção de tua alma no próximo dia 27/07/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Agradecem antecipadamente a todos os que, com a sua presença, honrem este acto.

Agradecimento Paulo José Pereira Rodrigues 44 anos Residia em Casal do Malta Falecida a 15/07/2011

Seus filhos, irmãos, cunhados e sobrinhos, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar, e informam que será realizada missa de 7º dia hoje, 21/07/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Torneiro/a CnC Fresador/a CnC Funções: Operação de Tornos e Centros de Maquinação CNC Requisitos: Desempenho da função há pelo menos 2 anos 12º Ano de Escolaridade Idade entre 22 e 29 anos Elevado grau de Responsabilidade e Autonomia Capacidade de organização e Liderança Conhecimento de informática na óptica do utilizador Oferece-se: Formação adequada para o desempenho da função. Integração numa equipa sólida, que prevê evolução profissional e perspectiva de carreira aliciante. Remuneração de acordo com competências demonstradas. Regalias sociais em vigor na empresa. Local de trabalho: Marinha Grande Condições Preferenciais: Conhecimento de Inglês falado e escrito Conhecimentos de comandos “Fanuc” Contacto Telefónico: 244 572 960

ADMITE-SE

VENDEDOR/A Comissionista Carros sem carta.

Telefone: 964 890 496

www.rcm.com.pt 2º Ano de Eterna Saudade Maria Anália Gaspar Ribeiro Fernandes Residia na Ordem Falecida a 24/07/2009

Seu marido, filho, mãe, irmãos, cunhados, sobrinhos e restante família, recordam-na com eterna saudade, mandando celebrar missa por intenção de sua alma no próximo dia 24/07/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Agradecem antecipadamente a todas as pessoas que, com a sua presença, honrem este acto.

1º Ano de Falecimento Fernanda da Nazaré Barroca Residia na Ordem Falecida a 21/07/2010

“Estarás sempre presente nos nossos corações pelo amor que transmitiste.” Tua filha, genro e netas recordam-na com eterna saudade, e mandam celebrar missa por intenção da sua alma dia 21/07/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Tratou a Funerária Vareda, Lda.


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

O livro encontra-se à venda nas instalações do JMG/RCM Ref.: 5660

Moradia em Banda T3

Moradia em bom estado, com muita iluminação natural. Sala com fogão de sala. Cozinha com boa arrumação. Casa de banho de serviço no rés-do-chão. 1º andar com dois quartos tendo em comum uma casa de banho e um roupeiro. Quarto principal com casa de banho e roupeiro. Sótão habitável com acesso pelo interior da casa. Varandas. Divisão para multiusos ou garagem. Logradouro nas traseiras e pátio para jardim em frente.

100.000€

AMI 5433

A v. V i c t o r G a l l o , n º 1 2 4 2430-174 Marinha Grande Te l e f o n e : 2 4 4 5 6 1 5 8 5 Fax: 244 503 022

w w w. i m o s o n h o . p t

Publicidade

23


MAIS E MENOS... DA SEMANA

José robalo O presidente do AC Marinhense decidiu que, na próxima temporada, os jogadores não recebem. Finalmente, bom senso na bola cá do sítio.

paulo tojeira O líder do grupo de percussão Tocándar não apareceu na concentração à porta da autarquia promovida para reclamar uma nova sede.

av. liberdade

Polémica

SL Marinha taMbéM quer (MaiS) uM caMpo Sintético O Sport Lisboa e Marinha está “perplexo” com a decisão da Câmara Municipal em ceder o Estádio Municipal à U. Leiria e, em contrapartida, exigir o arrelvamento de três campos no concelho

“Então e o Sport Lisboa e Marinha?”, questiona o clube em nota de imprensa, onde se pode ler ainda: “Mais uma vez na história deste clube que ao longo dos seus 72 anos tem estado sempre ao serviço do concelho, foi esquecido pela autarquia”. O SL Marinha, um dos clubes mais representativos do desporto no concelho, garante que “não foi visto nem achado, nem ouvido nem tão pouco lembrado”. E questiona: “Como foi possível ignorar um clube que na época agora finda proporcionou a 276 jovens praticarem desporto? Um clube, cujas sucessivas direcções têm tentado com enormes sacrifícios melhorar as condições desportivas, sempre ouvindo

foto DE ARQUIVO

as mais diversas promessas dos sucessivos executivos e mais uma vez foi premiado com um insólito esquecimento”. A direcção do SLM não entende onde está a coerência da decisão camarária: “Não é pelo número de atletas inscritos, não tem a ver com o número de equipas, não tem a ver com as camadas jovens, então? Gostaríamos de poder entender”. Neste sentido, o clube da Ordem “apela à união da família SL

Marinha na defesa dos direitos de um clube com a grandiosa história desportiva como é o nosso. Defender os direitos do clube é apoiar os atletas que praticam desporto no concelho”, conclui. Até ao fecho desta edição não foi possível obter uma reacção da autarquia, apesar das diligências efectuadas. O presidente Álvaro Pereira optou por não reagir ao comunicado do SL Marinha. ß

braças estorvam peões Futebol

Fernando reis morre aos 58 anos Vítima de doença prolongada faleceu, no início da semana, Fernando Reis, antigo treinador do Atlético Clube Marinhense

Fernando Reis tinha 58 anos, era natural da Marinha

Grande e residia em Coimbra há vários anos. O treinador de futebol orientou várias equipas da região, entre as quais o ACM e Sp. Pombal, formação que conduziu à II Divisão. Reis foi cremado na Figueira da Foz, na passada terça-feira. ß

Sexualidade Quem passa de carro, moto ou bicicleta pela Av. Liberdade nem se apercebe que as braças de algumas árvores estão demasiadamente compridas. Mas para quem utiliza os passeios frequentemente acaba por ter que fazer alguma ginástica, pois a ramagem está muito baixa (ver fotografia). O leitor que nos fez chegar esta imagem acredita que esta é “uma forma dos marinhenses fazerem exercício físico… ou contorcionismo”. Certo é que estamos perante uma situação que pode representar algum perigo, sobretudo para os mais distraídos. À atenção da autarquia marinhense. ß

Venha estudar para o ISDOM! Saiba como: 244 503 800

www.isdom.pt

não finja, sinta! Os motivos que levam as mulheres a fingir o orgasmo são variados, mas o objectivo é sempre o mesmo, o de agradar ou não desiludir o parceiro! Para quê fingir, quando pode usufruir daquilo que a natureza nos dá: a possibilidade de ter orgasmos, muitos e bons… Há mulheres que têm dificuldade em chegar lá e acabam por fingir por esse motivo. No entanto, fingir não é a melhor opção. Ter abertura para falar do assunto com o seu parceiro é meio caminho andado para o sucesso! Vai ajudar o seu companheiro a aperfeiçoar-se e ele irá com certeza ter todo o gosto em explorar consigo o seu corpo, para que possa ultrapassar essa barreira do prazer. Não devemos fingir o orgasmo por todos os motivos do mundo - não só pelo bem-estar que nos trará, mas também porque, de outra forma, o seu companheiro (que pensa que lhe está a dar imenso prazer) nunca saberá do que você realmente gosta quando na realidade você está a fazer um “frete” só para que a auto-estima dele não seja afectada, ou simplesmente para despachar o assunto. Pois bem, está na hora de começar a fingir menos e a sentir mais! As mulheres não são todas iguais, e não temos livro

de instruções, muitas vezes os homens não sabem do que gostamos porque nunca lhes dissemos. Cabe-nos a nós dar-lhes um curso intensivo do nosso corpo e das nossas próprias zonas erógenas. Mas, para isso, é fundamental o diálogo. Diga o que gosta, como gosta, mostre-lhe! Não tenha preconceitos nem vergonha. Vai ver que não se arrependerá! Não finja o orgasmo, sinta-o!

Paula Gaspar Just Only


JMG 2469