Issuu on Google+

ornal Marinha J da

Director: António José Ferreira

www.jornaldamarinha.pt

Telefone: 244 502 628

GRANDE

Quinta-feira 9 de Junho de 2011

ANO XLVII - Nº 2463 Preço: 1,10€ (IVA inc.)

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico. Autorização nº DE02692007MPC

Porte Pago

ŠŠLegislativas

ŠŠJustiça

João Paulo Pedrosa eleito, Osvaldo Castro de fora

Polícia homicida com pena suspensa O polícia que matou um mirone na praia das Pedras Negras, em Abril de 2008, viu confirmada a pena de dois anos e meio |Pág. 7|

A Assembleia da República vai deixar de ter dois marinhenses. Osvaldo Castro (na fotografia) não conseguiu a eleição. Era o 2º por Beja mas apenas entrou o cabeça-de-lista socialista. João Paulo Pedrosa foi eleito por Leiria numa eleição em que o PS venceu no concelho mas perdeu no distrito e no país |Pág. 3|

ACM apresenta projecto ambicioso

ŠŠCoelho

dos Santos

Médico marinhense morre aos 92 anos O médico marinhense Coelho dos Santos faleceu na madrugada de segundafeira. Era um dos mais respeitados clínicos da Marinha Grande |Pág. 2|

ŠŠConferência

“O futuro depende das competências” As competências estiveram em destaque na Conferência JMG/SOM cuja última edição antes das férias de Verão decorreu na passada semana |Pág. 5|

ŠŠDesporto

Hugo Matos vence campeão do mundo A nova direcção do AC Marinhense apresentou o projecto para a requalificação da Portela. O clube quer três campos e estruturas de apoio.

pág. 17

O atleta marinhense Hugo Matos derrotou no Campeonato Nacional de Kickboxing o campeão do mundo, Ricardo Fernandes |Pág. 18|


Local

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

2

Meteorologia

quinta

Céu geralmente muito nublado, tornando-se pouco nublado para o fim do dia. Aguaceiros. Vento fraco a moderado do quadrante oeste.

Céu geralmente muito nublado. Possibilidade de aguaceiros. Vento fraco a moderado de oeste.

Foto da semana

sexta

“As prioridades do executivo editorial

António José Ferreira* Quem como nós percorre todo concelho já se apercebeu que as vias de circulação automóvel estão a necessitar de uma intervenção urgente. Considerar que todas as ruas da Marinha Grande têm pelo menos um buraco talvez seja um exagero, mas certo é que muitas carecem de obras. Nalguns casos urgentes! É verdade que seria impossível, de um dia para o outro, alcatroar todas as estradas, mas esta deveria ser encarada como uma prioridade. Ano após ano, os sucessivos executivos camarários têm-se deparado com o seguinte dilema: que obras devem ser prioritárias? Já tivemos presidentes que olharam para a cultura como “a menina dos seus olhos”, outros tiveram como prioridade o ataque aos seus inimi-

Assim vai a Marinha Grande...

gos e outros não sabem muito bem para onde se devem virar. Depende do vento. Vem isto a propósito dos investimentos que aí vêm no centro da cidade. São projectos da maior importância para o nosso futuro colectivo e, por outro lado, terão uma substancial comparticipação dos fundos comunitários. Aliás, se não fosse assim dificilmente este executivo teria capacidade financeira para avançar com estes projectos e há que aproveitar. A questão é se valerá a pena estar a canalizar fundos para obras que servirão apenas para “meia dúzia” de munícipes quando muitas ruas da cidade continuam esburacadas. Neste momento é ainda cedo para afirmar se os investimentos previstos para os próximos anos, nomeadamente a requalificação do Teatro Stephens e da Resinagem, serão os mais adequados nesta altura. O que esperamos é que estes projectos sejam efectivamente a alavanca que faltava para voltarmos a ter vida no centro da cidade. Faleceu o Dr. Coelho dos Santos. No espaço de poucas semanas esta família tradicional da Marinha Gran-

de perde dois dos seus membros. A partida do patriarca aconteceu no início da semana, aos 92 anos. A Marinha Grande e os marinhenses têm uma dívida de gratidão para este homem simples e generoso, que esteve sempre pronto a ajudar os seus doentes. O JMG e a RCM manifestam publicamente os votos de pesar à família, que nesta hora difícil deve, antes de mais, sentir um orgulho imenso daquele que foi, em nove décadas, um dos homens que mais prestigiou o concelho. A Marinha Grande perdeu um deputado na Assembleia da República. Apesar de não se conhecerem grande esforços no sentido de resolver problemas do concelho, devido a outros afazeres, certo é que seria preferível ter mais um deputado no Parlamento. João Paulo Pedrosa vai ter, assim, trabalho reforçado, apesar de a próxima legislatura se prever difícil para o PS, que vai estar na oposição.

(R)Humor Olha, Osvaldo Castro não conseguiu ser eleito nas legislativas de domingo...

Mas quem é que teve a ideia de mandar o homem para Beja?

Rufino Fininha Eu cá votei no partido...

Rufia

dos animais!

(Cão rafeiro... que morde velhinhos)

*Director

Como anunciar no Jornal da Marinha Grande Para anunciar no Jornal da Marinha Grande (JMG) informe-se através do nosso Departamento Comercial pelo telefone 244 502 628, por e-mail (jmg@jornaldamarinha.pt) ou dirija-se pessoalmente às nossas instalações, na Travessa Vieira de Leiria, nº 9 (junto ao Tribunal da Marinha Grande).

Os anúncios/conteúdos para publicação deverão ser fornecidos até dois dias úteis anteriores à data da publicação, ou seja, até às 18 horas de terça-feira.

Futebol

Equipa marinhense vence torneio nos Pousos Num sábado cheio de sol, onde o desporto é sempre bem-vindo, disputou-se mais um torneio de Futebol no escalão de Benjamins A (nascidos em 2000) com a participação de quatro equipas: EAS Marinha Grande, GRAP Batalha, Marrazes e o GRAP dos Pousos. Após vários jogos - todas as equipas jogaram umas contra as outras -, a EAS Marinha Grande saiu vencedora, ganhando todos os desafios e não sofrendo qualquer golo. Parabéns a todas as equipas participantes pelo excelente dia desportivo que proporcionaram. À equipa vencedora deste torneio parabéns, assim como aos técnicos responsáveis, pelo bom desempenho e alegria com que participaram. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

3

Legislativas

PS vence na Marinha Grande Freguesia de Marinha Grande

Concelho de Marinha Grande PS

PS

5.102 votos

PPD/PSD

3.980 votos

PPD/PSD

3.864 votos

PCP-PEV

4.922 votos

2.807 votos

B.E.

PCP-PEV

3.279 votos

B.E.

CDS-PP

1.853 votos

CDS-PP

1.501 votos

0%

Abstenção 42,29%

1.758 votos

Abstenção 42,10%

1.377 votos

5%

10%

15%

20%

25%

5%

O PSD foi o grande vencedor das eleições legislativas do último domingo, 5 de Junho, no distrito de Leiria com 47 por cento dos votos, o que permitiu a eleição de seis deputados, mais dois do que em 2009. Já o eleitorado marinhense votou maioritariamente em José Sócrates

Os social-democratas elegeram no distrito de Leiria a cabeça-de-lista Teresa Morais, Fernando Marques, Feliciano Barreiras Duarte, Maria da Conceição Pereira, Paulo Batista dos Santos e Pedro Pimpão. O PS ficou-se pelos 20,71 por cento dos votos, elegendo três deputados, menos um que nas legislativas de há dois anos. Basílio Horta, João Paulo Pedrosa e Odete João asseguraram lugar no Parlamento.

10%

15%

20%

O CDS-PP foi a terceira força política, com 12,8 por cento, mantendo a eleição de um deputado por Leiria, Assunção Cristas, tal como sucedeu em 2009. Já o Bloco de Esquerda conseguiu 5,37 por cento dos votos, o que foi insuficiente para manter Heitor de Sousa, o deputado conseguido nas últimas eleições, enquanto que a CDU não foi além dos 4,97 por cento, não elegendo nenhum parlamentar. A abstenção foi de 41,5 por cento. Marinha cor-de-rosa

Quanto aos resultados no concelho da Marinha Grande, o Partido Socialista obteve 5.102 votos (26,91%), seguido do PSD com 4.922 (25,96%). A CDU foi a terceira força política mais votada, com 3.279 votos (17,30%), seguida do Bloco de Esquerda com 1.853 votos (9,77%), e do CDS-PP com 1.758 (9,27%). Comparativa-

25%

30%

35%

Freguesia de Vieira de Leiria PS

0%

30%

35%

mente com os resultados de 2009, PS, CDU e BE perderam votos em contraponto com PSD e CDS-PP, que registaram aumentos muito significativos. Por freguesias, o PS foi o mais votado na Marinha Grande, com 3.980 votos, seguido do PSD com menos 116 votos. Na Moita, o PS também liderou com 278 votos, mais 117 que o PSD. Na freguesia de Vieira de Leiria houve uma grande viragem à direita, com o PSD a sagrar-se vencedor com 897 votos, mais 53 que o PS. A abstenção registada no concelho da Marinha Grande foi de 42,29 por cento. Pedrosa fica, Castro sai

Destas legislativas resultou ainda a manutenção de João Paulo Pedrosa na Assembleia da República, já que concorreu em segundo lugar pelo círculo eleitoral de Leiria, que elegeu três deputados.

844 votos

PPD/PSD

897 votos

PCP-PEV

341 votos

B.E.

266 votos

CDS-PP

Abstenção 44,67%

330 votos

0%

5%

10%

15%

20%

25%

30%

35%

Freguesia de Moita PS

278 votos

PPD/PSD

161 votos

PCP-PEV

131 votos

B.E.

86 votos

CDS-PP

0%

Abstenção 35,68%

51 votos

5%

10%

15%

Quanto ao marinhense Osvaldo Castro, que concorreu como número dois em Beja, ficou de fora, uma vez

na primeira pessoa… por Ana Rita Jorge

20%

25%

30%

35%

que o Partido Socialista apenas conseguiu eleger um deputado naquele distrito. ß

Acção Social

Qual a sua opinião sobre os resultados das eleições? Acredita que o país vai melhorar?

Girassol comemora 10º aniversário

António Mina 63 anos Aposentado da EDP

Maria Santos 34 anos Desempregada

Rogério Videira 50 anos Comerciante

Acredito que com Pedro Passos Coelho no governo, em princípio, haverá algumas mudanças. Embora não fosse a favor dele, acho que foi justa a vitória do PSD. Sou de opinião que o país pode melhorar desta crise, tenho esperança que tal aconteça agora com a vinda de um novo Primeiro-Ministro.

Não sei muito bem em que partido posso confiar, mas considero uma vitória justa, a do Passos Coelho, acho que ele vai governar bem o país, pode ser que consiga tirarnos desta crise, embora não dependa só dele. Tenho esperança que o país melhore, mas só todos juntos e com os mesmos objectivos é que conseguiremos sair desta situação.

Preferia que tivesse sido o líder do meu partido a ganhar, mas o povo preferiu que fosse o cabeçade-lista do PSD o escolhido para ser o novo Primeiro-Ministro, e há que aceitar esta escolha. Acredito que a crise há-de melhorar, agora com um novo partido no poder, espero que mude para melhor.

O Centro de Acolhimento Temporário Girassol completa este ano uma década de existência. A data será comemorada no próximo dia 17 de Junho, com a realização de um jantar convívio, agendado para as 20 horas, no Salão Vareda Pedroso, em São Pedro de Moel. A ocasião servirá ainda para marcar o encerramento do ano tertuliano 2010/2011 da Tertúlia dos Anos de Ouro da ADESER II – Associação para o Desenvolvimento Económico e Social da Região da Marinha Grande – IPSS. O evento contará com a actuação do Grupo Coral da Tertúlia bem como da Orquestra Juvenil da Marinha Grande. As inscrições podem ser efectuadas pelo 244 560 683. ß

www.jornaldamarinha.pt


Local

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

4

Exposição

Mapas ‘dão a conhecer’ Š o concelho

Ocorrências

Bombeiros socorrem feridos graves Duas pessoas ficaram feridas em estado grave na última semana na sequência de acidentes de viação. Os Bombeiros Voluntários da Marinha Grande deslocaramse à Moita, na passada quinta-feira, 2 de Junho, pelas 15h25, para prestar socorro ao ferido grave que resultou da colisão entre um automóvel e um veículo de duas rodas, ocorrida na EN 242. A vítima foi transportada para o Centro Hospitalar Leiria-Pombal. No último sábado, dia 4, cerca das 3h50, os bombeiros locais enviaram nove efectivos apoiados por duas viaturas para a Martingança, para socorrer um ferido grave, que resultou de um despiste que teve lugar também na EN 242. Os Bombeiros da Marinha Grande levaram o ferido em estado grave para o Centro Hospitalar Leiria-Pombal, com o acompanhamento da viatura médica de emergência e reanimação das Caldas da Rainha. Do despiste resultaram ainda outros quatro feridos, socorridos pelos Bombeiros de Pataias. No sábado, pela 1h40, os bombeiros combateram um incêndio num estabelecimento dedicado à restauração, situado na Marinha Grande. Não houve feridos a registar. ß

Amieira

“O Concelho em Mapas” é como se intitula a exposição que a Câmara Municipal da Marinha Grande tem patente na escola sede do Agrupamento Guilherme Stephens. A mostra, da responsabilidade da Divisão de Ordenamento, Planeamento e Projectos, foi inaugurada no dia mundial da criança e poderá ser apreciada até 16 de Junho. Sensibilizar a população escolar para a importância dos Sistemas de Informação Geográfica é o grande objectivo. No próximo ano lectivo está previsto que a exposição passe por outros estabelecimentos de ensino do concelho, designadamente pela Escola Básica

dos 2º e 3º Ciclos Nery Capucho, pela Secundária Calazans Duarte, pela Se-

cundária José Loureiro Botas e pela Escola Secundária Pinhal do Rei. ß

Ordem

Colectividade organiza caravana de bicicletas A Sociedade de Beneficência e Recreio (SBR) 1º de Janeiro, da Ordem, vai dinamizar esta sexta-feira, dia 10 de Junho, uma caravana convívio com destino ao Tremelgo. A concentração dos participantes está marcada para as 9h junto à colectividade, sendo que a caravana arranca meia hora depois. O percurso inclui passagens pelo Engenho, Pedreanes, Estrada do “M”, Ponte de São

Pedro e Ponte das Faias, entre outros locais. A organização faz ainda saber que caso o tempo não esteja favorável, o almoço (cada um leva o seu) será realizado nas instalações da colectividade. Além do passeio de bicicleta haverá animação musical, concursos, caça ao tesouro e coroação “das majestades do Reino da Ordem”. ß

Francos em convívio Pelo quarto ano os “Francos” vão estar em pleno convívio já esta sexta-feira, dia 10 de Junho, a partir das 16 horas, junto à colectividade da Amieira. A exemplo de encontros anteriores, a que têm comparecido muitos familiares desta grande família que se fixou na Amieira há perto de dois séculos e depois se espalhou pelos lugares vizinhos do concelho da Marinha Grande, prevê-se muita adesão. O programa comemorativo prevê a realização de uma exposição de fotografias dos antepassados, com vista a permitir conhecer as origens da família. Prevê-se uma tarde de grande animação, com porco no espeto e vinho da região.

José Manuel André

Albergaria

Capela em festa Š este sábado A comissão de festas da Capela de Albergaria vai levar a cabo no próximo sábado, dia 11 de Junho, os tradicionais festejos em honra de Santo António. A festa tem início marcado para as 19 horas, no largo do Lavadouro de Albergaria, onde terá lugar uma sardinhada. Haverá ainda bifanas, caldo verde, filhós e café d’avó, entre muitos outros petiscos. A animação musical estará a cargo do jovem Bernardo que participou no programa televisivo “Uma canção para ti”. ß

Ambiente

Espectáculo desvenda “Sons do Rio” A SIMLIS preencheu o Teatro Miguel Franco, em Leiria, com o espectáculo final do Concurso “Sons do Rio”, dia 3 de Junho

Este espectáculo contou com a presença de 180 crianças do 1º ciclo do ensino básico, pertencentes aos municípios de Batalha, Leiria, Marinha Grande e Ourém, que tiveram a oportunidade de ver as suas obras expostas e partilhadas com todos os presentes, num espectáculo que foi de todos para todos, e onde a descoberta, exploração e interpretação de novos sons foi uma constante, tendo como fonte inspiradora os nossos rios. No final do espectáculo, foram conhecidos os vencedores de cada escalão, tendo sido distinguidos quatro dos cinco escalões a concurso. A Escola Básica do 1º ciclo de Moita Redonda, do concelho de Ourém, foi premiada no 2º e 4º escalão, a Escola Básica e Secundária da Batalha foi vencedora do 3º escalão e por último, a Escola Básica do 1º ciclo de Brancas, também do concelho da Batalha foi premiada no 5º escalão. A entrega de prémios contou com a

presença de representantes dos municípios abrangidos pela SIMLIS, que tiveram o prazer de poder oferecer como prémio a estas escolas, um instrumento musical. Todos os participantes no concurso foram presenteados com um certificado de participação e com um passarinho de água, um instrumento musical que simula o som da água. O concurso “Sons do Rio” constituiu uma das iniciativas previstas no Plano de Educação Ambiental da empresa. E visou estimular a descoberta dos rios como elementos centrais na história do ser humano, alertar para a importância

da água como elemento primordial à vida e sensibilizar toda a população para a preservação da fauna e flora dos ecossistemas ribeirinhos. Consciente da sua missão, a SIMLIS aposta na realização de campanhas que visam a Educação Ambiental. Neste sentido, tem vindo a desenvolver um Plano de Educação Ambiental que pretende ser uma ferramenta de educação para o desenvolvimento sustentado da comunidade e, como tal, é composto por diversas actividades que a empresa desenvolve nas escolas da sua área de intervenção. ß


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Conferências JMG/SOM

Competências em debate

O

Jornal da Marinha Grande e o Sport Operário Marinhense promoveram no passado dia 31 de Maio mais uma Conferência, a última antes das férias de Verão. Subordinada ao tema “A importância das competências”, a iniciativa teve como oradores convidados Manuel Damásio, administrador da Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias e o empresário marinhense Aurélio Ferreira.

Cerca de meia centena de pessoas marcou presença na conferência que teve como palco a Sala de Exposições do SOM. Manuel Damásio deu a conhecer o universo Lusófona e os propósitos da instituição, enquanto que Aurélio Ferreira considerou essencial a ligação entre empresas e universidades na preparação de recursos humanos dotados das competências que verdadeiramente interessam ao tecido económico. ß

Local

5


Local

6

Campanha

Banco Alimentar Š recolhe 82 toneladas A campanha de recolha de alimentos realizada nos dias 28 e 29 de Maio rendeu 82 toneladas ao Banco Alimentar de Leiria-Fátima, mais 15 do que no mesmo período do ano passado. Este ano, a campanha contou com a participação de mais de 1.400 voluntários, que estiveram distribuídos pelos pontos de recolha e no armazém. Leiria, Batalha, Porto de Mós, Marinha Grande, Ourém, Pombal, Ansião, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande foram os concelhos abrangidos, num total de 59 supermercados. Os alimentos vão agora ser distribuídos todos os meses por 54 Instituições Particulares de Solidariedade Social da região. ß

Ecobike

Alunos e professores deram ao pedal

Duas centenas de alunos e professores das Escolas do 2º e 3º Ciclos do concelho deram corpo a mais uma edição do Ecobike, que no passado dia 25 de Maio levou para a estrada muitas bicicletas

Tratou-se de uma actividade desportiva promovida pela Câmara Municipal da Marinha Grande, e que teve como público-alvo os alunos e professores das Escolas do 2º e 3º Ciclos do concelho. Com partida e chegada no Parque da Cerca, o Ecobike traduziu-se num passeio de bicicleta pela Mata Nacional com passagem pelo Parque de Merendas da Portela, “Estrada dos 7”, Pedreanes e Estrada do Pinhal Manso, entre outros locais. O passeio decorreu ao longo de duas horas, sendo que no final foram dados como cumpridos os propósitos do Ecobike: fomentar a prática desportiva, promover a interacção entre os alunos e o contacto com a natureza. ß

www.rcm.com.pt

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

Ambiente

Câmara apela Š à poupança de água A autarquia da Marinha Grande emitiu um comunicado onde aconselha a população a poupar água, um recurso cada vez mais escasso e precioso. Dicas simples, como fechar a torneira enquanto escova os dentes, podem fazer a diferença

Para a Câmara Municipal, “devido à escassez de água potável no Planeta, agravada pela seca dos últimos anos, é urgente a tomada de comportamentos que não ponham em risco a sobrevivência de todos”. A autarquia lembra que devem ser adoptados comportamentos que reduzam o consumo de água, pois esta “poderá não correr nas torneiras, especialmente nas horas de maior consumo e com incidência no Verão”. Manter a canalização doméstica em bom estado, evitando fugas ou perdas de água em torneiras, autoclismos, esquentadores, máquinas de lavar; instalar dispositivos reguladores de caudal que permitam reduzir os consumos de água sem retirar pressão; e controlar os gastos através de uma leitura regular do contador e da factura da água são alguns dos conselhos. Na casa de banho é possível reduzir a descarga do autoclismo, colocando uma garrafa de plástico cheia de água no depósito; podem ser evitados banhos de imersão dando preferência

aos duches rápidos, fechando a torneira enquanto se ensaboar; fechar a torneira enquanto se lavam os dentes ou faz a barba; e nunca utilizar a sanita como caixote do lixo, descarregando o autoclismo só quando for necessário. Na cozinha devem utilizar-se máquinas de lavar loiça e roupa com a carga completa, de preferência em programas económicos; minimizar a utilização da água corrente para lavar ou descongelar alimentos, lavar a loiça ou roupa, utilizando um alguidar; utilizar a menor quantidade de água possível para cozinhar os alimentos, preferindo o vapor, o microondas ou a panela de pressão; e aproveitar a água de cozer vegetais para confeccionar sopas ou para cozer outros vegetais. Não esquecer que os jardins devem

ser regados de manhã cedo ou no início da noite, quando a evaporação é menor, e que os automóveis podem ser lavados com balde e esponja em vez de utilizar a mangueira, que gasta mais água. A título de exemplo é importante referir que lavar a loiça com a torneira aberta, durante 10 minutos, gasta cerca de 120 litros de água, o que corresponde a duas lavagens completas na máquina de lavar loiça. Já lavar o automóvel com torneira à pressão durante 20 minutos gasta cerca de 500 litros de água. A autarquia apela ainda ao civismo da população, para que em caso de ser detectada uma fuga de água na via pública, seja avisada de imediato a Câmara Municipal ou outra entidade competente. ß

Guilherme Stephens

Alunos com “Amigos em África” O Agrupamento de Escolas Guilherme Stephens conseguiu juntar 68 caixotes de roupa e calçado que vão agora ser enviados para Angola e Moçambique, onde vão fazer felizes crianças e jovens entre os 0 e os 18 anos

No âmbito do projecto “Amigos em África”, o Agrupamento de Escolas Guilherme Stephens, que mantém um protocolo com a Organização Não Governamental Atlas, sediada em Coimbra, reuniu durante o 2º período lectivo roupa e calçado destinado a crianças e jovens dos 0 aos 18 anos. Os bens angariados pelas várias escolas do agrupamento, desde os jardins-de-infância até ao 3º Ciclo, e que totalizaram 68 caixotes, serão agora enviados para Angola e Moçambique. De referir que o Agrupamento Guilherme Stephens, que apadrinha o Lar de Nossa Senhora dos Aflitos, em Luanda, dinamizou várias campanhas ao longo de três anos consecutivos, sendo que todas tiveram um balanço positivo. No primeiro ano do projecto foram recolhidos fundos que permitiram registar as crianças e comprar um frigorífico para o Lar, onde são acolhidas crianças órfãs; no segundo ano foi angariado material escolar que facultou a

frequência da escola às crianças do Lar em idade escolar e a recolha de fundos para aquisição de colchões; já no presente ano lectivo por altura do Natal foram enviados 40 caixotes de brinquedos e jogos didácticos, sendo que esta última campanha resultou na recolha de roupas e calçado. Devido à elevada quantidade de artigos recolhidos, uma parte será enviada para Moçambique. De acordo com os professores responsáveis pela iniciativa, este é um projecto que “pretende contribuir para a formação pessoal e social dos alunos, desenvolvendo sentimentos de solidariedade, tolerância e respeito, a par com a aquisição de conhecimentos no âmbito das orientações curriculares para os diferentes níveis de ensino”. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Justiça

Homicida condenado a dois anos e meio O Tribunal da Relação de Coimbra confirmou na última semana a condenação de um agente da PSP, de 39 anos, a dois anos e meio de prisão com pena suspensa, pela morte de um mirone em 2008, na Praia das Pedras Negras

O arguido terá ainda que pagar 125 mil euros à família da vítima, com dois filhos menores, e 19 mil euros ao Centro Nacional de Pensões. A Relação confirmou a decisão do Tribunal de primeira instância, o da Marinha Grande, que considerou a existência de um crime de homicídio por negligência, apesar do recurso do Ministério Público, que alegava que deveria ser imputado homicídio simples, cuja moldura penal varia entre os 8 e os 16 anos de prisão. Para o Tribunal da Relação, o arguido não prestou a atenção que devia antes de disparar, efectuando os tiros

sem saber se o outro indivíduo também tinha uma arma, num caso que remonta à madrugada de 25 de Abril de 2008, no parque de estacionamento da Praia das Pedras Negras, na Marinha Grande, quando o arguido se encontrava dentro de um carro com uma mulher. Recorde-se que a vítima, de 53 anos, terá encostado a cara ao vidro

para ver o que se passava na viatura, e quando lhe foi pedido para sair, não o terá feito. O agente saiu do carro e identificou-se, apesar de não estar de serviço, pedindo para o homem se ir embora. Pensando que este teria uma arma, o agente da PSP acabou por disparar três vezes, causando-lhe a morte. ß

“Mediateca com Vida”

Sarau na Calazans

No passado dia 1 de Junho, a Mediateca da Escola Secundária Eng. Acácio Calazans Duarte apresentou o seu II Sarau “A Mediateca Com Vida…”, dirigido a toda a comunidade

O espectáculo apresentado, fruto do trabalho desenvolvido ao longo do ano lectivo, reuniu excelentes momentos de poesia, música e teatro, exemplificativos do dinamismo e do entusiasmo com que os alunos participam nas actividades promovidas. Foi ainda realizada a entrega de prémios aos vencedores dos vários concursos dinamizados pela Mediateca, que visaram a promoção da criatividade, da leitura, da expressão escrita, do gosto estético e da cidadania. O sarau viria a encerrar da melhor forma, já a noite ia longa, com a presença da actriz e escritora Isabel-Victoria da Motta, que apresentou o seu recente livro, “As longas apoquentações de uma mulher só num Inverno muito frio”.

II Concurso Passaporte de Leitura

1ª Rita Carlos - 7º B III Concurso de Marcadores de Livros

1º Alexandra Alves, 7º C; 2º Isabel Cardoso - 7º B; 3º Carolina Costa - 7º B V Concurso “Fala-Barato”

1º André Couceiro - 11º A VIII Concurso de Fotografia

1º Rui Vale - 10º E; 2º Rafaela Lopes - 12º F; 3º Rui Vale - 10º E IX Concurso de Conto

1º Francisca Dias - 11º C; 2º Patrícia Santos - 12º G; 3º Graciete Moura - Assistente Operacional X Concurso de Poesia

I Concurso de Ortografia

Rafaela Barata - 7º C; Gilberto Carvalho - 7º C; Bruno Ferreira, 8º C; Micaela Figueira, 8º C

Ensino Básico - 1º Mariana Lagoyda - 9º A; 2º Rita Melanda - 7º C; Ensino Secundário - 1º Micael Jorge - 12º G; 2º Carla Ramos - 12º G; 3º Karolina Kincharouk - 12º H. ß

7


Local

8

Casal de Malta

Escritor vai à escola

A Biblioteca Escolar de Casal de Malta recebeu no passado dia 27 de Maio a visita do escritor Carlos Silva, que participou numa sessão de promoção da leitura. “O Urso que perdera o coração”, da sua autoria, foi a obra que Carlos Silva apresentou às crianças do Jardim-de-Infância da Marinha Grande e da sala 3 da Amieirinha, sendo que a iniciativa contou com a participação de alguns encarregados de educação. Durante a última semana, as crianças tiveram a função de levar os colegas do 1º Ciclo da Escola Básica de Casal de Malta a ler o livro, com vista a receber o autor mais uma vez na Biblioteca Escolar. ß

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

1 de junho

Dia da criança Š no parque da cidade

O Dia Mundial da Criança foi celebrado no passado dia 1 de Junho no concelho da Marinha Grande com muita animação. As comemorações dinamizadas pela autarquia envolveram mais de 2.500 crianças das escolas do 1º ciclo e jardins-de-infância

Assinalar a efeméride, valorizar as crianças e lembrar os seus direitos foram os principais objectivos da Câmara Municipal da Marinha Grande ao preparar um programa de animação variado e direccionado aos mais pequenos. As acções decorreram em dois espaços: no Parque Mártires do Colonialismo, durante a manhã, com

um espectáculo musical com o cantor “Taranta” e as suas bailarinas, dirigido aos 1.800 alunos do 1º ciclo do ensino básico; e no Parque Municipal de Exposições, durante a tarde, onde 700 crianças dos jardins-de-infância puderam assistir à actuação das “Pipoquinhas”, acompanhadas do “Ruca” e da “Hello Kitty”. ß

Vieira de Leiria

Dia do Agrupamento assinala-se hoje O Agrupamento de Escolas de Vieira de Leiria dinamiza esta quinta-feira, 9 de Junho, mais um Dia do Agrupamento. A ocasião, comemorada desde 2007, visa dar a conhecer as boas práticas do Agrupamento desenvolvidas ao longo do ano escolar, numa perspectiva de proximidade entre a escola e sociedade. Está prevista a realização de inúmeras actividades, desde laboratórios abertos, exposições e ateliers de pintura, artes e música. Teatro, quermesse, pinturas faciais, jogos tradicionais, Feira de minerais, rochas e fósseis, e bancas de venda de artigos diversos, dinamizadas por alunos e pais, são outras das acções previstas. De referir ainda que o dia terminará com um Sarau no Pavilhão Gimnodesportivo, a partir das 20 horas, que contará com a actuação de alunos de todos os níveis de ensino. ß

Este espaço pode ser seu. Pergunte-nos como! telefone: 244 50 26 28

Moita

Crianças festejaram Dia Mundial As cerca de 60 crianças que frequentam a Escola Básica do 1º Ciclo da Moita comemoraram este ano o seu dia de uma forma diferente: com muita brincadeira no Parque de Merendas da Freguesia

Segundo explicou ao JMG a professora responsável pela escola, Célia Artilheiro, este ano o Dia Mundial da Criança foi assinalado na Freguesia e não na sede de concelho como decorre habitualmente. “A Junta de Freguesia requalificou o Parque de Merendas aqui da Moita, que agora já dispõe de casas-de-banho e melhores condições, e nós resolvemos vir experimentar”, referiu a docente. Os alunos, do 1º ao 4º ano, passaram a manhã em grande animação, sendo que o jogo da reciclagem dominou as brincadeiras. Seguiu-se, depois, um piquenique oferecido pela Junta de Freguesia. De acordo com o secretário da Junta, António André, as obras terminaram no

passado dia 30 de Maio, mesmo a tempo de se poder lá comemorar o Dia da Criança, assinalado a 1 de Junho. Segundo o responsável, os trabalhos incluíram a construção de instalações sanitárias, a colocação de coberturas nos grelhadores e a vedação do espaço. ß

Nery Capucho

Alunos organizam festa A Escola Básica 2/3 Nery Capucho vai acolher no próximo dia 22 de Junho, a partir das 18 horas, a realização de uma festa de final de ano lectivo do “Projecto Londres”, elaborado pelos alunos do 7º D e do Clube de Inglês, com o apoio da professora Ana Baio e dos pais e encarregados de educação.

Trata-se de um projecto iniciado no presente ano lectivo, tendo já sido realizadas várias actividades de angariação de fundos com vista a levar os estudantes numa visita até Londres, no final do 3º Ciclo, quando completarem o 9º ano de escolaridade. A festa contará com muita animação, porco no espeto, serviço de bar,

jogos tradicionais, quermesse, feira de velharias e um mercado de frutas, legumes, hortaliças e animais. Haverá ainda oportunidade para participar em jogos radicais, na corrida das panquecas e no concurso de doces tradicionais. Segundo a organização, o certame terá entrada livre. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

9

Pinhal do Rei

Alunos apresentam projectos

cegueira

para a doença de Alzheimer há medicamentos que ajudam a retardar os seus efeitos, tratando sintomas cognitivos e estimulando comportamentos. Tratando-se de uma patologia progressiva e irreversível, Alfredo Sá adiantou que poderá ser encontrada, nos próximos 10 anos, uma forma de impedir a sua progressão. O clínico chamou a atenção para a necessidade de tratar os doentes de Alzheimer com dignidade e solidariedade, realçando o papel das famílias, acrescentando que se trata “de um problema social que toca a todos. Só está livre da doença quem não tem cérebro”. É,

doença, degenerativa, é geralmente diagnosticada nos primeiros anos de vida, quando os doentes mostram dificuldades de locomoção e caem com frequência. Os doentes deslocam-se em cadeira de rodas, pelo que os alunos procuraram perceber se a cidade da Marinha Grande reúne condições para que estas pessoas se desloquem em segurança. O grupo concluiu que a grande maioria dos passeios não dispõe de rampas junto às passadeiras, que permitam a um deficiente motor atravessar a estrada em segurança; que os abrigos da TUMG não têm espaço para acolher pessoas em cadeira de rodas embora tenham verificado que estas têm condições para circular nos autocarros; que muitos espaços públicos dispõem de sanitários adequados; que existem rampas sem corrimão de apoio; e que existem lugares de estacionamento adequados a pessoas com mobilidade reduzida. Os estudantes concluíram que muito mais há ainda a fazer nesta matéria, mas que para já existem bons exemplos na cidade vidreira. Na sessão participou Manuel Sousa, vice-presidente da delegação de Leiria da Associação Portuguesa

por isso, essencial, “exercitar o cérebro”, referiu Alfredo Sá.

de Deficientes, e que ficou paraplégico há 38 anos na sequência de um acidente de viação. O responsável, que contou a sua experiência como deficiente motor e como desportista, já que integra a equipa de basquetebol em cadeira de rodas da APD Leiria, deixou palavras de incentivo, referindo que “ninguém tem culpa de ser deficiente” e que “a barreira da mentalidade tem de ser vencida”. A professora do Ensino Básico da Escola do Engenho quando esta foi frequentada por André Tavares, falou da experiência de ter tido um aluno com distrofia muscular, frisando que o apoio, companheirismo e amizade dos colegas fez com que o André fosse um menino feliz, determinado e bem integrado. ß

Cegueira, Alzheimer e Distrofia Muscular foram as doenças tratadas pelos alunos do 12º A da Secundária Pinhal do Rei, no âmbito da disciplina de Área Projecto. O JMG assistiu à apresentação dos trabalhos, na última semana, na Mediateca da Escola ÂÂCarla Fragoso

“Sociedade de olhos fechados” foi como os alunos Ana Braga, Nadine Gomes, Maria Bernardes, Tiago Manso e Filipe Norte resolveram intitular o seu trabalho, subordinado à temática da cegueira. Depois de uma breve apresentação acerca de várias doenças que podem levar à cegueira, o grupo de alunos deu conta dos diversos mecanismos existentes com vista a apoiar os invisuais: desde as ajudas auditivas, a escrita Braille, os softwares que permitem usar o computador, passando pela bengala e pelos cães-guias. Os estudantes falaram ainda sobre as dificuldades que os invisuais atravessam no dia-a-dia, como sejam ir às compras, já que os produtos não estão etiquetados em Braille; atravessar a estrada, visto que poucos semáforos estão equipados com sinais sonoros; ou simplesmente andar no passeio, onde não há regras claras sobre a colocação de sinais verticais, umas vezes de um lado, outras de outro, já para não falar dos buracos e dos carros mal estacionados. O grupo de alunos convidou a participar na sessão de apresentação do projecto duas técnicas da ACAPO – Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal, com sede em Leiria, que explicaram as valências de que dispõem. Foi ainda possível ouvir o testemunho de Manuel Dinis, que foi cegando progressivamente, e que contou com o apoio da ACAPO na sua reabilitação.

Alzheimer

Manuel Dinis referiu a importância do apoio da família na adaptação dos invisuais à sua nova condição, defendendo que “ficar fechado em casa não é solução”. Também Jorge Alves, professor na Calazans Duarte, deu o seu contributo como invisual “numa cidade ainda pouco preparada” para esta realidade. Falou da sua experiência como aluno, tendo frequentado uma escola específica, com muitos equipamentos e profissionais especializados, mas onde faltou “socialização”. A apresentação do trabalho terminou com a realização de alguns jogos para invisuais e com uma visita à escola, de olhos tapados e com recurso a uma bengala, para experimentar na pele se a Pinhal do Rei está ou não apta para acolher alunos com deficiência visual. Alzheimer: “só está livre quem não tem cérebro”

O grupo constituído pelos alunos Maria Agostinho, Carolina Santos e Nicolai Duarte resolveu debruçar-se sobre a temática de Alzheimer, uma doença silenciosa, sem cura e que pode manifestar-se aos 40 anos de idade. Durante a apresentação, em que deram a conhecer as várias fases da doença e os sinais de alerta, como a perda de memória, dificuldade em planear ou resolver proble-

Distrofia muscular

mas e executar tarefas familiares, perda da noção de tempo e desorientação, problemas de linguagem e alterações de humor e personalidade, os estudantes contaram com a colaboração do neurologista Alfredo Sá. Segundo o clínico, o sexo, a idade, a herança genética, o estilo de vida e um traumatismo craniano podem ser factores de risco, contudo só é possível afirmar a 100 por cento que alguém sofre de Alzheimer após a morte, sendo realizados exames ao cérebro. O neurologista explicou que existe uma série de testes que podem ser efectuados para despistar a doença que, estima-se, deverá atingir 100 milhões de pessoas em todo o mundo em 2050. Embora ainda não exista cura

Distrofia muscular: um exemplo de força

O terceiro e último grupo, formado por Ana Mousinho, Fábio Rosa, João Pereira e Rafael Tavares, debruçou-se sobre a Distrofia Muscular, dando a conhecer os vários tipos de doença existentes. Os alunos resolveram pegar neste tema como forma de homenagear um antigo amigo e colega – André Tavares, que faleceu em 2009, com 16 anos, vítima de distrofia muscular de Duchenne. Na sessão esteve presente Simão Tavares, de 11 anos, que sofre da mesma patologia do homenageado, que era seu irmão. A


Local

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

10

Projecto

“Redes” dinamiza encontro de trabalho

Leiria

Compras com cartão crescem 11,91% Leiria cresceu 11,91 por cento em valor de transacções efectuadas na Redunicre em 2010, atingindo 554,1 milhões de euros, mais 59 milhões que em 2009, e apresenta assim o segundo maior crescimento absoluto em facturação - revela um estudo realizado pela Unicre relativamente ao uso de cartões de pagamento pela Redunicre em 2010

O distrito cresceu também no volume de transacções efectuadas com cartões de pagamento em 10,33 por cento, face a 2009. Com 554,1 milhões de euros de facturação (valor das transacções), Leiria representa 3,2 por cento do total de facturação nacional, o que perfaz uma subida de 0,15 pontos percentuais comparativamente a 2009. Em termos de volume, Leiria foi palco de 14,9 milhões de transacções, um aumento de 10,33 por cento face ao ano anterior. Leiria representa assim 3,57 por cento do total de transacções em Portugal, o que perfaz um aumento de 0,11 pontos percentuais face a 2009. A nível nacional Leiria ocupa a sétima posição no que toca ao peso ocupado no valor e volume total das transacções. Agosto e Dezembro foram os meses que registaram maior facturação e maior volume de transacções, com 59,5 milhões e 58,1 milhões de euros em valor das transacções, respectivamente, e 1,4 milhões de transacções em ambos os meses. No total, o distrito de Leiria chegou aos 554,1 milhões de euros de facturação em 14,9 milhões de transacções. A nível nacional, em 2010 foram transaccionados 17 mil milhões de euros na Redunicre, tendo sido efectuadas 418 milhões de operações. A Redunicre é a área da Unicre que disponibiliza aos comerciantes diferentes soluções para aceitação de pagamentos nos seus estabelecimentos comerciais, com cartões nacionais e estrangeiros.

Fazer o balanço do primeiro ano de actividade do projecto “Redes para o Desenvolvimento” foi a finalidade do encontro decorrido nos dias 30 e 31 de Maio, em Odivelas e em Lisboa

Na iniciativa marcaram presença os principais parceiros do projecto: o Instituto Marques de Valle Flor, as autarquias de Loures e da Marinha Grande, o Fondo Galego de Cooperacion e Solidariedade da Galiza e o FINEP da Alemanha, além de entidades como o Instituto Português de Apoio ao Desenvolvimento, a Comissão Europeia, a Comunidade de Países de Língua Portuguesa, a UNICEF, o “Projecto Enlaces” e o Instituto de Estudos Estratégicos e Internacionais. No encontro do projecto “Redes”, financiado pela Comissão Europeia, estiveram ainda representados os Municípios de Cascais, Maia, Moita, Odivelas, Oeiras e Setúbal, que também são parceiros do projecto. Segundo fez saber a Câmara Municipal da Marinha Grande em nota de imprensa, o encontro, que coincidiu

Depósito Legal Nº 80254/94 Registo no ICS Nº 100103 Preço avulso: 1,10 euros Série de 26 números (6 meses): 15,00 euros O pagamento é sempre adiantado Fundador José Martins Pereira da Silva Director António José Ferreira ajferreira@jornaldamarinha.pt Redacção António José Ferreira (CP 2614), Carla Fragoso (CP 7388), Alice Marques, Adriano Paiva e José Manuel André

Direitos dos Consumidores em discussão O Auditório da Biblioteca Municipal da Marinha Grande vai acolher na próxima terça-feira, dia 14 de Junho, pelas 14h30, uma conferência subordinada ao tema “Os Direitos dos Consumidores”. A iniciativa, promovida pelo Centro de Informação Europe Direct – Alta Estremadura, Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura, Comunidade Intermunicipal do Pinhal Litoral e Câmara da Marinha Grande, surge no âmbito do Circuito de Conferências dinamizado nos Municípios de Batalha, Leiria,

Colunistas Osvaldo Sarmento e Castro, António Santos,

Colectividade assinala 89º aniversário A Sociedade União de Albergaria prepara-se para comemorar, no próximo dia 22 de Junho, 89 anos de exis-

Composição e paginação Ileve - geral@ileve.com.pt Serviços Comerciais e Publicidade Mónica Matias (244 502 628) Serviços Administrativos e Assinaturas Mónica Matias monica@jornaldamarinha.pt Apartado 102, 2431-902 Marinha Grande Telefone: 244 502 628 Fax: 244 569 093 E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt

Contribuinte 502 963 905

Ourém, Pombal e Porto de Mós. Durante a conferência serão dados a conhecer os direitos dos consumidores, informações sobre produtos financeiros, orçamento familiar, sobre-endividamento, comércio electrónico e Direito de Consumo, entre outros. A sessão contará com o apoio e a participação da Direcção-Geral do Consumidor, Centro Europeu do Consumidor, DECO e Delegação de Leiria da Associação Portuguesa do Direito do Consumo. ß

Albergaria

Luís Guerra Marques, Joaquim João Pereira, João Cruz, Mário Nuno Francisco, Álvaro André, Nélson Araújo, Pedro Silva, Telmo Neto, João Saraiva, Gabriel Roldão, Sérgio Bento, Armando Constâncio, Ana Medina Reis, Ana Patrícia Nobre, Nuno Cruz, Ernesto Silva

Proprietário Jornal da Marinha Grande, Lda.

pessoas interessadas em questões de cooperação e educação para o desenvolvimento”. Trata-se de um projecto que visa, acima de tudo, promover sinergias entre projectos de cooperação internacionais como estratégia eficaz para a redução da pobreza e para o alcance dos objectivos de desenvolvimento do milénio, e fomentar novos canais de comunicação entre autoridades locais a nível nacional e internacional, contribuindo para a boa governação a nível local. ß

Biblioteca

Sobre a Unicre

Fundada em 1974, a Unicre é o maior especialista português em soluções de pagamentos, ocupando um lugar de destaque em termos europeus. Sob a marca Redunicre, é detentora, em Portugal, da maior rede de aceitação de cartões de pagamentos automáticos, com um volume de facturação de 17,3 mil milhões de euros em 2010 e cerca de 76.900 mil terminais. Ao nível da emissão gere 460 mil cartões de crédito, 231 mil dos quais da marca Unibanco. ß

com o fim do primeiro ano do projecto, “serviu para fazer um balanço das actividades realizadas e avaliar o cumprimento do calendário estabelecido, tendo-se concluído que, muito embora ainda existam algumas acções por realizar por parte de alguns dos municípios, os resultados são francamente positivos”. Foram já realizados um conjunto de eventos públicos em diversos municípios, tendo-se verificado “uma grande adesão por parte de eleitos e de

tência. A Direcção está a preparar o programa festivo, agendado para dias 25 e 26. Para já apenas é conhecido

Capital Social 24.939,90 euros Detentores de mais de 10% do capital social António José Lopes Ferreira e João Carlos Cunha da Cruz Gerência António José Lopes Ferreira Sede Travessa de Vieira de Leiria, nº 9 2430 Marinha Grande Impressão FIG - Indústrias Gráficas, SA - Coimbra • Os artigos e as cartas ao director, ao abrigo do artigo 31, nº 4 e 5, não vinculam o director, o editor ou a entidade proprietária do jornal, sendo da única e exclusiva responsabilidade do seu autor • O dia de saída do jornal é à quinta-feira, excepto quando coincida com um feriado, passando para o dia imediatamente seguinte.

Este jornal está à venda nos seguintes locais: Marinha Grande: Jornaleiro, Jornalinho, Tabacaria “Pierrot”, “VCM”, Papelaria Grani, Repsol, Café Cantinho do Engenho, Tabacaria do Cristal Atrium, Eunice Pereira, Gasogagest, Intermarché, Petrosalsa, Pedroso & Gonçalves, M. Cristina Serra, Papelaria Rumo, Continente da Marinha Grande Garcia: Loja da Cláudia Vieira de Leiria: Quiosque Júlia Leal e Papelaria Horizonte Albergaria: Posto da Repsol Moita: Mini-Mercado Novo, Petroibérica Martingança: Maria Cidália da Silva S. Pedro de Moel: Pastelaria Arco-Íris (Costa e Caetano) Maceira: Papelaria Balinha, Loja 3 - Intermarché Pataias: Papelaria Central

que no dia 22, a partir das 22 horas, haverá baile de aniversário com o duo “Zé Café e Guida”. ß Este jornal é membro da API

Tiragem média mês: 14.000 exemplares

ESTE JORNAL É IMPRESSO NA FIG Tel.: 239 499 922 Fax: 239 499 981 e-mail: fig@fig.pt


Cultura

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Santos Populares

Arraial da APPACDM com casa cheia

11 Praia da Vieira

Época balnear Š arranca amanhã

A Praia da Vieira vai estar em festa a partir de amanhã e até domingo, como forma de assinalar a abertura de mais uma época balnear. Sardinha na brasa e muita animação dão o mote Mais de uma centena de pessoas marcou presença no 10º Arraial dos Santos Populares que a Associação Portuguesa de Pais e Amigos do Cidadão Deficiente Mental (APPACDM) da Marinha Grande dinamizou no último sábado, dia 4 de Junho, nas suas instalações

Tratou-se de uma iniciativa que visou, acima de tudo, divulgar a associação e a sua actividade, sensibilizar as entidades e comunidade envolvente para o papel desenvolvido pela APPACDM e angariar fundos para a instituição. A comunidade, as famílias dos utentes e os amigos da associação respon-

deram à chamada e a festa prolongouse pela noite dentro. Não faltaram as tasquinhas com sardinha assada, caldo verde e bifanas, os doces, a quermesse, havendo ainda

espaço para uma exposição e venda de trabalhos elaborados pelos utentes. A animação musical também não foi esquecida. Certamente que para o ano haverá mais! ß

Ensino

Teatro continua na Nery Capucho! Os alunos de Oficina de Teatro realizaram, ao longo do ano lectivo, várias representações teatrais destinadas aos colegas da escola, aos alunos dos Jardins-de-Infância e das escolas do 1º Ciclo do Agrupamento e aos pais, professores, funcionários e público em geral

Assim, no 1º Período, foram visitados os Jardins-deInfância da Pedrulheira, Comeira, Pilado e Trutas. Foram representadas peças elaboradas pelos alunos, como é habitual, as quais apresentavam temas diversos, desde os contos infantis, passando pelo Natal e outros temas do agrado das crianças. Os alunos do 9º B representaram ainda uma peça sobre os malefícios do tabaco, no refeitório da escola. Já no 2º Período, foi realizada a 1ª parte do V Sarau de Teatro, com a participação dos alunos dos primeiros turnos do 7º e 8º anos, os alunos do 9º ano e os que frequentam o Clube das Expressões. Foi necessário realizar três sessões do Sarau para dar resposta ao público interessado; duas tiveram lugar em Picassinos e uma na Amieirinha. Também no 2º Período, deu-se início às representações

As iniciativas, que têm lugar junto ao Monumento ao Pescador, em frente à praia, incluem a já tradicional sardinhada, bem como animação musical diversificada. A organização está a cargo da Câmara Municipal da Marinha Grande, que conta com o apoio da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria e de várias colectividades da freguesia, que têm a seu cargo a dinamização das tasquinhas. Este ano, as tasquinhas serão impulsionadas pelo Agrupamento 1076 do Corpo Nacional de Escutas, Bombeiros Voluntários de Vieira de Leiria, Centro Cultural Paroquial Nossa Senhora da Ajuda (Passagem), Centro Recreativo Cultural Juventude de Casal d’Anja, Clube Motard Motabout, Grupo Desportivo da Praia da Vieira, Industrial Desportivo Vieirense e Jardim dos Pequeninos. O programa comemorativo arranca amanhã, dia 10 de Junho, pelas 10h, com a abertura das tasquinhas, sendo que às 16h sobe ao palco a Escola de Música da Junta de Freguesia de Vieira de Leiria, e às 22h a banda “Hammer Heads”. No sábado, as tasquinhas abrem à mesma hora, e a animação musical está marcada para as 22h com a banda “Serviço Ocasional”. No domingo, a banda “Punk Moda Funk” promete animar a Praia da Vieira, a partir das 18h. ß

Picassinos

Rancho comemora Š 30º aniversário destinadas aos alunos das escolas do 1º Ciclo, tendo sido contempladas as escolas João Beare, Trutas, Pilado, Garcia, Comeira e Picassinos. As escolas de Albergaria e Pêro Neto aguardam pela representação que será realizada em Junho. Neste momento, está em preparação a 2ª parte do V Sarau de Teatro, a acontecer nos dias 9 e 10 de Junho na sede da Ordem e o Sarau do 9º ano, o qual terá lugar no dia 11 de Junho, no mesmo local do anterior. Estes espectáculos contam com a participação de cerca de 100 alunos e conta-se com a afluência de público que tem sido habitual. ß

O Rancho Folclórico de Picassinos prepara-se para comemorar, já amanhã, sexta-feira, dia 10 de Junho, três décadas de existência. O 30º aniversário do rancho será assinalado com a realização de um jantar de confraternização, agendado para as 19 horas, nas instalações da Sociedade de Instrução e Recreio 1º de Maio, de Picassinos. A ocasião servirá para reunir elementos e amigos do rancho que há 30 anos tem percorrido o país divulgando as tradições e cultura do povo da Marinha Grande. ß


Local

12 Sociedade

Tertúlia recorda Š Joaquim Carreira Um grupo de amigos do marinhense Joaquim Carreira, recentemente falecido, está a organizar a realização de uma tertúlia. A iniciativa, agendada para a próxima segunda-feira, 13 de Junho, pelas 21h45, terá lugar no Café Rubi, na Quinta das Nespereiras. Segundo adiantou ao JMG Artur Marques, o objectivo passa por reunir o maior número possível de amigos de Joaquim Carreira com vista ao debate de ideias para a realização de uma homenagem a um dos resistentes antifascistas mais emblemáticos do concelho. O tributo deverá ocorrer a 28 de Outubro, como forma de assinalar a última vez que Joaquim Carreira terá sido preso naquela data, em 1973. Para mais informações contactar Artur Marques pelo 910 508 544. ß

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

Futebol

Solteiros vencem casados Casal Galego esteve em festa este último fim-de-semana. Apesar da crise financeira que por aí grassa e de os portugueses estarem em reflexão para escolher o PrimeiroMinistro, o povo do lugar e não só, compareceu em massa

Divertiu-se, comeu e bebeu, levou para casa os prémios da quermesse e as solas dos sapatos um pouco mais gastas, pela folia da dança, mas feliz. E felizes ficaram também os sócios solteiros da Associação, que espetaram uma “cabazada” aos casados, em jogo de futebol realizado na manhã de domingo, dia 5, no sintético da Ribeira das Bernardas, ao lado do Estádio Municipal. O programa das festas previa dois jogos de futebol inter-sócios: solteiros contra casados e solteiras contra casadas. Porém e vá-se lá saber porquê, as meninas e senhoras não compareceram e os machos é que tiveram de suar a bom suar para darem por cumprida a tradição. Um jogo de emoções

A assistência não era muita, mas

1ª publicação na edição nº 2463 do JMG de 9 de Junho de 2011

como o ditado diz: poucos mas bons, os poucos que tiveram a ousadia de comparecer, assistiram a bons momentos de futebol, riram a bom rir, quando os pontapés atingiam a atmosfera; ralhavam com a equipa de arbitragem quando não assinalava os foras-de-jogo e gritavam “goooooolo” a plenos pulmões quando a bola ultrapassava o risco da baliza e ia embater nas malhas. No campo da batalha, os solteiros, mais jovens, corriam a bom correr pelas laterais, obrigando os adversários, um pouco mais entrados na idade e também um pouco mais pesados graças às gorduras acumuladas, especialmente na zona abdominal, a esforço suplementar e a suarem por todos os poros, para travarem as investidas que foram dando em golos que ao intervalo já eram três. Os

casados, feridos no seu orgulho deram boa réplica, mas os seus ataques eram sustidos pela boa organização defensiva dos solteiros. Na segunda parte do jogo (cada parte era de 30 minutos) os casados, depois de corrigidas algumas posições e após de terem bebido alguma água, entraram decididos e conseguiram marcar por duas vezes, uma das quais de grande penalidade. Mas os solteiros, à medida que o tempo passava e o desgaste se acentuava no lado dos adversários, “espetaram” mais três golitos, fixando o resultado final em 6-3. Sem ressentimentos e depois do banho retemperador, os atletas regressaram a Casal Galego onde os esperava uma “sopa da pedra” com todos os matadores, regada a tinto ou sumo e cerveja, conforme o paladar. ß

1ª publicação na edição nº 2463 do JMG de 9 de Junho de 2011


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

13


HotRio S. Pedro de Moel

02 JUL

de aniversรกrio

14

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

festa

Publicidade

Disc Jockeys Gualter Morais e Henrique Pereira


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

15


Publicidade

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

16 Ref.: 1644

Moradia T4 individual Ar condicionado, recuperador de calor, roupeiros, cozinha equipada, portão automático, cabine de hidromassagem, louças suspensas, estores eléctricos, painel solar com caldeira, recuperador de calor, churrasco e logradouro

175.000€

AMI 5433

A v. V i c t o r G a l l o , n º 1 2 4 2430-174 Marinha Grande Te l e f o n e : 2 4 4 5 6 1 5 8 5 Fax: 244 503 022

2ª publicação na edição nº 2463 do JMG de 9 de Junho de 2011


Despor to

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

17

a rádio de todos os dias

Portela

Natação

ACM projecta futuro

DNMG 20 vezes no pódio

O Torneio Especialista, realizado no último sábado, 4 de Junho, na Piscina de Alcobaça, contou com a participação de 23 jovens do Desportivo Náutico da Marinha Grande (DNMG)

Os nadadores marinhenses conquistaram 9 primeiros, 5 segundos e 5 terceiros lugares, tendo ainda alcançado 42 novos recordes pessoais. Estiveram em grande plano os seguintes atletas: Cátia Clara: 1ª nos 400m e 800m livres; Ana Eloi: 1ª nos 50m, 100m e 200m costas; Margarida Duarte: 1ª nos 50m, 100m e 200m bruços; Filipa Ruivo: 1ª nos 200m estilos; Joana Domingues: 2ª nos 100m bruços e 3ª nos 200m bruços; Patrícia Leal: 2ª nos 50m e nos 200m bruços, e 3ª nos 100m bruços; Antero Martins: 2º nos 200m mariposa; Pedro Oliveira: 2º nos 200m costas, e 3º nos 50m e nos 100m costas; Daniel Sousa: 3º nos 100m mariposa. De acordo com o Desportivo Náutico, também os nadadores Adriana Alves, João Bernardino, Maria Domingues, Inês Ferreira, José Fonseca, Victor Kot, André Marrazes, Beatriz Norte, Catarina Ribeiro, Diogo Silva, João Silva, Maria Silva, Nuno Valério e Bárbara Teodósio, rubricaram boas exibições, embora insuficientes para garantir subidas ao pódio. Pedro Lopes e Solange Sousa foram os técnicos responsáveis pelos jovens marinhenses. ß

A nova direcção do Atlético Clube Marinhense (ACM), presidida por José Robalo, está apostada em dar uma nova dinâmica ao clube, a começar pela requalificação das actuais instalações, na Portela ÂÂCarla Fragoso

O projecto foi publicamente apresentado na noite da última sexta-feira, dia 3 de Junho, durante um jantar no Hotel Cristal da Praia da Vieira. Atletas, familiares, sócios e amigos do clube responderam em massa ao apelo da direcção e marcaram presença no evento que contou com cerca de 230 pessoas. A direcção liderada por José Robalo e que foi eleita muito recentemente – a 19 de Maio – tem as atenções centradas em três aspectos principais: “no rigor financeiro, temos de viver com o que temos”; na formação das camadas jovens e no cariz amador dos seniores. José Robalo apontou ainda como objectivo “devolver o Atlético Clube Marinhense à Portela”, através da concretização de um projecto de requalificação do campo situado naquele lugar. Embora tenha reconhecido que se trata de um projecto “ambicioso”, o presidente do Marinhense mostrou-se “convicto” de que é possível levá-lo a bom porto e com isso proporcionar melhores condições aos atletas. José Robalo deixou ainda palavras de agradecimento aos atletas “que nunca abandonaram o barco”, apesar de estarem integrados num clube “que tem as piores instalações do distrito”, um facto que “nos toca o coração” e que emocionou o actual presidente do ACM. Para Robalo, “hoje é o primeiro dia de muitos dias felizes que vamos ter no futuro”, o que só será possível “com o apoio de todos, com muito trabalho e

dedicação e esta direcção está empenhada nesse objectivo”. O presidente referiu ainda a importância de obter apoio por parte de entidades oficiais. Projecto de milhões?

É com “passos pequenos mas seguros” que o Marinhense quer dar corpo ao projecto apresentado e que será implementado em três fases. A primeira diz respeito à construção de um relvado sintético (105mx67,5m), no local onde existe o actual campo, orçado em 170 mil euros. Numa segunda fase o ACM pretende construir um edifício multiusos com dois pisos, composto por uma bancada coberta com capacidade para 426 lugares e condições para acolher pessoas com mobilidade reduzida. A infra-estrutura compreenderá ainda, no rés-do-chão, seis balneários, um gabinete médico, rouparia, salas de apoio, arrecadação, sala de máquinas e garagem. No primeiro piso, além da bancada, serão criadas salas de formação, um ginásio, biblioteca, sala de imprensa, loja do clube, sala de troféus, um espaço para reuniões, secretaria e um bar. A terceira e última fase do projecto prevê a implantação de dois campos sintéticos de menores dimensões (58mx38m),

destinados aos treinos. O JMG tentou saber junto de José Robalo quanto vão custar as obras previstas, contudo o presidente do clube escusou-se a adiantar qualquer valor, com excepção do que será gasto com o sintético principal, a rondar os 170 mil euros. O dirigente frisou, contudo, que “a Marinha Grande só tem a ganhar com a existência de uma infra-estrutura desta natureza”, apelando ao apoio da comunidade. Campo “à venda”

Tendo em conta a dimensão do projecto apresentado, e cujo custo deverá exceder largamente o milhão de euros, o clube colocou já em marcha uma série de iniciativas com vista à angariação de fundos. A primeira foi o jantar de sextafeira, mas há outras. Para ajudar o ACM é possível adquirir títulos do clube, a 10 euros cada, sendo que cada um corresponde a uma parte do campo, que foi dividido em 1.700 ‘pedaços’. No final será sorteado um fim-de-semana à Ilha da Madeira. Em estudo está também a possibilidade de abrir as portas do clube na próxima época desportiva, não cobrando bilhetes, tentando assim levar mais adeptos à Portela. ß

Moita/Marinha Grande

Casa do Benfica com nova imagem

Com início previsto este mês de Junho vão ser efectuados alguns melhoramentos na sede social da Casa do Benfica da Moita e Marinha Grande, com vista a apresentar aos associados uma nova imagem nas festividades do 4º aniversário

O programa comemorativo arranca já esta sexta-feira, dia 10, com um passeio pedestre nocturno, com início pelas 22h, percorrendo o lugar da Moita. No final do passeio o convívio continuará com café d´avó, filhós e música ao vivo. No sábado, pelas 21h, junto à Casa do Benfica terá início o 2º torneio de Balizinhas em iniciados. Para dia 23 Junho, às 21h, está prevista a festa dos “Santos Populares”. As comemorações prosseguem a 9 de Julho, pelas 17h30, altura em que terá lugar a cerimónia de apresentação da nova imagem. Neste acto solene estarão presentes entidades oficiais e figuras ilustres do Sport Lisboa e Benfica, bem como algumas individualidades do distrito de Leiria. Pelas 20h decorrerá o jantar de aniversário no restaurante Solar dos Noivos, que tem inscrições abertas pelo 968 824 697. Para o dia 13 de Julho está agendado o início do 2º torneio de balizinhas em seniores, encontrando-se as inscrições abertas através do mesmo contacto. ß


Despor to

18

Andebol

Infantis femininas do 1º de Maio vencem Taça Primavera

A taça primavera é a última competição da época e desta vez foi disputada a duas voltas. Tal não impediu que as meninas da SIR 1º de Maio revalidassem o título e, para tal, no último domingo foram até Santa Catarina disputar a última jornada e venceram por 25 – 10. As anfitriãs foram a equipa que mais jogos disputou com a SIR 1º de Maio durante a época e se é verdade que nunca ganharam, também nunca perderam por mais de dois golos e a jogar em casa prometiam ser um “osso duro de roer”. Mostrando a boa forma com que termina a época, a SIR assumiu o jogo desde o primeiro apito do árbitro e com alguma facilidade fez um parcial de 0-5, nos primeiros dez minutos, chegando ao intervalo a ganhar por 3-13. O segundo tempo mais não foi que o confirmar da primeira parte mesmo com a rotação de atletas feita pela SIR, e com o apito final terminou uma época certamente para recordar com as sucessivas conquistas: Torneio Outono, 1º no acesso ao Nacional, Campeonato Regional (distritos de Leiria, Coimbra e Castelo Branco) e Torneio Primavera. Parabéns à treinadora Ana Luísa, à adjunta Rita Cardoso, às atletas, familiares e à SIR 1º de Maio. Jogaram e marcaram pela SIR: Isabel Cardoso (3), Marta Santos (4), Inês Pereira, Diana Norte (1), Marta Oliveira (2), Jéssica Cordeiro (8), Rita Carlos, Soraia Barros, Ana Matos, Vânia Barros, Carolina Cintra (7), Íris Amaral, Bruna Nunes e Beatriz Oliveira. ß

GOSTAVA DE FALAR INGLÊS? NÓS TEMOS A SOLUÇÃO PARA SI! Curso de inglês básico, a iniciar brevemente na Marinha Grande. Diurno/Nocturno

Contacto: 963 809 789

INSCREVA-SE JÁ!

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

Kickboxing

Hugo Matos derrota campeão do mundo

Nos dias 28 e 29 de Maio realizou-se no Complexo Desportivo Municipal de Miranda do Corvo, o Campeonato Nacional de Kickboxing, organizado pela Federação Portuguesa de Kickboxing e Muay Thai

A somar mais uma às suas muitas proezas, o atleta e treinador Hugo Matos combateu na disciplina de Light

Kick, tendo dominado os assaltos e até enviado ao “tapete“, por duas vezes, o seu opositor, Ricardo Fernandes, actual campeão do mundo de Kickboxing. A escola de kickboxing Hugo Matos, este ano, foi muito desfalcada mas mesmo assim ainda conseguiu bons resultados: Rogério Marques, num fabuloso combate de cortar a respiração ganhou na final o seu adversário, e

pela primeira vez na sua carreira foi campeão nacional na categoria de -55 kg; Sara Duarte (-60 kg) vice campeã nacional; Telmo Sousa (-84 kg) vicecampeão nacional; Carmen Gonçalves (-55 kg), perdeu por apenas um ponto na grande final sendo assim, também, vice-campeã nacional. Hugo Matos garante que vai “continuar a trabalhar para no próximo Nacional podermos ir mais longe”. ß

Atletismo

CAMG/Imosonho na final Leiria, Guimarães e Lisboa receberam a fase de apuramento do Campeonato Nacional de Clubes 2011, prova que decidiu o alinhamento para as finais da I , II e III Divisões, provas que terão lugar a 25 e 26 de Junho em Lisboa (I e II Divisões) e Abrantes (III Divisão)

Com 55 equipas no sector masculino e 38 no sector feminino inscritas, o apuramento foi disputado nas Pistas Gémeos Castro em Guimarães, Magalhães Pessoa em Leiria e Universitário em Lisboa. Classificaram-se 49 equipas no sector masculino e 26 no sector feminino nesta fase de apuramento do Campeonato Nacional de Clubes. Um recorde de clubes classificados nesta fase. O maior registo de clubes classificados era de 45 em masculinos (2010) e 26 em femininos (26), número agora igualado. Com a conclusão da fase de apuramento ficaram definidas as equipas que vão disputar as Finais da I, II e III Divisões. O Clube Atletismo de Marinha Grande/Imosonho, através da sua equipa feminina atinge, pelo 5º ano consecutivo, um lugar entre as 16 melhores equipas nacionais, estando assim apurado para o nacional da II Divi-

são. Superiormente capitaneadas, as jovens marinhenses Adriana Mendes (5000 metros), Benvinda Rocha (3.000 Obstáculos), Marta Coelho (3.000 metros marcha), Ana Filipa Silva (Vara, 4x100 e 4x400), Ana Patrícia Silva (Comprimento, Triplo, 4x400), Diana de Oliveira, (peso, 4x100), Andreia Pinto (100 m, 200 m, 4x100), Cyntia Silva, (400, 4x100 e 4x400), Sandrina Sousa (1500, 4x400) e Sara Espinha (Cap.), (100 Bruços, Salto em Altura) e os técnicos António Graça, Fernando Alves, Miguel Lucas e Filipe Delgado, demonstraram mais uma vez com a sua prestação que a Marinha Grande quer continuar a constar no mapa do atletismo nacional ao mais alto nível. Também a equipa do sector masculino esteve presente neste apuramento com um grupo de 13 atletas muito jovens (8 juvenis) e que darão a curto prazo grandes alegrias. Classificaram-se na 41ª posição e ficaram assim fora da possibilidade de participar no nacional da III Divisão. A equipa foi constituída por Emanuel Cardoso (Cap.), Ricardo Henriques, João Pereira, Pedro Soares, Leandro Carvalho, Oleh Palamarchuk, Diogo Duarte, David Vicente, Ricardo Costa, Vasco Rato, Miguel Morais, Alexandre Lucas e Gabriel Brito. ß


Opinião

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

19

Carta ao Director

Lombas: e nós não temos direito? Exmo. Sr. Director do JMG, Em Maio de 2010 foi entregue um abaixo-assinado pela população da Pedra de cima, Pedra de Baixo e Fonte Santa ao Sr. Paulo Vicente, vereador da autarquia, relacionado com a alta velocidade e pedindo umas lombas uma vez que os semáforos não resolvem o problema, porque ninguém respeita a cor vermelha. Foi-nos dito que iam estudar o problema e que tinha solução. Esperámos 45 dias mas não obtivemos qualquer resposta. Eu, Raul Soares, dirigi-me aos estaleiros e falei com a secretária do Sr. Vereador, que me encaminhou a uma senhora engenheira, que me prometeu que talvez em Setembro tivesse tudo resolvido uma vez que as lombas foram encomendadas

e que estavam à espera. Tudo mentira. Será incúria? Eu que percorro o concelho todo vejo que há lombas por tudo quanto é sítio. Então e nós? Os políticos, antes das eleições, prometem este mundo e o outro. Depois de estarem no poleiro são todos iguais. Sr. Vereador, o abaixo-assinado já fez um ano que foi entregue no seu gabinete e o Sr. não têm capacidade para o resolver. Eu sinto vergonha de muitas vezes dar a cara para resolver os problemas, e sou humilhado, por gente sem escrúpulos. 7 maravilhas do concelho

zes paro e fico a pensar que a burrice é uma ciência. Primeira Maravilha: Fachada da Ivima - Avenida 1º de Maio Segunda Maravilha: Fachada da Rua Manuel Pereira Roldão Terceira Maravilha: Fachada J. F. Custódio - Rua Vieira de Leiria Quarta Maravilha: Duas Casas - Rua Vila Real de Santo António Quinta Maravilha: Duas Casas, Rua das Andorinhas (69-71) Sexta Maravilha: Obras na Rua da Várzea Sétima Maravilha: Buracos na Rua da Calçada, Rua da Vitória e Rua Ilídio Oliveira Guerra.

Há tantos burros a mandar, com tantos homens com inteligência, que às ve-

Raul Soares

Opinião

Humor take away ser um meio de transporte ultra-rápido? Que Olá leitores bonitos e às cores. eu saiba, suspenso é o teleférico e anda bem Então, este domingo ficou marcado pela devagar. campanha de sensibilização pela depilação, José Sócrates e Teixeira dos Santos termifoi? Pelo menos já não vejo pessoal com nam assim a sua relação profissional, uma “pentelhos” na boca, nem pessoal a cuspir. O relação que eu assemelho à de uma sanita dia foi também muito especial para Manuela com o autoclismo. Isto porque andam sempre Moura Guedes, pois finalmente vai poder rejuntos, um serve para fazer cocó e outro para gressar à sua profissão e assinar o tão aguarlimpar. Para concluir, apareceu nestes dias um dado contrato com a SIC. Rúben Gomes novo vírus mortal, o E. Coli, que tem como Para aqueles que não sabem, tal como eu, habitat os nossos intestinos e ao que parece o que se irá passar nos próximos tempos, eu aconselho a deslocarem-se o mais rapidamente possível provém dos pepinos. Mas afinal onde é que este pessoal até à farmácia mais próxima, pois, se com o governo an- anda a colocar a fruta? Por esta semana é tudo, vou agora espremer umas terior já nos doía, então agora com o “mais africano” é laranjas, para fazer uma bela laranjada, antes que eles capaz de fazer moça. E agora como fica o TGV? O novo governo vai mes- tomem posse e me devorem a mim. Adeus. ß mo suspendê-lo? Isto intriga-me, então o TGV não é para

Poema

O comércio na Marinha Grande Não era aqui que eu queria estar Era um pouco mais ao lado Ainda estou para aceitar Porque fecharam o mercado.

Agora não vejo ninguém Não há quem me diga olá O povo não tem vintém E eu no deserto do Saara.

Com o espaço que lá tinha Podia viver à vontade Mas a política da Marinha Afastou-me da realidade.

Assim vai o meu Portugal Sem dinheiro para comprar E o comércio tradicional A poucos dias de acabar.

Foi encontro de pais e avós Muita gente lá conheci, Foi honra de todos nós E ratos nunca lá vi!

A miséria em que vivemos Neste tempo de amargura Na verdade já morremos Mas sem direito a sepultura.

Nasci aqui por acaso Mas quero deixar marcas Porque vivo amargurado Com a inércia dos Autarcas. Tirem a calçada, façam horta Matem a fome a toda a gente Comerciantes, fechem a porta Entreguem as chaves ao Presidente!

Leitor devidamente identificado

Opinião

APPACDM da Marinha Grande certifica qualidade A 2 de Fevereiro de 1977, impulsionada por um grupo de pais, a APPACDM da Marinha Grande inicia as suas funções dando apoio a 9 crianças em condição de deficiência, em instalações cedidas pela Câmara Municipal; em 1979 entra em funcionamento a valência do Centro de Actividades Ocupacionais (CAO) em complemento da valência Educacional; em 1993 é criado o Centro de Formação Profissional – CENFOR que pretende ser uma ferramenta para a inserção de jovens adultos em condição de deficiência, no mercado de trabalho; em 1999 é criada a GIESTA, empresa de inserção na área de construção e manutenção de espaços verdes numa parceria entre a APPACDM da Marinha Grande e o Centro de Emprego da Marinha Grande; também em 1999 a APPACDM sai das instalações que ocupava em regime de cedência camarária e inaugura as suas novas instalações junto às escolas Calazans Duarte e Guilherme Stephens. Nestas instalações passam a funcionar as valências Educacional e o CAO; em 2003, através do Decreto-Lei 1102/1997 e posteriormente do Decreto-Lei 3/2008, começou a apoiar crianças com deficiência intelectual oriundas das escolas regulares do concelho, ao nível de serviços especializados; em 2010 inicia-se o processo de Certificação de Qualidade através do modelo EQUASS - European Quality Assurance in Social Services; a 6 de Maio de 2011, é reconhecida a qualidade da APPACDM da Marinha Grande na prestação de serviços sociais através da atribuição, pelo Comité Europeu, do certificado EQUASS de Grau 1. Tem sido um longo caminho até aqui, árduo e feito de alegrias e tristezas mas sempre com o pensamento virado para aqueles que servimos e para o futuro, por isso a nossa missão é promover os reais interesses da pessoa com deficiência, incapacidade ou em risco de exclusão social, através de uma intervenção integrada de serviços. Pretendemos ser instituição de referência no nosso âmbito de actuação e intervenção antecipando-nos à mudança, através da nossa equipa e da capacidade de inovação. Tendo sempre em mente os valores e princípios morais que nos regem, a ética, a seriedade, o respeito, a individualização e a igualdade de oportunidades. Este caminho traçado pela APPACDM da Marinha Grande não teria sido possível sem a colaboração e o esforço de muitos, que desde o primeiro dia colaboraram nesta missão. E a isso a Instituição é eternamente grata. Foram eles que também nos trouxeram até aqui. A APPACDM da Marinha Grande quer agradecer aos seus actuais colaboradores, aos seus clientes, significativos, parceiros, financiadores e comunidade em geral, o contributo para este grande passo na nossa existência e pedir para que mantenham sempre acesa a paixão numa luta desigual e muitas vezes cruel, mas que a cada passo está recheada de momentos mágicos que justificam a nossa existência e dão sentido ao nosso empenho. É com muito orgulho que aceitamos este novo desafio ao serviço da nossa comunidade, mas temos muitas barreiras ainda a vencer e para isso temos de o fazer em parceria com a comunidade marinhense. Há laços que é preciso renovar, há laços que é preciso (re)criar para que possamos contribuir para uma sociedade mais justa e inclusiva. Por isso, quisemos partilhar esta alegria com todos os que leram esta notícia e para vós vai também o nosso Obrigado.

A Direcção da APPACDM


Opinião

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

20

Opinião

Opinião

Dormindo com o inimigo Em Portugal uma em cada três mulheres é vítima de violência doméstica. Uma dor vivida em lágrimas e na solidão, Violência Doméstica designa todos os actos praticados na esfera doméstica de índole agressiva: maus Ana Medina Reis* tratos, humilhações, tortura, espancamentos, entre outros. O problema afecta, sobretudo, mulheres de todas as classes sociais, a violência existe seja nos bairros degradados ou em condomínios de luxo, em famílias carenciadas ou em famílias abastadas. As causas da violência podem estar relacionadas com características pessoais do agressor; distúrbios comportamentais; familiares; casos em que, também, tenham sido ou assistido a casos de violência; situacionais ou patológicos em que se associa agressões constantes, humilhações e agressões verbais e físicas. Sendo a violência doméstica um crime público desde o ano 2001 qualquer pessoa conhecedora dessa situação pode fazer a denúncia. O primeiro passo é denunciar, bem como proteger as vítimas e salvaguardar a sua integridade física e psicológica pois os danos podem ser irreparáveis. Segundo a Associação de Apoio à Vítima (cuja missão é apoiar as vítimas de crime e contribuir para aperfeiçoar as políticas sociais, públicas e privadas de apoio às vítimas) e o Instituto de Medicina Legal de Coimbra e Porto, os principais tipos de violência consistem em agressões verbais e físicas, ameaças, violação e terrorismo psicológico. As grandes vítimas são as mulheres, sobretudo entre os 26-55 anos (41,9%). As vítimas sofrem um grande desgaste psicológico e, muitas vezes, tentam ocultar os factos, por medo do agressor ou por dependência económica. Em 2009 a APAV assinalou 6.539 mulheres vítimas de crime (média de cerca de 127 por semana), 610 crianças vítimas de crime (média de 12 por semana) e 642 idosos vítimas de crime (média de 13 por semana). A realidade em Portugal está longe de ser a ideal, contudo, existem já esforços no sentido de se proporcionar um efectivo apoio a todos os que são vítimas de violência. Uma violência vivida, muitas vezes, em silêncio e na solidão. Contactos: APAV - 707 20 00 77; Linha Verde: 800 20 21 48.

*Socióloga

Portugal Š vai ao fundo Será que os pobres, os desempregados, os agricultores, os professores, os pescadores e outros acreditam ter no Parlamento quem os represente? Se não acreditam porque é que votam nos partidos e não lutam por um Parlamento que os represente? Portugal não estaria condenado à pobreza eterna por essa gente dos partidos se aqueles que produzem estivessem representados no

Parlamento e se os militares tivessem ficado depois da Revolução para denunciarem e evitarem dinheiros mal gastos, desviados ou desaparecidos. Portugal vai agora receber por empréstimo mais 78 biliões de euros para depois pagar 112. Mais uma dívida a acrescentar às outras que Portugal nunca pagará, mas vai trazer mais sacrifício aos que já vivem na pobreza enquanto os respon-

sáveis continuam de carteira cheia sem lhes pedirem responsabilidades. Vão pagar por isso, duramente, os pobres. É o resultado deste sistema e culpa de quem vota nele. Se os portugueses continuarem a votar nos partidos Portugal vai ao fundo. E vai a pique. Votar nos partidos é deixar tudo na mesma.

Duarte Militão

Carta ao Director

Olhar sobre a Marinha Grande Exma. Sr. Carla Fragoso, desde já começo por lhe agradecer em nome de todo o grupo pela participação na nossa actividade do passado dia 17 de Maio, e pela disponibilidade em colaborar connosco na divulgação do nosso projecto. Somos um grupo de Área de Projecto do 12º ano, da Escola Secundária Eng.º Acácio Calazans Duarte. O tema do nosso trabalho é “Um olhar sobre a Marinha Grande”, passando o objectivo principal por sensibilizar quer a população escolar, quer a comunidade local que se disponibilize a aderir ao nosso projecto acerca da riqueza da nossa cidade. Uma vez que a maioria da população local não se orgulha ou não é atraída pela cidade onde vive e, sendo este descontentamento cada vez mais acentuado na população escolar, facto que verificámos através da realização de alguns inquéritos, o objectivo do nosso trabalho passa por lhes mostrar um olhar novo e mais rico no que respeita à cultura, à arte e à imponente história da nossa cidade, a Marinha Grande. Enquanto grupo e no decorrer do ano lectivo foram vários os eventos e trabalhos que já realizámos e vários foram os que tentámos realizar. Como exemplos refiro a palestra sobre a história e arte vidreira da Marinha Grande, que demos no decorrer do 2º período e na qual contámos com a ajuda do professor José Hermano Saraiva, que para além de valiosa informação, nos disponibilizou alguns dos documentários que produziu na nossa cidade, transmitidas no programa da RTP, A Alma e a Gente. Um dos nossos produtos finais também já realizados foi a exposição de quadros do mestre aguarelista Guilherme Correia. Com esta actividade pretendemos mostrar a arte que se pode encontrar na Marinha Grande, assim como

proporcionar a toda a comunidade escolar a oportunidade de conhecer este magnífico aguarelista e cidadão marinhense. Para além desta exposição de quadros do mestre Guilherme Correia, vamos realizar no decorrer do mês de Junho um passeio turístico na Marinha Grande, que será realizado com a turma que obteve na escola pior resultado no inquérito realizado a todas as turmas que, entre outros objectivos, visava avaliar o grau de conhecimento dos alunos acerca da Marinha Grande, o 7ºC. Esta visita terá como pontos de paragem obrigatórios o Museu Joaquim Correia e o Parque do Engenho, estando de momento a ser avaliada a possibilidade de integrar mais alguns locais simbólicos, que com a futura divulgação do projecto será com certeza facilitada. Por último participámos dia 26 de Maio, na “Feira de Projectos” que se realizou na Calazans Duarte, e na qual promovemos várias actividades didácticas com o objectivo de cultivar o gosto dos nossos jovens pela cidade. Destaco entre elas o jogo “Monopólio da Marinha Grande”, que seguindo as regras base do monopólio original, substitui as cidades do jogo por locais ou monumentos do concelho marinhense, sendo por isso uma forma divertida e interactiva de conhecer e fazer uma “visita” pela cidade, sendo que os participantes foram ao longo de todo o jogo questionados sobre a arte e a cultura da Marinha Grande. Obrigado ao JMG por nos permitir dar a conhecer à comunidade marinhense um bocadinho do nosso projecto e do nosso trabalho ao longo de todo ano.

Aníbal Costa, Catarina Santos, Diana Oliveira e Vanessa Sousa

a s u a rádio d e t o dos os dias


Opinião

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Opinião

A voz que me veio do além…

N

Álvaro Órfão

o sábado passado, 28 de Maio, o telefone tocou às 7 da manhã! Era estranha a hora, mas a chamada registava “Luiz-casa” e por isso achei natural! Mas quando após o meu “estou” respondeu a voz feminina da sua companheira Janine, tive um pressentimento. Infelizmente não me enganei. Com a voz embargada e palavras mais ou menos rebuscadas anunciou-me a morte do Luiz-Manuel... tinha acontecido algumas horas antes... havia sucumbido a dois ataques cardíacos. A minha primeira reacção foi dizer “Que horror”. Nada mais me saía, tal foi a surpresa. Afinal ainda há pouco tínhamos estado juntos e havíamos combinado um possível reencontro... talvez no fim do Verão.

Assim, ele partiu sem nos termos despedido! Cinco dias depois, após ter feito as diligências de que fora incumbido, queria disso dar conta, bem como saber como estava a sua companheira a reagir a estes primeiros dias duma solidão inesperada. O telefone tocou, tocou até aparecer a mensagem gravada. É então que me veio do além aquela voz calma um pouco rouca ou surda - já nem sei -, que me disse “Bom dia. Neste momento não posso atender. Deixe a sua mensagem”, etc. Era ainda a voz dele... Quis assim o destino que aquele amigo que não acreditava que houvesse alguma coisa para além da morte, viesse do além desejar-me “Bom dia”, numa espécie de instantâneo de eternidade por meio duma tecnologia que oferecia ao Luiz uma aparência de sobrevivência... Mas ele tinha preparado sem saber e sem querer uma espécie de vida eterna: os seus poemas e as amizades que fez durante a vida, iriam ficar para além dos tempos. As amizades no coração dos amigos enquanto ainda palpitarem e os poemas por mais tempo... sem tempo! A vida tem destas coisas... para além da morte inesperada, uma segun-

da vida da qual o próprio já não desfrutará senão na memória dos outros. Mas para os outros, que conforto. Passar os olhos pelos belos poemas que nos deixou, lembrar os relatos que nos fazia das saudades da sua terra e do seu mar... Lembrar o seu amor pela literatura, pela língua, pelas coisas e pelas pessoas da Marinha Grande... Do seu interesse pelos seus companheiros na saudade... aqueles que como ele tinham sido forçados a afastar-se do torrão que os viu nascer... e que tanto amaram!... O Luiz deixa-nos o grande vazio da sua companhia, mas deixa-nos uma companhia cheia de sentimentos, ternura e saudade: os seus livros! Espero que ele se tenha enganado e que possa encontrar no além, as longas, calmas e verdejantes planuras onde não há medida nem tempo e onde os Vates se encontram para continuar a exprimir as dores da alma como haviam feito na vida terrena, expressão da solidariedade para com aqueles que sofrem e ali tenha eco a saudade que deixou nesta terra tão decrépita e sem futuro. Até breve meu grande amigo! Porque na infinitude dos tempos será breve a tua ausência! ß

Poema

O ser voluntário Ao meu ilustre amigo Dr. Henrique Coelho dos Santos Ser voluntário é querer em algo ajudar, É sentir que com os outros se deve colaborar. É o avançar, na hora e poder, Dar um pouco de amor, a quem está a sofrer. É abraçar o voluntariado com o coração, Transmitir com amor, erguendo sua mão. É uma mensagem de ternura, É de todos um desejo com doçura. É pensar nos dias, dando-os a sorrir, A quem deles precisa, quando a dor se está a sentir. Terás a recompensa de Deus que existe, E vencerás, alegrando aquele que está triste. É preciso saber dar, sem esperar receber, Só assim esperança na vida, poderás ter. E quando alguém chora, Se és voluntário deves ajudar sem demora. Não é obrigação, é dar um pouco de amor,

Aquilo que sai do coração é dado com mais valor. É ser fiel ao nosso pensamento, É ajudar com humanismo, quem está no sofrimento. É sentir o momento que os outros vivem de amargura, É nesse momento se poder distribuir a nossa ternura. Se um pouco é felicidade em cada dia. Dá um pouco mais, e viverás com alegria. O sol nasce a brilhar, E a felicidade, na tua vida, vais encontrar. Dá o teu amor, a tua amizade, A tua recompensa será felicidade. Será uma opção, na vida a escolher, Dá o que podes dar, sem nada querer receber. Feliz de um sonho realizar, Ajudando quem precisa, sem as costas virar.

Poema escrito por José António Carreira dos Santos em 3 de Fevereiro de 1998, quando o Dr. Coelho esteve internado no Hospital de Leiria

No JMG privilegiamos a sua opinião. Escreva, nós publicamos.

21

Carta ao Diretor

Estruturas distritais do PS devem pedir a demissão Quando a Federação Distrital do PS aprovou em 16.04.2011 a lista dos candidatos a deputados para as Legislativas, fiz chegar aos órgãos nacionais e distrital do partido e posteriormente à comunicação social o descontentamento da falta de democracia e da irracionalidade da feitura da mesma, culpando por isso o presidente da Federação, João Paulo Pedrosa, e o membro do Secretariado, Carlos Lopes, este também “ocupante” da secção do PS de Figueiró dos Vinhos. Os interesses pessoais dos visados e a falta de bom senso eram a tónica principal do meu alerta. Isto porque Carlos Lopes impôs para o 5º lugar a sua colega funcionária da Câmara Municipal de Figueiró dos Vinhos, Marta Inês Brás, sem que antecipadamente tivesse havido qualquer reunião de filiados da secção, para aprovação da mesma. Eu quero, posso e mando é o apanágio do “dono” da secção do PS de Figueiró dos Vinhos. Repito que nada há contra esta Senhora, como pessoa e funcionária, mas acha-se estranho a inclusão da candidata para deputada, quando em boa verdade à Senhora não se conhece qualquer ação política, para além de ser dona de casa, mãe e funcionária pública. E o presidente da Federação foi conivente. Abordei a falta de democraticidade em não ser incluído nenhum elemento da JS proposto pela respectiva Federação da Juventude Socialista. Resumindo, o Partido Socialista está entregue a nível distrital a estes dois boys. Assim, o Partido Socialista perdeu no Distrito, entre as eleições de 2005 até domingo 37% de 20.548 votos em 2005 passou agora para 13.038 ; Em Figueiró dos Vinhos, onde impera o despotismo do Carlos Lopes, que apresentou uma candidata, de 2005 houve 1.805 votos, o PS passou para 884 numa percentagem de perda de 51 %, perdendo assim o Partido 921votos; 2. Em declarações a um jornal da “paróquia”, Carlos Lopes fazia um elogio ao 5º lugar que ocupava Marta Brás como representante do norte do Distrito, dizendo: “é uma vitória da concelhia do PS de Figueiró dos Vinhos e o reconhecimento do nosso trabalho que resulta da nossa unidade e do respeito que conquistámos no distrito de Leiria”. Na terra do João Paulo Pedrosa, Vieira de Leiria, o PS perdeu 42% desde 2005 em que teve 1.457 e passou para 844; Em Ferrel - Peniche, que foi elevada por proposta dos deputados do PS a Vila em 6.04.2011, os habitantes “agradeceram” ao ex-presidente da Câmara e deputado Jorge Gonçalves: de 2005 tinha o PS 642 votos, perdeu 42% e passou a ter apenas 368, passando o PSD a ser o partido preferido pela novel vila com 429 votantes . Em 2009 o PS estava à cabeça na votação em Bombarral, Nazaré, Óbidos, Peniche, Marinha Grande e Castanheira de Pêra, passou agora, apenas, a ter Castanheira de Pêra e Marinha Grande, esta cidade com perda de 41% de votação. Por estes factos e outros ainda em standby, e a exemplo da atitude nobre do SecretárioGeral, Eng. José Sócrates, na falta de seguirem até hoje este exemplo exijo a João Paulo Pedrosa e ao Carlos Lopes, em carta aberta, a demissão destes dois perniciosos e maus elementos da política.

Victor Camoezas - Filiado fundador do PS


Diversos

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

22

17, 18 e 19 de Junho

Opinião

Fundada a Associação de Antigos Alunos da Escola Industrial e Comercial da Marinha Grande Realizou-se no passado dia 4 de Junho o VII Almoço Convívio de Antigos Alunos da Escola Industrial e Comercial da Marinha Grande, actualmente com a designação de Escola Secundária Calazans Duarte, com almoço e lanche, convívio profícuo, visita às instalações da Escola, agora com ambiente duma pequena Faculdade, onde a arquitectura moderna se conjuga com a de finais dos anos 1950, traduzindo-se, a meu ver em bom êxito e aproveitamento de espaço relativamente de acordo com as necessidades marinhenses. Para além desse bom convívio, onde se encontraram alunos e até professores e pessoal auxiliar que já não se viam, alguns deles, há mais de 40 anos, foram inscritos sócios e aprovados os Estatutos da nova Associação de Antigos Alunos, assim criada. Realço aqui a presença de dois professores que por sinal me marcaram logo aos 16 e 17 anos - são eles António Perdigão e Manuel Almeida. Não quero dizer que outros também não me tenham marcado para o futuro. Dizer isso seria um erro grosseiro. Como nota muito sintética, mas que daria “pano para mangas”, quero agradecer-lhes a coragem que tiveram - e que eu interpretei apesar dos tempos e da minha juventude - perante a “situação” caduca, antidemocrática, obscurantista, anticultural que me oprimia. Não digo nos oprimia porque se calhar para alguém isso não existia... E com isto termino. Com muito orgulho e honra por ter conversado um pouco com essas pessoas que ali reencontrei, tendo em conta aquilo que em finais dos anos 60 se passou naquela escola e se conseguiu, passe a estafada expressão, “ler nas entrelinhas”. Sem esquecer algum ensino técnico e teórico que a sociedade era obrigada a ministrar, como é evidente. Desejo bom êxito à Associação e tenho esperança de que mais antigos alunos compareçam e mais sócios se vão inscrevendo.

Luís Neto

Pinhal do Rei

Paraquedistas Š em convívio A Associação de Paraquedistas Pinhal do Rei vai realizar no próximo domingo, dia 12 de Junho, o tradicional almoço convívio, que vai já na 17ª edição. Rever velhos amigos e recordar histórias de grandes aventuras são os objectivos do evento, agendado para as 13 horas na sede da Associação, na Guarda-Nova. Antes, pelas 10 horas, haverá tempo para içar a bandeira, depositar flores no memorial da Associação e realizar a já habitual marcha. Para mais informações contactar a associação pelo 244 553 537 ou 916 748 356. ß

Marchas Populares desfilam na Avenida A cidade da Marinha Grande prepara-se para acolher, dias 17, 18 e 19 de Junho, o 8º Desfile das Marchas Populares, promovido pela Associação Concelhia das Associações da Marinha Grande (ACAMG)

Participam este ano no certame as colectividades de Casal Galego, Figueiras, Amieira, Império, Ordem, Passagem, Pero Neto, Comeira, Moita, Futebol Clube Os Belenenses, ASURPI e Sport Lisboa e Marinha. O evento, que decorrerá na Avenida da Liberdade, tal como sucedeu no ano passado, conta com o apoio da Câmara Municipal e das Juntas de Freguesia da Marinha Grande, Moita e Vieira de Leiria. Preservar as tradições de cariz popular, estimular e promover o enraiza-

foto de arquivo

mento, indo ao encontro dos gostos e tradições populares, fomentar a partilha e convívio entre as colectividades do concelho e incentivar o convívio entre a população, são os principais objectivos das Marchas Populares.

Os desfiles estão marcados para as 21 horas na sexta e no sábado, e para as 18 horas no domingo, dia 19 de Junho, sendo que os marchantes iniciam o seu percurso na Praça Stephens, em frente aos Paços do Concelho. ß

Praia Velha

Animal marinho deu à costa No início desta semana um animal marinho deu à costa na Praia Velha, no concelho da Marinha Grande.

O animal, que se assemelhava a uma tartaruga de grandes dimensões, aparentava estar morto há pouco tempo. ß

Inter-escolas

Calazans vence torneio A I Edição do Torneio Inter-escolas da Marinha Grande decorreu na passada sexta-feira, dia 3 de Junho

Organizado pelas associações de estudantes da Escola Secundária Pinhal do Rei e da Escola Secundária Eng. Acácio Calazans Duarte, o torneio

abrangeu as equipas campeãs dos dois estabelecimentos de ensino. Neste evento, que decorreu no pavilhão desportivo do Parque Municipal de Exposições, as equipas masculina e feminina vencedoras dos torneios “fairplay” Calazans Duarte e “Taça do Rei” da Pinhal do Rei disputaram, entre si, o troféu final.

Futsal, volei e tracção à corda foram as três modalidades jogadas pelas equipas em cada encontro. Num fim de tarde onde foi evidenciado o talento desportivo de alguns jovens da Marinha Grande, a Escola Secundária Calazans Duarte conquistou as taças das equipas feminina e masculina. ß

Cobrança de assinaturas

A Direcção do Jornal da Marinha Grande comunica aos seus leitores que está a decorrer a cobrança das assinaturas, anuais e semestrais. Assim, solicitamos a todos os assinantes a melhor recepção aos nossos colaboradores.

A Direcção do JMG


Saúde

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

23

Saúde

cuidado com a pele Š na exposição solar

Acabaram-se os pretextos para não proteger convenientemente a sua pele do sol

Já lá vai o tempo em que os protectores solares tinham a consistência de uma pasta branca inestética que se mantinha à superfície da pele, mesmo após alguns mergulhos. A cada ano que passa, a indústria cosmética surpreende-nos com fórmulas cada vez mais agradáveis e com soluções para todos os tipos de pele e necessidades. Para uma protecção eficaz deve escolher uma fórmula que proteja não só dos raios UVB como UVA. Hoje sabe-se que a radiação UVA é a mais nociva em termos cancerígenos, pelo que o factor UVA nunca pode ser inferior a um terço do factor UVB. Verifique o rótulo do seu produto. Saladas coloridas, grelhados no ponto, batidos de fruta e gelados

Esta é a estação do ano ideal para abusar da fruta e dos vegetais, fontes indispensáveis de substâncias antioxidantes. Variedade é a palavra de ordem. Aproveite que está calor, que o apetite é menor e aprenda a preparar menus saborosos e amigos da sua silhueta. Uma boa notícia: os gelados não estão proibidos. Diversifique, apostando no pimento, couve roxa, curgete ou alfaces variadas. As saladas frias e variadas, “com polvo ou peito de frango desfiado, atum ou tofu”, e “incluir leguminosas como lentilhas, milho, feijão-frade ou massas coloridas”, são essenciais para um bom equilíbrio nutricional.

Dieta só não chega

Poucos meses antes da chegada do Verão, algumas pessoas recorrem a dietas supostamente milagrosas ou demasiado rápidas que, a médio prazo, podem ser  uma verdadeira decepção. A questão é que “a gestão de peso não passa pela realização de uma dieta mas pelo equilíbrio de vários factores. Quando as pessoas vivem vidas demasiado ansiosas e stressantes não conseguem cumprir planos alimentares mesmo sabendo que isso as conduziria ao peso desejado. São esses desequilíbrios de ordem hormonal, fisiológica ou comportamental que  levam a que as pessoas tenham dificuldade em controlar a fome. O segredo passa por “adaptar uma determinada dieta às necessidades de cada um. Usualmente, o excesso de peso é multifactorial e é no aconselhamento a todos os níveis que se insere o emagrecimento inteligente. Positivismo, um sorriso e uma dieta realista podem trazer benefícios inimagináveis. Com bom senso e sem expectativas exageradas. “Usualmente as abordagens milagrosas  oferecem menos possibilidade de manutenção do peso. Muitas vezes, os produtos aconselhados, embora de baixo valor calórico, não poderão ser ingeridos para o resto da vida e as  medicações prescritas também não. As perdas de peso demasiado rápidas podem mesmo originar diminuição de massa muscular, desidratação e défices nutricionais. Segundo a fisiologista Teresa Branco, existe apenas um medicamento não sujeito a receita médica que ajuda a perder peso: o Orlistasto 60 mg, apro-

vado pela Agência Europeia de Medicamentos. À custa de se querer um corpo mais belo, não se pode colocar em risco o estado de saúde geral. “Usualmente, peço aos meus pacientes que enumerem as vantagens que terão face à perda de peso e que benefícios irão atingir. A ideia é saber como é que a perda de peso os tornará mais felizes”. Cabelo ao sol

A exposição ao sol, à água salgada e ao cloro das piscinas afecta a elasticidade, hidratação, suavidade, brilho e cor do cabelo, deixando-o com um aspecto ressequido, áspero e descolorado. Os cabelos pintados são, por norma, os mais afectados pois o sol agrava o estado de secura provocado pela descoloração. Porém, todos os tipos de cabelo se ressentem destas agressões, manifestando, em maior ou menor grau, sintomas de perda de hidratação, desvanecimento da cor e lesões na cutícula, em particular nas pontas. Como o sol afecta o cabelo

Os raios UV atacam as diferentes estruturas do cabelo, afectando: O cimento intercelular, que assegura a coesão e a impermeabilidade das escamas da fibra capilar. Resultado: a fibra capilar seca; A queratina, que assegura a resistência da fibra capilar. Resultado: as pontas enfraquecem; A melanina, que garante a identidade da cor. Resultado: a cor torna-se esbatida e sem vida.

Fonte: Saúde no Sapo

Lina Winckler pediatra

Marcações de consultas todos os dias úteis Telefone: 244 502 119

Puerícia - clínica da criança

LOZANO LOPES NEUROCIRURGIÃO

(Chefe de Serviço do CHC - Hospital Covões)

Doenças do sistema nervoso e coluna Consultas na Marinha Grande (Clinigrande) Tel: 244 574 060

Vamos dar vida dando sangue! Posto Fixo

Terças-Feiras - das 15h00 às 19h00 Associação de Dadores de Sangue da Marinha Grande

Telefone: 244 504 818


Aluga-se Óptimo local para o seu negócio. Junto à Casa das Chaves da Embra. Largo António Fonseca Sobrinho.

Classificados

Contacto: 244 502 871

EMPREGO

Imobiliário

PRECISA-SE

Arrendam-se

Empregada: para café/bar na

T2: Pedra do Ouro, com piscina,

praia, próximo de S. Pedro de

jardim, campo de ténis. Mobilado:

Moel, com experiência: Contacto

Contacto: 936 677 889

919 097 482

Quarto a Cavalheiro: Serventia

Café/Restaurante: perto do centro da Marinha Grande: Contacto 910 053 236 / 964 690 624

Arrendam-se quartos: WC privativo. Serventia cozinha: Contacto 916 321 911

de cozinha. Garagem: Contactos:

Imobiliário Vende-SE

Garagens na Ordem (35 m2):

Contacto: 918 581 909

Destino Automóvel, auto-caravana ou outras acordar. Legalizadas e

Imobiliário

ARRENDO Com garagem individual. 400 euros/mês.

Telefone: 936 677 889

Contacto 926 128 536

com elevador. Marinha Grande:

Telefones: 961 422 873 / 915 522 095

T2 mobilado, na Pedra do Ouro.

TRESPASSA-se

de bom acesso – Travessa Arnaldo Barbeiro - Ordem A partir de 70 356 504 (marque visita)

cidade,

funcionamento.

T2: sem garagem, 2 wc’s, no

de

centro. 300 euros/mês: Contacto

Oportunidade

negócio:

Contacto: 913 452 148

Compra-se Moradias: Tem uma moradia semi-nova ou nova para vender? Troco por apartamento T3 em bom estado junto à Segurança Social. 936 677 889

euros mensais: Telemóvel: 919

Bar: no centro da cidade da em

Imobiliário

T1, T2, T3. Marinha Grande

T2: Av. da Liberdade, 5º Andar

O JMG e a RCM recomendam!

965 566 867 // 244 567 438

919 026 356

Diversos Geral Roulote: Vimara 400 com avançado novo, 2 camas casal, wc

PEDRA DO OURO

e roupeiro: Contacto 963 738 571

Cavalheiro 63 anos: reformado

Investigação Privada: Detective Gil. Para advogados, comercial, social, infidelidade conjugal, etc.: Telemóvel: 966 872 837

senhora entre 50/63 anos para

Mudanças: de topo o tipo. Incluindo Fim-de-samana: Informações: 965 609 348 Táxi: na Marinha Grande, por motivos de idade avançada do proprietário: Telemóvel 969 074 126 Mudanças 24 horas, incluindo fins-de-semana. Telefone agora! Contactos 960 032 771 // 917 148 27 Multiserviços: pinturas, restauro, reboco, assentamento de ladrilhos, jardinagem, etc. Contacto 960 032 771 // 917 148 27

com casa própria deseja conhecer futuro ou amizade. Assunto sério: Contacto: 916 968 111 Muitas Dívidas? Volte a ter paz! Temos a solução financeira para si. Contactenos já hoje! Ligue para 915 992 772 // 244 102 177 Dão-se: Cachorrinhos, na cidade da Marinha Grande. Contacte-nos já hoje: Telefone: 914 290 047 // 965 361 249 Tem problemas na sua vida sentimental, profissional e de saúde? Então contacte-me. Daniela Machado, 91 946 0966 ou 96 461 12 27

FIALHOTEL

Arrenda-se Apartamento T2. TOTALMENTE MOBILADO.

ARTIGOS PARA HOTELARIA

Piscina. Campo de ténis.

Jardineiro

Manutenção de jardins. Técnico de bonsai. Árvores de fruto. Árvores ornamentais. Sebes, arbustos. Tem problemas e não sabe o que fazer? Ligue: 916 003 143

Telefone: 936 677 889

FÉRIAS ALGARVE Apartamento T1. Praia da Rocha. A partir de 27 de Agosto.

Piscina. Vista de mar. 50 euros/dia.

Telefone: 936 677 889

Carros Sem Carta GRECAV, a melhor opção!

comercial@fialhotel.pt Dep. Comercial: 91 097 36 33/91 266 56 92 Rua Casal da Formiga, Lote 1 - Lojas F/G - Marinha Grande Frente ao restaurante “O Vidreiro”

Visite-nos na Martingança, junto à colectividade. Contacte: José Carlos Ribeiro - 964 890 496

CLASSIFICADOS · JMG NOME: MORADA: CÓD. POSTAL:

LOCALIDADE:

TELEFONE:

Como Preencher

TEXTO A ANUNCIAR

1. Escrever o anúncio pretendido na quadricula. Cada letra deve ser escrita num dos quadrados, deixando um quadrado livre entre cada palavra. 2. O pagamento deverá ser enviado juntamente com o cupão, os preços indicados incluem IVA 23%. 3. O anunciante deverá levantar todas as respostas na sede do Jornal da Marinha Grande. 4. O anúncio a publicar deverá ser entregue até ao final de cada Segunda-feira anterior à saída do Jornal da Marinha Grande. Para outras dimensões contacte-nos ou consulte a nossa tabela.

www.rcm.com.pt www.jornaldamarinha.pt

A nossa morada Travessa Vieira de Leiria, 9, Apt. 102 2431 - 902 Marinha Grande www.jornaldamarinha.pt E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt Tel. 244 50 26 28 · Fax 244 56 90 93

Número de publicações:

2 (duas) Publicações

75 quadrados (obrigatório) 100 quadrados 125 quadrados

4 (quatro) Publicações

10 Euros 13 Euros 16 Euros

15 Euros 19 Euros 23 Euros

Secção:

Imobiliário Emprego Automóvel Diversos

Arrendar Precisa-se Compra Mensagem

Venda Oferece-se Venda Explicações

Trespasse Arrenda-se Aluga-se Geral

Compra


Diversos

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

25

Cine-Teatro Actor Álvaro

Vieira de Leiria, dia 11 de Junho - 21h30

Realização: Brad Furman Intérpretes: Matthew McConaughey, Marisa Tomei, Ryan Phillippe, William H. Macy, Josh Lucas, John Leguizamo, Michael Peña, Bryan Cranston

Cliente de Risco Ano: 2011 País: EUA Género: Drama Duração: 119 minutos Classificação: Maiores de 12 anos

Sinopse: Mickey Haller (Matthew McConaughey) é um advogado criminal de Los Angeles, que usa o seu carro como escritório. Durante toda a sua vida, a rotina de trabalho de Haller passava por atender clientes e defender pequenas causas, até ao dia em que lhe surge o grande desafio da sua carreira: defender um playboy de Beverly Hills acusado de violação e tentativa de homicídio. Mas o que aparentemente parecia um caso simples de resolver, rapidamente se transforma num perigoso jogo de sobrevivência... ß

Vá ao cinema com o JMG... Cine-Teatro Actor Álvaro (Vieira de Leiria) Para assistir ao filme “Cliente de Risco” dirija-se, acompanhado deste exemplar, à redacção do JMG, na Travessa Vieira de Leiria, nº 9 e ganhe bilhetes grátis.

carneiro 21.03 > 20.04

Se o seu espírito é particularmente rebelde, e ainda não entrou em conflito com a sociedade, o seu desejo de liberdade pode tornar-se frustrante; - pode sentir que a sua acção é reprimida. Possivelmente terá de responder pelas suas excentricidades e ser forçado a mudar. Pode ter pesadas responsabilidades com grupos e parcerias ou estes podem dar-lhe problemas. TOURO 21.04 > 20.05

Este momento é excelente para a expansão dos negócios, grandes viagens e para estabelecer contactos com clientes estrangeiros. Procure, ou prepare-se para, um novo emprego; é um bom momento para si. Está em boa forma física, mas não permita que a extrema segurança se transforme em fé cega e que desencadeie acidentes ou esforços violentos. GÉMEOS 21.05 > 21.06

Totoloto

Totobola

29 - 30 - 42 - 44 - 48 + *3

1. Portugal - Noruega..................... 1

(quarta-feira)

6 - 19 - 25 - 35 - 40 + *12

2. Rússia - Arménia........................ 1

Joker

3. Eslováquia - Andorra................... 1

6.932.507

4. Macedónia - Rep. Irlanda............ 2

Euromilhões

5. Letónia - Israel............................ 2

4 - 39 - 40 - 49 - 50 + *2 *5 (terça-feira)

6. Grécia - Malta............................. 1

6 - 25 - 36 - 38 - 40 + *4 *10

7. Inglaterra - Suíça........................ X

Lotaria Clássica 1º Prémio.............................. 19644 2º Prémio.............................. 48717 3º Prémio.............................. 48017

8. Montenegro - Bulgária................ X 9. Islândia - Dinamarca................... 2 10. Bétis - Villarreal B..................... 1

Lotaria Popular 1º Prémio.............................. 76441 2º Prémio.............................. 01922 3º Prémio.............................. 65537 4º Prémio.............................. 36466

11. Las Palmas - Tenerife............... 1 12. R. Vallecano - Barcelona B........ 2 13. Celta - Cartagena...................... 1

Se se sente em baixo, concentre-se naquilo que é importante. Não se preocupe se for vítima de alguma segregação por parte de outras pessoas, pois de momento a sua única preocupação é o trabalho que tem perante si. Quando este momento tiver terminado, poderá, de novo, conviver à sua vontade, tendo a plena consciência de que levou o “barco a bom porto”. CARANGUEJO 22.06 > 22.07

As suas atenções estarão sobretudo viradas para as suas relações pessoais. Você quererá retribuir aos amores e aos amigos o apoio e a segurança que representam para si. Este é um momento em que saberá conduzir melhor um assunto mais delicado ou ultrapassar mais facilmente uma pequena desavença. LEÃO 23.07 > 22.08

A sua atenção poderá estar virada para a concepção ou realização de um grande plano profissional. Nele irá concentrar as suas energias, para que se desenvolva com toda a solidez. Poderá sentir, porém, menos estímulo para se virar para a sua vida afectiva, o seu lar e a sua família. Procure dar-lhe também um pouco da sua atenção. VIRGEM 23.08 > 22.09

Este será um bom momento para tomar a sério o seu futuro, fazendo uma pausa para pensar a fundo no seu destino, no que quer, no que vale a pena ou não vale a pena na vida. Será, pois, um momento extremamente importante para fazer uma concentração seguida de um plano de vida, de uma atitude de fundo que corrija ou transforme uma situação. BALANÇA 23.09 > 22.10

Nesta época, a sua mente pede-lhe um ar de constante renovação. O seu espírito inventivo e insatisfeito não lhe deixará saborear tranquilamente aquilo que possui no momento. A posição actual dos astros vai reforçar aquele seu medo de ficar preso à rotina. Desconforto que lhe é causado pela repetição das coisas e de algumas situações. ESCORPIÃO 22.10 > 21.11

Não se envolva demasiado em problemas muito complicados. Os seus pensamentos andarão nas nuvens. Poderá envolver-se com pessoas incomuns e passar por experiências espirituais invulgares, o que alimentará o seu interesse no oculto e em assuntos metafísicos. É uma boa altura para estudar estes temas e dar-lhes um uso prático. SAGITÁRIO 22.11 > 20.12

Farmácias de Serviço

Marinha Grande

Leiria

244 503 024

Higiene

244 687 127

Santa Isabel 244 575 349

Duarte

Avenida

244 833 168

244 502 678

Sáb. Oliveira

244 822 757

Dom. Central

244 502 208

Dom. Baptista

244 832 320

Roldão

244 502 641

Sanches

244 892 500

Moderna

244 502 834

Godinho

244 832 432

Duarte

244 503 024

Central

244 817 980

Sáb. Guardiano

Nesta altura haverá um momento de afirmação pessoal, de maior consciência de si próprio, tanto no aspecto interior como até do seu próprio físico. Deverá dedicar-se a si e ao seu físico, à sua relação com as finanças e à sua vida intelectual. Aproveite esta fase harmónica para resolver uma discórdia que tenha com amigos. CAPRICÓRNIO 21.12 > 19.01

Neste momento, a sua atracção por uma certa exuberância ou por uma dimensão mais brilhante da vida pode ser subtilmente posta em causa por um pequeno receio na sua relação com os outros. Por trás de uma demonstração excessiva de segurança, pode sentir, nesta altura, um pequeno medo de ser mal entendido. Por isso, se for preciso, desça do trono e peça. AQUÁRIO 20.01 > 18.02

Este é um momento de autoconfiança e boa disposição, mas deverá evitar a extravagância e a presunção, uma vez que estas poderão prejudicar a sua alegria e produtividade, principalmente a nível de trabalho. Nesta altura, todo e qualquer excesso da sua parte poderá trazer-lhe problemas, pelo que é recomendável uma atitude moderada em todas as áreas da sua vida. PEIXES 19.02 > 20.03

C U P Ã O D E A SS I N AT U R A Aproveite as de ser

vantagens assinante

do JMG:

Nome: PASSATEMPOS

Morada: Localidade:

C. Postal:

Telefone:

Actividade Profissional:

Assinatura Anual > Desconto na Publicidade até 25%

Nesta semana o seu intelecto estará particularmente activo. Não estranhe que, neste momento, se sinta pessimista, irrealizado, mesmo com uma sensação de desconforto. Note que são sensações não palpáveis, que constituem apenas um estado de espírito, de que o físico não sairá molestado.

30 euros

País:

Assinatura Semestral 15 euros

Junto envio cheque/vale postal nº_________sobre o banco___________no valor de __________ emitido à ordem de Jornal da Marinha Grande, Lda. para pagamento da minha assinatura. Enviar num envelope para Jornal da Marinha Grande, Travessa Vieira de Leiria, nº 9 - Apartado 102, 2430-902 Marinha Grande E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt • Internet: www.jornaldamarinha.pt Serviço de Atendimento ao Assinante - 244 502 628


Diversos

Jornal da Marinha :: 9 de Junho de 2011

26 ADMITE-SE

VENDEDOR/A Comissionista Carros sem carta.

Telefone: 964 890 496

Vende-se

BMW 316, 2/2006, 115cv, 4P, 63000km Cinza, sens. Estac., cc, Jll, Sens luz e chuva Alarme, particular. 16,500.00 euros. Contacto 912 486 732

Cantinho da

Costura arranjos de roupa serviço de engomadoria Rua Pedro Viana, nº 9, Marinha Grande (Junto ao bar do Marinhense)

Arrenda-se T3 Frente ao Atrium totalmente remodelado. Contacto 244 502 814

Precisa-se

Empregados/as de mesa Regime de Part-Time - Sábado / Domingo Solar dos Noivos – Martingança Contacto 962 183 441

Precisa-se

Empregados/as de mesa Julho e Agosto Regime de Full-Time Solar dos Noivos – Martingança Contacto 962 183 441

ASSEMBLEIA MUNICIPAL DA MARINHA GRANDE

EDITAL Telmo Lopes da Silva Ferraz, Presidente da Assembleia Municipal da Marinha Grande, TORNA PÚBLICO, nos termos legais e regimentais, que a Assembleia Municipal da Marinha Grande reunirá, em sessão ordinária, no próximo dia 17 de Junho de 2011 (sexta-feira), pelas 20h30, no Auditório Municipal, sito na Av. Dr. José Henriques Vareda, com a seguinte ordem dia: 1. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA 10ª MODIFICAÇÃO - 2ª REVISÃO AOS DOCUMENTOS PREVISIONAIS DE 2011; 2. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DO PROJECTO DE REGULAMENTO MUNICIPAL DE ATRIBUIÇÃO E DE UTILIZAÇÃO DAS HABITAÇÕES SOCIAIS DO MUNICÍPIO DA MARINHA GRANDE. 3. APROVAÇÃO DOS LIMITES ADMINISTRATIVOS ACORDADOS PARA O CONCELHO DA MARINHA GRANDE NO ÂMBITO DO PROCEDIMENTO DE DELIMITAÇÃO ADMINISTRATIVA (PDA) – CORRECÇÃO DA NOVA VERSÃO DA CARTA ADMINISTRATIVA OFICIAL DE PORTUGAL (CAOP) A PUBLICAR PELO INSTITUTO GEOGRÁFICO PORTUGUÊS (IGP); 4. APRECIAÇÃO E VOTAÇÃO DA NOMEAÇÃO DO AUDITOR EXTERNO PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DE AUDITORIA EXTERNA ÀS CONTAS DO MUNICÍPIO RELATIVAS AO ANO DE 2011 - PROCESSO DE AQUISIÇÃO Nº 36/2011 – AP/ DGF; 5. ACTIVIDADE CAMARÁRIA E INFORMAÇÃO FINANCEIRA.

Tribunal Judicial da Marinha Grande 2º Juízo Anúncio Processo: 824/11.3TBMGR Interdição/Inabilitação N/ Referência: 2962059 Data: 24-05-2011 Requerente: José Domingos Leal Patrão Requerido: Hugo Alexandre Jesus Leal Faz-se saber que, foi distribuída neste Tribunal e Juízo, a Acção de Interdição em que é requerido Hugo Alexandre Jesus Leal, solteiro, maior, nascido a 26/07/1984, em Leiria e residente na Rua Álvaro Cunhal, nº 23 – 1º, Marinha Grande, 2430-080 Marinha Grande, para efeitos de ser decretada a sua interdição por anomalia psíquica. A Juiz de Direito, Dra. Lígia Manuela Rosado A Oficial de Justiça, Manuela Pereira Publicação na Edição 2463 do JMG de 9 de Junho de 2011

Trespassa-se Café snack-bar com boa localização. Em funcionamento. Bom preço. Contacto 910 773 355

Participação de Missa Palmira Cabeleira Filipe Residia na Marinha Grande Falecida a 10/05/2011

Seus familiares recordam-na com eterna saudade, mandando celebrar missa por intenção de sua alma, hoje, quinta-feira, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande.

Com os melhores cumprimentos, A Direcção

www.rcm.com.pt

Artigos Religiosos, Lápides, Jarras, Bronzes, Velas e Campas. Telefs. permanentes: 244 551 591 - 919 431 720 - 917 273 336 Rua Diogo Stephens, 2430-240 MARINHA GRANDE Telefone 244 503 640 · Fax 244 560 031

Agradecimento Maria da Conceição Ferreira Neto Nobre 88 anos Residia nos Outeirinhos Falecida a 6/06/2011

Seu filho, nora, netos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar, e informam que será celebrada missa de 7º dia no próximo dia 12/06/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Tratou a Agência Funerária Nogueira & Pina, Lda.

Agradecimento Henrique Coelho dos Santos 92 anos Residia na Marinha Grande Falecido a 06/06/2011

Seus familiares, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar, e informam que será realizada missa de 7º dia no próximo dia 12/06/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande.

Agradecimento Adelino de Jesus 95 anos Residia no Salgueiro Falecido a 06/06/2011

Sua filha, genro, nora, netos e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar, e informam que será realizada missa de 7º dia no próximo dia 12/06/2011, pelas 19 horas, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Agradecimento Maria dos Anjos 80 anos Residia na Maceirinha Falecida a 02/06/2011

O Presidente da Assembleia Municipal Telmo Lopes da Silva Ferraz

Sócios

Informamos os nossos clientes e amigos que, por motivo de obras, mudámos temporariamente de instalações para o nº 27 da mesma rua.

Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Marinha Grande, 08 de Junho de 2011

A Direcção da Sociedade União de Albergaria vem por este meio informar os Sócios que ainda não liquidaram as cotas do ano 2010 que o devem fazer até ao dia 30 de Junho. Caso o pagamento das cotas do ano 2010 não seja regularizado no prazo referido, e para efeitos de actualização da lista de sócios, a actual Direcção irá propor a exclusão dos Sócios não cumpridores em Assembleia-Geral Extraordinária.

Funerária Vareda

Pequena homenagem a uma Grande Senhora

Palmira Cabeleira Filipe

Faz um mês que partiu… E a família e os amigos sentem-se mais pobres com a sua ausência, mas será sempre recordada com carinho por todos, principalmente por aqueles que estiveram ao seu lado nestes últimos anos. E é assim que deve ser recordada, como amiga que foi de todos, não se importando quem eram, porque todos eram iguais, a sua preocupação era para quem precisava. Eu vou ficar-lhe sempre agradecida pela sua amizade e carinho. Obrigada A Vida Apesar da tristeza, dava felicidade à vida dos outros e dava alegria a quem sofria; Amava sempre com um sorriso, mesmo quando chorava lágrimas de tristeza; Era a voz e o suporte da vida, mesmo quando a vida insistia em não sorrir; Para ela, a vida era espantosa, pois era a forma perfeita de mostrar o carinho e a amizade que sentia por todos em especial; A vida não precisa de pilhas para trabalhar, só precisa que lhe abram o coração para poder descansar. O que é a amizade? É sentir carinho; É saber ouvir e saber o momento de ficar calado; É somar alegrias; É dividir tristezas; É saber respeitar o espaço e silenciar os segredos; É a certeza da mão estendida; É a cumplicidade que não se explica, apenas se vive; É assim a amizade. Por tudo isto, obrigada pela sua amizade. Maria da Paz Resende 9 de Junho de 2011

Seu filho, nora, neta e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou a Funerária Vareda, Lda.

Agradecimento Júlia da Conceição Gomes Santos Marques 80 anos Residia em S. Pedro de Moel Falecida a 30/05/2011

Seu marido, filha, genro, neta e restante família, na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este meio agradecer a todas as pessoas que a acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou a Funerária Vareda, Lda.


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

27


MAIS E MENOS... DA SEMANA

José Robalo O novo presidente do AC Marinhense apresentou um ambicioso projecto de requalificação do Campo da Portela, orçado em milhões de euros.

Osvaldo Castro Osvaldo Castro não conseguiu a eleição para a nova legislatura. A candidatura por Beja (foi o nº 2) deu, assim, mau resultado.

Mau exemplo

Caixa do correio Š ao ar livre?

Política

Assembleia Municipal reúne dia 17 A Assembleia Municipal da Marinha Grande agendou para o próximo dia 17 de Junho, sexta-feira, uma sessão ordinária, que terá lugar a partir das 20h30, no Auditório Municipal. A ordem de trabalhos é composta por cinco pontos, que dizem respeito à apreciação e votação da 10ª modificação – 2ª revisão aos documentos previsionais

de 2011; apreciação e votação do projecto de Regulamento Municipal de atribuição e de utilização das habitações sociais do Município da Marinha Grande; e aprovação dos limites administrativos acordados para o concelho da Marinha Grande no âmbito do procedimento de delimitação administrativa – correcção da nova versão da Carta Administrativa

Oficial de Portugal, a publicar pelo Instituto Geográfico Português. Haverá ainda tempo para apreciar e votar a nomeação de um auditor externo para prestação de serviços de auditoria externa às contas do Município relativas ao ano de 2011, bem como para apreciar e discutir a actividade camarária e a informação financeira. ß

Futebol

Casal de Malta vence Torneio Inter-Escolas A Escola EB1 de Casal de Malta venceu o Torneio de Futebol Inter-Escolas, cuja final decorreu no passado sábado, 4 de Junho, no Polidesportivo de relva sintética do Parque Mártires do Colonialismo

A iniciativa, que teve início no dia 28 de Maio, foi organizada pela Divisão de Educação, Desporto e Intervenção Social da Câmara Municipal da Marinha Grande, com o objectivo de fomentar o convívio e o intercâmbio entre as escolas do concelho, bem como a prática de actividade física. A final contou com a presença do Presidente da Câmara, Álvaro Pereira; do Vice-Presidente, Paulo Vicente; e da Vereadora do Desporto, Cidália Ferreira. Os jogos do dia 4 de Junho tiveram os seguintes resultados: Embra B 5 X Ordem B 1; Trutas A 0 x Pátio da Inês B 1; Amieirinha 2 x Clic 0; Moita 6 x Trutas B 0; A. Vitorino 4 x Embra B 0; Várzea 1 x Trutas A 4; Cumeira 6 x Garcia 1; Amieira 0 x Amieirinha 3; Ordem A 4 X Várzea 1; Garcia 0 x Amieira 3; Pátio da Inês A 0 x Cumeira 3; Casal Malta 2 x Embra A 1; Albergaria 1 x Engenho 4; Fonte Santa 0 x Ordem A 5; Clic 2 x Pátio da Inês A 0.

Quartos-de-final: Casal de Malta 4 x Engenho 2; Ordem A 1 x Cumeira 2; A. Vitorino 5 x Embra A 0; Amieirinha 1 x Trutas A 0. Meias-finais: Casal de Malta 7 x Cumeira 2; A. Vitorino 2 x Amieirinha 1. 3º/4º lugares: Cumeira 2 x Amieirinha 0. Final: Casal de Malta 4 x A. Vitorino 3. Classificação final: 1º Casal de Malta; 2º António Vitorino; 3º Cumeira; 4º Amieirinha. ß

Ensino Já estão a ser distribuídas no concelho da Marinha Grande as novas listas telefónicas das Páginas Amarelas relativas ao ano 2011/2012. Na minha caixa do correio ainda não foi deixada nenhuma. Contudo, no outro dia, chegou-nos uma informação caricata: havia um monte de listas num pinhal próximo do centro da cidade. Incrédulos, fomos lá ver, e não é que estava mesmo lá uma série de listas, ainda embaladas tal e qual como saíram da gráfica? O “depósito” fica na Rua do Lamarão da Embra, num pinhal que serve ainda como lixeira: ele é frigoríficos, sofás e cabos descarnados… Vamos esperar que a moda não pegue e que aquele local não sirva mais vezes como caixa de correio, e que as autoridades tomem providências para que o lixo não permaneça muito mais tempo em contacto directo com o solo e a céu aberto. ß

Cosmética automóvel Lavagem e limpeza personalizada de interior e exterior de automóveis. Lavagem de estofos, carpetes e tectos. Av. José Gregório, 96 - Marinha Grande Marcações pelo telemóvel 919 441 781

Calazans no Parlamento dos Jovens Decorreu nos dias 30 e 31 de Maio, na Assembleia da República, a sessão nacional do Parlamento dos Jovens do Secundário, com a discussão do tema “Que Futuro para a Educação?”

A participação neste projecto iniciouse com a realização de debates e a eleição de deputados a nível de escola que, por sua vez, numa sessão parlamentar escolar, elegeram os seus representantes para a sessão distrital. Na sessão distrital, realizada em Pombal a 15 de Março, onde participaram 22 estabelecimentos de ensino, foram eleitos para defender o projecto de resolução do distrito de Leiria, na sessão nacional, os deputados das seguintes escolas: Calazans Duarte, Francisco Rodrigues Lobo, Domingos Sequeira e Secundária de Porto de Mós. Pela Calazans Duarte participaram Gonçalo Coutinho, eleito porta-voz do círculo eleitoral de Leiria, e Micael Jorge. Ambos tiveram uma excelente participação na sessão nacional. O projecto de recomendação à Assembleia da República aprovado no dia

31 de Maio foi o seguinte: 1. Eliminação das aulas de 45 minutos, passando as aulas teóricas a durar 60 minutos e as práticas 90 ou 120 minutos, consoante os conteúdos e a disciplina, de forma a obter a máxima concentração e empenho, assim como o máximo rendimento escolar por parte dos alunos; 2. Criação de um ano zero, com gabinetes de apoio ao aluno que tenha perfil de desistência, com a execução de estágios e disciplinas específicas do curso a que se quer candidatar. Assim, pretendemos orientar os alunos contra o abandono escolar, visando o melhor aproveitamento das suas capacidades, criando um programa de estágios à semelhança do programa Erasmus, nas comunidades europeias; 3. Promoção da meritocracia, não só em relação aos alunos subsidiados como também aos restantes (com média superior a 17 valores, por exemplo) fornecendo um apoio à compra de livros escolares e bolsa de estudo a alunos que obtenham notas dignas de mérito; 4. Supressão das propinas fixas actualmente em vigor no ensino superior e a sua substituição por propinas progressivas, atendendo-se ao rendimento do agrega-

do familiar do aluno e para a existência de uma fiscalização acrescida; 5. Reformulação da estrutura curricular dos cursos do Ensino Secundário, científicos e tecnológicos, apostando numa vertente mais prática que privilegie o “saber fazer” através do estabelecimento de parcerias entre a Escola e as empresas, da reestruturação dos programas curriculares e da possibilidade de escolha de algumas disciplinas de opção por parte dos alunos; 6. Proporcionar aos alunos experiências profissionais, não só nos cursos profissionais, mas também nos Científico-Humanísticos, através de estágios anuais extracurriculares e facultativos; 7. Credibilização do ensino profissional para que contribua para uma formação profissional sustentada qualidade e uma adequada integração no mundo do trabalho, através da criação de um exame nacional prático nas disciplinas de componente técnica; 8. Introdução do universo cultural na educação através da divulgação de uma ampla oferta de actividades – tais como dança, canto, pintura, teatro, fotografia e artesanato –, aumentando assim a sensibilidade e expressão cultural dos alunos. ß


JMG 2463