Page 1

ornal Marinha J da

Director: António José Ferreira

www.jornaldamarinha.pt

GRANDE

Quinta-feira 19 de Maio de 2011

ANO XLVII - Nº 2460 Preço: 1,10€ (IVA inc.)

Telefone: 244 502 628

Porte Pago

Autorizado pelos CTT a circular em invólucro fechado de plástico. Autorização nº DE02692007MPC

ŠŠFutebol

IDV sobe, ACM mantém-se e SL Marinha desce Terminaram os campeonatos nacionais e distritais de futebol. O AC Marinhense, apesar de derrotado em Castelo Branco, garantiu a manutenção. O SL Marinha desceu à 1ª Distrital. O Vieirense empatou sem golos no Pilado e festejou a subida à Divisão de Honra |Pág. 17|

Eduardo BeautéŠ dá o nó amanhã

O cabeleireiro marinhense de 44 anos casa amanhã na Quinta do Pinheiro com o jovem manequim Luís Borges.

ŠŠPolítica

Paulo Gonçalves Š de saída da Câmara O chefe de gabinete de Álvaro Pereira na Câmara da Marinha Grande

cessou

funções na passada segunda-feira. Paulo Gonçalves alegou “questões pessoais” |Pág. 2|

pág. 2


Local

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

2

Meteorologia

quinta

Períodos de céu muito nublado. Aguaceiros. Possibilidade de ocorrência de trovoada. Vento em geral fraco do quadrante leste. Pequena subida da temperatura máxima.

Céu pouco nublado, aumentando de nebulosidade durante a tarde com ocorrência de aguaceiros. Vento em geral fraco do quadrante norte, soprando moderado de noroeste no litoral oeste durante a tarde. Pequena subida da temperatura máxima.

sexta

“A saída do chefe de gabinete

Foto da semana

editorial

Paulo Gonçalves deixou de ser, desde a passada segunda-feira, o chefe de gabinete do presidente da Câmara da Marinha Grande. Em e-mail que fez chegar ao JMG, o braço direito de Álvaro Pereira justificou a saída desta forma: “Apresentei ao Presidente  da Câmara Municipal da Marinha Grande o pedido para a cessação das minhas funções enquanto Chefe do seu Gabinete de Apoio, com efeitos a partir do próximo dia 15 de Maio. Com esta cessação  regressarei no dia 16 de Maio ao meu serviço de origem no Ministério da Educação, o Agrupamento de Escolas Josefa de Óbidos.” À primeira vista a saída de Gonçalves do cargo de chefe de gabinete de Álvaro Pereira não levanta qualquer questão de natureza política. Mas levanta, pois a autarquia não mais será como até aqui. Senão vejamos: Paulo Gonçalves é um técnico qualificado, que conhece bem a administração pública em geral e a administração local em particular. Antes de ser convidado para liderar o gabinete de Álvaro Pereira chefiou a divisão de cultura e desporto da autarquia, com Álvaro Órfão e mais tarde com Barros Duarte. Tinha, portanto, a vantagem de conhecer

os cantos à casa e, por outro lado, conhece a(s) lei(s) das autarquias locais, que não é uma competência ao alcance de muitos. Álvaro Pereira, por exemplo, não domina a tramitação legal e carece de ter, ao seu lado, alguém que domine a legislação. Tereza Coelho poderia ser uma opção, a actual adjunta até ambicionava o cargo no início do mandato mas a complexidade da chefia do gabinete associada ao pouco entusiasmo de Álvaro Pereira nesta possibilidade poderão inviabilizar a opção. Cristina Simões seria uma opção a ter em boa conta. E pensamos que até terá sido equacionada. É próxima de Álvaro Pereira, tem experiência autárquica, é trabalhadora, organizada, competente e até poderia representar o autarca em diversas iniciativas. A questão é que foi recentemente investida em novas funções de chefia na autarquia. Se há um ano e meio Álvaro Pereira não deu cavaco ao partido, desta vez é muito provável que a opção seja articulada com o PS local. Rumores dão conta que o partido vetou o nome da primeira escolha do líder da autarquia: Helena Godinho. Os próximos dias serão decisivos relativamente ao substituto/a de Paulo Gonçalves. Trata-se de um lugar

Rua Machado Santos - Marinha Grande

chave numa autarquia, que condiciona (e muito) a actuação de um presidente de Câmara. A solução que venha a ser encontrada terá reflexos óbvios no desempenho autárquico: o senhor ou senhora que se seguir terá que ser uma espécie de Paulo Gonçalves no que toca ao trabalho de bastidores, mas deve ser bem melhor nos relacionamentos interpessoais, na comunicação com o exterior e no contacto com as instituições. O JMG completa dia 4 de Junho 48 anos de existência. Ao contrário do que sucedeu no ano transacto, as comemorações de mais um aniversário do único semanário do concelho não se vão concentrar num único fimde-semana, mas em vários. A próxima Conferência JMG/SOM será integrada no programa, tal como uma festa de Verão, no dia 4 de Julho, na Hot Rio, em S. Pedro de Moel. A seu tempo daremos conta das diversas iniciativas que estamos a preparar. E, claro, contamos desde já com a presença de todos.

A Direcção do JMG

Social

Eduardo Beauté dá o nó amanhã com Luís Borges Em Janeiro passado, o cabeleireiro marinhense Eduardo Beauté, de 44 anos, foi pedido em casamento pelo manequim Luís Borges, de 22 anos, após dois anos de namoro. Beauté aceitou o pedido e a relação será oficializada amanhã, dia 20 de Maio, na Quinta do Pinheiro, no concelho de Alcobaça. A festa reunirá os amigos mais próximos do casal.

Luís Borges está na lista dos 50 melhores do Mundo e em declarações à imprensa cor-de-rosa afirmou: “eu pedi o Eduardo em casamento e ele aceitou. Esta união faz todo o sentido, até porque já usamos aliança”. Beauté revelou, recentemente, que quer ser pai, “nem que seja através de uma barriga de aluguer”. ß

FÉRIAS ALGARVE

PEDRA DO OURO

Piscina. Vista de mar. 50 euros/dia.

Piscina. Campo de ténis.

Telefone: 936 677 889

Telefone: 936 677 889

Apartamento T1. Praia da Rocha.

Arrenda-se Apartamento T2. TOTALMENTE MOBILADO.

(R)Humor Olha, o chefe de gabinete do presidente da Câmara cessou funções na segunda-feira...

Será que se fartou de ser o verdadeiro presidente e receber apenas como chefe de gabinete?

Rufino Fininha Eu é que deveria chefiar esse Gabinete...

Rufia

(Cão rafeiro... que morde velhinhos)


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Justiça

da sentença Leitura da sentença para dia 24 adiada para dia 24

Na audiência, que decorreu no passado dia 12 de Maio, o Tribunal entendeu que o crime de detenção de arma proibida não deveria ser julgado de forma autónoma e por esse motivo foi integrado “como elemento do tipo do homicídio qualificado”. Segundo a juíza presidente do colectivo, embora se tenha procedido à alteração jurídica dos crimes, “não há alteração substancial dos factos”, pelo que na prática não muda nada. Ainda assim, a advogada de Carlos Coutinho requereu o prazo legal para analisar as alterações, o que levou ao adiamento da leitura da sentença. Na próxima terça-feira, dia 24 de Maio, a partir das 13h30, Carlos Coutinho, que se encontra em prisão domiciliária, irá deslocar-se ao Tribunal da Marinha Grande para conhecer a sentença. ß

Semana da Europa

Exposições, um ciclo de cinema espanhol, gastronomia típica de vários países e uma sessão com o eurodeputado Carlos Coelho, foram algumas das actividades que marcaram mais uma edição da Semana da Europa, dinamizada entre os dias 9 e 13 de Maio, na Escola Básica 2/3 Guilherme Stephens

Rua da Indústria

Obra já arrancou em Vieira de Leiria

A obra de alargamento e requalificação da via inclui a redefinição e delimitação da faixa de rodagem e dos passeios, permitindo a sua separação física e tornando

3

Eurodeputado visita Guilherme Stephens

O Tribunal Judicial da Marinha Grande adiou a leitura do acórdão de Carlos Coutinho, que está acusado de ter morto a mulher a tiro, em Julho do ano passado. Na origem do adiamento está uma alteração da qualificação jurídica dos crimes

Dentro de um prazo previsto de 16 meses, a Rua da Indústria, em Vieira de Leiria, vai estar completamente renovada, fruto dos trabalhos de requalificação que se encontram em curso

Local

mais agradáveis e seguras as deslocações a pé. A intervenção contempla também a reposição de muros nas parcelas marginais abrangidas pelo alargamento necessário, a remodelação da rede de abastecimento de água, a criação de redes de drenagem pluvial e doméstica e a repavimentação da totalidade do arruamento. A empreitada, que inclui a criação de uma ciclovia, vai custar cerca de um milhão de euros. ß

“O Funcionamento do Parlamento Europeu – Os Jovens e a Cidadania Europeia” foi o tema da palestra proferida pelo eurodeputado do PSD, Carlos Coelho. Perante uma plateia atenta, e depois dos agradecimentos feitos pelo director da escola, Mário Marques, o orador convidado deu a conhecer a história da União Europeia e do seu alargamento. A globalização, o comércio internacional, o Tratado de Lisboa e o pedido de ajuda externa feito recentemente por Portugal foram alguns dos temas em foco. No final, o eurodeputado deixou uma mensagem aos jovens, para que coloquem os olhos no futuro e olhem atentamente para o projecto europeu. “Os jovens têm de pensar se querem participar ou calar e isto é que é ser cidadão”, referiu Carlos Coelho, lembrando que devem estar sempre presentes as preocupações com o ambiente, a educação e a dívida do Estado. Seguiu-se a cerimónia oficial de encerramento da Semana da Europa, com o arrear da bandeira da União Europeia, ao som do Hino, tocado em flauta pelos alunos de música. Participaram nesta acção os meninos e meninas do Jardim-de-Infância da Marinha Grande e da Amieirinha que tiveram a responsabilidade de largar balões azuis e amarelos, que coloriram os céus. ß


Local

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

4

Joaquim João Pereira:

“Há muita conversa e po Joaquim João Pereira, reputado advogado da Marinha Grande, falou, em entrevista ao nosso jornal, sobre a Misericórdia, a justiça e a política local. Para o causídico, que aponta uma série de medidas para agilizar os tribunais, o mandato de Álvaro Pereira na autarquia “não tem sido brilhante”

Nome: Joaquim João Pereira Naturalidade: S. Pedro do Jarmelo, Guarda Idade: 72 anos Estado civil: Casado Filhos: Duas filhas Habilitações literárias: Licenciado em Direito Profissão: Advogado Citação favorita: “Alcança quem não cansa” Viagem de sonho: Brasil

ÂÂCarla Fragoso

É Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande há mais de uma década. Das obras que realizou, qual a que lhe deu maior satisfação?

De facto, sou provedor há 20 anos, eleito por força das circunstâncias, tendo em conta a morte inesperada do Sr. Baroseiro, de quem eu já era vice-provedor há três anos. Das obras realizadas, aquela que me deu mais satisfação foi exactamente a construção do lar dos Outeirinhos, inaugurado em 1993, já que estávamos instalados junto ao parque da Mobil, numas instalações muito precárias e tivemos a oportunidade de fazer um negócio muito interessante que, sem termos um cêntimo, nos permitiu levar a efeito aquela construção, para a época, muito boa. Mas, aquela que eu considero mais emblemática, é a Unidade de Cuidados Continuados das Vergieiras, inaugurada pela senhora Ministra da Saúde em 5 de Fevereiro do corrente ano, por ser a entrada da Misericórdia no campo da saúde e se tratar de um estabelecimento muito funcional, construído com gosto e considerado um dos melhores do país, com uma equipa de colaboradores que faz inveja. Numa altura em que se fala de cortes orçamentais em várias áreas, entre as quais a saúde, como tem sido a parceria com o Governo

mento do dever social e cívico. A população portuguesa está de Violência, concluída há cerca de

Marinha Grande dispõe de dois la-

A Casa de Abrigo para Mulheres Vítimas de Violência, visou corresponder a um apelo governamental, lançado em 2005, dadas as carências distritais neste domínio, prometendo um apoio financeiro, que nunca chegou. Está pronta e equipada desde Outubro de 2009 e ainda não entrou em funcionamento, por falta de verba por parte do Instituto da Segurança Social. Tratando-se de um investimento de cerca de 250.000 euros, realizado sem qualquer apoio oficial, apesar de prometido e previsto por lei, que não funcionou nem se sabe quando poderá funcionar, abandonámos a ideia da valência e acabamos de pedir à Segurança Social uma alteração no seu destino, passando-a para lar remunerado. Não aceitamos, e ninguém de bom senso aceitaria, que um tal investimento continuasse por aproveitar.

res de terceira idade – Outeirinhos

ou as instituições por este tituladas?

Esta parceria com o Governo, no domínio da saúde, não teve ainda grande história por ser recente. Mas, tendo começado a receber doentes em 18 de Janeiro (data histórica da Marinha Grande), recebemos no passado dia 13 o primeiro pagamento por parte da Administração Regional de Saúde, no valor de cerca de 18.000 euros, sem nada ainda termos recebido da Segurança Social, cuja factura é a maior. Esperamos que, com o próximo governo, haja melhor cumprimento nos acordos celebrados. O que falta para a abertura da Casa Abrigo para Mulheres Vítimas

A Santa Casa da Misericórdia da

dois anos?

Em Fevereiro, aquando da inauguração da Unidade de Cuidados Continuados, o presidente da Câmara Municipal mostrou-se disponível para ajudar a encontrar soluções para que a Casa Abrigo se torne uma realidade. Já foram dados alguns passos nesse sentido?

É verdade que o Sr. Presidente da Câmara, no dia da inauguração da Unidade de Cuidados Continuados, se mostrou empenhado na entrada em funcionamento, prometendo o seu apoio e fazendo um apelo. Mas, não foi ouvido e nada aconteceu até hoje. Esquecemos assim, para já, esta valência.

e Vergieiras, uma Unidade de Cuidados Continuados e o Centro Infantil Arco Íris. Estas valências são suficientes para suprir as necessidades?

O lar dos Outeirinhos tem uma capacidade em lar para 52 pessoas e o lar das Vergieiras para 33. No campo do apoio à 3ª Idade, dentro da valência de lar, são manifestamente insuficientes. Temos pessoas inscritas, à espera de internamento há mais de 10 anos. E, neste momento, a lista de espera ultrapassa as 150 pessoas. É verdade que, além da valência de lar, também temos as valências de centro de dia e apoio domiciliário e, nestas, temos satisfeito razoavelmente os pedidos de apoio, tendo até capacidade para mais. Acontece, porém, que ainda há muita gente que, podendo beneficiar do centro de dia e apoio domiciliário, faz questão de optar pelo internamento. Quanto ao Centro Infantil Arco Íris, frequentado actualmente por 190 crianças, a capacidade não está esgotada no que toca à creche e ao jardim. Mas, no que toca ao berçário, com uma capacidade para 16 bebés, não costumamos atender anualmente metade dos pedidos. Falta assim capacidade de berçário, que bem gostaríamos de poder satisfazer, dados os pedidos sociais que nos aparecem. Mas, como as instalações não são nossas e a Segurança Social não se dispõe a fazer a sua adaptação, ficamonos por aqui. Do que fica dito, resulta que a lista de espera existente é apenas para berçário.

Acontece ainda que, em termos de berçário, só admitimos crianças nascidas entre Janeiro e Junho de cada ano. Há falta de uma sala para crianças nascidas entre Julho e Dezembro, que ficam sem possibilidades de admissão, vindo algumas a entrar mais tarde, mas já para a creche. Que dificuldades tem sentido no desempenho das suas funções enquanto Provedor da Misericórdia?

As dificuldades para o desempenho das funções de provedor derivam, essencialmente, da muita necessidade por parte da população, da limitação das instalações e da falta de apoios financeiros que, muitas vezes, até chegam tarde. De uma maneira geral, as entidades públicas e também os privados não se preocupam o suficiente com o apoio aos mais carenciados e aos idosos, sendo raros os apoios. Há ainda muita gente que associa a Misericórdia da Marinha Grande às receitas dos jogos da Santa Casa, que são exclusivamente para a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa e nada disso nos toca. Há até pessoas da Marinha Grande que, sem darem qualquer apoio para a Misericórdia, ainda nos criticam por vezes, dizendo que o provedor se tem “enchido” à custa da instituição, quando a verdade é que trabalha dedicadamente e nunca recebeu um cêntimo. É esta atitude de incompreensão e até de ofensa que mais custa suportar quando, no exercício deste cargo, nunca tive nem espero ter qualquer proveito e implica ainda despesas com algum volume, que tenho suportado. Vale-nos a satisfação do cumpri-

cada vez mais envelhecida. É um facto. Sente que os utentes dos lares da Santa Casa têm o apoio das famílias ou há casos em que os idosos são lá “deixados” à sua sorte?

De uma maneira geral, a população da Marinha Grande tem alguma preocupação com os seus idosos. Mas, também há casos em que os familiares procuram ansiosamente o internamento dos seus idosos e, uma vez instalados, raramente os visitam ou sequer perguntam por eles. É um descuido grave destas pessoas porque a qualidade de vida dos idosos deriva muito do ambiente de afecto que lhes é proporcionado e que fica assim, exclusivamente, muito dependente das funcionárias da Misericórdia e da Direcção. Os próximos tempos serão de grandes sacrifícios para os portugueses fruto da situação económica que o país atravessa e que poderá levar a um aumento do número de pedidos de ajuda. De que forma poderá o concelho preparar-se, na sua óptica, para acudir a estas situações? E qual o papel da autarquia?

A crise económica em Portugal é uma realidade desde há alguns anos, com tendência para se agravar, o que obriga a um maior esforço das instituições e a um apelo à solidariedade colectiva, que raramente é correspondido. Há, de facto, um acréscimo substancial de pedidos de ajuda, sem a correspondente solidariedade. Há muita conversa e pouca acção. A presente situação exigiria uma coordenação e colaboração de todas as instituições do concelho e, nomeadamente, da autarquia. Da parte desta e naquilo que nos toca, não sentimos propriamente


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

5

sa e pouca acção” qualquer apoio e até nos foi retirado há alguns anos aquilo que vinha sendo oferecido desde 1948, como era a água que consumíamos. É um dos sócios fundadores da Associação de Dadores Benévolos de Sangue da Marinha Grande e integra os órgãos sociais. Não está na altura desta associação ter uma sede com melhores condições?

A actual sede dos dadores de sangue deve-se a um acto generoso do senhor Américo Gonçalves. É verdade que a sede não é suficiente, mas na falta de melhor, tem servido e há que agradecer ao benfeitor a forma generosa como ele colaborou. Mas, para um melhor funcionamento da instituição, implicaria ter umas instalações ao nível do rés-dochão e com maior espaço. Como advogado, consegue identificar o caso mais caricato que alguma vez lhe foi apresentado?

Há bastantes anos entrou-me um dia no escritório uma senhora bastante jovem, que tinha casado há cerca de um mês, dizendo que o seu casamento não tinha sido consumado e que, portanto, pretendia o divórcio, solicitando o pedido de anulação do casamento. Tratou-se imediatamente do processo e, quando chegou a altura de indicar a prova, pretendendo fazerse um exame ginecológico para provar que o casamento não se tinha consumado, eis que a cliente apareceu no meu escritório apresentando-se em estado adiantado de gravidez. Quando lhe disse que naquele estado não íamos conseguir a anulação do casamento ela respondeu: “como demorou muito tempo… e além disso, o meu marido também já está a viver com outra mulher, que está grávida...” E o que aconteceu é que, ao fim de nove meses, ela era mãe e o marido era pai… O divórcio foi decretado, mas com outro fundamento. Como está a saúde da justiça em Portugal?

Na minha opinião, com mais de 40 anos de advogado, constato que a justiça em Portugal está pior do que quando comecei a advogar. Quando comecei a trabalhar havia uma grande percentagem de juízes e advogados competentes, trabalhadores e sérios e hoje essa situação alterou-se, piorando a qualidade e a capacidade. Receio que a situação se tenha invertido. Os cidadãos queixam-se não só

da lentidão da justiça, como da sua qualidade e temos que concordar que têm razão. Têm sido feitas demasiadas experiências sem nexo e sem lógica, apesar dos discursos oficiais que apregoam uma melhoria substancial, que ninguém vê. Que medidas poderia o Estado implementar, no imediato, com vista a agilizar a justiça nacional?

Há imensas medidas que deviam ser implementadas com vista a agilizar a justiça, tais como, por exemplo: 1º- Quando há uma acção instaurada contra um fiador e este paga a dívida pelo seu afiançado, deveria o fiador assumir a posição de exequente por simples requerimento, prosseguindo os autos contra o afiançado, chamando este à acção; 2º- Com uma guia de remessa comprovativa da entrega da mercadoria ou factura assinada pelo comprador, deveria poder-se instaurar, de imediato, uma acção executiva, com base em tais documentos, constituindo estes, títulos executivos; 3º- Quando uma pessoa tem um crédito sobre alguém, deveria começar-se a acção judicial, enviando a petição para o devedor e para o Tribunal, começando logo a contarse o prazo para o requerente contestar, indo o processo ao juiz após a entrega desta, marcando logo julgamento. 4º- A tramitação normal de um processo judicial deveria ser conduzida pelo escrivão da secção, responsável por todo o expediente e o processo só deveria ir a despacho

do juiz para marcar julgamento e para a decisão; 5º- Os juízes de uma comarca deveriam ser escrutinados através de resposta a um inquérito confidencial por parte dos funcionários do respectivo tribunal e dos outros agentes da justiça da comarca. Assim se separaria o trigo do joio; 6º- Em cada comarca, deveria ser criada uma comissão composta por advogados, funcionários judiciais e cidadãos, escolhidos pela assembleia municipal para, anualmente, elaborarem um relatório sobre a justiça, a enviar para o Conselho Superior da Magistratura; 7º- Com cada petição e contestação, deveriam as partes apresentar toda a prova que têm, podendo, inclusive, apresentar depoimentos escritos de eventuais testemunhas; 8º- As partes deveriam poder apresentar provas, nomeadamente testemunhais, até ao encerramento do julgamento; 9º- Num recurso poderiam as partes, se não quisessem alegar, remeter, os juízes, para a petição ou para a contestação; 10º- Quando, num processocrime, o arguido confessa, de forma livre e espontânea, deveria ser logo o Ministério Público a propor a pena, cabendo ao juiz ratificá-la ou corrigi-la; 11º- Com uma sentença de condenação, poderia a parte, com um simples requerimento, se a sentença não tivesse sido cumprida no prazo de 30 dias, requerer ao tribunal a respectiva execução, por simples carta ou requerimento e sem o pagamento de qualquer taxa de jus-

tiça, indicando logo um agente de execução; 12º- Quando um exequente instaura uma acção de execução, indicando à penhora um veículo ou um prédio, deveria ser o tribunal a remeter o pedido de registo da penhora para a conservatória competente, por via electrónica, sendo esta a pedir à parte o emolumento respectivo, enviando para o Tribunal o comprovativo do registo; 13º- No caso de uma pessoa ou empresa instaurar uma execução, vindo a Segurança Social e/ou Estado a reclamar um crédito, deveria o exequente ter direito a, pelo menos, 10% do produto da venda, com um limite máximo do crédito, já que é obrigado a impulsionar o processo e, no fim, nada recebe, por todo o valor conseguido ser para pagar os créditos privilegiados; 14º- Deveria abandonar-se a ideia de tribunais grandes, optando por unidades pequenas, bem distribuídas pelo território, aproximando a justiça do cidadão e não o contrário, como se tem feito. 15º- Os escrivães e chefes de secretaria deveriam ser licenciados em Direito, permitindo aos actuais funcionários tirar uma licenciatura facilitada e específica para o exercício das funções que já desempenham. Como ex-vereador social-democrata na autarquia marinhense, de que forma tem visto o desempenho

Santa Casa ou Tribunal?

Santa Casa Advogado…

...até sentir que ainda consigo desempenhar as funções Os juízes são…

...uma peça essencialíssima no domínio da justiça Nos tribunais ganha…

...quem souber expor com clareza o que pretende e trabalhar com honestidade Sinto saudades…

...do tempo em que tirei o curso a trabalhar na fábrica Se fosse presidente da Câmara…

...gostaria de dar o exemplo na eficiência A idade dá-nos…

...sabedoria Tenho pena…

...que os homens não se entendam Gostava de…

...ver o fim da crise em Portugal Ser idoso é…

...uma dádiva de Deus, em quem acredito. Dentro desta complexa teia, acho que o senhor presidente da Câmara não tem desempenhado um mandato de forma muito brilhante, ficando aquém das expectativas das pessoas que o elegeram e não só.

de António Santos no executivo camarário?

O vereador do PSD, António Santos, tem, quanto a mim, desempenhado uma função de equilíbrio e de bom senso, funcionando como fiel da balança, preocupado com os interesses dos cidadãos e do bem comum. Este exercício é, por vezes, mal compreendido mas o que ele tem feito permite que a Câmara funcione sem bloqueamentos, optando sempre pelas soluções que considera mais justas e equilibradas. E Álvaro Pereira? Tem sido um presidente de Câmara à altura dos

Se fosse vereador do PSD no actual executivo camarário de que obra(s) não abriria mão?

Neste momento teria uma particular atenção para o apoio social, desfazendo-me, quanto antes dos bairros sociais existentes na Marinha Grande, que são um peso para a autarquia e uma fonte de conflitos. Procuraria conhecer melhor as necessidades reais da população, satisfazendo-as, deixando para mais tarde, quando houvesse dinheiro, as grandes obras de que se fala. Investiria o que pudesse em infraestruturas de água e saneamento e na acção social.

desafios?

As funções de presidente da Câmara são difíceis e complexas. Tem de ser ponderado, usar muito o bom senso, ser eficaz e gerir interesses que, por vezes, são antagónicos. Terá de ser um bom gestor, não só de pessoas, mas dos meios disponíveis, fazendo equilíbrio entre as diversas forças, mas com especial habilidade para negociar e distinguir o principal do acessório.

Pondera um regresso à política activa?

Sempre tive a preocupação de cumprir os meus deveres de cidadania, que implicaram a minha colaboração com o PSD. Com a actual ocupação e idade que tenho, não estou a pensar num regresso à política activa, mas não deixarei de dar o meu contributo se o partido precisar e eu entender que possa ser útil. ß


Local

6

Política

JSD organiza Š “Encontro de Gerações” A Juventude Social-democrata (JSD) da Marinha Grande vai promover já este sábado, dia 21de Maio, o “Encontro de Gerações JSD”. A acção, inserida no pré-arranque da campanha eleitoral para as legislativas de 5 de Junho, é organizada em parceria com a Regional de Leiria, e terá lugar na sede do PSD da Marinha Grande, na Avenida 1º de Maio. A partir das 18 horas está prevista a realização de rastreios médicos e jogos tradicionais, tasquinhas e animação musical com o Projecto Snowball, que actuará pelas 21h30. Será ainda apresentado o hino de campanha da JSD do distrito de Leiria para as Legislativas 2011 e recolhidos bens alimentares para entregar a uma instituição de solidariedade social. O encontro, que terá entrada gratuita, contará também com a visita dos candidatos do PSD à Assembleia da República pelo círculo eleitoral de Leiria. ß

Política

Candidatos do PSD visitam concelho

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

crise

Basílio Horta aponta o caminho “Uma economia mais forte, uma sociedade mais justa e uma política mais responsável” são, para Basílio Horta, as estratégias necessárias para sair da crise que o país atravessa ÂÂCarla Fragoso

O cabeça-de-lista do PS pelo distrito de Leiria às legislativas participou numa conferência subordinada ao tema “A internacionalização da economia portuguesa”, que teve lugar no Hotel Mar e Sol, em São Pedro de Moel, na noite da passada quinta-feira, 12 de Maio. Na sua intervenção o candidato realçou a importância de “ouvir as empresas e ver os estrangulamentos que existem”, dando como exemplos o crédito “caro e raro” e a burocracia. Para Basílio Horta “há que distinguir as pequenas e médias empresas das grandes empresas e pedir que estas se continuem a financiar no exterior para que os meios nacionais fiquem disponíveis para as PME’s”. O cabeça-de-lista destacou a importância das empresas “crescerem em conjunto” e defendeu que “as grandes empresas devem levar consigo para os mercados internacionais as PME’s”. “Menos politiquice”, defende Luís Amado

A conferência promovida pelo PS contou com a presença do Ministro dos Negócios Estrangeiros, Luís Amado, que nas legislativas de 2009 foi o cabeçade-lista do partido à Assembleia da República pelo distrito de Leiria. Na sua intervenção, Luís Amado mostrou-se “muito satisfeito” por ser ‘substituído’ por Basílio Horta, que considerou ser “uma pessoa com muito coOs candidatos social-democratas pelo círculo de Leiria à Assembleia da República nas próximas legislativas vão estar no concelho da Marinha Grande já este sábado, dia 21 de Maio. O programa, com início às 9h30, inclui passagens pelo Mercado Municipal da Marinha Grande, visita à vila de Vieira de Leiria, pelas 11h, de onde a comitiva sairá rumo à Praia da Vieira. Para as 13h está agendado um almoço com militantes, apoiantes e simpatizantes no Hotel Cristal da Vieira. Os candidatos vão ainda marcar presença durante a tarde no “Encontro de Gerações” que a Juventude Social-Democrata levará a cabo na Sede do PSD da Marinha Grande. De referir que o mandatário de Pedro Passos Coelho no concelho marinhense é o vereador do PSD na autarquia, António Santos (na fotografia), e que concorrem por Leiria às legislativas Teresa Morais, Fernando Marques, Feliciano Barreiras Duarte, Maria Conceição Pereira e Paulo Baptista Santos, entre outros. ß

nhecimento do país” e da realidade no que respeita às exportações e competitividade no mercado global. Para o ministro é essencial “mobilizar o país para sairmos da situação crítica em que nos encontramos e uma atitude de grande responsabilidade política”. Luís Amado acrescentou que “com menos politique podia ter-se evitado a humilhação do país nos últimos meses”. O governante considerou “inaceitável” que “se continue a querer reduzir a di-

mensão da crise à má governação”, embora tenha admitido que “todos os governos cometem erros”. Falando do futuro, Luís Amado voltou a realçar “a experiência e energia notável” de Basílio Horta, “capaz de estabelecer conexões em todo o mundo e que poderá ser muito útil ao distrito de Leiria e ao país”. Para o ministro dos Negócios Estrangeiros, “com o trabalho, iniciativa e dedicação dos empresários o país conseguirá reabilitar-se”. ß

Marinha Grande

Paróquia já tem um boletim informativo “Grãos de areia” foi o nome escolhido para “baptizar” o boletim da paróquia da Marinha Grande, que já vai na segunda edição. É um sonho antigo que se tornou realidade

De acordo com o padre Armindo Castelão Ferreira, esta ideia já existia antes de ele chegar à paróquia, em Setembro do ano passado. “Isto já era um sonho muito antigo! Formámos uma equipa e pusemos mãos à obra”, acrescentou. O pároco disse ainda ao JMG que este boletim tem, acima de tudo, um cariz formativo, direccionando-se a toda a comunidade, em particular a todos os cristãos. “Grãos de areia” tem edição mensal e é distribuído gratuitamente nas missas dominicais da igreja matriz e das igrejas não paroquiais. ß


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Política

BE presta contas Interrompida que foi a XI Legislatura pelos motivos conhecidos, o Bloco de Esquerda, fiel aos seus princípios, achou por bem prestar contas ao seu eleitorado e a todos os cidadãos, sobre o trabalho que os seus deputados levaram a efeito na Assembleia da República durante o ano e meio que teve de vida

Neste sentido, realizou na Marinha Grande um encontro aberto aos seus apoiantes e população em geral, que teve lugar nas instalações do Sport Operário Marinhense, na noite da última quinta-feira, dia 12, e que contou com a presença de Heitor de Sousa, deputado eleito pelo Distrito de Leiria. Utilizando uma linguagem simples, coadjuvada por projecções, Heitor de Sousa explanou não só o seu trabalho individual como deputado, mas também o trabalho colectivo do Grupo Parlamentar do Bloco de Esquerda que permitiu apresentar 345 iniciativas legislativas, 186 Projectos de Lei e 159 Projectos de Resolução. Destes, 32 Projectos de Lei foram aprovados na generalidade e 17 transformaram-se em Lei. Dos 159 Projectos de Resolução que apresentou, 51 foram aprovados. Apresentaram propostas contra a precariedade, pela regularização dos trabalhadores precários da administração pública e pelo

7

Parlamento dos Jovens

Guilherme Stephens Š na sessão nacional

fim dos falsos recibos verdes. Bateramse contra os cortes nos apoios sociais, contra os ataques aos direitos laborais. Defenderam a Escola Pública, o acesso à Cultura, o casamento entre pessoas do mesmo sexo. Denunciaram as parcerias público-privadas como mecanismo de injustiça e de irracionalidade económica, lutaram por uma economia mais justa, defenderam a agricultura e o ambiente.

No diálogo que se seguiu com os participantes deste encontro, ficou bem patente o compromisso político do deputado pelos problemas do Distrito de Leiria, a sua preocupação em descer à base e inteirar-se dos problemas vividos pelas pessoas e da necessidade de se continuar o trabalho encetado, cada vez mais apoiado pelas bases e pelos militantes do Bloco. ß

Sociedade

Habitações degradadas na Embra

De dia para dia é notória a crescente degradação das habitações localizadas na Rua Vila Real de Santo António, na Embra. Portas, janelas e persianas arrancadas, telhas partidas e fora do lugar, pinturas nas paredes, são apenas alguns dos exemplos do que por lá se pode encontrar. A ocupação daquelas casas por famílias da comunidade cigana já motivou a elaboração de um abaixoassinado que contou com mais de seis dezenas de assinaturas de vizinhos daquela rua e vias circundantes. O documento foi entregue a várias entidades, mas nenhuma medida foi tomada até ao momento. Contudo, na última sessão da Assembleia Municipal da Marinha Grande o presidente da autarquia referiu que o assunto não está

esquecido e que a Câmara está empenhada em resolvê-lo da melhor forma. ß

A Assembleia da República recebeu, nos dias 2 e 3 de Maio, a sessão nacional do Parlamento dos Jovens 2011 do Ensino Básico. A representar o distrito de Leiria estiveram Pedro Mateus e Ingride Tarrafa, da Escola 2/3 Guilherme Stephens, acompanhados pelos colegas das três Escolas: Raul Proença, Porto de Mós e Frei Estevão Martins. No primeiro dia de trabalhos os jovens deputados dividiram-se em diversas comissões onde debateram os projectos de cada distrito a fim de chegarem a um projecto base que foi debatido no dia seguinte em sessão plenária. Após a sessão plenária os participantes chegaram a um consenso e aprovaram o projecto de recomendação à Assembleia da República. ß

Sociedade

Vestidos de chita Š desfilam no sábado Pelo 2º ano consecutivo, a Associação Sindical, União de Reformados, Pensionistas e Idosos (ASURPI) da Marinha Grande vai dinamizar um desfile de vestidos de chita. O evento está agendado para o próximo sábado, dia 21 de Maio, a partir das 16 horas, na sede da associação. Na passerelle vão desfilar as associadas da ASURPI, envergando vestidos de chita confeccionados propositadamente para o efeito e com recurso a alguns parceiros da associação. No domingo, dia 22, os reformados dão início aos passeios pedestres. A concentração está marcada para as 9h, junto à sede da associação, sendo que o destino escolhido foi o parque de merendas da Moita. Depois de um pequeno lanche os idosos regressam à Marinha Grande em transporte cedido pela ASURPI. Dando seguimento ao plano de actividades e com vista a mostrar que são idosos activos, os reformados realizaram uma visita no passado fim-de-semana, dias 14 e 15 de Maio, até Espanha, com passagens por Madrid, Ávila e Mosteiro do Escorial. De referir ainda que esta quinta-feira, 19, os reformados da Marinha Grande viajam até Lisboa para participar num protesto contra as medidas impostas aos portugueses pelo Governo e pela “troika”. ß


Local

8

Marinha Grande

PSP detém cidadão com álcool No dia 14 de Maio, pelas 2h56, a Polícia de Segurança Pública deteve, numa artéria da cidade, um cidadão com 69 anos de idade, em virtude de ter procedido ao exercício da condução de um veículo ligeiro de passageiros, com uma taxa de álcool no sangue de 1,42 gramas por litro de sangue. O detido será presente às autoridades judiciárias competentes. ß

Biblioteca

Actividades para Š os mais pequenos

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

Educação

Casal de Malta assinala “Semana da Europa”

N

o âmbito da Semana da Europa, o Jardim de Infância de Marinha Grande e a Escola EB1 de Casal de Malta organizaram duas actividades na passada sexta-feira, dia 13 – largada de uma centena de balões nas cores dominantes da bandeira da Comunidade Europeia (azul e amarelo) e um “Almoço Europeu”, com a presença de alguns convidados, entre os quais o deputado do Parlamento Europeu, Carlos Coelho. A Semana da Europa é uma iniciativa do Agrupamento de Escolas Guilherme Stephens, como o apoio do Clube Europeu e teve lugar durante toda a semana (9 a 13 de Maio), culminando com as actividades acima referidas. Tendo como objectivo sensibilizar as crianças para aspectos concretos da construção europeia, as actividades desenvolvidas chamaram a atenção para os 27 estados-membros da União Europeia, os seus símbolos, os diversos tratados que deram forma ao caminho seguido desde que, em 1951 foi construída a CECA, sem esquecer algumas das principais figuras que marcaram estas seis décadas de construção europeia.

Enquanto a largada de uma centena de balões simbolizava a liberdade e a união entre os povos europeus, o “almoço europeu”, servido nas instalações do Jardim e EB1 de Casal de Malta foi um momento único de convívio e partilha dos docentes que participaram nas actividades e de alguns convidados, entre os quais o deputado Carlos Coelho. Antes, já este parlamentar tinha sido recebido na sede do Agrupamento, onde manteve uma animada

sessão com cerca de uma centena de estudantes, durante a qual respondeu a questões que lhe foram colocadas pelos alunos, findando a sessão a oferecer algumas “recordações” trazidas de Bruxelas e Estrasburgo, onde desenvolve a sua actividade de deputado. A actividade terminou com a oferta de duas peças em vidro da Marinha Grande, gravadas por João Bujaca, um dos mais prestigiados gravadores à roda da capital vidreira. ß

Eco-Bike

Alunos pedalam dia 25 “A viagem de Chihiro” é como se intitula a película infantil que será exibida na próxima quarta-feira, dia 25 de Maio, pelas 15h30, na Biblioteca Municipal da Marinha Grande

O filme, falado em português e direccionado a crianças com mais de seis anos, insere-se nas actividades que todos os meses a biblioteca prepara a pensar nos mais novos. A película conta a história do jovem Chihiro que, juntamente com a família, entra numa cidade fantasma, povoada por deuses e monstros, e governada pela gananciosa Yu-Baba. Depois de comerem uma refeição proibida, os pais de Chiriro são castigados e transformados em porcos. Para os tentar salvar ela terá que renunciar ao seu nome e prestar serviço no mundo dos espíritos. Chihiro encontra na sua viagem amigos e aliados, que a ajudam a descobrir uma força interior e estabelecer uma identidade no estranho mundo em que se encontra encurralada. A exibição do filme tem entrada livre, sem necessidade de marcação prévia. ß

Está agendada para o próximo dia 25 de Maio, quarta-feira, mais uma edição do Eco-Bike, que contará com a participação de cerca de três centenas de alunos dos 2º e 3º ciclos do concelho. A iniciativa é organizada pela Câmara Municipal da Marinha Grande, e conta com o apoio dos Agrupamen-

MDM

Mulheres viajam até Lisboa O núcleo da Marinha Grande do Movimento Democrático de Mulheres (MDM) vai promover no próximo domingo, dia 22 de Maio, o tradicional passeio anual

Cascais, Estoril, Belém e os jardins da Tapada das Necessidades, em Lisboa, foram os destinos escolhidos para um dia que se espera de “grande convívio” entre as mulheres do concelho marinhense. O MDM da Marinha Grande

faz ainda eco das preocupações manifestadas pela Direcção Nacional do Movimento face às medidas já anunciadas no âmbito do apoio financeiro ao país por parte do Fundo Monetário Internacional. O aumento do desemprego, o congelamento dos salários e a subida do custo de vida são aspectos que preocupam os responsáveis nacionais do MDM, segundo os quais, “as exigências do FMI não são inevitáveis. Podem

ARRENDO

Arrenda-se

T2 mobilado, na Pedra do Ouro.

Casa de habitação, tipo T2.

Com garagem individual. 400 euros/mês.

Casal Galego.

Telefone: 936 677 889

tos Escolares do concelho, e das escolas secundárias Calazans Duarte e Pinhal do Rei. O passeio, que tem concentração marcada para as 15h no Parque da Cerca e para as 14h15, junto ao Gimnodesportivo da Vieira, terá uma extensão de 10 quilómetros. ß

Contacto: 919 591 944 / 918 634 754

e devem ser alteradas. Este plano só entrará em vigor após discussão na próxima Assembleia da República que resultar das eleições de 5 de Junho”. Por esse motivo, a Direcção Nacional do Movimento Democrático de Mulheres considera que, “se as mulheres contribuírem com o seu voto para uma nova composição de deputados na Assembleia da República, é possível rejeitar este Plano. Para o MDM é possível e imprescindível”. ß

www.rcm.com.pt www.jornaldamarinha.pt


Local

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

9

Política

Jerónimo de Sousa mobiliza comunistas

Política

CDU presta contas

Fazer o balanço das iniciativas desenvolvidas pelo PCP em prol do distrito na Assembleia da República, durante a XI Legislatura, foi o objectivo do encontro realizado em Leiria no passado dia 6 de Maio

Cerca de quatro centenas de pessoas encheram por completo o salão de festas da colectividade do Pero Neto na noite do passado dia 9 de Maio, para assistir ao comício que trouxe à Marinha Grande Jerónimo de Sousa ÂÂCarla Fragoso

A menos de um mês de eleições legislativas, o secretário-geral do Partido Comunista Português (PCP) considerou como ilegítima a intervenção do Fundo Monetário Internacional em Portugal. Para Jerónimo de Sousa trata-se “não de uma ajuda, mas de uma intervenção externa decidida por esses senhores que não têm mandato nem legitimidade nacional, porque o povo não lhes deu, e que estão a impor essas condições draconianas”. A “pressão dos banqueiros” é, para o secretário-geral do PCP, a grande responsável pela situação em que se encontra o país. Jerónimo de Sousa defende que o povo português “foi vítima de uma chantagem, uma ameaça sem paralelo,

apenas para satisfazer os interesses do capital financeiro dos grandes grupos económicos”. Para os próximos anos “esperam-se grandes sacrifícios”, vaticina o líder comunista, apontando a facilitação dos despedimentos, a flexibilização das leis laborais, o congelamento dos salários da administração pública, das pensões e das reformas, e os aumentos em vários sectores, desde a electricidade, passando pelo gás, impostos e taxas moderadoras. Segundo Jerónimo de Sousa, a produção nacional “é um elemento chave, estruturante” para o desenvolvimento do país. “Se não tivermos aparelho produtivo, mais agricultura, melhor pesca, mais indústrias, se não criarmos mais riqueza nunca mais pagamos as dívidas que temos”, disse o secretário-geral do PCP, que apelou ao voto na CDU, que será “um voto diferente, contra o FMI e contra a ruína nacional”. Meta: eleger um deputado por Leiria

Ana Rita Carvalhais, cabeça-de-lista da CDU pelo círculo eleitoral de Leiria,

subiu ao palco para lembrar que a lista de candidatos que encabeça é composta “por gente empenhada e com provas dadas na luta e na intervenção social e política, em defesa dos trabalhadores e das populações” e que pertence “a uma força política que cumpriu na Assembleia da República e fora dela os compromissos assumidos perante o povo e o país”. A candidata referiu ainda que, embora o partido não tivesse nenhum deputado eleito pelo distrito de Leiria, a CDU acompanhou diversas situações, dando como exemplos o Crisform, a modernização da linha do Oeste e a manutenção da urgência do Centro de Saúde da Marinha Grande, entre outras. Ana Rita Carvalhais destacou a “confiança nas nossas propostas e no nosso projecto”, apontando como objectivo atingir a eleição de um deputado pelo distrito de Leiria, que significará “um inquestionável contributo para o grande reforço desta força que é a CDU, um factor fundamental para uma mudança real que permita romper o ciclo de uma política de direita e a defesa dos interesses da nossa região”. ß

O deputado Bruno Dias e a cabeça-de-lista Ana Rita Carvalhais prestaram contas do trabalho parlamentar desenvolvido em benefício do distrito de Leiria entre Setembro de 2009 e Abril último. Embora o PCP não tivesse eleito nenhum deputado por Leiria, Bruno Dias ocupouse, ao longo da legislatura, dos assuntos relacionados com a região. Na sessão de “prestação de contas”, o deputado lembrou a necessidade de modernizar e reconverter a Linha do Oeste e o facto de o PCP ter subscrito a proposta de abrir a Base Aérea de Monte Real ao tráfego civil. Iniciativas que, para os comunistas, seriam benéficas para o desenvolvimento da região. Bruno Dias enumerou as propostas da CDU de incentivo à indústria e ao crescimento do aparelho produtivo através de medidas assentes na redução dos custos de produção, ao nível da electricidade, do gás natural e dos combustíveis. Ao nível da cultura falou-se sobre a possibilidade de implementar o Museu da Floresta na Marinha Grande, aproveitando o vasto espólio já existente. Quanto à educação foram promovidas iniciativas relativas à Escola Superior de Arte e Design, à Escola Profissional e Artística da Marinha Grande e ao Centro de Formação Profissional para o Sector da Cristalaria (Crisform). Ana Rita Carvalhais destacou o facto do trabalho enumerado ter sido feito por deputados não eleitos por Leiria e deixou no ar a questão: “imaginem o mais e melhor que poderá ser desenvolvido com uma deputada eleita pelo distrito de Leiria, que esteja no terreno diariamente?”. ß

Sociedade

Ex-trabalhadores da Ricardo Gallo reunidos em almoço-convívio O Salão José Vareda, nas Piscinas Oceânicas de S. Pedro de Moel foi o palco escolhido para receber os ex-trabalhadores da garrafeira Ricardo Gallo, agora Gallo Vidro, em almoço-convívio. 130 responderam à chamada

A organização deste almoço-convívio, que esteve a cargo de Álvaro Casaleiro, Carlos Simões, Manuel Marques e Amílcar Ferreira, primou, uma vez mais, pela quali-

dade: o local escolhido, tendo por fundo um mar azul e uma brisa suave transportando o aroma do iodo e penetrando no Salão para repor frescura num ambiente cheio de calor humano, foram o aperitivo para o almoço que foi primorosamente servido por uma jovem equipa de profissionais dirigida pela batuta da Aracy que na cozinha era já rainha. Tudo perfeito. E toda a gente contente! Antes do corte do bolo comemorativo e do brinde com o tradicional champanhe, uma nova Comissão, que vai organizar

o encontro do próximo ano, foi gizada e apresentada aos presentes, merecendo destes uma boa salva de palmas e que ficou assim constituída: Leonor Lopes, José Leonel, Mário Madeira, Casimiro João, Licínio Pereira e Adriano Paiva. Um regresso feliz a casa, não sem antes contemplar o mar e respirar o ar, rico em clorofila do Pinhal do Rei, foi o corolário deste encontro que serviu para “matar” saudades entre os trabalhadores da Ricardo Gallo. ß


Economia

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

10

CNO Calazans Duarte

“Uma escola tem Š mais credibilidade”

Solicitadoria

ISDOM promove jornadas temáticas

Mais 7 adultos, técnicos da empresa Moldes RP, terminaram, no dia 16, o processo de RVCC (Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências) que lhes garante a habilitação escolar do 12º ano

A

O Instituto Superior D. Dinis dinamizou, na última sexta-feira, dia 13 de Maio, a primeira edição das Jornadas de Solicitadoria, dando assim continuidade ao vasto leque de iniciativas temáticas que tem vindo a promover nas últimas semanas. O evento, que decorreu no auditório do instituto, teve na plateia alunos do curso de Solicitadoria, e não só. O primeiro orador da tarde foi Jorge Gregório, director do Curso de Solicitadoria, que falou sobre a necessidade de formar profissionais nesta área. As Jornadas contaram ainda com o contributo de Armando Oliveira, presidente do Conselho Regional do Sul da Câmara dos Solicitadores, que falou sobre “A Organização da Câmara e dos seus Órgãos”; Silva Queiroz, presidente da Mesa da Assembleia-Geral da Câmara dos Solicitadores, que apresentou o tema “O Solicitador no exercício do Mandato”; Aventino Lima, tesoureiro do Conselho Regional do Sul da Câmara dos Solicitadores, com a temática “A Ética, a Deontologia e a Disciplina”; e João Aleixo Cândido, secretário do Conselho Regional do Sul da Câmara dos Solicitadores, com o tema “O Agente de Execução e as suas funções no exercício da Justiça”. ß

sessão de Júri decorreu nas instalações da empresa e teve características muito especiais, com cada adulto a fazer uma visita guiada ao seu posto de trabalho, explicando, in loco, as suas funções, evidenciando, assim, uma parte das competências que o júri certificou. Jorge Brites, avaliador externo deste júri, confessou-se “espantado com a complexidade e inovação do trabalho desenvolvido por estes homens” (entre os 30 e os 40 anos) congratulando-se com a oportunidade de observar os processos de trabalho desta indústria tão prestigiada internacionalmente. A certificação destes adultos, a juntar a outros já certificados ao nível de 9º ano, é o resultado de uma parceria entre a empresa e o Centro Novas

Cantinho da

Costura arranjos de roupa serviço de engomadoria Rua Pedro Viana, nº 9, Marinha Grande (Junto ao bar do Marinhense)

Depósito Legal Nº 80254/94 Registo no ICS Nº 100103 Preço avulso: 1,10 euros Série de 26 números (6 meses): 15,00 euros O pagamento é sempre adiantado Fundador José Martins Pereira da Silva Director António José Ferreira ajferreira@jornaldamarinha.pt Redacção António José Ferreira (CP 2614), Carla Fragoso (CP 7388), Alice Marques, Adriano Paiva e José Manuel André Colunistas Osvaldo Sarmento e Castro, António Santos,

Alice Marques

RG Arte comemora aniversário A Academia de Artes Decorativas RG Arte assinala esta quinta-feira, dia 19 de Maio, o seu quarto aniversário. Segundo adiantou ao JMG a proprietária do espaço, Rita Gomes, o balanço “é muito positivo”, devido ao aumento do número de alunos que levou também à implementação de novos serviços e actividades. Na Academia, situada na Avenida José Gregório, junto ao Tribunal da Marinha Grande, é possível aprender a pintar em telas, tecido, madeira, barro e vidro, bem como o domínio de várias técnicas, desde patchwork, decoupage e falso mosaico. Em funcionamento estão nesta altura

Composição e paginação Ileve - geral@ileve.com.pt Serviços Comerciais e Publicidade Mónica Matias (244 502 628) Serviços Administrativos e Assinaturas Mónica Matias monica@jornaldamarinha.pt Apartado 102, 2431-902 Marinha Grande Telefone: 244 502 628 Fax: 244 569 093 E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt

Contribuinte 502 963 905

de todos e foi amplamente expressa no decorrer da sessão de Júri, no reconhecimento que publicamente expressaram, do estímulo que tiveram por parte da gestão da empresa. O trabalho empenhado dos candidatos, o apoio incondicional da equipa técnico-pedagógica, liderada pela profissional Nádia Marques, as condições de funcionamento das sessões nas instalações da empresa e o acompanhamento sempre atento da responsável pela qualidade, Judite Silva, foram os factores que tornaram possível o sucesso desta parceria.

Economia

Luís Guerra Marques, Joaquim João Pereira, João Cruz, Mário Nuno Francisco, Álvaro André, Nélson Araújo, Pedro Silva, Telmo Neto, João Saraiva, Gabriel Roldão, Sérgio Bento, Armando Constâncio, Ana Medina Reis, Ana Patrícia Nobre, Nuno Cruz, Ernesto Silva

Proprietário Jornal da Marinha Grande, Lda.

Oportunidades da Calazans Duarte. A preferência pelo CNO Calazans, nas palavras de Rui Pinho, proprietário e gestor dos Moldes RP, deve-se ao facto de este estar integrado numa escola e “uma escola tem sempre mais credibilidade”. Principal impulsionador desta parceria e defensor convicto da importância da melhoria da qualificação dos recursos humanos para o sucesso da empresa, Rui Pinho considera que os ganhos deste investimento na formação dos colaboradores virão da realização pessoal de cada um ao terminar este processo, pois “trabalhadores realizados são trabalhadores mais produtivos”. Essa satisfação era visível no rosto

aulas de artes decorativas e de corte e costura, que contam com cerca de três dezenas de formandos, de várias faixas etárias. De acordo com Rita Gomes as aulas de corte e costura foram implementadas há pouco tempo dando resposta aos inúmeros pedidos dos alunos. Os formandos aprendem a fazer bainhas, casas de botões e a

Capital Social 24.939,90 euros Detentores de mais de 10% do capital social António José Lopes Ferreira e João Carlos Cunha da Cruz Gerência António José Lopes Ferreira Sede Travessa de Vieira de Leiria, nº 9 2430 Marinha Grande Impressão FIG - Indústrias Gráficas, SA - Coimbra • Os artigos e as cartas ao director, ao abrigo do artigo 31, nº 4 e 5, não vinculam o director, o editor ou a entidade proprietária do jornal, sendo da única e exclusiva responsabilidade do seu autor • O dia de saída do jornal é à quinta-feira, excepto quando coincida com um feriado, passando para o dia imediatamente seguinte.

Este jornal está à venda nos seguintes locais: Marinha Grande: Jornaleiro, Jornalinho, Tabacaria “Pierrot”, “VCM”, Papelaria Grani, Repsol, Café Cantinho do Engenho, Tabacaria do Cristal Atrium, Eunice Pereira, Gasogagest, Intermarché, Petrosalsa, Pedroso & Gonçalves, M. Cristina Serra, Papelaria Rumo, Modelo da Marinha Grande Garcia: Loja da Cláudia Vieira de Leiria: Quiosque Júlia Leal e Papelaria Horizonte Albergaria: Posto da Repsol Moita: Mini-Mercado Novo Martingança: Maria Cidália da Silva S. Pedro de Moel: Pastelaria Arco-Íris (Costa e Caetano) Maceira: Papelaria Balinha, Loja 3 - Intermarché Pataias: Papelaria Central

confeccionar as suas próprias roupas. A Academia RG Arte funciona de segunda-feira a sábado, das 10h às 19h, sendo que às segundas, terças e quartas prolonga a sua actividade até às 21 horas. Rita Gomes faz regularmente acções de formação em Lisboa tendo sido convidada para participar com um trabalho da sua autoria na última edição da revista “Faça Fácil”, de distribuição nacional. Esta quintafeira, como forma de comemorar o aniversário, a RG Arte vai ter muitas surpresas para os clientes e amigos, bem como cheques oferta e descontos em alguns artigos. ß

Este jornal é membro da API

Tiragem média mês: 14.000 exemplares

ESTE JORNAL É IMPRESSO NA FIG Tel.: 239 499 922 Fax: 239 499 981 e-mail: fig@fig.pt


Cultura

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

11

Figueiras

Jovens promovem “Feira de Tradições”

Exposição

Maratona fotográfica chega ao fim

O 4º Concurso de Fotografia do Concelho da Marinha Grande, este ano com o Formato “Resgate Cultural Perspectivas – Maratona Fotográfica”, iniciativa levada a efeito pela Câmara Municipal em parceria com o ISDOM – Instituto Superior D. Dinis chegou ao fim, depois de o Júri ter decidido quem eram os vencedores

O salão de festas do Grupo Desportivo e Recreativo das Figueiras acolheu, este fim-desemana, a “Feira de Tradições”, iniciativa levada a efeito pelas jovens Ana Barosa, Cristina Prazeres, Mariana Elói, Mariana da Fonseca e Vanessa Nora, no âmbito da disciplina de Área de Projecto, da Escola Secundária Eng. Acácio Calazans Duarte

Trazer para o presente as tradições

da cultura popular marinhense, através das profissões, dos jogos populares, da gastronomia, do teatro, das danças e cantares, foram os objectivos principais desta Feira, que contou com a preciosa colaboração da Fanfarra dos Bombeiros Voluntários, do Grupo de Cantares da ASURPI, dos Ranchos de Picassinos e da Vieira, dos Grupos de Teatro e Música da Calazans Duarte, da artesã Manuela Monteiro, de Olinda Conde, com os seus licores caseiros, do decano dos “maçariquei-

ros” Álvaro Cruz, do lapidário José Medeiros e também da fadista Cármen Dolores. Infelizmente o público, para quem a “Feira” era dirigida, não correspondeu à chamada, tendo em conta a publicidade que foi desenvolvida. Mas, apesar de ter pouca gente e os objectivos previstos não terem sido atingidos na sua plenitude, fica registado o esforço deste grupo de jovens, que não podem considerar como derrota a falta de público. ß

Sociedade

Casal Galego prepara festejos Os próximos dias 3, 4 e 5 de Junho vão ser de festa em Casal Galego. E isto porque a Associação Social, Cultural e Desportiva de Casal Galego, como é de tradição, vai organizar as suas festas anuais, trazendo ainda mais vida ao lugar, com o seguinte programa: Sexta-feira, 3 de Junho: Eitão Bar - 22h, Noite dos Anos 80 com o Grupo “SunSet 80’s”; Sábado, 4 de Junho: 17h - Abertura do arraial com Tasquinhas, Quermesse e Jogos Tradicionais; 22h – Baile com o Grupo Dualband; 24h – Fogo-de-artifício seguido de animação pela noite dentro; Domingo, 5

ARRENDO

T2 mobilado, na Pedra do Ouro. Jardins e piscina. Com garagem individual. 400 euros/mês.

Telefone: 936 677 889

de Junho: 9h30 – Jogo de Futebol Inter- sócios “Solteiro(a) s/Casado(a)s no Estádio Municipal da Marinha Grande; 12h30 - Abertura do arraial com Tasquinhas, Quermesse e Jogos Populares; 16h - Actuação do Grupo do Centro de Convívio da Associação; 18h – Quebra de Panelas; 22h – Baile com o Duo Musical “Ritmo Certo”. No dia 21 de Maio vai realizar-se o habitual Peditório aos Sócios e Amigos, pelas ruas do lugar. No dia 27 de Maio, no Eitão Bar, actuará a Banda “Snowball”. ß

BARRACÃO Arrendo. A-dos-Pretos. Telefone: 914 705 242

A sua proclamação e a entrega de prémios teve lugar ao fim da tarde de sexta-feira, dia 13, no Museu Joaquim Correia, em cerimónia simples, com a presença de concorrentes, familiares e amigos, da Vereadora da Cultura, Cidália Ferreira, do Director do Curso de Design do ISDOM, Jorge Carvalheiro, da delegada do Administrador do ISDOM, Vera Martins, e de Fátima Bentes, membro do Júri. Cidália Ferreira, nas palavras que dirigiu aos presentes, agradeceu a presença de todos, sentiu-se honrada por acolher a mostra no Museu Joaquim Correia, “num momento em que intensificamos a sua oferta cultural, devido ao encerramento do Museu do Vidro que brevemente sofrerá obras de requalificação” para mais à frente referir que “independentemente da qualidade dos trabalhos seleccionados para serem premiados, todos os concorrentes estão de parabéns, pela sua participação”, dirigindo-lhes agradecimentos por tornarem possível a iniciativa. Por seu turno, Jorge Carvalheiro congratulou-se com a iniciativa e prometeu que a próxima, que já está ser preparada, será certamente melhor. E os vencedores são…

Os vencedores da Maratona Fotográfica focada em cinco temas - Jardins; Teatro Stephens, Arquitectura Industrial; Vidro: História e Fabrico e Arquitectura Adormecida - foram: 1º - Paulo António Pacheco de Sousa; 2º - Ricardo José Bernardes Gaspar; 3º - João Paulo Aveiro Garizo. Menções Honrosas

O Júri atribuiu ainda três Menções Honrosas a Victor Luís Sousa Domingues, Tiago Manuel Marques Henriques e Victor Moleirinho. A exposição encontra-se aberta até ao próximo dia 28, no Museu Joaquim Correia, de terça-feira a sábado, das 10 às 18 horas. ß

www.jornaldamarinha.pt


Local

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

12 Opinião

O verdadeiro julgamento Artur Pereira de Oliveira* É com apreensão, mágoa e tristeza que assisto ao desmoronar dos sonhos e expectativas que foram criadas aos Portugueses, com a liberdade de Abril. O país tem sido sucessivamente governado ao longo de anos por Governos inseguros com políticas demagógicas, sempre numa perspectiva eleitoralista, sem coragem para tomarem as medidas mais convenientes, que conduzissem o nosso País para um desenvolvimento social e economicamente sustentável. Perdurou o eleitoralismo político partidário, o facilitismo e a irresponsabilidade, cujos resultados são hoje amargamente vividos e sentidos pela maioria das famílias portuguesas. Não basta demitir os Governos, é preciso também que sejam apuradas responsabilidades e julgados judicialmente quando seja visível uma má gestão dos dinheiros públicos. É um erro que não haja punições, pois sem exemplos nunca haverá responsabilidade go-

vernativa. Mais uma vez os responsáveis pela crise vão sair impunes, mais ricos e com bons empregos que previamente asseguraram, com belíssimos ordenados. Entretanto quem sai penalizado destas impunidades e irresponsabilidades é sempre o povo que humildemente e honradamente trabalha para sobreviver, e que vai ter de pagar as dívidas que não fez, pois já nem as suas têm condições para as pagar. Este é o resultado a que o País chegou com as políticas hipócritas e irresponsáveis ditas de esquerda, para se manterem no poder à custa dos humildes eleitores menos esclarecidos. Em minha opinião a responsabilidade da actual crise não é apenas e só dos Governantes. Os Deputados são também responsáveis porque passam o tempo em quezílias partidárias na Assembleia da República e não fiscalizam as actividades do Governo como era seu dever. Não debatem com humildade e isenção partidária matérias que podiam ajudar a melhorar a vida dos Portugueses. Os militantes e dirigentes partidários por inerência também são responsáveis por não tomarem atitudes fiscalizadoras sobre a acção do Governo que os representa. Os eleitores também são responsáveis, pois devem estar melhor informados, e saber que ao votar estão a decidir o que querem para o futuro de Portugal e dos Portugueses. A vinda do FMI é da responsabilidade go-

Sociedade

Rotary promove baile solidário Cerca de meia centena de pessoas marcaram presença no Baile da Primavera, levado a cabo na noite do último sábado, 14 de Maio, no Salão Vareda Pedroso, no complexo de Piscinas de São Pedro de Moel, pelo Rotary Club da Marinha Grande

À semelhança do que sucedeu no ano passado, a iniciativa teve como finalidade angariar fundos para apoiar a Loja Social da Marinha Grande, que funciona na Rua Pereira Crespo, no centro tradicional da cidade. O espaço, onde é possível adquirir a

baixos preços artigos variados, desde vestuário, brinquedos, utensílios domésticos, material didáctico e pequenos electrodomésticos, está aberto de segunda a sextafeira, das 14h30 às 19h e aos sábados, das 9h30 às 12h30. ß

vernativa por terem andado a gastar o que não tinham e levaram assim o País a uma situação de insolvência. Quem pede dinheiro tem de ter a noção dos compromissos que está a assumir para assim poder honrar o país que representam, como pessoas de bem. Porém, este Governo, quando deixou de ter condições para assumir o pagamento dos empréstimos, passou a pedir mais empréstimos para pagar os empréstimos, atingindo assim o limite inaceitável de endividamento do Estado Português, passando a pedir dinheiro e mais dinheiro a juros altíssimos, não para reduzir a dívida mas para pagar juros dos empréstimos, aumentando assim ainda mais a dívida. Tudo isto é feito às escondidas dos Portugueses, que só agora é do conhecimento público a razão ao recurso das ajudas financeiras externas com os tais acordos secretos dos PEC 1-2-3 e 4 já em condições difíceis de negociar dado o estado de insolvência em que o Estado Português já se encontrava. Assim, o Governo, irresponsavelmente arrastou o país para uma situação de bancarrota, já sem condições de por si só se recuperar economicamente. Ao estarmos inseridos na Comunidade Europeia, na minha opinião, só tínhamos duas saídas possíveis. A primeira, sermos obrigados a sair do

mercado da moeda única, o que seria desastroso para a recuperação da economia do nosso País numa situação desonrosa para o povo português. A segunda, restou-nos a humilhação de ter de aceitar a entrada do FMI para acalmar os mercados por culpa e, diga-se, deste Governo que nos deixou sem alternativas de o evitar. Porém, dadas as críticas e preocupações justas dos partidos ditos de esquerda, espero que após as eleições apresentem propostas consistentes e que não continuem a baralhar ainda mais as coisas e a vida aos portugueses. O FMI e os Portugueses certamente agradecem que haja propostas alternativas para que rapidamente o País saia da crise em que este Governo nos deixou. Lembro que não foi o FMI o responsável pelo descalabro económico em que vivemos, mas sim todos nós portugueses fomos os culpados, por nos termos deixado enganar há demasiado tempo por este Governo agora demitido e bem. Os responsáveis por este descalabro económico vão a 5 de Junho a votos e ainda bem, pois na falta de um tribunal que os julgue, que sejam agora os portugueses a julgá-los nas urnas, para exemplos futuros.

*Ex-Vereador na CMMG


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

13


Publicidade

14

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Publicidade

15


Publicidade

16

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011


Despor to

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

17

a rádio de todos os dias

Futebol

AC Marinhense perde mas garante manutenção Manutenção garantida. O AC Marinhense perdeu em Castelo Branco mas garantiu a manutenção no Campeonato Nacional da III Divisão

O Marinhense vai manter-se na III

Divisão. Ainda não havia certezas absolutas, pois no futebol tudo é possível, mas no passado domingo tudo ficou definido: Tocha, Marinhense e CB Branco mantêm-se, Águias do Moradal, Vigor e Mocidade e Gândara descem aos distritais.

Na última jornada, a equipa vidreira perdeu em Castelo Branco, por 1-0, permitindo assim que a equipa do interior do país garantisse a manutenção, a duas jornadas do termo da prova. Os próximos dois jogos servirão apenas para cumprir calendário. ß

Futebol

Inter-Escolas começa a 28 de Maio O Torneio Inter-Escolas do Concelho da Marinha Grande decorre nos dias 28 de Maio e 4 de Junho, a partir das 9h, nos Polidesportivos de relva sintética do Parque Mártires do Colonialismo, na Marinha Grande. A Câmara Municipal vai, uma vez mais, apostar numa iniciativa para as crianças do 1º Ciclo do Ensino Básico. O Torneio de Futebol representa mais uma oportunidade de aliar ao desporto o convívio e intercâmbio entre as diversas escolas. Apenas é permitida a participação a todos aqueles que fazem do desporto uma festa. A arbitragem será assegurada pelo Núcleo de Árbitros da Marinha Grande. ß

Futebol

Vieirense sobe à Honra… O Industrial Desportivo Vieirense vai regressar à Divisão de Honra na próxima temporada. O objectivo foi conquistado a uma jornada do termo da prova, no Pilado

Objectivo cumprido: o IDV vai regressar ao principal campeonato da Associação de Futebol de Leiria. Após uma temporada difícil, com um início de campeonato algo irregular, o Vieirense concretizou a subida à Divisão de Honra no passado domingo, na antepenúltima jornada, diante do Pilado. Um empate sem golos bastou para que a equipa de Vieira de Leiria conseguisse o objectivo a que se propôs, quando falta uma jornada para o final da temporada. O emblema vieirense está assim de parabéns. Para além dos jogadores, os principais responsáveis pelo feito, destaque ainda para o treinador Bruno Ramusga, que vem desenvolvendo um trabalho assinalável nos clubes por onde tem passado. Esteve em evidência no GD Praia, depois nas camadas jovens do Vieirense e na primeira época como treinador principal do IDV logrou subir de divisão. Destaque ainda para a directora desportiva do Viei-

rense, a única a desempenhar estas funções nos clubes da região. Tatiana Dinis conquistou a terceira subida de divisão. Depois de Pilado (2007/2008) e SL Marinha (2009/2010), consegue subir com o Vieirense. O derradeiro jogo está aprazado para este sábado, pelas 16h, no Estádio Albano Tomé Fèteira, com a recepção ao CD Moitense. Após o jogo, o patrocinador “Molas ELO” oferecerá o jantar à equipa e troféus de mérito a alguns jogadores que se destacaram ao longo do campeonato. … e SL Marinha desce

Uns festejam, outros choram a descida de divisão. É o caso do SL Marinha, que não conseguiu manter-se na Divisão de Honra. Apesar de ter dado sinais que tinha argumentos para conseguir tal feito, o início deste ano foi desastroso para a formação de Vítor Duarte, que comprometeu os seus objectivos, sobretudo nos jogos em casa com as equipas do seu campeonato. O SL Marinha não conseguiu ir além do 15º lugar, somando 24 pontos em 29 jogos. Marcou 34 golos e sofreu 56. ß

Automobilismo

Fábio Ribeiro vence na Serra da Freita Fábio Ribeiro/Eurico Adão foram os vencedores do Troféu Fastbravo no Rali Serra da Freita, prova disputada no passado dia 7 e que encerrou a fase de asfalto do Campeonato Open de Ralis

Depois da desistência no Rali Vidreiro devido a problemas no motor, a equipa tudo fez para solucionar a questão. No entanto, o Seat Marbella não colaborou e a semana que antecedeu a prova foi uma autêntica maratona, para reparar a avaria. “Não conseguimos detectar logo o problema e durante várias madrugadas trabalhámos no carro, pois era fundamental pontuar neste rali, de modo a mantermo-nos na luta pelo título. Felizmente, embora com muito cansaço,

conseguimos apresentar-nos à partida em Arouca”, explica o jovem piloto. Já durante a prova, o motor rodava, mas a falta de rendimento obrigava a um ritmo mais forte, como refere o marinhense: “nas subidas perdíamos muito tempo, e éramos obrigados a arriscar mais nas descidas, para compensar essa desvantagem. Foi uma corrida de loucos, com a vantagem final para o

segundo classificado a cifrar-se em apenas dois segundos”. “Este final foi muito importante, depois de vários ralis em que tivemos sempre contratempos a arredarem-nos da vitória, e é muito motivador para as provas que se seguem, onde queremos continuar a vencer. Deixo aqui um agradecimento especial aos meus amigos, familiares e à equipa da RF Competições, que me apoiaram nesta última semana e sem os quais não teria ganho em Arouca”, afirmou. A dupla Fábio Ribeiro/Eurico Adão é apoiada pelas seguintes empresas: PC Farma, Gula, Portelaauto, Kempa, Aroport, Clean Decor, Bleach Design, JM Fernandes, Gandypneus, Espuma Radical, Doc’s Club, Prazer d’Comer, Reboques Carlitos e People’s Café. ß

Futsal

Torneio da função pública Está a decorrer no Pavilhão Gimnodesportivo da Marinha Grande, junto à Escola Nery Capucho, o Torneio da Função Pública 2011 em futsal, desde o dia 26 de Abril

A iniciativa decorre até 7 de Junho, sob organização da Câmara Municipal da Marinha Grande, com o objectivo de promover o espírito de equipa e a prática de desporto. O Torneio da Função Pública conta com a participação de entidades públicas ou de serviço público. Este ano, as equipas são: Bombeiros Voluntários da Marinha Grande (BVMG), Câmara Municipal da Marinha Grande (CMMG), CTT, EDP, Escolas (professores de várias escolas), Guarda Nacional Republicana (GNR) e Polícia de Segurança Pública (PSP). Os resultados da segunda e terceira jornadas foram os seguintes: EDP 1 - CMMG 3; GNR 2 - Escolas 1, BVMG 0 - CTT 6; PSP 1 - GNR 3; Escolas 3 - EDP 5; CMMG 6 - BVMG 0. Classificação provisória: 1ºGNR - 9 pontos; 2º CTT - 6; 3ª CMMG - 6; 4º PSP - 3; 5º EDP - 3; 6º BVMG - 0; 7º Escolas - 0. Melhor marcador: António Guilherme (CMMG) - 7 golos; Igor Ferreira (GNR) - 6; Henrique Antunes (CTT) - 4; Nuno Santos (EDP) - 3; Armando Ferreira (Escolas) - 3 golos; Daniel Nunes (CMMG) - 3; Ricardo Rodrigues (CTT) - 3 Golos sofridos: CTT - 2 golos; PSP - 4; CMMG - 5; GNR - 5; EDP - 6; Escolas - 9; Bombeiros - 12. Fair-play: PSP - 0 pontos; CMMG 1 ponto; CTT 1 ponto; Escolas - 1 ponto; Bombeiros - 3 pontos; GNR - 3 pontos; EDP - 7 pontos. ß

Carros Sem Carta GRECAV, a melhor opção!

Visite-nos na Martingança, junto à colectividade. Contacte: José Carlos Ribeiro - 964 890 496


Despor to

18

Patinagem

Atletas marinhenses vencem no Estoril

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

Futebol

SL Marinha empata em Porto Alto Disputou-se, no passado sábado, mais uma jornada de confraternização entre as equipas de Porto Alto e Sport Lisboa e Marinha

Num jogo bastante disputado e equilibrado, num dia quente, a partida terminou empatada a quatro bolas. Com a época desportiva já no final, o Sport Lisboa e Marinha, mais uma vez, demonstrou que esta aposta na criação de uma equipa de veteranos do clube foi ganha, devido ao intercâmbio de amizades, divulgação do nome do SLM a nível nacional e a possibilidade de ex-atletas continuarem a desenvolver

O Pavilhão da Escola Salesiana, no Estoril, foi o local escolhido pela Associação de Patinagem de Lisboa para organizar o III Encontro de Perícias e Corridas em Patins, que se realizou no passado sábado, dia 14 de Maio

Estiveram presentes cerca de oito dezenas de participantes de várias escolas do distrito de Lisboa, assim como atletas de três clubes da capital: o Clube Oriental de Lisboa, a Liga de Algés e o Clube de Patinagem Lisbonense. O Agrupamento de Escolas de Guilherme Stephens foi uma vez mais convidado e fez-se representar pelos seguintes atletas: Rita Lopes (JI da Moita), Ângela Vaz (JI Marinha Grande), Rafaela Vaz (1º CEB Picassinos), Cátia Jesus, Mariana Jesus, Daniel Constantin, Beatrice Constantin (Guilherme Stephens) e ainda Inês Sousa (Calazans Duarte). Constavam da prova a realização de um percurso de perícia e uma prova de velocidade. A prova de perícia exige uma grande capacidade de equilíbrio e de destreza, em que os atletas têm de passar vários obstáculos e com tarefas distintas como saltos, passagem por baixo e mudanças de direcção. Para além de uma boa execução técnica sem penalizações, o tempo da realização da prova é fundamental para a classificação dos patinadores. As provas de velocidade disputam-se por séries, sendo apurados para a final os patinadores que vencem as suas séries. Tal como acontecera no I e no II Encontro, os atletas da nossa cidade dominaram este Encontro vencendo de forma categórica as provas em que participaram. ß

uma prática desportiva no seu clube do coração. Depois do jogo as equipas, como é

Atletismo

ID Vieirense ganha colectivamente na Bajouca Jorge Esteves esteve em grande plano ao terminar o Grande Prémio da Bajouca em 2º lugar, num percurso com 12 quilómetros

Subiram ao pódio outros atletas, que contribuíram para a boa prestação da equipa: Licínio Pereira (1º M55), Artur Lopes (2º M40), Carlos Pinto (8º M40), Celestino Marques (5º M50), Sónia Barreiros (2ª sénior), Paulino Sousa, Luís Esteves, Mário Barreiros, Eduardo Pires, João Sousa e Ricardo Vicente. No passado dia 30, no “Olímpico Jovem das Beiras”, em Viseu, Mariana Seiça do ID Vieirense sagrouse campeã no lançamento do peso no escalão de

ASSOCIAÇÃO SOCIAL, CULTURAL E DESPORTIVA DE CASAL GALEGO

AVISO ENCERRAMENTO DE ESTRADAS EM CASAL GALEGO A Associação Social, Cultural e Desportiva de Casal Galego, informa que a Rua do Clube Desportivo de Casal Galego e a Rua Custódia Maria, estarão encerradas ao trânsito a partir das 20h do dia 1 de Junho de 2011 até às 2h do dia 10 de Junho de 2011 (excepto para os moradores), de forma a ser possível a realização dos Festejos Anuais. As alternativas ao trânsito nestas artérias poderão ser encontradas na Rua de Casal Galego e Rua Álvaro Cunhal.

Desportivo Náutico da Marinha Grande

Convocatória Ao abrigo do art.º 4 dos Estatutos, convoco a Assembleia-Geral para o próximo dia 20 de Maio do corrente ano, pelas 21h00, com a seguinte ordem de trabalhos:

Jardineiro

Manutenção de jardins. Técnico de bonsai. Árvores de fruto. Árvores ornamentais. Sebes, arbustos. Tem problemas e não sabe o que fazer? Ligue: 916 003 143

habitual, estiveram presentes em mais um jantar repleto de boa disposição… e amizade. ß

1. Análise, discussão e votação do relatório e contas relativo ao exercício de 2010; 2. Eleição dos órgãos sociais para o triénio 2011/2014; 3. Outros assuntos de interesse para a Associação. Se à hora designada não estiverem a maioria dos sócios, a Assembleia-Geral funcionará meia hora mais tarde com qualquer número de sócios. Marinha Grande, 29 de Abril de 2011 O Presidente da Assembleia-Geral, José Manuel Ferreira Figueiredo

infantis, em representação da selecção distrital da ADAL. Já no domingo, dia 1, a equipa jovem do IDV participou no 21º GP Bajouca e obteve o 4º lugar. Destaque para outras classificações individuais: Nency Domingues (1ª Juvenil), Bárbara Coelho (2ª Iniciada), Carina Costa (2ª Infantil), Mariana Marcelino (7ª Infantil), Daniela Mendes (10ª Infantil), Adriana Coelho (11ª Infantil), Maria Henriques (2ª Benjamim A) e Catarina Lavos (2ª Benjamim B). Nency Domingues (IDV) foi 2ª classificada nos 100 metros barreiras nos Campeonatos Distritais de Juvenis, realizado no passado dia 7. ß


Despor to

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Andebol

1º Maio/Imosonho consolida liderança com mais uma vitória A SIR 1º de Maio/Imosonho, com uma vitória sobre o Tondela, no passado sábado, fez o décimo primeiro jogo consecutivo sem qualquer derrota e garante, a duas jornadas do final, o primeiro lugar na fase de apuramento do Nacional da III Divisão Centro

Perante um Tondela a precisar de pontos para garantir a manutenção na 3ª divisão nacional, previa-se um jogo

difícil para as cores marinhenses, mas a jogar em casa a SIR 1º Maio/Imosonho tudo fez para não decepcionar o seu público e obter mais uma vitória. Apesar da equipa da casa ter liderado a maior parte do encontro, o equilíbrio foi a nota dominante, bem expresso ao intervalo com um empate a 18 golos. No segundo tempo a equipa de Picassinos continuou com problemas em anular o pivot adversário, mas mesmo assim, mais uma vez, a liderar o marca-

19 Atletismo

CAMG obtém títulos distritais

dor a maior parte do tempo, não permitindo nunca que o adversário passasse para a frente na última metade do segundo tempo, vencendo a partida por 33-30. Pela SIR 1º de Maio/Imosonho jogaram e marcaram: João Sousa e Ricardo Gomes (Guarda-redes), Carlos Arrimar (9, 4 de 7m), Bruno Figueiredo (5), Filipe Nunes (2), Hugo Sousa (3), Bruno Nunes (3), André Ramos, Tiago Almeida (3), Paulo Oliveira (1), Eduardo Ferreira (2) e Pedro Gomes (5). ß Teve lugar no passado sábado, dia 14 de Maio, no Estádio Municipal da Marinha Grande, o Campeonato Distrital de Benjamins e Infantis

Judo

Cláudio Silva na Taça da Europa O jovem marinhense Cláudio Silva vai participar este fim-de-semana, dias 21 e 22 de Maio, na Taça da Europa de Cadetes, em Judo, na cidade de Bielsko-Biala, na Polónia

Aos 15 anos, Cláudio Silva está prestes a realizar um sonho: representar o seu país numa prova de âmbito internacional onde está prevista a presença de mais de 500 judocas oriundos de várias nações. Praticante da modalidade há três anos e meio no Judo Clube da Marinha Grande, Cláudio tem contado com o apoio e sabedoria do seu treinador, António Saraiva, e também dos colegas. Cláudio Silva, que vai combater na categoria -55kg, foi convidado pelo seleccionador nacional, João Neves, para integrar a comitiva da Federação Nacional de Judo que vai levar até à Polónia um total de 11 atletas de vários pontos do país. O judoca, em declarações ao JMG, não esconde o “entusiasmo” e “expectativa” quanto a esta aventura, afirmando que gostava de “pisar o pódio”. É, pelo menos,

com esse objectivo que tem treinado com maior intensidade nos últimos dias. A viagem e estadia do jovem estudante do 10º ano na Secundária Pinhal do Rei vão custar cerca de 800 euros, de que a família não dispunha. Fica, por isso, o agradecimento do jovem Cláudio a todas as pessoas e empresas que contribuíram financeiramente para que este sonho fique mais próximo de se tornar realidade. ß

Natação

Marinhenses sobem ao pódio… 42 vezes A Piscina de Alcobaça acolheu no último fim-de-semana, dias 14 e 15 de Maio, a realização do Torneio Nadador Completo, que contou com a participação de 23 atletas do Desportivo Náutico da Marinha Grande (DNMG). Os jovens marinhenses subiram ao pódio 42 vezes para receber as medalhas relativas aos oito primeiros, 15 segundos e 19 terceiros lugares conquistados. No conjunto das quatro disciplinas: livres, bruços, costas e mariposa, destaque para Filipa Ruivo e José Diogo, que foram medalha de ouro; Daniel Sousa que recebeu uma medalha de prata; e para Patrícia Leal, Adriana Alves e Mónica Eloi, galardoados com

bronze. De realçar ainda as prestações de João Bernardino, Cátia Clara, Joana Domingues, Maria Domingues, Margarida Duarte, Inês Ferreira, Victor Kot, Rafael Martins, Beatriz Norte, Pedro Oliveira,

Catarina Ribeiro, Nuno Santos, Diogo Silva, João Silva, Maria Silva, Nuno Valério e Bárbara Teodósio. Pedro Lopes e Solange Sousa foram os técnicos responsáveis pelos jovens do DNMG. ß

Tratou-se de uma competição do calendário da ADAL, que teve a participação de 18 clubes, num total de 252 atletas dos 6 aos 11 anos de idade. O Clube Atletismo de Marinha Grande fez-se representar com 40 atletas na competição que teve a primeira jornada de manhã e a segunda à tarde. Sagraramse campeões distritais pelo clube da Marinha Grande, em Benjamins, a estafeta feminina 4x60 composta pelas atletas Joana Matos, Maria Ferreira, Maria Teixeira e Mariana Sousa. No escalão de Infantis subiram ao lugar mais alto do pódio a estafeta 4x60 com as atletas Jéssica Domingues, Maria Morais, Joana Florência e Inês Lopes. Vasco Santos venceu os 3.000 metros marcha e o destaque vai para a Inês Lopes, que voltou ao 1º lugar do pódio nos 60 metros, foi 2ª classificada no salto em comprimento, preenchendo assim as suas três participações regulamentares com três pódios. Nos lugares seguintes do pódio de infantis estiveram ainda Beatriz Domingues, 2ª no salto em altura, Maria Morais, 2ª no Peso, Mariana Bento, 3ª no salto em altura, Daniela Rodrigues, 3ª nos 3.000 metros marcha, Carlos Marques no salto em altura e Tiago Silva, 3º nos 600 metros e nos benjamins estiveram ainda no pódio Juliana Vicente, 2ª nos 1.000 metros marcha, a estafeta 4x60 masculino com Diogo Mendes, Pedro Lameiras, Rodrigo Borges e João Andrade foi 2ª classificada, já Luana Martinho foi 3ª no salto em altura e nos 1000 metros marcha. Colectivamente, o CAMG/Imosonho esteve em excelente plano vencendo no escalão de infantis feminino, sendo a equipa dos rapazes 3ª classificada e nos Benjamins as meninas foram 2ª e os rapazes 3º classificados. Para este resultado colectivo contribuíram decisivamente outros atletas que não subiram ao pódio mas pontuaram também para o clube. Foram eles nos Benjamins, Soraia Cardeira, Maria Esteves, Carolina Nunes, Camélia Terentiy, Amélia Lameiras, Inês Campos, Ruben Vicente, Tomás Rocha, Alexandre Gregório. Nos Infantis estiveram também presentes Luís Santos, Leonardo Espinha, Pedro Gomes, Carolina Esteves, Suzana Cruz, Liliana Domingues e Bárbara Resende.

Luís Espinha


Opinião

20

Opinião

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

Opinião

Multas de estacionamento junto à Farmácia Central

Eu vi e acredito Tive a graça de participar nas celebrações aniversárias, dias 12 e 13 de Maio, em Fátima, da primeira aparição de Nossa Senhora aos Pastorinhos, em 1917. Foram momentos, não diria únicos, mas muito especiais. O Episcopado Português tinha apelado à participação dos fiéis cristãos, Padre Pedro Viva nesta peregrinação, porque nela se daria graças a Deus pela Beatificação do Papa peregrino de Fátima João Paulo II, ocorrida em Roma no passado dia 1 de Maio. No dia 13, depois da adoração e da bênção do Santíssimo Sacramento, quando começou a passar um vídeo, nos ecrãs do Santuário, sobre a ligação do Papa João Paulo II a Fátima, curiosamente apercebi-me que algo de estranho se passava. As pessoas começaram a olhar para o céu. Pensei que seria algum avião ou um bando de pombas que passava e distraía os fiéis. Mas o fenómeno persistia. Por vergonha não saí donde estava, mas estava roído pela curiosidade. Muitos padres não estiveram com meias medidas e foram ver o que se passava. No fim da celebração, quando íamos em procissão de regresso à Capelinha, foi então que vi o fenómeno solar. Fiquei perturbado interiormente. Porquê? Ao sair do recinto ouvia os peregrinos: «é um sinal do céu. Mas para quem?»; «é a confirmação da santidade do Papa João Paulo II»; «só acredita quem quer. Há pessoas que nem que vissem um morto ressuscitar à frente dos olhos acreditariam no poder de Deus». Hesitei em escrever sobre o que senti. Sei que é um fenómeno meteorológico que não é inédito, mas também não é assim tão frequente: cristais de água em suspensão que passando em frente do sol provocam o chamado halo solar (arco-íris). Num dia de sol e sem grande nebulosidade, acontecer logo no dia treze, visível apenas na localidade de Fátima e naquela precisa hora de homenagem ao papa beato não deixa de ser uma grande coincidência. Para quem não acredita é apenas coincidência. Para quem acredita foi uma coincidência feliz. É uma questão de hermenêutica. Não lhe chamo milagre, no sentido estrito do termo: um fenómeno que não tem explicação científica nem segue as regras da natureza, atribuído a Deus. Mas, aproximadamente, usando a linguagem joanina vejo-o como milagre, como um sinal de Deus, um sinal do céu. Não é uma prova. Pode-se entender como sinal. Fiquem descansados os descrentes. A Igreja Católica não vai declarar o fenómeno dogma de fé nem assunto de assentimento obrigatório. A Igreja é prudentíssima nestas coisas. Mas pessoalmente, como cristão e como padre, interpreto para mim que Deus também se revela por pequenos gestos e sinais. Ele é o Deus da criação, das coisas visíveis e invisíveis. E este sinal do céu, acontecido no local onde a Senhora mais branca que o sol apareceu aos pastorinhos pela primeira vez, há precisamente 94 anos, pode ser interpretado por nós, com legitimidade, como mais um contributo de Deus para acreditarmos na veracidade das Aparições de Fátima e na mensagem de Maria; que uma vida santa, como a de João Paulo II, é um desafio para todo o homem e mulher de boa vontade; que participar na vida da Igreja, vivendo os sacramentos, com fé viva, é caminho seguro para chegar a Deus, fonte de santidade e comunhão de Amor. Foi assim que o sensus fidelium imediatamente interpretou o fenómeno. Eu vi e acredito. Acredito que Deus tem muitas formas de nos interpelar. Não vem acrescentar nada ao que já sabíamos. Mas para quem tem fé, ou não, pode ser um estímulo a uma maior fidelidade a Deus. É assim que interpreto este sinal do céu. ß

Sérgio Moiteiro Hoje, dia 10.05.2011, tive necessidade de comprar medicamentos e dirigi-me à Farmácia Central. Sou um cliente habitual desta Farmácia que tem com a ASURPI (Associação de Reformados), uma parceria através da qual os sócios desta beneficiam de um desconto de 8% na compra de qualquer produto ali adquirido. Fiz várias tentativas para encontrar um estacionamento, mas... nada! Os lugares de estacionamento estavam todos ocupados. Mais uma volta e então, estava já a decidir arriscar o estacionamento na rua lateral daquela farmácia atrás de um outro veículo que ali tinha parado para o mesmo efeito, apesar de saber que o faria infringindo as leis em vigor do Código da Estrada, por ser uma rua com proibição de estacionamento. Porém, verifiquei que o carro de giro da PSP passava ali devagarinho na rua à minha frente, com os senhores agentes a verificarem bem se mais algum veículo ali estava parado. O proprietário desse veículo aproximou-se do carro depois de breves minutos na Farmácia Central, tendo sido interpelado por mim que o quis informar que a polícia tinha passado por ali e tinha olhado para o seu carro e que, por isso, eu iria procurar de novo um

lugar para parar, sugerindo-lhe a mesma coisa. Obtive como resposta: “Não vale a pena. Já me deixaram o papel da multa”. Foi quando vi que o documento da autuação já se encontrava preso no limpa pára-brisas. Fui, no entanto, deixar o carro a cerca de 300 metros da farmácia, para evitar também para mim uma situação desagradável que poderia redundar numa autuação. Ao entrar na Farmácia ouvi, com surpresa, alguns utentes a queixarem-se de que era recorrente a PSP ir ali com grande frequência para aplicar multas a quem, por escassos minutos e por não ter alternativa de estacionamento, ali deixa o carro, para aviar as suas receitas. Fiquei indignado! Não porque a PSP não tenha, no exercício das suas funções, toda a legitimidade para autuar todo e qualquer transgressor do Código da Estrada. Não porque não pudesse (na circunstância) considerar que tal atitude sistemática no mesmo local, fosse uma mera atitude de caça à multa. Não porque até não defenda que em vez destas atitudes persecutórias ache que a PSP deva ter um papel mais pedagógico e menos penalizador nestas pequenas infracções. Mas sim porque penso que os critérios que a PSP está a adoptar, não são uniformes. Quando regressava a casa, vi que noutra farmácia, na Av. Vítor Gallo, em frente ao Cemitério, se encontravam 2 carros em cima do passeio. Não vi qualquer agente policial por perto e fui verificar se havia algum documento de

autuação preso nos limpa pára-brisas e... nada. Passo ali com frequência e é normal ver ali carros estacionados em cima do passeio. Eu próprio, cheguei a cometer ali essa infracção para efeito de aviar receitas médicas. Este procedimento da PSP é, no mínimo, estranho e o Sr. Presidente da Câmara, até para que não sejam tiradas impróprias ilações, deveria diligenciar junto do Sr. Comandante da PSP de que as multas às infracções ao estacionamento sejam aplicadas na periferia de todas as farmácias, sem excepção, incluindo a sua. Ou então, o que ainda seria mais desejável, definir estacionamentos próprios para o efeito em todas as farmácias. E, já agora, sem pôr em causa a legalidade e a legitimidade da acção penalizadora da PSP, seria bom que enquanto não estiverem à disposição novos espaços de estacionamento, esta tivesse também uma insistente e regular acção pedagógica junto daqueles que não são criminosos por pararem por escassos minutos numa via da nossa cidade e que, com isso, não estejam a impedir nem a dificultar a normal circulação do trânsito. Esta rigidez vem agravar ainda mais os problemas com que se debate o comércio tradicional no centro da nossa cidade. Não quero nem pensar que o facto da Farmácia Central ter estabelecido com a ASURPI uma parceria que reverte num benefício para os reformados nesta associados de 8% de desconto no preço dos medicamentos e outros produtos ali comprados, esteja relacionado com o que se está a passar. ß

Opinião

Volta Ordem, volta! É com grande tristeza que passo na Rua da Colectividade da Ordem e vejo aquela Sede de portas fechadas. Uma colectividade que deu tanto a esta cidade, que deu tanto aos marinhenses. Uma colectividade que foi palco de tantos espectáculos de variedades. E agora, onde estão os críticos que contestaram o excelente trabalho desempenhado pela direcção anterior? Não aparecem,

Pedro R. Mateus

mas como diz o ditado “cão que ladra, não morde”. Se eu tivesse idade, claro que me oferecia para a direcção. Apelo a todos os sócios que não deixem ‘morrer’ esta GRANDE CASA. Esta colectividade precisa de pessoas jovens, com ideias inovadoras mas realçando sempre o valor daqueles que fizeram da Colectividade da Ordem uma grande casa. ß

No JMG privilegiamos a sua opinião. Escreva, nós publicamos.


Diversos

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

21

Opinião

É esta a eficácia, Š Sr. Presidente?

João Pereira Quando os nossos responsáveis políticos fazem alarde da sua capacidade e eficácia funcional, a melhor coisa é confrontá-los com a realidade, perguntando-lhes por casos práticos que tiveram ou têm ainda em mãos e deixar aos cidadãos a possibilidade de verificarem, se o que dizem corresponde ao que fazem. Vamos assim apresentar um caso paradigmático sobre a eficiência da Câmara Municipal da Marinha Grande e que é o seguinte: 1º- A D. Ermelinda dos Santos Gândara é dona de uma loja na Rua Marquês de Pombal, nº 54, em Marinha Grande, loja esta arrendada há vários anos, onde estava uma sapataria; 2º- O inquilino apresentou reclamação por não ter água na casa de banho da loja, cuja ligação lhe foi negada por não exibir a correspondente licença de utilização; 3º- Perante uma tal exigência, quiçá legal e justa, a referida proprietária entregou na Câmara Municipal, um requerimento em 12.04.2010 (entrada nº 806) a solicitar a correspondente vistoria ao abrigo do artigo 62º e seguintes do D.L. 555/99;

4º- De acordo com o artigo 10º do referido decreto-lei, a autorização de utilização deve ser concedida no prazo de 10 dias a contar do recebimento do requerimento; 5º- Acontece, porém, que a vistoria para o efeito só foi efectuada no dia 12.05.2010 e, para cúmulo dos cúmulos, a vistoria não considerou a loja em condições de beneficiar da licença de utilização, porque a casa de banho construída estava situada do lado esquerdo da loja e o projecto, que já tem mais de 30 anos, apresentava-a do lado direito; 6º- Quando a proprietária, em Setembro de 2010, soube deste parecer da comissão de vistoria, propondo o indeferimento do pedido, isto é, negando a licença de utilização da loja, foi apresentada em 15 desse mesmo mês, uma reclamação contra o absurdo da proposta, na medida em que, ao abrigo do artigo 6º nº 1 alínea b) do Regime Jurídico da Urbanização, as obras de alteração no interior dos edifícios, que não impliquem modificações na estrutura de estabilidade, estão isentas de licença. Ora, mesmo que a casa de banho tivesse sido feita do lado direito como estava previsto e tivesse sido mudada para o lado esquerdo, não podia ser indeferido o pedido e negada a licença de utilização; 7º- Tal reclamação depois de muito estudada, analisada e reflectida, com eventual leitura da norma citada, foi considerada procedente ao fim de vários meses, sem que, todavia, tives-

Exportações

se sido respondida por escrito; 8º- Deferida assim a reclamação e considerando que a loja tinha condições para a emissão da licença de utilização, pensou-se que iria ser respeitado o prazo de 10 dias para a passagem da mesma; 9º- Como não havia licença de utilização, o dono da sapataria que ali estava, acabou por rescindir o contrato e deixar a loja, uma vez que não tinha água; 10º- Mas, agora é que começa a maior saga para obter a licença de utilização e a pedido da referida proprietária, alguém já se deslocou à Câmara 45 vezes, para ver se a licença está emitida e sempre teve uma resposta negativa, dizendo que o assunto está para ir a deliberação camarária; 10º- Até este momento, a licença não foi passada e já apareceu outro rendeiro, a quem não foi possível dar de arrendamento tal espaço. A resposta sacramental continua a ser a mesma: “o assunto está para ir a deliberação camarária”; 12º- Já se insistiu com nova reclamação e já se falou, inclusive, com o Sr. Presidente da Câmara e o assunto não está resolvido. Se isto é eficiência, quando a lei fixa um prazo de 10 dias, o que será a ineficiência? É por estas e por outras semelhantes que muita gente diz que, em Portugal, só se consegue obter alguma coisa “pagando por fora”. Veja lá, Sr. Presidente, o que se passa na sua Câmara! ß

Pé de Laranja - Frutaria Produção Própria Frutas e legumes frescos

todos os dias! De 2ª a 6ª - 9h/13h30 e 15h/20h Sábados das 9h às 18h

Duas lojas, em Leiria (Quinta da Alçada) e Marinha Grande - Av. José Gregório

Conferência Š no ISDOM O Instituto Superior D. Dinis, da Marinha Grande, promove na próxima quarta-feira, dia 25 de Maio, a partir das 18 horas, uma conferência subordinada ao tema “O contributo da engenharia para as exportações”. A iniciativa contará com a presença das seguintes personalidades: Jaime Andrez, da Autoridade da Concorrência e Professor Universitário; José Carlos Caldeira, do INSEC-PORTO e Professor Universitário; Victor Oliveira, do Grupo VANGEST; Manuel Oliveira, da CEFAMOL; e Luís Marrazes, Director do Curso de Engenharia de Produção Industrial do ISDOM. ß

www.rcm.com.pt

O Churrasquinho

Diárias 5€

(prato, bebida, sobremesa e café)

Comida para fora

3,5€ a dose Segunda a Sábado 9h às 22h Av. 1º de Maio, nº 26 A - 2430-208 Marinha Grande · Telefone: 244 098 938

No JMG privilegiamos a sua opinião. Escreva, nós publicamos.


Local

22 Marinha Grande

Junta edita livro de poesia

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

ISDOM

Jornadas de Engenharia de Produção Industrial No âmbito do plano de actividades da Direcção do ISDOM e Coordenação de Curso realizaram-se no auditório do Instituto, na última segunda-feira, dia 16 de Maio, as Jornadas de Engenharia de Produção Industrial

No âmbito das Jornadas de Engenharia de Produção Industrial subordinadas ao tema “O Molde”, Luís Marrazes, coordenador do curso de Engenharia de Produção Industrial, abriu os trabalhos. Depois foram apresentadas três comunicações de grande significado técnico e científico: “Engenharia Inversa e o Projecto” por João Bernardino; “Maquinação 3+2 vs. 5 Eixos” por Aires Roque e “Gestão e Acompanhamento do Fabrico” por Va-

O amor, a saudade, o vidro, a solidão e as maravilhas do concelho são os principais temas dos trabalhos que compõem a obra recentemente editada pela Junta de Freguesia da Marinha Grande, intitulada “4º Concurso de Poetas Populares – quadras populares e poemas”. Como o próprio nome indica o livro reúne o vasto conjunto de textos que foram apresentados ao concurso de poesia popular dinamizado pela Junta de Freguesia. Tal como em edições anteriores foram muitos os participantes que quiseram dar asas à imaginação e dar o seu contributo para recordar e preservar algumas das mais antigas tradições do concelho. Escrito por poetas da terra, o livro foi editado na Marinha Grande, pela Tipografia Godinho. ß

Seniores

Câmara incentiva Š prática desportiva Terminaram na última semana as candidaturas ao Programa de Desenvolvimento da Actividade Física para a 3ª Idade, dinamizado pela Câmara Municipal da Marinha Grande

Promover a prática de hábitos de vida saudáveis, facilitando o acesso da população idosa à prática de actividades físicas é a grande finalidade deste programa, direccionado a pessoas com 65 ou mais anos. Além dos benefícios para o corpo, com esta iniciativa pretende-se melhorar a auto-estima, a autonomia, a qualidade de vida, o stress e a solidão dos idosos do concelho. De referir que ao programa podiam candidatar-se entidades sem fins lucrativos, sediadas no concelho. O valor do apoio financeiro é de 1.500 euros, destinado exclusivamente ao pagamento das despesas com recursos humanos e aquisição de materiais de apoio às aulas. As candidaturas serão apreciadas no final deste mês e deverão ser alvo de deliberação da Câmara Municipal em Junho. ß

lério Silva. Com ideias muito objectivas e clarificadoras, Luís Febra falou sobre “Os Novos Desafios da Produção”.

Seguiu-se uma profícua troca de impressões e esclarecimentos entre vários intervenientes. ß

Marinha Grande

Almoço-convívio de antigos alunos Š da Escola Industrial e Comercial Tem lugar no próximo dia 4 de Junho (sábado), pelas 13h, na Escola Secundária Eng. Acácio Calazans Duarte o Almoço/Convívio dos Antigos Alunos da Escola Industrial e Comercial da Marinha Grande e sucessora, actual Escola Secundária Engenheiro Acácio Calazans Duarte

O preço é de 20 euros por pessoa, e as inscrições

podem ser feitas através dos telefones 919 412 310 (Filomena Dias Ferreira) e 914 119 096 (António Coelho), até ao dia 25 de Maio. Do programa consta a comemoração do Dia do Patrono, com um almoço seguido de animação musical. Pretende-se ainda, neste dia, encetar o processo de criação da Associação de Antigos Alunos da Escola Industrial e Comercial da Marinha Grande/ Escola Sec. Eng. Acácio Calazans Duarte. ß

Ambiente

O que é a compostagem doméstica? Dar a conhecer os conceitos básicos da compostagem doméstica, como se monta um compostor, que tipo de materiais podem lá ser depositados e como fazer a sua manutenção são apenas alguns dos assuntos a abordar na acção de sensibilização que a Valorlis vai levar a cabo já amanhã, sexta-feira, dia 20 de Maio. A iniciativa está agendada para 21 horas, no auditório do Estádio Municipal da Marinha Grande. Na acção, que tem o apoio da autarquia da cidade vidreira, podem participar todas as famílias que possuam um pequeno jardim e que residam nos concelhos da área de actuação da Valorlis – Marinha Grande, Batalha, Leiria, Pombal, Porto de Mós e Ourém.

A todos os participantes, a Valorlis vai oferecer um compostor doméstico, um guia e uma acção de formação sobre boas práticas de compostagem.

A participação é gratuita mas sujeita a inscrição prévia, na Valorlis ou Câmara Municipal, através dos telefones 244 575 540 ou 244 573 300. ß

No JMG privilegiamos a sua opinião. Escreva, nós publicamos.


Saúde

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t Saúde

Dietas milagrosas

23

Cátia Pontes Nutricionista 969 504 475 É tempo de fazer dieta! Já temos Sol, o país está em crise, temos pouco dinheiro para grandes luxos e tudo se conjuga para podermos apertar o cinto. E dietas há muitas!

Não nos falta informação acerca de dietas e receitas milagrosas para emagrecer. Mas há que saber analisar cada uma delas. Eis algumas conhecidas: A “dieta da Lua”, que consiste em beber sumos e comer sopas durante 2 dias – obviamente que se emagrece mas também se recupera o peso perdido rapidamente; a “dieta da sopa”, baseada numa sopa pouco calórica e em que durante uma semana vão-se adicionando alimentos, como por exemplo a banana, chegando a atingir as 8 bananas e 8 copos de leite num dia; a dieta do tipo sanguíneo, que se baseia na premissa de que “cada tipo de sangue precisa de uma alimentação específica, porque tem necessidades nutricionais diferentes e reage melhor ou pior a determinados alimentos”, o que em termos científicos não corresponde à verdade, pois as necessidades nutricionais de cada indivíduo são calculadas com base no género, idade, peso e altura. O tipo sanguíneo de cada pessoa é um dado muito genérico e as necessidades nutricionais e alimentares são muito específicas para cada um de nós. Não é possível que todas as pessoas do grupo sanguíneo AB tenham as mesmas necessidades nutricionais pois dentro deste grupo existem muitas pessoas di-

ferentes, com características e histórias clínicas diferentes. A “dieta de Atkins” é outra dieta mundialmente famosa, baseada na eliminação de alimentos ricos em hidratos de carbono como o pão, as massas, o arroz, as batatas e a fruta, substituindoos por alimentos ricos em proteínas e gordura. Nesta dieta pode-se comer sem restrição todas as carnes, enchidos e manteiga. O que acontece com esta dieta é que o corpo ao não receber energia pela via “normal”, através dos hidratos de carbono, terá de a ir buscar à gordura do corpo, e daí que se emagreça através de uma dieta rica em gordura. No entanto, esta alimentação tem consequências graves para o organismo, aumentando o colesterol, triglicéridos, ácido úrico e aumentando também o risco cardíaco, de sobrecarga renal e de desenvolvimento de cancros, como o cancro do cólon. Invariavelmente irá também provocar sintomas como dores de cabeça, cansaço, obstipação e hipertensão arterial.

OSTEOPATIA

Licenciadas em Fisioterapia e Osteopatia pela Escola Osteopática de Madrid. Clínica Vida Lis - Leiria Contactos - 244 812 865 / 91 00 43 446

A “dieta da seiva” é outra dieta muito conhecida no nosso país, consistindo na ingestão de uma bebida feita à base da seiva de duas plantas que têm uma acção depurativa do organismo. No entanto, esta bebida não é adequada às necessidades do organismo e contém ingredientes que podem ser até agressivos para uma constituição mais débil. Existe também a “dieta dos pontos” em que cada alimento corresponde a um determinado número de pontos e não se pode ultrapassar os 300 pontos (no caso das mulheres) e 400 pontos (no caso dos homens). Esta dieta descuida dois princípios básicos da alimentação saudável: a adequação e o equilíbrio! Qualquer que seja a dieta que se pratica, para que seja saudável, tem de ser obrigatoriamente variada, equilibrada e completa! As dietas milagrosas são como a mentira… têm perna curta e facilmente somos apanhados por elas! ß

Graça Barbeiro CLÍNICA OTORRINO

Ouvidos ∙ Nariz ∙ Garganta Consultas / Urgências / Exames / Cirurgias tel. 244 811 324 | telm. 963 972 107 | LEIRIA

Vamos dar vida dando sangue! Posto Fixo

Terças-Feiras - das 15h00 às 19h00 Associação de Dadores de Sangue da Marinha Grande

Telefone: 244 504 818

LOZANO LOPES NEUROCIRURGIÃO

(Chefe de Serviço do CHC - Hospital Covões)

Doenças do sistema nervoso e coluna Consultas na Marinha Grande (Clinigrande) Tel: 244 574 060


Classificados Imobiliário

O JMG e a RCM recomendam! Telefones: 961 422 873 / 915 522 095

Garagens na Ordem (35 m2):

Vende-SE

Destino Automóvel, auto-caravana

T2: Av. da Liberdade, 5º Andar

de bom acesso – Travessa Arnaldo

com elevador. Marinha Grande: Contacto: 918 581 909

ou outras acordar. Legalizadas e Barbeiro - Ordem A partir de 70

estado junto à Segurança Social.

pequeno - Preços de ocasião:

de ladrilhos, jardinagem, etc.

413

Contactos 960 032 771 // 917

Peugeot

206

Quicksilver:

148 27

1,4 gasolina, 75cv, com 140.000

Cavalheiro 63 anos: reformado

km, 03/2003: Informações:

com casa própria deseja conhecer

912 914 710

senhora entre 50/63 anos para

Táxi: na Marinha Grande, por

Geral

Contactos 244 551 683 // 969

rações, reboco, assentamento

2600 euros: Contacto 963 173

motivos de idade avançada do

futuro ou amizade. Assunto sério: Contacto: 916 968 111

Explicações:

do

proprietário, há 45 anos a exercer a

Muitas Dívidas? Volte a

1º ciclo com largos anos de

actividade. Já chega!: Telemóvel

ter paz! Temos a solução

com 300m2, potência eléctrica

experiência

969 074 126

financeira para si. Contacte-

80A. Bem situado com parque de

serviços

estacionamento: Contacto 913

Contacto 963 618 140

452 148

Rover 45: 2001, AC, JE, ABS,

Disponibilidade

Arrendam-se quartos: WC pri-

Full Extras, Livro Rev. Insp. e

com

T1, T2, T3. Marinha Grande

vativo. Serventia cozinha: Contac-

Contacto 926 128 536

to 916 321 911

funcionamento. de

negócio:

Arrendam-se

Gostava de receber o JMG por Internet? Sim? Então é muito simples: Faça-nos chegar um cheque no valor de 25 euros, o seu endereço de e-mail.. e pronto! Já está. Durante um ano lê o Jornal da Marinha comodamente no seu

NÓS TEMOS A SOLUÇÃO PARA SI!

computador.

Curso de inglês básico, a iniciar brevemente na Marinha Grande. Diurno/Nocturno

não é?

INSCREVA-SE JÁ!

Diversos

Multiserviços pinturas, restau-

CR, PM, Insp. e selo. 130000 Km,

Pavilhão 500 m2: mais um

em

Imobiliário

Contacto: 963 809 789

936 677 889

Punto 2002: 5P, DA, VE, AB, FC,

076 191 // 910 248 583

Contacto 913 452 148

GOSTAVA DE FALAR INGLÊS?

semi-nova ou nova para vender?

356 504 (marque visita)

TRESPASSA-se

Oportunidade

Marinha Grande, 17 de Maio de 2011. O Presidente da Câmara, (Álvaro Manuel Marques Pereira)

Moradias: Tem uma moradia Troco por apartamento T3 em bom

Barracões: Um grande e um

cidade,

Nos termos e para os efeitos do disposto no art.º 19º, nº 2 e n.º 4 da Portaria n.º 83-A/2009, de 22 de Janeiro, alterada e republicada pela Portaria n.º 145-A/2011, de 6 de Abril, torna-se público que se encontra aberto, pelo prazo de dez dias úteis a contar do dia 18 de Maio de 2011, o procedimento concursal comum para o preenchimento de 25 postos de trabalho na categoria de Assistente Operacional da carreira geral de Assistente Operacional, com recurso a relação jurídica de emprego público por tempo indeterminado, para exercício de funções na Divisão de Educação, Desporto e Intervenção Social, na área de Educação desta Câmara Municipal, sendo exigida a titularidade da escolaridade obrigatória. A leitura do presente aviso não dispensa, em caso algum, a consulta do Aviso de Abertura, publicado na II série do Diário da República, n.º 95 de 17-05-2011 e disponível na Bolsa de Emprego Público – BEP e na página electrónica do Município.

Compra-se

euros mensais: Telemóvel: 919

Imobiliário Bar: no centro da cidade da

Imobiliário

Fácil, Em caso de dúvidas, contacte-nos: 244 502 628

Professora

oferece para

os

seus

explicações:

Mudanças incluindo

24

horas,

fins-de-semana.

nos já hoje! Ligue para 915 992 772 // 244 102 177

imediata,

Dão-se: Cachorrinhos, na cidade

Telefone

da Marinha Grande. Contacte-nos já

Selo. 120000Km. 2.450 euros:

agora! Contactos 960 032 771

hoje: Telefone: 914 290 047 //

Contacto 926 938 876

// 917 148 27

965 361 249

eficiência.


Diversos

w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

25

Cine-Teatro Actor Álvaro

Vieira de Leiria, dia 21 de Maio - 21h30 Intérpretes: Bradley Cooper, Robert De Niro, Abbie Cornish Sinopse: O aspirante a autor Eddie Morra (Cooper) sofre do crónico bloqueio do escritor, mas a sua vida muda de um dia para o outro quando o amigo o introduz no NZT, um novo e revolucionário fármaco que aumenta o potencial de quem o toma. Com todo o sistema nervoso a funcionar, Eddie consegue lembrar-se de tudo o que leu, viu ou ouviu, aprender uma nova língua num único dia, resolver complexas equações e enganar qualquer pessoa que conheça – desde que continue a tomar a droga ainda por testar. Rapidamente, Eddie toma conta de Wall Street, transformando uma pequena quantia em milhões. Os seus feitos chamam a atenção do mega-magnata Carl Van Loon (De Niro), que o convida a ajudar a desfazer a maior fusão da história das corporações. Mas também colocam Eddie na mira de pessoas dispostas a tudo para deitar a mão à sua dose de NZT. ß

Sem Limites Ano: 2011 Género: Thriller Duração: 105 minutos Classificação: Maiores de 12 anos Realização: Neil Burger

Farmácias de Serviço

Marinha Grande

Leiria

Central

244 502 208

Baptista

244 832 320

Roldão

244 502 641

Sanches

244 892 500

244 502 834

Sáb. Godinho

244 832 432

244 503 024

Dom. Central

244 817 980

Sáb. Moderna Dom. Duarte

Santa Isabel 244 575 349

Lino

244 832 465

Guardiano 244 502 678

Higiene

244 687 127

Central

Avenida

244 833 168

ADMITE-SE Gostava de receber o JMG por Internet?

Sim?

VENDEDOR

Carros sem carta. Telefone: 964 890 496 Totoloto

Totobola

15 - 20 - 23 - 32 - 33 + *13 (quarta-feira)

14 - 16 - 18 - 26 - 42 + *8

Joker Euromilhões 9 - 11 - 17 - 36 - 47 + *1 *2

Então é muito simples: Faça-nos chegar um cheque no valor de 25 euros, o seu endereço de e-mail... e pronto! Já está. Durante um ano lê o Jornal da Marinha comodamente no seu computador.

Fácil, não é?

(terça-feira)

20 - 21 - 37 - 45 - 46 + *2 *3

Lotaria Clássica 1º Prémio.............................. 08153 2º Prémio.............................. 10763 3º Prémio.............................. 46522

Lotaria Popular 1º Prémio.............................. 86166 2º Prémio.............................. 48247 3º Prémio.............................. 24578 4º Prémio.............................. 36957

Em caso de dúvidas, contacte-nos: 244 502 628

1. Marítimo - Porto......................... 2 2. Benfica - U. Leiria....................... X 3. Naval - V.Guimarães.................... 2

5.373.483

Cine-Teatro Actor Álvaro (Vieira de Leiria) Para assistir ao filme “Sem Limites” dirija-se, acompanhado deste exemplar, à redacção do JMG, na Travessa Vieira de Leiria, nº 9 e ganhe bilhetes grátis.

carneiro 21.03 > 20.04

Dificilmente resistirá à tentação de transformar aqueles de quem gosta. Nesta altura, o amor está quase sempre intimamente ligado quer ao instinto de posse quer a uma necessidade profunda de melhorar, adaptar e fazer evoluir o ser amado. Todavia, esta forma acaba por trazer para as suas relações algum sofrimento, tensão, raiva ou ciúme. TOURO 21.04 > 20.05

Dificilmente resistirá à tentação de transformar aqueles de quem gosta. Nesta altura, o amor está quase sempre intimamente ligado quer ao instinto de posse quer a uma necessidade profunda de melhorar, adaptar e fazer evoluir o ser amado. Todavia, esta forma acaba por trazer para as suas relações algum sofrimento, tensão, raiva ou ciúme. GÉMEOS 21.05 > 21.06

244 502 208

Vá ao cinema com o JMG...

4. Olhanense - Rio Ave.................... X 5. Beira-Mar - Nacional.................. 2

Talvez tenha chegado o momento de transformar a sua vida. Este é um momento muito propício a encontros que enriquecerão a sua experiência, quer ppor novas ideias, quer pela sua participação em actividades sociais. Poderá estabelecer novos laços de amizade e, quem sabe, talvez consiga objectivos que lhe pareciam fora do seu alcance há algum tempo atrás. CARANGUEJO 22.06 > 22.07

Poderá querer voltar à carga em relação a uma situação que não está absolutamente resolvida ou pelo contrário, acabar de vez com um determinado processo. Este será um bom momento para o fazer já que a sua capacidade de estratégia estará sublinhada. Nesta altura todas as suas experiências emocionais serão mais intensas. LEÃO 23.07 > 22.08

Vai ter uma grande energia e sentirá aumentada a sua confiança nas suas próprias capacidades. O futuro parecer-lhe-á mais promissor e agirá com mais fé e segurança, encontrará uma maior paz interior e sentirá uma grande vontade de acção, tanto a nível profissional como pessoal. Este optimismo só poderá ser prejudicado pelos seus próprios receios. VIRGEM 23.08 > 22.09

Envolver-se-á intensamente com qualquer coisa que faça neste momento. Será capaz de mudar realmente alguma situação que não esteja a funcionar bem ou que esteja muito confusa. É uma boa altura para dar início a qualquer tipo de transformações pessoais, tais como dietas, exercícios, estudos, etc. É capaz de aprofundar as coisas e de trabalhar arduamente. BALANÇA 23.09 > 22.10

Mantenha a honestidade e legitimidade em todos os seus negócios. De qualquer modo, suscitará oposição às suas próprias ideias. Se manteve intacta a sua integridade poderá manter a sua posição. Tenha a disponibilidade para ceder. Resista à tentação de impor a sua vontade aos demais e se alguém lhe impuser algum tipo de coacção, resista com todas as suas forças. ESCORPIÃO 22.10 > 21.11

Em breve verá a sua vida sob uma nova e emocionante perspectiva, o que lhe trará algo que sempre desejou mas achava ser impossível. Se planeia viajar, fará novas amizades. Alterará certamente a sua atitude em relação ao mundo. Nada receberá de mão beijada. Tem de trabalhar arduamente para obter o que deseja. SAGITÁRIO 22.11 > 20.12

6. V. de Setúbal - Portimonense...... 1 7. P. Ferreira - Académica............... 1 8. Sp. Covilhã - Fátima.................... 1 9. Feirense - Estoril........................ 1 10. Arouca - Trofense...................... 2 11. Oliveirense - Belenenses.......... 2 12. Moreirense - Varzim................. 1 13. Leixões - Freamunde................ 1

A melhor forma de conseguir alcançar os seus objectivos é incluir os outros na sua vida, tanto a nível pessoal como profissional. Haverá um intercâmbio de ideias e, conjugando esforços, uma mudança positiva poderá trazer benefícios a todos. Poderá sentir alguma inquietação interior e uma maior vontade de estabelecer contactos com novos amigos. CAPRICÓRNIO 21.12 > 19.01

Evite ter reacções violentas, uma vez que neste momento aqueles que se lhe opõem são mais fortes. Aceite este facto e aprenda a viver com os seus erros. Marque, no entanto, a sua posição contra a corrupção; irá necessitar da ajuda dos outros para o fazer. Providencie para que os seus acordos sejam rigorosamente honestos. AQUÁRIO 20.01 > 18.02

Sentirá uma certa atracção por novas situações e desejará mostrar uma maior extroversão. Se o seu estilo é mais do tipo conservador, o desafio será encontrar um ponto de equilíbrio entre aquilo que realmente é e aquilo que neste momento desejaria poder ser. De qualquer forma, uma mudança vai acontecer e os seus hábitos serão alterados. PEIXES 19.02 > 20.03

C U P Ã O D E A SS I N AT U R A Aproveite as de ser

vantagens assinante

do JMG:

Nome: PASSATEMPOS

Morada: Localidade:

C. Postal:

Telefone:

Actividade Profissional:

Assinatura Anual > Desconto na Publicidade até 25%

Nesta altura, características, tais como dotes paranormais, atracção por tudo o que é escondido ou que lhe querem esconder estarão em maior evidência. Silenciosamente, poderá tecer, neste momento, um projecto de transformação na sua vida. Nesta altura a sua mente está mais activa e a sua capacidade de expressão favorecida.

30 euros

País:

Assinatura Semestral 15 euros

Junto envio cheque/vale postal nº_________sobre o banco___________no valor de __________ emitido à ordem de Jornal da Marinha Grande, Lda. para pagamento da minha assinatura. Enviar num envelope para Jornal da Marinha Grande, Travessa Vieira de Leiria, nº 9 - Apartado 102, 2430-902 Marinha Grande E-mail: jmg@jornaldamarinha.pt • Internet: www.jornaldamarinha.pt Serviço de Atendimento ao Assinante - 244 502 628


Diversos

26

Agradecimento Manuel Soares Cadete 85 anos Residia na Amieirinha Falecido a 14/05/2011

Seus familiares na impossibilidade de o fazerem pessoalmente, vêm por este agradecer a todas as pessoas que o acompanharam à sua última morada ou que, de qualquer outra forma, lhes manifestaram o seu pesar. Tratou: Céu de Veludo – Agência Funerária, Lda.

1º Ano de Eterna Saudade José Maria da Silva Figueiredo

Jornal da Marinha :: 19 de Maio de 2011

Funerária Vareda

Arrenda-se

Informamos os nossos clientes e amigos que, por motivo de obras, mudámos temporariamente de instalações para o nº 27 da mesma rua.

Largo na Estação – Marinha Grande

Pai, Obrigada pela companhia, Obrigada pelo sorriso, Obrigada por me escutares, Obrigada por me ensinares, Obrigada por seres meu amigo. Obrigada, porque partiste, mas não me abandonaste! Apenas mudaste. Obrigada, meu pai. Tua esposa, filhos e netos recordam-te com eterna saudade.

1º Ano de Eterna Saudade Maria Marques Ferreira Residia na Ordem - Falecida a 21/05/2010

“Faz um ano que partiste, deste mundo de sofrimento. Mas dos nossos corações, nunca sairás. As recordações e o teu amor estão sempre presentes. Com muita saudade.” Teu marido, filhos, genro, nora, netos e bisneta recordamte com eterna saudade, mandando celebrar missa por intenção de tua alma, no próximo dia 21/05/2011, pelas 19h, na Igreja Paroquial da Marinha Grande. Agradecem antecipadamente a todas as pessoas que, com a sua presença, honrem este acto religioso.

Contacto: 915 755 912

Artigos Religiosos, Lápides, Jarras, Bronzes, Velas e Campas. Telefs. permanentes: 244 551 591 - 919 431 720 - 917 273 336 Rua Diogo Stephens, 2430-240 MARINHA GRANDE Telefone 244 503 640 · Fax 244 560 031

w w w. r c m . c o m . p t Cartório Notarial de Manuel Fontoura Carneiro

Rua Francisco Serra Frazão, lote B, 4º r/c dto – 2480-337 Porto de Mós Telefone: 244 401 344 e Fax: 244 401 385

Porto de Mós

Residia na Comeira Falecido a 17/05/2010

Café Restaurante Amaro.

Certifico para fins de publicação, que por escritura de justificação celebrada neste Cartório Notarial, no dia doze de Maio de dois mil e onze, exaradas a folhas trinta e oito do livro de Notas para Escrituras Diversas Duzentos e Trinta e Nove – A, Mariana Filipa Florêncio Soares Pereira, solteira, maior, natural da freguesia de Pataias, concelho de Alcobaça, residente na Rua Nossa Senhora do Rosário, nº 13, Burinhosa, Leiria, NIF: 209 893 931, declarou; Que é dona e legitima possuidora, com exclusão de outrem, do seguinte bem: Prédio rústico sito em Água de Madeiros, na Rua da Ribeira, freguesia e concelho da Marinha Grande, composto de terreno de cultivo com a área de mil novecentos e setenta metros quadrados, a confrontar do norte com Carlos Alberto Soares Pereira, do sul com caminho, do nascente com Matas Nacionais e do poente com Oceano Atlântico, não descrito na Conservatória de Registo Predial da Marinha Grande, inscrito na matriz sob o artigo 11.309, com o valor patrimonial IMT de €837,20. Que o referido prédio não tem qualquer relação com os prédios descritos na mesma Conservatória do Registo Predial da Marinha Grande nas fichas dezassete mil cento e noventa e dezassete mil quatrocentas e noventa e nove; Que o prédio veio à sua posse por doação verbal de Carlos Alberto Soares Pereira e cônjuge Maria Fernanda Florêncio Pereira, residentes em Burinhosa, Leiria, doação essa que teve lugar sete de Fevereiro de mil novecentos e noventa e um. Não obstante não ter título formal de aquisição do referido prédio, foi ela que sempre o possuiu, desde aquela data até hoje, logo há mais de vinte anos, em nome próprio, pagou os respectivos impostos, gozou todas as utilidades por ele proporcionadas, cultivou-o, colheu os seus frutos sempre com o ânimo de quem exerce direito próprio, sendo reconhecida como sua dona por toda a gente, fazendo-o ostensivamente, e sem oposição de quem quer que seja, posse essa de boa-fé, por ignorar lesar direito alheio, pacífica, porque sem violência, contínua e pública, por ser exercida sem interrupção e de modo a ser conhecida por todos os interessados. Tais factos integram a figura jurídica da usucapião, que a justificante invoca, como causa de aquisição do referido prédio, por não poder comprovar a sua aquisição pelos meios extrajudiciais normais. Cartório Notarial de Manuel Fontoura Carneiro, doze de Maio de dois mil e onze O Notário, Manuel Fontoura Carneiro

Cartório Notarial da Marinha Grande Notária: Ana Luísa Cabral de Melo Pereira Guerreiro Certifico, para fins de publicação, que no Livro de Notas para escrituras diversas número 85 – A, deste Cartório, a folhas 62 e seguintes, foi lavrada escritura de Justificação Notarial, no dia nove de Maio de dois mil e onze, na qual Alfredo Carreira Gomes e mulher Irene Dinis Malta Pereira, casados sob o regime da comunhão geral, naturais da freguesia e concelho da Marinha Grande, onde residem na Rua de Moçambique, nº 35, Ordem, NIF 132 554 585 e 132 554 577, declararam que são donos e legítimos possuidores do prédio rústico composto por terra de semeadura e vinha e fruteiras, sito em Poços, freguesia e concelho da Marinha Grande, com setecentos e noventa vírgula setenta metros quadrados, a confrontar do norte com Maria Suzete da Silva Carlos, do sul com Manuel Matias Gomes, do nascente com Jorge Marinheiro e do poente com estrada, inscrito na matriz em nome de Manuel Gomes sob o artigo 9.668, com o valor atribuído de cinquenta euros, não descrito na Conservatória do Registo Predial da Marinha Grande. O prédio veio à posse dos justificantes por doação meramente verbal feita no ano de mil novecentos e cinquenta e dois, por Manuel Gomes e mulher Maria da Conceição Carreira, casados que foram sob o regime da comunhão geral, pais do primeiro outorgante, residentes que foram no lugar de Ordem, Marinha Grande, já falecidos. Assim, desde aquela data, possuem o prédio, há mais de vinte anos, cultivando-o, amanhando-o, usufruindo do mesmo, posse que sempre foi exercida por eles de forma a considerarem tal prédio como seu, sem interrupção, intromissão ou oposição de quem quer que fosse, à vista de toda a gente do lugar e de outros circunvizinhos, sempre na convicção de exercerem um direito próprio sobre coisa própria. Esta posse assim exercida deve-se reputar de pública, pacífica e contínua. Por tal motivo e muito embora não possam exibir o respectivo título de aquisição, o certo é que adquiriram o mencionado prédio para seu património próprio por usucapião, que aqui invocam, por não lhes ser possível provar pelos meios extrajudiciais normais. Está conforme. Marinha Grande, 9 de Maio de 2011 A Notária, Ana Luísa Cabral de Melo Pereira Guerreiro 1ª publicação na edição nº 2460 do JMG de 19 de Maio de 2011

Gostava de receber o JMG por Internet? Sim? Então é muito simples: Faça-nos chegar um cheque no valor de 25 euros, o seu endereço de e-mail... e pronto! Já está. Durante um ano lê o Jornal da Marinha comodamente no seu computador.

Fácil, não é? Em caso de dúvidas,

1ª publicação na edição nº 2460 do JMG de 19 de Maio de 2011

Tribunal Judicial da Marinha Grande 3º Juízo Anúncio Processo: 1635/10.9TBMGR Carta Precatória (Distribuída) N/ Referência: 2939045 Data: 03-05-2011 Exequente: Esmera – Imobiliária e Construtora, S. A. Executado: Cátia Alexandra de Oliveira Santos e outro (s) … Processo de origem: Processo nº 1022-A/2001 do Leiria – Tribunal Judicial, 1º Juízo Cível Nos autos acima identificados foi designado o dia 07-06-2011, pelas 14:00 horas, neste Tribunal, para a abertura de propostas, que sejam entregues até esse momento, na Secretaria deste Tribunal, pelos interessados na compra do (s) seguinte (s) bem/bens: Verba nº 1 - Um sistema de Souround composto por sub woofer e 5 colunas de som da marca “Philips”; Verba nº 2 – Uma mobília de sala composta por móvel cristaleira com 5 portas maciças, 5 gavetas, 2 prateleiras e 4 portas vidradas, 1 mesa oval e 8 cadeiras; Verba nº 3 – Um televisor a cores da marca “Philips” cinzento, sem comando; Verba nº 4 – Um vídeo gravador “Sanyo” de cor cinza, modelo VHR-M260; Verba nº 5 – Um sofá de canto com base de madeira e almofadas em tecido com motivos floridos, de cor creme; Verba nº 6 – Um computador “MSI” com leitor de DVD e gravador de CD’s LG, monitor “Santron DG 17”, teclado Samgun, rato óptico “Microsoft”; Verba nº 7 – Uma impressora “Epson” modelo “Epson Stylus – C60” e um scanner “Epson”; Verba nº 8 – Uma secretária para sistema informático, com estante a condizer com 5 prateleiras e cadeira rotativa em pele com apoios para braços, de cor preta; Verba nº 9 – Um televisor a cores “Philips” com comando e cerca de 37 cm; Verba nº 10 – Um leitor de DVD “Philips” modelo LX 3000D com leitor de MP3, de cor cinzenta; Verba nº 11 – Uma mobília de quarto em madeira maciça composta por duas mesinhas de cabeceira, uma cómoda com quatro gavetas e um guarda-roupa de três portas; Verba nº 12 – Um quarto em madeira folheada composto por cómoda com 4 gavetas e 2 mesinhas de cabeceira de 3 gavetas cada, e, Verba nº 13 – Uma sapateira com tampo em mármore de 3 portas com 3 gavetas e duas estantes de cada lado. Penhorados a: Executado: Cátia Alexandra de Oliveira Santos, domicílio: Rua Fonte Santa, nº 66, 2430746 Vieira de Leiria Executado: Maria Júlia de Sousa Ribeiro Afonso, domicílio: Estrada da Boutaca, Batalha, 2440 Batalha Valor Base: € 1.800,00 É fiel depositário a executada Cátia Alexandra de Oliveira Santos, residente na Rua Fonte Santa, nº 66, 2430-746 Vieira de Leiria. Nota: No caso de venda mediante proposta em carta fechada, em Execução Comum (instaurada em data igual ou posterior a 15/09/2003) os proponentes devem juntar à sua proposta, como caução, um cheque visado, à ordem do Solicitador de Execução ou, na sua falta, da secretaria, no montante correspondente a 20% do valor base dos bens ou garantia bancária no mesmo valor (nº 1 ao art.º 897 do CPC). A Juiz de Direito, Dra. Maria do Rosário Monteiro Casimiro Louro Patrício

contacte-nos:

A Oficial de Justiça, Cristina Laurentino

244 502 628

2ª publicação na edição nº 2460 do JMG de 19 de Maio de 2011


w w w. j o r n a l d a m a r i n h a . p t

Ref.: 1644

Moradia T4 individual Ar condicionado, recuperador de calor, roupeiros, cozinha equipada, portão automático, cabine de hidromassagem, louças suspensas, estores eléctricos, painel solar com caldeira, recuperador de calor, churrasco e logradouro

175.000€

AMI 5433

A v. V i c t o r G a l l o , n º 1 2 4 2430-174 Marinha Grande Te l e f o n e : 2 4 4 5 6 1 5 8 5 Fax: 244 503 022

Publicidade

27


MAIS E MENOS... DA SEMANA

João Pereira O Provedor da Santa Casa da Misericórdia da Marinha Grande tem uma qualidade inegável: diz o que pensa. Parabéns!

Paulo Gonçalves O chefe de gabinete do presidente da Câmara da Marinha Grande cessou funções esta semana, alegadamente porque não ganhava o suficiente.

Bom exemplo

Calceteiros por um dia…

No campo do Lisboa e Marinha

Tourada solidária é já este sábado

E

stá marcada para as 17 horas do próximo sábado, dia 21 de Maio, a II Grande Corrida de Touros, a favor do Sport Lisboa e Marinha (SLM). A prova, que terá lugar numa praça instalada junto ao campo do Clube da Ordem, foi oficialmente apresentada na noite do último sábado, 14, no Sport Operário Marinhense. Na iniciativa marcaram presença alguns forcados amadores de Montemor e Vila Franca, bem como o matador de touros Luís Procuna. O jovem, que toureia a pé, afirmou ter “grandes expectativas”, deixando votos de que “os touros da Ganadaria Palha me ajudem e invistam para que eu possa dar um grande espectáculo na Marinha Grande”. Já o cavaleiro Pedro Salvador considerou ser “muito bom” conseguir dinamizar uma tourada “numa cidade onde não tem sido fácil montar um espectáculo deste género”.

Foto: www.danielasousa.com

A tourada, que contará ainda com a actuação do cavaleiro Marcos Bastinhas, levará à arena seis touros. O recinto tem capacidade para acolher cerca de 3.000 pessoas, sendo que até sábado já haviam sido vendidas mais de 1.500 entradas. Na última semana chegou a falar-se

que o espectáculo, que visa recolher fundos para apoiar a actividade do SL Marinha, não se realizaria depois de a autarquia marinhense ter indeferido o pedido de licenciamento. Contudo, a organização apresentou os documentos em falta e o espectáculo vai mesmo realizar-se. ß

7 maravilhas

Tradições marinhenses à mesa A sopa do vidreiro e o arroz de marisco da Praia da Vieira foram as iguarias que o executivo da Câmara Municipal da Marinha Grande degustou na passada segunda e terça-feira no restaurante Escola Albergaria do Terreiro, em Leiria, no âmbito da “Semana Gastronómica das Maravilhas”

Muito se tem falado e escrito sobre o comércio tradicional da Marinha Grande. Ora porque não há lugares de estacionamento ou as montras não são apelativas, ou não há atractivos que levem as pessoas ao centro da cidade, etc, etc. Desta vez damos um exemplo de cidadania de dois comerciantes da Rua Alexandre Herculano, no coração da Marinha Grande. Cansados de ver o passeio em frente às suas lojas danificado e com alguns buracos não foram de modas e arregaçaram as mangas. Munidos de um balde de cimento e dotados de um elevado espírito altruísta repararam não só o passeio em frente aos seus estabelecimentos, como também nas imediações. Fica a ganhar a Câmara Municipal, que se queixa de não ter calceteiros e assim ficou com o trabalho feito, os comerciantes, moradores e transeuntes daquela rua! ß

Cosmética automóvel Lavagem e limpeza personalizada de interior e exterior de automóveis. Lavagem de estofos, carpetes e tectos. Av. José Gregório, 96 - Marinha Grande Marcações pelo telemóvel 919 441 781

O JMG acompanhou a iniciativa, que surgiu no âmbito da candidatura apresentada pela Associação de Desenvolvimento da Alta Estremadura (ADAE) e por alguns municípios da região ao concurso que visa eleger as “7 Maravilhas da Gastronomia”, e comprovou a excelência dos pratos que representam o concelho. As iguarias tradicionais, confeccionadas pela Escola Profissional de Leiria, visaram divulgar e comprovar a “força”, a identidade e a qualidade da gastronomia da região.

Recorde-se que o arroz de marisco da Praia da Vieira está entre os 21 finalistas do concurso e que a votação decorre até ao próximo mês de Setembro, pelo telefone 760 302 708, ou no site www.7maravilhas.sapo.pt. Nós já votámos, e você? ß

Calazans

Alunos e professores sobem ao palco Alunos e professores da Escola Secundária Calazans Duarte participaram, no passado dia 10 de Maio, no espectáculo da companhia Interacting, “The War of the Worlds” (A Guerra dos Mundos). Este teatro interactivo em língua inglesa tem como objectivo principal derrubar as barreiras que dificultam a comunicação. Para tal serve-se de veículos como a motivação e o entretenimento, de modo a estimular os alunos a pôr em prática os seus conhecimentos linguísticos através de uma participação activa no espectáculo. As peças são concebidas para todas as idades e níveis de inglês, e são acompanhadas de um “pack educativo” de material didáctico que o professor poderá utilizar como prepara-

ção prévia ou como exercício posterior. De acordo com o lema da companhia “Laugh While You Learn” (Ri enquanto aprendes), todos os presentes se divertiram e adoraram o espectáculo. E alguns dos 220 alunos foram simultaneamente actores e espectadores, já que

foram chamados a contracenar com os artistas. Acrescente-se que este espectáculo inaugurou a nova bancada retráctil do auditório da nossa escola.

Os professores de Inglês da Calazans Duarte

JMG 2460  

O chefe de ga- binete de Álvaro Pereira na Câma- ra da Marinha Grande cessou funções na pas- sada segunda-feira. Paulo Gonçalves PauloGonçal...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you