Page 1

Ano 13 . Nº 3 . Agosto| 2015 . R$ 10,00

DIRETOR FALA DAS INOVAÇÕES NO CEAP

AS COMEMORAÇÕES DO MÊS DA MULHER

GRAÇA CRAIDY SE CRAQUES REVELADO ARTISTA FUTSAL FEMININO EM IJUÍ TERCEIRA IDADE ASSUME A INTERNET AS NOVAS DIRETORIAS DOS CLUBES ROTÁRIOS

Planeta Kids apresenta

MENINAS MODELO Laísa Brochanke Rossi e Maria Eduarda dos Santos em fotos de Mittsuo Fotografia

NOSSO EXMODELO DA CAPA ALEX DYRKS ESTÁ MUITO BEM SÃO PAULO 2º PRÊMIO STAMPA: MAIS DESTAQUES DA FESTA


índice ESPORTE

Craques do futsal feminino mundial prestigiam o aniversário do time do São Luiz PROJETO

Sebrae está ensinando estudantes ijuienses a tornarem-se empreendedores

SAÚDE

Hospital de Caridade apresenta os novos espaços da maternidade e berçário

COMPORTAMENTO

Terceira idade assume a internet como ferramenta de socialização e atualização

ENTREVISTA

Diretora clínica comenta sobre os 2 anos do hospital veterinário da Unijuí

CAPA

8 11 12 14 15

Toda graça e encanto das Meninas Modelo, com looks da Planeta Kids e fotos de Mittsuo Fotografia , nos cenários da Aquarella Kids

17

2º PRÊMIO STAMPA

23 35

Em mais oito páginas, confira quem foi e se evidenciou na festa de premiação

SOCIEDADE

As novas diretorias empossadas nos três clubes rotários de Ijuí

CULTURA

O jovem escritor ijuiense que se dedica a contar histórias policiais

42

BLITZ NAS ESCOLAS

44| |STAMPA STAMPA

Ano 13 - Nº 3 | Agosto | 2015 PUBLICAÇÃO GRÁFICA E EDITORA JORNALÍSTICA SENTINELA LTDA CNPJ: 87.657.854/0001-23 RUA ALBINO BRENDLER, 122 - FONE: (55) 3331-0300 98.700-000 IJUÍ/RS DIRETOR EDMUNDO HENRIQUE POCHMANN EDIÇÃO IARA SOARES iara@jornaldamanhaijui.com

PELO MUNDO

Nosso exModelo da Capa Alex Dyrks conta sobre sua carreira de multitarefas em São Paulo

stampa@jornaldamanhaijui.com

45

COLABORADORES: CARLOS ALBERTO PADILHA CLAUDIA DE ALMEIDA, DEISE MORAIS, MARISTELA MARTINS, JOCELAINE SIMÃO, CECILIA MATHIONI IMPRESSÃO CIA DE ARTE (55 3331-0319)

Assinatura semestral: R$ 55,00 - Ligue 3331-0300 Informações contidas em matérias comercializadas são responsabilidade integral das empresas e/ou dos profissionais.


Mobiliário 21 e Romanzza trazem a Ijuí as novas tendências em decoração O

casal de empresários Gisele Barbi e Fabrício Wild, sempre preocupados em promover o que há de mais moderno a seus clientes do Mobiliário 21 e da Romanzza, participaram de duas importantes feiras de decoração de mobiliário. Trata-se da Casacor RS em Porto Alegre, no Bairro Bela Vista em que estiveram no dia 27 de junho e na Casacor SP, em São Paulo, no Jockey Club, que visitaram no dia 28 de junho. Conforme Gisele, as mostras são dois universos completamente distintos de concepções de Décor e mobiliário. “Enquanto em Porto Alegre predomina aquilo que já conhecemos e conhecemos muito bem por ser justamente o que pensamos para décor e claro o que praticamos, São Paulo se limita em poucas, mas boas peças, no sentido de qualidade e informação”. Dentro de cada universo e suas particularidades de cores e distribuição o casal pôde observar que aquilo que investiram forte em suas lojas, segue forte nas duas mostras. “Espelhos, tanto em móveis quanto na sua forma genuína (parede) e suas variações como os Venezianos, cristais Muranos reinando absolutos como escolha de objetos de décor, lustres de tamanhos generosos usados em diferentes ambientes sempre de cristal. Laca alto brilho usada em detalhes ou em móveis inteiros agora disputam seu lugar com a fosca que apareceu discreta, mas que a gente sabe que vai vir com força em breve, porque apareceram muito nas feiras italianas, onde as tendências da indústria moveleira são lançadas”, revela Gisele. Os empresários também conheceram as variações inusitadas de mesas de centro e laterais que usadas sozinhas, em dupla ou em trio também foram presença marcante nas duas mostras. Tonalidades de preto & branco, às vezes totalmente Color Blocking (colorido) ou apenas variações de azul e turquesa disputaram os espaços onde o branco, o fendi ou nude prevaleceram. “E claro que não poderíamos também deixar de comentar que o dourado, agora repaginado, continua marcando a sua presença e até roubando o glamour quase soberano do cromado”. As novidades visualizadas nas duas mostras visitadas são realidade em Ijuí. Basta conhecer as opções na loja Mobiliário 21, na Rua do Comércio 1802, telefone 3333-0233 e na Romanzza, na Rua Benjamin Constant, 655, sala 02, telefone 3333-0464.

Fabricío e Gisele foram conferir na CasaCor em São Paulo e Porto Alegre as últimas novidades em decoração


Luciléia concedeu muitos autógrafos na visita à Ijuí

Tainã (E) e Luciléia falaram para as atletas da escolinha do São Luiz

A melhor do mundo no futsal em Ijuí Luciléia Minuzzo, da Lazio da Itália, veio participar da festa esportiva dos cinco anos da Escolinha Feminina do Esporte Clube São Luiz

E

leita a melhor jogadora de futsal do mundo em 2013, Luciléia Minuzzo veio a Ijuí no dia 18 de julho participar da festa esportiva que comemorou, no Ginásio Municipal de Esportes, os cinco anos da Escolinha Feminina do Esporte Clube São Luiz. Em entrevista à Stampa disse que a categoria de base é muito importante e ela que passou por este processo valoriza muito o trabalho de descobrir novos talentos. “Ver estas meninas que estão começando, que tem muitos sonhos é gratificante. Fico feliz em poder passar minha experiência, contar onde tudo começou. Me sinto lisonjeada por estar presente nesta festa do time feminino São Luiz. Natural de Santo Ângelo, Luciléia deu os primeiros passos no futsal nos Jogos Escolares no Ginásio Marcelo Mioso, com incentivo da sua primeira treinadora Vanusa Vieira Alves, sua fiel escudeira. Em 2003 ela disputou o Campeonato Feminino de Ijuí pela equipe Tonitur-Pró Tênis marcando 35 gols. Tinha disputado duas competições anteriores na cidade.Luciléia jogou por seis anos na SER Santo Ângelo. Depois se transferiu para o Chimarrão de Novo Hamburgo e posteriormente para o Kindermann, de Caçador, Santa Catarina. Dalí seguiu para Roma defender a Lazio, um dos clubes mais tradicionais da Itália. Esteve presente em todos os quatro títulos mundiais da Seleção Brasileira em 2010, 2011, 2012 e 2013, sendo a goleadora neste ano com 11 gols. A atleta disse que o futsal feminino e o esporte todo passam por um momento difícil. “Nesta modalidade a luta sempre foi maior porque a falta de incentivos, de apoio é muito grande. A gente fica triste porque é uma modalidade onde se observa muitas meninas praticando, é um dos esportes onde mais se joga no Brasil e no mundo. É ruim esta situação. Espero que este quadro possa ser mudado e o futsal feminino tenha grandes jogos, bons campeonatos”. Luciléia disse que é uma alegria e um orgulho muito grande vestir a camiseta da Seleção Brasileira de Futsal. “Todo o atleta sonha em jogar pelo seu país e comigo não é diferente. Chegar lá e vestir a amarelinha posso dizer que é uma das melhores sensações que tive na vida”. Em maio deste ano a atleta santo- angelense foi recebida no Vaticano pelo Papa Francisco. O clube italiano solicitou a audiência para pedir benção ao clube, ritual muito comum na Itália, em que as agremiações esportivas profissionais solicitam esse encontro. A Lazio tem várias modalidades esportivas, entre elas o futsal feminino, pelo qual a jogadora foi escolhida para levar um presente ao Santo Padre, 8 | STAMPA

uma medalha de São Francisco de Assis. “Foi um outro momento legal na minha carreira, poder chegar pertinho dele, trocar algumas palavras. Falei que era uma honra muito grande estar tão próximo de Vossa Santidade. O Papa pediu para orar por ele e pela Igreja, porque a gente vive um momento difícil no Mundo. Foi muito legal”, comentou. Bem adaptada ao futsal italiano, Luciléia espera ficar muito tempo por lá. Segundo ela, em termos de organização a modalidade está melhor que o Brasil. Solicitada para muitas fotos e autógrafos na festa esportiva da Escolinha do São Luiz, a jogadora disse que isso é a parte legal de ser atleta, o reconhecimento, ver as crianças que estão começando a vida esportiva, que tem muitos sonhos ainda pela frente. “Eles devem lutar sempre, acreditar em seus projetos, não desistir nunca, que um dia todo o trabalho e esforço serão reconhecido. Sou um exemplo vivo disso. Nada foi fácil na minha vida, na minha carreira, e hoje posso dizer que me sinto realizada profissionalmente”. Luciléia Minuzzo foi presenteada pela Escolinha Feminina do São Luiz com um mimo e um quadro com fotos de momentos marcantes da carreira, e fez uma palestra para as atletas do rubro. Formada em Educação Física e pós-graduada em Iniciação Esportiva, ela assinalou que o futsal feminino ainda tem preconceitos, que não deixam a modalidade crescer. No Kindermann, em Santa Catarina, conquistou os seus maiores títulos e chegou à Seleção Brasileira. Contou que sempre quis ser jogadora, embora o cenário não se mostrasse ideal. A atleta Tainã dos Santos, natural de Cruz Alta e que joga no CD Burela da Espanha também participou da palestra contando suas experiências no futsal. Ela atuou no exterior no Aurora de São Petersburgo da Rússia antes de se transferir para o futsal espanhol. Em Ijuí teve uma passagem pelo time feminino de Marli Lourenzon e depois jogou futebol de campo no Kindermann em Santa Catarina. Posteriormente se transferiu para São Paulo. Na festa esportiva da Escolinha Feminina do São Luiz também participaram os atletas Felipe Paradinski dos Santos, do Palma Futsal da Espanha e Iuri Scheleski, do Augusta da Itália, o time feminino E.C. Modelo, campeão feminino de 2014 em Ijuí, a Escolinha Masculina do São Luiz, a equipe da Escola Técnica 25 de Julho e a Escolinha AS de Catuípe. Tainã dos Santos esteve em quadra jogando pelo time feminino do São Luiz. Ela deve atuar no futsal italiano em breve.


Rótulos Garibaldi estão entre os melhores do mundo

D

ois espumantes da Cooperativa Vinícola Garibaldi figuram na lista dos 100 melhores vinhos do mundo, elaborada anualmente pela Associação Mundial de Jornalistas e Escritores de Vinhos e Licores (WAWWJ). O ranking 2015 foi divulgado no dia 14 de julho e é construído tendo por base a importância relativa e a posição de cada rótulo dentro dos principais concursos do mundo. O Prosecco Brut aparece no Top 10, ocupando a nona colocação. O espumante vem colhendo bons frutos ao redor do mundo por conta da polêmica envolvendo suas conquistas(medalha de ouro e prêmio País) no concurso Citadelles du Vin, na França, onde foi considerado o melhor espumante brasileiro do concurso e um dos melhores do mundo, a frente até mesmo dos tradicionais proseccos italianos. Já o Garibaldi Moscatel é o único brasileiro a figurar por três anos consecutivos na lista. “O Prosecco Brut já é marca indiscutível, reconhecido no mundo por sua flexibilidade nas harmonizações tornando-o presença obrigatória nas festas requintadas no Brasil. Elaborado pelo processo charmat, seu destaque está em seu equilíbrio, que mescla suavidade e frescor, com

um final de boca lembrando abacaxi”, ressalta o enólogo da cooperativa, Gabriel Carissimi. “O multipremiado Garibaldi Moscatel é a combinação perfeita das uvas Moscato Branco e Moscato Giallo, sinônimo de sutileza ao paladar”, completa. Além de seus espumantes, a Garibaldi também está presente na lista das 100 melhores vinícolas do mundo, o que reafirma ainda mais o trabalho desta Cooperativa frente ao setor vitivinícola nacional.No ranking dos melhores países produtores de vinhos, dentre 62 inscritos, o Brasil ocupa a 13ª posição. Sobre a Cooperativa Vinícola Garibaldi - Com 380 famílias associadas, de 12 municípios gaúchos, a Vinícola Garibaldi comercializa hoje seus rótulos em todo o território nacional, com destaque para os Estados do Rio Grande do Sul, São Paulo, Paraná, Santa Catarina, Minas Gerais, Rio de Janeiro, Pernambuco e Bahia. Além disso, já exportou para países como Alemanha, Suécia, Rússia, Estados Unidos e China. Outras informações podem ser obtidas no site www.vinicolagaribaldi.com.br. Em Ijuí, Sebastiany Representações, na Rua 12 de Outubro, 428, ap. 602, Centro; telefones (55) 9966-8829 e (55) 3332-4316.


Mamas solidárias Próteses alternativas, fabricadas por voluntárias, ajudam mulheres mastectomizadas Uma tesourada aqui, outra alinhavada ali, as voluntárias conversam sobre tudo, e com bom humor. O grupo de senhoras se reúne todas as segundas-feiras em uma sala no Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) e se dedica a melhorar a autoestima de mulheres que sofreram mastectomia. Elas costuram próteses artesanais que são doadas para mulheres que tiveram seio removido. O trabalho voluntário é realizado em Ijuí há mais de doze anos. Segundo a idealizadora Nelci Sônia Schuler Secatto, é a generosidade e sensibilidade de quem vive ou já passou por um problema como o câncer de mama, que leva a ajudar a levantar a autoestima das companheiras. “Nós confeccionamos próteses artesanais de seios para serem usadas pelas pacientes durante e após o tratamento, e está acessível, gratuitamente, a qualquer pessoa que necessite e se interesse, de Ijuí ou da região”, explica Nelci. Segundo ela, a ideia da confecção surgiu há mais de doze anos, quando ficou sabendo que este trabalho era desenvolvido em um hospital em São Paulo. “Hoje são disponibilizadas próteses para todas as pacientes mastectomizadas e que ainda não fizeram a reconstrução mamária de Ijuí, independente de realizarem o tratamento no Cacon ou não.” Segundo ela, as próteses são feitas de malha com preenchimento de isopor e alpiste. “Os seios postiços são colocados por dentro do sutiã e são fáceis de usar e lavar”, esclarece. São de vários tamanhos e o volume também varia para evitar problemas de postura. Para a voluntária Nelci, o principal retorno da iniciativa é a sensação de melhoria física e psicológica que o uso das próteses possibilita. O grupo formado por 20 voluntárias confecciona cerca de 30 próteses por mês. Atualmente o material utilizado é doado pelo Hospital. “O Sistema Único de Saúde cobre a cirurgia reconstrutora do seio, mas algumas mulheres têm que esperar até o fim do tratamento para fazê-la. Há, ainda, aquelas que optam por não recompor a parte estética - geralmente, pacientes mais velhas”, esclarece Nelci.

Trabalho das voluntárias ajudam a elevar a autoestima das mulheres vitímas de cancêr de mama

Delicadeza para costurar as próteses que são doadas às mulheres que passaram pela retirada dos seios


O futuro é empreendedor Transformar pequenos estudantes em futuros protagonistas no mercado de trabalho assim que deixam a escola, é o objetivo do projeto desenvolvido pelo Sebrae com crianças a partir de 6 anos

O

empreendedorismo está fazendo a cabeça dos jovens cada vez mais cedo. Em Ijuí, o Sebrae realiza o projeto Jovens Empreendedores Primeiros Passos (Jepp), em nove escolas municipais. O trabalho teve início em maio passado, com 50 turmas e beneficia mais de mil alunos a partir dos 6 anos de idade. Esse programa de Educação tem por objetivo disseminar a cultura empreendedora entre alunos do Ensino Fundamental, do 1º ao 9º ano, despertando e fortalecendo o espírito empreendedor das crianças. “Esse curso incentiva o comportamento de forma a estimular o protagonismo juvenil e a iniciativa futura da possibilidade de inserção no mercado de trabalho, ou de abrir seu próprio negócio”, explica o gestor de projetos do Sebrae Grasiano Tolfo. O projeto está em seus primeiros passos dentro das salas de aula, e a temática trabalhada tem metodologia de acordo com o nível de aprendizado de cada ano. “São oficinas, onde eles criam produtos, negócios, e feiras onde comercializam o que produzem”, destaca Tolfo. O Sebrae busca tornar esses estudantes protagonistas na vida profissional adulta, seja criando seu próprio negócio ou atuando na área público ou privada, ao fazer a diferença no crescimento pessoal e profissional de cada cidade, a partir de um comportamento empreendedor. Tolfo avalia a adesão ao projeto em Ijuí como positiva, observando que além das crianças, os pais têm se envolvido nas atividades, assim como a comunidade escolar em geral. “A ideia é permanecer e ampliar para o ano que vem, mas a participação tem sido intensa. Temos acompanhado e ficado surpresos positivimante com o empenho dos

Estudantes da escola Imeab participam do projeto jovens nas tarefas, tem sido muito bacana”, avalia. Para demonstrar o que tem sido feito nas escolas, Tolfo exemplifica com os alunos do primeiro ano, que trabalham o Mundo das Ervas Aromáticas. Durante o período, aprendem o funcionamento das ervas e como aproveitá-las. “Eles criam o produto, embalam, vendem. No segundo ano é sobre temperos, no quarto ano, criam brinquedos ecológicos e trabalham com locadoras de produtos. Cada ano tem uma atividade”, explica o gestor. São desenvolvidas também atividades de artesanato, ecopapelaria, empreendedorismo social e no 9º no que são os mais velhos, são trabalhadas novas ideias. “Nessa etapa eles trabalham os fundamentos do plano de negócios, mas em cada ano uma parcela. Quando chegam ao 9º ano estão inteirados sobre a criação de negócios, sobre o que é planejar e nesse momento pensam em um negócio de verdade com preços, clientes, planejamento, como tirar a ideia do papel. A ideia é fazer com que todo esse programa dê um lastro maior para o jovem estar mais preparado para o mercado no futuro”, conclui. Para participar do projeto no próximo ano, as escolas podem fazer o contato com o Sebrae ou com a Secretaria Municipal de Educação (Smed).

STAMPA | 11


Maternidade de cara nova A

inda dentro da proposta de mudança com a visão de melhorar a receita do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), a maternidade e o berçário da instituição foram revitalizadas e ampliadas. Desde julho, este serviço está em um novo espaço, exclusivamente no quarto andar do terceiro bloco. Conforme planejamento, foram disponibilizados 26 leitos, sendo 15 para o Sistema Único de Saúde e os demais para convênios e particular. A melhoria é uma antiga reivindicação dos médicos obstetras e qualifica ainda mais o serviço especializado em obstétrica e neonato. Os leitos disponibilizados ao SUS ganharam um espaço maior, mas a principal mudança é na área de convênios, onde foram disponibilizadas duas suítes, um apartamento, cinco quartos semiprivativos e uma sala de espera, seguindo protocolos clínicos internacionais, assegurando o alto padrão de qualidade médico-assistencial e a segurança da paciente e do recém-nascido. O serviço conta ainda com uma sala de avaliação, uma de pré-parto com banheira, duas salas de parto, sala do berçário e uma sala de amamentação. A unidade também conta com ambulatório de alto risco, o qual é realizado acompanhamento das gestantes que apresentam complicações. “As melhorias realizadas foram com recursos próprios em um momento crítico financeiro, mas necessário, pois a ideia é melhorar o faturamento, sem esquecer de garantir privacidade e conforto para as mamães, recém-nascidos e familiares”, resume o presidente da instituição Cláudio Matte Martins.

Novas instalações ficam no 4º andar do HCI


Lobato: 2 farmácias que têm tudo

A Farmácia Lobato atua em Ijuí há quatro anos, conquistando com credibilidade seus clientes do município e região. Visando oferecer um atendimento diferenciado, a farmácia preza pelo respeito e confiança, com profissionais que garantem a segurança no atendimento. Agora, a Lobato abriu filial em frente à Praça dos Imigrantes, em um amplo espaço, com linha diferenciada de produtos naturais, linha de produtos para diabéticos e linha completa de perfumaria e beleza. Possui estacionamento próprio, para que os clientes sintam-se confortáveis e exclusivos. A Farmácia Lobato presta serviços de verificação arterial, verificação de glicose, aplicação de injetáveis, possuindo convênio com APMI, ASSPMI, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí, Associação dos Policiais Civis de Ijuí, Demei, Cauzzo, Lupatini e Maxi Cartão Zaffari. Oferece descontos especiais em medicamentos, além de medicamentos gratuitos do programa Farmácia Popular do Brasil. A filial tem horário de atendimento até às 21h, inclusive aos domingos, e também conta com um quadro de farmacêuticos para proporcionar um atendimento mais seguro e de confiabilidade. A Lobato, que já ganhou o gosto e a atenção dos ijuienses e moradores da região, aperfeiçoa a cada dia o seu atendimento e amplia seu acervo de produtos e serviços,numa constante busca pelo aperfeiçoamento e qualificação. A matriz da Farmácia Lobato é na Rua José Bonifácio, 297, em diagonal ao Shopping JB; a filial, na Avenida Coronel Dico, 806, em frente à Praça dos Imigrantes. Contato e tele-entrega pelos telefones: 3332-2022 e 3333-5452. Visite e conheça as Farmácias Lobato, as Farmácias da sua Família!

Farmácia Lobato está em dois endereços e tem tele-entrega


Terceira idade assume a internet Mais do que tudo, a internet é uma ferramenta para se aproximar das gerações mais novas, especialmente filhos e netos, mas também socializa e atualiza Um grupo de senhoras sem vivência prática nas mais recentes revo- nicar, principalmente com os netos e filhos. “Os filhos e netos acabam luções tecnológicas, reconhece a importância e a necessidade de co- indo morar longe por causa da profissão, e a internet nos aproxima, nectar-se com esses novos tempos. A professora aposentada Antonieta pois podemos fazer um contato diário”. A história de Maria Baptista - Quando as mensagens de texto Musselin, 64 anos, resolveu não só aprender mas também treinar as amigas para usarem as mídias sociais, e assim ter uma nova ferramen- em celulares surgiram, os idosos demoraram um pouco para ententa para se comunicarem. “Através da internet é possível diminuir a der como o esquema funcionava. Mas depois veio a internet e todas distância dos meus familiares, que hoje moram em São Paulo e Mato as suas redes sociais, blogs, Facebook, Instagram e Whatsapp. Com Grosso”, conta Antonieta, frisando que não abre mão de usar o Face- tantas formas de relacionamento, que possibilitam estar mais perto book. “No início tinha um computador de mesa, mas agora tenho um dos familiares e amigos, fica difícil não fazer parte. E foi assim que a notebook, o que facilita ainda mais, pois posso levá-lo nas casas das grande maioria deles entrou na rede. Maria Baptista, 67 anos, mal terminou de aprender a escrever menminhas amigas e assim interagirmos”. Este público quer interagir e reduzir a sensação de solidão. Foi esse o sagens de texto no celular e já estava às voltas com seu perfil no Famotivo que levou a técnica de enfermagem aposentada Alzira Pierin, cebook, feito por uma de suas filhas que queria a mãe um pouco mais de 71 anos, a se conectar pela primeira vez. Quando viu a família indo atualizada sobre os acontecimentos. Lá, ela acompanha de perto o que morar longe, percebeu que não poderia depender apenas das liga- os seis filhos e 18 netos estão fazendo, além de reencontrar velhos ções para o telefone fixo, que sairiam caras demais. Era fundamental amigos e ficar sabendo das novidades no mundo da moda, que sempre a interessou. Mas o que ela gosta mesmo é do seu blog e do grupo da aprender a usar a internet, e recorreu a amiga. “Eu já sabia um pouco, mas precisava aprimorar. Foi minha amiga família no Whatsapp, onde é uma das mais ativas, sempre mandando quem me ensinou, e colocou as principais orientações em um cader- bom dia e deixando palavras bonitas de boa noite. A dificuldade em manusear o teclado do aparelho touchscreen culno, para que eu consultasse se fosse preciso. Encarei como se fosse um estudo”, diz, ressaltando que também já fez cursos para se aperfeiçoar. mina em uma série de palavras que ficam fora de contexto ou então Além de falar com a filha todos os dias, viu que poderia fazer novos com significado diferente. E esta é a diversão dos netos, que não peramigos. Hoje, não sabe mais o que é ficar desconectada. Tem dezenas dem a oportunidade de fazer uma piadinha com a avó, sempre com de amigos no Facebook, é usuária assídua do Whatsapp e consulta muito respeito e de forma carinhosa. “Sabe aqueles jogos que a gente seu e-mail a todo momento. “Em casa, prefiro usar o computador, passa de fase e aparece no feed de notícias? A vó comenta como se aquilo fosse uma notícia ou uma informação mas, na rua, meu telefone está sempre cominossa. Ela faz perguntas sobre a fase, do tipo go. Preciso ter sempre algo por perto para me quem é o assassino”, conta, entre risos, a neta comunicar”. Diane Raugust, 14 anos. Manter-se conectado também é uma quesAcostumada com trabalhos de tricô e crotão de saúde para Maria Isabel Christmann, chê, Maria não esconde que as redes sociais de 65 anos. “Muitos aderem à internet para se se tornaram o seu hobby preferido. “Isso para aproximar das gerações mais novas, de filhos mim é uma terapia. Já encontrei sobrinhas e netos, e conseguir participar das conversas que moravam longe e que fazia anos que eu deles. Foi o meu caso. No início tinha muita não via, e posso sempre ver o que meus neresistência, mas depois que comecei a aprentos estão fazendo”. E revela que uma das suas der, gostei muito e hoje incentivo as amigas”. coisas preferidas é poder deixar um comenO professor Mário Pietrzacka, 76 anos, únitário nas fotos e publicações. “Sinto que faço co homem no grupo, concorda que a internet parte daquele momento”, afirma. se tornou um meio da terceira idade se comu- Mário Pietrzacka: contato diário com filhos e netos 14 | STAMPA


Cristiane Beck Formada em Medicina Veterinária pela Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), Cristiane Beck fez residência no Hospital Veterinário da Ulbra e no Hospital Veterinário da URGS, mestrado em Ciências Veterinárias também pela URGS, e atualmente faz doutorado pela UNESP em Botucatu/SP. Por cinco anos, foi coordenadora do curso de Veterinária da Unijuí e atualmente é professora do curso e diretora clínica do Hospital Veterinário desta instituição, onde atua com mais quatro veterinários: Raquel Baumhardt, Rafael Lukarsevski , Renan Marcel Kruger e Mauricio Borges da Rosa. Também fazem parte da equipe técnicas em enfermagem, farmacêutica, biomédica, técnico em radiologia, técnico do bloco cirúrgico, secretárias e estagiários do curso. Nesta conversa, Cristiane fala sobre seu trabalho e do Hospital, que completou 2 anos, avalia a posse responsável e a relação benéfica entre animais e pessoas. Por Cláudia de Almeida Como foram os dois primeiros anos, completados agora, do Hospital Veterinário? Desde o início das atividades do Hospital Veterinário - HV observamos um constante crescimento no número de atendimentos que até agora foram 6,5 mil. Recebemos animais de várias regiões, inclusive de outros Estados. Uma das principais dificuldades encontradas no início das atividades do HV foi de conscientizar a comunidade de que nossas atividades não são exercidas de forma gratuita e portanto existe um custo para os procedimentos. O HV é um hospital-escola e portanto a presença do aluno é fundamental, porém embora os procedimentos sejam acompanhados por eles, são todos realizados e sob responsabilidade de profissionais contratados e qualificados o que gera, sem dúvida, um serviço de alta qualidade mas que representa custo aos proprietários. Essa foi a maior dificuldade no começo, mas agora a comunidade entende a necessidade dos custos para a oferta de serviços de qualidade. Como são as aulas práticas dos alunos do curso de veterinária? O curso de Medicina Veterinária da Unijuí conta hoje com mais de 500 alunos e desde o primeiro semestre os mesmos tem a oportunidade de vivenciar na prática a experiência de vida do Médico Veterinário. Durante

a disciplina de Introdução à Medicina Veterinária eles já começam a entrar em contato com esta realidade, através de palestras com profissionais de diversas áreas de atuação e com isso já ampliam seus horizontes dentro da carreira que decidiram seguir. Durante as disciplinas das áreas de clínica e cirurgia os alunos acompanham os atendimentos realizados no Hospital Veterinário o que possibilita o aumento de suas experiências práticas. Aulas de disciplinas como Semiologia, Clínica de Grandes Animais, Equideocultura, Inspeção de Produtos de Origem Animal entre outras, ainda proporcionam vivências práticas seja em propriedades particulares visitadas pelos alunos, sempre na companhia de um docente ou ainda em aulas praticas no Instituto Regional de Desenvolvimento Rural (IRDeR). Algum atendimento que você não esquece? Um caso recente que nos chamou muito a atenção e que de certa forma nos comoveu, foi o fato de uma cachorrinha ter uma gestação dentro do tórax. Ela tinha uma hérnia diafragmática congênita e acabou engravidando. O útero gravídico herniou para o tórax, onde a gestação acabou evoluindo. Foi uma gestação diferente, sendo necessária a realização de cesariana, que deu tudo certo e os seis filhotes e a mãe ficaram bem. Também já tivemos

um caso de um corpo estranho no esôfago de um jabuti, também removido cirurgicamente. A clínica atende animais de grande porte? O Hospital Veterinário ainda não realiza atendimento clínico de animais de grande porte. Como a Unijuí possui o IRDeR, no interior de Augusto Pestana, realizamos as aulas práticas na área de grandes animais neste local, pois possuímos criação de bovinos de leite e suínos, e temos uma Médica Veterinária que atua lá, especificamente nesta área. Em função da elevada demanda do local, ainda não conseguimos ampliar o atendimento para outras propriedades, porém é nosso objetivo. Não temos uma infraestrutura de atendimento para esse porte de animal aqui no HV, contudo há um apoio laboratorial aos clínicos da região nas áreas de microbiologia, patologia clínica, bromatologia e reprodução. Na nossa rotina é mais comum o atendimento de cães e gatos. Há muitos casos de envenenamentos de animais? O que deve ser feito? Existem casos sim, e geralmente ocorrem em períodos concentrados. O primeiro passo é trazer o quanto antes ao hospital. Os sintomas e tratamentos dependem do tipo de veneno ingerido. A maioria dos animais tem muita excitação, salivação e convulsão. O atendimento depende de como o animal chega até aqui. >>>

Somos um hospital-escola e portanto a presença do aluno é fundamental, porém, os procedimentos são feitos sob responsabilidade de profissionais contratados e qualificados.

STAMPA | 15


Quais são as doenças mais comuns? As doenças mais comuns atualmente estão sendo os problemas de pele, infecções de útero e tumores de mamas, sendo as duas últimas em função do exagero do uso de hormônios para evitar o cio. Além disso, atendemos bastante casos de traumas por atropelamentos, justamente de animais que fogem de casa, ou são abandonados.

Cristiane Beck comanda uma equipe de profissionais e de acadêmicos em treinamento

As terapias assistidas por animais são capazes de promover melhoras físicas, sociais e emocionais.

Em que a Lei da Posse Responsável pode ajudar? Essa lei consiste em cuidados básicos com a saúde, higiene, alimentação e bem-estar com o animal de estimação. O animal deve ser cadastrado, com identificação eletrônica, onde se sabe a identidade do seu responsável. Isso evita que os animais fiquem na rua, sofram acidentes, gestações indesejáveis e inúmeros filhotes abandonados, evitando também a alta densidade populacional de cães e gatos fazendo com que diminua as doenças transmitidas entre homens e animais. A castração é a solução para controle de animais? Com certeza a castração é uma das formas mais eficazes para controle da população. Isso é bastante discutido em sala de aula, desde o primeiro semestre na aula de Introdução a Medicina Veterinária, onde debatemos sobre posse responsável e bem estar dos animais. Na aula de saúde pública também conversamos sobre os riscos de zoonoses (doenças transmitidas entre homens e animais), na área clínica e cirúrgica, mais especificamente nas doenças reprodutivas, as formas de prevenção de doenças entre outras. Em várias disciplinas trabalhamos a importância do controle populacional. A maioria das cirurgias realizadas em aula prática é de castrações tanto de cães como em gatos, machos e fêmeas. Ressaltamos que a castração não é apenas para controle populacional e sim uma forma de evitar doenças como infecção uterina, tumores de mamas e outras patologias que são comuns em animais. Como é feito o procedimento? A castração é um procedimento complexo, mas o aluno só faz depois que aprende bem a técnica, sempre acompanhado dos professores nas aulas práticas. Por ser uma cirurgia comum, as pessoas pensam que é fácil, sem risco, porém, isso é um equívoco. Deve ser realizada da forma mais cautelosa possível, em local e com material adequado e profis-

16 | STAMPA

sional competente. Para o animal, a castração é benéfica, inclusive existem trabalhos que comprovam que o animal tem um tempo de vida mais longo. Nas fêmeas, reduz em torno de 97% as chances de ter tumor de mama, se forem castradas antes do primeiro cio, além dos problemas uterinos, principalmente por aplicações indesejáveis de injeções para evitar o cio. A castração pode ser feita a partir dos cinco meses de vida. A microchipagem é uma solução para evitar tantos abandonos? A microchipagem é um método de identificação eletrônica, como um RG dos nossos animais, ficando fácil de identificar o dono, caso o cão ou gato estejam perdidos ou abandonados. Nós não fizemos aqui no hospital, mas tem várias clínicas em Ijuí que oferecem. É com certeza uma das soluções para evitar o abandono de animais. Quais os benefícios da relação animais e pessoas? Muitos animais de estimação são considerados membros da família e inúmeros são os benefícios que eles podem trazer. Existem muitas pesquisas que comprovam que crianças que convivem com animais de estimação se tornam mais resistentes a doenças, além de estimular a autonomia e responsabilidade. Cuidar da alimentação, medicá-los quando necessário, favorece as pessoas a lidar com os mais diversos sentimentos, desde a frustração até alegrias. Sabe-se também que sua companhia deixa o dono mais feliz, ativo, menos solitário, prevenindo até a depressão. São muitas áreas da saúde que usam os cães como terapia. As terapias assistidas por animais são capazes de promover melhoras físicas, sociais e emocionais. São indicados principalmente para pessoas com deficiências auditivas e visuais, com dificuldades motoras, paralisia cerebral, portadores de Síndrome de Down, entre outras. Crianças aprendem a desenvolver a sensibilidade, zelo, afeto, carinho e respeito, envolvendo toda a família.

Que doenças os animais podem transmitir aos humanos? Dentre as zoonoses mais comumente atendidas estão a sarna sarcóptica, as verminoses e a leptospirose, que inclusive temos seguidamente casos aqui no hospital. Manter o animal desverminado, vacinado e bem cuidado evita algumas das patologias. Outra doença importante de ser ressaltada e grave é a raiva. Ao contrário que muitos pensam, ela não está erradicada, inclusive ocorreu um caso de raiva felina no Rio Grande do Sul no final de 2013. A vacinação é feita tradicionalmente em agosto devido a uma cultura, mas ela pode ser realizada em qualquer mês do ano, a partir dos quatro meses de idade, e repetida anualmente. É uma doença muito séria, que não tem cura, logo, o mais importante é a prevenção. O sintoma em seres humanos é a paralisia, sendo potencialmente letal. Medicar os animais por conta própria é arriscado? As pessoas costumam medicar em casa principalmente com anti-inflamatórios de humanos, mas alguns deles são proibidos para gatos e cães, além de a dose ser completamente diferente da de humanos. Muitas vezes os donos acreditam que o animal está com dor, e fazem a medicação por conta própria, com boa intenção, mas isso pode piorar o quadro clínico do animal, tendo complicações renais, hepáticas e/ou gastrointestinais. Às vezes, um caso que seria fácil de resolver acabamos perdendo o animal por ter sido medicado indevidamente. É correto dar alimentos de humanos aos animais? A alimentação ideal é a ração, pois é completa em nutrientes essenciais a saúde do animal, mas o alimento humano não é exatamente proibido. O que não podemos dar é restos de alimentos, que não tem mais qualidade ou muito temperados. Algumas coisas que usamos na nossa alimentação são proibidas e altamente tóxicas para cães e gatos, como a cebola e o alho. Até pode ser indicado algo específico preparado de forma caseira para o cão ou gato, mas sempre com orientação do veterinário.


Gabriela e Rafael Alves

Brindes na

Deolinda e Adriano Martins

Eveline Appel e Rogério Pedrazzi

CarHouse Inauguração da concessionária Toyota em junho foi o grande evento empresarial do ano em Ijuí.

Jair e Cleo Wildner

Anfitriãs: as sócias do grupo CarHouse Paula Teixeira, Ana Cristina e Maria Eduarda Teixeira

STAMPA | 17


O processo reformado Mais uma vez o direito processual civil brasileiro sofreu uma reforma. E uma reforma substancial. É importante frisar que das modificações ocorrentes nas mais diversas legislações, a do Código de Processo Civil (CPC) é das mais significativas para a sociedade, pois se trata de matéria que diz Flávio Friedrich respeito diretamente ao procediAdvogado mento de todos os processos que tramitam na jurisdição civil, sendo ainda de aplicação subsidiária nas áreas penal e trabalhista. Ou seja, de alguma forma o processo civil influencia em todos os processos que tramitam na justiça brasileira. A elaboração do novo CPC passou por um intenso processo de discussão democrático. Foram realizadas diversas audiências públicas e conferências estaduais, além da participação popular. Das significativas modificações implementadas no novo CPC, algumas tiveram a iniciativa ou influência determinante da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB, que participou ativamente do processo de elaboração do novo código. Várias lutas históricas da advocacia foram conquistadas pela participação atuante da OAB na elaboração do novo Código. Podemos citar o direito a férias, a contagem de prazos em dias úteis, o reconhecimento da natureza alimentar dos honorários advocatícios e a proibição de sua compensação, o estabelecimento de critérios objetivos para a fixação dos honorários contra a Fazenda Pública, a obrigatoriedade da fixação dos honorários recursais, entre outros. A advocacia ganhou com a reforma do CPC, mas igualmente ganhou a própria sociedade com o que está sendo chamado nos meios jurídicos de ‘o código cidadão’, pois este primou pelo direito de defesa, pela obediência aos precedentes e simplificação procedimental, pela celeridade na resolução dos conflitos além de valorizar significativamente a conciliação. O novo código não é perfeito, uma vez que foi elaborado por pessoas, que igualmente não são perfeitas. Porém, reflete a necessidade de adaptação da lei às necessidades do País. Torçamos para que as demais legislações, que muitas vezes apresentam-se distantes da realidade do cidadão, também tomem esse caminho.

18 | STAMPA

Naiara Braatz Garcez Advogada

Novas regras do fator previdenciário Uma das atuais questões discutidas sobre Processo e Previdência Social é o cenário envolvendo a alteração da aplicabilidade do fator previdenciário que está confirmada. Após a publicação da Medida Provisória nº 676/2015, que altera a Lei de Benefícios, já está valendo uma nova regra (esta é uma regra de opção, já que as regras anteriores ainda estão valendo) de aposentadoria por tempo de contribuição, que afasta a incidência do fator previdenciário no caso da soma da idade e do tempo de contribuição ser igual ou superior a 95 pontos, se homem, e 85 pontos, se mulher, observado, nos dois casos, o tempo mínimo de contribuição, 35 e 30 anos respectivamente. Há de se observar que existe uma progressividade no que tange à data da entrada do requerimento do benefício, baseada na mudança de expectativa de vida, quando de janeiro de 2017 a janeiro de 2022 as somas de idade e de tempo de contribuição previstas pela alteração, serão majoradas em um ponto. A regra 85/95 está valendo até deliberação pelo Congresso Nacional, que deverá votá-la em até 120 dias da publicação. Dessa forma, aqueles que já preenchem os requisitos já podem entrar com o pedido administrativo de aposentadoria por tempo de contribuição perante o INSS. O atual cenário político não nos dá a certeza de que a referida regra vai prevalecer, é preciso estar atento para as mudanças e para os rumos do fator previdenciário com toda sua exegese.


���e��nt�

Meninas Modelo

Body Toda Loka, bermuda TRM, tiara e bolsa Lika Nenê

Laísa Grochanke Rossi A Menina Modelo Infantil, 11 anos, é filha de Cristiano Munir Rossi e Elisandra Grochanke Rossi. Natural de Ijuí, Laísa cursa o 6º ano do Ensino Fundamental do Colégio Sagrado Coração de Jesus.

CENÁRIOS: AQUARELLA KIDS

Conjunto Anuska, tiara Lika Nenê e bota Silvia Fashion

Maria Eduarda dos Santos A Menina Modelo Mirim, 9 anos, é filha de Eduardo Morais dos Santos e Ivanir Strohhecker dos Santos. Maria Eduarda mora em Coronel Barros e cursa o 4º ano do Ensino Fundamental da Escola Miguel Burnier.

FOTOS: MITTSUO FOTOGRAFIA

STAMPA | 19


Maria Eduarda com vestido Toda Loka, tiara Lika Nenê e sapatilha Maria Terra. Laísa com vestido Rosa TRM, tiara Lika Nenê e bota Klassipé

Conjuntos e coletes Toda Loka

Tiara Lika Nenê, conjunto Pakita e bota Klassipé

20 | STAMPA

Tiara Lika Nenê, conjunto Toda Loka e sapatilha Maria Terra

Camisa Toda Loka, legging Anuska, bolsa Lika Nenê e bota Klassipé

Conjunto Anuska e bota Klassipé


Vestido Toda Loka, tiara Lika Nenê e sapatilha Maria Terra

Vestido TRM, tiara Lika Nenê e bota Klassipé

STAMPA | 21


Zug Vídeos: cinematografia de eventos C

Fernando Esteves Guimarães é o criador da Zug Vídeos, em 2011

riada em 2011 pelo produtor de vídeo Fernando Esteves Guimarães, tinha por objetivo inicial a edição de gravações realizadas por terceiros. No entanto, com a experiência adquirida em 16 anos como cinegrafista televisivo e diretor de TV (TV Câmara, TV Centro Oeste, TV Morena, Canal do Boi) quando ainda residia em Brasília/ DF, os objetivos profissionais se maximizaram. Atualmente a Zug Vídeos realiza cinematografia de eventos sociais (nascimentos, aniversários, formaturas e casamentos), vídeos institucionais para prefeituras, vídeos corporativos,propagandas para televisão, além de arte e animação em 3D. Utilizando equipamentos Apple para o processo de edição e pós-produção, proporciona um resultado final em alta definição (blu-ray e web). Com mais de 40 clientes em Ijuí e região, destacam-se os recentes trabalhos realizados para a RBS TV, TV Pampa, Prefeitura Municipal de Ijuí, Instituto DoctorCar, Óptica Focal, Campo Lavoura Agronegócios, Hotel Fórmula 4, que podem ser visualizados em suas redes sociais. Entre em contato pelo 9102-1657 e também pelo Facebook Zugvideos.


QUEM FEZ A FESTA NÃO FORAM SOMENTE OS QUE SUBIRAM AO PALCO PARA ENTREGAR OU RECEBER SEU PRÊMIO, OS PERSONAGENS DA GRANDE NOITE DE 13 DE JUNHO, NA SOGI. NA PLATEIA, PRESENÇAS BONITAS E ELEGANTES CUMPRIRAM PAPEL PRINCIPAL PARA TORNAR A FESTA DE PREMIAÇÃO UM GRANDE MOMENTO DE CONGRAÇAMENTO SOCIAL.

Ana Claudia dos Santos e Fabio Cunha

Gisele e Fabricio Wild Jacson e Aurea Lemos

Giane e Gilvani Martins

Luisa Iserhard e Guilherme Kurtz STAMPA | 23


Claudio e Estela Maris Hedlund

Jaqueline Conrad e Enzo Schirmer

RenĂŠe El Ammar, Vantuir Patrick Vione e Daniela Vargas

Carina e Carlos Guilherme Erig 24 | STAMPA

Roberto Piccoli Desordi e Rafaela Desordi

Rudi e Cleusa Wazlawick

Nelson e Rosinha Casarin


L鱈bera e Camila Marin

Adriane e Luis Carlos Kosenieski

Danieli Ciotti e Mauricio Souto

Luana e Clandio Suzano

Carla Mussi e Paulo Medeiros

Alexandre e Samantha M端ller com a amiga Marina Salom達o, de S達o Paulo STAMPA | 25


ATENTOS AO PALCO ESCOLHIDOS POR MEIO DE VOTAÇÃO DE TODOS OS CONVIDADOS DA FESTA, OS VENCEDORES DO PRÊMIO STAMPA SÓ FORAM CONHECIDOS NA ABERTURA DO ENVELOPE SELADO, PELOS PATROCINADORES DE CADA UMA DAS CATEGORIAS, NO PALCO PRINCIPAL. OS MOMENTOS DE SUSPENSE TIVERAM A ATENÇÃO TOTAL DA PLATEIA.

26 | STAMPA


COMPARTILHANDO FELIZES COM O RECONHECIMENTO AO SEU TRABALHO E ATUAÇÃO, VENCEDORES FESTEJARAM O PRÊMIO AO LADO DE FAMILIARES, AMIGOS E COLABORADORES

Nadine Dubal (Prêmio Sociedade Presença), com o marido Rafael Terra

Cirugião plástico Emilio Andary Filho (Prêmio Profissional) com a esposa Vera

Leticia Giovelli (Prêmio Empreendedora) com o marido, juiz Eduardo Giovelli

Gilberto Weber (Prêmio Empreendedor) com a esposa Vânia

Coordenadora do Incor (Prêmio Saúde) Luciane Heuser e o filho Nicolas com Elaine e Claudio Martins, presidente do Hospital de Caridade

Diretora da Escola Professor Pardal (Prêmio Cultura) Sandra Donato, e Raoni Bianchetti

Diretora da Escola Tiradentes (Prêmio Educação) e esposa Rosemália Walter e Clelia de Moura, do Chopp Ijuhy (Prêmio Marca), Eliane e Nilo Leal

André e Maria Alice da Rosa, Margareth e o diretor do Ceap (Prêmio Inovação) Gustavo Malschitsky, Deisy e Volnei Soares, Ricardo e Liane Zimpel

Lorena Cossetin (Prêmio Profissional), com o marido Claudio, o filho Andrei e Andressa STAMPA | 27


Jocelaine Aguiar e Adriane Hanke

Mariela e Taciane Schwancke

Claudia Legonde e Elso Engleitner

Naur e Ilhana Vendruscolo com o genro Gabriel Machado 28 | STAMPA

Gilmar Fragoso e Lara de Freitas

IrinĂŠ e Clarissa Roberto

Jillian Souto e Elenara Kovaleski


Heloisa Eickhoff e Egon D端rks

Silvia Busnello e Romeu Etgeton

Marlise e Luiz Carlos Bottega

Aline Bilibio e Charles Lucchese

Breno Pochmann e Carina Dalla Roza

Stela Nonnemacher e Clovis Schmidt

Fernanda Lins, Sabrina Dallepiane e Ana Isa Pochmann STAMPA | 29


Marcelo e Etiane Kohler

Simone e Patrick Braz

Vanusa e Celmo Ziotti

Tania e Clovis Thomas

Agatha Calegari e Rudinei Franco 30 | STAMPA

Francisco Miron Roloff

Grasiele de Moraes e Emerson Sperotto

Audrien e Gabriela Schmidt

Fabio e Carla Erig Romcy

Tatiane Azambuja, Mauricio Copetti, Daiana Maciel e Lauro Lohmann


Arraiá da Sogi A Sociedade Ginástica promoveu na noite de 10 de julho sua festa típica caipira para os sócios e comunidade. A Festa Julina teve o som de Usina Som e Luz, quentão, pé-de-moleque, bolo, pinhão e cachorro-quente, apresentações artísticas e quadrilhas. Além da decoração temática, as pessoas foram caracterizadas e entraram no ritmo da festa.

Izabel Persich e Juliana Zalusk Führ

Simone, Luciane, Rosane e Mirian

Daniela, Martina e Alan Beal

Sabrina, Emeli e Vera


Momentos especiais no Valle Verde Almoço das Mães e Noite dos Namorados

Marcos Wagner, Tânia Pedrazzi, Ivone Maria Pedrazzi, Lucilda Anna Wagner

Gabriel e Cristina Martins

Marcio Kerber e Camila Eickhoff

Ari e Gisela Bertollo


Queijo & Vinho

Cristine Danielsson e Luis Otávio Boff

Rafaela de Souza e Gustavo Beilfuss

Celso e Maristela Portella

O 2º Festival do Queijo e Vinho, promovido pelo Rotary Club Ijuí Colméia, movimentou a sociedade ijuiense no dia 11 de julho, na Sogi. A banda Os Caras, embalou os presentes com seu som variado e também compartilhou o palco com os sopros do conjunto Eickhoff. Essa foi uma promoção beneficente, em favor da Sabeve.

Leandro Schneider e Juliana Trindade

Luciara Biermann e Eduardo Schutz

Vanderlei Rossato e Márcia Scarton

Jairo, Salete e Jaísa de Oliveira


Posse no Rotary Club de Ijuí

O novo presidente Armando Petinelli e esposa Fernanda

Rogério e Jucelaine Keller

Na noite de 7 de julho, o Rotary Club Ijuí promoveu uma noite festiva para a troca de presidência. Armando Pettineli assumiu no lugar de Odilon Flores. Durante a noite de posse também houve posse de novos rotarianos e homenagens. Alécio Antônio Basso, Pedro Severnini e Bruno Strapazzon receberam a placa Paul Harris Fellow (fundador do Rotary, nos Estados Unidos), por suas atuações como rotarianos.

Samuel Kirst e Luciane Spohr

Governador Gelso Luiz de Carli e esposa Maria Luisa

Luciana Bottega e Luciano Fuerti

Alécio e Viviane Basso

Ricardo e Vera Miron

Tida Girardi passou a presidência para Iomar Fonseca

Posse no Rotary Nova Geração

Victória Soardi e Guilherme Thomas

O Rotary Nova Geração também teve troca de presidência. Na noite de 14 de julho, no Jardim Europa, Tida Girardi passou a presidência para Iomar Fonseca. A noite teve a presença do Governador do Distrito 4660 de Rotary International Gerson Luiz De Carli e sua esposa Maria Luísa.

Carla e Paulo Soares STAMPA | 35


Na Glasnost

Diogo, Sophia e Natalia Fernandes

Posse no Rotary Colmeia

Gustavo e Laísa Santos

Marcelo Herrmann recebeu a presidência de Carlos Scapini

Na noite de 23 de julho, na Casa da Amizade aconteceu a posse da nova diretoria do Rotary Club Ijuí Colmeia. Carlos Scapini passou a presidência para Marcelo Herrmann. A noite teve também cerimônia de inclusão de Jacson Lemos como novo integrante do clube, e a presença do governador distrital Gelson de Carli.

Daniele e Adriano Nogam Ana Paula e Roque Enderle

Novo integrante Jacson e a esposa Aurea Lemos

Wagner Kleina e Viviane Alves

Geraldo e Márcia Cossetin

Marcos Vieira e Liara Post

Jordana e Felipe Cossetin

Marcelo Herrmann, Cristiana Mainardi, Márcia Formentini e Carlos Scapini, Maria Luiza e o governador distrital do Rotatry Gelson de Carli


Noite do peixe A Comunidade Evangélica Ijuí Centro promoveu em julho o seu tradicional Jantar do Peixe. A noite teve a música ao vivo de Estela e Luciano.

João e Mirna de Senna

Sirlei e Vilmar Rossini

Adriele Lopes e Alex Drews

Henrique Zimpel Santos e Renata Scarsi

Vander, Elenara e Henri Samersla

Elisandro Lange e Daniela Queiroz

Jantar espanhol O Centro de Cultura Espanhola de Ijuí promoveu em julho o Jantar de San Lorenzo, em sua casa típica no Parque de Exposições Wanderley Burmann. Teve música ao vivo de Cassiano Scheer e apresentação dos grupos de danças Hijos del Sol e Las Hermosas.

Nasser Hatem e Laura Isabel Pinheiro Hatem

Tuani Serafini e Uiliam Cargnelutti

Ana Júlia Cunha e Luan Vargas

Zaira, Bernardo Maurício e Anna Flora Benitez

Moacir e Elenir Bólico

STAMPA | 37


Os 60 anos do Banco do Brasil A agência do Banco do Brasil em Ijuí comemorou o aniversário com um concorrido baile, dia 4 de julho, na AABB.

Tiago Dalla Rosa e Sabrina Dalla Corte

Marlei Sinara e Heini Thomas

Elisandro e Lizane de Miranda

Mariléia e Alessandro Bazzan

Candida Somensi e Cristian Engelmann

Mateus e Larissa Gasparin

Sopa nos austríacos A Casa Austríaca no Parque de Exposições, promoveu no dia 11 de julho o 4º Festival das Sopas. A noite teve diversos tipos de sopas e complementos, apresentação de danças, de piano, a cargo da professora Tânia Brendler, e de músicas do folclore austríaco por Vania Diel e Lauri Bussler.

Juliana Campy e Geziel Souza 38 | STAMPA

Anderson Zarth, Ceres Avila e Evanez de Jesus Avila

Mirian e Volnei Acosta

Lucídio e Neusa Lima

Músicas do folclore austríaco com Vania Diel e Lauri Bussler


A

Questões femininas

Na Brasil Brau

BPW Ijuí - Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais promoveu na noite de 15 de julho, uma palestra com a historiadora, mestre em educação e pedagoga Graciele Fabricio, no Confraria Restaurante. O tema da palestra foi as conquistas, os desafios e as lutas das mulheres através do tempo. O encontro foi organizado pela advogada e integrante da diretoria da BPW Ijuí, Sonia Burtet, e contou com a participação expressiva de 40 mulheres. Graciele falou da evolução dos direitos, destacando que os avanços são visíveis, mas ressaltando o muito que ainda há por evoluir e conquistar. A proposta da BPW é também dar espaço e incentivar a atuação de suas integrantes, e nesse sentido o encontro teve um bureau de negócios, com exposição e venda de bolsas e calçados de Nadine Dubal e acessórios da loja Camarim. A reunião feminina encerrou com um bufê de sopas do Confraria, com algumas das deliciosas receitas que fazem parte do cardápio de inverno do restaurante da Família Casarin. Sandro Pinós, João Moura e Martinho Kuck no maior evento cervejeiro da América Latina

Marilda Almeida da Silva e Renée El Ammar

Daniela Vargas, Adelia Persich, Sandra Burtet e Andréia Menegon

Natalia Kuhn, Nelia Paveglio, Irene Mallmann, Marinês Goi e Patricia Goi

Neiva Brum e Ivone Franzen

A palestrante Graciele Fabricio

Marlei Ribas e Dulce de Pauli

O diretor do Chopp Ijuhy João Moura e os seus cervejeiros Martinho Kuck e Sandro Pinós participaram em julho, em São Paulo, da Brasil Brau, Feira Internacional de Tecnologia em Cerveja. Segundo Moura, a feira já se firmou não só como o maior evento profissional da indústria cervejeira no País, mas também como um encontro imperdível para todo o setor. A cada edição, o público pôde conferir as novidades em equipamentos, insumos e acessórios do segmento, além de provar os lançamentos das microcervejarias do Degusta Beer. Em paralelo, ocorreu o Congresso Brasileiro de Ciência e Tecnologia Cervejeira, que reúne profissionais de renome, atuantes no mercado nacional e internacional, para a apresentação de palestras e mesas redondas com novas técnicas e soluções para diversas aplicações do processo produtivo da cerveja. “Para a equipe do Chopp Ijuhy, foi muito importante participar, pois encontramos muitas novidades em termos de maquinários, e principalmente, em insumos e matéria-prima, e como a Cervejaria Ijuhy está entrando neste segmento de cervejas especiais, não podíamos ficar de fora desta feira”, declara João Moura. O mercado de cervejas especiais cresceu no Brasil e pode aumentar mais ainda, pois a harmonização de cervejas e gastronomia está conquistando a mesa dos brasileiros. “A Cervejaria Ijuhy levou à feira suas cervejas para degustação, e teve uma aceitação muito grande, já firmando contatos com parceiros em São Paulo”, conta Moura. STAMPA STAMPA|| 39 35


autorretrato

Natural de Encantado, o mastologista Gerson Jacob Delazeri, 40 anos, é mais um especialista que qualifica o atendimento de saúde em Ijuí. Casado com Cassiana Emmer Delazeri, é pai de Lucas Vicenzo Delazeri, 7 anos. Formouse na Universidade de Caxias do Sul em 2003, e fez residência médica em Mastologia no Hospital de Clínicas de Porto Alegre. Mestre em Ciências Médicas pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul, em 2010, foi professor universitário na Universidade de Santa Cruz do Sul. Atualmente atua no Cacon, o Centro de Oncologia do Hospital de Caridade de Ijuí, e em consultório na Clínica MediCenter.

Gerson Jacob Delazeri Um lugar: Serra Gaúcha Uma conquista: A formatura em Medicina Um sonho: Ver minha família realizada Uma alegria: Saúde Uma tristeza: Injustiça Uma saudade: Turma da faculdade Quem é chato: O arrogante O que me tira do sério: Hipocrisia Uma mania: Acordar cedo Marca pessoal:

Perfeccionismo e comprometimento O melhor presente: Meu filho Quero ir para: Itália Adoraria aprender: A ser mais tolerante Não vivo sem: Minha família Se pudesse, compraria: Casa na praia Gasto muito com: Viagens Melhor hora do dia: Quando chego em casa Prazer à mesa: Comidas simples, mas de qualidade, em boa companhia

Livro marcante: Médico de Homens e de Almas Som preferido: Pop Rock Filme inesquecível: À Espera de um Milagre Lazer: Viajar É lixo: Futilidades É luxo: Gentileza Mulher bonita: Angelina Jolie Se não fosse o que sou, seria: Frustrado Ijuí é: Uma cidade acolhedora e com potencial


SobreNomes Nome novo A loja Desigual agora é a Únnica. A alteração de nome, entretanto, não muda a proposta e o empenho da sua dona, a empresária Rosane Neckel, em trazer a Ijuí marcas renomadas de moda feminina, em looks superatuais para mulheres de presença marcante. Atenção pessoal a cada escolha de suas clientes, combinada com o bom gosto das coleções, é o que distingue Rosane no mercado de moda local, e assegura o sucesso de sua dedicação à moda.

Parceiros de sucesso

Swarovski em Ijuí A marca, que está presente no Brasil há 20 anos e passa por um período de forte expansão em território nacional, elege sua primeira embaixadora brasileira: a atriz e apresentadora da Rede Globo, Giovanna Ewbank. Em Ijuí, chega com exclusividade à loja de moda Nadine Dubal. Da Swarovski, Nadine Dubal terá acessórios e opções de presente, que se juntam aos calçados e bolsas de grifes exclusivas, para mulheres e homens.

O fotógrafo Mateus Mitsuo Asada e a empresária Anna de Bona, posam com as Meninas Modelo Laísa Grochanke Rossi e Maria Eduarda dos Santos ao final de uma intensa manhã de trabalho que resultou no belo ensaio fotográfico stampado nesta edição. Com looks exclusivos da loja de Anna, a Planeta Kids, as Meninas foram fotografadas nos ambientes alegres e divertidos da Aquarella Kids, espaço de festas infantis de Leticia Giovelli.

Família feliz O odontólogo Mauro Riethmuller e a publicitária Ivana Andary Riethmuller estão radiante com a conquista do filho primogênito Gustavo. Decidido desde muito pequeno a seguir a carreira do pai, Gustavo acaba de atingir sua meta. E a conquista veio com a marca consagradora de sua dedicação e empenho. Gustavo conquistou o primeiro lugar em Odontologia na Universidade de Passo Fundo. Formado em 2014 no Ensino Médio do Ceap - o momento feliz que a foto registra -, Gustavo dedicou-se inteiramente aos preparativos para o vestibular no primeiro semestre, e agora já está na sala de aula. A conquista de Gustavo tem sido festejada por toda família, mas muito especialmente pelo irmão Guilherme, e a fã número 1, a vó Jane Andary Kurtz. STAMPA | 41


CULTURA

Histórias policiais O ijuiense Fernando Henrique Donatto Agert é apaixonado por literatura policial e a este gênero tem se dedicado como escritor

C

O ijuiense Fernando H.D. Agert acaba de lançar seu segundo livro, Xeque-Mate

omo escritor, ele usa o nome Fernando H.D. Agert. Natural de Ijuí, Fernando tem 23 anos e é formado em Jornalismo pela PUCRS. Estudou no Colégio Geração Positiva e no Ceap, onde concluiu o Ensino Médio. O ofício de escritor começou há muito tempo em uma atividade na escola em que teve que criar uma história em quadrinhos 100% original. “Naquela época, em casa, eu comecei a inventar histórias para minhas próprias brincadeiras, algo que segui fazendo e se tornou um hobby”. Aos 15 anos, foi a primeira vez que surgiu a ideia de criar um livro e surgiram os primeiros personagens que deram origem ao primeiro livro chamado A Cidade do Crime. Foram seis anos dedicados a ele. Entretanto, esse hobby passou a ser encarado mais seriamente na época da faculdade, quando teve contato direto com a parte editorial trabalhando como estagiário em uma editora. “Conferindo de perto a fabricação de livros, pude observar se deveria seguir em frente ou parar. Como a minha primeira obra estava praticamente completa, decidi encarar esse mercado tão complicado e lançar o primeiro livro”. A primeira edição de seu primeiro livro saiu na editora Create Space, nos Estados Unidos. A Create Space pegou o planejamento do livro e colocou para vender no site da Amazon (site especializado na compra e venda de livros de todo o mundo). “Eu escrevi, revisei, editei e diagramei. Fiz tudo. Tive que trazer exemplares de lá, pra serem

vendidos aqui, assim como o segundo livro.” O primeiro livro A Cidade do Crime, RailPort Series, conta a história de Felipe Lenin e James O’brien, moradores da cidade, chamada RailPort, no estado de Maine, Estados Unidos. A grandiosa empresa Ocean & Rivers Corporation é quem controla toda a cidade e nela está o brasileiro Felipe Lenin, subchefe de segurança, que trabalha para defender os inúmeros negócios da companhia na cidade. O segundo livro da saga, lançado este mês, é Xeque-Mate. Desta vez, Max Wien Spier se unirá aos seus vizinhos do bairro de Kleines Mädchen para combater uma gangue irlandesa, chamada Iron Fist, que usa o bairro de Max como ponto de tráfico de drogas e prostituição. Outro personagem ativo é o argentino Daniel Herrera que será o detetive da história, procurando ligações entre a Ocean & Rivers Corporation e os assassinatos cruéis acontecidos no final do livro A Cidade do Crime. “Ambos os livros são do gênero romance policial noir, fonte francesa do início do século 20, que além de ter a velha história do bandido, crime e investigação, também une inúmeros fatores sociais que acrescentam mais intriga e ação ao gênero”. O próximo livro que Fernando pretende escrever ainda não está 100% definido. “Poderá ser um romance policial, passado num Brasil futurista, ou o primeiro livro da saga O Livro das Lendas, um romance épico, passado em um mundo novamente ficcional”.

Vi, li e recomendo Por Milton Pereira Diretor do Senac Ijuí

42 | STAMPA

O Amor nos Tempos do Cólera

Filme de Mike Newell É um drama romântico, retrata a história de um triângulo amoroso singular e único que dura 50 anos. Baseado na obra do escritor colombiano Gabriel Garcia Márquez, tem um elenco formado por grandes nomes, entre eles Javier Bardem e Fernanda Montenegro. Apesar de ser classificado como drama é uma história romântica que envolve e emociona até o final. O filme conta a história do triângulo amoroso que dura 50 anos (1880 a 1930), entre Fermina Daza e seus dois pretendentes, o poeta pobre Florentino Ariza e o médico Juvenal Urbino. Florentino (Javier Bardem) apaixona-se por Fermina Daza quando jovens, o romance não é bem visto pelo pai que a afasta dele, ela conhece Juvenal com quem acaba casando-se. A Florentino não resta nada a fazer a não ser esperar para poder conquistar seu grande amor.

O Monge e o Executivo

De James Hunter É um livro sobre liderança, sobre a impor tância do bom relacionamento entre o líder e seus liderados. Sobre o que é de fato o papel de um “líder” em uma organização. Li já faz alguns anos e acredito que continua sendo uma leitura interessante e indispensável para quem exerce ou pretende exercer a função de líder, pois instiga a pensar na grande responsabilidade de ser e estar em uma posição de liderança. O livro conta a história de um executivo de uma grande empresa que está vivendo momentos de dificuldades na vida pessoal e profissional e é aconselhado a participar de um retiro em um mosteiro, onde ele conhece um frade que é um ex executivo de uma das maiores empresas do País.


O Oscar do Sagrado A sétima arte é uma maneira muito atraente de incentivar o gosto pela leitura, entre jovens e adolescentes - uma receita que o CSCJ está usando com muito sucesso No Colégio Sagrado Coração de Jesus de Ijuí, o Festival de Curtas Literários, onde os alunos se tornam atores e diretores de suas próprias histórias, tem sido uma experiência enriquecedora e de grande aceitação e envolvimento por toda comunidade escolar. O projeto que iniciou no ano passado deu tão certo, que o Colégio repetiu a dose este ano, com o mesmo êxito. A filosofia do Sagrado se baseia no princípio de uma educação humanizadora, valorizando o sujeito e tudo que está relacionado a ele. Por este motivo, e também pelo entendimento de que a leitura deve ser hábito cultivado pelo prazer proporcionado e pela importância da ampliação de conhecimentos, o incentivo à leitura sempre esteve presente no fazer pedagógico de seus professores. Nesse sentido, se encaixa a proposta do projeto Curtas Literários, em que a leitura está presente, promovendo momentos de fruição, discussões e produções de diversos gêneros textuais. A segunda edição do projeto foi realizada em junho último. “Desenvolver o gosto e a sensibilidade pela arte, bem como compreender as expressões artísticas como uma forma de criar sentidos para a vida”, são propósitos também sustentados pelo projeto, conforme a coordenadora Rosita da Silva Santos. Ela destaca igualmente a importância do projeto para desenvolver habilidades leitoras e produtoras de textos, além de aprimorar criatividade, oralidade e a expressão corporal. Também estão envolvidas no projeto as professoras de Língua Portuguesa, Literatura e Artes Juliana Dellafavera, Nilza Manfio, Edite Porciúncula e Deise Barriquello. A diretora do educandário Lorena Beal,

Alunos vencedores deste ano reunidos no palco com direção e professores

comemora o sucesso da iniciativa: “os professores e alunos estão de parabéns pela inovação dessas práticas pedagógicas que vem agregando valor à aprendizagem”. O projeto Curtas Literários envolve todas as turmas do 6º ano do Ensino Fundamental ao 3º ano do Ensino Médio, em categorias diferentes devido ao nível de aprendizado, e é desenvolvido nas aulas de Literatura. O 6º e o 7º ano produzem um Livro Clipe, onde os alunos contam a história em uma espécie de propaganda do livro, mas deixando em suspense o desfecho, para incentivar os demais. A partir do 8º ano, os alunos fazem uma releitura da história por meio de um curta. Todo o trabalho é desenvolvido com acompanhamento dos professores, que vão orientando a elaboração dos roteiros, com dicas e críticas. Quando o roteiro está pronto e aprovado, os alunos partem para as filmagens. Este ano, concorreram mais de 30 trabalhos, dos quais 14 foram escolhidos para exibição ao público e aos cinco jurados, que são escolhidos na comunidade. As premiações acontecem por categorias entre 6º e 7º ano, 8º e 1º anos e 2º e 3º ano, e são destinados ao primeiro e segundo lugar para melhor curta, ator, atriz, figurino e trilha sonora.

Sofisticação à mesa Vamos combinar: não há coisa mais prática que um bom canapé. O tipo clássico é a própria definição de praticidade: comidas pequenas empilhadas sobre uma torradinha, uma rodela de pão, feitas para se comer com as mãos e de uma bocada só. Seja como for, o fato é que os canapés estão com tudo. E, assim como a gastronomia, eles também se sofisticaram. Quer impressionar seus convidados com canapés requintados e saborosos? Em Ijuí, ligue para (55) 9155-4477. Conheça o trabalho no Facebook, Cláudia Almeida.

STAMPA | 43


Perto ou longe, onde vivem ijuienses

Praça Colón, em Santo Tomé

Cesar Wadas e Bianca Mathioni

O

s namorados Cesar Herter Wadas e Bianca Cristina Sonego Mathioni estão em Santo Tomé, estado de Corrientes, na Argentina. Eles estudam Medicina na Fundación de Ciências de La Salud Héctor A. BarcelóSanto Tomé. Ele no 4º semestre, ela no 3º semestre. Cesar, 22 anos, é natural de Ijuí. Os pais Leocir Wadas e a mãe Marga Herter Wadas são agricultores e vivem em Barreiro. Bianca, 21 anos, é natural de Catuípe. O pai Adelar Mathioni é proprietário da empresa Mathioni Car, e a mãe Rubia Cristina Sonego é professora de Biologia no Colégio Tiradentes da Brigada Militar em Ijuí. A oportunidade de cursar Medicina na Argentina surgiu por meio de um amigo, conta Cesar, e “impulsionado pela vontade de realizar este sonho, o apoio da família e a certeza de buscar melhorar a qualidade de vida da população, decidi me inscrever”. Cesar diz que foi bem acolhido na cida-

40 | STAMPA

Faculdade Fundación de Ciências de La Salud A. Barceló

de e no ambiente de estudo e hoje está seguro de que fez a escolha certa. “Hoje tenho plena certeza de seguir na carreira, me formar e fazer residência, que ainda não defini”. Cesar conheceu Bianca quando estava cursando o último ano do Ensino Médio em Ijuí. “Quando ele me contou sobre suas experiências aqui na Barceló, fiquei muito interessada. Meu sonho sempre foi fazer Medicina. Então, comecei a pesquisar sobre a Faculdade, procurei conversar com pessoas que haviam cursado e estavam cursando Medicina”. O que chamou muito a sua atenção foi o nível de exigência, a qualidade dos professores, a pesquisa realizada e também o custo de vida. “Vim passear na cidade, procurei conhecer a instituição e tive certeza que aqui seria um ótimo lugar para minha formação. Conversei com minha família, argumentei, mostrei dados positivos e obtive o apoio de todos, sem os quais não seria possível estar aqui”. Três anos se passaram, e depois de muitas dificuldades superadas, muitos sacrifícios feitos, Bianca tem a cada dia a certeza de que tomou uma excelente decisão. “Estou realizando o curso pelo qual sinto paixão, e sempre com o apoio e a companhia do meu namorado. Nunca desmerecendo o valor das nossas universidades brasileiras, universidades de excelência, mas além de uma questão de escolha, foi uma questão de oportunidade”, ressalta Bianca. Santo Tomé, segundo eles é uma cidade simples, com muitas semelhanças aos costumes que cultivam no Rio Grande do Sul. “Um povo que trabalha por um dia a dia melhor e uma cidade que se desenvolve com a presença da faculdade, do cassino e da fronteira internacional que compartilha com São Borja”. Como acadêmicos de Medicina, eles têm um dia a dia intenso. Elaborar trabalhos, estudar para várias provas durante a semana, às vezes mais de uma no mesmo dia. “Por ser tempo integral, fica difícil manter atividades fora da faculdade. As atividades que aliviam a tensão da faculdade são a prática de esportes e os churrascos com os grupos de estudo”, comenta Cesar. Bianca conta que uma das dificuldades foi o idioma, mas que logo foi superado com a dedicação e pelas semelhança com o português. Para o futuro, eles ainda estão avaliando as oportunidades. “Estamos avaliando as situações econômicas dos países para que possam nos proporcionar o mínimo de condições de atuar com qualidade. Gostaríamos de ficar perto da nossa família, sabendo das qualidades que oferecem os hospitais e instituições de nosso município, mas ainda não nos decidimos. A única certeza é que procuraremos realizar nosso trabalho da melhor forma possível”, finalizam.


Perto ou longe, onde vivem ijuienses

Alex Dyrks

O

ijuiense Alex Dürks, 26 anos, atualmente mora em São Paulo. Em Ijuí, moram os pais, o caminhoneiro Elemar Dürks e a dona de casa Rosane Owergoor Dürks. A irmã Alana Dürks estuda Medicina em Pelotas. Alex atua como modelo e é produtor executivo de eventos há mais de 10 anos. Ele se mudou para São Paulo aos 15 anos, para tentar a carreira de modelo. Logo descobriu que o backstage também era algo fascinante, e aproveitou a oportunidade de fazer as primeiras produções. Estava feliz e realizado com duas profissões. “A carreira de modelo, por um lado me dá uma vida de celebridade por alguns minutos, algo que me diverte e, ao mesmo tempo, ganho para isso. É muito bom, por exemplo, fazer o comercial do Ministério do Turismo do Maranhão, passando 15 dias visitando todos os pontos turísticos do Estado, gravando takes em tirolesa, rapel e lugares paradisíacos, e ainda ganhando para isso. Ser modelo possibilita muitas coisas boas”. Na época em que ele fazia desfiles nos programas da Hebe Camargo e da Luciana Gimenez, conheceu muitas pessoas do meio artístico. Celebridades, produtores, diretores, e como sempre foi muito curioso, aproveitou para entender como se fazia a televisão. “Como regular luzes de palco e comandar equipes, e muitas coisas que na época foram surpreendentes para mim. E hoje as uso muito em meu dia a dia”. Alex já gravou comerciais para GM, Extra, Oi, Pokerstars (que está no ar), da Claro, entre outros. Outros comerciais estão previstos para serem gravados já nos próximos dias. “É muito bacana viver nesse mundo quando se gosta disso tudo, ter muitas fotos em diversas situações, ter uma foto sua em uma revista ou em um outdoor, ter 30 segundos para trocar de roupa em um desfile, fazer cara de paisagem fotografando de sunga a 4 graus, comer chocolate em cenas, tomar 12 iogurtes em menos de 20 minutos por que não acertou a cena, comer presunto mesmo sendo algo que detesta profundamente. Tudo isso se torna engraçado e de muita recompensa”. Alex estampou a capa da Stampa em fevereiro de 2007, quando foi o Modelo da Capa. “Foi algo incrível na época, e dali para cá só triplicou essa sensação. A capa da revista me abriu portas em São Paulo. Chegar lá com uma capa de revista foi legal. Ela entra no portfólio de modelo, como um trabalho já feito e não somente fotos de um book. Isso contou muito para os trabalhos iniciais da minha carreira”, finaliza. Ensaio para grife masculina Ricardo Almeida e como Modelo da Capa da Stampa em 2007

Participando de um teste drive de motos que fez para a Ducati no sambódromo de São Paulo

Em Ijuí, com o pai Elemar Dürks

STAMPA | 41


O grupo de viajantes diante da Acrópole em Atenas

Almoço especial junto ao Rio onde Lídia (personagem biblíca) foi batizada

Pelos Caminhos de Paulo Grupo de 25 ijuienses integrantes da Faculdade Batista Pioneira de Ijuí, foram à Grécia percorrer o caminho bíblico

O

grupo partiu de Porto Alegre, em 21 de junho, em viagem coordenada pelos professores Claiton André Kunz e Marivete Zanoni Kunz, e Efstathios Tsotsos e Paraskevi Kotta, que são alunos da Faculdade em Ijuí e naturais de Tessalônica, na Grécia. Como a Faculdade Batista Pioneira possui o curso de Teologia, tem realizado viagens de estudo para diversos países, entre eles, Israel, Egito, Jordânia, Turquia e Grécia, além de viagens de intercâmbio cultural para o Chile, Peru, Paraguai e Moçambique. Neste ano, aproveitando a presença dos alunos gregos, foi concretizada a viagem de estudos, denominada Os caminhos de Paulo na Grécia, com o propósito de refazer os caminhos que o apóstolo Paulo fez naquele país, há dois mil anos. A viagem foi totalmente planejada e conduzida pela Faculdade, com auxílio de uma agência da cidade de Alexandropouli, na Grécia. O grupo visitou inicialmente Atena, a capital da Grécia, onde passearam na Acrópole e Parthenon, um dos mais importantes monumentos da herança global da Unesco e uma das sete maravilhas do mundo, o Areópago, o Museu da Acrópole de Atenas e Estádio Panathinaico, construído em 1896 para os primeiros Jogos Olímpicos contemporâneos. Passaram pelo Peloponeso, visitando o canal de Corinto, o sítio arqueológico de Corinto, o sítio arqueológico de Mecenas, o antigo teatro

de Epidauro que foi construído por volta de 330 a.C. Participaram de um cruzeiro em três ilhas da costa grega: Hydra, Poros e Egina. Também passaram por Meteora, região central da Grécia, onde fica um conjunto de rochas imensas em meio ao campo; Tessalônica, cidade fundada em 315 a.C. Na cidade de Filipos, foram ao porto de Neápolis (atual Cavala), o primeiro lugar da Europa em que Paulo chegou. “Passeamos pelas ruínas da cidade antiga, a prisão onde Paulo ficou retido, as primeiras igrejas construídas na cidade com a sua arquitetura, e depois fomos até o rio Zugantes, onde Lídia foi batizada, conforme o Livro de Atos dos Apóstolos”, conta o professor Claiton André. Após passeios por Vergina, Pela, Nicópolis Preveza e Parga, o destino foi Sivota que possui pequenas ilhas cheias de florestas, onde as águas cristalinas chamaram a atenção de todos. “Apesar de todas as notícias sobre a crise na Grécia veiculadas aqui no Brasil, a população da Grécia estava muito tranquila, conduzindo normalmente seu dia a dia. O povo grego é muito hospitaleiro, recebendo muito bem todos os seus visitantes. Chamaram a atenção, além da quantidade de locais históricos e arqueológicos, os locais de natureza exuberante, as praias com águas limpíssimas e a culinária fantástica da Grécia”, conta Claiton.

Reuniões no exterior O Na Torre Eiffel, em Paris

46 | STAMPA

presidente da Confesol (Confederação das Cooperativas Centrais de Crédito Rural com Interação Solidária) e diretor presidente da Crehnor Noroeste, Ailton Croda, esteve em Roma e Milão, na Itália, e em Paris, na França, no mês de junho. Como representante da Confesol, Ailton participou de uma reunião em Roma, com a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO), organismo da ONU que cuida da agricultura no mundo. Ele se reuniu para tratar sobre agricultura familiar com o diretor Roufe Rokeback que é assessor geral do diretor, José Gasiano. Em Milão, participou da assembleia da WFO, uma organização mundial dos agricultores, que debate os temas mundiais da agricultura do planeta, com foco nos três grandes objetivos da FAO: acabar com a fome no mundo, a nutrição e o clima. “Nesta assembleia estive com representantes

de mais de 100 países dos cinco continentes, debatendo estratégias para atuar junto ao parlamento e à sociedade civil para que o mundo, até 2025, diminua drasticamente a fome, aumentando a qualidade dos alimentos e respeitando o meio ambiente.”. Ailton Croda aproveitou para conhecer as principais atrações de Milão e antes de retornar ao Brasil também foi conhecer Paris.

Ailton, primeiro sentado à esq., em reunião da FAO, na Itália


VIAGEM

Expo à italiana O designer gráfico e coreógrafo Vantuir Patrick Vione integrou o grupo ijuiense que foi a Letônia (abaixo) e depois seguiu em viagem solo à Itália

V

antuir Patrick Vione esteve primeiro na capital austríaca Viena, em julho. Lá ficou cinco dias. “A cidade é muito limpa e organizada. Uma cidade repleta de atrações turísticas para visitar, algumas realmente imponentes e majestosas, afinal é uma cidade imperial. O povo é extremamente educado e gentil com os turistas. Fiquei hospedado na casa de amigos que me mostraram o melhor de Viena”. Entre as visitas, destaca o Parlamento, e os palácios da realeza vienenses - Schönbrunn, Belvedere e Hofsburgo bem na cidade antiga. Ele teve uma oportunidade que não imaginava existir, a de nadar e mergulhar nas águas verdes do rio Grande Canal de Veneza, Itália

Danúbio, em um novo canal construído para os vienenses praticarem esportes e tomarem sol. De Viena, ele partiu para seis dias em Milão, a cidade italiana conhecida como capital da moda e do design. Lá foi conferir a Expo Milão, que chamou de ‘Expo experiência’, pois a cada pavilhão que entrava, experimentava sensações, sabores, o melhor do design arquitetura e tecnologia. Essas exposições universais reúnem dezenas de países que apresentam os novos avanços da humanidade, promovendo a troca de conhecimento entre povos, com valores e estilos de vida diversos. A Expo Milão, com a temática “Nutri o Planeta, Energia para Vida”, começou em maio e vai até o final de outubro. Vantuir visitou os pavilhões do Japão, Alemanha, Israel, Emirados Árabes Unidos, Cazaquistão, Brasil, Tailândia. “Andei muito, procurei olhar tudo o que o tempo permitia, evitando ao máximo grandes pausas. Praticamente andei o tempo todo, e fiquei com bolhas nos pés”. O último dia em Milão foi dedicado a visitar a famosa catedral, Duomo, e subir ao seu telhado para observar a cidade de Milão de outro ângulo, do alto. Para finalizar o dia e a viagem, um jantar em um dos restaurantes de Navigli, um famoso bairro milanês cortado por canais, sendo um dos pontos mais movimentados da cidade, principalmente no período noturno.

Grupo Staburags na Letônia Os dançarinos do Centro Cultural Leto de Ijuí descobriram a Letônia, em uma viagem cheia de encantos, emoções e aprendizagens. De 18 a 29 de junho, o grupo esteve na capital Riga, Janjelgava, Sigulda e Jurmala, descobrindo e vivenciando seu cotidiano e sua riqueza cultural. A missão, segundo o coreógrafo Sandro Medeiros, era aproveitar a Letônia da melhor maneira possível. “E foi isso o que o Grupo

Staburags fez, viveu integralmente a Letônia nesses dias por lá”. O Grupo Staburags conheceu o lugar onde existia o monte rochoso que batizou o grupo, e apresentou-se em um festival na cidade de Janjelgava, onde além das danças letas, mostrou as do folclore gaúcho. Na celebração do Ligo, o grupo Staburags pode ver e sentir toda a emoção da celebração da chegada do verão e os pedidos de bons dias para colhei-

Expo Milão “Repleto de restaurantes, pizzarias, bares e casas noturnas com uma vida jovem e agitada”. De Milão, o ijuiense foi a Veneza, que também o encantou: “Suas ruelas serpenteadas e quase labirintos, seus milhares de canais, pontes, os famosos gondoleiros ao preço de 80 euros e toda aquela beleza que imaginei. Confesso que dei aquela suspirada no campanário de São Marcos, a 100 metros de altura, que tem uma vista da cidade que considero imperdível”.

tas futuras, bem como saudações ao fogo, e principalmente, ao sol. Integração com os grupos de danças locais e adquirir um pouco mais de conhecimento foram objetivos também alcançados pelo Staburags. “Assistimos a um grande concerto de danças e fizemos um pequeno ensaio com os melhores dançarinos do Grupo Dancis de Riga, um momento de grande aprendizado para o grupo”, conta Sandro. O encontro com a ministra da Cultura da Letônia Dace Melbarde foi um dos pontos altos da visita. Ela ‘intimou’ o Staburags a voltar a Letônia para o grande festival de canto e dança de 2018, que celebrará os 100 anos de independência da Letônia. “Poder vivenciar os costumes de um povo que ama e idolatra sua cultura, tornou-se um prêmio de valor muito grande para todos os dançarinos que foram a Letônia”, finaliza Sandro. Encontro com a ministra da Cultura

Integração gaúcha com grupo da Letônia

STAMPA | 47


NAS ESCOLAS

Quem é mais importante na educação: a escola ou a família?

“Eu acho que a escola tem o dever de ensinar e a família de educar, pois educação é a base de tudo. O ensino precisa vir desde pequeno, mas como escola não entra na vida da criança logo após o nascimento, os primeiros ensinamentos precisam vir da família.” Paola de Oliveira da Silva, 16 anos - 2º ano, EFA

“A família é mais importante na educação, porque quando a gente nasce a família já começa a nos educar, e a escola entra mais tarde em nossas vidas, ensinando coisas mais específicas.” Betina Michael, 16 anos 2º ano, EFA

“Acredito que seja a escola, pois é ela que ensina os conteúdos e como viver em sociedade, a família é importante para oferecer apoio em todos os momentos.” Bernardo Schimaniak, 15 anos – 2º ano, EFA

“Os dois são importante na mesma proporção, porque a educação oferecida pela família é mais em relação ao caráter, e a educação oferecida pela escola é mais convencional. Porém, se unir os dois, as pessoas obtém mais sucesso no futuro.” Julhano da Silva Franke, 16 anos – 3º ano, Ruyzão 48 | STAMPA

“A escola e a família são fundamentais para o crescimento da pessoa, mas, a educação começa desde casa. A escola é um complemento para amadurecer o pensamento das pessoas, e a família dá educação para os filhos chegarem na escola e continuarem a aprender cada vez mais.” Talyson Mengue, 18 anos – 3º ano, Ruyzão

“Eu acho que os dois são importantes, porém a família é o berço e o princípio de tudo, é quem primeiramente ensina a respeitar as pessoas. A escola é onde a pessoa começa a ver como é a vida, aprendendo além do que foi ensinado em casa, começando a ver todos os lados, e sendo mais cidadão.” Vitória Gasparetto, 16 anos – 2º ano, Ruyzão

“A educação vinda da família é mais importante, pois é ela que oferece a base de tudo. A escola irá complementar aquilo que a família ensinou, para a criança ou adolescente praticar no ambiente em que vive, auxiliando a pessoa a se inserir na sociedade.” Liliane de Miranda Taborda, 16 anos – 3º ano, Ruyzão

“No meu ponto de vista a escola tem maior importância, mas com o acompanhamento da família. O papel da escola é o de ensinar o aluno, mas a família precisa estar junto para cobrar respeito e educação.” Henrique Baldo, 16 anos – 2º ano, EFA


O BOTICÁRIO Glamour Amour - R$ 99,00 ASPECTUS MODA MULHER Jaqueta Nesci 4X R$ 122,25

BOUTIQUE NINAR Cômoda Ópera Blanc R$2.882,00

LOJA UNNICA Vestido Moikano BOUTIQUE NINAR R$ 232,00Uran Chicco Carrinho - R$ 2.615,45

MOBILIÁRIO 21 Licoreiras bico de jaca - de R$ 40,00 a R$ 60,00 e bandeja Bali - R$ 146,76

NADINE DUBAL Bolsa Loucos e Santos 4X R$ 134,90; bota Morena Rosa - 4X R$ 124,90

THYERS Bolsa Lança Perfume - R$ 438,80

HIDROLUX Variedade em porcelanato 62X62 Retificados - R$ 35,90 m²

LOOKS ÓPTICA BEBIDAS 24 HORAS Relógio Michael Kors Cesta de café da manhã R$ 1.978,00 - R$ 148,90

FOR MEN Camisa de algodão R$ 169,00; calça de sarja - R$ 126,00

LOJAS PARATY Arranjo de flor (completo)- R$ 230,00

BELLA DONNA Camisa Chemiz R$ 149,90

HYDROLUX Lampada Ultra Led 5W - R$ 17,90 DECORPORE Blusa rosa R$ 88,40; leg R$ 86,00

LE MOND Camisa Jeans manga animal print Dimy - R$ 338,80

NADINE DUBAL Bota Camurça Vicenza - 4x R$ 112,50; bolsa Carmim - 4x R$ 168,50 ANIMALE Caminha Pol Corn Mamuty R$ 207,90

POCHMANN Relógio Technos masculino automático 10X DE R$ 98,90 GEMA MODA INFANTIL MOBILIÁRIO 21 Agasalho Fabula- R$ 227,70; DOCE LAR Espelho Lady Like calça Fabula R$ 139,50 - R$ 222,24 Edredom Hedrons Plush Crocco casal R$ 258,00, em até 3x ou R$ 225,00 à vista

FARMÁCIA LOBATO Antiséptico bucal Trihydral - R$ 19,90 cada

VIVAS MODA HOMEM Camisa Dudalina e traje Carbonelli - look completo - 10X R$ 75,00

POCHMANN Relógio Technos troca O BOTICÁRIO pulseira masculino - 10x FOR MEN STILETTO Men Hidratante e protetor de R$ 134,40 For LAR Men Peep - Camisa algodão Toe -deR$ 199,90 - R$ 86,00 LE MOND solar para o rosto - R$ 59,99DOCE Edredom Casal Karsten - R$ 254,00 Camisa Dimy - R$ 288,80 STAMPA | 45 49


Humor & Cia Colabore com este espaço. Mande temas divertidos para: stampa@jornaldamanhaijui.com

A garra térmica da loira Uma loira entra em uma loja e vê uma coisa brilhante. - O que é isso? - pergunta ela. - Uma garrafa térmica - responde o vendedor. - E o que ela faz? - pergunta ela. - Ela mantém frias as coisas frias e quentes as coisas quentes. A loira compra a garrafa térmica. No dia seguinte, ela a leva para o trabalho. Seu chefe, estranhando aquele objeto brilhante, pergunta: - O que é? - Uma garrafa térmica - responde a loira. - E o que faz? - pergunta o chefe. - Mantém quente as coisas quentes e frias as coisas frias. - E o que tem dentro? A loira, satisfeita, diz: - Duas xícaras de café e um suco gelado.

Convite

O rapaz da festa olha para uma feinha sentada e pergunta: - Quer dançar? A feinha toda animada responde: - Quero sim! E ele: - Então vai que eu quero sentar!

‘‘

Um menino estava tão viciado em facebook e whatsapp, que deixou sua mãe tão preocupada que ela decidiu levá-lo a uma igreja. No culto, o pastor fala para ele: - Você aceita Jesus? E o menino: - Só se ele me adicionar... Dois velhinhos conversando, um diz ao outro: - Meu organismo funciona igual a um relógio!… O outro pergunta: - Por quê? O velhinho responde: - Todos os dias às 6 horas eu mijo, às 6 e meia eu faço cocô e às 7 horas eu acordo!

Qual é a diferença entre a calça e a bota? - A bota a gente calça e a calça a gente bota.

Se o cachorro tivesse religião, qual seria? - Cão-domblé!

Copa América Que linda homenagem que os jogadores fizeram pro Neymar! Se ele não joga, eles também não jogam.

Cantada nerd Seu pai trabalha no Google? É que em você encontrei tudo o que procurava.

ENTRE ASPAS

“Sofremos muito com o pouco que nos falta e gozamos pouco o muito que temos.”

William Shakespeare (1564-1616), poeta e dramaturgo inglês, considerado o maior de todos os tempos

50 | STAMPA


Stampa agosto  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you