Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

Ano 43 - Nº 351

R$ 3,00

Eleitores decidem futuro de Ijuí Mais de 64 mil pessoas estão aptas a votar no domingo para a escolha de prefeito, vice e vereadores. | 3 a 10

A CARROÇA É NOSSA

Motorista mata ciclista e PC apura Tragédia foi registrada em AugustoPestana.Condutor fugiu do local. | 20

Famurs busca solução de creches Se prontas, creches permitiriam zerar o déficit de vagas no Estado. | 18

Grupo Xama de Teatro encenou a peça na Praça da República para um grupo de crianças | 21

Juíza da 1ª Vara Crime de Ijuí define insegurança como "problema social" Em entrevista concedida ao Grupo JM, Maria Luiza Pollo Gaspary também fala sobre a expectativa da nova função. | 11

Judiciário fará chamada pública para todas as farmácias do Município Objetivo é fazer um levantamento de preços de medicamentos e reduzir gastos dos governos com ações judiciais na Saúde. | 13

ATENÇÃO LEITORES Em função das eleições municipais realizadas neste domingo, o Jornal da Manhã vai às bancas excepcionalmente nesta segunda-feira, dia 3, para levar ao leitor a cobertura completa e o resultado do pleito.

cmyk


RADAR FIES - Diante do atraso no pagamento do Fundo de Financiamento Estudandil (Fies), que segundo as instituições privadas de Ensino Superior tem travado as renovações de matrículas, representantes do setor estiveram em Brasília, na quinta-feira, e foram recebidos no Palácio do Planalto. Segundo O diretor executivo da Associação Brasileira de Mantenedoras do Ensino Superior, Sólon Caldas, o impacto é maior nas pequenas e médias instituições, que não têm condições de arcar com o custeio e matrículas dos estudantes financiados. “Fomos ao MEC [Ministério da Educação], à Casa Civil, ao Planalto e o que a gente percebe é que o governo não está dando a importância devida dada a gravidade da situação. É um problema que precisa ser resolvido”, criticou. CAMINHADA- Hoje, acontece mais um circuito de caminhadas, realizado pela Corpus Academia com apoio da Coordenação Municipal de Desporto e Lazer (CMDL), com destino ao Parador, na saída velha para Cruz Alta. O percurso tem cerca de 12 km, com saída as 15h da frente da academia, onde haverá alongamento coletivo coordenado pelo professor Claudio Persson. O objetivo da caminhada é incentivar a prática da atividade física, já que ela é bastante democrática, pois podem participar desde crianças até a terceira idade, atletas ou não e sem a preocupação da competição. LEI - Publicada na última sexta-feira, a Lei 13.341/2016, que dispõe sobre a organização da Presidência da República e dos ministérios, com redução de 32 para 26 pastas e corte de cargos e funções comissionadas. O texto, publicado no Diário Oficial da União (DOU), foi sancionado ontem, com vetos, e consiste na conversão da Medida Provisória 726, a primeira MP de Michel Temer, editada em 12 de maio, primeiro dia de Temer como titular da Presidência do País, ainda como interino. EXPO-IJUÍ - Durante a ExpoIjuí/Fenadi 2016, a Agropecuária Didoné trará ao público uma mostra de aves exóticas. O objetivo de trazer os animais para a feira é divulgar o trabalho feito pelo setor da agropecuária doméstica, principalmente o trabalho de criação de aves. Serão cerca de 30 espécies de aves disponíveis para a comercialização no período de 6 a 16 de outubro. Entre as aves estão Roselas, Rignetes, Mandarins, Manons, Pavão, Canários, Calopsitas, Diamante Golg, Faisão, entre outros. CANTO DE LUZ - O Festival Nativista Canto de Luz comemora mais uma vez o número expressivo de inscritos para a edição deste ano. Conforme divulgado pela Comissão Organizadora do evento na manhã desta sexta-feira, para a próxima edição, foram registradas 789 inscrições quando somados os compositores e intérpretes da Lamparina da Canção, festival destinado às crianças de Ijuí e região. Com promoção do Município de Ijuí e da Associação Cultural Canto de Luz, a programação do 5° Festival Nativista Canto de Luz acontecerá entre os dias 16 e 19 de novembro, no CTG Clube Farroupilha. A entrada é gratuita.

cmyk

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

2

OLHO DA RUA INDICADORES Poupança 16.9.2016 .......................0,6854 % Ouro 30.9.2016....................... R$ 139,00 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,2513 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,2519 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,1800 Dolar turismo (venda) ................... R$ 3,3900 Euro (compra) .............................. R$ 3,6525 Euro (venda) ................................. R$ 3,6532 IPC/FIPE Ago/2016 ...............................0,11% IGPM Ago/2016 ................................... 0,15% INPC Ago/2016 .....................................0,31% IPCA Ago/2016 .....................................0,44% IGP-DI-FGV Ago/2016 ...........................0,43% UPF/RS 2016.................................. R$ 17,144 *valores acima de R$ 300,00

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

Um transentulho localizado na Rua Albino Brendler está sendo utilizado de maneira incorreta pela comunidade. Por algum motivo, alguém está deixando de fazer a coleta seletiva e jogando seu lixo doméstico no local, que, como o próprio nome diz, é utilizado para a remoção de entulhos.

ENTRE ASPAS "Tem muitos que querem (ver o Inter rebaixado). Ninguém quer nos ver como adversários", disse o jogador do Internacional, Alex. "Para quem está brigando por uma vaga na Libertadores, isso é muito importante. Aumenta ainda mais nosso desejo e nossa esperança de conquistar esta vaga", disse o jogador do Grêmio, Ramiro. "A paz é uma tarefa inacabada", disse o presidente americano Barack Obama. "A proposta da reforma da Previdência seguirá ao Congresso em semanas. Mais importante do que o tempo para a aposentadoria, é garantir que todos recebam o benefício, ou faltará dinheiro", disse o ministro da Fazenda, Henrique Meirelles. "No Brasil, a cada 25, 30 anos, temos um tropeço na democracia, como no impeachment de Dilma Rousseff (PT). Quem sabe vocês, jovens, consigam mudar o rumo da história?", questionou o presidente do STF, Ricardo Lewandowski. "O único tropeço no impeachment de Dilma Rousseff foi uma votação fatiada, com a contribuição decisiva do presidente do STF, Ricardo Lewandowski", disse o presidente do TSE, Gilmar Mendes. “Já temos ideia da motivação”, diz delegado Adriano Melgaço sobre jovem arrastada por carro no Menino Deus, em Porto Alegre.

1º 2º 3º 4º 5º

-

2.039 9.838 5.934 3.609 3.420

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

02 04 06 09 10 11 13 14 15 17 18 20 21 22 23 QUINA

CONCURSO nº

4197

03 16 23 42 55 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

Getúlio

1418


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

3

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

Santinhos nas ruas renderão multas Após o fim da propaganda política em rádio e TV na última quinta-feira, a campanha eleitoral 2016 termina oficialmente hoje. Candidatos, partidos e coligações só poderão promover ações como distribuição de santinhos, caminhadas e atividades gerais de campanha até este sábado, ficando vedada no dia da eleição qualquer manifestação coletiva em favor de qualquer candidato. Ontem, o juiz eleitoral Eduardo Giovelli concedeu entrevista ao Grupo JM para fazer um balanço sobre o impacto das novas regras na eleição municipal, e projetar o transcorrer do pleito de domingo. Conforme Giovelli, a estrutura da Justiça Eleitoral já está pronta para receber a votação. "Estamos com todo o aparato burocrático da eleição pronto desde o início da semana. As urnas já estão carregadas, organizado todo o esquema de distribuição para sábado, quando estas urnas serão levadas aos locais de votação. Além disso, já concluímos as reuniões com os mesários, que fazem um trabalho importante de

voluntariado", contou. O juiz eleitoral também falou sobre a utilização de material de campanha durante o dia de votações. Segundo ele, estão proibidas manifestações públicas e aglomerações de motivo eleitoral. No entanto, os eleitores poderão utilizar adesivos e demais adereços, fazendo sua manifestação individual. "Será permitido, por exemplo, ir votar com a camiseta, boné, crachá e até mesmo com a bandeira do candidato ou partido. Mas o eleitor só poderá fazer essa manifestação de maneira individual e silenciosa", explica. Por outro lado, aglomerações de pessoas próximas a locais de votação estão vedadas pela Justiça, assim como a distribuição de santinhos e panfletos. "Essas situações caracterizam boca de urna, que é uma infrigência à legislação, um crime eleitoral. Da mesma forma, ações como o transporte de eleitores é um crime sujeito a uma pena de quatro anos". Um fato incômodo para a comunidade e que se tornou corriqueiro nas últimas décadas é o

depósito de materiais impressos - os chamados santinhos - de candidatos em ruas e calçadas da cidade. Até 2015, não havia nenhuma sanção específica prevista para este tipo de atitude, algo que mudou no ano passado. "Essa é uma inovação da minirreforma eleitoral de 2015. Para este ano foi incluído um artigo que prevê uma sanção a essa prática. Imagina que eu chego na frente, por exemplo, da Escola Luiz Fogliatto e vai ter lá um monte de santinhos de um candidato. Isso vai ser documentado e este candidato estará sujeito a ter imposta contra si uma multa pecunária de R$ 5 mil a R$ 10 mil", pontua Eduardo Giovelli. Os comitês das coligações e dos partidos poderão ficar abertos, desde que não se configurem em um local de aglomeração de pessoas e distribuição de material de campanha durante o transcorrer da eleição. Os fiscais destacados pelos partidos para acompanhar as seções de votação também têm limitações em sua atuação. Conforme o juiz Giovelli, como estas

Eduardo Giovelli conta que multa gira entre R$ 5 mil e R$ 10 mil pessoas não são solicitadas pelo presidentes de mesa e presidentes poder Judiciário, não podem ter das seções eleitorais, no sentido qualquer interferência no decor- de que o fiscal tem o seu direito rer das votações. "Os fiscais são de fiscalizar, mas esta prerrogativa uma questão que sempre temos acaba aí. Ele não estará lá para intercorrências e, apesar de todas orientar ou ajudar o eleitor sobre orientações, acredito que vamos onde fica a seção ou algo desse ter intercorrências novamente. Já tipo. Ele não pode interferir no foi conversado bastante com os andamento dos trabalhos".

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

4

DIA COM PREFEITO

"Sim, nós podemos e queremos mudar" "Sim, nós podemos mudar!", garantiu Bira Teixeira, ao ser abordado por uma moradora do bairro Getúlio Vargas, em Ijuí. Aliás, nos últimos 45 dias, pelo menos, esse tem sido o lema do candidato da Coligação Construindo o Novo (PT, PSB e PCdoB). Bira Teixeira e Jean Arais têm apostado nessa ideia. Na certeza que é possível e é preciso mudar uma maneira de fazer uma política que está engessada há 30 anos. Ainda que diante das dificuldades impostas na redução (pela metade) no tempo de campanha, Bira Teixeira não esmorece. Pelo contrário. Faz dessa mudança a sua principal motivação para pulverizar suas ideias no maior número de pessoas. Reúne funcionários de empresas, usa e abusa dos meios digitais, se aproxima das aglomerações nas calçadas, bate de porta em porta infinitamente, em nome de uma ideia: "Eu só preciso de uma chance. Mais nada. Uma chance para mostrar que é possível fazer diferente", exclamou Bira Teixeira, com o dedo indicador em riste, em meio a um pequeno grupo de funcionários de uma empresa. Além das dificuldades impostas pelo encurtamento do período eleitoral, a campanha 2016 trouxe eleitores mais atentos devido ao trepidante cenário político em todo o País, e sobretudo, pelo restrito número de opções ao Executivo, em Ijuí. "É uma faca

de dois gumes. Essa redução do tempo de campanha inviabiliza o tempo de conversa com os eleitores. O eleitor está atento e muito reservado. Nessa eleição, inclusive, as pessoas estão mais ligadas ao que os candidatos falam. Essa é uma percepção minha se comparado a anos anteriores", concluiu o candidato Bira. Talvez esse seja o maior diferencial. Tanto na sua plataforma de campanha, quanto nos pequenos gestos do dia-a-dia, Bira Teixeira deixa bem claro que aposta nos pequenos detalhes para chegar ao principal cômodo da prefeitura municipal. Eram 10h15 quando o candidato foi notificado via WhatsApp por um amigo: "Lá na empresa tenho três colegas que estão indecisas", resumiu o texto. Pronto. Foi o estalo para que, sentado no banco do carona do seu automóvel, indicasse ao motorista a fonte de mais três possíveis votos. "Vamos agora para eu propor a ideia da mudança, afinal, nós podemos mudar", retificou em voz alta enquanto esfregava suas mãos em claro movimento otimista. Em outro determinado momento, Bira teve o cuidado de se deslocar até a região dos moradores da linha férrea, no bairro Ferroviário, para conversar com uma senhora de aparente 70 anos. Além de lembrar o projeto e o desejo da retirada dos trilhos que atravessam a cidade de Leste a Oeste, Bira fez questão de expor sua ideia dentro do tempo

e da maneira que, junto com sua comitiva de campanha, entendem como pertinente diante do atual contexto: valorizar cada voto como se fosse o último. "Quem não valorizar um voto, um eleitor, é bem provável que não vá valorizar todos eles juntos. Eu tenho tido o maior cuidado de dar atenção devida para as pessoas. Aquelas pessoas que eu consigo conversar, eu quero que elas tenham, naqueles instantes, minha ideia total. Às vezes por 30 segundos. Às vezes por 10 minutos. Mas acima de tudo, do eleitor valorizado", exaltou o candidato. MUDANDO O PENTEADO Em meio a uma concorrida agenda de campanha, na tarde da última terça-feira o candidato Bira Teixeira esteve juntamente com o Clube de Mães do bairro Glória. Enquanto explanava suas ideias e a possibilidade de oxigenar uma gestão de 30 anos, foi interpelado por uma interlocutora: "Bira, vou te dizer duas coisas, mas antes preciso te fazer uma pergunta: por acaso tu já mudaste teu penteado?", antes mesmo do candidato responder, a dona do questionamento já o sobrepôs: "Se tu não mudaste, eu te digo. A gente estranha no início, mas o resultado final é o mais gratificante. Lá em casa cinco votos já são teus. Todos nós vamos mudar o penteado já que estamos enjoados desse formato atual", revelou a mulher, para a gargalhada de todos que estavam

Um vice-prefeito à frente do seu tempo Durante oito anos viceprefeito, Bira Teixeira marcou um período diferente. Ao contrário dos seus antecessores, teve um papel protagonista na chapa formada com o prefeito Fioravante Ballin. "Tivemos um caso de vice-prefeito à frente do tempo", resumiu o candidato da coligação Construindo o Novo (PT, PSB e PCdoB). Com base em tamanha representatividade, Bira entende que a condição de vice exige uma postura atuante. "Eu tenho certeza de que nos meus oito anos, como vice-prefeito, eu fiz tudo que esteve ao meu alcance. Um viceprefeito que foi além daquilo que qualquer pessoa imaginava. Eu inaugurei um novo jeito de um vice atuar. Foi o fim das peças figurativas do passado de pessoas que não trabalhavam, não se dedicavam. Eu fiz um mandato atípico de vice-prefeito A partir dessa eleição, a participação do vice será de um novo papel", entendeu e previu Bira.

cmyk

Bira Teixeira representou um marco na atuação de vice-prefeito

Em conversa informal ao longo da cobertura da agenda, Bira lembrou a importância do cargo e o que pretende, caso seja eleito, em relação ao vice da chapa, Jean Arais. "O Jean vai ter autonomia, vai ter funções como vice-prefeito. Eu quero poder delegar a ele possibilidades que eu também tive, diante das características dele. Eu não concordo com o papel figurativo. Assim como eu ajudei muito, eu quero que o Jean possa me ajudar

da melhor forma possível. Essa é a oportunidade que ele quer. Essa é a oportunidade que nós queremos", explicou. Ao longo da terça-feira, ambos percorreram centenas de casas no Bairro Getúlio Vargas em nome de uma certeza: de que sim, é possível e é preciso mudar. Tiveram um espaço (e um fôlego) para esticar a campanha até próximo da meia-noite. Tal qual tem sido ao longo dos últimos 40 dias, pelo menos.

Bira Teixeira, reunido com moradores da Linha 2. Em busca de uma chance

no recinto. SITUAÇÃO X OPOSIÇÃO Embora o contexto político de Ijuí tenha homogeneizado o panorama Situação x Oposição, o representante da coligação Construindo o Novo deixa bem claro sua postura e a consciência diante dos atuais resultados. "Eu ajudei nos últimos oito anos. Evidente que eu tenho parcela de responsabilidade com o atual governo no qual eu sou vice-prefeito. Mas também é evidente que sou um candidato de oposição ao sistema de governo com 30 anos. O que estamos debatendo nessa eleição é de que lado se está desse sistema", explicou a um grupo de moradores da Linha 2, em um almoço-reunião, antes de ratificar aos presentes: "Minha campanha não é contra o candidato PERFIL Ubirajara Machado Teixeira nasceu em Três Passos (RS), tem 42 anos e é casado com a farmacêutica Natascha Mileto Sobrosa e pai da Helena, de um ano. Advogado, é formado em Direito pela Unijuí, pós-graduado em Direito Público Municipal e mestre em Desenvolvimento. Mudou-se para Ijuí ainda adolescente, e foi morar no bairro Glória. Concluiu o Ensino Médio na Escola Estadual Ruy Barbosa (Ruyzão) onde deu início a sua trajetória política ao ser eleito presidente do Grêmio Estudantil da instituição. Mais tarde, durante a vida acadêmica na Universidade também foi presidente do Diretório Central dos Estudantes (DCE). Os passos de Bira evidenciam que desde muito jovem é um militante lutador pelas causas sociais, que se indigna com as injustiças. Sua trajetória política, desde a pastoral da juventude, movimento estudantil e pastorais sociais, trouxe a vontade de ver uma sociedade mais justa, onde as mulheres e homens tenham

adversário. Minha campanha é a favor de Ijuí". Em um período marcado por analogias, ao final de 12 horas de experiência entre reportagem e candidato, nada mais natural que usar uma metáfora na reta final da campanha. Por volta das 18h30, depois de duas horas e meia de caminhadas sob céu azul e sol a pino pelo bairro Getúlio Vargas, Bira Teixeira lembrou um maratonista: "Às vezes o maratonista que vence não é aquele que larga na frente, é aquele que chega na frente", sintetizou Bira Teixeira. E foi assim, de porta em porta, com fôlego de um atleta, antes de se perder no horizonte formado por um corredor de residências. Um infinito formado pela esperança de que mudar é possível. Mudar é preciso.

Ubirajara Teixeira

uma vida digna, onde a juventude tenha no horizonte um futuro melhor. Bira é vice-prefeito de Ijuí pelo segundo mandato. Na administração municipal liderou a captação de recursos e demonstrou ter preparo e influência junto aos governos Estadual e Federal para ajudar a ampliar em mais de duzentas vezes os recursos destinados para o município em projetos.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

5

DIA COM O PREFEITO

O peso de um nome: Valdir Heck O dia começa cedo para o candidato do PDT, Valdir Heck, principalmente na reta final do período eleitoral. Logo de manhã, o encontro é com lideranças locais, colegas de partido, amigos e representantes estaduais. Na sala reservada, mas não afastada dos demais hóspedes, o grupo se reúne para o café da manhã e já conta nos dedos quantos dias ainda faltam para as eleições (cinco naquela manhã de terçafeira). Entre conversas sobre a agenda e visitas que ainda deveria fazer durante o dia, a espera ansiosa pelo domingo é presença constante. Aos poucos, os amigos e aliados da campanha vão chegando e agregando-se à mesa para debater os próximos passos. De repente, Valdir toma a frente, como já é de sua naturalidade, a liderança, e fala que o encontro daquela manhã se deu para incentivar o empreendedor que se tornou ijuiense de coração. “Precisamos prestigiar quem veio do Paraná e decidiu investir em Ijuí”, diz ele. Contrariando os burburinhos, Valdir é crente em afirmar que Ijuí é um município que gera empregos. Questionando os companheiros do porquê. “Porque oferecemos uma qualidade de vida que não se encontra em outras cidades. Oferecemos atendimento na saúde, educação e segurança”. Sobre investimentos, Valdir reforça que Ijuí é referência em oportunidade. Outro assunto abordado no café foi o curso de Medicina (antes mesmo da divulgação oficial do MEC) o líder lembrou

que a conquista já vinha sendo delineada ainda em 1991, (mais tarde, quando a Estácio de Sá foi anunciada como vencedora do edital, a reação foi de surpresa e perplexidade). Na mesa, as conversas sobre política, campanha e desenvolvimento econômico seguem. Até a hora de sair para o compromisso seguinte, Valdir ainda recebia os companheiros. No caminho até uma rádio local, onde tinha uma entrevista, foi lembrando-se das obras que foram realizadas durante seus mandatos, que não foram poucos, três na posição de prefeito, um como vice e ainda outro representando Ijuí no Estado como deputado. “AAvenida David José Martins asfaltamos no mandato e a ideia agora é revitalizá-la, ampliando o canteiro central e asfaltando toda a sua largura”, diz ele. Depois de uma breve espera, Valdir entra no estúdio, recebe as instruções do repórter e, em um ambiente que lhe é familiar, entra no ar para responder as perguntas sorteadas na hora. O cronômetro parece ir rápido demais, são tantas informações, tantos temas que gostaria de falar. Entre os assuntos, o candidato abordou as áreas de Segurança, Economia, Geração de Emprego e Renda e ainda Proteção Animal. Destacando que o Município tem potencialidades, oportunidades de trabalho e meios para qualificação da população. Na Segurança, Valdir enfatizou o trabalho de mais de 30

anos investidos na área. “Houve um trabalho forte das administrações, calcado em outras épocas, que envolveram as diferentes secretarias que buscaram atender as áreas mais vulneráveis”, disse. Sobre a Proteção Animal, tema delicado, Valdir foi firme ao dizer que “não se maltrata animais”. O ponto principal, como ele falou, é que existe uma necessidade de conscientização da população. Trinta segundos, sentencia o locutor. Valdir encerra a fala e o repórter lhe dá o tempo para as considerações finais. Confortável, ele clama à população para que compareça às urnas no domingo e escolha o candidato que melhor representa o povo. A CARTA- Depois da entrevista, ao lado da esposa Jussara, que o acompanha em toda a caminhada e cuida dele com carinho, uma pausa para uma breve roda de conversa e espera do colega de jornada Valdir Zardin. De repente ele é surpreendido por uma carta, escrita a punho por uma eleitora. No texto, a mulher trazia a admiração pelo candidato e um pedido: um olhar especial para os animais. Problema que já é antigo em Ijuí. Ela falava sobre a necessidade de se ter políticas voltadas aos animais (assunto que foi pauta da entrevista), área que tem sofrido com a falta de apoio, falta de conscientização e, por vezes, descaso. “Velhos problemas precisam de novas soluções”, dizia a carta. ÚLTIMAS VISTAS AO COMÉRCIO- Ainda pela manhã,

Participação da mulher Depois da visita aos comerciantes, em parte da manhã e da tarde, no fim do dia o encontro foi com as candidatas a vereadoras do PDT. Sete, no total. No diretório do partido o foco foi incentivar a participação das mulheres na política, nos dias que restavam para a eleição, a proposta foi de dar um fôlego na reta final àquelas que corajosamente assumiram a responsabilidade de concorrer a uma cadeira na representação da comunidade na Câmara de Vereadores na próxima gestão. No encontro, Valdir enfatizou a sensibilidade das mulheres na percepção dos detalhes, que fazem com que sejam reconhecidas por sua atuação. Inegavelmente emocionada, Jussara fez questão de dar apoio às candidatas, em sua grande parte amigas, que em outras épocas foram companheiras nas ações da primeira-dama. Entre palavras

No fim do dia, Valdir acompanhou um encontro com as candidatas

de apoio, ela falou, ainda, sobre a vida pública que assumiram, “em um compromisso com a comunidade”. Antes de encerrar as atividades do dia, Valdir falou sobre os últimos dias da campanha. “Tem sido de intensa movimentação, as

entidades têm nos convidado para fazer momentos de conversação sobre a ação político-eleitoral e o futuro governo, se assim for decidido”, diz ele cauteloso. “Esperamos um pleito normal, sem incidentes e que o resultado seja o reflexo do desejo da população”, completa.

Na caminhada pelas ruas, Valdir e Zardin encontram amigos de longa data

Valdir se uniu ao colega Zardin para visitar os comerciantes na Rua 15 de Novembro. Logo nos primeiros passos, Valdir já encontra uma amiga, a moradora da vila Santo Antônio Jocelia Dalla Rosa. A eleitora, alegre por reencontrar o amigo, foi veemente ao destacar a importância de exercer sua cidadania e votar no domingo. “Vou votar no Valdir porque depois sei de quem e onde cobrar. Não vou votar em branco”, afirma. Aos poucos, foram se agregando à dupla líderes sindicais, empresários, admiradores e amigos. A Rua 15, escolhida não à toa, também é uma das metas para a futura administração: o tão sonhado projeto de revitalização. Na caminhada, expôs suas ideias e ouviu demandas. Difícil andar mais de 50 me-

tros sem que ele encontre um conhecido, sem que ele reencontre eleitores que há muito tempo não via e que a memória não falhou ao lembrar-se da época em que estiveram juntos por um ideal. Desconhecidos, mesmo sem saber como é a fisionomia de Valdir, já tinham a certeza do peso que o nome carrega. Já sabiam quem escolher. Mesmo com todo o peso que o nome carrega, mesmo com toda a trajetória política, Valdir não parou no tempo. Ijuí cresceu, se desenvolveu, mudou e assim como tudo ao seu redor, Valdir acompanhou as mudanças pelas quais o Município passou, acompanhou o desenvolvimento da cidade e busca inovar de forma consciente. Como ele próprio disse, “a vida é uma escola permanente”, sempre se aprende um jeito novo, algo diferente.

PERFIL-

Valdir Heck é natural de Ijuí, nasceu em julho de 1944. Cursou o primário nas Escolas Doutor Augusto Pestana e Redentor, interior do município de Ijuí. Frequentou e concluiu as séries ginasiais no Ceap. Formou-se técnico em contabilidade, através da Cnec; sua formação superior pela Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras de Ijuí (Fafi) na graduação Letras Licenciatura Curta. Na profissão, Valdir atua em uma rádio local desde 1962. Hoje exerce a função de diretor da emissora. Lecionou magistério durante três anos na Escola Técnica 25 de Julho. Em 1982 foi eleito vice-prefeito; em 1988 foi eleito prefeito; em 1993 foi convocado pelo então governador Alceu Collares e exerceu as funções de secretário-substituto e secretário-geral da Secretaria de Obras do Estado. Em 1994 elegeu-se deputado estadual cumprindo seu mandato até o

Valdir Heck

final do período legislativo; no período 1999/2000 exerceu a função de coordenador da Bancada do PDT na Assembleia Legislativa. Em 2001 assume um segundo mandato de prefeito no município, sendo reeleito em 2004 para um novo período (terceiro mandato). Membro do Comitê de Auditoria do Banrisul (de agosto de 2010 a setembro de 2015).

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

DECISÃO IMPORTANTE

O

ENTREVISTA

próximo domingo marcará o retorno dos ijuienses às urnas para, novamente, escolher os representantes da prefeitura e da Câmara de Vereadores pelos próximos quatro anos. Mais de 63 mil pessoas estão aptas a votar em uma eleição que marcará um momento decisivo para Ijuí. O novo prefeito e o novo vice assumirão o poder Executivo após oito anos de uma mesma gestão, e terão como principal desafio implementar seus modelos administrativos dentro da nova realidade fiscal, econômica e política pela qual passam o País, o Estado e o Município. Entre os principais desafios dos novos líderes políticos estão questões novas e problemas antigos que ainda não foram solucionados. Um exemplo claro é a demanda cada vez maior por transparência no setor público em questões como administração de recursos e alocação de cargos. Mais de 64 mil Com o crescimento pessoas estão apdo acesso à infortas a votar em uma eleição que marcará mação, os cidadãos um momento decisi- cobram cada vez mais seus represenvo para Ijuí. tantes para que não adotem velhas práticas como o loteamento de cargos e o desperdício de dinheiro com luxos desnecessários. Falando a nível municipal, problemas históricos nos serviços também serão tema de cobrança ferrenha dos eleitores. É o caso da saúde, onde o atendimento eficiente para consultas e exames é uma reclamação recorrente. O mesmo acontece na educação, que tem como principal demanda atual o número insuficiente de vagas em escolas infantis. Com os desdobramentos da crise política que afeta todas as esferas de poder, o novo gestor provavelmente enfrentará, ao menos nos anos iniciais do novo mandato, muitas dificuldades para gerir a máquina pública local. Para 2016, a administração que está deixando o Poder teve de lidar com um rombo de quase R$ 14 milhões, comparando-se os recursos que foram orçados e aqueles que efetivamente chegaram aos cofres públicos. Antigo socorro das prefeituras, que conseguiam verbas para obras através de projetos, o governo federal se encontra em situação ainda mais calamitosa sob o ponto de vista econômico. O governo do Estado, que vem há anos sob penúria financeira, também não se configura em uma alternativa na busca de recursos. É neste contexto que o novo prefeito de Ijuí, assim como seu vice e os integrantes da Câmara, terão que exercer ao máximo o diálogo e a capacidade de gestão para lidar com as dificuldades que se impõem para a administração. Por essa razão, o eleitor deve estar muito seguro e consciente de seu voto. Deve conhecer muito bem seus candidatos e, caso sejam eleitos, cobrá-los para que façam um bom trabalho. Votar por simpatia ou por qualquer benefício recebido que não seja estritamente a confiança de uma boa gestão é algo muito grave. Teremos, no domingo, um momento decisivo, e devemos estar à altura para enfrentá-lo.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

Quais são as propostas que o senhor defende para essa nova gestão? Diria que é um desafio muito grande em estar à frente do ensino privado em nosso Estado, principalmente quando se fala em ensino a tarefa é muito árdua, muito difícil, mas acima de tudo, além da defesa intransigente da liberdade e do ensino privado, nós vamos trabalhar em duas frentes: a primeira delas diz respeito à inovação na educação, nós precisamos ajudar a escola privada a se reconstruir, a conseguir uma escola mais adequada aos dias em que vivemos, precisamos criar um novo espaço, fazer com que a escola seja mais atrativa aos jovens e entregue em melhores condições para a nossa sociedade. Sempre temos que procurar melhorar. Além disso, queremos criar um grande banco de dados, trabalhar não só com dados setoriais, mas com dados gerais para que possamos fornecer ao nosso associado informações suficientes para que ele possa tomar decisões gerenciais. Dois grandes projetos serão o carro chefe da gestão nos próximos três anos: fazer do sindicato um polo de irradiação de conhecimento e inovação, e a criação de um banco de dados para dar suporte às instituições associadas na tomada de decisões. Queremos, efetivamente, construir a escola do futuro, trabalhar com novas ideias, trazer a inovação para a educação. Nosso objetivo é oferecer ao associado uma base para que ele possa traçar e criar novos caminhos para a sua escola. O evento Educação 3.0 em debate, no qual recentemente o sindicato reuniu especialistas para falar dos desafios e da necessidade de mudanças nas práticas pedagógicas, é um exemplo sobre a forma que diversos temas devem ser tratados a partir de agora. A nova área, Inteligência Estratégica, deve auxiliar as instituições de Ensino Privado no que diz respeito a dados gerais bem como setoriais. Já estamos contratando um economista que dará assessoria às escolas e ao próprio sindicato, com a coleta de dados e sua transformação em informação, identificação de tendência e prospecção de cenários que podem orientar decisões estratégicas. No que se refere a segurança nas escolas, o Sinepe possui uma grande preocupação, tanto que realizou uma mobilização estadual. O que o senhor pode destacar nas ações que o Sinepe tem tomado em auxílio às escolas? Diria que são questões que nos envolvem no dia a dia, que não entra apenas em uma plataforma, mas estamos preocupados, não só como gestores, mas como cidadãos. Que não se pode andar na rua falando ao celular, não se pode estacionar o carro e não se tem segurança para levar um filho à escola. Formos recebidos pelo secretário César Schirmer, onde colocamos nossos anseios, nossas preocupações e temos conversado muito com a Brigada Militar. A BM tem sido uma parceira incansável do ensino privado. Tive uma reunião recente em Canoas, que envolveu as escolas daquele município, temos conversado diariamente com a BM em Porto Alegre e nas cidades do interior, que apesar da falta de efetivo tem feito um trabalho incansável em prol da nossa segurança. É uma questão do dia a dia, que envolve toda a comunidade e, sem dúvida, estamos atentos a essa questão e acompanhando a chegada e saída dos nosso alunos. O que foi reivindicado na audiência com o secretário Schirmer? O secretário tomou posse recentemente, mas pretende fazer algumas ações e já nos colocou que vai chamar

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com

Bruno Eizerik Presidente do Sindicato do Ensino Privado do Rio Grande do Sul (Sinepe/RS) policiais que estavam aposentados, que vai fazer investimentos na área, já temos a Força Nacional aqui, mas precisamos tomar medidas estruturais. Precisamos a construção de mais presídios, de mais vagas e uma política pública que nos dê segurança, porque o cidadão comum não deve estar inseguro. No Ensino Médio, como a proposta de reforma que está indo para o Congresso repercutiu no Sinepe? Essa é uma questão polêmica. Lamentamos apenas que a mudança tenha sido proposta através de uma medida provisória, que não tenha sido discutida. Mas a medida provisória está posta e está aí. Acredito que é uma proposta muito interessante, precisa ser amplamente discutida, ela ainda vai passar pelo Congresso, pelo Conselho Nacional e depois vai passar pelo Conselho Estadual, mas acima de tudo, essa proposta dá a liberdade para a escola propor e criar coisas novas. Então, ela acaba com o engessamento do Ensino Médio. Dessa forma, temos que saudar essa proposta de uma forma inovadora, todos nós falamos que precisa mudar e o governo federal deu o primeiro passo. Acredito que não seja uma versão definitiva, mas sim o início de uma nova escola. Quando nós falamos que não temos mais matérias obrigatórias, por exemplo, quando se fala que artes só vamos ter no Ensino Fundamental, não se está proibindo de ter a disciplina no Ensino Médio. Podemos ter uma escola que vai ter artes só no Ensino Médio. Com a reforma, temos a possibilidade de criar escolas das mais variadas formas e essa é uma liberdade que o projeto dá para se reinventar. Esse foi um salto democrático dentro daquilo que nós pregamos, que é a liberdade para ensinar. Nesse ponto, temos que saudar o projeto. Temos uma liberdade muito grande para as escolas trabalharem. Isso vale também para a escola pública e quanto melhor for a qualidade do ensino público, melhor será a do ensino privado. Acredito que finalmente vamos pensar no Brasil com a educação sendo prioritária. Só vamos mudar o País através da educação.

Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

www.jmijui.com.br

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0317 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

ELEIÇÕES 2016

Eleitores se dividem em 57 locais de votação No próximo domingo acontecem as eleições municipais para prefeito e também vereador. Em Ijuí são 57 locais de votação, onde os eleitores devem realizar seus votos. Segundo o chefe da 23ª zona do Cartório Eleitoral, Valdeci Vanderlei da Cunha, as urnas para a votação devem chegar em Ijuí perto das 8h30. "A distribuição irá ocorrer a partir das 6h30 e vão ser feitos os roteiros. Vai começar por Nova Ramada e depois vamos para os outros municípios, como Catuípe, Ajuricaba, o esperado é que por volta de até 8h30 da manhã saem as últimas urnas", comenta. Sobre o trabalho dos mesários, Valdeci acrescenta que todos estão instruídos a respeito do que será realizado no dia da eleição". Os mesários já estão instruídos e devem trabalhar

no dia da eleição através do auxílio da Junta Eleitoral e do cartório. Foi realizada a reunião onde eles tiraram todas as suas dúvidas, e estão sabendo o que fazer no dia da eleição. Em relação aos problemas, vamos gerenciar, pois cada situação é diferente, se for o caso de um gerador ou bateria externa para que a urna funcione será avaliado no momento da ocorrência". Em relação a votação biométrica, novidade nestas eleições, o chefe da 23ª zona do Cartório Eleitoral afirma que nos municípios de Catuípe e Ijuí a votação será mista. "Nesses dois locais teremos voto por biometria e também do modo normal. Portanto, quem fez o cadastramento vota através da biometria, quem não fez vota do jeito tradicional. Nos outros quatro municípios que englobam o Cartório Eleitoral de

Valdeci Vanderlei da Cunha

Ijuí, a votação é 100% biométrica", finaliza. No domingo, o eleitor deve levar um documento com foto para identificação. O horário de votação é das 8h às 17h.

7

Transporte funciona normalmente nas eleições Os horários de ônibus para as eleições deste domingo permanecerão os mesmos conforme cronograma da empresa Medianeira Transportes, que podem ser conferidos no site www.medianeiratransporte. com.br. Segundo o fiscal de trânsito da empresa, Valdenei Vagner dos Santos, os horários não serão alterados pela disponibilidade de ônibus em diversos locais do Município. "Temos uma ampla linha de ônibus que passa por todos os bairros e atualmente nós temos também diversas urnas em todos os bairros", confirma. Sobre o comércio, foi movida uma ação pelo Departamento Jurídico do SindiComerciários nesta semana, que conseguiu liminar na Justiça do Trabalho garantindo o feriado para os trabalhadores do comércio neste domingo, dia das eleições municipais. A direção do Sindicato encaminhou pedido na Justiça após dois grandes supermercados da cidade anunciarem que

abririam nesta data. Ambos os mercados já foram notificados pela Justiça. A decisão estabelece que “o dia das eleições municipais é considerado feriado. Já ante o estatuído pela Lei n° 10.101/2000, a abertura do comércio varejista em dias feriados encontra-se expressamente condicionada à existência de autorização constante em norma coletiva da respectiva categoria profissional, inexistente no caso vertente”. A liminar estabelece multa de R$ 5.000 por empregado, em caso de utilização de mão de obra no dia 2 de outubro e feriados subsequentes. “A utilização de mão-de-obra neste domingo consistia em evidente desrespeito ao direito dos trabalhadores do comércio. Lamentamos que, para garantir nossos direitos, tenhamos que acionar a Justiça contra as grandes redes supermercadistas. Mas sempre que necessário, nós vamos fazê-lo”, garantiu o presidente do SindiComerciários, Ari José Bauer.

Jovens buscam renovar cenário político com o primeiro voto No domingo, mais de 64 mil eleitores vão às urnas em Ijuí, desses, 917 têm 18 anos, 404 possuem 17 e 177 tem apenas 16 anos, para os dois últimos períodos o voto não é obrigatório. Mesmo assim, muitos fazem questão de exercer seu poder de escolha. No Colégio Evangélico Augusto Pestana (Ceap), os alunos Maria Constanza Erig, 16, Luiza Vione Zimpel, 17, João Pedro Berton Wissman, 17, Thiago de Bittencurt Buss, 18, e João Leonardo Feistel Cargnelutti, 17, irão pela primeira a vez às urnas amanhã e são unânimes ao dizer que votar é uma forma de exercer a cidadania, mesmo com a descrença do atual cenário político. “Constantemente a gente vê na TV que a situação está ruim, mas não adianta reclamar e fazer nada. É preciso votar para poder cobrar no futuro”, defende João Pedro Berton Wissman, 17. O jovem acrescenta ainda que se sente desconfortável com o cenário que se apresenta em Ijuí. “As promessas não vêm sendo cumpridas, então acho que é preciso mudar”, e para isso, em uníssono, eles afirmam que os jovens devem assumir um papel de liderança para que mudanças efetivas

ocorram. João Leonardo Feistel Cargnelutti, 17, avalia que Ijuí perdeu muitas oportunidades de crescimento, nas últimas gestões. “Isso acontece quando candidatos mais jovens e com ideias renovadas poderiam assumir. Ficar sempre nessa mesma ideia de que não vai mudar nada ou que pode até piorar, a cidade não vai evoluir”, diz o jovem. Entre os jovens de 18 anos, onde o voto é obrigatório, os alunos do Colégio Sagrado Coração de Jesus (CSCJ) Dienifer Badzinski, 18, e Felipe Biersdorf da Rosa, 18, dizem que participar de uma eleição municipal é muito importante para a comunidade. Para Felipe, votando se pode contribuir para o desenvolvi-

mento da cidade. “De todas as coisas que estão acontecendo no País, pensei que se eu votar posso tentar ajudar a mudar o rumo de toda essa situação”, defende. Para os dois alunos do CSCJ, a hipótese de votar em branco ou anular, está fora de cogitação. “A gente precisa escolher um, porque jogar o voto fora é complicado”, defende Dienifer, 18. Entre aqueles jovens que optam em não escolher um candidato e aqueles que ainda estão em dúvida, o domingo será um misto de novidade e sentimento de empoderamento por meio do voto. Da escolha daquele que irá liderar o poder Executivo municipal e irá representar a comunidade na Câmara de Vereadores.

No Ceap, os estudantes são críteriosos na escolha dos representantes

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

ELEIÇÕES EM IJUÍ

Maioria dos eleitores não tem Ensino Fundamental No próximo domingo, 2 de outubro, 64.189 eleitores estão aptos para escolher prefeito, vice e vereadores de Ijuí pelos próximos quatro anos. Esse é o tamanho do colégio eleitoral local, conforme estatística divulgada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Levando em conta o gráfico de evolução do número de eleitores no município, Ijuí ganhou, em um período de oito anos, quase seis mil novos eleitores, já que nas eleições de 2008 eram 58.553 cidadãos aptos a votar. Quatro anos depois, em 2012, o colégio eleitoral de Ijuí já somava 61.441 eleitores, mantendo uma média de três mil novos votantes a cada eleição municipal. Outro dado que chama atenção sobre os eleitores de Ijuí é a faixa etária. Os eleitores entre 30 e 34 anos são maioria: 6,5 mil pessoas, representando 10,2% do eleitorado. Já os votantes entre 25 e 29 anos são, no total, 6.337, ou seja, 9,93%. Os eleitores com idade entre 35 e 39 anos são 6.373, com 9,92% do total. Desta forma, o eleitorado ijuiense entre 25 e 39 anos representa quase 30% do total, com 19,3 mil votantes nesta faixa etária. As mulheres são maioria entre os cidadãos aptos a votar no domingo: 52,7% são do sexo

Grau Instrução

Quantidade

%

ENSINO FUNDAMENTAL INCOMPLETO ENSINO MÉDIO INCOMPLETO ENSINO MÉDIO COMPLETO ENSINO FUNDAMENTAL COMPLETO SUPERIOR COMPLETO SUPERIOR INCOMPLETO LÊ E ESCREVE ANALFABETO NÃO INFORMADO

20.624 14.597 9.042 5.994 5.026 4.492 2.890 1.507 17

32% 23% 14% 9% 8% 7% 5% 2% 0%

Total:

64.189

100%

Dados disponibilizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) feminino, ou seja, 33,8 mil pessoas. Os homens representam os outros 47,3%, sendo no total 30,3 mil votantes. O TSE também mostrou o perfil do eleitorado de Ijuí no que diz respeito ao grau de instrução. Com um índice de 32,1%, a maioria dos eleitores ijuienses possui Ensino Fundamental incompleto. Ao todo, 20,2 mil pessoas aptas a votar não concluíram esta etapa de ensino. Em segundo lugar estão as pessoas com Ensino Médio incompleto: 22,7%, ou seja, 14,5 mil eleitores. Os votantes com Ensino Superior completo somam 5 mil

pessoas, o que representa apenas 7,8% do total de eleitores. Por outro lado, 1,5 mil pessoas que poderão votar no domingo são analfabetas. Nos últimos anos, a Justiça Eleitoral promoveu o recadastramento biométrico dos eleitores da 23ª Zona Eleitoral em Ijuí. Com um colégio eleitoral considerado extenso, neste ano haverá tanto a votação biométrica quanto a manual. Mesmo assim, parte do eleitorado fez o recadastramento. São 18,6 mil votantes com o cadastramento biométrico e outros 45,5 mil que serão identificados

8

Abstenção deve ficar em 15% no município A ausência de eleitores no pleito do próximo domingo poderá representar uma parcela significativa do número total de votantes neste ano. Assim como nas três últimas eleições, a abstenção deve atingir a média dos 15%. Nas eleições de 2004, com pouco mais de 56 mil eleitores, o colégio eleitoral local teve 13,85% de abstenção, ou seja, 7,7 mil votantes não compareceram às urnas. Quatro anos depois, em 2008, a abstenção subiu para 15,44%: mais de 9 mil eleitores não votaram, entre os 58,5 mil aptos na votação municipal. Há quatro anos, nas eleições municipais de 2012, a abstenção total também superou os 15%: 9,6 mil eleitores não foram às urnas. Na ocasião, entre os 58,5 mil eleitores aptos, 3 mil votaram nulo ou em branco, deixando um saldo de 48,6 mil votos válidos. Embora o número de eleitores tenha aumentado e seja praticamente impossível fazer previsões sobre o tamanho da votação necessária para um candidato se eleger - não foram divulgadas

pesquisas eleitorais para o pleito municipal deste ano - é possível fazer uma comparação com as eleições de 2008. Na ocasião, Fioravante Ballin venceu as eleições com 26,1 mil votos, ou seja, 53% dos votos válidos. O candidato derrotado, Júnior Carlos Piaia, teve 22,4 mil votos, 46,2% dos votos válidos. Desta forma, é possível afirmar que ao ultrapassar a barreira dos 25 mil votos, o candidato a prefeito estará praticamente eleito. Para a eleição a vereador, o ponto de corte do número de votos para conseguir uma vaga na Câmara segue um critério de difícil previsão. Para efeitos de comparação, a vereadora eleita com menos votos foi Rosane Simon (PCdoB), que recebeu 848 votos. Enquanto isso, o candidato mais votado que não conseguiu uma cadeira na Câmara foi Feller (PP), que recebeu 1.033 votos. Em 2012, o vereador mais votado no geral foi Daniel Perondi (PMDB), que recebeu 1.955 votos.

Segunda via do título pode ser entregue até hoje

Saiba como justificar o voto no domingo Mais de 8,3 milhões de gaúchos estão habilitados para votar nas eleições municipais deste domingo, das 8h às 17h. Os eleitores vão escolher os próximos prefeitos e vice-prefeitos de 497 municípios, além dos representantes das Câmaras de Vereadores. Para votar com segurança, o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) disponibiliza dicas de como justificar o voto e como consultar os locais de votação. Qualquer pessoa poderá votar mesmo sem o título de eleitor, usando apenas um documento com foto. O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) disponibiliza em seu site (www.tre-rs.jus.br) uma seção com as principais dúvidas que podem ser sanadas pelo eleitor. Uma delas é como justificar o voto. O eleitor que se encontrar impossibilitado de votar ou estiver fora do seu domicílio eleitoral (em outro município), no dia das eleições, deverá justificar a ausência. Não há limites de vezes para isso. Para justificar o voto no dia da eleição, o eleitor deve comparecer

cmyk

à seção mais próxima ou a uma mesa receptora de justificativa para apresentar ao mesário o formulário "Requerimento de justificativa eleitoral" devidamente preenchido, junto com seu título de eleitor ou documento oficial com foto (carteira de identidade, de trabalho, funcional ou certificado de reservista). Mesmo que não esteja com o título, o eleitor

deve saber o número da inscrição eleitoral, que pode ser consultado pelo site do TRE ou nos cartórios eleitorais. O formulário para justificativa estará à disposição - gratuitamente - nos cartórios eleitorais, nas Centrais de Atendimento ao eleitor ou no site do TSE no período de 10 dias anteriores ao pleito até o encerramento da votação.

Preparação dos locais de votação começará neste sábado

A segunda via pode ser entregue até a véspera da eleição Termina neste sábado (1º) o prazo para a entrega da segunda via do título de eleitor a quem pretende votar domingo no primeiro turno das eleições municipais. Segundo o Código Eleitoral, a segunda via pode ser entregue até a véspera da eleição. De acordo com a lei, o eleitor que se encontra fora da localidade onde vota e fez o pedido da segunda via do documento pôde escolher - na hora do pedido - onde receber o título: se na localidade onde foi requisitada a segunda via ou na cidade onde vota. Essa escolha determina também onde o eleitor deve buscar o documento. "Deferido o pedido, o título

será enviado ao juiz da zona eleitoral que remeteu o requerimento, caso o eleitor haja solicitado essa providência, ou ficará no cartório [eleitoral] aguardando que o interessado o procure", diz o Código Eleitoral. Neste sábado, terminam também outros prazos. É o último dia para propaganda eleitoral com uso de alto-falantes e amplificadores de som, que poderão ser utilizados entre 8h e 22h. Outro prazo que termina amanhã às 22h é o de distribuição de material gráfico e realização de caminhadas, carreatas, passeatas ou de circulação de carro de som com músicas e mensagens de candidatos.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

ELEIÇÕES MUNICIPAIS

9

VOTAÇÃO DOS CANDIDATOS A VEREADOR EM 2012

Lei exige desempenho mínimo de vereadores As mudanças trazidas pela minirreforma política, aprovada pelo Congresso Nacional no ano passado, estão sendo colocadas à prova no pleito deste ano. Uma das resoluções que alteram a votação proporcional diz respeito ao voto na legenda. O que anteriormente dava espaço para o partido, hoje pode prejudicar a sigla. Uma cláusula de barreira foi estipulada e passou a valer neste pleito. Agora é necessário que o candidato atinja, individualmente, uma votação superior a 10% do quociente eleitoral (valor calculado pela divisão de votos válidos pelo número de cadeiras do Legislativo). Nas eleições proporcionais, os votos na legenda somam-se aos votos recebidos pelos candidatos para calcular o quociente partidário. Este número é obti-

do com a divisão do quociente eleitoral pelo número de votos dados sob a mesma legenda ou coligação. O valor determina o número de cadeiras que cada sigla ocupará no Legislativo. Segundo a nova legislação, caso algum partido não consiga preencher suas vagas, haverá a distribuição das sobras. É possível que, graças ao voto feito apenas na legenda, um partido receba mais cadeiras do que tenha candidatos aptos a preenchê-las. Nesse caso, a primeira vaga remanescente será repassada ao partido com o maior número de votos válidos atribuídos a cada partido ou coligação, dividido pelo número de lugares obtidos pelo cálculo do quociente partidário, acrescido o algarismo um. Isso possibilitará que votos dados a uma sigla beneficiem outra. Já as demais vagas ficarão com os

partidos que obtiverem o maior número no cálculo do número de votos válidos do partido ou coligação, dividido pelas vagas obtidas pelo quociente partidário, somadas ao número de vagas remanescentes obtidas pelo partido, mais o algarismo um. O deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ) utilizou suas redes sociais para divulgar o número de urna dos candidatos de seu partido. Ele critica que a medida foi pouco divulgada, o que pode prejudicar partidos menores. A justificativa para a alteração na lei diz respeito às candidaturas "puxadoras de votos", que, sozinhas, abrem espaço para outros candidatos com pouca votação. A novidade vale para a Câmara dos Deputados, Assembleias Legislativas e Câmaras de Vereadores.

Boca de urna é o crime Comércio de bebidas é liberado no RS A restrição de venda de entendimento de que a bebida cada juiz das seções eleitorais. mais comum, aponta TRE bebidas alcoólicas no próximo alcoólica "afeta a capacidade de Por isso, a regra pode ser diferente domingo em função das eleições discernimento do ser humano". para cada município, e é preciso

As eleições municipais acontecem neste domingo, quando os mais de 144 milhões de eleitores brasileiros escolherão o chefe do Executivo que deverá gerir suas cidades, bem como os vereadores. A votação terá início às 8h e terminará às 17h, conforme o horário local. A ordem de votação na urna eletrônica mostra, primeiro, os candidatos a vereador, e depois o prefeito e o vice. Algumas regras para o dia do pleito precisam ser observadas. Não é permitida manifestação sonora de apoio a candidatos no dia das eleições. Já o porte de bandeiras, adesivos e broches é permitido para uso próprio. Juízes eleitorais e mesários não podem usar vestuário ou objetos para fazer propagandas de partidos. O uso de equipamentos eletrônicos é vetado na cabine de votação. No entanto, o secretário judiciário no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) Rogério Vargas explica que as principais infrações são cometidas pelos próprios políticos. "Disparadamente, a infração com maior incidência é a boca de urna", explica. Ele lembra que, para este ano, também foi criminalizado, graças à reforma política, o derrame de santinhos próximo aos locais de votação. Vargas explica que a maneira mais rápida de denúncia de qualquer um desses crimes no dia da votação é junto à Brigada

municipais será adotada em pelo menos dez Estados. Em alguns locais, a proibição valerá para todo o Estado, mas em outros casos, apenas a capital ou alguns municípios vão aderir à Lei Seca nas eleições. Em Minas Gerais, no Acre, Pará e Paraná, a proibição da venda, distribuição e do fornecimento de bebidas alcoólicas valerá para todo o Estado, das 6h às 18h de domingo. No Amazonas, a proibição vale para a capital, Manaus, entre as 22h de sábado e as 18h de domingo. Segundo o TRE, a medida é tomada em razão do

Rogério Vargas Militar (BM). O eleitor que não puder comparecer às urnas deve estar atento às justificativas plausíveis. É possível justificar o voto em caso de ausência do município no dia da votação, em qualquer seção eleitoral. Em caso de enfermidades, ou outro impedimento, o eleitor precisa procurar um cartório eleitoral para fazer justificativa até 60 dias após o pleito. Em Porto Alegre, Canoas, Caxias do Sul, Pelotas e Santa Maria, caso não haja candidato com maioria absoluta dos votos válidos, haverá segundo turno no dia 30 de outubro.

No Ceará, a restrição da venda de bebidas alcoólicas está confirmada para Fortaleza, onde já foi assinada uma portaria conjunta proibindo a venda e o consumo de bebidas em bares, restaurantes e locais abertos ao público entre a meia noite e 18h de domingo. Para os outros municípios, foi dada uma recomendação para que a venda de álcool fosse proibida, mas ainda não há uma definição sobre o tema. Em outros Estados, a decisão sobre a aplicação da restrição de venda de bebidas alcoólicas está sendo feita individualmente por

que os eleitores fiquem atentos ao regulamento adotado em sua cidade. No Distrito Federal, não há eleições municipais. A restrição da venda e do consumo de bebidas no dia das eleições é determinada pelas secretarias de Segurança Pública estaduais e pela Justiça Eleitoral. Os estabelecimentos comerciais que não cumprirem a restrição da venda e os eleitores que forem flagrados consumindo álcool onde há proibição podem ser enquadrados no crime de desobediência, previsto no Código Eleitoral Brasileiro.

Mais de 400 concorrem com restrições O resultado das eleições do próximo domingo não será definitivo para centenas de candidatos no Rio Grande do Sul. Com os registros questionados por decisões judiciais, 415 políticos que concorrem a prefeito, vice e vereador não terão os votos dos eleitores divulgados na apuração oficial da Justiça Eleitoral. Segundo levantamento do Ministério Público Eleitoral (MPE), 61 chapas que disputam prefeituras foram indeferidas, seja por problemas com o candidato a prefeito (33 casos) ou a vice (28 políticos). Já entre os que disputam vagas nas câmaras municipais, são 354 concorrentes. Todos eles recorre-

ram e aguardam julgamento em outras instâncias. A maioria das impugnações ocorreu devido a problemas com a filiação partidária dos políticos. Em diversos casos, a ficha de filiação não foi homologada a tempo das eleições. Os candidatos que constam como "indeferidos com recurso" na base de dados do Tribunal aparecerão com a votação zerada nos painéis de apuração, mas poderão saber quantos votos receberam porque há uma divulgação em paralelo, chamada de "apuração reservada" pelo TRE. O motivo para o elevado número de candidaturas indefinidas é a redução do período de campanha,

que deixou escasso o tempo para os tribunais julgarem recursos. Como os juízes eleitorais têm a metade do tempo da última eleição para analisar os processos (em vez de 90 dias, 45), os julgamentos definitivos das apelações, que ocorrem no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), estão atrasados. Segundo dados da Corte, apenas pouco mais de cem recursos chegaram até o TSE desde o início do período eleitoral, enquanto há possibilidade de os tribunais regionais remeterem mais de 12 mil ao longo do ano. Em 2012, a uma semana da disputa daquele ano, o TSE havia recebido mais de 5 mil recursos.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

ELEIÇÕES 2016

Confira os locais e seções

Local ACI

Seções 5, 224, 293

APAE CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE IJUÍ CAPELA CRISTO REI - SALA DE CATEQUESE CAPELA SÃO VICENTE DE PAULA CENTRO COMUNITÁRIO DO BAIRRO MODELO CENTRO COMUNITÁRIO RINCÃO DOS GOI COLÉGIO ESTADUAL MODELO COLÉGIO EVANGÉLICO AUGUSTO PESTANA COLÉGIO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS COMUNIDADE CAPELA SÃO FRANCISCO DE ASSIS COMUNIDADE EVANGÉLICA SÃO MATEUS

7, 189, 298 137, 183, 184, 196 16 109, 286 6, 158, 192 36

Eleitores 974 929 1050 118 410 639 252

30, 169, 170, 171, 172, 173 2269 5, 56, 89, 92, 153, 154, 166, 176, 177, 178, 199 2647 194, 281 265 242

661 66 231

E.M.DE EM TEMPO INTEGRAL EUGENIO ERNESTO

87, 120, 125

907

ESCOLA E. E. FUNDAMENTAL ALICE COUTO ESCOLA E. FUNDAMENTAL GIOVANA MARGARITA ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL BOA VISTA

17, 175, 190, 191, 284 39 44, 47, 174, 235

1869 297 1525

ESCOLA E.E. CARLOS ZIMPEL ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL CENTENÁRIO ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL COLMEIA DO TRABALHO ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL LUIZ FOGLIATTO ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL MADRE STANISLÁ ESCOLA E.E. NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO ESCOLA E.E. NOSSA SENHORA DA PENHA ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL OSVALDO ARANHA ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL PEDRO MACIEL ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL RUI BARBOSA ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL SANTANA ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL SOUZA LOBO ESCOLA E.E. 24 DE FEVEREIRO ESCOLA E.E. FUNDAMENTAL 6 DE AGOSTO ESCOLA ESCOLA ESCOLA ESCOLA

E.E. MEDIO EMIL GLITZ E.E. MÉDIO RUY BARBOSA M. FUNDAMENTAL ANITA GARIBALDI M. DEOLINDA BARUFALDI - CEMEI

78, 103, 104, 249 20, 206, 210, 211, 214

1014 1649

61 25, 52, 62, 64, 67, 70, 198, 255 94, 216, 217

342 2039 649

114

320

23, 33, 37, 142, 143, 147, 148, 162 48, 149, 150, 152, 161, 163, 251, 252, 253 50, 95 140, 167, 168, 180, 197, 203, 204

2411 1850 488 2035

12, 68, 69 41 49, 97

716 183 494

58

360

54, 212, 213, 282, 285, 297, 307 82, 83, 90, 179, 182, 193 218, 219, 220, 254, 256, 289, 310 1, 200, 201, 202

2600 1700 2423 1270

ESCOLA M. FUNDAMENTAL DR. RUY RAMOS

15, 129, 246, 247, 248

1136

ESCOLA M. FUNDAMENTAL ESTADO DO AMAZONAS ESCOLA M. FUNDAMENTAL JOÃO GOULART ESCOLA M. FUNDAMENTAL JOAQUIM NABUCO

8, 241, 306 270, 283, 309 80, 99

840 855 581

ESCOLA M. JOAQUIM PORTO VILANOVA ESCOLA M. FUNDAMENTAL SOARES DE BARROS

261, 288 22, 144, 146, 151

619 1187

ESCOLA M. FUNDAMENTAL TOMÉ DE SOUZA ESCOLA M. FUNDAMENTAL 15 DE NOVEMBRO

57, 119, 124, 301 259, 295

1306 644

ESCOLA M.INFANTIL DALVA DE ALMEIDA WEINMANN ESCOLA M.INFANTIL SOLANGE ANA COPETTI

207, 208, 209, 215 112, 118, 268, 287

1255 1496

ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL 25 DE JULHO FIDENE

13, 35, 111, 122, 123, 130, 131 2198 2, 38, 46, 126, 127, 128, 132, 133, 134, 135, 136, 139, 157, 226, 302 14, 45, 232, 233, 234, 236, 237, 238,

3705

INSTITUTO GUILHERME CLEMENTE KOEHLER

239, 240, 292 18, 26, 28, 141, 159, 160, 221, 222,

3575

INSTITUTO MUNICIPAL ASSIS BRASIL PAVILHÃO COMUNITÁRIO ARROIO DAS ANTAS PAVILHÃO DA CAPELA SALETE

223, 225, 228, 229, 230, 231 58 19

3612 104 131

PAVILHÃO SEDE DO PARADOR SALÃO CAPELA NOSSA SENHORA DO CARMO

42 9

139 209

SALÃO DA COMUN. CATÓLICA SALA DE CATEQUESE SALÃO PAROQUIAL NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

260 76

154 146

SALÃO PAROQUIA NOSSA SENHORA DA NATIVIDADE SEDE DO BAIRRO PROGRESSO SOCIEDADE BOA ESPERANÇA - IJUÍ FUTEBOL CLUBE

cmyk

4, 34, 72, 164, 185, 187 40, 145, 156 262

1775 1033 102

10

Frente Social Trabalhista Alexandra Lentz (PDT) Alexandre Gregorio (PDT) Clarice Benetti Hermanns (PDT) Cossetin O Bombeiro (PDT) Cristiano Loivo (PDT) Ênio dos Santos – Dentinho (PDT) Franciele Redler (PPS) Helena Stum Marder (PDT) Ivone Nascimento (PPS) Ivo Schwancke (PDT) Jeferson Kumm (PDT) Jesus Antônio de Jesus (PDT) João Monteiro (PDT) Luiz Camargo (PDT) Luiz Carlos (PDT) Mano da Fruteira (PDT) Marcos Barriquello (PDT) Mile - Valmir Pedroso Jung (PDT) Misco (PDT) Mutly (PDT) Nico (PDT) Pezzetta (PDT) Pretto (PDT) Priscila Maurer Leviski (PDT) Silôa Tabile (PDT) Sthefani Goetz (PDT) Vanderlei Rodrigues (PDT) Vera Irgang (PDT) Vilmar Garcia (PDT) Vereadores PMDB /PTB/PSDB Ana Massafra (PMDB) Delmar Arruda (PMDB) Denise dos Reis (PTB) Dorvalino de Lima (PMDB) Enio Gonçalves (PMDB) Guilherme Lima (PSDB) Juarez de Oliveira (PMDB) Marcos Souza Amaral (PSDB) Raul Ribeiro (PMDB) Ricardo Adamy (PMDB) Rosangela Stolz (PMDB) Sandro Rohde (PMDB) Silvia Dynczuk (PMDB) Papagaio (PMDB) Maria Pereira Carvalho (PMDB) Adelar Oliveira (PTB) Coligação Avança Ijuí Beto Noronha (PT) Adri Heck (PSB) Marcos Cruz (PSB) Celiane Oliveira (PSB) César Busnello (PSB) Ezequiel Costa (PT) Gerônimo de Paula (PSB) Geziel (Tetê) (PT) Gilberto de Camargo (PSB) Van Santos (PT) Jaime Lewandovski (PT) Jeferson Pimentel (PT) Jeferson Dalla Rosa (PSB) João Pedro Fagundes (PT) Loreci Carvallo (PT) Luciana Bohrer (PT) Maria Claci Daros (PT) Osmar Kruger (PT) Paloma Rosa Del Frari (PSB) Professor Paulo Barcellos (PT) Valmor Severo (PT) Marcos Cruz (PSB) Rubia da Rosa (PT) Vereadores do PP Titica (PP) Andrei Cossetin (PP) Clederson Lopes (PP) Célia Garzella (PP) Dinara Ferreira (PP) Dolair Goi (PP) Elis Rossi (PP) Xaropinho (PP) Gabriel Merçoni (PP) Dr. Jorge Amaral (PP) Jorge Walter (PP) Darcisinho (PP) Maristela Moreira (PP) Paulo Barella (PP) Raphael Bes (PP) Jagmin (PP) Vanda Cristina (PP) Antônio Hintz de Lima (PP) Vereadores do PC DO B Camila Pakulski (PC DO B) Ernesto Camargo (PC DO B) Junior Piaia (PC DO B) Marlon Régis Soares (PC DO B) Nilson Boeno (PC DO B) Paulo Braga (PC DO B) Ricardo Pittas (PC DO B) Rosane Simon (PC DO B) Teresinha Mendonça (PC DO B)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

FÓRUM DE IJUÍ

Juiza fala em expectativa sobre assumir a VEC Na próxima segunda-feira a 1ª Vara Criminal e a Vara de Execuções Criminais da Comarca de Ijuí estará sob nova gestão. Como anunciado na última quinta-feira, Maria Luiza Pollo Gaspary assume a titularidade das cadeiras que estavam "vazias" desde a saída do juiz Vinicius Borba Paz Leão. De lá para cá, Eduardo Giovelli assumiu de maneira substituta. A magistrada conversou com a reportagem do JM, e além da expectativa pela ocupação do cargo, pode falar também sobre sua opinião no que diz respeito a Segurança Pública no Estado, que convulsiona atualmente. "A expectativa é grande até porque, desde que o Dr Vinicius Borba Paz Leão saiu da Vara, ela ficou com um juiz substituto que foi o Giovelli, e substituir o Vinicius, que fez um excelente tra-

balho, não será uma tarefa muito fácil. A expectativa é continuar o trabalho de ambos na 1ª Vara Crime da Comarca", explicou. A Comarca de Ijuí conta com duas Varas. A primeira, que estará sob os cuidados da juíza, é responsável pelos julgamentos dos delitos dolosos (contra a vida), que é conhecida Vara do Júri, e tem também titularidade específica na Vara de Execuções Criminais (VEC), que atende todos os presos condenados. A 2ª Vara, por outro lado, cuida dos casos de penas mais brandas, além de competência nos casos de violência doméstica e na Infância e Juventude, ambas, dessa forma, seguem sob administração de Eduardo Giovelli. Sobre o cenário da segurança, Maria Luiza foi enfática: "A criminalidade toda é um problema social. Se a sociedade deseja que

Maria Luiza Pollo Gaspary

a criminalidade seja resolvida, nós temos que começar por nós mesmos", finalizou.

11

Bandeira tarifária de outubro será verde A bandeira tarifária que será aplicada nas contas de luz em outubro será verde, sem custo para os consumidores de energia elétrica. Este é o sétimo mês seguido que a bandeira é verde, que significa que não haverá nenhum valor adicional a ser pago. Segundo a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), os principais fatores que contribuíram para a manutenção da bandeira verde são a evolução positiva do período úmido de 2016, que recompõe os reservatórios das hidrelétricas, o aumento de energia disponível com redução de demanda e a adição de novas usinas ao sistema elétrico brasileiro. O sistema de bandeiras tarifárias foi adotado em janeiro de 2015, como forma de recompor os gastos extras das distribuidoras de energia com a compra de energia de usinas termelétricas. A cor da bandeira que é impressa na conta de luz (vermelha, amarela ou verde) indica o cus-

to da energia elétrica, em função das condições de geração de eletricidade. Desde o início da vigência do sistema, até fevereiro de 2016, a bandeira se manteve vermelha, primeiramente com cobrança de R$ 4,50 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) consumidos e, posteriormente, com a bandeira vermelha patamar 1, que significa acréscimo de R$ 3,00 a cada 100 kWh. Em março deste ano, a bandeira passou para amarela (com taxa de R$ 1,50 a cada 100 kWh) e, desde abril deste ano, ela é verde. Segundo a Aneel, a bandeira tarifária não é um custo extra na conta de luz, mas uma forma diferente de cobrar um valor que já era incluído na conta de energia, por meio do reajuste tarifário anual das distribuidoras. A agência considera que a bandeira torna a conta de luz mais transparente e o consumidor tem a melhor informação para usar a energia elétrica de forma mais consciente.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

OUTUBRO ROSA

Dia D da Mulher abre a programação em Ijuí Com a chegada de um novo mês, inicia-se mais uma campanha do Outubro Rosa. Durante todo o mês, haverá uma série de atividades com o objetivo de chamar a atenção das mulheres para se cuidarem, uma vez que o diagnóstico precoce do câncer de mama pode levar à cura em até 95% dos casos. A programação organizada pela Coordenadoria de Proteção à Mulher (CPM) de Ijuí integra diversas entidades e instituições de saúde e que trabalham com questões do gênero. Além disso, tanto a prefeitura quanto alguns estabelecimentos comerciais ornamentaram sua estrutura física na cor rosa como mostra de sua adesão à campanha, a partir de hoje. “É o mês voltado a trabalhar com a prevenção do câncer de mama, mas claro que é trabalhado ao longo do ano, incentivando as mulheres a realizar a mamografia e os exames preventivos buscando esse controle por conta que o câncer de mama se for diagnosticado precocemente as chances de cura são bem maiores”, conta a titular da CPM, Ângela Marchionatti. Atividades de orientação e

informações também integram a programação, que conta ainda com flexibilidade de horários permitindo a participação de todas as mulheres nas ações. “Teremos exposições, arrecadação de alimentos para ajudar entidades que trabalham com as famílias que têm a situação do câncer mais presente em suas vidas. Também temos escolas solicitando palestras, e estamos organizando junto à rede quem fará as visitas”, completa. Além disso, acontece hoje o dia D da Saúde da Mulher, no segundo piso da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), das 8h às 13h, com a realização de exames preventivos e mamografias, e exames de HIV e sífilis. A partir de segunda-feira até sextafeira, a CPM realiza a exposição A mulher e o câncer de mama no Brasil, na Biblioteca Municipal, e trata-se da reprodução da exposição realizada pelo Instituto Nacional do Câncer. E, no próximo sábado, a mesma exposição estará na Praça da República, além da distribuição de adesivos alusivos à Campanha do Outubro Rosa. “Quem quiser, durante a exposição trazer alimentos para

Ângela Marchionatti

doação, que passaremos à Liga Feminina de Combate ao Câncer, que disse que estão precisando de achocolatados, bolachas doces e salgadas e aceitando a doação de lenços e perucas, que podem ser entregues na Coordenadoria”, solicita Ângela. “Temos que pensar que o Outubro Rosa é uma campanha que todos nós podemos nos envolver, usando o laço rosa na camiseta, participando como voluntários.”

Fisioterapeuta orienta diabéticos O exercício físico desempenha papel importante na saúde do ser humano. Se realizado adequadamente auxilia na prevenção e também no controle de doenças. Benefícios que podem ser percebidos por pacientes com diabetes, conforme explicou a fisioterapeuta Letícia Frantz, no encontro mensal do Grupo de Diabéticos, promovido pela Unimed Noroeste/ RS. A atividade ocorreu nesta

cmyk

quarta-feira, 28. Letícia explica que para pacientes com diabetes, a atividade física traz benefícios que contribuem para a qualidade de vida. “Diminui edemas, melhora o retorno venoso, a mobilidade e auxilia no tratamento e na estabilização do diabetes”, evidencia, reforçando que também ajuda a manter o peso corporal mais adequado. Letícia Frantz atua no Serviço de Fisioterapia do

Hospital Unimed Noroeste/RS. A abordagem também contou com explanação sobre a prevenção de quedas, a partir da adoção de exercícios que auxiliam na melhora da força muscular e do equilíbrio, além de adaptações no domicílio. Entre as vantagens de práticas da Fisioterapia, estão manter ou melhorar a independência e a funcionalidade, bem com estimular postura correta.

12

Semana terá atividades dedicadas ao coração A Unijuí realiza, de segunda a sexta-feira, a Semana do Coração, através do Departamento de Ciências da Vida da Universidade. Os cursos de graduação na área da Saúde, Programa de Mestrado em Atenção Integral à Saúde e a Escola Superior de Saúde realizarão atividades na Praça da República, como avaliações e orientações quanto aos aspectos físicos e nutricionais, exercícios físicos, informação sobre as diferentes condições de saúde cardiovascular e educação para uma boa saúde do coração. As atividades são destinadas a adultos e crianças, incentivando as escolas de Educação Infantil e Séries Iniciais. Além disso, durante a semana, as Estratégias de Saúde da Família e Unidades Básicas de Saúde realizam atividades educativas, com a participação de professores e estagiários dos cursos da área e profissionais que atuam nestes locais. Na quinta-feira, a partir das 14h, será realizada uma série de palestras, gratuita e aberta à comunidade, com diversos temas relacionados ao coração, no Salão de Atos da Unijuí. No mesmo dia, às 16h, acontece caminhada orientada e monitorada na pista de atletismo. Ontem, foi celebrado o Dia Mundial do Coração. “As doenças cardiovasculares são a maior causa de morte, não somente de idosos, mas também indivíduos na

Leandro Bazzanella

fase adulta que se encontram no auge de sua vida profissional, ativa e produtiva. A morte cardíaca ainda gera um impacto crescente e alarmante”, salienta a professora Dra. Eliane Winkelmann. O InCor do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) alerta no dia mundial do coração, que todos os anos, 300 mil brasileiros são vítimas de doenças cardiovasculares. Por outro lado, 80% dos infartos e derrames poderiam ser evitados com dieta saudável, prática de exercícios físicos pelo menos 30 minutos por dia, redução do estresse e fim do tabagismo, orienta o cardiologista Leandro Bazzanella.

Comus realiza reunião na próxima terça-feira A reunião do Conselho Municipal de Saúde (Comus), agendada para quarta-feira passada foi transferida. De acordo com o presidente da entidade, o encontro deve acontecer na próxima terça-feira, e tem na pauta a apresentação do Relatório de Gestão da Saúde, pela secretária municipal de Saúde (SMS), Márcia Boniatti. Os dados a serem apresenta-

dos dizem respeito ao segundo quadrimestre deste ano. O Relatório já foi apresentado na última semana à comunidade, em audiência pública, realizada na Câmara Municipal de Vereadores, e demonstra uma redução no orçamento destinado à pasta para o período. Conforme preconizado por lei, a apresentação do relatório deve ser feita periodicamente.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

13

SAÚDE

Rede reduz a judicialização em Ijuí

O critério de atendimento da Defensoria Pública é pautado pela renda familiar das pessoas, em tese até três salários mínimos, e no caso de idosos e crianças o limite aumenta para até cinco salários mínimos. Passados desses valores, a Defensoria Pública atende em caso de vulnerabilidade imediata, de forma emergencial, e encaminha para a contratação de um advogado. No caso dos medicamentos, o atendimento segue os mesmos critérios, e inclui, também, aquelas pessoas que não têm condições de custear a medicação. No entanto, quando procurada por pessoas em busca de consultas, exames ou medicamentos especializados, a Defensoria Pública de Ijuí utiliza a rede de proteção, pioneira no Estado e em atuação desde 2013, para evitar a judicialização da Saúde. “Temos um cuidado muito grande no fazer as ações envolvendo medicamentos porque temos uma rede de proteção e, efetivamente, a usamos para evitar a judicialização, por meio de um controle e atendimento com a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e até com a própria Procuradoria Geral do Estado (PGE)”, explica a defensora pública de Ijuí Cristiane Friedrich. De acordo com ela, o Judiciário acredita que a busca por medicamentos, consultas e exames deve ser resolvida na esfera admi-

nistrativa. “A rede busca exatamente isso: que Estado e Município entreguem para as pessoas que precisam”, completa. Cristiane acentua que a partir da utilização deste sistema de controle o volume de ações judiciais envolvendo a Saúde reduziu significativamente. “Estamos conseguindo fazer com que sejam ajuizadas menos ações, mas não tenho como precisar o número exato”, ressalta, uma vez que atendimento é dividido com o defensor público Eugênio de Oliveira Junior, e, além disso, as ações no juizado da Infância também precisam ser contabilizadas. “É um número elevado, mas todos estão fazendo esforços para que diminua e que esses medicamentos sejam entregues por quem tem essa responsabilidade.” O ingresso com a ação judicial depende de uma listagem extensa de documentos que inclui laudos médicos atualizados, atestando que o medicamento é imprescindível, cartão SUS, comprovante de renda, avaliações, exames. “Estando tudo certo ingressamos com o processo e, teoricamente, o que vem acontecendo, é deferido um pedido liminar inicial onde o juiz determina que o Estado ou o Município, quem é de direito, entregue a medicação em um prazo de cinco a 10 dias”, esclarece. “Não fazendo isso, entramos em outro patamar

que chamamos de situação de bloqueio de valores.” Uma grave crise financeira afeta os caixas públicos, tanto estadual quanto municipal. Questionada sobre essa situação, Cristiane é enfática ao afirmar que o interesse do paciente está acima das questões financeiras do Executivo. “Da mesma forma que eu entendo a situação da Saúde, também não posso dizer para a pessoa que vem na minha sala e que não tem condições de comprar o medicamento que precisa, que vá para casa porque não tem como comprar, não posso fazer isso, meu trabalho é achar uma solução. É complicado, tentamos fazer uma equação, estamos tentando salvar as partes.” No intuito de obter cada vez mais resultados positivos por meio desta rede de proteção da Saúde, a Defensoria Pública de Ijuí realiza constantes encontros com a SMS, Secretaria Estadual de Saúde, PGE e Procuradoria Geral do Município. Uma das ações decorrente destas reuniões acontece no dia 11 de outubro, no Salão do Júri, com o chamamento público de todas as farmácias que fazem parte da Comarca de Ijuí para registros de preço. “A ideia é achar o valor menor do medicamento, e essa farmácia ficará responsável por entregar a medicação até março de 2017”, acrescenta.

Cristiane Friedrich

Em outras palavras, sempre que houver um processo judicial que determine a entrega de certo medicamento, o Judiciário buscará na listagem qual a farmácia que disponibilizou o menor valor, e automaticamente o dinheiro sairá diretamente para o estabelecimento que fará a entrega para o paciente.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR

Grupo passa por reformulação O Conselho Municipal de Alimentação Escolar (CAE) tem realizado encontros mensais para discutir o cronograma de visitações às escolas da rede. Um novo grupo vem se formando também, a partir das últimas reuniões, com representantes do poder Executivo, sociedade civil, Associação dos Professores Municipais de Ijuí (APMI) e Conselho de Pais e Mestres (COM). De acordo com a atual presidente, a nutricionista Karina Rios, foi definido na última reunião, dia 16, o grupo que passa a atuar nos encaminhamentos das decisões do conselho. “Agora nós precisamos novamente investir tempo e esforço para entender o que é esse conselho, uma vez que novos membros estão assumindo, e quais são as atribuições, os papéis devidos de cada um, e conhecer todo o trabalho envolvido na questão da alimentação escolar”, destacou a presidente. Uma pauta que o conselho assume agora é discutir a organização das cantinas nas escolas municipais. A pretensão é que um grupo de trabalho dialogue com os envolvidos nas escolas para entender qual a melhor forma de manter

esses espaços, que mesmo importantes na escola, também têm um papel relevante na saúde das crianças. “Muitos dos alimentos consumidos são inadequados para a alimentação na idade desses escolares. Uma sugestão que provavelmente vamos levar é sobre a possibilidade de ter outras propostas alimentares, além dos alimentos industrializados”, reforçou a nutricionista. Os alimentos industrializados, então comercializados nas cantinas, possuem um alto teor de aditivos químicos, podendo não estar presentes nas vitrines escolares. São alimentos que têm representado os indicadores de saúde que, por conta do consumo excessivo, está em emergência. Escolas da rede municipal, por exemplo, não possuem cantinas. Porém, em datas especiais ou eventos ocasionais, é preparada a venda de alimentos não muito saudáveis para comercialização com o intuito de arrecadar recursos para investir na escola. Para a presidente do CAE, “em nenhum momento se pretende interferir de forma arbitrária na realidade das escolas, mas enquanto conselho e profissionais de saúde, sugerir outras

Alunos da escola Ijuí fazem visita de estudos

Na última quarta-feira, as turmas do 6º Ano da Escola Estadual de Ensino Fundamental Ijuí, acompanhadas das professoras Franciela Miron, Rosângela Silveira e Mara Didolich realizaram uma visita de estudos. A ideia de conhecer a empresa surgiu a partir do projeto das Olimpíadas/2016. A disciplina de Geografia se agregou à proposta, inicialmente desenvolvida pela área de Ciências Naturais e Educação Física, através do estudo das atividades econômicas características da re-

gião e do Estado, focando a agricultura. "Em linhas gerais, o trabalho visa chamar a atenção, de forma significativa e prazerosa, para a importância do consumo de alimentos saudáveis, em especial na infância e na adolescência, fases da vida humana em que o corpo está se desenvolvendo plenamente. Assim, nada melhor do que a escola para valorizar e oportunizar espaços de múltiplas vivências, experiências e aprendizagens aos estudantes", explica a professora Franciela Miron.

Alunos conheceram o processo, desde o grão até o resultado final

cmyk

possibilidades para pensar na arrecadação desses recursos”. Karina salienta ainda que é preciso discutir esse assunto, uma vez que ele passa por um Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes (Erica), que já confirma dados de saúde nos adultos, sendo necessária a atenção da rotina alimentar. “Antes que esses jovens fiquem adultos doentes, precisamos dar atenção aos seus hábitos, inclusive ao que eles estão ingerindo, tanto no âmbito escolar como no âmbito domiciliar, para que não tenhamos uma geração futura de doentes crônicos graves”, completou ela. O Erica avaliou cerca de 75 mil estudantes e traz dados preocupantes principalmente para o Estado, se percebendo um elevado consumo de alimentos ultraprocessados, causando estado de sobrepeso, colesterol, triglicerídeos e glicemia. Esses dados fazem parte de um quadro de Síndrome Metabólica, até então chamado de doença de adultos, visto hoje que crianças estão adoecendo por essas escolhas alimentares. Associado a isso também está a falta de atividade física, sendo o sedentarismo ou-

Karina Rios

tro aspecto importante que afeta a saúde. O Conselho de Alimentação Escolar de Ijuí trabalha agora em uma série de atividades, prédeterminadas no cronograma das reuniões, fazendo um levantamento de dados e informações para apresentar no mês de outubro, incluindo um roteiro de visitas na escolas da rede.

MEC divulga dados do censo escolar

Censo avalia número de matrículas conforme níveis escolares

O Ministério da Educação divulgou na última quinta-feira, o resultado preliminar do Censo Escolar de 2016. O levantamento detalha o número de matrículas iniciais na educação básica das redes públicas municipal e estadual de ensino. Elas referem-se à Creche, Pré-escola, aos Ensinos Fundamental e Médio, à Educação de Jovens e Adultos e Educação Especial. Os dados preliminares mostram que os Anos Iniciais do Ensino Fundamental em turno parcial concentram a maior parte das matrículas das redes municipal e estadual (10.844.700), seguido pelos Anos Finais do

Ensino Fundamental, também em turno parcial (9.311.561). A partir da divulgação dos dados preliminares, os diretores das escolas têm prazo de 30 dias para conferir e retificar os dados, se necessário, no sistema Educacenso. Finalizado o período de retificações, os dados definitivos são publicados. Na segunda fase do Censo, serão coletados os dados sobre o rendimento e o movimento escolar dos alunos declarados (aprovação, reprovação e abandono). Conhecer o número das matrículas é fundamental para o repasse de recursos e a execução de programas e políticas públicas na área da educação.

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

O PAÍS DE TODOS Quando o governo do PT decidiu aceitar a sugestão do marqueteiro de criar a palavra-de-ordem O País de Todos, a Velhinha de Taubaté acreditou, e pensou que o Brasil fosse de cada um dos mais de 200 milhões de brasileiros. Ledo engano. De fato, o governo apenas ironizava, enquanto se apropriava do botim, concedido por seus milhões de eleitores. Afinal, estava consagrado nas urnas, alforriado, legitimado pelos votos. Poderia fazer o que quisesse com a posse do país-continente. E fez. Ninguém entendia por que, pagando tanto imposto, não tivesse saúde, educação e segurança, no mínimo. Agora, pelo menos, graças à Lava-Jato, a gente fica sabendo onde foi o dinheiro do suor destinado aos impostos. Foi desviado por gente que aproveitou a ignorância, a ingenuidade e os pobres do bolsa-família para encher as burras. Quanto dinheiro, meus deus! Bilhões! Quantos hospitais, quantas escolas - quantas prisões poderíamos ter para trancafiar a corja. Fizeram por ato-de-fé, convictos da infalibilidade de sua seita que mistura Marx com Trotsky e Gramsci, mais Fidel e Chavez e o tropical Lula. Seria comédia se não tivesse resultado numa tragédia. Não poderia ter sido outro o resultado. O sociólogo marxista FHC não foi o que mais privatizou? No país tropical não cabem fórmulas ou padrões. Aqui tudo é bagunçado. Veja se deu certo o princípio positivista de Ordem e Progresso posto na bandeira. Agora virou slogan de algum marqueteiro de Temer. E a gente fica sem condições de usar a bandeira, porque fica parecendo propaganda para o governo. Voltar ao País de Todos? Aí não dá, porque virou afronta, já que a realidade foi O país é nosso, para pegar a grana e nos locupletarmos. É a Lava-Jato que demonstra; não sou eu. Fico me perguntando como conseguiram. O quanto somos incompetentes para perceber que por mais de uma década, foram metendo a mão no País que é nosso, como se fosse deles. Boca livre, justificada pelo voto que receberam para tomar conta do País que é nosso. Dinheiro, muito dinheiro rolou de nosso suor de contribuintes, para o bolso deles, inclusive para nos enganar e se manterem no poder para continuar a usufruir do País que deveria ser nosso. Hoje flagrados, descobertos, desnudados, protestam com arrogância, com se tivessem o direito adquirido de continuar o botim. São como traficantes do morro, que adquiriram o direito à soberania da área. Resta uma esperança. Não virão os marcianos, nem os chineses, nem a ONU nos libertar. Ficamos dependentes do juiz Sérgio Moro, dos jovens delegados e juízes federais. Mas ainda não ganhamos vergonha na cara. Porque continuamos dependendo da proteção dos outros.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

15

EXPO-IJUÍ/ FENADI

Nilton Kasctin dos Santos Promotor de Justiça

A lição da galinha Dirigindo-se ao povo que o havia rejeitado, certa vez Jesus exclamou: “Jerusalém, quantas vezes quis eu ajuntar os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintos debaixo das asas, e tu não quiseste!” (Mt 23.37). O Mestre usava essa comparação com a galinha para ilustrar como Deus deseja proteger o homem do mal. A galinha é um animalzinho frágil e desorganizado. Não caça em grupo como os leões. Não armazena comida como a formiga, o esquilo e muitos tipos de pássaros. Não esconde seu ninho de eventuais predadores. Faz exatamente o contrário: bota ovo e sai cantando, possibilitando a fácil descoberta do ninho. Para piorar, briga sempre que se encontra com uma galinha estranha, às vezes até morrer ou ficar cega, de maneira que sua vida social é um desastre. Mas então por que Jesus se refere à galinha quando fala da proteção divina ao homem? Quem observa como uma galinha cuida de seus pintinhos irá responder com facilidade essa indagação. Ocorre que uma galinha é capaz de mudar radicalmente seu comportamento quando está cuidando dos pintinhos. Em primeiro lugar, fica inteiramente à disposição dos filhotes, de dia e de noite, protegendo com suas asas os que desejam debaixo delas abrigarse, sempre alertando dos perigos e chamando todos para perto de si com voz inconfundível. E os filhotes que estão sob as asas da mamãe galinha, além de não passarem frio nem fome, ficam fora da visão dos predadores, livres do risco de serem devorados. Em segundo lugar, quem observa com atenção fica surpreso com a força, a coragem e a determinação da galinha no momento em que algum predador se aproxima dos filhotes. Quando criança, vi por mais de uma vez galinhas mansas e pequenas matarem gaviões enormes que tentavam arrebatarlhes os filhotes. Mas há um detalhe importante nessa história: a galinha só garante proteção aos pintinhos que estiverem muito próximos dela. Jamais ela obriga os filhotes a ficarem por perto; apenas os chama com insistência. Mas também nunca sai de perto daqueles que se agrupam em seu redor para atender algum pintinho peralta que se aventurou a dar uma escapadinha e agora se encontra em apuros. Com a comparação, o Mestre queria mostrar que assim é nossa vida em relação a Deus. Ele está sempre pronto a nos dar proteção contra toda sorte de mal, mas nós precisamos buscar estar perto dele. Jamais estaremos protegidos enquanto estivermos distantes de Deus. Por isso o Salmista orou assim: “Tem misericórdia de mim, ó Deus... à sombra das tuas asas me abrigo até que passem as calamidades (Sl 57.4). E no salmo 91 ele disse: “Aquele que habita no esconderijo do Altíssimo, à sombra do Onipotente descansará... Ele te cobrirá com as suas penas e debaixo das suas asas estarás seguro. Não temerás espanto noturno, nem seta que voe de dia... Mil cairão ao teu lado, e dez mil à tua direita, mas tu não serás atingido. O Altíssimo é tua habitação. Nenhum mal te sucederá, nem praga alguma chegará à tua tenda...”.Estejamos sempre pertos de Deus, como aqueles pintinhos que não se arriscam a dar um só passo sozinhos. E não esqueçamos que Deus, como a galinha, só protege aqueles filhos que procuram abrigar-se debaixo de suas asas. Temos total liberdade para nos afastar de Deus. Todavia, se o fizermos, perderemos completamente a proteção divina e passaremos a viver inseguros, como quem caminha num desfiladeiro escorregadio, na escuridão, sem rumo e, portanto, sem esperança.

Agroindústria divulga o setor A Agroindústria Familiar já é atração permanente durante as edições da ExpoIjuí/Fenadi. Os produtos do campo comercializados no Pavilhão são um sucesso em todas as feiras e atraem sempre um grande público, que ajuda na divulgação das agroindústrias de toda a região. Este ano a Feira terá a participação de 25 famílias/agroindústrias, mais agregações de 11 municípios. O setor inclui famílias de Ijuí, Coronel Barros, Augusto Pestana, Joia, Ajuricaba, Bozano, Crissiumal, Não-Me-Toque, Vista Gaúcha, Selbach e São Martinho. A intenção do setor é oferecer ao público um bom atendimento e qualidade de serviços. Os produtores sempre buscam melhorar seus produtos a cada feira, por isso esse ano se espera uma variedade maior de produtos do campo a serem comercializados. A Expo-Ijuí terá a presença de indústrias produtoras de tortas, biscoitos, pães e cucas, 13 indústrias de derivados de leite, três de embutidos de carne suína e uma indústria de derivado de carne de frango. Sucos naturais, geleias, melado, rapadura e derivados de cachaça também estarão disponíveis para venda. Para Adriano Lorenzoni, da Comissão

Já está confirmada a participação de 25 famílias, de 11 munícipios, que comercializarão os produtos na Expo-Ijuí

da Agroindústria Familiar, a Feira ajuda a divulgar o setor e a desenvolvê-lo. “A expectativa é que todos consigam fazer boas vendas de produtos durante a feira. O objetivo é a comercialização e, principalmente, a divulgação da marca de cada

agroindústria da região”, afirma. A mostra da Agroindústria tem o apoio da Fetag, Emater, Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Ijuí, ACI, Prefeitura Municipal de Ijuí e Secretaria de Desenvolvimento Rural de Ijuí.

Oficinas de Artesanato serão novidade na Expo O pavilhão do artesanato é um dos destaques na ExpoIjuí. Cerca de 100 artesãos participam da mostra, que traz a criatividade de cada artista em peças que atraem visitantes todo ano. A ExpoIjuí abre espaço para troca de conhecimento entre artesãos e interessados e promove oficinas de artesanato gratuitas. De 10 a 14 de outubro, junto ao Pavilhão de Arte-

sanato, será realizada oficina de Técnicas de Stencil. A oficina será ministrada pela artista decorativa Lúcia Tessmer das 15 às 19 horas. Em relação as oficinas de artesanato gratuitas, a representante da comissão de artesanato, Terezinha Irís Terra ressalta que os interessados em participar devem levar o material ou poderão também adquirir no local. "Os

cursos são gratuitos, somente exigimos os materiais dos participantes. As aulas das oficinas acontecem junto ao pavilhão de artesanato, durante todos os dias da feira, nas manhãs e tardes", comenta. O objetivo desses cursos é oferecer espaço para as pessoas que gostam de trabalhar com artesanato e têm vontade de aprender técnicas novas no setor.

Pavilhão de Pequenos animais retorna à Expo Durante a Expo-Ijuí/Fenadi 2016, a Agropecuária Didoné realiza uma mostra de aves exóticas, no Parque de Exposições Wanderley Burmann. O objetivo de levar os animais para a Feira é divulgar o trabalho feito pelo setor da agropecuária doméstica, principalmente no que diz respeito à criação de aves. Serão cerca de 30 espécies de aves disponíveis para a comercialização no período de 6 a 16 de outubro. Entre as aves estão Roselas, Rignetes, Mandarins, Manons, Pavão, Canários, Calopsitas, Diamante Golg, Faisão, entre outros. A mostra também terá galinhas ornamentais, galos e patos. Outros animais como coelhos e peixes também estarão disponíveis ao público, mostrando mais uma vez o trabalho da agropecuária. A exposição pode ser conferida no Pavilhão de Pequenos Animais durante todos os dias da Feira. É importante salientar que o Pavilhão de Pequenos Animais é uma das novidades para este ano, uma vez que na última edição, o local não realizou exposição. Isso ocorreu porque no dia 15 de janeiro de 2015 entrou em vigor a resolução nº 1.069, de 27 de outubro de 2014, que

Mostra de aves exóticas é novidade no Pavilhão de Pequenos Animais

dispõe sobre diretrizes gerais de responsabilidade técnica em estabelecimentos comerciais de exposição, manutenção, higiene estética e venda ou doação de animais. O Conselho Federal de Medicina

Veterinária (CFMV) estabeleceu determinadas normas, que prejudicaram a Feira dos Pequenos Animais, que apresentava excesso de luminosidade, barulho e fluxo constante de pessoas.

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

AIF dispensa três jogadores A Associação Ijuí Futsal (AIF) anunciou ontem a dispensa de três jogadores, os alas Fernandinho e Vanderson e o ala/fixo Pablo. Conforme o presidente Luiz Henrique Bussmann, (Kiko) a decisão foi tomada porque os jogadores não compareceram ao treinamento de quinta-feira à noite no Ginásio Municipal Wilson Mânica e disputaram uma partida pela Copa dos Campeões Amadores no Estádio 19 de Outubro no mesmo horário pelo Juventude do Rincão dos Goi. Kiko Bussmann disse que o momento é de união, concentração máxima no Campeonato Estadual Série Bronze e o grupo está focado para buscar a classificação. Lembrou que a diretoria não impediu no início da temporada que os atletas jogassem outras competições desde que não coincidissem com os treinamentos ou jogos da AIF. A decisão de afastar os três jogadores foi tomada após uma conversa por telefone do presidente Kiko Bussmann com o diretor de futebol Valmir João Goi. Vanderson e Fernandinho tiveram boa atuação na derrota de

cmyk

Renato Marsiglia renato.marsiglia@tvglobo.com.br

GRÊMIO É COPA DO BRASIL - 1 O Tricolor fez contra o Palmeiras, uma partida como a muito não se via. O time entrou em campo determinado e acima de tudo, motivado. São três resultados positivos em sequência, quebrando de forma consistente a série de resultados negativos que determinaram a saída de Roger Machado. O estado anímico dos jogadores é outro com a chegada de Portaluppi. Ala Vanderson marcou gol diante da APF

Fernandinho abriu o placar neste jogo

Pablo entrou no transcorrer da partida

5 a 3 para a Associação Passo Sobradense de Futsal (APF) no último sábado e inclusive cada um marcou um gol na partida. Pablo também jogou contra o time de Passo do Sobrado. A equipe ijuiense tem jogo decisivo no próximo dia 8 de outubro em Horizontina contra o Horizontina Futsal, valendo vaga na terceira fase do Estadual de Futsal Série Bronze. O time

ijuiense necessita do empate para avançar. Pela atual situação dos times na chave 6, AIF e APF se enfrentarão na próxima etapa. O time de Passo do Sobrado lidera com 10 pontos e em segundo está a equipe de Ijuí com 9 pontos. A última rodada do returno da segunda fase será em 8 de outubro às 20h com estas partidas: chave 4: Uruguaianense x AMF de

Marau; e Nadas Branco de Rio Pardo x ASF de Santiago; chave 5, Parobé Futsal x Cerro Largo e ACBF de Cerro Branco x ACF de Caçapava do Sul; chave 6, Horizontina Futsal x AIF-Ijuí e APF de Passo do Sobrado x Expresso de Capão da Canoa e chave 7, União Independente de Santa Maria x Guarani Futsal de Camargo; e ADCH de Salto do Jacuí x SERCCA de Casca.

Marcelo Galvão é tetra no futebol amador ijuiense O técnico Marcelo Galvão (Guiné) é tetracampeão no Campeonato Municipal de Futebol Amador de Ijuí, 1ª Divisão. No último dia 18 comandou o Botafogo do bairro Alvorada na conquista do título invicto após empate de 0 a 0 no tempo normal com o Juventude do Rincão dos Goi e vitória nos pênaltis por 5 a 4. Em 2011 ele treinou o Chorão, campeão municipal invicto diante do Palestino ao vencer por 1 a 0. No mesmo ano foi o treinador do Sub-20 do time do interior que ganhou a competição invicto em cima do Palestino. No ano de 2012 Marcelo Galvão treinou o Chorão, que conquistou o Campeonato ao superar a Portuguesa no jogo decisivo por 2 a 0 e em 2013, comandou a equipe na conquista da 1ª Divisão. No ano passado ganhou com o Vila Nova invicto ao superar o Botafogo do Alvorada por 1 a 0 no pentagonal final. Neste ano de 2016 Marcelo também treinou o Sete de Setembro, campeão invicto de Catuípe frente ao Canto do Rio. Com a Ponte Preta do bairro Assis Brasil, foi bi invicto da Copa dos Campeões Amadores atuando como técnico nas finais diante do Estrela de Augusto Pestana, goleada de 4 a 0 em 2013 e do Flamengo de Vila Santo Antônio, vitória de 3 a 1,

16

em 2014. Qual o significado de ter levado o Botafogo ao seu primeiro título da 1ª Divisão ? Ganhar com o Botafogo foi para mim uma satisfação enorme. Depois de 42 anos conseguimos levar o time a uma conquista. Existia um crédito com a comunidade do Alvorada porque no ano passado tinha ganho deles com a equipe do Vila Nova. Como foi a saída do Vila Nova e a chegada no Botafogo? Quais os pontos principais desta vitória? A ida para o Botafogo aconteceu por intermédio do meu irmão, o Bilo, que em 2015 treinou o time do Alvorada. Em 2016 ele não quis se envolver e fez o convite. Aceitei a porta que foi aberta, a oportunidade dada. A diretoria, os jogadores e os torcedores me receberam bem. Conseguimos junto com o Marcos Skonieski, formar a equipe. Foi difícil formar o grupo de atletas? A gente olha o perfil, a conduta e a história dos jogadores no futebol amador de Ijuí. Precisa ser ganhador. A equipe do Botafogo saiu atrás das outras agremiações, mas com o empenho da comissão técnica e diretoria conseguiu contratar peças fundamentais que levaram ao título. Você permanece no Bota-

fogo? A preferência sempre é de quem ganha. Sou um treinador que gosta de desafios. Sempre sou um cara que jogo franco, jogo limpo. O Vila Nova nunca tinha conquistado um título. Ganhamos a competição invictos. No Botafogo foi assim. O Chorão nunca tinha conquistado a 1ª Divisão e ganhamos sem perder um jogo. Agradeço muito a comunidade de Chorão pelo início. No amador, os treinamentos são mais difíceis. Taticamente dá para trabalhar o atleta? A formação do elenco é essencial neste caso. Busco atletas experientes que estão acostumados a trabalhar comigo. Isso ajuda muito no amador. Às vezes para mim um jogador é fundamental, mas para outra equipe não é. O pensamento sempre é contratar

atletas obedientes taticamente, que conseguem fazer o que o treinador pede. Esse é o caminho do nosso sucesso.

GRÊMIO É COPA DO BRASIL - 2 Na verdade, o foco tem que ser a Copa do Brasil, uma vez que no Brasileirão, pouco tem a fazer. O resultado de 2 x 1 determina uma vantagem com pouca folga, mas que não pode ser desprezada. Em São Paulo, a necessidade de sair para o jogo será do Palmeiras e isto pode oferecer espaços para o contra-ataque gremista. É jogar com inteligência. INTER É BRASILEIRÃO - 1 O torcedor festejou o gol de Seijas como se fosse a salvação colorada na temporada. Ora, o foco do Inter tem que ser o Brasileirão. De que adianta vencer o Santos por 1 x 0 na volta, classificar para as semifinais da Copa do Brasil e acabar rebaixado para a Série "B"? O importante são os jogos contra Figueirense e Coritiba neste momento. INTER É BRASILEIRÃO - 2 O desabafo de Seijas "ao vivo" no final do jogo pelo SporTV foi engraçado e comovedor: "peço desculpas pelas palavras, mas isto está uma MERDA"!!! Titular da Seleção Venezuelana, jamais imaginaria a encrenca em que iria se meter ao vir para o Inter. É a quinta derrota consecutiva. A SWAT colorada parece reunião de guarda-noturno sem ter o que fazer!

Marcelo Galvão (esq.) foi campeão no Chorão

Marcelo Galvão (no detalhe) treinou o Botafogo do Alvorada, campeão de 2016

MUDANÇAS NA ARBITRAGEM ?? Sai Sérgio Corrêa e entra o Cel. Marinho, ex-presidente da Comissão de Árbitros de SP por onze anos. Se para cada jogo, continuarem colocando dez bolinhas dentro de um globo para sortear um árbitro, seria melhor contratar um "croupier" de roleta para fazer as escalas. Sairia mais barato e tem mais prática para trabalhar em bingo.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

17

DOIS TOQUES

Negociações do São Luiz Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

LIBERAÇÃO-A AIF dispensou os atletas Vanderson, Pablo e Fernandinho. Nas próximas edições vou aprofundar este assunto e trazer as palavras dos jogadores. TORNEIO I- Acontece hoje nos dois campos da Chácara de Kiko Bussmann nas proximidades do campus da Unijuí, junto a RS-342, sentido Catuípe, a Taça Paulo Baier de Futebol Sete, 12 Horas de Muito Futebol.O objetivo é a integração entre alunos, pais, professores e escolinhas da região, e Estado, oportunizando a participação dos alunos de uma forma educativa e competitiva, e mais próxima dos grandes eventos esportivos. O cerimonial de abertura será às 8h30 e o término dos jogos previsto entre 19h e 21h. TORNEIO II- A Taça Paulo Baier de Futebol Sete tem estas equipes confirmadas na categoria mirim, 2004 e 2003: ACF Futsal, Ajuricaba, Assesp,São Luiz, Grêmio Manjabosco, Gol de Placa, Cometa, Esporte Clube Ijuí, Escolinha Bozano, Jóia, Escolinha Piá e Greminho Dimicron. No infantil, 2001 e 2002 estão confirmados estes times: Escolinha Celso, São Luiz A, Assesp, Cometa, GBM, Grêmio Mareli, Bozano, Jóia, Grêmio Cruz Alta e Esporte Clube Ijuí. Serão distribuídos vários prêmios. PERDA-Foi sepultado na manhã de ontem no Cemitério Jardim de Ijuí o ex-atleta do Grêmio Esportivo Gaúcho e do São Luiz, Almeri Perini de Andrade (Cobrinha). Ele tinha 75 anos. Atuou primeiramente no time do Força e Luz e depois se transferiu para o Gaúcho onde jogou nos anos 60 e 70 como atacante e depois quarto zagueiro.Sempre foi polivalente, jogando em várias posições. Cobrinha, que faleceu após uma enfermidade, era irmão do saudoso Dorival Perini de Andrade (Vardo), que foi zagueiro do São Luiz em 1948 e do Gaúcho em 1949. JOGOS DO SESI- As equipes Manutec/Pré Moldados Dreffs/EO da Silva/ Ombu/Metal Ijuí e Soberana Alimentos decidem hoje a categoria livre do futebol sete do Sesi, no Centro Esportivo. Na preliminar às 13h45 jogam Hoff Pneus/Star Gesso A e Cisbra A, na decisão do terceiro lugar.

O técnico Paulo Henrique Marques vem a Ijuí no próximo dia 8 para acompanhar no Parque de Exposições Wanderley Burmann o lançamento da campanha de sócios do Esporte Clube São Luiz e conversar com o departamento de futebol sobre a formação do elenco para 2017. O treinador conversa diariamente com o diretor de futebol Delmar Blatt. Na pauta a busca de reforços para a próxima temporada. Ontem à tarde, Paulo Henrique falou com o Jornal da Manhã. Disse que o Rubro tem que entrar no Campeonato da Divisão de Acesso pensando em ganhar. Lembrou que o São Luiz tem uma camisa forte, é respeitado pelas outras agremiações, mas precisa se impor.

Como estão as negociações para formar o grupo de jogadores? Estamos fazendo os contatos com calma. A negociação leva mais tempo.Temos um perfil e vamos atrás destes atletas, claro, dependendo da questão financeira. Quais os atletas procurados? Aqueles com qualidade e cara de 2ª Divisão. Precisam ter subido algum time, conhecerem bem esta competição para no momento decisivo não sentirem a pressão. O departamento de futebol vai anunciar estes jogadores no momento certo. O São Luiz pode contratar atletas do Tupi de Crissiumal,

clube que você treinou este ano? Existe sim a possibilidade. Um ou dois jogadores. Como será a disputa para voltar à Série A do Gauchão? São na verdade oito postulantes às duas vagas e o São Luiz, pela sua tradição, camisa e torcida está neste grupo seleto. Faremos um trabalho organizado, bem planejado para colocar novamente o clube na elite do Campeonato Gaúcho. Você tem acompanhado a Copa Federação Gaúcha de Futebol (Copinha)? Estou em Santiago observando atentamente o futebol. Iremos a Santa Catarina observar jogadores e também em outros locais.

Paulo H. Marques, técnico do São Luiz

Inter disputa jogo decisivo contra o Figueirense Para grande parte da torcida colorada, se o Internacional não vencer o Figueirense hoje, difícilmente escapará do rebaixamento. Em um duelo direto contra a degola, as equipes buscam desesperadamente a vitória às 21h no Estádio Beira-Rio, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro. O Colorado soma 27 pontos ganhos neste Brasileirão e ocupa a 18ª colocação, quatro pontos atrás do primeiro clube fora do Z4, justamente o Figueirense. Nas contas coloradas, para escapar do rebaixamento, o Inter precisa apenas vencer os seis jogos que fará em casa, chegando assim aos 45 pontos, pontuação que normalmente garante a per-

manência. Assim, o jogo contra o Figueira pode ser decisivo contra o descenso.O técnico Celso Roth deve escalar o Inter com: Danilo; Willian, Paulão, Ernando e Ceará; Fernando Bob, Rodrigo Dourado, Seijas e Gustavo Ferrareis; Sasha (Valdívia) e Aylon. No Figueirense, o técnico Marquinho Santos manteve o mistério e não revelou sua equipe. A principal dúvida está na disputa entre Renato e Ferrugem no meio-campo. Time: Gatito Fernández; Ayrton, Werley, Bruno Alves e Pará; Jefferson (Josa), Renato (Ferrugem), Elvis e Dodô; Lins e Rafael Moura. Árbitro: Luiz César de Oliveira Magalhães (CE).

Internacional precisa vencer o Figueirense para seguir na luta contra o rebaixamento

Grêmio joga desfalcado diante do Cruzeiro O duelo entre Cruzeiro e Grêmio, hoje às 18h30 no Mineirão, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro, é considerado pelo time mineiro uma verdadeira final. A Raposa vive momento complicado na tabela do torneio nacional e precisa voltar a vencer para seguir firme em sua luta contra o rebaixamento. Além disso, o histórico em casa em 2016 reforça que é necessário ter foco, afinal, são apenas três vitórias, com cinco empates e

outras cinco derrotas. O técnico Mano Menezes escala este time: Rafael; Ezequiel, Bruno Rodrigo, Manoel e Edimar; Henrique, Lucas Romero (Ariel Cabral), Robinho e Arrascaeta; Rafael Sobis e Ramon Ábila. Oitavo colocado com 40 pontos, o Grêmio quer se aproximar do G4. Os desfalques serão Marcelo Grohe e Walace suspensos e Edílson lesionado. O Tricolor do técnico Renato atuará com: Bruno Grassi;

Wallace Oliveira, Geromel, Kannemann e Marcelo Oliveira; Kaio, Jailson, Ramiro,

Douglas e Pedro Rocha; Luan. Árbitro: Celmo Alves Resende Cunha (GO).

CLASSIFICAÇÃO BRASILEIRÃO 2016

TIMES

P

J

V

E D GP GC SG

Palmeiras Flamengo Atlético-MG Santos 5Fluminense Atlético-PR Corinthians Grêmio Ponte Preta Botafogo Chapecoense São Paulo Sport Coritiba Vitória Figueirense Cruzeiro Internacional Santa Cruz América-MG

54 53 49 45 43 42 41 40 39 38 38 34 33 33 32 31 30 27 23 21

27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27 27

16 16 14 14 12 13 12 11 11 11 9 9 9 8 8 7 8 7 6 5

6 5 7 3 7 3 5 7 6 5 11 7 6 9 8 10 6 6 5 6

5 6 6 10 8 11 10 9 10 11 7 11 12 10 11 10 13 14 16 16

47 37 44 43 32 27 35 33 36 33 38 27 37 32 34 27 34 27 31 19

25 26 36 26 27 23 27 32 41 33 43 28 41 33 38 35 41 34 44 40

22 11 8 17 5 4 8 1 -5 0 -5 -1 -4 -1 -4 -8 -7 -7 -13 -21

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

EDUCAÇÃO INFANTIL

Famurs busca soluções para obras de creches Os municípios gaúchos receberam, em 2013, uma proposta para resolver o déficit de vagas nas creches. O governo federal, por meio do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), ofereceu uma tecnologia inovadora para a construção de creches. Em poucos meses, 208 unidades seriam erguidas em 98 cidades, permitindo atender 40 mil crianças. Mas a realidade ficou muito distante do prometido. Pelo convênio assinado com a União, o município aderia ao pregão. O dinheiro já estava disponível, e o prefeito deveria apenas viabilizar o terreno. A empresa MVC ficou responsável pelas obras, com tecnologia inovadora, utilizando placas de fibra de vidro e gesso acartonado. No entanto, a construtora não teve condições de honrar seu compromisso, por pendências trabalhistas que impedem o repasse dos recursos. Com isso, apenas seis foram concluídas em todo o Estado. Em 25 municípios, são 40 obras paradas – algumas delas

sequer saíram do piso. Por conta do impasse e da tecnologia exclusiva, os prédios só poderão ser concluídos pela MVC, o que amplia as dificuldades. Sem expectativa de soluções, diversas cidades romperam o contrato e migraram para a construção convencional, utilizando tijolos. Se estivessem prontas, essas creches permitiram zerar o déficit de vagas no Rio Grande do Sul. Além disso, o Estado poderia cumprir com folga a meta do Plano Estadual de Educação de atender, até 2024, 50% da demanda de crianças de 0 a 3 três anos. Com o imbróglio atual, os municípios precisam recorrer a aluguel de espaços e alternativas provisórias para manter o serviço. De acordo com o 1º vicepresidente da Famurs, Marcelo Schreinert, a Famurs está acompanhando os prefeitos no diálogo com o FNDE, o Ministério Público e os Tribunais de Contas do Estado e da União para retomar as obras. "As prefeituras fizeram a sua parte, viabilizando os espaços

18

Salário só será quitado com ingresso de receitas O governo do Rio Grande do Sul vai parcelar o salário dos servidores do Executivo pela oitava vez consecutiva. De acordo com nota divulgada na quinta-feira, a expectativa da Secretaria da Fazenda é quitar os vencimentos de setembro até o dia 14 de setembro. A primeira parcela será de R$ 810. O depósito foi realizado ontem, último dia útil do mês. Pelas previsões da Secretaria da Fazenda, faltam R$ 719,2 milhões para pagar uma folha líquida de R$ 991,2 milhões. Por isso, o desembolso das demais faixas se dará de acordo

com o ingresso de receitas, podendo ocorrer nos próximos dias. A previsão da Fazenda é de que os salários estejam integralmente depositados até o dia 14 de outubro. É a oitava vez no ano e o 10°parcelamento em 19 meses do governo de José Ivo Sartori. Neste ano, houve parcelamento dos salários dos servidores do Poder Executivo nos meses de fevereiro, março, abril, maio, junho, julho e agosto. Mas desde 2015 o governo gaúcho encontra dificuldades para pagar o funcionalismo. Em julho e agosto do ano passado, também houve parcelamentos.

Marcelo Schreinert

para as obras. Cabe ao governo federal, que nos vendeu gato por lebre, apontar uma saída para esse impasse. Se de tijolos ou de tecnologias inovadoras, não importa. Exigimos apenas a estrutura adequada para atender nossas crianças, oferecendo-lhes os primeiros passos para seu desenvolvimento".

Essa já é a oitava vez que o salário dos servidores estaduais é parcelado

Cooperativas participam de encontro de capacitação técnica Com o objetivo de reunir profissionais que atuam na área de secretariado de cooperativas do Rio Grande do Sul e discutir temas importantes do setor, o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Estado do Rio Grande do Sul (Sescoop/RS)

cmyk

promoveu, na quinta e sextafeira, o Seminário Estadual de Secretariado de Cooperativas, em Nova Petrópolis, a capital nacional do cooperativismo. Para o secretário do Desenvolvimento Rural, Pesca e Cooperativismo (SDR), Tarcisio

Minetto, "o governo do Estado reconhece a importância das cooperativas e apoia todas as ações para capacitar as pessoas que trabalham no setor. As secretarias de cooperativas estão à frente do desenvolvimento das cooperativas e buscar qualifica-

ção técnica para o atendimento vai resultar em melhores serviços para o cooperativismo e todo o Estado". O seminário teve painéis sobre O secretariado na visão de dirigentes de cooperativas, Competências profissionais do secre-

tariado moderno e Radiografia na condição do secretariado em cooperativas. Participaram da solenidade de abertura, o presidente do Sistema Ocergs/Sescoop-RS, Vergilio Perius, e o presidente da Cooperativa Piá, Gilberto Kny.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

DIÁRIO OFICIAL

Publicada troca de terreno por novo presídio do RS O governador do Rio Grande do Sul, José Ivo Sartori, sancionou a alteração da lei estadual que permite troca de prédio imóvel do Estado para uma rede de supermercados. A partir disso, a empresa se comprometerá a construir um novo presídio. A publicação está no Diário Oficial desde ontem. A previsão é de que em dois anos a Região Metropolitana de Porto Alegre tenha um novo presídio com mil vagas. O terreno da permuta, para a construção do supermercado, fica na Avenida Praia de Belas, em Porto Alegre, e vai passar por uma nova avaliação. Em 2012, era avaliado em R$ 13,1 milhões. Lá funciona a Fundação para Desenvolvimento de Recursos Humanos (FDRH), responsável por preparar con-

PLANTÃO DUPLO-HOMICÍDIO - Uma mulher e um homem foram mortos a tiros no final da noite de quinta-feira, em São Leopoldo, na Região Metropolitana de Porto Alegre. O crime ocorreu por volta das 19h na Avenida Thomás Edison, no bairro Vicentina. Conforme a Brigada Militar, as vítimas são Darlan Regis Henrique, 31 anos, e Bruna Bibiana Nunes da Silva, 24 anos. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a se deslocar para atender a ocorrência, mas ao chegar lá o homem já estava morto. A mulher foi levada para o Hospital Centenário, onde não resistiu e acabou morrendo. Ainda segundo a polícia, um carro passou pelo local, de onde partiram os disparos. No local do crime, foram localizados vários estojos de calibre 9 mílimetros. A Brigada Militar realizou buscas, mas ninugém foi preso. ASSALTO A BANCO - Pelo menos quatro homens assaltaram a agência do Sicredi, no município de Tupanci do Sul, que fica próximo a Lagoa Vermelha. O ataque aconteceu por volta das 14h20 de ontem. Os criminosos ainda levaram um refém que foi liberado cerca de 2h depois. A Brigada Militar realizou buscas, mas até o fechamento da edição, ninguém havia sido preso. Os órgãos de segurança de toda a região já estão em condição de alerta sobre a presença dos criminosos.

cursos e encaminhar estudantes para estágios em órgãos públicos. Recentemente uma reportagem mostrou que os 71 servidores estavam preocupados com essa possibilidade. “Ao que tudo indica, a probabilidade é que queiram nos mandar embora, sendo que fizemos concurso público para estarmos aqui”, protesta a advogada Manoela Tonietto. Segundo o líder do governo na Assembleia Legislativa, Gabriel Souza (PMDB), no entanto, os servidores vão trabalhar em outros prédios públicos. Em troca do local, a rede de supermercados garante a construção do complexo prisional em um município a ser divulgado. Atualmente, o Estado tem mais de 34 mil presos, e precisaria de pelo menos mais 10 mil vagas.

Gabriel Souza (PMDB)

Investigada hipótese de incêndio criminoso na BM O incêndio que danificou o teto do posto da Brigada Militar, na Vila Cruzeiro, em Porto Alegre, na manhã de ontem, ainda tem a origem desconhecida. No entanto, a hipótese de que um artefato foi lançado não é descartada. De acordo com investigadores, é provável que um coquetel de molotov tenha sido lançado sobre o posto. O caso será investigado pela 20ª Delegacia de Polícia, mas o delegado responsável não se manifestou devido à determinação da Associação dos

Delegados de Polícia em protesto pelo parcelamento de salários. Ainda há a suspeita inicial de que um problema na fiação tenha sido a causa. O comandante do 1º Batalhão de Polícia Militar, tenente-coronel Alexandre Brite da Silva, aguarda o resultado da perícia. No momento do incêndio, os policiais estavam almoçando dentro do posto e ninguém ficou ferido. O caso está sendo investigado pela Polícia Civil e, até o fechamento da edição, ninguém havia sido preso.

Chamas foram contidas pelo Corpo de Bombeiros e a PC já investiga

19

PC apura morte de menino em escorregador A Polícia Civil investiga o caso de um menino de 4 anos que morreu cinco dias após cair de um escorregador e bater com a cabeça contra tocos de madeira em uma creche municipal de Três Coroas, cidade a cerca de 110 quilômetros de Porto Alegre. Rian Rodrigues sofreu uma queda de cerca de um metro de altura no dia 22 de setembro, uma quinta-feira, e morreu na madrugada da última terça-feira. Rian caiu após ser atingido por um outro menino que descia no escorregador enquanto ele subia pelo lado inverso do brinquedo, conforme o delegado Ivanir Caliari, que investiga o caso. O aparelho foi interditado e passará por uma perícia de engenharia. Após a queda, a vítima foi encaminhada pelo Corpo de Bombeiros ao Hospital Oswaldo Diesel, em Três Coroas. No local, recebeu quatro pontos no ferimento, pouco acima da nuca e foi liberado. “O médico disse que eu podia levar ele pra casa e receitou paracetamol”,

contou o pai de Rian, Márcio Rodrigues. “Ele parecia bem. Na sextafeira [dia 23], brincamos. Aí, no sábado, quando eu acordei ele estava inchado. Levamos ele de novo para o hospital”, lembra Márcio. De Três Coroas, o menino foi transferido para o Hospital São Francisco de Assis, em Parobé, onde realizou uma tomografia computadorizada. No local, Rian teve convulsões. Ainda no sábado (24), ele foi novamente transferido, desta vez para o Hospital de Pronto Socorro (HPS) de Porto Alegre. O delegado Ivanir Caliari investiga se houve negligência no primeiro atendimento ao menino. Ele quer esclarecer se há conexão entre a conduta dos médicos e a morte da criança. A investigação, por meio da perícia de engenharia, ainda quer esclarecer se o menino poderia brincar no aparelho onde houve o acidente. O delegado Caliari pretende encerrar o inquérito em até 10 dias.

Preso homem condenado por estupro de irmã Um homem de 27 anos, condenado a 10 anos e seis meses de prisão pelo estupro da própria irmã, foi preso na cidade de Lajeado, no Vale do Taquari, na quinta-feira. A prisão foi efetuada por policiais que atuam na Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher. Conforme a delegada Márcia Bernini Colembergue, o crime foi comunicado à polícia em 2009 após a vítima ter engravidado.

“Além de ser uma pessoa com deficiência intelectual, a vítima também era adolescente na época do crime”, afirmou a delegada. “Ele aproveitava quando os pais saíam para trabalhar na lavoura para cometer os abusos, que resultaram na gravidez da vítima”, completou. Após a prisão, o homem foi encaminhado para o Presídio Estadual de Lajeado.

Justiça determina toque de recolher na região Após reunião com as coligações e forças de segurança de Seberi, a Justiça Eleitoral decidiu vedar a circulação de candidatos, cabos eleitorais e militantes em atos de campanha, entre 23h30 e 6h, de 28 de setembro até a data das eleições municipais. A decisão pelo toque de recolher foi motivada por diversos fatores, entre eles, o “acirramento dos ânimos dos militantes que apoiam as duas coligações que disputam o pleito eleitoral”, além de registros de ocorrências por parte de familiares de candidatos, contendo denúncias de ameaças verbais. “Não aconteceu nada de grave, mas o juiz fez a reunião com as autoridades para prevenir, antes que aconteça alguma coisa”, explica Ilone Maria Ferlin, chefe do Cartório da 132ª Zona Eleitoral. No documento, o juiz Marco

Aurélio Antunes dos Santos, que assinou a decisão, também observou que, nesta semana, houve uma tentativa de homicídio contra um candidato a prefeito de uma cidade vizinha. A circulação de pessoas envolvidas em campanha estará restringida, mas não proibida, conforme ressalta a chefe do Cartório Eleitoral. O objetivo é prevenir ataques e orientar os candidatos para que tenham cautela, evitando sair com carros adesivados, ou elementos ligados ao partido durante o horário definido. Na reunião entre as autoridades, a Brigada Militar se comprometeu a fazer rondas durante a madrugada para garantir o cumprimento da medida. Na decisão, o juiz pontua ainda o baixo efetivo da BM local, que também atua em outros dois municípios da região.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

TRÂNSITO

Carroceiro é atropelado e perde sustento da família

20

PC apura morte por atropelamento na região A Polícia Civil de Augusto Pestana investiga morte de Paulo Gomes das Chagas, 40 anos, atropelado na noite de quinta-feira, na ERS-522. Segundo boletim de ocorrência, o responsável não parou para prestar socorro. Segundo o boletim de ocorrência, o responsável não prestou

assistência, porém, "série de fragmentos" deixados no local do acidente poderão auxiliar a investigação. Paulo Gomes das Chagas, morador da Esquina Rentz, foi localizado por volta das 19h30, já sem vida. Até o fechamento da edição, ninguém havia sido preso.

PRF prende homem que portava rifle na BR-386 A PRF prendeu na tarde de ontem, durante fiscalização de rotina, na BR-386 em Sarandi, um homem de 65 anos de idade por porte ilegal de arma de fogo. Ele portava em seu veículo um rifle calibre .44 com 7 munições intactas. Ele foi abordado em frente à unidade operacional de Sarandi, um Ford Escort que vinha de Porto Alegre. Na porta do carro,

os policiais encontraram as munições e num saco de ráfia no portamalas estava o rifle. O condutor não apresentou autorização para portar a arma e também não foi possível identificar seu registro devido desgaste na numeração gravada. A arma e as munições foram apreendidas e o homem encaminhado à polícia judiciária para procedimentos cabíveis.

Vítimas do acidente, juntamente com o restante da família estavam tentando juntar os "cacos" para o recomeço

Um acidente de trânsito registrado na noite de quinta-feira deverá prejudicar o sustento de uma família com, pelo menos, oito pessoas. Uma carroça acabou "atropelada" por um veículo que foi identificado após prestar auxílio. As responsabilidades, no entanto, não foram esclarecidas. Ainda ontem, uma carroça conduzida por Adão Martins percorria a Avenida Siqueira Couto quando "ouviu um barulho" antes de parar

no chão. "Eu não vi nada, quando vi o estouro, já estava no chão. Minha égua já estava caída", relatou o carroceiro em entrevista concedida ao Grupo JM, na manhã de ontem. Embora não tenha se ferido, o seu filho, de 14 anos, teve escoriações no rosto. Ainda na noite de quinta-feira ele foi levado até o Pronto Socorro, medicado e liberado. O animal não se feriu. A carroça ficou completamente destruída. Segundo Adão, os pró-

Votação dos presos provisórios é negada A Justiça Federal manteve decisão que nega a instalação de urnas eletrônicas em todas as penitenciárias que abriguem mais de 20 presos provisórios. O Estado possui seis locais que se enquadram nessa condição. A justificativa aponta para a falta de tempo hábil para montar o sistema, já que o recurso foi protocolado pelo Ministério Público Federal cinco dias antes do pleito.

Ainda assim, nos locais em Porto Alegre que já eram objeto de acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RS), a votação será mantida. São os casos do Presídio Central, onde 206 presos provisórios poderão exercer o direito democrático, da Penitenciária Feminina Madre Pelletier, com cerca de 20 detentas aptas, e de 138 internos da Fundação de Atendimento Socioeducativo (Fase).

ximos dias serão de reconstrução e preocupação já que tratava-se do único sustento da família. "O acidente acaba prejudicando. Vou ter que ficar um pouco parado. Vou juntar algumas partes que sobraram para tentar reconstruir. É o ganha pão da mulher, meu e dos seis filhos", revelou. A carroça era usada ao longo das noites para o recolhimento de materiais como lixo, papelão, plástico, entre outros.

Susepe vai recorrer da remoção de presos de DPs

Susepe quer recorrer da liminar que determina remoção de presos em DPs do RS

A Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe) vai recorrer de uma liminar que determina a remoção de presos em delegacias de polícia do Estado. A Susepe sustenta que as transferências para presídios ocorrem assim que vagas são abertas. De acordo com o Tribunal de Justiça (TJ), o Estado não pode descumprir a obrigação constitucional com a justificativa de falta de recursos. Os desembargadores

cmyk

Prisão aconteceu a partir de uma abordagem de rotina feita na rodovia

ainda destacaram que a superlotação em presídios ocorre há anos, sem que o Estado encaminhe solução. A liminar prevê multa diária de R$ 2 mil para cada delegacia e R$ 2 mil para cada preso recusado nos presídios. A Susepe também deve estabelecer regime de plantão permanente para que a Polícia Civil e a Brigada Militar entreguem os presos diretamente para o sistema prisional. O regime deve ser implantado em 10 dias a partir da decisão.

PLANTÃO QUATIARINHA - A Brigada Militar de Ijuí prendeu na tarde de ontem, sob acusação de furto, David Lemos Soares de 22 anos. Ele foi flagrado em um delito de furto de materiais de construção em uma obra, no bairro São Paulo. Ele foi encaminhado até a Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, onde teve o flagrante lavrado pelo delito. Ainda segundo a BM, Quatiarinha, como é conhecido, possui diversas passagens pela polícia. Ele foi recolhido à Modulada de Ijuí

David Lemos Soares, 22 anos


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

A CARROÇA É NOSSA

Grupo reúne crianças na Praça da República

Ontem, a comunidade pôde conferir gratuitamente a peça A Carroça é Nossa, do grupo Xama de Teatro (MA). A apresentação pelo Circuito Nacional Palco Giratório 2016 ocorreu na Praça da República. O enredo começa com um sonho de Pedoca (LauandeAires), em que vê a si próprio em uma carroça puxada por um burro.Ao despertar, encontra a carroça, mas não o animal que pudesse puxá-la. Em sua busca pelo burro, encontra Toinha (Gisele Vasconcelos), que sonha por um amor verdadeiro; Joaninha (Cris Campos), que anseia por proteção e Cecé (Renata Figueiredo), cujo

sonho é encontrar sua família. Durante a busca, percebem que precisam desvendar um enigma que envolve não só a carroça como os seus destinos. Em sua 19ª edição, o Circuito Palco Giratório é considerado o maior projeto de circulação nacional das artes cênicas. O projeto reúne duas mil horas de oficinas sobre manifestações teatrais e 20 espetáculos de grupos provenientes de diversos Estados. Além de entretenimento, Grupo Xama de Teatro (MA) encenou a peça na Praça da República o Palco Giratório proporciona trocas de experiências e DESAPARECIMENTO intercâmbios entre artistas e Os familiares de Sérgio Iriplateia, por meio de oficinas, neu Vedolin Sasso, 64 anos, seminários e festivais. estão à sua procura. Sérgio estava internado, fazendo tratamento na Fazenda Santa Lúcia, no município de Bozano, e desapareceu na última quinta-feira dia 22. passaram pelas salas de Ele estava internado há 14 vacina, mas em torno de dias e, segundo os familia50% que foram vacinadas. res, deve estar mal vestiEsse número completo foi a do, pois fugiu da fazenda conferência da caderneta de sem levar seus pertences vacinação", comenta. Sobre o objetivo prine objetos pessoais. Segundo a família. Qualquer cipal dessa campanha, Aninformação deve ser dada para os telefones (55) dréia ressalta que é atu9108-8230 e (55) 8140-4332 (55) 9964-6958. alizar a situação vacinal. "As cadernetas de vacinas precisam estar atualizadas, porque existem datas e atrasos que estavam fora EM MEMORIA AO 1º ANO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA MISSA do calendário de vacina nos últimos anos", ressalta.

Encerra-se campanha de Multivacinação

Pais e responsáveis tiveram até ontem para levar crianças e adolescentes nos 36 mil postos e salas de vacinação de todo o País. A Campanha Nacional de Multivacinação teve início no dia 19 de setembro. Segundo a coordenadora do programa municipal de imunizações, Andréia Amorim, 13 salas de vacinas estiveram ativas no posto central de vacinação. "Em casos de crianças de zero até cinco anos, 3 mil crianças

EM MEMORIA AO 3º ANO DE FALECIMENTO ERICO REIS *15/11/1954 +02/10/2013 Érico, parece que foi ontem que você recebeu o chamado para se tornar mais uma estrela brilhante no céu... Há três anos deixamos de ter a tua presença carnal... Se soubéssemos que os almoços de domingo às 16 horas estavam no fim teríamos reclamado menos... O teu apoio incondicional nos deixou mal acostumados... Em nossos dias, existe um vazio eterno... É difícil conviver com a ausência de quem nos era tão importante, mas sabemos que tu, agora és a luz que guia nossos passos. Não podemos te ver mais, mas sempre sentimos a tua presença. Com amor, Iolanda, filhos Élisson, Eliane e Glauciane, genros Charles e Hilon, nora Marcilaine, netos. Ijuí, 1º de outubro de 2016.

VALERIO CORREA *09/10/1951 +30/09/2015 “Tu partiste, mas podes ter certeza que a tua esposa, estes teus queridos filhos e teu neto, jamais irão te esquecer. Em nossas memórias, ainda vive tua imagem com aquele sorriso

21

SERVIÇOS ENCONTRO - A valorização do trabalho desenvolvido pelos professores municipais foi um dos principais objetivos do 2° Café da Primavera com professores aposentados da Associação dos Professores Municipais de Ijuí (APMI), realizado na tarde

de ontem, no Café Colonial da Nica. Na oportunidade, funcionários da associação e aposentados se reuniram para um coquetel e, ainda, prestigiaram a palestra da psicóloga Patrícia Sauzen, que abordou O que podemos fazer para ter um envelhecimento saudável.

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO, AGRADECIMENTO E CONVITE PARA CULTO EVALDO LACORTH REUSCH +24/04/1974 +23/09/2016 Familiares agradecem a presença dos amigos, vizinhos e clientes que estiveram presentes no velório trazendo palavras de conforto e muito carinho. Convidamos todos os familiares, amigos e clientes para culto de 7º dia em memória que será realizado amanhã, dia 2, às 9 horas na Igreja Evangélica Martin Lutero Linha 3 Oeste. “Aqueles que amamos nunca morrem, apenas partem antes de nós.” Ijuí, 1º de outubro de 2016.

AGRADECIMENTO E CONVITE PARA MISSA DE 7º DIA MARIA JOSEFINA DE OLIVEIRA *12/03/1932 +27/09/2016 “Eu sou a ressureição e a vida. Aquele que crê em mim, mesmo que morra, viverá.” João 11:25 Mãe, Vó, Bisa, tia, irmã, amiga... Deus olhou para

Familiares convidam para missa a ser celebrada hoje, às 18 horas na Igreja Cristo Rei.

a terra à procura de alguém que fosse especial, que soubesse amar e perdoar a todos, que estivesse sempre pronta a ajudar quem fosse necessário, e você era exatamente o que Ele procurava. Deus a chamou, pois cumpriu sua missão terrena, e agora nos braços do Senhor descansa em paz, pois um dia todos nós nos reencontraremos em sua nova morada no reino dos céus... Eternas saudades desse amor infinito. A família enlutada agradece em especial a Dra Cheila Eickoff, ao Dr Ricardo Behr, a fisioterapeuta Josiane Baiotto, as amigas Nice e Ivone que muitas vezes nos auxiliaram e não mediram esforços para ajudar, aos familiares, amigos, vizinhos e todos que de uma forma ou de outra nos confortaram, nos ajudaram e estiveram presentes nesse momento difícil. Outrossim, convidam para missa de sétimo dia a ser celebrada dia 4 às 19h na Igreja São Geraldo. Aos que comparecerem a família desde já agradece.

Ijuí, 1º de outubro de 2016.

Ijuí, 1º de outubro de 2016.

tão amoroso. Pai, estamos sentindo tua falta, falta daqueles churrascos de domingo, do chimarrão ao seu lado, das conversas e conselhos que nos dedicava com tanta atenção. Hoje, não o temos mais aqui, ao nosso lado, mas temos certeza de que estás em um lugar melhor, e tens contigo, nossos corações cheios de carinho e saudade. Por tudo de bom que nos ensinaste, só temos a agradecer.”

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

DIA NACIONAL DO IDOSO

Estímulo à qualidade de vida deve iniciar cedo

Hoje é celebrado o Dia Nacional do Idoso, quando diversos serviços de saúde chamam a atenção para a necessidade de cuidados que atendam às necessidades da terceira idade. O tema é de grande importância, visto que a cada ano a população brasileira aumenta seu número de idosos, que precisam ser inseridos em ações que não apenas prolonguem suas vidas, mas que os proporcione mais qualidade no viver. Como explica o neurocirurgião especialista em dor pela Associação Médica Brasileira (ABM), Claudio Corrêa, é comum doenças degenerativas surgirem com mais frequência na terceira idade, especialmente àquelas geradoras de dor, como as doenças reumatológicas, ósseas, as neuropatias, entre outras. O tratamento da dor crônica no idoso é parecido com o indicado a uma pessoa jovem, via fármacos, reabilitação física, além de procedimentos cirúrgicos e suporte da terapia mental, quando necessário. Porém, deve-se ficar atento ao fato de que nesta fase da vida o indivíduo já ter um consumo mais elevado de medicamentos, que podem gerar interação. Além disso, alguns medicamentos têm restrição de indicação devido a maior fragilidade do organis-

cmyk

Comunidade realiza campanha de arrecadação Um incêndio destruiu uma residência de madeira na Rua Irineu Sartori, no bairro Luiz Fogliatto, na última quarta-feira pela manhã. Na casa, viviam três pessoas, sendo um idoso de 83 anos e uma pessoa com deficiência. Depois do ocorrido, os vizinhos estão se mobilizando em prol da família, que está abrigada na sede do bairro, arrecadando desde materiais de construção até móveis e donativos. “Precisamos construir uma casa com urgência para eles. Quem quiser fazer uma doação pode levar até a sede ou trazer na mi-

nha residência que fica ao lado”, conta a vizinha Edenir de Oliveira, responsável pela campanha e é quem tem doado as refeições para a família. “Pelo que estou sabendo, eles podem ficar na sede somente até segunda-feira.” Segundo ela, a assistente social do Município falou com a família no dia do incidente, mas disse que é preciso esperar passar o período eleitoral. “Então, estamos contando com a comunidade, o que vier é sempre bem-vindo”, finaliza. Interessados em ajudar podem entrar em contato com Edenir por meio do telefone 9159 0563.

Direitos iguais a tratamento e qualidade de vida são prioridades em todas as idades

mo com seus efeitos colaterais. É o caso de analgésicos antiinflamatórios, por exemplo, que afetam a mucosa do estômago, rins, e outros. Por isso, o médico destaca a importância de priorizar medidas educativas que estimulem na população os bons hábitos ao longo de toda a vida, para evitar as doenças ou adiar ao máximo o seu surgimento e consequências. A prática regular de atividade física, especialmente exercícios aeróbicos leves, ajudam na saúde cardiovascular; já a musculação ajuda na manutenção da força e do equilíbrio contra quedas. Uma alimentação saudável, equilibrada em

nutrientes, mantém a energia necessária para o organismo se manter mais forte e resistente às doenças. Somando a isso, é importante manter uma vida social ativa e realizar checkups anuais para identificar possíveis doenças ainda no início, quando são mais fáceis de serem tratadas. Integrando a programação do Dia Nacional do Idoso, a Sabeve de Ijuí promove na próxima quarta-feira, no Centro Evangélico Ijuí, palestra com o psiquiatra Burno Guidolin, a partir das 13h30. Entre os temas abordados, a fala estará centrada na importância de manter uma vida mais plena, independente da idade.

Novo Leste levará sugestão ao Executivo Quando o assunto é espaços públicos de esporte e lazer, a realidade do bairro Novo Leste continua sendo preocupante. De acordo com o presidente José Figueira, a comunidade é muito carente neste sentido. “Infelizmente a gente não tem nada, nem sede temos”, lamenta. No entanto, durante uma reunião realizada entre a diretoria e os moradores, algumas sugestões foram elencadas e deverão ser levadas até o Executivo. Ele relata que há cerca de seis anos havia uma pracinha nas proximidades do Modelo, no entanto, os brinquedos foram retirados e até o momento a diretoria do bairro não teve informações para onde os equipamentos foram levados. “Disseram que devolveriam e montariam a pracinha mais para baixo, mas até agora não foi feito nada”, acrescenta. Na busca por espaços de lazer, a comunidade do Novo Leste migra para outros bairros. “Faz falta,

22

Espaço onde estavam os brinquedos da pracinha segue vazio e o Novo Leste também

e o que eu bato sempre em cima, uma sede. Também já deram sugestões, em uma reunião que realizamos, de fazer uma quadra de areia, que é mais simples, basta largar uma carga de areia e nós só teríamos que manter, mas com as eleições não se consegue coi-

sa nenhuma”, conta o presidente. Para ele, a situação daquela comunidade à medida que não possui um local ao ar livre, perto de casa para confraternizar, e necessita se deslocar até outros bairros em busca de um espaço para esporte e lazer.

Vizinhos da família que perdeu a casa em incêndio realizam campanha solidária

Nova edição do Prato Cheio acontece neste mês Em outubro, o Sistema Fecomércio-RS/Sesc dará início a mais uma edição da Campanha Prato Cheio em todo o Rio Grande do Sul. Durante o período, Unidades Operacionais do Sesc e instituições parceiras como Unidades Senac e Sindicatos filiados ao Sistema Fecomércio/RS receberão as doações de alimentos não perecíveis, destinadas a entidades sociais cadastradas no programa Mesa Brasil Sesc. A iniciativa integra o calendário de ações do Sesc, em alusão ao Dia Mundial da Alimentação, celebrado em 16 de outubro. A campanha é uma oportunidade para a comunidade participar de forma ativa da Rede de Solidariedade, que é formada por instituições sociais e doadores. Podem ser doados alimentos não perecíveis, dentro do prazo de validade e com embalagens

íntegras. As doações entregues nas Unidades do Sesc/RS e instituições parceiras serão repassadas às entidades sociais, seguindo orientações das nutricionistas do Programa Mesa Brasil. O Mesa Brasil Sesc é uma rede permanente de solidariedade, que atua desde novembro de 2003 no Rio Grande do Sul com o objetivo de evitar o desperdício de alimentos e diminuir as carências nutricionais da população. Para alcançar essas metas, tem o apoio de empresas, entidades sociais e voluntários. Realizado pelo Sistema Fecomércio-RS nas cidades de Porto Alegre e Região Metropolitana, Cachoeira do Sul, Ijuí, Erechim, Santa Maria, Rio Grande e Vales do Taquari e Rio Pardo, o programa mantém parceria com as prefeituras. Outras informações podem ser obtidas no site www. sesc-rs.com.br/mesabrasil.

SERVIÇOS EXPO-IJUÍ - Recentemento o CTG Laureano Medeiros retomou a invernada artística pré-mirim. Os ensaios são realizados aos sábados, a partir das 14h. Interessados em participar

podem entrar em contato com o patrão da entidade, Jamil Éder de Souza pelo telefone 9149 5638/ 3332 2342 ou com a coordenadora da Invernada, Raquel Álvares, pelo telefone 8449 6740.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 1º e 2 de outubro de 2016

23

Memória JM CARA OU COROA

Armindo Pydd

A PROFISSÃO MAIS DIFICIL **Amanhã vamos escolher os detentores da profissão mais difícil. É extremamente complexa. É a de político. Quem afirma isto é o filósofo italiano Masi. E justifica. O político não tem garantia de emprego. Deve renovar o seu mandato de tempos em tempos. Está sob o crivo permanente da população. Dificilmente contenta a todos. Pelo contrário, recebe a responsabilidade por todos os problemas existentes. **Este seria um dos motivos porque o cidadão que tem sua vida organizado , tem sua profissão, tem seu ganho, tem seu nome respeitado, pensa muitas vezes antes de entrar na política. **Estamos vivendo numa época em que o Judiciário está atuando muito para corrigir os desvios da política e do setor público em geral. A operação Lava-Jato projetou um juiz brasileiro como personalidade mundial. E os aplausos são generalizados. **Os mais apressados até propõem que os juízes deveriam assumir o governo. O que aconteceria? É uma questão interessante. Na Itália houve a operação “mãos limpas”. E ocorreu de gente do Judiciário assumir o comando de um partido poíitico. Resultado; não foi animador (segundo Masi). E outra realidade, são outras condicionantes, são outras exigências. **Para quem pensa em votar em branco é bom saber que ele não é contabilizado para ninguém. Idem os votos nulos. Uma eleição não é cancelada se mais de 50% dos votos forem nulos ou brancos. ** Num mesmo dia nesta semana houve dois eventos importantes em Ijui tratando da questão dos agrotóxicos. É assunto muito suscetível de viés ideológico. A começar pelo nome agrotóxicos. Será que todos são venenos e nocivos? Não custa recordar que na década de 50 em nossa região não existiam nem agrotóxicos nem adubos. E a terra já nada produzia. Era dominada pela formiga e pela barba de bode. A opção do agricultor era se mudar para o oeste do Paraná com terras novas, florestas exuberantes. Hoje vivemos num mar de culturas que produzem riquezas, alimentos.. onde antes dominava a barba de bode ... ** A tecnologia e o desenvolvimento aumentou constantemente a média da idade da população e a queda drástica da mortalidade infantil. A produção de alimentos tem muito a ver com isto. Será que não deveríamos pensar também nos agrotóxicos como antibióticos que tem sua indicação e sua utilidade incontentáveis como lembrou numa debate um agricultor presente (Marcos Friedrich) de família que há gerações vive na meio rural. O debate é sim útil sempre que o contraponto se faça presente. **Uma pergunta que não quer calar. Porque a nossa universidade não conquistou a faculdade de Medicina que vem para Ijui e sim uma outra organização da área da educação( Estácio de Sá). **Sao muito ruins os resultados do Ensino Fundamental no Brasil. E vem piorando aqui no RS também. Há anos se discute que mudanças são necessárias. Agora por Medida Provisória o governo tomou medidas. E como sempre vem as contestações. **Agosto com desgosto especial. Estatísticas concluídas verificou-se que foi o pior desde que se tem dados estatísticos rotineiros no Brasil em termos de arrecadação e economia. Parece que pior não pode ou não vai ficar.

Notícias de outubro de 1981

1ª Expo-Ijuí tem sucesso garantido Faltando apenas uma semana para a abertura da 1ª Expo-Ijuí - Exposição Feira Industrial e Comercial de Ijuí, já pode se afirmar que essa promoção tem sucesso garantido. Os empresários ijuienses estão dando o amplo apoio aos organizadores. Ao todo, foram montados no Parque Regional de Feiras e Exposições Assis Brasil 70 estandes internos, em quatro pavilhões cobertos, e mais 98 estandes externos.

No interior do Parque a atividade é intensa, com cerca de meia centena de pessoas trabalhando na montagem dos estandes e em outras atividades relacionadas com a 1ª Expo-Ijuí. Junto às arquibancadas cobertas da pista de leilões foi montado um pavilhão coberto com um palco, que servirá de local para shows artísticos que constam na programação da exposição.

Este pavilhão coberto está reservado para os shows artísticos

Alunos de Ijuí são premiados em bienal mundial A Escola de 1º Grau Francisco de Assis recebeu correspondência, por parte do representante da Província de Kanagawa, Japão, endereçada a duas crianças, cujos trabalhos haviam sido enviados pela escola em fins de 1980, para participar da 1ª Bienal Mundial de Kanagawa para Arte Infantil. Através da carta, o representante da província no Brasil, Terushige Odaka,

CONCURSOS PREFEITURA DE PELOTAS A Prefeitura de Pelotas, Rio Grande do Sul, está com as inscrições abertas para realização de processo seletivo, regido pelo edital nº 102/2016, que visa ocupar 53 vagas imediatas

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Doação - O Lions Club de Ijuí realizou a doação de bom número de caixa contendo gêneros alimentícios diversos para a merenda escolar das Escolas Municipais Dileta Vieira Marins, Olinda Enriconi, Dona Leopoldina, Anita Garibaldi e Tomé de Souza. A entrega foi realizada na Secretaria Municipal de Educação, na presença de seu titular e diretoras dos estabelecimentos contemplados, pelo presidente do Lions local, Sady Bernewitz e outros companheiros. Museu - As empresas Roseflor e Viveiros Hoffmann fizeram, na semana passada, significativas doações ao Museu Antropológico Diretor Pestana. Nos jardins internos da nova sede do Museu foram plantadas diversas mudas e flores, formando um conjunto belo e colorido. O novo módulo do Museu será inaugurado pelo governador Amaral de Souza, que virá para a Expo-Ijuí na próxima semana.

comunica que as obras das duas crianças foram premiadas com medalhas de ouro. A Escola Francisco de Assis, vê, dessa forma, valorizado o seu trabalho e a arte de seus pequenos grandes artistas. Contando com a colaboração de seu Círculo de Pais e Mestres, a Escola organizou um programa muito especial para celebrar esse momento

Festa - A Família escotista mundial mais uma vez comemorou o transcurso do Dia do Lobinho. O Grupo de Escoteiros Farrapos, de Ijuí, em alusão à data, promoveu uma festa de confraternização. Esses lobinhos firmaram seu compromisso perante a chefia do grupo, representada pelo chefe Rui Jorge Weich.

para funções de Agente Comunitário de Saúde, que atuem em atividade de Estratégia de Saúde da Família (ESF) e/ou Estratégia de Agentes Comunitários de Saúde (EACS). Os interessados precisam ter nível Fundamental completo e residir na localidade de atuação que tem vagas disponibilizadas. As inscrições podem ser feitas pelo período de 15 de setembro até 10 de outubro de 2016, pelo site www. legalleconcursos.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 51,24.

do Rio Grande do Sul, com a assessoria técnica da Fundação La Salle, iniciou as inscrições ao concurso público edital nº 01/2016, destinado ao preenchimento de 110 vagas para candidatos com formação escolar fundamental, médio, técnico e superior. As inscrições poderão ser feitas até o dia 19 de outubro de 2016, pelo endereço eletrônico da organizadora: www. fundacaolasalle.org.br/concursos. A taxa de inscrição varia de R$ 50,00 a R$ 100,00. O concurso terá aplicação de provas objetivas para todos os candidatos, mais prova de títulos para os cargos de nível superior.

PREFEITURA DE GARIBALDI A Prefeitura de Garibaldi, no Estado

cmyk


WWW.JMIJUI.COM.BR

FIM DA CAMPANHA

CORAÇÃO EM EVIDÊNCIA

Encerrou-se ontem, em todo o País, a Campanha de Multivacinação que teve por objetivo a atualização das cadernetas de vacina de crianças e adolescentes. | 21

Em celebração ao Dia Mundial do Coração, atividades de conscientização acontecem na próxima semana em Ijuí. | 12

Jovens se preparam para participar da primeira eleição amanhã Os alunos do CSCJ, Dieinifer e Felipe não deixarão de comparecer às urnas para depositar seu voto. | 7

Dupla Gre-Nal joga hoje pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro Internacional recebe o Figueirense na luta para fugir do rebaixamento. Grêmio enfrenta o Cruzeiro em Belo Horizonte de olho no G4 da competição | 17

EDITORIAL | 6 Mais de 64 mil pessoas estão aptas a votar em uma eleição que marcará um momento decisivo para Ijuí.

cmyk

Sitepaginas  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you