Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

Ano 43 - Nº 329

R$ 3,00

Debate esquenta disputa eleitoral

Com discussões acaloradas sobre a política local, Valdir Heck e Bira Teixeira participaram de debate ontem, na ACI | 13

Desfile das etnias acontece amanhã Com o tema Baú de Memórias, o desfile irá retratar a história dos 30 anos da Fenadi. | Caderno Dois

Governo do RS apela para Força Nacional

Repasse de créditos do Fies preocupa

Unimed foca nos planos familiares

Bira quer resolver "crise de identidade"

Unijuí tem 30% da receita no Fies. | 3

Medida busca compensar perdas. | 5

Candidato falou no Palanque JM. | 15

Diante da situação caótica da segurança, Sartori recorreu ao governo federal. Agentes devem reforçar o RS. | 19

cmyk


RADAR ABONO SALARIAL - Você tem direito ao abono salarial do PIS/Pasep referente a 2014? O prazo termina na próxima quartafeira e cerca de 1 milhão de trabalhadores ainda não sacaram o benefício. Na quintafeira, o Ministério do Trabalho divulgou uma lista com os nomes dessas pessoas. Usuários têm relatado dificuldade para acessar o arquivo. O ministério afirmou que os arquivos são pesados e isso que pode causar lentidão na hora de fazer a consulta. Para consultar a lista é preciso abrir a página do ministério por meio do site http://zip.net/bmtrwf (endereço encurtado e seguro) e clicar no Estado. Em seguida, basta baixar o arquivo com os nomes. No caso de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo, as listas estão separadas por municípios e organizadas em ordem alfabética. FEBRE AMARELA - A partir de um estudo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) chegou à conclusão de que uma dose da vacina contra febre amarela é suficiente para garantir a imunidade pela vida toda. Portanto, os viajantes não precisam mais tomar a vacina a cada 10 anos. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já emite os certificados internacionais de vacinação especificando sua validade por toda a vida. O acordo foi fechado em julho de 2016 em uma Assembleia Mundial de Saúde por 196 países. Se seu certificado foi emitido antes dessa data, não se preocupe, ele continua valendo mesmo com as datas já expiradas. SEMANA FARROUPILHA - A programação da Semana Farroupilha 2016 será conhecida na próxima segunda-feira. A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo (Smcet) e a Associação Tradicionalista Querência Gaúcha (ATQG) promovem jantar de Lançamento do Caderno da Semana Farroupilha de 2016, para imprensa e convidados. O evento será às 19h30, no Centro de Tradições Gaúchas Clube Farroupilha. PALESTRA - Na próxima segundafeira, o CCAA realiza uma palestra sobre Intercâmbio para Inglaterra. Os jovens interessados no programa de intercâmbio para Oxford em Janeiro de 2017 poderão assistir uma apresentação do programa que o CCAA irá apresentar em parceria com a Internationalschools. O encontro terá início às 19h30 no CCAA de Ijuí.

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

OLHO DA RUA INDICADORES Poupança 19.8.2016 .......................0,7412 % Ouro 19.8.2016....................... R$ 137,50 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,2690 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,2696 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,2000 Dolar turismo (venda) ................... R$ 3,4100 Euro (compra) .............................. R$ 3,6595 Euro (venda) ................................. R$ 3,6606 IPC/FIPE Jul/ /2016 ..............................0,35% IGPM Jul/2016 .................................... 0,18% INPC/IBGE Jul/2016 .............................0,64% IPCA Jul/2016 ......................................0,52% IGP-DI-FGV Jul/2016 .......................... -0,39% UPF/RS 2016.................................. R$ 17,144 *valores acima de R$ 300,00

A sexta-feira surpreendeu os ijuienses com um calor fora de época. De acordo com a meteorologia, hoje será mais um dia quente no Rio Grande do Sul. Na Capital, a máxima deve ser de 31°C. Com isso, uma nova frente fria se forma, trazendo chuva ao Estado. Mas, enquanto ela não chega, a dica é se refrescar com sorvete.

ENTRE ASPAS "Defendo a flexibilização das leis trabalhistas como forma de superação da crise econômica no País. Temos que prestigiar a negociação coletiva e conseguir um marco regulatório para a terceirização. Alguns pontos da CLT em que se possa fazer alteração podem dar mais segurança às empresas e emprego para os trabalhadores", disse o presidente do Tribunal Superior do Trabalho, Ives Gandra da Silva Martins Filho.

cmyk

LOTERIAS NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º 2º 3º 4º 5º

-

4.164 6.093 4.914 4.070 0.120

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

1406

"Estado de choque", disse a funcionária da escola e a assistente administrativo da escola Osvaldo Dal Piaz, onde uma mãe foi morta quando buscava os filhos.

02 03 04 05 06

"Os funcionários estarão indo junto às agências, já estará sendo preparado isso para os funcionários, e eles farão, assinarão esse compromisso e as prefeituras posteriormente irão honrar o pagamento em parcelas de até 10 vezes", observa o presidente da Famurs, Luciano Pinto

20 21 22 24 25

"semana da vergonha nacional", disse o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no início do julgamento do impeachment da presidente afastada Dilma Rousseff (PT) no Senado. "Nos deixa estarrecidos e com o sentimento de que temos que dar um basta na criminalidade. Não podemos deixar que esta barbárie continue em nossa cidade, provocando pânico entre os porto-alegrenses", disse o prefeito de Porto Alegre, Jose Fortunati, em sua página no Facebook.

09 11 13 15 19

QUINA

CONCURSO nº

Getúlio

4168

04 15 31 67 73 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

TERTÚLIA - No dia 11 de setembro acontece, no Salão de Atos da Unijuí, a Tertúlia Universitária: valorizando a Nossa Tradição. A partir das 19h30 a programação contará com a participação do Grupo Peabiru, Denis Luiz Silva, Vinícios Franco Hoch, Vocal Querência, Leonardo Brizzolla de Mello, Bicampeão Estadual de Chula, e Pedro Darci Oliveira. O ingresso é 1kg de alimento não perecível ou um material de higiene. A Tertúlia Universitária é uma realização da Unijuí em parceria com o Grupo de Teatro da Unijuí, Coral Unijuí e Cadagy Unijuí. NUTRIÇÃO - De 29 de agosto a 1º de setembro o curso de Nutrição da Unijuí realiza a 16 Jornada de Nutrição, no câmpus da Unijuí. O evento tem a finalidade de promover a atualização de acadêmicos e profissionais na área da nutrição e a troca de experiências e integrar estudantes e profissionais da área.

2


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

FINACIAMENTO ESTUDANTIL

Créditos do Fies preocupam instituições Na maior parte do País, ao menos 1 em cada 3 alunos do ensino superior privado conta com algum subsídio do governo federal para estudar. Isso se dá devido a dois programas para facilitar o acesso a cursos de Ensino Superior privados. Pelo Prouni, o aluno tem bolsa de 50% ou 100% e, em troca, a instituição ganha isenção de alguns tributos. Pelo Fies, o estudante financia a mensalidade, ou parte dela, com juros de 6,5% -portanto, abaixo da inflação, que foi de 8,7% nos últimos 12 meses. No total, em 18 unidades da federação, mais de um terço dos alunos do ensino superior privado estava em algum dos dois programas em 2014. De acordo com o reitor da Unijuí, Martinho Kelm, para o segundo semestre deste ano, existe uma preocupação por parte das instituições de ensino quanto ao repasse dos créditos do Financiamento. “Temos toda uma programação e pagamentos de tributos com os créditos do Fies e o governo, alegando greve dos servidores do Tesouro Nacional, não está permitindo que nós façamos o pagamento dos tributos com os créditos do Fies”, explica. Com isso, Kelm diz que a Instituição acaba utilizando-se

dos recursos próprios, “que estava previsto para outras atividades”, para pagamento dos seus tributos, “mesmo tendo um volume bastante grande de créditos que seriam destinados a isso”, defende. Outra situação que acaba preocupando é a falta de informações quanto ao aditamento dos contratos do financiamento, para aqueles alunos que já são beneficiados pelo crédito. Com isso, ele diz que a Universidade não recebe os valores enquanto os contratos não forem aditados. “A perspectiva é de que os valores devem ingressar apenas no mês de novembro”. Na Unijuí, mais de 30% das receitas são dos recursos do Fies, nesse caso, conforme o reitor, “seriam quatro meses com valores em atraso em um montante tão significativo”. Apesar da preocupação, ele adianta, que a Universidade não deverá ter contratempos no cotidiano, “mas sem dúvida é uma questão que atrapalha muito qualquer processo de planejamento e não há justificativa para isso. Se vínhamos fazendo, sistematicamente, no início do semestre os aditamentos, por que agora temos esse atraso e nenhum indicativo de quanto começaremos esse

3

Prefeito se reúne com gerentes de bancos O prefeito Fioravante Ballin esteve reunido com gerentes de agências bancárias do município. Na ocasião foi debatida a rejeição ao projeto que previa prorrogação do prazo para a aplicabilidade da Lei 6.402, que prevê a vigilância armada nas instituições financeiras. O prefeito ouviu as ponderações dos presentes que argumentam que mesmo sendo constitucional, a lei não é aplicável. A lei municipal obriga as agências bancárias e cooperativas de crédito de Ijuí a contratar vigilância armada 24 horas, inclusive em fins de semana e feriados. A lei determina que os vigilantes estejam a postos nas áreas destinadas aos caixas eletrônicos, na parte interna das instituições financeiras. Caso não cumpram

a nova legislação, as instituições estarão sujeitas a multas. O descumprimento da presente lei implicará em multa no valor de cem unidades fiscais, sendo que trinta dias após a primeira notificação, o alvará de funcionamento da agência bancária infratora poderá ser suspenso. Ballin garante que neste momento não serão aplicadas. "Esta Lei é legal, mas não é viavél, e durante o encontro ficou decidido que os bancos têm prazo de mais 20 dias para se adaptarem à regra". O prefeito é categórico ao dizer que entende a importância da lei, e que está trabalhando para garantir a segurança, mas também que é preciso manter este serviço prestado pelas agências à comunidade.

Martinho Kelm

aditamento?”, questiona ele. Mesmo com a preocupação por parte da Universidade, ele adianta que, para os alunos, não deve existir essa preocupação. "Na perspectiva da Instituição é um quadro bastante preocupante, mas pelo aluno acho que está razoavelmente normal", diz ele.

O prefeito Ballin esteve reunido com os gerentes das agências bancárias

Setor de serviços corta 60% mais empregos no RS O setor de serviços foi destaque negativo no mercado de trabalho com carteira assinada do Rio Grande do Sul em julho. Foram cortadas 3.950 vagas. É 62% mais do que já havia extinguido em junho. Quase 1,5 mil foi no segmento de serviços de alojamento e alimentação. Em segundo lugar, foram quase 1 mil empregos cortados no setor de ensino. No total, mais de 12 mil vagas com carteira assinada foram fechadas no Rio Grande do Sul em julho. Em junho, tinham sido cerca de 10 mil.

Os dados são do Ministério do Trabalho. No País, o mercado somou 1.168.011 vagas novas ante 1.262.735 demissões, com perda de 94.724 postos, 0,24% de redução em relação a junho. No balanço de janeiro a julho deste ano com ajuste, o Rio Grande do Sul teve 638.693 admissões e 664.584 demissões, corte de 25.891 postos, número 1% menor que o fluxo dos primeiros sete meses de 2015. O ministro do Trabalho, o gaúcho Ronaldo Nogueira, avaliou que a desaceleração demonstra uma recuperação gradual da economia.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

4

Clube de Mães reúne mulheres na Penha A fim de compartilhar ideias e, as vezes, até materiais, muitas mães reúnem-se em pequenos clubes que, pelo caráter social e de amizade que trazem nas raízes, são pequenas e valentes instituições que vão muito além do simples bordar, costurar ou criar. Um Clube de Mães proporciona amizade, cooperação, atividade, lazer, um momento especial para ela que tanto nos dá carinho, cuidado e amor e que, como todo ser humano, também tem por direito o momento de compartilhar com as amigas e de criar arte com as mãos. Isso que faz com que a mulheres do bairro Penha, de Ijuí, se reúnam todas as semanas no Clube de Mães do bairro. De acordo com a presidente do clube, Sandra Barbosa, as integrantes recebem materiais do gabinete da primeira-dama e compram os demais materiais. "Com esses materiais e os demais que a gente compra, as mulheres confeccionam crochê, tricô, pintura em vidros e materiais, e também bordados em geral. Cada integrante do grupo faz o que gosta e o que tem maior proximidade e interesse em realizar", comenta.

Sobre os artesanatos que são confeccionados, Sandra afirma que cada integrante fica com o que produz. "Cada uma faz para si, e algumas vezes a gente produz os materiais e faz uma rifa para auxiliar no clube, para a compra de materiais. Nós também temos as tardes de lanches, com calçavirada, confecção de bolachas e demais atividades", afirma. Além das produções de artesanatos, as integrantes trabalham com culinária, pois algumas realizaram cursos e possuem maior conhecimento nesta área. "Todas as semanas reproduzimos algumas receitas entre todas as mulheres do clube. Os ingredientes são comprados e divididos entre todas as mulheres, ou cada uma leva o que possui em casa para auxiliar", afirma a presidente. Ativamente, o Clube de Mães possui 15 mulheres ativas, que participam todas as semanas das reuniões propostas. "Algumas mães acabam vindo mais esporadicamente, conforme possuem algum tempo ou sentem vontade de conversar e divulgar alguma coisa que realizaram", finaliza. Os encontros acontecem na Escola da Penha, todas as semanas.

As integrantes do grupo também trabalham com a culinária em seus encontros

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

5

PLANOS DE SAÚDE

Segmento familiar contorna crise no setor O sistema de saúde suplementar, que atende cerca de 25% da população, enfrenta um momento delicado com perda de clientes e custos crescentes. Só em julho, a queda foi de 156,5 mil beneficiários (0,32%). Mais de 2 milhões de brasileiros deixaram de contar com planos de saúde desde dezembro de 2014, quando a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) registrou 50,39 milhões de beneficiários. O presidente da Unimed Noroeste - RS, Leandro Oss Zambon disse que este cenário é observado também na cooperativa médica, ainda que com menos intensidade, e ressalta que as perdas ocorreram, principalmente, no ano passado. "A Unimed Noroeste não está tendo perdas significativas em termos de usuários na composição média da carteira", conta. Entretanto, o presidente destaca que o segmento de planos empresariais, de pessoas jurídicas, tem registrado mais perdas. "Os planos empresariais, com a crise econômica que assola o nosso País e, por consequência, a nossa região, fazendo com que as empresas tenham demissões e isso representa, naturalmente, uma diminuição em nossos usuários. Mas, temos conseguido compensar isso com um aumento nos planos familiares", explica Leandro. Com menos acesso aos planos privados, os brasileiros ficam mais dependentes do

SUS, e os que deixam de contar com os planos coletivos empresariais (cerca de dois terços do total) têm dificuldades em encontrar planos individuais, cada vez mais caros e menos comercializados pelas operadoras, pois sofrem maior restrição do órgão regulador para os reajustes. Embora esta seja uma realidade em âmbito nacional, Leandro esclarece que no interior o cenário é diferente em função de algumas implicações. "Essa é uma realidade dos grandes centros, no interior, especificamente em nossa região, a Unimed não entende assim, mas entende que o plano familiar ainda é importante para nossa cooperativa, para as pessoas da nossa região, visto que o número de empresas, de fato, não é tão elevado em grande parte da nossa região, então nós estamos, sim, em plena campanha de vendas, focados nesses planos familiares buscando oferecer o menor custo possível, embora a gente entenda que a realidade do mercado dificulta a aquisição desses planos, mas temos procurado tornar o mais viável possível, diminuindo esse aporte à saúde pública", pondera o presidente da Unimed Noroeste-RS. A crise econômica está levando mais brasileiros a usarem serviços públicos. Segundo pesquisa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), o aumento do desemprego e as incertezas da economia estão

fazendo com que a população utilize mais os serviços públicos. Segundo o levantamento, 34% dos brasileiros deixaram de ter plano de saúde. “Essa informação é verdadeira, com a diminuição das pessoas seguradas por um plano de saúde ao perder o seu emprego aumenta a busca pelo atendimento na saúde pública e, por consequência, sobrecarrega o sistema público”, afirma. A perda de número de clientes nas operadoras de plano de saúde acontece em meio à recessão e aumento do desemprego no País, que ficou em 11,2% no trimestre encerrado em maio deste ano, segundo o IBGE. No acumulado dos cinco primeiros meses de 2016, o Brasil perdeu 448 mil empregos formais, segundo o Ministério do Trabalho. Para vencer a crise no setor, ou no caso da Unimed Noroeste, contornar os efeitos negativos de uma redução nos planos empresariais, Leandro conta que o foco está na maior oferta dos planos familiares. "Eles vêm se mantendo bem, até com nosso planejamento para esse ano de investir mais nesse tipo de venda de planos familiares, temos conseguido, felizmente, ter um aumento, e com isso equilibrando nossa carteira", acrescenta. "Em nossa opinião, a Unimed tem a possibilidade de crescer nesse segmento oferecendo planos mais atrativos para as pessoas físicas”, afirma. Questionado sobre o que é possível ser

Leandro Oss Zambon

feito para driblar essa redução no segmento empresarial, o presidente conta que outros fatores são considerados. "Pouquíssimo a Unimed tem autonomia para mexer nos planos empresariais, visto que são demissões que ocorrem. Na maioria das vezes não é a empresa que deixa de ter o plano. A redução do quadro funcional reduz o número de pessoas seguradas e nesse caso depende exclusivamente da empresa voltar a contratar", finaliza.

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

O FUTURO EM DEBATE

ENTREVISTA

O

s candidatos a prefeito de Ijuí Bira Teixeira (PT) e Valdir Heck (PDT) estiveram no auditório da ACI, ontem, para o primeiro debate das eleições municipais deste ano. O evento foi promovido pelo Grupo JM, dentro da tradição de realizar uma cobertura ampla, plural e isenta do pleito municipal. As regras que permearam o debate como formato, temas, tempos de fala dos candidatos e condições para a concessão de direitos de resposta foram previamente acordados com as duas coligações. Portanto, os candidatos subiram ao palco do auditório já cientes sobre a condução da conversa. Mesmo depois de poucos dias de campanha, é possível afirmar que o debate de ontem foi, em muitos momentos, acalorado. No entanto, apesar de trocar farpas sobre os mais variados temas, os candidatos puderam, sim, apresentar Ao fim, é preciso reiterar a importância de espaços democráticos onde os candidatos possam debater ideias para melhorar a vida dos cidadãos, e responder assuntos espinhosos a respeito de suas vidas públicas.

ideias propositivas sobre suas orientações pessoais acerca da administração pública, e sobre os itens que compõem os planos de governo em diversos temas. Quando está em jogo uma eleição, é impossível, muitas vezes, conter os ânimos entre os

concorrentes, a despeito de os debatedores terem mantido um bom nível de debate, apesar dos quatro pedidos de resposta solicitados pelas coligações ao longo do evento. O rescaldo do primeiro embate entre os postulantes à prefeitura ontem é de que há, sim, duas candidaturas muito distintas entre si. Enquanto o ex-prefeito Valdir Heck aposta em sua experiência de três gestões na prefeitura, Bira Teixeira reitera que pretende implementar metodologias arrojadas à frente do Paço municipal. O que une os dois oponentes, porém, é o fato de que não fica claro quem, de fato, ocupa os espaços de oposição e de situação. Bira Teixeira está há oito anos na prefeitura e faz a defesa dos pontos positivos da atual gestão, mesmo concorrendo contra o partido que comanda a prefeitura, o PDT. Ao mesmo tempo em que faz críticas à administração atual para desqualificar seu adversário, Valdir Heck também defende os feitos e a permanência de seu partido no poder. Uma equação difícil para os eleitores de Ijuí resolverem, mas que deverá ficar mais clara ao longo da campanha eleitoral que culminará com a eleição em dois de outubro. Ao fim, é preciso reiterar a importância de espaços democráticos onde os candidatos possam debater ideias para melhorar a vida dos cidadãos, e responder assuntos espinhosos a respeito de suas vidas públicas. No próximo dia 29 de setembro, um novo debate está marcado. As cartas estarão, novamente, na mesa.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

Agricultores que tem contato com agrotóxicos correm o risco de serem afetados pelo manejo? Sim, todo o contato, seja ele direto ou indireto, do trabalhador predispõe ao risco de adoecimento. Cabe lembrar que, contato direto refere-se àqueles trabalhadores que estão expostos ao preparo, aplicação, supervisão, armazenamento, descarte, limpeza, manutenção, carga e transporte; e contato indireto refere-se àqueles trabalhadores que estão expostos a ambientes onde é feita aplicação de agrotóxicos. Então o trabalhador que aplica é apenas a ponta do problema (iceberg), pois temos a exposição de diversas pessoas em toda a cadeia desde a produção do agrotóxico até a comercialização, e da compra até a aplicação, e dos seus resíduos nos alimentos que o consumidor leva à mesa de sua casa. A problemática tem proporções gigantescas. Há relação entre o veneno ao surgimento de doenças? Com certeza, em razão da exposição que depende de alguns fatores, como a dose da exposição, o tempo da exposição, o tipo de exposição, de fatores individuais, entre outros, o indivíduo pode acabar por ser acometido de algum tipo de patologia (doença). Estudos demonstram a relação de agrotóxicos com diversos problemas de saúde, como dermatites (afecções de pele), problemas respiratórios, transtornos psicocomportamentais (como depressão), problemas neurológicos (inclusive no desenvolvimento em crianças), casos de intoxicações agudas (acidentais ou provocadas – nas tentativas de suicídio, por exemplo). Mas o que realmente ficou em foco, ganhando proporções significativas em 2015 foi a publicação pela Agência Internacional de Pesquisa em Câncer (Iarc), da Organização Mundial de Saúde, da avaliação da carcinogenicidade de cinco ingredientes ativos que classificou o herbicida glifosato e os inseticidas malationa e diazinona como prováveis agentes carcinogênicos para humanos (Grupo 2A) e os inseticidas tetraclorvinfós e parationa como possíveis agentes carcinogênicos para humanos (Grupo 2B). Destaca-se que a malationa, a diazinona e o glifosato, amplamente usados no Brasil, sendo que este último largamente utilizado no RS no cultivo de soja principalmente. Apenas o uso de equipamentos é suficiente para não acarretar riscos à saúde? O EPI (equipamento de proteção individual) é uma maneira de proteger ou minimizar os efeitos resultantes da exposição aos agrotóxicos, porém devemos lembrar que ele é subutilizado ou utilizado até de forma inadequada quando da aplicação, resultando na sua ineficácia. Ainda, devemos lembrar de toda a cadeia já citada anteriormente, não apenas o trabalhador que aplica está exposto, mas o trabalhador que produz o agrotóxico, o trabalhador que manuseia (compra, transporta) fora do período de aplicação, a população que mora no entorno dos locais onde é aplicado o agrotóxico e o consumidor que acaba por ingerir os resíduos dos agrotóxicos. Ainda, como este EPI é acondicionado, lavado e mantido na casa do trabalhador agrícola? Portanto, os EPIs são importantes sim, mas para uma população bem específica e se bem

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com

Cristiano Bervian Médico do Trabalho utilizado. Como é comprovado este alto índice em nossa região? Para uma melhor visualização e entendimento, temos a macrorregião Noroeste, que engloba a 9ª, 12ª, 15ª e 17ª Coordenadorias Regionais de Saúde, área inicial do foco de ação do Cerest Missões de Ijuí, no mapa [demonstrativo] podemos visualizar que esta área é a que mais aplica agrotóxicos por Km2 ao ano no RS, valores em litros que variam de 5,3 a 13,3 litros. Logicamente esta população, ou seja, nós, estamos mais expostos e em tese mais propensos aos problemas de saúde causados por este tipo de produto químico. Por que não tratar o câncer como epidemia? Atualmente o tratamento do câncer vem sendo realizado nos Centros de Alta Complexidade em Oncologia, espalhados pelo Brasil, e o crescente aumento no número de casos é alarmante. Um caso de Saúde Pública, literalmente. A premissa “tratar é mais caro do que prevenir” nunca foi tão atual, porém a cultura da prevenção é infinitamente menos inserida no nosso cotidiano, e aqui não estou dizendo que ela não exista, mas basta realizarmos uma mera reflexão dos atos inseguros que nós mesmos praticamos diariamente (quem de nós não possui uma furadeira em casa, por exemplo, para pequenos reparos? E destes que a possuem, quais possuem luvas apropriadas e óculos de proteção?...Fica a reflexão). A mudança de hábitos é primordial para encararmos este problema cada vez mais crescente.

Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

www.jmijui.com.br

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0317 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

MOSTRA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

Projetos de Ijuí são premiados em evento Com o tema Transformando desafios em negócios vencedores em nossa região, duas escolas de Ijuí, o Técnico Estadual 25 de Julho e o Instituto Estadual Guilherme Clemente Koehler (Poli), participaram nesta semana da 13ª Mostra das Escolas Estaduais de Educação Profissional (MEP). Nesta edição, a sede do evento foi Santo Ângelo. Representando o Instituto Guilherme Koehler, quatro projetos representaram o curso Técnico em Edificações, no eixo tecnológico infraestrutura. O projeto Canteiro de obra sustentável: a energia solar fotovoltaica como alternativa para a geração de energia elétrica em sistema móvel ficou na primeira colocação. Já o projeto Tijolo ecológico: reaproveitando a borracha de pneus e resíduos da construção civil, ficou em terceiro lugar. Ainda representaram o Instituto, os projetos Ecotelhado: uma alternativa de tecnologia integradora e sustentável para paradas de ônibus de Ijuí. Energia piezelétrica como alternativa de iluminação para o estacionamento da escola. Representando a Escola Técnica 25 de Julho, o curso Técnico em Mecânica teve a participação de três projetos. O trabalho Cabine para colheitadeira, que tem como objetivo a redução de custos em relação às já existentes no mercado e empregar materiais ecologicamente corretos, para a sua fabricação. O trabalho é dos alu-

7

Smed promove seminário de Educação Infantil Ontem e hoje, a Secretaria Municipal de Educação (Smed) promove o 6º Seminário de Educação Infantil: Tempo e espaço de ser criança. O evento tem como finalidade debater a temática, que também é a proposta curricular da rede municipal e desafia coordenadores e professores a estar constantemente refletindo sobre as concepções que permeiam o cotidiano da Educação Infantil. De acordo com o secretário de Educação Eleandro Lizot, a formação visa promover aos professores a discussão e oportunidade de troca de informações no processo de ensino e aprendizagem dos estudantes. O seminário, segundo ele, teve dois momentos. O primeiro, na sexta-feira, onde as escolas participaram de uma mostra de trabalhos já desenvolvidos nos educandários. Na oportunidade, as apresentações foram avaliadas e passaram por uma análise que identificou as propostas,

com avanços e sugestões para melhorias. “Sugerindo algumas questões que possam contribuir para que a cada ano se tenha um aprimoramento nos projetos desenvolvidos nas escolas”, destaca Lizot. Hoje, o destaque do evento é a palestra sobre o Tempo e o espaço de ser criança, com a fundadora e diretora da Escola de Educação Infantil Atelie Carambola, Josiane Dalcorso, debatendo as ações inovadoras nas escolas, fazendo com que o espaço da Educação Infantil possa ser uma local de escolarização lúdica. “Buscamos debater o enriquecimento dos espaços da escola com materiais de fácil criação, mudando as temáticas, os ambientes, exploração do ambiente externo, não ficando somente com as questões que são da rotina da escola tradicional. Promovemos reflexões sobre aquilo que é importante desenvolver na área de Educação Infantil”, antecipou.

Do 25 foram dois projetos vencedores, um deles o de Cabine de Colheitadeira

nos Alisson da Silva Czyzeski, Felipe Andrei Fracaro, Lorenzo Cassal, com orientação do professor Diego Mastella Lena, ficou em primeiro lugar. Em terceiro lugar, o projeto Guincho adaptado para colheitadeiras, destinado a movimentação de cargas como sacarias de Big – beg, com a participação dos alunos Ricardo Melo Nogara, Antony da Cruz Pinheiro. O trabalho Obtenção de energia eólica através de aerogeradores residenciais, com a participação dos alunos, Eduardo de Oliveira da Silva, Mateus Schmitz Neumann, Henrique Escobar Rasia, orientados pelo

professor Tiago Rafael Grenzel Welter, também esteve representando o 25 de Julho na Mostra. Representando o curso Técnico em Informática, o vencedor foi o projeto Desenvolvimento de aplicativo guia para deficientes visuais, do aluno André Luciano Rakowski, orientado pela professora Luciana de Oliveira Ramos. O projeto Empresa na escola vivenciando práticas e construindo, com a participação dos alunos Eduardo Franco da Rosa, Mateus Felipe Monteiro, Jessamine Matte, também esteve na Mostra.

Ontem, as escolas expuseram uma mostra de trabalhos realizados

Ações do Ceap sensibilizam estudantes sobre deficiência visual Os alunos do Ceap passaram por diferentes vivências de sensibilização e conscientização durante os últimos dias. As ações fazem parte de uma programação especial que a escola desenvolve durante a Semana Nacional da Pessoa com Deficiência. A ideia da programação, coordenada pela professora Adriela Noronha, especialista em Educação Especial e Inclusiva, foi provocar a reflexão a respeito da vida e rotinas de pessoas deficientes visuais. “Como é o mundo sem o sentido da visão?”, diz a pergunta no centro da exposição colocada no saguão da escola, chamada de “Tocar, sentir e conhecer”. Além de informações sobre deficiências

e ilustrações das atividades que aconteceram na escola, a exposição tem um painel tátil, em que as pessoas, utilizando uma venda, podem sentir diferentes texturas de materiais afixados ali. Durante as aulas, os alunos de todo o Ensino Fundamental e Médio tiveram vivências com alguns recursos adaptados, utilizados por pessoas cegas. Além dos momentos de reflexão sobre as deficiências, em especial a visual, os alunos também receberam informações sobre acessibilidade e recursos adaptados necessários para que essas pessoas tenham independência e autonomia. Uma das experiências foi na calçada em frente ao Ceap, que

possui piso tátil próprio para orientação e direção dos cegos. Os alunos, utilizando vendas e uma bengala especial, fizeram, um a um, a experiência de caminhar sem ver. Outra atividade proposta foi a experiência do cinema com audiodescrição. Igualmente de olhos vendados, ouviram, no mimiauditório, o filme neste formato. O Braile foi apresentado às turmas, que puderam, ainda, conhecer uma máquina de escrever especial em que puderam escrever seus nomes. Outra vivência interessante foi a experimentação do GoalBall nas aulas de Educação Física. Este esporte é adaptado para pessoas cegas e é uma das modalidades paraolímpicas.

Alunos foram desafiados a vivenciar experiências, como o futsal vendado

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

8

REPASSES DE ATRASADOS

Cronograma não resolve crise na Saúde A Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do RS comemora o fato de o governo do Estado ter assumido um posicionamento em relação à Saúde, apresentando um cronograma de pagamentos, o que possibilitará aos gestores das instituições organizarem os fluxos de caixa e compromissos. No entanto, de acordo com o presidente da entidade, Amauri Lampert, ainda não é o suficiente para resolver a crise e a tendência é de que o ano siga complexo no setor. A exemplo de junho, em julho o governo pagou o mês da competência integralmente e mais 50% referente ao débito que ficou do mês de janeiro. “Então temos pendentes, dos programas de incentivos para custeio de programas, as competências de março, abril e maio deste ano. Dentro de uma proposta bem positiva do governo a gente percebe que há possibilidade, durante os meses de agosto, setembro e outubro, se os pagamentos acontecerem dessa forma regular, de chegar a novembro, praticamente, com a quitação dos débitos pendentes”, antecipa Lampert. O presidente enfatiza que esse cronograma alivia o caixa, mas não resolve, uma vez que o corte do Incentivo de Cofinan-

ciamento da Assistência Hospitalar (Ihops) fez com que R$ 300 milhões deixassem de chegar aos cofres das instituições de saúde, e neste ano também não chegarão. “Mesmo recebendo os pagamentos, as instituições continuam com uma deficiência de recursos em função desse corte feito no início do ano passado”, afirma. O aumento dos insumos e o atraso nos pagamentos dos serviços prestados pelos hospitais via Sistema Único de Saúde (SUS) levou as instituições de saúde a buscar financiamentos bancários. “Isso impacta diretamente na situação financeira de cada instituição em sua proporcionalidade da gestão, em seu volume de recursos. Obviamente, que ainda tem muitos hospitais com recursos pendentes em função de que tem contrato com seus municípios, aqueles que estão na gestão plena ou que prestam algum serviço especifico aos municípios. Nós ainda estamos muito longe de uma regularidade”, revela. Além disso, em novembro passado os hospitais tomaram um empréstimo bancário para que os administradores pudessem fazer frente a suas contas, e a partir de novembro próximo as parcelas começam a ser debitadas. De acordo com Lampert,

o pagamento desta dívida é de obrigação do Estado, mas há um temor de que não cumpra com esse compromisso. “Estamos na ansiedade de ter a garantia de que o governo poderá honrar com os pagamentos, porque foi um montante significativo que deu uma sobrevida para as instituições para fechar o exercício”, frisa. Os municípios estão com crescente despesa nas áreas da saúde e as receitas não estão acompanhando. “Teve uma queda na arrecadação dos municípios e a gente já percebe que alguns têm dificuldade de honrar seus compromissos, além de uma outra particularidade que é o período eleitoral que faz com que existam certas restrições para que sejam buscado recursos para as instituições, deveremos ter até o final do ano um cenário muito complexo no que diz respeito ao serviço de saúde”, finaliza. A Secretaria Estadual da Fazenda anunciou no início da semana passada o repasse de R$ 88 milhões para convênios com hospitais e programas implementados em parceria com municípios. É o segundo repasse para a Secretaria da Saúde após a quitação da folha de julho dos servidores do Executivo. Um novo pagamento deverá ser feito até o fim do mês, totalizando

Amauri Lampert

R$ 190,7 milhões para a pasta no mês de agosto. Antes disso, a Fazenda havia repassado R$ 72,7 milhões para o pagamento a hospitais e Santas Casas, da parcela referente ao mês de julho e uma parte das pendências deste ano com essas instituições.

Consumo de álcool entre estudantes preocupa Dados da Pesquisa Nacional de Saúde do Escolar (PeNSE), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), colocam o Rio Grande do Sul como líder em uma estatística preocupante: 68% dos estudantes do 9º ano do Ensino Fundamental que responderam à pesquisa, afirmaram já ter tomado álcool algumas vez na vida. A média brasileira é de 55,5%. Os números são especialmente preocupantes em relação às jovens alunas: 71,2% delas afirmaram já ter consumido álcool, ante 64,8% deles. À exceção de Santa Catarina em relação aos

cmyk

homens, em nenhum outro Estado esses percentuais são tão altos. Em Pernambuco, por exemplo, a média, entre ambos os sexos, é de 46,2%. A iniciação alcoólica no Rio Grande do Sul não distingue muito a rede em que os alunos estão matriculados: ainda que o percentual de estudantes de escolas públicas expostos ao álcool seja maior (68,4%), na rede privada ele também é alto e, mais uma vez, o maior do país (61,5%). A idade média dos alunos não foi divulgada mas, no 9º ano do Ensino Fundamental, costuma ficar entre 13 e 15 anos.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

9

CRIMES DE ABIGEATO

Polícias convocam sociedade para combater Nas últimas semanas, a apreensão de carne imprópria para consumo tem sido destaque em toda a região. Em Ijuí, há cerca de um mês, pelo menos 1,5 tonelada foi apreendida entre diversos estabelecimentos. Paralelo a esse dado, quadrilhas apontadas como abigeatárias também forraram o noticiário local, regional e estadual. Para as autoridades policiais, trata-se de uma questão geográfica, acima de tudo, além de um delito de difícil controle. Ainda em julho, o Congresso Nacional aprovou o texto que enrijece a punição para os crimes de abigeato no País. Até antes disso, o caso era considerado furto simples pelo Código Penal. Pela nova lei, a pena será de dois a cinco anos de reclusão. Além disso, a legislação enquadrará como crime a comercialização, o armazenamento, a exposição ou mesmo a entrega de carne ou outros alimentos sem origem controlada. Para o delegado Marcos Viafore, titular na delegacia de Cerro Largo, o delito, além de estar muito presente no Estado em virtude da pecuária como potencial econômico, a sociedade precisa entender o abigeato como uma importante engrena-

gem no mundo do crime. "Não há o crime de abigeato sem que haja um receptador. É a mesma relação feita com o furto e roubo de carros. Alguém tem interesse em receptar isso e é importante que a população tenha consciência disso", pontuou o delegado Viafore que ainda acrescentou. "Além de, oferecer risco à saúde, alimenta toda uma cadeia criminosa que está por trás daquelas carnes. São roubos e furtos que acabam prejudicando a sociedade como um todo". Marcos Viafore era o plantonista no início da semana, quando a Brigada Militar realizou um trabalho que rendeu a prisão de cinco pessoas suspeitas em meio a um abatedouro clandestino. Viafore pediu a prisão preventiva dos cinco elementos que foram presos, onde permanecem reclusos para o desenrolar dos trabalhos. Para o tenente-coronel José Jornada, o endurecimento na pena para os crimes de abigeato vieram colaborar e devem trazer grande acréscimo no combate aos meliantes. "No momento em que são cinco anos previstos de pena, ele viabiliza que não haja mais tanta facilidade na questão de transação criminal, ou uma suspensão condicional do processo. Isso obriga o

Recentemente, uma operação local retirou 1,5 tonelada de alimentos em Ijuí

criminoso a ter que responder de maneira mais severa. As ações da polícia e demais órgãos na região deverá ser intensificada nesse combate ao crime de abigeato. Esse crime é muito caro e prejudica muito o produtor rural", ressalta o tenete-coronel Jornada.

O responsável pelo 7º Regimento de Polícia Montada, com sede em Santo Ângelo, lembrou que a sociedade e principalmente as vítimas, precisam acionar os meios policiais para que o delito seja contido. "Liguem para o 190. Busquem as delegacias mais próximas.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

10

SUSTENTABILIDADE

Viveiristas recebem orientação sobre produção e manejo

Desde 2013, extensionistas da Emater/ RS-Ascar, nas regiões administrativas de Santa Rosa e Ijuí, têm um importante desafio. Vinte e seis municípios destas regiões integram o território da chamada pública 10/2012, lote 44, com foco na sustentabilidade. A chamada pública é um convênio com o Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA), que repassa recursos à Emater para que ela preste assistência aos agricultores. Uma das propostas centrais do trabalho - que é executado em 10 municípios da região de Ijuí e em 16 de Santa Rosa - é o desencadeamento de um processo gradual de mudança nos agroecossistemas, considerando os aspectos social, econômico e ambiental. Em Ijuí, o projeto envolve em torno de 280 famílias, divididos em vários grupos. Na manhã de ontem, foi realizado o primeiro encontro com um grupo de viveiristas do Distrito de Santana, com o tema Produção e manejo de frutas frutíferas, com a presença do engenheiro agrônomo da Emater Regional, Gilberto Bortollini, que trabalha com a fruticultura. “Não é um encontro só para este momento, mas faremos outras conversas nos próximos meses. Mas, a ideia principal é a questão do manejo, da produção das mudas frutíferas que envolve o preparo de solo, qualidade das mudas, manejo de doenças e pragas”, explica o

Sustentabilidade é o foco de trabalho da Emater/RS-Ascar realizado por meio de chamada pública

engenheiro agrônomo da Emater de Ijuí, João Vitor Buratti. A chamada pública é um instrumento para implantação de políticas do governo federal, por meio da Secretaria da Agricultura Familiar, vinculada ao Ministério do Desenvolvimento Agrário (SAF/ MDA). "Este conjunto de orientações visa à contratação e execução de ser-

viços de assistência técnica e extensão rural, a fim de promover uma agricultura familiar mais sustentável", afirma o assessor da chamada pública na região, assistente técnico regional da Emater/ RS-Ascar, engenheiro agrônomo Flávio Joel Fagonde. “Para melhorar a produção de mudas no município”, destaca Buratti.

Crianças ganham novo espaço para brincar Os alunos da Escola Municipal de Ensino Fundamental Deolinda Barufaldi estão recebendo um novo espaço para brincar. Isso porque a pracinha da Escola está recebendo reformas e sendo adaptada para as necessidades dos estudantes. De acordo com a diretora da Escola, Ivonete Kuchak, o recurso foi encaminhado pelo Programa de Dinheiro Direto na Escola (PDDE) do governo federal, de mais de R$ 15 mil. Como a diretora explica, os valores são investidos em capital de giro e manutenção do espaço físico do Educandário. "Essa veio para a nossa escola para ser aplicada na manutenção". A definição de onde seria empenhado o recurso foi por meio de debates entre a comunidade escolar. “A escolha se deu porque os brinquedos estavam sucateados e necessitando de uma reforma", destaca a diretora. A ideia é ampliar o espaço para as crianças brincarem, bem como criar espaços seguros e promover o desenvolvimento e bem-estar das crianças. Além da reforma da pracinha, os valores recebidos pelo PDDE também foram utilizados na compra de material escolar. Segundo a diretora, a reforma ainda

cmyk

Obras de reforma da pracinha foram possíveis por meio do Programa do governo federal

está em andamento e, no momento, estão sendo feitas as reformas dos brinquedos, utilizando-se de materiais reaproveita-

dos, ampliação da quadra de areia, "que é um espaço de lazer para as crianças", comemora a diretora.

Nilton Kasctin dos Santos Promotor de Justiça

Bartimeu Numa cidadezinha da Palestina chamada Jericó, um mendigo pede esmolas. Tornara-se pedinte por ser deficiente visual. Nessa época (do Império Romano), um cego era considerado coisa ou animal. Não tinha nenhum direito. Bartimeu não possui documento, casa ou profissão. Para comer, só algum resto. Sua roupa são andrajos e uma capa imunda. Nem nome possui, pois Bartimeu, em aramaico, quer dizer “filho de Timeu”. Sem direito de estudar, de trabalhar, enfim, de ter acesso a um meio de vida digno, o jeito é pedir esmolas. Curioso que o nome do pai do mendigo é Timeu, que em aramaico significa “muito estimado”. Como pode então um cidadão respeitado (estimado) ter um filho mendigo? Sobre isso li que Timeu pode ter sido perseguido e morto por não concordar com a invasão romana no território palestino. O exército romano pode terlhe confiscado os bens e matado também os demais membros da família, sobrando apenas esse “filho de Timeu”. Isso é comum em períodos de guerra. Há quem sustente ainda que Bartimeu tivera seus olhos furados pelos soldados, que o colocaram na praça para servir de exemplo a quem contestasse o governo romano. Mas o fato é que agora Bartimeu está jogado no chão, rogando por uma moeda a cada ruído que possa indicar a aproximação de uma pessoa. De repente um alvoroço. Uma multidão eufórica se aproxima. O cego descobre que aquele povo todo acompanha Jesus Cristo, que passa por ali pouco antes de se entregar ao Calvário. É sua única chance, conclui. E grita: - Jesus, Filho de Davi, tem misericórdia de mim! E todas as tentativas de dissuadi-lo da ação são rechaçadas com gritos insistentes e ainda mais altos. Jesus então para. - Que queres que te faça? – indaga-lhe o Mestre. - Que eu possa enxergar – replica convicto o cego. E basta a um mendigo apenas passar a ver? E depois? Refletindo sobre o episódio, confesso que no começo achei muito pouco o que pede Bartimeu. Para um mendigo que só ganha esmolas por causa da cegueira, num primeiro momento é até pior voltar a enxergar, pois seu “ganha-pão” estaria prejudicado. Para onde vai e o que fará sem casa, profissão, família, documento? E sem poder contar com as moedinhas das esmolas? Um detalhe fantástico: quando percebe que o Mestre se coloca ao seu dispor, Bartimeu joga fora a capa. Decididamente. E ninguém mais pode enxergá-lo como mendigo. Com a capa, vai-se a identidade de miserável, cego, pobre, doente e injustiçado. Agora Bartimeu é um seguidor de Cristo. Ele ainda não tem qualquer bem material. Não tem casa nem trabalho. Não sabe se terá comida no dia seguinte. Mas, na sua alma, mendigar faz parte do passado. Agora ele pode ver. É isso que importa. Quantas pessoas querem melhorar de vida, mas não jogam fora a capa que as identifica como derrotadas. Conheço pessoas que desejam prosperidade financeira, mas se recusam a fazer uma faculdade ou um curso técnico. Outras pedem ao patrão que as demita falsamente apenas para receber o seguro-desemprego. Outras não querem trabalhar com carteira assinada para não perder benefícios de programas governamentais. E não é raro encontrar pessoas que buscam um milagre de cura, mas primeiro querem aposentar-se por invalidez. Querem a bênção da prosperidade sem abandonar as moedas da mendicância, sem jogar fora a capa que as identifica como vítimas sofredoras. Tais pessoas têm a aprender com Bartimeu, que apenas pede o principal: voltar a enxergar. Poderia ter ponderado com o Mestre sobre o que vestiria, o que comeria e onde iria morar depois do milagre. Poderia ter-se queixado contando aos prantos seu passado cruel. Mas prefere lançar fora a capa da vitimização. Basta-lhe poder enxergar; o resto buscará depois.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

AUGUSTO PESTANA

Hospital aguarda repasses do Estado

Muitos hospitais estão enfrentando dificuldades financeiras, uma vez que além do atraso nos repasses por parte do governo do Estado, os contratos com os Municípios, sejam aqueles que estão na gestão plena, ou que prestam algum serviço específico ao Executivo municipal, como é o caso do Hospital São Francisco, de Augusto Pestana, agravam o cenário de crise. Com uma estrutura orçamentária de R$ 4,5 milhões, o Hospital aguarda o montante de R$ 826 mil, referente a oferta de serviço do Centro de Atendimento Psicossocial (Caps) 24h, que abrange 20 municípios da área da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), chegar aos cofres da instituição. A informação é do administrador da instituição, e presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Beneficentes, Religiosos e Filantrópicos do RS, Amauri Lampert, e o débito é referente a 2014, 2015 e três meses de 2016.

Hospital aguarda o repasse de R$826 , referente a oferta de serviço do Caps

“Isso é um volume significativo dentro de uma estrutura orçamentária do nosso hospital que deve R$ 4,5 milhões, ou seja, representa mais de 20% que ainda está em contas a receber, são particularidades de cada instituição que se disseminam no Estado”, avalia Lampert.

Uruguai propõe intercâmbio com governo Para estreitar relações entre Brasil e Uruguai, o secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, recebeu o intendente departamental do governo uruguaio, Marne Osorio Lima, e a cônsul-geral do Uruguai em Porto Alegre, Karla Beszkidnyak. A reunião foi solicitada pelo governo uruguaio e ocorreu ontem na Secretaria dos Transportes. Os representantes dos dois governos discutiram estratégias para uma maior união entre os países. "O governador tem muito interesse na integração do Mercosul, a diplomacia se desenvolve rapidamente. Vamos buscar ações que podemos fazer no ponto de vista governamental e agir em conjun-

to”, ressaltou Westphalen. O intendente trouxe ideias que propõem uma integração entre os dois países e projetos que buscam desenvolver as áreas de fronteira. "Criamos no Uruguai uma comissão de assuntos fronteiriços, que eu presido, e pretendemos desenvolver ações para facilitar os trâmites e parcerias com as áreas de turismo, cultura, educação, transportes, infraestrutura e energia no Brasil", concluiu Lima. Westphalen sugeriu a formação de um grupo para tratar assuntos fronteiriços, também seja criado no estado em parceria com Famurs, Confederação Nacional de Municípios (CNM) e o parlamento gaúcho.

Encontro ocorreu ontem na Secretaria de Transporte do Estado

Recentemente, o governo do Estado apresentou um cronograma de pagamento às instituições de Saúde e a expectativa dos gestores é de que, se as datas forem cumpridas, até o mês de dezembro os débitos do governo com os hospitais filantrópicos e santas casas sejam quitados.

11

Catuípe faz campanha de arrecadação de móveis Catuípe está promovendo a recuperação da antiga estação férrea, demanda que deverá remodelar o espaço em uma espaço cultural. Os recursos para a reforma foram viabilizados através de da ALL e com investimentos do próprio Município. Para que o espaço possa manter os ares conservadores, a prefeitura está desenvolvendo uma campanha de arrecadação de móveis antigos. “Que representem uma época, que representem a história de uma família ou que represente um fato marcante do município. Para que possamos associar ao acervo que já temos da Casa da Cultura”, explica a prefeita de Catuípe, Ivete Burmann. A ideia, conforme explica a líder municipal, é de mobiliar os espaços, como quarto, sala e cozinha com as doações de móveis. “Queremos fazer ambientes específicos dentro do espaço, além de todo o acervo que já temos”. De acordo com ela, a proposta é de adquirir móveis que estão fazendo falta e que façam parte da história da formação de Catuípe ou das famílias. O contato para quem tiver interesse em contribuir com o acervo da Casa de Cultura pode ser feito

Ivete Burmann, prefeita de Catuípe

com a Secretaria de Educação, pelo telefone (55) 3336-1840. A partir do momento que a comunidade entrar em contato e coloca à disposição de um móvel, a Secretaria faz a visita a família e, dentro do acervo que já existe, será feita uma análise. A campanha encerra-se em setembro e a inauguração do espaço será em outubro.

Expointer começa hoje em Esteio Diferente dos anos anteriores, a solenidade de abertura da 39ª da Expointer ocorrerá no dia da abertura dos portões do Parque Assis Brasil, em Esteio. Às 10h30 de hoje, o governador José Ivo Sartori, o secretário da Agricultura, Pecuária e Irrigação, Ernani Polo, juntamente com autoridades federais, estaduais e municipais dão início a uma das maiores feiras agropecuárias da América Latina, que se estende até 4 de setembro, com o tema "Com o campo, o Rio Grande dá certo". Na cerimônia de abertura, já está confirmada a presença de quatro ministros: Eliseu Padilha, chefe da Casa Civil; Blairo Maggi, da Agricultura, Pecuária e Abastecimento; Osmar Terra, do Desenvolvimento Social e Agrário; e Ronaldo Nogueira, do Trabalho. Durante o ato também será entregue a medalha Assis Brasil a pessoas que se destacaram por serviços prestados no setor da agricultura e da pecuária. Entre as melhorias no parque, estão a reforma geral do pavilhão do gado leiteiro; novo reservatório de água (com capacidade para 50 mil litros); reforma de calhas, telhas e platibandas no Pavilhão do Gado de Corte; e a construção de uma

Feira inicia hoje em Esteio e segue até o dia 4 de setembro

capela ecumênica. São aguardados para esta edição 4.285 animais de argola de 156 raças, para participar de competições, e 2.087 rústicos, que vão à comercialização em leilões e remates. O aplicativo da Expointer ganhou novas atualizações neste ano. Uma das novidades é o mapa da feira que foi atualizado com imagens reais do parque, registradas por drone. Mais de 500 atrações simultâneas ocorrerão nos 141 hectares do parque, que contempla debates, oficinas, premiações, seminários, palestras e fóruns sobre o setor agropecuário. Durante a feira, também ocorrerá a Exposição de Artesanato do

Rio Grande do Sul (Expoargs), no Pavilhão de Produtos e Artesanatos, com a presença de 295 artesãos de 56 municípios. No Pavilhão da Agricultura Familiar, estarão 227 participantes, entre agroindústrias, flores e plantas, além de gastronomia. Os ingressos estarão disponíveis nas bilheterias, nos portões 2, 5 e 6. Pedestres pagarão R$ 13. Para estudantes e idosos, o valor será R$ 6, mediante apresentação de documento. Crianças de até 6 anos terão acesso livre. O estacionamento de veículos custará R$ 32 (com direito ao ingresso do motorista). A entrada de pedestres será pelos portões 2 e 6, e de veículos, pelo portão 15.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

12

PASTAGENS

Manejo correto garante bons resultados Melhorar a qualidade das pastagens resulta em maior produção sem aumento da área. A recuperação de áreas degradadas é uma alternativa com bom custo benefício. Mas é preciso fazer o manejo adequado para não voltar à estaca zero. Pastagem boa é sinônimo de produtividade. O gado ganha mais peso e é possível colocar mais animais por hectare. De acordo com o engenheiro agrônomo e assistente técnico regional da Emater- RS/ Ascar, Dejair Burtet, a implantação começa por uma coleta de amostra de solo, encaminhamento para uma análise do solo para aprofundar o conhecimento dos atributos químicos e biológicos que se encontra o solo. “De posse desta análise e sua interpretação temos os indicadores das necessidades básicas de nutrientes corretivos e de fertilidade daquela situação encontrada. Com isso temos

cmyk

condições de fazer os ajustes da fertilidade do solo para implantar uma forrageira”, explica. Para os produtores que atuam com a produção de gado leiteiro e de corte, a fertilidade do solo é um pressuposto básico para uma boa produção de forragens. Para isso, as pastagens perenes são uma boa opção para o agricultor. Porém, o produtor precisa estar atento, acompanhar e avaliar a quantidade de forragem produzida no ano e a necessidade de reposição de nutrientes necessários para a continuidade produtiva nos anos subsequentes. “A falta desse manejo, talvez, seja a principal causa da degradação do solo em pastagens perenes e declínio da produção e oferta de forragens para os animais. Em casos extremos, até a produção ser interrompida pela falta de fertilidade e condições do solo em continuar produzindo. Degradação do solo e consequentemente

dos pastos”, ressalta. Para que a produção de uma pastagem de qualidade, sem comprometer o solo e a alimentação dos animais, Dejair alerta que, mesmo os produtores conhecendo a realidade de suas áreas, é preciso de acompanhamento de um profissional. “O que as vezes pode comprometer é que sem o auxílio de um profissional técnico, fazer uso de quantidades excessivas de um tipo de nutrientes e deixar de usar outro também seja necessário. Situação que pode levar à falta de equilíbrio nutricional das plantas forrageiras”. O agrônomo defende, ainda, que a adubação de pastagens perenes é uma prática que precisa ser mais compreendida. “Não podemos esquecer que o sucesso de uma atividade rural passa pelo olhar que damos para o manejo e conservação do solo e água no sistema”.

Correção da fertilidade do solo em pastagens auxilia na alimentação do gado


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

13

ELEIÇÕES 2016

Candidatos participam de primeiro debate

Candidatos foram convidados pelo Grupo JM, e fizeram questionamentos entre si sobre vários temas

Os candidatos a prefeito de Ijuí participaram na manhã de ontem, no auditório da Associação Comercial e Industrial, da primeira edição do Debate JM. A iniciativa do Grupo Jornal da Manhã, que reuniu os candidatos Valdir Heck (PDT) e Bira Teixeira (PT), teve como objetivo ofertar à comunidade local o embate de ideias entre os postulantes à prefeitura. Na apresentação, ambos os candidatos falaram sobre a importância da abertura do espaço para o debate. Logo no primeiro bloco, quando foi feito o sorteio de temas pré-definidos para que os candidatos fizessem perguntas entre si, Bira Teixeira e Valdir Heck iniciaram falando sobre saúde. O candidato Bira começou os questionamentos, abordando a difícil situação enfrentada pelas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) no País, cuja unidade de Ijuí está com sua estrutura pronta, mas sem previsão de início de funcionamento. A pergunta foi sobre como o candidato do PDT pretende lidar com o tema. "Primeiro tomar ciência dessa realidade. Acompanhamos essa situação pelo noticiário, e o que vemos é que existe uma crise severa de falta de recursos. Alguns querem resolver a situação comprando as UPAs do governo federal. Ainda não tenho uma posição formada, porque ainda preciso tomar ciência disso tudo para buscar a melhor alternativa possível. É um problema muito complexo", respondeu Valdir Heck. O segundo tema sorteado no primeiro bloco foi educação, quando o candidato Valdir Heck pôde formular questionamento ao candidato Bira Teixeira. O

representante da coligação Juntos por Ijuí indagou seu oponente sobre como ele enxergava a educação pública em Ijuí. "Quando eu e Ballin assumimos, em 2009, encontramos inúmeras escolas sucateadas, escolas com muitas dificuldades estruturais, onde tivemos que fazer um amplo processo de transformação. Hoje você entra nas escolas municipais e elas estão um brinco, pois foram reformadas com os recursos que nós captamos externamente. Inclusive resolvemos um problema da época da sua administração que era a centralização da gestão, quando era um verdadeiro martírio para trocar uma lâmpada", respondeu Bira. Os debates ficaram acalorados logo na terceira rodada de perguntas do primeiro bloco, quando os candidatos se confrontaram sobre a relação de ambos com o atual prefeito Fioravante Ballin. "Não nego o governo do PDT, não nego o passado e nem que estive ao lado do Ballin. O senhor virou as costas para o Ballin durante oito anos, o senhor não estendeu a mão para ele, enquanto eu fiquei lá oito anos como parceiro leal ao prefeito Ballin. A diferença é que, neste momento, entre voltar atrás e avançar para frente, nós escolhemos avançar. O próprio prefeito Ballin queria que houvesse uma renovação com outro candidato do PDT, mas não aconteceu. Isso porque não deixam criar novas lideranças. Fui um leal parceiro, e as gavetas da prefeitura não ficavam fechadas quando o prefeito saía, ele confiava em mim. Isso é simbólico porque o senhor foi prefeito e ele foi seu vice, e o senhor não dava oportunidade a

ele da mesma forma que ele deu para mim durante oito anos", alfinetou o candidato do PT. "Eu vejo que o Bira está avançando o sinal em muitas colocações, parece um pouco perturbado. O senhor quer convencer o povo de um jeito que não convém, porque tem muita coisa a fazer. Ballin foi meu vice e meu secretário, e teve gavetas abertas sempre porque é um homem sério. Então fazer uma acusação desta forma é uma acusação maldosa e desrespeitosa. Quero dizer com toda a clareza que o Ballin foi meu parceiro, meu vice, secretário de Governo e secretário da Saúde, e quem coloca um homem assim nessas condições é porque tem muita confiança. Para além disso, eu faço, sim, acontecer novas lideranças como Gerson Burmann, o próprio Ballin e outras tantas que estão aí dependendo da sua própria vontade", respondeu o candidato do PDT. Logo no início do segundo bloco, a banca avaliadora do debate, formada por Flávio Friederich, presidente da 23ª Subseção da OAB em Ijuí, Sérgio Rodrigues, professor do curso de Direito da Unijuí, e Jocenei de Moraes, assessor jurídico do grupo Jornal da Manhã, concedeu direito de resposta ao candidato Valdir Heck, que teria sofrido ofensas pessoais vindas do candidato Bira Teixeira. A acusação analisada foi a de que teria sido atribuída ao pedetista a prática de loteamento de cargos. "Diante das provocações, não podemos deixar sem resposta. Nas minhas gestões é só verificar quantos eram os CCs que eu tinha. Em torno de 100 a 120, mas CCs que trabalhavam,

cumprindo horário e escala. [...] Não existe loteamento de cargos, até porque as finanças da prefeitura, das quais o senhor participou diretamente gastando bastante, estão em situação difícil. Nós temos que entrar na prefeitura cuidando muito dos gastos, fazer uso do dinheiro público com finalidade específica. Acredito que os partidos que estão conosco optaram por mim como candidato porque eu tenho experiência de gestão pública, o que, neste momento, é muito importante", disse Valdir Heck em seu direito de resposta. O terceiro bloco do debate de ontem iniciou com a concessão de direito de resposta ao candidato Bira, novamente pela ocorrência de ofensa pessoal, conforme julgamento da banca avaliadora. O candidato Valdir teria insinuado que Bira Teixeira tem responsabilidade pela crise financeira do município. "Que os municípios vivem uma crise financeira, todos nós sabemos, e até agora temos feito inúmeros esforços para equacionar a crise financeira pela qual passamos. Essas dificuldades não podem ser atribuídas a essa ou àquela pessoa, é uma gestão que está em desenvolvimento. Nós, de forma alguma, somos perdulários com o mau gasto do dinheiro público. O volume de obras que fizemos, com a busca de recursos externos, é justamente para otimizar os poucos recursos que nós temos no município, transformando a realidade de Ijuí para melhor. Precisamos nos dedicar intensamente, do ponto de vista financeiro, a alcançar a maior eficiência do gasto público em Ijuí", respondeu o candidato do PT. Com perguntas feitas sobre

temas sorteados no terceiro bloco, Habitação, Agricultura, Desenvolvimento Econômico e Segurança Pública pautaram as discussões dos candidatos. O último bloco do debate teve, novamente, questões sobre tema livre, com Valdir Heck sorteado para iniciar os questionamentos. "O candidato Bira afirmou que, quando assumiu como vice, pegou a garagem municipal sucateada. Eu lamento isso, porque deixamos pneus comprados para rodar por muito tempo, e uma ou outra máquina com problema, mas a maioria estava rodando", provocou o candidato do PDT. "Nós recebemos as máquinas sucateadas. O senhor deixou pneus comprados, mas deixou estradas esburacadas, e esse é o problema. [...] Só que a gestão não se mede pela quantidade de pneus que se tem guardados em um galpão. A eficiência do serviço público se mede quando o cidadão está feliz com o trabalho realizado", retrucou Bira. Nas considerações finais, o candidato do PT iniciou falando. "Pagar salários e administrar o caixa é o básico, e qualquer gestor sério faz isso. A diferença entre eu e o Valdir é que eu também administro bem o caixa, mas tenho ousadia para fazer obras, visão de futuro para transformar sonhos em realidades", disse Bira. "Nós prezamos muito a vida, tanto é assim que começamos a discutir e sabemos como vamos fazer, por exemplo, a troca da iluminação pública, porque isso gera segurança. Vamos avançar, porque não podemos nos jogar numa aventura, temos que trabalhar com seriedade e responsabilidade, e isso tenho de sobra", disse Valdir.

Jocenei de Moraes, Sérgio Rodrigues e Flávio Friederich; a banca avaliadora

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

IMPEACHMENT

Após confusão, senadores voltam a ouvir testemunhas de processo Ao retomar a sessão para ouvir as testemunhas de defesa no processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Ricardo Lewandowski, deferiu o pedido do advogado de defesa, José Eduardo Cardozo, para que o economista Luiz Gonzaga Belluzzo deixe de ser ouvido como testemunha da defesa e passe a ser apenas informante. Cardozo explicou que a medida é por cautela para evitar embates. “O que me interessa mais são os fatos, a defesa requer a transformação da condição do depoente em informante apenas para evitar debates. Me interessa a palavra do professor Belluzzo que tem honorabilidade profissional e história de vida que obviamente lhe dispensa qualquer apresentação ou condicionamento para que se saiba que o que diz é verdade”, justificou. Conforme já havia sido acordado durante o intervalo

da sessão para o almoço, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) anunciou que os partidos favoráveis ao impeachment decidiram retirar todas as inscrições para fazer perguntas às testemunhas indicadas pela defesa. A palavra só será pedida por esses parlamentares em casos extremos. A decisão faz parte da estratégia dos apoiadores do governo do presidente interino Michel Temer de dar mais celeridade ao julgamento. Em um dos momentos, ontem, o presidente do STF Ricardo Lewandowski voltou a suspender a sessão após um novo tumulto entre os senadores Lindbergh Farias (PT-RJ) e Ronaldo Caiado (DEM-GO). Após Caiado falar pela ordem, Lindbergh disse que "esse senador que me antecedeu é um desqualificado". "O que fez com senadora Gleisi é de covardia impressionante, dizer que tentou aliciar testemunha", afirmou. Na sequência,

Renan bate boca e abandona neutralidade O governo interino de Michel Temer avaliou ontem que o discurso inflamado do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), contra aliados da presidente afastada Dilma Rousseff inviabilizou a possibilidade dele se manter neutro na votação final do processo de impeachment. Sob pressão do Palácio do Planalto para votar a favor do afastamento da petista, o peemedebista, que até então mantinha postura de neutralidade, protagonizou um bate-boca com a senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), considerada uma das maiores defensoras da presidente afastada. A postura foi comemorada por assessores e auxiliares presidenciais, para os quais o presidente do Senado Federal acabou adotando publicamente um dos lados no debate sobre o impeachment, tornando difícil um recuo a partir de agora. Para um aliado do presidente interino, "o magistrado acabou tirando a toga". Na votação da pronúncia do impeachment, o peemedebista manteve-se neutro e vinha dando sinais ao Palácio do Planalto de que repetiria a postura no julgamento final. Um voto do presidente do Senado Federal favoravelmente ao afastamento da petista é considerado importante pelo presidente interino

cmyk

Renan Calheiros

como uma demonstração pública de força política que o legitima a continuar à frente do governo federal. Com esse objetivo, Temer vinha fazendo acenos políticos em direção a Renan, entre eles os convites para a cerimônia de encerramento da Olimpíada do Rio de Janeiro e para a reunião do G20, na China, no qual o peemedebista acompanhará o presidente interino. Na avaliação do Palácio do Planalto, o dia de ânimos acirrados também deve levar outros senadores, que vinham prometendo votar com a petista, a mudar de lado.

Ricardo Lewandowski cortou microfones e chamou Senado de "hospício"

Lewandowski repreendeu o petista. "Não posso admitir palavras injuriosas dirigidas a qualquer senador. Vou usar meu poder de polícia para exigir respeito mútuo e recíproco." Caiado respondeu fora dos microfones. Disse que Lindbergh tem mais de 30 processos no STF e "cracolândia em seu gabi-

nete". Lindbergh respondeu com "Cachoeira sabe da sua vida. Ninguém aqui aguenta mais esse cara", fazendo os senadores à sua volta reagirem, pedindo calma. Como o tumulto continuou, o presidente do STF pediu que os microfones fossem desligados e a sessão suspensa por cinco minutos.

Lula e Marisa são indiciados por corrupção A Polícia Federal (PF) indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e a exprimeira dama Marisa Letícia no inquérito da Operação Lava Jato que apura a compra de um apartamento tríplex em Guarujá, no litoral paulista. O delegado Márcio Anselmo informou que Lula deve responder pelos crimes de corrupção passiva, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. De acordo com o delegado, Lula e sua esposa foram "beneficiários de vantagens ilícitas" na reforma do tríplex e na guarda de bens do ex-presidente em um guarda-volumes. "Em face do exposto, foi possível apurar que o casal Luiz Inácio Lula da Silva e Marisa Leticia Lula da Silva foi beneficiado de vantagens ilícitas, por parte da OAS, em valores que alcançaram R$ 2.430.193,61 referentes às obras de reforma no apartamento 164-A do Edifício Solaris, bem como no custeio de armazenagem de bens", diz trecho do relatório do indiciamento. Na mesma investigação, foram indiciados o ex-presidente da OAS Léo Pinheiro, o ex-diretor da empreiteira Paulo Roberto Valente Gordilho e o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto.

Além das obras no apartamento, os delegados da Lava Jato investigaram pagamentos mensais da empreiteira OAS, no período de janeiro de 2011 e 2016, para transportadora Granero, por serviços de guarda de objetos pessoais que compunham o acervo presidencial de Lula. Segundo os investigadores, a empreiteira ocultou os valores pagos. O Instituto Lula informou, por meio de nota divulgada à imprensa, que o ex-presidente não é proprietário do imóvel.

Luis Inácio Lula da Silva

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

A CONTINÊNCIA

Vi nas redes sociais críticas ao Galvão Bueno, porque ele pediu que o grupo que estava com ele no estúdio olímpico se levantasse porque começara a tocar o Hino Nacional. A crítica foi porque no grupo estavam um cadeirante e o velejador Lars Grael, que teve uma perna decepada pela hélice da lancha de um bêbedo. Pois acho que a crítica teve o alvo errado. A crítica deve ser endereçada à necessidade de ter que pedir que alguém se levante quando toca o Hino. Durante a Olimpíada, recebi um vídeo mostrando Usain Bolt a conceder entrevista a uma repórter de língua espanhola. Quando o atleta ouve o hino dos Estados Unidos chegando, interrompe o que falava e faz sinal para a jornalista: “Vamos ouvir o hino”. E ficou em posição de sentido, de respeito, de frente para a origem do som, enquanto tocava um hino que nem é dele. Penso que as escolas da Jamaica nisso são melhores que as brasileiras. Aprendi cedo a fazer continência. Tenho uma foto com dois anos de idade com a mão direita espalmada sobre o canto da testa. Meu avô hasteava a Bandeira na fachada da casa no primeiro dia de setembro, abrindo a Semana da Pátria. Eu ía de bandeirinha, levado por minha mãe, ver a parada do Sete de Setembro, na primeira metade dos anos 40. No Grupo Escolar, aos sábados, abríamos a Hora Cívica festiva cantando o Hino, enquanto a bandeira era hasteada. Líamos composições nossas, declamávamos poesias, exaltando os heróis e os feitos históricos da semana e, por fim, cantávamos o Hino à Bandeira, enquanto o pavilhão era arriado. Imagino que, na época - anos 40 - as escolas da Jamaica já ensinavam assim, embora a ilha ainda fosse colônia britânica. Usain Bolt e eu somos dessa estirpe. Mas alguns internacionalistas vício do passado - pensam que não se deve cultivar os valores do país. Estão perdidos, porque sua internacional afundou com o Muro de Berlim. Aí, ficam esbravejando contra as continências prestadas por sargentos das três forças, que subiram ao pódio na Olimpíada. Se equiparam, com isso, ao nazista Hitler, que ficou furioso com a continência de Jesse Owens ao hino americano, com quatro medalhas de ouro no pescoço, na Olimpíada de 1936, em Berlim. Das 19 medalhas do Brasil, 13 foram obtidas por militares - quase 70%. Dos sete ouros, quatro de sargentos. Pensei que isso fosse novidade, até que vi o cabo João do Pulo - quatro vezes ouro e recordista mundial no salto em distância e salto triplo - prestando continência, nos anos 70. Tem gente que acha isso uma bobagem; chama isso de patriotada. Mas se viajar à nação mais poderosa da Terra, vai ver bandeiras em toda a parte; vai sentir a vibração do americano quando toca o hino; se estiver por lá no 4 de Julho, vai ver o tamanhão da festa. Na minha casa a bandeira sempre está no ponto mais alto, nos fins-de-semana, e recebe a minha continência cheia de vibração. Vai tremular todos os dias da Semana da Pátria. Serve sempre para me lembrar que não é um time de futebol; é um país que devemos respeitar, cumprindo as leis e combatendo os forada-lei, pelo voto ou pela nossa força de cidadania. Porque, ao contrário do que se diz por nos enganarmos a nós mesmos, não somos um país rico. Somos um país pobre, já que o país somos nós. Mas pode se tornar rico, com cada um progredindo na vida. E o progresso começa com ordem.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

Bira quer solucionar "crise de identidade"

CRONOGRAMA DE ENTREVISTAS: TEMA 1: Agricultura e Infraestrutura Rural 16 AGOSTO: Ubirajara Teixeira 19 AGOSTO: Valdir Heck TEMA 2: Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda 23 AGOSTO: Valdir Heck 25 AGOSTO: Bira Teixeira TEMA 3: Educação e Meio Ambiente 30 AGOSTO: Bira Teixeira 2 SETEMBRO: Valdir Heck TEMA 4: Infraestrutura Urbana e Trânsito 6 SETEMBRO: Valdir Heck 9 SETEMBRO: Bira Teixeira TEMA 5: Tecnologia, segurança e desporto e lazer 13 SETEMBRO: Bira Teixeira 16 SETEMBRO: Valdir Heck TEMA 6: Saúde e Desenvolvimento Social 21 SETEMBRO: Valdir Heck 23 SETEMBRO: Bira Teixeira ENTREVISTA VICE PREFEITO: 26 SETEMBRO: Jean Arais 27 SETEMBRO: Valdir Zardin

Bira Teixeira

O candidato a prefeito Bira Teixeira, da coligação Construindo o Novo, participou novamente nesta semana do Palanque JM, espaço concedido pelo Grupo Jornal da Manhã aos candidatos à prefeitura, para que exponham seus planos de governo sobre temas previamente propostos. Nesta semana, a temática definida foi desenvolvimento econômico e geração de emprego e renda. Inicialmente, o candidato citou uma "crise de identidade" pela qual o município passa, onde há um conflito de visões entre as principais lideranças locais. "Acho que em um primeiro momento nós precisamos resolver

essa crise de identidade sobre o futuro da cidade, do desenvolvimento. Nós temos um grupo de lideranças que ainda pensa em Ijuí como se o município estivesse nos anos 80 ou 90. Por outro lado, temos um grupo de pessoas que pensa que Ijuí é uma cidade do século 21, que sonha em ser mais do que já é, a exemplo de outros municípios desenvolvidos como Erechim, Passo Fundo e Santa Cruz do Sul", afirmou o candidato, completando que todas as ferramentas tecnológicas e de conhecimento acumulado em Ijuí deverão ser utilizadas para alavancar o desenvolvimento econômico. Como proposição palpável para promover geração de emprego e renda no município, Bira enxerga a possibilidade de fomentar em Ijuí um setor da economia local que já possui boa estrutura: comércio e serviços. "Nós já temos esse setor muito forte, e, na minha visão, temos total condições de transformar Ijuí em um corredor comercial da região NoroesteMissões. Nossa cidade já recebe diariamente visitantes que vêm se utilizar dos nossos serviços, seja da rede hospitalar, da universidade ou de outras áreas, além de comprar no nosso comércio. Então acredito que devemos aproveitar esse potencial que já temos, onde já somos bons, e transformar isso em algo ainda maior. Para fazer isso, é preciso ter vontade e energia, articular com o Sindilojas e ACI, prefeitura, universidade, sindicatos, enfim, todos nós sob a liderança ativa do prefeito municipal iniciar um processo de transformação de Ijuí em um corredor co-

Vereadores definem pauta de sessão Os vereadores estiveram reunidos na manhã de ontem para a Reunião das Comissões, que definiu a pauta de votações para a sessão ordinária do Legislativo que ocorre na noite da próxima segunda-feira. No encontro de ontem ficaram definidos dois projetos para votação em plenário. O primeiro deles autoriza a abertura de crédito adicional especial até o valor de R$ 19 mil, com recursos alocados na Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Obras e Trânsito. Conforme o texto da matéria enviada pelo poder Executivo, os recursos visam atender a necessidade de pagamento de serviços extras prestados na execução global, que diz respeito à compra de materiais e mão-deobra da pavimentação asfáltica para revestimento em trecho da Rua Tobias Barreto, no bairro Luiz Fogliatto. A outra proposta que será apreciada pelos parlamentares prevê a prorrogação dos contratos temporários dos médicos plantonistas que atendem no Pronto

15

Reunião das Comissões de ontem definiu pauta de votações da sessão

Atendimento (PA) 24 horas da Secretaria de Saúde. O texto da matéria composto pela prefeitura explica que o município ainda sofre com as dificuldades na contratação definitiva de profissionais médicos, e que nem mesmo as vagas preenchidas

com o concurso público no início deste ano supriram as necessidades da estrutura pública de saúde municipal. Os contratos temporários dos médicos têm vencimento em setembro e, por isso, a matéria deverá ser aprovada.

mercial e de serviços na macrorregião". Dentro desta ordem, a proposição do candidato é criar a chamada Central de Desenvolvimento, aos moldes da já existente Central de Projetos da prefeitura, canalizando ações públicas que poderão resultar em benefícios de geração de renda e empregos à economia local. Como balizador de suas qualidades como gestor no quesito desenvolvimento econômico, Bira Teixeira citou os investimentos captados junto a outras esferas de poder para Ijuí nos últimos anos. "Nós temos uma Central de Projetos, que funciona dentro do gabinete do vice-prefeito, e que articulou a busca de recursos na ordem de R$ 240 milhões que se transformaram em obras para Ijuí. Eu e o (prefeito Fioravante) Ballin vamos entrar para a história como a dupla de prefeito e vice com o maior volume de obras em Ijuí nos últimos 30 anos, por causa das inúmeras obras que ocorreram na nossa cidade, graças à Central de Projetos", disse. Por fim, o candidato Bira Teixeira abordou sua visão sobre a construção de um centro de eventos em Ijuí. "Nós queremos ter um local para congregar grandes eventos de entidades, organizações e empresas. Hoje, empresários daqui vão a Passo Fundo porque Ijuí não tem um local que comporte três mil pessoas, no mínimo. Minha ideia é, no parque de exposições, transformar os pavilhões 1 e 2, reestruturá-los e transformá-los para que sejam o nosso grande centro de eventos útil também durante a Expo-Ijuí. Isso resolve o gargalo e economiza recursos", pontuou.

Horário eleitoral em TV e rádio será mais curto O horário eleitoral gratuito do primeiro turno teve início a partir das 5h desta sexta-feira, quando começaram ser veiculadas as inserções dos candidatos a prefeito e vereador nas programações de rádio e TV das emissoras de todo o País. Conforme o calendário definido pelo Tribunal Superior Eleitoral, a propaganda política obrigatória vai até o dia 29 de setembro. Com a mudança na Lei Eleitoral, a partir das novas regras estabelecidas por lei no ano passado, a propaganda gratuita agora durará 35 dias, 10 a menos do que nas últimas eleições. Também não há mais blocos para candidatos a vereador nos programas veiculados diariamente, somente os candidatos a prefeito terão programas completos de segunda a sábado. Os blocos serão transmitidos em dois períodos diários de 10 minutos cada, de segunda-feira a sábado, somente para candidatos a prefeito. No rádio, acontecerão

das 7h às 7h10 e das 12h às 12h10. Na TV, das 13h às 13h10 e das 20h30 às 20h40. As inserções serão de 30 a 60 segundos, somando 70 minutos diários, veiculadas entre 5h e meia-noite, todos os dias. Do total, 42 minutos serão dedicados aos candidatos a prefeito e 28 minutos a candidatos a vereador. Do total do tempo de propaganda, 90% serão distribuídos proporcionalmente ao número de representantes que os partidos tenham na Câmara Federal. Os 10% restantes serão distribuídos igualitariamente. No caso de haver aliança entre legendas nas eleições majoritárias será considerada a soma dos deputados federais filiados aos seis maiores partidos da coligação. Em se tratando de coligações para as eleições proporcionais, o tempo de propaganda será o resultado da soma do número de representantes de todos os partidos.

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

AIF recebe o Horizontina Futsal A Associação Ijuí Futsal (AIF) recebe o Horizontina hoje às 20h no Ginásio Municipal Wilson Mânica pela primeira rodada da segunda fase do Estadual Série Bronze, chave 6. O técnico Jaques Schultz ganhou um problema de última hora para esta partida. O pivô Ivan, em disputa de bola com o ala Pablo sofreu uma torção no joelho esquerdo no treino de quinta-feira no Ginasião e dificilmente terá condições de atuar na abertura da nova etapa. Na última atividade antes do jogo, os atletas da AIF realizaram trabalhos de conclusões a gol e participaram de um trabalho tático priorizando a marcação e a velocidade nas jogadas. O pivô Diógenes, que se recupera de um desconforto muscular, deve atuar. Ele treinou separadamente quinta-feira com o preparador físico Mateus Soares e nada sentiu. Deve iniciar a partida O time começa o jogo com: Danilo; Marcelinho, Marcinho, Maurício e Diógenes. O fixo

SÉRIE BRONZE 1ª rodada-2ª faseHoje,27.8 Chave 4 Em Marau-AMF x Uruguaianense20h Em Santiago-ASF x Nadas BrancoRio Pardo-20h Chave 5 Em Salvador das Missões- Cerro Largo Futsal x Parobé Futsal-20h Em Caçapava do Sul-ACF x ACBFCerro Branco-20h Chave 6 Em Ijuí-AIF x Horizontina-20h Em Xangrilá-Expresso-Capão da Canoa x APF-Passo do Sobrado20h Chave 7 Em Camargo-Guarani Futsal x União Independente-Santa Maria19h Em Casca-SERCCA x ADCH-Salto do Jacuí-20h

Marcelinho, expulso em Catuípe no jogo contra o Palmeira Futsal vai a julgamento na próxima terça-feira na Federação Gaúcha de Futsal. Por um erro da Pro-

Pivô Ivan é atendido no treinamento pelo massagista Vilmar Nascimento (Marreta)

curadoria do Tribunal de Justiça Desportiva, o pivô Ivan iria novamente a julgamento na última quinta-feira, mas o diretor jurídico da AIF, Vanderlei de Ávila conseguiu reverter a situação. A partida terá o árbitro principal, Felipe Lermen; árbitro auxiliar, Rodrigo Duarte Moraes; anotadora Maria Lúcia Ferreira; cronometrista Volmir Klein; e

delegado do jogo,Ary Francisco Pias.Os ingressos antecipados estão sendo vendidos ao preço de R$ 7,00 nestes locais: Cadile´s Calçados e Farmácia São Lucas em diagonal com a Caixa Federal. Hoje das 9h às 12h na Praça da República haverá um posto de venda antecipada. No local da partida, à noite, o ingresso custará R$ 10,00.

O acadêmico de Educação Física Carlos Kowalski, que tem curso de treinador profissional colocou em prática no campo do bairro Lambari uma Escolinha de Futebol sem fins lucrativos. O projeto social é para futuros atletas dos sete aos 15 anos, masculino e feminino. A iniciativa surgiu após uma conversa de Carlos com o presidente do Lambari, Derli Almeida, que aceitou a implantação do projeto. Recentemente aconteceu uma reunião com os pais das crianças quando foram passadas as informações sobre o funcionamento

da Escolinha. "É um trabalho voluntário que estamos coordenando, sem cobrança de taxa aos atletas e o bairro entra com o projeto social. Não é o nosso primeiro objetivo, mas vamos procurar também a formação de jogadores", comentou Carlos Kowalski. O coordenador da Escolinha frisou que primeiramente o projeto vai atender o bairro Lambari, mas futuramente pode ser ampliado para outros bairros. Aualmente tem 35 crianças participando dos treinos aos sábados a partir das 13h. Existem mais vagas. Informações no 8409.2851.

Escolinha de Futebol do bairro Lambari reúne atletas dos sete aos 15 anos

PLACAR GERAL

de Julho x SER Atenas; campo do Flamengo da Linha 4 Leste, Associação Independência x Huracan; e Guarani x Corinthians.

fraldinha,CFE Ijuí x Cometa 2008 Vermelho; mirim, Cometa 2004 x Escolinha do Sesc; e pré-mirim, Escolinha do Sesc x CFE Garra.

COPA DUNGA

JOGOS DO SESI

FUTEBOL AMADOR

cmyk

A 19ª Copa Dunga de Futebol Sete para Menores tem rodada hoje a partir das 13h30 com estes jogos no campo de futebol sete do Sesc em Ijuí: feminino, E.C.Ijuí x São Luiz; infantil,São Luiz x Greminho Condor;feminino,Greminho Condor x Fênix Futebol Clube; mirim,Grêmio Dimicron x ACF Lukão Lanches; infantil,Grêmio Dimicron x CFE Ijuí; Quadra Sintética,pré-mirim, Grêmio Coimpel x ACF Casa do Lanche; pré-mirim, Grêmio Manjabosco x Cometa Branco; pré-mirim, ACF Farmed x Cometa Vermelho;

Renato Marsiglia renato.marsiglia@tvglobo.com.br

Escolinha do bairro Lambari atende 35 crianças

O Campeonato Municipal de Futebol Amador de Ijuí tem amanhã no Estádio 19 de Outubro a disputa de três jogos pelas quartas de final da 1ª Divisão: 9h45, Botafogo x E.C. Guarani; 13h30, Juventude do Rincão dos Goi. x S.E. Ouro Verde; e 15h30, Portuguesa x Palestino. A segunda fase da 2ª Divisão abre hoje com estes jogos às 13h30 e 15h30: no Estádio 19 de Outubro, Arsenal/ Baterias Goi/Fruteira do Mano x Santos do Boa Vista; e Botafogo x Sport Clube São José; campo da Imasa, Afumisa/Espaço Presente x Santa Cruz; e Flamengo da Linha 11 Norte x Amigos do Hammarstron; campo do Lambari, Barcelona x E.C. Bahia; e 14

16

A quarta rodada dos Jogos do Serviço Social da Indústria (Sesi) no futebol sete livre e master será disputada hoje no Centro Esportivo Arthur Fuchs do Sesi em Ijuí. No campo 1, às 13h45, jogam na categoria master, Cisbra x Soberana; às 15h, chave C, livre, Hoff Pneus/Star Gesso B x Mineradora Ijuí; e 17h, chave D, livre, Manutec/Pré Moldados Dreffs/EO da Silva/Ombu/Metal Ijuí B x 3 Tentos B. No campo 2, às 13h45,chave B, categoria livre, Construtora Realize x Gimenez; às 15h,chave A, livre, Funicalha/Prosis Informática/ Madecor/Agrimetal/Di Moville

x Hoff Pneus/Star Gesso A; às 16h,chave C, livre, Cisbra A x Dubai Alimentos; e 17h, master, Funicalha/Prosis Informática/ Madecor/Agrimetal/Di Moville x Mineradora Ijuí.

COPA PAULO BAIER A 1ª Copa Paulo Baier de Futsal começa hoje no Ginásio Municipal de Augusto Pestana. A primeira rodada terá a disputa destes jogos: 13h30, Sub-9-GBM Ijuí x APF Augusto Pestana; 14h10, Sub-7, GBM Ijuí x APF Augusto Pestana; 14h50, Sub-9, Cometa Panambi x GBM Ijuí; 15h30, Sub-7, GBM Ijuí x Cometa Panambi; 16h10, Sub-9, APF Augusto Pestana x Cometa Panambi; 16h50, Sub 7, Cometa Panambi x APF Augusto Pestana; e 16h50, Sub-11, APF Augusto Pestana x Cometa Panambi.

GRÊMIO ARRANCA COM VITÓRIA A Copa do Brasil é sempre uma ótima alternativa para quem fica fora da disputa de título no Campeonato Brasileiro. Ainda não o caso do Grêmio, que tem condições de lutar pelo título do Brasileirão, mas que sabemos ser o campeonato mais difícil de nosso calendário. A vitória contra o AtléticoPR encaminha uma classificação para as quartas-de-final e motiva os jogadores para a fundamental partida de amanhã contra o Atlético-MG. O problema será quando afunilarem as duas competições. Sabe-se que o time é bom, mas o grupo carece de quantidade com qualidade. Lesões e suspensões serão inevitáveis, mas o risco tem que ser corrido. Sou contra privilegiar competições. Tem que ir com o que tem de melhor sempre que for possível. A PROPÓSITO... Façanha foi a do Juventude, vencendo o poderoso São Paulo dentro do Morumbi. Time de Série C derrotando um de Série A. Esta é a emoção da Copa do Brasil, onde o sistema de mata-mata produz estas "zebras" e dão graça à uma competição de tiro curto por propiciarem vitórias improváveis. Nunca esquecer a ótima campanha do Ypíranga de Erechim neste ano, a conquista do Paulista de Jundiaí, que foi campeão derrotando o Fluminense dentro de São Januário, o Santo André, que levou o título contra o Flamengo dentro do Maracanã e o próprio Juventude, campeão em 1999 vencendo o Botafogo-RJ. INTER: A HORA DE VENCER Depois de tantas rodadas sem fazer três pontos (já esqueci quantas foram!!!) está na hora de uma virada ou o Inter termina a rodada na zona do rebaixamento. Não importa se é apenas o terceiro jogo de Celso Roth. Este é um problema dele e de quem o contratou. Se trocaram três vezes de técnico este ano não é para seguir perdendo ou eventualmente empatando. Está na hora do time entrar em campo jogando sem medo e arriscando um pouco mais para não ficar nesta mesmice que não leva a lugar nenhum, ou pior, leva sim: à segunda divisão. RESCALDO DAS OLIMPÍADAS Terminados os Jogos Olímpicos, voltamos ao nosso cotidiano e fica a pergunta: que esporte queremos para o Brasil a partir de agora? O modelo já consagrado dos EUA em que a escola é a pilastra principal para formar cidadãos antes de mais nada? O modelo inglês e alemão de apoio incondicional aos atletas, mas sem a intromissão do Estado ou o modelo assistencialista que é praticado no Brasil. Ainda tem o modelo da China, fazendo as crianças competirem pelo Estado. Exceção feito ao modelo brasileiro, todos os outros deram certo porque usam o esporte como elemento transformador da sociedade. As vitórias são meras consequências. A questão está justamente nas prioridades estabelecidas pelo país.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

DOIS TOQUES

Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

FESTIVIDADE- Acontece hoje em dependências do CTG Tropeiro Velho de Panambi o 2º Jantar Colorado. Estão confirmadas estas atrações: ônibus Colorado; dirigentes do departamento de comunicação social; taças das grandes conquistas do clube; ex-jogadores (Índio, Fabiano e Pinga); Fernanda Bizzotto Costa, esposa do Eterno Capitão (Fernandão); show com a banda Ataque Colorado; mascote SACI; equipe do CAS para novas associações ao clube; e sorteio de brindes.As fichas ao preço de R$ 60,00 para adultos e R$ 35,00 para crianças dos sete aos 12 anos poderão ser adquiridas com o cônsul do Inter em Ijuí e diretor regional Paulo Gilberto Costa (9964.4450 ou 9196.8427), facebook do Consulado Colorado de Panambi ou nos fones (whatsapp) informados.

17

Paulo Baier realiza estágio Paulo Baier ficou no período de uma semana realizando estágio na Chapecoense, equipe da Série A do Campeonato Brasileiro. O ex-jogador do São Luiz, Goiás, Criciúma, Atlético-PR e vários clubes do futebol brasileiro aproveitou para observar o trabalho feito pelo técnico Caio Junior e os demais integrantes da comissão. Assistiu aos treinamentos, jogos e toda a preparação do time. Na noite de 15 de agosto, Baier assistiu na Arena Condá em Chapecó ao jogo entre a Chapecoense e o Internacional, pelo Campeonato Brasileiro vencido pelo time catarinense por 1 a 0, gol anotado por Martinuccio aos

45 minutos do segundo tempo. Ex-jogador do Grêmio nos anos 80, Caio Junior também atuou no Internacional, entre outros clubes. Foi técnico do Flamengo, Botafogo e Palmeiras. Paulo Baier realizou em julho o Curso de Treinadores de Futebol, em Porto Alegre juntamente com Silmar Prestes, que atuou neste ano na função de auxiliar técnico do São Luiz. Até o final do ano, Baier participará de estágios e no início de 2017 começará a trabalhar como técnico. Várias propostas já surgiram para o ex-meia que encerrou a carreira defendendo o rubro ijuiense, onde ele começou a despontar no cenário futebolístico.

Técnico Caio Junior e Paulo Baier trocaram ideias sobre o futebol

Torneio de Futsal Solidário envolve times da região Equipes de Ijuí e região disputam amanhã a partir das 8h no Ginásio Municipal Wilson Mânica o Torneio de Futsal Placar Solidário, masculino e feminino. Os jogos serão realizados durante todo o dia, em uma promoção das Óticas Vizzu, com apoio dos acadêmicos do Curso de Educação Física da Unijuí, Rotaract, Hospital de Caridade de Ijuí (HCI), 27º GAC e empresas da cidade.

Alexandra Palharini, proprietária das Óticas Vizzu, que promove o Torneio, salienta que a ideia de realizar a competição surgiu depois de uma visita ao Serviço de Amparo ao BemEstar da Velhice (Sabeve). "Eles precisam de auxílio e pensamos em juntar o útil ao agradável, pois todo mundo gosta de jogar bola ou praticar uma atividade esportiva". Estão confirmados estes times masculinos: Galáticos F.C,

Lions F.C., Inter de Meião, Academia Ruizão, Clube Atlético Ijuí, Juventus de Turim, Futebol Clube Peito Apaixonado, Esporte Clube Bahia, Pindorama, Macará, Essilor, Trago Futsal, Boca Juniors, HCI, Piquete Ferradura e Rádio JM. Times femininos: A.P.G.Clube, Boleiras do Q.G., Garotas 28, Amigas do Futebol de Sexta, Botafogo F.C, Amigas Da Douradinha, Rádio JM e Progresso Salto 15.

Para o primeiro e segundo lugares serão distribuídos troféus e medalhas e um valor em dinheiro. Goleador e goleiro menos vazado também serão premiados nos dois naipes. Quem comparecer ao Ginasião poderá levar um alimento não perecível ou fralda geriátrica para a Sabeve. 20% do total do arrecadado e os alimentos não perecíveis serão destinados à Sabeve.

Circuito Sesc de Corridas tem 10ª etapa amanhã Cônsul Paulo Gilberto Costa

DISPUTA-A Escolinha CFE de Ijuí joga a partir de amanhã a na Associação Atlética Banco do Brasil (AABB), a 1ª Copa Futebol com Vida, promovida pelo CT de Sandro Becker de Três Passos. Participam as equipes CFE de Ijuí, SER Miraguaí, Craque do Futuro de Três Passos, Clube Esportivo de Santo Augusto e Redentora.As finais serão no Centro de Treinamento do TAC de Três Passos. A primeira rodada amanhã às 10h tem jogo do Sub13, nascidos em 2003 e 2004; às 11h, categoria Sub-11, quem nasceu em 2005 e 2006 e a partir das 13h30, a categoria Sub-15, nascidos em 2001 e 2002. DUPLA- O técnico Celso Roth confirmou o lateral William no meio-campo do Inter que enfrenta o Sport amanhã às 18h30, na Arena Pernambuco pelo Brasileirão. Dependendo dos resultados, o Colorado pode ingressar na zona do rebaixamento neste fim de semana. No Grêmio, o volante Maicon voltou aos treinos na preparação para enfrentar o Atlético-MG amanhã, às 16h, na Arena. O atacante Everton, com lesão na coxa direita foi a baixa gremista.

A 10ª etapa do Circuito Sesc de Corridas amanhã em Ijuí terá a participação de atletas diferentes regiões do Estado. Estão confirmados competidores de Rio Grande, Santa Maria, Santa Cruz do Sul, São Borja, Caxias

do Sul e Bagé. Estão inscritos 418 atletas. A largada será às 9h em frente ao Serviço Social do Comércio, rua Crisanto Leite, 202. A chegada acontece no mesmo local. A prova é dividida nas

categorias infantil e adulto (a partir dos 16 anos), sendo as distâncias de 1km, 2km, 3km, 5km e 10km. O percurso infantil será disputado nas distâncias de 1km para a categoria A (10 a 12 anos) e 2km na categoria B

(13 a 15 anos). Já o adulto será nas categorias A (16 a 19 anos), B (16 a 19 anos), C (30 a 39 anos), D (40 a 44 anos), E (45 a 49 anos), F (50 a 54 anos), G (55 a 59 anos), H (60 a 69 anos) e I (70 ou mais).

Rosana Nunes vence Meia Maratona Internacional A atleta Rosana Nunes Ferreira de Ijuí conquistou no último domingo o primeiro lugar no geral feminino da 21ª Meia Maratona Internacional de Uruguaiana disputada com o percurso de 21 quilômetros. Ela venceu a prova quatro anos consecutivos.

No geral masculino, André Clóvis Herther, de Ijuí foi o terceiro colocado. Josiane de Fátima Anhaia obteve o terceiro lugar no geral feminino. Na categoria masculino, de 60 a 64 anos, Jorge de Souza Caetano conquistou o primeiro lugar.

André Herther, Josiane Anhaia, Rosana Nunes Ferreira e Jorge Caetano

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

18

ACIDENTES DE TRÂNSITO

Mortes caem quase 10% no Estado O número de mortes no trânsito gaúcho vem caindo ao longo dos últimos meses, e 2016 pode ser o ano com menor quantidade de vítimas fatais ao longo da década. No acumulado de janeiro a julho, 979 pessoas perderam a vida nas estradas do Rio Grande do Sul, recuo de 9,6% em relação ao mesmo período de 2015. É o menor valor desde 2007, início da série histórica. Esse não é o único recorde observado nas estatísticas divulgadas mensalmente pelo Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Sul (Detran-RS). A quantidade de multas também vem avançando de maneira expressiva. Nos sete primeiros meses do ano, foram notificadas 1,9 milhão de infrações. Registrado de janeiro a julho, o número é maior do que o visto ao longo de todo o ano de 2010. Mantida a média mensal,

2016 será o ano com maior quantidade de multas emitidas no Estado, com alta de 0,2% em relação a 2015. A principal causa de penalidade segue sendo trânsito em velocidade superior à máxima permitida para a via. Na avaliação do especialista em educação para o trânsito Paulo Cezar Marques, professor da Universidade de Brasília (UnB), o maior rigor na fiscalização e o aumento nas penalizações são um mal necessário. – Os motoristas não respeitam só a sinalização por placas. Há muitos trechos urbanos, com travessias de pessoas, escolas e sem as passarelas. Faz parte de um processo de amadurecimento da população, não só no Rio Grande do Sul, mas em todo o país – disse. Os sete primeiros meses de 2016 também registraram um forte recuo na emissão de carteiras de motoristas. Em

Daer vai sinalizar ERSs por equipes próprias O Daer vai começar, ainda neste ano, a sinalização das rodovias do Estado por meio das equipes próprias do órgão. A promessa é do secretário dos Transportes, Pedro Westphalen, que está visitando vários municípios no Estado para conferir a situação das estradas no entorno do município. Westphalen não deu prazo para o início do trabalho, mas disse que a expectativa é começar o mais rápido possível porque o Daer já comprou o material necessário. O Estado também encaminhou cinco contratos para a sinalização de rodovias no Estado, mas os trâmites burocráticos ainda não foram concluídos. Dessa forma, realizar o trabalho com equipes próprias pode ajudar a ganhar tempo. De acordo com o secretário,

as primeiras estradas a receberem o reforço na sinalização são as da Serra e da região de Santa Maria por serem regiões montanhosas, que sofrem com neblina. Westphalen também garantiu que a Serra vai voltar a ter um contrato de manutenção e limpeza de rodovias, embora não tenha dado prazo. Segundo ele, o modelo será alterado para tentar melhorar a eficiência da conserva. Agora um contrato será para estradas não pavimentadas e outro para estradas asfaltadas. O valor e o prazo previstos não foram divulgados. Antes, uma empresa ficava responsável por todo o trecho das superintendências regionais. Até a assinatura do contrato, a manutenção vai continuar sendo realizada pelas equipes do Daer.

Rodovias da região são importantes corredores do Estado

cmyk

Ainda que com queda, número de mortes ainda é alto nas rodovias federais

julho, foram emitidas 9.054 novas licenças, queda de 34,9% em relação ao mesmo período de 2015. Foi o mês de julho com menor entrada de novos motoristas desde 1997, início da série histórica do Detran. Apesar da frota de veículos no Estado continuar crescendo,

o ritmo de avanço também diminuiu e já é o mais baixo em 10 anos. Em 2016, o número de veículos nas estradas gaúchas chegou a 6,33 milhões, 1,5% a mais do que no ano anterior. Ao longo da última década, o patamar vinha crescendo a um ritmo médio de 6,1% ao ano.

Falta de manutenção é infração grave

Polícia Rodoviária Federal também está monitorando a situação no País

A falta de manutenção e de conservação do veículo não é um simples descuido. Motorista que não se preocupa em mantê-lo em dia comete infração grave, que soma cinco pontos na carteira de habilitação. A multa, por enquanto, é de R$ 127,69. Mas, a partir de novembro, passará para R$ 195,23. E o problema não é apenas a infração de trânsito. O responsável pela área de Pesquisa e Desenvolvimento do ONSV (Observatório Nacional de Segurança Viária), Renato Campestrini, alerta que um veículo mal conservado coloca em risco todo mundo no trânsito: “quando se deixa de realizar a manutenção de forma adequada, está se colocando a própria vida e a dos demais usuários da via em risco.

Manutenção de freios, pneus, itens de segurança, palheta do limpador de para-brisa, são itens que, num momento de dificuldade, se não estão em dia, pode causar problemas e levar a um acidente.” Campestrini lembra que, quanto mais idade o veículo tem, maior é a necessidade de cuidados. Segundo o especialista, as revisões devem ser mais frequentes, para verificação, por exemplos, dos sistemas de freios, de suspensão e pneus. Em 2015, a Polícia Rodoviária Federal aplicou, em média, 75 multas por dia a motoristas que trafegavam em veículos em mau estado de conservação, colocando em risco a segurança viária. No total foram mais de 27 mil autuações.

Emater / Ascar

COMPOSTAGEM A compostagem é uma prática simples, barata e eficiente para tratamento e estabilização dos resíduos orgânicos. O processo consiste na biodegradação controlada de materiais orgânicos, a partir da ação aeróbica por bactérias e fungos saprófitos e de biodecompositores detritivos existentes no ambiente, que promovem a transformação dos componentes orgânicos com a diminuição da carga carbonácea e a oxi-redução dos componentes químicos, para formas orgânicas mineralizadas. A aceleração microbiana na compostagem encurta o tempo de descomposição, reduzindo assim os impactos ambientais e sanitários quando oriundos de grandes quantidades. São várias formas de compostagens artesanais de reviramento mecânico, pilha estática, leira e de ambiente fechado com aeração forçada, etc. O produto resultante da decomposição e chamado de composto ou húmus. O húmus é a condensação de fenóis combinados com os produtos da decomposição de proteínas e polissacarídeos com importância na composição e formação dos solos férteis, responsável pelo equilíbrio da fração mineral, ar e água no solo. O húmus também é responsável por disponibilizar biologicamente os minerais, criando condições favoráveis ao desenvolvimento da microbiologia do solo facilitando assim o crescimento dos vegetais. A qualidade do composto ou húmus depende da natureza e composição do material orgânico inicial ou da origem. Quando este material for rico em nutrientes, o composto poderá suprir todas as necessidades em vários elementos fertilizantes para as plantas. O húmus é considerado um fertilizante orgânico pela legislação brasileira. Portanto a sua produção, embalagem, comercialização deve atender a legislação Lei nº 6894 de 16 de dezembro de 1980. E o Decreto nº4954 de 14 de janeiro de 2004 que regulamentam a produção e comercialização dos fertilizantes, corretivos, inoculantes e biofertilizantes. A prática da compostagem, por si só, não requer acentuado conhecimento técnico. O produtor rural, bem como, os moradores em terrenos urbanos podem fazer compostagem, desde que as camadas de material orgânico sejam depositadas em caixas de madeira, de tijolos, ou mesmo em valas ou leiras, sejam cobertas com folhas de árvores, capim ou terra para que não atraiam animais domésticos ou pragas. Este material deve ser revolvido freqüentemente e mantido com umidade, para que os decompositores possam realizar o trabalho de decompor a matéria orgânica em húmus. O húmus pode ser usado na adubação de hortas, jardins ou mesmo nas adubações de árvores frutíferas ou ornamentais. Assim estaremos contribuindo para a redução dos custos de produção nas propriedades rurais e na redução do acúmulo nos lixões e aterros sanitários.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

FORÇA NACIONAL

Estado receberá cerca de 200 agentes federais

O presidente em exercício Michel Temer autorizou envio de reforço da Força Nacional ao Rio Grande do Sul

O governador José Ivo Sartori conseguiu confirmar na manhã de ontem em reunião com o presidente em exercício, Michel Temer, em Brasília, o reforço de cerca de 200 agentes da Força Nacional de Segurança para auxiliar o policiamento no Rio Grande do Sul. Eles devem chegar ao Estado durante este fim de semana. “Essa será a primeira etapa, depois virão outros momentos, sobre os quais ainda conversaremos”, ressaltou Sartori a jornalistas após a reunião. A decisão do governador gaúcho de pedir apoio em Brasília foi tomada após mais um latrocínio em Porto Alegre. No fim da tarde de quinta-feira, uma mãe de 44

PLANTÃO 14 ANOS - Um jovem de 25 anos foi preso suspeito de estuprar a irmã, uma menina de 14 anos, em Santiago. De acordo com a Polícia Civil, o abuso aconteceu há cerca de um mês, na casa da mãe dos dois, no centro do município. Segundo o delegado João Carlos Brum Vaz os irmãos não moram juntos e o crime aconteceu quando ele foi visitar a mãe, que mora com a irmã. A abertura do inquérito foi motivada por denúncias. Um exame de corpo de delito confirmou que a menina havia sido estuprada. Diante disso, o suspeito foi chamado para prestar depoimento. O jovem foi liberado após ter prestado esclarecimentos, e o delegado pediu a preventiva e, com o pedido homologado, a Polícia Civil localizou o suspeito em uma localidade no interior de Capão do Cipó e realizou a prisão. O jovem está recolhido no Presídio de Santiago e está a disposição do poder Judiciário.

anos foi morta em frente à filha enquanto esperava outro filho sair do colégio, na Zona Norte de Porto Alegre. De acordo com o último relatório divulgado pela Secretaria de Segurança Pública do estado gaúcho, esse tipo de crime aumentou 34,8% em seis meses. A ideia do governo é que agentes da Força Nacional façam a segurança em frente a presídios, liberando, assim, mais policiais militares para atuar nas ruas. Conforme Sartori, o reforço abrangerá, nesse primeiro momento, capital e Região Metropolitana. “Solicitamos também armas, equipamentos, veículos, e também um presídio federal no Rio Grande

do Sul para ampliar as ações que todos nós temos nesse campo”, acrescentou. O tempo de atuação do Força Nacional no estado, entretanto, não foi estipulado na reunião. Conforme Sartori, “será pelo tempo que for necessário.” Antes da reunião, Sartori também conversou com jornalistas, na chegada a Brasília, ainda no aeroporto. Ele reconheceu que a situação no Rio Grande do Sul está complicada. “Temos que reconhecer que a situação é muito difícil e que todos os esforços que fizemos ainda não foram suficientes”, salientou. “É um momento de luto para todo o Rio Grande do Sul”, acrescentou.

Operação combate tráfico de drogas sintéticas A Polícia Civil deflagrou, na manhã de ontem, operação que combate o tráfico de drogas sintéticas no Sul do Estado. A ação, batizada de Operação Aquarius, mobiliza 120 policiais que cumpriram 34 mandados de busca e apreensão e nove de prisão temporária em Pelotas e Rio Grande. A maior parte das ordens judiciais para o município de Pelotas. São 15 pessoas presas nas duas cidades: 7 em Rio Grande e 8 em Pelotas. Armas, drogas e anabolizantes foram apreendidos. A investigação, coordenada pelo delegado Márcio Steffens, titular da Delegacia Regional de Pelotas, e com duração de quatro meses, apontou responsáveis pela distribuição de entorpecentes de natureza sintética em festas eletrônicas. Os suspeitos foram identificados a partir da Operação Sem Modos, deflagrada no final

de maio deste ano. À época, 17 pessoas foram presas por vender ecstasy e maconha em torno de universidades e festas eletrônicas. A negociação era feita pelo WhatsApp. A 1° Delegacia de Polícia e a Delegacia Especializada de Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) identificaram alguns dos principais fornecedores de drogas sintéticas nas festas eletrônicas da Zona Sul do Estado. Durante as investigações, policiais apreenderam ecstasy, LSD, além de expressiva quantidade de maconha e anabolizantes. Em coletiva de imprensa, os delegados informaram que os consumidores são, na maioria, jovens de classe média alta. O nome da operação faz referência a onda hippie dos anos 60, quando a disseminação das drogas sintéticas foi denominada Era de Aquarius.

19

Latrocínio bate recorde nos últimos 15 anos O Rio Grande do Sul registrou 89 latrocínios (roubos seguidos de morte) nos primeiros seis meses de 2016. Somente em Porto Alegre foram 23 latrocínios no período de janeiro a junho. Desde que os dados começaram a ser divulgados pela Secretaria Estadual de Segurança, em 2002, nunca se matou tanto após assaltos num semestre como agora. Antes disso, em 2014, com 74 vítimas; e 2005, com 69 mortes; foram os anos com a maior quantidade de assassinatos. Diferentemente do que ocorre agora, em 2009 o primeiro semestre teve 29 latrocínios em todo o Estado. O ano inteiro terminou com 64 mortes após assaltos. Então comandantegeral da Brigada Militar, o coronel João Carlos Trindade fala

o que pode ser feito para evitar esse tipo de crime. Destaca duas ações: um maior efetivo e ações para inquietar os criminosos. “Estrutura. Estrutura com veículos, também. E, por outro lado, uma firme decisão de fazer o enfrentamento e não deixar a criminalidade à vontade. Barreira para todo lado, impedir que as pessoas circulassem com armas, evitar o delito, atuar antes do acontecimento”, foram o foco da corporação naquele ano, de acordo com Trindade. Na ocasião, a Brigada Militar tinha quase 24 mil PMs. Hoje, são 18,5 mil. Havia também mais viaturas. O coronel vê a operação Avante, atual ação da corporação para combater a criminalidade, como uma boa ação. Mas destaca que é necessário mais recursos para poder trazer os resultados esperados.

Na quinta-feira, mãe de aluno foi morta em frente a escola da Capital

RS está sem secretário de Segurança O secretário da Segurança Pública, Wantuir Jacini, pediu exoneração do cargo na noite desta quinta-feira. A informação foi confirmada pelo governo do Estado do Rio Grande do Sul em nota oficial. De acordo com o comunicado, o governador José Ivo Sartori “acabou de constituir um Gabinete de Crise, que será coordenado pelo vicegovernador José Paulo Cairoli”. Enquanto não for nomeado o novo secretário, esse gabinete responderá pela área. A decisão foi decretada após o marcante caso de latrocínio da mãe de um aluno do Colégio Dom Bosco, em frente à instituição de ensino. Segundo a nota, “a equipe do governo do Estado se solidariza com os familiares das vítimas da criminalidade, especialmente de Cristine Fonseca Fagundes, assassinada violentamente nesta quinta-feira”. Uma reunião foi marcada as 8h desta sexta-feira no Palácio

Piratini. No encontro, serão tratadas “novas providências e ações na área” e Sartori deverá se pronunciar na imprensa. Sobre a saída de Jacini, o Piratini fez uma despedida elogiosa formal. “O governador agradece ao secretário Jacini pelos serviços prestados, por quem nutre alto apreço pessoal por suas virtudes profissionais e morais.” A exoneração do cargo ocorreu no pico de uma semana marcada pela violência na região Metropolitana de Porto Alegre. Nos últimos dias, o assassinato de uma médica na avenida Sertório, um triplo homicídio em Alvorada, a execução de um homem na porta do Hospital São Lucas da PUC e, nesta quinta, o latrocínio de uma mulher que havia ido buscar seu filho em um colégio particular geraram bastante repercussão. Índices de criminalidade, como latrocínio e homicídio doloso, também registraram alta na gestão Sartori.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

CONTRABANDO

BM monitora e apreende carga de cigarros na região Policiais Militares do 29º Batalhão, na região, apreenderam centenas de maços de cigarros paraguaios no início da tarde de ontem. O trabalho aconteceu a partir de uma denúncia anônima, onde os PMs monitoraram e conseguiram flagrar a situação de contrabando. A carga, o caso e os desdobramentos ficarão a cargo da Polícia Federal de Santo Ângelo. Ainda no decorrer da tarde de ontem, a Brigada Militar informou em nota a situação de apreensão. Segundo repassado, uma denúncia via-190 revelou a presença de uma pick-up Chevrolet Montana, placa de BlumenauSC, na região de Ijuí. O veículo foi avistado nas imediações da ERS-522, na altura do município de Jóia. O condutor desrespeitou a ordem de parada e conseguiu fugir. Minutos depois, o veículo foi encontrado abandonado, às margens de um matagal. Até o fechamento da edição, ninguém havia sido preso.

Mais dois são presos na Operação Boi Deitado A Operação Boi Deitado teve mais uma etapa na manhã de ontem. Desta vez, dois indivíduos foram presos em flagrante, um de 49 anos e outro de 39. Ambos são moradores de localidades do interior. Com os acusados, foram apreendidas uma espingarda cal.28, uma espingarda calibre .36, 15 cartuchos de ambos os calibres, máquina de serrar carne e demais apetrechos para a prática do abate. Conforme a Polícia Civil, ambos são investigados há meses na operação e suspeitos de abigeatos na região de Afonso Rodrigues. Com a ação de ontem, subiu para 24 o número de prisões de acusados

O veículo, na condição de clonado, e a carga foram entregues em Santo Ângelo. Um aparelho de rádio-escuta também foi apre-

endido no interior do veículo. A quantia apreendida, inclusive, deverá ser confirmada apenas pela Polícia Federal.

Operação foi deflagrada inicialmente na última quarta-feira

temporário. Se tivermos o pedido atendido, temos o potencial de realocar para as ruas 400 policiais militares que hoje fazem a guarda dos presídios. No período em que a Força ficar no Estado, também estaremos colhendo os resultados dos cursos (de formação de PMs) que foram autorizados e que serão chamados e começarão a trabalhar. É uma conjugação entre a característica da Força, a temporariedade, com a nossa necessidade. Se o nosso pedido for atendido, o potencial é uma resposta rápida, pública e efetiva na segurança", disse Biolchi. O gabinete estuda antecipar a segunda fase do Plano Estratégico da Segurança Pública (anteriormente, prevista para ser lançada em janeiro) e a convocação de novos PMs aprovados em concurso.

Mais duas pessoas morreram vítimas de acidente de trânsito na região. A ocorrência, registrada na noite de quinta-feira, foi originada a partir de uma perda de controle que resultou em colisão frontal, na BR-386, altura do município de Carazinho. O nome do casal envolvido não foi liberado pela Polícia Rodoviária Federal (PRF). Segundo os agentes, o casal morreu no local. O Ford Corcell

2, placa IFV-6226 de Carazinho colidiu com um caminhão carregado com combustível. O motorista da carreta não ficou ferido. De acordo com populares, o carro estava no sentido Sarandi a Carazinho quando teria perdido o controle e colidido com o caminhão que estava no sentido contrário. O carro capotou e parou ao lado da rodovia totalmente destruído com algumas peças parando a metros do acidente.

Desdobramentos do acidente invadiram a madrugada de ontem

cmyk

de abigeato nas últimas semanas em São Luiz Gonzaga e região. Em outra ação contra os crimes de abigeato, pelo menos três pessoas foram presas em Cruz Alta. Em operação denominada Herácles, o 1º Distrito Policial, através do delegado Josuel Muniz, cumpriu mandados de busca em cinco residências, além de um estabelecimento comercial. Além de armas e munições, ao longo dos mandados foi possível ainda apreender carnes sem procedência, além de diversos remédios na mesma condição. Pelo menos 20 agentes cumprirarm os mandados com o uso de seis viaturas.

Carga apreendida, que não foi confirmada, foi entregue a Polícia Federal

RS tem potencial de liberar Trânsito deixa mais dois até 400 PMs para as ruas mortos na região O Palácio Piratini tem o potencial de liberar até 400 PMs para o policiamento ostensivo com o desembarque da Força Nacional no Estado. Tratam-se de homens que atuam na guarda de presídios gaúchos e que devem ser substituídos pelos servidores deslocados pelo governo federal. A projeção foi feita pelo secretário-chefe da Casa Civil, Márcio Biolchi, antes que houvesse a confirmação do envio do reforço. No final da manhã, o governador José Ivo Sartori informou que cerca de 150 homens da Força Nacional devem ser deslocados para o Estado. Os primeiros 120 virão do Rio de Janeiro em 30 viaturas e têm chegada prevista para domingo no Rio Grande do Sul. "É a maneira mais inteligente de utilizar esse contingente externo, que é

20

PLANTÃO OFENDÍCULO - A Brigada Militar de Ijuí foi chamada, no início da noite de ontem, depois que Rogério Bignol, 40 anos foi encontrado morto nas dependências da sua propriedade no Distrito do Itaí, interior do município. Segundo a BM, estima-se que ele tenha sido vítima de um ofendículo que ele mesmo havia armado em proteção à propriedade. O caso deverá ser investigado. OPERAÇÃO DOMINÓ - A Brigada Militar de Ijuí, em companhia de um oficial de Justiça, realizou a apreensão de, pelo menos, dois automóveis. A apreensão ocorreu fruto do processo a partir da Operação Dominó, deflagrada na última semana em toda a região, quando, cerca de 40 pessoas foram presas acusadas de tráfico de drogas. Segundo repassado pela Brigada Militar, um processo de perda de bens envolvendo Emerson Ferrari Eickoff, conhecido como Barbacena. Conforme entendimento da Justiça, dois Chevrolet Vectra podem ter sido adquiridos através do dinheiro ilícito do tráfico de drogas. Os veículos foram removidos ao depósito judicial. Barbacena está recolhido à Penitenciária Modulada de Ijuí, assim como os outros sete presos no município.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

CHÁ BENEFICENTE

Entidades recebem verba do Gabinete

Na tarde de ontem, a primeira-dama Gessy Ballin repassou os valores arrecadados no 8º Chá Beneficente, realizado no 3 de agosto. O valor arrecadado foi de R$ 32,3 mil. Esta edição do evento foi realizada em benefício da Ação Fraterna da Paróquia São Geraldo, que recebeu R$ 7,1 mil, representada por Eva de Almeida. Também foram destinados R$ 10,5 mil para

o Caps – Hospital Bom Pastor, representada por Rosane Schiavo e Carmen Luchesse. Outros R$ 3 mil foram entregues para o Grupo Escoteiro Ijuí 300°, representado porBernardo Beilfuss. O total de R$10,2 mil foi destinado ao Clube de Mães, representado por Dulce Sperotto. Para realização de demais projetos sociais, o total de R$ 1,4 mil permanecem no gabinete da primeira-dama.

AGRADECIMENTO E CONVITE PARA CULTO

EM MEMORIA DE 1º ANO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA A MISSA PEDRO EVELINO FINKLER *15/08/1924 +31/08/2015 Um ano se passou, o tempo só aumenta nossa saudade. A alegria, o amor e a felicidade que tínhamos ao teu lado nos faz muita falta e não o esqueceremos jamais. Esposa Edith, filhos Pedro, Marcos e Mario, juntamente com noras e netos convidam para missa a ser celebrada amanhã domingo, dia 28, às 8h30 na Igreja Católica de Augusto Pestana

TAMIRES REGINA DINARELI DOS SANTOS *09/11/1987 +27/07/2016

Famíliares ainda consternados com o seu falecimento, agradecem a Deus pelos seus 84 anos de vida, agradecem as cuidadoras Hilda, Vani e Geni pelo carinho e dedicação durante sua enfermidade, aos pastores

Há um mês que tu partiste e só resta saudade, mas levo a certeza de que cumpriste a tua missão aqui na terra. Teu pai te ama e te amará para sempre.

Rodrigo e Cirlene pelas visitas e orações, aos médicos e equipe de enfermagem do hospital Unimed, aos parentes, vizinhos e amigos pelo apoio recebido. Outrossim, convidam para culto memorial neste domingo 28/08/2016 na Igreja Evangélica de Chorão às 10h.

Ijui, 27 de agosto de 2016.

Um ano se passou, o tempo só aumenta nossa saudade. A alegria, o amor e a felicidade que tínhamos ao teu lado nos faz muita falta e não o esqueceremos jamais.

Familiares de HELMA BUENO *20/05/1940 +22/08/2016

Esposa e filhos convidam para celebração a ser realizada hoje, na igreja Nossa Senhora da Penha às 19h30.

Agradecem a equipe da Emergência, bem como da UTI coronária e do 3º piso do HCI, e em especial ao Dr. Fabio, pela dedicação e tratamento humanizado e carinhoso dispensado a nossa esposa e mãe e seus

Ijuí, 27 de agosto de 2016.

familiares naqueles momentos difíceis. Temos certeza de que a vida continua e que ela está agora em boas mãos. Outrossim convidam para missa a ser celebrada neste domingo, 28 de agosto, às 19 horas na Igreja Matriz São Geraldo. Ijuí, 27 de agosto de 2016.

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO CONVITE PARA MISSA DE 7º DIA Irmãs Maria, Alma e Norma, filhos Liria, Flavio, Geraldo (in memoriam) e Gerson, genro João, Antonio, noras Elisabete e Ieda, netos e bisnetos com pesar participam o falecimento da irmã, sogra, avó e bisavó.

EM MEMORIA AO 1º ANO DE FALECIMENTO

ERICA WEBER SCHNEIDER *04/07/1927 +19/08/2016

faz muita falta e não o esqueceremos jamais. Eternas saudades da esposa, filhos e nora. Ijuí, 27 de agosto de 2016.

EM MEMORIA DE 1º ANO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA A CELEBRACAO VALDENOR TEIXEIRA DA ROSA *10/02/1931 +30/08/2015

MÃE

Um ano se passou, o tempo só aumenta nossa saudade. A alegria, o amor e a felicidade que tínhamos ao teu lado nos

Ijuí, 27 de agosto de 2016

A família conforta-se com a seguinte passagem bíblica: “Bem-aventurados serão os limpos de coração porque estes virão a Deus” Mt 5.8

Ijuí, 27 de agosto de 2016.

SADI PRAUCHNER +30.08.2015

EM MEMORIA AO 1º MES DE FALECIMENTO

JULIO WILLIG *26/07/1932 + 11/08/2016

AGRADECIMENTO E CONVITE PARA A MISSA

Primeira-dama repassa arrecadação do 8º Chá Beneficente

21

Cumpriste a tua missão aqui na terra com trabalho, coragem, honestidade, humildade, amor à família e aos amigos. Familiares convidam para missa que será celebrada sábado, dia 27, às 19h na Paróquia São Geraldo. Ijui, 27 de agosto de 2016.

PARTICIPAÇÃO DE FALECIMENTO E AGRADECIMENTOS Com profundo pesar participamos o falecimento de nossa querida mãe, sogra, avó e bisavó

ILMA TRENNEPOHL ocorrido no dia 21 de agosto de 2016 às 16h33 no HCI. Agradecemos sensibilizados ao Dr. Gustavo Pretto, que durante anos a tratou com carinho, ao Dr. Lisboa que nos últimos dias foi incansável e atencioso, aos médicos residentes e as enfermeiras, as cuidadoras que a trataram com carinho, ao coral da OASE pelas mensagens cantadas, a Pastora Ana pelo consolo, ao Pastor Adi pelas palavras de consolo e orações nestes dias tão difíceis, ao Padre Silvestre pelos conselhos e orações e também ao Pastor Lírio Trennepohl que veio de Padre Gonzales trazer sua homenagem a sua madrinha Ilma. Outrossim convidamos para o culto domingo, dia 28 de agosto, às 9 horas na Igreja Evangélica Luterana do centro em memória de vó Ilma e também de vô Balduino que neste dia faz 25 anos que faleceu. A família enlutada: Ivoní Trennepohl, Ingrid Viecili e Vilmar Viecili, Ari Ivo Trennepohl (em memória) e Dolair Trennepohl. Netos: Sandro, Diego, Renan e Cristiane. Bisnetos: Alicia, Nicoli, Leticia, Rafael, Pedro Henrique e João Augusto. “Na minha aflição clamei ao Deus Eterno; Ele me respondeu e me libertou.” Salmos 118-5 Ijuí, 27 de agosto de 2016.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

22

CULTURA EM FOCO

Projeto Bandas na Praça é incentivo em Ijuí O projeto Bandas na Praça vem se expandindo a cada dia que passa, trazendo novos desafios e surpreendendo. Com iniciativa e apoio do coordenador da 36ª CRE, Cláudio de Souza, e as professoras Adriana Soares e Osmeri Groth, e é coordenado pelo professor Cláudio Persson. De acordo com Cláudio Persson, a música é essencial na formação das crianças, e esse projeto tem esse objetivo como iniciativa. "Precisamos levar até as crianças a noção, repercussão e o ritmo em um ambiente familiar e hospitaleiro. Esses métodos diferentes de aprendizagem e descontração trazem muitos benefícios na escola, tanto para os alunos quanto para as famílias", comenta. De acordo com os organizadores, esse projeto vem superando as expectativas, e está incentivando crianças e jovens. Por conta disso, neste sábado, às 14h, sob a coordenação do professor Cláudio Persson, as bandas das Escolas Emil Glitz, Oswaldo Aranha e Luiz Fogliatto, fazem um desfile na Avenida Emil Glitz. Segundo Cláudio Persson, as bandas municipais escolares proporcionam, na

grande parte das vezes, o primeiro contato formal com a música. "Geralmente é onde primeiramente as crianças e adolescentes têm contato com a música e a prática instrumental. Levados pelo entusiasmo e incentivo de colegas que já participam da corporação musical, os novos integrantes começam sua jornada, sem se dar conta que ingressaram no mundo da música e repercussão", ressalta. Sobre o objetivo principal do projeto, o professor retoma que é preciso manter a banda no quadro de atividades das escolas e também do município. "Temos como intuito trazer as bandas marciais novamente para o contexto do município, pois é uma cultura antiga e que precisa ser retomada mais fortemente. Com isso conseguimos manter os alunos em uma ocupação sadia, cultural e educativa, afastando-os, em alguns casos de ambientes não propícios à sua formação como cidadãos, ao mesmo tempo em que representam a escola, por meio de eventos cívicos e culturais que sempre são realizados", ressalta. Destes eventos se destacam concursos, desfiles, e apresentações na praça.

O projeto Bandas na Praça tem como objetivo fazer com que crianças e jovens se aproximem da música em geral

Apae receberá mais de R$ 50 mil Mais 10 entidades assistenciais do Rio Grande do Sul assinaram, ontem, no Palácio Piratini, convênio com o governo do Estado para repasse de recursos provenientes do Fundo Estadual da Criança e do Adolescente (Feca-RS). Ao todo, as entidades vão receber R$ 598.158,90 para a execução de projetos destinados à promoção e à proteção da infância e da adolescência. Os projetos foram avaliados pelo Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (Cedica RS), conforme critérios pré-estabelecidos. Dentre as instituições beneficiadas, está a Associação de Pais e Amigos e Excepcionais (Apae) de Ijuí, que receberá o valor de R$ 57.562,90.

Estado repassa cerca de R$ 600 mil para projetos de atenção a crianças e adolescentes

A secretária da Justiça e dos Direitos Humanos, Maria Helena Sartori, informou que, com os valores repassados em abril deste

ano a 22 entidades e com os de hoje, o Estado atinge o montante de quase R$ 2 milhões, com recursos do Feca RS.

Descontração encerra Semana no HCI O último dia da Semana Interna de Prevenção de Acidentes do Trabalho (Sipat), evento obrigatório nas empresas instaladas no Brasil, segundo a legislação trabalhista, do Hospital de Caridade de Ijuí teve muita descontração, animação e alegria com a participação da professora Elisangela Pires que trabalhou o tema O que eu faço com meu tempo? E quanto tempo eu tenho? Ao final do evento foi a vez da ONG Drs. Só Riso, de Santa Cruz do Sul, que faz um trabalho circense envolvendo o tema pro-

posto pelos Sipeiros. O auditório recebeu lotação máxima com 160 participantes, no turno da tarde. Antes disso, pela manhã, o grupo animou os setores e as crianças da Escolinha do complexo HCI. Durante os cinco dias de evento foram sorteados brindes, gentilmente doados por diversas empresas de Ijuí. A Sipat tem proporcionado momentos marcantes como a apresentação dos alunos da Escola de Educação Infantil do HCI, que brilhantemente marcaram o momento cultural do terceiro dia.

Unijuí doa alimentos para Mesa Brasil Na tarde de quinta-feira, integrantes da Cia. Cadagy e do Grupo de Teatro da Unijuí realizaram a entrega de alimentos ao Projeto Mesa Brasil do Sesc, arrecadados em recentes apresentações do Grupo de Teatro da Unijuí e do Circo Mariotti. Foram entregues mais de 1,3 mil itens alimentícios, que serão entregues a 19 entidades beneficentes. Por meio do projeto Mesa Brasil, o Sesc arrecada e distribui alimentos perecíveis e não perecíveis para comunidades carentes e entidades beneficentes do Estado. A nutricionista do Sesc, Ana Paula Fischer Garcia, salienta que empresas parceiras como a Unijuí são fundamen-

cmyk

A entrega foi realizada na tarde desta quinta-feira, na Unijuí

tais para ao sucesso do projeto "Todo alimento é bem-vindo. Ações como essa, da Unijuí,

valorizam nosso projeto e nos ajudam a atingir maior número de pessoas’’, salienta.

Só Risos animou os setores e as crianças da Escolinha do complexo HCI, ontem


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 27 e 28 de agosto de 2016

23

Memória JM CARA OU COROA

Armindo Pydd

RESCALDOS DA OLIMPÍADA **Desejadas há muito tempo, finalmente as Olimpíadas se realizaram no Brasil. Houve 7 anos de tempo para a preparação .O País instituiu o PAAR (Programa de Atletas de Alto Rendimento) baseado nos exemplos da China e da Alemanha. Dela participaram 549 atletas em especial com a participação do Exército. Após concurso foram nomeados sargentos e remunerados de acordo. Das 16 medalhas conquistadas 12 foram com este apoio e faziam continência em agradecimento na hora da premiação.

Notícias de agosto de 1981

Agosto de 1981 é o mês mais seco dos últimos 32 anos O engenheiro agrônomo Alberto Parenti Filho, da unidade de Ijuí da Cotrijui, manifestou a sua preocupação com a falta de chuva neste mês de agosto, que está prejudicando o desenvolvimento das culturas de inverno. O quadro climático do município de Ijuí se encontra precário. Pois nos últimos 32 anos, mais em foco

nos meses de maio, junho, julho e agosto, desde 1949 até o ano de 1980. As médias de precipitação pluviométrica desses meses, que são os que mais interessam no caso das lavouras de inverno, por serem os do período de desenvolvimento das culturas, foram de 108 milímetros em maio, 157 em junho, 108 em julho e 137 em agosto.

Vacinação - A primeira etapa da vacinação contra a Paralisia Infantil deste ano, teve um resultado abaixo da meta proposta pela Secretaria da Saúde para o município de Ijuí. Um total de 8.873 crianças receberam vacina, quando se esperava um mínimo de 9.673. O resultado da vacinação realizada é inferior ao obtido na segunda etapa de idêntica campanha realizada no ano passado, quando 9.064 crianças compareceram aos postos de vacinação.

**A premiação financiada pelos patrocinadores foi de 11 mil dólares para medalha de ouro e 5,5 mil para prata com exceção do futebol que teria recebido por participante 200 mil dólares. Premiações de outros países foram muito diferentes alcançando o máximo de 753 mil dólares do atleta de Cingapura, 160 Itália, 75 mil Argentina 25 mil EUA sempre em dólares e para medalha de ouro. **Depois de muitas críticas exageradas agora vieram os elogios também exagerados. Ficou uma marca triste. Sem dúvida, Lula presidente e equipe foram determinantes para a conquista da Olimpíada. Dadas as circunstancias politicas conflitantes e polarizadas nem o ex-presidente, nem a presidente afastada Dilma e nem o presidente interino Temer foram citados no cerimonial ou nos discursos. Somente Temer presente nas aberturas e também com vaias, proferiu 5 palavras (estão abertos os jogos olímpicos). Um cenário triste testemunhado pelo mundo; **Estamos nos dias derradeiros do processo de impeachment. Depois da Câmara dos Deputados, agora o Senado está sendo transformado num circo. E tudo isto em meio a maior crise econômica que o país já viveu. **Um culpa o outro pela crise. Que, no entanto tem sim data e idade. A data é 1988 e a idade é de 28 anos. Foi a utópica Constituição Cidadã do falecido deputado Ulisses Guimaraes que colocou inúmeras vantagens sem a devida contrapartida dos deveres. Agora pela primeira vez vai se tentar colocar um teto, um limite nos gastos. Existem dúvidas se haverá aprovação no Congresso. Afinal, inúmeros deputados e senadores são remanescentes daqueles tempos. **”O Brasil tem o melhor sistema de saúde público do mundo”. 28 anos depois de implantado, no entanto somente 43 % dos gastos com saúde no país são cobertos por verbas públicas. Geralmente elogia a saúde pública quem não faz uso dela ou então falseia os fatos. **Política na teoria e na prática. Adversários ferrenhos no nível federal aqui no RS em 135 municípios PMDB e PT estão juntos nas eleições de outubro. **Cá entre nós, faltou no show de abertura e encerramento das olimpíadas um bom vanerão com os Serranos e grupo de danças gaúchas.

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Em meio às lavouras experimentais está a Estação Metereológica

Parque da Expo-Ijuí recebe melhorias As obras de infraestrutura no Parque Regional de Feiras e Exposições Assis Brasil continuam em ritmo acelerado com vistas à 1ª Expo-Ijuí. Atualmente está sendo feita de concretagem o piso do pavilhão principal e a construção de um novo conjunto de instalações sanitárias. Por outro lado, vem se acentuando o número de organizações interessadas em expor seus produtos na 1ª Exposição

O pavilhão principal está recebendo piso de concreto

sob o regime estatutário, além de formar cadastro de reserva. As inscrições ficam abertas até o dia 2 de setembro de 2016, pela internet, no endereço eletrônico: www.legalleconcursos.com.br.

CONCURSOS Prefeitura de Fontoura Xavier A Prefeitura de Fontoura Xavier, dá início à realização de um novo concurso público (nº 01/2016), cujo objetivo é selecionar candidatos de níveis fundamental, médio e superior, para a contratação imediata de 20 novos servidores,

Universidade Federal do Rio Grande do Sul A Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) informa que estão abertas as inscrições para novo concurso público, regido pelos edital n° 11, 12 e 13/2016, visando a contratação total de profissionais que ocupem mais de 60 cargos na carreira de Técnico-administrativo em Educação. A remunera-

Miss Ijuí - Um grande público acompanhou o concurso promovido pela Secretaria de Turismo que distribuiu muitos títulos. Na ocasião social, um júri teve a incumbência de distribuir cinco títulos entre as cinco candidatas: Viviane Gressler, ficou com o título de Miss Ijuí; Ieda Calegaro Vice-Miss; Jaqueline Wernert Miss Simpatia. Projeto - Em reunião realizada na Câmara de Vereadores, o professor Adelar Baggio, presidente da Fidene, fez uso da palavra para solicitar apoio dos vereadores na concretização do projeto da Unijuí, especialmente no que diz respeito à aprovação de projeto Executivo para inclusão no Orçamento de 1982 de recursos para o calçamento do prolongamento da Rua do Comércio, até o primeiro prédio do Câmpus, com trevo e ponte de acesso.

ção proporcionada poderá variar de R$ 1.834,69 a R$ 3.868,21. As inscrições estão abertas até o dia 5 de setembro de 2016 e podem ser feitas via endereço eletrônico: http://www.portalfaurgs.ufrgs.br/concursos, mediante pagamento de taxa de inscrição de R$ 70,00, R$ 95,00 ou R$ 120,00. A seleção dos candidatos constará de prova escrita objetiva, em Porto Alegre - RS e/ou na Região Metropolitana, como definido, prevista para datas diferenciadas, conforme o edital de interesse (16 ou 23 de outubro de 2016). Outras etapas seletivas programadas devem ser conferidas nos respectivos editais.

cmyk


www.jmijui.com.br

EDUCAÇÃO PROFISSIONAL

vIvêNCIAS NO CEAP

Projeto de Canteiro de obra sustentável do Poli vence modalidade na MEP | 7

Durante essa semana, os alunos do Ceap tiveram várias atividades de vivências sobre deficiência visual, entre elas o braile | 7

AIF estreia hoje na segunda fase Associação Ijuí Futsal enfrenta o time de Horizontina no Ginasião pela chave 6 do Estadual Série Bronze. | 16

vIvêNCIAS ENtRE AS mÃES

SEmANA DE PREvENÇÃO

Mulheres da Penha se reúnem todas as semanas no clube do bairro | 4

Drs.Só Riso, de Santa Cruz do Sul, encerrou a Sipat do HCI, ontem | 7

EDITORIAL | 6 É preciso reiterar a importância de espaços democráticos onde os candidatos possam debater ideias.

cmyk

Sitepaginas  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you