Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

Ano 43 - Nº 364

R$ 3,00

ICMS pago a mais será devolvido a empresários Supremo mudou cálculo da substituição tributária e medida pode afetar cofres públicos. | 3

CONSEQUÊNCIAS DA CHUVA

Curso de Medicina poderá ser ofertado na Unijuí Estácio de Sá informou ao MEC desistência. | 4

Expo-Ijuí confirma R$ 43 milhões em negócios Após 216 milímetros de chuva, barragem da PCH José Barasuol, da Ceriluz, está 1,47 metro acima do nível normal | 13

PRE flagra condutores embriagados diariamente Comandante em Cruz Alta revelou o dado como uma realidade da região e voltou a alertar os motoristas. | 20

Escolas da rede estadual investem em segurança Programas que promovem a segurança devem ser ampliados e reativados em escolas públicas. | 12

Comissão apresentou balanço ontem. | 3

Sicoob inaugura sua sede em Ijuí Cooperativa de crédito abre na segunda-feira. Diretor executivo Izeo Pitt apresentou a marca. | 5

cmyk


RADAR

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

NOVA DIRETORIA- Na terça-feira, a chapa única Sinteep Forte e Atuante, que concorreu às eleições do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino Privado (Sinteep), foi eleita com 97,19% dos votos. Dos 608 votantes, 589 votaram a favor, 12 brancos e 7 nulos.Durante o período de votação, dez urnas, entre fixas e itinerantes, percorreram 12 municípios da base de atuação do Sindicato, coletando os votos. A chapa atuará na base, em 128 municípios, durante a Gestão 2016/2019. Para o coordenador do Sinteep, reeleito para a próxima gestão, Eder Schuinsekel, “o resultado da eleição mostra a confiança dos associados na direção do Sindicato, o que nos leva a reafirmar o nosso compromisso de representar, defender e lutar pelos direitos da nossa categoria e dos trabalhadores em geral”. A nova diretoria toma posse no dia 8 de dezembro.

OLHO DA RUA

SOLIDARIEDADE - O Rotaract de Ijuí realiza, no dia 29 de outubro, um coquetel beneficente na Associação dos Funcionários da Afucotri de Ijuí (AFFI), a partir das 16h. A ação tem o intuito de beneficiar ações voltadas ao câncer de mama e financiar demais atividades solidárias promovidas pelos jovens do Rotaract.

Edenir de Oliveira reaproveitou um vaso sanitário em desuso para deixar sua residência ainda mais bonita. Moradora do bairro Luis Fogliatto, dona Edi, como é conhecida na vizinhança, comemora a primavera e as flores que ornamentam a casa.

PRAZO - O ministro da Saúde, Ricardo Barros, participou na quinta-feira, do 7º Fórum Nacional de Gestão da Atenção Básica e reforçou o prazo dado aos municípios que ainda não adotaram o prontuário eletrônico. O evento teve a presença de gestores estaduais e municipais, conselhos nacionais de saúde, além de profissionais que atuam na Atenção Básica. O prazo para que todos os sistemas estejam integrados ao Ministério da Saúde é até 10 de dezembro. Com a plataforma digital, todos os serviços de saúde da cidade poderão acompanhar o histórico, os dados e resultado de exames dos pacientes, verificar em tempo real a disponibilidade de medicamentos ou mesmo registrar as visitas de agentes de saúde, melhorando o atendimento ao cidadão. FERRAMENTA - Uma ferramenta que permite mapear e acompanhar o emprego formal em todo Brasil foi criada pelo Ministério do Trabalho. O Painel de Monitoramento do Mercado de Trabalho, segundo o órgão, é uma página que possibilita pesquisar o cenário do emprego formal em qualquer Estado ou Município. As informações disponíveis vão desde o comportamento da abertura e fechamento de vagas, até a oscilação de rendimentos das ocupações. EXAME - A obrigatoriedade do exame toxicológico para motoristas profissionais, implantada há apenas seis meses, já conseguiu reduzir em mais de 38% o número de acidentes nas estradas federais de todo o País. A informação foi divulgada nesta quinta-feira, 20 de outubro, pelo Instituto de Tecnologia para o Trânsito Seguro (ITTS) em balanço sobre o tempo de obrigatoriedade do exame. A medida também fez com que mais de 230 mil motoristas profissionais mudassem de categoria ou não renovassem sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

cmyk

2

INDICADORES Poupança 21.10.2016 .....................0,6758 % Ouro 21.10.2016..................... R$ 128,50 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,1599 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,1605 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,1000 Dolar turismo (venda) ................... R$ 3,3000 Euro (compra) .............................. R$ 3,4351 Euro (venda) ................................. R$ 3,4358 IPC/FIPE Set/2016 ................................0,14% IGPM Set/2016 .....................................0,20% IPCA Set/2016 ......................................0,08% IGP-M set/16 ........................................0,20% IGP-DI Set/2016 ....................................0,03% ICV-Dieese set/16 .................................0,03% *valores acima de R$ 300,00

LOTERIAS

ENTRE ASPAS "O texto do projeto de lei que altera as regras sobre abuso de poder, em discussão no Senado, é um atentado à magistratura. A proposta de lei foi desengavetada e voltou à discussão no Congresso", disse o juiz federal da Operação Lava Jato, Sergio Moro. "Isso veio em um bom momento pois a nossa autoestima, que estava abalada. Acabou melhorando, aliado ao jogo contra o Flamengo, em uma das melhores atuações do Inter. E agora, na Copa do Brasil, chegamos em uma semifinal, mas sem esquecer e sem deixar de lado que nossa grande tarefa este ano é fugir do rebaixamento", disse o vice de futebol do Internacional, Fernando Carvalho. "Tudo que queremos é uma investigação rápida. Isto aconteceu no comitê central da nossa campanha, nossa e de todos os partidos que nos apoiam, e entendo que a Polícia Federal deveria conduzir esse inquérito o mais rápido possível. Mas é uma decisão que não me compete, é uma opinião", disse o candidato a prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo (PMDB). "A atuação da força-tarefa já mostra resultados positivos, entretanto, ainda há muito por fazer. Precisa ser contínua, fortalecendo ações conjuntas entre os órgãos envolvidos", disse o governador em exercício, José Paulo Cairoli. "Tenho convicção que o governo do presidente Michel Temer vai aprovar as matérias dentro do tempo adequado, da regra adequada, respeitando a Constituição. E não acredito que nenhuma delação do deputado Eduardo Cunha possa atingir o presidente da República", disse presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ)

Getúlio

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º 2º 3º 4º 5º

-

4.304 9.748 4.908 2.174 1.241

LOTOFÁCIL CONCURSO nº

1426

02 03 04 07 08 10 12 14 15 16 18 22 23 24 25 QUINA

CONCURSO nº

4214

25 31 42 44 49 PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

ICMS

Governo terá impacto com nova arrecadação O subsecretário da Receita Estadual Mario Luis Wunderlich dos Santos afirmou que a decisão do Supremo vai repercutir nas contas do governo já que ela atinge uma forma de cobrança do ICMS que é a substituição tributária em que o Estado estima o preço final de uma mercadoria e a partir desse preço final cobra o imposto. "O Supremo definiu que nos casos em que essa mercadoria for vendida no varejo por um valor inferior ao estimado, o contribuinte poderá solicitar a devolução da diferença, nós estamos entendendo que também nos casos em que for vendido por um valor menor o Estado poderá cobrar a diferença", explica. Mario explica que, como a contribuição tributária é baseada numa média, a intenção sempre vai ser cobrar aquilo que é devido ao Estado. "Eventualmente, devolver o cobrado a maior isso vai depender de processo, de cálculos, de uma série de procedimentos para que a gente tenha segurança e não acabe faltando o imposto porque agora até para pagar os salários estamos com dificuldades. Vamos buscar resguardar o interesse do Estado e estabelecer procedimentos para

que não haja devoluções indevidas é um procedimento novo, vamos ter que agora definir uma solução de forma que não haja prejuízo para o setor público". Mario alerta ainda para o impacto aos cofres públicos. "A substituição tributária é muito importante para o Estado essa decisão tributária pode provocar um problema muito sério para as finanças do Estado que já estão bastante complicadas. Temos setores como bebida, cerveja refrigerante, combustíveis, cosméticos, que são setores que têm substituição tributária e todos esses setores representam hoje 25% da arrecadação do Estado", analisa. Ele exemplifica com um dos setores com grande representatividade na arrecadação. "A indústria de cerveja ao vender a cerveja já recolhia com base num preço que era estimado por pesquisas lá na ponta. Como é uma pesquisa, é um preço médio, se for comprar num bar, num restaurante é um preço, na gôndola do supermercado é outro preço, se fazia uma média, agora vamos ter que ter o trabalho de cobrar a diferença do bar que vendeu a cerveja mais cara e devolver

Mario Luis Wunderlich

o valor do supermercado que vendeu a cerveja mais barato. Vai ser uma dificuldade", alerta o subsecretário da Receita estadual ressaltando que trata-se de um assunto grave que terá implicações muito grandes. "Temos que ter muito cuidado para proteger a arrecadação do Estado. Ainda estamos estudando e aguardando a publicação do acórdão para definir plenamente os efeitos".

3

STF admite devolução de ICMS pago a mais O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu na última quartafeira admitir a devolução de valores pagos a mais do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), nas hipóteses em que o valor cobrado antecipadamente pelo Estado, da empresa, é superior àquele que seria devido com base no preço final do produto. Sete dos 11 ministros da Corte entenderam que as empresas devem obter créditos do tributo referentes à diferença entre o valor real de comercialização dos seus produtos e aquele cobrado pelo Estado com base no valor presumido antes da venda. Da mesma forma, a maioria considerou que quando o Estado cobrar um valor menor do ICMS, presumindo um preço inferior na venda do produto, o fisco terá direito a um recolhimento posterior maior por parte empresa. Posicionaram-se nesse sentido o relator da ação, Edson Fachin, e os ministros Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Marco Aurélio Mello, Cármen Lúcia e Ricardo Lewandowski. Contra esse entendimento votaram Teori Zavascki, Dias Toffoli e Gilmar Mendes. Ausente na sessão, Celso de Mello não participou da decisão. A decisão tem repercussão geral e deverá ser seguida em ao

menos outros 1,3 mil processos que tramitam nas demais instâncias da Justiça. Entretanto, as empresas que já pagaram o ICMS a mais, mas não entraram na Justiça, não terão direito de reaver o valor excedente com novas ações judiciais. O subsecretário da Receita Estadual Mario Luis Wunderlich esclarece que a partir dessa medida terão que ser estabelecidos novos procedimentos de declaração. "Precisamos saber de forma clara para que quando for vendido abaixo do preço estimado, o contribuinte possa requerer e acima do preço estimado o Estado possa cobrar", afirma destacando que a medida vale apenas daqui para frente. "Por enquanto vale para aqueles que entraram na Justiça e estão questionando essa devolução, claro que, como eu falei, vamos questionar também o preço a maior" . A decisão do Supremos foi uma reversão de decisões anteriores do próprio Supremo que reconhecia que a substituição tributária deveria ser considerada como encerrada no início do processo na indústria, ou seja, antes não havia essa possibilidade de cobrar a diferença. "Agora o Supremo inovou, tomou uma decisão diferente do que vinha sendo a regra até aqui por óbvio que a decisão judicial se cumpre", conclui.

Comissão da Expo-Ijuí anuncia negócios de R$ 43 milhões A comissão responsável pela organização da Expo-Ijuí/Fenadi 2016 apresentou ontem, um balanço do evento. A novidade foi o número de negócios que este ano ficou em R$ 43 milhões. O balanço foi divulgado pelo presidente da Expo-Ijuí 2016, Jalmar Martel, o presidente da Fenadi 2016, Nelson Casarin e o prefeito municipal, Fioravante Ballin. O presidente Jalmar Martel ao encerrar sua gestão avaliou os resultados como positivos. "Ficamos felizes com o resultado em função de Ijuí ter assumido esse compromisso num momento como esse. O mais importante é prospectar a próxima feira e enquanto outras não serão realizadas a nossa se confirma e acho que esse é o legado mais importante, bem como alguns projetos a médio e longo prazo. Sabemos que temos alguns setores a ser melhorados, mas foi a melhor feira que eu presidi pois utilizamos a ferramenta chamada gestão colaborativa então o sucesso pertence a mais de uma entidade, a mais de uma pessoa". Questionado sobre as críticas

com relação aos preçosJalmar foi cauteloso. "Quanto ao ingresso, outras feiras também cobram. Se você quer apresentar uma feira de boa qualidade ela tem custos e esses custos precisam ser ressarcidos e são preços que podem parecer elevados devido ao momento da economia, mas que faz parte de uma economia globalizada, de uma feira regionalizada. Se avaliar o que a feira oferece, está dentro da normalidade". Além de apresentar os números da feira e atividades, a comitiva apresentou o resultado da pesquisa de opinião “Tô na Expo. E aí?” realizada pela empresa Cogest Advice, atrvés do coordenador Fabrício Barbosa. A pesquisa apontou o perfil dos visitantes e expositores da ExpoIjuí/Fenadi. O perfil aponta que a maioria dos visitantes é do sexo masculino, com idade até 39 anos e solteiros. Os visitantes são na maioria estudantes de Ensino Médio e graduação, empregados nos setores público e privado. Ganham até 4 salários mínimos e estavam dispostos a gastar mais de R$ 250,00 na feira. Afirmaram

Comissões da Expo-Ijuí e da Fenadi apresentaram balanço com base em pesquisa de satisfação com visitantes e expositores

vir a feira todos os anos e tiveram até três vezes à feira neste ano. Os visitantes, na maioria, vêm de carro próprio com amigos e familiares que não são filhos e cônjuges. Os visitantes percebem mudanças para melhor na feira e indicam o evento a outras pessoas. A feira teve 142.572 visitantes e alcançou negócios aproximados a R$ 43 milhões.

O perfil dos expositores apontou que eles investiram de R$ 5 a 15 mil e são na maioria empresas de Ijuí e região, ligados ao setor de comércio. Para a maioria dos expositores a feira atendeu às expectativas. Eles vieram à feira para vender e prospectar mercado e possuem até 3 pessoas envolvidas com a feira (não contratam extra para

a feira). A maioria informou que trouxe inovações para a feira e que definem metas para a feira, mas não utilizam ferramentas de prospecção. Os expositores identificam a importância da feira para o município e auferiram nota acima de 7 para a Expo-Ijuí deste ano. A Expo-Ijuí/Fenadi 2017 será realizada de 10 a 22 de outubro.

cmyk


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

4

MEDICINA

Estácio de Sá comunica ao MEC desistência do curso

Na manhã de ontem, a assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação (MEC) encaminhou uma nota informando que o grupo da universidade Estácio de Sá formalizou junto ao MEC sua desistência de participação no município de Ijuí. A informação que deverá ser publicada no Diário da União na próxima semana gerou uma uma expectativa positiva na comunidade ijuiense, tendo como base no que foi divulgado pelo MEC, o curso de Medicina em Ijuí deverá ser ofertado pela Unijuí, que está desde o início, batalhando para concretizar este projeto. Consta ainda na nota do MEC que quanto à continuidade do processo, o ministro da Educação, Mendonça Filho, fará nos próximos dias a publicação de novo chamamento público para autorização de funcionamento de cursos de Medicina no município de Ijuí. De acordo com a assessoria de Comunicação Social do Ministério da Educação, as mantenedoras classificadas em 1º lugar nos 37 municípios que tiveram propostas selecionadas foram convocadas a comparecer ao MEC no período de 28 de setembro a 11 de outubro de 2016 para entrega da Garantia

cmyk

de Execução nos termos da Portaria nº 545 de 26 de setembro de 2016. A mantenedora selecionada para o município de Ijuí, no caso a Estácio de Sá, não entregou a garantia bancária, e portanto, não assinaram o termo de compromisso. O reitor da Unijuí Martinho Kelm, disse que está aguardando ainda a confirmação oficial do Ministério da Educação sobre o processo e que na próxima segunda-feira irá se inteirar com o MEC e analisar os possíveis desdobramentos e assim terá uma posição oficial. Em entrevista ao Grupo JM, o deputado Darcísio Perondi (PMDB) informou que na tarde de ontem entrou em contato com o ministro Mendonça Filho, que garantiu que fará uma indicação para que a Unijuí oferte o curso de Medicina em Ijuí. "A Estácio saiu da lista, e acredito que funcionou o bom senso, nós trabalhamos muito para isso e destaco também o apoio da senadora Ana Amélia Lemos, e agora vamos continuar pressionando o ministro, e tenho convicção de que a decisão irá beneficiar a nossa Unijuí", declara o deputado.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

5

COOPERATIVA DE CRÉDITO

Sicoob abre as portas em Ijuí Está se instalando em Ijuí a cooperativa de crédito Siccob, sistema presente em todo o Brasil e que está expandindo seus negócios no Rio Grande do Sul. A gerente da agência de Ijuí Tatiana Malheiros Gasparini e sua equipe recepcionou convidados ontem em um jantar para apresentação da marca. Também esteve presente o diretor executivo da Sicoob, Izeo Pitt, que revelou a preferência do município para o investimento. "Tivemos autorização do Banco Central do Brasil para que a gente desenvolvesse um trabalho na região Noroeste do RS e a primeira cidade que nos chamou atenção que gostamos muito foi de Ijuí e estamos iniciando um trabalho por aqui e vamos estender no próximo ano para Santo Ângelo e outros municípios ao redor de Ijuí", garantiu sobre o potencial de desenvolvimento do município. O diretor deixou claro sobre os objetivos do Sicoob no município. "O trabalho nosso se desenvolve no sentido de buscar o bom atendimento das pessoas. Nós somos uma instituição financeira, mas o

que vale é o ser humano, vamos procurar fazer um atendimento humanizado para que as pessoas se sintam em casa na nossa instituição, para que procurem a nossa equipe que está pronta para atendê-los", destacou enfatizando que a equipe busca desenvolver um trabalho no sentido de que ajudar desde os pequenos aos grandes empresários e produtores rurais para que o desenvolvimento de cada pessoa, de cada empresa aconteça. Sobre a marca, Izeo destaca a importância do modelo de gestão. "O cooperativismo tem uma característica de que ele se desenvolveu junto a pequenos produtores e hoje ele congrega e abraça grandes industriais e produtores e todos são beneficiados por trabalhar em conjunto, e a nossa grande preocupação é ser transparente para levar as informações da nossa instituição e para que todos saibam como está indo a nossa instituição através das assembleias com associados. Queremos que todos os associados conheçam a instituição e sintam-se em casa, que tenham confiança no

Equipe do Sicoob sob a coordenação de Tatiana Gasparini apresentou a marca que chega a Ijuí

trabalho que está sendo realizado e sejam atendidos de forma humanizada". Para o diretor , a economia já está dando sinais de recuperação e no momento de crise é que é preciso ir em busca de oportunidades. "Temos que fazer investimentos seguros, mas buscar novas formas de melhorar a nossa condição de vida, eu acredito que nós vamos ter nos próximos anos um desenvolvimen-

to muito grande, a economia vai ser produtiva e teremos resultados positivos pela frente", avalia. A gerente Tatiana reforça o convite para que a comunidade conheça essa mais nova opção de negócios em Ijuí. "O que nós temos a oferecer é o mesmo que todo o banco privado e demais instituições financeiras oferecem ou seja, todos os produtos e serviços de um banco. A gente atende

todas as demandas das pessoas físicas tanto rural quanto urbana como empresas e para Ijuí nosso foco é a pessoa jurídica, empresas de todos os portes", explica informando que o horário de atendimento será diferenciado, sendo das 9h30 às 15h. A Sicoob está localizada na José Bonifácio, 582, na antiga dependência do João Klett. O telefone da cooperativa é 3332 4243.

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

CIRANDA DE PROMESSAS

R

ecursos esgotados e nenhuma previsão de investimentos a médio e longo prazo na área da Saúde. Assim pode ser resumida a atual situação em nosso País, com tendência ao agravo, uma vez que a PEC 241 coloca a Saúde na lista de gastos do governo e, portanto, manterá seu orçamento, já escasso, ainda mais minguado. Se em âmbito federal a coisa anda confusa, no Estado, que já vive o caos há algum tempo, a bagunça é generalizada. Sim, a Saúde virou bagunça em solo gaúcho. Comemorado, ainda que não fosse o ideal, o acordo selado entre o Estado e as instituições de Saúde é mais um que recebe o selo de "mau pagador". Na ciranda das promessas não cumpridas, a Saúde mantém seu lugar de destaque. Não há dinheiro: a justificativa que receberá o prêmio de mais utilizada em 2016. Com troféu destaque para "não fizemos promessas". Tem se tornado cada vez mais difícil não ser pessimista diante de certos acordos feitos, que a gente até se pega em dado momento torcendo para que dessa vez esteja errado, e que os recursos devidos sejam depositados nos prazos e que os rumos, que já eram incertos, ao menos não saiam tanto de uma linha tênue entre a esperança e a realidade. Coisa que tem sido bem difícil mesmo. Talvez nem Polyana, aquela menina otimista que via um lado bom em tudo que acontecia, um clássico da literatura, apresentada no livro que leva o seu nome, escrito em 1913 por Eleanor Porter, conseguiria achar um lado bom nesses dias atuais. Em entrevista ao Grupo JM, o presidente do HCI deu a notícia que, por um pequeno período, já não estávamos mais acostumados a ouvir: o Estado não tem cumprido com seu acordo com as instituições de Saúde. Tem deixado um pequeno montante dos repasses, que deveria ser feito integralmente, para trás. Pequeno? Só se quase R$ 3 milhões não estejam valendo o que acredita-se que valham. Coloque isso no orçamento de um hospital, de alcance regional e centros de tratamentos e protocolos de pesquisa, e tente justificar como um percentual pequeno. Se a matemática ajudar, dentro das ciências exatas, o pessoal de humanas agradece. Porque está bem difícil de argumentar que Saúde representa gasto e não investimento. E pior ainda, está impossível entender a lógica adotada pelo governo do Estado. O temor não é apenas da população, mas especialistas que tratam da saúde diariamente, que buscam cada vez mais avanços como a cura do câncer, ou, ao menos, melhores tratamentos para as doenças, também estão incertos quanto ao futuro. Uma vez que o número de pessoas em busca de tratamentos tem uma previsão assustadora de crescimento, enquanto que os recursos ficarão estagnados, à merce de um reajuste figurativo, quem sabe a população precise ler um pouco mais a história de Polyana, porque o mundo real anda bem cruel. E brincar de ciranda com recursos públicos não está agradando. O Estado não tem cumprido com seu acordo com as instituições de Saúde. Tem deixado um pequeno montante dos repasses, que deveria ser feito integralmente, para trás. Pequeno? Só se quase R$ 3 milhões não estejam valendo o que acredita-se que valham.

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

ENTREVISTA Apenas no Rio Grande do Sul já foram identificadas irregularidades e cortados 81,3% de auxílios-doença. Como se chegou nesse número? Por que até agora ainda não tinha-se identificado tamanha irregularidade dentro dos benefícios do auxílio doença? O Rio Grande do Sul é o campeão nacional proporcional em número irregularidades de auxílio-doença. Temos proporcionalmente muito mais casos que os outros estados. No Rio Grande do Sul temos 87 mil beneficiários do auxílio-doença que estão em benefício e há mais de dois anos sem a revisão de perícia. Para se ter uma ideia, São Paulo, que tem 4 vezes mais população, tem 99 mil beneficiários, então, o Rio Grande do Sul tem quase quatro vezes proporcionalmente o número de auxílio-doença que São Paulo. Esses auxílios são, no Estado, 99,8% concedidos pela via judicial e não foram revisados, embora o INSS tenha uma norma desde 2003 que qualquer benefício de auxílio-doença, por exemplo, deva ser revisado de seis em seis meses, concedido administrativamente ou judicialmente. Por algum motivo, o INSS e o governo passado resolveram não revisar esses benefícios e acumulou-se um passivo de 530 mil pessoas que estão nessa situação. A mesma coisa ocorre com a aposentadoria por invalides, que deveria ser revisada de dois em dois anos para os menores de 60 anos. Novamente, no Rio Grande do Sul, temos cerca de 90 mil pessoas que se aposentaram por invalides, tem menos de 60 anos e não passam por revisão há mais de dois anos. Então, esses benefícios também vão ser revisados. Se contarmos Brasil, são 530 mil pessoas em auxílio-doença há mais de dois anos sem revisão e 1,1 milhão por invalides com menos de 60 anos, também aposentados há mais de dois anos sem essa revisão. Ao fazer esse levantamento, quer dizer, são 87 mil pessoas que vão passar por essa revisão, mas até agora foram feitas apenas em 2.032, então, qual foi a irregularidade no momento em que o perito revisou esse processo? A concessão desses processos ocorreu de forma judicial, então tivemos toda a sorte de irregularidades ou equívocos nessas concessões. Desde o benefício para aquelas pessoas que não são contribuintes da previdência, que temos um número expressivo no Brasil, cerca de 20%, até aquelas pessoas que, originalmente teriam direito e deveriam ter recebido, mas não tiveram uma previsão de alta. Quer dizer, passaram dois anos, três, quatro ou cinco no auxílio-doença e já estão saudáveis há muito tempo. O que os peritos estão verificando nesse momento: as pessoas podem ter tido o direito sim, lá no início do tratamento. É um direito do trabalhador receber o auxílio, agora, aquelas pessoas que permanecem recebendo mesmo estando saudáveis, aptas para o serviço ou mesmo trabalhando, elas acabam lesando o fundo solidário (composto pela poupança dos trabalhadores, empregadores e parte do governo). Então, quando um beneficiário recebe indevidamente um benefício como o auxílio-doença, lesa duplamente o conjunto de beneficiários. Corrigir essa distorção, melhorar a governança e manutenção dos benefícios é o principal objetivo do Ministério Social e Agrário. O senhor falou das aposentadorias por invalides, nesse caso, se referia as concedidas por decisão ou por todas as aposentadorias concedidas no últimos anos?

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com

Alberto Beltrame Secretário executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário

Vamos revisar as aposentadorias por invalides de todos aqueles que tem menos de 60 anos de idade, seja aquela concedida por questão judicial ou administrativamente. Com isso espera-se uma reversão menor nessa modalidade de aposentadoria, normalmente são questões mais definitivas na aposentadoria por invalides, mas em outros casos há uma reversão no quadro do beneficiário. Por exemplo, um acidentado. Ele está com uma sequela grave, não vai se recuperar, vai ficar dois anos, três, quatro incapaz ou definitivamente. Então é dada a aposentadoria por invalides, mas precisa ser avaliada de dois em dois anos porque há um progresso das pessoas com fisioterapia e ela pode recuperar a capacidade laboral. Uma pessoa como essa, que recebeu a aposentadoria com 30 anos, uma aposentadoria por invalides, ela pode ter recuperado a capacidade laboral e ter voltado a trabalhar. Logo, não tem sentido manter essa pessoa na aposentadoria por invalides nessas situações. A Taxa de reversão que percebemos nessa aposentadoria pode ocorrer sim. Vocês já completaram o processo de pente fino no auxílio-doença? Estamos começando o processo e daqui para a frente vai ser uma progressão geométrica na avaliação. Temos emitido cerca e 3 mil cartas por dia. Apenas no Rio Grande do Sul á enviamos 15 mil cartas, até este fim de semana. Então a revisão do auxílio- doença deve levar cerca de cinco a seis meses, no País todo. Dependendo do número de beneficiários e o número de peritos disponíveis. Na medida que for avançando o processo de revisão, vamos percebendo alguns gargalos em determinadas agências, para combater isso, vamos organizar uma força tarefa que vai levar peritos de outros lugares para terminar o trabalho onde ele está mais lento ou tem um agendamento de muito longo prazo.

Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

www.jmijui.com.br

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATURAS E CIRCULAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0317 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

TRÂNSITO

Escola Infantil faz aula de educação no trânsito

Mostrar às crianças qual é a função da faixa de pedestres, do uso de cinto de segurança, da necessidade de permanecer sentado durante o transporte da van escolar e dos sinais de trânsito. Esse foi o objetivo das atividades realizadas na quinta e sexta-feira na Escola Infantil Independência. As turmas do berçário 2 e maternal 1 e 2 receberam a visita dos agentes de trânsito da Coordenadoria de Trânsito (CT), que montaram um circuito onde as crianças puderam agir como motoristas e pedestres. De acordo com a diretora do Educandário, Elisângela Pires, a proposta faz parte das atividades organizadas para comemorar o mês da criança e que tem relação com a oferta da qualidade de vida. “Como temos crianças que vêm de outros bairros, pensamos em uma ação que desse a orientação e qualificação a esses alunos”, defende a diretora. Como ela destaca, a ideia de

7

Alunos do 25 elaboram projeto para produtores Inédito. Assim os alunos classificaram o projeto elaborado durante o semestre letivo na Escola Técnica Estadual 25 de Julho. O guincho acoplado à colheitadeira foi elaborado com a orientação dos professores Tiago Grenzel Welter e Lucia Nita Libardoni e coordenado pelo professor Alfredo Wagner, responsável pelo curso de Mecânica. A finalidade do projeto foi de aperfeiçoar as técnicas relacionadas à mecânica industrial, além de inovar e criar um equipamento que reduza os custos e facilite o trabalho do agricultor, principalmente na época de plantio. O guincho faz a movimentação das bolsas de adubo de mil quilos, conhecidas como big bag. De acordo com o professor

e orientador do projeto, Tiago Welter, esse tipo de trabalho tem como objetivo de aplicar o conhecimento adquirido no curso Técnico em Mecânica em trabalhos práticos. “Trabalhamos com os alunos o máximo da parte técnica e prático, instigando-os a aliar os conhecimentos científicos adquiridos com a elaboração de projetos que possam ser úteis e ganhar visibilidade” O equipamento desenvolvido pode ainda ser utilizado tanto na própria colheitadeira como até mesmo em tratores. “A operação do equipamento é mais eficiente sendo acoplada na parte frontal da colheitadeira, o que facilita a visão ampla do guincho por parte do operador”

Crianças do maternal e do berçário recebem aula lúdica sobre trânsito

iniciar esse processo de ensino de educação no trânsito deve iniciar cedo. “A formação do adulto se dá por meio de memórias, então, se as crianças tiverem orientações adequadas às noções de trânsito e segurança agora, quando crianças, já se inicia essa formação”.

Para ela, a relação de brincadeira lúdica se torna real toda vez que sai para a rua com os pais. “O que ocorre é que as crianças vão crescendo, sabendo o local que cada um ocupa na sociedade e compreendem as linguagem no trânsito”, completa.

Unijuí receberá sessão do TJ-RS

Na próxima segunda-feira, os alunos do curso de Direito da Unijuí participam de uma sessão Didática Extraordinária da 20ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul. A aula será em comemoração aos 30 anos do curso de Direito da Universidade. O evento será realizado no Salão de Atos do câmpus Ijuí, às 19h30 e contará com a participação do Carlos Cini Marchionatti, desembargador e presidente, Glênio Wasserstein Hekman, desembargador, Alex Gonzalez Custódio, desembargador e Walter Camejo Filho, procurador de Justiça. De acordo com a professora Nelci Lurdes Gayski Meneguzzi, coordenadora do Núcleo de Eventos do Departamento de

Ciências Jurídicas e Sociais da Unijuí (DCJS), a Sessão Didática vai mostrar aos estudantes e professores do curso de Direito como ocorrem as Sessões do Tribunal de Justiça em Porto Alegre. “Também pressupõe a possibilidade de que os julgadores do Tribunal possam explicar o processo ao público do evento”, salienta. A professora explica que os processos, depois de serem julgados nas comarcas iniciais, como é o caso de Ijuí, podem passar por uma nova apreciação no TJ, que ocorre em Porto Alegre, o que não possibilita os alunos participarem desses julgamentos. "Fazemos durante o curso algumas visitas técnicas, mas nem todos os acadêmicos podem participar. Então, com

essa possibilidade que a gente está articulando com o TJ daremos a possibilidade para que todos os alunos possam acompanhar uma dessas sessões", saliente. Os processos que serão julgados efetiva decisão, "o que será decido nessa noite vai ser apresentada como definitiva no processo", acrescenta. A proposta é do Tribunal de Justiça do Estado do Rio Grande do Sul e do Departamento de Ciências Jurídicas e Sociais (DCJS) da Unijuí e não terá custos. As inscrições estão sendo realizadas no Departamento e são limitadas de acordo com a capacidade do Salão de Atos. Caso necessário, a Sessão também será transmitida nos miniauditorias.

Guincho foi adaptado à colheitadeira e visa facilitar trabalho de produtores

Smed debate história e Cultura Afro-Brasileira Como parte das atividades do projeto Refletir da Secretaria Municipal de Ijuí (Smed), na última quinta-feira, foi realizado, no auditório da EFA, a formação continuada com o tema História e Cultura Africana e Afro-Brasileira na Sala de Aula, com assessoria da professora Valeska Garbinatto, especialista em História da África e professora da rede municipal de Porto Alegre. A atividade foi promovida com a finalidade da qualificação dos professores do Ensino

Fundamental dos Anos Iniciais, Finais, e da Educação de Jovens e Adultos de todas as áreas do conhecimento. Considerando a amplitude do tema e sua relação direta com a educação, foi abordado a implementação das leis 10.639/03 e 11.645/08, que inclui no currículo escolar a história e a cultura afro-brasileira, africana e indígena, discutindo entre outros aspectos conceitos de afrodescendência, raça, currículo e projetos, sempre relacionados com o cotidiano da escola.

Congresso instala comissão da reforma do Ensino Médio O Congresso Nacional instalou na quarta-feira a comissão especial formada por deputados e senadores para analisar a Medida Provisória que estabelece uma reforma no Ensino Médio do País. Na sessão, o deputado Izalci Lucas (PSDBDF) foi escolhido o presidente da comissão e o senador Pedro Chaves (PSC-MS), o relator. As mudanças previstas na MP afetam o conteúdo e o formato das aulas, e também a elabora-

ção dos vestibulares e do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Quando uma Medida Provisória é editada pelo governo, ela passa a valer como lei por até 120 dias e, nesse período, o Congresso precisa aprová-la ou rejeitá-la. Alvo de polêmicas, a reforma do Ensino Médio proposta pelo governo prevê, entre outros pontos, que a grade curricular do Ensino Médio seja flexibi-

lizada e os estudantes possam escolher até metade do conteúdo que irão estudar. Após ser escolhido relator da proposta, nesta quarta, o senador Pedro Chaves disse que irá apresentar um cronograma de atividades para a comissão, já na próxima semana. Chaves afirmou também que pretende ouvir representantes de várias categorias para elaborar o seu parecer. Para o relator, o fato de a

reforma ter sido proposta por medida provisória "não compromete" as mudanças no Ensino Médio. "A medida provisória apenas vai acelerar [a reforma], mas vai ter uma ampla participação da comunidade, de toda a comissão, nós teremos uma democratização de uma oportunidade para todos (se manifestarem)", disse Pedro Chaves. Durante a sessão, parlamen-

tares que fazem oposição ao governo de Michel Temer criticaram a MP e a realização de uma revisão no Ensino Médio por meio desse mecanismo. Esses deputados e senadores defenderam, por exemplo, que as alterações deveriam ocorrer por meio de projetos de lei. O relator da proposta terá de analisar, ao todo, 568 emendas (sugestões de alteração ao texto original da MP) apresentadas por deputados e senadores.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

COMBATE À SÍFILIS

Todas as unidades de saúde têm testes rápidos O Ministério da Saúde lançou, na última semana, uma ação nacional de combate à sífilis. A proposta é mobilizar gestores e profissionais de saúde sobre a importância da detecção e do tratamento da doença durante o pré-natal. Serão realizadas ações estratégicas para a redução da sífilis congênita no País com prazo previsto de um ano. O foco é detectar precocemente a doença no início do pré-natal e encaminhar tanto a gestante como o parceiro para imediato tratamento com penicilina. “O teste de sífilis é obrigatório para as gestantes, o ideal é que se peça sempre o teste também para o companheiro. Esse alto índice tem dois viés: ou ele pode ser uma sífilis congênita ou pode ser uma cicatriz da mãe. Sempre quando nasce uma criança com sífilis, ou que está internada no hospital, fazemos uma investigação pela Vigilância Epidemiológica para ver se tem uma cicatriz na criança ou se é realmente a doença”, explica a enfermeira chefe do Serviço de Atendimento Especializado (SAE), Ana Letícia Oliveira. De acordo com o ministério, a estratégia prevê, entre outros aspectos: o incentivo à realização do pré-natal precoce no primeiro trimestre da gestação; a ampliação do diagnóstico por meio de testes rápidos; o tratamento oportuno para a gestante e seu parceiro; e o incentivo à administração de penicilina benzatina (único

medicamento seguro e eficaz na prevenção da sífilis congênita). No caso de Ijuí, as ações já são realizadas pelo SAE. “Todas as unidades de saúde têm testes rápidos da sífilis, e também na gestação quando temos um positivo para a doença é solicitado exame de laboratório para acompanhamento do caso”, acentua Ana Letícia. Apesar de reconhecida na Assembleia Mundial da Saúde como essencial para o controle da transmissão vertical da sífilis, a penicilina benzatina apresenta, desde 2014, um quadro de desabastecimento em diversos países devido à falta de matéria-prima para a produção. No entanto, Ana Letícia afirma que o Município não teve falta de medicamentos para o tratamento

da sífilis. “Nós conseguimos manter para as gestantes e para os parceiros estamos conseguindo manter o tratamento benzetacil, com a penicilina. Mas, é uma coisa que nos preocupa muito porque há antibióticos que não podem ser usados em gestantes, e também quando é antibiótico oral o tratamento é estendido, o que muitas vezes dificulta o sequência correta do tratamento”, completa. No Brasil, todos os tipos de sífilis são de notificação obrigatória há pelo menos cinco anos. Dados do último boletim epidemiológico, referentes aos anos de 2014 e 2015, indicam que a sífilis adquirida teve um aumento de 32,7%; a sífilis em gestantes, de 20,9%; e a sífilis congênita, de 19%.

Estado não está cumprindo acordo com os hospitais Não há novidades referentes a recursos ou investimentos no âmbito do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI). A afirmação é do presidente da instituição, Cláudio Matte Martins. Segundo ele, além de não haver novidades, os incentivos que deveriam ser pagos neste mês, ainda não chegaram aos cofres do hospital. “Tudo que estamos fazendo, produzindo, está sendo pago no dia 18, inclusive na terça-feira entrou 75% do que o Estado nos deve da fatura de pagamento. Então, ficou 25% para trás e isso é uma dificuldade porque tivemos que fazer frente à folha de pagamentos, médicos e fornecedores”, relata. Esses 25% que não foram pagos representam um volume de R$ 2,9 milhões. Para a alta e média complexidade o HCI recebeu R$ 4,2 milhões. Valores referentes ao mês de setembro. “O que tem ficado para trás são os incentivos. O governo ficou de pagar a metade, inclusive o secretário de Estado [João] Gabbardo comunicou há três meses que pagariam a metade do incentivo atrasado e o inteiro do mês, isso não foi cumprido esse mês. Mas, aguardamos que até o fim do mês de outubro aconteça para fazermos frente aos nossos compromissos”, aguarda Cláudio. O presidente do HCI lamenta o quadro defasado em relação a novos investimentos tanto em

âmbito estadual quanto nacional e critica a PEC 241, conhecida como PEC do Teto. “Eu não consigo entender tratar de gastos em saúde e educação, porque não é gasto e sim investimento. Isso não está bem claro ainda. Por exemplo, no HCI, pegando somente o Cacon, onde há 300 novos casos de câncer por mês, que teto é esse que vamos chegar? Tem que relacionar muito sobre o que é trato em saúde. Eu não trato gasto em saúde. Por isso que ficamos temerosos de como isso vai funcionar”, argumenta. O Centro de Alta Complexidade em Oncologia (Cacon) do HCI realiza atendimento regional e a coordenação busca a ampliação e qualificação do atendimento, por meio da aquisição de novos equipamentos e a realização de protocolos de pesquisa. Além disso, o Centro realiza atividades de descontração para os pacientes, como a participação dos Doutores Só Riso, que realizam trabalho de forma voluntária. Conforme Oglacir Rodrigues, fazer sorrir é coisa séria. “Nós nos nomeamos Drs. Besterologistas, formados em Medicina Medieval, com especialização em Riso Frouxo. Com falas como essa e sempre tentando fazer a leitura do estado psicológico em que se encontra o paciente, normalmente é gradativo o sorriso surgir”, explica.

Rotary realiza Pedágio da Pólio hoje

Na próxima segunda-feira, o Rotary Internacional convoca seus associados para participar ativamente do Dia Mundial de Combate à Pólio. De acordo com a entidade, a sociedade não pode arriscar três décadas de trabalho voluntário e doação de mais de US$ 1,5 bilhão promovidos por rotarianos, em uma

cmyk

etapa que a meta está próxima de ser concluída. A poliomielite é uma doença popularmente conhecida como paralisia infantil. Na década de 60 e 70, matou ou deixou milhares de pessoas adultas ou crianças paralíticas no Brasil e no mundo. Esse quadro motivou o Rotary Internacional a abraçar a maior

causa humanitária de seu trabalho: erradicar a poliomielite. Para isso, criou o programa Pólio, que já completou 31 anos. Em função disso, o Rotary Club de Ijuí Nova Geração realiza pela terceira vez o Pedágio da Pólio, na Praça da República, hoje, a partir das 8h30.

8

Doutores do Riso levam alegria aos pacientes do Cacon


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

9

DEIXA O AMOR TE SURPREENDER

Campanha quer incentivar adoção O Cadastro Nacional de Adoção (CNA) aponta que existem cerca de 600 crianças e adolescentes aptos a serem adotados no Rio Grande do Sul. Destes, a maioria faz parte de um perfil pouco procurado - são crianças mais velhas, com alguma deficiência ou doença e, com frequência, acompanhadas de irmãos. Enquanto isso, o perfil mais procurado pelos pretendentes ainda é o da criança branca, saudável e de até três anos. Pensando nisso, o Tribunal de Justiça do Rio Grande do Sul (TJ-RS) lançou no último dia 16 de outubro a campanha Deixa o amor te surpreender, com o objetivo de incentivar as adoções de difícil colocação. "É uma campanha que vem atender toda a questão do processo de adoção, principalmente aquela situação que se constata a longa data, que é diferença de perfis e interesses. As unidades familiares que estão habilitadas para adoção desejam um perfil, ou seja, crianças saudáveis e crianças menores, mas hoje o que nós temos nos abrigos são crianças de maior idade, grupo de irmãos ou com alguma necessidade especial, queremos que essas pessoas reflitam sobre o perfil de interesse”, relata o juiz da Vara da Infância e

da Juventude de Ijuí, Eduardo Giovelli, frisando que “queremos conscientizar os pretendentes à adoção dessa possibilidade de flexibilização, mostrar a eles que existem crianças de outro perfil que também precisam de uma família", explica . Segundo ele, o propósito da iniciativa do Judiciário é informar e sensibilizar a população em geral e fazer um trabalho de aproximação, nos encontros que já vêm sendo realizados, com os pretendentes já habilitados. "Queremos expor a realidade local e buscar uma flexibilização desse perfil almejado". Uma vez selecionada pela família - que pode ser composta, inclusive, por apenas um pai ou uma mãe ou por casais homoafetivos -, a criança passa por um período de convivência, em que ocorre uma primeira interação entre os envolvidos. "Quando é um recém-nascido, ele já pode ir para a casa da família logo. Mas quando se trata de um adolescente, a adaptação precisa ser mais gradativa", pondera A intenção da campanha é informar a sociedade a respeito do processo e desmitificar algumas questões. "Sempre falam da longa fila de espera, mas nem sempre temos aquele perfil de criança desejado

disponível, mas há tantas outras que estão esperando por alguém e não possuem nenhum interessado. Precisamos mudar este perfil", lamenta o juiz. Giovelli reafirma que essa demora se dá justamente pela procura de um tipo específico de criança. "Já há menos resistência quanto à adoção por raça, mas crianças mais velhas e/ou doentes costumam ficar anos em abrigos." Ele informa que em 2016 já foram concretizadas dez adoções. “As crianças que ainda estão na lista não foram adotadas porque não se enquadram no perfil das crianças desejadas pelos casais habilitados, infelizmente. Ainda existe uma certa resistência. Por exemplo, adolescentes estão aptos a ser adotados, mas não há um interesse por parte dos casais, assim como por crianças um pouco maiores ou com doenças não tratáveis", explica o juiz. De acordo com Giovelli, os requisitos para um casal homossexual são os mesmos que para heterossexuais. "O que se busca para uma criança ou um adolescente que será adotado é uma família. E a família não é entidade formada exclusivamente por um casal heterossexual, essa ideia já mudou", argumenta.

Eduardo Giovelli ressalta a importância da flexibilização do perfil do adotado

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

10

NOVA RAMADA

Prefeito eleito inicia contatos Ainda em processo de organização da nova gestão, o prefeito eleito de Nova Ramada, Marcus Bandeira já busca fazer contatos e iniciar diálogos sobre a administração que assume a partir de 2017. “Ainda estamos aguardando os recursos de transição, temos convite dos dias 7 a 9 de novembro de deslocarem a Brasília para participar das questões que envolvem o governo federal e dificuldades que os gestores vão encontrar a partir da nova gestão”, explica. No Município, ele adianta que é preciso conhecer a situação da administração. “Não começamos a transição aqui porque queremos estar a par de todas as questões de recurso, como está a folha de pagamento e distribuição do orçamento. Não queremos formar uma equipe de trabalho antes de ter os dados concretos”, destaca ele, acrescentando que ainda

não tem nenhuma definição de nomes de secretários, “porque ainda estamos buscando os dados”, acrescenta. Mesmo em uma situação financeira considerada razoável, Bandeira é cuidadoso ao dizer que é preciso avaliar se é preciso fazer cortes em secretarias. “Temos somente seis secretarias e essas são essenciais, mas se tivermos que fazer cortes, queremos fazer logo no início da gestão”. Bandeia destaca que a administração deverá fazer uma gestão para a comunidade e não para os partidos. “Temos trabalhado isso com muita coerência. Temos algumas pessoas em vista, mas temos que contatar as pessoas que colaborem e é preciso, inicialmente, avaliar a situação financeira. A gestão é muito séria, se assume muita responsabilidade”, completa.

Ivete Burmann

Marcus Bandeira

o tema a Azaleia, flor símbolo de Catuípe; Feira do Livro, de 25 a 27, neste ano em sua 14ª edição. Na ocasião, a comunidade poderá apreciar a apresentação teatral Luz e Cena, espetáculo que será no dia da abertura da Feira, na terça-feira. Durante esse mês, a prefeita destaca ainda, as ações de saúde, em alusão ao Outubro Rosa. “Temos atividades bastante intensas, todas as equipes da Estratégia da Saúde da Família fazem reuniões, enfocando o mês de prevenção do câncer de mama e colo uterino”. No dia 31 será feito o encerramento do mês de comemoração, onde ocorrem oficinas e palestras para a comunidade. “Depois teremos uma caminhada com todas as mulheres que participaram das oficinas”, completa. Apenas a Casa da Cultura, programada para ser inaugurada no fim do mês, não será realizada. "Infelizmente o prédio não ficou pronto, mas em novembro ou dezembro vamos marcar uma dada para a inauguração".

Região recebe palestra sobre cadeia do leite Palmeira das Missões sedia o 1º Workshop sobre a Cadeia Produtiva do Leite, uma ação das entidades ligadas ao setor para qualificar a atividade leiteira na região. A Emater/RS-Ascar e a Universidade Federal de Santa Maria (UFSM), campus Palmeira das Missões, estão entre os promotores do evento que acontece entre quarta e quinta-feira. No primeiro dia de trabalho, o Workshop reuniu mais de 350 pessoas, entre produtores, estudantes, entidades e lideranças, no auditório da UFSM. O presidente da Emater/RS, Clair Tomé Kuhn, esteve presente no evento e ressaltou o papel da instituição ao desenvolver a atividade leiteira. "O leite é uma das principais atividades do estado, movimentando recursos em todos os setores da sociedade. Precisamos trabalhar para qualificá-la e desenvolvê-la. O produtor sem renda, sem qualidade e sem assistência técnica, não vai

cmyk

ficar na propriedade. O desafio faz parte da nossa missão, promover o desenvolvimento rural sustentável", afirmou. O vice-reitor da UFSM, Paulo Dias Gonçalves, celebrou os dez anos do campus em Palmeira das Missões. "O objetivo de expandir a universidade contribui com o desenvolvimento regional. Esse evento escolheu o tema mais importante para o RS, que é a cadeia produtiva do leite, fundamental para nossa economia e sobrevivência da agricultura familiar, do homem no campo. Devemos investir na produção de leite e a universidade está aí para ser participativa e propor soluções para o enfrentamento das dificuldades da cadeia", reiterou. O ciclo de palestras teve a participação do professor da Universidade Estadual de Maringá, Geraldo Tadeu dos Santos, que estimulou o debate sobre as formas de

Promotor de Justiça

Os índios e a FENADI

Catuípe terá programação de aniversário Neste fim de semana, Catuípe terá uma programação diferenciada em alusão aos 55 anos de emancipação. Celebrada no dia 16, a programação foi estendida para o mês todo. Amanhã, no ginásio de esportes, ocorre uma festa em comemoração ao aniversário e ao Dia da Criança. “Estamos colocando à disposição brinquedos infláveis, distribuição de cachorro-quente e doces e, para encerrar, a apresentação do grupo Peraltas, de Passo Fundo”. A programação ocorre mesmo com chuva. Para as crianças, foram distribuídas cerca de 11,2 mil fichas de lanches, de até 11 anos. Na quinta-feira, será realizado um pedágio com a distribuição de adesivos com a flor símbolo e ainda mudas de azaleia”. Além de orientar a comunidade sobre a limpeza de espaços públicos. Outros eventos programados para o mês são o concurso fotográfico, esse ano com

Nilton Kasctin dos Santos

agregação de valor ao leite e derivados, por meio das suas propriedades bioativas. À tarde, a discussão foi retomada com a participação do médico veterinário e coordenador da Câmara Setorial do Leite do RS, Danilo Cavalcanti, que falou sobre a Lei do Leite (Lei nº 14.835 de 06 de janeiro de 2016). Danilo ressaltou alguns pontos chaves da legislação, como a responsabilidade da indústria pelo controle da qualidade da matéria-prima, maior controle na produção, coleta, transporte e recepção do leite para evitar fraudes. Segundo ele, a lei estabelece instrumentos legais para a fiscalização atuar sobre o veículo de transporte de leite, exige o cadastro de transporte e proíbe os transportadores de intermediarem a compra e venda do produto, além de possuir o respaldo legal para condenação do leite pelo Serviço de Fiscalização.

Passada a Expoijuí-Fenadi, deparei-me na internet com um texto intitulado “Índios vendem artesanatos do lado de fora da Expoijuí”, de autoria da professora Marizandra Rutilli. “A invisibilidade dos nossos olhos dói na alma”, diz a autora. De fato, talvez só ela tenha percebido essa vergonhosa situação. Esse desastre cultural. Se um megaevento desses, denominado Festa Nacional de Culturas, não inclui os índios, os verdadeiros “desbravadores” da região, algo está errado. Ou então mudemos o nome para “Festa Seletiva de Culturas”. Vozes dirão que os índios não querem participar. Duvido. Há na região índios professores, historiadores, pedagogos, antropólogos, vereadores, poetas, enfim, liderança indígena qualificada é o que não falta para levar adiante um projeto de integração cultural realmente diversificada. O que falta é o projeto dos organizadores. E o interesse. Comove-me a situação injusta em que vivem nossos índios. Cresci ao lado da reserva Indígena do Guarita. Estudei com crianças caingangues. Lembro-me com saudade dos coleguinhas indígenas. Das brincadeiras típicas inteligentes que com eles aprendi e do modo gentil e feliz como me tratavam. Na verdade sou uma espécie de índio de coração. Realizei um trabalho de conclusão de pósgraduação sobre os direitos fundamentais das crianças indígenas da Reserva do Guarita. A pesquisa apontou que a população infantil caingangue também sofre violações a seus direitos humanos. Mas nenhuma delas por ação ou omissão dos pais ou da comunidade indígena. Só para exemplificar, nessa comunidade de mais de três mil índios não há uma só criança abandonada. Todos os adultos cuidam de todas as crianças. Os índios não se preocupam com ideologias. E talvez muitos deles nem saibam o que significa comunismo ou socialismo, mas todos repartem o que têm com quem não tem. Porventura o Brasil não seria melhor se todos seguissem esse exemplo de solidariedade e fraternidade? Mas o legado dos índios à comunidade dita civilizada não se resume a inestimáveis lições de vida como essas; abrange muito mais. De nomes de animais, plantas, comidas, cidades, rios e pessoas até requintadas obras de arte, como lendas e esculturas que ensinam o respeito divino pela vida. A propósito, mutum, pirarucu, mandioca, tapioca, itajaí, uruguai, tupinambá são nomes indígenas. Ironicamente, Ijuí também. Vem do guarani “ijuhi”. E o que dizer da organização social das aldeias mais primitivas? Fantástico! Nelas todos os membros têm ocupação em tempo integral. Sequer crianças ou anciãos ficam ociosos. O crime é figura praticamente desconhecida entre os índios. Numa situação de violação da lei, a punição é certa, rigorosa e rápida. Para os índios, a busca pelo aprimoramento espiritual é essencial como a alimentação. Examinando-se o mapa da selva amazônica, é fácil perceber que a única parte realmente preservada coincide com reservas ocupadas por tribos indígenas. Embora pratiquem a caça e a pesca como meio de subsistência, os índios não o fazem de qualquer maneira. Só alguns homens adultos podem caçar, depois de mais de uma década de treinamento rigoroso, e isso se apresentar um talento natural para o ofício. Para formar-se caçador ou pescador, o índio precisa demonstrar conhecimento sobre a vida na floresta. Precisa conhecer com profundidade a função de cada animal, sua população, hábitos, sexo, idade, época de acasalamento, choco, amamentação, piracema, criação de filhotes e muito mais. Jamais se cogita de caça ou pesca por esporte. Para os índios, diferentemente de nós, caçar ou pescar é coisa extremamente séria. Uma comunidade que ostenta modo de vida tão belo e especial não pode ficar do lado de fora de uma festa nacional de culturas.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

COMÉRCIO

Campanha motiva empresários de Ijuí

A terceira edição da campanha de Natal que este ano tem como slogan “#EUCOMPROAQUI” já traz resultados aos empresários. Para a empresária da loja Stileto Calçados, Melina Stefanello Gonçalves, a campanha tem como foco valorizar os clientes. "Avalio a campanha de maneira positiva, pois é um incentivo que valoriza o cliente que consome no comércio. A campanha serve para mostrar o quanto ele é importante e o prêmio oferecido é um prêmio tão bom quanto à presença dele no comércio", destaca a empresária. Melina ressalta ainda que é importante campanhas que motivem a compra no comércio local. "Precisamos mostrar que vale a pena comprar no comércio de Ijuí, valorizar e dizer que o cliente que a gente recebe do município e da região é importante, bem como agregar novas vendas", afirma. Melina enfatiza ainda que é importante divulgar a iniciativa. "Essa parte da divulgação estamos fazendo com os clientes e vemos que as pessoas ficam felizes quando conhecem

Empresas que aderiram à campanha já estão distribuindo cupons

o prêmio. Com a duração da campanha, muitos compram e podem voltar para ter mais cupons", disse explicando que é o momento em que as vendas devem ser aquecidas no final do ano para mostrar aos consumidores o potencial do comércio daqui. "Quando vem feiras de fora oferecem produtos de má qualidade e preço baixo, mas as pessoas precisam sair de casa para ver que Ijuí tem produtos de excelente qualidade e preço baixo", aponta Melina. A campanha deve ser realiza-

da até dezembro com o objetivo de contribuir com o comércio local, incrementando as vendas neste período de final de ano. A premiação desta edição é bem significativa e tem como prêmio principal um automóvel Saveiro zero quilômetro. Para a gerente da loja Gema, Vania Bandeira Thomas, o prêmio é o principal atrativo. "Esse ano a promoção foi iniciada mais cedo e o pessoal está gostando. A gente está divulgando e como os prêmios são bons com certeza vai ampliar as vendas".

Projeto incentiva a cidadania O programa Tribos nas Trilhas da Cidadania implantado também em Ijuí tem como objetivo promover a preservação e cuidado com o Meio Ambiente, permitindo que as comunidades possam reencontrar a si mesmas pela ação voluntária da juventude, resgatando suas raízes culturais. Tribos nas Trilhas da Cidadania é o maior movimento de voluntariado jovem do Brasil, organizado pela ONG Parceiros Voluntários. “O programa Tribos foi criado com o objetivo de estimular e desenvolver a cultura do trabalho voluntário organizado entre os jovens” salienta a coordenadora da ONG Parceiros Voluntários de Ijuí, Liziane de Oliveira. O projeto Tribos nas Trilhas da Cidadania vem a cada ano, incentivando ações de voluntariado jovem, em busca de uma sociedade mais justa e solidária. O projeto tem o apoio da Associação Comercial e Industrial de Ijuí (ACI). Segundo a coordenadora Liziane foram feitas campanhas

11

Sindilojas promove Café com Ideias O Sindilojas Noroeste, em parceria com o Senac Ijuí, promove na próxima terça-feira a primeira edição do “Café com Ideias – Qualificando o Comércio de Ijuí”. O evento compreende a realização da palestra Atendendo Melhor, e será desenvolvido a partir das 7h45, no auditório do Sindicato, no oitavo andar do Edifício Panorama. A iniciativa integra as ações da campanha de Natal #eucomproaqui, que vem sendo desenvolvida pelo Sindilojas Noroeste com o objetivo de incrementar as vendas neste período do ano. O Café com Ideias é voltado aos lojistas e colaboradores das empresas que já aderiram à campanha. Esta primeira edição conta com 60 vagas. Outras duas edições estão programadas para os dias 1 e 8 de novembro. Esta é a terceira edição da campanha de Natal que tem como slogan “#EUCOMPROAQUI”. Até o momento, mais de 100

empresas já aderiram à campanha que será desenvolvida entre os meses de outubro e dezembro. O prêmio principal é um automóvel Saveiro zero quilômetro. Do segundo ao oitavo prêmios serão distribuídos vale compras de até R$ 2 mil. Também serão premiados os vendedores dos prêmios sorteados do primeiro ao oitavo: o vendedor do prêmio principal receberá um vale compras de R$ 2 mil e os demais no valor de R$ 500. Outro diferencial é a programação especial na semana que antecede o Natal, com horário especial de atendimento no comércio e programação cultural na Praça da República no dia 18, com o show de Wilson Paim, dentro do projeto Palco Sesc Nativista. A campanha “#EUCOMPROAQUI” tem como apoiadores o Sicredi, Soberana Alimentos, Sindicomerciários, Unijuí, Mecautor e Sistema Fecomércio/ Sesc e Senac.

Estudantes aprendem os benefícios da água O organismo humano necessita dos benefícios de algumas vitaminas e sais minerais para o seu bom funcionamento, e essas vitaminas são adquiridas por meio dos alimentos. Além disso, também necessita da água, pois ela é o principal componente das células, sendo que o corpo é composto de 70% de água, pensando nisso, e na saúde dos alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais, a professora Raquel Cichowicz e a nutricionista Cristiane Girotto, estão desenvolvendo o projeto Alimentação saudável. O objetivo é buscar, por meio do projeto, ensinar que a partir dos benefícios de uma boa alimentação é possível evitar uma

série de doenças como a obesidade, câncer, artrite, anemia, hipertensão, diabetes, entre outras, além de diversos distúrbios hormonais. Na manhã de ontem, os alunos realizaram passeio na Fonte da Ilha, para ver a procedência da água, acompanhados de Raquel e Cristiane, e da coordenadora pedagógica Simone Ross. "Os estudantes conheceram a área interna e externa da fábrica, que possibilitou ver o processo de boas práticas de fabricação com água mineral, percebendo os benefícios que a água traz, e além de passeios e atividades práticas, os alunos realizam releituras e atividades de alfabetização voltadas a alimentação", conta Raquel.

Alunos do Ruizinho arrecadaram ração para fazer doações posteriormente

neste ano, visando arrecadar donativos para o Lar dos idosos e também ração para cães. "Trabalhamos com a preservação e também com ações solidárias, por conta disso realizamos as campanhas com as escolas parceiras do projeto e uma delas é o Ruizinho, também com par-

ticipação do Ceap e empresas Brisas do Sul, que realizaram essa arrecadação, para após fazermos as doações conforme necessidade", comenta. Tribos é uma ação de mobilização social feita por jovens que querem transformar a realidade

Alunos da Apae realizaram passeio na Fonte da Ilha para aprender mais sobre a água

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

12

ENSINO PRIVADO

Segurança é item primordial nas escolas No primeiro semestre de 2016, quase 70% das escolas do Rio Grande do Sul aumentaram os investimentos em segurança, em relação ao ano passado. A pesquisa foi organizada pelo Sindicato do Ensino Privado do RS (Sinepe/RS) que avaliou 85 instituições de Ensino Médio. Desde janeiro deste ano, 67,9% dos colégios consultados informaram que destinaram recursos para aumentar o número de funcionários nas portarias, instalar câmeras de vigilância, contratar segurança privada, instalar sistemas de identificação de acesso dos alunos e construir estacionamentos internos. Mesmo as grandes cidades sendo maior alvo da criminalidade, as escolas privadas do interior também mantêm uma estrutura de vigilância para a tranquilidade dos pais, crianças e também das instituições. O Grupo JM entrou em contato com três escolas privadas de Ijuí, e Colégio Evangélico Augusto Pestana (Ceap), Colégio Sagrado Coração de Jesus e o Centro de Educação Básica Francisco de Assis, mais conhecido como EFA. Após visitação, em ambos os locais percebeu-se uma grande preocupação com a segurança dos alunos dentro da escola e também em horários de saída e entrada. Segundo a diretora da EFA, Rosane Nunes Beck, existe um vigilante responsável pelo controle do

No Ceap, as crianças são autorizadas a sair somente com os pais ou responsáveis

portão de acesso à escola. "Além do vigilante permanente, temos uma segurança itinerante, onde um vigilante circula na frente e outro na parte traseira da instituição, onde acontece uma grande movimentação dos nossos alunos entre os demais locais pertencentes à escola, como ginásio, quadra de esportes e museu", comenta. Em relação à segurança externa, o diretor do Ceap, Gustavo Malschitzky, afirma que não é uma incumbência da instituição, mas que alguns conselhos são dados. "Um dos grandes alvos hoje em dia é o carro, então a gente jamais deve ficar esperando alguém dentro do carro. Se for fundamental esperar, o ideal é sair do carro e aguardar o aluno dentro da escola", diz. Outra medida que as três es-

colas adotam é o uso de câmeras para monitorar os corredores e a parte interna e externa da escola. "Temos câmeras em diversos pontos da escola, inclusive na parte externa onde os alunos passam o intervalo. Como os nossos alunos utilizam uniforme, é fácil de perceber se algum estranho está dentro da instituição e caso isso aconteça, tomamos as devidas providências", confirma a diretora do Colégio Sagrado Coração de Jesus, Lorena Beal. Os alunos das outras duas escolas também fazem uso do uniforme e de acordo com as direções, é um dos métodos que auxilia muito na identificação e no cuidado. Manter um esquema de vigilância que mostra resultados é uma preocupação constante das

Vigilantes estão sempre presentes na EFA para trazer mais segurança aos alunos

No Sagrado, a segurança está presente com vigilância e controle pedagógico

escolas no município. Segundo Lorena, muitos pais levam a segurança mais em conta

do que a qualidade de ensino na hora da matrícula na instituição de ensino.

PM residente pode ser ampliado em escolas estaduais Há cerca de nove anos, quando a Escola Estadual Modelo passou a ter o soldado da BM Luiz Fernando Dias morando no espaço escolar os casos de vandalismo tem registrado uma diminuição. De acordo com Ângela Michalski da Silva, vice-diretora do Educandário, desde que o PM passou a fazer parte do convívio dos alunos e professores, a segurança passou a ser um aliado no processo de ensino. "Desde vidros quebrados, arrombamentos e invasões caíram bastante", comenta ela. Para o soldado, os alunos veem o policial como uma ajuda. "Minha função é promover a segurança pública, seja por meio de orientações de situações que possam provocar crimes, conversas e auxílio à direção escolar", explica. Na Escola 25 de Julho, a soldado Jaqueline Melo de Moraes Peixoto primeira mulher a assumir o posto de PM residente, existe uma cumplicidade entre direção e Brigada na segurança das escolas. Preocupados com o aumento

cmyk

Cláudio de Souza

do índice de violência nas escolas, uma proposta que pode ser alternativa para manter a segurança dos alunos, professores e comunidade escolar são os programas de PM residente e de Guarda Escolar. De acordo com o titular da 36ª

Coordenadoria Regional de Educação (CRE), Claúdio de Souza, a pasta pretende ampliar os dois programas. Segundo Cláudio, apenas em Ijuí, são sete escolas que possuem o PM residente. “Que é aquele policial que ajuda na segurança da escola”, explica Cláudio, que já adianta que pretende ampliar esse número. “Já entramos em contato com o comandante Edilson Góes, da Brigada Militar, para aumentarmos essa abrangência” Outro programa importante que o coordenador destaca é o guarda escolar, “que é aquele policial que está aposentado e deseja retornar e possa fazer o controle no entorno da escola”. Claudio diz que solicitou um policial para outras seis escolas de Ijuí. “Estamos ansiosos para que no ano de 2017 tenhamos a ampliação desses dois programas na nossa região” Na rede estadual, as sete escolas que possuem o PM residente são: Escola de Ensino Médio Modelo, Escola de Ensino Fundamental

Jaqueline é a primeira mulher a assumir como PM residente

Alice Couto; Escola Fundamental Boa Vista; Escola Fundamental Chico Mendes; Escola de Ensino Médio Otávio Caruso Brochado da Rocha; Escola Técnica 25 de Julho e Instituto Estadual Guilherme Clemente Koehler. As escolas que solicitaram, para o próximo ano, o guarda

escolar, profissional que faz a vigilância no entorno da escola, são as escolas Fundamental Luiz Fogliatto; Escola Fundamental Centenário; de Ensino Médio Modelo; de Ensino Médio Emil Glitz; Fundamental Carlos Zimpel e Instituto Estadual Guilherme Clemente Koehler.


Notícias TENTATIVA DE RECUPERAÇÃO

Farsul pede mecanismo de valorização do trigo A Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) encaminhou ao Ministério da Agricultura suas propostas para a aplicação dos mecanismos de comercialização de trigo. O cereal está sendo vendido abaixo do preço mínimo estipulado pelo governo federal há um mês, o que motivou a entidade a procurar a pasta para regularizar a situação de modo a evitar prejuízos ao produtor durante a colheita. Conforme a Federação, são necessárias as operações de AGF, Pepro e PEP em 1,5 milhão de toneladas de trigo gaúcho em um curto espaço de tempo. A expectativa é que o governo atue rápido e evite perdas ao produtor. Desde o dia 19 de setembro, quando chegou a R$ 33,40 o saco de 60 kg, que o grão vem sendo comercializado em valores inferiores a R$ 38,65, preço mínimo que entrou em vigor em 1 de julho de 2016. Do montante proposto, 500 mil toneladas seriam destinadas à AGF (Aquisições do Governo Federal), instrumento que responde mais rápido ao preço. Ao retirar o produto de circulação e armazenar por período indeterminado, ocorre um enxugamento

13

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

Baixa cotação do produto no mercado agrícola não cobre custo de produção

de oferta. Apesar do custo mais elevado, apenas 4,4% do valor orçado para a operação em 2016 foi executado até agora. Além disso, a quantidade de trigo estocada é baixa, com apenas 15 mil toneladas nos armazéns federais. O restante, um milhão de toneladas, seria dividido entre o Pepro (Prêmio Equalizador Pago ao Produtor) e o PEP (Prêmio de Escoamento de Produto). A preferência seria ao Pepro, pois a diferença dos valores é paga diretamente aos produtores. Já o PEP tem a vantagem de aumentar a concorrência entre

os compradores e permite maior fluidez no mercado brasileiro. O documento, enviado ao secretário Neri Geller, lembra que, desde a pós-colheita de 2013 ao primeiro trimestre de 2014, o trigo não registrava uma queda tão grande em seus preços. Na época, mesmo com os apelos da Farsul, o governo federal suprimiu a TEC (Tarifa Externa Comum) fazendo com que 4 milhões de toneladas entrassem no país, fazendo com que os valores praticados no mercado caíssem, gerando grande prejuízo aos produtores.

Vazão de rio dobraria produção de energia Os índices expressivos de chuva registrados durante essa semana, mais especificamente entre os dias 15 e 20 de outubro, provocaram um impressionante acúmulo de água na calha dos rios da região. O nível do Rio Ijuí, onde a Ceriluz possui duas usinas em operação, chegou a um patamar há bastante tempo não visto. O crescimento mais expressivo, no entanto, não se deu durante a chuva, mas sim a partir de quintafeira, quando as precipitações já haviam cessado, chegando ao seu máximo nessa sexta-feira. Todo esse crescimento no volume de água se deu pelos índices pluviométricos registrados na cabeceira do rio e também na sua calha. Na Pequena Central Hidrelétrica (PCH) RS-155, em Ijuí, por exemplo, entre os dias 15 e 20 de outubro, se registrou a precipitação de 216 milímetros (mm), de um total de 318 mm em

todo o mês de outubro. Segundo a estimativa do presidente da Ceriluz, Iloir de Pauli - que realizou visita às usinas hoje pela manhã, acompanhado do secretário Romeu de Jesus - o rio deve estar com uma vazão próxima a 900 m3/s em sua calha. Isso, conforme ele, seria suficiente para alimentar uma usina de 200 Megawatts (MW) de capacidade instalada. Para se ter uma ideia, a PCH José Barasuol, a maior usina da Cooperativa, utiliza uma vazão de 60m3/s para gerar 13,5 MW de energia, em sua casa de máquinas principal. Nesta usina, por questão de segurança, as comportas foram abertas e, ainda assim, a água circulava na tarde de sexta-feira a 1,47 metros acima do nível da barragem. A expectativa é que o nível baixe a partir desse sábado, até atingir a normalidade, mantendo-se favorável para a geração de energia.

Seminário debate saúde e agrotóxicos Com comportas abertas, água estava 1,47 metros acima do nível da barragem

Polo visita maior feira mundial de alimentos

Seminário mostrou que intoxicação de agricultores é comum no Estado

O uso excessivo de agrotóxicos na lavoura foi o tema da palestra da médica Virgínia Dapper, sanitarista da Secretaria Estadual da Saúde, no Seminário Segurança, Saúde, Conforto e Bem-estar do Trabalhador, na sede da Fetar em Porto Alegre. “O impacto dos agrotóxicos na saúde nos preocupa bastante, não só dos agricultores, como também dos consumidores, que acabam ingerindo os alimentos com resíduos de agrotóxicos. É importante enfrentar esse problema de forma coletiva e constatei que

a Fetar está disposta e me coloco como parceira para elaborar um Grupo de Trabalho de promoção de saúde e prevenção dos riscos desses produtos”, disse. Virgínia não hesita em afirmar que hoje o uso de agrotóxicos no meio rural é grave, apesar da subnotificação, um dos pontos que trabalhou na Fetar. “Temos vários trabalhadores intoxicados que não são diagnosticados ou sequer notificados. Assim, ficamos com essa ausência de informação para dar visibilidade de tão importante

problema para o planejamento de políticas públicas”, completou. O vice-presidente da Fetar, Sérgio Poletto, disse que sem dúvida o uso indiscriminado de agrotóxicos é um dos principais problemas que o assalariado rural e o próprio agricultor familiar enfrenta, inclusive com consequências na saúde e no meio ambiente. O Ministério do Trabalho e Emprego participou com Sérgio Garcia, enquanto a Fetag esteve representada por Paula Rosana Fortunato, assessora de Saúde.

Em mais uma agenda da missão governamental à Europa, o secretário da agricultura, pecuária e irrigação, Ernani Polo, esteve representando o governador José Ivo Sartori, durante a realização da SIAL, maior feira de alimentos do mundo. “ Trouxemos o apoio do governo do estado a dezenas de empresários gaúchos que estão presentes na feira”, afirmou. A feira consiste em 8 pavilhões setorizados, onde estão expostos todos os tipos de alimentos que o mundo produz, que contempla a presença de 200 países apresentando sua produção alimentícia. Destaque também para um local específico para as inovações. O Brasil se faz presente através de entidades representativas do setor. Centenas de empresas brasileiras e dezenas de gaúchas estão mostrando sua produção, na área da grãos, lácteos e da proteína animal. A Sial é uma grande vitrine

para mostrar a qualidade dos alimentos e um grande momento para consolidar e ampliar negócios. São produtos que ainda não estão no mercado e que são apresentados para que os visitantes conheçam. "Nos contatos que fizemos constatamos que os pontos que mais precisam ser trabalhados são a sanidade e a agilização de processos, para que possamos acessar mercados que querem comprar do Brasil. Para isso necessitamos de acordos comerciais e fitossanitários, que nesse sentido, o ministro da agricultura Blairo Maggi vem trabalhando, justamente nestes gargalos através do Agro +, e nós, aqui no estado, estamos desenvolvendo o programa Agro + Gaúcho, que são medidas de simplificação de normas e processos para dar mais agilidade a produção agropecuária gaúcha”, salienta o secretário Ernani Polo.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

PROCESSO DE CASSAÇÃO

AL tenta intimar Jardel há três dias Na última terça-feira, 18, o processo de cassação do deputado Mário Jardel (PSD) foi reaberto na Assembleia Legislativa. Desde então, passaram-se três dias desde que a secretaria da Casa Legislativa tenta notificar o deputado para ouvi-lo oficialmente e, dessa forma, dar andamento ao processo. O problema é que Jardel não é encontrado em lugar algum para que assine a entrega da intimação. "Desde terça estamos tentando notificar o deputado para que ele compareça na oitiva realizada pela comissão que formamos para analisar o caso. Ele lutou tanto na Justiça para que tivesse a oportunidade de ser ouvido, então nós estamos refazendo algumas etapas do processo para que ele se defenda, mas causa surpresa o fato de ele não ser encontrado, já que é o maior interessado em se defender", afirma o deputado Sérgio Turra (PP), relator do processo de cassação de Jardel. Turra espera que Jardel compareça à sessão plenária na

Assembleia na próxima terçafeira, onde poderá ser notificado. "Espero que ele apareça lá, até para dar uma satisfação, por respeito à sociedade gaúcha. Se isso não acontecer, muito provavelmente teremos que notificá-lo via edital", explica. Até a tarde desta sexta-feira, nem mesmo os assessores de Jardel sabiam onde ele estava. Ele deveria participar de um evento com conselheiros tutelares em Erechim. No entanto, o responsável pela reunião na cidade no Norte gaúcho afirmou que o deputado não apareceu por lá, mas confirmou a presença de assessores. Mais tarde, o próprio chefe de gabinete admitiu que Jardel, embora tenha marcado, não estava participando do evento. O advogado de Jardel, Rogerio Bassotto, foi notificado nesta manhã sobre o depoimento marcado para a próxima terçafeira, 25, às 10h, na Assembleia Legislativa. Ele voltou a afirmar que seu cliente está disposto a falar na subcomissão e que vai

apresentar requerimento para uma acareação entre testemunhas. Também vai pedir que assinaturas do parlamentar sejam periciadas. No entanto, disse que não consegue se comunicar com o deputado desde o último domingo, dia 16. "Quem tem o interesse de se defender, quem tem argumentos para demonstrar que está sendo injustiçado tem que vir ao encontro da comissão. O que a gente nota é que ele está buscando, mais uma vez, se evadir, fugir da responsabilidade. É uma atitude que mostra um descaso absurdo não comigo ou com a Comissão de Ética, mas com a Assembleia Legislativa e com a comunidade Riograndense", lamenta o deputado Turra. O processo de cassação iria ser votado na sessão plenária de 5 de julho, mas uma decisão liminar, entregue minutos antes, suspendeu a apreciação da matéria. O motivo para travar o caso foi a falta do depoimento de Jardel na subcomissão processante. A Assembleia gaúcha

Mário Jardel

tentou retomar a ação no Tribunal de Justiça (TJ-RS) e no Superior Tribunal de Justiça (STJ), sem sucesso. Por isso, foi ao Supremo Tribunal Federal (STF), mas ainda não obteve resposta.

Partidos farão avaliação Teto de gastos favorece do cenário político local áreas essenciais, diz Zilá Unidos na coligação derrotada nas eleições municipais deste ano, PT, PCdoB e PSB serão os partidos responsáveis por fazer oposição aos governistas, principalmente na Câmara de Vereadores. Na próxima semana, os representantes das siglas se reúnem para uma avaliação do pleito eleitoral deste ano, com o objetivo de traçar estratégias de ação política conjunta. "Claro que o objetivo principal é avaliar as eleições, mas também discutiremos todos esses fatos que ocorreram durante a semana, quando foram reveladas investigações por compra de votos de vereadores do PDT", explica o vereador eleito pelo PT Adalberto Noronha. O futuro parlamentar, que também preside seu partido a nível municipal, falou também sobre como projeta sua atuação parlamentar. "Em primeiro lugar, a pauta é defender os interesses coletivos, e certamente defender as políticas públicas que já estão incutidas nas bandeiras do nosso partido, que são de interesse dos trabalhadores e das trabalhadoras do nosso município. Mas será importante também fazer a defesa de muitos projetos de nível nacional, como é o caso da PEC 241", explica Noronha. Neste sentido, o objetivo é

cmyk

fazer no próximo mês uma audiência pública sobre a Reforma da Previdência. "Estamos tentando trazer ainda em novembro o senador Paulo Paim, que é o relator da Reforma no Congresso. Queremos debater com a comunidade local esse assunto que é extremamente relevante, e trazer o senador Paim para essa audiência será bastante importante porque ele trata do tema há duas décadas, é uma autoridade no assunto", complementa o vereador.

Adalberto Noronha

Líder do PSDB na Assembleia Legislativa, a deputada Zilá Breitenbach acredita que as questões envolvendo a gestão dos recursos públicos não podem ser debatidos de “forma apequenada”. A parlamentar usou o espaço de liderança do partido na sessão plenária da última quartafeira para defender a Proposta de Emenda Constitucional (PEC) que estabelece um teto para gastos do governo. Segundo Zilá, o País e o Rio Grande do Sul vivem momentos de extrema dificuldade financeira, em razão da irresponsabilidade fiscal cometida nos últimos anos por governos comandados pelo PT. A deputada aproveitou a oportunidade para comemorar o repasse de R$ 1,5 bilhão que as entidades hospitalares já receberam do governo neste ano. “Sabemos que esses recursos não são suficientes, mas ajudam muito tendo em vista que são imensas as dificuldades do setor, grande parte herdada da gestão anterior”, observou. Zilá também falou do pagamento de R$ 230 milhões remanescentes da dívida com a Saúde. “Isso é procurar trabalhar com números reais”, completou. Zilá defendeu a legitimidade de Michel Temer na Presidência da República, e disse que ele não

Zilá Breitenbach

pode resolver os problemas herdados pela ex-presidente Dilma Rousseff de uma hora para outra. “Falar de uma PEC de forma simplista não soma. Não se pode passar à sociedade que tudo será um caos. Com o controle dos gastos públicos não haverá cortes”, sustentou. Para a deputada, o teto dos gastos públicos vai incidir sobre atividades meio, direcionando mais recursos para priorizar investimentos em áreas como saúde, educação, segurança e infraestrutura.

14

ALEXANDRE GARCIA Jornalista

EGOÍSMO AO VOLANTE A partir do próximo dia 5 as multas de trânsito vão estar mais pesadas. É uma tentativa de diminuir as perdas de vidas. Segundo o DPVAT, no ano passado foram pagas 42.501 indenizações por morte e 515.751 por invalidez permanente. Quer dizer 116 mortes e 1.413 casos de invalidez permanente por dia! Nos Estados Unidos, com quatro vezes mais veículos, são 35 mil mortes por ano, porque as estradas e os carros são mais seguros e as leis mais severas e rápidas com os motoristas. Por aqui, vamos ter mais severidade nas multas. Dirigir usando o celular passa a ser infração gravíssima e será punido com multa de 293 reais. É justo, porque já não se usa o celular tirando uma mão da direção, mas as duas, para teclar. Nosso principal perigo ao volante chama-se egoísmo. É o motorista que acha que está só, é o dono do asfalto, não tem que pensar nos outros. O egoísta é aquele que acende os faróis auxiliares, que só servem para sinalizar carro sob forte neblina, e roda ofuscando todos, só porque acha bonito andar com o carro todo iluminado. Egoísta é também o motorista que muda de direção sem prevenir os outros. O sinal de mudança de direção tem que ser dado bem antes da manobra, para prevenir pedestres e veículos que estejam atrás, ao lado ou à frente. Quem já dá esse sinal por reflexo, isto é, sem pensar, é porque sabe dirigir. Egoísta é também o motorista que cobre os vidros do carro com película escura, impedindo que quem esteja atrás ou ao lado possa enxergar os obstáculos através do carro dele. Como ultrapassar um carro com vidros traseiros e dianteiros escuros, sem se conseguir ver se à frente há espaço para voltar à mesma pista? Aliás, supõe-se que seja para fugir à fiscalização que o motorista se esconde atrás desses vidros escurecidos. Estaria ao celular? Estaria bêbedo? Para que lado estaria olhando, para dar algum sinal para os demais? E se estiver sendo sequestrado? Ou apontando uma arma para alguém? Egoísta é que põe aquele gancho de reboque que ultrapassa o parachoque traseiro, sem ter reboque para puxar. Os hospitais de trauma estão cheios de gente que foi passar caminhando por trás desses carros agressivos e lá deixou parte da perna. Se o gancho ultrapassa o parachoque e houver uma colisão na traseira, vai machucar muito o outro veículo, mas vai alterar para sempre o carro do gancho, porque vai entortar o seu próprio monobloco. Ah, e como é egoísta aquele que aumenta para 500 metros o comprimento de seu veículo. Deixa uma distância enorme do veículo da frente, ocupando na pista o espaço de 10 ou 20 carros e formando congestionamentos. Quem ajuda também a congestionar é o egoísta que, quando abre o sinal, não arranca de imediato, sem se importar com os outros que esperam atrás dele. Para egoísmo no trânsito, talvez mais multa não resolva.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

ATRAPALHANDO A LAVA JATO

Polícia Legislativa tem agentes presos pela PF A Polícia Federal cumpriu na manhã de ontem mandados judiciais no Senado Federal ligados a uma nova operação, denominada Métis, que apura a atuação de agentes da Polícia Legislativa para atrapalhar as investigações da Operação Lava Jato e também de outros casos envolvendo políticos. Quatro mandados são de prisão temporária de membros da Polícia Legislativa. A PF aponta o diretor da Polícia do Senado, Pedro Ricardo Araújo de Carvalho, como líder do grupo que utilizava a estrutura de inteligência da Polícia Legislativa para atrapalhar investigações contra senadores e ex-senadores. Carvalho foi preso temporariamente, junto com os agentes Everton Taborda, Geraldo Cézar e Antônio Tavares. Todos foram levados para a Superintendência da PF em Brasília. No pedido de prisão temporária, o Ministério Público Federal afirma ter obtido provas de que os policiais legislativos realizaram ações de contrainteligência em busca de escutas instaladas pela PF nos endereços de três senadores e de um ex-parlamentar. Os parlamentares beneficiados teriam sido a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR), os senadores

Fernando Collor (PTC-AL) e Edison Lobão (PMDB-MA) e o ex-senador José Sarney. Os agentes permaneceram por cerca de três horas nos gabinetes da Polícia Legislativa do Senado, no subsolo da Casa, de onde retiraram dez malas de documentos e equipamentos utilizados para rastrear grampos. De acordo com a PF, Pedro Ricardo Araújo de Carvalho “ordenou a prática de atos de intimidação à Polícia Federal, no cumprimento de mandado expedido pelo Supremo

Tribunal Federal em apartamento funcional de senador”. Ele é homem de confiança do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL) que encontra-se em Maceió nesta sexta-feira, segundo a assessoria. Ao todo, são cumpridos nove mandados judiciais. O grupo vai responder pelo crimes de associação criminosa armada, corrupção privilegiada e embaraço à investigação de infração penal. Somadas, as penas podem chegar a 14 anos de prisão, além de multa.

escutas ambientais restringem-se a detecção de grampos ilegais, sendo impossível, por falta de previsão legal e impossibilidades técnicas, diagnosticar quaisquer outros tipos de monitoramentos que, como se sabe, são feitos nas operadoras telefônicas", argumenta. Renan afirma que o órgão manterá postura colaborativa e aguardará as investigações, mas aproveitou para alfinetar o Minis-

tério Público e a Polícia Federal ao dizer que as instituições devem "guardar seus limites". "As instituições, assim como o Senado Federal, devem guardar os limites de suas atribuições legais. Valores absolutos e sagrados do estado democrático de direito, como a independência dos poderes, as garantias individuais e coletivas, liberdade de expressão e a presunção da inocência precisam ser reiterados", escreveu Renan.

Bolsa Família é "compra de votos" O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) e presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, criticou ontem o programa Bolsa Família como forma de comprar votos e "eternizar" um governo no poder. "Com o Bolsa Família, generalizado, querem um modelo de fidelização que pode levar à eternização no poder. A compra de voto agora é institucionalizada (com o programa)", comentou o ministro.

Temer reitera que Cunha não atrapalha Congresso O presidente Michel Temer avalia que a prisão do ex-deputado e ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), não interferirá nas votações de interesse do governo no Congresso Nacional. Essa foi a sinalização repassada pelo porta-voz da Presidência, Alexandre Parola, ao responder a questionamentos sobre o tema. De acordo com Parola, a Operação Lava Jato é "da alçada" do Poder Judiciário e não terá a interferência do Executivo. As investigaçõs, disse, são um "sinal de amadurecimento democrático". O porta-voz declarou que Temer não antecipou sua volta ao Brasil do Japão devido à notícia da prisão preventiva de Cunha. "O presidente tomou conhecimento da prisão preventiva de Cunha quando já estava em voo de regresso ao Brasil. A decisão de antecipar

o regresso, aliás, foi tomada na noite anterior", diz Parola. Uma das questões levadas até o presidente foi se a prisão do peemedebista poderia prejudicar a aprovação em segundo turno da proposta que cria um limite para os gastos públicos pelos próximos 20 anos. "A agenda política de recuperação e reconstrução do Brasil não se confunde com as investigações levadas adiante pela Justiça. A agenda de reformas e modernização econômica, social e política responde a uma urgência do povo brasileiro", disse o porta-voz. Eduardo Cunha foi preso na última quarta-feira, em Brasília, pela Polícia Federal, depois que o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, emitiu a ordem de prisão preventiva.

Agntes da Polícia Legislativa são acusados de retirar grampos da PF

Renan defende Polícia Legislativa A respeito da operação deflagrada pela Polícia Federal, o presidente do Senado, Renan Calheiros, defendeu a ação da Polícia da Casa. "Convém reiterar que Polícia Legislativa exerce suas atividades dentro do que preceitua a Constituição, as normas legais e o regulamento administrativo do Senado Federal". Ele ressalta que as varreduras não acarretam em outros tipos de monitoramento. "Atividades como varredura de

15

Ele fez um discurso durante o seminário Soluções para Expansão da Infraestrutura no Brasil, promovido pela Câmara Americana de Comércio BrasilEstados Unidos (Acmham) Gilmar Mendes apontou que a Justiça Eleitoral não se preparou para esse tipo de situação, como quando apontou o arquivamento da ação que pedia investigação das contas de Dilma Rousseff na eleição presidencial de 2014, denúncia que, mais tarde, foi aceita

e investigada pelo Tribunal de Contas da União (TCU). Apesar dessas "mazelas", como classificou, o ministro apontou que as crises no Brasil foram tratadas dentro do marco institucional. O ministro ainda defendeu a realização de uma reforma político-eleitoral. "Estamos vivendo no âmbito político-eleitoral uma realidade de caos, verdadeiro caos. Nós temos que fazer uma reforma político-eleitoral", destacou.

Comunicado foi emitido pelo porta-voz do governo, Alexandre Parola

Cunha recebe a visita da esposa, Cláudia Cruz O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, recebeu nesta sexta-feira a visita da esposa, Cláudia Cruz. Ele está preso preventivamente na Superintendência da Polícia Federal, em Curitiba, desde quarta-feira (19). A Polícia Federal não soube informar quanto tempo a esposa de Cunha esteve no local. Ela estava acompanhada de um advogado. Cláudia Cruz também é ré na Operação Lava Jato. Em junho deste ano, o juiz federal Sérgio Moro recebeu denúncia oferecida pelos procuradores da força-tarefa da Operação contra ela. Eduardo Cunha foi preso pela Polícia Federal depois que o juiz Sérgio Moro, responsável pela Operação Lava Jato na primeira instância, emitiu a ordem de prisão preventiva contra ele. A prisão foi decretada na ação penal em que o deputado cassado é acusado de receber R$ 5 milhões, que foram depositados em con-

Cláudia Cruz

tas não declaradas, na Suíça. O valor seria oriundo de vantagens indevidas, obtidas com a compra de um campo de petróleo pela Petrobras em Benin, na África, segundo a PF.

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

Paulo Baier visita Escolinha O meia Paulo Baier, que em breve deve começar a carreira como treinador de futebol, em companhia do auxiliar técnico Silmar Prestes, fez uma visita e palestra na Escolinha União Futebol Clube comandada por voluntários e pelo ex-jogador Luciano Reis, e ao Sítio de Acolhimento S.O.S. Vida, de ex-moradores de rua e com al-

gum problema de dependências químicas e alcoólicas. O responsável pela casa é Marcelo Meneguine. Primeiramente a dupla falou com os meninos da Escolinha que todos os sábados pela manhã treinam no Ginásio Rola Bola. Os garotos carentes tem orientação gratuita. Posteriormente foram ao Sítio de Acolhi-

Sítio de Acolhimento S.O.S. Vida de Coronel Barros recebeu visita do meia

mento em Coronel Barros. Paulo Baier falou nos dois locais sobre as dificuldades

enfrentadas na carreira como futebolista e a necessidade de manter a disciplina.

Paulo Baier (branco) falou aos garotos da Escolinha União Futebol Clube

Primeiros colocados do Desafio Urbano de Ciclismo de Ijuí

A 2ª edição do Brinca Rua, evento que visa estimular atividades de lazer e convivência entre as pessoas em espaços públicos aconteceu no último domingo. A programação ocorreu na rua Emílio Glitz, próximo à ciclovia, e teve como atração a realização do 2º Desafio Urbano

de Ciclismo de Ijuí e a Corrida Rústica dos Campeões.Ambas as programações tiveram como tema os 126 anos do município. As atividades começaram às 7h da manhã com a largada do 2º Desafio de Ciclismo de Ijuí. Os ciclistas foram desafiados a percorrer 30,6 km pelas ruas da

cidade. O percurso passou por 21 bairros da cidade e, incentivou a prática esportiva através do ciclismo. O Desafio Urbano promovido pela Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Turismo teve como idealizador o desportista ijuiense Alexandre Cristiano Wegner, contando com o apoio dos grupos de ciclismo Las Monaretas e 100% Pedal Confirma-

do. Às 9h30 foi dada a largada para a prova de Corrida Rústica dos Campeões, que teve um percurso de 5 km para os adultos e 800 metros para os menores. Esta corrida encerrou o Circuito Noturno das Estações de Corrida Rústica de Ijuí, que teve quatro provas anteriores e foi organizada pelo Triatleta residente em Ijuí Patrick Martelli.

cmyk

mann, ficou campeão ao vencer na partida final a equipe do Sinodal Rui Barbosa, de Carazinho, pelo placar de 1 a 0. Em terceiro lugar ficou o Sinodal Ibirubá. Na categoria mirim, a equipe do Sinodal Ibirubá sagrou-se campeã ao derrotar pelo placar de 3 a 1 a equipe do Sinodal Rui Barbosa, de Carazinho, na final. O Setrem de Três de Maio obteve a terceira colocação.

renato.marsiglia@tvglobo.com.br

CHURRASCO x PÃO DE QUEIJO Grêmio x Cruzeiro e Inter x Atletico-MG fazem as semifinais da Copa do Brasil, com Grêmio e Atlético disputando a segunda partida em casa. Se o Juventude tivesse vencido o Atlético-MG nos pênaltis, o Rio Grande do Sul teria emplacado inéditos três semifinalistas do mesmo Estado. Em tese, analisando pelo Brasileirão, o "Galo mineiro" surge com algum favoritismo. STJD: ORDEM NA CASA - 1 Comparar o pedido de anulação do Fla-Flu pelo Fluminense com o do Figueirense contra o Palmeiras, é ignorância ou má-fé. A anulação (correta) do gol do Fluminense veio após uma forte suspeita de interferência externa, o que configuraria "erro de direito". Tem de ir a julgamento, cabendo a quem acusa (Fluminense) o ônus da prova. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva ( STJD) manteve o resultado final de 2 x 1 para o Flamengo. STJD: ORDEM NA CASA - 2 No caso do segundo gol do Palmeiras contra o Figueirense, trata-se de claro "erro de fato" do árbitro, como por exemplo, um pênalti mal marcado. Se este tipo de erro servisse para anular uma partida, campeonato nenhum acabaria no Brasil. Apenas para ilustrar, copio o texto da REGRA 5 - ÁRBITRO : "As decisões do árbitro sobre fatos relacionados ao jogo, são definitivas e irrecorríveis". Como diria um amigo: "sabendo ler é uma barbada" !!!

Ceap é campeão na categoria pré-mirim O Colégio Evangélico Augusto Pestana (Ceap) sediou na terça-feira, 11 de outubro em Ijuí, os jogos do Campeonato Onase de Futsal nas categorias pré-mirim e mirim masculino. Escolas da região que integram a Rede Sinodal de Educação participaram do evento esportivo. No pré-mirim, o Ceap, treinado pelo professor Paulo Wiss-

Renato Marsiglia GRE-NAl: NITROGLICERINA PURA Não bastasse ser considerado por muitos (me incluo nesta) como o clássico de maior de rivalidade do futebol brasileiro, estará apimentado pela tentativa do Grêmio em ajudar a rebaixar o Inter e pela tentativa do Inter em escapar do Z-4 e ainda prejudicar o Tricolor na luta pela G-6. A classificação de ambos para as semifinais da Copa do Brasil é um ingrediente a mais para domingo. O Inter cresceu muito psicologicamente com as últimas vitórias, nivelando um favoritismo que naturalmente pendia para o Grêmio. Vai ferver a chapa !!!

Brinca Rua estimula atividades de lazer

Vencedoras da Corrida Rústica dos Campeões

16

Equipe do Colégio Evangélico Augusto Pestana conquistou o título do futsal na Onase


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

17

DOIS TOQUES

Indefinições nos dois times Carlos Alberto Padilha

esporte@jornaldamanhaijui.com

DISPUTA- Já assisti ao vivo vários Gre-Nais em Porto Alegre, mas entre tantos clássicos, dois me marcaram muito. Em 1985 vi a conquista do Gauchão pelo Grêmio na vitória de 2 a 1 no Olímpico. Foi a estreia de Taffarel no gol do Internacional em Gre-Nais. O ijuiense Paulo Bonamigo e Caio Jr. fizeram os gols do Tricolor. Tita descontou para o Inter. Em 1989 pelas semifinais do Brasileirão ainda de 88, o Inter venceu o chamado Gre-Nal do século, por 2 a 1, dois gols de Nílson. Marcus Vinicius anotou para o Grêmio. O torcedor gaúcho espera um grande clássico amanhã na Arena. O Grêmio tem um time mais afirmado e faz campanha superior. O Inter melhorou nas últimas partidas. SEMIFINAIS - O Juventude tem problemas para enfrentar o Boa Esporte hoje às 21h, em Varginha, pela Série C do Campeonato Brasileiro. O atacante Roberson sentiu desconforto na coxa. O meia Felipe Lima está gripado. Com lesão na coxa esquerda, o lateral Vidal passará por exames. Bruninho está no departamento médico.Como perdeu por 2 a 1 no Jaconi, o Juventude precisa vencer por dois gols de diferença para se garantir na final. Amanhã às 21h na outra partida decisiva jogam Guarani de Campinas e ABC de Natal. No jogo de ida, o ABC goleou por 4 a 0. FORMALIZAÇÃO-O São Luiz deve formalizar no próximo dia 5 de novembro uma parceria com a Chapecoense. O técnico Paulo Henrique Marques e o diretor de futebol Delmar Blatt viajam para Santa Catarina. Primeiramente observarão jogadores no Concórdia e depois na Chapecoense. O atacante Kayron, 20 anos, emprestado pelo Juventude ao Concórdia está na mira do Rubro. PROPOSTAS - Paulo Baier que conversou com o Pelotas, estaria nos planos de dois times da 1ª Divisão para atuar como técnico em 2017. Surgiram especulações de que o Cruzeiro e o São José-POA teriam interesse no profissional. VERBA- Os clubes do interior poderão ter uma redução de 50% da cota da TV para o Gauchão 2017. A dupla GreNal teria um aumento. Já o Brasil-Pel é o novo integrante da Primeira Liga. A confirmação aconteceu na última quinta-feira.

O Gre-Nal 411 de amanhã às 17h na Arena tem todas as condições de ser um clássico eletrizante. O Grêmio, oitavo colocado no Campeonato Brasileiro com 47 pontos, quer voltar ao grupo dos times que disputarão a Libertadores da América 2017. Ao mesmo tempo pretende vencer o rival para deixar o Inter em situação mais complicada na competição. O Colorado luta para não ser rebaixado. Atualmente é o 16º colocado com 36 pontos. O torcedor gremista e o técnico Renato Portaluppi tiveram uma notícia boa ontem. Recuperado, o goleiro Marcelo Grohe deve ter condições de jogo.O camisa 1 do Tricolor esteve ausente nos últimos três jogos do Grêmio por conta de dores na planta do pé esquerdo. O regresso do titular tem relevância maior diante da confirmação da lesão de Bruno Grassi, que vai ficar 20 dias afastado dos gramados. O treinador ainda não revelou o time, mas os titulares devem estar em campo. No Internacional, o técnico Celso Roth ainda não confirmou o substituto do meia Alex sus-

GRÊMIO

INTER

Marcelo Grohe (Léo); Edílson Geromel Kannemann Marcelo Oliveira; Wallace Maicon Ramiro Douglas; Pedro Rocha (Everton) Luan Técnico: Renato Portaluppi

Danilo Fernandes; William Paulão Ernando Ceará; Anselmo Rodrigo Dourado Gustavo Ferrareis Sasha (Fabinho ou Valdívia) Seijas; Vitinho Técnico: Celso Roth

Marcelo Grohe deve voltar ao time

Eduardo Sasha pode iniciar o clássico

Arbitragem: Francisco Carlos do Nascimento (AL) com os assistentes Alessandro A. Rocha de Matos (BA) e Bruno R. Pires (GO). Local: Arena do Grêmio em Porto Alegre Data: 23.10.2016. Início:17h

penso pelo terceiro cartão amarelo. Se o treinador não mudar o esquema tático, as principais dúvidas estão no meio campo. Valdívia e Eduardo Sasha disputam a vaga do capitão do time.

Douglas Costa volta à Seleção Brasileira O técnico Tite divulgou na manhã de ontem a lista de 24 atletas que representarão a Seleção Brasileira nas próximas duas rodadas das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, diante de Argentina e Peru. O destaque da convocação, além do chamado de um jogador a mais, fica por conta da volta de Douglas Costa. O jogador do Bayern de Munique chegou a ser convocado em outras duas vezes que Tite precisou formular a re-

lação de atletas, mas se machucou antes da data de apresentação, acabou cortado da lista final e não teve a chance de estrear com o novo treinador. Outro que está de volta após contusão é o lateral Marcelo, do Real Madrid. No clássico contra os argentinos, o Brasil jogará em casa, no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, no dia 10 de novembro. Na sequência, no dia 15, o confronto frente ao Peru será em Lima, no Estádio Nacional.

DE PRIMEIRA

go da Linha 11 Norte, 2 pontos; e 4º) Barreiro, um ponto.

FUTSAL DISTRITAL A terceira rodada do Campeonato Distrital de Futebol de Ijuí será disputada amanhã com estes jogos às 14h45 e 16h30: chave A, campo do Juventude do Rincão dos Goi: Floresta x São José de Alto da União; e Santana x Avante de Arroio das Antas. Campo do Chorão, chave B, Flamengo de Santo Antônio x Chorão; e Barreiro x Flamengo da Linha 11 Norte. A classificação da chave A está assim: 1º) Juventude de Rincão dos Goi, 4 pontos; 2º) Floresta, 3 pontos; 3º) São José de Alto da União, 2 pontos; 4º) Avante de Arroio das Antas, 1 ponto e 5º) Santana, 0 ponto; chave B: 1º) Chorão, 4 pontos; 2º) Flamengo da Vila Santo Antônio e Flamen-

O Campeonato Municipal de Futsal de Ijuí tem a disputa de quatro jogos na próxima segunda-feira a partir das 19h no Ginásio Wilson Mânica. Serão realizadas estas partidas: veteranos, Alvorada Climaq x Arsenal Baterias Goi; Avante Quarta-Feira x Flamengo da Linha 11 Norte/ Óptica Glória; chave J, Divisão Única, Holimpia x Sport Club PC; e City Hotel/Clip Santo Antônio x Paladino F.C.

JOGOS DO SESI I Acontece amanhã o regional dos Jogos do Sesi, na modalidade bolão masculino e feminino em equipe. As partidas serão disputadas na Sociedade Ginástica Ijuí (Sogi) a partir das 8h30 se estendendo até o período da tarde.

CONVOCADOS Goleiros:Alisson (Roma), Alex Muralha (Flamengo), Weverton (Atlético-PR). Zagueiros:Marquinhos (PSG), Miranda (Inter de Milão), Gil (Shandong), Rodrigo Caio (São Paulo) e Thiago Silva (PSG). Laterais:Fagner (Corinthians), Daniel Alves (Juventus), Marcelo (Real Madrid) e Filipe Luís (Atlético de Madrid). Meio-Campistas: Casemiro (Real Madrid), Fernandinho (Manchester City), Paulinho (Guangzhou), Coutinho (Liverpool), Willian (Chelsea), Renato Augusto (Beijing Guoan), Giuliano (Zenit) e Lucas Lima (Santos). Atacantes:Neymar (Barcelona), Gabriel Jesus (Palmeiras), Douglas Costa (Bayern) e Roberto Firmino (Liverpool).

Participam os campeões ou indicados dos Centros de Atividades do Serviço Social da Indústria. Estão confirmadas estas equipes no masculino:Renovadora de Pneus Hoff de Ijuí, Triel HT e Peccin, ambas de Erechim, John Deere, de Horizontina, Bruning, Saur, Metalúrgica Condor, de Panambi, JBS, de Passo Fundo e Agromaq, de Passo Fundo. No feminino são estes times: Bruning de Panambi, Triel HT A, e Triel HT B, de Erechim.Serão premiadas com troféus as equipes classificadas até o terceiro lugar. No individual, masculino e feminino, haverá troféus para os três primeiros colocados.

JOGOS DO SESI II A modalidade vôlei de praia, dupla masculino e feminino da fase regional dos Jogos do Sesi será disputada amanhã a partir

das 8h30 na sede campestre do Clube Gaúcho em Santo Ângelo. No feminino participam estas equipes: Metalúrgica Condor,de Condor, Metalúrgica Netz, de Santa Rosa, Intecnial e Andriart, ambas de Erechim. No masculino participam estas equipes: chave A, Gráfica Erechim,John Deere B de Horizontina, Metalúrgica Condor e Gimenez/Garcel/Móveis de Ijuí. O Grupo B tem estes times: Hoff Pneus de Ijuí, John Deere A de Horizontina, Saur de Panambi e BRF de Marau.

FUTEBOL SETE Os jogos finais do Campeonato Municipal de Futebol Sete de Coronel Barros serão disputados hoje a partir das 16h no campo do Ipiranga. Na decisão do terceiro lugar se enfrentam as equipes Mundial Fibras e Linha 8 e na disputa do título jogam os times Mecânica JK e Cruzeiro A.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

CRISE NAS FINANÇAS?

Daer custa R$ 575 mil por dia ao RS O governo do Estado está concluindo um projeto para extinção de órgãos públicos, que deverá ser encaminhado à Assembleia Legislativa em novembro. A ideia é enxugar a máquina pública e trabalhar com menos custos. Todos os departamentos das secretarias de governo estão sendo avaliados em relação ao custo-benefício, entre eles, o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer). Uma estrutura que emprega muitos, custa caro e dá pouco resultado. De janeiro a setembro de 2016, sem contar o que foi pago do ano anterior, o Daer gastou R$ 155,3 milhões (R$ 155.355.918,68). O custo por dia é de R$ 575,3 mil (R$ 575.392,29), sem contar investimentos em rodovias. O valor é referente apenas com o que é gasto com salários, gratificações, diárias, vantagens, despesas administrativas e de manutenção. Os dados constam em um estudo contratado pela autarquia, financiado pelo Banco Mundial,

e que estão sendo apresentados às entidades empresariais do Rio Grande do Sul. A ideia do levantamento é proporcionar uma profunda reestruturação a fim de tornar o departamento mais enxuto, agilizar procedimentos, com intenção de criar um plano de trabalho para os servidores. Por mês, os 947 imóveis do Daer consomem R$ 137,7 mil com energia elétrica. Outros R$ 54,9 mil em água. A autarquia gastou ainda R$ 29,2 mil mensais com auxílio funeral. O Departamento repassou R$ 15,58 milhões (R$ 15.589.231,30) em salário aos servidores nos primeiros nove meses de 2016. As gratificações quase se equivalem aos vencimentos: R$ 14,39 milhões (R$ 14.391.690,20). É quase que consenso na autarquia que há gente demais atrelada ao departamento. O Daer tem hoje 1.253 funcionários, mas poderia facilmente ser mantido com 600, segundo atuais e antigos servidores. Há hoje 903 trabalhadores no interior e 350 na Capital.

Do total de funcionários do Daer, 586 estão aptos a se aposentar, mas não o fazem porque ganham incentivo de permanência. Muitos deles são mantidos porque detêm experiência para operar máquinas velhas, ultrapassadas e defasadas, mas que ainda fazem serviços como tapa-buraco, que o Daer não precisaria realizar se houvesse uma boa gestão dos contratos. Se o quadro de funcionários fosse reduzido a um número ideal, e se as gratificações de permanência fossem pagas a, de fato, quem precisaria continuar contribuindo com a instituição, o Daer economizaria aproximadamente R$ 1 milhão por mês. Um outro gasto elevado, fruto desta desorganização no departamento, é fruto de ações judiciais. Nos nove primeiros meses do ano foram desembolsados R$ 489 mil (R$ 489.477,97). Um outro gasto elevado, fruto desta desorganização no departamento, é fruto de ações judiciais. Nos nove primeiros meses do ano foram desembolsados

R$ 489 mil (R$ 489.477,97). Para reverter esse quadro, o Daer necessita melhorar sua gestão. Um dos quesitos é a arrecadação. Hoje, dos 947 imóveis, 330 são casas que servem de moradia. Ainda detém 89 casas de veraneio em Imbé, Cidreira e Cassino. Conta também com ginásios poliesportivos, alojamentos, apartamentos, sedes sociais, CTGs e escritórios. A venda da maior parte destas propriedades não só aliviaria os gastos com manutenção como permitiria o governo do Estado reforçar seu caixa. Somente o prédio da superintendência de Bento Gonçalves é avaliado em R$ 2,5 milhões. Sobre o pagamento de gratificações quase se equiparar aos salários dos funcionários, o diretor-geral do Daer, Rogério Uberti, informa que o Daer tem como política, assim como o Estado, manter em atividade servidores experientes. O Daer cuida hoje de 11.110 quilômetros de estradas, sendo 67,7% de rodovias pavimentadas e 32,3% de vias sem asfalto.

Multa por som alto poderá Diretor diz que Daer tem "poucos funcionários" ser aplicada sem medidor

Há dez anos a lei do silêncio foi sancionada em Ijuí e apresenta dificuldades em ser cumprida

O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) regulamentou a multa por causa de som alto dentro do carro por meio da Resolução nº 624, aprovada na última quarta-feira. Segundo informou o Ministério das Cidades, agora quem for pego perturbando "o sossego público" pode ser multado, mesmo sem medição do volume em decibéis. Até então, o artigo 228 do Código Brasileiro de Trânsito estabelecia um limite aceitável de até 80 decibéis a uma distância de 7 metros, e de 98 decibéis, a apenas 1 metro. Por isso, as multas dependiam de um equipamento chamado decibelímetro, certificado pelo Inmetro. Com a nova resolução, a autuação agora pode ser feita, "independente do volume ou frequência". "O agente de trânsito deverá

cmyk

registrar, no campo de observações do auto da infração, a forma de constatação do fato gerador da infração", afirmou o órgão público. A infração continua considerada grave (5 pontos), com penalidade de R$ 127,69 (vai subir para R$ 195,23 em 1º de novembro) e retenção do veículo. Ficam fora desta regra as buzinas, alarmes, sinalizadores de marcha-a-ré, sirenes, veículos de publicidade com caixas de som e carros de competição e entretenimento em locais permitidos pelas autoridades competentes. Em Ijuí, há dez anos foi sancionada uma lei que diz respeito ao sossego alheio. A situação envolvendo a perturbação, sobretudo, com som alto, é um tema recorrente e itinerante no município.

O diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer) defende que a autarquia tem poucos servidores. Segundo Rogério Uberti, os 1.253 funcionários não são suficientes para dar conta do trabalho que precisa ser executado. "Eu tenho pouco funcionário. A gente se desdobra aqui dentro. O Daer é imenso. Nós temos 11 mil quilômetros de rodovia. Para a situação atual, que nós não tínhamos contrato é pouco. Agora sim. Teremos 34 contratos de conserva. Nós vamos ir para a estrada fazer conserva com terceirizada", defende o diretorgeral. Em entrevista concedida à Radio Gaucha, Uberti destaca porém que é preciso reduzir a

atual estrutura. Ele diz que a ideia é trabalhar com menos regionais, mas com o mesmo número de funcionários. Hoje, o Daer tem 17 superintendências espalhadas pelo Estado. Há 903 trabalhadores no interior e 350 na Capital. O diretor também prometeu retirar algumas gratificações de servidores que recebem sem necessidade e repassar para quem precisa. Também promete fazer com que a autarquia recolha mais dinheiro com as taxas do uso da faixa de domínio. E garante que, em breve o Daer irá lançar um programa de instalação de balanças de pesagem de carga. Há cerca de um ano a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) de Cruz Alta recebeu, a partir de recursos do Ministério do Trabalho, de Santo Ângelo.

Balança implantada na ERS-342: ferramenta não foi conquistada através do Daer

18

Prof. Dr.

Argemiro Luis Brum Ceema/Dacec Unijuí

A DESGRAÇA POPULISTA (Final) Encerramos o comentário passado mostrando que as operações de risco junto ao Badesul chegaram a equivaler a 198,2% do patrimônio líquido do banco, no velho estilo de que dinheiro público é “um saco sem fundo”. Como isso nos atinge? Assim como a conta da péssima condução da economia nacional nos últimos 10 anos no Brasil, a conta da Petrobrás, do BNDES, do Badesul e de tantos outros órgãos públicos mal administrados fica com o contribuinte em particular e a população em geral. No caso do Badesul, por exemplo, se engana quem pensa que a mesma fica restrita aos gaúchos. Isso porque 95% dos valores movimentados nas operações de crédito, pelo banco de fomento gaúcho, têm o BNDES como origem. Ora, o dinheiro do BNDES, assim como de outros bancos públicos brasileiros (Caixa Econômica Federal e Banco do Brasil, por exemplo) resulta da emissão e venda de títulos públicos, os quais geram a dívida pública nacional. Dito de outra maneira, o enorme déficit público que o país possui hoje também é oriundo da má gestão do BNDES e, por extensão, do Badesul e outros organismos públicos conforme o que se demonstrou até aqui. Esse mesmo déficit que está nos levando a tomar um remédio amargo, chamado PEC dos Gastos Públicos, por 20 anos, atingindo educação e saúde dentre outras rubricas. O recente populismo brasileiro quase quebrou o país, e literalmente colocou em péssima situação órgãos públicos importantes, com o objetivo claro de se perpetuar no poder, usando o discurso do “desenvolvimento” como engodo aos mais crédulos. Miremo-nos no exemplo, mais uma vez da Venezuela (ver nosso comentário de 13/10/2016). O descalabro messiânico do governo Chavez não lhe permitiu enxergar que sua única fonte de recursos, o petróleo, poderia rapidamente se esgotar pela baixa dos preços internacionais. Assim, continuou aprofundando o estatismo econômico-protecionista, gerando uma inflação anual de 200%, uma penúria de todos os bens de consumo, uma das mais profundas recessões do mundo atual, altíssimo desemprego e finanças públicas caóticas. Junto a isso, grassa uma corrupção generalizada, especialmente no Estado, explode a criminalidade e uma regressão constante da democracia. As semelhanças brasileiras com a Venezuela, em alguns destes pontos, não são meras coincidências. A diferença é que no Brasil ainda há tempo para se reagir e mudar de rumo. Nosso cuidado agora deve ser para que não entremos em nova onda populista, pois as tentações são grandes e continuam presentes nas diferentes instâncias do Estado brasileiro.


Notícias

Jornal da Manhã Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

19

EM 2016

PC apreende quase 2 toneladas de drogas A Polícia Civil realizou, de janeiro a agosto deste ano, 573 operações policiais. Nesse período, foram efetuadas 9.048 prisões, sendo que quase quatro mil foram em flagrante. Foram recapturados 1.357 foragidos, e 3.698 pessoas foram presas por mandado de prisão. Nesses oito meses foram apreendidas 2.509 armas, 14,44% a mais do que no quadrimestre anterior. Foram remetidos cerca de 230 mil procedimentos à Justiça, dos quais 80% com elucidação. O percentual de esclarecimento dos crimes de homicídio doloso e de latrocínio foi 83,38% e 84,81%, respectivamente. Embora tenha tido uma diminuição no número de operações se comparado ao primeiro quadrimestre deste ano, o número total de operações realizadas de janeiro a agosto deste ano significa um acréscimo de 117 operações

PLANTÃO

PALHAÇO - Um adolescente foi apreendido na cidade de Júlio de Castilhos, na Região Central do Rio Grande do Sul, suspeito de assustar moradores com uma fantasia de palhaço e empunhando um facão. Outros dois jovens responsáveis por uma imagem que havia viralizado nas redes sociais foram orientados a não prosseguirem com a brincadeira. Esse segundo caso ocorreu em Rosário do Sul, na mesma região do Estado. Eles não foram apreendidos. O adolescente de 17 anos apreendido pela Brigada Militar de Júlio de Castilhos trajava uma fantasia de palhaço, empunhando um facão pelas ruas, segundo a polícia. O Conselho Tutelar da cidade foi acionado. COORDENADOR DE CAMPANHA - O Ministério Público Eleitoral (MPE) descartou que a morte de Plínio Zalewski, coordenador de campanha do candidato a prefeito de Porto Alegre Sebastião Melo (PMDB), cujo corpo foi encontrado na última segunda-feira em um comitê da coligação, possa ter sido um crime eleitoral. Desta forma, o caso continuará sendo investigado pela Polícia Civil. A coligação de Melo havia encaminhado um pedido que o MPE apurasse a hipótese de crime eleitoral. No entanto, o promotor André Felipe de Camargo Alves, do MPE, encaminhou o material à 5ª Delegacia de Polícia de Porto Alegre, que já apura o caso.

a mais se comparado ao mesmo período de 2015. Como resultado foram 17,68% a mais de procedimentos com elucidação remetidos à Justiça, e 21,33% de foragidos recapturados a mais do que no primeiro quadrimestre do ano. O combate ao tráfico de drogas também é sempre uma preocupação e trabalho constante da Polícia Civil. Neste ano de 2016 já somam cerca de 1,9 toneladas de drogas apreendidas, entre maconha, cocaína, crack e haxixe. Além disso, também foram apreendidos no segundo quadrimestre 2.255 pontos de LSD e mais de 10 mil comprimidos de ecstasy. Outra ação de destaque ao longo do ano foi a Operação Consumo Seguro. Os trabalhos tiveram como objetivo coibir o crime de abigeato e a venda de carne imprópria para consumo. Foram diversas ações durante o ano, onde foram vistoria-

dos estabelecimentos comerciais em cidades do interior e quase 3 toneladas de carne imprópria para consumo foram apreendidas. As ações se desenvolveram no Interior do Estado e contaram com o apoio da Secretaria Estadual da Saúde e da Secretaria da Agricultura, Pecuária e Irrigação. Só em Ijuí foram quase 2 toneladas de carnes impróprias para consumo em ação deflagrada durante o dia. Já a Força-Tarefa contra Crimes Rurais tem por objetivo principal o combate ao crime de abigeato (furto de animais), além dos crimes de receptação e furto/ roubo de maquinário agrícola. A base de trabalho funciona em Rosário do Sul, sendo que esse reforço de polícia judiciária abrange 60 municípios na região de Fronteira do Estado. O trabalho da Força-Tarefa vem para somar com o serviço das delegacias e

Presos aguardam há 42 em viaturas da Brigada A situação que envolve a falta de vagas em presídios no Rio Grande do Sul é tão grave que um homem preso na noite de quarta-feira está há 42 horas dentro de uma viatura da Brigada Militar, em Porto Alegre, aguardando a liberação de vagas em casas prisionais. Maximiliano Duarte foi preso junto com outro criminoso, na Vila Maria da Conceição, por tráfico de drogas e porte ilegal de arma. Os dois foram levados para a 3ª Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento, na zona norte, onde foi registrado o flagrante. Como as celas da delegacia também estavam cheias, a única opção foi manter a dupla dentro da viatura. Na manhã de ontem, o outro criminoso preso conseguiu uma vaga no Presídio Central. Maximiliano, no entanto, até as 14h,

permanecia no veículo da BM. Ele é o preso que está há mais tempo dentro de uma viatura, pois existem ao menos outros quatro na mesma situação. O comandante do 19º BPM, tenente coronel Paulo César Ballardin, explica que cada viatura com presos é acompanhada de dois policiais que cumprem turnos de 12 horas. A medida impacta diretamente no policiamento ostensivo. “Prejudica muito, pois a viatura tem que permanecer na delegacia e deixar de cobrir uma determinada área como estava programado. É feito um remanejo de viaturas, mas com certeza fragiliza o serviço de policiamento ostensivo”, explicou. De acordo com a polícia, até o começo da tarde, 48 presos aguardavam em celas de delegacias ou em viaturas a liberação de vagas nos presídios.

Presos aguardam dentro de viaturas da BM a liberação de vagas nas cadeias

conta com o apoio de outros órgãos municipais e estaduais. Nesse período de funcionamento, já foram recuperados 276 animais e 10 pessoas foram presas em flagrante. Ao longo de 2016, a Instituição intensificou o treinamento de policiais civis. Também teve

início, em agosto deste ano, o Curso de Formação Profissional de Escrivães e Inspetores de Polícia, que está sendo realizado na Academia de Polícia Civil. Os novos policiais estarão aptos a atuar nas Delegacias de Polícia já no início do próximo ano.

2016 foi marcado por grandes apreensões, sobretudo, de maconha no RS

Perícia criminal será desmembrada das polícias A Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara dos Deputados aprovou a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 117/15, que desvincula a perícia criminal das estruturas das polícias Civil e Federal. De autoria da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investigou as causas da violência, morte e desaparecimento de jovens negros e pobres no Brasil, a proposta institui a perícia criminal federal e as perícias criminais dos Estados e do Distrito Federal como órgãos de segurança pública. Hoje a Constituição prevê apenas os seguintes órgãos de segurança pública: Polícia Federal; Polícia Rodoviária Federal; Polícia Ferroviária Federal; Polícia Civil; Polícia Militar e Corpos de Bombeiros Militar. A relatora foi a deputada Soraya Santos (PMDBRJ), que recomendou a continuação da análise da PEC. “Todos os argumentos são contra ou a favor do mérito da proposta, e aqui na CCJ nós estamos analisando se ela pode ou não ser votada pelos deputados, e ela pode”, explica. Segundo o deputado Reginaldo Lopes (PT-MG), que foi presidente da CPI e assina a proposta, essa desvinculação poderia aumentar a taxa de esclarecimento de homicídios no País. “Essa é a experiência quase no mundo todo, e temos de pegar o que está funcionando, com uma perícia técnica e científica ajudando na investigação e na coleta de provas

para a condenação”, disse. Hoje, em 18 Estados brasileiros a perícia criminal já está estruturada de modo independente, fruto de iniciativas dos governos locais ou das assembleias legislativas. A deputada Janete Capiberibe (PSB-AM) relatou que, no Amapá, há 22 anos, a perícia é independente da polícia, e a relação tem sido boa. “Isso foi questionado na época, mas hoje todos apoiam a medida”, entende. O deputado Delegado Waldir (PR-GO), no entanto, é contra a PEC e tentou impedir sua aprovação. Para ele, a mudança enfraqueceria a Polícia Civil e a Polícia Federal, e não ajudaria a mudar a situação de violência. “Por trás disso está a vontade dos peritos de ganharem o mesmo que os delegados, e defendo isso, que sejam bem remunerados, mas não às custas da polícia, que vai perder em agilidade”, disse. Reginaldo Lopes reconheceu que há uma defesa dos peritos por questões salariais, mas também de independência. Para ele, a perícia ligada às polícias faz com que os peritos não possam ser isentos, principalmente quando o caso envolve apuração de erros policiais. “A defesa de classe é legítima, mas não se trata apenas disso, é uma conclusão da CPI que a perícia independente ajuda na elucidação de crimes”, pondera. A PEC 117/15 será examinada por uma comissão especial criada especialmente para essa finalidade. Em seguida, será votada pelo Plenário..

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

REGIÃO DE CRUZ ALTA

PRE autua condutores bêbados diariamente

Conforme anunciado pelos órgãos de trânsito, a partir de novembro está previsto um reajuste superior a 50% nas mais diversas infrações. Em entrevista concedida ao Grupo JM na última semana, o sargento e comandante da Polícia Rodoviária Estadual de Cruz Alta, Alcione Malheiros, revelou, com sentimento de espanto, que o policiamento rodoviário autua diariamente motoristas que ingeriram bebida alcoólica e define como uma realidade "absurda". Na última semana o sargento conversou com a reportagem e além de trazer as dificuldades estruturais que o órgão vive, de uma maneira geral, ainda precisa conviver com os desafios impostos pela falta de consciência dos condutores. "Eu gostaria de chamar a atenção para um fato: todos os dias nossa equipe atende casos de embriaguez ao volante. Todos os dias um condutor é autuado por ter bebido e ter pego a direção na sequência. Isso preocupa. Em pleno 2016, com tantos trabalhos desenvolvidos em favor da conscientização, nós temos que conviver com essa realidade", lamentou o sargento Alcione Malheiros.

União libera R$5 milhões para recuperar rodovias O Ministério da Integração Nacional autorizou a transferência de R$ 5,2 milhões ao Rio Grande do Sul para ações de recuperação de asfalto danificado por fortes chuvas em 2014. De acordo com o Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), essa verba será usada para a realização de obras complementares destinadas a evitar novos escorregamentos, além de aprimorar a drenagem e pavimento na ERS480, no Norte do Estado. No mesmo trecho, ocorrerá outra obra de contenção da encosta, que custará R$ 2 milhões oriundos da CID (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico). O projeto está em fase de licitação.

Sobre os problemas estruturais vividos pela corporação, ele explica que nada mais é que um reflexo da crise financeira vivida no Estado. Entre as principais dificuldades, está o déficit do efetivo e problemas com viaturas, além de uma grande margem de atuação. São 12 municípios dis-

tribiuídos em uma circunscrição de mais de 400 km. "Estamos atendendo toda essa área e prestamos apoio ainda a Tapera e Soledade. Imagina: estamos lá em Soledade atendendo um acidente, aí temos que atender uma ocorrência em Ijuí. O trajeto é longo", alerta o comandante.

ERS-480 receberá obras para aprimoramento da drenagem e do pavimento

Saída de pista deixa uma mulher ferida na BR-158 Agentes da Polícia Rodoviária Federal de Ijuí, unidade Cruz Alta, atenderam um acidente com lesões leves no início da tarde de ontem, altura de Pejuçara. Um veículo de Panambi, conduzido por uma mulher de 28 anos, teria saído da pista por motivos ainda desconhecidos. Por volta das 14h30, Samu e Corpo de Bombeiros foram

PLANTÃO

chamados na BR-158, km 175, quando uma Fiat Fiorino saiu da pista e colidiu em um barranco. A motorista, que sofreu lesões leves, foi levada até o Hospital de Cruz Alta onde foi medicada e, até o fechamento da edição, peramanecia internada. A pista foi interrompida em uma das vias e controladas pela unidade da PRF de Cruz Alta.

Tenente Jacson Adriano, à frente do POE desde 2013 Veículo ficou completamente destruído e o condutor não resistiu aos ferimentos

Acidente foi atendido nessa tarde, pela unidade de Cruz Alta da PRF Ijuí

cmyk

De 2013 até o momento, o Ministério da Integração Nacional destinou mais de 43 milhões para apoiar ações emergenciais no Rio Grande do Sul. Esses recursos foram destinados ao socorro e assistência da população afetada, restabelecimento de serviços essenciais e recuperação e reconstrução de áreas públicas danificadas. Para ter acesso aos recursos de reconstrução de áreas públicas danificadas por desastres naturais, a prefeitura ou o governo estadual precisam obter o reconhecimento federal de situação de emergência e apresentar um Plano de Trabalho e o Relatório de Diagnóstico, no prazo de até 90 dias após a ocorrência.

Comando da PRE Cruz Alta revelou o dado com espanto. Pedido é de conscientização

Colisão frontal mata mais um no Estado O motorista do carro que se envolveu em um acidente com um caminhão no começo da manhã de ontem em Santa Maria. Guilherme Gallina Pozzer, de 25 anos, chegou a ser internado no Hospital Universitário de Santa Maria (Husm), mas não resistiu aos ferimentos. Conforme o Batalhão Rodoviário da Brigada Militar, o Fiat Uno seguia na rodovia, no sentido Restinga Seca/ Santa Maria, quando teria invadido a pista contrária e colidido de frente contra o caminhão, que vinha no sentido oposto. Com a colisão, o caminhão e o carro saíram da pista. A frente do Uno ficou totalmente destruída. O jovem chegou a ser socorrido e levado para atendimento médico, mas não resistiu. O caso será investigado pela Polícia Civil, que já aguarda o laudo da PRE.

20

PELOTÃO DE OPERAÇÕES ESPECIAIS - O comando do 29º Batalhão da Polícia Militar (29 BPM) de Ijuí comunicou a troca no Pelotão de Operações Especiais. (POE). O tenente Jacson Adriano, a frente da unidade desde 2013, sai em nome da reserva remunerada. Em seu lugar assume o tenente Celso.


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

CIÊNCIAS HUMANAS

Professores são capacitados

africana e afro-brasileira na sala de aula, com o objetivo de capacitar os professores para a aplicação da Lei 10.639/2003. De acordo com os assessores da 36ª CRE, Anelise Carpenedo Walter e José Augusto Fiorin, a formação foi importante para discutir a necessidade de trabalhar e reconhecer a contribuição africana no Brasil, e repensar os conteúdos selecionados para diferentes concei- Professores da área das Ciências Humanas participam de formação tos sobre a cultura africana e a diversidade dos alunos CONVITE PARA MISSA EM MEMÓRIA que estão na escola. VILMAR A. COPETTI *22/06/1964 +01/10/2011 5° ANO DE FALECIMENTO AGRADECIMENTOS E CONVITE PARA

Na noite de quinta-feira, no auditório da sede acadêmica da Unijuí, a 36ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE), em parceria com Museu Antropológico Diretor Pestana (MADP) e a Secretaria Municipal de Educação (Smed), promoveram uma formação continuada da área das Ciências Humanas para os professores da rede estadual e municipal. Na oportunidade, a palestrante do evento, professora da rede pública estadual de Porto Alegre, Valeska Garbinatto, abordou História e cultura

CULTO EM MEMORIA

A falta aperta muito os nossos corações e as lágrimas caem sobre o nosso rosto, quando nos lembramos dos bons momentos vividos ao teu lado. Ficará em nossas memórias a pessoa maravilhosa que você foi. Sempre ajudando todas as pessoas e querendo ver todos bem. Só temos a te agradecer pelos ensinamentos, e com muito orgulho podemos dizer que você é um grande exemplo para nossas vidas. Não conseguimos entender porque isso aconteceu e porque partiu tão cedo. Mas sabemos que agora está junto do Senhor nosso Deus, e descansará eternamente. Só temos a te dizer um obrigado, e temos a certeza de que agora estará nos guiando de lá de cima. Agradecemos os Pastores Rodrigo e Cirlene, aos grupos da OASE da Paróquia em Linha 3 Oeste, em especial a OASE da Comunidade São Mateus, aos cantores Lauri e Elenir, a Funerária Lupatini, e aos demais familiares, aos queridos amigos e bons vizinhos que não mediram esforços em nos auxiliar e as demais pessoas que nos confortaram naqueles momentos difíceis. O esposo Bruno Lindner, mãe Ana Michalski, filhos Adilson, Vanise e Daiane, nora Rosecler, genros Mauro e Sidinei, sogros Frida e Rodolfo Lindner, netas Mariele, Andréia, Gabriele e Amanda, irmãos, sobrinhos e demais familiares e amigos convidam para o culto a ser realizado amanhã, dia 23 de outubro às 20h30 na Comunidade Evangélica São Mateus em Linha 2 Norte. Ijuí, 22 de outubro de 2016.

Homens também devem se prevenir O câncer de mama ainda é uma doença pouco conhecida entre a maioria do público masculino. Mas, apesar de ser mais rara entre eles, pode sim afetar os homens. Dados do Instituto Nacional do Câncer alertam que 60 mil novos casos de câncer de mama devam ser registrados este ano e, desse total, 1% das pessoas atingidas serão do sexo masculino. Por isso é importante ficar atento ao que acontece com o corpo. O câncer de mama masculino apresenta alguns sinais, como o surgimento de caroços na região do tórax e retração da mama. A Unimed está com uma

campanha bem legal em sua fanpage no Facebook. Por meio de um passo a passo, e do uso de ferramentas disponíveis na Web, a cooperativa incentiva as usuárias a realizarem o autoexame, que é uma das estratégias para detecção precoce do câncer de mama. A Unimed é mais uma das instituições que se engaja na campanha Outubro Rosa. A recomendação é que o exame das mamas pela própria mulher faça parte das ações de educação para a saúde que contemplem o conhecimento do próprio corpo. Para ver as dicas do autoexame, basta procurar pela Unimed na rede.

PARTICIPACAO DE FALECIMENTO E CONVITE PARA CULTO

INÊS IRENE LINDNER *03/01/1954 +06/10/2016

“Saudade lembrada, saudade sentida, saudade hoje e para o resto da vida, saudade eterna!” Querida Inês, hoje 16 dias em que você partiu para um lugar melhor.

21

NAYR C. COPETTI *03/08/1942 +22/10/2013 3° ANO DE FALECIMENTO Faz 5 anos e 3 anos que partiram. A saudade aperta ainda mais o nosso peito, cada objeto, cada cômodo se tornaram muito especiais, pois ali sentimos as suas presenças com mais intensidade por lembranças. Tristes pela enorme saudade. Agradecemos a Deus por ter nos dado a oportunidade de ter sido educados por vocês. Obrigado pelos ensinamentos, exemplos e pela alegria. Outrossim, convidam para missa de falecimento a ser realizada hoje, às 19 horas na Matriz Cristo Rei Assis brasil.

HILDEGART ILSE BRUDNA *28/12/1929 +08/09/2016

“Querida Mãe, quando você nasceu, todos sorriram só você chorou, viveste tua vida de modo que quando você partiu, todos nós choramos, mas só você sorriu.” Filhos Valdo (in memoriam), Vilson, Vilmar e Vali, genro, noras, netos e bisnetos e demais familiares convidam para culto em memoria a ser realizado amanhã às 9h na Igreja Evangélica Cristo Rei de Vila Mauá.

Ijuí, 22 de outubro de 2016.

Ijuí, 22 de outubro de 2016.

PARTICIPACAO DE FALECIMENTO E AGRADECIMENTO

CONVITE PARA MISSA E MEMÓRIA AO 13º ANO DE FALECIMENTO

CIRLEI ROSANE CARVALHO RAKOSKI *26/09/1965 +19/09/2016

JOÃO PEREIRA DA SILVA *10/01/1924 +19/10/2003

Deus olhou para a terra à procura de alguém que fosse especial, que soubesse amar e perdoar a todos, que estivesse sempre pronta para ajudar quem fosse necessário.

“Querido esposo, pai e avô. As saudades de ti aumentam cada dia mais, sabemos que a nossa passagem aqui na terra é tão rápida, mas o que nos consola é saber que estás no céu junto ao nosso

Então, ele não teve dúvida de que você era exatamente o que ele procurava e te chamou para fazer parte de sua região de anjos. E para nós que ficamos, resta-nos apenas dor e saudade, mas também a certeza de que estás do lado de Deus. Esposo, filho, nora, neta, mãe e irmãos ainda em luto agradecem a dedicação e carinhos dos médicos e enfermeiros do Hospital Unimed de Ijuí, os freis das paróquias São Geraldo e Cristo Rei, e demais familiares e amigos que os consolaram nos momentos de dor. Ijuí, 22 de outubro de 2016.

Pai Celestial. Que tua alma descanse em paz. O senhor estará sempre em nosso pensamentos e em nossos corações que são repletos de amor por ti” Disse-lhe Jesus: “Eu sou a ressurreição e a vida. Aquele que crê em mim, ainda que esteja morto viverá” Jo 11:25 Esposa Arlinda, filhos, genros, noras, netos e bisnetos, convidam parentes e amigos para missa a ser celebrada hoje, às 19h, na Matriz São Geraldo. Aos que comparecerem, a família agradece. Ijuí, 22 de outubro de 2016.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

CIDADANIA

Comunidade dá exemplo de solidariedade em Ijuí

Cerca de 70% do material necessário para construção da residência já foi doado pela comunidade

Um incêndio consumiu a residência de um idoso de 70 anos, na Rua Irineu Sartori, no bairro Luiz Fogliatto, há pouco mais de um mês. Além do idoso, viviam na casa seus dois filhos, um deles com problemas de saúde. Sensibilizados com a situação da família, que precisou ser alojada na sede do bairro, alguns vizinhos se engajaram em uma campanha solidária para arrecadação de materiais de construção ou dinheiro para reconstrução da residência. Edenir de Oliveira foi quem teve a iniciativa de mobilizar a comunidade local, que logo recebeu o apoio do presidente do bairro Vanderlei Rodrigues. O grupo trabalha em duas frentes,

alguns moradores fazem o trabalho da arrecadação dos materiais e outro grupo, sob a liderança do vice-presidente do bairro, Juarez Vieira, se reúne aos sábados para construir a nova residência. “Já ganhamos 70% do material, inclusive, gostaríamos de agradecer as pessoas que têm doado materiais e a mão de obra”, comemora Vanderlei. No entanto, ele conta que ainda faltam alguns materiais para a conclusão da residência, como duas janelas, madeira para fazer as tesouras, e uma porta. “Fiz uma visita à Defesa Civil e o Município disponibilizará uma parte das telhas, por meio do Cadastro Único, mas a coordenadora Sandra Martins já adiantou que não darão toda a

cobertura.” Para compra da outra parte das telhas, Edenir está organizando a venda de galeto, no próximo dia 30, na sede do Luis Fogliatto. Interessados em ajudar com doações de materiais, dinheiro, compra de fichas de galeto ou participar da construção da residência, podem entrar em contato com Edenir, pelo telefone 9159 0563. “Precisamos de material de construção, cimento para fazer o piso, areia. Esperamos que nos ajudem porque eu gostaria de rebocar, pelo menos, por dentro a casinha para esse senhor”, solicita a moradora, que busca na comunidade a ajuda para esta família que ficou em situação de vulnerabilidade.

Drogômetros ainda precisam de testes Promovida pelo Centro de Pesquisa em Álcool e Drogas (Cepad) do Hospital de Clínicas de Porto Alegre e Ufrgs, a 21ª Conferência do Conselho Internacional sobre Álcool, Drogas e Segurança no Trânsito (T2016) reuniu mais de 300 participantes de 35 países para compartilhar conhecimento sobre o combate ao uso de álcool e outras drogas na direção de veículos, fator internacionalmente reconhecido como preponderante na mortalidade e morbidade no trânsito. O Detran foi parceiro do Cepad durante a realização das blitze da Balada Segura, em que condutores que foram impedidos de seguir dirigindo por razões como alcoolemia, ou por não estarem portando documentos, foram convidados a participar da pesquisa, formada por

cmyk

uma entrevista prévia, um teste de screening e a coleta de fluido oral, para teste confirmatório. Participaram da pesquisa, 179 condutores dos 309 abordados (58%), sendo 89% do sexo masculino e 11% do feminino. Quanto aos veículos representados, 83% eram carros, 10% motocicletas e 7% ônibus, e quanto à frequência em que esses condutores dirigiam, 65% conduziam mais do que sete vezes por semana. O resultado positivo para drogas foi significativo: 33% para ao menos uma droga testada. Nove testes foram positivos para maconha, 14 para cocaína ou crack, cinco para anfetaminas, um para opióides, um para metanfetaminas, quatro para benzoadiazepínicos, um para oxicodona e quatro para diaze-

pam. A pesquisa procurou também mensurar as percepções subjetivas dos agentes de fiscalização, tendo como destaque a facilidade de preparação e análise das amostras, a confirmação dos sinais clínicos observados, o tempo empregado na análise e a facilidade de utilização no ambiente da rodovia ou rua. Para o diretor do Cepad, Flávio Pechensky,"ainda existe muita análise a ser feita no que se refere às confirmações laboratoriais para que os drogômetros testados possam ser utilizados em larga escala no nosso trânsito". O diretor-geral do Detran, Ildo Mário Szinvelski, considerou "uma honra colaborar. Estamos sempre à disposição para participar de iniciativas como a do Cepad".

22

Executivo e Vigilância Ambiental reúnem-se Está agendado para a próxima semana o Levantamento de Índice Rápido para o Aedes aegypti (Liraa). Para isso, os agentes comunitários de saúde já receberam treinamento para realizar a ação em conjunto com os agentes epidemiológicos. "A partir do mês de novembro, eles vão trabalhar efetivamente no combate ao mosquito e aos focos do Aedes aegypti, transmissor da Dengue, Zika e Chikungnya", explica o coordenador da Vigilância Ambiental, Rinaldo Pezzetta. Ele explica que os agentes de saúde, enquanto realizam seu trabalho de rotina, também eliminarão os focos. Com o objetivo de intensificar o trabalho antes da chegada do verão, Rinaldo conta que o caminhão da Vigilância passará pelos locais indicados pelos agentes, como de risco para a proliferação do mosquito. No início desta semana, o coordenador reuniu-se com o prefeito Fioravante Ballin, e com a secretária Municipal de Saúde (SMS), Márcia Boniatti, para alinhavar algumas ações, como a realização de um mutirão de limpeza em locais onde há de-

Rinaldo Pezzetta

pósitos irregulares de lixos. "Já estamos preocupados. O inverno nos ajudou, mas o tempo teve seca e agora com as chuvaradas, os materiais jogados a céu aberto estão cheios de água e podem ser criadouros do mosquito. Tenho certeza de que a partir de agora os índices de infestação começarão a aumentar, então precisamos agir rapidamente, não apenas nós, mas a população também precisa fazer a limpeza", alerta Rinaldo.

Caminhada celebra datas especiais no Município Hoje, a partir das 9h, o Grupo Maturidade Ativa do Sesc realiza a Tradicional Caminhada alusiva ao Mês do Idoso. A atividade também marca o Outubro Rosa, campanha mundial contra o Câncer de Mama. O Dia Internacional do Idoso, 1° de outubro, foi instituído em 1991 pela Organização das Nações Unidas. No Brasil, a data é a mesma, conforme a Lei nº 11.443, de 28 de dezembro de

2006. Esta data é marcada pela conquista do Estatuto do Idoso, instituído em 2003, documento que regulamenta os direitos da pessoa idosa com objetivo de fortalecer esta crescente parcela da população, garantindo assim o seu pleno exercício da cidadania. Além da caminhada as entidades parceiras farão divulgação de trabalhos, todos relacionados ao Mês do Idoso e o Outubro Rosa.

Entidade comemora 39 anos de atuação em Ijuí Amanhã, o Pronaos Rosacruz Ijuí, juntamente com o Pronaos Rosacruz Cruz Alta e o Capítulo Santo Ângelo celebram seus aniversários, com a participação de rosacruzes de toda a região. O Pronaos Rosacruz Ijuí está comemorando 39 anos e no próximo ano, por ocasião do aniversário será elevado a Capítulo, com a presença do grande mestre da jurisdição de língua portuguesa, Frater Helio de Moraes e Marques, que reside em Curitiba, onde está sediada a Grande Loja da Jurisdição de Língua Portuguesa. A programação de aniversário inicia-se cedo, a partir das 9h,

com a convocação ritualística destinada aos membros afiliados, e seguirá com painel interativo conduzido por painelistas de Ijuí e Santo Ângelo. Esta atividade é aberta ao público e coordenada por um membro do Pronaos Cruz Alta. Depois, acontece o almoço por adesão e atividades de congraçamento. O Pronaos Rosacruz Ijuí – Antiga e Mística Ordem Rosacruz (Amorc) se situa na Rua João Wickroswski, 577, no bairro Jardim. Suas atividades são abertas ao público. Nas quartas-feiras, às 20h é restrita aos membros, nas quintas-feiras para as crianças e aos sábados para os adultos.


Jornal da Manhã

Sábado e domingo, 22 e 23 de outubro de 2016

23

Memória JM CARA OU COROA

Notícias de outubro de 1981

Armindo Pydd

SOBRE A PEC 241 1-Desde 1997 as despesas públicas no Brasil crescem 6% acima da inflação. Nos últimos anos (Dilma) a dívida pública atingiu 70% do PIB e logo chegará a 100%. Resultado disto, 12 milhões de desempregados, recessão, inflação. Os caminhos que se apresentavam para o governo era continuar na mesma politica e levar o país ao colapso onde nem salários nem aposentadorias poderiam ser pagos ou estancar esta sangria de gastos.

Museu Antropológico inaugura segundo módulo O Museu Antropológico Diretor Pestana viveu dois dias significativos no decorrer de um pouco mais de uma semana. No dia 11, abertura da 1ª Expo-Ijuí, houve a inauguração de seu segundo módulo, em ato que contou com a presença do vice-governador do Estado, Octávio Germano, prefeito Wilson

Mânica, deputados Emídio Perondi e Rubi Diehl, Adair Casarin, rainha, princesas e integrantes da comissão central da Expo-Ijuí. Nas visitas que a direção da Fidene realizou até agora a 24 municípios, relatou que 19 desses esperam que Ijuí trabalhe como um Pólo Regional.

**A proposta é um Novo Regime Fiscal que propõe que a partir de 2017 as despesas primárias da União fiquem limitadas ao que foi gasto no ano anterior corrigido pela inflação. A medida fixa para os três poderes além do Ministério Publico da União e da Defensoria Publica da União um limite anual de despesas. Para 2017 o INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) que é a desvalorização do dinheiro, será de 7,2%. **Para a Saúde haverá um diferencial, pois já em 2017 haverá um percentual da Receita Corrente da União (RCL) de 15% ao invés dos 13,2 previstos pela PEC 86. Com a mudança, os recursos para a saúde que seriam de 103 bilhões para 2017 vão aumentar para 113 bilhões. **O Fundeb é o recurso principal federal para Estados e Municípios e não será mudado. Também o FIES e o Prouni não serão afetados. O piso da educação ficará em 18% da receita de impostos da união e poderá aumentar. **A PEC 241 não atinge Estados e Municípios. Seu sucesso depende da recuperação da economia e do emprego. E tudo está ligado a estabilidade política. E aí poderá estar o calcanhar de Aquiles. **Com Eduardo Cunha temos agora o segundo maior Malvado Favorito do país preso. O outro foi o deputado Roberto Jefferson que denunciou o Mensalão e derrubou o todo poderoso José Dirceu. Agora Cunha, que derrubou uma presidente, segue o caminho. Qual será o próximo? **A invasão de fazendas e órgãos públicos já é rotina no país. Agora vem a nova onda de invasões de escolas por estudantes. O que mais falta?

Autoridades locais e do Estado estiveram presentes na inauguração

1ª Expo-Ijuí foi um dos acontecimentos mais importantes "Ao todo, conforme as opiniões que recolhemos, a 1ª Expo-Ijuí foi o acontecimento mais importante na indústria e no comércio locais nos últimos anos", afirma o professor Adair Casarin, presidente da 1ª Exposição Feira Industrial e Comercial de Ijuí. A feira foi realizada de 11 a 19 deste mês, no Parque Regional de Feiras e Exposições Assis Brasil e que superou todas as expectativas. A exposição foi resultado de um seminário de debates promovido pela ACI.

Aproximadamente 45 mil pessoas visitaram a feira

**Acre e outros Estados que fazem fronteira com a Venezuela estão sendo invadidos por levas de venezuelanos à procura de comida e sobrevivência. Instalou-se o medo naquela região. **Expo-Ijuí/Fenadi foi sucesso em todos os eventos que eram qualificados. O público poderia ser maior. Mas a crise … **A crueldade do mundo da política agora se mostra em Porto Alegre. A morte de um dirigente se encaminha para exploração de cadáver. Objetivo, culpar o adversário. E com isto ganhar votos. **Politica, religião e futebol não deveriam ser motivo para perder amigos.

CONCURSOS Hospital de Clínicas de Porto Alegre O Hospital de Clínicas de Porto Alegre (HCPA), no Rio Grande do Sul, tornou público o aviso nº 5/2016, comunicando a abertura de editais para realização de processos seletivos, que visam à

contratação de profissionais diversos. Os certames serão realizados em parceria com a FAURGS e compõem-se dos editais nº 55 ao 69/2016. As inscrições podem ser feitas no período de 3 de outubro a 1º de novembro de 2016 no www.portalfaurgs.ufrgs.br ou nos computadores da FAURGS - Avenida Bento Gonçalves, nº 9500, prédio 43.609, Campus do Vale da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, bairro Agronomia, Porto Alegre. Universidade Federal do Rio Grande do Sul A Universidade Federal do Rio Grande

A coleção completa do JM está disponível para pesquisa no Museu Antropológico Diretor Pestana

Construção - No dia 19 aconteceu o ato de lançamento da sapata fundamental do quarto prédio do Câmpus da Fidene, que será construído pela comunidade de Ijuí. Coube a Bertholdo Deckert, nascido em 1914, na Ucrânia, proceder ao lançamento, uma vez que realizou a mais elevada doação na campanha. O prefeito Wilson Mânica salientou na ocasião que o projeto Unijuí merece todo o apoio da comunidade, que já deu mostras de sua pujança ao realizar a Expo-Ijuí. Escola - O secretário Alberto Hoffmann, do Interior, Desenvolvimento Regional e Obras Públicas, juntamente com o prefeito Wilson Mânica e vice-prefeito Olivar Scherer realizou visita às instalações da Escola Estadual de 2º Grau 25 de Julho. O deputado assinou na ocasião a autorização para abertura de licitação para a completa reforma do prédio da escola, que será custeada pelo Estado. Doação - As integrantes da Casa da Amizade fizeram a entrega de 317 quilos de gêneros alimentícios para seis escolas dos bairros locais. Essas doações, que são feitas mensalmente, se destinam para a merenda escolar e estão beneficiando os alunos carentes de escolas do município.

do Sul (UFRGS) lançou retificação ao edital nº 16/2016 de concurso público para ocupação de 10 vagas imediatas no cargo de Professor na carreira de Magistério de Ensino Básico, Técnico e Tecnológico. Uma das mudanças diz respeito ao novo prazo de inscrição, que passou a ser de 12 a 26 de dezembro de 2016. Os candidatos serão selecionados através de prova objetiva, prova escrita, prova didática, exame de títulos e trabalhos, defesa da produção intelectual. O salário dos aprovados contratados irá depender da titulação e da jornada de trabalho, podendo chegar até R$ 9.114, 67.

cmyk


www.jmijui.com.br

EDUCAÇÃO NO TRÂNSITO

ATITUDES QUE MUDAM

Para os alunos da Escola Infantil Independência, o fim de semana foi diferente. As crianças tiveram uma tarde de orientações sobre o trânsito | 7

Voluntários reúnem-se todos os sábados para construir residência para família que perdeu tudo em incêndio. | 22

Som alto será sinônimo de multa Resolução é do Contran e deverá punir condutores que extrapolarem no volume do som. Multa será de quase R$ 200. | 18

MISTÉRIOS PARA O GRE-NAL

DOUTORES DO RISO

Técnicos Renato e Celso Roth ainda não definiram seus times | 17

Estado não cumpre com acordo, mas atendimento a pacientes é garantido | 8

EDITORIAL | 6 O Estado não tem cumprido com seu acordo com as instituições de Saúde. Tem deixado um pequeno montante dos repasses para trás.

cmyk

Sitepaginas  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you