Page 1

WWW.JMIJUI.COM.BR

Ijuí, Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Ano 43 - Nº 391

STF aceita denúncia e Renan vira réu pela 1ª vez

R$ 3,00

Fecomércio vai propor ao governo fim do piso regional Presidente defende medida em função da crise. | 3

Contratação de novos servidores na saúde é reivindicação Comus pedirá ao novo prefeito que resolva demanda. | 5

Combate à Dengue é reforçado na cidade Senador, que recebeu Moro ontem no plenário, é acusado de pagar pensão com dinheiro ilícito | 9

Ações acontecem em todo o País no Dia D de Combate. | 4

Desemprego atinge os planos de saúde Demissões no setor metal-mecânico são principal motivo de redução na carteira na região de Ijuí. | 5

Seminário debate ação da Emater na região

Região sofre com déficit no policiamento

Técnicos e extensionistas estiveram em Ijuí ontem. | 4

Ocorrência em Coronel Barros escancarou fragilidade. | 11

NOITE ARTÍSTICA Alunos dos Anos Iniciais da Educação Infantil do Ruizinho encerraram ano letivo | 7

cmyk


RADAR

CoNGrEsso - O 4º Congresso Internacional de Saúde já faz parte da agenda oficial da Unijuí para 2017. O avento, promovido pelo Departamento de Ciências da Vida(DCVida) deve acontecer de 16 a 19 de maio do próximo ano, com o tema Perspectivas, Tendências e Desafios. Sob a coordenação da professora doutora Eliane Roseli Winkelmann, tem por objetivo oportunizar um espaço de discussão sobre inovação em saúde. Discute de forma interdisciplinar os aspectos relacionados às perspectivas, às tendências e aos desafios, por meio da difusão do conhecimento das tecnologias e inovações, cuja aplicação resulta em melhorias na saúde da população. CoNTraN - O Comitê Executivo do Conselho Nacional do Trânsito (Contran) decidiu suspender a exigência de dispositivo de segurança para o transporte de crianças com até 7 anos e meio em veículos escolares antigos. De acordo com o texto, a decisão levou em conta dificuldades técnicas, econômicas e sociais para a adaptação dos veículos em circulação ao uso da cadeirinha e a baixa oferta no mercado de dispositivos de retenção apropriados para veículos escolares dotados de cintos de segurança do tipo sub-abdominal (cinto de dois pontos). NaTal ViDa - O Natal Vida 2016 terá início no domingo, dia 11, com intensa programação no município de Ijuí. As atrações começam na Praça da República, com chegada do Papai Noel e Espetáculo Varieté, e seguem com Espetáculos Natalinos, Shows Musicais, Desfile de Moda, Mostra de Educação Musical, Roda de Capoeira, Palco Sesc Nativista, Show Pirotécnico, entre outras. A programação permanente inclui Casa do Papai Noel, Festival de cachorro quente, Festival de Sorvete, Feira do Artesanato e Feira de Natal das Agroindústrias.

INDICADORES Poupança 2.12.2016 .......................0,6569 % Ouro 1.12.2016....................... R$ 129,50 (gr) Dolar Comercial (compra) ............ R$ 3,4663 Dolar Comercial (venda) ............. R$ 3,4669 Dolar turismo (compra) ............... R$ 3,4000 Dolar turismo (venda) .................. R$ 3,6000 Euro (compra) .............................. R$ 3,6894 Euro (venda) ................................. R$ 3,6994 IPC/FIPE Out/2016 ................................0,27% IGPM Out/2016 .....................................0,16% IPCA Out/2016 ......................................0,26% IGP-M out/16 ........................................0,16% IGP-DI out/2016 ....................................0,13% ICV-Dieese out/16.................................0,37%

cmyk

LOTERIAS

A semana foi marcada por protestos nos diferentes setores, tanto em âmbito federal e estadual quanto municipal. Na manhã de quarta-feira, durante apresentação da LDO, na Câmara de Vereadores, integrantes do Sindicato dos Municipários aproveitaram para realizar um protesto pacífico na Casa do Povo.

NÚMEROS EXTRA-OFICIAIS

1º - 3.752 2º - 3.274 3º - 2.808

ENTRE ASPAS

4º - 4.532

"O plenário aprovou uma série de mudanças no pacote de medidas contra corrupção. O objetivo inicial, completamente desfigurado, era combater a impunidade, mas isso não vai acontecer, porque as principais ferramentas foram afastadas." disse o deputado federal, relator da matéria, Onyx Lorenzoni (DEM).

5º - 9.181

QUINA

, O Judiciário brasileiro vem cumprindo o seu papel. Já se cassaram magistrados em tempos mais tristes. Pode-se tentar calar o juiz, mas nunca se conseguiu, nem se conseguirá, calar a Justiça", afirmou em nota a presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Conselho Nacional de Justiça, ministra Cármen Lúcia. "Um sumário honesto da votação das 10 Medidas, na Câmara dos Deputados, deverá registrar que o que havia de melhor no projeto foi excluído e medidas claramente retaliatórias foram incluídas", criticou o procuradorgeral da República, Rodrigo Janot. "Nós continuaremos em turbulência. Isso só vai acabar no dia em que o Brasil tiver um presidente legitimo pela soberania popular", disse o exministro do STF, Joaquim Barbosa, sobre o enfraquecimento da presidência.

CONCURSO nº

Getúlio

4247

18 26 58 64 66 MEGA SENA CONCURSO nº

1881

03 10 30 44 53 56

PREVISÃO DO TEMPO Fonte: Climatempo

juNTa miliTar - A Junta do Serviço Militar de Ijuí informa que a partir de janeiro de 2017 a inscrição do recrutamento de serviço militar será feita por meio de Sistema Eletrônico. O cidadão poderá se inscrever em qualquer local com acesso à computador e conexão à internet. Por meio da proposta, o Poder Executivo de Ijuí irá fornecer a infraestrutura necessária na junta militar do município, para que a inscrição também possa ser efetuada no local. Cras - Ao contrário do que foi divulgado na matéria sobre o encerramento das atividades do Cras, publicada na página quatro da edição de ontem, o orçamento da instituição está vinculado à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (SMDS).

2

OLHO DA RUA

Resultados de quarta

salários - Após o primeiro depósito de até R$ 2.150 nas contas dos servidores, na última quarta-feira, a próxima parcela será de, no mínimo, R$ 350, ainda sem data confirmada. Isso vai depender dos valores que entrarem no Caixa Único do Estado ou que sobrarem do limite dos depósitos judiciais. O valor de R$ 350 é o mínimo a ser pago, já que a folha salarial foi rodada e prevê esse montante. Por isso, a Fazenda aguarda até juntar R$ 55 milhões para honrar a quantia a cada trabalhador.

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

18 26 58 64 66


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

SALÁRIO MÍNIMO REGIONAL

Fecomércio defende extinção do piso O presidente da Fecomércio Luis Carlos Bohn confirmou que já foram iniciadas as tratativas com relação ao piso regional. “As centrais já conversaram com o secretário de Trabalho, mas ainda não houve um encontro com o governador, que é quem vai decidir isso”, adiantou confirmando que a Fiergs e a Fecomércio aguardam que a audiência seja marcada. Bohn defende que o adequado para esse momento difícil da economia e diante da dificuldade de absorver tantos trabalhadores que ainda estão desempregados é que a negociação seja facilitada. "O desemprego preocupa muito os empresários, porque precisamos que eles voltem a ter salários e voltem a comprar. Não se vê um movimento de que que se está reivindicando por reivindicar, o que se vê é que propomos uma negociação e que o governador compreenda que é um momento difícil e que a gente terá muita dificuldade para absorver toda essa mão de obra, seja indústria ou comércio", disse citando como alarmante o atual dado que aponta que o desemprego chega a 12 milhões de pessoas, 12% da população economicamente ativa. O presidente destaca ainda que a classe empresarial avalia

que não há mais a necessidade de se manter o piso regional. "Na verdade nós, há muito tempo, lutamos pela extinção do piso regional, entendemos que ele não tem mais sentido, ele foi criado numa época em que o governo federal, não podendo aumentar o salário mínimo, deu aos Estados que se entendessem mais ricos e com melhores condições de poder fazer o seu salário, que é o piso regional e esse é um cenário que hoje não mais existe como lá em 200", explica enfatizando que o RS está longe de se dizer que é o Estado mais rico com todas essas condições financeiras que se encontra o Estado e as próprias empresas. Mas em termos de negociação, a Fecomércio defende outras duas hipóteses. "Por nós o piso seria extinto, mas se não fosse extinto, nesse momento, uma segunda hipótese seria dar um reajuste zero como o governo deu para os seus servidores, já que é ele que vai dar a caneta para nós pagarmos e ele não pagou mais que 0%", considera informando que os 3% que estão previstos de aumento do Estado é pelo aumento vegetativo da folha e não aumento de salários. "A não ser aquelas categorias que já tinham previsão de aumento

Luis Carlos Bohn

concedido pelo governo anterior". Já a terceira hipótese que seria razoável e tem sido reivindicada inclusive pelas classes centrais de trabalhadores é a de se fazer a regra do salário mínimo nacional, que é o INPC projetado para fevereiro, mais o PIB de dois anos atrás. "Estamos ainda aguardando e não há entendimento concreto com o Estado porque a lei tem que ser de origem do Executivo, mas estamos aqui alinhados nestas condições", conclui o presidente.

Ambulantes devem cumprir a lei Em uma reunião realizada ontem, o Executivo definiu que será intensificada a fiscalização dos vendedores ambulantes, em vias públicas. A medida se dá em função de que todos façam o pagamento da taxa. Quem se recusar a realizar o pagamento da taxa estará sujeito ter suas mercadorias apreendidas até cumprimento da lei. Segundo o fiscal tributário da Secretaria da Fazenda de Ijuí, Inácio Schneider, todos os vendedores ambulantes serão notificados e terão que pagar a taxa no dia. “Quem não fizer isso, corre sério risco de ter a mercadoria apreendida e para isso foi determinado também um depósito aqui na prefeitura. Será feito isso mediante a Brigada Militar”, disse. Os vendedores ambulantes ainda podem continuar a efetuar as vendas domiciliares, desde que façam o devido licenciamento para isso, pagamento da taxa de licença. A taxa de licença para com veículo é de R$ 91,32 e R$ 63,00.

Fiscalização é intensificada para que vendedores ambulantes cumpram a lei

“Esse pagamento poderá ser feito por um período maior se alguém quiser uma taxa para um período de mês, temos uma taxa de licença para isso". A partir de amanhã a fiscalização estará na rua e vai intensificar esse trabalho, finaliza. Esta é uma reivindicação

antiga do Sindilojas, entidade que representa os empresários do município. A expectativa é de que, com a fiscalização, os ambulantes busquem se adequar, e não vendam seus produtos de forma ilegal, ato que prejudica os comerciantes da cidade.

3

Coordenadoria alerta para protestos de tributos O coordenador de Cadastros e Tributos de Ijuí Airton de Moura alertou, em entrevista ao Grupo JM, quanto ao prazo para que contribuintes que têm dívida ativa façam a negociação de seus tributos para que não sejam encaminhados para protesto. “A partir de agora estamos encaminhando os débitos para cobrança em cartório, então se o contribuinte não quitar ou parcelar o seu débito, ele fica passível de que seu nome seja incluso no SPC, o que gera como consequência restrição na concessão de crédito com a negativação do nome”. Airton esclarece que a Coordenadoria está encaminhando ainda os débitos de anos anteriores. Já os de 2016 ainda há mais prazo para negociação. “Vamos começar a encaminhar gradativamente”. O coordenador esclarece que os contribuintes devem procurar a prefeitura para encontrar uma negociação e evitar transtornos. “Com o protesto, qualquer consulta, seja de loja ou de estabelecimentos bancários estará restrita com o nome negativado”. Quanto às negociações, Airton explica que a parcela mínima deve ficar no valor de R$ 50. “Dependendo da situação do débito, é preciso dar 10% de entrada ou 20% no caso de débitos que já estão ajuizados”, afirma destacando que se ainda não houve nenhum parcelamento, a negociação é mais favorável. “Já nos casos de reparcelamento, aí

Airton de Moura

a entrada é um pouco maior”. A estimativa é de que os débitos em atraso sejam calculados em torno de R$ 7 a R$ 8 milhões que o município tem a receber. “É um valor expressivo, daria quase uma folha de pagamento que são valores que poderiam ser aplicados em outra área que está fazendo falta. São créditos que o município tem e precisa receber, inclusive porque há essa cobrança pelo próprio Tribunal de Contas quando faz suas auditorias”, comenta o coordenador informando ainda que em caso de protesto, o contribuinte precisa pagar as custas do processo e depois buscar a negociação junto à prefeitura.

Minha Casa, Minha Vida flexibiliza regras O Ministério das Cidades flexibilizou as regras do Programa Minha Casa, Minha Vida para pequenos construtores. Atendendo a uma reivindicação do setor, o ministro Bruno Araújo assinou portaria que aumenta o prazo de inscrição das empresas no Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) e retira a exigência de construção apenas em áreas pavimentadas. A portaria altera as regras estabelecidas pelas portarias 160 e 539, publicadas em maio deste ano e que geraram forte reação dos construtores. Os empresários alegam que o prazo estabelecido para realizar a adequação como pessoa jurídica não era suficiente. A nova portaria estende o prazo para o final de 2018. Outra queixa era com relação à exigência de que o empreendimento deveria ser construído em área pavimentada. Junto com energia elétrica, esgoto e abastecimento de água, o asfalto estava entre os itens de infraestrutura

básica necessários na área da obra a ser financiada pelo programa. Para os construtores, essa norma traria prejuízos econômicos, pois há muitos imóveis que já foram construídos antes da vigência da regra e não poderiam ser comercializados. “Os pequenos construtores correspondem quase 30% do programa, um percentual muito alto. Em um momento em que o país precisa de grande atenção para enfrentar a recessão e desemprego, eles são fundamentais”, defendeu o ministro Bruno Araújo. Sobre a preocupação com a perda de qualidade dos imóveis construídos, já que o mutuário pode receber imóvel em área não asfaltada, Araújo disse que o asfalto não é responsabilidade das empresas e sim do poder público. As novas regras incluem ainda mudança no conceito de empreendimento. Pelo novo texto, obras de uma ou duas unidades habitacionais podem ser consideradas como um empreendimento.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

DIA DE COMBATE

Cresce o número de homens com Aids O Serviço de Atendimento Especializado (SAE) de Ijuí, promoveu, no final da tarde de ontem, uma atividade especial alusiva ao Dia Mundial de Combate ao HIV/ Aids, em frente à biblioteca do Câmpus da Unijuí. Professores, alunos e comunidade em geral participaram de uma roda de conversa e mateada com profissionais da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Levantamento do Ministério da Saúde aponta que o número de casos de Aids tem aumentado entre os homens no Brasil. Em 2006, a razão era de 1 caso em mulher para cada 1,2 caso em homens enquanto que, em 2015, o cenário passou a ser de 1 caso em mulher para cada 3 casos em homens. Os dados são do Boletim Epidemiológico de HIV e Aids de 2016, divulgado na quarta-feira, . De acordo com o novo boletim epidemiológico, 827 mil pessoas vivem com HIV/Aids no Brasil. A epidemia no Brasil está estabilizada, com cerca de 41,1 mil casos novos ao ano. Os casos de Aids em mulheres apresentam queda em todas as faixas etárias, sobretudo entre as que têm de 25 a 29 anos. Em 2005, eram 32 casos para cada 100 mil habitantes. Em 2015, esse número chegou a 16 casos por 100 mil

cmyk

Seminário de integração debate ações da Emater A regional de Ijuí da EmaterRS/Ascar reuniu ontem, em um seminário, técnicos, extensionistas e dirigentes da entidade para apresentar um resumo de ações do ano nos 46 municípios de atuação do escritório local. O presidente estadual da Emater, Clair Khun, esteve presente no evento, e explicou que o objetivo da iniciativa é debater as ações de cada regional, com suas especificidades e necessidades. "São 12 regiões em todo o Estado, e todas elas estão realizando esse seminário. Aqui em Ijuí, nós tivemos a oportunidade de ouvir da gerência local um resumo do trabalho realizado. Claro que os sistemas eletrônicos nos dão um panorama dos projetos e programas, mas vir até a região e conhecer de perto as ações realizadas em cada município aproxima a gente da realidade", afirma Khun.

A ideia também tem caráter deliberativo, já que, segundo o presidente da Emater, é necessário conhecer as peculiaridades de cada região para determinar políticas a serem executadas. "Nossa intenção é ouvir o que o agricultor quer, e fazemos isso através do técnico que trabalha na propriedade". Dentro disso, a manhã de ontem foi dedicada à apresentação das ações, enquanto o turno da tarde foi reservado para reportar as demandas dos agricultores locais. "Agora levamos isso para Porto Alegre, para analisarmos o que pode ser implementado, tendo em vista a necessidade de cada região e levando em conta questões orçamentárias, também considerando questões geográficas. Então conseguimos montar um plano de governo da Emater para otimizar recursos", disse.

SAE promoveu uma roda de conversa sobre a Aids, na tarde de ontem, na Unijuí

habitantes. Já entre jovens do sexo masculino, houve um incremento de casos em todas as faixas etárias. Dos 20 aos 24 anos, por exemplo, a taxa de detecção subiu de 16,2 casos para cada 100 mil habitantes, em 2005, para 33,1 casos em 2015. A taxa de detecção de Aids em menores de cinco anos caiu 36% nos últimos seis anos, passando de 3,9 casos por 100 mil habitantes, em 2010, para 2,5 casos por 100 mil habitantes, em 2015. A taxa em

crianças dessa faixa etária é usada como indicador para monitoramento da chamada transmissão vertical do HIV. Os números mostram que jovens de 18 a 24 anos permanecem como o grupo mais vulnerável à Aids no país. Apesar de o diagnóstico tardio ser menor nessa faixa etária, entre os que são soropositivos, 74% buscaram algum serviço de saúde, apenas 57% estão em tratamento e 47% tiveram carga viral suprimida.

Ijuí fará Mês de Combate à Dengue O Ministério da Saúde encaminhou a todos os órgãos epidemiológicos do País uma convocação para realização do Dia D de Combate à Dengue, hoje. Atendendo ao chamamento feito pelo governo federal, ainda na última terça-feira, a Vigilância Epidemiológica de Ijuí organizou uma atividade inovadora para este dia. “Nós já estamos desenvolvendo um mutirão de limpeza, porque achamos que tem mais efetividade eliminar os criadouros do que panfletar, então o nosso Dia D de Combate se transformará no Mês de Combate ao Aedes aegypti”, conta o titular da pasta, Rinaldo Pezzeta. Na manhã de hoje, Pezzeta, acompanhado da secretária Municipal de Saúde (SMS), Márcia Boniatti, e da titular da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde (CRS), Silvia Ceccato, divulgam na imprensa os números relacionados à Dengue no Município. Em virtude do índice de infestação predial em

4

Ijuí, que atualmente chega a 1%, o Núcleo de Vigilância Ambiental mantém o alerta para que a comunidade siga com a limpeza nas suas próprias casas e pátios, e facilite a visita dos agentes comunitários de Saúde. O coordenador descarta a realização de panfletagem hoje. “Organizar o Dia D de Combate à Dengue em dois dias fica difícil, então vamos continuar recolhendo material porque entendemos que há mais necessidade do que a panfletagem”, afirma Pezzeta. A mobilização nacional consiste em ações integradas e simultâneas, desenvolvidas em articulação com prefeituras, governos estaduais e população. Ministros de Estado, militares das Forças Armadas, agentes de saúde e de defesa civil, além de outras autoridades, visitarão residências, escolas, órgãos públicos, canteiros de obras e outros locais para conscientizar a população sobre a importância

Evento reuniu técnicos e extensionistas para apresentação de ações e demandas

Cisa inaugura nova estrutura no município Foi inaugurada na noite de ontem, a nova sede do Consórcio Intermunicipal de Saúde (Cisa), em Ijuí. O ato oficial foi realizado pela coordenadora do serviço, Elizabeth Rolim, e acompanhada pelos prefeitos dos municípios que integram o consórcio. Antes disso, foi realizada a primeira assembleia geral para aprovação do orçamento de

2017. Ao todo são 40 municípios com participação integral e direito de voto, e mais 70 município habilitados para realizar aquisição de medicamentos. Como teve aumento na adesão de prefeituras ao Cisa em busca de consultas e exames especializados, Elizabeth conta que foi necessária a ampliação da estrutura em três pisos com mezanino para os medicamentos.

Rinaldo Pezzeta

do engajamento de todos na luta contra o Aedes aegypti. A ideia da mobilização é que todas as sextas-feiras sejam dedicadas para verificação de possíveis focos do mosquito incentivando outras empresas, associações e a própria população para que cada um faça a sua parte.

Inauguração da nova estrutura do Cisa ocorreu na noite de ontem


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

5

PLANOS DE SAÚDE

Desemprego faz 2016 difícil para o setor No início deste ano, o cenário projetado para o setor dos planos de saúde já não era promissor. Em entrevista ao Grupo JM, o presidente da cooperativa médica Leandro Oss Zambon fez um balanço de 2015 e projetou o ano em curso. Segundo ele, os planos de saúde não passaram ilesos à crise financeira iniciada em 2015, e acentuada em 2016, mas o balanço final foi positivo em função do planejamento estratégico, que permitiu à Unimed realizar, desde investimentos no hospital, como também parcerias com hospitais da região, mantendo a qualidade no atendimento e alcançando os objetivos traçados. Já em relação a 2016, o presidente da Unimed ressalta que tem a expectativa de um ano difícil. Chegando ao final de 2016, o cenário se confirmou. Os planos de saúde sofreram um duro golpe em âmbito nacional e local, reflexo, principalmente, do desemprego. Entre setembro de 2015 e setembro de 2016, os planos de saúde registraram queda de 3,1% no número de usuários, o que representou a perda de 1,5 milhão de beneficiários no País. “De fato, essa realidade que faz parte do cenário nacional de queda no número de usuários de planos de saúde também tem reflexo em nossa região. Isso se dá, principalmente, em relação às demissões que as empresas, especial do setor metal-mecânico, tiveram na nossa região, e essas empresas que mantêm convênio com a Unimed então reduzindo seu quadro de colaboradores, reduziram

também os usuários que utilizam do Plano Unimed”, avaliou, ontem, Leandro, em entrevista ao Grupo JM. “Na realidade, no ano de 2016, percebemos uma queda na casa de 2% de nossa carteira, no entanto, isso acabou não refletindo redução no faturamento da empresa em função de diversos fatores, como o maior uso do hospital e também os reajustes realizados fizeram com que não houvesse reflexo na questão faturamento, mas em número de usuários nós também percebemos essa redução, não tão expressiva, mas ocorreu”. Para a presidente da FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes, o resultado pode ser explicado pela deterioração do mercado de trabalho e a queda do rendimento das famílias. Os beneficiários desempregados deixam de contar com os planos pagos pelas empresas e, com isso, verifica-se a redução na aquisição de planos empresariais e próprios. Nos últimos meses percebemos uma estabilização, não está mais ocorrendo uma redução progressiva. A presidente da FenaSaúde apontou que o setor estima um decréscimo de 1% no próximo ano, em um universo de 70 milhões de usuários de planos de saúde no País. “Ainda é cedo, mas acho que se conseguirmos estabilizar nas taxas de 2016 será um avanço. Se a gente conseguir interromper essa tendência de queda será positivo”, completou. A mesma projeção é esperada pelo pre-

sidente da Unimed Noroeste/RS. Segundo Leandro, o setor tem vivido uma estabilização nos últimos meses e a tendência é manter-se assim durante o primeiro semestre de 2017, até alcançar a recuperação no segundo semestre. “Estamos prevendo um aumento expressivo no número de usuários. Para o segundo semestre, a perspectiva é um pouco melhor, de expandir a carteira e recuperar esses usuários perdidos. A Unimed tem buscado alternativas nesse sentido, principalmente focada em planos para microempresas e planos familiares, tendo uma grande aceitação. Investindo no diferencial em planos que se ajustem mais às possibilidades da população, um exemplo disso é o plano ambulatorial que tem um custo inferior ao plano global, porém não envolve internação, mas que acaba, em situação até transitória, sendo uma alternativa para a população. Com o alto índice de desemprego e a descapitalização que vemos nas empresas e no mercado se torna uma alternativa”, afirma. De acordo com Solange, a recuperação da situação econômica do Brasil é determinante para a melhora do mercado. O presidente da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), José Carlos de Souza Abrahão, disse durante o fórum que beneficiários, provedores, prestadoras e governo precisam trabalhar para garantir a sobrevivência do sistema. “Precisamos agir enquanto ainda dá tempo. Temos que ter o compromisso de implementar mudan-

HCI atrai atenção de alunos da região

Modernização tecnológica do hospital foi apresentada a alunos de cursos da saúde

A posição do Hospital de Caridade de Ijuí (HCI) como referência regional tem habilitado a instituição para receber serviços de alta complexidade, destaque para a oncologia e cardiologia. A diretoria do HCI sempre buscou parcerias importantes para conseguir atingir objetivos bem claros da instituição, em cima de um planejamento estratégico organizado. A ideia é oferecer novas tecnologias e serviços que os demais hospitais não possuam, evitando assim uma competição desnecessária e reforçando a condição de hospital macrorregional. A modernização tecnológica tem chamado a atenção de escolas e alunos de cursos técnicos de toda a macrorregião. Uma delas é a Escola SEG de Santiago, que veio

com alunos do curso técnico de radiologia, para conhecer o setor de imagenologia(HCI Imagem). A turma de visitantes foi recepcionada pelas encarregadas do serviço de imagem, Rafaela Brittes de Lima da parte administrativa e Fabiana Dobler de Oliveira, pela equipe operacional. As profissionais do HCI explicaram o funcionamento e as tecnologias implantadas. Destaques para os equipamentos de última geração, como um tomógrafo de 128 canais, ou seja, onde é possível identificar uma doença fazendo 128 cortes de imagens de um único órgão como por exemplo, o fígado. Neste ano, mais um avanço, com o mais novo tomógrafo computadorizado da região Noroeste, trata-se do Alexion

Advance Edition TSX-034A de 16 canais, incrementando ainda mais o parque tecnológico da instituição. O aparelho é capaz de realizar imagens em alta definição de todas as partes do corpo em poucos segundos, o que possibilita o diagnóstico rápido e preciso de muitas doenças nas áreas de oncologia, neurologia, vascular, medicina interna, traumatologia entre outras. “Sem dúvida, uma bela caminhada, onde a diretoria estimula a transformar desafios em oportunidades, em consolidar competências em várias áreas de atendimento, contando com a força do quadro administrativo, do empenho da equipe de saúde e da equipe técnica”, resume Rafaela Brittes de Lima, do HCI Imagem.

Leandro Oss Zambon

ças e construir uma agenda positiva para a sobrevivência deste setor”, disse. A presidente da federação reconheceu que os preços elevados dos planos são frequente motivo de crítica por parte dos consumidores, mas acrescentou que isso ocorre porque os custos da medicina e da atenção à saúde são altos tanto para o sistema público, quanto para o privado.

Comus organiza pauta para o novo prefeito O Conselho Municipal de Saúde (Comus) reuniu-se na última quarta-feira para reunião ordinária da entidade. Na pauta, os integrantes avaliaram o ano de 2016 e já projetaram ações na área da Saúde para o próximo ano, incluindo os encaminhamentos que devem ser realizados em janeiro junto ao novo prefeito de Ijuí, Valdir Heck, e o novo responsável pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS), ainda a ser divulgado oficialmente. “Há alguns encaminhamentos já solicitados por servidores, como aumento de funcionários em algumas áreas necessitadas, uma definição para a instalação, ou não, da UPA [Unidade de Pronto Atendimento], e mais alguns pontos que foram solicitados durante a reunião”, enumera o presidente do Comus, Moacir Deves. “Temos encaminhamentos que queremos fazer no início da gestão.” Segundo ele, o Comus recebeu relatos que dão conta da falta de servidores na área de

Moacir Deves

odontologia, falta de técnicos de enfermagem em algumas unidades básicas de saúde, agentes comunitários de saúde que não cobrem as áreas do município em sua totalidade. “São alguns pontos que a gente quer que o Executivo faça um levantamento e, dentro do possível, vá contratando funcionários”, conclui Moacir.

cmyk


Jornal da Manhã

OPINIÃO

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

ARTIGO

REAJUSTE ZERO

C

onforme todas as expectativas, a crise econômica parece ainda estar longe de ser ultrapassada. Os efeitos que estão sendo sentidos nos setores devem se prolongar até o próximo ano. Prova disso é a antecipação relativa às discussões do piso regional. Patronais e trabalhadores tendem a não chegar a um acordo, já que dessa vez, o que os empregadores pedem é reajuste zero em 2017. Os empresáBancar o piso rios querem o fim regional cabe aos do salário, tendo empresários, é em vista que um direito garantido. estudo feito mostra Mas também cabe ao governo pensar que apenas cinco em políticas públi- Estados brasileicas que favoreçam ros o possuem, e a retomada da eco- estes deixaram de crescer muito comnomia gaúcha. parativamente aos outros Estados Tudo em função da crise e da queda nos caixas em todos os setores como apontam Fecomércio, Fiergs, Federasul e demais classes. A tese do reajuste zero tem sido escorada diante dos índices, inclusive da queda do emprego formal que tem crescimento muito maior nos Estados que não adotaram o piso regional. Os dirigentes empresariais defendem que a situação econômica está extremamente difícil, lojas estão fechando, e por esses e outros motivos, é preciso dar

oportunidade para a discussão. Segundo eles, é importante lembrar que a criação do piso regional foi estimulada por dois motivos: dividir com os governadores a pressão por aumento do salário mínimo e desvincular o piso entre o setor privado e público, especialmente na Previdência. Já as classes de trabalhadores defendem que o piso regional é uma política pública que gera o desenvolvimento da economia e é vantajosa para ambos os lados. Empresários alegam que ao contrário do que era o objetivo do piso regional, o aumento além do que suportam os caixas das empresas está resultando em informalidade e menos dinheiro girando na economia local pelo desemprego que segue crescendo. Mas os índices divulgados por entidades como o Dieese mostram exemplos contrários ao discurso dos patronais e apontam que a contratação sem carteira assinada continua caindo e o mercado está se formalizando. Bancar o piso regional cabe aos empresários, é direito garantido. Mas também cabe ao governo pensar em políticas públicas que favoreçam a retomada da economia gaúcha. Trata-se de uma questão legal e que pode ser deliberada pelo governo. Caberá uma negociação entre as três esferas de empregados, empregadores e governo, ou seja, mais uma vez o fato político e de interesses será preponderante. A briga recém começou e o Estado terá que tomar uma posição.

PONTO DE VISTA

Flavio Krampe Gerente da Companhia Riograndense de Saneamento fala sobre os recursos para as obras de saneamento básico em Ijuí

Mais uma etapa das obras do esgoto sanitário foi assinada. O recurso compreende quais pontos? A Corsan licitou mais obras de implantação do sistema coletor de esgoto das bacias. Uma delas é a bacia zero, que é chamada de zero complementar. Essa bacia atinge o bairro Tancredo Neves e suas imediações. Toda aquela região que tem esgoto, em alguns pontos a céu aberto, implantaremos o sistema de esgoto, inclusive com uma estação elevatória que vai levá-lo até a nossa estação de tratamento. Também foi licitada a bacia cinco, que atinge

Jornal da Manhã GRÁFICA E EDITORAJORNALÍSTICA SENTINELA LTDA. CNPJ: 87.657.854/0001-23

Fundado em 1º de Maio de 1973

as imediações da Rua 14 de Julho. E as bacias nove e dez que incluem os bairros Herval, Ferroviário e bairro São José. Não tudo, mas partes desses bairros. A assinatura desses recursos acontece na medida em que avança o trabalho? Sim, esses recursos em torno de R$ 6 milhões, são recursos do governo federal, do PAC, e envolvem também a obra da bacia quatorze, que atinge as imediações do Jornal da Manhã até a Praça dos Imigrantes. Quantas moradias já estão interligadas à rede geral de esgoto aqui no município? Em condições nós devemos ter umas duas mil e quinhentas, mas à medida em que os trabalhos avançam, parte da população já está ligado ao nosso sistema de esgoto. Os condomínios do Minha Casa Minha Vida, como por exemplo, o Colmeia, tem cerca de 400 residências que já estão ligadas ao sistema. O Julio Taube 180 e o Serrano também. Durante as festas de final de ano, o trabalho no centro será suspenso? Sim, devido ao grande movimento da comunidade, os lojistas precisam ter as ruas em condições. A Corsan está realizando ainda, as obras da bacia oito que atingem também a Rua 24 de Fevereiro, o canal e imediações da Rua 25 de Julho. Então estamos priorizando esses locais que não atingem só o Centro. Assim que terminarem as festas de fim de ano, em janeiro, voltaremos a concentrar o trabalho no Centro.

Diretor: Edmundo H. Pochmann Editora: Jocelaine Simão redacao@jornaldamanhaijui.com

Rua Albino Brendler, 122 Centro - 98700-000 IJUÍ/RS Cx. Postal 518 - (55)3331-0300

cmyk

6

Jornal da Manhã: (55) 3331-0300 atendimento@jornaldamanhaijui.com Rádio JM: (55) 3331-0301 radio@jornaldamanhaijui.com

ICMS ST, o fim da novela no STF Rafael Pandolfo

Consultor tributário da Fecomércio-RS REDENÇÃO É APONTADA COMO a mais longa novela da teledramaturgia brasileira. Devido à audiência conquistada em 1966, a obra que teve como protagonista Francisco Cuoco foi estendida por Raimundo Lopes e alcançou 596 capítulos, repletos de imprevisíveis reviravoltas. No mundo tributário, a discussão envolvendo o ICMS no regime de Substituição Tributária (ST) foi tão duradou¬ra quanto imprevisível. Tão logo instituí¬da, a ST para frente foi objeto de inúmeros questionamentos, que abordavam tanto (l) a validade desse instituto como (2) o direito de restituição do ICMS pago a maior, nos casos em que a venda realizada pelo substi¬tuído ocorria por um valor inferior ao preço presumido utilizado para o recolhimento antecipado (realizado pelo substituto). O primeiro assunto foi resolvido com a edi¬ção da Emenda Constitucional 03/93. O segundo tem sido objeto de questionamento que percorreu duas décadas de reviravoltas até seu último capítulo, ocorrido em 19 de outubro. Em sua primeira temporada, a novela ICMS ST teve como centro da trama a Ação Direta de Inconstitucionalida de 1851, ajuizada pela Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) em 1998. Após uma liminar favorável aos contribuintes, a decisão de mérito inverteu essa tendência e pareceu indicar o fim da história, nos seguintes termos: só caberia restituição quando não ocorresse a venda presumida (operação substituída), como nos casos de quebras de estoque. Mas o sentimento de injustiça desse desfecho, partilhado por contribuintes e juristas, aliado a especificidades até então ocultas (distinção entre ST facultativa e ST compulsória e ADI propostas por Estados contra leis estaduais que autorizavam a restituição), reaqueceu o enredo da última temporada, que teve como cenário as ADIs 2.777, 2.675 e o Recurso Extraordinário 593.849. Assisti, ao vivo, ao final dessa novela no plenário do Supremo Tribunal Federal, que reconheceu o direito à restituição do ICMS ST nos casos em que a venda ocorreu por um preço inferior ao recolhido antecipada¬mente pelo substituto. Preocupado, porém, com as finanças estaduais, limitou esse direito às operações realizadas após essa decisão e às ações judiciais já ajuizadas. Um final feliz para os contribuintes e menos trágico para os Estados.

Artigos assinados são responsabilidade de seus autores. Para publicação, os artigos devem ser enviados com identificação do autor (nome completo, documento, endereço e fone) em fonte times, corpo 10, entrelinha 11, com até 30 linhas, para o e-mail redacao@jornaldamanhaijui.com

Representantes Comerciais: Grupo de Diários

Impressão em Off-Set Rotativa Cia de Arte CNPJ 92.107.978/0001-75 Rua Albino Brendler, 146 - IJUÍ/RS (55) 3331-0318 | 3331-0320 (após às 18h)

www.jmijui.com.br

ciadearte@jornaldamanhaijui.com

ASSINATuRAS E CIRCuLAÇÃO: (55) 3331-0315 | 3331-0316 3331-0321 Semestral: R$ 200,00 Anual: R$ 400,00 Correio: R$ 400,00 (semestral); R$ 800,00 (anual)


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

MEDIDA POLÊMICA

MP do Ensino Médio é aprovada com mudanças Uma comissão formada por senadores e deputados aprovou mudanças na medida provisória que reforma o Ensino Médio. Foram quase três horas de debates até a aprovação por 16 votos a cinco do relatório que sugere mudanças na medida provisória do governo. A obrigatoriedade de Artes e Educação Física foi restabelecida. A medida provisória havia retirado essas disciplinas da grade obrigatória. Sessenta por cento da grade devem ser ocupados por um conteúdo comum, a chamada Base Nacional Comum Curricular. Os demais 40% seriam preenchidos por conteúdo a ser escolhido pelo aluno, entre cinco áreas disponíveis: linguagens, matemática, ciências da natureza, ciências humanas e formação técnica e profissional. A carga horária ficou assim: as escolas teriam um tempo de cinco anos para oferecer o Ensino Médio com pelo menos mil horas por ano. Hoje o mínimo exigido é de 800 horas. Aumentaria também de quatro para dez anos o prazo para a ajuda financeira aos Estados que adotarem o tempo integral no Ensino Médio. Ficou mantida a possibilidade de contratação de profissionais com "notório saber" para a formação técnica e profissional,

quer dizer, profissionais mesmo sem formação pedagógica poderiam dar aula nos cursos profissionalizantes. O debate em torno da reforma do Ensino Médio no Congresso continua. O texto foi aprovado nesta quarta-feira na comissão e segue agora para discussão e votação primeiro no plenário da Câmara, e depois no plenário do Senado - um processo que deve se alongar até meados de março de 2017. O relator da Medida Provisória do Ensino Médio (MP 746/2016), senador Pedro Chaves (PSC-MS), havia apresentado na comissão mista que discute a MP, relatório que inclui a obrigatoriedade de Artes e Educação Física como componentes do Ensino Médio. Em relação à volta da obrigatoriedade de filosofia e sociologia no Ensino Médio, retirada pela medida provisória, Pedro Chaves disse que essa discussão será feita pelo Conselho Nacional de Educação, na definição da Base Nacional Comum Curricular. O relatório apresentado por Pedro Chaves ainda prevê que o governo federal amplie de quatro para dez anos o prazo de repasse de recursos federais aos Estados para apoiar a ampliação da carga horária. “O financia-

Ruizinho promove Noite Artística O Centro de Eventos da Paróquia São Geraldo esteve lotado na noite da última quarta-feira para a realização da noite de encerramento dos anos iniciais da Educação Infantil da Escola Estadual de Ensino Fundamental Rui Barbosa. A Noite Artística contou com uma apresentação por ano, que tinha como tema Sonhos de Criança. "Foram temáticas trabalhadas em sala de aula e abordavam questões como brinquedos, super-heróis, jogos, medos das crianças, alimentação, todas com orientação dos professores de cada turma", explica a di-

retora da escola Sandra Weber destacando que o objetivo foi de estimular o lúdico das crianças. A diretora destacou que a noite teve uma excelente participação da comunidade escolar. "Isso valoriza o empenho dos alunos, as crianças se envolveram, se prepararam mais de dois meses, inclusive com a participação das famílias que se envolveram na montagem dos figurinos". Cerca de 300 alunos de 14 turmas participaram das apresentações artísticas. A diretora destaca que a escola segue com aulas, já que o ano letivo será encerrado no próximo dia 16.

Pedro Chaves

mento era um ponto nevrálgico, sentíamos a angústia dos governadores porque eles teriam quatro anos e, a partir daí, a responsabilidade era integralmente deles. Eu falei com o ministro [da Educação, Mendonça Filho] e estendemos esse prazo de quatro para dez anos. Então vai dar um fôlego para os Estados, para que um maior número de estabelecimentos de Ensino Médio possa ter tempo integral”, explicou Pedro Chaves.

EFA realiza experiência sobre finanças O centro de Educação Básica Francisco de Assis (EFA), recebeu a egressa do Curso de Ciências Contábeis da Unijuí, Josiane Schlotefeldt que, atualmente, cursa mestrado em Ciências Contábeis na Universidade Regional de Blumenau (Furb). Essa visita ocorreu em função de uma pesquisa sobre Finanças Comportamentais, com aplicação de um simulador de mercado de ações em que o experimento foi aplicado com os alunos do 2º e 3º ano do Ensino Médio. O experimento teve como objetivo, observar as atitudes dos alunos frente a simulações de compra e venda de ações e, seu comportamento, em situações sobre o efeito exposição, mensurado pelo ganho e perda na negociação de ações. Para tanto, foi aplicado um simulador, por meio do simulador desenvolvido pelo professor Newton Carneiro Affonso da

7

Turmas fizeram apresentações dentro da temática Sonhos de Criança

Sindicatos e DCE realizam aulão sobre a PEC 55 Foi realizada na última terçafeira, no Campus da Unijuí, um momento de mobilização das classes dos professores que realizaram um Aulão Público sobre a PEC 55. Segundo o professor Valdir Kinn, coordenador geral do Sinpro, a ideia é trazer para o debate as propostas que o governo busca implementar. "A situação é muito preocupante já que vai congelar por 20 anos os gastos do governo. Nenhum país no mundo ousou fazer um congelamento nos investimentos primários", alertou. Sobre as consequências, Kinn

destacou que os reflexos serão negativos para vários setores, principalmente a educação. "A conclusão que a gente chega a partir de cálculos técnicos demonstram que haverá, ao longo dessas duas décadas, uma significativa redução nos investimentos", afirma enfatizando que, com isso, a perspectiva é de que não se cumpram as metas do Plano Nacional de Educação que previa os 10% do PIB, aporte que deveria ser ampliado. "O que se vislumbra é a impossibilidade de atingir as metas do PNE com a escassez de recursos".

Alunos estudaram finanças através de simulações de compra e venda

Costa Junior – UFSC, em que os alunos escolhiam individualmente quais e quantas ações comprariam e venderiam de determinada empresa. Ao final do experimento, alguns alunos, aleatoriamente escolhidos, deveriam tornar público o seu resultado aos demais colegas. Dessa forma, o estudo

buscou observar as atitudes dos alunos frente a simulações de compra e venda de ações que tornam público o seu resultado, e os que não tornam, compreendendo as atitudes dos investidores do mercado no processo de tomada de decisão, e consequentemente, na aplicação dos recursos organizacionais.

Debate alertou quanto à falta de recursos para cumprir as metas do PNE

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

POLÊMICA

Câmara debate PLC que proíbe criação de aves

Vereadores pretendem discutir projeto em audiência pública e ouvir comunidade sobre criação de galinhas

Os integrantes da Comissão Especial da Câmara de Vereadores que analisa alterações no Código de Postura do Município se reuniram ontem, para debater o Projeto de Lei Complementar (PLC) que proíbe a criação de galinhas na zona urbana de Ijuí. O texto do projeto prevê alterar o art. 83 da Lei Municipal nº 1.729, de 19 de dezembro de 1978, incluindo no texto a proibição de criação de aves, exceto pássaros ornamentais, em terrenos dentro dos limites urbanos. Presidente da comissão, o vereador Aldair Cossetin (PDT) analisa a viabilidade da proposta, e irá submeter o PLC à análise dos demais vereadores na reunião das Comissões Técnicas que ocorre na manhã de hoje. Ele adiantou que antes de levar a matéria ao plenário da Câmara, pretende ouvir a co-

munidade através da realização de audiências públicas. Ele também não descarta fazer alterações ao texto do projeto, instituindo uma espécie de meio termo, para que os moradores da zona urbana que possuem criação de galinhas não sejam prejudicados. A ideia é estabelecer parâmetros para que estes criadouros permaneçam dentro da cidade. Já o proponente do PLC, vereador Daniel Perondi (PMDB), é mais enfático sobre a necessidade de proibir a concentração de galinhas na zona urbana. Ele relata várias reclamações recebidas de cidadãos sobre condições insalubres em vários pontos da cidade. "Recebi uma denúncia de que há um criador de galinhas em um terreno que fica a 100 metros do hospital da Unimed. Imagine que temos um hospital, que precisa

A bancada do PT na Assembleia Legislativa decidiu que vai procurar deputados de outras legendas a fim de viabilizar uma CPI que investigue as perdas financeiras do Estado do Rio Grande do Sul, decorrentes da sonegação e da inadimplência, além do montante e a eficácia dos benefícios fiscais concedidos pelo governo. O deputado Tarcísio Zimmermann explica que a bancada vai trabalhar por uma CPI mais abrangente que a sugerida pelo deputado Luís Augusto Lara (PTB), incluindo a inadimplência e a sonegação, porque considera a investigação isolada dos incentivos fiscais insuficiente. O PT defende que a CPI analise se as isenções contribuem para o desenvolvimento do Rio Grande do Sul e se o Executivo está fiscalizando as contrapartidas assumidas pelas empresas para se instalarem no Estado. Com a decisão, a bancada petista ratifica a deliberação do Diretório Esta-

dual do partido de segunda-feira passada. Os petistas chegaram a anunciar a resolução em plenário, nessa terça-feira. Minutos depois, porém, Lara formalizou o requerimento de CPI, o que pegou a bancada de surpresa. O petebista, que é vice-presidente da Comissão de Finanças da Assembleia, havia colhido, até a noite de quarta-feira, oito assinaturas de apoio (quatro no PTB, duas no PDT, uma no PSol e uma no PCB). A adesão da bancada petista, com 11 deputados, era esperada para completar as 19 assinaturas necessárias para tirar a CPI do papel. Mas com o anúncio desta quinta-feira, isso não deve mais ocorrer. Com o requerimento alternativo, o PT busca também presidir o inquérito parlamentar. De praxe, esse cargo é reservado ao proponente da Comissão. Na última segunda-feira, em paralelo, a Justiça determinou que o governo forneça ao Ministério Público estadual (MP), em até

estar longe de qualquer tipo de contaminação, perto de um local onde esses animais se criam soltos, sem nenhum controle. Estudei nosso Código de Postura, que proíbe a criação de diversos animais na zona urbana como porcos, cavalos e ovelhas, mas não há nada sobre criação de galinhas", explicou o vereador, em entrevista ao Grupo JM nesta semana. Ele trata o PLC como uma medida preventiva à proliferação de insetos, vírus e bactérias, transmissores de doenças, evitando assim possíveis casos de contaminação humana e acidentes provocados por estes animais na cidade. Além de Perondi e Aldair Cossetin, os vereadores Claudiomiro Gabbi Pezzetta (PDT), Darci Pretto da Silva (PDT) e Andrei Cossetin Sczmanski (PP) também integram a Comissão.

Partidos disputam controle de CPI

cmyk

Cotado para secretaria, Jagmin se diz indeciso Entre as diversas listas que circulam sobre a composição dos secretários da nova gestão da prefeitura, que se inicia em janeiro, um dos nomes ventilados é o do vereador Rubem Jagmin (PP). Ele é cotado para assumir a Secretaria de Habitação, deixando sua cadeira na Câmara de Vereadores. Ao falar sobre o tema, nesta semana, Jagmin não confirmou o convite, afirmando que se o chamamento efetivamente ocorrer, ainda não está certo sobre trocar o Legislativo pelo Executivo. "Ainda não cheguei a definir

nada sobre isso. Não sentei com o partido para ver essa possibilidade, mas se o PP decidir pelo meu nome para a secretaria, terei que tomar essa decisão", disse o vereador. Jagmin ainda destacou que existem apenas especulações sobre nomes, e que seu foco está voltado para a Câmara. "Eu tenho muita tranquilidade, tudo será tratado no tempo certo. Desenvolvo um trabalho de longa data na Câmara, desde o ano 2000, e estou concentrado nas demandas da comunidade".

Assembleia decide seguir processo de cassação A Assembleia Legislativa gaúcha decidiu que irá retomar o processo de cassação contra o deputado Mario Jardel (PSD), após a Justiça responder questionamento do Legislativo. Na noite dessa terça, a desembargadora relatora do caso afirmou que cabe à Assembleia decidir se continua ou não com o processo ético contra Jardel. O Parlamento gaúcho havia perguntado à magistrada se, diante das ausências do parlamentar aos depoimentos, o processo poderia ter seguimento na Casa. “Com essa resposta, ficamos mais tranquilos para dar pleno reinício ao processo”, avaliou o procurador-geral da Assembleia, Fernando Ferreira. O deputado relator do caso Jardel na Subcomissão de Ética, Sérgio Turra (PP), garante que a velocidade do processo contra o deputado do PSD não será pautada pela apreciação do pacote de Sartori na Assembleia. “Embora ela não tenha efetivamente dito o próximo trâmite, ela deixou claro nas entrelinhas que a Assembleia pode continuar o processo normalmente. Faremos o possível para agilizar, dentro do tempo mínimo. Não será levada em conta a votação do pacote aqui na Casa”, disse Turra. Se Jardel for cassado, um suplente da coligação será convocado para o seu lugar.

No texto, a desembargadora diz, primeiro, que a Assembleia tem independência para tomar suas decisões, podendo haver questionamentos por parte da defesa de Jardel. Em outro trecho do despacho, Catarina Krieger Martins, diz que não há nada a ser declarado sobre o caso. “Enquanto o processo se encaminha ao momento de julgamento, nada impede que o Poder Legislativo Estadual dirija, com a independência que lhe é de direito e característica, o PAD conforme internamente deliberar (…). Dessa forma, entendo que, neste momento processual, não há o que ser declarado ou provido pelo Poder Judiciário, o que não impede, em princípio, o prosseguimento do PAD pela impetrada, se já propiciado o cumprimento da decisão judicial”, escreveu a magistrada. Em maio, atendendo a recurso do advogado de Jardel, a mesma desembargadora impediu que a cassação de mandato de Jardel fosse apreciada em plenário, apontando que o deputado deveria ser ouvido em todas as etapas do processo, o que não havia sido feito porque Jardel apresentou uma série de atestados médicos em série. Desde então, o processo retornou à subcomissão de Ética, que tentou novamente ouvir Jardel, sem sucesso.

Tarcísio Zimmermann

20 dias, os dados a respeito dos benefícios fiscais e financeiros concedidos pela Secretaria da Fazenda. A Procuradoria-Geral do Estado confirmou que vai atender a medida.

8

Relator do caso disse que análise não será acelerada em função de pacote


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

PENSÃO COM DINHEIRO SUJO

Supremo aceita denúncia e Renan se torna réu

Ministros do Supremo acolheram denúncia por peculato, mas rejeitaram outras duas acusações contra Renan Calheiros

Por 8 votos a 3, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quinta-feira abrir uma ação penal e tornar réu o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), pelo crime de peculato (desvio de dinheiro público). A decisão não significa que o senador seja culpado, conclusão que só poderá ser feita ao final do processo, após coleta de novas provas, depoimento de testemunhas e manifestações da defesa. O peemedebista é acusado de destinar parte da verba indenizatória do Senado (destinada a despesas de gabinete) para uma locadora de veículos que, segundo a PGR, não prestou os serviços. No total, o senador pagou R$ 44,8 mil à Costa Dourada Veículos, de Maceió, entre janeiro e julho de 2005. Em agosto daquele ano, a empresa emprestou R$ 178,1 mil ao senador. Na sessão desta quinta, os mi-

nistros analisaram uma denúncia de 2013 na qual Renan é acusado de prestar informações falsas ao Senado em 2007, ao tentar comprovar ter recursos suficientes para pagar a pensão de uma filha que teve com a jornalista Mônica Veloso. À época, havia a suspeita de que a despesa era paga por um lobista da construtora Mendes Júnior. No julgamento, porém, a maioria dos ministros rejeitou outras duas acusações contra Renan relacionadas a esse caso: de falsidade ideológica e uso de documento falso, cujas penas são de até 5 anos. Restou a acusação de peculato (desvio), cuja punição varia de 2 a 12 anos de prisão. Votaram para rejeitar todas as acusações os ministros Dias Toffoli, Gilmar Mendes e Ricardo Lewandowski. A favor da abertura da ação penal pelo crime de peculato votaram o relator, Edson Fachin, e os ministros Luís Roberto

Barroso, Teori Zavascki, Rosa Weber, Luiz Fux, Marco Aurélio, Celso de Mello e a presidente do STF, Cármen Lúcia. Relator do caso, o ministro Edson Fachin entendeu haver indícios suficientes de desvio de recursos públicos e estranhou que os pagamentos tenham sido feitos em espécie. “Chama a atenção de movimentação de quantia nada desprezível em espécie. É certo que não é proibido pagar em dinheiro, contudo a alegada opção não pode ser sumariamente desprezada”, disse. A decisão não obriga Renan a se afastar da presidência do Senado. Ao analisar a questão no mês passado, a maioria dos ministros votou para impedir que um réu integre a linha sucessória da Presidência da República, mas a decisão final foi adiada a pedido do ministro Dias Toffoli.

'Não deixaram cair no meu colo' O presidente Michel Temer demonstrou alívio nesta quintafeira pelo Senado não ter aprovado requerimento de urgência para votar o pacote de medidas anticorrupação. Em encontro com senadores da base aliada no Palácio do Planalto, o peemedebista fez um rápido comentário sobre o tema, segundo relatos de presentes: "Não deixaram cair no meu colo." Na noite de quarta-feira (30), o plenário rejeitou acelerar a votação, em uma manobra do presidente do Senado Federal, Renan Calheiros (PMDB-AL), junto a líderes partidários. O documento foi assinado pelas lideranças do PSD, PTC e PMDB, partido do próprio presidente. Na tarde de quarta-feira (30),

antes da apresentação do requerimento de urgência, o presidente se reuniu com o líder do governo, Romero Jucá (PMDB-RR), e conversou com o líder do PMDB, Eunício Oliveira (CE). O presidente chegou a ser avisado da possibilidade de apresentação de um requerimento e avaliou que não era o momento adequado para ele. O governo federal trabalha para que a medida aprovada na Câmara dos Deputados não seja apreciada neste ano e seja debatida mais profundamente em comissões. O problema é que os senadores também estão discutindo tema semelhante por iniciativa de Renan. A expectativa de assessores presidenciais é que os senadores modifiquem o que consideram

excessos aprovados no pacote anticorrupção, como a forma de permitir que magistrados e procuradores sejam julgados por crime de abuso de autoridade e a retirada do endurecimento na lei de improbidade. O ideal, segundo auxiliares, é que o presidente seja poupado de avaliar eventuais vetos à proposta, o que o poria em confronto com o Congresso Nacional em momento em que precisa da base para aprovar reformas. Uma ala do governo federal defende que, se a disputa entre Ministério Público e Congresso Nacional esquentar ainda mais, o presidente se posicione contra pontos polêmicos da proposta para evitar que protestos contra o governo federal ganhem adesões.

9

No Senado, Moro acusa lei de tolher investigações Ao participar de debate nesta quinta-feira sobre uma proposta de abuso de autoridade que tramita no Senado, o juiz Sergio Moro afirmou que a aprovação de uma lei nesse sentido pode "passar uma mensagem errada à sociedade brasileira". "Uma nova lei de abuso de autoridade poderia ser interpretada nesse momento como tendo efeito prático de tolher investigações e persecuções penais. Faço essa sugestão com humildade", disse o juiz, muito aplaudido ao final de sua fala. "Não quero censurar o que faz o Senado. Mas o Senado pode passar imagem errada à sociedade brasileira", completou. Mesmo sem fazer menção ao caso, Moro aproveitou para criticar a votação na Câmara do pacote anticorrupção, quando os deputados desfiguraram as medidas enviadas pelo Ministério Público com emendas aprovadas ao longo da madrugada de quarta-feira. "Essas emendas da meia-noite que não permitem debate da sociedade mais aprofundado do Parlamento não são apropriadas em temas tão sensíveis". Nesse pacote aprovado na Câmara, passou um trecho que abre a possibilidade de juízes e integrantes do Ministério

Público responderem por crimes de abuso de autoridade com base em várias condutas, algumas de caráter subjetivo. Na noite desta quarta, logo que a proposta chegou ao Senado, o presidente da Casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), bancou um requerimento para acelerar a tramitação do pacote e levá-lo direto ao plenário. Ele foi derrotado por 44 votos a 14. A avaliação nos bastidores é que, um dia antes de receber Sergio Moro no Senado, o senador peemedebista, um hábil parlamentar conhecedor da temperatura do plenário da Casa, só queria "assustar" e "enfrentar" os procuradores da Lava Jato. Isso após reação deles, na qual disseram que deixariam as investigações caso o Congresso aprove qualquer medida de abuso de autoridade. Moro disse que teria "várias sugestões" para o projeto de abuso de poder que tramita no Senado, mas ali no plenário se restringiria a uma: preservar o agente da lei para que ele não seja punido "por uma interpretação errada de uma lei de abuso de autoridade". O juiz sugeriu incluir no projeto que "não configura crime a divergência na interpretação da lei e na interpretação de fatos e provas".

Renan Calheiros e Sérgio Moro estiveram lado a lado ontem, no plenário

Gilmar Mendes elogia pacote anticorrupção O ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal (STF), bateu de frente com o juiz federal Sergio Moro ao elogiar o papel dos deputados na aprovação do pacote anticorrupção. Gilmar avaliou que a Câmara "andou bem" ao retirar do projeto itens que tratam de habeas corpus e aceitação de provas ilícitas. Moro e Gilmar participaram do debate sobre a lei do abuso de autoridade. "A Câmara fez bem em rejeitar a questão do habeas corpus. Nesse ponto, a Câmara andou bem em rejeitar habeas corpus, a prova

ilícita. Se esse projeto tivesse sido aprovado, isso acabava com o habeas corpus como o conhecemos", disse Gilmar. Ele também menosprezou o apoio popular que o pacote das dez medidas anticorrupção, apresentado pelo Ministério Público Federal (MPF), recebeu, reunindo mais de dois milhões de assinaturas. "Duvido que esses dois milhões de pessoas tivessem consciência disso, ou de provas ilícitas, lá no Viaduto do Chá (SP). Não vamos canonizar iniciativas populares", ironizou.

cmyk


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

10

MUNICÍPIOS DO INTERIOR

Austeridade marca a fala de prefeitos

Com discurso que projeta austeridade financeira para três dos maiores municípios do interior do Estado, os prefeitos eleitos de Canoas, Santa Maria e Pelotas palestraram ontem do Tá Na Mesa, evento da Federasul dirigido a empresários. Nas palavras da prefeita eleita em Pelotas, Paula Mascarenhas (PSDB), "a meta não é austeridade, mas sim entregar serviços públicos de qualidade. O caminho para isso é responsabilidade fiscal". Prevendo dificuldades econômicas para 2017, Paula, que atualmente é vice-prefeita em Pelotas, dirige suas críticas ao atual modelo de repartição de impostos, o qual considera injusto. "Municípios são aqueles que efetivamente atendem as pessoas, onde demandas surgem, onde os cidadãos conseguem chegar ao gestor público", apontou. O deputado estadual Jorge Pozzobom (PSDB), prefeito eleito em Santa Maria, afirma que, "quando se fala em desenvol-

vimento econômico, uma marca do PSDB é a austeridade". Ele usa essa associação para falar sobre como pretende administrar o orçamento de um município com "população flutuante", que aumenta durante o período letivo por conta das universidades. "Temos a metade do orçamento de Canoas e Pelotas e a mesma população". O tucano, que projeta uma redução de pelo menos 10 secretarias, estima economia de R$ 3 milhões anuais só em cargos. Para o deputado federal Luiz Carlos Busato (PTB), prefeito eleito em Canoas, o caminho para gerir os recursos é enxugar a máquina. Com redução de despesas como cortes de cargos comissionados (CCs), redução de gastos com aluguéis de imóveis e publicidade, projeta economia anual de R$ 24 milhões. Com discurso focado no aprimoramento da gestão, aponta como maior urgência para a cidade da Região Metropolitana um plano de macrodrenagem, que venha

a reduzir gastos e transtornos futuros com enchentes e cheias. Paula pensa diferente dos colegas, e acredita que mais importante que discutir o tamanho da máquina pública é saber quem a controla, apontando que deve ser a sociedade. Ela lembra do tema quando fala do pacto federativo, e acredita que o tema só terá avanço com pressão da sociedade, pois "quem decide no Congresso é beneficiado por esse sistema, que acumula os recursos públicos na União e que permite emendas". Outro tema que converge no discurso dos três prefeitos eleitos é a pauta da segurança pública, apontada como prioridade na gestão de Paula junto com a saúde. Aproveitando o assunto para voltar à discussão da distribuição de recursos, a tucana diz que, mesmo os municípios não tendo essa função constitucionalmente, o mote pode incentivar uma "luta da sociedade pela reversão do sistema e melhor compartilhamento das receitas tributárias".

Busato, Paula Mascarenhas e Pozzobom participaram do Tá na Mesa da Federasul

Apresentando os projetos do seu futuro governo, Busato antecipou aos empresários o convite feito ao delegado Ranolfo Vieira Júnior, que foi chefe da Polícia Civil no Estado, para ocupar a Secretaria de Segurança no município. Ele aguarda confirmação

da cedência por parte do governo do Estado. Além disso, promete auxiliar financeiramente a Brigada Militar e a Polícia Civil, e "cobrar do governador (José Ivo Sartori, PMDB) um efetivo maior de policiais, que é contrapartida do presídio em Canoas".

Prefeito aposta em corte Falhas em plano de voo foram apontadas O jornal boliviano El Deber de gastos na gestão enumerou nesta quinta-feira al-

O prefeito eleito em Augusto Pestana, Vilmar Zimmerman (PP), falou à reportagem do Grupo JM na última semana. Na pauta, as perspectivas para a nova administração que deve começar no próximo mês. Além de lembrar as dificuldades financeiras do País, como um todo, Zimmerman garantiu medidas para adiantar recursos e uma tesoura para cortar gastos. "A situação econômica do País é grave. Os recursos destinados aos municípios são reduzidos, inevitavelmente", lembrou inicialmente o futuro chefe do Executivo. Entre as medidas adotadas e os cortes, Zimmerman foi questionado e apontou soluções iniciais. "Existe o consumo grande de combustível. Hoje o município possui inúmeras máquinas pesadas, caminhões e tudo mais. Essas maquinárias que se deslocam pelo interior, temos um plano de um novo sistema. Por exemplo, ao se deslocarem para o interior, vão permanecer na região durante o dia todo. Todo o plantel de máquinas e veículos não vão ficar se deslocando. Enfim, só em combustível, podemos ter uma economia significativa durante o mês. Assim como essa, temos outras medidas para que consigamos conter gastos", pontuou Zimmerman. O prefeito eleito também falou sobre o período de transição ao longo desse mês que antecede a oficialização do cargo. "Já estive

cmyk

Vilmar Zimmermann

em dois contatos com o atual prefeito onde nós tratamos alguns assuntos de transição. Na semana passada, inclusive, recebi um ofício onde ele pede para eu indicar três nomes da atual administração onde, no dia 20 de dezembro, teremos a primeira reunião. Da nossa parte até queríamos antecipar essa reunião por ser um trabalho bem denso", acrescentou. Por fim, Zimmerman revelou conversas para adiantar recursos para o ano que vem. "Na semana passada, juntamente com futuros secretários, tivemos agenda em Porto Alegre onde falamos com secretários e tivemos alguns encaminhamentos verbais. Assim que assumirmos, oficializaremos esses encaminhamentos", garantiu.

guns motivos que deveriam ter impedido o avião da companhia aérea LaMia de sair de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, rumo a Medellín, na Colômbia, e provocar a tragédia envolvendo o time da Chapecoense. O acidente aéreo, causado por falta de combustível, deixou 71 mortos e seis feridos na madrugada de terça-feira. O plano de voo entregue por Álex Quispe - um dos sete tripulantes que estavam no avião - recebeu ao menos cinco observações feitas por Celia Castedo Monasterio, funcionária da Aasana, responsável pela revisão de todos os planos de voo do Aeroporto Internacional de Viru Viru. A encarregada indicou que a autonomia do voo não era adequada, que faltava um plano de voo alternativo e que o informativo foi mal preenchido, exigindo algumas mudanças. O períodico teve acesso ao documento, que conta também com as respostas do tripulante dadas uma hora antes da decolagem do avião. A principal observação apontava que o tempo previsto de voo entre Santa Cruz de la Sierra e o Aeroporto José María Córdova, em Medellín, era igual a autonomia de combustível que tinha a aeronave RJ85, cuja matrícula é LMI2933. O tempo estimado da rota era de 4 horas e 22 minutos, e a distância a ser percorrida era de 2.985 km,

Ainda com questões pendentes, velório das vítimas hoje era incerto

apenas 15 km do alcance máximo do jato, cerca de 3 mil km. Quispe argumentou que o capitão do voo, Miguel Quiroga, havia passado a informação e que o tempo seria suficiente. "Não, senhora Celia, eu tenho essa autonomia, nos parece bem... Assim, sem complicações, faremos (o voo) em menos tempo, não se preocupe. É simples, tudo bem, então simplesmente deixe-me (prosseguir com o plano de voo)", disse Quispe, segundo documento descrito pelo El Deber. Para ter autorização de voo na Bolívia, é necessário ter combustível suficiente para cumprir a viagem até o destino final, para chegar até um aeroporto auxiliar

mais próximo do destino e ainda ter condições de sobrevoar 45 minutos sobre esse segundo aeroporto. De acordo com o secretário nacional de Segurança Aérea da Colômbia, Freddy Bonilla, a ausência de combustível é uma desobediência grave às regras do transporte de passageiros. "Qualquer aeronave no mundo precisa ter no mínimo uma quantidade extra de reserva para aguentar 30 minutos além do tempo previsto de voo, e ainda mais 5 minutos ou 5% da distância, para que assim se tenha uma segurança. Vamos investigar para saber por que a tripulação não contava com combustível suficiente", explicou.


Notícias

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

CORONEL BARROS

Ocorrência escancara fragilidade do policiamento

Uma ocorrência escancarou um problema bastante conhecido da sociedade gaúcha, sobretudo, nos últimos dois anos. Ainda na manhã de quarta-feira, um acidente de trânsito com danos materiais resultou em uma ocorrência de lesão corporal em Coronel Barros, depois que os envolvidos entraram em luta corporal. A Brigada Militar foi chamada para conter a situação, mas como o município conta com apenas um PM de serviço, uma guarnição de Ijuí precisou prestar auxílio. A rerportagem do Grupo JM esteve em contato com o prefeito eleito no município, Edison Arnt (DEM), que foi policial militar e comissário da Polícia Civil, e projeta a segurança como uma das prioridades para a administração que começa no mês que vem. "Mesmo sabendo da dificuldade, nós vamos tentar angariar mais policiais militares. Vamos buscar junto a secretaria de Segurança Pública o pedido de mais policiais para o município. Sabemos da dificuldade nessa época do ano e da necessidade de homens deslocados para operações como a Golfinho", sinalizou. A ocorrência teve início ainda

PLANTÃO MANDADO DE BUSCA Agentes da Polícia Civil de Ijuí, juntamente com um oficial de Justiça, cumpriram um mandado de busca e apreensão ainda na quarta-feira. O trabalho foi feito na Rua José Gabriel e, segundo consta na ocorrência, uma arma de fogo foi localizada atrás de um televisor. A arma foi apreendida e entregue junto ao plantão da Polícia Civil de Ijuí. O trabalho diz respeito a um inquérito aberto ainda na última semana. O caso segue sendo investigado. BR-386 - Uma colisão na BR-386 resultou na morte de uma mulher e de uma criança na tarde de ontem. O caso ocorreu por volta das 13h15 no km 282, trecho de São José do Herval. As vítimas ainda não foram identificadas. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o acidente envolveu um caminhão guincho e um Corsa. Ainda não se sabe em que circunstâncias os veículos colidiram. A perícia foi acionada para analisar o caso e a Polícia Civil vai investigar.

na BR-285, quando três veículos se envolveram em uma colisão. Os condutores, inconformados, entraram em luta corporal. Um deles restou com um braço quebrado, em virtude de um golpe com uma barra de ferro. "Foi um fato isolado, mas o município, por ser pequeno, não acontecem muitas coisas, mas quando acontece só tem um PM, sozinho e, de certa forma, está desamparado. Dependendo dos casos, o socorro pode ser tarde demais", acrescentou. Em contato com o comando do 29º Batalhão da Polícia Militar (29BPM), major Edilson Góes, ele revelou que a situação, acima de tudo, é uma realidade de todo o Estado. "É realidade de todo o Estado e de alguns municípios pequenos, inclusive, os da região. Temos, inclusive, os municípios de Nova Ramada e Bozano, onde vivemos com patrulhas intermunicipais que vem de outros municípios por não ter o PM nas 24h. Logo, temos municípios em situação ainda pior. Na verdade as pessoas vão se aposentando, não há resposição de efetivo e nós ficamos em uma situação difícil", ponderou o comandante do 29º BPM.

PL que eleva gratificação a PMs inativos é aprovado A Assembleia Legislativa aprovou, nessa semana, um projeto de lei do governo estadual que reforça o efetivo da Brigada Militar chamando PMs aposentados que quiserem voltar à ativa. O projeto, enviado em regime de urgência, eleva o valor da gratificação especial de retorno à atividade de policial militar inativo, que passa, com isso, de R$ 1.181,51 para R$ 2,4 mil a partir de 1º de dezembro. A intenção é recontratar militares para atuar em diversas atividades, especialmente no videomonitoramento e serviços

administrativos, liberando agentes para o policiamento ostensivo. O projeto fomenta o programa de contratação temporária dos militares estaduais inativos, denominado Corpo de Voluntários Inativos da Brigada Militar (CVMI), melhorando a gratificação a quem atuar, exclusivamente, na Secretaria da Segurança Pública e na Brigada Militar. A proposta estabelece, também, que o valor do vale-refeição e da etapa da alimentação dos integrantes do CVMI tenha como base, exclusivamente, os valores pagos pelo Executivo estadual.

Edison Arnt

Edilson Góes ainda lembrou que a situação em Coronel Barros é, em tese, favorável, uma vez que geralmente o município conta com dois e até três PMs escalados. "Dependendo dos casos, não conseguimos manter a escala mínima. Diante do possível sempre tentamos atender. Coronel Barros é um município próximo em que, o policiamento local, vai auxiliar toda vez que necessário", garantiu.

PF cumpre mandados da Operação Zelotes A Polícia Federal (PF) cumpriu 13 mandados de condução coercitiva na 8ª fase da Operação Zelotes deflagrada ontem. Cerca de 100 agentes cumprem ainda 21 mandados de busca e apreensão nos Estados de São Paulo, Rio de Janeiro e Pernambuco. A operação investiga a manipulação de processos no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) – órgão colegiado do Ministério da Fazenda, última instância administrativa dos processos fiscais. É a ele que os contribuintes recorrem para contestar multas. Nesta etapa, a PF apura a atuação de um grupo criminoso que teria agido em conluio com um conselheiro do colegiado e uma instituição financeira para interferir em processos administrativos fiscais entre 2006 e 2015. O esquema que, segundo as investigações, envolve escritórios de advocacia e empresas de consultoria, conseguiu manipular os procedimentos em pelo menos três ocasiões. Os investigados podem responder por corrupção

11

ativa e passiva, advocacia administrativa e lavagem de dinheiro. Do total de 34 mandados, 19 de busca e apreensão e 11 de condução coercitiva são em São Paulo. No Rio de Janeiro e em Pernambuco estão sendo cumpridos um mandado de busca e apreensão e um de condução coercitiva em cada um. No dia 7 de outubro, o Ministério Público Federal no Distrito Federal denunciou um ex-conselheiro do Carf e o sócio dele. O ex-conselheiro do Carf é acusado de corrupção passiva e tentativa de obstrução das investigações, crime também atribuído a seu sócio. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados porque a ação penal ainda é sigilosa. De acordo com os procuradores, o então integrante do Carf solicitou dinheiro em troca da promessa de interferência em recurso do Itaú Unibanco Holding em andamento no conselho. No processo, a Receita Federal cobra R$ 25 bilhões do banco. A denúncia que levou à investigação foi feita pelo próprio contribuinte.

Medida é vista como "incentivo" a PMs que estiverem na reserva

PMs deixam de patrulhar para custodiar presos Embora tenha atenuado a permanência de presos em viaturas, a utilização de um ônibus-cela da Superintendência dos Serviços Penitenciários (Susepe) continua exigindo que policiais militares (PMs) deixem de atuar nas ruas para garantir a integridade física dos presos e a segurança do local. Isso porque enquanto os detentos permanecem no Trovão Azul, os brigadianos que realizaram a prisão ficam responsáveis por eles até o encaminhamento às carceragens da Polícia Civil. Outros dois policiais resguardam permanentemente o pavilhão em frente à Academia da Polícia Civil (Acadepol), na Rua Comendador Tavares, bairro Navegantes, em PortoAlegre, onde o veículo fica estacionado. Às 11h30 de ontem, três viaturas e cerca de dez PMs faziam a custódia de seis presos. Conforme o comandante do Policiamento

da Capital, coronel Mário Ikeda, até aquele horário sete apenados haviam passado pelo Trovão Azul, sendo que seis estavam detidos simultaneamente. O oficial detalha por que é preciso manter, além de dois policias encarregados pela estrutura, brigadianos responsáveis por cada preso: " Tem que ficar no mínimo um policial para cada preso. Esse PM cuida da segurança do detento, da sua alimentação, encaminha ele ao banheiro e, também, para a delegacia quando abre vaga", disse. Dentro das celas, os apenados são mantidos algemados em razão da segurança, já que as portas das carceragens precisam ser abertas constantemente para a retirada ou chegada de novos presos. Eles também usam com frequência, segundo o coronel Ikeda, o banheiro químico que fica ao lado do coletivo.

Falta de vagas em presídios empenha PMs para o resguardo dos presos

cmyk


Esporte

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Chapecoense será declarada campeã

Atlético Nacional homenageou em seu estádio os 71 mortos no acidente aéreo

A Conmebol vai declarar a Chapecoense, campeã da Copa Sul-Americana.A decisão já teria sido tomada pela entidade que não quer tratar publicamente do assunto porque avalia que ainda não é o momento adequado para tratar de assuntos esportivos ou administrativos e ainda precisa resolver a burocracia necessária, como submeter a decisão ao Conselho da Conmebol (antigo Comitê Executivo) que só volta a se reunir em 21 de dezembro.Essa ideia não deverá sofrer oposição e por isso o fato é tratado como consolidado. A Chapecoense estará automaticamente garantida na fase de grupos da Copa Libertadores

de 2017, assim como na final da Recopa, título que vai decidir contra o Atlético Nacional de Medellín.O clube colombiano seria o rival da Chape na decisão da Copa Sul-Americana que não foi disputada. A agremiação de Medellín pediu publicamente para a Conmebol declarar a Chape campeã e será atendida. A Fifa declarou que todas as partidas de futebol do mundo neste fim de semana deverão ter um minuto de silêncio em homenagem aos 71 mortos no acidente com o avião que levava a delegação da Chapecoense. Além disso, todas as equipes usarão uma braçadeira preta de luto em seus jogos.

Presidente da Fifa acompanhará o velório O presidente da Fifa, Gianni Infantino, cancelou seus compromissos em outros torneios para viajar ao Brasil para prestar homenagem às vítimas da Chapecoense. O suíço estará em Chapecó para o velório dos jogadores e da comissão técnica do clube catarinense. Além da viagem, Infantino já prepara uma homenagem ao clube na festa do melhor jogador do mundo, no dia 9 de janeiro, em Zurique. Por enquanto, não existe uma iniciativa financeira de ajuda ao clube estabelecida. Mas a Fifa quer lembrar da tragédia com uma homenagem durante a festa que reunirá a elite do futebol mundial.No início da semana, Infantino declarou que o acidente o tinha deixado "em choque". "É um dia muito triste para o futebol", declarou. Afirmando estar "profundamente triste", o cartola fez questão de enviar mensagens de condolências em

português. Na Fifa, o tom é de consternação. "Lamentamos profundamente a queda do avião na Colômbia, uma tragédia chocante", disse Infantino.Ele ainda mandou uma mensagem às famílias. "Neste momento difícil, nossos pensamentos estão com as vítimas, suas famílias e amigos", declarou o presidente da Fifa. O vice-presidente da Chapecoense, Ivan Tozzo, anunciou o adiamento do velório coletivo das vítimas da tragédia com o voo da equipe. Marcada inicialmente para hoje, na Arena Condá, a cerimônia começará amanhã pela manhã.O motivo é o atraso na liberação dos corpos da Colômbia. Os caixões devem chegar na madrugada de sábado no aeroporto de Chapecó. Pelo menos 51, dos 71 mortos ,serão velados dentro da Arena Condá.Mais de cem mil pessoas são esperadas no estádio. O

cmyk

delegação. Ele disse que quando assiste as imagens do acidente recorda com tristeza dos colegas de profissão mortos em Medellín e se emociona muito. Lembrou que em 2010 quando atuou no clube a Chapecoense tinha uma excelente organização, se planejando para chegar ao momento de disputar grandes competições e isso era realidade com a Sul-Americana. Conforme Xaro, o clube chegou a este patamar com muita justiça, pois trabalhou com seriedade para isso acontecer. O lateral elogiou as diretorias da Chapecoense que sempre tiveram uma gestão séria, com pagamento de salários em dia, toda a estrutura para os atletas e principalmente o lado familiar, respeitando muito os profissionais

DE PRIMEIRA CBF QUER JOGO Apesar de toda a repercussão negativa do pedido do presidente da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), Marco Polo del Nero, para a diretoria da Chapecoense não desistir da última rodada do Campeonato Brasileiro, e de o Atlético-MG avisar que não vai jogar de jeito nenhum, o diretor de competições da entidade, Manoel Flores, garante que não há a possibilidade de cancelar o jogo. "O W.O., tratado no artigo 53, se caracteriza no não-comparecimento do clube à partida, acarretando a perda de três pontos e no placar de 3 a 0. A gente entende que é isso que o Atlético decidiu. Obviamente, todo o protocolo da partida precisa ser feito, para seguir a parte protocolar, técnica, podendo até haver um W.O. duplo", lembrou Flores.

DECISÃO NO FUTSAL As equipes do Flamengo da Linha 11 Norte e do Racing decidem hoje às 20h no Ginásio Wilson Mânica em Ijuí o título do Campeonato de Futsal Veteranos. O Campeonato Municipal de Futsal Divisão Única teve na última quartafeira no Ginasião a sequência do jogo entre Atlético do Modelo e União do Getúlio Vargas. A partida havia sido interrompida aos seis minutos e dois segundos do primeiro tempo em 1º de dezembro devido ao temporal que prejudicou a quadra de jogo.O Atlético venceu por 7 a 3 se classificando para a próxima fase. O Campeonato prossegue terça-feira..

JULGAMENTO DA JDD Torcida da Chapecoense prestou homenagens aos mortos em Medellín na terça-feira

presidente Michel Temer deve participar de uma cerimônia no aeroporto e não irá até a Arena. Entre os sobreviventes o caso

mais preocupante é o do goleiro gaúcho Follmann, que teve a perna direita amputada e passou por nova cirurgia ontem.

Lateral Xaro relembra amigos da Chape O lateral-esquerdo Xaro, revelado pelo São Luiz e que tem contrato até 15 de dezembro com o Brasil-Pel está em Ijuí após a participação do xavante na Série B do Campeonato Brasileiro. Como não poderia ser diferente, está muito triste, consternado com o que aconteceu na Colômbia. Em 2010, disputou pela Chapecoense a Série C do Campeonato Brasileiro e o Campeonato Catarinense sob comando do técnico ijuiense Guilherme Macuglia e do auxiliar técnico Tarcísio Macuglia. O presidente era Sandro Pallaoro, que dirigia o clube em 2016 e também faleceu no acidente. Xaro trabalhou com o preparador de goleirosAnderson Martins (Buião) que faleceu em Medellín e o meia Neném, que não viajou com a

12

da agremiação. Afirmou que a nova diretoria formada às pressas terá um enorme peso nas costas mas vai superar as dificuldades. Xaro conversava seguidamente com

Eduardo Preuss (Cadu Gaúcho), executivo de futebol também morto no acidente. No aniversário de Cadu, passou mensagens, os dois conversaram muito.

Lateral Xaro jogou na Chapecoense. Elogiou a organização e o ambiente familiar

A Junta de Justiça Desportiva (JDD) se reuniu na última segundafeira para julgamento dos incidentes do jogo Santa Cruz do Colonial e Pré-Moldados Dreffs pela Divisão Única do Campeonato de Futsal de Ijuí, Divisão Única. A partida teve pancadaria e não chegou ao fim. O atleta Henrique Eduardo de Vargas Pedroso, do Santa Cruz pegou 360 dias de suspensão. Os demais atletas e equipe técnica do Santa Cruz citados em súmula, Giovano Vieira de Souza, Felipe Vieira Gonçalves, Mateus Freitas de Souza, Mateus Vieira Gonçalves, Jocemar Vieira dos Santos, Antônio Rodrigues dos Santos,Alisson Cassiano de V.P., Janderson Luan de Vargas Lopes, Anderson de Vargas Lopes,John Lennon Rodrigues Marques, Aldair Rodrigues, João Valmor da Silva, Carlos Roberto Freitas de Souza e Airton Vargas, foram condenados a pena de 180 dias de suspensão e tornada definitiva em 90 dias. Do Pré-Moldados Dreffs foram punidos Guilhermhi de Moraes Galvão Corrêa, Kevin Barros Braz, Fernando Pereira, Claudemir Antônio Ferreira Neves Júnior e Eduardo Santos Luchese com 180 dias de suspensão e tornada definitiva em 190 dias. Os dois times estão eliminados da competição.


Acontece

Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

13

Noite de posse N

A presidente do Rotary Nova Geração Carmen Lucchese com o presidente do Interact Clube Eduardo Thomas Soares

a noite de terça-feira, no Restaurante Cozinha Brasil, aconteceu a posse do Interact Club de Ijuí. O objetivo de ter um grupo de jovens atuando na comunidade é promover cidadania, através do exercício dos ditames de Rotary, quais sejam liderança, conduta exemplar e prática do lema “dar de si antes de pensar em si”. São 20 jovens do Ensino Médio, de 14 a 18 anos, que estudam em várias escolas de Ijuí, como Ruyzão, CSCJ, Ceap, 25 de Julho e Imeab. O primeiro presidente é Eduardo Thomaz Soares, aluno do CSCJ.

Maria da Graça Nunes e Luan Cristian da Silva

O grupo de jovens tomou posse em noite festiva, terça-feira

Governador do Distrito 4660, 2015-2016, Gelso e Maria Luisa De Carli

Vanderlei Rossato e Márcia Scarton

Casa de Dança Amanhã, às 23h, na Casa de Dança, a animação será por conta da Banda Cia da Festa, com repertório direcionado aos apreciadores da dança a dois, passando pelo bolero, samba, forró, sertanejo, aos ritmos gauchescos. O traje exigido é o alto esporte, não sendo permitido tênis, camiseta e minissaia, seguindo as normas da dança de salão.

Jordan Sausen e Júlia Minuci na abertura de temporadas da Recreativa

Bazar da Liga

Antônia e Juarez Copetti no lançamento do CD do Pesqueiro da Canção

Hoje e sábado acontece o Bazar da Liga do Câncer, no Pátio da Paróquia Nossa Senhora da Natividade. Amanhã, será das 8h30 às 18h e no sábado, das 8h30 ao meio-dia. Serão oferecidos trabalhos realizados por um grupo de voluntárias sob a liderança de Sueli de Queirós.

Alto da União

Alessandro e Lizandra Lucca no Costelão do Rotary, no Valle Verde

A diretoria do Clube Alto da União promove amanhã o Baile de Reencontro das Ex-Rainhas, com animação da banda Festão e início às 21h. Pontos de venda dos ingressos na Griffs Modas, Central da Construção e Rei das Frutas. Reservas de mesa e informações pelo telefone (55) 98414-7776, com Zeno.

Lorena e Nelson Lazzari em momento festivo na Casa Italiana, no Parque

cmyk


Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

Sônia Arriens Cassel Psicóloga Esp. em Gestão de Pessoas Especialista em Terapia Cognitivo-Comportamental

COISAS DA VIDA

Essa semana fomos surpreendidos com o triste e lamentável acidente aéreo com o time Chapecoense, que se deslocava para a Colômbia na disputa de um título internacional. Além do grupo e equipe técnica do time, também estavam no avião jornalistas e outros tripulantes. Ficamos perplexos com o ocorrido pela perda de tantas pessoas num único instante. Mas tam-

bém nos sentimos aterrorizados porque nos deparamos com nossas fragilidades e consciência de que não temos nenhum controle sobre determinados acontecimentos em nossa vida. Concordo com Cavalcanti ao referir que a vida nos anuncia um rompimento que na maioria das vezes não estamos preparados e isso implica sofrimento. Ela nos alerta a nos interrogarmos sobre o que temos de fazer nesta vida. “É uma oportunidade de autoexame. É uma oportunidade de nos interrogarmos sobre aqueles medos que assombram a nossa alma – medo de nos conhecer, de nos entregar e sermos íntimos, de amar e nos decepcionar, da partida e da saudade que fica latejando dentro do peito...” Até porque somos conscientes de que tudo dura muito pouco. Como defende Cavalcanti : “Às vezes, a vida não economiza sofrimento (...) na estrada da vida há também curvas, buracos, falta de sinalização...bilhetes trocados”.

NOVELAS

PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

“O (?) Bourne”, filme com Matt Damon

Desinência verbal do infinitivo Profissão de Sherlock Holmes (Lit.) Perversa Dante Alighieri, poeta

(?)-natal: período em que é feita a ultra

Perseguido de maneira impetuosa

Na Mesozoica surgiram os dinossauros

Estilo de rock caracterizado pela melancolia de suas letras

(?) Globe, variedade de uva (ingl.)

“Long”, em LP A mais lacônica das respostas

Secreção do nariz entupido À (?): ao pé da letra Poder, em inglês

Fora, em inglês Poema cantado na Grécia Antiga O indivíduo dado a ações desprezíveis

Instância psíquica ligada à realidade

Atitude da criança pirracenta

Variante coloquial de “você” Material usado na fabricação do vidro

Provocar medo intenso

Marca deixada pelo arado

Único trecho da viagem sem volta

Sensação comum ante ratos

“Quem bem (?) bem castiga” (dito) Nando Reis, cantor Arco, em francês

A

(?) pois: sendo assim Sacrificou

“Programa”, em PNBL (Inform.)

M

“(?) Man”, canção de Black Sabbath

A

Estrada, em inglês “(?) dos Vinte Anos”, antologia de Álvares de Azevedo

4, em romanos Oeste (abrev.)

Veste invernal Diz-se da (?)-mudo, pesquisa móvel de realizada quartos por órgãos de opinião em época de eleições

42

Solução I C A O

ÃO CA

D U P R A Ç

L E M A

IA

I D E N C VE

P R

BANCO

Orlando Drummond, humorista brasileiro

P R I V A D A

cmyk

Plano de aposentadoria oferecido por bancos

R O T I O R E R C A O R E I Z A A I I R O R N

A Lei do Amor-

Globo Augusto e Vitória se surpreendem ao ver Beth. Letícia diz a Pedro que Helô a renegou e o acusa de ter destruído sua família. Magnólia avisa a Ciro que Beth voltará para casa. Flávia convida Helô para morar com ela. Tiago deleta as fotos de Isabela do celular e Pedro aconselha o sobrinho a voltar ao trabalho.Suely pede a Salete reconsiderar e readmitir Gustavo. Ruty Raquel comenta com Sansão que Gigi pode estar desconfiada de seu namoro com Antônio. Helô e Pedro constatam que Tião deu fim a todos os documentos da galeria. Arlindo avisa a Venturini que irá fugir. Ciro finge que deseja voltar para Vitória. Augusto e Vitória se surpreendem ao ver Beth.

© Revistas COQUETEL

Peça giratória de motores Possui

Engenho espacial essencial ao GPS

S A T T E E M L I R T E C A O R I A M O L D O E U

Rock Story -

Globo Léo ameaça denunciar Néia Júlia revela a Alex que o denunciou à polícia no aeroporto. Chiara fica insegura sobre sua apresentação de balé. Léo ameaça denunciar Néia. Alex fica revoltado com Júlia. Chiara avisa a Diana que não quer que Léo apareça em sua apresentação. Lázaro diz a Néia que tem uma ideia para acabar com o romance entre Léo e Diana. Júlia conta o plano que armou contra Alex para Lorena. Marisa se interessa por Nicolau. A pedido de Gui, Júlia tranquiliza Chiara. Diana se surpreende com o desabafo da filha depois da apresentação de balé. Diana faz uma proposta para Júlia.

Reunião via computador comum entre profissionais do “home office” Mote

V T I M D E E D O A C S O U B N I F E R E G R R O A E N R A C O R I A C A D

Surfistas encontram corpo de Massao Mario discute com Ralf. João Amaro coloca a arma que usou contra Massao em um dos vasos de planta na casa de Gaetano e Geppina. Milena reconhece João Amaro e Damasceno registra. Dora suspeita de que tenha deixado de gostar de Tiago. Júlia pergunta se Chica acredita que a explosão da traineira foi criminosa. Ralf agradece Vittorio pelo apoio a Lenita. Carolina leva para Mario uma lista com opções de nomes de bebê. Patrick incentiva Ralf a falar com Vittorio sobre Milena. Loretta tenta avisar Milena que está voltando para o Brasil. Surfistas encontram o corpo de Massao na praia. Chica afirma a Alice que a explosão das traineiras foi criminosa.

A de futebol contabiliza 90 minutos

D E A PA T R T E I D A A S C B O

Globo

www.coquetel.com.br

3/arc — can — out — red. 4/iron — rego — road. 6/patife.

Sol Nascente -

Sem dúvida a forma como vamos enfrentar nossas vulnerabilidades vai depender muito do “equipamento emocional” que dispomos. Como diz Lya Luft, “saborear o bom, mas aqui e ali enfrentar o ruim”. Apesar das circunstâncias muitas vezes serem incontroláveis, precisamos continuar, não desistir no meio do caminho e conseguir enfrentar “os amargos do dia”. Mesmo quando ainda consideramos que não estamos prontos para elaborar e suportar o que a vida nos reserva ou nos surpreende com fatos desagradáveis. Caso contrário, nos tornaremos pessoas emocionalmente frágeis, tristes, desanimadas e com dificuldade de ir adiante. Luft dá um lindo recado: “Os ganhos ou danos dependem da perspectiva e possibilidades de quem vai tecendo a sua história (...) A vida não tem de ser sorvida como uma taça que se esvazia, mas como o jarro que se renova a cada gole bebido”.

14

Horóscopo Áries A sua capacidade de enfrentar riscos pode fazer com que você vença os maiores desafios. É tempo de se comportar da forma mais responsável possível e mostrar do que você é capaz. Touro Tudo muda o tempo todo. Você pode estar em uma direção diferente e por isso se sentir perdido. É tempo de abrir mão do que não faz mais sentido e poder se inspirar com novas possibilidades. Gêmeos A melhor maneira de criar boas oportunidades para seu crescimento é por meio de atitudes ponderadas. É tempo de cultivar a paciência para agir com sabedoria e alcançar resultados desejados. Câncer Quando tudo parece desmoronar na sua frente, é preciso acreditar. É isso que vai te manter em movimento e não deixar as falhas cristalizarem. É tempo de confiar que sonhos podem ser realizados. Leão Uma idealização excessiva do amor pode ser vivida como uma grande carência. Principalmente pelo abismo que se encontra entre o amor ideal e o possível. É tempo de valorizar o que se tem. Virgem Ainda que as dificuldades insistam em bater na sua porta, se houver clareza dos objetivos fica mais fácil seguir. É tempo de evitar o desgaste da perda de motivação e se manter para cima. Libra Na maioria das vezes, o mais importante é acreditar no que está buscando. Isso traz confiança para manter as ações no caminho do que se quer. É tempo de se manter focado e ir adiante. Escorpião As grandes transformações são de dentro para fora e ocorrem pela mudança do seu olhar sobre as coisas. É tempo de perceber que, quando a sua lente muda, a velha perspectiva não consegue voltar. Sagitário Ao ter conhecimento das suas metas, o importante é lidar com alguém que possa te trazer informações a respeito. É tempo de se conectar com as pessoas certas pelas razões certas. Capricórnio Ao fazer ajustes nas suas metas, é preciso ter calma para entender como esse planejamento irá se dar. É tempo de ter tranquilidade para resolver as questões na medida em que elas aparecem. Aquário Uma grande vontade de acreditar pode te dar impulso para continuar, fortalecendo suas emoções. É tempo de aproveitar a oportunidade de renovar os óculos e enxergar as coisas de outra forma. Peixes Ao idealizar muito os outros, você pode ter a sensação de que é menos do que eles e se desvalorizar. É tempo de estar em contato com as pessoas que sabem prestigiar a si próprias e aos demais.


Jornal da Manhã

Sexta-feira, 2 de dezembro de 2016

GESTÃO, NEGÓCIOS & CIA

Marcelo Blume marcelo.blume@referenda.com.br

Fazer ou não fazer? Todas as pessoas que eu conheço e que tenho notícias, querem uma vida melhor, mais confortável, com mais qualidade, atividades alegres, boas emoções e ótimas companhias. Porque é que poucos têm tudo isso? Ao meu ver, a dificuldade é que grande parte das pessoas tem medo de “agarrar o touro pelos chifres” e encontra facilmente uma desculpa externa, aceitável para disfarçar este medo. Há uma opção fácil para ter uma vida emocionante e bem legal que é viver a emoção desejada por meio das outras pessoas, como por exemplo, acompanhando pela mídia e falando da vida de atores, artistas, profissionais e empresários de sucesso, assim como vivendo a vida de pais, filhos, parentes, amigos. Assim aproveita-se um pouco do “glamour” por sentir-se de alguma forma parte da vida desta pessoa, com o que é descrito e apresentado aos outros, sem sair do seu conforto para ser o que você queria ser. A diferença entre quem fica acompanhando, admirando e falando dos outros e aqueles que são admirados e agem, é principalmente o fato de que ao se verem diante de uma decisão, ao longo da vida alguns foram fazendo as escolhas mais seguras e outros as mais ousadas. É fato que quem toma decisões mais ousadas tem menos segurança sobre onde ou como vai chegar. Todavia, nem sempre uma decisão que parece mais segura está livre de perigos, assim como nem sempre uma decisão que parece ousada é realmente carregada de perigo. Sempre considero melhor arrependerse de ter feito, do que arrepender-se de não ter feito. Quando se decide não fazer, a verdade é que nem se dá a chance de ter tentado. Algumas pessoas passam pelos 40, 50 anos de vida percebendo que “jogaram a vida fora”. Parte destas ainda se conforma entendendo que já é tarde, mas outros correm atrás do que resta, pois sempre é tempo. Não é raro vermos pessoas que tinham tudo a favor, mas diante do desafio, mesmo que pequeno aos olhos dos outros, faltou coragem para enfrentar e atitude para sair do conforto do momento. Se você que está lendo agora se sente um destes, é preciso entender que ninguém vai cortar seu braço, tomar sua família ou colocá-lo na cadeia se algumas de suas boas decisões não resultarem no que você espera. Quando se trata de buscar uma condição melhor, tenho dito para estudantes, amigos e colegas que é preciso lembrar que “o ótimo é inimigo do bom”. Em outras palavras é preciso conquistar uma condição boa primeiro, o que dará mais oportunidades de ter uma situação ótima na sequencia. Há quem fique muito tempo tentando a vaga de trabalho dos seus sonhos (ótimo), mas enquanto ela não aparece, deixa de fazer o melhor possível (bom) com o trabalho que está a sua frente. Quem não consegue fazer o melhor com o que já tem, fatalmente tem mais dificuldades para ser lembrado, visto, reconhecido para uma condição ótima. Se você olha para trás e se arrepende de parte de suas decisões, vendo que haviam opções melhores, isso pode não ser bem assim. Experimente pensar ao contrário e verá que outras decisões poderiam ter levado tanto a situações como a atual, quanto à condições melhores ou piores. Tudo o que fazemos ao longo da vida são decisões, baseadas em nossas escolhas e por isso não deveríamos nos arrepender. Um abraço e até a próxima!

15

DENÚNCIA

Ginásio está em situação precária A construção do ginásio do bairro Alvorada ainda não foi concluída. Com sinais de abandono e depredação, a construção teve início há vários anos, houve suspensão de verbas, e recentemente as obras foram retomadas, porém, não foi encontrado nenhum sinal da empresa responsável pelas obras no local. Segundo uma moradora que preferiu não se identificar, a comunidade a real necessidade do bairro é a construção de uma Unidade Básica de Saúde, com médico para atendimento à comunidade. “Isso foi prometido (construção da UBS), e até agora o prefeito não fez nada. Precisamos de um posto de saúde para que não precisemos nos deslocar até o (bairro) Luiz Fogliatto”, afirma. Além da Unidade Básica de Saúde, os moradores também reivindicam a construção de casas populares para a comunidade.

"Nós não precisamos disso. Podem desmanchar isso (ginásio) e construir casas, seria muito melhor", relata a moradora. Foram encontrados muitos excrementos de animais dentro do ginásio. Segundo os moradores, o local também tem sido abrigo para animais, principalmente cavalos, onde, os proprietários utilizam do local para lhes dar banho e repouso. Segundo a moradora, os animais já invadiram o terreno de sua residência, causando estragos. “É só conversa, conversa e conversa. Muda prefeito, muda governador, e tudo continua na mesma. É um dinheiro público que está indo fora, e o povo está pagando. Quando é tempo de eleição eles vêm pedir voto e pedir voto, depois não fazem nada”. Para os moradores, a prefeitura deveria pelo menos consertar as coisas para a entrega da gestão. A moradora também afirma que

CPA realiza Feira de Adoção de Animais Amanhã, ocorre mais uma edição da Feira de Adoção de Animais do Canil Municipal. O evento é organizado pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente, por meio da Coordenadoria de Proteção Animal (CPA), e tem parceria com a Recanto Pet, que sediará a Feira na Avenida Brasil, bairro Elizabeth, nº200. A Feira terá início às 9h, seguindo até as 15h. A Feira não fechará ao meio-dia. Segundo a Coordenadoria de Proteção Animal, todos os animais da feira serão castrados, microchipados, vacinados e desverminados. Além disso, a feira disponibilizará tanto animais filhotes quanto adultos. A coordenadora da CPA Etiane Sonego, cita que ainda há

um número significante de animais abandonados na cidade, muito por conta de pessoas que se mudam de cidade e acabam deixando o animal para trás. Ela também cita que abandono de animais é crime, que há processo na Polícia Civil em razão disso, porém, é muito difícil identificar quem era o dono do animal. Neste momento, o foco da CPA é alertar as pessoas que irão viajar, para que se preocupem com seus animais, que não os abandone. Etiane também pede que a população compareça à Feira, e, se possível, adotem algum animal. “Adotem um animalzinho, promova um lar e um ambiente favorável, que faça uma boa ação”, finaliza.

Ginásio do bairro está com sinais de abandono e depredação

o medo de passar pelo local à noite é enorme, por essa razão, os moradores denominaram o local de “cracolândia”. “Tenho muito

medo de passar à noite no local, tem muita gente usando drogas lá à noite, precisamos que corrijam isso”, relata a moradora.

MUNICÍPIO DE BOZANO – AVISO DE LICITAÇÃO

MODALIDADE PREGÃO PRESENCIAL N° 11/2016 – MENOR PREÇO (EXCLUSIVO ME, EPP e MEI) Objeto: Contratação de empresa para fornecimento de tubos de concreto, conforme especificações contidas no Edital e seus anexos, disponíveis no site www.bozano.rs.gov.br ou na Prefeitura, localizada na Rua Silvio Frederico Ceccato, n° 518, Bozano/RS. Credenciamento e início da sessão pública: 9 horas do dia 16 de dezembro de 2016. Informações complementares: (55) 3643–2004/2107; e-mail: compras@bozano.rs.gov.br. Bozano, 30 de novembro de 2016. GEDERSON MORI, Prefeito.

EM MEMÓRIA DE ANIVERSÁRIO PEDRO NUNES RODRIGUES *02/12/1914 +04/10/2014 Pai, mais uma vez é o seu aniversário e não vamos comemorar. Desde que você se foi, este dia, que era de alegria e festa, tornou-se um dia de nostalgia. Nós sempre nos lembramos de você, mas no dia de hoje essa lembrança dói porque não o podemos abraçar, porque não temos você perto de nós. Você se foi e deixou um vazio em nossas vidas que nunca foi ou será preenchido jamais. Mas o amor que sentimos por você resiste a tudo, resiste ao tempo e à saudade. E é em nome desse amor e da sua memória que nós procuramos viver este dia com serenidade e em paz. Buscamos lhe transmitir o nosso amor através de orações e receber a sua luz. Hoje, de qualquer forma, celebramos silenciosamente o dia do seu nascimento, o dia que você chegou ao mundo para escrever a sua história e ser parte da nossa. Que o senhor, meu pai, esteja em paz ao lado de Deus! Te amaremos eternamente Com muito amor e saudade, esposa Eva, filhos, genros, noras, netos e bisnetos. Ijuí, 2 dezembro de 2016.

Animais da feira são castrados, vacinados, microchipados e desverminados

cmyk


www.jmijui.com.br

RODA DE CONVERSA

AULA DE FINANÇAS

Serviço de Atendimento Especializado reúne estudantes, professores, profissionais da saúde e comunidade em geral para falar da Aids | 4

Alunos da EFA participaram de uma atividade diferenciada fazendo simulações de compra e venda de ações | 7

Presidente da Fifa virá ao Brasil Gianni Infantino estará em Chapecó para o velório dos jogadores e comissão técnica do clube catarinense. | 12

Cisa inaugura nova sede e amplia atendimento Ampliação da estrutura foi necessária devido aumento das adesões ao serviço. Ato foi acompanhado por prefeitos da região. | 4

EDITORIAL | 6 Bancar o piso regional cabe aos empresários. Mas também cabe ao governo pensar em políticas para a retomada da economia. Estado /

cmyk

Sitepaginas 2 12  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you