Page 1

JM magazine 1


JM magazine 2


prefeitura

JM magazine 1


127

Carta aos leitores

lá! Chegamos ao último trimestre do ano, e ainda vivemos a angústia das incertezas quanto ao futuro político do país e, principalmente, da economia brasileira. Mesmo assim, é preciso seguir em frente e acreditar em dias melhores. Passando à distância das preocupações cotidianas com a crise econômica avassaladora que nos tortura há meses, a JM Magazine abre esta edição mostrando o lado maravilhoso de viver, a partir de festas maravilhosas, produzidas para encantar e celebrar a vida. Do primeiro aninho ao brinde de felicidade por décadas e mais décadas bem vividas, transitando pelos débuts cinematográficos e por deslumbrantes festas de casamento, as páginas seguintes mostram o estilo inconfundível dos uberabenses na realização de eventos de qualidade. E por falar em qualidade, essa é seguramente a primeira palavra que surge para definir o trabalho profissional do renomado cirurgião plástico Adriano Peduti, fotografado por Ramon Magela para a capa desta edição, ao lado da esposa Liziane e das adoráveis filhas Júlia e Luiza. Uma família verdadeiramente feliz, que é exemplo de união e amor. Aliás, bons exemplos não faltam nas páginas desta edição, como é o caso dos bem-sucedidos empresários Silvinho Rodrigues da Cunha e Alexandra Pereira, “empreendedores de sucesso”. Jorge Alberto revela que é possível imprimir um modelo de gestão eficiente na administração pública, como vem fazendo o engenheiro Luiz Guaritá Neto, atual presidente do Codau, retratado na seção “Esse é o cara”.Tem mais, muito mais para você ler e apreciar nesta edição, como as tendências da moda, receitas deliciosas, dicas imperdíveis de Nova York para quem está planejando um giro pela Big Apple, e os carros que vão desembarcar no Salão do Automóvel de São Paulo, dentre outros assuntos interessantes. Aproveite! Até dezembro! Lídia Prata Ciabotti editora

JM magazine 2


JM magazine 3


Indice

115

EQUIPE EDITORIAL Editora responsável: Lídia Prata Colaboradores: Cristina Vasques, Esmê Nasser, Geraldo Djalma, Helena Cunha, Jorge Alberto Nabut, Larissa Prata Ciabotti Santos, Lélia Bruno, Letícia Moraes, Luiz Ciabotti Neto, Silvia Schweizer, Thiessa Sickert e Virgínia Abdala. Fotos: Alex Pacheco, Ari Moraes, Babi Magela, Bruno Namorato, Carolina Borges, Erich Studio, Hugo Brito, Jairo Chagas, Lu Gullar, Marise Romano, Marta Sabino, Mazzei Estúdio Paulo Lúcio, Ramon Magela, Roberto Pimenta, Sabrina Almeida, Tati Mendonça.

JM magazine 4

Carta aos leitores 02 Festas, por Virginia Abdalla 07 Festas, por Geraldo Djalma 21 Festas, por Larissa Prata 33 Festas, por Jorge Alberto 49 Flashes da JMM 61 61 Nascidas para brilhar 75 Sintonia Fina 84 Moda 87 Miami Summer 93 Closet Essencial 99 Beleza Revelada 105 Flower Power 115 Turismo 123 Decoração 133 Top Ten 161 Gastronomia 163 Esse é o cara 169 Empreendedores de Sucesso 175 Saúde 189 Pet 207 Carros 211 JM Cultura 217 Vitrine VIP 218 Nossa Capa 224 PUBLICIDADE: 34 3331-7900

EQUIPE TÉCNICA: Designer gráfico: Gilnei Gouvêa Designers publicitários: Alex Maia, Licarla Borges e Gabriela Vendramini JM Magazine é uma publicação de Barcelona Editora Ltda. Av. Fidélis Reis, 810 - Uberaba/MG Acesse www.jmmagazine.com.br

211

Nossa Capa Adriano Peduti com a esposa Liziane e as filhas Júlia e Luiza, fotografados por Ramon Magela. Produção: Cristina Vasques


JM magazine 5


JM magazine 6


virgínia ABDALLA

P

iscamos o olho e já é outubro. Acredita? Parece que foi ontem que estávamos fazendo as previsões para o novo ano. Mais da metade de 2018 já se foi. Muitas coisas boas e interessantes - outras nem tanto – já aconteceram até agora. Aguçamos a curiosidade com Super Lua em janeiro; fevereiro foi pura alegria, mas só em março o ano começou de fato. Abril foi marcado pela paz entre as Coréias; a guerra ficou na telona com a Guerra Infinita. Em maio, os caminhoneiros pararam o país, enquanto o príncipe Harry trocava alianças com Meghan Markle. Em junho sonhamos com o Hexa, ilusão que terminou com um balde de água fria no mês seguinte. Sobrou um inverno seco e agosto foi marcado pela largada da companha eleitoral. A primavera chegou quente, com os termômetros em alta, clima que se refletiu também na acalorada disputa das urnas rumo ao segundo turno. Qual será o resultado final? Ainda poderemos sonhar com “o Brasil que eu quero”?... Nesse andar da carruagem a gente aqui, nas páginas da JM Magazine revela aos nossos leitores que é viável acreditar sim, transformando em realidade, no mínimo, nossos sonhos pessoais.

08

Juliana e Renato em noite de festa e troca de alianças

13

Paula Castro Cunha comemora début em grande estilo

JM magazine 7


Festas

Noite de brilho de Juliana e Renato

P

Lindos e apaixonados noivos Juliana Salge e Renato Mason

alácio de Cristal da Casa do Folclore foi dimensionado na medida exata para a festa de casamento dos médicos Juliana de Oliveira Salge e Renato Mason Rodrigues da Cunha, evento privè e chiquérrimo, perfeito em todos os detalhes. A celebração religiosa – bênção nupcial conduzida pelo Pastor Gilvando – foi envolvente e emocionou todos os presentes. Juliana estava mais linda do que nunca, conduzida ao altar por seu pai, o advogado José Humberto Salge, usando dress nupcial clássico, em tecido adamascado, com cauda, elogiada criação da estilista Silvia Carneiro (3313-7150). A longa e elegante grinalda era sustentada por rica coroa da Börekah Bridal Headpieces, com153 diamantes híbridos e 139 cristais Swarovski, bordados com fios de ouro branco, luxo total. A propósito, foi a noiva que idealizou e supervisionou todos os itens da noite realmente impecável. No décor, chamavam atenção a profusão de arranjos de flores totalmente brancas, especialmente as orquídeas. Cerimonial irretocável, música alegre, sobriedade e requinte nos looks das mães e das madrinhas, todas em tons de nude. Familiares daqui juntaram-se a outros muitos vindos de Campinas, São Paulo, Salvador, Goiânia, entre outras. Juliana e Renato viajaram em lua-demel para a Riviera Maya, fechando com chave de ouro o sonhado casamento. Fotos/Alex Pacheco

Juliana e Renato com tia Delma JM magazine 8

Juliana e Renato com os pais dele, Nelson Barreiros da Cunha e Lígia Maria


Celma e Paula Virginia Salge

Os noivos com os pais dela, Celma e José Humberto Salge e os irmãos

Arthur Jonas Mendonça e Araújo e Fernanda Oliveira Salge e Araújo, Juliana e Renato

Daniel Mason Rodrigues da Cunha e Patrícia Mason Rodrigues da Cunha

Telma Castro, Sueli Vasconcelos e Celma Salge

Os noivos com as damas Isabella e Valentina e o pagem Henrique

Juliana e Renato com a avó Jacira

Elogiadíssimo Buffet Provence (3333-0028) foi o escolhido pelos noivos, reafirmando a tradição de bom gosto aliado a sabor inigualável, marcas registradas do buffet Provence, o grande preferido dos eventos mais badalados da cidade. JM magazine 9


Celebrando a vida

P

Ligia Vasconcelos Khouri

etúnias e velas brancas no décor que se espalhava por salas, varandas e jardins transformados em boate, com mesinhas e cadeiras altas, lounges e pista de dança... e muitas luzes para a comemoração dos 40 years da bela médica Lígia Vasconcelos Khouri, em São Paulo. Anfitriões de primeira grandeza, a aniversariante e seu marido, Alex Khouri, receberam amigos de fé e convidados vips ao lado dos filhos Malu, Júlia e Rafael; dos irmãos dela, Beto e Breno, e dos irmãos dele, Fábio, Tania e Richard – filhos, respectivamente, de Sueli e Gilberto Vasconcelos e de Marguerite e Karim Khouri. Um festão! Que começou às 16 horas e só terminou às 4 da matina, regado a Moët Chandon e com buffet divino, assinado por Maria Pena. Antes do happy birthday, o DJ Schipper levantou a galera chique, abalando as estruturas. E, pra fechar a noitada, show do aplaudido Juninho Bessa. Tim tim! Bruno Namorato e Sabrina Almeida

A aniversariante com os filhos Malu, Julia e Rafael, e o marido Alex Khouri

Com Dri Marrar e Maya Zarzur JM magazine 10

Verônica Maluly e Pedro

Ligia com seu irmão Beto Vasconcelos e o primo Abud

Enamorados


JM magazine 11


JM magazine 12


Festas

Début de luxo

C

omo nos bons e inesquecíveis anos dourados, com pompa, luxo e circunstância, os 15 anos da filha única de Márcio Castro Cunha e Ana Márcia Borges Castro Cunha foram comemorados em Campo Grande, na elegantíssima Villa Stecca Renno, luxuosamente decorada por Renata Velloso – uma profusão de flores brancas em bolas suspensas e arranjos baixos, entremeadas por lustres de cristal. Em momento único, Paula dançou com seu pai a valsa do début - usando esvoaçante longo assinado pela estilista Isabella Narchi – e depois com os 15 pares. Uma noite realmente inesquecível para a bela neta de Alberto Castro Cunha e Marilda e de Edésio Borges e Vilma, de tradicionais famílias uberabenses. Tanto que uma profusão de amigos do casal Márcio e Ana Márcia marcou presença no evento, brindou com os anfitriões e se deliciou com as iguarias servidas pelo suntuoso Buffet Yotedy. Lá, entre outros, Raquel Gomes e Carlos Lourenço, Maria Paula Meneghello, Adriana Mariano, Anelise Laterza, Isabella Rodrigues da Cunha e Crispim, Eliana Palis e Eduardo Trucharde, Eduardo Rodrigues da Cunha e Andréa Sidney, Patrícia e Luiz Flávio Mesquita, Dadaça Sepúlveda e Franz Sallum, Priscilla e Antonio Alberto.

Debutante Paula Borges Castro Cunha

Paula Borges Castro Cunha e seus pais, Márcio Castro Cunha e Ana Márcia

Paula com suas convidadas para a valsa do début JM magazine 13


Festas

Com o pai e a irmã Kiki Fontoura Castro e o cunhado Eduardo Champs

Paula e seu irmão Eduardo Fontoura Castro Cunha

O luxuoso cenário

Maria Paula Meneghello, Paula, Sofia e Patricia Junqueira

Com suas madrinhas Soninha Vilela e Cristiana Rodrigues da Cunha, que reside nos EUA e foi especialmente para o evento

Paula com as grandes amigas uberabenses de sua mãe JM magazine 14

Guilherme Vilela e Ana Cristina entre os convidados uberabenses


JM magazine 15


Festas

Sônia e Irizon em noite de grande festa

F

esta luxuosa marcou a comemoração das Bodas de Ouro de Sônia e Irizon Arantes, em setembro, entre familiares e amigos de longa data. Tudo perfeito, do cerimonial ao buffet, do décor aos doces fabulosos, da alegria à emoção contagiantes. Sempre unidos, Sônia e Irizon fizeram questão de dividir o momento com os mesmos que os cercaram há 50 anos, contando inclusive com a mesma dama de honra. Aliás, este foi um dos pontos altos do evento, assim como a renovação dos votos matrimoniais celebrada pelo Padre Adailton, em consonância com os ritos da Igreja Católica. Família linda, formada pelos filhos e neto, ajudou os pais a receber com categoria e finesse que lhes são peculiares: Cíntia Arantes (em noite privilegiada) e seu marido Paulo Eduardo Frasson, Marcelo Arantes e sua esposa Miriam Braga e o neto Gabriel Esteves Arantes, que levou as alianças dos queridos avós. Cenário magnífico foi criado por Alexandre Assumpção e sua mãe Vera (insuperáveis!...) em todos os ambientes: altar, mesas de bombons e bolo, lounges, todos com grandes arranjos de flores coloridas em tons de rosa - do pink ao baby - e muito verde natural, antecipando a primavera. Tudo perfeito! Elegância, beleza e tradição foram palavras de ordem na noite. Fotos/ Ramon Magela

O brinde de Sônia e Irizon com a filha Cíntia Arantes, o genro Paulo Eduardo Frasson e o casal Marcelo Arantes e Miriam Braga JM magazine 16

Irizon Arantes e Sônia em noite de bodas

Heloisa e o prefeito de Uberaba Paulo Piau


Cristiano Miziara e Maria Helena

Karim Mauad e Flávia, Rose e José Oscar Lopes

Ana Cláudia Costa e Roberto Leite Barbosa e Alaor Gomes Neto

Angela e Alexandre Barbosa

José Toubes Neto e Maria Cecília

Angela e Prata Alexandre Barbosa Meneval dos Santos e Mônica

O casal com Adriana e Chico Franco

Valéria e Nicolau Laterza

Casal mais que chique e de bom gosto certamente acerta na escolha do buffet, como os estimados Irizon e Sônia, que apostaram nas deliciosas produções do Provence Buffet (3333-0028) para agradar o paladar aguçado de seus convidados.

Cenário da festa by Vera e Alexandre Assumpção JM magazine 17


Festas

chá de maria luiza

T

arde maravilhosa de requinte, beleza e perfeição nos detalhes marcou o chá de berço de Maria Luiza, a segunda filha do casal Fernanda e Otávio Junqueira, que chega ao mundo em breve, para alegria de seus pais e avós e do irmãozinho Luiz Otávio Neto. O evento foi organizado e oferecido pela chique avó paterna, Ana Maria Junqueira, e sua filha Alexandra nos jardins da bela residência da família em São Joaquim da Barra. Buffet perfeito do badalado Espaço Golf, decoração de sonhos by Renata Tuychi, que veio de São Paulo especialmente para isso. Tudo em tons de rosa champagne: louças, arranjos de flores, coberturas e amarrações nos gazebos, uniformes das copeiras, arranjos das bandejas e lembrancinhas. Todos em elegantes brindes de champagne para Maria Luiza. Bem vinda!

Fernanda à espera de Maria Luiza

A elegante hostess Ana Maria Junqueira, avó paterna

Com sua bela mãe empresária Vera Tuychi

Vera Tuychi, avó materna, recebendo Dadaça Barbosa, Maria Carolina e Ilzabeth Mendonça JM magazine 18

Irmãs lindas, Renata e Fernanda


JM magazine 19


JM magazine 20


GERALDO DJALMA

C

om a chegada da primavera renovam-se as energias e tem início mais um ciclo de vida. Nesta colorida e ensolarada estação, além das flores, nasce no povo brasileiro a esperança de dias melhores. Com a escolha de novos líderes, tudo pode ser mudado, transformado, melhorado. O Brasil passa por um momento de provação e cada um precisa fazer sua parte. Muitos são os ideais e convicções, mas é preciso prestar atenção nos detalhes, nas entrelinhas, para separar o joio do trigo. Não há espaço para erros, o voto tem que ser consciente e certeiro. Está na hora desta nação ocupar seu lugar de direito e voltar a ser destaque positivo no mundo. Precisamos deixar de ser o país do bumbum para ser o país da renovação, da educação de qualidade, da segurança, da saúde e da prosperidade.

22 Casamento chique de Mariana Tahan e Roberto Cestari

28

Chá-bar animado de Carla Guide e Augusto Tondin JM magazine 21


Festas

Casamento em RIbeirão Preto

A Mariana Cunha Andrade e Roberto Cestari Filho

vizinha cidade Ribeirão Preto recebeu, no dia 14 de julho, um dos mais comentados casamentos da temporada. A linda Mariana Cunha Andrade, filha dos queridos Denise da Cunha Tahan e Eduardo Almeida Andrade, tornou-se senhora Roberto Cestari Filho, filho dos estimados Silvia Cestari e Roberto Cestari, já falecido. Amigos e familiares marcaram presença e aproveitaram cada momento do chique enlace ao lado dos noivos. No altar, o colunista anotou a presença dos padrinhos: Silvinho Rodrigues da Cunha e Júlia Tahan Oliveira, Paulo Marcos Junqueira Guimarães e Fernanda Tahan Guimarães, Luisa Tahan e Tácito Godoy, Andrea Vasques e Luiz Cadelca Neto, Maria Fernanda Prata e Pedro Abud.

Fotos/Mazzei Estúdio

Os noivos com o irmão e mãe dele; Alexandre e Silvia Cestari e os pais dela; Eduardo Andrade e Denise Tahan

Mariana com a madrinha Eliete Tahan, a avó Irene da Cunha Tahan, a mãe Denise, a tia Bia Tahan e a prima Ana Augusta Milano JM magazine 22

Casal de amigos Andrea e Luiz Cadelca e a prima Júlia com o tio Silvio Rodrigues da Cunha


Paulo Salge e Monica Van Roost

As primas da noiva, Luísa, com o marido Tacito, e Fernanda, com o marido Paulo Marcos

Os recém-casados com o belo elenco de madrinhas

Com Sabrina Brett e Daniel Graner

Com a avó dela, Irene Tahan

Marina Trindade, Carolina Russo, Mariana e Andrea Vasques

Os noivos com os padrinhos JM magazine 23


Festas

Fernanda e Alexandre no altar

F

ernanda Beatriz de Melo Abdalla Palis e Alexandre Abdalla Palis Júnior protagonizaram belíssimo enlace no Santuário da Medalha Milagrosa. Com elegância e beleza, Fernanda entrou pela nave da igreja e atraiu todos os olhares. O noivo Alexandre, muito apaixonado, a esperava ansioso no altar. Após a celebração religiosa todos os convivas foram recepcionados em animada festa.

Os recém-casados Fernanda Melo Abdalla Palis e Alexandre Abdalla Palis Jr. com as daminhas Maria Vitória, Júlia, Alice e Maria Luiza

Fotos/Carolina Borges e Hugo Brito

A noiva com os pais Gilmar Antônio de Melo e Laura de Melo Fernandes de Melo

Alexandre recebendo o abraço do irmão Leonardo JM magazine 24

Os recém casados com os irmãos dela, Karoline de Melo Fernandes Melo e Gabriel Fernandes de Melo

O noivo com os pais Ana Dulce Andrade Ferreira e Alexandre Abdalla Palis

O apaixonado casal com a avó da noiva, Sebastiana


JM magazine 25


Festas

O amor de Hugo e Larissa

A

sociedade uberabense ficou movimentadíssima na ocasião do casamento dos queridos Larissa Lasmar e Hugo Assis Soares. A bela união foi repleta de momentos emocionantes e encantou os convidados pelo romantismo da cerimônia religiosa e pela elegância da recepção que veio a seguir, com um projeto de decor elaborado pelo chique Alexandre Assumpção. Larissa foi uma noiva clássica e escolheu um vestido todo trabalhado em renda, elaborado pelas mãos mágicas de Silvia Carneiro, que se transformou na queridinha das noivas da região. Destaque também para a mãe do noivo, Marli Assis que estava elegantíssima no altar.

Larissa Lasmar e Hugo Assis Soares foram os românticos noivos de julho

Fotos/Babi Magela

Os recém casados com a família dela; os pais Rui Jorge Lasmar e Gislene Lasmar e a irmã Letícia

Hugo com a mãe Marli Assis que recebeu muitos elogios pelo elegante vestido assinado por Patrícia Bonaldi JM magazine 26

O noivo com seu pai, o promotor de justiça Deusivone Campelo Soares

Decoração romântica e deslumbrante criada pelo querido Alexandre Assumpção

Toda a exuberância de Larissa neste lindo vestido criado pela talentosa Silvia Carneiro que é a queridinha da noivas


JM magazine 27


Prontos para casar

M

uita alegria e descontração no chá-bar de Carla Martinez Guidi e Augusto Ribeiro Tondin, que foi realizado no dia 11 de agosto. Amigos e familiares do jovem casal iniciaram os festejos deste que promete ser um dos mais belos casamentos do ano. A decoração ficou um charme e foi inspirada na região da Toscana, na Itália. Alexandre Assumpção usou centenas de limões sicilianos, orquídeas amarelas e muitas folhagens para entrar no clima. Os noivos subirão ao altar no dia 24 de novembro e passarão a lua-de-mel em tour pela Europa.

Carla Martinez Guidi e Augusto Ribeiro Tondin

Fotos/Alex Pacheco

Com a mãe, Simone Martinez Carla e Augusto com a irmã dele, Beatriz, as sobrinhas Alice e Luiza, e o cunhado Rafael

Os noivos com os pais dele, Daniela e Avelino Donizeti Tondin JM magazine 28

Carla com o pai Pedro de Paula Guidi

Os noivos com o irmão dele, Avelino Neto, a cunhada Izabela Cadelca, e a sobrinha Manuela Cadelca Tondin


O noivo Augusto com todos os seus amigos JM magazine 29


Chá de fraldas

A

família Andrade está muito feliz com a chegada da pequena Maria Fernanda, que nasceu no dia 05 de setembro. Antes, porém, os papais de primeira viagem, Bruna e Felipe Andrade, receberam amigos e familiares em uma charmoso chá de fraldas. Ajudando a receber os convidados estava a chique vovó Meg Andrade, que cuidou de todos os detalhes da festa. Tudo ficou impecável! Do serviço à decoração imperaram o bom gosto e a elegância. Que a caçulinha do clã Andrade cresça repleta de saúde e que alegre ainda mais esta família tão especial.

Bruna e Felipe Andrade receberam amigos e familiares para o chá de fraldas da pequena Maria Fernanda

Fotos/Babi Magela

Alcione Rodrigues sendo recebida por Bruna

Com Daniele Alkimim e Stellá Custódio Barros

Fernando, Felipe, Lusa, Bruna, Meg,Tiago e Diogo nesta linda foto para o álbum de família

Bruna recebendo a chique Maíla Dornfeld

Decoração super fofa que a É Pique Festas Criativas (3321-8487) fez para o chique chá de fraldas JM magazine 30

Maria Luiza Barsam e Florença Barsam ladeando a vovó Meg

A mamãe Bruna com Luiza Vilela e Fernanda Cecilio


JM magazine 31


JM magazine 32


LARISSA PRATA

T

oda vez que começa a chegar o fim do ano, temos sempre aquela mesma sensação. Um misto de ansiedade (porque ainda não é, de fato, o fim do ano) com aquele aperto no peito, porque o tempo está passando rápido demais. Aliás, como o tictac anda frenético! Num piscar de olhos tudo muda. E quem não está em busca de alguma mudança? Enquanto os novos tempos não chegam, nem as luzes de Natal, vamos nos deliciar com mais uma edição da JM Magazine, que traz o frescor da modernidade a cada edição. Esta, em especial, inova já na capa, com uma querida família emprestando sua beleza e dinamismo. Especial também por casamentos inesquecíveis, abrilhantando cada página, além da beleza e pureza das crianças (sempre elas!), dando colorido especial às coberturas – como resistir? Brindemos juntos enquanto caminhamos para o último quarto do ano.

34 O chique casamento de Fernanda Amaral e Bruno Guarato

40 Adriana e Renato Abrão reuniram a criançada para o 1º aninho de Cecília

JM magazine 33


Festas

#CasamentoFêeBruno

Q

Lindos, muito queridos e irradiando alegria, Fernanda Amaral e Bruno Guarato reuniram colunáveis em torno de seu festejado altar, no fim de julho

ue lindo foi o casamento dos queridos Fernanda Rodrigues Borges Amaral e Bruno Guarato Leite! Sempre em perfeita sintonia, os noivos subiram ao altar da capela do Colégio Marista, para unir as famílias de Alcione Rodrigues Silva e Leonardo Amaral, Hedilamar Guarato (em um dos mais belos vestidos da noite) e Domingos Leite. Destaque para as três damas de honra: as irmãs do noivo, Virgínia Leite e Fernanda Guarato, e a fofa Malu Guarato, prima de Bruno, filha da igualmente querida Cris Guarato (belíssima, com seu dress dourado). Apadrinhando o jovem casal, belas e produzidas mulheres em vermelho, um luxo! O amor de Fernanda e Bruno estava ainda mais evidente no grande dia deles, e teve até declaração do noivo, no palco de Enzo e Danniel, sinônimo de festa boa. A noiva tinha belo sorriso no rosto, que arrematava seu white dress exclusivo, criação belíssima de Sílvia Carneiro. A badalada estilista também assinou o vestido da mãe da noiva, Alcione. Chamando a atenção de todos estava a decoração do salão de festa, assinada pelo mago Alexandre Assumpção – simplesmente deslumbrante, com flores e mais flores e um imenso lustre, que foi um dos pontos altos da recepção. Após curtirem cada minuto do seu grande dia, Fernanda e Bruno embarcaram para as Ilhas Maurício, paraíso dos apaixonados. Felicidades ao jovem casal. Fotos/Alex Pacheco

Fernanda e Bruno com a mãe dela, Alcione Rodrigues, e Eduardo Andrade

Bruno e Fernanda com a mãe dele, Hedilamar Guarato, e as irmãs, Maria Cristina, com o namorado, Felipe Árabe, e Fernanda JM magazine 34

Fernanda com seu pai, Leonardo Amaral

Bruno e Fê com a avó dele, Shirlei Guarato, e o esposo, Emerson

Os noivos com o pai dele, Domingos Leite, sua esposa, Mariângela, e as irmãs do noivo, Maria Cristina e Virgínia


Os noivos com a tia dele, Cristiane Guarato, uma das mais belas da noite, com seus filhos, João Victor e Maria Luiza

Os noivos ladeados pelos padrinhos, Márcia e Ricardo Paiva, e Ana Tereza

Queridos Luciana Aragão e Adolfo Andrade Pena, Sílvio Neto, Mariáh, Rodrigo, Gabriella e Bruno Byrro com osJéssica filhos, Rodrigo e Ana Vitória

Recém-casados Dudu Cartafina e Paula Guaritá, noivos, Ricardo Palmério e Victória Salles

Vanessa de Oliveira

Genesilda e Celso Salgado

Ricardo Brandólis e Luciana

Paola Bóscollo e Mário Molinar Decoração majestosa, com flores e cristais, assinada pelo talentoso Alexandre Assumpção Mauro Júnior e Paula Crozara

Luiz Carlos Souza Campos e Maria Alice Veludo

Ana Paula Ribeiro e as filhas, Maria e Joana JM magazine 35


Festas

O "sim" de Alice e Frederico

J

ovens médicos Alice Arantes de Souza e Frederico Costa Nunes reuniram colunáveis na bela igreja do Colégio Marista para aplaudir seu "sim". Classe médica compareceu em peso para prestigiar os queridos noivos na, bela e emocionante cerimônia. A noiva é filha de Aparecida e Enisson Vicente de Souza, e o noivo é filho de Maria Lúcia e André Avelino da Costa Nunes Júnior. Fotos/Alex Pacheco

Noivos de julho, Alice Monteiro e Frederico Costa Nunes com os lindos gêmeos, Victória e Otávio

Fotos/Alysson Oliveira

Alice e Frederico com os pais da noiva, Aparecida e Enisson Vicente de Souza Os noivos com a irmã dela, Aline, e o esposo, Leonardo Costa Fernandes

Casal recebendo Luciano Abdanur e Luciana, vindos de São Paulo especialmente para o evento Os noivos com os irmãos dele, André Filho e Fabiano, e o pai, André Avelino Costa Nunes Jr.

Jairo Borges e Virgínia JM magazine 36

Gustavo Aragão e Leila, apadrinhando os noivos

Leonardo Francisco e Maíra Couto


JM magazine 37


Festas

Ursinhos Carinhosos para Antônia

D

iretamente dos nossos sonhos de criança, a risonha Antônia Cadelca De Stéfani comemorou seu primeiro aninho com festa temática dos Ursinhos Carinhosos (by É Pique Festas Criativas). Delicioso e festivo almoço reuniu as famílias Cadelca e De Stéfani, entre amigos. A fofa aniversariante é a primogênita de Bárbara e André De Stéfani e contagiou a todos com seu sorriso mais gostoso!

Bárbara Cadelca e André De Stéfani com a pequena Antônia, que comemorou seu primeiro aninho

Fotos/Babi Magela

Antônia com avós maternos, Toninha e Angelo Cadelca, a mãe, Bárbara, as priminhas Clara e Manu e as tias, Olívia e Izabela Cadelca

Antônia e Bárbara com as belas Sabrina Cotian e Alice

Antônia com Mariana, tia Marina,Tais e Fernanda

Primas Eduarda, Bárbara, Isadora, Maria Laura, Olívia, Marina e Sabrina Cadelca JM magazine 38

Antônia com a bisa, Mariana, e os avós paternos, Mauro e Paula De Stéfani

Aniversariante com os padrinhos Maria Carolina e Matheus De Stéfani

Dos nossos sonhos, realizada pela competente Raquel Ribeiro e equipe da É Pique Festas Criativas, decoração dos Ursinhos Carinhosos, superdiferente e lúdica, especialmente para o primeiro aninho de Antônia


JM magazine 39


Festas

Cecília faz 1

A

Adriana e Renato Abrão com a fofa Cecília, que encantou a todos na festa de seu primeiro aninho

migos Adriana Treme e Renato Abrão reuniram colunáveis para paparicar a doce Cecília, primogênita do casal, nas comemorações de seu primeiro aninho. Linda e risonha, nem precisa dizer que a aniversariante roubou a cena – e os corações – dos presentes! Destaque no chique evento para os avós da fofa Cecília, nossos amigos Idarlene e Djalma Abrão, e Lêda e Jairo Treme. Fotos/RamonMagela

Juliana e Djalma Júnior com as filhas, Aninha e Laurinha

Adriana e Cecília com o dindo Augusto Treme e sua bela namorada, Luiza Amaral

Padrinhos de Consagração, Sarah e Ramon Santos, paparicando Cecília JM magazine 40

Cecília com seus avós, Idarlene e Djalma Abrão, Lêda e Jairo Treme

Tânia e João Abrão com os filhos Mariana, com o esposo, Júnior, Fernando, com a bela Marília, e Juliana

Decoração fabulosa com o tema Jardim, by Catavento Buffet (3312-4020) assinada pela talentosa Maria Paula Mendes para a linda festa de Cecília.


JM magazine 41


Festas

Fazendinha da Donata

T

em coisa melhor do que sorriso de criança? Donata Barbosa Carrara aproveitou o gostinho especial da infância nas comemorações de seus dois aninhos, com festa superbacana com o tema fazendinha, recebendo com seus pais, Guilherme Carrara e Luiza. Tudo super caprichado, nos mínimos detalhes, charmosa e colorida, como deve ser! Donata brincou e se divertiu e as perspicazes lentes de Lu Gullar captaram os momentos mais bacanas de uma festa recheada de amor.

Donata fez dois! Guilherme Carrara e Luiza Barbosa fizeram bucólica festa de fazendinha para o niver da primogênita

Fotos/Lu Gullar

Vovó Beia Oliveira com a aniversariante

Donata com a bisa, Ilka Cançado, e a vovó Miriam Freire

Gabriela Hueb Ribas com a filha, Marina, Júlia Rezende com Maria Antônia, e Helena

Donata com Bárbara Salles e o dindo, Marco Barbosa

Valentina com a mãe, Karla Fontoura

Decoração mais charmosa impossível que deixou todo mundo admirado no niver de 2 aninhos de Donata, obraprima da talentosa Raquel Ribeiro (leia-se É Pique Festas Criativas 3321-8487)

JM magazine 42

Donata com Isadora Hueb

Paula Freire Carrara com a sobrinha e afilhada, Donata, e os filhos João Francisco e João Antônio


JM magazine 43


Festas

Piquenique cheio de cor

C

heio de charme e estilo, João Marcos Jammal divertiu-se à beça em colorido piquenique para comemorar seus três aninhos. O fofo aniversariante é filho dos amigos Laureen e Marcos Jammal, que não mediram esforços para deixar as comemorações inesquecíveis. Alegria e descontração para a criançada.

João Marcos com o vovô Marcos Cézar Jammal

João Marcos com o tio e dindo, Alessandro Jammal, vovó Silvânia Adad, e o pai, Marquinhos

Daniel e Renata Melo com os fofos Luiza e Rafael

Daniela Castro e Izabela JM magazine 44

João Marcos ganhou beijão duplo de seus pais, Laureen e Marcos Jammal, para comemorar seus três aninhos

João Marcos com os avós maternos, Aidê e Marcelo Espírito Santo

Fabiana de Pádua, Patrícia Miziara e Thaisa Sampaio Brito

Colorida decoração do piquenique de João Marcos, que deixou o dia mais divertido e animado, criação especial da É Pique Festas Criativas (3321-8487)

O aniversariante com a prima Rafaela Sampaio Brito


JM magazine 45


Festas

Grande circo

P

Daiana e Samir Idaló armaram divertido picadeiro para o 1º aninho do filho,Bernardo

icadeiro armado para o primeiro aninho do príncipe Bernardo em agosto. Daiana e Samir Idaló reuniram a criançada para as comemorações no colunável buffet Salamê Mingueê, que ficou supercolorido. Felicidades mil para o risonho Bernardo!

Fotos/Marise Romano

Vovó Amélia com, Mateus e o aniversariante, Bernardo

Daiana e Bernardo com as titias,Emiliana,com o fofo Mateus,e Pollyana,com seu bebê Matheus

JM magazine 46

Samir e Daiana com a alegre tia dele,Edna Idaló

Rita e Joaquim Paes,Lana Cezarini e Sergio,com os filhos foram abraçar Daiana e Samir na festa de Bernardo

Bernardo se divertiu com a vovó Mariana Idaló


?

JM magazine 47


JM magazine 48


JORGE ALBERTO

N

O PERÍODO marcado por promessas – das campanhas eleitorais, dos candidatos às cadeiras de deputado estadual e federal, de governador, senador e Presidente da República, bem como as campanhas de glorificação e de difamação de uns e de outros, piorando o que já está ruim, ou seja, a indecisão quase que total dos eleitores – é melhor ficar com outra promessa: a do Verão, que já começa a aquecer as piscinas, e mesmo as praias distantes, chegando a nossos salões de festas, onde os decotes femininos descem além do permitido, como se ainda houvesse motivos para censurar revelação da beleza das mulheres. Os homens, coitados, continuarão a enfrentar as altas temperaturas com as mesmas camisas de manga longa e quase sempre claras, as gravatas e os ternos, primordialmente escuros. Mas, nem por isso, circular pelos salões deixa de ser um ato prazeroso. As atrações são sempre diversas e há sempre um champagne trincando no balde de gelo, pronto a espumar na nossa flute de cristal. Mas não pense que já é final de ano e estamos desejando ao Brasil uma melhor sorte como a dos últimos tempos. Ainda nos veremos antes do fim de ano. Aqui mesmo, na JM Magazine.

50

Maria Fernanda e Pedro Abud recebem a bênção nupcial

52

Gabi Barsam comemora début em grande estilo

JM magazine 49


Festas

Fernanda e Pedro sobem ao altar

E

vento badalado foi o casamento de Maria Fernanda Oliveira Santos e Pedro Abud Recife, na capela do Colégio Marista Diocesano, lugar extremamente significativo para os noivos e seus pais: Luiz Fernando dos Santos e Rosana Pontes Prata Oliveira Santos; Carlos Márcio Zuliani Recife e Amália Cristina Felipe Abud Recife. Celebração emocionada feita pelo Padre Fabiano Roberto, amigo das famílias, precedida pelo cortejo de elegantes padrinhos. No altar, junto aos pais, as irmãs de ambos, arquiteta Maria Theresa de Oliveira Santos e a médica Sarah Abud Recife.

Fotos/Erich Studio

Noivos com a família dela, os pais Rosana e Luiz Fernando e a irmã Maria Thereza

Maria Fernanda e Pedro recebem a bênção nupcial

Com a tia Maria Teresa Abud

Noivos com seus avós JM magazine 50

Maria Fernanda e Pedro com a tia dele,Vitória Recife


Com os pais dele, Amélia e Carlos e a irmã Sarah

Belas Marília, Fúlvia e Alcione Araújo

Com os tios Tânia e José Carlos Abud

Amélia e Pedro com Laura Hueb

Elegantes Keilla Mattar, Paula Hueb e Beth Batista

Mara Borges e Borges e Amélia

Mariana Araújo e Giovana Bernardes JM magazine 51


Festas

LUSA GANHA FESTA AOS 90

F Sempre atenta e mais alto astral, Lusa Almeida Andrade foi homenageada com festão de 90 anos

ELICIDADE de chegar aos 90 anos tem sido aplicada, cada vez a mais pessoas de boa saúde. Essa impressão foi marca da comemoração dos 90 anos muito bem-vividos de Lusa Almeida Andrade. A rainha do artesanato deu à modalidade projeção nacional e internacional, através das grandes mostras realizadas durante a ExpoZebu. Uberaba ganhou muito como trabalho dela. Recebendo com a aniversariante, os filhos: Ana Cristina, que é mestra de inglês e guia de jovens à Europa, Eduardo, acompanhado de Alcione, Guilherme, em companhia da psicóloga e mulher de ação social Maria de Fátima Oliveira, Fernando, com a socialite Meg, pronta para decolar para o Iran, antiga Pérsia. Lusa Andrade teve a festa que queria e que merecia.

Fotos/Marta Sabino

Fernando e Meg e os filhos Felipe e a esposa Bruna, Tiago e a esposa Viviane, e Diogo com a namorada Larice

Vitória e Diamantino Inteligente Ana Cristina com a talentosa mãe, Lusa Andrade JM magazine 52

Maria de Fátima Oliveira e Guilherme Andrade


Dadaça Barbosa e Lusa Andrade

Ilka Oliveira e Ângela Ratto

Maria Carmelita, Uracy Sabino e Denise Cunha

Gilberto Vasconcelos e Marcos Montes

Nadir Silveira e Vitória Prado

Roberta e Virgínia Addriano

Carminha, Marília, Lea, Carlos Nabut e Regina

O deslumbrante bolo elaborado pela talentosa Luciana Lopes (3312-4253). Estava maravilho!

JM magazine 53


Festas

DR. RENe EMPLACA 97 ANOS

S

Dr. Rene Cecílio com a neta Camila Mardegan

EÇÃO dos que vivem muito mais e melhor, na JM Magazine, abre espaço para comemoração dos 97 anos, vividos com dignidade e alegria, como diz o painel defronte à residência do médico Rene Cecílio, fundador do Hospital Santa Cecília, hoje UPA, juntamente com seu irmão, Romes. Lúcido e ativo, se deixou levar pela empolgação dos cinco filhos: Thessa, Maurício, Ariana, Rene Filho e Thassiana, que orquestraram movimentado almoço nos jardins da bela e tradicional residência da família. Um pouco de tudo e todos na nossa página. Fotos/Ari Moraes

Ana Thessa com a mãe, Thessa Cecílio

Maurício e Sandra com os filhos Luiza e Marco

Dr. Rene com Renezinho, a esposa, Cecília Helena e o filho Pedro e Adriele JM magazine 54

Dr. Rene com a filha Ariana e a neta Carla

Thassiana com o pai e os filhos,Giancarlo e Thassianinha


JM magazine 55


Festas

OS 70 ANOS DE JOSÉ HUMBERTO

U

ma festança para nunca ser esquecida. Assim foi a comemoração dos 70 anos do carismático José Humberto de Morais, compartilhando a feliz data com um grupo seleto de amigos e familiares próximos. José Humberto e sua esposa, Adenilda Amorim, receberam todos convidados com muita alegria, curtiram cada momento da festa, marcada por descontração. A residência de José Adão e Oneida Morais foi decorada especialmente para a data. Foi uma noite contagiante!

Vendramini e José Humberto

Fotos/Paulo Lúcio

José Adão e Oneida Morais

Alessandra, Rodrigo, Oneida, Adenilda e José Humberto

Rodrigo, Adenilda, José Humberto e Alessandra

Luciano Jr, Maria José, José Humberto, André, Vânia, Vanessa e Matheus JM magazine 56

Rodrigo, José Humberto, Gabriel e Marcelo

Decoração da mesa ficou exuberante

Neusa, José Humberto e Ademir

Maria José, José Humberto e Oneida

Clésia, José Humberto e Luís Salge


JM magazine 57


Festas

NOITE DE MÁSCARAS

B

ela e competente apresentadora de TV e empresária Paula Chagas reuniu amigos e familiares para comemorar seus 40 anos em animada Noite de Máscaras. Ao lado do marido, Oscar Razera, e do filho Nicolas, Paula recebeu seus convidados com muita elegância a bordo de um dress todo bordado em ouro e prata, look que foi arrematado pela mais bela máscara da festa. Champanhe e uísque aliados a delicioso cardápio e repertório musical super top deram o tom de bom gosto à celebração. Felicidade, Paula!

O casal com o filho Nícolas

Hugo com a mãe Marli Assis que recebeu muitos elogios pelo elegante vestido assinado por Patrícia Bonaldi JM magazine 58

Bela Paula Chagas recebeu os cumprimentos ao lado do marido Oscar Razera

Paula e Oscar recebendo Dilurdes e Toninho


JM magazine 59


JM magazine 60


Festa para JMM 61 JMMAGAZINE

C

Fotos/Jairo Chagas e Paulo Lúcio

Heloisa e Paulo Piau

Elisa e Juliano

Dulce Helena e José Fernando

Renzo, Maria Angélica e Matusalém

asa di Giulietta acendeu as luzes para receber os convidados da JM Magazine e celebrar o lançamento da sua 61ª edição. Na capa, foto do empresário Neylson Almeida, CEO da Inter Construtora Ltda., que está lançando o que o prefeito Paulo Piau chamou de “uma nova Uberaba” em área recém-adquirida na avenida Nossa Senhora do Desterro. Natural de Juiz de Fora, Neylson fez questão de prestigiar o coquetel de lançamento da revista e anunciou aos presentes sua intenção de fincar raízes em Uberaba, e não apenas erguer um empreendimento imobiliário. A festa da JM Magazine contou com a parceria da Guss Doces, com seus deliciosos brigadeiros gourmet, e da Bartenders RP, de Ribeirão Preto, que criou coquetel especial em homenagem à JMM. Ao som do seleto repertório de MPB de Léo Palhares, os convidados folhearam as páginas da revista e não pouparam elogios ao conteúdo da edição. JM magazine 61


Detalhe da decoração by Daniela Flores

Mesa de frios fez sucesso no evento

Bartenders RP grifaram coquetéis maravilhosos e criaram um drink em homenagem à JM Magazine

Leo e Geraldo

Rafaela, Vinícius e Nadir JM magazine 62

Show de Leo Palhares agradou em cheio

Carrinho de delícias da Guss Doces

Sueli, Stephanie e Wellington


Luciana e Mariana Maria Luiza, Cláudio e Luciene

Perla e Fernando

Guilherme e Cecília

Renata e Alceu

Michelle e Viviane

Altamir e Alessandra

Rose e Paolinelli

Euseli e Rosemeire

Gilberto e Cristina

Alexandre e Taís JM magazine 63


Maria Cláudia e Larissa

Sílvia e Esmê

Alex e Felipe

Abadia Vantuir ee Antônio Isabela Mário

Virgínia e Adriana

Maraisa e Gilson Alexandre e Lilian

Ana Paula, Wemerson, Luciana e Alexandre JM magazine 64

Ana e Tiago

Arnaldo e Fabiana

Fábio e Mariana

Rafael


JM magazine 65


Heli e Alessandro

Bárbara, Paulo Lúcio e Jairo

Fábio e Lélio

Marilaine, Luiz e Layla JM magazine 66

Silmara, Jorge, Auxiliadora e Silvia

Rafael e Raquel

Renata e Ana

Cristiane e Ricardo

Gilnei e Karin

Valéria e Flávio

Elizabeth


JM magazine 67


Luiz Fernando e Mirela

Débora e Francine

Marília, Murilo e Natália

Fábio, Janaína e Miguel

Artur e Marco

Bruna, Adriana e Paula JM magazine 68

Bráulio e Flávia

Kaká e Eduardo

Marcos Rogério

Luzinete e Priscila


JM magazine 69


Eliane e Sandro

Ariane e Jorge

Sônia e Ramon

Keila e Oliver JM magazine 70

Rodolfo e Bianca

Antônio Joaquim

Renato e Adriana

Patrícia e Daniela

Bianca e Leonardo

Indiara e Alexandre

Marina e Luana

Altair, Ana Carolina e Camila


JM magazine 71


C

hictime Premium foi um dos melhores eventos da temporada. Realizada por Mathaus Sanchez esta foi a segunda edição do evento. O Prêmio Chictime é símbolo de credibilidade e sucesso, tendo o apoio de grandes empresas e diversos pilares da sociedade uberabense. Os premiados, homenageados nas categorias de personalidade, empresário de sucesso e profissional de destaque, foram escolhidos pela sua conduta e sucesso profissional. A festa foi maravilhosa, com o tema Baile de Gala. Os convidados e homenageados estavam impecáveis, com seus looks. As mulheres mais belas da cidade estiveram presentes. O estilista das celebridades Walério Araújo e Dila Oliveira, que fez história no cenário de moda em Uberaba, desembarcaram direto de Sampa para abrilhantarem ainda mais o evento. Logo depois do evento, Mathaus Sanchez realizou a doação para a Casa de Apoio Danielle e arcou com os demais compromissos da festa. Mathaus realmente não para: ele já está realizando outras ações para ajudar ainda mais a Casa de Apoio Danielle. Até hoje o evento é lembrado como um dos melhores da cidade e o Chictime, por Mathaus Sanchez, é símbolo de credibilidade e sucesso. Agora é aguardar a próxima edição do Chictime Premium.

JM magazine 72

Mathaus recebendo Paulo Piau e Heloísa

Mathaus com Lídia e Larissa Prata

O brinde dos homenageados

Mathaus recebendo Paula Hueb e Monica Hial

Walério Araújo e Mathaus


Lídia Prata, Ana Paula Sabino, Bia e Mathaus

Monalisa, Karime e Kaissor Saad

Mônica Hial, Maria Paula e Paloma Pinti

Nayara Rodovalho,Karol Vidal, Kaká Borges e Marise Romano

Thiessa, Ju Ribeiro, Heli Andrade, Rafael Menezes e Nilton Junior Paula Hueb e Mathaus

Madu, Cynthia Ferreira, Nathália Marinelli

Silvânia, Gegê, Cidinha Coimbra e Kaká

Renato Marajó, Kalil, Guilherme Ezequiel e Guerrinha

Walério e Dila JM magazine 73


JM magazine 74


Por VIRGINIA ABDALLA / fotos Ramon Magela JM magazine 75


ELAS

F

ala-se tanto em empoderamento feminino, que muitas de nós, mulheres do século 21, imaginam que para ser feliz basta somente ascender social e profissionalmente. Porém, não são apenas esses fatores que satisfazem as mulheres antenadas com o seu tempo. A cada série de entrevistas que tenho tido o prazer de realizar para a JM Magazine, me surpreendo e me encanto com o quanto nossas

homenageadas, cada uma delas, na sua individualidade, externam pensamentos positivos e revelam o quanto estão antenadas com as causas sociais, políticas, econô-

Leveza é o seu sobrenome, mas a sua presença pesa como nenhuma outra.”

micas e de sustentabilidade, com os desafios e surpresas trazidos pela globalização e os avanços tecnológicos. E o que é o melhor e mais delicioso de se constatar é que todas elas também necessitam abraçar a família, amar, chorar, entregar-se a paixões e ideais, melhorar sua autoestima, além de enfrentar os desafios diários. Tudo isso sem perder a feminilidade, a elegância e o glamour. Retratos em prosa da mulher estilosa moderna e perseverante.

Regina Célia Borges Freitas Quarenta anos de formada e ainda – e sempre – procurando se atualizar. Umas das mais importantes e respeitadas médicas da cidade, Regina Célia Borges Silva de Freitas – casada há 35 anos com o também renomado arquiteto Marcondes Nunes de Freitas (amigo e parceiro de todas as horas) – chegou muito mais longe do que seus pais Geracina e Waldomiro Borges Silva poderiam imaginar. Uma guerreira que não se deixa vencer, e faz sempre das vitórias um degrau para alçar voos maiores. Feliz, otimista, sensata, equilibrada. Amiga fiel, podemos testemunhar. Endocrinologista extremamente ética e amorosa com cada um dos seus pacientes: é adorada por eles. Todos sabem que podem contar com a ‘Doutora Regina’ de forma irrestrita. Respeito e confiabilidade que ela alcançou também no meio médico, o que a levou a ser a primeira mulher eleita presidente da Sociedade de Medicina e Cirurgia de Uberaba. Consciente da importância da mulher nas mais diferentes esferas da vida, acredita que já estamos atuando com perspectivas de sucesso e liderança. Como dizer tudo de Regina Célia em poucas linhas?.. Enfim, com sua modéstia, inteligência e equilíbrio, ela nos fala: “Acho que fui uma profissional que deu certo, pelo amor, comprometimento e dedicação para com a minha profissão de médica.” JM magazine 76


Bel Martins Paulistana de nascimento, graduada em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas, a vida de Bel Sanjuan Campos Freire transformou-se completamente quando conheceu o uberabense Fernando Mendes Martins. Casaram-se e juntos construíram uma das mais belas e admiradas jovens famílias de Uberaba. Seus cinco “filhos do amor” – Maria, Pedro, José, Francisco e Teresa – foram a fonte de inspiração para o blog que acaba de transformar-se no livro “Mãessultoria”. Nascida em uma família internacional (filha de mãe espanhola), habituada a viajar para a Europa desde pequena como parte das obrigações familiares, Bel hoje se encanta com o papel da internet de encurtar distâncias. Segundo ela, a velocidade da informação é tão impressionante, que a crise num país interfere totalmente nas demais economias, interligados que estamos por laços comerciais e humanos. Católica por tradição, ela é integralmente adepta do pensamento atualizado do Papa Francisco de que a mulher traz harmonia ao mundo. E arremata: O segredo do meu sucesso é, “com certeza, a minha fé. Tudo que eu conquistei nessa vida foi pelas mãos de Deus...”

Cecília Cecílio A filha caçula de Romes Cecílio e Stella Terra Cecílio traz do berço seus dons artísticos, o bom gosto e finesse na arte de decorar interiores e bem receber. Testemunha ocular das grandes e inesquecíveis recepções que marcaram época na residência de seus pais, Cecilinha procurou ainda jovem se aprimorar. Estudou decoração na Escola Paulista de Arte e Decoração, na Escola Pan -Americana de Artes também em São Paulo, além dos incontáveis cursos extras curriculares de História da Arte, na Faap, História do Mobiliário e seus estilos, além de cursos de arranjos florais, no SP Garden Club, Lucia Milan, entre outros incontáveis. Foi decoradora e colunista da área por 17 anos, até a perda do marido, Marcello Figueiredo Marques, em 2011. Mas foi exatamente nesse momento de incertezas que Cecília decidiu retornar a Uberaba com suas duas filhas, Sarah e Marcella. Montou a página Cecília Cecílio Home na internet (hoje são mais de 200 mil seguidores) e aí nasceu uma nova mulher! A partir do primeiro convite para um workshop sobre mesas, outros se sucederam e hoje ela viaja por cidades do interior e capitais em todo o país, mostrando sua maneira descontraída e chic de receber, com foco direcionado para arte, gastronomia e decoração. Realizada, Cecília afirma: “Meu sucesso se deve a três fatores: competência, disciplina e perseverança.” JM magazine 77


ELAS

Graça Camargos Uberabense de alma e coração, Maria da Graça Martins de Camargos sente-se plenamente realizada como mulher, empresária rural e hoje também umas das mais atuantes filantropas da cidade. Viúva de Rômulo Camargos, a mãe de Rômulo Júnior, Renata e Roberta se completa ainda como a “vovó Graça” dos pequenos Gabriela, Bento, Theodoro, Valentina e Francisco. Como mulher forte, típica dos novos tempos – e que deve estar à frente de tudo, na política, na família, na vida - ela e as filhas estão dando continuidade aos negócios de criação de gado zebu, participando de leilões em todo país e preservando assim a marca para as futuras gerações. Moderna e antenada, Graça considera dois aspectos relevantes no mundo globalizado: a integração imediata e a possibilidade de usar toda essa tecnologia para seu crescimento pessoal. Quanto ao cenário atual do país, tem opinião formada de que o nosso maior problema é mesmo a Educação. “No dia em que nossos políticos se preocuparem mais em dar estudo para nossas crianças, teremos seres humanos mais evoluídos para construir um mundo mais unido e justo.”

Suzane Lenza Grata a tudo o que a vida tem lhe proporcionado, a linda e meiga Suzane Zandonaide Lenza – esposa do médico Roberto da Mata Lenza – é nutricionista, por formação, e bem sucedida empresária de moda, por opção. Também pudera! Passou a infância em Sacramento – filha de Arnaldo Zandonaide e Lílian Vicentini Zandonaide – fortes empresários da região, assim como seus avós. Mãe de Ana Carolina (universitária de Medicina) e da pequena Mariana, Suzane considera que a mulher tem um papel importantíssimo na sociedade, pois consegue exercer várias funções simultaneamente, com dedicação e sucesso, além de ser sensitiva e intuitiva. Por trabalhar no segmento de moda, usa a tecnologia diariamente, em busca de novidades e tendências. Dedicação, amar o que faz e ter apoio e incentivo da família são essenciais para o seu sucesso. Consciente da realidade mundial, afirma: “Vivemos diariamente situações de violência, falta de educação, saúde, preconceito, em um mundo em que a maioria que os governa esta pensando apenas neles e não na sociedade como um todo.” JM magazine 78


Viviane Abdalla Filha única de Gerson Boaventura Filho e Rosangela Abdalla, casada com o empresário Rogério Tauaf Carneiro, mãe de Maria Clara, Viviane Abdalla Boaventura é graduada em Direito, mas foi no ramo de joalheria que, há 25 anos, encontrou a sua realização. Apostou e venceu na criação e confecção de jóias, e por isso reconhece que o papel da mulher na sociedade sofreu evoluções positivas quanto ao seu valor, apesar de estar muito aquém do reconhecimento a que faz juz. Como joalheira, Viviane ampliou seus horizontes através da tecnologia, especialmente nos processos de criação, produção, divulgação e comercialização, sem fronteiras, consolidando internacionalmente sua marca. Isto, a despeito do momento difícil que o Brasil atravessa, com a queda no investimento interno e externo, elevando os níveis de insegurança em todas as camadas da sociedade. Determinação, honestidade e paixão são suas palavras de ordem. “Sou apaixonada pelo que faço e a satisfação dos meus clientes está em primeiro lugar.”

Fabiana Faquim Advogada brilhante, a uberabense Fabiana Faquim, especialista em Direito de Família, Diretora Secretária-Geral da Caixa de Assistência dos Advogados de Minas Gerais, personifica a figura da mulher dos novos tempos, aquela que certamente exerce cada vez mais seu protagonismo, conseguindo aumentar seu espaço nas estruturas sociais, assumindo postos de trabalho, cargos importantes em empresas e estruturas hierárquicas menos submissas sem, é claro, deixar de exercer funções domésticas e maternas. E, obviamente, a relação com a velocidade da informação através das novas tecnologias tem sua importância na vida dessa mulher do século 21. Bem sucedida, tem plena convicção de que a chave do sucesso está na dobradinha "dedicação e empatia". Sucesso pelo sucesso é um resultado passageiro. Fazer a diferença na vida de alguém, ou do mundo em que vivemos é duradouro.“Nós, mulheres, podemos ser o que quisermos ser e quando quisermos ser.” JM magazine 79


ELAS

Iara Marquez Filha de médico e integrante de uma família de agropecuaristas, a primeira-dama da ABCZ, Iara Maria Vieira Marquez, sempre viveu como membro de um dos setores mais produtivos do país, pois embora graduada em História, nunca deixou de lado as raízes do campo. É casada há seis anos com o também pecuarista Arnaldo Manuel de Souza Machado Borges e juntos têm uma grande família, formada pelos seus dois filhos e três netos e os quatro filhos e quatro netos de Arnaldinho. Atualmente, Iara mantém propriedades rurais em Minas Gerais e no Pará, além de auxiliar na administração dos negócios do marido. Neste contexto e pela importância da mulher no agronegócio, criou e dirige uma comissão inovadora dentro da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu: a ‘ABCZ Mulher’, projeto que tem como objetivo promover a visibilidade, sucessão familiar, empreendedorismo e saúde da mulher rural; sem a pretensão de levantar qualquer tipo de bandeira, mas de simplesmente contribuir para que as mulheres assumam esse lugar de destaque que já é delas. Com determinação, boa equipe, ideal coletivo e muito trabalho, Iara Marquez conquista a admiração de todos. E diz: “Ter a sensação de que estamos conseguindo mudar a realidade de alguém, faz todo o trabalho valer a pena.”

Karime Saad Caçula do casal Saad Melhem Saad (ele chegou ao Brasil, vindo do Líbano, aos 21 anos) e Marlene Elias Saad (filha de imigrantes libaneses) que também são pais de Kaissor e Faissor – Karime Saad é a mais perfeita representante da arte, cultura e sucesso dos descendentes árabes no Brasil. Com os pais aprendeu tudo em matéria de sociabilidade e principalmente de amor à família e ao trabalho. Odontóloga por paixão, especializou-se em Periodontia, na qual é Mestra e Doutora. Ama a docência e considera o contato diário que tem com os alunos na universidade um grande e prazeroso aprendizado. Hoje Karime passou a se dedicar mais ao seu consultório e à administração da Clínica Saad. Para ela, as “guerreiras” já quebraram muitas barreiras, mas ainda são necessárias profundas mudanças que nos livrem dos preconceitos. A globalização e a internet são fundamentais neste aspecto. E termina afirmando: “Sucesso e conhecimento andam de mãos dadas; o segredo do sucesso é a confiança em si mesmo. É perseguir, sem cessar, uma meta!” JM magazine 80


Daniella Fleming Uma das grandes revelações empresariais da atualidade, a uberabense Daniella Fleming – que também é bacharel em Direito pela Universidade de Uberaba – realmente tentou conciliar a vida profissional como advogada e empresária de moda feminina, mas a paixão pelo comércio falou mais alto. Tanto que ela confessa estar plenamente realizada. Eternamente apaixonada pelo marido, Rubens Calapodopulos Rocha, e pelo filho Lucas, de 15 anos, ela é atuante e firme, convicta de que a mulher é a viga mestra do mundo, com capacidade de realizar várias coisas ao mesmo tempo, sempre com eficiência e doçura. Inteligente, integra o time das pessoas que têm consciência de que só através da Educação vamos diminuir a violência, a intransigência e melhorar o convívio com as diferenças. Daniella atribui o segredo do seu sucesso única e exclusivamente à sua dedicação integral ao trabalho. E parafraseia Thomás Edson: “99 por cento de transpiração e 1 por cento de inspiração.”

Sumaya Figueiredo Psicóloga e pedagoga Sumaya Figueiredo é uma profissional extremamente competente e que há muito faz a diferença no cenário da saúde mental em Uberaba. Mestra em Psicologia, é especialista em Neuropsicologia e Gerontologia, de competência reconhecida nacionalmente, entusiasta da vida, das pessoas, da família e do trabalho, acredita que o papel não somente da mulher, mas também do homem, está em processo de ‘definição’. E tem absoluta certeza de que sábio é quem sabe acolher as mudanças, se abrir ao novo de forma não reativa, mas sim responsiva. Sumaya cita pensamento forte de autor desconhecido: “Se a gente soubesse o quanto o carinho salva, a atenção alimenta, e a união fortalece, não estaríamos perdendo uns aos outros todos os dias.” O segredo do sucesso desta mulher incrível? Em primeiro lugar, muita determinação, dedicação, persistência, busca continuada de formação pessoal e profissional, além da qualificação e atualização constante. Em segundo: a ajuda significativa que teve dos seus avós, pais, irmãos e o apoio incondicional do meu marido e dos filhos. E, essencialmente, ama o que faz há décadas. JM magazine 81


ELAS

Laysa Zago Graduada em Direito, a linda e jovem Laysa Zago abraçou o ramo moveleiro há 8 anos, seguindo o legado de sua família. Hoje é empresária, sócia-gerente de um dos maiores mobilifícios do estado, e dirige também a loja física há 3 anos. Para isso desenvolve constantemente um trabalho minucioso de pesquisa no mercado externo, com o objetivo de identificar micro e macro tendências que poderão atender à demanda dos consumidores do setor. Além dos estudos via internet, participa de encontros e congressos buscando principalmente networking com diferentes pessoas e culturas. Com essa bagagem, almeja atualizar e aprimorar seu sistema de vendas on-line para, assim, expandir ainda mais as operações interestaduais. Tudo isso a despeito dos gravíssimos problemas de uma sociedade totalmente corrompida, em que desafios que precisam ser entendidos para serem tratados, associados em especial à necessidade de mais educação e oportunidades de empregos, comenta Laysa. “Dedicação, sem nenhuma dúvida integra o meu sucesso profissional. E isso aliado à paixão pelo que faço e o orgulho que sinto em cada conquista e desafio vencido.”

Giovanna Piccinini Mineira de Juiz de Fora, a oftalmologista Giovanna Piccinini Paes reside em Uberaba há 18 anos. Casada com o também médico Fabiano Hueb de Menezes, juntos formam uma respeitada dupla profissional e familiar. João Lucas e Carolina (filhos de Fabiano) ganharam as irmãs Ana Victória e Isabella. Riquezas da vida para uma mulher que tem um ritmo de vida dinâmico, sempre em busca de auto-conhecimento, mix de emoção e razão. Segunda ela, a humanidade deve sua própria sobrevivência à mulher, o que nem sempre é reconhecido como deveria. Com o coração, Giovanna vê a dor da desigualdade em toda sua extensão. Com a razão, vê ações por um mundo melhor e mais justo através das mãos de mulheres guerreiras, como Marie Curie, Malala Yousafzai, Rosa Parks, Nísia Floresta Augusta, Maria Lacerda de Moura. Anônimas ou não, todas fazem parte da história de transformação de pensamentos e atitudes, mudando nosso cotidiano e preparando um futuro de igualdade entre os seres humanos. “Acredito no amor, como forma de interlocução e de convivência. Nada precisa ser perfeito. Mas, em tudo que eu me proponho a fazer ou construir, o coração está na frente, sobressai. Amor é positividade, é focar em soluções e não em problemas, é proximidade com a família, é leveza no jeito de ser, é ter Deus no centro de tudo.” JM magazine 82


Daniele Salomão Daniele Salomão Queiroz – filha do médico Alemar Roge Salomão e da carioca Marisa Vianna Salomão – nasceu e foi criada no Rio de Janeiro, onde cursou Medicina e se especializou em Dermatologia na UERJ. Casada com Paulo Henrique Queiroz, são pais de Henrique, Rafael e Caroline. Seu alto astral lhe permite sonhar com a figura de uma “meio mulher maravilha”: esposa e mãe carinhosa, dedicada e presente, administradora da casa, atuando com muita competência no mercado de trabalho e ainda conseguindo arranjar tempo para cuidar de si mesma... Acha a globalização algo fantástico, ferramenta que acabou com as distâncias, permitiu que as informações passassem a chegar em tempo real, aproximou pessoas. Otimista, Daniele sonha com um mundo de pessoas mais justas e com mais amor no coração, menos desigualdade social, menos violência, e mais aceitação das diferenças... Segredo do sucesso? “Acho que consigo resumir em poucas palavras: amor à minha profissão, dedicação e seriedade.”

Luciana Colombo Filha de Carlos Eduardo Rodrigues da Cunha Colombo, de quem herdou a personalidade e o caráter, e de Elizete Rodrigues Colombo, de quem herdou a beleza ímpar, ela é casada com Rogério Tiveron - sem filhos até o momento e pensando seriamente sobre o assunto – Luciana Colombo já é uma respeitável médica no auge de seus 34 anos. Formada pela UFTM em 2008, especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica, membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com Mestrado sobre queloides, com atuação em clínica privada e no Hospital de Clínicas da UFTM. Para ela, certamente, a mulher de hoje evoluiu para um outro patamar, ainda mais desafiador e complexo: de se inserir no mercado de trabalho, almejar sucesso profissional e, com isso, sua independência e satisfação pessoal. Mas também com função de mãe e cuidadora do lar, dividindo-se em atividades duplas e triplas, estafantes, mas compensadoras. Luciana acredita que o sucesso é consequência direta de muita dedicação, abdicações e esforço. Sempre em busca de evolução maior, ela afirma com precisão: “Aprendo todos os dias alguma coisa nova e por isso não paro nunca - tanto no âmbito pessoal, como profissional. A felicidade está nas coisas mais simples. E se você ama o que faz será sempre bem sucedido.” JM magazine 83


SINTONIA FINA Por thiessa sickert

PASSEIO DE BALÃO

Não é necessário ir até a Capadócia para assistir o nascer do sol, dentro de um balão. Em Boituva, no estado de São Paulo, o passeio de 1 hora conta com champagne e café da manhã.

DINNER IN THE SKY Já pensou em jantar nas alturas, suspenso por um guindaste a 50 metros do chão? Mais uma edição do Dinner in the Sky acontece entre os dias 06 a 20 de outubro na capital paulista.

BRAAVA jet Que tal tirar um cochilo enquanto um robô passa pano na sua cozinha? Com a opção de limpeza úmida ou seca, o Braava Jet detecta obstáculos em seu caminho, reduz a velocidade e limpa delicadamente ao redor dos móveis.

TOPvino Os biquínis vêm mudando muito nos últimos tempos. O top, com suporte no busto, tem roubado a cena: o modelo é um misto de cortininha, que dá sustentação e promete virar febre neste verão.

JM magazine 84


TÊNIS SUSTENTÁVEL

A Reebok criou seu primeiro tênis sustentável, que terá em sua composição materiais orgânicos, mais especificamente algodão e milho. Embora reciclável, a novidade ainda não é totalmente biodegradável.

SHISEIDO FUTURE

SOLUTION LX

O creme revolucionário anti-idade da Shiseido torna a pele mais forte e capaz de resistir ao envelhecimento prematuro associados aos raios UV. É eficaz sob os danos do sol, stress, ressecamento e poluição..

SEGREDOS

DA BAHIA A Fazenda São Francisco de Corumbau é um paraíso desconhecido pelos brasileiros. Muito sofisticado, exclusivo e isolado, é um destino de luxo para quem não quer sair do Brasil.

BEAUTY

DIOR CLUB 1

TOUCH UP

Dior aposta na volta das viseiras. O modelo, que custa em torno de R$2.800,00, vem em várias cores e é desmontável. Será que vale o investimento?

A esponja anti-brilho da Océane absorve o excesso de oleosidade do seu rosto, sem danificar a maquiagem, deixando a pele aveludada. Uma forma rápida e fácil de retocar a aparência.

HTC VIVE Uma das grandes ofertas em videogames de realidade virtual para os apaixonados em jogos que desejam uma experiência de imersão. O aparelho promete tornar a simulação cada vez mais próxima do real. JM magazine 85


JM magazine 86


Verão 2019 vem colorido e ensolarado

As passarelas que mostram o verão 2019 apontam as pessoas em dias ensolarados, com brilhos, estampas e uma moda sensual, com transparências sutis. Aqui você confere novidades, acessórios e tendências para entrar com tudo na estação mais quente e charmosa do ano! Por Cristina Vasques JM magazine 87


MODA

Coloridos de

Lenny e Lilly Sarti As cores do verão 2019 são os tons fortes. Eles vão dominar a estação: laranjas e amarelos, verdes e azuis, lavanda e rosa millennial aparecem em monocromia ou misturados, quase numa releitura do color block, recurso ótimo para alongar a silhueta. Os apastelados também têm vez: o rosa millennial, que promete permanecer firme e forte por mais algumas temporadas. Vestidos com babados, maiô com vazados e pantacourt, tudo a ver com o verão

Top no verão ISLA - marca mineira de bolsas e clutches, se juntou à Cruise e lança uma coleção inspirada no Marrocos! São modelos de ráfia tecida a mão com folhas de ouro e prata. Os forros contam com estampa ikat, um tipo de padronagem típica de lá. A alça é de bambu e as cordas são trançadas com nós. As bolsas chegam em tons terrosos e naturais contrastando com metalizados, verdes, amarelos, rosas e avermelhados vibrantes. Modelo de bolsa inspirado no Marrocos e feito à mão by Isla JM magazine 88

Combinação de cores da coleção da Lilly Sarti: inspiração para quem curte contrastes atuais

Xadrez de A. Niemeyer Eles estão nas passarelas e nas araras das lojas. Podem aparecer no clássico príncipe de gales, tartã, bem grandes ou bem delicados. Sozinhos, no look total, ou misturados com peças lisas ou estampadas.


Cor tendência: Lavanda Para o ano de 2019 a aposta é o lavanda! Prepare-se para observar uma verdadeira invasão desse tom que também se encaixa na tendência dos tons pastel. A principal proposta é compor looks monocromáticos e com alguma fluidez atribuída por tecidos vaporosos e bem leves.

P&B by Amir Slama A clássica combinação das duas cores contrárias estão na praia ou nos dias mais frios. Não importa a temperatura, aparecem em combinações e estilos variados.

PARA AQUECER O LOOK

Lavanda clarinho Proenza Schouler, lavanda médio Victoria Beckham, e lavanda forte Michael Kors

Um par de sandálias amarela é perfeito para dar colorido a um look apagado, como o chique nude ou o clássico P&B!


MODA

SAÍDA DE PRAIA

Produções iluminadas

SINESIA KAROL é brasileira de nome grego e cidadania americana. SK nasceu em Vitória, no Espírito Santo, e há mais de 20 anos mora em Boston. Lá, ela se casou com o empresário Willian Karol e foi nos EUA que lançou sua marca homônima de beachwear. Sucesso com as transparências, numa coleção versátil e sofisticada com peças confortáveis, perfeitas para usar pós-praia!

JM magazine 90

DOSE DE

ALTO ASTRAL Acessórios divertidos sempre levantam a produção de verão. Os elementos de regiões tropicais entram na produção de fashionistas que querem sair do óbvio. Pense em tucanos, coqueiros, conchas, flores e por aí vai!

O ouro velho ilumina as produções garantindo sofisticação e brilho al mare. Versões básicas ou mais elaboradas (Lenny Niemeyer) vão bem nos bodies que desfilam nas piscinas, iates ou clubs de praias famosas!


Cia Marítima

em ritmo caribenho Cia Marítima festejou sua primavera-verão em ritmo caribenho. O interessante é que o mix de produtos apresentado nessa passarela cabe tanto na moda praia, quanto nas peças de alfaiataria, vestidos que podem ser saídas de piscina ou praia e camisaria. E os que curtem floral vão se esbaldar com essa nova coleção!

Listras e babados

BY ÁGUA DE COCO Eles estão em tudo, no inverno e no verão. Podem enfeitar biquínis, mangas, blusas, calças. Aparecem em looks mais despojados e vão dar charme ao verão!

it Bag

A WAI WAI começou conquistando cariocas, brasileiras e, agora, faz sucesso nos balneários do planeta. Suas bolsas rústicas chics estam com novos modelos e cores. Para garantir um ar fun ao look, a bolsa de vime redonda com pingentes de seda é perfeita. E a bolsa com tampa de acrílico? Um show! JM magazine 91


MODA

EMILIO PUCCI

É A CARA da alegria e liberdade Silhuetas fluidas, tons fortes, intensos toques de cor, estampas icônicas que são referência na moda Bolsa Pucci com estampa tradicional da grife

Lenços enormes que são amarrados como saias

Espadrille 'Saint Tropez' estampado

Acessórios de

luxo

Para chegar poderosa em qualquer praia do planeta, aposte no luxo e beleza dos acessórios Chanel. Que tal a rasteirinha, o colar com pedras azuis ou a bolsa transparente para não esquecer nada?

Molduras para olhos de GATAS Veja as apostas para a primavera-verão 2018/2019.

MIU MIU Sunglass com brilho

STELLA MCCARTNEY Óculos de sol Ice Icy Ice

D&G women, lançamento nas boutiques da grife em Milão VICTORIA BECKHAM Óculos de sol clássicos estilo aviador verde-escuro

JM magazine 92


Miami summer Não existem fronteiras para a mulher Carmen Steffens. Do despojado ao clássico, sua personalidade reflete bom gosto em todos os sentidos. Por isso, nesta coleção conforto e estilo serão os seus grandes aliados para os dias de calor!

LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS BLUSA (TB748.939.490) 5X R$99,98 MOCHILA (B918.281.007C) 10X R$99,99 SHORT (TH308.821.638) 3X R$116,63 SCARPIN (4068.399.367C) 3X R$126,63

JM magazine 93


LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS BLUSA (TB208.939.007) 4X R$99,98 CINTO (A338.360.155C) 3X R$99,97 MOCHILA (B918.235.201C) 10X R$99,99 CALÇA (TC288.923.062) 6X R$99,98 PLATAFORMA (3408.399.367C) 4X R$112,48

JM magazine 94


LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS VESTIDO (TV168.833.490) 5X R$99,98 BOLSA (B368.360.469C) 10X R$99,99 PULSEIRA (A058.360.725C) 3X R$63,30 PULSEIRA (A068.064.211C) 3X R$63,30 SCARPIN (4068.399.539C) 3X R$126,63

JM magazine 95

JM magazine 95


LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS BLUSA (TB578.939.490) 4X R$99,98 BOLSA (B228.399.810C) 10X R$99,99 CALÇA (TC318.821.725) 5X R$99,98 SAPATILHA (1318.820.810C) 3X R$116,63

JM magazine 96


LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS BLUSA (TB208.939.007) 4X R$99,98 SAIA (TS148.152.490) 5X R$99,98 SCARPIN (4068.399.367C) 3X R$126,63

LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS CAMISA (TB888.939.725) 6X R$99,98 BOLSA (B278.360.007C) 10X R$99,99 SAIA (TS078.152.007) 4X R$112,48 SCARPIN (4318.015.819C) 3X R$119,97


LOOK TOTAL CARMEN STEFFENS BLUSA (TB348.950.137) 4X R$99,98 MOCHILA (B918.281.007C) 10X R$99,99 CALÇA + SUSPENSÓRIO (TC208.923.062) 5X R$99,98 SAPATILHA (1318.820.810C) 3X R$116,63

JM magazine 98


CLOSET

“O estilo surge quando sabemos quem somos e quem queremos ser no mundo.” Nina Garcia

essenci_all

por Esmê Nasser & Silvia schweizer

JM magazine 99


Bem vindo ao nosso

A

nossa consultoria de estilo e imagem completa é composta por sete etapa,s e começa com um momento investigativo sobre as prioridades de vida, desejos e rotina da nossa cliente. A consultoria pode ser desmembrada. Você pode fazer uma ou mais etapas. Escolhemos para esta edição etapa da análise do tipo físico. Usamos as ”varetinhas” mágicas...

Não usamos fita métrica, não estamos preocupadas com suas medidas, e, sim, com suas proporções. Vamos lidar bem com nossas imperfeições. Vamos nos conhecer! Vamos enfatizar aquilo que temos de mais bonito e especial. JM magazine 100

Começamos um processo de autoconhecimento e renovação pessoal. Temos como objetivo alcançar uma imagem que tenha a ver com cada uma de nós e com nossas prioridades de vida e alma. Vamos conhecer nossas diversas proporções. Não importa se você tem mais quadril, menos cintura, tronco mais alongado. Sua essência é a melhor tendência... Invista em você... Empodere-se.

Estilo é dizer quem você é sem precisar falar" Rachel Zoe

Na moda, não há certo ou errado, existem inadequações. Por isso, precisamos nos conhecer por inteiro, para que possamos criar uma imagem visual verdadeira e bem construída. A roupa comunica ao mundo quem somos. Lógico que a linguagem verbal, nossas atitudes e até nossa credibilidade contam muito na imagem que passamos. A roupa é para nos deixar felizes e fazer com que a gente se sinta bem e bonita. Se vestir não pode e nem deve ser um sofrimento. A roupa certa valoriza o que temos de mais bonito e aquilo que mais gostamos em nós mesmas. E as características que não amamos tanto podem ser disfarçadas com “truques” de estilo e criatividade. “O estilo é mais importante que a moda” (Glória Kalil). Cada pessoa é única e desenvolve o seu estilo próprio, independente da moda e tendência do momento. Nós temos como clientes mulheres com todo tipo de corpo e formas. Uma mulher que sabe lidar com suas imperfeições passa muita confiança e segurança. Constanza Pascolato deixou a seguinte mensagem: “Se você tem personalidade, o quer que vista lhe cairá bem”. E ainda: “Gostar do que vê no espelho é um exercício diário! Pratique!” Abrimos mais uma vez o nosso closet essenci_all com produtos e serviços que amamos... Aproveitem o que separamos para vocês.


MUST HAVE Viviane Abdalla ouro amarelo vem com tudo nessa estação

Nessa coleção CORRENTES, também tendência, esse colar em ouro amarelo com 15 solitários de diamantes e um choker com diamantes brancos. Trouxemos, também, esse brinco deslumbrante com diamantes brancos salpicados em meio às correntes. JOIAS VIVIANE ABDALLA vivianeabdalla

(34) 99960-3040 -

Giselle Mota Store Moda Feminina

MACACÃO LISTRADO PANTACOURT ATUAL E ESTILOSO Este look é um sinônimo de estilo e conforto. Marcar a cintura com esta faixa valoriza a silhueta, equilibra o quadril e dá a ilusão que a perna é maior que o tamanho real. Ideal para os dias quentes, o macacão pantacourt vem forte para este verão. Esta e outras peças você encontra na Loja da Rua Teófilo Otoni, 09. Giselle Mota Store (34) 3313-0880 /

99884-5597 -

@divinainocencia

Divina Inocência Moda Infantil

DEIXE O ESTILO DA CRIANÇA FLORESCER A moda infantil está se aperfeiçoando e ganhando cada vez mais espaço. Atualmente, vem sofrendo influência direta da moda adulta. Porém, ela não perdeu sua delicadeza e seu charme. As crianças ganham um visual moderno e estiloso. O conforto e o bem-estar também são priorizados. Este vestido lindo que é a “carinha” da Primavera e outras peças você encontra na loja on-line.

Divina Inocência

(34) 99118-4379 -

@divinainocencia JM magazine 101


Xerri Love Pijamas e Lingerie

A IMPORTÂNCIA DA LINGERIE NO UNIVERSO FEMININO Atualmente, a lingerie é um elemento essencial na moda, pois valoriza o corpo, traz segurança, confiança e levanta a auto-estima. Temos que estar sempre com peças adequadas, de boa qualidade e bonitas, para que possamos nos sentir bem com o nosso corpo todos os dias. A tendência da roupa íntima aparente. Esta e outras peças você encontra na Loja 1, Praça Rui Barbosa, 168, e na Loja 2, Rua Santo Antônio, 132.

Xerri Love

Loja 1 (34)3333-4939 / Loja 2 (34) 3333-0420 -

@xerri_lingerie

Maria Helena Pontes Designer de Interiores

Criatividade e estilo nos projetos residenciais, comerciais e corporativos

Quem gosta de receber amigos em casa com certeza valoriza uma varanda gourmet como item indispensável. Mistura de cozinha e área externa, este espaço está cada vez mais popular entre as novas casas e apartamentos modernos, substituindo os tradicionais terraços, que eram dedicados apenas a um espaço de estar.

Maria Helena Pontes – Designer de Interiores (34) 98857-9855 -

@mhponteslm

o j ú a r A e n a i r Mi ESTRATEGISTA DE EMAGRECIMENTO AFINE-SE

ELIMINE ATÉ 15 KG EM 60 DIAS DE UMA MANEIRA SAUDÁVEL

A Estratégia de Emagrecimento Afine-se é uma combinação de ferramentas desenvolvidas por uma equipe multidisciplinar, que visa a reprogramação de hábitos e de comportamentos alimentares, na busca de um equilíbrio entre corpo e mente, para proporcionar ao "Afinado" um emagrecimento real e contínuo. Este programa e muito mais você encontra no Centro de Emagrecimento, na Rua Alaor Prata, 23, sala 709.

CENTRO DE EMAGRECIMENTO AFINE-SE (34) 99117-4007 -

JM magazine 102

@mirianearaujo


Hajimê

Japanese Food

DESCUBRA O MELHOR DA CULINÁRIA JAPONESA

A comida japonesa faz qualquer refeição ter um ar mais chic e sofisticado. É muito colorida e variada e tem-se tornado cada vez mais uma paixão entre nós, brasileiros. Proporciona uma viagem gastronômica de sabores até a “Terra do Sol Nascente”. A preparação de cada peça feita pelo Sushiman sempre proporciona um espetáculo para os olhos. Tudo isso, você encontra nos Restaurantes que ficam no Shopping Uberaba e no Center Shopping Uberlândia.

Hajimê Japanese Food (34) 3305-2819 ou

(34) 3312-2909 -

@hajimejapafood

Santo Aroma

café e restaurante

O DELICIOSO CAPPUCCINO ITALIANO. VENHA EXPERIMENTAR Aquele cappuccino que merece respeito, feito com grão selecionado, leite vaporizado, cacau em pó, uma pitada de canela e cobertura de chocolate e ainda mais acompanhado de um pão de queijo quentinho, perfeito para o café da tarde. Em um lugar charmoso, agradável e muito estiloso. Esta delícia e muitas outras você encontra na Rua João Pinheiro, 615.

SANTO AROMA CAFÉ E RESTAURANTE (34) 3332-1581 /

99931-4260

@santoaromacafe

Varejão União

O DIFERENCIAL É A VARIEDADE E A QUALIDADE DE PRODUTOS Maçã, banana, morango… As frutas fazem parte do cardápio da maioria das pessoas e, além de deliciosas, são essenciais em uma dieta saudável e rica em vitaminas. Algumas frutas não tradicionais também são saborosas e oferecem diversos benefícios à saúde. Elas são ricas em antioxidantes, excelentes para pele, cérebro e sistema imunológico. Estes produtos exóticos e muito mais você encontra na loja da Rua Ituiutaba, 60.

Varejão União (34)3338-2112 -

@varejaouniaouberaba

Super Bolo

delícias low carb e tradicionais

PRODUZIDOS COM MUITO AMOR E RESPONSABILIDADE Esta delícia de brownie leva, no lugar de farinha, a amêndoa crua, coco seco, cacau, chocolate belga 70%, fazendo toda a diferença no sabor e na textura. Ainda leva manteiga de leite, óleo de coco, creme de leite fresco como gordura e o xilitol, para adoçar o coração e o paladar. Esta gostosura e muito mais você encontra na Travessa Coronel José Ferreira, 211 Super Bolo – Delícias Low Carb e Tradicionais – Jardim Alexandre Campos (34) 3333-2626 -

@srbolouberaba JM magazine 103


JM magazine 104


Beleza

Revelada POR GERALDO DJALMA Com a chegada da Primavera surgem também as novas tendências que seduzem a mulher apaixonada por moda. Nas páginas a seguir as marcas Arezzo, Hope e MMartan destacam as peças desejo da coleção mais florida do ano.

Fotos: Roberto Pimenta Make & Hair: Veruska Fernanda

Maria Clara usa: Body Paradise Havaí, da Hope, Cardigan manga curta acervo, sandália Anabela e Bolsa Low grande Água Viva, da Arezzo. Cama com Kit essencial 300 fios, bordado em puro algodão egípcio, da MMartan.

JM magazine 105


Maria Clara vem com uma proposta em sandália Isabelli Hot Tango da Arezzo. Sutiã Halter Neck e calcinha tanga brasileira Paradise cor Havaí, da Hope. Na cama, linha Blue Cacthus, percal em 100% algodão e mantas em tricô MMartan.

JM magazine 106


Maria Clara veste: Sutiã Push Up e Calcinha Tanga Brasileira, coleção Love Me, cor powder , da Hope. Espadrille Marrom Suede da Arezzo. Jogo de cama tradicional, com capa para edredom e jogo de lençol bordados em 300 fios de cetim de algodão egípcio, da MMartan.

A modelo Thay Lima está com biquini e saída de praia Femelle e bijoux S&B Acessórios. JM magazine 107


Maria Clara toda linda com um Short Doll coleção listrado cinza com off white e top Happy longo Sunshine, da Hope. Bolsa Tiracolo Solare e Espadrille Alice Solare, da Arezzo. Kit Mônaco algodão egípcio em 400 fios MMartan.

JM magazine 108


Maria Clara em produção ostentação com body Love Me preto e azul marinho, da Hope. Kit essencial da Casa Moysés MMartan e coleção PrimaveraVerão Arezzo 2019.

JM magazine 109


Maria Clara usa: Sutiã Top Halter Neck e Hot Pants coleção Freedom cor Marrocos da Hope. Colcha micromatelada algodão egípcio da MMartan.

JM magazine 110


A modelo está com sandália e bolsa tressê caramelo da Arezzo. Sutiã Top Halter Neck Marrocos, coleção Freedom, da Hope. Manta decorativa e cobertor com relevos, da MMartan.

JM magazine 111


A modelo vem com uma proposta de conjunto pijama da coleção Barcelona Dots vermelho e top Happy longo, branco, da Hope. Jogo de cama Casa Moysés em 400 fios de puro algodão egípcio, colcha day by day micromatelada, bandeja em metal e dueto de garrafas decorativas, tudo da MMartan. Mule Royal Red, da Arezzo.

JM magazine 112


Maria Clara veste body e calça pijama longo em veludo preto, da Hope. Pochete mÊdia preta e sandålia Isabelli xadrez Girassol, da Arezzo.

JM magazine 113


Maria Clara usa roupão One for All aveludado com cordonê MMartan. No lavabo, toalhas em fio egípcio e jogo com bandejas, sabonete e aroma bamboo, também da MMartan.

Estilo: Geraldo Djalma • Fotos: Roberto Pimenta Modelo: Maria Clara Bez Batti • Make up e Hair: Veruska (34) 99209-1969 Arezzo (34) 3326-3200 • Hope (34) 3311-1511 • MMartan (34) 3311-1040 Tratamento de imagem e diagramação: Távola Comunicação Special Thanks: Regina Zanchin (locação) JM magazine 114


er w flo power Flores estampadas ou aplicadas nos vestidos femininos apareceram em quase todos os desfiles dos estilistas mais badalados das Semanas de Moda do mundo inteiro. As flores dão aquele toque feminino, leve e romântico aos looks para a primavera-verão de 2018/2019. Convidamos algumas antenadas para escolherem um visual florido dentro dos seus closets. Vejam as apostas de Lorena Detoni Montes, Karla Fontoura, Andréa Vasques Cadelca, Paola Saad, Juliana Mendes Carvalho e Vânia Elias Frange! Por Cristina Vasques / fotos Ramon Magela JM magazine 115


MODA JULIANA MENDES CARVALHO usa vestido preto de seda todo salpicado com folhas e flores coloridas. Maravilhosa!

JM magazine 116


ANDRÉA VASQUES CADELCA esbanja atitude com seu visual de seda preto com flores coloridas aplicadas e bordadas. Sapato preto e joias com diamantes e esmeraldas finalizam a produção. Sofisticada!

JM magazine 117


MODA PAOLA SAAD arrasa com longo off white com estampa de rosas em tons de coral de diversos tamnahos. Sandรกlias nude arrematam o visual. Chique!

JM magazine 118


KARLA FONTOURA exibe modelo D&G inspired de fundo branco e flores coloridas. Decote quadrado e babados na barra dĂŁo bossa ao look. Escultural! JM magazine 119


MODA

JM magazine 120

LORENA DETONI MONTES exibe longo de fundo preto com flores vermelhas e azuis. Joias em ouro amarelo e ouro branco proporcionam charme ao look. Moderna!


VĂ‚NIA ELIAS FRANGE esbanja modernidade com longo cache-couer de fundo preto com flores leves e multicoloridas.Poderosa!

JM magazine 121


eventho turismo

JM magazine 122


Turismo

I com estilo

w e N ork Y

Apelidada “Big Apple” e imortalizada na voz de Frank Sinatra, essa é a tal cidade que nunca dorme, conhecida por seus painéis luminosos, imponentes arranha-céus, pelas lojas mais famosas do mundo, museus, musicais da Broadway, os indefectíveis táxis amarelos e seu estilo único. Essa é a “capital do mundo”! por Lídia Prata Ciabotti

JM magazine 123


C

Turismo onfesso que sou está dividida em cinco regiões suspeita para falar distintas: Bronx, Queens, sobre Nova York, Brooklyn, Staten Island e, uma das minhas ci- claro, Manhattan, a charmosa ilha onde está localizada a dades preferidas. Ela maioria dos bons hotéis. É agisempre me surpreende! E o que não to noite e dia, onde se encontra falta por lá é novidade. Ao contrário gente de todo o planeta. de Miami, NYC não se resume a compras. Embora seja um paraíso do consumismo, Nova York oferece incontáveis opções culturais e de lazer que fazem os turistas se apaixonarem por essa megalópole espetacular. Milhares de Complexo arquitetônico em homenagem às vítimas do 11 de setembro restaurantes e hotéis e incontáveis atrações, como teatros, shows da Broadway, museus, exposições de arte e cinemas, estão por toda a parte. Antes de embarcar para lá, saiba que Nova York

Macy's, mais famosa loja de departamento

As cores de Kobra alegram a paisagem de NY

No Trump Tower (vale a visita, mas não se assuste com soldados fortemente armados na entrada) há um self-service delicioso e o preço não é salgado JM magazine 124

Loja da Apple no Central Park toda em vidro e atendimento subterrâneo

É muito fácil andar pelas ruas da ilha de Manhattan, porque elas são sequenciais: 5th (Quinta Avenida), 6th (Sexta Avenida) e assim por diante. As placas mostram de que lado você está da ilha, W (West) significa lado Oeste e E (East) significa Leste. Você pode utilizar o metrô (que anda muito sujo na era Trump), os famosos táxis amarelos (com motoristas imigrantes que falam muito mal o inglês e pecam pela falta de educação) ou uber, mas o ideal é andar a pé. Enquanto caminha, vá apreciando os imponentes arranha-céus, o charme da Times Square, a beleza infinita do Central Park num dia de sol ou mesmo coberto de neve, as chiques vitrines das lojas e a variedade imensa de tentações ao alcance dos olhos. Nova York é especial, única, fascinante. Marinheiros de primeira viagem devem considerar, também, a opção dos ônibus Hop-on Hop-off, que têm fones de ouvido com tradução em Português. Hop-on Hop-off, boa opção para turistas


PROGRAMAS IMPERDÍVEIS

Quem vai a NYC pela primeira vez precisa conhecer alguns pontos turísticos convencionais, nem que seja para postar no Instagram. Os mais descolados podem se aventurar por outras paradas igualmente convidativas. Mas vamos aos principais:

: É o símbolo Estátua da Liberdade na LiberSituada mais famoso de Nova York. pela França para a ty Island, a estátua foi doad Declaração da Incomemorar o centenário da Unidos. Em 1984, dependência dos Estados da Humanidade. foi declarada Patrimônio criador da Torre EiO famoso Gustave Eiffel, o criação da estátua. ffel, participou, também, da enção: Para subir ao Para chegar lá, só de ferry. At rar os ingressos pela mirante é necessário comp edência. internet, com meses de antec

Central Park: É o santuário de Nova York, um magnífico jardim de 337 alqueires, com lagos, áreas para a prática de esportes e espaços para atrações culturais. Vale caminhar pelo parque e apreciar a paisagem. Ou alugar uma charrete (pechinche no preço, afinal, o dólar está valendo quase cinco vezes mais que o real) e passear pelo parque, parando nos pontos mais importantes.

Empire State Building: Com 102 andares, é um maravilhoso exemplo da arquitetura da primeira metade do séc. XX. É o edifício mais alto de Nova York e o sétimo do mundo e a vista do observatório, no 86º andar, é incrível. As luzes do topo mudam de cor para celebrar ocasiões especiais. No dia 7 de setembro, por exemplo, ilumina-se de verde, azul e amarelo. JM magazine 125


Turismo

Rockfeller Center: Ícone do design urbano em Nova York, o local oferece opções gastronômicas, lojas e serviços. O Rockefeller Center ou, também, Rockefeller Plaza é um complexo de 19 prédios comerciais que ocupam uma área de 89 mil metros quadrados entre as ruas 48th e 51st. Na parte baixa, a praça é utilizada para patinação no gelo, durante o inverno, e sua grande sensação é a gigantesca árvore de Natal, ornamentada a partir do final de outubro. No acesso ao local tem uma loja incrível da Lego, com surpreendentes cenários, feitos com milhares de pecinhas plásticas coloridas remetendo ao cotidiano de NYC, que são trocados a cada estação. No Rockefeller Center está localizada a famosa confeitaria Magnolia Bakery, conhecida pelo cupcake e pelo pudim de banana. A pequena loja está sempre lotada, principalmente de fãs do seriado Sex and the City, que fazem questão de experimentar as delícias da loja, frequentada pela personagem Carrie Bradshaw. Almoçar no The Sea Grill também vale a pena, por seu cardápio maravilhoso e seus pratos bem elaborados. Mas a principal atração é, sem dúvida, o observatório do Top of the Rock, localizado no topo do prédio GE Building. Ali existe um deque de observação 360º e vista panorâmica privilegiada para o Central Park e, também, para o Empire State. O ingresso pode ser comprado pela internet e varia de acordo com o horário escolhido para visitação, que vai das 8h à meia-noite, no verão. Vale cada centavo. Tem mais: no topo do Rockfeller Center tem wi-fi grátis.

JM magazine 126

Ponte do Brooklin: Considerada a Oitava Maravilha do Mundo quando foi terminada, em 1883, a ponte é uma obra-prima da engenharia, com seus cabos de suspensão e uma bela vista de Nova York, ligando Manhattan ao Brooklin sobre o East River. Aliás, o Brooklin é a nova sensação para os turistas e virou moda tirar foto no D.U.M.B.O. (Down Under the Manhattan Bridge Overpass) com a ponte ao fundo. Até uns anos atrás, o Brooklin era uma área de fábricas e habitada praticamente só por artistas que buscavam um lugar mais barato e alternativo para morar. Hoje, o local está repleto de galerias de arte, empresas de tecnologia e apartamentos de luxo. Seus moradores são jovens que deixaram Manhattan para residir em uma região mais tranquila, próxima de Downtown e com os mesmos benefícios de transporte público, acessibilidade, coisas para fazer, etc. Quem visita o D.U.M.B.O. se encanta com esse charmoso mix de antigo e contemporâneo.


One World: Depois da queda das Torres Gêmeas, foi necessário reconstruir completamente a área. Entre os novos blocos de aço, vidro e concreto se destaca especialmente o One World Trade Center, um edifício brilhante, inaugurado em 2014, e que se tornou uma das referências da cidade. Ali surgiu, também, o Memorial do 11S, para homenagear as vítimas do atentado de 11 de setembro, com suas 400 flores brancas e cascatas, que enchem duas piscinas representando as ausentes torres gêmeas. É de arrepiar. Chama a atenção, ainda, a Estação central WTC, criada pelo espanhol Santiago Calatrava, com sua cúpula de vidro e metal, batizada de renascimento da fenix. A construção de “Oculus” custou US$ 4 bi e, além de estação, abriga lojas e restaurantes.

Museu do 11 de Setembro: Esse museu nasceu para preservar a história e homenagear as vítimas do atentado ao World Trade Center em 11 de setembro de 2001, no qual morreram quase 3 mil pessoas. A coleção do museu conta com milhares de objetos, como depoimentos de sobreviventes, fotografias, objetos das vítimas, obras de arte criadas como homenagem, material recuperado dos escombros, colunas das Torres Gêmeas, audiovisuais dos terroristas e até um caminhão dos bombeiros.

Catedral St. Patrick: A maior catedral no estilo gótico dos Estados Unidos é belíssima, por dentro e por fora, e um dos pontos turísticos mais visitados de Nova York. Aos domingos, a missa é imperdível para os turistas católicos, e merecem atenção o órgão e o coral da igreja, belíssimos. Considerada um dos marcos históricos da cidade, a igreja está localizada na 5ª avenida, ao lado do complexo do Rockefeller Center. JM magazine 127


Turismo Time Square: É a esquina mais famosa do mundo, com seus painéis luminosos e publicidades criativas. Um lugar fascinante, localizado entre a Broadway e a 7ª Avenida. O coração de Manhattan pulsa ali e é absolutamente impossível não ficar maravilhado com tantas luzes e com o charme desse lugar. Os chocólatras podem aproveitar para entrar na loja da M&M e levar um souvenir em forma de estátua da Liberdade, repleto de pastilhas de chocolate. Outra dica: jantar no Olive Garden, com sua gastronomia italiana saborosa a preços razoáveis. Broadway: Ir a Nova York e não assistir a um musical na Broadway é como ir a Roma e não ver o papa. A oferta é variadíssima e alguns musicais estão há anos em cartaz, com sucesso de bilheteria, como no caso de “O Rei Leão”, simplesmente apaixonante. “Aladim” é outra superprodução de sucesso, assim como “O Fantasma da Ópera”, “Chicago”, “Wicked”, dentre outros. Estrearam recentemente musicais sobre Donna Summer e Carole King. Compre o ingresso pela internet com antecedência, para garantir um bom lugar. Museum of Modern Art (MoMA): É um dos maiores e mais visitados museus de Nova York, além de um dos mais importantes do mundo. O MoMA é um museu bem grande, o que demanda reservar um dia inteiro para visitá-lo com calma, apreciando obras como “Noite Estrelada”, de Van Gogh; “Les Demoiselles d’Avignon”, de Picasso; “A Persistência da Memória”, de Dalí, e “Interior Holandês”, de Miró. Se você tem pouco tempo ou não é um apaixonado por arte moderna, os andares que mais valem a pena são o quarto e o quinto, onde estão alguns dos quadros mais famosos da história. O acesso é gratuito às sextas-feiras, a partir das 16h, mas geralmente há fila para entrar. Além do MoMA, há pelo menos outros três museus imperdíveis: o Metropolitan Museum of Art (ou MET, como dizem), o Museu Guggenheim e o Museu de História Natural. O MET tem obras de Monet, Cézanne e Rembrandt. Entre as exibições menos habituais se encontra a zona egípcia, onde se expõe o Templo de Dendur magnificamente reconstruído. Esse templo foi um presente do Egito pela ajuda na salvação de Abu Simbel. Se você tem pouco tempo, as zonas mais interessantes são justamente a egípcia e a romana, assim como as telas do segundo andar. Já o Guggenheim tem obras de Chagall, Kandinsky, Mondrian, Picasso, Manet e Van Gogh e oferece visitas guiadas diariamente, das 11h às 13h, em inglês. JM magazine 128


Restaurantes e bares Em Nova York come-se muito bem. O TAO (Uptown ou Dountown), por exemplo, alia uma decoração fabulosa ao cardápio asiático sofisticado. Coisa de turista, mas interessante (embora caro), é o Marriot Marquise, o restaurante giratório, com dois restaurantes: prefira o do preço fixo, tipo buffet, porque o outro, à la carte, custa uma grana preta! Ícones da gastronomia italiana há o popular Carmine's (com seus pratos ultrafartos), o Serafina (com seu ravióli de lagostim, inesquecível), Fig & Olive, Da Marino (a melhor lasanha ever), A Voce (Madison Ave e Columbus Circle), dentre outros. Se a carteira estiver recheada de dólares, reserve jantar no badalado The Asiate (no 30º andar do hotel Mandarim Oriental), ou no “japa” Masa. Tem ainda o “Daniel”, do aclamado chef Daniel Boulud; The NoMad Restaurant, um contemporâneo maravilhoso; o “Brooklyn Fare”, além do The Clock Tower, no Chelsea. Experiência gastronômica que vale cada centavo está no “Eleven Madison Park” (que é lindo!) e no “Le Cirque”, que é muito charmoso, e a comida, espetacular. O importante é que Nova York tem opções para todos os bolsos, dos sofisticados restaurantes aos populares fast foods. Aliás, em matéria de hambúrguer, não faltam opções na Big Apple, embora o mais badalado seja o do Shake Shack. Compras em Nova York A cidade pode ser chamada de paraíso mundial do consumo. Sempre há liquidações e grande variedade de lojas, mas uma boa dica são as lojas de departamento, como a Macy's, a Saks e a Bloomingdales. Tem ainda a Bergdorf Goodman, mais focada em produtos de luxo. Outro lugar bom para compras em Nova York, se você está à procura de elegância e sofisticação, são as boutiques da Madison Avenue (o point fica entre a 59th e a 79th Street) e da 5ª Avenida. O SoHo é outra região que não poderia faltar na lista dos melhores lugares para comprar em Nova York. Esse bairro supercharmoso tem, literalmente, uma loja atrás da outra. Além desses grandes centros de compras, há outlets próximos a Nova York que valem super a pena. Neste caso, estão o Woodbury Common Premium (um shopping a céu aberto, nos arredores de Manhattan, só com lojas de grife, como Gucci, Dolce & Gabbana, Fendi, Dior, Polo, Ralph Lauren, etc), o Jersey Garden (com mais de 200 lojas, entre elas da grife Karl Lagerfeld, que é um luxo, e Tommy Hilfiger Outlet, Bed Bath & Beyond, Marshalls, Victoria's Secret Outlet, dentre outras), o Walmart (muito diferente do modelo brasileiro, e vende de sabonete a eletrodoméstico, passando por roupas e enfeites de Natal, localizado em Nova Jersey), Target (também em Nova Jersey), etc. Lembre-se de que é cobrado imposto municipal de 8,25% sobre todas as compras. Mas o que é isso diante do prazer de ver roupas, cremes, óculos, sapatos e bolsas exclusivas ou que ainda nem chegaram ao Brasil? JM magazine 129


LOFT CONCEITO CONTEMPORÂNEO Formatto Arquitetura Engenharia - Condomínio Damha I. Uberaba, 2015 - 2017

Concreto, pedras, tijolos aparentes, espaços altos e integrados: tudo isso está ligado à arquitetura marcante dos LOFTs franceses da década de 50. Esse foi o ponto de partida para a construção da residência do jovem casal.

3333 0583 Rua Dr. Ludovice, 126 @formatto_arquitetos

formattoarquiteturaengenharia@gmail.com

Concebida com linhas retas, cores marcantes e material aparente, a arquitetura da residência M.J. se destaca no condomínio Damha I, em Uberaba. Quando o casal resolveu construir, a ideia era de uma casa compacta que atendesse às suas necessidades. A concepção do estilo era a arquitetura caracterizada como LOFT, que foi o ponto de partida para o projeto. A residência possui dois pavimentos, com um programa de necessidades enxuto. Foram três suítes, duas compartilhando o mesmo banheiro. Salas integradas, cozinha que se comunica com a varanda gourmet, área de serviço e um pequeno depósito no pavimento térreo. A piscina adentra a varanda de forma singela e convidativa, de modo que quem está no SPA que junto de quem está no gourmet. ‘‘Com muita exatidão aos nossos pedidos, a Formatto criou nosso sonho, cou exatamente como esperávamos, com muito charme e versatilidade. Agradeço não só por participarem desse sonho mas também pelo prossionalismo e dedicação da execução nos mínimos detalhes. Obrigado Formatto’’ M.J. JM magazine 130

DADOS DA OBRA ANO DO PROJETO 2015-2016 CONCLUSÃO DA OBRA 2017 ÁREA DE CONSTRUÇÃO 218m²

ARQUITETURA FORMATTO Rafael Menezes | Fernanda Tótoli |Marina Bianchi LUMINOTÉCNICO FORMATTO ELÉTRICO FORMATTO HIDRÁULICO FORMATTO ESTRUTURAL FORMATTO FORNECEDORES MADEIRAS PERSONALITTÉ REVESTIMENTOS PORTOBELLO PEDRAS SHOPPING DAS PEDRAS GESSO GESSOMAX


INTEGRAÇÃO DE AMBIENTES

Formatto Arquitetura Engenharia - Condomínio Damha I. Uberaba, 2016 - 2018

Toda sosticação da cor preta na construção aplicada em: revestimentos, esquadrias e decoração. Além disso, a praticidade concebida na união de dois ambientes tão importantes dentro de um projeto residencial.

DADOS DA OBRA ANO DO PROJETO 2016-2017 CONCLUSÃO DA OBRA 2018 ÁREA DE CONSTRUÇÃO 225m²

ARQUITETURA FORMATTO Rafael Menezes | Fernanda Tótoli |Marina Bianchi LUMINOTÉCNICO FORMATTO ELÉTRICO FORMATTO HIDRÁULICO FORMATTO ESTRUTURAL FORMATTO FORNECEDORES MADEIRAS PERSONALITTÉ REVESTIMENTOS PORTOBELLO ESQUADRIAS ANTONELLI GESSO GESSOMAX MOBILIÁRIO PERSONALITTÉ

Fachada com iluminação marcante enriquece e destaca os detalhes arquitetônicos da residência H.C. A madeira cumaru usada na porta principal e no revestimento das paredes enobrece a fachada. A unicação do gourmet com a cozinha resultou na criação de um único espaço amplo e propício para receber os amigos. O pé direito de 5 metros permitiu aberturas para ventilação e iluminação natural. Os planejados na cor preta e os altos painéis pivotantes fazem a sutil separação dos ambientes, tornando a residência contemporânea e cheia de personalidade.

‘‘Encontrei na Formatto Arquitetos a forma de materializar tudo o que eu imaginava para minha casa. Com muito prossionalismo, criatividade e paciência elaboraram o projeto .Fiquei muito feliz com o resultado e com os serviços prestados.’’ H. JM magazine 131


JM magazine 132


g n i v i l Um hamar para c u e s de

O conceito de sala de estar dos sonhos é muito pessoal. Mas, para alcançar um resultado maravilhoso, há regras básicas que devem ser observadas. Saiba quais são elas e como fazer do seu living um espaço harmonioso e encantador. por helena cunha JM magazine 133


DECORAÇÃO Quando se pensa em ambientar ou repaginar a sala principal da casa ou do apartamento, devem-se levar em consideração as características do espaço. Esse é o primeiro passo para acertar em cheio e chegar a um resultado final sa-

JM magazine 134

tisfatório. Depois, definir o estilo de decoração que mais agrade aos principais usuários desse espaço: os proprietários da casa. É sempre bom ter em mente que tão importante quanto a estética é a funcionalidade. Isso significa que de nada

adianta ter um móvel incrível para esconder todos os eletrônicos, se a sua sala for pequena, por exemplo. Tire todas as medidas antes de sair comprando a mobília e tenha muita atenção: menos é mais, na maioria dos casos.


JM magazine 135


DECORAÇÃO

Pisos e revestimentos Na arquitetura e no design de interiores, piso e revestimentos, móveis, adornos e cores também seguem tendências e muitos podem cair em desuso. Para quem tem a intenção de dar uma repaginada no ambiente para as festas de fim de ano e entrar 2019 de casa nova, agora é o momento de investir nessas transformações. Quem está na fase de acabamento e em dúvida sobre o piso a escolher, a arquiteta Alê Roso explica que o porcelanato é mais durável e bem mais resistente que o piso de cerâmica. “É um piso liso, homogêneo e dá a impressão de leveza. A versão brilho é uma das mais utilizadas em living, por trazer a sensação de sofisticação e ser uma tendência clean. Os porcelanatos têm a vantagem de ser bem mais baratos que as pedras, embora mais caros que a maioria dos pisos cerâmicos.

Alexandra Roso

JM magazine 136

Existem nas versões polido, acetinado, rústico e natural.” Dentre os acabamentos do porcelanato, a arquiteta explica que o acetinado é o que oferece maior resistência a riscos e manchas e não é escorregadio. Por outro lado, o polido é bem mais suscetível a manchas e naturalmente escorregadio, portanto, não é uma boa opção para integração com as áreas molhadas, se esse for o seu caso. Segundo Alê, os mármores e granitos podem aumentar o valor da obra onde são usados, mas são uma excelente opção em todos os sentidos, principalmente na durabilidade. “Esteticamente muito atrativas, todas as pedras naturais requerem cuidados de manutenção ao longo de seu uso. Há muitas variedades de pedras e que, mesmo as altamente valorizadas, como o granito, podem envolver diferentes características e desempenhos. Não há verdadeiramente duas pedras iguais, mesmo dentro do mesmo tipo e classe”.


Os tacos também são uma opção, de acordo com a profissional. É um revestimento versátil, que cai bem nos mais variados tipos de ambientes, inclusive no living. Porém, seu design é ainda mais especial, com várias opções de paginação, ou seja, de posição dos tacos, como no caso da chamada “espinha”, “escama de peixe” e “zigue-zague”. “Muitas pessoas têm preconceito contra eles, porque associam sua imagem aos ambientes de

residências antigas, com pouca ou nenhuma manutenção. Só que, na verdade, eles podem ser lixados e envernizados várias vezes, adquirindo uma aparência renovada, quase como se fossem novos”, explica. O mercado ainda oferece uma gama de variedades. Para esse ambiente, Alê Roso cita outras opções, como o piso laminado, a cerâmica, as pedras naturais, o carpete de madeira, o cimento queimado, as

tábuas corridas ou a madeira de demolição. Há também os pisos monolíticos, conhecidos como porcelanato líquido, que possuem aparência uniforme e lisa, sem rejuntes, oferecendo um acabamento estético bonito com o nivelamento total da superfície. A escolha depende do gosto do cliente e do projeto do profissional, mas é importante avaliar as características e o tráfego de uso do ambiente para então decidir o piso.

JM magazine 137


O sofá Após definir o piso, vem o momento de escolher os móveis do ambiente. O mais importante deles é o sofá. E, a partir dele, será definido o restante dos adornos, como tapetes, cortinas e objetos de decoração. Sofás muito grandes acabam deixando pesada a aparência da sala de estar, assim como móveis que vão do teto ao chão abarrotados de elementos. Não entulhe e aposte em itens práticos, que podem ser mudados de lugar, como pufes, por exemplo. Como na moda, as cores, estampas e modelos também seguem tendências. De acordo com a designer de interiores Marlúcia JM magazine 138

Marlúcia Landim


Landim, atualmente a forte inspiração no design italiano pode ser observada em sofás de linhas retas, mas com leve arredondado, muito contemporâneo. O uso de chaises e as novas tecnologias com sistemas de abertura elétricos também estão em alta. Por outro lado, sofás circulares, em forma de meia lua, estão por toda parte, numa clara releitura modernista. “Os sofás foram elevados ao status de verdadeiras

JM magazine 139


obras de arte quando compõem um ambiente” – diz Marlúcia. Para a escolha das cores, as neutras ainda são as mais pedidas, pois os tons de bege, branco e cinza facilitam muito a decoração, já que a composição de cores passa a ser delegada aos complementos da ambientação, como almofadas e vasos. “As texturas dos tecidos são o grande truque para que cores neutras tenham mais personalidade. Desenhos geométricos estão em alta, tanto para o tecido dos sofás, quanto para os complementos. Para quem gosta de cores, verde, berinjela e amarelo são destaque. E sempre tem a cor do ano, que é solicitada por clientes

JM magazine 140

mais antenados. O equilíbrio deve prevalecer e levar em conta a personalidade do morador, podendo tornar o ambiente mais aconchegante ou mais vibrante, de acordo com a necessidade e gosto do morador.” A designer comenta que os tecidos como chenile, jacard e, principalmente, o suede estão em alta. “A tecnologia das tramas nos proporciona materiais antialérgicos e com menos propensão a amassar. Destes, o suede tem sido tendência absoluta. Além disso, vale lembrar do couro, que nunca sai de moda e a versão sintética ainda é a opção mais ecologicamente correta e com menor custo.”


JM magazine 141


DECORAÇÃO

Karine Assumpção

Mesas de centro Depois do sofá, o morador deve definir outros móveis. O que cabe no ambiente, o estilo, formas e tamanhos. A mesa de centro é uma boa escolha, pois, além de decorar, serve de apoio na hora de receber os amigos. Segundo a arquiteta Karine Assumpção, ela só deixa de ser importante quando o espaço é extremamente reduzido, não comportando sua existência. O morador tem a opção de escolher o formato do móvel. Karine explica que a escolha depende da forma da sala. Para salas retangulares, por exemplo, o ideal é a mesa JM magazine 142

de centro retangular ou ovalada, dando assim continuidade no ambiente. Já salas em formato quadrado acolhem melhor mesas igualmente quadradas ou redondas. Mas, sempre pensando em um tamanho adequado ao espaço. Atualmente, encontramos no mercado o mobiliário em diversos materiais e estilos. Mas, Karine explica que o morador deve ficar atento aos acabamentos e matéria-prima para não destoar da decora-


ção. “Espelhos, vidros e metais combinados com um design contemporâneo garantem a sofisticação da decoração. A madeira, por sua vez, é ótima opção para estilos mais clássicos, ou mesmo para quem quer conferir um clima casual ao espaço”, ensina. A arquiteta destaca que, antes de fazer a escolha, é importante tirar as medidas da sala e dos outros móveis instalados ali. “O recomen-

dável é uma distância de pelo menos 60cm entre a mesa e o sofá ou qualquer outro móvel para que seja possível circular com conforto.” Há ainda quem quer diferenciar o ambiente ou não tem a intenção de usar a peça na sala. Nesse caso, um dos substitutos mais comuns para a mesa de centro é o banco de madeira. Segundo Karine, ele funciona muito bem em uma sala de

estar espaçosa e serve também de aparador para acessórios decorativos e revistas. E explica: “o baú, por sua vez, pode servir de mesa de centro, com a vantagem de poder guardar objetos dentro dele. Outra opção são os pufes, que podem desempenhar o papel de mesa de centro, principalmente em salas de TV, tendo a funcionalidade dupla, apoio para os pés e apoio de objetos, como copo.”

JM magazine 143


Aparador O living é composto por mobiliário que deve oferecer beleza, conforto e funcionalidade. A arquiteta Geovana Lima explica que os aparadores são peças importantes e dão protagonismo a outros itens de decoração que poderiam passar despercebidos. “Para ser usado no living, o aparador deve ser mais estreito, podendo ser de vidro, madeira, metal, espelhado, acrílico, entre outros, dependendo do projeto, que também levará em consideração o estilo dos outros móveis para que haja harmonia estética no ambiente.” Sobre a peça, segundo Geovana, podem ser colocados quadros, espelhos, luminárias de mesa e até mesmo JM magazine 144

vasos com Geovana Lima ou sem vegetação. “Para utilizar o espaço embaixo do aparador, podem ser colocados pufes ou seat gardens” – orienta a profissional. Além disso, Geovana Lima ressalta que para tornar o living aconchegante e convidativo, a decoração pode ser composta com tapetes e quadros nas paredes e outras peças que deixem o ambiente com a cara do morador. “É importante garantir sempre um equilíbrio na decoração, para não sobrecarregar visualmente o espaço, bem como os aparadores e mobiliário de apoio”, garante.


JM magazine 145


DECORAÇÃO

Tapetes

Para complementar o visual do living, os tapetes são ideais. São peças importantes na decoração e têm várias funções, entre elas, integrar ambientes, trazer conforto, delimitar espaços, embelezar e, em alguns casos, melhorar a acústica. A arquiteta Ana Silvia Vianna comenta que a escolha do tapete deve levar em conta a combinação com o estilo do mobiliário. “A partir daí, iremos escolher o mais adequado para que o espaço ganhe personalidade. Por exemplo, se for um conceito luxuoso, usa-se mais o tapete persa ou o aubusson. Eles transmitem requinte, porque são tapetes feitos artesanalmente, sendo alguns dos mais antigos do mundo, por isso são mais caros e mais desejados. Se a decoração for moderna ou minimalista, usa-se mais o cisal, sintético ou arraiolo. É importante ter em mente qual é o estilo que se quer propor para o local, pois assim fica mais fácil a escolha. Hoje não tem uma regra rígida, Tudo depende do layout que você quer. Já existem muitos estilos de tapetes que dão um ar luxuoso sem ser tão caros e atendem às necessidades dos moradores, como o tapete kilim.” Apesar de tantas opções, existem regras que precisam ser levadas em conta, para que as proporções fiJM magazine 146

quem adequadas na hora de emoldurar o ambiente e dar conforto e beleza ao espaço. “A medida ideal para a sala é o mobiliário, ou parte dele, estar em cima do tapete, que é como uma moldura e destaca todo elemento em cima dele. O ideal é que tenha a largura do sofá ou entre embaixo do móvel, mais ou menos

até a metade, para que as duas peças pareçam esAna Silvia Vianna tar no mesmo plano, dando, assim, um conforto visual entre o piso, tapete e mobiliário”, explica a profissional.


vidrex JM magazine 147


DECORAÇÃO

Adornos Na decoração, alguns objetos são indispensáveis e sempre serão tendência para dar um charme especial ao ambiente. Os muranos, por exemplo, são peças fortes e estão constantemente em alta. De acordo com a designer de interiores Simone Cartafina, além de ser uma arte milenar, são muito nobres, alguns inclusive são feitos com pó de ouro. “É uma peça de rara beleza que enfeita e traz encanto a qualquer espaço.” Além dos muranos, porcelana chinesa, vidros, prataria, pincéis, livros e caixas de madeira continuam em alta na decoração. “Gosto de ousar na mistura desses objetos, porque acredito que são esses detalhes que contribuem para um ambiente bonito e encantador” – diz Simone. Para usá-los, Simone explica que não existe regra. “O que manda é o bom senso JM magazine 148

e saber adequar o desejo do morador. Sempre busco conhecer Simone Cartafina a história de cada peça para aquela pessoa e coloco as que têm alguma história familiar em um lugar especial. Com bom senso estético, pode sim misturar os objetos. Não existe nenhum critério, a não ser o bom gosto para filtrar o que combina ou não. Se o living tem pé direito alto, gosto muito de usar peças mais altas, como castiçais e muranos maiores. O segredo é sempre pensar numa proporção harmônica e optar por fazer uso de poucos objetos porém, que realcem o ambiente.”


JM magazine 149


DECORAÇÃO

Cortinas Um item indispensável na sala de estar é a cortina. A arquiteta Gabriela Ferreira Pereira afirma que a peça contribui para proporcionar aconchego e sofisticação ao ambiente. “Como o living é o "cartão postal" da casa, é importante utilizar materiais para deixar o ambiente o mais elegante possível. Normalmente, recomendo cortina de varão ou de trilho suíço” – destaca. O tipo de tecido escolhido para as cortinas, segundo Gabriela, deve levar em consideração a sensação que o morador quer dar ao ambiente: “tecidos leves e translúcidos permitem a entrada de iluminação natural e a integração dos ambientes, em contraponto à de tecido pesado, que dificulta ou bloqueia (no caso da blackout) a entrada de luz natural. Na Casa Cor São Paulo 2018, uma das maiores e mais completas mostras de arquitetura, design de interiores e paisagismo, percebi que a tendência são cortinas com tecido translúcido, gerando conJM magazine 150

Gabriela Ferreira forto e permiPereira tindo a integração interior com o exterior”. Para dar ainda mais charme ao espaço, o morador pode optar por usar dois tecidos sobrepostos ou a cortina rolo/persiana/romana por baixo e a de tecido por cima. “Na minha opinião, o modelo que deixa o ambiente mais glamoroso é a cortina de trilho, embutida no gesso, de preferência com LED, e com comprimento do chão ao teto. Utilizo a cortina mais curta apenas se houver algum móvel embaixo dela.” Atualmente, a automatização das cortinas tem sido muito utilizada. Segundo a arquiteta, na maioria dos casos não é luxo, mas sim uma necessidade devido às construções contemporâneas: “casas com grandes esquadrias de vidro necessitam de cortinas extensas, e elas são muito pesadas e impossíveis de se regular manualmente”. Sem contar a praticidade que a automação proporciona aos moradores.


JM magazine 151


DECORAÇÃO

Decoração nas paredes Os quadros nas paredes do living devem imprimir personalidade ao ambiente. Por esse motivo, eles têm uma função importante na decoração, aliando harmonia e estilo. No mercado existem muitas opções como telas, fotografias, gravuras, painéis holográficos e muitos outros, mas a escolha deve sempre levar em consideração que tipo de ambiente está sendo criado. Segundo a decoradora Regina Carvalho, o espaço deve seguir a personalidade do morador: “entre tantas opções, a tela assinada é sempre muito bem-vinda e as fotografias também, mesmo porque hoje está muito em voga usá-las, principalmente assinadas. Por outro lado, na minha opinião, as réplicas de quadros famosos não devem seu usadas. Jamais gostei dessa opção.” JM magazine 152

Apesar da escolha dos quadros não ter um critério único, dependendo da decoração do ambiente, a instalação deles nas paredes requer alguns cuidados para que não fiquem “perdidos no espaço”. Regina Carvalho explica que eles têm que compor com o mobiliário em geral. No caso do living, em cima do sofá, por exemplo,

Reka Carvalho

os quadros devem ser pregados de 10cm a 20cm acima do encosto. Além dos quadros, as paredes podem receber papel de parede. Regina comenta que o estilo do papel é fundamental, ainda mais em um living. “Ele deve estar em perfeita sintonia com o projeto como um todo, estilo, mobiliário e cores” – adverte.


ja MATÉRIAS DE CONSTRIUÇÃO

JM magazine 153


Iluminação Para completar o ambiente e construir cenários, a iluminação é item fundamental num bom projeto de interiores. Através NAYARA FACHINELLI dela é possível conectar o indivíduo com o espaço e ter influência direta no estado emocional das pessoas. Segundo a arquiteta Nayara Fachinelli, “no living, a iluminação indireta é a ideal. A fonte de luz fica oculta e difunde-se ao longo do espaço através da reflexão no teto, parede ou chão. Com ela conseguimos suavidade, conforto e aconchego. A instalação é adequada no gesso, parede e até mesmo chão, com spots, rasgos no teto, arandelas e abajur. Sempre optando por temperaturas entre 2.700 a 4.000K, que são cores mornas e quentes”. JM magazine 154


JM magazine 155


fOCO NA LUZ A iluminação pode ser muito bem trabalhada na sala de estar para criar cenários , sendo diferenciados através dos circuitos. O que irá definir o modelo da iluminação decorativa será o estilo imposto pelo profissional a partir do estudo com o morador. “Para o living, podemos trazer os lustres em cristal e até mesmo os pendentes aramados com as lâmpadas de filamentos. Os spots direcionais são ótimas opções para dar destaque às obras de arte, paredes revestidas com papel de parede ou trabalhadas com algum revestimento especial, que mereça a atenção. Abajures e luminárias de mesa são muito bem-vindos, sempre utilizados quando necessitamos de luz para leitura e para dar o toque final na decoração. São JM magazine 156

perfeitos para serem usados na decoração de mesinhas ao lado do sofá e em aparadores. As arandelas também podem ser exploradas, pois, além de proporcionarem iluminação de foco e indireta, elas preenchem

e embelezam o espaço,” – diz Nayara Fachinelli. Quando o assunto é iluminação quase tudo é válido. É permitido trabalhar com vários modelos no mesmo ambiente, tendo a atenção de separá-los por circuitos.


JM magazine 157


JM magazine 158


JM magazine 159


p To n DECORAÇÃO

te

O living é o espaço da casa dedicado ao convívio das pessoas. Deve ser um ambiente confortável e a decoração deve seguir o estilo de vida dos moradores, sempre levando em consideração a beleza aliada à praticidade. Aqui a arquiteta Cláudia Ribeiro elenca 10 itens que não podem faltar nesse ambiente.

sala de estar

Cor de aconchego – com uma base em tons suaves nas paredes, o living pode transmitir a ideia de aconchego tanto para quem é recebido, quanto para os moradores.

Sofá–investir em um bom sofá, com estrutura resistente e design confortável é aposta certeira. O tecido deve valorizar o conforto e ser de fácil manutenção.

Almofadas – Misturar cores e texturas para alegrar o living. E nada de utilizá-las só como adorno. Mesmo em um sofá confortável uma almofada delicada é um convite à descontração.

Iluminação - Sancas iluminadas, plafons com diferentes tipos de luz para valorizar os objetos e criar cenários!

JM magazine 160

Adornos– Os cristais com design dão todo um charme à sala.


Quadros – Prefiro os geométricos e abstratos para dar um ar contemporâneo, atual.

Garden seat – um coringa. Esta peça tanto compõe a decoração, quanto cria um lugar a mais para o ambiente.

Arranjo de flores naturais – esses não podem faltar. Uma orquídea bem cuidada tem seu valor, uma bacia de suculentas e até um terrário com cactos.

Cortinas as persianas são ideais para compor este ambiente.

Parede com textura – seja ela com um papel de parede 3D ou por um detalhe em revestimento especial. JM magazine 161


JM magazine 162


Receitas de primavera

Para celebrar a chegada da primavera escolhemos três gerações de uma família que representa a beleza e a alegria dos imigrantes italianos e espanhóis que aqui chegaram com suas tradições encantadoras. A matriarca Zulika Cartafina Perez escolheu um Nhocão delicioso, que preparava há décadas para suas filhas, Adriana Perez Bóscollo, sua filha, caprichou numa irresistível salada de coco; e para arrematar, sua neta Florença Perez Bóscollo, arrasou com o preparo de uma deliciosa mousse de chocolate com morangos e flores comestíveis Essa época do ano pede receitas coloridas e até mesmo floridas. Confira o que esse trio fantástico preparou com charme e elegância, e ainda, serviu tudo numa mesa maravilhosa, com toalha bordada da ilha da Madeira, muitas flores e porcelana inglesa que foi usada para celebrar o batizado de Zulika há mais de oitenta anos! Por cristina Vasques – fotos/Ramon Magela JM magazine 163


gastronomia

NHOCÃO

por ZULIKA Cartafina Perez

Ingredientes: • 1 kg de batatas • 1 colher de sopa de manteiga • 1 pires de queijo ralado • 2 ovos • 5 colheres (bem cheias) de farinha de trigo • Sal a gosto • 300g de mussarela Modo de preparo: Cozinhe as batatas, descasque-as e passe-as pelo espremedor como para nhoque. Acrescente os ovos, o queijo, a manteiga, o sal e a farinha de trigo, misturando bem e sem sovar, até o ponto do nhoque comum (às vezes é preciso colocar mais farinha). Sobre um guardanapo ou um pano de prato aberto e bem esfarinhado, espalhe a massa total do nhocão, colocando por cima as fatias de mussarela. Enrole como rocambole, com a ajuda do pano, amarrando bem as duas extremidades com cordão, colocando para cozinhar em água fervente e sal por 40 minutos. Assim que boiar, escorra a água, tire do pano para a travessa, regue com molho de tomate pelado de sua preferência (sempre coloco 1 colher de café de nós-moscada) e polvilhe queijo ralado (sempre misturo queijo Minas e Provolone). Sirva quente, com salsinhas frescas. JM magazine 164


SALADA DE COCO PRIMAVERA

por Adriana Perez Bóscollo

Ingredientes: • 3 cocos in natura maduros, ralados com casca (lavrados, ralados grossos) • 300g de presunto também lavrados grossos • 1 chávena de passas escuras sem sementes • 1 chávena de passas brancas sem sementes • 200g de ervilhas congeladas, ferventadas • 1 lata de milho em conserva • Cebolinha picada bem fina, a gosto • Flores de Hibiscus sabdariffa (azedinha) ou Rosa Búlgara Molho branco para o tempero: • 200g de maionese • 200g de creme de ricota • 200g de creme de leite em caixinha • Sal a gosto Modo de preparo: Misture todo o coco, presunto, uvas passas, ervilha, milho para apresentação do prato em uma cama de alface verde e bailarina negra. Regue com molho e cebolinha picada ou deixe o molho e a cebolinha em separados, para que cada um se sirva à vontade. Enfeite com flores rosas e amarelas comestíveis. JM magazine 165


gastronomia

MOUSSE DE CHOCOLATE por Florença Perez Bóscollo

Ingredientes: • 6 ovos • 2 chávenas de açúcar refinado • 200g de manteiga sem sal • 200g de chocolate em pó do Padre • 1 caixa de creme de leite • 1 cálice de licor de laranja Modo de preparo: Bata bem as gemas com o açúcar, coloque nelas a manteiga, o chocolate, o creme de leite e por último o licor de laranja. Bata as claras em neve e misture tudo. Coloque para gelar por pelo menos 8 horas. Por cima, raspas de chocolate meio amargo, morangos e flores comestíveis vermelhas (também azedinhas). JM magazine 166


JM magazine 167


CDL JM magazine 168


Foto/Marise Romano

Esse ĂŠ o cara

Luiz GuaritĂĄ Neto por jorge alberto nabut JM magazine 169


ESSE É O CARA

luiz neto

F

ILHO de Cornélia e do colunista social Ataliba Guaritá Neto, um dos jornalistas e radialistas icônicos da história da cidade, Luiz Guaritá Neto tem trânsito livre nos mais diversos segmentos sociais e políticos da cidade e de todo o Triângulo Mineiro. Nascido num meio de relevância social e numa época de ouro da cultura brasileira, quando fervilhavam, pelo país, os festivais de MPB, teatro e cinema, que lhe moldaram o perfil de homem ligado às artes, e de representativa politização da juventude, que lhe deu o gosto pela administração pública, nosso homenageado dedicou-se, profissionalmente, à engenharia, integrando uma das mais fortes incorporadoras imobiliárias do país, a RCG. Ali atuou por mais de décadas, em parceria produtiva com Antônio

Acho que a gente tem de fazer de nossos porquês um processo de evolução”

Ataliba Guaritá Neto com os filhos, Dulce Helena e Luiz Neto

Com Lisete Resende no Festival do Chapadão JM magazine 170

Ronaldo Rodrigues da Cunha, o que resultou num aprendizado único e da maior importância para sua afirmação como engenheiro e empreendedor. A multiplicidade de talento levou Luiz Neto à Prefeitura de Uberaba (1993 – 1996), onde atuou com sua marca, seu gosto e sua maneira light de ser, avesso à arrogância e ao distanciamento de tantos que ocupam o acento de prefeito. Hoje, aos 63 anos de idade, e depois de "longo e tenebroso inverno" distante da vida pública, Luiz Guaritá Neto reaquece suas experiências dando nova conotação, novo perfil e novo procedimento ao Codau, abrindo as linhas de acesso ao consumidor, agilizando e democratizando a empresa e até estendendo patrocínio à música que é levada à população, a céu aberto, valorizando os espaços públicos da cidade. Não à toa, Luiz Guaritá Neto é apontado pelo colunista como Esse é o Cara! desta nova edição da JM Magazine.


Em reunião com o então presidente da república Fernando Herique Cardoso

Tomando posse como prefeito de Uberaba

JMM – Quem foi a pessoa que marcou sua vida? LN – Sem dúvida nenhuma, o meu pai. Ataliba Guaritá Neto foi uma das pessoas mais bondosas, caridosas, proativas e otimistas que eu conheci na vida. E além de tudo tinha uma qualidade excepcional, amar Uberaba acima de qualquer outra coisa. Ele me deu exemplo, a cada minuto, de como o homem deve se conduzir na vida, com honestidade e altruísmo. JMM – O seu grande momento na vida LN – Sem dúvida nenhuma um

dos momentos mais dignos da minha vida foi quando eu saí da Prefeitura, em 1995, com 96% de aprovação, um recorde nacional que o Instituo de Pesquisa Vox Populi registrou. Quatro anos antes, eu havia vencido as eleições e percorria as ruas comemorando a vitória, mas percebia que a outra metade da população estava insatisfeita comigo, por ter votado em outro candidato. Quando eu saí, guardei na lembrança para sempre

Ataliba Guaritá Neto foi uma das pessoas mais bondosas, caridosas, proativas e otimistas que eu conheci na vida."

Com o deputado Marcos Montes

um quadro totalmente novo, com esse índice de aprovação do meu governo. Foi um verdadeiro contraste ao que vivi inicialmente. Eu olhava nos olhos das pessoas, que, na pior das hipóteses, me viam pelo menos com respeito e admiração. Então, foram dois momentos muito importantes da minha vida. O primeiro, no dia da vitória, que, surpreendentemente, me incomodou muito. E, em contraponto, o melhor foi no dia que eu estava saindo da política. JMM - O que considera ainda um avanço positivo, após tantos anos como prefeito? LN - A transformação de bairros inteiros, que eram considerados bairros excluídos como a Vila do Quiabo, agora Vila Esperança, e a Vila Pássaro Preto, que passou a ser Planalto. Eram bairros com grande dificuldade de infraestrutura. Transformá-los em lugares bons

Com Paulo Piau JM magazine 171


ESSE É O CARA mas ganhou qualidade de vida. Pena que a segurança e o desemprego, problemas nacionais que afligem todas as cidades do país, também nos preocupem.

Com Ana Paula Barros

para se viver foi um grande avanço. Dotar bairros inteiros com água, luz, esgoto, asfalto, escritura foi uma grande mudança social. Muitos acham que a grande obra da minha administração foi a concretização da Univerdecidade. Mas, o fundamental foi fazer com que a periferia fosse o centro.... o centro das atenções. JMM - O que Uberaba perdeu de lá pra cá? LN - Perdeu muita autoestima. O uberabense perdeu a autoestima ao não valorizar sua cidade. As pessoas que não têm uma relação comparativa com outras cidades, não reconhecem que Uberaba ganhou nos últimos anos mais qualidade de vida. E aqui é hoje uma das melhores cidades para se viver no país, graças à sua qualidade de vida. O uberabense perdeu a autoestima,

JMM - Codau Cultural. Isso é sinal de campanha rumo à PMU 2020? LN - Não. Acho que a gente tem que fazer de nossos parques um processo de educação. Educar as pessoas a participarem desses lugares comunitários, de passeio com a família, animais de estimação, bicicleta... é um processo de educação ambiental com cada pessoa se responsabilizando pelo seu lixo, seu espaço. Os shows, antes de mais nada, estão incluídos em uma lei que autoriza o Codau a aplicar parte de seus recursos em programas de educação e cultura. JMM - Quais políticos que admira? LN - Ultimamente admiro Winston Churchill. Ele era tido como um beberrão, fanfarrão e quando assume como primeiro ministro da Inglaterra, durante a Segunda Guerra Mundial, ele fez toda a

O uberabense perdeu a autoestima ao não valorizar sua cidade

Se divertindo com os netos Luiz Neto interagindo sempre com a família JM magazine 172

diferença para o êxito dos aliados. Em um ato de extrema coragem disse não ao império que estava sendo construído por Hitler e começa aí a queda do ditador. Ele partiu do princípio da coesão do povo britânico e fez com que todos caminhassem para um mesmo sentido, fazendo disso uma força para o povo acreditar que vencer, naquela situação de ataques e bombardeios, era possível. Naquele momento a Inglaterra de Churchill deu um exemplo ao mundo de que é preciso confiar na liberdade acima de qualquer princípio. E um outro político que eu acho muito importante é Fernando Henrique Cardoso, que soube, enquanto presidente do Brasil, dosar a questão social, já que ele é o grande criador desses programas sociais que estão aí. Além de entender que o país precisava de uma macroeconomia. Devemos a ele o Plano Real e a estabilidade financeira que o governo do PT usurpou. Ele é uma pessoa extremamente culta e capaz de lidar com o Congresso, que é o ponto nevrálgico para as soluções do Brasil. É o político brasileiro que mais me impressionou nos últimos anos. JMM - O país está envolvido em uma estranha campanha eleito-


JMM - Como vê o país em 2019? LN - Com muita, muita preocupação com o todo esse radicalismo que se mostra nas campanhas. Volto a repetir, não acredito em super heróis, em soluções messiânicas e que alguém, sozinho, possa resolver os problemas do país.

Com Maria Inês Rodrigues da Cunha e os fihos Camila, Rodrigo e Bernardo

ral... concorda? LN - Eu acho que o país está vivendo uma época perigosa, de extremos, de colocações radicais. Eu não acredito nesta forma de radicalismo da direita e esquerda.

Recebendo de Cristina Vasques o troféu Os 10+ do Jornal da Manhã

Não acredito em soluções econômicas milagrosas. Não acredito que alguém possa ser um super herói e resolver o país por si próprio. Eu acredito no bom senso, no meio termo e, acima de tudo, em alguém que possa fazer uma macroeconomia, com prioridade nas questões sociais. Acima de tudo, um político que conviva pacificamente com o Congresso Nacional e com a sociedade, para que possamos fazer as reformas tão importantes, como a tributária, a da Previdência, a reforma política, sem as quais o país, qualquer que seja o presidente, não avançará.

depoimentos "Ao longo dos anos, conquistei grande número de amigos que contribuíram para que a minha caminhada se tornasse mais fácil, ora na minha vida pessoal, ora na profissional, ora na pública. Um deles é o LN, ele é um daqueles amigos que a gente acha que todo sucesso, toda felicidade, toda homenagem que recebe nunca são suficientes. Cidadão da mais alta qualidade, LN orgulha Uberaba, orgulha todos nós que o temos em nossas vidas”. MARCOS MONTES, DEPUTADO FEDERAL

Lealdade, fidelidade, companheirismo, são palavras que bem descrevem um grande amigo. Luiz Guaritá Neto, ou simplesmente Luiz Neto, nossa amizade, construída ha mais de quatro décadas, nos dá o direito de falar de suas qualidades múltiplas, do homem de bem, e acima de tudo, do orgulho que temos em ter um amigo como você, pois, juntos, formamos uma grande família. Luiz Neto, você é o CARA! CARLINHOS WAZIR EM NOME DA TURMA DAS ÁGUAS DE JAGUARA

JM magazine 173


euseli

JM magazine 174


empreendedores de sucesso

Silvio

Rodrigues da

Cunha

Ele viveu os anos rebeldes da década de 70, trocou a engenharia química pela hotelaria e não se cansa de empreender. Gera 123 empregos diretos, sem contar os indiretos. Dono de uma personalidade marcante e um dinamismo de dar inveja, Silvinho vive sem celular, sempre de bom humor, ouvindo Bossa Nova para embalar seu sonho de visitar 100 países POR indiara ferreira JM magazine 175


empreendedores de sucesso Rodrigues da Cunha, o Guiomar. A arquitetura do casarão, erguido nos anos 40, na época do apogeu do zebu, foi mantida quando o hotel surgiu. Para se ter ideia do requinte, o imóvel era uma atração na região do Triângulo Mineiro e em todo o Brasil, no início do século passado, em especial, porque já recebeu o glamouroso presidente Juscelino Kubitschek, amigo pessoal do Guiomar. O projeto arquitetônico foi elaborado por um profissional da Áustria. Ainda estão intactos os vitrais alemães, os pisos e azulejos portugueses, os espelhos de cristal francês, os lustres de alabastro, as colunas, as escadarias e o corrimão

I

magine alguém com a meta de viajar por 100 países. O empresário Silvio Rodrigues da Cunha leva essa proposta a sério. Já conheceu 52 deles. Um homem de pensamento rápido, olhos claros, ágeis e com fala divertida para traduzir um turbilhão de sentimentos. “Vou aproveitar a vida enquanto tiver saúde”, diz Silvinho, cuja idade prefere não comentar. Entre um desembarque e outro, o empresário gera 123 empregos, no complexo de hotéis Tamareiras, localizado no coração de Uberaba, bem no centro financeiro e comercial da cidade. “São 123 amigos. Pessoas dedicadas, em quem confio. Quanto mais o hotel fatura, mais eles ganham. São os meus sócios, afinal, 10% do faturamento é deles. Motivar é comissionar. Temos uma equipe muito boa, com pessoas certas, no lugar certo, com a mesma filosofia: o hóspede é nosso rei”, explica. A história de Silvinho na hotelaria teve início em janeiro 1990, cinco anos após a compra da casa dos herdeiros do tio dele, Marico JM magazine 176

“Vou aproveitar a vida enquanto tiver saúde” em mármore Carrara. Além de preservar, Silvinho ampliou o casarão e subiu mais uma torre de dez pavimentos, no mesmo estilo clássico, para abrigar 76 apartamentos. “Na época, usei todo o meu Fundo de Garantia para construir as dependências e mobiliar o Tamareiras Park Hotel”. Silvinho trabalhou por dez anos como gerente regional da multinacional Ciba-Geigy Química, hoje, Novartis, um dos maiores grupos farmacêuticos do mundo. Atuando no ramo de defensivos agríco-

las, Silvinho gerenciava outros dez engenheiros nos estados de Goiás, Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba. Viajou bastante e, consequentemente, conheceu muitos hotéis para se inspirar. O nome “Tamareiras” surgiu em razão das tâmaras, oriundas do Oriente, plantadas no jardim do hotel, na época da construção, e vivas até hoje. Também chamam a atenção, o piano-bar e o cardápio do restaurante à la carte, além da sala de jogos, da academia, da piscina e da sauna. Outro diferencial é o café da manhã, com boa parte dos produtos produzidos na cozinha do próprio estabelecimento, com matérias-primas vindas direto da roça. Tem delícia que vai direto para a mesa do hóspede, como, por exemplo, o “queijo fresquinho”, conforme Silvinho gosta de fazer propaganda. “Em cada país por onde passo, observo os detalhes. Nada se cria, tudo se copia, desde que se tenha bom gosto, tudo vale”, diverte-se. Ele não para de empreender. Em 2005, comprou o terreno vizinho ao prédio principal e ergueu uma estrutura moderna, contrastando com o casarão que deu início ao complexo hoteleiro. Muito blindex e tons mais suaves trouxeram modernidade à obra. “São cinco andares neste terceiro bloco. Um deles é o meu”. Atento ao comportamento dos hóspedes brasileiros e dos estrangeiros que desembarcam no município em razão do agronegócio e


das grandes empresas, em 2017, ele investiu em outra torre, chamada Tamareiras Prime Hotel. O prédio de 13 andares tem o nome do pai do empresário, Osvaldo Rodrigues da Cunha. “O hotel é cinco estrelas. São 70 apartamentos e 31 suítes”, salienta Silvinho. Na mais luxuosa das suítes, a presidencial, são 76 metros quadrados. Há uma enorme TV compartilhada entre a cama e a living room. A requintada banheira mantém a água aquecida por mais tempo e, na área de banho, espelhos estão por toda parte. Mas há elementos que chamam a atenção também do lado de fora. É uma passarela aérea, de 45 metros, que liga o Tamareiras Park ao Tamareiras Prime Hotel, cruzando a rua Olegário Maciel, uma das principais do centro da cidade. Silvinho batalhou por três anos para conseguir a concessão do espaço aéreo para a construção da passagem suspensa. O projeto de lei aprovado na Câmara Municipal, com respaldo da Secretaria Municipal de Obras, considerou que a cidade se expandiu nos últimos anos e, portanto, o município deveria adequar a legislação às novas tendências do século XXI. “Mostrei várias passarelas do Canadá e dos Estados Unidos que embelezam o centro antigo. Esta é a segunda passarela do Brasil. Há outra só no Sul”, afirma o empresário. A passarela ganhou o nome de Hugo Sérgio da Cunha Tahan, sobrinho de Silvinho, recentemente falecido, vítima de um infarto fulminante, aos 55 anos. Era seu braço direito nos empreendimentos do trade hoteleiro. Atualmente, outras duas filhas da irmã dele, Irene Rodrigues da Cunha Tahan, trabalham na coordenação dos negócios. “A Bia é nossa gerente geral e a Denise cuida do financeiro”, comenta Silvinho, reforçando que a filha Sílvia, de 30 anos, está em São Paulo, atuando como jornalista. Quem pensa que Silvinho pa-

Na época, usei todo meu Fundo de Garantia para construir as dependências e mobiliar o Tamareiras Park Hotel” rou no Tamareiras Park Hotel e no Tamareiras Prime Hotel engana-se. Ele já investiu em terrenos no entorno do complexo hoteleiro para erguer mais uma torre. O Premium Hotel começará a ser construído em 2021. “Vou fazer outros 150 apartamentos e mais nada. Chega! Não quero mais nada. A gente tem que vender muito para conseguir pagar as contas. Aliás, eu gosto de pagar meus funcionários, acho ruim apenas de sofrer com os impostos porque não vemos o retorno na mesma proporção, nem

em saúde e nem em segurança”, reclama Silvinho, referindo-se à alta carga tributária brasileira, uma das mais impactantes do mundo. Mas não só da paixão pelos hotéis e viagens vive Silvinho. Ele também investe em construção civil e no agronegócio. “Eu tenho um sócio: é Deus. Ele sempre me ajuda em tudo”. Silvinho tem consciência da própria garra, da capacidade de transformação e se considera feliz nessa jornada, mas também sabe que, com essa personalidade tão arrojada, está sempre em busca de uma emoção a mais. “Talvez falte, agora, o grande amor da minha vida. Já namorei muito, mas não me cansei de ser feliz. Quando eu me cansar, eu caso. Mas é cada um na sua casa”, finaliza o livre Silvinho, que não gosta de celular para “não perder a paz e o sossego”.

“Silvinho é um grande amigo, meu padrinho. Uma pessoa altamente dinâmica, inteligentíssima e versátil. Veio do nada e chegou onde chegou porque é iluminado.” Renato Lucatelli amigo de Silvinho JM magazine 177


empreendedores de sucesso

Reconhecimento 1990 – Empresário do ano – Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Uberaba (Aciu) e Jornal Lavoura & Comércio 1990 – Medalha Antônio Carlos Guillaumon – Aciu 14 vezes Top of Mind – TV Integração – afiliada Rede Globo 2003 – Medalha Major Eustáquio – Câmara Municipal de Uberaba 2016 – Lojista Tradição, da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) 2016 – Medalha da Inconfidência, a maior honraria de Minas Gerais

Anosrebeldes Silvinho carrega o sobrenome da tradicional família uberabense “Rodrigues da Cunha”, mas, segundo ele, não viveu na riqueza. O avô dele, Carlos Rodrigues da Cunha (Carrinho), teria vendido a fazenda de “porteira fechada”, ou seja, o dinheiro acabou rápido e o jeito foi trabalhar duro, desde a infância. “Com seis anos, eu vendia na vizinhança as alfaces que meu avô plantava”. Os pais, Osvaldo Rodrigues da Cunha e Maria Marques da Cunha, viviam próximo à praça Jorge Frange, conhecida como praça da Rodoviária Velha. Nos anos 60, de madrugadinha, o menino Silvio lavava os “carros de praça” (táxis) para ganhar uns trocados. A “jardineira” (ônibus) chegava às 9h e ele, então, trabalhava como carregador de malas. Sem medo de serviço, depois, ainda engraxava sapatos, antes de ir à escola Minas Gerais. “Eu ganhava três salários mínimos por mês. Era um dinheirão para uma criança, mas fui ficando rapazinho e tive vergonha daqueles serviços. Aos 14 anos, arrumei emprego na agência da Willys Overland do Brasil, de propriedade de Bachur Hallal", refere-se Silvinho à montadora americana famosa por ter criado, em parceria com a Ford, o Jeep da Segunda Guerra Mundial. Já no “Científico” (Ensino Médio), no Colégio Triângulo, o jovem Sílvio teve uma oportunidade melhor de trabalho na Brasita, uma revendedora carioca de peças para JM magazine 178

caminhões. “Com 17 anos, fui gerente nesta empresa. Fiquei dois anos. Quando a empresa fechou, fui embora para o Rio de Janeiro, onde estava instalada a sede. Eu queria muito fazer Engenharia, mas não tinha como pagar a faculdade em Uberaba, então, pensei: vou passar na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e conheço a praia”. Silvinho foi morar em um quar-

“Em cada país por onde passo, observo os detalhes. Nada se cria, tudo se copia, desde que se tenha bom gosto, tudo vale”

tinho nos fundos da empresa, perto do Morro da Mangueira, até conseguir uma vaga na Casa do Estudante do Brasil, a primeira entidade estudantil brasileira a oferecer assistência social aos estudantes. “Era um lugar maravilhoso, bem no centro da cidade. A gente comia de bandejão, num lugar conhecido como Calabouço. Eu chegava do cursinho preparatório para o vestibular às 23h e subia 12 andares de escada, porque nosso elevador parava às 22 horas. Tomava um banho, estudava até as 2h e me levantava às 6h”, recorda. O mineiro foi reprovado no primeiro vestibular, mas logo passou no segundo. Como calouro de Engenharia Química na UFRJ, ministrava aulas no Colégio Universitário e tinha bolsa de estudante. Para complementar a renda, a cada três meses, quando voltava de Uberaba, levava 25 pares de botinas confeccionadas pelo senhor Sincero, na Rua Tristão de Castro. “Eu comprava por 12 e vendia por 30; nem me lembro qual era a moeda na época, mas ganhava o dobro e ajudava a me manter”. Bom de negócio, Silvinho afixa-


“O Silvinho é uma das pessoas mais importantes da vida da minha família. Me ensinou tudo. Ele tem orgulho de ser uberabense, tanto que investe só aqui. É muito batalhador, humilde e caridoso.” Beatriz Cunha Tahan Oliveira sobrinha e gerente da rede de hotéis Tamareiras

va um cartaz no refeitório da universidade com os dizeres: “Atenção, chegaram as botinhas de luxo!”. O cartaz era famoso pelos trocadilhos que os amigos criavam. Outra fonte de renda era a venda de calças jeans da marca Lee. Ele descobriu que, no cais, os marinheiros traziam as peças importadas mais baratas. Como havia poucas no mercado, faturava alto com a revenda na universidade. “Eu era um duro, totalmente sem dinheiro, mas aproveitei o Rio de Janeiro maravilhosamente, numa época de romantismo. Só escutando Bossa Nova”. Silvinho enfrentou o auge da Ditadura Militar na Casa do Estudante. Foi preso três vezes. “A gente não era comunista, era nacionalista. Aliás, ninguém sabia o que era comunismo

direito, mas ‘o pau quebrava’”. No enfrentamento à polícia ao ser despejado da Casa do Estudante sob acusação de comunismo, às 6h, os policiais fizeram um “corredor polonês”. Aquela passagem estreita entre duas fileiras de punhos, pés e muitos cassetetes deixou muita gente ferida. Eram 84 estudantes correndo por 10 andares. “Quanto mais rápido a gente corria, menos apanhava. Fomos de camburão para as baias do Presídio Caetano da Lapa. Os machucados seguiram para a enfermaria. Logo, todos fomos soltos”. De acordo com Silvinho, um deputado do Movimento Democrático Brasileiro (MDB) conseguiu uma agenda com o governador Francisco Negrão de Lima, no Palácio das Laranjeiras. O político cedeu

uma casa de três andares, na Praça Tiradentes, para abrigar os estudantes. “Só cabiam 50. Éramos mais de 80. Os mais necessitados ficaram lá e os demais alugaram uma ‘kit’, com banheiro e quarto”. A formatura foi em 1977. Como em todas as férias Silvinho buscava estágios, arrumou logo o primeiro trabalho, para orgulho dos seus pais. “Eu fui um bom filho. Consegui oferecer uma casa boa para eles, com conforto e alimentação. Só lamento meu pai não ter visto a fazenda que adquiri, ao lado da propriedade que um dia foi deles. Minha família é maravilhosa”.

quiz JM Música. Flashback, MPB e Bossa Nova. Tenho até uma passagem com o Vinicius de Moraes. Ele estava no bar Garota de Ipanema, umas 10 horas. Meu amigo Agnaldo já havia atendido o “Poetinha”, no hospital. Ele nos perguntou se iríamos à praia. Dissemos que sim e perguntamos se ele não gostaria de ir também. Ele me respondeu: mineiro, intelectual não vai à praia, intelectual bebe. Nunca me esqueci disso. FILME. Gosto muito de musicais. Gosto também de “Candelabro Italiano”. LIVRO. Livros de Administração, de Vendas e conceitos da área. TELEVISÃO. Só assisto a noticiários.

PRATO PREFERIDO. Gosto de culinária mineira, árabe e a portuguesa. UM PERFUME. Polo Blue, da Ralph Lauren. MARCA DE ROUPA. Não tenho frescura com marca. Quando viajo, encontro produtos de qualidade, mais baratos. Se ficou bem, eu compro. VIAGEM. Cracóvia e Varsóvia, na Polônia. Estive lá no verão. Foi inesquecível. RELIGIÃO. Deus. VOCÊ CURTE SER FELIZ? Ser feliz é bom demais. A vida é bela. A vida é linda. Basta você estar de bem com a vida e ser pra cima. SONHO. A Europa. Quero viajar de novo para lá. É maravilhoso! JM magazine 179


JM magazine 180


a r d n a x e l A Pereira

JM magazine 181


empreendedores de sucesso

P

roduzir uma bolsa é como montar um quebra-cabeças. Primeiro, é necessário colocar ordem no caos de criatividade. Para não perder a noção do todo, Alexandra Pereira, proprietária da Kowro Bag’s, tem o projeto da imagem final. Mais do que um bem utilitário, uma bolsa é um objeto de desejo, não só de mulheres, mas também de homens. Tem gente que até coleciona. A designer escolhe as cores e o formato de cada peça de couro, combina a delicadeza do movimento para o encaixe perfeito, com foco na beleza e na qualidade. Boa parte do processo é artesanal, mas as máquinas ágeis, com tecnologia de ponta, entram no processo para um resultado rápido e preciso. No mercado competitivo, não é permitido errar. São 16 pontos de venda em Uberaba, mais de 700 representantes no Brasil, além das parcerias com canais de venda on-line, que projetam a Kowro Bag’s para o mundo in-

JM magazine 182

teiro. O mix de produtos é amplo, vai do pequeno porta-níquel, de R$ 25, à pasta executiva, de R$ 700, que consome um metro e meio de couro. A equipe conta com 35 colaboradores diretos, sendo 70% mulheres: uma mão de obra formada na própria fábrica. Uma história inspirada nos tempos em que a menina Alexandra se entretinha com as linhas e agulhas de costura da mãe, Nilza Luzia de Souza, mas que culminou em 1992.

O marido de Alexandra, Valdir Fagundes Maciel, tinha uma fábrica de calçados, voltada para a produção de sapatilhas, alpargatas e algumas bolsas. “Fui vender as bolsas para a clientela de varejo que eu já tinha como sacoleira. O mercado de bolsas era muito carente. Não tinha produção em Uberaba e, no Brasil, eram poucas fábricas”. A indústria produzia apenas bolsas em estilo caixinha e aproveitava retalhos em couro,

“Lembro-me bem da Alexandra, ainda muito jovem, quando trabalhou como recepcionista na empresa. Sempre com um lindo sorriso e um jeito meigo, educado e calmo de conversar. Rapidamente, conquistou a todos. Tinha uma excelente habilidade de comunicação. Era muito eficiente e, constantemente, demonstrava iniciativa e vontade de aprender mais e mais. Fico muito feliz em saber que a união de todas essas qualidades, associadas ao seu espírito empreendedor, tornaram-na uma empresária de sucesso” Rosana Destri de Moura – colaboradora da Ubyfol


comprados das fábricas de botinas, para elaboração de peças com a técnica patchwork. “Comecei a interferir no processo de modelagem. Até então, nunca havia feito um curso. Eu comprava uma bolsa e desmanchava para entender como era feita”. Ousada, ela viajou para Uberlândia. Foi oferecer os produtos para José Newton dos Reis Ângelo, proprietário da rede Reikol, na época, com 12 lojas. Esperou quatro horas para mostrar o produto. Ele analisou e disse: “Essa bolsa que você vende está muito boa. Se você trocar o forro e o couro, pode voltar aqui que eu compro”. O que parecia “balde de água fria” serviu de estímulo para a empresária. José Newton repassou contatos de vendedores de bons couros e sugeriu que ela “se virasse” para encontrar os forros adequados. “Voltei para Uberaba alucinada para trocar tudo. Falei para o meu marido: encontrei a pessoa que vai comprar ‘uma carrada’ de bolsas. Fui pra São Paulo fazer as compras e refazer as bolsas, conforme a encomenda”. Alexandra levou as bolsas repaginadas para o dono da Reikol e, realmente, ele comprou. Mais do que isso, indicou vários clientes na região. “Ele foi uma alma abençoada. Foi o anjo da guarda”.

Com a mudança no perfil do produto, o marido, Valdir, não teve dúvidas, pulou para as bolsas. “A gente não tinha dinheiro, mas tinha nome. Pegamos dinheiro emprestado, em linhas de crédito, para investimento em máquinas”. Nos anos 2000, a Kowro Bag’s teve seu maior crescimento. A partir da mudança do conceito, a marca se fortaleceu no Triângulo Mineiro, Alto Paranaíba, Distrito Federal, em Goiás, no Mato Grosso, em São Paulo, no Sul e até no nordeste do Brasil, por meio das feiras, seguindo as coleções conforme as estações do ano, como se faz no mundo todo. “Recentemente, a gente enfrentou uma crise econômica intensa. Os representantes comerciais vendem o que é mais fácil e mais barato, então, para fugir disso, trabalhamos com nossos próprios vendedores. Tivemos, também, o impacto dos importados, principalmente da China, que invadiram o mercado brasileiro. O empresário

Ele foi uma alma abençoada. Foi o anjo da guarda”

“É um prazer muito grande ter a Alexandra como fornecedora até hoje. Desejo muito mais sucesso para ela. Admiro a garra dela. Começou simples, batalhou, frequentou feiras e produziu para melhorar o produto. Ela tem uma motivação muito forte. Está de parabéns!” José Newton dos Reis Ângelo, lojas Reikol de Uberlândia

brasileiro tem que rebolar. Reestruturamos, enxugamos e estamos aliando preço e design, num conceito de qualidade bem alto, utilizando couros especiais para deixar as bolsas mais leves”. Na produção, Alexandra e Valdir contam com o apoio dos filhos Walesson e Ayrton. Os outros dois, Matheus e Carolina, seguiram sonhos diferentes, sem nunca tirar os olhos da fábrica. A inspiração para criar vem de múltiplos estímulos: das colaboradoras, das clientes, da observação das grandes marcas, da Internet, das novelas e, mais recentemente, das blogueiras. “Nossas clientes têm características muito distintas. Tem tanto aquela que vai repetir uma peça até acabar como a que gosta do produto que está na moda. Há, ainda, aquela que abre o armário e possui 30 peças nossas. Tem gente muito cuidadosa também, que consegue guardar uma bolsa por mais de 20 anos”. Matéria virgem e natural, o couro não deve ser desperdiçado. JM magazine 183


personalidade

O empresário brasileiro tem que rebolar. Reestruturamos, enxugamos e estamos aliando preço e design, num conceito de qualidade bem alto” Alexandra aproveita os resíduos para uma transformação mágica, em pequenos chaveiros e aplicações que enriquecem o design. Outro aspecto interessante é o solidário. A empresária doa as peças com defeito para bazares beneficentes.

A sin dica lista

A

empresária autodidata, disposta a se despontar, conheceu, em 1998, o presidente do Sindicato da Indústria de Calçados de Uberaba, Sindcau, Domingos Sávio. “Eu havia trabalhado uma temporada com o Tião Silva, na Assídua, a feira da indústria de Uberaba, realizada no Uberaba Tênis Clube. Sabia como era importante a mobilização coletiva”. Com a aproximação do sindicato, Alexandra se qualificou e visitou as grandes feiras do Brasil, como Couromoda e a Francal. “Conheci a abranJM magazine 184

gência do segmento e suas possibilidades. Aprendi que o mundo é grande”. Depois de seis anos, foi convidada para assumir a presidência do Sindcau. Ficou durante dois mandatos, de 2006 a 2012. “Sou determinada, de uma índole forte. No sindicato, pude desenvolver a minha resiliência. A vida é uma progressão. A gente está aqui para isso”. Ela continua atuante no sindicato. Acaba de chegar de uma mis-

são empresarial no Uruguai e tem a perspectiva de expor em outros salões de negócios da indústria da moda no Brasil.


a menina alexandra

A

lexandra nasceu em Curvelo, norte de Minas. Aos sete anos, mudou-se para Campo Grande (MS) e chegou a Uberaba aos 11 anos, por influência de um tio comerciante. O pai, Orlando Pereira, era dono de um bar, na Rua Afonso Rato. “Alcançou a pia, vai lavar copo”, lembra-se Alexandra do modo como foi criada.

Única mulher entre três irmãos, estudava no Colégio São Judas Tadeu quando conseguiu o primeiro emprego de arrematadeira de confecção. Aos 12 anos de idade, já tinha registro na carteira profissional. “Minha mãe é costureira. Sempre fiquei na barra da saia dela, olhando as revistas, ajudando a provar roupa”. Com a separação dos pais, Alexandra precisou ajudar nas despesas de casa. Buscou a oportunidade com maior salário: recepcionista na Fertiza, no Distrito Industrial. Acordava às 5 horas. Era a primeira a entrar no ônibus da empresa e, na volta, a última a sair, em torno das 19 horas. Ia correndo para a escola. Durou um ano e meio até que decidiu se aventurar como revisora. “Sempre fui muito boa em Língua Portuguesa, mas não me identifiquei e voltei ao cargo de secretária, mas na diretoria comercial. Sempre

quiz JM

Esporte. Sempre fui ruim de bola. Me colocavam em quadra, eu era a mina. Uma bolada e eu já saía. Música. Sou eclética. Gosto de MPB até um sertanejo clássico. televisão. Vejo pouco, sou ligada à leitura. filme. “O Náufrago” e “A Cabana”. livro. “A Montanha e O Rio”. prato preferido. Sou gordinha porque gosto de todos: doce, salgado, amargo ou apimentado. religião. Sou espírita. novelas. Gosto bastante de novelas. É um descanso pra mente. perfume. Black XS, de Paco Rabanne.

vislumbrei ter um negócio próprio”. Com essa perspectiva e o desejo de compreender o ambiente macroeconômico, Alexandra cursou Ciências Contábeis, na Faculdade de Ciências do Triângulo Mineiro (FCETM). Para complementar a renda, paralelo ao trabalho na Ubyfol, em 1987, tornou-se sacoleira. Buscava, em Muriaé (RJ), pijamas, peças de cama, mesa e banho e, também, revendia as camisas de cambraia de linho produzidas pela tia. O desejo de empreender era tamanho que Alexandra abriu a Cumbuca’s Confecção. “Eu ia ao cliente, ou seja, continuava no regime sacoleira até que resolvi fazer uma venda no atacado. Não deu certo. Tomei um cano e quebrei”. O que parecia o fim, na verdade, era um recomeço para a filha determinada de dona Nilza Luzia de Souza.

roupa. A confecção da Nilzinha, minha mãe, que costura para mim até hoje. Não ligo para marcas, mas há muitas que admiro, como Dzarm, Alphorria e tantas outras. viagem. Duas me marcaram: com a minha filha Carol para a Europa e com o meu marido, Valdir, para Pequim. Você curte ser feliz? Curto ser simples, ter paz de espírito. Ficar em casa, com minha família e minha gatinha. Sonho. Ter um cantinho para plantar uma horta orgânica e construir um orquidário. Já tenho umas 30 orquídeas. JM magazine 185


JM magazine 186


JM magazine 187


JM magazine 188


Aprenda a proteger a visão ao longo da vida

Aprenda a proteger a visão e a evitar problemas nos olhos ao longo da vida. O cuidado com os olhos deve ser um hábito iniciado na infância e por toda a vida. Saiba como.

Por Letícia Morais JM magazine 189


saúde

O

primeiro movimento que fazemos ao acordar é abrir os olhos. E a visão é o sentido que mais utilizamos até o fim do dia. No entanto, muitas vezes nos esquecemos de cuidar deles. Em todas as idades é de suma importância consultar um médico oftalmologista para ajudar você a conhecer melhor os cuidados e as formas de prevenção das doenças oculares. A JM Magazine ouviu alguns dos mais renomados profissionais da área e traz, aqui, informações importantes para você.

Saúde ocular das crianças ção depois de seis meses e dentro de um ano e meio. “Com três aninhos, o exame fica mais fácil, com a colaboração da criança e o uso de autorrefrator”, orienta. Destaca que dentre as anomalias mais comuns na saúde ocular infantil estão os defeitos de refração, miopia, astigmatismo, hipermetropia, obstrução de canal lacrimal e conjuntivites. Além disso, a oftalmologista Esther Luisa - Oftalmologista

O Conselho Brasileiro de Oftalmologia (CBO) defende a realização do Teste do Olhinho em todos os bebês, logo após o nascimento. Segundo a médica Esther Luisa Hercos Fatureto, o atendimento objetiva afastar a hipótese diagnóstica de catarata congênita. “Caso exista, às vezes é necessário submeter o bebê a cirurgia imediata, sob risco de perda mais grave de visão. Podemos, também, observar eventual presença de glaucoma congênito e obstrução de canal lacrimal”, explica. Segundo ela, o acompanhamento oftalmológico deve prosseguir, com a reavaliaJM magazine 190

alerta que o estrabismo acomodativo pode acontecer, o que se observa quando a criança apresenta alto grau de hipermetropia e entorta os olhos para conseguir foco de visão. “Corrige-se isso com o uso de óculos, devendo o paciente ser reavaliado a cada seis meses. A idade da criança varia, mas o problema pode surgir cedo, entretanto, muitas vezes o estrabismo nem aparece, só o grau alto”, pontua Esther.

Crianças x tecnologia Com a correria do dia a dia, pais e responsáveis têm utilizado a tecnologia, como telefones e tablets, para distrair as crianças. Na avaliação de Esther Luisa, é difícil estipular uma idade para o uso desses aparelhos. “O ideal é não deixá-los muito perto dos olhos da criança e limitar o tempo de exposição”, diz, pontuando que o excesso de acomodação causa dores, fotofobia, visão turva e olhos secos. “O ideal é sairmos da frente dos aparelhos e passearmos mais, sonho cada dia mais difícil hoje em dia, infelizmente”, acrescenta.


Ceratocone

Um dos problemas que podem acometer as pessoas ao longo da vida é o ceratocone. Essa é uma doença não inflamatória, que acomete a córnea e se caracteriza pelo afinamento e a formação de um cone nessa membrana, que é transparente e se localiza na parte mais anterior do olho. A sua origem ainda é bastante discutida, mas o que se sabe é que é genética e aparece em pessoas que têm alergia e prurido ocular, conforme explica o oftalmologista Cristiano Miziara. Segundo ele, “geralmente, o ceratocone aparece na adolescência e no adulto jovem. E quanto mais precoce o seu início, mais rápida a sua evolução, que quase sempre é progressiva, mas, em determinados casos, pode se estabilizar”. A oftalmologista Hélia Angotti revela, também, que, embora existam métodos de tratamento, a doença é a principal causa de transplante de córnea no Brasil. “Hoje os exames detalhados de crianças permitem realizar esse diagnóstico mais cedo”, afirma Hélia. Salienta que as pessoas precisam se conscientizar sobre os perigos do hábito de coçar os olhos e, assim, prevenir

tanto o desenvolvimento como até o aparecimento da doença. Cristiano Miziara explica que os principais sintomas do ceratocone são a diminuição da acuidade e o desconforto visual, dor de cabeça e nos olhos, principalmente à fixação, e fotofobia, que é a intolerância à luz solar. “Ele se apresenta como um astigmatismo, com mudanças frequentes dos graus dos óculos. Mas, atenção: o diagnóstico definitivo é

As pessoas precisam se conscientizar sobre os perigos do hábito de coçar os olhos" feito através do exame em dois aparelhos: o topógrafo corneano, que mostra as curvaturas da córnea, e o paquímetro, que apresenta a espessura da mesma, que no ceratocone estará afinada. O grande problema do ceratocone é que não existe cura definitiva. O médico Cristiano Miziara explica que, no início, “podem ser prescritos óculos, enquanto eles permitirem que o paciente tenha uma boa visão. O passo seguinte é a adaptação de lentes de contato, que, atualmente, são a melhor opção, por não ser uma solução invasiva e proporcionar uma boa acuidade visual, que na maioria das vezes é de 100%, isto é, visão normal. A melhor escolha são

as lentes rígidas gás permeáveis, que, quando bem adaptadas, não interferem em nada na saúde fisiológica da córnea, podendo o paciente usá-las o dia todo, todos os dias da semana. É importante salientar que as lentes são apenas para proporcionar conforto visual ao seu portador, que nunca deve pensar que o seu uso levará à cura ou à estabilidade do ceratocone, cuja evolução não será alterada. Caso a pessoa não tolere as lentes rígidas, poderá optar pela gelatinosa, que é mais confortável, porém com pior qualidade de visão. Caso não resolva o problema com as lentes, podemos indicar outras opções, tais como o crosslinking, no qual nós removemos o epitélio (camada mais externa) da córnea e aplicamos aí a rifoflavina, que é a vitamina B12, para aumentar a resistência da córnea e tentar diminuir a progressão do ceratocone.” Hélia Angotti, também, informa que o crosslinking geralmente é indicado após a constatação da evolução acentuada da curvatura e do afilamento (nunca em uma

Cristiano Miziara - Oftalmologista JM magazine 191


Hélia Angotti - Oftalmologista

primeira consulta), em crianças, adolescentes e jovens de até 25 anos. Outra opção é o implante do anel intracorneano ou anel de Ferrara. Hé-

lia Angotti revela que essa é uma cirurgia pouco invasiva, com baixos índices de rejeição, e tem indicações específicas, objetivando principalmente interromper o avanço do ceratocone. Ela, ainda, explica que o tratamento clínico da alergia é uma das opções disponíveis atualmente para impedir o ato de coçar os olhos e pode ser feito com o uso de colírios e medicamentos sistêmicos, indicados para cada caso. Por fim, a última opção é o transplante. “Cerca de 70% dos transplantes de córnea, no mundo, são para correção do ceratocone e o resultado é muito bom, apesar do risco de rejeição. Mas hoje temos drogas que muito ajudam para contornar esse problema”, finaliza Cristiano Miziara.

Tratamentos O tratamento clínico da alergia é uma das opções disponíveis atualmente. Hélia Angotti diz que essa modalidade visa a impedir o ato de coçar os olhos por meio do uso de colírios e medicamentos sistêmicos, indicados para cada caso. Segundo ela, também há a prescrição de óculos corretores do grau existente e, em casos de visão insuficiente com óculos, a adaptação de lentes de contato próprias para ceratocone. Há o crosslinking que, de acordo com Hélia, é um tratamento destinado aos casos com evolução rápida. “Geralmente, é indicado após a constatação da evolução rápida da curvatura e do afilamento (nunca em uma primeira consulta), em crianças, adolescentes e jovens geralmente de até 25 anos. Raramente se indica esse procedimento após essa idade”, afirma. “O anel de

JM magazine 192

Ferrara ou anel intraestromal é indicado para regularizar a córnea e permitir melhor correção óptica; para melhor visão, e apresenta indicações específicas”, afirma a especialista. Ela diz que o transplante é realizado nos dias atuais quando a adaptação de lentes, o anel intraestromal ou a correção óptica não permitem mais a boa visão. Portanto, é reservado aos casos mais graves. “Sempre que possível, está indicado o transplante lamelar anterior, que conserva a camada interna da córnea e troca a parte mais externa, permitindo a conservação do endotélio do paciente e diminuindo a chance de rejeição, que ocorre com maior frequência nos pacientes mais jovens”, completa.


JM magazine 193


Glaucoma

Glaucoma é uma doença que acomete o nervo óptico, causando aumento de sua escavação e consequente perda de campo visual. A explicação é da oftalmologista Graziela Massa. Ela acrescenta que existem diversos tipos de glaucoma, que podem acometer desde bebês até pessoas idosas. “Durante uma consulta oftalmológica de rotina, pode-se desconfiar de glaucoma, principalmente quando encontramos a pressão intraocular

aumentada e/ou alterações no nervo óptico que são típicas de glaucoma”, pontua, lamentando não existir cura para a doença, apenas o controle. De acordo com a especialista, o tratamento pode ser realizado por meio do uso de medicações hipotensoras oculares, bem como por recurso a laser, em casos específicos, e, em último caso, com cirurgia. Segundo protocolos da Sociedade Brasileira de Glaucoma, existe um período ideal para consultas por quem possui a doença. “Em casos iniciais, é recomendável de uma a duas vezes ao ano, enquanto nos casos mais avançados, a cada três meses”, aconselha. O portador do glaucoma não pode ser relapso, pois a doença pode deixá-lo cego à medida que ocorre a progressão da mesma. Segundo

"Vista cansada" A incidência de doenças que afetam os olhos aumenta na terceira idade. O médico oftalmologista João Eduardo Ribeiro sustenta que, assim como as outras áreas do corpo, os olhos apresentam alterações e degenerações ligadas ao passar dos anos. As principais doenças elencadas por ele nesta fase da vida Jairo Chagas

João Eduardo Ribeiro - Oftalmologista JM magazine 194

Graziela, o glaucoma congênito é facilmente detectado, pelo aumento do tamanho do olho (buftalmia) e a mudança da cor da córnea. “É uma urgência e [o glaucoma] deve ser tratado cirurgicamente. Quando aparece já nos primeiros dias de vida, pode ser detectado no teste do olhinho”, afirma. Marize Romano

Graziela Massa - Oftalmologista

são o glaucoma, a catarata, degene- quando ocorre a perda da capacidaração macular – que é quando a re- de de focalização do cristalino, com gião da retina (mácula) vai perden- a piora da visão de perto. Confordo progressivamente a função –, me o especialista, em doenças ou e alterações oculares causadas por alterações oculares não se podem diabetes mellitus ou hipertensão esperar os sinais ou sintomas, pois arterial. algumas perdas são irreversíveis e João Eduarsilenciosas. “Toda do afiança que pessoa após os 40 todas essas alteanos de idade deve rações causam Os olhos apresentam passar por exapiora da visão me oftalmológico e só o exame alterações e anual. Muitos traoftalmológico é capaz de identi- degenerações ligadas ao tamentos são preventivos, ou seja, ficar o que está passar dos anos" depois que a perda ocorrendo. “Esvisual ocorreu, ditas doenças tenficilmente será possível recuperar a dem a aparecer depois dos 40 anos, mas a incidência aumenta mesmo visão”, reitera, reforçando que a meapós os 60 anos”, assevera. Afirma lhor prevenção se faz com boa saúque aos 40 anos iniciam os sinto- de geral e consultas oftalmológicas mas da “visão cansada” (presbiopia), mesmo sem perda visual evidente.


Doenças x Sequelas Jairo Chagas

Murilo Batista Abud - Oftalmologista

Pesquisas mostram que cresce cada dia mais o número de brasileiros que estão obesos ou acima do peso. Com isso, aumentam os riscos de contrair doenças. A hipertensão e o diabetes afetam todo o sistema vascular do corpo humano, portanto, causam também lesões nos vasos oculares, especialmente na região chamada retina. O médico Murilo Batista Abud elucida que a lesão causada pela hipertensão é a retinopatia hipertensiva. “Com o passar do tempo, essas lesões vão aumentando, podendo levar à baixa visual e até a cegueira”, alerta.

Nas fases iniciais da retinopatia hipertensiva, o especialista diz que, geralmente, não existem sintomas. Segundo ele, as lesões aparecem e vão aumentando de forma silenciosa. “Quando alcança fases mais avançadas, pode causar manchas na visão, embaçamento visual, visão borrada e perda de visão central”, diz. É possível fazer um diagnóstico precoce da doença e suas complicações por meio de consultas médicas anuais e exames periódicos. Além do mapeamento de retina, outros exames podem ser solicitados pelo oftalmologista. “A angiografia nos possibilita um estudo aprofundado dos vasos retinianos e a tomografia de coerência óptica avalia com precisão a região central da retina, podendo detectar inchaços retinianos em uma fase muito inicial”, destaca Murilo.

Doenças neurodegenarativas Algumas doenças neurodegenerativas podem causar alterações na retina, segundo Murilo Abud. “Alguns estudos já demonstram perda na camada de fibras nervosas da retina, que pode ser detectada através da tomografia de coerência óptica. As doenças mais comuns são Alzheimer e Parkinson”, diz. Murilo ressalta que ainda não existe tratamento disponível ou prevenção para as alterações retinianas causadas pelas doenças neurodegenerativas, porém, ele afirma que o exame ocular pode ajudar no diagnóstico dessas doenças. JM magazine 195


saúde

Cuidados com a visão dos diabéticos

Como já dito, o diabetes pode ocasionar uma série de transtornos nos olhos. A doença mais importante ocasionada pelo diabetes, segundo o oftalmologista Djalma Abrão Jr., é a retinopatia diabética. “Mas o diabetes também está envolvido no aparecimento precoce da catarata, no glaucoma e em alterações da acuidade visual”, afirma. De acordo com Djalma, a reti-

Catarata Djalma Abrão Jr. esclarece que a catarata é o envelhecimento do cristalino, que é uma lente natural do olho que nos ajuda a enxergar. “A catarata é a principal causa de cegueira reversível em pacientes após os 60 anos. O diabetes pode acelerar este processo de envelhecimento, ocasionando a catarata precoce. O tratamento da catarata é sempre cirurgia”, garante,

JM magazine 196

nopatia diabética é predominantemente uma doença em que pequenos vasos sanguíneos são particularmente vulneráveis a dano proveniente da hiperglicemia. “A doença afeta cerca de 40% da população diabética, sendo mais frequente no tipo 1 do que no 2”, explica. O fator de risco mais importante é a duração do diabetes. Segundo ele, pacientes com diagnóstico explicando que a medida da pressão intraocular deve ser realizada em toda consulta, visto que o glaucoma é outra possível complicação do diabetes. Portanto, para manter uma boa visão, o especialista indica que o paciente diabético mantenha um controle glicêmico rigoroso, com acompanhamento endocrinológico adequado, assim como realize exames oftalmológicos semestrais com avaliação da retina.

de diabetes antes dos 30 anos têm incidência de 50% de retinopatia diabética após 10 anos de doença. Outros fatores de risco são o controle inadequado do diabetes, a gestação, a hipertensão arterial, doença renal e o tabagismo. Por outro lado, o edema de retina é a causa mais comum de deficiência visual em pacientes diabéticos. “Caracteriza-se por espessamento retiniano e pela presença de exsudatos próximos à região macular, que é a parte da retina que nos dá a visão central e de cores. O paciente sente uma diminuição da acuidade visual e há uma alteração nos graus dos óculos. Portanto, é muito importante que, ao perceber qualquer alteração visual, o paciente procure imediatamente o oftalmologista. Além do edema de retina, o grau dos óculos também pode ser alterado pelo aparecimento da catarata”, argumenta. Fábio Braga

Djalma Abrão Jr. - Oftalmologista


JM magazine 197


perfil

Como escolher os óculos? Entrar em uma ótica é um convite para se perder entre os mais diversos tipos e formatos de armações e lentes. No entanto, o oftalmologista Fabiano Hueb de Menezes pontua que, além da preocupação estética quanto ao formato do rosto, deve-se tomar cuidado com o tamanho dos óculos. “Modelos pequenos demais podem apertar as têmporas, causando dores e desconforto. Os grandes demais, tendem a ficar caindo do rosto, gerando irritação ou manias, como a de levantar os óculos a toda hora”, afirma. Por isso, ao experimentá-los, o especialista considera ser necessário observar se estão bem acomodados. “No caso específico dos de grau, é importante a orientação do consultor óptico, para uma escolha adequada da armação em relação às lentes prescritas. A combinação perfeita entre armações e len-

tes traz ao paciente uma excelente qualidade visual”, garante Fabiano, dizendo que o mercado está competitivo, com óculos de qualidade e preços bem acessíveis, o que garante a qualidade visual e proteção adequada aos olhos. Apesar dos riscos, muitas pessoas optam pelos óculos piratas, atitude que pode prejudicar a saúde dos olhos. Fabiano Hueb reforça que esses tipos de óculos geralmente não possuem fator de proteção à radiação solar, favorecendo o envelhecimento das estruturas intraoculares, como o cristalino e a retina. “Essa exposição pode levar ao desenvolvimento da catarata, além de degenerações retinianas”, alerta. Outra opção são as lentes de contato. Segundo Fabiano, elas são indicadas para correção de vícios de refração, como a miopia, hipermetropia, astigmatismo e ceratocone.

Cuidados diários com os olhos Mesmo quem não utiliza lentes ou óculos, o médico destaca que os cuidados com os olhos devem receber a mesma atenção que a pele ou os cabelos. “Deveriam fazer parte do nosso hábito: estar com as mãos limpas ao fazer contato com os olhos; evitar dormir com maquiagem, uma vez que esse hábito pode desencadear irritações e levar, por exemplo, a uma conjuntivite; controlar o tempo em frente de computadores, tablets ou celulares para propiciar o relaxamento dos olhos”, salienta. Outro fator comum que deve ser evitado, segundo ele, é a utilização de óculos de grau de outra pessoa. “Cada indivíduo necessita JM magazine 198

da sua própria graduação, que deve ser prescrita por um oftalmologista. Embora não piore a visão, esse uso indevido acaba causando dores nos olhos e de cabeça e em alguns casos tonturas”, acrescenta. A alimentação também é outro ponto a favor da saúde dos olhos. “Alguns nutrientes, como vitamina A, E, além do Ômega-3 ajudam a prevenir doenças da visão como, glaucoma e degeneração macular”, afirma.

Fabiano Hueb de Menezes - Oftalmologista

“Podem ser utilizadas diariamente, quando bem indicadas. Dormir com elas é contraindicado, pois causam a diminuição da oxigenação na córnea, acarretando, por exemplo, perda de células e expondo o paciente a várias doenças, como as infecções oculares”, orienta Hueb.

Ressecamento ocular Com o período de tempo seco, o oftalmologista indica a ingestão de bastante água ao longo do dia. “Toda vez que a umidade relativa do ar apresentar índices abaixo dos 60%, os olhos tendem a ficar mais secos, devido à evaporação da lágrima. Nesses casos, lançamos mão de colírios lubrificantes, que podem ser usados várias vezes ao dia, seguindo sempre a orientação do seu oftalmologista”, completa.


luiza rassi

JM magazine 199


Cirurgia das pálpebras: estética ou saúde?

A cirurgia das pálpebras é chamada de blefaroplastia e visa a melhorar tanto a estética quanto a função visual, diz a médica Kariza A. Frantz, membro do Conselho Brasileiro de Oftalmologia e da Sociedade Brasileira de Plástica Ocular. “Pode ser tanto das pálpebras superiores quanto das inferiores. O excesso de pele, principalmente nas pálpebras superiores, pode causar inchaço matinal, cansaço visual, irritação ocular e sensação de olho pesado”, atesta. Kariza explica que, no procedimento, é feita a retirada do excesso de pele e bolsas de gordura, por meio de uma incisão discreta. “É um procedimento JM magazine 200

de baixo risco, podendo ser feito sob anestesia local e um sedativo leve. Com as técnicas adequadas, é possível ainda fazer um pequeno lifting das maçãs do rosto, além de uniformizar o relevo de sulcos e olheiras”, justifica. A oftalmologista acentua que há casos em que esse excesso de pele é causado por doenças de pele, tireoide, grande perda de peso, entre outros. Contudo, Kariza diz que o mais comum é que a indicação seja consequência do próprio processo de envelhecimento palpebral. Como em qualquer procedimento cirúrgico, a médica declara serem necessários exames pré-operatórios para certifi-

car que o paciente está em boa saúde e não tem impedimento. “De maneira geral, os cuidados após a cirurgia são evitar atividade física e exposição ao sol. É possível manter as atividades diárias normalmente, com poucas restrições. Compressas frias, pomadas e colírios também são recomendados”, salienta, dizendo que a recuperação total ocorre em um intervalo de 30 a 40 dias. Para Kariza, o profissional mais apto a realizar a blefaroplastia é o oftalmologista especializado na área de Plástica Ocular. “Ele é capacitado para tratar tanto a parte estética quanto funcional dos olhos. A retirada de pele palpebral nunca deve ser exagerada, a fim de preservar a integridade e a saúde dos olhos”, finaliza.

Kariza A. Frantz - Oftalmologista


JM magazine 201


Um dos mais conceituados cirurgiões plásticos de Uberaba, Adriano Peduti alerta sobre os riscos de escolhas de profissionais apenas pelo número de seguidores que tem nas redes sociais. "Isso não é sinônimo de competência" - adverte. Procedimentos estéticos devem ser feitos apenas por profissionais especializados. Veja o que ele diz a respeito dos critérios de escolha pelo paciente.

JM magazine 202


JM magazine 203


JM magazine 204


JM magazine 205


JM magazine 206


SEU PET

NOS DIAS DE

CALOR

O calor, típico da primavera, chegou e a proximidade do verão faz com que os termômetros subam. Nesta época, os cuidados com os animais de estimação devem ser ainda maiores, principalmente relacionados à alimentação e hidratação.

Por Letícia Morais JM magazine 207


C

aso você tenha um cão ou um gato em casa, não se esqueça que, assim como você, eles também precisam beber mais água neste período. Os animais de estimação sentem tanto ou até mais calor que os seres humanos. Nesse sentido, eles precisam de cuidados redobrados para que continuem saudáveis e com disposição para brincar e acompanhar seus tutores.

passear: sim ou não? Nossas rotinas estão cada vez mais apertadas e, no meio dessa correria, temos dificuldade de encontrar um tempinho para passear com nosso cãozinho. No entanto, o médico veterinário Aurélio Flávio Cuin afirma que todos os cães devem ser levados para uma voltinha for de casa, sejam eles de pequeno ou grande porte, mesmo aqueles que vivem em um quintal grande. De acordo com Aurélio, dentre os benefícios de passear com os cães estão a socialização com outros animais e pessoas, evitando os ris-

JM magazine 208

cos de acidentes com mordeduras: ajuda a manter um peso ideal, impedindo o aumento de patologias relacionadas aos cães sedentários, além de contribuir no combate ao estresse. “Ao se exercitar, o cachorro gasta muita energia e isso faz com que ele não fique agitado ou estressado quando estiver em casa”, considera. Para levar seu animalzinho para passear, o veterinário recomenda que ele esteja com todas as vacinas e vermífugos em dia. “No caso do controle de ectoparasitas existem inú-

meros medicamentos no mercado para ajudar na proteção, evitando, assim, possíveis patologias, como a erliquiose, mais conhecida como a Doença do Carrapato”, alerta. Não tem segredo para escolher um horário de levar o seu cão para passear, basta ir quando a temperatura estiver amena, logo cedo ou no fim da tarde. “Além do desconforto, sair em horários de sol a pino pode causar queimaduras nas patinhas do cão. Leve sempre sacolinhas de plástico para recolher as fezes e uma garrafa com água para dar para ele beber”, orienta. Os tutores precisam ficar alertas, pois os cachorros também podem sofrer choque térmico durante o passeio. Conforme o veterinário, a temperatura do ambiente pode influir no aparecimento de uma série de problemas para os animais e, em climas mais quentes, a hipertermia em cães se torna uma questão bastante preocupante, podendo levá -los à morte em casos mais graves. “Respiração difícil e ofegante, salivação em abundância e de textura grossa, vômitos, andar cambaleante, tremedeira e convulsões são alguns sintomas de um cão que está com hipertermia”, alerta.


parasitas Na estação mais quente do ano, é comum aumentar a quantidade de parasitas, como pulgas e carrapatos. Por isso, o veterinário considera correto para filhotes, no mínimo, três doses de vacinas contra as principais doenças virais, no intervalo de 21 em 21 dias, que são para vacina antirrábica, contra a tosse do cannis e contra giardíase. “Depois desse protocolo de vacinação para filhotes, o cão tem que ser vacinado todo ano com uma dose da cada vacina”, orienta Aurélio Cuin.

banho e tosa

De acordo com a médica veterinária Juliana Melo Resende, a frequência dos banhos varia de acordo com a raça, tipo de pelo e do ambiente em que vive o animal. “Para cães de pelo longo a tosa é indicada nas épocas mais quentes do ano. Porém, é bom lembrar que banhos com muita frequência, mesmo no verão, podem ser prejudiciais à saúde do animal. Além de remover a proteção, os banhos podem provocar o aparecimento de fungos. Por isso, dever ser dados na

frequência indicada e, no intervalo entre um banho e banho, deve-se escovar o pelo”, orienta, destacando que, geralmente, a tosa é indica para animais de pelo longo. Neste período quente, o tutor deve oferecer ao animal água fresca e filtrada. Orientação da veterinária é trocar a água duas vezes ao dia, sempre higienizando a vasilha a fim de evitar contaminação. “A água não filtrada pode conter bactérias e protozoários que prejudicam a saúde do animal”, destaca.

Cuidados especiais com nossos amiguinhos As raças de cães que possuem focinho achatado, como Pugs e Buldogues, devem receber maior atenção. Juliana também alerta os tutores para que nunca deixem o animal sozinho no carro, principalmente na época mais quente. “O carro acumula, no seu inte- rior, uma enorme quantidade de calor e os cães sofrem muito, porque diferente de nós, eles não suam, e o suor atua como um termostato, conseguindo reduzir a temperatura corporal. Além disso, eles possuem a temperatura corporal mais alta do que a nossa”, esclarece. Ela aconselha introduzir na dieta dos cães, frutas como maçã, banana, pêra e laranja. Os tutores devem realizar com frequência a higienização do local onde os animais ficam. Ela ressalta que “lavar com água corrente, utilizando produtos com cloro ativo, evita a proliferação de bactérias”. JM magazine 209


JM magazine 210


o salão mais ConeCtado do mundo Começa no dia 8 de novembro e vai até o dia 18 o 30º Salão Internacional do Automóvel de São Paulo. Este ano, muitos uberabenses devem atravessar a ponte do Rio Grande rumo à capital paulista, porque a diversão será dobrada. No dia 9 de novembro (sexta-feira), também começam os treinos livres para o Grande Prêmio de Fórmula 1 do Brasil, que será realizado no domingo, dia 11. Neste Salão de 2018, as duas palavras-chaves que darão o tom à feira são mobilidade e tecnologia. É tanto que o slogan do evento é “A Conexão que nos move”. Devem participar da festa cerca de 30 marcas de veículos, que levarão mais de 500 carros ao “São Paulo Expo” (antigo Centro de Exposições Imigrantes), rodovia dos Imigrantes, km 1,5, Água Funda. Quem visitar o Salão este ano vai ver as novidades previstas para chegar ao mercado, tanto daqui a alguns meses quanto nos próximos anos. A JM Magazine antecipa, a seguir, algumas dessas novidades que começarão a ser comercializadas após o término da maior feira de automóveis da América Latina. São veículos inéditos por aqui ou também protótipos que aos poucos vêm sendo revelados pelas montadoras, através de teasers ou projeções de revistas especializadas no assunto. Portanto, preparem seus smartphones para as fotos e vídeos espetaculares e, também, participar das atividades virtuais que serão oferecidas pelas montadoras nos seus estandes. Será possível ficar conectado o tempo todo, interagindo com os carros e ainda testar mais de dez marcas nas pistas de test-drives, espalhadas pelos mais de 23 mil metros quadrados de área destinados à feira. A organização do evento espera receber, neste ano, mais de 700 mil pessoas, público potencializado pelo Grande Prêmio do Brasil de Fórmula1. A feira deve movimentar, também, R$ 320 milhões e gerar 30 mil empregos diretos. Quem for ao Salão do Automóvel vai se surpreender com o grande número de veículos autônomos, elétricos e híbridos.

PoR LuIz CIABoTTI NETo JM magazine 211


MERCEDES CLASSE X VOLKSWAGEN T-CROSS o Volkswagen T-Cross é um utilitário urbano, SuV do VW Polo. Ele será o primeiro modelo inédito da Volkswagen para tentar retomar o espaço perdido no segmento de SuVs no nosso mercado. Muito aguardado no Brasil, ele será o jipinho de entrada da marca e deverá levar muitas pessoas ao estande da montadora no Salão de São Paulo. Seus principais concorrentes serão: honda hR-V, Jeep Renegade, hyundai Creta, Nissan kicks e Ford Ecosport. o T-Cross ainda não foi revelado por inteiro, oficialmente, e as fotos que estamos mostrando são as mais recentes, publicadas pelo site Automedia. Já em testes finais, ele ganhará lugar de destaque no Salão de São Paulo, sendo que sua estreia está programada para o início de 2019.

JM magazine 212

A Classe X será a primeira picape fabricada e vendida pela Mercedes-Benz. Por fora, ela transmite robustez e por dentro, impressiona pelo conforto. Pode ser usada no trabalho duro e exigente das fazendas, mas tem refinamento e sofisticação que as outras picapes médias não buscam e não têm. Ainda sem preço definido pela montadora, especula-se que o modelo de entrada chegue no início do ano que vem, custando entre R$170 mil e R$180 mil, em três versões de acabamento – Pure, Progressive e Power – e duas versões de motor – 2.3 litros a diesel de 190 cv (versão X 250) e V6 de 258 cv (versão X 350). Importada da Argentina, a picape já está sendo testada pela Mercedes, nas ruas e estradas brasileiras.


MITSUBISHI ECLIPSE CROSS Finalmente, o kia Rio chega ao Brasil. Com a definição do Rota 2030, a montadora coreana deve voltar aos bons tempos no país. o kia Rio é um concorrente direto do Fiat Argo,VW Polo, Fiat Cronos e VW Virtus. Ele desembarca com as carrocerias sedan e hatch, usando o mesmo conjunto mecânico do hyundai hB20, com o motor 1.6 e câmbio manual ou automático de seis marchas. Importado do México, ele chega inicialmente na versão hatch, com seis airbags, freios ABS, controle de estabilidade, Isofix para fixação de cadeirinhas infantis, câmera de ré e sistema de entretenimento compatível com Android Auto e Apple CarPlay. Sem preços divulgados, estima-se que ele chegue custando entre R$ 50 mil e R$ 60 mil.

o Mitsubishi Eclipse Cross é um SuV médio, que vai se posicionar entre o ASX e o outlander. Ele tem um visual mais ousado, traseira imponente, sendo uma opção mais esportiva de SuV, tanto no design quanto no desempenho. Seu principal concorrente será o Jeep Compass, vendido atualmente na faixa de R$ 130 mil. Lançado no Japão, em 2017, ele tinha um propulsor 1.5 turbo, a gasolina, de 163 cv e 25,5 kgfm de torque acoplado a um câmbio manual de seis marchas ou CVT de oito marchas. Para o Brasil especula-se que ele terá o mesmo conjunto do ASX, motor 2.0 aspirado com uma caixa de câmbio CVT. o nome Eclipse se deve ao dia de seu lançamento em 2017, quando ocorreu o último eclipse total do Sol.

KIA RIO

JM magazine 213


NOVO CHEVROLET BLAZER A GM ressuscitou o Chevrolet Blazer, considerado por muitos o cupê do Camaro. Ele deverá aparecer no Salão de São Paulo, inicialmente, para a avaliação do consumidor brasileiro. Imponente, robusto e muito bonito, o novo Blazer tem estilo próprio do DNA da Chevrolet. Na linha de SuVs importadas da GM no Brasil, ele fica acima do Equinox e, também, é fabricado no México, como seu irmão menor. o novo Blazer vem com cinco lugares e uma boa dose de versatilidade. há bancos que podem deslizar e ser dobrados, de acordo com a necessidade dos ocupantes, aumentando a capacidade do porta-malas e o espaço para quem vai acomodado nos assentos traseiros. os preços ainda não foram revelados pela GM.

JM magazine 214


JM magazine 215


JM CULTURA Por lélia bruno

n a m g Ber

Os cem anos do nascimento de Ingmar Bergman põem em destaque sua obra singular e inquietante, em todo o mundo. São 70 filmes dirigidos entre 1946-2007, com “O Sétimo Selo”, “Gritos e Sussurros”. Foram 72 prêmios conquistados por ele, inclusive um Oscar e um Urso de Ouro no festival em Berlim. Sua musa e grande estrela foi Liv Ullmann, tendo participado de 10 de seus filmes para cinema e TV. Tiveram um romance entre 1965-1970 e uma filha. Sua obra é complexa. Guido Bilharinho nosso cinéfilo que tem publicações de Bergman, fala sobre ele: “Ingmar Bergman (Suécia, 1918-2007) realizou, desde o primeiro filme, Crise(1945), até seu falecimento, uma das mais importantes filmografias do cinema em beleza estética, amplitude filosófica e profundo humanismo, com pertinentes enfoques da pro-

blemática humana em seus posicionamentos, reações e manifestações interpessoais, onde se salientam, entre outras, as obras-primas O Sétimo Selo (1956), Morangos Silvestres (1957), O Silêncio (1963), A Hora do Lobo (1968) e Gritos e Sussurros (1972)

Randolfinho e seu chorinho no piano A música sempre foi uma constante na sua vida, paralela às suas raízes no agronegócio. Influenciado pelo convívio musical com a amiga Maria Inês Guimarães, pianista uberabense residente em Paris, após um stop de 25 anos, volta a estudar com a professora Lucy Cunha Fantato.

JM magazine 216

Desta força de vontade, disciplina e talento, Randolfinho nos presenteou e com este CD, em parceria com o músico, nosso "rei do cavaquinho", Fausto Reis. Zequinha de Abreu, Ernesto Nazareth e Chiquinha Gonzaga, Randolfinho executa muito bem !


Nasce uma estrela Um clássico atualizado de maneira correta, que tem tudo para ser um sucesso. Outras três versões deste filme foram estrelados “apenas” pelos notáveis Judy Garland, Janet Gaynor, Barbra Streisand. Bradley Cooper (Snipper), apaixonado por essa história, interpreta Jackson Main, um famoso cantor da música country e que se envolve com Ally, interpretada por Lady Gaga, que segundo a crítica está excelente no papel de uma cantora em ascensão. Bradley Cooper escreveu, produziu e dirigiu. Forte concorrente ao Oscar de 2019 em diversas categorias.

Turistas por ofício livros que são verdadeiras viagens

Nos guias tradicionais e em alguns romances as cidades se tornam protagonistas. Aqui vai uma lista de livros para você viajar sem sair do sofá: “Istambul”, de Ohram Pamuk, o encontro entre o oriente e o ocidente.

“Só Garotos”, do autor Patti Smith, viaja pela America.

“Do Amor e Outros Demônios”, do colombiano Gabriel García Márquez.

“Vinho & Guerra”, franceses e nazistas e a batalha pelo maior tesouro da França, o vinho. Dom e Petie Klandstrup trazem a narrativa de tradicionais famílias de vinicultores que impediram os nazistas de roubar um de seus símbolos mais genuínos. “Roma, Nápoles e Florença”, de Stendhal.

“As Cidades Inv i s í ve i s ” , do italiano Italo Calvino, relata as cidades que o viajante Marco Polo narrou ao imperador Kublai Khan (assista a série na Netflix Marco Polo). “O Turista Aprendiz”, um diário de viagem, de Mário de Andrade.

“A Amiga Genial”, de Elena Ferrante é uma viagem por, Nápoles.

JM magazine 217


vitrine vip JM magazine 218


vitrine vip JM magazine 219


vitrine vip JM magazine 220


vitrine vip JM magazine 221


vitrine vip JM magazine 222


Giovanna Mattos, estudante e

apaixonada por moda, realiza ensaios na cidade de Uberaba como modelo fotográfica, já com algumas parcerias e contratos. Ela segue com determinação, cheia de estilo, carisma e um charme natural. Essa paixão começou quando sua vó Regina Matos costurava os looks que ela mesma desenhava para baladinhas e festas, tendo como exemplo seu vestido de 15 anos. Foi assim que cresceu essa paixão. PERFIL Nome: Giovanna Matos M. Bernardes Instagram: @giovannaamattos_ Idade: 17 anos Signo: Virgem Sonho: Ser bióloga marinha Perfume: Coco Mademoiselle Não sai de casa sem: Meu celular Melhor viagem: Disney/NY Viagem dos sonhos: Las Vegas Meu estilo: Fashion e ousado, às vezes Hobby: Assistir a séries Atividade física: Musculação e futsal Apaixonada por: Família Estilo de vida: Eclética Refúgio: Meu quarto Compra certa: Aquela que você vai usar Música: Pills & Automobiles Som: Funk e rap Ter estilo é: Estar adequada para cada ocasião Algo no meu visual que me orgulha: Boca Palavra favorita: Gratidão Planos para o futuro: Fazer curso básico de Fotografia, curso de Desenho e Ilustração de Moda... E SER FELIZ

CRÉDITOS Giovanna Mattos, fotografada por Antônio Badu

Celular: (34) 99104-9664 Instagram: @badufoto | look Authoria (Coleção Verão 2019) by Captain Boy (34) 3312-4726 Instagram: @captain_boy |Usa Bolsa Coach/NY by MLuxury (Marcelo) (34) 99169-6000 Instagram: @mluxury | Cabelo e make by Eder Barcellos (34) 3326-3836/98811-6232 Instagram: @ederbarcellos | Nubia Mattos (mãe) @nubiamb | Kaká Borges (assessora)

@kakaborgesoficial JM magazine 223


Nossa capa Ao completar 40 anos de idade, em 2018, o cirurgião plástico Adriano Peduti Batista comemora o resultado de uma vida dedicada à família e à profissão, sendo reconhecido internacionalmente como um dos mais conceituados profissionais brasileiros na sua especialidade. Do pai, o cardiologista Emílio Peduti, herdou o amor pela Medicina e a simpatia no trato com seus pacientes. De sua mãe, Sandra, que abriu mão da carreira na psicologia para cuidar dos três filhos, aprendeu a importância da dedicação irrestrita aos estudos e à leitura. Seu notável talento como cirurgião plástico atrai para Uberaba incontáveis pessoas dos mais diversos Estados, para procedimentos estéticos, desde os considerados mais simples até os mais complexos. Médico graduado pela UFTM, desde cedo já se podia antever que ali estava um menino-prodígio: foi aprovado, em 1º lugar, tanto na especialidade de Cirurgia Geral, no concurso de Residência Médica, quanto no concurso para R3, na especialidade de Cirurgia Plástica, ambos na UFTM, e na Prova de Avaliação dos Residentes dos Serviços de Cirurgia Plástica de todo o Brasil. Do seu currículo constam ainda título de especialista em Cirurgia Geral e Cirurgia Plástica pelo MEC e pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica. Sem contar que ele foi membro da extinta Associação do Professor Illouz, cirurgião plástico francês que criou a lipoaspiração. Entre 2004 e 2014, foi professor e médico preceptor da Uniube. Em 2009, Adriano Peduti especializou-se em cirurgia de nariz (rinoplastia primária e secundária) na University of Texas Southwestern at Dallas, Texas, um dos principais centros de formação em Cirurgia Plástica dos EUA, com os Drs. Jack P. Gunter (considerado um dos “papas” na especialidade) e Rod J. Rohrich. Ele é, ainda, co-autor de capítulo do livro “Cirurgia Plástica – para a formação do especialista”, cujo editor é Sérgio Carreirão. Seus notórios conhecimentos e sua insuperável habilidade técnica projetam o nome de Adriano Peduti pelo mundo afora. Tanto assim, que em 2013 foi convidado a apresentar palestra sobre sua Técnica de Redução Mamária com Próteses, no Congresso Internacional de Cirurgia Plástica, em Santiago (Chile), organizado pela Confederação Internacional de Cirurgia Plástica Reconstrutiva e Estética (IPRAS). Naquele mesmo ano, Peduti obteve ascensão a membro titular da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, com o trabalho “Experiência Pessoal com a Associação de Técnicas na Mamoplastia Redutora Utilizando Implantes de Silicone”. Um dos segredos do seu sucesso certamente é o profissionalismo, aliado à sede de saber e à disposição para buscar a atualização permanente. Peduti participa ativamente de congressos internacionais e eventos técnicos de alto nível, como o First Global Aesthetics Conference, realizado em Miami, em 2015, focado nos avanços das cirurgias estéticas faciais e corporais. E do Plastic Surgery The Meeting, realizado em Chicago, pela Socieda-

de Americana de Cirurgia Plástica, em 2018. Atualmente concentra sua atuação somente nas cirurgias estéticas envolvendo contorno corporal (cirurgias nas mamas, abdome e vibrolipoaspiração) e na face (cirurgias de nariz, pálpebras, orelhas e lifting facial). Peduti costuma dizer aos seus pacientes que a busca pela satisfação é sua prioridade. “Procuro estabelecer um vínculo de confiança e esclarecimento no pré-operatório e disponibilidade total no pós-operatório. Resumindo, oferecendo um serviço de qualidade e estando próximos aos nossos pacientes, temos muito mais chances de satisfação e sucesso” – arremata Adriano Peduti. Casado com Liziane Teodoro Peduti e pai de duas meninas, Júlia e Luiza, Peduti trabalha muito, mas sempre encontra tempo para curtir a família e os amigos. Sua trajetória profissional e sua vida pessoal são exemplos de que é possível ter sucesso e ser feliz, mantendo os princípios, a humildade, a simplicidade e todas as outras virtudes que ele tem e que o tornam um ser humano admirável e admirado, sob todos os aspectos.


JM magazine 225


JM magazine 226

JM Magazine 62  

Do primeiro aninho ao brinde de felicidade por décadas e mais décadas bem vividas, transitando pelos débuts cinematográficos e por deslumbr...

JM Magazine 62  

Do primeiro aninho ao brinde de felicidade por décadas e mais décadas bem vividas, transitando pelos débuts cinematográficos e por deslumbr...

Advertisement