Page 1

Divulgação

Jornal da Gleba

MENU - Boas opções para o almoço de domingo Pág. 15

VIVA: Tratamento para rejuvenescer destaca-se pela técnica e eficácia Pág. 10

PERFIL

GLEBA

Fotos e fatos de Mario Jorge Tavares

Mario Jorge Tavares

Centenas de profissionais trabalham em canteiros de obras espalhados pela Gleba Palhano. Conheça um pouco da vida desses operários. Pág. 04

Jornal da Gleba

Construindo o amanhã

ZOOM

Dias atrás, a estilista Aline Bissochi lançou a nova coleção de sua grife. As “antenadas” de plantão foram conhecer as tendências. Confira na Pág. 08.

Inovar para construir

HIPERLINK

Com criatividade e auxílio das redes sociais, administrador de condomínio está construindo sua residência. Pág. 14

Ano 3 - Outubro de 2011 - Número 25 - Distribuição gratuita

Jornal da Gleba

Bruno Ferraro

Português de nascimento, naturalizado brasileiro, morador da Gleba Palhano, incansável em suas lutas, apaixonado pela vida! Pág. 03


2 JORNAL DA GLEBA - Outubro de 2010 2 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Pontos de Distribuição Conselho Informal de Síndicos O Jornal da Gleba é distribuído gratuitamente e Moradores da Gleba Palhanoem

Há dois anosque chegava às ruas aa primeira Um jornal se propõe ser um edição veículo do Jornal da Gleba, ummuito veículomais feitodo sob medida para comunitário deve ser que um agrupaatender uma região emfotos constante crescimento que mento de palavras, e anúncios. Ume jornal acabou por se definir a área maisda nobre da cidade. È comunitário é antescomo de tudo parte comunidade. São muitas as conquistas então. Mobilização dos 1 com esse espírito que odesde Jornal da Gleba completa moradores mais prestados apoio e pressão doPalhano. JG resultaram em ano de serviços à Gleba ações como:12 veto ao aumento de IPTU; instalação de Nestes meses muita coisa mudou em nosso cobertura emforam pontosabertas, de ônibus; pinturas de sinalizações bairro, ruas uma associação foi criada e que estão sendo feitas; de sentido rua...da alguns edifícios foramalteração inaugurados. E o de Jornal Enfim, sempre muitos esteve assuntos que para vocêsnoticiar nos relataram e Gleba atento todos estes fomos atrás para buscar as devidas soluções. A equipe fatos. O sabe desenvolvimento da união Gleba Palhano tem do JG da importância da entre população incríveis com o crescimento e imprensasemelhanças para lutar e conquistar o que é de ocorrido direito em LondrinaPornasisso, décadas 30, 40está e 50 do século e necessário. nossa equipe sempre tão passado. Somos umEncontramo-nos bairro que não para crescer e próxima de vocês. pelas de padarias, academias,dia salões de beleza, às vezes tomamos um progride a dia. Um lugar queaté ainda tem muita café juntos. É nessa simplicidade e proximidade que coisa a ser feita, mas que desponta como o melhor queremos permanecer. lugar da cidade para se viver. Estamos presenciando a Já foram durante todas essas história sendo 24 feitaexemplares diante dose,nossos olhos. Nossafoimissão, periódico, é registrar através edições, possívelcomo ver muitas histórias de vizinhos, de reportagens os personagens, imagens, os nãonossas é? Com quantas pessoas encontramosasdiariamente fatos, e o imenso orgulho de parte da história no elevador ou esbarramos na fazer portaria e nem se querda Gleba Palhano. sabemos o nome? A correria do dia a dia tem evitado meses muitos sacrifícios e alegrias. cadaForam vez mais essadeaproximação com aqueles que Trabalho que mas, nos gratifica pois você não se moram perto, por meiodiariamente, da editoria Perfil, trata apenas deumproduzir mensal, é muito pôde conhecer pouco daum vidajornal daquele que mora ao mais queEssa isto.interação É uma relação amizade,docarinho seu lado. entre osde moradores bairro e respeito leitor,objetivos. que permite mensalmente a também écom um você, dos nossos 'nossa' entrada no no seucomecinho lar. Nestesdessa últimos 12 meses Estamos apenas história que fizemos parte do seu cotidiano, mas, mais do que isso, desejamos escrever junto com você, leitor. Ainda temos você peça fundamental escrevêssemos muitofoi trabalho a fazer. Aindapara temosque muitas lutas para a nossa própria história.queremos Ou porque não dizer história enfrentar. No entanto, agradecer poraabrir a da Gleba Palhano.Muito obrigado parceria. porta da sua casa para nós por mais umpor ano.esta É por esse Que os dá, próximos capítulos carinhopossamos e confiançaescrever que você nos que temos, cada juntos... vez mais, o compromisso de levar até você informação Leitura! comBoa qualidade e muita credibilidade. Boa leitura!!

todos os edifícios e condomínios horizontais da Gleba Palhano e região. Se você não recebe o Jornal você éem morador da Gleba Palhano e desejaou daSeGleba casa entre em contato conosco participar conhecer trabalho desenvolvido retire seu ou exemplar nos opontos de distribuição:

pelo Conselho de Síndicos e Moradores da Edifício Torre Montello – Av. Ayrton conosco Senna da Gleba Palhano, entre em contato Silva, 550. (redação@jornaldagleba.com.br) ou acesse Mercado Palhano – Av. Bento Munhoz da Rocha, www.jornaldagleba.blogspot.com e fique atento esquina com João Wyclif. a Padaria data da Domenico próxima reunião. Não fique de fora. – Av. Garibaldi Deliberador, 94. Padaria Santa Ceia – R. Caracas, 181. Participe! Posto Bela Suíça – Av. Higienópolis, 2685 Viscardi Premium – Rodovia Mábio Palhano, próximo ao Alphaville. AMAI – Associação dos

Moradores do Alto Igapó Reunião do ConGP

EXPEDIENTE JORNALISTAS RESPONSÁVEIS Rafael Montagnini (MTB 7239/PR) e Talita Oriani (MTB 7358/PR)

EXPEDIENTE

DIAGRAMAÇÃO Carolina Chueire

Jornal da Gleba

Produção: TIRAGEM 4Ideias 5 mil Comunicação exemplares

REVISÃO Ana Setti

PROJETO GRÁFICO Eduardo Massi

Tiragem: 5 mil exemplares

IMPRESSÃO DISTRIBUIÇÃO Mensal Gráfica IdealizaPeriodicidade: Gratuita

Colaboração: Eliane Bortolotto, Jéssica Oliveira, Vinícuisgratuita Aguiari, Distribuição Jornalistas responsáveis Thiago Ferreira Andrade Rafael Montagnini (MTB 7239/PR) O JORNAL DA GLEBA CONTATOS LTDA Talita OrianiÉ PRODUZIDO POR 4 IDEIAS COMUNICAÇÃO (MTB 7358/PR) 3027-4125 / 9135-1556 / CONTATOS 9976-0243 Programação Visual Eduardo Massi

comercial@jornaldagleba.com.br (43) 3027-4125 / (43) 9976-6417 / (43) 9976-0243 Diagramação jornaldagleba.blogspot.com comercial@jornaldagleba.com.br Carolina Chueire redação@jornaldagleba.com.br www.twitter.com/jornaldagleba

Impressão: Gráfica Idealiza

WWW.JORNALDAGLEBA.COM.BR

IDEALIZA

A AMAIA trapróxima reunião do Conselho de Residenciais da Gleba balha para Condomínios trazer Palhano (ConGP) acontecerá no dia conforto e qualida25 de outubro, última terça-feira do de de vida à comumês. Para conferir o local, acesse o blog nidade. A primeira www.jornaldagleba.blogspot.com. etapa do nosso trabalho será de a Atividades Realizadas Informativo revitalização do Parque Guanabara, que foi pela AMAI iniciada com a construção da rotatória na Social e Cultural bifurcação das Ruas Montevidéu e Caracas. A - Aula de Frances segunda parte seráe aInglês segurança comunitária no - Roupeiro Mamãe Bebe bairro, com o objetivo deinformática garantir tranquilidade - Projeto Laboratório de a todos. As reuniões da AMAI são realizadas InfraasEstrutura Ambiente de cada mês. todas primeirase Meio segundas-feiras - Aprovado a construção da nova UBS Contamos com a colaboração de todos - Projeto de Ampliação da sede da AMAI. Dúvidas e sugestões no e-mail: amai.londri- Projeto de Adequação viária da Av. Ademar de na@yahoo.com.br Barros e Madre Leonia Milito. - Projeto de revitalização dos fundos de Vale do Jd. Claudia, Jd Alcantra e Bella Suíça.


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA

3

Fotos e fatos de Mario Jorge Tavares Português de nascimento, naturalizado brasileiro, morador da Gleba Palhano, incansável em suas lutas, apaixonado pela vida! Jornal da Gleba

e descobri onde ela morava. Fui entregar a foto, aí começamos a conversar e quatro anos depois nos casamos. Ela é minha eterna musa e companheira. Podemos dizer que foi um amor à primeira vista e ao primeiro clique. A fotografia, aliás, é sua outra paixão da vida toda. Mais que um hobby. Ele é presidente do Fotoclube de Londrina e está sempre Mario Jorge Tavares

A

lgumas pessoas nunca param, são curiosas e estão sempre aprendendo mais. Mario Jorge Tavares é assim. Sua aposentadoria, em 2006, foi apenas um momento de passagem para novas atividades e novos desafios. Ele é um homem que está de olho no futuro, mas que, por outro lado, tem paixões antigas. Uma delas é a Sercomtel. Foi contratado em 1970, passou por várias áreas, aposentando-se após 35 anos de trabalho. Em 2009, foi presidente da empresa no governo interino do prefeito Padre Roque. Também escreveu o livro: “Sercomtel, Marca de Pioneirismo”, sobre a evolução das telecomunicações na história da cidade. Tavares afirma: “A Sercomtel foi uma grande escola em minha vida profissional e continuo ligado a ela emocionalmente.” Já na vida pessoal, sua grande paixão foi e é Maria do Rocio. Em 2012, farão 40 anos de casados. Depois de quatro décadas, continuam se tratando carinhosamente e demonstrando respeito e admiração um pelo outro. Ele conta a história dos dois: “Estava fotografando o 7 de Setembro, em 1968, quando desfilou o Colégio Mãe de Deus. Uma bonita garota me chamou a atenção e fiz algumas imagens dela. Um dia, indo de ônibus para o trabalho, a vi

Mario Jorge e a esposa, Maria do Rocio, com a vista da Gleba Palhano ao fundo

Essa é uma das fotos do grande acervo de Mário Jorge. Ela recebeu o nome de “Túnel do Amor” e retrata a Av. Ayrton Senna no ano de 2002

fotografando a cidade, inclusive com colaborações para o Jornal da Gleba. Além de eternizar momentos da Gleba Palhano, Mario Jorge Tavares também participa do ConGP (Conselho de Condomínios da Gleba Palhano). Ele foi um dos idealizadores do grupo, que já conseguiu reduzir o preço de gás por meio de leilão; organizou a coleta seletiva de lixo, lâmpadas fluorescentes e baterias de celular e incentivou o treinamento de funcionários dos condomínios, entre outras ações de

grande interesse da comunidade. E se já não bastasse tudo isso, Tavares – que já tem vários cursos e especializações – começou uma nova graduação: Gestão de Negócios Imobiliários. Com 64 anos, Mario Jorge Tavares mostra que a vida é um contínuo desafio e que sempre temos muito mais o que viver, o que aprender e o que ensinar. Por Eliane Bortoloto

redacao@jornaldagleba.com.br


4 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

“Com suor e com cimento, erguendo uma casa aqui, adiante um apartamento” * Centenas de profissionais trabalham duro, diariamente, para construir o bairro mais charmoso da cidade

A

o passar pelas ruas da Gleba Palhano é impossível não perceber os canteiros de obras que estão pelo bairro. Há algum tempo, esse cenário vem fazendo parte da região. Portanto, é comum deparar cotidianamente com os profissionais que constroem a Gleba: os operários da construção civil. No inicio da manhã, centenas desses trabalhadores deixam suas residências em direção à Gleba Palhano. Muitos chegam de carro, outros de moto, ônibus ou bicicleta. Antes de começar o trabalho, é preciso vestir o uniforme da empresa, capacete e luvas. Ninguém pode transitar pela obra sem esses equipamentos de segurança. Neivaldo José Santinon trabalha há 32 anos no setor e há 20 é mestre de obras. Ele explica como o trabalho funciona. “Segunda-feira faço uma reunião com todos os colaboradores. Em uma obra normal podem trabalhar de 40 a 200 pessoas. Começo a reunião comentando o que vamos fazer, falo um pouco sobre segurança e faço

uma oração. Depois é trabalho e cobrança”, explica. De acordo com Santinon, a responsabilidade com o prazo de entrega do edifício faz o trabalho render mais. “A gente trabalha com prazo, tudo é muito corrido. Mas fica até mais gostoso trabalhar assim. O fato de a obra estar localizada na Gleba Palhano faz com que as exigências e cobranças sejam maiores”, ressalta. Mas nem sempre as exigências foram assim. Trabalhando há 22 anos na área de construção civil, o mestre de obras, Valdir de Oliveira, confessa que achou maluquice quando a empresa onde

O mestre de obras Valdir de Oliveira

trabalha resolveu construir um prédio no meio do nada. “Há 10 anos, quando estava construindo o edifício Central Park, acreditava que os diretores da construtora tinham ficado malucos. Eu me perguntava: como eles investem em um lugar desses? Aqui só tem terra e mato!”, lembra Valdir, aos risos. Mas, com as mudanças ocorridas no passar dos anos, o mestre de obras percebeu que estava equivocado em sua análise inicial. “Eu tinha certeza de que o Cinco Conjuntos seria a região mais valorizada e nobre da cidade. Achava que o crescimento que ocorreu na Gleba iria acontecer lá, mas a realidade foi outra”, comenta. Naquela época, o trabalho dos operários da construção civil que atuavam na região da Gleba Palhano era bem mais difícil. “Quando chovia, o caminhão não chegava até a obra, ele parava na Av. Madre Leônia Milito. Tínhamos de ir até lá buscar o material e trazê-lo em carriolas ou nas costas”, relembra. Hoje, isso mudou, graças ao crescimento do bairro. Mesmo na época em que

Fotos: Jornal da Gleba

O mestre de obras Neivaldo Santinon participa da construção da Gleba desde o início do bairro encontrava mais dificuldade para exercer seu trabalho, Valdir sentia muito prazer na profissão, sentimento esse que o acompanha até hoje. “É gratificante ver que você fez parte de tantas obras, que ajudou a construir esse bairro tão bonito. Fora a satisfação de ver uma obra pronta e entregue

ao morador. É algo indescritível. Quando vou ao mercado ou à padaria com o uniforme, é comum pessoas me pararem para elogiar o trabalho que fizemos. Isso me deixa muito feliz”, revela. *Trecho do poema Operário em Construção, de Vinícius de Moraes

Por Rafael Montagnini e Talita Oriani rafael@jornaldagleba.com.br talita@jornaldagleba.com.br


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA

5

Cada rua, um nome. Cada nome, uma história... Conheça um pouco da história das pessoas que dão nome às ruas da Gleba Palhano

A

s vias da Gleba Palhano têm nomes de pessoas e lugares que fizeram diferença na história. Porém, são poucos os que conhecem a forma de escolha desses nomes e o procedimento para que sejam escritos em uma placa que vai denominar a via. Após a Proclamação da República, houve um incentivo para que se utilizasse nome de pessoas, que se destacaram na história mundial e do país, para denominar as ruas. A ideia tinha uma preocupação cívica de preservar, homenagear e perpetuar a história das pessoas. Entretanto, não é tão simples fazer com que uma rua tenha o nome de uma pessoa, até mesmo porque essa homenagem deve ser feita a quem já faleceu. Primeiro, é necessário que um projeto seja aprovado na Câmara de Vereadores a partir da proposição de um parlamentar. Os familiares também precisam preencher um formulário com dados pessoais e biográficos, além do atestado de óbito. Aprovada a lei que nomeia uma rua, a família do homenageado recebe uma miniplaca, semelhante àquela que é colocada nas esquinas das vias. História e significado de algumas vias da Gleba João Wycliffe nasceu por volta de 1320 e viveu na época do cativeiro babilônico do papado e do início do Grande Cisma, que começou em 1378. Ele se destacou na tentativa de corrigir as doutrinas da igreja medieval, de modo que fossem ajustadas aos ensinos bíblicos. Os ensinos dele foram importantes porque demonstraram que havia incoerência tanto na hierarquia da

Jornal da Gleba

igreja quanto no Estado, principalmente na questão do pagamento de impostos. Em 1384, sofreu uma embolia que o levou à morte. Como havia morrido em comunhão com a igreja, foi enterrado em terra consagrada. Mais tarde, o Concílio de Constança o condenou e seus restos mortais foram exumados e queimados. João Huss nasceu na aldeia de Hussinek, no ano de 1369, em uma família de camponeses. Huss foi muito importante porque contestou a autoridade papal, a venda de indulgências e pregou a reforma da Igreja. Iniciou um movimento religioso baseado nas ideias de John Wycliffe. Seus seguidores ficaram conhecidos como os hussitas. A Igreja Católica não perdoou tais rebeliões e ele foi excomungado em 1410. No ano de 1415, o Concílio de Constança condenou-o à morte na fogueira. Ulrico Zuínglio foi o líder da reforma

suíça e fundador das igrejas reformadas suíças. Nasceu em uma família rica no dia 1º de janeiro de 1484. Faleceu no dia 10 de outubro de 1531 em uma batalha que iniciou, decidido a pôr fim à intervenção imperial, em face da hostilidade dos cantões católicos. Acredita-se que seu cadáver tenha sido esquartejado. Ele não deixou uma igreja organizada, mas suas doutrinas influenciaram as confissões calvinistas. Maria Leônia Milito nasceu em Sapri, na Itália, no dia 23 de junho de 1913. Ingressou na vida religiosa aos 22 anos, passando a ser conhecida como Madre Leônia. Em meados de 1950 veio ao Brasil, inicialmente para São Paulo. Em 1958, chegou a Londrina, onde fundou a Congregação das Missionárias de Santo Antônio Maria Clanet, junto com o bispo Dom Geraldo Fernandes, que teve como missão “a evangelização em todos os lugares do mundo, por todos os meios possíveis”. Em Londrina, a Congregação está sediada no Santuário Eucarístico Mariano, na Av. Madre Leônia Milito, 575. Madre Leônia morreu vítima de um acidente de trânsito no dia 22 de julho de 1980. Hoje, está em curso seu processo de beatificação. Para que seja considerada santa, mais um processo, o de canonização, deve ser iniciado, bem como mais um milagre precisa ser associado à Madre. Caracas é a capital da Venezuela, que foi fundada em 1567, com o nome de Santiago de León de Caracas, pelo explorador espanhol Diego de Losada. Em 26 de março de 1812, Caracas foi destruída por

um terremoto, que as autoridades locais julgaram como uma punição divina pela desobediência dos nativos à coroa espanhola. Simón Bolívar, natural de Caracas, respondeu ao evento com a famosa frase: “Se a natureza se opõe (à independência), lutaremos contra ela e faremos com que nos obedeça”. Ao longo do século XX, Caracas tornou-se um dos centros financeiros da América do Sul, devido, principalmente, ao desenvolvimento gerado pelas altas divisas do petróleo. Jerusalém, cujo significado é “legado da paz”, foi, ao longo de mais de 600 anos, até a conquista babilônica, em 587 a.C., a capital política e religiosa dos judeus. Foi palco também de guerras romano-judaicas, romano-persas e cruzadas. Os lugares sagrados da cidade continuam a ser, até os dias de hoje, uma questão central no conflito palestino-israelense. Jerusalém tem um papel importante no judaísmo, cristianismo e islamismo. O livro anual de estatística de Jerusalém listou 1.204 sinagogas, 158 igrejas, e 73 mesquitas dentro da cidade. Alguns arqueólogos acreditam que Jerusalém, como cidade, foi fundada pelos povos semitas ocidentais, com assentamentos organizados em cerca de 2600 a.C.. Segundo a tradição judaica, Jerusalém é sagrada para os judeus desde que o Rei David a proclamou como sua capital no 10º século a.C. A cidade é mencionada 632 vezes na Bíblia. Por Jéssica Rocha

redacao@jornaldagleba.com.br


6 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Fotos: Jornal da Gleba

Obrigado, Gleba Palhano, por esses dois anos de parceria e sucesso! Parabéns, Jornal da Gleba, pela realização desse sonho, pelo sucesso do Jornal e, principalmente, pela qualidade e credibilidade de vocês.

Em cada edição, percebo que o Jornal é cada vez mais comentado na cidade. Parabéns ao JG, que está um sucesso, e parabéns aos responsáveis que descobriram esse nicho e apostaram nele.

Marina Tobias – Profissional de Marketing da Plaenge

Faço votos de que Alexandre Félix – Empresário o JG cresça O JG contribuiu e contribui para a muito e integração dos moradores, nivelando integre a informação na melhor qualidade cada possível. Parabéns, Jornal da Gleba! vez mais esse pessoal que o lê. Que continuem com esse ótimo Por fazer parte de um público trabalho e sejam cada vez mais específico, esse Jornal faz com reconhecidos, ousados e inovadores, que nos sintamos juntos e como vocês são. unidos.

Rogério Fertonani – Empresário e atual presidente do ConGP

Parabenizamos o Jornal da Gleba por tudo o que tem feito à nossa sociedade nesses 2 anos. O Jornal está cada vez mais comprometido em fazer o melhor para os moradores, trazendo sempre informações úteis. Além disso, a equipe do JG preocupa-se em destacar os eventos da região, está sempre prestando assessoria aos acontecimentos do bairro, evidenciando assim os comerciantes locais. Adriano, José e André Spirandelli – Proprietários da Padaria Santa Ceia

Celso Vignadelli – Proprietário da CRV Imobiliária

Desejo que o Jornal prospere por muito tempo. Esses dois anos foram só o início do longo período desse veículo. Muito sucesso a toda equipe do JG! Fernanda Zambroti – Profissional de marketing da A. Yoshii

A Gleba Palhano O Jornal da Gleba é é considerada um um jornal saudável, universo à parte dentro que sempre mostra de Londrina. Ela é matérias de bemnova, bonita, diferente estar, qualidade de e com características vida, ou seja, não próprias. Fico feliz é um jornal com que alguém tenha coisas ruins. Por isso, percebido isso. Além quero parabenizar de cobrir a rotina do as pessoas que dão vida a ele. Quando leio o bairro, o Jornal da Gleba entende o que é a JG, sei quem o produz, quem está por trás, e Gleba Palhano. Portanto, se quiser entender o isso faz toda a diferença. espírito da região, você tem de ler o JG. Jersey Gogel - Jornalista

Daniel Zani – Sócio-proprietário da Academia Action


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA

7


8 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Fotos: Gabriel Teixeira

Por Talita Oriani

talita@jornaldagleba.com.br

Allure Localizada no Alto da Palhano, na rua Jerusalém, em Londrina, e hoje consolidada como opção de lazer para os moradores da Gleba Palhano, a Praça Pé-Vermelho, único espaço do gênero naquela região da cidade, ganhará um novo vizinho. A Plaenge, que também idealizou e construiu a praça, lançou o edifício Allure. O empreendimento terá entrada pela Alameda Pé-Vermelho. Isso significa que a praça, com seu piso em petit pavet, com desenhos idênticos aos do antigo Calçadão e luminárias em formato de araucária, está praticamente dentro do quintal da nova construção. Confira alguns registros da festa de lançamento.

Misael Domingues Rodrigues e Rita de Cássia Ferreira Leite

Maurício e Ana Carolina Faiad

Nova direção O casal José Valdemar Jaschke e Silvia Sales assumiu re-centemente a direção da Pizzaria Nova Royal’s. Com um cardápio diversificado, a pizzaria conta exclusivamente com o serviço de delivery. Na foto, os proprietários com o filho João Pedro e os pizzaiolos André e Anderson Lopes.

Jornal da Gleba

Maria Eduarda de Goes Mattos

Bruna Damasceno

Fashion A estilista Aline Bissochi lançou a coleção verão 2012 em sua loja, no alto da Av. Higienópolis, durante semana fashion. Inspirada na década de 70, que se reporta à liberdade e ao ‘paz e amor’, a coleção valoriza tingimentos artesanais, vestidos amplos e alfaiataria, mesclando essas características com a naturalidade do couro, linho e jacquard. O branco destacase em meio às cores vibrantes, como turquesa, laranja, coral e lima.

Fotos: Bruno Ferraro

Ana Carolina Trevisan Rapcham, Isabela Ogawa e Bruna Rangel

Aline Bissochi, Raquel Neves e Ana Paula

Solange Gazzi


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA

Inusitado e exclusivo

Andrea Rodrigues e Marcelo Vilela

ALLA MODA A escolhida desse mês é Francianne Lara Jardim. O estilo sofisticado da bela loira não passou despercebido pelas lentes do fotógrafo Gabriel Teixeira. A nossa fashionista de plantão, Dani Bárbara, aprovou o modelito. Confira! Gabriel Teixeira

Recentemente, o projeto Edo Krause & Orquestra realizou mais uma apresentação inesquecível em Londrina. O público da Kingdom 2800 conferiu o som que une as batidas da música eletrônica à emoção de uma orquestra sinfônica. Os arranjos próprios, a regência de um maestro, somados à técnica e ao feeling do DJ Edo Krause, fizeram da apresentação um verdadeiro show. Confira as fotos de Marcus Ronchi.

9

Vitória Pozzobon e Anis Rahal

“Blazer e calça jeans são itens essenciais no guardaroupa de qualquer mulher. A dupla, além de básica, é uma opção perfeita para aqueles momentos que você precisa estar elegante e descontraída ao mesmo tempo. Look perfeito para um happy hour, uma reunião de trabalho e até um jantar romântico. Dica de Stylist: para sofisticar, opte por usar uma regata de seda, dobre a barra da calça e escolha um sapato marcante”. Danieli Bárbara trabalhou

como produtora de moda nas revistas ESTILO, ELLE e MAG! e atualmente gerencia conteúdo online para marcas de moda. info@danibarbara.com

Caroline Ozorio e Schelen Veras

Birthday Edo Krause e Gustavo Murad

Nossa fashionista de plantão, Dani Bárbara, comemora nova idade dia 9. A maquiadora Carol Rodrigues canta os parabéns no dia 14. E o empresário Rogério Fertonani comemora no dia 19. Congratulations!!!

Música instrumental Caio Rodrigues e Larissa Rodrigues

Lorena Toninato

No início de novembro, Londrina vai conferir mais um evento musical cheio de estilo, o Festival de Música Instrumental. As apresentações estão marcadas para acontecer de 2 a 6 de novembro, no Bar Valentino. À frente do evento, o jornalista Bruno Gehring.


10 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Tratamento para rejuvenescer destaca-se pela técnica e eficácia Desenvolvida na Argentina, a técnica de Micropuntura ganha adeptos no Brasil e é mais barata do que a aplicação de Botox

P

és de galinha, bigode chinês e bulldog são algumas das denominações usadas para descrever as “famosas” linhas de expressão. O tempo passa e com ele surgem as marcas. Atualmente, o mercado de produtos estéticos tem avançado muito nas tecnologias, portanto, é possível encontrar produtos e tratamentos que auxiliam a retardar o aparecimento dessas rugas. Um desses tratamentos é a Micropuntura, que vem fazendo cada vez mais sucesso no Brasil. Desenvolvido pela esteticista argentina Java Jeiman, a técnica de Micropuntura faz uso do dermógrafo, o mesmo utilizado na maquiagem definitiva, equipado com agulha de uma ponta, que promove a estimulação da pele por meio da ação mecânica e de cosméticos apropriados, proporcionando regeneração celular e atenuação dos sinais de expressão. Segundo a esteticista Rubia Muriel, o tratamento é indicado para pessoas com idade de 30 a 75 anos. “Uma pessoa de mais idade pode fazer, o resultado, no entanto, não é igual”, conta. Além disso, Muriel comenta que a técnica não é invasiva nem dolorida, permitindo, logo após concluída a sessão, o retorno normal do paciente às suas atividades. “Os cuidados, após as sessões, são simples, como não tomar sol, não ingerir alimentos com betacaroteno até o fim do tratamento, passar protetor solar duas vezes ao dia e usar um creme, cuja Jornal da Gleba

Há 1 ano, Rubia Muriel realiza a técnica de Micropuntura

Divulgação

Na imagem, é possível perceber como as linhas de expressão da professora Nazaré Leão foram reduzidas formulação foi desenvolvida por mim, uma vez ao dia”, revela. A professora Nazaré Leão tem 51 anos e está totalmente satisfeita com o tratamento. Após 10 sessões, as linhas de expressão do contorno dos olhos praticamente desapareceram. “Já tinha feito aplicação de botox, mas o custo benefício no meu caso não era satisfatório, pois sou uma pessoa muito risonha e o resultado não durava mais do que 45 dias. Com esse tratamento foi diferente. Segui à risca todas as orientações da Muriel. Por isso, o resultado foi tão eficaz”, diz. As sessões duram cerca de 40 minutos, custam em média R$80,00 (por região) e, após a terceira sessão, já é possível notar a diferença. O intervalo obrigatório entre uma aplicação e outra é de 15 dias. Os resultados permanecem por 12 meses, em média, e a esteticista recomenda fazer algumas sessões de manutenção durante esse período. Por Talita Oriani

talita@jornaldagleba.com.br


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA 11


12 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Imagem típica nas manhãs da Gleba Palhano - Mário Jorge Tavares Envie suas fotos para redacao@jornaldagleba.com.br e apareça neste espaço.

1º lugar no Enem em Londrina O tão esperado resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2010 foi divulgado pelo Ministério da Educação (MEC) no dia 12 de setembro. Mais uma vez, o Colégio Universitário mostrou sua eficiência em ensino de qualidade. A instituição ficou em primeiro lugar em Londrina, no Grupo 2, com 67% de taxa de participação dos alunos. A média geral foi de 669,78 entre os 119 alunos que fizeram a prova. Na cidade, 15 escolas particulares participaram do exame. Os bons resultados não param por aí. No Paraná, a instituição aparece em terceiro lugar na lista das dez melhores, também no Grupo 2, sendo o segundo lugar de escola particular, com diferença de apenas 0,61 milésimos para o primeiro lugar. No Brasil, o Colégio Universitário configura entre as 50 melhores escolas, ocupando o 47º lugar. Muitos devem estar se perguntando qual a fórmula do sucesso? Para a direção do Colégio Universitário, o material didático do Sistema Anglo de Ensino e o corpo docente são fundamentais neste processo. Além disso, há um forte trabalho interdisciplinar com foco na atualidade. Pais, alunos e professores, o Colégio Universitário está feliz e muito satisfeito com a conquista, vocês fazem parte dela. Parabéns a todos e sucesso! Colégio Universitário de Londrina

Imagem Ilustrativa


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA 13

Aproveite o melhor de Nova York

A

Albatroz Turismo estreia nesta edição do Jornal da Gleba uma coluna com dicas de viagens. Aqui, o leitor vai sempre encontrar sugestões especiais de hospedagem, gastronomia, compras e passeios, nos mais diversos destinos nacionais e internacionais. E começando em grande estilo, vamos falar de Nova York, com sua infinidade de atrações para qualquer época do ano. Rica em cultura, vida noturna, compras e com ótimos restaurantes, Nova York tem pontos turísticos que não podem deixar de ser visitados, como o Empire State Building, a Estátua da Liberdade, o Metropolitam Museum, o Central Park e a Time Square - que é a esquina mais famosa, onde os turistas podem encontrar cinemas, teatros, lojas e luminosos enormes. Mas há muito mais para conhecer. A Albatroz Turismo pode sugerir vários passeios encantadores que agradam os mais variados perfis de turistas. Veja algumas dicas abaixo, que nem sempre fazem parte dos roteiros convencionais: 1) Brunch no Rockfeller Center: Uma deliciosa combinação de café da manhã com almoço. As frutas e pratos leves criam uma harmonia perfeita com uma taça de champagne. É um passeio ideal para ser feito durante o verão e o brunch é servido aos domingos a partir das 10h00. 2) Top of the Rock, também no Rockefeller Center: Com filas bem menores do que seu concorrente, o Empire State Building, oferece uma vista privilegiada de Manhattan a partir de seu

mirante, com uma vantagem: é possível ver e fotografar o Empire State em um ângulo mais interessante do que de baixo para cima. O endereço do Rockefeller Center é 5th Avenue, ente as ruas 49th e 51th. 3) Magnolia Bakery: Delicie-se com os mais famosos cupcakes da América. De culinária artesanal, esses bolinhos se tornaram ainda mais populares para os devotos de Carrie Bradshaw, personagem da atriz Sarah Jessica Parker no seriado Sex and the City. O endereço é 1240 Avenue of Americas. 4) Eataly: Um local especial para quem aprecia a arte da culinária. Além de várias opções de restaurantes, há o mercado onde se pode comprar carnes, queijos, azeites, embutidos, bebidas,cafés, massas, muçarela, e temperos. O endereço é 200 5th Avenue. 5) Stomp!: Fora do circuito da Broadway, esse impressionante musical traz um espetáculo onde não há uma palavra pronunciada. Apenas ritmos, percussão e sons de elementos muito curiosos. Vale a pena conferir. O endereço é: Orpheum Theatre - 126 Second Avenue. Entre em contato com a Albatroz Turismo e conheça em detalhes os pacotes oferecidos para Nova York e as facilidades para pagamento. Albatroz Turismo Avenida Ayrton Senna, 70 Fone (43) 3378-3000


14 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

Inovar para construir Com criatividade e auxílio das redes sociais, administrador de condomínio está construindo sua residência

A

casa própria ainda é um sonho distante da maioria dos brasileiros. A falta de crédito disponível no mercado e as dificuldades em manter o pagamento das parcelas do financiamento bancário em dia fazem com que muitas pessoas desistam da casa própria e permaneçam pagando aluguel. Para driblar esses percalços, Alexandre Salviano, administrador do condomínio Royal Park, encontrou na internet uma aliada para a construção de sua primeira residência. Salviano criou o site: www.patrocinemeular.com. br para que empresas ligadas à área da construção civil troquem publicidade por materiais e serviços para sua casa. “As empresas têm um espaço para divulgação da parceria no site e podem incluir a logomarca, fotos, vídeos, texto etc. Em troca, recebo o produto ou serviço com desconto parcial ou integral. Além disso, criei um perfil do projeto para o twitter e facebook, redes de relacionamento que fazem a diferença quando o assunto é marketing”, explicou. De acordo com Salviano, o projeto foi inspirado em quadros de programas televisivos que apresentam reformas e construções de moradias. “Tive essa ideia enquanto cursava Administração, pois bastava ligar a televisão nos finais de semana e perceber o quanto o marketing social despertava a atenção das pessoas. Nesses quadros, as empresas patrocinadoras têm sua marca divulgada em mídia televisiva”. A casa está sendo construída na Rua Cabo Frio, nas proximidades do lago Igapó 3, e terá um espaço de 88,70m². A construção da residência começou em

O administrador ao lado da sua futura casa

Fotos: Jornal da Gleba

Sintonizando você com a moda Alexandre Salviano está prestes a terminar a construção de sua casa março deste ano e deve ficar pronta nos próximos meses. “Em poucas semanas, no facebook, o projeto ultrapassou os 300 amigos que seguem o ‘Patrocine o meu lar’. Alguns apenas acompanham o andamento da obra por curiosidade, outros estão atentos aos sorteios que realizo pelo twitter (@patrocinemeular). A premiação é diversificada, já sorteamos lanches, viagens para Santa Catarina e um fim de semana em um hotel fazenda”. Apesar das dificuldades em construir uma residência a partir do ‘zero’, Salviano acredita que fez a melhor opção para realizar o seu sonho. “Realmente, posso passar por alguns problemas durante a construção, mas nada é mais prazeroso do que acompanhar as etapas de edificação da minha própria casa”. As empresas interessadas em patrocinar o projeto devem entrar em contato pelo e-mail: contato@patrocinemeular.com.br . Por Rafael Montagnini

rafael@jornaldagleba.com.br

Lançamento Coleção Primavera Verão venha conferir nossas novidades

Av. Madre Leonia Milito, 1900 loja 07, Espaço Palhano fone 3024-6990 Segunda á sexta das 09h00min ás 18h30min, sábados das 09h00min ás 14h00min0


outubro de 2011 - JORNAL DA GLEBA 15

Almoço no campo Boas opções para o almoço de domingo

S

e nos finais de semana você busca sair da rotina, da cidade e até um pouco da dieta... Que tal almoçar em um dos restaurantes rurais que nossa região oferece? O Jornal da Gleba traz três alternativas para você conhecer nos seus próximos almoços de domingo: Estância Patrial Serve comida mineira e 12 tipos de sobremesa. Além de um bom almoço, há passeio de charrete e playground para as crianças, com acompanhamento de monitora. Também há redário para relaxar. A proprietária, Maria Patrial, diz que recebe inclusive estrangeiros: “Moradores da região trazem amigos para mostrar um pouco da nossa cultura rural”. Nos outros dias da semana o local trabalha com eventos: aniversários, batizados,

Divulgação

confraternizações, casamentos... Inclusive há capela na Estância. Para eventos, o cardápio é diferenciado. Almoço aos domingos: R$ 27 por pessoa, das 11 às 16h Localização: Entre o distrito Espírito Santo e o patrimônio Regina Reservas e mais informações pelo telefone: 3337-2060 e 3344-5782 www.estanciapatrial.com.br

Restaurante Vó Tatau Restaurante da família Terciotti. Lucas Tercioti explica que durante a semana a vó Tatau – Sebastiana Cândido Terciotti – e as filhas preparam os doces e as massas. O grupo Kanto Duboske, formado por irmãos e netos da vó Tatau, apresenta música caipira, de raiz, aos clientes. Há parquinho e redes. O local também atende a eventos às sextas e aos sábados. Almoço aos domingos: R$ 27 por pessoa, das 11h às 15h Localização: No patrimônio Regina Reservas e mais informações pelo telefone: 3339-1773 www.votatau.com.br Recanto Dá Licença Há recreação com monitores para as crianças e música ao vivo. Quem já

conhece outros restaurantes do grupo Dá Licença, pode esperar a mesma qualidade e variedade maior: são cerca de 110 pratos, incluindo “costela fogo no chão” e dezenas de sobremesas. O local é frequentado tanto por pessoas de fora da cidade, que vão justamente para conhecer o local, como por clientes já assíduos. Também abre para eventos. Almoço aos domingos: R$ 30,90 por pessoa, das 11h30 às 15h30 Localização: R. Eunilson Bezerra da Silva, ao lado do Cond. Pitanguá Reservas e mais informações pelo telefone: 3323-2100 www.dalicenca.com.br/restaurante_ recanto.html Por Eliane Bortoloto

redacao@jornaldagleba.com.br


16 JORNAL DA GLEBA - outubro de 2011

JG25 - OUT2011  

HIPERLINK PERFIL Ano 3 - Outubro de 2011 - Número 25 - Distribuição gratuita Dias atrás, a estilista Aline Bissochi lançou a nova coleção de...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you